foto de Marcos Eifler


"Blog de cotidiano, fofocas, informação e entretenimento"


 

 




É uma manifestação, não das elites, mas de classe média, da classe média que achava que seria elite e agora pede passe livre. Tem blogueiro sujinho não entendendo nada: o Eduardo Guimarães está se borrando de medo, o Nassif já tem um olhar mais afastado de quem tenta entender, o PH Amorin taca lenha na fogueira e quem entende muito menos são as senhoras das classes mais humilde, a Globo atrazando suas novelas para mostrar as manifestações, narradas como se fosse um Flamengo x Corinthians. Se as coisas continuarem assim, estas senhoras vão pedir a volta do Lula para que tudo volte a normalidade, se não, pelo menos que a Globo não atraze suas novelas. Parece que é isso que as últimas pesquisas estão mostrando.

 

 

 

Adeus Luxa....

passei a manhã longe de computadore,s neste sabádo. fiquei sabendo só de tarde que o titio Luxa já era....

Uma vez ouvi do filho de um ex-presidente do Gremio, cujo nome vou guardar, que o Koff é de matar e ir chorar no enterro...

Parece que é mesmo.....

O Luxa que o diga...

Olá Olides,
Permita-me remeter a Sem Pulo e Túnel do Tempo deste
sábado que escrevo na Folha Popular de Teutônia.
Abraço
Rudimar Thomas

Spina

Chovia a cantaros em POa quando voltei nesta sexta,dia 28.06 a pizzaria Spina. Fazia anos que não ia lá...

*

Está tudo igual, com a simpatia de sempre dos donos, da Ana,seu marido e dos filhos e das atendentes...

*

Tem umas velhinhas nas mesas,agora.

*

Nada de luxos, tudo tão simples, a comida muito boa.

*

Nas paredes as fotos do Rocco e da dona Maria Isabella, que já ' partiram"..

Lembrei a Silvia que me acompanhou nesta volta a Spina que o casal ficava todas as noites na mesa que é da familia, dos donos ali. Seu Rocco tinha uma predileção especial em conversar com os clientes que se tornavam seus amigos.

*

Naquela Pizzaria participei de duas grandes festas. Uma em maio de 2000- putz faz tanto tempo -quando seo Rocco ganhou o titulo de cidadão de Porto Alegre. Foi uma festança e tanto. A outra foi no lançamento do meu livro sobre a familia, anos depois. Foi a ultima vez que encontrei o colega Lupi Martins, que também foi lá.

 

Aconselho. A Pizzaria Spina não é cara mas é boa. tem uns vinhos legais lá também...

 

*

 

Nas paredes da Lima e silva, na frente da Spina, vi pichado;RBS SE OMITE....

 

 

 

LIBERDADE DE EXPRESSÃO
Chile vive onda de perseguição a jornalistas, com prisões e espancamentos.

De Santiago do Chile
Gelson Farias

A tinta mal tinha secado nas primeiras Bíblias com que o alemão Johannes Gutenberg revolucionou a História da Humanidade, impressas em sua máquina de tipos móveis em 1455, quando os poderosos de plantão começaram a tomar medidas contra a perigosa novidade que colocava o conhecimento — e a informação — ao alcance de todos. O ataque partiu do centro do poder, a Igreja Católica. E na mesma Alemanha que vira nascer à imprensa. Temerosa da livre expressão de ideias, a Universidade de Colônia — controlada pela Igreja — obteve do Papa, em 1475, o direito de conceder licenças para a publicação de livros e punir quem os imprimisse — ou mesmo os lesse — sem autorização.

 

ardou mais de um século e meio para que a civilização ocidental produzisse seu primeiro grande libelo contra as restrições governamentais à livre expressão do pensamento no papel impresso. Foi em 1644, durante a revolta do Parlamento inglês contra o absolutismo de Carlos I, quando o filósofo John Milton lançou no folheto “Areopagitica” sua histórica defesa do direito de publicar sem dar satisfações ao Estado. E outro século e meio transcorreu antes que a Carta de Direitos, aprovada pelo Congresso dos EUA, e a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, adotada pela Assembleia Constituinte da França no início da revolução, sacramentassem numa legislação moderna, em agosto de 1789, o direito às liberdades de expressão e de imprensa.

Olides.
Fiz este preâmbulo para abrir minha matéria sobre a liberdade de imprensa pelo mundo. Posso dizer de cadeira que, pelos países que estive Nova Zelândia, Panamá, Chile, Bolívia, Peru e Argentina, os jornalistas com quem conversei, nestes países tem sim grandes dificuldades para realizar seu trabalho de bem informar. E foi por esta esteira que resolvi fazer uma entrevista com o jornalista chileno, Fernando Fiedler que faz parte de profissionais que trabalham aqui em Santiago do Chile, na sede da Associação dos Correspondentes Estrangeiros no Chile.


Segundo ele, liberdade de imprensa é a capacidade de um indivíduo de publicar e acessar informação (usualmente na forma de notícia), através de meios de comunicação em massa, sem interferência do estado. Embora a liberdade de imprensa seja a ausência da influência estatal, ela pode ser garantida pelo governo através da legislação. Ao processo de repressão da liberdade de imprensa e expressão que chamamos censura. A liberdade de imprensa é tida como positiva porque incentiva a difusão de múltiplos pontos de vista, incentivando o debate e por aumentar o acesso à informação e promover a troca ideias de forma a reduzir e prevenir tensões e conflitos. Geralmente, refere-se a material escrito, mas, segundo alguns autores o termo "imprensa" pode, por vezes, alargar-se a outros meios de comunicação social. De qualquer forma, a liberdade de imprensa corresponde à comunicação através da mídia, como jornais, revistas ou a televisão enquanto a "liberdade de expressão" se aplica a todas as formas de comunicação como, por exemplo, nas artes.

golpe de cassetete por um policial da cavalaria que reprimia um protesto de rua, na cidade de Valparaiso. Na madrugada de 1 de novembro, do ano passado, uma bomba montada dentro de um extintor de incêndio explodiu na frente do edifício onde fica o jornal La Tercera, um dos principais do Chile, rompendo os vidros da fachada. As agressões são noticiadas brevemente pelas agências de notícias onde os jornalistas agredidos trabalham como foi o caso do jovem fotógrafo Hector Retamal, da AFP (Agence France Presse), espancado pela polícia chilena quando cobria uma manifestação de estudantes, no dia 18 de maio, último. De acordo com a organização, o Brasil ocupa a 99ª posição do ranking de liberdade de imprensa em 2012, dentro de uma lista composta por 179 países. O relatório aponta uma queda no índice em relação ao ano de 2011. Portugal, em 33º, subiu na lista. Cabo Verde, o país lusófono mais bem colocado do índice, ficou em nono com melhora significativa. O Índice de Liberdade de Imprensa é baseado nas respostas aos relatórios enviados aos jornalistas que são membros das organizações parceiras do Repórter Sem Fronteiras, assim como especialistas, pesquisadores, juristas e ativistas dos direitos humanos.

Maturana ( foto ) que fazia imagens de uma manifestação estudantil em Santiago, no mês passado, teve um fuzil enfiado dentro das calças por um membro da tropa de choque, enquanto era segurado por outros dois policiais. O fotografo está processando a polícia por detenção ilegal e tortura. O profissional teve a sua câmera quebrada pelos policiais. Diante da insegurança para o trabalho da imprensa, a Associação dos Correspondentes Estrangeiros no Chile, se reuniu no dia 15 último com o coronel  Ricardo Solar, da equipe de Comunicação dos Carabineros, a polícia militar chilena, na capital, Santiago. Depois de colher várias histórias de repórteres agredidos, a Associação dos Correspondentes Estrangeiros no Chile, foram convidadas para um encontro com o coronel Ricardo Solar, no Palácio de La Moneda, sede da Presidência, em Santiago, no mês passado. Ricardo Solar simplesmente negou categoricamente que haja uma política de perseguição sistemática à imprensa.


Marcelo Castillo ( foto), presidente do sindicato nacional dos jornalistas do Chile (Colégio de Periodistas), conta que: “Fizemos inúmeras denúncias sobre detenções de jornalistas que estavam trabalhando nas ruas, mas nunca obtivemos uma resposta”, disse Castillo. No dia 18 de março último, a SIP (Sociedade Interamericana de Imprensa) esteve reunida em Lima, com representantes dos principais jornais das Américas. A organização emitiu um comunicado alertando para os ataques contra a imprensa, mas não no Chile – em Cuba, Venezuela, Bolívia e Equador, principalmente. O principal jornal do Chile, El Mercurio, publicou na sequência um editorial intitulado “assédio à imprensa na América Latina”, mas tampouco deu destaque às agressões sofridas pelos jornalistas dentro do Chile.


 

 

 

 

 

 

 

REPASSANDO !
VALE A PENA LER COM CALMA E REPASSAR.

MANIFESTAÇÕES ENTRAM NA SEGUNDA FASE: A ARAPUCA MONTADA PELO PT.
Aloizo Amorim - sexta-feira, junho 21, 2013

Desde que eclodiram essas manifestações alertei para um fato que se comprovou, ou seja, o movimento foi deflagrado pelo PT, por meio do Movimento Passe Livre. Desde o começo constatei o que ficou agora comprovado, quando o MPL anunciou sua retirada dos protestos alegando - vejam aqui - que as manifestações estariam dominadas por aquilo que qualifica de “conservadores”.

Isto aconteceu depois que o PT e seus satélites como PSOL, PSTU, PCdoB e assemelhados saíram da toca com suas bandeiras vermelhas e foram repelidos em meio às manifestações não só em São Paulo, como em diversos pontos do país.

Depois que a tal Vivian do MPL, tornada celebridade pela Rede Globo, anunciou que o próximo passo seria acabar com os latifúndios rural e urbano, parece que as coisas começaram a ficar claras, pelo menos para as pessoas com razoável nível de informação. A pauta nitidamente comunista ficou evidenciada.

Entretanto, como destaquei desde o início da anarquia o que realmente soava surrealístico era o fato de que pessoas que nunca se perfilaram em torno do esquerdismo pudessem estar de mãos dadas com eles. Seria o mesmo que pedir para subir ao cadafalso e dar o pescoço ao carrasco.

Pois bem. A saída do grupo esquerdista do movimento tem um significado importantíssimo. Seria mais ou menos assim: tudo o que acontecer de agora em diante será debitado na conta daqueles a quem os comunistas acusam de “conservadores”.

E a coisa funciona da seguinte forma: se todos aceitassem as bandeiras vermelhas comunistas nos protestos, o PT faturava politicamente afirmando que o povo estava do seu lado apoiando o projeto de reforma política que vem sendo coordenado pelo Lula e que não passa de um ardil diabólico para jogar a pá de cal sobre as instituições democráticas. Esse ovo da serpente que vem sendo chocado por Lula prevê a convocação de uma Assembleia Constituinte Exclusiva para votar a tal reforma política. Como aconteceu na Venezuela, Bolívia, Equador e similares. A constituinte seria, evidentemente, dominada pelo PT através dos movimentos sociais como o Passe Livre, MST, CUT e correlatos.

Como a jogada não deu certo pela reação de repúdio ao PT e demais partidos e movimentos comunistas, o MPL partiu ontem para a segunda alternativa, ou seja, abandonar o movimento para fazer crer que tudo o que acontecer daqui para frente deve der debitado à conta daqueles a quem acusa de “conservadores”, “fascistas”, “neoliberais”, e coisas do gênero, ou seja, qualquer pessoa que se contrapõe ao governo petista.

E prestem a atenção. E não será surpresa nenhuma se uma gente esquisita com o rosto coberto por máscaras continuar a promover o vandalismo, saques e arrastões nos próximos atos de protesto. Eles são os velhos conhecidos agentes de agitação e confusão do esquema comunista.

Deve-se acrescer a isso que é público e notório que não há na atualidade brasileira qualquer movimento organizado, com estrutura e liderança de viés conservador. Nada. Não há nenhum movimento de direita. Todos os movimentos sociais e políticos organizados no Brasil são esquerdistas, comandados e sustentados pelo PT por meio, principalmente, de ONGs. Calcula-se que existam funcionando no Brasil mais de 300 mil ONGs que recebem verbas vultosas diretamente do governo petista. Todos os sindicatos de trabalhadores estão dominados pelo PT e centrais sindicais como a CUT e outras vinculadas a partidos de vertente comunista que também apoiam o governo do PT.

Outro dado relevante: a grande imprensa brasileira, com exceção da revista Veja e seu site, está completamente dominada pelos esbirros do PT. Tanto é que A Folha de S. Paulo e O Globo fizeram o serviço em cima do lance ao relatar nesta madrugada (conforme noticiei aqui no blog) que os esquerdistas do MPL e demais movimentos ligados ao PT, tinham caído fora das manifestações. Algo assim: agora lavamos as mãos. Não temos mais responsabilidade nenhuma sobre o que puder acontecer.

Convenhamos, não precisa desenhar. Esta é a realidade clara do que está acontecendo.

A ARMAÇÃO PETISTA
Complementando a minha análise, reproduzo o que escreve no Facebook o economista e escritor Rodrigo Constantino, quando oportunamente cita texto do jornalista e escritor Olavo de Carvalho, justiça seja feita, um estudioso competente e atilado da política e, sobretudo, das estratégias do comunismo.
Leiam que é muito importante:
Chegou esse momento que muitos, eu sei, esperavam. Eu vou ter que compartilhar um trecho de Olavo de Carvalho, pois ele demonstra uma percepção da coisa bem mais realista do que muitos colegas "libertários", um tanto encantados com a brincadeira de "revolução". E eu valorizo o argumento por si só, não de quem ele vem. Olavo escreveu:
"Nunca subestimem a malícia comunista. Ela é capaz de manobras que ultrapassam infinitamente a imaginação do homem comum e até do "político burguês" usual. Absorver a direita numa onda de protestos esquerdistas só para depois culpá-la de todas as violências ocorridas no processo é, para um planejador comunista, não apenas coisa banal, mas até obrigação. A turma do Foro está preparadíssima para usar a massa conservadora e patriota e depois jogá-la fora como se fosse um pedaço de papel higiênico, dizendo que com isso salvou o país de uma anarquia que arriscava levá-lo a uma "ditadura teocrática e fascista"."

Pois eu tinha, hoje mesmo, dito algo bem parecido para um amigo: enquanto muitos celebram a retirada do MPL, e a expulsão do PT e PSTU dos protestos, minha tensão aumentava. Afinal, isso ocorre justamente quando a violência passa por escalada preocupante e ameaça sair de controle. Ou seja, quando chegar o caos geral, e a própria classe média demandar o Exército nas ruas para restaurar a ordem, as esquerdas radicais não terão mais associação com isso tudo, e estarão do lado do governo, que não se esqueçam, é do PT de esquerda, apoiando a defesa da "liberdade" contra esses "fascistas de direita". Tomem cuidado!!!

 

 

 

Musica ao vivo na rua da Praia...na sexta dia 28 de Junho

 

 

Fabricio Carpinejar, o talentoso colunista de ZH e da TVCOM grava na rua da Praia....

 

 

 

jovens ganham a vida no mercado publico na bela tarde de sexta feira,dia 28.06
O sono da cobradora do T-9

Foi nesta semana, ao volta do meio-dia. esta gente acorda de madrugada e é natural que dê sono...

 

 

 

Memória da Imprensa

COMO SE FAZ UMA REPORTAGEM

"VITORIOSA"

Comprei esta semana o livro do colega Bicudo que fala do caso Rigotto. Quem levantou esta história fui eu como repórter mas quem me passou a dica do fato foi o Cesar tasca, que tinha uma conhecida que trabalhava no forum de Capão da Canoa. Levei o assunto pro jornal JA, do Bicudo. O resto todos vocês sabem. mas o Elmar nunca disse que fora eu que levantara a pauta. Nem precisa. Mas participei da matéria , pela qual tive que depor na Justiça( não estou me queixando..) e pela qual acho que ganhei 100,00 pilas e olha lá.

Aqui está a foto feita pelo Cleber Dioni, minha em Atlântida ENTREVISTANDO MOTORISTAS DE TAXI que haviam visto a execução do Lindomar Rigotto que saira da Ibiza. Isto tudo foi no verão(fevereiro de 1999)..eram o final do verão, parece que foi numa terça de carnaval.

Pois a matéria foi feita no muque. O Ja não tinha as minimas condições de trabalho. Tinha um carrinho com o qual fui a Atlãntida duas vezes. Uma com o Cleber Dioni, faltou até gasolina, os guardas nos pediram documentos e estavam todos vencidos, pra v ariar. Olha se um, carro do Bicudo iria estar em dia...

Na outra vez fui com o Elmar e tivemos até as fotos da execução do Lindomar na mão que nos deram no foro de capão da canoa. Mas não tinha uma máquina pra reproduzir. Assim que sempre que ouço a babaquice de que o Teti Rigotto não está morto, rio porque vi a foto da bala que entrou encima do seu olho....

Bom, não queria que o post fosse uma queixa nem nada. Apenas o registro desta foto que pra mim é tão importante. O Torves até me mandou a Pelotas, numa faculdade, palestrar sobre a reportagem. No fim das contas o Bicudo assinou só o nome dele, o que também não tem a menor importancia. Na hora de depor na Justiça seu advogado queria que a responsabilidade passasse pros repórteres que a haviam elaborado.

Assim foi e como dizia o saudoso Claudio Cabral, assino embaixo!

foto 13. O primeiro da esquerda pra direita é meu irmão Paulo Canton, que hoje dia 28 completou 50 anos. Era pra se chamar Pedro, mas alguém - não recordo quem - quis que fosse Paulo. Então parabéns a ele. Esta nfoto foi feita em 2012 na capela Santana. Lá está também o Casemiro, que jogou no Gremio e no Inter!


 

 

 

Na frente da Matriz, o bispo Dom Dadeus apoia o ' povo"....

A praça é histórica. Foi ela que abrigou a Legalidade em 1961!

ATE DOM DADEUS É A FAVOR DAS MANIFESTAÇÕES NA PRAÇA DA MATRIZ!!!!!

 

 

Bilhetagem eletrônica nos lotações começa pela linha Menino Deus

Os passageiros do transporte seletivo de Porto Alegre terão mais uma comodidade em seus deslocamentos. O cartão do TRI Passagem Antecipada será aceito nas 29 linhas das lotações, começando pela Linha Menino Deus, com operação a partir de segunda-feira, 1, em seus 12 veículos, trajeto entre a Correa Lima e a Borges de Medeiros. O sistema é igual ao do ônibus, usado na Capital há mais de cinco anos. No entanto, não serão aceitos os créditos de vale-transporte, TRI Escolar e isentos.

Com essa novidade, o pagamento da passagem será na entrada do veículo e não mais na saída, como era até então. Essa mudança vale tanto para pagamento com o TRI como em dinheiro. Segundo a Associação dos Transportadores de Passageiros por Lotação de Porto Alegre (ATL), a previsão é que até 31 de julho o processo já esteja concluído e todas as demais linhas operando. A implantação do sistema será acompanhada pelas autoridades (EPTC, ATL e ATP) às 9h de segunda-feira, na rua Correa Lima, terminal bairro Morro Tereza.

O sistema de lotação opera, atualmente, com 403 veículos do tipo microônibus, todos equipados com ar condicionado, distribuídos em 29 linhas e 27 desmembramentos. Realiza 4.350 viagens/dia, em média, com o transporte de aproximadamente 60 mil passageiros diariamente. A tarifa custa R$ 4,25. Segundo o diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, a bilhetagem eletrônica ampliará a segurança dos passageiros e acrescentará praticidade ao sistema de transporte seletivo. “As viagens ganharão tempo, pois tanto o motorista como o passageiro não precisarão lidar com dinheiro. A próxima etapa será a definição da integração das lotações com os ônibus, Trensurb e Catamarã”, afirmou.

Para atender os usuários da melhor forma e seguir buscando a excelência no serviço, a ATL está treinando cerca de 800 motoristas. ‘’O treinamento do pessoal será contínuo. Os veículos também estão sendo adequados ao sistema de bilhetagem TRI. Todos que possuírem o TRI deverão passar seus cartões pelo validador’’, explica o presidente da ATL, Magnus Isse.

 

VOZES SEM PRECEDENTES


Os manifestantes que reuniram milhares de vozes de brasileiras e brasileiros pelo Brasil a fora, não tem precedentes. Em 1984, na campanha das Diretas Já, foi uma luta de todos pelas eleições para Prefeito, Governador e Presidente da República. Os partidos e as lideranças políticas estavam todos no mesmo palanque, inclusive eu estava lá como Presidente do Sindicato dos Atletas Profissionais do Rio Grande do Sul. A sociedade estava convicta de que se encerrava um ciclo e que o regime de exceção teria que dar lugar a participação popular.

Desta vez, é diferente. As redes sociais fizeram o grande chamamento, ouve um sentimento de que a mudança teria que acontecer diferente, sem precedentes. As lideranças políticas, não estão presentes, até porque, no momento não existem líderes. O que existe, são políticos viciados no conchavo, no “toma - lá – dá – cá”. O país carece de liderança. No Senado, Renan Calheiros. Na Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves. Eles não tem o respeito da nação. E a Presidente Dilma está perdendo a oportunidade de fazer transformações terminando com a corrupção e a impunidade.

Não tem precedentes a iniciativa da juventude pelas redes sociais, sem a presença da UNE, que nos últimos governos tem recebido milhões do Governo Federal se transformando em verdadeiros “peleguinhos” e massa de manobra do Executivo. Nem os líderes religiosos, carregando seus fiéis com lavagem cerebral, usando o nome de Deus, tiveram vez. Os líderes sindicais, que faturam milhões dos cofres públicos, não foram convidados, mas na primeira oportunidade pedirão dinheiro para o Governo. E sempre dizem que falta tudo, principalmente mais recursos que sabemos, DEVEM ser para Educação, Saúde, Segurança..... Até o MST ficou de fora desta festa da democracia, festa sem precedentes que alguns políticos, que não querem enxergar, ficam procurando pretexto, motivo, taxando de direita ou de esquerda ou até mesmo de anarquistas estes movimentos que hoje, sacodem o país em busca de ações, de soluções, principalmente, para a impunidade e a corrupção que campeiam nosso país.

As vozes foram tão sem precedentes, que a Presidente Dilma até lançou cinco (05) pactos. E vejam, de imediato ainda, o Congresso Nacional aprovou a aplicação dos royalties do petróleo em 75% para a educação e 25% para a saúde; rejeitou a PEC 37 que tirava as prerrogativas do Ministério Público, o que seria uma grande afronta a sociedade; corrupção, finalmente, é crime hediondo; terminou o voto secreto para a cassação de parlamentar, isso tudo, graças as vozes das ruas, a verdadeira opinião pública.

Há ainda, a possibilidade de um plebiscito com foco na reforma política; retirada de verba da Copa do Mundo (R$ 43 milhões de reais) que seriam destinados as despesas de telecomunicações; a redução de tributos para beneficiar o transporte público; punição severa aos corruptos que sangram o erário.

As vozes, já em pouco tempo fizeram modificações, quebraram práticas inaceitáveis de alguns que se locupletam com o dinheiro público, dinheiro que tanta falta faz para termos serviços públicos de qualidade. O cidadão, a cidadão brasileira, esperam decisão, ação dos governantes. A única questão que lamentamos são os vândalos que trazem prejuízos incalculáveis, principalmente, a pequenos empresários, comerciantes, que tem seu patrimônio dilapidado, além é claro, de trazerem a desordem pública.

As vozes sem precedentes trarão ainda mais transformações e mudanças. E esperamos, uma mudança de cultura, de que precisamos um Brasil para todos os brasileiros, sem impunidade e sem corrupção.

Deputado Estadual CASSIÁ CARPES
Corregedor da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul

 

 

 

DILMA TENTOU PASSAR COMO “PACTO” RESOLUÇÕES DO PT DE 2007, QUE ESTÃO EM DOCUMENTO DO PARTIDO;
EM VEZ DE OUVIR A VOZ DO PAÍS, PREFERIU OUVIR A DOS RADICAIS DO PARTIDO

Quero lhes apresentar um troço realmente formidável. Vem à luz o documento de referência para as alopradas propostas de Dilma Rousseff para responder aos protestos.
Um leitor me mandou um trecho de um texto do jornalista Fábio Pannunzzio, publicado em sua página no Facebook. Foi ele quem achou o documento. Fui atrás da história. Está quase tudo lá. No site do PT vocês encontram as Resoluções do 3º Congresso do partido, realizado em 2007. Está tudo ali. Com a colaboração de Franklin Martins — converter o jogo à esquerda é com ele mesmo —, Dilma transformou algumas daquelas propostas numa resposta às ruas. A maioria dos que protestam pede saúde e educação de mais qualidade, e ela oferece plebiscito; a maioria pede o fim da corrupção, ela acena com democracia direta. Transcrevo trecho do documento.

Leiam, com atenção o que vai a seguir:

"A democratização do país passa, além da luta contra os monopólios da comunicação, por modificar o sistema político, eleitoral e partidário. É preciso debater e aprovar medidas sobre temas como: a convocação de plebiscitos para decidir questões de grande alcance nacional; a simplificação das formalidades para proposição de iniciativas populares legislativas; a convocação de consultas, referendos e/ou plebiscitos em temas de impacto nacional; o Orçamento Participativo; a correção das distorções do pacto federativo na representação parlamentar; a revisão do papel do Senado, considerando o tempo de mandato, a eleição de suplentes e seu caráter de câmara revisora; a fidelidade partidária, o financiamento público exclusivo de campanhas eleitorais, o voto em lista pré-ordenada, o fim das coligações em eleições proporcionais; o fim da reeleição para todos os cargos majoritários a partir das próximas eleições; e a proibição do exercício de mais de três mandatos consecutivos no mesmo cargo. O financiamento dos processos eleitorais não deve contribuir para a privatização do Estado, mas para a preservação de seu caráter público. A implantação, no Brasil, do financiamento público exclusivo de campanhas, combinado com o voto em listas pré-ordenadas, permitirá contemplar a representação de gênero, raça e etnia. A reforma política não pode ser um debate restrito ao Congresso Nacional, que já demonstrou incapaz de aprovar medidas que prejudiquem os interesses estabelecidos dos seus integrantes. Ademais, setores conservadores do Congresso pretendem introduzir medidas como o voto distrital e o voto facultativo, de sentido claramente conservador. O Partido dos Trabalhadores defende que a reforma política deve ser feita por uma Constituinte exclusiva, livre, soberana e democrática. Para que isso seja possível, a reforma política deve assumir um estatuto de movimento e luta social, ganhando as ruas com um sentido de conquista e ampliação de direitos políticos e democráticos. Dentre as propostas do PT para a reforma política, ganham destaque duas medidas: a que proíbe o financiamento privado nas campanhas eleitorais e a que estabelece o voto em lista pré-ordenada. Adotadas, estas medidas terão como efeito coibir o poder econômico do capital no processo eleitoral, fortalecer os partidos políticos, enfrentar a crise de representação institucional que hoje atinge índices alarmantes e combater as fontes da corrupção sistêmica. O Diretório Nacional do PT agiu corretamente ao fechar questão em apoio ao financiamento público de campanhas, à lista fechada e pré-ordenada de candidatos/as, à fidelidade partidária e ao fim das coligações proporcionais. O 3º Congresso do PT reafirma que estas medidas, ao lado das que garantem protagonismo popular no processo político, constituem o núcleo da reforma proposta pelo Partido. A derrota da reforma política, na atual legislatura, teve várias causas, entre as quais o reduzido conhecimento popular sobre o que estava em jogo, a campanha movida pelos grandes meios de comunicação, o apoio de grande parte dos parlamentares às regras que os elegeram, a oposição do PSDB, a divisão entre os partidos de esquerda e na bancada do próprio Partido dos Trabalhadores e, finalmente, a atitude do governo federal que não orientou sua base de apoio a votar a favor da reforma política. (…) Considerando, a partir desse pressuposto, que: • Para um governo de esquerda a participação, organização e mobilização popular são fundamentais para garantir a governabilidade democrática; • Os governos democráticos e populares combinam a ideia de inverter prioridades e garantir ganhos materiais aos historicamente excluídos com formas inovadoras de participação popular através da democracia participativa, materializada em experiências exitosas como o Orçamento Participativo (OP), os conselhos de direitos, temáticos e setoriais e no diálogo com os movimentos sociais; • Ao combinar ganhos na qualidade de vida dos setores populares (que têm reivindicações e interesses históricos contraditórios com o funcionamento da sociedade capitalista) com novas formas de relação do Estado com a sociedade, temos melhores condições de responder positivamente à contradição de como governar sem frustrar expectativas. Ao mesmo tempo, dialogamos com dois princípios básicos da sociedade socialista que pretendemos construir: uma democracia superior à democracia liberal e políticas que buscam superar as desigualdades econômicas e sociais existentes sob o capitalismo. (…)"
Voltei...

Como se percebe, há tempos o PT busca um bom pretexto para apelar à democracia direta, tentando atropelar o Congresso. Só não contava que fosse fazê-lo também ele pressionado por circunstâncias que não são de sua escolha. Vejam que a resolução combina o plebiscito com a Assembleia Constituinte para fazer a reforma política, rigorosamente como propôs a presidente. A reação do mundo jurídico reduziu a tese aloprada apenas às consultas populares. Ninguém tem a menor ideia de como se daria a coisa. Em seu texto, o PT defende o financiamento público de campanha, tese que começa a ganhar fôlego nestes dias um tanto conturbados. Se eu fosse escolher o pilar mais importante do golpe que o PT pretende dar no sistema político, escolheria justamente esse — e me estenderei mais sobre o assunto em outro post. O PT ensina o caminho das pedras, diz como se conseguiria realizar uma Assembleia Constituinte específica: “O Partido dos Trabalhadores defende que a reforma política deve ser feita por uma Constituinte exclusiva, livre, soberana e democrática. Para que isso seja possível, a reforma política deve assumir um estatuto de movimento e luta social, ganhando as ruas com um sentido de conquista e ampliação de direitos políticos e democráticos". A Assembleia Constituinte já está morta, mas o financiamento público de campanha já começa a ser debatido como se fosse media de consenso e fruto das lutas populares. Alguns inocentes úteis estão fazendo o jogo do partido. Não deixa de ser impressionante que, com o país em transe, Dilma tenha, na prática, ignorado as ruas para ceder ao alarido do partido. Encerro com palavras lapidares de Pannunzzio em sua página: “O que não é possível é admitir que a Presidente Dilma Rousseff tenha se valido do momento mais conturbado da história recente para impor o projeto partidário como ‘pacto’, desgastando ainda mais essa palavra, cujo sentido foi esvaziado ao longo da lenta agonia do governo Sarney. Ou que tenha sido induzida a esse erro colossal pelos fundamentalistas de sua legenda —- e não tenha se importando de passar adiante a empulhação. Com conselheiros desse naipe, é bem provável que Dilma Rousseff não precise de inimigos externos. Oportunistas e soberbos, mas sobretudo burros a ponto de não entender nem sequer o que se passa do outro lado da janela da institucionalidade, esses petistas antidemocráticos conseguiram levar o governo de todos os brasileiros a mergulhar na sua própria inconsistência". É isso aí. Por Reinaldo Azevedo
Postado por Vitor Vieira às 6/26/2013 09:01:00 PM – Google Videversus
---ooOoo---

Lula surta e convoca jovens para ir às ruas contra seu próprio governo



Surpreendido pelas manifestações que tomaram conta do país, o ex-presidente Lula tem reunido os movimentos sociais mais próximos do PT para tratar dos protestos. O tom de Lula impressionou os jovens de grupos como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a União da Juventude Socialista (UJS), o Levante Popular da Juventude e o Conselho Nacional da Juventude (Conjuve).

. Em vez de pedir conciliação para acalmar a crise no governo, Lula disse que o momento é de “ir para a rua”. Convidados pelo ex-presidente, cerca de quinze lideranças participaram do encontro anteontem, na sede do Instituto Lula, no bairro do Ipiranga, em São Paulo. Estopim para a onda de protestos, o Movimento Passe Livre (MPL) não foi convidado.

- Lula chamou os movimentos de que tem mais proximidade e convocou para enfrentar a direita e empurrar o governo para a esquerda. Ele agiu muito mais como um líder de massa de oposição do que como governista.

 

 

 

Abertas inscrições para o 7º Festival O Rio Grande Canta o Cooperativismo

 


Já estão disponíveis na página do Sescoop/RS o regulamento e a ficha de inscrição para o 7º Festival O Rio Grande Canta o Cooperativismo http://www.sescooprs.coop.br/comunicacao/rs-canta . Em 2013, as três etapas eliminatórias acontecerão em Candelária, dia 04 de outubro; em Tapejara, dia 18 de outubro; e em Dona Francisca, dia 15 de novembro. A etapa final, na cidade de Santo Antônio da Patrulha, será no dia 06 de dezembro de 2013.
Em sua sétima edição, o Festival retratará o tema “O Cooperativismo faz o Rio Grande Crescer”, com período de inscrições que se iniciou no dia 1º de maio e vai até o dia 31 de julho de 2013. As obras selecionadas para as três etapas classificatórias serão divulgadas no site www.sescooprs.coop.br no dia 20 de agosto de 2013.
As inscrições são gratuitas e devem ser remetidas para os seguintes locais:
IGTF – Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore – Av. Borges de Medeiros, 1501 sala 10 térreo – Centro Administrativo do Estado – Porto Alegre/RS CEP: 90119-900.
OMB/RS – Ordem dos Músicos do Brasil – Rua Vasco Alves, 235 – Porto Alegre/RS CEP: 90010- 410.
Em cada etapa classificatória do Festival haverá a apresentação de dez obras, com quatro destas sendo classificadas para a etapa final. As doze obras classificadas para a final receberão os seguintes valores a título de premiação:
1º Lugar - R$ 8.000,00 (oito mil reais) e troféu;
2º Lugar - R$ 7.500,00 (sete mil e quinhentos reais) e troféu;
3º Lugar - R$ 7.000,00 (sete mil reais) e troféu;
4º Lugar - R$ 6.500,00 (seis mil e quinhentos reais) e troféu;
5° Lugar - R$ 6.000,00 (seis mil reais) e troféu;
6º Lugar - R$ 5.500.00 (cinco mil e quinhentos reais) e troféu;
7º Lugar - R$ 5.000,00 (cinco mil reais) e troféu;
8º Lugar - R$ 4.500,00 (quatro mil e quinhentos reais) e troféu;
9º Lugar - R$ 4.250,00 (quatro mil, duzentos e cinquenta reais) e troféu;
10º Lugar - R$ 4.000,00 (quatro mil reais) e troféu;
11º Lugar - R$ 3.750,00 (três mil, setecentos e cinquenta) e troféu;
12º Lugar - R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais) e troféu.

 

O povo chegou primeiro
Carlos Chagas

Presidente do Estado de Minas Gerais, Antônio Carlos Ribeiro de Andrada lançou-se na conspiração para derrubar a Republica Velha, mesmo sem saber que ela ganharia esse nome. Estava na verdade contra o presidente Washington Luiz, que o preterira na escolha do sucessor, quebrando o acordo do “café-com-leite” entre Minas e São Paulo e indicando outro paulista para sucedê-lo, em vez de um mineiro, no caso, o próprio. Atento ao que se passava no país, o velho cacique lançou uma palavra de ordem: “Façamos a revolução, antes que o povo a faça”…

Fizeram. Getúlio Vargas foi para o poder, dada a recusa de Luiz Carlos Prestes de chefiar o movimento. 1930 foi o que de mais perto em nossa História pode ser chamado de uma revolução, ainda que em termos políticos e econômicos quase nada tenha mudado. Mas em matéria social, avançamos muito, quando Getúlio, tanto faz se presidente provisório, presidente constitucional ou ditador, estabeleceu as leis trabalhistas, do salário mínimo à jornada de oito horas, as férias remuneradas, a proteção ao trabalho da gestante e do menor, as aposentadorias e pensões e a garantia do emprego depois de dez anos trabalhados numa mesma empresa. Mudanças tão profundas como essas, nem antes nem depois dele aconteceram, ou seja, a revolução antecipou-se ao povo, modificando as relações entre capital e trabalho.

A constatação, mais de oitenta anos depois, é de que os atuais donos do poder não fizeram a sua prometida revolução. O PT foi para o governo e ficou no assistencialismo, sem nem ao menos restabelecer a parte das reformas de Getulio que a reação revogou.

Dez anos passados desde a ascensão do Lula e eis que agora o povo chegou primeiro. Nem os companheiros nem os políticos atentaram para a indignação nacional diante do que deveriam ter realizado e não realizaram. O resultado está sendo a rebelião das ruas, primeiro dos jovens, seguida pela adesão dos mais velhos. Com todos os excessos dignos dos movimentos onde a autoridade pública perde as condições de seu exercício. Menos pelas depredações ainda hoje verificadas, mais pela espontaneidade dos protestos e a exigência de mudanças, assistimos a uma verdadeira revolução nascida do povo.

Bem que os governantes atuais tentam apropriar-se da ebulição em marcha. Dona Dilma anunciou uma série de reformas, a começar pela disposição de dialogar com a sociedade. O Congresso, feito passarinho que foge do gato, acelerou a votação de uma série de reformas há muito exigidas pela população, desde o combate à corrupção às passagens gratuitas nos transportes públicos.

O problema, vale repetir, é que o povo chegou primeiro e dificilmente deixará de continuar impondo suas exigências, mesmo arrefecendo seu furor urbano. Nem Dilma Rousseff nem o Lula assemelham-se a Antônio Carlos, muito menos a Getúlio Vargas. Estão mais para Washington Luiz ou Júlio Prestes, seu malfadado príncipe herdeiro.

Na verdade, sem que a maioria dos sociólogos ou historiadores percebam, e não poderia ser diferente, verifica-se entre nós uma daquelas transformações que só mais tarde a História e a Sociologia explicarão, tanto faz se como um ensaio geral, à maneira do que os tenentes encenaram a partir de 1922, ou como da revolução que eclodiu em 1930. De qualquer forma, tem gente candidata ao exílio.

A GRANDE BOBAGEM

Felizmente foi posta para correr a tese da convocação de uma Constituinte exclusiva para promover a reforma política. Em menos de 24 horas a proposta saiu pela ralo, sem ter contagiado os manifestantes nas ruas e, nem mesmo, os políticos e os juristas. Dona Dilma fez que não era com ela, apesar de haver sugerido a absurda proposta, da lavra do Lula. O resultado é que a reforma política, se fascina alguns doutos e outro tanto de malandros, interessa tão pouco às massas como a participação do Taiti na Copa das Confederações.

O importante será melhorar os serviços públicos, assegurar segurança para os cidadãos, combater a corrupção e garantir emprego, habitação, educação e saúde para 200 milhões e brasileiros. Não será com a proibição de doações eleitorais, a votação em listas partidárias ou o voto distrital que chegaremos a lugar algum.

QUEM PAGOU AS BOLAS?

Quarta-feira, brotaram do gramado erigido diante do Congresso, 594 bolas de futebol, talvez mais algumas como reserva. A ideia dos boleiros era fazer com que a multidão chutasse as esferas no rumo dos prédios onde se localizam deputados e senadores, no mínimo para estimulá-los a chutar em gol, vencendo a inércia legislativa, ou, no máximo, para aprenderem a não perder oportunidades de ganhar o jogo contra a corrupção.

O que fica desse grotesco episódio é a indagação: de onde vieram recursos para os patrocinadores da causa adquirirem tantas bolas que, se distribuídas nas favelas periferias, fariam a alegria da criançada pobre. Pois a resposta é funesta: quem financiou a aquisição de tantas bolas foi mais uma dessas centenas de ONGs fajutas que vivem dos recursos do governo para engordar as contas bancárias de seus diretores. Foi o povo que pagou as bolas, certamente superfaturadas, porque recursos oficiais, nessa farra dos companheiros, jamais faltarão…

 

Estimadas companheiras e estimados companheiros

Encaminhamos convite para a reunião do Comitê Popular Memória, Verdade e Justiça, na próxima segunda - feira (1º de julho), às 19 h, na Sala Salzano Vieira da Cunha, no 3º andar da Assembleia Legislativa.

Ressaltamos que é importante confirmar o nome da sala com o serviço de segurança da Assembleia, no térreo, pois em algumas ocasiões o espaço é solicitado para outros eventos que, segundo o Regimento da Casa, têm prioridade.Neste caso a nossa reunião é transferida para outra sala.

Também é importante acompanhar as manifestações que vêm ocorrendo, pois no caso de serem próximas à Assembleia Legislativa as atividades são canceladas.Para confirmarem qualquer alteração podem ligar para o nº geral da ALRS, 32102000 e pedir informações à telefonista.

Aguardamos a todas e todos.

Um forte abraço

Vânia Barbosa, p/ coord. do CPMVJ

 

pelas caronas....
Tem secretário de estado do pDT que se recusa a hospedar-se no hotel Executivo,de são borja, do companheiro Celso Lopes....entra água que não é mole....

*

na ultima vez que o pDT em peso esteve dois secretários de estado estiveram em são borja....affonso motta e ciro simoni. não se sabe qual dos dois não quis ficar no executivo do centro, como se diz na terra dos presidentes.

*

Brizola, que era m....pra c....nunca se recusou a hospedar-se no Executivo. E dizem que o Celsinho, o popular camundongo sempre lhe cobrava a conta.

*

Mas brizola gostava mesmo era de ficar ao lado, na casa de percy penalvo, onde hojeé o museu do jango...ali comia sua preferida mandioca a manteiga...prato que muitos que o visitavam no exílio lhe levavam pra ver o chefe contente...

*

Enfim, não ficaram em são borja no ultimo dia 21 de junho. Foram todos pra santiago do boqueiraõ, onde quem não é b....é l....porque no dia seguinte havia uma atividade partidária.

Não se sabe se o presidente Carlos Lupi também foi pra santiago ou se dormiu mesmo no Executivo.

*

O Executivo já foi uma livraria, o pai do Celso Lopes foi um livreiro muito conhecido em SB. Ele é um dos fundadores da feira do livro da terra dos presidentes.

 

De Brasilia

O Ministro da Educação deverá ocupar a pasta de chefe da Casa Civil, no lugar de Gleisi Hoffmann que deverá concorrer em 2014 a governadora do Paraná. Hoje ela é senadora do PT.

 

Manifestações

Porra, estão querendo os milicos na rua mesmo....com esta baderna que anda aí. esculhambação vai dar pretexto pra botarem os caras na rua de novo..

*

Estes movimentos são assim, a gente sabe como começam, nunca sabe-se como vão terminar...

 

 

 

Arno Maciel

Foto: Acervo familiar

"20 Centavos"

Claudia Dolores Trindade Maciel uma pessoa determinada de extrema coragem

Ela não queria nada, “só queria ter o direito de viver”

Depois de uma luta constante contra o câncer por mais de dois anos fazendo exames, radio, seções de quimioterapia e tomando um remédio que custou aos cofres públicos da união mais de 200 mil reais o ano inteiro para tratar um câncer de mama no Hospital Santa Rita em Porto Alegre a ex- professora de Educação Física Claudia Dolores Trindade Maciel, que trabalhou na Prefeitura da cidade de São Paulo e no colégio Anchieta em Porto Alegre, esposa do Editor deste Site teve o agravamento desta doença em janeiro deste ano quando foi diagnosticado o surgimento de um novo nódulo no intestino.

Atitude de uma mulher determinada e extremamente corajosa

Claudia, estava de novo em tratamento com quimioterapia até o dia (07) deste mês quando encerrou mais uma seção  do tratamento. Depois de sentir os efeitos negativos do seu quadro clinico decidiu:

-Não quero viver mais! (-por favor não me peça mais, Arno)

Vendo sua dignidade em risco de vida resolveu por sua livre e espontânea vontade abreviar o tratamento e abandonar novos exames, sondas e outros por descrédito total na eficiência deste tratamento depois de muito sofrimento. Seus familiares estão a espera de um milagre neste momento...

Uma vergonha!  “Doença Medieval

Nós seres mortais comuns já nos acostumamos a escutar aquela frase consolo: “No início o câncer tem cura”, nós simples mortais temos a obrigação de vir ao mundo de olho no “Início”, caso contrario...

Ciência retrógada ou de interesses outros?

Os seres “racionais” do século XX e XXl já conseguiram grandes feitos:  Bombas Atômicas, mandaram  o  homen aLua, descobriram remédios para ninguém morrer de  Aids, erecentemente  enviaram um robô à Marte.

Cada avanço em pesquisa é “Patenteado”

Segundo informações o grande obstáculo para o avanço da cura do câncer é a tal da PATENTE.

Hospitais lotados

O câncer, doença da idade média, da pedra e do tacape pelo que se vê  vai continuar matando muitas crianças, adultos e velhos.

"20 Centavos"

 

 

Manifestação....

Só a Band está transmitidno ao vivo nesta noite de quinta....

as demais estão com programas de futebol.....

E parece que a manifestação virou fogueira de são joão e tudo....

mas tem também dispersão....

 

 

 

Recebi comunicação do sindicato: Mas não coloque meu nome, por favor.

CUT divulga nota sobre convocação anônima de greve geral e chama trabalhadores para ato conjunto dia 11 de julho


24/06/2013

Quem convoca greve é sindicato e não eventos no Facebook

Nem a CUT nem as demais centrais sindicais, legítimas representantes da classe trabalhadora, convocaram greve geral para o dia 1º de julho.

A Executiva Nacional da CUT está reunida nesta segunda-feira (24), em São Paulo, para debater a conjuntura, reafirmar sua pauta de reivindicações e decidir um calendário de mobilizações em defesa da pauta da Classe Trabalhadora, de forma responsável e organizada, como sempre fizemos.

A convocação para a "suposta" greve geral do dia 1º, que surgiu em uma página anônima do Facebook, é mais uma iniciativa de grupos oportunistas, sem compromisso com os/as trabalhadores/as, que querem confundir e gerar insegurança na população. Mais que isso: colocar em risco conquistas que lutamos muito para conseguir, como o direito de livre manifestação.

É preciso tomar muito cuidado com falsas notícias que circulam por meio das redes sociais.


Vagner Freitas Sergio Nobre

Presidente Nacional da CUT Secretário-geral


Ato dia 11 de julho

A CUT, as demais centrais sindicais (CTB, Força, UGT, CSP/Conlutas, CGTB, CSB e NCST), e o MST decidiram, em reunião realizada ontem, em São Paulo, organizar atos conjuntos – do movimento sindical e social - no próximo dia 11 de julho, em todo o país. Os itens da pauta serão levados à presidente Dilma Roussef, em audiência que será realizada hoje, no Palácio do Planalto, em Brasília.

As paralisações, as greves e as manifestações terão como objetivo destravar a pauta da classe trabalhadora no Congresso Nacional e nos gabinetes dos ministérios e também impulsionar a pauta que veio das ruas nas manifestações realizadas em todo o país dos últimos dias. “Vamos chamar à unidade das centrais sindicais e dos movimentos sociais para dialogar com a sociedade e construir uma pauta que impulsione conquistas, as reivindicações que vieram das ruas à pauta da classe trabalhadora”, disse o presidente da CUT, Vagner Freitas.

Segundo o dirigente, além de mais investimentos em saúde, educação e transporte público de qualidade, os atos de julho irão reivindicar o fim dos leilões do petróleo, o fim do fator previdenciário, a redução da jornada para 40 horas semanais sem redução do salário, a reforma agrária e o fim do projeto de lei 4.330, “esse PL nefasto que acaba com as relações de trabalho no Brasil e é, na verdade, uma reforma trabalhista escondida atrás de uma proposta de regulamentação da terceirização”, de acordo com Vagner.

“O que motivou a população a ir às ruas, a princípio, foi a revogação do aumento da tarifa do transporte coletivo. Concordamos que o transporte coletivo tem de ser subsidiado pelos governos, mas isso não pode impedir investimentos em saúde, educação e segurança e transporte de qualidade para a classe trabalhadora”, apontou o presidente da CUT. Para ele, é preciso fazer mudanças estruturais, reforma agrária e mudar o sistema político.

Editado por Sintrajufe/RS – Fonte: CUT


 

 

 

 

 

 

Para Jesus, a cidade não leva em conta o trabalho social e ação na saúde que os terreiros realizam no cotidiano, ajudando a desafogar o sistema tradicional de saúde. "Pesquisas científicas mostram a importância do trabalho dos terreiros neste sentido", assegurou.

O teólogo observou que a prova de que há intolerância religiosa em Porto Alegre está no Código de Posturas da cidade. "O código atual, comparado ao de 1893, não tem nenhuma diferença." Na época, observou, os terreiros eram considerados espaços malditos. "E resquícios do racismo daquele passado continuam presentes ainda hoje."

Diante da situação, Jesus reivindicou à Prefeitura a realização de novo levantamento censitário dos terreiros existentes na Capital, com o respectivo georreferenciamento. Além disso, o teólogo defendeu que os terreiros sejam de fato reconhecidos como equipamentos que trabalham com a dignidade, a saúde e a vida. "É inadmissível que a prefeitura não reconheça os terreiros."

Texto: Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)
Edição: Carlos Scomazzon (reg. prof. 7400)

 

 

 

Estimadas companheirae estimados companheiros

Ressaltamos que ainda estamos na luta e contando com a participação da companheirada e dos movimentos que estão afastados do Comitê. Fica difíciel e não é democrático realizarmos reuniões e/ou deliberamos propostas sem a presença de muitos.Esta ausência retira do Comitê as essências que mais o dignifica: o caráter popular e representativo.

Não podemos avançar em um movimento sem que as pessoas ou entidades que assumiram e assinaram um manifesto, se comprometendo com a Memória, a Verdade e Justiça em nosso país, estejam presentes apenas em nome. Não queremos um Comitê de fachada, mas orgânico, representativo e atuante. Um comitê onde os dircursos sejam a comfirmação da nossa vontade de fazer e do nosso desejo de mudar.

Os acontecimentos atuais nos apontam para uma necessidade urgente da organização popular, mas não só para atender as suas questões específicas, mas também unificada e solidária para que possamos garantir projetos coletivos.
Não há luta que se sustente sem memória, sem verdade e sem justiça. Não há luta que possa viabilizar um "mundo possível" sem o comprometimento e o conhecimento dos fatos passados e que hoje nos levam a reinvidicar melhorias no âmbito político e social.
Atualmente estamos ajudando na indicação dos depoentes/ trabalhadores para a audiência pública conjunta entre as Comissões Estadual da Verdade e de Direitos Humanos da ALRS, que ocorre no próximo dia 15 de julho.

Comp@s, considero importante uma reunião na próxima segunda para definirmos "com a responsabilidade" de todas e todos os rumos do nosso Comitê e, se preciso, indicarmos novos coordenadores, já que dos sete atuais participam apenas a Ananda e eu.

Um forte abraço.

Vânia

 

 

 

Fortunati aguarda decisão da Câmara para reduzir tarifa a R$ 2,80

Após decisão do Tribunal de Justiça (TJ) nesta quinta-feira, 27, que manteve o valor da passagem de ônibus na Capital em R$ 2,85, o prefeito José Fortunati anunciou que reduzirá a tarifa para R$ 2,80 assim que a Câmara Municipal aprovar a isenção do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) do transporte de ônibus. A expectativa é que os vereadores apreciem a matéria na próxima semana.

“No mesmo dia em que receber a redação final da presidência da Câmara vamos sancionar a lei estabelecendo a tarifa em R$ 2,80”, afirmou Fortunati. O prefeito encaminhou no dia 18 de junho projeto de lei à Câmara Municipal para isentar o serviço de transporte de ônibus do ISSQN a fim de reduzir a tarifa na Capital para R$ 2,80, já considerando a isenção de PIS/Cofins concedida pelo governo federal por medida provisória.

Com a isenção do imposto municipal, o município deixará de arrecadar R$ 15 milhões anuais como forma de subsidiar o transporte coletivo e reduzir o valor da passagem para o usuário. A alíquota de ISSQN em vigor para o serviço em Porto Alegre é de 2,5%. Para buscar redução ainda maior para a passagem, Fortunati também formalizou no dia 18 deste mês ao governador Tarso Genro, por ofício, pedido para que seja encaminhada ao Legislativo estadual redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o óleo diesel consumido pelo setor de transporte coletivo. Cálculos preliminares apontam que a isenção do imposto estadual poderia resultar em tarifa de R$ 2,73.

Mobilização nacional - A redução das passagens a partir da isenção de tributos está avançando em nível nacional com a tramitação do Regime Especial de Incentivos para o Transporte Coletivo (Reitup). No dia 25, o projeto de lei foi aprovado por unanimidade na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. O prefeito José Fortunati, presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), esteve em Brasília defendendo junto aos senadores agilidade na aprovação.

Na próxima terça-feira, 2, o projeto de lei deve passar por votação terminativa na CAE. O Reitup permitirá que a tarifa de transporte coletivo seja incluída como item da cesta básica e receba as isenções tributárias que o governo federal tem concedido a outros segmentos da economia, como a linha branca. O projeto determina que estados e municípios apliquem desonerações no ICMS e no ISS, reduzindo o preço da passagem do transporte coletivo. Prevê ainda a implantação de modelo de planilha único para todo o país, que deverá ser divulgado na Internet, além da criação de Conselho Municipal para a área e do bilhete único (Porto Alegre já possui ambos).

 

 

 

O GLOBO – 26/06/13 - Ideia surgiu no domingo [não consta da resenha do CComSEx] - CATARINA ALENCASTRO catarina@bsb.oglobo.com.br e LUIZA DAMÉ luiza@bsb.oglobo.com.br
Contexto: Dilma tomou decisão sobre plebiscito após longo dia de conversas com ministros
BRASÍLIA - A decisão de fazer um plebiscito para convocar uma Constituinte específica para fazer a reforma política foi tomada pela presidente Dilma Rousseff ao longo do último domingo, quando ela recebeu em sua residência oficial mais de uma dezena de ministros e conversou ao telefone pessoalmente com alguns governadores - naquele mesmo dia, os 27 governadores e 26 prefeitos de capital foram convidados pelo gabinete presidencial para a reunião de segunda-feira. Mas sobre esse assunto, especificamente, Dilma ouviu as ponderações de Aloizio Mercadante (Educação) e José Eduardo Cardozo (Justiça), além do governadores Tarso Genro (PT-RS), defensor da tese da constituinte exclusiva para reforma política, e Cid Gomes (PSB-CE).
Além do onipresente Luiz Inácio Lula da Silva, outros que têm aconselhado a presidente nos últimos dias são Franklin Martins (ex-ministro da Secretaria de Comunicação Social e colega de Dilma no governo Lula) e João Santana, marqueteiro que ajudou a elegê-Ia Dilma e continua a assessorá-la em momentos de crise.
Segundo integrantes do próprio governo, os dois últimos defenderam a medida e teriam passado pelo Palácio da Alvorada no domingo.
Pouco antes da reunião com os governadores e prefeitos, nos corredores do Palácio do Planalto ainda havia dúvidas sobre o poder de convocação do plebiscito para este caso, mas a presidente defendeu a proposta, mesmo sem ter ouvido a opinião do vice-presidente Michel Temer, certamente o principal constitucionalista instalado hoje no Palácio do Planalto.
Um interlocutor da presidente conta que eIa foi amadurecendo a ideia ao longo das conversas que teve no fim de semana, mas não promoveu um debate interno sobre a proposta. Ao seu estilo, Dilma recebeu os ministros um a um no Palácio da Alvorada.
O vice Michel Temer, contrário à realização de uma constituinte exclusiva, só foi chamado ontem a participar do debate, embora estivesse o lado da presidente na reunião em que foi anunciada a proposta. Ontem, Temer estava na audiência com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e permaneceu no gabinete presidencial, após o fim da reunião, para continuar conversando com a presidente sobre o assunto.
A reação da OAB contra a constituinte específica surpreendeu ministros que passaram pelo Alvorada no último domingo. Pois a conversa corrente entre os auxiliares da presidente, naquele domingo, era que a Ordem concordava com a proposta do governo. O presidente da OAB, Marcus Vinicius Furtado, disse que a ideia é inconstitucional. Ou seja, mais uma prova de que não houve um debate mais aprofundado sobre a proposta, que figurou como a principal dos cinco pactos apresentados por Dilma.
Ontem, o governador Tarso Genro confirmava sua sugestão à Dilma:
- Abrimos hoje no país um processo de alta envergadura, de potência política extraordinária, para fazer a reforma política, que, na minha opinião, é a que pode abrir a possibilidade de outras reformas para o país do futuro - afirmou. - Eu coloquei a proposta (das candidaturas sem partido) na reunião que precedeu o encontro mais amplo, e a presidente disse que a ideia é boa, mas gostaria que isso fosse decidido no próprio processo convocatório, ou seja, na consulta plebiscitária.
No domingo, entre os ministros que passaram pelo Palácio do Planalto estão Helena Chagas, Aloizio Mercadante, José Eduardo Cardozo, Paulo Bernardo, Gleisi Hoffmann, Ideli Salvatti, Gilberto Carvalho, Miriam Belchior, Celso Amorim, Alexandre Padilha, Aguinaldo Ribeiro, além de João Santana e Franklin Martins.
Obs.: Confirmou-se convicção de embaixador de que a bizarra proposta da Presidente de um plebiscito para possibilitar "um PROCESSO Constituinte" era o passo inicial para deflagrar um golpe no melhor estilo "bolivariano", já efetivado, por exemplo, na Venezuela, na Bolívia e no Equador.
Segundo se difundiu inicialmente, os principais autores do texto mal lido pela Presidente, teriam sido Mercadante e Cardozo. O primeiro (cada vez mais candidato a eminência parda) é economista e poderia não se dar conta da monstruosidade jurídica da proposta. Cardozo, porém, é advogado e tinha que saber do absurdo. Portanto, a proposta mais parece fruto da arrogância e audácia desses petistas, pois o "PROCESSO Constituinte" - não uma ASSEMBLÉIA Constituinte - seria levado a cabo por ESTE MESMO CONGRESSO que aí está e que, como já foi fartamente demonstrado, vota qualquer coisa que o Governo realmente queira.
Acima, no final dessa matéria estão assinalados os protagonistas da manobra. Destaque-se que dentre eles aparece o Ministro da Defesa Celso Amorim. Por que? Terá sido para saber qual seria a postura das FFAA diante do "PROCESSO"?

 

QUE TAL O CONGRESSO SEM JANELAS E SEM TETO?
Felipe V era rei da França e a Santa Sé, funcionando longe de Roma, em Avignon, oferecia péssimos exemplos para a cristandade. Os cardeais viviam em banquetes, festas, até orgias, sem eleger o novo Papa, já que o velho tinha morrido. Depois de dois anos naquele clima feliz, os príncipes da Igreja foram convocados pelo monarca, que mandou seus soldados levarem todos para uma pequena capela das redondezas. Lá, o teto foi retirado e as portas e janelas, muradas. Ficaram ao sol, ao sereno, à chuva e à neve. Uma vez por dia alguns pães eram arremessados para o interior, mas água, os cardeais teriam que beber do céu. Em poucos dias, diz a lenda, o novo papa estava escolhido...
A historinha se conta a propósito da reforma política. Há quantas décadas o Congresso se debruça sobre as mais do que necessárias mudanças no sistema político, partidário e eleitoral? Projetos são apresentados e discutidos, votados ora por senadores, ora por deputados, mas jamais se transformam em lei. Volta tudo atrás, de tempos em tempos. Isso até o povo sair às ruas.
A partir das manifestações o Congresso transmudou-se. Em poucas horas rejeitou a PEC-37. Renan Calheiros anuncia votação imediata no Senado, em dez dias, de projetos concedendo bilhetes gratuitos nos transportes públicos para estudantes, aumento de penas para traficantes, supressão de benefícios para autores de crimes contra a vida, ampliação da ficha-limpa para funcionários públicos, punição além da aposentadoria para juízes e integrantes do ministério público condenados na Justiça, punição para quem não cumprir a lei de acesso a informações, redução do número de ministérios e muito mais coisa. Na Câmara, Henrique Eduardo Alves promete colocar a reforma política em votação conforme projeto até então engavetado.
Pressionada pela lógica e o bom-senso, além de juristas e políticos, a presidente Dilma voltou atrás na esdrúxula proposta de convocação de uma Assembléia Constituinte exclusiva, e parece em vias de trocar o plebiscito por um referendo. Mais importante do que saber quem a fez desistir dessas fantasias será especular sobre quem a influenciou. A resposta é óbvia: o Lula.
Com todo o respeito, o Congresso, agente único da reforma política, apesar de anunciar que vai recuperar o tempo perdido, deveria ser cercado outra vez pela massa que hoje ocupa as ruas. Porque pode ter sido apenas um soluço essa disposição dos presidentes da Câmara e do Senado. Cessando por hipótese a voz das ruas, logo o Congresso retornaria à placidez de sempre. Sendo assim, que tal nas próximas semanas deixar Suas Excelências entregues apenas aos sanduíches de mortadela produzidos em suas cozinhas?
VOZES DO AGOURO
Vozes agourentas chegaram a ser ouvidas nos corredores do Congresso. Houve quem supôs que caso prosperasse a tese do plebiscito com Constituinte exclusiva, capaz de levar meses para realizar-se, chegaríamos às eleições do ano que vem debaixo de uma confusão institucional dos diabos. Sendo assim, para evitar caos ainda maior que seria a possibilidade de o governo mudar de mãos, a saída estaria na prorrogação dos mandatos. De todos, a começar por deputados e senadores. Olhem, o perigo não passou completamente...
OFERECIMENTO ACEITO
De toda essa confusão emergiu um fator positivo. Aécio Neves, no Senado, cobrou da presidente Dilma a participação das oposições nos diálogos realizados no palácio do Planalto. PSDB e penduricalhos haviam sido omitidos. Renan Calheiros ouviu a reclamação e minutos depois, no gabinete presidencial, revelou a frustração. A reação da anfitriã foi imediata: iria convidar as oposições para conversar e ouvir. Aguarda-se a confirmação para as próximas horas, com uma prece a São Tomé, aquele do ver primeiro para crer depois.
TENTATIVA HERÓICA
O senador Pedro Simon medita sobre a hipótese de reunir um grupo de colegas considerados acima de suspeitas fisiológicas e divulgar, junto com o discurso que fará ou já fez, se as circunstâncias e as passeatas tiverem permitido, um manifesto de análise das iniciativas do governo para conter a crise. O diabo é saber quantos senadores se disporiam a um diagnóstico capaz de apontar as virtudes e as deficiências do programa da presidente Dilma em defesa das instituições. Sem esquecer os esforços dela para superar a confusão.
Da última vez em que o representante gaúcho tentou remar contra a maré, selecionou dez senadores do PMDB dispostos a adotar iniciativas cirúrgicas para melhorar a imagem do Senado. Com o compromisso de todos, assistiu depois oito de seus companheiros saltarem de banda, seduzidos pelas nomeações prometidas e realizadas por Renan Calheiros e seu grupo. Sobraram dois. Agora, a proposta é para estender a todos os partidos a tentativa de o Senado contribuir para debelar o caos que assola o país. Somariam dez? Quantos permaneceriam?

 

 

 

Naval, onovo local do Mercado Público.

 

 

 

Os atuais donos do Naval são os proprietários da Japesca, que tem outros empreendimentos no Mercado Público de Porto Alegre.


O Naval mudou muito, mudou a proposta. Deixou de ser aquele violento mocotó, como dizia o Mal Humorado do poeta Paulo, que atendia como garção do local.

Hoje está tudo profissionalizado. Na noite de terça,quando entrei lá, fui até os banheiros e realmente está tudo mais renovado. Nada contra quem ia no Naval antes, mas os tempos do Mercado Público são outros.

 

 

 

Os atuais donos do Naval são os proprietários da Japesca, que tem outros empreendimentos no Mercado Público de Porto Alegre.


O Naval mudou muito, mudou a proposta. Deixou de ser aquele violento mocotó, como dizia o Mal Humorado do poeta Paulo, que atendia como garção do local.

Hoje está tudo profissionalizado. Na noite de terça,quando entrei lá, fui até os banheiros e realmente está tudo mais renovado. Nada contra quem ia no Naval antes, mas os tempos do Mercado Público são outros.

- João Fernandes , antigo dono do Naval....

Bar Naval

 artigo do Celso Augusto Schoroeder, presidente da Fenaj, publicado na zero hora 26 de junho.

antigo bar Naval, do Mercado Público

 

 

 

A MONTANHA GEROU UM RATO
Por Carlos Chagas
Com todo o respeito, mas a montanha gerou um rato. As propostas da presidente Dilma aos governadores e prefeitos das capitais, ontem, tiveram o sabor das meias-solas com que tempos atrás os sapateiros faziam a felicidade da classe média. Começa que os convidados não puderam exprimir seus pontos de vista. Limitaram-se a meros ouvintes de um discurso vago e fantasioso onde faltou o principal, ou seja, como implementar mudanças e reformas apenas enunciadas.

Tome-se a principal referência, transmitida em mera sugestão para o futuro: a convocação de uma Assembléia Constituinte Exclusiva para realizar a reforma política. A chefe do governo recomenda um plebiscito para o eleitorado decidir sobre uma inconstitucionalidade, mas não define como e quanto essa consulta popular se realizaria. De imediato, quer dizer, com imprescindíveis meses de preparação? Ou junto com as eleições gerais do ano que vem?

Quem poderá candidatar-se? Os atuais deputados e senadores que certamente disputarão a reeleição em 2014? Aqueles que tiverem sido derrotados em pleitos anteriores, demonstrando a queda de nível da representação? Ou haverá a possibilidade desse histriônico acúmulo de funções? Constituintes exclusivos de manhã, parlamentares de tarde? Que tal a discriminação elitista de poderem integrar a Constituinte Exclusiva apenas os bacharéis em Direito? Os professores com livros publicados, mas será preciso saber se suas edições não encalharam?

Mas tem mais. Muito mais. Funcionando ao mesmo tempo, o Congresso e a Exclusiva poderão bater de frente. Se esta votar a proibição de doações particulares nas campanhas eleitorais e aquele determinar a possibilidade de as empresas continuarem contribuindo para os candidatos, presume-se que prevaleça a decisão dos exclusivos, mas se logo depois ou ao mesmo tempo deputados e senadores utilizarem seu poder constituinte derivado, cláusula pétrea da carta de 1988, que decisão prevalecerá?

Quem convocará a Constituinte Exclusiva? O próprio Congresso, caso o plebiscito se manifeste a favor? Mas se a maioria parlamentar recusar-se a gerar esse filho espúrio, deverá o Executivo sobrepor-se ao Legislativo, quem sabe através de um Ato Institucional? Quanto ao Judiciário, na hipótese de conflito entre as duas instituições, reivindicará o poder decisório?

Surgem outros obstáculos: onde se reunirá a Assembléia Constituinte Exclusiva? Quantos integrantes terá? Se for em Brasília, talvez no estádio Mané Garrincha, enquanto a Copa do Mundo de Futebol não começar. Quem arcará com as despesas, quantos funcionários trabalharão nela?

Em suma, a principal proposta da presidente Dilma compõe uma farsa daquelas destinadas a enganar os trouxas. Será uma reverência a mais que sucessora faz ao antecessor, porque essa idéia absurda foi pela primeira vez levantada pelo Lula, anos atrás. Uma forma de enxugar gelo e de ensacar fumaça, enganando não se sabe quem, porque a juventude que foi e continua nas ruas quer a reforma política, ainda que prefira educação e saúde mais eficientes, assim como efetivo combate à corrupção.

Se fosse para promover a reforma política, no entanto, ao contrário dessa enganação, bastaria a presidente convocar ao seu gabinete os líderes e dirigentes dos partidos de sua base, deixá-los a pão e água enquanto não se entendessem e chegar a um elenco de mudanças político-eleitorais capazes de formar novas instituições. A maioria de que o governo imagina deter votaria o projeto em quinze minutos. Caso contrário, melhor seria que todos renunciassem. Porque pretender que o governo tem maioria quando não tem, impõe, no mínimo, uma nova maioria. Ou um novo governo...

 

 

 


cartão corporativo dos políticos

 

 

 

Bar do Silvio, no Mercado Público, na hora do almoço. Quando estou pelo centro, às vezes, almoço num boteco,no bom sentido que servem muito bem os que vão comer ali. de Manhã tem café,até as 10 horas. depois almoço e no meio da tarde café. indico porque é como churrascaria de beira de estrada onde tudo o que é caminhoneiro pára, ou seja, é bom, e neste restaurante comem os funcionarios que trabalham no mercado público central.

Estava na casa da Silvia no sábado passado e fiz estas fotos do pôr -do- sol. O Brasil ganhava da Itália e o fim de tarde estava realmente muito bonito....

ainda o niver do Adeli: O narrador deste blog, o Magrão e um convidado do aniversariante(foto, de um assessor do prefa)

 

 

 

 

Coleguinhas
Me chega a informação de que havia no prédio da zeagá até um esquema de retirada caso as ' hordas' invadissem o prédio do jornal líder do Rio Grande...Seria a segunda vez na história do jornal, fundado em maio de 1964, que ele não seria impresso no local. A primeiro foi num 28 de março de 1973 quando este reporter que vos fala estava começando na profissão e também viu as labaredas se formarem. Escremos todos nossas matérias que foram impressas no JC que passou pra história da ZH involuntariamente

*

Mais uma da zeaga e das manifestações: muitos pais das ' guriazinhas' - no bom sentido,sem ser pejorativo que fazem a zeaga de hoje em dia recebiam telefonemas dos pais nervosos que em casa ouvindo pela TVCOm que as "hordas barbaras"
- isto é ironia minha,né - estavam marchando pela João pessoa em direção a Ipiranga, ligavam pro celular da filhinha nervosissimos mandando que evacuassem o prédio da avenida Ipiranga,1075 e fossem pra casa.

*

Na historia do jornal, nunca houve uma ameaça tão concreta de invasão quanto esta das manfiestaçoes do Passe livre....

Já teve outras, do MST anos atras e do sindicato dos jornalistas que no final dos anos 70, queria apenas pichar as paredes do jornal. Esta ousadia era do então jovem entusiasta preside3nte do sindicato, Antonio Oliveira, que hoje está alinhado com a ZH, porque ambos estão defendendo o que está ai, suponho....

 

 

 

Coleguinhas

Moema Bauer, que hoje trabalha na taquigrafia da ALRS trabalhou 6 anos na Unimed. Ela substituiu uma colega que viera de Uruguaiana. Entrou na Unimed, com um ' pistolão'. Marco Túlio de Rose, advogado da Unimed, desde o começo.

*

Depois Moema trablahou em veiculos de comunicação:ZH, FT,entre outros. atualmente está na ALRS. E por se aposentar.

 

 

 

Assunto: Câmara de Vereadores vota Moção de Repúdio ao projeto "Cura Gay" nesta quarta-feira
Data: 26/06/2013 11h33min48s UTC

Câmara de Vereadores vota Moção de Repúdio ao projeto "Cura Gay" nesta quarta-feira
De autoria de Alberto Kopittke, documento contraria aprovação da Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Deputados

A Moção de Repúdio ao projeto chamado de "Cura Gay" entra em votação na sessão plenária desta quarta-feira (26/06) na Câmara de Vereadores de Porto Alegre. Se aprovada, a proposta apresentada pelo vereador Alberto Kopittke será encaminhada para a Presidência da República, a Câmara dos Deputados, o Senado Federal e o Supremo Tribunal Federal.

"O referido projeto estimula a violência e o preconceito na sociedade brasileira, país onde já ocorrem mais de 200 homicídios de homossexuais por ano", destaca o autor do requerimento, vereador Alberto Kopittke. Desde 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) se posicionou contra essa questão, entendendo que a homossexualidade é uma variação natural da sexualidade humana e não pode ser considerada como condição patológica.

O Projeto de Decreto Legislativo 234/11, conhecido como "Cura Gay", aprovado no dia 18 de junho na Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Deputados, altera dois trechos da resolução nº 1/99 do Conselho Federal de Psicologia (CFP) que impede psicólogos de tratarem a homossexualidade como doença, bem como, atuar para a reversão da orientação sexual. O projeto ainda precisa ser votado pelas comissões de Seguridade Social e Família e de Constituição e Justiça (CCJ) antes de ir para o plenário da Casa.

 

 

 

Assessoria de imprensa é a maior empregadora da categoria

Escrito por Karin Villatore
Em referência ao Dia do Jornalista (7 de abril), a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) disponibilizou o relatório final da pesquisa “Perfil profissional do jornalista brasileiro”, baseada em respostas de mais de dois mil profissionais de todo o Brasil. Além do caráter metalinguístico do relatório – o jornalista adotando a si próprio como fonte - os números em si chamam bastante a atenção.

A proporção feminina na área é grande: 64% dos profissionais da imprensa são mulheres. Nesse contexto, porém, os homens recebem salários maiores: 50% têm vencimentos superiores a cinco salários mínimos.

São Paulo revelou ser o grande centro brasileiro jornalístico, por ser o Estado que, sozinho, concentra 40% dos trabalhadores da categoria. Ressalte-se também a quantidade de ex-aprendizes: 76% já foram estagiários. Mesmo assim, podemos perceber que 24% de profissionais ausentes da fase de ensino prático ainda é um número alto, considerando-se o peso do estágio para a profissionalização.

Um destaque importante da pesquisa da Fenaj é a representação da assessoria de imprensa. Afinal, 68% são contratados privativamente como assessores, sendo que todas as outras funções pertinentes ao Jornalismo espremem-se em 32%. Quando o gabarito do pesquisador disponibilizava ao profissional escolher mais de uma atividade desenvolvida, ainda assim venceu o assessoramento, com 88% das escolhas.

"Afinal, 68% são contratados privativamente como assessores, sendo que todas as outras funções
pertinentes ao Jornalismo espremem-se em 32%" (Imagem: Comunique-se Educação)

Tais números confirmam o que já sabíamos. A assessoria de imprensa, apesar de não ser reconhecida como categoria, é a maior empregadora jornalística, tanto de recém-formados como dos profissionais cuja estrada é maior, por vezes expurgados da constante roleta russa dos veículos de mídia. É sabido que o mercado pode ser um pouco “cruel” com os profissionais de pouca vivência ou que já alcançaram uma idade avançada. Podemos conceber a assessoria, portanto, inclusive como cumpridora de importante função social, ao oferecer aos jovens ou experientes jornalistas a oportunidade de mostrar seu valor.

 

 

 

MAis fotos davisita de Carlos Lupi a São Borja, pelo dia 21 de junho passado!dia da lembrança da morte de Leonel Brizola acontecida em 2004.

 

 

 

Juliana Mynssen · 3.024 seguidores
Sexta às 23:13 próximo a São Conrado, Rio de Janeiro

·

"O dia em que a Presidenta Dilma em 10 minutos cuspiu no rosto de 370.000 médicos brasileiros."

Há alguns meses eu fiz um plantão que chorei. Não contei à ninguém (é nada fácil compartilhar isso numa mídia social). Eu, cirurgiã-geral, "do trauma", médica "chatinha", preceptora "bruxa", que carrego no carro o manual da equipe militar cirúrgica americana que atendia no Afeganistão, chorei.
Na frente da sala da sutura tinha um paciente idoso internado. Numa cadeira. Com o soro pendurado na parede num prego similiar aos que prendemos plantas (diga-se: samambaias). Ao seu lado, seu filho. Bem vestido. Com fala pausada, calmo e educado. Como eu. Como você. Como nós. Perguntava pela possibilidade de internação do seu pai numa maca, que estava há mais de um dia na cadeira. Ia desmaiar. Esperou, esperou, e toda vez que abria a portinha da sutura ele estava lá. Esperando. Como eu. Como você. Como nós. Teve um momento que ele desmoronou. Se ajoelhou no chão, começou a chorar, olhou para mim e disse "não é para mim, é para o meu pai, uma maca". Como eu faria. Como você. Como nós.
Pensei "meudeusdocéu, com todos que passam aqui, justo eu... Nãoooo..... Porque se chorar eu choro, se falar do seu pai eu choro, se me der um desafio vou brigar com 5 até tirá-lo daqui".
E saí, chorei, voltei, briguei e o coloquei numa maca retirada da ala feminina.
Já levei meu pai para fazer exame no meu HU. O endoscopista quando soube que era meu pai, disse "por que não me falou, levava no privado, Juliana!" Não precisamos, acredito nas pessoas que trabalham comigo. Que me ensinaram e ainda ensinam. Confio. Meu irmão precisou e o levei lá. Todos os nossos médicos são de hospitais públicos que conhecemos, e, se não os usamos mais, é porque as instituições públicas carecem. Carecem e padecem de leitos, aparelhos, materiais e medicamentos.
Uma vez fiz um risco cirúrgico e colhi sangue no meu hospital universitário. No consultório de um professor ele me pergunta: "e você confia?".
"Se confio para os meus pacientes tenho que confiar para mim."
Eu pratico a medicina. Ela pisa em mim alguns dias, me machuca, tira o sono, dá rugas, lágrimas, mas eu ainda acredito na medicina. Me faz melhor. Aprendo, cresço, me torna humana. Se tenho dívidas, pago-as assim. Faço porque acredito.
Nesses últimos dias de protestos nas ruas e nas mídias brigamos por um país melhor. Menos corrupto. Transparente. Menos populista. Com mais qualidade. Com mais macas. Com hospitais melhores, mais equipamentos e que não faltem medicamentos. Um SUS melhor.
Briguei pelo filho do paciente ajoelhado. Por todos os meus pacientes. Por mim. Por você. Por nós. O SUS é nosso.
Não tenho palavras para descrever o que penso da "Presidenta" Dilma. (Uma figura que se proclama "a presidenta" já não merece minha atenção).
Mas hoje, por mim, por você, pelo meu paciente na cadeira, eu a ouvi.
A ouvi dizendo que escutou "o povo democrático brasileiro". Que escutou que queremos educação, saúde e segurança de qualidades. "Qualidade"... Ela disse.
E disse que importará médicos para melhorar a saúde do Brasil....
Para melhorar a qualidade....?
Sra "presidenta", eu sou uma médica de qualidade. Meus pais são médicos de qualidade. Meus professores são médicos de qualidade. Meus amigos de faculdade. Meus colegas de plantão. O médico brasileiro é de qualidade.
Os seus hospitais é que não são. O seu SUS é que não tem qualidade. O seu governo é que não tem qualidade.
O dia em que a Sra "presidenta" abrir uma ficha numa UPA, for internada num Hospital Estadual, pegar um remédio na fila do SUS e falar que isso é de qualidade, aí conversaremos.
Não cuspa na minha cara, não pise no meu diploma. Não me culpe da sua incompetência.
Somos quase 400mil, não nos ofenda. Estou amanhã de plantão, abra uma ficha, eu te atendo. Não demora, não. Não faltam médicos, mas não garanto que tenha onde sentar. Afinal, a cadeira é prioridade dos internados.
Hoje, eu chorei de novo.
Parte superior do formulário
<![if !supportLists]>o <![endif]>55.302 pessoas curtiram isso


Pronunciamento Dilma: nota oficial das entidades médicas.

A SAÚDE PÚBLICA E A VERGONHA NACIONAL

Há alguns anos, a presidente Dilma Rousseff foi vítima de grave problema de saúde. O tratamento aconteceu em centros de excelência do país e sob a supervisão de homens e mulheres capacitados em escolas médicas brasileiras. O povo quer acesso ao mesmo e não quer ser tratado como cidadão de segunda categoria, tratado por médicos com formação duvidosa e em instalações precárias.

Por isso, a Associação Médica Brasileira (AMB), a Associação Nacional dos Médicos Resisdentes (ANMR), o Conselho Federal de Medicina (CFM), a Federação Nacional dos Médicos (FENAM) manifestam publicamente seu repúdio e extrema preocupação com o anúncio de "trazer de imediato milhares de médicos do exterior", feito nesta sexta-feira (21), durante pronunciamento em cadeia de rádio e TV.

O caminho trilhado é de alto risco e simboliza uma vergonha nacional. Ele expõe a população, sobretudo a parcela mais vulnerável e carente, à ação de pessoas cujos conhecimentos e competências não foram devidamente comprovados. Além disso, tem valor inócuo, paliativo, populista e esconde os reais problemas que afetam o Sistema Único de Saúde (SUS).

Será que os "médicos importados"- sem qualquer critério de avaliação ou com diplomas validados com regras duvidosas - compensarão a falta de leitos, de medicamentos, as ambulâncias paradas por falta de combustível, as infiltrações nas paredes e as goteiras nos hospitais? Onde estão as medidas para dotar os serviços de infraestrutura e de recursos humanos valorizados? Qual o destino dos R$ 17 bilhões do orçamento do Governo Federal para a saúde que não foram aplicados como deveriam, em 2012? Porque vetaram artigos da Emenda Constitucional 29, que se tivesse colocada em prática teria permitido uma revolução na saúde?

Os protestos não pedem "médicos estrangeiros", mas um SUS público, integral, gratuito, de qualidade e acessível a todos. É preciso reconhecer que é a falta de investimentos e a gestão incompetente desse sistema que afastam os médicos brasileiros do interior e da rede pública, agravando o caos na assistência.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), os Governos de países com economias mais frágeis investem mais que o Brasil no setor. Na Argentina, o percentual de aplicação fica em 66%. No Brasil, esbarra em 47%. O apelo desesperado das ruas é por mais investimentos do Estado em saúde. É assim que o Brasil terá a saúde e os "hospitais padrão Fifa", exigidos pela população, e não com a "importação de médicos".

A AMB, o CFM e a FENAM -assim como outras entidades e instituições, os 400 mil médicos brasileiros e a população conscientes da fragilidade da proposta de "importação" - não admitirão que se coloque em risco o futuro de um modelo enraizado na nossa Constituição e a vida de nossos cidadãos. Para tanto, tomarão tomas as medidas possíveis, inclusive jurídicas, para assegurar o Estado Democrático de Direito no país, com base na dignidade humana.

ASSOCIAÇÃO MÉDICA BRASILEIRA (AMB)
ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS MÉDICOS RESIDENTES (ANMR)
CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA (CFM)
FEDERAÇÃO NACIONAL DOS MÉDICOS (FENAM)

 

 

 

a NOITE DA SEGUNDA, DIA 24 DE AGOSTO, A NOIT EMAIS LONGA DO ANO FOI TAMBÉM UMA DAS MAIS TERRIVEIS VIVIDAS PELO CENTRO DE PORTO ALEGRE. EM TODOS OS SENTIDOS.

 

 

brasil, mostra a tua cara, quero ver....

olha aí um BRASIL QUE NÃO PROTESTA, QUE NÃO FAZ NADA, QUE SIMPLESMENTE ESPERA A MORTE CHEGAR. QUE TRISTEZA....

 

 

EM MINHAS ANDANÇAS MATINAIS PEGUEI O VELHO CASARÃO DO LUTZ, DO LOKO DO ALEMÃO LUTZ...ALI VIVEU SEU PAI.
A FALECIDA ESPOSA DO LUTZENBERGER DIZIA QUE O PATIO DE SUA CASA ERA UMA ' LATRINA', ISTO PORQUE O ECOLOGISTA NÃO DEIXAVA MATAR NADA E TUDO QUE TINHA DE ADUBO ELE MANDAVA POR LÁ...

OLHEI PRA AQUELE VELHO CASARÃO, ME PARECE QUE FOI TOMBADO E VI UM GRANDE ÁRVORE NOS FUNDOS. SÓ PODIA SER COISA DO LUTZ...MESMO...QUE FOI NO MEU MODO DE VER UM DOS HOMENS MAIS INTELIGENTES QUE CONHECI.

 

 

 

EM BUSCA DE UMA FOTO DO VELHO BAR FEDOR DA FELIPE CAMARÃO PRUM LIVRO QUE VOU EDITAR SOBRE BARES DE PORTO ALEGRE E SUAS LENDAS PARTICULARES FUI ATÉ O JONI NA VENANCIO AIRES, QUE CONHEÇO DESDE 1969. ERA LÁ QUE CORTÁVAMOS OS CABELOS ..O JONI VEIO DO ALEGRETE, OU SÃO GABRIEL,SE NÃO ME FALHA A MEMÓRIA. ELE MORREU MAS O FILHO CONTINUA O SALÃO DO PAI. O SILVIO GENTE FINA VAI ME AJUDAR A ACHAR ALGUÉM QUE TENHA A FOTO DO VELHO BAR FEDOR...

A PRIMEIRA FOTO ERA QUANDO O JONI CORTAVA CABELO NUM SALÃO DA FELIPE CAMARÃO. A OUTRA JÁ É ENDEREÇO DA VENANCIO ONDE ELE FICOU 42 ANOS. AGORA SE MUDOU PRO LADO.
LEMBRO BEM DISTO TUDO PORQUE ASSIM QUE VIM DE SERAFINA, MANDAVA COSTURAR ROUPA NA MULHER DO JONI QUE FAZIA ISTO PRA NOS DA VELHA JUC-5..QUANTE STRUSSIE( QUANTA DIFICULDADES....)

 

 

 

 

OLHA SÓ O NOME DA TRANSPORTADORA JABA....ISTO EM JORNALISMO QUER DIZER TOCO. ..SABEM O QUE É TOCO????

 

 

 

perto do triangulo da assis brasil, os garis almoçom antes das 11 da matina...

 

 

 

 

mais funcionários do Barranco na hora da boia do meio dia....

 

 

 

Diario do blog

os funcionários do Barranco almoçam...atenção pra moça pitando um cigarro....

 

 

 

Fotoblog

 

Na Praça Parobé, este humilde fotógrafo, parodiando o humilde marques do coleguinha Wanderley Soares, pegou estas criaturas tocando gaita e venddo cd pra viver,ou melhor sobreviver....

 

 

 

Redução das passagens avança no Congresso Nacional
25/06/2013 16:53:34

A política de redução da passagem de ônibus em desenvolvimento pela prefeitura em Porto Alegre é reforçada agora pela desoneração dos impostos em nível nacional, aprovada por unanimidade na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, nesta terça-feira, 25. O prefeito José Fortunati, presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), enfatiza a importância da conquista do Regime Especial de Incentivos para o Transporte Coletivo (Reitup) para os municípios, após ter defendido junto aos senadores agilidade na aprovação em audiência pública em Brasília no dia 19 de junho.

O agendamento da votação para hoje foi confirmado pelo presidente da CAE, senador Lindbergh Farias, na reunião com Fortunati na última semana. Na próxima terça-feira, 2, o projeto de lei deve passar por votação terminativa na CAE. “O esforço conjunto entre a Frente Nacional de Prefeitos e os senadores somado à mobilização popular permitiu que o processo finalmente fosse votado. O Reitup viabiliza a redução das passagens pela desoneração dos tributos e cria um conjunto de medidas para organizar e qualificar o serviço do transporte coletivo para a população”, afirma Fortunati.

O tema tramita há cerca de dez anos no Congresso Nacional. O Reitup permitirá que a tarifa de transporte coletivo seja incluída como item da cesta básica e receba as isenções tributárias que o governo federal tem concedido a outros segmentos da economia, como a linha branca. O projeto permite que estados e municípios apliquem desonerações no ICMS e no ISSQN, reduzindo o preço da passagem do transporte coletivo.

Redução em Porto Alegre - Em 18 de junho, a prefeitura encaminhou projeto de lei à Câmara Municipal para isentar o serviço de transporte de ônibus do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), a fim de reduzir a tarifa na Capital para R$ 2,80, incluindo a isenção do PIS/Cofins já concedida pelo governo federal por medida provisória.

Atualmente, a tarifa da Capital está fixada em R$ 2,85 por decisão liminar da Justiça. Com a isenção do ISSQN, o município deixará de arrecadar R$ 15 milhões anuais como forma de subsidiar o transporte coletivo e reduzir o valor da passagem para o usuário. A alíquota de ISSQN em vigor para o serviço em Porto Alegre é de 2,5%.

A fim de buscar uma redução ainda maior para a passagem, o prefeito formalizou ao governador Tarso Genro pedido para que seja encaminhada ao Legislativo estadual redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o óleo diesel consumido pelo setor de transporte coletivo. Cálculos preliminares apontam que a isenção do imposto estadual poderia resultar em tarifa de R$ 2,73.

 

Com todo o respeito, mas a montanha gerou um rato. As propostas da presidente Dilma aos governadores e prefeitos das capitais, ontem, tiveram o sabor das meias-solas com que tempos atrás os sapateiros faziam a felicidade da classe média. Começa que os convidados não puderam exprimir seus pontos de vista. Limitaram-se a meros ouvintes de um discurso vago e fantasioso onde faltou o principal, ou seja, como implementar mudanças e reformas apenas enunciadas.

Tome-se a principal referência, transmitida em mera sugestão para o futuro: a convocação de uma Assembléia Constituinte Exclusiva para realizar a reforma política. A chefe do governo recomenda um plebiscito para o eleitorado decidir sobre uma inconstitucionalidade, mas não define como e quanto essa consulta popular se realizaria. De imediato, quer dizer, com imprescindíveis meses de preparação? Ou junto com as eleições gerais do ano que vem?

Quem poderá candidatar-se? Os atuais deputados e senadores que certamente disputarão a reeleição em 2014? Aqueles que tiverem sido derrotados em pleitos anteriores, demonstrando a queda de nível da representação? Ou haverá a possibilidade desse histriônico acúmulo de funções? Constituintes exclusivos de manhã, parlamentares de tarde? Que tal a discriminação elitista de poderem integrar a Constituinte Exclusiva apenas os bacharéis em Direito? Os professores com livros publicados, mas será preciso saber se suas edições não encalharam?

Mas tem mais. Muito mais. Funcionando ao mesmo tempo, o Congresso e a Exclusiva poderão bater de frente. Se esta votar a proibição de doações particulares nas campanhas eleitorais e aquele determinar a possibilidade de as empresas continuarem contribuindo para os candidatos, presume-se que prevaleça a decisão dos exclusivos, mas se logo depois ou ao mesmo tempo deputados e senadores utilizarem seu poder constituinte derivado, cláusula pétrea da carta de 1988, que decisão prevalecerá?

Quem convocará a Constituinte Exclusiva? O próprio Congresso, caso o plebiscito se manifeste a favor? Mas se a maioria parlamentar recusar-se a gerar esse filho espúrio, deverá o Executivo sobrepor-se ao Legislativo, quem sabe através de um Ato Institucional? Quanto ao Judiciário, na hipótese de conflito entre as duas instituições, reivindicará o poder decisório?

Surgem outros obstáculos: onde se reunirá a Assembléia Constituinte Exclusiva? Quantos integrantes terá? Se for em Brasília, talvez no estádio Mané Garrincha, enquanto a Copa do Mundo de Futebol não começar. Quem arcará com as despesas, quantos funcionários trabalharão nela?

Em suma, a principal proposta da presidente Dilma compõe uma farsa daquelas destinadas a enganar os trouxas. Será uma reverência a mais que sucessora faz ao antecessor, porque essa idéia absurda foi pela primeira vez levantada pelo Lula, anos atrás. Uma forma de enxugar gelo e de ensacar fumaça, enganando não se sabe quem, porque a juventude que foi e continua nas ruas quer a reforma política, ainda que prefira educação e saúde mais eficientes, assim como efetivo combate à corrupção.

Se fosse para promover a reforma política, no entanto, ao contrário dessa enganação, bastaria a presidente convocar ao seu gabinete os líderes e dirigentes dos partidos de sua base, deixá-los a pão e água enquanto

não se entendessem e chegar a um elenco de mudanças político-eleitorais capazes de formar novas instituições. A maioria de que o governo imagina deter votaria o projeto em quinze minutos. Caso contrário, melhor seria que todos renunciassem. Porque pretender que o governo tem maioria quando não tem, impõe, no mínimo, uma nova maioria. Ou um novo governo…

 

 

 

 

Inter de 1975!

da esq para dir....Manga,Claudião,Figueroa,Herminio, Vacaria,Falcão,agachados, Valdomiro,Escurinho, Flávio Bicudo,Paulo Cesar Carpegiani e Lula....é o Inter campeão Brasileiro contra o Cruzeiro...


Na outra foto

A Unimed quando estava começando na Santa Terezinha....Não foi a sede original, que era uma casa, esta foi a segunda sede...Nesta foto, dos funcionários, está a colega Moema Bauer. Ela trabalhou na Unimed durante cinco anos.

Acervo: da foto do Inter é do Affonso, dono de um bar na Nilopolis( a parte ' pobre' da avenida, como a chamava a Maria Iara Rech) e a foto da Unimed é do Silvio, hoje dono do salão Joni, na Venâncio Aires


 

 

 

Abraços

 

Tatiana Feldens

 

 

Os anos dourados na Praça da Alfândega

Quem cruza hoje pela Praça da Alfândega - ainda em reforma – não deve imaginar que no local onde estão as duas pomposas sedes do Banrisul e Caixa Econômica Federal houve um boteco e point de encontro para prostitutas que ficavam por ali nos fundos da Sete de Setembro.

Os cinemas da redondeza aglutinavam multidões nas noites e especialmente nos finais de semana. E tinha a Matheus, sim a Confeitaria, que depois se mudou para a Borges e parou por ali. E é claro o espaço mais chique e badalado da cidade: o Clube do Comércio, onde os bailes de debutantes eram ‘o acontecimento’ e seus convites eram disputados a tapa.

Isto e muito mais você vai encontrar no livreto ‘Os anos dourados na Praça da Alfândega’, editado em 1994, pela Artes e Ofícios, de autoria de José Rafael Rosito Coiro. Já falecido, sabia escrever como poucos. Foi um grande professor de Biologia no Julinho e contribuiu enormemente para a área acadêmica da UFRGS, escrevendo artigos e contos de ficção científica.

Se você sabe pouco sobre os anos 50, 60 e 70 em Porto Alegre e quer entender a época, os costumes, os valores, a leitura é obrigatória. A publicação conta histórias de figurinhas carimbadas da vida noturna da cidade. As histórias de personagens conhecidos no Brasil inteiro misturam-se com figuras anônimas que frequentaram o ambiente da Praça, revelando o rico cotidiano de uma cidade que se esforça para não esquecer seu passado.

O preconceito era brutal contra "gaúcho", especialmente aquele que vinha com sotaque de interior e vestia traje tradicional. Hoje o que aplaudimos, naquela época era motivo de chistes e agressões. Coitada das "bicha" como eram chamados os homossexuais de então. Alguns furaram bloqueios e se juntaram a turma de boas vidas, de boêmios, de provocadores ingênuos (às vezes nem tanto) do Coiro ali na frente do Clube do Comércio. O China Gorda é um bom exemplo, conhecido também pelos seus dotes culinários.

E quem não conheceu ou não ouviu falar da grande jornalista e dama avant guarde Gilda Marinho, que morava no Edifício do Clube do Comércio. Há um relato marcante de como ela dobrou a conservadora sociedade gaúcha. Era de uma genialidade ímpar e sabia curtir a vida como ninguém. Dizem que o galante prefeito Loureiro da Silva - não está no livro - tinha uma paixão por ela.

Mas quero voltar ao grosso do conteúdo destes anos dourados, de como era a vida dos adolescentes, a sua iniciação sexual, a relação com os cabarés - frequentados, muitas vezes, apenas para dançar e beber. Como era penoso para as moças de então que tinham que conservar a virgindade para casar e não serem mal faladas.

Tem relatos incríveis sobre os metidos da época, os endinheirados e esnobes, cujas famílias não souberam fazer os filhos pensar e trabalhar (e às vezes, estudar), caindo na decadência financeira. Os idosos há muitos anos são os donos desta Praça, e reforço não é ruim. Mas perdemos muitas personagens fantásticas e esquisitas, sobrou muito corre-corre, vendedores ilegais, sujeira e árvores mal cuidadas.

Com este relato rendo minha homenagem ao autor e aos que povoaram a Praça, sonharam e viveram esta Porto Alegre, que merece ser resgatada, para podermos fazê-la melhor.

Adeli Sell

Escritor e consultor.

 

 

 

Prejuízo da prefeitura com atos de vandalismo chega a R$ 895 mil
25/06/2013 11:58:05

Foto: Samuel Maciel/PMPA

Telecentro comunitário teve vidros, portas e computadores depredados

O vandalismo ao final da noite desta segunda-feira, 24, no quarto ato de manifestações em Porto Alegre, trouxe como saldo a destruição do telecentro comunitário na rua João Alfredo, que seria inaugurado no início de julho; a invasão e depredação da capatazia do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), na rua da República, ambos na Cidade Baixa; 28 contêineres vandalizados, dos quais 17 queimados, e muitas placas de sinalização e semáfaros danificados e depredados. Além disso, prédios privados e públicos do Centro Histórico e Cidade Baixa amanheceram pichados. O prefeito em exercício, Sebastião Melo, acompanhou o manifesto do Centro Integrado de Comando da Cidade de Porto Alegre (Ceic). O prejuízo aos cofres públicos, após quatro noites já chega a cerca de R$ 895 mil.
O serviço de limpeza urbana deve ser regularizado até o final do dia de hoje, inclusive com a recolocação dos 80 contêineres que foram retirados das ruas preventivamente.
Segundo Sebastião Melo, "o Ceic cumpriu muito bem o seu papel. A tecnologia precisa estar sempre a serviço do cidadão. E foi exatamente o que aconteceu ontem”. Para o prefeito em exercício, as câmeras de monitoramento, entre outros benefícios, possibilitaram uma melhor ação da Brigada Militar e da Guarda Municipal no combate à violência, da EPTC para desviar a rota dos ônibus, além de diversas outras medidas que foram adotadas com base nas informações geradas pelo Centro Integrado.

Ataques a prédios públicos – Localizado na sede da Secretaria Municipal da Juventude (SMJ), o telecentro comunitário foi depredado: quebraram vidros, portas, computadores e destruíram toda a rede de fibra ótica, que estava pronta para o funcionamento de 10 computadores do Telecentro. Por sorte, estes equipamentos ainda não haviam sido instalados. Um computador, a estrutura de duas cortinas de ferro, bem como os vidros da porta interna, mobiliários da sede da SMJ e do telecentro foram quebrados. Os prejuízos devem ficar em torno de R$ 9 mil e foi cancelada a inauguração do telecentro prevista para terça-feira, 02 de julho. O novo telecentro deve atender a mais de 200 pessoas por mês, promovendo acesso à informática e internet, orientação sobre serviços da prefeitura, entre outros.
Já na capatazia do DMLU os estragos provocaram prejuízos calculados em R$ 1,5 mil. Garis e servidores estavam no local no momento da ação dos vândalos, que picharam e quebraram vidros a pauladas e pedradas. Ninguém se feriu. Desta vez, 28 contêineres foram alvo de vandalismo, dos quais 17 foram queimados e terão de ser substituídos.
Um dos prédios da sede da EPTC teve 16 vidros quebrados. Semáforos e placas de sinalização foram depredadas causando prejuízos estimados em R$ 3 mil. A Guarda Municipal destacou cerca de 60 agentes para assegurar, especialmente, a proteção do Paço Municipal, além de equipes em unidades móveis para apoiar a segurança em outros prédios públicos.

Contêineres – Desde o início da madrugada, o DMLU trabalha na reposição dos 80 contêineres que foram removidos de vias dos bairros Cidade Baixa e Centro para evitar as ações de vandalismo e na substituição dos equipamentos. Além disso, 70 garis realizam desde a madrugada a limpeza das vias por onde os manifestantes transitaram, realizando a varrição e a coleta do lixo acumulado e espalhado. Cada equipamento de coleta automatizada de lixo tem um custo de R$ 5 mil. Nas quatro últimas manifestações, 130 contêineres foram vandalizados e 53 tiveram de ser substituídos, o que corresponde a um prejuízo de cerca de R$ 265.000,00.

Vídeomonitoramento – No Ceic, que operou em estado de “Atenção”, todas as 24 posições de trabalho estavam ocupadas, monitorando 658 câmeras. O status vigorou das 17h15min às 23h, quando foi encerrada a operação especial, que envolveu os órgãos da prefeitura responsáveis pelo atendimento ao cidadão, além da Brigada Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil.
Os técnicos acompanharam os deslocamentos, para desviar linhas de ônibus e bloqueando o acesso de veículos às ruas ocupadas pelos manifestantes, alterar os tempos da rede semafórica, para garantir maior fluidez no trânsito, controlar os prédios públicos e acionar unidades do Corpo de Bombeiros em pequenos focos de incêndio. Da sala de comando, a Prefeitura conseguiu atender de forma ágil às ocorrências, para garantir segurança, a circulação e os serviços públicos para o cidadão numa noite atípica.

Transporte Público e Trânsito – Uma equipe de 200 fiscais controlaram o trânsito na Capital, orientando modificações de rotas e atendendo a chamados. Desta vez, a Carris não registrou prejuízos e nenhum veículo foi retirado de circulação. No horário das manifestações estavam à disposição da população 335 ônibus da frota da empresa. Algumas alterações de itinerário, determinadas pela EPTC, foram necessárias em virtude do bloqueio em diversas ruas no Centro Histórico. Na manifestação do dia 17, um ônibus com acessibilidade e ar condicionado, no valor de R$ 600 mil, foi incendiado e inutilizado e outros quatro depredados, exigindo reparos no valor de R$ 6,5 mil.

Equipes da Prefeitura para assegurar serviços
o 200 agentes de trânsito
o 62 guardas municipais
o 80 garis
o 50 agentes no Ceic

Prejuízos com as depredações em quatro dias de manifestações
o Ataque à sede da SMJ e Telecentro Comunitário: R$ 9 mil
o 130 contêineres vandalizados e 53 inutilizados: R$ 230 mil
o Semáforos destruídos, placas de trânsito pichadas, danos no guarda-corpo da ciclovia da Ipiranga: R$ 48 mil
o Ônibus novo com acessibilidade e ar condicionado: R$ 600 mil
o 04 ônibus depredados (já arrumados: R$ 6.540,90
o Ataque à capatazia do DMLU: R$ 1,5 mil

 

 

 


 

 

 

QUEM TEM MEDO DAS RUAS E DAS REDES?

Quem tem medo das ruas e das redes?

José Dirceu

A oposição piscou, não esperava a proposta de pacto feita ontem pela presidenta Dilma Rousseff . Pacto se constrói com a sociedade e não apenas com os três Poderes, partidos e governantes. A oposição preferiu não discutir e não participar, pelo menos por meio de seus partidos, o PSDB, o DEM e o PPS.

Fez um manifesto contra a proposta e pediu uma CPI para as obras da Copa, que envolve prefeitos e governadores de seus partidos. Diz que cabe ao Congresso Nacional fazer a reforma política, proposta pela presidenta via plebiscito para convocar uma Assembleia Nacional Constituinte exclusiva com esse objetivo.

A oposição e a maioria da Câmara se recusam a aprovar qualquer reforma política, inclusive a já aprovada pelo Senado com financiamento público e voto em lista, fim das coligações proporcionais e outras medidas.

Já o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso diz que a proposta de plebiscito e constituinte é autoritária. Dizer que consultar o povo, devolver ao povo o poder de decisão, é autoritário é típico do DNA tucano elitista e temeroso da soberania popular. Quem fala em nome do Brasil são as urnas, o voto soberano popular.

Por que os tucanos temem as urnas e o Plebiscito

Não se trata de uma discussão jurídica e constitucional. Na verdade, os tucanos – FHC à frente – e a oposição não querem devolver o poder ao povo. Temem o povo. Não querem que o povo faça aquilo que eles bloqueiam no Congresso Nacional, a reforma política.

Uma Assembleia Nacional Constituinte exclusiva com o objeto determinado não é o mesmo que uma que seja produto de ruptura com toda a institucionalidade e constitucionalidade anterior. Portanto, tem legitimidade e é, sim, constitucional.

Mas, de qualquer forma, o que interessa é que o povo decida, seja por uma Assembleia Nacional Constituinte ou por um plebiscito, e faça a reforma política que o Congresso não quer fazer e ponha fim ao atual sistema político eleitoral totalmente dominado pelo poder econômico.

A proposta da presidenta sobre os 100% dos royalties do petróleo para a educação também é fundamental. É decisiva para uma revolução social e tecnológica no Brasil. Mas vale recordar que os governadores se opuseram aos 100% dos royalties para a educação e orientaram suas bancadas a votar contra.

As propostas para a saúde, mobilidade urbana, e responsabilidade fiscal precisam ser analisadas, já que propõem mais investimentos e gastos em saúde e transporte. E sabemos que um pacto de estabilidade, de crescimento sem inflação, implica medidas quase sempre incompatíveis com o aumento dos investimentos e gastos. Falta então a reforma tributária, que deve fazer parte do pacto de estabilidade, uma vez que a presidenta anunciou R$ 50 bilhões de reais de investimentos em transportes; e a saúde exige mais recursos.

Vamos para as ruas!

Assim, essas propostas também passam por um amplo debate com a sociedade e exige a partir de agora que os partidos e movimentos sociais que apoiam que essas iniciativas mobilizem a sociedade de baixo para cima para apoiá-las não apenas nos partidos, sindicatos, ONGs, movimentos populares e centros acadêmicos, mas também nos bairros e nas ruas, nas redes. Sim, nas redes, onde se trava a principal batalha de comunicação e mobilização. Vamos lutar pelo plebiscito e pelos 100% dos royalties para a educação.

 

Comentario

 

O CENÁRIO DE GUERRA

 

DO DIA DE SÃO JOÃO NO CENTRO DE POA....

 

O centro de Porto Alegre esteve uma praça de guerra nesta segunda, dia de São João e a noite mais longa do ano.

 

Quando cheguei ao centro no onibus 429 nem me dei conta do que acontecia no terminal da Praça Parobé. Notei porém que não havia onibus encostados, como sempre acontece neste horário, o horário do pico do fim da tarde. O 429 depois de encostar pegou os passageiros e se arrancou mas o que me chamou a anteção foi uma moto possante encostada ao lado de outro ônibus que viria pela Protásio. O cara da moto só gritava, cadê o motorista deste ônibus, cadê pENSei emprincipio que fosse algum motoqueiro que procurava o motora por algum motivo...se me caiu a ficha quando olhei pra aquela possante moto e vi nela escrito;BRIGADA MILITAR...era um policial que queria que o motora se mandasse dali o quanto antes....Ao lado ainda avistei uns 10 brigadianos de motos todos postados pro ataque...os policiais realmente estavam nervosos, em estado de ' guerra'....

 

Imaginei que o pau iria comer e embora não esteja acostumado a este tipo de cobertura, meu proposito era ir até a frente da prefeitura municipal, onde de longe apenas avistava guarda-chuvas...não fui, tá loko, como diz o faustão, com aquele clima dos brigadianos, pensei, eu vou é pra casa. Me lembrei um pouco do episódio da Praça da Matriz, quando os sem-terra acabaram matando um soldado, na esquina da Borges com Rua da Praia, em 1989,ou 1990.Acho que foi 1990...

 

Subi pela Otávio Rocha e as lojas estavam todas fechadas. Ainda peguei minha máquina e tentei fotografar o brigadiano que mandava o motora arrancar com seu onibus.

 

Na Otávio Rocha estava tudo fechado....só a confeitaria Haiti fechava as portas.Lembrei-me por instantes do estado de sítio do Peru, em Lima,nos anos de 74,75,quando os garçãos saiam correndo dos restaurantes, pegavam os onibus e iam pra casa senão seriam presos pelos soldados...

 

O Brasil, pensei, quase chegou ao estado de sítio, porque pelo que vi na noite de segunda no centro de Porto Alegre, não difere muito, não....

 

Na Dr. Flores não havia um transeunte, um carro andando...e isto que era hora do rush do fim da tarde. tudo fechado, o pessoal já estava preparado pra algum quebra-quebra....

 

Ainda achei que teria que dar uma pernada pra chegar em Petropolis, mas o T-9 na Praça Dom Feliciano ainda funcionava. Peguei um e me mandei. Na quinta da semana passada, o T-9 quando começou o manifesto,chegou apenas até a Ramiro Barcellos.

 

Na segunda passada, não sei se foi sempre até o centro. Nas paradas, o motorista incentiva o passageiro subir no ônibus, porque não garantia até que hora haveria condução..

 

Em casa,depois, vi as passeagas pela TVCom com alguns comentários meio ' infelizes' de coleguinhas, principalmente quando aos manifestantes irem até o prédio da ZH que virou discussão estadual...

 

Não importa...o que sei é que o que vi no centro de Porto Alegre na última segunda vou levar tempo pra me esquecer....

 

Um centro vazio, tomado por soldados e por manifestantes carregando guarda-chuvas na frente do prédio da Prefeitura Municipal...

 

Não sei não, me pareceu muito parecido com o estado de sítio do Peru....

 

Queira Deus que não cheguemos a tanto(Olides Canton)

 

 

As páginas amarelas desta semana da revista Veja trazem o ministro das Comunicações como entrevistado. Assinada pelo editor do impresso em Brasília, Rodrigo Rangel, a reportagem afirma que Paulo Bernardo é "daqueles raros e bons petistas". Durante a conversa, ameaça à liberdade na internet, manifestações e mensalão foram alguns dos temas discutidos.

Ministro Paulo Bernardo é o entrevistado das páginas amarelas (Imagem: Reprodução/Veja)
Para Veja, o ministro quer encerrar "a obsessão do PT de censurar a imprensa e tem missão audaciosa ao começar o debate mundial para impedir a "bisbilhotagem das comunicações na internet". "É preciso respeitar a vida privada das pessoas. A internet alavancou muito a democracia no mundo. Será um horror se ela estiver se transformando num mecanismo para cercear a liberdade", disse à revista.

Bernardo explica que há liberdade para discutir os assuntos no PT. "Algumas pessoas do partido acham que nós podemos fazer, por exemplo, regulação da mídia impressa. Isso não podemos fazer porque não está previsto na Constituição, que começa o capítulo das comunicações afirmando que não pode haver censura de espécie alguma".

Sobre as manifestações que aconteceram no Brasil recentemente, o ministro diz que o protesto traz questões que realmente precisam ser avaliadas. "No começo, eram manifestações contra o transporte público, que, convenhamos, é ruim mesmo". Para ele, a mensagem que isso passa é que as pessoas querem participar mais e ser ouvidas.

 

Fortunati participa de encontro com presidenta Dilma

O prefeito de Porto Alegre e presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) José Fortunati, acompanhado dos governadores e prefeitos das capitais participou do encontro convocado pela presidenta Dilma Roussef na tarde desta segunda-feira, dia 24, para discutir ações a serem implementadas após a onda de protestos que ocorrem em todo país.

A FNP lidera propostas como aprovação do Reitup (Regime Especial de Incentivos para o Transporte Coletivo Urbano e Metropolitano de Passageiros) e defende a incidência da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) sobre a gasolina e o álcool para a constituição de um fundo que financie o transporte público coletivo, barateando ainda mais as tarifa. “Pela primeira vez o governo federal demonstrou estar aberto para discutir o Reitup e a Cide como forma de baratear o preço da tarifa”, disse Fortunati ao final do encontro.

Na reunião com governadores e prefeitos, Dilma sugeriu a realização de plebiscito para ouvir os brasileiros sobre a convocação de um Assembleia Constituinte exclusiva para discutir a reforma política.“ O Brasil tem que avançar na qualificação dos serviços e no combate a corrupção numa pactuação entre as três esferas de governos”, disse Fortunati.

Cinco pactos e um plebiscito - Os cinco pactos anunciados pela presidenta tratam de responsabilidade fiscal, reforma política, saúde, transporte público e educação pública. O da responsabilidade fiscal visa garantir a estabilidade da economia e o controle da inflação. O pacto para “uma ampla e profunda reforma política” na palavra de Dilma prevê um plebiscito para decidir pela convocação de uma Constituinte exclusiva para tratar do tema.

Na saúde, a presidenta garantiu que vai acelerar os investimentos em hospitais e UPAs, além de incentivar a ida de médicos para as regiões afastadas dos grandes centros, com prioridade para os profissionais brasileiros, mas sem descartar a possibilidade da contratação de estrangeiros caso não haja interesse dos médicos locais.

O pacto pela qualidade no transporte público nas grandes cidades, com a ampliação do número de Metros e corredores exclusivos, terá investimentos de R$ 50 bilhões e a criação do Conselho Nacional de Transporte Público com a participação da sociedade civil. Fortunati considerou Importante o anúncio dos R$ 50 bilhões para Mobilidade "pois isso abre a possibilidade de viabilizarmos o tão sonhado Metrô", disse

No pacto pela educação pública, Dilma enumerou alguns pontos que considera essenciais da reforma que propõe: escola em tempo integral, ensino profissionalizante, ensino superior de qualidade, pesquisa, bom salário para professores.

 

 

 

PRESIDENTE FEDERICO FRANCO DIZ QUE ISOLAMENTO AJUDOU O PARAGUAI – Videversus –
As sanções contra o Paraguai impostas por seus sócios do Mercosul e Unasul, liderados pelo governo da neobolivariana Dilma Rousseff, há um ano, em conluio com a peronista populista e muito incompetente Cristina Kirchner, acabaram por beneficiar o país, afirmou na sexta-feira o presidente Federico Franco, assinalando que seu país provou ser mais confiável aos investidores estrangeiros.
"Ao invés de prejudicar o Paraguai, estas suspensões no Mercosul e Unasul em grande medida o beneficiaram. Temos um recorde de investimentos estrangeiros, 304% superior ao registrado no governo anterior", explicou o chefe de Estado. Federico Franco, que substituiu o deposto presidente, o ex-bispo esquerdopata priápico Fernando Lugo, no dia 22 de junho de 2012, após um impeachment relâmpago.
O Paraguai enfrentou o isolamento de Mercosul e Unasul, que julgaram ilegal o processo de destituição, que foi rigorosamente constitucional, legal sob todos os aspectos. Franco explicou que "quem cometeu um golpe contra o Paraguai foi o Mercosul, para permitir a entrada da Venezuela no bloco, cujo ingresso era bloqueado pelo Congresso paraguaio há anos.
O presidente afirmou que Brasil, Argentina e Uruguai "se deram conta da injustiça que cometeram, passando por cima dos acordos", e agradeceu o apoio de Canadá, Estados Unidos, México, da grande maioria dos países da América Central, da Ásia e, especialmente, da União Europeia".
Segundo Federico Franco, a ruptura serviu para promover um acordo de livre comércio com o México e o Paraguai também integra a Aliança do Pacífico desde maio como observador.
Esse foi o resultado da adoção por Dilma da completamente estúpida medida com o Paraguai, fomentou a criação da Aliança do Pacífico, que já detonou o Mercosul. E afastou o Brasil da liderança da América Latina. Que gente mais incompetente, quanta incapacidade.
---ooOoo---
DILMA ROUSSEFF COMPRA MANSÃO DE 5 MILHÕES EM PORTO ALEGRE, AO LADO DA CASA DO EX-MARIDO - Posted: 22 Jun 2013 08:47 PM PDT

O jornalista Claudio Humberto informa:
"Se o futuro a Deus pertence, Dilma já garantiu o seu na cidade do coração em caso de “aposentadoria”, uma bela casa em estilo colonial português avaliada em R$ 5 milhões, no bairro Tristeza, um dos mais nobres da capital gaúcha. Será vizinha do ex-marido Carlos Araújo, pai de sua filha, com quem mantém amizade inabalável e confidente. Mineira, Dilma fez carreira política em Porto Alegre e adora a cidade. Dilma declarou ao Tribunal Superior Eleitoral três outros apartamentos na capital gaúcha, mas a casa não chega aos pés, junto ao rio Guaíba".
Veja no link a localização da nova mansão de Dilma Rousseff https://maps.google.com/?ll=-30.106069,-51.26034&spn=0.001641,0.002642&t=h&z=19

 

 

 

 

Olides. Tive de viajar, a serviço e não levei o PC. Somente quando cheguei, lembrei do dia em que Gardel morreu... Ontem 24 de junho. Estou enviando somente agora a matéria....Um abraço gelson

ARGENTINA LEMBRA GARDEL 78 ANOS DEPOIS DE SUA MORTE

De Santiago do Chile
Gelson Farias

"Sob o teu amparo, não há enganos, voam os anos, esquece-se a dor", diz uma das centenas de placas em homenagem a Carlos Gardel no cemitério portenho de Chacarita, onde muitos o veneram como um santo milagroso, outros o evocam como o melhor cantor de tango da História.
Setenta e oito anos após a sua morte, em Medellín, Colômbia, Gardel ainda é ídolo de milhares de latino-americanos, europeus e japoneses, que visitam o cemitério para homenageá-lo.

Ao túmulo de Gardel comparece como peregrinas famílias inteiras, que deixam oferendas e acendem velas no local. Muitos argentinos, talvez cansados de esperar soluções no plano terrestre, elevaram Gardel à categoria de santo que produz milagres. Também alimenta o mito o desconhecimento de certos aspectos de sua vida privada, a polêmica sobre seu local de nascimento - se foi em França ou Uruguai - e, principalmente, sua morte repentina no auge da carreira, em 1935, num acidente aéreo em Medellín.

"Todos os dias, dezenas de estrangeiros procuram o túmulo de Gardel. Uma vez por semana, é organizado um circuito turístico "tanguero" no cemitério" . O cemitério de Chacarita, onde também foi enterrado o corpo do presidente Juan Domingo Perón, morto em 1974, foi inaugurado em 1871, devido a uma epidemia de febre amarela que causou a morte de 15 mil pessoas em Buenos Aires, quando a população era de 110 mil.

Antes de ser sepultado, em 1936, o corpo de Gardel passou por Nova York, Montevidéu e Buenos Aires, onde foi realizado o último dos quatro velórios, diante de milhares de pessoas que compareceram ao lendário estádio Luna Park, enquanto uma orquestra tocava tangos ininterruptamente. O enterro de Gardel foi um dos mais concorridos já vistos em Buenos Aires, comparável apenas ao de Eva Duarte, a carismática segunda mulher de Perón, que morreu em 1952, aos 33 anos.


 

 

 

Me solidarizo com os colegas da ZH porque eles nada tem a ver com o que seus patrões fazem.(fonte do material. ZH)

 

MANIFESTO DOS JORNALISTAS DE ZERO HORA
Nos últimos dias, a Redação de Zero Hora esteve sob ameaça em duas ocasiões, e isso pode ocorrer outras vezes.

Na segunda-feira, dia 17, e na quinta-feira, dia 20, o Batalhão de Operações Especiais fez barreiras quase em frente ao jornal. Havia - e há - informações de que grupos de vândalos tinham a intenção de depredar, invadir e mesmo incendiar o prédio enquanto dezenas de pessoas estavam ali trabalhando, entre as quais jornalistas, radialistas e inúmeros outros profissionais de áreas como manutenção, alimentação e segurança.

Leia também:
>>> Sindicato dos Jornalistas e Fenaj manifestam solidariedade a profissionais de comunicação do RS
>>> Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos publica nota em apoio a jornalistas do Grupo RBS
>>> Sociedade Interamericana de Imprensa pede segurança a jornalistas
>>> Associação Internacional de Radiodifusão emite comunicado sobre ameaças e ataques contra jornalistas

A imensa maioria dos manifestantes, como o jornal tem destacado, quer protestar de forma pacífica contra governos e diferentes instituições, aí incluída a imprensa. Zero Hora, porém, tornou-se alvo de grupos que defendem abertamente o uso de métodos violentos de protesto, como incendiar veículos e vandalizar prédios.

Como todos os brasileiros, torcemos para que desse movimento resulte, dentro dos marcos da ordem democrática, um país mais justo e uma imprensa melhor.

Nosso papel, neste momento, é noticiar, analisar, refletir as diferentes visões da sociedade sobre o que se vê nas ruas. Desde os protestos contra o aumento das passagens em Porto Alegre, Zero Hora tem dado espaço para múltiplas opiniões sobre o assunto, tentando refletir a pluralidade do movimento e contribuindo para que cada leitor se posicione diante dos acontecimentos. Ainda assim, uma minoria violenta e radical ameaça invadir nosso local de trabalho.

Nesta Redação, trabalham quase duas centenas de profissionais. Quem faz a Zero Hora que você lê são jornalistas que procuram atender ao interesse do público. Acertamos e erramos. Fazemos autocrítica e ouvimos com extrema atenção as críticas dos leitores porque sabemos que estamos sujeitos a errar. Trabalhamos, todos os dias, para sermos cada vez mais transparentes e para aperfeiçoarmos o produto que entregamos ao leitor. Acreditamos que, com todas as suas falhas, a imprensa livre é fundamental para a democracia. Calar a imprensa significa eliminar um canal de troca de informação e debate. Perde a sociedade e perde a democracia.

Por esse motivo, queremos trabalhar, queremos ouvir o público. Queremos cobrir as manifestações da forma mais plural possível. É nosso papel e nossa forma de contribuir para a evolução da sociedade. Mas não podemos aceitar que nossa integridade física esteja ameaçada.

Acreditamos nesse Brasil melhor que as ruas estão exigindo. Nossa maneira de ajudar a construir esse país é fazer jornalismo. Em respeito aos cidadãos e porque acreditamos no jornalismo, não fugiremos ao dever de informar.

Assinam o documento:
Adriana Franciosi
Adriana Irion
Adriano de Carvalho
Alexandre Ernst
Aline Mendes
Ana Carolina Bolsson
André Mags
Andréa Graiz
Anna Castilha
Augusto Turcato
Barbara Nickel
Beth Bertinatto
Bruna Porciúncula
Bruno Alencastro
Cadu Caldas
Caio Cigana
Camila Kosachenco
Carla Dutra
Carlos Etchichury
Carlos Guilherme Ferreira
Carlos Rollsing
Carlos Wagner
Carolina Salazar
Caroline Torma
Cintia Rodrigues
Cláudia Laitano
Cleidi Pereira
Clóvis Malta
Conrado Esber
Cristiel Gasparetto
Cristiely Carvalho
Daniel Dias
David Coimbra
Débora Pradella
Diego Araujo
Diego Vara
Diogo Olivier
Diogo Pereira
Diogo Perin
Dione Kuhn
Eduardo Nunes
Eduardo Paganella
Eduardo Reis de Oliveira
Eduardo Rosa
Eleone Prestes
Elio Bandeira Filho
Erik Farina
Fabíola Bach
Fátima Nogueira
Felipe Martini
Félix Zucco
Fernanda da Costa
Fernanda Grabauska
Fernanda Pandolfi
Fernando Goettems
Fernando Gomes
Fernando Gonda
Filipe Speck
Gabriele Branco
Gabrieli Chanas
Gerson Centeno
Gilmar de Oliveira Fraga
Gisele Loeblein Cechin
Guilherme Becker
Guilherme Mergen
Guilherme Romagna
Gustavo Brigatti
Gustavo Foster
Gustavo Roth
Henrique Tramontina
Humberto Trezzi
Isabela de Almeida Rodrigues
Jaisson Valim
Janaina Kalsing
Jaqueline Sordi
Jean Chollet
Jefferson Botega
Joana Colussi
João Ricardo Schmitt
João Vitor Novoa
Jones Lopes da Silva
José Luis Costa
Júlia Alves
Júlia Otero
Juliana Bublitz
Juliana Forner
Juliana Jaeger
Juliana Palma
Juliano Rodrigues
Júlio Cordeiro
Kyane Vives
Lara Ely
Laura Dornelles
Lauro Alves
Leandro Becker
Leandro Behs
Leandro Brixius
Leandro Fontoura
Leandro Maciel
Leila Endruweit
Leo Gerchmann
Leonardo Cardoso
Leonel Chaves
Letícia Costa
Lisiane Folletto
Lívia Vieira
Luan Ott
Lucas Ebbesen
Lúcia Pires
Luís Henrique Benfica
Luiz Adolfo Lino de Souza
Luiz Zini Pires
Luiza Piffero
Márcio Câmara
Marçal Alves Leite
Marcelo Ermel
Marcelo Flach
Marcelo Sarkis
Marco Antonio Souza
Maria Amelia Vargas
Maria Isabel Hammes
Mariana Kalil
Marilin Sieben
Marlise Brenol
Marta Gleich
Marta Sfredo
Matheus Beust
Michel Fontes
Melina Araújo
Natália Leal
Nereida Senna Vergara
Nilson Souza
Nilson Vargas
Omar Freitas
Patricia Lima
Patrícia Specht
Paulo Germano
Paulo Sant’Ana
Pedro Moreira
Rafael Diverio
Rafaela Ely
Raquel Saliba
Renata de Medeiros
Ricardo Duarte
Rodrigo Lopes
Rodrigo Müzell
Rosane de Oliveira
Rosane Tremea
Rossani Thomas
Sandro Silveira
Sergio Villar
Shana Sudbrack
Susana Zaman
Suzete Braun
Taís Seibt
Taíse Santos
Thais Martins
Thiago Copetti
Thiago de Moura Machado
Thiago Sturmer
Ticiano Osório
Tulio Milman
Vanessa Girardi
Vanessa Kannenberg
Vanessa Scalei
Vinicius Vaccaro
Vivian Eichler
Wendell Ferreira
Wianey Carlet

 


Estive agora no centro e me apavorei com o vazio do local.

Quando cheguei no centro havia brigadianos mandando os onibus voltarem imediatamente....os terminais estavam apinhados de gente....

Fiz uma fotos, dei meia volta e voltei pra casa. Tá loko eu não vou levar uma bordoada de brigadiano de graça. Eu,fora....

 

Vândalos picham Monumento ao Expedicionário na Redenção


Foto: Paulo Jardim/Divulgação PMPA

Neste ano é a segunda vez que o monumento é alvo de ataques

Neste final de semana, servidores da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) foram surpreendidos mais uma vez por ato de vandalismo praticado dentro do Parque Farroupilha (Redenção). Desta vez, vândalos picharam o Monumento ao Expediconário inclusive com frases contra o vandalismo.
"Já estamos trabalhando na limpeza, de maneira que não danifique a peça, mas, a cada vez que se usa tinta para pichar o monumento, se contribui para degradação da peça”, lamenta o administrador do Parque Farroupilha, engenheiro agrônomo Paulo Jardim, lembrando que apenas este ano é a segunda vez que o monumento é alvo de ataques.

Melhorias
Em 2011, a Smam promoveu o restauro da iluminação do Monumento do Expedicionário e, em 2012, uma limpeza completa. Ambas as iniciativas contaram com apoio dos adotantes da Redenção, empresas Pepsi e Sinergy Novas Mídias.

 

 

 

Festival de Gastronomia RS é suspenso

O Governo do Estado do Rio Grande do Sul informa que, por motivo de força maior, está suspenso o 1° Festival de Gastronomia RS, que ocorreria entre os dias 25 e 30 de junho, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

A medida foi tomada considerando:
1- as manifestações ocorridas em todo o País nas últimas semanas e as programadas para ocorrer no período do evento;
2- as possíveis dificuldades de acesso ao local;
3- o cancelamento de diversas outras atividades de grande porte em várias regiões do país;
4- a necessidade de zelar pela segurança dos participantes.

Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio / Casa Civil

 

 

 

Os ' muros' de Porto Alegre falam pelo protesto das passeatas!!!!

MAIS NIVER DO ADELI NA SEXTA, DIA 21 DE JUNHO NO CLUBE FARRAPOS!



o PREFEITO jOSÉ fORTUNATTI E ADELI NO EVENTO QUE PASSOU!

 

 

EINSTEIN TINHA RAZÃO
Por Carlos Chagas

Quando a Guerra Fria tomava proporções de catástrofe iminente, perguntaram a Albert Einsten como ele imaginava a III Guerra Mundial. Mais como filósofo do que como cientista, ele respondeu que não sabia, mas podia adiantar como supunha a IV Guerra Mundial: “será travada com paus e pedras.

Pois não é que Einstein acertou, mesmo ficando a Humanidade, até agora, livre de uma catástrofe nuclear? No Brasil, sempre dando lições para o mundo, antecipamos a IV Guerra Mundial, encontrando-se o país envolvido numa guerra de paus e pedras. De duas semanas para cá, sem poupar elogios aos protestos da juventude, assistimos as manifestações populares transformarem-se em mais do que batalhas campais, numa verdadeira guerra travada com paus e pedras. Importa menos saber se a dita minoria de baderneiros é a única responsável pelo caos que assola a maioria de nossas capitais e grandes cidades. Com a conivência ou não das maiorias, as imagens que nos chegam no decorrer das milhares de passeatas são de trogloditas e vândalos empenhados em pauladas, pedradas e, numa concessão aos tempos modernos, utilizando também do outro lado balas de borracha e sprays de pimenta. De um lado as polícias militares, uniformizadas, de outro bandidos de peito nu e caras encobertas, infernizando a vida do cidadão comum, depredando propriedades públicas e particulares, ora investindo, ora fugindo, mas deixando a intranqüilidade e a destruição como conseqüência. Já está morrendo gente nas ruas.

Terá acertado a presidente Dilma quando derramou-se em homenagens aos que se insurgem a contra a ordem estabelecida, mesmo canhestra e injusta, sabendo que junto com eles criminosos vão assumindo a direção dos movimentos populares, animais ensandecidos cujo objetivo parece ser a destruição dessa sociedade imperfeita a exigir reformas. Jamais, porém, sua supressão.

Assim continuamos na terceira semana que hoje se inicia. Continuando as coisas como vão, logo as turbas ensandecidas decidirão agir não só na esteira das passeatas que já controlam, mas por conta própria, na compulsão de distorcer completamente os valores da sociedade que os desprezou ou que eles desprezaram. Ou já não faziam isso antes, mesmo sem o estimulo da recente temporada de protestos? Poderão cercar bairros inteiros e incendiá-los, de preferência depois de se apoderarem dos bens de seus habitantes. Invadirão lojas e supermercados sem repetir sequer os slogans de que atuam para impor a justiça social e as reformas capazes de criar um país mais justo.

É bom tomar cuidado, valendo repetir a imagem do aprendiz de feiticeiro, hoje aplicável aos bem intencionados jovens que imaginaram poder mudar o mundo protestando nas ruas contra estruturas viciadas e execráveis, mas sem saber o que colocar no seu lugar. Os vândalos, ao contrário, sabem muito bem o que querem.

Para quem não esqueceu a História, recorda-se que nos eletrizantes dias de outubro de 1917, a ordem dada por Lenin e Trotski à Guarda Vermelha era de fuzilar sem vacilações quantos russos fossem flagrados depredando prédios públicos e roubando propriedades públicas e privadas, inclusive obras de arte. Por isso, apesar das voltas que o mundo deu, o Palácio de Inverno ainda está de pé, transformado no Museu Hermitage...

 

 

 

Rescaldo das fotos da visita do presidente do PDT, Carlos Lupi, a São Borja no dia 21 passado!


 

Criado o grupo que vai coordenar demolição do Estádio Olímpico


Será publicada nesta terça-feira a portaria que cria o Grupo Executivo Projeto Demolição do Estádio Olímpico, no âmbito da Prefeitura Municipal de Porto Alegre. Na próxima sexta-feira (28) às 14h, na sala do Conselho Municipal do Desenvolvimento Urbano e Ambiental, na sede da Secretaria Municipal de Urbanismo (Smurb), acontecerá a primeira reunião do grupo. A abertura será feita pelo prefeito José Fortunati e, após a fala do representante da OAS, haverá uma apresentação do Engº Manoel Dias sobre o processo de implosão.

Etapas da Demolição
A demolição do Estádio Olímpico será feita em três etapas. A primeira é a seletiva, na qual são retiradas aberturas, luminárias e outros pequenos materiais. A segunda etapa é a mecânica, com a destruição da arquibancada inferior e outras paredes. A implosão contemplará a arquibancada superior e as alvenarias restantes. Na reunião, estarão presentes os integrantes do Grupo Executivo com Coordenação Geral do Prefeito e Coordenação Executiva do Sub-Secretário de Urbanismo, Ricardo Gothe. Estarão representadas, ainda a OAS, a empresa Ramos Andrade e o Engº Manoel Dias, responsável pela implosão."A ideia é que os técnicos da Prefeitura já fiquem reunidos para iniciar o chamado Plano de Trabalho e estabelecer cronogramas", explica Ricardo Gothe.

Deslocamento de pessoas e animais, saúde, segurança, transporte, tráfego, meio ambiente, redes de água e esgoto, monitoramento, comunicação, reciclagem de resíduos, são alguns dos temas que receberão atenção especial dos representantes da Smurb, Smov, Smam, Secretaria Municipal da Saúde, Fundação de Assistência Social e Cidadania, Codec, Secretaria Municipal da Segurança, Seda, Gabinete de Comunicação Social, Secretaria Municipal de Governança Local, Dep, Demae, DMLU, EPTC e PGM. Em reunião preliminar ficou definido que a OAS começará imediatamente o cadastramento dos moradores que precisarão se ausentar de suas casas no dia da implosão do estádio, para elaboração do laudo social e do laudo físico dos imóveis.

A previsão é de que serão necessárias 8 horas de afastamento dos moradores e seus animais de estimação (contabilizando o tempo desde a saída até o retorno) de suas residências. Além disso, os que desejarem, poderão usufruir de espaço especial com completa estrutura (incluindo transporte), providenciado pelas empresas envolvidas. "É importante ressaltar que todos os custos do processo, inclusive para as operações nas áreas públicas, caberão aos empreendedores", esclarece Gothe. Sobre o reaproveitamento dos resíduos, o sub-secretário informou que de 80 a 85% do concreto resultante da demolição deverá ser reciclado e reaproveitado na construção das torres do futuro empreendimento a ser erguido na área do estádio Olímpico.

 

 

 

São Borja reverencia a memória de Leonel Brizola

“Nossos caminhos são pacíficos, nossos métodos democráticos, mas se nos tentam impedir, só Deus sabe nossa obstinação”

Leonel Brizola

As palavras de Leonel Brizola nunca estiveram tão vivas nas ações do povo brasileiro. O momento atual pelo qual passa a nação, com manifestos em todas as cidades, desde as ricas capitais até o esquecido interior, foram lembradas por todos os políticos que estiveram em São Borja no dia 21 de junho, para homenagear Leonel de Moura Brizola. A luta por melhores condições de vida, menos corrupção, mais desenvolvimento e justiça social também faziam parte da atuação do líder político, que morreu em 2004.

Lideranças de todo o país, vieram a São Borja para reverenciar a memória do mito Leonel Brizola. No município os políticos e o público em geral, participaram de uma extensa programação alusiva à data de seu falecimento. Entre as atividades do dia, a Câmara de Vereadores realizou Sessão Solene, em homenagem ao governante que adotou São Borja como sua terra. A solenidade é prevista em lei e realizada anualmente.

Em 2013 o vereador Tiago Cadó, se manifestou em nome de todos os vereadores são-borjenses. Ele destacou a vida de Brizola, as conquistas e os exemplos que ele deixou para o país.

Participaram da cerimônia autoridades como: o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, a deputada estadual e neta do homenageado, Juliana Brizola, o presidente do Legislativo são-borjense Roque Feltrin, o prefeito Farelo Almeida, o deputados estaduais Gerson Burmann e Romildo Bolzan, os deputados federais Vieira da Cunha e Giovani Cherini, o secretário estadual da Saúde Ciro Simoni, o secretário estadual do Gabinete dos Prefeitos Afonso Motta, o ex deputado Pompeu de Mattos, o presidente do PDT de São Borja Helder Piegas, o neto do ex-presidente João Goulart Christopher Goulart, o ex-prefeito de Santo Ângelo Eduardo Loureiro, o ex-deputado e líder do governo Jango, Ney Ortiz Borges, o ex prefeito Mariovane Weis e os vereadores Tiago Cadó, Ana Cláudia Gattiboni, Valério Cassafuz, Eldomir Marchezan e Beto Souza.

 

 

 

Esqueçam sua inclinação partidária,sua inclinação religiosa e assista esse vídeo,uma lição de cidadania. 

https://www.facebook.com/video/embed?video_id=476324595791064

 

 

 

 

niver do Adeli:


da esq para dir: Silvia Scipioni, Adeli Sell e este redator.

Noite de 21 de Junho: clube Farrapos, nos 60 anos do ex-vereador, que já foi livreiro, líder sindical e hoje é granjeiro no Norte do Estado!E posta de charutos cubanos, daquela marca que não sei escrever(Olides)

 

 

OESP – 19/JUN/13 - Má lição para novos diplomatas [ não consta da resenha do CComSEx ] - Editorial
A presidente Dilma Rousseff celebrou dez anos de incompetência e equívocos diplomáticos em seu discurso à nova turma formada pelo Instituto Rio Branco. Seu pronunciamento, na terça-feira, se harmonizou perfeitamente com os erros de avaliação e as fantasias geopolíticas do terceiro-mundismo petista. Condenou de modo geral os acordos bilaterais de comércio como nocivos ao País, sem levar em conta o isolamento do Brasil enquanto no resto do mundo se multiplicam acertos comerciais de variadas configurações. Não está claro se foi mais uma falha de julgamento ou apenas mais um tropeço devido à desinformação. O desprezo pelos fatos ficou evidente em vários momentos. "O Brasil quer enfrentar as vicissitudes da globalização junto com seus parceiros sul-americanos", afirmou. Segundo ela, essa ideia se expandiu por todo o continente. Os fatos mostram algo diferente. Terá a presidente esquecido a Aliança do Pacífico, formada por Chile, Peru, Colômbia e México, os acordos bilaterais de outros latino-americanos com países da América do Norte e da Europa e seus esforços de aproximação com a Ásia - tudo isso sem o Brasil?
Diante do impasse da Rodada Doha, empacada há vários anos, a troca de preferências comerciais passou a depender de negociações bilaterais ou entre blocos. Parte importante do empresariado brasileiro passou a cobrar do governo, há pouco tempo, mais iniciativas para incluir o País nesse jogo. A alternativa pode ser extremamente custosa, até porque os maiores mercados, como os Estados Unidos, União Europeia, Japão e outros grandes países da Ásia estão envolvidos em múltiplas negociações. Mas o governo brasileiro continua rejeitando as evidências e mostra-se disposto a menosprezar as cobranças dos líderes da indústria.
No mundo imaginário da diplomacia petista, é irrelevante saber se os parceiros escolhidos como prioritários atribuem prioridade ao Brasil. Segundo a presidente, a prioridade às relações Sul-Sul é marcada pelo "repúdio a todas as formas de domínio e opressão entre os países". Essa orientação, acrescentou, explica a importância conferida à aproximação com grandes países emergentes, como Índia, China, Rússia e África do Sul - os Brics.
Como provas do êxito dessa iniciativa, mencionou um acordo de contingenciamento de reservas e o projeto de formação de um banco de desenvolvimento. Esqueceu, como de costume, alguns detalhes: esses países dão prioridade ao comércio com o mundo rico, a Rússia tem dado preferência aos Estados Unidos e Europa como fornecedores de carne e a relação comercial do Brasil com a China é quase colonial. Nem vale a pena discutir em detalhe se todas essas potências de fato repudiam "todas as formas de domínio e de opressão" entre países.
A mesma fantasia explica a insistência do governo em manter o País amarrado a uma união aduaneira fracassada, o Mercosul, um bloco incapaz de funcionar como simples área de livre comércio. Se algum dos novos diplomatas desconhecer esse fato, será um digno sucessor dos condutores da política brasileira de comércio nos últimos dez anos. Nenhuma pessoa razoável e informada pode levar a sério uma união aduaneira com uma tarifa comum cheia de furos, com o comércio intrazona emperrado pelo protecionismo e sem acordos relevantes com parceiros de outras áreas.
O governo brasileiro, segundo a presidente Dilma Rousseff, tem seguido a política Sul-Sul sem se afastar dos países desenvolvidos. Os fatos são muito diferentes. O Brasil tem perdido mercados nos Estados Unidos e na Europa. Outros países têm levado vantagem, porque dispõem de acesso preferencial, graças a acordos comerciais ou porque são simplesmente mais competitivos - e a incompetência governamental, no Brasil, prejudica também o poder de competição das empresas. A combinação de erros diplomáticos e de política econômica interna tem resultado igualmente na perda de participação nos mercados vizinhos. O discurso presidencial passou longe, é claro, de todos esses fatos, tanto quanto da gramática e da sintaxe.
Confirmando o êxito do aparelhamento petista do Itamaraty, a turma de diplomatas nomeados no dia 17/JUN escolheu como seu paraninfo o ex-Chanceler e atual Ministro da Defesa Celso Amorim, um dos principais responsáveis pela desastrosa atuação externa do governo Lula, que prossegue no governo Dilma.

 

 

 

Coleguinhas

Memórias do Jornalismo

Serginho Ros reebeu do patrão Adolpho Bloch a incumbência de tratar muito bem o embaixador alemão. Ele ' mandava' na sucursal da Manchete em Brasilia.Omelhor restaurnte que havia lá era o da Manchete, era pré-Piantella e outros....

A Manchete andava muito bem impressa, porque o velho Bloch tinha trazido as máquinas da Alemanha. Serginho Ros contou isto ao embaixador, elogiando o pais do cara.Serginho quando quer é o maior RP que este redator conhece. Não é por nada que ele chegou onde chegou....

- A Alemanha imprime bem sim, lá é a Terra do Gutemburg, disse o embaixador.
A Marlene Galeazzi, nascida em Cotiporã, ao lado de Bento, terra do Serginho,saiu-se com esta;
- a gUTEMBERG TRABALHA AQUI DO LADO, ELE ALMOÇOA TODOS OS DIAS COM O SERGINHO AQUI.

Marlene referia-se a Luis Gutemberg, colega que trabalhav ana época no Jornal de Brasilia....ele escreveu uma biografia do Ulisses Guimarães.


*

Outra da Marlene,que é uma cria do Serginho.
Havia um almoço no restaurante da Manchete:convidaram um monte de sumidades, todo o jet-set que o Serginho conhecia em Brasília, porque ele sempre circulou bem no meio destas ' frescuras'( é pelo menos o que dizem em Bento deste povo que adorrraaaa circular e badalar...Gilberto Amaral,entre outros ele se dava bem e colocava até o ministro Cloraldino Severo na coluna do Amaral em Brasilial)

Mas vamos aos fatos: A Marlene Galeazi foi no almoço e na hora de se servir um coleguinha dirigindo-se a ela ofereceu o ket chupp...

Marlene ouviu mal ou de gozação gritou lá do fundo pro Serginho:

- SERGINHO, ASSIM NÃO DA COMEÇOU A SACANAGEM AQUI.....

Tudo na maior brincadeira, é claro....

*

Serginho conheceu a colega de Cotiporã da seguinte forma: ela chegou em Brasília e vendia terrenos. Trabalhava como corretora de imóveis...

Era amiga da secretária do Serginho na Manchete.

Um dia ele que gosta de inventar, pediu se ela não queria ir fazer uma máterinha, uma frescura, como ele mesmo chama, lá pros lados de Brasilia.

Ela foi e mostrou seu dom....

Do Rio pediram pra contrata-la.

Quando ele deixou a Manchete, ela brigou com alguém, saiu de lá e foi pra revista veja.

Hoje escreve em algumas colunas sociais de Brasilia.

 

de São Borja!

Encontro dos jovens do pDT acabou sendo feita no partido, porque no hotel situado fora da cidade também acabou não saindo.

*

O vereador Celso Lopes, do PDT, operou a vesícula. Está convalescendo....

*

Carlos Lupi acabou chegando de tarde a São Borja, no dia 21 passado. Chegou quase com a sessão da Camara Municipal que foi transferida da manha pra tarde quase ao final.]]

*
A deputada Juliana, neta de Brizola, participou dos atos. Sua ida ao tumulo do avo acabou emplacando uma foto na coluna da Rosane, nqa ZH, no sábado

*

Gerson Burmann também esteve em São Borja..

*

Juremir Machado palestrou pra juventude do PDT...

*

 

 

 

 

Os protestos que estão acontecendo no Brasil vão muito além do aumento de 20 centavos no transporte público.

O Brasil está vivenciando atualmente um amplo colapso de sua infraestrutura. Há problemas com portos, aeroportos, transporte público, saúde e educação. O Brasil não é um país pobre e os impostos são extremamente altos. Os brasileiros não veem motivo para terem uma infraestrutura tão ruim quando há tanta riqueza e tantos impostos altos. Nas capitais estaduais as pessoas chegam a gastar 4 horas por dia no tráfego, seja em seus carros ou em transportes públicos lotados e de má qualidade.

O governo brasileiro tomou medidas para controlar a inflação cortando taxas e ainda não se deu conta que o paradigma deve mudar para uma abordagem focada na infraestrutura do país. Ao mesmo tempo o governo brasileiro está reproduzindo em menor escala o que a Argentina fez anos atrás: evitando austeridade fiscal e prevenindo o aumento dos juros, o que está levando a uma alta inflação e baixo crescimento.

Além do problema de infraestrutura, há vários escândalos de corrupção que permanecem sem julgamento, e os casos que são julgados tendem a terminar com a absolvição dos réus. O maior escândalo de corrupção na história brasileira finalmente terminou com a condenação dos réus e agora o governo está tentando reverter essa condenação ao usar manobras inacreditavelmente inconstitucionais, como a PEC 37, que vai tirar o poder investigativo dos promotores do ministério público, delegando a responsabilidade da investigação unicamente para a polícia federal. Além disso, outra proposta tenta sujeitar as decisões da Suprema Corte Brasileira ao Congresso – uma completa violação dos três poderes.

Estas são, de fato, as revoltas dos brasileiros.

Os protestos não são meramente isolados, não são movimentos da extrema esquerda, como algumas fontes da mídia brasileira afirmam. Não é uma rebelião adolescente. É o levante da parte mais intelectualizada da sociedade que quer por um fim a essas questões brasileiras. A jovem classe média que sempre esteve insatisfeita com o obscurecimento político agora “desperta”.

TEXTO ORIGINAL: CNN iReport

The protests that have been occurring in Brazil go beyond the R$0,20 (US$0.10) raise in public transport fares.
Brazil is currently experiencing a widespread collapse of its infrastructure. There are problems with ports, airports, public transport, health and education. Brazil is not a poor country and the tax rates are extremely high. Brazilians see no reason to have such bad infrastructure when there is so much wealth that is so highly taxed. In the state capitals people spend up to four hours per day in traffic, either in their cars or on crowded public transport which is of very poor quality.
The Brazilian government has taken remedial measures to control inflation by cutting taxes and has not yet realized that the paradigm must shift to an infrastructure-focused approach. At the same time the Brazilian government is reproducing on a small scale what Argentina did some years ago: avoiding austerity and preventing the increase in the benchmark Selic base interest rate, which is leading to high inflation and low growth.
Other than the problem of infrastructure, there are several corruption scandals which remain without trial, and the cases being judged have been tending to end with the acquittal of the defendants. The biggest corruption scandal in Brazilian history finally ended with the conviction of the defendants and now the government is trying to reverse the trial by using maneuvers through unbelievable constitutional amendments: one, the PEC 37, which will annihilate the investigative powers of the prosecutors of the public ministry (the Brazilian equivalent of the District Attorneys), delegating the responsibility of investigation entirely to the Federal Police. Moreover, another proposal seeks to subject decisions of the Brazilian Supreme Court to the Congress - a complete violation of the three powers.
Those are, in fact, the revolts of Brazilians.
The protests are not mere isolated, unionized movements or extreme left riots, as some of the Brazilian press says. It is not a teenage rebellion. It is the uprising of the most intellectualized portion of society who wants to put a stop to these Brazilian issues. The young national mid-class, which has always been unsatisfied with the political oblivion, has now "awaken" - in the words of the protesters.

 

 

 

Hospitalidade e bom vinho para aquecer o inverno

A estação mais fria do ano também pode ser bem aproveitada no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, na serra gaúcha, onde o grande amigo Moysés Michelon mantém o belo hotel Villa Michelon, recheado de atrações, festas, boa comida e excelentes vinhos. Quartos aconchegantes, cobertas macias e quentinhas, que prendem a gente ao leito mesmo quando a manhã já vai alta.
Uma taça de vinho degustada em meio à charmosa paisagem do Vale dos Vinhedos, no inverno, parece compor uma obra de Monet. A natureza e a tranquilidade retratadas durante a estação mais fria do ano, deixam ainda mais belo o entorno do Hotel Villa Michelon, cercado por parreirais e árvores nativas. O frio intenso, típico da Serra Gaúcha, chega a marcar temperaturas abaixo de zero, formando a geada que, nesta obra de arte, pinta o verde da mata de branco nas manhãs de inverno. Para as férias de inverno o Villa Michelon preparou pacotes especiais com tarifas promocionais, para que o visitante possa aproveitar a estação mais fria do ano da melhor maneira possível. São pacotes de três ou cinco diárias, dentro do mês de julho, que oferecem estadia com café da manhã, brindes e programação infantil em todo o período. Informações no site www.villamichelon.com.br. O complexo que cerca os aposentos do hotel oferece ao hóspede uma série de atrativos especialmente voltados para a cultura italiana e a elaboração de vinhos de qualidade elaborados na rota do Vale dos Vinhedos. São 57 unidades, distribuídas em sete apartamentos Executivos, 36 Luxo, 12 Super Luxo e duas Suítes Especiais, onde o visitante conta com uma infraestrutura completa, serviços qualificados, além de muito conforto e sofisticação. Tudo sem deixar de lado o jeito familiar de tratar a todos que visitam e se hospedam no hotel. Numa homenagem ao astro do lugar – o vinho -, o setor habitacional está disposto em quatro alas batizadas com nomes de variedades de uva: Cabernet Sauvignon, Chardonnay, Merlot e Riesling. Também aproximando o visitante da matéria-prima do vinho, o espaço conta com um parreiral modelo, onde são cultivadas uvas de diferentes cepas – americanas e viníferas. No inverno, as videiras hibernam, mas no verão o hóspede pode caminhar entre elas e degustar a fruta colhida do pé. O hotel dispõe de quadras esportivas para a prática de várias modalidades, além de um Centro de Convivência que promove a cultura italiana característica na região. Nele, a Casa do Filó e o Memorial do Vinho representam os costumes dos imigrantes italianos, especialmente hábitos que são cultivados até os dias atuais. Pomares com frutas da estação, e ainda trilhas e passeios de bicicleta no interior também fazem parte dos atrativos. Para as crianças o hotel oferece um parque infantil temático, além de recreacionista nos finais de semana e de uma fazendinha com animais domésticos. O Villa Michelon fica na RS-444 – Km 18.9 – Vale dos Vinhedos, telefone: 54 2102.1800reservas@villamichelon.com.br - www.villamichelon.com.br

 

 

 

Olá Olides,
Permita-me remeter a Sem Pulo e Túnel do Tempo deste sábado
que escrevo na Folha Popular de Teutônia.
Abraço
Rudimar Thomas

 

 

 

 

NIVER DO ADELI

ESTIVE A NOITE PASSADA, DIA 21 NO CLUBE FARRAPOS, NA FESTA DOS 60 ANOS DO ADELI SELL

AVISTEI POR LÁ ALGUNS COLEGAS, OU MELHOR EX DELE NA CAMARA DE PORTO ALEGRE.

O VEREADOR AQUELE LIGADO A IGREJA CATOLICA, DO PP, QUE AGORA NÃO LEMBRO DO NOME...

A EX SECRETARIA MARGARETE MORAES DA CULTURA

UM QUADRO DO PT QUE FOI PRESIDENTE DA CEEE NA GESTÃO DO OLIVIO DUTRA NO GOVERNO DO ESTADO ..

OS COLEGAS AYRES CERUTTI,AFFONSO RITTER( DE BONE, PORQUE A NOITE REQUERIA)

o salão estava lotado e quando começaram as danças me larguei fora...tava podre,,,meu dia tinha sido puxado...

gostei da entrada do clube, o adeli colocou lá umas fotos deles, uma do tempo que era ' radical ' da LIBELU, com cara de padreco, daqueles brabos..

Observei pra Silvia, minha namorada:

- Este Adeli não existe mais...

Por trás da foto que mostra um Adeli discursando, com cara de intelectual, uma faixa fala em 1917...claro que se referia a revolução Bolchevique na Rússia...

Este Adeli não existe mais, mesmo....

Hoje o Adeli é um próspero plantador de tomate, no Norte do Estado....

Trinta anos mudam várias vidas....

 

 

 


O RECADO ESTÁ DADO


Postado no Facebook e mídias da internet
O recado do povo brasileiro está dado, com endereço certo: à classe política, aos partidos e aos nossos governantes. O respingo também atinge a classe empresarial que se afina e se mantém conivente às benesses das negociatas políticas. Os protestos fantásticos em todo o país, agora históricos e inesquecíveis, são incontestáveis. Clamor generalizado contra todas as mazelas que se perpetuam no país por artimanha da incompetência política e das autoridades.

Os observadores criticam que os movimentos populares não identificam acertadamente suas lideranças para qualquer rodada de negociação e entendimento. E daí? A sociedade brasileira, nessas manifestações fantásticas, agiram na consequência daquilo que todos reclamam e não têm: liderança. A sociedade brasileira não tem mais em que se espelhar e, portanto, não pode se afinar e seguir valorosos exemplos que deveriam estar sedimentados nos governantes, na classe política e nos partidos. Não temos estadistas. A falta de identificação e a falta de rumo ideológico são reflexos, pela ausência de norteadores de princípios, pela falta de condutas, posturas, ética, moral e dignidade que devem embasar o exercício de políticas públicas coerentes e sustentáveis, de maneira justa e voltadas para o bem comum.

A massa de protesto, por justiça social, alijou e rechaçou todas as bandeiras partidárias que abrigam políticos corruptos e coniventes, os salafrários que criaram imenso bolsão de interesses e de locupletação. Corporativismo nefasto, hipócrita, criminoso. Nele se estabelecem os conluios, as perniciosas negociatas, os escandalosos acertos público- privado que incham e ao mesmo tempo sucateiam, sugam a máquina pública. Uma roda viciosa que esmaga a dignidade do povo brasileiro, que trabalha quatro meses ao ano só para pagar impostos sem a devida, honesta e justa contrapartida. Imensos recursos malversados que se evaporam, impunemente, às vistas do poder judiciário omisso e frágil, queixoso do volume do seu trabalho, mas que se perde no seu próprio discurso de leis. Todos acomodados e negligentes à voz do povo.

A fragilidade das instituições brasileiras tornou-se aterradora. Escamoteiam e maquiam a transparência, portanto, convivem com a desonestidade. Reforçam paternalismos para estabelecer determina burrice e acomodação popular. Pois chegou a hora do basta. Uma nova ordem brasileira é que se quer, pois a ditadura e a democracia foram incapazes de estabelecer legados saudáveis, sociais e justos. A rebelião brasileira, sem lideranças identificadas, é uníssona: o povo está de saco cheio. Experimentou e agiu tal e qual os exemplos perversos que estão estabelecidos. A identificação coletiva única é a indignação.

A desestruturação social, os vandalismos ao patrimônio público e privado são reflexos e consequências malditas. Foram praticados por bandidos e criminosos, pelos infiltrados e pelos que não tiveram, na base familiar e social, parâmetros, amparo, ensinamento, educação, exemplos morais e condições para outra forma de agir. A violência da depredação e a falta de segurança, bem como a conduta da autoridade policial, demonstram o quanto a sociedade está minada pela perversidade, consequência direta daquilo que lhes foi negado. A base familiar (célula-mãe) está minada, desestruturada e sem condições de identificar os rumos ideais do bem comum coletivo, com pleno emprego de políticas públicas essenciais saudáveis, justiça social uniforme, oportunidade e perspectivas dignas, coerentes naquilo que deve ser primordial. Nossas instituições, políticos e partidos desprezaram e desprezam princípios fundamentais exemplares. São oportunistas, interessados na locupletação de uns poucos em benefício próprio. Estruturas nacionais que proporcionaram direção e sustentaram desenvolvimento harmônico foram privatizadas de maneira escandalosa. Terceirizações do serviço público alimentam cada vez mais os gastos governamentais, cimentam as negociatas interesseiras e imorais que não beneficiam a sociedade. A incompetência está generalizada. Mas o povo brasileiro sabe. Precisa ganhar unidade para a sua mobilização ter força. É o que está estabelecido agora no universo Brasil.

Sintomático é a classe política, como sempre, se acovardar diante da manifestação popular. Perdeu a vergonha na cara e permanece muda como criança em fralda borrada. A classe política tem conhecimento da sua própria venalidade, da sua calhordice, das suas práticas imorais e antiéticas. Nessas alturas, deve continuar a pensar no que é melhor para ela própria se safar, por ser oportunista e inescrupulosa. Entretanto, a política como está posta, subsiste pelo nosso mau voto, pelas nossas más escolhas e identificações. E neste quesito há triste realidade, pela inexistência de nomes representativos e programas partidários realmente levados ao pé da letra. Todos os partidos pregam e confundem seus ideários numa salada que se torna indigesta, pois todos querem mamar às custas do Fundo Partidário e das benesses que o poder dispõe. Imoralidade total.

As manifestações populares acontecidas nos últimos dias, tornam o Brasil um país único e com povo único. As manifestações aconteceram em todas as capitais e em centenas de cidades espalhadas por todo o território nacional. Tiveram apoio de brasileiros no exterior, nas maiores cidades do mundo e de muitos continentes. A grandiosidade deste fato é a maior do que todas as demais manifestações pontuais realizadas ultimamente em outros países. O que acontece, presentemente no Brasil, fica registrado nos anais da história universal.

E se o ato pacífico da maioria é reconhecido, infelizmente também permanece a prática criminosa de alguns depredadores. Esses devem ser identificados pela autoridade policial e denunciados pela sociedade. Devem ser detidos e penalizados. Devem pagar pelo que fizerem. Se não tiverem condições de ressarcir pelos estragos vândalos que praticaram, que esta conta faturada seja enviada a cada político (pessoa física) brasileiro para que eles a paguem. Ressarçam os danos ocorridos com o patrimônio público e privado. Eles, tão somente eles (em qualquer palácio, congresso, sede de governo, prefeitura, assembleia legislativa, câmara municipal) são os responsáveis. A partir disso, a palavra de ordem é mudança total, respeito, justiça social, harmonia e desenvolvimento com todas as políticas públicas essenciais aplicadas como devem ser. A ordem vale para o sistema bancário e para o empresariado que alimenta o governo com suas conivências, interesses e zonas de conforto. O povo não participa das negociatas, ele quer viver com dignidade, com justiça social, ordem, progresso e paz.

 

 

 

PABLO NERUDA: A INVESTIGAÇÃO EFETIVA DA CAUSA MORTIS

De Santiago do Chile
Gelson Farias

“ O Caso Neruda” é como o juiz Mario Carroza, da Corte de Apelações de Santiago, chama os autos da investigação que somam mais de 400 folhas. Quando ocorreu o golpe militar, era apenas um garoto. Cresceu, fez Direito e galgou importantes cargos no Judiciário chileno. A edição de 24 de setembro de 1973 do jornal El Mercurio, propiciador do golpe militar e alinhado com a ditadura Pinochet, noticiando que Neruda morreu de parada cardíaca induzida por choque causado por uma injeção de sedativo? Segundo o juiz, “ ficou imediatamente demonstrado que o atestado de óbito era falso”. Mas a pasmaceira de legistas, juristas e jornalistas parecia não ter fim. Em julho de 2012, ele solicitou à clínica Santa María o histórico clínico de Neruda. Um mês depois, Cristián Ugarte Palacios, diretor médico da clínica, respondeu-lhe: “Devido ao tempo transcorrido, devo informar ao senhor que nossa clínica não mantém a informação que se solicita”.

“É impossível imaginar que a tenham extraviado por que, por obrigação legal, devem conservar as fichas médicas pelo menos por 40 anos. E não estamos falando de um paciente qualquer.” Contesta o magistrado. O jornalista Marín, coautor com Mario Casasús do livro El Doble Asesinato de Neruda, lhe dá razão e acusa a clínica de “falta de ética e respeito por um dos grandes (nomes) deste continente”. Além desde caso, existem outras acusações contra a direção da clínica de falta de ética. Estes são os dados oficiais que estão de posse do magistrado. Pablo Neruda foi internado em 19 de setembro, mas o médico Sérgio Draper, que lhe teria dado a injeção, só veio trabalhar em 20 de setembro, como ele mesmo afirmou. Mas eis a curiosa coincidência: Draper é o mesmo profissional mencionado no caso do ex-presidente Frei, que aponta em suas declarações a presença de outro médico, o último profissional a estar com Neruda naquele 23 de setembro. Conforme disse, o nome desse médico seria ‘dr. Price’. Ocorre que a Justiça pesquisou nos anais do Colégio Médico do Chile e nunca existiu um tal ‘dr. Price’; nem nas faculdades de Medicina. Então, quem foi? Algum estrangeiro? Além disso, há contradições entre a enfermeira e o médico sobre um detalhe fundamental: quem, afinal, deu a ordem de aplicar a injeção ao Prêmio Nobel. Isso não está claro. E muito menos claro está o que foi injetado no ventre de Pablo Neruda e quem estava nos bastidores dando a ordem. O que foi que injetaram? Dipirona, ar, bactérias, substâncias tóxicas, gás sarin, ácidos? Tem mais uma coisa: apesar da solicitação do tribunal, a clínica não entregou a lista completa daqueles funcionários que estiveram em serviço em setembro de 1973; entregou só a lista dos que ainda trabalham na clínica. “A diferença é óbvia”, alerta o magistrado: “É obvio; os funcionários da clínica, na época, não iriam fazer declarações contra o patrão – isso tudo é muito sórdido!”

Durante anos, a imprensa chilena difundiu que em 1982 o ex-presidente Eduardo Frei Montalva, antecessor de Allende (1964-70), morreu devido a complicações pós-operatórias. Frei fora um dos artífices da derrubada de Allende, mas nos anos 1980 liderava a oposição liberal, que cobrava o fim de Pinochet. A coincidência apontada pelo magistrado é que Frei morreu na mesma clínica que Neruda. Na época da morte de Frei, seus familiares não acreditaram no boletim médico e impetraram ação criminal. Por seis anos, a justiça investigou o caso, mas, somente em 2009 as provas de análise forense concluíram que Frei fora envenenado com tálio e mostarda sulfúrica. Em julgamento, a justiça não teve dúvidas: incriminou seis suspeitos, entre eles um agente secreto da CNI – agência que sucedeu a terrorista DINA –, um coronel do Exército e, por encobrimento, os médicos que cuidavam de Frei.

Hoje se sabe que Michael Townley – agente da CIA e da DINA, e assassino confesso do ex-ministro do exterior de Allende, Orlando Letelier – e o bioquímico chileno Eugenio Berrios operavam um laboratório da DINA para a produção de substâncias e gases letais. Antes da opção da bomba que matou Letelier, a DINA – organização paramilitar terrorista de Pinochet – cogitou assassiná-lo com o gás sarin, do qual Townley levou uma amostra aos EUA, em uma ampola de Chanel 5. A Justiça chilena investiga mais outros seis casos de envenenamento. Nos EUA, Townley goza a liberdade como “testemunha protegida”. Berrios foi eliminado em 1995, em operação de queima de arquivos da DINA. Em maio do ano passado, a exumação dos restos do poeta chileno Pablo Neruda foi ordenada pelo juiz Mario Carroza. O objetivo da exumação é de esclarecer se o poeta foi morto por um câncer ou assassinado com uma injeção letal poucos dias depois do golpe de Augusto Pinochet, em 1973. O caixão de Neruda estava separado do de Matilde Urrutia sua terceira esposa, na cidade litorânea de Ilha Negra. Após a abertura da urna e a análise com raios-X, o corpo foi transferido até a sede em Santiago do Serviço Médico Legal.

O relatório preliminar e parcial do SML, Instituto Médico Legal do Chile, de 2 de maio deste ano, sobre os exames radiológicos e histológicos, conclui que o poeta, morto na Clínica Santa María, em Santiago do Chile, “padecia de câncer de próstata em estágio avançado, com metástase”. A informação não é nova – ela foi veiculada após o falecimento de Neruda pela equipe médica e depois usada para fragilizar e desautorizar a segunda linha de investigação da efetiva causa mortis, que suspeita de um atentado, realizado mediante aplicação de uma injeção letal.

Logo depois dos atos funerais, o desejo do poeta finalmente foi cumprido. Seu caixão foi levado ao local onde sempre quis descansar em paz: em frente ao mar da Ilha Negra - que era por ele chamada de La Chascona, nome popularmente conhecido da residência do casal Neruda e Matilde, sua terceira esposa. O amor por Matilde, cuja inicial se encontra facilmente em todos os cantos da casa... Figuras, insetos e borboletas, conchas, objetos náuticos, máscaras do mundo, garrafas, Cristos engarrafados por presidiários brasileiros - que ganhou de presente de seu amigo Jorge Amado -, instrumentos musicais. Essas são algumas das coleções que ganham espaço na casa-museu de Ilha Negra, que funciona como uma galeria viva. No salão onde Neruda recebia covidados e festejava, pode-se observar, por exemplo, dois candelabros de ferro mexicanos, um mural de pedras preciosas, onde se mesclam ônix, ágatas da Ilha Negra e lápis-lazúli, pedra que só é encontrada em um ponto preciso da Cordilheira dos Andes chilena.

 

 

 

O prefeito de Porto Alegre e presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), José Fortunati considerou "muito positivo" o pronunciamento da presidenta da República, Dilma Roussef, na noite desta sexta-feira, 21, em cadeia nacional de rádio e TV. De acordo com Fortunati, a presidenta destacou a importância das manifestações pacíficas, “que tem o sentido de ajudar a encontrar soluções para os problemas que o país enfrenta, ao mesmo tempo em que deixou claro que não vai compactuar com os baderneiros, que tem depredado o patrimônio público e privado, e atemorizado a população com seus atos de vandalismo”, acrescentou.

Fortunati enfatizou ainda que também foi positiva a reflexão da presidenta sobre temas como a Saúde, Educação e Copa do Mundo, bem como o anúncio de que irá dialogar com os representantes dos movimentos sociais. Em relação ao anunciado encontro com governadores e prefeitos, Fortunati antecipou que convocará uma reunião da FNP para a próxima semana, no Rio de Janeiro, para a definição do posicionamento da entidade e para o encaminhamento de propostas visando soluções para as questões do transporte coletivo, saúde e educação, de forma a buscar convergências com o que a presidenta está propondo.

Fortunati destacou especialmente a proposta de Dilma de contratar médicos estrangeiros para o SUS, proposta defendida pela FNP e afirmou que a entidade vai insistir na incidência da CIDE sobre a gasolina e o álcool combustível, para que os usuários de carros particulares subsidiem as melhorias e o barateamento dos transportes públicos, ressaltando o anúncio da presidenta de implantar o Plano Nacional de Mobilidade Urbana.

 

 

 

GILBERTO CARVALHO , o olhos e ouvidos do Lula dentro do governo Dilma falou muito nesta sexta, na VOZ DO BRASIL...antes do pronunciamento oficial d apresidente que se deu as 21 horas.

 

 

 

Coleguinhas

Adriana Sabadin vai tirar 10 dias de férias da prefeitura de serafina...

 

 

 

Sessão Aurora exibe filme do grupo Dziga Vertov no sábado
21/06/2013 15:52:46

A Sessão Aurora apresenta neste sábado, 22, às 18h, na Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar), o filme Vento do Leste (1970), assinado pelo Grupo Dziga Vertov. Após a sessão, haverá debate com os editores da revista Aurora. A sessão marca o lançamento do terceiro número do Zinematógrafo, fanzine de cinema que o grupo produz e distribui gratuitamente em vários pontos da cidade. A entrada é franca.

Filme-manifesto do Grupo, Vento do Leste evidencia a radicalidade dos criadores do coletivo, Jean-Luc Godard e Jean-Pierre Gorin, enquanto criadores de imagens, discurso político e da própria linguagem cinematográfica. Basicamente, a história gira em torno de um grupo de pessoas que pretende fazer um filme e, durante as circunstâncias das filmagens, questiona política e ideologicamente a própria função dos recursos que o cinema oferece e, principalmente, suas limitações. Nesse sentido, o som e a imagem são problematizados a partir de sobreposições e junções de caráter experimental e provocativo em meio a fotos de Mao e Stalin.

Vento do Leste nasceu da ideia de uma obra coletiva, alimentada por debates entre intelectuais de esquerda de vários países. Durante a realização, as duas correntes mais radicais – os maoístas (liderados por Godard) e os anarquistas (liderados por Daniel Cohn-Bendit) – se desentenderam. Segundo Godard, “os anarquistas foram para a praia”. Sob a orientação maoísta, curiosamente, a obra ganhou em experimentação. Vento do Leste foi encomendado (mas não exibido) pela RAI, televisão estatal italiana, como um western-spaghetti com o ator Gian Maria Volontè. O resultado final, no entanto, mesmo com a presença de Volontè, passa longe de qualquer definição.

Vento do Leste. França, 1970, cor, 100 minutos. Direção: Grupo Dziga Vertov (Jean-Luc Godard, Jean-Pierre Gorin, Gérard Martin). Com Gian Maria Volonté, Anne Wiazemsky, Cristiana Tullio-Altan, Allen Midgette, José Valéra, Glauber Rocha. O filme será exibido em DVD com legendas em português.

 

 

 

Lucas Marostica trabalha ou trabalhou no gabinete da vereadora Fernanda Melchionaq, do Psol.de Porto Alegre. Lucas não se elegeu.

 

 

na prefeitura, o ' vestigio' da passeata da quinta passada....

 

 

 

 

na estação triangulo, na Assis Brasil, o protesto contr ao presidente da CBF

 

 

Mais fotos do congestionamento de quinta, dia dos protestos em Porto Alegre....no fim de tarde!

 

 

 

 

Açorianos de Música será terça-feira no Araújo Vianna


A cerimônia de entrega do Prêmio Açorianos de Música 2012, maior premiação da música do Rio Grande do Sul, será realizada na próxima terça-feira, 25, a partir das 20h30, no Auditório Araújo Vianna, com entrada franca. Os ingressos estão sendo distribuídos antecipadamente no Centro Municipal de Cultura (avenida Érico Veríssimo, 307), das 14h às 18h, e no dia da premiação, a partir das 14h, na bilheteria do Araújo Vianna. A realização é da Coordenação de Música da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) 25 Anos.

O prêmio mapeia a produção fonográfica gaúcha referente ao ano de 2012. Neste ano, foram inscritos 177 trabalhos em dez categorias distribuídas em cinco gêneros musicais (Pop, MPB, Regional, Instrumental e Erudito), o maior número de inscrições dos últimos cinco anos. Na edição deste ano, foram indicados como homenageados do Prêmio Açorianos de Música Telmo de Lima Freitas e Adelar Bertussi, pelos serviços prestados à comunidade musical gaúcha nesses 80 anos de vida.

Já as menções especiais serão dadas aos seguintes indicados:

- MUTUCA WEYRAUCH, pelos 45 anos de atuação no meio musical gaúcho, tanto nos palcos como nos meios de comunicação;

- OPINIÃO 30 ANOS, pela abertura de espaço às manifestações musicais locais, nacionais e internacionais ao longo deste período;

- ORQUESTRA VILLA-LOBOS, pelo trabalho realizado há 20 anos com crianças e jovens na Vila Mapa, promovendo a inclusão social pela música;

- PROJETO TAMBURILANDO CANÇÕES, de Felipe Azevedo, pelo trabalho de pesquisa realizado pelo músico e pelo caráter didático (a escolha desta menção especial foi feita pelo júri de MPB do Prêmio Açorianos, em conjunto com a Coordenação de Música).

Para julgar os trabalhos inscritos, formou-se um júri composto por profissionais de imprensa, músicos e formadores de opinião distribuídos num primeiro momento em categorias temáticas para depois fazer a seleção final dos classificados e escolhidos. Durante a cerimônia, serão realizados vários números musicais. No palco do Araújo Vianna estarão o pianista Angelin Loro; o guitarrista James Liberato; os cantores e compositores Bebeto Alves e Nelson Coelho de Castro; o grupo Da Guedes; a cantora Shana Müller; o cantor e compositor Luiz Carlos Borges; e o quinteto de gaiteiros composto por Luciano Maia, Paulinho Cardoso, Samuca, Guilherme Goulart e Glauco Vieira.

 

 

 

Segundo minha ' fonte ' serafinense o Ademir Bacca deu a noticia: o rosto mais conhecido de Porto Alegre no momento é ' serafinense"!

 

 

 

Transito complicado da quinta em Porto Alegre!

 no ponto de taxi na frente do zaffari da protasio uma fila de passageiros lá pelas 18 h30 horas da quinta.

na parada de onibus sentido c-b na frente da igreja são sebastião o povo ficou sem coletivos. 

 

 

 

Transito complicado da quinta em Porto Alegre!

 

 

 


Mais transito caotico na noite de quinta passada em Porto Alegre!

 

 

 

Os Serafins na Prefeitura Municipal

Na segunda-feira, 17 de Junho de 2013, parte da Orquestra de Flauta
Doce Os Serafins de Serafina Corrêa esteve fazendo uma apresentação no
Centro Administrativo Amantino Lucindo Montanari. Na ocasião,
apresentaram diversas músicas, encantaram os servidores e pessoas da
comunidade que estiveram na Prefeitura nesse dia.


 

 

 

Mais fotos do transito caotico da quinta feira passada, dia do protesto em porto alegre.

 

 

 

OS PROTESTOS DA QUINTA NA CAPITAL...O TRANSITO FICOU TOTALMENTE ENGARRAFADO....PORTO ALEGRE POUCAS VEZES VIU UMA CIDADE TÃO ENTUPIDA DE CARRO. COM O MEDO DE QUE FALTASSEM ONIBUS, TODOS SAIRAM DE CARRO. E HAVIA AINDA A CHUVA, POR CIMA!

 

 

 

I Conferência Municipal de Cultura

A Cultura é sinônimo de transformação, de invenção, de fazer e
refazer, de ação e reação, uma teia contínua de significados e
significantes que envolve a todos, e que será sempre maior do que nós,
por sua extensão e sua capacidade de nos abrigar, surpreender,
iluminar e ? por que não? ? identificar. As Culturas são como rios,
pois não se pode mergulhar duas vezes nas mesmas águas, porque elas
estão sempre mudando. Então, culturas se criam, alteram-se e se
reinventam.
As sábias palavras citadas acima, de Gilberto Gil, resumem um pouco a
dimensão que significa a palavra Cultura. O município de Serafina
Corrêa está dando um importante passo para o desenvolvimento cultural,
realizando a I Conferência Municipal de Cultura, que tem por objetivo
analisar e discutir sobre Cultura, Diversidade, Cidadania e
Desenvolvimento, visando a Cultura como um Direito de Todos. A
presente Conferência, organizada pela Secretaria Municipal de Educação
? Divisão de Cultura e Conselho Municipal de Cultura, será realizada
no dia 13 de julho, Sábado, com início às 08 horas, no auditório da
Escola Municipal de Ensino Fundamental Leonora Marchioro Bellenzier,
Rua Minuano n° 135, Bairro Gramadinho/Santa Lúcia, Serafina Corrêa/RS.
A I Conferência Municipal de Cultura contará com a participação de
Carla Pinheiro, Consultora da UNESCO ? Organização das Nações Unidas
para a Educação, Ciência e Cultura, Paulo José Massolini, Presidente
da FIBRA ? Federação das Associações Ítalo Brasileiras, Claudia Mara
Sganzerla, vice-diretora da FABE Marau/RS ? Faculdade de Administração
da Associação Brasiliense de Educação e Ademir Antônio Bacca, escritor
de Bento Gonçalves/RS.
Participe da I Conferência Municipal de Cultura e colabore com o
progresso cultural de Serafina Corrêa, no dia 13 de Julho, sábado, às
8h, na Escola Municipal Leonora Marchioro Bellenzier ? Bairro
Gramadinho.

 

 

 

DILMA PASSANDO PELO DÉCIMO ANDAR: “ATÉ AQUI, TUDO BEM”
Por Carlos Chagas
Está o governo Dilma, melhor dizendo, além do Executivo, estão também o Legislativo e o Judiciário na situação daquele personagem que caiu do vigésimo andar de um edifício e, ao passar pelo décimo andar, comentou: “até aqui, tudo bem”. Tudo bem coisa nenhuma. Adianta muito pouco exaltar as excelências da democracia e afirmar que os protestos de rua exprimem o direito de o povo manifestar-se. Porque as manifestações se fazem contra as autoridades públicas. Contra o governo, contra Dilma, contra o Congresso e contra o Judiciário. Sem esquecer, também contra a ordem política, a ordem econômica e a ordem social.
O risco do colapso de nossas instituições parece à vista. Só que o país já sabe porque os jovens protestam, mas os jovens não sabem como dar seqüência aos protestos. Querem acabar com a corrupção, mas como? Melhores condições de ensino e saúde pública, fazendo o quê? Falta-lhes um programa, um roteiro.
Demos notícia, ontem, de uma idéia que se não fosse doida seria genial: adaptar parte dos elefantes brancos construídos por bilhões de reais para funcionarem, também, como escolas, universidades, centros de saúde e hospitais. Algo capaz de sensibilizar e empolgar todo mundo. Mas terá o governo coragem para tanto? Recursos? Ora, os lucros dos bancos, as remessas de milhões de dólares para o exterior, a parceria de grandes hospitais como o Sírio-Libanês e o Albert Einstein.
Uma conclusão surge inevitável: ou o governo sai na frente, combatendo o vandalismo e interrompendo a sanha dos baderneiros, ou o movimento pacífico logo amargará a rejeição do cidadão comum. Mesmo assim, faltará um plano de mudanças fundamentais, muito acima e além do PAC. Que tal começar pela ampla reforma do ministério, com a diminuição do número de pastas e sua entrega a técnicos de renomada competência, mandando passear os representantes de partidos desmoralizados?
A FALÊNCIA DO ESTADO
É constrangedor verificar o fracasso do Estado no cumprimento de suas obrigações para com a sociedade. Senão vejamos:
Diante da revolta dos jovens que ocuparam as ruas do país inteiro, assistimos primeiro uma ação desmedida e truculenta das polícias militares para depois sobrevir a omissão das corporações. Nada fez a autoridade policial diante do vandalismo praticado em São Paulo, no Rio, Belo Horizonte e outras capitais para impedir a depredação de próprios públicos, lojas e similares. Os animais ficaram e continuam à solta, registrando-se pequeno número de prisões quando as imagens transmitidas pela mídia mostram a maior parte deles de corpo inteiro, apesar do rosto encoberto.
Governadores e prefeitos determinaram o aumento nas tarifas dos transportes públicos sem promover estudos de situação nem prever as consequências. Em poucos dias, voltaram atrás premidos pelo império das circunstâncias, deixando sem resposta a indagação maior: se os reajustes eram necessários, foi sinal de fraqueza revogá-los. Se não eram, não deveriam ter sido adotados.
O combate à corrupção permanece oculto, com Legislativo e Judiciário tergiversando e não dando seqüência às apurações, punições e aprovação de novas medidas imprescindíveis a deixar os corruptos na defensiva. A construção dos estádios de futebol dá a medida de como se rouba patrimônio publico. Ass empreiteiras responsáveis pela implantação ou reforma de arenas orçadas em milhões passaram a sugar bilhões sem que ninguém reagisse, no poder público.
DIFERENÇAS
Em Paris, 1968, os estudantes ocuparam as ruas, estendendo seu protesto à França inteira e, depois, a muitas capitais da Europa. Insurgiam-se contra o imobilismo das instituições que discriminavam os jovens e engessavam a sociedade através de métodos arcaicos de domínio dos mais velhos. Foi o diabo, pois o movimento pegou feito sarampo e serviu para oxigenar a civilização. Quem ficou sem saída foi o presidente Charles De Gaulle, que depois de alguns dias de silêncio foi procurar nos militares com os quais estava rompido a ajuda necessária para o restabelecimento da ordem. Quanto tudo serenou, apareceu o reverso da medalha: uma passeata de quase um milhão de franceses desfilou pelos Campos Elísios em apoio ao presidente.
Alguém imagina que uma vez assentada a poeira da rebelião pacífica, mas nem tanto, dos jovens brasileiros, haverá ânimo para uma passeata em apoio de Dilma ou do Lula? São diferentes as situações.

 

 

 

Praça Júlio de Castilhos terá mão inglesa no trânsito
21/06/2013 08:01:25

Em razão de reivindicação principalmente de moradores dos bairros Moinhos de Vento, Auxiliadora e Rio Branco, após análise técnica, a EPTC implantará duplo sentido de circulação na Praça Júlio de Castilhos, com mão inglesa (trânsito pela esquerda da via), a partir de sábado, 22. A medida possibilitará o ingresso na Mostardeiro para os motoristas que trafegam pela 24 de Outubro, sem a necessidade de utilização da Ramiro Barcelos, com melhora na fluidez daquela área.

Para os ônibus, lotações e veículos de grande porte, prossegue a necessidade de contorno da praça. O ponto de táxi será deslocado para o lado oposto da via, com proibição de estacionamento no lado de circulação da mão inglesa. A via ficará devidamete sinalizada, com monitoramento das mudanças pelos agentes de fiscalização do trânsito e transporte.

Além desta medida, a EPTC, em ação conjunta com a Secretaria de Obras e Viação (Smov), desenvolve projeto de abertura da rua Pinheiro Machado, que possibilitará conversão à esquerda para quem trafega pela Independência, em direção à Av. Cristóvão Colombo.


 

 

 

Reunião de apresentação da Delegada de Polícia

A Câmara Municipal de Vereadores de Guaporé promoveu, no dia 10 de
Junho de 2013, reunião de apresentação da Dra. Graciela Foresti das
Chagas às comunidades que compreendem a circunscrição da Delegada de
Polícia de Guaporé, na qual o município de Serafina Corrêa pertence.
Na oportunidade, a Delegada abordou as políticas de segurança pública
que pretende implementar no combate à criminalidade.
Autoridades do Poder Executivo e Legislativo participaram da reunião,
um importante momento de reflexão sobre a segurança pública.

 

 

A Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa continua realizando o
projeto de infraestrutura no Loteamento Verdes Vales. Mais
desenvolvimento, com habitação e qualidade de vida.

 

 

 

Recursos do Regime Próprio de Previdência Social

Na manhã de quinta-feira, 20 de Junho de 2013, foi realizada
importante reunião na sala de reuniões da Câmara Municipal de
Vereadores de Serafina Corrêa, com a presença dos membros do Conselho
Municipal de Previdência Social, dos membros do Comitê de
Investimentos dos Recursos do Regime Próprio de Previdência Social ?
RPPS, do Município de Serafina Corrêa.
Houve a participação de Conselheiros do RPPS dos Municípios de São
Valentin do Sul e de Guaporé. O objetivo do encontro foi realizar um
debate juntamente com as instituições bancárias: Banrisul,
representado por Marco Antonio Pereira e Margarete Dallazen, e Banco
do Brasil, representado por Clenir Barcelos, Samuel Andreola e André
Belegante, para que apresentassem diagnósticos e opções no mercado,
diante da instabilidade do cenário econômico em relação aos
investimentos do RPPS.
A preocupação dos Conselheiros está relacionada com as perdas
apuradas no exercício de 2013, registradas pelos conselheiros
presentes, o que refletirá em dificuldades de alcance da meta atuarial
prevista para o exercício, em comparação ao ano de 2012, que foi
bastante favorável. Assim, foi destacado pelas instituições bancárias,
o histórico da taxa de juros SELIC, PIB, inflação e o IMA (Índice de
Mercado Anbima) com relação ao exercício de 2012 e quanto às
perspectivas para o restante do ano de 2013, que será de continuidade
da volatilidade ocorrida nos primeiros 5 meses do ano, onde deve-se
estar atentos e acompanhar as reuniões do COPOM, pronunciamentos do
Governo, Evolução da Inflação, Uso de Medidas Macro Prudenciais, Taxa
Selic, Crescimento Econômico. Se antecipar aos movimentos do mercado
é um risco muito alto, orientam que sejam realizadas novas aplicações
em outros fundos de investimento e que se mantenha os demais já
aplicados nos respectivos fundos. Destaca-se que o encontro teve
20(vinte) participantes, foi muito produtivo e proveitoso, o que
demonstra o interesse dos responsáveis pela Gestão do RPPS em buscar
alternativas que venham a contribuir para a Gestão dos Regimes
Próprios de Previdência Social.

Por: Roberta Graziella Vivian Castro - Presidente do Conselho
Municipal de Previdência.
Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa/RS.

 

 

 

Destaque:foto

Caminhada das Vitoriosas 2013

Para comemorar os 53 anos de Emancipação Politico Administrativa de
Serafina Corrêa, estão sendo programados diversos eventos, dentre eles
a Caminhada das Vitoriosas, no dia 14 de Julho, com concentração a
partir das 14 horas no Calçadão da Praça da Matriz, no centro do
município.
Convidamos toda a comunidade para homenagear as mulheres que fizeram
seus exames de prevenção, mantendo a sua qualidade de vida.
Os participantes receberão brindes e haverá apresentações artísticas
no Ginásio Municipal Irceu Gasparin, Serafina Corrêa/RS.
Reserve um lugar na sua agenda para o dia 14 de Julho, domingo,
participar da Caminhada das Vitoriosas. Informações: 3444 1166.

 

 

 

Caro editor, gostaria de cometer alguns comentários sobre a semana que está mudando o Brasil:

1. Quando jovens e fomos as ruas, nas décadas de 60 e 70, também fomos chamados de baderneiros. Não se faz gemada sem quebrar os ovos. Em 1968, tomamos o maior pau na porta da Catedral na Praça da matriz aí em Porto Alegre. Alguém lembra.

2. A grande (ou pequena) imprensa tanto fez para criminalizar os políticos que a gurizada resolveu tomar as reivindicações em suas mãos.

3. Quem diria? O PT mandou a polícia proteger o prédio da RBS.

4. A Rosane Oliveira e sua turma mostraram que não entendem nada de política e estavam narrando e comentando as manifestações como se fosse uma partida de futebol.

5. A presidenta Dilma, o Tarso e o PT tem que ficar ao lado da gurizada, aproveitar e mudar de vez o Brasil.

6. Mas tem uma incoerência nas manifestações, elas descartam os políticos, mas vão exatamente até as sedes de governos, que são templos dos políticos para protestar.

7. Está faltando uma interface entre os manifestantes e os partidos políticos. Sem os partidos nada se consegue nada.

8. Como é bom ver que o povo ainda sabe berrar.

9. A direita está morrendo de medo. Não com as criançadas, mas com as mudanças a que o governo será obrigado a promover.

10. Está na hora de rejuvenescer a política do Brasil. Mais juventude, menos velharias.

 

Coleguinhas

O SELETO CLUBE DOS QUE COBREM CARROS E AFINS



Ouvi demanha cedo hoje,segunda, dia 17.06 que uma turma de mais de 30 jornalistas estavam rumando pra BAires, não pra dançar tango, mas pra lançamento de carros,ou salão de automóvel de lá.

Não há no meio jornalistico um 'gueto' maior do que este,sempre comandado pela Anfavea, a associção nacional dos fabricantes de carros.

Desde que me conheço por gente e já faz um tempão aqui do sul os convidados pra estes agapes são o renato rossi, o gilbertinho leal, e aquele alemão de estrela, ou lajeado, o elton jaeger que agora não vai mais porque não tem mais veiculo.

mas tem outros também que participam dos lançamentos dos carros.

Olha, não estou falando mal de coleguinha nenhum, estou apenas dizendo que é o circulo mais bem fechado que conheço. Nem religão, ou um partido politico é tão exclusivo quanto os jornalsitas que cobrem a area de fabricantes de carros.

Uma vez intiquei como renato rossi na guaiba sobre isto, dizendo que ele precisaria ir pras vilas comer ovo cozido e colocado dentro dos garrafões porque ele andava se queixando dos aeroportos domundo no programa do rogério. O renato se melindrou mas agora ele entendeu que era apenas uma brincadeira minha ..

Já quanto ao Gilbertinho leal também guardo muito carinho do meu ex-colega de zh que se tornou um amigo.

Agora sei pelo Beto Bottega que o gib a, como os amigos o chamam, está passando a bola pro Daniel Dias, que é seu segundo...

 

 

 

 

Boa tarde,

Segue o manifesto dos vereadores do PT de Porto Alegre referente às manifestações na cidade apresentado na sessão plenária desta quinta-feira(20).

 

Manifesto da Bancada de Vereadore(a)s do PT

Hoje, mais de 2 milhões de brasileiros e brasileiras estarão nas ruas.

O novo caminho do Brasil nos últimos 10 anos implementado pelos governos Lula e Dilma está exigindo maiores mudanças!

O movimento de jovens que toma as ruas de todo o mundo nos últimos anos ocupou o Brasil e encontra aqui um ambiente de democracia que permite que essas vozes sejam manifestadas de forma plenamente livre.

As energias das ruas devem ser canalizadas para transformar as instituições públicas no sentido de tornar o Brasil um país mais justo e democrático.

Não aceitamos que forças reacionárias, que sempre estiveram ao lado da Ditadura, do neoliberalismo e contra as mudanças sociais dos últimos anos, se utilizem desses movimentos para os seus fins golpistas e reacionários.

É preciso ouvir a voz das ruas e implementar um conjunto profundo de mudanças, principalmente no próprio Sistema Político brasileiro.

Precisamos diminuir a influência do financiamento privado, tornar paritária a participação das mulheres, criar novos mecanismos de participação direta.

É preciso convocar uma Assembléia Nacional Constituinte exclusiva para reformar o sistema político, permitindo que essas novas forças sociais possam ser canalizadas para a construção de um novo contrato social, que avance mais rapidamente na superação das desigualdades, na construção de Direitos e no fim de privilégios.

A mobilização sempre foi a arma do povo. A violência sempre foi o motor de injustiças. Por isso mais uma vez, como fizemos nos últimos 30 anos, o PT estará nas ruas pelas mudanças, apoiando a Presidenta Dilma e o Governador Tarso nos seus projetos de transformação do Brasil e do Rio Grande do Sul, certos de que a democracia e a paz são o único caminho para a justiça e para a liberdade.

Sofia Cavedon
Carlos Comassetto
Mauro Pinheiro
Marcelo Sgarbossa
Alberto Kopittke

 

 

 

OS PREÇOS DO ÔNIBUS E DA INTEGRAÇÃO / METRÔ DE SANTIAGO DO CHILE

De Santiago do Chile
Gelson Farias

Em 1975 se inaugurou a primeira linha do que hoje seria a rede do metrô de Santiago de Chile. É um meio de transporte econômico e seguro que permite percorrer os principais pontos de interesse da cidade. A subterrânea conta com cinco linhas diferentes que mantém conectadas as regiões periféricas com o centro da cidade. São mais de cem km de vias que lhe permitem percorrer por debaixo da cidade para chegar a qualquer uma das 94 estações que conformam a rede do metrô. É a segunda rede de metrô mais longa da América Latina, depois da de Cidade do México, e considerado um dos sistemas mais modernos.

As estações do Metrô Santiago interatuam com os terminais de ônibus da companhia Transantiago, com os pontos de ônibus interurbanos e com as ciclovias (senda especifica para bicicletas). Uma novidade do Metrô Santiago é que conta com espaços para guardar bicicletas em varias de suas estações. “Bicimetro” é um espaço reservado com lockers individuais onde os usuários podem deixar as suas bicicletas de forma segura. Este meio de transporte conta também com um especializado sistema de acesso para deficientes físicos: rampas elétricas para cadeiras de rodas, elevadores com sonorização, passa mãos com codificação Braille para não videntes e assentos preferenciais são alguns dos serviços especiais que oferece a companhia.

Há poucos anos o sistema de ônibus de Santiago foi inteiramente reformulado à maneira de Curitiba, com linhas-troncas que trafegam por corredores desimpedidos e linhas alimentadoras até estações de transbordo. Não cheguei a usar, mas não deve ser difícil de entender não. É preciso subir no ônibus com a passagem já comprada (seja o bilhete-integração do metrô, seja um cartão recarregável). O trânsito em Santiago é bem complicado, e vem com pegadinhas: avenidas que invertem o sentido de acordo com o horário, vias expressas com pedágio… Os estacionamentos costumam ser pagos (a maioria funciona em subterrâneos; outros são controlados por flanelinhas oficiais com maquininhas). O preço do ônibus da cidade é de (1.700 pesos, US$ 3,50) ou da Centropuerto (1.400 pesos, US$ 2,80, menos confortáveis que os da TurBus) e continue de metrô (desça em Pajaritos, linha 1) ou faça o trechinho final de táxi (desça no fim de linha)


É o meio mais conveniente para se locomover no eixo Centro – Lastarria – Bellavista – Providencia – El Golf. Fora do centrão, as estações costumam ser espaçadas — você sempre vai ter que caminhar um pouco. O horário de funcionamento é das 6h às 23h30 (as bilheterias fecham às 23h). O preço do bilhete varia conforme o horário — pode ser “punta”, “valle” ou “bajo” — e vai de 480 a 580 pesos (cerca de US$ 1). Os santiaguinos andam sempre com cartões magnéticos pré-carregados, então as bilheterias nunca têm fila grande. Você vai usar, sobretudo a linha 1, vermelha. Estações-chave: Universidad de Santiago (rodoviária para Valparaíso e Viña del Mar), Universidad Católica (noite do bairro Lastarria), Baquedano (noite de Bellavista), Manuel Montt e Pedro de Valdivia (Providencia), El Golf (noite da av. Isidora Goyenechea) e Los Dominicos (feirinha de artesanato permanente). Para turistas no centro, faça baldeação em Baquedano para a linha cinco, verde, e desça na estação Plaza de Armas.

 

 

 

Hoje 21 de junho é o 9 ano da morte do Leonel Brizola.Aqui o féretro passando na frente da rodoviária de porto Alegre...

 

 

 

No meio da tarde de hoje mandaram colocar tapumes na frente do vidro do prédio do sindicato dos bancários na rua da Ladeira!

 

 

 

FALTAM IMAGINAÇÃO E VONTADE
Por Carlos Chagas


Saída, tem. Bastam imaginação e vontade. Traduzindo os principais protestos levados às ruas por centenas de milhares de jovens, em todo o país, conclui-se que os gastos desmedidos com a Copa das Confederações e com a Copa do Mundo poderiam acoplar-se às queixas sobre profundas deficiências na educação e na saúde públicas. Por que não somar dois e dois? O Brasil carece de hospitais, de universidades e de centros de ensino médio e técnico. Que tal adaptar esses elefantes brancos construídos de modo a aumentar o lucro das empreiteiras para, durante a semana, servirem de hospitais e escolas? Seria o dinheiro mais bem gasto do mundo: sábados e domingos, atividades esportivas. De segunda a sexta, salas de aula e enfermarias, bastando encontrar arquitetos, educadores e médicos com suficiente capacidade de sonhar para realizar.
Nem a idéia é tão original assim, porque Leonel Brizola, governador do Rio, assessorado por Darcy Ribeiro, encomendou a Oscar Niemayer um projeto para transformar o Sambódromo em escola, durante a semana e nos períodos posteriores ao Carnaval. Dito e feito, coisa que daqui de Brasília ignoramos se ainda funciona, porque Sérgio Cabral não se chama Leonel Brizola.
Muitos ranzinzas e outro tanto de ingênuos argumentariam ser esse um projeto impossível, tamanha a soma de recursos que exigiriam as instalações para essas duplas funções. Mas o Sambódromo foi feito em poucos meses, doublé de escolas. Brasília erigiu-se no espaço de um mandato presidencial e até hoje desperta a admiração nacional. Por que os estádios de futebol não poderiam funcionar para redimir a educação pública deficiente, ou servir de refrigério para as carências na saúde da população?
Não se trata de trabalho para um só governo, ainda que se constitua numa tentação para o segundo mandato de Dilma Rousseff. A se completar sabe-se lá quando, mas pronto para ser iniciado assim que prevalecerem a imaginação e a vontade. Já pensaram no Maracanã renovado funcionando como um hospital modelo, sem prejuízo das competições esportivas nacionais e internacionais? Ou nessas múltiplas arenas construídas no Norte, Nordeste e Sul, servindo como universidades-modelo? Que tal esse faraônico Estádio Mané Garrincha, da capital federal, virar também um centro de ensino e atividades médicas, capaz de ombrear com o Sírio-Libanês ou o Albert Einstein?
Empregos seriam criados aos milhares, para atender carências seculares. E para quem alegar falta de dinheiro, aí estão o lucro dos bancos, as remessas olímpicas de dólares para o exterior e a fantástica fábrica de ilusões que continua sendo o Pré-Sal.

PARCERIA INEVITÁVEL

Já que o movimento pelo Passe-Livre não tem lideranças, nem ao menos carro de som, conforme o infeliz diagnóstico de Gilberto Carvalho, que tal uma parceria entre os jovens rebeldes e as autoridades públicas, numa simbiose fantástica mas capaz de representar progresso político? Bastaria os jovens rebeldes identificar e discriminar a banda podre de seu movimento, expulsando dele os arruaceiros e bandidos empenhados em desvirtuar o sentido dos protestos. Flagrados em depredações e incêndios, não seria difícil aos lideres do movimento,amplamente majoritários, isolar esses animais e entregá-los aos responsáveis pela aplicação da lei. Nada de dedos-duros, mas, simplesmente, de profilaxia necessária. Gente com a cabeça coberta pelas camisas e com as mochilas cheias de coquetéis molotov não merece contemplação, especialmente por parte daqueles a quem buscam enganar, aproveitando-se de manifestações duras mas pacificas. Pau neles, em nome da pureza dos protestos.

 

 

 

 

DE SERAFINA

 

Adriana Sabadin, a primeira da esquerda pra direita é uma competente assessora de imprensa da prefeitura municipal de serafina correa.

 

Recebeu a turma que foi de Porto Alegre na segunda passada e não se intimidou com nada. enfrentou até as ' piadinhas' de um coleguinha que nós todos sabemos que gosta de se exibir....

 

 

 

presidente ' chapa-branca' agora ensaia greve

 

 

Toda a alauza que foi feita na frente do Piratini na tarde de terça passada, na verdade, é pra salvar a cabeça do presidente do sindicato da água( dos funcionários ligados a Corsan)..

 

Quem passasse ali via todo aquele ' teatro". Na verdade, é que o presidente atual do sindicato está para perder a eleição que acontecerá brevemente pra Oposição. Dizem os bastidores que ele foi sempre alinhado com a direção da Corsan...mas são informações de corredor...de ' coxeira' como se diz na giria jornalistica.

 

Agora vamos aguardar a eleição do sindicato da água pra ver no que dá....

 

 

 

 

ADELI FAZ CARA FEIA

 

PROS GREVISTAS!

 

Na terça, quando o ' povo' da Corsan ensaiava uma greve na frente do Piratini, o outrora puxador de greves - comandou a maior greve da construção civil em 1979 na capital -Adeli Sell atravessou uma espécie de corredor polonês, que não fora feito pra ele e sim pra quem precisava passar pelo lado ....

 

Adeli não foi importunado e nem reconhecido...Seguinte caminhando em direção ao seu trabalho onde cumpre religiosamente o horário.

 

 

 

 

 

 

 

HISTORIAS DE LA UNDEZE

' ESTE CARA É TRAFICANTE'?

Foi há 22 anos que o dentista Luis Montanari conheceu sua atual esposa...Por mero acaso....ele pediu licença a Uniodonto pra ir a Serafina, onde haveria um festival de italiano. Montanari, filho do primeiro prefeito de lá,estava a fim de curtir um bom feriado....

Mas chegando em Serafina, seu amigoBetão Arroque o encheu de tarefas. ..

Tinha que acompanhar uma turma de velhinhos( no bom sentido) que vinham passear e conhecer a cantoria que tanta gente atraia pra serafina( ninguém nunca entendeu porque terminaram com o festival. a desculpa oficisal é de que é falta de dinheiro, mas parece que este ano o prefeito bico branco vai reativar na festa domunicipio).

Pois Montanari foi incumbido pelo Betão Arroque a ir a Guaporé esperar uma turma que viria de Porto Alegre...Ficariam hospedados em Guaroré porque nem hotel havia ainda em Serafina( agora existem 3: Ca Dei Monti,Genova e Marucus)

Montanari no dia seguinte , ou seja, uma sexta, foi pra Guaporé se encontrar com a turma.

Havia ali no meio da turma, uma jovem, de nome Telma, acompanhada de uma tia. As duas vieram no lugar dos pais da Telma, que não puderamvir.

- Eles falavam o mesmo dialeto veneto que o nosso,conta Luis Carlos, conhecido entre os amigos por Guigon.

A historia de Luis e Telma começou a rolar numa capela, que o dentista nem lembra bem qual foi. Eles foram comer um prato tipico da colonia, que costumavam levar os visitantes quando aconteciam aqueles festivais.

- Numa destas capelas que não lembro mais o nome, a tia de Telma me perguntou que eu fazia...

- Euvivo nas bocas, disse Montanari,com seu conhecido jeito brincalhão....

É que ele é dentista e por isto deu esta resposta.

A tia de Telma se assustou e olhando pra sobrinha perguntou:

- Este cara é traficante?

- Não disse Telma, ele é dentista.

Mas havia um outro que se interessou pela moça que viera de São paulo..Um Migliavacca da setima....Montanari nãolembra do nome dele.

Montanari que já estava separado da primeira esposa, fora a Serafina com as duas filhas que tivera do primeiro casamento. Morava com elas.

No domingo ao meio-dia ele veio embora pra Porto Alegre, porque na segunda trabalhava.

Mas antes tomou o cuidado de ir na sua prima, a Adelina comprar um ramalhete de flores e mandar pra Telma.

No domingo, ele sabia que hora eles embarcariam pra SP.

Foi no aeroporto se despedir....(deve ter comovido a futura noiva)

Quatro dias depois, ele ligou pra casa dela mas não estava. A mãe deu o fone de onde ela estava, na casa de uma irmã.

Montanari ligou pra ela e o romance começou. Dura 22 anos...

Montanari conhece tanto a esposa que quando a ve incomodada com alguma coisa, ele meio que ' adivinha' qual o problema.

Tem um filho...

O namoro que começou num festival de musica italiana vingou...


 

Protestos

Agora o LUCAS MAROSTICA está na vitrine. É do gabinete da Fernanda Melchiona, do Psol, já foi candidato a vereador.

Na ZH do dia 19.06 ele assina um artigo sem dizer que é do Psol

*

Toda cidade comenta que a turma queria ir invadir a ZH na segunda. A BM protegeu....

*

 

 

 

ONDA DE BOATOS

 

andei de onibus hoje pela cidade..conversei com motoristas e cobradores. todos dizem que se houver quebra de vidros eles irão recolher. vamos ver no que vai dar tudo isto.

 

ONDA DE BOATOS

 

Particularmente acho que esta montanha vai parir um ratinho.....

 

ONDA DE BOATOS

 

A primeiro vitima numa guerra é a verdade, dizem os correspondentes de guerra mais tarimbados...

 

É o caso deste movimento....

 

Um simbolozinho contra o que está aí e as pessoas não estão concordando, ou já encheram o saco....

 

A bandeira do Brasil com a faixa branca,sinonimo de PAZ....que é o que todos nós precisamos!

 

 

 

Não sei porque me bateu estas duas fotos. Como este pais tem vocação pra tragédias, não sei não...

Explico. a primeira foto é do enterro do Jango em 7.12.1976(pô como passou o tempo, minha filha maior era pequeninha...)
a segunda foto é do enterro do Getulio.Na foto, reconheço o Osvaldo Aranha discursando. do lado vejo o filho do Getulio, Maneco que entrevistei em 1993 prum livro e cujo depoimento tenho guardado comigo até hoje. mas vou doar uma copia pro memorial da ALRS

 

 

 

Na primeira foto, me parece que é uma manifestação religiosa....teve sempre muitas em serafina.

Na outra, o governador Perachibarcellos tendo ao lado o prefeito Amantino Montanari...

remetido por um leitor de serafina!

 

 

 

 

 

 

Rescaldo de Serafina.

O bigode do Bico Branco e uma foto na frente da prefa...

 

 

 

Contribuição aos Serafinenses em mais de seis décadas é tema de
homenagem do Poder Legislativo
Sessão Solene alusiva à presença das Irmãs da Congregação de São
Carlos Borromeu acontecerá em 29 de junho, no Plenário da Câmara
Desde o ano de 1950, antes mesmo de sua emancipação política, é que
Serafina Corrêa conta com a presença, o trabalho e a dedicação das
Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeu, também conhecidas como
Scalabrinianas, já que a Congregação foi fundada pelo bem-aventurado,
dom João Batista Scalabrini, bispo da diocese de Piacenza, Itália, em
25 de outubro de 1895. Com carismas voltados para a educação, a saúde,
a evangelização e o trabalho junto aos migrantes, as Irmãs
Scalabrinianas participaram ativamente do desenvolvimento do
Município, atuando diretamente para o bem estar da população,
especialmente na Paróquia, no Colégio Nossa Senhora do Rosário e no
Hospital Beneficente Nossa Senhora do Rosário.
Com o objetivo de reconhecer, agradecer e valorizar as mais de seis
décadas desta atuação é que os Vereadores sugeriram e aprovaram a
realização de uma Sessão Solene alusiva à presença das Irmãs da
Congregação de São Carlos Borromeu no Município de Serafina Corrêa. A
solenidade será realizada às 16h de 29 de junho (sábado), mesmo dia em
que as últimas religiosas a morar e a trabalhar em Serafina Corrêa
deixam a cidade. Além de autoridades, representantes de entidades,
pessoas que conviveram e trabalharam com as Sclabrinianas entre os
anos de 1950 e 2013 e a comunidade, também estão sendo convidadas as
38 Irmãs que aqui passaram e que permanecem vivas, hoje morando em
diversas cidades gaúchas e em outros Estados, além da Superiora
Provincial.
O Poder Legislativo de Serafina Corrêa convida a comunidade para este
importante gesto de agradecimento pelas atividades que contribuíram
para a qualidade de vida da população e pelo trabalho desenvolvido
desde o ano de 1950 até os dias de hoje. Participe da Sessão Solene
alusiva à presença das Irmãs da Congregação de São Carlos Borromeu no
Município de Serafina Corrêa.
Local: Plenário da Câmara de Vereadores de Serafina Corrêa
Quando: 29 de junho de 2013, sábado
Horário: 16 horas

 

 

 

ROBERTO RITZ, O BETO BIRONHA...

Gelson Farias

Olides.
Se a memória não falhar, vou contar como encontrei pela primeira vez o jornalista Roberto Ritz, o Beto Bironha. Era o ano de l971, e o Beto, trabalhava na Zero Hora, junto com o Gaguinho, na editoria de Polícia. Nesta época, eu era homem de rádio. Tinha iniciado minha vida como redator de notícias na Rádio Princesa. Depois, fui trabalhar em outras emissoras, Difusora e Rádio Farroupilha, como repórter de Polícia. Foi durante um churrasco, no dia do policial, no salão da igreja São Jorge, que falei pela primeira vez com o Beto. Passou os meses, e conseguiu emprego na Rádio Gaúcha.

Por conta de ofício e amizade, nos falávamos pelo menos uma vez por semana. O Beto me ensinou muito sobre o difícil ofício de fazer jornalismo policial. Foi um dos meus mestres, entre outros bons jornalistas que conheci ao longo da carreira. Depois, recebi o convite do Wanderley Soares, e fui parar na CJCJ, na Folha da Manhã. Tempos depois, houve uma troca: o Beto e a sua Trupe, Vilmo Medeiros, Leopoldo Ruszick, Edgar Eskavinski, Sérgio Lima, Sergio Motta entre outros, foram para CJCJ, comanda a Editoria de Polícia, sob o comando do Tibério Vargas Ramos. O Beto pediu que eu ficasse para trabalhar com ele. Claro que aceitei.

Para finalizar, escrever todos os acontecimentos sobre a vida profissional do Beto, é tão grande que mil laudas não seriam suficientes. Os momentos especiais, ele reservava para ficar em casa, na companhia de esposa, a Dona Consuelo com quem teve dois filhos. Gostava de um bom uísque e de ouvir uma boa música e ficar assando um pernil de ovelha, e batendo papo junto com amigos em sua casa. Era um grande amigo de Lupicínio Rodrigues. Nas noites, o Beto, sempre dava uma passadinha no “Gente da Noite”, ou no “Se Acaso Você Chegasse”, casas noturnas que existiam naquela época na cidade de Porto Alegre. Como um bom “Vivam” o Beto Bironha, como jornalista, aproveitou bastante o seu momento para se divertir. Queria falar com o Beto, era só passar pelo local da boêmia da cidade e lá estava o Bironha, com seu uísque e ouvindo música. Por falar em música, o Beto gostava de ouvir, Ronda, isso depois de algumas doses é claro... Ele mesmo dizia que aquele era o momento mágico em sua vida! “ Eu sou como a letra da música faço minha ronda pela madrugada...”. Tempos depois, a crise financeira atingiu em cheio a CJCJ e o Beto recebeu foi trabalhar no Diário Catarinense, onde ficou por muitos anos. Mais tarde, foi chefe de gabinete da prefeitura de São José. No entanto, sua saúde já estava debilitada e acabou falecendo. Como todo jornalista, ele deixou amigos e inimigos.
Ronda
De noite eu rondo a cidade
A te procurar sem encontrar
No meio de olhares espio em todos os bares
Você não está
Volto pra casa abatida
Desencantada da vida
O sonho alegria me dá
Nele você está
Ah, se eu tivesse quem bem me quisesse
Esse alguém me diria
Desiste, esta busca é inútil
Eu não desistia
Porém, com perfeita paciência
Volto a te buscar
Hei de encontrar
Bebendo com outras mulheres
Rolando um dadinho
Jogando bilhar
E neste dia então
Vai dar na primeira edição
Cena de sangue num bar
Da avenida são João.

 

 

Prefeito pede agilidade no projeto que pode reduzir tarifa


Ao participar nesta quarta-feira, 19, da audiência pública da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal, o prefeito de Porto Alegre e presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), José Fortunati, defendeu agilidade na aprovação do Projeto de Lei que institui o Regime Especial de Incentivos para o Transporte Coletivo (Reitup).

Na sua explanação, Fortunati afirmou que o Reitup permitirá que a tarifa de transporte coletivo seja incluído como item da cesta básica e receba as isenções tributárias que o governo federal tem concedido a outros segmentos da economia, como a linha branca. "O Reitup vai garantir que estados e municípios apliquem desonerações no ICMS e no Imposto Sobre Serviços, reduzindo sensivelmente o preço da passagem do transporte coletivo. Essa é a bandeira de todos os prefeitos, dela não abrimos mão e julgamos importante sensibilizar os senadores para a breve aprovação desse projeto, que é de alto interesse publico", afirmou Fortunati. O impacto previsto na tarifa pode chegar a 12 centavos.

Questionado pelo senador Eduardo Suplicy, Fortunati apresentou os dados em relação às tarifas de Porto Alegre que, com a isenção do ICMS pedida do governo estadual e a isenção do ISSQN para o transporte público encaminhada ontem à Câmara Municipal, poderá ser reduzida para até R$ 2,73. Além disso, destacou que o Reitup prevê que a planilha de custos incidente sobre as tarifas seja transparente e que os municípios providenciem a licitação do transporte público.

Cide - Fortunati defendeu ainda que a Cide incida sobre a venda de etanol e a gasolina consumida pelos veículos particulares, revertendo para os fundos municipais de transporte público. "É o efeito Robin Hood: os proprietários de automóveis que cada vez mais congestionam nossas cidades devem, sim, contribuir de alguma forma para a melhoria do transporte urbano e metropolitano", enfatizou.

O presidente da CAE, senador Lindbergh Farias, ressaltou a importância da posição dos prefeitos na discussão do tema e antecipou que o projeto deve ir a votação na próxima terça-feira. A senadora gaúcha, Ana Amélia Lemos, recém chegada de Boston, também participou da sessão, apoiando o posicionamento da FNP. Pela Confederação Nacional dos Municípios, o presidente Paulo Ziulkoski também se pronunciou na CAE, defendendo medidas no âmbito do pacto federativo.

O tema tramita há cerca de dez anos no Congresso Nacional e hoje se encontra em caráter terminativo na relatoria da CAE do Senado. O Reitup está baseado na redução de tributos de competência dos governos federal, estaduais e municipais, visando promover a redução das tarifas.

Avanços - Há pelo menos 20 anos a FNP luta pela desoneração da tarifa do transporte coletivo. A questão é considerada prioridade pela nova direção da entidade, liderada por Fortunati. A mais recente manifestação ocorreu durante o II Encontro dos Municípios com Desenvolvimento Sustentável (II EMDS), realizado em abril, quando foi defendida a redução do PIS/Cofins para as empresas do setor de transportes como uma das medidas para evitar aumento no preços das passagens. Em 22 de maio, o governo federal anunciou a suspensão da cobrança dos dois tributos federais embutidos nas tarifas de transporte coletivo. A alíquota de PIS/Confins caiu de 3,65% para zero.

 

 

 

Jose Rodrigues, morador de Serafina, está internado no Hospital São Vicente de Paulo

*


Manifestações

Estão previstas para hoje manifestações em Porto Alegre....Não acredito que seja tanta gente como estão dizendo....

 

DMLU removerá 80 contêineres para evitar vandalismo


Contêiner da coleta automatizada de lixo que foi alvo de vandalismo no Centro Histórico

Com a confirmação de novo protesto nesta quinta-feira, 20, o Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) montou operação para evitar vandalismo aos contêineres de lixo doméstico e gasto inadequado de dinheiro público. A partir das 12h desta quinta-feira, o departamento fará o recolhimento de 80 equipamentos nas vias por onde devem passar os manifestantes.

O diretor-geral André Carús garantiu que os equipamentos serão recolocados no local de origem logo após o término da manifestação para que não haja prejuízo à execução do serviço. “Pedimos aos moradores dos bairros Centro Histórico e Cidade Baixa que colaborem com a cidade não depositando, a partir das 12h desta quinta-feira, o lixo nas ruas. No amanhecer de sexta-feira, os contêineres estarão de volta e as ruas estarão limpas”, afirmou. Ao término da manifestação, equipes do DMLU farão a varrição dos resíduos produzidos durante a passeata, caminhões recolherão o lixo e os contêineres serão devolvidos.

Nas duas últimas manifestações que ocorreram em Porto Alegre, 92 contêineres sofreram algum tipo de vandalismo e 26 tiveram de ser substituídos, pois foram queimados. “Queremos evitar novos prejuízos para a cidade, visto que o valor unitário de cada contêiner varia de R$ 4.800,00 a R$ 5.200,00”, explicou Carús.

Confira as vias de onde serão removidos os contêineres:
- Avenida João Pessoa: 21 equipamentos
- Avenida Azenha: 4 equipamentos
- Rua Sebastião Leão, esquina com a Avenida Azenha: 1 equipamento
- Rua General Lima e Silva: 23 equipamentos
- Avenida Borges de Medeiros: 31 equipamentos

 

 

 

Bom dia! Solicitamos que a matéria seja substituída, pois houve um
equívoco na grafia da palavra ANALISARAM. Pedimos desculpas pelo
transtorno.
Att.
Adriana

Grupo de Teatro Vêneto retornará aos palcos.
A Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa, através da Secretaria de
Indústria, Comércio e Turismo, buscando reviver e fazer renascer os
momentos culturais mais significativos dentro da cultura italiana,
convidou o grupo teatral Vêneto para uma reunião. Esteve presente,
também a Secretária Municipal de Educação, onde juntos analisaram a
viabilidade do retorno do grupo aos palcos. A ideia da retomada dos
trabalh os foi recebida pelo Grupo Vêneto com grande satisfação e
entusiasmo. O povo serafinense terá oportunidade de assisti-los em
primeira exibição na noite do dia 19 de Julho de 2013, momento em que
acontecerá a Abertura Oficial dos Festejos dos 53 Anos do Município de
Serafina Corrêa, às 19h30, em Silva Jardim ? Serafina Corrêa. Participe!

 

 

 

O MONUMENTAL DE NUÑEZ E A DITADURA ARGENTINA


De Santiago do Chile
Gelson Farias



O bairro é identificado com o River Plate a ponto do estádio do time ser conhecido popularmente como Monumental de Nuñez , mesmo com o campo localizando-se no vizinho Belgrano O bairro tem uma área de 3,9 km² e uma população de mais de 50.000 pessoas. É delimitada pela Avenida Cabildo e Avenida Congresso, Larralde Crisologo, Zapiola, Udaondo e Ruas Cantilo, e Avenida General Paz, Foi fundada por Don Florencio Emeterio Nunez. Junto com o bairro vizinho de Saavedra, ambos os subúrbios de Buenos Aires na época.

A área é basicamente constituída de apartamentos e de muita atividade comercial, especialmente ao longo da Avenida Cabildo e da Avenida del Libertador. Ruas residenciais geralmente são inteligentes e sofisticados, com bastante verde, assim como grande parte do resto do norte da cidade. Há duas praças: Plaza e Plaza Félix Lima Balcarce. Entre a Avenida del Libertador e a costa, existem grandes áreas de espaço aberto, incluindo clubes desportivos, o extenso CeNARD (um centro de atletismo de alto desempenho), e áreas de lazer.
Uma das mais recentes áreas verdes, o Parque de los Niños, inaugurado em 1999, foi o local de uma "praia na cidade" inaugurada pelo prefeito Mauricio Macri no início de 2009. Não tem acesso à água, mas tem um acre inteiro de areia, e guarda-sóis. Este foi o primeiro de vários novos parques deste estilo, na cidade na Argentina onde a algumas quadras do Monumental de Nuñez – estádio do River Plate foi o principal palco dos jogos da Copa do Mundo de 1978 – funcionava um dos maiores centros de tortura da ditadura argentina, A ESMA.

Mas segundo dados oficiais o local não foi escolhido por acaso. Cerca de dez anos antes, a FIFA já havia escolhido a Argentina como sede do mundial de 1978 e o presidente João Havelange não voltou atrás na decisão. No mundo inteiro surgiram protestos contra a realização do evento e na França, argentinos exilados se uniram com franceses para criar o Comitê pelo Boicote da Organização da Copa do Mundo de Futebol (COBA). Diariamente um intenso debate ocupava as páginas dos jornais Le Monde e Fígaro. Em pouco tempo, artistas e intelectuais como Alain Touraine, Jean Paul Sartre, Louis Aragon e Roland Barthes aderiram ao movimento que tentava sensibilizar as federações nacionais e convencer a FIFA de que a Copa do Mundo não poderia ser disputada num país que desrespeitava os direitos humanos. Junto com a Anistia Internacional o COBA redigiu um documento enumerando as razões do boicote.

Os jogos eram realizados cerca de 800 metros ( veja gráfico acima ) do mais terrível centro de torturas do país, a Escola de Mecânica Armada, sede do sinistro Grupo de Tarefas 33, verdadeira Gestapo argentina onde aconteceram as maiores torturas de presos políticos sob o comando do temível Massera. Durante a ditadura, os responsáveis pela ermida eram padres "envolvidos no terrorismo de Estado". Na Esma, passaram cerca de 5.000 pessoas - apenas umas cem conseguiram sair vivas.
Os desaparecidos chamavam as salas de tortura de "Capucha" (capuz) e "Capuchita" porque eram sempre encapuzados, mesmo quando torturados. De tempos em tempos, ouviam-se gritos: uma prisioneira estava em trabalho de parto.Muitos dos presos, foram atirados vivos no Rio da Prata e no oceano Atlântico."

DITADOR MORREU PRESO E SEM PEDIR PERDÃO

O ditador Jorge Rafael Videla que morreu há cerca de dois meses, foi um dos principais personagens do Mundial mais controverso da história. À frente da Argentina entre 1976 e 1981, usou a Copa do Mundo de 78, organizada no país e vencida pela seleção local, como propaganda de um governo responsável pela morte de 30 mil pessoas. Videla era mantido no presídio de Marcos Paz, no subúrbio de Buenos Aires. Organizações de direitos humanos contabilizam cerca de 30 mil opositores assassinados pela ditadura militar na Argentina. Outros crimes imputados aos responsáveis pela repressão ilegal são torturas e roubo de bebês, que eram arrancados das vítimas.

As denúncias de que a vitória da Argentina na Copa do Mundo de 1978 foi “combinada” não são novas. Em um livro chamado “Fuimos Campeones” (Fomos Campeões, em espanhol), o jornalista argentino Ricardo Gotta reconstrói a vitória da seleção de seu país por seis gols sobre o Peru, com base no contexto político e social argentino, incluindo a prisão e translado ilegais de esquerdistas peruanos à Argentina, a presença do filho de Bermúdez no país durante os jogos e a visita do ditador argentino Jorge Videla e do ex-secretário de Estado dos EUA, Henry Kissinger, ao vestiário do Peru, para uma possível intimidação, antes da partida. Na obra jornalística, publicada em 2008 pela editora catalã Edhasa, Gotta revela evidências de uma relação amistosa e estreita entre as ditaduras de ambos os países antes mesmo do início da goleada na final da Copa do Mundo, que classifica como “polêmica”, e da participação do Peru na Operação Condor, com repressão conjunta de militantes opositores aos regimes militares deste país e da Argentina.

Do livro... “Videla nos aceitou como prisioneiros de guerra, com a condição de que o Peru permitisse o triunfo da Argentina no campeonato mundial de futebol, porque isso tinha importância para pele: precisavam deste triunfo para limpar a má imagem da Argentina no mundo”. Esdta informação, segundo o livro de Gotta, é do ex-senador peruano Genaro Ledesma Izquieta, segundo quem o regime do general Jorge Videla aceitou receber ilegalmente um grupo de opositores da ditadura peruana em troca da vitória na partida que garantiu a seleção da casa nas semifinais do mundial. As declarações do sobrevivente, que por duas vezes foi candidato à presidência do Peru, foram feitas em depoimento ao juiz argentino Norberto Oyarbide, que investigava as acusações de privação ilegais de liberdade e tortura do grupo formado por sindicalistas, dirigentes políticos, membros das Forças Armadas e um jornalista.




 

 

 


Olides. Tentei mandar este material no meu outro email... Não sei se consegui, pois o email principal não está legal. Tenho de formatar tudo. Perdi algumas coisa, mas fazer o quê? Eu fiz este material, sobre o Manumental de Nuñez, por que no dia no acidente em Castelar e Zapiola, vi que estes dois bairros, eram perto do Monumental e da ESMA. LIguei um fato ao outro. Foi no campo do River, em 78 que se jogou as principais partidas da copa do mundo em Buenos Aires. Enquanto no campo, a argentina ganhava a copa, na ESMA presos políticos eram torturados e mortos... Um abraço. Gelson.

 

 

 

Olides.

 

Somente estes dois maiores jornais aqui de Santiago do Chile deram manchetes sobre as passeatas ai no Brasil. Este primeiro, o La Nacion fala do discurso da Dilma, e da reunião com Lula e o prefeito de São Paulo para baixar o preço da passagem de ônibus. Deram o nome de “Primavera Tropical” aos distúrbios... Já o El Mercurio, em matéria na página quatro, faz um amplo apanhado de todos os acontecimentos sobre as passeatas ai no Brasil, principalmente no Rio, São Paulo e Brasília.

La presidenta Dilma Rousseff se reunió con el ex mandatario Luiz Inacio Lula da Silva y el alcalde paulista Fernando Haddad para discutir, según el diario Folha de Sao Paulo, una eventual rebaja del boleto de bus, metro y tren en la ciudad.
Miércoles 19 de junio de 2013 | por AFP - Foto: AFP + Sigue a Nación.cl en Facebook y Twitter
En Sao Paulo, unas 50.000 personas (según la encuestadora Datafolha) marcharon pacíficamente el martes por la avenida Paulista, una de las principales de la ciudad, capital económica de Brasil.
Frente a la alcaldía, la policía dispersó con gases lacrimógenos y balas de goma a un grupo de unos 300 manifestantes que había incendiado un coche de la televisora Récord y un quiosco policial, constató una periodista de la AFP.
No obstante, varios regresaron al lugar y saquearon negocios, llevándose joyas, televisores de pantalla plana y zapatos hasta que fueron dispersados nuevamente, incidentes que duraron hasta la madrugada.
Nuevas protestas están previstas este miércoles en Fortaleza (Ceará, noreste), donde Brasil se enfrenta a México, y el jueves en varias ciudades.
PRIMAVERA TROPICAL
“Es el comienzo de la primavera tropical”, dijo a la AFP uno de los manifestantes, Givalnido Manoel, en referencia a los movimientos populares en el mundo árabe.
Otras protestas tuvieron lugar el martes en una treintena de ciudades más pequeñas, entre ellas Juazeiro do Norte (Ceará, noreste), donde la policía debió colocar al alcalde Raimundo Macedo en un camión de transporte de valores durante horas para protegerlo de una multitud que protestaba contra recortes de sueldo de profesores.
También hubo manifestaciones en Sao Gonçalo, una pequeña ciudad cercana a Río, en Florianópolis y Manaos.
La presidenta Dilma Rousseff, que prometió escuchar a los manifestantes, hizo el martes un viaje relámpago a Sao Paulo para reunirse con su padrino político, el ex presidente Luiz Inacio Lula da Silva (2003-2010), informó la Presidencia.
Ambos se encontraron con el alcalde de Sao Paulo, Fernando Haddad -también del izquierdista Partido de los Trabajadores- en el aeropuerto de Congonhas para discutir, según el diario Folha de Sao Paulo, una eventual rebaja del boleto de bus, metro y tren en la ciudad, reivindicación que desató el movimiento de protesta en Brasil.
No hubo declaraciones después de la reunión.

 

 

 

Canguçu recebe exposição sobre Barbosa Lessa

Historiadora da FIGTF participa de palestra sobre o folclorista


O município de Canguçu recebe a partir desta quinta-feira,20, aexposição sobre a vida e a obra de Luiz Carlos Barbosa Lessa, organizada pelo Comitê da Transversalidade Governamental Secretaria de Educação (Seduc) - Secretaria de Cultura (Sedac) / Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (FIGTF).

A abertura - às 16h, no Cine Teatro Municipal - contará com a presença da historiadora da FIGTF, Dilza Porto Gonçalves, doutora em História pela PUC/RS, que fará uma palestra sobre o folclorista. A mostra está inserida na programação do aniversário da cidade, que completa 156 anos.


O objetivo da exposição é apresentar as dez faces intelectuais do Barbosa Lessa. Sua diversidade cultural aparece tanto nos temas de pesquisa quanto na abrangência das áreas de sua atuação.

Conhecido como fundador, ideólogo e militante tradicionalista, a mostra expositiva traz aos gaúchos os “outros" Lessa, que a maioria desconhece.

Transcorridos 11 anos de sua morte, o escritor e militante cultural Barbosa Lessa ainda é considerado um dos pesquisadores mais importantes da cultura gaúcha dos últimos tempos. Lessa procurou valorizar a memória da cultura regional da qual os rio-grandenses estavam distantes.

Em anexo, o banner de abertura da exposição e a programação da Semana de Canguçu



Rita Escobar
Imprensa FIGTF

 

 

 

Destaque:2718

Atividades ao Dia do Meio Ambiente

A Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa, através do Departamento de
Meio Ambiente, promoveu uma série de atividades durante o mês, em
virtude da data de 5 de Junho - Dia Mundial do Meio Ambiente. Foi
realizada a coleta de lixo reciclável no interior do município;
iniciado o plantio de mais de 2.300 mudas de árvores nativas nos
passeios e praças públicas. Outra importante ação promoveu a
conscientização ambiental dos estudantes, ao plantar, em calçadas
próximas às escolas, mudas de árvores, além de aprenderem as técnicas
de plantio, amarração e cuidados.
No dia 08 de Junho de 2013, houve a Campanha de Coleta de Resíduos
Eletrônicos, em parceria com o Rotaract Club. Foram coletados 5.300 kg
de material. Durante a semana, houve pontos de coleta nas escolas do
município e em empresas. Na segunda-feira, 10 de Junho, foi feita a a
entrega dos resíduos à empresa Trade Recycle, a qual fará a
descaracterização do material e encaminhará os componentes para a
reciclagem.

 

 

Destaque: foto

Grupo de Teatro Vêneto retornará aos palcos.
A Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa, através da Secretaria de
Indústria, Comércio e Turismo, buscando reviver e fazer renascer os
momentos culturais mais significativos dentro da cultura italiana,
convidou o grupo teatral Vêneto para uma reunião. Esteve presente,
também a Secretária Municipal de Educação, onde juntos analizaram a
viabilidade do retorno do grupo aos palcos. A ideia da retomada dos
trabalhos foi recebida pelo Grupo Vêneto com grande satisfação e
entusiasmo. O povo serafinense terá oportunidade de assisti-los em
primeira exibição na noite do dia 19 de Julho de 2013, momento em que
acontecerá a Abertura Oficial dos Festejos dos 53 Anos do Município de
Serafina Corrêa, às 19h30, em Silva Jardim ? Serafina Corrêa. Participe!

 

 

 

A PRESTAÇÃO DE CONTAS
Por Carlos Chagas
Os primeiros dias da realização da Copa das Confederações demonstra ter sido o povão expulso dos estádios de futebol nas capitais onde os jogos se realizam.O elevado preço das entradas levou à exclusão das classes menos favorecidas da possibilidade de ocupar as arquibancadas. De Brasília ao Rio, Recife e Fortaleza, quem pode pagar 300 reais por uma cadeira? Ainda mais se enfrentar os cambistas de sempre, que na capital federal, por exemplo, vendiam seus bilhetes a mil reais!
O operário que recebe o salário mínimo, o filho da lavadeira, o escriturário, o faxineiro e o biscateiro ficaram de fora, obrigados a assistir os espetáculos nos poucos telões armados em praças públicas ou nas frestas abertas nas vitrinas de lojas comerciais. Explica-se até porque a presidente Dilma levou monumental vaia do público aglomerado no Estádios Mané Garrincha,de Brasília.Lá só estavam a classe média alta e, com alguma concessão, quantos conseguiram amealhar recursos retirados de suas despesas diárias. O povão, mesmo, não conseguiu entrar nos elefantes brancos erigidos para fazer a festa das empreiteiras e de autoridades corruptas que aceitaram e até propuseram reajustar custos para obras orçadas em centenas de milhões de reais e concluídas por mais de um bilhão,como em Brasília. Multiplique-se esses efeitos pelas demais cidades onde esse certame elitista se realiza. Conclui-se, vale repetir, pela exclusão do cidadão de segunda classe, aquele iludido pela fantasia de haver sido elevado de categoria social. Aquele que mais torce pela seleção brasileira...

Só que não fica nisso a discriminação dos excluídos. Reparou o leitor que de alguns meses para cá o trabalhador também se vê proibido de freqüentar os supermercados que povoavam seus sonhos? A cada passagem pelas galerias de produtos variados, comprova-se a elevação de preços em progressão geométrica, apesar dos reajustes salariais nem subirem em progressão aritmética. O reflexo pode ir para a conta bancária de alguns, capazes de suportar as elevações, mas com toda certeza vai para a mesa de muitos, obrigados a restringir refeições. A alta do custo de vida tornou-se rotina nesse falso paraíso que o financiamento de fogões e geladeiras pouco afetará a maioria. Se não há dinheiro para o arroz, o feijão e a carne, por que haverá para a aquisição de fornos de micro-ondas? Pesquisa daquelas que o governo esconde revelariam com toda certeza haver o povão voltado às feiras livres, em especial depois do meio-dia, quando certos produtos passam a ser vendidos abaixo das tabelas.

Só isso? Nem pensar. Outro setor que o assalariado abandonou, ou do qual foi abandonado, ficando do lado de fora, são as farmácias. Poucas vezes se viu tamanho abuso quanto no aumento dos remédios. A farsa do controle de seus preços não engana mais uma simples criança. O poder publico deixou de fiscalizar a utilização das diabólicas maquininhas que todos os dias corrigem e enriquecem os laboratórios e destroem a saúde de todos nós, pela impossibilidade de arcarmos com despesas imprescindíveis mas impossíveis de ser enfrentadas. As farmácias constituem mais um santuário onde o brasileiro se encontra proibido de entrar, caso não pertença à elite privilegiada que o governo supõe ampla.

Mas tem mais. Por uma dessas voltas que o destino dá, a juventude veio para as ruas protestando contra o aumento nas passagens dos transportes coletivos.Fala-se do exagero de manifestações contra o reajuste de 20 centavos nas tarifas. É a simbologia que explodiu. Poderia ter sido diante da ganância da Fifa em lucrar com o futebol. Ou na elevação do quilo do tomate. Quem sabe na impossibilidade de um pai comprar um antibiótico para o filho. O raio caiu nas tarifas dos ônibus. Tanto faz, mas a verdade é que esgotou-se o modelo da exploração das massas. Pouco importa se a reação acontece por obra e graça de uma administração dita do trabalhador. É falsa a afirmação, como falsos são os paliativos e os engodos. O governo do PT, com Dilma ou com o Lula, revela-se um instrumento submetido aos mesmos de sempre, aqueles que um dia, ou agora mesmo, terão que prestar contas.

 

 

 

 

 

 

Guri de verdade não bate em guria

FIGTF prestigiou o lançamento da campanha no RS pelo fim da violência contra a mulher

A Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM), aderiu à campanha nacional “Homem de Verdade Não Bate em Mulher”, que no Rio Grande do Sul também ganhou uma versão gaudéria “Guri de Verdade Não Bate em Guria”. O lançamento no Estado aconteceu nesta terça-feira (18), no Palacinho. A adesão à ação, de iniciativa do Banco Mundial, aconteceu pela parceria da SPM, Instituto de Desenvolvimento Sustentável (Idest), do Gabinete da Primeira-Dama e da Frente Parlamentar dos Homens pelo Fim da Violência contra a Mulher.

Cerca de 150 pessoas, entre personalidades, autoridades, artistas e jornalistas prestigiaram o evento. Entre esses, a primeira-dama Sandra Genro; titular da SPM, Ariane Leitão; o presidente da Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (FIGTF), Rodi Pedro Borghetti; coordenador da Frente Parlamentar dos Homens pelo Fim da Violência Contra as Mulheres da Assembleia Legislativa, deputado Edegar Pretto; os músicos Renato Borghetti e Ernesto Fagundes.

A campanha é uma contribuição às ferramentas de combate à violência direcionada aos homens. A atividade consiste em fotografar personalidades masculinas do Estado e distribuir as imagens nas redes sociais. Segurando um cartaz com a mensagem “Homem de Verdade Não Bate em Mulher” eles buscam, através de seu exemplo, chamar a atenção de outros homens para a questão. A única participante mulher, na campanha nacional, é Maria da Penha Fernandes, que dá nome a legislação que coíbe a violência doméstica.

Conforme a titular da SPM, Ariane Leitão, o auxílio de personalidades é importante para incentivar outros homens a não praticarem violência contra as mulheres, seja física ou psicologicamente. “Precisamos de exemplos positivos. Mostrar a importância de mulheres e homens manterem um relacionamento saudável, onde todos são iguais, independente do gênero”, afirmou.


Veja as fotos do lançamento da campanha no site http://www.igtf.rs.gov.br/?p=3863

Rita Escobar - Assessoria de imprensa FIGTF - 3228.1711 e 9327.5434

 

 

 


O DIA SEGUINTE DO PROTESTO EM PORTO ALEGRE.

OS VESTIGIOS NO CENTRO DA CIDADE!

 

 

 

Funcionários da EPTC faziam levantamento hoje ao meio - dia na esquina da Lucas com Protásio

 

 

 

O DIA DEPOIS....

O BANCO DO AMADOR AGUIAR, O BRADESCO FOI QUEBRADO NA NOITE DE SEGUNDA

 

 

Na noite/madrugada de segunda voltando de Serafina, o colega Vilnei fotografou um acidente com uma carreta.

 

 

 

O DIA DEPOIS

 

hOJE FOI DIA DOS BANCOS CONSERTARAM O QUEBRA-QUEBRA. ESTE É UM SANTANDER NA RUA GENERAL CAMERA....

 

Prefeitura estima em cerca de R$ 750 mil prejuízos com ataques

Operadores do Ceic utilizaram as 658 câmeras para monitorar a movimentação

A cidade amanheceu limpa, com ônibus funcionando, contêineres repostos, mas ficaram as marcas dos que praticaram ataques ao patrimônio público durante o ato desta segunda-feira, 17. "Manifestações pacíficas fazem parte do Estado Democrático de Direito, e o diálogo faz parte da história de Porto Alegre, que procura conversar com todos os movimentos sociais”, afirmou o prefeito José Fortunati, que acompanhou do Centro Integrado de Comando da Cidade de Porto Alegre (Ceic) o deslocamento dos manifestantes. Cerca de sete mil pessoas, conforme estimativa da Brigada Militar, estiveram em frente ao Paço Municipal por volta das 17 horas e dali saíram em passeata pelas vias centrais. A caminhada transcorreu com normalidade até que um pequeno grupo passou a agir com violência.

A Prefeitura, numa análise preliminar, estima que os prejuízos girem em torno de R$ 752 mil considerando-se somente os danos permanentes a bens públicos. Um total de 52 contêineres foram vandalizados, dos quais 25 queimados; um ônibus com acessibilidade e ar condicionado inutilizado após ter sido quebrado e incendiado; quatro ônibus danificados, além de semáforos destruídos, placas de trânsito pichadas, e danos no guarda-corpo da ciclovia da Ipiranga. O prédio da Prefeitura, no Paço Municipal, que recentemente havia sido alvo de ataques, voltou a ser pichado. "A população vai pagar. A Prefeitura paga, mas é dinheiro do público" disse Fortunati.

O prefeito repudiou a ação do pequeno grupo: "Não podemos compactuar com o confronto e o vandalismo do patrimônio público e privado, gerando medo na população. Temos que zelar pela cidade e pela tranquilidade dos moradores". A ação rápida da Prefeitura permitiu que a cidade amanhecesse limpa e os ônibus da Carris fossem protegidos. No momento em que as ações de destruição iniciaram e chegaram ao incêndio de um ônibus, a empresa deu ordem para retirada de circulação de todos os 300 veículos que estavam na rua naquele horário, para garantir a segurança da tripulação, usuários e o patrimônio.

Na madrugada desta terça-feira, equipes com 80 garis do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) percorreram o trajeto da manifestação realizando a varrição, caminhões coletores passaram recolhendo os resíduos e os 25 contêineres que foram inutilizados foram substituídos. Cerca de 200 agentes de trânsito e transporte foram envolvidos nas ações de desvios de trânsito.

Os operadores de videomonitoramento da EPTC, Guarda Municipal e Brigada Militar estavam de plantão no centro, utilizando as 658 câmeras para monitorar a movimentação do protesto. A Guarda Municipal fez reforço do monitoramento por meio das câmaras fixas de segurança e 30 guardas fizeram a proteção do Paço, juntamente com guarnições da Brigada Militar. Enquanto estiveram por ali, os manifestantes não entraram em confronto e o único incidente foi uma pequena pichação no prédio histórico.

Prejuízos
25 contêineres queimados: R$ 125 mil
Semáforos destruídos, placas de trânsito pichadas, danos no guarda-corpo da ciclovia da Ipiranga: R$ 20 mil
Ônibus novo com acessibilidade e ar condicionado: R$ 600 mil
04 ônibus depredados (já arrumados): R$ 6.540,90

 

 

 

a foto dos ' bandidos'

Quando vi o Adriano, da Odisséia FM posar junto do cartaz do festival da pizza, pedi pro mazzarino e pro prefeito se incorporar na foto, porque a chamaria da foto dos bandidos. No bom sentido, é claro.A Adriana bateu a foto.

 

 

 

 

A TURMA QUE FOI COMER PIZZA EM SERAFINA...O CRISTO QUE É DE 3.5.1957

 

 

 

JORNAIS

A ZH DE HOJE, DIA 18.06 SAIU MUITO BEM. DERAM UMA BOA CAPA E MUITA MATERIA DENTRO...

RELEMBRARAM QUE DESDE O FORA COLLOR NÃO SE VIA MOVIMENTO TÃO GRANDE DE MASSAS NA RUA. ISTO PARECE CÍCLICO...DE TEMPOS EM TEMPOS, POR MOTIVOS OS MAIS DIVERSOS O POVO VAI PRA RUA. QUE BOM QUE SEJA ASSIM....

 

 

 

Carlos Machado Fehlberg refere Brossard como um dos politicos de sua preferencia.

Eis a foto do politico quando venceu a eleição de 1974 pro Senado. Ele está em Bagé.

 

 

Lançamento do Festipizza para a Imprensa

Serafina Corrêa é um município hospitaleiro, um pedaço da Itália no
Brasil, lugar cheio de belezas naturais, a cidade simpatia. Colonizado
por imigrantes italianos, o município tem hoje cerca de 14 mil
habitantes, ruas limpas, emprego, desenvolvimento e progresso. Em
Julho de 2013, Serafina Corrêa completa 53 anos de emancipação
político-administrativa, uma história que orgulha e valoriza o
trabalho, as conquistas e o desenvolvimento do povo serafinense. Tendo
o Talian como língua co-oficial, Serafina Corrêa destaca-se pelo
resgate à cultura e às tradições, valorizando a história de seu povo.
No dia 17 de Junho de 2013, a Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa
e a ACISCO promoveram o Lançamento do Festipizza para a Imprensa.
Meios de Comunicação de toda a região e da capital participaram do
evento que aconteceu na Pizzaria Grão de Bico, em Serafina Corrêa.
Houve pronunciamento de autoridades, entrevistas, gravações,
integração e muito alegria, preparando toda a região para o maior
Festival de Pizza da Serra Gaúcha. O Festipizza será um grande e
importante evento que marcará o cenário regional, fomentando o
turismo, resgatando a cultura italiana, desenvolvendo o comércio e a
indústria, além de cultivar e resgatar valores.
Com o objetivo de integrar a comunidade serafinense e da região,
promover um prato típico e que lembra a imigração italiana e oferecer
aos visitantes mais um atrativo, promovendo o turismo, o crescimento e
o desenvolvimento econômico do município, a Associação Comercial,
Industrial e de Serviços de Serafina Corrêa (ACISCO) e a Prefeitura
Municipal criaram o Festipizza. O maior festival de pizza da Serra
Gaúcha terá os mais diversos sabores de pizzas doces e salgadas,
vinhos, espumantes, cerveja, refrigerante e água.
O Festipizza quer mostrar a força gastronômica e as potencialidades
econômicas de Serafina Corrêa para a região, o estado e o país,
levando-se em conta sua cultura, força produtiva e turística,
proporcionando lazer, entretenimento e integração.
É tempo de saborear as melhores pizzas, vinhos e espumantes da Serra
Gaúcha, um lugar onde reina a alegria e vive-se com qualidade.
Promovido pela Associação Comercial, Industrial e de Serviços de
Serafina Corrêa (ACISCO), em parceria com a Prefeitura Municipal, o
Festipizza acontecerá nos dias 25, 26 e 27 de Julho de 2013, no
Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin, Rua Padre Luiz Pedrazzani,
centro, em Serafina Corrêa/RS.
Ingressos
Os ingressos podem ser adquiridos através do site:
www.festipizza.com.br, ou diretamente na ACISCO, a partir de 25 de
Junho. Ao comprar seu ingresso, você terá direito a pizzas doces e
salgadas, refrigerante, água e uma taça de vinho ou espumante ou uma
Heineken. As demais bebidas serão comercializadas no local. Ingresso
Adulto: R$ 35,00; Antecipado: R$ 30,00. Infantil: R$ 20,00 (de 7 a 12
anos). Baile da Terceira Idade - Ingresso Antecipado: R$ 25,00
(idosos), no local R$ 35,00.
Horários
No dia 25 de Julho, quinta-feira, e na sexta, 26 de Julho, das 18h às
22h. No sábado, 27 de Julho, das 11h às 14h e das 18h às 22h.
Expositores:
O Festipizza conta com o apoio dos expositores: Casa Valduga,
Coca-Cola, Doces e Salgados Paladar, Heineken, Maruco?s Bar, Padaria e
Confeitaria Della Nona, Padaria e Confeitaria Nostro Pane, Pizzaria
Grão de Bico, Restaurante Zanella e Vinícola Aurora. Durante o
Festipizza haverá música ambiente ao vivo. Mais informações acesse:
www.festipizza.com.br.



 

 

 

A NOITE DAS PASSEATAS. UMA NOITE ' HISTÓRICA' MESMO. ME LEMBRA MUITO O 24 DE AGOSTO DE 1954, DIA DA MORTE DE GETULIO, OU MELHOR DIZENDO, DO SUICIDIO DE VARGAS NO RIO.

 

 

 

Fortunati apresenta proposta para redução da passagem de ônibus

Prefeito encaminhará hoje à Câmara projeto de lei para a redução do ISSQN

A prefeitura irá isentar o serviço de transporte de ônibus do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) para que a tarifa na Capital seja reduzida para R$ 2,80. O anúncio foi feito pelo prefeito José Fortunati na manhã desta terça-feira, 18. A redução da passagem, incluindo a isenção do PIS-Cofins, será aplicada assim que o Judiciário autorizar a revisão tarifária. Para avançar na mobilização, o prefeito viaja a Brasília nesta quarta-feira, 19, para agenda com o senador Lindbergh Faria, presidente Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. (fotos)

O prefeito encaminhará hoje à Câmara Municipal projeto de lei para redução do imposto municipal, com pedido de tramitação em regime de urgência. A alíquota em vigor para o serviço é de 2,5%. “Com a isenção do ISSQN, o município deixará de arrecadar R$ 15 milhões anuais como forma de subsidiar o transporte coletivo e reduzir o valor da passagem para o usuário”, afirma Fortunati. Atualmente, a tarifa da Capital está fixada em R$ 2,85 por decisão liminar da Justiça.

A fim de buscar uma redução ainda maior para a passagem, o prefeito formalizará nesta terça-feira ao governador Tarso Genro pedido para que seja encaminhada ao Legislativo estadual redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o óleo diesel consumido pelo setor de transporte coletivo. Cálculos preliminares apontam que a isenção do imposto estadual poderia resultar em tarifa de R$ 2,75.

A isenção dos impostos federal (PIS/Cofins), estadual (ICMS) e municipal (ISSQN) sobre o transporte coletivo já tramita no Congresso Nacional por meio do Regime Especial de Incentivos para o Transporte Coletivo Urbano e Metropolitano de Passageiros (Reitup). Em fase final de avaliação na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, a desoneração integra mobilização dos municípios liderados pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), presidida por Fortunati.

Obras de mobilidade – Fortunati anunciou ainda que as obras de mobilidade e infraestrutura em desenvolvimento na Capital deixarão a Matriz de Responsabilidades da Copa, passando a integrar o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal. “Não haverá qualquer alteração de cronograma ou execução das obras. Essa decisão acordada com o governo federal demonstra que as intervenções hoje em Porto Alegre não visam apenas a Copa do Mundo, mas fundamentalmente preparar um futuro melhor para a cidade”, avaliou o prefeito.

 

 

 

 


 

 

 

Coleguinhas

 

Carlos Wagner está atrás de um perfil de quem está quebrando nas ruas de Porto Alegre.Muita gente acha que os anarquistas...

 

*

 

Hoje ao meio dia o que se comentava era o cerco que os protestantes fizeram ao lado do prédio da Zero Hora na noite de segunda....mas a BM protegeu o prédio da av. Ipiranga, 1075.

 

*

 

 

 

PIZZAS PRO LAURO E PRO MENDELSKI/OTTO

Trouxe de Serafina duas pizzas. Uma pro Laurinho Quadros e outro pro Otto?Rogério. Os dois são considerados ' amigos do municipio' naquela comarca onde se trabalha muito.

Dizem as más linguas que os vagabundos de lá foram mandados embora há mais de 40 anos...entre eles um que hoje está em Palmeira das Missões e que muito se gaba de um dia ter morado em Serafina.

Lembro sempre de uma historinha que contavam quando morava lá...Um vagal, destes que nunca gostaram do basquete, estava tomando um trago num boteco numa segunda depois do almoço. Alguém foi lhe perguntar se ele não ia trabalhar e ele respondeu:

- Cuesta setima la ze passada(esta semana já passou)

 

Palmarinca - O último baluarte da esquerda

O jornalista e ex-comissário de bordo não usa armas, mas constrói e resiste em seu baluarte de ideias e sonhos. De fala mansa e pausada, semblante sereno, Rui Gonçalves construiu na Galeria Pio XII, de quem fui vizinhar com meu sebo no final dos anos 80, uma marca e uma clientela fiel, quando o termo "fidelização" nem constava no nosso vocabulário comercial.

Mas ele começou muito antes disso. Em 1972, em plena ditadura militar, montou uma livraria com cunho claramente de esquerda, recheado de livros que importava do México, Argentina e Espanha, além das editoras locais que ousavam publicar alguns malditos daqui. E por incrível que pareça, teve menos problemas com os censores da Polícia Federal do que com os burocratas da Receita que sempre que podiam trancavam seus livros.

Palmarinca, uma junção de Palmares com Incas, é marca para dizer que a América Latina estava presente e continua até hoje no seu foco de ação. Professores, pesquisadores, alunos antenados e intelectuais batem ponto não mais na galeria inacabada, mas ainda no Centro, agora na Jerônimo Coelho, 281, para saber de novidades e encomendar seu livro.

Apesar de muitos espaços desta estirpe terem findado pelo Brasil afora, Rui resiste, vendendo livros, atendendo bem, informando e ouvindo. Tanto que nos sábados pela manhã, uma fauna local marcha para esta trincheira da democracia, do compartilhamento e do bom papo.

Palco também de bons lançamentos de livros, a história da Palmarinca não é linear. Foi duríssimo enfrentar o rescaldo da era Collor nos anos 93 e 94. Mas Rui resistiu e venceu. As dificuldades também aumentaram com o advento das ‘megastores’ que, com títulos dos mais variados garantem trazer o que você quiser, mas não tem o Rui Gonçalves atendendo, agora com a ajuda do filho. No passado tinha o Hermes, seu sócio, e a Tania, todos sempre prontos para resolver o problema.

Mas não foram apenas os "tempos" que levaram de roldão livrarias tradicionais. A má administração contribui e muito para esta derrocada. A paixão pelos livros com o cuidado administrativo é que salvou a Palmarinca.

Rui se queixa da falta de leitores e da falta de bibliotecas públicas. Nas casas também são bem mais escassos os livros nas prateleiras. Rui também se queixa da descaracterização da Feira do Livro, focada mais no espetáculo, menos na reflexão. E lembra que livros sobre o teatro, o cinema e as artes - que eram tão discutidos em Porto Alegre - chegavam e saíam das livrarias com a mesma rapidez, mas hoje não apresentam mais esta efervescência.

É hora de sairmos das clausuras das casas, dos shoppings, do medo e tomar as ruas, o Centro, passar na Palmarinca e viver os livros porque eles são o alimento de nossas almas.

ADELI SELL foi livreiro, é escritor e consultor.

 

Terça Lírica com La Traviata transferida
devido à depredação do Palácio da Justiça
O Memorial do Judiciário do RS e os artistas envolvidos, de comum acordo, em decorrência do ocorrido nesta madrugada no Palácio da Justiça, resolveram transferir a apresentação da Terça Lírica programada para hoje à noite (18/6). A apresentação ocorrerá em agosto deste ano.
A mudança na data se dá pela impossibilidade de utilização da Galeria dos Casamentos (mezanino do prédio), na Praça da Matriz, pela destruição de vidros na frente do edifício, durante protestos ocorridos na noite de ontem na Capital.
EXPEDIENTE
Texto: Com informações do Memorial do Judiciário
Assessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arend
imprensa@tj.rs.gov.br

 

Palmarinca - O último baluarte da esquerda

O jornalista e ex-comissário de bordo não usa armas, mas constrói e resiste em seu baluarte de ideias e sonhos. De fala mansa e pausada, semblante sereno, Rui Gonçalves construiu na Galeria Pio XII, de quem fui vizinhar com meu sebo no final dos anos 80, uma marca e uma clientela fiel, quando o termo "fidelização" nem constava no nosso vocabulário comercial.

Mas ele começou muito antes disso. Em 1972, em plena ditadura militar, montou uma livraria com cunho claramente de esquerda, recheado de livros que importava do México, Argentina e Espanha, além das editoras locais que ousavam publicar alguns malditos daqui. E por incrível que pareça, teve menos problemas com os censores da Polícia Federal do que com os burocratas da Receita que sempre que podiam trancavam seus livros.

Palmarinca, uma junção de Palmares com Incas, é marca para dizer que a América Latina estava presente e continua até hoje no seu foco de ação. Professores, pesquisadores, alunos antenados e intelectuais batem ponto não mais na galeria inacabada, mas ainda no Centro, agora na Jerônimo Coelho, 281, para saber de novidades e encomendar seu livro.

Apesar de muitos espaços desta estirpe terem findado pelo Brasil afora, Rui resiste, vendendo livros, atendendo bem, informando e ouvindo. Tanto que nos sábados pela manhã, uma fauna local marcha para esta trincheira da democracia, do compartilhamento e do bom papo.

Palco também de bons lançamentos de livros, a história da Palmarinca não é linear. Foi duríssimo enfrentar o rescaldo da era Collor nos anos 93 e 94. Mas Rui resistiu e venceu. As dificuldades também aumentaram com o advento das ‘megastores’ que, com títulos dos mais variados garantem trazer o que você quiser, mas não tem o Rui Gonçalves atendendo, agora com a ajuda do filho. No passado tinha o Hermes, seu sócio, e a Tania, todos sempre prontos para resolver o problema.

Mas não foram apenas os "tempos" que levaram de roldão livrarias tradicionais. A má administração contribui e muito para esta derrocada. A paixão pelos livros com o cuidado administrativo é que salvou a Palmarinca.

Rui se queixa da falta de leitores e da falta de bibliotecas públicas. Nas casas também são bem mais escassos os livros nas prateleiras. Rui também se queixa da descaracterização da Feira do Livro, focada mais no espetáculo, menos na reflexão. E lembra que livros sobre o teatro, o cinema e as artes - que eram tão discutidos em Porto Alegre - chegavam e saíam das livrarias com a mesma rapidez, mas hoje não apresentam mais esta efervescência.

É hora de sairmos das clausuras das casas, dos shoppings, do medo e tomar as ruas, o Centro, passar na Palmarinca e viver os livros porque eles são o alimento de nossas almas.

ADELI SELL foi livreiro, é escritor e consultor.

 

Prefeito esclarece situação do transporte coletivo em São Borja

Um dos primeiros atos do prefeito Farelo Almeida, foi determinar a abertura de processo licitatório para o transporte coletivo urbano. Iniciada em fevereiro, a licitação teve diversos recursos de empresas. No mês de maio, um recurso apresentado, demonstrava que a empresa vencedora não teria retorno financeiro durante o período de concessão. Devido a isso, o edital foi reestudado em todas as suas planilhas e deverá ser publicado novamente até o próximo sábado.
Quanto a questão do sucateamento da frota cobrado pela população, o prefeito ressalta que em final de contrato não há possibilidade de renovação de frota, mas que o próximo contrato já prevê renovação de frota. Informa ainda, que as secretarias de Segurança e Trânsito e Infraestrutura, realizam periodicamente fiscalizações e vistorias nos veículos da concessionário. A última vistoria foi realizada no mês de maio, onde os técnicos apontaram uma série de correções, principalmente referente à manutenção dos veículos, a serem executadas. Nos próximos dias, será realizada a fiscalização dos apontamentos.
Referente a tarifa atual, a Administração informa que houve reajuste em meados de 2012 e que há uma processo aberto na Agência Reguladora de Serviços Delegados de São Borja, que solicita a redução da tarifa em R$ 0,05.
A Secretaria de Segurança Pública e Trânsito está analisando uma Lei Federal e uma medida provisória da presidente Dilma, que desonerou custos das empresas de transporte coletivo. Após este estudo, poderá levar ,inclusive, a revisão da tarifa atual.
foto: prefeito


 

 

 

O antonio goulart fez a gentileza de me trazer a PRESS que tem a entrevista do Fehlbert(ex-editor de ZH) reproduzo aqui pros leitores. vale a pena e não é só porque me cita, não...Esta história que ele conta ai sobre o episódio do bispo de santa maria fiquei sabendo muitos anos depois....

 

 

 


LIÇÕES DE NEGRÃO DE LIMA
Por Carlos Chagas
A onda não chegou ao ponto mais alto de inflexão. Episódios ainda acontecerão, em matéria de confronto. Pode levar semanas até que arrefeça o movimento de protesto da juventude. Por conta disso, seria imprescindível que as duas partes em conflito estabelecessem certas regras, senão de convivência, ao menos de beligerância contida.
Às autoridades cabe assegurar as liberdades públicas e garantir a propriedade pública e privada. Aos manifestantes, protestar sem depredações. Mantido esse mínimo de compreensão, ganharão todos. Rompida a linha tênue do respeito, tanto faz se por iniciativa de uns ou de outros, haverá que esperar o pior. O experiente governador Negão de Lima, da Guanabara, nos idos de 1968, prenunciava “que o diabo é se aparecer um cadáver”. E apareceu, na pessoa do estudante Edison Luís, assassinado a tiro no restaurante do Calabouço por um agente policial. Depois foi realmente o diabo, culminando com o Ato Institucional número 5, de triste memória.
O passado não se deu ao trabalho de passar para ser esquecido. Como regra, experiências anteriores não nos dirão o que fazer, mas, pelo contrário, o que evitar. Nesses entreveros sempre surgem os radicais, os empedernidos e os mal-intencionados. Pode ser um soldado que tem contas a ajustar com a Humanidade, pode ser um jovem sem conhecer as razões do protesto, empenhado apenas em devolver à sociedade organizada aquilo que dela não recebeu. Tanto faz, pois o risco envolve tanto os manifestantes quanto as autoridades. Depois, ninguém segura.
Os protestos configuram um estado de espírito que domina a juventude, tão insatisfeita com os horizontes a ela oferecidos quanto disposta à aventura de tornar-se participante de uma rebeldia de origem variada. A repressão faz parte do espírito policial em todos os tempos e em todas as regiões. A mistura é explosiva caso não prevaleçam o bom senso e a razão, de parte a parte.
Mais do que buscar culpados e responsáveis, importa tentar limitar os episódios ainda inconclusos ao mínimo de prejuízo possível. Tirar a tropa de choque das ruas e proibir o uso de balas de borracha e gás lacrimogêneo sobre a multidão torna-se tão essencial quanto impedir a ação de vândalos sem outros compromissos do que com sua própria animalidade. Estes são facilmente identificáveis, assim como aqueles.
TRÊS SEGMENTOS AINDA NA SOMBRA
À medida em que as manifestações de rua se desenvolvem, seria bom prestar atenção em três segmentos sociais ainda situados à margem dos acontecimentos, mesmo tornando-se inevitável sua entrada em cena. Como reagirão os políticos, a Igreja e as forças armadas, se o processo de contestação continuar e até avolumar-se?
O Congresso não poderá deixar de tomar conhecimento dos protestos, imaginando-se que cresçam. A dúvida é saber qual a reação do PT, tradicionalmente em favor de causas sociais e populares, mas agora amarrado à condição de ser governo, mesmo sem governar os estados de São Paulo, Rio e Minas, ainda que mantendo a prefeitura paulistana. O poder federal será chamado a opinar, até mesmo a intervir, sendo que os companheiros-governadores do Rio Grande do Sul e da Bahia já se encontram frente a um desafio. As oposições hesitam em tirar proveito imediato das passeatas e de seus excessos, até pela ironia de que detém o poder em São Paulo e Minas. Logo, caso o movimento não reflua, tornar-se-á o tema parlamentar preferido de Suas Excelências.
A Igreja custa mais a reagir como um todo, mas diante de convulsões sociais, não conseguirá eximir-se. Às vezes muda de lado, como a partir de 1964, mas não demora muito a presença do que injustamente Nelson Rodrigues batizava de “padres de passeata”, nas ruas das capitais.
Quanto às forças armadas, vale observar. Não detém mais o controle das instituições, mantém-se à margem do processo político mas são formadas de seres humanos, não por máquinas. Tudo o que se refere à quebra da ordem provoca sentimentos de indignação nos militares, mesmo mantendo silêncio absoluto. Como reagiriam se porventura convocados a opinar e até a intervir?

 

recebo de um leitor de Serafina!

Olha aí, o Laurinho falou na Undeze!
noooooon! até essa tive que ouvir

tu que é guaibeiro assumido. olides canton entregando pizza pro lauro quadros e fazendo propaganda do bico branco e do festipizza de serafina?
peguei o lance na hora enquanto eu ouvia a gaucha

 

Da ida a serafina, um rescaldo:

-O padre apareceu lá no fim da festa de lançamento

- Sergio Massolini falou pouco , mas falou bem. ele inventou mais este ' factóide' que deu certo que é a festpizza

- o Mazzarino foi de encantado e já é meio que filho adotivo de serafina. circula por lá como se estivesse em casa

- o Beto Chiarello é que dá suporte pra este festival todo. com sua pizzaria.

- A pizzaria grão de bico não estava cheia. achei que teria mais gente

-as pizzas estavam muito boas. e fui o primeiro a me atracar numa delas. estava com fome

- o prefeito me disse que quer reativar o parlar talian no municipio...

- mas isto acontece pelos grotões do municipio. no interior ainda praticam o dialeto.

- serafina na verdade é feita de um povo eminentemente trabalhador. O julio pacheco dizia que o unico vagabundo eles tinham mandado embora. estava se referindo a mim, é claro, que sempre tirei isto de letra.

- não entendi até agora porque em porto alegre não tem um encontro de serafinenses. já falei com o montanari, o luis carlos, que me desencorajou a me meter nisto. diz que vão na primeira vez depois ninguém mais vai.

- Mazzarino foi a serafina sim pro lançamento do festival da pizza. senão levaria pau aqui neste site.

 

Segue.Abs.Beto.


Coleguinhas

O SELETO CLUBE DOS QUE COBREM CARROS E AFINS


Ouvi de manha cedo hoje,segunda, dia 17.06 que uma turma de mais de 30 jornalistas estavam rumando pra Buenos Aires, não pra dançar tango, mas pro lançamento de carros no salão de automóvel de lá.

Não há no meio jornalistico um 'gueto' maior do que este,sempre comandado pela Anfavea, a associção nacional dos fabricantes de carros.

Desde que me conheço por gente e já faz um tempão aqui do sul os convidados pra estes agapes são o renato rossi, o gilbertinho leal, e aquele alemão de estrela, ou lajeado, o elton jaeger que agora não vai mais porque não tem mais veiculo.

mas tem outros também que participam dos lançamentos dos carros.

Olha, não estou falando mal de coleguinha nenhum, estou apenas dizendo que é o circulo mais bem fechado que conheço. Nem religão, ou um partido politico é tão exclusivo quanto os jornalistas que cobrem a area de fabricantes de carros.

Uma vez intiquei com o renato rossi na guaiba sobre isto, dizendo que ele precisaria ir pras vilas comer ovo cozido, aquele que é colocado dentro de uns potes grandes, porque ele andava se queixando dos aeroportos do mundo no programa do rogério. O renato se melindrou , mas agora ele entendeu que era apenas uma brincadeira minha ..

Já quanto ao Gilbertinho leal também guardo muito carinho do meu ex-colega de zh que se tornou um amigo.

Agora sei pelo Beto Bottega que o giba, como os amigos o chamam, está aos poucos passando a bola pro Daniel Dias, seu braço direito no caderno Sobre Rodas da ZH..

 

 

 

Caros editores, bom dia.
Segue em anexo novo artigo do Dr. Pedro Alexandre sobre a cirurgia plástica na era da informática.
Abraço,

A cirurgia plástica na era da informação

Vivemos na era da informação em que o acesso a ela é amplo e instantâneo nas mais variadas áreas do conhecimento. As novas gerações estão cada vez mais habituadas a pesquisar em sites através de seus computadores. Essa forma de pesquisa cômoda e rápida por meio da internet apresenta, porém, a desvantagem de não garantir a veracidade das informações obtidas, especialmente numa área extremamente complexa, como a cirurgia plástica, e de dar a falsa impressão de tudo ser bem mais simples do que realmente é.
A quantidade e variedade de textos, depoimentos, fotos e vídeos disponíveis sobre cirurgias plásticas desmistifica os procedimentos cirúrgicos e faz com que o pesquisador leigo, até inconscientemente, se sinta “um pouco cirurgião”, não percebendo que, para isso, são necessários, no mínimo, 11 anos entre formação médica e especialização, além de mais alguns anos de experiência na profissão.
Isso tudo acaba por enfraquecer o papel do cirurgião plástico como autoridade técnica para indicar a melhor cirurgia induzindo o paciente, já que o médico não lhe parece mais tão detentor do conhecimento a procurar profissionais oportunistas, sem formação adequada e, evidentemente, com honorários bem mais ”atraentes”. Agindo dessa forma, as pessoas, ao desvalorizarem o profissional cirurgião plástico e o procedimento a que desejam se submeter, desvalorizam a si próprias e expõem-se a riscos desnecessários.
A internet é uma invenção fantástica que facilita muito a vida de médicos e de pacientes no acesso às informações e na comunicação. Bem utilizada, ela pode auxiliar o paciente a encontrar seu médico e até a conhecê-lo um pouco. Mas a relação médico-paciente é humana e, assim sendo, necessita do contato direto, da confiança e do afeto. E isso nenhuma tecnologia é capaz de substituir.

Dr. Pedro Alexandre
Cirurgião Plástico
drpedroalexandre@bol.com.br
www.drpedroalexandre.com.br

 

 

 

QUEM TEM MEDO DO MINISTÉRIO PÚBLICO?
Por Carlos Chagas
Prevista para ser votada no Congresso na última semana do mês, a PEC 37 retira do Ministério Público o poder de investigação na área criminal. Não dá para aceitar, por absurdo, que se trate de uma reivindicação corporativa dos delegados de polícia. É mais ou menos como se retirar do tratamento de um doente a metade dos remédios que vinha recebendo. Sabem os delegados, com algumas exceções, que quanto mais se investigue um crime, maiores chances existirão para se chegar aos culpados. Promotores e procuradores podem não dispor dos meios e da experiência que caracterizam as delegacias de polícia, mas certamente detém as mesmas intenções de ver elucidados crimes praticados em todos os extratos sociais. Carecem de condições para subir morros e perseguir traficantes, mas se podem contribuir para preencher espaços deixados à margem pelas diversas instituições policiais, por que afastá-los? A Constituição, em 1988, concedeu prerrogativas investigatórias ao Ministério Público. Pretende-se agora suprimi-las, e a pergunta que fica é sobre que motivos justificam a exclusão, que apenas beneficiará os investigados, ou seja, supostos bandidos. As teias do crime organizado estendem-se para muito além do que seria possível supor. Talvez no fundo dessa tertúlia desnecessária repouse a origem da proposta de mudança constitucional: quem tem medo do Ministério Público?
MAIORIDADE NO CRIME
Para ficar no tema, outra discussão que empolga o país refere-se à mudança da maioridade penal, de 18 para 16 anos. O menor que comete crime hediondo mas não chegou aos 18 anos é considerado inimputável criminalmente. Pode tocar fogo em dentistas, estuprar criancinhas, torturar, sequestrar ou assassinar, porque no máximo, se flagrado, será recolhido a um estabelecimento especial até completar a maioridade. Não será processado e nem responderá perante o Código Penal. Ficará livre para repetir as mesmas práticas.
Aqui para nós, crime hediondo é crime hediondo. Nem deveria haver a discriminação de idade. Mesmo abaixo dos 16 anos, quem cometeu barbaridades deve responder por elas, se ficar comprovado que agiu conscientemente. É fácil à Justiça discriminar se o menor criminoso estava no poder de suas faculdades.
Claro que esses infelizes deveriam merecer cuidados especiais durante suas condenações. Presídios onde não se misturassem aos bandidos contumazes, apesar da evidência de que, em muitos casos, são piores do que eles em matéria de crimes hediondos. Tentativas de recuperação tornam-se necessárias através de cuidados especiais e de tentativas de reincorporá-los à sociedade. Mas cadeia, para eles, deve ser cadeia mesmo. Com sentenças judiciais.
NOVA YORK DEVOLVIDA?
No início da colonização americana, um grupo de holandeses comprou dos índios, a preço vil, a Ilha de Manhattan. Denominada de Nova Amsterdan, depois passou a Nova York. A quem pertencia a terra, trocada por alguns espelhinhos e meia dúzia de facões? Já pensaram se os descendentes dos primeiros e legítimos donos daquela terra viessem agora reivindicar aquilo que por direito lhes pertenceu?
Guardadas as proporções, coisa parecida acontece em Mato Grosso do Sul, no Centro-Oeste e na Amazônia. O governo do Império e depois, da República, estimulou colonos a ocupar glebas antes habitadas por índios, muitos expulsos pela força. Três e até quatro gerações trabalham e produzem em fazendas sob a proteção do estado brasileiro. Se for para devolver aos primitivos donos, os atuais proprietários terão que ser indenizados. Ocupar não é invadir, mas parece que nossos índios estão sendo estimulados.
PIOR A EMENDA DO QUE O SONETO


Revogar o aumento das tarifas de transportes coletivos parece uma das soluções aventadas em São Paulo para interromper o horror que tem sido a baderna e as depredações dos últimos dias. De duas, uma: ou os reajustes nas passagens de ônibus foram abusivos e não deveriam ter sido adotados, ou o sistema de transportes coletivos não se aguentará, sob prejuízo.

 

Coleguinhas

O SELETO CLUBE DOS QUE COBREM CARROS E AFINS



Ouvi demanha cedo hoje,segunda, dia 17.06 que uma turma de mais de 30 jornalistas estavam rumando pra BAires, não pra dançar tango, mas pra lançamento de carros,ou salão de automóvel de lá.

Não há no meio jornalistico um 'gueto' maior do que este,sempre comandado pela Anfavea, a associção nacional dos fabricantes de carros.

Desde que me conheço por gente e já faz um tempão aqui do sul os convidados pra estes agapes são o renato rossi, o gilbertinho leal, e aquele alemão de estrela, ou lajeado, o elton jaeger que agora não vai mais porque não tem mais veiculo.

mas tem outros também que participam dos lançamentos dos carros.

Olha, não estou falando mal de coleguinha nenhum, estou apenas dizendo que é o circulo mais bem fechado que conheço. Nem religão, ou um partido politico é tão exclusivo quanto os jornalsitas que cobrem a area de fabricantes de carros.

Uma vez intiquei como renato rossi na guaiba sobre isto, dizendo que ele precisaria ir pras vilas comer ovo cozido e colocado dentro dos garrafões porque ele andava se queixando dos aeroportos domundo no programa do rogério. O renato se melindrou mas agora ele entendeu que era apenas uma brincadeira minha ..

Já quanto ao Gilbertinho leal também guardo muito carinho do meu ex-colega de zh que se tornou um amigo.

Agora sei pelo Beto Bottega que o gib a, como os amigos o chamam, está passando a bola pro Daniel Dias, que é seu segundo...

 

A rádio Gaúcha deslocou um repórter pra SP pra cobrir os protestos nesta segunda, dia 17.06

 

Batom na cueca...

A guaiba fala muito mal da Copa...alguns dos comunicadores falam mal...mas leem os anuncios da copa da prefeitura bem obedientes...

 

Na segunda, a turba correu até o Caco Barcellos em são paulo...Pô quem te viu, quem te ve...

*

Quando chegamos em porto alegre, na madrugada de hoje, as ruas estavam desertas. Nas paradas dos ônibus, gente esperando onibus que não havia mais circulando.

Na Gaucha, quando cheguei em casa, o Capellari dizia que os motoristas tinham retirado os veiculos de rua por conta propria.

*

Na estrada na vinda de Serafina pra cá, havia uma carreta tombada...

*

Serafina é terra onde se trabalha muito. Mas o custo de vida lá é caro.

*

Tenho muitos leitores emSerafina. Resultado de minha persistência em dar noticias do municipio.

*

Tem gente sugerindo ao prefeito Bico Branco que coloque aMARIA AMELIA ARROQUE na área cultural do municipio.

*

O prefeito está querendo dar mais atenção ao lado de preservação do dialeto talian. Bem que faz. serafina também é conhecida por isto,sim senhor. O Massolini fez um bom trabalho nisto.

*

Bico Branco fez um gesto muito grande: deixou que Sergio Massolini se aproximasse da prefeitura. Ele está contribuindo com o municipio.

*

Massolini foi prefeito duas vezes no municipio, como Bico Branco está sendo agora.

*

Na descida da Serra disse pra Nelci da revista PRESS que a contribuição da primeira dama na aatual administração é muito grande. Ela trabalha em silêncio, sem fazer barulho

*

MAZZARINO e sua colega da revista ANTENA foram ao lançamento da FESTPIZZA. Ele nem imagina como isto foi um gol a seu favor.

*

 

Teatro Renascença reabre nesta terça-feira


Após 90 dias de reforma, o Teatro Renascença reabre nesta terça-feira, 18, às 20h, com show de Calote Samba Rock Roendo Osso, além dos artistas convidados Tonho Crocco, Pau Brasil e Brothers Orquestra e participação especial de Luis Vagner Guitarreiro. "O teatro volta com força total", comemora o coordenador de Artes Cênicas da Secretaria Municipal da Cultura (SMC), Breno Ketzer. Ingressos a R$ 25.

A banda "Calote Samba Rock Roendo Osso" comemora terça-feira cinco anos de estrada. Desde 2008 na cena porto-alegrense, seis músicos apaixonados pelo ritmo reverenciam um baile dançante e reforçam suas raízes trazendo de volta os clássicos de grandes nomes do samba-rock do sul, sem esquecer os renomados ícones da MPB. Uma mescla de elegância, modernidade e um tempero bem brasileiro das antigas.

O Teatro Renascença localiza-se no Centro Municipal de Cultura, Arte e Lazer Lupicínio Rodrigues (avenida Érico Veríssimo, 307) e é administrado pela SMC.

 

Obras no Cais Mauá começam no mês de julho

Prefeito entrega as licenças ao presidente da Porto Cais Mauá, André Albuquerque

Até o final de julho inicia a tão esperada revitalização do Cais Mauá, que devolverá à população a convivência com o Lago Guaíba com infraestrutura qualificada com espaços de gastronomia, lazer, entretenimento e cultura. Nesta segunda-feira, 17, o prefeito José Fortunati e o governador Tarso Genro fizeram a entrega das licenças à empresa Porto Cais Mauá do Brasil SA, responsável pelo empreendimento, dando ordem de início para o restauro dos nove armazéns tombados pelo patrimônio histórico municipal. O ato foi realizado no Pórtico Central do Cais Mauá. (fotos)

O diretor do consórcio Porto Cais Mauá do Brasil SA, André Albuquerque, afirmou que a conclusão do restauro está mantida dentro do prazo de nove meses, sendo garantida a entrega desta etapa até a Copa de 2014. As intervenções irão recuperar um espaço total de 20 mil metros quadrados, que deverá abrigar bares, restaurantes, lojas e estabelecimentos culturais. O pórtico e os armazéns A e B estão em fase final de aprovação pelo patrimônio histórico federal, que responde pelo tombamento das estruturas.

Fortunati destacou o projeto como resultado do trabalho em parceria do município, dos governos federal e do Estado, e da empresa responsável pelo empreendimento. Conforme o prefeito, a revitalização contribuirá significativamente para a modernização do Centro Histórico da Capital. “Hoje é uma data especial que marca a história da cidade. Não é somente a revitalização de armazéns, mas deste local nobre, que será referência da cidade. Este projeto irá possibilitar que a cidade viva com intensidade esse novo espaço”, comemorou.

A Porto Cais Mauá entregou o projeto de restauro à prefeitura em abril. Conforme o prefeito, a equipe técnica do município dialogou permanentemente com a empresa para vencer os ajustes necessários a fim de começar efetivamente as obras. “Respeitando a complexidade e as exigências legais que envolvem o empreendimento, trabalhamos com a máxima celeridade na tramitação para devolvermos à população o contato com o Guaíba em um espaço altamente qualificado”, enfatizou.

Restauro - O restauro dos armazéns ocorrerá enquanto a empresa conclui os estudos de impacto ambiental e de tráfego para as novas construções previstas no projeto total de revitalização do Cais Mauá. Conforme o secretário d Gabinete de Desenvolvimento e Assuntos Especiais (Gades), Edemar Tutikian, que coordena os trabalhos em âmbito municipal, os estudos são necessários para que a prefeitura dê prosseguimento ao Estudo de Viabilidade Urbanística (EVU), que determinará diretrizes para a conclusão dos projetos executivos. “Já temos estudos preliminares que mostram viabilidade do projeto, agora é a busca de alternativas para dar fluidez no trânsito, sustentabilidade econômica para o empreendimento para que este seja um ganho para a cidade”.

O projeto:
Compreende trecho de aproximadamente 2,5 quilômetros, da Estação Rodoviária à Usina do Gasômetro. Prevê a recuperação dos armazéns para o funcionamento de bares, restaurantes, lojas e estabelecimentos culturais, a construção de três prédios comerciais e um shopping center, além da revitalização da orla e investimentos numa área de lazer e entretenimento. A concessionária estima a geração de 9 mil empregos diretos e indiretos na operação.

 

Cheguei agora de Serafina e Porto Alegre estava vazia. Peguei um taxi que era de Viamão pra vir pra casa. Desci na esquina maldita, ou seja, Osvaldo comSarmenjto.

As ruas de Porto alegre estão nesta madrugada vazias...não há onibus, não há taxis....viemos descendo da Serra ouvindo a Gaúcha....

O Tarso falou pouco, mas muito trancado...Ninguém quer expor o pescoço numa hora destas.

 

Fui ao lançamento do Fest pizza em serafina. tudo ok. deu tempo até de um tour cultural pela cidade, com guia e tudo...

Me impressiona a ' humildade' do prefeito bico branco que se refere a sua cidade como ' uma pequena localidade'...

O prefeito tá com pinta de quem vai concorrer a deputado federal...

Estava no evento o CHICO MEZZOMO, o vice dele, que é do PSB

amanha conto mais com fotos.

 

 

 

coleguinhas

A rádio Gaúcha deslocou um repórter pra SP pra cobrir os protestos nesta segunda, dia 17.06

 

Prezado jornalista.

recebi de amigos o atencioso texto de Cristofer Goulart, a mim dirigido e publicado em seu respeitado blog.
Sem saber como enviar-lhe uma carta de esclarecimento, valho-me de seu e-mail no blog para pedir-lhe que me preste esse obséquio.
Cordialmente

Percival Puggina


Prezado Christofer

Agradeço muito sua mensagem e li atentamente as ponderações que fez. Encontrei no meio da leitura algumas surpresas. Por isso, pergunto: de onde você tirou que eu tenha, alguma vez, afirmado que o Brasil sonhado por seu avô era um país comunista?

Hoje, com os arquivamentos em computador, é possível se localizar em segundos todos os textos que contenham determinadas palavras. Fiz isso para não incorrer em informação falsa. Tenho em arquivo, desde 1992 quase dois mil artigos. Encontrei neles quatro referências ao seu avô. Duas delas são para registrar que muitos dos que pegaram em armas contra os governos militares se proclamam falsamente defensores da Constituição e da democracia mas nenhum deles acionou um bodoque para restaurar seu avô no poder. Pense sobre isso na hora de fazer amizades por estas bandas. Outra foi para afirmar, num artigo de 2002 (num contexto que nada tinha a ver com seu avô como tema central, que "Governos de esquerda já tivéramos antes com João Goulart no plano federal e com Leonel Brizola, Miguel Arraes, Alceu Collares".

Lembro, também, de um artigo anterior a 1992, sobre as semanas que antecederam a deposição de seu avô, no qual apontei um conjunto de erros que ele cometeu durante o período, favorecendo, indiretamente, a marcha dos fatos que conduziram à sua saída do país.

E nada mais. João Goulart comunista é coisa nunca me passou pela cabeça e jamais escrevi. O que tenho como convicção pessoal é que o governo estava infiltrado e que seu avô não controlava mais o governo. O que em torno dele se movia não estava alinhado com ele. Aliás, tampouco me recordo de qualquer livro escrito sobre o período cujo autor que tenha afirmado que Jango era comunista. Portanto, meu caro, você escreveu sobre algo que nunca existiu. Sei perfeitamente bem que Jango era fazendeiro e rico. Capitalista, mas não necessariamente defensor do capitalismo. Trabalhista? Sim, é como eu o vejo. Tampouco jamais escrevi sobre isso ou algo diferente disso.

Por outro lado e por fim, não me parece possível negar a veracidade de quanto afirmei no artigo de domingo em Zero Hora. Meu tema ali era outro.

Espero ter esclarecido minha posição. Agradeço suas palavras amáveis a meu respeito e insisto que você deve procurar conhecer bem a história daquele período. Há muita versão sendo construída para atender demandas da ideologia e da política. Não se escreve história desse jeito. É o que firmemente creio.

Espero um dia conhecê-lo. Abraço

Percival Puggina

 

Olides. Aqui, já estou com o teu jornal, El mercurio. O frio de hoje aqui é de 5 graus e baixando... Bom que no hotel tem calefação e não saio para a rua mais hoje. Tomo o meu vinho, na janta, assisto TV, e vou dormir. Olides. Li a Zero de Domingo aqui hoje. Tem uma matéria do Leo, sobre a briga e tiroteio quando Peron chegou do exílio no Ezeiza. Na realidade ele ouviu dois cientistas políticos em Buenos Aires .Nada de novo. Já fiz este material para o teu blog. Uj abraço Gelson.

CHIMARRÃO: BEBIDA CARACTERÍSTICA DO SUL DA AMÉRICA DO SUL
O chimarrão chegou a ser proibido durante o século XVI, sendo considerada "erva do diabo" pelos padres jesuítas das reduções do Guairá. A partir do século XVII, os mesmos passaram a incentivar seu uso com o objetivo de afastar as pessoas do álcool.

De Santiago do Chile
Gelson Farias

Olides.
Aqui no em Santiago do Chile, tenho observado que o chileno não tem o hábito de tomar chimarrão. O argentino é como o gaúcho. Toma chimarrão a qualquer hora e lugar. Tomei o mate, como eles dizem por aqui, com erva aqui do Chile e não gostei. É mais suave e muito clara, parece erva de chá, desidratada. È por causa destes problemas, que carrego em minha “mateira de couro”, dois ou mais pacotes da boa erva mate ai do Rio Grande do Sul. Eles chamam aqui, a hora do mate de “chilenada mateadoira”. O resto dos costumes é parecido ao hábito de tomar chimarrão do gaúcho.

O velho e bom chimarrão preparado também na hora do churrasco.

Uma tribo indígena nômade se deteve nas ladeiras das serras onde nasce o rio Tabay. Quando retomou seu caminho, um dos membros da tribo, um índio velho e cansado pelos anos, ficou refugiado na selva, na companhia de sua filha Yaríi, que era muito bonita. Um dia, chegou ao esconderijo do velho um homem que possuía uma pele de cor estranha e se vestia com roupas esquisitas, a quem receberam com generosidade. O velho ofereceu ao visitante uma carne assada de acuti, um roedor da região, e um prato de tambu, que é preparado com uma larva de carne branca e abundante que os índios Guaranis, criam nos troncos de pindó.

Deu para observar que o argentino tem o hábito de tomar chimarrão toda hora. Aqui, em Santiago do Chile não se vê muito
Conta à lenda que o visitante era um enviado do Deus do Bem, que quis recompensar tanta generosidade proporcionando-lhes algo que pudessem oferecer sempre aos seus visitantes e que poderia encurtar as horas de solidão às margens dos riachos onde descansavam. Para eles, fez brotar uma nova planta no meio da selva, que chamou de Yaríi, deusa que a protegia, e confiou seus cuidados a seu pai, Cáa Yaráa, ensinando-lhe a secar seus ramos ao fogo e a preparar uma iguaria que poderiam oferecer a todos os que os visitassem. Desde então, a nova planta cresce, oferecendo folhas e galhos para preparar o mate.

Tanto em Buenos Aires, como no Chile, estou sempre junto com o meu chimarrão. Quando estive na Nova Zelândia, os habitantes, no aeroporto, no centro da cidade, no shopping, perguntavam: o que é isso, chimarrão? Resposta...
“O chimarrão é uma tradição” gaúcha ( Brasil ) que acompanha a peonada do campo e da cidade diariamente, o clima quase sempre frio favorece a prática desse costume que além de gostoso é revigorante e também fraterno, pois a cuia passa de mão em mão, dando sequencia nas trovas e conversas, e por ai vai... Destaca-se principalmente que o mate é estimulante da atividade física e mental, atuando beneficamente sobre os nervos e músculos eliminando a fadiga. Observa-se também que estimulante do mate é mais prolongada que a do café, sem deixar efeitos colaterais ou residuais como a insônia e irritabilidade. Por outro lado, o chimarrão atua sobre a circulação, acelerando o ritmo cardíaco e harmoniza o funcionamento bulbo-medular. Age também sobre o tubo digestivo, facilita a digestão e favorece a evacuação e mictação. É considerado ainda um ótimo remédio para pele e reguladora das funções do coração e da respiração, além de exercer importante papel na regeneração celular.

O chimarrão, segundo institutos de pesquisas internacionais, é um tônico estimulante do coração e do sistema nervoso: elimina os estados depressivos, conferindo ao músculo maior capacidade de resistência a fadiga, sem causar efeitos colaterais. Após estudos realizados sobre os efeitos fisiológicos exercidos pela erva-mate concluíram: O emprego da infusão aumenta as forças musculares, desenvolve as faculdades mentais, tonifica o sistema nervoso, regulariza e regenera as funções do coração e respiração, facilita a digestão e determina uma sensação de bem estar e vigor no organismo, sem acarretar depressões ou qualquer efeito colateral no organismo, como a insônia, palpitações ou agitações nervosas provocadas por outras bebidas similares, permite como bom alimento (natural) que sejam suportadas as fadigas e a fome.





 

 

 

A verdade pertence a alguém?

A indagação sobre o que é a verdade acompanha a humanidade há muito tempo. A ciência, a religião e a filosofia têm discutido incessantemente esse assunto. Na filosofia, por exemplo, desde os pré-socráticos até hoje; passando por Platão, Descartes, Nietzsche, Heidegger e muitos outros. Nenhuma dessas compreensões de verdade é tida por definitiva, absoluta e universal. Porém, parece que a atual noção de verdade está distorcida e relacionada diretamente a um exercício de poder, ou seja, a verdade é aquilo que é dito por quem tem o poder de dizê-la.
Em uma relação de subordinação, por exemplo, a verdade é o que é dito por quem manda; no conflito, a verdade é o que é dito por quem tem o poder da decisão. Nesse sentido, para o senso comum dos juristas, a verdade estaria com o juiz que decide a causa e, portanto, revela a verdade naquele caso concreto. Assim, a verdade definitiva estaria com o Supremo Tribunal Federal que, necessariamente, será o último a julgar (quando o processo chega até lá) e, portanto, “diz” a verdade definitiva, mesmo que seja pelo uso de seu poder de “errar por último”. Contudo, essa decisão, mesmo que errada, seria a verdade dita por quem tem o poder de dizê-la.
Por outro lado, na comunicação social, a verdade está com quem tem o “poder da comunicação”, ou seja, da fala, nos meios de comunicação.
Nos últimos dias, há uma grande discussão na mídia sobre a questão que envolve o Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 37; onde se discute o poder ou não de investigação do Ministério Público. Porém, não é propriamente a questão de mérito dessa discussão que agora abordo, mas como esse assunto está sendo tratado pela mídia.
Os grandes meios (partindo novamente daquelas 6,1/2 grandes empresas de comunicação) têm adjetivado essa PEC como sendo a “PEC da impunidade”. Ora, se a imprensa diz que ela é a PEC da impunidade é porque ela assim o é, certo? Como a imprensa diria alguma coisa que não é verdadeira, não é mesmo?
Mas será que, efetivamente, todo o legislador que votar nesse sentido de fato quer a impunidade? Será que antes de qualquer adjetivação a imprensa não desempenharia melhor a sua função se proporcionasse um sem número de debates sérios sobre o assunto? Onde se questionasse sobre o que efetivamente nossa Constituição dispõe sobre o tema? Ou sobre que tipo de poder investigatório queremos em nosso país? Quais são os interesses coorporativos, conceituais, jurídicos e sociais que estão dando suporte a cada uma das propostas defendidas?
Por outro lado, se poderia questionar se é correta e séria a adjetivação feita dessa forma, e se os grandes meios de comunicação estão realmente fazendo um papel de “meio” com espaços para um debate amplo, franco e consequente.
Há muito que as grandes empresas de comunicação se autointitulam “porta vozes” da opinião pública, porém, sem auferir qualquer opinião propriamente pública, limitando-se a produzir e publicar uma opinião sua, como sendo pública. Portanto, uma “opinião publicada” e não pública.
Assim, fica a questão sobre o que é a verdade; qual a verdade dos fatos? Qual é a verdadeira opinião pública sobre determinado assunto? Não temos a resposta, mas uma coisa é certa: a verdade não pertence a quem pretende ter o seu monopólio, a quem pretende “possuir a verdade” somente porque tem o “poder de dizer” o que pretende que seja a verdade.
Não podemos simplesmente nos curvar sobre a verdade imposta, sobre o que já está pensado; temos de produzir o nosso próprio pensar. Pensar é criar, por isso é preciso pensar criativamente o próprio pensar e não repensar o que já foi pensado (seguindo o mesmo raciocínio, exatamente para nos convencer da “verdade” do que já foi pensado e dito por outros).
PS. Essa reflexão também vale para as “informações” referente aos protestos que se multiplicaram nos últimos dias; suas motivações e a repressão policial!

Edson Luís Kossmann
Dallagnol Advogados Associados
edsonlk@hotmail.com
www.advogadosdallagnol.com.br


 

 

 

Torneio de Trissete

Serafina Corrêa, a cidade simpatia, completa, em Julho, os 53 Anos de
Emancipação Político Administrativa. A programação comemorativa
abrangerá diversos e variados eventos, com resgate cultural,
homenagens, diversão, entretenimento e muita alegria. Nos meses de
Junho e Julho, a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo
está realizando os Jogos Típicos Italianos.
No dia 14 de Junho de 2013 foi realizado, na Comunidade São Pedro, o
Torneio de Trissete, com a participação de 24 duplas. As duplas
vencedoras foram as seguintes:

4º lugar ? Roni e Locatelli
3º lugar ? Marcelo e Finatto
2º lugar ? Pina e Martelli
1º lugar ? Osmar e Gíca

Na próxima sexta-feira, 21 de Junho, haverá o tradicional Torneio de
Bríscola na Capela Nossa Senhora de Fátima, em Serafina Corrêa/RS. Às
19h45 haverá jantar e, em seguida, haverá o Torneio de Bríscola.
Cardápio: frango, salsichão, massa e saladas. Participe! Ingressos, na
Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo ? Rua Ipiranga ?
Serafina Corrêa/RS.

 

Coleguinhas

O SELETO CLUBE DOS QUE COBREM CARROS E AFINS



Ouvi demanha cedo hoje,segunda, dia 17.06 que uma turma de mais de 30 jornalistas estavam rumando pra BAires, não pra dançar tango, mas pra lançamento de carros,ou salão de automóvel de lá.

Não há no meio jornalistico um 'gueto' maior do que este,sempre comandado pela Anfavea, a associção nacional dos fabricantes de carros.

Desde que me conheço por gente e já faz um tempão aqui do sul os convidados pra estes agapes são o renato rossi, o gilbertinho leal, e aquele alemão de estrela, ou lajeado, o elton jaeger que agora não vai mais porque não tem mais veiculo.

mas tem outros também que participam dos lançamentos dos carros.

Olha, não estou falando mal de coleguinha nenhum, estou apenas dizendo que é o circulo mais bem fechado que conheço. Nem religão, ou um partido politico é tão exclusivo quanto os jornalsitas que cobrem a area de fabricantes de carros.

Uma vez intiquei como renato rossi na guaiba sobre isto, dizendo que ele precisaria ir pras vilas comer ovo cozido e colocado dentro dos garrafões porque ele andava se queixando dos aeroportos domundo no programa do rogério. O renato se melindrou mas agora ele entendeu que era apenas uma brincadeira minha ..

Já quanto ao Gilbertinho leal também guardo muito carinho do meu ex-colega de zh que se tornou um amigo.

Agora sei pelo Beto Bottega que o gib a, como os amigos o chamam, está passando a bola pro Daniel Dias, que é seu segundo...

 

Café Colonial em Serafina Corrêa

Comemorando os 53 Anos de Emancipação do município de Serafina
Corrêa, o Clube de Mães Jardim Itália estará promovendo o tradicional
Café Colonial. Gastronomia típica, alegria e integração farão parte do
Café Colonial que acontecerá de 19 a 31 de Julho de 2013, a partir das
17h30, no Salão Comunitário Jardim Itália. Participe!

 

 

 

Cronograma de realização dos Grupos de HIPERDIA para JULHO/2013

A Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa, através da Secretaria de 
Saúde, informa toda a população que estará realizando os Encontros de 
Hiperdia também no mês de Julho de 2013. Durante os Encontros, haverá 
distribuição de medicamentos de uso contínuo, verificação de pressão 
arterial e atividade educacional. Salientamos que é obrigatória a 
apresentação da carteirinha de Hiperdia, pois sem a mesma os 
medicamentos não serão entregues. Participe dos Encontros de Hiperdia 
que acontecerão nas Capelas e nos Bairros do município de Serafina 
Corrêa em Julho, conforme cronograma:

 

 

 

Soberanas serafinenses na Suinofest

A Suinofest acontece em Encantado/RS, valoriza a carne suína e seus
derivados. Oferece gastronomia, exposição das tecnologias e tendências
da suinocultura e seminários. Neste ano, o evento aconteceu nos dias
7, 8 e 9; e 14, 15 e 16 de Junho de 2013.
As Soberanas do município de Serafina Corrêa participaram da
Suinofest no domingo, 16 de Junho. Na ocasião, Rainha e Princesas
tiveram a oportunidade de divulgar o Festipizza que acontecerá nos
dias 25, 26 e 27 de Julho, em Serafina Corrêa/RS.

 

 

 

 

 

Coleguinhas

*
Prezado Percival Puggina:

Sou leitor de sua coluna de Zero Hora. Não que compactue com a sua visão de mundo, longe disso. Mas pelo simples entendimento de que é necessário conhecer argumentos de quem pensa diferente. Eu nasci no exílio, em Londres. Tenho três nacionalidades e nunca me orgulhei desse fato, pois honestamente gostaria mesmo de ter nascido no Brasil. Sou neto de João Goulart, advogado, ativista de direitos humanos e hoje vice-presidente da FASC.

Faço parte de uma terceira geração, depois de meu avô. Mas minha história está diretamente ligada a história do Brasil. Talvez, por essa razão, procurei conhecer as razões sobre todas as circunstâncias que envolvem a derrocada inconstitucional de meu avô da presidência: porque conhecendo esse período eu acabo conhecendo a história de minha vida.

Sabe, a história de meu avô não termina no Golpe civil militar do dia primeiro de abril de 1964. Ela continuou, muito longe de seus olhos, provavelmente. E agora eu estou aqui para lhe falar sobre "respeito à história e verdades". Represento a preocupação repetida de alguns de seus textos em "que as próximas GERAÇÕES conheçam a verdade". Pois eu sou uma das "próxima gerações"

Olha, posso entender sim uma visão de mundo diferente, calcada nas liberdades de mercado, na Estado mínimo, nas políticas externas dependentes e na ausência de inclusão social efetiva. Mas o que não entendo é como alguém de respeitável credibilidade insista em aplicar publicamente uma mentira de que o Brasil planejado por meu avô era "Comunista". Aliás, eu entendo. Entendo que são as mesmas táticas de guerra fria, da década de sessenta (ultrapassadas táticas) de colar mentiras nos adversários "subversivos' para desestabilizar os governos. Da mesma forma que o IBAD e o IPES atuavam no nosso país, com patrocínio de dólares americanos. Você deve lembrar disso.

Não é verdade, senhor Puggina, de que o Brasil se tornaria "comunista" com as reformas de base pretendidas por meu avô. E você, no fundo, sabe disso, mas não reconhece. Hoje, passados quase cinquenta anos do golpe civil-militar, falarmos em uma reforma tributária é ser comunista? Falarmos em uma reforma educacional é ser comunista? Falarmos na questão agrária é ser comunista?

Vale lembrar, meu avô era um CAPITALISTA, na mais ampla concepção da palavra. Um fazendeiro que vivia dos negócios do campo. E a sua reforma agrária consistia em dar título de propriedade a 10 milhões de brasileiros (éramos 80 milhões naquela época, contando com você) para fortalecer o mercado interno e desenvolver o capitalismo. Para impedir um êxodo rural que hoje gera tanta violência nas grandes capitais do Brasil. isso é ser comunista?

Poderia falar em outras tantas reformas do Estado brasileiro que meu avô gostaria de ver implantadas em sua pátria, mas eu sei que no fundo você as conhece. Sei também que você sabe que o Presidente Jango era herdeiro político do Presidente Vargas. Então, fale em "trabalhismo", se realmente tiver algum compromisso com a verdade e respeito com os seus leitores.

Justamente em razão do senhor reiteradamente teimar em "brincar com a história", como é o caso da brincadeira de seu último texto intitulado "respeitem a história" é que eu concluo: a mim não me venha falar em respeito à história. Principalmente a sua história mal contada!


Porto Alegre, 16 de junho de 2013


Christopher Goulart

 

Vai hoje de tarde uma turma de colegas pra Serafina pro lançamento da Festpizza....

*

O festial da pizza acontece no final de julho

*

Olha, Serafina nem era assim tão conhecida pela pizza. Mas os gringos bolaram esta promoção e ao que parece pegou.

*

 

 

 

 

Inteligência militar identifica ação político ideológica por trás de protestos contra aumento de passagens


Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alerta – www.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão – serrao@alertatotal.net

A inteligência das Forças Armadas identifica o que está realmente por trás da temporada de protestos contra o elevado preço da passagem de ônibus e a péssima qualidade do transporte coletivo urbano. As manifestações são ações psicológicas de grupos radicais de esquerda, contando com o apoio de partidos ligados à velha IV Internacional Socialista, aproveitando-se de que o brasileiro está de saco cheio.

Na visão dos analistas militares, o que se faz é um balão de ensaio. Aparentemente, o movimento radical tem a função de desgastar os governos do PT, do PSDB e do PMDB. O problema é no que pode redundar, politicamente, uma onda crescente de protestos que começam fechando grandes avenidas, impedindo o direito geral de ir e vir, mas que, no final, descambam para a violência gratuita e inconsequente.

O Estado brasileiro não sabe lidar com tais situações – a não ser na tradicional “repressão”. Mas como se trata de uma guerra de 5ª Geração, em batalhas assimétricas como as promovidas pelas organizações criminosas, o suposto poder público fica ainda mais desnorteado e refém das ações psicológicas de terrorismo urbano.

Rio de Janeiro e São Paulo devem experimentar, a partir das 17 horas de hoje, uma nova ação urbana do Movimento Passe Livre. No RJ, os manifestantes se concentram na Cinelândia. Em Sampa, a mobilização começa no Teatro Municipal. A previsão é de tempo fechado com as tropas de choque da Polícia Militar. É alto o risco de badernas e conflitos - como os de terça-feira na capital paulista.

Tirando o aspecto ideológico, um fato é bem concreto e objetivo. As pessoas começam a ficar de saco cheio de tanta coisa ruim praticada pelos governos. Assim, os grandes centros urbanos se transformam, facilmente, em barris de pólvora. Se algum grupo mais organizado consegue focar a vontade de protestar em um tema problemático que consiga ser entendido pela população, a onda de reclamações vira um tsunami.

O bloco vai para a rua após convocação nas redes sociais da internet. Mesmo que a intenção do protesto tenha a retórica pacífica, na hora que a turma supostamente da paz se junta com os porralocas radicais, tudo se transforma. E o resultado dos eventos é bem previsível na hora do rush de cidades estressadas como Rio e São Paulo: o pau acaba comendo com a polícia. O noticiário dá repercussão, e as imagens ganham projeção internacional.

Nada pior para o Brasil em tempos de propaganda demagógica com a Copa das Confederações – que vai expor nossa desorganização e falta de infraestrutura nas cidades em que os jogos vão acontecer.

Invasão consentida?

Militares na reserva trocam e-mails denunciando uma grande mancada ou conveniente omissão de nossas Forças Armadas.

O Exército, Marinha e Aeronáutica permitiram a violação do Território Nacional por Forças Militares estrangeiras.

Nos dias 24, 25 e 26 de maio, na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, patrocinou uma reunião do ELN, (Exército de Libertação Nacional da Colômbia) e das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

 

 

 


Olides. Fui para Santiago, na quinta-feira. Na manhã de sexta, Santiago estava sitiada por carros dos carabineiros , aqueles com jatos de água, e muitos estudantes, a maioria deles com o rosto coberto por panos . Eu tinha que entrar no calçadão de Santiago, no Paseo da Humada, para levar documentos ao escritório da AA. Não deu para fazer o trajeto. As ruas estavam tomadas por policias que impediam a passagem de pessoas. Sabe o que fiz: retornei ao aeroporto e lá fiquei até a acabar as manifestações. Fiz este material, com alguns relatos de membros estudantis em entrevista na TV. O certo é que o governo não vai ceder um milímetro. Diz que não há dinheiro para as mudanças na educação. Aliás, aqui no Chile, o dinheiro está escasso para muita coisa, só não está faltando para as festas. Sebastian Piñera, deu uma festa no palácio La Moneda, ( vi a notícia na TV, hoje ) pára mais de mil convidados, aniversário da chancelaria chilena... A opisição, Partido Socialista, do Marxista histórico Salvador Allende, que foi um de seus fundadores, fez críticas, mas somente isso. Pois enton, fica assim, meu caro. Um abraço. Gelson

ESTUDANTES ENTRAM EM CHOQUE COM A POLÍCIA NO CHILE
Lideranças estudantis romperam diálogo com governo. Manifestações pedem educação pública gratuita e de qualidade.

De Santiago do Chile
Gelson Farias

O Chile viveu sexta-feira passada, um dia de protesto estudantil, que incluiu violentos choques com a polícia em vários pontos de Santiago, um dia depois da quebra do diálogo com o governo, reavivando um conflito por uma educação pública gratuita e de qualidade que já dura cinco meses. Os confrontos eclodiram logo no início das concentrações em um local não autorizado pelas autoridades, e se estenderam por vários pontos da cidade, principalmente nas imediações das universidades, onde foram registrados violentos confrontos com a polícia.

policiais arremessando pedras e paus nos agentes. Vinte e oito pessoas foram detidas até agora, "em sua maioria menores de idade, por desordens graves, depredação e ataques a carabineiros". Seis policiais e dois civis ficaram feridos, segundo um registro da intendente Cecilia Pérez.
"O governo é o culpado por negar tudo. Pedimos permissão para protestar e não nos dão, pedimos educação gratuita e também não. O que querem?", disse uma das porta-vozes da Confederação de Estudantes do Chile (Confech), Camila Vallejo.

"Os líderes da Confech esticaram o elástico mais do que deveriam", afirmou Pablo Zalaquett, prefeito de Santiago, cidade que registrou desde o final de abril 37 passeatas e jornadas de protesto convocadas pelos estudantes. A agitada jornada ocorreu um dia depois que um frágil diálogo aberto há uma semana entre os estudantes e o governo foi rompido devido à rejeição do governo em estabelecer a gratuidade para grande parte do sistema público de ensino, inexistente hoje no Chile em nível universitário e que favorece apenas 40% dos estudantes.

 

Licenças para obras no Cais Mauá serão entregues segunda-feira
16/06/2013 09:24:37


A revitalização do Cais Mauá começará pelo restauro dos armazéns tombados pelo patrimônio histórico municipal. Na segunda-feira, 17, às 14h30, o prefeito José Fortunati e o governador Tarso Genro farão a entrega das licenças para as obras à empresa Porto Cais Mauá do Brasil SA, responsável pelo empreendimento. O ato será realizado no Pórtico Central do Cais Mauá (av. Mauá, 1050).

A autorização emitida pelos órgãos técnicos da prefeitura permite o início imediato das obras de restauração dos nove armazéns tombados pelo patrimônio histórico municipal, que devem durar nove meses. O pórtico e os armazéns A e B estão em fase final de aprovação pelo patrimônio histórico federal, que responde pelo tombamento das estruturas.

A Porto Cais Mauá entregou o projeto de restauro à prefeitura em abril. Conforme o prefeito, a equipe técnica do município dialogou permanentemente com a empresa para vencer os ajustes necessários a fim de começar efetivamente as obras. “Respeitando a complexidade e as exigências legais que envolvem o empreendimento, trabalhamos com a máxima celeridade na tramitação para devolvermos à população o contato com o Guaíba em um espaço altamente qualificado, que contribuirá para o desenvolvimento do Centro Histórico”, enfatiza Fortunati.

O restauro dos armazéns ocorrerá enquanto a empresa conclui os estudos de impacto ambiental e de tráfego para as novas construções previstas no projeto de revitalização do Cais Mauá. O secretário de Desenvolvimento e Assuntos Especiais (Gades), Edemar Tutikian, que coordena os trabalhos em âmbito municipal, esclarece que os estudos são necessários para que a prefeitura dê prosseguimento ao Estudo de Viabilidade Urbanística (EVU), que determinará diretrizes para a conclusão dos projetos executivos.

O projeto - Compreende trecho de aproximadamente 2,5 quilômetros, da Estação Rodoviária à Usina do Gasômetro. Prevê a recuperação dos armazéns destinados a gastronomia, lazer, entretenimento e cultura, bares, restaurantes, lojas e estabelecimentos culturais, a construção de três prédios comerciais e um shopping center.

 

 

 

UM RELATÓRIO FUNDAMENTAL PARA ENTENDER A HISTÓRIA DAS RELAÇÕES DO BRASIL COM SEUS ÍNDIOS
Videversus – Google - Posted: 12 Jun 2013 09:54 PM PDT
Fui alertado pelo advogado Luiz Francisco Correa Barbosa, juiz de Direito aposentado, sobre a existência e 60. Se você quer conhecer de verdade o Brasil, leia esse documento. Ele tem 64 páginas devastadoras. O link é o seguinte de um alentado e minucioso relatório, produzido no início da ditadura militar, por ordem do general Albuquerque Lima, então ministro do Interior. Ele nomeou um procurador do Ministério do Interior, Jader Romeira, para chefiar essa enorme investigação pelos escaninhos da burocracia oficial e pelos sertões do Brasil. O relatório é devastador. Como a questão indígena é assunto federal, a primeira constatação e comprovação é de que o governo federal, pelo Serviço de Proteção ao Índio, e depois pela Funai, foi sempre o maior carrasco dos índios brasileiros, o grande condutor da destruição dos índios, o patrocinador de torturas, aprisionamentos, assassinatos bárbaros, espoliação permanente, e profundamente corrupto e corruptor. Luiz Francisco Correa Barbosa é até hoje um dedicado defensor dos índios brasileiros, com os quais conviveu quando foi oficial do Exército Brasileiro. O relatório é um documento histórico, mas tudo leva a crer que a situação se reproduza hoje, um tanto atenuada, da mesma maneira como era feita lá nas décadas de 50: http://pt.scribd.com/doc/142787746/Relatorio-Figueiredo
---ooOoo---

ÍNDIOS DIZEM NO PALÁCIO DO PLANALTO QUE NÃO DEIXARÃO TERRAS INVADIDAS NO MATO GROSSO DO SUL
Videversus – Google - Posted: 12 Jun 2013 05:32 PM PDT
Índios terena e guarani-kaiowás estiveram reunidos na tarde desta quarta-feira no Palácio do Planalto com os ministros da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho; da Casa Civil, Gleisi Hoffmann; da Justiça, José Eduardo Cardozo; e da Advocacia-Geral da União, Luís Inácio Adams, todos do PT; além de representantes da bancada sul-mato-grossense do Congresso Nacional. Depois de duas horas de reunião, os índios disseram que não vão desocupar as terras invadidas por eles no Mato Grosso do Sul onde já estão. "Acho que a necessidade de se indenizar a terra foi um ponto comum de todos aqueles que falaram. Existem várias alternativas. Há a disposição para que se busque uma solução definitiva sobre essas questões, desde áreas que foram confiscadas e as áreas hoje pretendidas pelas etnias indígenas", afirmou o senador Delcídio do Amaral (PT-MS). "A partir do momento em que o governo buscar uma solução para indenizar as áreas, nós vamos começar a mitigar esses efeitos, a distensionar o clima para trazer tranquilidade a todos, para as etnias, para os produtores de terra". Uma nova reunião deve ocorrer nesta quinta-feira, com o Conselho Nacional de Justiça. Para o senador sul-mato-grossense, o problema não será resolvido com uma "solução simples", mas advertiu que a situação está "sob controle" no Estado.

 

 

 

 

Partì de mal e a bien aturné – Leonardo Faccioni (*)

Vivemos em um país peculiar, disso não há dúvidas. O horário eleitoral dito gratuito em rádio e televisão, do qual gozam nossas três dezenas de partidos políticos de centro, esquerda, centro-esquerda, extrema-esquerda e esquerda-volver, é a prova cabal de sua unicidade. E o nonagenário Partido Comunista do Brasil sabe como poucos tirar proveito das novas tecnologias, ou não selecionaria a porto-alegrense Manuela d’Ávila, ora deputada federal, para estrelar suas inserções na mídia burguesa.

Tenho um interesse especial pelo PCdoB. É a agremiação mais sincera em todo o denso, mas limitado espectro político nacional. Nenhum partido brasileiro ousaria incluir em seus documentos oficiais uma declaração formal de apoio ao ideário de Adolf Hitler. Entretanto, o PCdoB é abertamente vinculado aos programas de Josef Stálin e Mao Tsé-Tung, que, sozinhos, já fariam do monstro germânico um aprendiz de bicho papão.

Quero confiar que um partido hitlerista não angariaria, hoje, um único voto em uma eleição. Infelizmente, nosso partido stalinista possui representação crescente em todos os parlamentos e deve abocanhar um bom número de Executivos no pleito vindouro.

Por que ideários historicamente tão semelhantes – a bem dizer, indistintos do berço ao túmulo – recebem, nestas bandas, tratamentos assim díspares?

No Leste Europeu, que experimentou o jugo de ambos os irmãos, o pavor que evocam para os olhos de mais idade é um só. Se não se confundem, é pela duração de cada tirania. A primeira matou durante anos; a segunda, graças à indiferença do Ocidente, durante tenebrosas décadas.

O Brasil salvou-se dos dois, ao menos formalmente. Tendo integrado o bloco aliado na luta contra o nazismo, qualquer eventual simpatia tupiniquim pelo totalitarismo ariano foi varrida para baixo dos tapetes do Catete, com a graça do bom Deus. Do veneno soviético, porém, nunca provamos, nem a ele enfrentamos cara a cara. Seu brilho fatal ainda fascina...
E se o Putsch de Munique² houvesse sido o feito máximo do nazismo, tal como a Coluna foi para Prestes? O horror que não vence a fronteira entre a intenção e o ato é menos mau que o horror triunfante? Noutras palavras, o mal, enquanto potência, é indiferente do bem?

Se o nacional socialismo nunca chegasse a constituir um governo na Alemanha, quiçá houvesse agora, lá, uma Manuela d'Ávila bávara a falar às televisões sobre a "luta histórica" da suástica pelo renascimento de um povo esmagado por potências estrangeiras; sobre quantos "heróis" tombaram pelos valores da pátria. E quem nunca houvesse ouvido, nem um dia lido as palavras e os planos de seus "heróis" poderia entrever nos lábios de sua interlocutora toda a verossimilhança sedutora de uma mentira diabólica.

E se a Coluna Prestes houvesse triunfado? E se Olga Benário, antes que mártir, fosse imperatriz - nossa cândida Eva Braun, regalada pelo próprio Stálin? E se do Araguaia maoísta emergisse o sonhado Brasil Vermelho, o Vietnã que samba, a Coréia do Norte continental?

Ah, meus caros. Na história, inexiste o "se". Contudo, algo me diz que Manuela d'Ávila não ousaria contar suas fábulas na TV...
______________________________
¹ Partì de mal e a bien aturné, verso inicial de cantiga popular datada de 1189 d.C., durante a Terceira Cruzada: afastado do mal e voltado para o bem. Autor desconhecido.
² 9 de novembro de 1923. A partir da cervejaria Bürgerbräukeller, Adolf Hitler promove um levante na capital do estado da Baviera a fim de tomar o governo para si. Derrotado pelos poderes constitucionais, inicia a redação de Mein Kempf na prisão.

(*) Leonardo Faccioni – Advogado, Adesguiano do XXI CEPE 2011 - Sugestão: leiam atualidades e comentários em www.faccioni.blogspot.com
----ooOoo---
Policia Civil Delegacias De Polícia de Vacaria
Alguns dados sobre a produção do mês de Maio/2013 em Vacaria, lembrando que a Polícia Civil tem como função constitucional ser a Polícia Judiciária, realizando as investigações e remetendo-as à Justiça (Poder Judiciário e Ministério Público).
- 26 autuações/prisões em flagrante;
- 7 prisões por mandados judiciais (condenações, preventivas ou temporárias..);
- 280 procedimentos investigatórios remetidos à Justiça e MP;
- 53 indiciamentos por crimes de maior potencial ofensivo;
- 59 investigações de violência contra a mulher remetidos pelo Posto Policial Para a Mulher;
- No ano de 2013 são 1549 procedimentos investigatórios (IP, TC, PAAI) remetidos;
- No ano de 2013, os órgão de segurança (PC, BM + GM e PRF) prenderam 252 por crimes de maior potencial ofensivo.
- Sete homicídios no ano de 2013, 100% esclarecidos pela DP Vacaria.
---ooOoo---
Petrobrás deve R$ 7,3 bilhões, é executada, está sem certidões e avisa que pode até quebrar
- A desordem administrativa do governo federal já assumiu características catastróficas.

O editor recebeu esta manhã comunicado da Petrobrás, denunciando que impedida de importar e exportar petróleo há uma semana em razão de uma dívida de R$ 7,3 bilhões, a Petrobras pode "quebrar" e gerar "caos" no mercado de ações caso pague o débito "estratosférico". É o que também pensa o Ministério Público Federal no Rio de Janeiro. A dívida impede Petrobras de importar, exportar e participar das rodadas do pré-sal.

. A Folha de S. Paulo teve acesso ao parecer da procuradoria no processo que tramitou no TRF-2 (Tribunal Regional Federal da Segunda Região). Se você clicar no link a seguir para ler o que escreve hoje o jornal, poderá acompanhar também a íntegra do parecer, que vai em link.

. O fato é que a Petrobrás deve muito dinheiro para a Receita Federal, discutiu, perdeu em juízo e foi executada. Como todo mundo, terá que pagar o que deve.

. Na quinta-feira (13), a estatal tentou, sem sucesso, levar o caso ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) para suspender a exigência dessa certidão de débito.

CLIQUE AQUI para saber mais.
CLIQUE AQUI para ler a nota da Petrobrás.
Postado por Polibio Braga – Google - sexta-feira, 14 de junho de 2013 - às 03:31:00 PM

 

 

 

Um anúncio discreto na ZH do dia 13.06 marcou a morte doúltimo dos quatro irmãos que fizeram o Barranco, a famosa churrascaria da Protásio Alves.

 

 

 


Olá Olides,
Permita-me remeter a Sem Pulo e Túnel do Tempo
deste sábado que escrevo na Folha Popular de Teutônia.
Abraço
Rudimar Thomas

 

 



 

 

 

---- Pensando


Antonio Augusto Bandeira




Antonio gosta de recordar fatos, embrulhando passado com presente. Era segunda vez que voltava à Cancun.
Gostava de lá, achava os mexicanos, em sua grande maioria, muitos simpáticos. A beleza do mar...

Fazia passeios, em que pese o Hotel não dar vontade de sair dele, com suas piscinas, seus bares, seus restaurantes, sua salas de shows... Ia ao shopping " La isla", gostava especialmente de um loja cubana que vendia artigos de Cuba, Antonio estivera lá em 1987, camisas, prata...

Também na cidade ia sempre ao Mercado 28, artigos baratos, e até um passeio contratado para conhecer a Praia Del.Carmen, areia linda, mar exuberante.

Antonio aprendera que na vida não se pode parar...

E não parava.

 

 

 

Paulo Santana chegou num bar da Padre Chagas e lá encontrou o Mariani que nem lhe deu bola quando Santana entrou no recinto..

- É a primeira vez que chego num lugar e não me cumprimentam, diz Santana, provocando...

Mariani responde na lata:

- Eu não sei quem tu és, porque vou te cumprimentar...
- Eu sou o Paulo Santana, diz o egolatra....

- E dai, responde MaRIANI!!!!

 

QUISILHA NO ALFREDO

lOCALIZADO na Cristóvão Colombo,794 ,esquina com Ramiro, o restaurnate Alfredo é o reduto de prostitutas, taxistas, politicos. Suas paredes estão cheias de fotos de Leonel Brizola,entre outros.

A casa atravessa a madrugada e tem mais de 40 anos.

Os donos, os portugueses Patricio e Zé,são irmãos, mas ultimamente andam rompidos.

Era sempre assim: no dia 31 de dezembro,um sai da gerencia do Alfredo e outro o assumia. O outro irmão ficava cuidando de um açougue que eles tem do lado...

Mas o Zé resolveu colocar um açougue sozinho e isto deu ciume no Patricio....

Estão rompidos e o Patricio não tem passado a gerencia do Alfredo para o irmão e sócio....

 


Amanheceu nublado o sábado....


Esta semana o inverno está dando as caras....


Esperemos pelo sol, que não deve tardar....

 

 

Eu não simplificaria tanto as manifestações como tenho visto por ai...

Cuidado, pode ter mais coisa por trás do que se imagina

tenho visto muita gente substimando os movimentos que estão se fazendo presentes desde o começo do ano

falo dos protestos que nasceram por causa dos preços das passagens

 

 

 

Caros colegas, boa noite.

Em assembleia hoje, 14/06, os servidores da Procuradoria Geral do RS, com a participação online da categoria no interior, votaram, por unanimidade, pela continuidade da greve geral, no salão de eventos da Igreja Pompeia, centro de Porto Alegre. Com discursos inflamados e emocionados, vários servidores e apoiadores afirmaram que não vão desistir do movimento sem que haja uma contraproposta real por parte do Governo do Estado. A classe se mostrou indignada com o condicionamento do retorno das negociações somente após a volta ao trabalho. Há oito meses consecutivos o Sindicato dos Servidores da PGE (Sindispge) tenta acordo com o Governo por meio do Codipe (Comitê de Diálogo Permanente), sem sucesso.
Representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), do SIMPE RS (Sindicato dos Servidores do Ministério Público) e do Sindisjus RS (Sindicato dos Servidores da Justiça do RS) estiveram presentes manifestando total apoio ao movimento. O diretor da CUT e presidente do SIMPE, Alberto Ledur, salientou que o movimento grevista conta com total apoio jurídico financeiro e estrutural da CUT.
Na próxima segunda-feira, dia 17/06, a categoria se reunirá em frente ao prédio do DAER, das 10h às 15h.

 

 

 

PBSPinto

O senador, ou melhor ex-senador, em livro de memória escrito pelo colega LFValls.

Simon, no tempo do cachimbo, ao lado do político cuja origem foi o partido dos estancieiros e dos intelectuais, o Partido Libertador, de Raul Pilla.

 

 

 

Recebo dos leitores, no caso do AGoulart!
Olides:
Leste a entrevista do Fehlberg na revista Press (não a última, a anterior, No. 145)? Teu nome é citado duas vezes.
Goulart

 

 

 

mais cenas do bairro Petropolis, esta manhã de outono portoalegrense!!

 

Petropolis, no lado em que fica a esquerda da Protásio sentido c-b tem as ruas com nomes de municipios gaúchos do interior....

 

 

 

Petropolis, um bairro que ainda tem coisas bem interioranas...e prosaícas...mas os casarões de antanho tão dando lugar a prédios, principalmente mais embaixo perto daquela praça que algum 'jornalista' deserdado que mora na Venâncio costuma chama-la de ' praça dos burgueses"..nem tanto, nem tanto, mas Petropolis tem duas, uma a que fica à direita da protásio, quem sobe sentido c-b e outra é no sentido à direita, quem sobe, ou seja aquela parte que fica entre a protásio e a Ipiranga, Ali mora gente mais abonada e gente mais ilustre, como Edgar Vasques, LFV(na casa do pai, Erico) Brossard,entre outros ....

 

 

 

Mais cenas do bairro Petropolis nesta manhã de outono, porque o inverno só semana que vem...he, que coisa, né!

 

 

 

O velho bairro de Erico Verissimo

 

fui comprar hoje no Zaffari de Petropolis...nÃO NAQUELE primeiro que tiveram porque este tá fechado. Fui num que fica perto da Igreja São Sebastião peguei a abertura de uma Panvel na esquina da Carazinho com a Protásio...ali nos anos 80 tinha a Donirella, quem não lembra dela, eram uns gringos onde se comprava polenta com galinha frita.

 

 

 

foto mudança do Ataídes Miranda....

 

 

mudança...

Ataides Miranda se muda neste sábado pro bairro Floresta. Vai pra Cristóvão Colombo, depois de um bom tempo na Ijui, quase esquina Protásio....

 

Foi um tempo emque foi muito lá tomar mate e conversar com ele...isto agora ficou pra trás.

 

Boa sorte pro nosso querido colega e amigo Ataídes. Que toda a sorte do mundo o acompanhe...

 

 

 

O país inteiro acompanhou o desempenho do ministro Dias Toffolli na primeira fase do julgamento do mensalão. Não raras vezes ele superou o próprio ministro Ricardo Lewandowski na proteção dos réus, acusado até de advogado deles pelo ministro Joaquim Barbosa. Só que o aprendiz acaba de ultrapassar o mestre.

Dias Toffolli prevê que só em dois anos o Supremo Tribunal Federal concluirá o processo de apreciação dos embargos interpostos pelos condenados. Assim, para ele, continuarão em liberdade por esse prazo todos os que já deveriam estar na cadeia.

Com todo o respeito, mas o comportamento do jovem integrante da mais alta corte nacional de justiça lembra a história daquele camponês condenado à morte que, diante do rei, pediu a suspensão da sentença por dois anos, para poder ensinar o jumento de Sua Majestade a falar. Foi atendido com a moratória. Quando sua mulher indagou se estava doido, pois os jumentos jamais falariam, o sagaz camponês respondeu: “Em dois anos muita coisa pode acontecer. O rei morrer, o jumento também e até eu, de uma doença qualquer. Quem sabe, também, o bicho aprender a falar?”

Em dois anos de protelação da prisão dos réus, certeza mesmo só se tem de que a Justiça terá morrido…

PAZ NAS ALTURAS?

A presidente Dilma estará no Rio, hoje, devendo visitar obras de melhoria na favela da Rocinha. Lançará a pedra fundamental da construção de um teleférico capaz de popular o pulmão de muita gente que mora lá em cima e trabalha aqui em baixo. Será recepcionada por Sérgio Cabral.

Vão encontrar-se pela primeira vez desde que o governador ameaçou bandear-se para a candidatura de Aécio Neves se o PT não retirasse, como até agora não retirou, a candidatura de Lindbergh Farias ao governo local. Como o encontro se dará nas alturas, lá no topo do morro, quem sabe ares mais puros venham a bafejar o diálogo entre eles?

 

 

 

Essas imagens dispensam qualquer texto. Porém é válida algumas indagações.Por que que não é possível em um Grenal? ( Tenho a utopia de um dia ver isso em um Grenal!!! ) Teriam as torcidas (des)organizadas algo a ver com isso?

 

 

 

Jornalista Cosme Rímoli escreveu para esclarecer à presidente Dilma o que está se passando no país da Copa. Vale ler até o fim.

Excelentíssima presidente Dilma Rousseff...
Esta é a primeira vez que escrevo para uma presidente. O motivo é nobre.
Quero avisá-la que a senhora irá entrar para a história com a Copa do Mundo... Mas não da maneira que imagina.
Por mais que sua participação efetiva seja dar bicudas na bola...
Fazer discursos eleitorais para políticos aliados que não vão poupar palmas...
Derrubar Ricardo Teixeira...
E delegar todo o controle do Mundial mais caro da história a Aldo Rebelo.
A senhora herdou esta Copa do seu mentor, o ex-presidente Lula.
Esperto, ele vislumbrava o maior amor do Brasileiro.
E, principalmente, a ano que o Mundial será disputado.
Não é uma beleza ele acontecer justo quando haverá eleição presidencial?
Melhor impossível.
O Brasil assegurou a Copa aqui em 30 de outubro de 2007.

Há quase seis anos. O anúncio oficial arrancou lágrimas de felicidade de Lula.
E de várias construtoras e empreiteiras.
A Fifa propôs e o governo de integração aceitou de imediato.
Pela primeira vez desde 1930 haverá 12 sedes em um Mundial. O 'normal' eram oito.
Mas aqui não.
Houve uma reunião governamental em 2010.
Sim, três anos depois do anúncio do Mundial nesta terra.
Com pomposo nome, presidente: Matriz de Responsabilidades.
Ficou acertado que os estádios custariam no máximo R$ 5,4 bilhões.
Pois três anos depois, as obras já passaram de R$ 7,1 bilhões.
E vão aumentar, para que todas sejam entregues no prazo.
Cara Dilma, me permita a intimidade...
Sabia que quatro destes oito estádios são elefantes brancos?
O de Manaus, Cuiabá, Natal e a que a senhora acaba de inaugurar?
Onde ironizou os como eu, pessimistas de plantão?
Isso, o da cidade onde mora, presidente.
Onde ouviu o assanhado Aldo Rebelo chamar de Coliseu da nova Roma?
Será que ele está prevendo como ficará daqui a alguns anos a arena?

Aos poucos a senhora entenderá o motivo pelo qual entrará na história.
O estádio Mané Garrincha que acabou de inaugurar.
Sem saber, teve a primazia de batizar o primeiro elefante branco do País.
A arena custou um bilhão de reais.
Tem capacidade para 75 mil pessoas, que beleza.
Sabe qual é a média de público do Campeonato Brasiliense?
844 pessoas.
Com um detalhe muito interessante.
Ingressos a R$ 1,00.
Vamos falar de Cuiabá.
A nova arena custou até agora R$ 519 milhões.
43.600 pessoas poderão assistir grandes confrontos por lá.
Isso se decidirem sair de casa.
A média do Campeonato Mato-Grossense é de 612 pessoas.
Mesmo com o incentivo governamental.
Um quilo de comida vale um ingresso.
A arena das Dunas em Natal ficou linda, nos trinques.
Cabem 45 mil pessoas.
A senhora quer a média de público no Campeonato Potiguar?
Como ou sem emoção, como perguntam os bugueiros de lá?
O emocionante primeiro turno mostrou 1.041 pagantes.
Porém a mais confortável será a de Manaus.
Ela custou baratinho: R$ 529 milhões.
Caberão 44.310 pagantes.
No poderoso Campeonato Amazonense será uma festa.
Será possível acampar, jogar futebol nas arquibancadas.
A média do torneio é de 588 pagantes.
Sim, presidente.
Elefantes brancos anunciados antes mesmo de começarem as obras.
Mas para que parar?
Há de se ter uma solução.
Talvez a criação do bolsa ingresso.
José Maria Marin tem uma solução.
Lembrando o tempo da Ditadura Militar que o fez governador.
E discursar contra o Vlado Herzog, se recorda?
Lógico que sim...
Pois bem, ele quer que os grandes clubes brasileiros ajudem na marra.
Sejam obrigados a levar partidas como mandantes para estes estádios.
Sem poder de barganha.
Quer tornar isso uma prática normal no Campeonato Brasileiro.
Por enquanto não anunciou oficialmente.
Mas já está articulando.
Haverá enormes conflitos e provável rebelião.
A senhora sabe, presidente, o efeito colateral destas arenas?
O preço dos ingressos subiu em média 300% no país.
A se fosse o nosso PIB, hein presidente?
Mas não é.
As arenas estão elitizando o público.
Na Copa então, será uma doideira.
Futebol só na televisão ou nos telões de lanchonete.
A Fifa já começou a vender os ingressos para o Mundial.
Vou mostrar para a senhora os preços dos caros.
Os baratos só depois da Copa das Confederações.
É para assustar, presidente.
Tem direito a buffet, os melhores lugares.
Os jogos são da primeira fase, da Seleção Brasileira.
No Itaquerão custam US$ 2.552, nada menos do que R$ 5.145.
Em Fortaleza e Brasília será uma pechincha.
US$ 1.595, R$ 3.190, em cada jogo.
Se a seleção do Felipão se classificar para a final, vou ficar muito feliz.
E surpreso.
Tanto assim que convido a senhora, eu pago.
Faço questão.
Desembolso US$ 4.543 ou R$ 9.086,00 para cada ingresso.
Não é por nada, não.
Mas considero esses preços um ultraje para a população brasileira.
E a senhora, não?
Será que tem ideia, alguém lhe contou quanto custa ver um jogo na Copa?
Queria perguntar outra coisa.
Por que muitas obras de mobilidade social ficaram no papel?
A senhora por acaso sabe o caos que a torcida sofre para chegar ao Mineirão?
Os tumultos no trânsito por onde há uma nova arena.
Como a Fonte Nova e sua deprimente venda de ingressos.
Com a polícia dando tiros de borracha e soltando bombas nos torcedores?
Aquele estádio que a senhora inaugurou com o Carlinhos Brown.

Onde chacoalhou a caxirola com a espevitada Marta Suplicy?
Que custou a bobagem de R$ 2,2 bilhões.
Sim, a obra saiu por R$ 591,7 milhões.
Mas o consórcio que administrará o estádio foi ousado.
Pediu como contrapartida R$ 103 milhões por 15 anos.
Somados os valores se chega ao estádio mais caro da Copa.
Em 2011, o Tribunal de Contas da União (TCU) criticou o modelo de negócio.
Definiu a contrapartida como longa e cara.
Sim, presidente, R$ 2,2 bilhões, ninguém falou para a senhora?
Segure seu queixo.
Até a caxirola fará a alegria dos gringos.
A empresa norte-americana que faz as embalagens do McDonald's tem a exclusividade sobre ela.
E pretende faturar R$ 3 bilhões até a Copa.
Não é mais um motivo de orgulho?
Quanto aos turistas, pode ficar aliviada.
Eles não serão nem sombra do que se esperava.
A Copa das Confederações já mostra isso, cara Dilma.
A Fifa garante que venceu mais de 588 mil ingressos.
A senhora sabe a porcentagem de estrangeiros que os comprou?
Menos de 3%.
Ainda bem que seu governo não remodelou os aeroportos.
Para quê?
Seu governo pode seguir o ritmo paquidérmico.
Até os hooligans estão assustados.
E não querem vir para cá.
Têm medo das nossas torcidas organizadas.
Só invejam a nossa legislação frouxa.
Que trata com carinho os torcedores brigões, assassinos.
A violência urbana que domina o País está espantando os turistas.
Bobagem, não é?
Assustadinhos, qual o problema de se sentir em uma guerrilha urbana?
Estupros em ônibus acontecem em todos os países civilizados.
Dentistas queimadas por bandidos também.
Pessoas mortas em roubo de celular acontece no mundo todo.
Assim como assassinatos de policiais monitorados pela cadeia.
A farra dos menores delinquentes é até interessante, tadinhos.
Muitos estão gostando tanto da história que falsificam suas identidades.
Querem ficar mais jovens por dois ou três anos.
Assim não podem ser julgados como maiores.
Não são bonitinhos?
Cada um que fosse para a Fundação Casa deveria ganhar um fuleco.

O Ronaldo não vai poder dar.
Mesmo membro do COL ele foi morar em Londres.
Essa história de arrastões em restaurantes pode ser divertida.
O turista que vier para cá na Copa vai ter o que falar quando voltar.
Se não reagir, lógico.
A procura de ingressos e hospedagem para o Mundial está muito abaixo do esperado.
Tão menor que os números não estão sendo divulgados.
Mas não importa, a Copa é nossa.
E daí que a legislação brasileira foi desrespeitada pela Fifa.
O que interessa são as budweisers nas mãos dos torcedores.
Cerveja para eles.
O importante é todos estarem felizes em junho de 2014.
Quanto à mobilidade social, a saída foi brilhante.
Aplaudo em pé.
Para evitar trânsito, feriado nas cidades onde há jogos.
Que importa a produção, o trabalho?
Vale é o futebol.
A Copa do Mundo é nossa.
Me empolguei...
Perco a educação e faço o que a senhora não pode fazer.
Dou uma banana para mim mesmo, seu pessimista.
Mas só faço uma ressalva, cara Dilma.
Nunca duvidei que os estádios ficariam prontos.
Ficaram como esperava, superfaturados.
Com bilhões do dinheiro público envolvido.
Não havia acreditado no Ricardo Teixeira.
Ele disse que todo o custo seria privado...
Bela piada, sem o menor fundamento.
É a população do seu país que está pagando a Copa.
Mais caro que jamais qualquer outra nação.
O mundial vai passar.
Chegarão às eleições presidenciais.
E o clima de festa pode até valer a reeleição.
A senhora é superfavorita.
Cuidado só com seu mentor, que está com saudade do cargo.
Mas um dia, quanto tiver tempo, procure se informar.
Falar a sério sobre legado.
O que esta Copa caríssima deixará de bom para o Brasil.
O que o País fará com suas novas arenas?
As danadas têm um custo mensal de manutenção que chegam a R$ 500 mil.
Nada menos do que R$ 6 milhões por ano.
Quem é vai pagar, por exemplo, a de Brasília, Cuiabá, Manaus e Natal depois da Copa?
O custo total do Mundial até agora é de R$ 33 bilhões.
É uma beleza, já que a previsão era de R$ 80 bilhões.
A senhora economizou muito com a suspensão de várias obras de mobilidade social.
Desistindo de promover reformas de verdade nos aeroportos brasileiros.
Só para lembrar
Cerca de 85% desses 33 bilhões são dinheiro público.
Os danados da iniciativa privada só entraram com 15%.
Os governos federal, estadual e municipal que estão pagando.
Com o dinheiro arrecadado da população, não é?
Sim, presidente.
É o povo brasileiro que vai pagar.
A Fifa já anunciou que terá um lucro de R$ 10 bilhões.
Que inveja, não é?
A gente está organizando e promovendo a festa.
Tirando o dinheiro de áreas como Saúde, Educação, Segurança.
E os gringos ainda saem com o dinheiro.
Cara Dilma, eu não tenho a menor dúvida.
A senhora ficará para sempre na história do Brasil.
A Copa do Mundo de 2014 será uma marca registrada sua.
Mais cara que a do Japão, da Alemanha e da África juntas.
Que beleza!
Pode comemorar dando mais bicudas na inauguração de novas arenas.
E discursar para políticos que aplaudem até sua tosse.
O tempo vai passar.
E o legado do Mundial mais caro da história será seu.
Quem pagará agora e depois será a população.
Mas ela terá sua compensação.
Ganhará caxirolas, a bola Cafusa e 12 bilionárias arenas.
Assim como os índios na chegada dos portugueses em 1500.
Eles trocavam ouro e pedras preciosas por espelhinhos.
E se divertiam muito olhando o seu reflexo.
O sentimento do brasileiro será o mesmo dos antepassados indígenas.
Um abraço cordial, Dilma
Deste assumido pessimista de plantão.
Que nunca duvidou da capacidade dos políticos brasileiros.
Vocês são capazes de tudo.
Ou não é o Marin que está ao seu lado na fotografia?

 

 

 


ARI visita obras do trem metropolitano

Os dois 'unicos' sérios desta turma ai eram o ministro(Severo,até no sobrenome), e o Alberto André,saudoso presidente vitalicio da ARI. Mas,afora brincadeiras, temos ai uma foto que mostra 3 presidentes da ARI.Ercy Thorma,de óculos, o '1 bandalheira' Antoninho Gonzalez, mas também um homem muito sério,quando não tomava uísque demais, e o Alberto Andre.

Na frente com cara de intelectual francês - nunca leu porra nenhuma a não ser um gibi,de vez em quando - o serginho ross, que fica puto quando o atual anonimus gourmet o chamou de resquicio da ditadura.que nada serginho, todos nós sabemnos que tu sempre foi grande fã do engenheiro o inimigo numero um da ditadura que depois da anistianao quis mais saber de embates com os milicos.

MaS A FOTO É SENSACIONAL.

Aparecem ainda o saudoso Lupi Martins, que ra da imprensa oficial e da Guaíba( ele sempre chegava atrasado nas coletivas dos ministros a gente tinha que repassar pra ele os dados depois)..Cloraldino,assim que o trem começou a ficar pronto começou a abrir pra sociedade, levando gente pra lá pra conhecer. era o começo também da abertura do presidente FIFI, ou seja, do figueiredo. Hoje o serginho ross que está nesta foto feita pelo espanhol, o pai e me cedida pelo espanhol, o filho, só lembra da festa de santo antonio de bento gonçalves, porque lá é grande a festa no dia 13 de junho. quando falei com ele a noite passada de brasilia, ele só falava na festa de santo antonio de bento...não lembrou desta foto, mas é pura cena, quando deve ve-la se emocionará....

o ministro hoje faz consultoria, lupi martins faleceu, alberto andré faleceu, antoninho gonzalez morreu em agosto de 1996, luiz gonzaga gonçalves saiu da zero hora e a ultima vez que o vi foi no shopping total e me disse: ' não sou mais jornalista'...

Pois esta foto tem 30 anos,seguramente porque o trem foi inaugurado em março de 2 de março de 1985.

A Trensurb foi fundada em abril de 1983 pra poder tocar as obras. Funcionou inicialmente no prédio da Rede Ferroviária Federal na Voluntários da Pa´tria., no segundo andar. quando entrei lá pra trabalhar não passava de algumas salinhas. O presidente da empresa Paulo genes Muratore, me disse que não precisava ficar por lá porque nem local fisico havia. A idéia que ele tinha de jornalista era de um vagal, porque me disse:

- quando precisar de ti te chamo( não havia celular então) tu podes ir ao matiné todos os dias..mal sabia ele que eu nunca tinha ido a um matine, porque dava duro de tarde na zero hora todos os dias, fazendo no minimo 5, 6 matérias por dia. então vi que achavam que todo jornalista era vago...

Mas depois a Trensurb construiu um prédio no mesmo local onde está perto do Arena do gremio,agora...aquele região com o novo estádio do gremio,seguramente vai tomar outro rumo e em poucos anos estará tudo mudado lá....quando passo pela arena de carro olho pra aquele monumento e penso: como isto vai mudar a região...

Clorildino e os pioneiros que tiveram a ousadia de botar aquele trem também mudaram o rumo da BR-11 que hoje deveria estar mais atolhada de carros e que so sobrevive graças ao trem do lado que transporta 150 mil pessoas por dia.

Enfim, esta foto que o espanhol me mandou me fez lembrar de muita coisa, porque acompanhei pari passo cada trilho de dormente que foi posto naquela pista do trem...está tudo contado no meu livro estradas do rio grande onde dedico um capitulo a historia do trem metropolitano.

muitos personagens que o cosntruiram não estão mais aqui entre nos, como o Portelinha, que fez a estação mercado do trem, o francisco gelpi,engenheiro do Geipot, que estudou a implantação do trem metropolitano,entre outros que não lembro agora de cabeça. Gelpi se mudou pro rio e lá morreu num sábado,depois de comer uma farta feijoada. seu filho está ai hoje e tem uma empresa de engenharia.

 

 

de são borja

exclusivo

A SAIDA DE LETIER VIVIAN DO GABINETE DE CELSO LOPES

nA TERÇA, VEESPERA DO DIA DOS NAMORADOS, NÃO FOI UM BOM DIA PRO LETIER VIVIAN

SEU CHEFE, OV EREADOR CELSO LOPES, DO PDT, O CHAMOU NO HOTEL EXECUTIVO E O INTIMOU PRA QUE O EVENTO DA JUVENTUDE DO PDT DO DIA 21 ATE DIA 23 PROXIMO FOSSE FEITO NO SEU HOTEL, ELE DARIA UMPREÇO ESPECIAL 35,00 POR DIA, COM CAFE DA MANHÃ. ACONTECE QUE NO SITIO A DOIS KM FORA DA CIDADE ONDE SE´RA O EVENTO O PREÇO QUE SERÁ COBRADO SERÁ DE 40 REAIS COM AS 3 REFEIRÇÕES DO DIA.

O PRESIDENTE DO PDT DE SÃO BORJA ELDER SIMÕES FOI QUEM DECIDIU PELO SÍTIO...

LETIER LIGOU PRO JOÃOZINHO CELA EM PORTO ALEGRE, QUE TRABALHA NO GABINETE DA DEPUTADA JULIANA BRIZOLA- QUE CELSO LOPES APOIOU NA ULTIMA ELEIÇÃO E ELA FEZ QUASE MIL VOTOS EM SÃO BORJA TENDO SIDO LETIER VIVIAN UM DOS PRINCIPAIS CABOS ELEITORAIS DA DEPUTADA - E ESTE CONSEGUIU DESMARCAR O EVENTO DA JUVENTUDE DO PDT E FAZE-LO NO HOTEL EXECUTIVO DO CELSO LOPES.

MAS DIANTE DA PRESSÃO LETIER VIVIAN PEDIU AS CONTAS COMO SE DIZ NA QUARTA FEIRA. NA QUINTA FEIRA ULTIMA O PDT DE SÃO BORJA RESOLVEU MANTER O ENCONTRO DA JUVENYTUDE PRO SITIO E NÃO NO HOTEL DO CELSO LOPES.

EM TEMPO. AO EVENTO DE SÃO BORJA IRÃO TAMBÉM O PRESIDENTE ATUAL DO PARTIDO, CARLOS LUPI.IRÁ MUITA GENTE DE PORTO ALEGRE TAMBÉM...

O FUTURO DE LETIER VIVIAN OU SERA NA PREFEITURA DE SÃO BORJA, OU ENTÃO ELE VAI PRA CAXIAS DO SUL ONDE SUA ' MANA' TRABALHA NUM HOTEL.

LETIER ESTAVA HÁ OITO ANOS NO GABIENTE DE CELSO LOPES....

TINHA FEITO UM APARCEIRA QUE DEU MUITO RESULTADO. FOI DO LETIER A IDEIA DE FAZER OS 50 ANOS DA LEGALIDADE MEXENDO COM A COMUNIDADE SOBRE O HISTORICO EVENTO.

O PDT DE SÃO BORJA PERDE UIM GRANDE QUADRO, SE LETIER SAIR DE CENA.

 

otto...

tou achando que esta história da catraca é um desaguadouro social....

eu não me atiraria assim numa simplificação ....abs do ouvinte. olides canton

 

Tarso conseguiu mesmo que a RBS desse um fim no seu antipetismo, é dele um texto nas páginas de Opinião da ZH desta quinta. Na quarta-feira, o homem-elétrico linha dura Lasier Martis intrevistou sorridente o governador do nosso estado, o que rendeu foto de ambos alegres nas páginas de esporte da ZH. Já na rádio Gaúcha o Claúdio Brito quase exige o Jairo Jorge para governador do estado para 2019. Dizem, os que entendem destas coisas, que o grupo da avenida Ipiranga ai de Porto Alegre fez esta "mea maxima culpa" depois de fazer um cálculo de quanto tempo o PT ficaria no poder.

Remindo Sauim, de Canoas, terra do futuro governador do Estado (2019)

 

 

 

Agência Pública crava: jornalismo é a pior profissão do mundo

Publicado em Quinta, 13 Junho 2013 11:49
Escrito por Redação Comunique-se
Frustração, tendência depressiva e a "naturalização do assédio nas redações" são os principais pontos que, nos últimos 10 anos, contribuíram para que a profissão de jornalista estivesse na lista das piores do mundo. Veiculada pela Agência Pública, a reportagem que traz na assinatura o nome de quatro repórteres mostra que, embora as grandes empresas de comunicação não reconheçam que haja crise, a decadência é inegável.

Matéria mostra perfil do jornalista brasileiro
(Imagem: Reprodução)
Dividida em três abordagens, a matéria "A pior profissão do Mundo" é baseada em estudos e relatos de personagens. O texto mostra que seis em cada dez jornalistas que trabalham em veículos de comunicação e produtoras de conteúdo exercem sua profissão em meios impressos - sendo que, quem trabalha em jornal, tem rotina de pelo menos 10 horas por dia. "Dos jornalistas atuantes na mídia, 59,8% possuem carteira assinada. Outros dados demonstram como variadas formas de contratação têm sido adotadas. Ao somar o número de freelancers (11,9%) com os jornalistas que possuem contrato de prestação de serviços (8,1%) e os que firmaram contrato de pessoa jurídica, os PJs (6,8%), são 26,8% de todos os trabalhadores de mídia. O percentual de freelancers em atuação na mídia é duas vezes maior que o de freelancers fora da mídia", diz o texto.

O acumulo de funções também revela outro ponto preocupante na profissão, principalmente em meios impressos, que sofreram recentes cortes. "Os donos de jornais – em um processo de 'sinergia' – integraram as redações de modo a eliminar a separação entre trabalhadores do online e do impresso, economizando custos com recursos humanos enquanto adquiriam novas tecnologias de organização de dados, captação e edição de vídeos e de transmissão das informações para desdobrar o conteúdo em tablets e celulares, por exemplo. O mesmo corpo de jornalistas, arrochado pelas demissões, tem de produzir conteúdo nos mais diferentes formatos para o impresso e para a internet".

Convidado para cobrir férias na Agência Estado, José (nome fictício do personagem entrevistado pela Pública), trabalhou por quatro anos sem registro e chegou à função de editor-assistente. Na empresa, ele era considerado "freela fixo", embora tenha tentado negociar a contratação. “Eu era bem avaliado pelas chefias e continuava sendo um colaborador, sem nenhum direito trabalhista”, contou a fonte. A Pública revela que, com base no estudo do pesquisador da Universidade de Campinas (Unicamp) José Roberto Heloani - que desde 2002 investiga os problemas de saúde no ambiente de trabalho do jornalista - todas essas questões afetam seriamente a saúde dos profissionais de comunicação, em que muitos acabam consumindo cada vez mais álcool e drogas, como calmantes.

 

 

 

Joaquim quer chegar lá????


O Ministro do STF, Joaquim Barbosa,teria pretensões a presidente da República!

 

 

 

De Brasília

Informam de Brasília que o stress da presidenta DILMA ROUSSEFF é tanto que dias destes indo do Palácio do Planalto até o Palácio da Alvorada se irritou com o motorista e este teria deixado o carro....a segurança o convencou a voltar e a deixar a presidenta no seu destino.

 

 

 

SALSA


Antonio Augusto Bandeira



Quando Antono foi á Cuba, em 1987, uma das lembranças que ficou, foi de um grupo de dançarinos de salsa.
Música gostosa, que dá vontade de você dançar.

Agora no " Riu Península"
, numa das piscinas, recreacionistas davam aulas de salsa,Um espetáculo. Minha amiga Isis, de 26 anos, era uma das coreógrafas. Haviam rapazes, também.

Tinha um cubano que ministrava aulas de yoga, e estavam sempre distraindo os hospedes.

Os mexicanos, de um modo geral, são muito simpáticos e alegres. Antonio ficou encantado.

Tanto que pensou mandar fazer em sua terra natal um cartão de visitas que seria assim:

"ANTONIO a.t. BANDERAS
Professor de Salsa e Merengue"

A idéia era usar nos países de língua espanhola...

 

 

 

 

O acidente de trem de hoje na Argentina!

 

 

 

NOS TEMPOS DO 'CHAMACO RODRIGUES'

So os antigos frequentadores do TUIM, um boteco que outrora só vendia cachaça, conheceram um garção lá que trabalhou mais de 30 anos na casa.

Elvarino seu nome, mas todos o conhecem por CHAMACO RODRIGUES, em alusão a um farto bigode que portava e que o tornava parecido com o jogador uruguaio importado pelo Gremio nos anos 70....

Chamaco mora com a esposa em Cachoeirinha, está aposentado, e faz espetinhos pra vender na praia.

As vezes,poucas, vem até o centro de Porto Alegre e dá uma passada no antigo local de trabalho.

Esteve hoje aqui no Tuim me deixando umas fotos para um livro que será editado pela SMC em breve...

Depois de muito insistir , ele deixou algumas fotos. Gostei de uma que seguramente vai entrar no livro.

É uma festa de aniversário do Tuim...com muita gente pegando chopp e salgadinho de graça. O Tuim era do português antigo, não deste, o Manoel.

 

 

 

O enterro do ultimo dos fundadores do Barranco.

Foi hoje as 10 da manhã. Estavam lá os amigos,conhecidos e parentes!

 

 

 

 

Leitores

É com misto de orgulho evaidade que tenho entre os leitores diários deste blog o coordenador do livro da SMC, Márcio Pinheiro.

 

Julio Ribeiro, diretor a revista PRESS, está no festival de CANNES....

 

De São Borja

LETIER PEDE AS CONTAS

 

Informo neste site que LETIER VIVIAN, o braço direito do vereador Celso Lopes, do PDT, pediu as contas ....

 

*

 

Os motivos: não deve ter um específico, mas a ' relação' já andava meio deteriorada..

 

 

*

 

É um dos melhores quadros do PDT. É ligado a Juventude do partido.

 

Palestra sobre festas juninas no RS

Quais as semelhanças e diferenças entre o folclore gaúcho, nordestino e demais regiões do País? Essa e outras perguntas serão o tema da palestra “Festa Junina – História e Tradição”, proferida pelo historiador Claudio Knierim, diretor técnico da Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (FIGTF), nesta sexta-feira, 14, às 18h, no salão cultural da Capela Nossa Senhora dos Navegantes.

A promoção, da FIGTF e da Associação Beneficente Nossa Senhora Assunção (Abensa), é aberta ao público em geral, professores e formadores de opinião da comunidade do bairro Assunção.

Palestra: Festa Junina – História e Tradição
Palestrante: Claudio Knierim, diretor técnico da FIGTF
Data: 14/06/2013
Horário: 18h
Local:Salão da Capela Nossa Senhora dos Navegantes - Avenida Guaíba 46 – bairro Assunção
Entrada: Gratuita

 

FIGTF recebe visita da diretoria da FDRH

O presidente da Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (FIGTF, Rodi Pedro Borghetti, recebeu na tarde desta quinta-feira,13, a visita do diretor- presidente da Fundação para o Desenvolvimento dos Recursos Humanos (FDRH), Jorge Branco, e da diretora de Educação e Formação da FDRH, Sandra Bitencourt.

Na oportunidade, foi tratada a parceria entre as duas entidades durante o acampamento da Semana Farroupilha. “Pretendemos promover atividades em conjunto, como shows e palestras, além de buscar o melhoramento da estrutura do nosso galpão e ampliar o intercâmbio com outras secretarias”, explica Borghetti.

Foto da visita no http://www.igtf.rs.gov.br/?p=3855

 

 

 

 

NADA MUDOU DESDE A MORTE DE 55 PASSAGEIROS NA ESTAÇÃO DA ONCE ANO PASSADO
Os mortos são uma mulher de 38 anos e dois homens de 34 e 67 anos.

De Buenos Aires
Gelson Farias

Há pessoas com fraturas e ensanguentadas. “Os feridos são muitos”, declarou um passageiro, que se identificou apenas como Pablo e que viajava no penúltimo, onde é autorizado o embarque com bicicletas. A composição chegou a entrar 6 m no outro, segundo as autoridades.
"Havia pessoas que gritavam de desespero”. Vi muitos feridos gritando, e muito sangue. Disse um dos passageiros que por milagre nada se feriu. O secretário de Saúde de Buenos Aires, Jorge Lemus, revelou que cerca de 200 feridos nos hospitais, alguns deles graves.
A presidente Cristina Kirchner suspendeu uma entrevista que concederia na Casa de Governo sobre em homenagem aos mortos e feridos no acidente. “A composição entrou na estação a uma velocidade de 20 km/h” sem frear, por causas que ainda são investigadas, disseram testemunhas.
"Senti a explosão do choque. Foi um barulho muito forte. O trem não freou. Vi gente machucada no colo, braços, pernas", informou à TV Ramon Fuentes, um dos passageiros. A linha ferroviária urbana Sarmiento opera com intensidade em uma distância de até 70 km e transporta diariamente a cerca de meio milhão de pessoas. Mais de 20 ambulâncias do serviço de emergência foram incorporadas ao resgate e os feridos mais graves foram transportados num helicóptero da polícia que aterrissou em uma praça nas proximidades. O trem que bateu, na composição vazia e parada, estava muito cheio. O impacto foi tremendo, disseram os passageiros feridos.


 

 

 

 

TRÊS MORTOS E MAIS DE CEM FERIDOS EM ACIDENTE DE TREM EM BUENOS AIRES
O choque foi passado 07h00min à altura passo Zapiola, quando um trem chocou-se contra outro que estava parado.

De Buenos Aires
Gelson Farias

Três pessoas morreram e pelo menos 135 ficaram feridas nesta manhã, após dois trens ( da Sarmiento ) colidir próximo a estação Castelar, ao oeste de Buenos Aires, em uma nova tragédia ferroviária chocante, depois que 55 morreram ano passado, na estação Onze.

 

 

 

DESPEDIDA

Estive pela manhã no enterro do Vicenzo Tasca, um dos quatro irmãos que começaram a história da cHURRASCARIA BARRANCO.

eSTAVAM LÁ O CHIQUINHO TASCA, seu irmão o iVALDINO, alguns amigos e parentes.

Nãoi houve grandes emoções. Tudo foi muito discreto. O próprio anúncio na ZH de participação foi muito simples.

Como a separação dos irmãos foi muito traumática - muitos parentes como Cesar Tasca nem estavam no enterro - o bARRANCO OPTOU por um extrema discrição...A casa trabalhou hoje normalmente.

 

 

 

Na edição de hoje da Tribuna da Imprensa, o jornalista Carlos Newton conta que para o ex-presidente Lula e sua companheira Rosemary Noronha, o caso da sua ex-chefe de gabinete em SP é um pesadelo que parece não ter fim. Agora, o Planalto está enviado ao Ministério Público Federal em São Paulo a cópia integral do processo de sindicância instaurado pelo governo para apurar irregularidades de Rose como chefe do escritório da Presidência da República em São Paulo. O material servirá para auxiliar no inquérito civil em que Rose é investigada. Leia mais (o texto é de Carlos Newton):

O ex-presidente não consegue suportar o que considera “uma traição” da presidente Dilma Rousseff. Lembra o caso da ex-ministra Erenice Guerra, que em quase todos os aspectos é semelhante ao de Rosemary. Como se sabe, em abril de 2010 Erenice assumiu a chefia da Casa Civil do governo Lula por indicação direta de Dilma Rousseff, e poucos meses depois teve de ser demitida por Lula, por tráfico de influência na Casa Civil. Lula a demitiu, mas não perseguiu Erenice, que continua no ramo do tráfico de influência e hoje é até dona de uma das mais bem sucedidas empresas de ”consultoria” de Brasília.
O ex-presidente se desespera com essa traição de Dilma. Realmente é difícil de aceitar. Se Lula não perseguiu Erenice, a favorita de Dilma, envolvida em graves corrupções, por que Dilma persegue Rosemary, a favorita de Lula, envolvida apenas em pequenos atos de corrupção?

. A explicação, é claro, Lula sabe muito bem. Rosemary está sendo perseguida para que isso afete a imagem de Lula e faça com que ele desista de se candidatar a presidente pelo PT em 2014, deixando campo aberto para Dilma.

. Mas essa estratégia do Planalto pode estar sendo suicida. Lula vai se vingar de Dilma, não tenham dúvida. Nada impede que ele fique quieto, até passar o início de outubro, prazo fatal para Dilma trocar de partido, para ser candidata à reeleição. Faltam apenas 4 meses.

. E depois que este prazo legal se esgotar, Lula simplesmente pode assumir a candidatura pelo PT, e estamos conversados. Dilma não poderá ir para outro partido. E se pretender se candidatar pelo PT a qualquer outro cargo (governadora, deputada ou senadora), terá de se desincompatibilizar no início de abril, deixando Temer por 9 meses na Presidência.

- Resumindo: ao contrário do que se pensa, o ex-presidente não abandonou Rose. Por motivos óbvios, Lula apenas parou de vê-la. Porém, jamais a deixará desprotegida.

 

 

 

Direito agrário: a impenhorabilidade do imóvel rural

Atualmente, bem imóvel constituído de pequena propriedade é excluído da possibilidade de penhora pelo Código de Processo Civil. Cabe ressaltar que pequena propriedade vem a ser aquela que alcança área de até quatro módulos fiscais, devendo ainda ser trabalhada pela família. Consequentemente, é importante saber como mensurar a unidade denominada de módulo fiscal.
Por definição legal, cada módulo fiscal deve abranger, de acordo com as condições específicas de cada região, uma porção de terras, mínima e suficiente, em que a exploração da atividade agropecuária mostre-se economicamente viável pelo agricultor e sua família, o que vem a atender o preceito constitucional afeto à impenhorabilidade.
Neste ponto, a Lei 8.629/93 traz o conceito de imóvel rural e pequena propriedade, sendo esta o imóvel rural de área compreendida entre um e quatro módulos fiscais. Em termos práticos, dependendo do município e levando em conta as especificidades acima, um módulo fiscal varia de 5 a 110 hectares. Nas regiões metropolitanas, a extensão do módulo rural é geralmente bem menor do que nas regiões mais afastadas dos grandes centros urbanos.
Além da extensão, a proteção da pequena propriedade rural depende da condição de estar sendo trabalhada pela família. Não há impenhorabilidade se alugada ou se não utilizada para a produção rural. Na eventualidade de incluída com outros imóveis no cultivo de lavouras ou na pecuária, o afastamento da constrição em exame se limita ao equivalente da pequena propriedade, admitindo-se penhora do restante do patrimônio.
De acordo com o que se retira da doutrina de Arnaldo Rizzardo, é necessário ater-se ao significado da regra: o imóvel fica livre da constrição, e não o todo do patrimônio rural. Se a área é constituída de três módulos, não importa em se buscar a impenhorabilidade desse imóvel em mais um módulo rural de outro imóvel, mesmo que também empregado na atividade agrária.
Havendo o domínio e a utilização de dois ou mais imóveis para igual finalidade, reserva-se ao proprietário a iniciativa da escolha de um dos imóveis, mas sempre até o limite de quatro módulos fiscais.
Não é necessário que o imóvel protegido seja a moradia do titular do domínio ou da posse. A tutela tem uma dimensão econômica e não residencial.

Carine A. Rizzardo – Advogada
www.rizzardoadvogados.com.br
contato@rizzardoadvogados.com.br

 

 

 

REPASSANDO PARA REFLEXÃO:
A três passos da guerra civil - Cel. Gelio Fregapani (*)

Os rumos que seguimos apontam para a probabilidade de guerra intestina.

Falta ainda homologar no Congresso e unir as várias reservas indígenas em uma gigantesca, e declarar sua independência. Isto não poderemos tolerar. Ou se corrige a situação agora ou nos preparemos para a guerra.

Quase tão problemática quanto a questão indígena é a quilombola. Talvez desejem começar uma revolução comunista com uma guerra racial.

O MST se desloca como um exército de ocupação. As invasões do MST são toleradas, e a lei não aplicada. Os produtores rurais, desesperançados de obter justiça, terminarão por reagir. Talvez seja isto que o MST deseja: a convulsão social. Este conflito parece inevitável.

O ambientalismo, o indianismo, o movimento quilombola, o MST, o MAB e outros similares criaram tal antagonismo com a sociedade nacional, que será preciso muita habilidade e firmeza para evitar que degenere em conflitos sangrentos.

Pela primeira vez em muito tempo, está havendo alguma discussão sobre a segurança nacional. Isto é bom, mas sem identificarmos corretamente as ameaças, não há como nos preparar para enfrentá-las.

A crise econômica e a escassez de recursos naturais poderão conduzir as grandes potências a tomá-los a manu militari, mas ainda mais provável e até mais perigosa pode ser a ameaça de convulsão interna provocada por três componentes básicos:
— a divisão do povo brasileiro em etnias hostis;
— os conflitos potenciais entre produtores agrícolas e os movimentos dito sociais;
— e as irreconciliáveis divergências entre ambientalistas e desenvolvimentistas.

Em certos momentos chega a ser evidente a demolição das estruturas políticas, sociais, psicológicas e religiosas, da nossa Pátria, construídas ao largo de cinco séculos de civilização cristã. Depois, sem tanto alvoroço, prossegue uma fase de consolidação antes de nova investida.

Isto ainda pode mudar, mas infelizmente os rumos que seguimos apontam para a probabilidade de guerra intestina. Em havendo, nossa desunião nos prostrará inermes, sem forças para nos opormos eficazmente às pretensões estrangeiras.

A ameaça de conflitos étnicos, a mais perigosa pelo caráter separatista.

A multiplicação das reservas indígenas, exatamente sobre as maiores jazidas minerais, usa o pretexto de conservar uma cultura neolítica (que nem existe mais), mas visa mesmo a criação de "uma grande nação" indígena. Agora mesmo assistimos, sobre as brasas ainda fumegantes da Raposa-serra do Sol, o anúncio da criação da reserva Anaro, que unirá a Raposa/São Marcos à Ianomâmi. Posteriormente a Marabitanas unirá a Ianomâmi à Balaio/Cabeça do Cachorro, englobando toda a fronteira Norte da Amazônia Ocidental e suas riquíssimas serras prenhes das mais preciosas jazidas.

O problema é mais profundo do que parece; não é apenas a ambição estrangeira. Está também em curso um projeto de porte continental sonhado pela utopia neomissionária tribalista. O trabalho de demolição dos atuais Estado-nações visa a construção, em seu lugar, da Nuestra América, ou Abya Yala, idealizado provavelmente pelos grandes grupos financistas com sede em Londres, que não se acanha de utilizar quer os sentimentos religiosos quer a sede de justiça social das massas para conservar e ampliar seus domínios. O CIMI, organismo subordinado à CNBB, não cuida da evangelização dos povos indígenas segundo o espírito de Nóbrega, Anchieta e outros construtores de nossa nação. Como adeptos da Teologia da Libertação, estão em consonância com seus colegas que atuam no continente, todos empenhados na fermentação revolucionária do projeto comuno-missionário Abya Yala.

O processo não se restringe ao nosso País, mas além das ações do CIMI, a atuação estrangeira está clara:
— Identificação das jazidas: já feito;
— atração dos silvícolas e criação das reservas sobre as jazidas: já feito;
— conseguir a demarcação e homologação: já feito na maior parte;
— colocar na nossa Constituição que tratados e convenções internacionais assinados e homologados pelo congresso teriam força constitucional, portanto acima das leis comuns: já feito;
— assinatura pelo Itamarati de convenção que virtualmente dá autonomia à comunidades indígenas: já feito.

Falta ainda homologar no congresso e unir as várias reservas em uma gigantesca e declarar a independência, e isto não poderemos tolerar. Ou se corrige a situação agora ou nos preparemos para a guerra.

O perigo não é o único, mas é bastante real. Pode, por si só, criar ocasião propícia ao desencadeamento de intervenções militares pelas potências carentes dos recursos naturais — petróleo e minérios, quando o Brasil reagir.

Quase tão problemática quanto a questão indígena é a quilombola.

A UnB foi contratada pelo Governo para fazer o mapa dos quilombolas. Por milagre, em todos os lugares, apareceram "quilombolas". No Espírito Santo cidades inteiras, ameaçadas de despejo. Da mesma forma em Pernambuco. A fronteira no Pará virou um quilombo inteiro.

Qual o processo? Apareceram uns barbudos de piercings no nariz, perguntando aos afrodescendentes: "O senhor mora aqui?" "Moro." "Desde 1988?" (o quilombola que residisse no dia da promulgação da Constituição teria direito à escritura). "Sim". "Quem morava aqui?" "Meu avô." "Seu avô por acaso pescava e caçava por aqui?" "Sim" "Até onde?" "Ah, ele ia lá na cabeceira do rio, lá naquela montanha." "Tudo é seu." E escrituras centenárias perdem o valor baseado num direito que não existe. Não tenho certeza de que isto não seja proposital para criar conflitos.

Tem gente se armando, tem gente se preparando para uma guerra. Temos de abrir o olho também para esse processo, que conduz ao ódio racial. Normalmente esquerdistas, talvez desejem começar uma revolução comunista com uma guerra racial.

Certamente isto vai gerar conflitos, mas até agora o movimento quilombola não deu sinal de separatismo.

Os Conflitos Rurais — talvez os primeiros a eclodir.

O MST se desloca como um exército de ocupação, mobilizando uma grande massa de miseráveis (com muitos oportunistas, dirigidos por uma liderança em parte clandestina. As invasões do MST são toleradas e a lei não aplicada. Mesmo ciente da pretensão do MST de criar uma "zona livre", uma "república do MST" na região do Pontal do Paranapanema, o Governo só contemporiza; finge não perceber que o MST não quer receber terras, quer invadi-las e tende a realizar ações cada vez mais audaciosas.

É claro que os produtores rurais, desesperançados de obter justiça, terminarão por reagir. Talvez seja isto que o MST deseja; a convulsão social, contando, talvez, com o apoio de setores governamentais como o Ministério do Desenvolvimento Agrário. Segundo Pedro Stédile: "O interior do Brasil pode transformar-se em uma Colômbia. A situação sairá de controle, haverá convulsões sociais e a sociedade se desintegrará."

Este conflito parece inevitável. Provavelmente ocorrerá num próximo governo, mas se ficar evidente a derrota do PT antes das eleições, é provável que o MST desencadeie suas operações antes mesmo da nova posse.

O ambientalismo distorcido, principal pretexto para uma futura intervenção estrangeira.

Já é consenso que o ambientalismo está sendo usado para impedir o progresso, mesmo matando os empregos Caso se imponham os esquemas delirantes dos ambientalistas dentro do governo, com as restrições de uso da terra para produção de alimentos, um terço do território do País ficará interditado a atividades econômicas modernas.

Há reações, dos ruralistas no interior do País, nas elites produtivas e até mesmo em setores do governo, mas as pressões estrangeiras tendem a se intensificar. Se bem que raramente o meio ambiente serviu de motivo para guerra, hoje claramente está sendo pretexto para futuras intervenções, naturalmente encobrindo o verdadeiro motivo, a disputa pelos escassos recursos naturais.

No momento em que a fome ronda o mundo, o movimento ambientalista, a serviço do estrangeiro, mas com respaldo do governo e com apoio de uma massa urbana iludida, chama de "terra devastada" àqueles quadrados verdejantes de área cultivada, que apreciamos ver na Europa e nos Estados Unidos, e impede a construção de hidrelétricas para salvar os bagres. Com a entrada da Marina Silva na disputa eleitoral, nota-se, lamentavelmente, que todos os candidatos passarão a defender o ambientalismo, sem pensar se é útil para o País.

A três passos da guerra civil.

O ambientalismo, o indianismo, o movimento quilombola, o MST, o MAB e outros similares criaram tal antagonismo com a sociedade nacional, que será preciso muita habilidade e firmeza para evitar que degenere em conflitos sangrentos.

Várias fontes de conflito estão para estourar, dependendo da radicalização das más medidas, particularmente do Ministério da Justiça:
— Roraima não está totalmente pacificada;
— o Mato Grosso do Sul anuncia revolta em função da decisão da Funai em criar lá novas reservas indígenas;
— no Rio Grande, os produtores rurais pretendem reagir às provocações do MST;
— Santa Catarina ameaça usar a PM para conter a fúria ambientalista do ministro Minc, que queria destruir toda a plantação de maçã.

Uma vez iniciado um conflito, tudo indica que se expandirá como um rastilho de pólvora. Este quadro, preocupante já por si, fica agravado pela quase certeza de que, na atual conjuntura da crise mundial o nosso País sofrerá pressões para ceder suas riquezas naturais — petróleo, minérios e até terras cultiváveis — e estando dividido sabemos o que acontecerá, mais ainda quando uma das facções se coloca ao lado dos adversários como já demonstrou o MST no caso de Itaipu.

Bem, ainda temos Forças Armadas, mas segundo as últimas notícias, o Exército (que é o mais importante na defesa interna) terá seu efetivo reduzido. Será proposital?

Que Deus guarde a todos vocês.

(*) Cel. EB Res Gelio Fregapani é escritor, atuou na área do serviço de inteligência na região Amazônica, elaborou relatórios como o do GTAM, Grupo de Trabalho da Amazônia.
---ooOoo---
SENADORA KATIA ABREU CHAMA O MINISTRO JOSÉ EDUARDO CARDOSO DE OMISSO NA QUESTÃO INDÍGENA E O RESPONSABILIZA PELO RISCO DE GUERRA CIVIL NO BRASIL

A senadora Katia Abreu (PSD-TO), presidente da CNA (Confederação Nacional da Agricultura), fez um incisivo discurso contra o ministro da Justiça, o "porquinho" petista José Eduardo Cardozo, por conta dos conflitos atuais no campo brasileiro.

Ela disse em seu discurso:

"Quero conclamar o Sr. Ministro da Justiça, Sr. Eduardo Omisso Cardozo, a cumprir a determinação da Casa Civil, que já pediu a suspensão das demarcações em Mato Grosso do Sul, e ele ainda se nega, depois das mortes, da violência, da queimação de casas, de máquinas e implementos, ele ainda se recusa a cumprir o pedido e a determinação da Casa Civil.

Já foi suspenso no Rio Grande do Sul. Já foi suspenso em Santa Catarina. Já foi suspenso no Paraná. É terrível o sofrimento que viveram aqueles produtores! Eu exijo, Sr. Eduardo Cardozo, que, antes do dia 14, o senhor tome as providências, porque nós não vamos dar conta de segurar o movimento.

As pessoas estão indignadas e revoltadas e não sabem para onde ir. São dezenas de fazendas sem reintegração de posse, invadidas por índios dentro das suas casas, usurpando do direito das pessoas.

E, ainda por cima, a AGU e a própria Funai solicitam à Justiça Federal que suspenda a reintegração de posse. E a Justiça Federal resolve atender a AGU, resolve atender a Funai. Onde estava a AGU, Sr. Ministro Adams, onde estava o Sr. Ministro Eduardo Cardoso, da Justiça, no dia em que desapropriaram Suiá-Missu, no Mato Grosso, onde 8 mil pessoas brasileiras não índias foram colocadas na estrada, de forma desolada, agressiva, sem perspectiva, e estão morando até hoje debaixo de lona?

Não apareceu o Ministério Público para pedir a suspensão! Não apareceu o Sr. Eduardo Cardoso pedindo a suspensão! O senhor não é Ministro da Justiça indígena. O senhor é Ministro da Justiça de todos os brasileiros. Cumpra com sua obrigação, porque o senhor recebe salário do povo, salário público para ser imparcial, para promover a ordem e a justiça no País”.
Videversus – Google – 12/06/13 - Posted: 11 Jun 2013 06:55 PM PDT
---ooOoo---

 

 

 

Olides.

Tentei falar contigo, hoje pela manhã, liguei para a tua casa, mas não consegui. Aqui, um acidente de trem, em Castelar, matou três e deixou 79 feridos. Dois trens, um lotado bateu em outro que havia saído da estação Sarmiento, estava com poucos passageiros e entrou na mesma linha do outro que vinha em sentido contrário. O choque foi inevitável. Olides. Nada mudou desde o acidente do ano passado que matou 55 e feriu mais de 100 passageiros.

 

 

 

o dirceu...o livro...

 

 

 

 

MORRE UM DOS DONOS DO BARRANCO

Um laconico telefonema do meuamigo Cesar Tasca agora pouco depois das sete da noite me disse:

= Vais no enterro do Agapio?

Agapio é seu tio Vicente Tasca, pai do Chiquinho, dono do Barranco.

Será enterrado no dia 13.06 no João XXIIII....


Assim se foi o 4 cara que começou a famosa churrascaria. Os outros, Sabnto,Albino e Ernesto já tinham ido....

 

Muito bom o regstro fotografico com o Brasil de ontem que ainda sobrevive na área rural de Gravataí. Agora, se a cachaça é boa, bebe-se pura, caipirinha é para fazer com cachaça ruim. Mas cuidado se te passares nos copos vais começar a ver ets verdinhos.

 

 

 


preços reduzidos

Mais de 100 linhas intermunicipais de onibus tiveram redução no preço da passagem em função da redução das praças de pedágio. O secretário dos transportes, Caleb de Oliveira não tinha divulgado nada. O repórter da Guaíba que cobre política descobriu isto hoje de tarde. O governo não tinha divulgado nada....

 

 

 

 

Para marcar um ano da realização da Copa do Mundo em Porto Alegre, o prefeito José Fortunati realizou, nesta terça-feira, 12, um roteiro de visitas aos principais canteiros de obras que qualificarão a cidade para o futuro. Em cerca de 50 quilômetros percorridos no ônibus da Linha Turismo, Fortunati explicou a jornalistas o estágio de desenvolvimento dos projetos, mostrando que a Copa do Mundo é uma oportunidade concreta de modernização e melhoria da qualidade de vida da população. (fotos)

Para o prefeito, a cidade vivencia a transformação que ficará como legado de desenvolvimento para os porto-alegrenses. “Vimos uma demonstração de que a cidade não se prepara somente para a Copa, mas para o futuro com responsabilidade social e sustentável”, salientou, citando como exemplo o trabalho social na avenida Tronco e a reurbanização da Orla, no Centro Histórico da cidade.

Durante o trajeto, Fortunati disse ainda que está tranquilo em relação aos prazos de execução. Segundo ele, a maior preocupação era iniciar as 14 obras programadas. “O atraso não me preocupa mais, elas estão saindo do papel, já consolidamos o início de todas as obras, e batalhamos todos os dias para tirar os entraves que a vida real nos coloca”, afirmou.

O roteiro teve início no Largo Glênio Peres e encerrou no Centro Integrado de Comando de Porto Alegre (Ceic). Além dos jornalistas, acompanharam a vistoria os secretários de Gestão, Urbano Schmitt, da Secopa, João Bosco Vaz, de Turismo, Luiz Fernando Moraes, o diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, o diretor do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), Flávio Presser, vereadores e representantes do Orçamento Participativo.

Porto Alegre se prepara para o futuro - Em pouco tempo os canteiros de obras serão substituídos por avenidas duplicadas e com tratamento paisagístico, estações de ônibus modernas, novos viadutos e passagens de nível que darão maior mobilidade urbana. As intervenções em vias públicas, que hoje alteram a rotina da população, vão dar novo impulso econômico, modificar a paisagem e tornar a cidade ainda mais moderna. Gargalos históricos nos eixos viários da Capital gaúcha serão enfrentados com equipamentos e tecnologia moderna, que trarão benefícios de longo prazo, ultrapassando o período de realização dos jogos e eventos do torneio mundial.

O transporte público, por exemplo, será mais rápido e oferecerá mais segurança e conforto. Além disso, estão em estágio avançado outros investimentos que não fazem parte da Matriz de Responsabilidade da Copa, mas integram os compromissos da administração municipal para melhorar a qualidade de vida da população. É o caso da reforma e ampliação do Hospital de Pronto Socorro, a conclusão do Programa Integrado Socioambiental (Pisa), a ampliação da rede de ciclovias e os projetos de revitalização da orla do Guaíba e do Cais Mauá.

 

 

 

 

Ivo e um sócio donos da Lancheria do Parque, na Osvaldo. Por lá passam todas as tribos, sempre!

 

 

Nova sede da FGF na beira do rio Guaiba. está quase pronta.

 

 

Memorial do lider comunista Prestes na beira do rio Guaiba

 

 

Obras pra copa 2014!

 

 

 

Em razão da 30ª Maratona Internacional de Porto Alegre, que acontecerá na manhã de domingo, 16, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) disponibilizará um efetivo de 450 agentes e funcionários para monitorar o trânsito e atender a população. O evento, que inclui a rústica e o revezamento, terá a participação prevista de 7 mil competidores. O ponto de largada e chegada da competição principal será na avenida Diário de Notícias, próximo ao Jockey Club.

Ao todo, será sinalizado o percurso de 42.195 quilômetros, 227 cruzamentos bloqueados para o tráfego e 205 linhas desviadas de transporte coletivo, das 5h às 14h de domingo. Acesso às vias bloqueadas será permitido somente aos moradores, quando não estiver ocorrendo a passagem dos atletas. O diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, destaca o intenso planejamento para que tudo ocorra bem. “Foram meses de trabalho. A maratona representa um grande evento para a cidade, esperamos que a população participe e colabore com a necessidade de alterações no trânsito e transporte que acontecerão na parte da manhã”, afirmou.

O acesso de moradores às áreas bloqueadas do percurso ficará sob coordenação dos agentes da EPTC. Os pontos de táxi ao longo do circuito ficarão desativados durante a realização do evento.

Veja os itinerários das competições:

Maratona - Com 42.195 quilômetros, terá largada às 7h na categoria feminino, 7h10 na categoria cadeirantes e especiais e 7h15 na categoria masculino. Terá como percurso as seguintes vias:

Largada – Av. Diário de Notícias (Hipódromo do Cristal), av. Diário de Notícias (bairro-centro), av. Pe. Cacique (centro-bairro), av. Edvaldo Pereira Paiva, av. João Goulart (centro-bairro), av. Mauá (centro-bairro), rua Vig. José Inácio, av. Júlio de Castilhos (centro-bairro), av. Borges de Medeiros, av. Siqueira Campos (bairro-centro), av. João Goulart (bairro-centro), av. Loureiro da Silva (bairro-centro), rua Sarmento Leite (centro-bairro), rua Irmão José Otão (bairro-centro), rua Vasco da Gama (bairro-centro), rua Mariante (norte-sul), av. Goethe (norte-sul) até a rua Mostardeiro, retorno pela av. Goethe (sul-norte), rua Mariante (sul-norte), av. Silva Só (sul-norte), av. Ipiranga (bairro-centro) até av. Salvador França, av. Ipiranga (centro-bairro), av. Silva Só (sul-norte), av. Princesa Isabel (sul-norte), av. Azenha (bairro-centro), av. Érico Veríssimo (faixa exclusiva, bairro-centro), rua Botafogo , av. Praia de Belas (centro-bairro), av. Aureliano de Figueiredo Pinto (faixa exclusiva), av. Érico Veríssimo (pista exclusiva), retorno na av. Ipiranga, av. Érico Veríssimo (faixa exclusiva), av. Aureliano de Figueiredo Pinto (faixa exclusiva), rua João Alfredo (centro-bairro), av. Loureiro da Silva (bairro-centro), av. Presidente João Goulart (bairro-centro), rua Siqueira Campos (bairro-centro), av. Julio de Castilhos (centro-bairro), rua Vigário José Inácio, av. Mauá (centro-bairro), av. Presidente João Goulart (centro-bairro), av. Edvaldo Pereira Paiva, av. Pe. Cacique CB, av. Diário de Notícias (pista bairro-centro, na contra mão) até o Hipódromo do Cristal.

Maratona de Revezamento Quartetos e Duplas - com 42.195 quilômetros, terá largada às 8h e realizará o seguinte percurso:

Largada – Hipódromo, Diário de Notícias (bairro-centro), Av. Diário de Notícias (centro-bairro) após a rótula, av. Guaíba, av. Copacabana, rua Sargento Nicolau de Farias, av. Wenceslau Escobar (centro-bairro) retornando na altura da av. Copacabana, av. Wenceslau Escobar , rua Sargento Nicolau de Farias (bairro-centro), av. Copacabana, av. Guaíba, av. Diário de Notícias (centro-bairro) até o Hipódromo do Cristal.

Maratona de Revezamento 8 atletas - com 42.195 quilômetros, terá largada às 8h, com o seguinte percurso:

Largada – av. Diário de Notícias (centro-bairro) antes da rótula, av. Guaíba, retorno na altura da rua Dr. Possidônio Cunha, av. Guaíba (centro-bairro), av. Diário de Notícias BC até o Hipódromo do Cristal.

Rústica - Com 8 quilômetros, largada às 7h, terá como percurso as seguintes vias

Largada – Hipódromo do Cristal na Diário de Notícias (centro-bairro) logo na rótula, av. Guaíba, av. Copacabana, rua Sargento Nicolau de Farias, retorno na altura da rua Dr. Barcelos, rua Sargento Nicolau de Farias (bairro-centro), av. Copacabana (bairro-centro), av. Guaíba (bairro-centro), av. Diário de Notícias (bairro-centro) até o Hipódromo do Cristal.

Outras informações podem ser obtidas pelos fones 156 - FalaPoa ou 118, da EPTC.

 

 

 

a corredora da madrugada

Na pracinha da Encol, uma moradora da av. Lavras, corre ainda de madrugada....

Não há dia que ela não vá....

 

 

A lancheria do Parque

 

Estive esta manhã entrevistando o Ivo Salton que fundou a Lancheria do Parque. Eis aí um local típico tocando pelos gringos que vieram de Encantando.

 

 

 

 

 

 

O assessor do PP, na ALRS, na hora do almoço no Tuim....

 

 

A nova sede da FGF

 

 

 

operários pendurados num prédio da zona sul fizeram acrobacias pra turma que estava no onibus do Fortunatti..

 

 

 

Visita as obras da Copa 2014!

 

 

 

FORTUNATTI PASSA PELA VILA TRONCO

Seção memória: ao passar agora de tarde pela a venida tronco, na vila cruzeiro do sul, o prefeito José Fortunatti lembrou de 1977 quando começou sua atuação politica militando no PT, junto a Fracab e que lá foram implantados o método Paulo Freire.

Fortunatti disse que guarda ainda amigos naquela comunidade daqueles tempos

 

 

 

Visita as obras da Copa 2014.

 

 

 

Excurção do Fortunatti as obras da Copa!


 

 

 

Na excursão do Fortunatti pra ver as obras da Copa, passamos pelo memorial do Luis Carlos Prestes e pela futura sede da FGF. Estão bem adiantadas....

 

 

 

A EXCURSÃO DE FORTUNATTI AS OBRAS DA COPA

Lá vão algumas imagens da visita acompanhada pelos coleguinhas....

Começou pelo centro, passando pelo Beira-Rio, - onde o presidente Giovani Luigi estava esperando a turma - depois foi-se até o novo paradouro do catamarã que será em frente ao shopping da Zona Sul, o Barra Shopping.

Na volta pela Vila Tronco com final na EPTC.

Urbano Schmidt e Vanderlei Capelari foram os principais assessores do prefeito que foi explicando as obras.

Esteve também na comitiva João Bosco Vaz, que não deu um ' piu' - embora seja o secretário da Copa( ele parece meio esfriado depois daquele episódio em que renunciou - o Luis Fernando Moraeis, secretário de turismo( que aprendeu a fazer politica e não brilha mais que o chefe) e o Flávio Dutra, bom esta já é velho tarimbado e sabe não mexer nas vaidades alheias.

 

 

 

Capital gaúcha a um ano da Copa do Mundo
12/06/2013 14:59:29

A um ano da abertura da Copa do Mundo, Porto Alegre já começa a vislumbrar a nova face de uma cidade que prepara o futuro com responsabilidade social e desenvolvimento sustentável. As 14 frentes de trabalho em andamento tomam forma e, logo, os canteiros de obras serão substituídos por avenidas duplicadas e com tratamento paisagístico, estações de ônibus modernas, novos viadutos e passagens de nível que darão maior mobilidade urbana.

As intervenções em vias públicas, que hoje alteram a rotina da população, vão dar novo impulso econômico à cidade, modificar a paisagem e tornar a cidade ainda mais moderna. Gargalos históricos nos eixos viários da capital gaúcha serão enfrentados com equipamentos e tecnologia moderna, que trarão benefícios de longo prazo, ultrapassando o período de realização dos jogos e eventos do campeonato mundial.

O transporte público, por exemplo, será mais rápido e oferecerá mais segurança e conforto. Além disso, estão em estágio avançado outros investimentos que não fazem parte da Matriz de Responsabilidade da Copa, mas integram os compromissos da administração municipal para melhorar a qualidade de vida da população. É o caso da reforma e ampliação do Hospital de Pronto Socorro, a conclusão do Programa Integrado Socioambiental (Pisa), a ampliação da rede de ciclovias e os projetos de revitalização da orla do Guaíba e do Cais Mauá.

Acompanhe como está a situação das obras da Matriz de Responsabilidade para Copa de 2014:

DUPLICAÇÃO DA AVENIDA TRONCO
R$ 156 MILHÕES
Os trechos 3 e 4 recebem pavimento para o corredor BRT. Os trechos 1 e 2 (da Gastão Mazeron até a Rótula do Papa e dali à Terceira Perimetral) estão em obras. Término: maio de 2014.

DUPLICAÇÃO DA VOLUNTÁRIOS DA PÁTRIA
R$ 95,3 MILHÕES
As obras no trecho entre as ruas da Conceição e Ramiro Barcelos estão em andamento, com a colocação dos blocos de concreto do pavimento entre as ruas Conceição e Ernesto Alves. O trecho 2, compreendido entre a rua Ramiro Barcelos e a avenida Sertório, está com a licitação concluída. O início da obra está previsto para junho de 2013. Previsão de término: maio de 2014.

PROLONGAMENTO DA AVENIDA SEVERO DULLIUS
R$ 83 MILHÕES
Início do prolongamento reprogramado para o mês de junho de 2013, com o estabelecimento de duas frentes de obra. A prefeitura alterou o projeto, e a Licença Ambiental está em fase final. Conclusão: maio de 2014.

VIADUTO DA JÚLIO DE CASTILHOS E ESTAÇÃO BRT
R$ 31,5 MILHÕES
Viaduto da Júlio de Castilhos em obras. Conforme a programação, a avenida Júlio de Castilhos teve mais faixas bloqueadas para viabilizar a execução das fundações do viaduto. Na Estação BRT, o Edital de Licitação será republicado em junho de 2013. Conclusão: maio de 2014.

AVENIDAS BEIRA-RIO E PADRE CACIQUE
R$ 119,2 MILHÕES
Os trechos 1 e 2 da avenida Beira-Rio (entre o velódromo e a Rótula das Cuias) estão concluídos; a obra da segunda ponte sobre o Arroio Dilúvio está quase concluída; o trecho 3 da avenida Beira-Rio (entre o velódromo e a Pinheiro Borda) está em fase final de conclusão; o trecho 4 da avenida Beira-Rio (entre a Rótula das Cuias e a Usina do Gasômetro) está em obras; o Corredor de Ônibus da Padre Cacique está em obras. Conclusão: maio de 2014.

SISTEMA DE ÔNIBUS RÁPIDOS (BRT)
R$ 246,7 MILHÕES
A substituição de pavimentos está em pleno desenvolvimento nos três corredores BRT (Bento Gonçalves, Protásio Alves e João Pessoa). Conclusão: setembro de 2013.

OBRAS DA TERCEIRA PERIMETRAL
R$ 194,1 MILHÕES
Trincheira da Anita Garibaldi com obra em pleno andamento; Trincheira da Ceará com obra em pleno andamento; Viaduto da Bento Gonçalves com obra em pleno andamento; Trincheira da Cristóvão Colombo - Empreiteira responsável pela obra e EPTC concluíram plano de desvio de tráfego; Trincheira da Plínio Brasil Milano: liberada a ordem de início da obra (vem sendo realizada a sondagem do solo, e o plano de desvio do trânsito está em fase final). Conclusão: maio de 2014

 

 

 

Destaque:5971

Soberanas no Festival do Salame

Soberanas de Serafina Corrêa participaram do Festival Nacional do
Salame. A Diretora do Departamento de Juventude, Kelly Begnini
Delazari, representando a Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo,
juntamente com a Rainha Daniela F. Marangoni, e as Princesas Eloah
Vidmar e Taiara Vicentin estiveram em viagem de trabalho, no sábado,
08 de Junho, em Marau, no Festival Nacional do Salame, divulgando o
Festipizza. A comitiva foi recepcionada pelo serafinense Edgar
Maróstica que era o apresentador oficial da festa. Na ocasião, as
Soberanas de Serafina Corrêa puderam divulgar o Festival Gastronômico
? Festipizza que acontecerá nos dias 25, 26 e 27 de Julho, em Serafina
Corrêa/RS.

 

 

 

Uruguaiana recebe exposição que conta a história dos festivais nativistas

A mostra pode ser visitada gratuitamente no SESC até 29 de junho

Sem a música regional, não haveria a cultura do Rio Grande do Sul tal como é conhecida. E, sem os festivais de música nativista, essa identidade musical que molda os ouvidos e a alma de cada gaúcho certamente seria diferente! Esta é a história que a exposição itinerante “40 Anos dos Festivais de Música Nativista” está contando em várias cidades do Estado e a comunidade de Uruguaiana poderá conferir a partir da próxima semana.

Idealizada pela Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (FIGTF), a mostra chega a Uruguaiana numa realização do Arte SESC – Cultura por toda parte e tem entrada franca para toda a comunidade de 17 a 29 de junho, no SESC (Rua Flores da Cunha, 1984). O horário de visitação é das 9h às 21h, de segunda à sexta-feira; e aos sábados, das 8h às 12h e das 14h às 19h.

A exposição reconta, por meio de painéis e fotografias, a trajetória dos eventos musicais que, ano após ano, movimentam comunidades e artistas de todo o Rio Grande do Sul, desde o início da Califórnia da Canção de Uruguaiana, passando pela superação de preconceitos artísticos, a luta dos artistas por liberdade de expressão e a conjuntura política das últimas quatro décadas.

A memória dos festivais já passou pela 21ª Tertúlia Musical Nativista, em Santa Maria; o 6º Festival César Passarinho, em Caxias do Sul; Acampamento da Canção Nativa, em Campo Bom; 29º Reponte da Canção Nativa, em São Lourenço do Sul; 23ª Tafona da Canção, em Osório; e 28º Carijo, em Palmeira das Missões. A exposição é realizada pela Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), através da FIGTF, com o patrocínio da Petrobras e produção da Tabla Produções Artísticas.

Mais informações sobre esta e outras atividades de cultura, lazer e educação realizadas na cidade e na região podem ser obtidas no SESC pelo telefone (55) 3412-2482. Informações sobre a história dos festivais com o diretor técnico da FIGTF, Claudio Knierim pelo telefone (51) 3228-1711.

Sobre o Arte SESC – Cultura por toda parte - Criado em 2007, o programa reúne todas as atividades culturais desenvolvidas pelo SESC no Rio Grande do Sul, entre teatro, música, artes plásticas, literatura e cinema. Além de promover uma intensa troca de experiências e ampliar o acesso à produção artística, o Arte SESC busca ser reconhecido como promotor de ações culturais no Estado, sendo elas não só apresentações artísticas, mas também de caráter formativo e educacional, orientadas por três eixos: transversalidade, diversidade e acessibilidade.

Programação:

17 a 29 de junho
Exposição “40 Anos dos Festivais de Música Nativista”, Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore
Horário: 9h às 21h, de segunda a sexta-feira; e das 8h às 12h e 14h às 19h, aos sábados
Local: SESC Uruguaiana (Rua Flores da Cunha, 1984)
Entrada franca

 

Foto: http://www.igtf.rs.gov.br/?p=3851

Texto: Assessoria de imprensa da FIGTF e do Sesc-RS

 

 

 

Se for uma tendência, Lula ocupará o espaço
Carlos Chagas

Valeu esperar a volta de Dilma ao Brasil, ontem, para a análise a respeito da última pesquisa da Datafolha publicada domingo. Porque com a presidente da República de novo entre nós, qualquer comentário adquire aquela densidade às vezes perigosa, mas sempre mais honesta.

Para começo de conversa, será bom deixar de lado a cortina-de-fumaça erigida pelo ministro Aloísio Mercadante, sobre ter sido “normal” a queda de 65 para 57 por cento nos itens de governo “bom” ou “ótimo”, em termos de popularidade da chefe do governo. Normal coisa nenhuma. Muito menos um “episodio superado”, em se tratando do aumento da inflação e de dificuldades na economia, que o novo e estranho porta-voz atribui à elevação dos preços do tomate, para ele já corrigida.

As raízes da queda são mais profundas, tornando-se um risco aguardar a nova Datafolha pública, daqui a dois meses. O palácio do Planalto encomenda consultas sigilosas e semanais a diversos institutos e o próximo é esperado para daqui a dois dias. Saberemos, ou saberão apenas os donos do poder, se a diminuição nos números é sazonal, periférica, ou se exprime uma tendência.

Nesse caso, estará acesa a luz amarela no semáforo fincado no meio da Praça dos Três Poderes. Um sinal de ser preciso agir para o refluxo. Porque no cipoal dos percentuais que desabam, sobressai um ainda mais agudo: a intenção do voto em Dilma para a reeleição caiu 7%. Dos consultados pelo Datafolha, 43% manifestaram preferência pela candidatura do Lula em 2014, contra 29% pela presidente.

Aqui repousa o perigo. Não constitui segredo que, a começar pelo PT, cresce a corrente indisposta com o modo Dilma de governar, sequiosos muitos companheiros dos tempos felizes do ex-presidente, quando eram bajulados por ele, tratados com carinho e atendidos em suas pretensões nem sempre acordes com a ética. Como a sucessora prefere dar ao partido o lugar que ele merece, ao lado dos aliados, sem privilégios e prevalências desmedidas, ressentem-se os que imaginaram continuar condôminos do poder. Faz tempo que trabalham para sabotar Dilma e criar condições para estimular o antecessor como única saída para evitar a derrota eleitoral. Para eles, a pesquisa recém-divulgada funcionou como um refrigério.

E para o Lula, um argumento a mais para deixar a janela aberta e, diante de fatos novos, admitir sua candidatura como forma de preservação do poder em mãos de seus atuais detentores.

O amargo, nessas ilações, está no fato de a presidente Dilma obrigar-se a, de público, desconhecer o óbvio. No caso, a hipótese da candidatura Lula. Também não pode insurgir-se na defesa do que seria o seu pleno direito de concorrer a um segundo mandato. Deve tudo ao primeiro-companheiro, a começar por sua ascensão à chefia do governo. Uma palavra ou um gesto que seja, dele, no sentido de salvar o PT através de seu retorno imediato, despertaria nela apenas um sorriso de concordância integral. Jamais a criatura se insurgiria contra o criador, ao contrário do que muitas vezes a crônica tem registrado em outras situações, em outros tempos e em outros partidos.

Em suma, ainda que de forma atabalhoada, a antecipação do processo sucessório conduz à necessidade de definições. Permanecendo a queda nos índices de popularidade da presidente, inclinar-se-á o pêndulo para a sua substituição. Tratando-se apenas de uma oscilação momentânea, tempo haverá para a recuperação. De qualquer forma, o Plano B ganha contornos definidos.

IRONIAS

Nesse quadro inconcluso, a principal ironia diz respeito às oposições. Aécio Neves, Eduardo Campos, Marina Silva e quaisquer outros possíveis candidatos rezam e agem para que Dilma continue candidata. Sabem que se ela vir a ser substituída pelo Lula, o ex-presidente dará um passeio pelas urnas. Salvo um milagre dos grandes, o primeiro-companheiro seria eleito sem fazer força nem campanha, no primeiro turno. Já com a presidente debilitada, se os índices continuarem registrando quedas, seria possível a realização do segundo turno, onde um dos referidos pretendentes teria o apoio dos demais.

DECEPÇÕES

Ainda que a posse de Luis Roberto Barroso no Supremo Tribunal Federal possa realizar-se este mês, nem por isso parece provável o imediato início da última fase do julgamento do mensalão. Apenas em agosto, conforme os planos do presidente Joaquim Barbosa, começarão a ser apreciados os embargos apresentados pelos réus. Há pessimistas imaginando que nem no final do ano as sentenças transitarão em julgado. Uma evidência a mais de que a Justiça, no Brasil, favorece os bem aquinhoados social, política e economicamente.

 

 

 

INFORMAÇÕES SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA
A fim de evitarmos ligações, solicitando a remessa de release na presente data, informamos que por não haver nenhum registro de ocorrência, que mereça destaque no dia 11/06, não está sendo remetido o release.
---ooOoo---
OS ASSASSINOS SÃO OS PRÓPRIOS ÍNDIOS, CONHEÇA A VERDADE SOBRE OS NÚMEROS ESPALHADOS PELO CIMI
O cinismo do Conselho Indigenista Missionário (CIMI), com a cumplicidade de certa Imprensa vagabunda, quer transformar produtores rurais, donos legítimos das suas terras, em assassinos de índios.

É uma grande mentira. Hoje, um antropólogo fala em denunciar o Brasil por genocídio e faz uma série de ameaças, baseadas em dados falsos: por exemplo, que o agronegócio quer mais terra, quando os fazendeiros apenas estão lutando, na Justiça, para manter propriedades legítimas, muitas delas tituladas na época da Guerra do Paraguai.

Já publicamos, neste Blog, que a Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso do Sul comprova que a grande maioria dos assassinatos são decorrentes de desavenças, brigas e violência entre eles mesmos. Os índios não estão sendo mortos por produtores rurais. Estão assassinando uns aos outros. Custa para a Imprensa brasileira buscar nas fontes oficiais a confirmação ou não das mentiras do Conselho Indigenista Missionário?

Leiam, abaixo, notícia de 2006, quando os conflitos ainda não estavam nas manchetes.

Vejam o que o CIMI declara a respeito dos guaranis kaiowas: O vice-presidente do Cimi, Saulo Feitosa, diz que a maior preocupação do conselho são os assassinatos cometidos pelos próprios índios, e que a questão fundiária seria o principal motivo. “No Mato Grosso do Sul, acontecem várias tensões externas e internas, e isso gera violência. E a não resolução do problema fundiário tensiona essas questões”, destaca. Feitosa avalia que o uso do álcool pelos índios é consequência da realidade social vivida, já que o problema das terras não é resolvido. “Esse uso de bebidas alcoólicas agrava as cenas de violência, que podem gerar mortes”, enfatiza o vice-presidente do Cimi.

Abaixo os verdadeiros números, que constam de relatório elaborado pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública comprovando que não existe genocídio de povos indígenas em Mato Grosso do Sul, como tenta fazer crer esta sofisticada organização criminosa chamada Conselho Indigenista Missionário – CIMI:
Sim, o relatório revela o aumento considerável no número de mortes de índios no Estado, mas comprova que 99% dos crimes ocorreram dentro das próprias aldeias e tiveram como autores os próprios indígenas.
Em 2006 foram 7 homicídios de índios e em 5 deles os autores foram índios.
Em 2007 foram 37 homicídios de índios, sendo que em 32 casos os autores foram índios.
Em 2008 foram 35 homicídios onde as vítimas eram índios e em 33 casos o crime foi cometido por indígena.
Em 2009 foram 25 mortes de índios em Mato Grosso do Sul, com 23 delas cometidas por índios.
Em 2010 foram 28 assassinatos de índios no Estado e 26 deles foram praticados por índios.
Em 2011 foram 27 homicídios de índios em MS e os 27 tiveram como autores os próprios índios.
Em 2012 o número de assassinatos de índios em Mato Grosso do Sul ficou em 32 e em 30 casos os autores foram os próprios índios.
Já em 2013 foram registrados 5 homicídios de 1º de janeiro a 20 de fevereiro e em todos eles os autores foram índios.

Estes números comprovam o quanto o CIMI mente e o quanto certa Imprensa odeia a verdade. Preferem criminalizar quem trabalha, para acobertar o verdadeiro problema: os índios brasileiros são escravos da FUNAI e das ONGS internacionais, com predominância destes organismos criminosos da Igreja Católica, que subjugam os índios assim como faziam nas missões, nos idos da colonização. É hora de dar um basta nisso. Denuncie. Espalhe pela web. Encha as caixas postais com a verdade. (CoroneLeaks)
Videversus – Google - Posted: 10 Jun 2013 08:04 PM PDT
---ooOoo---

Dólar a R$ 2,30 é até conservador, porque vai subir mais do que isto. O mundo mudou.

O editor copidescou o que disse para o jornal Valor, Marcelo Carvalho, Ph.D. em economia University of Illinois, economista-chefe para a América Latina do Banco BNP Paribas:
Valor: Qual a tendência do câmbio?
Carvalho: Já trabalhávamos com o câmbio indo para R$ 2,30. Mas o caldo entornou lá fora. Estamos revendo a projeção, mas já posso dizer que dólar a R$ 2,30 hoje parece algo bem conservador. Há uma piora muito grande da conta corrente. E o cenário também não é positivo para a conta de capital, que poderia financiar o déficit em transações correntes. O mundo mudou. Não vai ter tanto dinheiro para os emergentes. A tendência do câmbio é de alta, e a inflação deve fechar o ano perto dos 6%. A percepção é que o BC terá que subir os juros mais do que se imaginava.
Postado por Polibio Braga – Google - terça-feira, 11 de junho de 2013 - às 6/11/2013 03:16:00 PM

---ooOoo---

Maioria do povo brasileiro não quer saber de casamento gay

Pesquisa CNT Sensus revela que 54,2% dos brasileiros não querem saber de cenas iguais a desta foto

Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) em parceria com a MDA Pesquisas questionou os brasileiros sobre temas sociais, além de comportamentos. Dos 2.010 entrevistados, quase a metade (49,7%) se posicionou contrária à união civil entre pessoas do mesmo sexo. Outros 38,9% dizem ser favoráveis e 11,4% não souberam opinar ou não responderam. Quando o cenário é de casamento entre pessoas do mesmo sexo (e não apenas união civil), a rejeição aumenta para 54,2%. O número de favoráveis se reduz para 37,5% e o percentual de pessoas sem opinião formada a respeito cai para 8,3%.

.A redução da maioridade penal é defendida por 92,7% dos entrevistados. Segundo a pesquisa, a percepção de aumento de crimes praticados por menores de idade é de 69,1%.A Igreja é a instituição com maior confiança entre os entrevistados (37,5%), seguida da Polícia Federal (13,8%) e do Supremo Tribunal Federal (8,2%). As casas do Congresso Nacional aparecem na lanterna. O Senado tem a confiança de 0,7% dos entrevistados enquanto a Câmara dos Deputados possui 0,6%.

. A pesquisa CNT/MDA fez entrevistas com 2.010 pessoas entre os dias 1º e 5 de junho em 20 unidades da Federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.
Postado por Polibio Braga – Google - terça-feira, 11 de junho de 2013 - às 6/11/2013 01:58:00 PM

 

 

 

Histórias de la Undeze.

I ZERA FURBI, LORI( ELES ERAM ESPERTOS....)


Muitos anos atrás, quando o PTB mandava em La Undeze,porque esta pertencia a Guaporé, numa vitória do partido petebista, Altamir Arroque presenciou a seguinte cena:

Dona Ida Alban, esposa de Joanin Alban - dono da rodovíária - instruía o marido pra que também levantasse os braços comemorando a vitória do adversário...

- Joanin, Joanin, alsa anca ti i braci,disse dona Ida ao marido....

Era pra não parecer que eles eram do PSD, o partido derrotado....( que aliás depois da emancipação ganhou 4 eleições seguidas....somente o Luiz Gheller é que foi quebrar este tabu lá adiante...tinha gente do MDB que já estava pensando em rasgar o titulo de eleitor porque nunca ganhava uma...)

 

 

 

Do dia dos namorados, duas lembranças, chistosas, é claro:

1) O José Torves e o Leo, ambos na época diretores do sindicato dos jornalistas e professores da Famecos, saíram da PUC...Um deles, distraído, não se lembrou que era a noite do dia dos namorados.

Leo convidou Torves, na maior inocência, pra jantar:

- Hoje, não, disse o ' maldoso' Torves, o que vão dizer de nós???


2)

A outra gafe foi comigo. Numa noite do dia dos Namorados, fui entrevistar o garção Desastre pro meu livro sobre a noite de Porto Alegre. No Bucanero. Eram oito e pouco e ninguém chegava.

O Desastre me deu logo a entrevista, com medo de que eu estivesse dando ' azar' pra casa naquela noite...

quando saí de lá, casais jantavam a luz de velas num restaurante vizinho, que lemb ro até hoje onde ficava....

3) Já vi o Valentine's Day nos USA...Bah, eles fazem uma auê danado...as casas ficam todas cheias de flores, é uma data tri importante pra eles..quase como o Natal pra nós.

4) que coisa, né!!!

 

 

 

A ORIGEM DA EXPRESÃO ' VIAMÃO LOTADO'!

O Rogério (Mendelsky) mencionou o termo VIAMÃO LOTADO...Fui no dicionário do LAFischer e busquei o sentido disto: Viamão, a palavra sozinha, é só o nome de uma cidade aqui do lado, uma das mais antigas do Estado. Mas criou-se uma legenda, em torno dos motoristas da linha de ônibus que faz o trajeto de Viamão até Porto Alegre. Parece eles terem sido escolhidos ,sempre,num concurso de truculência no trânsito são violentos nas ' fechadas'.andam sempre na pista de esquerda,ignoram regras elementares de convivência pacífica no trânsito. Daí se criaram algumas expressões, talvez dirigidas inicialmente contra motoristas afoitos,apressados e pouco respeitadores - ' não te atravessa,Viamão " - expressão que passou a ser usada para comentar ironicamente a intromissão de pessoas numa conversa ou numa ação. Por exemplo: tem dois conversando e um terceiro se mete; ou então: um grupo considera várias hipóteses de ações e um ' viamão' precipita as coisas,chegando à conclusão antes de haver consenso.

Há outra forma para a comparação: o cara se atravessou como um ' viamão lotado'( se um ônibus Viamão vazio já é metido,que dirá um lotado).

Há também uma expressão de significado diverso, com a mesma palavra, ' como quem vai daqui a Viamão", que refere tarefa simples como ir de Porto Alegre até lá.

 

 

 

Coleguinha

Todos nós estamos solidários como Arno Maciel,coleguinha nosso...

Sua esposa está enfrentando um câncer terminal

*

Silvio Lara deu uma melhorada. Está no IC de Porto Alegre

*

Estou organizando a turma que vai a Serafina pro lançmento da Fespizza. algum interessado me procure.

 

 

 

 


Na edição de hoje da Tribuna da Imprensa, o jornalista Carlos Newton conta que para o ex-presidente Lula e sua companheira Rosemary Noronha, o caso da sua ex-chefe de gabinete em SP é um pesadelo que parece não ter fim. Agora, o Planalto está enviado ao Ministério Público Federal em São Paulo a cópia integral do processo de sindicância instaurado pelo governo para apurar irregularidades de Rose como chefe do escritório da Presidência da República em São Paulo. O material servirá para auxiliar no inquérito civil em que Rose é investigada. Leia mais (o texto é de Carlos Newton):

O ex-presidente não consegue suportar o que considera “uma traição” da presidente Dilma Rousseff. Lembra o caso da ex-ministra Erenice Guerra, que em quase todos os aspectos é semelhante ao de Rosemary. Como se sabe, em abril de 2010 Erenice assumiu a chefia da Casa Civil do governo Lula por indicação direta de Dilma Rousseff, e poucos meses depois teve de ser demitida por Lula, por tráfico de influência na Casa Civil. Lula a demitiu, mas não perseguiu Erenice, que continua no ramo do tráfico de influência e hoje é até dona de uma das mais bem sucedidas empresas de ”consultoria” de Brasília.
O ex-presidente se desespera com essa traição de Dilma. Realmente é difícil de aceitar. Se Lula não perseguiu Erenice, a favorita de Dilma, envolvida em graves corrupções, por que Dilma persegue Rosemary, a favorita de Lula, envolvida apenas em pequenos atos de corrupção?

. A explicação, é claro, Lula sabe muito bem. Rosemary está sendo perseguida para que isso afete a imagem de Lula e faça com que ele desista de se candidatar a presidente pelo PT em 2014, deixando campo aberto para Dilma.

. Mas essa estratégia do Planalto pode estar sendo suicida. Lula vai se vingar de Dilma, não tenham dúvida. Nada impede que ele fique quieto, até passar o início de outubro, prazo fatal para Dilma trocar de partido, para ser candidata à reeleição. Faltam apenas 4 meses.

. E depois que este prazo legal se esgotar, Lula simplesmente pode assumir a candidatura pelo PT, e estamos conversados. Dilma não poderá ir para outro partido. E se pretender se candidatar pelo PT a qualquer outro cargo (governadora, deputada ou senadora), terá de se desincompatibilizar no início de abril, deixando Temer por 9 meses na Presidência.

- Resumindo: ao contrário do que se pensa, o ex-presidente não abandonou Rose. Por motivos óbvios, Lula apenas parou de vê-la. Porém, jamais a deixará desprotegida.

 

 

 

 

REPASSANDO!

Magnífico documento (veja os demais vídeos que se encontram à disposição ao lado deste) elucidativo sobre os acontecimentos nos idos de 1964. Especial para os que atualmente recebem goela a dentro uma deturpada e tendenciosa versão dos fatos, totalmente diversa da história real. Observe que os métodos atualmente em prática são semelhantes aos implantados por Lenin e Hitler, objetivando seus espúrios planos de poder e dominação.

A VERDADEIRA HISTÓRIA QUE OS GOVERNOS PTRALHAS TENTAM, DE TODAS AS FORMAS POSSÍVEIS, ESCONDER DO POVO.


ATENÇÃO!!!...
VAMOS APRENDER O POR QUE DO BRASIL DE HOJE, EM MAIS UMA AULA DE HISTÓRIA DO BRASIL DE ONTEM.
SUGIRO QUE ASSISTAM COM OS FILHOS, NETOS, BISNETOS, SOBRINHOS, JOVENS OU VELHOS.
VEJAM QUE MUITOS DESSA HISTÓRIA HOJE ESTÃO MUITO BEM DE VIDA SE NÃO MILIONÁRIOS.

Que este filme sirva de exemplo para todos os brasileiros. Vamos mostrar para os jovens. Vamos mostrar a face oculta e cruel da esquerda deste País, que elegeu uma presidente cruel, arrogante, prepotente e que tem um passado triste. Vamos valorizar os nossos soldados do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. Se cada um repassar esse e-mail, poderemos atingir a marca de 20 milhões de mensagens e certamente venceremos os que mentem e tentam instalar uma tal Comissão da Verdade, que não passa de uma comissão da mentira, da calúnia, da vergonha e da desordem. É hora cada família brasileira se unir contra aqueles que continuam tentando implantar no Brasil uma ditadura de esquerda nos moldes de Cuba, da China e da Coréia do Norte.

Pré 64: ASSISTA ANTES QUE SEJA RETIRADO DO YOUTUBE!

EXCELENTE VÍDEO: VERDADEIRO, DIDÁTICO E ELUCIDATIVO
http://www.youtube.com/watch?v=-ow8bwE3fhw


REPASSE AO MÁXIMO A SEUS CONTATOS, AMIGOS E FAMILIARES.
ESPECIALMENTE OS JOVENS, TÊM O DIREITO DE SABER A VERDADEIRA HISTÓRIA DO SEU PAÍS E NÃO MITOLOGIAS CRIADAS POR APÁTRIDAS CUJOS ÚNICOS OBJETIVO SÃO: A MANUTENÇÃO DO PODER A QUALQUER PREÇO E A IMPLANTAÇÃO DA DITADURA DO PROLETARIADO NOS MOLDES CUBANOS

O vídeo pode ser copiado usando o link
http://keepvid.com/?url=http://www.youtube.com/watch%3Fv%3D-ow8bwE3fhw

 

 

 


No tempo das cassações!

Recorte do Correio do Povo de 14.03.1969. Dos sete deputados cassados, três ainda vivem: Lauro Hagemann, Terezinha Irigaray e Mozart Rocha. Os outros quatro faleceram.

 

 

Sitio à venda na localidade de Santa Tecla

 

Um sitio muito bom está a venda na localidade de Santa Tecla, área rural de Gravatai. Para chegar até lá anda-se 5 km de estrada de chão. O local é muito aprazível, tem pomar, água encanda, a casa tem uma lareira, quarto de casal com ar condicionado....

 

 

 

O descanso do Zezinho

 

 

O Zezinho, muito conhecido garção da noite portoalegrense, lê o jornal no intervalo do almoço no Gambrinus....

 

 

 

Coleguinhas

 

Valter Todt almoça sempre no Gambrinus. E recebe a companhia do garção VOVO nas cantorias de músicas de dor de cotovelo...nelson gonçalves e por ai afora. Há quem os chame de ' cantores das multidões"

 

 

 

Arredores de Gravatai....ainda a área rural!!!

 

 

 

Nota sobre a paralisação de obras dos corredores de ônibus
11/06/2013 16:56:39

A Prefeitura de Porto Alegre recebeu nesta terça-feira, 11, comunicação oficial dos consórcios responsáveis pelas obras dos corredores do futuro sistema de ônibus rápidos, os BRTs, das avenidas João Pessoa, Bento Gonçalves, Protásio Alves, Padre Cacique e Tronco, dando conta da falta de areia para a continuidade dessas obras. Com isso, a administração municipal expressa sua preocupação com os desdobramentos gerados pelo não fornecimento do insumo, o que afeta fortemente a manutenção do cronograma de conclusão das obras. Como se trata de um componente externo ao processo desenvolvido no município em relação às obras em andamento, a prefeitura fica na expectativa e se coloca à disposição para integrar os esforços visando a uma rápida solução do problema, de forma que as melhorias previstas tenham a continuidade desejada.

 

 

 

A cachaça do Muller de Gravatai

O alambique de Santa Tecla, interior de Gravatai, do Muller tem um jeito artesanal de engarrafar a cachaça....E na borrachinha mesmo. Ele dá um chupão e o líquido vem....( Muller jura que nunca bebe nada) O barril que pegou a que comprei - 3 litros - já estava quase no fundo....isto porque no fim de semana muita gente havia ido comprar lá. Muller me deu um conselho: faça sempre produto bom, como o dele, que o ' povo' volta...Grande Muller!

 

 

 

O ALAMBIQUE

Quando estavamos indo em direção ao sitio, avistei uma placa: Alambique...Na volta pedi pra parar o carro e fui lá. Qual não foi minha surpresa...o Muller tem um alambique que herdou do avó.Diz que lá compram cachaça o Daniel Bordinhon, que já teria mandado cachaça pro Olívio Dutra que levou pro Lula...Isto tudo quando Olivio e Lula eram colegas de Constituinte nos anos 80 em Brasilia.

E a cachaça do Muller é boa. Provei dois copinhos. Tou louco pra fazer uma caipirinha de limão....

 

 

 

Prefeito realiza tour pelas obras da Copa

A um ano da abertura oficial da Copa do Mundo, o prefeito José Fortunati realiza nesta quarta-feira, 12, um tour de inspeção nas principais obras de mobilidade urbana, que são executadas na cidade com vistas ao Mundial de 2014. O roteiro terá início às 13h30, no Largo Glênio Peres – palco da Fan Fest, que nos dias dos jogos terá shows e exibição das partidas em telão – e se encerrará no Centro Integrado de Comando de Porto Alegre (Ceic), um dos mais modernos centros de controle e monitoramento do país.

Acompanhado dos secretários de Gestão, Urbano Schmitt, da Secopa, João Bosco Vaz, de Turismo, Luiz Fernando Moraes, e do diretor presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, o prefeito receberá os jornalistas interessados em fazer o tour. O roteiro terá duração de cerca de uma hora e 30 minutos, em ônibus da Linha Turismo.


· ATENÇÃO: Favor confirmar participação no tour da Copa com Núbia Silveira ou Fabiana Kloeckner, pelos telefones 3289-3935 ou 3289-3938.



Gabinete de Comunicação Social
Prefeitura de Porto Alegre
(51) 3289-3926 / 3935 / 3938

 

 

 

 

Servidores da PGE permanecem em greve
Há mais de uma semana, os servidores do quadro de pessoal da Procuradoria-Geral do Estado do RS estão em greve. Pela primeira vez, nos seus 48 anos de existência, essa categoria faz greve.
A reivindicação da categoria refere-se à previsão de inflação, de 26%, divulgada pelo Governo Tarso (http://www.rs.gov.br/noticias/1/104364/Assembleia-aprova-reajustes-historicos-para-a-seguranca-publica/3/160//) e pelas diretrizes orçamentárias relativas à política de pessoal publicadas nas Leis Orçamentárias para o exercício financeiro dos anos de 2011 a 2013.

De acordo com a Constituição, a Procuradoria-Geral do Estado exerce função essencial de Justiça, assim como o Poder Judiciário, o Ministério Público e a Defensoria Pública. A PGE - composta por procuradores e servidores - defende o Estado, o que significa defender a sociedade.
Os serviços prestados pela PGE são de extrema importância para o Estado por gerarem uma economia de bilhões aos cofres públicos. Além disso, o retorno de seu trabalho é também revertido em políticas públicas e de inclusão social, o que auxilia o Estado em sua capacidade de se refinanciar e de aplicar e executar as políticas públicas traçadas pelo Governo para a sua população, como a construção de escolas, creches, hospitais etc.
Os servidores da Procuradoria-Geral do Estado do RS não dispõem de Projeto de Lei de recomposição salarial desde 2005, no Governo Germano Rigotto. Desde então, a categoria recebeu apenas um percentual do prêmio por produtividade, que os procuradores também recebiam e que era oriundo do aumento de trabalho ao longo de sete anos.
Em 2010, os procuradores passaram a receber por subsídio e não perceberam mais produtividade. Em 2011, esse prêmio foi também extinto para os servidores que, desde então, estão sem qualquer reposição de seu poder de compra.
De acordo com o Governador Tarso Genro, o Governo do Estado assumiu um compromisso com a valorização do servidor público. Todavia, os servidores da PGE não entendem o porquê de não terem o mesmo reconhecimento que os procuradores, uma vez que, mesmo sendo do quadro auxiliar – concurso diverso do de procurador - pertencem à mesma Instituição, que, segundo Capítulo IV da Constituição do Estado, é integrante das funções essenciais à Justiça.
Enquanto a remuneração dos procuradores do Estado equivale a de seus pares, ou seja, eles ganham o mesmo que juízes, promotores e defensores públicos. Os servidores da PGE recebem remuneração muito aquém de seus equivalentes nas mesmas Instituições (Poder Judiciário, Procuradoria-Geral de Justiça e Defensoria). O objetivo dessa categoria é diminuir as diferenças existentes entre as demais categorias correlatas.
O Sindicato dos servidores da PGE (Sindispge) vem tentando somente negociar com o Governo um Projeto de Lei que reponha as perdas inflacionárias de 26%, até o final de 2014, dividido em parcelas e aguarda a retomada do diálogo com o Governo, mas até o momento, não houve acordo com o Comitê de Diálogo Permanente (CODIPE).
A paralisação tem prazo de duração indeterminado.

Valquiria da Silva Maciel
Diretora do SINDISPGE/RS (Sindicato dos Servidores da Procuradoria-Geral do Estado do Rio Grande do Sul)
Val@sindispge.org.br
WWW.sindispge.org.br

 

 

 

Mais fotos da paisagem rural de Gravataí!

 

 

 

Mais paisagem rural em direção a Santa Tecla,interior de Gravataí.!

 

 

 

 

Rumo ao sítio

A manhã não era das melhores, havia uma neblina no ar que teimava em não ir embora....( me lembrou Lima e suas manhãs de neblina) mas a Silva me convidou pra ir no sítio dela em Gravatai.

Ao chegar ele foi numa ferragem comprar veneno pra matar formigas e outras necessidades de quem tem sítio e lá comecei a sentir o cheiro da zona rural....

 

 

 

 

 

Coleguinhas

Baiano sentado em seu habitat preferido, um bar da Andrade Neves!

 

 

 

 

Capacitação sobre Políticas Públicas de Assistência Social

O Poder Público Municipal, através da Secretaria de Assistência
Social e do Conselho de Assistência Social, promoveu, nos meses de
Maio e Junho de 2013, importante Capacitação sobre Políticas Públicas
de Assistência Social.
A Capacitação foi dividida em três Módulos, com a participação de
cerca de 40 pessoas. Dentre os assuntos abordados, foram discutidas
importantes políticas públicas da assistência social, buscando o
bem-estar e a qualidade de vida de todas as pessoas. A Capacitação foi
ministrada pelas servidoras Adriana Franco Vilar, Assistente Social
Pós-Graduada em Terapia Familiar e cursando mestrado em Terapia
Familiar e de Casal; Poliane Lucia Franciosi, Assistente Social
cursando Pós-Graduação em Metodologias de Intervenção de Trabalho com
Famílias; e Silmara Arboit, Assistente Social, Pós-Graduada em
Famílias e Relações Sociais.
Ao finalizar a Capacitação, houve entrega de certificados aos participantes.

 

 

 

Eugênio Dutra informa que foi aprovada, pelo Senado Federal, exigência de inspeção periódica em edificações públicas e privadas


O Vereador Eugênio Dutra informa que foi aprovado o projeto de lei do Senado número 491/2011 que obriga a inspeção periódica de edificações e de seus elementos complementares, como sistemas de ar-condicionado, geradores de energia e instalações elétricas, elevadores e escada rolante, a proposta foi aprovada pela Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR), na forma de substitutivo.
O texto da lei diz que caberá ao proprietário contratar profissional habilitado para a realização do Laudo de Inspeção Técnica de Edificação (Lite), ficando as prefeituras com a incumbência de receber e arquivá-lo, além da função hoje prevista de fiscalização das edificações.
Segundo a proposição o documento deverá ser elaborado por profissional registrado no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA) e junto à administração municipal. Em caso de informações falsas no laudo técnico ou de acidentes em que fique comprovada má fé, esse profissional estará sujeito a multa e demais penas civis e criminais.
Para Eugênio Dutra o projeto aprovado na Comissão vai desonerar as prefeituras dessa responsabilidade ao mesmo tempo que aumentará a responsabilidade dos empresários da construção civil e dos empreendedores no processo de qualidade das edificações.
Acredito que as medidas darão maior segurança às edificações e ajudarão a evitar incêndios, desabamentos de edifícios e viadutos, acidentes em elevadores, entre outros registrados com frequência nas cidades brasileiras. Ele observou que as normas propostas no projeto foram reunidas em três audiências públicas realizadas com especialistas, concluiu o Vereador.

 

 

 

Conferência Intermunicipal de Educação

No dia 08 de Junho de 2013, no Auditório da Escola Municipal Leonora
Marchioro Bellenzier, Serafina Corrêa, realizou-se a I Conferência
Intermunicipal de Educação entre os municípios de Serafina Corrêa,
Montauri, Dois Lajeados e São Valentim do Sul.
As Conferências Intermunicipais de Educação tem como tema central o
Plano Nacional de Educação, na Articulação do Sistema Nacional de
Educação com Participação Popular, Cooperação Federativa e Regime de
Colaboração. A principal finalidade é integrar todos os Níveis, Etapas
e Modalidades da Educação numa abordagem sistêmica, com vistas a
edificar o Sistema Nacional de Educação.
O evento contou com a presença do palestrante Diego Dartagman da
Silva Tormes, que é professor da Rede Municipal de Ensino, Presidente
do Conselho Municipal de Educação no município de Farroupilha, membro
do Fórum Estadual de Educação, membro do Fórum Nacional dos Conselhos
de Educação, Coordenador da União Nacional dos Conselhos Municipais de
Educação e Bolsista do Observatório da Educação da Universidade
Federal de Santa Maria. Estiveram presentes ainda, os Prefeitos e
Secretárias Municipais de Educação dos municípios participantes, o
Coordenador da 16ª Coordenadoria Regional da Secretaria da Educação do
Estado, Ênio Ceccagno, Vereadores, professores da Rede Municipal,
Estadual e Particular de Ensino, pais, representantes do Conselho
Escolar e CPMs.


 

 

 

Destaque: imagem

Programa de Formação Esportiva Escolar - Atleta na Escola
O Brasil irá sediar, em 2013, a Copa das Confederações. Em 2014, a
Copa do Mundo de Futebol e, em 2016, as Olimpíadas e Paraolimpíadas.
Tendo em vista esse cenário esportivo ímpar na história brasileira, o
Programa de Formação Esportiva Escolar surge com o objetivo de
incentivar a prática esportiva nas escolas, democratizar o acesso ao
esporte, desenvolver e difundir valores olímpicos e paraolímpicos
entre estudantes de educação básica, estimular a formação do atleta
escolar e identificar e orientar jovens talentos.
Em 2013, o Programa vai trabalhar com a modalidade atletismo - nas
provas de velocidade, resistência e salto em distância - dividida em
duas faixas etárias (12 a 14 anos e 15 a 17 anos) e por gênero.
O Governo Federal, em parceria com os Estados, Distrito Federal e
Municípios, com o intuito de alcançar os objetivos expostos, lança o
Programa de Formação Esportiva Escolar composto de duas ações:
1) Jogos Escolares: competições que identificarão talentos na
modalidade de atletismo.
2) Núcleo de Esporte Escolar (NEE): acolhimento dos talentos
identificados nos jogos escolares.
Os jogos escolares são compostos de quatro fases consecutivas de
competição. São elas:
a) Fase escolar
b) Fase municipal?regional
c) Fase estadual
d) Fase nacional
A Prefeitura de Serafina Corrêa, através da Secretaria Municipal de
Educação está aderindo ao Programa através do Sistema SIMEC. Assim,
todas as Escolas da Rede Municipal de Ensino podem participar do
Programa Atleta na Escola.
O Programa de Formação Esportiva Escolar e o município de Serafina
Corrêa tem como finalidade a democratização do acesso ao esporte, o
incentivo da prática esportiva na escola e a identificação e
orientação dos talentos escolares.

 

 

 

 

Soberanas na ExpoBento 2013

No domingo, dia 09 de Junho de 2013, a Diretora do Departamento de
Juventude, Kelly B. Delazeri, juntamente com a Rainha do Município,
Daniela Marangoni e as Princesas Eloah Vidmar e Taiara Vicentin
estiveram na ExpoBento, divulgando o Festipizza.
Na sua 23º edição, a ExpoBento é considerada a maior feira
multissetorial do país, que mais cresce e se renova a cada ano.
A feira acontece no Parque de Eventos, em Bento Gonçalves/RS e atrai
a cada ano um maior número de visitantes, devendo superar os 190 mil
visitantes neste ano.

 

 

 

 

Destaque:2284

Plantio de árvores nas Escolas

Nos dias 06 e 07 de Junho de 2013, a Prefeitura Municipal de Serafina
Corrêa, através do Departamento de Meio Ambiente, com o apoio dos
alunos das escolas municipais e estaduais, realizou o plantio de quase
30 mudas de árvores nos passeios públicos de várias ruas nos arredores
das escolas.
Com o objetivo de conscientizar os pequenos a respeito do meio
ambiente, os estudantes receberam orientações sobre a maneira correta
de plantio de mudas nesses locais, a forma de amarração nas estacas de
proteção, até como regar e cuidar das árvores que tanto embelezam
nossa cidade.
Comemorando a Semana do Meio Ambiente, a atividade foi realizada em
um clima de diversão e aprendizado com as crianças, momento durante o
qual forma informadas que esta é apenas uma das várias ações que estão
sendo realizadas no município e que precisam da colaboração de todos.
O Departamento de Meio Ambiente agradece a colaboração de
diretores, professores e alunos da Escola Estadual Geny Pinto Cadore,
da Escola Estadual 1º de Maio, da Escola Municipal João Corso e da
Escola Municipal Leonora Marchioro Bellenzier.

 

 

 

 

Minha singela campanha para que Jairo Jorge concorra em 2018 a governador do Estado recebe a adesão da RBS. O nosso prefeito aqui da nossa Canoa assina um texto na página de opinião da ZH e o colunista Paulo Santana faz uma coluna inteira pedindo o petista como governador já neste próximo pleito.

Também o atual governador, do Partido dos Trabalhadores ganha destaque na edição desta terça-feira, 2 fotos sorridentes, uma com o novo procurador e a outra com o novo secretário de Comunicação do seu governo. O fim das fotos de Tarso Genro com a cara fechada também revela que depois de séculos de um antipetismo institucional, a casa dos Sirotskys se abre aos Trabalhadores, iniciando uma distensão que parece ser de ambos os lados.

Remindo Sauim, de Canoas, a cidade do governador do Estado de 2019.

 

 

 

Coleguinhas

*

Sacanagem o que o Rogério, junto com o Otto Bede tá fazendo com o Villa. Inventaram os Ovnis de livramento. Qualquer dia, vai gente pra lá pra ver os discos voadores.

Não brinquem com o Rogerio. Foi ele que bolou o comendador ASPecir Umbrela.Episódio que contarei logo mais.

 

 

 

Coleguinhas

Roberto Tavares tá acrescentando as notícias do campo no programa da Maria Luiza....Não está só agora na musica nativista...

Como ele tem muita informação, acaba enriquecendo o programa...

O programa ganhou com isto!!!

 

 

 

Terezinha Chaise não quer falar....

Em paz consigo mesma, a ex-conselheira do Tribunal de Contas do Estado - foi posta lá pelo ex-governador Antônio Britto, indicada pelo seu partido, o PTB - Terezinha Irigaray não vai falar a Comissão da Verdade:

- A Maria do Rosário(ministra dos Direitos Humanos) me chamou pra falar...Mas pensei: o que os netos do Costa e Silva vão deizer se eu abrir o baú....

Cassada em março de 1969, num pacote que tirou os direitos políticos de sete deputados estaduais, todos do MDB - tres deles ainda vivem, ela ,Lauro Hagemann e Mozart Rocha, que mora em Pelotas, de onde é oiundo - outros quatro faleceram(Pedro Nunes,Brusa Neto,Darcilio Giacomomini, Rubem Lang -Terezinha Irigaray vai desfilando seus pedaços de memória para este repórter,enquanto dá um abraço ao jovem prefeito de Cambará do Sul que veio ao escritório onde ela trabalha, apenas pela parte da tarde.

Localizado no segundo andar do edificio Santa Cruz, o escritório atende basicamente prefeitos que precisam resolver situações jurídicas.

- Mas como, vocês só vem pela manhã, desconversa Terezinha pro prefeito de Cambará do Sul que está a caminho de voltar para aquela cidade Serrana.

Terezinha não guarda mágoas....de tudo o que sofreu junto com o ex-marido no tempo das cassações.

Ela ia ao bar do marido, o Barcaça, que funcionou na Garibaldi com Cristovão, e lá se sentia um ET, porque eraq observada como avis rara pelos curiosos frequentadores que iam lá apenas pra ver como um ex-prefeito da capital e uma ex-deputada tinham que dar duro pra sobreviver, agora.

- Tinha gente que ia lá que era cassado como nós, mas também ia quem não tinha nada a ver com isto.

eTerezinha também não menciona o ex-marido Sereno de quem se separou de forma tumultuada. tanto que ele não a cita em seu livro de memórias, em nenhum momento. Ela entanto o cita no seu livro À sombra da Revolução. Alguns a aconselham a editar nova edição mencionando os nomes dos personagens que ela omitiu na primeira e que está esgotada.

- Não vou fazer isto. O que os netos do Costa e Silva, que me cassou vão dizer, se eu abrir o baú, sentencia.

Quando me despeço dela, o sol está quase indo embora neste começo de inverno de 2013.A conheci no começo dos anos 90, quando eu pesquisava pro meu livro sobre Getulio Vargas. Ela morava então perto daquela feirinha que tinha nos fundos da Quintino Bocaiuva, num prédio que tinha lá. Fui lá pegar uma foto do dia do casamento do Leonel Brizola,já qu Tereiznha naquela distante 1 de março de 1950 era noiva de Sereno e lá compareceu.

Uma longa trajetória,sim.

Aos 77 anos, separada e já tendo perdido um filho, Terezinha não guarda mágoas.

Mas conbfessa que seu grande up grade foi quando Britto a colocou no Tribunal de Contas. Ali, aposentada do TCE, ela não deve um centavo a ninguém e é dona do próprio nariz.

- Não preciso dar explicações a eles, sentencia, sem esclarecer quem são os ' eles'.

Imagino que são quem anda remexendo nos ' baus' da vida, talvez querendo pegar vitrine encima do passado de quem tanto sofreu.

E antes que me despeça definitivamente, ela me pede pra ler a materia da ZH de domingo que conta um sequestro de uma avião comandado pelo Galeno Linhares, que foi naqueles anos casado com a atual presidenta Dilma Roussef.

 

 

 

 

Direto de Buenos Aires matando a saudade do feijão

 

De Buenos Aires
Gelson Farias

Já que falamos do arroz no blog, vamos falar do feijão! E para manter o hábito do arroz com feijão preto em Buenos Aires, tenho que fazer certo planejamento estratégico. Não é sempre que se encontra Porotos negros no supermercado. Por isso às vezes faço a troca por lentilha, mais comuns por aqui. A dica é, sempre que for ao super, dê uma passada na prateleira do feijão. Se encontrar o feijão preto, leve pra casa uns saquinhos e vá monitorando seu estoque. Para quem interessar... Buenos Aires tem feijão brasileiro. Um restaurante brasileiro na Calle Bonaparte, 568, em San Telmo. Posso dizer sem errar que o brasileiro que entrar em um Aeroporto, quase de forma simultânea, todos começam a ter saudades do feijão e salientar as coisas boas de suas vidas cotidianas. Aconteceu comigo. Nunca entendi muito bem isso. Acho até engraçado.

quilo. Também é possível encontrar feijão preto em um mercadinho do Bairro Chinês, na Calle Arribeños, em Belgrano. Mas lá é vendido a granel e não é barato. Meio quilo, 10 reais.  Outro dia fui dar uma volta no Paseo Alcorta, e resolvi dar um pulinho no Carrefour do shopping só para ver se tinha sorte. Foi assim: saí de casa pra tomar um café e voltei com quatro quilos de feijão preto... Feliz da vida!  Lembro que na Nova Zelândia entramos em um restaurante especializado em carnes e cordeiro.  Assim que nos sentamos, peguei o cardápio e a primeira coisa que falei: “Aqui não tem feijão!”.  Ora! É claro que não teria o feijão brasileiro no cardápio. Gosto muito de feijão e acho que já é parte inerente a minha vida. Sempre que retorno para Buenos Aires, trago alguns quilos de feijão na bagagem. A correria do dia-a-dia às vezes não deixa tempo para se preparar um feijão gostoso. Agora, com esta descoberta, do feijão brasileiro em San Telmo, fica mais fácil para se comer um bom prato do nosso feijão com arroz.

 Agora com o problema do feijão solucionado, os brasileiros como eu por aqui estão satisfeitos. O restaurante fica na área fashion de barzinhos, onde residem e trabalham  muitos brasileiros. O lugar é simples, pequeno, mas aconchegante. Tem o que tem de importante: o feijão brasileiro preparado com todo o carinho e com todos os ingredientes e tempero que um bom feijão deva ter.  Outra coisa boa é que além do feijão, eles vendem água que passarinho não bebe. As cachaças ai do Brasil. Todos os tipos. E para petiscar, pastéis de camarão, carne e frango bem quentinho. Uma verdadeira delícia. Mas o lugar conseguiu criar um espaço para aqueles brasileiros que no aeroporto já tem saudades do feijão. Em fim, uma boa alternativa, para matar saudade. Uma boa janela para os argentinos que ainda não conhecem a terra da felicidade e do samba.

Restaurante brasileiro
Endereço: Bonaparte, 568, San Telmo.  
Dias e Horário
: Terças a Sábado de 11h00min a 24h00min; Domingo de 11h00min a 20h00min. -
Formas de Pagamento
: Só em Cash, em dinheiro, e cartão ( todos ).
Telefone
: 4776 4807 –

 


 

 

 

 

os leitores deste blog orgulham o editor, como neste caso(Olides)

Um pouco de literatura não faz mal a ninguém e, neste fim-de-semana, li pela enésima vez o 1984. Orwel cria três conceitos que hoje representam a sociedade norte-americana:

1º conceito - O Grande Irmão (Big Brother) foi totalmente incorporado pelo governo dos EUA, hoje, através de centenas de departamentos que bisbilhotam a vida dos seus cidadãos e por uma rede de comunicação privada que blinda este governo.

2º conceito - O Duplipensar (Doublethink), que é conviver com idéias antagônicas, é exatamente o discurso dos americanos, guerra para a paz, prender para libertar, matar para viver.

3º conceito - A Novilíngua (Newspeak) é exatamente o inglês na internet.

A ficção de ontem é a realidade de hoje. E para quem não sabe, o país em que se desenrola 1984 nunca foi a Rússia Comunista, mas um mundo que viria a tina ao ser dividido entre Stalin, Churchil e Roosevelt, segundo Isaac Deutscher, amigo do escritor.

Remindo Sauim, de Canoas

 

 

 

Presidente da Procempa reúne-se com representação sindical
10/06/2013 19:07:17

O presidente interino da Procempa, Maurício Gomes da Cunha, esteve reunido na tarde desta segunda-feira, 10, com a direção do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados no Estado do RS (Sindppd/RS), esclarecendo a respeito das sindicâncias que serão abertas na empresa. “Queremos ter uma relação próxima com o sindicato nesse período. Pedimos essa união de esforços no momento, não só pela importância do trabalho de apuração que está sendo feito, mas, sobretudo, em função do fortalecimento da empresa”, adiantou o presidente.

Cunha explicou aos dirigentes a forma do trabalho a ser desenvolvido – com três sindicâncias a serem instauradas, e valorização do quadro de pessoal da companhia. O sindicato, segundo ele, tem condições de contribuir com esse processo. “Nosso movimento é de fortalecimento, é de apurar os fatos. Quero sair daqui com a certeza de que restabelecemos o fluxo dos processos, mas não iremos longe se não contarmos com o apoio dos funcionários e do sindicato”, afirmou.

A diretora do Sindppd, Vera Guasso, acredita que este é o momento de readequação da empresa. A dirigente deve indicar até esta terça-feira, 11, o nome dos representantes da entidade que irão compor as comissões.

Conjunto de fatores ambientais ocasionou morte de jacarandás
10/06/2013 17:07:09

Técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Smam) apontam um conjunto de fatores bióticos e ambientais que teriam levado à morte cerca de 80 jacarandás na avenida Osvaldo Aranha. Há cerca de dois anos, a secretaria vem monitorando jacarandás na Praça Daltro Filho e em vias como Praia de Belas, Borges de Medeiros, Felipe Camarão, Ipiranga e Osvaldo Aranha, pois foi constatado que vários exemplares apresentavam sinais de perda de vitalidade. Após análise feita pelo Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário Agronômica, foi identificada a presença de um fungo oportunista, o Phoma spp. Porém, este tipo de doença se abate em vegetais que já se encontram debilitados e, sozinhos, muito dificilmente levariam um jacarandá à morte. Conforme os técnicos, estresse hídrico, solo pobre em nutrientes e poluição do ar influenciaram esta situação.

Conforme a bióloga Regina Patrocínio, gerente da Zonal Sul da Smam, grande parte dos vegetais da Praça Daltro Filho e outras vias recuperou sua floração e, atualmente, encontra-se em bom estado fitossanitário. No corredor de ônibus da Osvaldo Aranha, porém, muitos jacarandás não resistiram e estão para serem removidos. “Estamos monitorando outros jacarandás na avenida. Caso não se recuperem terão de ser removidos também. Porém, todos os exemplares que forem suprimidos serão substituídos por mudas da mesma espécie”, afirma. Para a bióloga, um dos fatores que podem ter contribuído para a morte dos jacarandás é o terreno da região. “Ali no corredor da Osvaldo o solo é mais arenoso, mais pobre em nutrientes”, destacou.

O engenheiro agrônomo Sergio Luiz Valente Tomasini, diretor de Praças, Parques e Jardins, observou ainda que o jacarandá é uma exótica nativa da Argentina, onde o clima é mais seco. “Na época em que percebemos que os jacarandás apresentavam sinais de declínio, Porto Alegre havia passado por um período de muitas chuvas. Isso pode ter deixado os vegetais mais suscetíveis.” Tomasini aponta ainda a poluição atmosférica da região, devido ao intenso tráfego de veículos, como outro fator para a morte dos jacarandás da Osvaldo Aranha.

Porto Alegre Turística terá três etapas nesta semana
10/06/2013 18:31:33

O programa Porto Alegre Turística, da Secretaria Municipal de Turismo (SMTUR), promoverá três workshops com públicos diferentes nesta semana. As palestras acontecerão a partir de parceria firmada entre SMTUR e SENAT-RS e abrirão os cursos de inglês básico que a entidade oferece pelo Pronatec, na modalidade Copa na Empresa. O objetivo é apresentar aos participantes um panorama geral do turismo na cidade antes de começarem a capacitação no novo idioma.

A agenda inicia-se nesta terça-feira, 11, às 17h, com o workshop para taxistas. O grupo é formado por 15 profissionais. A capacitação ocorrerá no Aeroporto Internacional Salgado Filho, Terminal 2. Na quarta-feira, 12, o programa capacitará 20 integrantes do Corpo de Bombeiros. A qualificação terá início às 9h, na sede do 1º Comando Regional de Bombeiros, na rua Aureliano de Figueiredo Pinto, 345. E na quinta-feira, 13, serão qualificados 15 policiais militares. O curso começará às 9h30, no Comando Geral da Brigada Militar, na rua dos Andradas, 522.

Os cursos de inglês, com carga horária de 160h, são oferecidos a taxistas, integrantes da Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros e Brigada Militar, num total de 270 vagas.

Projeto de cinema para o vestibular será lançado quarta

A Secretaria Municipal da Cultura (SMC), pela Coordenação de Cinema, Vídeo e Fotografia, dá início a partir desta quarta-feira, 12, às 19h, ao projeto História no Cinema para Vestibulandos, com a exibição do clássico Xica da Silva, de Cacá Diegues, na Sala P. F. Gastal (Usina do Gasômetro – 3º andar). Após a sessão, ocorrerá a palestra Brasil Colônia e Escravidão, ministrada por Bertha Lohmann, graduanda em História pela Ufrgs, e Gabriel Torelly, historiador e mestrando em Educação e ensino de História na Ufrgs, com mediação de Nathália Boni Cadore.

Organizado pelos alunos do curso de História da Ufrgs, o projeto tem apoio do CineBancários/SindiBancários e estende-se até o mês de novembro, sempre exibindo filmes que contenham conteúdos da disciplina de História que caem no vestibular. Os palestrantes são graduandos, graduados, pós-graduandos e professores de História da Ufrgs, e o objetivo do projeto é relacionar a didática com os filmes, para ajudar na obtenção de um melhor entendimento dos conteúdos abordados na prova de História do vestibular.

As sessões do projeto História no Cinema para Vestibulandos, que conta ainda com apoio da Programadora Brasil, projeto do Ministério da Cultura de difusão do cinema brasileiro, são gratuitas.

Sinopse - Um dos maiores sucessos da história do cinema brasileiro, o longa-metragem Xica da Silva, de Cacá Diegues, resgata uma figura histórica verdadeira, a ex-escrava que seduziu o dignitário português João Fernandes e tornou-se uma mulher poderosa nas Minas Gerais do século XVIII. O filme foi um êxito de bilheteria no ano do lançamento (1976) e, de forma alegre e carnavalizada, não deixa de evocar a luta do povo brasileiro contra os poderosos. Xica é interpretada pela atriz e cantora Zezé Motta, no papel que a consagrou, e o contratador João Fernandes é vivido por Walmor Chagas. Grandes nomes como José Wilker, Rodolfo Arena e Stepan Nercessian compõem o elenco.

Xica da Silva, de Cacá Diegues (Brasil, 1976, 117 minutos). Com Zezé Motta, Walmor Chagas, José Wilker e Stepan Nercessian.

HISTÓRIA NO CINEMA PARA VESTIBULANDOS
Exibição do filme Xica da Silva, seguido de palestra Brasil Colônia e Escravidão
Palestrantes: Bertha Lohmann e Gabriel Torelly
- Data: 12 de junho – Quarta-feira, 19h
- Local: Sala P. F. Gastal (3º andar da Usina do Gasômetro)
- Fones: 3289-8137
www.salapfgastal.blogspot.com

Programação completa e mais informações sobre o projeto no blog:
http://www.historianocinemaparavestibulandos.blogspot.com.br/

 

 

 

Historias de la Undeze

Meu irmão Paulo andou por Serafina. Não estive lá, mas ele me trouxe figada e marmelada que comprou do fabricante perto da linha Dodeze...

DISSE que a vida social lá foi pequena...foi apenas com o Calixto num bar que abriu na av. Miguel Soccol...cujo nome não lembro agora...mas é um bom bar...EStive lá no começo tentando vender um anúncio prum produto que eu havia inventado....

Há versões na cidade de que o bar seria do irmão do Polaco, o Leta. Sabe-se lá de quem é o bar....

Isto pouco importa. Importa que o bar é bom e Serafina precisava disto.


Quanto a pizzaria Grão de Bico, Paulo me disse que o Chiarello não mais o toca. Ele teve um piripace de saúde e o subestabeleceu....

Chiarello, o Beto, tocava aquilo de forma muito intensa....

O coração não deve ter aguentado, mas é lá que no dia 17 próximo, na segunda que vem vamos participar do lançamento do Fes´pizza.

Vamos todos pra lá, uma penaque o Mazzarino não tenha confirmado ainda o convite....

Gostaria que fosse o Rogério Mendelsky, mas ele não sai de casa. Não tem vida social, como se diz.

O magrão vive pro seu programa. Chega as 4 e meia na rádio pra aprontar sacanagens pro Villa, de Livramento.

O Rogério sempre foi bom nisto..

 

 

 

Diversas

 

TEREZINHA IRAGARAY,EX-SERENO CHAISE, CASSADA NOS ANOS 60, FOI CONVIDADA PELA MINISTRA MARIA DO ROSÁRIO, DOS DIREITOS HUMANOS, PARA DEPOR NA COMISSÃO DA VERDADE. RECUSOU....

 

*

 

Terezinha , aposentada doTCE, presta consultoria num escritório que cuida de prefeituras do interior do Estado.

 

*

Aos 77 anos, mantém uma vitalidade invejável....

 

*

 

Na parede de seu escritório, uma foto dela com o presidente Getulio Vargas, quando do casamento de Leonel de Moura Brizola, em 1' de março de 1950, na fazenda Irigariaçá, interior de São Borja. No meu livro Getúlio Vargas, Depoimento de um filho, conto que Getúlio estava no seu autoexílio em São Borja e que foi buscado pro casamento de Brizola, já que era padrinho. Desculpou-se pela roupa que usava porque a maioria de sua roupa boa ficara no Catete, quando foi deposto em 1947.

 

Getúlio, matreiro, tirou esta foto que virou histórica. Terezinha era noiva de Sereno Chaise na ocasião e a foto batida pelo Carlos Contursi, tinha ainda uma outra Terezinha: Brochado da Rocha. Getúlio ao tirar a foto postou-se no meio das dua mulheres,e segundo Terezinha Irigaray, disse:

- Eu fico aqui no meio das Terezinhas.

 

*

Terezinha também me contou coisas saborosas do bar Barcaça, que foi de Sereno Chaise e dela, no começo dos anos 70. Ali iam muitos cassados e outros que iam pra ver os proprios que eram vistos como " Ets"

 

*

 

 

 

Até maio mais de 10 mil pessoas passaram pela Câmara de Vereadores refletindo em número recorde de proposições
Em 2013 a Câmara de Vereadores implementou a Gestão Pela Qualidade. Com esse trabalho, diversas ações foram incorporadas, entre elas; motivação e capacitação dos funcionários para a excelência no atendimento. Com isso, a Casa já está obtendo resultados significativos.
Segundo a secretaria da Casa, este ano o número de proposições apresentadas pelos vereadores até maio já ultrapassou toda a quantidade do ano passado. Isso demostra que as reivindicações feitas aos parlamentares pela comunidade estão sendo encaminhadas e que o trabalho no Legislativo aumentou consideravelmente.
A procura pelo serviço do Poder também cresceu. A partir do trabalho de identificação das pessoas que procuram a Câmara, implantado no início da atual gestão, foi possível obter a informação de que, em quatro meses (fevereiro, março, abril e maio), mais de 10 mil cidadãos visitaram a Casa Aparício Mariense. O número total de pessoas identificadas foi de 10.348 e nessa contagem não estão somados os públicos das sessões solenes, ordinárias, extraordinárias e audiências públicas.
Esses aumentos refletem a confiança da população no trabalho de seus vereadores e o empenho dos parlamentares e dos servidores públicos para bem atender a comunidade. A Câmara é aberta ao público das 8hs às 12hs e no turno da tarde os funcionários cumprem expediente interno.

 

 

 

Ucha que está de niver hoje dia 10.6 morou na Pensão da dona Maria. Ele relembrou pra mim:

'' ERA A PENSÃO DA DONA MARIA.AO LADO DAQUELA CASA GRANDE DO EXERCITO -ANTIGO CLUBE MILITAR. EU NÃO MORAVA LÁ, MAS PASSAVA O DIA COM ELES. MORAVAM O GELNIO LEMOS E O BENJAMIN(ADVOGADO) O KENNY BRAGA JÁ MORAVA EM TERESOPOLIS E O ELMAR(BICUDO) MORAVA COM O DARCI COSTA,NA TRISTEZA. EUMORAVA NUMA PENSÃO DA RUA RIACHUELO, ALI ONDE HOJE É O GRANDE HOTEL. PASSÁVAMOS O DIA ALI PORQUE SAÍAMOS DA FACULDADE DE JORNALISMO ( NA FILOSOFIA) AO LADO DA REITORIA, ONDE ÍAMOS COMER NO RU E DEPOIS ÍAMOS PARA O BAR DE UM PORTUGUÊS QUE TINHA NAQUELA NAQUELA QUADRA ANTES DO VIADUTO. PASSÁVAMOS A TARDE 0 A AULA ERA DE MANHÃ) BEBENDO LIMÃOZINHO ) NÃO ERA CAIPIRINHA) E DISCUTINDO POLITICA E ORGANIZANDO AS PASSEATA QUE FAZIAMOS COM O PESSOAL DA FILOSOFIA , DO DIREITO, DA ECIBINUAM DA NEDUCUBA E DA ARQUITETURA SAINDO DALI DA FRENTE DO ALASKA EM DIREÇÃO A BORGES DE MEDEIROS, ONDE MUITO APANHAMOS DA BRIGADA MILITAR"

UM ABRAÇO

DO DANILO UCHA!

 

 

 

coleguinhas

O gordo Ucha é um dos aniversariantes de hoje, segunda, dia 10.06. Conheço o gordo desde 1973, quando ele foi meu editor de Polícia.

Tenho uma boa relação de coleguismo com ele. Gosto muito do JN, que ele edita há muitos anos. O Ariozinho não te mandado o jornal pra cá,mas eu pego por ai...

O Gordo pegou um monte de filhos de sua mulher e botou alguns a trabalhar, como o Ariozinho....

Lembro que em 1982,quando a ZH mandou ele pra BA cobrir a Guerra das malvinas, mandaram a Jair pra lá porque fazia muito tempo que o Gordo tava na secura...

Ele ficou lá quase 40 dias, mandando noticias da guerra,que terminou com a Inglaterra vencendo..

Outra coisa que lembro do Gordo é que ele fez parte da republica da João Pessoa, ou seja, na pensão da dona Maria, que ficava perto do Touring. Ele, o Bicudo, o Glênio lemos, moravam lá e dividiam os tempos de pobreza. Ele era o únbico que ' não queria mudar o mundo'. Os demais, como o Kenny Braga, queriam a revolução. Hoje são todos burgueses como o gordo Ucha...

Parabéns ao Gordo...sei que ele é diabético e safenado. Fui vê-lo no hosptial Mãe de Deus, quando se operou.

Mas ele manda ver com seu blog, que sempre dou uma espiada, seu jornal da Noite,que é o que mais gosto. Não leio sua coluna do JC porque lá é puro regalito....( em jornalismo regalito quer dizer release....) que pra mim deve ir pra edição da ' sexta"

 

 

 

Coleguinhas

Não conheço o atual presidente da Aceg, onde sou associado. Mas mudaram tudo. Botaram lá só fotos de jogadores. Parece o sindicato dos jogadores, não dos jornalistas. antes tinha fotos dos jornalistas em BA, quando foram lá jogar....O atual presidente, que digo não conheço, mandfou tirar todosos penduricalhos que lembrasse o passado. meu Deus, nem tanto ao mar, nem tanto a terra.

*

Falar nisto, a ACEG não apita mais nada no Arena...a gente vai lá pra se credenciar, mas dizem sempre que é direto com a OAS...Melhor é fazer que nem o Laurinho que compra ingresso mas ele pode é marajá do Ministério Público.

*

 

 

 

 

Coleguinhas

Tenho escutado as sacanagens conjuntas do Otto/Mendelsky/Maria luiza pra cima do coitado do Villa sobre discos voadores em Livramento....quero dizer aos coleguinhas que tenho um amigo que já viu um sim....em Novo Hamburgo...o relato dele é impressioante. Ele não foi abduzido não, mas ficou impressionado...eu já tentei ver em serafina, mas nunca vi nada, só vi estrelinhas...

*

Na parada do onibus no domingo de noite, alguns jovens vinham do jogo do Gremio ...tinham pago 100,00 pilas pro ingresso. E acharam o máximo...Pô, como o futebol tá caro...

*

 

 

 

dias atrás te mandei uma foto do cafè de flore. aí vai outra de um dos muquifos favoritos do Sarte. mantei para tu ver, não para publicar, mas como tu é incorrigível, tu publicou. então, se tu publicar esta, pelo menos menciona que ela é do facebook do Museu Carnavalet (museu da história de paris).
abraço

 

 

O VILMO MEDEIROS QUE CONHECI
"Repórter é repórter em qualquer lugar, não importam as circunstâncias, os veículos, os tempos históricos. Tem de estar preparado para escrever sobre qualquer assunto, em qualquer lugar, a qualquer hora".

De Buenos Aires
Gelson Farias

Inevitável não escrever sobre o jornalista Vilmo Medeiros. Dizia que era difícil tentar conciliar a vida de “ilusões” com os ossos do ofício para administrar. Quando o conheci, era frequentador assíduo de uma boa churrascaria. Cabeção, seu apelido, era apreciador de uma boa dose de uísque – para espalhar o sangue. Comentava. Ele não era alcoólatra. Longe disso. O Vilmo, sempre foi conhecedor de um bom uísque. Também jogo nesse time e não vejo nenhum demérito em apreciar o que é bom. Tenho um sentimento pessoal, de autoestima e de gratidão por quem me ensinou alguma coisa no jornalismo. Reconheço isso gostando de viver. O Vilmo Medeiros, com aquele seu jeito bonachão, era um amigo para todas as horas. Há muito não o vejo e gostaria de conversar com ele.

Conheci o Vilmo Medeiros quando ele foi contratato para trabalhar na Editoria de Polícia d CJCJ, como editor e o Betinho ( falecido) chefe de reportagem. Nesse tempo eu já trabalhava lá com o Wanderley Soares – foi para a Zero Hora -- e Tibério Vargas Ramos. Confesso que Vilmo Medeiros e Roberto Ritz eram inseparáveis. Logo após a atividade jornalística, sempre havia uma festa para se comer uma boa carne. Os locais eram: o bar dois Maninhos, próximo a Ipiranga, O bailão do Darci Silva, na Assis Brasil e A garagem da gráfica Arte Final - amigo Asiz -nas proximidades do estádio Olímpico e logo depois na Mariano de Matos, no Partenom. Era o encontro de jornalistas com alguns policias, ( inspetores comissários e delegados). Fiquei algum tempo atrapalhando com o Vilmo (brigamos) e depois retornei à Zero Hora, outra vez com o Wanderley Soares. Foi neste período que a CJCJ quebrou as pernas e tudo terminou.

Sempre que havia problemas Polícia/Imprensa Vilmo e Beto eram chamados para apagar o incêndio.  Uma coisa é certa. Eles souberam fazer o trabalho jornalístico bem feito e dar a colaboração de boas relações públicas para a Polícia Civil e Brigada Militar.  (Claro que a participação de Vilmo e Beto no serviço de Imprensa da Secretaraia da Segirança Pública )na época do  coronel João Osvaldo Leivas Job, fortaleceu a amizade entre Polícia/ Imprensa em Porto Alegre. Uma boa costela no fogo terminava o atrito...
  Nos anos 70, até meados dos anos 80, havia alguns velhos delegados – conhecidos como calças curtas, não eram bacharéis em direitos – não gostavam nem um pouco de jornalistas. O período da ditadura para a maioria dos jornalistas que cobriam a área policial não era nada fácil. Estes delegados, muitas vezes agiam de forma arbitrária com jornalistas e radialistas – com a conivência de alguns deles –, em troca de informações privilegiadas. Naquele tempo havia esse sentido anarquista no pensamento dos delegados. Quem não se submetesse ao jogo eram vistos como inimigos da polícia. Posso dizer que o Vilmo Medeiros e o Betinho, souberam sincronizar a boa amizade Polícia/Imprensa, dando fim a essa falta de consideração para com os profissionais da imprensa.

 


 

 

 

A gurizada e os velhinho não compram mais a Playboy brasileira. Por três motivos, no mesmo dia em que ela vai para as bancas já tem as fotos escaneadas na internet. Em segundo lugar, na internet tem putaria que não acaba mais, com movimento e gemidos, e por fim que em qualquer praia brasileira os biquinis não escondem nada. Acaba a revista, mas o festival da bronha continua.

 

 

 

JÉSICA HERENÚ: UMA VERDADEIRA MUSA

De Buenos Aires
Gelson Farias

Para quem realmente gosta de uma bela mulher... Jésica Herenú não esconde a empolgação em ser a capa da revista "Playboy" argentina do mês de maio. A jovem, que ficou conhecida após participar do Big Brother da Argentina, de setembro de 2012, espera que a revista agrade aos "hermanos", mas não esconde a vontade de que homens de outros países gostem de ver suas fotos nuas, na revista.

Olides... Um deleite para os leitores do teu blog.


 

 

 

Olá Olides,
Permita-me remeter a Sem Pulo e Túnel do Tempo
deste sábado que escrevo na Folha Popular de Teutônia.
Abraço e bom fim de semana
Rudimar Thomas

 

 

 

Segundo a imprensa diária, Obama espiona telefones e internet. Anexa nossa resposta ao orelhudo americano.

 

 

 

Cotidiano...

Pois eu tou gostando de ficar em casa nos findi.....

*

Mazzarino, todos nós sabemos do teu talento...Mas fazer ' estrelismo' pra cima de SERAFINA é demais...dizer que liguem depois pra ver se ele pode ou não ir na Festpizza...que máscara santo dio...

* Pois tu eras bem mais simples quando fostes a Serafina e fostes muito bem acolhido peloBICO BRANCO no lançamento do meu livro que acabastes dando de presente prum amigo...

*

Bah, não sabia que em Encantando se botava estas máscaras...mas nós de LA UNDEZE a tudo perdoamos...

 

 

 

 


Peça

Fui com minha namorada ver o Sexo,Drogas e Rock and Roll no TSP....

Depois teve um debate com uma representante da Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre que ajudou a entender a peça e com o diretor Luciano Alabarse,que a adaptou.

Vi lá na platéia os médicos Carlos Augusto Ferrari e sua esposa,Dulce, ambos psiquiatras.

Também estava Clóvis Magalhaes e esposa,

Clóvis, o Maninho dos amigos, foi o braço direito do prefeito José Fogaça na gestão da prefeitura,antes de sair pra concorrer em 2010 ao Governo do Estado e ser derrotado por Tarso Genro.,

Sobre o diretor Luciano, ele dirigia na época do PT na prefeitura o Porto Alegre em Cena....depois sumiu e reapareceu na prefeitura de Canoas, com o prefeito Jairo Jorge, que foi quemo tirou do ostracismo.

Tanto que no prospecto que se ganha da peça, ele enche a bola do politico do PT

 

 

 

Imprensa

Nesta sexta, Pires de Miranda deu um roteiro dos locais que se pode reservar para o dia dos namorados...

Dia que os restaurantes e demais casas costumam lotar...

 

 

 

Olides. Foi a matéria. A gripe e colocou a nocaute... Fiz agora, um chá -- aqui começou um chuva fina sai pra comprar estes chás que vem pronto... Sorte que encontrei o Vick -- depois do meio dia e apertou agora a noite. Tem, um tumulto na Plaza de Mayo... Broana ca Cristina com o pessoal da CGT...

obs: este material do Vilmo, fiz uns relatos, pois tenho uma fotos dele em casa, na outra pasta... ele esta com o Beto, fotos que tua ainda não viu, acredito... TChau...

 

 

 

Funcionários da Câmara ajudam a recuperar o pomar da escola do Ivaí

Na semana do Meio Ambiente os servidores da Câmara participaram de uma ação ambiental na Escola Municipal do Ivaí. Para recuperar o pomar da escola, durante toda a manhã de sexta-feira (07/06), os funcionários do Legislativo capinaram, roçaram e limparam o mato que havia tomado conta do lugar.

A professora de Ciências e Técnicas agrícolas, Daiane Felício, conta que foram plantadas cerca de 500 mudas de árvores frutíferas, mas que, devido à faixa etária dos alunos ser muito baixa, não foi possível fazer a manutenção do pomar e o capim foi crescendo cada vez mais.

Como o Legislativo está trabalhando a consciência ambiental de seus servidores através do programa 4R’s (reciclar, reutilizar, reaproveitar e reduzir), os mesmos foram convidados pela professora e pela direção da escola a colaborar com o projeto ecológico da instituição. Os trabalhadores desenvolveram essa ação de forma totalmente voluntária.

O servidor, Josué de Lima, que organizou a ação, acredita que todos os seus colegas saíram satisfeitos com o resultado do trabalho. Ele considera que a atividade ecológica possui um caráter formativo e que por meio dela, os funcionários públicos puderam aprender técnicas e exercitar a mentalidade necessária para o convívio saudável e responsável com o meio ambiente.

“Atividades externas como esta são importantes porque aproximam a Câmara da comunidade e nos demonstram na prática que, com pequenas ações, podemos fazer a diferença, basta um pouco de envolvimento. Essa limpeza que fizemos no pomar da escola vai causar um impacto muito positivo para as crianças que estudam aqui, que poderão praticar ainda mais a educação ambiental. Nossa manhã foi maravilhosa, tivemos muito trabalho, mas ao mesmo tempo muita descontração. Certamente saímos felizes por ter ajudado um pouquinho os alunos aqui da localidade”, declarou.

No Rincão do Ivaí, os servidores, juntamente com o presidente da Câmara, Roque Feltrin, conheceram os projetos desenvolvidos na escola em prol da natureza e do meio ambiente. Na oportunidade, Feltrin entregou à diretora, Eva Moraes, a Cartilha da Sustentabilidade, lançada pela Câmara no Dia Mundial do Meio Ambiente e também um coletor de pilhas, para que os estudantes aprendam a fazer o descarte correto desse material.

Participaram da ação os servidores: Gilvana Campos e Jeferson dos Santos (gabinete ver. Marchezan), Daniele Souza (gabinete ver. Marcelo Robalo), Marta Rocha (gabinete verª. Ana Cláudia Gattiboni), Mirele Lersch (gabinete ver. Roque Feltrin), Jorge Motta e Cristiane Barboza (gabinete ver. Beto Souza), Josué de Lima (motorista), João Aquino (servente), Laor Wercher (servente), Michele de Ávila e Rosemeri Lopes(gabinete da presidência), Lilian Machado (assessora de imprensa), Paulino Medeiros (auxiliar operacional), Loreni Fagundes (auxiliar de tesouraria)e Liliosa Ribas (servente).

 

 

 

 

A mídia diminui de tamanho, Veja está demitindo 10% de seu quadro funcional e fechando uma dezena de títulos. A Record não agüentou pagar os três milhões mensais ao Gugu e deu-lhe um pontapé nos fundilhos. Como a internet está a roubar seus leitores e telespectadores, só cabe ao pessoal do século 20 ir encolhendo, encolhendo, encolhendo. Outra razão é seu pessimismo, os anunciantes encheram o saco do anti-petismo, eles querem é otimismo, querem é vender. Lula e Dilma viraram os maiores garotos propaganda do Brasil, só o consórcio Veja/Folha/Globo não sabe disso.

Remindo Sauim, de Canoas, a terra do governador do Rio Grande de 2019

 

 

 

 

hoje sabado, dia 8.6 é dia de passe livre nos onibus da capital. dia de vacinação...

 

 

 

 

 

CONVITE ILUSTRE

 

ALÉM DO PDT, ANDRE MACHADO FOI SONDADO PELA DEPUTADA FEDERAL MANOELA D'AVILA PRA CONCORRER A DEPUTADO FEDERAL PELO PCDOB.

 

 

 

 

QUEM E ESTA COLEGUINHA

Fiquei impressionado com a qualidade das perguntas que a coleguinha , a primeira da esquerda pra direita fez na coletiva do Fortunatti na quinta....

Não sei que veiculo representa, mas ela é muito preparada!

 

 

 

 

Bastidores da coletiva do prefeito Fortunatti na quinta passada!

 

 

 

 

 


O bom gosto do casal José Fernandes Martins e sua esposa Hieldls no lançamento no Margs da exposição "Pintura Brasileira" constituida de quadros do acervo pessoal de Martins e de Hields.

Fotos do Castencio, que está em todas....

Na primeira foto, a primeira dama , Sandra Genro, o governador Tarso e a secretária do Turismo(PCdoB) Abigail...Na segunda foto, o anfitrião José Fernandes Martins mostra um quadro exposto ao governador.Olançamento foi na segunda, dia 3.6

 

 

HISTORIAS DE

LA UNDEZE

MEDO DA GRIPE AVIÁRIA!

Com a gripe que anda por aí, me lembrei de um fato acontecido comigo alguns anos atrás quando ia pesquisar em Serafina pro meu livro Cosi La Ze Stata...Cheguei no ônibus que ia a Serafina no Laguinho, em Estrela, onde o ônibus ainda parava pra jantar...

Liguei a cobrar pro meu pai -era uma sexta- pra avisar que deixasse a porta aberta, porque eu chegaria as 11 da noite.

- Sta mia venher casa com cuesta gripe, me disse meu pai( não vem pra casa com a gripe que anda por aí....)

Não tendo o que fazer, fui pra casa e não deu nada....

 

 

 

 

 


O livro do Claudinho Pereira sobre a Noite vendeu tudo. Foram mil exemplares. Olha que isto é livro pra burro....

 

 

 

Memória da Imprensa

COI ERA PORRETA!

Tarso de Castro passou uma informação a Coi Lopes de Almeida( amboas brizolistas,ambos falecidos...)

Coi, louco que era e bom jornalista a divulgou....

Um médico muito conhecido, ex-reitor da UFRGS, foi pra cima de Erico Verissimo, pai do LFV, que era editor do Pato Macho, onde a noticia saiu.

Ela envolvia os bastidores da morte de um político muito ligado ao Inter.....

 

 

 

André Machado é candidato em 2014. a Deputado . Pelo PDT

 

 

 

Ciclovia da José do Patrocínio será entregue neste sábado
07/06/2013 09:45:40

Os ciclistas terão um novo espaço para seus deslocamentos na Capital. A partir das 10h de sábado, 8, será entregue à população a ciclovia da rua José do Patrocínio, bairro Cidade Baixa. Ela terá 880 metros de extensão, ligando as avenidas Loureiro da Silva e Venâncio Aires. Com o novo trecho, Porto Alegre contará com 14 quilômetros de ciclovias. O prefeito José Fortunati, o vice-prefeito Sebastião Melo e o diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, estarão presentes na abertura do novo trecho.

A nova ciclovia, que responde às normas do Plano Diretor Cicloviário, tem piso de asfalto, coloração vermelha, com semáforos exclusivos para ciclistas e sinalização indicativa. A pista é bidirecional (mão-dupla) e está localizada no lado esquerdo da via, no sentido do tráfego. Das 150 vagas atuais, serão mantidas 100 vagas para estacionamento junto à ciclovia, sendo liberadas mais 50 vagas das 20h às 8h. Foram mantidas vagas para carga e descarga.

Os próximo espaços exclusivos de ciclistas serão implantados na avenida Chuí (entre Icaraí e Diário de Notícias) e a rua Vasco da Gama/Irmão José Otão (entre Miguel Tostes e Barros Cassal) que, somadas, terão a extensão de 1,7 quilômetro. Todos os projetos são da prefeitura e atendem ao Plano Diretor Cicloviário. Até 2014, a prefeitura espera contar com 50 quilômetros na cidade.

 

 

 

Olides. Estou com uma gripe do cão. Foi o que deu pra fazer sobre o Vilmo. Aqui, hoje está , 19 g... Faz sol e estive no sol até agora. Un abrazo. Enriqueta/Gelson

obs: hoje estava vendo o blog. somente saiu a frase de uma boa mulher... "Para quem gosta, da Jesica Herenu..." As fotos... não?

 

 

 

 

 

A Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (SERGS) elegeu seus novos dirigentes para o biênio 2013/2015. Integram a chapa única registrada para o pleito, o eng. Hilário Pires, eleito presidente; o eng. Emídio Marques Ferreira, 1º vice-presidente; e o eng. Nelson Kalil Moussalle, eleito 2° vice-presidente. A posse será realizada no próximo mês de junho.

Um abraço

Todt

 

 

 

Redações antigas!

 

 

 

 

Redações de outrora..

 

 

 

 

Redações de antigamente!Hoje em dia isto nem pensar!

 

 

 

 

A displicência nas redações....sempre foi assim!!

 

 

 

 

Redações antigas sem computador,ainda.Esta é de SP



 

 

 

MAZZARINO te esperam em La Undeze pro lançamento da I Festipizza...

Se não fores, colocarão uma faixa no centro da cidade escrito; persona nom grata.


*

MAURO ROCHA TAMBÉM PODERIA DEIXAR SUA ESPARTANA E IR PRA LA NA SEGUNDA, DIA 17..MAS É PEDIR MUITO PRO FIOL DEL ZATOR.

ELE PODERIA IR NO COSTELÃO DA SAN PIERO QUE É NO DIA 14...MAS VARDA TI SE EL VA GOASTAR I SOLDI....

*

Vou ver se o rogério Mendelsky não quer ir...

 

 

 

Coleguinhas

É critico o estado de saúde de Silvio Lara. Está no IC de POA.

*

Lara éum excelente repórter

*

Colega Adriana Sabadin, da pref ade Serafina, se desdobra pra fazer o evento da pizza bombar.

 

 

 

Destaque:1940

Revitalização dos passeios públicos no entorno da Prefeitura

A Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa iniciou a obra de
revitalização dos passeios públicos no entorno do Centro
Administrativo Amantino Lucindo Montanari. O projeto objetiva apoiar o
desenvolvimento urbano, através da construção de novo passeio público
na quadra da Prefeitura, proporcionando melhor fluxo de pedestres e
adequar às normas de acessibilidade. Cerca de R$120 mil serão
investidos no projeto que tem previsão de término nos próximos dias.
As pedras retiradas serão reutilizadas em outro local.

 

 

 

site

 

Histórias da la Undeze

 

Um ex-prefeito de Serafina gosta muito de um pif, ou canastra,sei lá....

 

Não tem mais nada no nome dele....

 

Numa bravata, quando se entusiasma no jogo, poderia apostar até o lar....

 

 

 

Iniciou, em Maio de 2013, uma das maiores obras asfálticas do
município de Serafina Corrêa: a pavimentação de parte da Avenida
Arthur Oscar. Investimentos de cerca de R$ 800 mil, a obra está fase
final e proporcionará mobilidade urbana, infraestrutura, segurança,
trafegabilidade e qualidade de vida, dando acesso aos loteamentos mais
populosos do município de Serafina Corrêa.
O asfalto da Avenida Arthur Oscar iniciou no Trevo São Cristóvão até
a Rua das Hortênsias, próximo ao Ginásio Municipal Valdomiro Castro,
11.100,00m² de área pavimentada, além da sinalização horizontal e
vertical, que será feita nos próximos dias.

 

 

 

CPI da Telefonia ouve coordenadora do Procon
“O Procon de Porto Alegre se tornou um grande call center das empresas de telefonia”. Assim a coordenadora do Procon de Porto Alegre, Flávia do Canto Pereira, definiu o papel que o órgão tem desempenhado diante do grande número de reclamações às empresas do setor, em reunião da CPI da Telefonia Móvel, da Câmara Municipal, na manhã desta quarta-feira (6/6)

A coordenadora apresentou números que demonstraram que as empresas de telefonia estão em primeiro lugar no ranking das reclamações no órgão de defesa do consumidor – foram cerca de cinco mil denúncias entre janeiro e maio de 2013. “O cidadão da Capital aprendeu a reclamar, porque ele sabe que se não for atendido pelas empresas – e em muitos casos não é – poderá ter seus direitos defendidos pelo Procon”, garantiu.

Flávia detalhou uma série de ações para melhorar os serviços. Em 2012, explicou, o Procon entrou com uma medida cautelar, com base no Código de Defesa do Consumidor (CDC), e a questão chegou ao extremo de uma suspensão dos serviços, além de multas pecuniárias e contrapropaganda (anúncios em jornais ou revistas de grande circulação com explicações à população, pagos pela própria empresa que lesou o consumidor).

Com tudo isto, lamenta a coordenadora, não houve melhoria na comunicação móvel e, neste sentido, ela faz duras críticas à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), “que não regula, não vem às audiências públicas e CPIs e deixa abarrotados os Procons municipais”.

Para o presidente da Comissão, vereador Clàudio Janta (PDT), a colocação da convidada é correta, uma vez que seria a falta de regularização das empresas e do sistema a maior responsável pelo “caos dos telefones”, como as falhas na cobertura em muitas áreas.

“Sem contar a questão do 4G, em que a Anatel liberou a propaganda e o sistema nem funciona ainda. Eles vão ter que explicar isto na próxima semana”, cobrou Janta, lembrando que na próxima sessão da CPI está prevista a presença de representante da Agência.

Participaram da reunião os vereadores Delegado Cleiton (PDT), Mário Manfro (PSDB), Elizandro Sabino (PTB), Any Ortiz (PPS), João Carlos Nedel (PP), Fernanda Melchionna (PSOL), Lourdes Sprenger (PMDB) e Reginaldo Pujol (DEM).

 

 

 

João Pedro Stedli, do MST, foi já chefe de gabinete de Balthazar de Bem e Canto, secretário da Agricultura de Amaral de Souza...

Não tem nada, Maria Luiza Jaeger é filha de Ariosto Jaeger, um deputado estadual da Arena, o ' maior partido do Ocidente" segundo Francelino Pereira.

 

 

 

Prefeitura prepara operação conjunta para jogo Brasil e França
06/06/2013 17:28:12

A Prefeitura de Porto Alegre está preparando uma operação conjunta para o jogo amistoso entre as seleções de Brasil e França, que ocorre no próximo domingo, 9, na Arena do Grêmio. O planejamento envolve Mobilidade Urbana, Segurança, Saúde e Fiscalização e será finalizado nesta sexta-feira, 7, no Centro Integrado de Comando da Cidade de Porto Alegre (Ceic), em reunião coordenada pelo vice-prefeito, Sebastião Melo.

O objetivo é integrar os diferentes serviços envolvidos em grandes eventos e garantir o compartilhamento de informações e o atendimento de qualidade à população. Considerado o primeiro teste da Capital para a Copa do Mundo de 2014, o jogo deve reunir mais de 50.000 pessoas, e contará com grande efetivo da prefeitura. Já no domingo, a movimentação de torcedores e o evento serão acompanhados pelo CEIC, com a presença do prefeito José Fortunati.

Íntegra da matéria: http://www2.portoalegre.rs.gov.br/portal_pmpa_novo/default.php?p_noticia=161167&PREFEITURA+PREPARA+OPERACAO+CONJUNTA+PARA+JOGO+BRASIL+E+FRANCA

 

 

 

FALTARÁ AREIA?

O prefeito José Fortunatti disse que não sabe que poderá faltar areia pras obras da capital ...

Se isto acontecer, entrará areia nos projetos da Copa 2014.

 

 

 

Da noite....

 

Na noite da ultima segunda, dia de um evento no Margs, do empresário José Antônio Fernandes Martins(presidente da Associação do Aço do RS e diretor da Marcopolo) a primeira dama Sandra Genro ficou mais tempo no evento do que o marido.

 

*

 

Neste evento, também estava o colunista social mais conhecido da capital, Paulo Raimundo Gasparotto.

 

 

 

Maurício Cunha assume Procempa

O Conselho de Administração da Procempa deu posse, na tarde desta quinta-feira, 6, ao presidente interino da companhia Maurício Gomes da Cunha. Advogado e, até então coordenador-geral da Secretaria de Gestão, Cunha assume a presidência também com a missão de manter a excelência de prestação de serviços na Companhia. “Nossa preocupação e foco, neste momento, é de qualificar o controle interno de forma a dar total transparência a todos os atos da gestão”, anunciou

Após o término da reunião do Conselho, o novo presidente esteve em reunião com os gerentes de área da empresa. As medidas anunciadas pelo prefeito José Fortunati nesta manhã foram informadas aos gestores. “A Procempa tem um trabalho de excelência e um quadro técnico qualificado, que deve ser valorizado”, disse Cunha.

Perfil- Advogado graduado pela PUCRS, cursa pós-graduação em Direito do Estado pela Ufrgs, 39 anos, natural de Cachoeira do Sul, RS. Atua na prefeitura desde abril de 2005, atualmente vinculado à Procuradoria-Geral do Município (PGM). Foi coordenador jurídico da Secretaria de Gestão, assessor do Gabinete do Prefeito e da PGM. De 2011 a 2012, foi secretário-adjunto da Secretaria de Gestão, órgão no qual também exerceu a coordenação-geral, ligado ao desenvolvimento de ações como o Projeto Integrado Socioambiental (Pisa), o Projeto Integrado Entrada da Cidade (Piec), o Metrô de Porto Alegre e a qualificação do Mobiliário Urbano. Antes de integrar a administração municipal, trabalhou por quatro anos no Tribunal de Justiça do Estado (TJ-RS).

 

 

 


Serafina Corrêa, 06 de Junho de 2013.

Boa tarde Olides!
A ACISCO, através do Gabinete do Prefeito de Serafina Corrêa, convida
para o Lançamento do Festipizza para a Imprensa que acontecerá na
segunda-feira, 17 de Junho, às 18h, na Pizzaria Grão de Bico, em
Serafina Corrêa. Segue, anexo, o convite para o referido evento.

Para melhor organização, solicitamos que retorne este e-mail,
confirmando sua participação.

Agradecemos sua atenção e contamos com a sua presença!


 

 

 

HISTORIAS DA IMPRENSA

 

STIHL, CONTRA QUEM LOIR FALAVA MAL....

 

Loir Gonçalves, fotógrafo, hoje aposentado morando em Torres, tinha verdadeiro pavor de moto serra. Pegou implicância com a Stihl, de Nova Petropolis.

 

Mas um dia João Carlos Terlera, também conhecido por ser um dos mais competentes repórteres políticos que passaram pela imprensa gaúcha, pegou Loir com o chamado ' batom na cueca".

 

- Entrei na sala onde se revelavam as fotos e lá estava o falecido Raimundo revelando fotos do Loir.

 

- De quem é isto, perguntou Terlera?

 

- Do Loir , disse o cara.

 

Bah,disse Terlera, me dá dois exemplares.

 

E aí levou pra sala pra mostrar pra todo mundo....

 

- Olha o nosso Lutzenberger ai que agora tá fazendo fotos agora de arvores derrubadas pelas moto serras da Stihl...

 

Em tempo:

Loir passou de critico da Stihl pra fotógrafo das árvores cortadas em Nova Petropolis.

 

Só o Terlera mesmo pra se lembrar de uma história destas.

 

Outra do Loir

 

Quando saiu da Zero comprou toda a indenização em filmes. Comprou 3 mil filmes e montou uma locadora.

 

Em Torres.

 

Lá depois foi a bancarrota....

 

 

 

Em cumprimento à determinação do prefeito José Fortunati, o vice-prefeito Sebastião Melo e o procurador-geral do município, João Batista Linck Figueira, entregaram, na tarde desta quinta-feira, 6, cópia do relatório de inspeção especial que apurou ocorrências na Companhia de Processamento de Dados de Porto Alegre (Procempa) ao procurador-geral de Justiça interino, José Barroco de Vasconcellos. A audiência foi realizada na sede do Ministério Público/RS.

Segundo Melo, o objetivo é contribuir com as apurações e dar transparência a todo o processo. “Queremos que o esclarecimento dos fatos ocorra da melhor maneira possível. É nosso dever dar conhecimento aos órgãos competentes para que esses tomem as medidas cabíveis que julgarem necessárias”, afirmou o vice-prefeito. A documentação entregue ao MP pela prefeitura está disponível para consulta na Procuradoria-Geral do Município (PGM).

Determinada pelo prefeito em 17 de abril deste ano, a conclusão da inspeção especial foi entregue na noite de quarta-feira, 5, pelos servidores da PGM e da Secretaria Municipal da Fazenda (SMF). A análise de documentos apontou inconsistências em atos na Procempa, como descumprimento de apontamentos de auditorias anteriores, dispensas de licitação, incorreções ou falta de comprovação referentes a pagamentos e despesas de eventos, vale-alimentação e repasses à associação dos funcionários da companhia. A análise indicou ainda a necessidade de aprofundar a avaliação de despesas dos planos de saúde e odontológico.

 

 

 

mais fotos dos caigangues na frente do Piratini. Fotos do Luizinho, do PDT

 

 

 

 

 

mais fotos dos caigangues na frente do Piratini. Fotos do Luizinho, do PDT

 

 

 

INDIOS CAIGANGUES NA FRENTE DO PIRATINI...

 

 

 

 

Associação dos Amigos da Tradição e Folclore elege diretoria

A assembleia da Associação dos Amigos da Tradição e Folclore (AATF), realizada nesta quarta-feira, 6, na sede da Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore (FIGTF), reelegeu o servidor público federal Ronaldo Silveira Pereira na presidência da entidade. Os associados também escolheram os demais integrantes da diretoria executiva e do Conselho Fiscal para 2013/2014.

Ronaldo explica que a AATF continuará sendo parceira da FIGTF na realização de ações em prol da cultura. “Nossa meta é concluir o projeto “1º Festival de Gastronomia do RS” - que acontece nos dias 25 a 30 de junho, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio - ; ampliar a participação na elaboração e execução da programação cultural da Expointer; continuar ajudando na organização do desfile da Semana Farroupilha de Porto Alegre; manter a parceria com o Sistema Estadual de Museus, entre outras ações”, ressalta. Ronaldo lembra que a associação também tem um comprometimento com o governo do Estado, que concedeu o alvará da governança. Segundo Ronaldo, com isso a entidade obteve habilitação para trabalhar com verba pública. “ Essa concessão significa que conquistamos credibilidade, graças ao trabalho sério realizado pelos associados. A confiança nos possibilitou acesso a todos órgãos públicos e a execução de ações pela tradição e folclore”. O prestigio da associação também pode ser comprovado pela participação, na assembleia, de personalidades importantes do tradicionalismo, como o presidente do MTG, Erival Bertolini, Laureci Gulart, Martim Damasco, Carmem Damasco e Edison Soares, além dos diretores da FIGTF.

Para o presidente da FIGTF, Rodi Pedro Borghetti, a associação vem prestando um inestimável serviço à instituição e à tradição e o folclore do Estado. “Constituída por pessoas idealistas que trabalham voluntariamente, a AATF participa ativamente dos projetos elaborados pela fundação, entre eles, a Semana Farroupilha, Expointer e recentemente como promotora do Festival de Gastronomia do RS”. Borghetti ressalta também a capacidade e a vontade de Ronaldo Pereira em conduzir a associação juntamente com seus companheiros da direção e Conselho. “ Graças ao seu trabalho, a AATF conquistou prestígio e credibilidade junto ao governo e à sociedade”, argumentou Borghetti.

Nova diretoria 2013/2014
Presidente – Ronaldo Silveira Pereira
Vice-presidente - José Luis Iserhard
1ª Secretária – Martha Huffel
2ª Secretária – Daniela Campos
1ª Tesoureiro – Volnei Brandão
2º Tesoureiro – João da Luz
Conselho Fiscal - Airton Marchese, Sérgio Verissimo, José Roberto Moraes, Silmio dos Santos, Nilza Lessa e Adão Zeno Gularte

Veja as fotos no http://www.igtf.rs.gov.br/?p=3841

 

 

 

Prefeito anuncia medidas e novo presidente da Procempa
Qualificação do controle interno, instauração de sindicâncias, revisão dos planos de saúde e odontológico e de procedimentos referentes à realização de eventos e distribuição de vale alimentação estão entre as providências anunciadas pelo prefeito José Fortunati na manhã desta quinta-feira, 6, em entrevista coletiva. As medidas foram adotadas com base no relatório da inspeção especial que apurou ocorrências na Companhia de Processamento de Dados de Porto Alegre (Procempa). Fortunati apresentou ainda a indicação do advogado Maurício Gomes da Cunha para a presidência interina da empresa. (vídeo) (fotos)

Determinada pelo prefeito em 17 de abril deste ano, a conclusão da inspeção especial foi entregue na noite de quarta-feira, 05 pelos servidores da Procuradoria-Geral do Município e da Secretaria Municipal da Fazenda. A análise de documentos apontou inconsistências em atos na Procempa como descumprimento de apontamentos de auditorias anteriores, dispensas de licitação, incorreções ou falta de comprovação referentes a pagamentos e despesas de eventos, vale alimentação e repasses à associação dos funcionários da companhia. A análise indicou ainda a necessidade de aprofundar a avaliação de despesas dos planos de saúde e odontológico.

Providências - Fortunati enfatizou o compromisso da gestão com a transparência, afirmando que demandou a inspeção a partir de apontamentos identificados pelos órgãos de controle do município. “Os servidores realizaram um trabalho exaustivo para avaliar os fatos, e agora a prefeitura adotará todas as providências legais cabíveis para apurar as responsabilidades pessoais de quem cometeu falhas ou irregularidades, seja por incompetência ou má fé”, disse o prefeito.

A presidência da Procempa será assumida interinamente por Maurício Gomes da Cunha, indicado pelo prefeito e confirmado pelo Conselho de Administração da empresa em reunião nesta quinta-feira. 06. Advogado, Maurício atua na prefeitura desde 2005 e atualmente está vinculado à procuradoria. O novo gestor terá a tarefa de dar continuidade às apurações.

Serão instauradas sindicâncias para identificar as responsabilidades e o grau de atuação de pessoas físicas e jurídicas envolvidas nas falhas nas rotinas da empresa. “Será investigado tudo o que caracterize ilicitude, fragilidade ou postura não condizente com a administração pública”, reforçou Fortunati.

As medidas anunciadas incluem ainda aperfeiçoamento dos controles internos da Procempa, principalmente quanto à contratação de fornecedores e liquidação de despesas, suspensão cautelar dos repasses à associação dos funcionários e revisão imediata dos critérios dos planos de saúde e odontológico e da concessão de vale alimentação. Nenhum evento será promovido ou patrocinado pelo município sem a autorização prévia de um grupo de trabalho integrado por seis secretarias e criado há mais de 30 dias.

Transparência - O prefeito determinou a total colaboração da administração com o Ministério Público (MP-RS), o Tribunal de Contas, a Polícia e demais órgãos públicos de fiscalização. Às 15h desta quinta-feira, 06, o vice-prefeito Sebastião Melo e o procurador-geral do Município, João Batista Linck Figueira, terão audiência com o procurador-geral de Justiça interino, José Barrôco de Vasconcellos, para entregar ao MP-RS cópia do relatório da inspeção especial. Após a apresentação ao órgão, a documentação estará disponível para consulta na Procuradoria-Geral do Município.

Maurício Gomes da Cunha, presidente interino da Procempa: Advogado graduado pela PUCRS, cursa pós-graduação em Direito do Estado pela Ufrgs, 39 anos, natural de Cachoeira do Sul, RS. Atua na prefeitura desde abril de 2005, atualmente vinculado à Procuradoria-Geral do Município (PGM). Foi coordenador jurídico da Secretaria de Gestão, assessor do Gabinete do Prefeito e da PGM. De 2011 a 2012, foi secretário-adjunto da Secretaria de Gestão, órgão no qual também exerceu a coordenação-geral, ligado ao desenvolvimento de ações como o Projeto Integrado Socioambiental (Pisa), o Projeto Integrado Entrada da Cidade (Piec), o Metrô de Porto Alegre e a qualificação do Mobiliário Urbano. Antes de integrar a administração municipal, trabalhou por quatro anos no Tribunal de Justiça do Estado (TJ-RS).

 

 

 

Tomei um traguinho hoje de meio-dia no Tuim...Lembrei-me do fotógrafo Erno Schneider que andou por aí tempos atrás....

 

 

 

NO ULTIMO DOMINGO, NA FRENTE DO GUAIBA, O COLEGA ANTONIO GOULART RECEBEU A COMENDA DO VINHO. LOGO ELE QUE SÓ ENTORNA UISQUE E CEVA....NO FUNDO O BARCO COM OS ITALIANOS NO DIA DO VINHO.

 

 

 

Com o céu cor de vermelho, era certo que iria chover. Já disse o André Haar na Guaíba hoje de manhã....

 

 

 

Olides. Para quem gosta do feijão... Que delícia meu caro amigo.; Por ora é isso. Gelson.

 

 

 

Olides. O frio, hoje aqui, em baía Blanca, antes um pouco de chegar ao Ezeia, é de matar o velho. Estou no trabalho, mas de luva, cachecol e roupa pesada... Não é fácil meu caro... Um abraço. gelson

 

 

 

Olides, bom dia. Gostou da matéria sobre o repórter policial de... Agora para quem gota... Jesica Herenu...

 

 

 

JÉSICA HERENÚ: UMA VERDADEIRA MUSA

De Buenos Aires
Gelson Farias

Para quem realmente gosta de uma bela mulher... Jésica Herenú não esconde a empolgação em ser a capa da revista "Playboy" argentina do mês de maio. A jovem, que ficou conhecida após participar do Big Brother da Argentina, de setembro de 2012, espera que a revista agrade aos "hermanos", mas não esconde a vontade de que homens de outros países gostem de ver suas fotos nuas, na revista.

 

 

 

Nos tempos da JUC-5

Este site também se presta pra rememorar a história de Porto Alegre. Nela estou eu e meus amigos que moravam na JUC-5, tudo estudante gringo que veio do interior pra fazer a capital. Lembro do bonde que passava na Venâncio. Eram tempos pobres, mas digamos que passamos bem. Comíamos feijão,arroz,qualque bigoli(massa) e líamos o Correio do Povo, que vinha de graça.

Na foto 003 - o famoso Casaco da Wollens Maganize, aquele da escadinha da Alberto Bins, onde o Darci Trombetta era modelo. Vê se pode, um grosso e tosco de Guaporé, ser modelo de um casaco da Wollens.

Hoje o Trombeta tem uma oficina mecânica na Santana. Fui lá alguns anos atrás quando ele me emprestou estas fotos.

Junto do Darci Trombetta, que tinha um karman ghia.... o ' pessoal de Criciuma' como era chamado. Havia ali um Coling, que fora seminarista(nada contra, quanta boa gente foi seminarista antes...seria um preconceito bobo...)

Foto 4-- Darci Trombetta e o pessoal da JUC-5 jogando futebol na Redenção em 1965)

foto foto 1 - Parque Farroupilha - Colling, Trombeta e outros no Parque da Redenção. em 7.9.1965(claro era um dia feriado por ser o dia da Pátria, então o pessoal que trabalhava feito um ' condenado' podia sair pra um pequeno recreio)

foto 2 - Porto Alegre janeiro de 1965 -

na Entrada da JUC-5 havia um abacateiro(olha aí a música do Gilberto Gil...) Coling seminarista,Darci Trombetta,Isaías Ortiz Pinto( o Torão)...desconhecido....Geraldo Prior, desconhecido...

todas as fotos são do arquivo pessoal do Darci Trombetta.

 

 

 


----- Au! Au!


Antonio Augusto Bandeira



Ricardo sempre gostou de viajar. Desta feita saiu do Salgado Filho (Porto Alegre) num avião da Copa,sete horas, Panamá,duas horas e pouco,Cancun.

Nunca esquecendo que Cancun fica numa diferença de fuso horário de mais duas horas.Na saída do avião, no braço que liga com o Aeroporto, viu um soldado , fardado, com um imenso cachorro branco,não ligou mais adiante tinham uns tres soldados todos com cachorros grandes.Um saltou na mochila do Ricardo.

Vamos recordar. Ricardo sempre teve medo de cachorros (sempre perguntavam para ele se havia sido mordido,Resposta-não !)
Até que na Irlanda encontrou o Thor( um lindo cachorro branco numa granja) que sem querer se aproximou e o tocou, A fobia desapareceu...

Desta vez, sem medo, Ricardo ficou indignado e começou a gritar com os soldados-" Vocês deviam serem assim recebidos no Brasil.Reciprocidade de tratamento!."

Depois ficou sabendo que no México existe muita droga... Bom na volta aconteceu o mesmo. Só que Ricardo ficou quieto pois um menino , de susto, chegou a cair.

Num pais de drogas a chegada e a saída foram uma droga!

Mas a beleza de Cancun superou tudo!

 

 

 

Daniel Galera o escritor que passou um ano e meio em Garopaba pra escrever um romance - editado pela Cia das Letras , que é Banco Itau(era do Unibanco)em2007.me sabe que Garopaba foi esta. Quando lhe disse que eu a conhecera nos anos 70, ele apenas disse:

- Então você é um desbravador....é pode ser.

 

ai vão as fotos

foto 3 - meados dos anos 70, da torre da igrejinha que dizem está lá até hoje.

 

foto 4 - Garopaba nos anos 70

 

foto 5 - Garopaba nos anos 70

 

foto 2 O autor em Garopaba no começo dos anos 70, em Viamão, foto do Totti.No meio dos pescadores.

 

foto u.tima: O autor pegando carona em Viamão na RS-040 indo pra Cidreira. De lá pegávamos carona pra Garopba.

 

 

 

Destaque:imagem

Jogos Típicos Italianos em Serafina Corrêa

Serafina Corrêa, a cidade simpatia, completa, em Julho, os 53 Anos de 
Emancipação Político Administrativa. A programação comemorativa 
abrangerá diversos e variados eventos, com resgate cultural, 
homenagens, diversão, entretenimento e muita alegria. Nos meses de 
Junho e Julho, a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Turismo 
estará realizando os Jogos Típicos Italianos.
Acompanhe o cronograma, participe, prestigie, divirta-se, as 
inscrições são gratuitas:

TORNEIO DE TRISSETE - 14 DE JUNHO DE 2013 ? SEXTA-FEIRA:
JANTAR NA COMUNIDADE SÃO PEDRO, ÀS 19:45.
CARDÁPIO: COSTELÃO E SALADAS.

TORNEIO DE BRÍSCOLA - 21 DE JUNHO DE 2013 ? SEXTA-FEIRA:
JANTAR NA COMUNIDADE FÁTIMA, ÀS 19:45.
CARDÁPIO: FRANGO, SALSICHÃO, MASSA E SALADAS.

TORNEIO DE ESCOVA - 28 DE JUNHO DE 2013 ? SEXTA-FEIRA:
JANTAR NA COMUNIDADE SÃO JOÃO, ÀS 19:45.
CARDÁPIO: JANTAR CAMPEIRO.

TORNEIO DE CANASTRA - 05 DE JULHO DE 2013 ? SEXTA-FEIRA:
JANTAR NO RESTAURANTE GIARETTA, ÀS 19:45.
CARDÁPIO: COSTELÃO E SALADAS.

ENCERRAMENTO DO TORNEIO DE CANASTRA - 12 DE JULHO DE 2013 ? 
SEXTA-FEIRA: JANTAR NO BAR DO BÓLLIS, ÀS 19:45.
CARDÁPIO: CHURRASCO E SALADAS.

Participe! Inscrições gratuitas. Mais informações: 3444 2166.

 

 

 

Historias de La Undeze

Meu irmão Paulo vem pro fim de semana em La Undeze. Não estarei lá mas sei que el va manhar patate...(vai comer batata)

Vem ver os pais que são velhinhos. Também estou com saudade do meu velho pai e da minha mãe.

Mas estou tri atarefado com o baixamento de umlivro, que dá um trabalho hercúleo.

Depois irei. Fui uma vez ao mês a La Undeze quando fazia meu livro Cosi la ZE stata...

Como o Daniel Galera enfiado em Garopaba pra escrever seu romance, também me enfiei na capela san piero, onde ia tomar tragos, falar com os colonos,rememorando velhas histórias que eu tinha apenas como vaga lembrança.

Me lembro dosábado que decidi o titulo do livro que inicialmente numna homenagem ao falecido colega Olyr Zavaschi se chamaria Histórias de la Undeze.

Aconteceu num verão,num sábado à tarde. Estava no velho barracão da capela são pedro, quando o Telvo Bazzo me recordou uma história que agora não lembro o que foi...

Quando ele se levantou pra ir ao banheiro ele disse no dialeto deles(e meu também)

- Mi vo pissar( eu vou mijar)

Depois, num gesto premonitório, se virou pra mim e disse em alto e bom som:

- COSI LA ZE STATA..

Como um relampago vi ali o titulo do meu livro...Não havia nada mais definitivo...

Como um abraço que uma madrugada você recebe num parque e que sabe que ele quer dizer muita coisa....

Quando cheguei no hotel Ca dei Monti - sempre gostei deste titulo, que foi dado pela turma da preservação do dialeto, entre eles Bi Cervieiri e Beto Arroque - a Lucvimar Magon estava lá na portaria . Era fim de tarde e eu lhe contei a história da frase do colono que foi sempre amigo do meu pai, participante de toda uma história de vida....e com quem tomei muita cachaça e graspa em fins de tardes de sábado...estava ali colhendo as histórias que ele me contava...

O narrador precisa do conteúdo, pra inventar seu temário...

Um dia a Lucimar me lembrou que eu tinha comentado com ela o titulo do livro...

Fica assism mesmo então...

Agora meu írmão me diz que o Luis Canton costuma dizer:

=- Ti te ve bem que te ghe el acoa encanada...numa tradução mais literal quer dizer, você vai bem que está com o burro amarrado na sombra...

 

 

 

Presidência
Fortunati entrega Plano Plurianual para o Legislativo

O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, entregou, na tarde desta quarta-feira (5/6), à Câmara Municipal, a proposta do Plano Plurianual – PPA 2014-2017. Em nome do Legislativo, o presidente Dr. Thiago Duarte (PDT) destacou a sensibilidade do prefeito, do vice Sebastião Melo e dos secretários envolvidos na elaboração do PPA para com a necessidade de ampliar os investimentos em qualificação do poder Legislativo. “Esperamos que a cidade, além da capital da democracia participativa, seja também conhecida como a capital da democracia representativa”, afirmou.

Pelo projeto do Executivo, avalizado na noite de terça-feira (4/5) pelo Conselho do Orçamento Participativo (OP), a projeção de receita para 2014 será de R$ 5.673.584,917,00. Com a presença de vereadores de todas as bancadas, Fortunati ressaltou os principais pontos do PPA, especialmente a sua construção diferenciada a partir da reforma administrativa aprovada pela Câmara no ano passado, o que, segundo o chefe do Executivo, já tem o reconhecimento de entidades nacionais como o Movimento Brasil Competitivo. “Aprendemos que é impossível trabalhar separadamente o planejamento estratégico da execução orçamentária porque quando descasadas criam dificuldades lá na frente”, justificou.

Áreas essenciais

Fortunati disse ainda que a marca dos 23 anos do OP está presente e tem o aval unânime do Conselho do OP; que o PPA está adequado à realidade econômico-financeira do país, “na qual os municípios, desde 1988, vêm gradativamente perdendo receitas tributárias”, mas que isso não vai interferir no processo de investimento acima dos limites constitucionais nas áreas essenciais, como saúde, educação e assistência social.

O prefeito lembrou a realização das obras em curso na cidade para a Copa, “mas que representam um legado à população”; a estreita parceria com os governos federal e estadual, com outros municípios, a qualificação da gestão interna, o crescimento sustentável, a transparência orçamentária e a implantação de um novo modelo de gestão, como pontos de destaque na proposta entregue ao Legislativo.

Fortunati disse que o projeto não é uma peça pronta e intocável. “A partir de agora tenho a certeza de que o Parlamento dará sequência aos debates já iniciados pelo Executivo com a população para, se necessário, aprimorá-la”, finalizou.

Prazos

A Câmara Municipal tem, segundo a Lei Orgânica, até o dia 15 de agosto para entregar a redação final do projeto votado pelos vereadores. Após a matéria ser apregoada, será imediatamente enviada à Comissão de Finanças, Orçamento e do Mercosul (Cefor). De lá segue para o Plenário, onde será submetida a quatro sessões de Discussão de Pauta, retornando para ser relatada na Cefor. Durante o período de pauta, emendas populares, subscritas por pelo menos três entidades legalmente constituídas e dos vereadores poderão ser apresentadas.

 

 

 

Qual a situação da aposentadoria do chargista MARCO AURELIO CARVALHO????

Parece que foi um plano de saúde pro resto da vida e uma bela grana...Isto é o que dizem numa churrascaria da Protásio de onde ele não saía todo fim de tarde, até que brigou com o manobrista e não foi defendido pelos donos. Então não pos mais os pés lá...Hoje ele é visto, quando não está nos USA, no barzinho que tem no super Nacional, da Carazinho. Vai lá e leva uns ' farelos' pra comer...

Não se assustem: ele le o Sul e as vezes é meio grosseiro com que vai falar com ele. Mas é uma pessoa muito generosa.

 

 

 

Memórias de NOVA IORQUE

Estive duas vezes em Nova Iorque. Nas duas fui ao Blue Note, um pub onde só toca jazz. Nunca vi o WOODY ALLEN lá....O que a Regina Lancktok minha anfitriã em Nova Iorque me disse é que o famoso cienasta só vai onde quer. Ele escolhe pequenos bares, desconhecidos e vai lá e toca. Nunca no mesmo dia...nem no mesmo mes, nem no ano.

O Blue Note pega só japa e chines..

Pelo menos nos anos 90,quando o conheci era assim

Depois não fui mais a Nueva Iorque, como dizem os castelhanos.

mas adoro aquela cidade...

 

 

 

Colegas

Mendelsky pegou no pé da ministra Maria do Rosário...

 

 

 



 

 

 

Não estranhem a demissão do Pedro Chaves da ZH...

Podem vir mais....

*

Kenny Braga e Wianey Carlet meio que se estranharam
no sala de hoje ,dia 5.6.

*

Aquele programa é um desfile de egos....

um deles depois vai prum restaurante do centro e.....bom o resto é fofoca dos garçãos que ...deixa pra lá...

 

 

 

Despedida...

com computador em casa, sinto que cada vez irei menos até a salinha Terlera.Foram tempos duros, como são os tempos que pavimentam grandes conquistas....

Fiz amigos, algumas desavenças, mas não guardo rancor,de nada...

Voltarei às vezes pra pegar alguma noticiazinha....

Mas foi lá que instalei este site em agosto de 2007, com o A.fredo Ribeiro.Já se passaram vários anos...

 

 

 

Belas palavras sobre a grande jornalista com J maiúsculo, ela era, além de grande profissional, muito sincera e honesta. Só esqueceste que a caricatura que ilustra o texto é da nossa colega Bebel, que formou uma dupla texto/arte com a nossa Eunice durante vários anos dentro do jornal da Avenida Ipiranga.

 

 

 


Boa tarde!
Estou enviando release do show DNZL e banda no próximo dia 12 de Junho no Ocidente, juntamente com algumas fotos e breve curriculo.

Para maiores informações ou marcar entrevistas, favor ligar para:8173.8444 ou 9358.2065 ou pelo e-mail

 

 

 

É Carol Bensimon o nome da escritora que participou do debate na noite de terça na Fabico com Daniel Galera.

*

 

A guria fala bem, mas é meio metida....Tá se achando um pouquinho....

 

*

 

Falou do Timbuca...sei lá o que ela sabe do Timbuca, acho que pela idade de só ouvir falar...

 

*

 

Fez umas fotos lá dias atrás prum filme que um camarada do Rio quer fazer do livro dela..

 

*

 

Tudo é uma luta pra esta gurizada que tá começando....

 

 

 

O funcionamento da Câmara de Vereadores

Conheça o dia a dia do setor de serviços gerais

A Câmara Municipal de Vereadores funciona como um organismo: para que tudo ande perfeitamente bem e os objetivos sejam atingidos, cada parte precisa executar bem as respectivas funções. Dentro dessa perspectiva, o Legislativo conta com a equipe dos profissionais serventes e serviços gerais.

Fazem parte desse grupo cinco funcionários, sendo quatro efetivos e um contratado. Rejane Garcia, Liliosa Ribas, Frederico Martinez, João Carlos Aquino e Laor Wercher são a turma da limpeza e do cafezinho, como são carinhosamente reconhecidos pelos colegas.

Eles desenvolvem um trabalho que muitas vezes passa desapercebido, mas que é importantíssimo para o bom funcionamento da Casa; a limpeza, manutenção e organização dos espaços, e os serviços de copa e cozinha. Vassoura, pá, sabão, detergente, esponja, água sanitária, pano de prato… Enfim, tudo isso faz parte do dia-a-dia desses profissionais. Além disso, alguns deles começam a trabalhar mais cedo que os demais para preparar o cafezinho das bancadas e demais setores.

Quem chega na Câmara sempre encontra um café quentinho e gostoso preparado diariamente, pelas servidoras Rejane e Liliosa. Rejane está no Legislativo há 09 anos e diz que o relacionamento com os colegas e a autonomia na execução de suas funções são os pontos mais positivos no seu trabalho.

Os homens são os responsáveis pelas tarefas mais pesadas, são eles que fazem a faxina. João, que foi contrato em 2013, destaca que está muito contente com o emprego: “Aqui nós temos um bom ambiente de trabalho, que nos oferece boas condições e materiais adequados. Já trabalhei em muitos outros lugares e aqui percebo que há uma disciplina consciente por parte de cada um, todos executam suas funções e por isso, temos a confiança dos nossos superiores”.

O presidente da Câmara, Roque Feltrin, ressalta que uma das funções dos gestores é fazer com que os diversos profissionais se sintam integrados aos objetivos da Casa e responsáveis pelas metas.

“Essa equipe, organiza tudo aquilo que não temos tempo de organizar; como aquele empilhado de papel, documentos fora do lugar, ou ainda, aquela sujeirinha chata, para que, ao chegarmos do trabalho, possamos encontrar tudo no seu devido lugar, ou seja, um ambiente limpo e agradável. Assim, os profissionais da limpeza fazem toda diferença e merecem nosso respeito, carinho e principalmente nosso reconhecimento e gratidão pela sua importância”, enfatiza o vereador.

 

 

 

Dá uma olhada neste material. O Jippe não consegui. Se tens ai, vamos coloca-lo, ok. Gelson.

O REPÓRTER POLICIAL DE ANTIGAMENTE
“Um bom jornalista é, sobretudo aquele que capta o todo e dele destaca os aspectos mais interessantes, inesperados ou relevantes, fazendo disso uma boa história”.

De Buenos Aires
Gelson Farias


No jornalismo do passado, produzir uma matéria era estudar um caso, o que levava o jornalista a pesquisar de forma rebuscada o assunto que seria publicado. Produzir um bom texto, aprofundar o tema e checar todas as fontes eram quesitos obrigatórios. Faziam naquela época o chamado “jornalismo quente”, o ofício que dava plantões nas portas de delegacias em busca de informações e notícias confeccionadas in loco. Hoje o dia continua somando 24 horas, mas já não é possível produzir notícias como antigamente. A forma como a informação passou a ser consumida mudou consideravelmente, e nisso mora a explicação para o jornalismo pouco eloquente que hoje é feito.

O bom tempo das redações.

    Comecei a trabalhar como repórter policial 1975 na radio Gaúcha. Tive alguns colegas de rádio que eram bons repórteres policias.   Um deles conhecido, tinha o hábito de ser o “ Gran finalle”,  escalado para cobrir os grandes acontecimentos. Seu nome é José Carneiro Lopes. Mas havia outros bons repórteres que trabalham na reportagem da rádio Gaúcha, por sinal, a melhor, da época.  O chefe era o Nabor Couto, depois tinha o Sérgio Lima, Andi Ferreira Alves, Ony Nogueira entre outros. Anos depois fui convidado para participar da equipe que estava sendo montada na Rádio Farroupilha. Fiquei dois anos até ser outra vez convidado por Wanderley Soares, para trabalhar na Folha da Manhã.  No Correio do Povo, e Na Folha da Tarde, trabalhei com o jornalista Tibério Vargas Ramos, Antoninho Ganzales, Valter Galvani e Edmundo Soares. Anos mais tarde, trabalhei na Zero Hora e em outras rádios da capital.  Durante 28 anos como repórter policial, fui homenageado por 12 vezes com prêmios de jornalismo, a maioria de matéria escrita.  Isso sem falar do período que trabalhei no rádio: seis prêmios. A atuação de repórter policial é tida como uma espécie de “desafio” para o ingresso do profissional de jornalismo.  Para alguns, constitui uma espécie de ritual de iniciação, embora a área policial se apresente como porta de entrada para alguns profissionais que ingressaram na área jornalística, alega-se que a permanência na área é opcional, apesar de ser “muito discriminada” entre os próprios jornalistas.  

Parece haver uma espécie de identidade dos jornalistas da área policial que os diferencia das outras áreas, destacando-se a “coragem” para estar no lugar dos fatos, para denunciar atos arbitrários da polícia e da justiça, conviver com a polícia, ter uma rede própria de informações é a característica mais salientada juntamente com a “missão” de informar. As fontes de informação são tidas como pessoais e intransferíveis, parece uma espécie de patrimônio acumulado pelos anos de experiência e convívio.  Trata-se de uma rede de informantes dentro das delegacias, no sistema judiciário, no Instituto Médico Legal, e nos hospitais. E, nesta hora que o repórter desempenha o papel de um investigador, um perguntador, um observador.

Não basta escrever bem, mas lidar com a dificuldade de buscar a notícia.

 

Ele precisa descobrir os muitos lados de um fato, mesmo sem ter muito tempo. Um bom jornalista é, sobretudo aquele que capta o todo e dele destaca os aspectos mais interessantes, inesperados ou relevantes, fazendo disso uma boa história”. Hoje é dificílimo descobrir o repórter de polícia na paisagem da redação, porque ele acabou. Hoje são os outros, inclusive as estagiárias, e até redatoras, que fazem a reportagem policial, sobretudo o grande crime. Ah, o grande crime não é mais matéria policial. Qualquer um pode fazer.  É uma atividade descrita como dependente das relações pessoais, pois afinal não há uma pauta, apenas indicações, a “boa matéria” vem no “quente” do dia, ou da noite, para ser divulgada no dia seguinte.  As pessoas comumente acham que ser jornalista é fácil. Não é.  Falo do meu caso.

Existem situações em que o prestígio fala mais alto do que qualquer fato ou manobra. Em 1985, os gaúchos foram surpreendidos por uma inesperada manchete: morria o cantor Teixeirinha. Mas somente o jornal Zero Hora trazia a informação. O horário em que a notícia chegou à redação permitiu ao veículo da RBS dar um verdadeiro furo de reportagem. Nenhum dos concorrentes fazia qualquer citação ao ocorrido. Eu começava a trabalhar a meia noite até às sete horas da manhã. Era o trabalho na madrugada.  Nestes meus 16 anos de trabalho, somente de madrugada, de chuva e frio, fiz cobertura de inúmeros casos policiais de repercussão na cidade e no Estado.  A morte do Teixeirinha foi um destes casos de receber a informação na hora. Eu trabalhava na Zero Hora.  Quem me deu a informação, foi por uma fonte do Instituto de Criminalística IC, ( hoje, Instituto Geral de Perícias)

 Sou do tempo das máquinas Linotipos que conheci nas oficinas na Companhia Jornalística Caldas Junior. Quando faltava luz na Gráfica, parava absolutamente tudo e, mesmo quando a energia elétrica voltava, era preciso esperar um tempo até que as máquinas fossem reaquecidas.  Sou do tempo em que as ocorrências eram registrar a mão num grande livro. Todo o dia ia à Delegacia todos os dias, para buscar as informações.  Sou do tempo em que existiam muito poucos delegacia  de polícia em Porto Alegre.

Você somente é valorizado por três motivos: chegar, fazer seu trabalho e ir embora para casa. Do contrário...

Se fizermos um estudo das mudanças ocorridas na imprensa gaúcha, dos anos 80 para cá, vamos perceber que muita coisa mudou. A mídia hoje é eletrônica, antes basicamente impressa, o que não deixa de ser um paradoxo. Na verdade, era mais um processo industrial do que intelectual, que passava pela máquina de escrever, depois pelo papel de lauda, etc., etc. e tal.  Se antigamente o saber escrever bem era fundamental para um jornalista, hoje continua sendo, mas não é o bastante. O jornalista de hoje precisa estar afinado e atento com as novas tecnologias da informação e da comunicação ( tics), que envelhecem muito rápido.

 “Infeliz o homem que não tem gratidão”. E tenho imensa pelas pessoas que me ajudaram como...  Posso dizer sem errar que Wanderley Soares, Vilmo Medeiros e Roberto Ritz, foram os que me ajudaram nesta profissão. Ensinaram-me e muito o trabalho de um bom repórter policial.  Dou graças a Deus por esse currículo, de ter passado por estas redações e ter aprendido, com estes bons profissionais. Eram sim grandes textos que saia daqueles ambientes barulhentos das máquinas de escrever das redações.

Independentemente do tipo de veículo em que atue, a rotina do jornalista é sempre muito conturbada e cheia de imprevistos. A tendência dos veículos de manter equipes cada vez mais enxutas impossibilita a estes profissionais a especialização – a cada dia eles escrevem sobre temas diferentes.



 

 

 

Amanhece na manhã fria em Porto Alegre.

 

 

 

Prefeito anuncia medidas a serem adotadas na Procempa
05/06/2013 16:09:54

O prefeito José Fortunati apresentará nesta quinta-feira, 6, em entrevista coletiva para a imprensa, os resultados da inspeção especial que apurou ocorrências na Companhia de Processamento de Dados de Porto Alegre (Procempa) e anunciará as providências que serão adotadas pela administração. Determinado pelo prefeito, o levantamento foi iniciado em 17 de abril por servidores da Secretaria Municipal da Fazenda e da Procuradoria-Geral do Município. A entrevista ocorrerá às 10h, no Salão Nobre do Paço Municipal (Praça Montevidéu, 10 – Centro histórico). O prefeito irá anunciar também o nome do indicado para ocupar o cargo de presidente da companhia.

No início da tarde desta quarta-feira, 5, André Imar Kulczynski apresentou ao Conselho de Administração da Procempa carta de renúncia ao cargo de presidente da empresa. O diretor-técnico da companhia, Zilmino Tartari, também renunciou ao cargo que ocupava.

Gabinete de Comunicação Social
Prefeitura de Porto Alegre
(51) 3289-3926 / 3935 / 3938

 

 

 

Quando disse ao Galera que conhecera Garopaba nos anos 70, ele me disse:

- então você é um desbravador...

 

Sou, sim, embora não tenha o menor sentimento de orgulho por isto. Antes de mim, nos anos 60, muita gente tinha ido pra lá, inclusive o costureiro Ruy Sphor....entre outros. Eu fui de mochila, como caroneiro. dormia nos barracos dos pescadores.

 

E não deixava de ser feliz por isto.

 

Uma vez fiquei tanto lá que já era março, as aulas do Julinho tinham recomeçado e eu não sabia o que fazer de minha vida.

 

Chamam a isto de ' estar no limbo".Às favas o limbo....

 

 

 

Tirei no fim do debate a clássica foto junto do escritor Galera!

 

 

 

Fotos do debate da FABICO sobre literatura

 

 

 

 

“O meio ambiente e a Copa do Mundo” foi o tema da mesa redonda ocorrida na manhã desta quarta-feira, 5, dentro da programação da 29ª Semana do Meio Ambiente. A partir das 9h30min, autoridades das esferas municipal e estadual reuniram-se com membros da Ordem dos Advogados (OAB) do Rio Grande do Sul para falar dos impactos que a Copa do Mundo de 2014 pode trazer ao meio ambiente. A atividade é resultado da parceria da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) com a Comissão de Direito Ambiental da OAB/RS.

A atividade ocorreu na sede da OAB/RS (rua Washington Luiz, 1110) e contou com as presenças do secretário municipal de meio ambiente, Cláudio Dilda, do secretário municipal Extraordinário da Copa, João Bosco Vaz, do secretário de Esporte e Lazer do Estado, Kalil Sehbe, que também integra o Comitê Gestor da Copa, do presidente da OAB/RS, Marcelo Bertoluci, da presidente da Comissão de Direito Ambiental da OAB/RS, Cláudia Lima Marques, do membro da Comissão Nacional de Direito Ambiental do Conselho Federal da OAB, Ricardo Alfonsin, e de diversos advogados ligados ao tema.

“A Copa do Mundo de 2014 nos deixa em um momento ímpar, quando somos nós os autores das mudanças possíveis. É a oportunidade que temos para trabalhar uma questão fundamental que transforma a sociedade: a percepção. Perceber que hoje fazemos porque tem que ser feito, mas nem sabemos mais os porquês, perceber que precisamos nos dar conta do mundo e a partir daí, realizar as mudanças”, defendeu o secretário Cláudio Dilda em sua fala de abertura.

A mesa redonda contou com os seguintes painéis:

- A atuação da Defensoria Pública no monitoramento dos efeitos da Copa e megaeventos, apresentado pela defensora pública, coordenadora da Comissão de Monitoramento da Copa e Megaventos, Adriana do Nascimento

- Responsabilidade Civil por danos ambientais na Copa, apresentado pelo procurador de Justiça do Ministério Público/RS, Paulo Valério Dal Pai Moraes

- Aspectos sustentáveis para a Copa do Mundo, apresentado pelo advogado e professor universitário da UFRGS, Bruno Miragem

- Sustentabilidade do turismo e a Copa do Mundo, apresentado pelo diretor do Brasilcon, Ardillys Soares.

Sob o tema “Pensar Sustentável”, a 29ª Semana do Meio Ambiente é promovida pela Smam e oferece oficinas, trilhas, cursos, contação de histórias, palestras e seminário. A programação é gratuita e aberta ao público. A Semana do Meio Ambiente tem apoio da Fundação Escola Superior do Ministério Público, de OAB/RS, da Fundação Escola Superior de Direito Municipal, Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais, Comissão de Gestão Ambiental e Faculdade de Educação da PUC e patrocínio da Caixa Econômica Federal.

 

 

 

Capaz... foi só pra brincar contigo.
É que vi uma publicação do Arce no facebook, com essa piada. vou colocar aqui pra ti.

"Desapareceu entre as cidades de Itacurubi e São Borja, meu tio Chirú, que trazia com ele uma pasta com R$ 3 mil em moeda corrente. Por favor quem encontrá-lo devolva a pasta com o dinheiro."

Letier Vivian
São Borja/RS

 

 

 

MEMORIA

Daniel Galera,O ESCTRITOR, lembrou no bate papo da terça na Fabico que em 1998 existiu um fanzine criado durante uma greve da fabico - Nós estávamos em casa de saco cheio, não tinha o que fazer, contou....

O fanzine se chamou Cardosoonline, e chegou a mandar 5.500 emaiils por dia para leitores.

Virou coqueluche.

Ali Daniel começou a escrever uma vez por semana durante 3 anos.Era sempre no mesmo dia que escrevia seu texto.

natação

quando os presentes começaram com aquelas perguntas do tipo como é seu processo de criação-imaginam um ser de outro galaxia - quando na verdade o escritor não passa de um ser comum, que está a teus olhos( é que confundem escrita com fama)

Galera contou que agora faz natação de manhã e que tem uma disciplina sim pra escrever..Demora um tempo na maturação dos seus personagens mas que quando se põe a bota-los para fora, mantém uma disciplina rigida pra trabalhar.

Já a Carol que está ajudando um amigo a filmar uml ivro dela sobre o bar Timbuca na Assunção- foi lá estes dias e fez até umas fotos -conou que quando escreve trabalha das 9 ao meio dia e das 14 as 17 horas.

Daniel disse que no tempo da Fabico ele tomava trago em bares até as 4 horas, chegava ia pra aula e ainda escrevia.

Hoje não consegue mais isto, mas confessou que toma sim uns uísques que lhe ajudam nas ideias.

Porém não curte drogas..

- Não vejo nada nisto, não gosto, não é uma questãoética nem moral. Simplesmente não gosto, disse ele mostrando personalidade.

Descobriu sua paixão pela ficção....

 

 

 

DANIEL GALERA e CAROL

conversam com alunos da FABICO

Estive nesta terça de noite na FABICO - não ia lá desde 1982,quando me forfmei - e achei tudo mudado...

Mas me interessava ver o processo de escrita do Daniel Galera.

Nada de novo, ele e a colega,que guardei apenas o nome de Carol descreveram aquelas coisas cotidianas de ocmo se escreve...

O guri é bem mais recatado...Ela tá se agachando um pouco, mas os livros da mesma devem ser bons, .

O professor que mediou o debate foi um pouco prolixo, mas nem tudo é perfeito. deixa pra lá, ele não interrompeu ninguém, nem a mim quando fiquei excessivamente curioso e perguntei fora de hora....então ele foi legal. Me sinto muito bem no meio dos jovens, que poderiam ser meus netos. Sim, porque o galera parecia velho perto daqules guris e gurias do auditório...

Não lembro se foi neste auditório que me formei em 1982, eu o poli, o bisol e muitos outros.

Que noite memorável aquela. Não disse nada em casa, que ia me formar....

No fundo do salão queimavam um baseado.....

Não fumei nem coisa nenhuma. Eu tinha que cuidar da minha familia, aquela altura, depois de muitas loucuras pelo mundo...

Mas voltando ao galera

Ele émeio reporter então tenha dito que não. Começou querendo ser design depois viu que não era nada daquilo, que não sei e se achou na

literatura. Mas ainda não vive da literatura, vive da tradução. No fim quando me despedi - fiquei até o fim porque tava gostando muito -

fiz uma foto com ele e contei que tenho fotos da Garopaba dos anos 70, do começo dela.

Ele deve ter visto minha barba branca e comentou apenas:

- Ah, o senhor foi um desb ravador de Garopaba,então.

Fui, sim, nem tanto. contarei isto pegando o gancho.

Em tempo.

Galera disse que quando foi pra Garopaba não tinha nenhuma intenção de escrever um romance..apenas fazer umas materias pra revista Piauí, sobre b aleias...etc...

Queria passar um tempo escondido, longe dos grandes centrosw - ele morava em SP quando largou tudo e foi viver um ano e meio em Garopaba.

Fiquei curioso pra lhe perguntar como foram seus dias lá, mas pelo visto ele ficou mesmo viajandeo na história do seu livro, proque até curso de salva-vidas ( num novembro) fez pra poder compor um personagem do romanece. Acabou não usando parte dos conhecimentos que aprendeu, mas disse que foram muito severos...

Eh, não deve ser fácil ser salva-vidas...

 

 

 

 

Coleguinhas

A VELHA EUNICE....

Olha, nunca ' gostei' muito da Eunice Jacques. A achava petulante, nunca nos demos. Nem ela me curtia. Mas isto não quer dizer que não reconheça o talento dela.

 

Sei que morreu de desgosto por uma desilução amorosa. O amor, este ingrediente tão cantado em prosa e verso,também mata...e como mata, mata de tristeza...

 

Pois a Eunice se foi nos anos 90...Lembro do enterro, da Neusa Froes me ligando pra ir no enterro, eu morava na Perpétua Teles 55/203 e não queria nem ouvir falar da zh ,POR ISTO não fui lá...Iria ver gente que não queria.

 

Mas lembro que ela era muito talentosa. Uma vez li no JB, onde ela trabalhava antes de ir pra ZH - levaram- na pra editoria de Economia pra cobrir uma "cagada" que uma repórter teria dado - botaram lá também o corretor Gilberto Simões Pires - que foi corrido pela Eunice e pelos repórteres que entenderam ser ele um corpo estranho à editoria - uma matéria dela sobre os caras que saiam daqui pra ir a Rivera ver os filmes que no Brasil eram proibidos. Goida era um destes malucos...

 

Eunice morreu de um câncer...Dizem que quando disseram pra ela ir ao médico, ela teria dito:

- Pra quê????

 

Estava resignada com a morte, ou tinha perdido o animo pra viver...

 

Outra matéria dela que me chamou a atenção foi sobre os professores da UFRGS que estavam sendo anistiados e que voltariam.Fez uma boa matéria mesmo...

 

Eunice era mais professora que outra coisa. Deu aula na Famecos e na ZH inventou o CURSO APLICADO que depois foi desfeito. Na verdade, ela estava implantando uma faculdade de Jornalismo dentro da ZH....As faculdades chiaram e os donos tiraram fora o curso....

 

 

 

 

Coleguinhas

 

Pra surpresa dos próprios diretores, Abrão Vinogrom - que está na TV Band e na rádio Band - não fez ação trabalhista contra a Guaíba.

 

Seu programa tinha muita audiência. Mas os novos donos mandaram-no embora.

 

 

*

 

Magda Beatriz que tinha um programete cultural na FM Guaiba tocou na ' justa'- Justiça - os novos donos da Record.

 

Dizem que vai levar uma bolada....

 

*

 

Magda entrou lá pela mão de Carlos Ribeiro, que era diretor no tempo que Renato Ribeiro era o dono.

 

*

 

Ellen Braun entrou no programa Bom Dia, do Mendelskly em substituição ao locutor Vladimir de Oliveira. A diretora da rádio, se não me engano de nome Verônica - que é pedagoga quis que ela ficasse pra fazer dupla, ou casal do rádio, mas com o Rogério não deu certo.

 

*

 

Dizem que quem mais entende de Rogério na Guaíba é o OTTO BEDE, seu produtor. Sabe tudo dos humores do chefe.

 

É a parceria que dá certo. Uma vez Mendelsky buscou o Otto pra ser seu produtor na Pampa, depois o trouxe de volta pra Guaíba.

 

*

 

Geralmente o sucesso destes grandes comunicadores está na eficiência dos seus produtores.

 

*

Encontrei o Renato Gianuca na rua,agora. Estava apressado. Está bem.

 

Ele tem quatro irmãos,entre eles o Fernando Sampaio que escrevia sobre Ovnis no Correião. Tem que mandar ele pro Villa, de Livramento, da rádio Querência, que agora está mancumunado com os discos voadores.

 

*

As vezes o Gianuca ' pirava' na ZH e o Lauro Schirmer o internava. Depois que ficava bom, voltava tudo ao normal.

 

 

 

 

Eis os indios fazendo festa pro " Trovão' o deus que manda chuva e sol!

 

 

 

 

Mais indios fazendo pajelança na frente do Piratini na noite do ultimo dia 3.6...

 

Pediam pelo Mendelsky e pelo villa que seguidamente assessoram pra chamar chuva. O misto de gaudério com comunicador e radio amador, agora entendido em ovnis...os chama pra pedir chuva aos céus. Depois os paga pagando uns panchos em Rivera, onde tudo é mais barato,supõe-se!

 

 

 

 

Numa certa altura na frente do Piratini, os indios cainguangues - que segundo o vereador,agora ex Adeli Sell trabalham em seu sítio no Norte do Estado - não são muito chegados ao basquete. Gostam mais de vender pequenas bugigangas, como artesanato. Também,dizem, são chegados numa branquinha, igual a um governador que veio da Bossoroca....Adeli, no entanto, diz que os indios guaranis pegam no pesado. Deve ser a educação dos padres jesuitas nas Missões.

 

 

 

 

Mais indios homenageando os radialistas Mendelsky e Villa na frente do Piratini na noite do dia 3.6 em Porto Alegre. Eles não pediam chuva, pediam sol mesmo!!!!

 

 

 

 

'PAJELANÇA' DOS INDIOS

 

PRA HOMENAGEAR O VILLA,DE LIVRAMENTO E O MENDELSKI

 

Como os dois vivem trocando assunto dos indios- Mendelski diz que os indios são quem chamam a chuva na Fronteira - os caiguangues homenagearam os dois radialistas - o de Livramento é metido a gaudério - na noite da ultima segunda na frente do Palácio Piratini,enquanto Tarso não os recebia...

 

Passei lá e fiz as fotos!

 

 

 

 

Memória

Roque Schedid era quem fazia a Censura na Folhinha da Manha.

Isto nos anos 70...

Ele era o chefe da Polícia Federal no RS

 

 

 

 

Cada uma das dez estações de bombeiros de Porto Alegre recebeu na manhã desta terça-feira, 4, um novo veículo para agilizar os trabalhos de vistoria na prevenção a incêndios. O prefeito José Fortunati, acompanhado pelo chefe do Estado Maior da Brigada Militar, coronel Alfeu Freitas Moreira, fez a entrega simbólica das dez viaturas à equipe do Corpo de Bombeiros, em ato realizado no Quartel Central da corporação da Capital. (fotos)

O investimento de R$ 400 mil para aquisição das dez viaturas foi viabilizado com recursos do Fundo Municipal de Reaparelhamento do Corpo de Bombeiros (Fumrebom), destinado a dotar as equipes de materiais, equipamentos e veículos necessários ao combate de sinistros. Conforme o prefeito, a iniciativa tem o objetivo de reforçar o trabalho de prevenção e segurança pública realizado em parceria entre a Brigada Militar e a prefeitura. "A relação construtiva estabelecida mostra que a segurança pública, incluindo o trabalho de prevenção e combate a incêndios, deve ser pensada de forma alinhada entre o município, a Brigada Militar e o Estado", manifestou Fortunati.

O chefe do Estado Maior da Brigada Militar reforçou a parceria da corporação com a Capital, agradecendo o investimento na infraestrutura. "As aquisições contribuirão para melhorar a eficácia do serviço do Corpo de Bombeiros", afirmou o coronel Alfeu Freitas Moreira. Conforme o Corpo de Bombeiros, os veículos serão utilizados pelos novos soldados contratados em abril deste ano nas vistorias de segurança na prevenção a incêndios.

O ato contou com as presenças do secretário da Defesa Civil, Ernesto Teixeira, do comandante do Corpo de Bombeiros de Porto Alegre, tenente-coronel Adriano Krukoski Ferreira, e de integrantes da instituição no Estado e da Capital.

Sobre o Fumrebom - Ação dentro do Programa Cidade Integrada, é destinado ao auxílio no reaparelhamento e funcionamento do Corpo de Bombeiros de Porto Alegre, sendo seus recursos oriundos da Lei Complementar Municipal nº 460/2000, referente a multas e taxas de serviços não emergenciais praticados pelo Corpo de Bombeiros e previstas nas Leis Estaduais nº 8.109, de 19/12/85 e nº 10.987, de 11/08/97.

 

 

 

 

 

Boa Tarde...
Segue em anexo cópia da denuncia encaminhada pelo Vereador Eugênio Dutra

R E Q U E R I M E N T O

                        
Excelentíssima Senhora
CHINTIA MENEZES RANGEL
Promotora da Justiça Especializada da Comarca de São Borja
Nesta Cidade

                                  EU, EUGÊNIO DUTRA OTERO, brasileiro, separado, portador do RG 7004429499, residente e domiciliado nesta Cidade, sito a Rua Cristóvão Colombo, 2771, vem por meio deste REQUERER o que segue:

                                  Informo que em 30 de janeiro de 2013, protocolei, junto a Câmara Municipal de Vereadores, dois (02) requerimentos aprovados em plenário por unanimidade, cópia em anexo, onde solicitei ao Corpo de bombeiros e ao Poder Executivo Municipal realizassem vistoria e posteriormente um laudo com relação as instalações elétricas e sobre a  prevenção de incêndio de todos os prédios públicos de propriedade do Município de São Borja, inclusive a Câmara Municipal de Vereadores, e até a presente data não obtivemos respostas.
                                  Informo que temos a convicção de que devemos primar pela segurança de nossa população, e devemos adotar medidas sistemáticas e constantes para garantir esta segurança, adotando medidas fiscalizatórias eficientes e eficazes, e com isso adequar os ambientes públicos e privados às normas de segurança exigidas pelo Plano de Prevenção e Combate de Incêndio (PPCI) e acidentes.
                                  Informo ainda, que lendo a Folha de São Borja do dia 1° de junho de 2013, na página 08  cujo título da matéria jornalística é   “Prefeitura intensifica fiscalizações em estabelecimentos públicos”, verificamos a fiscalização será intensificada em estabelecimentos e empresas que exercem atividades públicas, seja comercial, industrial ou social, ou seja empresas privadas, ficando de fora os estabelecimentos públicos gerenciados e administrados pelo Poder Executivo Municipal, que é o que vem nos causando preocupação quanto ao enquadramento legal de funcionamento.

                                  REQUERER que o Ministério Público assegure que sejam realizadas vistorias nos prédios onde funcionam órgãos públicos municipais, com o objetivo de avaliar as condições do sistema de proteção e prevenção contra incêndios e acidentes nas edificações públicas e a exija a apresentação de habite-se, alvará de funcionamento, alvará sanitário e alvará dos bombeiros de todos os prédios públicos municipais.
                                  REQUERER ainda, que o Ministério Público assegure que sejam realizadas vistorias nos prédios onde funcionam órgãos públicos da esfera federal e estadual, com o objetivo de avaliar as condições do sistema de proteção e prevenção contra incêndios e acidentes nas edificações públicas e a exija a apresentação de habite-se, alvará de funcionamento, alvará sanitário e alvará dos bombeiros de todos os prédios públicos municipais.
                                  Capazes de evitar ou reduzir as dimensões de uma tragédia, os sistemas de proteção e prevenção contra incêndios e acidentes nem sempre recebem a devida atenção do administrador público.
                                  As vistorias devem ser realizadas com o objetivo de avaliar as estruturas no quesito segurança, detectar e sanar as irregularidades nos imóveis dentro do menor prazo possível, adequando-os às normas de segurança.
                                  Podemos afirmar que o Palácio João Goulart e a sede da Secretaria Municipal de Educação não possuem saídas de emergência, possuindo apenas uma única saída estreita e perigosa, sem mencionar que a Secretaria Municipal de Educação está localizada num labirinto.
                                  Do mesmo modo encontram-se os demais prédios da municipalidade, incluindo as escolas municipais e estaduais, que possuem normalmente uma única saída e às vezes esta saída encontra-se chaveada, fazendo com que os alunos, professores e funcionários das escolas corram riscos.
                                  Segundo Dr. Fábio Sbardelotto, Promotor de Justiça de Porto Alegre, em entrevista concedida à RBS TV, no dia 29 de maio do corrente, disse quando realizou a vistoria do Centro Administrativo de Porto Alegre, e solicitou a sua interdição: “Infelizmente prédios irregulares não podem funcionar, nós temos que ter esta preocupação e esta consciência, ou é regular e está adequado ou não é e há risco, e se há risco não pode haver a habitação”.

                                  Pelos motivos acima expostos, considero indispensável à ação do Ministério Público perante o descaso com a legislação vigente.

                                  N. T.
                                  P. D.

São Borja (RS), 03 de junho de 2013.

 

 

Eugênio Dutra Otero
Requerente
Telefone: 9113-8380

 

 

 

 

 

 

Emoção e disputas acirradas marcaram a Final da Copa Integração
Regional de Futsal

O município de Serafina Corrêa foi sede, neste ano, da Copa
Integração Regional de Futsal. O evento esportivo ocorreu nos meses de
Março, Abril, Maio e Junho. Onze municípios participaram dos jogos que
aconteceram em toda a região, movimentando as comunidades, motivando e
incentivando a prática esportiva.
No sábado, 1º de Junho, no Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin,
Serafina Corrêa, ocorreu a final da Copa Integração Regional de
Futsal. Autoridades de toda a região, as Soberanas do município e
centenas de pessoas acompanharam os jogos. A primeira disputa foi
entre Serafina Corrêa e David Canabarro, no Sub-17. Após as
penalidades máximas, o campeão foi a equipe de Serafina Corrêa.
Na categoria feminina, David Canabarro venceu Santo Antônio do Palma.
Em seguida, houve a apresentação da Banda Municipal e da Banda Marcial
de Serafina Corrêa. Mais dois importantes projetos sociais que
proporcionam educação, cultura, disciplina e tantos outros benefícios
para crianças, adolescentes e adultos, através da música e da dança.
Com a regência dos Maestros Xyko Mestre, Adriano Nunes de Souza e da
Professora Karine Lorenzetti Borges, a apresentação encantou o grande
público que prestigiou o evento.
O último jogo foi entre Casca e Vila Maria, na Categoria Masculina e
a equipe de Casca foi a Campeã da Copa Integração Regional de Futsal
2013.
Confira os destaques e a classificação final:

CAMPEÃO SUB-17: SERAFINA CORRÊA
VICE-CAMPEÃO SUB-17: DAVID CANABARRO
EQUIPE MAIS DISCIPLINADA: SÃO JORGE
ATLETA DESTAQUE DA FINAL: MAURÍCIO MIOR ? SERAFINA CORRÊA
GOLEIRO MENOS VAZADO: ANDRÉ ZANLUCHI ? SERAFINA CORRÊA ? sofreu 13 gols
GOLEADOR: MAURÍCIO MIOR ? SERAFINA CORRÊA ? marcou 12 gols

CAMPEÃO FEMININO: DAVID CANABARRO
VICE-CAMPEÃO FEMININO: SANTO ANTÔNIO DO PALMA
EQUIPE MAIS DISCIPLINADA: SANTO ANTÔNIO DO PALMA
ATLETA DESTAQUE DA FINAL: MAIARA VIZIOLI ? DAVID CANABARRO
GOLEIRA MENOS VAZADA: DEISI ? DAVID CANABARRO ? sofreu 09 gols
GOLEADORA: MIRIAM BATISTELLA ? SANTO ANTÔNIO DO PALMA ? marcou 12 gols

CAMPEÃO MASCULINO: CASCA
VICE-CAMPEÃO MASCULINO: VILA MARIA
EQUIPE MAIS DISCIPLINADA: VILA MARIA
ATLETA DESTAQUE DA FINAL: RODRIGO PERETTO - CASCA
GOLEIRO MENOS VAZADO: FELIPE ZILIO ? VILA MARIA ? sofreu 24  gols
GOLEADOR: GELSON DAGNESE ? PARAÍ ? marcou 12 gols

 

 

 

 

 

continua: Corpus 001

 

 

 

 

 

Destaque:1150

Corpus Christi em Serafina Corrêa

Corpus Christi, ou Corpo de Cristo, é uma festa católica que acontece
na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade. Os tapetes
de rua são uma tradição e manifestação artística popular realizada
pelos fiéis. Surgiu em Portugal e veio ao Brasil com os colonizadores.
Para confeccionar os tapetes, são utilizados diversos tipos de
materiais, tais como serragem colorida, borra de café, farinha, areia,
flores, entre outros.
Na quinta-feira, 30 de Maio, feriado de Corpus Christi, centenas de
fiéis participaram, em Serafina Corrêa, da missa e procissão. Os
tapetes fizeram parte da solenidade, mantendo a tradição e essa
importante manifestação artística.

 

 

 


Destaque:1241

8º Encontro de Mulheres da Cooperlate

A Cooperativa dos Produtores de Leite de Serafina Corrêa, Cooperlate,
realizou, no sábado, 1º de Junho, a oitava edição do Encontro de
Mulheres da Cooperativa. O evento contou com a presença do Prefeito do
município de Serafina Corrêa, Ademir Antônio Presotto, do Prefeito de
Montauri, Marcelo Boff, do Diretor Regional da EMATER, Flávio José
Breda, além do Presidente da Cooperlate, Roberto Tebaldi, da Rainha do
Encontro, demais integrantes da Cooperativa, da ASCAR/EMATER e as
mulheres associadas.
O encontro teve como tema o símbolo da eternidade e a valorização das
mulheres e da família. Após o discurso das autoridades, houve
importante palestra com a médica Sarita Crespo, falando sobre a Saúde
da Mulher. Houve almoço de confraternização e atividades de integração
durante a tarde.

 

 

 

 

Projeto homenageia líder comunitário
O vereador Celso Lopes elaborou um projeto a fim de homenagear o líder comunitário Vangelisto Barboza de Souza, o Parafuso. A proposta é para que o campo de futebol pertencente à Associação de Moradores da Vila Arneldo Matter e Mário Roque Weis leve o nome desse cidadão, que durante uma década fez da caridade sua principal bandeira de atuação a frente dessa entidade comunitária, a qual presidiu e dedicou vários anos de sua vida.
Vangelisto de Souza era natural de São Borja, nascido em 21 de setembro de 1951. Além da atuação comunitária, também era comerciante e aposentou-se como vigilante. Ele uniu-se com a Senhora Marina Nunes Santos, com quem teve 4 filhos: Karen, Luana, Alexandre e Valquíria (in memoriam).
Dentre suas realizações é possível destacar: a destinação gratuita de sopões às famílias mais carentes e a luta por moradia digna para um grande número de pessoas. Parafuso foi também um dos idealizadores da construção da Escola Ubaldo Sorrilha da Costa e do Posto de Saúde que atende atualmente, mais de 4000 pessoas.

 

 

 

Caros colegas, bom dia.
Segue em anexo artigo do diretor do Sindicato dos Servidores da Procuradoria-Geral do RS, Cícero Correa Filho, sobre o porquê da categoria estar em greve.
Segue em anexo e está à disposição no meu site:

Por que o servidor da PGE está em greve?

A Procuradoria-Geral do Estado exerce, de acordo com a Constituição, função essencial de Justiça, assim como o Poder Judiciário, o Ministério Público e a Defensoria Pública. A remuneração dos procuradores do estado equivale a de seus pares nestes órgãos, ou seja, eles ganham o mesmo que juízes, promotores e defensores públicos. Os servidores da PGE, porém, recebem remuneração muito aquém de seus equivalentes nestas instituições. E nem mesmo os mesmos índices de reajuste deles são concedidos a esta categoria.
Por isto, e após longas e infrutíferas tentativas de negociação, a categoria decidiu por deflagrar a inédita greve de servidores da PGE. As razões são explicadas abaixo.

Remuneração Inicial de um Procurador do Estado: R$ 17.581,73
Remuneração Inicial de um Assessor (cargo de 3º Grau): R$ 5.596,62
Remuneração Inicial de um Agente Administrativo (Cargo de Nível Médio): R$ 2.521,87

Variação Remuneratória na PGE:

Procurador do Estado   
Agosto/2010: R$ 13.930,08                      
Maio/2013: R$ 17.581,73    
Variação: 26,21%

Assessor (Ensino Superior)
Agosto/2010: R$ 5.171,77                       
Maio/2013: R$ 5.596,62          
Variação: 8,21%  

Agente Administrativo (Ensino Médio)
Agosto/2010: R$  2.213,60                     
Maio/2013: R$ 2.521,87           
Variação: 13,92%

Dessa forma, como se pode perceber, a categoria mais bem paga da PGE recebeu, nos últimos três anos, o maior índice de reajuste, deixando para trás as categorias menos favorecidas da Instituição. É igualmente importante salientar que os procuradores já tem um novo reajuste aprovado de 15,5%.
A última oferta do Governo à categoria dos servidores foi de 10%, a serem pagos em duas parcelas, ou 15%, a serem pagos até 2015, e comprometendo totalmente o plano de carreira dos servidores.

Prejuízos à Sociedade

O trabalho dos servidores da PGE é de fundamental importância para o funcionamento da instituição e, por consequência, do próprio Governo. Porém, o Sindispge planejou para que a sociedade, em geral, não sofresse com a greve dos servidores. Para tal, manteve 30% dos servidores trabalhando.
No entanto, a administração da PGE decidiu, de forma inexplicável, solicitar a suspensão das intimações do órgão junto ao Poder Judiciário. Caso seja aceito, este pedido gerará muito prejuízo à população, já que um sem número de ações, a exemplo de pedidos de remédios, ficarão suspensas enquanto durar a greve dos servidores.
Este pedido não se justifica, até porque há diversos procuradores em férias, que podem ser legalmente convocados a suprirem as ausências dos servidores.

Cícero Ulkowski Corrêa Filho
Diretor do SINDISPGE/RS (Sindicato dos Servidores da Procuradoria Geral do Estado do Rio Grande do Sul)
sindispge@sindispge.org.br
http://www.sindispge.org.br/

 

 

 

Caros editores, bom dia.
Segue em anexo novo artigo do Dr. Edson Luís Kossmann "Quando os fins se tornam meios".
Grande abraço,

 

Quando os fins se tornam meios

Existe uma atividade em que ser meio deveria ser o seu fim e o seu fim deveria ser, ser meio. Ocorre que está condição está desvirtuada e o que deveria ser seu fim, tornou-se meio para o seu (outro) fim.
            Tá difícil? Vou explicar! Os chamados “meios de comunicação”, principalmente o rádio e a televisão, dependem de concessão pública, ou seja, são autorizados pelo Estado com o objetivo de serem “meios” de comunicação, portanto, o fim (finalidade) do meio de comunicação é ser um “meio” (veículo) que “transporta” a informação entre o fato acontecido e o público.
A Constituição Federal estabelece valores e princípios que deveriam nortear a programação das emissoras de rádio e televisão. No que se trata das emissoras de televisão, é visível e notório que princípios como que estabelecem preferência para programações de finalidades educativas, artísticas e culturais passam ao largo de suas grades de programações.
A atividade, ou seja, o que é transmitido pelos chamados meios de comunicação, se sustenta em um tripé: informação, entretenimento e comerciais. Os dois primeiros, como finalidade de sua existência (voltados ao público) e, o terceiro, para seu sustento econômico (voltado, portanto, para si mesmo, para os seus interesses).
O problema é que para as grandes empresas de comunicação há uma confusão entre essas três atividades, utilizando-se das duas primeiras, com o objetivo de potencializar a terceira. Assim, a informação não é do fato, mas uma versão ao seu gosto do pretenso fato noticiado. Nesse sentido, também é feita a “produção” e a “seleção” das notícias que interessam a si e as corporações que os patrocinam. Assim, portanto, no sentido ideológico. 
Também há confusão entre a notícia e o entretenimento; em que a própria notícia vira espetáculo. Nos casos trágicos, por exemplo, não basta dar a informação, mas sim produzi-la, identificando personagens (em geral, vítimas ou parentes destas) que melhor desempenharão o “papel” em frente às lentes visando a dramaticidade pretendida sobre a informação da tragédia-espetáculo. Esse formato tem a função de alienação coletiva, retirando a possibilidade de se refletir na diferença entre o espetáculo e a tragédia, entre a ficção e o real, entre o fato e a versão. Isso explica, por exemplo, o sucesso das novelas e os Big(s) B... que existem por ai.   
Por outro lado, há uma campanha regular e cotidiana no sentido de menosprezo e desvalorização do Estado. Essa campanha se intensifica, mais ainda, quando quem está no Governo do Estado (no sentido lato, Estados, Municípios e União) tiver posições políticas ideológicas que não estão de acordo com o que pensam e pretendem os proprietários desses “meios de comunicação”.
Hannah Arendt, em A Condição Humana, diz que a tradição da faculdade (poder) de fazer promessas e, por outro lado, a expectativa de que essas promessas sejam cumpridas, possui um poder estabilizador frente à imprevisibilidade do futuro. Ou seja, frente ao fato de não sabermos o que poderá acontecer no futuro (daqui a pouco, ou amanhã ou “um dia”) fazemos, explicita ou tacitamente, mútuas promessas de comportamento e produzimos expectativas de que tais comportamentos prometidos sejam cumpridos e, com isso, tornamos possíveis as relações humanas e amenizamos o medo do futuro.
Os grandes meios de comunicação prometem, diariamente, transmitir informações corretas, imparciais, frente a uma posição de neutralidade, assim pretendem fazer acreditar que as informações transmitidas são corretas, verdadeiras e imparciais.  
Mais do que isso, com essa promessa, e a expectativa de seu cumprimento, transmitem informações mascaradas e produzem um efeito de recepção, adaptação e reprodução de um discurso manipulado que, na verdade, não tem a função de informar, e sim de produzir e transmitir a versão dos fatos no sentido que lhe seja mais apropriado para as suas pretensões.
Com isso, aquilo que chamamos de “meio” de comunicação, que deveria ser o fim (a finalidade) dessas empresas, torna-se meio (não de comunicação), mas para atingir a sua finalidade ideológica, política e, principalmente, empresarial.
Edson Luís Kossmann
Dallagnol Advogados Associados
edsonlk@hotmail.com
www.advogadosdallagnol.com.br

 

 

 

 

terça-feira 04 de junho de 2013
Com a ajuda das esquerdas, calaram as esquerdas

Carlos Chagas

Mesmo com número considerável de companheiros sonhando com a candidatura do Lula, o sentimento no PT é de apoio à reeleição da presidente Dilma. Ruim com ela, pior sem ela, constatam, exceção para a inviável inclusão do ex-presidente na disputa.

Ainda assim, registra-se no partido uma sensação de mal-estar diante dos rumos adotados pelo atual governo, aliás, oriundos do anterior: cada vez mais o modelo econômico aproxima-se do neoliberalismo. Cada vez menos ouvem-se protestos pela adesão surda à estratégia imposta pelo capital diante do trabalho. Será essa a marca que o PT deixará incrustada na crônica futura?

As privatizações caminham a passos largos. O petróleo, que um dia foi nosso, agora passa a ser deles, na medida em que concessões e leilões de províncias petrolíferas são sempre mais oferecidas e mais adquiridas por empresas estrangeiras. Dentro e fora do pré-sal, diga-se. Aeroportos, portos, rodovias e ferrovias são concedidas ao capital privado. Os bancos predominam como nunca, a atividade especulativa supera de muito a atividade produtiva.

As ironias dos tucanos a respeito de estarem os donos do poder rezando pela cartilha deles atingem menos o espírito petista do que as prováveis acusações de algum ainda desconhecido candidato capaz de trazer a ideologia para as campanhas eleitorais. Aquilo que os generais-presidentes não conseguiram parece agora conquistado pelos seus antigos adversários: com a ajuda das esquerdas, calaram as esquerdas.

Cegos, surdos e mudos, os companheiros não atentam para o que vai acontecendo na Europa, onde o povo ganha as ruas em protesto contra o aumento de impostos, demissões em massa, desemprego crescente, supressão de investimentos sociais e de direitos trabalhistas -a fórmula cruel dos neoliberais para enfrentar crises econômicas por eles mesmo provocadas.

Senão passando ao largo, ao menos o Brasil ainda não foi atraído para o olho do furacão desse impasse que assola os países europeus, mas é inevitável que seus efeitos nos atinjam, como estão atingindo os Estados Unidos. Nessa hora, surgirá o debate ideológico, mas muito tarde, incapaz de evitar explosões. Tudo porque o PT abriu mão de seus princípios quando existiam condições para limitar o neoliberalismo e apontar caminhos pacíficos para o aprimoramento social.

BENEFÍCIOS PARA OS BENEFICIADOS

Descobre-se agora que os magistrados recebem auxílio-alimentação. Podem freqüentar com vantagem os restaurantes, até os de luxo. Certos benefícios sociais deveriam estar limitados aos menos favorecidos, como acontece com o bolsa-família. Agride o bom senso verificar que juízes, desembargadores e ministros ganharam 312 milhões nos últimos oito anos para fazer suas refeições, eles que são aquinhoados com os maiores vencimentos da República. Vai ver e também fazem jus ao vale-transporte, muitos habitando apartamentos funcionais. Desde o golpe militar que o salário-família foi congelado, mas se um dia o recuperarem, os primeiros a ser favorecidos serão os magistrados?

AÇÕES EM ALTA

Sobe a cotação das ações da empresa “Senado S.A.”, por conta de seu novo diretor-presidente, Renan Calheiros. Contestado ao lançar-se candidato, vem calando as críticas dos adversários através de uma gestão eficaz. Por conta disso reina mal-estar em certos grupos de funcionários da casa, restringidos em seus privilégios. Tomara que Renan continue no rumo atual, cortando privilégios.

 

 

 

 

 

E LORA, ESTÁ AUTORIZADO. VOU ESCREVER EM BREVE.

PARA DE INCOMODAR, CHEGUEI EM PALMEIRA E TIREI A CHICA DA MiSÉRIA
!!!!!

MAURO.
Citando deolhoseouvidos1@terra.com.br:

v conta daqueles tempos. vai see engreçado.abs extensivos a quem
te
sustenta ai a chica.

Em Seg 3/06/13 14:57, m-rocha@upf.br escreveu:
OLIDES !

MI SON FIOL DE LA UNDEZE...CLARO,.....ADOTIVO.......MAS DE LA
UNDEZE.....NÃO ABRO MÃO DESTE TÍTULO !!!!!

PARABÉNS POR ATUALIZARES TEU BLOG, ANCA DOMENEGA, ASSIM, LOGO CEDO
NA
SEGUNDA-FEIRA, TEMOS NOTÍCIAS ATUALIZADAS.........DE SÃO
BORJA......AO
MENOS!!!!!!!!

TEU AMIGO ANÔNIMO DEFINIU-TE COM PERFEIÇÃO: OLIDES, UM CRISTÃO
DESLUMBRADO COM A CAPITAL. ESTA É A IMAGEM MAIS PRÓXIMA DAQUILO
QUE
TESTEMUNHEI NOS IDOS DE 1968/1969, QUANDO NA MINHA COMPANHIA, DO
FREDY
E DO MIRE, FOMOS REALIZAR OS FAMOSOS-"EXAMES DE SELEÇÃO", NO
JULINHO,
NO PIO XII, NO PAROBÉ( EU FIZ PARA ESCOLA AGRÍCOLA DE VIAMÃO).

TU E O FREDY FIZERAM JUS AO TALENTO E DEDICAÇÃO QUE TINHAM AOS
ESTUDOS( TAMBÉM TU SÓ REZAVAS, AJUDAVA NA LAVOURE- TI SI LAURAVA
MASSA!!!!!!! E IA À AULA), E PASSARAM DE PRIMEIRA. EU E O MIRE
ENTRAMOS PELA PORTA DOS FUNDOS........GRAÇAS AO GADANHE GASPERIN(
E
NUNCA VOTEI NELE.....QUE INGARTIDÃO!!!!!!!!).

EM BREVE, COM TUA PRÉVIA LICENÇA, RELATAREI PARA TEUS 17.000
LEITORES,
TUAS HISTÓRIAS EM FUNÇÃO DA TRANSFERÊNCIA PARA CAPITAL DOS
PAMPAS. QUE
CHOQUE URRBANO FANTÁSTICO !!!!!!!!!!EU FUI TESTEMUNHA !!!!!!!

SEMPRE FALO COM CERTO UFANISMO DA PALMEIRA POIS, JÁ SÃO 35 ANOS
MORANDO AQUI( DIA 17 DE ABRIL DE 1978 CHEGAVA NA ESPARTA E DIA 18
DE
ABRIL, O DR. JOSÉ AUGUSTO AMARAL DE SOUZA ERA "ESCOLHIDO" - DE
FORMA
INDIRETA PELA BANCADA DA ARENA, GOVERNADOR DO RS-, BEM CHIAPAI A
ESPARTANA E CENTENÁRIA !!!!!!!!!!!!

A PALMEIRA, DIZEM, É BOA MADRASTA E MÃE RUIM, POSI COSTUMA TRATAR
BEM
OS ESTRANGEIROS COMO EU. DEVO MUITO À GENTE DA PALMEIRA,
PRINCIPALMENTE A ALGUNS AMIGOS QUE VIRAM ALGUMAS VIRTUDES EM MIM,
NOTADAMENTE, NOS MOMENTOS MAIS DIFÍCEIS, QUE NÃO FORAM POUCOS.

MAS SERAFINA É ETERNA. EM JULHO VE SE ME AVISA PARA IRMOS À LA
UNDEZE
MANHAR BIGOLI E BER ER VIN- DO BOM , CLARO !!!!!!

COMO DIZIA O SAUDOSO ALDO SOCCOL, SAÚDE !!!!!!!!!!

UAM ABRAÇO.

MAURO ROCHA.

 

me manda as fichas do DOPS e os caras de palmeiras. onde saiu, na
ZH
de hoje?não li. me manda se tiveres ai.

Em Dom 2/06/13 14:15, m-rocha@upf.br escreveu:
OLIDES ! LI, COMO SEMPRE FAÇO COM A MERCIDA ATENÇÃO, A EDIÇÃO
DE
SEXTA-FEIRA DE TEU BLOG. CONFESSO-TE QUE, POR SER VÉSPERA DE FIM
DE
SEMANA, PODERIA SER MAIS RICA EM INFORMAÇÕES AOS FIÉIS
LEITORES.

CHAMOU-ME ATENÇÃO O FATO DE TU MANIFESTARES INTERESSE EM TER UM
BAR
EM
SERAFINA, E EM FRENTE À IGREJA - ATÉ AÍ TUDO BEM, MAS
DENOMINÁ-LO
COM
UMA BLAFÊMIA, OU BESTEMA, COMO VOCÊS DIZIAM OU DIZEM AINDA, É
CHOCANTE, TANTO PARA OS IMIGRANTES DE LA UNDEZE, QUANTO PARA NÓS,
ESTRANGEIROS( NEGRI!!!), QUE TIVEMOS A HONRA DE PASSAR POR
SERAFINA,
E
QUE ASSIMILAMOS O "MODOS VIVENDI" DOS ITALAINOS. DE MANEIRA
ESPECIAL,
APRENDEMOS A RESPEITAR OS VALORES E COSTUMES DO LOCAL. NUNCA
OFENDÍAMOS A DEUS, OU RRAMENTE O FAZÍAMOS, E PARA TANTO, USAMOS
UMA
CORRUPTELA DA BLÇASFÊMIA PARA FAZÊ-LO: OU ZIO CAN , OU PORCO
CAN,OU
PORCO ZIO, E OUTRAS VARIANTES.

O QUE ME CHAMOU ATENÇÃO É ALGUÉM COM TUA FORMAÇÃO RELIGIOSA
-
O
COMO
TU ÉRAS LIGADO À IGREJA ! - MANIFESTAR PUBLICAMENTE, A
INTENÇÃO
DE TER
UM ESTABELECIMENTO, CUJO NOME OFENDE A DEUS. SIM, DEVERMOS
RESPEITAR
TODAS AS CRENÇAS E AQUELES QUE NADA PROFESSAM TAMBÉM, MAS NÃO
CREIIO
QUE SEJA TEU CASO.

ACREDITO QUE TUA POSTURA, NO PASSADO, DE CAROLA VAMOS DIZER, EM
NADA
DENEGRIU TUA IMAGEM, MUITO MENOS DEIXASTE DE RESPEITAR VALORES
CRISTÃOS, EM QUE PESE O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO PELO QUAL
PASSASTE.
NÃO ACREDITO QUE TE TORNASTE ATEU, MAS RESPEITO TUA POSIÇÃO, SE
ASSIM
TE TORNASTE.

SUGIRO-TE QUE DÊ O NOME DE ZIO CAN AO BAR, A EXEMPLO DO NOME DO
JORNAL
QUE GOSTARIAS DE FUNDAR NA UNDEZE. ALIÁS, ESTA ÚLTIMA IDÉIA ME
SEDUZ ,
DE TAL FORMA QUE, SE UM DIA QUISERES COLOCÁ-LA EM PRÁTICA,
PODEREI
CONTRIBUIR COM ELA, COMO TEU FUNCIONÁRIO. RETORNAR Á UNDEZE,
PARA
MIM,
SERIA UMA HONRA.

ENTÃO ESTAMOS CONVERSADOS. ZIO CAN , O BAR DE TUTTI QUANTI
!!!!!!!!!!

UM ABRAÇO.

MAURO ROCHA

P.S.: PODERIAS REPERCUTIR A LIBERAÇÃO DAS FICHAS DO DOPS. NUNCA
VI
TANTOS PALMEIRENSES NO MESMO BLOCO !!!!!!!! FIQUEI FRUSTADO, POIS
NÃO
ENCONTREI MEU PAI E NEM MEU TIO, DENTRE OS "MONITORADOS" PELO
DOPS.

DE LA UNDEZE, QUEM SERÁ QUE ESTÁ NA LISTA ? O FINADO BERTO NÃO
!!!!

Prof. Mauro Santos Rocha
UPF PALMEIRA - DIRETOR

 

Prof. Mauro Santos Rocha
UPF PALMEIRA - DIRETOR

 

Prof. Mauro Santos Rocha
UPF PALMEIRA - DIRETOR

 

 

Prof. Mauro Santos Rocha
UPF PALMEIRA - DIRETOR

 

 

 

O unico jornalista desta turma é o Adolfo, da ZH. Os demais são todos aposentados. O Poli tem um blog, mas vive de renda dos apês que a mãe lhe deixou...


Floriano Bortuluzzi, Goulart, que ganhou comenda do vinho no fim de semana, Adolfo, da ZH, Poli e Cerutti que montou a feira dos livros da Ibravin.

Um dia vão ter que fazer uma estatua pro Cerutti. Só assim pra pagarem tudo.


 

 

 

 

Caros colegas,
No segundo dia de greve dos servidores da Procuradoria-Geral do RS, nesta terça-feira, dia 04/06, a categoria estará reunida no interior da Assembleia Legislativa, participando das reuniões de comissões e panfletando para os deputados e funcionários da Casa. Às 15h, está previsto que todos os servidores da PGE compareçam ao plenário para assistir às comunicações dos deputados.
Na quarta-feira, dia 05/06, a vigília dos servidores acontecerá na rampa do CAFF (Centro Administrativo Fernando Ferrari), onde será lançada a Campanha de Agasalhos do Sindispge. A presidente do Sindicato, Sabrina Oliveira Fernandes, informou que o movimento grevista também tem um cunho social. Segundo ela, a adesão à greve da categoria está em torno de 70%.

 

 

 

  Olides. Boa ideia essa de fazer uma matéria sobre as madrugadas do tempo da Zero.  Vou ter de me lembrar... Para fazer uma bom material. E as fotos...? 
     Olha.  estava vendo TV, hoje ao meia dia, quando, o Canal 13, Uma emissora estatal, como a TVE, deu uma matéria sobre a vida do presidente Pepe Mujica. Lembrei que tinha visto algo, no Museu de comunicações, aqui de Buenos Aires, anos passado, ( tinha anotado algo, na época, etc e tal ).  Depois do almoço, deu uma passada, é perto  aqui de casa. Olha o que arrumei...    Nem tudo estava no Museu. Material de meu arquivo pessoal.  Um abraço Gelson.

DITADURA PROIBIU JOSÉ MUJICA DE ENTRAR NO BRASIL EM 1970
Presidente uruguaio fez parte de lista de 'estrangeiros indesejáveis' da PF

De Buenos Aires
Gelson Farias

Era 1970. O Brasil vivia o período de repressão mais intenso em seus 21 anos de ditadura militar, logo depois da instauração do AI-5, em 1968. Nos porões da delegacia do DOI-CODI (Destacamento de Operações de Informações do Centro de Operações de Defesa Interna), na Rua Tutóia, em São Paulo, milhares de militantes de esquerda eram barbaramente torturados. Em janeiro de 1970, uma jovem de 22 anos foi colocada no pau de arara e torturada por vinte e dois dias consecutivos. Era Dilma Vana Rousseff, hoje presidente do Brasil, que relatou em depoimento que o momento mais difícil era quando recebia choques elétricos, principalmente nas partes íntimas.

Os brasileiros, porém, não eram os únicos procurados pelo governo. Documento da Polícia Federal de fevereiro de 1970 mostra uma lista de “estrangeiros indesejáveis”. Entre eles, outro futuro líder latino-americano: o uruguaio José Alberto Mujica Cordano, conhecido como Pepe Mujica. O motivo para que o atual presidente do Uruguai fosse impedido de entrar no país era a sua atuação no MLN-T (Movimento de Liberação Nacional – Tupamaros), do qual foi um dos nove principais líderes. Na mesma época, a ditadura uruguaia, comandada por Jorge Pacheco Areco e Juan María Bordaberry, exigia perseguição — sem perdão — aos guerrilheiros tupamaros.

Além de Mujica, a PF proibia dezenas de outros tupamaros de virem ao Brasil. Um deles, Lucia Topolanski Saavedra, atual senadora e primeira-dama do Uruguai. Poucos meses depois, Mujica foi detido no Uruguai e ficaram 14 anos na prisão, até 1985. Hoje, ele é considerado um dos presidentes mais carismáticos da América Latina. Doa 90% do seu salário para ONGs e, em março, negou-se a comparecer à missa que    inaugurou o pontificado do papa Francisco por ser ateu e defender o Estado laico no Uruguai.

Quem visita hoje o Punta Carretas Shopping pode não imaginar toda a história que envolve o lugar. O bonito shopping que leva o nome do concorrido bairro onde está localizado, foi há alguns anos atrás a penitenciária de segurança máxima do Uruguay. A penitenciária foi inaugurada em 1915 (encontrei alguns textos que afirmam que foi em 1910) e tem a história marcada por duas grandes fugas: a primeira na década de 30 e a segunda mais impactante e histórica para o país no ano de 1971. Nessa fuga de 1971 escaparam mais de 100 presos do grupo guerrilheiro Tupamaro, até hoje é a maior fuga de presos políticos conhecida no mundo.

O planejamento de toda a fuga que ocorreu no dia 06 de setembro é digno de roteiro de cinema: quase um mês antes do grande dia os presos começaram a cavar um túnel de 45 metros desde a cela de número 73 ( a penitenciaria contava com 400 celas) que se conectava com uma casa que ficava em frente ao estabelecimento penitenciário. Essa casa foi tomada apenas um dia antes da fuga, encontrei um relato com o depoimento da proprietária da casa contando como o grupo procedeu:

" Nosotras estábamos en la casa, cuando apareció Billy con unos muchachos, que se ve, habían entrado antes por su apartamento, entre los cuales estaba Henry Engler, según nos enteramos muchísimos años después.
Nos dijeron que eran tupamaros, y que tenían que hacer un trabajo; y bueno, es ahí que nos llevaron para atrás, con mi madre, con Billy, y nos quedamos ahí, sin saber que estaba pasando o que podía ocurrir. Todo esto se dio en forma muy correcta; no hubo ninguna escena de violencia, ni nada por el estilo. Jamás podíamos sospechar que pasaría algo así."

 

Nas horas decisivas da fuga, os Tupamaros organizaram motins em dois pontos da cidade buscando distrair as atenções das forças políticas e públicas para o movimento que se passava na penitenciária... e conseguiram. O atual presidente da república, o querido Pepe Mujica, fazia parte do grupo Tupamaro e foi um dos presos que escaparam nesse fatídico dia. A penitenciária deixou de funcionar em 1986 e por alguns anos discutiu-se o que seria feito com o espaço, quando finalmente foi vendida a um consorcio imobiliário que decidiu transformar o lugar em centro comercial, então em 1991 começaram as obras de reciclagem das antigas instalações para darem lugar ao novo shopping. Fazia parte do projeto de reciclagem o arquiteto uruguaio Casildo Rodríguez e o argentino Juan Carlos López, autor das Galerias Pacifico de Buenos Aires, quem já visitou a capital portenha é bem provável que tenha passado por lá!

Enquanto isso, no Brasil, a Comissão da Verdade tenta restaurar a memória coletiva do país, indiciando os agentes responsáveis pela tortura e pela repressão. Isso sem saber, devido à Lei da Anistia, se eles serão julgados pelas violações aos direitos humanos, como tem ocorrido em outros países da América Latina, como aqui, Argentina, onde quase todos os envolvidos com a ditadura, estão em prisão perpetua. No que se refere à luta armada, da qual fizeram parte os grupos de Dilma e Mujica, a Comissão da Verdade esclareceu que esse tipo de ação só foi iniciado após a tortura. "A tortura começou a ser praticada nos quartéis em 1964. A tortura está na origem da ditadura militar. Ela ocorre antes da luta armada", afirmou a historiadora Heloísa Starling, integrante do grupo de pesquisadores. Uma das principais justificativas para a implementação do AI-5, que instituiu oficialmente a repressão em 1968, era o combate aos “subversivos que queriam um regime comunista no país”.

 

 


 

 

 

Cronograma movimento grevista Sindispge
No segundo dia de greve dos servidores da Procuradoria-Geral do RS, nesta terça-feira, dia 04/06, a categoria estará reunida no interior da Assembleia Legislativa, participando das reuniões de comissões e panfletando para os deputados e funcionários da Casa. Às 15h, está previsto que todos os servidores da PGE compareçam ao plenário para assistir às comunicações dos deputados.
Na quarta-feira, dia 05/06, a vigília dos servidores acontecerá na rampa do CAFF (Centro Administrativo Fernando Ferrari), onde será lançada a Campanha de Agasalhos do Sindispge. A presidente do Sindicato, Sabrina Oliveira Fernandes, informou que o movimento grevista também tem um cunho social. Segundo ela, a adesão à greve da categoria está em torno de 70%.

Terezinha Tarcitano
Assessoria de Imprensa
(51) 9929-4575


 

 

 

 

Prefeitura recomeça obra de duplicação da avenida Beira Rio

A prefeitura recomeçou na manhã desta segunda-feira, 3, as obras do quarto trecho da duplicação da avenida Edvaldo Pereira Paiva (av. Beira Rio), entre as avenidas Loureiro da Silva e João Goulart. Depois de mais de 15 dias de paralisação, em razão de um grande debate sobre a obra, máquinas e caminhões estão trabalhando em ritmo acelerado para a construção da nova via. (fotos)

A duplicação da avenida Edvaldo Pereira Paiva, na extensão de seis quilômetros, é uma das importantes obras viárias previstas para a Copa 2014 e irá desafogar o acesso à zona Sul da cidade. Interligada às avenidas Diário de Notícias, Icaraí, Cel. Massot, Tronco e outras, qualificará o sistema viário da Capital, além de garantir a fluidez do tráfego e a segurança dos usuários na região de dois dos principais parques da cidade - o Marinha do Brasil e o Harmonia. Atualmente, mais de 46 mil veículos trafegam diariamente pela avenida, o que ocasiona grandes engarrafamentos na região.

Toda em pavimentação asfáltica, a pista terá 9,5 metros de largura e contará com serviços de drenagem pluvial, iluminação, revestimento de passeios, plantio de árvores, sinalização horizontal e vertical, além de uma ciclovia com 2,5 metros de largura, paralela ao Guaíba.

Segundo o secretário de Gestão, Urbano Schmitt, a nova Edvaldo vai integrar-se a outros projetos urbanísticos em andamento na cidade, o projeto da Orla e o do Cais Mauá. Estes projetos irão revitalizar a área central da cidade, ampliando o desenvolvimento econômico e turístico.

Plantio de árvores - A compensação ambiental pela retirada de 57 vegetais para a execução da nova avenida será feita com o plantio de 401 novas árvores, sendo que 130 já foram colocadas no entorno da avenida. Mais 2 mil serão plantadas na região, dentro do futuro projeto Orla. "A prefeitura sempre operou dentro da sua legalidade e lembrou que a decisão judicial favorável para retomar a obra foi por unanimidade de três desembargadores do Tribunal de Justiça", afirmou o secretário de Gestão, Urbano Schmitt.

 

 

 

 

 

Sábado amanheceu em Porto Alegre com um ' baita' arco-iris...veio a chuva, veio o frio.

 

 

 

Cedecondh trata do uso de espaços públicos por grupos teatrais

A Comissão de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Segurança Urbana (Cedecondh), da Câmara Municipal de Porto Alegre, promoverá, às 14h30min desta terça-feira (4/6), reunião para tratar do uso de espaços públicos por grupos teatrais de rua. O tema será debatido após denúncia do grupo Levanta Favela, que teria sofrido repressão da Brigada Militar na Usina do Gasômetro, em março deste ano. A reunião será realizada na sala 302 da Câmara (Avenida Loureiro da Silva, 255, 3º andar). Informações: (51) 3220-4343, com Janice ou Marli.

Texto e edição: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)

Institucional
03-06-2013
17:00 Sessão ordinária / Lideranças
16:49 Sessão ordinária / Comunicações
15:53 Cosmam debate conservação da Mata Atlântica
14:30 Cuthab analisa Taxa de Coleta de Lixo em área rural
11:19 Cefor realiza seminário sobre supermercados nesta segunda
10:16 Informática passa a contar com novo servidor concursado

 

 

 

 

Vou responder item por item as infâmias aqui divulgadas com meu consentimento do fiol del zator, que vive nababescamente na espartana Palmeira das Missões há mais de 30 anos e que fica vangloriando Serafina, que ele nem mais sabe nem onde fica....

Quando cheguei em Porto Alegre, realmente tive um ' nervoso' no dia das provas pra admissão do Julinho, e levei pau. Não entrei. Tenho isto às vezes na vida. Muita expectativa....O Gasparin conseguiu me transferir do Pio XII onde entrei pro Julinho.

Pronto....assim que cada um conta a sua versão dos fatos. Não os fatos, como já dizia GGMarques.

Outra coisa: não fui tão carola como o Mauro me acha. Eu realmente vivia perto do padre Ciotola mas era porque ele ensinava e muito português. Acho que minha ligação com aquele educador foi por aí.

Nunca fui assim tão carola. Engraçado como o Mauro me vê por aí.

Quanto ao Mire, bom, acho ele o cara mais inteligente da nossa turma do ginásio.Mas é meio preguiçoso e ainda hoje coça o cabelo(enrola o cabelo) uma mania que tem e que em 40 e tantos anos não perdeu. Mas é uma alma generosa.

 

 

 


OLIDES !

MI SON FIOL DE LA UNDEZE...CLARO,.....ADOTIVO.......MAS DE LA
UNDEZE.....NÃO ABRO MÃO DESTE TÍTULO !!!!!

PARABÉNS POR ATUALIZARES TEU BLOG, ANCA DOMENEGA, ASSIM, LOGO CEDO NA
SEGUNDA-FEIRA, TEMOS NOTÍCIAS ATUALIZADAS.........DE SÃO BORJA......AO
MENOS!!!!!!!!

TEU AMIGO ANÔNIMO DEFINIU-TE COM PERFEIÇÃO: OLIDES, UM CRISTÃO
DESLUMBRADO COM A CAPITAL. ESTA É A IMAGEM MAIS PRÓXIMA DAQUILO QUE
TESTEMUNHEI NOS IDOS DE 1968/1969, QUANDO NA MINHA COMPANHIA, DO FREDY
E DO MIRE, FOMOS REALIZAR OS FAMOSOS-"EXAMES DE SELEÇÃO", NO JULINHO,
NO PIO XII, NO PAROBÉ( EU FIZ PARA ESCOLA AGRÍCOLA DE VIAMÃO).

TU E O FREDY FIZERAM JUS AO TALENTO E DEDICAÇÃO QUE TINHAM AOS
ESTUDOS( TAMBÉM TU SÓ REZAVAS, AJUDAVA NA LAVOURE- TI SI LAURAVA
MASSA!!!!!!! E IA À AULA), E PASSARAM DE PRIMEIRA. EU E O MIRE
ENTRAMOS PELA PORTA DOS FUNDOS........GRAÇAS AO GADANHE GASPERIN( E
NUNCA VOTEI NELE.....QUE INGARTIDÃO!!!!!!!!).

EM BREVE, COM TUA PRÉVIA LICENÇA, RELATAREI PARA TEUS 17.000 LEITORES,
TUAS HISTÓRIAS EM FUNÇÃO DA TRANSFERÊNCIA PARA CAPITAL DOS PAMPAS. QUE
CHOQUE URRBANO FANTÁSTICO !!!!!!!!!!EU FUI TESTEMUNHA !!!!!!!

SEMPRE FALO COM CERTO UFANISMO DA PALMEIRA POIS, JÁ SÃO 35 ANOS
MORANDO AQUI( DIA 17 DE ABRIL DE 1978 CHEGAVA NA ESPARTA E DIA 18 DE
ABRIL, O DR. JOSÉ AUGUSTO AMARAL DE SOUZA ERA "ESCOLHIDO" - DE FORMA
INDIRETA PELA BANCADA DA ARENA, GOVERNADOR DO RS-, BEM CHIAPAI A
ESPARTANA E CENTENÁRIA !!!!!!!!!!!!

A PALMEIRA, DIZEM, É BOA MADRASTA E MÃE RUIM, POSI COSTUMA TRATAR BEM
OS ESTRANGEIROS COMO EU. DEVO MUITO À GENTE DA PALMEIRA,
PRINCIPALMENTE A ALGUNS AMIGOS QUE VIRAM ALGUMAS VIRTUDES EM MIM,
NOTADAMENTE, NOS MOMENTOS MAIS DIFÍCEIS, QUE NÃO FORAM POUCOS.

MAS SERAFINA É ETERNA. EM JULHO VE SE ME AVISA PARA IRMOS À LA UNDEZE
MANHAR BIGOLI E BER ER VIN- DO BOM , CLARO !!!!!!

COMO DIZIA O SAUDOSO ALDO SOCCOL, SAÚDE !!!!!!!!!!

UAM ABRAÇO.

MAURO ROCHA.

 

 

 

Semana do Meio Ambiente tem como tema o Pensar Sustentável

A 29ª edição da Semana do Meio Ambiente, desenvolvida pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam), inicia-se nesta terça-feira, 4. Sob o tema “Pensar Sustentável”, serão desenvolvidas atividades como oficinas, trilhas, cursos, contação de histórias, palestras e seminário. A programação é gratuita e aberta ao público.

No dia 4, ocorre a palestra de abertura com o professor Genebaldo Freire Dias, doutor em Ecologia e consultor em educação ambiental. As vagas são limitadas e informações podem ser obtidas pelos telefones 3289-7580 ou 3289-7586. As inscrições podem ser feitas no auditório do prédio 15 da PUCRS. A programação se encerra no domingo, 9, quando ocorre a exposição Lixo do Dilúvio, com objetos removidos pelo Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) do Arroio Dilúvio durante o mês de maio.

A Semana do Meio Ambiente conta com apoio da Fundação Escola Superior do Ministério Público, da OAB/RS, da Fundação Escola Superior de Direito Municipal, do Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais, da Comissão de Gestão Ambiental, da Biota-Geom e da Faculdade de Educação da PUC e patrocínio de Caixa Econômica Federal.

 

 

 


O décimo-primeiro voto

Carlos Chagas

A mais do que certa aprovação de Luís Roberto Barroso pelo Senado, quinta-feira, permitirá que o Supremo Tribunal Federal marque para este mês a posse dele como seu décimo-primeiro ministro. Funcionando na plenitude, a mais alta corte nacional de justiça estará apta a encerrar o processo do mensalão sem o risco de empate no julgamento dos embargos apresentados pelos condenados, situação que poderia acontecer no caso do julgamento por dez ministros.

Atribui-se ao presidente Joaquim Barbosa a previsão de que a partir de agosto começará a apreciação dos recursos, mas não parece fora de propósito que ainda em junho eles entrem em pauta. Antes ou depois das férias de julho, a dúvida é saber se os embargos, tanto os declaratórios quanto os infringentes, serão analisados isoladamente, caracterizando longo novo julgamento, ou se Barbosa, como relator, encontrará fórmula para afastá-los em conjunto, ou quase isso. Assim, em poucos dias o Supremo confirmaria as sentenças já exaradas, com mudanças insignificantes. Ou se submeteria ao desgaste de rever todo um processo já praticamente concluído depois de anos de tramitação.

É claro que nessa última hipótese ficaria arranhada a imagem do Poder Judiciário, dentro do tradicional mote popular sobre ser a justiça, no Brasil, favorável aos ricos e rigidamente aplicada apenas aos ladrões de galinha. No reverso da medalha, porém, surge a prerrogativa concedida em lei a todos os condenados, de esgotar até a última tentativa a hipótese de rever sentenças.

De qualquer forma, a presença do décimo-primeiro ministro na corte suprema evita a inusitada possibilidade de empate nas decisões plenárias, coisa que atrasaria a conclusão do mais rumoroso processo de que se tem notícia na história do Supremo Tribunal Federal.

APARANDO ARESTAS

O encontro da presidente Dilma com o vice-presidente Michel Temer e os presidentes da Câmara, Henrique Alves, e do Senado, Renan Calheiros, marca mais uma tentativa de governo e PMDB apararem arestas em seu relacionamento, empurrando com a barriga situações que fatalmente retornarão com o passar dos meses. É a repetição daquela história de que dois grilos não podem ficar fechados na mesma caixa de fósforos: um comerá o outro…

 

 

 

 

Celebrando a Etnia Italiana

No dia 29 de Maio de 2013, Serafina Corrêa teve uma noite especial,
celebrando a Etnia Italiana.
O evento reuniu centenas de pessoas no Clube Social e Cultural
Gaúcho, num ambiente especialmente decorado, lembrando a grande saga
da imigração italiana no Rio Grande do Sul. Às 19h, a Câmara Municipal
de Vereadores promoveu a Sessão Solene, com a participação dos
escritores Ademir Antonio Bacca e Darcy Loss Luzzatto. O coral de
crianças e adolescentes Os Canarinhos de Serafina Corrêa abrilhantaram
a Sessão, cantando duas músicas e interpretando o Hino do município.
As autoridades locais e convidados falaram sobre a importância da
etnia italiana na constituição e progresso do município de Serafina
Corrêa e da região. Foi salientado, também, o esforço de muitas
pessoas na busca da preservação da cultura, costumes e da identidade
do povo serafinense, lembrando dos destaques que Serafina Corrêa ainda
possui, no resgate e manutenção da cultura italiana. O Prefeito Ademir
Antônio Presotto, em seu pronunciamento, fez questão de falar em
Talian, língua co-oficial do município. O Chefe do Executivo
salientou: A tuti noantri ne toca, come sfida, di e note mantegnar
viva la fiama! (?) sensa mai perder i valori ereditadi! Gràssie tante,
a tuti! Em português: A todos nós cabe, como desafio, dia e noite
manter viva a chama... sem nunca perder os valores herdados! Muito
obrigado, a todos!
Em seguida, houve o Senar Dansante, com o Jantar Italiano e show com
o Grupo Musicale Giramondo. A gastronomia italiana, integração e
alegria fizeram parte do evento que contou com a presença de
autoridades dos municípios de toda a região, da comunidade serafinense
e teve o apoio da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de
Serafina Corrêa, ACISCO, da Federação das Associações
Ítalo-Brasileiras ? FIBRA/RS, e do LIONS Clube.
A Rainha do município, Daniela Marangoni, e as Princesas Eloah Vidmar
e Taiara Vicentin estiveram recepcionando os convidados, além de
divulgarem o Festipizza que acontecerá nos dias 25, 26 e 27 de Julho
em Serafina Corrêa/RS.

 

 

 

 

 

OESP – 02/JUN/13 - Evo testa Dilma – Editorial
O espantoso caso de Roger Pinto Molina, o opositor boliviano que está refugiado na embaixada brasileira em La Paz, completou um ano na terça-feira passada. Certo da tibieza do governo petista no trato com o presidente Evo Morales, que na última década tem desafiado o Brasil à vontade sem sofrer nenhuma conseqüência, o governo da Bolívia continua a negar a concessão de um salvo-conduto a Molina para que ele atravesse a fronteira e possa usufruir o asilo político que recebeu da presidente Dilma Rousseff. Mais uma vez, Morales testa os compromissos ideológicos do governo petista com o "bolivarianismo", movimento em nome do qual o Brasil vem aceitando, docilmente, a arrogância dos vizinhos bolivarianos.
Dilma acertou ao conceder o asilo a Molina, senador que se refugiou na Embaixada do Brasil para não ser preso. O político é acusado pelo governo boliviano em mais de 20 processos que envolvem corrupção, participação num massacre de índios e conspiração para derrubar Morales. Molina nega tudo e se diz perseguido político. Começou a sofrer o assédio oficial depois de ter acusado um auxiliar direto de Morales de ser corrupto e de estar ligado ao narcotráfico. Considerando-se a tradição bolivariana de inventar denúncias contra seus adversários, para tirar a oposição do campo político e jogá-la no noticiário policial, Molina tem razão por temer por seu destino.
É da tradição brasileira conceder asilo a perseguidos políticos, sejam quais forem suas convicções ideológicas e sem considerar o mérito das acusações que estejam sofrendo. Dilma apenas seguiu o manual A resposta a essa decisão, no entanto, veio na forma da intransigência de Evo Morales, que não vê problema nenhum em arriscar as relações com o Brasil quando lhe convém. Basta lembrar a ocupação militar de uma refinaria da Petrobrás, em 2006, liderada por Morales. Na ocasião, o Brancaleone andino não só não foi admoestado pelo governo Lula como ainda recebeu sua solidariedade, enquanto a Petrobrás contabilizava prejuízo bilionário.
O caso do senador Molina expõe a leniência e o duplo padrão moral da diplomacia petista quando se trata de enfrentar as desabridas atitudes dos bolivarianos. O opositor boliviano, de 53 anos, enfrenta há um ano duras condições de vida dentro da embaixada. Vive num espaço de cerca de 20 metros quadrados no primeiro andar do prédio e não pode sair para tomar sol. Foi proibido pelo Itamaraty de receber visitas de amigos e de correligionários e não pode conceder entrevistas.
O Ministério das Relações Exteriores argumenta que as restrições seguem a Convenção de Caracas, que normatiza a concessão de asilo diplomático e diz, em seu artigo 18, que os asilados não podem "praticar atos contrários à tranqüili­dade pública, nem intervir na política interna do Estado territorial". No entanto, não houve o mesmo zelo legal quando o bolivariano Manuel Zelaya, presidente deposto de Honduras, se refugiou na Embaixada do Brasil em Tegucigalpa, em 2009, Durante os quatro meses em que Zelaya permaneceu no prédio, ele recebeu visitas as mais diversas, incitou simpatizantes à rebelião, deu entrevistas e denunciou a "ditadura" hondurenha, sem que fosse repreendido.
No caso de Molina, seu advogado, que acusa a diplomacia brasileira de fazer "corpo mole", pediu ao STF que mande o Itamaraty fornecer a seu cliente um carro do corpo diplomático para que ele possa deixar a Bolívia, independentemente da concessão de salvo-conduto.
Enquanto isso, parlamentares governistas sugerem que Morales está usando os 12 corintianos presos desde fevereiro pela morte de um torcedor boliviano como moeda de troca para pôr as mãos em Molina. Há também a possibilidade, proposta pela Bolívia, de que Molina receba permissão para ir ao Peru, mas não está claro se ele receberia garantias de que de lá não seria repatriado, Em qualquer desses casos, será inadmissível se Dilma se dobrar às chantagens bolivianas e não exigir garantias críveis de que Molina não será entregue a seus algozes.
Graças à atuação de lesa-Pátria liderada por Marco Aurélio Garcia, o Brasil vem sendo humilhado continuadamente!!!


 

 

 

De São Borja

Falei agora de manhã cedo com o letier Vivian...Me disse que aJuventude do PDT promove evento dias 21,22 e 23 num sitio localizado há dois quilometros de São Borja.

Entre os convidados, Juremir Machado da Silva,entre outros.

Na organização do evento, Joãozinha do gabinete da deputada estadual Juliana Brizola e o próprio Letier.

São belos quadros do PDT!

 

 

 

A ' maldição" dos pedágios!!!!!

Com toda esta celeuma do fechamento do pedágio de Farroupilha me lembrei de uma historinha qu emeu irmão Renato sempre conta.

Diz ele que nos anos 90, quando tinha a churrascaria Mate Amargo na rodovia Dom Pedro II em Nazaret Paulista, o governador Mário Covas - já falecido - mandou instalar muitos pedágios....

Um deles a menos de 100 metros da sua churrascaria.

Os engneheiros durante a instalação o avisaram de que passasse adiante o ponto porque teria uma decepção.

- Ninguém para em posto ou restaurante depois de pagar a catraca.

Ele não deu bola e foi o que lhe aconteceu....

- Depois que botaram o pedágio só parava lá quem tivesse que abstecer mesmo.

O restaurante ficou às moscas,me disse o Renato.

Ele vendeu o ponto e hoje nem mais pedágio tem lá. Foi transferido para outro local

 

 

 

A ' fiha' do atual presidente do Gremio, que teve,sim,ficha no DOPS! \agora virou chic ter tido ficha no DOPS!!!!
Fábio André Koff (Bento Gonçalves - 13 de maio de 1931)) - é juiz de direito aposentado e atual presidente do Grêmio de Porto Alegre.
Nasceu na Serra Gaúcha, criado na cidade de Garibaldi, foi jogador de futebol meio campista, ex-técnico de futebol, ex-presidente doClube dos 13, Foi presidente do Grêmio FBPA nos anos de 82/83, 93/96 e atualmente na gestão 2013/2014.
Passando a juventude, influenciado pela esposa, dona Ivone Koff, cursou faculdade de direito em Passo Fundo, executou a profissão de juiz de direito, onde passou a fazer um "tour" pelo interior do estado do Rio Grande do Sul. Foi juiz de direito em Flores da Cunha,Frederico Westphalen, São Jerônimo, Canoas e por fim a capital, Porto Alegre.
...
Atualmente Dr. Fábio Koff é presidente do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense1 durante o biênio 2013/2014 e também é ex-presidente doClube dos 13, a associação dos 20 maiores clubes de futebol brasileiros.2
http://pt.wikipedia.org/wiki/F%C3%A1bio_Koff

http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/politica/pagina/dops-no-rs.html

http://imagem.arquivonacional.gov.br/mr/arquivos/naorestrito/749425_24981.jpg

 

 

 

Porto Alegre: 2ª Vigília Pelo Fim das Carroças colhe assinaturas e conscientiza população

No domingo, 2 de junho, o parque Farroupilha sediou a segunda edição da Vigília Pelo Fim das Carroças, com mobilização das ONGs Gatos & Amigos, Porto Alegre Melhor, Aprocan, Vanguarda Abolicionista, protetores e ativistas independentes – pelo cumprimento dos prazos da lei municipal votada ainda em 2008. A cruel realidade dos cavalos de carroça em Porto Alegre foi mostrada em cartazes e banners, e um abaixo-assinado como pressão popular recebeu endosso de centenas de frequentadores do Brique da Redenção. Defensores dos animais da vizinha Canoas também participaram da manifestação, lembrando que naquela cidade não há lei contra carroças nem local para recolhimento em casos de maus-tratos, o que é constante. A atividade permitiu ainda a conscientização no corpo a corpo, esclarecendo dúvidas sobre a situação da lei, a inclusão social dos carroceiros, o destino dos cavalos, prazos e etapas legais. O programa Sintonia da Terra, da Ecoagência, fez cobertura do evento e entrevistou Eliane Tavares, da Aprocan, Marcio de Almeida Bueno, da Vanguarda Abolicionista, e a vereadora Lourdes Sprenger, presente ao evento. A edição do programa vai ao ar nesta quarta-feira, 5 de junho, às 13h, pela rádio da Universidade, 1080 AM. Uma galeria de fotos do evento está em facebook.com/VanguardaAbolicionista.

 

 

 

Olides. Aqui, em Buenos Aires, o frio é de violento. ontem, a noite, saímos eu e a Enriqueta, fomos a casa de uns amigos comer um assado, e na volata, meu caro o frio era de dois graus...
Bem. Mandei esta matéria como final da culinaria chilena. MGelson e Enriqueta.

----

O chile e a inflência da cozinha européia
A culinária é composta por uma mistura de paladares de vários países

De Santiago do Chile Final
Gelson Farias

 

A culinária do Chile é uma mistura de vários alimentos que cruzaram pelo país. Aqui, podemos encontrar uma tradição culinária fabulosa. Para compor seus pratos típicos, a cultura gastronômica mistura diversos ingredientes: são usadas diferentes especiarias, carnes, e frutos do mar, formando uma mistura fascinante que conquista o paladar. Os frutos do mar também são muitos consumidos, devido à larga costa chilena. A culinária desse país é composta por uma mistura de paladares de vários países. Como ocorreu com todos os países da América do Sul, o Chile recebeu influências na maneira de cozinhar de vários lugares e povos diferentes. A influência da cozinha europeia se estende por todo país, onde é percebida nas misturas das comidas típicas. Os colonos que vinham de outros lugares traziam na bagagem seus ingredientes e métodos de preparação do alimento, e desde então, a cultura alimentar do país se misturou e se diversificou.

Em média os chilenos têm quatro refeições por dia: o café da manhã, o almoço, a hora do chá, e o jantar. Normalmente no café da manhã é consumido pão torrado com manteiga, além do café com leite. No almoço, considerada a maior refeição do dia, são geralmente consumidos a carne de boi ou frango, e uma salada como acompanhamento. Os vegetais sempre têm espaço na mesa. O almoço dura cerca de uma hora e meia. A pausa para o chá acontece geralmente no final da tarde, tradição adotada dos britânicos. Nessa pausa são consumidos pão, geleia queijos e frutas, tal como o abacate. Por volta das 9 da noite, é servido o jantar. Geralmente composto por uma salada, preparada com cebola picada, tomates, vinagre, molho de óleo e coentro picado. Pratos preparados com arroz são comuns, devido aos espanhóis.

 

O chileno adora o vinho a ponto de considerar uma refeição incompleta sem ele. A bebida está presente em cada almoço e jantar, e é consumido assim como a água. Os vinhos lá fabricados tem reputação internacional, devido ao seu distinto sabor. No entanto, a bebida tradicional é o Pisco, ou "Pisco Sour", um licor preparada com suco de limão, açúcar e clara de ovo.

É claro que esses são apenas alguns pratos que compõem a enorme cultura gastronômica. Os alimentos trazidos pela imigração se fundiram a outros, se transformaram e sobreviveram através do tempo, ganhando contribuições da culinária dos nativos. A atual gastronomia chilena se originou dessa grande mistura. Entre esses imigrantes estão árabes, britânicos, indianos, italianos e espanhóis. Esses últimos trouxeram costumes como o uso do frango, da carne suína, e de temperos como alho e cebola.

 

 

 

 

Então quer dizer que o DOPS viagiava um dos caras que se envolveria com o adubo-papel????

 

 

 

 

Atualização...

Muito em sinto orgulhoso de que este blog tambéms seja atualizado em feriados e fins de semana..È uma pequena conquista que almejava há anos...

*

Quem sairia de casa neste dia nubladão de domingo??Inda mais que estou editando meu livro sobre a noite de Poa...sexta fui entrevistar o cara do Van Gogh que me disse que o velho Friola, o homem mais terrivel de Livramento, nãosaiu de lá...

*

Encima do Van Gogh mora o previdi. Assim é fácil tomar um trago. Desce,senta naquelas mesinhas da frente e ve a vida passar.

 

 

 

Não pude ir a Muçum prestigiar as fotos do Juremir. Mas mando um strucon a ele...

*

Não dá pra ser como Sto Antônio e estar em dois locais ao mesmo....

*

Estou lendo o livro do Claudinho Pereira sobre a noite de Porto Alegre. Tem episódios interessantes. O Beto Canarinho, do Odeon, que é uma referência no assunto, gostou do livro.

Disse que tem bala na agulha.

*

 

 

 

Memória da imprensa

Vendo as fichas do DOPS na ZH deste domingo, me lembrei de mais de 30 anos atrás quando
eu havia feito um frila pra revista ISTO É...sobre a venda do jogador Batista do Inter pro Grêmio....

Me entusiasmei muito com aquilo.

Quando o governador Amaral de Souza queimou as tais fichas do DOPS pensei que a revista me pediria um frila. Grande frustação....!!!

Eles mandaram um japinha fazer a matéria. Seu nome ANTONIO CARLOS FON, que fora preso político.

Bobagens do tempo, olho hoje em dia isto apenas por este prisma....

 

 

 

Prezado Mauro

Noto nas entrelinhas um grande ' orguho' quando falas da espartana???

Tu és filho adotivo daí, ou de la Undeze????

 

 

 

OLIDES ! LI, COMO SEMPRE FAÇO COM A MERCIDA ATENÇÃO, A EDIÇÃO DE
SEXTA-FEIRA DE TEU BLOG. CONFESSO-TE QUE, POR SER VÉSPERA DE FIM DE
SEMANA, PODERIA SER MAIS RICA EM INFORMAÇÕES AOS FIÉIS LEITORES.

CHAMOU-ME ATENÇÃO O FATO DE TU MANIFESTARES INTERESSE EM TER UM BAR EM
SERAFINA, E EM FRENTE À IGREJA - ATÉ AÍ TUDO BEM, MAS DENOMINÁ-LO COM
UMA BLAFÊMIA, OU BESTEMA, COMO VOCÊS DIZIAM OU DIZEM AINDA, É
CHOCANTE, TANTO PARA OS IMIGRANTES DE LA UNDEZE, QUANTO PARA NÓS,
ESTRANGEIROS( NEGRI!!!), QUE TIVEMOS A HONRA DE PASSAR POR SERAFINA, E
QUE ASSIMILAMOS O "MODOS VIVENDI" DOS ITALAINOS. DE MANEIRA ESPECIAL,
APRENDEMOS A RESPEITAR OS VALORES E COSTUMES DO LOCAL. NUNCA
OFENDÍAMOS A DEUS, OU RRAMENTE O FAZÍAMOS, E PARA TANTO, USAMOS UMA
CORRUPTELA DA BLÇASFÊMIA PARA FAZÊ-LO: OU ZIO CAN , OU PORCO CAN,OU
PORCO ZIO, E OUTRAS VARIANTES.

O QUE ME CHAMOU ATENÇÃO É ALGUÉM COM TUA FORMAÇÃO RELIGIOSA - O COMO
TU ÉRAS LIGADO À IGREJA ! - MANIFESTAR PUBLICAMENTE, A INTENÇÃO DE TER
UM ESTABELECIMENTO, CUJO NOME OFENDE A DEUS. SIM, DEVERMOS RESPEITAR
TODAS AS CRENÇAS E AQUELES QUE NADA PROFESSAM TAMBÉM, MAS NÃO CREIIO
QUE SEJA TEU CASO.

ACREDITO QUE TUA POSTURA, NO PASSADO, DE CAROLA VAMOS DIZER, EM NADA
DENEGRIU TUA IMAGEM, MUITO MENOS DEIXASTE DE RESPEITAR VALORES
CRISTÃOS, EM QUE PESE O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO PELO QUAL PASSASTE.
NÃO ACREDITO QUE TE TORNASTE ATEU, MAS RESPEITO TUA POSIÇÃO, SE ASSIM
TE TORNASTE.

SUGIRO-TE QUE DÊ O NOME DE ZIO CAN AO BAR, A EXEMPLO DO NOME DO JORNAL
QUE GOSTARIAS DE FUNDAR NA UNDEZE. ALIÁS, ESTA ÚLTIMA IDÉIA ME SEDUZ ,
DE TAL FORMA QUE, SE UM DIA QUISERES COLOCÁ-LA EM PRÁTICA, PODEREI
CONTRIBUIR COM ELA, COMO TEU FUNCIONÁRIO. RETORNAR Á UNDEZE, PARA MIM,
SERIA UMA HONRA.

ENTÃO ESTAMOS CONVERSADOS. ZIO CAN , O BAR DE TUTTI QUANTI !!!!!!!!!!

 

UM ABRAÇO.

MAURO ROCHA

P.S.: PODERIAS REPERCUTIR A LIBERAÇÃO DAS FICHAS DO DOPS. NUNCA VI
TANTOS PALMEIRENSES NO MESMO BLOCO !!!!!!!! FIQUEI FRUSTADO, POIS NÃO
ENCONTREI MEU PAI E NEM MEU TIO, DENTRE OS "MONITORADOS" PELO DOPS.

DE LA UNDEZE, QUEM SERÁ QUE ESTÁ NA LISTA ? O FINADO BERTO NÃO !!!!

 

Prof. Mauro Santos Rocha
UPF PALMEIRA - DIRETOR

 

 

 

Prezado Mauro

Evidente que voce escreveu ironizando..nem eu jamais terei um bar com este nome em serafina. Tu sabes que a ironia ás vezes é mal entendida...mas que um Porco dio na frente dei preti vinha bem, isto vinha bem..

Quanto a eu ser religioso, um amigo dizia que eu era um CRISTÃO DESLUMBRADO COM A CIDADE GRANDE...

O que também não deixa de ser uma verdade....

Isto no tempo que a gente pensava em pegar em armas pra combater a ditadura...isto quando tu dormias em berço esplendido em Uruguaiana...antes de casar com a Chica que te botou nos prumos pra trabalhar, embora tu detestes este substantivo( o editor)

 

 

 

 

Bilionário Roberto Civita, barão brasileiro mídia morre aos 76 anos


Bilionário brasileiro Roberto Civita, morto aos 76 anos (Foto: Ivan Pacheco)

O milionário brasileiro Roberto Civita, o chefe de um dos maiores conglomerados de mídia da América Latina, morreu no domingo, depois de passar mais de 60 dias em um hospital de São Paulo devido a complicações de um aneurisma, de acordo com o seu grupo de media, Abril. Ele tinha 76 anos.

O filho de Victor Civita, fundador da Abril, em 1950, Roberto Civita assumiu a empresa em 1990, quando seu pai morreu. A Abril emprega atualmente mais de 7.000 pessoas, e inclui a Editora Abril, que publica algumas das maiores revistas do Brasil, e a Abril Educação .

Nascido em Milão, em 1936, Roberto e sua família se mudou para os Estados Unidos logo depois, onde ficaram por cerca de uma década. Durante uma visita ao Brasil, seu pai decidiu liquidar seus negócios lá, e a família mudou-se novamente, desta vez para São Paulo.

Victor Civita, inicialmente, fundou a sua editora como Editora Primavera (Primavera de Publicações), a publicação de um comediante italiano sucesso chamado Raio Vermelho (Red Ray). Mais tarde, ele renomeou April (Abril), fazendo referência ao mês em que começa a primavera no hemisfério norte, e publicou o seu primeiro título, o Pato Donald, que continua sendo publicado até esta data. Primeira revista da Abril levou Civita a falar "Tudo começou com um pato", parodiando Walt Disney que dizia "Eu só espero que nós nunca podemos perder de vista uma coisa: que tudo começou com um rato"

Roberto trabalhou durante 18 meses como estagiário na Time Inc. sob Henry Luce antes de reivindicar sua posição no negócio editorial da família. Ele estudou física nuclear e de partículas na Universidade de Rice , além de estudar jornalismo na Universidade da Pensilvânia , e tinha uma licenciatura em Economia pela Wharton School. Ele também tinha um diploma de pós-graduação em Sociologia pela Universidade de Columbia .

Em 1968, ele fundou a Veja. Hoje Veja é a maior revista do Brasil e um best-seller revista semanal fora dos Estados Unidos, com uma tiragem de mais de 1 milhão. Apesar de amplamente lido, a publicação é também um dos meios de comunicação mais odiados do Brasil, devido ao seu conteúdo editorial de direita e de clara oposição ao governo do Partido dos Trabalhadores.

Em 14 de maio de 2005, a Veja publicou uma reportagem descrevendo um esquema de corrupção aparente no serviço postal brasileiro. A revista narrou uma gravação de vídeo de 110 minutos, feito com uma câmera escondida, que mostrou um ex-diretor aparentemente recebendo uma propina de um empresário. O incidente desencadeou o escândalo agora conhecido como " Mensalão ", que abalou o governo do então presidente Luis Inácio Lula da Silva, e foi seguido por uma série de relatórios devastadores semelhantes.

Mais recentemente, Veja se envolveu em corrupção e uma sonda de lavagem de dinheiro, que rompeu com a prisão em fevereiro de 2012 de Carlos Augusto Ramos, mais conhecido como Carlinhos Cachoeira (Charlie Waterfall), que supostamente executava um esquema de jogos de azar no estado de Goiás. Um rosto familiar na política brasileira, Cachoeira também foi uma figura-chave do caso Mensalão. Congresso do Brasil criou uma comissão especial para investigar o assunto, que incluía um calendário de audiências de pelo menos 167 convocações. Um dos editores da Veja foi um dos primeiros na lista.

 

 

 

 

Karnas conta histórias ' saborosas' da reportagem policial!

Na tua dedicatória no livro que me mandaste, pediste para eu relatar alguma memória ou históriazinha. Te mando fotos. Estás vendo estas duas aí de cima?

Velhos idos de 1967 ou 68. Bar Nordestino, nosso local de encontro que ficava no andar superior de um prédio em frente da Zero Hora (tempo em que o dono era o Ary de Carvalho), lá na 7 de Setembro, junto ao cinema (era Rex? Nem me lembro mais o nome). Ali, na primeira foto, aparece o Betinho (Roberto Hirtz) jogando sinuca, Darci Vignoli (trabalhava na Folha da Manhã) e eu (Carlos Karnas) tomando umas cevas e fumando junto ao balcão. Eu e Betinho fazíamos parte do time da Reportagem Policial de ZH, chefiada pelo Cabeção, Vilmo Medeiros. Vignoli e Betinho trabalhavam à tarde e eu fazia o plantão da madrugada. Todas as noites estávamos lá no Nordestino pr´umas e outras. O Renatinho (ZH) também fazia parte do time. Boa parte dos meus plantões da madrugada era ter que fazer a ronda carregando Vignoli e o Betnho para deixá-los pelas bocas da vida. Eu os deixava nas quebradas com as minas e ia trabalhar, fazer a ronda costumeira pelas delegacias e HPS. Já altas horas da madruga, voltava e pegava os dois para deixá-los em casa, na maioria das vezes podres de bêbados e cheio de histórias para contar. Cada história! Vez em quando os dois resolviam assar costela minga nos fundos de um pulgureiro ali na parte baixa da Rua da Praia, perto do QG da 3a. Região e da igreja das Dores. As meninas da madruga, do pedaço do centro da cidade, sempre eram convidadas. O Vignoli que me ensinou:

-- Sabe como se amacia matambre?
-- Não.
-- Sapecando a carne na bunda das meninas.

Era gozação e a gente se divertia. Tudo no maior respeito.

----

A foto aí de cima acho que foi tirada pelo Shigueru Nagasawa. O japonezinho migrou do Japão para a América do Sul. Por descuido acabou desembarcando no Brasil e veio parar em Porto Alegre, sem eira nem beira. Acho que o primeiro emprego oficial dele no Brasil, como imigrante, foi na ZH (quando Ary de Carvalho era o dono). Acabou sendo o meu companheiro na reportagem policial, como fotógrafo, nos plantões da madrugada. Shigueru mal falava o português. Era uma coisa de louco a gente se entender e conversar. Valia a conversa por sinais, uma loucura. E ainda por cima, o japonês que mal falava o português, embestou de querer aprender a falar o alemão. Vê se pode! O Shigueru todas as noites carregava um dicionário de alemão (com a versão em japoonês) e ficava folheando o livrinho a noite inteira dentro da caminhonete da reportagem, nos plantões das delegacias de polícia, no saguão do HPS e na redação do jornal, enquanto eu redigia as matérias. Caramba, naquele tempo vivíamos em casa de doidos, mas era gostgoso pra cacete.

Carlos Karnas

 

 

 

Coleguinhas

Texto do próprio Karnas( que se lembrou num bilhete que me mandou que meu apelido na ZH, no começo, era ' sugismundo")

Apelido dado por sinal pelo Fernando Goulart que tinha a mania de apelidar todo mundo! Lá se vão 40 anos, justamente completados este ano de 2013!


Eu (Carlos Karnas) e Cascatinha, o Fernando Albrecht (lado a lado) no tempo em que ele ainda tinha cabelo e eu barba loura que agora é branca. A foto é de uma patota no restaurante português, lá perto do Copacabana. Uma turma de coleguinhas reunida para bebemorar e de vez em quando dar umas garfadas na comida. Nem sei mais que encontro foi esse, mas a foto é bonitinha, tem uns 40 anos ou mais. Parece que foi um encontro de jornalistas promovido por alguma entidade empresarial. Eu e Cascatinha, antes de ingressarmos no jornalismo, trabalhamos juntos no antigo Banco da Provícia, na matriz, ali no centro, na Uruguai. O Cascatinha trabalhava como assessor da diretoria, no primeiro andar, e eu no setor de cobrança, no terceito andar. Depois do Banco da Província enveredamos no jornalismo e seguimos nossas carreiras até os dias de hoje. O tempo passa.

Outra hora te conto do episódio da prisão do Frei Beto (com fotos dos bilhetes que peguei no DOPS - sim, fui eu quem descobriu a prisão do frei naqueles tempos bicudos); mais as peripécias na reportagem policial na madrugada, quando aquelas caminhonetes Rural Willys da ZH tinham tacógrafo e não podiam andar a mais de 60Km por hora; tem a história do Florianão e minha, de um encontro com um cara ligado aos Tupamaros, na estação rodoviária que ficava na Av. Conceição; mais uma campana de um navio na lancha da Receita Federal, na Lagoa dos Patos; e tem a história real de quando o Wilde Pacheco (delegado e piloto de helicóptero) nos metralhou (eu trabalhava na ZH) numa perseguição a ladrões de banco lá pros lados do Lami.

Te interessa isso?

Carlos Karnas

 

 

 

 

Caros colegas, boa tarde
A greve dos servidores da Procuradoria-Geral do RS está confirmada para ter início nesta segunda-feira, dia 03/06.
Durante todo este dia (03/06) os servidores estarão reunidos em frente ao DAER/RS. Às 10h30, os diretores estarão à disposição para conceder entrevistas.
Segue release em anexo com mais detalhes e cronograma de greve. Estou à disposição nos telefones que seguem em anexo para prestar mais informações ou marcar entrevistas.
Grande abraço,

Greve do servidores da PGE tem início dia 03/06
Pela primeira vez na história da Procuradoria-Geral do Estado, os serviços auxiliares entrarão em greve, no próximo dia 03 de junho, segunda-feira. Como forma de mostrar adesão, os funcionários da PGE estarão reunidos em frente ao DAER-RS, nesta segunda-feira, a partir das 8h, e permanecerão mobilizados até a noite. Às 10h30, alguns diretores farão discurso no carro de som que estará à disposição no local.
Após a votação maciça pela greve no último dia 27/05, houve a filiação de mais 40 servidores no Sindispge (Sindicato dos Servidores da Procuradoria-Geral RS), totalizando 90%: dos 740 servidores ativos 670 estão inscritos.
A reivindicação da categoria refere-se à inflação de 26%, publicada na Lei Orçamentária para o exercício financeiro dos anos de 2011 a 2014. O Governo ofereceu 10% em duas parcelas - a primeira, em 1º de junho de 2013 (6%) e, a segunda, em 1º de junho de 2014 (3,8%). Uma segunda proposta, também rechaçada, foi de 15% em três parcelas anuais, até 2015, atrelada à redução do Plano de Carreira de 10% para 5% em cada nível.
A diretoria do Sindispge ressalta que o trabalho dos servidores da PGE é de extrema importância para o Estado, uma vez que eles atuam em sua defesa, recalculando, por exemplo, pedidos de indenização, como precatórios. Além disso, estes servidores também fazem cobrança de dívida ativa, de débitos da extinta Caixa Econômica Estadual, de contratos como PROCRED, dentre outros. Foi também destacada a atuação dos servidores quanto à melhoria da arrecadação: “tão importante quanto arrecadar é a economia gerada quando a PGE ganha uma ação judicial e o Estado deixa de gastar indevidamente”, diz a diretora Valquíria da Silva Maciel.
Evidencia-se, ainda, que o serviço prestado pelos servidores da PGE é também revertido em políticas públicas e de inclusão social, auxiliando o Estado em sua capacidade de se refinanciar e de aplicar e executar as políticas públicas traçadas pelo Governo para a sua população, como a construção de escolas, creches, hospitais etc.
Até o momento, não houve acordo com o Comitê de Diálogo Permanente (CODIPE). Algumas entidades têm se manifestado favoravelmente ao movimento grevista, a exemplo da OAB-RS, do Conselho Regional de Contabilidade e da UGT (União Geral de Trabalhadores).
CRONOGRAMA DE GREVE:
Segunda-feira: Em frente ao DAER-RS
Terça-feira: Em frente à Assembleia Legislativa com diálogo com os deputados
Quarta-feira: Na rampa principal do Centro Administrativo (CAFF)
Quinta-feira: Em frente ao Palácio Piratini
Sexta-feira: Em frente ao DAER-RS

Terezinha Tarcitano
Assessoria de Imprensa
(51) 9929-4575

 

 

 

 

Olá Olides,
Permita-me remeter a Sem Pulo e Túnel do Tempo
deste sábado, que escrevo na Folha Popular de Teutônia.
Abraço
Rudimar Thomas


 

 

 

 

Hoje,sábado, dia 1 dejunho, a ARI e a Ibravin promovem um coquetel as 19 horas na Usina do Gazometro em homenagem a dia da imprensa. O Antônio Goulart me ligou agora de manhã me lembrando disto e o Cerutti também.

 

 

 

BURACO NEGRO DE R$ 590 BILHÕES NA ECONOMIA NACIONAL – VIDEVERSUS - Posted: 28 May 2013 04:07 PM PDT
Desde 2009, parte das dívidas, dos gastos e das receitas do governo federal não é registrada adequadamente. O mercado apelidou os subterfúgios de “contabilidade criativa”.

A consultoria econômica Tendências calculou os valores envolvidos nas manobras e mostra que seria melhor chamar a estratégia de “contabilidade destrutiva”. Em quatro anos, 48 bilhões de reais em receitas futuras foram incluídos no cálculo do superávit.

 

 

 

Imprensa

UMA NO CRAVO,OUTRA NA FERRADURA!

Ouvi na sexta o governador Tarso na Band AM: referiu-se a ' melancolia' da rádio Gaúcha....


Isto pouco antes das oito da matina.

Pouco depois ele estava na Gaúcha e quando o André Machado o estava ' despachando', ele pediu mais espaço pra dar mais um recado. Se a Gaúcha estivesse tão "melancólica" sobre o assunto, o governador não pediria mais um espacinho pra dar o seu recado. na verdade, ele sabe que a Gaucha é um ' canhão"

 

 

 

Coleguinhas

Nesta segunda ,dia 3.06 Roberto Tavares começa nos Quadrantes do Sul, na Guaíba.

O Gordo Tavares tem toda sua vida ligada ao Correinho e a Guaiba.

Nos anos 70 e 80, ele fazia materia sobre a área dos transportes no Correio. Eu pela Zero. Muitos furos um dava no outro.

 

 

 

Coleguinhas

Segundo umleitor deste site, Denise Nunes " morreu"!

*

Ele diz que Josef Zukauskas dizia sempre que JORNALISTA é quem trabalha em jornal

*

Num local onde vou vejo cada p.... se identificando como jornalista.Tá certo, eles fizeram a faculdade.

*

Também acho que jornalista é quem produz noticia...

*

Querem saber porque Pedro Chaves foi demitido. Ora porque patrão faz conta.

*

Falei com a diagramadora Neusa Tascam, que conheci em 1973 na ZH. Ela mora em POA depois de morar em Londres. É filha do Albino que foi dono do Barranco.

*

A história doBarranco é também a história de uma briga entre irmãos...Sobroulá do ramo dos Tasca, fundadores, o Chiquinho..que de bobo não tem nada,embora muita gente o ache bobo....Bobo sou eu que ganho a vida com letras.

*

Mas a Neusa não me autorizou a colocar um lindo cartão que ela mandou pro primo Cesar num livro. Pediu pra não divulgar...

*

Eram dois os diagramadores na ZH em 1973 que eu lembro...ela e o Eraldo, que uma noite numa festa do patrão Jaime,quase jogou o carro no rio Guaíba.

*

Estes colegas só vi no enterro do Olyr Zavaschi, um ano atrás...

*

Já faz um ano que morreu o Olyr...

*

Na sexta feira ultima vespera de fim de semana, tentei fotografar o Nico Esteves e o Adolfo Ghergchann no serpentário. Nico não autorizou....alegou um motivo pessoal...Tão pensando que estou em Los Angeles me disse( ué, o Nico que sempre foi muito legal agora botou ' máscara'). Tá certo é a privacidade dele...

Não entesei e não fiz a foto. Quase disse:Nico tu ganhou a vida fazendo foto de quem não queria ser fotografado....

*

 

 

 

Bilionário Roberto Civita, barão brasileiro mídia morre aos 76 anos


Bilionário brasileiro Roberto Civita, morto aos 76 anos (Foto: Ivan Pacheco)

O milionário brasileiro Roberto Civita, o chefe de um dos maiores conglomerados de mídia da América Latina, morreu no domingo, depois de passar mais de 60 dias em um hospital de São Paulo devido a complicações de um aneurisma, de acordo com o seu grupo de media, Abril. Ele tinha 76 anos.

O filho de Victor Civita, fundador da Abril, em 1950, Roberto Civita assumiu a empresa em 1990, quando seu pai morreu. A Abril emprega atualmente mais de 7.000 pessoas, e inclui a Editora Abril, que publica algumas das maiores revistas do Brasil, e a Abril Educação .

Nascido em Milão, em 1936, Roberto e sua família se mudou para os Estados Unidos logo depois, onde ficaram por cerca de uma década. Durante uma visita ao Brasil, seu pai decidiu liquidar seus negócios lá, e a família mudou-se novamente, desta vez para São Paulo.

Victor Civita, inicialmente, fundou a sua editora como Editora Primavera (Primavera de Publicações), a publicação de um comediante italiano sucesso chamado Raio Vermelho (Red Ray). Mais tarde, ele renomeou April (Abril), fazendo referência ao mês em que começa a primavera no hemisfério norte, e publicou o seu primeiro título, o Pato Donald, que continua sendo publicado até esta data. Primeira revista da Abril levou Civita a falar "Tudo começou com um pato", parodiando Walt Disney que dizia "Eu só espero que nós nunca podemos perder de vista uma coisa: que tudo começou com um rato"

Roberto trabalhou durante 18 meses como estagiário na Time Inc. sob Henry Luce antes de reivindicar sua posição no negócio editorial da família. Ele estudou física nuclear e de partículas na Universidade de Rice , além de estudar jornalismo na Universidade da Pensilvânia , e tinha uma licenciatura em Economia pela Wharton School. Ele também tinha um diploma de pós-graduação em Sociologia pela Universidade de Columbia .

Em 1968, ele fundou a Veja. Hoje Veja é a maior revista do Brasil e um best-seller revista semanal fora dos Estados Unidos, com uma tiragem de mais de 1 milhão. Apesar de amplamente lido, a publicação é também um dos meios de comunicação mais odiados do Brasil, devido ao seu conteúdo editorial de direita e de clara oposição ao governo do Partido dos Trabalhadores.

Em 14 de maio de 2005, a Veja publicou uma reportagem descrevendo um esquema de corrupção aparente no serviço postal brasileiro. A revista narrou uma gravação de vídeo de 110 minutos, feito com uma câmera escondida, que mostrou um ex-diretor aparentemente recebendo uma propina de um empresário. O incidente desencadeou o escândalo agora conhecido como " Mensalão ", que abalou o governo do então presidente Luis Inácio Lula da Silva, e foi seguido por uma série de relatórios devastadores semelhantes.

Mais recentemente, Veja se envolveu em corrupção e uma sonda de lavagem de dinheiro, que rompeu com a prisão em fevereiro de 2012 de Carlos Augusto Ramos, mais conhecido como Carlinhos Cachoeira (Charlie Waterfall), que supostamente executava um esquema de jogos de azar no estado de Goiás. Um rosto familiar na política brasileira, Cachoeira também foi uma figura-chave do caso Mensalão. Congresso do Brasil criou uma comissão especial para investigar o assunto, que incluía um calendário de audiências de pelo menos 167 convocações. Um dos editores da Veja foi um dos primeiros na lista.

 

 

 

Rolos num prédio da Venancio...

Num prédio onde mora um coleguinha, ou melhor, um colaborador daqui, uma moradora, turca,

sai à noite e volta altas da madrugada....frequenta muito o clubinho, local onde o pessoal se diverte...

 

 

 

Quem é o arauto dos militares de pijama que nos TORTURA com tantas bobagens?
Abraços
Rekern

 

 

 

Memória do Jornalismo

Kidinho Lisboa pediu uma folga ao editor Lauro Dieckmann na Folha da Manhã. Precisava fazer um frila naquela tarde.

No dia seguinte, Lauro perguntou se tinha feito o frila...Não, disse Kidinho ,faltou gás,sai com o carro, o mesmo quebrou e desfilou um rosário de azares..

Lauro acha até hoje que Kidinho tomou naquela tarde outro rumo, não propriamente do lar...

 

 

 

Histórias de La Undeze!

MEU SONHO. TER UM BAR CHAMADO PORCO DIO!!!

Meu sonho é terum bar na frente da Igreja em Serafina, chamado de Porco Dio!!!

Contei isto ao meu primo Jurides Santin que se mijava derir alguns anos atrás.

Mas acho que este sonho , como muitos outros que tive na vida - como ter uma casa numa colina a beira do mar - não vou concretizar.

Deixa pra lá, a vida é boa assim mesmo!!!

 

 

 

Encontrei agora há pouco, no final da sexta, o anonimus gourmet caminhando no meio do povão nos terminais de ÔNIBUS DA SALGADO FILHO. Acho que está em ccampanha. Dizem que será candidato ao Senado, ou então a deputado federal pelo PDT. Convermnos um bocado...que pena que não me antenei pra tirar uma foto. As vezes o cansaço dificulta pensar.


*

A Assembleia estava atirada às moscas nesta sexta, no meio de um feriado.


*


Fui entrevistar o cara do bar Van Gogh. EStá lá ha 20 anos.

Contou coisas interessantes...como a noite tem surpresas.


*

O dono do van Gogh é um gringo de Putinta. Contarei sua história num livro meu que há e sair.

 

 

 

 

Marostica canta no Vale do Taquari.Nós de Serafina mandamos pro Vale o que não presta lá....


 

 

Arquivo do Blog

2007
             Set  Out
2008
2009
2010
2011
2012
Out Nov Dez
2013              
                         
                         
                         



Espaço dos Leitores

 


Olides Canton - Jornalista e Escritor

Nascido em 16 de Janeiro de 1952 na cidade de Serafina Corrêa-RS, Olides Canton passou nesta cidade toda a sua infância. Mudando-se para Porto Alegre, cursou a Escola Julio de Castilhos, tornando-se Bacharel em Comunicação Social pela FABICO/UFRGS em 1982. Trabalha como Jornalista desde 1970. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior, Jornal Zero Hora. No Jornal do Brasil e Revista Carga e Transporte atuou como free-lancer. Editor do Jornal de Bordo e Revista Fitness. Possui 9 livros publicados. Ganhou quatro prêmios de Jornalismo, um do Badesul, dois do Setcergs e um da ARI. Registro no Sindicato dos Jornalistas RS: 2776 - Registro Jornalista - Mtb 4959.

Telefone: (51) 3330-6803
e-mail: contato@deolhoseouvidos.com.br

Autor de inúmeros livros, Olides Canton firmou-se como um
exímio contador de histórias contemporâneas.
Conheça agora as obras do autor
© "de Olhos e Ouvidos"  -  Todos os direitos reservados
Os textos e imagens publicados neste site são de inteira responsabilidade de Olides Canton.

IR PARA O ALTO DA PÁGINA

charge do HOF


 
 



EDIÇÕES DO FITNESS

Edição 161
Edição 160
Edição 159
Edição 158
Edição 157
Edição 156
Edição 155
Edição 154
Edição 153
Edição 152
Edição 151
Edição 150
Edição 149
Edição148
Edição 147
Edição146
Edição145
Edição144
Edição143
Edição 142

Edição 141
Edição 140
Edição 139
Edição 138
Edição 137
Edição136
Edição135
Edição134
Edição 133
Edição132
Edição 131
Edição 130
Edição129
Edição128
Edição127
Edição 126
Edição125
Edição 124

Edição 123
Edição 122
Edição 121
Edição 120
Edição 119
Edição 118
Edição 117
Edição 116
Edição 115
Edição 114
Edição 113
Edição 112
Edição 111
Edição 110
Edição 109
Edição 108
Edição 107
Edição 106
Edição 105
Edição 104