O BLOG QUE DIZ O QUE TEM QUE SER DITO.....



30 de agosto de 2016

CAÇANDO BANDIDO

PASSOU AGORA UM HELICOPTERO AQUI EM PETROPOLIS AS 8 DA MATINA DE SEG...

SERÁ QUE TÃO CAÇANDO BANDIDO OU FAZENDO XARMINHO?????

 

GIL

PRA MIM, NENHUMA SURPRESA.......

 

RUMO A ITAPUA

me anteCIPEI. AO INVES DE PEGAR O T11 DAS 9 E POKO PEGUEI O QUE VEIO ANTES.....TINHA ACORDADO 4 E MEIA E DETESTO ME ATRASAR.COMO TINHA COMBINADO COM O COLEGA JULIO SORTICA ELE LIGOU PRO MEU CELULAR.

NÃO SEI LIDAR COM O BICHO....

JA TAVA A CAMINHO...

ME ANTECIPEI....
O JULIO SE ATRASOU UM POUCO, MAS VEIO DENTRO DO HORÁRIO QUE ELE HAVIA COMBINADO.

EU FIQUEI COARANDO NA PARADA DA VTC...PACIENCIA, EU ME ADIANTEI.

FOMOS PEGUAR A EDITH,FILHA DA MARIONI, QUE É QUEM NOS GUIARIA AO SITIO.

O COMBOIO DEMOROU A PARTIR.

NISTO A FILHA DO JULIO TAMBÉM INVENTOU DE IR.

LÁ FOMOS NÓS PEGA-LA

A EDITH E O MARIDO, O LUCIANO,FINALMENTE TOMAM O RUMO...

PRONTO A ZONA SUL QUE EU NÃO CONHEÇO NEM XONGAS...

MAS LÁ FOMOS INDO....

PASSA O SITIO DO RONALDINHO.....ATE QUE CHEGAMOS NA POEIRA, NA ZONA RURAL...

- CADE A CARNE JULIO, RECLAMOU A MARIONI, DEPOIS DA RECEPÇÃO FESTIVA.

EU ME SENTI NO FILME WOODSTOCK COM AQUELE TRATOR ...LEMBREI DOS MALUCOS NOS DIAS DO FESTIVAL QUE INVADIAM A FAZENDA DO AMERICANO E QUEIMAVAM FUMO. O GRINGO SÓ RIA.

AI A MARIONI SE MANDOU ATRÁS DE CARNE NO POVOADO QUE TEM ALI DO LADO.

BAH, MAS COM LENHA FICOU TRI.

A VOLTA FOI LÁ PELO MEIO DA TARDE. POR MIM TERIA FICADO PRO CAFÉ E PRA JANTA. MAS TAVA DE CARONA.

UM DIA VOU NO SITIO DA MARIONI E FICO LÁ UMA SEMANA....

 

 

MARIONI CANSOU

A PRIMEIRA COISA QUE A MARIONI ME DISSE DOM QDO A VI DEPOIS DE 20 ANOS FOI

- CANSEI. NÃO QUERO MAIS.

ENTENDI O QUE ELA QUIS DIZER.

É QUE A FALECIDA MÃE DELA DIZIA QUE ELA SO PEGAVA JAGUARAS....KKKKK

MAS AGORA O ZÉ LUIS QUE TÁ COM A MARIONI É UM BOM DONO E CASA.

E TRABALHADOR. TODA MULHER QUER UM MARIDO TRABALHADOR.

ESSA HSITORIA DE INDEPENDENCIA FEMININA É A MAIOR BALELA QUE JÁ SE VIU...ELAS QUEREM É UM HOMEM COM BICEPS.....

ELA ELOGIOU A FALECIDA MULHER DO IBSEN PINHEIRO, A LAILA. ERA MUITO INTELIGENTE. TB JÁ OUVI DIZER QUE NAS REUNIOES DO PMDB A LAILA É QUE DAVA AS CARTAS. O MARIDÃO FICAVA BEM QUIETINHO.

MARIONI NÃO SABIA QUE O TERLERA TINHA MORRIDO

 

 

MARIONI

MUITOS ANOS ATRAS, QDO A MARIONI SO PROCURAVA JAGUARAS, ELE DESCONFIOU QUE UM AFFAIR QUE TINHA EM CURITIBA A ANDAVA TRAINDO( SO ELA NÃO SABIA A TORCIDA DO FLAMENGO TODA SABIA) ERA UMF ERIADÃO ELA ME LIGOU PRA MIM LIGAR PRA PUNTA DEL ESTE PRA SABER SE O CARA TAVA LÁ COM OUTRA OU NÃO.
- EU TE PAGO A CONTA ME DISSE. (ACHO QUE NUNCA PAGOU...)

- TA LIGO.

LIGUEI.

QUEM ATENDEU O FONE NO HOTEL FOI A PROPRIA QUE TAVA COM O NAMORADO DA MARIONI.

- SIM MARIONI, ELE TÁ TE TRAINDO. FOI ELA QUE ATENDEU O FONE.

ELA VIROU UMA COBRA DE FURIOSA. NEM SEI COMO TERMINOU AQUELE BABADO. EU PAGUEI A LIGAÇÃO INTERNACIONAL.

 

UCHA

TAVA TUDO PRONTO PRA FESTA DOS 30 ANOS DO JN

3 GURIAS QUE TEM EMPRESA DE ASSESSORIA DE IMPRENSA TINHAM ATÉ COLABORADO COM MONEY PRAS DESPESAS.

FOI OFERECIDA A GRANA DE VOLTA. ELAS NÃO QUISERAM. FICOU PRA DESPESA DO FUNERAL.

UCHA SEMPRE ME DIZIA QUE NÃO TIRAVA GRANA DO BOLSO PRO JN....

SE ELE SE PAGASSE ELE O FAZIA....

 

DE SÃO BORJA

DOS LEITORES

De: "Ramão Aguilar"
Enviada: 2016/08/29 15:34:27

Dom Olides:
A festa do Alencar esteve muito boa. Um ótimo churrasco de chibo, picanha e muita ceva, mas não houve foto. Todos saíram satisfeitos, pois foram momentos de muita alegria e confraternização.
Grato pela lembrança.
Ramão Aguilar.

 

Boiando...

fui fazer ironia a nara não entendeu (OC)

De: "Nara Barbosa"
Enviada: 2016/08/29 21:25:12

Eu não te convido para minha rede social? Mas que papo é esse?

 

Jorge Vercillo vai embalar Porto Alegre com sucessos de 22 anos de carreira

O cantor e compositor, que faz parte da história da música popular brasileira, fará show no Opinião, sábado, dia 10 de setembro, às 20h. Os ingresso já estão à venda nas lojas Youcom e Multisom Andradas...

Com um repertório formado por canções inéditas e sucessos de mais de duas décadas de carreira, o cantor e compositor carioca Jorge Vercillo vai trazer para Porto Alegre a turnê "Vida é Arte", seu mais recente trabalho de estúdio. O álbum. que chegou às lojas e aos serviços de streaming no início deste ano, reúne algumas das músicas lançadas pelo artista através do projeto "Extra-Físico", que disponibilizava uma composição nova por mês do artista pela Internet.

629108b2-782c-4016-9ad1-45058e26245fVercillo, que já fez parceria com grandes nomes da MPB como Maria Bethânia, Ana Carolina e Caetano Veloso, já contou com cinco indicações ao Grammy Latino e tem em sua nova obra, colaborações de Carlinhos Brown, na faixa "Silêncio na Favela" e de Dudu Falcão, na música "Permissão".

A faixa "Talismã Sem Par", foi a primeira do disco a ganhar um videoclipe, que já conta com mais de 300 mil visualizações no Youtube. Além dessas músicas, os hits "Ela Une Todas as Coisas", "Que Nem Maré", "Fênix", "Monalisa", "Encontro das Águas" e "Final Feliz" também devem aparecer no repertório durante o show.

O valor dos ingressos, que já podem ser adquiridos nas lojas Youcom e na Multisom Andradas possui desconto para quem doar 1kg de alimento não perecível ou agasalho, entregue na entrada do evento. O valor dos ingressos do 1° lote é R$100,00 a entrada inteira, R$50,00 a de estudante e idosos e R$55,00 para qualquer pessoa que fizer as doações.

• Para os benefícios da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da carteira de estudante na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados no artigo 4º da Lei Estadual 14.612/14.

 

Câmara saúda os 70 anos da Hora Israelita

Foi comemorado, no período de Comunicações da sessão ordinária desta segunda-feira (29/8), no Plenário Ana Terra, os 70 anos do programa Hora Israelita. O programa é transmitido pela Band AM e FM, das 8h às 10h, todos os domingos. A homenagem foi proposta pelo vereador Valter Nagelstein (PMDB).

Nagelstein se referiu aos judeus como “uma das tantas etnias que compõem o estado do Rio Grande do Sul” e lembrou o holocausto, durante o regime nazista, na Segunda Guerra Mundial, que matou cerca de 6 milhões de judeus e provocou um grande êxodo de israelenses pelo mundo, inclusive para Porto Alegre. Entre os grandes feitos da Hora Israelita, o vereador citou a transmissão da declaração de Osvaldo Aranha, em 1947, que resultou na partição da Palestina e na criação do Estado de Israel. Também foi transmitida ao vivo pelo programa, em 1948, a instalação do Estado de Israel.

O proponente da homenagem lembrou dos diversos avanços que Israel trouxe e traz ao mundo: “Os avanços científicos desenvolvidos lá são sistematicamente informados pelo programa, como os estudos no combate ao câncer, na matemática, nas ciências sociais, na psicologia, entre outros. Israel tem mais de 50 Prêmios Nobel! Deveríamos seguir este exemplo”, declarou Nagelstein.

A programação da Hora Israelita se baseia em temas como culinária, política, crônicas e repertório musical judaico, além de informar, muitas vezes em tempo real. O programa mantém correspondentes permanentes em Nova Iorque, Israel, Rio de Janeiro e Curitiba. “A Hora Israelita conseguiu a credibilidade e confiança de milhares de ouvintes, inclusive da comunidade católica e evangélica do estado”, afirmou o vereador. Por fim, Valter Nagelstein se posicionou sobre os conflitos de Israel com a Palestina: “Israel não é ocupante de nada. Está há 5 mil anos na sua terra.”

O presidente da Federação Israelita, Zalmir Chwartzmann, ressaltou que todos que trabalham no programa o fazem de forma voluntária. O diretor do programa, Dani Laks, agradeceu a homenagem e falou que a Hora israelita é um programa dinâmico e que tem opinião. "Seu objetivo é levar ao público informações sobre a cultura judaica. E o programa tem história”, afirmou, mencionando, entre outras coberturas históricas, o anúncio da prisão de Saddam Hussein em 2003. Além disso, Laks declarou que a Band tem levado o programa para o mundo todo. Encerrou seu discurso com a saudação “shalom”, que significa “oi”, “tchau” ou “paz” em hebraico.

O vereador João Carlos Nedel (PP) também saudou o programa. "Quero agradecer a colônia israelita de Porto Alegre, que traz o desenvolvimento para esta cidade há tantos anos com progressos nas áreas econômica, social, cultural e religiosa." Na sequência, Nedel contou que conheceu Israel e ficou encantado com a oração dos judeus no templo. "As pessoas oravam por horas e horas guardando as relíquias históricas da nossa religião cristã", finalizou.

 

Comitiva da Nova Zelândia visita Santa Catarina com interesse em parcerias no agronegócio

O governador Raimundo Colombo recebeu na manhã desta segunda-feira, 29, em Florianópolis, a embaixadora da Nova Zelândia, Caroline Bilkey, e o cônsul-geral da Nova Zelândia em São Paulo, Ralph Hays, para tratar de parcerias entre as duas regiões. A vocação em comum para o agronegócio foi um dos pontos destacados no encontro.

“Nova Zelândia tem uma população menor do que Santa Catarina, temos vocação para o agronegócio e buscamos ampliar nossas exportações. Temos muito em comum com Santa Catarina”, afirmou a embaixadora. Além de uma aproximação comercial entre as duas regiões, ela defendeu um maior intercâmbio entre universidades, principalmente nos cursos relacionados com o agronegócio.

O governador Colombo aprovou a ideia, destacando a força da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), além da universidade federal e das instituições de ensino que oferecem cursos técnicos, todos com ofertas na área do agronegócio.

“Santa Catarina tem uma tradição muito forte no setor. Mesmo com pouco mais de 1% do território nacional e 3% da população, somos o maior produtor e o maior exportador de suínos do país. O segundo maior produtor de frangos e somos destaque em tantas outras atividades no setor rural. Temos uma produção diferenciada, com propriedades familiares, e estamos trabalhando programas estaduais para manter as novas gerações no campo, oferecendo qualidade de vida e tecnologia nas regiões produtoras”, afirmou Colombo.

O governador ressaltou também a diferenciação da política tributária catarinense, que não aumentou impostos estaduais. Pelo contrário, reduziu alíquotas. Especificamente para promover a suinocultura, o Governo do Estado publicou neste mês de agosto novo decreto que prorroga até 31 de dezembro a redução de 12% para 6% do ICMS para a venda de suínos vivos originários de Santa Catarina. A medida, em vigor desde 1º de março, garante a competitividade aos produtores catarinenses que comercializam os suínos com outros estados.

Pequenos produtores catarinenses também são contemplados. Em julho, o governador Colombo sancionou a lei que isenta micro produtores rurais de Santa Catarina do pagamento de ICMS. A medida garante tratamento diferenciado para cerca de 250 mil agricultores e pecuaristas familiares e pescadores artesanais.

O secretário de Assuntos Internacionais, Carlos Adauto Virmond Vieira, o consultor da secretaria, Marcelo Trevisani, entre outras autoridades, também acompanharam a reunião desta segunda-feira.

 

Parcerias garantem impulso ao turismo de cruzeiros em Santa Catarina

A inclusão de Porto Belo na rota dos cruzeiros internacionais, por meio da instalação de um posto da Receita Federal no píer da cidade, e a adaptação da Marina Tedesco, em Balneário Camboriú, para funcionar também como um ponto de recebimento de grandes navios de turismo. Estas foram algumas das ações destacadas em reunião com o governador Raimundo Colombo, na manhã desta segunda-feira, 29, para tratar de parcerias para promover o turismo de cruzeiros no Estado.

Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira receberam, em Florianópolis, o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, e o presidente da Clia, Marco Ferraz. A Clia é a Associação Internacional de Cruzeiros, que integra também a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar).

“É mais um setor que se agrega ao turismo catarinense, que tem um impacto muito positivo na economia. Estamos trabalhando para aproveitar um potencial que todos sabemos que existe, mas que envolve burocracia, limites de infraestrutura e questões ambientais. Estamos avançando, e novos passos estão se concretizando”, destacou Colombo.

O presidente da Clia, Marco Ferraz, explicou que a instalação do posto da Receita Federal em Porto Belo vai gerar impactos já nesta próxima temporada. O alfandegamento do píer de Porto Belo, com a presença da Receita Federal, significa que todos os navios que chegam da Argentina e do Uruguai e não faziam parada na cidade, agora vão poder fazer a nacionalização da embarcação em Porto Belo. “Nesta temporada, já temos seis escalas confirmadas, mas estamos revendo itinerários com nossas empresas associadas. Com certeza, o impacto será maior na temporada 2017/2018. A cada ano, temos quase cem escalas em Buenos Aires, ou seja, estamos abrindo um leque enorme”, destacou.

Em relação a Balneário Camboriú, ele afirmou que estão avançando as adaptações da Marina Tedesco para receber os navios de cruzeiros. “Balneário Camboriú é um destino conhecido nacional e internacionalmente. Temos um grande mercado interessado em viajar para a região”, afirmou.

Outras cidades

O empresário afirmou, ainda, que São Francisco do Sul está trabalhando no projeto de um novo píer para atracação e existe um projeto que tramita em Brasília para concessão de uma área em Itajaí a ser voltada também para o setor. “O potencial de Santa Catarina é enorme, e nosso sonho é operar também em Florianópolis, por isso, queremos avançar também nas tratativas envolvendo a Capital”, destacou. A proposta atual é que os governos federal e estadual dividam os custos dos trabalhos de batimetria (medição da profundidade) das baías Norte e Sul.

Estudo realizado em parceria entre a Clia e a Fundação Getúlio Vargas (FGV) aponta um gasto médio de R$ 438 por turista de cruzeiro em cada escala. “Em Búzios, no Rio de Janeiro, chegamos a ter cem escalas por temporada, com média de três mil cruzeiristas em cada navio. Ou seja, são cerca de 300 mil turistas descendo na cidade e gerando mais de R$ 120 milhões de impacto econômico. O que não é difícil de acontecer em Santa Catarina”, acrescentou Marco Ferraz.

Para o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, Santa Catarina tem o maior potencial para o setor entre todos os estados brasileiros, potencial reconhecido pela iniciativa privada. “Essa é uma economia importante que Santa Catarina passaria a obter, com a vantagem também de antecipar e prolongar a temporada de verão, pois os cruzeiros operam entre novembro e abril”, lembrou.

 

EXPOINTER 2016

JC entrega hoje troféu O Futuro da Terra

O Jornal do Comércio, em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisado Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs), entrega, hoje à noite, o troféu O Futuro da Terra a pesquisadores e iniciativas que se destacaram na valorização de práticas sustentáveis aplicadas ao agronegócio. A cerimônia terá início às 19h30min, no auditório da Farsul do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

Outorgado desde 1996, o Futuro da Terra chega aos 20 anos como um dos mais aguardados reconhecimentos do setor no Estado. "O prêmio está enraizado na programação da Expointer, e sua representatividade pode ser vista na grande expectativa que a divulgação dos indicados gera em todo o segmento da agropecuária", destaca o diretor-presidente da Fapergs, Marco Antônio Baldo.

Neste ano, serão nove premiados em quatro categorias: "Prêmio Especial", "Cadeias de Produção e Alternativas Agropecuárias", "Preservação Ambiental" e "Inovação, Tecnologia Rural e Empreendedorismo". Os agraciados são pesquisadores e instituições com contribuições efetivas para o desenvolvimento do plantio de arroz e soja, da integração lavoura e pecuária, da entomologia agrícola, do cultivo de espécie frutíferas, além da conservação do Bioma Pampa, entre outros.

A prioridade do critério técnico na escolha dos vencedores, inclusive, é fator essencial na importância que o Futuro da Terra ganhou nos últimos 20 anos. Todos os indicados passam pelo crivo de um comitê de especialistas da Fapergs, com larga experiência na avaliação de projetos de pesquisa e inovação.

"As alternativas que se apresentam dentro de um cenário de pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias são infinitas, mas elas têm um trajeto de vários anos", afirma Baldo, lembrando da necessidade de incentivo constante a ciência. Em um momento de instabilidade econômica, como o que o Brasil vive atualmente, talvez o Futuro da Terra aponte ao menos possibilidades: "Não existe outra alternativa para buscar seu desenvolvimento econômico de forma sustentável sem que isso passe por ciência, tecnologia e inovação", completa.

Agência do Banrisul funciona das 10h às 17h

A agência do Banrisul na 39ª Expointer está recebendo clientes, expositores e visitantes. A unidade bancária fica localizada próxima à Praça Central do Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

O horário de atendimento da agência é das 10h às 17h, inclusive nos finais de semana. Já a sala de autoatendimento funciona das 08h às 22h. As pessoas que quiserem vender dólar e euro em espécie, podem procurar a área de câmbio na agência, das 10h às 16h.

No local, também funciona a área comercial, com a divulgação de produtos e serviços do Banrisul, como consórcios, seguros, cartões de crédito, linhas de crédito pessoal e para empresas, entre outros.

No Estande de Agronegócios do Banco, localizado na quadra 52 do setor de máquinas, está à disposição dos clientes um caixa eletrônico 24 horas.

CRÉDITO RURAL

Os produtores rurais, cooperativas e empresas do setor do agronegócio interessados em financiamentos podem procurar o Estande de Agronegócios do Banrisul, localizado no setor de máquinas. Poderão ser financiadas máquinas e equipamentos agrícolas e animais - matrizes e reprodutores de bovinos, bubalinos, ovinos e caprinos.

Também serão disponibilizados recursos próprios para financiar pequenos equipamentos que não estão enquadrados nas linhas do BNDES, como GPS e balanças. O Banco, ainda, participará dos remates que acontecerão na Expointer.

Outra facilidade disponibilizada este ano é que o sistema de protocolo do Banrisul foi aperfeiçoado, utilizando as mesmas funcionalidades. As próprias revendas podem acessar o sistema do Banco diretamente de dentro das suas empresas para efetivar o protocolo de propostas e verificar o andamento das mesmas. Os supervisores de crédito rural atuam em forma de escala para visitar os expositores, concessionárias e revendas para apresentar as novidades sobre as linhas de crédito que o Banco opera e esclarecer produtos e serviços relacionados ao setor do agronegócio.

Convite para a Audiência Pública que debaterá a proposta de Legislação Sanitária Brasileira Unificada

A Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado estará na Expointer, em Esteio, no dia 2 de setembro, promovendo audiência pública por iniciativa da sua presidente, senadora Ana Amélia (PP-RS). O evento será às 14h no auditório da Casa RBS, no Parque de Exposições Assis Brasil.

Conforme explica a senadora Ana Amélia, a audiência debaterá a possibilidade de implantação de uma Legislação Sanitária Brasileira Unificada, de forma que as medidas de inspeção higiênico-sanitária e tecnologia aplicadas por diferentes serviços de inspeção sejam únicas, assim como os objetivos de inspeção, fiscalização, inocuidade e qualidade dos produtos, visando assim agilizar os processos e abrir novos mercados a todos os produtores de alimentos, inclusive os oriundos da agricultura familiar.

Foram convidados para o debate representantes da Secretaria de Defesa Sanitária do Ministério da Agricultura, do Sindicato Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (ANFFA), da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS), do Conselho Nacional de Secretários de Agricultura (Conseagri), da Confederação da Agricultura e Pecuária (CNA), Federação das Agricultura do Rio Grande do Sul (Fetag-RS), Confederação Nacional dos Municípios (CNM) e Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs).


29 de agosto de 2016

ITAPUA

Casa no Campo

(Zé Rodrix / Tavito)

Eu quero uma casa no campo
Onde eu possa compor muitos rocks rurais
E tenha somente a certeza
Dos amigos do peito e nada mais

Eu quero uma casa no campo
Onde eu possa ficar do tamanho da paz
E tenha somente a certeza
Dos limites do corpo e nada mais

Eu quero carneiros e cabras pastando
Solenes no meu jardim
Eu quero o silêncio das línguas cansadas

Eu quero a esperança de óculos
E um filho de cuca legal
Eu quero plantar e colher com a mão,
A pimenta e o sal

Eu quero uma casa no campo
Do tamanho ideal, pau a pique e sapê
Onde eu possa plantar meus amigos
Meus discos e livros e nada mais

ESTA TARDE DE DOM NO TAMBO DA MARIONE AULER E DO COMPANHEIRA DELA ZÉ LUIS....UM MANÉ DA ILHA QUE VEIOPRODUZIER LEITE POR AQUI....ELE QUE FEZ O GALPÃO E TUDO. A MARIONE ACORDA AS 11 DA MANHA NO VERÃO VAI A PRAIA ALI PERTO DE ITAPUA....E ME DISSE QUE NÃO TEM MEDO DE ASSALTO. ISTO AINDA NÕA CHEGOU LÁ. NÃOT EM ASFALTO.NÃO TEM PROGRESSO.

AGORA ENTENDI PQ A BENITEZ ELOGIA TANTO O ITAPUA NA GUAIBA. BAH, NEM EU IA QUERER SAIR DE LÁ.....

ALMOÇO E TARDE EM ITAPUÃ NESTE DOM

A COLONA MARIONE AULER RADICALIZOU. FOI MORAR EM ITAPUÃ ONDE TEM CRIAÇÃO DE GADO LEITEIRO COM SEU COMPANHEIRO,ZÉ QUE ELE TROUXE EMPACOTADA DE FLORIPA ONDE TINHA IDO VIVER....

PRODUZERM MUITO LEITE. E O ZE TRABALHA DE SOL A SOL. NÃO ERA DE PRAIA, NUNCA FOI....

TARDE de dom NO SITIO DA MARIONE AULER EM ITAPUÃ ONDE ELA CRIA GADO DE LEITE. COM O COMPANHEIRO ZE QUE VEIO DE FLORIPA QDO ELA SE MUDOU PRA CÁ.

 

RUMO A ITAPUA

A ESTRADA DE CHÃO BATIDO QUE DÁ NA CASA DA MARIONI E DO ZE LUIS.....

PASSAGEIROS ' COARANDO' NAS PARADAS DA ZONA SUL ESTA MANHA DE DOM.....

 

no TAMBO DA MARIONI....

AGORA DE TARDE O CHAPEU DE COLONA DE LAJEADO E NOS DOIS VELHOS EMEDEBISTAS DE GUERRA...EU DO MST E ELA COLONA PRODUTORA DE LEITE DE ITAPUÃ,GRANDES AMIGOS QUE SEMRPE FOMOS....

 

do Moinhos

TARDE DE SAB NO PARCÃO......

LOTADESIMO.....MUITAS CRIANÇAS BRINCANDO.....
E OS POLITICOS TORRANDO O SACO, A PROCURA DE UMA BOQUINHA.....VÃO SI CATAR.....

DE CAMISA AZUL O ESCRITOR CARLOS AUGUSTO BISSON QUE TEM UM BOM LIVRO SOBRE OMOINHOS DE VENTO NO CAFE PICCOLINO NA TARDE DE SABADO ULTIMO.ELES VÃO SEMPRE LÁ....

 

DIA TRISTE

SO AGORA DE MANHA FIQUEI SABENDO DA MORTE DO ALCINDO. QUE DIA TRISTE.....

*

ELE FOI MINHA ALEGRIA NA INFANCIA E PARTE DA JUVENTUDE.

A PRIMEIRA E UNICA VEZ QUE O VI JOGAR FOI EM 66 OU 67 EM PASSO FUNDO. MAS A GENTE NEM VIA OS JOGADORES DE TANTA GENTE.

FUI LÁ JUNTO COM O FLÁVIO SOCCOL.

TEM UM LIVRO MUITO BOM SOBRE ELE....

PROCUREM QUE TEM POR AI....

MAS LIVRO SOBRE JOGADORES NÃO VENDE TANTO COMO SE PODE IMAGINAR.

O AUTOR É UM FUNCIONÁRIO DA CORSAN QUE MORA NA PRAIA. TENHO AQUI COMIGO....

 

DIA DE MORRER

NIG ESCOLHE. O DIRETOR COTTENS DA FARSUL MORREU NA VESPERA DA INAUGURÇAÃO DA EXPOINTER DESTE ANO. FOI VELADO NA SEDE DA ENTIDADE NESTE SABADO, DIA DA ABERTURA OFICIAL DO MAIOR EVENTO EM QUE A ENTIDADE SE ENVOLVE.

 

Cinema

INDICO VENTANIA. E PONTO FINAL. VÃO VER NA CCMQ

 

LOJAS GAUCHAS DE SB

TEM EM SB TRES LOJAS PRA MOTIVOS GAUCHESCOS. A 7 POVOS, A RECANTO MISSIONEIRO E A CASA DO GAUCHO. BAH ,CADA COISA DE BABAR.

 

SINAIS DE PRIMAVERA

JÁ PERMEIAM O PAMPA GAÚCHO DEPOIS DE UM LONGO INVERNO....

*

OS DIAS SÃO MAIS LONGOS.

SE DEUS QUISER, VOLTAREI A SB PRO 20 DE SETEMBRO

 

FERRARI

NESTA 6 O PRES DO PMDB MUNICIPAL FOI TOMAR UM COFEE NO MAOME COMO QQ CIDADÃO QUE TÁ MEIO DE FOLGA....

*

QUASE FALEI COM ELE SOBRE A CRISE DO ESTADO, MAS NÃO QUIS INTERROMPER A FOLGA DO FERRARI.

*

CONHEÇO O CIDADÃO HÁ MUITOS E MUITOS ANOS.....

A MARLI SCOMAZZOM ERA ' APAIXONADA' POR ELE. ELA PEDIA PRA IR SEMPRE FAZER AS PAUTAS COM ELE QDO DEPUTADO.

se não estou enganado o ANTENOR FERRARI É DE PINTO BANDEIRA....

FOI PRES DA ALRS E PRES DA COMISSÃO DE JUSTIÇA E DIREITOS HUMANOS

NUMA TERÇA GORDA SAI DA PRAIA E FUI A ENCRUZILHADA NATALINO ACOMPANHAR UMA VISITA DELE NAQUELA PROCISSÃO QUE O MST SEMPRE FAZ.

 

Coleguinhas

DENISE NUNES AGORA DONA DE EDITORA VAI A MISSA NA IGREJA STA TEREZINHA TODAS AS 6 DE TARDE....

*

ELA E LAURO QUADROS FREQUENTAM ESTA IGREJA....

 

Domingo, Dia do Senhor by Laurinho da Venâncio numas de carola, hahahah!

Enviada: 2016/08/28 10:48:40



Domingo, Dia do Senhor: Evangelho de domingo: "Aconteceu que, num dia de sábado, Jesus foi comer na casa de um dos chefes dos fariseus. E eles o observavam. Jesus notou como os convidados escolhiam os primeiros lugares. Então contou-lhes uma parábola: “Quando fores convidado para uma festa de casamento, não ocupes o primeiro lugar. Pode ser que tenha sido convidado alguém mais importante do que tu, e o dono da casa, que convidou os dois, venha te dizer: ‘Dá o lugar a ele’. Então tu ficarás envergonhado e irás ocupar o último lugar. Mas, quando tu fores convidado, vai sentar-te no último lugar. Assim, quando chegar quem te convidou, te dirá: ‘Amigo, vem mais para cima’. E isto vai ser uma honra para ti diante de todos os convidados. Porque quem se eleva, será humilhado e quem se humilha, será elevado”. E disse também a quem o tinha c onvidado: “Quando tu deres um almoço ou um jantar, não convides teus amigos, nem teus irmãos, nem teus parentes, nem teus vizinhos ricos. Pois estes poderiam também convidar-te e isto já seria a tua recompensa. Pelo contrário, quando deres uma festa, convida os pobres, os aleijados, os coxos, os cegos. Então tu serás feliz! Porque eles não te podem retribuir. Tu receberás a recompensa na ressurreição dos justos”. (Lc 14,1.7-14)
Foto: Catedral do Santuário de Fátima, Portugal, com Kodak Z1012, abril 2029

 

REFERENTE A BAILANTA DA TIA RAMONA

DOS LEITORES

DE SÃO BORJA, PELO POETA RAMÃO AGUILAR, GRANDE TALENTO NÃO APENAS NO TEXTO MAS TB NA CULINÁRIA ASSIM QUE NÃO É ACONSELHAVEL SER SEU HOSPEDE DURANTE CERTAS TENTATIVAS DE REGIME. SEU FILHO ALENCAR VAI PROS 200 KG TUDO CULPA DO RANGO QUE O RAMÃO FAZ QUE É DE COMER DE JOELHOS(oc)

De: "Ramão Aguilar"
Enviada: 2016/08/26 18:05:18

Amigo Jornalista Olides Canton:
Salud!
Sem outra pretensão, a não ser de colaborar com o amigo tomo a liberdade de te sugerir para corrigir no teu Blog a expressão "chinaredo" com relação a matéria da "Bailanta da Tia Ramona". Te dou razão pelo motivo que tu não a conheces. Ela é uma pessoa séria e a Bailanta dela também. O pessoal vai lá para dançar, se divertir e não para chinear. Conta com animação dos melhores conjuntos regionalistas do Estado e é conhecida em todos os quadrantes da região.
Na política ela é uma candidata séria, honesta e conhece as aspirações do povo. Vai ser bem votada. Me cobre isto depois. Seu irmão é o Professor Alvino, poeta e jornalista com enorme conceito na comunidade. Tu o conheces, provavelmente estão se encontrando nos principais eventos de São Borja.
Sem outro particular agradeço pela atenção que for dispensada a minha amiga e tocais Tia Ramona. Abraço!
Ramão Aguilar.

 

de sb

De: "Ramão Aguilar"
Enviada: 2016/08/27 11:05:47

Estou incluído naqueles 500 que deixaram de comprar a folha. kkkkk
Mas como é pra ti vou conseguir.
Ramão

 

Salve Olides!

dos leitores. Isto motiva a gente. Tava dizendo agora lá em Itapuã que eu faço meu blog de forma livre, ou seja, critico ou elogio, como acho que deve ser feito(OC)

De: "Emilio Freitas"
Enviada: 2016/08/28 14:16:16

Salve Olides!

Sou fã do teu blog,e sempre acompanho os jornais Fitness ali da Casa de Cultura MQ.

Muito bom!
Parabéns pelo teu trabalho!!!

--
Emílio F. H. P. de Freitas
Linkedin: http://migre.me/u3z2s
Lattes: http://migre.me/u3zC9

 

Pesadelo...

DA NARA BARBOSA...COMO ESCREVE BEM A GAJA FICCIONISTA DE PRIMA LINHA(oc)

De: "Nara Barbosa"
Enviada: 2016/08/26 03:16:33

Adoro dormir, escapar dessa realidade brutal, porém às vezes algo acontece nesse processo misterioso... São 3: 00 da madrugada, passei o dia sonolenta, estava mergulhada num sono bom, de repente tudo criou atmosfera, clima, eu estava acordada e dormindo ao mesmo tempo, estava deitada e de pé, ao redor de mim um imenso arlequim fantasmagórico caminhava pelo quarto, um rádio ligou de repente tocando alguma música antiga, lembrei que nem tenho rádio, e quem é esse cara? Tudo em preto e branco, brumoso, vai embora, eu dizia ao arlequim, vai para Sapucaí que é o teu lugar, vai para o Rio de janeiro. O arlequim nem me olhou, percebi que ele não enxergava, minha cadelinha gritava e se batia contra os vidros... acordei confusa, procurando a cachorra, pressão altíssima... muito sinistro... Olides, me deu vontade de mandar esse textinho... mandei para ti;

 

Mochilão...

A NARA NÃO ME CONVIDA PRA REDE SOCIAL, MAS PRA VOLTAR PRA ESTRADA. ALIAS NUNCA FIZ ESTRADA COM ELA(oc)

Enviada: 2016/08/26 20:12:37

Tu não tem vontade, Olides, de pegar uma mochila e sair até a Bolívia atravessando a Argentina? Se tu me convidasse eu iria; queria demais,antes de morrer, ver os Andes; tenho certeza de que minha tristeza diminuiria; não creio que vá viver muito mais; que tal?

 

Convite Lançamento candidatura Daniel Mamão 13655

vcs perdem tempo comigo. já tenho candidato tt a prefa como vereador.(OC)

De: Daniel Damiani
Data: 28/08/2016 00h28min27s UTC

Companheira, companheiro,
Te convido a conhecer a proposta de nossa candidatura. Nesse link você pode acessar o nosso manifesto ( https://docs.google.com/document/d/1CK7kGArgdhyjpvNUjcy7TzcEMHwcSsMueltmqEo6fHY/edit?pref=2&pli=1) . Já contamos com o apoio de mais de 200 companheiras e companheiros que assinam e queremos somar forças nessa caminhada.
Conheça também nossa página no Facebook ( https://www.facebook.com/ehtempodemamao/?fref=ts ).

 

do Espaço VItal

Manobras do Congresso...daquele país tropical

Era uma vez um país que tinha, no árido sertão, um enorme depósito de sucata. No Congresso Nacional uma voz política suscitou: "Alguém pode roubar essas peças à noite". Então, os parlamentares criaram uma vaga e, sem concurso, contrataram um vigia noturno.

Poucas semanas depois, o líder de uma bancada suscitou: "Como é que o vigia vai fazer a segurança sem planejar sua estratégia?''

E assim foi criado um departamento de planejamento, que recebeu duas pessoas: uma para redigir as metas; a outra para fazer estudos do tempo gasto na função.

Um mês depois, um oposicionista reclamou: "Como saberemos se o vigia noturno está fazendo suas tarefas corretamente?''.

Logo criou-se, então, o Departamento de Controle de Qualidade, para o qual foram contratados mais dois CCs: um para as observações de campo; o outro para digitar os relatórios.

Uma nova dúvida apareceu no Congresso: "Como essas cinco pessoas vão receber o pagamento?".

Criaram-se, assim, mais duas posições de trabalho: um servidor do Senado ganhou uma FG para gerenciar o tempo dos trabalhadores; e um assessor da Câmara foi desviado de sua função para cuidar da folha de pagamentos.

Em seguida, a Casa Civil questionou: "Quem será o responsável por todas essas pessoas?"

A solução foi criar uma seção administrativa, com três pessoas subordinadas à Casa Civil: um oficial administrativo, um assistente e um secretário.

No final do ano, Executivo e Congresso perceberam que algo estava algo errado e admitiram: "Nós estamos com este esse sistema em funcionamento há apenas um ano e já estamos R$ 120 mil cima do orçamento. E temos um compromisso com o presidente interino: cortar custos".

Então, por meio milhão de reais, foi contratado, para um trabalho de consultoria, o Zé Dirceu, cuja recomendação foi a de “drástica redução de custos com pessoal”.

Então os parlamentares demitiram o vigia noturno!

 

do Comunique-se

Livro mostra o olhar de mais de 100 repórteres fotográficos brasileiros

A 8ª edição do livro O Melhor do Fotojornalismo Brasileiro já está disponível com as imagens marcantes de toda a cobertura jornalística de 2015. A obra apresenta o olhar de 109 repórteres fotográficos de jornais, revistas e portais de todas as regiões do país. A publicação é uma realização da revista Fotografe Melhor em prol da valorização dos profissionais do setor.

O livro deste ano traz cinco profissionais da Gazeta do Povo e da Tribuna. São eles: Marcelo Andrade, Henry Milleo, Albari Rosa, Antonio More e Daniel Castellano. A operação Lava Jato, a manifestação dos professores do dia 29 de abril, além de espetáculos e fatos cotidianos foram registrados pelas lentes dos fotógrafos do Grupo Paranaense de Comunicação, que detém as marcas do impresso.

O repórter Castellano fala sobre a imagem escolhida para o livro, feita durante as manifestações dos professores na Praça Nossa Senhora da Salete. “A foto escolhida pelo livro foi feita logo no início da manifestação, quando os professores tinham acabado de ser feridos. O gás de pimenta afetou a todos”. A foto foi publicada em 30 de abril de 2015 na Tribuna. Na categoria Ensaio, Castellano teve outras duas fotografias selecionadas para o livro.

A foto feita por Andrade na cobertura do caso de agressão às mulçumanas em Curitiba foi o registro escolhido para a obra. “Estudei o cenário e a ideia foi retratar a cena da melhor forma, que remetesse à obra de Pietà, de Michelangelo”, relatou o repórter fotográfico que registrou o semblante sereno de Luciana Velloso. Outra fotografia que compõe o livro foi registrada por Rosa em Campos de Julio, no Mato Grosso, durante a Expedição Safra 2015.

O fotógrafo Milleo clicou o momento exato de quando o ex-ministro José Dirceu foi transferido da carceragem da Polícia Federal (PF) em Curitiba para o Complexo Médico Penal (CMP) em Pinhais. “Fiquei duas horas aguardando a saída do José Dirceu para fazer a foto”, conta Milleo. Ainda sobre a operação Lava-Jato, uma das fotos selecionadas foi a de More no momento em que Marcelo Odebrech saía do IML em Curitiba, onde fez exames de corpo de delito antes ser encaminhado à Polícia Federal.

A obra da Editora Europa já pode ser encontrada para venda no site das melhores livrarias do país.

 

Dom Dadeus Grings celebra jubileu no próximo dia

Sempre que participa de alguma atividade, Dom Dadeus Grings é parado por fiéis, entre eles
membros do clero para cumprimentos e fotos. É, sem dúvida, celebridade de Porto Alegre, fruto do trabalho que desenvolveu ao longo dos 12 anos que atou como arcebispo metropolitano da Arquidiocese de Porto Alegre.

Nascido Tadeu, em 7 de setembro de 1936 em Nova Petrópolis, o atual bispo emérito descobriu aos 18 anos que na certidão de nascimento era, na verdade, Dadeus, nome que assumiu e com o qual celebrará no próximo dia 10 de setembro 80 anos de vida, 55 anos de presbítero e 25 anos como bispo.

A comemoração será com missa e almoço no Santuário Santo Antônio do Pão dos Pobres, onde vive desde que deixou a Cúria Metropolitana, em 2013. Ordenado em Roma, viu de perto a realização do Concílio Vaticano II – e a desistência de muitos colegas que não se adaptaram à nova era. Dedica-se com amor e afinco às letras: são 36 livros e 20 cartilhas, além de artigos semanais no site da Arquidiocese.

Na entrevista abaixo, fala um pouco do que viu e das metas que ainda tem. A maior delas? O céu.

Veja vídeo especial com Dom Dadeus aqui: https://www.youtube.com/watch?v=qOctKs5qTwk

Qual é o sentimento de comemorar 80 anos de vida, 55 anos de padre e 25 anos de bispo?
Dom Dadeus - É um grande jubileu. Como diz Dom Jaime (Spengler, arcebispo de Porto Alegre), são 160 anos. O tempo passa muito depressa. São Paulo diz que o tempo presente tem o peso de eternidade, vale pra sempre. Cada momento tem o seu valor. A novidade que Cristo trouxe para o mundo foi exatamente a valorização do tempo, porque para os pagãos, os gregos, o tempo era uma divindade, o Chronos, que devora tudo, envelhece tudo, estraga tudo. Eles queriam se libertar do tempo. Então Cristo veio ao mundo e se encarnou, assumiu, viveu no tempo, e tornou o tempo graça, Kairós, tempo de graça, de crescimento para a eternidade. Por isso vale a pena cada momento. A vida é tão rica, não pode ser vivida de uma vez só. Cada etapa tem seu valor específico. Qual o tempo melhor, a melhor idade? Não tem. É uma só, é hoje. O passado já fo i, o futuro ainda não é.

Ficou alguma coisa que não deu para fazer, que ainda quer realizar?
Dom Dadeus - A gente tem que ter a humildade de saber que não consegue fazer tudo. O bom é que o ser humano tem duas qualidades grandes. Uma delas é a memória, então olha o passado – e nosso passado enriquece o presente. Quem não tem passado não tem presente. Quanto maior o passado, melhor o presente. Então cultivar essa memória. Esses festejos que os padres fazem nos jubileus são para valorizar essa memória do passado. Mas nós não só temos o passado, temos o futuro. O ser humano vive de projetos.

E qual é o seu projeto?
Dom Dadeus - Eu agora estou na idade do “já que”, já que estou disponível, o que vem, vem bem. A gente vai escrevendo, escreve umas obras. Tem sempre bastante assunto para escrever para os diversos sites que a gente alimenta. Mas agora o projeto mesmo é a eternidade, é olhar pra frente. Nós somos alegres pela esperança, porque o futuro é o definitivo. O tempo, então, da velhice, é o tempo mais propício. Saber valorizar este tempo que a gente está vivendo. O momento de ser emérito, de não ter nenhuma responsabilidade, é um momento muito particular, rico para a gente aproveitar e usufruir a vida como ela é. O projeto então é o céu.

Que importância a literatura e os livros têm na sua vida?
Dom Dadeus - São dois motivos. Um é que escrevendo a gente clareia as ideias. Para ter ideias mais claras, mais sistemáticas, tem que escrever, e isso ajuda a gente a renovar continuamente o espírito e as ideias. Outra coisa é para difundir as ideias, é uma evangelização. Nós temos que anunciar o evangelho e minha preocupação foi essa, de colocar estas questões fundamentais para frente. Um autor dizia que ele ficava muito contente que mesmo dormindo estava evangelizando, porque alguém estava lendo alguma obra dele. Nesse sentido a gente quase até inconscientemente está evangelizando, os livros correm, os escritos são difundidos. O senhor acompanhou muitas transformações na Igreja.

Qual considera a mais relevante nestes 55 anos como presbítero?
Dom Dadeus - A maior, claro, foi o Concílio Vaticano II. Eu estava em Roma na época. Naquele tempo nem se falava Vaticano II ainda porque só tinha um Concílio Vaticano. Quando o Papa João XXIII proclamou um concílio ecumênico se começou a discutir se era continuação do Vaticano, mas 100 anos depois ficaria meio estranho continuar um concílio porque a situação tinha mudado, o conteúdo era outro, então se decidiu fazer um novo concílio. Se mandou para o mundo inteiro um pedido de informações, para bispos, as congregações religiosas, seminários e universidades católicas, para darem contribuição: o que achavam que era importante debater no concílio. Foi um concílio gratuito, não surgiu por causa de um problema, para resolver um problema específico como foram quase todos o s concílios anteriores. Esse concílio era realmente para a renovação, e o Papa dizia: “Vamos abrir um pouco a janela para entrar um ar novo”. Foi um grande momento para este amadurecimento da Igreja. O mundo inteiro se colocando ativo, a Igreja toda ativa para a sua renovação. O grande evento do século 20 foi o Concílio Vaticano II.

O que esperar daqui pra frente, quais os desafios a Igreja ainda vai precisar ultrapassar?
Dom Dadeus - A gente sabe que a Igreja é peregrina, ela tem que crescer continuamente. A missa dela é evangelizar, levar para o mundo inteiro a Boa Nova, e enquanto ainda existirem pagãos, a Igreja não terminou a sua missão. Mas talvez internamente tenha que evangelizar a si mesma.

Como é rotina do Dom Dadeus aposentado?
Dom Dadeus - Eu tenho uma missa na paróquia (Santuário Santo Antônio do Pão dos Pobres) todos os dias. Segundas-feiras celebro a missa no carmelo (Mosteiro Nossa Senhora do Carmo), faço uma palestra para as irmãs, um curso, depois atendo as confissões. Quintas-feiras eu atendo a ADCE (Associação de Dirigentes Cristãos de Empresas), um almoço-palestra. E depois atendo aqui (na Cúria Metropolitana) no Tribunal Eclesiástico, temos as oitivas (depoimentos do processo), depois as sentenças que a gente vai elaborando. E ainda os compromissos eventuais, os convites.

Dá pra chamar de aposentadoria?
Dom Dadeus - A vantagem maior de ser emérito é que não tem a responsabilidade, não tem a administração, que pesa muito. Olhar todo o conjunto sempre e estar à frente, resolver os problemas antes que estourem, isso cansa, porque tem que estar sempre atento.

 

Conheça os seminaristas que serão ordenados diáconos

No dia 8 de dezembro, às 20h, na Catedral Metropolitana Madre de Deus, a Arquidiocese de Porto Alegre acolherá seis novos diáconos. Os hoje seminaristas receberão o primeiro grau da Ordem e darão mais um passo em direção ao sacerdócio. Após a celebração, que será presidida pelo arcebispo metropolitano de Porto Alegre, Dom Jaime Spengler, haverá confraternização na cripta da Catedral.

Serão ordenados Daniel José da Silva Alves, 31 anos, da paróquia Santo Antônio (Canoas); Edivelton Flores Pinto, 33 anos, da paróquia Nossa Senhora Medianeira (Eldorado do Sul); Fabiano Schwanck Colares, 30 anos, da paróquia Nossa Senhora da Conceição (Sapucaia do Sul); Fausto Gabriel Souza Rodrigues, 27 anos, da paróquia Santa Luzia (Canoas); Gustavo Alves Batista, 26 anos, da paróquia Nossa Senhora da Salette (Porto Alegre); e Tiago Ávila Camargo, 28 anos, da paróquia Nossa Senhora Medianeira (Eldorado do Sul).

O lema escolhido para a ordenação diaconal é "Fazei tudo o que Ele vos disser!" (Jo 2,5). “O fato de nossa ordenação estar marcada para o dia da solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora nos torna atentos ao seu pedido de sermos obedientes ao que Jesus nos diz. A frase de Maria nas bodas de Caná vem nos iluminar e orientar neste tempo de preparação para receber com alegria o sacramento da ordem no grau do diaconato”, disseram os seminaristas.

Segundo o grupo, cada um está colocando a própria vida a serviço da Igreja, de modo particular da Arquidiocese de Porto Alegre, e principalmente a serviço de Deus na pessoa dos irmãos e das irmãs. “A responsabilidade aumenta e o compromisso é grande, mas estamos confiantes de estarmos fazendo a vontade de Deus para as nossas vidas. Por isso, neste tempo de preparação, contamos mais ainda com todas as orações e auxílios que tantas pessoas estão dispostas a nos ofertar. Deus escolhe, chama e envia em missão. Eis-nos aqui!”

 

da Folha Popular de Teutônia

 

do Boteco do Ilgo

Alcindo e a conta de Roger

Faltou Alcindo. O ‘bugre’ teria mandado pelo menos umas duas bolas na rede do Atlético Mineiro, neste domingo.

Mas o Grêmio não tem nada parecido com Alcindo, centroavante da minha seleção gremista de todos os tempos.

(Escrevi um pouco sobre ele no comentário anterior.)

Faz tempo que o Grêmio não tem um matador. São incontáveis os jogos em que o Grêmio criou muito, amassou o adversário, e ainda assim não venceu.

Foi assim nesse empate por 1 a 1 com o time mineiro, cantado em prosa e verso por alguns analistas da praça como favorito ao título.

Pois o Grêmio foi muito superior ao Atlético. Não venceu por essas coisas do futebol.

Foi um crime esse empate. Mas como todos os crimes, sempre há pelo menos um culpado.

Saí da Arena, ainda atordoado com o gol de Robinho quase no final, convencido de que parte da responsabilidade cabe ao técnico Roger Machado.

Havia quase um consenso entre os gremistas que foram à Arena neste domingo que amanheceu triste com a notícia da morte de Alcindo.

Ouvi um gremista declarando para um repórter de rádio:

– Esse empate vai pra conta do Roger.

Concordo em parte. Durante o segundo tempo era visível o cansaço de Douglas. Roger demorou a tirar seu maestro, e até com boa razão. Afinal, o Grêmio com Douglas, mesmo cansado, dominava amplamente o adversário. Uma mexida talvez desarticulasse o time, permitindo uma reação do Atlético. É possível que Roger tivesse ponderado nesse sentido.

Não é fato que em time que está ganhando não se mexe? Mas no caso faltou colocar alguém mais agressivo para furar o bloqueio atleticano e concretizar em gol o amplo domínio.

O próprio gol de Luan foi quase um acidente. O Grêmio dominou, mas não teve acabamento nas conclusões na maioria das vezes. Faltou, inclusive, a já famosa ‘metidinha’ do maestro.

Então, era o caso de colocar um atacante para fazer a beira do campo, passando Luan para a função de Douglas.

Bolanos, que atuou pelas beiradas, às vezes parece que joga com a cabeça no Equador. Ainda está devendo.

Então, na conta de Roger, vai não o empate em si, porque seria uma conta muito pesada, mas o fato de não ter tornado o time mais agressivo e incisivo, com mais verticalidade e menos toques para o lado.

O Grêmio deveria ter ‘matado’ o jogo para não deixar o Atlético com seus atacantes experientes e frios especulando uma chance. O Atlético jogava claramente por uma bola. E teve essa bola.

Na conta de Roger, por uma questão de justiça, é preciso contabilizar que foi ele quem armou o esquema de envolveu completamente um dos favoritos ao título brasileiro. Méritos do técnico.

Seu erro, portanto, foi demorar para sacar Douglas (isso é quase unanimidade). A entrada de Ramiro eu até entendo – não concordo, mas entendo – seria para reforçar a marcação e não permitir o que acabou acontecendo, o gol desconcertante do Atlético.

O gol que subtraiu do Grêmio dois pontos que pareciam tão certos.

A conclusão é que Roger, que está com muito crédito, está acertando no atacando, e errando no varejo.

Mas erros que custam caro e tiram o sono de qualquer gremista.

Erros que passariam despercebidos se em seu ataque o Grêmio tivesse alguém do porte de um Alcindo Martha de Freitas, o maior artilheiro da história Tricolor.

SEGUNDONA

Os sinais são claros. O Inter está recebendo sinais de que ‘Jesus está chamando’. É pênalti perdido no último minuto; é gol sofrido quase no final e impedindo a vitória que se consolidava, como foi no empate por 1 a 1 com o Sport. E por aí vai.

Parece que tudo conspira contra.

No caso deste domingo, só a arbitragem parecia favorável. Houve três pênaltis, todos discutíveis. Mas o juiz só marcou o favorável ao Inter.

Os outros dois, a favor do Sport, ele ignorou. Por isso que o técnico Oswaldo de Oliveira foi expulso. Não aguentou.

Com o empate, o Inter dorme na zona de rebaixamento.

Secretaria dos Transportes reúne-se com governo uruguaio

Buscando estreitar relações entre Brasil e Uruguai, o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, recebeu o intendente Departamental do governo Uruguaio, Marne Osorio Lima, e a Cônsul-geral do Uruguai em Porto Alegre, Karla Beszkidnyak. A reunião a pedido do governo uruguaio, aconteceu na manhã desta sexta-feira (26), na Secretaria dos Transportes.

Os dois governos discutiram estratégias para uma maior união entre os Países, “o governador tem muito interesse na integração do Mercosul, a diplomacia está desenvolvendo-se fortemente. Vamos buscar ações que podemos fazer no ponto de vista governamental e agir em conjunto” ressaltou Westphalen.

O intendente trouxe ideias que propõem uma integração entre os Países vizinhos, e projetos que buscam desenvolver as áreas de Fronteira, “criamos no Uruguai uma comissão de assuntos fronteiriços onde eu sou o presidente, queremos desenvolver ações para facilitar os trâmites e parcerias com as áreas de turismo, cultura, educação, transportes, infraestrutura e energia no Brasil”, concluiu Lima.

O titular da pasta dos Transportes sugeriu que um grupo para tratar assuntos fronteiriços também seja criado no estado em parceria com a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul - Famurs, Confederação Nacional de Municípios - CNM e o parlamento gaúcho, “desse grupo sairão diretrizes para desenvolver e consolidar essa união” concluiu.

Participaram também da audiência o diretor-geral de Desenvolvimento e Meio Ambiente do Uruguai, Alejandro Bertón, a assessora de Relações Internacionais do Uruguai, Ana Paula Alonso, o coordenador de Cooperação Internacional do estado, Dilmar Portela,o chefe de gabinete da ST, Glademir Aroldi,e os assessores do deputado estadual Frederico Antunes, Paolo Pestana e Adriana Russi.

No final da reunião, a comitiva programou uma nova reunião em Porto Alegre, com a presença de intendentes uruguaios dos departamentos de Cerro Largo, Sérgio Botana, Treinta y Tres, Dardo Sánchez, Maldonado, Enrique Antia, Lavalleja, Adriana Penã.


26 de agosto de 2016

DE SB

O DIA 24 DE AGOSTO, RAMAO AGUILAR FOI AO CEMITE´RIO JARDIM DA PAZ...LÁ O CACHORRINHO PARECIA HOMENAGEAR GETULIO NO SEU JAZIGO.

NÃO O GEGE TÁ NA PRAÇA XV DE NOVEMBRO DESDE 2006

 

de SB

Apesar do PDT e suas burradas, FARELO DE ALMEIDA DEVE GANHAR A ELEIÇÃO EM OUTUBRO. O CARISMA DELE COM O POVÃO É MAIOR QUE TODAS AS C....QUE O PDT TÁ DANDO.

*

POR EXEMPLO, AQUELAS BANDEIRAS VERMELHAS DO PT NÃO TRAZEM VOTOS. TIRAM.....

*

MAS ISTO É A POLITICA....

*

OUTRA COISA QUE AJUDAR FARELO. NINGUÉM SABE QUEM É BONOTTO O CANDIDATO DO PP....

É UM ILUSTRES DESCONHECIDO.

O VICE ROQUE FELTRIN É MUITO MAIS CONHECIDO QUE ELE.

caiu a circulação

ESTIVE AGORA DE TARDE NA FSB...CAIU 500 EX POR EDIÇÃO A CIRCULAÇÃO A CRISE TÁ PEGANDO GERAL.

AINDA NA POLITICA.

RAMONA, DONA DO CASA DE SHOWS DO MESMO NOME NO PASSO, É CANDIDATA A VEREADORA POR UM PARTIDO QUE APOIA FARELO.

OS VEREADORES TÃO LOUCOS PELO BOQUINHA. 7.500 REAIS POR MES.

*

CELSO LOPES CORRE RISCO DE NÃO SE REELEGER. O NEGO SÉRGIO GUIMARÃES TIRA VOTO DELE.

*

GELCI SARAIVA, REPORTER POLICIAL DA FSB É CANDIDATA A VEREADOR.A NÃO SEI PORQUE....ELA PRESTA MAI SERVIÇO COMO REPÓRTER DO QUE COMO VEREADORA.

*

PREFEITO DE STO ANTONIO DAS MISSÕES, PERTO DE SB, É CANDIDATO A REELEIÇÃO. PESQUISAS MOSTRAM 78 PÓR CENTRO DE APROVAÇÃO, PELO PP

EM 4 ANOS DE MANDATO AUMENTOU 40 POR CENTO O SALA´RIO DO FUNCIONALISMO.O NOME DO PREFA

*

SÃO LUIS TÁ COMPLICADO.

*

ALENCAR AGUILAR FAZ FESTA DE DESPEDIDA DE SOLTEIRO NO SABADO VINDOURO PROMESSA É DE GRANDE FESTERIO NO BAIRRO DO TIRO....

*

PRA QUEM NÃO SABE, ALENCAR É O MAIOR PROMETEUR DE SÃO BORJA.

*

FESTA DE DESPEDIDA DO ALENCAR TERÁ UM BORREGO, 20 FARDOS DE CEVA.

TRUCO E STRIP TEASE....Á VONTADE....

 

do Laurinho

AVISO AOS NAVEGANTES

O museu da Fundação Iberê Camargo, mencionado por mim anteriormente, doravante funcionará apenas dois dias da semana e suspenderá as visitas guiadas para escolares. Custos fixos estão sendo enxugados. Justificativa: falta de recursos por causa da crise. Problemas com patrocinadores. O mesmo aconteceria com a Hípica: dizem q está abandonada, q cavalos são roubados ou adoecem. E a causa também seria problemas de partocínio. (Laurinho da Venâncio)
Em tempo: o Museu Iberê Camargo tarda por passar por uma remodelação; é muita coisa para a bolinha de um artista só. Salvam-no as exposições temporárias. Sofre também pq seus eventos têm entrada franca, pois, se ñ for assim, ninguém vai. Daí, haja patrocínio para mantê-lo. Ao fundo e ao cabo, certamente deram um passo maior q as pernas quando tiveram a idéia de criá-lo.

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana

No próximo Sábado (dia 27 de agosto de 2016) as 10:15 na Sala Paulo Amorim assistiremos ao filme "Na ventania" (Risttuules - 2014). Na Estônia, durante a Segunda Guerra Mundial, Erna (Laura Peterson) é uma estudante se filosofia mandada para um campo de trabalhos forçados junto com a filha, sendo separada do marido que foi enviado a uma prisão. Sobrevivendo com muito pouco para se alimentar, ela tenta se comunicar com o marido através de cartas. O filme foi baseado, cerca de 60%, em cartas de parentes do diretor Martti Helde. E os outros 40% foram retirados de material de arquivo e biografias. O diretor queria colocar relatos de outros estonianos, já que o país foi fortemente marcado pela deportação de milhares de cidadãos por ordem do ditador soviético Joseph Stalin em 1940. O diretor Martti Helde disse em entrevista publicada no Euronews que a ideia de fazer o filme utilizando a técnica do tableaux vivant veio de uma carta em especial, em que havia uma frase: "Eu sinto que aqui na Sibéria o tempo parou. Que meu corpo está aqui, mas minha alma ainda está em minha terra natal”. Então Helde idealizou um filme em que as pessoas e o tempo estivessem parados, recriando no espectador a mesma sensação que os estonianos na Sibéria sentiam. Cada cena levava de dois a seis meses de preparação. Em seguida, havia um dia para filmar. Depois, a equipe tinha dois ou três dias de folga para começar a preparar uma outra cena. Assim, todo o processo de filmagem levou três anos e meio. O filme é baseado em fatos reais. Vencedor do prêmio de Diretor Estreante no Festival Internacional de Cinema de Pequim 2015.

No próximo Domingo (dia 28 de agosto de 2016 ) não teremos sessão!

Na próxima 2ª feira (dia 29 de agosto de 2016 ) as 20:00 na Sociedade Germânia (7º Andar) assistiremos ao filme "O Vôo das Noivas" (Bride Flight - 2008). Este filme nunca foi exibido no Brasil. A apresentação do filme e a condução do Debate serão feitas pelo Sr. Werner Adelmann. Três jovens mulheres - Ada, Esther e Marjorie - emigram, pós-Segunda Guerra na Holanda, para o que elas esperam que seja uma vida melhor na Nova Zelândia com os seus noivos que já estão instalados em Christchurch. Na viagem de avião - o vôo das noivas - as três se tornam amigas rapidamente e encontram um homem vistoso, Frank, que irá desempenhar um grande papel na vida de cada uma. Após a sua chegada, eles separam-se para começar a sua nova vida mas os seus caminhos continuam a cruzar com encontros casuais resultando em adultério, traição e tragédia num reencontro cinquenta anos mais tarde.

 

ABIMAQ AVALIA PERSPECTIVAS DO SETOR DE MÁQUINAS E IMPLEMENTOS NA EXPOINTER

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos – ABIMAQ – participará da programação da Expointer 2016 com a realização de uma série de eventos.
No dia 29 (segunda-feira) às 15h, a entidade estará presente nos trabalhos do painel “Caminhos da Tecnologia”, uma ação do projeto de Tecnologia Embarcada no Setor Agrícola – TESA.
O projeto é resultado de parceria entre o SIMERS, ABIMAQ e ABINEE, visando aproximar as indústrias de máquinas agrícolas dos fabricantes de eletroeletrônicos e de automação, com o objetivo de desenvolver soluções que atendam as demandas do setor agrícola. O painel será realizado na sede do Simers na Expointer.
No dia 30 (terça-feira) às 16h, no mesmo local, ocorrerá a reunião da Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas – CSMIA – da ABIMAQ, quando será feita avaliação do mercado e das perspectivas do setor.
Com a presença de representante da Área de Operações Indiretas do BNDES, responsável pela gestão dos recursos do Plano de Safra, será feito um balanço sobre o biênio 2015/2016 e as perspectivas para o período 2016/2017.
Finalmente, a programação também incluirá avaliação das feiras agrícolas e do Programa Mais Alimentos Nacional e Internacional.

 

Conto

O PENICO

por Valdir Fachini

Já fui artigo de luxo, já residi embaixo de camas com colchas de cetim, travesseiros de pluma de ganso, já fui trono de bumbum real, uns bonitos, outros feios, uns com apêndice, outros não.
Nunca reclamei do que era em mim depositado, pois foi pra isso que eu nasci, também nunca questionei, se me dessem banho ou não, não fazia diferença.
Normalmente eu era branco esmaltado, talvez pra destacar meu conteúdo, ou simplesmente porquê essa cor é a que ficava melhor em mim.
Vi o tempo passar, vi revoluções, guerras, pestes e quase nunca me mudavam, nem meu formato ou minha serventia, muito raramente me transformavam em vaso, Já fui moradia de cravos, violetas, até girassol já se atreveu a morar em mim.
Na maioria das vezes, só a ferrugem era minha companheira, ela me acompanhava pelo resto da minha existência.
Tantas vezes fui jogado de janelas, junto com o que estava dentro de mim, algumas vezes de propósito, outras sem querer, nós três eramos atirados nas ruas de algumas cidades imundas de antigamente e ali, meus companheiros de tombo ficavam produzindo fedentina, até que a chuva nos levasse embora e nos despejassem em rios mais fedidos ainda.
Com a modernidade dos tempos e o progresso do mundo eu fui ficando obsoleto e esquecido, fui trocado por lindas obras de arte, feitas com mármores riquíssimos, porcelanas importadas, até mesmo por simples louça, ou então aquele velho buraco no chão.
Confesso que tenho saudade de quando eu era procurado, quando no meio da noite, eu era acordado pra cumprir com minha função, fosse meu dono,pobre, rico, doente ou aleijado, o produto era sempre o mesmo, uns mais fétidos, outros menos.
Já me fizeram de plástico, pra que eu me tornasse mais acessível à classe menos privilegiada, mas não tinha o mesmo romantismo do meu eu de outrora. Com certeza , já fui de ouro, de prata ou de outro metal nobre.
Hoje, não sou nada menos que peça de museu, moro em estantes fechadas, com plaquinhas grudadas em mim com dizeres,...Pertenceu a fulano de tal, duque de não sei de onde, marquês de qualquer coisa, e outros personagens mais.
Ao meu lado, muitos outros eus, todos com uma pequena diferença, mas com a mesma finalidade.Fui e sou feliz, apesar de tudo e nunca irei dizer que essa vida é uma merda.

 

Mapa da Violência 2016: Santa Catarina têm a menor taxa de homicídios do país

Santa Catarina ocupa a última posição (27º) no ranking da violência divulgado nesta quinta-feira, 25. Os dados são do Mapa da Violência 2016, estudo coordenado pelo pesquisador Júlio Jacob Walselfisz, da Flacso (Faculdade Latino Americana de Ciências Sociais). O Brasil registrou 57 mil homicídios em 2014. O levantamento usou dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) do Ministério da Saúde de 2014 para mostrar a evolução da violência em estados e municípios brasileiros.

Ainda de acordo com o documento, apenas três estados - Santa Catarina, São Paulo e Roraima - apresentam taxas abaixo dos dez óbitos por armas de fogo para cada cem mil habitantes; Em Santa Catarina, em 2014, foram 7,5 mortos para cada grupo de cem mil habitantes. O estado de Alagoas lidera com a taxa de 56,1 mortos. O estudo aponta uma média nacional de 29 mortes a cada grupo de cem mil pessoas.

O secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, em viagem ao Oeste, onde ativa dez centrais de videomonitoramento urbano, ainda não analisou o documento na sua plenitude, mas informou que os números divulgados vêm ao encontro da política de segurança pública adotada em Santa Catarina e contribuem para a continuação do trabalho de combate à criminalidade.

Grubba adiantou que a meta agora é melhorar a condição dos efetivos, a partir da distribuição dos policiais que hoje se encontram nas academias fazendo os seus cursos de formação e apoiar e reforçar as estruturas das forças da segurança com mais viaturas, equipamentos e tecnologia.

“O quadro geral em Santa Catarina sempre apresentou números bem distanciados da realidade nacional, o que tem colocado nosso estado em permanente condição de destaque”, declarou Grubba.

 

Udesc assina convênio com TRE-SC para ações de capacitação dos candidatos das Eleições 2016

Com os objetivos de fortalecer a democracia representativa e melhorar a gestão pública e a atuação parlamentar, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) firmaram um convênio na tarde desta quarta-feira, 24, para promover a qualificação dos candidatos das Eleições 2016.

Ações de capacitação serão desenvolvidas desde já, com os postulantes aos cargos eletivos, e prosseguirão após o pleito, com os candidatos eleitos. O acordo permite ainda o estabelecimento de parcerias com outras instituições públicas e privadas para a realização de eventos e atividades complementares.

Para o reitor da Udesc, professor Marcus Tomasi, o convênio "é fundamental". "São cursos que serão disponibilizados na internet e versam sobre alguns conteúdos que nós entendemos importantes para uma pré-formação dos já candidatos", destacou.

Uma das primeiras ações do convênio será um curso dirigido a candidatos a vereador, oferecido na modalidade de ensino a distância, com vídeo-aulas gravadas por professores de Administração Pública do Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (Esag), da Udesc.

Serão abordados assuntos como atribuições do vereador, ética, oratória, campanha eleitoral, controle e fiscalização, princípio federativo, processo legislativo, lei orgânica e orçamento público.

As aulas estarão na página da Escola Judiciária Eleitoral de Santa Catarina (Ejesc) no início de setembro. Os candidatos que assistirem a todos os vídeos poderão ter certificado de conclusão.

Atuação maior da Justiça Eleitoral

O presidente do TRE-SC, desembargador César Abreu, afirmou que "o papel institucional de um tribunal eleitoral vai além da sua função judicante", devendo também se preocupar "com o eleitor na hora do voto, os candidatos, os partidos políticos e fundamentalmente aqueles que foram eleitos".

"É a partir do término das eleições que começa todo o desenvolvimento de um trabalho e que deve ter sim a visão e a participação, mesmo que indireta, da Justiça Eleitoral, no sentido de que venhamos a ter políticas públicas relevantes, que atendam o interesse da sociedade", ressaltou.

 

Saúde investe na capacitação para ampliar tratamento do tabagismo em SC

Em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Fumo, no dia 29, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) reforça a importância do serviço oferecido pela rede pública a quem deseja parar de fumar mas não consegue por conta própria. Fumar é um fator de risco para o desenvolvimento de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) como câncer, doenças pulmonares e cardiovasculares.

Em relação aos fumantes que querem parar de fumar, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamento gratuito em unidades básicas de saúde. No ano de 2015, em Santa Catarina, 229 municípios implantaram o Programa de Controle do Tabagismo e atenderam 10.436 pessoas. Destas, 5.803 pararam de fumar no primeiro mês de tratamento, segundo dados preenchidos pelos municípios participantes na planilha de Consolidação de Informações do Tratamento do Tabagismo.

O tratamento de tabagismo é desenvolvido com ações educativas, legislativas e econômicas. O tratamento inclui avaliação clínica, individual ou em grupo e, se necessário, terapia medicamentosa com a abordagem intensiva. São quatro sessões iniciais, estruturadas semanalmente, seguidas de duas sessões quinzenais, com os mesmos participantes. Para prevenção da recaída é feita uma reunião mensal aberta, com a participação de todos os grupos, até completar um ano.

O SUS fornece gratuitamente alguns tipos de medicamentos utilizados para o tratamento do tabagismo. São eles: adesivos transdérmicos de nicotina, goma de mascar de nicotina, pastilha de nicotina, e cloridrato de bupropiona e medicamento antidepressivo. Para ter acesso ao tratamento, o fumante pode procurar as secretarias municipais de saúde, ou, então, ligar para o Disque Pare de Fumar, no número 136.

As alterações no organismo de uma pessoa que para de fumar são expressivas. Após 20 minutos, a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal, duas horas depois não tem mais nicotina no sangue, na sequência de oito horas o nível de oxigênio no sangue se normaliza. Após dois dias, o olfato e o paladar melhoram. A pessoa já percebe mais os cheiros e sente mais o gosto da comida. Três semanas depois, a respiração fica mais fácil e a circulação melhora. De cinco a dez anos após parar de fumar, o indivíduo tem o mesmo risco de sofrer infarto de quem nunca fumou.

Capacitação

Para ampliar e qualificar o tratamento do tabagismo no estado, a Secretaria de Estado da Saúde ofereceu o primeiro curso na modalidade de ensino à distância para capacitação das equipes multidisciplinares da rede de Atenção Básica. No total, 97 profissionais participaram dessa iniciativa inédita, uma parceria entre a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) e o Núcleo Telessaúde – UFSC. Sendo que cerca de 600 profissionais das unidades regionalizadas descentralizadas de saúde receberam treinamentos presenciais para desenvolver atividades no programa em Santa Catarina.

O curso teve carga horária de 20 horas, entre os dias 25 de julho e 23 de agosto. “A primeira turma do curso EaD foi um sucesso, e com a abertura de novas turmas esperamos capacitar um número maior de profissionais de nível superior e qualificar a oferta de tratamento aos usuários”, afirma Jane Laner Cardoso, chefe de divisão de Doenças e Agravos Não Transmissíveis da Gevra da Dive. O curso continuará sendo ofertado através da plataforma Moodle do Telessaúde SC e as inscrições poderão ser feitas pelo próprio profissional. Basta ter cadastro no Telessaúde e acessar o portal telessaude.sc.gov.br durante o período de inscrições.

Confira a relação das Unidades Básicas de Saúde que oferecem o tratamento do tabagismo em Santa Catarina em www.dive.sc.gov.br.

Tabagismo

O tabagismo é uma doença causada pela dependência da nicotina contida nos derivados do tabaco (cigarro, charuto, cachimbo, cigarro de palha, narguilé, entre outros) e está incluído no grupo dos transtornos mentais e de comportamento decorrentes do uso de substância psicoativa. É considerada uma dependência química e faz mal à saúde, estando relacionado diretamente a mais de 50 doenças, como câncer, doenças pulmonares e cardiovasculares.

O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) principal causa de morte evitável em todo o mundo. A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC) alerta sobre os malefícios do cigarro e ressalta a importância do tratamento oferecido pela rede pública de saúde para quem deseja parar de fumar.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a epidemia global do tabaco mata quase seis milhões de pessoas por ano, das quais mais de 600 mil são não fumantes, vítimas do fumo passivo. Sem mudanças no cenário estão previstas mais de oito milhões de mortes por ano a partir de 2030. Mais de 80% dessas mortes evitáveis atingirão pessoas que vivem em países de baixa e média renda.

Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), elaborada em 2013 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Ministério da Saúde, 14,7% da população acima dos 18 anos no país fuma tabaco atualmente. Em Santa Catarina, este número é de 16%, com maior proporção de homens (19,7%) do que mulheres (12,5%). Classificados por idade, a faixa etária que mais fuma tabaco no estado está entre 40 e 59 anos (18,2%), seguida por pessoas entre 18 e 24 anos (17,1%), 25 e 39 anos (14,5%) e com 60 anos ou mais (12,6%).

O levantamento mostra ainda que 13,5% dos catarinenses são expostos ao fumo passivo no local fechado de trabalho e 9,5% em casa. Neste contexto, em 2014, a regulamentação da Lei Antifumo proibiu o consumo de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos e outros produtos fumígenos em locais de uso coletivo, públicos ou privados, mesmo que o ambiente esteja só parcialmente fechado.

 

de Serafina

Centro de Lazer e Convivência de Idosos é realidade!

A Administração Municipal, sempre buscando em primeiro lugar cuidar das pessoas, valorizando a nossa maior obra que é o ser humano e assumindo o compromisso com a melhoria da qualidade de vida das nossas famílias, entregou oficialmente, na tarde de 24 de Agosto, mais uma unidade pública do SUAS (Sistema Único de Assistência Social): o Centro de Lazer e Convivência de Pessoas Idosas. O espaço público irá atender a população com mais de 60 anos, com o objetivo de assegurar um lugar de integração e convivência, encontros intergeracionais, de modo a promover a sua convivência familiar e comunitária, contribuindo assim para redução e prevenção das situações de isolamento social e de institucionalização.

O Centro representa um marco para Serafina Corrêa e não é uma obra, é a realização de sonhos da nossa comunidade. Participaram desse momento histórico para o município, o Prefeito Ademir Antonio Presotto, a Primeira Dama Maria Carmen Montanari Presotto, representando o Presidente da Câmara de Vereadores, o Vereador Nelson Pedro Mezzomo, representando o Deputado Estadual Flávio Lammel, João Paulo Portinho, o Gerente do Banrisul, Carlos Roberto Heineck, o Sub Prefeito do Distrito de Silva Jardim, Paulo Tretto, Secretários Municipais, a Presidente do COEGEMAS – Região AMESNE e Coordenadora Geral da Secretaria de Assistência Social, Adriana Franco Vilar, a Presidente do Conselho Municipal do Idoso, Arlides Scorsatto e demais integrantes, os participantes dos oito Grupos de Convivência de Idosos e do Grupo Renovar, familiares da Senhora Maria Elisa Calgaro Presotto, pessoas da Comunidade Santa Ana, demais autoridades, servidores municipais e convidados.

A Administração Pública Municipal entregou, oficialmente, o Centro de Lazer e Convivência de Pessoas Idosas que proporcionará mais proteção social à população com mais de 60 anos, assegurando o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários e contribuindo para um processo de envelhecimento ativo, saudável e autônomo. A concretização de mais esta conquista da população serafinense só foi possível pela junção de esforços para angariar recursos. Portanto, foi fundamental as ações de mobilização do Conselho Municipal do Idoso, juntamente com os grupos de convivência, na realização do pedágio e demais atividades, bem como de todas as pessoas que realizaram doações ao Fundo Municipal do Idoso através da declaração do Imposto de Renda, o apoio financeiro do Banco Banrisul que foi fundamental para iniciar a reforma do prédio e o apoio administrativo e financeiro do Poder Público Municipal.

Em seu pronunciamento, a Coordenadora Adriana Franco Vilar ressaltou
que os relevantes serviços que serão prestados no Centro de Lazer e Convivência de Pessoas Idosas representam um marco para Serafina Corrêa e que o desafio será realizar a busca ativa das pessoas com mais de 60 anos que estão em situação de isolamento social para participar das
atividades do Centro. “Estamos certos de que nunca houve tanto investimento para a qualidade de vida de nosso povo. Este é um Projeto para mais de 20 anos. As ações que estão sendo implantadas hoje, serão colhidas também no futuro”, destacou a Coordenadora Adriana, que também
é Presidente do COEGEMAS – Região AMESNE.

O Prefeito Ademir Antonio Presotto fez um pronunciamento emocionado, destacando que sua família será eternamente grata às pessoas do Conselho Municipal do Idoso que sugeriram o nome de sua mãe para o Centro do Idoso: “Isto era um sonho, hoje é uma realidade. Vamos nos dar as mãos e fazer uma corrente para promover ainda mais bem-estar para nossa comunidade”, salientou o Prefeito Municipal.

 

Cuidando do Futuro de nossas crianças!

A importância da educação infantil é fundamental para o progresso e desenvolvimento da sociedade. As crianças, até os seis anos, desenvolvem suas capacidades motoras, afetivas e de relacionamento social. O contato das crianças com os educadores transformam-se em relações de aprendizado.A Proinfância, em Serafina Corrêa, no Bairro Gramadinho, é um exemplo de um espaço que muito contribui para o progresso e o futuro de nossa cidade. Nos últimos dias, a Prefeitura Municipal está investindo para que a segurança e o bem-estar dessas crianças e dos servidores sejam garantidos. Assim, foi realizado o fechamento da Quadra de Esportes, construídos os muros de contenção, cercamento, pavimentação e ajardinamento desse complexo educacional, situado no coração do Bairro Gramadinho, um dos mais populosos do município. A comunidade comemora mais essa conquista, uma obra que contribui para o futuro de nossas crianças e, consequentemente, para o futuro de Serafina Corrêa.

 

Pista Atlética no Módulo Esportivo!

O Bairro Planalto está recebendo, neste mês, mais uma importante obra, além do asfalto da Rua Ipiranga: a reestruturação do Módulo Esportivo Municipal. Estão sendo investidos mais de R$ 700 mil na obra que compreende o asfaltamento da Pista de Atletismo, com toda a infraestrutura necessária, além da iluminação da pista e do campo. Esse espaço representa um dos locais mais importantes para a prática esportiva do município. Com essa reestruturação, possibilitará que os amantes do esporte e a comunidade realizem jogos noturnos, bem como que sejam praticados exercícios, como caminhada e corrida, além de propiciar passeios ciclísticos com toda a segurança, inclusive à noite. Muito mais lazer, saúde, bem-estar, esporte e qualidade de vida para a comunidade serafinense, nesse grandioso Projeto de reestruturação do Módulo Esportivo Municipal, no Bairro Planalto. “Esta é uma obra que ficará para sempre, beneficiando toda a nossa gente”, destaca o Prefeito Ademir Antonio Presotto.


25 de agosto de 2016

DE SB

EXCLUSIVO

PTB E PDT BRIGAM NO DIA DOS 62 ANOS DE GETULIO

A SESSÃO COMEMORATIVA AOS 62 ANOS NA CMSB, INSTITUIDA EM 1993 ACABOU EM BRIGA ESTA MANHÃ. O PDT LIDERADO POR NICOLA,O ATUAL DONO DA FAZENDA ITU E PELA VICE PRESIDENTE LOCAL DO PARTIDO, NEUZA MARIA PENALVO retiraram-se da sessão ...isto quando ela recém tinha começado.

- FIQUEM VCS COM O ROBERTO JEFFERSON , DISSE NEUZA PENALVO AO SAIR DO RECINTO. POUCA GENTE OUVI O QUE A VICE LOCAL DISSE.

A PRESENÇA DE ROBERTO JEFFERSON, O DEPUTADO CASSADO DEPOIS QUE DENUNCIOU O MENSALÃO INCOMODOU E MUITO O PDT LOCAL. MAS ISTO TEM A VER COM DA POLITICA LOCAL QUISILHAS . ISTO PORQUE O VICE PREFEITO JEFFERSON OLEA HOMRICH,ATUAL VICE, BANDEOU-SE COM O PTB PRA COLIGAÇÃO DO PP QUE TEM NA CABEÇA DE CHAPA UM FILHO DE UM EX PEDETISTA. NA VICE ESTÁ ROQUE FELTRIN, QUE TAMBÉM ERA DO PDT E QUE TROCOU DE PARTIDO. ESTÁ NO PSDB.

TIAGO CADÓ O VICE NA CHAPA DE FARELO DE ALMEIDA, QUE CONCORRE A REELEIÇÃO, ESTAVA NA SESSÃO MAS NÃO SAIU DELA. FICOU ATÉ O FIM.

ELA É VEREADOR. PEDETISTA. O PDT CORRE COM CHAPA PURO SANGUE.

O ATUAL VICE, JEFFERSON OLEA HOMRICH CONCORRE A VEREADOR.

 

DE SB

EXCLUSIVO

PTB QUER ROBERTO JEFFERSON PRA PRESIDENTE

ROBERTO JEFFERSON, O EX DEPUTADO CARIOCA QUE DENUNCIOU O MENSALÃO FOI LANÇADO HJ JUNTO A CARTA TESTAMENTO DE GETULIO, NA PRAÇA XV DE NOV EM SÃO BORJA, A MECA DO TRABALHISMO, CANDIDATO A PRESIDENTE EM 2018 PELO PTB.

DIVERSOS POLITICOS DO PARTIDO, COMO O DEP ESTADUAL ALOISIO CLASSMANN DISCURSARAM JUNTO AO MAUSOLEU DE GETULIO CONSTRUIDO POR OSCAR NIEMEYER E INAUGURADO EM 24 DE AGOSTO DE 20O6.
JEFFERSON LEMBROU DE IVETE VARGAS, DE LEONEL BRIZOLA E FALOU PRINCIPALMENTE DE GETULIO VARGAS. AOS 63 ANOS EXIBE BOA FORMA FISICA DEPOIS DE TER ENFRENTADO UM CANCER DE PANCREAS.

O PDT OPTOU POR FICAR EM PORTO ALEGRE. O PRESIDENTE CARLOS LUPI E OUTROS POLITICOS ESTIVERAM PRESTANDO HOMENAGENS A GETULIO NA PRAÇA DA ALFANDEGA.

 

Getulio Vargas

Fotos: CLAUDIO GOTTFRIED

 

COMICIO DO PDT AGORA A NOITE NO CTG TROPILHA CRIOLLA

UMA MULTIDÃO FOI APLAUDIR OS CANDIDATOS DO PDT A PREFEITO E VICE DE SÃO BORJA

 

XIRU BRABO

PEGUEI UM MOTORA DE SANTIAGO DO BOQUEIRÃO QUE SABIA XONGAS DE SB

NEM SABIA DE UMA PADARIA QUE TEM 50 ANOS.

MAS CHEGUEI NA CASA DO RAMÃO AGUILAR.

TAXISTA XIRU QUE NÃO SABIA NADA....

MAS TCHE, COMO DIZEM AQUI, PEGUEI UM TAXISTA QUE CONHECIA XONGAS DE SB.E U SABIA MAIS QUE ELE. NÃO SABIA ONDE FICAVA UMA PADARIA QUE TEM 50 ANOS.

AI ME DISSE QUE ERA DE SANTIAGO DO BOQUEIRÃO, QUEM NÃO É BICHA É LADRÃO....

OU QUEM NÃO NÃO É BANDIDO É LADRÃO....

O POVO DE SANTIAGO DEVE SABER QUE TOU BRINCANDO. É CONHECIDO SANTIAGO COMO ' povinho'...

o taxista este que era de santiago tava mais perdido em são borja que CUSCO EM PROCISSÃO LINDO DIA EM SB

CHEGAMOS EM SÃO LUIS COM 10 GRAUS. E ME LEMBREI. CHEGUEI NA TERRA DO GALO MISSIONEIRO E DO SEN PINHEIRO MACHADO.

MAS A VIAGEM DE POA ATÉ SB FOI TRI BEM COMO SEMPRE PELA OURO E PRATA.

VIAJE OURO E PRATA, VIAJE BEM

 

CORPO DE BOMBEIROS PREOCUPA PROFISSIONAIS DA ÁREA TECNOLÓGICA

A Lei Kiss e seu impacto na emissão de alvarás pelo Corpo de Bombeiros foi debatida hoje (24) na reunião-almoço mensal do Conselho Deliberativo da Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul – SERGS – realizada na sede social da entidade localizada no bairro Pedra Redonda. Na oportunidade, foi manifestada a preocupação dos profissionais da área tecnológica com a morosidade que vem ocorrendo na tramitação dos processos na Corporação desde o advento da atual legislação que rege as normas de Segurança, Prevenção e Proteção contra incêndios nas edificações e áreas de risco de incêndios no Rio Grande do Sul.
O atraso acarreta perdas para os profissionais do setor e os empreendedores que em muitos casos, em função do problema, não conseguem entregar as edificações nos prazos acordados com os adquirentes de habitações e imóveis comerciais e de serviços.
A reunião contou com a presença do comandante do Corpo de Bombeiros do RS, cel. Adriano Krukoski Ferreira e do Chefe do Departamento de Segurança, Prevenção e Proteção Contra Incêndios (DSPCI), major Jeferson Francisco Ecco que apresentaram as ações que vêm sendo desenvolvidas com o objetivo de agilizar os procedimentos do órgão – especialmente em Porto Alegre. Explicaram que as dificuldades são agravadas pela contínua redução do efetivo de integrantes do Corpo de Bombeiros e pela carência de recursos financeiros enfrentada pelo Governo do Estado.
A reunião foi dirigida pelo presidente do Conselho Deliberativo da SERGS, eng. Sérgio Diogo da Silva e teve a participação do presidente da entidade, eng. Nelson Kalil Moussalle.

 

Rumo a segundona

De: "Renato Kern"
Enviada: 2016/08/24 11:16:08

TRAGÉDIA COLORADA

Caro Editor, o Sport Club Internacional está atualmente com os mesmos 23 pontos que Cruzeiro e Vitória, sendo que este último está na zona de rebaixamento. O Vitória pega o América Mineiro em casa e deve ir para 26 pontos. O Cruzeiro, que não perde há 4 jogos, enfrenta o Santa Cruz em Minas e também deve ir para 25 pontos. O Inter pega o Sport na Arena Pernambuco e tem que GANHAR, senão cai para a zona da Segundona. A próxima segunda-feira já pode ser Segundona. Não tem mais maquininha de calcular no mercado, os vermelhinhos compraram todas

 

Texto

texto bom, como o da nara barbosa.

Enviada: 2016/08/24 12:47:21

Depois que inventaram as Faculdades de Jornalismo, não tem isso de jornalista não ter texto. Jornalista sem texto é do tempo do onça, agora TEM que ter texto. (Laurinho da Venâncio)

 

do laurinho

A ARTE DE ESCREVER

O difícil de escrever e começar. O cinema criou o estereótipo do escritor fracassado que arrancava as laudas da máquina, amassava e jogava no lixo. No jornalismo é a mesma coisa. O dodói do texto para jornal é o "lead", que o "new journalism" tentou contornar apelando para o trololó. Quantas e quantas vezes eu ficava ouvindo alguém e remoia "não tenho o 'lead', não tenho o 'lead'", até que a pessoa falava o que iria para a abertura da matéria. Ou então, já voltando para a redação a idéia do "lead" surgia límpida, cristalina. Aí, era só sentar e escrever. Nunca tive dificuldade, nunca tive bloqueios. É uma mistura de intuição e habilidade. Muitos não conseguem resolver esta equação, dão adeus ao jornalismo e vão viver (não se sabe bem do que, pois fazem misterinho) em Neveiorque. hahahah! Jornalista não tem que ter só texto, tem é que - nada mais nada menos - ter texto final. Os copydesques acabaram. (by Laurinho da Venâncio)
Em tempo: meu livro de cabeceira, aos 16/17 anos, era "El arte de escribir y la formación del estilo", tradução mexicana (Ed. Fondo de Cultura) do 'L'Art d'écrire enseigné en vingt leçons' do francês Antoine Albalat. Certamente ajudou. hahahah!

 

Fatma devolve pinguins à natureza

Fortes, bem alimentados e prontos para voltar ao mar. Assim estavam os 11 pinguins devolvidos à natureza nesta quarta-feira, 24, na Praia do Moçambique, em Florianópolis. Os animais estavam no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), no Parque do Rio Vermelho, há cerca de 45 dias. O trabalho de reabilitação é feito pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma), ONG R3 Animal e Polícia Militar Ambiental.

Os pinguins-de-magalhães são originários da Argentina e do Chile e, com a chegada do inverno no Hemisfério Sul, deslocam-se por águas brasileiras em busca de alimentos. Os que chegam às praias catarinenses, geralmente, estão debilitados pela viagem ou doentes. Eles passam por tratamento após serem recolhidos e, quando adquirem cerca de 3,5kg, são libertados em grupo. “Pela primeira vez no país, os pinguins estão recebendo microchip, em vez da anilha, aquela argola amarela que era colocada na asa. Isso dá mais conforto ao animal e também guarda os dados de quando foi atendido aqui no Rio Vermelho”, conta a veterinária e gestora da R3 Animal, Cristiane Kolesnikovas.

Em média, por ano, o Cetas recebe cerca de 50 pinguins. “Esse trabalho é o cumprimento da missão da Fatma e uma parceria entre os órgãos e a comunidade nos cuidados dos nossos bichos e daqueles que vêm de longe”, explica o diretor de Proteção de Ecosssistemas da Fatma, Rogério Rodrigues.

Preservação e educação

O Centro de Triagem do Parque do Rio Vermelho recebe cerca de 2,5 mil animais silvestres por ano vítimas de tráfico ou maus-tratos. Além de abrigar e tratar os animais, o local disponibiliza uma trilha ecológica usada para educação ambiental. “Os visitantes aprendem que o animal silvestre não é brinquedo e que é nocivo retirá-lo do habitat natural. Todo o trabalho executado no local é um exemplo de responsabilidade com o meio ambiente e uma forma de ensinar respeito a todas as espécies”, afirma o presidente da Fatma, Alexandre Waltrick. Como o objetivo do tratamento dos pinguins é devolvê-los à natureza, os animais não estão à disposição do público.

 

Epagri recebe principal prêmio de ecologia do Sul do país

A Epagri recebe nesta sexta-feira, 26, o Prêmio Expressão de Ecologia, durante o Fórum de Gestão Sustentável, que acontece na sede da Fiesc, em Florianópolis, a partir das 14h. A empresa será premiada pelo projeto Avaliação e Monitoramento da Biodiversidade do Parque Nacional de São Joaquim e será representada no evento pelo seu diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação, Luiz Antonio Palladini.

Essa é mais importante condecoração na área de ecologia no Sul do país, realizada anualmente desde 1993. A Epagri é umas das campeãs do prêmio, tendo recebido 14 vezes o troféu Onda Verde. O case vencedor deste ano destaca a atuação da empresa numa das unidades de conservação mais visitadas do Brasil, o Parque Nacional de São Joaquim. O parque, que reúne Mata Atlântica, florestas e campos de altitude, é um santuário ecológico localizado em uma área importante de recarga do Aquífero Guarani, uma das maiores reservas de águas subterrâneas do continente.

Neste projeto, desenvolvido em parceria com a UFSC e o ICMbio, os pesquisadores realizaram uma caracterização ambiental do Parque Nacional de São Joaquim, através da qual foram selecionadas quatro áreas para implantar os módulos de parcelas permanentes de coleta. Dois módulos já foram implantados e diversos grupos já estão sendo pesquisados. Com a crescente degradação ambiental, as Unidades de Conservação estão se tornando as únicas áreas que possibilitam a implantação de programas de pesquisas em biodiversidade para gerar informação a curto, médio e longo prazo que possam contribuir para as tomadas de decisão, tanto em nível local como nacional.

Estudos que investigam a associação de variáveis ambientais com a biodiversidade são essenciais para prever a distribuição de espécies e modelar as mudanças decorrentes de fatores externos, tornando o processo de criação e consolidação das unidades de conservação mais robusto e eficaz. Além disso, as informações geradas pela pesquisa premiada beneficiam as comunidades vizinhas ao parque, organizações governamentais, entidades educacionais e instituições de pesquisa. O projeto integra o Programa Brasileiro de Biodiversidade, desenvolvido pelo Ministério de Ciência e Tecnologia para padronizar os protocolos de coleta de dados biológicos de acordo com padrões internacionais.

A 23ª edição do Prêmio Expressão de Ecologia foi disputada por 129 cases, inscritos por 95 participantes. Essas empresas investem nada menos que R$ 500 milhões em meio ambiente. Reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente, o prêmio busca divulgar e disseminar os esforços de empresas e instituições no sentido de diminuir os impactos da poluição no meio ambiente e contribuir para a conservação dos recursos naturais e o desenvolvimento da consciência ambiental.

Serviço

O quê: Epagri recebe Prêmio Expressão de Ecologia pelo projeto Avaliação e Monitoramento da Biodiversidade do Parque Nacional de São Joaquim
Quando: sexta-feira, 26, a partir das 14h
Onde: Auditório da Fiesc (Rod. Admar Gonzaga, 2765), em Florianópolis
Informações: Luiz Fernando Vianna, biólogo e pesquisador da Epagri que atua no projeto - (48) 3665-5161


24 de agosto de 2016

QUE A TERRA LHE SEJA LEVE

HJ BAIXOU A SEPULTURA UM DOS ULTIMOS REMANESCENTERS DA DITADURA. ERA LIGADO AO GOLBERY DO COUTO E SILVA.

TAVA COM 92 ANOS.

E VI O QUE É A POLITICA. PEDRO SIMON, QUE SABE TODAS AS DIABRICES DA POLITICA FOI LÁ DAR UM ABRAÇO NA VIUVA.

VELHO COMO É SABE QUE A POLITICA É ASSIM MESMO. FIQUEI IMAGINANDO QUE O SIMON DEVE TER SIDO AJUDADO PELO PEDRO AMERICO LEAL NO AUGE DA DITADURA A TIRAR GENTE SUA DA CADEIA.

COMO DIZ O DITADO LONGOS DIAS TEM CEM ANOS.(oc)

ENTERRO DO TEN CEL. PEDRO AMERICO LEAL FOI AGORA A POUCO NA ALRS....

EXERCITO PRESTOU HONRAS MILITARES COM TIROS DE FUZIL E GUARDA FUNEBRE

PEDRO SIMON FOI LÁ.....

A GUARDA FUNEBRE A PEDRO AMERICO LEAL E OS TIROS DE FESTIM.....

CAIXÃO DE PEDRO AMERICO LEAL FOI CARREGADO POR MILITARES DA CIA DE GUARDAS QUE ELE COMANDOU.

VELORIO DE PEDRO AMERICO LEAL NA ALRS.....

 

PEDRO AMERICO IRIA TIRAR O CRISTAL DA GUAIBA.E PARAR A CADEIA DA LEGALIDADE

EM AGOSTO DE 1961 PEDRO AMERICO LEAL, ENTERRADO ONTEM, AOS 92 ANOS, PROTAGONIZOU UM LANCE SENSACIONAL, OU MELHOR O TERIA FEITO. DETERMINADO A TIRAR BRIZOLA DO AR, O EXERCITO MANDOU QUE O CRISTAL DA GUAIBA, DOS TRANSMISSORES DA ILHA DA PINTADA FOSSE RETIRADO. PEDRO AMERICO LEAL FOI COMANDANDO UMA TURMA DE MILICOS DA CIA DE GUARDAS QUE FICAVA NA VIEIRA DE CASTRO,A GORA FICA NA VEADOR PORTO,PRA LÁ. MAS SABIAM TODOS QUE BRIZOLA TINHA MANDADO POR LÁ 200 BRIGADIANOS QUE IRIAM ABRIR FOGO CONTRA OS SOLDADOS DO EXERCIO.

MAS PEDRO AMERICO DISSE QUE ELE CUMPRINDO ORDENS MILITARES ENTRARIA LÁ.

AI POUCOS ANTES DESTA FAÇANHA QUE SERIA TIRAR BRIZOLA DO AR PORQUE A LEGALIDADE ERA PRATICAMENTE SÓ A GUAIBA FALANDO,MANDARAM QUE PEDRO AMERICO SUSPENDESSE A AÇÃO. E OS MILICOS QUE HAVIAM SE DESLOCADO DE JIPE PRA ILHA DA PINTADA, VOLTARAM PRA VIEIRA DE CASTRO ONDE FICAVA A CIA DE GUARDAS EM 1961.

 

LEAL

ERAM FAMOSAS AS ESCARAMUÇAS QUE O ' CORONEL' COMO FLAVIO ALCARAZ O CHAMAVA APRONTAVA COM OS GURIS QUE IAM ENCHER SEU SACO QUANDO MOROU SE NÃO ME ENGANO NO MOINHOS DE VENTO.

FLAVIO ALCARAZ GOSTAVA DE PROVOCA-LO E ELE VINHA PRA BRIGA....

*

OS DOIS TINHAM ALTOS PAPOS....

SERIA UMA PENA SE ELE NÃO TIVESSE DEIXADO UM LIVRO DE MEMÓRIAS.

 

Memória

EM 2011 QUANDO VOLTAVA DE SB DEPOIS DE UMA PALESTRA NA CMSB O ONIBUS DA OURO E PRATA POR POUCO NÃO PEGA AS CARRETAS SINISTRADAS ONDE MORRERAM 4 PESSOAS. FICAMOS A NOITE TODA EM BOZZANO E SOMENTE A VIA FOI LIBERADA AS 10 DA MANHA. CHEGAMOS EM PORTO ALEGRE AS 16 HS MUITOS DESISTIRAM DA VIAGEM....OS MORTOS DAS CARRETAS FORAM ESTES.

EM 2011 NA VOLTA DE SÃO BORJA HOUVE UM SINISTRO COM 3 CARRETAS. O NOSSO ONIBUS POR POUCO NÃO ENTROU NELAS. UM HERÓI DESCEU DE UM CAMINHÃO E FICOU SINALIZANDO QUE HAVIA ACIDDENTE. FOI NA CHAMADA CURVA DOS CASTELHANOS EM BOZZANO, DEPOIS DE SÃO LUIS.

 

Memória

FAZ SESSENTA E DOIS ANOS DA MORTE DE GETULIO

MANCHETE DA FT ......

 

Neve

PO O LAURINHO ELOGIOU MEU TEXTO D ANEVE E O BLOGUEIRO AINDA CORTOU A FRASE. TÃO DE SACANAGEM COMIGO.....SO O BLOGUEIRO PUBLICA QDO ME DÃO PAU.

TEXTO PRA MIM É IMPORTANTE PQ SEMPRE DISSERAM QUE EU NÃO TINHA TEXTO.

ISTO POKO IMPORTA...PRA MIM O MELHOR REPORTER QUE CONHECI, O MATICO CONCORDA COMIGO,E RA O QUARESMA. NÃO SABIA NEM BATER A MAQUINA.

MAS LEVANTAVA TUDO......

 

Um pioneiro no Brassil

Samson Flexor - Dos autores expostos atualmente no Museu Iberê Camargo (Coleção Edson Queiroz), o que mais me chamou a atenção foi este - de nome parecido com personagem de ficção-científica: Samson Flextor. Nunca tinha ouvido falar. Tratei de pesquisar e descobri que foi, nada mais, nada menos, que o pioneiro introdutor da pintura abstrata no Brazil. Flextor nasceu na Bessarábia, atual Moldávia. De origem judia (mais tarde se converteu ao catolicismo), estudou na Bélgica e na França, onde também atuou na resistência à ocupação nazista. Acabou vindo para o Brazil com a família depois da guerra e se radicou em São Paulo, onde morreu em 1971 com apenas 64 anos. Se começou a carreira como comportado paisagista e depois de algumas experiências em outras vertentes modernas, ao vir para o Brazil firmou-se na abstração geom&eac ute;trica e difundiu seus princípios criando sucessivamente dois núcleos de ensino e pesquisa. O abstracionismo, de fato, foi bem e bastante acolhido por artistas brasileiros da época, disseminando-se rapidamente, embora também tivesse recebido muitas e duras críticas. Quando em Paris, conviveu, por exemplo, com Matisse e Fernand Léger. Nos últimos anos de vida, retornou ao figurativismo. (by Laurinho da Venâncio)
Em tempo: o abstracionismo é ótimo como elemento de decoração, para enfeitar paredes de escritórios, consultórios, salas de jantar modernas etc... Como ñ dizem nada, são bons (e bonitos) para "matar" um espaço vazio na parede.


Obra de Samson Flextor em exposição no Museu Iberê Camargo eté meados de outubro

 

PARCERIA E TRUCO DE SB

De: "Letier Vivian"
Enviada: 2016/08/23 09:06:14

Seguem anexas algumas fotos que colhi no face.



Letier Vivian
Sao Borja/RS

 

do Comunique-se

Jornalista da GloboNews, Geneton Moraes Neto morre vítima de aneurisma

Escritor, documentarista, blogueiro do G1 e apresentador da GloboNews, Geneton Moraes Neto morreu na tarde desta segunda-feira, 22, no Rio de Janeiro. Aos 60 anos, o jornalista estava internado desde maio na Clínica São Vicente, no bairro carioca da Gávea, após sofrer aneurisma na aorta. Nos meses em que o comunicador esteve sob cuidados médicos, amigos e colegas da imprensa chegaram a usar as redes sociais para pedir doação de sangue.


(Imagem: Reprodução/GloboNews)

Ao noticiar a morte do jornalista, a reportagem do G1 enfatiza que Geneton tinha mais de 40 anos dedicados à comunicação social. Ele trabalha desde a década de 1980 no Grupo Globo no Rio de Janeiro, onde foi editor do local ‘RJTV’, editor do ‘Jornal Nacional’, repórter e editor-chefe do ‘Fantástico’ e editor-chefe e editor-executivo do ‘Jornal da Globo’. Nos últimos anos se dedicou a gravação reportagens exibidas pela GloboNews.

Pernambucano do Recife, o jornalista iniciou a carreira em seu estado natal, sendo repórter do Diário de Pernambuco. Ainda no Nordeste, passou pela sucursal do Estadão e pela emissora local da TV Globo, de onde saiu para atuar no Rio de Janeiro. Além das experiências no impresso e na televisão, Geneton se dedicou ao trabalho de escritor. Entre os mais de 10 livros publicados por ele estão Dossiê 50: Os Onze Jogadores Revelam os Segredos da maior Tragédia do Futebol Brasileiro e Dossiê História: um repórter encontra personagens e testemunhas de grandes tragédias da História mundial.

Entusiasta do que chamava de “jornalismo autoral”, Geneton estava cada vez mais dedicado à produção de documentários. Em conversa com a reportagem do Portal Comunique-se em outubro de 2015, ele destacou seu trabalho como documentarista. No modelo, ele dirigiu “Cordilheiras no Mar: A fúria do Fogo Bárbaro” (que conta a história do cineasta Glauber Rocha) e “Boa Noite, Solidão” (em que apresenta histórias de moradores de Solidão, cidade do sertão pernambucano).

Geneton deixa a mulher, duas filhas e netos. No Twitter, colegas de promissão lamentaram a morte do jornalista e reforçaram o talento dele.

 

do Boteco do Ilgo

Jogo para ‘poupar’ o maestro Douglas

O técnico Roger Machado fez treino secreto pensando no Atlético Paranaense. O adversário, dirigido pelo Paulo Autuori, fez o mesmo.

Uma tentativa de esconder aquilo que todos conhecem. Difícil ocorrer uma surpresa de qualquer lado.

Se Roger fosse mais ousado, sacaria Douglas do time. Já escrevi aqui que existem dois Douglas: o leão que se agiganta na Arena em especial contra adversários de grande porte, e o gatinho ron-ron que se enrola no novelo lã em jogos fora de casa.

É fato que o Grêmio cai de rendimento fora de casa. Se Douglas é o responsável maior por isso, há controvérsias, mas eu defendo essa hipótese.

Isso talvez aconteça até em função da idade de Douglas – Roger já admitiu várias vezes que armou um esquema especial para seu veterano e nada atlético meia.

Diante desse raciocínio, eu sacaria Douglas em todos os jogos fora de casa. Talvez com alguma exceção. E começaria pelo jogo desta quarta-feira, 19h30, contra o Atlético.

SErá um confronto duro, áspero. Na última vez que os dois se encontraram na Copa do Brasil o Grêmio foi inoperante ofensivamente e acabou eliminado sem fazer um golzinho sequer.

Bem, o que fazer? Primeiro, sacar Douglas. Segundo, dar sua camisa e suas funções a Luan. Simples.

Outra coisa que eu faria: Jailson na função de meia (sua origem), com Wallace e Maicon como volantes. Jailson jogando pelo lado direito, fazendo o corredor como dizem agora os doutos do futebol. No outro lado, Éverton. Na frente, Miller Bolanos.

Mas eu não sou treinador do Grêmio – infelizmente para o clube.

É claro que Roger não irá sacar seu guru, seu maestro, seu tutor, seu tudo.

Independente de quem jogue, é fundamental entrar em campo determinado a vencer, sem cogitar sequer do ‘pontinho fora’, praga difundida e enraizada na região abaixo do Mampituba.

Se a vitória não for possível – o adversário está bem, joga em seu piso sintético e ainda por cima tem um juiz que não dá ‘sorte’ ao Grêmio. Em 19 jogos com o sr Ricardo Ribeiro, o Grêmio venceu apenas DOIS jogos.

Apesar de tudo, e do retrospecto desestimulante em jogos fora de casa no Brasileirão (DEZ PONTOS EM TRINTA), eu acredito que o time reúne condições de voltar de Curitiba com vitória. Chances que aumentam se Douglas estiver fora.

 

do mironneto.com.br

MTE diz que condições de trabalho são "degradantes"

De acordo com o gerente regional do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) em Caxias do Sul, Vanius João de Araújo Corte, o que mais surpreendeu na inspeção feita na Geral Transportes "foi ver as condições de trabalho completamente degradantes". A gente sabe que trabalho com lixo é sempre delicado. Mas ali era muito mais complicado".
Segundo Vanius, nos centros de triagem, as máquinas e os equipamentos utilizados estão em estado precário e expõem os trabalhadores a riscos. "Os funcionários trabalham sem equipamentos de proteção, em um ambiente sem higiene e com instalações sanitárias ruins", complementa.
Além disso, a inspeção apontou ainda que as instalações elétricas são inseguras. "As pessoas eram confundidas com lixo lá dentro", acrescentou o gerente.
o longo da apuração foram identificadas ainda outras fraudes à legislação trabalhista, como o pagamento de parcelas salariais extra-folha (fora da folha de pagamento), a não concessão de férias e a irregularidade dos controles de horário de trabalho mantidos pelo empregador

23 de agosto de 2016

TC

TRIANGULO DA ASSIS BRASIL

UM BOM MODO DE FAZER TRANSBORDO DA CAPITAL PRA RM....
ALI CHEGAM E SAEM BUS.....

FEITO ALGUNS ANOS ATRAS. LEVOU TEMPO....

NO TRIANGULO DA ASSIS

GANHANDO A VIDA.....DE MANHA CEDO DE SEGUNDA.

 

MAE DE MISS ENCONTRADA MORTA ROMPE O SILENCIO

MANCHETE DE ZH. ROGÉRIO RECLAMOU DELA.....
ACHA QUE TÁ CONFUSA???

 

coleguinhas

MALU DA GUAIBA APRESENTA O PROGRAMA DE MADRUGADA....

GOSTO QDO ELA DÁ PITI NOS MOTORAS DOS ONIBUS QUE TRATAM MAL OS VEINHOS COMO ELA....

?E DÁ ESPORRO NOS CARAS, DANDO NOME DOONIBUS E HORÁRIOS. ISTO FUNCIONA MEU.... A EPTC ESTA QUE É UMA MOLENGA SE MEXE.

 

tiazinhas

dos leitores

Enviada: 2016/08/22 13:21:02

Bah, guri, na foto que publicaste no teu blog só tinha uma tiazinha da Comissão Eleitoral, plenamente identificada com a chapa UM, mas que não deu "piti", somente passava pela sala de espera em direção a sala da diretoria com ar arrogante.
As do "piti" não figuravam na tua foto.
Está na foto uma jornalista que não foi votar, apesar de terem tentado cooptá-la para a chapa do presidente eleito.
abs

 

neve

do laurinho da venancio....(OC)

bah,enfim um elogio....kkkkkk

Enviada: 2016/08/22 19:33:54

A neve nas colônia tava legal

 

OS CRAQUES DA PINTURA BRASILEIRA NO MUSEU IBERÊ CAMARGO

Até meados de outubro dá para visitar o acervo de arte moderna brasileira da Fundação Edson Queiros de Fortaleza. O acervo está em exposição no estrambótico prédio do Museu Iberê Camargo à beira do Gaíba plantado. O acesso é gratuito e vale a pena, pois o conjunto é integrado por trabalhos de alguns dos melhores artistas plásticos nacionais do século passado (de antes da moda tola das "instalações" e assemelhados). Agradeça-se a oportunidade ao eficiente Fábio Coutinho, craque em atrair para a capital dos pampas belas exposições itinerantes. Em anexo, fotos de algumas das obras em exposição. (by Laurinho da Venâncio)


Portinari


Anita Malfatti


Maria. Helena Vieira da Silva


Samson Flexor


Tomie Ohtake


Luís Sacilotyo

 

A LIBERTAÇÃO DE PARIS (22-25/08/1944)

"A situação era estranha pelos dois lados. Os alemães ainda estavam lá, mas os franceses haviam tomado posse da maior parte dos ministérios e assumiam silenciosamente as engrenagens da administração pública. Novos jornais saídos da resistência começavam a circular, os parisienses tanto quanto alemães os podiam comprar nas ruas à saída das gráficas. Jornais que descreviam não só o dia a dia, mas principalmente o hora a hora dos acontecimentos em que eles mesmos, os leitores, tomavam parte", conforme descreveu Raoul Nordling, cônsul da Suécia, em suas memórias. A 22 de agosto de 1944, Paris se cobriu de barricadas. Foi o terceiro dia da espontânea insurgência dos franceses da capital contra a ocupação nazista, o dia dos combates mais intensos. Emiss&aacu te;rios foram enviados para alertar os aliados sobre a situação de Paris. De Gaulle insistia junto aos comandos aliados para que enviassem tropas em apoio aos rebeldes, queria que a 2 ª Divisão Blindada francesa, integrada ao conjunto de tropas aliadas, fosse logo despachada. No final do dia, o general Bradley mandou Leclerc marchar sobre Paris, com a ajuda da 4 ª Divisão de Infantaria americana. Foto: barricada na Rue des Halles ou Rue des Lavandières-Sainte-Opportune, Ier arr., entre 22-25 de agosto de 1944, Agência LAPI (Les Actualités Photographiques Internationales), texto traduzido e adaptado de original do Musée Carnavalet d'Histoire de Paris by Laurinho da Venâncio)

 

do Terra

Um intruso na festa dos atletas na cerimônia de encerramento

Beneficiado pelas informações desencontradas e seguranças e voluntários atônitos com os muitos figurantes, repórter vê o show do gramado

CARLOS ALBERTO VIEIRA

Um jornalista com a credencial que não dava direito a entrar em nenhuma arena de competição olímpica, por um erro da organização recebeu o ingresso para ver do alto da tribuna de imprensa a cerimônia de encerramento e, com os muitos desencontros de informação, acabou acompanhando o adeus aos Jogos Olímpicos dentro do gramado do Maracanã, ao lado dos atletas e dos dançarinos, como se fosse um dos protagonistas da festa. Eu.


Repórter do LANCE! acabou, sem querer, acompanhando a cerimônia no lugar mais nobre: no gramado com todos os atletas (Foto: Carlos Alberto Vieira)
Foto: LANCE!

Tive a ideia de fazer uma matéria sobre a atenção da segurança com as credenciais olímpicas no início dos Jogos quando fiz um teste com a minha credencial - que dava direito a ficar apenas no Centro de imprensa, já que ela era EC sem numeração (para entrar era preciso ter os números 4 e 6 em letras garrafais e apenas a letra E). Jamais em cinco tentativas consegui retirar um ingresso para os eventos de grande demanda. Nos outros, bastava o repórter corretamente credenciado, entrar.

Não era o meu caso . E fui barrado em seis de sete tentativas. Na única em que o jeitinho deu certo, na arena da esgrima, foi porque o sistema tinha ficado inoperante por alguns minutos e quem fazia o pente fino eram policiais da força de segurança sem a presença de voluntários (estes sabiam de cor a sopa de letrinhas das credenciais). Isso mostrava que a segurança estava perto da excelência neste caso.

Até este domingo. Pela manhã, num centro de imprensa às moscas, pois a única atividade era uma coletiva da Coreia do Sul sobre os Jogos de Inverno de 2018, um dos meus colegas com igual credencial chegou com cinco bilhetes para a cerimônia de encerramento (de altíssima demanda). "Estavam distribuindo, toma um". Já foi uma surpresa.

Com o ingresso, tive pela primeira vez a oportunidade de fazer o teste final. Entraria no Maracanã todo errado? Ser barrado mais uma vez seria o grande final para a matéria. Chegar ao Maracanã foi um caos. Com as rotas conhecidas fechadas e muitos motoristas que não são da cidade, a viagem de 45 minutos durou 2 horas, isso com os dois brasileiros (eu entre eles) ajudando o desesperado condutor que caminhava rumo à favela do Jacarezinho a dar uma bandalha e pegar a rua certa e, depois de várias barreiras e com os jornalistas do exterior que estavam dentro do ônibus irados , chegar são a salvo na frente do estádio.

Depois de subir algumas matérias fora do estádio, a cerimônia começou e, enfim, fui tentar a sorte. Chovia muito. Apenas eu na fila de entrada e dois membros da força nacional no comando da máquina de Raio X. A credencial deu negativa na maquininha. Não poderia entrar. Mas estava com a camisa do LANCE! e um ingresso na mão. Eles tentaram de novo. Aparecia a minha foto com entrada negada. Eles balançavam a cabeça. O aparelho dera problema horas antes, quando os jornalistas tiveram de enfrentar uma fila morosa e quilométrica sob chuva, vento e frio. Eu era apenas mais um caso de falha no sistema. Depois de examinarem tudo que eu carregava na mochila, entrei.

OK. Passei pela primeira barreira, mas na tribuna provavelmente o voluntário que verifica os ingressos me barraria. Foi assim duas vezes no Parque Olímpico.

Conheço o Maracanã como a palma da mão, cobrindo centenas de jogos, mas a entrada da tribuna poderia ter mudado. Fui perguntando. Como sempre ocorreu nos Jogos, há muitos voluntários para todas as funções. Todos eles são simpáticos e só ganharam elogios. Mas quando não sabem responder alguma pergunta (creio que todo mundo passou por isso) dão a informação errada. Foi o que aconteceu. Depois de quase parar no Maracanãzinho, uma voluntária me disse que tinha de entrar por um corredor. Segui e lá tinha outro voluntário que disse que iria me ajudar a encontrar o meu lugar (repito, na tribuna de imprensa, lá no quinto andar). Me levou para o corredor de acesso pelo qual entrava os dançarinos da cerimônia de encerramento.

Ainda perguntei se era por ali, mesmo sabendo que estava tudo errado. Crei dúvida. Ela perguntou provavelmente para o seu chefe, que tinha um fone no ouvido. Ele viu minha camisa do L!, disse ter dúvidas sobre o procedimento, mas que era para eu entrar por dentro do gramado, pois estava atarefado demais com os figurantes. Entrei na hora em que o presidente do COB Carlos Nuzman fazia o seu discurso. Estava atrás da delegação canadense e certo de que não ficaria um minuto por ali. Os seguranças que ficavam de olho nas escadinhas que levam do gramado para a arquibancada me olhavam, mas não estavam nem aí. Cheguei num deles, iria perguntar sobre quem poderia entrar no gramado vindo da arquibancada e ele me cortou:

- Não posso dar entrevista, por favor.

Logo vi que era impossível alguém saber quem era quem ali dentro do gramado. Seguranças, dançarinos com roupa de todas as cores, empurradores de carros alegóricos, atletas entrando e saindo para um pulinho no banheiro, seguranças, voluntários, gente do Comitê Rio-2016, o pessoal técnico, mais de 200 delegações com roupas de todas as cores e, depois, assim que a pira foi apagada, a turma das escolas de samba. Naquele Carnaval e animado com o som de Aquarela do Brasil, tirei a camisa do LANCE!, fiquei com a que estava por baixo e me meti no meio da muvuca de atletas e todos os afins.

Inglesas orgulhosas ostentando suas medalhas posavam com alegorias de cabeça, juntamente com alguns americanos tentavam dançar. Uma outra dava socos numa fantasia que parecia uma bola de limão feita de espuma, um atleta de Tonga era assediado por todas as foliãs "Tonga nele, Tonga nele", zoavam os meninos. Selminha Sorriso, porta-bandeira da Beija-Flor, era a mais procurada pelos gringos para selfies. Já os brasileiros faziam fila para tirar fotos com Arthur Nory.

O pessoal do atletismo não se desgrudava.

- Está valendo muito esta festa, se Deus quiser teremos muito mais em Tóquio, e que não falte medalha - disse Pedro Luiz, um do quarteto oitavo colocado no 4x400m.

No fim, o túnel entre o gramado e o lado de fora do Maracanã virou a Sapucaí no fim do desfile das campeãs, com centenas de atletas de várias nacionalidades seguindo a bateria do mestre Paulinho, agora na Viradouro, arriscando até "Seven Nation Army", do White Stripers (PÔ PÔ PÔ PÔ PÔ) cantada nos estádios por várias nações. Fim de festa olímpica e com a minha presença insólita no meio dos atletas.

 

Jornalista que acusa Feliciano de tentativa de estupro é indiciada por extorsão

De vítima a indiciada. Jornalista que denunciou ter sido alvo de agressão, assédio e tentativa de estupro por parte do pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), Patricia Lélis está oficialmente na mira da Polícia Civil de São Paulo. Na tarde de quinta-feira, 18, a corporação informou que ela terá de responder por caluniar e tentar extorquir o assessor do parlamentar, o policial aposentado Talma Bauer.

Delegado responsável pelo indiciamento da jovem de 22 anos, Luiz Roberto Hellmeister, titular do 3º Distrito Policial da capital paulista (DP de Santa Ifigênia), reforçou seu posicionamento à reportagem do G1. De acordo com ele, Patrícia mentiu ao dizer que foi sequestrada e chegou a ser mantida em cárcere privado pelo assessor de Feliciano. Em uma das versões relatadas por ela, Bauer a manteve presa em hotel para que fosse gravado um vídeo isentando o deputado das acusações.

O delegado já tinha cogitado indiciar Patrícia na semana passada. Agora, a Polícia Civil informa que o inquérito foi aberto após as autoridades terem acesso ao vídeo em que a jornalista pede para Bauer “cuidar’ de um colega que teria recebido dinheiro em seu nome - R$ 50 mil - e sumido na sequência. Em outro vídeo, Patrícia aparece negociando valores diretamente com o assessor de Feliciano.

Em nota enviada à imprensa, a defesa da jornalista critica a conduta de Hellmeister e alega que ele tomou conclusões sem ter base em laudos técnicos. “O Dr. Luiz Roberto também alega ter em mãos laudo que comprova que Patrícia Lélis seria mitomaníaca. Esclarecemos que Patrícia Lélis não passou por nenhum tipo de perícia. Estamos com cópia integral do Inquérito policial e não existe nenhum laudo técnico”, pontua a equipe da jornalista.


A jornalista Patrícia Lélis (Imagem: Fábio Pozzebom/Agência Brasil)

 

Encontros de Gestão Pública

 

O Brasil pode ser ainda mais olímpico

Estive dentre aqueles que consideraram inoportuna a realização das Olimpíadas no Brasil. Essa percepção se reforçou ainda mais com a eclosão da grave crise econômica, que trouxe reflexos como a recessão, o desemprego e o contingenciamento de verbas públicas nas mais diversas áreas. Ora, mesmo compreendendo o potencial agregador de um evento internacional desse montante, não parecia razoável que o dinheiro da nação estivesse voltado a outras áreas que não aquelas destinadas às necessidades principais.

Entretanto, desde que as Olimpíadas foram confirmadas, entendi que esse debate estava superado. Era preciso fazer, então, o melhor possível em termos de resultados internos e de repercussão mundial. Talvez pudesse ser uma chance, até mesmo, de recuperar a autoestima nacional e marcar um novo caminho de reconstrução do país. O esporte tem essa capacidade de promover mudanças para além da própria competição. É pedagógico. Defendi máximo empenho para que a oportunidade, uma vez consolidada, não fosse perdida.

Ontem, com o encerramento dos Jogos Olímpicos Brasileiros, creio que praticamente a unanimidade da nação chegou à mesma conclusão: fizemos um bonito papel. O civismo uniu mesmo quem não concordava com o evento na torcida tanto pelos nossos atletas quanto pelo funcionamento de todo o aparato de infraestrutura que estava envolvido. E conseguimos: foi o melhor resultado que o Brasil já teve nas Olimpíadas – ainda muito longe do que temos potencial para alcançar, mas bem avançados em modalidades até então sem destaque. Na organização, ressalvados alguns contratempos, especialmente no início, tudo transcorreu adequadamente.

No aspecto esportivo, ressalto um dado psicológico e outro sociológico: a capacidade de superação e o histórico dos nossos atletas. Quase todas as histórias de figuras como Isaquias Queiróz, Robson Conceição, Rafaela Silva, Thiago Braz e outros trazem a origem humilde, a falta de incentivo, a estrutura precária e a busca praticamente individual pelo sonho da medalha olímpica. Não foram preparados desde cedo, nem direcionados, tampouco incentivados – senão que pela família, alguns amigos e eventualmente os primeiros treinadores. Alguns, com o tempo, se destacaram e conseguiram apoios. Mas mesmo os vitoriosos têm a marca da dificuldade e do extremo esforço. Por isso não é exagero chamá-los de heróis.

A organização também fez bonito, a começar pela marcante cerimônia de abertura. O mundo inteiro presenciou um espetáculo diferenciado, com criatividade, cor e elegância. Mesmo com problemas pontuais, a estrutura montada para o público e os atletas atendeu às necessidades estabelecidas pelo Comitê Olímpico. Alguns contratempos são normais, o que ocorre em qualquer país. O que ficou é que o Brasil foi capaz de realizar a competição garantindo conforto, hospitalidade, organização e boa experiência para os turistas.

Isso tudo reverterá, sem dúvida, no incremento do turismo e na reputação perante as outras nações. Retira, pelo menos em parte, a pecha do amadorismo e displicência, e põe no lugar capacidade de gestão e trabalho. E ainda deixa de legado o investimento feito em infraestrutura para a cidade do Rio de Janeiro. Não fosse pelo evento, os avanços ou não teriam acontecido, ou teriam demorado muito mais tempo.

E mais do que resultados esportivos ou estruturais, as Olimpíadas também deixam uma grande herança pedagógica. A primeira delas, mais evidente, é a necessidade de levar o esporte para a base da formação educacional e cidadã. Diversas pesquisas mostram o caráter inclusivo, na dinâmica social, e impulsionador, na dinâmica pessoal, das atividades esportivas.

No Brasil, isso não é levado a sério. Tanto no ambiente escolar quanto na difusão de políticas públicas ou de outros setores, essas atividades são percebidas apenas como diletantismo. Isto é, passatempo, entretenimento. As exceções são as Forças Armadas e alguns clubes, que merecem reconhecimento. Mas a percepção do potencial do esporte no Brasil precisa adquirir mais seriedade e importância.

As Olimpíadas derrotaram o pessimismo, e essa é outra lição. O evento foi encantador, por mais que muitos torcessem pelo contrário. O país provou, mais uma vez, que tem potencial para alcançar um novo patamar político, econômico e social por meio de suas próprias forças. Ser melhor para os seus, e ser melhor perante o mundo. A autoestima da nação, sem dúvida, foi tocada com os jogos – e esse aspecto não é o único, mas é um dos fatores fundamentais para sair da crise em que nos encontramos.

O Brasil precisa voltar a acreditar em si mesmo. Ou, em outras palavras, em seu povo – pois esse é seu maior patrimônio. E a hora é agora, nem amanhã, nem depois. Então, que o espírito olímpico, para além de uma inspiração passageira, dê sentido ao civismo, à unidade e à responsabilidade de todos os brasileiros. Para melhorar o esporte, mas, especialmente, a qualidade de vida da população. Para que o Brasil possa ser bem mais olímpico – todos os dias e em todas as áreas.

Germano Rigotto - Ex-governador do Rio Grande do Sul e presidente do Instituto Reformar de Estudos Políticos e Tributários


22 de agosto de 2016

INTER

SAI 15 MIN ANTES DO FIM DO JOGO. O PELOTÃO DE CHOQUE TAVA TODO CERCANDO O BEIRA RIO. E TAVA TODO CERCADO JÁ.

AI O INTER EMPATA. OS BRIGADIANOS PERDERAM A TAREFA.....

 

ONIBUS FECHA PORTA E BATE EM CIRURGIA DE PASSAGEIRA

A PASSAGEIRA NEUSA HARTMANN DA LINHA VILA JARDIM DA NORTRAN HÁ CERCA DE UM MES FOI DESCER ATRÁS USANDO MULETAS PORQUE TINHA FEITO CIRURGIA E O MOTORISTA FECHOU A PORTA BATENDO EM SEUS PONTOS.

O COBRADOR E O MOTORA QUERIA CHAMAR O SAMU MAS ELA NÃO QUIS.

DEPOIS LIGARAM PRA SABER SE TAVA TUDO BEM. PELO MENOS ISTO.

 

VOLTA A NEVAR EM AGOSTO


Estrada no Morro da Igreja, em Bom Jardim da Serra, acumulou a neve e fez a festa dos turistas | Foto: Defesa Civil SC

COMO EM 1965 JUSTAMENTE NA NOITE DE 19 PRA 20 DE AGOSTO, NEVOU EM CIDADES DA SERRA DE SC.

AGOSTO É UM MES PROPICIO PRA NEVADAS...

 

Memoria de serafina

A NEVADA QUE FICOU NA HISTÓRIA

NA MANHÃ DE 20 DE AGOSTO DE 1965, EM SERAFINA CORREA,josé da costa sobrinho(bepi) 13.9.18/14.6.87 - NÃO CONSEGIU FICAR EM CASA. FOI PROCURAR O VIZINHO ALFREDO CANTON PARA DIZER QUE OS GALHOS DA CANELEIRA que tinha em seu potreiro estavam rangendo com a grande quantidade de neve que caía.Não suportavam o peso e se vergavam ou quebravam, produzindo enormes estrondos.

Fazia muito frio,lembra ainda hoje Alfredo.. Era quinta-feira à noite.19.8.1965. Um dos vizinhos, Pierin de Costa, deixou um dos filhos de plantão no chiqueiro. Uma das porcas iria dar cria e alguém precisava vigiar para que ela não esmagasse os leitões. O filho de Pierin foi o primeiro nas redondezas a notar os flocos brancos caindo por volta das 22 horas.

Como era costume entre os colonos(não havia televisão),todos dormiram cedo naquela noite.Estava muito fria pra se fazer filó com os vizinhos, onde se comia amendoim,pinhão e ' grostoli'.(cueca virada) e se jogava quatrilho,briscola ou escova.Alfredo acordou cedo, os demais da casa ainda dormiam. Como sempre fazia no inverno,era o primeiro a levantar para acender o fogão e esquentar a cozinha.Sentiu que estava fria demais.Aquilo era fora do normal, mesmo sendo inverno. Abriu uma janela e viu tudo branco, mas não lhe passou pela cabeça que fosse neve.Pensou tratar-se do reflexo da lua cheia, já que era ainda madrugada.O brilho era o efeito de meio metro de neve acumulada durante a noite.

Menino ainda, ao acordar naquela manhã,olhei para um pé de nogueira que havia nos fundos e achei que estava cheio de lagartas(le rugue). Não eram lagartas e sim flocos de neve pendurados nos galhos que se vergavam com o peso. Cerca das 10 horas,começou a chover e a neve começou o processo de derretimento.Alfredo Canton colocou um par de botas de borracha( i ' stivai') e foi caminhar no potreiro, mas não conseguiu seus pés afundavam naquele tapete branco.

Minha preocupação foram os coelhos pequenos que criava no sótão do chiqueiro.Os colonos ficaram com medo de que os telhados não aguentassem o acúmulo de neve e Teresa Cela Meneghatti fez um fogo e o levou ao sofito (telhado) para derreter o gelo.

Quando amanheceu, todo mundo estava assustado, menos o padre vigário Francisco(Chico) Lolatto que pulava,de batina,no meio da neve, fazia montes de gelo e chamava as pessoas para deixar as casas e admirar o espetáculo. Segundo relata o dentista Ronny Soccol, Nestor Cervieri também caminhava também caminhava pela Av. Dr. Júlio Campos(atual Av. Miguel Soccol) convidando as pessoas para ver a neve.
Há versões de que o padre Lolatto teria mandado tocar o sino,avisando a população para não se assustar porque ele conhecia a neve da Itália, onde nascera. Em 1968, o padre deixou Serafina e foi para Rondinha Alta.Hoje vive em Guaporé.Muito do progresso da cidade se deve a ele.

Ainda como folclore desta grande nevada: um motorista de caminhão que levava produtos do Frigorífico Ideal, regressava de Porto Alegre. Em Muçum,encontrou neve na estrada ,recolheu uns flocos num saquinho plástico...para mostrar à família.

No sábado, 21 de agosto, à tarde, Alfredo Canton e Salvador Meneghatti pegaram a conta da luz e foram pagá-la na Capela São Pedro.E viram que lá pelos lados de Nova Bassano,as montanhas ainda estavam esbranquiçadas de neve,tanto que o sol se refletia, produzindo um brilho inigualável. Walmor Bazzo(Pelé) lembrou que a neve foi tanta que as árvores dos potreiros de Selvino de Costa,seu vizinho,ficaram quatro dias com flocos acumulados nos galhos dobrados e alguns até quebrados com o peso.

Notou que os passarinhos, principalmente as gralhas, pareciam muito assustadas.- Era um estralhaço só de galhos -,relembrou Walmor.

No primeiro ano de ginásio, fiz uma redação que a professora gostou,menos da parte final onde eu dizia que rezara a Deus para que não mandasse mais neve.- Por que isto? reclamou a freira.A neve foi um espetáculo bonito! Ela não tinha visto o pavor dos colonos que acharam que os tetos das casas começariam a desabar se a neve prosseguisse. Para orgulho meu, a professora colocou a redação no mural da entrada da sala de aula. Nas minhas andanças como repórter,sempre que viajo a cidades serranas, como Lagoa Vermelha,Vacaria, Passo Fundo e até Carazinho,vejo fotos nas entradas dos hotéis ,como recordações da grande nevada de 19 de agosto de 1965.
Segundo recordam os moradores mais antigos de Serafina Corrêa, houve um fato curioso no dia da nevada. Numa das capelas, não sei precisar qual, uma pessoa da famíla Grando saiu a procurar o cavalo que havia ' sumido". A neve tinha alcansado meio metro e eles não enxergavam o animal no potreiro.
O rapaz que foi atrás do cavalo subiu em cima do que imaginava ser um tronco e quando se deu conta estava sobre o cadáver do bicho que tinha morrido de madrugada de frio. Muitas estórias deste gênero passaram a ser contadas em função daquela nevada fora do comum. Algumas,seguramente, verídicas, outras, inventadas.

DO MEU LIVRO, COSI LA SE STATA(OLIDES CANTON)

 

FOTOS DE NEVADA DE 1965....

?SERAFINENSES NA PRAÇA PIO XII E AS CASAS TOMADAS PELA NEVE. NEVADA HISTÓRICA.


 

Neve

A SUBIDA DE MUÇUM PRA SERAFINA ONDE O MOTORISTA COLHEU NEVE PRA MOSTRAR EM CASA. MAS A MEDIDA QUE IA INDO ENCONTRAVA CADA X MAIS NEVE....ISTO EM 1965.

 

PADARIA ANDRADAS

FUI CONHECER ESTA SEXTA NA RUA DA PRAIA. FICA ALI DEPOIS DOS QUARTÉIS.

FUI TOMAR UM CAFÉ.

O DONO SIMONETTI - SIM É PRIMO DAQUELE DONO DO CHÁLÉ, VEIO DE NOVA BRÉSCIA E TOCA O LOCAL.

E DISSE QUE O QUE ELES ANUNCIAM NA GUAÍBA DÁ RETORNO.

O NANDO GROSS QUERIA BOTAR O ANUNCIO DA ANDRADAS NO PROGRAMA DO FELIPE VIEIRA. ELES NÃO QUISERAM PORQUE TEM QUE SER NAQUELE HORÁRIO QUE É O HORÁRIO QUE AS PESSOAS TÃO TOMANDO CAFÉ.

ELE ATÉ ME DEU O VALOR NÃO É PEQUENO NÃO PRA AQUILO QUE O FLÁVIO DALLPIZZOL DIZ ALI.

E A PARCERIA É COM O DALLPIZZOL QUE MORA NAS CERCANIAS.

ELES JÁ ANUNCIARAM COM O RECHE MAS COM O PROGRAMA DO MENDELSKI DÁ MAIS RETORNO.

A PADARIA ANDRADAS PAGA,OUPAGAVA 3 CONTOS MENSAIS PRO COMERCIAL NA GUAIBA. MAS O SIMONETTI ME DISSE QUE TEM OU TINHA UM BOM RETORNO. ELES PENSAM EM VOLTAR. DERAM UM TIME.....

*

é tudo PROFI.
O QUE O DALL PIZZOL LEVA DAI É TUDO PAGO,TB.

 

AS TIAZINHAS NERVOSAS ' TÃO NESTA FOTO????

PELO MENOS A NAZARÉ DE ALMEIDA FEZ UM LONGO DESABAFO NO SEU FEICE DEPOIS DAS ELEIÇÕES DO SIND DOS JORNALISTAS E DISSE QUE HAVIAM ' TIAZINHAS NERVOSAS ' DA CHAPA UM QUE FICAVAM NERVOSAS COM APRESENÇA DELA , DA JOSI NEGREIROS, DA PAULA MAIA.....

MESSIE LE PRESIDENT TEVE UM ' PITI' DURANTE O DESENROLAR DAS RECENTES ELEIÇÕES DOS JORNALSITAS.

PELO MENOS É O QUE ME CONTOU UMA ' FISCAL ' DA CHAPA 2....

NÃO SEIU BEM O QUE HOUVE, MAS O SIMAS PERDEU AS ESTRIBEIRAS NUM LANCE.....NÃO PODE, NÃO PODE.....

 

Coleguinhas

BAH QUE EXTENSÃO....OHOMI FICOU GRANDE.....

CLEO KUHN DÁ EM STA MARIA DA BOCA DO MONTE.

MEU PAI SEMPRE O OUVIA EM SERAFINA.

O HOMI TÁ FAMOSO. COMO É FUNCIONÁRIO DO MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, ELE DAVA PITI QDO OUTROS REPORTERES O PROCURAVAM...

UÉ....SE É COMIGO FAÇO BAFON,.....

 

do Antônio

NO ANTONIO, LANCHES, A VONTADE NA ULTIMA SEXTA.......

 

Ônibus

POLICIA NO CORREDOR DE ONIBUS DA OSWALDO. SAB DE MANHÃ.

 

Porto Alegre vista das espias do Museu Iberê Camargo



Museu que está acolhendo uma exposição temporária muito boa de craques brasileiros da pintura e escultura do século passado. Éntrada grátis. Vale a pena. (by Laurinho da Venâncio)

 

Noticias

NOTICIAS DO ROZZANO....DO MÁRIO BOM COLEGA.

De: "Mário Rozano"
Enviada: 2016/08/20 08:09:05

Caro amigo Olvides... Estou afastado de atividades por conta de tratamento de saúde. Doença severa com consequências e efeitos colaterais. Contudo, vamos continuar a luta...Eventualmente escrevo alguns artigos do cotidiano, te envio algum... Grande abraço.

 

fotos...pobre...

De: "Nara Barbosa"
Enviada: 2016/08/19 15:07:21

Tem razão, Olides, logo eu que sempre gostei tanto de fotografia...Ainda tenho a velha kodac, com fole...que eu usava... tudo tinha que regular...agora as coisas já vem prontas... É, muitas famílias ficaram sem o aluguel social...na Omar Pereira, ao lado da minha casa, numa casinha tinha uma velha senhora com us dez filhos... todos vagabundos e bêbados...e na outra um casal jovem... ainda aqui na Ipiranga, saio com a cachorrinha e vou conversando com um e com outro... as crianças daqui do lado, um beco, me perguntaram:- tu é professora? respondi que não, não sou... o menino me olhou com atenção e disse: - mas tu tem cara de professora... boa essa, né? kkkk... só se for dar aulas de Tristeza I e II -

 

da Nara

É A VIDA PASSO KKKK

E NOS PASSAMOS JUNTO

KKKKK

MAS FIZEMO MUITA ISTRIPULIA

PELA NARA BARBOSA. ESTA GURIA QDO CRESCER SERÁ BOA(oc)

De: "Nara Barbosa"
Enviada: 2016/08/19 17:53:23

Oii, ainda estou aqui na Ipiranga, a obra da minha futura casa está parada...os pedreiros sumiram... mas vejo coisas que gostaria de fotografar; não comprei porque sempre tenho outras prioridades, enfim, está na hora de fazer coisas para mim, com essa idade toda; vivo muito em função dos outros... sempre tem alguém precisando de alguma ajuda financeira; mudando de assunto, não mais vi o Júlio, esse mês ele faz 67 anos, ou já fez... quantos anos ainda teremos para viver? ele me escreveu que espera viver mais alguns anos; a vida passou em um piscar de olhos, né?

 

P&T

la vai a turma do trago ....

De: "Letier Vivian"
Enviada: 2016/08/19 11:31:47

Rumo ao Parceria e Truco

Asta La Vista Baby!!!!!

Letier Vivian
Sao Borja/RS

Celular: (55)9926-5645
Twitter: @Letier
Faceboook: http://www.facebook.com/letier.vivian

 

Impichi

De: "Josi Negreiros"
Enviada: 2016/08/19 20:20:57

Para um amigo coxinha!

http://portal-veritas.blogspot.com.br/2016/08/lula-e-eleito-melhor-presidente-da.html

Lula é eleito melhor presidente da história

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi eleito, pela terceira vez, o melhor presidente da história do Brasil. Segundo pesquisa Datafolha, divulgada no sábado (7), 56% dos entrevistados responderam “Lula” para a pergunta: “qual foi o melhor presidente do Brasil em todos os tempos?”.

Ele é posto em primeiro lugar entre os ex-chefes de Estado brasileiros desde 2006, quando concluía seu primeiro mandato e recebeu a aprovação de 35%, como o melhor presidente a governar o País na história.

A pesquisa mostra ainda maior popularidade do ex-presidente Lula entre os jovens, com 64%; e entre os mais pobres, com 61%.

 

fábricas de releases

de um leitor

"SUA MORTE ESTÁ SENDO UM BAQUE GERAL PRAS ASSESSORIAS QUE VIVIAM COM SUA PUBLICAÇÃO E COM SEUS ESPAÇOS"
*** por isso até me ocorreu que teu amigo W.T. teria interesse em assumir o jornaleco para continuarem descarregando release lá.

 

Resistência Constitucional

Foto Corina Melo

ATO PÚBLICO DE RESISTÊNCIA CONSTITUCIONAL, realizado em Porto Alegre, e que se estenderá a todo o país, com as presenças dos juristas Marcelo Lavenère, ex-presidente da OAB Nacional, de Pedro Estevam Serrano, professor de Direito Constitucional da PUC-SP (autor do livro “Golpismo e Autoritarismo na América Latina – Breve ensaio do Judiciário como instrumento de exceção”, que deve ser lançado em breve), e do advogado Lenio Streck, membro da Comissão Permanente de Direito Constitucional do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB).
Promoção do movimento Carreiras Jurídicas pela Democracia, pelo coletivo Advogados e Advogadas pela Legalidade Democrática e pelo Sindicato dos Técnicos Tributários da Receita Estadual do RS (Afocefe).
O encontro aconteceu no auditório da Economia da UFRGS. Participaram do ato advogados, juízes, procuradores, promotores de justiça, auditores, professores e estudantes de Direito, e público em geral.

Marcelo Lavenère, em dura crítica a conduta jurídica do juiz Sérgio Moro, cujo comportamento, segundo ele, submeteu o Direito aos holofotes da mídia. “Nossa concepção de Poder Judiciário é a de um Judiciário austero e equilibrado e não a de um onde os juízes se tornam figuras pop-star, sempre sob os holofotes da mídia recebendo bola de ouro e outros prêmios o tempo todo. Não queremos um Judiciário frágil diante dos holofotes da mídia. É a Constituição, e não esses holofotes, que devem conduzir os nossos magistrados”. O jurista denunciou o que chamou de abusos e excessos da Operação Lava Jato que “se tornou um instrumento para preparar o golpe com a leniência do Judiciário” e apontou o papel desempenhado pela mídia neste processo, “uma mídia ca pacho dos poderosos que propaga a mentira”.

Professor Pedro Estevam Serrano: "A base social desse sistema de justiça
é uma ralé que não se define pela noção comum que se tem desse termo. “Essa ralé é formada, por exemplo, por aquelas pessoas que vão para a Avenida Paulista tirar fotos com a PM. Esse povo aclamou Moro, não como alguém que vai promover a justiça no Brasil, mas sim como alguém que vai trazer a ordem. Essa ralé é a base social que gera o fascismo judicial que temos hoje no Brasil...A função dessa mídia é justamente constituir a ralé que vai servir de base para o fascismo judicial”, afirmou. O impeachment, concluiu, é só uma etapa desse processo. “O agente imediato do impeachment é o parlamento, mas quem criou as condições para que isso acontecesse foram a mídia e o Judiciário.

Lenio Streck: “O juiz médio brasileiro trocou o Direito pela moral". Ao criticar a atuação do juiz que comanda a Lava Jato perguntou: "quem vai nos proteger disso que criamos no sistema de justiça? Quem vai nos proteger do Morogate?..." No dia 17 de março de 2016, apontou, vimos uma série de ilegalidades cometidas por um juiz que acabaram por derrubar uma presidenta eleita com mais de 54 milhões de votos"... “O que os juristas fizeram naquele dia? Nada. Nenhum país do mundo admitiria que um juiz fizesse uma escuta da presidente da República e divulgasse o conteúdo dessa escuta na mídia. O decano do STF, ao invés de reagir a isso, preferiu passar um pito na presidenta e no ex-presidente Lula. O ministro Marco Aurélio disse claramente: Moro deixou de lado a lei e isso está escancarado”.e criamos no sistema de justiça?”



Josete Negreiros
Jornalista - MTb 6012/RS
Porto Alegre - RS

 

FUNDADO PRIMEIRO PARTIDO ANIMALISTA DA AMÉRICA LATINA

Com 102 fundadores, o registro do Partido ANIMAIS foi apresentado hoje, 15 de agosto, ao Cartório do segundo ofício do Distrito Federal. Em 27 de julho, a Comissão Pró-Fundação do Partido ANIMAIS publicou seu Estatuto e Programa no Diário Oficial da União (DOU), tornando oficial a criação do primeiro partido animalista da América Latina e 14º do mundo.
De acordo com Frank Alarcón (RJ), biólogo e porta-voz de ANIMAIS, o partido difere inteiramente de outras legendas, cujas pautas apresentam-se como indefinidas ou superficiais. “ANIMAIS é constituído por ativistas veganos, integrantes de mais de 20 ONGs e protetores independentes de 17 estados do Brasil, estudiosos e especialistas diversos dedicados à defesa de animais não-humanos em todas as suas variantes biológicas”, enfatiza. Segundo ele, a nova legenda busca integrar a defesa de vulneráveis à construção de uma realidade de maior justiça social para todos. “Os membros do ANIMAIS entendem que não é coerente discursar publicamente pela paz, justiça, respeito e não-violência e ignorar a existência de direitos fundamentais de animais (humanos e não-humanos) e seu meio ambiente circundante”, complementa.
A partir de agora, a Comissão Pró-Fundação do Partido ANIMAIS se organiza para a coleta das 500 mil assinaturas exigidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que o registro da legenda seja efetivado até 2017. Em breve, serão lançadas página na internet e redes sociais, com FAQ e cadastro para os interessados em contribuir.
Há 10 partidos animalistas na Europa, um nos EUA, um no Canadá e um na Austrália, além da Coalizão Europeia – que reúne representantes de sete países. Não há referências confiáveis de que existam partidos dedicados à defesa dos animais afora os países citados, ou na Ásia, África e América Latina.
Desde a Declaração de Cambridge (2012), na qual um grupo de renomados cientistas reconheceu terem diversos animais os substratos biológicos suficientes para a manifestação de consciência, os defensores dos direitos animais têm contabilizado avanços históricos. O Partido Animalista (PACMA), da Espanha, passou dos 0,87% de votos alcançados em 2015 a 1,19% em 2016, enquanto o Parlamento Europeu acabou com os subsídios para as touradas. Na Itália, a nova prefeita de Turim, Chiara Appendino, quer promover novos hábitos veganos como prioridade de sua administração. Também em 2016, o FBI passou o abuso de animais para uma nova categorização, tipificando como crime contra a sociedade.
Organização de ANIMAIS
Foram oito meses de trabalho desde que o convite para a construção coletiva do Partido ANIMAIS foi feito por Carolina Mourão, em 18 de dezembro de 2015. Com a presença de 20 pessoas, entre ativistas, advogados e técnicos, a primeira reunião foi realizada em 13 de fevereiro, na Câmara de Vereadores de São Paulo. Seguiram-se reuniões online em 30 de março, 11 de abril e 11 de julho, quando ativistas de todo o Brasil uniram-se à iniciativa. Durante o período, os fundadores da legenda debateram o Estatuto e o Programa e elegeram sua primeira Comissão Executiva, composta por 10 articulações.
Nominata da Executiva:
Porta-Voz - Nicole Puzzi (SP) e Frank Alarcón (RJ)
Executiva - Carolina Mourão (DF) e Alexandre Gorga (DF)
Organização - Fátima Prudente (SP) e Alexandre Terreri (SP)
Comunicação - Gelcira Teles (RS) e Bruna Vital (SP)
Jurídico - Eduardo Barcelos (MG) e Hamurabi Messeder (DF)
Parlamentar - Natasha Machado (DF) e Natália Dutra (DF)
Internacional - Paulo Cavalcanti – Pinguim (RJ) e Maurício Kanno (SP)
TI - Luciano de Lazari (RS) e Gabriel Montenegro (DF)
Financeiro - Sylvia Maria (DF) e Viviane Reis Nogueira (RJ)
Movimentos Sociais - Teresa Botarro (DF) e Rafael Bahov Shinnishi (SP)
- 17 estados representados no Partido ANIMAIS: AC, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MT, PA, PE, PI, RJ, RN, RS, SP, TO.
Entrevistas:
Nicole Puzzi, Porta-voz
(11) 99484.6090
nicolepuzzi@hotmail.com
Frank Alarcón, Porta-voz
(21) 99963.3166
frank.alarcon@gmail.com
Informações:
Alexandre Gorga, Executiva
(61) 99964.1987
animais8181@gmail.com
Assessoria de Imprensa:
Gelcira Teles, jornalista, MTE/RS 6790, Comunicação
(51) 3331.7941 / (51) 9204.1669
jorngelcirateles@yahoo.com.br

 

Secretário realiza vistorias em obras do interior do estado

Em roteiro no interior do estado no sábado(13), o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, vistoriou a construção dos bueiros na ERS 634 em Dom Pedrito.

As obras estão sendo feitas na rodovia ERS 634, entre a ponte sobre o rio Santa Maria até o entroncamento com a VRS 853, e no trecho pavimentado da VRS 853 no município. Os bueiros são necessários para o escoamento das águas do rio Santa Maria que causam enchentes nas comunidades ribeirinhas nos dias de chuva. Conforme o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem – Daer, R$ 3,7 milhões serão investidos na obra. Dos nove bueiros a serem construídos, um já está em fase de conclusão.

“Nossa equipe trabalhou exaustivamente para isso acontecer. Essa obra está dentro das diretrizes do governador Sartori. Esses bueiros vem beneficiar toda população, principalmente quem vive as margens do rio Santa Maria”, concluiu Westphalen.

Em Bagé, Westphalen fiscalizou as obras de restauro da Avenida Visconde Ribeiro Magalhães, que esta sob domínio do Daer. A rodovia foi repassada ao departamento através de um convênio com duração de 15 anos, que encerra nomês de novembro de 2016. O superintendente do Daer, Nelson Martins,que acompanhou as vistorias.

 

do mironneto.com.br

"Gramado Inesquecível": Câmara pede informações

A Câmara de Vereadores aprovou segunda-feira (15) um pedido de informação solicitando dados documentais sobre o processo de licitação da grife ‘Gramado Inesquecível’. No pedido, foram questionados o processo usado para a concessão, bem como a lista das empresas participantes do processo e qual foi a empresa vencedora.
Os vereadores também querem saber qual o percentual que será revertido aos cofres do Município e quanto ele já arrecadou desde a assinatura do contrato. Pedem, ainda, informações sobre o mecanismo de controle para a verificação do cruzamento entre os valores arrecadados pela concessionária com as vendas e os repasses ao município.

 

da Folha Popular de Teutônia

 

Montagem do Acampamento Farroupilha começa neste sábado

O Parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Harmonia) recebe a partir deste sábado, 20, a montagem dos galpões para a realização do Acampamento Farroupilha. A previsão é que até o dia 2 de setembro todos estejam montados. A maioria das entidades já recebeu os alvarás e o regulamento desta edição. Ao todo, participam da festa tradicionalista 365 entidades entre piquetes, Centros de Tradições Gaúchas (CTGs) e Departamentos de Tradições Gaúchas (DTGs). Para o coordenador de Tradição e Folclore da Secretaria da Cultura, Giovani Tubino, a expectativa é de superar o público do ano passado, que foi de 1,2 milhão de visitantes. Uma das novidades desta edição será a instalação do Juizado Especial de Grande Eventos, que poderá atender e julgar as eventuais ocorrências. A abertura está programada para o dia 7 de setembro, com a chegada da chama crioula e o início das atividades oficiais. Com extensa programação de bailes, rodeio e competições de laço, rédeas e gineteadas, esta edição terá como tema Campeirismo Gaúcho e a Sua Importância Social e Cultural.

 

Prêmio O Futuro da Terra, do Jornal do Comércio e Fapergs, completa 20 anos

Completar duas décadas de atuação em parceria é sempre motivo para comemorar. Quando uma iniciativa conjunta ainda favorece o desenvolvimento da pesquisa, caso do Futuro da Terra, premiação oferecida pelo Jornal do Comércio e pela Fundação de Amparo à Pesquisado Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs) desde 1996, temos mais uma razão para não deixar passar a data em branco. Afinal, sem a busca constante por inovação, a agropecuária gaúcha não teria o peso que tem hoje para a economia brasileira.

Nesse cenário, por seu longo período em execução, o Futuro da Terra se consolida como um dos mais aguardados reconhecimentos do setor no Estado. "O prêmio está enraizado junto à Expointer, e sua representatividade pode ser vista na grande expectativa que a divulgação dos indicados gera em toda o segmento da agropecuária", destaca o diretor-presidente da Fapergs, Marco Antônio Baldo. Os troféus são entregues em tradicional solenidade, no Parque de Exposições Assis Brasil, durante uma das maiores feiras da América Latina.

Neste ano, serão nove premiados em quatro categorias: Prêmio Especial; Cadeias de Produção e Alternativas Agropecuária; Preservação Ambiental; e Inovação Tecnológica Rural e Empreendedorismo. Os agraciados são pesquisadores e instituições com contribuições efetivas para o desenvolvimento do plantio de arroz e soja, da integração lavoura e pecuária, da entomologia agrícola, do cultivo de espécie frutíferas, além da conservação do Bioma Pampa, entre outros.

A prioridade do critério técnico na escolha dos vencedores, inclusive, é fator essencial na importância que o Futuro da Terra ganhou nos últimos 20 anos. Todos os indicados passam pelo crivo de um comitê de especialistas da Fapergs, com larga experiência na avaliação de projetos de pesquisa e inovação.

"As alternativas que se apresentam dentro de um cenário de pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias são infinitas, mas elas têm um trajeto de vários anos", afirma Baldo, lembrando da necessidade de incentivo constante a ciência. Em um momento de instabilidade econômica, como o que o Brasil vive atualmente, talvez o Futuro da Terra aponte ao menos alternativas: "Não existe outra alternativa para buscar seu desenvolvimento econômico de forma sustentável sem que isso passe por ciência, tecnologia e inovação", completa.

A partir desta sexta-feira (19) até a próxima quinta-feira (25), o Jornal do Comércio publica o perfil dos pesquisadores, projetos e instituições premiadas com o troféu O Futuro da Terra

Veja abaixo a lista dos premiados
do ano e clique nos
links para acessar seus perfis

PRÊMIO ESPECIAL

Maurício Miguel Fischer

CADEIAS DE PRODUÇÃO E ALTERNATIVAS AGROPECUÁRIAS

Alencar Junior Zanon

Jamir Silva da Silva

Antônio Ricardo Panizzi

PRESERVAÇÃO AMBIENTAL

Carlos Nabinger

Josué Sant'Ana

Laboratório de Fixação de
Nitrogênio FEPAGRO

INOVAÇÃO, TECNOLOGIA RURAL e EMPREENDEDORISMO

Yara Suñé

Departamento de horticultura e silvicultura FAUFRGS

 

Desemprego e crise econômica são destaques do Com a Palavra, o Governador

O programa semanal Com a Palavra, o Governador que vai ao ar nesta sexta-feira, 19, abordou o novo documento elaborado pelo Banco Mundial com os desafios e alternativas para enfrentar a crise. O governador Raimundo Colombo também falou sobre os resultados positivos do Programa SC Rural aos jovens empreendedores e destacou que, apesar da queda nos índices, Santa Catarina segue líder na geração de empregos no Brasil.

Colombo afirmou que os indicadores do Banco Mundial são interessantes e que algumas alternativas propostas no documento podem ser adaptadas para Santa Catarina. "Eles abordam SC como estado de referência para o país. Isso nos deixa alegres, mas ao mesmo tempo conscientes do desafio", disse.

Durante a entrevista, Colombo concordou que o momento é delicado para o estado e que os reflexos da crise ecnômica brasileira afetam diretamente os postos de trabalho. “Um dos indicadores mais importantes é a taxa de desemprego, e a nossa continua a mais baixa do Brasil, com o melhor índice do país. Mas mesmo assim ela cresceu e não há como esconder isso. Chegamos a ter 2,7% da taxa de desemprego e, agora, estamos com mais de 6%. O governo tem feito um esforço muito grande para atrair novos investimentos e não aumentar impostos, o que tem protegido Santa Catarina”, destacou Colombo.

O governador também se disse impressionado com a quantidade de pessoas que participaram do Encontro dos Jovens Empreendedores do Meio Rural e Marinho Catarinense, em Chapecó. Mais de mil produtores rurais estiveram presentes. Todos eles fizeram o Curso de Liderança, Gestão e Empreendedorismo, promovido pelo Programa SC Rural. Com as aulas, os jovens tornam-se aptos a desenvolver seu próprio negócio.

Colombo encerra o programa falando sobre investimentos no Oeste, com destaque para a ponte sobre o Rio Burro Branco, que liga Nova Erechim e Águas Frias. A entrevista, na íntegra, está disponível nos canais oficiais do Governo no Vimeo e no Youtube. A versão, apenas em áudio, pode ser acessada na Rádio Secom.

 

de SERAFINA

HISTORIAS DO MEU PAI.....

Contei hj sexta de manhã ao Presidente do BANRISUL, LUIS GONZAGA MOTA, um FATO QUE ACONTECEU COM MEU PAI.
anos atrás. Tavam descontando do salário do INSS que ele recebia uma quantia por mes. Ele não entendia o motivo daquilo. Vivia lá com seus poucos recursos e o pouco que ganhava um salário minimo era pros remedios. Estava quase cego de um glaucoma.

ELE PEDIU PRUM IRMÃO MEU IR NO BANRISUL VER O MOTIVO QUE DESCONTAVAM AQUILO.

DEVIA SER UM SEGURO QUE ELE ASSINOU E QUE NEM SABIA BEM O QUE TINHA ASSINADO.

AI O BANCO PAROU DE DESCONTAR.

QDO MEU IRMÃO PEDIU. O MEU PAI FEZ APENAS UM COMENTÁRIO:

AH, BANQUI I ZE( SÃO BANCOS,DISSE.,OU SEJA, ELES QUEREM VENDER...)


19 de agosto de 2016

ASSALTOS NAS PARADAS DA OSWALDO E DA PROTASIO

AGORA HÁ POUCO DOIS BRIGADIANOS PASSAVAM DE MOTOS PRAS PARADAS DA OSWALDO E DA PROTASIO ATÉ O COMEÇO DA PROTASIO. É QUE TÃO ACONTECENDO MUITOS ASSALTOS NAS PARADAS AS MAIS PERIGOSAS SÃO AS DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DO CLINICAS E DIZEM QUE TÃO ASSALTANDO ATÉ NA PARADA NA FRENTE DO IGUATEMI.

BAH, CIDADE ENTREGUE AOS BANDIDOS.

 

da Ufrgs

DENOMINADA DE RESISTENCIA CONSTITUCIONAL UM GRUPO DE ADVOGADOS, LIDERADOS POR MÁRIO MADUREIRA, JUIZES, PROMOTORES, SE REUNIRAM NA FAC DE ECONOMIA PRA CRITICAR O ' GOLPE' CONTRA A PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF. A PRESIDENTA MANDOU UMA CARTA QUE FOI LIDA, COM MUITOS APLAUSOS FINAIS. A LEITURA COUBE A MARIO MADUREIRA QUE JÁ FOI DO PMDB, PARTIDO ALIÁS MUITO CRITICADO NO ATO. HJ MADUREIRA É DO PT.

O GRUPO QUE SE REUNIU JÁ ESTÁ DIZENDO QUE O ATUAL ' GOLPE' ´EPIOR DO QUE OS MILITARES DE 64 PORQUE PELO MENOS ESTES NÃO ERAM ENTREGUISTAS.

ERAM NACIONALISTAS, DISSE UM DOS DEBATEDORES.

EIS AI O NOVO MANTRA DAS ESQUERDAS ANTI IMPEDIMENTO DE DILMA. OS MILITARES FORAM MELHOR DO QUE AÍ ESTÁ.

 

da Ufrgs

ELES QUEREM IR PRA FESTA ENTÃO DEEM GRANA PRA ELES. A FAIXA TAVA ANTES DO VIADUTO DA CONCEIÇÃO...ALI NA FRENTE DA URGS SEMPRE TEM ALUNO ACHACANDO ALI.

 

OS ' FANIQUITOS ' DA MARA....

Nossa colega do sind dos jornalistas teve piti em 2013 quando foi ver com sua companheira o ROBERTO CARLOS NA ARENA.....

FOI LÁ ENCIMA NAS CADEIRAS E COMEÇOU A SOFRER DE PANICO...NÃO HAVIA CRISTO DE ELA SE ACALMAR.

TIVERAM QUE TRAZE-LA PRA BAIXO...PRO MEIO DAS CADEIRAS, ONDE SE ACALMOU, PODE VER O RESTO DO SHOW DO REI.

E VENHO CARREGADA POR DOIS BOMBEIROS....FOI A GLORIA PRA ELA.

- AINDA SE FOSSEM DUAS BOMBEIRAS, DEBOCHOU ELA.

MARA SOFRE DE SINDROME DE PANICO....

 

O GORDO UCHA

NA FOTO QUANDO ELE ERA GORDO MESMO NOS ANOS 70,80. COMIA COMO UM PORCO.....

NOTICIAS DA MORTE DO GORDO UCHA

1

FAZ UM MES AGORA DIA 20, SABADO....ATÉ AGORA O JC NÃO BOTOU NINGUÉM NO LUGAR DELE E O PAINEL SAIU DO AR.

2.

UCHA GANHAVA 3 MIL POR MES NO JC. ERA POUQUINHO MAS UMA BOA GRANINHA

3.

OS QUE VIVIAM EM VOLTA DELE SENTIRÃO OU JÁ SENTEM UM BAQUE.

4.

O SONHO DO GORDO ERA QUE O SEU JN CHEGASSE AOS 30 ANOS E CHEGOU. ATÉ PARECE QUE ELE RELAXOU E MORREU.

5.

POUCOS DIAS ANTES DE MORRER FOI NUMA SEXTA A UMA FESTA NO CONTRY. ELE E O ARIOZINHO.FOI POR ISTO QUE ELE NÃO FOI NEM O ARIOZINHO NA FESTIPIZZA DE SERAFINA. ANDAVAM ATRÁS DE ANUNCIOS PRA FESTA DO JN.

6

SUA MORTE ESTÁ SENDO UM BAQUE GERAL PRAS ASSESSORIAS QUE VIVIAM COM SUA PUBLICAÇÃO E COM SEUS ESPAÇOS.

7

QUANDO VIVIA NA BOEMIA NOS ANOS 70 COSTUMAVA TOMAR UM LITRO DE UISQUE POR NOITE NOS BARES QUE IA. E FUMAVA.

8

ERA DIABETICO MAS SE ATRACAVA EM DOCES. GORDO UCHA SEMPRE FOI GLUTÃO. QUANDO SENTAVA NUMA MESA JÁ SE ATRACAVA NA BOIA.

9

ULTIMAMENTE ANDAVA PREOCUPADO COM A GRANA PORQUE ANDAVA FATURANDO POUCO E TINHA MUITAS DESPESAS.

10.

SEMPRE QUIS SER LEVADO PRA SER ENTERRADO EM LIVRAMENTO. PEDIA ISTO. COMO FOI TUDO DE REPENTE, ENTERRAM-NO AQUI. DEVERÁ NO FUTURO SER LEVADO PRA LÁ.

11.

O JN FEZ 30 ANOS E NUNCA PAROU DE CIRCULAR. ERA UM GRANDE ORGULHO DO GORDO O JN FOI CRIADO EM OUTUBRO DE 1986. FOI FUNDADO NA FEDERASUL ONDE O GORDO ERA ASSESSOR DE CESAR VALENTE.

12.

GORDO UCHA EDITOU UM PEQUENO JORNAL CHAMADO CONO SUR. EU IA VENDER ANUNCIOS PRA ESTE JORNAL EM IMBITUBA SANTA CATARINA ONDE TEM MUITAS AGENCIAS QUE LIDAM COM NAVIOS, COM EXPORTAÇÃO E COMO VENDIA BEM.

13.

NÃO SEI O QUE O GORDO UCHA FEZ COM O JORNAL. PAROU DE CIRCULAR.O GORDO ERA MEGALOMANIACO.

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana

No próximo Sábado (dia 20/08/2016) as 10:15 no Cine bancários assistiremos ao filme "São Paulo em Hi Fi" (2013). O documentário apresenta histórias das noites gays em São Paulo nas décadas de 1960, 1970 e 1980. Fazendo uma viagem no passado, os personagens mostram as histórias das dançarinas e transformistas que se apresentavam nas famosas casas noturnas que marcaram época e tudo o que elas tiveram que passar, como a imposição da ditadura e a famosa explosão da Aids.

No próximo Domingo (dia 21/08/2016) as 10:15 na Sala Eduardo Hirtz assistiremos ao filme "Um belo verão" (La belle saison - 2015). Não recomendado para menores de 14 anos
Nos anos 1971, a França está atravessando a época da liberação sexual e o ápice do feminismo. Neste contexto, Delphine abandona a sua família no interior do país para descobrir a vida intensa em Paris. Chegando à capital, conhece Carole, que vive com o namorado Manuel. Delphine e Carole se aproximam e iniciam uma história de amor. Inicialmente, Adèle Haenel deveria interpretar o papel de Delphine, mas foi substituída por Izïa Higelin.

 

Josiane

EU ENTENDO PQ TU É TÃO TRISTE. TRISTE É A REALIDADE,NÉ NARA. MEUS SINCEROS ABS A AMIGA...(oc)
POR NARA BARBOSA. O LAURINHO DA VENANCIO VAI BABAR PELO TEXTO.(oc)

De: "Nara Barbosa"
Enviada: 2016/08/18 18:22:02

Josiane dorme na rua, tem colchão e cobertores, sozinha... tem um companheiro que vende um jornal chamado Boca de Rua...novidade para mim...ali estava ela, com seu rosto jovem e sofrido, alguns fios brancos no cabelo aloirado, me contou seus problemas e tristezas, da filha de 15 anos que não sabe que agora ela mora na rua...demhab cortou o aluguel social...tantos tinham lá na Omar Pereira... Na noite do temporal se abrigou debaixo do enorme caminhão da polícia federal, pouco adiantou, molhou tudo o que tinha e adoeceu...acredita que vai morrer logo...me deu um sorriso sem os dentes da frente, diz que gosta de mim... depois não entendem porque sou tão triste...

 

NARA

TB BABEI PELO TEXTINHO DA NARA. BAH ESTA MATERINHA COM UMA FOTINHO DELA ERA O MAXIMO. FAZ UMA FOTO NARA, MAS ELA NÃO TEM CAMARA. POBRE É FODA.....

 

concerto orgao

DA ANNE SCHNEIDER, NOSSA ORGANISTA GREMISTA MOR...UM TALENTO.

De: anneschne
Enviada: 2016/08/17 22:45:01

NEM EU,,,TB OUÇO MAIS A GUAIBA.E PRO FUTEBOL, A UMBRO GRÊMIO, ou na pior das hipóteses, a grenal! POr vezes ouço o Mendelski falar em ti!

 

Acidentes tóxicos envolvendo crianças preocupam nos 40 anos do CIT/RS

O teleatendimento 24 horas por dia em urgências tóxicas pelo 0800-721-3000 é o principal serviço do Centro de Informação Toxicológica do Rio Grande do Sul (CIT/RS), que está completando 40 anos de atividades. Além do atendimento telefônico, disponibiliza diagnóstico à distância por transferência de imagens envolvendo acidentes com animais peçonhentos e plantas tóxicas.

Crianças menores de seis anos de idade são as principais vítimas envolvidas em acidentes tóxicos, especialmente com descuidos na guarda segura de medicamentos e de produtos químicos domésticos.

De acordo com o diretor do CIT, Alberto Nicolella, os acidentes tóxicos domésticos envolvendo crianças ocorrem, principalmente, pela falta de informação de pais e responsáveis quanto à necessidade de guardar medicamentos, limpadores, detergentes, alvejantes, solventes, tintas e outros produtos químicos longe do alcance de crianças. O uso de produtos clandestinos armazenados em garrafas de refrigerantes propicia o número expressivo de acidentes. Somente nos primeiros meses desse ano, o plantão do CIT/RS atendeu a mais de 14 mil exposições tóxicas, sendo que 3.400 envolveram crianças menores de seis anos de idade.

Outros tipos de acidentes, principalmente envolvendo animais peçonhentos (cobras, aranhas, escorpiões e lagartas) e o aumento no atendimento das tentativas de suicídio por produtos químicos, envolvendo a população adolescente e adulta, também preocupam.

O CIT/RS também mantém um Laboratório de Análise de Urgência que atua na identificação analítica dos acidentes atendidos pelo plantão de urgência e no monitoramento de drogas de abuso (cocaína, maconha, crack, anfetaminas), em apoio às políticas públicas de atendimento psicossocial.

O Rio Grande do Sul é o Estado com maior número de registros de intoxicações no país. Conforme dados do Ministério da Saúde, a cada cinco casos de intoxicação registrados pela Rede Brasileira de Centros de Informação e Controle Toxicológico, um ocorre no RS.

Em 2002, sensível à importância do serviço público CIT/RS, a Assembléia Legislativa do Estado aprovou a Lei 11.804, instituindo 20 de agosto como o Dia Estadual de Prevenção de Acidentes Tóxicos, dia e mês da criação do departamento técnico em 1976. O CIT/RS é administrado pela Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde (FEPPS), vinculada à Secretaria Estadual da Saúde.

No período de 2005 a 2015, o plantão do CIT/RS atendeu a 220 mil solicitações envolvendo exposições tóxicas. Deste total, 55.800 (25%) tiveram como vítimas crianças abaixo de seis anos. A maioria dos casos, 68.200 registros (39%) foram com medicamentos (acidentes em crianças, tentativas de suicídio), seguida dos acidentes com animais peçonhentos, 67.100 registros (30%).

 

do Comunique-se

Demitidos da Veja, Carlos Graieb e Vera Magalhães são contratados pela Pan

Os jornalistas Carlos Graieb e Vera Magalhães voltam a ser colegas de redação. Depois de trabalharem juntos na Veja, de onde foram demitidos em julho, os dois passam a reforçar a equipe da Jovem Pan. A direção da emissora de rádio anunciou as contratações em comunicado enviado à imprensa na manhã desta quarta-feira, 17.

No novo emprego, a dupla de profissionais seguirá nas atividades com as quais já têm experiências. Ex-diretor de redação da Veja.com, sendo responsável por comandar a reformulação do site em abril de 2015, Graieb chega à Pan para ser o responsável pela diretoria de conteúdo multiplataforma. Vera, por sua vez, fica como comentarista de política do noticiário ‘Jornal da Manhã’.

Jornalista com experiência no colunismo político, sendo titular da coluna ‘Painel’, da Folha de S. Paulo, e do ‘Radar’, da Veja, Vera já fez a sua estreia na Jovem Pan na edição desta quarta do ‘Jornal da Manhã’. Enquanto a colega já iniciou os trabalhos, Graieb assumirá a função de diretor da emissora radiofônica na próxima segunda-feira, 22.

Conexão Veja-Jovem Pan
Carlos Graieb e Vera Magalhães não serão os dois primeiros jornalistas com experiência na Veja que são contratados pela Jovem Pan ao decorrer dos últimos anos. Em dezembro de 2013, a emissora se acertou com o blogueiro Reinaldo Azevedo. Posteriormente, também se reforçou com o historiador Marco Antônio Villa, que participava do projeto audiovisual mantido pelo site do título da Editora Abril.


Vera Magalhães e Carlos Graieb: da Veja para a Jovem Pan (Imagens: Divulgação/Veja.com)


18 de agosto de 2016

MESSIE LE PRESIDENT QUER VOTAR...LÁ VAI A URNA ITINERANTE....

Na eleição do Sind dos Jornalisitas que passou há pouco TAMARA DA COSTA PEREIRA, da ARI, telefonou pro Simas pedindo que era pra mandar URNA ITINERANTE ATÉ A ARI

QUE O BATISTA FILHO, MESSIER LE PRESIDENT QUERIA VOTAR.

TB O EX PRESIDENTE ERCY PEREIRA THORMA, QUE NOS GLORIOSOS TEMPOS DA JUVENTUDE COBRIA INFERNINHOS E BOITES DURANTE O CARNAVAL PRA ZH, TAMBÉM QUERIA VOTAR.

LÁ FOI O SIMAS, O CANDIDATO, COM A URNA ITINERANTE...

*

A CHAPA DE OPOSIÇÃO CORREU ATRÁS E MANDOU UM FISCAL.

*

FORAM DOIS VOTOS...DO ATUAL E DO EX PRESIDENTE.

- ERA NO ULTIMO MINUTO DO ULTIMO DIA DA ELEIÇÃO ME DISSE ALGUÉM QUE VIU O FATO.

*

E SEGUNDO ESTA FONTE A ARI TÁ MELHORADINHA. TEM PORTEIA ELETRONICA E OS ELEVADORES' PARECE' QUE FORAM TROCADOS.

BIEN SUR...BIEN SUR.....

A CHAMADA URNA ITINERANTE TAMBÉM FOI NA CEEE....PQ OS COLEGUINHAS DE LÁ NÃO IRIAM TIRAR A BUNDA DA CADEIRA SE NÃO FOSSEM LÁ. E FORAM

BIEN SUR,BIEN SUR.....

 

ELEIÇOES NO SIND JORN

RESCALDO

1.

PAULA, EX ASSESSORA DO SIND ERA DAS MAIS FURIOSAS...QUERIA O FIGADO DO SIMAS.

TUDO PQ ELA TRABALHAVA NUM LOCAL, O SIMAS A BUSCOU E DEPOIS DE UM MES A TROCOU PELA BRUNA QUE É QUEM TÁ LÁ AGORA.....MAS ESTA GURIA FEZ DE TUDO PRA DERRUBAR A ATUAL DIRETORIA.

2.

A CHAPA DE OPOSIÇÃO
TINHA QUE PAGAR DO PROPRIO BOLSO A FISCALIZAÇÃO DAS URNAS. A DA SITUAÇÃO TINHA O RESPAlDO DO SINDICATO.

3.

A OPOSIÇÃO VAI RECORRER. MAS PROMETEM,SEGUNDO UMA INTEGRANTE QUE OS APOIOU ' OPOSIÇÃOF ERRENHA AO SIMAS E A DIRETORIA ATUAL'.

4.

larré era dos mais ferrenhos OPOSITORES AO SIMAS, O PRESIDENTE. É QUE SEGUNDO DIZEM, SIMAS TERIA MANDADO UMA CARTA AO EMPREGO DO LARRE EM SANTA MARIA ONDE ELE TRABALHA - PREFEITURA OU CAMARA MUNICIPAL - COMUNICANDO QUE ELE NÃO ERA MAIS NECESSÁRIO A DIREÇÃO DO SINDICATO.

5.

COMO DIZIA O COMANDANTE AQUELE QUE TÁ ENTERRADO NO CEMITERIO DE SÃO BORJA. CADA UM COM SEUS INTERESSES...(oc)

 

HISTORINHO DO HAVELANGE

NÃO LEMBRO AGORA SE FOI NO FIM DOS ANOS 90, OU COMEÇO DOS ANOS DOIS MIL LEVEI O DONO DA SENTINELA LÁ NO PROGRAMA DO LAURO QUADROS NO ESTUDIO 36.ERA.

ANTES QUE O TULIO MILLMANN O ASSUMISSE.

O HAVELANTE ANDAVA EM PORTO ALEGRE NÃO SEI PQ MOTIVO...

FOI LÁ E O LAURINHO QUADROS QUE O APRESENTAVA O RECEBEU COMO UMA MAJESTADE....

BAH MAS ENCHEU A BOLA DO VETERANO CARTOLA.....

EM SEGUIDA CHEGOU O PATRÃO, NELSON PACHECO SIROTSKY.......

 

PROBLEMAS NO JA

O ACESSO AO BLOG DO JA TRIPLICOU POR CAUSA DO ROLO DO GURI QUE FOI PRESO.

E O PROVEDOR MANDOU A CONTA. TRIPLICOU O VALOR.

AGORA NÃO HÁ GRANA PRA PAGAR.

ALGUÉM TERÁ QUE PAGAR A CONTA.....

 

MEMORIAS DA IMPRENSA

MADAME MANDA

DURANTE A GESTÃO DE UM GOVERNADOR, NOS ANOS 90- ALIÁS PERIODO BEM POLEMICO A NOSSA(BAH MAS COMO NOS CUSTA CARO) TVE teve 3 presidentes.

UM NÃO DEU CERTO NO COMEÇO. OUTRO se envolveu NUM ESCANDALO E O TERCEIRO,COMENTARISTA ESPORTIVO QUE SABE SE MEXER NO PODER, EMPLACOU.

MAS ALGUNS FUNCIONÁRIOS OBSERVARAM QUE ELE PIAVA FINO QUANDO A PATROA IA LÁ.

DE UMA FEITA ELA CHEGOU LÁ E TINHA QUE COMPRAR UM PRESENTE ' PRUM FIGURÃO'.

ELA NÃO SE FEZ DE ROGADA. PEDIU CARRO,MOTORA E LÁ FOI ELA MESMA COM A VIATURA OFICIAL FAZER A COMPRA.

ESTA SIM MANDAVA...E DIZEM QUE CONTINUA, NÃO MAIS NA TVE MAS EM OUTRO LOCAL ONDE AGORA O MARIDÃO OCUPA CARGO DE DESTAQUE.

 

Coleguinhas

A COLEGA AVANI STEIN QUE MORA AQUI AO LADO PASSEANDO OS DOGS DEPOIS DO ALMÇO.....

LAURINHO NEM VAI A PARIS NO SEG SEMESTRE. OH, QUANTO SOFRIMENTO A CLASSE MÉDIA TÁ PASSANDO. TERIA ERA QUE MANDAR ELES TUDO LÁ PRA ABERTA DO MORROS PRA VER COMO O POVO VIVE....

SIM ISTRESSI.....

 

PUTA HISTÓRIA

SAINDO DO CAFÉ NA MAOME NESTA TERÇA, FUI COM O MATICO ATÉ A SANTANA ONDE AGORA ELE MORA.

NO CAMINHO, PERTO DA SANTANA, PARAMOS E ELE ME CONTOU UMA PUTA HISTÓRIA DA FOLHINHA ENVOLVENDO O RUY.

IRÁ PRO MEU LIVRO...SEGURAMENTE.....

*

ENVOLVE UM DEL TRI FAMOSO DO TEMPO DA REPRESSÃO, DO DOPS.....

 

A LUA NASCE EM PETROPOLIS....

CHEIA,CHEIINHA NASCEU AGORA HÁ POUCO.....

IA SAIR MAS TOU CORRIGINDO UNS TEXTOS. E FICO ATUALIZANDO E LIGANDO PRA GENTE ....

HJ SEM QUERER DESCOBRI UMA BELA HISTÓRIA.....

 

concerto orgao

 

Grêmio

ANNE SCHNEIDER É GREMISTONA FANATICA...DIA 11 DARÁ CONCERTO NA MARTIM LUTHER....E VAI AOS JOGOS DO GREMIO,FARDADA. NA CASA DELA NÃO TEM ROUPA VERMELHA.....

De: anneschne
Enviada: 2016/08/17 22:14:05

Concerto (organista brasileiro e suiço) é domingo.
O meu será dia 11 de setembro.
CLARO QUE FUI !!!!!Olha o Lucianinho comigo!!kkkk....cheguei de concertos em Santa e me fui!

 

DATA FATIDICA

ANNE SCHNEIDER VAI DAR CONCERTO NA MARTIM DIA 11 DE SET

BAH QUE DATA....DIA DO GOLPE NO CHILE EM 73 E DAS TORRES GEMEAS. DIA FATIDICO. VAI TER ALGUM ROLO EM ALGUM LUGAR.....

 

MORREU O PROFESSOR CLAUDIO PICCININI...

QUANDO JOVEM NOS ANOS 60 DAVA AULAS DE VIOLÃO EM SERAFINA.

MORAVA EM STA BARBARA DO SUL.MORAVA JUNTO COM O ETELVINO BARP, OUTRO PROFESSOR DE MUSICA, NO PORÃO DO AMANTINO MONTANARI, EM SERAFINA CORREA.

 

Mostra Sonora Brasil Sesc segue até sábado na Capital Programação inclui espetáculos e oficina sobre o tema “Cantos de Trabalho”

A comunidade poderá conferir a 3ª Mostra Sonora Brasil Sesc até este sábado (20/08), na Capital. Com o tema “Sonoros Ofícios - Cantos de Trabalho”, o projeto segue com mais três apresentações relacionadas ao assunto: Cantadeiras do Sisal e Aboiadores de Valente (Bahia); Ilumiara (Minas Gerais); e Quebradeiras de Coco Babaçu (Maranhão), além do espetáculo “Cantos de Trabalho” e da oficina gratuita - com vagas esgotadas - “No Balanço da Peneira”, ambos do grupo convidado Cabelo de Maria. Mais informações podem ser obtidas no Sesc Centro (Av. Alberto Bins, 665), pelo telefone (51) 3284-2071 e pelo Facebook www.facebook.com.br/sescportoalegre.

Nesta quarta-feira (17/08), às 20h, é a vez da apresentação das Cantadeiras do Sisal e Aboiadores de Valente (Bahia). O repertório das cantadeiras, entoado em grupo durante a produção do artesanato, é formado por cantigas conhecidas desde a infância e outras de uma memória mais recente que tratam de questões cotidianas e fazem alusão a particularidades da produção sisaleira. Já os aboiadores são Ailton Aboiador e Ailton Jr., pai e filho. O aboio “pé duro” foi sua ferramenta de trabalho e as toadas foram sua companhia das horas de descanso no campo. O filho, desde criança acompanhava seu pai na lida com o gado e já na adolescência formava dupla cantando aboios e toadas.

Já na quinta-feira (18/08), o grupo Ilumiara, formado por cinco músicos e pesquisadores de Belo Horizonte, sobe ao palco às 20h. Eles levarão ao público um repertório de cantos de trabalho recolhidos da tradição, diretamente em suas fontes, ou a partir de registros de pesquisadores pioneiros como Mário de Andrade, Oswaldo de Souza e Ayres da Mata Machado. O grupo interpreta vissungos, cantigas de ninar, canto de lavadeiras, entre outros, em arranjos elaborados a partir de uma visão mais atual.

O final de semana também será de atrações da Mostra Sonora Brasil. Na sexta-feira (19/08), o grupo Quebradeiras de Coco Babaçu (Maranhão), formado por oito mulheres que trabalham na quebra do coco babaçu desde a infância e hoje também exercem o importante papel de liderança na defesa e valorização do trabalho das quebradeiras, na preservação e na garantia de acesso às áreas de ocorrência da palmeira do babaçu. Atuam politicamente por meio da Associação em Áreas de Assentamento no Estado do Maranhão (Assema) e do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (MIQCB). Antigamente, o repertório era simplório e narrava fatos do cotidiano ou aludiam ao universo infantil através de cantigas de roda, algumas facilmente reconhecidas por estarem presentes na maior parte do país. Mas o repertório atual está diretamente relacionado à luta política.

No sábado (20/08), será ministrada a oficina “No Balanço da Peneira”, pela Cia. Cabelo de Maria (SP), das 14h30 às 17h30. As inscrições para a atividade já estão esgotadas. No encontro, serão apresentadas diversas cantigas, sempre propondo que o grupo crie os seus próprios versos para encaixá-los nas melodias cantadas. Além de apresentar uma série de ritmos e estilos da música regional brasileira, a oficina apresenta versos e cantigas de domínio público, aproximando os inscritos de um material tão vasto e rico quanto desconhecido. Também serão mostrados coreografias e movimentos dos cantos de trabalho, unindo a voz ao corpo e proporcionando assim uma vivência integral aos presentes. À noite, a companhia apresenta também o espetáculo “Cantos de Trabalho”, às 19h. Abaixo, segue calendário completo das atividades e informações sobre a oficina.

Sobre o Sonora Brasil - Promovido pelo Sesc, o projeto é considerado o maior do País em circulação musical e, em 2015 promoveu 430 concertos em mais de 120 cidades brasileiras. O Sonora Brasil cumpre a missão de difundir o trabalho de artistas que se dedicam à construção de uma obra não comercial. A formação de plateia é o que se busca por meio do contato do público com a qualidade e a diversidade da música, estimulando o olhar crítico sobre a produção e os mecanismos de difusão da música no país. Todas as apresentações são essencialmente acústicas, valorizando qualidade sonora das obras e de seus intérpretes. Desde a sua primeira edição, em 1998, já passaram pelo projeto cerca de 80 grupos em mais de 3.900 apresentaç&ot ilde;es por todo o País, alcançando um público superior a 520 mil espectadores. No Rio Grande do Sul, as atividades do Sonora Brasil integram a agenda do Arte Sesc – Cultura por toda parte.

Mostra Sonora Brasil Sesc 2016 em Porto Alegre

Tema: Sonoros Ofícios – Cantos de Trabalho

Período: até 20 de agosto de 2016

Local: Teatro do Sesc Centro (Av. Alberto Bins, 665)

Ingressos: Todas as apresentações têm entrada franca, mediante retirada antecipada de ingressos no SAC do Sesc Centro

Inscrições para a oficina estão esgotadas

Informações: (51) 3284-2071

17/08 – Quarta-feira

20h – Cantadeiras do Sisal e Aboiadores de Valente (BA)

Sinopse: A cidade de Valente está situada no nordeste da Bahia, a 240 quilômetros de Salvador, na principal região produtora de sisal do País. As cantadeiras do sisal são mulheres que trabalharam por muito tempo nas várias etapas de produção da fibra, desde o plantio até a fabricação dos produtos derivados, e que hoje são artesãs, ofício que aprenderam a partir de projetos desenvolvidos na região. O repertório das cantadeiras, entoado em grupo durante a produção do artesanato, é formado por cantigas conhecidas desde a infância e outras de uma memória mais recente que tratam de questões cotidianas e fazem alusão a particularidades da produção sisaleira. O grupo é formado por Izabel, Alda, Ivamarcia, Carminha, Maris valda e Cássia. Na região também se concentram fazendas dedicadas à agropecuária bovina e caprina, o que justifica a presença de aboiadores. Ailton Aboiador e Ailton Jr., pai e filho, são aboiadores reconhecidos na região. O pai trabalhou por muitos anos na lida com o gado, transportando boiadas pelos campos do semiárido baiano. O aboio “pé duro” foi sua ferramenta de trabalho e as toadas foram sua companhia das horas de descanso no campo. O filho, desde criança acompanhava seu pai na lida com o gado e já na adolescência formava dupla cantando aboios e toadas.

18/08 – Quinta-feira

20h – Ilumiara (MG)

Sinopse: O Ilumiara é formado por cinco músicos da cidade de Belo Horizonte que também atuam como pesquisadores, sendo o único dos quatro grupos que não está relacionado a uma prática da tradição. Além das músicas apresentadas, o grupo traz em seu espetáculo a contextualização histórico-social dos cantos de trabalho no Brasil. Sua apresentação levará ao público um repertório de cantos de trabalho recolhidos da tradição, diretamente em suas fontes, ou a partir de registros de pesquisadores pioneiros como Mário de Andrade, Oswaldo de Souza e Ayres da Mata Machado. O grupo interpreta vissungos, cantigas de ninar, canto de lavadeiras, entre outros, em arranjos elaborados a partir de uma visão estética contemporânea. O Ilumiara é formado por Alexandre Gloor, Carlinhos Ferreira, Leandro César, Letícia Bertelli e Marcela Bertelli.

19/08 – Sexta-feira

20h – Quebradeiras de Coco Babaçu (MA)

Sinopse: O grupo é formado por oito mulheres que trabalham na quebra do coco babaçu desde a infância e hoje também exercem o importante papel de liderança na defesa e valorização do trabalho das quebradeiras, na preservação e na garantia de acesso às áreas de ocorrência da palmeira do babaçu. Atuam politicamente por meio da Associação em Áreas de Assentamento no Estado do Maranhão (Assema) e do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (MIQCB), que está sediado em São Luís e engloba seis regionais organizadas em três municípios maranhenses e outros três localizados no Piauí, em Tocantins e no Pará. A prática do canto durante a quebra do coco e durante a caminhada para os babaçuais &eacute ; uma experiência que trazem desde a infância, quando acompanhavam os mais velhos, geralmente mães e avós, na lida diária. Antigamente o repertório era simplório e narrava fatos do cotidiano ou aludiam ao universo infantil através de cantigas de roda, algumas facilmente reconhecidas por estarem presentes na maior parte do País. Mas o repertório atual está diretamente relacionado à luta política. A criação do grupo ocorreu em 2004, sua formação reflete a abrangência geográfica do trabalho desenvolvido pelo Movimento das Quebradeiras contando com a participação de representantes das seis regiões onde a instituição possui representação. São elas: Dora, Moça e Silena, de Lago do Junco (MA); Nice, de Penalva (MA); Dijé, de São Luís Gonzaga (MA); Iracema, de São D omingos do Araguaia (PA); Francisca Lera, de Esperantina (PI); e Nonata, de São Miguel (TO).

20/08 – Sábado

14h30 às 17h30 – Oficina “No Balanço da Peneira” - Cia Cabelo de Maria (SP) – inscrições esgotadas

Sinopse: Na oficina são apresentadas diversas cantigas, sempre propondo que o grupo crie os seus próprios versos para encaixá-los nas melodias cantadas. Além de apresentar uma série de ritmos e estilos da música regional brasileira, a oficina apresenta versos e cantigas de domínio público, aproximando os inscritos de um material tão vasto e rico quanto desconhecido. Também mostraremos as coreografias e movimentos dos cantos de trabalho, unindo a voz ao corpo e proporcionando assim uma vivência integral aos presentes. A rapidez de raciocínio na criação de versos próprios (que precisam ser criados no tempo de um refrão de música), a rima, a afinação, o ritmo, a coordenação motora, a memória, todos esses elementos estão contemplados na oficina “No Balanço da Peneira”.

19h – Espetáculo “Cantos de Trabalho”, Cia Cabelo de Maria (SP)

Sinopse: A Cia. Cabelo de Maria apresenta o espetáculo “Cantos de Trabalho”, dirigido por Renata Mattar. A musicista vem pesquisando a mais de dez anos, fazendo gravações, participando de rituais e festas, aprendendo versos e cantigas. Renata viajou por diversas localidades de diferentes regiões do Brasil buscando comunidades que ainda trabalhassem em mutirão e que utilizassem a música na lida. O espetáculo “Cantos de Trabalho” surge a partir das canções registradas em campo. As cantigas apresentadas no show “Cantos de Trabalho” vêm das destaladeiras de fumo de Arapiraca (AL), das descascadeiras de mandioca de Porto Real do Colégio (AL), das plantadeiras de arroz de Propriá (SE), da farinhada da comunidade de Barrocas (BA), da colheita de cacau de Xique-Xique (BA), da bata do feijão de Serrinha (BA) e das fiandeiras de algodão do Vale do Jequitinhonha (MG).

dos leitores

deuma colega que foi no sesc ver um show....a boca é braba...mesmo

Enviada: 2016/08/17 18:13:42

A boca é braba mesmo. Saí de lá ontem olhando para todos os lados, quase as 10 da noite, pois a apresentação foi bem demorada e até um pouco cansativa.
Aproveitei um grupo que subia para a independência, eu e a Maria. Ela se foi para a Duque, onde mora, e eu peguei o T-9 para vir pra casa, no Jardim Botânico. Mas me borro de medo tbém, por isso evito bastante de sair à noite.
E andar de táxi sai muito caro.


17 de agosto de 2016

O ILDO TÁ DE VOLTA A LANCHERA. ....

FOI UM BAITA LANCE DE MARKETING?????

ENGANOU TODOS NÓS BOBOS(oc)

 

3 frases

De: "Renato Kern"
Enviada: 2016/08/16 10:51:08

CHápecoense não cura dor de cabeça inchada.

Mais um pouquinho e o juiz Moro descobre que ganhar acima do teto é crime e manda prender ele mesmo.

O Fortunato ao dizer que a prefeitura pode também atrasar os salários queimou o candidato do PMDB.

 

dos leitores

Enviada: 2016/08/16 10:30:37

Morreram o Havelange e a Elke Maravilha

 

Reprise

L da venancio(OC)

Enviada: 2016/08/15 23:46:09

O Inter perdeu. Com F. Carvalho é tudo. FC de novo no inter me lembra Marx: a história se repete como uma farsa. Com o Koff no Gre foi a mesma coisa. hahaha!

 

Ato na UFRGS



Segue a chamada para o Ato de Resistência, que será realizado na quinta-feira, dia 18, às 19 horas no auditório da Faculdade de Economia da UFRGS, com as presenças dos juristas:

MARCELO LAVENÈRE – Advogado, ex-Presidente (1991-1993) e Membro Honorário Vitalício do Conselho Federal da OAB, integrante da Comissão de Justiça e Paz da CNBB.

PEDRO ESTÊVAM SERRANO – Advogado, Professor de Direito Constitucional da PUC-SP, Mestre e Doutor em Direito do Estado pela PUC/SP e Pós-Doutor pela Universidade de Lisboa.

LENIO STRECK – Advogado, Doutor em Direito pela UFSC e Pós-Doutor pela Universidade de Lisboa, Membro Catedrático da Academia Brasileira de Direito Constitucional ABDConst. Presidente de Honra do Instituto de Hermenêutica Jurídica IHJ (RS-MG). Membro da Comissão Permanente de Direito Constitucional do Instituto dos Advogados Brasileiros – IAB

 

Livro de crônicas de Moisés Mendes marca lançamento de nova editora no RS

Nos últimos anos, o jornalista gaúcho Moisés Mendes se destacou por defender, em suas crônicas e reportagens especiais publicadas no jornal Zero Hora, ideias de conteúdo humanista, num cenário crescente de radicalização das opiniões. O que o transformou numa espécie de porta-voz de uma corrente crítica em relação ao papel da mídia no enfrentamento das crises institucionais brasileiras.

Em “Todos Querem Ser Mujica – Crônicas da Crise”, Moisés estreia em livro e apresenta 60 textos nos quais discorre sobre a barbárie moderna do Brasil: um país cujas oportunidades de modernização se encontram frequentemente em risco devido ao pensamento conservador de suas elites.

As crônicas impulsionam também o lançamento de uma nova editora no mercado gaúcho de livros: a Diadorim. Comandada pelos jornalistas Denise Nunes e Flávio Ilha, o empreendimento terá foco em literatura de ficção e de não-ficção.

Os textos reunidos em “Todos Querem ser Mujica” foram publicados entre 2014 e 2016 no jornal Zero Hora e abarcam os momentos decisivos da mais recente crise política do país – sem deixar de se posicionar claramente sobre suas razões e, principalmente, consequências.

“O jornalista sempre deve ter a pretensão de abordar questões que pareçam ser apenas cotidianas, mas que tenham, também, as feições de um artigo sobre política”, define o autor.

Moisés também passeia, em suas crônicas, por outros temas igualmente relevantes e que resultam em textos surpreendentes, como a literatura de Mário Vargas Llosa e de Eduardo Galeano, a América Latina de Pepe Mujica e de Cristina Kirchner e “polêmicas” bem gaúchas, como os gays e o tradicionalismo e a vida nem tão pacata do interior do Rio Grande.

“Todos Querem Ser Mujica” tem apresentação de Luís Fernando Verissimo e pode ser adquirido em pré-venda no sítio da Kickante (http://www.kickante.com.br/campanhas/todos-querem-ser-mujica). O lançamento comercial está previsto para outubro.

 

do Espaço Vital

Ao se preparar para a audiência de instrução, o juiz se deparou com uma situação inusitada: a petição inicial afirmava que o reclamante não podia usar cuecas no trabalho e era obrigado a ficar totalmente nu durante as revistas.

De profissão tesoureiro, o empregado - um homem formal e honesto, como tinha que ser para a função - foi convincente ao depor: “Ao ser submetido a constantes revistas íntimas, sentia-me humilhado e constrangido pelos procedimentos adotados pela empresa”.

O magistrado apertou no depoimento do preposto da empresa de segurança e transporte de valores, que terminou admitindo que “a revista era feita numa sala anexa à guarita, na saída da tesouraria, onde ficava um vigilante”. E detalhou: “O empregado tinha que entrar nesse local e tirar toda a roupa; não podiam usar cuecas; às vezes, também tinham que se abaixar”.

As feições do juiz eram de surpresa. O preposto continuou falando: “Na rotina de trabalho, os empregados da tesouraria só podiam usar chinelos e um macacão sem bolso e com um fecho traseiro”.

- E para ir ao banheiro, fazer pipi? – questionou o magistrado.

- Quem precisasse ir ao banheiro ou se ausentar da tesouraria, tinha sempre que passar por uma nova revista.

- E no final do expediente? – quis saber o juiz.

- Normalmente, a revista era individual, mas às vezes era de forma coletiva, com mais de um empregado, todos nus ao mesmo tempo.

O juiz dispensou a prova testemunhal e, na sentença, justificou que “só o depoimento do preposto já é suficiente para demonstrar a abusiva conduta patronal, que dispunha de outros meios para fiscalização, como, por exemplo, as câmeras de circuito interno. Portanto, é invasivo o procedimento de obrigar o tesoureiro a trabalhar sem cuecas e a, episodicamente, ficar nu na saída de seu local de trabalho, o que serve apenas para ofender a sua intimidade”.

O julgado foi confirmado pelo TRT, rechaçando a tese recursal de que “a prévia ciência sobre a existência da revista – informada e documentada quando da contratação do reclamante - dele retira o direito de pleitear qualquer indenização”.

A condenação por dano moral foi de R$ 30 mil.

Na corte e na vara, a ação ficou conhecida como “o processo do homem que estava proibido de usar cuecas”.


16 de agosto de 2016

O AFIADOR DE FACAS EM PETROPOLIS. NA ALEGRETE, ONDE MORO

O ESPANHOL FICOU ME APORRINHANDO ANOS A FIO QUE QUERIA BATER FOTOS DELES. DEPOIS O ESPANHA SUMIU...NÃO SEI DE NADA DELE. NUNCA MAIS TIVE NOTICIAS.

 

WILLIAM e a filharada

O WILLIAM PEGA PESADO MEU, AQUI COM OS DOIS FILHOS PEQUENOS, SÃO GEMEOS E A ESPOSA...
O CARA ACORDA DE MADRUGA E CHEGA AS SEIS NO ANTONIO LANCHES PRA TRABALHAR PRO PORTUGA...QUE NÃO AREGLA,EU....É PESADA A BOCA LÁ....

 

LINHAS T

AS LINHAS T EM PORTO ALEGRE AS LINHAS TRANSVERSAIS. SURGIRAM NO TEMPO DO VILLELA, DO HAAG E DO LUIS MÁRIO NA SMT.

NG QUERIA OS EMPRESÁRIOS PRIVADOS NÃO QUISERAM. AI TOCOU PRA CARRIS QUE É EMPRESA ' SOCIAL' COMEÇOU COM MIXARIA, ACHO QUE NO CENTRO PRA LEVAR VEIOS DE GRAÇA....
SO QUE HJ CRESCERAM E SÃO COBIÇA DOS EMPRESÁRIOS PRIVADFOS. A CARRIS É QUE OPERA.....

SEM ELAS, O TC COLETIVO TERIA IDO A BRECA. ELAS DESAFOGAM O CENTRO.

 

Ônibus é ruim em todo o mundo

vou contar como começaram a slinhas T, me dá um tempo(OC)

Enviada: 2016/08/15 10:34:18



Ônibus Lotado - Os ônibus q tu pega andam lotados justamente pq deixam p povão 'coarando' nas paradas. Demoram tanto para aparecer que qdo aparecem tem uma fila enorme para embarcar. Isso q tu fala q é bem distribuído é por causa das linhas T da Carris, que alguém teve a boa ideia de criar algum dia. Na verdade, ônibus é ruim em todo o mundo. Há os + e os - ruins. Os nossos são dos piores. Ônibus bom é o de Madrid, por exemplo, com piso alinhado ao meio-fio, moderno, limpo, com indicações das paradas em display dentro dos carros. Ônibus, no geral, ñ aguenta o tranco. O q aguenta o tranco do transporte de massa é o metrô e o bonde, q são + resistentes. Na época, era guri e ñ me dei conta da barbaridade q fizeram acabando com os bondes em PoA (teve também em Pelotas e Rio Grande, mas tinham sido desativados antes). Em x de acabar com os bondes de Porto Alegre, deviam ter investido na melhoria do sistema, isolado os trilhos dos caros (diziam q os bondes atrapalhavam os carros, era a época da explosão da ind automob, na verdade era os carros q atrapalhavam os bondes). Também reclamavam do barulho dos bondes (a velha intolerância gaúcha, ñ podem ouvir um barulhinho e já reclamam, a mim nunca incomodaram), mas era só melhorar as vias. Bonde em Milão e Lisboa ñ faz barulho. Na guerra contra os bondes teve um lance tragicômico: a Fac de Medicina, q era perto da J. Pessoa, reclamou q os bondes faziam trepidar os equipamentos de precisão q eles usavam (os porto-alegrenses tem cada uma!). Sair de Viamão no fim da tarde e só chegar em casa à meia-noite é o fim da picada! Agora, coisa mais moderna em transporte coletivo é o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), uma espécie de bonde articulado. Aindei neles em Praga e Saragoça. São ótimos. Ñ são tão velozes como o metro, mas como têm via expressa, andam rápido (e tem linha de metrô aí pelo mundo q anda bem devagar, portanto...). No Rio, agora, para a Olimpíada, inauguraram uma linha VLT. Paris também tem, mas nestes ainda ñ andei. Nem no do Rio. (by Laurinho da Venâncio)
Na foto: Bonde de Lisboa, igual aos q foram desativados em PoA. Funcionam até hoje. E os portugueses é q são burros!

 

MAU HUMOR DO ESCRITOR

NO DOM TAVA ESPERANDO O FILME AQUELE DO ARTISTA CHINES E FUI PERGUNTAR ALGO AO JOÃO GILBERTO NOLL SOBRE O CAIO....FERNANDO ELES FORAM COLEGAS NA URGS NAS LETRAS. BAH, ELE DEU UM RESMUNGÃO E SE MANDOU....

TA CERTO, FÃS SÃO CHATOS MESMO.....

O NOSSO ESCRITOR JOÃO GILBERTO NOLL NÃO É PROPRIAMENTE UM ' DIPLOMATA'.....

 

FIDEL

LI UM TEXTO DA BLOGERA CUBANA QUE DEMOLE COM O MITO DO FIDEL.....

*

NUNCA FUI A CUBA.MESMO TENDO TIDO A CHANCE... GOSTARIA DE TER IDO DURANTE A DITADURA. AGORA VAI ABRIR....

*

NÃO ERA PRA TER IDO MESMO. NÃO GOSTO DE DITADURAS, DE QUAISQUER MATIZES.

*

CONHECI PRAGA NO COMUNISMO E FIQUEI COM UMA IMPRESSÃO QUE AINDA NÃO SEI BEM QUAL É...

*

MAS EU SOU UM IDEALISTA E COMO TAL NÃO TENHO LÁ AUTORIDADE PRA FALAR.

 

BRIGAS DO FEICE...

CIGARRINHO X LAURINHO.....

CIGARRINHO É O MATZENBACVKER, O LUIS DONAT.....MORA EM PORTO BELO....

O Cigarrinho ñ fala + comigo. Há uns 3 anos. Dei uma aula de economia e se ofendeu

A NARA BARBOSA TB BRIGO PELO FEICE COM UMA CONTERRANEA....

BRIGAS VIRTUAIS KKKKKK

 

TIMÃO

DEPOIS DO JOGO DO GREMIO FORAM COMER NO LA BRASA A CHURRASCARIA MAIS CARA DA CIDADE.

*

POBRE QDO FICA RICO QUER MOSTRAR PODER....

*

OS FAMILIARES DE UM JORNALISTA LOCAL QUE NASCEU NA VILA SÃO JOSÉ TB EXIGEM QUE ELE PAGUE SEMPRE O NA BRASA QUANDO VEM.

*

A POBREZA NA AMERICA LATINA NÃO É APENAS MATERIAL,DIZIA O SAUDOSO PAULO FRANCIS. É INTELECTUAL TB.

 

A LUTA ARMADA....

NAO LAURO,ENTRARAM NA LUTA ARMADA PQ ERAM RADICIAIS E EU OS RESPEITO MUITO.TANTO OS VIVOS COMO OS QUE MORRERAM. DA MINHA TURMA SÓ UM TINHA COLHOÕES PRA ENTRAR NA LUTA ARMADA. O LICINIO, OS DEMAIS, EMILIO,CACO,CARROÇA E OUTROS ERAM TUDO FILOSOFOS DE BAR...SIM TINHA UM DO GRUPO QUE OAPELIDO ERA CARROÇA?MORAVA NA VILA SÃO JOSÉ FILHO DE UM POETA...SÓ PODIA NÉ, O CARA ÉRA MEIO MALUCO MESMO. SO SABIA MEXER OS CABELOS....

O LICINIO ERA UNICO QUE TERIA PEGO EM ARMAS. MAS NÃOT EVE A CHANCE....DOS QUE CONHECI NO COMEÇO DOS ANOS 70, PELO MENOS...O EMILIO ERA MAIS DE BAR, FILOSOFO DE BAR(oLIDES).

Enviada: 2016/08/15 08:02:09

Acho q é o contrário: entraram na "luta armada" pq birutas. Só biruta poderia pretender fazer uma guerrinha no Brazil. Coisa de maluco. (LAURINHO DA VENANCIO)

 

Ditadura

TA AI UMA BOA PAUTA. SEQUELADOS DA DITADURA....SÃO OS QUE APANHARAM,TIVERAM PRESOS E HJ SÃO SEQUELADOS....
QUEM APELIDOU ELE DE CIGARRINHO FOI A BEATRIZ MAROCCO QUE HJ LECIONA NA UNISINOS....

UMA X A GENTE TAVA NA ARI TOMANDO MATE NUM FIM DE TARDE E O BICUDO DEU UM ABRAÇO NO CIGARRINHO. ELE DEU UM SALTO PRA TRÁS, FICOU TODO ROXO E FPUTO DA CARA. DEPOIS ME DISSE:

- ESTE CARA É TORTURADOR....É TORTURADOR...FOI DA DITADURA.

- PORQUE MATZ

- PORQUE ELE ABRAÇA COMO OS TORTURADORES.....

TÁ LOKO MEU,QUANTA NOIA.

Enviada: 2016/08/15 07:51:17

o cigarrinho é um sarro eu gosto dele....mas émeio loko sequelado da ditadura.alias boa pauta sequelados da ditadura ele o cansvierias??sabes aquem é???

 

Ônibus lotado

Enviada: 2016/08/15 20:09:47

Ônibus Lotado - Os ônibus q tu pega andam lotados justamente pq deixam p povão 'coarando' nas paradas. Demoram tanto para aparecer que qdo aparecem tem uma fila enorme para embarcar. Isso q tu fala q é bem distribuído é por causa das linhas T da Carris, que alguém teve a boa ideia de criar algum dia. Na verdade, ônibus é ruim em todo o mundo. Há os + e os - ruins. Os nossos são dos piores. Ônibus muito bom é o de Madrid, por exemplo, com piso alinhado ao meio-fio, moderno, limpo, com indicações das paradas em display dentro dos carros. Ônibus, no geral, ñ aguenta o tranco. O q aguenta o tranco do transporte de massa é o metrô e o bonde, q são + resistentes. Na época, era guri e ñ me dei conta da barbaridade q fizeram acabando com os bondes em PoA (teve também em Pelotas e Rio Grande, mas tinham sido desativados ante s). Em x de acabar com os bondes, deviam ter investido na melhoria do sistema, isolado os trilhos dos caros (diziam q os bondes atrapalhavam os carros, era a época da explosão da ind automob, na verdade era os carros q atrapalhavam os bondes). Também reclamavam do barulho dos bondes (a velha intolerância gaúcha, ñ podem ouvir um barulhinho e já reclamam, a mim nunca incomodaram), mas era só melhorar as vias. Bonde em Milão e Lisboa ñ faz barulho. Na guerra contra os bondes teve um lance tragicômico: a Fac de Medicina, q era perto da J. Pessoa, reclamou q os bondes faziam trepidar os equipamentos de precisão q eles usavam (os porto-alegrenses tem cada uma!). Sair de Viamão no fim da tarde e ti só chegar em casa à meia-noite é o fim da picada! Agora, coisa mais moderna em transporte coletivo é o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), uma espécie de bond e articulado. Aindei neles em Praga e Saragoça. São ótimos, ñ são tão velozes como o metro, mas como têm via expressa, andam rápido. No Rio, agora, para a Olimpíada, inauguraram um. Paris também tem, mas nestes ainda ñ andei.

 

TVE

Enviada: 2016/08/15 22:28:52

O "Roda Viva" voltou para a TVE. Durante o gov anterior (do PT) a TVE tinha suspendido a retransm do programa da TC Cultura paulista. Nesse tempo, era retransmitido pela TV da Ulbra. Agora tá na TVE de novo, q, diga-se, está com uma imagem digital m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-a. Já a TV Ulbra ainda tem uma imagem péssima, mas vai melhorar, vai passar para o digital também. Já tá em testes.

 

do laurinho da venancio....

Enviada: 2016/08/15 22:13:14

É que eles pensam q funcionário publico é aquele cara q chega na repartição, pendura o paletó na cadeira e se manda. Mas funcionário é o brigadiano, a professora, o pessoal da saúde, o escriturário forense. Paradoxalmente, esses q querem ferrar os funcionários (os Mendelsky da vida) reclamam q tem pouco brigadiano, pouco professor, pouca gente nos postos de saúde, poucos serventuários nos fóruns etc etc... Querem um brigadiano em cada esquina, mas ñ se dão conta q isso custa caro. O q tem é que parar de fazer filho. O Brazil tem uma economia mixa. ñ tem como atender tanta demanda. Ñ é nem questão de governo, é uma questão puramente econômica, nada a ver com política.

 

A Pedra do Silêncio

legal rekern, legal.(OC)

De: "Renato Kern"
Enviada: 2016/08/15 19:35:42

Neste dia dos País mais festejado pelo comércio do que pelos próprios pais, fui até linha Brasil, junto com a esposa e meu cunhado, para passear nas estradinhas de terra de Nova Petrópolis, que estão muito bem cuidadas pela prefeitura, trafegáveis para qualquer 1.0.
Paramos aos pés do Monte Mallakoff, onde fica a Pedra do Silêncio. Meu cunhado que é fotografo, e bem mais novo que eu, foi até lá encima. Abaixo um texto dele descrevendo a aventura e as fotos tirada no local. O nome das fotos são a legenda, o número é a ordem de publicação.

A Pedra do Silêncio
Texto e fotos Renato Laky



Entre Nova Petrópolis e Gramado fica a Linha Brasil. Por ela pega-se uma estradinha de terra até a Pedra do Silêncio do Morro Mallakoff, um bom passeio para quem está em boa forma. Não suba sozinho. O acesso é meio difícil de achar, mas faz parte da aventura. A trilha é pelo meio do mato e leva uns trinta minutos a subida, se agarrando em raizes que parecem ter sido estrategicamente colocadas pela natureza. Árvores e pedras servem de apoio, mas cuidado, qualquer decuido pode pode fazer você escorregar. O equipamento é um jeans, um tênis que agarre bem no chão e uma garrafa de água, muito importante nesta subida pois o corpo começa a ferver. Quase no topo, temos dois caminhos a escolher, um mais curto e perigoso, o outro mais agradável. Lá em cima temos um espa&ccedil ;o amplo como se fosse uma sala de recepção cercado por taquaras e vários caminhos a seguir. O mais bonito segue até a ponta sul do paredão. A vista lá de cima compensa os desafios da subida. De um lado você avista o Rio Caí em meio a serra e do outro o vale daLinha Brasil. Ao descer tenha muito cuidado. No caminho você ainda pode ver vestígios do início da colonização alemã, casas de enxaimel infelizmente abandonadas.

 

dia...

da nara barbosa(olha eu até concordo com ela, é tudo pra vender nas lojas kkkOC)

De: "Nara Barbosa"
Enviada: 2016/08/15 13:55:24

Dias do Pais, Dia do Jornalista...tudo a mesma merda...

 

Paralisação de empregados da Celesc

Em razão das negociações sobre a Participação nos Lucros e Resultados (PLR 2016), os sindicatos que representam os empregados da Celesc decidiram promover um dia de paralisação nesta terça, 16 de agosto.

Portanto, as lojas de atendimento aos consumidores da Celesc poderão estar parcial ou totalmente fechadas ao público neste dia. Por isso, a empresa recomenda a seus clientes que evitem se deslocar até as lojas, usando, se necessário, o atendimento virtual na Agência WEB do portal Celesc ou pelo Contact Center, com chamada para 0800-480120.

Por meio desses dois canais, o cliente tem acesso rápido e eficiente a informações tais como segunda via da fatura, pedido de religação, consulta de débitos e outros serviços disponíveis nas lojas.

A Celesc reconhece e respeita o direito de livre manifestação dos empregados. Por isso, reúne esforços para uma breve resolução da situação e solicita aos trabalhadores que mantenham ativos todos os serviços de urgência.

 

do mironneto.com.br

Petrobras garante patrocínio ao Festival de Cinema

O Festival de Cinema de Gramado deste ano terá o menor orçamento dos últimos anos, em virtude da recessão econômica brasileira. Apesar da crise, a Petrobras continua apostando no evento, como faz há 17 anos.
Para o gerente de Patrocínio Cultural da Petrobras, Luis Fernando Lima de Brito, patrocinar o Festival de Gramado é motivo de orgulho para a empresa. "Por décadas, o festival tem sido palco de momentos significativos para a história e a afirmação da cinematografia no Brasil. Acompanhou todas as fases do cinema nacional e, hoje, é referência incontestável, retratando os novos olhares de um cinema brasileiro contemporâneo e em constante mudança. A Petrobras, como grande patrocinadora de cultura que é, não poderia deixar de apoiar esta iniciativa", conclui.

 

Petrobras: bons e maus exemplos para a história

Não há empresa que resista sem gestão. Essa obviedade nem sempre é assimilada facilmente no setor público, algo que acontece até mesmo no setor privado. Muitos veem a gestão como uma ferramenta ocasional, espécie de poção mágica ou fórmula para ganhar prêmio e reconhecimento. Na verdade, é o trabalho cotidiano e permanente de gerenciamento, acompanhamento de resultados, fixação de metas, motivação da equipe e controle minucioso dos mais diferentes aspectos, especialmente do custo.

Uma organização pode dar errado mesmo quando tem gestão. Isso porque muitos fatores não dependem do administrador, senão que do mercado e de outros elementos externos à sua vontade. Todavia, quando essa cultura não está presente, a depreciação é inevitável. Diante de uma crise, tal diferença é ainda mais palpável. Somente empresas sólidas e bem administradas conseguem atravessar e sobreviver a turbilhões econômicos. Algumas inclusive saem mais fortes.

A Petrobras, durante muito tempo, foi considerada uma ilha de boa governança no setor público. Muito se disse sobre a excelência de seu time e o foco em sua finalidade, o que lhe garantiu respeitabilidade interna e externa. Seus investimentos passaram a figurar como fatores de indução do desenvolvimento brasileiro. O desempenho era comprovado não apenas no balanço contábil, mas no visível acerto de suas estratégias de expansão.

Há alguns anos, entretanto, a gestão da empresa entrou em processo de degradação. Em vez considerar a expertise na área, os cargos de ponta passaram a ser preenchidos com critérios meramente políticos. Não que políticos estivessem proibidos de exercer tais funções, mas seria exigível um mínimo de conhecimento – o que deixou de ocorrer. E não foi apenas isso. Esses postos, mesmo quando ocupados por técnicos e quadros de carreira, eram predestinados para enriquecimento individual e financiamento partidário ilícito. Corrupção programada, portanto.

Eis que a grande empresa pública do Brasil, infelizmente, se transformou num verdadeiro lodaçal – a palavra é forte, mas cabível. A teia de desvios que se formou foi de tal ordem que conduziu a Petrobras à beira do precipício. Aos poucos, com a Lava Jato e outros processos de investigação, surgiram escândalos inomináveis. Mais do que perder a reputação conquistada, amargou um prejuízo de quase R$ 37 bilhões no último período do ano passado. Caíram também os investimentos e o valor no mercado.

Em maio deste ano, assumiu a nova direção da estatal, com o presidente tendo carta branca para montar sua diretoria, sem maiores interferências ou repartições partidárias. A missão é recuperar a imagem e, principalmente, os resultados da Petrobras.

Pois bem, os primeiros frutos começaram a aparecer. É cedo, é pouco, mas a empresa já apresentou um lucro líquido de R$ 370 milhões no segundo trimestre do ano. O valor ainda mostra uma queda de 30% na comparação com o mesmo período do ano passado, mas é o primeiro resultado positivo depois de três trimestres de prejuízos bilionários. Mais do que números imediatos, melhora o horizonte. Ao mostrar que retomou seu rumo, as forças para sair da crise aumentam consideravelmente, a começar pela credibilidade.

Claro que, também nesse caso de melhora, houve a incidência de fatores externos. O preço do petróleo no mercado internacional aumentou no último trimestre e o real se recuperou frente ao dólar. Mas a empresa fez a sua parte, focando na diminuição de custos, aumento da produção e mudança no portfólio. Houve uma racionalização em diversos setores da corporação. Foram vendidos ativos externos, como no Peru e na Argentina. A casa, ao que parece, está sendo recolocada em ordem.

É apenas o começo do caminho, mas esses indicativos são fundamentais. O que importa, para além da sanidade da empresa, é fazer com que tudo isso sirva de exemplo. Não se deve brincar com o que é sério. Um patrimônio nacional, como a Petrobras, não pode ser relegado à condução de interesses partidários – ainda mais com finalidades escusas. Isso vale para toda e qualquer empresa pública, seja ela autarquia, sociedade de economia mista ou afim. E isso não significa subjugar a política, mas elevá-la. O setor público não pode abrir mão da boa gestão, o que inclui probidade e conhecimento.

Germano Rigotto - Ex-governador do Rio Grande do Sul e presidente do Instituto Reformar de Estudos Políticos e Tributários.

 

XVII Congresso Eucarístico Nacional inicia hoje em Belém

Marcando os 400 anos de Belém, a capital paraense recebe pela segunda vez o Congresso Eucarístico Nacional, que se inicia hoje (15/8) e terá seu término no próximo Domingo, 21 de agosto. A expectativa dos organizadores é que 550 mil fiéis de todo o Brasil participem do evento.

Nesta segunda-feira, a abertura do Congresso será realizada com a Santa Missa celebrada no Estádio do Mangueirão, presidida pelo legado pontifício, Cardeal Cláudio Hummes. Todos os dias haverá missas presididas por bispos do Brasil em diversas comunidades de Belém.

No dia 16 de agosto, as seis regiões Episcopais e a Basílica Nossa Senhora de Nazaré recebem as Jornadas Pastorais. No dia seguinte, 17 de agosto, às 9h haverá o Café Teológico e no final da tarde a chegada da Procissão Pluvial. No dia 18 de agosto, o congresso conta com um Simpósio Teológico, Workshops, Feira Católica e Exposição da Amazônia. A sexta-feira, 19 de agosto, conta com uma missa para a juventude.

O sábado, 20 de agosto, conta com a Jornada do Ano da Misericórdia, simpósio e missas. O encerramento, no dia 21 de agosto, terá Missa Solene na Basílica Nossa Senhora de Nazaré e procissão de encerramento para a Catedral.

A solene Celebração Eucarística, às 15h de Domingo, 21, presidida pelo legado Pontifício na Basílica Nossa Senhora de Nazaré, seguida de procissão até a Catedral Metropolitana e benção com o Santíssimo Sacramento, finalizará o XVII Congresso Eucarístico Nacional.

O Congresso será marcado pela celebração de Santas Missas, palestras e apresentações musicais com o objetivo de despertar a reflexão sobre os ensinamentos de Jesus Cristo, de tornar visível em todo o Brasil a força da Eucaristia e ação missionária na Amazônia; de um povo de fé, que testemunha com sua cultura e maneira de ser, uma Igreja viva no Norte do Brasil. Por isso o XVII Congresso Eucarístico Nacional (CEN2016) terá como tema “Eucaristia e Partilha na Amazônia Missionária” e como lema “Eles o reconheceram no partir do Pão”.

De acordo com o Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Taveira Corrêa, o “Congresso marca a convergência de todas as pessoas que professam a fé católica na realidade da Santíssima Eucaristia, e desejam dar um testemunho público de sua fé na presença real do Senhor Jesus Cristo. A partir dessa profissão explícita de nossa fé na Eucaristia, o Congresso Eucarístico busca as consequências práticas da celebração dos Santos Mistérios e do Culto Eucarístico em geral, para adorar o Senhor em Espírito e Verdade (Cf. Jo 4, 24).

Dom Alberto lembra que “a Eucaristia é o próprio coração da vida cristã. A celebração da Santa Missa, como ação de Cristo e do povo de Deus hierarquicamente ordenado, é o centro de toda a vida cristã, tanto para a Igreja, quer universal, quer local, como para cada um dos fiéis. Nela culmina toda a ação pela qual Deus, em Cristo, santifica o mundo, e todo o culto pelo qual os homens, por meio de Cristo, Filho de Deus, no Espírito Santo, prestam adoração ao Pai. Nela se comemoram, ao longo do ano, os mistérios da Redenção, que, por esta forma, se tornam presentes. Todas as outras ações sagradas e todas as obras da vida cristã, que com ela estão relacionadas, dela derivam e a ela se ordenam”.

A escolha de Belém para sede do evento tem um significado importante. O município completa 400 anos de fundação e do quarto centenário da chegada do Evangelho nesta região da Amazônia, bem como os 110 anos de elevação da então diocese à arquidiocese.

CONGRESSOS EUCARÍSTICOS

No Mundo

O primeiro Congresso Eucarístico foi celebrado em 1881 em Lille (França), por iniciativa de um grupo de fiéis leigos, apoiados por S. Juliano Eymart. Foi uma celebração solene, de que participaram fiéis e bispos de vários países da Europa.

No Brasil

O Congresso Eucarístico Nacional é realizado em cada país Católico no mundo. No Brasil, acontece desde 1933, quando foi celebrado em Salvador, Arquidiocese Primaz do Brasil, com o tema “Vinde, adoremos o Santíssimo Sacramento.” Desde então, ocorre em diversas cidades brasileiras.

ORAÇÃO DO XVII CONGRESSO EUCARÍSTICO NACIONAL

Jesus Eucaristia, fonte de vida para todos,
coração dos corações!
Nós te acolhemos presente entre nós.
Ao recebermos teu Corpo e teu Sangue,
mostra-nos a força redentora de teu sacrifício.

Tu és partilha de vida e salvação para a vida do mundo.
Abre nossos corações
para compartilhar com todos os nossos bens.
Ensina-nos a testemunhar, amar e servir e proteger a vida,
aprendendo a lição do Altar.

Em ti todas as coisas foram criadas
e nossas terras amazônicas são obra do amor do Pai.
Reconhecemos estes sinais de amor,
presença e providência em nossa história,
e desejamos irradiar na comunhão com Deus e com todos,
a missão que nos confiaste.

Senhor Jesus, há quatro séculos a Boa Nova do Evangelho
aportou em nossas terras, para aqui plantar raízes.
Os teus missionários se alegraram,
ao verem as Sementes do Verbo de Deus,
que o Espírito Santo havia espalhado, precedendo seus passos,
e anunciaram corajosamente a tua Palavra.

A partir do Forte do Presépio, sob a proteção de Nossa Senhora da Graça,
chamando-a Santa Maria de Belém ou Senhora de Nazaré,
a Amazônia recebeu a mensagem da salvação.
Renova hoje, Senhor, com a força da Eucaristia,
o vigor missionário em nossos povos,
e brotem entre nós santas vocações para o serviço do Evangelho.
Cristo Senhor, ao reconhecer-te no partir do Pão,
faze arder nossos corações,
para que do Altar da Eucaristia
nasça um novo ardor missionário em nossa Pátria.

Ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo
sejam dadas, hoje e sempre,
toda a honra e toda a glória! Amém.

Edição: Historiador Paulo Vendelino Kons, de Brusque/SC – 47 9997 9581 e paulokons1@gmail.com



ARQUIVO

2007
           
 Set
 Out
2008
2009
2010
2011
2012
2013
2014

Abr01
Abr02

2015
Mar01
Mar02
Dez01
Dez02
2016 Jan01
Jan02
Fev01
Fev02
Mar01
Mar02
Abr01
Abr02
Mai01
Mai02
Jun01
Jun02
Jul01
Jul02
Ago01
Ago02
       

 

 

 

 

 




OLIDES CANTON - JORNALISTA

Nascido em 16 de Janeiro de 1952 na cidade de Serafina Corrêa-RS, Olides Canton passou nesta cidade toda a sua infância. Mudando-se para Porto Alegre, cursou a Escola Julio de Castilhos, tornando-se Bacharel em Comunicação Social pela FABICO/UFRGS em 1982. Trabalha como Jornalista desde 1970. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior, Jornal Zero Hora. No Jornal do Brasil e Revista Carga e Transporte atuou como free-lancer. Editor do Jornal de Bordo e Revista Fitness. Possui 9 livros publicados. Ganhou quatro prêmios de Jornalismo, um do Badesul, dois do Setcergs e um da ARI. Registro no Sindicato dos Jornalistas RS: 2776 - Registro Jornalista - Mtb 4959.

Telefone: (51) 3330-6803
e-mail: contato@deolhoseouvidos.com.br

Autor de inúmeros livros, Olides Canton firmou-se como um
exímio contador de histórias contemporâneas.
Conheça agora as obras do autor
© "de Olhos e Ouvidos"  -  Todos os direitos reservados
Os textos e imagens publicados neste site são de inteira responsabilidade de Olides Canton.


EDIÇÕES DO FITNESS

Edição 19 - julho 2016
Edição 187 - maio 2016
Edição 186 - abril 2016
Edição 185 - fevereiro 2016
Edição 184 - janeiro 2016
Edição 183 - outubro 2015
Edição 182 - setembro 2015
Edição 181 - agosto 2015
Edição 180 - julho 2015
Edição 179 - maio 2015
Edição 178 - março 2015
Edição 177 - feverero 2015
Edição 176 - janeiro 2015
Edição 175 - dezembro 2014
Edição 174 - novembro 2014

Edição 173 - outubro 2014

Edição 172 - agosto 2014

Edição 171 - junho 2014

Edição 170 - maio 2014

Edição 169 - março 2014
Edição 168 - janerio 2014
Edição 167
Edição 166
Edição 165
Edição 164
Edição 163
Edição 162

Edição 161
Edição 160
Edição 159
Edição 158
Edição 157
Edição 156
Edição 155
Edição 154
Edição 153
Edição 152
Edição 151
Edição 150
Edição 149
Edição148
Edição 147
Edição146
Edição145
Edição144
Edição143
Edição 142

Edição 141
Edição 140
Edição 139
Edição 138
Edição 137
Edição136
Edição135
Edição134
Edição 133
Edição132
Edição 131
Edição 130
Edição129
Edição128
Edição127
Edição 126
Edição125
Edição 124

Edição 123
Edição 122
Edição 121
Edição 120
Edição 119
Edição 118
Edição 117
Edição 116
Edição 115
Edição 114
Edição 113
Edição 112
Edição 111
Edição 110
Edição 109
Edição 108
Edição 107
Edição 106
Edição 105
Edição 104
Edição 103
Edição 102
Edição 101
Edição 100
Edição 99

ANUNCIE NO SITE

Entre em contato conosco

Edições Anteriores do Blog