17 de novembro de 2017

DA FERA

1.LIVRO MUITO VENDIDO O DO BELCHIRO. MUIÉ ATRAS DELE. COMO MUIÉ ADORA UM ' JAGUARA' COMO SE DIZ NO INTERIOR.
ERA O PROPRIO JAGUARÁ MAS ELAS ADORAM. UMA HJ ME DISSE:

- TINHA UM MISTÉRIO VAMOS VER.

QUE MISTÓERIO. O CAR ANÃO PAGAVA PORRA NENHUMA, FUGIA DOS HOTEIS SEM PAGAR A CONTA E ISTO É BONITO????

ENTÃO MUDA TUDO QUE EU QUERO DESCER DO MUNDO(oc)

 

Coleguinhas

F GOULART.

ESTIVE POKO TEMPO NO VELORIO DO F. GOULART E MEIO QUE ME ARREPENDI. OS KARAS QUE TAVAM LÁ FORAM MEIO HOSTYIS COMIGO. COM QUEM N CONHECIAM. MEIO GROSSERIA. TINHA UMA DVOGADO DE PELOTAS, CUJO NOME ME PARECE É FREDERICO, OU FREDE, QUE FIKOU DE ' DONO' DO VELÓRIO. CHEGOU A TIRAR O CRISTO QUE TINHA ATRÁS DO CAIXAÃO .

PERGUNTEI PRUMA MOÇA QUE TAVA LÁ TODA ACABRUNHAD O MOTIVO DESTA GROSSERIA. ELA DISSE:

- ELE ERA ATEU....

ENFIM TEM DONO ATÉ DE MORTO.

ESTA EU VI HJ DE TARDE. PASMEM MAS TEM DONO DE PRESUNTO. TB.

FLAVIO DUTRA SE EMOCIONOU QDO SE DESPEDIU DO CAXÃO.

- CIAO E TE COMPORTA LÁ ENCIMA.

MAS O ADVOGADO QUE TAVA LÁ O APARTEOU:

- ELE NÃO ACREDITAVA NISTO. DIZIA QUE O MORTO ERA ATEU

CONHECI EM 1973 NA POLICIA DA ZH. ELE ERA DA TURMA QUE TINHA O RENATINHO PINTO HJ CINZAS NA PR DA ALFANDEGA, O SERGIO BECKER, O MOLA, O SERRINHA QUE DEPOIS VIROU OFICIAL DE JUSTIÇA DA JUST FEDERAL, O HELVIO SCHNEIDER, A MAIOR NULIDADE QUE CONHECI NO JORNALISMO,O BOLA, DEPOIS VIROU ASTROLOGO DAS GLOBIAS, NOME DELE ANTONIO CARLOS HARRES, NOSSO MOTORA DA MADRUGA ERA O FITTI. O FERNANDO TB FAZIA MADRUGADAS.

UMA X ELE FOI APELTOTAS E NA VOLTA SI FUDEU TODO. SE ACIDENTOU FEIO. FICOU ENTREVERADO EM MULETAS, EM CADEIRA DE RODAS. FOI OPERADO NO CRISTO.

DEPOIS CASOU COM A OTILIA RIET QUE TAVA NA ZH.
DO QUAL CASAMENTO NASCEU O GUILHERME QUE O FERNANDO XAMAVA DE ' SUJO.'

POIS FOI O FERNANDO QUE ME APELIDOU DE ' SUGISMUNDO' NA POLICIA EMEIO QUE PEGOU. ALGUÉM AINDA X QUE OUTRA ME XAMA DISTO. O KARNAS ME XAMAVA POR AQUELE APELIDO DE TANTOS E TANTOS ANOS.

QDO FOI PRESOD EM 77 OU 78 ORGANIZANDO O PARTIDAO FAZIA ESPORTES. AXO QUE PRA ZH.

ELE FOI PRESO JUNTO COM OS 3 PRIMOS, HORÁRIO, HELIO E UM 3.

FOI O PEDRO SEELIG QUE OS GRAMPEOU. NO DIA SEGUINTE A ZH MANCHETEOU. A OTILIO FIKOU PUTISSIMA COM O PILLA VARES QUE DEU A MANCHETE. ERA BRIGA INTESTINA PQ O PILLA ERA DOS TROSTKOS E O FERNANDO DOS PARTIDÃO DA VIDA.

ELES QUE SÃO COMUNAS QUE SE ENTYENDAM AGORA NO CEU.

A SEPARAÇÃO DA OTILIA FOI TRAUMATICA.

ELE JOGOU O CARRO CONTRA UM POSTE NA RUA E SI FUDEU TODO.

A OTILIA NÃO DEU MOLE, NÃO ENTROU NA CHANTAGEM DELE E MANDOU ELE CATAR COQUINHOS. FOI EMBORA PRA BSB, ONDE VIVE ATÉ HJ.

FERNANDO CASOU DEPOIS COM A HELENA, SUA ATUAL ESPOSA. COM ELA VIAJOU MUITO PRA MOSCOU, E PRA ARGENTINA, NA PATAGONIA ONDE ELE GOSTAVA DE IR.

COMRPROU O APE ONDE VIVEM NA J. DE ORNELLAS COM UMA INDENIZÇAÃO DE PERTO DE 500 MIL REAIS QUE TOMOU DO ESTADÃO NUMA AÇÃO TRABALHISTA.

COMO SEQUELAS DE UM TOMOBO QUE CAIU NUMA ESCADA DENTRO DE CASA, ELE FICOU ENTRE A VIDA E A MORTE NO BENEFICINCIA PORGTUGUESA DURANTE UM BOM TEMPO. TODOS O DAVAM POR MORTO MAS SAIU VIVO.

ELE MORREU FINALMENTE AOS 69 ANOS NO HOSP ERNESTO DORNELLES NEWSTA MADRUGADA. FUI ME DESPEDIR DO COLEGA E AMIGOS DE TANTOS E TANTOS ANOS.

COME LE FALAVA DO LICINIO AZEVEDO, OUTRO COLEGA DA ZH, SOBRE O EVILÁSIO DE OLIVEIRA, QUE MOR0U COM O FERNANDO E DO QUAL O FERNANDO DIZ TER TOMADO A NAMORADA PQ NUMA NOITE O EVILASIO A MALTRATOU MUITO. COMO O APE ERA ALUGADO PELO FERNANDO ELE MANDOU EMBORA O EVISLASIO E FIKOU COM A NAMORADA DELE NO DIA SEGUINTE.

O FERNANDO NÃO DAVA MOLE.

BREVE FICHA DO F. GOULART. NOME COMPLETO

FERNANDO ANTONIO LEMOR GOULART.

PAIS.

JOÃO TORRES GOULART E EGLANTINA LEMOS GOULART.

NASCIDO EM 5.10.1948 EM PELOTAS, RIO G. DO SUL.

TRABALHOU NA ZH ONDE COMEÇOU - ACHO QUE TINHA FEITO ALGUMA COISA EM PELOTAS. MAS TENHO DUVIDAS.

FOI DA FOLHA DA TARDE. FOI PRESIDENTE DA ACEG.

FOI CHEFE DE IMPRENSA DA CMPA.

NO TEMPO DOS TURCOS DO IMPERIO OTOMANO.(lfzaCHIA)

E ERA MUITO LIGADO AO IBSEN PINHEIRO.

FICAVA NO FIM DOS ULTIMOS ANOS A MANHA INTEIRA NA J. DE ORNELLAS NUM BOTECO BEBEBDO COPOS E COPOS DE VODCA. DEVE TER ESGOTADO MUITAS GARRAFAS. TINHA 2 CACHORRINHOS QUE CHAMAVA DE ' TROSTSKY' E LENIN.

muitas x o acompanhei do bar até seu ape, onde íamos lembrando os velhos tempos de zh. apesar do tombo que o deixou com sequelas, sua memória ainda era boa.

VI APENAS UMA COROA DE FLORES CHGAR NO VELORIO DO SMIGUEL.ERAM DA ACEG QUE NÃO TINHA NEM O PERIODO EM QUE ELE FOI PRESIDENTE. LIGARAM PRO FLAVIO DUTRA, OUTRO EX PRES QUE TB NÃO SABIA.

- VOU OLÁ EU SABER DISTO, ME DISSE O FLAVIO, QUE FOI O INICO COLEGA QUE VI LÁ NO TEMPO QUE FIKEI NO CEMITE´RIO.

DEVEM TER IDO OUTROS. DEPOIS IIMAGINO.

DOIS ANOS ATRAS QUADO TEVEUMA FESTA DOS EX PRESIDENTE DA ACEG FERNANDO GOULART FOI LÁ.

DE HK

1

Milton SIMAS PRES DO SIND DOS JOR ENTROU EM FÉRIAS.

2.

ACEG JÁ CREDENCIOU 325 PRO JOGO DO GREMIO. VEM ATÉ A ITATIAIA DE BH.

3

MICHEL DA ACEG SE VIRA MAIS QUE BOLACHA EM BOCA DE VEIA PRA ATENDER TUDO.

4

NESTA HR VALE O CARTEIRAÇO. TEM GENTE QUE XEGA ENCIMA DA HR E QUER FALAR COM O VAZ, O PRESIDENTE. CARTEIRAÇO MEU

5.

TEM GENTE DA ARGENTINA PRO JOGO TB E MUITOS

6.
MAKIS OS PENETRAS DE SP.

7

O MUNDO É ESTE AI. NÃO OTRO.

FOI ELE QUEAPELIDOU O MILTON GALDINO DE XURRASQUINHO. TUDO PQ O MILTON FOI FAZER UMA MAT COM XURRASQUINHOS DO CENTRO QUE NG DAVA NADA E DEU CAPA.

-XURRASC0,XURRASCO GRITAVAM PRO VEIO. TODO MEITDO A GOSTOSO.

O LOKO DE VIAMÃO. JBMARÇAL TÁ MEIO NA CAPA DA GAITA. SAIU DO CONEIÇÃO,TÁ EM CASA MAGRINHO, MAGRINHO. DIZEM QUE É O PROXIMO PRA SUBIR. SERÁ???

RECLAMAM DO MEUBLGO DA ESCULHAMBAÇÃO MAS LEEM. ISTO QUE ME INTERESSA. ISTO É COMO EU. AXO UM PORRE O M....MAS OUÇO ELE. VOU OUVIR QUEM???

AVELINE VEIO ME ENCHER O SACO DE NOVO COM A ACEG. ELE N ENTENDE QUE EU NÃO VOU VOTAR NELE. ELE VAI TRANSFORMAR A ACEG NA SUCURSAL DA REVISTA DELE. EU FORA. AGORA SE FOR O ROGERIO NÃO SEI DAS QUANTAS O OUTRO VOU ANULAR O VOTO. O ROGERIO AMARAL AKELA NULIDADE

 

Globo age como uma organização criminosa

GROBO.GROBO...COMO TU TI IMPORTA COM AGROBO. É SO NÃO VER REKERN(OC) FAZ COMO EU NÃO TENHA TV.

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/11/16 11:22:11

Globo age como uma organização criminosa
Segundo a “Folha de S.Paulo”, o empresário argentino Alejandro Burazco afirmou em depoimento que a TV Globo, ao lado da mexicana Televisa e da empresa de marketing esportivo de que era diretor, a Torneos y Competencias, pagaram juntas US$ 15 milhões em propina ao ex-chefe do futebol argentino, Julio Humberto Grondona, pelos direitos de transmissão das Copas de 2026 e 2030. O dinheiro teria sido depositado num banco suíço e há documentação numa troca de e-mails entre o empresário e o chefe-administrativo de sua empresa, Eladio Rodríguez, sobre o detalhamento dos pagamentos a cartolas brasileiros. O diretor acuado era responsável pela aquisição dos eventos esportivos da Rede Globo nas últimas décadas, Marcelo Cam pos Pinto tinha procuração para negociar os contratos no Brasil e no exterior em nome da família Marinho, dona da emissora; o documento é datado de 12 de março de 2013. Segundo o PT a Globo age como uma organização criminosa.

 

Record bota lenha na fogueira da Globo

OLHA O BISPO, OLHA O BISPO(oc)

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/11/16 18:52:10

Record bota lenha na fogueira da Globo

 

Entrega de moradias beneficia 38 famílias em São Sepé

O secretário estadual de Obras, Saneamento e Habitação, Fabiano Pereira, participou, nesta quarta-feira (15), da solenidade de entrega de 38 unidades habitacionais a famílias de baixa renda na cidade de São Sepé, na região central do Estado. O empreendimento habitacional foi construído às margens da Avenida Ildefonso de Moraes, em parceria dos governos Federal, Estadual e Municipal, através do programa Minha Casa Minha Vida, destinados às famílias de baixa renda. O governo do Estado investiu R$ 150 mil no empreendimento habitacional.

Fabiano Pereira enfatizou a importância da união de esforços para a concretização do empreendimento. “Hoje é um dia feliz na vida de 38 famílias que estão recebendo as chaves de suas residências. Este ato faz parte de um nossos principais pilares, que é a politica habitacional. O governo do Estado é parceiro do município. Além do investimento em moradia, queremos iniciar em breve a aguardada barragem do ponto de captação da Corsan, demonstrando o compromisso com a população Sepeense”, destacou o secretário.

O prefeito de São Sepé, Leocarlos Gazzoni Girardello, ressaltou sobre os esforços do município. “A entrega das chaves às famílias representa o esforço e o trabalho do município em fazer com o que o sonho se tornasse realidade para as trinta e oito famílias. Trabalhamos incansavelmente para garantir o investimento e concluir as obras”, enfatizou.

Representando as famílias beneficiadas, o morador Sérgio Melgareco agradeceu o empenho das autoridades na concretização “desse sonho”, assim como na manutenção e cuidado com o novo espaço. Participaram da cerimônia vereadores, secretários municipais, representantes do Sicredi e lideranças comunitárias.

 

do Comunique-se

Colunista da IstoÉ afirma que “Lula deve morrer” e será processado pelo PT

Mario Vitor Rodrigues recebeu ameaças e resolveu deletar sua conta no Facebook

Texto do colunista Mario Vitor Rodrigues foi publicado pela IstoÉ na sexta-feira, 10

Na sexta-feira, 10, o jornalista Mario Vitor Rodrigues escreveu em seu espaço na IstoÉ que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve “morrer [politicamente] pelo bem do país”. Em pouco mais de cinco parágrafos, o comunicador afirma que o petista é visto por parte da sociedade como “prócer a ser seguido” e que por conseguir “liderar pesquisas e inspirar militantes Brasil afora”, deveria morrer. A opinião resultou em ameaça por parte de internautas e processo aberto pelo Partido dos Trabalhadores por incitação ao crime.

Ao longo do texto, o colunista Mario Vitor defende que o “folclore em torno de Lula precisa acabar” e que isso deve acontecer quando ele for derrotado nas urnas. “Na verdade, graças ao trabalho realizado pela Operação Lava-Jato, escancarando o aparelhamento do Estado e o sequestro da própria democracia brasileira pelo PT, nunca houve, desde 2002, momento tão propício para derrotar Lula em uma eleição”, escreveu. Para o articulista, “bom mesmo será ter a chance de ver Lula sucumbir politicamente”, sendo que só assim o “espantalho do mártir poderá ser sepultado de uma vez”.

Em nota, o Partido dos Trabalhadores considera que tanto o colunista quanto a revista IstoÉ ultrapassaram os “limites da venalidade e do jornalismo marrom que pratica”. “O conteúdo do artigo é mais do mesmo lixo propagandístico contra o ex-presidente Lula – calunioso, mentiroso e difamatório – que esta revista habitualmente publica”. Com base no título “Lula deve Morrer”, o partido acionou a justiça com base na artigo de incitação ao crime. “A Justiça será acionada para medidas cabíveis contra o medíocre autor do artigo e contra a revista que lhe deu guarida no ato criminoso”.

Em reportagem, o Brasil 247 noticia que o jornalista Mario Vitor Rodrigues pediu proteção policial após receber ameaças de assassinato por meio da internet. Com a situação, o comunicador resolveu deletar sua conta no Facebook e afirmou que “fanáticos” não sabem interpretar textos.

Escândalo da Fifa: furo do BuzzFeed faz TV Globo se defender em pleno ‘Jornal Nacional’


William Bonner leu nota do Grupo Globo se defendendo da acusação de pagar propina a dirigentes

BuzzFeed News divulga depoimento de delator que acusa a TV Globo de pagar propina. Canal, por sua vez, usa o ‘Jornal Nacional’ para dizer que é inocente

Conteúdo publicado em primeira mão pelo BuzzFeed News agitou a TV Globo. O site informou que a emissora foi acusada por delator do escândalo da Fifa de pagar propina a dirigentes. A ilegalidade estaria relacionada a compra de direitos de transmissão de eventos esportivos. Repercutida em portais da internet e outros canais de televisão, a notícia fez com que emissora usasse o seu principal telejornal para se defender. O caso ocupou quase seis minutos da edição desta terça-feira, 14, do ‘Jornal Nacional’.
A reportagem do BuzzFeed News

Divulgada no fim da tarde de terça-feira, a reportagem do BuzzFeed News gira em torno do depoimento empresário argentino Alejandro Burzaco à Justiça norte-americana. Delator do “escândalo da Fifa”, caso em que autoridades dos Estados Unidos investigam esquema de corrupção no futebol, ele acusou empresas de mídia de pagar propinas em negociações para obter direitos de transmissão de torneios como a Libertadores da América e a Copa Sulamericana. As duas competições são organizadas pela Confederação Sulamericana de Futebol (CSF ou Conmebol).

Assinado por Ken Bensinger e Alexandre Aragão, o conteúdo do BuzzFeed News informa que outros grupos de mídia foram mencionados por Burzaco. A matéria chega a citar Fox Sports (Estados Unidos), Televisa (México) e Traffic (Brasil). O foco da reportagem, contudo, é a menção à TV Globo. O título atenta ao suposto pagamento de propina por parte do canal. A linha fina garante ser a “primeira vez que a maior empresa de mídia brasileira é citada no caso”. No texto, o leitor fica sabendo que um ex-diretor do veículo mantinha “relação próxima” com Ricardo Teixeira.

Emissora dispensa diretor de esportes

O ex-executivo da TV Globo citado na reportagem do BuzzFeed News – e no depoimento de Burzaco – é Marcelo Campos Pinto. O delator argentino afirma que o então diretor da emissora teria acertado o pagamento de propina durante um jantar realizado em 2012. O evento teria ocorrido na Argentina com as presenças de José Maria Marin e Marco Polo Del Nero. Eles são, respectivamente, ex e atual presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Segundo a acusação, os dois dirigentes brasileiros seriam os beneficiários do pagamento fraudulento. Segundo o acusador do escândalo da Fifa, o esquema já existia, mas Ricardo Teixeira era o destinatário.

Cinco minutos e 58 segundos. Esse foi o tempo exato que a TV Globo usou de seu principal noticiário, o ‘Jornal Nacional’, para repercutir o depoimento de Alejandro Burzaco, o delator argentino do escândalo da Fifa, e, consequentemente, se defender da acusação de pagamento de propina. O canal reforçou que “não tolera” esse tipo de infrações. No ‘Jornal Nacional’ foi exibido trecho do diálogo do delator com o promotor norte-americano Samuel Nitze. Nele, Burzaco cita outras seis empresas. Fox Sports, Televisa, Media Pro (Espanha), Full Play (Argentina), Traffic e Grupo Clarín (Argentina) foram as companhias mencionadas. O delator garantiu que o Clarín foi o único da lista a não pagar propina.

Ainda sobre a pauta relacionada ao escândalo da Fifa exibida no ‘Jornal Nacional’, a TV Globo informou que Burzaco não deu detalhes da acusação contra a empresa. O canal disse em nota (reproduzida abaixo) que realizou investigação interna para apurar o caso que está na mira nas autoridades dos Estados Unidos. Segundo o próprio veículo, nada de irregular foi constatado.

Sobre o depoimento ocorrido em Nova York, no julgamento do caso Fifa pela Justiça dos Estados Unidos, o Grupo Globo afirma veementemente que não pratica nem tolera qualquer pagamento de propina. Esclarece que, após mais de dois anos de investigação, não é parte nos processos que correm na Justiça americana.

Em suas amplas investigações internas, apurou que jamais realizou pagamentos que não os previstos nos contratos.

O Grupo Globo se surpreende com o relato envolvendo o ex-diretor da Globo Marcelo Campos Pinto. A ser verdadeira a situação descrita, o Grupo Globo deseja esclarecer que Marcelo Campos Pinto, em apuração interna, assegurou que jamais negociou ou pagou propinas a quaisquer pessoas.
buzzfeed - globo - jornal nacional - fifa - delator - 3
Marcelo Campos Pinto [terceiro da esq. p/ dir,] ao lado de Ricardo Teixeira e J. Hawilla (Imagem: reprodução/Record TV)
O Grupo Globo se colocará plenamente à disposição das autoridades americanas para que tudo seja esclarecido. Para a Globo, isso é uma questão de honra. Os nossos princípios editoriais nem permitiriam que fosse diferente. Mas o Grupo Globo considera fundamental garantir aos leitores, aos ouvintes e aos espectadores que o noticiário a respeito será divulgado com a transparência que o jornalismo exige.

Réu confesso é “afiliado” da Globo

Em nenhum momento, o ‘Jornal Nacional’ citou que o assunto ganhou destaque na imprensa graças à reportagem do BuzzFeed. A TV Globo também não mencionou que o dono da Traffic, uma das empresas mencionadas por Alejandro Burzaco, é parceiro da emissora. Responsável pela empresa de marketing esportivo, José Hawilla também controla a TV Tem. Sediado em Sorocaba (SP), o canal é afiliado à Rede Globo. Na parceria, cabe à TV Tem exibir a programação da emissora nacional a quase metade territorial do interior paulista. Além da televisão, ele chegou a controlar a Rede Bom Dia de jornais e o Diário de S. Paulo.

TV Tem demite mais de 30 profissionais em reestruturação

No escândalo da Fifa investigado nos Estados Unidos, J. Hawilla, como é conhecido, é réu confesso. Na mira das investigações controladas pelo Ministério Público norte-americano e o FBI, a polícia federal do país, delatou dirigentes da CBF e fez acordo para devolver à Justiça local o equivalente a R$ 575 milhões – conforme reportagem especial de Jamil Chade para o Estadão em outubro de 2015. Fez acordo e não pode deixar os Estados Unidos sem liberação das autoridades. A trajetória do empresário corruptor será apresentada em livro escrito pelos jornalistas Allan de Abreu e Carlos Petrocilo, ambos do Diário da Região de São José do Rio Preto (SP). A obra, de título O Delator, deve ser lançada pela Editora Record em maio de 2018.

 

Wole Soyinka: informações sobre distribuição de senhas

A obra de um dos principais autores africanos da atualidade estará em destaque durante 63ª Feira do Livro de Porto Alegre. Nobel de Literatura em 1986, Wole Soyinka é tema de programação especial no último final de semana do evento, dias 18 e 19 de novembro.

No sábado, 18, às 15h30min, a escrita do autor nigeriano será analisada por Adriano Migliavacca na Sala Leste do Santander Cultural.

No mesmo dia, às 17h, um sarau vai homenagear o escritor e sua obra na Tenda de Pasárgada, com a participação de Eliane Marques, Lucia Bins Ely e Adriano Migliavacca.

No domingo, 19, o próprio autor participa de conferência às 10h30min no Theatro São Pedro, com tradução simultânea, e autografa “O Leão e a Joia” (Geração Editorial, 2012) ao meio-dia, no mesmo local.

Mas, atenção, são necessárias senhas para acessar a palestra. Elas podem ser retiradas no dia 18 de novembro, a partir das 10h, no Balcão de Informações da Feira do Livro, que fica ao lado da Praça de Autógrafos.

Em seguida, no mesmo dia 19, mas às 13h, na Tenda de Pasárgada, ocorre a apresentação da banda ?‘??´?`túrá (Afrca’nJazz), sob a direção do percussionista nigeriano Ìdòwú Akínrúlí, em homenagem ao escritor convidado.

A visita do autor à Feira do Livro é resultado de uma parceria entre Câmara Rio-Grandense do Livro e 11ª Bienal do Mercosul. Com o tema “O Triângulo do Atlântico”, o evento de artes visuais, que acontece no primeiro semestre de 2018, já promove iniciativas que abordam o encontro entre África, América e Europa.

Sobre o autor

Wole Soyinka nasceu em 13 de julho de 1934 em Abeokuta, próximo a Ibadan, no oeste da Nigéria. É autor de peças teatrais, romances e poemas, cuja qualidade lhe valeu o Nobel de Literatura em 1986: o primeiro africano a receber esse prêmio. Crítico incansável das ditaduras militares da Nigéria, teve de fugir algumas vezes do seu país; desde 1994, tem residido quase que exclusivamente nos Estados Unidos. Até hoje, continua a escrever e a criticar veementemente a corrupção e a opressão em cada canto de sua idolatrada África. Atualmente com 82 anos, Soinka foi preso na década de 1960 por tentar mediar a guerra civil nigeriana. Seu ativismo político persiste ainda hoje com suas denúncias ao grupo extremista islâmico Boko Haram – que alcançou o noticiário internacional em 2014 ao sequestrar mais de 260 meninas e utilizá-las como moeda de troca para exigir a libertação de milicianos presos, além de submetê-las a estupros e torturas.

 

Sexta-feira na Praça da Alfândega: fim de semana de encerramento da Feira

A última sexta-feira da 63ª Feira do Livro de Porto Alegre apresenta debates sobre arquitetura, terceira idade, saraus e mais. Confira.

15h

Arquiteturas de Porto Alegre – Um Guia Sala Oeste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028

Panorama do patrimônio arquitetônico de Porto Alegre, registrando os exemplares mais representativos que ilustram a evolução da cidade – desde a sua origem até aos dias atuais. Com Wlademir Roman e Rodrigo Poltosi.

15h Observando as condições sociais da população idosa de Porto Alegre

Auditório Barbosa Lessa – Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – Rua dos Andradas, 1223

Conhecer melhor a realidade social da população idosa da cidade é o objetivo deste encontro. Informações socioeconômicas, estudos e pesquisas consolidados sobre o tema tendem a gerar mais autonomia para gestores e entidades empreenderem novas iniciativas na qualificação e melhoria de condições de vida na terceira idade. Com Liane Rose Reis Garcia Bayard das Neves Germano, Rodrigo Rangel, Conselho Municipal do Idoso/SMRI e Coordenadoria do Idoso/SMDES.

16h30min

A África e o sistema-mundo

Auditório Barbosa Lessa – Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – Rua dos Andradas, 1223

Com Analúcia Danilevicz Pereira, Luiz Dario Teixeira Ribeiro e André Reis da Silva.

17h Sarau Diversidade (RBS TV)

Tenda de Pasárgada – Praça da Alfândega, diante do Memorial do RS

Literatura, poesia e bate papo sobre diferentes culturas e movimentos sociais. Encerramento especial com uma edição do Slam Chamego.

20h - 21h

Sarau Elétrico com Kátia Suman, Luis Augusto Fischer e Diego Grando Teatro Carlos Urbim – Entre o Margs e o Memorial do Rio Grande do Sul

Agendamento escolar para Educação de Jovens e Adultos – EJA: visitacaoescolar@camaradolivro.com.br

18h

O Último Kibutz, entre a ficção e a realidade

Sala Oeste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028

Dez anos depois de viver no kibutz que se tornou cenário de seu primeiro romance, a autora discute os limites da realidade nessa obra de auto-ficção. Sabrina Abreu, Cíntia Moscovich e Jorge Ignacio Szewkies.

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo Sábado

N?o próximo Sábado dia 18/11/2017 as 10:15 na Sala Multiuso (Santander Cultural) assistiremos ao filme ?"Stromboli" (Stromboli, terra di Dio - 1950). Na Itália, após o fim da 2ª Guerra Mundial, Karen (Ingrid Bergman), uma lituana, se casa com um pescador, Antonio (Mario Vitale), para deixar de viver em Farfa, um campo de concentração, pois não conseguiu um visto de emigração para a Argentina. Porém a vida na aldeia de Antonio, que fica numa ilha no Mediterrâneo aos pés do vulcão Stromboli, é bastante dura. Karen não consegue se acostumar a isto, fazendo-a entrar em conflito com o marido e a população local.

 

Cinemateca Paulo Amorim - PROGRAMAÇÃO DE 16 A 22 DE NOVEMBRO DE 2017

SEGUNDA-FEIRA NÃO HÁ SESSÕES

SALA 1 / PAULO AMORIM

15h30 – LADY MACBETH

(Inglaterra, 2017, 90min). Direção de William Oldroyd, com Florence Pugh, Cosmo Jarvis, Naomi Ackie. California Filmes, 14 anos. Drama.

Sinopse: Katherine é uma jovem determinada que vive presa a um casamento de conveniências no interior da Inglaterra, em fins do século XIX. Com a indiferença do marido e a solidão dos longos dias, Katherine encontra paixão e diversão nos braços de um empregado da fazenda – mas isso terá consequências trágicas. O filme é uma adaptação do romance "Lady Macbeth do Distrito de Mtsensk", do escritor russo Nikolai Leskov.

17h15 – RODIN

(França, 2017, 120min). Direção de Jacques Doillon, com Vincent Lindon, Izïa Higelin, Séverine Caneele. Mares Filmes, 14 anos. Drama.

Sinopse: O filme acompanha o processo de trabalho do escultor Auguste Rodin no período entre 1880 e 1890, quando ele criou obras famosas como a Porta do Inferno, inspirada na “Divina Comédia”, de Dante, e também o Monumento a Balzac. A trama mostra também o início do romance com sua aluna Camille Claudel e os conflitos com Rose, sua companheira de anos e mãe de seu filho.

19h30 – O MELHOR PROFESSOR DA MINHA VIDA

(Les Grands Esprits - França, 2017, 105min) Direção de Olivier Ayache-Vidal, com Denis Podalydès, Léa Drucker, Zineb Triki. Imovision, 12 anos, Comédia dramática.

Sinopse: François Foucault dá aulas no prestigiado Liceu Henri IV, perto do Panthéon de Paris. Até que um dia, seduzido por uma proposta tentadora, ele aceita ser transferido para uma escola no subúrbio da capital francesa, onde a realidade é bem diferente ­­- mas as lições de vida serão inesquecíveis.

SALA 2/ EDUARDO HIRTZ

15h – INVISÍVEL

(Invisible - Argentina/Brasil, 2017, 90min). Direção de Pablo Giorgelli, com Mora Arenillas, Mara Bestelli e Agustina Fernandez. Vitrine Filmes, 16 anos. Drama.

Sinopse: Aos 17 anos, a jovem Ely vive na periferia de Buenos Aires e tem uma rotina difícil: a mãe está depressiva, a escola não é atrativa e o trabalho numa pet shop garante um salário básico. Para piorar, Ely descobre que está grávida de seu chefe e resolve fazer um aborto.

16h45 – GABRIEL E A MONTANHA

(Brasil, 2017, 130min). Direção de Fellipe Barbosa, com João Pedro Zappa e Caroline Abras. Bretz Filmes, 14 anos. Drama.

Sinopse: O carioca Gabriel Buchmann tinha 28 anos e um mestrado em Economia quando resolveu viajar pelas regiões mais pobres da África, com o objetivo de se preparar para um Doutorado. Ele morreu numa escalada no Malawi, mas deixou um roteiro emocionado de descobertas e amizades - que o diretor Felipe Barbosa recupera em detalhes neste filme, incluindo as roupas que o amigo usou na viagem. O longa ganhou um prêmio no Festival de Cannes para o lançamento na França, onde já foi visto por mai s de 70 mil espectadores.

19h15 – CENTRAL

(Brasil, 90min, 2017). Documentário de Tatiana Sager. 14 anos

Sinopse: Baseado no livro "Falange Gaúcha", do jornalista Renato Dornelles, o filme mostra a realidade do Presídio Central de Porto Alegre, que já foi considerado o pior cárcere do Brasil. A partir de depoimentos de policiais, representantes do judiciário, de presos e seus familiares, o filme mostra uma realidade que passa por galerias superlotadas, o controle das facções (inclusive financeiro) e as decisões governamentais para evitar tragédias.

SALA 3 / NORBERTO LUBISCO

15h15 – COMO NOSSOS PAIS

(Brasil, 2017, 100min). Direção de Lais Bodanzky, com Maria Ribeiro, Paulo Vilhena, Clarice Abujamra. Imovision, 14 anos. Drama.

Sinopse: Rosa vive um cotidiano típico da mulher contemporânea: cuida da casa e das duas filhas, o marido não é muito presente, ela tem um trabalho do qual não gosta e a relação com a mãe não é das melhores. Num momento crucial da sua vida, ela precisa rever todas as suas certezas.

* não haverá sessões no sábado e domingo (dias 18 e 19).

15h15 – O HOMEM DA LUA (Sessão Pais e Filhos)

(Moon Man - França/Alemanha, 2012, 100min). Animação de Stephan Schesch e Sarah Clara Weber. Livre. Apoio: E O Vîdeo Levou. Exibição em DVD. R$ 4,00.

Sinopse: Cansado da solidão, o Homem da Lua decide fazer um passeio pela Terra. Mas os governantes acreditam que ele seja um invasor e o Homem da Lua vai precisar da ajuda das crianças para se salvar.

* sessões somente na sábado e domingo (dias 18 e 19).

17h15 – A VIAGEM DE FANNY

(Le voyage de Fanny - França, 2016, 95min). Direção de Lola Doillon, com Cécile de France, Léonie Souchaud, Fantine Harduin. Mares Filmes, 12 anos. Drama.

Sinopse: Um grupo de crianças judias resolve fugir para um lugar seguro diante das ameaças nazista. Fanny, de 12 anos, lidera os pequenos nesta aventura. Baseado na autobiografia de Fanny Bel-Ami.

19h – A TERRA VERMELHA

(La Tierra Roja - Bélgica/Brasil/Argentina, 100min, 2016). Direção de Diego Martinez Vignatti, com Geert Van Rampelberg e Eugenia Ramírez Miori. Imovision, 14 anos. Drama.

Sinopse: A questão ecológica serve de pano de fundo para a trama, que coloca em lados opostos um casal apaixonado: Pierre é um imigrante belga que comanda a indústria de papel numa cidade do interior da Argentina, enquanto Ana é uma professora dedicada do vilarejo e ciente dos males que o uso dos agrotóxicos causa na população.


16 de novembro de 2017

CORSAN

N PODE SER PRIVATIZADA DE UMA X SO. NO GOV OLIVIO FOI FEITO O SEGUINTE. CADA CIDADE TEM UM CONTRATO PROPRIO COM A EMPRESA. ENTÃO É PRIVATIAZAÇÃO DE CADA MUNICIPIO. NÃO DE UMA SENTADA SO.

AGORA VÃO XUPAR MINHA NOTICIA E NÃO VAO DAR CREDITO. JÁ TOU ACOSTUMADO.

 

de sb

ALENCAR PREPARANDO A BOIA DE DOM NA CASA DO RAMÃO

a boia de dom no ramão. tri bom. mas o vagal n me mexe + o genro é que faz tudo.

 

Coleguinhas

ANDRE PERERIA TRABALHA COM O DEP ADÃO VILLAVERDE. TODO MUNDO SB DISTO.

N CONHECIA O LADO SINDICAL DO ANDRE. COMO REPORTER SP FOI BOM.

*

QTO A NÃO PAGAREM OS DIRETOS TRABALHSITAS. A FOFOCA JÁ CORRIA SOLTA PELO PREDIO DO SINDDI. É QUE A FAXI QUE FOI DEMITIDA FIKOU LA TRABALHANDO. AINDA BEM. SENÃO TAVA NA RUA DA AMARGURA TOTAL.

*

AGORA É XATO SIND NÃO PAGAR DIREITOS. É COMO O PT. PREGAVA MORAL E ETICA E no poder foi o que se viu....

M;.AXA QUE ANA AMELIA TÁ ELEITA. HÁ CONTROVERSIAS.

publiquei a nota da oposição sindi dos jor pq não há nenhuma baxaria. e conheço todos menos alguns ...não há difamação contra eles. alguns até são competentes como repórteres. o Jorge, a marcia e o andre. os demais não conheço seu trabalho. a vera tb conheço.

O NEGOCIO DO WWAACK NO PREJU É QUE ACABARAM A TETA DAS PALESTRAS. ISTO VIRUO UM PICARETYAGEM DESTA GENTE. FKAM FAMOSOS E GANHAM GRANA NAS PALESTRAS. DEPOIS SE AXAM COM AUTORIDADE DE CRITICAR O LULA.

BICUDO ME PEDIU UM LIVRO DO MAO. AGORA ELE VIROU DA LINHA XINESA. SP PENSEI QUE GOSTASSE DE GRANA JÁ QUE É UM BOM BURGUES. TEM PRAIA NO SANTINHO.
O RESTO É TEATRINHO PRA EMGANBELAR BOBOS.

andre pereira qdo chefe da com da alrs quis acabar com a salinha jcterlera. plantou uma nota na col da zh xamando akilo de sla de luxo. so pq tinha cafezinho. radiciais s sp assim(OC)

ANDRE PEREIRA X SALINHA JCTERLERA

QDO XEFIAVA A CSALR,ANDRE MANDOU ,OU QUERIA FEXAR A SALINHA COMO ERA XAMADA. ALI MORGAVAM JORNALISTAS, BLOGEIROS, ALGUNS FALSÁRIOS QUE A FREQUENTAVAM. SEI DISTO PQ FIKEI MUITOS ANOS INDO DIARIAMENTE LA.

UM DOS FALSÁRIOS ERA ATÉ VENDEDOR DE ANUNCIOS DE UMA REVISTA XIC,SEGUNDO ELE. OS COLEGAS TEMIAM QUE A POLICIA BATESSE LÁ E QUE FOSSE QUEIMAR O NOSSO FILME, DIGO DA SALINHA.

MAS N SEI QUEM ENXEU OS OVIDOS DO ANDRE PRA FRECHAR A SALINHA. ELA ERA OBRA DO PP, DA VEIA ARENA, DA DITADURA.

ANDRE PLANTOU UMA NOTA NA PAG 10 DA ZH - QUE O PT NÃO GOSTA, MAS USA,QUANDO LHE CONVEM - DIZEND O MAIS OU MENOS. A SALA É UM CIBER DE LUXO,T EM CAFEZINHO,FONE,SEC E CAFEZINHO E XAZINHO E BOLACHINHA. ERA DIGAMOS MEIA VERDADE.

ALGUNS ABUSAVAM NAS LIGAÇÕES, CONCORDO.MAS EU NÃO TAVA AI PRA ISTO.

A NOTA NA ZH DENEGRINDO,DIGAMOS A TAL SALA DE LUXO, OU CIBER DE LUXO, SAIU NUMA 2. ROMANO DO PP SAIU A KATA DE DEP DO SEU PARTIDO PRA SEGURAR A TAL SALINHA. E AKABOU SEGURANDO. N FEXOU MAS BATEU NO POSTE.

AGORA AXO QUE ELA NEM MAIS EXISTE.TERLERA DIZIA QUE A OBRA ER4A UMA UNANIMIDADE DOS DEPUTADOS DA ALRS.

 

DA FERA

BICUDO ENCONTRA O KANNY BRAGA NUMA BARRACA.

- LIGO PRA TUA CASA E SP DIZEM QUE ESTAS NA FERA???

- KENNY NÃO RESPONDE.

DEPOIS PRA VARIAR FORAM PUM BOTECO.TOMAR GUARANÁ

ENCONTRO O S BECKER NA FERA.

- N DEXO TEU LIVROS NA ARI?

- AKILO LÁ É DEPOSITO DE EDITORA FALIDA.

TOINGO. AXO QUE FALAVA DO BICUDO

COM MUITA SORTE ENCONTREI NA TRAÇA DA FERA O LIVRO DO LFV SOBRE O INTER. NUNCA RI TT NA VIDA COMO LENDO AKELE LIVRINHO. MER ROUBARAM AG AX OTRO EX. PAGUEI 1O CONTO

SURRA NA MARIA TERESA???

UMA SENHORA FOI COMPRAR O LIVRO DO FILHO DO JANGO. E COMENTAVA COM UMA AMIGA:

A PRIMEIRA PLA´STICA ELA FEZ DEPOIS DE UMA SURRA QUE O JANGO DEU NELA...
IH QUATA FOFOCA.....PARECE SÃO BORJA

jango

é muito ruim o livro do filho do jango. parece escrito por alguém do sexo feminino. tudo ti ti ti.parece a contigo. livro bom é do filho do tio briza.

 

Futebol

POKINHO O FUT DO GREMINHO HJ NA ARENA. ANSIM AXO QUE O LANUS NOS PAPA.OU MELHORA MUITO

 

Faça um passeio virtual em 360º pela Feira!

Já está disponível no YouTube a tour virtual imersiva da 63ª Feira do Livro de Porto Alegre. O público pode agora curtir o evento por uma perspectiva até então inédita: a da experiência de imersão virtual total pelas bancas da Feira e espaços de programação, como o Teatro Carlos Urbim e o QG dos Pitocos. — O áudio Ambisonic e o vídeo 360 compõem a realidade virtual de forma que, juntos, proporcionam a sensação de imersão total. Somos uma das poucas empresas no Brasil que trabalha com a tecnologia de áudio espacial — explica Luiz Lau, diretor da Acena360, empresa especializada em conteúdo imersivo.

Confira o vídeo aqui e passeie pela Feira do Livro de Porto Alegre!

O equipamento utilizado é discreto: dois tripés, um para a câmara, outro para o microfone, o que permite que a captação ocorra no meio do público, muitas vezes sem ser percebido pelas pessoas ao redor.

A iniciativa reforça a aproximação da Feira do Livro de Porto Alegre com a tecnologia, que neste ano é marcada também pela estreia do Game da Feira e do Espaço do Conhecimento Petrobras, com sua extensa programação voltada à intersecção entre cultura, literatura e tecnologias. Saiba mais sobre a Acena360.

 

A literatura do RS, a diáspora italiana as desigualdades do Brasil em debate

Nesta quinta-feira, 16 de novembro, a Feira joga luzes sobre a história dos imigrantes italianos que buscaram melhor qualidade de vida na América do Sul e as desigualdades brasileiras que empurram milhões de brasileiros para linha abaixo da linha pobreza. Confira outros destaques:

ACADEMIA RIO-GRANDENSE DE LETRAS

14h30min

Seminário da Academia Rio-Grandense de Letras: a literatura infanto-juvenil gaúcha

Sala O Retrato – Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – Rua dos Andradas, 1223

Os paradigmas e os desafios de escrever para crianças e jovens ontem e hoje. Com Marô Barbieri e Jane Tutikian (patrona da Feira de 2011) e mediação do patronável Caio Riter.

15h30min

Seminário da Academia Rio-Grandense de Letras: 170 anos do livro “A divina pastora” e o panorama do romance gaúcho

Sala O Retrato – Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – Rua dos Andradas, 1223

Visando a aprofundar entendimento sobre a produção literária de nosso estado, os participantes resgatam o livro pioneiro do gênero romanesco no RS e debatem a evolução do nosso romance. Com Waldomiro Manfroi e Rafael Bán Jacobsen.

DESIGUALDADES

15h

Em alto mar

Sala Oeste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028

Sucesso da literatura europeia lançado em 1889, “Em Alto-Mar” (Sull’Oceano, no original italiano), de Edmondo De Amicis, narra a travessia de 1.600 emigrantes da então recém-unificada Itália em busca de melhores condições de vida na América do Sul. Debate sobre o livro com a tradutora e curadora Adriana Marcolini, mediado por Antonio Ruggiero.

17h

A distância que nos une

Sala Leste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028

Mais de 16 milhões de brasileiros ainda vivem abaixo da linha da pobreza, apesar de todos os esforços feitos nos últimos anos para enfrentar o problema. Saímos recentemente do Mapa da Fome e retiramos milhões da miséria, mas os ricos continuaram concentrando riqueza. Está mais do que na hora de enfrentarmos a questão com seriedade, urgência e determinação. É o que propõe o novo relatório “A distância que nos une – um retrato das desigualdades brasileiras”, da Oxfam Brasil. O documento apresenta dados sobre a desigualdade socioeconômica brasileira e os caminhos possíveis para se ter um país mais justo e livre de tantos desequilíbrios sociais. Com Katia Maia.

OUTROS DESTAQUES

16h30min

Quatro Contos de Boxe

Auditório Barbosa Lessa – Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – Rua dos Andradas, 1223

O fascínio da literatura pelo mundo das lutas. Com Flávio Ilha e Gabriela Silva.

18h

ARI entrevista Luis Fernando Verissimo

Auditório Barbosa Lessa – Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – Rua dos Andradas, 1223

Talk show com Luis Fernando Verissimo (patrono de 1991), com presenças de Luís Augusto Fischer (patrono de 2013), Antônio Goulart e mediação de Rosane de Oliveira.

18h30min

A poética de Antonin Artaud, um visionário entre guerras (Jeudi de l´histoire)

Sala Leste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028

O escritor francês Antonin Artaud, sua escrita poética, sua proposta de teatro e sua trajetória desde o surrealismo. Com Paulina Nóbilos.

 

do Comunique-se

EBC congela salários e funcionários entram em greve


Jornalistas da EBC estão em greve (Imagem: Reprodução/Facebook/Roberto Claro)

Empresa Brasil de Comunicação recusa proposta dos empregados, que decidem paralisar as atividades

Os trabalhadores da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) estão em greve. A decisão foi tomada na última semana, mas a paralisação só começou na madrugada desta terça-feira, 14. Os sindicatos do Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) e no Distrito Federal (SJPDF) informaram que a medida é um protesto contra o congelamento dos salários, que correm o risco de ter 0% de reajuste, e a retirada de direitos do acordo coletivo.

Segundo as informações, a greve tem apoio dos colaboradores das praças de São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Maranhão. Na assembleia nacional da campanha salarial realizada na sexta-feira, 10, mais de 260 votaram a favor da greve, 14 apoiaram nova assembleia e nove abstenções. A movimentação acontece após o pedido dos empregados para que o salário seja reajustado em 4% para repor a inflação dos dois últimos anos.

A EBC, por outro lado, insiste que a proposta é manter os valores como estão. Além disso, a direção da empresa quer retirar direitos como o vale cesta-alimentação (pago em dezembro e junho), a garantia de translado aos trabalhadores por questões de segurança, a complementação de auxílio previdenciário, a realização de homologações das rescisões de contrato nos sindicatos, o vale-cultura, a multa pelo descumprimento do acordo coletivo e até o fim do quinquênio para os que ingressarem na empresa.

“A direção da EBC mostra sua total intransigência. Não há negociação, só imposição de retirada de benefícios e direitos. Só a mobilização dos trabalhadores pode mudar essa situação”, afirma o coordenador do SJPDF, Gésio Passos.

A reportagem do Portal Comunique-se entrou em contato com a EBC, que afirmou que a direção da empresa “mantém o firme propósito de negociar o Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2018 com as entidades representativas dos profissionais. Para tanto, prorrogou por um mês o acordo anterior, extinto no dia 31 de outubro, e segue cumprindo o cronograma de reuniões definido com as entidades sindicais”. A EBC explica que 56 das 71 cláusulas já foram negociadas e que, com relação ao congelamento dos salários, a empresa dependente do Tesouro Nacional e segue limites impostos pelas dificuldades orçamentárias decorrentes da crise econômica que afeta o país.

“É importante esclarecer que o acordo 2017/2018 deverá se adequar à legislação trabalhista em vigor desde sábado, 11 de novembro. A realização de homologações das rescisões de contrato nos sindicatos, por exemplo, perdeu a obrigatoriedade, assim como o desconto referente a um dia do salário dos empregados como contribuição assistencial para os sindicatos. Os demais itens levantados pelos empregados ainda estão em negociação. A empresa está determinada a manter o diálogo e conta com o empenho de todas as partes para alcançar o entendimento”, finaliza a EBC na nota.
Excelência na EBC?

Na última semana, a Agência Brasil veiculou reportagem na qual a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) aparece entre as melhores empresas públicas da administração federal, segundo avaliação feita pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. O texto afirma que a certificação é sinônimo de selo de qualidade de gestão e leva em consideração indicadores de governança. No total, 48 empresas foram avaliadas, sendo que a EBC ficou na 12ª posição.

“O objetivo do estudo do Ministério do Planejamento é apoiar e promover iniciativas para que todas as empresas possam atingir integralmente a Lei nº 13.303 de 2016, conhecida como Lei das Estatais. Para isso, a Secretaria da Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST) aplicou metodologia de acompanhamento baseada em três dimensões: Gestão, Controle e Auditoria; Transparência das Informações; e Conselhos, Comitês e Diretoria. Com os dados, foram aferidas notas que classificam e certificam as empresas estatais em um dos quatro Níveis de Governança (IG-SEST)”, explica a reportagem.


15 de novembro de 2017

FRASE DO DIA.

ATENÇÃO DAKI A POUCO SESSÃO COLETIVA DE AUTOGRAFOS DE VARIOS AUTORES.

DA CLEA MOTTI, A VOZ DO POSTE. KKKKK

 

RONDA DA CITI

É MUITO RUIM A SAUDE DO HOSP BENF PORTUGUESA. UM JORNALISTA QUE TRABALHOU LÁ, O MATICO, PEGOU A METADE DA GRANA QUE TINHA A RECEBER. O RESTO FOI PRO SACO.

TEM AINDA 3, OU 4 PACIENTES.

0 BENEF PORT TINHA 150 ANOS. grana que teria entrado lá sumiu....má gestão ou má fe mesmo

matico

pediu pra não dar uma nota que ele contou. so não dou pq ele contou muito mal e inacabado.

nestahr me lembro do falecido coelho.qdo contavam e ele não sabia, ele prometia não dar. depois sp dava.

- contigo não dá mesmo,reclamva lauro xirmer pra ele.

AU REVOIR

MATICO,OUTRORA OMAR DE BARROS F, EMBARCA NESTA 5 PRA ITALIA.

NA VOLTA DEVE ESTREAR SEU FILME SOBRE A PALESTINA.

 

DE SB

O INDIO

O RAMÃO É UM KARA DE SORTE. EU DEI AKELE LIVRINHO DELE SEM PRETENSÃO E O GOULART PUBLIKO NO ALMANAQUE. AI O CARA DE UMA EDITORA, O IVO, VIU E MANDOU EIDTIR E DE NOVO. ARRUMOU UM TROXA PRA PAGAR. AGORA VIROU BEST SELLER. TODO MUNDO COMRPA.

CHERINI É QUE PODE

NO PDT NG MAIS TEM BOQUINHA FEDERAL. QUEM DÁ BOKINHA HJ É O CHERINI,VIA FARELO QUE SI MANDOU PRA LÁ. FARELO SO NÃO PeGOU UMA BOKINHA DE 7 MIL DOLARES NA PONTE PQ NÃO TEM CURSO SUPERIOR, MAS INDICOU UM AD OGADO PRA LÁ. QUE DIZEM NÃO PASSOU NA OAB.

RAMAO AGUILAR NEM MAIS O XURA FAZ AOS DOM. TERCEIRIZOU PRO GENRO RAFAEL. E AXO QUE ELE TB PAGA TUDO.

QUI ARRIADO. EO ALENCAR, GORDO COMO UMA PORKA, SO XEGA PRA COMER. DEPOIS VAI DORMIR E LARGA O FILHO PEQUENO PRA MAE. QUE GENTE ARRIADA.

J TOU COM SAUDADE DOS PASSARINHOS DO PATIO DO SEO VANACI DE SB

FIKAVA LENDO NOS FUNDOS COM UM BANDO DE POMBA E SABIA VINDO COMER NA LATINHA

O ROQUE FELTRIN SO TEM A KARA DE PADRE. MAS É ESPERTO.

UM ANO ATRÁS FEZ UM LIVRO SOBRE EMPRESARIOS. NA FRENTE DE TODOS O CELSO RIGO.

- ELE QUER SER VICE DO BONOTTO, DISSE ISRAEL LOPES PRO RAMÃO AGUILAR.

HJ ROQUE É VICE. OS DEMAIS TÁO XUPANDO O BICO.

n existe meio t ermo. ou tu ér peorter ou tu é facao. no meu caso sp fui repórter. sei disto. ng precisa me dizer.

um rep que eu respeito em sb é o prato fino.

tem mais a ver com CASTELHANOS QUE COM NOS DAKI. ELES OUVEM MAIS AS RADIA PARAGUAIA E ARGENTINA.

 

Diretoria do Sindicato dos Jornalistas - Demite funcionários e não pagam seus direitos trabalhistas

De: Irresponsáveis Inaptos
Data: 14/11/2017 17h32min44s UTC

Grupo de oposição solidário com os funcionários demitidos do Sindicato.

 

Começa o julgamento da corrupção da Globo nos Estados Unidos

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/11/14 18:30:59

Começa o julgamento da corrupção da Globo nos Estados Unidos
Ken Bensinger jornalista do BuzzFeed informa que começou na terça-feira, no Brooklin, Nova York, o julgamento do caso de corrupção em massa na FIFA. A testemunha-chave, o ítalo-argentino Alejandro Burzaco, declarou que seis empresas de mídia pagaram subornos por direitos do futebol. As empresas são a Fox Sports, a Televisa, Media Pro, Full Play, Traffic e TV Globo. A Globo entra, portanto duas vezes, através da Traffic e de forma direta. O efeito bumerangue do golpe está atingindo toda direita brasileira, mais uma vez os crimes da Rede Globo são denunciados a justiça. E o Moro vai lá receber prêmios.

 

BERÇO DA IMIGRAÇÃO ITALIANA NO BRASIL: Novamente Colônia Nova Itália

De: "Paulo Vendelino Kons"
Enviada: 2017/11/14 20:32:34

BERÇO DA IMIGRAÇÃO ITALIANA NO BRASIL:

Novamente Colônia Nova Itália



Marcando um ano da visita do Príncipe D. Bertrand de Orleans e Bragança ao berço da imigração italiana no Brasil, a Câmara Municipal de São João Batista aprovou, na noite de ontem (segunda-feira, 13/11), em segunda votação e por unanimidade, o projeto de lei nº. 12/2017, que restitui a denomina&cce dil;ão original Colônia Nova Itália, adotada há mais de 181 anos, ao hoje bairro Colônia.

A aprovação foi antecedida por Audiência Pública na noite de segunda-feira, 06, no salão de festas da Igreja São José, no bairro Colônia. Realizada pela Comissão de Constituição e Legislação e Redação da Câmara Municipal, tinha como objetivo consultar a comunidade acerca do projeto de lei número 12/2017, de autoria dos vereadores Almir Peixer e Leoncio Paulo Cypriani, que estabelecia o retorno denominação original Colônia Nova Itália. O prazo para a sanção da lei é de 15 dias, a contar do recebimento pelo Prefeito do texto aprovado pelos vereadores.

Além da presença de todos os vereadores, participaram da Audiência Pública o prefeito Daniel Cândido, o promotor de justiça Nilton Exterkoetter e inúmeras outras autoridades, além dos principais veículos de comunicação e grande afluxo de moradores e visitantes. Após membros da comunidade externarem dúvidas e realizarem questionamentos sobre as consequências da mudança, a iniciativa recebeu o aval unânime dos participantes.

I Festejos da ADANPIB
Na organização da visita do bisneto da Princesa Isabel à Colônia, marcando os 180 anos da imigração italiana no Brasil, foram lançadas as sementes, nas terras férteis do médio Vale do Rio “Tijucas Grande”, da Associação dos Descendentes e Amigos do Núcleo Pioneiro da Imigração Italiana no Brasil - ADANPIB, organização que hoje possui o Príncipe Dom Bertrand como seu patrono.
Fundada na assembleia realizada em 11 de março de 2017, no salão de festas da Comunidade São José, em Colônia, com a participação das principais autoridades de São João Batista, do bispo Dom Vitus Schlickmann, do corregedor-geral do Ministério Público, Gilberto Callado de Oliveira, e do Príncipe Dom Bertrand, a ADANPIB tem por objetivo geral o “resgate e a preservação da história, da cultura e da fé trazida pelos imigrantes italianos pioneiros no Brasil, que fundaram a Colônia Nova Itália, o pioneiro núcleo de italianos em terras brasileiras, no mês de março do ano da graça do Senhor de 1836, e a maior integra ção entre descendentes e amigos da comunidade”.
Desde sua fundação, ministradas pelo professor Juliano Mazzola, semanalmente é ofertado curso de língua italiana na sede da comunidade.
Sob a presidência de José Sardo, foram realizados os primeiros festejos, no último domingo (12/11). Descendente direto dos pioneiros, padre Mário Peixe – SCJ presidiu a Santa Missa, iniciada às 10h, com a Igreja São José lotada.
O Ato Cívico iniciou às 11h20min e foi prestigiado pelas principais autoridades municipais e pelo deputado Altair Silva, representando a Assembleia Legislativa.
Após a bênção dos alimentos, foi servido o almoço típico para 500 pessoas. À tarde, além do café, as apresentações culturais. As crianças empolgaram o grande público com a dança típica italiana. E o show do cantor de música italiana Valmir Bertotti, encerrou as apresentações.
Na abertura do Ato Cívico, o historiador Paulo Vendelino Kons, emocionado, declarou que “urge voltarmos nosso olhar, com conhecimento e amor, e passarmos das palavras para a ação, com garra e determinação. A partir do planejamento estratégico, tático e operacional, promovermos a justa celebração do bicentenário da imigração italiana no Brasil, que teve seu início aqui, neste médio vale do Rio “Tijucas-grande”, no ano da graça do Senhor de 1836”. O historiador fez memória dos antepassados e lembrou que “a nossa pioneira Colônia Nova Itália foi instalada com a chegada de 132 imigrantes católicos do Reino da Sardenha, precursor do Reino de Itália, quando o gentílico sardo passou a ser italiano, juntamente com 16 famílias nacionais. E assim a celebração à altura desse acontecimento permitirá não apenas uma reflexão sobre o passado, mas a possibilidade de reformulação do futuro, com a graça de Deus”, finalizou Paulo Kons.

Dona Dinha
No limiar de completar 105 anos, em 12 de abril próximo, dona Bernardina Angeli Fagundes - Dinha, filha do imigrante italiano Agostinho Angeli e de Maria Augusta Pera Angeli, foi alvo da atenção e do carinho dos participantes dos festejos. Pelos dirigentes da ADANPIB, Helio Paulo Sartori e José Sardo, foi homenageada ao final da Santa Missa.
Dona Dinha estava muito faceira, pois estava empregada novamente. A mais ilustre moradora da Colônia Nova Itália, aos 104 anos, andava à procura de um novo trabalho, após a morte de seu antigo patrão, que trazia estopa de Porto Belo para dona Dinha costurar em casa, juntamente com sua filha Terezinha, de 70 anos.

Acostumada com o trabalho na roça desde menina, dona Dinha, estava triste por estar “desempregada”. Tudo começou a mudar quando dona Dinha contou sua história ao Secretário de Desenvolvimento de São João Batista, Plácido Vargas, que postou em rede social a situação da venerenda senhora, que alcançou grande repercussão, que chegou ao conhecimento de um filho do ex-patrão de dona Dinha, que retomou a prática do pai e passou novamente a fornecer as estopas ontem, no mesmo dia em que a Câmara aprovou a retomada da denominação original Colônia Nova Itália.

 

do Espaço Vital

Jornalista escreve, em artigo, que “Lula deve morrer”

Artigo publicado pela revista IstoÉ, desta semana, assinado pelo jornalista Mario Vitor Rodrigues, afirma que “pelo bem do País, Lula deve morrer”.

Outra passagem do texto assevera que “o personagem político persiste em sua sanha pelo poder, mesmo após ter comandado o esquema de corrupção mais perverso na história da República”.

“Pelo bem do País, Lula deve morrer. Eis uma verdade incontestável. Digo, se Luiz Inácio ainda é encarado por boa parte da sociedade como o prócer a ser seguido, se continua sendo capaz de liderar pesquisas e inspirar militantes Brasil afora, então Lula precisa morrer.

Não entenderam?

Eu explico: enquanto o cidadão não passa de um arrivista que levou a vida esgueirando-se dos desafios para pinçar oportunidades, o mito, para alcançar seus objetivos, ainda é capaz de sapatear em cima de qualquer um. Até mesmo na memória da falecida esposa.

E não é só.

Ao indivíduo, criminoso que é, restou apenas escapar da cadeia. O personagem político, entretanto, persiste em sua sanha pelo poder, mesmo após ter comandado o esquema de corrupção mais perverso na história da República.

Trocando em miúdos, o sujeito merece a expiação pública - com o cumprimento de pena pelos crimes que cometeu - , mas ao outrora líder carismático não cabe essa colher de chá: o folclore em torno de Lula precisa acabar, e isso só acontecerá se ele for derrotado nas urnas.

Muitos alegarão o risco que correria o sistema eleitoral caso um condenado pela justiça, e com tantas outras condenações ainda por vir, conseguisse se eleger. Na verdade, a simples hipótese de que o alcaide petista dispute o pleito já é suficiente para apavorar até os mais experientes.

Pois, com toda a franqueza, considero esse temor exagerado.

Na verdade, graças ao trabalho realizado pela Operação Lava-Jato, escancarando o aparelhamento do Estado e o sequestro da própria democracia brasileira pelo PT, nunca houve, desde 2002, momento tão propício para derrotar Lula em uma eleição.

Jamais foi possível, como agora, jogar por terra todo o corolário de narrativas que serviram para forjar a imagem de guardião do povo em alguém especialmente dedicado a ser o seu pior inimigo.

Portanto, feitas todas as ressalvas e noves fora o dever que a polícia e o Judiciário têm de cumprir as suas funções, não importando a relevância histórica ou política de quem estiver em dívida com a comunidade, insisto, bom mesmo será ter a chance de ver Lula sucumbir politicamente.

Só assim o espantalho do mártir poderá ser sepultado de uma vez. E Luiz Inácio, então, encontrará o destino que fez por merecer”.

Leia o artigo diretamente no saite da revista IstoÉ.

 

do Comunique-se

20 impactos da reforma trabalhista para jornalistas

Jornalistas sofrerão impactos negativos com a reforma trabalhista. As afirmações são dos sindicatos da classe em São Paulo e no Distrito Federal

A reforma trabalhista elaborada pelo Congresso e sancionada pelo presidente Michel Temer pode trazer malefícios aos profissionais da comunicação social. Quem garante isso são entidades ligadas a quem trabalha em órgãos da imprensa, como os sindicatos dos jornalistas do Distrito Federal e de São Paulo. As duas instituições chegam a endossar 20 pontos que impactam negativamente no setor.

A lista – elaborada pela jornalista Flaviana Serafim, publicada originalmente no site do sindicato de São Paulo e repercutida pela instituição da capital do país – traz o seguinte conteúdo:

1. Prevalência do negociado sobre o legislado
A mudança é que se podem reduzir direitos. Hoje, já é permitido que os sindicatos negociem com as empresas pontos previstos em lei, mas só para melhorar as condições de trabalho. Os direitos trabalhistas legais são o mínimo. O projeto permite que as empresas forçem negociações nocivas aos trabalhadores, sem a necessidade de qualquer contrapartida.

2. Fim da homologação no sindicato
Atualmente, quando o trabalhador é demitido (com mais de um ano no emprego), a empresa tem de homologar sua demissão no Sindicato dos trabalhadores. Isso permite que a entidade sindical confira as contas e alerte o trabalhador sobre os direitos que a empresa possa estar sonegando. Além do mais, também permite que o Sindicato tenha conhecimento das demissões que ocorrem na categoria. O projeto prevê que a homologação seja feita diretamente pela empresa, sem a participação do Sindicato.

3. Criação de uma nova modalidade de demissão sem justa causa…
Na qual o trabalhador recebe apenas metade da multa do FGTS e do aviso-prévio, além de só poder sacar apenas 80% do Fundo de Garantia e perder o direito ao seguro-desemprego – abre uma nova forma de pressão contra o trabalhador, forçando acordos de demissão com redução de direitos.

4. Criação de banco de horas por acordo individual, sem a intermediação do sindicato
Hoje, a lei garante o respeito à jornada de trabalho, com o pagamento de horas extras (se as empresas não cumprem, violam a lei). Mas é possível flexibilizar a jornada, se houver acordo com o Sindicato. Isso permite que os trabalhadores negociem coletivamente a questão com as empresas. O acordo individual acaba com isso: como a empresa é a parte forte das relações de trabalho, ela pode impor sua posição ao assalariado individualmente.

5. Jornada de 12 horas X 36 horas por acordo individual, ou seja, sem a participação do sindicato
É o mesmo problema do ponto anterior. Na relação de trabalho frente ao assalariado, a empresa tem posição de força e pode impor o que quiser.

6. Autorização para demissões coletivas, sem exigência de negociação prévia com o sindicato de trabalhadores
Hoje, há jurisprudência considerando que, em caso de demissões coletivas, as empresas têm de avisar previamente as categorias, por meio dos sindicatos, para que haja uma negociação. Com base nisso, o SJSP tem conseguido forçar negociações que estabeleceram contrapartidas, barraram demissões e até chegaram à reintegração de demitidos. Agora, a lei “libera” demissões em massa.

7. Retirada da natureza salarial de verbas pagas a título de “ajuda de custo”, diárias de viagens, abonos, vale-refeição (ainda que pagos em dinheiro) e prêmios pagos ao empregado
A medida “legaliza” o salário “por fora” (sem incidência de Fundo de Garantia, férias, 13º salário etc.), propiciando que as empresas fixem um salário baixo (como um piso salarial) sobre o qual incidem direitos, e determinem o restante do salário como verbas adicionais, sem direitos associados.

8. Limitação dos valores em caso de condenação por danos morais em no máximo 50 salários nominais
A determinação inclui até acidentes de trabalho, mesmo em casos de responsabilidade direta do empregador. Com isso, um trabalhador pode sofrer um dano que o impeça de ter uma vida produtiva, mas a empresa responsável não poderá ser condenada a arcar com as consequências de seu ato.

9. Em três pontos: dificulta a responsabilização solidária do grupo econômico em caso de não pagamento ao trabalhador, livra o ex-sócio de empresa da dívida trabalhista de seus antigos empregados e deixa os débitos à empresa sucessora, impedindo que o empregador originário seja acionado
Hoje, já são muitos os casos em que trabalhadores ganham ações trabalhistas, mas não conseguem ser pagos (pois a antiga empresa alega não ter patrimônio, bem como os seus donos, para honrar os compromissos). Os jornalistas sabem muito bem disso, como nos casos da Gazeta Mercantil, TV Manchete e Diários Associados. A lei introduz ainda mais obstáculos para que se responsabilize judicialmente empresas do grupo, seus donos ou seus compradores, facilitando aos empresários que “esvaziem” empresas em dificuldades e deixem os trabalhadores na mão.

10. Desestimula o ingresso de reclamações trabalhistas, pois limita a concessão de gratuidade da Justiça e impõe o pagamento ao trabalhador de honorários advocatícios e periciais (ainda que ele ganhe vários pontos do processo)
Hoje, o trabalhador entra com ação judicial para reclamar de questões legais não respeitadas pelas empresas. No caso de jornalistas, são correntes ações pelo não pagamento de horas extras (situação generalizada na categoria), não pagamento de adicional noturno, não cumprimento de intervalo intrajornada, acúmulo de função e equivalência salarial (decorrente do exercício de função de responsabilidade sem que a empresa formalize o cargo). Segundo o projeto, mesmo que o trabalhador ganhe em diversos pontos, terá de pagar honorários para os pontos que a Justiça não lhe der ganho de causa. A medida visa expressamente bloquear o ingresso de ações trabalhistas.

11. Cria a figura do empregado “hipersuficiente”, aquele que ganha mais de dois tetos da Previdência (hoje, pouco mais de R$ 11 mil) e tem curso superior
Ele poderá ser obrigado a aceitar (ou “negociar”) individualmente, sem a proteção do Sindicato, direitos como parcelamento de férias, banco de horas, PLR, bem como assinar um “compromisso de arbitragem”, renunciando previamente à proteção da Justiça do Trabalho em caso de descumprimento do contrato – o projeto deixa os assalariados com remuneração acima de R$ 11 mil totalmente desprotegidos diante das empresas, que terão facilitado o caminho para o desrespeito total às relações de trabalho.

12. Dificulta as regras para a obtenção da equiparação salarial entre empregados da mesma empresa
A legislação já é restritiva neste ponto, e os jornalistas sabem bem disso. Com frequência, as empresas jornalísticas ampliam as responsabilidades dos jornalistas, dando-lhes funções de chefia, sem melhorias no salário. O projeto dificulta ainda mais a reclamação relativa a este ponto.

13. Criação de representação de trabalhadores por empresa sem qualquer ligação com os sindicatos
Facilita a criação de órgãos de “representação” dos trabalhadores sob pressão direta das empresas. A determinação de que não tenham ligação com os sindicatos visa esvaziar o caráter de representação e negociação coletiva das entidades sindicais, enfraquecendo seu papel. Isso abre o caminho para que as empresas rebaixem ainda mais direitos coletivos.

14. Cria a homologação judicial de acordo entre empresa e trabalhador demitido sobre as verbas rescisórias e sobre qualquer direito trabalhista, sem a participação do sindicato
Com isso, abre-se a possibilidade de a empresa impor ao trabalhador individualmente um acordo que rebaixe ou parcele o pagamento de verbas rescisórias (cuja obrigação legal é o pagamento em dez dias após a demissão), sem que o Sindicato sequer tenha conhecimento do caso. Hoje, qualquer caso desse passa por negociação sindical, com a imposição de multas adicionais, correção e garantias legais ao trabalhador.

15. Regulamentação do teletrabalho apenas para registrar que o trabalhador não tem direito a horas extras, ainda que seja obrigado a ir até a empresa
Isso permite que o trabalhador seja obrigado a fazer jornadas totalmente desregulamentadas, sem que possa cobrar a empresa por isso.

16. Criação do trabalho intermitente
Modalidade altamente nociva ao assalariado e benéfica ao empregador, pois o empregado fica gratuitamente à disposição da empresa para ser acionado quando esta quiser, mas só recebe pelo tempo que trabalhar. Uma vez convocado, se confirmar a presença e faltar, terá de pagar multa para a empresa.

17. Derruba a prorrogação dos efeitos das Convenções Coletivas e dos Acordos Coletivos vencidos enquanto não forem renovados (ultratividade)
Com isso, enquanto o sindicato dos trabalhadores e o das empresas negocia a renovação de uma convenção, suas cláusulas perdem efeito legal. Hoje, isso não ocorre. Assim, se as negociações passam da data base, deixa de existir o piso salarial, por exemplo, que é determinado por Convenção Coletiva, até a renovação do acordo. No caso dos jornais e revistas da capital e do interior e litoral, por exemplo, a última convenção foi assinada somente em dezembro passado, seis meses depois da data base, que foi em junho de 2016.

18. Determina a possibilidade de terceirização de atividade-fim
Como se sabe, a terceirização é uma forma de reduzir custos com salários e direitos trabalhistas. O projeto deixa clara a possibilidade de que as empresas terceirizem sua atividade, reforçando as condições para a precarização do trabalho, a redução de salários e de direitos.

19. Troca do índice de atualização de débitos trabalhistas pela TRD (taxa referencial diária, do Banco Central)
Os valores devidos aos assalariados pelas empresas deixam de ser corrigidos pela inflação, em medida que prejudica de forma explícita os trabalhadores, reduzindo os valores que têm a receber.

20. Limitações à Justiça do Trabalho na análise do mérito de Acordos Coletivos e na criação de súmulas
Hoje, a Justiça do Trabalho decide sobre o mérito de Convenções e Acordos Coletivos, sobretudo em casos de greve, e estabelece súmulas para situações em que não há clareza em lei. Reforçando o que já faz boa parte dos pontos da reforma, este explicita a disposição de tolher a possibilidade de os trabalhadores usarem a Justiça do Trabalho para garantir direitos. O objetivo explícito é deixar as empresas de mãos livres para ampliarem a exploração dos trabalhadores, deixando-os sem defesa para impedir abusos. Ampliam-se assim as desigualdades nas relações de trabalho, nas quais a força já está totalmente do lado das empresas.

O sindicato baseado em Brasília produziu nesta semana um vídeo criticando a reforma trabalhista e, assim como a lista reproduzida acima, indicando que ela será prejudicial aos jornalistas:

 

Feriado na Praça está cheio de atrações

Nesta quarta-feira, feriado de 15 de novembro, o destaque da 63ª Feira do Livro é a dupla da Dinamarca, integrantes da delegação de convidados da região homenageada nesta edição da Feira, Anders Rønnow e Jacob Weinreich. Eles assinam tramas com o nome de A.J. Kazinski. Veja outros destaques:

11h30min - 14h30min

O Livro no Meio do Caminho – Mostra de Projetos de Leitura QG dos Pitocos SESI – Entre o Santander Cultural e o Memorial do Rio Grande do Sul

Mostra de pôsteres de projetos selecionados para o I Encontro de Práticas de Mediação de Leitura e Biblioteca Itinerante Griô (Cachoeirinha) Coordenação: Rosane Castro

14h

Presença de Daniel Munduruku

Auditório Barbosa Lessa – Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – Rua dos Andradas, 1223

Saberes indígenas e identidades ancenstrais da atualidade. Participações de Vherá Poty Benites da Silva e Zaqueu K. Claudino.

14h - 16h30min

Bate-papo seguido de shows com artistas participantes da série MusicaLivro, com Rodrigo Prates, Carlinhos Carneiro (vocalista da Bidê ou Balde) e Marcel Trindade

Tenda de Pasárgada – Praça da Alfândega, diante do Memorial do RS

Mediação: Flávia Cunha. Promoção: Editora Edibook

15h30min

Literatura em Porto Alegre, Porto Alegre na literatura

Sala O Retrato – Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – Rua dos Andradas, 1223

Cada escritor tem uma relação muito particular com a própria cidade. Seja a partir do olhar de um nativo, de um visitante ou de um estranho, são inúmeras as possibilidades de inserir Porto Alegre na literatura, e de fazer literatura em Porto Alegre. Com Carol Bensimon e Cristiano Baldi.

15h30min

Afinando sentidos para recontar mundos - Presença de Marie Ange Borbas

Auditório Barbosa Lessa – Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – Rua dos Andradas, 1223

A artista/educadora apresenta sua metodologia dialógica de criação de materiais audiovisuais e literários com crianças de comunidades tradicionais brasileiras e zonas de conflito pelo mundo. Baseada na convivência, sua prática enfatiza o cruzamento de linguagens e poéticas para construir processos que valorizam os saberes das crianças. Com mediação de Tania Fortuna.

16h30min

Literatura: efeitos de transmissão

Auditório Barbosa Lessa – Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (CCCEV) – Rua dos Andradas, 1223

A trajetória inesperada de uma obra: efeitos de sua transmissão. Com Bernardo Kucinski e Otávio Augusto Winck Nunes.

18h

Presença nórdica - Anders Rønnow e Jacob Weinreich apresentam A.J. Kazinski (Dinamarca)

Auditório Barbosa Lessa – Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (CCCEV) – Rua dos Andradas, 1223

Em conjunto, os autores assinam tramas de ritmo dinâmico, tensão crescente e personagens marcantes. Presença dos escritores com mediação de Cláudia Laitano Tradução Simultânea.

 

Serviços essenciais funcionam no feriado de 15 de novembro

Os órgãos municipais que desempenham serviços essenciais na Capital atuarão em regime de plantão nesta quarta-feira, 15, feriado alusivo ao Dia da Proclamação da República. As atividades retornam com expediente regular na quinta-feira, 16.

156 POA - Atendimento 24 horas, todos os dias da semana (inclusive nos feriados), para solicitações de serviços, como poda de árvores, iluminação pública, conservação de vias, coleta de lixo, esgoto pluvial serviços de trânsito, água, esgoto sanitário, denúncia de vandalismo e outras demandas.

CEIC - O Centro Integrado de Comando da Cidade de Porto Alegre (Ceic) opera 24 horas por dia. O videomonitoramento, por meio de mais de mil câmeras, acompanha a mobilidade urbana e a segurança pública, além dos serviços de saúde e limpeza urbana. O Ceic também opera no atendimento a situações de risco e emergência.

GUARDA MUNICIPAL - A equipe do Programa Segurança Integrada estará em parques e praças. A vigilância fixa e motorizada atenderá escolas, postos de saúde, secretarias e prédios municipais além do plantão, na sede do Ceic. A Central de Operações da Guarda Municipal atenderá 24 horas pelo telefone 3289-7031.

DISQUE-PICHAÇÃO - Denúncias contra pichação e vandalismo nos prédios públicos devem ser encaminhadas pelo 153 POA.

DEFESA CIVIL - O Gabinete de Defesa Civil de Porto Alegre mantém plantão 24 horas nos telefones 199 e 3268-9026 para atendimento de urgências e emergências em situação de risco.

LIMPEZA URBANA - O Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) trabalha normalmente com todas as coletas durante o feriado: domiciliar, seletiva e de lixo público. As seções operacionais atuam em regime de plantão, com equipes das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h. O DMLU atende pelo telefone 156 POA.

SAÚDE - Os prontos atendimentos e hospitais do município - Hospital de Pronto Socorro (HPS) e Hospital Materno Infantil Presidente Vargas (HMIPV) - permanecerão abertos 24 horas para atender a população. As unidades de saúde estarão fechadas quarta-feira, 15, retomando o atendimento na quinta, 16, a partir das 7h, além de duas unidades que funcionam em horário estendido – US São Carlos e Centro de Saúde Modelo, até as 22h.

Pronto atendimentos 24 horas:

- PA Cruzeiro do Sul (rua Professor Manoel Lobato, 151, Santa Tereza)
- PA Bom Jesus (rua Bom Jesus, 410, Bom Jesus)
- PA Lomba do Pinheiro (estrada João de Oliveira Remião, 5120, parada 12, Lomba do Pinheiro)
- PA de Saúde Mental IAPI (rua Valentim Vicentini, s/nº - fone: 3289-3456)
- UPA Zona Norte Moacyr Scliar (rua Jerônimo Velmonovitz, esquina com avenida Assis Brasil - fone: 3368-1619)

Hospitais:
- Hospital de Pronto Socorro (Largo Teodoro Herzl, s/nº, bairro Bom Fim)
- Hospital Materno Infantil Presidente Vargas - emergências obstétrica e pediátrica (avenida Independência, 661)

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) pode ser acionado pelo telefone 192.

TRÂNSITO E TRANSPORTE - Nesta quarta-feira, 15, os ônibus circulam com tabela de feriado (equivalente aos domingos). Os táxis circulam com bandeira 2. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) atenderá a população pelo telefone 118 (24h) para informações sobre trânsito e transporte. Outras informações no site www.eptc.com.br

ÁGUA E ESGOTO - Plantão 24 horas pelo fone 156, opção 2: para comunicar vazamentos e solicitar consertos nas redes de água e esgoto. Até as 20h, diariamente, pelo fone 156, opção 2: para fazer agendamentos, esclarecer assuntos da área comercial, denunciar ligações clandestinas, solicitar outros serviços. Postos comerciais: estarão fechados na quarta-feira , 15, e reabrem na quinta-feira, 16 , das 8h30 às 16h30.

DIVISÃO DE MANUTENÇÃO DE ÁGUAS PLUVIAIS - O plantão técnico será das 8h às 17h, com solicitações de urgências pelo telefone 3289 2200.

ASSISTÊNCIA SOCIAL - O Serviço de Abordagem Social - Crianças e Adolescentes/Ação Rua atende das 9h às 19h em regime de plantão. Solicitações pelo telefone 3289-4994. Após esse horário, acionar o Conselho Tutelar.
Albergues - À noite, o serviço funciona das 18h30 às 07h30, nos seguintes endereços:
- Albergue Municipal: rua Comendador Azevedo, 264 (também faz abordagem de acordo com a solicitação da comunidade pelo telefone 3346-3238 após às 19h)
- Albergue Dias da Cruz: avenida Azenha, 366. F: 3223-1938
- Albergue Felipe Diehl: Praça dos Navegantes, 41. F: 3342-2882

MEIO AMBIENTE - A equipe de fiscalização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) mantém plantão e poderá ser acionada pelo 156 POA das 7h às 12h e das 13h às 18h.

ATENDIMENTO VETERINÁRIO - A Unidade de Medicina Veterinária (UMV), da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams), realiza atendimento das 10h às 15h. A UMV fica na Estrada Bérico José Bernardes, nº 3.489, parada 19 da Lomba do Pinheiro.

PROCON - O porto-alegrense pode solicitar informações e registrar suas reclamações e denúncias pela Internet, utilizando o banner Atendimento Eletrônico do site do Procon (www.proconpoa.rs.gov.br), em qualquer hora do dia.

TURISMO
Os Centros de Informação Turística funcionarão nos seguintes horários:
CIT Linha Turismo, das 8h às 18h. Atendimento do caixa para venda de ingressos Linha Turismo: das 8h30 às16h30, na Travessa do Carmo, 84 - Cidade Baixa (51) 3289. 6765.
CIT Centro Histórico: fechado.

Linha Turismo: Os ônibus da Linha Turismo funcionarão normalmente: Roteiro Zona Sul, às 10h e às 15h. Roteiro Centro Histórico: 9h,10h, 11h, 12h, 13h, 14h, 15h, 16h. Informações mais detalhadas sobre o passeio podem ser encontradas no portal portoalegre.travel

 

Perondi defende Reforma da Previdência na CNC

Na condição de vice-líder do Governo na Câmara, o deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS) pediu apoio da Confederação Nacional do Comércio para a aprovação da reforma da previdência, em tramitação na Câmara. O Governo pretende votar uma Emenda Aglutinativa ao Substitutivo aprovado por uma Comissão Especial ainda este ano. O pedido de apoio foi feito por Perondi durante a 29ª Reunião Ordinária da Rede Nacional das Assessorias Legislativas do Sistema CNC, realizada nessa segunda-feira (13), no Rio de Janeiro.

Ao retirar da proposta todas as medidas que afetam os trabalhadores mais pobres, como o aumento no tempo de contribuição na aposentadoria por idade, a contribuição obrigatória do trabalhador rural, o aumento na idade para acesso ao benefício assistencial ao idoso de baixa renda (BPC), além de limitar os acúmulos de pensão e aposentadoria apenas de quem ganha mais, a reforma terá um impacto fiscal de 75% do que prevê o substitutivo aprovado. Perondi ressalta que 75% dos trabalhadores mais pobres não vão ser afetados pela reforma, apenas 25% dos trabalhadores mais ricos.

O parlamentar explicou em sua palestra à CNC que apenas daqui 20 anos as regras definitivas estarão vigentes. “Até lá teremos uma suave transição”, disse. De início a idade mínima no Regime Geral será de 53 anos para as mulheres e 55 para os homens começando a aumentar um ano a cada dois anos a partir de 2020. No regime próprio dos servidores a idade mínima inicia-se em 55 para mulheres e 60 para os homens, também aumentando a partir de 2020 até alcançar 62 anos para as mulheres e 65 anos para os homens, tal qual no Regime Geral.

Perondi explicou que, nos últimos 20 anos, dobrou o número de aposentados e pensionistas no Brasil. Esse crescimento vai se acelerar ainda mais nos próximos anos: em 2050 o número de idosos será três vezes o atual, enquanto o número de pessoas em idade de trabalho será o mesmo que temos hoje. “Portanto, o envelhecimento da população afeta fortemente a sustentabilidade das políticas de previdência, trabalho, assistência social, educação e saúde. Daí a importância de que a reforma seja aprovada”. Segundo o vice-líder do Governo, ao igualar as regras e controlar o crescimento do déficit previdenciário, a reforma fará com que não tenhamos mais que retirar recursos dos mais pobres, via tribut os sobre o consumo, para cobrir o déficit da previdência dos mais ricos, especialmente servidores públicos das corporações mais poderosas, cujo rendimento médio os coloca entre os 3% mais ricos do país.

“O maior problema da nossa previdência é que, se por um lado ela garante proteção social a um grande número de brasileiros, por outro ela é o maior instrumento de transferência de renda para os mais ricos. Nosso sistema previdenciário é extremamente injusto pois garante inúmeros privilégios para os trabalhadores mais organizados, especialmente os servidores públicos, em detrimento da maioria dos trabalhadores. A reforma acaba com esses privilégios, embora ainda possibilite uma suave regra de transição para os atuais servidores”, explicou Darcísio Perondi.

O parlamentar ressalta também que a reforma previdenciária terá um grande impacto fiscal não apenas para a União e para os estados, mas principalmente para os municípios que têm regime próprio. De acordo com simulações feitas pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), a alíquota patronal deve reduzir entre 7% e 10%. “Trata-se de uma economia imediata para os municípios. Na maioria dos casos representará uma liberação de algo entre 3% e 5% da receita corrente líquida do município”.

de serafina

FOLLETO XEGOU MAT.

FOLLETO N PRECISA ME MANDR LER FEICE. NÃO TENHO E N QUERO. MANDA MUNICAÇÃO SO TEUS VENENOS. O RESTO DEXA COMIGO QUE SENTO PAU NESTA CAMBADA AI

MI INFORMARAM QUE UM ESPIÃO MONITORA O FOLLETO. N PRECISA TANTO. T AO PERDENDO TEMPO. OU N TEM O QUE FAZER MESMO um kara daki me disse que o foletto é visto na rua como o cara do olhos e ouvidos.

QUI RUIM QUE TÁ ESTE GAZETA. JORNAL ERA COM O FIORIN

UMKARA ME DISSE QUE O FOLLETO É LELE DA CUCA. IMAGINA SE FOSSE. O KARA É BEM INFORMADO,ISTO SIM

ARVORES

CORTRARAM DUAS NA CALÇADA NA FRENTE DO SEC DE OBRAS. AI PODE?


14 de novembro de 2017

EXCLUSIVO

NEUZA PENALVO, QUE NASCEU NO EXILIO, VAI VOTAR NUM FILHOTE DA DITADURA, COMO DIZIA BRIZOLA. NO CASO LCHEINZE, PRA GOVERNADOR.

QUEM DIRIA??????

 

EXCLUSIVO

COLUNISTA PEDE PRIVATIZAÇÃO DA CORSAN MAS NÃO PAGA A AGUA

O COLUNISTA EDSON ARCE, DA FSB E DA RADIO CULTURA TEM DADO PAU NA CORSAN. PEDE A PRIVATIZAÇÃO.
MAS OS FUNCIONÁRIOS DA MESMA FICAM PUTOS QUANDO VÃO LÁ CORTAR A SUA AGUA POR FALTA DE PAGAMENTO. E COMO A CORSAN TEM UM ' PROGRAMA SOCAIL' - ARCE TEM UM FILHO COM DEFICIENCIA -E OS CARAS DA CORSAN ACABAM EM NOME DESTE PROGRAMA NÃO CORTANDO A AGUA DO COLUNISTA. MAS SE PERGUNTAM. SE FOSSE UMA EMPRESA PRIVADA, ELE LEVARIA MOLE????

 

de sb

ESCRITORES BOICOTAM FEIRA DOLIVRO

FOI FRAKISSIMA A FERA DE SB. OS ESCRITORES NÃO FORAM.

E O PUBLICO MUITO POKO. SO FORAM VER O XOU DO MARIO BARBARÁ NO FIM E ASSIM MESMO POKA GENTE

TOU FORA DA FERA ENQUANTO O PP TIVER NA PREFA. É QUE A TURMA NÃO VAI. BOICOTA

ELES QUE SÃO PP QUE SE ENTENDAM. MAS VAO TER QUE FAZER UMA CORDO COM OS ESCRITORES DE SB QUE NÃO FORAM NA FERA. BOICOTARM

cherini tá dando as crtas em sb. ou melhor. os cargos na ponte kkkk

pdt bola murcha. sem cargos, não apita mais nada.

acostumado há 12 anos com a prefa, so sabia dar CCs.

1 DAMA QUER LIVRO E LIVRERO QCORRE PRA ATENDER.

SAB DEPOIS QUE TERMINOU O SHOW DO BARBARA, O PREFA BONOTTO MAIS SUA ESPOSA, FORAM AS COMPRAS D ELIVROS. MAS TAVAM TODFOS EMPACTADOS QUE OS LIVRERIOS TAVAM INDO EMBORA.

COMO A 1 DAMA QUERIA UM LIVRO X, CORRERAM ATRAS DO MESMO. PODER É PODER.
A ' BROXURA' DE RAMÃO AGUILAR

RAMÃO VEIO A PORTO OTOGRAFAR SEU LIVRO DO INDIO. TROXE JUNTO NUMA GENTILEZA DA PRANALTO A LANÇA DO INDIO, UMA REPLICA, QUE ELE BOLOU.

PONTIAGUDA.

NA SESSÃO DE OTOGRAFOS, UMA FUNCIOARIA DA CRL O FEZ TIRA-LO DO LOCAL:

- É PROPAGANDA, ALEGOU.

COMO RAMÃO SE FAZIA DE LOKO PRA PASSAR BEM, QUE É O QUE É REALMENTE, A FUNCIONÁRIA XANTAGEOU:

- QUEREM ME FAZER PERDER O EMPREGO.

A I EM SB, NOS OTOGRAFOS QUE ELE DEU NO SAB NEM MAIS LEVOU A TAL LANÇA QUE TÁ NO FUNDO DO PATIO DELE.

- BROXEI ME DISSE.

DIZEM QUE NÃO SERIA A PRIMEIRA X.

' GUERRA DAS ESTRELAS'.

SAB NO PEQ ANDAR DOS OTOGRAFOS DA FERA DO LIVRO ' 3 PRETENSAS ESTRELAS DIVIDIRAM O PALQUINHO.

1. RAMÃO QUE OTOGRAFAVA O LIVRO DO INDIO(VENDEU BEM)

2.

ISRAEL LOPES, QUE DE VAIDADE É UM POÇO

3

IBERE TEIXEIRA QUE NÃO FIKA POR MENOS.

ELES SE MERECEM KKKK

PRO PALCO NÃO DESABAR, CLEMAR DIAS DESCEU DELE.

O MAIS MODESTO DOS ESCRITORS SANBORJENSES SE ACHAVA APENAS UM DEUS. SILVA RILLO. MAS ERA BOM MESMO.

CRAQUE. RAMÃO NOS CONTOS PERDE POR POKO. OS DEAMSI NÃO ME INTERESSAM

DOCES PRO ADALBERTO

QDO O BUS DA OURO E PRATA ENCOSTOU NA ROD DE SB NESTE DOM DE NOITE, CHEGOU UMA MOÇA COM UMA BANDEJA DE DOCES DENTRO DE UMA DAQUELAS BANDEJAS DE PAPEL DE PIZZA.

ERAM PRO ADALBERTO DO TRAFEGO.

O MOTORA AS PEGOU MAS RECLAMOU DO MAU ACONDICIONAMENTO. PRA VIA DAS DÚVIDAS, COMO O PACOTE NÃO TAVA AMARRADO, ELE NÃO BOTOU ENTRO DA CARROCERIA,SENÃO ALGUM PASSAGEIRO NA CCALADA DA NOITE PODERIA COMER O DOCINHO DO ADALBERTO FEITO COM TANTO CARINHO.

DE QUEM ÉRA A MISTERIOSA ENTREGA NG SOUBE.

O ENGRAÇADO É QUE AQUELA PIZZA CHGANDO PRO MOTORA, TODO MUNDO PESNSOU:

- MAS ELE VAI JANTAR AGORA???
-ERAM DOCES DENTRO DO PACOTE. BOA SORTE ,ADALBERTO.

LOTAÇÃO

NA IDA, DIA 7, O BUS DA OURO E PRATA NÃO TAVA TÃO CHEIO. A MAIORIA DESCEU EM SÃO LUIS. NA VOLTA. DOM DE NOITE, O BUS QUASE ENCHEU EM SBORJA. SÃO LUIS COMPLETOU.LOTUS.ADINHO. ACHO QUE NUNCA TINHA IDO NUM LEITO LOTADO. TINHA UMA CRIANCINHA DE COLO, FICOU NO FUNDO....QUEM GOSTA DE PENTELHAAR QUANDO A GENTE CHEGA CANSADO SÃO OS TAXISTAS.EMBORA HJ DE MANHA NÃO TIVESSE QUASE NG ESPERANDO CONDUÇÃO. ELES SEMPRE INVENTAM UM TRAJETO DIFERENTE. PRA ENCHER A PACIENCIA DE QUEM VIAJOU A NT TODA

 

SERGS ANUNCIA ENGENHEIROS DO ANO DE 2017

A Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (SERGS) anunciou hoje (13) os nomes dos profissionais que serão agraciados com a Láurea Engenheiro do Ano 2017 – 33ª edição. Os homenageados foram eleitos pelo Comitê de Outorga do prêmio e homologados pelo Conselho Deliberativo da entidade.
Pela Área Privada, foi eleito o engenheiro civil Henrique Deboni, presidente das empresas Verdi Sistemas Construtivos S.A. e Siscobras – Sistemas Construtivos do Brasil S.A. O homenageado destacou-se pelo desenvolvimento de uma solução inovadora na área de construções industrializadas e modulares, especializando-se na execução de construções industrializadas para presídios. Referência nacional neste sistema construtivo, sua empresa tem sede no Estado e conta com unidade de mais de 30 mil m² na Bahia, atendendo a demanda de obras de penitenciárias de todo o país.
Pela Área Pública, o eleito é o assessor da presidência do Hospital de Clínicas de Porto Alegre e responsável pelas obras de sua ampliação, engenheiro civil Fernando Martins Pereira da Silva. Um dos entusiastas do projeto de expansão, atuou de maneira decisiva para a sua implementação, mantendo este empreendimento aderente ao cronograma, inclusive com a possibilidade de antecipar a entrega da obra em seis meses. Buscando sempre a otimização de projetos, desenvolveu uma metodologia para avaliação econômica de viabilidade de projetos, percorrendo o país a convite do Ministério da Saúde, para divulgação da metodologia.

Para a Homenagem Especial o eleito é o engenheiro civil e Segurança no Trabalho Milton Oliveira, diretor da empresa Engefack Serviços e Participações Ltda. O homenageado se notabilizou por projetar sistema inédito de proteção e segurança dos trabalhadores, para trabalhos em altura, na indústria da construção civil, contribuindo na liberação de obras junto ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Além disto, tem histórico de trabalho dedicado à SERGS, colaborando como palestrante.
Segundo destacou o presidente da SERGS, Luis Roberto Ponte, a Láurea Engenheiro do Ano vem sendo conferida ininterruptamente pela entidade desde 1985 com o objetivo de destacar, anualmente, a atuação de profissionais nas diferentes áreas da engenharia.
A solenidade de entrega da Láurea será realizada no dia 11 de dezembro, às 20h, na sede social da SERGS, em Porto Alegre.

 

do Miron Neto

Três chicletes por R$ 150 é uma mostra de desvio moral

A maioria dos brasileiros está sem a mínima paciência com Brasília e seus políticos. Com justa razão, depois de tantos escândalos de desvios e propinas. Mas é preciso que os cidadãos demonstrem correção no seu dia a dia, como contraponto à tanta corrupção. E isso começa com as pequenas coisas.
Fiz esse baita nariz de cera (utilizando uma antiga expressão jornalística) para dizer que trocar alimentos e rações por ingressos do Natal Luz e depois revendê-los, antes de ser uma contravenção, é demonstração cabal de desvio moral. E há quem utilize as redes sociais para expôr essa postura vergonhosa. "Vendem-se 3 chicletes por R$ 150. Chicletes são meus e faço o preço que eu quiser", ironiza uma postagem no Facebook. Em outra, um cidadão pede R$ 15 por cada ingresso, já que foi o custo que teve para comprar ração ou alimento. Ou seja, em nenhum momento, ele pensou em ajudar uma entidade assistencial, já que quer o ressarcimento por não poder ir ao espetáculo.
Os dois casos são para desanimar, assim como a atuação da maioria dos políticos. O país está doente.

Promover cultura de doação é objetivo de evento dia 28

No dia 28 de novembro, será realizada a primeira edição do Dia de Doar, instituída pela Lei Municipal nº 3.535, de 25 de janeiro de 2017, a partir de um projeto de lei apresentado pelo vereador Renan Sartori (PMDB). O Dia de Doar é uma grande campanha para promover a cultura de doação no Brasil e no mundo. “É uma mobilização nacional para termos um país mais generoso e solidário, em especial para com as organizações da sociedade civil”, resume a secretária Ana Lovatto Sartori, da Cidadania e Assistência Social, que coordenará as ações.
A Sociedade Recreio Gramadense foi uma das primeiras instituições a se engajar na campanha, e cederá sua sede para a arrecadação de donativos e ações de cidadania, entre 8h30min e 18 horas do dia 28. Entre as entidades que serão beneficiadas pelo projeto, estão o Hospital Arcanjo São Miguel e o Centro de Reabilitação Emanuel da Região das Hortênsias (CREHR).
Entre as empresas privadas que já anunciaram a participação no Dia de Doar está a Bravo Barber Club, que instalará uma cadeira para cortes comunitários na Recreio Gramadense.

 

Curso de extensão. Legislação do futebol: Caso práticos

Associados da Aceg tem inscrições gratuitas apresentando carteira Aceg 2017.

As inscrições deverão ser confirmada até o as 16h do dia 16/11, para o e-mail secretaria@fbtedu.com.br.

 

44 anos da FEE

Hoje, dia 13 de novembro, a Fundação de Economia e Estatística completa 44 anos de história. Criada em 1973 com a missão de executar estudos, pesquisas e análises da economia, é a instituição definida legalmente como responsável pelo sistema estatístico do Estado. Na verdade, sua origem remonta ao início do século passado e neste tempo todo vem guardando, atualizando e produzindo o maior acervo de dados e estudos socioeconômicos do Rio Grande do Sul, com acesso público, gratuito e amplo de informações que permitem conhecer, analisar, debater e planejar políticas públicas relevantes para o nosso desenvolvimento.

No momento em que completa mais um ano de contribuição à sociedade gaúcha, a FEE tem seu futuro ameaçado pelo projeto de extinção em curso empreendido pelo Governo do Estado. Celebramos nossa trajetória, mas sobretudo convocamos para um momento de resistência e de denúncia sobre o dano irreparável que a extinção da FEE trará ao futuro do Rio Grande.

Nesse sentido, convidamos você a assistir, divulgar e compartilhar um vídeo desenvolvido em defesa da nossa Instituição.

 

Outubro tem queda significativa no número de acidentes

deve ser o preço da gasolina(OC)

A exemplo do registrado em setembro, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) registrou queda em diversos índices monitorados no transito de Porto Alegre. As reduções ocorrem na comparação com o mês anterior (setembro), com o outubro de 2016, e com o período de 01/01/2016 a 31/10/2016.

Comparação com outubro de 2016

O número total de acidentes teve queda de 24,98%

Acidentes com vítimas caíram 13,77%

Acidentes com danos materiais caíram 30,80%

Acidentes com motocicletas 17%

Comparação com o mês anterior (setembro 2017)

O número total de acidentes teve queda de 14,27%

Acidentes com vítimas caíram 8,03%

Acidentes com vítimas fatais caíram 50%

Acidentes com danos materiais caíram 17,34%

Acidentes com bicicletas caíram 13,94%

Feridos em atropelamentos caíram 22,54%

O único índice que aumentou foi o número de feridos em acidentes com motocicletas: 6,34%.

Comparação entre os períodos de 01/01/2016 a 31/10/2016 e 01/01/2017 a 31/10/2017

O número total de acidentes teve queda de 10,54%

Acidentes com vítimas caíram 12,14%

Acidentes com danos materiais caíram 9,72%

Acidentes com motocicletas caíram 14,35%

“Quanto mais investirmos na fiscalização, na conscientização e na engenharia de tráfego, melhores serão os resultados no trânsito. Nossa meta é sempre reduzirmos os índices, porque são vidas por trás das estatísticas. As reduções significam, ainda, que os motoristas estão mais conscientes. Esperamos que essa postura se intensifique”, disse o diretor-Presidente da empresa, Marcelo Soletti. Sobre o pequeno aumento nos acidentes motocicletas, Soletti defende que é preciso mais prudência. “Tanto motociclistas quanto ciclistas têm os mesmos deveres e direitos que um motorista de carro no trânsito. Ao exceder esses limites ou ao não cumprirem as regas, acabam ocorrendo acidentes. Por isso insistimos tanto na educação e na conscientização”, defende Marcelo Soletti.

O número de vítimas fatais de janeiro a outubro de 2017 é igual ao número do mesmo período de 2016: 74. O relatório completo da EPTC pode ser conferido aqui: http://www2.portoalegre.rs.gov.br/eptc/default.php?p_secao=203.

 

As reformas precisam continuar



Bastou o presidente Temer revelar, há alguns dias, a possibilidade de diminuir o alcance da reforma previdenciária em virtude das dificuldades políticas no Congresso Nacional, e eis que os mercados responderam negativamente de maneira imediata. Isso mostra que o ambiente de quem quer investir no Brasil, sejam investidores nacionais ou internacionais, passa necessariamente pela capacidade política de o atual governo continuar fazendo reformas. E não é uma questão apenas dos grandes conglomerados, mas de parte significativa da sociedade que reconhece essa necessidade.

Os indicadores de melhoria do ambiente econômico já estão em praticamente todas as áreas – com maior ou menor consistência. Não resta dúvida de que o pior da crise já passou, embora os resultados ainda sejam tímidos. Mas a confiança está sendo recuperada, pois os conceitos gerais aplicados estão corretos. Tanto que a inflação caiu de 9,28% para 2,54% no curto espaço do governo Temer. A taxa básica de juros desceu de 14,25% para 7,5%, mantendo viés de queda. Os postos de trabalho, ainda que devagar, começam a surgir novamente. A produção industrial, que chegou a amargar taxas de quase 10% de recessão, agora apresenta leve ascensão. Algumas estatais, como a Petrobrás, melhoraram a gestão e se reposicionaram. Tudo isso está sendo sustentado, politicamente, pela consciência sobre a necessidade de reformar. E isso não pode parar.

A questão previdenciária, para ficar nesse primeiro caso, é um problema matemático, atuarial. Não se presta mais à discussão ideológica ou ao populismo demagógico, seja à esquerda ou à direita. O sistema precisa ser sustentável ao longo dos anos: o cidadão deve pagar a quantia necessária para custear sua merecida aposentadoria. Nosso modelo foi feito para outro tempo histórico, em que a expectativa de vida era muito menor. Pouco foi atualizado ao longo dos anos. Incorporou brechas e diversos privilégios a seletos grupos com força de pressão, deixando de lado a grande maioria dos aposentados brasileiros. Ficou vulnerável a casos de desvios e corrupção. É um regramento que precisa ser mudado, se não com radicalidade, ao menos com uma graduação – permitindo que a sociedade possa adaptar-se à nova realidade.

A reforma trabalhista, que já avançou um pouco, e cujas primeiras mudanças começaram a vigorar agora, também é uma sinalização positiva. A reforma tributária, a confirmar-se a pretensão do governo, somando-se às outras duas e ao teto dos gastos públicos, configura um novo horizonte para o país. Isso precisa ser reconhecido e estimulado. É pouco, bem pouco para o tanto que o país ainda pode e precisa avançar. Mas, para tão um tempo tão curto de mandato, já são legados que permanecerão.

Precisamos observar também que, diferente de outras épocas, o cenário internacional está mais favorável para os países emergentes da América Latina, África e Ásia. Mas, como bem observou o presidente do Banco Central há poucos dias, esses ciclos favoráveis não duram para sempre. É preciso aproveitá-los para fazer as correções nas contas públicas e os ajustes estruturais na economia. Ilan Goldfajn mencionou a boa posição das contas externas, com superávit comercial de US$ 53 bilhões até setembro, reservas superiores a US$ 380 bilhões e ingresso de financiamento direto equivalente a 4,2% do Produto Interno Bruto (PIB). O bom momento pode ser impulsionado por boas medidas, criando um novo círculo virtuoso.

Mas, ao lado dessas arrumações de controle de gastos e ajuste fiscal, o Brasil precisa ordenar melhor seu viés produtivo. Primeiro, diminuindo o custo interno para dar maior competitividade às nossas empresas. Segundo, diversificando e agregando valor à matéria-prima brasileira, que costuma ser exportada in natura, sem qualquer espécie de industrialização. Recuperar nossa indústria, a propósito, é das tarefas mais urgentes para a retomada do crescimento.

Enfim, as reformas não podem parar, independente das eleições do próximo ano. Elas certamente não serão tão profundas quanto deveriam, mas poderão representar um avanço significativo para a virada. Não é apenas por uma questão política, mas também porque, como se viu, a própria economia estaciona se o país deixar de modificar-se. E as questões da sustentabilidade precisam estar acima de pessoas, partidos e ideologias. Reformar é preciso.

Germano Rigotto é ex-governador do Rio Grande Sul, presidente do Instituto Reformar de Estudos Políticos e Tributários e membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República.

 

do Comunique-se

Walter Longo deixa a presidência do Grupo Abril

Chegou ao fim o período do publicitário Walter Longo à frente da presidência do Grupo Abril. Contratado em março de 2016, o executivo deixa o posto e passa a assessorar o conselho de administração da empresa em temas ligados à estratégia e inovação. Com a mudança, Arnaldo Figueiredo Tibyriçá é nomeado por Giancarlo Civita para a função.

Em comunicado, o Grupo Abril não fala sobre os motivos da mudança, apenas informa que o contrato de Walter Longo chegou ao fim. Giancarlo Civita, que é presidente do conselho de administração da AbrilPar, agradeceu o tempo em que o publicitário esteve na presidência. “[O período foi] fundamental para mostrar ao mercado que a Abril é uma empresa dinâmica e multidisciplinar e que sua força e importância estratégica seguem contando com o total apoio dos principais agentes do segmento de comunicação e mídia”.

Arnaldo Figueiredo Tibyriçá é um nome conhecido dentro do Grupo Abril. Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), o executivo é vice-presidente jurídico da empresa há 15 anos e participou de diversos conselhos de administração, chegando a integrar o comitê executivo da holding AbrilPar.
A gestão de Walter Longo no Grupo Abril

Durante o período em que esteve na presidência, Walter Longo foi responsável por mudanças importantes na estrutura do Grupo Abril, que deixou de ser uma editora para apostar fortemente em marketplace. Com esse objetivo, o investimento em plataforma, produtos e licenciamento ganhou força.

Em entrevista à reportagem do Portal Comunique-se em maio de 2016, o executivo disse que estava certo de que o futuro do Grupo Abril é a soma do digital com o impresso. “O processo de migração para o universo digital é de adição e não substituição. O futuro da Abril não é revista, tampouco digital. É a soma dos dois”, afirmou na época. O publicitário explicou que o mercado impresso entendeu que um formato deveria substituir o outro, mas que não é bem assim. “Além do papel, temos o digital. Eles são complementares e essa é a visão estratégica que vai mover nossos investimentos”.

Longo é administrador de empresas e publicitário com MBA pela Universidade da Califórnia (Estados Unidos). O executivo já foi diretor regional para a América Latina do Grupo Young&Rubicam e presidente, no Brasil, da Grey Advertising, Wunderman Worldwide, TVA e do Grupo Newcomm Bates. Em 2015, ano em que deixou a presidência da Grey Brasil, passou a integrar o “Hall da Fama” do marketing no país e entrou para a lista de influenciadores do LinkedIn.

 

Luciano Leães se apresenta com Annika Chambers em festival de blues na Suíça

Pianista gaúcho participará do Lucerne Blues Festival, um dos mais renomados festivais da Europa, juntamente com a cantora americana Annika Chambers. Evento ocorre de 11 a 19/11.

O pianista gaúcho Luciano Leães volta a se apresentar fora do Brasil neste mês. De 11 a 16 de novembro ele participará do Lucerne Blues Festival, na Suíça, um dos maiores festivais de blues da Europa. Leães se apresentará ao lado da cantora americana Annika Chambers e da Igor Prado Band.

O público europeu vai conferir as apresentações em seis dos nove dias do clássico festival, que se estende até o dia 19. Leães, Annika e Igor Prado Band acabam de voltar de uma turnê pelos Estados Unidos, onde percorreram locais como o tradicional Antone's, em Austin, no Texas, e o templo do blues, o Buddy Guy's Legends, em Chicago.

A parceria da americana com os brasileiros, Luciano Leães e Igor Prado Band, não é novidade: a mesma formação já percorreu cidades do Brasil - incluindo Porto Alegre - e dos Estados Unidos, onde fizeram 18 shows. A cantora foi recentemente indicada ao Blues Music Awards.

Ainda neste ano, Leães realizou turnês nos Estados Unidos e na Argentina, consolidando a relevância de seu trabalho. Em New Orleans, cidade de onde derivam suas maiores referências musicais, fez shows no formato piano e voz na Frenchy Gallery, no Professor Longhair Museum e no classico Jimmi's Music Club, como convidado especial de um tributo aos ídolos Professor Longhair, Allen Toussaint e Earl King.

SERVIÇO

Annika Chambers, Luciano Leães e Igor Prado Band no Lucerne Blues Festival

Quando: 11 a 16 de novembro.

Onde: Lucerne Blues Festival, em Lucerne, na Suíça.

Ingressos: https://goo.gl/4wZTGB

SOBRE LUCIANO LEÃES

Considerado um dos principais pianistas de blues da atualidade, tem influências de blues, R&B e de pianistas como Professor Longhair, Allen Toussaint, Jelly Roll Morton, James Booker e Champion Jack Dupree.

O gaúcho já foi vencedor do Prêmio Açorianos de Música na categoria de melhor instrumentista pop por duas vezes. Fez a abertura do show do cantor Elton John em Porto Alegre e dividiu palco com grandes nomes como Carey Bell, Magic Slim, Hubert Summlin, Larry McCray e John Primer. É integrante da Black Soul, banda que acompanha o guitarrista Fernando Noronha, e também desenvolve trabalho solo ao lado dos Big Chiefs, com quem lançou seu álbum The Power Of Love.

Mais sobre Luciano Leães em: www.lucianoleaes.com

 

Primeira festa sunset no estilo funk chega a Porto Alegre

FUNKÜ! acontece no dia 15/11, a partir das 15h, na esplanada Oeste da Arena do Grêmio

Em busca de inovação para o mercado de eventos do Sul do país, o Grupo Cubb em parceria com o WRS, crou a primeira festa sunset no estilo funk, a FUNKÜ!. O evento está programado para a próxima quarta-feira, 15/11, a partir das 15h, na Arena do Grêmio.

Após meses pesquisando sobre o mercado de funk brasileiro, quatro nomes foram confirmados para o lançamento do evento: Mc Livinho, Mc Lan, Mc Fioti e Mc Rahell. Os produtores prometem muita diversão, gente bonita e todo glamour já conhecido no estilo das festas sunsets.

Os ingressos estão sendo comercializados pelo site minhaentrada.com.br e nas lojas Multisom. Mais informações e reserva de camarotes podem ser obtidas pelo e-mail contato@grupocubb.com.br ou WhatsApp: (51) 99242-0892.

FUNKÜ Sunset

Data: 15 de novembro (quarta-feira), das 15h às 23h55

Local: Arena do Grêmio (Av. Padre Leopoldo Brentano, 110 – Bairro Humaitá)

Classificação etária: 18 anos

Ingressos Antecipados:

1º Lote Promocional:

Pista meia entrada: R$ 40,00

Pista promocional: R$ 45,00

Pista inteiro: R$ 80,00

VIP: R$ 70,00

Backstage: R$ 90,00

2º Lote:

Pista: R$ 50,00

VIP: R$ 80,00

Backstage: R$ 100,00

3º Lote:

Pista: R$ 60,00

VIP: R$ 90,00

Backstage: R$ 110,00

Ingressos na hora: Sujeito à disponibilidade

Venda Online: https://minhaentrada.com.br/evento/funku-sunset-8198

 

Mercado editorial gaúcho, protagonismo feminino, a vida de Belchior e muito mais

Entre os destaques, a presença do filósofo Luiz Felipe Pondé e do militante de esquerda Flavio Koutzii

Na Feira do Livro, nesta terça-feira (14/11), entre os temas estão amor, mulheres na literatura, trajetória de personalidades nacionais renomadas e o mercado editorial – produção, edição, distribuição e venda de livros. O seminário da Publishnews, em oito sessões e com diferentes convidados, debate a previsão para o mercado editorial em 2018, o contexto dos livros digitais, a tradição dos livros de bolso, a formação acadêmica de editores e escritores, as edições independentes e os desafios enfrentados por livreiros. As sessões encerram com uma homenagem ao editor Henrique Kiperman, do Grupo A, falecido em setembro. Confira os destaques desta terça-feira abaixo:

9h - 9h30min Narrativas e criatividade, oficina com Henrique Zanella.

Espaço do Conhecimento Petrobras – Praça da Alfândega, em frente ao Banrisul Promoção: Idear – Laboratório Interdisciplinar de Empreendedorismo e Inovação da PUCRS

10h – 18h Abertura do Pub-Livro – Encontro PublishNews de Profissionais do Livro.

Auditório Barbosa Lessa – Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas, 1223) Em sua fala de abertura, o fundador do PublishNews, Carlo Carrenho, vai mostrar o que o mercado editorial deve esperar em 2018 e quais as ações e estratégias que poderão ser adotadas. Tendências, cases e soluções serão abordados neste panorama do mercado do livro. O Pub-Livro tem outras sessões no mesmo dia e local às 10h30min, 11h30min, 14h, 14h45min, 15h, 15h45min, 16h30min. A programação completa pode ser acessada no site www.feiradolivro-poa.com.br.

MULHERES NA LITERATURA

15h #LeiaMulheres - Por quê precisamos dessa hashtag?

Sala Oeste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028

Promovendo a leitura e a discussão de obras escritas por mulheres, os clubes de leitura Leia Mulheres, iniciados no Brasil em 2015, já se espalharam por mais de 60 cidades brasileiras e 23 estados através de articulações em redes sociais. Com as mediadoras do Leia Mulheres POA, Clarissa Xavier, Maurem Kayna e Helen Pinho.

18h30min - 20h30min Ó mãe, me diz o que é ser feminina! Protagonismo das mulheres na literatura
Biblioteca Moacyr Scliar – Térreo do Memorial do Rio Grande do Sul

Participantes: escritora Moema Vilela, jornalista Priscila Pasko e escritora Natália Borges Polesso. Mediação de Christina Dias. Promoção: Associação Gaúcha de Escritores

TRAJETÓRIAS

17h Flavio Koutzii: biografia de um militante revolucionário

Sala Leste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028

A trajetória de um dos mais respeitados nomes da esquerda, desde sua infância no Bairro Bom Fim, a formação política, a resistência ao golpe militar e a longa e cruel prisão na Argentina, até o retorno ao Brasil, após a anistia. Com Flávio Koutzii e Rafael Guimaraens.

18h Belchior: do sertão aos pampas Auditório Barbosa Lessa – Centro Cultural CEEE Erico Verissimo.

A trajetória de Antonio Carlos Belchior, do nascimento, no interior do Ceará ao derradeiro autoexílio, em Santa Cruz do Sul (RS). As pistas, na obra, da profissão de fé na migração contínua, ao não pertencimento (“Quem tem raiz é árvore”, disse); tudo já estava indicado em seu primeiro disco, na canção Rodagem (“Afina os ouvidos e os olhos, Luzia, que eu venho de longe: Oropa, França e Bahia”). Com Jotabê Medeiros e Juremir Machado da Silva.

AMOR ESSENCIAL

18h Amor para corajosos

Sala Oeste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028

O poeta Vinícius de Moraes ensinava a amar “porque não há nada melhor para a saúde que um amor correspondido”. Se não há nada mais importante do que amar, pensar o amor em suas diversas formas e vínculos é fundamental. Com Luiz Felipe Pondé e Eduardo Wolf.

18h30min Quintana traduz Saint-Exupéry. A permanente atualidade de O pequeno Príncipe

Sala Leste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028

As crianças de hoje, os jovens, e, sobretudo, os adultos que estão mergulhados na sociedade de consumo de nossa época terão uma oportunidade excepcional de tomarem conhecimento de um clássico. Ninguém esquecerá jamais o que a Raposa disse ao Principezinho: “O essencial é invisível aos olhos”. Quintana, nosso Poeta-Maior, verteu essa fábula com a sua competência inigualável de tradutor e a sua genialidade de poeta. Com Armindo Trevisan, Valesca de Assis, Marô Barbieri e Paula Sperb.

18h30min SMC na Feira do Livro - Clássicos da Modernidade

Sala O Retrato – Centro Cultural CEEE Erico Verissimo

Homem invisível, de Ralph Ellison, pelo professor convidado da UFRGS Luiz Mauricio Azevedo.


13 de novembro de 2017

DESAOBORJA

CHERINI INDICA SEUSPEIXINHOS PRA PONTE

OADVOGADOCELSODEDEUS- QUENEMOAB TEMPQNAOTERIA PASSADO NO EXAME - SERÁINDICAO PRADELCOM - UMAECONOMIAMISTA QU4EFISCALIZAAPTESAOBORJA,PRO CARGO DE GNTE QUE TAVAMLACOMOECEL3ETEIST\AHAP20ANOS.

AIDNICAÇÃOÉ DODEP CHERINI, DO PR,QUE APOIATEMMER.

FARELO QUE ADERIOU AOPRDECHERINI ERA PRA IR MASELENÃOTEMCURSO SUPERIORENÃO PASSOU NOTESTE.OSSALÁRIOSDOSCARMOSMAISALTOSSÃO EMDOLARE.FALAMEM 7MIL.
BOABOQUINHA.

 

Cachorros recebem reiki no Parcão

Foto: Marcio de Almeida Bueno

Na tarde de sábado, 11 de novembro, o gruupo Luz Viva Animal promoveu aplicação gratuita de reiki em animais de estimação no parque Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Dezenas de cachorros foram levados por seus tutores. Também houve coleta de ração para a ONG Cão da Guarda, com vinte e cico quilos arrecadados.

 

Cultura argentina, escrita e política na Feira

Nesta sexta-feira, 10 de novembro, a Área Internacional da Feira do Livro celebra duas datas importantes para o povo argentino: o primeiro Dia Oficial do Tango em Porto Alegre e o Dia da Tradição na Argentina. Também são destaques na grade de programação a produção da escrita, reflexões sobre governar na crise e reflexões sobre personalidades autoritárias da História mundial.

ÁREA INTERNACIONAL

Livraria Calle Corrientes

O estande da Argentina comemora duas datas importantes nesta sexta-feira, 10 de novembro: Dia Oficial do Tango em Porto Alegre (pela primeira vez, a capital gaúcha festeja o Dia Oficial do Tango em Porto Alegre, instituído por lei municipal no final do ano passado). Das 13h às 14h, o escritor argentino Washington Gularte, autor do livro “O Tango em Porto Alegre (1914-2014)”, recebe a imprensa no estande da Calle Corrientes, na Área Internacional da Feira do Livro (primeiro andar do Memorial do RS). Falante de português, o autor é residente da capital gaúcha. Além dessa obra, várias edições sobre letras, orquestras e principais nomes do tango estão expostas no espaço. Em anexo, a foto da capa. Crédito de Luis Ventura.

O Dia Tradição na Argentina é celebrado em 10 de novembro, data do aniversário do escritor argentino José Hernández, autor de Martín Fierro. Há 145 anos foi lançada a primeira edição do livro obra, originalmente intitulada El Gaúcho Martín Fierro. Vários títulos originais e bilingues estão entre os mais procurados no estande da Livraria Calle Corrientes, na Área Internacional (primeiro andar do Memorial do RS)

Cirkula

Às 17h30min, Luis Felipe Spinelli, João Pedro Scalzilli e Rodrigo Telechea autografam na Praça de Autógrafos “Recuperação de Empresas e Falências” – Teoria e Prática na Lei 11.101/2005. O estande da Cirkula, na Área Internacional da Feira do Livro (primeiro andar do Memorial do RS), expõe a obra com exclusividade.

ESCRITAS

Às 9h, #Memesliterários, oficina com Ana Mello. Produzir minicontos e poetrix e viralizar nas redes sociais. No Espaço do Conhecimento Petrobras (Praça da Alfândega, em frente ao Banrisul). A atividade vai focar na redação de contos curtos e poesias e como compartilhá-los na internet através das redes sociais de maneira criativa.

Às 16h30min, “A escrita criativa nas universidades brasileiras” na Sala O Retrato – Centro Cultural CEEE Érico Veríssimo (Rua dos Andradas, 1223). Onde estudar a escrita criativa nas universidades; por que os cursos de Letras resistem a inserir a Escrita Criativa em seus currículos. Com as participações de André Rocha, Márcia Ivana de Lima e Silva, Ítalo Ogliari e mediação de Marcelo Spalding.

MÁGICO E IMAGINÁRIO

Às 16h, venha conhecer as histórias e o mundo mágico de Hans Christian Andersen no estande dos Países Nórdicos na Área Internacional.

Às 17h, “Arquitetura do Imaginário” na Tenda de Pasárgada (Praça da Alfândega, diante do Memorial do RS) O Conselho de Arquitetura e Urbanismo – CAU/RS promove uma série de encontros com escritores gaúchos que buscará revelar suas inspirações em arquitetura para criação de cenários na ficção. Com Monique Revillion e mediação de Liana Timm.

POLÍTICA

17h - Governar na crise: só há um caminho? Sala Leste do Santander Cultural (Rua 7 de Setembro, 1028). Nas últimas décadas, duas concepções de governo estão em disputa no RS. Não se trata de um mero debate sobre gestão, mas sim de concepção de Estado. Mesa com Marco Weissermer, Moisés Mendes e Juremir Machado da Silva.

18h - Indivíduo x sociedade na Sala Oeste do Santander Cultural. O surgimento de personalidades tais como Hitler e Trump depende da existência de indivíduos excepcionais, gênios maléficos capazes de arregimentar pessoas incautas, ou depende das condições previamente encontradas na sociedade? Com Antônio Cattani, Céli Pinto e Henrique Nardi.

ACESSIBILIDADE
Das 19h - 20h30min: Empregabilidade da pessoa com deficiência intelectual com aplicativos e tecnologias assistivas adaptáveis. A atividade ocorre no Espaço do Conhecimento Petrobras – Praça da Alfândega, em frente ao Banrisul. Com Márcia Gonçalves (Desenvolver Consultoria em Inclusão de Pessoas com Deficiência) e Miriam Schacker Machado (Associação dos Familiares e Amigos do Down – AFAD de Porto Alegre) Promoção do Comitê de Voluntários pela Acessibilidade da Feira.

 

Ponte de Porto Xavier pode ser incluída no PAC

O empenho para viabilizar a ponte internacional sobre o Rio Uruguai, entre Porto Xavier, no Brasil, e San Javier, na Argentina, segue a todo vapor, em Brasília. Nessa quinta-feira (09), os deputados Darcísio Perondi (PMDB-RS) e Cajar Nardes (PODE-RS) participaram de reunião com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, e com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, Valdir Casimiro. Ficou acertado que o DNIT fará uma nota técnica para o Ministério do Planejamento, informando que a obra é importante e prioritária e que deve ser analisada pelo Comitê Gestor do Plano de Aceleração do Crescimento (GPAC) e que seja incluída no PAC.

Segundo Darcísio Perondi, essa iniciativa vai permitir que a obra possa começar, apenas com um pré-projeto, e que ela seja executada através de um RDC – Regime Diferenciado de Contratação. A única dificuldade, revelou Perondi, é conseguir os recursos, entre R$ 300 mil e R$ 500 mil, para a elaboração do pré-projeto. Ainda segundo Perondi, o prefeito de Entre-Ijuís, Brasil Sartori, presidente da AMM, vai mobilizar as 26 prefeituras da Região, além de empresários e lideranças políticas, já nos próximos dias. “Essa obra é muito importante. Tenho certeza que as lideranças da Região vão entender e ajudar com esses recursos. É muito pouco para a importância da ponte, para o tamanho da obra e para as conquistas e benefícios que todos terão na Região”.

Na véspera, os deputados Darcísio Perondi e Cajar Nardes estiveram com embaixador da Argentina no Brasil, Carlos Magariños, quando apresentaram o comprovante da emenda da bancada que garante R$ 82 milhões em recursos brasileiros para a obra. “O embaixador é entusiasmado pela ponte e vibrou. Ele se comprometeu a agendar uma reunião urgente da Comissão Binacional dos acordos internacionais Brasil/Argentina ainda no mês de novembro para que autorize a elaboração do pré-projeto da ponte. Será necessário um aditivo ao acordo que assinamos no ano 2000. Se tudo der certo, no próximo dia 21 de dezembro, durante encontro dos dois presidentes, Michel Temer e Maurício Macri, poderemos convalidar este acordo internacional, passo fundamental da diplomacia pa ra que a ponte se torne realidade”, completou Perondi.


Foto (Edsom Leite/MTPA): Perondi e Nardes com ministro dos Transportes e com diretor-geral do DNIT…


…e com embaixador da Argentina

 

Governo autoriza início das obras do aeroporto de Vacaria


Com investimentos de R$ 351.306,64 mil, o novo terminal terá área de 166,68 metros quadrados - Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini

O secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, juntamente ao governador José Ivo Sartori, assinou, na manhã desta terça-feira (7), o início das obras do terminal de passageiros do aeroporto de Vacaria. Com investimento de R$ 351.306,64 de recursos da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), o terminal terá área de 166,68 metros quadrados. As novas instalações terão saguão de check-in, embarque e desembarque, sanitários e sala para a administração. O prazo de conclusão da obra, executada pela Analuza Construções, é de 120 dias.

Westphalen explicou que o Estado e prefeitura vão compartilhar a gestão e a operação do aeroporto de Vacaria. Também disse que o aeroporto é público e homologado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) desde 2014 para operar com aeronaves pequenas, de até 60 assentos, assim que o terminal for concluído. “Este é mais um passo do governo do Estado e da Secretaria dos Transportes, que estão fazendo transformações profundas no Rio Grande do Sul. Hoje, com o ato singelo em que destinamos recursos para a conclusão do terminal de passageiros com todas as condições de infraestrutura é que avançamos na integração aeroportuária. A obra faz parte de um conjunto de ações de transformação da matriz do modal de transportes do RS”, destacou.

Ainda, o titular da pasta dos Transportes falou sobre a importância da obra para o município de Vacaria e do Programa Estadual de Desenvolvimento da Aviação Regional – PDAR-RS, salientando que “é sem dúvida nenhuma um projeto que está encurtando distâncias no Estado e promovendo as conexões entre os municípios. Vacaria tinha uma das melhorias pistas do RS, mas não tinha infraestrutura pra funcionar, então adotamos esta parceria com o município pois estes avanços irão possibilitar melhorias no comércio, indústria e desenvolvimento da cidade”, finalizou Westphalen.

O governador José Ivo Sartori ressaltou no ato solene que “estamos cumprindo com um compromisso e atendendo a uma reivindicação de mais de 20 anos da comunidade de Vacaria e da Região dos Campos de Cima da Serra”, comemorou Sartori, ao lembrar que o edital de licitação para a construção do novo terminal foi lançado no início deste ano, durante a abertura da colheita da maçã em Vacaria.

“A obra vai estimular o turismo e a economia da região. Alias, ações como essa impulsionam o desenvolvimento das comunidades. Fortalecer a aviação regional é qualificar a infraestrutura e a vida dos gaúchos, pois, além de possibilitar alternativas de acesso e transporte para as pessoas e para o escoamento da produção, o transporte aéreo também garante mais competitividade na atração de investimentos”, afirmou Sartori.

O prefeito de Vacaria, Amadeu de Almeida Boeira, agradeceu Sartori e salientou que “o terminal de passageiros será o começo de um novo ciclo de desenvolvimento para a cidade e a região”.

Também prestigiaram o ato realizado no Palácio Piratini os secretários de Planejamento, Governança e Gestão, Carlos Búrigo; do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Márcio Biolchi; da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo; deputados estaduais; e lideranças políticas e empresariais de Vacaria e região.


10 de novembro de 2017

MERDOLDESBORJA

SE SOUBESSE QUE QACOISA TARIA TÃO FRAKA NÃOTERIAVINDO.MASAGORA TOU AKI. RELAXA EGOZA,DIZIA ANOSSASENADORA.

*

IMAGINAAMERDA QUI TA OPAIS, SÃOBORJA QUE NÃO TEM MERCANOCU PRA CAGA,PIORAINDA.ISTOAKI É UMPOBRERIRO DE DARPENA. SOB NARIZ EMPINADO.

afera daki desb nengreno. poka venda.semgrandesexpectativqa.s.mastoucoçando o sacomuito efofoqueando.

 

Pesquisa interna do PSDB

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/11/08 19:59:51

Pesquisa do PSDB mostra que 75% dos brasileiros não acreditam que partido possa eleger presidente
Pesquisa encomendada pelo PSDB mostra que 75% dos brasileiros não acreditam que o próximo presidente será um tucano. No Nordeste 84% são anti-tucanos. Estudo apontou as descrenças na legenda: a aliança com Michel Temer, a permanência de Aécio Neves no partido e as brigas internas.

Análise das interações nas redes sociais mostra que 98% das menções ao PSDB são negativas.

 

Golpistas e o efeito bumerangue

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/11/09 12:21:03

Golpistas e o efeito bumerangue
Um a um os golpistas do Impeachment da Dilma estão sendo atingidos por denúncias:

-Eduardo Cunha, está preso e tão cedo não vai ver a cor do sol.
-Temer, vai para cadeia assim que terminar seu mandato, ou antes se Deus quiser.
-Aécio, acusado de diversos crimes, vai para cadeia assim que terminar seu mandato.
-William Waack, apresentador da Rede Globo denunciado na Internet e afastado da Globo como racista.
-Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias de São Paulo, denunciado pelo publicitário Renato Pereira. da agência Prole, de ter usado fundos da federação em projeto próprio.
-Editora Abril, editora da Veja, em situação pré-falimentar dá seus últimos suspiros.
-Rede Globo, despenca na audiência, perde anunciantes e é denunciada por não pagar impostos.
-RBS, denunciada por não pagar impostos.
-Moreira Franco, Padilha. Geddel Vieira Lima, José Yunes, Rodrigo Rocha Loures, Tadeu Filipelli, Sandro Mabel, Rocha Loures, Lúcio Funaro, todos da turma do Temer. Os que nõ estão presos assim o serão quando terminarem seus mandatos.
-Renan Calheiros (AL), Edison Lobão (MA), Romero Jucá (RR), Valdir Raupp (RO) e Jader Barbalho (PA), além do ex-senador José Sarney, todos do PMDB estão em delações premiadas.

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana

No próximo Sábado (dia 11/11/2017) as 10:15 no Cine Santander (Santander Cultural) assistiremos ao filme "O Rei e o Pássaro" (Le roi et l'oiseau - 1980). O Rei Charles V e Três são Oito e Oito são Dezasseis governa como tirano o reino de Takicárdia. Apenas um pássaro jovial e tagarela, que construiu o seu ninho no alto do gigantesco palácio, perto dos aposentos secretos de Sua Majestade, ousa incomodá-lo. O rei é apaixonado pelo uma bela e modesta pastora, com a qual quer casar. Mas o coração desta pertence a um jovem Limpa-Chaminés. Apaixonados, têm de fugir, para escapar ao Rei, que os persegue, acompanhado pelos seus esbirros de bigode. Depois de tão louca perseguição, e com a ajuda do Pássaro, serão capazes a Pastora e o Limpa-Chaminés de fugir a um trágico destino?

 

Cinemateca Paulo Amorim - PROGRAMAÇÃO DE 9 A 15 DE NOVEMBRO DE 2017

SEGUNDA-FEIRA NÃO HÁ SESSÕES

SALA 1 / PAULO AMORIM

15h30 – RODIN

(França, 2017, 120min). Direção de Jacques Doillon, com Vincent Lindon, Izïa Higelin, Séverine Caneele. Mares Filmes, 14 anos. Drama.

Sinopse: O filme acompanha o processo de trabalho do escultor Auguste Rodin no período entre 1880 e 1890, quando ele criou obras famosas como a Porta do Inferno, inspirada na “Divina Comédia”, de Dante, e também o Monumento a Balzac. A trama mostra também o início do romance com sua aluna Camille Claudel e os conflitos com Rose, sua companheira de anos e mãe de seu filho.

17h40 – GLORY

(Slava - Bulgária/Grécia, 2017, 100min). Direção de Kristina Grozeva e Petar Valchanov, com Stefan Denolyubov, Margita Gosheva e Ana Bratoeva. Pandora Filmes, 12 anos. Drama.

Sinopse: Tsanko Petrov encontra uma boa quantia em dinheiro durante o trabalho e resolve entregar à polícia. Como recompensa, ele ganha um relógio de pulso, que logo para de funcionar. Quando tenta recuperar seu antigo relógio, Petrov se envolve numa rede de burocracias e corrupção do governo. O filme é o representante da Bulgária na indicação ao Oscar de filme estrangeiro.

19h30 – LADY MACBETH

(Inglaterra, 2017, 90min). Direção de William Oldroyd, com Florence Pugh, Cosmo Jarvis, Naomi Ackie. California Filmes, 14 anos. Drama.

Sinopse: Katherine é uma jovem determinada que vive presa à um casamento de conveniências no interior da Inglaterra, em fins do século XIX. Com a indiferença do marido e a solidão dos longos dias, Katherine encontra paixão e diversão nos braços de um empregado da fazenda – mas isso terá consequências trágicas. O filme é uma adaptação do romance "Lady Macbeth do Distrito de Mtsensk", do escritor russo Nikolai Leskov.

SALA 2/ EDUARDO HIRTZ

15h – PENDULAR

(Brasil, 2017, 105min). Direção de Julia Murat, com Raquel Karro e Rodrigo Bolzan. Vitrine Filmes, 16 anos. Drama.

Sinopse: Um casal de artistas - ele é escultor, ela é bailarina - resolve viver em um galpão, que funciona como casa e espaço de criação. Lá eles recebem amigos, se amam, experimentam novos projetos e precisam aprender sobre a arte da convivência. Prêmio da crítica na Mostra Panorama do Festival de Berlim.

17h – COMO NOSSOS PAIS

(Brasil, 2017, 100min). Direção de Lais Bodanzky, com Maria Ribeiro, Paulo Vilhena, Clarice Abujamra. Imovision, 14 anos. Drama.

Sinopse: Perto dos 40 anos, Rosa vive um cotidiano típico da mulher contemporânea: cuida da casa e das duas filhas, o marido não é muito presente, ela tem um trabalho do qual não gosta e a relação com a mãe não é das melhores. Num momento crucial da sua vida, Rosa precisa rever todas as suas certezas. Prêmio de melhor filme, direção, atriz, ator e atriz coadjuvante no Festival de Cinema de Gramado.

19h – CENTRAL

(Brasil, 90min, 2017). Documentário de Tatiana Sager. 14 anos

Sinopse: Baseado no livro "Falange Gaúcha", do jornalista Renato Dornelles, o filme mostra a realidade do Presídio Central de Porto Alegre, que já foi considerado o pior cárcere do Brasil. A partir de depoimentos de policiais, representantes do judiciário, de presos e seus familiares, o filme mostra uma realidade que passa por galerias superlotadas, o controle das facções (inclusive financeiro) e as decisões governamenta is para evitar tragédias.

* No dia 14 de novembro (terça), sessão especial com audiodescrição.

SALA 3 / NORBERTO LUBISCO

15h15 – ATÉ NUNCA MAIS

(À Jamais - França, 90min, 2017). Direção de Benoît Jacquot, com Mathieu Amalric e Julia Roy. Mares Filmes, 14 anos. Drama.

Sinopse: Laura é uma artista de performances que vive com Jacques, um cineasta famoso e bem mais velho do que ela. Quando ele morre, Laura não consegue aceitar a perda - e sua vida se transforma numa confusão de sentimentos que ultrapassa os limites entre o delírio e a loucura. O filme é baseado no livro “A artista do corpo”, do norte-americano Don DeLillo.

* Não haverá sessões no sábado e domingo (dias 11 e 12).

15h15 – AS AVENTURAS DE TADEO (Sessão Pais e Filhos)

(Las Aventuras de Tadeo Jones - Espanha, 2013, 95min). Animação de Enrique Gato. Livre. Apoio: MPLC e E O Vídeo Levou. Ingressos a R$ 4,00.

Sinopse: Tadeo é um jovem latino-americano que foi tentar a vida nos Estados Unidos. Graças ao seu espírito aventureiro, ele vai parar no Peru, onde enfrenta uma organização criminosa que pretende roubar tesouros históricos. Tadeo tem a companhia do seu cachorro Jeff, da professora de arqueologia Sara e do guia Freddy.

* Sessões somente na sábado e domingo (dias 11 e 12).

17h15 – A VIAGEM DE FANNY

(Le voyage de Fanny - França, 2016, 95min). Direção de Lola Doillon, com Cécile de France, Léonie Souchaud, Fantine Harduin. Mares Filmes, 12 anos. Drama.

Sinopse: Separada dos pais judeus durante a Segunda Guerra Mundial, Fanny, de 12 anos, e suas duas irmãs mais novas vivem em um lar para crianças no interior da França. Diante das ameaças de invasão nazista à região, as crianças resolvem fugir para um lugar seguro - e Fanny lidera os pequenos nesta aventura. O filme é baseado na autobiografia de Fanny Bel-Ami e integrou a Seleção Varilux de cinema Francês.

19h – MOSTRA VIDA DE ESCRITORA

* Confira horários e títulos abaixo.

PROGRAMAÇÃO DE 9 A 15 DE NOVEMBRO DE 2017
SALA NORBERTO LUBISCO
A Cinemateca Paulo Amorim se integra à programação da Feira do Livro de Porto Alegre exibindo biografias de grandes escritoras internacionais. Ingressos a RS 4,00. Apoio: E o Vídeo Levou e MPLC

Dia 09
quinta
19h

FLORBELA (Portugal, 2014, 120min). Direção de Vicente Alves do Ó, com Dalila Carmo e Albano Jerónimo. 14 anos.
Sinopse: Foi em Lisboa que Florbela Espanca (1894-1930), uma jovem nascida na região rural de Portugal, encontrou a inspiração para os seus maiores poemas – o que a levou a abandonar a família.

Dia 10

sexta
19h

BORBOLETAS NEGRAS (Black Butterflies – Noruega/África do Sul 100min, 2010). Direção de Paula van der Oest, com Carice van Houten. 14 anos.
Sinopse: A poetisa sul-africana Ingrid Jonker (1933-1965) lutou contra o Apartheid, na década de 1960, usando a poesia como arma. Mas sua vida conturbada a levou ao suicídio, com apenas 31 anos.

Dia 11
sábado
19h

AMOR E INOCÊNCIA (Becoming Jane - EUA/Inglaterra, 2008, 120min). Direção de Julian Jarrold, com Anne Hathaway e James McAvoy. 14 anos.

Sinopse: Aos 20 anos, Jane Austen (1775-1817) já começa a ser reconhecida como escritora, mas seus pais querem mesmo que ela se case.

Dia 12
domingo
19h

MISS POTTER (Miss Potter - EUA, 2006, 95min). Direção de Chris Noonan, com Renée Zellweger e Ewan McGregor. Livre.
Sinopse: Beatrix Potter (1866-1943) foi uma das principais autoras infantis do início do século XX. Ela é lembrada até hoje pela série de livros em que os protagonistas são animais.

Dia 14
terça
19h

IRIS (Iris, 2002, 90min). Direção de Richard Eyre, com Kate Winslet e Judi Dench. 14 anos.
Sinopse: A novelista e filósofa Iris Murdoch (1919-1999) viveu uma grande história de amor com seu marido, o professor de Oxford John Bayley. O filme retrata duas épocas: no auge da carreira e na velhice, com Alzheimer.

Dia 15
quarta
19h

SYLVIA - PAIXÃO ALÉM DE PALAVRAS (Sylvia - EUA, 2003, 120min). Direção de Christine Jeffs, com Gwyneth Paltrow e Daniel Craig. 14 anos.

Sinopse: Sylvia Plath (1932-1963) foi uma das principais autoras da literatura norte-americana. Sua vida atribulada teve momentos intensos de depressão, mas também um grande amor com o poeta inglês Ted Hughes.

 

Mostra de cinema israelense é destaque em programação paralela à Feira do Livro

Para além dos livros, a 63ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre também tem programação para os fãs de cinema. O destaque dessa vez é a 3ª Mostra de Cinema Israelense, elaborada em parceria com o Consulado de Israel de São Paulo. A programação oferece cinco dramas premiados produzidos no país, com temas como situação prisional, a mulher na sociedade israelense e a busca por justiça. Durante todo o período da Feira do Livro, as sessões são gratuitas e a distribuição das senhas ocorre trinta minutos antes de cada sessão. As sessões das 15h são sempre dedicadas a mostra de cinema israelense.

A mostra Cinema Argentino Contemporâneo ocupa as sessões das 17h, numa seleção elaborada em parceria com o Consulado Geral da Argentina em Porto Alegre. Já as sessões das 19 horas são com filmes vindos de dois dos países nórdicos homenageados na 63º Feira do Livro: dois longas noruegueses e cinco longas suecos, baseados em obras literárias de sucesso. Destaque para duas exibições únicas das obras francesas em homenagem aos 40 anos de falecimento do poeta e roteirista Jacques Prévert: o longa de animação O Rei e o Pássaro e uma coletânea com 13 curtas de animação baseados em seus poemas.

Confira a programação “Cine Santander Cultural na Feira do Livro”:

9 de novembro

15h Além das Fronteiras Uri Barbash

17h O Volante Número 5 de Talleres Adrián Biniez

19h Antologia “Saindo da Escola – Jacques Prévert” Diversos Diretores

10 de novembro

15h Sede Tawfik Abu Wael

17h Kryptonita Nicanor Loreti

19h O Rei e o Pássaro

11 de novembro

15h Raiva e Glória Avi Nesher

17h Ressurreição Gonzalo Calzada

19h O Círculo Levan Akin

12 de novembro

15h Bruriah Avraham Kushnir

17h Procurando Tita Teresa Costantini

19h Astrid Kristina Lindström

14 de novembro

15h Raiva e Glória Avi Nesher

17h Viemos de Longe Ricardo Pitterbarg

19h Condado Macabro Marcos DeBrito, André de Campos Mello

Sessão comentada pelo diretor e roteirista Marcos DeBrito

16 de novembro

15h Bruriah Avraham Kushnir

17h Abzurdah Daniela Goggi

19h Um Jogo Sério Pernilla August

17 de novembro

15h A Final da Copa Eran Riklis

17h El Francesito Miguel Kohan

19h O Centenário que Saiu Pela Janela e Desapareceu Felix Herngren

18 de novembro

15h Além das Fronteiras Uri Barbash

17h O Patrão – A Radiografia de um Crime Sebastián Schindel

19h Victoria Torun Lian

19 de novembro

15h Sede Tawfik Abu Wael

17h O Volante Número 5 de Talleres Adrián Biniez

19h O Homem que Amava Yngve Stian Kristiansen

 

Parcão terá reiki para animais neste sábado

Das 14h às 15h deste sábado, 11 de novembro, o grupo Luz Viva Animal - Templo de Amor ministrará reiki em animais de estimação no parque Moinhos de Vento, em Porto Alegre. A atiividade é gratuita, mas quem quiser poderá doar ração para cachorro, beneficiando a ONG Cão da Guarda. O evento acontece próximo ao lago, junto ao banner de identificação. No Facebook, a página é https://www.facebook.com/events/409214289493832/.

 

Missa alusiva aos 180 anos da Brigada Militar

 

do Boteco do Ilgo

Grohe e reservas garantem a vitória em Campinas

Tem gente que não consegue entender que o Grêmio jogou com um time reserva em Campinas, e taca-lhe pau. Nos meus grupos de whats tem gente que anunciou que não assistiria ao jogo diante da escalação apresentada. Queriam, quem sabe?, um time mais forte, com o máximo de titulares?

Renato é um sábio. Ele anteviu que enfrentaria um time desesperado, que dá pau até na sombra, e mandou a campo o mínimo possível de titulares. O que a Ponte Preta bateu não foi brincadeira. O Bob Esponja, digo, o Fernando Bob, quase afundou a barriga e o tórax de Ramiro ainda no primeiro tempo, sendo expulso com toda a justiça. Depois, outros lances violentos ocorreram, mas com punição branda.

Por sorte, ou sabedoria do técnico, o Grêmio manteve seu goleiro titular. Marcelo Grohe foi simplesmente espetacular, com seus braços “de motorista de kombi e de jacaré”. Grohe impediu não apenas a derrota, mas quem sabe até uma humilhação do TIME RESERVA. Escrevo assim em caixa alta, ou maiúscula, para que os gremistas infelizes não esqueçam que não foram os titulares que enfrentaram a Ponte Preta.

Grohe foi milagroso, e, aqui entre nós, um tanto sortudo. Aliás, goleiro sem sorte não chega a lugar algum. O fato é que o Grêmio, mesmo com reservas, obteve sua segunda vitória seguida e já assumiu, temporariamente, o segundo lugar no Brasileirão.

Sobre o gol, há que se destacar que a jogada começou com o vilipendiado Jael, que lançou Léo Moura pela direita, cruzamento perfeito na cabeça do baixinho Ramiro, o onipresente. Ramiro tem uma qualidade rara: a intuição da jogada. Por isso, além de marcar como um obstinado, ainda aparece para marcar gols decisivos. E há quem o queira fora do time.

Futebol é mesmo fascinante.

ÉVERTON

No mais, todos nós que defendemos a presença de Éverton pelo lado esquerdo do ataque no lugar de Ferdinando, não temos do que reclamar. Fomos atendidos. Quem leu meu comentário anterior sabe do que estou falando. Éverton não foi exatamente o que a gente esperava, mas deixou evidente, ao menos para mim, que jogando ao lado de um Luan e de um Lucas Barrios, irá render muito mais.

Então, Éverton de titular. Fernandinho, que entrou no segundo tempo, pode continuar lustrando o banco de reservas.

 

Seminário discute o papel da biblioteca e da leitura no desenvolvimento da sociedade

O VI Seminário Internacional O Papel da Biblioteca e da Leitura no Desenvolvimento da Sociedade Bibliotecas Escolares, Comunitárias e Públicas começou nesta quinta-feira, dia 9 de novembro, no Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas, 1223). O evento integra a programação da 63ª Feira do Livro de Porto Alegre e tem como público-alvo bibliotecários, educadores, estudantes, mediadores de leitura e demais interessados. A organização do evento é realizada pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, Goethe Institut (Porto Alegre), Plano Municipal do Livro e da Leitura de Porto Alegre, Governo do Estad o do Rio Grande do Sul, Conselho Regional de Biblioteconomia da 10º Região (CRB-10), Prefeitura de Porto Alegre, Associação Rio-Grandense dos Bibliotecários (ARB) e Câmara Rio-Grandense do Livro. Antes da abertura oficial, às 9h, teve a visita ao Salão de Ideias, uma exposição com banners de trabalhos dos participantes.

A programação inclui diversas atividades, entre elas, a palestra de abertura “Que faz a biblioteca neste tempos tão velozes?” com o Doutor em Letras e professor da Universidade Federal do Pará Luiz Percival Brito, e mediação de Jane Tutikian, patrona da Feira do Livro de Porto Alegre, em 2011. A escritora participou da criação do Seminário, justamente no ano em que foi patrona. “Tenho alegria imensa de participar dessa abertura, ainda mais com o professor Percival aqui do meu lado”, diz.

Brito começou sua fala lendo um excerto de um jornal inglês que comentava sobre as condições das bibliotecas no País. A partir disso, fez uma reflexão sobre o valor e a experiência da biblioteca. “Ela não dá retorno econômico e não serve aos propósitos do mercado, não funciona na produção, e justamente por isso é que ela é tão boa e importante. É como a arte, a arte é boa porque ela não serve para nada do ponto mercadológico”, explica. O professor crítica a ideia de se pensar em marketing para bibliotecas e de transformar o leitor em um cliente. “É uma ordem que a biblioteca não serve. A biblioteca serve para essas coisas que dizem respeito ao humano, a cultura, a alma, é o que dá razão ao ser humano e elas não dev em dar lucro”, acredita. Nesse sentido, pensar a leitura como um ato de produção apenas reflete o raciocínio capitalista, logo, se a leitura der pouco investimento, vão investir pouco.

Qual seria, então, o papel da biblioteca? “É lá que podemos ir para fazer algo que não resulte em lucro, é um lugar de estar. Nesses tempos tão velozes, tem de se assumir um lugar de estar devagar, porque ler continua sendo um ato que demanda tempo, não dá para ler de qualquer jeito”, afirma. Brito critica o modo como algumas bibliotecas tem se disposto, tratando mais o espaço como um lugar de diversão fugaz. “Algumas vezes vejo a bibliotecas com bastante gente, mas estão brincando, pulando, conversando. A biblioteca não foi feita para isso, é m lugar para ler, refletir, lugar de perceber-se como pessoa no mundo”, conclui.

O evento continua com a mesa “Boas Práticas em Bibliotecas Públicas”: relatos de experiências inovadoras em bibliotecas públicas municipais, às 15h30min, desta quinta-feira, dia 9 de novembro. Na sexta-feira, dia 10 de novembro, acontecem mesas voltadas para os eixos Biblioteca e Cidadania + Bibliotecas em rede e mediação de leitura. A programação completa pode ser encontrada no site http://arb.org.br/seminariobibliotecas/.

 

SC terá mapeamento de áreas de risco geológico e hidrológico em todos os municípios

Fotos: James Tavares/Secom

Santa Catarina será o primeiro estado do Brasil a mapear nos 295 municípios todas as áreas de risco geológico e hidrológico com foco no planejamento urbano, prevenção e proteção à população. O convênio de R$ 20,7 milhões foi assinado pelo governador Raimundo Colombo, pelo secretário da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, e pelo diretor de Geologia e Recursos Minerais do Ministério de Minas e Energia, Jose Andriotti, na manhã desta quarta-feira, 8, em Florianópolis. O trabalho será desenvolvido pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM).

Também foi firmado um protocolo de intenções com as Universidades do Estado de Santa Catarina (Udesc), Regional de Blumenau (Furb) e com a Associação Catarinense das Fundações Educacionais (Acafe) para a criação e a implementação da Escola Estadual de Proteção e Defesa Civil. Os documentos assinados fazem parte do Projeto Gides (Projeto de Fortalecimento da Estratégia Nacional de Gestão Integrada de Riscos em Desastres Naturais), desenvolvido entre os governos brasileiro e japonês com o objetivo de minimizar os riscos de desastres naturais.

“São avanços importantes. Os pontos críticos mapeados e identificados vão trazer grandes benefícios na proteção. A parceria que temos com o governo japonês, no acompanhamento de tudo que vem sendo feito, tem nos ajudado muito. E a criação das escolas com a formação de um grupo permanente de técnicos em Defesa Civil com muita informação, instrução e qualificação é essencial para que possamos alcançar as metas que estão nos desafiando em relação à segurança da população”, disse o governador.

O Governo Federal disponibilizou R$ 16 milhões no convênio. Os R$ 4,7 milhões restantes são recursos do Fundo Estadual de Proteção e Defesa Civil. O trabalho que será realizado pelo Serviço Geológico do Brasil, vinculado ao Ministério de Minas e Energia, terá duração de 18 meses contando a partir da data de publicação no Diário Oficial do Estado. O levantamento vai classificar as áreas em baixo, médio, alto e muito alto risco. “Este trabalho mostra que o Governo do Estado tem uma preocupação social. Santa Catarina é o primeiro estado que tomou a iniciativa e esperamos que isso se torne modelo aos demais estados da federação”, destacou Andriotti.

“É um momento importante. Acredito que todo este esforço de proteção vai se desdobrar para todo território brasileiro”, afirmou o diretor da Secretaria de Gestão de Águas e Preservação do Território do Ministério da Terra, Transportes, Infraestrutura e Turismo do Japão (MLTI), Junichi Kurihara.

Para o secretário da Defesa Civil, os atos firmados são a concretização de todo trabalho que vem sendo feito e traz resultados positivos. “O mapeamento é uma ferramenta indispensável para ocupação urbana, emissão de alerta e segurança à população. Juntamente com todas as ações que estão sendo feitas, isso dá uma nova visão no gerenciamento de riscos”, afirmou. Moratelli disse ainda que as equipes que vão trabalhar nos mapeamentos devem ser distribuídas em 20 regiões onde estão as Defesa Civis, com apoio dos parceiros municipais.

Escola Estadual de Proteção e Defesa Civil

O protocolo de intenções visa a criação e a implementação da Escola Estadual de Proteção e Defesa Civil, bem como a realização de projetos de ensino, pesquisa e extensão voltados à redução de riscos e desastres que afetam a sociedade catarinense. As atividades serão desenvolvidas administrativamente pela Udesc, sob a coordenação da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Comunidade (Proex), com apoio técnico acadêmico da Furb.

“É uma ação para que possamos tornar nosso estado uma escola de Defesa Civil capaz de ensinar os servidores públicos a agir em situações de crise e a replicar esse conhecimento à população”, explicou Moratelli.

As demais atividades serão desenvolvidas pelas universidades que integram o sistema Acafe, mediante à celebração de convênios ou acordos de cooperação técnica que regularão os respectivos projetos com o apoio técnico financeiro da Secretaria de Estado da Defesa Civil. O protocolo assinado é de mútua cooperação entre as instituições e não há custos ao Estado.

O reitor da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Marcus Tomasi, destacou que a criação e implementação das escolas será uma forma de contribuir com o Governo do Estado na formação das comunidades para evitar que os desastres naturais se tornem piores.


9 de novembro de 2017

DE SB

FOI FRAQUINHA A MOV DA FERA DAKI. POKA GENTE.

*

MUITO CALOR ISTOSIM.

*

VOU AGORA COMER UM BIFON NO BAR DO JANGO.

*

COMO DIZ O DECO ALMEIDA, FUI, MAS EU VOLTO.

O GOV MUNICIPAL DAKI TÁ POKINHO. TROCARAM O FARELO POR MEIO DUZIA DE LARANJA PODRE.

*

DEPOIS QUE ASSUMIU SEU NAMORADO, DECO ALMEIDA FOI ' ESFRIADO' DENTRO DO GRUPO DO JORNAL FSB E RADIO CULTURA. QUER DIZER QUE SER SINCERO É PECADO?? QTA HIPOCRISIA. E ESTE GRUPO JÁ TEVE DUAS SAPATAS - UM CASAL - QUE LEVARAM ADIANTE A HISTORIA DA FSB

*

TEM QUE SER MUITO MACHO PRA ASSUMIR SEU NAMORADO EM SB. VIVA O DECO. TODO MEU RESPEITO

 

Caro editor

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/11/08 03:27:46

Manu
Votar na Manuela para presidente é voto colocado fora, deve fazer 1% no primeiro turno. Segundo as pesquisas o Lula leva no primeiro turno e sem apoiar o barbudinho não vão ganhar nenhum ministério. Acho que a Manuela vai acabar mesmo é sendo candidata a governadora pelo RS, ela e o Jairo Jorge tem chances. Ganha o que o PT apoiar. O PT só o Tarso que diz que não quer concorrer, o resto é uma velharia ou desconhecidos.

Comunistas
No meu tempo comunista comia criancinhas. agora são os padrecos.

Lula e o PMDB
Lula acena com aliança com o PMDB não golpista. Mas para se ganhar eleições tem que fazer acordo até com o diabo. Já os tucanos estão todos enrolados. O Fernando Henrique é um velhaco coroca, o Aécio condenado ao desterro político, o Dória que era a grande esperança branca não consegue ser prefeito em São Paulo e o Alckimin não empolga nem a mãe dele.

 

Fotografias 63ª FLPOA

 

A palavra e a herança de Conceição Evaristo

Escritora participa da Feira do Livro de Porto Alegre nos dias 8 e 9 de novembro

Um dos principais nomes da literatura contemporânea brasileira, a mineira Conceição Evaristo já tem agenda confirmada na 63ª Feira do Livro de Porto Alegre. No dia 8 de novembro, às 18h, no Teatro Carlos Urbim, participa da mesa redonda “Conceição Evaristo: a palavra como herança”, com Priscila Pasko, editora do blog Veredas, iniciativa condecorada com o troféu Amigo do Livro pela Câmara Rio-Grandense do Livro em abril de 2017, e o professor convidado da UFRGS Luiz Maurício Azevedo. Antes da abertura da mesa, a atriz e professora Celina Alcântara fará a leitura dramática de um texto da autora. No dia 9, às 10h30min, na Tenda de Pasárgada, encontra alunos dos anos finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. Às 18h, a autora fala no Auditório Barbosa Lessa do Centro Cultural CEEE Er ico Verissimo (R. dos Andradas, 1223 – Centro Histórico – Porto Alegre/RS).

Confira a agenda completa de Conceição Evaristo, incluindo sessões de autógrafos

8 de novembro

18h-19h15min Teatro Carlos Urbim “Conceição Evaristo: a palavra como herança”, com Priscila Pasko, editora do blog Veredas, iniciativa condecorada com o troféu Amigo do Livro pela Câmara Rio-Grandense do Livro em abril de 2017, e o professor convidado da UFRGS Luiz Maurício Azevedo

19h30min

Sessão de Autógrafos de “Becos da Memória” e de “Olhos d´Água”

Ed. Pallas

Praça de Autógrafos

9 de novembro

10h30min

Tenda de Pasárgada

O Autor no Palco com estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio

18h

Auditório Barbosa Lessa do CCCEV

“Escrevivências de mulheres negras: conversa com Conceição Evaristo”, com Lilian Rocha e Fernanda Oliveira

19h30min

Sessão de Autógrafos de “Ponciá Vicêncio”

Ed. Pallas

Praça de Autógrafos

Conceição Evaristo nasceu em Belo Horizonte, em 1946. Teve que conciliar os estudos com o trabalho como empregada doméstica, até concluir o curso Normal, em 1971, já aos 25 anos. Mudou-se então para o Rio de Janeiro, onde passou num concurso público para o magistério e estudou Letras na UFRJ. Na década de 1980, entrou em contato com o Grupo Quilombhoje. Estreou na literatura em 1990, com obras publicadas na série Cadernos Negros, publicada pela organização. É Mestra em Literatura Brasileira pela PUC-Rio, e Doutora em Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense. Suas obras, em especial o romance “Ponciá Vicêncio”, de 2003, abordam temas como a discriminação racial, de gênero e de classe. A obra foi traduzida para o inglês e publicada nos Estados Unidos em 2007.

A 63ª Feira do Livro de Porto Alegre é uma realização da Câmara Rio-Grandense do Livro em parceria com Ministério da Cultura e Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer. Patrocinadores máster: Braskem, BNDES, Zaffari. Banco Oficial da Feira: Banrisul. Seja Vero. Patrocínio Especial Encontros com o Livro: Santander Cultural. Patrocínio Especial Tenda de Pasárgada: SulGás. Patrocinador Especial da Praça de Alimentação: Dado Bier. Patrocinador Especial do Espaço do Conhecimento: Petrobras. Apoio Especial: Prefeitura de Porto Alegre. Financiamento: Pró-cultura RS, Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

 

Biblioteca, leitura, sociedade, protagonismo negro e muito mais

Confira a os destaques da programação da Feira do Livro nesta quinta, dia 9

A quinta-feira na Feira do Livro oferece seminários sobre promoção e mediação de leitura, e importantes temas para debate e reflexão, como transplante e ocupação. E, como destaque nas letras, figura Conceição Evaristo; no traço, Santiago.

VI SEMINÁRIO DE BIBLIOTECAS

Das 10h às 15h30min, Auditório Barbosa Lessa – Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (CCCEV) – Rua dos Andradas, 1223. Os encontros ocorrem às 10h, 10h30min, 14h e 15h30. O tema do VI Seminário Internacional é o papel da biblioteca e da leitura no desenvolvimento da sociedade. Os palestrantes vão falar sobre o papel do bibliotecário, as boas práticas em Bibliotecas Públicas e muito mais.

CONCEIÇÃO EVARISTO

Às 10h30min, na Tenda de Pasárgada, a atividade “O Autor no Palco” é com Conceição Evaristo. A escritora mineira, um dos principais nomes da literatura contemporânea brasileira, encontra alunos dos anos finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. Às 18h, Conceição estará no Auditório Barbosa Lessa e conversa sobre o tema “Escrevivências de mulheres negras”. Às 19h30min, autografa “Ponciá Vicêncio” na Praça de Autógrafos.

TUDO A LER

Às 13h30min e às 14h30min, tem “Tudo a Ler” do Instituto Estadual do Livro e Seminário Sexta-feira do Professor da UniRitter na Sala Leste do Santander Cultural (Rua 7 de Setembro, 1028). É uma atividade de formação de mediação de leitura e no primeiro encontro, o tema é “Os desafios da inclusão escolar e no ensino superior: experiência de uma jornalista com baixa visão com Mariana Baierle”. No segundo, o tema é “A brincadeira como ferramenta pedagógica” com Cristina Dias.

TRANSPLANTE E AUTÓGRAFO DE E-BOOK

Às 15h, na Sala Oeste do Santander Cultural, Valter Duro Gracia, Clotilde Druck Garcia e Larissa Karsburg falam sobre “O Manual de Doação e Transplantes”. Informações práticas sobre todas as etapas do processo de doação de órgãos e transplante. Às 16h, o público dirige-se à Praça de Autógrafos para adquirir um cartão com um código que permite o download do e-book. O leitor tira um autógrafo-selfie e publica nas redes sociais com a hashtag #1salva8. A edição é da Libretos.

OCUPAÇÃO POÉTICA E URBANA

Às 18h30min, “Lanceiros Negros, um retrato das vidas invisíveis nas ocupações urbanas”, na Sala Leste do Santander Cultural. As ocupações urbanas e o déficit crescente de moradia provocam um debate indispensável: afinal, quem são as “pessoas invisíveis” que compõem o movimento por moradia? Com Nana Sanches, Betânia Alfonsin e Luís Eduardo Gomes.

Às 20h, no Teatro Carlos Urbim – Entre o Margs e o Memorial do Rio Grande do Sul ocorre o Sarau Sopapo Poético, tradicional evento de literatura de autoria negra porto-alegrense que acontece na última terça-feira do mês, durante o ano. Participação da Cia de Dança Afro Omodua.

GASTRONOMIA INTERNACIONAL

A novidade no estande do Instituto Cervantes, na Área Internacional da Feira do Livro (primeiro andar do Memorial RS), é gastronomia. Livros sobre culinária típica de vários países estão disponíveis em língua espanhola. O Instituto é a entidade oficial do Governo da Espanha para a promoção do idioma espanhol e da cultura hispânica no mundo.

A 63ª Feira do Livro de Porto Alegre é uma realização da Câmara Rio-Grandense do Livro em parceria com Ministério da Cultura e Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer. Patrocinadores máster: Braskem, BNDES, Zaffari. Banco Oficial da Feira: Banrisul. Seja Vero. Patrocínio Especial Encontros com o Livro: Santander Cultural. Patrocínio Especial Tenda de Pasárgada: SulGás. Patrocinador Especial da Praça de Alimentação: Dado Bier. Patrocinador Especial do Espaço do Conhecimento: Petrobras. Apoio Especial: Prefeitura de Porto Alegre. Financiamento: Pró-cultura RS, Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

 

FEIRA LIVRO COMEMORA 1º EDIÇÃO DO DIA DO TANGO EM POA

SUGESTÃO DE IMAGENS:

Geral da Área Internacional ( 1º andar do Memorial) - das 12h30 às 20h30

No estande da Argentina –Livraria Calle Corrientes – Mostrar livros de tango (letras, orquestras, compositores...). Entre eles, o livro O Tango em Porto Alegre (1914-2014).

SUGESTÃO DE ENTREVISTAS:

Entrevista com o livreiro argentino MIGUEL ANGEL GÓMEZ - Fone: 98583-9707

Entrevista com o argentino Washington Gularte, autor do livro O Tango em Porto Alegre (1914-2014).- fone 991060864

Dança ( casais dançam tango) – combinar apresentação com o coordenador : argentino Daniel Osvaldo Carlos Fone: 99911-1822

OBS: todos são argentinos e falam muito bem português

TANGO NA FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE

Pela primeira vez, a capital gaúcha festeja, em 10 de novembro, o Dia Oficial do Tango em Porto Alegre, instituído por lei municipal. Foi em 28 de novembro do ano passado que a Câmara Municipal aprovou o projeto de Lei nº 204/16, de autoria do vereador Márcio Bins Ely (PDT) que marca a data de 10 de novembro para fortalecer e divulgar a relação da cidade com o tango.

O DIA DO TANGO EM PORTO ALEGRE VAI SER COMEMORADO NA FEIRAS DO LIVRO:

O livro O Tango em Porto Alegre (1914-2014), de autoria do músico, compositor, pesquisador e escritor Washington Gularte, situa Porto Alegre como a primeira capital do Brasil a relatar um século de história de tango em território nacional. O livro está exposto, entre muitos outros sobre o gênero musical, no estande da Livraria Calle Corrientes, na Área Internacional da Feira do Livro. (1º andar do Memorial do RS). São obras sobre compositores de tango, orquestras que executam tango, letras de tango...A livraria é a única de Porto Alegre especializada em obras latino-americanas.

TANGO PATRIMÕNIO

O tango é a dança de salão mais dançada no planeta. Em setembro de 2009, passou a ser considerada Patrimônio Cultural Imaterial Rio-platense (pertencente ao Uruguai e a Argentina) e Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco.

No final da matéria, pode-se CHAMAR a APRESENTAÇÃO GRATUITA DO GRUPO 8 Adelante no dia 11/11 na Feira:

Sábado 11 de Novembro, 18 horas (um dia depois do Dia do Tango em POA)

Nome do espetáculo: "Tango, el abrazo universal".

No Hall do Memorial do Rio Grande do Sul.

"Tango, el abrazo universal" acolhe as pessoas na arte do tango dança. Mostra que há humanidade no abraço do tango nesta época de perda de valores, de tiroteios, de atentados e migrações massivas pela carência de qualidade de vida.

SUG DE ENTREVISTA:

Nesta quinta (8/11), às 13h, a escritora nigeriana Remilekun Owadokun recebe a imprensa no estande da SBS, na Área Internacional da Feira do Livro (1º andar do Memorial). Cada veículo será atendido individualmente. Ela fala português (mora há 2 anos em Porto Alegre).

O estande da SBS expõe três títulos da autora:

- Como eu perdi 40 quilos
- The Total Makeover: You deserve to live your best life
- Mentorless?: Attract, retain and make the best of Mentoring relationships

PAUTA NA FEIRA:

14h

Como eu perdi 40 quilos: a jornada que mudou minha vida

Sala Oeste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028

Relato de uma jovem nigeriana que ficou conhecida no mundo por desenvolver uma técnica de consciência alimentar e hoje ajuda pessoas a emagrecer. Com a autora do best seller “How I lost 40 kg”, Remilekun Owadokun.

 

do Espaço Vital

Um “agrado” para 37 mil autoridades

Ao contrário do que magistrados propagam e muita gente imagina (e acredita!), os processos eletrônicos ainda não desafogaram a Justiça brasileira. É verdade que recente estudo do CNJ apontou que as ações e recursos judiciais sem papel já representam 70% dos novos casos.

Mas o índice de congestionamento - de 2009 a 2016 – subiu de 70 % para 73%. Em outras palavras: os foros e os tribunais brasileiros continuam demorando muito a solucionar as crescentes demandas. Estamos a caminho de ver as tartarugas forenses tradicionais (misto de casco rígido casco e papel flexível) substituídas por tartarugas forenses eletrônicas. Estas são mais difíceis de ser enxergadas do que as que ficam em incômodas e cumulativas pilhas.

Na linha do tópico aí de cima (demora, outros interesses, etc.) parece que o STF perdeu o foco em fixar limites para o direito ao foro privilegiado. Depois de muitos debates, este ano, no Congresso e no Judiciário, os refletores se apagaram e os atores sumiram de cena.

Liberada para julgamento desde 25 de setembro, a ação não entrou na pauta da Corte em outubro e está sem previsão para novembro.

E todos sabemos que em 20 de dezembro vem o recesso, que avança em janeiro; depois o Carnaval (10 a 14 de fevereiro), a Copa do Mundo (14 de junho a 15 de julho), as eleições (1º turno, 2 de outubro; 2º turno, dia 30).

A disforme e gigantesca tartaruga de várias faces agrada muitas das 37 mil “autoridades” brasileiras que desfrutam desse abominável conforto legal no País.


8 de novembro de 2017

exclusivo

SINDICATO JOR TINHA 200 MIL EM CX ALGUNS ANOS ATRAS


SIMAS EXPLICA A PENURIO DO SINDI....

QDO ALGUÉM DISSE QUE TAVA CONSUMINDO O ULTIMO COPO DE PLÁSTICO, AGORA NÃO TEM MAIS, ALGUÉM DISSE:

- CUIDADO QUE A CRIESE PODE CHEGAR NA TUA EMPRESA.

qdo o ex presi ze zunes deixou o cargo tinha 200 mil em caixa.

ha quem diga que houve gastos excessivos. festas no clube do comercio custaram entre 35 mil a 40 mil.

*

O SIND DE SP ARRECADA DE ASSOCIADOS 100 MIL MENSAIS.

ha quem diga que a sucursal de pelotas já tinha que ter sido fechada.

- so reclamam e só dão prejuizo, me disse uma fonte.

*

a mesma fonte informa que a atual direção dormiu no ponto. ficou apenas esperando a confederativa e agora ' SO CULPA A RBS'.

*

ROBINSON ESTRASULAS, DIR FINANCEIRO DO SINDI NÃO TEM IDO NESTES ENCONTROS. ELE NÃO CONCORDA COM AS ATUAIS DECISÕES DO PRES SIMAS.

*

VERA DAYSE BARCELLOS QUE TAVA HJ NA COLETIVA NÃO É DA DIREÇÃO. É DO CONSELHO FISCAL.

*
DE UM POSSIVEL DEGOLADO: ' DESDE QUE PAGUEM O MEU, TUDO BEM....."

* UMA COISA PARECE OBVIA PRA TODOS. A SITUAÇÃO ATUAL DO SIN DOS JOR NÃO FOI PROVOCADA POR QQ FALCATRUA. É GENTE SÉRIA.

SINDI NO MERDOL.

HA TEMPOS QUE FGTS,INSS DOS EMPREGADOS NÃO É DEPOISTADO.

HÁ ALGUNS ANOS COM A ENTRADA DE GRANA, OS DIRETORES VIAJAVAM MUITO. TUDO PAGO PELO SINDI E COM HOTEL,DIÁRIAS E AVIÃO. ACABOU A MORDOMIA SINDICAL. DISTO TB É BOM FALAR.

' merdol' GERAL DONOSSO SINDI FAZ DIRETORES TRABALHAREM.

É O QUE VAI ACONTECER DIANTE DA DISPENSA DOS FUNCIONÁRIOS. FORAM 2 E IRÃO AMSI DOIS AFIRMO AKI.SERÁ A MARA E O CRISTINO. ELE COM 30 ANOS ELA, COM 20. RESCISÕES CARISSIMAS. VÃO VENDER A SEDE DE PELOTAS PRA PAGAR.

MERDOL DO NOSSO SINDI

NAZARE DE ALMEIDA ESTEVE NA 2 PAGANDO SUA MENSALIDADE. APESAR DE TAR NA OPOSIÇÃO, ELA NÃO SACANEIA, COMO OTROS.

*

na saida da coleitva de aorgora de manha, os 3 FUNCIONÁRIOS QUE XEGARAM AO MEIO DIA E QUE PRDERAM O VALE REFEIÇÃO ESTAVAM COM OS OIOS ESBUGALHADOS. MEDO DE DEMISSÃO.

*

O SINDICATO VAI SE REERGUER, MAS DE OTRO JEITO. NÃO DO ANTIGO, QUANDO O PRESIDENTE RECEBIA DE VERBA DE RPRESENTAÇÃO 2 PISOS. MAIS DE 4 PAUS. AI ATÉ EU QUERO.

*

SIMAS ABRIU MÃO DA VERBA , TAVA EM UM PISO, EM ABRIL ULTIMO

*

A DEFASAGEM ENTRE O QUE ENTRA E O QUE SAI É MUITO GRANDE. ASSIM VAI ABRIR UM ROMBO. NÃO TÃO SENDO PAGOS FGTS,INSS. LOGO LOGO OS SALARIOS SERÃO PARCELADOS.

*

NÃO XAMEM O SIMAS DE TEMMER PQ TÁ VENDENDO. ELE NÃO GOSTA.

*
UM ASSOPRÃO ME DISSE QUE A RBS MONITORA O FEICE DO ANDRE PEREIRA. E QUE PAROU DE PAGAR O QUE TINHA QUE PGAR DEVIDO AO QUE É POSTADO ALI.

*

ANDRE PEREIRA, OU SEU FEICE, SERIA UM POKO O ' GARGANTA PROFUNDA' DO PRESIDENTE SIMAS.

*

ME PARECE QUE SÃO PARENTES,

*

UM BLOGEIRO, PICA FUMO, MANDOU QUE O SINDI MANDASSE RILISE PRA ELE. ELE VAI É CHUPAR CANA.

*

O CLIMA NO NOSSO SINDI É BRABO, MAS A SITUAÇÃO TÁ SENDO ENFRENTADA. NÃO TERGIVERSADA.

*

CLARO QUE AGORA VÃO JOGAR PEDRAS NA GENI.

OS SALÁRIOS SÃO PEQUENOS DE 6 FUNCION NÃO XEGA 19 MIL. PEQUENOS PRA CARAMBA.E O CRISTIANO TEM 30 ANOS DE CASA. A MARA 20.

A SEDE DA R DA PRAIA VALE 450 MIL REAIS.

A COLET FORAM SITES RESPEITADOS COMO COLETIVA NET E SUL 21.ALÉM DO MEU E DE OTROS,CLARO.

PICA FUMOS QUE SI AXAM NÃO FORAM NA COLETIVA. DEPOIS VÃO SE QUEIXAR PRA MAE DO BADANHA

agradeço a coletiva por ter citado meu blog presente na coletiva. gente decente é assim.

 

uber

o motora do ponto da CARAZINHO QUE ME TROUXE AKI PRA ROD PRA IR A SB VEIO DIZENDO HORRORES DO UBER.

- TEM TRAFICANTE AI COM 50 CARRÃO QUE BOTAM NO UBER.COM MOTORA CONTRATADO. É PODE SER.

 

cena desta seg no MAOME

a veia franquista pegfuntou pelo MATICO.

-cade akele rapaz inteligente e educado . vcs 2 são mal educados, disse a veia franquista.

- ele tá reunido com o TRUMP, DISSE O LAURINHO

ROQUE CALLAGE.

PASSU PELA CALÇADA DA RUA,QUANDO TAVAMOS TOMANDO COFFE NO MAOME.NEM SE DIGNOU CUPRIMENTAR. E ISTO QUE JÁ O ACOLHI NA MINHA CASA,

EM ALGUMAS OCASIÕES. COMO DIZ O FILOSOFO, NÃO ESPERE NADA DO HOMEM

 

Aceg / associados

RECEBO DO POSTULANTE A PRES J.AV. NETTO

De: "Sandra Cristina Salomao"
Enviada: 2017/11/07 01:43:44

Queridos companheiros
Estamos próximos a mais um processo eleitoral, na nossa ACEG, e algumas perguntas seguem nos acompanhando. A primeira delas e, possivelmente, a mais urgente é: por que nossa associação esqueceu o interior? Desde 1978, nossa entidade, fundada em 1945 como Associação dos Cronistas Esportivos de Porto Alegre, passou a abranger profissionais de todo o Estado. Ao longo do tempo, infelizmente, eles passaram a ser lembrados tão somente no momento da contribuição anual.
Desde o último pleito - e lá se vão dois anos -, nossos colegas do interior do Estado têm manifestado grande preocupação. Especialmente as praças menores. De acordo com relatos, a eles são destinados espaços insuficientes, atenção mínima, apoio zero, por parte da associação. Não temos futebol apenas na capital. Durante as partidas, no nosso imenso e rico interior, o que a ACEG oferece aos seus associados? Qual a estrutura logística? Quais as exigências mínimas nos estádios? E mais, qual a contrapartida de uma contribuição anual que, a muitos, custa alto?
O que mais nos surpreende, no entanto, é que aos associados do interior é dificultado o direito mais soberano de um cidadão: o voto. E não há argumento que justifique fazer com que o colega do interior, que já enfrenta dificuldades para realizar dignamente seu trabalho, tenha que vir até a capital para depositar o voto em quem considera melhor preparadx para dirigir a ACEG. Em pleno século XXI.
Sim, em plena era da tecnologia, ainda temos um sistema arcaico de votação, que não beneficia a democracia. E explicamos. Na última assembleia, dia 17 de outubro, um grupo de associados, que se comprometeu a dar voz aos colegas do interior do Estado, aguardou a ordem do dia “Assuntos Gerais” (que não precisa de explicação, pois o próprio nome já a conceitua), para debates a respeito da facilitação de voto para os associados do interior do Estado. Para surpresa de todos, de forma antidemocrática e autoritária, a atual direção encerrou qualquer possibilidade de discussão sobre eleições, o que está devidamente gravado a quem custar acreditar em tal abuso de poder. Por fim, o associado José Aveline Neto pediu, então, para protocolar, junto à mesa, a entrega de dois orçamentos de projetos que permitem o voto se creto, pela Internet, com auditoria, garantindo a transparência da operação. Creiam, a solicitação foi negada.
Temos um compromisso firmado com nossos colegas e, por isso, os projetos foram, posteriormente, protocolados na secretaria a ACEG e, por certo, ficarão esquecidos nas gavetas. Aí ressurge a pergunta: por que? Por que negar ao interior do Estado - e aos demais colegas, que não podem se dirigir até a sede - o direito ao voto? Dificultar a participação no pleito interessa a quem? Manter o interior afastado da associação é vantajoso a quem?
Agora que vocês sabem que existem propostas (viáveis, inclusive, financeiramente) para que o companheiro do interior faça valer a sua vontade no pleito da ACEG, juntem-se aos colegas e exijam respeito, clamem por valorização, reivindiquem essa possibilidade, não permitam que lhes tirem esse direito, que o povo brasileiro conquistou a duras penas: VOTAR. Se fizermos isso AGORA, ainda há tempo para o pleito deste ano. Contem conosco!

 

Conto

ESSE NEGO DE AEROMOÇA DARIA UM LIVRO MASI AI VAI TER PROCESSO(oc) DIZEM QUE PRA TRABLAHR ELAS TEM QUE SER ' APROVADAS' D PELO COMANDANTE DO AVIÃO.SEI LÁ...TEM MUITA FALAÇÃO

A AEROMOÇA

Voar voar, subir subir ir por onde for descer até o céu cair ou mudar de cor.......sempre que um avião passa por sobre minha cabeça eu me lembro de Camila e quando me lembro de Camila, eu cantarolo essa canção (só sei esse pedaço).
E como eu moro em Campinas, bem próximo do aeroporto, a cada cinco minutos uma aeronave sobrevoa meu teto, a cada cinco minutos eu recordo Camila, então o dia inteiro eu me sinto Biafra.
Essa moça surgiu em minha vida assim de repente num estalar de dedos.
Ela me solicitou amizade pelo Facebook porque disse que se apaixonou pelos textos que eu escrevia e publicava e ainda faço.
Imediatamente eu aceitei, também pudera! diante da foto de tão bela mulher, ainda por cima, querendo sua amizade, que homem não aceitaria? ainda mais um velho babão, carente e sem compromisso igual a mim;
No início ela não escrevia nada, mas depois de um texto, não me lembro, se mais romântico ou porque falei de Deus, ela resolveu me escrever.
Logo de cara perguntou se eu era casado ou se namorava, Aí sim o coração do coroa quase explode de tão forte que bateu.
Depois disso passamos a conversar mais, eu falei da minha vida, das minhas aventuras, das cagadas que eu já tinha feito, meus amores e desamores, Ela me disse que viajava muito porque é comissária de bordo e que também estava só.
Então o Zé Ruela aqui ficou todo empolgado, já pensou eu namorando uma mulher desse naipe?
Isso é privilégio pra pouco mortal e eu quase morto, tendo esse privilégio, tava me sentindo o rei da cocada.
Marcamos de nos encontrar no final de semana, não deu, aconteceram alguns problemas na casa dela, outro final de semana também não deu , ela estava viajando, no outro estava em Floripa.
Os finais de semana iam chegando, outros passando, comecei a desconfiar que eu tinha ficado de Jão.
Então foram diminuindo as palavras cada vez mais, por fim elas se acabaram de vez, eu mandava vídeos, ela não respondia, mandava frases bonitas, ela me ignorava, acho até que me deletou.
Eu achava que um dia iria viajar ao lado de uma linda mulher, acabei foi viajando na maionese.
Eu até pensei em parar de sonhar, já que meus sonhos nunca tornam realidade, mas não vou parar não, sonhar é a única coisa que me resta e ainda é de graça.
Quem sabe outra Camila também pode gostar das minhas histórias, quem sabe eu não viaje mais nas asas da ilusão, quem sabe quando um aeroplano passar voando sobre mim,eu nem perceba, quem sabe eu aprenda cantar direito, Sonhos de Ícaro.
valdirfachini53@gmail.com

 

Curso sobre quadrinhos no cinema

De: André Kleinert
Data: 6 de novembro de 2017 11:09

Olá, pessoal.

Tudo tranquilo?

Nos dias 25 e 26 de novembro ministrarei um curso chamado “Quadrinhos no cinema: Uma história quadro a quadro”. Caso vocês tenham interesse em participar ou divulgar o curso o link para maiores informações é o seguinte: http://cinemacineum.blogspot.com.br/2017/11/quadrinhos-no-cinema.html

Abraços,

André Kleinert

 

do Comunque-se

Menos uma revista na Abril: Estilo será extinta após 15 anos

Depois de 15 anos, a revista Estilo deixa o portfólio do Grupo Abril. A publicação é uma versão brasileira da marca americana InStyle e será encerrada em dezembro deste ano. A decisão foi comunicada pela Abril, que confirmou a veiculação das duas últimas edições sendo novembro e dezembro.

A reportagem do Portal Comunique-se conversou com o Grupo Abril sobre os motivos para o encerramento da revista, assim como o número de demitidos após a movimentação e o futuro do site que leva o mesmo nome da revista. A empresa não quis comentar a situação e afirmou que alguns profissionais do time serão realocados em outras marcas da casa.

O Grupo Abril informou que os assinantes receberão os últimos exemplares e, depois disso, poderão optar por substituir a assinatura por outra revista. Diretora editorial de Marcas Femininas da Abril, a jornalista Paula Mageste agradeceu aos profissionais que fizeram parte da história de Estilo.

Fundada em 1988, a InStyle chegou ao Brasil como Estilo em 2002 para ser referência de consumo para as mulheres. A publicação tinha como objetivo mostrar ideias práticas e eficientes de moda, beleza e entretenimento inspirados no estilo de vida das celebridades.

 

CONVITE

 

Marchezan se reúne com representantes do Mercado Público

O prefeito Nelson Marchezan Júnior recebeu nesta terça-feira, 7, representantes da Associação do Comércio do Mercado Público Central (Ascompec), líderes religiosos e secretários para discutir ações visando à melhoria do espaço. Atualmente, o Mercado Público conta com 106 permissionários e cerca de 1,1 mil trabalhadores. Em torno de 150 mil pessoas circulam todos os dias pelo Mercado Público. Na Semana do Peixe e na semana que antecede o Natal, esse número passa de 250 mil pessoas.

No encontro, o prefeito falou que o Executivo Municipal quer tornar o espaço um lugar mais seguro, com infraestrutura melhor, para que fique mais atrativo aos frequentadores. A proposta é firmar uma Parceria Público Privada (PPP) para fazer a gestão do Mercado. “O governo vai fazer o que precisa ser feito para a cidade”, disse Marchezan.

Na sexta-feira, 10, o secretário Municipal de Parcerias Estratégicas, Bruno Vanuzzi, apresentará a minuta da Proposta de Manifestação de Interesse (PMI) aos representantes do Mercado. O encontro será a partir das 14h30, na Secretaria de Parcerias Estratégicas. O secretário falou ainda que os direitos dos atuais permissionários e as tradições religiosas serão mantidas. “O ponto crucial é a necessidade de investimentos”, ressaltou.

Os integrantes da Ascompec destacaram a grande circulação de pessoas no Mercado Público e reafirmaram que todos querem um local melhor. “Estamos aqui para sermos parceiros da prefeitura”, disse Clóvis Athaus Júnior, segundo tesoureiro da Associação do Comércio do Mercado Público Central.

Estiveram presentes o secretário de Desenvolvimento Econômico em exercício, Leandro de Lemos, o titular da Cultura, Luciano Alabarse, os representantes da Ascompec, Sérgio Lourenço Araújo da Rosa, Valdir Sauer, Fernando Cezar Gomes, Adriana Cristina Kauer e Mara Regina dos Santos Outeiral, o procurador-geral do Município, Nelson Francischini Marisco, o vereador Mauro Pinheiro e o Pai Paulinho Xoroquê.

 

Unidade de Saúde Modelo não terá atendimento noturno nesta quarta

A Secretaria Municipal de Saúde informa que, excepcionalmente, nesta quarta-feira, 8, a Unidade de Saúde Modelo não atenderá no horário noturno, entre 18h e 22h. A medida é necessária para readequação de processo de trabalho das equipes que atuam à noite. Durante o dia, o atendimento segue normalizado. A Unidade Modelo retoma o funcionamento noturno a partir de quinta-feira, 9.

Desde 25 de abril, a Unidade de Saúde Modelo já contabiliza mais de 8 mil consultas médicas realizadas somente no horário estendido. Cerca de 89% dos casos foram resolvidos diretamente no local, pelos profissionais, evitando encaminhamentos. O local soma ainda 2.500 consultas odontológicas no período da noite.

 

Nota oficial sobre os projetos de pessoal

Reforçando o compromisso assumido pelo governo na presença de 16 vereadores, em negociação com o Sindicato dos Municipários (Simpa) e o Comando de Greve, no sentido de promover amplo debate das propostas antes de irem à votação, formalizamos a retirada de tramitação do Projeto de Lei de Complementar 11/2017, que trata da estrutura de remuneração e vantagens dos servidores municipais.

A construção, documentada em ofício à Câmara Municipal nesta terça-feira, 7, foi acordada na reunião semanal com vereadores integrantes da base do governo no Legislativo, com a presença do líder do governo, Moisés Barboza, e do vice-líder, Luciano Marcantônio.

Mantemos a determinação de enfrentar a estrutura de despesa de pessoal para que não siga causando prejuízos drásticos às finanças públicas. A falta de equilíbrio entre receita e despesa impacta a prestação de serviços ao cidadão que mais precisa, e nós precisamos mudar essa realidade. O governo tem a convicção de que, neste momento, suspender a tramitação dos projetos servirá para ampliar o debate com a sociedade sobre uma estrutura de pessoal que compromete a sustentabilidade financeira da prefeitura e o próprio futuro do funcionalismo.

Nelson Marchezan Júnior

Prefeito de Porto Alegre


7 de novembro de 2017

Coleguinhas

HJ AS 11 DA MATINA OLETIVA NO SIND DOS JORN PRA EXPLICAR O MERDOL GERAL DELES.....JÁ VI QUE TEM XORADERA.

FELIPE VIEIRA 'CHUPA' ESTE BROG

ELE DEU QUE A BANCA DA URGS N ACEITAVA GRANA. POIS FUI O 1 A DIZER ISTO NESTE BROG.

FOI UM CARA QUE CONHEÇO QUE ENCONTREI NA ABERTURA DA FEIRA NO DIA 1 DE NOV. FUI LÁ E CONFERI. DEI AKI E O FELIPE LEU NO SEU PROGRAMA. ESTES CARAS SÃO LEDORES DE BROGS DE COLGAS. CLARO QUE NÃO CITAM,NÉ. PUXAM PRA ELES A GLORIA. ' CHUPADORES' CLASSICOS DE NOTICIAS DOS DEMAIS. ISTO É COMUM NO JORNALISMO. CONHEÇO ELES. LAURO QUADROS ERA OTRO. FAZIA OS REPORTERES DIZER PRA ELE O QUE TINHA CONTECIDO NOT REINO PRA ELE POR NA COLUNA OLHA GENTE. CHUPINS DA VIDA ALHEIA...ISTO QUE SÃO.e depois ainda dizem uma fonte me disse..conheço eles de cor e salteado na aldeia.

CUCUT LEDOR DESTE BROG.

TB FOI XAMADO + TARDE DE ' ECOCHATO. ISTO PQ ELE FUNDOU OS JORNALISTAS DE ECOLOGIA.

ELE CONHECEU SUA MULHER NA PRAIA, NO HOTEL BERA MAR....A 1 COSA QUE PERGUNTOU FOI

- ES PETISTA.????

OTRO CARA ENCHIA O SACCO DELE ONDE TRABALHAVA.

- SERAFINA OU SERA GROSSA?

ELE QUASI ENLOQUEECEU NISTO...

CUCUT É SERAFINENSE. MAS VEIO EMBORA CEDO.

PO TER LEITORES INTELIGENTES COMO O FERNANDO É FODA. ELE DEU NO POSTE. SO ERROU DE CIDADE.

MAIS UM POKO E LE ME ACERTA O LADROZINHO DE MANTA. NÃO A MANTA ELE APANHOU NO HOTEL DE SB. MAS TROUXE PRA PORTO E EU NUNCA MAIS VI A COR.

MEU SETIMO LEITOR CLANDESTINO É O GLEI SOARES. DO PROGRAMA AKELE DA ARI. SO QUE ELE NÃO PODE DIZER ABERTAMENTE, MAS HJ ME DEU A PISTA QUE LE.

ASSIM JÁ TENHO 7 LEITORES. UFA...QUE RESPONSA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!11

 

MEMORIA D IMPRENSA

o xupnismo em pessoa

CRAQUE EM 'XUPINISMO' DE COLEGA ERA O CLAUDIO MONTEIRO. NA RAD GAUCHA, EM TRAMANDAI, NOS ANOS 70, ELE PEGAVA NOSSAS LAUDAS E FAZIA OS PORGRAMAS DELE NA RÁDIA.

TUDO SOB COMPLASCENCIA DOS XEFETES QUE IAM NOS ' COMANDAR'. NÃO ERA NO DELES, ERA NO NOSSO, NÉ.NQ TEMPO NÃO TINHA MULTIMIDIA. O CARA NA MAIOR CARA DE PAU PEGAVA NOSSAS LAUDAS, NÃO SEI COMO DEIXAVAM, E LIA AS MATERIAS PRONTAS NOS PROGRAMSW DELE. AXO QUE DE MANHA,DE MADRUGADA, E NOIS ALI TENDO QUE VER AKILO. UM DIA ME DEI CONTA E FIQUEI PUTO. MAS O QUE FAZER COM DUAS RIANÇAS PRA CRIAR.

XUPINISMO PURO.

é melhor nem procurar MUITO XUPINISMO EM IMPRENSA. SENÃO SOBRA POKO DE ORIGINAL.KKKKHJ COM NET,ENTÃO É SO LEITURA DO QUE TÁ NA WEB

 

FERA

LI NA ZH QUE A PREFA TAVA VENDENDO LIVRO QUE UMA AUTORA TINHA FEITO PRA DOAÇÃO EM ESCOLA. MAS QUE ROUBALHEIRA DESCARADA.

TB QUEM BOTARAM LPÁ, NÉ. BOTARAM A RAPOSA PRA CUIDAR DO GALINHERO

N VOU DOARE LIVRO MEU PRA + NG. ELES VENDEM DEPOIS. E MELHOR DOAR DE ESCOLA EM ESCVOLA. ESTES KARAS NEM SE DÃO AO TRABALHO DE DISTRIBUIRF PEGAM PRA VENDER NA FERA.

ESSES LIVROS SOBRE OFICIANS SÃO XATERRIMOS. NEM LE FERNANDO. ISTO É TUDO PICARETAGEM. AI ELES EDITAM UM LIVRO COM OS COITADOS

 

FRA DSB

SIGO ESTA NOT PRA SB. PRA 32 FERA DO LIVRO. VOU VENDER MEU CHOCOLATE LÁ.

O CANTOR BARBARÁ, UM FAZ RICO É O PATRONO. ESPERO QUE FAÇA UM XOU DE GHRATIS.

QUERO VER SE DOU UM PULO DE 3 DIAS EM GARRUCHOS. LÁ ONDE SE CONTA AS ESTRELAS DE NOITE.

 

GARRUCXOS LÁ VAMOS NOIS

TOU COM SAIDADE DE TI GARRUXOS, DAS ESTRELAS NO CEU...DA VIA LACTEA, DO SOL DESCENDO NO POENTE DO PAMPA, POR CIMA DO URUGUAI.

TOU COM SAUDADE DE TI GAURXOS, MEIO TOSCO, MEIO ERMO, MEIO SOLITÁRIO, MAS QUE DE NOITE SE PODE VER A URSA MAIOR, CONTAR QTAS ESTRELAS TEM NO CEU. CHEGA A DAR MEDO.

TOU COM SAUDADE DE GARRUCHOS ONDE A SOLIDÃO NÃO É MAIOR PQ A NATUREZA É EXUBERANTE.

TEM UM HOTELZINHO LÁ DEUMA FUNCIONA´RIA DO TRT. QUE MOROU EMPORTO FOI PRA LÁ E NÃO VOLTOU MAIS.

VAMOS VER SE CONSIGO IR DESTE X. SO QUE TEM QUE IR A VILA TREZA, OU STO ANTONIO DAS MISSÕES. DE LÁ TEM UM BUSUN QUE SAI AS 4 E MEIA. DEVE XEGAR OITO DA NOITE EM GARRUCHOS. DEPOIS DA FERA DE SB DEVO. IR. A FERA DE SB DEVE TAR MUITO LEGAL ESTE ANO.SINTO ISTO DE LONGE.

QUE PENA QUE O RAMÃO NÃO ESTARÁ NA ABERTURA.VIRÁ A PORTO.

 

RONDA DA CITI

NET PASSAGEM

VI HJ UM CARA NA OURO E PRATA TINHA COMPRADO PASSAGEM PRA XAPECO PELA NET. O SITE TINHA CANCELADO. ELE TEVE QUE COMPRAR OTRA NA HORA.

COMO É MESMO ESTE NEGÓCIO DE COMPRAR DE PASSAGEM PELA NET??FUNCIONA OU NÃO???DEVE FUNCIONAR, IMAGINO.

A Paassagem da rodoviária

o passageiro não tinha kara de tranbiqueiro e foi bem tratado pelo func da OURO E PRATA. MAS O FUN DIZIA.

- O SITE CANCELOU, O SITE CANCELOU.

ENFIM O CARA COMPROU UMA DE IDA E OUTRA DE VOLTA PRA XAPECO. PAGOU 210 CONTOS A VISTA EM GRANA.

NEM FOI EM CARTÃO.

sistema brasil. o cara compra e paga pela internet, mas meia hora antes tem q estar na rodoviaria para dar uma cambalhota burocratica qualquer. aí o sistema cai, e mesmo estando lá ants do onibus sair, nao pode embarcar. coisa de genio.

 

Política

A DIFERENÇA ENTRE O PT E A IGREJA CATÓLICA É UQUE O 1 PROMETE E PROMETEU O PARAISO AKI E SE F....A IGR CATOLICA PROMETE PRA DEPOIS DA MORTE. TAI SEMPRE.KKKKK

JOAO VICNTE QUER SER PRESIDENTE. VAI VER É PRA TENTAR VENDER AKELE LIVRO DELE MUITO RUIM QUE TÁ ENCALHADO....

LIVRO BOM É DO PRIMO DELE, O QUE MORREU HÁ POUCO TEMPO. AKELE SIM É UM LIVRAÇO.....MATOU A PAU O FILHO DO TIO BRIZA.

 

concerto /órgão

De: anneschne
Enviada: 2017/11/05 21:46:27



Uma das grandes organistas do mundo estará entre nós no dia 12 próximo.
Cristina G.Banegas,tocando BACH !
Às 10:45h
Comunidade MArtin Luther- rua Cel.Camisão,30.Higienópolis
Agradecemos a divulgação.
Pela Coord.artística,Anne Schneider.
www.anneschneider.net

 

A Natureza resiste

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/11/05 21:58:18



A Natureza resiste
Domingo passado, passeando pelas trilhas de terra entre Gramado e Sapiranga, avistei dois veados-campeiros fêmeas. A Natureza resiste apesar de tudo, a foto abaixo aparece uma delas, a outra já tinha entrado no meio do mato. Ficaram uns 5 minutos paradas na beira da estrada e depois se mandaram. Fiquei tão maravilhado com a aparição que quando resolvi fotografar uma delas jeans estava dentro do mato.

 

Triplex do Lula

OLHA A MANU. PREFIRO ELA QUE O TEU BARBUDO(oc)

De: "Renato Kern"

Enviada: 2017/11/06 12:51:15



Triplex do Lula

 

dos leitores

NAO NADA A VER É UM SOBNRE DERROCADA DE UMA EDITORA. N LEMBRO O NOME. ELE DÁ O NOME DO SITIO DO CARA EM SJERONIMO QUE SE XAMA TE ARREMANGA E VEM. O LIVRO É SENSACIONAL. VOU VER SE AXO POR AKI E TE DIGO, MAS TOU VIAJANDO A SB HJ DE NOITE. PRA FEIRA DE LÁ 4 DIAS DE FEIRA E COM O MARIO BARBARA DE PATRONO. TUDO DE BOM. SERÁ UMA GRANDE SERESTA MUSICICAL ESPERO TOU ENTUSIASMADO(oc)

De: "Fernando Alves"
Enviada: 2017/11/06 14:01:12

Qual livro do Dalcanal sobre o o Jacobi? Um sobre oficinas literárias? (Comprei e ainda não li, chegou ontem.)

 

dos leitores

SERÁ ELE NÃO É DE SB. É DE OUTRA CIDADE FRONTEIRIÇA MAS VIVE NA CAPITAL(oc) PRONTO FALEI DEMAS

De: "Fernando Alves"
Enviada: 2017/11/06 13:59:42

O gatuno de São Borja vai te pelar a coruja na próxima vinda tua!

 

de um lietor

Em Dom 5/11/17 22:22, escreveu:

aquele ribeiro neto as vezes parece que está bebado, e o apresentador fica alfinetando ele. constrangedor, em alguns momentos.

 

História, feminismo, poesia e rock nesta terça-feira na Feira do Livro

rock, muié e um fuminho, tudo coisa da boa*(OC)

Muita história e celebração de datas comemorativas são destaques nesta terça-feira (7/11), na Feira do Livro. Entre outros temas, perspectivas para as mulheres no século XXI, a trajetória de uma família judia no Brasil e rock gaúcho.

História e datas comemorativas

Cem anos da Revolução Russa

Foi em 7 de novembro de 1917 (pelo calendário gregoriano) e em 25 de outubro de 1917 (pelo calendário juliano) que mulheres e homens conduzidos pelo partido bolchevique tomaram o poder na Rússia e começavam a mudar o mundo. O país agrário perdia espaço para a construção de uma potência nuclear. Os cem anos da Revolução Russa podem ser esmiuçados em várias obras expostas na Área Internacional, no 1º andar do Memorial do RS. Na Livraria Francesa, são encontrados, entre outros títulos, “1917 – L’ánnée qui a changé Le Monde”, (1917 – O ano que mudou o mundo), de Jean-Christophe Buisson, “La Revolution Russe vue par une française” (A Revolução russa visto por uma francesa ), de Marylie Markovitch, “Une Histoire Secr&egrave ;te de La Revolution Russe” (Uma Hisória Secreta da Revolução Russa), de Victor Loupan. E, em espanhol, na Livraria Calle Corrientes, além de livros sobre os principais nomes da Revolução Russa, tem “Diez Días que conmovieron al mundo” (Dez dias que comoveram o mundo), de John Reed. Os estandes da Área Internacional funcionam das 12h30min às 20h30min em dias úteis e das 10h às 20h30 aos sábados.

Gutenberg, Lutero e a Reforma: 500 anos em leitura

Às 18h30min, na Sala Leste do Santander Cultural (Rua 7 de Setembro, 1028).

A Reforma (1517-2017) foi decisiva para que a modernidade se constituísse como cultura baseada na leitura e no livro. Gutenberg e Lutero, respectivamente, pelo empreendimento inovador e pela produção intelectual, foram protagonistas centrais neste processo. Apresentação de Ricardo Willy Rieth.

150 anos do Partenon Literário - Seu papel para cultura rio-grandense

Às 15h30, na Sala Leste do Santander Cultural (Rua 7 de Setembro, 1028).

A contribuição do Partenon Literário e sua gestão atual. Com Benedito Saldanha e Gerci Oliveira Godoy

Comemoração aos 50 anos da 1ª edição do livro “O Gato e a Revolução”
Às 17h, na Sala Leste do Santander Cultural – Rua 7 de Setembro, 1028. Lançado na 13ª Feira do Livro de Porto Alegre, em 1967, o romance “O Gato e a Revolução” teve sua primeira edição recolhida pela ditadura militar e o seu autor processado. Apresentação por Alcy Cheuiche, Olívio Dutra, Luís Augusto Fischer e Paulo Flávio Ledur.

A Feira do Livro, além de marcar feitos e datas comemorativas, destaca outras atrações desta terça-feira:

Às 16h30min, “Veias feministas: memória, desafios e perspectivas para as mulheres do século 21”. Auditório Barbosa Lessa – Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (Rua dos Andradas, 1223). As mulheres são maioria no mundo, mas persistem esmagadas pelo machismo e por várias violações de seus direitos. A mudança dessa realidade, tendo os direitos da mulher, os feminismos, o empoderamento feminino e a desconstrução dos machismos como bússola são os temas tratados por Sarita Amaro, Graziela Rinaldi da Rosa e Lívia Caetano da Silva Leão.

Às 18h, Caco Ciocler apresenta Zeide Sucher no Auditório Barbosa Lessa. Em sua estreia como ficcionista; o ator, diretor e documentarista, constrói uma narrativa bem humorada e emocionante sobre a trajetória de uma família de judeus no Brasil, a partir da história de seu avô. O autor é apresentado por Mirna Spritzer e Celso Gutfriend.

Às 18h30min e às 19h30min, SMC na Feira do Livro - Clássicos da Modernidade

Sala O Retrato – Centro Cultural CEEE Erico Verissimo.

Às 18h30min, “Madame Bovary”, de Flaubert, apresentada por Altair Martins. Às 19h30, “A Morte de Ivan Ilitch”, de Tolstói, apresentada por João Armando Nicotti.

Às 19h30min, Sarau Oliveira Silveira e Sérgio Vaz, na Tenda de Pasárgada – Praça da Alfândega, diante do Memorial do RS.

Com palavras, estrofes, versos e muita emoção, poetas gaúchos e porto-alegrenses, expoentes da literatura negra gaúcha, prestam uma homenagem a Oliveira Silveira. Professor, pesquisador, escritor e militante pela Igualdade Racial, Oliveira Silveira é considerado o nome mais importante na luta em favor da igualdade e combate ao racismo. O evento também contará com a participação especial do poeta paulistano Sérgio Vaz, que irá se integrar a este momento ímpar na história da poesia negra gaúcha.

19h, Sou Adote – Roda de conversa sobre o Programa de Leitura Adote um Escritor no Auditório do Memorial do RS. Promoção da Associação Gaúcha de Escritores – AGEs, Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil – AEILIJ

20h, O Rock Gaúcho, com Frank Jorge no Teatro Carlos Urbim – (Entre o Margs e o Memorial do Rio Grande do Sul). Para turmas da Educação de Jovens e Adultos – EJA e público em geral.

A 63ª Feira do Livro de Porto Alegre é uma realização da Câmara Rio-Grandense do Livro em parceria com Ministério da Cultura e Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer. Patrocinadores máster: Braskem, BNDES, Zaffari. Banco Oficial da Feira: Banrisul. Seja Vero. Patrocínio Especial Encontros com o Livro: Santander Cultural. Patrocínio Especial Tenda de Pasárgada: SulGás. Patrocinador Especial da Praça de Alimentação: Dado Bier. Patrocinador Especial do Espaço do Conhecimento: Petrobras. Apoio Especial: Prefeitura de Porto Alegre. Financiamento: Pró-cultura RS, Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Sobre a Feira do Livro de Porto Alegre

A Feira do Livro de Porto Alegre foi inaugurada em 1955 por incentivo do jornalista Say Marques, diretor-secretário do Diário de Notícias, junto aos livreiros e editores da cidade. O evento é considerado referência no país por seu caráter democrático e pela consistência do trabalho que desenvolve na área da promoção da literatura e da formação de leitores. Realizada desde sua primeira edição na Praça da Alfândega, Centro Histórico da capital gaúcha, a Feira é dividida em Área Geral, Área Internacional e Área Infantil e Juvenil. Centenas de escritores, ilustradores, contadores de histórias e outros profissionais participam do evento, que conta com sessões de autógrafos, mesas-redondas, oficinas, palestras e programaç&o tilde;es artísticas, entre outras atividades. Alguns desses eventos são realizados no Memorial do Rio Grande do Sul, Santander Cultural, Centro Cultural CEEE Erico Verissimo e Auditório Dante Barone da Assembleia Legislativa.

Em 2006, a Feira do Livro de Porto Alegre recebeu a medalha da Ordem do Mérito Cultural, concedida pela Presidência da República, que a reconheceu como um dos mais importantes eventos culturais do Brasil. Um ano antes, havia sido declarada bem do Patrimônio Cultural Imaterial do Estado e, em 2010, foi o primeiro bem registrado, pela Prefeitura de Porto Alegre, como integrante do Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial da cidade.

A 63ª edição ocorre de 1º a 19 de novembro de 2017 e, entre os destaques da programação, estão Conceição Evaristo, Otávio Jr., Daniel Munduruku, Sergio Vaz, Ondjaki, Ricardo Araújo Pereira, Rosana Rios e Manuel Filho, entre dezenas de outros convidados, além de uma delegação de doze autores dos países nórdicos, região homenageada pelo evento. Todas as atividades têm entrada gratuita.

Sobre a Câmara Rio-Grandense do Livro

A Câmara Rio-Grandense do Livro é uma sociedade civil sem fins lucrativos, que tem por objetivo unir entidades e empresas que trabalham pelo livro, promovendo sua defesa e seu fomento, a difusão do gosto pela leitura, a formação de leitores e o fortalecimento do setor livreiro. A entidade conta com mais de 140 de associados, entre editores, livreiros, distribuidores e outras instituições que se dedicam à produção, à comercialização e à difusão do livro, todas com sede ou filial no Rio Grande do Sul.

 

da Folha Popular de Teutônia

 

do Comunique-se

ARRIADO. DIZ O MEU BROGUEERIO QUE EU NEM LEIO MEU PROPRIO BROG. UÉ, PQ IA PERDER TEMPO SE OS LEITORES O LEEM(oc) TENHO 5 COM CERTEZA

GloboNews: nova identidade e mudança no ‘Conta Corrente’

Dias de novidades na GloboNews, emissora de notícias da Globosat. Nova identidade para os programas da casa e Samy Dana no comando do ‘Conta Corrente’

Desde o início da última semana de outubro, a GloboNews aparece com novidades na tela dos assinantes espalhados pelo Brasil. São as mudanças na identidade visual do canal de notícias mantido pela Globosat. Agora, a marca do veículo aparece em uma única cor. Ora aparece 100% vermelha e em outras ocasiões em preto ou, ainda, branco.

Não foi só a forma (e a tonalidade) com que o logotipo é apresentado aos telespectadores que mudou. As chamadas e vinhetas dos programas da casa aparecem diferentes dos conteúdos utilizados ao decorrer nos últimos anos. Fazem parte da renovação das aberturas dos telejornais texturas rebaixadas e transparências, conforme endossa a equipe do canal. Os vídeos também usam imagens dos bastidores da redação e dos estúdios.

Noticiário matinal que tem como apresentadoras Aline Midlej (São Paulo) e Raquel Novaes (Rio de Janeiro), o ‘GloboNews – Edição das 10h’ é um exemplo da mudança. No anúncio que o telejornal vem “a seguir” na programação, as jornalistas aparecem informais: com takes em que aparecem sorridentes e, em outro momento, questionadoras.

Diretora da GloboNews – e que se aposentará em dezembro -, Eugenia Moreyra avalia que a nova identidade da emissora reforça o compromisso com a cobertura ao vivo – por isso, o logo aparece em movimento e em expansão. “Além dos atributos ‘vivo’ e ‘dinâmico’, acrescentamos ‘pulsante’ e ‘espontâneo’, que remetem ao posicionamento do canal, forte nas coberturas ao vivo”, comenta a executiva.
Evolução da marca GloboNews

Gerente de criação do canal, Luciano Vasconcelos fala da questão criativa da “evolução da marca”. “É na identidade visual que ela se manifesta, tanto na embalagem quanto na narrativa. É ali que as pessoas reconhecem o canal. Vamos deixar a programação completamente integrada, em um fluxo continuo de conteúdo”, diz. As artes foram desenvolvidas em parceria com a Crama Design Estratégico.

Samy Dana é o novo apresentador do ‘Conta Corrente’

A última semana não foi de novidades apenas nas questões visuais da GloboNews. A emissora informou, em comunicado enviado à imprensa, que o ‘Conta Corrente’ entra em nova fase. O programa exibido de segunda a sexta, das 21h às 21h30, terá troca na apresentação. Por decisão da diretoria, sai a jornalista Juliana Rosa e entra o economista Samy Dana. Ele estreia no comando da atração nesta segunda-feira, 6.

“A economia está no meu DNA. Sigo fazendo análises das notícias e tentando, junto com os colaboradores do ‘Conta Corrente’, traduzir para o público as informações de maneira simples”, conta Samy Dana. Ele, que já figurava com comentários para o canal, segue com participações em telejornais da TV Globo.

A troca na apresentação não será a única modificação do ‘Conta Corrente’. A linha editorial ganhará nova roupagem. A equipe de comunicação do canal informa que “a economia do dia a dia” e a relação das pessoas com o dinheiro terão destaque no programa diário. “O que te faz ter vontade de comprar? Qual é sua verdadeira inflação pessoal? Por que é tão difícil poupar? Quais as características de um líder?”. Esses e outros questionamentos serão respondidos nas discussões a serem lideradas por Samy Dana, profissional PhD em negócios.

 

Prefeito reúne-se com representantes dos aplicativos de transporte

O JR JA XEGOU D ELIMA. FOI VAPT VUPT. OUTRO TÁ NA TAILANDIA, OTRO EM PARIS QUE MORDOMIA DESTA GENTA(oc)

O prefeito Nelson Marchezan Júnior reuniu-se no fim da tarde desta segunda-feira, 6, com representantes dos aplicativos de transporte privado de passageiros como Uber, 99, Cabify, Venuxx e Femini Driver. No encontro realizado no auditório da EPTC, foram analisados pontos do projeto de lei encaminhado pelo Executivo à Câmara Municipal, que detalha regras de funcionamento, muda a forma de cobrança da Taxa de Gerenciamento Operacional (TGO), o tempo de vida útil dos veículos e prevê mudanças no envio de dados à EPTC, além de definir penalidades.

De acordo com o prefeito, houve uma evolução muito rápida no setor de transporte por aplicativos. Acrescentou que as alterações vêm para trazer mais segurança e competitividade. O Executivo havia encaminhado pedido para prioridade no exame da matéria em 10 de outubro. A meta é que o projeto seja votado ainda neste ano.

Estiveram presentes o diretor de Operações da EPTC, Fabio Berwanger; o gerente de Projetos Especiais da EPTC, Renato Pereira; os representantes do Uber, Ricardo Leite e Daniel Mangabeira; a representante do 99, Kaliana Kalache; do Venuxx, Ines Medvedoski; do aplicativo Femini Driver, Bruno Velasco; e do Cabify, Juliana Minorello. Também participaram do encontro os vereadores Comandante Nádia, Felipe Camozzato, Mauro Pinheiro e Ricardo Gomes e o líder do governo na Câmara, Moisés Barboza.

 

O estado não pode tudo. E nem deveria



“Não se combate a intolerância social com maior intolerância estatal”.

Essa frase foi escrita pela ministra Cármen Lúcia, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), na decisão em que proibiu o Ministério da Educação de zerar as redações do Enem ofensivas aos direitos humanos. O assunto gerou fortes polêmicas. Muitos tentaram criar uma dicotomia entre contrários e favoráveis às causas humanistas. A questão de fundo, todavia, não tinha tal embasamento. Estava em jogo, isto sim, a capacidade de interferência do Estado na liberdade de opinião dos estudantes – e da sociedade como um todo.

No trecho que selecionei acima, a ministra se reporta exatamente a esse aspecto. Ela explica que a sensibilização para os direitos humanos só virá com solidariedade, o que inclui compreender erros, mas nunca impor artifícios de mordaça. Segundo Cármen Lúcia, é preciso buscar o eco dos direitos humanos, mas jamais o silêncio de direitos emudecidos.

Estamos falando, portanto, do grau de interferência do estado na vida das pessoas. O exemplo em questão envolve a livre expressão, mas o mesmo parâmetro serve para outras áreas do cotidiano em que se delega ao estado um papel que não deveria ser dele. Ou, de outro modo, se deposita uma expectativa acima de sua capacidade de entrega.

É a falsa ideia de que os outros tomarão melhores decisões por nós do que nós mesmos. Nem tudo deve regulado, regulamentado, legislado. O que parece algo altivo, na prática, significa o estado metendo o bedelho na vida dos cidadãos livres. Isso é um enviesamento brutal da nossa cultura. Os direitos individuais, não raras vezes, ficam apenas subsumidos à supremacia estatal. E, na verdade, o estado deveria ser subsidiário, coadjuvante – e não o ator principal.

Há muitas causas para isso. Mas a principal delas remonta nossa forte herança patrimonialista: antes o Brasil viu chegar o poder, para só depois formar a população. Desde o período colonial, tudo decorreu da Coroa, da corte, do rei, da política central – cultivando um poder que tudo pode ou imaginando que dinheiro público não tem dono. Ledo engano.

Estou tentando mostrar, portanto, a motivação para desejar-se que o estado interfira até mesmo no conteúdo de uma redação do Enem (o que pode e o que não pode ser dito). Trata-se de uma visão politicamente correta, cada vez mais rejeitada pela sociedade, que se tenta subjugar iniciativas, decisões e opiniões individuais ou familiares ao talante do poder público. Há perigo por trás disso.

Não é por outro motivo que temos um dos maiores emaranhados legais do mundo. Diante de qualquer problema, o clichê brasileiro é mandar fabricar uma lei – na expectativa de que a mão pesada estatal conseguirá tutelar a sociedade melhor do que ela mesma. Há muitos na imprensa que ainda saúdam esse ativismo legiferante; não muito diferente ocorre na academia e nos partidos.

Também não é por outro motivo que somos, vergonhosamente, campeões planetários de burocracia. Ninguém consegue explicar racionalmente nosso sistema tributário, por exemplo. As regras administrativas confundem desde os cidadãos mais comuns até as grades empresas. E na sombra dessas empulhações se escondem a corrupção, o fisiologismo e os diferentes males do corporativismo.

E eis que temos, por consequência, um Poder Judiciário abarrotado de processos. No lugar de diminuir conflitos sociais, nosso ordenamento jurídico os provoca e até mesmo os alimenta – tamanha sua desordem e excesso. Claro: quanto mais leis, mais fácil de descumprir. Quanto mais nebuloso um regramento, mais fácil de alargar sua subjetividade.

Mas essa cultura está sendo cada vez mais questionada. Surgem até mesmo movimentos em favor de um “revogaço” – espécie de faxina em nossas leis. Seria um exercício, no mínimo, muito interessante. A verdade é que, para muito além da intervenção do estado no conteúdo do Enem, precisamos recuperar a ideia de que o Brasil é dos brasileiros, de que o estado existe para servir à sociedade (e não para mandar nela ou servir-se dela) e de que, enfim, não existe almoço grátis.

Mais liberdade, mais indivíduo, mais sociedade. Isso também significa, na prática, mais direitos humanos.

Germano Rigotto é ex-governador do Rio Grande Sul, presidente do Instituto Reformar de Estudos Políticos e Tributários e membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República.

 

Governo Federal entra em campo por usina termelétrica de Rio Grande e por ponte em Porto Xavier

A pedido do deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), o Ministério de Relações Exteriores vai entrar em campo para viabilizar duas obras importantes no Rio Grande do Sul: a usina termelétrica a gás, no porto de Rio Grande, e a ponte sobre o Rio Uruguai, em Porto Xavier. Os dois temas foram debatidos nessa segunda-feira (6), no Palácio do Itamaraty, com o ministro Aloysio Nunes Ferreira.

Segundo informou Perondi, o ministro Aloysio Nunes Ferreira vai convocar para uma reunião o embaixador dos Estados Unidos, Michael McKinley, e dizer a ele que o Governo brasileiro quer que a empresa norte-americana New Fortress Energy venha para o Brasil e assuma a outorga e a construção da usina termelétrica, com investimentos previstos de US$ 1 bilhão. Outra empresa, a Bolognesi, que venceu a concorrência em 2014, não conseguiu executar a obra. O contrato, então, foi cancelado pela Agência Nacional de Energia Elétrica. Em duas reuniões ocorridas na semana passada, primeiro com o ministro das Minas e Energia, Fernando Coelho, e depois com diretores da ANEEL, a New Fortress reforçou sua intenção de assumir a ob ra, mas aguarda uma sinalização positiva do Governo brasileiro.

“O ministro Aloysio Nunes Ferreira, em nome do presidente Michel Temer, fará essa sinalização positiva. Afinal, o País, a Região Sul, o Estado do Rio Grande do Sul e o município de Rio Grande precisam destes vultosos investimentos externos, que vão proporcionar R$ 450 milhões a mais de ICMS por ano para os cofres do Estado e gerar 2.400 empregos diretos e outros cinco mil indiretos. É mais um passo que estamos dando nos terrenos político e diplomático para que consigamos reverter a cassação da outorga pela ANEEL e permitir a vinda da Fortress para assumir a obra. A usina é nossa e não vamos perdê-la”, afirmou o deputado Darcísio Perondi.

Sobre a ponte internacional entre Porto Xavier (Brasil) e San Javier (Argentina), no Rio Uruguai, o ministro Aloysio Nunes Ferreira ficou entusiasmado quando o deputado Darcísio Perondi lhe apresentou o documento oficial confirmando a destinação de quase R$ 82 milhões para a obra no Orçamento de 2018, através de uma Emenda da Bancada Gaúcha. Perondi, que é vice-líder do Governo na Câmara, pediu que o Itamaraty convoque a Comissão Binacional dos acordos internacionais Brasil/Argentina ainda no mês de novembro para que autorize a elaboração do pré-projeto da ponte. Perondi, inclusive, vai tratar do tema com o Embaixador da Argentina, Luis Maria Kreckler. Perondi também vai solicitar ao ministro dos Transportes, Maurício Quintella, a liberação, ainda este ano, de R$ 3 milhões para o pré-projeto. “O presidente Michel Temer está animado com a construção da ponte e me recomendou que vá ao ministro Quintella. Se ele não resolver, o presidente garantiu que vai entrar em campo”, revelou Perondi. Segundo o parlamentar, “este ânimo das lideranças políticas, empresariais, sindicais e comunitárias regionais, contamina a nós, aqui em Brasília. Este ânimo nos faz tocar esse projeto para a frente. Temos um longo caminho, mas este é o resultado da boa política que estamos fazendo”.

Fotos: Fábio Paiva

 

Sthil faz doação de equipamentos à prefeitura

Um ato realizado neste domingo, 5, na Floricultura Winge, marcou a doação de produtos para manutenção e conservação pela Sthil à Secretaria Muncipal de Serviços Urbanos. O ato contou com a presença do prefeito Nelson Marchezan Júnior e do presidente honorário do Grupo Stihl, Hans Peter Stihl. O investimento chega a R$ 202 mil.

Serão destinadas 101 máquinas e correntes (motosserra, varredeira, roçadeira, serra circular, cortador de grama de pedra, carrinho de transporte, moto-poda, lavadora de alta pressão, soprador, bateria, carregador para bateria, disco de corte, corrente, suporte de limas, desrebitador), além de 438 equipamentos de proteção individual (bota de segurança, bota de segurança standard, calças de jardinagem, calças de proteção frontal, capacetes florestais, luvas de proteção, óculos de proteção, perneiras de proteção com tira reflexiva).

Marchezan agradeceu e disse que a empresa é parceira não só pela doação dos equipamentos, mas também por gerar impostos, tributos e empregos ao Estado. Segundo ele, os equipamentos serão importantes para a proteção de quem trabalha na área dos serviços urbanos, para a manutenção e embelezamento de praças e parques e em casos de emergência, como nas ocorrências climáticas. "A área empresarial é abundante, com criatividade, iniciativa, com vontade de empreender", ressaltou, destacando que o conceito da Stihl, o empreendedorismo da empresa, é muito bem-vindo.

Conforme o presidente da Stihl no Brasil, Claudio Guenther, a empresa alemã vem apoiando diversas iniciativas em Porto Alegre. Entre elas está o apoio à Kinder - Centro de Integração da Criança Especial, ao Hospital da Criança Santo Antônio, o Sul em Dança - festival que neste ano ocorreu em Porto Alegre - e a doação dos equipamentos à prefeitura da Capital. "Queremos contribuir para a manutenção de praças e parques. Temos os equipamentos adequados", disse.

Os produtos serão entregues nos próximos dias, e os funcionários receberão treinamento para operar as máquinas.

Estiveram presentes o secretário de Serviços Urbanos, Ramiro Rosário, o secretário da Cultura, Luciano Alabarse, a integrante do Conselho Executivo da Sthil, Selina Stihl, o vice-presidente da Stihl no Brasil, Romário Britto, o diretor-geral do DMLU, René Machado de Souza, a vereadora Comandante Nádia, além de representantes da empresa.
História - A empresa foi criada em 1926 pelo engenheiro Andreas Stihl, que desenvolveu a primeira motosserra, há 90 anos. Com matriz na cidade de Waiblingen, na Alemanha, a Stihl atende o mercado global, conta com mais de 12 mil colaboradores em todo o mundo e sete unidades produtivas (Alemanha, Brasil, Estados Unidos, Áustria, Suíça, China e Filipinas). A fábrica no Brasil tem sede em São Leopoldo, onde trabalham cerca de 2,3 mil colaboradores. O Grupo Stihl desenvolve, produz e vende ferramentas motorizadas portáteis para os mercados florestal, agropecuário, jardinagem profissional, limpeza e conservação, construção civil e doméstico.


6 de novembro de 2017

RODOVIARIA NÃO TEM SOCORROS

TAVA NA ROD AGORA DE MANHA. UMA MUIÉ GRAVIDA DE UNS 25 ANOS, CAIU NA MAIOR. DESMAIOU NO CHÃO. NA FRENTE DA LOJA DELES, DOS MACACOS....

N É QUE FOI SOCVORRIDA PELOS POPULRES. OS GUARDAS VIGILANTES NÃO SABIAM FAZER XONGAS. SO SABEM PROIBIR DE FAZER FOTOS. AI VEIO O JORGINHO ROSA QUE EU FUI XAMAR E ELE XAMOU OS AMU. ELES NÃO TEM QQ SOCORRO DE EMERGENCIA. SO FATURAM.

 

Ronda da citi

ENORMES FILAS SE FORMARAM NA 5 FEIRA, FERIADO, NO ZAFFARI DA RUA DA PRAIA. FALTAVAM CXS. ERA FERIADO.

FIM DA LINHA BELA VISTA

ACABOU. SAB DOM E FER NÃO TEM MAIS. E PONTO.EPTC E EMPRESA NÃO AVISARAM NG. DEIXARAM A VER NAVIOS NAS PARADAS.

VELHOTAS NA T2ARENA

DUAS VELHOTAS VINHAM PARLAMENTANDO DEPOIS DO JOGO. DUAS MORAM PERTO DO OLIMPIOCO:

AQUELE ODONI L.....DEVE TER GANHO MUITO DINHEIRO. PUTAS QUE AGORA TEM QUE CRUZAR A CITI PRA IR NOS JOGOS.

1 N VAI + DE NOITE. COMO YO.

*

GREMIO E FLAMENTO SP É UM BOM JOGO. HJ N FOI DIFERENTE.

PRA ENCHER O SACO DOS MOTORAS DA CARRIS NA ARENA, OS CARAS COMEÇAM GRITAR:

MARQUEZAN VENDE A CARRIS. OS CARAS FIKAM DE CARA AMARRADA. O PQASSAGEIRO JÁ PUTO DA VIDA COM O SERVIÇO DA ESTATAL. QUE ANDA PELA ZONA DA MORTTE.

 

Política

AQUELA FOICE E MARTELO É MEIO ANTIGA, MAS EU VOU DE MANU. DESTA FEITA, OU BOLSONARO. OS OPOSTOS SE ATRAEM, NÉ....

SE A FIESP VIER DE MEIRELLES, O LULA PAPA A ELEIÇÃO. OVI UM VEIO DIZENDO NO BUS.

- EU NÃO VOTO, MAS VOU VOTAR NO LULA CONTRA ESTE MEIRELES. VEIO DO POVO. XULAMBENTO

+ um aumento DE GAS DE COZINHA, GAS DE POBRE. E NOIS PREOCUPADO COM O AFFARI DA FB QUE PAISECO ESTE,HEIN

bah, mas O PARENTE QUER MATAR O POVO BRASILEIRO. NÃO TERÁ GRANA PRA COZINHAR. QUE LADROEIRA NESTE PETROBRAS. PIOR QUE ISTO É TUDO VOTO NO LULA.,DE NOVO

E O COLLOR QUE SANGUESSUGA DA MAE PATRIA,HEIN?????

*

TICIANA LISBOA MULHER DO AÇOUGUEIRO DE GOIAS DIZ QUE ACREDITA NA JUSTIÇA DIVINA. PENSEI QUE FOSSE NA GRANA DO MARIDON, QUE A ESTA ALTURA DEVERÁ MANDAR ELA PEDIR MESADA PRA DEUS KKKK SO RINDO MESMO.

*

E A FB HEIN, NAMORANDO UM SONGA MONGA COMO SEU EX MARIDON.....

 

Feira do Livro

MEU 4 LEITOR. ME ABORDO NA FDO LIVRO. PERGUNTOU PQ ESCREVO TÃO ERRADO.

- PQ ENCHERGO POKO E NÃOT ENHO QUEM CORRIJA,DISSE. E DISSE A ELA.

- MEUS LEITORES SÃO INTELIGENTES. ELEITOR BURRO NEM QUERO.DISPENSO.

o pequeno LEITOR DA 63 FERA DO LIVRO

VOU VER APENAS DOIS DEBATES NA FERA.

DO VERISSIMO PQ VAI TAR O GOULART E DO BACANAL PQ GOSTO DELE.ME MIJO LENDO ELE. É MUITO IRONICO E DEBOCHADO. AKELE LIVRO DELE SOBRE O ROQUE JACOBY É DO CARALHO...COMPREM

A TRAGEDIAE LYA LUFT

1.

ELA TAVA TÃO CONTENTINHA NA COLETIVA DIAS ATRÁS. E DIZIA SE BENZER QDO O MARIDO ATUAL TINHA UMA GRIPE. AGORA MORREU O FILHO.

2.

PELO VISTO ERA O QUE TINHA + AFINIDADE INTELECTUAL. ERA FILOSOFO. PROFI DA PUC.

3.

A MORTE RESALMENTE PERSEGUE A LYA.

4

MAS ELA TEM CARA DE TRAGÉDIA MESMO.

FERA SEM MIDIA

N VI NOS JORNAIS NEM EM RÁDIOS. POBRINHA POR ISTO POKO ESPAÇO PRA ELA.

 

Coleguinhas

PARA TUDO, PARA TUDO. QUESTÃO DE SEGURANÇA NACIONAL. A FATIMA BERNARDES ARRUMOU UM NAMORADO. QUEM SABE SAI NO JN????? SOP RINDO MESMO. DEIXEM A VEIA NAMORAR, TIRAR AS TEIAS DE ARANHA...KKKK

ALEX BAGÉ VOLTOU PRA BAND. NÃO FIKOU UM MES NA GRENAL. AXO QUE BATEU DE FRENTE COM O MARCÃO PEREIRA.

A VEJA VIROU PORTA VOZ DO MEIRELLES. BOM, NÃO IA SER DIFERENTE....FIESP.....

VOU CONVIDFAR O BACANAL PRA FAZERMOS JUNTO O LIVRO BRAGETAÇOS DO RIO GRANDE. JÁ TENHO AKI A LISTA DOS CONEMPLADOS.. VAMOS FAZER UM ILAÇÃO PQ SENÃO VAÕ SE MILINDAR. TEM DOIS EX PRESIDENTES DE UMA PODEROSA INSTITUIÇÃO QUE FICAM PELAS BANDAS DA ZONA NORTE QUE TÃO NA LISTA. UM É MEDICO OUTRO MORA EM BENTO. POR SINAL DERAM BRAGETAÇÕS EM DUAS HERDERIAS DE CURTUME.

BRAGETQAÇOS DO RIO GRANDE

TEM DOIS COLEGUINHAS EU VÃO ENTRAR NO BRAGETAÇOS. E NÃO ADIANTA MANDAR ADVOGADO FAZER PRESSÃO. VAÃO PRO GIBI SIM

CONTEI PRUM PUBLICITÁRIO NUM ALMOÇO DA MINHA IDEIA. ELE ADOROU.AXOU GENIAL.

LEITO5ES

O CUCUT É MEU LEITOR. UFA, JÁ SÃO 5....CERTOS. CAPINCHO,FERNANDO,CUCUT,REKERN,AKELE DESCONEHECIDO DA FERA DO LIVRO. UFA SÃO 5. QUI BOM

GRENAL

COM O RECHE NA GRENAL AKILO VIROU DEPOISTIO DA GUAIBA. PSP, HSOUZA,RECHE,MARCÃO,BAGÉ, QUE DA GUAIBA FOI PRA BAND DEPOIS PRA GRENAL. É O PSP QUE LEMVA ELES PRA LÁ.

É COMO A BAND NACIONAL, VIRA DEPOSITO DA EX GLOBO. QQ DIA A FB VAI TAR NA BAND. TOMEM NOTA.

CAMPO

ANANDA MULLER, GUAIBA E CARLOS LACERDA, GRENAL PRA MIMM SÃO OS DOIS MELHROES REPORTERES DE CAMPO NO MOMENTO. DISPARADO....

calculista

OF ERIADON FOI DA FB. ELA CALCULOU O DIA QUE IA SAIR COM O ANAMORADINHO. COMO NÃO TEM NOTICIA EM FERIADON SABIA QUE SO DARIA ELA. ESPERTINHA

 

CRONICA POLICIAL

O ' LADRAOZINHO ' DE MANTE URUGUAIA.

ESTANDO EM sb alguns anos atrás, esqueci no hotel EXECUTIVO UMA MANTA LINDA, URUGUAIA, DE LÃ PURA, VERMELHA. LÁ ESTAVA HOSPEDADO TB UM KARA QUE TINHA IDO OTOGRAFAR UM LIVRO. É AUTOR DE VÁRIOS DELES SOBRE UM TIME DE FUTEBOL.

EU MUITO INGENUO, COMO NASCI E VOU MORRER, LIGUEI PRA VILMA, CHEFONA DE LÁ E PEDI PRA ENVIAR MINHA MANTA QUE ELA AXOU NO QUARTO,ESQUECIDA POR MIM, PELO KARA.

NUNC AMAIS VI MINHA MANTA.

E PRA DESCONFORTO MEU O TENHO ENCONTRADO SEGUIDO. PRO CONSTRANGIMENTO DELE QUE NÃO FALA COMIGO. CAGO E ANDO PRA ISTO. MAS QQ DIA VOU DIZER PRO CARA.

- FULANO O QUE TU FEZ DA MINHA MANTA.

COMO SEI QUE É MAU CARATER, NÃO VOU PERDER MEU TEMPO.ESTE CARA SACANEOU UMA AMIGA MINHA NO COMEÇO DOS ANOS 70. ELE A ENGRAVIDOU E DEPOIS A DEIXOU A VER NAVIOS. NEM FOI SOLIDÁRIO COM ELA. O PAI DELA ERA MILICO FOI UM MERDA GERAL.

KARA QUE SACENEIA MULHER, NÃOE SPERE NADA DO KARATER DELE.

AH É METIDO A MACHÃO DA FRONTEIRA. MAS É UM CAGÃO.

JA LEVOU UM PÉ NA BUNDA DE UMA EMISSORA TEMPOS ATRÁS POR UMA DISCUSSÃO.

BOM + DETALHES NÃO DOU SENÃO VÃO DESCOBRIR LOGO QUEM É O LADRAOZINHO DE MANTA URUGUAIA. LARAPIO DO FINO

TENHO OTRA BOA DO LADRAOZINHO DE MANTA URUGUAIA. ELE SE METEU ANOS ATRÁS. PAROU NA DELEGACIA. MAS EISTA EU CONTO 0TRO DIA....VAMOS AOS POUCOSL

 

MAS COMO SI AXAM ESTES PORTENHOS

ACABEI VENDO UM FILME SOBRE UMA TANGUISTA DE BA AGORA NO SANTANDER. MAS QUE BALACA TEM ESTES PORTENHOS. SE TU FOR VER NÃO TER MERDA NO CU PRA CAGAR.

MUITO BOM O FILME VENEZUELANO QUE VIMOS DE MANHA NOS BANCÁRIOS. RECOMENDO

 

Enganador de coxinha

tu é burga, rekern(OC) assume

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/11/03 10:57:49



Não sou nem comunista nem anti-comunista, só não quero que os tucanos vendam o Brasil.

 

da Folha Popular de Teutônia

 

do Boteco do Ilgo

PROGESSOR PORTALUPPI É CRIAÇÃO DO MENDELKI, CARO COLUNISTA*(oc) PAGUE OS DIREITOS OUC ITE O NOME DELE QUE ATÉ É COLORADO.

Grêmio na final da Libertadores, e isso é o que importa agora

A primeira coisa que um gremista saudável emocionalmente deve fazer agora é comemorar a classificação à fase final da Libertadores. Para isso, é preciso engavetar nem que seja por algumas horas suas teses, tapar os ouvidos para os ranzinzas de plantão, desprezar o que dizem os rabugentos, tanto colorados quanto gremistas, e curtir este “momento lindo”, como diria Roberto Carlos.

Sei que não é fácil para um certo tipo de torcedor simplesmente sair por aí festejando sem qualquer espírito crítico, sem pensar no amanhã, até porque há umas três semanas até o ‘amanhã’ chegar.

Sei que é difícil ficar um jogo sem dar pau no treinador por essa ou aquela escolha. Mais difícil ainda, muitas vezes, é entender, e aceitar, que do outro lado há um adversário preparado e com o mesmo objetivo de vitória.

Quem foi à Arena nesta quarta-feira esperando classificação sem susto e sem sofrimento enganou-se. Quem acreditou que o Barcelona tem um time ruim em função dos 3 a 0 no primeiro jogo, e também pelas opiniões de colorados, foi surpreendido.

No primeiro tempo, o time equatoriano conseguiu neutralizar o Grêmio ofensivamente e conseguiu criar alguns momentos de pressão, que só não resultaram em gol pela qualidade do sistema defensivo como um todo, em especial pela dupla de área. Lá pelas tantas o Caicedo, um atacante arisco como foi um dia o Fernandinho, agitou pelo lado esquerdo e cruzou para o gol do Barcelona.

Criou-se um clima tenso na Arena. Aqueles que esperavam um show diante de um time desgastado pela viagem atribulada (o Barcelona chegou no final da madrugada) ficaram de olhos esbugalhados.

Mas veio o segundo tempo e com ele uma mudança de postura do Grêmio, que em vez de se encolher para evitar o segundo gol, adiantou a marcação e passou a ficar mais tempo no território inimigo. Méritos do Professor Portaluppi.

O Grêmio criou boas chances de gol, duas com Cícero, improvisado no lugar de Barrios, mais uma vez lesionado. Outra com Jael, que cabeceou uma bola na trave direita, tirando o goleiro da jogada. Prova de que até os insuficientes podem ser úteis em algum momento no futebol.

No final das contas, o Grêmio poderia até ter vencido de novo o Barcelona. Perdeu sua invencibilidade na Arena nesta Libertadores, mas confirmou que tem time para superar o Lanús, desde que melhore seu aproveitamento nas finalizações.

Destaque para a dupla de volantes. Arthur foi o melhor, a meu ver. Depois, Jailson, o mesmo que muita gente já queria longe do clube enquanto eu o defendia quase que isoladamente. Luan sentiu a marcação e além disso teve contra si uma arbitragem negligente. Mesmo assim, criou algumas boas jogadas.

Sobre a arbitragem, penso ter visto um pênalti sobre Éverton pela esquerda, quase no final. Ou pelo menos uma falta digna de cartão amarelo. Mas ele não marcou nada. Não vi o lance repetido. A primeira impressão, na hora, foi de falta.

Se Renato acertar seu ataque – o melhor a fazer é começar com Éverton, não Fernandinho – o Grêmio é favorito na disputa com o Lanús. Ele que reserve Fernandinho para o decorrer do jogo, opção que já se mostrou muito eficaz.

Mas isso é para mais adiante. Hoje, como disse Arthur após o jogo, o negócio é curtir a presença na decisão da Libertadores, lugar que muitos cobiçam, mas poucos alcançam.

LUAN

Para frustração daqueles que estavam preparados para atacar a direção gremista, Luan teve seu contrato renovado até 2020.

Luan poderia fazer como fez aquele outro no passado, mas mostrou ter mais palavra. Disse que renovaria, e renovou.

 

do Comunique-se

Lula é derrotado por Joice Hasselmann na Justiça

A jornalista e atual apresentadora da Jovem Pan, Joice Hasselmann, não cometeu crime contra a honra do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Esse é o entendimento do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), que nesta semana julgou o recurso solicitado pela defesa do político. Anteriormente, o petista já havia sido derrotado pela comunicadora. A ação inicial foi movida porque Lula se viu como alvo de difamação e injúria em comentários propagados por meio da internet.

O julgamento em segunda instância foi realizado pela 2ª Turma Recursal Criminal do Colégio Recursal Central da Capital, tendo como relatora e presidente a juíza Maria Fernanda Belli. Os juízes Marcelo Barbosa Sacramone e Flávia Poyares seguiram o voto da relatoria — de não aceitar o pedido dos advogados de Lula. “Inconformado” por não aceitar a decisão anterior, de março deste ano, o ex-presidente insistiu que se sentiu ofendido com expressões que, segundo ele, teriam caráter pejorativo e com o intuito de ridicularizá-lo. O Ministério Público, por sua vez, autorizou o recebimento da queixa-crime, pois analisou que comentários de Joice Hasselmann “superaram o direito de informar”.

Lula X Joice Hasselmann = decisão anterior

O parecer do TJ-SP, contudo, foi favorável à jornalista que no canal que mantém no YouTube e em seu antigo emprego, projeto audiovisual da Veja online, chegou a se referir a Lula como “corrupto” e “ladrão”. Em seu texto, a relatora da ação registrou o acerto por parte do juiz José Zoéga Coelho, da primeira instância, em não aceitar as solicitações do ex-presidente contra a jornalista. Na decisão atual, a magistrada fez questão de registrar que o diretito à liberdade de expressão e informação está resguardada na Constituição. Para Maria Fernanda Belli, tal direito não atingiu o limite constitucional no caso em questão.

A juíza observou, ainda, que os comentários feitos por Joice Hasselmann foram repercutidos em “revelante e peculiar momento político”, em meio a ações lideradas pela Polícia Federal e pela Justiça no âmbito da Operação Lava Jato. “Circunstâncias que, por óbvio, intensificam qualquer debate sobre o tema, tratando-se a querelada [Joice] de jornalista notoriamente conhecida por críticas contundentes. É evidente que as investigações envolvendo o querelante [Lula], embora não sejam objeto desta ação, dela não estão totalmente divorciadas”, escreveu a relatora.

Na visão da juíza, Joice Hasselmann apenas externou sentimentos de indignação e fez uso de palavras “consideradas ríspidas, ácidas e mordazes” para se referir ao antecessor de Dilma Rousseff no Palácio do Planalto. A apresentadora, porém, não cometeu crime algum, ainda mais quando se leva o histórico de Lula – salienta a magistrada. A integrante do poder Judiciário menciona, inclusive, que o ex-presidente foi recentemente condenado por Sérgio Moro por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

“Os comentários pungentes, categóricos, apenas demonstram o intuito crítico da querelada [Joice], que externa seu inconformismo com os acontecimentos políticos, dos quais, aliás, exsurgem diversos crimes e expõem episódios de corrupção, cujos desdobramentos interessam a todos os brasileiros, sobretudo quando envolvem o apelante [Lula], que ocupou o mais alto cargo do Poder Executivo”, observou Maria Fernanda Belli, que teve seu voto seguido pelos outros dois juízes envolvidos no caso.
Joice Hasselmann, Lula e uma “boa decisão para o jornalismo”

Em seu canal no YouTube, rede em que conta com mais de 470 mil inscritos, Joice Hasselmann comentou a decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). Em material de 12 minutos, ela afirma que o parecer representa uma “boa decisão para o jornalismo”. Ela menciona que o caso Judicial começou com o vídeo em que ela produziu quando comandava a ‘TVeja’, intitulado “A dupla que roubou o futuro da nação” – referindo-se aos ex-presidentes Lula e Dilma. Ela disse que a opinião provocou reclamações por parte de autoridades e culminou em sua saída da publicação da Editora Abril.

Ativo nas redes sociais, com postagens diárias, Lula não comentou a decisão judicial.

Lula X Joice Hasselmann – Acórdão do Tribunal de Justiça de São Paulo…

Emissora de TV admite que excesso de trabalho provocou morte de jornalista


Jornalista morreu aos 31 anos

A emissora de TV pública do Japão NHK reconheceu, nesta quinta-feira, 5, que a insuficiência cardíaca que levou a morte a jornalista Miwa Sado, foi decorrente de excesso de trabalho. A profissional faleceu em julho de 2013, aos 31 anos. No mês que antecedeu o ocorrido, ela tinha 159 horas extras acumuladas e apenas dois dias de folga registrados. As informações são do jornal Extra.

Miwa era repórter de política. No cargo, ela cobriu as eleições da Assembléia Metropolitana de Tóquio e as eleições da Alta Câmara Nacional, em junho e julho de 2013. Ela morreu três dias após o segundo evento.

Porta-voz do departamento de notícias da emissora, Masahiko Yamauchi declarou que a morte da jornalista refletiu “problema para a nossa organização como um todo, incluindo o sistema trabalhista e como as eleições são cobertas”. O reconhecimento da causa da morte da profissional, segundo o jornal The Guardian, foi feito por respeito à família.

“Mesmo hoje, quatro anos depois, não podemos aceitar a morte da nossa filha como uma realidade. Esperamos que a tristeza de uma família de luto não seja desperdiçada”, disseram os pais de Miwa, em um comunicado emitido pela NHK.

Debate nacional

Embora o excesso de trabalho já tenha sido reconhecido como causa da morta de Miwa por um escritório de direitos trabalhistas em Tóquio, a emissora na qual a jornalista atuava anunciou seu posicionamento apenas quatro anos após o ocorrido. No país, a expectativa é que a revelação pressione as autoridades japonesas a enfrentar mortes semelhantes de outros profissionais da área.

Por causa do debate em torno de práticas de trabalho no Japão, o primeiro-ministro local, Shinzo Abe, teve que rever a cultura de que alimenta a ideia de que longas cargas-horárias demonstra dedicação, ainda que haja pouca evidência de que isso melhore a produtividade.

Segundo documento do governo japonês de 2016, um em cada cinco funcionários correu o risco de morte por excesso de trabalho. Além disso, 22,7% das empresas locais entrevistadas entre dezembro de 2015 e janeiro de 2016 disseram que tinham funcionários com mais de 80 horas extras por mês, o que representa um grave risco para a saúde.

 

Prefeitura fará novo depósito da folha nesta segunda-feira

A prefeitura realiza nesta segunda-feira, 6, o depósito da terceira parcela do pagamento da folha do funcionalismo do mês de outubro. Serão pagos R$ 620 por matrícula, integralizando mais 9% das matrículas, totalizando o salário de 38% dos funcionários.

A previsão para quitar o saldo restante de R$ 68 milhões (62% das matrículas) é até 14 de novembro. A folha de pagamento total do funcionalismo ficou em R$ 138 milhões. A primeira parcela dos salários, no valor de R$ 1.900, foi paga em 31 de outubro e a segunda parcela, no valor de R$150, em 3 de novembro.

 

DE SERAFINA

MORREU DIA 1 DE NOV EM SC O EMPRESÁRIO ILDO MENEGHATTI. TINHA 63 ANOS.

FOI CREMADO EM MARINGÁ, NO PR, ONDE VIVIA.

ILDO MENEGHATTI QUE MORREU DIA 1 ULTIMO DE BERMUDA BRANCA, AO LADO ESQUERDO DELE, O IRMÃO E SOCIO WALMOR DE CAMISA PRETA, QUE MORREU ALGUNS ANOS ATRÁS.

ELES SAIRAM DA ROÇA DA CAPELA SÃO PEDRO E CONSTRUIRAM UM IMPERIO DE POSTOS DE GASOLINA NO PARANÁ E EM SC.

OS ' PAPADEFUNTOS' DE LA UNDEZE

EXISTEM TRES FUNERÁRIAS EM SERAFINA. FACCO, BOM JESEUS E SÃO PELEGRINO. A BOM JESEUS COBRIU 7 MIL REAIS PRA ENTERRAR MEU PAI 3 ANOS ATRÁS.

DOIS DIAS DEPOIS DO ENTERRO O KARA JÁ TAVA BATENDO A PORTA PRA ENTREGAR O CONVITE DA MISSA DE 7 DIA, COMO DESCULPA, FOI ÉRA COBRAR A CONTA.

7 MIL REAIS PRUM CAXÃOZINHO MODESTO E UMA FATIOTA. BAH, ISTO TEM NOME E A VISTA.

EM SB O RAMÃO AGUILAR PAGOU HUM MIL REAL PRA ENTERRAQR A SOGRA. E FOI MUITO.

EU Q UERO SER ENTERRADO COM BOLSA FAMILIA. DAR DINHEIRO PRA ESTA GENTE QUE EXPLORA A VAIDADE DEPOIS DE MORTO. QUE VÃO CAPINAR


3 de novembro de 2017

SEM GRANA

A BANCCA DA URGS NÃO VENDE A DINHEIRO NA FERA. SO COM CARTÃO. PODE SER ATÉ 5 PILAS.

 

ARENA UM INFERNO

UM ONIBUS EDE TROCEDORES FOI TOTAMM4NTE ASSALTADO. EM VOLTA DA ARENA NÃO TEM BRIGADIANO. OS BRIHGADIANOS FIKAME SPERANDO A TORCIDA SAIR PRA BAXAR O CACETE. EM BANDIDO QUE VIVE EM VOLTA ELES NÃO TOCAM

NOS ' CAGUEMO' TUDO MAS PASSAMU PELO BARCELONA. MAIS UM GOLZINHO E IA SER AKELA DIARREIA NA ARENA. N FUI NO JOGO. EM DIA DE GRANDE JOGO NA SAIDA A BM TRATA A TODOS COMO ANIMAIS. SAI DANDO PORRADA EM TODO MUNDO.

E O BUS DEMORA DUAS HS PRA XEGAR NA CGOMES EM PETROPOLIS.

POBRE POVO QUE SE SUBMETE A ISTO. NÃO VOU MAIS A JOGO GRANDE NA ARENA. BASTOU O DA FINAL DA COPA DO BRASIL NO ANO PASSADO.

SO O REKERN E O MENDELKSI QUE NÃO CONHECEM É QUE AXAM AKILO ESTÁDIO. É UM BRETE, UMA MERDA O LOCAL.

OU ENTÃO FAZ COMO O ALURIINHO QUE SAI 10 MIN ANTES DO FIM DO JOGO. MUITA GENTE QUE VAI DE CARRO FAZ ISTO MAS ELES SÃO BURGA QUE FIKAM NAS CADEIRAS. FUNCIONARIOS DO MPUBLICO PODEM FAZER ISTO.

OS COITADOS VEM DO INTERIOR PRA AKELE INFERNO. NA SAIDA EM DIA DE GRANDE JOGO AKILO É O MAIOR BRETE. DUAS HS PRA SAIR DE LÁ. EU FORA.

 

DVOSKIN

OUVI O MARQUINHOS DVONSKIN NA GUAIBA. ELE TÁ EM SAMPA COM EDITORA.

AKI ME LEMBRO DELE NA ZH. UM FERIADÃO MORREU UM FUNCIONÁRIO. ELE FOI PESSOALMENTE TRATAR DO ENTERRO.

NO DIA 13 DE ABRIL DE 1992, DIA DA DEGOLA DE 46 EMPREGADOS DA ZH, COMANDADOS PELO PENINHA E CLOVIS EBERLE,OS QUE SE ACHAVAM MAIS 'INTIMOS' DE MARQUINHOS IAM NA SALA DELE PEDIR PRA FICAR. ALGUNS LEVARAM,OUTROS, NÃO.

MARQUINHOS SE SEPAROU DA SONIA DVOSKIN, FILHA DO MAO MAO E CASOU DE NOVO EM SAMPA.

PERGUNTIE AO MARCO AURELIO QUEM ERA, ELE DISSE:

- UMA VEIA.

NÃO SEI, NUNCA TIVE INTIMIDADES COM O MARQUINHOS.

SUSTENA O FALECIDO WANDERLEI SOARES QUE MAROC AURELIO, GAGUINHO E SANTANA SE REUNIAM NO PORTA LARGA TODOS OS DIAS, NO FIM DE TARDE, PRA DISPUTAR QUE TINHA PUXADO MAIS OS ACO DO DIRETOR NAQUELE DIA. NUNCA VI, PODE SER.

*

DEPOIS DEUM CERTO TEMPO, MARQUINHOS COMEÇOU A SE METER NA REDAÇÃO. DAVA PALPITES SOBRE MATERIAS, CONTROLAR O JORNAL O QUE NAO AGRADOU AO LAURO SCHIRMER E AO FELHBERG. AI COMEÇOU O DESMONTE. E ELE COMANDOU PESSOALMENTE A VINDA DO AUGUSTO NUNES DA SILVA PRO ZH, COMO DIZEM OS PAULISTAS.

*

QUANDO AUGUSTO NUNES VEIO GANHANDO 15 MIL DOLARES MENSAIS - PELA VERSÃO DO VERSÃO - EU VI O CANDIDO NORBERTO TIRAR SARRO DO LAURO SCHIRMER E DO FELHNERG.

- vcs AI ECONOMIZANDO OS CENTAVOS E ELES AGORA PAGANDO ISTO PRO OUTRO.

BEM FEITO.(oc)

A SEPARAÇÃO DELE E DA SONIA DVOSKIN, FILHA DO MAO MAO FOI JUDICIAL.

UM DIA UM CARA CHEGOU NO BARRANCO PERGUNTANDO PELO MARQUINHOS.

- AQUELE BEBADO ,DISSE O ' CABEÇA' - UM GRAÇÃO QUE HJ TÁ EM SC.

MARQUINHOS NUNC AMAIS FALOU COM ELE.

MARQUINHOS 6 X NOBRINHO

- TOU SENTINDO FIRMEZA, DISSE AUGUSTO NUNES DA SILVA PRO NOBRINHO, NOS ANOS 90, QUANDO ESTE FOI PEDIR DEMISSÃO.

A SECRETARIA DE REDAÇÃO, WANIA WEBER, QUE MANDAVA MAIS QUE MUITOS EDITORES NA REDAÇÃO DA ZH,DISSE AO NOBRINHO- JOSE EVARISTO VILLALOBOS NETO - QUE ELE NÃO SAIRIA.

MAS NOBRINHO FOI NA SALA DO MARCOS RAMON DVOSKIN E PEDIU DEMISSÃO. TEVE UMA CRISE DE CHORO. O DIRETOR MANDOU TRAZER UM COPO DE ÁGUA COM AÇUÇAR.

NOBRINHO DEPOIS FOI PRO CORREINHO, DEPOIS FOI CHAPA BRANCA NA FGTAS COM RICARDO BALDINO, MR-8.

LA TINHA UMA COLEGA TÃO ATRAPALHADA E TÃO MALUCA QUE QUANDO ELE ENTRAVA NO GABINETE DO BALDINO, OC HEFE LHE DIZIA:

- NÃO DEIXA EU VER ELA, SENÃO EU DEMITO.

ESTA COLEGA TINHA UM PEQUENO PROBLEMA. ELA IA NOS MERCADOS, TROCAVA AS ETIQUETAS DOS PRODUTOS E PASSAVA PELO CX SEMPRE COM O DE MENOR PREÇO. NUNCA FOI PRESA.

HJ ELE NUNCA MAIS A VIU.

QTO A NOBRINHO, FOI ASSESSOR D EIMPRENSA DO INTER MUITOS ANOS DEPOIS DERAM UM CHEGA PRA LÁ. ESTÁ EM CASA APOSENTADO.

MAS SAIU DA ZH QUANDO MARQUINHOS ERA DIRETOR DA EMPRESA.OS DOIS SÃO COLORADOS. ALIAS UM GRANDE PARCEIRO DE MARQUINHOS NO INTER ERA MARCO AURÉLIO.OUTRO PILLA VARES.EMBORA O PILLA FOSSE MAIS INTELECTUAL.(oc)

 

XURUMELA

CONTINUOU HJ NA GUAIBA A XURUMELA DO FABIO MARÇAL SOBRE SUA PROGENITORA. QUI SACO!!!!! N É SO ELE QUE TEM MÃE.

 

Anti-comunistas brasileiros estão vendendo o Brasil para a China comunista

interesses, são interesses(OC)

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/11/02 18:16:19

Anti-comunistas brasileiros estão vendendo o Brasil para a China comunista
As gigantes estatais chinesas State Grid e China Three Gorges compraram, respectivamente, a CPFL e a Duke Energy, em transações bilionárias. Já a China Communications Construction Company (CCCC) adquiriu a construtora Concremat e o Shanghai Pengxin Group arrematou mais da metade da empresa de trading e processamento de grãos Fiagril.
Entre os negócios da CTG no Brasil, destacam-se a aquisição de ativos da portuguesa EDP, como a hidrelétrica de Santo Antônio do Jari, no Pará.

 

Aliança Nacional

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/11/02 10:54:05

Lula promete uma grande aliança nacional
Lula em discurso final da Caravana Mineira lança a Aliança Nacional e dando início a um arranjo político que leve novamente o Brasil ao primeiro mundo. No Nordeste, onde Lula tem 60% das intenções de voto, ele deverá atrair políticos de todas as cores, pela força da gravidade. Na caravana mineira, até prefeitos do PSDB subiram no palanque de Lula.

Lula + Ciro
Juntando os 35% do Lula e os 5% de intenção de voto do Ciro já dá 40%, descontando os brancos, nulos e que não responderam vai dar ais de 50% e tudo termina no primeiro turno. Apavorados com a volta do barbudinho e com as roubalheiras do Temer e quadrilhão, políticos de todos os partidos começam a conversar com os emissários do PT.

Reformas golpistas
Entre os assuntos que estão na pauta do PT para conversar com outros partidos estão a revogação das medidas anti-trabalhadores e a alavancagem da economia nacional.

 

As Palavras Andam e Ele Se Aproveita

Ontem Não Te Vi em Babilónia é o romance da insônia do leitor (podemos lê-lo numa longa noite de insônia)

Por Eron Duarte Fagundes

As Palavras Andam e Ele Se Aproveita

Chega a ser impressionante o ritmo criativo do escritor português António Lobo Antunes. Ele escreve livrões (volumosos) um atrás do outro e sua invenção narrativa ou linguística nunca decai. Ontem não te vi em Babilónia (2006) é um de seus muitos grandes romances, e novamente o autor vai desbravando caminhos literários inexistentes, retomando seus habituais processos de criação nos últimos anos para os depurar e aprofundar; nunca como nestas primeiras décadas do século XXI a radicalização de narrar de Lobo Antunes delirou tanto e tanto exigiu da capacidade de leitura do homem moderno, habituado com coisas rápidas, digestivas, sem maiores voos. É surpreendente que, no mundo da imbecilidade da leitura e das bravatas dos ridículos pretensiosos que querem a qualquer preço empurrar-se para o público, ainda haja quem ouse publicar Lobo Antunes e, mais que tudo, alguns que se deliciem com seus textos sem concessão. Sem leitores não há livros, o livro existe mesmo é na mente do leitor; mas quem disse que o leitor é necessariamente o leitor massificado?

A construção de Ontem não te vi em Babilónia, como vem sendo as construções dos mais recentes romances de Lobo Antunes, é sincopada, isto é, está cheia de anacolutos, as frases, as situações, os focos narrativos seguidamente interferem na linearidade do leitor de maneira abrupta e experimental, criando um conjunto sintático-narrativo único, exuberantemente excêntrico e que é capaz de fascinar por sua constante criatividade a cada passo, a cada curva da oração. A influência da era do cinema neste processo de cortes e multifacetadas técnicas de narrar é usada de maneira complexa por Lobo Antunes; não há a limitação objetiva de descrever as coisas como se estivesse o escritor usando uma câmara, a própria sintaxe se elabora à sombra e à luz dos processos cinematográficos, processos que são experimentais e provocativos. Não sei de autor de nossa língua que tenha penetrado tão fundamente as entranhas de nosso idioma; é essencialmente um homem da linguagem escrita e, mesmo valendo-se de técnicas alienígenas (o cinema), nunca abastarda a essência literária de seus textos, como costuma acontecer hoje em dia.

As vozes narrativas são muitas e disparatadas em Lobo Antunes. Isto o diferencia de seu patrício mais conhecido por aqui, José Saramago, que é mais clássico em seu narrador neutro. Em Lobo Antunes são, desde seus primeiros livros e mais ainda nos últimos, muitas almas que aos poucos se vão fundindo e confundindo de maneira exemplar; é uma provocação à inteligência e à atenção ou percepção do leitor. Em Ontem não te vi em Babilónia as manifestações de um grupo pequeno de personagens se estruturam em capítulos que compõem cada uma das partes que indicam a passagem das horas numa insone madrugada apanhada pelo verbo de Lobo Antunes. São manifestações que se distinguem umas das outras e ao mesmo tempo se aproximam e assemelham quando os detalhes de distinção são espalhados espaçadamente pelas páginas e os rompimentos espirituais que surgem pertencem a cada um dos seres e a todos ao mesmo tempo. A construção clássica desaba. No final, o próprio Lobo Antunes se intromete como uma outra voz, um outro narrador, mas é breve e no entanto está sempre por trás de tudo: “chamo-me António Lobo Antunes, nasci em São Sebastião da Pedreira e ando a escrever um livro)”.

Não entres tão depressa nessa noite escura, diz o título de um outro romance de Lobo Antunes, mas parece ser também o convite para se degustar palavra a palavra, sintaxe a sintaxe este monumento verbal que é Ontem não te vi em Babilónia. Se, como certa vez disse o escritor francês Alain Robbe-Grillet, a verdadeira literatura deve estar pronta para ser recitada e ouvida, então um texto narrativo como este de Ontem não te vi em Babilónia é a autêntica porta para o paraíso da estética literária. Vai-se sentindo nos poros os sons da leitura que se faz ao longo de suas pouco mais de quatrocentas páginas.

Ontem não te vi em Babilónia é o romance da insônia do leitor (podemos lê-lo numa longa noite de insônia), assim como Em busca do tempo perdido (1912-1923), do francês Marcel Proust, é o romance da hepatite (um amigo, crítico de cinema, me afirmou nos anos 80 que nunca lera Proust e só o faria se caísse de cama, com hepatite, uma metáfora que me ficou), e Finnegans wake (1939), do irlandês James Joyce, é o romance da queda de nossos neurônios (estamos num hospício e nos preparamos para lê-lo; como anota o protagonista-narrador de Solo, 2008, romance do gaúcho Juremir Machado da Silva: o texto de Joyce deve ser o de “um louco completamente dopado com um coquetel de porcarias antipsicóticas”). Assim, se entrelaçam a noite de Babilónia de Lobo Antunes, a doença acamada de Proust e a demência verbal de Joyce.

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo Sábado (dia 04/11/2017)

?No próximo Sábado (da 04/11/2017) as 10:15 no CineBancários assistiremos ao filme "El Amparo" (2016). Em 1988, na Venezuela, dois homens sobrevivem a um ataque armado em que 14 dos seus colegas de trabalho perdem suas vidas. O exército venezuelano, autor do massacre, acusa as vítimas de serem guerrilheiras e de estarem planejando atos ilegais, mas nada ficou comprovado.

Cinemateca Paulo Amorim - PROGRAMAÇÃO DE 2 A 8 DE NOVEMBRO DE 2017

SEGUNDA-FEIRA NÃO HÁ SESSÕES

SALA 1 / PAULO AMORIM

15h30 – RODIN

(França, 2017, 120min). Direção de Jacques Doillon, com Vincent Lindon, Izïa Higelin, Séverine Caneele. Mares Filmes, 14 anos. Drama.

Sinopse: O filme acompanha o processo de trabalho do escultor Auguste Rodin no período entre 1880 e 1890, quando ele criou obras famosas como a Porta do Inferno, inspirada na “Divina Comédia”, de Dante, e também o Monumento a Balzac. A trama mostra também o início do romance com sua aluna Camille Claudel e os conflitos com Rose, sua companheira de anos e mãe de seu filho.

17h45 – ATÉ NUNCA MAIS

(À Jamais - França, 2017, 90min). Direção de Benoît Jacquot, com Mathieu Amalric e Julia Roy. Mares Filmes, 14 anos. Drama.

Sinopse: Laura é uma artista de performances que vive com Jacques, um cineasta famoso e bem mais velho do que ela. Quando ele morre, Laura não consegue aceitar a perda - e sua vida se transforma numa confusão de sentimentos que ultrapassa os limites entre o delírio e a loucura. O filme é baseado no livro “A artista do corpo”, do norte-americano Don DeLillo.

19h30 – COLUMBUS

(Estados Unidos, 2017, 105min). Direção de Kogonada, com Haley Lu Richardson, John Cho, Parker Posey. Supo Mungam, 14 anos. Drama.

Sinopse: A cidade de Columbus, no estado norte-americano de Indiana, é conhecida pelos seus prédios de arquitetura modernista. Mas, no filme do sul-coreano Kogonada, a cidade também é uma personagem do encontro entre Jin e Casey. Ele é um tradutor que vive na Coreia e vem a Columbus para acompanhar o pai, que está hospitalizado. Ela é uma jovem na faixa dos 20 anos indecisa sobre qual rumo tomar na vida.

SALA 2/ EDUARDO HIRTZ

15h – COMO NOSSOS PAIS

(Brasil, 2017, 100min). Direção de Lais Bodanzky, com Maria Ribeiro, Paulo Vilhena, Clarice Abujamra. Imovision, 14 anos. Drama.

Sinopse: Perto dos 40 anos, Rosa vive um cotidiano típico da mulher contemporânea: cuida da casa e das duas filhas, o marido não é muito presente, ela tem um trabalho do qual não gosta e a relação com a mãe não é das melhores. Num momento crucial da sua vida, Rosa precisa rever todas as suas certezas. Prêmio de melhor filme, direção, atriz, ator e atriz coadjuvante no Festival de Cinema de Gramado.

17h – GLORY

(Slava - Bulgária/Grécia, 2017, 100min). Direção de Kristina Grozeva e Petar Valchanov, com Stefan Denolyubov, Margita Gosheva e Ana Bratoeva. Pandora Filmes, 12 anos. Drama.

Sinopse: Tsanko Petrov encontra uma boa quantia em dinheiro durante o trabalho e resolve entregar à polícia. Como recompensa, ele ganha um relógio de pulso, que logo para de funcionar. Quando tenta recuperar seu antigo relógio, Petrov se envolve numa rede de burocracias e corrupção do governo. O filme é o representante da Bulgária na indicação ao Oscar de filme estrangeiro.

19h – PENDULAR

(Brasil, 2017, 105min). Direção de Julia Murat, com Raquel Karro e Rodrigo Bolzan. Vitrine Filmes, 16 anos. Drama.

Sinopse: Um casal de artistas - ele é escultor, ela é bailarina - resolvem viver em um galpão, que funciona como casa e espaço de criação. Lá eles recebem amigos, se amam, experimentam novos projetos e precisam aprender sobre a arte da convivência. Prêmio da crítica na Mostra Panorama do Festival de Berlim.

* Não haverá sessão no dia 8 de novembro devido à pré-estreia do documentário Sarau Jazz.

PROGRAMAÇÃO DE 2 A 8 DE NOVEMBRO DE 2017

SEGUNDA-FEIRA NÃO HÁ SESSÕES

SALA 3 / NORBERTO LUBISCO

15h15 – SHIVÁ - UMA SEMANA E UM DIA

(Shavua ve Yom - Israel, 2017, 100min). Direção de Asaph Polonsky, com Shai Avivi, Evgenia Dodina, Tomer Kapon. Imovision, 16 anos. Comédia dramática.

Sinopse: Depois da Shivá, semana durante a qual ficaram de luto pela morte do filho, Vicky e Eyal tentam retomar suas rotinas. Vicky volta à escola onde leciona, entre colegas que não sabem muito bem como recebê-la, enquanto o marido só finge que vai trabalhar - na verdade, Eyal fica em casa na companhia de Zooler, o jovem vizinho.

* Não haverá sessões no sábado e domingo (dias 4 e 5).

15h15 – A MENINA E O PORQUINHO (Sessão Pais e Filhos)

(Charlotte's Web - EUA/Alemanha, 2007, 100min). Direção de Gary Winick, com Dakota Fanning e Sam Shepard. Apoio MPLC e E o Vídeo Levou. Ingressos a R$ 4,00. Livre.

Sinopse: Fern é uma das poucas pessoas que percebe que o porquinho Wilbur, que nasceu bem menor do que os seu irmãos, é um animal muito especial.

* Sessões somente na sábado e domingo (dias 4 e 5).

17h15 – A VIAGEM DE FANNY

(Le voyage de Fanny - França, 2016, 95min). Direção de Lola Doillon, com Cécile de France, Léonie Souchaud, Fantine Harduin. Mares Filmes, 12 anos. Drama.

Sinopse: Separada dos pais judeus durante a Segunda Guerra Mundial, Fanny, de 12 anos, e suas duas irmãs mais novas vivem em um lar para crianças no interior da França. Diante das ameaças de invasão nazista à região, as crianças resolvem fugir para um lugar seguro - e Fanny lidera os pequenos nesta aventura. O filme é baseado na autobiografia de Fanny Bel-Ami e integrou a Seleção Varilux de cinema Francês.

19h – MOSTRA VIDA DE ESCRITORA

* Confira horários e títulos abaixo.

MOSTRA VIDA DE ESCRITORA
PROGRAMAÇÃO DE 2 A 8 DE NOVEMBRO DE 2017
SALA NORBERTO LUBISCO
A Cinemateca Paulo Amorim se integra à programação da Feira do Livro de Porto Alegre exibindo biografias de grandes escritoras internacionais. Ingressos a RS 4,00. Apoio: E o Vídeo Levou e MPLC

Dia 02
quinta
19h

MISS POTTER (Miss Potter - EUA, 2006, 95min). Direção de Chris Noonan, com Renée Zellweger e Ewan McGregor. Livre.

Sinopse: Beatrix Potter (1866-1943) foi uma das principais autoras infantis do início do século XX. Ela é lembrada até hoje pela série de livros em que os protagonistas são animais.

Dia 03

sexta
19h

IRIS (Iris, 2002, 90min). Direção de Richard Eyre, com Kate Winslet e Judi Dench. 14 anos.

Sinopse: A novelista e filósofa Iris Murdoch (1919-1999) viveu uma grande história de amor com seu marido, o professor de Oxford John Bayley. O filme retrata duas épocas: no auge da carreira e na velhice, com Alzheimer.

Dia 04
sábado
19h

SYLVIA - PAIXÃO ALÉM DE PALAVRAS (Sylvia - EUA, 2003, 120min). Direção de Christine Jeffs, com Gwyneth Paltrow e Daniel Craig. 14 anos. Sinopse: Sylvia Plath (1932-1963) foi uma das principais autoras da literatura norte-americana. Sua vida atribulada teve momentos intensos de depressão, mas também um grande amor com o poeta inglês Ted Hughes.

Dia 05
domingo
19h

FLORBELA (Portugal, 2014, 120min). Direção de Vicente Alves do Ó, com Dalila Carmo e Albano Jerónimo. 14 anos.

Sinopse: Foi em Lisboa que Florbela Espanca (1894-1930), uma jovem nascida na região rural de Portugal, encontrou a inspiração para os seus maiores poemas – o que a levou a abandonar a família.

Dia 07
terça
19h

BORBOLETAS NEGRAS (Black Butterflies – Noruega/África do Sul 100min, 2010). Direção de Paula van der Oest, com Carice van Houten. 14 anos.

Sinopse: A poetisa sul-africana Ingrid Jonker (1933-1965) lutou contra o Apartheid, na década de 1960, usando a poesia como arma. Mas sua vida conturbada a levou ao suicídio, com apenas 31 anos.

Dia 08
quarta
19h

AMOR E INOCÊNCIA (Becoming Jane - EUA/Inglaterra, 2008, 120min). Direção de Julian Jarrold, com Anne Hathaway e James McAvoy. 14 anos. Sinopse: Aos 20 anos, Jane Austen (1775-1817) já começa a ser reconhecida como escritora, mas seus pais querem mesmo que ela se case.

 

As relações entre a Noruega e o Brasil são destaque na Feira do Livro nesta sexta-feira

Sexualidade, equidade de gênero, feminismos e muito mais na programação de 3 de novembro

O pesquisador norueguês Dag Øistein Endsjø, fascinado pela história de nossa civilização, apresenta, às 15h, no Auditório Barbosa Lessa – Centro Cultural CEEE Erico Verissimo CCCEV (Rua dos Andradas, 1223), o resultado de um estudo que aborda a variedade de concepções religiosas sobre a sexualidade. Já a diversidade “do lado de lá”, tem vez no mesmo local às 18h. Na sessão “Escandinavos”, Paulo Roberto Ribeiro Guimarães, autor do livro “Brasil-Noruega”, fala sobre a diferença de tipos físicos, de idiomas e de hábitos culturais do povo do norte da Europa.

Ainda no mesmo auditório, às 16h30min, ocorre “Conexões feministas nórdico-tropicais: Diálogos sobre gênero, comunicação e educação entre Brasil e Noruega”. As jornalistas Djamila Ribeiro e Joanna Burigo viajaram a trabalho para a capital da Noruega, Oslo, e relatam a experiência focadas na equidade de gênero entre Noruega e Brasil.

O estande dos Países Nórdicos, na Área Internacional (primeiro andar do Memorial do RS), convida crianças para, às 16h, ajudar Marco e Maia a desvendar um mistério. A atividade interativa é baseada na série “Agência de Detetives Marco e Maia”, do autor sueco Martin Widmark.

Seguindo o tema de literatura estrangeira, às 16h30min, na Sala Oeste do Santander Cultural (Rua 7 de Setembro, 1028), Denise Regina Sales e Nathalie de Souza Kappke respondem às questões “Quais são os principais nomes da literatura soviética? As principais obras? Os principais tradutores no Brasil?”.

Voltando para o Brasil, mais precisamente para o Rio Grande do Sul e aterrissando, às 18h, na Sala Oeste do Santander Cultural, tem a atividade “Redescobrindo histórias negras e indígenas do RS” com Lúcia Regina Brito Pereira, Danilo Braga e mediação de Gilberto Ferreira da Silva.

Um paralelo entre arquitetura, arte e literatura vai ser traçado por Edgar Vasques, César Dorfman e Sérgius Gonzaga às 17h na Sala Leste do Santander Cultural.

A 63ª Feira do Livro de Porto Alegre é uma realização da Câmara Rio-Grandense do Livro em parceria com Ministério da Cultura e Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer. Patrocinadores máster: Braskem, BNDES, Zaffari. Banco Oficial da Feira: Banrisul. Seja Vero. Patrocínio Especial Encontros com o Livro: Santander Cultural. Patrocínio Especial Tenda de Pasárgada: SulGás. Patrocinador Especial da Praça de Alimentação: Dado Bier. Patrocinador Especial do Espaço do Conhecimento: Petrobras. Apoio Especial: Prefeitura de Porto Alegre. Financiamento: Pró-cultura RS, Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Sobre a Feira do Livro de Porto Alegre

A Feira do Livro de Porto Alegre foi inaugurada em 1955 por incentivo do jornalista Say Marques, diretor-secretário do Diário de Notícias, junto aos livreiros e editores da cidade. O evento é considerado referência no país por seu caráter democrático e pela consistência do trabalho que desenvolve na área da promoção da literatura e da formação de leitores. Realizada desde sua primeira edição na Praça da Alfândega, Centro Histórico da capital gaúcha, a Feira é dividida em Área Geral, Área Internacional e Área Infantil e Juvenil. Centenas de escritores, ilustradores, contadores de histórias e outros profissionais participam do evento, que conta com sessões de autógrafos, mesas-redondas, oficinas, palestras e programaç&o tilde;es artísticas, entre outras atividades. Alguns desses eventos são realizados no Memorial do Rio Grande do Sul, Santander Cultural, Centro Cultural CEEE Erico Verissimo e Auditório Dante Barone da Assembleia Legislativa.

Em 2006, a Feira do Livro de Porto Alegre recebeu a medalha da Ordem do Mérito Cultural, concedida pela Presidência da República, que a reconheceu como um dos mais importantes eventos culturais do Brasil. Um ano antes, havia sido declarada bem do Patrimônio Cultural Imaterial do Estado e, em 2010, foi o primeiro bem registrado, pela Prefeitura de Porto Alegre, como integrante do Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial da cidade.

A 63ª edição ocorre de 1º a 19 de novembro de 2017 e, entre os destaques da programação, estão Conceição Evaristo, Otávio Jr., Daniel Munduruku, Sergio Vaz, Ondjaki, Ricardo Araújo Pereira, Rosana Rios e Manuel Filho, entre dezenas de outros convidados, além de uma delegação de doze autores dos países nórdicos, região homenageada pelo evento. Todas as atividades têm entrada gratuita.

Sobre a Câmara Rio-Grandense do Livro

A Câmara Rio-Grandense do Livro é uma sociedade civil sem fins lucrativos, que tem por objetivo unir entidades e empresas que trabalham pelo livro, promovendo sua defesa e seu fomento, a difusão do gosto pela leitura, a formação de leitores e o fortalecimento do setor livreiro. A entidade conta com mais de 140 de associados, entre editores, livreiros, distribuidores e outras instituições que se dedicam à produção, à comercialização e à difusão do livro, todas com sede ou filial no Rio Grande do Sul.


2 de novembro de 2017

Política

EVIDENTE QUE SE O LULA FOR CANDIDATO SERÁ PROTAGONISTA COMO DIZEM AGORA.

MAS EU AXO QUE MUITA AGUA VAI ROLAR DEBAXO DA PONTE.

TENHO MEDO UM HULK DA VIDA VIRAR PRESIDENTE. SERÁ DE NOVO UMA MERDA....

IMAGINA AQUELA ANTA. SERÁ A SUCURSAL DA GROBO NO PLANALTO.SE BEM QUE JÁ DUVIDO DO SEU PODER.TENTARAM DERRUBAR TEMMER E NÃO LEVARAM.

ELES ADORAM UM RABO NO AVIÃO

1.

MARKEZA EM LIMA

2.

PAIM NA TAILANDA.

TROGILDO EM PARIS.

TAMU QUI TAMU

VAGABUNDAGEM

POA TAVA VAZIA HJ. E MESMO UMA CITI DE FUN PUBLICOS E OTRAS MORDOMIAS.

 

HISTORIAS DA POLITICA

A CRUELDADE DE BRIZOLA

ANO ENTRE 1948 OU 1949.

LOCAL. SINDICATO DOS TRABALHADORES DA CARRIS. TRANSVIÁRIOS. NA AV. JOÃO PESSOA, ONDE HJ TÁ A EDEL.

O PCB TINHA UMA CELULA DENTRO DO SINDICATO.A LUTA ERA PRA INSTALAÇÃO DO ABONO DE NATAL MAIS TARDE GETULIO FEZ DELE O 13 SALA´RIO.

HAVIA UM PLEITO DE QUE SE FIZESSE O ABONO SERNÃO HAVERIA GREVE.

LEONE. BRIZOLA ERA DEPUTADO EST DO PTB. PARTIDO QUE GOVERNAVA A CITI.

SE ELEGEU EM 19 DEJANEIRO DE 1947.

ELE FOI AO ENCONTRO DOS TRANSVIÁRIOS.

ELOI MARTINS LIDER SINDICAL E DO PARTIDÃO ESTAVA NA MESA DOS DEBATES.

ELE INCENTIVOU A GREVE.

NO FIM BRIZOLA LHE PEDIU A MÃO.

ELE INOCENTE A DEU.

-OLHEM AQUI,DISSE TIO BRIZA, NEM CALOS ELE NÃO TEM. NÃO É TRABALHADOR COMO VCS.

ELOI TEVE UMA REAÇÃO DE SURPRESA COM A ATITUDE DO BRIZA.QUEM EM CONTOU FOI O NELSON GONZALEZ, PRESENTE NO ATO E VIVO AOS 91 ANOS..

 

POBRINHA, POBRINHA

A FERA DOLIVRO NÃO TEM NEM MARCADOR.

MAS TEM LIVRO BARATINHO, AXEI BONS POR 2,3 PILAS.BALAIOS EM NOIS.

FILA PRO RAMÃO

JA TÁ NO CAIS A FILA ESPERANDO O OTOGRAFO DO RAMÃO. MAS A MIDIA N SABE QUEM ELE É.

QUI PENA. O MAIOR ESCRITOR E O MAIS VAGABUNDO QUE EU CONHECI.

 

SEM COLETIVA

N HOUVE COLETIVA HJ NO TÁ NA MESA DAS 4 MUIES QUE IAM FALAR. PREFERIRAM FIKAR TOMANDO XAMPANHOTA COM A SIMONE LEITE NA SALA DA DIRETORIA.

SE TIVESSE UM REPORTER DA ZH, ELAS SEGURAMENTE IAM ATENDER. COMO SO TINHA XINELO, CAGARAM E ANDARAM SOLENEMENTE. a descula dada pela NEUSA FROES, DA EMPRESA QUE FAZ A COMUNICAÇÃO É QUE SO TINHA 10 MINUOTOS. É QUE ELAS HAVIAM XEGADO ATRASADO.

SO QUE UM REPORTER ENTROU NA SALA DA DIRETORIA E PASSOU POR TODAS TOMAM UM PEQUENO COQUETEL ANTES DA APALESTRA PRA QUEM PAGOU ENCIMA. VERDADE QUE A NEUSA LIBEROU BOIA PRA TODOS NOIS.

E A 1 X DESDE QUE VOU NA FEDERASUL QUE NÃO HÁ COLETIVA.SEMPRE TEM. MENOS HJ. VAI VER ERA MUITO ' BRILHO'. UMA CASADA COM O DONO DA LEBES, OUTRA FILHA DO DONO DO KUR HOTEL. KKKKANSIM,ATÉ YO.

QDO A FIOHA DO DONO DO KUR HOTEL DISSE QUE AS 4 IRMÃS SÃO CASADAS, EU TIVE QUE RIR.

-FILHAS DO DONO DO KUR HOTEL CLARO QUE IAM ARRUMAR MARIDO FÁCIL. A APOSENTADORIA DO KARA GARANTIDA.

mulheres EMPRESÁRIAS.

DAS 4 QUE SE APRESENTARAM HJ NA FEDERASUL, DUAS. UMA É MULHER DO DONO DA LEBES E OUTRA FILHA DOS DONOS DO KUR HOTEL. BOM,ASSIM ATÉ EU, NÉ.

AS OUTRAS DUAS SÃO EMPREENDEDORAS.

 

Coleguinhas

lauro xIRMER DEIXAVA APENAS QUE A FAMILIA IMPERIAL USASSE A ZH A SEU PRAZER. OS DEMAIS NECA PAUS. FAMILIA IMPERAL VCS SABEM QUEM ERA, NÉ

LAURO XIRMER ERA UM GOZADOR. QUANDO ALGUÉM DA FAMILIA EMBARCAVA, ELE XAMAVA O GALENO RODRIGUES E DIZIA

- VAI NO AEROPORTO E FAZ UMA FOTO DA FAMILIA IMPERIAL EMBARCANDO KKKKK

COMO GENTE POBRETONA QUE ENRICOU GOSTA DE SE VER NO JORNAL. É SINONIMO DE STATUS. UMA COISA DE MAFIA.

A MAFIA EM NYC GOSTA DE IR A OPERA. BEM COSA DFE NOVO RICO DE STATUS. PELO MENOS ELES PAITROCINAM A OPERA.

REPRESALIA???

AXO QUE PELO QUE ESCREVO AKI SOBRE O SINDI NOSSO, O FITNESS SUMIU DA MESA DE ENTRADA ONDE EU SP DEIXAVA. É MUITO BAXO ESTE GOLPE. PEQUENO DE GENT EMUITO POBRE NO SENTIDO ESPIRITUAL E VINGATIVA.

MERDOL

NA DEMISSÃO DA MARCINHA

DEU MERDA NA RESCISÃO DA FAXINEIRA DO SIND DOS JOR..
AINDA NÃO SEI O QUE É, MAS PODE SER QUE SEJA REINTEGRADA.

TAMU PRECISANDO DE UMC OFE, OU DE UM XAZINHO.

EERO TECNICO

ESPANHA NÃO É PONTE MOVEL. A PONTE TEM UM VÃO MOVEL.

MAS TUA FOTO É SENSACIONAL.....MANDA AS FOTOS DA CONSTRUÇÃO. DEVE SER TRI....

HOFF

O ERRO DO ESPANHA É COMO DIZIIA O FINADO RUBEM HOFFMEISTER - DE QUEM NG MAIS FALA E QUE MERECIA UM LIVRO - UM LAPIS DA MEMORIA.....KKKK

JORNALSITAS GOSTAM DE PRIVILEGIOS

O FABIO MARÇAL HJ DE MANHA FEZ UM APELO PRA QUE SUA MÃE NÃO FIKE NA EME3RGENCIA DEUM HOSPITAL.

UÉ, MAS COMO GOSTAM DE U PRIVILEGIO. E OS OTROS? FIKAM PORQUE??

ISTO ME LEMBRA O VEIO CORREIÇAO. QUANDO ALGUEM QUE MORAVA NUM LUGAR COM BURACO COLOCAVA NO JORNAL. OS CARAS IAM CORRENDO ARRUMAR. JORNALISTAS GOSTAM DE PRIVILEGIOS. OR ESTO É PAPO FURADO.

FIKAR EM EMERGENCIAS É COMUM HJ EM DIA. NÃO SO DA MÃE DO FABIO MARÇAL. É QUE ESTES KARAS DE BSB AXAM QUE SÃO OTORIDADE. DÃO CARTEIRAÇO NO AR. QUE POKA VERGONHA

NEW LOOK

A ' COROA' MAGDA BEATRIZ TÁ DE LOOK NOVO. A VEIA SE CORTO EL PELO, COMO DIZEM OS PERUANOS.

*

A MAGDA FALA BEM E É DESCONTRAIDA.

*

A VÉIA ERA QUEM SEGURAVA O PROF PARDAL, OU SEJA, CLOVIS DUARTE.

 

REFORMA DA CASA DE BOMBAS Nº 5 É VIABILIZADA COM RECURSOS DAS EMPRESAS DOS BAIRROS HUMAITÁ E NAVEGANTES

Com a presença do prefeito Nelson Marchezan Júnior, foi realizada nesta terça-feira (31) às 11h a entrega da reforma da Casa de Bombas nº 5 localizada no bairro Humaitá nas proximidades da Arena do Grêmio cuja recuperação foi viabilizada através de parceria levada a efeito entre a Prefeitura Municipal e a Associação das Empresas dos Bairros Humaitá-Navegantes (AEHN).
Segundo o presidente da entidade, Luiz Carlos Camargo, a iniciativa foi adotada tendo em vista a ocorrência continuada de alagamentos nos bairros da região em períodos de chuvas mais intensas e a incapacidade financeira da Prefeitura de investir na manutenção das Casas de Bombas.
Lembrou que no caso da Casa de Bombas nº 5, das suas cinco unidades, apenas duas estavam operando e, ainda assim, parcialmente. A intervenção da entidade, custeada pelas empresas associadas, num total de R$ 124 mil, permitiu a recuperação de duas bombas de maior capacidade além da reforma do gerador a diesel entre outros serviços complementares.
Destaca ainda que os constantes alagamentos acarretam sério prejuízos financeiros às atividades das mais de 300 empresas ali instaladas, que incluem dificuldades de acesso dos funcionários aos estabelecimentos e no atendimento aos clientes, além dos danos à população do bairro.

 

JOGO LIMPO BAIRRO LIMPO NO ENTORNO DA ARENA DO GRÊMIO

Aproveitando o jogo da semifinal da Libertadores entre Grêmio e Barcelona de Guayaquil nesta quarta-feira (1º.11.17) será realizado o evento JOGO LIMPO – BAIRRO LIMPO a partir das 14h no entorno da Arena.
A iniciativa conta com a participação da comunidade, de voluntários e de torcedores com foco em ações de responsabilidade socioambiental.
São promotores a Prefeitura de Porto Alegre, Associação das Empresas dos Bairros Humaitá-Navegantes (AEHN), Grêmio e Centro Universitário Metodista – IPA.
O objetivo do evento é a conscientização dos torcedores e demais usuários no entorno da Arena para o acúmulo de resíduos que se verifica após os jogos provocando a deterioração dos espaços públicos na região.

 

Conto

O BAU

por Valdir Fachini, de Campinas SP

E lá estava ele, jogado e esquecido num canto do terreno baldio, entre lixo e mato, talvez lamentando seus dias de glória. Tempos atras, ele foi útil, na traseira de uma motocicleta ele era levado de um lado a outro, transportando tudo que era possível.
Porem naquele momento, já não servia pra mais nada, por isso estava ali, jogado e esquecido.
Mas não, um dia uma bela jovem, passando por ali, o viu e descobriu uma utilidade pra ele.
Aquele velho e judiado bau, se transformou numa jardineira, com os dizeres ...Salão da Cris
Por algum tempo ele esteve decorando a entrada daquele comercio.
Num domingo, não se sabe mês, o ano ou a hora, Adriano passou por ali e também gostou do bau, é claro que já não estava jogado e nem esquecido.
Na caçamba da caminhonete, ele fez uma longa viagem, pra outra cidade , outro estado.
O antigo letreiro não foi apagado, mas ficou olhando pra parede, do outro lado nasceu outra escrita, Salão do Adriano.
Durante mais um bom tempo ele ficou ali decorando a entrada desse outro estabelecimento.
Numa bonita tarde de verão, aquele bonito moço recebeu a visita de uma bonita moça.
Ela não queria os serviços dele, só desejava saber onde ele tinha conseguido aquela floreira.
Orgulhoso da sua façanha, não se perturbou em contar o acontecido em detalhes.
Então ela perguntou se no pingo do i da palavra Cris tinha uma florzinha desenhada.
Não precisou mais palavras pra ele descobrir que todo mal-feito um dia será descoberto, que não existe crime perfeito, mas coincidências existem.
E a coincidência levou ela até ali pra questionar a procedência daquele vaso.
Sem achar respostas e quase de joelhos, ele fez a promessa de devolve-lo o mais rápido possível.
Porem ela disse que não precisava, já estava enjoada dele e ele tinha ficado bonito onde estava agora.
Mas Adriano ia ter que pagar pela traquinagem e o pagamento seria um sorvete de morango na sorveteria da esquina e ele pagou. FIM.
Ah. eu já estava esquecendo, o salão de beleza Adriano e Cris tá indo bem ,graças a Deus.
valdirfachini53@gmail.com

Parceria entre Jornal do Comércio e Editora Cassol disponibiliza mil livros infantis

O Jornal do Comércio e a editora de livros infantojuvenis Cassol firmaram parceria para a 63ª Feira do Livro de Porto Alegre, que acontece de primeiro a 19 de novembro. Durante o período do evento, vale livros serão disponibilizados nas plataformas impressas e digitais do JC. O cupom deverá ser recortado ou impresso, preenchido com os dados do leitor e levado a banca da Editora na Feira, onde poderá ser trocado por um dos títulos: “O chá das maravilhas”, “Era uma vez… Uma fruta amarela”, “O aniversário da bruxa Kika”, “Marieta” e “A casa que o lobo fez”. Será permitido um livro por CPF.

As obras, todas de autoria de Léia Cassol, são voltadas para crianças de 3 a 9 anos. O objetivo da ação é levar mais pessoas ao evento, incentivando o hábito da leitura, a cultura, a educação e a qualidade de vida desde a infância. Além de presentear os leitores do jornal, possibilitando a contação de histórias em família.

O que: Distribuição de livros infantis aos leitores do JC

Onde: Banca da Editora Cassol na Feira

Quando: De 01 a 19/11

Contato: (51) 3213-1318 - Marketing Jornal do Comércio

 

União de forças políticas, empresariais e sindicais deve viabilizar usina termelétrica de Rio Grande

O deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS) está empenhado em viabilizar o projeto de instalação de uma usina termelétrica a gás natural no porto de Rio Grande (RS). Trata-se de um projeto estruturante cuja concorrência havia sido ganha pela empresa Bolognesi em 2014. Sem conseguir cumprir os prazos, o contrato foi cancelado pela Agência Nacional de Energia Elétrica. A ANEEL analisa agora a possibilidade de outra empresa, a gigante norte-americana New Fortress Energy, se habilitar e assumir o projeto. Em duas reuniões promovidas pelo deputado Perondi em Brasília, primeiro com o ministro das Minas e Energia, Fernando Coelho, e depois com diretores da ANEEL, a New Fortress refor&cc edil;ou sua intenção e aguarda um sinal verde da agência.

Das reuniões participaram, além de Perondi, o governador José Ivo Sartori, o prefeito de Rio Grande Alexandre Lindenmeyer, senadores, deputados federais e estaduais, diversas lideranças empresariais, sindicais e políticas do Estado, vereadores, além de representantes da empresa norte-americana. O governador Sartori, inclusive, se comprometeu a conceder com rapidez todas as licenças para que o projeto saia do papel.

Segundo Darcísio Perondi, a instalação do projeto integrado em Rio Grande vai representar R$ 450 milhões a mais de ICMS por ano para os cofres do Estado. Além disso, o Rio Grande do Sul vai multiplicar sua capacidade de receber gás. “Os americanos vão investir recursos próprios. O gás é o principal produto da indústria e vai atrair novos investimentos e novas indústrias para Rio Grande e toda a região Sul, principalmente, gerando emprego e renda", afirmou. O presidente Michel Temer foi apresentado ao projeto pelo deputado Darcísio Perondi, que é vice-líder do Governo na Câmara. Segundo o parlamentar, Temer disse que o projeto é importante e que tanto o Estado qu anto a União não podem perder esses investimentos externos.

“Duas reuniões maravilhosas. O governador José Ivo Sartori foi um líder, foi gigante e a luta avançou. Aumentou a esperança. Ficou claro que a Fortress tem potencial financeiro para assumir a empreitada, tem US$ 7,5 bilhões em caixa para projetos como o de Rio Grande. A ANEEL vai analisar com cuidado. O Rio Grande do Sul pode ficar independente em gás e energia. O Estado precisa desesperadamente desses investimentos e a cidade de Rio Grande também. Saímos com esperança e vamos continuar trabalhando forte”, destacou Perondi.

A ANEEL tem que tomar uma posição definitiva até 20 de dezembro, quando o Governo Federal vai promover um novo leilão do setor elétrico. A Fortress já entregou 600 páginas de documentos e aguarda uma posição da agência reguladora. O investimento da empresa norte-americana será de US$ 1 bilhão. Vai gerar 2.400 empregos diretos e outros cinco mil indiretos. Quando estiver pronta, em 2021, a usina vai responder por mais de um terço de toda a energia produzida no Estado e promover um desenvolvimento superior a US$ 10 bilhões em novas indústrias. “Este investimento vai significar uma nova GM no Estado e a independência definitiva em gás”, completou Perondi.

Texto e fotos: Fábio Paiva

Primeira reunião, com o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho


Segunda reunião, com os diretores da ANEEL, André Nóbrega e Romeu Rufino


1º de novembro de 2017

EXCLUSIVO

MARQUEZA QUER COBRAR PELAS BARRACAS DA ALFANDEGA

DISSE ISTO AOS LIVREIROS ESTES DIAS.

TEM + QUE COBRAR MESMO

marqueza PREOCUPADO COM TRAFICA

DISSE AOS LIVREIROS QUE OS JOVENS TÃO SENDO COMPRADOS PELOS TRAFICAS

- TAMOS PERDENDO OS JOVENS PROS TRAFICANTES...

SO CONTARAM PRA ELE???????

 

Coleguinhas

po rekern, COMO TU É BOM NO TRATO DA POLITICA. E TU FICOU AVIDA TODA NAQUELA BOSTA DE ERRIESSE NA TV E NO JORNAL FAZENDO MAPINHAS PRA AQUELA TURMA QUE SI AXAVA.....QTO TEMPO PERDEMOS. AGURA NÃO TEM MAIS VOLTA. QUI MERDA FOI NOSSA VIDA. SOMOS DERROTADOS.

PO A GRENAL MORDE NO AR. OUVI AGORA. QUE POKA VERGONHA.....O CARA MORDEU NO AR.....depois falam do mortadela kkkkk

AAR ABATIDO PELO ALZHEIMER


AAR RANZOLIN ESTÁ COM ALZHEIMER HÁ VARIOS ANOS. FOI UM GRANDE NARRADOR.

NASCIDO EM CSUL EM 8.12.1937, aa ranzolin está fora de combate pelo Alzheimer há vários anos.tem 3 cuidadoras.

segundo de PCP, na Guaiba,foi ele que interrompeu a narração de um jogo do inter, no dia que pdrinho morreu de um acidente. aar narrava um jogo no bera rio.

alguns dizem ser ele gremista.

MAS ATE HJ É LEMBRADO. CASADO COM IARA,SOBRINHA DE SERENO CHAISE, TRABALHOU NO GABINETE DESTE EM 9163/4 QUANDO SERENO GOVERNAVA PORTO ALEGRE.

RANZOLINA E IARA SE CONHECERAM NUM BAILE DA REITORIA DA URGS.

MORA NA AV. GANZO,664/201

RENATO

DOOOU 10 MIL PRO JAIR KUBA. EU TB QUERO.

QUERO O MEU!!!!!!!!!!!!!1

ISTO TUDO É POR CAUSA DO MORTADELA, NÃO DO KUBA

 

AO REVOIR, BRASIELLLL

NECO VARGAS, NETO DO GETUIO, SI MANDOU PRA PORTUGUAL. FOI COM A MUIÉ VER COMO VIVER LÁ. ENXEU O SACO DO PAIS DO QUAL DIZEM SEU AVO FOI O GRANDE PRESIDENTE.

 

Uma bela foto da Ponte Móvel Getúlio vargas

De: "Alfonso Produções Fotográficas"
Enviada: 2017/10/31 14:43:12

Foto Alfonso Abraham


Depois posso te mandar as fotos da construção da ponte.
Foi na época um dos maiores projetos de engenharia no Brasil.

 

Foto

De: "Alfonso Produções Fotográficas"
Enviada: 2017/10/31 14:35:25

E esses chafarizes, onde estão que fim levaram? Foi inaugurado na campanha política do Fortunati, nunca mais vi eles funcionando.

Foto Alfonso Abraham

 

Abril namora Lula

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/10/31 21:09:31

Abril namora Lula

A mídia golpista vendo a cagada que foi o golpe e vendo o crescimento do Lula muda sua conduta violenta contra o barbudinho e resolve fazer uma materinha I love you!
Os leitores coxinhas da Exame estão putos da cara.

 

O povão nas rua

De: "Renato Kern"
Enviada: 2017/10/31 18:38:13

O POVÃO NAS RUAS
Ainda ordeiramente, o povão começa a sair as ruas. No Nordeste e em Minas Gerais, as caravanas do Lula reuniram centenas de milhares de brasileiros pedindo a volta do barbudinho, o retorno dos empregos e novamente um país sem miséria. Em São Paulo, o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto toma conta das ruas e vai até a sede do governo paulista. Analistas começam a ver estas movimentações como o inicio do fim da paciência do povão, que parece não ter saco de aguentar a quadrilha do Temer até 2018. Aos poucos, as insatisfações represadas e a "mea culpa" dos coxinhas e empresariado enganados pela mídia começam a agitar a população, num primeiro momento dentro da maior tranquilidade, mas basta um estopim aceso para desencadear a revolta popular. O que será este estopim se perguntam os an alistas? A prisão do Lula, a não prisão dos golpistas, a violência policial ou a incompetência do STF?
As imagens aqui publicadas você não vai ver na Globo, na Folha de São Paulo ou no resto da mídia. A esquerda começa a se organizar novamente em todo país e voltando as origens que é organizar os trabalhadores nas bases, nos sindicatos e nos movimentos sociais.

 

do Espaço Vital

O idoso vulnerável e o perverso “jeitinho” das operadoras de saúde

Arte de Camila Adamoli sobre foto divulgação TJRS

O caso que está trancado no STF há sete anos é oriundo de Santa Cruz do Sul (RS). No Juizado Especial Cível dali, a consumidora Varna Rohsig, em 18 de fevereiro de 2009, pediu a prestação jurisdicional contra a Unimed dos Vales do Taquari e do Rio Pardo Ltda. Narrou ser segurada desde 1999 e que, ao completar 60 anos de idade, constatou que a mensalidade de seu plano fora aumentada em 50%: de R$ 151,20 para R$ 226,80 mensais.

A consumidora obteve imediata antecipação de tutela, para que a majoração anual fosse apenas a do índice autorizado pela Agência Nacional da Saúde em igualdade para todas as faixas etárias.

A sentença de mérito também foi rápida: em 22 de maio de 2009 confirmou a tutela e a limitação do aumento. A Unimed recorreu e foi, em 19 de setembro de 2009, de novo derrotada na 3ª Turma Recursal Cível do TJRS.

Ali, o juiz relator Eugênio Facchini Neto (atualmente desembargador da corte estadual), lembrou que “entre os novos sujeitos de direito que o mundo pós-moderno identifica, a Constituição Federal de 1988 concede uma proteção especial a dois deles - que interessam ao tema dos planos de saúde – que são o consumidor e o idoso”.

O voto arrematou que “o idoso é um consumidor duplamente vulnerável, necessitando de uma tutela diferenciada e reforçada”.

A Unimed, no mês seguinte, manejou recurso extraordinário que afinal chegou ao STF – como se viu, na mesma edição de hoje do Espaço Vital – em 1º de outubro de 2010 e que até hoje, sete anos e um mês depois, não foi julgado.

Milhares de ações semelhantes tiveram – e assim se mantêm - seus andamentos sustados. A suprema – e agora já eletrônica tartaruga – está com sete anos e um mês de longevidade.

O advogado Luciano Almeida atua em nome da consumidora. (Proc. nº 71002228070).

A proteção ao idoso

Numa conjunção de crescentes litígios entre consumidores e planos de saúde, é recomendável a leitura do mencionado acórdão lavrado pelo então juiz – e hoje desembargador – Facchini.

Num longo voto, ele situa que a questão do aumento desproporcional dos valores das prestações mensais a que as operadoras querem sujeitar os idosos “não é tão simples quanto possa parecer - e não pode ser dirimida apenas com a invocação de regras contratuais ou legais, pois estão em jogo princípios constitucionais colidentes”.

O magistrado pontua que, de fato, colidem na hipótese vários princípios constitucionais:

a) “O princípio constitucional da autonomia privada, da liberdade de iniciativa (art. 170, caput, da CF/88), inclusive na área de assistência à saúde (art. 199 da CF/88), bem como o direito fundamental de garantia do ato jurídico perfeito (art. 5º, XXXVI)”.

b) “A defesa do consumidor prevista como direito fundamental (art. 5º, XXXII), como princípio geral da ordem econômica (art. 170, V), como mandamento constitucional (art. 48 do ADCT), bem como o princípio constitucional de amparo às pessoas idosas (art. 230), com mandamento de tutela de sua dignidade e bem-estar”.

Na fundamentação, o julgador aborda um caso (possivelmente pioneiro), julgado em junho de 1998 pelo próprio TJRS, que derrubou cláusula de um contrato da Pater Assistência Internacional Médico Hospitalar que dava a ela o direito de romper unilateralmente o contrato, quando não mais lhe fosse interessante.

Os autores da ação foram o advogado (hoje falecido) Sérgio Francisco Jayme e sua esposa Ilka Pinto Jayme.

Esse caso foi relatado no tribunal gaúcho pelo então desembargador Carlos Alberto Bencke (ocupando vaga do quinto constitucional destinada à advocacia), que esmiúça o cruel: “o contrato de seguro-saúde que vigorou durante vários anos, quando o contratante pouco usava a cobertura, de repente foi rescindido, na fase em que os aderentes mais necessitam de assistência médica e hospitalar”.

Tal acórdão então definiu ser “potestativa a cláusula que admite a denúncia unilateral do contrato pela seguradora, ofendendo o art. 115 do Código Civil [de 1916]”.

O então magistrado Bencke lembrou que “os planos de seguro, quando criados, são precedidos do necessário cálculo atuarial, feito para atender aos aderentes até que o evento futuro e certo na existência, mas incerto no tempo, o decesso do associado, venha a acontecer, nele incluídas as poucas consultas e internações da primeira idade e as muitas consultas e internações nas idades mais avançadas”.

E o voto concluiu que “se houver um só associado, o plano – que deu lucro à empresa de seguro na primeira fase – deve continuar atendendo e com recursos reservados para tal, até mesmo porque se o cálculo atuarial foi equivocado, por este equívoco o contratante não deve ser responsabilizado”. (Proc. nº 598081073).

 

do Comunique-se

O incrível Huck – artigo de Ricardo Miranda Filho


O apresentador Luciano Huck passeia pelo jardim do Palácio do Planalto durante gravação de seu programa. Brasília, 30/07/2001 (Imagem: Orlando Brito)

A primeira pesquisa do Ibope é mais do mesmo: repete a possibilidade de um eventual segundo turno entre Lula e Bolsonaro em 2018 como se isso, a essa altura do campeonato, tivesse alguma importância num país onde a realidade política derrete como sorvete ao sol. Se os institutos erram na véspera das eleições, imagina faltando um ano e nesse caos político-partidário.

De relevante pra mim foi a decisão do Ibope de colocar o apresentador global Luciano Huck entre os candidatos. Ele não aparece na pesquisa espontânea, mas quando o Ibope lista os candidatos e inclui Huck… bingo!, lá está o apresentador de quadros como “Quem Quer Ser Um Milionário?” pontuando entre os eleitores-telespectadores. E – segurem seus queixos! – o marido de Angélica é mais popular que Alckmin e Dória.

Conclusão: com Joaquim Barbosa na poeira da história e Moro a caminho dela, Huck, com seu show aos sábados cada vez mais parecendo um programa eleitoral, vai sendo colocado, nada discretamente, como uma alternativa a Lula, Bolsonaro, Marina e a nova e velha guarda tucana.

Eu não me lembro de Huck ter falado abertamente que seria candidato, mas, para tornar o fato politicamente irreversível, melhor do que notinhas plantadas nas boas colunas do ramo, é uma boa pesquisa eleitoral para ferver esse caldeirão.

***** ***** ***** ***** *****

Por Ricardo Miranda Filho. Colaborador de Os Divergentes, site onde o texto foi publicado originalmente, diretor da Agência Fato Relevante e sócio-fundador da Ricardo Miranda Produções Jornalísticas e da revista Tablado.

 

O Cinema Tateante: Um Sonho Documental


Errante; um filme de encontros (2016), realizado pelo cineasta gaúcho Gustavo Spolidoro, tarda um pouco a engrenar

Por Eron Duarte Fagundes

Errante; um filme de encontros (2016), realizado pelo cineasta gaúcho Gustavo Spolidoro, tarda um pouco a engrenar. Gustavo é diretor e personagem do filme; como personagem, vive a si mesmo como um diretor de cinema que pretende filmar livremente durante os cinco dias do Carnaval de 2011, na cidade de Porto Alegre e fora dela; o filme vira seu próprio assunto e a construção narrativa se autorreflete, aqui e ali curiosa, acolá desajeitada, mas sempre capaz de interessar o observador crítico. Como disse na primeira frase deste texto, as coisas demoram um pouco a juntar-se e a sensação de fagulhas dispersivas chega a incomodar; mas, especialmente após o desenvolvimento tateante do velhinho que caminha a esmo (“como um cão sem dono”, segundo Spolidoro, narrador e criatura) pelo centro de Porto Alegre, e durante o episódio que traz para a cena a francesa Stepahnie Piou que é também, como o diretor do filme, uma errante que anota as coisas que vê (ela escreve em seu bloquinho, Gustavo registra com sua câmara), o filme adquire uma beleza serena e fundamental para aquilo que o realizador pretende expor.

Há uma referência a Jean Rouch e Edgar Morin, franceses que rodaram, no modelo de ir filmando para chegar a um resultado desconhecido, o clássico Crônica de um verão (1961). Sabe-se que o brasileiro Eduardo Coutinho foi o mais hábil de todos os nossos diretores do gênero: fazia engatar seus filmes de espontaneidade nos primeiros movimentos. Mas não me parece que a forma como o filme de Rouch e Morin age sobre Coutinho seja a mesma que atua influenciando Spolidoro. O cinema de Spolidoro remete muito mais aos neodocumentários alemães dos anos 80, como Não me venha falar em destino (1979), de Helga Reidemeister, visto há muitas décadas no salão do auditório da Reitoria de Universidade Federal do Rio Grande do Sul: há tensões de construção/desconstrução que inibem aquela “natureza natural” perseguida por Coutinho. Em Morro do céu (2009), o melhor de Spolidoro, estas tensões tinham uma consistência muitas vezes maior que esta que se vê em Errante. O lado de ensaio instintivo do jeito cinematográfico de Spolidoro já se via em Ainda orangotangos (2007), ainda que baseado num original literário, e mesmo quando adaptava as formas de encomenda de De volta ao quarto 666 (2008), um olhar para o cinema do alemão Wim Wenders, outro tipo de cinema para o qual é bom olhar para se meditar sobre os métodos fílmicos múltiplos de que se vale o diretor gaúcho para tatear seu próprio estilo de encenar.

 

do Miron Neto

"Gramado precisa mais de atrativos e menos de hotéis"

Há quase nove anos com coluna na internet, ainda me surpreendo com a repercussão de muitas coisas que escrevo. É o caso daquela nota "Gramado precisa mais de atrativos e menos de hotéis", lida por mais de 32 mil pessoas, entre site, redes sociais e newsletter. A frase foi citada, inclusive, pelo responsável pelo Hard Rock Café no Brasil, Norberto Herrero, quarta-feira (25), durante audiência com o governador José Ivo Sartori (PMDB), ao demonstrar o seu otimismo com o sucesso do empreendimento em Gramado.
Na mesma linha, recebi mensagem de um jovem amigo que hoje mora em Lisboa, e que trabalhou na hotelaria de Gramado. Sobre a afirmação de que "nunca vi hotel quebrar em Gramado", ele diz que, até o início de 2016, ela poderia ser fato. Foi quando ele ouviu uma frase: "A senhora quebrou porque queria fazer e oferecer tudo com muita qualidade!" "Claro que entra em jogo o impacto da revolução digital e a mudança na forma como as pessoas reservam hospedagem hoje - que muitos mais antigos não conseguem acompanhar, mas, principalmente, pelo aumento desproporcional no número de leitos", afirma o leitor.

Secretaria promete coibir panfletagem em três turnos

A Secretaria de Planejamento informa que, a partir desta segunda-feira (30), a fiscalização de abordagem, obras e panfletagem ocorrerá nos três turnos – manhã, tarde e noite. A medida visa atender o aumento da demanda de fiscalização em virtude do Natal Luz, e segue até o final do evento, em 14 de janeiro de 2018.
Um projeto de lei que autoriza a contratação temporária de quatro fiscais de posturas foi encaminhado à Câmara de Vereadores para apreciação. O projeto prevê também a contratação temporária de oito orientadores de trânsito. Com a aprovação, o Município pretende efetuar um processo seletivo simplificado para oriundos da lista de aprovados do concurso público de agentes de trânsito efetuado em 2015.

 

Semifinal da Copa Libertadores tem esquema especial de trânsito

Nesta quarta-feira, 1º, na Arena, Grêmio e Barcelona (Equador) fazem o jogo de volta da semifinal da Copa Libertadores da América. Com início marcado para 21h45 e previsão de público de 55 mil pessoas, os portões serão abertos às 18h45. Para o evento, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) organizou esquema especial de trânsito e transporte.

Antes da partida, haverá a inversão parcial da Voluntários da Pátria, entre a Rua Graciano Camozzato (Rua Cinco) e da Avenida Padre Leopoldo Brentano, a partir das 19h. Serão implementadas, ainda, alterações de trânsito no trecho da Voluntários da Pátria, onde ocorrem as obras da nova ponte do Guaíba, com aplicação de manobras de inversão do fluxo. Segundo Zigomar Galvão, gerente de fiscalização de trânsito da EPTC, estas medidas têm dado bons resultados. A alça de acesso da BR-448 (Rodovia do Parque) ao estádio ficará fechada também a partir de 19h. A AJ Renner terá fluxo normal até o Estádio.

Na saída do jogo, as medidas adotadas pretendem evitar a lentidão no trânsito. Carros que saírem pelos portões 4 e 5 e parte do E2 serão direcionados para a BR-448 que deverá ter seus acessos liberados imediatamente após o final da partida e a Frederico Mentz terá sentido único até a Graciano Camozzatto. Já a AJ Renner terá sentido único da Arena até a rua Amynthas Jacques de Moraes.

A EPTC orienta os torcedores para não caminharem nas ruas e usarem preferencialmente as calçadas e que procurem adiantar seu deslocamento para o estádio. No transporte público, o Consórcio MOB ativará a linha F04 – FUTEBOL ARENA, com 13 carros na entrada e 13 carros na saída, dotados com sistema de acessibilidade - APD. Na saída, ainda serão 8 carros articulados e mais 20 veículos de transporte seletivo, lotações.

 

Jornal do Comércio circula com especial Seguros & Previdência

O Jornal do Comércio de hoje circula com o suplemento de Seguros & Previdência que traz as novidades do mercado e os assuntos em destaque no setor. O especial multiplataforma aborda as tendências para os negócios, educação financeira e o aumento nos preços dos seguros.

O caderno de 16 páginas ainda retrata a alta do mercado e conta como a crise e as reformas impulsionam a previdência complementar. A reportagem principal é sobre o crescimento da procura de carros por assinatura.

Além da versão impressa, o caderno também está disponível na íntegra no flip do JC http://flip.jornaldocomercio.com.br/edicao/impressa/4150/.html. E é possível compartilhar o conteúdo diretamente do nosso site www.jornaldocomercio.com.


 

ARQUIVO
 
2007
           
 Set
 Out
2008
2009
2010
2011
2012
2013
2014

Abr01
Abr02

2015
Mar01
Mar02
Dez01
Dez
2016 Jan01
Jan02
Fev01
Fev02
Mar01
Mar02
Abr01
Abr02
Mai01
Mai02
Jun01
Jun02
Jul01
Jul02
Ago01
Ago02
Set Out01 Nov Dez
2017
Nov
Dez

 

 

 

 

 

 

 



OLIDES CANTON - JORNALISTA

Nascido em 16 de Janeiro de 1952 na cidade de Serafina Corrêa-RS, Olides Canton passou nesta cidade toda a sua infância. Mudando-se para Porto Alegre, cursou a Escola Julio de Castilhos, tornando-se Bacharel em Comunicação Social pela FABICO/UFRGS em 1982. Trabalha como Jornalista desde 1970. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior, Jornal Zero Hora. No Jornal do Brasil e Revista Carga e Transporte atuou como free-lancer. Editor do Jornal de Bordo e Revista Fitness. Possui 9 livros publicados. Ganhou quatro prêmios de Jornalismo, um do Badesul, dois do Setcergs e um da ARI. Registro no Sindicato dos Jornalistas RS: 2776 - Registro Jornalista - Mtb 4959.

Telefone: (51) 3330-6803
e-mail: contato@deolhoseouvidos.com.br

Autor de inúmeros livros, Olides Canton firmou-se como um
exímio contador de histórias contemporâneas.
Conheça agora as obras do autor © "de Olhos e Ouvidos"  -  Todos os direitos reservados
Os textos e imagens publicados neste site são de inteira responsabilidade de Olides Canton.


EDIÇÕES DE O GUAXO

Edição 03
Edição 02

EDIÇÕES DO FITNESS

Edição 209 - setembro 2017
Edição 208 - agosto 2017
Edição 207 - julho 2017
Edição 206 - junho 2017
Edição 205 - maio 2017
Edição 203 - março 2017
Edição 204 - fevereiro 2017
Edição 203 - janeiro 2017
Edição 202 - dezembro 2016
Edição 201 - novembro 2016
Edição 200 - outubro 2016
Edição 20 - agosto 2016
Edição 19 - julho 2016
Edição 187 - maio 2016
Edição 186 - abril 2016
Edição 185 - fevereiro 2016
Edição 184 - janeiro 2016
Edição 183 - outubro 2015
Edição 182 - setembro 2015
Edição 181 - agosto 2015
Edição 180 - julho 2015

Edição 179 - maio 2015
Edição 178 - março 2015
Edição 177 - feverero 2015

Edição 176 - janeiro 2015
Edição 175 - dezembro 2014
Edição 174 - novembro 2014
Edição 173 - outubro 2014
Edição 172 - agosto 2014
Edição 171 - junho 2014
Edição 170 - maio 2014
Edição 169 - março 2014
Edição 168 - janerio 2014
Edição 167
Edição 166
Edição 165
Edição 164
Edição 163
Edição 162
Edição 161
Edição 160
Edição 159
Edição 158
Edição 157
Edição 156
Edição 155
Edição 154
Edição 153
Edição 152
Edição 151
Edição 150
Edição 149

Edição148
Edição 147
Edição146
Edição145
Edição144
Edição143
Edição 142
Edição 141
Edição 140
Edição 139
Edição 138
Edição 137
Edição136
Edição135
Edição134
Edição 133
Edição132
Edição 131
Edição 130
Edição129
Edição128
Edição127
Edição 126
Edição125
Edição 124
Edição 123
Edição 122
Edição 121
Edição 120
Edição 119
Edição 118
Edição 117
Edição 116
Edição 115
Edição 114
Edição 113
Edição 112
Edição 111
Edição 110
Edição 109
Edição 108
Edição 107
Edição 106
Edição 105
Edição 104
Edição 103
Edição 102
Edição 101
Edição 100
Edição 99

ANUNCIE NO SITE

Entre em contato conosco

Edições Anteriores do Blog