foto de Marcos Eifler


"Blog de cotidiano, fofocas, informação e entretenimento"


 

 

Prometem chuva no sábado, mas a sexta amanheceu com o dia claro....peguei e fiz uns ' bonecos"....

 

 

 

FSP Ilustrada – 27/MAI/13 - DE SÃO PAULO
"Eu mereci", diz o cantor Amado Batista sobre ter sido torturado durante o regime militar [ não consta da resenha do CComSEx ]

Em entrevista ao programa "De Frente com Gabi", do SBT, que foi ao ar na madrugada desta segunda (27), o cantor Amado Batista disse não se sentir vítima do Estado por ter sido torturado durante a ditadura militar no Brasil (1964-1985). Ainda comparou seus torturadores a "uma mãe que corrige um filho".
Batista, 62, contou à jornalista Marília Gabriela que, antes de se tornar músico profissional, quando tinha entre 18 e 19 anos, trabalhava em uma livraria. Ali, facilitou o acesso de intelectuais a livros considerados subversivos na época.
O artista disse também ter aceitado enviar somas de dinheiro a um professor universitário do Maranhão que mais tarde descobriu estar envolvido em ações clandestinas de grupos esquerdistas.
Divulgação
O cantor Amado Batista em cena do documentário "Vou Rifar Meu Coração", de Ana Rieper O cantor Amado Batista em cena do documentário "Vou Rifar Meu Coração", de Ana Rieper De acordo com o cantor, quando os militares investigaram seus clientes na livraria, acabaram chegando até ele. Batista ficou preso por dois meses. "Me bateram muito. Me deram choques elétricos", disse.
"Um dia me soltaram, todo machucado. Fiquei tão atordoado. Queria largar tudo e virar andarilho."
Questionado pela entrevistadora se teria vontade de confrontar seus torturadores, o cantor foi enfático: "Não. Eu acho que mereci. Fiz coisas erradas, eles me corrigiram, assim como uma mãe que corrige um filho. Acho que eu estava errado por estar contra o governo e ter acobertado pessoas que queriam tomar o país à força. Fui torturado, mas mereci".
Para o músico, a repressão foi um instrumento necessário naquele contexto, para evitar que "o Brasil virasse uma [espécie de] Cuba".
O músico revelou, ainda, ter sido procurado pela Comissão da Verdade, que investiga violações de direitos humanos praticados durante o regime militar, e que hoje recebe uma indenização do governo. "Recebo um salário de cerca de R$ 1.000, há algum tempo, mas acho desnecessário."
---ooOoo---
Características militares da linguagem revolucionária - Escrito por Heitor De Paola | 24 Maio 2013 - Jornal Inconfidência, Belo Horizonte, MG.

Num artigo anterior apontei que a nova linguagem revolucionária foi influenciada pela linguagem militar e depois corrompeu esta linguagem. Exemplifiquei com as obras de Marx e Lenin e seu caráter acusatório, beligerante, desafiador, ofensivo. O caráter comunicativo da linguagem foi corrompido totalmente: não serve para comunicar e convencer, mas para acusar e intimidar. As palavras se transformam em mísseis ou balas.
Pretendo demonstrar hoje que não apenas foi influenciada, como se apossou da linguagem militar, corrompeu-a e a distorceu para emprego em assuntos civis, que nada têm a ver com seu emprego original.
Desde 1985 pelo menos, termos militares foram paulatinamente introduzidos nos assuntos civis a ponto de que hoje nem se percebe como são usadas palavras que antes não faziam parte de nosso linguajar comum. Um exemplo é que antes pessoas e empresas faziam 'planos para o futuro'. Hoje planejam ‘estratégias’ e ‘táticas’. Os cursos para empresários e executivos são baseados na Arte da Guerra, de Sun Tzu, ou do livro homônimo de Maquiavel, e O Príncipe. Estou certo de que pessoas da carreira militar sabem diferenciar com precisão suas atividades militares das pessoais e domésticas e empregar os termos específicos.
Quando se ouve ou se lê sobre alguma medida do governo ou de instituições, ONG's e associações profissionais, as palavras ‘luta’, ‘desafio’, ‘avanços’, ‘retrocesso’, ‘conquistas’ abundam.
Exemplificando: a união estável de pessoas do mesmo sexo – palavra caída em desuso e substituída por gênero, como se fôssemos xícaras e copos e não homens e mulheres com diferenças anatômicas óbvias! – é um "avanço". A criminalização do aborto é um "retrocesso". No primeiro caso logo vem a continuação: "mas precisamos avançar mais na luta pelos direitos dos gays, lésbicas, travestis e transexuais", o que significa romper ‘os bastiões’ da arcaica moralidade judaico-cristã. A eleição do deputado Marco Feliciano para a Comissão de Direitos Humanos é "um enorme retrocesso" e os protestos contra o mesmo são para defender avanços necessários. Uma turba ensandecida tenta impedir que as reuniões se realizem, muitos ao beijar pessoas do mesmo sexo em público, talvez estivessem encontrando uma bela desculpa para satisfazer impulsos inconfessáveis.
Que importância tem isto? Em primeiro lugar, esta é, desde sempre, a linguagem revolucionária dos terroristas e guerrilheiros que tomaram o governo do país. Eles não sabem falar outra. Segundo, a imposição desta linguagem guerreira a toda a sociedade serve para prepará-la para a próxima fase revolucionária: o total controle sobre ela. Os avanços não levam a "conquistas" da "sociedade civil", mas da Nova Classe sobre uma sociedade civil militarizada. O paroxismo desta situação só será atingido quando houver um total controle da população, como nos regimes comunistas e fascistas, basta ver os numerosos desfiles programados pelos governos totalitários. Os filmes de Leni Riefenstahl sobre o estado nazista ('O Triunfo da Vontade' e 'Olympia') e a verdadeira obsessão pelo uso de fardas e títulos militares, como tinham Trotsky, Lenin, Fidel, Hitler, Himmler, entre nós o ex-ministro Jobim, entre outros. Nenhum deles foi militar de carreira, mas adoravam fardas, o que é um tipo disfarçado de travestismo. O que Hitler fez em seis meses com a truculência das SA e SS, aqui esta sendo feito pela estratégia dos Cadernos do Cárcere: a Gleichshaltung, que é a coordenação, harmonização, sincronização e uniformização de todos os aspectos da sociedade e sua conformação com os desígnios da Nova Ordem. O termo Gleichschaltung é usado para significar o processo pelo qual o nazismo conseguiu estabelecer um efetivo sistema de controle totalitário. O historiador Richard J. Evans traduziu-o como ‘coordenação forçada’.
---ooOoo---
COMUNICADO DE POLÍBIO BRAGA
Este é o último comunicado que faço via e-mail.
Quero avisar que a partir do dia 30 de maio, não enviarei mais a newsletter diária do site www.polibiobraga.com.br, já que fui derrotado na batalha diária que travo há três anos com os provedores Terra e UOL, mas também com muitos outros provedores, que ilegalmente obstaculizam a passagem da minha newsletter para milhares de assinantes que pediram para receber a newsletter. O administrador de listas que me prestou serviços durante anos, a Dinamize, não teve disposição, competência e eficácia para resolver o problema e por isto rompi o contrato. Tenho cadastrado 420 mil assinantes, mas apenas 5 mil a 6 mil são entregues a cada dia.

 

 

O LD não perde tempo com bobagens!

Mas que prum feriado, tava legal, tava...Na verdade eu mandei esta ' isca' pra ver se ele saía com algum comentário sobre o Uda...um fotógrafo tri respeitado e que agora edita seus livros. Respeito muito o Uda. Ele faz os livros, vai atrás de patrocínios e os vende. Grande lutador(Olides)

 

 

 

OS PEDAGIOS NO ESTADO

Esta ronha dos pedágios nasceram no Governo Britto(1995-1998).
Guilherme Socias Villela era secretário dos transportes e foi ele que comandou a instalação dos pedágios.

No meu livro ESTRADAS DO RIO GRANDE conto como nasceu a idéia de pedágio.

" A principal mudança foi de conceito no que diz respeito à administração dasestradas" disse-me Villela.

Foram concebidos os 'polos rodoviários" onde o empreiteiro constrói a rodovia, a repara e a cuida.


Na época da privatização, foram entregues 850 km de rodovias à iniciativa privada.

Villela me disse que quando o governador Antônio Britto e os técnicos iniciaram a discussão partiu-se da idéia básica que quer dizer, na linguagem popular: misturar o filé mignon com a carne de pescoço"

Transportando isto pra realidade das rodovias: fazer com que no mesmo polo rodoviário concedido se unissem estradas de grande trânsito com os de baixo trânsito.

A idéia básica desta concepção veio da Argentina, onde as rodovias também foram pedagiadas neste molde.

 

 

 

 

Tarso Genro disse que com o cancelamento do pedágio de Farroupilha serão injetados 52 milhões de reais por ano....

Grana que irá pro comércio em geral,disse ele.

*

Já as concessionárias não vão nem mais pagar a luz...de onde pararam de cobrar...vai virar esculhambação...

 

 

 

ACJM/RS, em 30 de maio de 2013

Na última terça – feira (28), a socióloga e professora da UNIVATES, Shirlei Ines Mendes da Silva foi a palestrante da Associação Cultural José Marti/RS, no evento “Timor Leste: surgimento de uma nação no século XXI”, que teve, ainda, a apresentação do documentário “Timor Leste: o massacre que o mundo não viu”, com direção de Lucélia Santos.

Por Vânia Barbosa

Foto: ACJM/RS

Da esq. p/dir. Shirlei, Ricardo Haesbaert, presidente da ACJM/RS e André Cunha, que participou da Missão de Paz do Exército Brasileiro no Timor Leste, no ano de 2002.

Durante 10 meses a professora residiu em Timor-Leste e forneceu informações que retratam a história dramática desta pequena ilha situada entre o sudoeste asiático e o Pacífico sul, a cerca de 500 km da Austrália. Através do programa de internacionalização do Centro Universitário UNIVATES, Shirlei viajou ao Timor-Leste em 2012 através de uma seleção da Universidade Mackenzie para lecionar na Universidade Nacional de Timor-Leste (UNTL).

Com sensibilidade a professora destacou a realidade do povo timorense e a sua luta para recuperar o rastro de destruição deixado pelo governo e o exército da Indonésia, durante a ditadura do General Suharto. “Hoje o Timor é uma nação autônoma, mas as dificuldades econômicas, educacionais, de saúde e culturais permanecem”, enfatiza. Shirlei. Explica que os timorenses dependem de ajuda internacional para a construção de infraestrutura, para a geração de empregos, para a formação de recursos humanos, enfim, para todas as necessidades que deixaram de existir no país após a destruição de 1999, quando o povo de Timor-Leste votou pela independência do país.

Timor-Leste foi colônia portuguesa desde 1512 e também foi ocupado pelo Japão durante três anos, durante a 2ª Guerra Mundial. Em 1975, três meses após conquistar a sua independência de Portugal, a Ilha foi invadida pela vizinha Indonésia e seu povo sofreu um dos massacres mais cruéis do século XX. O presidente estadunidense Gerald Ford e o Secretário de Estado, Henry Kissinger, na véspera da invasão, estiveram reunidos com o presidente indonésio para aprovar ação militar contra o Timor, uma vez que as lutas emancipacionistas estavam embaladas por ideiais socialistas.

Após a invasão, a Assembléia Geral da ONU e o Conselho de Segurança aprovaram resoluções condenando as ações da Indonésia e pedindo a sua retirada imediata do país. Mas somente a partir da década de 90 a comunidade internacional iniciou uma intervenção efetiva a favor de Timor-Leste.

Estima-se que a ocupação custou cerca de 200 000 mortes no território, para uma população de menos de um milhão de pessoas. Grande parte da infraestrutura foi destruída e centenas de aldeias incendiadas pelos bombardeios do exército da Indonésia, que utilizavam toneladas de napalm contra a resistência timorense, limitando o refúgio dos guerrilheiros à densa vegetação local.

A luta da Ilha pela independência teve maior visibilidade e reconhecimento mundial após a concessão do Prêmio Nobel da Paz a dois líderes do Timor-Leste: o Bispo da Igreja Católica D. Carlos Filipe Ximenes Belo e o representante da FRETILIN (Frente Revolucionária de Timor-Leste) no exterior, José Ramos Horta, pelos esforços em acabar pacificamente com a ocupação. A ida do presidente sul-africano Nelson Mandela, em julho de 1997, para visitar o líder da FRETILIN, Xanana Gusmão – que estava na prisão – também contribuiu para aumentar a pressão, no sentido de que a independência ocorresse por meio de uma solução negociada.

Em 1999, com a decisão de intervir na região, a ONU estabelece uma força internacional com a participação dos governos de Portugal e da Indonésia, e têm início as negociações para a realização de um referendo sobre a independência do território, sob a supervisão daquele organismo internacional. Apesar das ameaças das milícias protegidas pelo exército indonésio, em agosto de 1999 mais de 98% da população timorense compareceu para votar na consulta popular e o resultado apontou que 78,5% do povo optou pela independência.

Mesmo após o povo timorense confirmar a sua soberania num plebiscito supervisionado pela ONU, antes da proclamação dos resultados as milícias e o exército indonésio matavam nas ruas qualquer pessoa suspeita de ter votado pela independência. Milhares de pessoas foram separadas das famílias e ainda hoje permanecem desaparecidas.

Com a retirada das forças indonésias, a Administração Transitória das Nações Unidas em Timor-Leste permaneceu administrando o território por mais dois anos, estabelecendo uma “Unidade de Crimes Graves” com o objetivo de investigar e julgar crimes cometidos durante o ano de 1999. Finalmente, em abril de 2001 os timorenses elegeram Xanana Gusmão como o novo presidente e, em 20 de maio de 2002, o Timor-Leste tornou-se totalmente independente.

Foto: ACJM/RS

Ao microfone Hans Baumann, vice-presidente da ACJM/RS

A palestra sobre o Timor Leste ocorreu no Plenarinho da Assembleia Legislativa e faz parte da proposta cultural e política da Associação Cultural José Martí/RS, em promover debates voltados à defesa da soberania e autodeterminação dos povos, bem como para denunciar todo o tipo de violação aos direitos humanos, onde quer que ocorram.

Além de uma forte campanha em defesa do povo cubano, em especial contra o longo bloqueio estadunidense à Ilha e pela libertação dos Cinco antiterroristas cubanos presos injustamente e ilegalmente, em 1998, nos Estados Unidos, a entidade já promoveu eventos para debater violações contra países como o Iraque; Líbia, Síria, Palestina, Paraguai, Venezuela, República Popular Democrática da Coreia, entre outros, e apoia outras iniciativas como o recente Fórum pela Paz na Colômbia.

 

 

 

Bom dia!!

Segue abaixo notícia da prefeitura.

Prefeito Farelo Almeida e Deputado Cassiá buscam doações para o município

Na manhã desta sexta-feira 31/05 o prefeito Farelo Almeida recebeu em seu gabinete a visita do Deputado Estadual, Cassiá Carpes.
No encontro o prefeito Farelo Almeida e o Deputado Cassiá elaboraram uma solicitação ao Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJRS), com a finalidade de receberem para o município doações de computadores, cadeiras de rodas, móveis de escritórios, ares-condicionados, impressoras e materiais semelhantes.
Se a solicitação do município for atendida, os materiais serão destinados ao Conselho Tutelar, Tribunal de Mediação e Arbitragem e as Associações Comunitárias da cidade. A finalidade dos materiais é a qualificação e ampliação do atendimento à comunidade.
Foto - Cassiá.

 

 

 

Protesto de um leitor(ainda bem que é de um,apenas...)

O LD me ligou no feriado me estrilando que não falo mais nele...é isto


Me lembrou a história do Hoffmeister , presidente da FGF e do falecido Carlos Nobre...Brigaram por causa das piadas do Nobre encima da grossura do Rubis...

Ai um dia se encontraram no posto Ferradura, na frente da Igreja do Divino, no Bonfa.

Rubis protestou e então Nobre voltou a falar nele....

Mas isto são coisas do passado. Entendo, o Laurinho tá se achabdo deixado de lado. Não é nada disto, é que estou preparando o final do livro da noite

que a prefeitura analisará..pra uma possível edição.

Esperei tempos pra editar este livro, estou burilando ele e escrevendo até umas partes(O editor)

... o cara tem um blog (q diz q é para jornalistas) e manda ler os dos outros... pqp!
tu achas q eu tenho tempo e paciência, como a Rosa, para ler tudo q é saite e blog q tem por aí?
Tenho mais o q fazer, sim... (LD)

 

 

 

OESP – 30/MAI/13 - Direitos humanos, menores e verdade - Héctor Ricardo - Cientista político, é membro do Instituto Millenium
Foi com grande satisfação cidadã que recebi a Lei 12.528/2011, dando origem à Comissão Nacional da Verdade (CNV), com a finalidade de esclarecer as graves violações de direitos humanos ocorridas entre 18 de setembro de 1946 e 5 de outubro de1988, a fim de efetivar o direito à memória e à verdade histórica e promover a reconciliação nacional.
A leitura do livro Direito à Memória e à Verdade: Histórias de Meninas e Meninos Marcados pela Ditadura, publicado em 2009 pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, com a assinatura do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do ministro Paulo Vannuchi, fez-me pensar que o trabalho da CNV era oportuno e fundamental para esclarecer aqueles anos. Lendo esse livro, porém, tive uma clara percepção da confusão reinante no governo Lula com relação às violações dos direitos humanos de menores em conflitos armados.
O Direito Internacional considera uma violação dos direitos humanos o recrutamento de menores para participarem de conflitos armados. No Decreto n.º 5.006, de 8 de março de 2004, o então presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, promulgou o Protocolo Facultativo à Convenção sobre os Direitos da Criança, relativo ao envolvimento de crianças em conflitos armados, adotado em Nova York em 25 de maio de 2000. Essa importante norma do Direito Internacional estabelece no seu artigo 4.º: "1. Os grupos armados distintos das forças armadas de um Estado não deverão, em qualquer circunstância, recrutar ou utilizar menores de 18 anos em hostilidades. 2. Os Estados Partes (como é o caso do Brasil) deverão adotar todas as medidas possíveis para evitar esse recrutamento e essa utilização, inclusive a adoção de medidas legais necessárias para proibir e criminalizar tais práticas".
Cinco anos depois de o Brasil ter promulgado o protocolo, no entanto, os autores do livro acima mencionado se conformaram em denunciar o terrível crime dos agentes do Estado contra os menores, omitindo-se de caracterizar o fato, explicitamente reconhecido no texto, de que menores foram recrutados por diversas estruturas de organizações guerrilheiras e/ou terroristas. A seguir fragmentos do livro:
"Secundaristas se engajaram, em plena adolescência, nas organizações da resistência clandestina, e muitos participaram em ações de guerrilha". O livro dá destaque a dois casos: o de Nilda Carvalho Cunha (1954-1971), morta depois de selvagem tortura, que tinha ingressado "muito cedo na organização clandestina Movimento Revolucionário 8 de Outubro (MR-8)", e o de Marco Antônio Dias Baptista (1954-1970), o mais jovem desaparecido político brasileiro, que "precoce filiou-se à Frente Revolucionária Estudantil, ligada à VAR-Palmares".
Lembremos que a Lei 12.528/2011 foi pensada para estabelecer a verdade dos fatos. Nesse caso, é um fato reconhecido pelo próprio governo brasileiro que no Brasil, no fim dos anos 1960 e início dos 1970, houve recrutamento de menores para participarem, de um modo ou outro, de grupos armados. Por que, então, não foi feito sequer um pequeno comentário a esse respeito? Não se trata de aplicar uma norma de 2004 com caráter retroativo a coisas que ocorreram 30 ou 40 anos antes, trata-se, isso sim, de caracterizar corretamente as violações dos direitos humanos que houve no passado para que elas não voltem a repetir-se. Um ato que criminal se não se caracteriza como tal é uma falta com a verdade e a memória histórica.
Não interessa trazer a polêmica, mas apenas mencionar que, segundo alguns autores, o recrutamento de menores de 15 anos para participarem de conflitos armados não é um crime qualquer, mas um crime contra a humanidade. Antecipo-me a lembrar ao leigo que o consentimento de um menor para um crime não descaracteriza em absoluto o ato criminal em si, nem as responsabilidades por ele que cabem a seus participantes.
A fim de que as autoridades competentes pudessem tratar do assunto, em 12 de março deste ano encaminhei à Comissão Nacional da Verdade uma denúncia do caso. No ato do envio solicitei à CNV que me informasse se a minha denúncia seria aceita, já que eu não encontrava no seu site nenhum grupo de trabalho que tivesse por objetivo investigar as possíveis violações de direitos humanos cometidas pelos grupos guerrilheiros e/ou terroristas. Nenhum dos 13 grupos de trabalho existentes cobria esse objetivo. Paradoxalmente, a CNV sintonizava o espírito do livro, esquecendo ou ignorando que a Lei 12.528 não abria nenhuma exceção para esses crimes.
Passado um mês do envio da minha denúncia, a ausência de qualquer resposta me levou a encaminhar mais dois pedidos àquela comissão para que confirmasse a sua aceitação ou não. Como tampouco aconteceu nada, escrevi igualmente para a Controladoria-Geral da União para perguntar-lhe o que devia fazer diante da falta de resposta da CNV. Tampouco neste caso tive resposta.
Depois de mais de dois meses de silêncio, estou sendo obrigado a fazer públicas a minha denúncia e a desatenção que estou recebendo da parte de órgãos públicos. Preferi levar antes minha denúncia às autoridades porque considero que se trata de uma questão delicada que nem sempre poderá ser bem entendida pela opinião pública. Mas em questões de interesse público o silêncio é sempre pior do que um eventual mal-entendido.
Sou também consciente de que a minha denúncia não envolve a mesma gravidade que as denúncias de violações dos direitos humanos por grupos de repressão do Estado. Mas a história dos direitos humanos mostra que não deve existir nenhuma omissão nessa área. Havendo, ficam comprometidos a verdade e o futuro.
---ooOoo---

Buenos Aires, 29 mai (EFE).- Um procurador argentino acusa o Irã de infiltrar-se em vários países da América do Sul, inclusive o Brasil, para organizar redes de inteligência com o objetivo de patrocinar e cometer atos terroristas na região.

As acusações foram formuladas nesta quarta-feira em uma extensa sentença por Alberto Nisman, procurador-geral na investigação do atentado de 1994 contra a sede em Buenos Aires do consorciado judaico Amia, no qual morreram 85 pessoas.

Em seu documento, de 500 páginas, Nisman acusou o Irã de "infiltrar-se em vários países da América do Sul e instalar Ali estações de inteligência destinadas a cometer, fomentar e patrocinar atos terroristas, em consonância com seus postulados de exportação da revolução", informou a unidade fiscal de investigação do caso Amia.

Em sua apresentação judicial, detalhou como opera o terrorismo fundamentalista iraniano que, lembrou, já produziu "resultados devastadores" na Argentina e esteve a ponto de realizá-Los há alguns anos em um dos aeroportos de Nova York.

Segundo o procurador, "existem fortes e concordantes indícios que dita infiltração e instalação de estações de inteligência teria acontecido em países como Brasil, Paraguai, Uruguai, Chile, Colômbia, Guiana, Trinidad e Tobago e Suriname".

Nisman enviou cópias de sua sentença às autoridades judiciais destes países e pediu à Interpol que endureça as medidas para deter todos OS acusados pelo atentando à Amia sobre OS quais pesem pedidos de captura internacional.

São acusados pelo atentado o ministro de Defesa iraniano, Ahmad Vahidi; o ex-ministro de Informação Ali Fallahijan; o ex-assessor governamental Mohsen Rezaei; o ex-adido da embaixada do Irã em Buenos Aires Moshen Rabbani, e o ex-funcionário diplomático Ahmad Reza Ashgari.

A Justiça Argentina também pediu em 2006 a captura do ex-vice-ministro das Relações Exteriores para Assuntos Africanos do Irã, Hadi Soleimanpour, do ex-presidente iraniano, Ali Akbar Rafsanjani, e do ex-ministro das Relações Exteriores, Ali Akbar Velayati, embora estes não possuam um "alerta vermelho" de captura por parte da Interpol.

Em sua sentença, Nisman insiste em responsabilizar as máximas autoridades do Irã pela explosão da Amia.

Além disso, enfatiza que Rabbani não só teve atuação neste atentado, mas também como "coordenador desta penetração na América do Sul e muito especialmente na Guiana, através de seu discípulo, Abdul Kadir, principal referência iraniano em dito país", atualmente na prisão.

O procurador considera "comprovado" que o ataque à Amia "fez parte de um plano muito maior, dominado por uma forte penetração iraniana na região, onde o papel de Moshen Rabbani não se limitou à Argentina, mas se estendeu à Guiana, além de ser o responsável pela coordenação dessas atividades em toda América do sul".

Além disso, declarou que o libanês Samuel Salman El Reda, com pedido de captura desde 2009 e indicado como principal responsável da conexão local do ataque à Amia, se valeu de uma falsa cidadania colombiana para entrar na Argentina vários anos antes do atentado, "ocultando sua pertinência" ao Hezbollah.

No último mês de Janeiro, Argentina e Irã assinaram um acordo, rejeitado pela comunidade judaica local e o arco opositor argentino, que prevê a criação de uma comissão de juristas que revise as atuações judiciais em torno do atentado.
O memorando de entendimento também prevê a realização de interrogatórios em Teerã com OS acusados pela explosão da Amia sobre OS quais pesam ordens de captura com "alerta vermelho" por parte da Interpol. EFE
---ooOoo---
Militares entrevistados na passeata pelo reajuste salarial, em Copacabana, manifestaram enorme decepção com a péssima atuação dos governantes e políticos, principalmente do Partido dos Trabalhadores, marcada na última década por enormes escândalos, tais como Mensalão, Cachoeira, etc.
"Pensávamos que seria um governo do povo para o povo, mas tudo indica que se transformou no governo dos escândalos e favorecimentos ilícitos"- disse um dos militares.
Os militares das Forças Armadas somam mais de 600.000 profissionais, entre os que estão na ativa e na reserva. Somados com seus dependentes e círculos de influência direta, esse quantitativo pode passar de 5 milhões de pessoas -- um número que pode mudar os rumos de qualquer eleição.
Militares estaduais também estão insatisfeitos com o governo federal, que não facilitou para que as negociações sobre a PEC 300 prosseguissem. Na passeata em Copacabana, verificou-se a presença de lideranças dos policiais e bombeiros do Rio de Janeiro, e isto acena para uma possível união de militares federais e estaduais.
Se isto se concretizar e chegar às urnas, certamente será um grande problema a mais para os políticos vermelhos.
Os militares das Forças Armadas, comumente, são homens e mulheres de conduta ilibada e bem relacionados. Formadores de opinião. São sempre preferidos para assumir cargos de síndico, diáconos em igrejas católicas e evangélicas, pastores e líderes comunitários. Homens e mulheres preparados e competentes como lideres e aptos para discursar diante de pequenos e médios grupos. Eles, potencialmente, representam um perigo para o partido da situação, se resolverem usar sua influência para um objetivo político comum.
Pesquisas demonstram que as Forças Armadas são as instituições com maior credibilidade no Brasil, o que confirma que os militares brasileiros gozam de excelente reputação junto à sociedade.
Nos últimos meses, há frequentes divergências entre os militares das Forças Armadas e o governo. Manifestos interclubes, abaixo-assinados de oficiais e marchas virtuais são exemplos de mobilizações significativas surgidas ainda este ano.
Essa aparente queda de braço com os militares pode causar, já a curtíssimo prazo, bastante prejuízo nas pretensões dos maus políticos que se acham intocáveis e muito bem acomodados nas Câmaras e nos Palácios.
Vamos repassar esta mensagem a todos os amigos militares e amigos anti-PT para que possamos ter uma grande e boa transformação nos governos municipais e, depois, também, nos governos estaduais e federal.
Talvez, assim, consigamos ajudar a melhorar este país, começando por desviá-lo, se ainda for possível, do profundo abismo do comunismo bolivariano que já provoca grandes rachaduras no solo da amada Pátria Brasil.
PRECISAMOS JUNTAR FORÇAS PARA LUTAR PELA MANUTENÇÃO DA LIBERDADE, PELA PAZ SOCIAL E PELA DEMOCRACIA.
OS VERMELHOS TÊM QUE NOS ENXERGAR COM OS DEVIDOS RESPEITO E DIGNIDADE.
ESTAMOS NO BANCO DE RESERVAS, MAS PODEREMOS ENTRAR NO JOGO SE PRECISO FOR, A QUALQUER MOMENTO!
VAMOS NOS UNIR. NÃO FIQUEMOS PASSIVOS!
VOTE EM QUEM QUISER , mas que NÃO SEJA em alguém do PT ou em seus aliados.
POR AMOR AO PAÍS, VAMOS IMPACTAR O COMODISMO QUE DOMINA O GOVERNO FEDERAL E MOSTRAR QUE TEMOS - JUNTO COM AS DEMAIS PESSOAS DE BEM - UMA GRANDE FORÇA NA INTERNET E NO PODER DO VOTO.

 

 

 

ABRAJANTA EM ALTO ESTILO

Como diria IBRAIM SUED, sorry periferia. Gente fina é outra coisa....Miguel e seus comparsas de convescote brindam um vinho da melhor qualidade num evento da ABRAJANTA EM GRAMADO, porque eles só em cidade turistica, tipo Gramado,Bento e afins...

 

 

 

TARSO NA GAUCHA......

são oito e meia da manhã e o governador TARSO, que antes das oito disse que a gaucha estava melancólica, agora fala ao vivo pro andré machado e pra rosane...

por isto devagar com as pedras....

 

 

 

Vou com o tempo contar a história dos pedágios gaúchos...Me deem um tempo!!!!

Acompanhei isto....quando foi instalado o pedágio gaúcho...

Lembro do distico que dizia ' BRITTO É O PEDAGIO, OLIVIO É O CAMINHO'

Com isto Olivio ganhou a eleição de 98, com apoio do PDT, que agora está com Tarso.

 

 

 

GOVERNADOR CRITICA

' MELANCOLIA' DA RADIO GAUCHA

Foi a poucos minutos no Jornal GENTE, da Band...Tarso disse que a rádio Gaúcha está ' melancólica' com o fechamento pela Justiça, do pedágio de Farroupilha.

Cauteloso, o governador disse que o poder público tentou conversar com a condessionária - Convias - mas que " não são cadeiras de comunicação" - aí uma referência clara a RBS - que se dirão defensoras dos interesses públicos no Estado.

O frio do amanhecer desta sexta, 31.05 também se reflete num outro imbroglio que se avizinha...uma longa briga judicial entre concessi´nárias e poder público. Isto vem desde o governo Britto, na década passada!

 

 

 

Aviões

Então o vice dos USA vem é vender aviões?????

' caixeiro-viajante' do capitalismo,ou do império!!!

 

 

 

pedágios....

 

Isto ainda é resquício da briga BRITTO X OLIVIO...
na verdade, por trás, está a eleição de 2014.....

 

depois tudo volta ao normal e os gaúchos vão pagar pedágio, seja ele privado, ou público!

 

 

 

 

O NOVO ' INTEGRANTE'

DA ABRAJET


Miguel, o segundo da esquerda pra direita, já participa como um bom ' abrajanta" de tudo o que é convescote...

Agora então que ele está na diretoria nem se fala.

Aqui o vemos num evento ' fantasma' de um jantar de confraternização para a imprensa....em GRAAMDO. Por os integrantes da ABRAJANTA só vão nas bocadas boa....

 

 

 

abriam as cancelas...

Não precisou nem o governador TARSO IR ABRIR AS CANCELAS ESTA MANHA, DE MAIO DE 2013...NA RS-122 ENTRE FARROUPILHA E CAZIAS....

oS FUNCIONÁRIOS LÁ PELAS CINCO DA MATINA LARGARAM O TRABALHO E OS CARROS PASSARAM A PASSAR SEM PAGAR NADA.

DEVE TER SIDO UMA FESTA...

TUDO BEM, MAS AGORA QUEM VAI CONSERVAR A RODOVIA????


 

 

 

 

LAZER

No bar do " Vila Maria" - o Renato, na Duque de Caxias, os ' vagos' se reunem pra ouvir música. No caso,tocavam musicas dos Stones.



Soltaram os caras de Santa Maria...

Parece que foi ontem aquele domingo de manhã que acordei,botou uma água a esquentar pro chimarão e fui ouvir a rádio,quando entrou de Santa Maria o correspondente. Ele dava indícios da tragédia da boite KISS mas não se imaginava que era tudo aquilo.


Depois fui pro centro e ali vi na teve a gravidade do assunto...era um domingo muito quente e lembro das pessoas tomando café nos bares e vendo o que estava acontecendo. nunca vi a cidade tão chocada.

A tarde fui no Palácio Piratini onde o governador deu coletiva.

Lembro do colega Flávio Pereira, da Pampa, que havia vindo de Santa Maria, dizendo que a cidade estava ' sofucada"..Por isto ele semandou de lá.

Demissões na ZH!

Faltando apenas um ano pra se aposentar, o ' veterano' Pedro Chaves foi demitido da ZEagá...

Ouvi agora no Maria do Carmo o Loko do Uda dando uma entrevista sobre outro livro que vai lançar brevemente.

Estava indo pra Praia do Rosa, que ele comprou dos pescadores, no começo dos anos 70....

Estava em Laguna e disse que havia uma luminosidade espetacular com um vento que ele chamou de ' meridional'...

E pediu pra que reparem o amanhecer e oanoitecer nesta época em Porto Alegre, pela quantidade de luz e pela cor do ceu....

Conheço o loko do Uda desde os anos 70,quando ia lá no baião da Cuiabá conviver com a gente.

Grande e loko Uda....

Dizem que foi dos primeiros a chegar no Rosa, quando comprou muitos terrenos dos pescadores.

Dou-me o Direito de Discordar

Por Paulo Roberto de Almeida

A presidente Dilma Rousseff empossou nesta quarta-feira, em Brasília, os sete integrantes da Comissão Nacional da Verdade, grupo de trabalho que irá apurar violações de direitos humanos durante a ditadura militar, entre os anos de 1946 e 1988. Com voz embargada, a presidente negou que o colegiado busque “revanchismo” ou a possibilidade de “reescrever a história”. Ex-integrante da organização clandestina VAR-Palmares, a presidente se emocionou ao relembrar os “sacrifícios humanos irreparáveis” daqueles que lutaram pela redemocratização do país...

Peço licença para discordar.

Como ex-integrante de dois desses grupos que alinharam contra o regime militar, no final dos anos 1960 e início dos 1970, posso dizer, com pleno conhecimento de causa, que nenhum de nós estava lutando para trazer o Brasil de volta para uma "democracia burguesa", que desprezávamos.
O que queríamos, mesmo, era uma democracia "popular", ou proletária, mas pouco na linha da URSS, por nós julgada muito "burocrática" e já um tantinho esclerosada.
O que queríamos mesmo, a maioria, era um regime à la cubana, no Brasil, embora alguns preferissem o modelo maoista, ainda mais revolucionário.
Os soviéticos - e seus servidores no Brasil, o pessoal do Partidão - eram considerados reformistas incuráveis, e nós pretendíamos um regime revolucionário, que, inevitavelmente, começaria fuzilando burgueses e latifundiários. Éramos consequentes com os nossos propósitos.
Sinto muito contradizer quem de direito, mas sendo absolutamente sincero, era isso mesmo que todos os desses movimentos, queríamos.
Essa conversa de democracia é para não ficar muito mal no julgamento da história.
Estávamos equivocados, e eu reconheço isso. Posso até dar o direito a outros de não reconhecerem e não fazerem autocrítica, por exemplo, dizer que nós provocamos, sim provocamos, o endurecimento do regime militar, quando os ataques da guerrilha urbana começaram. Isso é um fato.
Enfim, tem gente que pode até querer esconder isso.
Mas eles não têm o direito de deformar a história ou mentir..
Paulo Roberto de Almeida
é sociólogo e diplomata

NÃO DEIXE DE CONFERIR A VERACIDADE DO QUE LEU ACIMA CONSULTANDO O SITE ABAIXO.
Fonte: Diplomatizzando

Histórias de la Undeze!

O hospital


Trinta anos ou mais atrás as condições de atendimento no Hospital de Serafina era precário...

Minha prima Marline Stefenom morreu durante o trabalho de parto de sua unica filha.

Ela tinha engordado bastante.

Mas a mãe dela, minha tia Maria Stefonem, ficou com trauma da perda da filha no trabalho de parto.

Por muito tempo evitava ficar perto do médico José Montanari(Bepi) na missa que ela sempre ia.

Fora ele que conduzira o parto da filha(atenção não estou induzindo a nada, nem fazendo ilação de nada...)

Comentando este assunto com o dentista Luis Carlos Montanari, ele me contou que quando nasceu sua primeira filha, o médico Carlos Alberto Benincá teve dificuldade de dar a peridural na sua esposa, que estava para ter nene.

Teve que dar uma anestesia geral. Depois lhe explicou que que houve problema com a agulha da anestesia da peridural...

Assim eram os tempos dificeis do hospital de Nossa Senhora do Rosário, há trinta e tantos anos atrás...

Serenata Iluminada dará ênfase ao Código de Convivência Urbana


O mês de junho começará mais iluminado em Porto Alegre. O motivo é a comemoração da segunda edição da Serenata Iluminada que será realizada no próximo sábado, 1º de junho, no Parque Farroupilha. O convite é da plataforma colaborativa portoalegre.cc, e já está sendo disponibilizado nas redes sociais.

A iniciativa dos internautas e ativistas conta com apoio da prefeitura, que já realizou uma série de reuniões com os órgãos envolvidos para garantir o sucesso do evento, coordenada pelo diretor de Governança da PMPA e secretário executivo do Grupo de Trabalho do Código de Posturas, Plínio Alexandre Zalewski. O evento também dará ênfase ao momento em que a Capital vive de discussão do novo Código de Convivência Urbana. As ações desencadeadas pelos coletivos urbanos e de ocupação dos espaços públicos darão o tom da Serenata Iluminada.

Os organizadores estão trabalhando de forma integrada com o Grupo de Trabalho do Código de Posturas, no sentido de promover as atividades culturais durante o evento. Os milhares de participantes que já confirmaram presença estarão ocupando o Parque da Redenção com velas, lamparinas, lanternas. Além disso, a primeira noite do mês de junho também será animada por grupos de dança, teatro, bandas e piqueniques ao ar livre. Os interessados em participar da Serenata Iluminada devem acessar: https://www.facebook.com/events/129724630558369/

Veja como será a serenata:

- Não haverá palco, cada atração se posicionará onde achar melhor. Quem levar instrumentos pode se juntar a outros músicos ou fazer sua própria serenata.
- Vai tocar? Respeite a vizinhança. Um sonzinho acústico agrada a todos e não incomoda quem não quiser participar.
- Mantenha o parque limpo. Ao ir embora descarte seu lixo nas lixeiras do parque e leve para casa tudo o que você levou.
- Fogo e árvores não combinam. Tenha cuidado com o material que você vai levar para iluminar o parque.

Sobre o Código de Convivência Urbana:

Neste momento a cidade debate as principais normas de convívio em comunidade e o objetivo é que a população se envolva e ajude na cocriação do Código. O PortoAlegre.cc (http://blog.portoalegre.cc/encontro-de-voluntarios-no-marinha) coordena o eixo de Participação, Colaboração e Voluntariado e, por meio de encontros ao ar livre, está trabalhando com desafios relacionados à convivência na cidade.

Conheça os objetivos e a metodologia no site www.convivenciaurbana.com.br

Mais ' cenas' da Pr. da Encol da manhã de 26.05!

Protesto

Os jovens do protesto....como são chamados. Que bom que existam. Não vou discutir méritos. Mas não são desordeiros....credo que termo mais discriminatório.....

Madrugada de 29.05

Fernanda Melchiona, do PSOL e Sofia Cavedon(PT) foram as duas vereadoras que estiveram com os jovens acampados. Isto antes da derrubada das árvores da Usina do Gazometro.

Coleguinhas

*Rogerio Mendelsky hoje de madrugada -29.05 deu uma de velho e bom reporter. que conheci uma vez na Folhinha da Manhã. Fomos a Rio Grande e ele ficou 3 dias falando ao fone do Hotel Charrua. Depois foi ao Cassino e fez a contracapa do jornal numa entrevista. Parabens ao velho e bom reporter.O repórter fotográfico foi o Sérgio Arnoud.

* A Guaiba fez tudo ao vivo esta madrugada.Fiquei ' escuitando" aqui...

* Redes sociais bombaram...

* Vereadora Sofia Cavedon(PT) estava lá com os acampados...


* Agora 7h15 min da manha de quarta,29/09 Sofia fala na Guaiba...

Árvores

Nesta manhã de quarta,dia 29/05 acordo cinco e meia e ouço na Guaíba que tão derrubando as árvores do Gazometro.Sei lá que confusão foi esta, mas sei que

finalmente tão cortando as árvores.

Dizem que vão plantar outras...tomara que seja...

Fé e Religiosidade: Reinauguração do Capitel da Família Bazzo

No dia 25 de Maio de 2013, no município de Serafina Corrêa, Linha
Bento Gonçalves, perto da Capela São Pedro, residência de Etelvino
João Bazzo, 83 anos, foi rezada a primeira missa no Capitel em honra à
Nossa Senhora do Caravággio. A missa foi celebrada às 14 horas pelo
Padre Ermes, de Porto Alegre, e reuniu muitos devotos da santa.
A construção da pequena Capela foi um desejo da família Bazzo para
manter a tradição de cultivar a devoção à Nossa Senhora do Caravággio.
Esse local de oração, agradecimentos e pedidos reúne familiares e
toda a comunidade uma vez ao ano, no último sábado do mês de maio para
homenagear Nossa Senhora do Caravággio, título dado à mãe de Jesus,
ocasião que a Igreja Católica comemora seu dia em 26 de Maio. No final
da celebração, o padre abençoou o capitel e a imagem de Nossa Senhora
do Caravággio. Em agradecimento pela presença, os devotos receberam da
família Bazzo a oração à Nossa Senhora.

Etnia Italiana na Escola João Corso

No dia 22 de Maio de 2013, a Escola Municipal de Ensino Fundamental
João Corso realizou uma atividade diferenciada, no turno da manhã e da
tarde, para comemorar o dia da Etnia Italiana ? 20 de Maio.
Para dar mais ênfase a esse evento, a Direção da escola convidou
Edilene Soccol e João Canton para contar aos alunos como eram os
hábitos e os costumes dos pais, avós, bisavós e até mesmo dar alguns
testemunhos de suas próprias vidas, quando crianças, adolescentes com
suas vivências e experiências. Durante a palestra, eles cantaram
várias músicas italianas e explicaram a história das mesmas, alegrando
bastante os alunos.
Também a Escola Municipal Agrícola participou do evento, através de
teatros e uma dança, reforçando a cultura da Etnia Italiana.
Os alunos do 2º e 3º Anos da Escola fizeram a abertura com o canto :
Mérica, Mérica.
A festa culminou com um excelente café colonial, com comidas típicas
italianas. Todos participaram com muito entusiasmo. A Direção e os
professores agradecem a todos os que se envolveram em prol do êxito do
evento.

Câmara promove Feira de Alimentos Orgânicos nesta quarta-feira


O Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo. Em média, cada brasileiro ingere 5,3 litros de veneno agrícola por ano. Tomate, alface e morango, por exemplo, estão entre os alimentos com maiores índices de contaminação por químicos proibidos para o consumo. Muitos deles, inclusive, podem causar problemas hormonais e até câncer.

Para incentivar o consumo de produtos livres de agrotóxicos, a Câmara Municipal de Porto Alegre promoverá, nesta quarta-feira (29/5), a Feira dos Alimentos Orgânicos. Das 9h às 12h, produtores estarão expondo no estacionamento coberto do Legislativo, na Avenida Loureiro da Silva, 255.

A abertura do evento, que integra a Semana dos Alimentos Orgânicos, será feita pelo presidente da Casa, vereador Dr. Thiago Duarte (PDT). Já a realização da feira é uma proposta do vereador Marcelo Sgarbossa (PT). “A busca por uma vida mais saudável tem ampliado o consumo de produtos cultivados sem o uso de aditivos químicos”, destaca.

Sgarbossa lembra que o custo dos alimentos orgânicos ainda é elevado em razão da baixa escala de produção. “É para baratear os preços que precisamos incentivar o Estado e os municípios a consumirem produtos orgânicos”, reforça. “Além do benefício à saúde, vale ressaltar que os alimentos orgânicos são cultivados dentro de normas ecológicas, que buscam a preservação do meio ambiente”, conclui.

Texto: Maurício Macedo (reg. prof. 9532)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)

Episódio mostra como funcionamas redes sociais

Fiz um texto prum irmão meu ontem de manhã. Ontem de noite o assunto bombava nas redes sociais de rio claro....a história é longa, mas fiquei impressionado como a internet encurtou o mundo....

Cláudio Dilda assume cargo de secretário do Meio Ambiente

No discurso de posse, Dilda valorizou quadro de funcionários da Smam

Com perfil técnico e discurso centrado no desenvolvimento sustentável, o novo secretário municipal do Meio Ambiente, Cláudio Dilda, assumiu o cargo nesta terça-feira, 28. O prefeito em exercício, Sebastião Melo, deu posse a Dilda em solenidade realizada na sede da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam). Além de familiares do novo secretário, o evento reuniu o secretariado municipal, servidores da prefeitura, vereadores e pessoas ligadas a entidades da área ambiental.

Melo elogiou o currículo e a qualificação de Dilda na área e destacou a importância de ter alguém com conhecimento técnico na Smam num momento em que o governo municipal está reformulando o sistema de concessão de licenças com a criação do Escritório de Licenciamento e Regularização Fundiária, que vai centralizar e agilizar os processos. (fotos)

“Uma cidade pode sempre crescer com sustentabilidade. Esse é grande desafio das cidades do mundo inteiro. E o perfil do Dilda, capacitado e zeloso, é o ideal para lidar com essas questões, para enfrentar esses desafios. Ele vai estar sempre ao lado da sociedade. Mas a cidade precisa enfrentar os gargalos que tem e eu acredito que o secretário vai saber lidar com essas dificuldades e encontrar o melhor caminho”, afirmou o prefeito em exercício.

Em seu discurso de posse, Cláudio Dilda valorizou o quadro de funcionários da Smam. “Nós sabemos dos desafios dessa secretaria. Mas eu conheço e sei que os servidores da Smam sabem o que fazem. São muito competentes. E isso me dá tranquilidade e segurança”, disse o novo secretário. Ele também falou sobre como deve conduzir o seu trabalho.

“O grande desafio que nós temos em Porto Alegre talvez nem seja a questão das licenças porque nesse caso nós já estamos trabalhando para agilizar os processos sem perder a qualidade. Eu acho que nós temos que centralizar nossos esforços na gestão ambiental, na fiscalização e no monitoramento”, concluiu Dilda convocando os colegas das outras secretarias para uma atuação conjunta e sistêmica.

A escolha de Dilda para assumir a pasta foi anunciada quarta-feira, 22, pelo prefeito José Fortunati. Ele substitui Marcelo Kruel Milano do Canto, que ocupou o cargo interinamente e agora retorna à Procuradoria-Geral do Município.

Currículo – Cláudio Dilda tem 62 anos e é natural de Nova Prata-RS. O professor já foi secretário estadual do Meio Ambiente e diretor técnico da Fepam em governos anteriores. Prestou serviços na área ambiental para diversas prefeituras. Até o final de 2012, atuava como técnico no Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Samae) da Prefeitura de Caxias do Sul.

Blog Varal da Laura.... em tempo de feriadão.

ACESSE
http://lauramertenpeixoto.blogspot.com.br/

VARAL POR AÍ...
“PORTO TRISTE”
EXPOSIÇÕES
MELHORES UNIVERSIDADES GAUCHAS
YOGA
ARROIO DO MEIO: CULTURA
O HUMOR DE EUGENIO NEVES
CICLOFAIXA X ESTACIONAMENTO
DO MEU BLOQUINHO

Histórias de la Ùndeze

LIDERANÇAS DA

SÃO PEDRO:

A FAMILIA BAZZO!

Vi que a prefeitura mandou fotos do pequeno monumento de Nossa Senhora do Caravaggio que a família Bazzo reinaugurou.

Caminho seguido ali pela frente quando vou a capela São Pedro.

Me são locais familiares.

O Telvo Bazzo(Etelvino) e o seu irmão Colorindo(Lindo) são testemunhas do tempo que eu era piá e andava por lá.Têm ambos a idade do meu pai, um pouco menos. Mas já passaram dos 80...Os dois são viúvos.

Caminhava por aquelas paragens,às vezes de pés descalsos(ih, olha a comiseração,aí) indo e vindo da capela São Pedro até onde morava no morro, ou a chamada ' Cidade Alta"!


E são todos eleitores do PP! Votam principalmente no Paulo Massolini, para vereador!

Os ' avisos' dos postes


Nos postes da CEEE em volta da pracinha da Encol estão com avisos de animais desaparecidos....

Recompensas pra quem achar...é a comunicação da "voz do poste".

O 'CC"

que toma lotação....

Todas as manhãs o advogado João Affonso - genro de Matheus Schmdit - toma o lotação cedo pra ir pra bancada do PDT na Assembléia Legislativa.

Não seria diferente...com o Giovani Grizzotti na sua cola, só podia fazer isto mesmo....

Um prócer do PT definiu este gesto da seguinte forma: ' fez salamaleque"!

Quer dizer, tudo é teatrinho, como dizia o Pedro Simon, quando ia abraçar quem carregava bandeira do PT em 1998!

O Jorge da " Papyrus" almoça no Mercadão, como diz o povão...

Elitista em alguns momentos, o Papyrus, como eu o chamo, também tem seu lado popular. Principalmente quando mexe no bolso.

É o cara que mais sabe de bastidores da Caldas Jr. no tempo dos Ribeiro.

Ele conta sempre que o Flávio Alcaraz Gomes, com aquele seu jeito espanhol, berrante, um dia chegou e se irritou e disse pro Fernando Veroneze:

- VERONEZE, OLHA SÓ COMO ESTAMOS...QUEM MANDA AGORA AQUI NA RÁDIO É O JOVEM HEBREU( APELIDO QUE FfLÁVIO DEU AO jORGE) E O PASTEL( NADA MAIS, NADA MENOS QUE O APELIDO DO DONO DA RÁDIO, OU MELHOR DO IRMÃO DO DONO, CARLOS RIBEIRO...QUE ERA DIRETOR LÁ...)

A ' pracinha' da Encol!


Cenas do começo da manhã na Praça da Encol, na Bela Vista!

Mais ' cenas' da Pr. da Encol nesta manhã, 26.05!

QUEM

IRÁ PELO PDT???

Há muitas ' versões' na praça. Uma de que o Vieira da Cunha será o candidato do PDT a governador. Sereno Chaise acha que ele não emplaca. Bom, o Sereno é do PT....

*Affonso Motta, que está no Governo, quer ser o vice de Tarso em 2014.

Mas dizem que Tarso já teria jogado um sinal de que ele quer isto mesmo...


*Jairo Jorge e Tarso Genro já não estariam tão alinhados assim....

O primeiro é ' cria' do segundo...

*Vai se repetir neste caso o que aconteceu com Britto e Simon?

A ' criatura' se volta contra o ' criador'!

 

Coleguinhas

Encontrei na Praça da Matriz o escritor Liberato Vieira da Cunha. EStá em casa, aposentado e escrevendo no computador.

Deve vir mais livros dele aí....

O ' JORNALEIRO DO METRO!

Todos os dias ele está lá bem cedinho. Chega as sete e meia da manhã e lá pelas 9 horas vai embora.


É o entregador do Metro, que agora em outubro completa dois anos....

em Porto Alegre. Pego um todo dia, e de noite dou uma olhadinha.

O jornaleiro também trabalha numa rádio comunitária da Restinga.

Histórias de la Undeze!

O ' famoso' de Rio Claro
Pois, como ia lhes dizendo - imitando o Sérgio Jockmann - o cara que saiu de Serafina em 1982 agora é famoso em Rio Claro...

Pues, eu o deixei famoso, meio sem querer.

Escrevi um texto que era só pra ele ler, pra nos divertirmos enquanto falamos sempre ao fone.

Mas um personagem da história raqueou o email e o colocou no feice, como se diz.

Lá pelas oito da noite o nosso agora famoso personagem de Rio Claro recebeu um telefonema de outra pessoa, que se sentiu ' citada' na história( como não sou bobo,embora pareça, não coloquei no texto o nome de ninguém a não ser do protagonista).

Quero apenas lembrar que o feice na noite da última terça bombou em Rio Claro. Ele pegou uma fama daquilo que na verdade nem é...

Mas este redator aprendeu com Paulo Genes Muratore - um coronel linha dura que conheci há muitos anos - que há duas famas que não se desmente: uma é de rico( não é o caso do agora famoso, que está bem de vida , mas não serve pra rico)

A outra fama que ele agora tem, é apenas uma fama.Não acreditem na fama que ele ganhou graças a um artigo meu...

Ele não é de nada. Dá apenas uma e duas tentativas....


ASSOCIAÇÃO DO MERCADO PÚBLICO
ELEGE NOVA DIRETORIA

A Associação do Comércio do Mercado Público Central de Porto Alegre (ASCOMEPC) elegeu a sua nova Diretoria para o biênio 2013/2015. A chapa única é liderada por Ivan Konig Vieira (Açougue Costelão do Mercado) como presidente, João Alberto Cruz de Melo (Restaurante Gambrinus) e Valdir Sauer (Açougue San Remo) como 1º e 2º vice-presidentes. Para o cargo de 1º tesoureiro foi eleito Paulo Henrique Gottert (Temakeria Japesca) e 2º tesoureiro Leandro Souza (Padaria Copacabana); 1º secretário, Clóvis Althaus Junior (Café do Mercado) e 2º secretário, Sergio Lourenço Araújo Rosa (Armazém 38). Uma das metas básicas da nova gestão é a agilização, juntamente com o Município, de providências para a preparação do Mercado da Capital para atender o crescimento da demanda do público que deverá ocorrer durante a Copa de 2014. A ASCOMEPC congrega cerca de 100 permissionários, que geram aproximadamente 1.000 empregos diretos.
Todt

Novo Curso de Pós-Graduação na UAB de Serafina Corrêa/RS

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, através do Centro
Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação, abriu inscrições
para a 3ª edição do Curso de Especialização Mídias na Educação na
Universidade Aberta do Brasil, Polo de Serafina Corrêa.
O Curso Mídias na Educação - Ciclo Avançado é um curso em nível de
pós-graduação lato sensu e será oferecido através de educação a
distância, com o apoio do polo presencial UAB de Serafina Corrêa/RS,
para professores da Rede Pública.
As inscrições devem ser exclusivamente por meio eletrônico, no
período de 27 de Maio a 30 de Junho de 2013. As informações sobre o
edital de seleção estão disponíveis no endereço:
http://penta3.ufrgs.br/MidiasEducCicloAvancado3/.
E para mais informações 54 3444-3035 ou uab@serafinacorrea.rs.gov.br.

Porto Alegre encaminha parceria com prefeitura de São Francisco


O prefeito José Fortunati, acompanhado de integrantes da missão gaúcha que visita o Vale do Silício, na Califórnia (EUA), esteve reunido na manhã desta terça-feira, 28, com o prefeito de São Francisco, Edwin Lee. O encontro ocorreu na sede da prefeitura da cidade norte-americana.

Fortunati entregou a Lee uma carta oficial, convidando São Francisco a ser parceira de Porto Alegre no âmbito da inovação e da tecnologia, e propondo projetos de intercâmbio educacional entre alunos para aprender os respectivos idiomas. Outra proposta prevê a realização de semanas culturais conjuntas. O prefeito californiano foi muito receptivo. “Nossas cidades são muito parecidas na sua formação e diversidade cultural. Ficamos muito felizes com o convite e estamos muito empolgados com a oportunidade de trabalharmos juntos”, afirmou.

O prefeito José Fortunati avaliou o encontro como muito positivo. “O prefeito Lee ficou profundamente empolgado com nossas ideias, principalmente com o projeto Porto Alegre fala Inglês e São Francisco fala Português e a promoção de uma Semana Cultural. Fiquei com a certeza de que, a partir de hoje, abrimos não só um importante canal entre as duas cidades, mas entre nossos países”, destacou. Fortunati lembrou, também, que fez um convite a Edwin Lee a visitar a capital gaúcha durante a abertura do Fórum Internacional de Inovação e, também, na Copa do Mundo, já que ele é um grande admirador de futebol.

Muçum

O Mazzarino está me enchendo o saco pra ir a Muçum numa mostra de fotos. Mas se o Terlera não vai?

como uma ' estrela ' como eu de Serafina vai a Muçum, se o mais ilustre colega nascido lá não vai...

Vou pegar como gancho o fato e lembrar o famoso caso do jogo da seleção brasileira em Muçum, contra o Fortes e Livres. Coisa do Terlera e do Mendelski.

Etnia Italiana na Escola João Corso

No dia 22 de Maio de 2013, a Escola Municipal de Ensino Fundamental
João Corso realizou uma atividade diferenciada, no turno da manhã e da
tarde, para comemorar o dia da Etnia Italiana ? 20 de Maio.
Para dar mais ênfase a esse evento, a Direção da escola convidou
Edilene Soccol e João Canton para contar aos alunos como eram os
hábitos e os costumes dos pais, avós, bisavós e até mesmo dar alguns
testemunhos de suas próprias vidas, quando crianças, adolescentes com
suas vivências e experiências. Durante a palestra, eles cantaram
várias músicas italianas e explicaram a história das mesmas, alegrando
bastante os alunos.
Também a Escola Municipal Agrícola participou do evento, através de
teatros e uma dança, reforçando a cultura da Etnia Italiana.
Os alunos do 2º e 3º Anos da Escola fizeram a abertura com o canto :
Mérica, Mérica.
A festa culminou com um excelente café colonial, com comidas típicas
italianas. Todos participaram com muito entusiasmo. A Direção e os
professores agradecem a todos os que se envolveram em prol do êxito do
evento.

Fé e Religiosidade: Reinauguração do Capitel da Família Bazzo

No dia 25 de Maio de 2013, no município de Serafina Corrêa, Linha
Bento Gonçalves, perto da Capela São Pedro, residência de Etelvino
João Bazzo, 83 anos, foi rezada a primeira missa no Capitel em honra à
Nossa Senhora do Caravággio. A missa foi celebrada às 14 horas pelo
Padre Ermes, de Porto Alegre, e reuniu muitos devotos da santa.
A construção da pequena Capela foi um desejo da família Bazzo para
manter a tradição de cultivar a devoção à Nossa Senhora do Caravággio.
Esse local de oração, agradecimentos e pedidos reúne familiares e
toda a comunidade uma vez ao ano, no último sábado do mês de maio para
homenagear Nossa Senhora do Caravággio, título dado à mãe de Jesus,
ocasião que a Igreja Católica comemora seu dia em 26 de Maio. No final
da celebração, o padre abençoou o capitel e a imagem de Nossa Senhora
do Caravággio. Em agradecimento pela presença, os devotos receberam da
família Bazzo a oração à Nossa Senhora.

Falei esta noite com o escritor Carlos Augusto Bisson.

Talvez vá me dar uma mão na composição do meu livro da Noite.

Vamos ver como correm os fatos!

Prefeito recebe representantes da Intimasul

O Prefeito Ademir Antônio Presotto recebeu, em seu Gabinete, no dia
24 de Maio de 2013, representantes da Intimasul 2013. O evento
acontecerá em Guaporé, dias 14, 15 e 16 de Julho, e contará com a
participação de empresários de toda a região, atraindo visitantes e
fomentando o comércio local.

Revitalização dos passeios públicos

A Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa iniciou a obra de
revitalização dos passeios públicos no entorno do Centro
Administrativo Amantino Lucindo Montanari. O projeto em evidência
objetiva apoiar o desenvolvimento urbano, através da construção de
novo passeio público na quadra da Prefeitura, objetivando proporcionar
melhor fluxo de pedestres e adequar às normas de acessibilidade. Cerca
de R$120 mil serão investidos no projeto que tem previsão de término
em dois meses.

 

Morrem os grandes empresários da comunicação!


Adolpho Bloch , dono da Manchete, com o presidente Juscelino.


Com a morte em poucos dias de dois dos principais empresários da comunicação no país -Ruy Mesquita e Roberto Civita - se fecha um ciclo da comunicação no país.

Quem como eu começou no jornalismo nos anos 70, do século passado, ouviu sempre muito falar em Roberto Marinho,Adolpho Bloch,Nascimento Britto, ( do Jornal do Brasil)Breno Caldas, Maurício Sirotsky, e outros homens que implantaram a comunicação moderna no país.

Pois em poucos dias dois dos últimos empresários deste naipe faleceram. Fecha-se um ciclo da história da imprensa no país.
Os herdeiros deverão tocar os negócios.


Roberto Civita no tempo da Realidade

Com conta bloqueada, Paulo Henrique Amorim é “obrigado a viver como traficante”
Escrito por Redação Comunique-se

O jornalista Paulo Henrique Amorim está com a conta bloqueada e é “obrigado a viver como traficante de cocaína e doleiro”, escreveu no blog Conversa Afiada nesse sábado, 25. Ele explica que a Justiça do Rio de Janeiro “deu ganho de causa ao imaculado banqueiro [Daniel Dantas] para sequestrar das contas do ansioso blogueiro R$ 100 mil duas vezes, e R$ 250 mil uma vez”.

Paulo Henrique Amorim está com a conta interditada

Amorim trata o caso com ironia e aponta: “cinquenta e quatro anos de jornalismo profissional e não pode ir ao banco. Paciência. Viva o Brasil!”. No caso da multa de R$ 250 mil, o jornalista entrou com recurso e obteve vitória, conforme decisão do desembargador Antonio Eduardo Duarte. A autoridade acolheu recurso do blogueiro e suspendeu a cobrança.

Na última semana, o banqueiro Daniel Dantas, investigado pela Operação Satiagraha da Polícia Federal, conseguiu decisão judicial para interditar as contas bancárias de PHA. Dantas alega que o jornalista publicou conteúdo ofensivo no blog Conversa Afiada.

A Operação Satiagraha, deflagrada em 2008, investigou supostos crimes financeiros cometidos pelo Opportunity, de Daniel Dantas. O banqueiro foi preso duas vezes, mas solto após a concessão de habeas corpus.

Cassiá no PP?

É o que diz o JC nesta segunda.

Desconfiei dias atrás isto ao ouvir o Cassiá fazendo um comentário.

O problema dele vai ser Sborja, onde o PP tem outros ' caciques'....

Ouvi a Marina na Guaiba

Falou que já tem 400 mil assinaturas pra criar um novo partido. Precisa de 550 mil até fins de julho.

Mas o que me chamou a atenção foi o que ela disse nas entrelinhas. Uma outra saída pode ser possível, ou seja, Marina pode não concorrer no ano que vem.

Ela foi firme, serena, como sempre!

Gosto dela!

Ruy Mesquita que faleceu na semana passada!

Coleguinhas

Denise Nunes foi pra Secretaria do Desenvolvimento.Deixou o SUL.

Na parada do ônibus, no domingo, com a sobrinha Sofia.


O protesto silencioso na parada de ônibus!

Sereno caminha na praça da Encol...

Na praça da Encol, o ex-prefeito Sereno caminha todos os finais de semana. sempre o encontro por lá. Sabado batemos um bom papo...

No cooredor da Carlos Gomes, no domingo de manhã....

Numa praça que tem aqui perto de casa , 'peguei' este passarinho caminhando!

O mesmo passarinho na mesma praça!

 

SOBRE Roberto Civita,quem quiser saber mais acesse o site da Veja!


Olhe o site http://veja.abril.com.br/

A redação da Veja



Mooreu no domngo,dia 26.05 o fundador da revista, Roberto Civita.

Tinha 76 anos.

Um invejável otimista!

Caco Barcelos quando estava na Veja foi fazer um perfil dele. Quis saber se a Veja era sua principal invenção.

- Não,disse ele. É a CONTIGO!

Toing....

Abogado acusa a Christina y su hijo Max asesinar a Néstor Kirchner un disparo en el cuello


De Buenos Aires
Enriqueta sollares

Un abogado argentino descrito por los medios del país como "el multidenunciador kirchnerismo" acusa a la presidenta Cristina Kirchner y su hijo, Max, en "homicidio simples" por la muerte del ex presidente Néstor Kirchner. De acuerdo con la denuncia presentada por el ministro Juan Ricardo Mussa, Néstor no se murió de un paro cardíaco, pero recibió un disparo en el cuello.



Nestor fue velado en un ataúd cerrado en octubre de 2010

La denuncia se basa en los informes de los dos testigos no revelados que dicen que Cristina y Néstor tuvieron una acalorada discusión en la casa de la pareja en El Calafate, poco antes de la muerte del ex presidente. El abogado también pidió que los otros cuatro son investigados por encubrir el supuesto delito. Pidió, además, que el cuerpo de Néstor fuera exhumado para verificar la causa de la muerte. Néstor Kirchner falleció el 27 de octubre de 2010 de un ataque al corazón, según el boletín oficial de la Unidad Médica Presidencial. El 7 de febrero de ese año ingresó de urgencia y, en septiembre, se sometió a una cirugía para problemas del corazón.



el siempre polémico, Hugo Maoyano.

Se puede decir que estas revelaciones con el abogad, del lugar de encuentro entre Hugo Mayano, (líder de la General del Trabajo (CGT), y el ex presidente Néstor Kirchner Hugo poco después de un mitin en el Primero de Mayo en la Avenida 9 de Julio, la principal de Buenos Aires, que, desde el principio, reunió a decenas de categorías de trabajadores pueden pasar a primer plano y revela los entresijos de la negociación que estaban realizas. Tanto es cierto que las familias y el personal más cercano a Kirchner Moyano responsable de la exaltación de Kirchner, que han tenido un ataque al corazón. Esta es la causa probable de la muerte, no es concluyente. Hay muchas sospechas sobre el caso que el apoyo Mayano siempre se revela por la presidenta Cristina Kirchner, comienza a mostrar claros evidencia de los acuerdos de suspensión, por lo que la presidenta, Cristina Kirchner, prohibió la aplicación Iniciativa Sindical, el uso de algunas estrategias, como las investigaciones judiciales sobre sospechas de corrupción a Moyano.

Convite


Seminário do Comjus discute situação dos homicídios em Porto Alegre nesta terça-feira

O Conselho Municipal de Justiça e Segurança de Porto Alegre promove na próxima terça-feira (28/05) o Seminário “Situação dos Homicídios no Município de Porto Alegre”, com início às 13h30, no auditório da Secretaria Municipal de Administração (av. Siqueira Campos, 1300, 14º andar). Estarão presentes no evento, o secretário de Segurança Pública do Estado, Airton Michels, o vereador Alberto Kopittke e representante da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado.

Confira o cronograma:
13:30 – Credenciamento
14:00 – Abertura
14:30 – Apresentação Secretaria de Segurança Pública do Estado – Indicadores e Ações
15:15 – Apresentação da Prefeitura de Porto Alegre – SMSEG E FASC
15:45 – Intervalo
15:55 – Apresentação/contextualização COMJUS
16:15 – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UFRGS – Grupo de Pesquisa Violência e Cidadania
16:45 – Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do RS- Protege e PPCAM – Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte
17:00 – Plenária – debate entre os participantes – Encaminhamentos
19:00 – Encerramento


Tamires Gomes
Assessoria de Comunicação de Alberto Kopittke
Câmara de Vereadores de Porto Alegre

De Palmeira das Missões!

Mauro Rocha manda news do carijo. Ouvi na Guaiba hoje que uma rádio de Livramento transmitiu direto desde a espartana....

OLIDES !


ANTECIPADAMENTE, TE CONVIDO PARA O 29º CARIJO, ANO QUE VEM, MUITO
EMBORA NÃO SEJA BEM TUA PRAIA....

COMO SALDO, GANHEI UM EXEMPLAR DO LIVRO: SANTO ANTONIO DA PALMEIRA, DO
PROF. DR. MOZART, O QUAL, LEVAREI, " EM MÃOS", PARA TI EM POA. E EM
BREVE.

A MÚSICA VENCEDORA É UMA HOMENAGEM AOS MARAGATOS, DOIS DELES MUITO
JOVENS, QUE FORAM MORTOS PELAS FORÇAS BORGISTAS, AQUI REPRESENTADAS
PELO INTENDENTE VAZULMIRO EM 1923, E A POPULAÇÃO DO BAIRRO QUE LEVA O
NOME DE "MARAGATINHOS", ATRIBUI A ELES ALGUNS, DIGAMOS, MILAGRES.


HOJE À TARDE TIVE O CUIDADO DE PASSAR PELO LOCAL( UMA PEQUENA PONTE
SOBRE UM LAGEADO TAMBÉM PEQUENO), E HAVIA UMA ESPÉCIE DE BANDEIRA ,
FEITA DE UM LENÇO VERMELHO. E AÍ ME PERGUNTO: O QUE É A CRENÇA POPULAR
- TEMOS QUE RESPEITÁ-LA COMO CULTURA !

UM ABRAÇO.

MAURO ROCHA

 

Uma Semana Italiana na Escola Estherina

No dia 20 de maio comemora-se o Dia da Etnia Italiana, fato que marca
o início da colonização italiana no estado do Rio Grande do Sul. Com o
objetivo de incentivar o conhecimento, a fala e o ensino da língua
Talian, valorizando nosso povo, mantendo sempre viva a cultura
transmitida pelos antepassados que povoaram o município de Serafina
Corrêa, a Escola Municipal Professora Estherina Marubin organizou uma
semana especial com exposição de um pequeno museu, comidas típicas
italianas, café colonial, músicas, jogos e brincadeiras. Houve também
atividades com o relato dos avós do aluno Lasias Alex Orso sobre os
valores e costumes do povo italiano de antigamente, fazendo um
comparativo com a cultura atual e apresentação de músicas, resgatando
o patrimônio sócio, cívico e cultural transmitido pelos imigrantes
italianos.
A imigração italiana em Serafina Corrêa marca o desenvolvimento
econômico da comunidade, além de fazer parte da identidade cultural e
da formação étnica da população.

 

Uma das maiores obras asfálticas do município está em andamento


Iniciou, em Maio de 2013, uma das maiores obras asfálticas do
município de Serafina Corrêa: a pavimentação de parte da Avenida
Arthur Oscar. Investimentos de cerca de R$ 800 mil, a obra está em
andamento e proporcionará mobilidade urbana, infraestrutura,
segurança, trafegabilidade e qualidade de vida, dando acesso aos
loteamentos mais populosos do município de Serafina Corrêa.
O asfalto da Avenida Arthur Oscar iniciou no Trevo São Cristóvão e
está sendo realizado até a Rua das Hortênsias, próximo ao Ginásio
Municipal Valdomiro Castro, 11.100,00m² de área pavimentada, além da
sinalização horizontal e vertical, que será feita nos próximos dias.

Audiência Pública Metas Fiscais

No dia 23 de Maio de 2013, a Secretaria Municipal de Finanças
realizou Audiência Pública com o objetivo de apresentar o Relatório de
Avaliação das Metas Fiscais do 1º Quadrimestre do ano de 2013. A
Audiência aconteceu na Câmara Municipal de Vereadores.

Prefeito em audiência com Secretário de Estado da Saúde


O Prefeito Ademir Antônio Presotto esteve em Porto Alegre na
quinta-feira, 23 de Maio de 2013, em importante audiência com o
Secretário de Estado da Saúde, Ciro Simoni. Na ocasião, esteve
acompanhando o encontro o Assessor do Deputado Federal Ronaldo
Nogueira, Jaimir Balbinot, onde foram discutidos projetos ligados à
saúde do município e também esteve em pauta recursos para o Hospital
Nossa Senhora do Rosário de Serafina Corrêa.

Etnia Italiana na Escola Pedacinho de Céu

Ravvivare la Stória riscattare la traiettoria de nostri antenati.
(Reviver a história e resgatar a trajetória de nossos antepassados.)


A Escola Municipal Infantil Pedacinho de Céu comemorou o dia da Etnia
Italiana, 20 de Maio, procurando resgatar e reviver fatos que deram
base ao desenvolvimento que hoje temos alcançado. É reconstruir uma
trajetória e refazer um percurso que gerou mudanças no nosso modo de
ser, estar e viver. No decorrer da semana, várias atividades foram
realizadas, entre elas o café colonial, onde além das comidas típicas,
as crianças e educadoras também utilizaram vestimentas em um cenário
italiano.
Grazie a tutti...

As revelações dos sócios de Marcos Valério

Após 8 anos em silêncio, os ex-sócios de Valério na agência SMP&B Cristiano Paz e Ramon Hollerbach abrem o jogo e contam como foi montada a estratégia para ganhar dinheiro com o PT e revelam os bastidores da aproximação e briga com o operador do mensalão
por Paulo Moreira Leite
Sentados numa sala de reuniões no primeiro andar de um edifício discreto no bairro de Santa Lúcia, em Belo Horizonte, os publicitários Ramon Hollerbach Cardoso, 65 anos, e Cristiano Paz, 61, aguardam pelo debate de recursos no Supremo Tribunal Federal para saber qual será seu futuro – o próximo e o distante. No final de 2012, quando o Supremo Tribunal Federal anunciou as 25 condenações do mensalão, Hollerbach recebeu a pena de 29 anos, 7 meses e 20 dias de prisão. Cristiano pegou 25 anos, 11 meses e dez dias. Apenas Marcos Valério, sócio de ambos em duas agências de publicidade, recebeu pena maior que a deles: 40 anos.
Se não conseguirem obter nenhuma revisão da sentença nos próximos meses, Paz e Hollerbach passarão pelo menos quatro anos e dez meses na cadeia. São projeções otimistas, na verdade. Além do mensalão no STF, os dois enfrentam outros inquéritos em instâncias inferiores da Justiça que podem produzir novas penas – e novos períodos de restrição de liberdade, como diz a linguagem jurídica. Em qualquer caso, Hollerbach terá completado 95 anos quando a sentença que recebeu no final de 2012 chegar ao fim. Pelo menos até os 86 anos Paz estará submetido à condição de apenado, mesmo que fora do cárcere. “Somos vítimas de uma história que começou errada, continuou errada, mas não pode terminar errada,” afirma Hollerbach. O ex-sócio, como Paz, na semana passada, quebrou um silêncio de oito anos sobre o caso. Em entrevista à ISTOÉ, ambos contaram como e por que se aproximaram e, depois, brigaram com Marcos Valério e em que situação foram apresentados a Delúbio Soares, ex-tesoureiro petista. Revelaram ainda os bastidores da reunião em que acertaram o empréstimo de R$ 10 milhões ao PT com um dirigente do Banco Rural.
Toda pessoa que já conversou com um condenado a caminho da cela sabe que ouvirá juras permanentes de inocência e queixas veementes contra a Justiça. É compreensível e mesmo humanitário. A dúvida é saber quando essas manifestações expressam o interesse individual de quem tenta recuperar a liberdade a qualquer custo, e quando expressam fatos verdadeiros, que merecem um novo exame da Justiça. Qualquer que seja o juízo que se faça sobre o destino de Hollerbach e Paz, é preciso reconhecer que se trata de uma situação que não pode ser resolvida em ambiente de Fla-Flu. Envolve denúncias e provas aceitas pela mais alta corte de Justiça do País, mas também inspira um debate sempre bem vindo sobre direitos e garantias individuais, que será feito nos próximos meses, quando o STF examinar os recursos dos condenados.
Sócios e parceiros na SMP&B, a mais bem-sucedida agência de publicidade do País fora do eixo Rio-São Paulo, os dois não são personagens secundários da sociedade mineira. Paz é um publicitário respeitado pelo arrojo criativo que lhe permitiu colecionar prêmios internacionais e uma grande carteira de clientes. Em 2002, Hollerbach fez parte da coordenação da campanha que levou Aécio Neves ao governo de Minas Gerais. No fim daquele ano, Marcos Valério, sócio mais recente, que tivera a capacidade de retirar a SMP&B do fundo de um poço financeiro, apareceu acompanhado de um personagem que mudou a vida dos três: Delúbio Soares, tesoureiro da campanha petista.
A motivação que levou dois profissionais bem-sucedidos a se aproximar do esquema de finanças do Partido dos Trabalhadores em 2002 envolve a ambição de ganhar muito dinheiro e conquistar posições no mercado – em troca de favores prestados aos aliados do governo Luiz Inácio Lula da Silva. Assegurando que os dois apenas seguiram a estratégia de crescimento de outras grandes agências do País, Paz afirma: “Com a ajuda do governo federal nós poderíamos ganhar uma estatura que jamais seria obtida no mercado. O governo abre portas, ajuda a obter contratos e clientes.” Para Hollerbach, a aproximação representava a chance de participar de campanhas eleitorais. “O que se ganha em quatro meses de campanha pode ser mais do que quatro anos de atividade no mercado,” afirma. “Numa campanha você começa a discussão sobre seu ganho líquido, que está garantido. Coloca dinheiro no bolso e, depois, cobra os custos.”
Nem a vontade de enriquecer nem a troca de favores, mesmo enunciada com franqueza tão rara e explícita, explicam as condenações de 25 ou 29 anos. Os dois foram condenados por crimes graves: corrupção ativa, peculato, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Ao pedir a condenação de Paz, Joaquim Barbosa denunciou “toda uma parafernália, um mecanismo bem azeitado de desvio de recursos públicos.” Ressalvando que os antecedentes de Paz são “absolutamente impecáveis, recomendáveis”, o revisor Ricardo Lewandovski, que se opôs a Joaquim Barbosa em vários momentos do julgamento, considerou que o réu “cometeu crimes gravíssimos” e decidiu condená-lo, mesmo aplicando penas mais leves.

FIM DA GÊNESE DO ESQUEMA
Filial de Brasília da SMP&B Comunicações foi fechada
em 2005 no rastro do escândalo do mensalão
Parece difícil negar que havia fundamento para condenar Hollerbach e Paz por lavagem de dinheiro, responsável por cinco anos de prisão e dez meses para cada um. Os dois emprestaram ao PT um dinheiro que não era deles nem de suas agências, mas do Banco Rural, um dos potentados financeiros de Minas na época. Interessado, ele também, em aproximar-se do PT, José Antonio Drummond, executivo da instituição que iria morrer num desatre de automóvel, chamou Paz e Rollerbach para uma conversa onde sugeriu uma triangulação. Os publicitários pediriam o empréstimo de R$ 10 milhões para repassar o dinheiro para o PT, enquanto o banco ficaria nos bastidores, pronto para prestar socorro em qualquer eventualidade. Quando foi necessário, o Rural renovou o empréstimo.
Mesmo sem ter um papel executivo na DNA, matriz do esquema de distribuição de dinheiro clandestino para os deputados do PT, Hollerbach e Paz tinham participação acionária naquela agência. Mas faziam aquilo que era fundamental para alimentar o esquema: assinavam cheques ao portador. Além da SMP&B, possuíam partipação numa holding, a Grafitte, que era dona de metade da DNA, onde ingressaram por indicação de Valério. No dia a dia, a agência era comandada por Marcos Valério e dois publicitários, presidente e vice, que nem sequer foram chamados a prestar depoimento. Quando, por uma razão ou outra, os diretores estavam ausentes, Paz e Hollerbach faziam o serviço. Talvez tenham sido duas dezenas, num universo que pode chegar a milhares.

Se é sempre difícil fingir que nada há de muito esquisito em universos de operações pouco claras, no dia em que lhe pediram para assinar um cheque ao portador no valor de R$ 500 mil, Paz resolveu cair fora. Já lhe coubera, um pouco antes, assinar um cheque igualmente volumoso, de R$ 326 mil. Deixando evidente que havia um submundo naquele negócio que não conhecia – nem pretendia conhecer –, Paz alega: “Eu não sabia o que estava acontecendo, não sabia para onde aquilo estava me levando e resolvi parar”.
Quando informou a Marcos Valério que não iria mais assinar cheques, ouviu uma resposta imediata. Se era assim, teria de se desligar da agência. Concordou, vendendo sua parte para Romilda, a mulher de Valério. Foi o início de uma ruptura, consolidada pelo escândalo. A última vez em que os dois conversaram foi em 2007, o ano em que foram aceitos como réus pelo Supremo. A primeira conversa tinha sido uma década e meia antes, quando Valério apresentou-se à sede da SMP&B com uma proposta para reestruturar uma agência que acumulava prêmios e dívidas na mesma velocidade. “O Marcos tem um talento que precisa ser reconhecido,” diz Paz. Tem visão de negócio, sabe identificar um problema e encontrar uma solução.”
Algumas condenações que atingiram Hollerbach e Paz dizem respeito a um ponto anterior a tudo. Consiste em saber a natureza daquele esquema financeiro que Delúbio e Valério colocaram em movimento, com a participação de Paz e Hollerbach. Na verdade, é a mais delicada discussão em torno do mensalão.

DEPOIS DA BONANÇA, A BRIGA
Sócios romperam com Marcos Valério por causa de cheque mal explicado
Para o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e para a maioria dos ministros do Supremo, trata-se de um sistema de corrupção de parlamentares e compra de votos na Câmara dos Deputados. Desse ponto de vista, aquele dinheiro que os parlamentares recebiam era propina – ainda que muitos o usassem para pagar compromissos eleitorais. Por causa dessa visão, majoritória no STF, os cheques da DNA que os dois assinaram em crime de corrupção ativa de parlamentares (quatro anos e dez meses de prisão), além de corrupção ativa e peculato na Câmara (cinco anos e seis meses de prisão). Conforme este raciocínio, um cheque de R$ 326 mil – assinado por Paz – sacado a pedido de Henrique Pizzolato, diretor de marketing do Banco do Brasil, foi visto como prova num caso de corrupção ativa e peculato na instituição (penas somadas de seis anos e seis meses). Os condenados, naturalmente, defendem outro ponto de vista. Para eles, os recursos manipulados pela agência faziam parte da distribuição de verbas de campanha, segundo as regras de caixa 2 do sistema eleitoral brasileiro. O tesoureiro Delúbio Soares chegou a defender esse ponto de vista, no início do escândalo, mas a versão logo perdeu força.
Com base no testemunho de uma publicitária que atuava na área de marketing do Banco do Brasil, os ministros respaldaram a denúncia de que o esquema desviou R$ 73 milhões da instituição para garantir a festa petista. O esquema do mensalão, em síntese, seria isso. O Supremo chegou a esse montante durante o próprio julgamento, que teve início a partir de estimativas ainda mais altas.
Num esforço para demonstrar a inocência dos clientes, seus advogados realizam, desde o julgamento, um exercício de engenharia reversa para demonstrar que o dinheiro desviado foi gasto, efetivamente. Percorrem escritórios de fornecedores e parceiros – e mesmo repartições policiais onde o material foi apreendido – à procura de notas fiscais e material que possa demonstrar os gastos. Numa estimativa preliminar, transmitida à ISTOÉ na sexta-feira 24, eles se diziam capazes de demonstrar 90% dos gastos realizados, ou R$ 69.384.146,19. Dada a importância dessa revelação, que poderia representar uma mudança espetacular na visão de muitas pessoas sobre o julgamento, ela necessita de exames independentes para merecer o crédito devido.
Num dado que chamou pouca atenção durante o julgamento, os autos da ação penal 470 incluem um trabalho de investigação realizado por 24 auditores do Banco do Brasil, em que se concluiu que os recursos que a empresa Visanet enviou à DNA não podem ser definidos como “dinheiro público.” Segundo a página 21 do documento, intitulado “Síntese de trabalho de auditoria”, a Visanet, criada pela empresa multinacional que é proprietária do cartão Visa, com gestão e direção autônomas, aplicava recursos próprios na DNA, “não pertencendo os mesmos ao Banco do Brasil”.
Uma informação surgida no acórdão de Joaquim Barbosa, o ministro que liderou a votação no Supremo, pode trazer conforto direto a Hollerbach. Numa denúncia que contribuiu para reforçar a pena dele, Barbosa afirmou que uma perícia criminal havia encontrado um depósito de R$ 400 mil na conta de uma empresa da qual seria proprietário encoberto. O problema é que, sabe-se hoje, tratava-se de uma acusação com base falsa. O laudo em que o presidente do STF se baseou para fazer a acusação não estabelece nenhuma ligação direta entre Hollerbach e aquele depósito. O nome do publicitário nem sequer é mencionado naquele trecho e a empresa, que seria propriedade do publicitário, é uma tradicional produtora de marketing do Rio de Janeiro, a RSC, abreviatura de Rio, Samba e Carnaval, com anos de atuação na cidade, e recebeu o dinheiro por um serviço prestado. No acórdão, em que trouxe por escrito o voto que havia lido no tribunal, Joaquim Barbosa deixou claro que reconhecia o erro: suprimiu as linhas em que se referia ao episódio.

Coleguinhas

Fui comprarR sorvete - 15 pilas - no Nacional da Pracinha da Encol e encontrei o Renato Rossi no fim do domingo.

Ele tá puto com um participante do programa do Rogério,quando ele participa. O cara anda de ônibus e se meteu a dar palpite sobre carros, terreno que o Rossi domina.

Rossi que não leva desaforo pra casa já pediu ao Mendelski pra não estarem no mesmo espaço e mesmo tempo..

Pode dar curto circuito....

Honestidade


Luizinho Kaufmann


Os cobradores de ônibus sofrem comigo, mas não todos, só os metidos a experto. Quando você chega na roleta, como ela deve estar? Trancada né? Pois é, só que existem alguns metidinhos a experto que fazem o seguinte, quando algum idoso por exemplo, ou outra pessoa qualquer, que vai descer pela frente, passa o seu cartão, esses metidinhos ou até mesmo metidinhas a experta não giram a roleta, porque se vier um passageiro e pagar em dinheiro, então eles poderão embolsar os R$2,85 e o passageiro passará na roleta que foi liberada pelo cartão. Só que comigo se dão mal e ainda são humilhados, o meu dinheiro não embolsam e quando estou com cartão não permito que embolsem o dos outros também.
Certa vez, estou me aproximando da roleta, já com o cartão em mãos e então ao aproximar o cartão do leitor, percebo que a roleta está liberada, não pensei duas vezes, simplesmente passei. Quando estou chegando no meio do veículo escuto a cobradora me chamando. Mas como eu não tinha feito nada de errado, fui então até mais ao fundo do veículo, onde havia espaço disponível. Comecei a pensar sobre o ocorrido e percebi que eu havia errado sim, pois deveria ter voltado só pra ver o que ela iria argumentar: - Moço tu não passou o cartão? - Não, como que eu consegui passar então? - É que a roleta estava liberada! - E quando eu chego na roleta ela não deve estar trancada? Até esse ponto eu ainda calmo exteriormente perguntaria pra ela: - Tu queres que eu conte pra todo ônibus em alto e bom som, que tu queres embolsar R$2,85 de alguém! Ah, porque que eu não voltei, me arrependo amargamente até hoje! Mas com isso tudo, decidi que a próxima oportunidade de pegar um "expert" seria diferente.
E esse dia tão sonhado chegou. Estou me aproximando da roleta, já com o cartão nas mãos e então aproximo do leitor, quando o cobrador diz: - Pode passar e depois tu passa o cartão! Não hesitei, girei a roleta que estava liberada e então passei o cartão. Nisso o cobrador BUFOU, parecendo aqueles touros lá da Espanha, que são provocados na arena pelo toureiro com aquele "pano" vermelho. Então eu disse: - O padrão é eu chegar aqui e a roleta estar trancada! Nisso BUFOU mais uma vez. Então fui obrigado a falar: - Tá querendo embolsar R$2,85! Pensei em sair correndo como o toureiro quando erra a manobra com o "pano", porque vontade não faltou ao touro para pular o cercado.
Mas o fato que eu mais gosto foi um pouquinho diferente, iria beneficiar o cobrador, claro, mas também eu sairia beneficiado. Trata-se daquela história de "pagar" um valor abaixo da tarifa e não passar pela roleta e descer pela frente. E é lógico o cobrador embolsa também, normalmente R$2,00 e isso comumente é realizado principalmente nos últimos horários ou na madrugada de um modo geral, onde os passageiros em parte são sempre os mesmos. Desta vez então, era um último horário, o cobrador e o motorista já me conheciam, pois eu já havia pegado esse horário algumas vezes. Nesse dia, havia na parada comigo uma outra pessoa, que eventualmente pegava esse horário e já tinha "esquema" com o cobrador. O ônibus se aproxima e abre somente a porta de descer, já comecei a me preparar psicologicamente porque hoje ia ter, essa pessoa subiu pela porta de descer e eu me dirigi a porta de subir que estava fechada. Subindo percebo que na frente do veículo estão 2 ou 3 passageiros e ao me aproximar da roleta com o dinheiro em mãos, o cobrador me fala algo que deve estar arrependido até hoje: - Me dá 2 pila e desce na frente! Como eu já estava psicologicamente preparado para o embate, comecei a falar em alto e bom som: - NÃO, VAMOS FAZER O QUE É CERTO! NÓS FALAMOS DOS POLÍTICOS, MAS FAZEMOS A MESMA COISA QUE ELES! Nisso um dos passageiros se manifestou: - Mas isso é diferente, os políticos roubam milhões! - POIS É, OS POLÍTICOS SE SUJAM POR MILHÕES E NÓS POR "CENTAVINHOS", IMAGINA SE TIVÉSSEMOS MILHÕES NA NOSSA FRENTE!!! - Mas tu é MUITO honesto, comentou um dos passageiros, que tinha "pagado" 2 pila. Enquanto o fato rolava, o cobrador de 2,05m e cento e tantos quilos, que estava em pé, me arranjava o troco e cada vez mais ficava vermelho, mas não era um vermelhinho na bochecha, era até no couro cabeludo. Aquela baita montanha perdeu o chão e desmoronou, não conseguia mais levantar a cabeça.
É lamentável que uma atitude tão simples, de apenas fazer o que é certo, cause tanto espanto. O mais honesto não é o que não se corrompe pelo medo de ser descoberto, e sim aquele que pratica a honestidade apenas para ser digno com seus princípios.


É lamentável que uma atitude tão simples, de apenas fazer o que é certo, cause tanto espanto. O mais honesto não é o que não se corrompe pelo medo de ser descoberto, e sim aquele que pratica a honestidade apenas para ser digno com seus princípios.

Luizinho Kaufmann

Começam escavações para conserto do Conduto Álvaro Chaves

Trânsito da rua Coronel Bordini está bloqueado em função do conserto

O reparo do Conduto Forçado Álvaro Chaves-Goethe foi iniciado nesta segunda-feira, 27. O asfalto no entorno do trecho afetado já foi retirado e o aterro que cobre a estrutura está sendo recolhido para possibilitar a remoção da laje superior da estrutura e o acesso para o conserto das paredes diafragma (laterais) e da laje inferior. Posteriormente, a laje superior receberá reforço. A intervenção deve durar cerca de 90 dias.

Ao longo da semana passada, houve o desvio de trânsito na rua Coronel Bordini e a instalação do canteiro de obras. O trabalho é realizado pelo consórcio PMR, responsável pela execução do conduto, sem nenhum ônus à prefeitura. O Departamento de Esgotos Pluviais (DEP) está supervisionando e fiscalizando a recuperação.

Bloqueio de trânsito – Em razão da obra do Conduto Forçado, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) autorizou o bloqueio total ao trânsito na rua Coronel Bordini com a 24 de Outubro. O desvio está sendo feito pelas ruas 24 de Outubro e Dr. Timóteo, retornando à Coronel Bordini pela Marquês do Pombal.

Outro bloqueio acontece na Coronel Bordini com Marquês do Herval. O desvio nesse ponto ocorre pela Marquês do Herval e Dr. Timóteo, voltando à Coronel Bordini pela Marquês do Pombal. O desvio para a linha de ônibus 671 – Carlos Gomes/Salso, sentido bairro-centro, deve ser efetuado pelas ruas 24 de Outubro, Dr. Timóteo, Marquês do Pombal e pela avenida Nova York, seguindo seu trajeto normal. Há sinalização indicativa no local e a presença de agentes da EPTC foi intensificada.

SERVIDORES DA PGE EM GREVE


Os servidores do Sindicato da Procuradoria-Geral do RS (Sindispge) deflagraram, pela primeira vez, greve geral. A decisão foi tomada hoje, 27/05, em assembleia geral, no salão de eventos da Igreja Pompeia, no Centro, por maioria: 382 x 06, sem abstenções. A categoria pleiteia uma recomposição salarial de 26,% que reponha as perdas inflacionárias apontadas pelo próprio Governo do Estado, até o final de 2014. A greve terá início a partir da próxima segunda-feira, dia 3 de junho, sem previsão para término.
Servidores das 19 regionais de todo o Estado se concentraram, desde às 10h, em frente do Palácio Piratini, na Praça da Matriz, de onde seguiram em caminhada até a Igreja Pompeia. Até o momento, não houve acordo algum do Sindispge com o Codipe (Comitê de Diálogo Permanente) do Governo do RS.
A comunicação oficial da greve será entregue amanhã, dia 28/05, ao Palácio Piratini e à Procuradoria-Geral do Estado. Hoje, o trabalho realizado pela Procuradoria-Geral representa uma economia de R$ 2,6 milhões aos cofres estaduais.

Terezinha Tarcitano

Onde andará o Quaresma?


Erni Quaresma

Erni Quaresma anda sumido...Não o tenho mais visto por aí, na rua da Praia e afins.

Foi o repórter investigativo da área policial mais perfeito que conheci. Pra mim, superava o Caco Barcellos e outros hoje renomados.

Mas tinha uma dificuldade: não sabia redigir a matéria.

Então botavam um copidesque do lado dele e ele ditava a matéria.

Tinha o que era o principal: os dados que precisava pra sua redação.

Grande ' qua-quá" como o Luiz Alberto Scotto o chamou num romance que escreveu sobre os brasileiros que vivem em Nova Iorque.

Quaresma tinha o costume de não dar seu endereço a quem fosse a Nova Iorque. Temia ' uma invasão' a seu apê...

Posso falar dele sem o menor constrangimento, porque sempre foi apenas meu colega. Não tivemos relações de amizade.

Assim que fico à vontade pra contar estas pequenas ' indiscrições' do colega que não vejo há tempos.

Nelson Sirotsky corre na Pracinha da Encol

Com cerração e tudo, o acionista da RBS corria esta manhã na pracinha da Encol.



Vanguarda Abolicionista e Gatos da Redenção participam de evento no dia da Biodiversidade

E encontra esse carrinheiro com seus mascotes, muito bem cuidados.


Ele relatou que um dia prometeram cuidar de um de seus bichinhos, o levou e nunca devolveram. Por isso ele leva todos consigo.

SEM PULO - TÚNEL DO TEMPO - 25.05.2013

Permita-me remeter a Sem Pulo e Túnel do Tempo deste
sábado, que escrevo na Folha Popular de Teutônia.
Veja em especial matéria e foto do Puba com o Ex-Presidente
do Grêmio Hélio Dourado.
Abraço e bom findi.
Rudimar Thomas

 

CENAS

DA GREVE DE ONIBUS

DA CARRIS

OS VEICULOS COMEÇAM A CIRCULAR LÁ PELAS 10 HORAS DA MANHÃ

PELO CORREDOR DA CARLOS GOMES, AINDA ESCOLTADOS POR UM VEICULOS.

Nas paradas da Plinio Brasil Milano, usuários do transporte coletivo aguardam pelos ônibus da Carris.

Os carros particulares tomaram conta das avenidas com a greve da Carris.

E na Igreja da Auxiliadora hoje,dia 24.05 é o dia da padroeira.Salve ela!


SEXTA COM GREVE DE ONIBUS

NA CIDADE


A CIA CARRIS FEZ GREVE HOJE DE MANHÃ,DIA 24.05.

MILHARES DE PASSAGEIROS FORAM PREJUDICADOS.

É a terceira greve da Carris neste ano!

O CORREDOR DA CARLOS GOMES FICOU LIVRE ESTA MANHÃ 24.05 NA GREVE DOS ONIBUS DA CARRIS!

CORREDOR DA CARLOS GOMES

VAZIO COM A GREVE DOS ONIBUS DA CARRIS!


Convite

Olides, não podes deixar de divulgar:

Dentro da Semana da Imprensa, a ARI será homenageada pelo Ibravin (Instituto Brasileiro do Vinho) e pela Irmandade dos Italianos Proprietários de Churrascarias e Restaurantes, promotores da Feira do Dia do Vinho, na Usina do Gasômetro, de 29 de maio a 02 de junho. A ARI vai participar, no local, com uma estante de livros escritos por jornalistas gaúchos ou aqui radicados. Os comunicadores interessados podem encaminhar antecipadamente suas obras para a sede da entidade, entregando-os para o sr. Ribas, no bar da entrada do prédio, na Av. Borges, 915. O dia 1º. de junho é o Dia Nacional da Imprensa e o dia 2 é o Dia do Vinho.


Memória da Noite de POA



Fuia falar com o Roque Jaconi sobre um livro meu da noite.


A primeira coisa que ele me pediu se tinha coisa da Monica.

Claro que tem.


É um dos fatos da noite de Porto Alegre.

Todos que foram lá relembram do quarto dos espelhos.

Não conheci.

Histórias do ' Vovo"


Trem das Onze e outras músicas de seresta compõem o repertório do garção Vovo, do Gambrinus. Ele gosta de cantar principalmente junto do seu amigo, o jornalista Valter Todt.

Os dois puxam um dueto sensacional.

Uma vez havia no restaurante umas freguesas que tinham um bar na Cidade Baixa. Quando viram o dueto cantando seresta, os contrataram imediatamente. Todt disse que ficou com vontade de se enfiar debaixo da mesa do gambrinus.

Igual ao seu Maurício

O Dunga deixou crescer a barba e ficou muito parecido com
o fundador da RBS, o seu Maurício, que era gremistão.

Brossard

Estive hoje na casa do senador Brossard. Recordei a ele um episódio de alguns anos atrás, quando falávamos de Carlos Machado Fehlberg.
Contei a ele que quando Brossard foi ministro da Justiça, ele esteve na Reitoria da UFRGS numa noite de domingo, num evento em que estava também o Ulisses Guimarães, o deputado ' timoneiro' como dizia o MR-8.

Levei o discurso de Brossard pro jornal pra redigir minha matéria. Botei no lixo,dpeois. O Felhberg veio e me pediu

o discurso. No dia seguinte, a íntegra do discurso do Broassard era a coluna do editor do jornal. Broassard deuuma risada.

Embaixo algumas fotos do tempo que o hoje professor de Direito aposentado militava no PMDB


Acho que queres dizer de onde tirei a foto do Lamas. Do site catarina

http://www.folhadecoqueiros.com.br/arquivo/barao_marco2007.html

LONGO PAPO COM O SENADOR BROSSARD!

Estive durante quase duas hora batendo papo com o senador Brossard em sua casa agora de manhã. Vou contando aos poucos o que ele me revelou.

Tem coisa boa por aí.

Aos 88 anos, Brossard está bem. Trabalha mais de madrugada do que de dia, quando tem muito compromisso .

Tava indo lá no Broassard, quando passei pelo Barranco. O dia tava começando pro pessoal. Tudo no basquete...

Olha ai a equipe de garçons e outros empregados tocando a casa.

Vi numa outra mesa as irmãs Fuão almoçando agora ao meio-dia. Fomos vizinhos no prédio da Perpétua Telles, nos anos 90.

São gurias tri legais.

Saúde e Paz pra elas!


Paço Municipal é atacado pela quarta vez neste ano

Recuperação da pintura das paredes laterais havia sido concluída nesta tarde
Na noite desta quarta-feira, 22, manifestantes picharam novamente o Paço Municipal de Porto Alegre. O grupo, com integrantes mascarados, escreveu palavras de ordem na frente e na lateral do prédio, patrimônio histórico e cultural de Porto Alegre.

Essa é a quarta vez que o Paço Municipal é depredado este ano. Em outras três manifestações, contra o aumento da passagem de ônibus, os prejuízos passaram de R$ 50 mil em danos materiais ao prédio. A pintura das paredes laterais pichadas durante os outros protestos havia sido concluída nesta tarde.

Os atos de vandalismo desta quarta-feira ocorreram durante um protesto de pessoas ligadas ao Dia da Biodiversidade, evento realizado no Largo Glênio Peres. Representantes da Prefeitura de Porto Alegre estão fazendo o registro da ocorrência na Polícia Civil.

O Batalhão de Operações Especiais (BOE) e mais 20 PMs do 9º Batalhão de Polícia Militar estão fazendo a segurança no entorno do Paço Municipal. A Guarda Municipal reforçou o efetivo do Paço com dez agentes para evitar novos ataques.

Comissão analisa documentos de empresa para operar lotações


Abertura de envelopes dos interessados nas lotações para a zona Sul

A prefeitura deu prosseguimento, nesta quarta-feira, 22, ao processo licitatório para definir a empresa que vai operar as novas linhas de lotações nos bairros Restinga e Belém Novo. O presidente da Comissão Especial de Licitação, José Otávio Ferraz, realizou a abertura do envelope de documentação de habilitação da empresa Consórcio de Transporte Seletivo por Lotação da Zona Sul - ZSUL, classificada em primeiro lugar quando do julgamento da proposta técnica e comercial. O procedimento ocorre quando há inversão de fases, prevista na lei de concessões 8.987.

A licitação inicial havia sido interrompida em outubro de 2012, em razão de liminar concedida a uma das empresas concorrentes. O Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul revogou a liminar no mês de abril.

De acordo com o presidente da Comissão Especial, os documentos serão analisados e, se estiverem corretos, a empresa será habilitada. A empresa vencedora tem prazo máximo de 90 dias para a assinatura do contrato.

Este é o primeiro caso de licitação de transporte público em Porto Alegre. Serão 30 veículos - mais quatro de reserva técnica, todos adaptados para cadeirantes, com capacidade de 25 pessoas sentadas. Desses, 14 (mais dois de reserva técnica) serão da linha Belém Novo e 16 (mais dois de reserva técnica) atenderão a Restinga. A estimativa é que as novas linhas entrem em operação até o final do ano.

O transporte irá partir dos bairros Restinga e Belém Novo em direção ao Centro, beneficiando também moradores do Chapéu do Sol e da Ponta Grossa, uma antiga reivindicação da comunidade local.

PALAVRAS DE CONFORTO PARA A MINHA FILHA

Por Gelson Farias
Olides.
Vou contar aqui, o que disse para a minha filha, pela morte de meu genro, Fernando...
Minha filha... Mesmo para quem sabe que a vida continua depois desta vida, a dor da perda de um ente querido, não pode ser evitada. Mas nada mais consolador do que o passar do tempo, para a aceitação da separação que é inevitável, mas temporária. Lembre-se que Jesus disse: "Meu reino não é deste mundo." E nós também estamos aqui de passagem. É as leis naturais da Natureza, como a lei da gravitação universal, a lei de causa e efeito.
Um dia, quando menos se espera. Acontece o impensável: a morte leva-nos quem amávamos antes do tempo; alguém ainda com muitos projetos e sonhos por realizar; alguém que vai fazer muita falta porque deixa familiar e amigos inconsoláveis, porque pela lei da vida, deveriam durar muitos mais anos e isso não aconteceu!
No início, vai sentir uma grande revolta perante a injustiça de ter falecido alguém tão jovem, alguém que faz tanta falta e gente ruim que nunca mais morre. Depois, vais sentir um grande desânimo e uma enorme tristeza. A dor da perda vai morar contigo e vai-se deitar contigo durante muitos dias. Que fazer? Não sei bem, segue o teu coração: A morte de um jovem é sempre muito perturbadora e remete sempre para a nossa própria mortalidade e para a possível morte daqueles que mais amamos.
Filha, digo isso, por ter consciência de que também não serei infinito...
Um beijo em ti...

Não ia contar mas vá tudo pra pqp...



O ' espanhol' me contou que quando foi no hospital da PUC ver seu amigo Lamas, a mulher dele esbravejou:

a maconha e o trago mataram meu marido.

Lamas mandava um ' baseado ' a toda hora...

Pois a cannabis sativa ficou em volta de muita gente boa.

sei lá se foi isto ou não...Eu larguei no meio dos anos 90, por um episódio que um dia conto aqui.

Olha ai quem votou no Brossard!

OLIDES !

CAPRICHA COM TEU ENTREVISTADO. VOTEI NELE EM 1974, QUANDO DEU UM BANHO
NO ARENOSO NESTOR YOST, DA TUA ARENA !!!!!!!!!!

O DR. BROSSARD ARREPENDEU-SE, EM TEMPO, POR TER APOIADO A GLORIOSA, E
BANDEOU-SE PARA O MDB DO TEU AMIGO SIMON. USOU, E MUITO BEM, O ESPAÇO
DE TV EM 1974, SENDO O GRANDE RESPONSÁVEL PELA VITÓRIA DOS CANDIDATOS
A DEPUTADO ESTADUALE FEDERAL, EM NOSSO ESTADO. COM AQUELA VITÓRIA,
MESMO COM ELEIÇÃO INDIRETA PARA GOVERNADOR, A OPOSIÇÃO FIRMOU-SE.

AQUI TU VAIS ENTREVISTAR O PREFEITO "DUDU" FREIRE, DO PDT, MAS V~E SE
COLOCA NO BLOG.


MAURO.

Mauro,quero sim estes dois livros!

OLIDES ! COMO DIZ O TRADICIONALISTA - VILMAR WINK DE SOUZA- DA
ESPARTANA PALMEIRA: CARA ALEGRE E ERVA BUENA, OS VISITANTES SEMPRE
ENCONTRARÃO NA PALMEIRA

SERÁ UM PRAZER RECEBÊ-LO. JÁ CONSEGUI UM LIVRO DO PROF. MOZART PEREIRA
SOARES - SANTO ANTONIO DA PALMEIRA-, PARA TI E TENHO A POSSIBILIDADE
DE ªCONSEGUIR OUTRO - CABOCLOS, ERVATEIROS E CORONÉIS- DA PROFª LURDES
GROLLI. AMBOS FALAM SOBE A HISTÓRIA DA PALMEIRA.


UM ABRAÇO.

MAURO.

Empréstimos Secretos para Cuba e Angola agora viraram segredos de justiça

O ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, tornou secretos os documentos sobre os financiamentos do Brasil aos governos de Cuba e Angola. Com a decisão, o conteúdo dos papéis só poderá ser divulgado em 2027.

O ministro justificou o sigilo afirmando que os documentos envolvem informações estratégicas de operações custeadas pelo governo e dados "cobertos por sigilo comercial". Somente no ano passado, o BNDES desembolsou US$ 875 milhões em financiamento de exportações de bens e serviços brasileiros para Cuba e Angola. Em 2012, o BNDES também financiou operações para 15 países, no valor total de US$ 2,17 bilhões, mas apenas os casos de Cuba e Angola foram considerados secretos.

Os atos que conferem sigilo aos documentos foram assinados por Pimentel em junho de 2012, um mês após a Lei de Acesso à Informação entrar em vigor.

As únicas pistas sobre o dinheiro estão em informações públicas e declarações da presidente Dilma. Em janeiro, durante uma visita a Havana, Dilma disse que o Brasil bancava boa parte da construção do Porto de Marie, há 40 km da capital. A obra é executada pela empreiteira Odebrecht.

Já em Angola, em 2011, Dilma afirmou que "os mais de US$ 3 bilhões disponibilizados pelo Brasil fazem de Angola o maior beneficiário de créditos no âmbito do Fundo de Garantias de Exportações" do BNDES.

20 de Maio - Dia da Etnia Italiana

Lembrar, comemorar e homenagear a imigração italiana, através da
cultura, dos costumes, da língua talian, é redescobrir a história e
reviver fatos que deram base ao desenvolvimento de toda a região.
A Lei Estadual 11.595, de 3 de Abril de 2001, instituiu o Dia da
Etnia Italiana no Rio Grande do Sul, sendo uma forma de lembrar e
valorizar a grande saga da imigração italiana ao Estado, que aconteceu
por volta de 20 de Maio de 1875.
Em 13 de Novembro de 2009, foi criada a Lei 2.615, que dispõe sobre a
co-oficialização da Língua do Talian ? vêneto brasileiro, à Língua
Portuguesa, no município de Serafina Corrêa. Para o Prefeito Ademir
Antônio Presotto, essa lei vai ao encontro da preservação da cultura
da imigração italiana, patrimônio imaterial do Rio Grande do Sul,
parte da história e da identidade do povo serafinense.
A Câmara Municipal de Vereadores de Serafina Corrêa realizará Sessão
Solene em comemoração ao Dia da Etnia Italiana no Rio Grande do Sul no
dia 29 de Maio de 2013, às 19h, no Clube Social e Cultural Gaúcho e
convida a participar desse importante ato de reconhecimento e
valorização das contribuições sociais, religiosas, culturais,
econômicas e políticas dos imigrantes italianos.
Após a solenidade, haverá Jantar Dançante Típico Italiano, promovido
pela Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa, com apoio da Associação
Comercial, Industrial e de Serviços - ACISCO, Lions Clube e Federação
das Associações Ítalo-Brasileiras do Rio Grande do Sul ? FIBRA/RS. O
Jantar será animado pelo Grupo Musicale Giramondo, a partir das 21h,
no Clube Social e Cultural Gaúcho e o valor do ingresso é de R$ 25,00.

ELEIÇÃO DA AATF

A Associação dos Amigos do IGTF (AATF) realiza no dia 5 de junho, às 18h, em sua sede, a eleição da nova diretoria e membros do conselho deliberativo.

Endereço: Avenida Borges de Medeiros, 1501, sala 10.


Rita Escobar

PREFEITURA

VAI ' CAPAR'

PASSAGENS GRATIS


O presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, Dr. Tiago Duarte na coletiva da Federasul.


Palestra do presidente da Câmara Municipal prestigiada. Da esquerda para a direita:
o terceiro Tiago Duarte, Ricardo Russovsky, presidente da Federasul,Sebastião Mello, vice-prefeito de Porto Alegre, e Affonso Motta, secretário estadual dos prefeitos.


O presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, Tiago Duarte (PDT) disse agora a pouco na coletiva da Federasul que o Executivo deverá mandar um projeto de lei reduzindo de 32,4% - atual indice de isenções nas passagens dos ônibus da capital - para 24%.

" Só assim a passagem não precisa aumentar" teria dito o secretário municipal dos transportes, Vanderlei Capelari ao presidente do legislativo municipal que manteve uma reunião com Capelari na ultima terça-feira.

Tiago informou que o projeto deverá ir do Executivo para o Legislativo.


Almoço na Federasul (21/05/2013)


presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, Tiago Duarte


Da esq. para a dir. Roberto Bandeira Pereira, procurador da Justiça, Marcelo Bandeira Pereira,presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, Tiago Duarte, presidente do legislativo municipal, Ricardo Russowsky,presidente da Federasul, Sebastião Mello, prefeito em exercício( é vice) Affonso Motta,Secretário de Estado do Gabinete dos Prefeitos e Relações Federativas.

O ' bastantão ' da Santana

Já falei nele, mas aí vão algumas outras imagens do restaurante dos gringos ali no bairro Santana.


Economía, Ética y Ambiente

ECONOMÍA, ÉTICA Y AMBIENTE (en un mundo finito)
Editorial Universitaria de Buenos Aires (Eudeba), Bs. As., noviembre 2012

¿Cómo es posible conciliar un mundo con necesidades y deseos humanos ilimitados? En todo caso, ¿Cuánto es suficiente? Estas preguntas y sus posibles respuestas recorrerán el contenido de la presente obra.
La actividad económica humana desde la Revolución Industrial ha tenido efectos desequilibrantes en el ambiente, planteando un problema de ética intergeneracional: las futuras generaciones dispondrán de un planeta cada vez más degradado. Es que los cambios civilizatorios que se vienen sucediendo desde mediados del siglo XVIII conforman un cambio de era: hasta hace apenas dos siglos y medio nuestra civilización estaba asentada básicamente en áreas rurales, la esperanza de vida no alcanzaba los 30 años y solo se conocía una única fuente de energía, el fuego y, aparte del viento, existía una sola energía mecánica: los músculos. Es inmenso el progreso humano alcanzado en 250 años, pero tiene un alto costo ambiental y no es éticamente neutral.
Estudiantes o estudiosos de la economía y otras ciencias sociales y humanas así como también de las ciencias aplicadas que requieran en sus razonamientos una visión sistémica del problema económico, dispondrán de un aporte enriquecedor. Esta obra, constituye una historia del pensamiento económico -de Aristóteles a nuestros días- centrada en los alcances y límites de la racionalidad económica en procura del sustento humano.


El Índice y la Introducción están disponibles en http://www.fundabaires.org

Atentamente,

Programa Ambiente, Economía y Sociedad
fundabaires.org

ACUSADOS, OS TUCANOS SE DEFENDEM

Por Carlos Chagas

Ainda que a Polícia Federal tenha pedido trinta dias para apurar quais os autores do boato a respeito da extinção do bolsa-família, no fim de semana que passou, cresce no palácio do Planalto a impressão de o bico dos tucanos haver acionado a tramóia. É cedo para acusações, em especial se forem injustas, mas a lógica no governo segue a célebre máxima dos inquéritos policiais: a quem interessa o crime? No caso não há mordomo, nem mesmo um cadáver, pois o bolsa-família até ficou com mais saúde depois desse atentado, que não terá sido o primeiro, nem será o último.

A reação é forte no PSDB, diante dos primeiros rumores de que poderia ter partido de seus responsáveis esse infantil e perigoso assalto. Dizem Aécio Neves e seus seguidores terem sido eles, no governo Fernando Henrique, os inspiradores da política assistencialista. Como, então poderiam querer sabotá-la, se já declararam muitas vezes que o bolsa-família continuará quando eles retomarem o poder?

Os tucanos não acusam, mas sugerem ter partido dos aliados da presidente Dilma tamanha crueldade para com os menos favorecidos. Gente do PMDB, insatisfeita com o descaso recebido do governo? Ou companheiros sequiosos de afastar a sombra da reeleição, empenhados em fazer do Lula o candidato ideal para 2014?

São absurdas essas hipóteses, como irreal também é a suposição de ter havido uma combustão espontânea nas sofridas massas que precisam do bolsa-família para sobreviver. A Polícia Federal tem demonstrado competência nas sucessivas investigações em que se vê empenhada, ainda que desta vez necessite de muito esforço. Em pelo menos doze estados a multidão dos menos favorecidos ganhou as ruas em desespero, tornando-se difícil controla-la. Culpar as redes sociais pelo acontecido é o mesmo que punir o termômetro por causa da febre.

A conseqüência política dos acontecimentos do último fim de semana é óbvia: mais se acirrarão os ânimos entre governo e oposição. Golpes desferidos abaixo da linha da cintura provocam, no mínimo, seus contrários.
SUBINDO UM DEGRAU
Por conta da humilhante aprovação da medida provisória dos Portos pela Câmara e pelo Senado, curvado-se a maioria às imposições do Executivo, a reação no Congresso é de buscar mais independência e menos submissão. A primeira idéia, defendida até mesmo pelos presidentes das duas casas, é de aprovar até julho o tantas vezes sustentado mas nunca realizado Orçamento Impositivo, ou seja, todas as emendas individuais apresentadas por deputados e senadores devem ser honradas pelo tesouro, impossibilitando-se contingenciamentos, delongas, negativas ou simplesmente o dar de ombros da presidência da República. Se aprovada a emenda constitucional, seria impossível não cumpri-la.

Uma coisa é o plano do ser e outra do dever ser, como sustentavam juristas e filósofos alemães do Século XIX, o tal “Zein” e “Zollen”, que fazem a alegria dos estudantes de Direito.

O que acontecerá, no entanto, se o Orçamento Impositivo for aprovado e, na hora de liberar o dinheiro, o governo informar ou alegar que não tem? O presidente da República estaria incurso em crime de responsabilidade e sujeito a um processo de impeachment? Ou alegaria que para cumprir as exigência dos políticos, precisaria cortar despesas em educação e saúde? Para que lado penderia a opinião pública numa tal situação? Imprimir papel-moeda ou desrespeitar o Legislativo? Seria bom que Henrique Eduardo Alves e Renan Calheiros pensassem bem, antes de desencadear o processo...
O BARÃO, OUTRA VEZ
Mais uma de Aparício Torelli, o inesquecível Barão de Itararé. Ele havia entrevistado João Cândido, o “almirante negro”, líder da Revolta da Chibata, quando os marinheiros se revoltaram nos navios de guerra da Armada e ameaçaram a República com seus canhões. Tiveram suas reivindicações atendidas, caso contrário bombardeariam o litoral do Rio de Janeiro. Receberam anistia, rendendo-se, mas em seguida foram criminosamente punidos. João Cândido ficou louco, tantos mal-tratos recebidos, quando concedeu ao Barão prolongadas entrevistas. Só saiu a primeira reportagem, pois logo depois oficiais de Marinha invadiram o escritório do jornalista, levaram-no para um ermo, na Barra da Tijuca e o amarraram num poste, obrigado a engolir as páginas do jornal. Libertado, retornou ao trabalho, mas colou um cartaz na porta de sua sala de trabalho: “Entre, sem bater...”

Sons da Cidade!


O publico aguarda no teatro Túlio Piva o show de Zé Carapídia e Chico Sarrat!


Show Sons da Cidade

O compositor Jerônimo Jardim na platéira do show de Ze Carapidia e Chico Sarrat na noite da ultima terça, no teatro Tulio Piva.

SONS DA CIDADE!

Fui com minha namorada , Silvia Scipioni,assistir O ZE CARAPIDIA E CHICO SARRAT NO TEATRO TULIO PIVA - me criei quando ele era Teatro de Camara , ali na Republica.( Lembro que num episódio,durante uma apresentação, o teto veio abaixo. No meio do show, alguém falou que ele será vendido, ou permutado. Não sabia disto!)Vou me informar com o secretário Roque Jacoby, da Cultura.

Isto tudo na terça de noite. Programa perfeito. Comemos um ótimo cachorro quente que tem na esquina da República com Lima e Silva(gosto daquele cachorro) Custou 4,50 cada um,mais um refri, jantar tri baratinho!

Mas tava ótimo. Sentamos numa muradinha pra comer....

O show foi muito bom. Gostei mais do Chico Sarrat, que nunca tinha visto no palco. Fazia anos que não via o autor de " Asa Morena", Ze Carapidia.

Queremos mais. Bom projeto da prefeitura.

Vi por lá o Sérgio Napp-autor da letra Os Desgarrados, cantada pelo Ze Carapidia - o compositor Jeronimo Jardim e o curador do projeto, Paulo Moreira, que apresenta na Cultura FM um programa de jazz do qual fui ouvinte durante muitos anos.

Em síntese tava bom. O público saiu satisfeito!

O ' povo' que foi no show Sons da Cidade!

Coleguinhas

Felipe Vieira que apresenta o Guaiba Cidades na coletiva da Federasul de hoje de meio-dia!

Gilberto Jaspers, do Tribunal de Justiça, na coletiva da Federasul.

CHEFE BOM DE ASSESSOR

O presidente do legislativo municipal, Dr. Thiago Duarte está bem servido de assessor de imprensa.

Bom colega, quem ocupa o cargo é o Flávio Damiani que aparece na foto ao lado do dr. Thiago na coletiva da FEderasul.

Salinha JCTerlera

Sexta feira, dia 24.05 as FARC vão tomar conta da salinha JCTerlera. Ué, já pode?

O PP que comanda a Assembléia Legislativa se aliou às FARC????

Coleguinhas

Gerson Anzzulin não dirige. Anda de táxi pela cidade..

* Reencontrei o Paulo Moreira no projeto Sons da Cidade. Ele continua com seu programa na FM Cultura sobre jazz,se não me falha a memória.

* Também encontrei no show de terça, no teatro de Camara, hoje Tulio Piva, o compositor Jeronimo Jardim.

Que está com cara de jovem.

Coleguinhas

A coluna da Martha Medeiros de hoje quarta, está muito boa...A Martha as vezes ainda sai do chão....

Memória de São Borja

O rebu do vereador Celso Lopes

Conhecido entre os amigos por Celsinho, Celso Lopes, na quarta vereança do PDT de São Borja é um explosivo e passional. Assim como ele está bem, pode chegar chutando portar como dizem seus assessores.

É um brizolista inveterado. No seu hotel, o Executivo, no centro da cidade, tem o atestado de óbito de Brizola, Jango e Getulio.

Pois quando fui vender meu livro do Getulio na entrada da Camara Municipal, em 2006, acho que em agosto, vi uma baita discussão entre o Celso, o então prefeito Mariovane Weis e uma secretária do municipio.

Quase morri de vergonha quando fiquei sabendo que estavam brigando ' por minha causa', como se isto fosse me envaidecer. Que nada. O Celso queria que o prefeito comprasse 20 dos meus livros pra distribuir nas escolas. Não compraram.

Lembro apenas que o Celso berrava pra secretária municipal, cujo nome agora,infelizment,e não lemb ro:

- Tu caiu aqui dentro de paraqueda!

Toing....

Memórias de São Borja


O deslumbrado na terra do Getulismo e do Janguismo


Passei tempos indo a São Borja, onde fiz alguns amigos.

Fui em várias feiras do livro, das quais tenho certificado.

Mas de uma recordo especialmente o autor de um livro sobre Jango,vindo do Rio de Janeiro. Perdão,leitores, que não lembro o nome agora.

Ele ficou deslumbrado por estar na Terra dos Presidentes. Era e é médico.

Foi hospedado num hotel - o antigo hotel Charrua - e era levado pra cá e pra lá com o carro da prefeitura.

Eu ficava olhando aquilo e não entendia nada.

O livro dele não era nenhuma Brastemp....

Um dia ele contratou a equipe de TV da RBS pra filmar ele na frente dos bustos dos presidentes em São Borja.

Guardo dele apenas a memória dos dias que passou lá porque nunca mais o vi naquelas paragens.

Todo mundo olhava aquele sujeito - um´médico - que havia nascido no Ceará e que agora morava no Rio.

Episódio de São Borja

Mário Barbará ficou silencioso!

Ao ouvir Desgarrados no show de terça no teatro Tulio Piva me lembrei de uma ' cena ' que assisti anos atrás quando fui numa feira do livro de São Borja, na qual participava sempre vendendo meus livros.

Foi o seguinte: fomos para um restaurante e ficamos do lado de fora. Uma turma de escritores e poetas. Entre eles Clemar Dias, Ramão Aguiar, eu e outros. Lembro que sentia muito frio naquela noite de sábado embora fosse outubro( como o poeta Ramão Aguiar me convidou pra ficar na casa dele sem precisar pagar hotel,o Clemar ironizou:'assim você não dorme mais na rua" referindo-se certamente ao sono que eu havia tirado em plena mesa na frente de todo mundo). Mas voltando ao que quero contar: chegou o Mário Barbará com sua namorada(uma argentina de Santo Thomé). Ele ficara viúvo alum tempo antes e me contaram que depois da morte da esposa, sofreu muito e ficou muito ' macamzúbio" ao ponto de preocupar seus amigos.

Pois o Ramão Aguiar foi todo prosa pra cima dele e o atacou:

- Barbará, olha o livro que lancei hoje na feira. Te homenageio...nele...[

Barbará não disse nada.Ficou silencioso.

O autor da música os Desgarrados me decepcionou naquela noite....

Vai ver ele ainda estava tristonho...


Ramão Aguiar não disse nada.

Deputado Vilson Covatti anuncia mais R$ 500 mil para Serafina Corrêa

O Deputado Federal Vilson Covatti PP, juntamente com a Deputada Estadual Silvana Covatti PP, estiveram em Serafina Corrêa na quinta-feira, 16 de Maio de 2013. Estiveram recepcionando as autoridades o Prefeito Ademir Antônio Presotto, a Primeira Dama, Maria Carmen Montanari Presotto, o Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo, o Presidente da Câmara de Vereadores, Silmar Roberto Santin, a Líder de Governo Nega Castro, o Vereador Nelson Mezzomo, o Presidente do Partido Progressista Gringo Castro, demais filiados, simpatizantes e comunidade em geral.
Durante a reunião de trabalho, o Deputado Federal Vilson Covatti PP ressaltou o progresso e o desenvolvimento do município de Serafina Corrêa nos últimos quatro anos, com o trabalho sério e comprometido da atual administração. Destacou, também, o apoio do Gabinete do Deputado Federal Vilson Covatti, e também do Gabinete da Deputada Estadual Silvana Covatti, ao destinar diversas verbas que vão ao encontro da comunidade serafinense. Além disso, o Deputado Vilson Covatti anunciou a destinação de mais R$ 500 mil para Serafina Corrêa, os quais serão investidos em infraestrutura, em pavimentação de ruas.
O Prefeito Ademir Antônio Presotto agradeceu a presença do Deputado Vilson Covatti e da Deputada Silvana Covatti, ressaltando o apoio e a dedicação de recursos para Serafina Corrêa, os quais muito contribuíram com a concretização de importantes projetos que beneficiam toda a comunidade serafinense, trazendo infraestrutura, mobilidade urbana, conforto, segurança e qualidade de vida.

Nota de falecimento

A Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (FIGTF) lamenta o falecimento de Ana Alchieri, esposa do tradicionalista Waldemar Alchieri, ocorrida nesta quarta-feira, 22 de maio. O velório está ocorrendo na capela 3 do cemitério Saint Hilaire. O sepultamento será às 18h.

Rita Escobar

Exposição conta a história dos festivais nativistas

Carijó da Canção, em Palmeira das Missões, recebe mostra itinerante de 23 a 26 de maio

Em uma atividade paralela à 28ª edição do Carijó da Canção Gaúcha, em Palmeira das Missões, a exposição itinerante 40 anos dos Festivais de Música Nativista passará pelo Parque Municipal de Exposições Tealmo José Schardong, entre os dias 23 a 26 de maio.

A mostra, que estará aberta à visitação do público em geral, conta através de painéis e fotografias históricas a memória dos festivais de música nativista desde a criação da Califórnia da Canção até as disputas artísticas e culturais dos nossos dias.

Com o objetivo de prestigiar o festival, a Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (FIGTF), através de seu diretor técnico, Claudio Knierim, acompanhará a abertura do evento.

A exposição é realizada pela Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), através da FIGTF, com o patrocínio da Petrobras e produção da Tabla Produções Artísticas.

Identidade musical

Sem a música regional não haveria a cultura do Rio Grande do Sul como a conhecemos. E sem os festivais de música nativista, essa identidade musical que molda os ouvidos e alma de cada gaúcho certamente seria diferente.
É essa a história que a exposição itinerante está contando. A mostra comemorativa está passando por alguns dos festivais mais representativos do Estado. O objetivo é levar às cidades um pouco da memória desses encontros musicais que modernizaram a identidade rio-grandense.

A exposição reconta, desde suas origens, a trajetória dos eventos musicais que, ano após ano, movimentam comunidades e artistas de todo o Rio Grande do Sul, desde o início da Califórnia da Canção de Uruguaiana, passando pela superação de preconceitos artísticos, a luta dos artistas por liberdade de expressão e a conjuntura política das últimas quatro décadas.

A mostra já passou pela Tertúlia Musical Nativista, em Santa Maria; o 6º Festival César Passarinho, em Caxias do Sul; Acampamento da Canção Nativa, em Campo Bom, Reponte da Canção Nativa, em São Lourenço do Sul e Tafona da Canção, em Osório. A visitação é aberta ao público. Além destes festivais, a exposição está à disposição de outros eventos musicais.

Informações sobre a exposição com o diretor técnico da FIGTF, Claudio Knierim, 51-9737-4276 ou 51-8445-6320.

Agenda

O que - Exposição itinerante 40 anos dos Festivais de Música Nativista

Quando - 23 a 26 de maio

Local - Parque Municipal de Exposições Tealmo José Schardong, em Palmeira das Missões

Rita Escobar

Curtam esta história do TABAJARA TAJES...publicada pelo O CRUZEIRO....

Mandada pelo colega editor do site Brasil Imprensa Livre!

http://www.memoriaviva.com.br/ocruzeiro/19091959/190959_3.htm


Jornalista Vilnei Herbstrith - rg. 5982

Solenidade

Flashes da entrega da medalha da Ordem Mérito Industrial ao empresário Raul Anselmo Randon na noite de 21/05 na sede da Fiergs.


da esquerda para a direita, deputado estadual Vinicius Ribeiro, ex-deputado federal Victor Faccioni,deputado estadual Alexandre Postal,Flávio Zacher,entre outros no evento da CNI.


O homenageado Raul Randon e a coleguinha Gladis Berlatto, da equipe que presta consultoria a Randon.

Agencia Edisoncastencio

Randon


Raul Anselmo Randon

Prestigiado pela família, pelos colaboradores e pela imprensa, o empresário Raul Anselmo Randon recebeu na noite do dia 21/05 em cerimônia realizada na Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul(Fiergs) a Ordem Mérito Industrial, o mais alto galardão dado pela Confederação Nacional da Indústria(CNI).
Raul Anselmo Randon disse que é preciso acreditar no Brasil, apesar dos entraves na logística, da burocracia e dos elevados tributos que os empresários pagam.

" O governo precisa ser menos burocrata e mais eficiente porque,senão for assim,as empresas não vão aguentar esta carga de impostos e a burocracia,afirmou ele.

Ele lembrou a trajetória vitoriosa da empresa que fundou com seu irmão Hercílio Randon, há mais de 60 anos, e que hoje tem presença em todos os continentes.

A Ordem do Mérito Industrial já foi conferida a personalidades brasileiras de renome como os ex-presidentes da República Juscelino Kubitscheck, Eurico Gaspar Dutra, João Batista de Oliveira Figueiredo e Ernesto Geisel e os ex-ministros Otacílio Negrão de Lima, Luiz Galloti, Delfim Moreira Júnior, Mário Henrique Simonsen, José Hugo Castelo Branco e Jarbas Passarinho.

Também já foi agraciado com a honraria o herdeiro do trono da Grã-Bretanha, Principe Charles.

Quem entregou a medalha a Randon foi o chanceler Paulo Afonso Ferreira, representante da CNI, juntamente com Heitor José Müller, presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul.


Agencia Edisoncastencio

De Serafina!

Rua Dom Pedro II passou a ser mão única



A Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa informa a população sobre
importante mudança no trânsito da Rua Dom Pedro II, no Bairro Jardim
Itália. Após estudo realizado, a Rua Dom Pedro II, no Bairro Jardim
Itália, passará a ter fluxo viário em sentido único, no trecho
iniciado na Rua Orestes Assoni, sentido Rua Otávio Rocha.
Contamos com a compreensão e atenção de todos no sentido de termos um
trânsito mais ágil, eficiente e seguro.

Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa: Viva com Qualidade!

' Bastantão' da Domingos Crescêncio

Uns gringos tem um restaurante muito bom no bairro Santana. Fica na rua Domingos Crescêncio, ali no bairro Santana.

AS ' PORTAS'

DOS BANHEIROS

Alguém já tinha me indicado escrever um livro sobre o que está escrito nas portas e paredes dos banheiros. Fiz estas fotos do banheiro do Odeon, aquele bar do centro de Porto Alegre.

Alguns dizeres podem parecer ' xulos', mas o objetivo é mostrar a ' cultura' dos banheiros.

Mais ' escritos' das portas do banheiro Odeon.

Coleguinhas

A ' Mon" está no "Valor!"

Vi hoje que a coleguinha Monica Gugliano está no Valor.

Sempre a achei muito competente....



Na ZH, nos anos 70,Mônica Gugliano, que está no Valor Econômico cobria a área da Saúde. Por isto o secretário da Saúde do governo Pedro Simon(PMDB) Antenor Ferrari mandou o chefe da imprensa, Ataídes Miranda convidar a Mônica pra integrar a imprensa da Secretaria. Se queria levar ' mole' se deu mal, porque o tiro saiu pela culatra. A Monica acabou descobrindo que dentro da Secretaria da Saúde havia um grande celeiro de notícias pra ZH. Todos os dias ela dava ' furos' na concorrência....

( se isto é ético, ou não, é outra questão:o fato é que o jornal precisa de matérias pra circular no dia seguinte)

Ferrari mandou que Ataídes demitisse a Monica, mas ele se recusou. Não faria isto com uma colega, até porque Ataídes sabia que ele ficaria ' marcado'.

Não o fez.

Tudo terminou depois,quando terminou o governo Pedro Simon.

Pra estar no ' Valor" a Monica deve ter bastante valor.

No começo da carreira, Monica era muito amiga da atual editora - chefe da ZH, Martha Gleich.

As duas colegas começaram num jornal de circulação interna chamado de " Rabisco". Foram longe. Parabéns.

Combustão espontânea das massas?

Carlos Chagas

Apesar de passar o dia em Pernambuco, ontem, a presidente Dilma manteve-se atenta, cobrando de diversos ministros, pelo telefone, providências para o imediato resultado das investigações sobre os responsáveis pela boataria que tomou conta do país no fim de semana, sobre a interrupção e até a extinção do bolsa-família. O ministro da Justiça ficou o tempo todo ligado com a presidente, dando conta do trabalho da Polícia Federal, abrangendo os doze estados onde foi maior a exasperação popular. Desde sábado à noite que Dilma passou a exigir a apuração da despropositada notícia.
O governo não admite a hipótese da combustão espontânea. Algum pérfido objetivo, de mais pérfidos personagens, deu início à difusão da mentira, que as redes sociais absorveram celeremente.
A pergunta que se fazia em Brasília, por exigência da presidente da República, era “a quem interessou o crime?”
Não se pode mais acusar os comunistas, como no passado. Eles já ganharam a estratosfera. Também fica difícil acusar os tucanos, mesmo tendo eles se reunido em convenção, na capital federal, quando contundentes pronunciamentos foram feitos contra o governo. Afinal, eles reivindicam a paternidade do bolsa-família e não se cansam de repetir que manterão o programa, quando chegarem ao poder.
Identificar a trama na imprensa sempre crítica à administração do PT também não dá. Nenhum jornalão ou rede de televisão abriu espaço para divulgar o boato, passando todos a registrar apenas seus efeitos em grande número de cidades, onde agencias bancárias foram invadidas. No caso, prevalece a máxima de que a imprensa aumenta, mas não inventa.
Teria sido aquela parcela do empresariado sempre de má vontade com o governo? Jamais nos fins de semana, onde seus expoentes espalham-se entre o mar e a montanha. Dos sindicatos não há que falar, muito menos da Igreja, empenhada em celebrar o Pentecostes.
Aliados descontentes com falta de favores e benesses? Não depois da votação da medida provisória dos Portos, aprovada às custas de montes de promessas do palácio do Planalto de que agora serão atendidos em seus pleitos. Os sabotadores do PT que ainda sonham com a substituição de Dilma pelo Lula, como candidato presidencial no ano que vem? Seria mais do que um tiro no pé, pois na cabeça, se chegassem a tanto.
Fica então o mistério, dentro de um enigma, envolto por uma charada: que forças desencadearam a crise, em dado momento levando o governo à exasperação? Vale repetir, as redes sociais podem ter servido de instrumento para inocular o medo e a indignação nas camadas beneficiadas pelo bolsa-família, mas não foram a sua causa. Na hipótese de malograrem as investigações da Polícia Federal, será suficiente alegar a combustão espontânea das massas? Melhor convocar Sherlock Holmes, monsieur Poirot e o comissário Maigret, porque esse bando de novos detetives surgidos de medíocres autores policiais não darão para a tarefa investigativa…
ATENÇÃO NO SUPREMO
É provável que esta semana o plenário do Supremo Tribunal Federal venha pronunciar-se sobre a validade ou não dos embargos apresentados pelos advogados dos condenados no processo do mensalão. O presidente Joaquim Barbosa já se definiu contra a hipótese de iniciar-se um segundo julgamento dos mensaleiros, mas precisará abrir a questão aos demais ministros. Caso não o faça, eles farão, dada a existência de uma corrente que discorda das concepções do presidente. A previsão é para debates acres e veementes a respeito da possibilidade de revisão de certas penas. Jamais a absolvição, mas a diminuição de algumas condenações. Resta saber se quebrarão as muralhas de Joaquim Barbosa.
AQUELE MALDITO CAFEZINHO
Aparício Torelli, o Barão de Itararé, foi preso diversas vezes pela ditadura do Estado Novo. Numa delas, já permanecia há dois meses no presídio da rua Frei Caneca, no Rio, sem ter prestado depoimento nem ter sido ouvido. O ministro Castro Nunes, do Supremo Tribunal Federal, ao investigar as arbitrariedades da polícia de Filinto Muller, conseguiu avistar-se com o bravo jornalista e começou perguntando porque ele estava preso. O Barão pensou um pouco e respondeu: “Excelência, só pode ter sido aquele maldito cafezinho.”
O ministro espantou-se, ia ficando bravo, quando ouviu a explicação: “Eu estava no meu escritório escrevendo um artigo quando me deu vontade de tomar um cafezinho. Desci ao botequim, fiz o pedido e quando ia levando a xícara à boca apareceu um investigador de polícia, segurou meu braço e disse que eu estava preso. Só pode ter sido por causa do cafezinho…”
Mesmo assim, o Barão foi parar no presídio da Ilha Grande.


Doces bárbaros: a fiel tradição da Maomé

Adeli Sell
Escritor e professor

Não fosse as ousadias, o que seria do mundo? O turco-otomano não teria chegado a Santa Cruz, no Sul do Brasil, avô do Antônio, Maria, Vera, Ana, Leila, filhos de Maomé (Mohamed Harbe). Nem teria este se encontrado com Dona Terezinha, de Cachoeira do Sul, com sangue italiano nas veias e doçura nas mãos de confeiteira.

Desde o encontro deles nas águas termais de Iraí suas famílias ficaram unidas pelos doces, até sua morte em 2000. E Dona Terezinha, para a nossa sorte, continua firme com seus doces bárbaros.

Alguns mais idosos se lembram dos Harbe, em Cruz Alta, da Bombonieri Wortman, que o Maomé comprou, mas não esquentou tantas vezes o forno, porque ousou se mandar para Porto Alegre.

Fiel por adesão ao catolicismo para estudar em Cruz Alta, pois o avô era muçulmano, resolveu alugar um local largado da Igreja Santa Terezinha. E de 77 até hoje está ali a Confeitaria Maomé, num prédio tombado pelo patrimônio histórico-cultural. Mas começou bem diferente, pasmem, porque começou com granito, mármore e, num cantinho, os doces. É que seu Maomé sempre gostou de mexer com construção também.

E foi a ambrosia caseira de Dona Terezinha, vendida na rua aos fiéis, que fez nascer a tradição dos doces bárbaros, nome que veio na onda da tropicália, pela ousadia de um publicitário, amigo da família.

Fidelização pela tradição, pela ética de fazer produto de qualidade e de bem atender que o negócio que era só da família, hoje emprega 30 pessoas, sendo que um antigo colaborador, Paulo, virou sócio. As gurias, menos a Maria, já falecida, estão nas suas profissões como arquiteta, nutricionista e dentista.

Antônio, único filho homem, toca o projeto com a mãe, com o Paulo e seus colaboradores. Houve até tentativas de a Maomé tomar outros rumos, mas o retorno, a concentração, as melhorias e as mudanças só ajudaram a manter a tradição e o público fiel.

Poucas padarias e confeitarias abrem cedo para o café da manhã. A Maomé abre 365 dias por ano, das 8 às 8, com café matinal, almoço e chá da tarde a quilo. Além dos doces caseiros, as tortas de todos os tipos, têm os sanduíches e quiches, mais o bom e generoso café "gourmet". Tem vinhos de qualidade, cerveja da boa, e qualidade no atendimento.

Vi ali desde as vovós até as crianças, gerações que ajudam a manter a tradição e o jeito fiel de ser cliente Maomé.

O café de Flore

era onde o Sartre( que não jogou no Inter,nem no Gremio,)ia sempre. Imagem muito boa. Fui lá na única vez que estive em Paris.Trouxe um cardápio mais perdi.

Coleguinhas

Maria Luiza Benitez já foi reporter de campo. No interior,segundo Wladimir Oliveira disse agora há pouco na Guaíba.

*Gerson Anzzulin reapareceu nesta segunda na ' casinha' da Guaíba da Assembléia. Sempre 'mateia" por lá Vou lá matear com ele.

* Vi uma matéria da Monica Gugliano no Valor Economico.

A ' baixinha" sempre foi boa repórter.

Vou contar uma dela com mais vagar.

Coleguinhas

Gerson Anzullin, que edita o espaço juridico do CP, vai pouco ao jornal. Só no dia em que faz o baixamento das matérias.

Abertura da 3ª Semana da Cultura foi marcada pela emoção



Em uma sessão solene cheia de emoção, a Câmara de Vereadores deu início a 3ª edição da Semana da Cultura. O evento aconteceu na noite de segunda-feira (20/05) no Salão de Atos do Colégio Estadual Getúlio Vargas, já que em 2013 a semana tem como foco a valorização dos 100 dessa instituição escolar. Na abertura da solenidade, os ex alunos Milena Belabona e Ricardo Fraga interpretaram o Hino Nacional Brasileiro, demonstrando um pouco dos talentos descobertos e incentivados na escola.
A sessão solene em homenagem ao centenário do educandário foi proposta pelo vereador João Luiz Dornelles e caracterizou-se por ser um momento para manifestar reconhecimento ao trabalho de todos aqueles que participaram da construção dessa história, principalmente, aos ex-diretores vivos, que receberam uma placa de homenagem. Entre eles; Neuza Bestetti Gonçalves, Zulmira Aquino, Rejane Marona, Neides Olea, Nara Dornelles, Eloá Dornelles Julião, Terezinha Maria Grings Kuhn, Selma Marques Welter, Alvino Gomes Felício, Jorge Alberto Lago Fonseca e Vera Regina Zanella Wermuth.


Abrindo os pronunciamentos da noite, a atual diretora, Vera Wermuth, fez uma reverência ao professores e funcionários, destacando a emoção da “Família Getuliana”, por ser a primeira escola pública há completar 100 anos no município. Ela também aproveitou o momento para reivindicar a quadra esportiva coberta, que é um desejo antigo da comunidade escolar, e que está prevista para este ano.
“O nosso sucesso, só se deu pela união dos esforços e pelo compromisso coletivo. Por isso, a todos que fizeram e fazem parte dessa história, o meu agradecimento”, concluiu a diretora.
Na seqüência, o vereador Eldomir Marchezan lembrou com muita emoção o período em que foi aluno da escola e parabenizou a instituição: “Desejo ao Getúlio Vargas, o Grupo como era conhecido antigamente, mais 100 anos de vitórias”.
O vereador Tiago Cadó, manifestou-se em nome da bancada do PDT e propôs que sejam empenhados esforços para o tombamento do prédio do educandário como patrimônio histórico e cultural, devido a sua importância arquitetônica e social.
João Luiz Dornelles relatou lembranças de quando foi aluno do colégio. Ele parabenizou a comissão organizadora dos festejos dos 100 anos, agradeceu aos profissionais que foram seus professores e declarou que sua mãe foi professora do Getúlio Vargas, assim como suas filhas foram alunas da instituição.
O parlamentar enfatizou emocionado que a escola tem o poder de transformar vidas transmitindo conhecimento, e que milhares de alunos de São Borja tiveram suas vidas modificadas e seus sonhos transformados em realidade, através dos bons valores transmitidos, do carinho, da dedicação e da competência dos profissionais que ali trabalharam.
A secretária municipal de Turismo, Cultura e Eventos, Leocádia Guerreiro falou em nome do Executivo e parabenizou toda a equipe da escola.
“Nada se faz sozinho, é preciso uma equipe coesa, que lute junto com muita garra, força, coragem e amor por um objetivo comum. E é com a força da união, que o Getúlio vem crescendo e demonstrando para a comunidade o trabalho sério, responsável e a qualidade do seu ensino”, afirmou.
O presidente da Câmara, Roque Feltrin, ressaltou a importância da Câmara sair de sua sede e se aproximar da escola. Ele enfatizou ainda que o colégio é responsável por lançar as sementes de esperança em um futuro melhor e que está nas mãos de todos, fazer a construção desse futuro.
Feltrin agradeceu ao Colégio Getúlio Vargas por ter aberto suas portas e permitir que o Legislativo mostre o seu trabalho. Por fim, o presidente falou da satisfação em poder homenagear a escola em seu centenário, através da Semana da Cultura.
“Torço para que o Getúlio seja, cada vez mais, motivo de orgulho e de admiração na nossa cidade”, desejou o chefe da Câmara de Vereadores.
Também estiveram presentes na abertura da 3ª Semana da Cultura, os vereadores Valério Cassafuz, Ana Cláudia Gattiboni e Marcelo Robalo. Ao final da cerimônia, todos participaram do descerramento da placa oferecida pela Câmara, em homenagem aos 100 anos da escola.
Confira a programação de amanhã e dos próximos dias da 3ª Semana da Cultura no site www.camarasaoborja.rs.gov.br.

Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores de São Borja

Alexandre Motta

na Record na segunda deu um pau no pessoal da ATP. Tudo por causa de uma nota que a entidade dos ônibus pôs nos jornais naquele dia. Eu acho que isto é " briga de cachorro grande!"

Coleguinhas

Lamas, o fotógrafo

que marcou uma geração!


Olívio Lamas

Morto há alguns anos atrás, o colega Olívio Lamas marcou uma geração de fotógrafos.

Exímio ' roubador" de imagens,ele trabalhou em vários veículos, como ZH, veículos da CJCJ (Companhia Jornalistica Caldas Jr.) O conheci na ZH,depois fomos colegas na Folhinha da Manhã.

Lamas foi para São Paulo, onde trabalhou no jornal O Globo.

Em 1974, quando cobriu a Copa do Mundo na Alemanha,ele se encontrou com o fotografo Erno Schneider que o viu usando uns tamanquinhos....

- Você aí com estes tamanquinhos, ironizava Erno pro Lamas.

Depois Lamas foi subordinado de Erno no Globo. Mas trabalhava na sucursal do jornal de São Paulo.

O visitei na sua casa em Garopaba, nos anos 90. Vivia lá com sua esposa.

Quando esteve internado no Hospital São Lucas, da PUC,o colega e amigo " espanhol" foi visitá-lo.

Ele sabia que seu estado era terminal.

Está enterrado no cemitério de Garopaba(SC)

Coleguinhas


Leila Weber

Leila Weber está internada numa clínica.

Coleguinhas

Paulo Raymundo Gasparotto

O mais conceituado cronista social do Sul, está em O SUL

Renato e Scooby uma dupla inseparável

Luizinho Kaufmann

Olha a cena que registrei no centro de Porto Alegre, no camelódromo, Renato e Scooby, uma dupla inseparável. Ele está com o Boxer Americano desde que o cão tinha 4 meses, hoje está com 4 anos.
Ao presenciar a cena, logo após descer no terminal Rui Barbosa, me chamou a atenção e de todos que estavam nas várias filas que haviam, o cuidado, o carinho e a atenção que este cidadão dedica ao seu fiel escudeiro. Vendo isso comecei a pensar, como é possível uma pessoa aparentemente esclarecida, com condições, morando bem, enfim, agredir um animal e ainda "ensinar" o seu filho a fazer o mesmo. Nisso eu já havia passado por ele, mas fui "obrigado" a parar e esperá-lo se aproximar para fazer o registro. Comecei a "entrevista" o indagando se tinha ficado sabendo do caso recente de agressão à um filhotinho de Poodle, ao que me disse que sim e que ficou revoltado e indignado com o ocorrido.



Chile: terra abençoada
Perfeito para viagens de lua de mel, família, melhor idade e aventureiros.

De Santiago do Chile
Gelson Farias

O que dizer do Chile? Falar de um país que possui um território, com 4.300 km de comprimento e, em média 175 quilômetros de largura dando-lhe um clima muito variado. Começando pela região norte que possui o deserto mais seco do mundo e ainda contém uma grande riqueza mineral, principalmente o cobre "O Atacama". Na região central um clima mediterrâneo. Na região sul um clima alpino propenso à neve, com geleiras, fiordes e lagos. Chile terra abençoada. Lá o turista encontrará diversidade em todos os aspectos
É quase impossível conhecer o Chile em apenas uma visita. Fica sempre aquele gostinho de quero mais. O país faz fronteira com o Peru, Bolívia e Argentina e sua língua oficial é o espanhol.


Foto Zulema

Uma viagem para a terra do fogo.


"A verdadeira arte de viajar... A gente sempre deve sair à rua como quem foge de casa, Como se estivessem abertos diante de nós todos os caminhos do mundo. Não importa que os compromissos, as obrigações, estejam ali... Chegamos de muito longe, de alma aberta e o coração cantando!"
Mario Quintana.

Na imigração, para entrar no país, os brasileiros não precisam apresentar o passaporte, a carteira de identidade já é suficiente, mas ela precisa ser recente. Quem quiser entrar com o passaporte deve ficar atento à data de validade do mesmo, que é verificada na hora do embarque ainda em Porto Alegre. Durante a viagem de ida são entregues aos passageiros dois formulários, obrigatórios para estrangeiros que ingressam no Chile. O primeiro é para o serviço de imigração e o segundo para a aduana. Ao passar pela imigração uma via do documento fica com o passageiro e deve ser apresentada na hora de sair do país. Já na aduana é necessário passar as malas por uma máquina de raios-X antes de sair para o saguão do aeroporto.

Olides.
Fiz nesta matéria, um apanhado de fotos de várias viagens que fiz. Algumas fotos expostas aqui tem o objetivo de mostrar que todo o procedimento do passageiro dentro de uma aeronave deve ser levado a sério.

Foto Gelson

Formulário de imigração.

Foto Gelson

Este formulário é para informações do passageiro.

Foto Gelson

Hora do meu voo do Chile para Buenos Aires.


Foto Gelson

O que servem de lanche de Porto Alegre/Chile, pela Lan.

Foto Gelson

Sala de pré-embarque no aeroporto de Ezeiza.


Avião da Lan 767-300 LV-BMR, que viajei de Porto Alegre para Santiago.


O aeroporto Comodoro Arturo Merino Benitez, do Chile, está entre os 10 mais movimentados da América Latina em número de passageiros. Em 2012, 12 milhões de pessoas passaram por ele, um acréscimo de 17,4% em relação ao ano anterior. Há três terminais com 18 pontes de embarque, sendo 10 para os voos internacionais e 8 para os voos nacionais. São 24 companhias aéreas que atendem 18 destinos domésticos e 44 em outros países, espalhados pelas Américas, Europa e Oceania.

Foto de Gelson

Nosso avião sendo reabastecido no aeroporto do Chile, para Porto Alegre.


Foto Gelson

Destino de nosso voo pela Aerolíneas de Buenos Aires para Porto Alegre.


Veja na imagem abaixo que a torneira da pia tem um mecanismo muito interessante, uma espécie de haste que deve ser apertada porque a água usada para lavar as mãos não irá embora caso este mecanismo não seja acionado. Lave as mãos e depois aperte ou empurre esta haste para que a água corra pelo ralo. Enxugue a pia, deixe o banheiro limpo para o próximo passageiro em sinal de boa educação e cortesia.

Foto Gelson

Banheiro, avião da Lan.

Foto Gelson

Voo da Lan, chegando ao Ezeiza.

Convite

Convite



 

Zé Caradípia e Chico Saratt abrem Sons da Cidade 2013

Sons da Cidade 2013 abre com Zé Caradípia e Chico Saratt

Os cantores e compositores Zé Caradípia e Chico Saratt fazem a abertura do projeto Sons da Cidade 2013 nesta terça-feira, 21 de maio, às 20h, no Teatro de Câmara Túlio Piva (rua da República, 575). A entrada é um quilo de alimento não-perecível, e as senhas serão distribuídas a partir das 19h. A realização é da Coordenação de Música da Secretaria Municipal da Cultura 25 anos, e a curadoria é do jornalista e radialista Paulo Moreira.

José Luiz Fernandes, ou Zé Caradípia, nasceu em Canoas e iniciou sua carreira musical em 1976, integrando o grupo Cordas & Rimas. No ano de 1982, a cantora Zizi Possi gravou uma composição de Caradípia chamada “Asa Morena” e transformou a canção num sucesso nacional, considerada uma das 100 mais importantes músicas da MPB. Seu primeiro disco foi gravado em 1995 e se chama “Onda Forte”. Em 2001, lançou “Retina da Alma”. Dois anos depois, foi a vez de “Pintando Falas”, que recebeu o Prêmio Açorianos de Música na categoria compositor de MPB. E, em 2009, foi lançado o DVD “Armadilha Zen”.

O samborjense Chico Saratt começou a tocar violão aos nove anos de idade. Aos quatorze, se apresentou pela primeira vez em público. Em 1984, muda-se para Porto Alegre e inicia parceria com o escritor e compositor Mauro Moraes. Grava o primeiro disco em 1988, chamado “Chico Saratt”. Passa uma temporada na Europa e, três anos depois, faz o segundo disco. Em 1991, grava “A Música dos Festivais”, em parceria com o poeta Rodrigo Bauer. Seu quarto disco, “Do Sul do Brasil”, é de 1997. Foi condecorado, em 2006, com Prêmio Lupicínio Rodrigues pela Câmara Municipal de Porto Alegre e dirigiu o Estúdio do Instituto Gaúcho de Tradições e Folclore (IGTF) e o Auditório Araújo Vianna.

Em 2012, lançou seu mais recente trabalho, o CD “Capital”, pelo qual concorre ao Açorianos na categoria “intérprete de MPB”.

SONS DA CIDADE
ZÉ CARADÍPIA / CHICO SARATT
TEATRO DE CÂMARA TÚLIO PIVA - 21 de maio de 2013 – 20h
ENTRADA FRANCA

Gabinete de Comunicação Social
Prefeitura de Porto Alegre

Prefeitura esclarece pedido de isenções para transportadores


Em relação à nota divulgada nesta segunda-feira, 20, pela Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP) de Porto Alegre, reivindicando isenções fiscais, o prefeito José Fortunati esclareceu que não existe possibilidade de suspensão do pagamento de ISSQN pois é um tributo estabelecido pela Constituição Federal, com alíquota mínima de 2%. No caso da taxa de contribuição da EPTC, a cobrança também foi estabelecida por Lei Municipal. “Em nenhum dos casos a prefeitura pode, arbitrariamente, isentar uma empresa do setor do pagamento desses tributos, uma vez que são cobranças estabelecidas e regulamentadas pela legislação”, reforçou Fortunati.

O pedido da ATP e do Sindicato dos Transportadores já foi protocolado na Prefeitura e terá resposta oficial ainda nesta semana. O prefeito explicou ainda que qualquer nova medida depende de uma decisão judicial no processo que tramita na 5ª Vara da Fazenda Pública. A ação pede a suspensão de reajustes da passagem de ônibus até que a licitação para o transporte coletivo seja realizada em Porto Alegre. “O Município está cumprindo a Lei e a determinação da Justiça”, concluiu Fortunati.


Prefeitura apresenta novo modelo de promoção da limpeza urbana

Carús: novo modelo mais transparente garantirá maior eficiência e qualidade

A prefeitura, por meio do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), apresentou no final da manhã desta segunda-feira, 20, o novo modelo licitatório de promoção da limpeza urbana de Porto Alegre, cujos editais deverão ser lançados até agosto. O diretor-geral do DMLU, André Carús, explicou os cinco contratos de coleta e transporte de resíduos sólidos que integram a proposta. Destacou que o novo modelo visa garantir melhor eficiência dos serviços prestados e maior transparência do processo, qualificando a fiscalização do poder público. Com a construção deste novo modelo, que deverá custar cerca de R$ 330 milhões em cinco anos, a prefeitura desiste da licitação do lixo que está sub judice e previa apenas um contrato para a execução dos serviços. (fotos)

“Por meio de diálogo com o prefeito José Fortunati, o vice-prefeito Sebastião Melo e a área técnica do DMLU, construímos este novo modelo que serve não apenas para alinhamento jurídico e contratual, mas que irá beneficiar toda a população. Nossa meta é atingir o pioneirismo na excelência da execução dos serviços”, disse Carús. O diretor destacou ainda que a intenção é sair da realidade de contratos emergenciais e passar para a segurança dos contratos regulares. “Para que não haja paralisação dos serviços, iremos lançar esta semana novo contrato emergencial para a coleta domiciliar e para a capina, cujos prazos de vigência estão expirando. Mas queremos, com o lançamento deste pacote, dar fim aos emergenciais.”

Segundo Carús, o DMLU está trabalhando em parceria com a Procuradoria-Geral do Município (PGM) e a Secretaria Municipal da Fazenda (SMF) na construção dos novos editais para que todos os requisitos legais e processuais sejam observados. “Não queremos que haja mais nenhum imbróglio jurídico que atrase o processo. Nossa meta é que até abril de 2014 estes novos contratos estejam vigorando”, disse Carús.

Pelo novo modelo, haverá contrato exclusivo para coleta domiciliar (que representa 60% da demanda), focos de lixo e produto de capina e varrição. Outro contrato prevê a coleta dos resíduos das Unidades de Triagem e das Unidades de Destino Certo (UDCs), que recebe madeiras, latas com resto de tintas, móveis, colchões, terra, entulhos, caliça, cerâmica, sucatas de ferro, eletrodomésticos e resíduos arbóreos, materiais que não são recolhidos pelas coletas regulares, domiciliar e seletiva, e muitas vezes são descartados irregularmente na via pública. Até o final da gestão o número de UDCs subirá de 4 para 12.

O terceiro contrato destina-se à coleta automatizada de resíduo orgânico, que terá sua capacidade dobrada. A meta é ampliar a região de atuação e instalar outros 1.200 contêineres na cidade. A coleta seletiva também terá o número de equipes ampliado, possibilitando que alguns bairros tenham coleta mais um dia na semana. O quinto contrato trata do transporte de resíduos da Estação de Transbordo da Lomba do Pinheiro para o Aterro Sanitário de Minas do Leão. A meta do DMLU é construir uma nova Estação de Transbordo na Zona Norte a fim de reduzir distâncias e otimizar os serviços.

ASSENTAR SEU NINHO NO PORÃO, SAÍDA PARA OS TUCANOS

Carlos Chagas

Deve cuidar-se o senador Aécio Neves. Apesar de eventuais discursos sobre a necessidade de mudanças no perfil do PSDB, que deveria voltar-se para as classes menos favorecidas, a verdade é que a muralha paulista continua a mesma. Mais do que demonstrarem desprezo pela hipótese de ceder a candidatura presidencial a Minas, os tucanos paulistas mantém a mesma empáfia de donos da verdade, capazes apenas de impor seu modelo e no máximo de distribuir favores.

O próprio Fernando Henrique não esconde a presunção de trazer do passado a fórmula para o futuro, apesar de ter sido o primeiro a estimular Aécio a candidatar-se, e o partido, a buscar apoio nas classes C e D. Pura retórica. Geraldo Alckmin, José Serra e penduricalhos continuam se apresentando como detentores da única estratégia capaz de servir ao país, ou seja, de tutelar as maiorias sem dar-lhes voz, apesar de pretenderem seu voto.

Do que o ex-governador de Minas e candidato mais do que provável ao palácio do Planalto é de renovação no partido. Da importância de surgirem novos líderes em condições de contrabalançar o discurso anacrônico do neoliberalismo dos paulistas. Não se trata de distribuir benesses e favores às massas, mas de reconhecer-lhes o direito de exigir, impor e até tomar aquilo que lhes é devido.

Nenhum sucesso obterão o PSDB e o seu quase ungido candidato enquanto o Grão-Tucanato se imaginar acima e além da população, instalado num camarote de onde seus cardeais poderão distribuir moedas aos que julgam seus subordinados e inferiores. Foi assim que o Lula e o PT viraram o jogo, estimulando a impressão de que as decisões, com eles, viriam de baixo, sem considerações com o andar de cima. Descer ao porão, assim, nele assentando seu ninho, seria a solução para os tucanos ganharem a eleição. Abrir amplas janelas para voar em seguida seria questão de competência.

CUMPRINDO O PROTOCOLO

Na inauguração, hoje, do novo estádio de futebol de Recife, a presidente Dilma Rousseff e o governador Eduardo Campos não terão condições para um longo diálogo. Nem para qualquer diálogo. Cumprirão o protocolo, apenas, para satisfação de ambos. O governador jamais reconheceria estar sua pré-candidatura na baixa, fruto da estagnação nos índices das pesquisas. E à presidente não interessaria tripudiar sobre o indefinido concorrente, que se não concorrer poderá muito bem bandear-se para algum adversário.

QUADRIÊNIO FERROVIÁRIO?

Os candidatos à presidência da República, a começar pela Dilma, deveriam ter presente na elaboração de seus planos de governo a importância de maciços investimentos na recuperação da malha ferroviária nacional, dissolvida nas décadas da conspiração rodoviarista-petrolífera. O leitor não pode esquecer que houve tempo em que se viajava de trem, ou seja, transportava-se carga, também, entre o Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro.

Pelo interior de São Paulo, como de Minas e do Estado do Rio, as linhas férreas uniam grandes centros e pequenas cidades, quase sem exceção. Virou tudo pó, trilhos e dormentes foram até arrancados para que os trens não retornassem. O resultado aí está: congestionamento das rodovias e fretes cada vez mais caros para transportar de caminhão as parcelas da produção que comboios ferroviários supriam antes. Quem sair primeiro na determinação de investir no setor contará com a má vontade da indústria automobilística e dos barões do petróleo, mas com o agradecimento da população.


ZÉ CARADÍPÍA E CHICO SARATT ABREM “SONS DA CIDADE” 2013


Os cantores e compositores Zé Caradípia e Chico Saratt fazem a abertura do projeto “Sons da Cidade” neste ano de 2013, na próxima terça-feira, dia 21 de maio, às 20h, no Teatro de Câmara Túlio Piva (Rua da República, 575). A entrada é um quilo de alimento não-perecível e as senhas serão distribuídas a partir das 19h. A realização é da Coordenação de Música da Secretaria da Cultura de Porto Alegre 25 anos e a curadoria é do jornalista e radialista Paulo Moreira.
José Luiz Fernandes, ou Zé Caradípia, nasceu em Canoas e iniciou sua carreira musical em 1976, integrando o grupo Cordas & Rimas. No ano de 1982, a cantora Zizi Possi gravou uma composição de Caradípia chamada “Asa Morena” e transformou esta canção num sucesso nacional e foi considerada uma das 100 mais importantes músicas da MPB. Seu primeiro disco foi gravado em 1995 e se chama “Onda Forte”. Em 2001, lançou “Retina da Alma”. Dois anos depois, foi a vez de “Pintando Falas”, que recebeu o Prêmio Açorianos de Música na categoria compositor de MPB. E, em 2009, foi lançado o DVD “Armadilha Zen”.
O samborjense Chico Saratt começou a tocar violão aos nove anos de idade. Aos quatroze, se apresentou pela primeira vez em público. Em 1984, muda-se para Porto Alegre e inicia parceria com o escritor e compositor Mauro Moraes. Grava seu primeiro disco, chamado “Chico Saratt” em 1988. Passa uma temporada na Europa e, três anos depois, faz seu segundo disco. Em 1991, grava “A Música dos Festivais”, em parceria com o poeta Rodrigo Bauer. Seu quarto disco, “Do Sul do Brasil”, é de 1997. Foi condecorado, em 2006, com Prêmio Lupicínio Rodrigues pela Câmara Municipal de Porto Alegre e dirigiu o Estúdio do Instituto Gaúcho de Tradições e Folclore (IGTF) e o Auditório Araújo Vianna.
Em 2012, lançou seu mais recente trabalho, o CD “Capital”, pelo qual concorre ao Açorianos na categoria “intérprete de MPB”.


SONS DA CIDADE
ZÉ CARADÍPIA / CHICO SARATT
TEATRO DE CÂMARA TÚLIO PIVA - 21/05/2013 – 20H
ENTRADA FRANCA


Paulo Moreira
Assessoria de Imprensa
Coordenação de Música
Secretaria da Cultura de Porto Alegre 25 anos
tel. (51) 3289 8119 – 9995-9729
e-mail: cm@smc.prefpoa.com.br
site: www.portoalegre.rs.gov.br/smc
Endereço: Centro Cultural Usina do Gasômetro
Av. Pres. João Goulart, 551, sala 606 - 6º andar.


Fé, religiosidade e emoção na Romaria em Serafina Corrêa

A 26ª edição da Romaria ao Santuário Nossa Senhora do Rosário, em
Serafina Corrêa, trouxe fé, religiosidade e muita emoção para todos os
participantes, nos dias 18 e 19 de Maio de 2013.
Uma grande equipe participou da organização do maior evento religioso
do município. A Romaria ao Santuário Nossa Senhora do Rosário faz
parte da história da cidade, pois demonstra a fé que muito contribuiu
com o desenvolvimento e progresso de Serafina Corrêa, trazida pelos
imigrantes italianos, que escolheram Nossa Senhora do Rosário como
padroeira.
Nas semanas que antecederam a Romaria ocorreram diversas celebrações
nas Capelas do interior, nos Bairros, em Escolas, enfim, uma
preparação que contou com a imagem peregrina de Nossa Senhora do
Rosário visitando as comunidades, acompanhada pelos devotos. No
sábado, 18, houve a missa da saúde com unção dos Idosos, procissão
luminosa partindo do Bairro Gramadinho em direção ao Santuário e show
mariano, com Banda Vicentina de Passo Fundo. No domingo, houve bênção
para os trabalhadores, missa vocacional, missa solene e, à tarde,
houve missa e encerramento. Para finalizar o evento, houve o
tradicional lançamento do terço de balões, uma demonstração de fé e
homenagem, que emocionou os presentes. A tradição de lançar o terço é
uma das mais esperados da Romaria, além da tradicional mensagem do
Padre Giovanni Simonetto. O sacerdote, muito querido por toda a
comunidade serafinense, hoje vive na Itália, mas enviou uma mensagem
para que todos os romeiros pudessem emocionar-se e receber a bênção.
Mesmo com chuva, grande público prestigiou e renovou sua fé na 26ª
Romaria ao Santuário Nossa Senhora do Rosário, em Serafina Corrêa/RS.

Dia da Solidariedade na Escola 1º de Maio

Ações de inclusão social, informações, saúde, mostra de trabalhos,
integração de toda a comunidade escolar e muita solidariedade fizeram
parte do Dia da Solidariedade na Escola Estadual 1º de Maio, Bairro
Santin, em Serafina Corrêa/RS.
O evento aconteceu no sábado, 18 de Maio, e contou com a participação
de dezenas de pessoas que tiveram a oportunidade de serem solidárias
ou de receberem esse gesto. A solidariedade traz inúmeros benefícios
para as pessoas que recebem essa atitude e, para quem pratica, também
traz muita alegria e a sensação de estar, de alguma forma,
contribuindo com o bem-estar das outras pessoas.
O Dia da Solidariedade, promovido pela Escola Estadual de Ensino
Fundamental 1º de Maio, é um evento singular e muito importante para a
comunidade serafinense, contribuindo com a qualidade de vida e
bem-estar de todos.

Reposição Salarial não é aumento!

Não conceder reajuste em caráter de revisão/reposição sob a alegação de que o orçamento do Estado não suportaria o pagamento e a Lei de Responsabilidade Fiscal os impediria, em hipótese alguma pode ser aceito. Ora, acréscimo remuneratório em percentual inferior à inflação do período representa inequívoca diminuição do valor da remuneração, em desacordo com a garantia constitucional.
Apesar de não existir espaço para concessão de aumento pela via judicial, algo que somente pode ser fixado por lei específica, respeitada a iniciativa privativa de cada Poder, sabemos que os reajustes (em caráter de revisão ou o já estabelecido na carreira) salariais dos servidores públicos constituem-se verdadeiros direitos assegurados constitucionalmente, o que autorizaria reparo por decisão judicial. Negar isso é o mesmo que consagrar a opção política para reduzi-los por simples omissão.
Trata-se não de mera faculdade, mas de imposição fixada pela Constituição. Aliás, a inaplicação automática da norma contida no art. 37, X da CF ocorre por ausência exclusiva de vontade política. Sobre esse tema, tramitam no Superior Tribunal Federal (STF) inúmeras ações visando a apontar a omissão legislativa no que tange a revisão das remunerações dos servidores de forma geral, anual, na mesma data e sem distinção de índices. Na mesma ocasião, o ministro Marco Aurélio de Mello pronunciou seu voto (RE 565.089) condenando o Estado de SP a indenizar os autores em razão do descompasso entre reajustes porventura implementados e a inflação dos períodos.
Para ele, correção monetária não é ganho, nem lucro, nem vantagem. É apenas uma forma de resguardar os vencimentos dos efeitos perversos da inflação. Embora a fixação, a alteração e a revisão devam ser instituídas por lei em sentido material e observada a competência privativa para cada caso, a lei que fixa a remuneração/subsídio e a de sua alteração (esta última também chamada de aumento) não se confundem com a lei de revisão ou reajuste, que visa à mera recomposição do valor da moeda em decorrência de seu desgaste no tempo.
Feita a distinção entre alteração (aumento) e revisão (recomposição ou reajuste), é possível afirmar a possibilidade de concessão de aumento para uma determinada categoria profissional (a dos professores, por exemplo) sem sua concessão para outra (a dos policiais, por exemplo). Já revisão não! Se ambas as categorias integrarem a mesma estrutura orgânica (Executivo, Legislativo, Judiciário, Ministério Público e Tribunal de Contas) e entidade política estatal (União, Estados, DF e Municípios) a revisão tem de, necessariamente, ser geral, anual e no mesmo índice.
Atentem para a distinção entre aumento remuneratório e revisão/recomposição/reajuste/reposição. Estes últimos são decorrentes de um só fato econômico, que é a corrosão uniforme do poder aquisitivo da moeda, por isso não se devem adotar datas e índices distintos entre servidores e agentes políticos da mesma entidade política.
Apesar de inexistir regra expressa vinculando reajuste feito por uma unidade orgânica com a realizada por outra, o índice e a data adotados por aquela que a instituiu primeiramente devem ser considerados, por vinculação lógica, pelas demais estruturas orgânicas da mesma entidade política. É dever de todo gestor público evitar, ao máximo, distinções nos índices adotados sob pena de ferir o tratamento isonômico que a própria Constituição quis dar aos servidores públicos, ao criar a revisão geral como garantia de equilíbrio entre e remuneração e o serviço prestado.

Sabrina Oliveira Fernandes

A quem interessa a não verdade?

“Atendendo deputados do PT, a Presidente da República fecha o STF e manda cercá-lo por tanques do Exército”.
Embora caricato, o texto acima parece ser o “sonho de consumo” (um termo da moda) de manchete que a grande mídia brasileira gostaria de transmitir. Quando falo da grande mídia, me refiro às 6,1/2 (seis e meia) grandes empresas de comunicação.
Ao que tudo indica, foi com esta pretensão de potencialidade que foram divulgadas as notícias sobre a chamada PEC 33.
Exemplar foi a capa da revista Veja do dia 01 de maio de 2013. A capa traz uma grande estrela do PT, onde está “crucificada” a justiça. Já o título diz: “O ataque à Justiça – Para escaparem da cadeia, os réus e os radicais do PT desafiam a Constituição e a harmonia entre os poderes”. Isso, num olhar sumário, sem adentrar aqui, na análise do poder simbólico, que representa a crucificação da justiça, na cruz-estrela, há muito denunciado por Bourdieu e outros.
A imagem e o título da revista não só “falam” a não verdade como induzem a outras conclusões também não verdadeiras. Vejamos, por partes.
Primeiro, a indução em conclusão errada. “Para escaparem da cadeia, os réus...”; a referência, sem dúvida, é aos réus da Ação Penal 470 em julgamento (há recursos a serem apreciados) pelo STF, chamada de mensalão. Ora, a referida PEC 33 pretendia, basicamente, dar ao Congresso um controle sobre as Súmulas Vinculantes editadas pelo Supremo Tribunal Federal e a submissão ao Congresso das decisões de inconstitucionalidade julgadas pelo STF, sobre alterações constitucionais provocadas por Emendas à Constituição.
Assim, na PEC 33 não há nada que pudesse interferir na decisão do Supremo em relação à Ação Penal 470; que pudesse livrar da cadeia os réus.
Depois, “... e os radicais do PT desafiam a Constituição e a harmonia entre os poderes”. A PEC, apresentada no início de 2011 (muito antes, portanto, do famoso julgamento da AP 470), foi subscrita por mais de 200 deputados de vários partidos; porque só a referência aos radicais do PT? Essa informação não traz a verdade, portanto, é uma não verdade. Mas o relator da PEC 33 é do deputado João Campos do PSDB, partido que capitaneia a oposição ao atual governo do PT, e que, aliás, imediatamente deu uma entrevista (minusculamente repercutida) dizendo que não entendia o motiva de tamanha discussão sobre o assunto. Portanto, não é verdade que a PEC que “desafiam a Constituição e a harmonia entre os poderes” é do PT. Ela é de um conjunto de deputados, inclusive, como visto, do PSDB.
Assim, mais uma vez, criou-se uma versão parcial, incompleta, superficial e tendenciosa sobre fatos que sabidamente não eram como estavam sendo noticiados. É notório que a mídia sabe usar muito bem o processo de absorção, por parte da população, de um discurso que não é seu, mas que é absorvido como se fosse. Assim, ocorre um processo de alienação da faculdade (poder) de pensar e criar conclusões próprias sobre os fatos noticiados.
A pessoa, inconscientemente, incorpora (e reproduz), como se fosse seu, um discurso ideológico (disfarçado, como se não fosse) produzido e massificado com o objetivo de impor a “verdade” que, aqui, é uma não verdade. O processo é mais perverso ainda quando se trata da divulgação de uma “notícia”, ou seja, quando alguma coisa é transmitida como se fosse o relato do próprio fato ocorrido, e não uma versão manipulada daquele pretenso fato.
Mesmo que se entenda que a PEC não devesse sequer tramitar (o que é profundamente controverso), a notícia precisa ser minimamente verdadeira, próxima à realidade dos fatos. Não é correto dizer que as coisas são como elas não são, pois têm significados que devem ser respeitados; senão vive-se não verdades como se verdades fossem.
Urge um debate sobre a liberdade de imprensa e o direito a uma informação correta e sem manipulação. Discussão esta fundamental a um Estado democrático. Porém, enquanto ela não avança, resta questionar a quem interessa a criação e a reprodução de notícias e informações não verdadeiras.
A quem não interessa sabemos: à sociedade, ao Direito, às relações humanas e a nossa jovem e frágil democracia.

Edson Luís Kossmann

São 11 horas e pouco...

pelo que estou intuindo o Luxa vai ser mandado!!!!!

o fato dele ter ido pro rio pra se juntar a familia é o maior sintoma. me cobrem.

NOTA DA ATP

Vi a nota da ATP sobre a tarifa. ESperava por isto.

Muita água vai rolar embaixo da ponte sobre este assunto..

A primeira sede da ATP ficava na Miguel Tostes. No fudo tinha um parreiral.

Lembro do presidente Guerreiro e de outros que fundaram a entidade.

Cobri muito aquela época.

A VIRADA CULTURAL EM SÃO PAULO

POR VALDIR DOS SANTOS!

Oi Olides eu fui hoje na Virada Cultural e achei o máximo. Aliás eu vou todo ano. Você deveria vir ver uma vez. São Paulo se transforma, deixa de ser sizuda, com aquele povo apressado e mau humorado e relaxa total. As pessoas conversam no metrô, se alguém abre o programa da Virada, já forma uma roda em volta, todo mundo quer saber onde é tal show, se já viu algum, pedem sugestão, querem saber onde é o Largo do Arouche ou a Rua Casper Líbero. Tem fila pro Teatro Municipal, mas ninguém fica nervoso, reclamando como é próprio do paulista. Basta alguém jogar um papel de bala que rapidinho alguém vem varrer e recolher. A cidade ficou limpinha no final do dia. Havia milhares de policiais gentis dando orientação sobre os locais, ensinando o melhor caminho. Juro que fiquei emocionada.
Agora se me perguntarem como vai ser na Copa eu vou dizer em claro e bom tom, que vai ser beleza, vai ser bacana, vai ser 100%, igual na Virada Cultural. Nunca vi tanta gente andando pelas ruas e avenidas interditadas para o tráfego de automóveis, famílias inteiras, gente de cadeira de rodas, crianças de colo, em carrinho ou correndo na Avenida São João ou na Rio Branco (ambas de trânsito eternamente engarrafado). Foi demais, isso sem falar dos shows. Desculpe o entusiasmo, mas precisava falar.
Agora, tem uns preconceituosos que ficam em casa para não se misturar com os pobres. Não vão assistir belos shows de graça e vão continuar falando mal de SP, falando de desorganização, de que furtaram a carteira do Suplicy, que tinha mendigos dormindo, etc, que o som falhou uma ou outra vez. Veja a folha e a Veja, são craques nisso!!! Eu fiquei 9 horas andando pelo centro e só vi alegria. Eu vi o fantástico show do Eumir Deodato, um dos maiores jazzistas brasileiros, que só grava nos EUA, que agora está acompanhando a Vanessa Da Matta, essa Diva da MPB. Vi o Jorge Mautner, esse grande poeta que tem 40 anos de estrada, vi um pianista e cantor português Mário Moita, que cantou fados na praça Dom José Gaspar, que abriga a Biblioteca Municipal, comi um strogonofff por R$15,00 feito por chef estrelado e no final, vi uma homenagem ao Paulo Vanzolin morto recentemente, pelo Carlinhos Vergueiro, Eduardo Gudin, Márcia e mais quatro cantores. Voltei pra casa em estado de graça porque a música faz bem pra alma!!!.
Abraço,
Valdir

Oficiais criticam presidente Dilma e a Comissão da Verdade

Brasília - O general da reserva Luiz Eduardo Rocha Paiva, figura de destaque no Exército, também acompanhou a reunião da Comissão da Verdade na semana passada.
Até 2007, ele era comandante da Escola de Comando do Estado Maior do Exército e foi também secretário-geral do Comando do Exército. Paiva tem 62 anos e, dessa
geração, é o mais crítico à instalação da comissão.
Na véspera da sessão que ouviu Ustra, Paiva participou de uma audiência pública na Câmara, que discutiu projeto da deputada Luiza Erundina (PSB-SP) que pretende
rever a Lei de Anistia e prega a punição para os militares que atuaram na ditadura.
- Não houve terrorismo de Estado, mas defesa do Estado contra a ameaça de modelos que vinham de Pequim, Moscou e Havana. Deveria ser feita a reconstituição de
graves violações e prestada assistência às 120 vítimas dos que estavam do outro lado. Não são cidadãos de segunda - disse o general.
Aos 56 anos, o coronel da Aeronáutica Miguel Angelo Braga Grillo, da reserva, diz que não só militares que recentemente foram para reserva têm esse entendimento
de revanchismo, mas também os da ativa, que não podem se manifestar.
- O militar, de maneira geral e felizmente, tem um bom padrão de formação e está informado das coisas. Todos nós sabemos que a Comissão da Verdade é visivelmente
distorcida e tem uma visão caolha, monocular. Só enxerga o que interessa. A sociedade vê a comissão como algo unilateral, mas é acomodada. Fica assistindo novela -
disse o coronel Braga, que vive no Rio.
O coronel do Exército Guilherme Henrique dos Santos Hudson, de 59 anos, também critica com veemência a comissão e diz que há um sentimento revanchista.
- A comissão é composta por indicados por uma pessoa (Dilma) que deveria estar sentada no banco dos réus porque cometeu atos terroristas no passado. São sete que
estão do lado que perdeu a revolução. Os derrotados - disse o coronel, que mora no Espírito Santo.
Ex-preso político e atual Coordenador do projeto Direito à Memória e à Verdade da Secretaria Especial de Direitos Humanos, da Presidência da República, Gilney Viana
afirma que há esse sentimento na nova geração de militares:
- Recentemente uma turma que se formou na Aman (Academia Militar de Agulhas Negras) foi batizada de Médici (terceiro presidente da ditadura). Instrutores e os manuais
militares ainda têm outra visão da História e ensinam o seu lado.

Kopittke acompanha prefeito Fortunati e grupo Cite em missão na Califórnia (EUA)

A viagem busca alternativas em tecnologia para o desenvolvimento da capital
O vereador Alberto Kopittke embarca hoje em direção à Califórnia onde irá encontrar o prefeito José Fortunati e integrantes do grupo Cite - Comunidade, Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo - na quarta-feira (22/05) para uma série de atividades focadas na busca de soluções inovadoras aplicáveis a Porto Alegre. Entre as atividades, está a visita a ShotSpotter, empresa que desenvolveu o sistema de detecção de disparos instalado em Canoas.
A missão ao Vale do Silício, na Califórnia, é uma iniciativa do grupo Cite, que propõe a integração dos cidadãos e poder público para o desenvolvimento econômico de Porto Alegre para, assim, se tornar a cidade principal porta de entrada de novos negócios no Brasil.
Nos três primeiros dias, Kopittke realizará agendas nas áreas de segurança, com visitas às policiais locais e centrais de monitoramento, que são referências nos EUA, e após se une à delegação. No sábado (25/05), o vereador acompanha o prefeito e o grupo na visita à central de monitoramento da ShotSpotter, empresa desenvolvedora do sistema de detecção de tiros utilizado em 70 cidades do Estados Unidos, implantado em Canoas e, posteriormente, no Rio de Janeiro.
Na programação também estão atividades com empresas como San Francisco Park, Linkedin, Google e Laboratório de Pesquisas da IBM, entre outras. Os vereadores Valter Nagelstein, Idenir Cecchim e João Carlos Nedel também acompanham as atividades.


Tamires Gomes
Assessoria de Comunicação de Alberto Kopittke
Câmara de Vereadores de Porto Alegre
Jornalista MTB 16453

MORRE JORGE VIDELA IDEALIZADOR DA DITADURA ARGENTINA

De Buenos Aires
Enriqueta Sollares e Gelson Farias

El ex-presidente de facto falleció a las 8.25 por muerte natural. Había recibido varias condenas a perpetua por crímenes de lesa humanidad. Estaba preso en el penal de Marcos Paz. l ex dictador Jorge Rafael Videla, de 87 años, murió esta mañana en el penal de Marcos Paz, donde cumplía una condena a prisión perpetua por delitos de lesa humanidad. El represor murió en su celda del módulo 4 del Complejo Penitenciario Federal 2, de la ciudad de Marcos Paz. El parte médico oficial señala que a Videla “se lo encontró en su celda, sin pulso ni reacción pupilar, por lo que se le realiza un ECC (electrocardiograma), constatándose su óbito, siendo las 08.25 hs del día de la fecha”. Fuentes oficiales señalaron que luego de que se constatara la muerte del ex dictador, “se cursó comunicación del deceso al Juzgado Federal Nº 3, Secretaría
Nº 10, de Morón".

Jorge Rafael Videla, 2 de agosto de 1925 - 17de Mayo 2013.
Jorge Rafael Videla, 2 de agosto de 1925 - 17de Mayo 2013, ex-militar y dictador argentino.


Jorge Rafael Videla na prision, onde morió.

Junto con otros 25 imputados --entre ellos el dictador Reynaldo Bignone— estaba siendo juzgado por el Plan Cóndor. El martes pasado, en el marco de esa causa, se había negado a declarar ante los jueces del Tribunal Oral N°1. Esa fue la última vez que dejó el penal. Videla, como jefe del Ejército, encabezó la Junta Militar integrada además por Emilio Eduardo Massera (Armada) y Orlando Ramón Agosti (Fuerza Aérea) que el 24 de marzo de 1976 derrocó al gobierno de Isabel Martínez de Perón. Fue el ideólogo de la dictadura que sumió a la Argentina en su período más oscuro y ocupó de facto la presidencia hasta 1981, cuando fue reemplazado por Roberto Eduardo Viola.


Videla habla de los desaparecidos.


La pena
fue dictada por el Tribunal Oral Federal Nº6 y se suma a otras anteriores. Bignone, último presidente de facto, recibió 15 años. Este juicio investigó 35 casos de apropiación de niños nacidos en cautiverio. Videla nació en Mercedes, provincia de Buenos Aires, el 2 de agosto de 1925. Llegó a la Presidencia a través del golpe militar del 24 de marzo de 1976 y ocupó ese cargo hasta 1981. Tras la recuperación de la democracia en 1983, fue juzgado y condenado a prisión perpetua y destitución del grado militar por numerosos crímenes de lesa humanidad cometidos durante su gobierno.



VIDELA. En misa, 1981.

El dictador Jorge Rafael Videla, llega esposado a los Tribunales de San Isidro el 28 de Noviembre de 2009.



Los represores Jorge Rafael Videla, y Reynaldo Bignone sentenciados por el robo sistemático de bebés durante la dictadura.

Retiran el cuadro del dictador Jorge Rafael Videla, en el Colegio Militar.


Emilio Eduardo Massera, Videla y Orlando Ramón Agosti.

Videla ingresó en el Colegio Militar de la Nación el 3 de marzo de 1942 y se graduó el 21 de diciembre de 1944 recibiendo el grado de Subteniente de infantería, fue el 6º de la promoción 73ª sobre un total de 196 cadetes. Cursó la Escuela Superior de Guerra entre los años 1952 y 1954 y se licenció con el título de Oficial de Estado Mayor. Formó parte de la Secretaría de Defensa entre 1958 y 1960, dirigió la Academia Militar hasta 1962. En 1971 fue ascendido a general de brigada y nombrado por Alejandro Agustín Lanusse como director del Colegio Militar de la Nación. A fines de 1973, el comandante Leandro Anaya lo nombró Jefe del Estado Mayor del Ejército y el 27 de agosto de 1975, la presidenta María Estela Martínez de Perón lo nombró Comandante en Jefe del Ejército. El 24 de marzo de 1976 encabezó, junto a Emilio Eduardo Massera y Orlando Ramón Agosti el golpe de Estado que derrocó a la presidenta María Estela Martínez de Perón, disgregó a los partidos políticos y cerró las sesiones del Congreso Nacional, dando comienzo al llamado Proceso de Reorganización Nacional.

VIDELA... “ERA O PREÇO A PAGAR”, SOBRE A MORTE DE 30 MIL DESPARECIDOS

Eu sabia tudo o que estava acontecendo e autorizei tudo. Tenho peso na alma, mas não estou arrependido de nada – disse o ex-ditador.


De Buenos Aires
Gelson Farias

Rafael Videla, mesmo depois de condenado à prisão perpétua, recebeu mais uma pena de 50 anos de prisão por sequestro de bebês. O general que comandou a Argentina durante os dias mais sangrentos da violenta ditadura militar de 1976 a 1983, morreu nesta sexta-feira, aos 87 anos. Jorge Rafael Videla Redondo nasceu em Mercedes, a 21 de agosto de 1925. Ocupou de fato a Presidência de seu país entre 1976 e 1981, após um golpe de Estado que depôs a presidente María Estela Martínez de Perón. Seu período no poder foi marcado por graves violações aos direitos humanos e por um conflito fronteiriço com o Chile, que esteve a ponto de se tornar uma guerra regional. A democracia foi restaurada no país em 1983, mas somente em 22 de novembro de 2010 ele foi julgado, condenado a prisão perpétua e destituído da patente militar pela morte de 31 prisioneiros que ocorreram após a instauração da ditadura.
Esteve a frente do Ministério da Defesa de 1958 a 1960, durante o governo democrático e posteriormente dirigiu a Academia Militar até 1962. Em 1971 ele foi promovido a general de brigada e nomeado por Alejandro Agustín Lanusse como diretor do Colégio Militar Nacional. No final de 1973, o chefe do Exército, Leandro Anaya, designou o general como o Chefe do Estado Maior do Exército. Entre julho e agosto de 1975, Videla foi o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas da Argentina. Em agosto de 1975, a então Presidente, Isabel Perón, designou-o para a posição sênior do Exército, a de General Comandante do Exército.


O almirante Emilio Eduardo Massera pela Marinha, Jorge Videla e o brigadeiro general Orlando Ramón Agosti pela Força Aérea.

Quando ocupou a chefia do Exército, nomeado por Isabelita, em 1974, Videla encabeçou o golpe de Estado de 24 de março de 1976 que a substituiu por uma junta militar, formada por ele próprio, representando o Exército, o almirante Emilio Eduardo Massera pela Marinha e o brigadeiro general Orlando Ramón Agosti pela Força Aérea, dando início ao autodenominado Processo de Reorganização Nacional. Os militares argentinos haviam recebido treinamento na famosa Escola das Américas, localizada no Panamá e financiado e dirigido pelos Estados Unidos. O golpe militar fez parte de um plano maior de golpes militares em toda América Latina no qual se encontrava envolvida a CIA e os Estados Unidos, com o objetivo de impedir a chegada ao poder regimes de esquerda.
Em 29 de março assumiu a Presidência da Nação, que ocuparia até ser substituído pelo general Viola em 1981, pelo forte desgaste público de sua imagem e desavenças no seio da cúpula militar. “As violações aos direitos humanos durante a ditadura foram frequentes e gravíssimas; o plano de repressão sistemática da oposição política e ideológica, combatida como subversão foi um dos elementos-chave na imposição e desenvolvimento do Processo de Reorganização. No curso deste, a supressão do direito à ampla defesa, os encarceramentos ilegais, as torturas e os assassinatos de opositores foi moeda corrente, sobretudo nos núcleos urbanos de maior presença estudantil. Durante o governo de Raúl Alfonsín foi instituída a Comissão Nacional de Pessoas Desaparecidas (CONADEP) para investigar e documentar o sucedido. Com base nos achados da mesma, Videla e outros membros do governo militar foram condenados pela justiça”.

Os desaparecidos durante a ditadura.

Em 22 de dezembro de 2010, Videla foi condenado à prisão perpétua por crimes de lesa-humanidade durante o período em que esteve à frente da ditadura militar na Argentina. Ao entregar a sentença, a juíza Maria Elba Martínez pronunciou que Videla representava “uma manifestação de terrorismo de Estado”. Durante o julgamento, Videla disse que “os inimigos do passado estão no poder e, de lá, tentam estabelecer um regime marxista” na Argentina. Além de todas as condenações já sofridas, em julho de 2012 ele foi condenado, incluída a pena perpétua, a mais 50 anos de prisão pelo desaparecimento de bebês durante o regime. A justiça argentina, depois de mais um ano de julgamento, considerou-o culpado de ter comandado um plano sistemático de roubo de recém-nascidos tirados de seus pais, presos políticos mortos ou desaparecidos. Além dele, outros acusados neste caso, entre civis e militares, também foram condenados a penas variando entre cinco e 50 anos de prisão. Com mais essa sentença, ele perdeu o direito de continuar solicitando o benefício da liberdade condicional, permitido na Argentina a partir dos 20 anos de reclusão. Videla, segundo sua esposa, morreu dormindo em sua cela.


JORGE VIDELA MORREU NO BANHEIRO DE SUA CELA
Videla não receberá honras militares em seu sepultamento


De Buenos Aires
Gelson Farias


Paz, em Buenos Aires. O homem que comandou boa parte dos anos de chumbo no país - durante os quais milhares de presos políticos desapareceram e seus filhos foram dados ilegalmente para a adoção - passou seus últimos anos detido. Fontes militares afirmam que o ex-general não será sepultado com honras, pois foi expulso do Exército em 1985 e alvo de uma lei de 2009 que proíbe que acusados de violações aos direitos humanos sejam homenageados pelas Forças Armadas. Videla foi encontrado morto às 8h25m desta manhã na cela do presídio onde cumpria pena perpétua por crimes contra a Humanidade. Na véspera, ele passou mal e se recusou a jantar. Embora Cecilia Pando, esposa de um militar, tenha afirmado esta manhã que o ex-general morreu dormindo, fontes penitenciárias afirmam que ele foi encontrado caído no chão do banheiro.

Ele foi encontrado em sua cela sem pulso nem reação da pupila, com um eletrocardiograma constatando o óbito, sendo 8h25m a hora da morte, informa o comunicado oficial. O único mobiliário em sua cela era uma estante cheia de livros de história e textos religiosos, além de uma mesa de cabeceira. Na parede exibia uma foto da família e um grande crucifixo de madeira. Os guardas da prisão disseram que na véspera de sua morte, Videla fez suas orações ajoelhadas ao lado da cama, como fazia desde criança. Sua última aparição pública foi em 14 de maio, quando ex-militar pediu a revisão de seus julgamentos, nos quais foi considerado culpado pelo sequestro, falsificação da identidade de menores e crimes contra a Humanidade. No episódio, ele se negou a responder as perguntas da promotoria, disse que se considerava um preso político e que sofria de crises de memória. A ditadura se estendeu até 1983, com Videla como presidente até 1981.

Os relatos dos anos de chumbo da ditadura argentina são pesados mesmo para um continente que já viu golpes e revoluções. Histórias de sequestros, tortura, de prisioneiros jogados ainda vivos de aviões ao mar, de crianças filhas de presos políticos arrancadas de suas mães e dadas para a adoção a casais ligados ao governo ainda hoje continuam sem ser completamente esclarecidas. Após o fim da ditadura na Argentina, Videla sofreu três condenações: a primeira em 1985, quando foi julgado e condenado à prisão perpétua, sendo destituídos do título militar dois anos depois por crimes contra a Humanidade cometidos durante seu governo. No entanto, cinco anos depois foi indultado pelo então presidente Carlos Menem.

Carlos Menem.

Um juiz determinou que os casos de subtração de menores durante a ditadura constituíam crimes contra a Humanidade, e por isso não prescreviam. Em 2007, logo na reabertura dos casos sobre os crimes da ditadura, os indultos foram declarados inconstitucionais, e Videla foi obrigado a cumprir pena de prisão perpétua recebida em 1985. Durante um julgamento em 2012, o ex-general foi sentenciado a 50 anos de prisão, acusado de arquitetar um plano sistemático para o sequestro de ao menos 35 bebês e crianças. Nesse mesmo julgamento, o Tribunal Oral e Federal N° 6, cuja responsável era a juíza María del Carmen Roqueta, unificou as três sentenças em uma pena única de reclusão perpétua em cárcere comum. Para roubar bebês de presos em centros clandestinos. Sem se arrepender, Videla declarou diante do tribunal...
“As mulheres que deram à luz, que eu respeito como mães, eram militantes ativas na máquina do terror. Muitas usaram seus filhos no ventre como escudos humanos”.
O ditador nasceu em 2 de agosto de 1925 na cidade de Mercedes, na província de Buenos Aires. Ocupou a Presidência da Argentina entre 1976 e 1981, na ditadura que se autodenominava Processo de Reorganização Nacional, iniciada em um golpe de Estado em 1976. Ele entrou no Exército muito jovem e aos 19 anos já era oficial da infantaria. Fez parte da Secretaria de Defesa entre 1958 e 1960 e dirigiu a Academia Militar até 1962. Já em 1971, foi promovido a general.

Dois anos depois, em 1973, foi nomeado chefe do Estado Maior, um grande salto em sua carreira. Um ano depois já era o comandante-chefe do Exército e em março de 1976 dirigiu um o golpe de Estado contra a então presidente e viúva do general Perón, María Estela Martínez. Ele se converteu no presidente da Junta Militar que governava o país e liderou uma das ditaduras mais sangrentas da Argentina. Videla nunca demonstrou arrependimento pela violência de seu regime e, em seus últimos anos, se encarregou de focar seus ataques contra o governo da atual presidente Cristina Kirchner. Na terça-feira da semana que vem, estava previsto que ele se apresentasse à Justiça para responder mais perguntas sobre Operação Condor, que tem outros 24 acusados e investiga 108 violações dos direitos humanos em ditaduras da América Latina.


SANTIAGO DO CHILE: AS APARÊNCIAS ENGANAM

De Santiago do Chile Parte I
Gelson Farias

Não julgue nada pela aparência. Essa é a premissa para quem deseja provar a comida chilena sem medo de ser feliz. Sem muitas variadas com a culinária brasileira, em uma semana você pode conhecer todos os pratos típicos do Chile. Então, não vamos perder tempo. Os pratos chilenos são do tipo “Parece, mas não é”. Entre paltas y marraquetas, eu comento, hoje, um pouco da surpreendente cozinha chilena, começando pelo café-da-manhã.



O abacate ( Palta) está presente em toda culinária chilena.


Antes de falar sobre os pratos típicos do Chile, é preciso saber o que é a palta. No Brasil, nós a conhecemos como abacate e a comemos como fruta, com açúcar ou mel. Mas no Chile, a palta é o que chamamos de abacate é considerada verdura e pode ser encontrado em todas as refeições. Portanto, acostume-se e não estranhe quando vir palta no pão, na salada, na pizza, no sushi e até mesmo no Mc Donald’s. Mas na se assuste, no fim das contas, a gente acaba se adaptando. O dia no Chile começa com um belo pão com manteiga, patê, marmelada, aqui é (geleia), ovo frito, com palta. Até que existe o presunto e queijo, mas são bem caros. A hallulla e a marraqueta (pão batido, ) a hallulla é o nosso pão, que chamamos de cervejinha, e a Marraqueta é um pão redondo e quase chato, são os pães mais comuns. Aqui no Chile -- não é como em Buenos Aires, que tem uma padaria em cada quarteirão -- não existe a padaria do jeito que a conhecemos. Para comprar seu café da manhã, só em mercearias ou em supermercados. Em Santiago, por exemplo, onde trabalho, o mais parecido à padaria, como em Porto Alegre, é a rede de supermercados Castaño, presente em qualquer esquina ou metrô da cidade. Para beber, vale um café ou leite com chocolate em pó. No inverno, é normal tomar uma agüita, que é como eles chamam o chá (té, no espanhol normal ).

Marraqueta e a hallulla .

Outra coisa comum no café da manhã é o que, que nada mais é do que o nosso bolo. E atenção! O outro nome para bolo em espanhol é pastel. Então, se vir uma Pastelería, já sabe! Bolos de festa, o nome é torta. Em geral, os hostales e hotéis oferecem o desayuno. Mas caso queira comer fora, uma dica é a franquia Fontarella. A padaria se encontra em diversas partes da cidade. Por via das dúvidas, deixo alguns endereços abaixo:


Torta chilena. Tem o gosto da nossa “ bomba, o doce que comemos por ai em Porto Alegre.


Deixei aqui dois endereços, em Santiago do Chile, onde se pode tomar um bom café da manhã com preço razoável.

Casa Matriz: Rua Santa Elisa, 210, La Cisterna.
San Pablo: Rua Almirante Barroso, 810 – 814. Tel: 7842368
Santa Lucía (Centro): Rua San Antonio, 242. Tel: 7842382


Portanto não esqueça. A marraqueta e a palta vivem juntos. É o pão em fatias, que os chilenos adoram, tanto no café como no almoço ou no jantar. Eles usam a Palta, o abacate batido e passam no pão. E para quem não sabe a rede norte-americana Starbucks está presente em Santiago. Você pode tomar capuchinos, cafés, usar seu notebook e se sentir como em um filme de Hollywood.

No próximo: o almoço no Chile.


Frotas pesqueiras chinesas pilham oceanos, incluindo costas brasileiras

Escrito por Luis Dufaur
Internacional - China

Pilhagem dos mares. A expressão pode parecer por demais forte, decididamente exagerada e cheia de preconceito. Entretanto, ela foi lançada pelo cotidiano parisiense de tendência socialista Le Monde, próximo ideologicamente do regime de Pequim.
De fato, não há outra expressão para qualificar o gigantesco saque dos mares realizado pelas frotas de pesqueiros chineses, segundo estudo internacional coordenado pelo renomeado biólogo Daniel Pauly, da Universidade de Columbia-Britânica.

O estudo colocou em números a fabulosa depredação de um recurso alimentar fundamental para o gênero humano, o qual está diminuído de modo preocupante pela descontrolada exploração ordenada pela ditadura de Pequim.


Pesqueiros chineses no porto de Haiku
O estudo foi publicado pela revista especializada Fish and Fisheries (Texto completo em PDF: CLIQUE AQUI) e republicado pela revista científica Nature em 4 de abril de 2013.



Nenhum mar está isento do vandalismo marxista
O trabalho conclui que os pesqueiros comunistas chineses colheram em águas territoriais de outros países entre 3,4 milhões e 6,1 milhões de toneladas de peixe por ano entre 2000 e 2011.

Nesse período, Pequim declarou à Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) ter pescado em média apenas 368.000 toneladas de peixe. A verdade doze vezes menos!

É certo que a China marxista tem bons amigos na FAO, mas o desequilíbrio é ovante!

O valor do peixe desembarcado na China vindo de mares de outros países atingiria 8,9 bilhões de euros por ano (por volta de 27 bilhões de reais).

A China falsificou também os dados da pesca em suas águas territoriais. A equipe de Daniel Pauly teve de trabalhar com estimativas baseadas no número de pesqueiros ativos, especialmente os grandes.

A pesca, sobretudo a industrial, é uma verdadeira arte que deve respeitar os ritmos naturais da multiplicação das espécies aquáticas, utilizar técnicas seletivas, etc., sob pena de danificar de modo grave a dimensão dos cardumes e reduzir perigosamente a possibilidade de pesca nos anos futuros.

Mas nada disto significa qualquer coisa para a planificação socialista de Pequim, que exige resultados a qualquer preço. E melhor ainda se com dano a outros países.

Costas africanas, as mais pilhadas
É no Atlântico Sul – portanto, quase nas ‘barbas’ do Brasil – onde os chineses estão fazendo o pior estrago.

Nas costas africanas proprietários chineses de navios fazem trabalhar os pescadores locais na base da chibata. Estes são pessimamente remunerados com algumas caixas de peixe que podem vender, só que não nas costas africanas, para não patentear o crime, mas na Ásia.
Segundo estudo toda a costa brasileira é objeto de incursões pesqueiras chinesas

Os governos africanos e as ONGs concernidas que trabalham no local consideraram objetivos os dados do estudo e acrescentam ainda outros.

Todos denunciam os grandes pesqueiros que sem qualquer critério trabalham nas águas mais ricas de peixe da África recolhendo volumes espantosos. Estes são imediatamente transferidos para navios-fábrica ou congeladores que voltam direto para a China.

A África é a maior vítima das frotas predadoras pequinesas, que levam em média, segundo os pesquisadores, 3,1 milhões de toneladas de peixe por ano. Isso representa o 64% da pesca em águas territoriais alheias.

A América do Sul e a Central, e até a Antártida figuram nos planos de pesca ilegal das frotas chinesas.

Um dos mapas do estudo apresenta a totalidade da costa brasileira como sendo objeto dessa pesca ilegal.

Os chineses procuram as águas dos países com mais peixes e com vigilância marítima mais fraca. Ou com governos lenientes à depredação. E até com governos que assinam tratados irresponsavelmente.

O estudo constata “legal” que tanto pelos tratados quanto pela pesca ilegal e sem controle, ou burlando ditos tratados, não se podem distinguir exatamente os volumes da pesca.

Pára a pesca racional no mundo
Os especialistas engajados no estudo são canadenses, espanhóis, franceses e australianos, os quais alertam para o fato de que essa pesca predatória ameaça o potencial pesqueiro planetário. Já se constata uma estagnação dos volumes mundiais de pesca por parte dos países respeitosos das regras.

As frotas pesqueiras chinesas adquiriram proporções descomunais e estão compostas por navios tais, que custa acreditar que ainda não tenham afundado, tamanhas são as precariedades de manutenção e modernização, bem como a miséria dos tripulantes.

O fato leva a pensar que grande quantidade de peixes é pura e simplesmente perdida nessas naus enferrujadas, piorando o quadro denunciado pelos cientistas.

Luis Dufaur, escritor, edita o blog Pesadelo Chinês.

Domingo de chuva...

Este domingo que está encerrando as portas - sao cinco e meia da tarde - me lembra o tango aquele que fala em "una tarde griss..."

Fui almoçar num restaurante da rua Santana dos gringos - os garçãos são todos do interior - mas a comida é boa. É na rua Santana...é um bastantão, mas a comida é muito boa, o restaurante é limpo, mas simples.

O que tem de caro lá é a caipirinha. Oito pratas....

Não tomei. Optei pela ' ceva" de 7 pilas.

Ainda sobrou boia que trouxe pra casa....

Estou ouvindo o velho Ernesto Guedes no Concentração da Guaíba.

O ' velho' Ernesto Guedes já deu tiros em campos. Este é ' macho ' pra caralho!

De São Borja!

TODOS QUEREM A DEPUTAÇÃO...

SEGUNDO A FOLHA REGIONAL QUE CIRCULOU NA SEXTA PASSADA TRES POLITICOS DO PDT LOCAL são candidatos a deputado estadual: Os vereadores Roque Feltrin, Celso Lopes e o ex-prefeito Mariovane Weis.

Também outro postulante é o Sérgio Guimarães,filho do ex-prefeito Aquino Guimarães,cassado em 1964, Guimarães é aposentado da Assembléia Legislativa e trabalhou na gestão passada como assessor da Câmara Municipal de São Borja.

Ele também quer a deputação estadual, mas a meu ver fará apenas papel de coadjuvante.

CANDIDATURAS POSTAS


OS QUATRO POSTURLANTES AOPIRATINI ESTÃO DEFINIDOS. MEMEIA PELO PP, TARSO PELO PT,RIGOTTO,PELO PMDB E VIEIRINHA PELO PDT.

OS DEMAIS SÃO COADJUVANTES....

MAS EU AINDA ACHO QUE O SEGUNDO TURNO SERÁ DECIDIDO ENTRE MEMEIA E TARSO E QUE O PDT VAI FICAR O ATUAL GOVERNADOR. AI A PORCA TORCE O RABO.


Estoicismo, fisiologismo e ignorância

Carlos Chagas

Estoicismo, obstinação e sacrifício podem definir a longa sessão de quase 23 horas na Câmara dos Deputados, encerrada às 10 horas da manhã de ontem. No reverso da medalha, verificou-se fisiologismo, radicalismo e ignorância.
Estoicismo por parte do presidente da casa, Henrique Eduardo Alves, que presidiu os trabalhos sem ausentar-se um minuto sequer, engolindo sapos e distribuindo gentilezas, tudo na determinação de ver aprovada a Medida Provisória dos Portos e cumprir seu pacto de lealdade para com o governo Dilma.
Obstinação dos líderes da base parlamentar do governo em não ceder às manobras de obstrução das oposições.
Sacrifício feito pela maioria dos deputados que apóiam o palácio do Planalto, permanecendo em vigília por quase um dia, sem arredar pé do plenário. E isso depois de terem passado em claro a madrugada da véspera, quando se iniciaram os debates. Em suma, 36 horas sem dormir.
Fisiologismo aos montes, tanto por parte daqueles deputados sem nome, moradores dos grotões, que deram ao governo o troco por não terem atendidos seus pedidos de liberação de verbas, assim como pela falta de consideração da presidente Dilma para com eles.
Radicalismo das oposições que quase conseguiram obstar a aprovação da MP, dizendo-se em obstrução e não aceitando entendimento com as bancadas oficiais.
E ignorância do governo e seus coordenadores políticos, infensos a entender-se com os grupos descontentes de sua própria base parlamentar e, mais do que isso, fornecendo aos jornais de ontem manchetes como a de que o Executivo estava pronto para vetar artigos do texto a ser aprovado, mesmo sabendo provir de amplo acordo entre os partidos que o apóiam.
UM ALERTA, QUASE UM ULTIMATO
Terá sido a última vez em que a presidente Dilma saiu vitoriosa na Câmara, se não mudar de estratégia no trato com os deputados de sua base. Grande foi a reação do PMDB, seu braço de apoio, diante do descaso com que é tratada a maioria das bancadas do partido. Some-se os deputados de outros partidos, também descontentes e se verá nos números a evidência dessa rebelião quase vitoriosa. Entre 513 deputados, são 410 aqueles nominalmente governistas, mas muitas mágicas precisaram ser feitas para que 257 deles formassem o quorum imprescindível à aprovação da redação final da Medida Provisória.
O presidente Henrique Alves precisou esticar a sessão, permitindo discursos longos e inócuos dos líderes, para dar tempo aos deputados da base que em sinal de protesto tinham ido para casa dormir. Foram acordados e cederam a apelos para retornar e dar número. Basta fazer a conta e ver que o Executivo não contará mais com 153 partidários, caso não altere seu relacionamento com o Legislativo.
QUEIXAS E ACUSAÇÕES
Foram numerosas as agressões trocadas entre deputados da oposição e da base oficial, com ênfase para o entrevero entre Anthony Garotinho, do PR, e Ronaldo Caiado, do DEM, sem esquecer que o primeiro acusou o PT e o governo de aprovarem um texto que beneficiaria o empresário Daniel Dantas. Mesmo assim, no final, Garotinho alinhou-se à corrente oficial.
Houve até deputado que acusou a bancada da maioria de “mulher de malandro, aquela que gosta de apanhar”, por conta da humilhação de ceder ao autoritarismo governamental. Durante a maior parte das 23 horas de debates foi rotina o desrespeito entre os oradores, situação apenas esmaecida quando ficou claro, na última votação, que a MP seria aprovada. No fim, para situação e oposição, tudo não passou de uma demonstração de que a democracia funciona entre nós.
BAIXARIA
Para quem acompanhou tantas horas de discursos e firulas regimentais, saltou aos olhos um expediente ridículo e histriônico adotado por montes de deputados, que interrompiam oradores e até o presidente da Câmara para agarrar um dos microfones de aparte e gritar que “aqui fala o deputado Fulano de Tal, para registrar que votou com o seu partido”. Ora bolas, se votaram, o painel de votações registrou e o Diário do Congresso publicará.
Na verdade, essas centenas de intervenções deviam-se apenas ao desejo desses mal-educados de aparecer na TV e na Rádio-Câmara. A partir de uma certa hora o presidente Henrique Alves passou a desconhecer e até a desprezar essas grosseria, sem sequer agradecer pela comunicação. Essa prática tem-se repetido há anos, mas nas madrugadas de quarta-feira e de ontem, multiplicaram-se. Uma lástima.
SENADO OU APÊNDICE?
A Câmara levou os dias que quis, ou que pode, para aprovar a Medida Provisória, sendo a decisão levada por volta do meio-dia de ontem para o Senado, o qual, humilhantemente, dispunha de apenas 12 horas para discutir e votar o texto, sob pena dele caducar, frustrando os interesses do governo. Transformados em apêndice desimportante dos deputados, os senadores precisam tomar cuidado para que não germine outra vez a teve do unicameralismo no país.

Sindicato realiza Encontro Estadual de Jornalistas em Assessoria de Imprensa nos dias 24 e 25

Debater sobre os desafios e avanços na assessoria de Imprensa no setor público e sindical. Com esse proposta, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul vai promover nos dias 24 e 25 de maio,a quinta edição do EEJAI, Encontro Estadual de Jornalistas em Assessoria de Imprensa. O evento acontece no auditório Sady Schiwitz da Prefeitura Municipal de Canoas - rua 15 de Janeiro, 11, Centro. As inscrições já estão abertas. Sindicalizados em dia em inscrição gratuita e para os demais jornalistas custa R$ 30. Estudantes pré-sindicalizados também não pagam inscrição, enquanto que demais acadêmicos de Jornalismo pagam R$ 10. As inscrições podem ser feitas na sede do Sindicato - rua dos Andradas, 1270, 13º andar ou no dia da programação. A parti cipação nos dois dias do encontro dá direito a certificado. A realização é do Núcleo dos Jornalistas em Assessoria de Impre nsa do SINDJORS.

Programação

Sexta-feira - 24
18h - Credenciamento
19h - Abertura - Solenidade Oficial com presença de autoridades locais e estaduais
20h - Conferência de Abertura
João Franzin - Diretor da Agência Sindical de São Paulo
21h30min - Ato de criação do Núcleo dos Jornalistas de Imagem do Sindicato dos Jornalistas do RS
22h - Coquetel de Confraternização

Sábado - 25
9h - Painel Assessoria Sindical
A importância do jornalismo sindical dentro das lutas pela hegemonia da classe trabalhadora
Inara Claro - Diretora de Comunicação da Plena Consultoria e Comunicação Integrada
Jairo Sanguiné - Professor da Universidade Católica de Pelotas e Assessor do Sindicato dos Bancários de Pelotas
10h - Café
10h30min - Painel Assessoria Pública
Assessoria de Comunicação Pública - boas práticas e perspectivas< br />Dica Sitoni - Diretora de Jornalismo da Secretaria de Comunicação e Inclusão Digital
Paulo de Tarso Riccordi - Coordenador da Assessoria de Comunicação da Bancada do PT na Assembleia Legislativa

14h - Apresentação de case
Assessoria Sindical
Assessoria Pública
15h - Plenária e Apresentação de teses
* As teses devem ser enviadas para sindjors@jornalistasrs.org até o dia 20
16h - Café
16h30min - Eleição dos delegados para o Encontro Nacional dos Jornalistas em Assessoria de Imprensa - ENJAI
17h30min - Encerramento.
Como chegar

Para quem está em Porto Alegre e vai de metrô, basta desembarcar na estação Canoas, descer a passarela que vai para o calçadão central, e caminhar em direção à BR-116. A primeira esquina é a rua 15 de Janeiro, e dobrando à direita é possível andar até o prédio da Prefeitura. Quem for de ônibus deve se certificar que a linha passa no Centro de Canoas, para descer na parada em frente à praça localizada junto à Prefeitura. Quem pegar ônibus até a Rodoviária de Canoas precisa atravessar a passarela, que vai lhe deixar na rua Ipiranga, e então procurar a esquina com a rua 15 de Janeiro, onde fica a Prefeitura, no número 11 - quem estiver na BR-116 tem como referência a Praça do Avião.

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do RS
Assessoria de Imprensa
Marcio de Almeida Bueno (Mtb 9669)

Memória da Imprensa

Estava agora visitando o Ataídes Miranda e ele me recordou dos três mais eficientes que ele conheceu.

Ele me lembrou do Otalio Camargo que assessorava o Carlos Alberto Chiarelli(PFL) e Benito Giusti que assessorava o Germano Bonow.

Um, Camargo, ia sempre no sabado de manha visitar as rádios com o release(noticiário) do Chiarelli.Acabava sempre saindo na edição do domingo. Já o Benito levava o release do Bonow no domingo que era pra sair na segunda.

A Josie Negreiros me contou que quando ela editava o Renner - famoso noticiário da Guaíba - o Gustavo Motta, que trabalhava também na Assembléia Legislativa, levava sempre a ultima do Renner sobre o Pedro Simon.

A ultima do Renner era a mais importante noticia do noticioso....tinha este critério.
Não quero dizer com isto que os colegas não fossem profissionais: eram sim e muito competentes. Quero apenas dizer que sabiam a hora de chegar pra fazer acontecer.

Coleguinhas

Elvio Alberto dos Santos não tem comentado sua prisão na Operação Concutare no feice.

Impeachment de Tarso

Estou ouvindo hoje, sexta, dia 17.05 na Guaiba a noticia do ingresso de uma ação popular por parte de João Luiz Vargas pedindo impeachment do governador. Um colega que frequenta a sala JCTerlera, e que tem o site Brasil Imprensa Livre estava atrás deste assunto há mais de uma semana.Parabéns ao Vilnei que fez sozinho a primeira investigação!!!!

Lá vem o Mauro Rocha gozar os gremistas!( o editor)

OLIDES !

ATÉ QUE ENFIM O GRÊMIO SE MOSTROU.NA VERDADE É O RETRATO DO LUXA.
ULTRAPASSADO,SENIL, SEM PRETENSÕES.

O SANTANA TEM RAZÃO; QUEM NÃO GANHA DO HUACHIPATO NMA ARENA, COMO PODE
CHEGAR A FINAL DA LIBERTADORES.


FORAM LONGE DEMAIS. TEM PLANTEL MAS NÃO TEM TIME !!!!


LEMBRANDO EM TEMPO; O ROTH ESTÁ LIVRE !!!!!!

UM ABRAÇO.

MAURO

" MEMEIA DISPARA

NA DISPUTA ELEITORAL..."



Uma pesquisa informal mandada fazer pelo deputado estadual Cassiá Carpes(PTB) dias atrás mostra a seguinte situação pro ano de 2014, no Rio Grande do Sul: A senadora Ana Amélia Lemos(PP) está em primeiro lugar, em segundo vem o atual governador Tarso Genro(PT), em terceiro está o ex-governador Germano Rigotto(PMDB) e em quarto o deputado federal do PDT, Vieira da Cunha.

Esta situação, garante Cassiá Carpes,não o fará optar de imediato pra ingressar no PP.

Cassiá tem um problema em fazer esta opção: em São Borja, onde ele tem cerca de 10 mil voltos, o PP é forte e tem outros candidatos.

Cassiá nunca foi de esquerda. Portanto, não deverá ir pro PT.

Pro PDT, é certo que não irá, Embora em política o certo de hoje não é o certo de amanhã.

Cassiá deve ir mesmo pro novo partido, o da Marina Silva, o Rede.

Ele no entanto, nega esta adesão imediata.

SEM PULO - TÚNEL DO TEMPO - 18.05.2013



Rudimar Thomas

Prefeito recebe diretoria da Associação do Hospital Nossa Senhora do Rosário

Na terça-feira, 14 de Maio de 2013, o Prefeito Ademir Antônio
Presotto recebeu, em seu Gabinete, a nova diretoria da Associação
Civil do Hospital Nossa Senhora do Rosário de Serafina Corrêa. Na
ocasião, foram apresentados, ao Chefe do Executivo, os novos membros
da diretoria da referida Associação, cuja presidente é Selma Fávero
Fincatto.

Parque e Corredor Gasômetro - O corte das árvores

O mandato do vereador Comassetto levou uma proposta de Parque e Corredor do gasômetro ao prefeito Fortunati e ao vice-prefeito Sebastião Melo, mas não obteve resposta...agora espera pelo bom senso do poder Público Municipal para que a área do parque seja a que está estibulada no Plano Diretor, apesar do corte das árvores.

De acordo com a proposta, a área deve abranger não só a Praça Brigadeiro Sampaio (como está no projeto do jaime Lerner). mas também a Praça Júlio Mesquita, ligadas por um rebaixamento que unificará ambas com a Usina do Gasômetro e a Orla do Guaíba, conforme primeira proposta do Engenheiro Rogério dal Molim.


Vereador Engenheiro Comassetto

Legislativo apoia o Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Na manhã de sexta-feira (17/05), o presidente da Câmara, Roque Feltrin, participou da Caminhada Alusiva ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O evento teve início na Prefeitura e percorreu as ruas Cândido Falcão, Coronel Lago e General Marques, encerrando em frente ao Executivo Municipal.
A iniciativa faz parte da programação que lembra o Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de maio, e reuniu dezenas de pessoas. O objetivo da ação é mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta pelo fim da violência sexual contra crianças e adolescentes.
Representando o Legislativo, Feltrin destacou a importância da caminhada: “É importante a conscientização de todos em prol dessa causa; famílias, escolas, instituições de atendimento, igrejas, universidades e toda a sociedade civil. O abuso sexual em uma criança traz sequelas graves para o convívio dela na sociedade. Ela torna-se uma criança sozinha, tímida e com medo de se envolver com outras pessoas. Precisamos acabar com esse silêncio e denunciar esse crime perverso”.
As denuncias podem ser feitas pelo disque 100 ou pelo telefone do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), 3431 8799. O Centro funciona na Rua Francisco Kolterman, nº 1650, na Vila Umbu.

Serafina Corrêa! É na história e no Hino desta linda cidade que me
inspiro, ao deixar minha mensagem de despedida.

Município que canta e encanta, que sorri e acolhe pela beleza de suas
paisagens e pela cultura de seu povo. Povo valente, que trabalha e não
mede esforços para a construção de uma cidade cada vez melhor. Esse
foi o legado deixado pelos bravos guerreiros que aqui dedicaram suas
vidas e suas famílias para a criação de uma Serafina Corrêa que, hoje,
é modelo de progresso.
O que mais me encanta é o brilho no olhar das crianças, o sorriso
sincero e experiente da melhor idade, a simplicidade, a cumplicidade,
o aconchego, o afeto, a humildade.
É com essa humildade que eu, Rainha do Cinquentenário de Serafina
Corrêa, me despeço de um cargo do qual me orgulho, porque ser Rainha
não é manter uma faixa no peito e uma coroa na cabeça, mas sim, é ter
a missão de levar com toda simpatia e comprometimento a boa imagem
desta importante e valorizada terra.
Essa missão que me foi confiada, tenho a certeza que, juntamente com
as Princesas Débora e Denise, a fizemos da melhor forma possível. Após
quase 4 anos, nosso sentimento é de dever cumprido.
Agradeço à Deus, a minha família, aos amigos e à Administração Pública
Municipal pelo grande apoio e carinho que sempre tivemos.
Desejo a todos os Serafinenses paz e felicidade sempre!
Com apreço.
Jennyfer Ravini Zanluchi Scheffer
Rainha do Cinquentenário de Serafina Corrêa

Temperaturas baixas também em Serafina Corrêa

Na manhã de sexta-feira, 17 de Maio, o Rio Grande do Sul amanheceu
com temperaturas baixas. Em Serafina Corrêa, no início do dia, as
temperaturas marcavam 0ºC. Neblina e locais com geada foram o cenário
do início da manhã de sexta-feira.

05/05/2013 Por R.Fialho em Brasil Olavo de Carvalho Política – Olavo de Carvalho 2/52013

Quando digo que as Forças Armadas têm de reagir, isso não tem NADA a ver com golpe militar. Se a cada vez que as Forças Armadas fossem achincalhadas os comandantes reagissem com processos criminais em vez de choramingar em notinhas oficiais que ninguém lê, as coisas nunca teriam chegado aonde chegaram. Eu disse isso mil vezes, e só recebi em resposta aquele olhar de desprezo olímpico com que os “de dentro” humilham os “de fora”. Ainda está em tempo de mover, ao menos, processos cíveis de indenização. Arruinariam o esquema jornalístico de difamação, que é uma peça essencial do poder esquerdista.
Uma segunda medida que as Forças Armadas têm a obrigação de tomar, ainda que com atraso monumental, é instituir suas próprias comissões de pesquisa histórica para averiguar a participação dos comunistas brasileiros na máquina internacional de matar criada por Fidel Castro. Sabem por que não fazem isso? Porque o governo militar do Brasil ajudou Fidel Castro a matar angolanos às pencas.
E por que as nossas Forças Armadas nunca enviaram um pesquisador aos Arquivos de Moscou, para descobrir quem, neste país, estava na folha de pagamentos da KGB?
Quase duas décadas atrás, localizei um historiador russo, residente em Moscou, que falava português e podia fazer a pesquisa por 500 dólares mensais. Não consegui arranjar nem um dólar, por mais que implorasse a milicos, empresários, políticos, etc. Eu mesmo teria pago o salário do homem, se pudesse, mas na época estava numa pindaíba de fazer dó.
Hoje em dia, não sei se ainda está aberto o acesso aos arquivos. Mas não custaria nada entrevistar os pesquisadores estrangeiros que já andaram por lá. Se quiserem contato com o Vladimir Bukovski, arrumo em dez minutos.
Há muitas coisas que as Forças Armadas podem fazer dentro da lei. Ainda não tentaram nenhuma.
Quando os militares dizem que só vão reagir “a pedido da sociedade civil”, não sei se o fazem por burrice ou por cinismo. Em 1964 a sociedade civil saiu às ruas porque tinha entidades poderosas que a representavam. Hoje, essas entidades não existem mais ou foram instrumentalizadas pelo PT. A sociedade civil real foi diluída, o que existe hoje é um treco chamado “sociedade civil organizada”, a rede de ONGs a serviço do governo. Os milicos sabem disso. Se cruzam os braços sob a alegação de que esperam um chamado, é porque sabem que NINGUÉM vai chamá-los. Exceto o PT, é claro.
E desde quando a obrigação militar de defender a Constituição está condicionada a um apelo suplementar? Belos patriotas, que só cumprem seu dever quando empurrados de fora.
Sabem por que tantos milicos têm medo de reagir? É porque têm a consciência culpada. Quando governavam, tinham medo de aplicar a pena de morte, porque achavam que iria pegar mal. Em vez disso, preferiam matar escondido e sumir com os cadáveres. Tendo todo o poder legal na mão, preferiam combater como bandidos e não como verdadeiros militares. Sacrificaram a honra à boa imagem. Perderam as duas coisas. É claro que os culpados disso foram muito poucos, mas essa meia dúzia legou à corporação um saldo de vergonhas que, hoje, inibe injustamente a corporação inteira.

Roteiro do findi

Tem filmes bons ...passando....

Com este frio, uma lareira seria um grande programa!

O governador Tarso Genro

na festa dos vinhos!

O governador Tarso prestigiou a festa dos vinhos na noite da ultima quarta, dia 14.5.

Tarso é candidato a reeleição,certo!

Coleguinhas

Regina Lemos faceira na entrada do Palácio Piratini, na noite da ultima quarta....' exibida' como ela só, lembrei-a da vez que tomou um ' gancho' de três dias na antiga TV Gaúcha(hoje RBSTV)...tudo porque numa festa, ou um coquetel da RBS,ou da Rádio Gaúcha, o Flávio Alcaraz Gomes lhe deu um copo de cerveja. Ela tomou e ' ficou' bêbada.....resultado: tomou um gancho...sabem o que ela fez: pegou um avião e foi a São Paulo....isto está contado no meu livro Pauta, o Avesso das Redações

FORTUNATTI FELIZ

NO PIRATINI

Na noite de quarta, ao chegar ao Palácio Piratini pra festa dos vinhos, o prefeito José Fortunatti foi recepcionado com um ' chima amigo". Na foto ele está com a colega Regina Lemos.

Briqnuei com ele que a legenda da foto seria:

' FORTUNATTI TREINA

UM MATE NO PIRATINI"

Ele apenas riu....

 

Grupo Folclórico

' Massolin dei Fiori"


Eles animaram a noite da festa dos vinhos no Palácio Piratini. Tava muito legal.!

MERICA,MERICA,MERICA....

Na Festa dos vinhos - Ubravin - na noite da ultima quarta,dia 15/05 - o ex-deputado Vitor Faccioni cantou com o pessoal do grupo de cantoria...animaram a noite! Parabéns a eles!

OS COZINHEIROS DO PIRATINI

Nesta cozinha do Palácio Piratini se fazem os quitutes saborosos que se come nas festas oferecidas pelo Piratini. Os funcionários estão sempre a postos e bem dispostos para o trabalho. Parabéns a eles! Foi assim na festa dos vinhos da qual participei na noite de quarta passada!


O FRIO CHEGOU, É BOM LAGARTEAR

Imagens pelo centro de Porto Alegre do frio de hoje de tarde!



Igrejinha Martim Luther

Fica ali na D. Pedro II...Alguns ' burocratas' queriam destrui-la quando fizeram a Perimetral, mas um movimento preservacionista a conservou.

Que bom!

Estes tecnocratas gastam o dinheiro público pra ir a Paris visitar museus. Mas aqui querem derrubar o que temos....

Na verdade, eles gostam é do dinheiro alheio.


Coleguinhas

Sérgio Martins que foi dono da Academia do Parcão, faz foto na coletiva da Federasul.


O INVERNO DEU AS CARAS....

Quando cheguei no centro agora ao meio dia - sim, porque de manhã estou trabalhando em casa e como é bom - encontrei algumas cenas de frio.É bem verdade que tinha pelo bairro Petrópolis, também...mas com aglomeração humana, tem mais fotos.

Pedi pra mãe arrumar a bebê pra poder bater esta chapa!


Los argentinos tomamos cien litros de mate por año

La cantidad triplica a la del vino y a la de la cerveza y duplica a la de gaseosas. Pasión nacional, es una gran fuente de propiedades nutritivas y medicinales, con un aporte calórico mínimo.

De Buenos Aires
Enriqueta sollares


A la mañana, a la tarde, en casa o en la oficina, siempre estamosdispuestos a compartir unos “verdes”. “Dale, venite a tomar unos mates”, debe ser una de las frases más repetidas –y más escuchadas- en Argentina. Pero, ¿sabemos qué tomamos cuando lo tomamos? Mate, del quichua mati, es el nombre de un fruto y quiere decir,también, calabacita. Y a ese recipiente le debe su nombre estainfusión, que es la más consumida en nuestro país y cuyo nombrecorrecto, en realidad, es “mate cebado”.

Los argentinos consumimos anualmente 100 litros de mate per cápitacontra 30 de vino, 34 de cerveza, 18 de agua mineral y 50 de gaseosas.Con respecto a otras infusiones, la diferencia es aún mayor: por añocompramos 240.000 toneladas de yerba, 33.400 de café y 6.000 de té (Instituto Nacional de la Yerba Mate, INYM).

¿El mate engorda? Increíble, pero es una de las cuestiones de másfrecuente consulta en Google. Y la respuesta del INYM es… Poco y nada.Medio litro de agua y 50 gr de yerba generan un aporte de sólo 47 calorías, nada de grasas totales, grasas trans o grasas saturadas.

En primer lugar, la mateína tiene propiedades energizantes. Es un alcaloide que estimula el sistema nervioso central, produce sensaciónde bienestar, brinda lucidez intelectual y aumenta la concentración”,explica la Ingeniera Agrónoma Josefina Armendares asesora de la empresa CBSé.

“El mate es una bebida saludable porque contiene polifenoles que funcionan como antioxidantes. La infusión de yerba mate se reveló como un antioxidante más potente que el ácido ascórbico (vitamina C), conpropiedades similares al vino tinto en su rol de fuerte antioxidante yde inhibidor en la oxidación de lipoproteínas de baja densidad. Entre otras cosas, los polifenoles detienen el envejecimiento celular yaumentan las defensas naturales del organismo. También, al prevenir elenvejecimiento celular ayudan a prevenir ciertos tipos de cáncer ydisminuyen el riesgo de enfermedades cardiovasculares”, se puede leer en la página de La Marias, uno de los establecimientos yerbateros más grandes del país.

la yerba tiene fósforo, sodio, magnesio, potasio,calcio y hierro.

A su vez, cada mate que tomamos es nutritivo. “Además de ser un diurético suave, aporta vitaminas A, B1, B2, B3, B5, B6, C y E y 15 aminoácidos”, agrega Armendares. En cuanto a los minerales presentes, continúa explicando: “la yerba tiene fósforo, sodio, magnesio, potasio,calcio y hierro. Y un beneficio más: reduce el colesterol. Lassaponinas presentes en esta infusión disminuyen la cantidad delipoproteínas de baja densidad que se encuentran en la sangre”.

Como vemos, las propiedades medicinales del mate son muchas. Pero hay más: “también estimula la diuresis sobre el aparato urinario, mejora el tránsito intestinal y regula la presión arterial”, concluye Armendares.

TIRAGEM DE O SUL

O jornal O SUL, aquele que as rádios dizem ' tá todo mundo lendo...." tira entre 28 a 30 mil exemplares.

Vacina protege contra três tipos de vírus influenza pelo período de um ano

A Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde de Porto Alegre divulgou os dados consolidados até esta quinta-feira, 16, da 15ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe. Foram imunizados 304.239 integrantes do grupo prioritário, o que representa 97,59% do total deste público, formado por 311.745 pessoas. Foram vacinados os integrantes dos grupos prioritários (gestantes; pessoas com 60 anos ou mais; mulheres até 45 dias após o parto; indígenas; crianças de seis meses a menores de dois anos e profissionais de saúde.
Do total de pessoas da população de maior risco, foram imunizadas 27.405 crianças (96,57%); 66.674 trabalhadores em saúde (124,96%); 12.623 gestantes (88,96%); 3.520 puérperas (150,94%); 850 indígenas (175,26%) e 193.167 idosos (90,69%).

A vacina protege contra três tipos de vírus influenza: influenza A H1N1, influenza A H3N2 e influenza B, pelo período de um ano. Estudos realizados nos últimos anos comprovam que a vacinação diminui em 32% a 45% as internações por pneumonias e em 39% a 75% o índice de mortes entre a população em geral. Analisando apenas a população de idosos, as pesquisas demonstram que a possibilidade de pneumonia cai em 60% com a vacina; o risco de hospitalização em decorrência de complicações da gripe, em 50%; e de morte, em 68%.
Prevenção - Medidas simples e importantes podem evitar a disseminação da doença. Entre os cuidados que se destacam está a proteção da boca e nariz ao tossir e espirrar, cobrindo-a preferencialmente com a dobra do cotovelo, evitando o uso das mãos. O vírus, ao ser expelido, pode depositar-se em alguma superfície onde ainda sobrevive por um período de tempo. Caso uma pessoa venha a ter contato com a área e depois toque os olhos ou a boca, pode vir a contaminar-se. Lavar as mãos com frequência com água e sabão ou utilizando álcool em gel é outra medida importante para evitar o contágio.

Seminário debate gestão de resíduos sólidos

Para debater os desafios e as perspectivas da gestão dos resíduos sólidos por parte do poder público e da iniciativa privada, a Associação Toda Vida e a Câmara de Vereadores de Porto Alegre realizam a segunda edição do "Seminário de Gestão Sustentável de Resíduos Sólidos: Cidade Bem Tratada". O objetivo do evento é chamar a atenção da sociedade sobre o atual cenário da Política Nacional de Resíduos Sólidos e os planos nos níveis estadual e municipal. As palestras, gratuitas e abertas ao público, irão ocorrer nos dias 6 e 7 de junho, no Plenário Otávio Rocha, e integram a programação da Semana Municipal e Estadual de Meio Ambiente.
Durante o Seminário, sob a coordenação do advogado ambientalista Beto Moesch, especialistas e gestores irão abordar a situação da logística reversa, instrumento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações que visa o acompanhamento do início ao fim do ciclo de vida de um produto. O destino dos resíduos da construção civil, da área da saúde, do setor eletrônico e da indústria plástica será discutido.
evento irá colocar em pauta as metas para a eliminação e a recuperação de lixões, associadas à inclusão social e à emancipação econômica de catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis. Além disso, os incentivos, a tributação e o financiamento da política de resíduos sólidos também serão tratados no Seminário.

Serviço
O que é: Seminário de Gestão Sustentável de Resíduos Sólidos: Cidade Bem Tratada;
Quando: dias 6 e 7 de junho de 2013;
Onde: Plenário Otávio Rocha, na Câmara de Vereadores de Porto Alegre;
Quanto: a entrada é gratuita.

Estão abertas as inscrições para Concurso Público em Serafina Corrêa


A Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa, através do Prefeito Ademir
Antônio Presotto, no uso de suas atribuições legais torna pública a
abertura de inscrições e estabelece normas relativas à realização de
Concurso Público e Processo Seletivo Público, destinado a selecionar
candidatos para provimento de vagas nos empregos públicos, cargos
efetivos e cadastros reserva do quadro geral de servidores da
Prefeitura Municipal.
As inscrições para o Concurso Público de Serafina Corrêa estão
abertas do dia 16 de Maio de 2013 até o dia 06 de Junho de 2013, pelo
site www.pontuaconcursos.com.br.
O Concurso e o Processo Seletivo Públicos destinam-se ao provimento
das vagas existentes e de cadastro reserva, nos seguintes cargos e
empregos:
CARGOS:
Cozinheiro.
Atendente de Farmácia.
Atendente de Consultório Dentário.
Técnico em Enfermagem.
Médico Anestesiologista.
Médico Clínico Geral.
Médico Ginecologista Obstetra.
Médico Pediatra.
Médico Plantonista.
Médico Auditor Revisor.
Médico.
Professor de Séries Finais do Ensino Fundamental na Disciplina de Artes.
Almoxarife.

EMPREGOS:
Agente Comunitário de Saúde ? Área 1 ? ESF Gramadinho.
Agente Comunitário de Saúde ? Área 2 ? ESF Santin.
Agente Comunitário de Saúde ? Área 3 ? ESF Aparecida.
Agente Comunitário de Saúde ? Área 4 ? ESF Planalto.
Agente Comunitário de Saúde ? Área 5 ? PACS.

Estão abertas as inscrições para Concurso Público em Serafina Corrêa,
de 16 de Maio a 06 de Junho, pelo site: www.pontuaconcursos.com.br.

Exposição conta a história dos festivais nativistas

Tafona da Canção Nativa, em Osório, recebe mostra itinerante nos dias 17 e 18 de maio

Em uma atividade paralela à 23ª edição Tafona da Canção Nativa, em Osório, a exposição itinerante 40 anos dos Festivais de Música Nativista passará pelo Parque Jorge Dariva entre os dias 17 e 18 de maio.

A mostra, que estará aberta à visitação do público em geral, conta através de painéis e fotografias históricas a memória dos festivais de música nativista desde a criação da Califórnia da Canção até as disputas artísticas e culturais dos nossos dias.

Com o objetivo de prestigiar o festival, a Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (FIGTF), através de seu diretor técnico, Claudio Knierim, acompanhará a abertura do evento.

A exposição é realizada pela Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), através da FIGTF, com o patrocínio da Petrobras e produção da Tabla Produções Artísticas.

Identidade musical

Sem a música regional não haveria a cultura do Rio Grande do Sul como a conhecemos. E sem os festivais de música nativista, essa identidade musical que molda os ouvidos e alma de cada gaúcho certamente seria diferente.
É essa a história que a exposição itinerante está contando. A mostra comemorativa está passando por alguns dos festivais mais representativos do Estado. O objetivo é levar às cidades um pouco da memória desses encontros musicais que modernizaram a identidade rio-grandense.

A exposição reconta, desde suas origens, a trajetória dos eventos musicais que, ano após ano, movimentam comunidades e artistas de todo o Rio Grande do Sul, desde o início da Califórnia da Canção de Uruguaiana, passando pela superação de preconceitos artísticos, a luta dos artistas por liberdade de expressão e a conjuntura política das últimas quatro décadas.

A mostra já passou pela Tertúlia Musical Nativista, em Santa Maria; o 6º Festival César Passarinho, em Caxias do Sul; Acampamento da Canção Nativa, em Campo Bom, Reponte da Canção Nativa, em São Lourenço do Sul. A visitação é aberta ao público. Além destes festivais, a exposição está à disposição de outros eventos musicais.

Ney Barros

Anota o nome do Ney Barros para ñ esquecer.
Pelo q me contaram, na época em q trabalhei no "Eixo do Mal", o mencionado cronista havia sido demitido, ñ muito tempo antes, por causa de um texto q ele fez criticando o Mau-Mau, como alguns chamava o "Seu" Maurício, porque ele às vezes pagava o pessoal na sexta-feira, mas com um cheque q as criaturas só podiam descontar na segunda-feira. Ele era controlador de vôo do S. Filho e, pelo q também fiquei sabendo, acabou sendo demitido do DAC porque a ZH botou na matéria q o repórter (o Galdino) havia pedido para o controlador para pegar com o piloto informações sobre o estado do Roni Paganela, que se acidentara na estrada qdo estava indo cobrir um jogo do Inter no interiorzão. E o controlador ñ poderia falar esse tipo de coisa com o piloto. Assim, o cara acabou bem ferrado por um tipo de babaquice q, nós, jornalistas volta e meia cometemos.
E, a bem da verdade, q, qdo trabalhei lá (de 71 a 74), a situação já havia melhorado muito em relação a como estava qdo os irmãos Sirotsky receberam o jornal do Ary de Carvalho. O meu primeiro pagamento, por exemplo, eu recebi em dia e em dinheiro: um monte de notas de um pila, dinheiro q havia vindo direto da venda avulsa, da mão dos jornaleiros e das bancas.
A situação da ZH qdo o Maurício e o Jaime assumiram o jornal era tão ruim, q eles chegaram a procurar o Dr. Breno, para ver se ele ficava com o abacaxi, ainda mais q o negöcio deles era mesmo se firmar como retransmissores da Globo (houve uma época em q até deixaram a rádio em banho-maria, do qual ela só saiu qdo o F.A. Gomes assumiu como diretor). Mas, o Dr. Breno com aquele enorme tirocínio dele, achou por bem ñ comprar a ZH (teria dito:"Se está mal, deixa quebrar"). Diante do q, os manos Sirotsky viram-se na contingência de fazer o jornal dar dinheiro. E fizeram. (LD)

TRÁFICO DE MULHERES E CRIANÇAS PREOCUPA AUTORIDADES CHILENAS


De Santiago do Chile
Gelson Farias


Com a prisão de aliciadores e traficantes de pessoas no aeroporto do Chile, as autoridades começaram a ficar preocupada com essa nova onda de crime, envolvendo mulheres, homens e crianças que são traficas do Chile para outros países. Com isso, o Chile se transformou nos últimos anos em um enclave de destino, trânsito e origem de tráfico de pessoas. Para as autoridades judiciais, a exploração sexual são as formas mais frequentes da “escravidão moderna”. Embora alguém possa dizer que é apreciável o fenômeno do tráfico no Chile, no número de investigações não responde à percepção que possa existir a respeito de um volume maior destes fatos. Nas estatísticas da Subsecretaria do Interior consta que apenas 22 pessoas foram identificadas como vítimas deste crime entre 2011 e 2012, na maioria mulheres e crianças. No mesmo período foram detidas 63 pessoas, das quais dez condenadas. Contudo, o Informe sobre o Tráfico de Pessoas 20123 do Departamento de Estado norte-americano assegura que o Chile é hoje origem, trânsito de homens, mulheres e crianças vítimas do tráfico com fins de exploração sexual e trabalho forçado em outros países.

Símbolo da Campanha contra o tráfico de pessoas no Chile e no mundo.

A Organização dos Estados Americanos registra que o tráfico de pessoas registra dois milhões de seres e mobiliza cerca US$ 6,6 bilhões na América Latina. O Chile somente em 2011 incorporou uma lei que aborda este crime. A lei 20.507 atualizou o Código Penal para tipificar todas as formas de tráfico, incluída a realizada com fins de trabalho e o tráfico de imigrantes. Desde que há figuras novas de tráfico, aconteceram investigações que derivaram em sentenças condenatórias, embora reconhecendo que, há muitos desafios em termos de preparação das equipes de investigação diante de uma nova lei, e está pendente que flua adequadamente a informação de suspeita de fenômenos que possam ser configurados dentro desse crime.

Padre Idenilso Bortolotto, vice-presidente do Instituto Católico Chileno de Migração.

Aqui no Chile, emissoras de TV e rádios dedicam horários nobres para a realização de programas voltados ao tráfico de pessoas, do Chile para outros países, principalmente Turquia, Marrocos, Alemanha e Holanda. O padre Idenilso Bortolotto, vice-presidente do Instituto Católico Chileno de Migração (Incami) está ligado a esse trabalho há bastante tempo. Segundo ele, as pessoas são “iludidas” por aliciadores e convencidas, saem do país de origem e se tornam escravos(as) em outros países. O padre acrescentou que isso se deve ao fato de o aliciador, oferecer “certa segurança” e ser atraente pagando passagem aérea, dinheiro para alimentação. Quando elas chegam ao destino, a situação é bem diferente. Os traficantes então começam com as ameaças ou ao uso de força ou outras formas de coação. O padre Bortolotto concluiu dizendo que as pessoas estão num lugar que não conhecem, onde não têm redes nem conhecidos. Muitas vezes são drogadas, o que as torna mais dependentes e as predispõem melhor para os eventuais clientes.


Ricardo Chapola - O Estado de S. Paulo on line em 16/05/2013

As declarações da ex-senadora Marina Silva sobre o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) instigaram internautas nas redes sociais, entre eles o parlamentar Jean Wyllys (PSOL-RJ). Militante da causa gay, ele escreveu no Twitter que Marina é "refém da covardia" e disse que ela, possível candidata à Presidência em 2014, está apenas de olho na fatia conservadora do eleitorado.
Ontem, Marina afirmou que Feliciano, presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, não é criticado por suas posições políticas equivocadas, mas pelo fato de ser evangélico. "Com Dilma e Marina reféns da covardia e de olho em eleitorado conservador, as eleições de 2014 serão trevas profundas! Preguiça!", escreveu Wyllys. Desde que assumiu a presidência da CDH, Feliciano é pressionado a deixar o cargo porque é acusado de ser racista e homofóbico.

Silviascipioni – cidadã 16/05/2013:
Movimentos de combate à homofobia também se manifestaram contra a declaração de Marina Silva. Um deles, o HOMOFOBIA divulgou no Twitter que a ex-senadora "poderia ter ficado quieta". "Vamos praticar mais a lei do silêncio?", sugeriram. Também nos comentários sobre Marina, no Yahoo, a maioria reclama do equívoco da ex-senadora, de que as críticas ao deputado são porque ele é evangélico. Nada mais inverídico. Não é contra a religião, mas com as posições homofóbicas e preconceituosas de quem está na Comissão dos Direitos Humanos que o povo se revolta. Sobre isso se estranha. Aliás, porque os padres e pastores querem agir na política? Não estamos em um Estado laico? O site http://www.avaaz.org está fazendo uma campanha para retirar o pastor Feliciano da comissão de direitos humanos. Segundo o site, em menos de um mês Feliciano conseguiu realizar 10 feitos chocantes : Acusou antigos membros da Comissão de Direitos Humanos e Minorias de conpactuarem com o diabo; Feliciano retuitou que o “destino de crianças adotadas por casais gays é estupro”;Em petição ao Supremo Tribunal Federal, o pastor disse novamente, que os africanos são amaldiçoados, levando A ministra da Igualdade Racial a apresentar uma moção pedindo a saída de Feliciano(conseguiu?); O procurador-Geral da República pediu uma investigação sobre o fato de Feliciano ter empregado 5 membros de sua Igreja em seu gabinete parlamentar (que resultou?); O próprio líder da Igreja de Feliciano disse à mídia que o pastor está usando essa polêmica para se promover ( segundo Avaaz ); A folha de S.Paulo reportou que apenas 6 dos 44 deputados da Bancada Evangélica, a suposta base de apoio de Feliciano no congresso, apoiam o pastor publicamente; Feliciano restringiu a entrada do público às sessões da CDHM, e ordenou a presença de mais seguranças para manter os “intrusos” do lado de fora; ainda segundo Avaaz, cinco membros da CDHM renunciaram aos seus cargos na Comissão citando a impossibilidade de continuar a trabalhar com Feliciano; Feliciano está sendo investigado pelo suposto envolvimento em um esquema de corrupção envolvendo empresas de construção com conexões políticas.” Mais de mil e quinhentas assinaturas foram conseguidas pelo http://www.avaaz.org/po/feliciano_top_ten_b/?bUoneeb&v=24579 para tirá-lo da Comissão de Direitos humanos, ele permanece lá. Cadê a democracia, tão propalada pelo governo?

Histórias de la Undeze

VILA OESTE DE GUAPORÉ,
'PARIDEIRA' DE PREFEITOS

DE SERAFINA!

Irceu Antônio Gasparin é um dos três prefeitos que Serafina teve que nasceram em Vila Oeste de Guaporé, uma colônia situada nas fraldas do rio Pulador.

Por lá nasceram além de Gasparin, dois outros prefeitos. Egydio Chiarello e Luis Antônio Gheller.

Dos três prefeitos de Serafina, ' importados' de Vila Oeste de Guaporé - "El Borze" a chamavam os colonos porque a colônia tinha o nome de Borges de Medeiros e os descendentes de italianos não conseguiam dizer corretamente o nome - o primeiro a chegar a prefeito foi Irceu Gasparin.

Nascido bem porque o pai era delegado de Polícia de Serafina, Irceu estudou no Rosário em Porto Alegre.

Depois foi classificado num concurso do Tribunal de Contas do Estado(TCE) e entrou pra política, sempre pela mão de sua mãe, Ercília Gasparin, que em Serafina fazia de tudo: partos, era benzedeira( os padres tinham horror dela porque fazia ' competição' ) e tinha grande popularidade.

Irceu morreu cedo, de problemas renais. Falecido em 1982, depois de ser reeleito,não chegou a ser diplomado. A Oposição queria nova eleição, mas o TRE deu posse a Sérgio Massolini, o vice prefeito .

Coleguinhas

Regina Lemos vai e volta a São Paulo....

Mora em Porto Alegre e na capital paulista.

Agora deu as caras por aqui!

Coleguinhas

Como tenho trabalhado em casa de manhã tenho ' escuitado' - brincaderia, ouvido, o Felipe Vieira na Guaíba. Ele está tri bem...solto,falando legal. Parabéns véio Felipe, que conheço há tantos anos.

'BIDU!"

Me lembrei desta expressão antiga quando o Flávio Pereira entrou aqui na salinha JCTerlera comentando que não estão conseguindo assinaturas pra abrir a CPI do Leite.

Pudera, vão investigar o Vontobel, que é dono da MUMU????

Conta outra!!!!!!

De Serafina

Ai vai outra foto do Gaúcho, já que o Mauro Rocha pediu.

Espero que ele reconheça quem está nela. Já que ele nunca deu um chute numa bola,- el savea mia dugar la bola - pelo menos reconhece os jogadores!



Um importante assessor da direção da RBS acha o Luis Carlos Reche um ' guerrilheiro"!

* Assim como Falcão pode ir pro Gremio - furo do Reche - ele , Reche, pode um dia ser convidado pra RBS...E acho que ele topa. Desculpa tem pra tudo....o Lauro Quadros no tempo da gloriosa Guaíba não vivia falando mal da Gaucha...Agora tá lá há anos agarrado no osso...

*Nunca diga desta água não beberei...um dia tu podes chegar com muita sede naquela fonte e tomar daquela que tu negou...

Artigo de Alexandre Garcia Para reflexão

Gostaria de dizer algumas coisas sobre o que aconteceu no dia 31/03/1964 e nos anos que se seguiram. Porque concluo, diante do que ouço de pessoas em quem confio intelectualmente, que há algo muito errado na forma como a história é contada. Nada tão absurdo, considerando as balelas que ouvimos sobre o "descobrimento" do Brasil ou a forma como as pessoas fazem vistas grossas para as mortes e as torturas perpetradas pela Igreja Católica durante séculos. Mas, ainda assim, simplesmente não entendo como é possível que esse assunto seja tão parcial e levianamente abordado pelos que viveram aqueles tempos e, o que é pior, pelos que não viveram.
Nenhuma pessoa dotada de mediano senso crítico vai negar que houve excessos por parte do Governo Militar. Nesta seara, os fatos falam por si e por mais que se tente vislumbrar certos aspectos sob um prisma eufemístico, tortura e morte são realidades que emergem de maneira inegável.
Ocorre que é preciso contextualizar as coisas. Porque analisar fatos extirpados do substrato histórico-cultural em meio ao qual eles foram forjados é um equívoco dialético (para os ignorantes) e uma desonestidade intelectual (para os que conhecem os ditames do raciocínio lógico). E o que se faz com relação aos Governos Militares do Brasil é justamente ignorar o contexto histórico e analisar seus atos conforme o contexto que melhor serve ao propósito de denegri-los.
Poucos lembram da Guerra Fria, por exemplo. De como o mundo era polarizado e de quão real era a possibilidade de uma investida comunista em território nacional. Basta lembrar de Jango e Janio; da visita à China; da condecoração de Guevara, este, um assassino cuja empatia pessoal abafa sua natureza implacável diante dos inimigos.
Nada contra o Comunismo, diga-se de passagem, como filosofia. Mas creio que seja desnecessário tecer maiores comentários sobre o grau de autoritarismo e repressão vivido por aqueles que vivem sob este sistema. Porque algumas pessoas adoram Cuba, idolatram Guevara e celebram Chavez, até. Mas esquecem do rastro de sangue deixado por todos eles; esquecem as mazelas que afligem a todos os que ousam insurgir-se contra esse sistema tão "justo e igualitário". Tão belo e perfeito que milhares de retirantes aventuram-se todos os anos em balsas em meio a tempestades e tubarões na tentativa de consegui rem uma vida melhor.
A grande verdade é que o golpe ou revolução de 1964, chame como queira, talvez tenha livrado seus pais, avós, tios e até você mesmo e sua família de viver essa realidade. E digo talvez, porque jamais saberemos se isso, de fato, iria acontecer. Porém, na dúvida, respeito a todos os que não esperaram sentados para ver o Brasil virar uma Cuba.
Respeito, da mesma forma, quem pegou em armas para lutar contra o Governo Militar. Tendo a ver nobreza nos que renunciam ao conforto pessoal em nome de um ideal. Respeito, honestamente.
Mas não respeito a forma como esses "guerreiros" tratam o conflito. E respeito menos ainda quem os trata como heróis e os militares como vilões. É uma simplificação que as pessoas costumam fazer. Fruto da forma dual como somos educados a raciocinar desde pequenos. Ainda assim, equivocada e preconceituosa.
Numa guerra não há heróis. Menos ainda quando ela é travada entre irmãos. E uma coisa que se aprende na caserna é respeitar o inimigo. Respeitar o inimigo não é deixar, por vezes, de puxar o gatilho. Respeitar o inimigo é separar o guerreiro do homem. É tratar com nobreza e fidalguia os que tentam te matar, tão logo a luta esteja acabada. É saber que as ações tomadas em um contexto de guerra não obedecem à ética do dia-a-dia. Elas obedecem a uma lógica excepcional; do estado de necessidade, da missão acima do indivíduo, do evitar o mal maior.
Os grandes chefes militares não permanecem inimigos a vida inteira. Mesmo os que se enfrentam em sangrentas batalhas. E normalmente se encontram após o conflito, trocando suas espadas como sinal de respeito. São vários os exemplos nesse sentido ao longo da história. Aconteceu na Guerra de Secessão, na Segunda Guerra Mundial, no Vietnã, para pegar exemplos mais conhecidos. A verdade é que existe entre os grandes Generais uma relação de admiração.
A esquerda brasileira, por outro lado, adora tratar os seus guerrilheiros como heróis. Guerreiros que pegaram em armas contra a opressão; que sequestraram, explodiram e mataram em nome do seu ideal.
E aí eu pergunto: os crimes deles são menos importantes que os praticados pelos militares? O sangue dos soldados que tombaram é menos vermelho do que o dos guerrilheiros? Ações equivocadas de um lado desnaturam o caráter nebuloso das ações praticadas pelo outro? Penso que não. E vou além.
A lei de Anistia é um perfeito exemplo da nobreza que me referi anteriormente. Porque o lado vencedor (sim, quem fica 20 anos no poder e sai porque quer, definitivamente é o lado vencedor) concedeu perdão amplo e irrestrito a todos os que participaram da luta armada. De lado a lado. Sem restrições. Como deve ser entre cavalheiros. E por pressão de Figueiredo, ressalto, desde já. Porque havia correntes pressionando por uma anistia mitigada.
Esse respeito, entretanto. Só existiu de um lado. Porque a esquerda, amargurada pela derrota e pela pequenez moral de seus líderes nada mais fez nos anos que se seguiram, do que pisar na memória de suas Forças Armadas. E assim seguem fazendo. Jogando na lama a honra dos que tombaram por este país nos campos de batalha. E contaminando a maneira de pensar daqueles que cresceram ouvindo as tolices ditas pelos nossos comunistas. Comunistas que amam Cuba e Fidel, mas que moram nas suas coberturas e dirigem seus carrões. Bem diferente dos nossos militares, diga-se de passagem.
Graças a eles, nossa juventude sente repulsa pela autoridade. Acha bonito jogar pedras na Polícia e acha que qualquer ato de disciplina encerra um viés repressivo e antilibertário. É uma total inversão de valores. O que explica, de qualquer forma, a maneira como tratamos os professores e os idosos no Brasil.
Então, neste 31 de março, celebrarei aqueles que se levantaram contra o mal iminente. Celebrarei os que serviram à Pátria com honra e abnegação. Celebrarei os que honraram suas estrelas e divisas e não deixaram nosso país cair nas mãos da escória moral que, anos depois, o povo brasileiro resolveu por bem colocar no Poder.
Bem feito. Cada povo tem os políticos que merece.


Odioso preconceito - Olavo de Carvalho (*) - Diário do Comércio, 29 de abril de 2013

O célebre historiador britânico George Macaulay Trevelyan, que ninguém dirá ter sido um conservador, escreveu em 1947: "A mais odiosa forma de preconceito moral está na historiografia que condena em voz alta os crimes e perseguições de um lado, e esconde ou defende os do outro." Ele não imaginava que um dia, num país do Terceiro Mundo, haveria de aparecer uma comissão subsidiada com dinheiro público para dar cunho oficial precisamente a esse tipo de historiografia. Talvez imaginasse que semelhante aberração somente poderia existir nas ditaduras comunistas, onde a mentira histórica, imposta à população interna para fins de controle social e distribuída no restante do mundo como arma de guerra psicológica, era a norma em lugar da exceção.

Como membros do esquema revolucionário tricontinental montado por Fidel Castro, que os recrutou, treinou, equipou, comandou e protegeu, nossos guerrilheiros e terroristas dos anos 60-70 foram cúmplices do morticínio espalhado pela ditadura cubana na América Central, na América do Sul e na África, o qual não fez menos de cem mil vítimas (v.http://cubaarchive.org/home/).

Pelos critérios do Julgamento de Nuremberg, José Dirceu, Dilma Rousseff, José Genoíno e tutti quanti têm muito mais crimes pelos quais responder do que cento e poucos assassinatos praticados no Brasil, que são o máximo que a mídia paternal lhes atribui – desculpando-os aliás, implícita ou explicitamente, como reação ao golpe de 1964, embora as guerrilhas já tivessem começado em 1962.

O que torna essa obviedade invisível não é só a deformação do julgamento histórico, mas a falsificação geográfica do cenário onde os fatos se desenrolaram. Quando falam da violência militar, jornalistas e historiadores universitários jamais seesquecem de inseri-la no quadro internacional, descrevendo-a como manifestação local da articulação anticomunista montada entre vários governos do continente, com apoio dos EUA.

Nessa perspectiva, nossos militares aparecem como cúmplices de todos os crimes praticados contra os comunistas em escala continental. Já as guerrilhas são invariavelmente mostradas como fenômeno apenas local, sem conexão internacionalsignificativa nem, portanto, culpa nenhuma pelas misérias que o governo cubano andava aprontando em três continentes.

Essa dupla geografia baseia-se, por sua vez, numa falsificação radical da escala cronológica, pois os governos militares só se articularam para um combate conjunto às guerrilhas em 1975 – a chamada "Operação Condor" –, ao passo que o comando unificado das guerrilhas no continente já existia desde 1962, quando Fidel Castro fundou a OLAS, Organização de Solidariedade Latino-Americana, reforçada pela Conferência Tricontinental de Havana em 1966.

Ou seja: a reação militar ao avanço comunista ocorreu de início sob a forma de iniciativas nacionais independentes, só tardiamente se articulando em escala maior, ao passo que as guerrilhas surgiram desde o início como um empreendimento transnacional organizado. Na nossa mídia, tanto a escala geográfica quanto a cronologia dos fatos são sistematicamente invertidas há pelo menos duas décadas.

Acrescente-se a isso que, à margem dos grandes jornais, uma operação gigantesca de desinformação a respeito se desenvolve em livros escolares, programas de TV e sites da internet, a começar pela maldita Wikipedia, concebida precisamente para ser levada a sério só por meninos de ginásio, onde o início da "Operação Condor" aparece removido para datas anteriores, às vezes até para os tempos de João Goulart na Presidência, levando a falsificação ao extremo da mitologia propagandística mais torpe e descarada.

Produzido com entusiasmo feroz e renitente por uma militância multitudinária, o volume desse material já ultrapassou de há muito, pela quantidade inabarcável, qualquer possibilidade de contestação racional. O advento da "Comissão da Verdade" foi preparado com bastante antecedência pela intoxicação goebbelsiana da opinião pública.

Se você estranha o descaramento com que os apóstolos do "mundo melhor" mentem, trapaceiam, metem a mão no bolso dos outros e ainda se acham as encarnações supremas da virtude, fique sabendo que isso não é nenhum desvio, nenhuma perversão do espírito revolucionário: é o próprio espírito revolucionário.

Eis como Hippolyte Taine, o grande historiador da Revolução Francesa, descrevia, em 1875 a mente dos jacobinos:

"Segundo o jacobino, a coisa pública é dele, e, a seus olhos, a coisa pública abrange todas as coisas privadas, corpos e bens, almas e consciências. Assim, tudo lhe pertence. Pelo simples fato de ser jacobino, ele se acha legitimamente tzar e papa. Sendo o único esclarecido, o único patriota, ele é o único digno de comandar, e seu orgulho imperioso julga que toda resistência é um crime... No entanto, resta-lhe pôr em acordo seus próximos atos com suas palavras recentes. A operação parece difícil, pois as palavras que ele pronunciou condenam de antemão os atos que ele planeja. Ontem, ele exagerava os direitos dos governados, ao ponto de suprimir os dos governantes; amanhã ele vai exagerar os dos governantes até suprimir os dos governados. "

E finaliza: "A dar-lhe ouvidos, o povo é o único soberano, e ele vai tratar o povo como escravo. A dar-lhe ouvidos, o governo não é mais que um criado de quarto, e ele vai dar ao governo as prerrogativas de um sultão. Ontem mesmo ele denunciava o menor exercício da autoridade pública como um crime, agora ele vai punir como um crime a menor resistência à autoridade pública.”

O diplomata da RBS


O advogado Ary dos Santos - chamado pelos amigos de " Arisinho"- é um algodão entre os cristais. Como presidente do Sindicato dos Radialistas mantém boa relação com os funcionários das rádios. E também como advogado do Grupo RBS negocia os salários com o Sindicato dos Jornalistas-RS.

Ele foi na tarde de 14.05 na homenagem que a Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul(ALRS) prestou ao Jornal do Comércio pelos 80 anos que comemora no dia 25 de maio próximo. Na saída do evento,q uando ia pegar o carro na Ladeira, fiz esta foto. O " dotor " não queria fotos e por isto fiz ' di costas"!

DILMA E O PMDB: O DOMADOR E O LEÃO

Por Carlos Chagas
Continuam num duelo de espadas florentinas, mas sabendo da impossibilidade de ser vibrado o derradeiro golpe, já que a um interessa a preservação do outro, e vice-versa. Falamos das atuais relações entre Dilma e o PMDB. Ela precisa do partido e o partido, dela, caso contrário a reeleição de 2014 pode ir para as profundezas. O problema é que a presidente imagina manter a legenda subserviente a seus interesses, e a legenda procura tirar o máximo da presidente em termos de espaços de poder. Por isso batem de frente, numa disputa que transcende questões pontuais como a MP dos Portos. Trata-se de uma tertúlia que vem da eleição de 2010 e permanecerá até 2018, se tiverem sucesso na conquista do segundo mandato para Dilma e para Michel Temer.
Fica evidente que não são para valer as exigências e as ameaças de parte a parte. O PMDB inseriu Eduardo Cunha na liderança da Câmara, sabendo que ele se constituía numa pedrinha no sapato de Dilma, que de seu turno limita as liberações de verbas para emendas individuais peemedebistas. É mais ou menos como no circo, onde o domador estala o chicote e o leão ruge, sabendo ambos que toda noite tem espetáculo. No trapézio, torcendo pelo leão, o PT gostaria que Dilma liquidasse ou ao menos se indispusesse em termos definitivos com seu maior aliado, tornando-se a única baseparlamentar do governo que teoricamente é dele, mas na prática está aberto a outros personagens circenses, inclusive os palhaços.
Ouve-se com insistência que falta um diretor de cena no picadeiro, pois qualquer um que seja testado acaba fracassando, de Ideli Salvatti e Gleise Hoffmann. Mas enquanto o dono do circo permanecer na bilheteria, faturando e selecionando as próximas cidades para onde se deslocará a troupe, as coisas permanecerão como estão. O diabo é se o Lula resolver que o leão está velho e desdentado, devendo ser substituído por outro bicho...
A VEZ E A VOZ DO PLENÁRIO

Ao negar o embargo do réu Delúbio Soares, que pretendia reformar a sentença a que foi condenado, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, terá pretendido encerrar essa e outras questões. Para ele, o julgamento dos mensaleiros é definitivo e não pode ser revisto senão em firulas gramaticais. Resta saber se os demais ministros concordarão ou se seguirão as concepções do ministro Ricardo Lewandowski, defensor da mudança de sentenças. Esta semana a questão pode ser enfrentada.
TERRA E ENERGIA

Não deixou de ser estranha a invasão do prédio do ministério de Minas e Energia por vasto contingente do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra. Afinal, o que tem a reforma agrária a ver coma prospecção do petróleo e a geração de energia? Pelo jeito, o MST pretende apenas mostrar que está vivo. Sua próxima incursão poderá muito bem abranger o ministério da Pesca, pois os sem-terra precisam comer peixe, ou o ministério das Comunicações, já que seus líderes não abrem mão do uso de celulares.
PATAMAR CONQUISTADO

Sexta-feira o senador Aécio Neves será escolhido presidente nacional do PSDB. Resta saber se José Serra estará presente e como orientará seus seguidores.

Estou chegando de um evento do Ivravin....

No Palácio Piratini....


Aamnha~conto mais do que foi...

Por hoje é isto...tudo bem, estavam o governador Tarso, o prefeito Magrão e toda a trupe.

FATOS

Antonio Augusto Bandeira

No calado do escritório, começo a pensar na minha vida, o que lutei, e sinto como se estivesse num cinema,onde existe uma mistura de alegria e tristeza.

Saio, vou para a rua da Praia, e encontro pessoas que há muito não via.È bom, gostoso se encontrar com desaparecidos.

Chego em casa, reviro papéis, dia 21 estarei indo para Cancun ( já conheço e gostei muito) e cidade do Panamá.

As sombras escuras da noite invadem meu escritório do apartamento. Olho para o terraço e me vejo refletido nas janelas.A natureza impõe regras.

Nesta noite que não tenho reuniões, vou aproveitar para ler e ver televisão.

Sou um sujeito comum que tenta se integrar na sua comunidade com a consciência plena de que é mais um.

Só isto, mas é tudo, vivo!

UM PASSEIO PELO MERCADO CENTRAL DE SANTIAGO DO CHILE

De Santiago do Chile
Gelson Farias

O Mercado Municipal de Santiago do Chile merece uma visita. Construído em ferro pelo mesmo arquiteto que projetou a Torre Eiffel foi designado monumento histórico em 1984 depois de passar por uma restauração completa. É frequentado tanto por moradores locais e turistas, abre todos os dias das 7h às 15h. Lá você encontra peixes e todos os frutos do mar do pacífico sul e, além de legumes, verduras e frutas. Também almoçar no restaurante do mercado é uma ótima opção.

Foto de Gelson

Mercado central de Santiago.

Dentre as diversas criaturas encontradas nas bancas do mercado central, destaque para a Almeja ( tipo um vôngole), Choro ( mexilhão que se come no vapor ou com salsa verde), erizos ( ouriço do mar, que pode ser comido em sopas-e ceviches), Loco ( molusco redondo e carnudo que só existe nas costas chilena e peruana, também chamado de orelha-marinha ou abalón chileno), macha ( molusco extraído manualmente do mar, tem as cores pink e laranja quando cozido), Maltón ( mexilhão de carne escura, muito apreciado em sopas), Ostiones (vieiras, comidas de todos os jeitos imagináveis: gratinadas, em ceviches, na chapa e com molhos), Picoroco (crustáceo normalmente feito no vapor – tão chileno que até já estampou selo oficial do país).

Foto de Zulema

Bancas de todo o tipo de frutos do mar.

Por indicação do taxista, que cá entre nós não é uma das fontes mais confiáveis, eu e minha esposa almoçamos no Restaurante Donde Augusto, mas para quem esperava um local típico foi uma surpresa verificar que quase toda a equipe de garçons era de brasileiros e os clientes como nós, seguiam a mesma linha, quase uma embaixada brasileira em Santiago estava em nosso redor. Aqui tivemos a oportunidade de conhecer um simpático casal de Fortaleza, a Dona Naura e o seu marido Pedro, que nos proporcionaram um bom papo e dicas valiosas sobre Santiago. O prato principal foi uma Centolla, que antes de ser devorada, gentilmente posou para uma foto comigo. A carne do “bixo” lembra a lagosta, mas ainda acho o camarão mais saboroso, no entanto é o tipo do prato que não podemos deixar de experimentar quando temos a oportunidade.

Foto de Felipe

Olides. Estamos bem a direita da foto parte de baixa. A foto foi tirada pelo garçom Felipe.

Não sou um conhecedor em vinho, mas fomos obrigados neste almoço a pedir um acompanhamento. A indicação do garçom brasileiro foi um bom vinho chileno, mais precisamente uma jarra de Manent. Mas ao contrário do que esperávamos, e em função do atual momento da economia, esta refeição saiu barato, em reais custou quase R$ 140,00 - mas valeu pela experiência.

Foto Andrea( Nova Zelândia)

O fruto do mar que almoçamos aqui em Santiago, me lembra dos mariscos que comemos na Nova Zelândia.

No restaurante, além das bandeiras do mundo, encontrei uma delas que me chamou atenção. A bandeira do glorioso Grêmio futebol Porto Alegrense.

Foto de Gelson

A tarde foi dedicada para passeios e algumas compras pela cidade e depois ao final da tarde fomos tomar um café, onde saboreamos o melhor pão feito em casa da minha vida, acompanhado de queijos, embutidos e vinho, mas acabou a bateria da máquina fotográfica e não tenho imagens para mostrar, no entanto terá muito mais do Chile nos próximas matérias...

Do Rekern!

O redator da Zero que foi também controlador de vôo no Salgadpo Filho era o Ney Barros, que depois teve um restaurante na Cristovão Colombo, mas eu não lembro o nome. Foi um restaurante famoso na década de 70.

Olha o que o fiol del zator me apronta. quer que va a Palmeira, tutti negri, de pinga pinga. que va far un c.....( mais não digo pra não chatear)

OLIDES !

TU NÃO VAIS LEVANTAR NHIENTE, SOBRE "PALMEIRAS". QUA SEMO PALMEIRA DAS
MISSÕES, GHETO CAPIO ? TUTTI NEGRI, PORCO ZIO !!!!!!!


VOU PROVIDENCIAR UMA CREDENCIAL PARA TEU BLOG, AÍ É BOCA LIVRE.
RECOMENDO QUE VENHAS NA SEXTA-FEIRA( SAÍDA ÀS 12:30, NO ÔNIBUS QUE
VEM A TRÊS PASSOS-POR SÃO LEOPOLDO-COM CHEGADA ÁS 19
HORAS-PINGA-PINGA,,,,,, MAS DE GRAÇA !!!!!!).

UM ABRAÇO.

MAURO

O Mauro se entusiasmou com o Gaúcho. Quando for a La Undeze vou ver se consigo mais fotos do Gaucho. O fiol del zator( explico: o Mauro é filho do Mário Rocha, exator de Serafina durante muitos anos que dizia que os colonos ' spussan a can(cheiram a cachorro) chegou tarde em la Undeze quando o Botafogo do meu amigo Flávio Roberto Soccol já despontava como uma grande força futebolistica da região...

OLIDES !

A FOTO QUE POSTASTE DO GAÚCHO, REMEXEU COM MINHA MEMÓRIA
FUTEBOLÍSTICA. VOU TENTAR IDENTIFICAR QUEM SÃO OS GLORIOSOS ATLETAS :


NINI MARINI - GOLEIRO DE GORRO, A SUA DIREITA, VILSON ZANCHET - ERA
PONTA DIREITA E DEPOIS CENTRO-MÉDIO, AINDA DA ESQUERDA PARA DIREITA,
EUGÊNIO TAPPARO FILHO- DEPOIS DE AIRTON FERREIRA DA SILVA E
FIGUEIROA, O MELHOR ZAGUEIRO QUE VI ATUAR-ERA MASCARADO UMA
BARBARIDADE-.

CONTINUANDO DA ESQUERDA PARA DIREITA, DEPOIS DO TAPPARO, VEM O ALDO
SOCCOL, QUE CONHECI COMO CENTROAVANTE. DEPOIS DELE , UM DOS MAIORES
ATLETAS DA UNDEZE. CEZAR PICOLLI FILHO-QUARTO ZAGUEIRO E LATERAL
ESQUERDO.

DOS AGACHADOS SÓ IENTIFIQUEI O RUI SOCCOL, NA
FOTO OCUPANDO A POSIÇÃO DE CENTROAVANTE. ESTE GAÚCHO É ANTERIOR À
MINHA IDA PARA UNDEZE.

ALGUÉM DE SERAFINA, DOS ANTIGOS, PODE IDENTIFICAR OS DEMAIS PARA TI.
SE QUISERES É BEM VERDADE. SERIA UMA HOMENAGEM A ELES E A SEUS
FAMILIARES.


RESGATE MAIS FOTOS DO GAÚCHO DE OUTRORA !!!!!!!!!

UM ABRAÇO.

MAURO ROCHA.

LULA X COLONOS

Ouvi durante um tempo o discurso do ex-presidente Lula da Silva na terça no Conselhão. Ele deu umas tiradas que vi que os colonos que o ouviam na frente do Piratini entenderam...O Lula é f.....sabe falar pra massa. E sempre tem umas tiradas que o povo entende...como aquela que ele contou que a mãe deles guardava toda a grana que os filhos ganhavam numa caixinha e ele administrava as economias....

- Eu nunca tinha dinheiro pra ir namorar....porque era o menor...

Um colono do meu lado riu baixinho....


Audiência com o Deputado Basegio


A Primeira Dama, Maria Carmen Montanari Presotto, acompanhada da
Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher - COMDIM, Élia
Palludo, estiveram no Gabinete do Deputado Diógenes Basegio a fim de
convidá-lo a participar da Caminhada das Vitoriosas que acontecerá no
dia 14 de Julho de 2013, dentro das festividades do 53º aniversário do
município de Serafina Corrêa/RS.
O Deputado Basegio é um grande defensor de ações de combate ao câncer
de mama. Tem oito livros publicados na área e cinquenta capítulos
publicados em livros no Brasil e no exterior, além de já ter realizado
três mil conferências no país e no exterior.
A Frente Parlamentar Gaúcha de Prevenção e Diagnóstico Precoce do
Câncer de Mama foi criada por esse Parlamentar comprometido com a
saúde e com a melhoria de qualidade de vida das famílias gaúchas. Seu
trabalho está focado em incentivar e criar políticas públicas
referentes à prevenção e detecção prematura da doença.
O Deputado ficou agradecido e acrescentou em sua agenda de
compromissos o convite feito.

Tradicional evento de literatura retorna quinta-feira

A Coordenação do Livro e Literatura organiza a retomada das atividades do "Mais que Prosa", evento de destaque desde o início da coordenação na tentativa de aproximar o escritor de seu público. Nesta edição, o encontro terá a participação da poeta Angélica Freitas – eleita pela Folha de São Paulo como a escritora do ano de 2012 e autora de dois livros, "Rilke Shake" (2007, 7 Letras) e "Um útero é do tamanho de um punho" (Cosac, 2013) – e da escritora Carol Bensimon, finalista do Prêmio Açorianos de Literatura 2008 com o romance "Pó de parede" (Não Editora, 2008) e finalista do Prêmio Jabuti com o livro "Sinuca embaixo d’água" (Companhia das Letras, 2009). Mais que Prosa acontece na Biblioteca Municipal Josué Guimarães (av. Erico Verissimo, 307) às 19h, com entrada franca.
Mais que Prosa, com Angélica Freitas e Carol Bensimon
Quando: 16 de maio, às 19h
Onde: Biblioteca Municipal Josué Guimarães (Centro Municipal de Cultura Lupicínio Rodrigues - Av. Érico Veríssimo, 307)
Quanto: evento gratuito, com vagas limitadas (distribuição de senhas 1 hora antes, no local)
Informações:
Coordenação do Livro e Literatura - 3289-8072/8074
cll@smc.prefpoa.com.br / coordenacaodolivro.blogspot.com

Campanha do Agasalho 2013 deve arrecadar 200 mil peças

Primeira-dama fez um apelo, lembrando que existem 300 pontos de coleta

A Campanha do Agasalho 2013 - Pessoas + Bichos foi aberta oficialmente nesta quarta-feira, 15, no Salão Nobre do Paço Municipal. A meta para a edição deste ano é arrecadar 200 mil peças, segundo a primeira-dama de Porto Alegre, Regina Becker, que fez um apelo aos moradores da Capital. “Hoje são mais de 300 pontos de coleta e estamos somando novos parceiros a cada dia. Mas é indispensável a participação de todos. A gente nem imagina o quanto é duro, o quanto é doloroso sentir frio. Dói o corpo e dói a alma. Então vamos nos unir para atingir essa meta”, disse Regina. (fotos)

O evento contou com a presença de entidades e empresas parceiras, entre elas a Moving Estacionamentos, que realizou a primeira doação. A primeira-dama recebeu do diretor da rede, Eliandro Arena dos Santos, 25 mil peças de roupas. “É uma campanha interna que existe desde 2004. Nós fazemos o recebimento permanente de roupas, tanto no verão como no inverno, o que garante um bom volume de doações. Este ano a primeira leva somou essas 25 mil peças e decidimos nos unir à Campanha do Agasalho da prefeitura” explicou Eliandro.

O prefeito José Fortunati convocou a população para uma operação de desapego e amor ao próximo. “Quantas roupas nós temos nos nossos armários que não são usadas? Umas que não doamos por apego e outras porque estão lá, esquecidas. Essas roupas podem ajudar alguém a enfrentar o frio com dignidade. O meu apelo é para que os porto-alegrenses percebam que o inverno é um período no qual muita gente padece, muita gente sofre”, afirmou Fortunati.

Animais - Pela segunda vez, os animais foram incluídos na rede de solidariedade. A Campanha do Agasalho é uma realização da Prefeitura de Porto Alegre, por intermédio do Gabinete da Primeira-Dama e da Secretaria dos Direitos Animais (Seda).

Também participaram do evento secretários municipais e servidores do município. Nesta primeira semana, o Gabinete da Primeira-Dama entregou as primeiras 148 peças de roupas ao Instituto Espírita Dias da Cruz.

Doações - As doações podem ser feitas até o dia 16 de agosto, no Paço Municipal, na Fundação de Assistência Social e Cidadania - Fasc (avenida Ipiranga, 310 – bairro Praia de Belas) e nas secretarias municipais. Mais informações sobre a Campanha do Agasalho da prefeitura pelo telefone (51) 3289-8913.

Campanha de 2012 - No ano passado, foram arrecadadas 122.763 peças de roupas, posteriormente encaminhadas a 110 entidades cadastradas junto ao Gabinete da Primeira-Dama. Aos animais, foram doados 1.271 itens.

Curso preparatório para as Candidatas a Soberanas

A Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa, através da Secretaria
Municipal de Indústria, Comércio e Turismo, com apoio de ACISCO,
esteve realizando um curso preparatório para as candidatas a Soberanas
do município.
Na sexta-feira, 10 de Maio, as dez candidatas participaram de uma
aula sobre desfile, postura e passarela, com a ex-modelo Gislaine
Mauer. Em seguida, houve jantar de confraternização no Restaurante
Rossatto, com a participação de autoridades locais, da Princesa Débora
Piazza Ziliotto, servidores municipais, empresas patrocinadoras e
familiares.
Sábado, 11, as candidatas participaram de uma palestra com a
Professora Marione Castro, falando sobre boas maneiras e etiqueta.
Durante a tarde, o Doutor Paulo Massolini falou sobre cultura e
história do município. Na sequência, a Diretora de Divisão de Cultura
Ingrid Regina Castro falou sobre os pontos turísticos de Serafina
Corrêa.
Durante o Curso preparatório, a equipe do Gabinete do Prefeito, da
Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo e da ACISCO,
Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Serafina Corrêa,
estiveram acompanhando as candidatas, dando todo o suporte necessário.
No sábado, 18 de Maio, às 10h, as candidatas participarão de
entrevista na Rádio Odisseia FM e, às 11h30, na Rádio Rosário AM. A
partir das 22h, haverá o baile de escolha das Soberanas, no Ginásio
Municipal Irceu Gasparin, em Serafina Corrêa, com entrada franca.
Agradecimentos aos patrocinadores e apoiadores: Lavini Moda Íntima;
Agafarma Rede de Farmácias; Mary Kay Cosméticos; Joias Condor; e
Restaurante Rossatto.

Dia do Assistente Social


O Assistente Social é o profissional que exerce sua atividade no
atendimento às necessidades sociais da população, garantindo e
defendendo direitos de cidadania. Tem o compromisso com a população,
procurando democratizar as informações e o acesso aos programas das
instituições, viabilizando a participação da população.
O objetivo primordial do profissional Assistente Social é atuar na
atenção e defesa de direitos, destinada à população vulnerável, com o
objetivo de superar exclusões sociais, defender e vigiar os direitos
de cidadania e de digni dade humana.
A profissão de Assistente Social pode contribuir muito para mudar
os rumos das políticas sociais.
Parabéns a esses profissionais que têm extrema importância em nosso
município!


Feliz Dia do Assistente Social.
Homenagem do Poder Público Municipal de Serafina Corrêa.

MERCADO TEME DEMISSÕES!

Circulam versões de que haverá muitas demissões nos meios jornalísticos. Em todo o país. O mercado publicitário não está respondendo ao que se esperava para 2013.

Na RBS, as demissões estão mais na área administrativa, mas não está afastada a hipótese de que as redações do grupo sejam atingidas.

Garanto esta informação: a fonte é muito boa!

 

ALMOÇO COM PEQUENOS AGRICULTORES


Almocei hoje,dia 14.5, com os pequenos agricultores que estão acampados na frente do Palácio Piratini. Tinha galinha com arroz e saladas verdes. Uma colona tri braba me olhou filando aquela boia. Mas me senti em casa. Sou filho de pequenos agricultores e sei dos seus hábitos bem rústicos. Mas me sinto bem no meio deles. É também o meu meio.

MAIS FOTOS DOS PEQUENOS AGRICULTORES ACAMPADOS NA FRENTE DO PIRATINI!

ESCANDÂLO ABALA O GOVERNO DE CRISTINA KIRCHNER
Ex-secretária Miriam Quiroga, afirma ter visto sacos de dinheiro ser entregues ao chefe.

De Santiago do Chile
Gelson Farias

As noites de domingo são as mais difíceis para Cristina Kirchner. Às 22h começa o programa de TV Jornalismo Para Todos, no canal 13, do grupo Clarín, apresentado por Jorge Lanata, hoje a maior dor de cabeça da Casa Rosada. Nos primeiros cinco programas deste ano, ele revelou escândalos de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo empresários amigos dos Kirchner, colaboradores e funcionários. O programa confirmou a existência de um cofre na residência da família em El Calafate, com capacidade para guardar até três bilhões de euros. Um engenheiro que fez o trabalho na casa dos Kirchner, disse na semana passada que o cofre, está instalado debaixo de uma escada. O escândalo de corrupção que abalou a Casa Rosada na semana passada, com as declarações da ex-secretária de Nestor Kirchner, se confirmou. Agora, a Justiça vai ouvir a antiga secretária. Em uma entrevista para Jorge Lanata, ela afirmou que o ex-presidente recebia sacos de dinheiro.


A ex-secretária de Kirchner, falando na TV.


A ex-secretária da Casa Rosada é também conhecida como a segunda viúva de Néstor Kirchner, ex-presidente argentino que morreu em 2010. Miriam Quiroga afirma ter visto pesados sacos de dinheiro entregues diretamente ao presidente Nestor Kirchner na Casa Rosada, na residência de Olivos, e em Santa Cruz, província onde ele foi governador. Segundo Miriam, os valores eram trazidos por empresários que tocavam obras públicas. “O que vi foram os sacos, vi pessoas, vi movimento. Depois, um companheiro meu de trabalho me disse: ‘Pega, sente o peso, quanto tem aqui’? ‘Não tenho ideia, muito dinheiro’”, disse.



Nestor Kirchner e a secretária Mirim Quiroga.


É mais um testemunho na denúncia de corrupção contra a família Kirchner. “Você acha que Cristina está a par de tudo isso?”, perguntou o apresentador. “Sim, eu creio que ela fez essa grande armação para, obviamente, ficar de fora. Ou seja, uma grande armação”, afirmou Quiroga. A Justiça abriu processo contra Lázaro Baez, sócio dos Kirchner em alguns empreendimentos. Miriam Quiroga, que também contou dos estranhos negócios de Baez com os Kirchner, agora deverá ser ouvida no processo. Ela foi chamada para prestar depoimento à Justiça. O procurador do caso vem sofrendo ameaças anônimas. A última delas, contra as suas filhas. Guillermo Marijuan critica o procurador anterior do caso, que teria ignorado durante anos as denúncias de lavagem de dinheiro contra o sócio de Néstor Kirchner, e que agora está sendo questionado na Justiça pela suposta omissão.


O caso corrupção em todos os jornais argentinos

Enquanto a presidente Cristiana Kirchner faz aumentar a campanha contra o Grupo Clarin, “O Clarin Mente”, os casos de corrupção no governo de Cristina Kirchner vai aumentando dia-a-dia. Com isso, os jornais argentinos deitam a rolam com as notícias de corrupção que estão abalando a Casa Rosada. O jornalista e apresentador Jorge Lanata, faz campanha Berta contra a família o Kirchner, fez a seguinte pergunta para a ex-secretária... “É verdade que a presidente Cristina Kirchner tinha sabia de tudo?”

Miriam Quiroga disse sem rodeios, que a atual presidente Cristina Kirchner tinha conhecimento de todos os supostos negócios do marido e era chamada por algumas de pessoas de “bruxa”. Segundo ela, Néstor controlava Cristina, pois ela nunca teve manejo para o diálogo. Era ele que coordenava a situação e, cada vez que ela estava alterada, tinha que acalmá-la. Quiroga começou a trabalhar com Kirchner na década de 90, quando ele era governador de Santa Cruz. Foi porta-voz de assuntos oficiais e também atuou com a imprensa provincial. Em 2003, assumiu a chefia da Documentação Presidencial e ocupou um escritório a poucos metros do gabinete do presidente na Casa Rosada. Era ela quem recebia a correspondência do presidente. Diante dos acontecimentos, a deputada Elisa Carrió informou que apresentará na Justiça uma cópia do programa com as denúncias de Miriam Quiroga para que o caso seja investigado. Segundo ela, a ex-secretária confirmou com exatidão acusações que ela própria já havia divulgado no ano de 2008 e acrescentou que tem esperanças que um inquérito seja aberto para apurar as informações.

'MEMÉIA' BEM NA FOTO



Olha ai o sorriso da outrora coleguinha.

Mira o Piratini, em 2014.

Pelas pesquisas informais que andam por aí, é como se diz ' competitiva"!

Em Canoas, ela ' ganha' de Tarso Genro,sempre dentro de pesquisas informais!

Mas ela tá taco a taco com o governador, que deve ser candidato a reeleição. Depois dela vem Rigotto e Vieira da Cunha, que são os quatro candidatos de 2014.

Mas no parecer de muitos políticos que andam por aí, o embate de 2014 deve ser entre a senadora do PP e o atual governador.

Fatos como a Operação Concutare podem ter atingido sua imagem?Não dela, mas de possíveis aliados como o PC d B.

Foi um dos homens mais inteligentes que conheci.



Um dia caminhando com ele na av. Goethe, me disse uma frase que nunca mais esqueci:

- A Igreja Católica foi mais inteligente do que o Partido Comunista. Prometeu o " paraíso" pra depois da morte.

O Partido Comunista prometeu pra aqui na terra.

Toing. Não deu outra. O comunismo ruim. A Igreja tá quase, mas ainda vive!

Histórias de la Undeze!

O Gaúcho representou durante muito tempo um símbolo de orgulho para Serafina, ou a Linha Onze,também conhecida pelos mais antigos.

O time era quase imbatível: só perdia às vezes pro Juventude, de Guaporé,mas como Guaporé era a ' matriz', nós de Serafina, nos vingávamos era nas vitórias do Gaúcho.No meu livro Cidades Vizinhas, amor e ódio, eu conto um pouquinho desta rivalidade entre as cidades, exarcebada quando isto se traduzia no campo do futebol.

QUE BOA ESTA IDÉIA

DE DEIXAR A POPULAÇÃO USAR O CORREDOR DE ONIBUS


PRA CAMINHAR AOS DOMINGOS!

FOI UMA CONQUISTA DA CIDADANIA!


Coleguinhas


AMIGO É PRA

ESTA HORA!


*Felipão,treinador da Seleção Brasileira, deu ordem: a clínica onde está internado seu amigo EDGAR PASCHOAL SCHMIDT é tudo por sua conta. Pelo menos é o que diz uma versão que circula por aí.


*Edson Soyaux, fotógrafo dos bons, hoje é pesquisador do IBGE.Vejo ele sempre chegando no serviço. Mas não quer fotos dele.

Quando fui bater uma hoje, ele me disse:
- Agora estou que nem aqueles ' bandidos' que a gente ia fotografar e eles diziam:
- Não quero foto!

CASSIÁ X SILVIO LARA

Na ' salinha' JCTerlera o deputado Cassiá Carpes(PTB) dá entrevista a Silvio Lara, um produtor independente que chuta a bola do escanteio e corre pra cabecear.



Caro editor

A política do choro

Depois de 10 anos o PT se consagra perante seu eleitorado e a oposição fica a ver navios. As realizações deste dez anos, bem evidenciados na propaganda eleitoral que o PT coloca esta semana no ar, deixam a oposição sem er o que criticar e seu discurso político virou choradeira que cansou até a maioria da nossa imprensa de direita (segundo o presidente do STF). Apenas os folclóricos como Reinaldo Azevedo e os de pena alugada a direita como Merval Pereira ainda continuam fazendo um jornalismo de choradeira. Tal oposição, tal imprensa.

Remindo Sauim, de Canoas

A MOSCA AZUL NUMA CAIXINHA DE FÓSFOROS

Carlos Chagas

À socapa, como se dizia séculos atrás, hoje quer dizer escondidinho, aumenta o número de companheiros empenhados em convencer o Lula a candidatar-se em 2014.
Uns poucos paulistas querem vê-lo disputando o palácio dos Bandeirantes. Alegam ser a única forma de evitar a reeleição de Geraldo Alckmin, pois chances não terão Luís Marinho, Aloísio Mercadante, que já desistiu, Marta Suplicy e muito menos Alexandre Padilha.
A maioria dos enrustidos, porém, trabalha para logo ver o chefe outra vez no palácio do Planalto. São os descontentes com Dilma, os que imaginaram vir a ser o governo dela um vasto condomínio. Frustrados, sem ter atendidos seus objetivos fisiológicos e queixando-se de que nem prestígio a presidente lhes concede, lançam-se na tentativa de convencer o Lula. Alegam que Dilma entrou em plano descendente, que as dificuldades na economia vieram para ficar e até ampliar-se, abrindo-se o risco da perda do poder. Tentam sensibilizar o primeiro-companheiro inflando sua vaidade.
O mais recente argumento para impulsionar essa conspiração acaba de ser fornecido pelo próprio Lula: em conversa com Eduardo Campos, pretendendo demovê-lo de disputar a chefia do governo, o ex-presidente utilizou argumento definitivo. Indagou do governador pernambucano se seria candidato contra ele, ouvindo imediata negativa. Contra ele, de jeito nenhum. É claro que não falavam de 2018, já que o Lula chegou a acenar para Campos com a hipótese de o PT apoiá-lo na longínqua sucessão.
Ora, raciocinam muitos petistas, se o próprio objeto de seu desejo aventou a possibilidade, por que deixar de incentivá-la?
A pergunta que se faz é sobre a reação que o Lula andará tendo. Parece firme e lógica sua determinação de apoiar o segundo mandato para a sucessora. Chegou mesmo a lançá-la. Está preparado para chefiar a campanha da reeleição. Mas se tiver dúvidas a respeito dos resultados? Se a roda da fortuna der marcha a ré? Não se espera que um disco voador desça na Praça dos Três Poderes e sequestre Dilma, mesmo se for para dar um choque de gestão no governo de Marte. Mas outras opções existirão para substituí-la, nem precisando a mosca azul pousar na testa do ex-presidente, porque faz muito ele a guarda numa caixinha de fósforos...
A PRÓXIMA ETAPA
Ainda que falte mais de um ano para o registro das candidaturas presidenciais, e já existindo pelo menos quatro candidatos, quando se abrirá a temporada de seleção dos seus companheiros de chapa? Não demoram muito as especulações, mesmo se sabendo que a escolha dos indicados a vice-presidente funciona como moeda de troca e envolve alianças partidárias.
Dos quatro candidatos, apenas Dilma Rousseff fez sua opção. Será mesmo Michel Temer.O PMDB engole sapos mas manterá a aliança.
Marina Silva escolheria um empresário para contrabalançar ideologicamente a sua Rede? Ou marcaria posição aceitando Heloísa Helena?
Aécio Neves poderá compor uma chapa pura, com outro tucano, vacinado que está com o fracasso de concorrer com alguém do DEM? José Serra começou a se dar mal depois de aceitar um índio desconhecido como seu vice. Em matéria de composições, nada melhor do que encontrar um paulista para polir arestas.
Eduardo Campos talvez opte por uma seleção geográfica, ou seja, buscará seu parceiro nos estados do Sul ou Sudeste.
Em suma, muita gente pode achar precipitada a especulação, mas alguém duvida de que na cabeça dos quatro esse é um pensamento constante?
NADA A ESCONDER
Winston Churchill visitava pela primeira vez a Casa Branca, hóspede de Franklin Roosevelt, com a Inglaterra na pior, depois das vitórias de Adolf Hitler na Europa. Durante vários dias, conversavam horas, de dia e de noite. O presidente americano lembrou-se de um assunto inconcluso e empurrado na sua cadeira de rodas, foi aos aposentos do primeiro-ministro inglês. Este não dispensava um banho de banheira, de lá estava quando o anfitrião apareceu.
Churchill enrolou-se numa toalha, mas tropeçou e ficou como tinha vindo ao mundo. Roosevelt ficou constrangido mas soltou sonora gargalhada quando ouviu: “O senhor está vendo que a Inglaterra não tem nada a esconder.”
O episódio se recorda mesmo quando Aécio Neves e José Serra não se encontrarem no banheiro, mas num gabinete refrigerado em São Paulo, esta semana. Nenhum dos dois tem algo a esconder, ambos desejam a mesma coisa. No caso, a candidatura tucana...

Padilha defende atração de profissionais e diz que também procura europeus
André de Souza
BRASÍLIA
De cada nove médicos formados em Cuba, cubanos ou não, que tentaram revalidar seu diploma no Brasil, apenas um conseguiu passar pelo exame em 2012. Foram 182 inscritos no Revalida, exame pelo qual os formados no exterior precisam passar, mas apenas 20 aprovados (10,9%). Os números são do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e foram usados ontem pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) para rechaçar medidasque facilitem a contratação de médicos formados no exterior.
Na segunda-feira, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, afirmou que o governo brasileiro poderá trazer seis mil médicos de Cuba para minimizar o déficit desses profissionais no país, principalmente nas regiões mais carentes.
Ontem, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, descartou algumas medidas, como a revalidação automática do diploma e a atração de médicos de países em que esses profissionais sejam mais escassos do que aqui, como é o caso da Bolívia e do Paraguai. Mas voltou a defender a vinda de médicos estrangeiros ao Brasil como forma de suprir a carência de profissionais. Segundo ele, países desenvolvidos têm políticas de atração de médicos formados no exterior - no Reino Unido, por exemplo, eles seriam 40% do total. No Brasil, disse Padilha, apenas 1% dos médicos veio de outros países.
O ministro chamou atenção em especial para Espanha e Portugal, países que passam por uma grave crise econômica, com alto desemprego, e que já estavam na mira do governo como possível fonte de médicos. Padilha disse que concorda quando o CFM prega a necessidade deter médicos com qualidade. Mas destacou que o Brasil não pode ficar preso a tabus.
- Não vamos deixar serem transformadas em tabu, como foram transformadas ao longo dos anos, duas questões. A primeira: dizer que no Brasil há muitos médicos. Faltam médicos no Brasil e faltam mais médicos perto da população. E segundo: em outros países não é tabu ter políticas de atração de médicos estrangeiros, e não permitiremos que seja tabu no Brasil. Não vamos ficar assistindo a Portugal e Espanha com a taxa de desemprego que têm hoje, sem poder pensar em alternativas de trazer médicos para o Brasil - disse Padilha.
Cuba foi o segundo país com maior número de médicos formados inscritos no Revalida nos últimos dois anos, ficando atrás apenas da Bolívia. O desempenho dos médicos formados no país vizinho foi ainda pior: de 411 que tentaram no ano passado, apenas 15 passaram, ou 3,65% do total. O presidente em exercício do CFM, Carlos Vital Tavares Corrêa Lima, atacou duramente ontem a qualidade da formação de médicos em Cuba.
- Sempre existiu e continua existindo uma propaganda falaciosa, enganosa, de caráter ideológico e político, mas totalmente inconsistente. E falamos isso não porque estamos baseados em conceitos ou informações de terceiros. O CFM esteve em Cuba em 2002 e 2003, fez toda uma avaliação, e o status quo não mudou até hoje - afirmou Vital. – Não há formação e não há Medicina no nível que está sendo propagandeado em Cuba.
Em 2012, os percentuais de aprovação no Revalida de médicos com diploma da Espanha e de Portugal também foram baixos, 19,23% e 37,5%, respectivamente. Mas, segundo o próprio CFM, não é possível fazer uma avaliação geral da qualidade dos formados nesses dois países, uma vez que o número de médicos que se submeteram ao Revalida foi baixo e, portanto, insuficiente para tirar conclusões.
A professora livre-docente da Universidade de São Paulo (USP) Laura Feuerwerker, especialista em Saúde Pública, lembra que a base do sistema de Saúde de Cuba é o serviço de atendimento primário, o que tornou o país uma das referências nessa área. Nos últimos anos, segundo ela, Portugal e Espanha também têm ganhado destaque nessa área:
- Há países no mundo que apostam na atenção primária, atenção básica, como o lugar mais importante do sistema de Saúde, que constrói um vínculo, uma relação importante com o paciente. No caso do Brasil, para a vinda de profissionais, há a questão da língua, obstáculo que pode ser superado.

Audiência Pública Regional Serra
Ciclo Orçamentário 2013/2014


A Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa, através do Secretário de
Saúde, José Carlos Betinardi, do Secretário de Assistência Social,
Lídio Francisco Oldoni e da Coordenadora dos Conselhos Municipais,
Fernanda Castelli Fedrigo, estiveram na quinta-feira, 09 de Maio de
2013, em Bento Gonçalves, participando da Audiência Pública Regional
Serra do Ciclo Orçamentário 2013/2014. O encontro foi bastante
representativo, tendo mais de 150 participantes das trinta e duas
cidades que compõem o COREDE Serra.
Na ocasião, Serafina Corrêa foi mencionada com grande ênfase por ser
uma das cidades com melhor índice na área da saúde de todo o estado do
Rio Grande do Sul, ficando em 2º lugar.
As dez temáticas e respectivos percentuais de recursos alocados
eleitas foram:
1- Saúde: 20%.
2- Educação Básica, Profissional e Técnica: 15%.
3- Segurança Pública e Defesa Civil: 15%.
4- Desenvolvimento Rural: 15%.
5- Esporte, Lazer e Turismo: 10%.
6- Desenvolvimento Econômico: 5%.
7- Irrigação: 5%.
8- Habitação, Desenvolvimento Urbano e Saneamento: 5%.
9- Infraestrutura e Logística: 5%.
10- Meio Ambiente: 5%.
Serafina Corrêa terá sua Audiência Pública Municipal no dia 21 de
Junho de 2013, às 19 horas, na Câmara de Vereadores.

Audiência Pública conjunta debate implementação de políticas públicas
para as mulheres.

O município de Serafina Corrêa se fez representar na Audiência
Pública que aconteceu na Assembleia Legislativa do Estado, no dia 09
de Maio de 2013, pela Primeira Dama, Maria Carmen Montanari Presotto,
e pela Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher ?
COMDIM, Elia Palludo.
O objetivo da audiência foi o de apurar e discutir as deficiências na
implementação de políticas públicas para as mulheres e foi solicitada
pelo Movimento dos Trabalhadores Desempregados (MTD) às comissões de
Segurança e Serviços Públicos e de Cidadania e Direitos Humanos.
Participaram das discussões autoridades como a Deputada Miriam
Marroni que defendeu o combate ao machismo e a escola integral como
poderosa ferramenta para que os meninos e meninas não reproduzam mais
esse modelo.
Para as representantes da Secretaria do Trabalho de Políticas
Públicas para as Mulheres e de Segurança, as mulheres são contempladas
com a criação dos Centros de Referência de Atendimento à Mulher e a
profissionalização através do Pronatec, que proporciona às mulheres
autonomia e independência.
Dentre os assuntos pautados, o mais discutido foi o da violência
contra as mulheres. Segundo a Chefe de Gabinete da Secretaria Estadual
de Segurança, Raquel Gomes, em 2011, não existiam nem dados sobre a
violência de gênero. Hoje, já temos esse levantamento.
Andréa Machado, do Instituto Geral de Perícias, colocou que desde
setembro passado o órgão possui, em Porto Alegre, a Sala Lilás, na
qual as mulheres vítimas de violência são acolhidas em um guichê
especial, em sala reservada e com atendimento psicossocial.
A assessora da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Anita
Kieling, conclamou os municípios gaúchos a criarem Coordenadorias de
Mulheres, Centros de Referência e Casas/Abrigo para atender as vítimas
de violência com uma rede eficiente de atendimento.
O vereador de Porto Alegre, Alberto Koptike, destacou a necessidade
de uma urgente reforma política no país como forma de criar condições
de igualdade entre homens e mulheres no cenário político.
A ex-senadora Emília Fernandes, representante da Secretaria Executiva
do Codesul e do Fórum de Mulheres do Mercosul, defendeu que quanto
maior for a prevenção e a assistência, menos teremos que combater a
violência contra as mulheres.
Após as discussões foi aberto espaço para a manifestações do público.
Houve de depoimentos de mulheres que sofreram violência doméstica e o
pedido de melhor qualificação dos profissionais das Polícias Civil e
Militar no atendimento às mulheres.
O Deputado Nelsinho Metalúrgico, que coordenou a Audiência Pública,
avaliou o encontro como muito positivo, destacando os avanços
significativos nas políticas públicas voltadas para as garantias dos
direitos da mulheres, mas sublinhou também que muito ainda há por ser
feito.
O Deputado também acatou a sugestão da ex-senadora Emília Fernandes
para que se realize uma série de Audiências Públicas por todas as
regiões do Rio Grande do Sul para conhecer as realidades locais e
medidas e canais para que as informações cheguem também nas periferias
das cidades e no interior.

 

PERSONAGEM

INDIO VARGAS

Peguei agora de manhã, o Dr. Indio Vargas na rua da Ladeira, na frente da Livraria Nova Roma, conversando com um amigo.

Indio contava da relação que Breno Caldas, dono do Correio do Povo, tinha com Arlindo Pasqualini, diretor da Folha da Tarde e fundador da Rádio Guaíba.

- Eu trabalhava no jornal do Dia e via os dois saindo pela Rua da Praia em direção aos quartéis caminhando. Nenhum dos dois falava. Fiquei observando muitas vezes se isto era fato ou impressão minha( de que não trocavam assunto um com o outro). Mas era fato, contou Indio Vargas.

Depois ele seguiu em direção ao seu escritório de advocacia.

Tenho uma boa do Indio.

Alguns anos atrás precisei de um advogado por causa de uma execução da Prefeitura Municipal.

Procurei o Indio, numa manhã de sexta-feira, lá pelas 10 e meia da manhã. Ele estava no escritório, chovia a cântaros e os dois observávamos a chuva,enquanto o Indio ia rasunhando um pequeno e sintetico texto pra apresentar ao juiz em minha defesa.
Nunca esqueço o lamento do Indio,quando eu cheguei pra ele e apresentei minha situação de revel na Justiça. Indio disse:

- UMA SEXTA-FEIRA FIM DE EXPEDIENTE E ME CHEGA AQUI UM REVEL !

Como ' resposta' a isto,escrevi um artigo no meu jornal FITNESS contando o fato. Não dei o nome do advogado, mas dei pistas que alguns leitores entenderam quem era.

Muito tempo depois, ele me pediu o artigo porque alguém tinha comentado com ele.

CLEOM GUATIMOZIM NUMA ' NICE'

O ex-vereador Cleom Guatimozim estava no domingo de manhã com amigos num barzinho da José de Alencar. É um repertório de histórias sobre a Câmara Municipal e sobre ' figuras' do jornalismo gaúcho como Melchiades Stricher,entre outros.


Papyrus toma um coffe num café do centro

Na sexta da semana passada,encontrei meu amigo " Papyrus" - na verdade o nome é Jorge Silva - tomando um café na Rua da Praia.

Jorge continua livreiro e as vezes me liga quando batemos longos papos!

O QUE DIZEM OS MUROS DA CIDADE!

NA jOSÉ DE ALENCAR, FOTOGRAFEI NESTE DOMINGO, ENQUANTO PASSEAVA PELA CIDADE, ESTA PICHAÇÃO CONTRA O JORNAL DO MEU COLEGA BERTRAND KOLECZA.

uM DIA PERGUNTEI AO pai do Bertrand,o renomado jornalista Carlos Alberto Kolecza como o jornal FOLHA DO PORTO do filho tinha dado certo. Sabe o que ele me disse:

- Ele arrumou uma gringa de NOVA BRÉSCIA que ajuda ele a entregar os jornais pela cidade.

Pô, assim é melhor, né!

O QUE DIZEM OS MUROS DA CIDADE!

No dia das Mães, no Agápio da José de Alencar, o pessoal tomou sua cevinha....

NO CORREDOR DA CARLOS GOMES, ATÉ O CAMINHÃO DO BRASINHA PASSOU HOMENAGEANDO AS MAES....

ENTÃO VIVA ELAS.....


Viva as mães


a ALMA SENSÍVEL DO POETA CAZUZA , já falecido, cantou que SO AS MÃES SÃO FELIZES....quando ele mostrou a letra pra Lucinha,sua mãe, ela reagiu,segundo conta a Regina Echeveria em seu livro:
- O QUE É ISTO CAZUZA???

Pois no dia das mães, sai pra bater umas fotos pela cidade. Tava em cada esquina o comércio das flores. Diz o meu amigo César Angelo Tasca que o restaurante que no dia das mães não enche, pode fechar as portas...

Flores no Dia das Mães!

Pelas ruas da cidade, os floristas venderam bem neste último domingo!

Pequenos produtores na praça!

Os pequenos produtores acamparam hoje,segunda, dia 13.05 na Praça da Matriz. Vieram fazer seus protestos. Tenho uma identidade grande com eles. Fui criado na colônia. Seus hábitos, bem rústicos, me são muito familiares!


CUIDADOS QUE OS QUATRO PRECISAM TOMAR

Por Carlos Chagas

Por enquanto, nessa precipitada antecipação da campanha sucessória, quatro candidatos lançam-se na disputa: Dilma Rousseff, Aécio Neves, Marina Silva e Eduardo Campos. O número pode aumentar, se Joaquim Barbosa aceitar o desafio. Vale, enquanto é tempo, alinhar um elenco de cuidados que precisam tomar, entre outros, se pretendem sustentar suas pretensões:
“Ver a floresta e não as árvores.

Evitar a pregação das desvantagens do socialismo esquecendo suas vantagens e, ao mesmo tempo, os inconvenientes do capitalismo sem seus benefícios.

Dirigismo sem direção não leva a lugar algum.

Longas omissões superam súbitas conversões.

Ouvir apenas o coro das louvações é fatal.

Não saber misturar os temperos na panela não impede verificar se a comida está ou não bem temperada, assim como não é necessário ser cozinheiro para apreciar uma boa refeição.

Impedir que oscile o pêndulo da paixão política.
Abandonar a inocuidade do grito que pretende assustar alguns e comprometer outros.
Os cemitérios estão cheios de insubstituíveis.
Melhor enfrentar do que contornar.
Perceber que a roda da fortuna é caprichosa.”
Faz quase cinqüenta anos que esses e outros avisos para quantos pretendem lançar-se na disputa presidencial foram alinhados por um candidato, numa série de cartas que escreveu a quem pretendia e conseguiu obstar-lhe o caminho até a presidência da República. Ironicamente, era o melhor dos candidatos, quando cotejado com os concorrentes daquele momento. Talvez pelo brilho de sua personalidade, criou muito mais adversários e desafetos do que conquistou aliados, vendo frustrado seu sonho de governar o país.
Falamos de Carlos Lacerda, que nos idos de 1965 buscava disputar uma eleição que, conforme vaticinou Hélio Fernandes, não ia acontecer. Suas cartas, muitas, eram dirigidas ao primeiro general-presidente, por sinal marechal, Castello Branco. A leitura atenta de todas revela a obstinação do signatário em sustentar uma candidatura que começava a ser vetada pelos chefes militares. No final, chegaram ao rompimento e até ao destempero, sendo Carlos Lacerda atropelado pela própria resistência diante da política econômica do primeiro governo dito revolucionário, comandada por Roberto Campos.
Estes comentários devem-se à continuação de um trabalho que venho desenvolvendo há décadas, a respeito da História do Brasil contada por jornais e jornalistas. Dois volumes já foram publicados pela Editora Record, no ano Dois Mil, sob o título geral de “O Brasil Sem Retoque”, abrangendo o período de 1808 a 1964. Encontram-se quase terminados mais dois, referentes aos 21 anos do regime militar. A sacrificada e obviamente incompleta pesquisa tem-me levado a lembranças e a descobertas singulares. De quando em quando não resisto à tentação de adiantar nesta coluna detalhes e coincidências que reafirmam a mesma conclusão milenar de nada de novo acontecer sob o sol. Se quiserem, também, de que o passado é o nosso maior tesouro, não porque nos dirá o que fazer, mas precisamente pelo contrário: sempre mostrará o que evitar...

A política do choro

Depois de 10 anos o PT se consagra perante seu eleitorado e a oposição fica a ver navios. As realizações deste dez anos, bem evidenciados na propaganda eleitoral que o PT coloca esta semana no ar, deixam a oposição sem er o que criticar e seu discurso político virou choradeira que cansou até a maioria da nossa imprensa de direita (segundo o presidente do STF). Apenas os folclóricos como Reinaldo Azevedo e os de pena alugada a direita como Merval Pereira ainda continuam fazendo um jornalismo de choradeira. Tal oposição, tal imprensa.

Remindo Sauim, de Canoas

Parem as máquinas 2

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou as contas do PT de 2003, e recomendou a aprovação das de 2004. Cármen Lúcia, Dias Toffoli e Marco Aurélio Mello reconheceram a licitude destes empréstimos que estão no centro turbulento da Ação Penal 470.
Os empréstimos do PT constituem agora o que se chama de “ato jurídico perfeito”, pois foram cobrados na Justiça que executou suas garantias. O PT apresentou proposta de pagamento, aceita pelo credor, validada pela Justiça e homologada em juízo. Os empréstimos foram registrados no TSE e aprovados. O Ministério Público nada opôs e nem contestou o pagamento feito. Assim a questão está encerrada. Não há mais como discutir algo que transitou em julgado. A decisão de aprovação das contas do PT dado pela ministra Cármen Lúcia, Marco Aurélio Mello e Dias Toffoli não podem ser mais contestada. Como o STF não é instância revisora do Tribunal Eleitoral, exceto em questões constitucionais, não é competente para discutir a decisão tomada. Mais uma burrada do Gurgel e do Barbosa corrigida pelo TSE, assim aos poucos a Ação Penal 470 vai Naufragando em águas rasas.

Remindo Sauim

Dilma almoça com Lula para discutir alianças de 2014 - A "aposentadoria para anistiados"


Nesta quinta-feira, a presidente Dilma Rousseff almoçou, no Palácio da Alvorada, com o ex-presidente Lula, o presidente do PT, Rui Falcão, e o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Na pauta, o palanque para 2014 nos Estados e avaliações de onde poderá haver coligação com que partidos e onde essas alianças não serão possíveis.
Os acertos partidários para a campanha eleitoral do ano que vem e a ampliação do espaço do PSB, com a movimentação de Eduardo Campos, também entrará no cardápio.
Por causa do almoço, foi atrasada em uma hora a chegada do ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, ao Palácio do Planalto. Esta foi a primeira visita do ditador Maduro ao Brasil depois da eleição fraudulenta que o elegeu na Venezuela.
Dilma, que não para de se movimentar pela reeleição, se reuniu na quarta-feira com o PMDB gaúcho, no Palácio do Jaburu, a convite do vice-presidente Michel Temer.
A presidente recebeu o apoio dos peemedebistas gaúchos para a sua reeleição, mas foi avisada que o partido terá candidato próprio em 2014 ao governo do Rio Grande do Sul e não aceitará mais imposições do PT local. Os dois partidos são adversários políticos no Estado. "O próximo candidato ao governo do Estado é do PMDB, e o partido espera contar com o apoio do PT", disse o deputado estadual Edson Brum, em discurso, deixando o vice-presidente Temer ruborizado e a presidente embaraçada.
A presidente Dilma deu um sorriso amarelo e, depois, ao falar, salientou que se sentia "muito à vontade" entre gaúchos, porque, apesar de ser mineira, fez sua vida política no Estado. Fez questão de agradecer ainda o anúncio de apoio à sua reeleição, acrescentando que "ficava muito feliz" de contar com o apoio deles. Esses e outros tipos de problemas nos palanques estaduais entram em discussão no almoço no Alvorada entre Lula e Dilma e outros petistas.

SEM PULO - TÚNEL DO TEMPO - 11.05.2013

Rudimar Thomas

De São Borja!

PDT TEM NOVA EXECUTIVA

No domingo,dia 12.05 foi eleita a nova diretoria do PDT de São Borja.

Elder Piegas é o presidente.

Neuza Penalvo a vice.

Secretaria ficou com Tânia Rocha atual secretária da Educação.

DE SERAFINA!

e dalhe bico branco na 11
agora é só asfalto da 11 até a 10ª
e os do contra que criticavam agora tão elogiando
deixa o homem trabalhar

De Serafina!

Audiência Pública Ciclo de Orçamento 2013/2014

A Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa, através da Coordenação dos
Conselhos Municipais, convida toda a população a participar da
Audiência Pública Municipal Ciclo de Orçamento 2013/2014 que será
realizada no dia 21 de Maio de 2013, terça-feira, às 19h, no Plenário
da Câmara Municipal de Vereadores, em Serafina Corrêa.
O Governo do Estado anunciou a liberação de R$ 218 milhões para as
demandas regionais da Participação Popular e Cidadã aos Conselhos
Regionais de Desenvolvimento (Coredes). Participe da Audiência Pública
Municipal Ciclo de O rçamento 2013/2014 no dia 21 de Maio, terça-feira,
às 19h, na Câmara de Vereadores de Serafina Corrêa.

Prefeito Municipal em audiência no Gabinete da Senadora Ana Amélia Lemos

O Prefeito Municipal Ademir Antônio Presotto esteve em importante
audiência no Gabinete da Senadora Ana Amélia Lemos, em Porto Alegre,
no dia 07 de Maio de 2013. Acompanhado pelo Secretário Municipal de
Administração, Genoir Comunello, e pelo Procurador do município, José
Dick, o Prefeito Municipal esteve em reunião com Assessores da
Senadora Ana Amélia, buscando recursos e a concretização de
importantes projetos que vão ao encontro dos anseios da comunidade
serafinense.
Na oportunidade, as autoridades locais estiveram também no Gabinete
do Deputado Federal Affonso Hamm, buscando emendas parlamentares e
recursos para Serafina Corrêa/RS.

Escolha das Soberanas de Serafina Corrêa

Serafina Corrêa completa, neste ano, 53 anos de emancipação, uma
história que enche de orgulho, um município alegre, cheio de progresso
e de qualidade de vida. No dia 18 de Maio de 2013 acontecerá a escolha
das Soberanas. O evento, organizado pela Prefeitura Municipal, contará
com o apoio de empresas locais e entidades, num momento único de
valorizar a cultura e a beleza da mulher serafinense.
O Baile de Escolha da Rainha e Princesas do município de Serafina
Corrêa acontecerá no Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin,
localizado na Rua Pe. Luiz Pedrazzani, centro, um momento de alegria,
onde toda a comunidade serafinense e visitantes estão convidados a
participar. As Soberanas representarão o município em todo o Estado,
divulgando a simpatia, a cultura, a alegria e o jeito de ser da
comunidade serafinense.
As candidatas ao título de Rainha do Município 2013 são:
1- BRUNA PAIXÃO
Entidade: Capital Comércio e Serviços, SENAC/RS e Salão de Beleza
Paulo e Geni.
Data de nascimento: 27/10/1993
Pais: Luiz Henrique Paixão e Elaine Bollis.
2- DANIELA FORMAGINI MARANGONI
Entidades: CTG Sinuelo da Serra e Centro Odontológico de Reabilitação Oral.
Data de nascimento: 24/03/1994
Pais: Vanderlei A. Marangoni e Nadilce F. Marangoni.
3- ELOAH VIDMAR
Entidades: Escritório de Advocacia Per Domani; CTG Galpão da Saudade e
Jornal Gazeta Regional.
Data de nascimento: 06/02/1990
Pais: Antônio Vidmar e Olmari Badin Vidmar.
4- KEILA BISON
Entidades: Bison Tur e Transportes Chiodi.
Data de nascimento: 16/04/1993
Pais: Alduíno Bison e Neiva Maestri Bison.
5 ? LEIDI LAURA BROCCO
Entidade: Loja Cantinho das Noivas.
Data de nascimento: 22/07/1994
Pais: Sérgio L. Brocco e Rosane Da S. Cunha.
6 - LETÍCIA STRAPAZZON
Entidade: Moda Íntima e Centro Estético Eidimara Ferreira.
Data de nascimento: 22/09/1994
Pais: Leo Mário Strapazzon e Tereza Cunha Strapazzon.
7- MORGANA DE FÁTIMA TECCHIO
Entidade: ARSAM ? Tecnologia do Ar.
Data de nascimento: 13/11/1990
Pais: Jorge Tecchio e Fátima Inês Giacomini Tecchio.
8- SCHEILA BONET DEBORTOLI
Entidades: Lojas Becker e Revenda TIM.
Data de nascimento: 26/08/1993
Pais: Josemar Bressani Debortoli e Sirlei Bonet Debortoli.
9- STÉFANI BORGES
Entidades: Loja Renata Cella e Centro de Beleza Cabelos e Cia.
Data de nascimento: 26/02/1988
Pais: Isabel Borges.
10- TAIARA VICENTIN
Entidades: CREDEAL e Salão de Beleza Fátima.
Data de nascimento: 18/12/1990
Pais: Everaldo F. Vicentin e Maria L. Gomes Vicentin.

Toda a comunidade serafinense e a região está convidada a participar
do Baile de Escolha das Soberanas, no dia 18 de Maio, sábado, a partir
das 22h, no Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin, centro, Serafina
Corrêa/RS. Participe!

Concurso Poemas no Ônibus e no Trem recebe inscrições

As inscrições para mais uma edição do concurso Poemas no Ônibus e no Trem estão abertas até a próxima sexta-feira, 17 de maio, na Coordenação do Livro e Literatura, pelos correios ou pela Internet. Cada participante poderá inscrever apenas um poema inédito, com até 14 versos, sendo vetadas cópias manuscritas. É imprescindível a todos que pretendem se inscrever no concurso a leitura atenta do edital.

Para fazer a inscrição online, acesse o site da Prefeitura de Porto Alegre. A inscrição também pode ser feita pessoalmente ou via Correios, na Coordenação do Livro e Literatura - avenida Érico Veríssimo, 307, das 9h às 12h e das 14h às 18h, de segunda a sexta-feira. As inscrições são gratuitas. Os poemas selecionados farão parte de uma publicação que será lançada na Feira do Livro de Porto Alegre e irão para as janelas dos coletivos e dos trens da Capital.

Informações: http://coordenacaodolivro.blogspot.com.br/2013/04/o-concurso-poemas-no-onibus-e-no-trem.html
Coordenação do Livro e Literatura
(51) 3289-8076/8074/8071 - cll@smc.prefpoa.com.br

Inscrições abertas para concurso Histórias de Trabalho

Inscrições na 20ª edição do concurso vão até dia 17 de maio

As inscrições para a 20ª edição do concurso Histórias de Trabalho estão abertas até a próxima sexta-feira, 17 de maio. Diferente dos anos anteriores, cada participante poderá inscrever apenas UM trabalho nas categorias Histórias Verdadeiras, Histórias Inventadas, Poesia, Ensaio Acadêmico e Histórias em Quadrinhos/Cartum e TRÊS trabalhos na categoria Fotografia. A inscrição é gratuita e aberta a todos os interessados através do link do edital, na Coordenação do Livro e Literatura ou via Correios.

CATEGORIAS:
:: Histórias Verdadeiras (memórias do trabalhador);
:: Histórias Inventadas (contos);
:: Poesia;
:: Ensaio Acadêmico (pesquisas de cunho analítico e acadêmico sobre questões relativas ao trabalho);
:: Histórias em Quadrinhos/Cartuns;
:: Fotografia.

INSCRIÇÕES:
:: Coordenação do Livro e Literatura: Centro Municipal de Cultura - Subsolo da Biblioteca (av. Érico Veríssimo, 307). Funcionamento de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 18h.
:: Correios: Concurso Histórias de Trabalho/Coordenação do Livro e Literatura - av. Érico Veríssimo, 307 – Bairro Menino Deus - Porto Alegre – RS. CEP: 90160-181.
:: Internet:
Página da prefeitura, acessando o edital no link acima.

PREMIAÇÃO:
Os selecionados nas seis modalidades serão premiados com a publicação de um livro com seus trabalhos. O lançamento ocorre na Feira do Livro de Porto Alegre.
Importante: leia o edital do concurso antes de realizar sua inscrição

INFORMAÇÕES:
http://coordenacaodolivro.blogspot.com.br/2013/04/abertas-as-inscricoes-para-o-concurso.html
Coordenação do Livro e Literatura: (51) 3289-8076/8074/8071 - cll@smc.prefpoa.com.br

Coleguinha

SILVIO LARA:

que chuta a bola

no escanteio e corre pra fazer o gol!


Toda tarde aqui na salinha JCTerlera o colega Silvio Lara dá duro. Ele corre atrás da notícia e manda para rádios do interior do Estado. Geralmente são notícias do poder legislativo estadual ou entrevistas com os próprios deputados.

Parem as máquinas, Zé Dirceu está salvo.

Remindo Sauim


Advogados dos réus do mensalão levantam uma grande questão em seus embargos declaratórios ao STF: confusão de datas em que José Dirceu "fechou o pacote" de R$ 20 milhões com José Carlos Martinez; para Joaquim Barbosa, isso teria acontecido em dezembro de 2003; Martinez, porém, morreu em 4 de outubro daquele ano, em desastre de avião. Este fato pode acarretar até a anulação da condenação, pois como poderia José Dirceu se encontrar com um morto. Além da invenção da tese do domínio do fato, parece que Barbosa andou inventando fatos e datas. Que juizinho, hem?

Cade o João Luiz??


O PRESIDENTE DO LEGISLATIVO ESTADUAL, PEDRO WHESPHALEN RETORNOU DA ITALIA, ONDE FOI VISITAR FAMILIARES.

AGORA DEVE TRATAR DO ASSUNTO DO IMPECHEAMENT QUE O EX-PRESIDENTE DO LEGISLATIVO ESTADUAL JOÃO LUIZ VARGAS PEDIU DO GOVERNADOR TARSO GENRO.

Sexta-feira à tarde última o repórter Vilnei Herbistrith conseguiu falar com o presidente atual do legislativo estadual, mas não conseguiu localizar o autor do pedido do impeachment João Luiz Vargas.

Um expresso, por favor!


No início dos anos 80, se a memória não me trair, havia dois locais que serviam expressão: um na Rodoviária e outro na Montaury. Nem se perguntava se “expresso” era com “x” ou se havia a grafia com “s”, pois se pedia um “café espresso”, que agora virou expresso. Sim, com “x”, pois a outra grafia é italiana.
Café em Porto Alegre era sinônimo de RIAN, onde políticos e artistas incluídos ficavam em torno do balcão aguardando as xicrinhas quentes e o fumegante líquido negro, que chegava numa bule, a rodo… Tradição esta que fechou ali na Rua da Praia, mas que continua viva na Nilópolis com o Di Rihan Bistrô. Este agora com o “h”.
As coisas mudaram. Sorte que para melhor. Desapareceu o hábito, provavelmente copiado dos paulistas, de tomar café em copo de pinga. Respeitosamente, hora de mudar, sem arrogância. Agora, não faltam bons cafés na cidade.
Temos cafés para todos os gostos. Expresso pode ser carioquinha, pouco mais fraco que o tradicional. Temos o normal, o curto, o típico italiano ou o cubanito. E há os especiais, como o tradicional cappuccino – que nem padre ousa tachar como pecado de gula se o sujeito pedir dois, mesmo que com chantilly. Tem até frio ou servido com sorvete.
Outros gaúchos preocupados com sua saúde já tomam expresso sem açúcar, o que nos permite sentir o verdadeiro aroma do café.
Não quero ser injusto ao citar apenas alguns poucos cafés espalhados pela cidade, mas quem reclamar e me ofertar um bom café vou atrás e faço uma segunda edição.
No Mercado Público sempre há cheiro de café, até moído tem, e juntar os amigos no deck do Café do Mercado depois do almoço é uma obrigação.
No Centro não dá para deixar de falar da tradicional ‘A Brasileira’, onde pode se tomar no balcão, saborear nas mesas, ou entrar no reservado para não fumantes, o contrário do que normalmente se vê.
No Moinhos de Vento, o mais tradicional é o Café do Porto. Pontos para a Cacaia. Temos também o Domitila, não apenas pelo agito do Claiton, suas pétalas de rosa, mas pelos tipos excitantes de cafés.
No Menino Deus, no Praia de Belas, não dá para deixar de tomar o ristretto do Press. E se tiver com fome, então nem se discute: tem o Pão da Nona, na José de Alencar, onde se tem o melhor expresso grande com leite, tirado como só lá.
Na Tristeza, com ou sem fome, tem o Machry Armazém e Bistrô. Em Petrópolis, para um papo e um café, o Z Café.
Ora, com dor na consciência paro por aqui, porque terei que escrever mais alguns roteiros de café por Porto Alegre. Não vou nem entrar na questão sobre quem produz o melhor café, se é o Brasil ou a Colômbia. Mas se for a Bogotá, tome Juan Valdez.


Adeli Sell é professor, escritor e consultor

News Semanal

Cassiá Carpes


clique na imagem para ler

FOTÓGRAFO EM TEMPO INTEGRAL

O Luizinho Molem que trabalha na bancada do PDT aqui na ALRS anda sempre com sua máquina a tiracolo. E faz fotos boas.

Dias atrás pegou um acidente de um motoqueiro quando andava pelo 4 distrito em Porto Alegre.

Fez também boas fotos da deputada Juliana, em plenário.

E também fotografou o autor deste site depois que tirou a barba!

Pensamento da semana enviado pelo colega L.D

"As melhores mulheres não são dos melhores homens, são dos mais audazes" (Machado de Assis)

A Justiça está em julgamento



Carlos Chagas

O clima continua confuso, no Supremo Tribunal Federal, até o Procurador Geral da República apresentar seu parecer sobre os embargos dos mensaleiros. Pode ser amanhã, pode ser na próxima semana, mas já se sabe, por informação do próprio Roberto Gurgel, que embargos não podem modificar decisões do plenário, a começar pelas sentenças já exaradas.
O problema é que pelo menos dois ministros, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes, já opinaram em sentido contrário. Admitem que, em teoria, as condenações poderão ser alteradas. Sem trocadilhos, é possível que a questão venha a ser resolvida pelo novo ministro, Teori Zavascki
Aguarda-se a palavra do presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, que pelo jeito pensa como o Procurador Geral, ou seja, recursos não são para absolver. De qualquer forma, o suspense é grande na mais alta corte nacional de justiça, só superado pela ansiedade de que estão tomados os 25 réus. Eles mantém a esperança, não propriamente de absolvição, mas de redução de parte de suas penas, coisa que evitaria, para alguns, a prisão fechada, capaz de transformar-se em semi-aberta.
A imagem do Poder Judiciário está em jogo, no processo do mensalão. Se houve um ato que sensibilizou a opinião pública e a opinião publicada, com raríssimas exceções, foi a condenação de políticos, banqueiros e publicitários a longas penas de prisão. Mesmo com um certo toque de morbidez, o que mais o cidadão comum aguarda é a fotografia dos mensaleiros atrás das grades. O simples fato de o processo ser reaberto já provoca indignação. Afinal, de que valeram tantos anos de julgamento? Pior ficará a situação se forem substancialmente mudadas as sentenças. Por uma dessas estranhas circunstâncias, a Justiça está em julgamento.
BRINCAR NAS DUAS NÃO DÁ
É conhecida a história do técnico Flávio Costa, que dirigia um treino de jovens candidatos a jogar no Flamengo. Perguntava em que posição gostariam de atuar e mandava a turma para o campo. Um deles, cheio de arrogância respondeu: “Eu brinco nas onze”. O veterano treinador não teve dúvidas: “então vai brincar lá no vestiário e não me apareça mais aqui…”
Coisa parecida, claro que não igual, está acontecendo com Guilherme Afif. Ele pretende brincar em duas posições antagônicas e conflitantes. Ou é vice-governador de São Paulo e deveria ter rejeitado o convite para o ministério das Micro e Pequenas Empresas, ou é ministro e deveria ter renunciado à função de substituto de Geraldo Alckmin. Nas duas, não dá…
BAIONETA CALADA, BAIONETA FALADA
É significativo o título do livro que o ex-deputado Genival Tourinho lança dia 21, nos salões do Senado. Modestamente, ele reconhece havê-lo pedido emprestado a Osvald de Andrade, dos tempos do Manifesto Antropofágico, na Semana de Arte Moderna. São preciosas as memórias de Tourinho, que enquanto no Congresso, também advogava em favor dos presos políticos, nos anos bicudos do regime militar.
Várias revelações contribuem para o resgate da memória nacional, como no episódio da cassação de seu mandato e no julgamento a que foi submetido no Supremo Tribunal Federal. Aqui, com uma peculiaridade: o Supremo realizou sessão secreta para condená-lo. Não queriam que o país tomasse conhecimento da truculência praticada.
CONFIAR DESCONFIANDO
Deveria a presidente Dilma buscar lições em Floriano Peixoto, sempre que se lança em negociações políticas: confiar desconfiando. Porque garantia ela não tem nenhuma de que irão apoiá-la na reeleição o PSD de Gilberto Kassab, PDT de Carlos Lupi, o PR de Waldemar da Costa Neto e o PTB de Roberto Jefferson. Lugares no ministério nunca foram penhor de fidelidade.


JOAQUIM BARBOSA E GONÇALVES DE OLIVEIRA

Por Carlos Chagas

Julgados e condenados pela mais alta corte nacional de justiça foram 25 mensaleiros, nomes proeminentes na política, na publicidade e no sistema financeiro. O Supremo Tribunal Federal é a última instância em qualquer processo jurídico, ou seja, falou, está falado. Melhor dizendo, julgou, está julgado.
Não dá para entender, assim, à luz do Bom Direito, que filigranas e artifícios processuais possam reverter ou modificar as sentenças, coisa que se acontecer demonstrará, acima de tudo, a incompetência dos ministros julgadores e a falência da maior instituição do Poder Judiciário. Embargos por parte dos réus deveriam limitar-se a correções gramaticais ou eventuais vazios de doutrina – nunca pela mudança das condenações exaradas.
Pode estar acontecendo no Supremo Tribunal Federal uma sinistra inversão de valores. A apreciação dos embargos jamais poderá significar um segundo julgamento. Muito menos determinar a redução das penas aplicadas, em especial se esse resultado decorrer da presença e do voto de um novo ministro que não participou do processo.
Encontra-se o STF numa encruzilhada: ou confirma as decisões tomadas após anos de tramitação das acusações e do amplo direito de defesa que tiveram os réus, ou demonstra ser o Brasil o país onde a justiça não vale para os poderosos. Só para os ladrões de galinha. Se no ápice da pirâmide prevalecer a influência dos que detém o poder político e econômico, melhor seria o presidente Joaquim Barbosa imitar um de seus grandes antecessores, o ministro Gonçalves de Oliveira, que diante das ameaças de cassação de ministros do Supremo pelo regime militar, ameaçou atravessar a Praça dos Três Poderes e entregar a chave do tribunal na portaria do palácio do Planalto.
É claro que cada um dos mensaleiros condenados exige o máximo de seus advogados, pretendendo ao menos diminuir os anos de cadeia a que foram condenados. Agarram-se aos frágeis galhos da lei e do regimento do Supremo para salvar a pele. O diabo, para eles, é que já foram julgados e condenados.
O que parece evidente nessa tentativa de náufragos escaparem do naufrágio já acontecido é a presença de outras forças atuando no processo. A começar pelo PT, por conta do que aprontaram seus principais líderes, comandando a corrupção na Câmara dos Deputados. Mas como esquecer que ministros e líderes do passado governo Lula, sem falar no próprio ex-presidente, além de líderes e ministros do governo Dilma, mobilizem sua influência para desfazer o que já está feito?
No fundo estão as eleições do ano que vem, que a imagem de companheiros entrando na cadeia poderá influenciar.
A atitude que Joaquim Barbosa poderá tomar marcará a sorte do Poder Judiciário pelas próximas décadas. Cabe a ele apreciar os embargos em conjunto, se válidos ou não no objetivo de criar um segundo julgamento do mensalão.
UMA BALA SERIA MELHOR
Esta semana, aqui em Brasília, mais um pai foi flagrado estuprando a filha. Fazia isso há quatro anos, tendo a menina, hoje, 13 anos de idade.
A lei dispõe que esse crime, depois de longo e demorado processo, poderá condenar o autor a 8, no mínimo, e a 15 anos de prisão, no máximo.
Fazer o que, para evitar que logo esse animal ganhe as ruas para fazer o mesmo com outras filhas? Só uma bala na nuca.

Memórias de uma fotógrafa

' PEGA A DIANTEIRA..."


A Avani Stein vai dar um curso hoje dia 9.5. Mora em Porto Alegre há alguns anos, depois que resolveu fechar sua baiuca em SP e definitivamente mudar-se pra Porto Alegre.

Hoje ela não faz mais fotografia, só amadoristicamente falando. Às vezes,quando tá inspirada, manda pra cá boas fotos.

Um dos seus causos que gosta de recordar aconteceu com o líder comunista LUIS CARLOS PRESTES.

Ela tinha que fazer uma foto dele na casa do ALDO LINS E SILVA em SP, pra Folha de São Paulo, onde ela trabalhou.

Chegou lá e viu todo aquele povo. Prestes, FHC,entre outros próceres da política nacional.

Como ela e Prestes estivessem longe do grupo onde precisava juntar o líder comunista com FHC e demais integrantes da foto - era pra matéria sobre a Campanha das Diretas - Avani com seu jeito de dar ' ordens', disse ao capitão Luis Carlos Prestes:
- TU TOMA A DIANTEIRA QUE EU CUIDO DA RETAGUARDA!

Segundo a fotógrafa, Prestes ficou olhando pra ela com cara de surpresa....


SARNEY BAIXOU

O VIDRO DO CARRO

Numa outra missão jornalistica também pra FSP, Avani Stein chegou no aeroporto de Congonhas e estava lá o presidente JOSÉ SARNEY.

Os colegas dela desceram todos para fazer a foto do presidente. Avani furou o cerco da segurança. Sarney saiu da sala VIP,entrou pro seu carro da presidência. Sarney viu que a Avani tinha furado o cerco da segurança e de propósito abaixou o vidro do carro presidencial. No outro dia, estava a foto dele na capa do ' Folhão", como dizem os paulistas.

PASSOU MAL

Celso Ridan Barcelos sofreu hoje de manhã, 9.05 uma parada cardíaca. Ele participava de uma audiência pública da Comissão de Finanças, Planejamento,Fiscalização e Controle. Foi levado pra Emergência do Hospital Dom Vicente Scherer, da Santa Casa de Misericórdia.

Hoje de tarde ele continuava em observação. Celso representava na audiência a a Agenda 2020 e foi atendido de imediato pela equipe de saúde da Assembléia Legislativa e pelo médico Diógenes Basegio. Foi conduzido pelo SAMU ao Dom Vicente Scherer.

O DISTRIBUIDOR DO METRO


Todas as manhãs ele está na esquina da Carazinho com Nilo. Dá Bom Dia pra todo mundo. E distribiu o Metro pra quem está indo pro trabalho, muitos deles cheios de sono!

A historia de uma foto


Tava de muito mau humor uma manhã e a Avani, uma exímia fotografa e grande amiga, - de 40 e tantos anos - me bateu esta foto. Foi a única vez que sorri naquelas fotos. Gostaria que ela me mandasse aquelas de mau humor que eu tava. Não sou muito de sorrisos, mas quem não gosta de uma sorriso. Um sorriso muda uma vida....Feliz de quem sorri!

Vagas em três hospitais compensam leitos desativados no Conceição


Vila Nova é um dos hospitais onde ficarão leitos à disposição

Três leitos de UTI e dez de retaguarda no Hospital Porto Alegre, dois leitos de UTI no Hospital Vila Nova e mais dez leitos no Hospital Universitário de Canoas serão utilizados para pacientes do SUS enquanto estiverem desativados 15 leitos da UTI do Hospital Nossa Senhora da Conceição, para desinfecção do local. A confirmação foi feita nesta quinta-feira, 9, pelo secretário municipal de Saúde, Carlos Henrique Casartelli. O fechamento temporário dos leitos no Hospital Conceição, anunciado pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, na quarta-feira, 8, é uma das medidas para bloqueio da bactéria Klebsiella pneumoniae carbapenemase (KPC) e da enzima NDM-1 (New Delhi Metallobetalactamase).

As ações de descontaminação foram definidas em uma reunião da qual participaram o ministro chefe da Controladoria-Geral da União (CGU), Jorge Hage, o secretário municipal da Saúde e o secretário estadual da Saúde, Ciro Simoni. De acordo com a direção do Hospital Conceição, 18 pacientes apresentam a bactéria KPC colonizada – ou seja, eles são portadores. Entre esses pacientes, seis estão internados na UTI e um apenas está infectado por KPC. Já a enzima NDM-1 teve cinco notificações – das quais quatro casos são de colonização e um de infectação. Dois desses pacientes estão na UTI.

Outra medida anunciada pelo ministro Alexandre Padilha é o encaminhamento de autorização, pelo governo federal, para contratação específica de profissionais permanentes para os serviços de limpeza e esterilização de áreas fechadas do Hospital Conceição, como a UTI. Hoje, esses serviços são terceirizados e, com a mudança, os profissionais deverão ser melhor capacitados. Ficou estabelecido ainda que a utilização de alguns antibióticos no hospital terá novas regras de controle.

Cuidados redobrados - O ministro Alexandre Padilha disse que a KPC é encontrada em vários hospitais do mundo e que a NDM-1 não havia sido detectada ainda no Brasil. Explicou que o risco de contaminação atinge pacientes que passam por longas internações, sendo tratados com diferentes tipos de antibióticos e submetidos a procedimentos complexos, como cirurgias e intubação. Segundo ressaltou o ministro, é necessário que todos os hospitais tenham cuidados redobrados com higienização e que os serviços de fiscalização sanitária também atuem com atenção reforçada. Alexandre Padilha ressalvou, no entanto, que o índice de mortalidade no Hospital Conceição não está relacionado à ocorrência de KPC ou NDM-1.

Desde que foi notificada sobre casos de NDM-1, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ampliou os esforços para controlar a situação e prevenir a disseminação. A Comissão Municipal de Controle de Infecção e a Coordenadoria-Geral de Vigilância em Saúde (CGVS) acentuaram as medidas de higienização em conjunto com os hospitais. Também foram desenvolvidas ações com a rede hospitalar e os laboratórios de Porto Alegre para agilizar e qualificar o diagnóstico de NDM-1, de acordo com as recomendações da Anvisa.

Busca ativa - A direção do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) afirma que realiza busca ativa sistemática de mecanismos de resistência bacteriana desde 2009, com o objetivo de identificá-los precocemente e conter possíveis surtos. “Com a detecção do mecanismo NDM-1, o GHC iniciou uma pesquisa epidemiológica em conjunto com a Anvisa, a Secretaria Estadual da Saúde e a Secretaria Municipal da Saúde de Porto Alegre para rastreamento dos casos e procura de possíveis vínculos epidemiológicos. Esse processo encontra-se em andamento e representa o compromisso da instituição com a qualidade do serviço prestado”, salienta a direção. O GHC afirma ainda que continuará adotando “medidas e estratégias de boas práticas em controle de infecção, assim como a parceria com a Anvisa para investigação e contenção de bactérias resistentes”.

Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa
Audiência Pública Metas Fiscais

A Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa, através
da Secretaria Municipal de Finanças, convida todos os
cidadãos serafinenses a participarem
da Audiência Pública Municipal que acontecerá no dia
23 de Maio de 2013, quinta-feira , às 19 horas, na
Câmara Municipal de Vereadores, quando será apresentado o Relatório de
Avaliação das Metas Fiscais do 1° Quadrimestre
de 2013.

Ademir Antônio Presotto,
Prefeito Municipal.

Audiência Pública Ciclo de Orçamento 2013/2014

A Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa, através da Coordenação dos
Conselhos Municipais, convida toda a população a participar da
Audiência Pública Municipal Ciclo de Orçamento 2013/2014 que será
realizada no dia 24 de Maio de 2013, sexta-feira, às 19h, no Plenário
da Câmara Municipal de Vereadores, em Serafina Corrêa.
O Governo do Estado anunciou a liberação de R$ 218 milhões para as
demandas regionais da Participação Popular e Cidadã aos Conselhos
Regionais de Desenvolvimento (Coredes). Participe da Audiência Pública
Municipal Ciclo de Orçamento 2013/2014 no dia 24 de Maio, sexta-feira,
às 19h, na Câmara de Vereadores de Serafina Corrêa.

Prefeito prestigia mostra fotográfica O Olhar Missioneiro de Rossini

Na noite desta terça-feira (07/03), o prefeito Farelo Almeida prestigiou a abertura da Exposição Fotográfica - O Olhar Missioneiro de Rossini Rodrigues, promovida por alunos do quinto semestre do curso de Relações Públicas com Ênfase em Produção Cultural da Unipampa. Os alunos desenvolveram o projeto como forma de avaliação da disciplina de Produção Cultural I, ministrada pela professora Carmem Abreu.
O objetivo da mostra é valorizar o talento local do artista plástico Rossini Rodrigues, reconhecido nacional e intranacionalmente. A exposição é itinerante e estende sua programação até o dia 13 de maio. Ainda estiveram presentes na abertura o diretor do Campus São Borja da Unipampa, Ronaldo Colvero, o coordenador do Curso de Relações Públicas, Valmor Rhoden, representantes da Câmara de Vereadores e das secretarias municipais, além de acadêmicos e estudantes de ensino médio.
Em seu pronunciamento Farelo destacou a importância de se valorizar os talentos de São Borja. Ele afirmou que os prédios públicos do município estão a disposição para receber iniciativas como a desenvolvida pela Unipampa, que além de promover os talentos da cidade mostra que em nosso município a riqueza cultural não se restringe a um passado político, mas é atual e de grande relevância.

Departamento de Comunicação da Prefeitura de São Borja


Inicia uma das maiores obras asfálticas em Serafina Corrêa


Na segunda semana de Maio de 2013, iniciou uma das maiores obras
asfálticas do município de Serafina Corrêa, a pavimentação de parte da
Avenida Arthur Oscar. Investimentos de cerca de R$ 800 mil, a obra
proporcionará mobilidade urbana, infraestrutura, segurança,
trafegabilidade e qualidade de vida, dando acesso aos loteamentos mais
populosos do município de Serafina Corrêa.
O asfalto da Avenida Arthur Oscar iniciou no Trevo São Cristóvão e
será realizado até a Rua das Hortênsias, próximo ao Ginásio Municipal
Valdomiro Castro, 11.100,00m² de área pavimentada, além da sinalização
horizontal e vertical, que será feita nos próximos dias.
Na manhã de quinta-feira, 09 de Maio de 2013, o Poder Executivo
Municipal realizou o lançamento oficial da obra de pavimentação
asfáltica da Avenida Arthur Oscar. Com a presença de autoridades
locais, imprensa, servidores e comunidade em geral, houve
pronunciamento do Prefeito Ademir Antônio Presotto, que ressaltou a
importância dessa obra para toda a comunidade serafinense, além de
prestar contas dos investimentos nessa área, proporcionando
infraestrutura e qualidade de vida para a população.

Memória da Imprensa

Controlador

é demitido por inconfidências


Milton Galdino da Silva


Os colegas mais antigos da Zero Hora lembram de um redator que tinha uma coluna ' CRIME DO DIA ' e que era também controlador de voo no Salgado Filho.

Ele acabou demitido por causa deste incidente. Sucedeu que o repórter policial Milton Galdino da Silva caiu na asneira de botar na matéria sobre um acidente com o fotógrafo da ZH, Roni Paganella , que havia pedido para o controlador de vôo informar-se com o piloto que trazia o Paganella do interior do Estado(em Alegrete). Dar informações deste tipo é proibido pela Aeronautica.

Este redator é um baita "sarreador".

Tinha sido anteriormente demitido da ZH porque fizera sua coluna ridicularizando o próprio patrão, Maurício Sobrinho.É que no começo dos anos 70, a ZH vivia com a corda no pescoço, como se diz.

Maurício tinha o costume de mandar pagar os funcionários com cheque na sexta e eles só descontavam na segunda. Tudo pra economizar.
Este redator e controlador levou uma bolada grande na Justiça do Trabalho . Montou um bar na Cristóvão Colombo. Que está desaparecido.


Outra ' baianada' do "Churrasquinho" - apelido carinhoso que deram no Milton - foi quando o delegado Luis Mathias Flack resolveu fechar o viaduto da Marli, uma casa de encontros que funcionava na frente do estádio Beira-Rio.

Ninguém nunca soube direito porque o delegado Flack fechou aquela casa de encontros,que o povo chamava ' casa da Marli. A avenida José de Alencar acabou apelidada popularmente também como ' viaduto da Marli".
Luis Mathias Flack passou no concurso para juiz e alguns até pensaram que ele quis fechar a ' Marli" pra mostrar que mandava no pedaço.
Aproveitando o ' gancho' o Editor de Polícia da ZH mandou um repórter - naqueles anos a ZH, um jornal que se exprimia e saía sangue adorava estes temas - e mandou entrevistar as mulheres que trabalhavam nas casas como a Mônica abordando o ' impacto' da decisão do delegado de Polícia no mercado das garotas de programa.


O Milton Galdino teve um acesso e entrevistou o delegado Mathias Flack.Não deu outra. O delegado mexeu seus pauzinhos e falaram direto com o diretor da redação, Lauro Schirmer.

Lauro mandou ' abortar' a matéria.O inventor da mesmo montou num porco.Deu um estrilo na redação, um espetáculo. Isto era muito comum naqueles anos em que os pauteiros e editores trabalhavam com paixão e entusiasmo.

Dizem só pra acrescentar um item disto: no começo dos anos 70, Maurício Sobrinho mandou fechar um caderno dominical que o Marcão Faermann tinha criado pra ZH. O que fez Marcão?

Fez ' coco" num exemplar e o deixou encima da sua mesa de trabalho. Conto isto pra ver com que paixão se fazia o jornalismo em anos passados. Hoje, não sei mais como é....

EXCLUSIVO

JUREMIR
TENTA QUE FILHO ABRA JOGO

eSTE SITE FOI INFORMADO QUE O ESCRITOR JUREMIR MACHADO DA SILVA PROCUROU HERDEIROS DO REPÓRTER MILTON GALDINO MORTO HÁ MESES ATRÁS PRA QUE ELES ABRAM AS MEMÓRIAS DO FALECIDO E CONHECIDO PROFISSIONAL.

O FILHO DO MILTON GALDINO DISSE APENAS A JUREMIR:
- FAZ DE CONTA QUE ISTO NÃO EXISTIU!

OS HERDEIROS DE GALDINO PENSAM EM FAZER ALGUMA COISA DO QUE ELE DEIXOU ESCRITO, MAS POR ENQUANTO ESTÁ TUDO EM BANHO MARIA.

EM TEMPO: OS APARTAMENTOS QUE O GALDINO TERIA ERAM TUDO PAPO FURADO, COMO SE DIZ NA GIRIA. O DONO ERA O SOGRO. O PAPO DE QUE O MILTON ERA UM FELIZ DONO DE ' 200' APARTAMENTOS NA CIDADE NASCERAM NUMA ÁREA DA IMPRENSA GAÚCHA LOCALIZADA NA AV. BNORGES DE MEDEIROS, PERTO DA FERNANDO MACHADO, NUM VETUSTO PRÉDIO.

O FRIO CHEGOU

NO BAIRRO PETROPOLIS


Dei uma pequena ' campeirada' de manhã cedinho. Tava todo mundo encarrengado de frio! Nas ruas de Petropolis, nas paradas de ônibus, o guarda do Barranco de gorro, veio me tirar satistação porque fiz uma foto.Mas depois ficou numa boa.

SHOWS NO TEATRO SÃO PEDRO

Todas as 4 feiras dentro do Projeto PETROPAR, das 12h30 as 13h30 tem um show musical gratuito . Sempre que posso vou. É de graça e tem qualidade. Hoje, quarta,dia 8.5 teve um pessoal da Argentina!

COLEGUINHAS

onde andará GIOVANI GRIZZOTTI?????

Coleguinhas

Yeda Risco, na Guaíba, deu um ' banho' hoje de manhã na questão da fraude do Leite. Tem muito boas fontes, principalmente dentro da BM. É uma das craques da reportagem.

JOAQUIM BARBOSA E GONÇALVES DE OLIVEIRA

Por Carlos Chagas

Julgados e condenados pela mais alta corte nacional de justiça foram 25 mensaleiros, nomes proeminentes na política, na publicidade e no sistema financeiro. O Supremo Tribunal Federal é a última instância em qualquer processo jurídico, ou seja, falou, está falado. Melhor dizendo, julgou, está julgado.
Não dá para entender, assim, à luz do Bom Direito, que filigranas e artifícios processuais possam reverter ou modificar as sentenças, coisa que se acontecer demonstrará, acima de tudo, a incompetência dos ministros julgadores e a falência da maior instituição do Poder Judiciário. Embargos por parte dos réus deveriam limitar-se a correções gramaticais ou eventuais vazios de doutrina – nunca pela mudança das condenações exaradas.
Pode estar acontecendo no Supremo Tribunal Federal uma sinistra inversão de valores. A apreciação dos embargos jamais poderá significar um segundo julgamento. Muito menos determinar a redução das penas aplicadas, em especial se esse resultado decorrer da presença e do voto de um novo ministro que não participou do processo.
Encontra-se o STF numa encruzilhada: ou confirma as decisões tomadas após anos de tramitação das acusações e do amplo direito de defesa que tiveram os réus, ou demonstra ser o Brasil o país onde a justiça não vale para os poderosos. Só para os ladrões de galinha. Se no ápice da pirâmide prevalecer a influência dos que detém o poder político e econômico, melhor seria o presidente Joaquim Barbosa imitar um de seus grandes antecessores, o ministro Gonçalves de Oliveira, que diante das ameaças de cassação de ministros do Supremo pelo regime militar, ameaçou atravessar a Praça dos Três Poderes e entregar a chave do tribunal na portaria do palácio do Planalto.
É claro que cada um dos mensaleiros condenados exige o máximo de seus advogados, pretendendo ao menos diminuir os anos de cadeia a que foram condenados. Agarram-se aos frágeis galhos da lei e do regimento do Supremo para salvar a pele. O diabo, para eles, é que já foram julgados e condenados.
O que parece evidente nessa tentativa de náufragos escaparem do naufrágio já acontecido é a presença de outras forças atuando no processo. A começar pelo PT, por conta do que aprontaram seus principais líderes, comandando a corrupção na Câmara dos Deputados. Mas como esquecer que ministros e líderes do passado governo Lula, sem falar no próprio ex-presidente, além de líderes e ministros do governo Dilma, mobilizem sua influência para desfazer o que já está feito?
No fundo estão as eleições do ano que vem, que a imagem de companheiros entrando na cadeia poderá influenciar.
A atitude que Joaquim Barbosa poderá tomar marcará a sorte do Poder Judiciário pelas próximas décadas. Cabe a ele apreciar os embargos em conjunto, se válidos ou não no objetivo de criar um segundo julgamento do mensalão.
UMA BALA SERIA MELHOR
Esta semana, aqui em Brasília, mais um pai foi flagrado estuprando a filha. Fazia isso há quatro anos, tendo a menina, hoje, 13 anos de idade.
A lei dispõe que esse crime, depois de longo e demorado processo, poderá condenar o autor a 8, no mínimo, e a 15 anos de prisão, no máximo.
Fazer o que, para evitar que logo esse animal ganhe as ruas para fazer o mesmo com outras filhas? Só uma bala na nuca.

Prezado Lauro.

O Fitness tá lotado. O blog também precisa de material. Vou te contar uma pequena histórinha,embora tu nem vais ler: uma vez o LFV fez um artigo falando dos corredores de ônibus, nos anos 80.
O Jarbas Haag que era o secretário municipal dos transportes ficou todo cioso do artigo e não sabia como responder. Mandou uma carta, protocolado. Quem a levou foi a Maria Cristina Lopes Pinto.No dia seguinte, a coluna dele era só a carta.
Digo isto pra te dizer que eu também preciso de bom material pro blog.

No final da carta do Haag, o Verissimo ainda disse: secretário obrigado pela coluna de hoje. Pura ironia.

Eu te agradeço pelo artigo de Paris. O blog que tu chamas de esculhambado precisa de material da qualidade daquele que tu fazes.Portanto,não é nenhum demérito teu que ele saia aqui. O Fitness tá bem servido com uma matéria grande este mes. No próximo, se houver mais oportunidade, publico este ou outro.Obrigado( O editor)

Aquele texto sobre Paris era para o Fitness, q anda melhor ajambrado, e ñ para este teu blog esculhambado!

Saúde: Palestra Tabagismo: apague essa ideia!

Palestra Tabagismo: apague essa ideia!

O tabagismo figura como a principal causa de morte evitável no mundo.
O total de mortes devido ao uso do tabaco atingiu a cifra de 4,9
milhões de mortes por dia. Caso as atuais tendências de expansão do
seu consumo sejam mantidas, esses números aumentarão para 10 milhões
de mortes anuais por volta do ano 2030, sendo metade delas em
indivíduos em idade entre 35 e 69 anos, segundo dados da Organização
Mundial de Saúde, 2003.
O fumo é uma droga considerada lícita em nosso país. Isso colabora
para o acesso e o consumo continuado desse tipo de produto. O desafio
que se apresenta para os profissionais da saúde e para a sociedade é o
de conscientizar jovens e adolescentes para evitar o uso do fumo e
modificar hábitos de adultos e idosos que fazem uso indiscriminado de
tabaco. A qualidade de vida das populações está diretamente
relacionada com o seu modo de viver e o estímulo para a adoção de
hábitos saudáveis é um dever dos governos, dos profissionais da saúde,
das escolas, das associações, entre outros.
Nesse sentido, a Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa, através
da Secretaria de Saúde, vem trabalhando fortemente com ações de
prevenção e promoção à saúde. Entre essas ações, se destacam a
realização dos grupos de tabagismo que visam à auxiliar os
participantes na luta pelo abandono do hábito de fumar. Mais de 60
pessoas se beneficiaram com a existência desses grupos e hoje podem
dizer que sua qualidade de vida melhorou. Mas a experiência fala mais
alto e notamos que a batalha para parar de fumar é mais difícil do que
resistir à tentação do primeiro cigarro. Pensando e realizando
prevenção em saúde, aproveitamos a oportunidade para convidar toda a
população para a Palestra Tabagismo: apague essa ideia! A cada seis
segundos uma pessoa morre no mundo devido ao cigarro. Essa palestra é
alusiva ao dia 31 de maio ? o Dia Mundial do Combate ao Tabagismo e
será conduzida pelo médico Jorge Augusto Bergamin, cardiologista com
ampla experiência na área de combate ao tabagismo. O encontro será
realizado no dia 28 de Maio de 2013, terça-feira, às 20h, na Câmara
Municipal de Vereadores, Serafina Corrêa, entrada franca.

Hino Riograndense completa 175 anos

A história do Hino Riograndense, que neste mês completa 175 anos, já gerou muitos debates em torno de sua criação, autoria, alterações em sua letra e data de lançamento. Mas, independente de polêmicas, a sua música e letra conquistaram os gaúchos que aproveitam as solenidades, oficiais ou não, para cantá-lo com emoção.

Embora os historiadores não saibam ao certo, se foi no dia 5 , 6 ou 7 de maio que o hino do Rio Grande foi criado e apresentado, documentos comprovam que foi composto durante a guerra.

Em 1838, em Rio Pardo, os rebeldes cercaram os soldados leais ao Império e prenderam o maestro Joaquim José de Mendanha com os músicos da banda do 2º Batalhão de Fuzileiros Imperiais. Os farroupilhas exigiram que o maestro criasse um hino que enaltecesse a revolução e o Estado. O hino foi, então, apresentado ao público neste mesmo ano. Em 1839, o hino foi novamente executado - em Caçapava do Sul - durante o baile de comemoração a tomada de Rio Pardo.

Já a letra de autoria de Francisco Pinto da Fontoura, conhecido como Chiquinho da Vovó, foi incorporada à melodia após o termino da guerra.

A partir de 1933 em preparação ao centenário da revolução farroupilha - por determinação do Governo do Estado, todas as escolas passaram a ensinar os seus alunos a cantar o hino Riograndense.


Injustiças

A história do nosso hino passa por uma nova etapa em 1966, quando por sugestão do deputado estadual Aldo Fagundes, foi suprimida toda a segunda estrofe do hino. De acordo com o parlamentar, o seguinte verso

Entre nós reviva Atenas.
Para assombro dos tiranos.
Sejamos gregos na glória.
E na virtude romanos.

não estava mais de acordo com a retórica utilizada na época. No mesmo ano, a Lei Estadual 5.213, de 5 de janeiro, dispôs sobre a forma e apresentação dos símbolos do Rio Grande do Sul, entre esses o hino Riograndense.

Para o pesquisador da Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (FIGTF), Terson Praxedes, que está finalizando o livro Memorial do Hino Riograndense histórias e estórias, é necessário corrigir uma injustiça em relação à história e autoria do hino. Se não fosse a revisão musical realizada por José Gabriel Teixeira, em 1887, a melodia do hino teria se perdido. É graças à publicação dessa partitura musical no jornal A Federação, que ainda hoje os gaúchos podem cantar o hino. Por isso, defendo a inclusão de seu nome como um o autor da reconstituição musical do nosso hino?, afirmou o pesquisador.

Datas importantes

1938 - Composição e primeira apresentação do hino, em Rio Pardo
1839 - Publicação nos jornais do Povo e Nacional da segunda letra do hino. Em Caçapava do Sul, durante a realização do baile em comemoração a tomada de Rio Pardo, o hino é executado.
1887 - Publicação do hino no Jornal da Federação de Porto Alegre
1933 - Aprovada pelo Secretaria de Educação e Cultura do RS e Instituto Histórico Geográfico a letra de Chiquinho da Vovó, que passou a ser a oficial. Devido ao Centenário da Revolução todas as escolas do Estado foram obrigadas a ensinar o hino aos seus alunos
1947 - O hino passa a fazer parte da Constituição Estadual
1966 - Lei estadual 5.213, de 5 de janeiro, dispõe sobre a forma e apresentação dos símbolos do Rio Grande do Sul, entre esses o hino. Sugestão do deputado Aldo Fagundes retira a segunda estrofe do hino

Nomes anteriores do hino

Hino da República
Hino da Nação
Hino Nacional
Hino 35
Hino da Farroupilha
Hino Republicano Riograndense
Hino Ex-república Riograndense
Hino Riograndense

Rita Escobar

Caro editor

Dois presos, duas medidas

A mídia fez todo esforço possível para tornar os petistas Genuino, Zé Dirceu e Cunha culpados e agora faz todo o esforço para livrar o peemedebista Zachia dando páginas e notinhas de colunistas. Nem preciso citar o veículo, quem ler verá.

Campanhas
Com o PMDB fora do Conceição e do Banrisul está cada vez mais difícil para ele conseguir verba para a campanha que se aproxima. Já tem muito candidato apavorado e querendo se aproximar do PT.

Tá tudo dominado
A candidatura de Aécio Neves está cada vez mais esfriada, em parte pela turma do José Serra e outra parte por sua atuação. Fraquíssimo como senador, não empolga a mídia, que parte para apoiar Marina e Eduardo Campos. A Dilma agradece.

Remindo Sauim, de Canoas

Procon orienta consumidores sobre crime do leite adulterado


O Procon Porto Alegre está alertando os consumidores sobre como proceder diante da fraude no envasamento e fornecimento de leite para as indústrias gaúchas promovida por uma quadrilha de transportadores no noroeste do Estado. O crime está sendo apurado na operação Leite Compen$ado deflagrada nesta quarta-feira, 8, pelo Ministério Público Estadual, que constatou diversas marcas impróprias para o consumo, pois continham na sua composição água juntamente com uma mistura de ureia e formol.

De acordo com a diretora executiva do Procon Porto Alegre, Flávia do Canto Pereira, os consumidores que compraram estas marcas de leite devem entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) para solicitar o ressarcimento pela compra do produto adulterado.

Os consumidores de Porto Alegre podem comparecer ao Procon municipal para a abertura de um processo administrativo contra estes fornecedores de leite que atuam no Estado.
As pessoas que tomaram o leite e tiveram problemas de saúde, “podem exigir ressarcimento por danos junto à Justiça”, recomenda Flávia do Canto.

As marcas adulteradas conforme o Ministério Público Estadual são: Italac Integral (Lotes L05KM3, L13KM3, L18KM3, L22KM4 e L23KM1), Italac Semidesnatado (L12KM1), Bom Gosto/ Líder UHT integral (LOTE Tap1MB), Mumu UHT(Lote 3arc) Integral e Lativida (UTH Desnatado - Registros 37/661; UTH Semidesnatado - 48/661; UTH Integral - 36/661; Semidesnatado -48/661 e Integral - 24/661).

Velho Quintino!

Mais fotos do VELHO QUINTINO!

Tem um restaurante no Moinhos tri legal. O Velho Quintino. Almocei lá hoje com minha mana Alenir! Nas paredes tem isto.

Os muros da cidade falam por ela!

FRIO NA PROTÁSIO!


Numa padaria da Protásio, as pessoas tomam o café da manhã, no primeiro frio do ano. Ainda estamos no outono, mas o frio pinta aí!

A VENDEDORA DE TÚMULOS

Aqui na salinha JCTerlera apareceu até uma vendedora de plano funerário. O deputado Cassiá Carpes(PTB) que está pra ir pro REDE, MAS AINDA NÃO SABE SE VAI OU NÃO, levou um papo legal com a guria. O outro colega é o Silvio Lara.

Coleguinhas

Na salinha JCTerlera a turma que labuta o dia todo lá, com o deputado Cassia, que sempre dá uma passadinha lá...

Coleguinhas

"CHURRASQUINHO NÃO TINHA

IMOBILIÁRIA"

Ao contrário do que diziam POR AÍ, O COLEGUINHA Milton Galdino, não era dono de imóveis, nem abriu uma imobiliária para administrá-los.hAVIA ESTE BOATO NO MEIO DOS JORNALISTAS...

Na verdade o proprietário era o seu sogro, DA FAMILIA ZAFFARI.Não era também tantos imóveis como se espalhou entre os coleguinhas.

Os imóveis eram e são do seu sogro, o pai da esposa, que faleceu de um câncer aos 38 anos.

Churrasquinho era o apelido dado pelos colegas ao falecido repórter.

EL PRETE DE LA UNDEZE



DOIS PADRES MARCARAM O LADO RELIGIOSO DE SERAFINA CORREA, pelo menos quando eu vivi lá.

O padre Luiz, de quem não lembro quase nada, e o padre Chico, este sim um terror.

Inteligente, cuidava de tudo, principalmente da vida sexual e moral dos seus fiéis. Nada escapava dele.pelo menos dos mais humildes, porque dos poderosos, ele conciliava.

Mas voltando ao que interessa mesmo: ele foi importante no processo de emancipação do municipio, unindo PSD e PTB, numa época que isto era como unir Britto e Olívio Dutra.

Saído o processo de emancipação, o padre chico saiu do armário politicamente falando: ficou do lado do PSD.

Como diz o médico ROBERTO ARROQUE, num ataque de sinceridade:

cuel lá el zera PSD del PADRE CHICO!

É que no meu livro sobre Serafina escrevi que Domingos Calza, do Moinho Calza, era PTB. O Roberto Arroque me corrigiu dizendo que o seu sogro era PSD do PADRE CHICO.

Lembro que meu pai ia se aconselhar antes da eleição e que o padre sempre MANDEA PIANTARLO ZO LÁ...

ou seja,MANDAVA VOTAR ALI. SEMPRE NO PSD. UM DOS QUE FAZIAM ISTO ERA O PADRE CHICO.

ELE FICOU 11 ANOS 10 MESES E 6 DIAS EM SERAFINA. E NO SEGUNDO MANDATO DE AMANTINO MONTANARI, QUANDO FOI SE DESPEDIR DA CIDADE, ELE DEU UM BEIJO NO CANDIDATO, O QUE SIGNIFICA QUE ALI DECIDIU A ELEIÇÃO CONTRA BRUNO MAROCCO, O QUE CANDIDATO DO MDB, UM EX-ARENISTA. MAS ISTO É OUTRA HISTÓRIA.


LEIO QUE MORREU ZÉ IBRAIM.

um dos que foram trocados pelo embaixador norteameicano Elbrick.


O autor junto do MIRE ARROQUE



o PROMOTOR DE JUSTIÇA ALTAMIR ARROQUE que foi meu colega no ginásio de SCorrea é o cara mais inteligente que tinha na turma. Mas era vagal. Ele mesmo confessou neste dia que estivemos juntos que ele NÃO FAZIA OS TEMAS DE CASA. EU, AO CONTRÁRIO, FILHO DE PEQUENO AGRICULTOR, dava duro na roça e de manhã ia na escola e fazia todos os temas. Por isto que tirei sempre PRIMEIRO LUGAR EM TUDO. SE FOSSE MILICO SERIA GENERAL. SE FOSSE POLITICO, SERIA GUERRILHEIRO.

MAS O MIRE ME CONTOU QUE NÃO FOI SÓ UMA VEZ QUE ELE TENTOU ENGANAR O PADRE ROBERTO CIOTOLLA COMO O FIOL DEL ZATOR CONTA NO MEU LIVRO COSI LA ZE STATA....

outras que ele enganou o pobre padre - já falecido e enterrado em LA UNDEZE - não foi descoberto. Mas da vez que foi descoberto, foi EXPULSO DA SALA DE AULA. SIM UM PROMOTOR DE JUSTIÇA JÁ FOI QUASE EXPULSO DO COLÉGIO. SÓ VOLTOU PORQUE SEU PAI, INFLUENTE EM SERAFINA, GERENTE DO FRIGORIFICO IDEAL , DA ARENA - AO CONTRÁRIO DO FIOL DEL ZATOR QUE EL ZERA DEL MDB - VICE PREFEITO DUAS VEZES, FOI LÁ PEDIU PERDÃO AO ROBERTO CIOTOLLA QUE FEZ O MIRE VOLTAR. SENÃO NÓS NÃO TERÍAMOS UM PROMOTOR DE JUSTIÇA AQUI. ESTARIA EM LA UNDEZE, QUEM SABE UM ADVOGADO,APENAS.

SÃO BORJA

MORREU O ' MATUNGO'

Todos o conheciam por " Matungo". Mas era gente tri fina, pelos único encontro que tive na vida com ele. Foi na casa da esposa e da sogra, a Neusa Penalvo.

Isto foi da última vez que estive na cidade.

Falei com a Neuzinha agora de manhã, na segunda vez que liguei ela atendeu e meio atordoada deve ser também pela vigília do sono que não teve esta noite me agradeceu o carinho e a solidariedade.

Paulo Roberto Lu da Rocha, da tradicional família Mariano da Rocha teve um acidente de carro na noite de segunda. Tudo o que sei é que ele errou o caminho e teria batido com um caminhão. Nada mais.

Daqui deste espaço mandou meus carinhos para Neuzinha Penalvo como os amigos a chamam.

Guardo dele uma lembrança: ele contou muito na primeira vez que estivemos junto - enquanto tomávamos umas cevas - que era exímio no PEALO. Não sabia o que era isto e fui falar com meu amigo BELMAR ANDRADE que me explicou direito o que é.

O Matungo, como era chamado pelos amigos e conhecidos em São Borja, não tinha ainda 50 anos.
Cuidava de sua fazenda no interior de São Borja, na localidade de Santo Antônio.
Era muito sincero pelo meu primeiro contato com ele.

A Constituinte de 1967 atrasou o relógio para cumprir o seu dever


Carlos Chagas

Em dezembro a singular Assembléia Nacional Constituinte começou a funcionar. Era o Congresso em final de mandato, humilhado por dezenas de cassações de adversários do regime militar. Por um passe de mágica, o Ato Institucional número 4, Câmara e Senado, reunidos, teriam até 17 de janeiro para redigir uma nova Constituição para o país. Perdendo o prazo, passaria a valer um texto preparado pelo ministro da Justiça, Carlos Medeiros, a pedido do presidente Castello Branco. Para se aferir o potencial de truculência do ante-projeto, basta verificar que não continha o capítulo dos direitos e garantias individuais.
A primeira reação daquele Congresso emasculado foi de cruzar os braços. Não aceitar tamanha imposição e deixar que os donos do poder assumissem total responsabilidade pela lambança.
Mesmo assim prevaleceu a opinião de um grupo de liberais, daqueles que apoiavam o regime mas tentavam a longa caminhada até uma democracia longínqua. Daniel Krieger, Pedro Aleixo, Afonso Arinos, Aliomar Baleeiro, Paulo Sarazate, Gilberto Marinho e outros decidiram-se pela tarefa de elaborar uma Constituição moderna, sem os instrumentos de exceção. Mesmo dando prevalência ao Poder Executivo, inspirada pela Constituição da França, do general Charles De Gaulle, a nova carta poderia constituir-se num grande passo para o restabelecimento da democracia. Castello Branco deixaria a presidência da República em março do ano seguinte, com seu sucessor já escolhido, o marechal Costa e Silva, tido como radical. Melhor seria limitar seus poderes.
Presidia o Congresso o senador Auro de Moura Andrade. Fato inusitado em nossa crônica política, os parlamentares começaram a trabalhar como nunca. Não chegavam a Brasília às terças-feiras para ir embora às quintas. Moravam aqui, sem sábados nem domingos. Quando vieram as festas de Natal, ignoraram Papai Noel. Com rapidez, foram sendo elaborados os diversos títulos, capítulos e artigos. Aquela Constituição não teria legitimidade, feita debaixo do arbítrio do governo. Nem representatividade, pois não provinha de constituintes eleitos para redigi-la. Mesmo assim, pairava no plenário a ilusão de que um texto escorreito e democrático superaria seus vícios de origem.
Também não houve celebrações pelo Ano Novo, para deputados e senadores. Trabalhavam como nunca, sob o denominador comum de estarem fazendo o melhor. Ou o menos pior.
Do lado de fora do Congresso, havia pouco caso por parte da maioria dos chefes militares. Se os políticos estavam tentando reduzir-lhes o poder de moldar as instituições conforme suas concepções, eles que se preparassem, porque acima da Constituição estava a Revolução, como definiam o regime. Castello Branco, contrariando a maioria de seu pano de fundo, interessava-se tanto pelos trabalhos que o SNI instalara microfones no plenário da Câmara e nas salas das comissões. O presidente da República tomava conhecimento, ao vivo, de todos os debates e discussões.
Um ponto para o marechal deve ser registrado, porque quando alguns auxiliares vinham queixar-se de que a nova Constituição proibia atos de exceção e era liberal demais, ele contraditava sustentando que a Constituinte detinha a prerrogativa de decidir como quisesse. Além do que, a ampla maioria era da Arena, partido do governo, liderado por seus fiéis seguidores. No fundo, o primeiro presidente do ciclo militar ansiava por não passar à História como ditador, sua imagem poderia ser de alguém que constitucionalizou o país.
Os dias passaram com pressa olímpica, mas fazer uma Constituição demanda tempo. E tempo acabou não havendo. Na manhã do dia 17 de janeiro, Auro de Moura Andrade reuniu os líderes e lamentou o esforço para ele perdido. Tinha passado a noite fazendo contas e verificou que faltavam ser votados alguns capítulos. O prazo dado pelo palácio do Planalto terminaria á meia-noite e, pelos seus cálculos, seria impossível votar tudo.
O desânimo tomou conta dos liberais quando o matreiro senador paulista completou: “mas eu tenho uma solução, se vocês me apoiarem”. Diante da concordância, acionou a campainha chamando o chefe dos contínuos, perguntando-lhe: “José, que horas são?”
“São nove horas da manhã, Excelência.”
“O senhor está maluco? Não está vendo que são nove horas da noite de ontem?”
“São as horas que o senhor quiser, Excelência.”
“Então vá lá no plenário e atrase todos os relógios em doze horas…”
Ninguém protestou e Constituição de 1967 foi votada no tempo exato da exigência contida no AI-4. Muita gente perguntou e ainda pergunta como os militares aceitaram aquela fraude democrática, em especial o presidente Castello Branco, que além dos microfones ligados com o Congresso, dispunha de montes de espiões assistindo a Constituinte. Atribui-se a ele um comentário, quando o primeiro dos auxiliares, o general Golbery do Couto e Silva, informou sobre o atraso de doze horas nos relógios: “Deixe ficar assim. Afinal, o projeto deles é muito melhor do que o meu…”

Abandono afetivo e indenização por danos morais


O artigo 227 da Constituição Federal dispõe que “é dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.”
Pois bem, entrando estritamente no tema que pretendemos tratar, a grande indagação é saber se o direito de estar e de se desenvolver em uma família composta de ambos os progenitores é um direito subjetivo. Uma pessoa tem o direito de exigir que ambos os pais a crie? Que ambos os pais participem da formação de sua personalidade? Que ambos os pais acompanhem seu desenvolvimento? Se pensarmos materialmente, a resposta prontamente será positiva. Os pais possuem o dever de suprir as necessidades materiais que um filho necessita.
E se pensarmos subjetivamente? Os pais devem dar carinho, atenção, afeto? A resposta parece óbvia: sim. Mas esse afeto é um direito (e ao mesmo tempo um dever)? Se para esta última pergunta houver uma resposta afirmativa, então teremos a responsabilização civil.
Não obstante, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul entende pela impossibilidade de se indenizar monetariamente uma pessoa que nunca teve contato com um dos pais, por abandono voluntário deste. Segundo o Tribunal Gaúcho, a questão exige cuidado, uma vez que fixar indenização monetária em casos como o presente significaria fixar preço para o amor. Seria uma tarifação do afeto.
A questão também pode ser analisada sob outro ponto de vista, como fez o Superior Tribunal de Justiça. Vejamos trecho do voto da Min. Nancy Andrighi: “Sob esse aspecto, calha lançar luz sobre a crescente percepção do cuidado como valor jurídico apreciável e sua repercussão no âmbito da responsabilidade civil, pois, constituindo-se o cuidado fator curial à formação da personalidade do infante, deve ele ser alçado a um patamar de relevância que mostre o impacto que tem na higidez psicológica do futuro adulto. Nessa linha de pensamento, é possível se afirmar que tanto pela concepção, quanto pela adoção, os pais assumem obrigações jurídicas em relação à sua prole, que vão além daquelas chamadas necessarium vitae.”
Essa percepção do cuidado como tendo valor jurídico já foi, inclusive, incorporada em nosso ordenamento jurídico, não com essa expressão, mas com locuções e termos que manifestam suas diversas desinências, como se observa do art. 227 da CF/88.
Vê-se, hoje, nas normas constitucionais a máxima amplitude possível e, em paralelo, a cristalização do entendimento, no âmbito científico, do que já era empiricamente percebido: o cuidado é fundamental para a formação do menor e do adolescente; ganha o debate contornos mais técnicos, pois não se discute mais a mensuração do intangível – o amor – mas, sim, a verificação do cumprimento, descumprimento, ou parcial cumprimento, de uma obrigação legal: cuidar.
Negar ao cuidado o status de obrigação legal importa na vulneração da membrana constitucional de proteção ao menor e adolescente, cristalizada, na parte final do dispositivo citado: “(...) além de colocá-los a salvo de toda a forma de negligência (...)”.
E, realmente, parece-nos certa a posição adotada pela Ministra Nancy Andrighi. A psiquiatria definitivamente considera essencial para a formação da personalidade de uma pessoa o seu relacionamento familiar. No momento em que duas pessoas decidem conceber e criar um filho, existe a responsabilidade pelo descumprimento dos deveres que são inerentes desse fenômeno natural (concepção) ou civil (adoção), que também é um fenômeno jurídico.
Não é à toa que a Constituição Federal protege o direito da criança em ter uma família e o Estatuto da Criança e do Adolescente (art. 19) que toda criança ou adolescente tem direito a ser criado e educado no seio da sua família.

Arnaldo Rizzardo Filho – Advogado.
contato@rizzardoadvogados.com.br
http://www.rizzardoadvogados.com.br

Cabaret Voltaire estava funcionando sobre liminar, olha a nota da Prefa

Nota técnica da Procuradoria Geral do Município esclarece a situação do Cabaret Voltaire, nome fantasia da casa noturna que foi parcialmente destruída pelo fogo na noite de sábado, dia 4:
1. O estabelecimento impetrou Mandado de Segurança em 2012, em virtude de interdição feita pelo Município (termo de Interdição n. 015/2012), processo judicial n. 1.12.0229715-4.
2. O estabelecimento havia sido interditado por ausência de licença ambiental (para funcionar como casa noturna), bem como por ausência de carta de habitação específica para casa noturna.Em dezembro de 2012 a sentença concedeu a segurança e declarou a nulidade do ato administrativo de interdição, confirmando a liminar. O Município entrou com recurso que pende de decisão.
3. No final de janeiro deste ano foi feita nova ação fiscal, para verificar a situação fática do estabelecimento, que foi novamente interditado.
4. Em 17/02/13 o Cabaret Voltaire apresentou alvará expedido pelo Corpo de Bombeiros naquela data, de número 27/013996/2013 e válido até 30/05/2013.
5. Assim,o estabelecimento estava em funcionamento em decorrência de decisão judicial e do alvará do corpo de bombeiros.

Que boca a tua, hem

Fois só tu falar na situação das casas noturnas de Porto Alegre que a primeira da lista pegou fogo. Que boca, hem? Segundo eu entendi eles estão funcionando com liminar na justiça.

Rekern

Rigotto fez palestra para peemedebistas da capital nesta terça-feira



“Os desafios do Rio Grande do Sul diante do atual cenário econômico” é o tema do segundo Prato de Dia de 2013, que terá como palestrante o ex-governador Germano Rigotto, especialista na área e um dos principais defensores da reforma tributária.O evento, organizado pelo PMDB de Porto Alegre, busca trazer personalidades de reconhecimento público para debater assuntos de interesse da sociedade gaúcha. Rigotto tem, nos últimos anos, proferido palestras e consultorias sobre a realidade econômica e a sobrecarga tributária em todo Brasil. A mediação ficará a cargo de Antônio Hohlfedt, ex-vice-governador à época de Rigotto à frente do Piratini.
Agencia Edisoncastencio

Pacto de isenções fiscais pode reduzir tarifas de transporte


A Prefeitura de Porto Alegre trabalha para a consolidação de um pacto de isenções entre União, Estado e Município visando à redução das tarifas de transporte público na Capital. Na manhã desta segunda-feira, 6, o prefeito José Fortunati revelou que já está em elaboração pela Secretaria Municipal da Fazenda (SMF) projeto de lei que reduz ao máximo, nos limites estabelecidos por legislação federal, os impactos do ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) para o setor. De acordo com o projeto, a alíquota seria reduzida de 2,5% para 2%.

“Trata-se de um importante passo. Mesmo que o impacto neste momento não seja tão significativo para a tarifa, estamos cumprindo nossa parte dentro das possibilidades legais estabelecidas”, enfatizou o diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari. Estudos preliminares do órgão apontam redução de dois centavos nas tarifas quando da sanção do projeto. De com acordo com o diretor, a prefeitura busca agora a ampliação das isenções em outros tributos. O próximo passo é solicitar apoio do governo do Estado nesse esforço, a exemplo do que ocorre no Paraná. Nesta segunda-feira, o governador Beto Richa sancionou lei que isenta o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de itens que compõem os preços das passagens para municípios com mais de 140 mil habitantes.

Além da busca da parceria estadual, Porto Alegre e outros municípios trabalham, por intermédio da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), pela aprovação do REITUP (Regime Especial de Incentivos para o Transporte Coletivo Urbano e Metropolitano de Passageiros). O projeto, que está em análise terminativa na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, prevê isenções federais para o transporte público. “Ainda não temos análises conclusivas, mas, caso haja um alinhamento total das isenções, há expectativa de que se possa chegar a cerca de 20% de redução no valor das tarifas”, estima Cappellari, lembrando que a FNP também trabalha na elaboração de projeto que destina percentual da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE) da gasolina e do álcool para um fundo que ajudaria a subsidiar o sistema.

Prefeitura não recorrerá da decisão de redução da tarifa – Cumprindo o prazo da Justiça, a prefeitura, pela EPTC/Secretaria Municipal de Transporte (SMT), entregou nesta segunda-feira, 6, junto à 5ª Vara da Fazenda Pública esclarecimentos relativos ao processo de cálculo técnico da tarifa do transporte coletivo da Capital. A prefeitura permanece com o posicionamento de não recorrer da ação cautelar interposta para reduzir o valor da passagem de R$ 3,05 para R$ 2,85. “Apenas cumprimos uma etapa exigida pelo processo, demonstrando que o Executivo realizou todas suas atribuições atendendo às normas legais e às recomendações do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Não iremos recorrer, vamos aguardar o julgamento”, destacou Cappellari.


Gabinete de Comunicação Social
Prefeitura de Porto Alegre

ALISTAMENTO PARA O ANO DE 2013

Endereço
Em Serafina Corrêa o alistamento militar é realizado na Junta de
Serviço Militar que funciona na Rua Orestes Assoni nº 370 ? Centro, de
2ª a 6ª feira, nos seguintes horários: das 08h30min às 11h30min e das
13h30min às l7h30min.

Período
O período de alistamento vai do primeiro dia útil de janeiro até o
dia 28 de junho de 2013. O alistamento é obrigatório a todos os
brasileiros do sexo masculino no ano em que completam 18 (dezoito)
anos de idade. Isto vale também para os cidadãos brasileiros que
residem no exterior.

Tributação
A partir de janeiro de 2013 todos os jovens alistados na JSM de
Serafina Corrêa serão submetidos a uma seleção nos dias 26 e 27 de
setembro e poderão ser designados para prestarem o Serviço Militar
Inicial, no ano de 2014 no quartel do 6º Batalhão de Engenharia de
Combate na cidade de São Gabriel ? RS.
Classe
O ano de nascimento é identificado como a classe do cidadão. Por
exemplo, no ano de 2013 alistam-se os cidadãos nascidos em 1995, ou
seja, em 2013 alista-se a classe de 1995.
Classes Anteriores
São todas as classe que não se alistaram no período certo. Estão fora
do prazo e pagarão multa ao efetuar o alistamento.

Idade Máxima para alistar-se

A obrigação para com o Serviço Militar, em tempo de paz,
perdura até 31 de dezembro do ano em que completar 45 (quarenta e
cinco) anos de idade.
Documentação
Documentação necessária para o alistamento:
• Duas fotos 3x4 recente sem cobertura;
• Certidão de Nascimento ou Certidão de Casamento;
• Certidão de Naturalização ou Termo de Opção (para os brasileiros
naturalizados ou por opção);
• Carteira de Identidade; e
• CPF (para quem possui).
Sobre Fotografia
A fotografia para documentos deverá ser: tamanho 3x4; frontal; sem
data;fundo claro;cabeça e orelhas a descoberto;recente e sem uso;sem
acessórios (óculos, piercing, colar, brincos); e sem camiseta regata.
Certificado
O processo do alistamento é gratuito e após ter-se alistado, o cidadão
receberá seu Certificado de Alistamento Militar (CAM), contendo seus
dados pessoais.
Neste Certificado constarão o dia, o local e a data de apresentação
para Seleção Geral.

OBSERVAÇÕES:

É muito importante estar em dia com as obrigações militares, uma
vez que estas situações são solicitadas para assumir cargos no serviço
público, matrículas em universidades, requisição de passaporte,
emprego com carteira assinada, obtenção do título de eleitor, etc.
Multa
A multa é um valor cobrado por atraso na regularização da situação
militar. Este valor aumenta pela demora em regularizar esta situação.
A multa é cobrada por diversos motivos.
As situações mais comuns são: Alistamento fora do prazo; Refratário
(falta nas inspeções de saúde) aumenta anualmente; 2ª e demais vias de
Certificados.

25 Anos de Montauri

No sábado, 04 de Maio de 2013, o município de Montauri deu início às
festividades comemorativas aos 25 Anos de emancipação. O Jantar
Italiano aconteceu na Linha 17 ? São Pedro e contou com a presença do
Prefeito Marcelo Boff, demais autoridades locais, do Prefeito de
Serafina Corrêa, Ademir Antônio Presotto, da Primeira Dama, Maria
Carmen Montanari Presotto, do Presidente da Câmara, Silmar Roberto
Santin, da Assessoria de Imprensa, além do Vice-Prefeito do município
de Santo Antônio do Palma, da Prefeita de Vila Maria, demais
autoridades e a comunidade da região que prestigiou o evento.
Após o delicioso jantar italiano, houve show de piadas com Edegar
Maróstica, Baile com a Família Paganini e apresentação das Soberanas
de Montauri.

Coleguinhas


Valter Galvani esteve de niver

O atual membro do Conselho Estadual de Cultura, jornalista e escritor Valter Galvani esteve de niver hoje, dia 6.5.

Na foto ao lado de Gilson Petrillo.

Os funcionários da RM uma empresa terceirizada da Oi fizeram um protesto agora de tarde(6.5) contra a operadora

Eles alegam entre outras coisas que a cada mês a RM ' atrasa". Um mês é a produção, outro é a " e hora-extra" e outro a locação de veículos.

Alegam ainda o que chamam de ' precarização das condições de trabalho".

O protesto foi silencioso com os funcionários da ' RM" sentados nos bancos da Praça da Matriz e um caminhão de som da CUT protestando contra o que chamam de ' assédio moral das chefias e com condições mínimas de trabalho". Exigem banheiros limpos,fardamento e água potável.

RIGOTTO FALA HOJE

NO "PRATO DO DIA"

Estará hoje dia 7.5 no HOTEL CONTINENTAL, o ex-governador Germano Rigotto. Fala no projeto denominado " Prato do Dia" do PMDB.

Vai pra casa, MELLO!



Mandaram o José Carlos MELLO pra casa.

Não é mais o presidente da ABRAJET - também chamada de 'ABRAJANTA' - Pra se livrar do estigma de ' comes e bebes' de noite, durante a longa gestão do MELLO a frente da Abrajet ele promoveu sempre cafés da manhã.

Assim, unia o ' útil ao agradável" ou seja, ' matava a cobra' e mostrava o pau. Fazia as "reuniõezinhas" da entidade e tomava um agradável café da manhã.

coleguinhas

ROGÉRIO AMARAL

está na prefeitura


na foto Rogério com Anne Schneider

O colega Rogério Amaral assistiu neste domingo o concerto de Anne Schneider na Igreja Martim Luther homenageando os 850 da Catedral de Notre Dame.

Me disse que está trabalhando na assessoria de imprensa da Secretaria da Administração da PMPA(Prefeitura Municipal de Porto Alegre). Foi candidato a vereador pelo PSB mas não chegou lá.

EXCLUSIVO!

Famoso bar do DARCI

VAI VIRAR CAFÉ BISTRO!

Tava caminhando na Praça da Matriz indo comprar umas frutas num armazenzinho que tem na Duque quando minha atenção foi despertada por um grupo que trabalhava dentro do bar do DARCI, aquele onde durante o governo Olívio Dutra vivia sendo notícia na coluna do JOSÉ BARRIONUEVO, na Pagina 10 da ZH.
Os dois operários que faziam as obras me informaram que o local foi comprada ' por uma moça' e que em breve virará umcafé bistro.

- Pelo desenho que nós temos vai ser muito bonito, me informou ele.

Café

Na Praça da Alfandega, o café está quase pronto. Os operários me disseram hoje de manhã que daqui há um mês as obras estarão completas.

Deverá haver uma licitação para ver quem vai explorar o café e as sorveterias!


Operários trabalham nas obras da Praça da Alfândega. Os café que serão abertos ali serão explorados pela iniciativa privada! Haverá concorrência?

SHOW DO GIL!

QUEM VIU, GOSTOU !

A banda estava ótima!

IGREJA MARTIN LUTHER

' ENCHEU' PRA VER

CONCERTO DE ANNE SCHNEIDER


Foi neste domingo passado, dia 5/5. A Catedral de Notre Dame de Paris completou hoje , dia 6.5 850 anos.

Apenas 3 locais no Brasil foram designados pela França pra esta comemoração.

Dois deles em São Paulo e o de Porto Alegre.

Anne Schneider foi acompanhada por Janete Cecin, que tocou gaita. Inclusive o ' segundo hino" da França: La vie en rose....da Edith Piaf.


Concerto da Organista ANNE SCHNEIDER na Igreja MARTIM LUTHER

ANTES DO CONCERTO teve um ofício religioso

Batizado de um fiel da Igreja

batizado

Antes do concerto da Anne houve o culto dominical na Igreja Martin!

Antes do Concerto da organista Anne Schneider em homenagem aos 850 anos da Igreja Notre Dame de Paris houve o culto dominical . E um batizado. Bruno foi o menino que passou pelo ritual. A mãe estava especialmente emocionada. E os avós também!


CARLOS GOMES
LIVRE DE ONIBUS

Pera aí, não é bem isto. Aos domingos,até 20 horas, o corredor de ônibus da Carlos Gomes e parte da Perimetral, até a Ipiranga, fica livre pros pedestres. Peguei neste domingo quando ia ver o concerto da Anne Schneider o pessoal caminhando lá pelas nove e meia da matina.

Mais lances da Carlos Gomes. Eu ia caminhando e batendo chapas, como se diz.

CARLOS GOMES PROS PEDESTRES!

eis um domingo na Carlos Gomes! pra quem caminha

DOMINGO NA CARLOS GOMES!

CAMINHANDO NO DOMINGO DE MANHÃ.


A VALDIR ME MANDA DE SAMPA ESTE CHASQUE

tá ai o Caco Barcellos e a Brum, que na ZH nos tempos que veio de Ijui, vive se queixando que a vida era amarga com ela. agora pelo que vejo tá por cima da carne seca. Que Deus a acompanhe!( o editor). O caco eu conheço. no fundo, no fundo é um grande gozador.


será que eu jámandei este arwquivo pra vc? Tem a históris do seu amigo caco e de sua (talvez pouco amiga) Eliane Brum.
Abs,
valdir

Kopittke propõe emendas que reforçam a segurança nos táxis da capital


Está em discussão na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara o Projeto de Lei do Executivo n° 755/13 que trata sobre a implantação de Sistema de Monitoramento por GPS para os táxis de Porto Alegre. O Vereador Alberto Kopittke apresentou duas importantes emendas ao Projeto, que visam aumentar a segurança de taxistas e usuários do serviço na capital e modernizar a eficiência.

A primeira emenda dispõe sobre a implantação de um sistema para a geração de relatórios georreferenciados, contendo percurso e recorrência de itinerários a ser enviado permanentemente para a Polícia, e a segunda, a abertura dos dados de localização dos táxis em serviço na cidade, para acompanhamento em tempo real pelos cidadãos. A ideia é fornecer um importante suporte às polícias, que poderão analisar e planejar ações preventivas de segurança pública com a construção de uma base de dados com informações sobre o itinerário dos táxis da capital.

Já as informações abertas, que poderão ser utilizadas de forma gratuíta por aplicativos de smartphones, irão beneficiar passageiros e condutores com mais agilidade e transparência no atendimento. O sistema de GPS - já utilizado em Curitiba e São Paulo - permite que usuários localizem e solicitem o serviço. Os táxis cadastrados que estão mais próximos do local são notificados e, assim que um dos condutores aceita a corrida, o aplicativo possibilita a troca de informações: envia ao usuário dados do taxista e ao motorista, informações sobre o usuário. O usuário ainda pode acionar filtros a sua solicitação. A diferença do projeto de Kopittke é que as pessoas poderão acompanhar todos os táxis e não apenas aqueles cadastrados no serviço, permitindo que todos acompanhem quantos táxis estão efetivamente em funcionamento na cidade, a qualquer hora.

As propostas ainda serão discutidas na Audiência Pública que ocorrerá na próxima quarta-feira, dia 8 de maio, às 10h.

Confira as emendas na íntegra:
https://docs.google.com/file/d/1LLTuWB8OiUP0gJKWTVpaBQFK_BZkVILKqqyJz1zkVZtExEt4m0amBhjVKmHf/edit?usp=sharing
https://docs.google.com/document/d/1hzUt6PNIlqGe9ecj-8ZNcwhDYC4d49kiz8tGgQTj_mw/edit?usp=sharing


Tamires Gomes

Por Lauro Dieckmann!

Paris para Principiantes IV

O jornal já estava indo para o lixo quando me dei conta de que, nele, uma colunista havia escrito alguma coisa sobre ter-se perdido em Paris à procura da "Place des Vosges" (quem sabe para conhecer o Museu Victor Hugo?). É aquela história, como diz o gaúcho: ovelha não é para mato.
O texto da moça me fez lembrar uma caminhada que, há uns dois anos, fiz por esta parte da capital dos franceses. Foi de manhã, uma bela manhã de primavera, com temperatura amena e de tempo seco. Saí do hotel na "Rue d'Austerlitz", uma ruazinha de uma só quadra ocupada quase toda por pequenos hotéis, e tomei a "Rue de Lyon", por onde fui chegar a um dos locais ditos "cult" de Paris: a "Place de la Bastille". Sim, exatamente onde ficava a antiga fortaleza, cuja tomada pela população civil desencadeou a Revolução Francesa de 1798.
É um local que não tem nada que particularmente chame atenção, afora uma alta colunata com a estátua da Liberdade lá em cima e, ao lado, a "nova" Ópera de Paris (um desses horrorosos exemplares da arquitetura modernosa). Mais interessante o espetáculo dos turistas, em sua maioria jovens pouco mais que adolescentes, que transitam em grupos por ali, carregando suas mochilas ou puxando cada um suas malas de rodinhas.
Dali, pode-se tomar a "Rue Saint-Antoine" e ir adiante. As placas são bem claras, não há como se perder. Por ali se chega ao "hotel particulier" da "Place des Vosges" onde viveu, por 16 anos, Victor Hugo. Basta dobrar a "Rue de Birague" à direita e vai-se dar direto na "Place des Vosges". É um recanto bem parisiense: um retângulo cercado por uma massa compacta de prédios com os cinco andares estabelecidos pelo "le Baron Haussmann" para a bela Paris do Século XX, que ele e Napoleão III delinearam entre 1850 e poucos e 1870.
Mesmo seguindo os padrões Haussmanianos, a "Place des Vosges" não é um dos lugares mais bonitos de Paris. Pior que, desta vez que passei por lá, a primavera ainda não havia dado o ar da sua graça. O "hotel particulier" onde viveu Victor Hugo, porém, é bem interesante e bonito de ver, com todas - todas! - as suas paredes recobertas com palel de parece que combina com os carpetes. Armários de livros, cama, tinteiros, canetas de pena de metal etc... tudo que pertendeu a Victor Hugo está lá. Até uma escrivaninha alta, onde ele escrevia em pé (Theodore Dreiser escreveu "Sister Carrie" também em pé, mas as suas condições eram muito menos confortáveis).
De volta à "Rue St. Antonie", segue-se aproveitando esta coisa boa que Paris tem, que é ser praticamente uma planicie só. A cidade, de fato, praticamente não tem ladeiras, nem lombas, na maior parte de sua área. A "Rue St. Antoine" desemboca na... "Rue de Rivoli", que merece uma atenção toda especial. Fica para outra oportunidade. (Texto de Lauro Dieckmann, redigido em abril de 2013)


CHILE: AUMENTA O NÚMERO DE FURTOS NO AEROPORTO INTERNACIONAL COMODORO ARTURO MERINO BENÍTEZ


De Santiago
Gelson Farias

Olides

Já estou aqui em Santiago. Fiz este material, parecido há dois anos, do aeroporto do Ezeiza, lá em Buenso Aires, sobre os furtos.... Agora resolvi fazer o mesmo trabalho por aqui, no Comodoro Arturo, devido ao número alarmante de furtos de malas de passageiros. Estas fotos que usei foram de minha primeira viagem, a Santiago, quando minha esposa resolveu conhecer o país do poeta Pablo Neruda... Depois fomos até Valparaiso e Viña del Mar... Lá em Buenos Aires, a Chica, melhorou. Disse ela: vou passar o final de semana que vem em santiago... Me espsra, ok. Disse ela que tem amigas por aqui. As moçoilas trabalham em duas revistas de moda. Quero conhecer as raparigas, ha,ha,ha, ha. Olides, está frio aqui, 16 graus. O frio aqui, meu caro amigo é violento. O paredão da Cordilheira , faz os ventos gelados da Antartida bater com toda a força e fazer uma volta em direção a Santiago... Resultado: muito frio e vento gelado pra burro! Por aqui, temos o fuso horário, uma hora a menos que no Brasil...Alguns países adotam a mudança de horário de verão em dias diferentes, e não com a chegada exata do verão. Estas são as mudanças de horários de Santiago do Chile em 2013: Data de início do horário de verão em Santiago do Chile: Domingo 13 de Outubro de 2013. Data do fim do horário de verão em Santiago do Chile: Domingo 10 de Março de 2014.
Nascer e por do sol em Santiago do Chile
O horário do nascente do sol ou amanhecer em Santiago é às 07:19:01 o horário do pôr do sol ou anoitecer é às 17:59:51. Duração do dia é de 11:41; Crepúsculo civil começa às 06:53:10 e termina às 18:25:42; Crepúsculo náutico começa às 06:23:36 e termina às 18:55:16; Por ora é isso aí, Olides. Um forte abraço.

Gelson Farias

CHILE: AUMENTA O NÚMERO DE FURTOS NO AEROPORTO INTERNACIONAL COMODORO ARTURO MERINO BENÍTEZ


De Santiago
Gelson Farias

Quem passa alguns dias na capital chilena se impressiona com esse pequeno tesouro na América do Sul. Menos explorada e conhecida do que deveria. Santiago é um misto da história vivida com a modernidade de um país de primeiro mundo. O Chile se parece muito mais com o Brasil do que pensamos. Descobrir Santiago é conhecer um pouco de um povo que, como nós já sofremos com a ditadura e hoje se reergue para mostrar ao mundo todo o seu potencial. E que potencial! Os chilenos são muitíssimo educados e prestativos. Bem-humorados, sabem explorar muito bem o que de melhor o país tem a oferecer. Mas este é o lado bom do país... O ruim é saber que aumentou o número de furtos no aeroporto chileno me faz lembrar à máxima... Dois pesos e duas medidas.

Foto Gelson

O Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez, também conhecido como Aeroporto de Pudahuel( nome usado pelos índios nativos da região chilena ) e Aeroporto Internacional de Santiago, o principal aeroporto do Chile. Nesta hora, depois que o avião chega, é o momento que integrantes de quadrilhas, - muitas vezes com auxílio de trabalhadores do próprio aeroporto – fazem a movimentação para começar a agir. A preferência é malas com, dinheiro, joias e perfume e aparelhos eletro eletrônicos.

Não há nada errado com a expressão “dois pesos e duas medidas”, que denuncia, como se sabe, uma injustiça e uma desonestidade – as autoridades chilenas estão preocupadas com isso – e querem aumentar o número de polícias no aeroporto para tentar evitar os furtos de bagagens. Na quinta-feira, agentes da Polícia Federal chilena, que trabalham no Aeroporto internacional Comodoro Arturo Merino Benítez, aqui no Chile conseguiram tirar de circulação um homen de nacionalidade peruana, responsável por uma série de furtos de notebook e bagagem de turistas. Neste dia, o ladrão estava sem sorte. A sua movimentação foi acompanhada pelas câmeras de segurança o que facilitou na ação da polícia. Como sabes, Olides, trabalho numa empresa aérea ( com sede em Buenos Aires ) e posso dizer que Infelizmente, este caso é apenas mais um entre centenas que ocorrem diariamente, nos aeroportos. Desta vez, vou ficar trabalhando aqui no Chile durante alguns meses e garanto que estes furtos, danos e extravios cada vez mais frequentem nos aeroportos, fazem do check-in um momento de angústia: a bagagem é pesada e segue pela esteira, mas o passageiro nunca sabe se a verá novamente.

Foto de Zulema

Estou na espera de minha bagagem no aeroporto do Chile. A foto foi feita por minha esposa.

Ao que parece, existem quadrilhas criminosas que agem impunemente nos terminais, que têm preferência clara pelos passageiros de voos internacionais, com seus cobiçados artigos de luxo, como roupas e perfumes, além de eletrônicos, dinheiro e cartões, que alguns deixam de levar na bagagem de mão com medo de assaltos. Quem escapa da ação dos criminosos corre o risco de cair na falta de estrutura das empresas e aeroportos e ter a mala extraviada por semanas ou meses, ou até perdida definitivamente. A resposta para esta pergunta ( segundo as autoridades aqui no Chile ) é difícil, já que não existe uma forma totalmente segura de evitar os furtos e extravios. Vou dar aqui, algumas dicas, que podem, pelo menos, dificultar a ação de criminosos e funcionários ladrões dos aeroportos.


Olides. Foto com minha esposa, a primeira vez que estivemos no Chile. Aeroporto Comodoro Arturo Merino Benitez. Lembro bem que neste dia, saímos de Porto Alegre, com temperatura de 27 graus e chegamos ao Chile, estava muito frio. Fazia 13 graus. Depois de pegar as malas fomos direto para o café.

Proteção – Já são famosos os vídeos na internet mostrando como é fácil abrir uma mala fechada com cadeado. O ideal é que sejam fixados em algum ponto da mala ou que se opte por malas rígidas sem zíper. Os plásticos do tipo “protect bag” também são uma opção interessante, mas são destruídos em caso de vistorias.
Objetos de valor – A regra é repetida por todas as companhias mundo a fora: dinheiro, cartões, cheques de viagem e documentos devem ser transportados nas malas de mão, nunca despachados. O mesmo vale para celulares, máquinas fotográficas e outros eletrônicos, que são alvos primários dos ladrões de bagagem;
Identificação – Identifique bem sua mala, com etiquetas ou até adesivos, inclusive no interior da mesma. Isso ajuda bastante caso ela seja extraviada. Além disso, caso a segurança decida abri-la para vistoria, em alguns países eles chamam o proprietário pelo sistema de som do aeroporto, evitando danos. Nos voos de ida, mantenha sempre pelo menos uma muda de roupa em sua bagagem de mão. Isso será muito útil caso sua bagagem seja extraviada. Remédios, vouchers, agendas e contatos também devem ir sempre com você – a regra é imaginar o que pode acontecer e se preparar para isso.


Chile: Bagagens sendo transportadas do check-in até a aeronave de embarque.

Segundo dados recentes, a maioria dos furtos registrados este ano ocorreu em voos internacionais, mas a polícia tem dificuldade em identificar os autores por causa do volume de bagagens despachadas dos aeroportos do país. Os roubos são mais comuns nos voos vindos de Miami, Panamá, Buenos Aires e Johannesburgo, na África do Sul. Os três primeiros são locais onde os turistas costumam rechear a mala de compras. No caso da África do Sul, o alvo é passageiro que saem de São Paulo com destino a Johannesburgo -- eles levam produtos comprados no comércio popular da cidade. Além disso, a Justiça determina que o passageiro seja indenizado conforme seu prejuízo, respeitando o acordo internacional como o Código de Varsóvia.

De acordo com Agência de Aviação Civil do Chile, , em 2013 foram notificados ( somente nestes primeiros meses do ano) 12,4 milhões de bagagens atrasadas, número que representa um aumento de 21% em relação ao ano passado. Os problemas com as bagagens devem ser notificados imediatamente à companhia aérea, por escrito, no próprio aeroporto. Ao contrário do que muitos pensam, porém, o passageiro não perde o direito de reivindicar danos e objetos furtados ao deixar o saguão. Aqui no Chile, por exemplo, seguindo as leis do país, o passageiro tem prazo de 20 dias para reclamar de bagagens extraviadas ou com artigos furtados – a regra, porém, varia conforme o país de desembarque.

Olides.
“Eu consegui, com o pessoal da Polícia Federal, aqui do aeroporto, a sequência de fotos, (fiz a reproduação) para mostrar o fragrante da ação de membros de quadrilhas especializadas que agem, não só aqui no aeroporto do Chile, mas em vários aeroportos do mundo”.



(Fotos reprodução – cedidas pela Polícia Federal do Aeroporto do Chile) – quando ocorre o furto de um notebook. Quando o turista olha para trás vê que foi roubado. Algumas quadrilhas atuam em no aeroporto Arturo Marino Benítez, roubando apenas esse tipo de aparelho. Andando geralmente em duplas, eles circulam pelas áreas de check-in, saguões e convivência, esperando um descuido dos passageiros para roubar a bagagem.

Foto Gelson

Rafael Rully Roy Valle, peruano.

Fiz este flagrante aqui no Aeroporto Internacional Arturo Marino Benitez. Chile. Grupos de estrangeiros da América do Sul se misturam aos passageiros e praticam furtos de bagagens de mão. Os ladrões são provenientes de países andinos como o Peru. Além de ter prendido a quadrilha na última segunda, a polícia está atrás de outros grupos que agem em áreas restritas a funcionários, abrindo malas e furtando objetos de valor como computadores, câmeras fotográficas, relógios, joias e perfumes.

 

Visitas ao site

O mês de março teve 15,358 visitas ao site. O mês de abril teve 14,395 visitas ao site. Agradecemos aos leitores.

O GORDO UCHA

QUE FOI HOMENAGEADO EM CAÇAPAVA DO SUL JUNTO AO SEU IDOLO E EX-PATRÃO MMsobrinho.

SEM PULO - TÚNEL DO TEMPO


Olá Olides,
Permita-me remeter a Sem Pulo e Túnel do Tempo deste
sábado, que escrevo na Folha Popular de Teutônia.
Abraço
Rudimar Thomas

Posse de Novos Conselheiros do Conselho Municipal de Saúde

No dia 02 de Maio de 2013, às 19 horas, na Câmara Municipal de
Vereadores, a Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa, através da
Coordenação dos Conselhos Municipais, promoveu a Posse dos novos
membros do Conselho Municipal de Saúde, gestão 2013/2015. O evento
contou com a presença do Prefeito Municipal Ademir Antônio Presotto,
do Vice-Prefeito Municipal Francisco Bernardo Mezzomo, da Coordenadora
dos Conselhos Municipais, da Presidente do Conselho de Saúde, gestão
2011/2013 , demais membros, servidores e comunidade.
O evento iniciou com a entrega de uma pasta contendo Leis, Portarias
e orientações para todos o conselheiros e, após, o Prefeito Ademir
Antônio Presotto deu a posse oficial aos membros titulares e suplentes
do Conselho Municipal de Saúde, conforme Portaria nº 533 de 30 de
Abril de 2013, para exercerem suas atribuições conforme a Lei
Municipal Nº 2511 de 04 de Novembro de 2008, pelo período de 02 anos.
O Prefeito Municipal, em seu pronunciamento, destacou a importância
de ser conselheiro, das responsabilidades que devem ter e do apoio ao
Conselho no que for necessário, colocou-se à disposição, agradeceu
aos novos integrantes por terem aceito o desafio e desejou um ótimo
mandato a todos.
Após a cerimônia de Posse, aconteceu a primeira reunião ordinária do
Conselho com a escolha da mesa diretora, através de voto secreto,
ficando assim composta:
Presidente: Angélica do Carmo Facco
Vice-Presidente: Lirio Luiz Oldoni
Secretário: Jhonatan Luis Presotto

Nota Oficial do PCdo B

A direção estadual do PCdo B emitiu nota oficial onde tomou posições sobre a prisão do agora ex- secretário Carlos Fernando Niedersberg.
Diz a nota que ' na ocasião ele foi submetido ,inclusive, a uma agressão humilhante e indigna.

O PC do B diz ainda que defende que os atos de corrupção devem ser apurados e os culpados identificados e punidos garantindo-se o mais amplo direito de defesa e a presunção de inocência até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória.

UM ANO DA MORTE DO FRUET

dIA 31 DE MAIO COMPLETA-SE UM ANO DA MORTE DO COLEGA CALOS ALBERTO FRUET.

A MELHOR HOMENAGEM QUE LHE PRESTO, OU MELHOR A SUA MEMÓRIA, SÃO ESTAS FOTOS QUE ELE MESMO ME EMPRESTOU.

da esq p?dir Carlos Alberto Fruet,Pedro Ernesto Denardim,"Bebe Chorão"( FOTOGRAFO ANTONIO VARGAS) ' Pelotinha"reporter esportivo da Guaíba, ou da Gaucha e outro colega da reportagem esportiva de Porto Alegre.

' Bebe Chorão", Carlos Alberto Fruet,Pelotinha e um colega..

Gordo João Garcia,Pelotinha e Carlos Alberto Fruet.

Bebe Chorão,Pelotinha e Carlos Alberto Fruet em Salvador.

Carlos Alberto Fruet chegando em Salvador

O GERENTE INFORMAL

DO FRIGORIFICO IDEAL

O procurador de Justiça Altamir Arroque, filho de João , lembrou que seu pai foi um gerente informal do Frigorifico Ideal.

Por isto conhecia todos os colonos.

Hoje, João Arroque está com 92 anos.

Vive em Serafina, na av. Miguel Soccol.


da esq para dir Anita, esposa de João Arroque, o próprio,Dr. Giocobbo(presidente do Banco Expansão Economica)Amindo A. de Negri e Theresa Maria T. de Negri.

num churrasco em Serafina Correa-RS.

HISTORIAS DA GUAIBA

A GUAÍBA ESTEVE DE NIVER NO DIA 30 passado.

Vamos a mais uma lembrança que o repórter AMIR DOMINGUES ME PASSOU ANOS ATRÁS.a gUAÍBA TRANSMITIU A INAUGURAÇÃO de Brasília em 21 de abril de 1960 levando de Porto Alegre pra lá um transmissor de 750 Kg feito em casa pelo engenheiro HOMERO SIMON.

O transmissor, conforme me disse Amir, transmitia em Single Saind Band(SSB)
que é uma comunicação codificada , toda complicada.

O aparelho foi levado para São Paulo por um cargueiro da Varig.

De lá para Brasília como estava tudo lotado foi comprada uma kombi que foi o primeiro veículo da rádio Guaíba.

Pintaram ' Radio Guaíba" na lateral.

E levaram o transmissor para Brasília.
]
Lá foi instalado na planta da Rádio Nacional que ficava no meio do mato.

Amir me lembrou quelevou uma bússula que o engenheiro Homero Simon lhe deu para orientar o cabo diretor.

Foi um trabalho enorme instalar o transmissor porque a antena tinha 110 metros. Tudo pronto, ós começamos a chamar Porto Alegre. Nós ouvindo a Guaíba em onda curtta de 25 metros e o Homero Simon dizia:

- TÁ MUITO BAIXO O SINAL.TÁ MUITO BAIXO O SINAL.

NÃO TÁ CHEGANDO BEM.

Até que Homero Simon, em Porto Alegre, deu-se conta:

- AMIR, tá com a bússula? Pra onde tá orientada?
Tá apontando pro Norte? Onde é que tá o Sul?

- HOMERO TÁ COMPLETAMENTE NUB LADO NÃO DÁ PRA SABER . NÓS ESTAMOS NO MEIO DO MATO.

- então inverte o cabo diretor.

- Ele se deu conta que nós tínhamos colocado a transmissão ao invés de virar o cabo diretor pro Norte, então dava a volta do mundo e chegava aqui quase sem sinal. O SSB é para longa distância, quase que não seria possível transmitir com aquele sinal. Invertemos e falamos, conta Amir:

- Alô Porto Alegre, Alô Porto Alegre?

- EStouro aqui,entrou perfeito, relata Amir.

Em mantéira de comunicação, diz Amir eratudo uma aventura.

" Fizemos coisas do arco da velha", contou-me Amir.

Transmitimos também a inauguração da Estrada da Produção, contou-me Amir.

Era 1959,1960. Brizola era o Governador. Eu,disse-me Amir, fui de avião com o ERCILIO CALEFFI pra falar do ar pra ver onde é que andavam porque tinha uma corrida , um barral infernal. Não dava pra ver o número do carro do avião como tinha gente em terra ajudando assim mesmo se fez a transmissão também uma parte do circuito era feito por meio de uma cerca de arame de uma fazenda, contou-me Amir.

A GERINGONÇA QUE IRRITAVA JAIR SOARES


O aeromóvel está sendo instalado num trecho entre o aeroporto e o trensurb.

Mas o primeiro trecho foi contruído - inavertidamente - na Perimetral(av. José Loureiro) num lugar que todo mundo vê.

E o aeromóvel, que começou nos anos 70, nunca saiu disto.

Foi e voltou várias vezes.

Jair Soares, quando governador, tinha horror daquele invento. E pela janela do Palácio, onde governava,mostrava o ' monstrengo' que vivia andando pra lá e pra cá no trecho feito ali com verba pública - e dizia:

- AINDA SE TIVESSEM FEITO LONGE LÁ NA SERRARIA, ONDE COMEÇARAM COM ISTO.

Bom, todo mundo sempre conheceu o mau humor do ex-governador. Mesmo assim havia quem se incomodava com isto!


Liberdade de imprensa e liberdade de expressão

O que é a liberdade de imprensa? Onde está, muitas vezes, o direito de falar e de expressar sua própria opinião? Quantos jornalistas já foram demitidos ou ameaçados por comprometer a linha tênue da sua ideologia com a dos reais interesses políticos e empresariais da empresa onde trabalha? O Brasil, ao restabelecer o regime democrático com a promulgação da Constituição de 1988, via de regra, voltou a viver sob um clima de ampla liberdade de imprensa, um dos pilares do estado democrático de direito. É preocupante quando ações coíbem ou constrangem jornalista ou veículo de comunicação, tirando da população o acesso a mais pura e mais clara informação. Entendo que a liberdade de imprensa, base para todas as liberdades democráticas, é fazer um trabalho sem preconceito, com credibilidade, profissionalismo e o máximo de neutralidade.
Na data comemorativa à liberdade de imprensa, infelizmente continua aumentando o número de jornalistas mortos por tentarem apenas esclarecer a verdade. Inacreditavelmente, o Brasil ocupa a terceira posição no ranking e já registrou, em 2013, o assassinato de mais quatro jornalistas. Em todo o mundo somam-se 17 profissionais assassinados somente neste ano. Tais fatalidades são sempre registradas pela UNESCO que, no ano passado, condenou o assassinato de 121 profissionais da mídia. Aliás, dados da UNESCO indicam que, no mundo todo, mais de 600 jornalistas foram assassinados nos últimos 10 anos e que apenas um crime de cada 10 terminou com a condenação do culpado.
Classificado como parcialmente livre, o Brasil está na 91º posição no ranking de liberdade de imprensa organizado pela entidade internacional Freedom House. O Brasil manteve a mesma colocação no ranking na comparação com 2012, mas a nota do país piorou, de 44 para 46. Por outro lado, vale ressaltar o aumento do acesso a informação por meio da internet, possibilitando aos jornalistas manifestar sua informação independente da mídia ao qual é vinculado, com mais independência.
A imprensa, enquanto formadora de opiniões, pode alavancar tanto o progresso quanto instabilidade em um país. Pode ajudar a eleger ou destituir um Presidente. Por este motivo, deve tratar-se com tanta diligência quais são as responsabilidades e obrigações de um jornalista. E é na liberdade de informação jornalística que se concentra a liberdade de informar, proporcionando o direito coletivo à informação. Para melhor compreender a liberdade de imprensa é necessário diferenciá-la da liberdade de expressão. A liberdade de expressão tem como objetivo a manifestação de pensamentos, de ideias, de opiniões e de juízos de valor. Já a liberdade de imprensa visa à difusão e repercussão de fatos e notícias. A liberdade de imprensa deve se restringir à informação precisa ao invés de formar opiniões. Para tanto, a busca pela informação deve ser feita com ética profissional, imparcialidade e honestidade.
Uma grande barreira que se apresenta para a produção de informações com qualidade é o fator tempo. Isso porque, atualmente, as notícias podem ser transmitidas a qualquer parte do mundo em questão de minutos, gerando uma grande competição entre as empresas, cada qual buscando o ineditismo das notícias que transmite.
Partindo do princípio que todos os homens nascem livres e iguais perante a lei, com direitos e obrigações, é lícito, nem por isso ético, usar o direito à liberdade de imprensa para o lado positivo ou negativo com a consciência de que a responsabilidade sobre a escolha e a qualidade à informação e à credibilidade serão sempre da empresa jornalística e, o julgamento, daquele que a recebe. A internet tem contribuído para esse julgamento, e não são raros os casos em que milhares de pessoas se manifestam livremente sobre a linha editorial dos diversos meios de comunicação.

Terezinha Tarcitano
TTarcitano Assessoria de Comunicação
www.ttarcitano.com.br
terezinhatarcitano@yahoo.com.br

Coleguinhas

O " Canasvieiras" um personagem do Chico Anysio - como o saudoso João Aveline estava agora, na sexta, comprando livros da Ladeira, na rua do mesmo nome.

Vladimir Ungaretti, ex-guerrilheiro, ex-integrante da equipe que fez a rádio Continental,ex-chefe de reportagem da ZH, ex-professor da FABICO, da UFRGS. Hoje aposentado, vai ao centro pra comprar seus livros.

Foi professor da minha filha na UFRGS.


Não há pressa mas tem que haver urgência

Carlos Chagas

Encerrou-se ontem o prazo para os 25 réus do mensalão apresentarem seus embargos às condenações já impostas pelo Supremo Tribunal Federal. Nenhum deixou, através de seus advogados, de tentar reduzir penas e multas. Marcos Valério, condenado a 40 anos, pediu outro julgamento.
O Estado de Direito garante a defesa de todos os acusados, durante e até depois do processo a que respondem. Enquanto a sentença não transitar em julgado, ou seja, esgotados todos os recursos para modificá-la, caso não constitua perigo para a vida em sociedade, o réu fica em liberdade. Em se tratando dos mensaleiros, apesar do horror que praticaram, é natural que permaneçam em suas casas, mesmo tendo o Supremo Tribunal Federal recolhido seus passaportes para tentar evitar fugas para o exterior. Tentar, é claro, porque escafeder-se com papéis falsos através de nossas monumentais fronteiras torna-se rotina para qualquer um.
Não há pressa no julgamento dos embargos, disse ontem o ministro Ricardo Lewandowski, vice-presidente em exercício da mais alta corte nacional de justiça, na ausência do presidente Joaquim Barbosa, em viagem pelo Caribe.
Pressa não pode haver, mas urgência é o que o país inteiro reclama. Há anos que se arrasta o julgamento dos participantes de um dos maiores escândalos de nossa história. Depois de definidas as condenações, tornou-se difícil para a torcida do Flamengo entender porque não haviam os condenados sido recolhidos à prisão. Coisas da democracia e do Bom Direito, diga-se, mas tudo tem um limite. Caso venham a decorrer meses no exame dos embargos, ganhará as ruas a certeza do mote popular de que, no Brasil, cadeia vale apenas para ladrões de galinha.
A pergunta que se faz é se o Supremo reafirmará as sentenças, mesmo com algumas alterações, ou se reverterá o sentido do julgamento exarado. São dez os ministros, já que a presidente Dilma hesita em indicar o décimo-primeiro, sabe-se lá se por falta de encontrar personagens de reputação ilibada e alto saber jurídico ou por estratégia destinada a ajudar companheiros condenados. Porque dez votos, ao menos na teoria, podem resultar em empate de cinco a cinco. Nessa hipótese, beneficiando o réu.
Há que aguardar o trabalho dos Meretíssimos, previsto para se iniciar na segunda quinzena deste mês. Caberá ao maestro da orquestra, Joaquim Barbosa, dar o tom da sinfonia. “Alegro, ma non tropo”, seria o ideal, já que a “Cavalaria Rusticana” poderia produzir ruídos em demasia.
DESFAÇATEZ
Não tem limites a desfaçatez da banda podre do empresariado, agora empenhada em surripiar o que sobrou dos direitos trabalhistas, em nome de defender falsamente a garantia de empregos. Por coincidência, quando está no poder o Partido dos Trabalhadores. O processo começou nos idos de 1964, quando o regime militar
suspendeu a proibição de assalariados serem demitidos depois de trabalhar dez anos consecutivos na mesma empresa. Em seguida veio o desmonte de prerrogativas fundamentais do trabalhador, como se constituíssem entraves ao desenvolvimento. Logo estarão pregando a revogação da Lei Áurea.
PERDÃO, POR QUÊ?
Espera-se que quando o Papa Francisco desembarcar no Brasil, em julho, não traga como ponto fundamental de sua estada entre nós a importância de pedirmos perdão a Deus em todas as horas do dia e da noite. Ora, porque Adão e Eva comeram o fruto proibido? Porque crucificaram Jesus? Porque queimaram na fogueira milhões de seres humanos que pensavam diferente? Porque estamos condenados ao fogo eterno por faltar à missa num domingo de praia radiante? O Sumo Pontífice deve estar recebendo informações preciosas do clero brasileiro para transmitir à nossa juventude aquilo de que realmente ela precisa. Sejamos otimistas.


SAIU DO PMDB!


Hélio Musskopf

Hélio Musskopf, ex-deputado estadual, ex-prefeito de Estrela deixou o PMDB dias atrás. De maneira irrefutável. Não voltará!

BLOG DO MAZZA

OLHEI O BLOG DO MAZZA AGORA HÁ POUCO MAS SÓ TEM PAPEL COLADO. CADE AS FOFOQUINHAS QUE ELE SEMPRE TINHA!

DA VETERANA

PALMEIRA DAS MISSÕES

Depois de um tempo parado , o fiol del zator volta a escrever!

e vem mandando chumbo grosso pro meu lado. Mas ele não perde por esperar(Olides Canton)

 

Ainda bem que tu reconhece existir alguém "mais vagal" que eu !!!!!!
Só tu que laurava in la undeze !!!!!!!!!!!!. Depois que fostes para
POA e viraste yppie, aí já viste né !!!!!!!.


Na undeze tu laurava piu que Bepi Botion( quel que se gha maridar com
la fiola de Marocco de la dodeze !!!!!!!!!!!sorella do Mário Marocco,
ex-prefeito de Guaporé-pelo PDT , claro !!!!!!)


Ti te sa mia nhiente de la undeze !!!!!!!!

MAURO SANTOS ROCHA

DEL FIOL DEL ZATOR!

Sumiço

OLIDES ! O QUE HOUVE ÍNDIO VÉIO ?( COMO SE DIZ NA PALMEIRA!!), NÃO
FAZES MAIS REFERÊNCIA AO FIOL DE ZATOR ! COSA GHETO ?

CONHECI O MEZZOMO, NA TERÇA-FEIRA EM PASSO FUNDO, E TAMBÉM A ASSESSORA
DE IMPRENSA-SABADIN, CREIO - ELA DISSE-ME QUE O BICO BRANCO FALA
SEGUIDO EM MIM, MAS QUEM TEM PRESTÍGIO IN LA UNDEZE É O TALENTOSO(
ANDA MEIO LENTO ULTIMAMENTE !), JORNALISTA CANTON !!!!!!

COMPROMETI-ME DE IR A LA UNDEZE PARLAR COM O PREFEITO E COM O VICE- SE
POSSÍVEL E DE PREFERÊNCIA-, NA TUA COMPANHIA.

E A CONCUTERE ? NÃO É CONCUTARE, VAI OU NÃO VAI ?

UM ABRAÇO.


Prof. Mauro Santos Rocha
UPF PALMEIRA - DIRETOR

Apenas 25% das casas noturnas da Capital podem funcionar

Apenas um quarto (25%) das mais de cem casas noturnas vistoriadas pela força-tarefa da prefeitura estão em condições de funcionamento, de acordo com a legislação. A informação é do arquiteto Paulo André Machado, coordenador de Prevenção da Secretaria Municipal de Urbanismo. Segundo ele, das 49 casas interditadas, seis ainda não procuraram a secretaria e 26 protocolaram a documentação junto à SMURB, tendo por base o Decreto 18.235/2013. Dessas, 18 já foram vistoriadas pelos fiscais da secretaria e Corpo de Bombeiros e apenas três ainda não se adequaram à legislação. As demais são consideradas “funcionando” (apresentaram alvará dos bombeiros, mas, pelo EVU, não se enquadram como casa noturna). Outras 26 encerraram as atividades.

Antes mesmo da publicação do Decreto 18.235/13, no dia 12 de março, SMURB e Secretaria Municipal da Produção, Indústria e Comércio (Smic) já estavam agindo, através da força tarefa, e interditando diversas casas noturnas. Em um primeiro momento, cada estabelecimento sem Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) dos bombeiros em dia e, consequentemente, sem Alvará de Licenciamento da Smic, era imediatamente interditado. “Também é importante citar que o pré-requisito para obter o PPCI dos bombeiros é o Laudo de Proteção Contra Incêndio, conforme a Lei Complementar nº 420/98. Esse Laudo é recebido pela equipe técnica da Coordenação de Prevenção da Secretaria Municipal de Urbanismo”, explica Machado. Portanto, para a liberação das casas, ambas as secretarias envolvidas possuem documentos afins.

O secretário municipal de Urbanismo, Cristiano Tatsch, salientou que o bom relacionamento entre a prefeitura e os representantes do Corpo de Bombeiros (1º CRB) é o que tem garantido o sucesso da operação, já que as vistorias são feitas em conjunto. “Estamos satisfeitos por poder oferecer mais segurança e tranquilidade para os frequentadores dos estabelecimentos”, afirma o secretário.

Documentos exigidos para liberação das casas noturnas:

1- Laudo de proteção contra incêndio (três vias);
2- Plantas baixas cotadas;
3- Cotas da Saída de emergência;
4- Área total;
5- População (para cálculo da largura da(s) saída(s) de emergência;
6- Central de gás (se houver);
7- Demais equipamentos de proteção contra incêndio;
8- Laudo de material de construção utilizado quanto à incombustilidade, propagação de chamas e desprendimento de gases tóxicos (só são aceitos os processos que contenham esse laudo de material).

Relação da situação atual de cada casa noturna (F-6 da LC 420/98 - casa noturna), interditada pela força tarefa SMURB/Smic:

1 CABARÉ VOLTAIRE - Independência, 590 NP
2 STRIKE 410 - Cristiano Fischer, 410 NP
3 STUTTGART - Princesa Isabel, 827 NP
4 1001 NOITES - Venâncio Aires, 343
5 CASACOLADA - República, 546 NP
6 CHIPS - Getúlio Vargas, 270 Vok
7 LAIKA - Venâncio Aires, 59
8 NEGRA NOITE - Joaquim Nabuco, 272
9- CINE TEATRO IPIRANGA - Cristóvão Colombo, 772
10 SCALA CLUB - Farrapos, 3583 Vna
11 ART 7 BAR - Silva Jardim, 16
12 CAFÉ QUINTINO - Quintino, 837 Vok
13 DC ARTPLEX - Beirute, 45
14 MADAM CLUB - Plínio Brasil Milano, 137
15 WISH CLUB - Frederico Mentz, 1606 Vok
16 APOLO II - Caí, 937
17 DUBLIN - Padre Chagas, 342
18 FAÇA ACONTECER - Amapá, 1634
19 KISS AND FLY - Diário de Noticias, 750 Vok
20 PLANET MUSIC HALL - Eduardo Prado, 55
21 BONGÔ BAR - João Alfredo, 471
22 CABARET INDISCRETUS - Ernesto Alves, 169
23 CHALAÇA BAR - Alberto Pasqualine, 240 NVok
24 LABAREDAS - Cel. Vicente, 580
15 PINK ELEFANT - Silva Jardim, 331
26 TROPICANA - Baltazar O. Garcia, 744
27 CLUBE DOS NAMORADOS - Carlos Barbosa, 739
28 ADEGA BAR II (FLSH BAR) - Pça. Parobé, 96 Vok
29 GRUTA AZUL - Gaspar Martins, 230 Vok
30 RAMBLA - Félix da Cunha, 977
31 CLUB TOP MODELS “TIA CARMEM” - Olavo Bilac, 336 Vok
32 OCIDENTE - Osvaldo Aranha, 960 Vok
33 VICTORIA PARTY HALL - Dona Laura, 40
34 NOVA YORK 72 PUB BAR - Nova York, 72 Vok
35 MAISON BLANC - Goethe, 250 Vok
36 BE HAPPY - João Alfredo, 483
37 CHAIRS - Dr. Barcelos, 431 Vna
38 DHOMBA - General Lima e Silva, 1037 NVok
39 KIMBAL - Farrapos, 1092
40 PRETO ZÉ - João Alfredo, 486 Vok
41 SOBRADINHO - Mal F. Peixoto, 173 Vna
42 IN SANO - Lima e Silva, 621 Vna
43 PEDIGREE ACUSTICO BAR - Tramandaí, 339
44 TIPO BOTECO EXPORTAÇÃO - Lima e Silva, 898 Vok
45 CASABLANKA - Mal. F. Peixoto, 271
46 PEPSI ON STAGE - Severo Dullius, 1995 Vok
47 BOATE CARLITOS - Getúlio Vargas, 94
48 VITREAUX - Conceição, 492 Vok
49 THOMAS PUB - Padre Chagas, s/nº Vok

Legendas:

P- Protocolado;
NP- Não protocolado;
Vok- Vistoriado e atendeu ao Decreto 18235/13;
Vna- Vistoriado e NÃO atendeu ao Decreto 18.235/13.
NVok - Não vistoriado e ok liberado, pois tinha documentação

Feira terá 84 bancas de presentes para as mães

A Câmara Municipal de Porto Alegre promoverá, de 7 a 9 de maio, sua Feira de Artesanato do Dia das Mães. O bazar reunirá 84 bancas com opções de presentes feitos a mão, como bordados, roupas, peças em crochê, tricô, tecido e madeira, sabonetes, bijuterias, bombons e biscoitos. Às 11 horas do dia 7 (terça-feira), haverá abertura oficial do evento.
Nos três dias de duração, a feira funcionará das 9 às 17 horas, no térreo da Câmara (Avenida Loureiro da Silva, 255), com entrada e estacionamento gratuitos. Informações: (51) 3220-4396, com Bruna de Oliveira, assessora da presidência do Legislativo da Capital.
Texto: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)

Assessoria de Comunicação Social
Câmara Municipal de Porto Alegre

Porto Alegre atinge meta de vacinação contra a gripe


Foram imunizadas 280.583 pessoas, 90% do grupo considerado de risco

Porto Alegre alcançou a meta de cobertura estabelecida pelo Ministério da Saúde para o município de vacinar 80% da população dos grupos prioritários contra a gripe (Influenza). Já foram imunizadas 280.583 pessoas (90,00%), entre idosos a partir de 60 anos, trabalhadores de saúde, crianças entre seis meses e menores de 2 anos, gestantes e indígenas. A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informa que as Unidades de Saúde que ainda tiverem doses continuarão vacinando até o fim dos estoques.

O secretário municipal da Saúde, Carlos Henrique Casartelli, comemorou o resultado da vacinação na Capital. “A população de Porto Alegre e os servidores da SMS estão de parabéns. Com a participação e a ajuda de todos, conseguimos atingir a meta de vacinação contra a Influenza”, disse.

Do total de pessoas da população de maior risco que receberam a vacina, foram 179.155 idosos (84,11%), 24.570 crianças de seis meses a menos de 2 anos (86,58%), 60.868 profissionais de saúde (114,08%), 12.102 gestantes (85,29%), 777 indígenas (160,21%) e 3.111 puérperas (133,40%).

A vacina protege contra três tipos de vírus influenza: influenza A H1N1, influenza A H3N2 e influenza B, pelo período de um ano. Estudos realizados nos últimos anos comprovam que a vacinação diminui em 32% a 45% as internações por pneumonias e em 39% a 75% o índice de mortes entre a população em geral. Analisando apenas a população de idosos, as pesquisas demonstram que a possibilidade de pneumonia cai em 60% com a vacina; o risco de hospitalização em decorrência de complicações da gripe, em 50%; e de morte, em 68%.

A vacinação não é recomendada somente para pessoas que tenham manifestado reação alérgica em aplicação anterior ou que sejam alérgicas a ovo de galinha ou derivados. Mesmo assim, aquelas que apresentam apenas urticária depois de consumir ovos ou alimentos que contenham o produto podem receber a vacina. Nesse caso, devem informar à equipe da unidade de saúde sobre a questão. Quem estiver com febre (mesmo sendo baixa), deve esperar o desaparecimento do sintoma para se vacinar.

Prevenção - Medidas simples e importantes podem evitar a disseminação da doença. Entre os cuidados que se destacam está a proteção da boca e nariz ao tossir e espirrar, cobrindo-a preferencialmente com a dobra do cotovelo, evitando o uso das mãos. O vírus, ao ser expelido, pode depositar-se em alguma superfície onde ainda sobrevive por um período de tempo. Caso uma pessoa venha a ter contato com a área e depois toque os olhos ou a boca, pode vir a contaminar-se. Lavar as mãos com frequência com água e sabão ou utilizando álcool em gel é outra medida importante para evitar o contágio.

Atingidas as metas de vacinação em São Borja

A Prefeitura de São Borja comunica, através da Secretaria Municipal da Saúde que a cidade atingiu as metas de vacinação estabelecidas pelo Ministério da Saúde contra a chamada Gripe A, também conhecida como Influenza H1N1. Este ano a campanha iniciou dia 15 de abril e deveria ter encerrado dia 26, porém foi prorrogada até o dia 10 de maio em função da baixa procura em nível nacional.
Em São Borja, a procura foi bastante alta, entretanto alguns grupos prioritários só atingiram a marca estabelecida nesta sexta-feira (03/05). Segundo os dados apurados pela Secretaria, foram vacinados até esta manhã, 83,66% das crianças de seis meses a dois anos, 82,36% das gestantes, 80,21% de puérperas, 85,41% dos idosos e mais de 100% dos doentes crônicos e profissionais de saúde previstos pelo percentual definido pelo Ministério.
A enfermeira Coordenadora de Imunização, Caren Vidal, lembra que apesar do município já ter atingido a meta, a vacinação segue o cronograma do Governo Federal e continua até o dia 10 de maio, vacinando as pessoas dos grupos prioritários. Ela ainda destaca que as crianças até nove anos que tomaram a primeira dose da vacina, devem retornar dentro de 30 dias às Unidades de Saúde para tomarem a segunda dose, garantindo assim a imunização.
Durante este ano ainda não foram registrados casos da doença em São Borja, o que deve tranquilizar a população. Os casos suspeitos identificados até o momento foram analisados por exames que apresentaram resultados negativos, o que significa até o momento, um avanço em relação aos anos anteriores.

DECOM – Departamento de Comunicação da Prefeitura de São Borja

Capacitação do Plano de Ações Articuladas

Nos dias 26, 27, 28 e 29 de Abril de 2013 foi realizada uma
Capacitação do Plano de Ações Articuladas, na cidade de Porto Alegre.
Essa capacitação foi promovida pela FAMURS, a fim de oportunizar aos
Municípios um treinamento no Sistema SIMEC, módulo PAR, que é um
Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério
da Educação, um portal operacional e de gestão do MEC, que trata do
orçamento e monitoramento das propostas on-line do Governo Federal na
área da educação. É no SIMEC que os gestores verificam o andamento dos
Planos de Ações Articuladas em suas cidades, a capacitação foi
ministrada pela Professora Maria Goreti Farias Machado, da UFRGS, que
é a capacitadora formada pelo MEC. Estiveram participando a
Secretária de Educação, Morgana Áurea Rech, a Assessora
Administrativa, Fabiana Valiatti Bordin, e a Diretora de Divisão
Administrativa, Karine Stefanon.

Por: Karine Stefanon - Secretaria Municipal de Educação
Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa - RS.

Oficina de Informática Básica

No dia 26 de Abril de 2013, a Secretaria Municipal de Educação, com o
apoio do Gabinete da Primeira Dama, realizou uma importante reunião
com os alunos da Oficina de Informática Básica. O encontro aconteceu
na Biblioteca Mario Quintana, Telecentro Comunitário, com a presença
da Primeira Dama, Maria Carmen Montanari Presotto, da Secretária de
Educação, Morgana Áurea Rech, do Professor de Informática, Emerson
Izolan, juntamente com os alunos inscritos.
O objetivo da reunião foi definir turmas e horários, sendo que a
primeira turma terá 21 alunos no seguinte horário: das 18:45 às
20:15; e a segunda turma com 24 alunos das 20:30 às 22:00, todas as
quintas-feiras. A procura pela Oficina de Informática Básica gratuita
foi excelente, preenchendo todas as vagas. O início das aulas está
previsto para quinta-feira, 09 de Maio de 2013.

Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa - RS.

Roteiro do findi!

Convidamos para a reunião do Comitê Popular Memória, Verdade e Justiça, na próxima segunda -feira, 06 de maio, às 19h,na Sala Professor Sarmento Leite, no 3º andar da Assembleia Legislativa.
Pauta:
Relato do Encontro Nacional do Movimento Memória, Verdade e Justiça, no último final de semana, em São Paulo, e da reunião conjunta com a CNV, na última segunda-feira (29), também em São Paulo;
Informações sobre a participação do CPMVJ em outras atividades;
Apresentação de propostas de trabalho para o CPMVJ.

137 Anos da
Imigração Italiana
no RS - Brasil


Serafina Corrêa, 27 de Abrile de 2013.
Cari amissi

Semo drio rivar al di 20 de Maio – Giorno dela Etnia Italiana nel Rio Grande Del Sud e savemo che la gente, institussion e paese ( Município) zé drio far una “Muciaia” de robe in comemorassion a questa data importantìssima in onor a la cultura dela imigrassion.
In Serafina in virtù dela Pelegrinassion a la Madona de Rosário – Patrona de nostro paese, semo drio far un grando movimento polìtico e Culturalnel giorno 29/05/13:
_ Session Solene nel Consìlio Comunal ( Câmara de Vereadores)
_ Conferensa Cultural
_ Sena Taliana con Balo.
Con el propòsito de difunder questa programassion, gavemo anca la voia de stigar e insentivar a tuti quanti a promover qualche cosa con la stessa finalità.
Con la ambission che ogni persona parle con so sìndaco, con so vereador, nela ràdio, nela ciesa e cossì via, volemo disederar a tuti un bon Giorno dele Mame.
Un gran Strucon a tuti.

 

AINDA DENTRO DAS FESTIVIDADES DA GUAIBA.

A ' BARRIGA MAIS FAMOSA DA HISTÓRIA

DO RADIOJORNALISMO GAÚCHO FOI DADO POR ELA.


' morte de dom VICENTE SCHERER.

Consegui com o AMIR DOMINGUES, quando ainda era vivo, trazer a tona este fato que marcou o radiojornalismo gaúcho.

Amir me disse que não lembrava com certeza a data, mas que lembrava que fora num domingo de 1957 ou 58. Outros dizem que foi em 1960. Havia um jogo importante em Porto Alegre no estádio do INTERNACIONAL, os EUCALIPTOS. MAS NÃO ERA UM GRENAL, COMO MUITO SE DISSE POR AI.

Ele dirigia o DEPTO DE ESPORTES E NOTICIAS DA GUAIBA, QUE ERAM JUNTOS.

e TAMBÉM ERA COMENTARISTA ESPORTIVO.

dEPOIS DO JOGO, AMIR, QUE NÃO TINH AUTOMÓVEL, FOI PRA CASA. CHEGOU EM CASA POR VOLTA DAS 9 HORAS.

eM SEGUIDA BATEU NA SUA CASA, O LOCUTOR ENIO BERWANGER, PÁLIDO COMO UMA ' CANDELA' - UMA VELA.

LIVIDO. ESTAVA LÁ PEDINDO DEMISSÃO COM A UMA CARTA ESCRITA A MÁQUINA NA MÃO.

CONTOU A AMIR QUE HAVIA NOTICIADO A MORTE DE DOM VICENTE SCHERER ENTÃO ARCEBISPO DE PORTO ALEGRE.
AMIR FOI PARA A RÁDIO GUAÍBA E ENCONTRO AQUILO UMA VERDADEIRA BALBÚRIDA.

OSCAR ARTUR RIEGEL JUNIOR E JOSÉ HENMRIQUE GEEN - MAIS TARDE DIRETOR DO iapi - FORAM OS DOIS REDATORES QUE CRIARAM A CONFUSÃO.

OS DOIS ENTREGARAM CARTAS DE DEMISSÃO A AMIR.

ELE BOTOU AS CARTAS NO BOLSO E PERGUNTOU QUE PROVIDENCIAS TINHAM TOMADO:
- DESMENTIMOS A NOTICIA, DISSERAM.

ALI NA HORA ELE MANDOU PREPARAR UM CORRESPONDENTE RENNER - O NOTICIOSO MAIS PRESTIGIADO DO ESTADO - ONDE OUTROS DADOS SOBRE O QUE OCORRERA SERIAM DADOS.

OSCAR RIEGEL CONTOU A AMIR QUE ELE RECEBEU UMA LIGAÇÃO DE ALGUÉM DA RUA - SEMPRE SE DESCONFIOU QUE O TROTE FOI PASSADO PELO FLÁVIO TAVARES EM COMBINAÇÃO COM O BRUXO- UM ADVOGADO QUE HOJE VIVE EM BRASÍLIA - SE FAZENDO PASSAR PELO SACRISTÃO DE DOM VICENTE.

IMITAVA-O PERFEITAMENTE. INFORMOU QUE O ARCEBISPO FALECERA DE UM MAL SÚBIDO CARDIACO.

UM DOS DOIS REDATORES CORRE PRO TELEFONE QUE FICAVA NO DEPARTAMENTO DE ESPORTES PARA CONFIRMAR A LIGAÇÃO COM A CÚRIA.
SÓ QUE O TELEFONE DACÚRIA ESTAVA SEMPRE OCUPADO O QUE FEZ AUMENTAR A DESCONFIANÇA E A SUSPEITA DE QUE O ARCEBISPO ESTAVA REALMENTE MORTO.

NESSE MEIO TEMPO O LOCUTOR ENIO BERWANGER CHEGA AO DEPTO DE NOTICIAS QUE FICAVA DO OUTRO LADO, PEGA A NOTICIA REDIGIDA E PARA GANHAR TEMPO A CAMINHO DO ESTÚDIO PASSA PELO FUNCIONÁRIO QUE TENTAVA FALAR COM A CURIA, VIA TELEFONE. e PERGUNTA:

- CONFIRMOU?

O colega faz sinal de POSITIVO querendo dizer que não conseguira a ligação e ENIO entendeu como se o bispo realmente tivera morrido.

entrou rápido no estúdio, tocou a caracteristica do correspondente Renner em edição extraordinária e leu a morte do arcebispo.

OS DOIS REDATORES SE OLHAM E UM PERGUNTA PRO OUTRO.

- CONFIRMASTE A NOTICIA?

- EU NÃO DIZ UM PRO OUTRO!

Ligaram uma rádio , a difusora - que era dos FREIS - e logo passaram a desconfiar que tinham dado uma enorme gafe.

Porque a rádio dos FREIS só tocava musica popular. Em seguida veio uma ligação da cúria dizendo que o bispo vivia. Amir diz que a confusão foi enorme porque foi no tempo que a audiência da Guaíba era muito grande( vamos dizer se fosse a Gaucha, hoje, sem demérito de ninguém)

- Causou uma confusão generalizada, disse-me ele.

Só pra se ter uma idéia havia no exato momento da divulgação da noticia uma missa na Igreja da Conceição, na av. Independência e o sacristão puxou a batina do padre oficiante e segredou algo no seu ouvido e o padre comunicou o fato aos fiéis presentes.

Entre eles estava a esposa do dono da rádio, Ilza Kessler Caldas.

Opadre já começou ali a reazar pela alma de Dom Vicente Scherer que não falecera coisa nenhuma. E as rádios do interior do Estado passaram todas a reproduzir a noticia da Guaíba.

- Isto causou um traumatismo geral, disse Amir.

Ele redigiu uma carta informando o que acontecera e disse que os dois redatores eram de sua confiança.

Havia sido um acidente, contou ele.

No dia seguinte ele foi autorizado a acompanhar Mendes Riobeiro até o Rio de Janeiro onde tinham um compromisso.

No fim da tarde, quando chegaram de volta no Salgado Filho, havia um bilhete pedindo que os dois fossem até a rádio.

Quando chegaram lá estava D. Vicente Scheerr solicitando que os funcionários não fossem demitidos.

Ele compreendera que fora um acidente.
Amir foi aguardado para participar de uma foto junto com Arlindo Pasqualini que foi publicada na Folha da Tarde no dia seguinte. Foi um negócio constrangedor, me disse o veterano radialista, já falecido.

Como consequeência do fuzuê os dois departamentos - jornalismo e esportes - foram separados.

FERIADO NO CALÇADÃO DE IPANEMA!

Tava muito legal no feriado de Primeiro de Maio no calçadão de Ipanema.

Muita gente se exercitando. Uma paisagem muito diferente da Porto Alegre que eu conheço.

IR A IPANEMA E NÃO ALMOÇAR NO BOLONHA É COMO IR A ROMA E NÃO VER O PAPA. POIS FUI A IPANEMA E ALMOCEI NO BOLONHA. COISA BEM FAMILIAR. EU NUNCA TINHA COMIDO LÁ QUE ME LEMBRE. MINHA PRAIA SEMPRE MAIS BUTECOS POR AÍ....

MAS ACHO QUE O BOLONHA NÃO TINHA PASSADO PELA MINHA VIDA...NÃO RECORDO PELO MENOS.

COMEMOS UNS RAVIOLIS DIVINOS. SOBROU E LEVEI PRA CASA. TOU COMENDO DE UM EM UM PRA ME LEMBRAR COMO FOI GOSTOSO.

CORRIENTES 348: UM ENDEREÇO DO TANGO
Todos os que gostam de Tango devem correr até este lugar...


De Buenos Aires
Gelson Farias

“ Corrientes três , cuatro ocho,/ segundo piso, ascensor./ No hay porteros ni vecinos, /adentro, cocktail y amor...”
Dizem os primeiros versos de um dos mais famosos tangos, cantado por Carlos Gardel, A média Luz, uma criação de Edgardo Donato e Carlos César Lenzi, em 1925. Esse endereço em Buenos Aires foi imortalizado por Carlos Gardel, no tango "A Media Luz", um dos mais conhecidos dos chamados "tangos clássicos". Corriente é o nome de uma rua muito conhecida aqui em Buenos Aires. 348 é o numero onde hoje é simplesmente um estacionamento, mas é descrito na canção de forma envolvente. Há bastante tempo, foi um cabaré e um café a moda antiga, seu nome era “Café Torleone” famoso na década de 40 por aqui.
Graças a este tango a primeira vez que estive em Buenos Aires, fui procurar o local. Corrientes, n.º 348... Era domingo. Estava fechado... (ainda bem que era domingo) porque assim o sonho durou um pouco mais... Perguntei para os vizinhos e disseram que o estacionamento estava “cerrado. fechado. A Calle Corrientes é um lugar onde a cidade nunca dorme. Concentra a maior parte de cinemas, teatros, livrarias e salas de espetáculos. Claro que retornei outro dia e fiz a foto.Onde a cidade nunca dorme. Concentra a maior parte dos cinemas, teatros, livrarias e Lugar onde a cidade nunca dorme. Concentra a maior parte dos cinemas, teatros, livrarias e salas de espetáculos de Buenos Aires. Maior parte dos cinemas, teatros, livrarias e salas de espetáculos


Corrientes 348, um Tango de Gardel.

É impossível passar por Buenos Aires e resistir ao Tango. O Tango faz parte da vida dos porteños seja com dos shows de rua, ou com as charmosas casas de tango, as chamadas tanguerías, estas voltadas principalmente para os estrangeiros. Eu não sei se este lugar era realmente "sagrado", como descreve o autor de "A Media Luz"... Parece que sim, me dizem alguns amigos argentinos. ! Eu imagino. Deve ter sido um ótimo lugar! Eram tempos diferentes... Lembrando os velhos tempos ou para chamar atenção, nos últimos anos abriram muitas casas de shows por aqui, com o nome de Corrientes 348. Mas somente um é autentico...


Foto Enriqueta

Estou na mesa, com amigos e a foto foi tirada pela Enriqueta. A foto ficou sem foco e sem nada. Uma m...,
Exemplo disso é o Parrila – que fica nas proximidades de minha casa, na Calle Rivadavia que adotou o nome fictício de “ Corrinetes 348”. O problema é sua longa fila de espera nos fins de semana. A casa foi aberta há 10 anos, e se quiser ouvir o tango, “A media luz”, imortalizado por Carlos Gardel, pode ser ouvido no site do restaurante. O local é extremamente agradável, a começar pela entrada, arborizada, cujo visual minimiza o tédio da espera por uma mesa. Outro lugar que dou uma passada as vezes, quando sobra uma grana é a Esquina Carlos Gardel (Carlos Gardel, 3200, Almagro), pois é uma das poucas que fica no bairro onde nasceu e se criou Carlos Gardel. O espetáculo é excelente e também há opção de jantar com carne à vontade e mais de 15 tipos de saladas e sobremesas. O preço é salgado, sai US$ 94, com show de um bom tango.


Corrientes tres cuatro ocho
segundo piso, ascensor;
no hay portero ni vecinos
adentro, cocktel y amor.
Pisito que puso Maple,
piano, estera y velador...
un telefon que contesta,
una vitrola que llora
viejos tangos de mi flor,
y un gato de porcelana
pa que no maulle el amor.
Y todo a media luz,
es un brujo el amor,
a media luz los besos,
a media luz los dos...
Y todo a media luz,
crepusculo interior,
que suave terciopelo
la media luz de amor.

Juncal doce veinticuatro,
telefonea sin temor;
de tarde, te con masitas,
de noche, tango y cantar;
los domingos, te danzante,
los lunes, desolación.
Hay de todo en la casita:
almohadones y divanes
como en Botica Coco,
alfombras que no hacen ruido
y mesa puesta al amor...
Y todo a media luz,
crepusculo interior,
que suave terciopelo
la media luz de amor.

Cachaçaria – Agora, é beber sem temer

Por Adeli Sell
Consultor e Escritor

O preconceito ao consumo da cachaça já foi muito grande entre nós. Considerada de segunda linha por tempos, tornou-se uma bebida autenticamente brasileira, feita da transformação da cana de açúcar.

Hoje, cachaça só a do Brasil. As outras são "as outras", como aquelas que são feitas de batata doce ou beterraba na Europa. Ou seja, "schnaps" definitivamente não é cachaça.

Da terra do vinho, Bento Gonçalves, os Gabardo (Orestes e Lurdino) tocam um dos pontos mais procurados do Mercado Público de Porto Alegre, a Cachaçaria do Mercado. O pai deles chegou ali em 1950, com sua lojinha de "secos e molhados". Em 62, os Gabardo já estavam com a Banca 38, em franca expansão para se tornar uma referência de bons produtos.

Naquela época já vendiam algumas cachaças especiais e estas sempre apreciadas e adquiridas por um público que sempre busca um diferencial e autenticidade. Em 2008 venderam esta loja a outro empreendedor ousado do Mercado, pessoal da Banca do Holandês. No mesmo ano migraram para a 1ª Cachaçaria do Mercado, em lugar ainda exíguo, no segundo piso. Agora, robusta e vigorosa, reina no 1° andar, entre o Café do Mercado e o conhecido bar Naval.

Antes do almoço é possível degustar as melhores cachaças daqui ou de Minas Gerais. Depois de apreciar a comida do Mercado, a Cachaçaria lhe oferece um bom licor de cana. Pois contam os Gabardo, cansados de tocar a grande loja que tinham, optaram por este espaço por ser um bom negócio, aprazível, e que lhes garantia mais tempo para a família e o lazer, melhorando sua qualidade de vida.

É sempre bom lembrar que não raras vezes são atropelados pelo grande número de compradores nas sextas, sábados e vésperas de feriados, tanto por turistas como localistas. Com mais de 500 rótulos, a maior parte do RS e de MG, a cachaça pode ser comprada por alguns reais ou por algumas boas dezenas ou centenas deles... E tem em todos os tamanhos. Algumas mini-garrafas, ideais para presentear, levar para o exterior ou mandar para alguém.

A cachaça, outrora temida por seus efeitos nefastos, pode ser consumida como o vinho com moderação, pois não é mais preciso temer para beber. E virou charmoso degustar uma cachacinha!


O CUCUT SE APOSENTOU...

Apelidado pelo falecido MEL,- Melchiades Stricher - de CUCUT - o Melchiades entrava na redação da ZH com seu humor ferino e berrava pro Juarez TOSI. tu com esta tua CUT, RECONTRACUT e não sei mais o que ...o Juarez dava o troco e os dois ficavam se desafiando em plena redação. Por isto que o TOSI passou a ser chamado por nós de CUCUT....Fico sabendo agora que ele se aposentou do MPF. Proporcionalm ente mas se aposentou.

quem bom pra ele.Tomara que aproveite bem ..O Tosi é o FUNDADOR DOS ECO JORNALISTAS, TAMBÉM CHAMADOS DE COCHATOS....

Domingo no parque,

os tocadores



Demhab diz que não há novo local para abrigar associação da Chocolatão


O Demhab informou, nesta terça-feira (30/4), à comunidade da Vila Nova Chocolatão, que no momento não é possível oferecer um novo local para a construção de uma sede para a associação de moradores. Conforme a representante do órgão, Maria Horácia Ribeiro, já existe uma casa na vila destinada para este fim, mas foi cedida, com aval da comunidade, para a ONG Cirandar, que executa no local um projeto de biblioteca comunitária. Horácia e outros representantes da prefeitura participaram de reunião da Comissão de Urbanização, Transporte e Habitação (Cuthab) da Câmara Municipal de Porto Alegre.

Horácia disse que, por várias vezes, o Demhab tentou intermediar com os moradores a formalização da associação, mas a comunidade não conseguiu se mobilizar para efetivá-la. "Sem a criação formal da associação, o Demhab não pode ceder o imóvel hoje ocupado pela Cirandar", explicou. Acrescentou, porém, que, nos fundos do mesmo terreno, há uma área na qual se pode construir a sede, desde que a associação seja formalizada e, ainda, após a expedição do habite-se do imóvel.

Cursos

Além de uma área para erguer a sede, o vice-presidente da associação, Carlos Souza, pediu que a prefeitura promova cursos de capacitação para oferecer à comunidade. Segundo ele, os cursos anteriormente oferecidos não atendem às necessidades dos moradores.

Presente à reunião, o secretário-adjunto do Trabalho, Marcello Chiodo, colocou a pasta à disposição da comunidade. Lembrou que o programa federal Pronatec oferece diversos cursos gratuitos que podem ser acessados pelos moradores. "Quem participa dos cursos ganha passagem e lanche. E pode ser encaminhado a um emprego", explicou.

Luz e cartas

Problemas nas contas de energia elétrica e na entrega de correspondências na vila também foram levados à Cuthab pela comunidade. No caso das contas de luz, o presidente da comissão, vereador Delegado Cleiton (PDT), disse que enviará ofício à CEEE para que faça uma vistoria na rede e nos medidores individuais. Sobre as cartas, Horácia prometeu contatar a área de engenharia do Demhab para ver se há algum problema de identificação da vila junto aos Correios.

Visita

Os representantes do Executivo se colocaram à disposição para visitarem a vila e conversar com os moradores. Delegado Cleiton igualmente disse que a Cuthab visitará o local e se reunirá na vila tão logo seja convidada pela comunidade. "As reivindicações da comunidade são justas. Precisamos ir lá e ver de perto as necessidades dos moradores",

A reunião da Cuthab teve a presença dos vereadores Cassio Trogildo (PTB) e Roni Casa da Sopa da Restinga (PTB).

Texto: Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)
Edição: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)

Serafinense Viviane Vidmar no SBT

A serafinense Viviane Vidmar se apresentará dia 11 de Maio, sábado,
às 14h15, pelo SBT, no Programa Raul Gil, no quadro Mulheres que
Brilham Bombril. De 5.000 cantoras, Viviane Vidmar ficou entre as 300.
Na segunda repescagem, das 300, ficou entre as 60 melhores.
Dia 11 de Maio acontecerá a classificação para a semifinal e a
vencedora ganhará um contrato com a Sony Music e um CD gravado.
Viviane Vidmar, uma serafinense muito talentosa, estará representando
o município de Serafina Corrêa no sábado, 11 de Maio, às 14h15, pelo
SBT, no Programa Raul Gil, no quadro Mulheres que Brilham, não perca!

Encontro de Prefeitos na UPF

A Universidade de Passo Fundo realizou na terça-feira, 30 de Abril de
2013, um Encontro com os prefeitos dos municípios da região de
abrangência da instituição. Comemorando os 45 Anos de história da
Universidade, a reunião teve o objetivo de apresentar a UPF, ouvir os
chefes do Executivo e estabelecer relações e parcerias. Segundo o
Reitor José Carlos Carles de Souza, o Encontro serviu para demonstrar
como a UPF pode contribuir com os municípios.
O município de Serafina Corrêa esteve representado pelo
Vice-Prefeito, Francisco Bernardo Mezzomo, e pela Assessoria de
Imprensa. O Prefeito do município de Casca, Alan Martins das Chagas,
falou em nome da região de abrangência do Campus da UPF, apresentando
as demandas e sugestões referentes ao trabalho e as ações que poderão
ser realizadas em parceria com a instituição.

Exposição conta a história dos festivais nativistas

Reponte da Canção, em São Lourenço do Sul, recebe mostra itinerante nos dias 3 a 5 de maio

Em uma atividade paralela à 29ª edição do Festival Reponte da Canção, em São Lourenço do Sul, a exposição itinerante 40 anos dos Festivais de Música Nativista passará pelo Galpão Crioulo do Camping Municipal entre os dias 3 a 5 de maio.

A mostra, que estará aberta à visitação do público em geral, conta através de painéis e fotografias históricas a memória dos festivais de música nativista desde a criação da Califórnia da Canção até as disputas artísticas e culturais dos nossos dias.

Com o objetivo de prestigiar o festival, a Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (FIGTF), através de seu diretor técnico, Claudio Knierim, acompanhará a abertura do evento.

A exposição é realizada pela Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), através da FIGTF, com o patrocínio da Petrobras e produção da Tabla Produções Artísticas.

Identidade musical

Sem a música regional não haveria a cultura do Rio Grande do Sul como a conhecemos. E sem os festivais de música nativista, essa identidade musical que molda os ouvidos e alma de cada gaúcho certamente seria diferente.

É essa a história que a exposição itinerante está contando. A mostra comemorativa está passando por alguns dos festivais mais representativos do Estado. O objetivo é levar às cidades um pouco da memória desses encontros musicais que modernizaram a identidade rio-grandense.

A exposição reconta, desde suas origens, a trajetória dos eventos musicais que, ano após ano, movimentam comunidades e artistas de todo o Rio Grande do Sul, desde o início da Califórnia da Canção de Uruguaiana, passando pela superação de preconceitos artísticos, a luta dos artistas por liberdade de expressão e a conjuntura política das últimas quatro décadas.

A mostra já passou pela Tertúlia Musical Nativista, em Santa Maria; o 6º Festival César Passarinho, em Caxias do Sul; Acampamento da Canção Nativa, em Campo Bom. A visitação é aberta ao público. Além destes festivais, a exposição está à disposição de outros eventos musicais.

Informações sobre a exposição com o diretor técnico da FIGTF, Claudio Knierim, 51-9737-4276 ou 51-8445-6320.

Informações sobre o Reponte da Canção no site http://www.festivalreponte.com.br/o_festival.php

Rita Escobar - Imprensa FIGTF

 

NIVER DA GUAIBA

O PROGRAMA DA MARIA DO CARMO DE HOJE, DIA 30/4, DIA DO NIVER DA GUAIBA FOI DIRETAMENTE DO FOYER DO TSP PORQUE FOI LÁ QUE A RADIA FOI INAUGURADA. RADIA AQUI É ASSIM MESMO. NA BRINCADEIRA.

VEM-SE NAS FOTOS O CELSO COSTA QUE TÁ LÁ DESDE O COMEÇO - FAZ NIVER DIA 5 DE ABRIL E ENTROU LÁ NO ANO QUE A GUAIBA COMEÇOU, ISTO É, 1957.
TAMBÉM TAVA LÁ o Milton Ferretti Jung, entre outros.

O GIBI RURAL


Encontrei o Roberto Tavares, agora depois das duas da tarde, subindo a Ladeira, indo pro TSP na homenagem dos 56 anos da Guaíba.

O ' Gibi rural" da Guaíba entra sempre perto das 6 da matina no programa da Maria Luiza Benitez.

Já disputadmos muita coisa nos anos 70/80 noticiais sobre transporte na capital. Ele pelo velho " Correião" eu pela ZH. Era bonito de ver um dando furo no outro!

Terça-feira foi de homenagens e tribuna livre na Câmara

A tarde de terça-feira (30/04) foi de homenagens ao ex jogador de futebol do Internacional, Luis Carlos Mello Lopes, o Caçapava, e também ao treinador Beto Campos. Os dois foram convidados a compor a mesa principal dos trabalhos e ao final do pequeno expediente os vereadores entregaram uma placa de homenagem à Beto.
O vereador Eldomir Marchezan falou em nome dos