Blog de celebridades, fofocas, opinião e notícias



15
de abril de 2015

O FOFOQUEIRO DE PLANTÃO...



o hoff levava sua corte pra redação da zh nos anos 70, pra cortar o cabelo dos colegas.

não sei se o laurinho lembra disto, mas o laurinho tem uma charge que ele fez da redação da época. podia mandarpra gente.

* não há quem saiba mais fofoca do que o hoff.....

* às vezes publico algumas, mas nem todas dá.

* por exemplo, quando morreu um certo senhor, a viuva ligou pedindo se fulana tinha sido amante do falecido.

* o hoff confirmou....

* ai ele perdeu a a ' amiga'...

* hoff anda a procura de um lugar pra desenhar.

* foi desalojado do shopping tottal...

 

GUERRA DE BUGIOS A VISTA

POLIBIO X IMPRENSA LIVRE RS

já vi muito bugio na praça xv de novembro em são borja.

* em garruchos não vi nenhum. diziam que tinha no centro(centro aquilo é so uma rua mesmo....)

* mas há uma guerra de bugios no momento entre o polibio braga( que é chamado de ' políbio adolfo") e o site imprensa livre rs.

* tudo pq o segundo resolveu assumir as dores do jardel...que segundo eles tem levado pau do polibio adolfo, que é o polibio braga.

* e jogam merda no ventilador, relacionam o polibio adolfo com o chico fraga do ptb, de canoas.

* na briga de bugios, um joga merda no outro.

* pelo menos foi o que vi na praça xv de nov em são borja, que deus a tenha(OC)

 

paranoia petista



qdo foram publicadas, provocaram indignação nos petistas. imagina hj....

 

PAMPA NA PINDAIBA

me disse um coleguinha sp bem informado - não é o cascatinha,claro - que a pampa tá numa pindaíba. daí viria o fechamento de o sul....

* mas custo a crer porque o gadret é mão fechada e seus custos geralmente são pquenos...

* mas não conheço nada de oficial, isto é boataria.

 

AARS

Fotos: Cláudio Fernando Afonso Bergman

o eng. josé antonio fernandes martins esbanjou conhecimento sobre a atual situação economica do pais na coletiva desta manha na aars.



falou que a subida de michel temer como coordenador politico está dando um ' alívio' em indústrias que antes estava totalmente pessimistas com o desempenho da economia este ano.



Martins aposta que ' quem viver verá', ou seja, este ano é preciso sobreviver.



ele é um dos donos da marcopolo.



ninguém perguntou a ele sobre a operação zelotes.

 

ESTE BLOG TB CAPTA TENDENCIAS DE CONSUMO.

o chic agora é tomar cafe fora de casa...

ate no café do antonio, na urgs, tem por 11 pilas. até as 10 da matina de 2 a 6

* no mercado publico tomam café de manha há muitos anos...

* hoje tava tudo fechado em volta por causa dos protestos das religiões afro....

 

A favor dos sacrifícios

perto do meio dia de hj os 'afros' fecharam o centro de poa protestando contra o pro0jeto da dep. regina becker que proibe sacrificios de animais em terreiros.(OC)



prometem fechar mais vezes o centro da capital..



os onibus só puderam sair da julio de castilhos.

 

Contra os sacrifícios

 

LINHA DE ÔNIBUS PARA GARRUCHOS...

então eu fiz a viagem quando era hora. é como sempre eu digo. faça, não deixe pra depois(OC)

tenho fotos das ultimas viagens do onibus....fiz no carnaval e na feira do livro

De: ramaoaguilar
Enviada: Terça-feira, 14 de Abril de 2015 21:54



Dom Olides:
Em anexo, encaminho matéria da "Folha Regional"...
Ramão.

 

Greve

boataria éra de que o trem e a carris vão parar hoje dia 15.

* onibus privados não deverão parar, pelo menos se dizia ontem.

 

BROSSARD EM 3 TEMPOS...



EM CAMPANHA EM 74 CHURRASQUEANDO COM PEÕES DE SUA FAZENDA.



DISCURSANDO NO SENADO



E NA ALRS NA CAMPANHA DE 82 QUANDO O SIMON PERDEU PRO JAIR SOARES DO PDS....

 

NOTA SALA 1

sim, o prof. coiro já é falecido. vê ai o ano que o wianey chegou a RBS. eu acho que foi logo que faliu a Caldas, no meio dos anos 80.

acho que hj é o mais antigo do sala....

aquele livro do sala é totalmente chapa branca. tenho ele. eu acho que daria uma boa pesquisa sobre os rolos do sala....

(OC)

From: EDUARDO LEITE LEAL
Sent: Ter 14/04/15 01:43

Bom dia, Olides. Sobre o SALA DE REDAÇÃO, já que tenho boa memória. Afirmaste que o Wianey chegou à RBS " quando a Caldas faliu "; o Wianey foi contratado pela rádio Gaúcha após o episódio da falência da Companhia Caldas Jr., a seu próprio pedido, segundo relata em livro sobre o Sala de Redação ( escrito pelo Cléber Grabauska e pelo Coiro; este já é falecido, salvo engano ). Neste período _ família Ribeiro no Comando _, quem chefiava os veículos da Caldas era o Paulo Sérgio Pinto, hoje na Pampa. Vou ficar te devendo o ano. Bom trabalho ! EDUARDO L. LEAL _ P. ALEGRE/RS

 

Faculdades

do laurinho da venancio que pelo visto leu o post meu(OC)

agora não vou ficar batendo boca com ele que nem fazia com o cigarinho,até que romperam(OC)

Enviada: Terça-feira, 14 de Abril de 2015 12:08
Para: olidescanton@bol.com.br

SOBRE FACULDADES DE JORNALISMO - Olhando a realidade q está aí, ñ levo muita fé na tua crítica às Facs. de Jornalismo. Hoje em dia, elas estão funcionando com pessoal bem qualificado, com profs com mestrado e até doutourado. O próprio pessoal q trabalha nas redações, hoje em dia, ñ é + só bacharel em Jornalismo como éramos no nosso tempo, eles agregam alguma especialização.
Da minha parte, embora na época a gente reclamasse da "má qualidade do ensino" na Famecos da PUC lá pelos anos 1969/72, na verdade tínhamos professores muito bons (Eunice Jacques, só para citar um exemplo). E a Famecos sempre foi considerada como uma das melhores fac de Comunic do Br. Enfim, ñ dá para dizer q estive numa fac onde "ñ ensinaram nada".
A precariedade do Jornalismo hoje em dia, caro Olides, ao fim e ao cabo, ñ tem nada a ver com a qualidade do jornalista, mas com a mediocridade e falta de visão dos patrões.

 

de sb



o museu do getulio reformulado. não se sabe qudo sera entregue a população(OC)

 

De Serafina

mais uma morte por estupro em serafina. tá virando rotina....

* mas é claro que tanto forasteiro, ia trazer violencia na cidade...

* o ' progresso' tem seu preço.

* Viva garruchos, a nossa macondo.....

 

do Jornal Panorama Regional

Morre mulher estuprada em Serafina Corrêa

A mulher que foi vítima de estupro no domingo, 12, em Serafina Corrêa, morreu nesta terça-feira, 14. Ela estava internada no hospital da cidade. No mesmo dia, seu companheiro havia sido ferido com um corte na garganta. Ele segue no Hospital São Vicente de Paula, em Passo Fundo, onde passou por cirurgia.

A Brigada Militar prendeu João Antônio dos Santos, de 27 anos, apontado como autor dos crimes. Ele teria atacado o casal em sua residência no bairro Santin. A BM recebeu o primeiro telefonema às 6h de domingo, informando sobre um homem ferido na rua. Três horas depois, os policiais receberam uma nova ligação falando sobre uma mulher encontrada nos fundos do terreno de uma casa. No momento do socorro, a mulher relatou que fôra atacada pelo mesmo homem que havia ferido seu marido. Santos foi preso em casa quando se preparada para tomar banho.

Conforme a delegada Carla Zanetti, ele admitiu os crimes informalmente e alegou que atacou o casal por conta de uma desavença com as vítimas.

 

band

no jornal Gente, hj cascatinha atacou de como se trata uma cárie....(bah, ...)

no mesmo jornal temos dois candidatos; germano rigotto e andré ...machado

* o rigotto dando pau no asfalto.....

* da Br-101..claro que ele é candidato a senador na próxima....

 

Grêmio

o rekern não vai mais a estádio desde os anos 80,quando quase se deu mal num grenal.mas ainda torce pro gremio....(OC)

 

Lançamento de cartilha vai marcar Dia Mundial da Hemofilia no Estado

por Janis Loureiro

O lançamento de uma cartilha ilustrada com informações importantes sobre a Hemofilia direcionada para crianças, adolescentes, adultos e cuidadores vai marcar o Dia Mundial da Hemofilia no Rio Grande do Sul. O evento será promovido no dia 17 abril pela Clínica de Hematologia da Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde (FEPPS) em parceria com a Federação Brasileira de Hemofilia. A publicação faz parte do programa Fator Decisivo Informação para todas as Idades. O evento ocorre no Auditório da Academia de Polícia Militar da Brigada Militar.

A programação terá início às 9h15 com a recepção aos convidados e a abertura oficial do evento. A apresentação do projeto Fator Decisivo pela presidente da Federação Brasileira de Hemofilia, Tania Pietrobelli terá início às 10h. Em seguida, a médica hematologista da Clínica de Hematologia do Hemocentro do Estado do RS, Clarissa Ferreira, vai expor sobre a concepção pedagógica das cartilhas e o desafio de ampliar a informação acerca da doença, esclarecendo sobre alguns mitos. Ao final, será realizado um show de mágica.

A hemofilia é uma doença genético-hereditária que se caracteriza pela insuficiência do fator de coagulação do sangue. A doença pode ser classificada segundo a quantidade do fator deficitário em três categorias: grave (fator menor do que 1%), moderada (de 1% a 5%) e leve, acima de 5%. O tratamento consiste na reposição do fator pró coagulante e este medicamento é fornecido pelo Ministério da Saúde, através da Coordenação Geral Sangue e Hemoderivados e distribuídos pelo Hemocentro a todos os portadores de coagulopatias hereditárias cadastrados no RS.

 

Jornalecos

lauro, eu nunca disse que a zh é ou foi um jornaleco. isto tu tá dizendo....(OC)

engraçado, fiquei tanto tempo na zh porque me convinha e a eles tb. depois me deram um pé na bunda e assumo isto. não ficou por ai dizendo que fizemos um acordo ou outro tipo de hipocrisia, que não é minha praia. eu fui despedido. eles tiveram as razões deles.mas nunca achei a zh um jornaleco. nem acho uma brastemp....(OC)

Enviada: Terça-feira, 14 de Abril de 2015 11:42
Para: olidescanton@bol.com.br

SOBRE JORNALECOS - Pelo menos num jornaleco tu trabalhou. ZH sempre foi jornaleco, desde qdo era UH. É, foi e será. Ñ se muda o DNA de um jornal, como ñ se muda o DNA de uma pessoa. ZH é jornaleco como o extinto O Sul e outros qtais. Só ñ foram jornalecos o DN, o CP, a FT e FM. Todos extintos, pois ñ conseguiram sobreviver num mundo em q impera a picaretagem generalizada. Eram do tempo e q o jornal só era comprado nas bancas.
Ñ entendo como tu pode aguentar por tanto tempo na ZH, mesmo tendo tido a oportunidade de trabalhar na FM. Estômago forte!

 

Jornalecos

chamar a UH de jornaleco ou é não conhecer. ou é sacanagem

 

PT

quem vai falar mal do pt no rekern ele toca os cachorros, literalmente(OC)

 

Videogames Sem Controle lança seu terceiro EP de 'rock torto'



A banda gaúcha Videogames Sem Controle acaba lançar seu terceiro EP, intitulado 'Nunca Andei O Bom Caminho', pelo selo Falência Fraudulenta, de Porto Alegre. São cinco faixas do que o power trio convencionou chamar de rock torto, que mescla a psicodelia ao minimalismo e até mesmo a um progressivo não-virtuoso. A maior mudança foi que o líder Marcio de Almeida Bueno, multiinstrumentista, compositor e vocalista, assumiu o piano, que se tornou o instrumento central das músicas, inclusive para solos. As influência seguem sendo Arnaldo Baptista, Roberto Carlos, Júpiter Maçã, The Beatles, Os Mulheres Negras, Tom Waits e minimalismo.

A primeira faixa é 'Eye from the outer space', com seu piano hipnótico. A inusitada letra é do baiano Daniel Barbosa, parceiro de longa data, que apesar do título é em Português. A segunda faixa, 'Nunca andei o bom caminho', é uma espécie de Tim Maia versão garagem, com bumbo calcado no rap-jazz-soul. 'Decifra-te ou eu me devoro' foi composta há mais de 25 anos, e só agora recebeu registro sonoro. Vocal dobrado, refrão com palmas e solos de violão. A quarta faixa é 'Me sinto ridícula - o amor adolescente', com letra de Ellen Augusta. Mudanças de andamento, guitarra distocida e piano disputando espaço em meio a um clima confessional. O EP fecha com 'Tudo aquilo que me dói', também com mudanças de andamento, solo de cravo, levada de bossa nova com intimismo lisérgico.
O disco foi gravado na primavera de 2014 e verão de 2015 no C. Bukowski Studios, na Capital gaúcha. Melhor se escutado em uma tarde chuvosa.

Videogames Sem Controle é Marcio de Almeida Bueno (voz, piano e baixo), Oswaldo Lee (violão e guitarra) e Thales M. (bateria e percussão). Contatos podem ser feitos via tudoestavaigualcomoeraantes@gmail.com. O EP completo pode ser escutado na íntegra em https://youtu.be/WoSH81bb4Z4.

 

de Serafina

Capacitação Para Atendentes De Educação Infantil

Por Deysi Brusamarello - Diretora de Divisão Pedagógica Prefeitura de Serafina Corrêa/RS

Na noite de 09 de Abril de 2015, aconteceu, no Auditório da Escola Municipal de Ensino Fundamental Leonora Marchioro Bellenzier, uma Capacitação para as Atendentes de Educação Infantil, com a Equipe da Secretaria Municipal de Saúde, Vigilância em Saúde. Estiveram ministrando a palestra a Coordenadora da Vigilância Sanitária, Cristina Badin, a Fiscal Sanitária Idani Fontanive, e o Enfermeiro responsável pela Vigilância Epidemiológica e Saúde do Trabalhador, Maiquel Danzer de Souza. Essa Capacitação teve como objetivo assegurar aos profissionais envolvidos nas Instituições de Educação Infantil informações sobre o uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual, além de orientações de como oferecer um ambiente agradável e seguro para a realização das atividades. Os servidores falaram também sobre as técnicas corretas de higienização, entre outros assuntos. A Secretaria Municipal de Educação acredita num trabalho criterioso, responsável e que esteja centrado nesses procedimentos. E ainda, tem a certeza de que muitos deles já fazem parte do dia a dia de cada Escola de Educação Infantil, primando sempre por um serviço de qualidade e protegendo a saúde das crianças e dos profissionais envolvidos.

 

Mais um grande avanço para a educação serafinense!

Investir em educação é cuidar do futuro que começa hoje! O ambiente escolar é um grande laboratório, onde nossas crianças e jovens podem desenvolver suas habilidades, buscar conhecimento e formar-se como cidadãos. A Escola 12 Salas, Modelo FNDE, está sendo construída no Bairro Bella Vista, em Serafina Corrêa. Será uma instituição completa, com ambientes nos quais os estudantes permanecerão em turno integral, com atividades básicas do currículo escolar e complementares. Estão sendo investidos mais de R$ 3,5 milhões, recursos do Ministério da Educação, sendo que a obra tem previsão de conclusão para 2015. Mais educação, conhecimento, cultura e qualidade de vida para todos!


14
de abril de 2015

DOMINGO ....

ENQUANTO OS BURGUESES FORAM PROTESTAR, A MASSA CORREU PRO POR DO SOL VER A IVETE SANGALO DE GRAÇA.

* O MUNDO VIROUÀS AVESSAS....

 

O PROTESTO DE DOMINGO NO PARCÃO...POR AVANI STEIN.....



OS BURGUESES TIRARAM O PÓ DOS CASACOS E FORAM PRAS RUAS....E SABER QUE A BURGUESIA JÁ FOI ' REVOLUCIONÁRIA....AGORA NÃO QUEREM PERDER PRIVILÉGIO NENHUM....

 

Praça dos Burgueses

PERDI UM INFORMANTE DO QUE ACONTECIA NA PRAÇA DOS BURGUESES.....

AGORA SO RESTA O MEU OLHAR, QUE DIGAMOS, É DE QUEM MORA PELAS REDONDEZAS.

É UM OLHAR CRITICO, CLARO...

É A CLASSE MÉDIA FUDIDA....

NO DOMINGO ATÉ COMECEU A CONVERSAR COM UMA SENHORA NO CAFÉ DO NACIONAL. MAS AI QUANDO ELA VEIO COM AQUELE PAPO DE QUE POBRE É POBRE PQ QUER, LARGUEI DE MÃO.

EU ACHO QUE SOMENTE O PAREDON PRA RESOLVER A CRISE DESTA GENTE.

E A FILHA DESTA SENHORA AINDA RIU...

- NO FERIADÃO DA PASCOA FORAM TODOS PRA PUNTA. POR ISTO QUE NÃO FORAM AO PROTESTO. ELE FOI ADIADO.

DEBOCHE A PARTE, CLARO QUE ESTE É UM GRITO DA CLASSE MÉDIA QUE VE SEUS PRIVILEGIOS IREM A BANCARROTA.

FOI ELA QU E DERRUBOU ALLENDE...JÁ FALEI DEMAIS(oc)

ENTÃO O LAURO ALMOÇAVA COM A ROSA NO BISTRO AQUELE POR UMA QUESTÃO LOGISTICA,DIGAMOS....

COMO QUANDO EU VOU NA PE CHAGAS ME ENCONTRAR COM MINHA FILHA NAS RARAS X QUE VEM DO RIO.

MAS NG É DE FERRO. AS VEZES É BOM VER COMO VIVEM OS BURGUESES. TOMANDO VINHO CHILENO E SE QUEIXANDO DA DILMA....

Enviada: Segunda-feira, 13 de Abril de 2015 09:43
Para: olidescanton@bol.com.br

Ñ tenho ido + almoçar na Praça dos Burgueses. A irmã da Rosa q estava numa geriatria da Lajeado, agora, foi para outra geriatria. A gente almoçava na Praça dos Burgueses pq era caminho para a Lajeado, mas agora fica fora de mão. O mundo mudou, a fila andou.

 

day after



a praça dos burgueses hj de manhã dia depois da passeata contra a carestia e a corrupção...



uns caminham, outros jogam tenis, ou frescobol, sei lá o que seja isto.



o importante é ' matar' o tempo.

 

Praça dos Burgueses


o café do nacional de onde partiram ' hordas' domingo pra protestar contra a falta de comida no passeatão contra a dilma....


o casarão que serviu de comite do ibsen e do sartori na praça dos burgueses.

 

Praça dos Burgueses

belas mulheres se exercitando sempre são garantia na pr. dos burgueses. isto provoca inveja por exemplo em que mora na venancio, ou adjacencias da redenção. a gente daqui entende(OC)

 

BROSSARD X MONOQUINI

' Uma loja da rua da praia, a Esquina Modas, promoveu um desfile do primeiro monoquini, traje de banho no qual duas tiras se cruzavam sobre os seios soltos da modelo.O noticioso show de noticias, na tv gaucha, apresentou a meia noite o desfile e a modelo ao vivo.isto era 1964.Brossard era o secretário de justiça de Ildo Meneghetti.

Dom Vicente Scherer, arcebispo, protestou contra o noticioso.

E a Censura tirou a tv gaúcha do ar por 24 horas.

Além disto, a censura começou ainda uma ação contra a loja que havia promovido o desfile na rua da praia.

O processo da loja morreu, mas a Tv gaucha ficou fora do ar 24 horas.

Isto aconteceu em 7 dejulho de 1964.

Mas a TV gaucha foi obrigada a sair do ar no dia 11 de setembro daquele ano. ficou fora 24 hs.

Voltou depois.

Por isto os 'bombeiros' tiveram que entrar em campo quando nos anos 80, fehlberg convidou brossard a escrever na zh.

O portador do convite a brosssar pra que escrevesse foi jcterlera(OC)

(pesquisa no livro de lauro schirmer sobre a RBS)

 

BROSSARD POR AVANI STEIN QUE FOI SUA ALUNA NA PUC NA FACULDADE DE DIREITO....



OS DOIS DISCUTIAM MUITO.....DEPOIS VIRARAM AMIGOS DA AVANI IR NA CASA DELE BATER PAPO....E FEZ ESTAS FOTOS ALGUNS ANOS ATRÁS.



BROSSARD

TERLERA fazia as transcrições dos discursos do então deputado ....da taquigrafia

e terlera lembra que brossard revisava tudo.....

 

Foto Brossard

o veio espanha manda esta bela foto....

espanha quando vamos churrasquear no barranco de novo???

aguardo. estes dias passou um afiador aqui mas ele não tinha cel.(olides)

From: Alfonso Abraham
Sent: Seg 13/04/15 10:59

Foto: Alfonso Abraham

Foto da Campanha do Brossard ao Senado

 

Blogs

O POLIBIO ENLOUQUECEU( SE É QUE JÁ NÃO TINHA FICADO....)

QUER A VOLTA DA DITADURA MILITAR. TUDO PRA TIRAR O PT....

 

memórias novaiorquinas

AS JANELAS DO MUNDO!!!!

Ouvi hoje um boletim na band que as janelas do mundo - windows of world - que funcionavam no 24 andar do Wordl Trade center - das torres gemeas - derrubadas em 2001 em 11 set - serão reabertas.

as conheci.

quem me deu a dica pra ir lá foi a regina Lanckok - sobrenome do marido, roger(nem sei se ainda tão casados, ou náo).

ela me disse que era legal ir lá jantar, ou tomar um drink na hora do happy, que é uma grande tradição norteamericana,ou novaiorquina( o laurinho da venancio que vai pra lá agora em aabril poderá fazer este programa, ele que gosta destas coisas fashon....)

A regina que quando a visitei em 89,90 morava em N.Yersey , me contou que quando morava no BROOKLIN - lugar de negros, pobres e judeus ortodoxos - e ia trabalhar no World Trade Center, num escritório de negócios. tinha muito ali disto.

e no metro as seis da matina levava muita cotovelada.....

a regina trabalhava no WTC numa empresa de computação de japoneses(ela tinha morado no japão antes).a regina é filha de portoalegrenses.Nesta empresa de computação ela ganhou muito money, dinheiro.
Os japas eram donos desta empresa e ela fazia bicos ciceroneando japas que vinham a NY.
Leva os japas aos lugares mais exóticos, tipo edificios,e um dos locais que invariavelmente não deixavam de ir era ao 24 andar do WTC as chamadas JANELAS PARA O MUNDO. que agora vão ser reabertas.

(acho que o reporter da band que mandou a noticia chupou de algum jornal, porque vi que tinha vários erros.estes correspondentes não fazem nada, só leem o jornal local pra emissora...)
Neste 24 andar havia um restaurante que dava para o rio Hudson do qual se via toda a citi.

Era um lindo espetáculo vislumbrar a bahia de Hudson,as lanchas indo e vindo,ligando a Big Apple as suas ilhas vizinhas.

No 24 andar os novaiorquinos vão pra tomar um chá e não fazer nada. agora vão reabrir porque depois da derrubada tudo aquilo havia fica ermo,segundo o noticioso da band. eu não fui mais lá. uma conhecida que este naquele local depois do acidente me disse que a redondeza toda fedia a galeto assado, igual ao que se sente quando se vai num destes botecos que fazem galeto pra levarpra casa...(OC)

 

Amanhecer

fotos deste que vos fala. um dia depois do protesto dos burgueses, enquanto todos eles ainda dormem na lavras, este escriba já está de pé, iniciando a matear.



outrora falava com o capincho, mas agora que cortei o barato dele de mandarmatérias de graça do seu deputado, ele cortou relações comigo. não faz mal....fico ouvindo aqueles besteiras do guaíba, do boelck, do mendelsky e do jurandir. todos eles leem pra nós os jornais....fazem uma leitura corrida, a gente nem preicsa ler jornal porque as radios leem pra gente.

 

Da série "Incongruências"

sinceramente, não entendi(OC)

n visto este chapéu pq nunca trabalhei em jornalescos e sim em jornais e nunca pensei em me aposentar tão bem.

Enviada: Segunda-feira, 13 de Abril de 2015 19:50
Para: olidescanton@bol.com.br

Da série "Incongruências: Fazem "cursos de jornalismo que nada ensinam", passam a vida trabalhando em redações de jornalecos e sonham em se aposentar com proventos de desembargador! Ora...

 

Reflexões dominicais

nem pros outros jornais, lauro. esta história do o sul foi uma desculpa pro público. tem outra coisa ai que não entendo. e eles tinham 14 anos. deve ter caído a venda a tempos...(OC)

De: antares55
Enviada: Domingo, 12 de Abril de 2015 23:21

REFLEXÕES DOMINICAIS - O dólar também subiu para o Jornal do Comércio, não é? Nem por isso o JC fechou. Só o O Sul.

 

Praça dos Burgueses

olha ai o pessoal da bruguesia fazendo força. jogando tenis, ou frescobol....

 

Terezinha Morango

From: Alfonso Abraham
Sent: Seg 13/04/15 10:54

Foto: Alfonso Abraham

Terezinha Morango quando morava no Hotel Praça da Matriz em 1984, sentada no sofá da entrada do hotel.

 

Artigo

"Vocês não estão entendendo nada, nada, nada"

ADELI SELL

Em 1968, em plena era ditatorial, a Globo fez seu terceiro FIL - Festival Internacional da Canção - onde venceu a canção "Sabiá", de Chico Buarque e Tom Jobim, cantada por Cinara e Cybele. "Pra não dizer que não falei de flores", de Geraldo Vandré, foi a segunda colocada, com uma plateia majoritariamente favorável a esta. Virou um verdadeiro hino contra a ditadura, cantado em todas as passeatas realizadas país afora. Afinal, como ele mesmo disse naquele dia, "a vida não se resume a festivais".

Caetano Velloso apresentara a canção "É proibido proibir". Vaiado, saiu-se com esta frase: "Vocês não estão entendendo nada, nada, nada". E ele tinha razão. As pessoas ali não estavam entendendo nada, porque muitos apanharam logo depois pelo simples fato de fazer passeata e cantar Vandré. Era proibido.

A dimensão do maio de 68 de Paris e as comissões de fábrica no ABC deram o sinal para os militares que, para manter o poder, tinham que engrossar o caldo. Caetano tinha sacado que aquela plateia, que mesmo aplaudindo Vandré, não tinha entendido nada, tanto que na década seguinte os festivais foram para o beleléu. E o pau comeu... Estava-se longe do "Arrastão", cantado pela Elis Regina no primeiro Festival da Excelsior de 1965, na letra de Edu Lobo e Vinicius de Moraes. Longe de "Travessia" do Milton Nascimento, de 1967.

Vocês vão se perguntar, "por que isto agora"? Porque estamos em tempos bicudos, difíceis mais uma vez. E a História quando se repete é como farsa.

Em 1943, George Orwell escreveu "A revolução dos bichos", uma fábula que era uma crítica ácida ao stalinismo, aos processos de Moscou, aos horrores dos expurgos, na luta pelo poder. O mundo estava em guerra, e os EUA e a Inglaterra, mesmo sendo capitalistas, precisavam esconder os crimes stalinistas, dos "comunistas", porque dependiam do poder de Stalin para derrotar a Alemanha de Hitler. Por isso, as dificuldades de Orwell em publicar sua novela.

Os editores, os críticos, as pessoas não estavam entendendo nada, nada, nada na época também, tanto que aderiram às atrocidades do nazismo e baixaram a guarda para o stalinismo. E, agora, mais uma vez, muitos não estão entendendo nada, nada, nada. Pois, estamos num Estado Democrático de Direito, e pessoas vão às ruas pedir a volta da ditadura. Gente que não viveu os cárceres, as mortes, as torturas, a falta de liberdade, a censura.

Vocês que esbravejam contra tudo e todos precisam olhar para si, como dizia Sócrates: "Conhece-te a ti mesmo". Fazem barbaridades na sua escala privada, social e de trabalho. Tem gente que rouba o papel higiênico da repartição e vai para a rua achincalhar o vizinho que não pensa como ele. Focam num inimigo único, trabalhado por uma mídia que só muda o dono, seja O Cruzeiro do passado, seja a Veja de hoje.

É bom ter a lição de casa em dia, porque no Brasil, como em qualquer democracia, há o "princípio da personalidade", então se alguém cometeu um crime, o crime é dele, não do partido a que ele pertence, ou se esqueceram que em cada família expandida sempre existe um psicopata social, logo se o seu irmão é um falcatrua, não quer dizer que você também seja...Nem pode e nem vai pagar a conta da safadeza dele.

Vamos aprender com o passado, com a História. É chegada a hora de tirar lições. No Brasil, os partidos estão perdendo sua formação ética; seus parâmetros ideológicos estão se esfumaçando, mesmo os que insistem em dizer que não, pois até o PSOL tem um deputado de direita em seus quadros. Não deve ser o único.

Agora, um deputado aqui faz o que fez, e aí ninguém votou nele. Não, vocês não votaram nele. Eu não votei nele. Quem votou, então? Vocês condenam a corrupção, o que é justo, correto, porque eu também nunca pratiquei mal feito, e fui parlamentar e executivo público. Pertenço a um partido por 35 anos, o que não me contamina quando alguém comete crimes.

Como disse Tarso Genro dias atrás: “A incriminação coletiva do Partido dos Trabalhadores, agora já em andamento em relação também a outros partidos, é uma velha técnica fascista”. Por isso, peço desculpas pelo "vocês", vou tirar "pessoas" deste coletivo que foram às ruas por causa justa, mesmo que não estejam entendendo tudo o que está acontecendo.

E o debate continua. Afinal, ainda não estamos proibidos de escrever e nem de falar. Também espero que perguntar e refletir não sejam ações nunca impedidas. Afinal, ainda é proibido proibir.

ADELI SELL é consultor e escritor.

 

Reunião entre governo e Cpers define mesa de negociações envolvendo Seduc, Sefaz e Casa Civil

Foto: Evandro Oliveira, Seduc/Divulgação

por Roberto Witter, ACS/Seduc

O secretário da Educação, Vieira da Cunha, e a direção do Cpers Sindicato estiveram reunidos no fim da manhã desta segunda-feira (13). O encontro foi a primeira oportunidade de governo e categoria debaterem a pauta de reivindicações de professores e funcionários de escola aprovada na assembleia de 27 de março. A principal decisão foi a criação de uma mesa de negociações envolvendo, além da Secretaria da Educação, a secretaria da Fazenda e a Casa Civil.

“Como é uma pauta que tem interface com outras secretarias, combinamos que vamos instalar uma mesa de negociações da qual vão participar, além do secretário da Educação, pelo menos o secretário da Fazenda e o chefe da Casa Civil, para que possamos aprofundar o estudo sobre os itens que são objeto das reivindicações, as suas respectivas repercussões e a possibilidade ou não de atendimento por parte do governo do Estado”, afirmou Vieira, ao fim do encontro.

O secretário Vieira da Cunha falou ainda sobre o esforço feito pela atual gestão para a captação de recursos vindos de outras fontes, devido à grave crise que nas finanças do Estado.

“Nosso desafio é buscar alternativas onde houver dinheiro. Esta semana estou indo a Brasília para reunião com o ministro Renato Janine Ribeiro, também terei encontro com representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), outra agenda com o Banco Mundial, que já está financiando projetos da Secretaria da Educação. Mandamos para a Assembleia Legislativa um projeto de lei instituindo o Programa Escola Melhor: Sociedade Melhor, visando a captação junto a pessoas físicas e jurídicas de doações e contribuições para melhorar a rede física das nossas escolas. Se não temos recursos próprios para fazê-los, vamos buscar recursos federais, de empréstimos e doações da iniciativa privada”, afirmou o secretário.

Paralelo a isso, o Estado tem feito investimentos com recursos próprios. Nos três primeiros meses, o investimento médio mensal foi de R$ 15 milhões, apenas para atender necessidades emergenciais, e dar continuidade a obras que estão em andamento desde o governo anterior.

 

de Serafina

Escola Professora Estherina Marubin e Projeto Respeito: Passe Adiante!

Aprendemos a voar como pássaros, nadar como peixes,
mas não aprendemos a nos respeitar como irmãos.
Martin Luther King Jr

A Escola exerce a função de educar e “lapidar” cada aluno, preparando-os para o convívio social. Dessa forma, preocupada em preparar não apenas bons alunos, críticos e autônomos, capazes de fazerem uso de todo o conhecimento científico adquirido, mas também cidadãos ativos e autênticos agentes transformadores de modo a tornar a sociedade mais humanizada, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Estherina Marubin cumpre o seu papel social, desenvolvendo e executando atividades que visam ao ensino de valores e o fortalecimento das relações interpessoais, sempre pautadas na ética e no resgate da autoestima dos alunos, criando desta forma, um clima de respeito e harmonia no espaço escolar, repercutindo positivamente na comunidade.
No mês de abril, a Escola Profª Estherina Marubin lançou, através do Serviço de Orientação Escolar, o Projeto: Respeito: Passe Adiante!
O respeito é um conceito relativo que, na maioria das pessoas está diretamente relacionado aos valores pessoais de cada um. Tais valores são aprendidos na família, na sociedade e na escola. O respeito é uma virtude que está atrelada ao comportamento e à atitude; o aluno precisa, antes de tudo, respeitar-se para assim respeitar o colega e a todos que estão a sua volta; por isso, é preciso buscar o autoconhecimento para colocar em prática a empatia, pois na grande maioria das vezes as pessoas pensam de forma diferente e saber respeitar e conviver harmoniosamente com as diferenças é imprescindível, levando em consideração o contexto atual da nossa sociedade. Através de encontros semanais com a Orientadora Educacional Edinara Ferreira, os alunos participarão de atividades que visam mostrar aos mesmos que o respeito é uma virtude capaz de transformar atitudes e comportamentos e que por esse motivo deve ser cultivado em todas as ações.

 

VII Cavalgada da Mulher

bah, o bico branco deve ter adorado isto. já disse em SB que em serafina gostam mais disto do que lá na fronteira.

e tem mais o 20 de setembro de serafina é maisi gaudério do que de SB(OC)

Nos dias 11 e 12 de Abril de 2015, foi realizada a VII Cavalgada da Mulher em Serafina Corrêa. No dia 11, sábado, às 8h, aconteceu a cerimônia de abertura no largo da Secretaria Municipal de Turismo, Juventude, Esporte e Lazer, com a presença de autoridades municipais, do Padre Mauro e integrantes do CTG Sinuelo da Serra. A Cavalgada contou com a participação de trinta e oito mulheres dos municípios de Serafina Corrêa, Guaporé e Casca. O trajeto, que contou com aproximadamente 50 quilômetros percorridos, iniciou em Serafina Corrêa, passando por Casca, com pernoite na Linha 17 Alta. O grupo participou também da Oração da Ave Maria no IV Rodeio Crioulo Nacional de Casca, no sábado, dia 11. No dia seguinte, 12, as cavalarianas prosseguiram o percurso com parada para o almoço no restaurante La Pinhata em Evangelista – Casca. Na tarde de domingo, a VII Cavalgada da Mulher retornou ao município de Serafina Corrêa, onde, após o desfile pelo centro da cidade, as mesmas foram recepcionadas pelo Poder Público Municipal e comunidade em geral no largo da Secretaria Municipal de Turismo, Juventude, Esporte e Lazer. Na oportunidade, houve cerimônia de recepção, com a presença do Prefeito Municipal Ademir Antonio Presotto, Primeira Dama Maria Carmen Montanari Presotto, Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo e esposa Elenice Dalmás Mezzomo, da Presidente da Câmara Municipal de Vereadores Eleni Castro Pizzatto, do Coordenador da Secretaria Municipal de Turismo, Juventude, Esporte e Lazer, Nelcídio Roberto Alban, e do Peão Farroupilha da 11° RT Lucas Roso Rossetto. A VII Cavalgada da Mulher é uma realização do CTG Sinuelo da Serra e teve como coordenadora Daniela Nadin. É uma homenagem a todas as mulheres pelo seu dia e tem como lema: Mulher Gaúcha aguerrida e delicada, com simplicidade, graciosidade, beleza e ousadia cultua sempre a tradição!


13
de abril de 2015

PROTESTOS BRUGUESES

* ao meio dia o parcão tava tomado de banderias do Brasil. camelôs vendiam salsichões cozidos.....parecia que haveria um grenal na citi.

* na praça da encol, depois de almoçarem fartamente, os 'burgueses' foram pro parcão protestar.

* alguns foram de carro. deixaram nas imediações. foi um acontecimento.

* um grupo no café aquele, ou bistro, se reuniu de manhã pra combinar o protesto.

* na praça da encol não havia protestos. apenas na esquina da nilo x ijui, bnandeiras do brasil foram oferecidas.

 

PROTESTO DOS BURGUESES

TAVA INDO PRO CENTRO NO MEIO DO DOMINGO QUANDO O 429 FOI DESVIADO ATÉ A LIMA E SILVA. OS BURGUESES, OU O PROTESTO, COMO DISSE O FISCAL DA CARRIS NA PROTASIO, TINHA COMEÇADO.

E OS PASSAGEIROS NEM SABIAM:

- QUE PROTESTO????

- QUERO FICAR NA RODOVIÁRIA!!!!

pra mim foi bom. desci no santander e fui ver um violão.

* na saída passei no lancheria do parque...lotadaça....

* tava lá o borghetinho com a filharada comento.

* diz que o cara é cheio de ex- por isto tem que trabalhar muito. tinha chegado de rio do sul(SC)

* borghetinho mora na fernandes vieira.

 

BROSSARD



no jantar derrmaram anholini no senador....

No encerramento da campanha de Mansueto Serafini em 1976, o senador Paulo Brossard esteve no comício. e fez uma profecia:

- Mansueto ganhates a eleição?

- Como?

- Olha as familias inteiras no comício....respondeu.

Serafini ganhou de Faccioni.

Brossard queria voltar logo a Porto Alegre. Mas Darwin Corsetti, tio de Mansueto, - a mulher de Darwin era irmã do pai do mansueto - o obrigou a ir até sua casa porque ele serviria uma sopa de anholini(capeletti).

O anfitrião derramou sopa no senador. Tiveram que limpar sua roupa....

Mesmo assim, o senador saiu de lá contente.

E Broassard também foi à posse em 77 do novo prefeito.

 

BROSSARD

o senador tinha vários apelidos.

Brizola o chamava O RUI BARBOSA EM COMPOTA.

já o falecido chargista SAMPAULO o chamava O BUNDÃO DE BAGÉ....

* entrevistei BROSSARD EM 2013. fiz um longo depoimento. tá publicado nos fitness que estão no blog. muito boa entrevista.

depois de uma hora de conversa, ele me perguntou:

- pra quem é a entrevista?

- pro meu jornal disse.

ele ficou quieto.

mas era um grande papo.

e era muito simples.

 

BROSSARD

QDO ERA MINISTRO DA JUSTIÇA, MANDAVA O CARRO DA PF LEVAR SEU ARTIGO PRA ZH AOS DOMINGOS.

Como o policial que entregava o artigo exigia que assinassem o porteiro que recebia oa rtigo ficava todo assustado.

* a aproximação com a zh teve o dedo de carlos machado fehlberg. é que mauricio sobrinho o tinha marcado na paleta porque brossard quando secretário da justiça mandouf echar a tv gaucha por causa de um monoquini que foi ao ar.

* isto foi uma molecagem do lauro schirmer.

 

sala

mais um ' fake' no sala, hj sexta....1.4

* cacalo e wianey bateram boca,diz a zh....

* diante da queda de audiencia os ' guris' resolveram voltar a essencia do programa que eram as brigas.

* ficou famoso o soco que o asmuz deu em pleno sala no kenny braga.

* e um que o ibsen pinheiro teria dado ,ou recebido do falecido rubis hoffmeister,algo assim.

 

sala 1

aliás, uma boa pesquisa num destes cursos de jornalismo que nada ensinam seria mandaros alunos fazerem uma pesquisa sobre todos os incidentes que o sala apresentou desde sua criação.

* dou dicas. entrevistem o rui ostermann,o santana, sabe muita coisa...enquanto ele está ai.

* os de hoje não tem a memória do sala.

* o mais antigo ali acho que é o wianey;

* o wianey veio quando a caldas faliu

 

Catamarã

o pier do catamarã no barrashopping. pouco movimento.

 

noia

a eleonora rizzo é filha sim do nestor rizzo.

* a ' antiga ' chamadinha virou empresária de bares....

* neste sábado as 10 já tava no moeda onde trabalha e dirige seu negócio.

* nada mais a ver com a noia dos tempos da zh.

* ainda continua amiga de ex colegas como a celia ribeiro, o wanderley soares e principalmente o marco aurelio.

* e fuma ainda como uma condenada....

 

O SUL

os veios que ficam coçando o saco o dia inteiro no café do nacional da carazinho lamentam o fim de o sul...

* além de ler, eles levavam pra casa....

* é a classe média fudida que quer ostentar o que não tem
mais...

* conheço os tipos quando abrem a boca.

* parecido assim com o que o mendelsky contou de baires no domingo no correinho.

 

Da série "Paradoxos Brazileiros"

está mais pra miss italia(OC)!!!!

De: antares55
Enviada: Sexta-feira, 10 de Abril de 2015 18:48

Visual bem de brasileira típica tinha está Terezinha Morango, não é? Merecia mesmo ser Miss Brasil, representar a mulher brasileira.

 

A TEUDA E MANTEUDA

diz o lelio que dos ' 30 aos 50' ele foi muito namorador. mas o hoje velhote é muito pão duro e diz que só namorava ' teuda e manteuda', ou seja elas pagavam tudo....

- eu não pagava nada. elas queriam ir nas boates, eu ia junto mas elas pagavam tudo.

O lélio conta que de uma feita, ele foi fraglado pelo amante de uma delas.

- eu tava no bem bom lá eplas 4 da madrugada. ela fechavaa porta pordentro, quando chegou o amante, um fazendeiro do interior. ele bateu, veio no dia que era costume vir.

e o lélio tão cara de pau pulou sabem pra onde???

- pulei pro quarto onde dormia a mãe dela. entrei na cama pelado e tudo....

e ainda conta delhates:

- eu empurrei minha roupa pra debaixo da cama dela, corri pro outro quarto pelado e tudo. e disse:

- dona isaura deixa eu entrar ai que chegou o cara.

e ela deixou e ficou bem quieta.

claro, ela também era sustentada pois a teuda e manteuda era sustentada pelo amante que vinha sempre do interior dar sua bimbada num tal dia, mas naquele dia veio de surpresa.

e o lélio se saiu bem desta.

mas eu desconfiei do lélio

ele não soube me dar o nome das boites que levava as teudas e manteudas.

acho que tudo o que conta é gabolice de veio....

 

BRIGA DE VIZINHOS

QDO SAI esta manha de dom pro cinema, um carpinteiro fazia obras na padaria mercopan. um vizinho da frente mandou ele parar de bater alegando que queria dormir.

- foi braba a discussão. não sei como terminou. ao 1/2 dia a mercopan tava fechada.

* é a classica briga de fizinhos. um quer dormir....

o cara alegava eu trabalho toda a semana e o carpinteiro berrava. eu tb.

 

ZH

VI UM ARTIGO DO SERGINHO ARAUJO NA ZH DE HOJE, SABADO.

* SABE MUITA HISTÓRIA DE CAMPANHAS PRINCIPALMENTE DO PP....

* quando trabalhou no DAER tinha que aguentar aquela ' mala' do faraco, que não era mole. queria tudo pra agora.

* Uma vez o faraco saiu encima da hora pro programa do lasier. levou junto um mapa com vidro das rodovias do RS.

ai o mapa não cabia encima da mesa da gaúcha e não tinha como o faraco mostrar na entrevista as rodovias que tava fazendo.

* o lasier tirou sarro: secretário este mapa não dobra tá com vidro encima dele.

Explico: como o faraco fazia tudo na ultima hora, faltavam 5 minutos pra começar a entrevista e ele ainda estava despachando na ST, no prédio do DAER.

ai saíram correndo e o serginho agarrou aquele mapa com vidro que tava na parede, porque não acharam outro na hora.

* foi o serginho também que me contou aquela do jucão em são borja.

no comicio numa vila do celso bernardi, os bebados só pediam água:

- porque voces querem água, gritou jucão, se só bebem cachaça.....(OC)

 

Coleguinhas

EA CLAUDINHA TAJES VAI EMBORA. TOMARA QUE MANDE A COLUNA DO Rj.

 

ASSOCIAÇÃO DO AÇO APRESENTA O BALANÇO DO DESEMPENHO DO SETOR

A Associação do Aço do Rio Grande do Sul – AARS – apresentará na próxima terça-feira (14.4.15) os dados referentes ao consumo de aço no Estado em 2014 e as perspectivas do setor para 2015, durante café da manhã para a imprensa, às 9h30min, no Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre.

O anúncio será feito pelo presidente da entidade, José Antonio Fernandes Martins, juntamente com dirigentes de vários segmentos da indústria metalmecânica gaúcha, que incluem bens de capital, máquinas e implementos agrícolas, carrocerias de ônibus, equipamentos para o transporte e fornecimentos para o Polo Naval.

Na oportunidade, a AARS também lançará o relatório Panorama do Aço 2015.

ATENÇÃO IMPRENSA: FAVOR CONFIRMAR PRESENÇA COM A TODT COMUNICAÇÃO – FONES (51) 3228.7270/3228.7261 OU E-MAIL todtcom@terra.com.br

 

SINMETAL NA FEIRA DE HANNOVER

Em mais uma edição, o SINMETAL estará representado na Feira Industrial de Hannover, que acontece de 13 a 17 de abril, na Alemanha. Além do presidente da entidade, Gilberto Porcello Petry, estarão presentes dirigentes de outras empresas do setor metalmecânico e eletroeletrônico gaúcho, que integram a base territorial do SINMETAL. O objetivo é a abertura de novas frentes de negócios no mercado internacional e o estabelecimento de parcerias com vistas ao intercâmbio tecnológico e comercial. O SINMETAL estará integrado, na Feira, à missão empresarial da FIERGS.

 

da Folha Popular de Teutônia

 

de Serafina

Prefeito em audiência com a Ministra da Agricultura



Durante viagem de trabalho a Brasília, o Prefeito Ademir Antonio Presotto teve importante audiência com a Ministra da Agricultura Kátia Abreu na quarta-feira, 08 de Abril de 2015.
Na oportunidade, o Chefe do Executivo, em busca de recursos e importantes projetos para a agricultura serafinense, esteve acompanho pelo Deputado Federal Luiz Carlos Busato.


10
de abril de 2015

CHARGE

a charge do caruso mostrando o temer com a faixa presidencial diz tudo. por isto brizola tinha um medo que se pelava de uma charge.

* no clarim, brizola ditava charges contra seus inimigos. sabia que uma charge era mortal.

 

memória do trem

capitão x cel. não deu certo.

No meio dos anos 80, quando fundaram e implantaram o trem, o presidente era o cel. muratore, um tocador de obras que havia feito a freeway.

na implantação do trem, ele se vangloriava de ter feito o trem dentro do prazo do banco mundial e ter devolvido em ata 200 mil dólares do empréstimo. isto configurou inclusive em seu obituário que a filha márcia mandou fazer e saiu na zh. eu tenho ele guardado.

mas empurraram pro trem, o ex-capitão do exército, jarbas haag-falecido - que havia sido sec. municipal dos transportes e que havia implantado os corredores de onibus.

não deu certo. a parceria não foi adiante. durou apenas seis meses, embora jarbas fosse apenas diretor comercial.

jarbas levou pro trem berfram rosado, francisco schreiner e o hoje conhecido Nelson Lídio Nunes. Eles tinham do escritório da CBTU que tinha por chefe local o erico michels, hoje na atm.

Erico também foi pro trem e foi presdiente quando mansueto pediu o boné, mas isto eu conto outro dia(OC)

 

RATOS ...

Da-lhe joãozinho trinta.....

* ratos no congresso.....

* Ué,genial a jogada do cara.

* matou a pau...disse tudo.

 

folhinha

hj no bom dia ouvi o jurandir falar no carlos alberto pimentel.

* qdo entrei na folhinha em 74 ouvia falar sobre ele.

* sei lá se aquilo era paranóia da redação, ou mania de perseguição.

* tempos da ditadura, da paranoia.

 

ENCERRAMENTO DE O SUL

tem alguma coisa mal explicada neste fechamento ai. a revolta dos gráficos que quase depredaram as oficinas significa que eles trabalhavam com garra. ninguém se revolta se não est´aempenhado em alguma coisa....

em caxias eu vi no super zaffari, no caixa, o sul na 6 feira santa. ou seja, a distribuiçãod ele era muito boa.....

não sei o que houve realmente(olides canton)

era uma boa materia pro sindicato dos jornalistas fazerem no seu jornal. mas esta gente é meio vagal, sabe como é isto dá trabalho. eles gostam de ficar o dia tomando cafezinho e discutindo o apoio a istou ou aquilo. fazer uma pauta destas não é com eles(olides)

From: EDUARDO LEITE LEAL
Sent: Qui 9/04/15 01:49

Bom dia, Olides. Fiquei surpreso com a notícia da extinção do jornal O SUL impresso, embora não o lesse diariamente. Você comentou a venda em banca de Caxias do Sul ( boa, por sinal ); também conversei com uma dona de banca no Centro Histórico, e ela me disse que o jornal O SUL vendia mais que a ZERO HORA. Acho que o motivo principal passa pela alta do dólar; seja como for, é uma pena. Cordialmente, EDUARDO L. LEAL, P. ALEGRE/RS

 

BAR DOS BURGUESES....

eles dizem uma coisa e fazem outra. quem imaginava que o lider do pstu, o julio flores fosse em boteco fuleiro se quebrou. na quarta ele bebia uma jarra de vinha com uma gata no bar odeon, da andrade neves.

* não deu fazer fotos. achei que dava rolo.

 

do Sul21

 

do Pioneiro

caxias antiga...metalurgica abramo eberle.

De: mazzafotos
Enviada: Quinta-feira, 9 de Abril de 2015 09:03

http://wp.clicrbs.com.br/memoria/2015/04/09/miss-brasil-visita-metalurgica-abramo-eberle-em-1958/?topo=87,1,1,,,87

Miss Brasil visita Metalúrgica Abramo Eberle em 1958

por Rodrigo Lopes


Terezinha Morango e Zila Turra posam com a famosa prataria do Eberle. Foto: Carlos Caetano Pettinelli, acervo de família, divulgação

Três anos depois de receber o furacão Martha Rocha, em 1955, Caxias voltou a ser destino de uma Miss Brasil. Eleita em junho de 1957, Terezinha Morango chegou à cidade em 1º de março de 1958, para a abertura da 8ª Festa da Uva.

O roteiro da beldade de 21 anos incluiu os diversos estandes da Exposição Agro-Industrial, no pavilhão da Rua Alfredo Chaves, com destaque para a Malharia Salatino e a Metalúrgica Abramo Eberle.

No badalado estande da Maesa, Terezinha foi recepcionada pelo diretor-presidente, Júlio João Eberle, que apresentou-lhe alguns clássicos da empresa: os faqueiros de prata, as bombas de chimarrão e as facas campeiras, ricamente adornadas com motivos gaúchos.

O varejo da metalúrgica, a poucas quadras dali, na Rua Sinimbu, também integrou o tour. Nas fotos a seguir, Terezinha e a rainha daquele ano, Zila Turra, conferem a prataria da empresa, acompanhadas pelo diretor Caetano Pettinelli e pelo empresário Nestor Rizzo.

Foto: Carlos Caetano Pettinelli, acervo de família, divulgação


O diretor Caetano Pettinelli mostra a prataria do Eberle para a Miss Brasil 1957, Terezinha Morango, e para a rainha da Festa da Uva 1958, Zila Turra. Foto: Carlos Caetano Pettinelli, acervo de família, divulgação


A “uva” e o “morango”: Zila e Terezinha são acompanhadas por José Gazola (ao fundo), Caetano Pettinelli (à direita) e Nestor Rizzo (atrás de Caetano). Foto: Carlos Caetano Pettinelli, acervo de família, divulgação


Zila Turra, Terezinha Morango e Nestor Rizzo conferem os clássicos faqueiros do Eberle. Foto: Carlos Caetano Pettinelli, acervo de família, divulgação
Foto: Carlos Caetano Pettinelli, acervo de família, divulgação


Em 1958: Nestor Rizzo (E), Caetano Pettinelli (de costas), Terezinha, Zila e José Gazola. Foto: Carlos Caetano Pettinelli, acervo de família, divulgação


Zila e Terezinha com o empresário Caetano Pettinelli. Foto: Carlos Caetano Pettinelli, acervo de família, divulgação

Colaboração

As imagens deste post foram gentilmente cedidas pela leitora Maria Angélica Pettinelli Angonese, neta de Caetano Pettinelli.

No Pioneiro

A edição do Pioneiro de 29 de março de 1958 destacou uma página às visitas feitas ao estande da Metalúrgica Abramo Eberle. Além de Terezinha Morango, passaram por lá o então prefeito de Porto Alegre, Leonel Brizola, o governador do Estado, Ildo Meneghetti, e o representante da presidência da República, general Nelson de Mello.

Foto: reprodução/Pioneiro

Morango e uva

Durante sua passagem pela Festa da Uva, uma frase da miss eternizou a rainha daquele ano, Zila Turra:

– Se eu sou um morango, a Zila é uma uva.

Tereza Gonçalves Morango entrou para a história do concurso Miss Brasil como a primeira representante do Amazonas a ostentar o título – foi também o primeiro título da região norte do país. Um mês depois do certame realizado no Brasil, “Morango” disputou o Miss Universo nos Estados Unidos. Levou o segundo lugar, ficando atrás da peruana Gladys Zender.

Já Zila foi a primeira rainha da festa a receber de presente uma viagem de avião. Em março de 1958, viajou a Roma pela lendária Pan-Air.
Foto: Carlos Caetano Pettinelli, acervo de família, divulgação


Impecáveis da cabeça aos pés: Terezinha e Zila durante a visita ao varejo do Eberle. Foto: Carlos Caetano Pettinelli, acervo de família, divulgação
Foto: Carlos Caetano Pettinelli, acervo de família, divulgação


Terezinha Morango, Miss Brasil 1957, em visita ao varejo do Eberle em março de 1958. Foto: Carlos Caetano Pettinelli, acervo de família, divulgação

O primeiro dia da festa

Conforme recordado pelo jornalista Luiz Carlos Erbes no livro Festa da Uva – A Alma de um Povo, a edição de 1958 teve início no dia 1º de março, um sábado. A comitiva enviada pelo presidente Juscelino Kubitscheck – que cancelou a vinda a Caxias dias antes, frustrando a organização – foi recepcionada à tarde e conduzida ao pavilhão da Rua Alfredo Chaves para a inauguração.

Porém, o momento mais inusitado não ocorreu no pavilhão, mas durante o banquete realizado no Recreio da Juventude, à noite. Antes de o jantar ser servido, faltou luz por mais de uma hora.

As autoridades aguardaram pela comida à luz de velas.

 

Em encontro dos Coredes, Vieira detalha programa Escola Melhor: Sociedade Melhor

Foto: Evandro Oliveira, Seduc

Durante encontro com o Fórum dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul (Coredes), na manhã desta quinta-feira, na Assembleia Legislativa, o secretário da Educação, Vieira da Cunha, detalhou o programa Escola Melhor: Sociedade Melhor. A iniciativa está prevista no Projeto de Lei 103/2015, de autoria do Poder Executivo, protocolado nesta quarta-feira na Assembleia.

A intenção da proposta é permitir, entre outras coisas, que pessoas físicas e jurídicas possam oferecer patrocínio, tanto para melhorias na infraestrutura das escolas, quanto para a aquisição de materiais de uso de alunos e professores.

“Pretendemos iniciar uma grande campanha para que a comunidade gaúcha colabore em um verdadeiro mutirão que queremos fazer de recuperação da estrutura das nossas escolas. Há muitas pessoas que hoje são o que são porque tiveram oportunidade de estudar em uma escola pública, e que muitas vezes gostariam de colaborar e não sabem como fazer. Nós queremos que a sociedade participe conosco desse processo de melhoria da infraestrutura da nossa rede”, afirmou Vieira, que elencou as enormes carências constatadas em visitas feitas a estabelecimentos de ensino nos últimos dias.

De acordo com o projeto, as pessoas físicas e jurídicas que aderirem ao programa poderão divulgar, para fins promocionais e publicitários, as ações praticadas em benefício da escola. A forma com que isto será feito constará no decreto do Poder Executivo que regulamentará a lei, caso ela seja aprovada.

Ainda durante a participação no Fórum dos Coredes, Vieira fez um balanço das principais ações nestes quase 100 dias de governo. Citou a nomeação de 540 servidores aprovados no último concurso do magistério e a contratação em caráter emergencial de mais de 300 docentes – nos casos em que o banco de concursados não supriu a carência.

“O governador já disse publicamente que três áreas de governo receberão atenção prioritária: educação, saúde e segurança. Esse compromisso está sendo honrado, tanto é assim que, embora esteja vigente um decreto que todos conhecem, nós obtivemos do governador uma autorização excepcional para que chamássemos os professores concursados para suprir as deficiências do ano letivo, que não foram poucas e que ainda existem pontualmente”, afirmou o secretário.

Também durante a preparação do ano letivo, foram empenhados e contratados R$ 43 milhões para a execução de obras e reparos emergenciais nos prédios.

 

de Serafina

Revitalização do Parque no Ginásio Irceu Antônio Gasparin

Investir no bem-estar da população com atividades e obras que vão ao encontro da comunidade serafinense são prioridades da Administração Pública Municipal. O entorno do Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin é um local muito desfrutado pela população, para lazer e diversão. Nas últimas semanas, a Prefeitura de Serafina Corrêa está realizando uma série de melhorias, revitalizando esse importante espaço público. Está sendo instalado um parque infantil com brinquedos novos, melhorias na iluminação, além de bancos, lixeiras e calçadas. São importantes obras que proporcionam qualidade de vida para todos.


9
de abril de 2015

FECHOU O SUL

bom, não sei como se manteve tanto tempo. eles não revelaram nunca a tiragem....

agora só na net....

mas isto qualquer um tem....até eu....

só não dizem....

em caxias, numa banca do centro, o sul era o segundo mais vendido. só perdia pro pioneiro.

o jornal começou em 2001, se não me engano.

mas começou com mão fechada.

não se ligava pra lugar algum....

 

REBELIÃO NO O SUL

graficos quase depredaram a grafica de o sul na noite de 3 pra 4, quando anunciáram o fim do jornal.

* furia foi contida.

* serão 400 demtidos.

 

BURD

entra em férias justamente quando o jornal pára de circular...mera coincidência????!!!!!

 

Fim do O Sul impresso

mas o sul já tavana internet. eles não quiseram dizer que fechou(OC)

De: rekern
Enviada: Quarta-feira, 8 de Abril de 2015 07:38

O Sul anuncia em sua capa de hoje que a partir de amanhã só estará na Internet.

 

coleguinhas

a cascata do ' cascata'....

meados dos anos 80 na zero hora. o cascatinha que fazia a pagina 3 chega meio tarde na redação vindo dos bares do centro. não sei o que tinha bebido. devia ser guaraná...

e chega na frente da chefe de reportagem adelia porto:

- uma fonte me disse que o trem terá só um trilho....

pronto. a dedé logo acredita na ' autoridade mor' que tinha uma informação exclusiva.

e manda o reporter com a informação correta perguntar pro diretor do trem, o coronel muratore. sobrou pra mim. o repórter,claro é o marisco,sempre.

o coronel me recebe e quando faço a pergunta só falta me cdar um soco na cara..

- aqui nós não somos palhaços, não estamos brincando me diz muratore.

pronto. chega na redação com a pauta furada. ot rem teria dois trilhos....(só rindo....)

 

Simon

recebi hj impresso do senado federal o discurso de simon na saída do senado.

apontei isto que ele fala da morte do filho. mas não dá uma virgula sobre o suicidio da esposa, tania schanan

 

RBS

segundo o juremir, é a redebaita sol...consegui ler toda sua coluna.

como disse o augusto nunes - com quem o juremir acabou fora da rbs , esta a legitima, naõ a ficcional - pro peninha quando ele se queixou do vazamento do famoso mail, ' um texto teu foi lido até o fim'...

brilhante os dois. augusto e juremir....

 

Pioneiro

o jornal da RBS é impresso em porto alegre.

* aqui o parque gráfico imprime tudo a cores. lá não.

* e tavam perdendo anúncios por isto.

* o parque de lá ficou pra terceirizados.

* o pioneiro tira 30 mil por dia.

* em bento vende apenas 1 mil

* em serafina, tem 3 assinantes.

 

de sb

me avisam que qurerem me processar pela materia do bar do jango...

* ora bolas....

* ea imprensa de sb o que fez até agora que nãof ez uma materia lá???

 

de sb

em sb deviam é me fazer um monumento, não me processar.

* mas tou acostumado com isto

* e não ia esperar gratidão de sb

* terra onde se acham!!!!

 

memorias politicas

FOI A CAXIAS EXPLICAR

Qdo ia assumir a direção da trensurb, o ex-prefeito de caxias recebeu a visita do presidente muratore, um coronel abridor de estradas e que tinha implantado o trem metropolitano. o coronel era faca na bota. não levava ninguém a frio, eu o conheci e depois de algumas escaramuças, até amigos ficamos.

mas muratore tinha tido uma briga não se sabe com o que e não iria passar o cargo a Mansueto.

Pra que não parecesse um assunto pessoal com o novo presidente Muratore foi a Caxias e se encontrou pessoalmente com o futuro presidente, explicando o que estava por acontecer.

Mansueto o recebeu sem maiores problemas e ficou o dito pelo não dito.

Mansueto ficaria no trensurb até quase o fim dos anos 80,quando pediu as contas porque o obrigaram a demitir o presidente do sindicato dos metroviários, o weber e ele soube que aquilo o queimaria politicamente. aí pulou fora. mas isto eu conto outro dia(OC)

 

Encol

as canchas da praça dos burgueses, ou encol tava lotada de gente jogando tenis , frescobol e afins. tudo gente jovem

* no domingo vão bater panelas contra a dilma....

* só o paredon mesmo!!!!

 

palpite

posso quebrar a cara, mas acho que a passeata de domingo será um fiasco.

* se deram conta que a dilma não cai.....

E a SALVATI não se salvou.....(OC)

 

NAcional

O BANHEIRO DO NACIONAL DA CARAZINHO ESTÁ UMA POUCA VERGONHA

* não tem papel nem pra secar as mãos.

* acho que é porque virou banheiro publico já que a praça da encol não tem este serviço de utilidade publica.

* ninguém quer colocar um banheiro quimico na praça da encol. só qudo tem eventos colocam.

* fica o protesto. os banheiros do nacional não são limpos. uma imundicie.

 

Grupo Angola Janga lança catálogo do Museu de Percurso do Negro em Porto Alegre

Quarto Marco – Painel Afrobrasileiro é material de estudo

O Grupo de Trabalho Angola Janga estará lançando dia 15, quarta-feira, às 18h30min, o catálogo referente ao quarto marco – Painel Afrobrasileiro, nas Salas Multiuso, no Santander Cultural, Rua Sete de Setembro, 1028.
A obra inaugurada no dia 20 de novembro, do artista plástico Pelópidas Tebano, está localizada no Largo Glênio Peres e faz parte de um conjunto de obras de arte erguidas no Centro Histórico de Porto Alegre, com o intuito de resgatar a memória da comunidade afro-brasileira, assim como dar visibilidade a espaços considerados negros na Capital.
O Museu de Percurso do Negro fundamenta-se no novo conceito de museologia, que prevê museus a céu aberto, marcando pontos fundantes da Cidade, através de esculturas e painéis, espaços negros ou onde os negros passavam.
O Painel Afrobrasileiro é o quarto marco do Museu de Percurso: Temos o Tambor, localizado na Praça Brigadeiro Sampaio; a Pegada Africana, na Praça da Alfândega; e o Bará do Mercado, no Mercado Público, todas estas obras já integram o cenário de artes de Porto Alegre.
Para o artista plástico Vinicius Vieira “estas obras, a partir da data que foram inauguradas, passaram a sintetizar parte da memória e da história dessa comunidade no Rio Grande do Sul”.
Já para Ivan Braz, um dos coordenadores do Grupo Angola Janga trata-se de uma conquista da materialização de pontos negros vivenciados agora, por todos.
Este projeto foi selecionado no edital da Funarte – Fundação Nacional de Artes, do Ministério da Cultura e da Seppir – Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, conta com o apoio de Prefeitura Municipal de Porto Alegre e do Santander Cultural.

SERVIÇO
O quê – Lançamento do catálogo do Museu de Percurso do Negro em Porto Alegre – EtapaV
Onde – Salas Multiuso, Santander Cultural, Rua Sete de Setembro, 1028.
Quando – dia 15 de abril, quarta-feira, às 18h30min
Contatos com a imprensa: Vinicius Vieira 94659650, Ivan Braz 91949259.

 

de Serafina

1ª Expoalegre em Vista Alegre do Prata

A Secretária Municipal de Assuntos Especiais de Governo, Inelves Maria Pilotto Carnavalli, recebeu, no Gabinete do Prefeito, as Soberanas de Vista Alegre do Prata. A reunião aconteceu no dia 06 de Abril de 2015, segunda-feira, com o objetivo de divulgar a primeira edição da Expoalegre, Feira Comercial, Industrial e Cultural do município, que acontecerá nos dias 15, 16 e 17 de Maio de 2015. A Feira será realizada no Estádio Municipal de Vista Alegre do Prata, com acesso gratuito. Haverá Reunião da AMESNE, Orquestra Sinfônica da UCS, shows, gastronomia, parque infantil e shows nacionais com Reação em Cadeia e Teodoro e Sampaio. Participe!

8 de abril de 2015

BUFUNFA

deu bufunda no centro agora há pouco. o trem pifou e os onibus congestinaram na cidade.

* o transito ainda não se entendeu sem o trem....

* era hor aque se entendesse....

 

memória politica

" esconde esta maquina, Brasil...."

qUANDO ASSUMIU a Trensurb, em 1985, Mansueto Serafini encontrou logo um problema. O Diretor de Operações Wanderley Brasil - ex-ferroviário - tinha a mania de percorrer o trecho da ferrovia do trem com uma espécie de ' carro de linha 'onde ele ia inspecionando a via...

Só que a máquina pertencia a RFFSA, que era uma acionista da Trensurb, a maior por sinal.Ela tinha entrado com a malha ferroviária, com o terreno por onde passa o trem....

E a máquina que pertencia a RFFSA provocava ciúmes do presidente do mastodonte estatal que controlava as ferrovias no país.

- Esta máquina é minha, não pode usar, dizia o presidente da Rede, Osiris Stenguel Guimarães- um senhor altão, paranaense - que vinha pra reunião do Conselho de Administração da Trensurb( todos os participantes do conselho ganham e ganhavam jetons pra participar destas reuniões.)

Mansueto Serafini, presidente do Trensurb, já andava de saco cheio com esta atitude infantil do Diretor de Operações.

Até que na terceira vez que o presidente da Rede reclamou da presença de sua máquina no pátio do trensurb, mandou o diretor esconder a tal máquina:

- Brasil, me esconde esta máquina, por favor.

Em tempo: Mansueto acha que Wanderley entendia muito de ferrovia. ( não se sabe se entendia de metro...de superficie...)

(OC)

 

SOBRE ZH



tava boa a coluna da claudinha tajes no domingo...

gostaria que ela viesse aqui neste muquifo pra ouvir certas madrugadas....

ela ia rir com o barulho das camas....

 

de serafina

Em 15 a 30 dias será inaugurada a nova rodoviária. fica na 25 de julho, perto da prefa.

* Perto do pórtico não foi possível. o DAER achou o local com muito movimento de veículos.

* Não tenho o tempo de concessão dado ao concessionário pelo DAER.

 

HISTORIAS DE PORTA VOZES

o rolo do alexandre garcia....

Por Marco A. Kraemer.

"O Figueiredo assumiu o Governo e foi morar na Granja do Torto.O palácio da Alvorada, residencia oficial do Geisel,ficou fechado. A dona Dulce, como toda primeira-dama, foi redecorá-lo porque seria a residência dos hóspedes oficiais e visitas ilustres. Um dia,o Alexandre Garcia chegou à minha sala, ainda como repórter do JB, e eu secretário de Imprensa; " O Palácio vai ser residência e vai receber hóspedes ilustres. Eu queria fazer uma reportagem.
Eu disse: Não tem problema.
No Governo Geisel, o presidente já passava o fim de semana na Granja do Riacho Fundo.Sexta feira ele seguia com a familia para a granja e não ia ao Palácio do Alvorada.
Quando a imprensa tinha interesse em visitar o Palácio, sexta era o dia.
No caso do Figueiredo, o chefe de Segurança da Casa Militar me procurou, porque era uma novidade para todo mundo.
' Kraemer, como é isto?. Eu disse: ' No governo passado, nós podíamos ir lá as sextas. Ia um oficial da segurança e um funcionário, um colega da assessoria de imprensa ,acompanhado de jornalistas. A única limitação era o acesso às áreas privadas. Fomos lá. Levamos também um fotógrafo da VEJA que também havia pedido.A coisa para mim éra o mais normal possível.O JB, num determinado dia, fez uma página de domingo, uma página inteira.

Uma matéria de pagina inteira com fotos do Palácio do Alvorada?

- Fez fotos entrevistando o chefe da mordomia, espécie de governança que cuidava do Palácio.Ele contou: DONA DULCE VAI MUDAR O SOFÁ PRA COR BRANCA...aÍ EU ESTOU EM CASA , no domingo de manhã, e às onze horas me liga o chefe da Casa Militar , general Venturini, que era muito gentil, jeitoso e educado. Kraemer, aqui é o Venturini.
- Oh, general, bom dia, tudo bem? O que houve?
- Dona Dulce me ligou.Quem autorizou?

Eu nem tinha lido a matéria e disse:Fui eu que autorizei a ir lá.
- Mas como?
A dona Dulce está irritada,braba, porque tinha que ter falado com ela. Está furiosa..
Para mim era um procedimento normal mas é que o Alexandre Garcia desancou a entrevistar o cara. Vai mudar aqui, vai colocar estofado branco. Eu disse:
- Olha vai sair na Veja também.
Mas na Veja saiu apenas uma notinha uma foto.

A dona Dulce, um dia depois, depois desse episódio, disse ao presidente: NAO GOSTO MUITO DESTE SECRETÁRIO DE IMPRENSA, DESSE KRAEMER... E o presidente me disse o ajudante de ordens falou:

- Dulce, isso é um assunto meu.
Mas senti que eu tava na alça de mira porque era a mulher do presidente.
Eu sabia que ela tinha pedido a minha cabeça.
Depois o Alexandre trabalhou conosco mas saiu quando o Farhat pediu a cabeça dele por causa de uma matéria na revista ELE e ELA( já contei este episódio aqui,dias atrás...)

( do livro, no Planalto com a imprensa)

 

O que é o que é?

Enviada: Terça-feira, 7 de Abril de 2015 16:16
Para: olidescanton@bol.com.br

O QUE É O QUE É? "O nome Zelotes vem do adjetivo zelote, referente àquele que finge ter zelo. Ele faz alusão ao contraste entre a função dos conselheiros do Carf de resguardar os cofres públicos e os possíveis desvios que efetuaram." (FSP)

 

do Jornal do Brasil

é a chamada grande mídia não gostou do nome da operação(OC)

De: alenir
Enviada: Terça-feira, 7 de Abril de 2015 10:38

Operação Zelotes: um grande escândalo, uma pequena repercussão

Suposta fraude em impostos tem cifras bilionárias, que deveriam ir para saúde e educação

A Operação Zelotes, que investiga suposto esquema de fraude para sonegação de impostos no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), estima que o total envolvido pode chegar a R$ 19 bilhões. Se confirmado, o valor desviado soma recursos suficientes para criar aproximadamente 18 mil leitos de hospitais ou beneficiar aproximadamente 34 milhões de habitantes com obras de saneamento. Só para se ter uma ideia, recente projeto de construção de hospitais públicos no Rio Grande do Sul, somando mil leitos, totalizaria um investimento de R$ 110 milhões, valor que representa aproximadamente um décimo do dinheiro destinado a obras de saneamento para a mesma região que beneficiaria 16 cidades e uma população aproximada de 1,8 milhão de habitantes.

A comparação fica ainda mais grave quando se analisa a peculiaridade das supostas irregularidades: propinas seriam pagas para reduzir ou eliminar o pagamento de impostos. Impostos que servem justamente para oferecer para a população saúde, educação, transporte, saneamento...

As possíveis irregularidades que vieram à tona com a deflagração da Operação Zelotes podem lesar o cidadão brasileiro de uma maneira muito mais direta do que qualquer outro escândalo do leque de corrupções que o país tem colecionado. E o prejuízo abrange valores muito maiores do que outros escândalos como o mensalão e a Operação Lava Jato, embora não mereça por parte da grande mídia o mesmo destaque, e nem por parte da sociedade a mesma indignação.

Um bom exemplo é o visibilidade dada ao fato de a empresa de consultoria do ex-chefe da Casa Civil José Dirceu ter recebido R$ 39 milhões em sete anos (entre 2006 e 2013). Pois na Operação Zelote, numa única operação o grupo Gerdau, do empresário Jorge Gerdau Johannpeter, teria pago R$ 50 milhões para aliviar uma condenação fiscal de R$ 4 bilhões. Quais dos casos se lê mais na mídia?

Como se não bastasse, há ainda outras características que chamam a atenção: as multinacionais supostamente envolvidas no escândalo do Carf. Ford, Santander, BankBoston, entre outras, fazem parte da investigação por terem supostamente pago propina para evitar pagar impostos. Paralelamente, acionistas americanos estão entrando na Justiça contra a Petrobras, por prejuízos na bolsa devido ao escândalo na estatal. Agora, qual o prejuízo mais grave do ponto de vista da ética para empresas estrangeiras: um caso de corrupção que impacta nas ações de uma empresa na bolsa - uma operação sabidamente de risco - ou sonegar imposto deliberadamente, dinheiro que deveria ser usado diretamente para benefício da população?

Vale destacar que duas destas empresas são dos Estados Unidos, país que aplica tradicionalmente fortes punições aos sonegadores, como multas milionárias e até prisões. Um notório exemplo é de Al Capone, gângster que apesar de cometer vários crimes, só foi preso pela polícia dos EUA quando foi flagrado sonegando impostos, em 1931. Será que deve-se evitar sonegar impostos apenas no país deles?

Os investimentos em ações de empresas, sejam elas privadas ou estatais, são considerados de alto risco e sem garantia de retorno aos investidores, além de sujeitas a diversos fatores, tanto internos quanto externos, sejam eles relacionados à má administração, baixa produção ou especulação pura. Já os impostos pagos funcionam como pagamento, sejam pelo direito de prestar atividades em território nacional ou até mesmo pela ocupação de um terreno. A concessão dada a uma empresa para prestar atividades no país em troca do pagamento de impostos não é, dessa forma, um investimento de risco ou de retorno duvidoso. É uma receita garantida, que é incluída no orçamento do governo.

Escândalos que vêm do setor público, como a Operação Lava Jato, não perdem o protagonismo na grande mídia. Mas quando as suspeitas recaem sobre empresas privadas, o caso vira coadjuvante e merece menos destaque, mesmo quando o dano é maior e recai sobre o cidadão brasileiro.

 

Coleguinhas

correção. o plantonista morto é antonio augusto santos....

* fagundes é o antropologo. ainda vive....

 

ANTÔNIO

Obrigado. já tinha me dado conta. falei do fagundes, do nico.....que por sinal não se ouviu mais falar(olides)

sumiu da mídia, ' morreu'!!!!!

obrigado pela correção.

From: EDUARDO LEITE LEAL
Sent: Ter 7/04/15 01:02

Bom dia, Olides. Você trocou o sobrenome do precursor radialista que faleceu : escrevestes Fagundes, quando na verdade é Dos Santos ( por sinal, um de seus filhos é o advogado Antônio Augusto Mayer dos Santos, muito requisitado na área eleitoral ). Sempre Leitor, EDUARDO L. LEAL _ P. ALEGRE/RS

 

da Folha de S.Paulo

De: antares55
Enviada: Terça-feira, 7 de Abril de 2015 20:10

O 'Grupo dos 12' deve pensar na vida

Elio Gaspari- FSP - 05/04/2015

Infelizmente os dados conhecidos da Operação Zelotes, que pegou a rede de propinas instalada em torno do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais, o Carf, têm sido parciais na exposição de empresas e incompletos na apresentação dos fatos. Por mais que isso seja lamentável, é alguma coisa, pois o contrário poderia ser uma Operação Abafa.

Até agora, sabe-se o seguinte:

Numa conversa telefônica com um sócio, o conselheiro Paulo Roberto Cortez disse o seguinte: "Quem paga imposto é só os coitadinhos. Quem não pode fazer acordo, acerto –não é acordo, é negociata– se fode". Cortez está sendo investigado pela Polícia Federal, que pediu sua prisão. Ela foi negada pelo juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal de Brasília, que julgou-a desnecessária.

Em 2011 o ex-presidente do Carf Edson Pereira Rodrigues ofereceu seus serviços de consultoria à Ford para livrá-la de multas da Receita: "Se eu participar (...) eles têm mais ou menos 95% de chances de ganhar. Caso contrário, perderão com certeza". O Carf livrou a Ford de cobranças que chegaram a R$ 1,78 bilhão. A filha de Rodrigues, que também é conselheira, teria faturado R$ 1,14 milhão com "um auto".

Um conselheiro do Carf informou numa mensagem ao chefe da Coordenação de Pesquisa e Investigação da Receita, Gerson Schaan, que "os acórdãos em anexo foram 'negociados' com as pessoas daquele esquema que já conversamos (...). Houve pagamento de R$ 1 milhão". Tratava-se de uma multa de R$ 200 milhões imposta à fabricante de carrocerias Marcopolo. Fica uma questão: o que Schaan fez com a informação?

Segundo a PF, João Inácio Puga, membro do conselho do banco Safra, negociou com Jorge Victor Rodrigues, ex-conselheiro do Carf, o caso de uma cobrança de R$ 793 milhões. No lance teria havido um capilé de R$ 28 milhões. A prisão de Puga e Rodrigues foi considerada desnecessária pelo juiz Ricardo Leite.

Enquanto os "coitadinhos" padecem preenchendo suas declarações de Imposto de Renda, assistem à exposição de uma rede de anistias montada no andar de cima para iludir a Viúva. Para quem sonha com o surgimento de um "Tea Party" no Brasil, dando base a um movimento populista de direita, a bola está em campo.

Há um ano, quando começou a Operação Lava Jato, as empreiteiras, bem como a Petrobras e o próprio Palácio do Planalto desprezaram suas consequências. Deu no que deu. Se o Planalto, a Fazenda e a Receita repetirem o erro diante da Operação Zelotes, acabarão contaminados pela ação dos malfeitores. Diante da Lava Jato, rodaram programas velhos num sistema novo e só se deram conta disso depois que 64 acusados foram para a cadeia e doze resolveram colaborar com a Viúva.

Pelo pouco que a Polícia Federal já liberou, parece provável que haverá prisões. Havendo-as, bastará que um canário cante para que a Zelotes fique parecida com a Lava Jato.

A Polícia Federal sentiu cheiro de queimado em 74 processos do Carf. Em 12 deles encontrou "elementos consideráveis de irregularidades". Nesse "Grupo dos 12" estão grandes empresas que se safaram de cobranças num total de R$ 12,4 bilhões. Como as empreiteiras no ano passado, estão todas fechadas em copas.
Ao contrário das empreiteiras apanhadas nas petrorroubalheiras, as empresas que se livraram das cobranças da Receita não estão metidas em negócios onde a corrupção fazia parte do cotidiano. Além disso, elas podiam ter razão em seus litígios com a Receita, mas, se pagaram propinas, o crime está no jabaculê. Para quem pôs a mão na cumbuca, pode ser melhor reconhecê-lo agora.

A RECEITA ARRISCA VIRAR UMA PETROBRAS - Se o doutor Joaquim Levy e o secretário Jorge Rachid bobearem, a Receita Federal corre o risco de sofrer um abalo semelhante ao que aleijou a Petrobras porque sua direção foi lenta e tolerante diante da exposição de roubalheiras de alguns malfeitores. Rachid disse há poucos dias que as investigações da Operação Zelotes começaram em 2013. Tem razão, mas sendo um veterano servidor e tendo ocupado a mesma função entre 2003 e 2008, ele sabe que essa foi a denúncia que andou. Muitas outras atolaram.

A Polícia Federal pediu a prisão de Jorge Victor Rodrigues, ex-auditor e ex-conselheiro do Carf, metido em casos que envolviam os bancos Safra e Santander. Ele foi sócio do escritório de consultoria SBS. Em 2005, uma investigação do Ministério Público de Brasília mostrou que a SBS assessorou a Fiat para livrá-la de multas no valor de R$ 630 milhões. Como o litígio foi resolvido na esteira de uma medida provisória, não se pode saber o que houve. A Fiat livrou-se do contencioso e pagou R$ 12,9 milhões ao escritório de advocacia que contratara os serviços da SBS. Em 2007, o Tribunal Federal de Brasília decidiu que faltavam elementos para comprovar a denúncia dos procuradores. Quatro anos depois Jorge Victor Rodrigues foi nomeado para uma suplência do Carf, como representante dos contribuintes.

Se a porta giratória da Receita na qual circulam auditores que viraram consultores tivesse sido travada em 2003, os policiais da Zelotes poderiam estar tratando de outros casos.

 

de Serafina

Projeto Páscoa Mágica

Por: Deysi Brusamarello - Diretora de Divisão Pedagógica
Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa/RS

A Prefeitura de Serafina Corrêa, por meio da Secretaria Municipal de Educação, nos dias 31 de Março e 1º de Abril, realizou o Projeto Páscoa Mágica, com a chegada do Coelhinho, mensagem e entrega de ovos de chocolate nas Escolas da Rede Municipal de Ensino.
O Projeto Páscoa Mágica atingiu um público estimado em 1300 alunos e teve como finalidade a sensibilização dos alunos para uma reflexão a respeito da importância do real sentido da Páscoa. Nessa perspectiva, mais do que nunca, é necessário resgatar o verdadeiro espírito de aprendizagem pautada no fortalecimento de ações e situações concretas para que os educadores e alunos percebam o valor de se conhecer o real significado da Páscoa.

 

Talian: patrimônio histórico e cultural

O Município de Serafina Corrêa tem conhecida formação por imigrantes de origem italiana, camponeses que buscavam melhores condições de vida, provenientes das regiões da Lombardia, Piemonte, Trento, Mântua, Bréscia, Vicenza, Vêneto, entre outros. Após uma difícil viagem, chegavam às terras brasileiras, habitando, construindo e caracterizando as regiões.
Atualmente, o Município de Serafina Corrêa busca resgatar os costumes e hábitos trazidos e adotados pela população aqui estabelecida, mas especialmente a língua falada tem recebido destaque, o Talian.

Dialeto falado por mais de 500 mil pessoas, foi reconhecido como patrimônio nacional. As ações perante esse reconhecimento visam preservar essa bagagem cultural ensinada pelos nonos que povoaram regiões brasileiras, antes que se perca com o passar das gerações. Alguns pesquisadores dedicam-se a fazer o resgate do Talian, como fez o Frei Rovílio Costa, que dizia “Documentos, registros, nomes e datas são o esqueleto da história. O que precisamos é preencher o máximo possível esse esqueleto com a carne do relato cotidiano”. Frei Rovílio procurava ouvir as histórias contadas pelos mais antigos, fazendo registros e organizando as narrativas.

A partir dessas pesquisas e da percepção que o Talian adquiriu como patrimônio cultural, a Secretaria Municipal de Educação, com parceria da ATUASERRA, lançou o Projeto: Pulando Janelas – Talian: Patrimônio Cultural Imaterial, com o objetivo de resgatar e valorizar o Talian.
Na Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora de Fátima, a preocupação em manter vivo o Talian vai ao encontro dos objetivos propostos no Projeto, conforme a realidade da escola. As atividades serão realizadas ao longo do ano, contudo a Escola já conta com a oficina de Talian. As aulas têm um caráter dinâmico, por meio de contos, resgate da gastronomia, hábitos e costumes, falando, escrevendo, cantando, pelo direcionamento de uma professora conhecedora da Língua Talian.

As atividades desenvolvidas até o momento já conquistaram os alunos, como na confecção do ninho de ovos de Páscoa, com palha de milho desfiada, canções como La Bela Polenta, o desafio em pequenos diálogos e confecção de objetos dos antepassados, como brinquedos.
Acreditamos que nossos descendentes são responsáveis por grande parte da produção agrícola, das primeiras indústrias, de ações culturais que contribuíram para a construção de cidades brasileiras, precisamos agora, com as dificuldades e mazelas do século XXI, garantir a preservação dos costumes, valorizando e divulgando nossas raízes, língua falada e nosso povo.

7 de abril de 2015

JARDEL COM ESTA TU VAI PRO CEU....

a ' massa' deve tar delirando com esta loucura do jardel.

* o ' rebutalho' da política está se mostrando a que veio...

* voto é voto não se há de fazer nada!

 

ZELOTES

1. não sei pq este nome nesta operação...

2. vi uma boa no polibio de um leitor:

- GRIZZOTTI PQ TE CALAS????

 

Memórias políticas

' aquela não, aquela é do ministro'


Em 1985, Mansueto Serafini esteve no Ministério dos Transportes, onde o ministro Affonso Camargo o convidaria pra ser presidente da Trensurb.Mera formalidade: Tancredo o havia convidado já anteriormente.Ele já aceitara depóis de ver quea estatal do trem era a que melhor pagava em POA.

Quando chegou no gabinete de Affonso Camargo,discretamente, Mansueto começou aolhar as recepcionistas que trabalhavam com o paranaense.

Uma deles se destacava pela beleza.
Mansueto deu umas olhadas a mais. O suficiente pro chefe de gabinete perceber que aquela lhe havia chamado a atenção.

Quando foi chamado finalmente pra entrar pra audiência,passando pelo chefe de gabinete, ouviu baixinho:

- Prefeito( ele fora prefeito de Caxias) todas menos aquela. aquele é do ministro...(OC)

 

Coleguinhas

morreu o pai do plantonista esportivo. aafagundes...

* todos estes caras dos plantões são meio pirados.

 

de Serafina

BAIXAS NA SAN PIERO

Telvo Bazzo morador da san piero continua internado no Hospital de Serafina.

* Seu sobrinho, Santo,filho de Lindo Bazzo, foi sepultado no dia 30 passado.

Os parentes em POrto alegre lamentam sua morte:

- E agora quem fará aquele vinho maravilhoso que ele fazia? me disse um deles hoje.

* Santo tinha 60 anos e teve meses atrás um AVC.

* Mas alguns meses atrás ele caiu num chiqueiro e depois nunca mais foi o mesmo.

Andava sempre raivoso,segundo um parente.

* santo já tinha sido paciente muitos anos atrás de um Câncer de pele.

 

memórias politicas

' EM CAXIAS, NÃO, EM CAXIAS NÃO TENHO NADA...."


Mansueto era prefeito de Caxias e Tancredo Neves esteve na cidade. O prefeito o elogiou,lembrou de Getúlio Vargas, falou na caneta que Tancredo ainda guardava do presidente que se suicidiou....

Tancredo se emocionou e quase foi às lágrimas( diz o folclore mineiro que não é fácil fazer um político daquele estado chorar...)

Aí veio a famosa NOVA REPública, e Mansueto foi convidado a se encontrar com o presidente eleito, que lhe perguntou o que ele queria. Mansueto olhou todas as estatais mas os salários eram ' baixos....' até pra presidente em porto alegre.

Tancredo viu que seu convidado não se decidira e entendeu que o prefeito não estava a fim de sair de Caxias. O matreiro mineiro lascou:

- Prefeito, em Caxias eu não tenho nada.....

Aí o ex-prefeito, que fora do PTB,MDB,PDT e já estava no PFL optou pela Trensurb. Dizem que alguém lá de dentro lhe passou o valor do salário do presidente da estatal que cuida do trem metropolitano.

Na Trensurb, Mansueto fez um gestão democrática, ouvindo todo mundo, principalmente o sindicato dos metroviários que no começo não era chapa branca como hoje, era muito comb ativo. saiu de lá num episódio que conto outro dia(OC)

 

zh

li domingo matéria dalarissa sosbre um ex-drogado.

* só li pq era dela.

* não tenho mais saco pra ler estas lamurias de ex drogados....

* a materia tava boa.

nao li materia da zh sobre bernardo.

* achei muito demagogica e lamurienta.

* nem perdi tempo.

* acho que esta história já tá muito chata.

 

Táxi

SOBRE OS AUTOS DE PRAÇA DE SERAFINA!

De: nadi.beaze
Enviada: Sexta-feira, 3 de Abril de 2015 22:44

Boa noite, Olides, como vai indo a idade?
Não lembras que meu pai tinha dois 'autos' de praça em Serafina? Pois então, ele tinha um telefone na praça, olha que avanço para a época. Creio que depois que ele deixou esta profissão ele vendeu o telefone, não sei para quem, eu era muito criança.
Não lembro também que carros eram. Com o carro branco ou gelo era um Menegatti que trabalhava com ele, depois ele (Menegatti) se acidentou e quase morreu, o carro foi para o desmanche, imaginete!
Meu pai tinha sim, uma caderneta com os fregueses das corridas, (inclusive os que faziam a corrida para pagar mais tarde...)
Ele fez muitas viagens com a Dona Eercília Gasperim, lembra que ela era parteira? Pois é, ele levava ela pra longe para atender partos.
O carro dele o preto ou azul marinho está em um salão em São Paulo com o nome ZANATTA.
Mas quem vai atrás disto? A caderneta... Bem esta não sei por onde anda. Ele faleceu, houve problemas com a Cleci, a mulher que ficou com ele anos, lora.... Eu gostaria muito de juntar a história, mas está toda quebrada meu amigo, literalmente, em minha família e no mundo todo.
Um abraço

 

de Serafina

acidentes do feriadão!

De: migliavacca.mario
Enviada: Segunda-feira, 6 de Abril de 2015 08:42

Sábado aconteceu um acidente entre Serafina e Casca. Um gol de Marau. Ninguém morreu. 4 rapazes e uma moça. Gol totalmente destruído. Foram encontradas latinhas de cerveza. Com certeza não as de 0,00 álcool.

 

do Pioneiro

Caxias Antiga!

De: mazzafotos
Enviada: Segunda-feira, 6 de Abril de 2015 10:25

Dromedário!

Segue link, talvez te interesse.

http://wp.clicrbs.com.br/memoria/2015/04/06/carrinhos-de-lomba-fervem-a-dezoito-em-1950/?topo=87,1,1,,,87

Balaustre Jr.

Carrinhos de lomba 'fervem' a Dezoito em 1950

por Rodrigo Lopes


A postos: os competidores na esquina da Dezoito com a Marquês do Herval, com os colégios Nossa Senhora do Carmo e São José ao fundo. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Hoje seria uma cena surreal, mas em 12 de março de 1950 a Rua Os Dezoito do Forte foi tomada por carrinhos de lomba. A corrida, que integrava a programação da Festa da Uva daquele ano, reuniu mais de 30 “veículos” e deu a largada para que esse tipo de competição virasse uma febre naquela década.

Organizada pelo Departamento de Esportes da Rádio Caxias, sob a direção de Nestor Gollo, a atração teve cinco largadas para menores e uma para maiores.


Rua Os Dezoito do Forte com Marquês do Herval: os jovens competidores e os antigos casarões de madeira que dominavam o trecho da Marquês até a Sinimbu. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Conforme reportagem do Pioneiro de 13 de março de 1950, sagraram-se campeões, entre os menores, Vanius Corbelini, René Tonet, Eduardo Boscato, Ari Marcon e Ivo Varisco. Ao disputar a última prova com o quarteto, René Tonet, 10 anos e representante da Sociedade Esportiva Incas Lake, levou a melhor.

Ao descer pela lomba da Usina, alcançou a “incrível velocidade” de 64 Km/h. Já entre os maiores, o primeiro lugar ficou com Pedro Olavo Hoffmann.


Lomba da usina: um legítimo táca-le pau morro abaixo, com ambas as calçadas da Os Dezoito do Forte tomadas de espectadores. Ao fundo, a novíssima Igreja de São Pelegrino. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

A trupe de competidores

Além dos citados acima, participaram da prova garotos como Nelson Sebben, Valter Mandelli, Lindi Tomazi, Irajá Machado Carvalho, Osni de Oliveira, Jones Muratore, Hermes Martini, Orlando Joaquim dos Reis, Romeu Corlatti, Ivo Reuse, Vili de Melo, Atanagildo Leides, Cleo Antunes Pereira, Paulo Frezza, Eugenio Mondin, Decio Classmann, Milton Canuto, João Gomes da Rocha, Francisco Frezza, Primo Vigna, Hélio Corbelini, João dos Santos e Otávio dos Santos.

O morro da usina

A lomba da Rua Os Dezoito da Forte levava o nome de Morro da Usina devido a uma estação de energia elétrica localizada ao lado do Colégio São José, na esquina com a Visconde de Pelotas.


Reconhece algum deles? A garotada a postos em 1950, numa Rua Os Dezoito do Forte ainda tomada de paralelepípedos. Foto: Studio Geremia, acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

 

A VIUVA DE GARRUCHOS

Pois há uma viúva em Garruchos...eu não sabia mas o motora que liga a cidade a santo antonio das missões me contou que há uma viuva em Garruchos...

* ela viajou no onibus no domingo aquele do protesto....vinha sabe-se lá de onde....

* há uma viúva em garruchos...

* estará disponível? terá muito dinheiro? tem prole?

* talvez o motora do busun tenha me dito que há uma viúva em Garruchos, achando que eu tenha ido a procura de uma delas..

* Não, fui a procura de um tumulo de castelhanos, mas roubaram a lápode. perdeu o sentido a minha viagem.

* Digo ao motorista que a viúva ainda será muito feliz, porque ela é jovem, me diz o motora.

* Garruchos, onde fica garruchos.

* é longe, isto posso assegurar.

* vALE A PENA PRA COMER SEU dourado, seu surubi e outros peixes.

* Mas advirto que há muito mosquitos, principalmente na pensão do seo Valdo Fucks, onde fiquei.

* Quando voltarie a Garruchos???

* Só Deus sabe!

 

Cinema

A NAÇÃO CONTRA O POVO BRASILEIRO

por Eron Duarte Fagundes

Branco sai, preto fica (2014), realização brasileira de Adirley Queirós, assume desde suas imagens iniciais uma certa autenticidade documental. Mas é claramente construído como uma ficção: uma reinvenção da realidade. Pensando na forma com que o filme se constrói, podemos estabelecer uma espécie de crítica ficcional: imaginar que estamos vendo um documentário em que pessoas de verdade constroem suas narrativas, que é o que de fato acontece, embora à primeira vista não pareça bem isto; aquela cena radiofônica do início é bem isto —o peso realista da personagem dá uma entrevista para o espectador, ficcionado como ouvinte de rádio, ao mesmo tempo em que faz da rádio e da música uma ponte narrativa para seu relato-entrevista.

Nos tempos da crise social (muito mais que econômica) que vivemos, Branco sai, preto fica ilumina questões como o desprezo governamental pela periferia e o racismo embutidos na elite brasileira. Quando todos os cinismos políticos são expostos, à esquerda e à direita, pode-se afirmar que a nação está contra o povo brasileiro. A segregação dos miseráveis, especialmente os pretos, é exposta com crueza em Branco sai, preto fica. O elemento central desta segregação é feito por um agente sorrateiro da elite, a ordem policial, cuja corporação é, curiosamente, composta por indivíduos de origem humilde, muito próximos daqueles que são espancados em nome desta ordem. O achado da narrativa de Branco sai, preto fica é transformar a ação policial numa ausência que parece sempre presente ao longo do filme: em momento algum aparece a imagem do policial e sua violência, mas as referências a ela são tão fortes que lá pelas tantas temos a impressão de que tudo o que é descrito pelas vítimas (cuja mutilação é imagem) se passa quase como imagem.

Infelizmente, ao ver Branco sai, preto fica resgatar coisas ocorridas há mais de trinta anos, é fácil, detectando as ruas, concluir que as mudanças neste aspecto (o abuso da polícia) não foram muitas. Mesmo sob governos cujas origens estão nos movimentos populares do fim dos anos 70 propugnando pelo fim deste estado de coisas, a polícia brasileira, agindo em nome do Estado, tem um comportamento medieval —exatamente como se a nação devesse estar contra o povo brasileiro.

 

de Serafina

Unidade Móvel do Cozinha Brasil em Serafina Corrêa

A Prefeitura de Serafina Corrêa, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, convida toda a população a participar do curso de alimentação saudável através do Programa Cozinha Brasil/SESI. Os participantes aprenderão a preparar alimentos com aproveitamento integral, evitando desperdícios, utilizando receitas de baixo custo e alto valor nutritivo.
Esses cursos serão ministrados por nutricionistas do SESI com carga horária de 10 horas para a população em geral e cursos para multiplicadores com carga horária de 20 horas.
Local dos cursos: Unidade Móvel do SESI – Programa Cozinha Brasil - Em frente à Prefeitura Municipal. Período de Inscrições: de 06 a 10 de Abril no Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, Avenida Arthur Oscar, próximo ao Trevo São Cristóvão. Telefone: 3444 – 3814. Período de realização: De 13 a 16 de Abril.

 

Escola Estherina Marubin completará 40 Anos!

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Estherina Marubin começou a funcionar numa pequena casa de madeira, localizada nas proximidades da residência de Sabino Ferronatto. Mais tarde, mudou-se ao lado do Antigo Capitel Santo Antônio, residência de Francisco Giombelli. Com o passar do tempo, a Escola passou a funcionar em frente ao Salão da Comunidade São Pedro, na casa de Abele Silvestrin, in memorian. Um pouco antes da construção do atual prédio, a Escola funcionou por um tempo indeterminado no atual Salão. Aumentando o número de alunos, a comunidade cedeu o espaço e a Prefeitura Municipal construiu o prédio no qual, até hoje, a escola funciona. Em 10 de Maio de 1975, a Escola foi oficialmente inaugurada, recebendo o nome em homenagem à primeira professora do município: Estherina Marubin.

A Escola foi crescendo, gerações de filhos desta terra por ela foram passando, aprendendo as primeiras letras e recebendo o complemento da educação e formação recebidas na família. A partir de 1992, com a nuclearização, a escola passou a receber os alunos das outras comunidades, de modo que as demais escolas fecharam. Atualmente, a Escola Municipal Professora Estherina Marubin atende 100 alunos do Jardim A ao 5º ano do Ensino Fundamental, sendo que os estudantes residem na Capela São Pedro, Monte Bérico, São João, Santo Antônio, São Francisco e Camping Carreiro. O quadro docente é composto por seis professoras, diretora e vice-diretora. Também conta com uma funcionária encarregada dos serviços gerais e merendeira. A Escola oferece, também, serviço de Orientação e professores que ministram: Música, Capoeira e Educação Física.

A Escola Professora Estherina Marubin pretende contribuir na formação de cidadãos conscientes, solidários, atuantes e responsáveis, agentes transformadores da sociedade. Este ano, a Escola comemora seu quadragésimo aniversário. Para celebrar a data, no dia 10 de Maio, domingo, a comunidade escolar estará reunida para festejar com Missa de Ação de Graças, às 10h30min, na Capela São Pedro, Linha Bento Gonçalves, em Serafina Corrêa. Ao meio-dia, haverá também almoço por adesão, no Salão da Comunidade. Participe!


6
de abril de 2015

Caxias

Estive em Caxias, visitando o ex-prefeito Serafini!

 

MANSUETO MANHOSO

O ex-prefeito de Caxias - 2 x - Mansueto Serafini - que se recupera de uma cirugia no cérebro - é o clássico político manhoso.

Tirava proveito de tudo, e ficava esperto principalmente nos gabinetes de BSB quando ia pedir verbas.

Um dia estava na antesala - era prefeito da primeira gestão - do presidente de uma estatal, cujo presidente era o ARLINDO SILVA, que tinha sido governador do Piauí.

Ouviu um dos aqueles assessores dizendo que o cara tava puto com o sucessor dele,que ele havia feito porque haviam brigado e o cara tava fazendo tudo ao contrário....

Mansueto entrou no gabinete, achando que não levaria a verba que iria pedir. Era pros corredores de onibus de Caxias.(atenção, como todo prefeito, Mansuetinho acha que foi ele que fez tudo em Caxias, os outros ñão fizeram nada...isto é bem comum....)
Mas quando veio o cafezinho, Mansueto foi esperto.

- Governador, po estive naquele estado seu o cara tá fazendo um governo de merda....

- Ai, contou Mansueto, o cara ficou duas horas falando mal do sucessor.

No fim, nem quis ver o pedido. Assinou logo tudo que Mansueto tinha pedido.

Manhozice está aí....(OC)

 

POLITICA CAXIENSE

SOU TRAIDOR, NÃO VOU RECEBE-LO!

Mansueto Serafini saiu do PDT depois de muitas escaramuças com Brizola....

( aliás o ex prefeito de Caxias só não esteve no PDS,PT, os demais partidos ele os frequentou todos,inclusive o PFL pra onde foi quando foi presidente da Trensurb).

Brizola andou em Caxias fazendo a campanha de Nadir Rossetti em 88. Era governador do Rio, tinha muita força, esteve três vezes pra tentar derrotar agora seu desafeto( quando Brizola marcava alguém na paleta, era fogo....)

Serafini era candidato pela UDC - que ele montou - e Rigotto pelo PMDB. Taco a taco. briga braba....

Mansueto ganhou, mas Brizola tirou Rossetti do ultimo lugar e o jogou no terceiro no fim.

Mansueto é prefeito da cidade. Brizola manda um batalhão precursos a Caxias dizendo a Serafini que ele tem que ir no aeroporto recebe-lo

- Sou traidor, não vou de jeito nenhum.

Indica pra ir seu vice, Mario Vanin.

- também não vou,diz o politico( que depois acabou se matando no hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre)

Ai chega-se a um acordo...Serafini receberia Brizola, mas no estande da prefeitura na festa da uva.

Brizola chega, conversam um pouco num clima muito ruim.

Brizola convida Mansueto pra vistar os estandes da feira, mansueto não vai.(OC)

 

RELAÇÃO AZEDA

Victorio Trez foi prefeito e Manseto Serafini foi seu vice. Ali a relação azedou pro resto da vida...

Victorio um conhecido político,depois deputado estadual, espalhou que Mansueto era ' soneca",ou seja, não tinham que procura-lo antes das 8 da matina que ele tava dormindo....

Pedro Simon pegou o apelido e também chamava Mansueto de soneca....

Foi o que bastou. Trez e Serafini nunca mais se deram bem. Pelo contrário, um falava mal do outro. até hoje.....

 

MAIS POR FORA QUE UMBIGO DE VEDETE

Primeiro governo do Mansueto em Caxias.É recebido pelo presidente Geisel. a preocupação do presidente é com ' o Eberle"

- a metalurgica estava quebrada e nem Mansueto sabia disto....

- Mas tinha um assessor comigo que me salvou. falou pro presidente a situação da Eberle, recorda o ex-prefa.

 

memorias pascais

a 6 feira já passou mas me lembro de uma boazinha. na redaçãod a zh, nos anos 70. Mário Marona chega pra trabalhar naquele dia em que tem sempre a procissão do morro.

o chefe de reportagem JBaveline não sabe como chegar nele e lhe dizer que é ele que vai cobrir a procissão...

Enfim, depois de Marona resistir dizendo que não ' faria aquela pauta de merda',ele vai lá e traz a matéria pro lado do conteudo social....

enjambra lá umas elocubrações de que o cristo seria o operário explorado, aquelas coisas dos trotskistas dos anos 70. Mário era trostko, da LIBELU....

Aveline, velho comuna experiente em ' contrabandear ' matérias na redação se dá conta que aquela merda daria b ode com o gaguinho que está baixando o jornal....

leu e disse pro marona.

- tá bem, mas tu não vai embora, fica aí.

marona desce ao café do velho mário, no porão,enquanto gaguinho lê a materia.

quando marona sóbe pra redação no primeiro andar, só ouve-se uns gritos do gago:
- MAGRO FILHO DA PUTA, MAGRO FILHO DA PUTA, AQUI TU NÃO VEM FAZER CONTRABANDO...

avelinhe, velha raposa do partidão e da redação,entende que o gaguinho tinha visto o contrabando ideologico do trostko....

- viu eu nãot e falei...
dão uma mexida na materia e ela sai...(OC)

 

De Serafina

BAIXAS NA CAPELA SÃO PEDRO

mORREU sANTO bAZZO E FOI ENTERRADO NO DIA 3O DO MES PASSADO.

Seu tio Etelvino Bazzo está hospitalizado.

 

IGREJINHA

na igrejinha martim luther tocaram hoje o aleluia de Haendel. foi a profi anne schneider.

 

Da caminhada matinal

sinceramente, laurinho, acho isto , a msg deste painel UMA GRANDE IDIOTICE, UMA GRANDE BABAQUICE(OLIDES)

De: antares55
Enviada: Sábado, 4 de Abril de 2015 10:50

DA CAMINHADA MATINAL - Painel na esquina da Luis Afonso x J. Patrocínio

 

da Folha Popular de Teutônia

 

Belezas Port'alegrenses

laurinho, os burgueses foram pra canela,gramado,rio,sp,miami...pra pegar folego e no dia 12 protestar,fazer panelaço contra a dilma(olides)

De: antares55
Enviada: Sexta-feira, 3 de Abril de 2015 13:54

BELEZAS DE PORT'ALEGRE - A Pracinha dos Burgueses estava praticamente deserta na 6ª F. Santa. Linda como só ela. (Laurinho da Venâncio).

 

INTERPRETANDO UM CADÁVER

por Eron Duarte Fagundes

Os aspectos de filme da província francesa de Se fazendo de morto (Je fais le mort; 2015), dirigido por Jean-Paul Salomé, talvez tornem um tanto quanto incômodo seu ritmo narrativo para o espectador brasileiro. Apesar de uma certa graça e leveza francesas, a monotonia instala-se dados os aspectos repetitivos das situações encenadas lá pelas tantas.

O mote desta comédia dramática é a situação de um ator que parece ter caído em desgraça junto à indústria. Depois de um período benfazejo, ele já não topa quem lhe dê trabalho no cinema. Ele tarda em convencer-se disto, pois sua megalomania é inarredável. Até que vai acabar como contratado para encenar a reconstituição de um crime; seu papel é característico de sua situação de vida, deve interpretar o morto, o cadáver. Nestas voltas ele acaba encontrando uma jovem juíza, cujas relações de amor e ódio se estabelecem até o desenlace romântico final.

O título original em francês contém uma ambiguidade ao que parece intraduzível em português. “Je fais le mort” é, primeiramente, “eu interpreto o morto, eu faço o morto”, e refere-se àquilo que é o centro da ação do protagonista, fazer um cadáver numa reconstituição de crime. Mas “je fais le mort” também quer dizer, como aduz o tradutor brasileiro, “eu me faço de morto”, “eu finjo de morto”. Haverá alguma frase em português que traduza esta ambiguidade?

 

de Serafina

Via Sacra em Talian emociona milhares de pessoas em Serafina Corrêa

Viver a Via Dolorosa, na Sexta-feira Santa, na língua dos antepassados, cooficial do município de Serafina Corrêa, o Talian, sensibilizou e emocionou as cerca de 3 mil pessoas que acompanharam o evento religioso no município. O sol não havia nascido e mais de 300 pessoas das comunidades do interior, dos bairros e da organização, envolvidas na encenação, já ocupavam seus lugares nas estações da Via Sacra, no Morro do Cristo Redentor. Um momento único de fé e religiosidade, encantando e sensibilizando os presentes.

A Via Sacra, neste ano, foi bilíngue, em Talian e em Português, com transmissão ao vivo pela Rádio Rosário AM. Foi a primeira vez, em Serafina Corrêa, que o evento religioso teve a versão na Língua, que foi reconhecida, em 2014, como de Referência Nacional. Sem dúvida, um momento para ficar na história, para valorizar e registrar essa herança cultural ímpar.


3
de abril de 2015

TUDO PELA CAUSA....

Na segunda feira passada, apesar do aperto de agenda, o vice Michel Temer deu um jeito e a pedido de Eliseu Padilha, Ministro da Aviação, recebeu o presidente do Sindicato dos Jornalistas, Simas.

* tudo pra apressar a lei da obrigatoriedade do diploma pra ser jornalista.

- Se o PT e PMDB puxarem os outros partidos vem ,teria comentado o astuto ministro Padilha.

* quem viu o encontro de Simas,Padilha e Temer, jura que pareciam companheiros desde a tenra infancia....

 

memorias pascais

o acidente na freeway!

Foi numa quinta feira santa de muitos anos atrás...as gurias eram pequeninas...íamos passar o feriadão em torres, no farol hotel.

tudo pronto, tínhamos um fusquinha que a angela ganhou do pai dela....

quando estávamos na freeway, não sei porque motivo, se a angela dormiu ounão, saiu da pista da direita, em que íamos e passou pro outro lado da pista, derrubando 16 metros daquela cerca de arame que tinham posto na freeway...

ninguém se machucou, mas o fusquinha ficou completamente demolido. lembro apenas do carro passando pro outro lado. não batemos graças a deus em ninguém que vinha no sentido contrário....

claro que pegamos uma carona não lembro mais de quem pra voltar,ou da prf, alguma coisa assim...

o fusca veio de volta num guincho mais tarde....

foi uma quinta feira santa tenebrosa aquela, em que poderimos ter morrido os 4 e eu nãoe staria aqui pra contar esta história.

lembro que tive que pagar ' uma fortuna' na época pro dner de indenização da cerca que derrubamos. se fosse hoje entravana justiça mas naqueles anos 70 no fim deles por aí, nem discuti isto. paguei e pronto.

lembro disto nesta quinta feira santa, porque foi numa data destas....

xô azar....(OC)

 

MENDElsky

segundo um morador da tristeza, mendelsky quando vai no super na zona, não é mais tão assediado como no tempo da RBS.

* é claro, e ele deve estar muito ciente disto.

* pode deixar que o ' polaco' deve ter um bom contrato com os 'pastor"

 

BURGUESES EM FERIAS

os colegas do laurinho da venancio que frequentam o tal bistro já tinham se mandado esta manha de quinta. não tinha mais ninguém na pracinha caminhando. todos pra praia ou serra. ai no dia 12 vão panelar contra a dilma...

* estaburguesia só no paredon mesmo....

 

de seraifna



hoje tem uns 10 ,12 taxis em serafina(embora estejam sempre longe dos locais e de celular desligado....)

mas houve tempo que só tinha o do nadir zanatta. que fazia um bilhetinho pra fazer sua propaganda.fica a recordação(OC)

 

HISTORIAS DE GARRUCHOS

A ' VIUVA' DE GARRUCHOS

Pues, como dizia o autor aquele do bordão, 'pensem nisto enquanto lhes digo até amanhã', vou lhe contar uma história. Em Garruchos, há uma viúva....me contou o motora do busun que vai diariamente entre a vila e santo antonio das missões. Não vá se ofender a população porque achamo de vila, porque realmente não passa de uma vila embora tenha 23 anos de idade e vá completar bodas de prata em sete anos e já tenha feito 5 feiras do livro... Que há uma viuva em garruchos todos sabem e que esta viúva seria dona de um bom patrimonio,segundo o motora me segredou... Não sei em que sentido ele quis dizer patrimonio. Também não sei se a viúva é bonitinha, magra, gorda, ou sei mais o que lá. se temfeice, estas coisas da modernidade...pode ser que nem conheça nada disto. Mas me contou naquele domingo de noite, que há uma viuva em Garruchos e que a viuva tinha vindo no onibus naquele dia calorento domingo do verão último antes do outono começar em Garruchos.

A viúva teria perdido o marido há poucos meses, de câncer.

Ele, o motoria, meio que me deu a dica:
- Olha tem uma viuva em Garruchos. Hoje ela veio comigo no ônibus.
O motora é o portador das notícias boas e más de Garruchos.
Eu estive a ponto de llhe dizer que não tinha ido até aquele vim de mundo atrás de uma viuva, de um patrimonio.Não quis ser grosseiro com o coitado... Tinha ido atrás da lápide de um túmulo de castelhanos, num cemitério do interior,- 30 km de Garruchos - que por sinal vim a saber depois na cidade que roubaram. É que o prefeito Cardinal, talvez cheio de boas intenções, alardeou demais o tesouro histórico do qual Garruchos era possuidor. O prefa esperava que Paixão Cortes fosse até lá conhecer e pesquisar o precioso arquivo histórico, mas algum larápio foi mais ligeiro e levou o tesouro histórico. Pior pra Garruchos. Fiquei sabendo que antes que alguém o registrasse.Não fizeram nem uma foto pro jornal de santo antonio das missões. Ou seja, santo de casa não faz milagres em Garruchos...

Mas há uma viuvaem Garruchos.

Tive vontade de dizer ao motora que a mim a viuva não me interessava com todo o respeito por ela que nem a conheço..ih, lá em Garruchos vão pensar agora que sou gay...a mim se me importo um poto, como diziam no Peru...que pensem o que querem de mim, mas a viuva de Garruchos não me interessa...com todo o respeito por ela, que nem a conheço...
- olha, motora , não sou - caça dotes, nem nada. Se queres sabes mesmo tive chances de me juntar com a filha de um general que herdou toda sua pensão e não quis. Não é isto que me interessa. O que me interessa eu sei....

Deixem a viuva de Garruchos curtir sua dor da perda do marido em paz. Ela me parece tem até do que se preocupar. Ficou a prole....

E o motorista continuará indo e voltando diariamente a Santo Antonio das Missões trazendo e levando gente que precisa dele.Pneus estourarão durante o trajeto, enchentes interromperão os dias frios do inverno que se avizinha....

E na pequena vila as noticias chegam e voltam através dos jornais que chegam de Santo Antônio das Missões, cidade vizinha.

Garruchos precisa do ônibus que a liga a Santo Antonio das Missões, quem não precisa de uma ligação entre as cidades.

passa por bolichos, por estancias, por fazendas, mas nem tudo é ouro em garruchos. imagino no inverno com aquele frio sair e chegar de noite, levando e trazendo gente.

ainda haverá muitas viagens,a té que um dia garruchos possa ser inundada pela represa de garabi. ali os moradores serão transferidos para outro local, para um local ' maior'.

ficará a memória dos shows a beira do uruguai, do dourado e do surubi pescado e comido ali, da prefeitura que fica onde ficava a sede dos fuzileiros navais, que na memória dos mais antighos são chamaods apenas de ' navais'.

eu vou continua rescrevendo. sobre garruchos ou sobre outras histórias interessante.s isto me interessa. não vivuas com patrimonio. Prometo que quando foi de novo, se for, pegarei a chalana e conhecerei Garruchinhos, do outro lado. Não o fiz nas duas vezes que fui neste verão. A primeira era carnaval e não havia. A segunda fiquei com preguiça. Pura preguiça que é o que de melhor há em Garruchos(OC)

 

DE SERAFINA

LOCAIS DAS ANTIGAS RODOVIARIAS



o café rodoviária. ali trabalhou o flávio soccol, porque a café-churrascaria era de um cunhado dele.



leoldemar bassani na antiga rodoviária. Av Miguel soccol, 2972.

atenção pro relógio na parede que foi comprado pelo filho do cesarin piccoli. dono de maior parte dos terrenos de serafina.

inclusive do ultimo endereço onde ficou a rodoviária que fechou.



a rodoviária nos anos 70. av. miguel soccol,2972

pra churrascaria se entrava na primeira porta da esq pra direita. tem uma placa ali que não se pode ler.



a primeira rodoviária de serafina.

não conheci.na av. miguel soccol, 3011.

agora vão abrir uma na 25 de julho, bem em frente a prefeitura.

mas durante um tempo quiseram jogar a rodoviária lá pelos lados do bairro santin. fizeram projeto e tudo. nunca saiu do papel aqui. isto foi no tempo do prefa polaco.(OC)

 

HISTORIAS DE PORTA-VOZES

Carlos Machado Fehlberg(porta voz de Médici)

TRANSAMAZONICA X CORRESPONDENTES ESTRANGEIROS!


"A Segurança Presidencial que parecia ter carta branca do Gabinete Militar,exagerava muito.Outros episódios ilustraram muito bem as dificuldades existentes e que decorriam, em parte, reitero,daquele momento de restrições.Nas viagens aos Estados, a rigidez era ainda maior, pois a área militar local não queria problemas e também entrava com sua quota de restrição à imprensa.

Um caso destes envolveu a Associação dos Correspondentes Estrangeiros descontente com a falta de acesso e muitas queixas da assessoria de imprensa do Itamaraty.
Do Rio, o seu presidente, Kurt Klinger, da agencia alemã DPA, telefononou-me , um belo dia, preocupado com a disposição de alguns de devolver credenciais ao Ministério das Relações Exteriores.Sentiam-se desprestigiados, pois alegavam que suas solicitações não eram atendidas.
Fui ao Rio almoçar com Klinger e tentar contornar o problema.

Prometi atender a um pedido que naquele momento me fizesse.

E ele colocou logo sua reivindicação:" queremos uma entrevista com o presidente na TRANSAMAZONICA".
A rodovia estava na moda, era notícia no Exterior e ele pedia alto; falar com o presidente e logo lá!
Como a situação era delicada,decidi apostar tudo. Aceitei sem consultar Brasília.
De volta fui direto ao gabinete presidencial e relatei o ocorrido ao presidente.. Ele concordou até porque tinha uma viagem marcada para a região.
Tudo corria bem até que , dias depois,para minha surpresa o Cel. Otávio Medeiros, assistente do general João Batista Figueiredo, chefe da Casa Militar, e que organizava as viagens foi ao meu gabinete comunicar-me que não haveria mais lugar para os jornalistas!

Os convidados especiais tinham lotado todos os aviões.

Não respondi, só ouvi e busquei apoio do ministro dos Transportes, Mário Andreazza que tinha todo o interesse na visita. Sua sugestão veio na hora. Disse-me que tentasse com o Ministro do Interior, Costa Cavalcanti, a cessão do seu avião.
Era o maior que existia na quota ministerial. Cavalcanti cedeu e eu passei a articular com Andreazza a hospedagem do grupo, mais de vinte, incluindo agências e revistas.
O Itamaraty cedeu-me um diplomata para acompanhá-los. Deu tudo certo.

Quando Figueiredo e Medeiros viram em Altamira o grupo de correspondentes aproximando-se do presidente,acompanhados por mim, não conseguiram esconder sua incredulidade mas não podiam fazer mais nada.
Médici falou com os correspondentes , respondeu algumas perguntas.
Semanas depois o Itamaraty enviou-me toda a cobertura estrangeira sobre o assunto. Fui ao presidente mostrar a repercussão e relatar o ocorrido. Ele estava surpreso com as dificuldades impostas, o que comprovou que algumas medidas eram tomadas até sem seu conhecimento(transcrito do livro No Planalto coma Imprensa, digitação OC)

 

COM O NOVO SALA, TOU OUVINDO O NARIGUDO NA BAND....

* ouvi hj uma boa polemica.

* era sobre dalessandro.do inter.

 

Lançamento do livro dos 70 Anos de Luiz de Miranda, no aniversário do poeta,dia 6 de abril

no minimo é pra pegar uns trocos porque o poeta tá mal de grana ao que sei. foi despejado. mas também viaja nabatatinha. bom,senão não seria poeta(olides)

De: luizdemiranda
Enviada: Quinta-feira, 2 de Abril de 2015 19:53

 

ONG de proteção aos animais realiza brechó beneficente neste domingo de Páscoa



A Bichos & Amigos, entidade que ampara 150 cachorros e gatos, realiza brechó neste domingo de Páscoa, 5 de abril, para levantar fundos e saldar dívidas. À venda, roupas, livros, brinquedos, bijouteria, um novo lote de LPs em excelente estado, CDs, sapatos, acessórios, equipamentos eletrônicos, enfeites. Tudo em bom estado, e muita coisa é nova, sem uso. Preços de ocasião. Os visitantes também podemfazer doação de ração, o que é muito bem-vindo. O evento acontece na Zona Norte de Porto Alegre, na rua Aliança, 289, transversal da Assis Brasil, entre o Bourbon Wallig e o Shopping Lindoia. O horário de atendimento será das das 11h às 17h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 51-8461-5077, além do facebook.com/OngBichosEAmigos. Os animais agradecem.

 

Artigo

Tá todo mundo doido?

ADELI SELL

Lançado em 1882, O Alienista, de Machado de Assis, causou impacto e continua causado até hoje. Bateu forte em mim quando o li ainda jovem. Mas a sua releitura foi mais impactante. Li na época como uma interrogação sobre a normalidade e a loucura, sobre a relatividade. Na verdade passei ao largo da questão do poder que permeia página por página deste conto.

Simão Bacamarte não é apenas um alienista, um médico dos loucos, na pequena Itaguaí, que pode ser um “rio com águas amarelas (ou seriam turvas?)” ou “um lago entre pedras”, é uma expressão do poder a qualquer meio e custo, em qualquer lugar em que esteja, como se vê ao final.

O doutor vira um ditador com a conivência da Câmara, massacra as oposições, pois são embrionárias e quase sempre personalistas, sem partidos, sem sindicatos, sem associações. Manda três quartas partes da população para a sua Casa Verde, o manicômio, cobra pela internação ou faz a municipalidade pagar; inclusive a sua pacata esposa vai parar lá.

Num certo momento, vira o jogo, e solta todo mundo. Daí, começa a prender os que não estão loucos. Afinal sua tese agora é que os certos podem ser os doidos de fato. A tirania continua.

Tarso Genro escreve em o Sul 21 um texto brilhante sobre o poder, sobre o nazismo, sobre como se acaba com o Humanismo. Diz Tarso:

“Estado ‘total’ desencadeia, não só a barbárie do ‘Holocausto’, contra comunidade judia. Promove o assassinato em massa de dissidentes políticos de todas as extrações, chacina de ciganos, homossexuais, pessoas com deficiências físicas, com apoio ou o silêncio cúmplice dos grandes conglomerados financeiros e fabris, que financiam Hitler. Eles aderem e adotam o regime e seduzem, com uma propaganda manipulatória e reiterativa, a maioria do povo alemão, conjugada com uma brutal repressão ao movimento operário, comunista e socialdemocrata.”

Simão Bacamarte, o alienista, mesmo sendo médico guarda no seu nome o significado de ‘homem sem préstimos” e “arma”, um belo jogo, na pena do Machado, critica ao ditador e à arma, seu conhecimento, que ele emprega sobre a plebe. Criminaliza todo mundo, pois sua norma é Lei, não importa se a pessoa é ou não, para ele doido, louco, vai para a clausura, depois muda, vão os que não era loucos.

“A incriminação coletiva do Partido dos Trabalhadores, agora já em andamento em relação também a outros partidos, é uma velha técnica fascista”, diz Tarso. É a mais pura verdade. E este é o medo que eu senti ao ler O Alienista e ouvir a Rede Globo criminalizando quem não pensa como seus donos.

A Constituição cidadã, tão aclamada desde 1988, agora querem que seja enterrada com a volta de um golpe, com uma ditadura. Claro que não são todos os que foram para as ruas. Tem gente boa, honesta, que não aceita a corrupção., por isso, foi às ruas. Direito legítimo. Amigos meus foram. Deveriam não ter ido no dia 15, poderiam ir às ruas noutro dia, separando-se de golpistas. Com o mote correto, com faixas contra a corrupção em todos os níveis, ontem, hoje, sempre.

Eu me fiz esta pergunta do Tarso Genro várias vezes, antes do domingo, 15 de março. “Pergunto-me se não é a hora, no Brasil, de cerrarmos fileiras, independentemente das nossas diferenças ideológicas e político-programáticas, dentro das instituições do Estado, dentro dos partidos políticos, em todas as instâncias e organizações da sociedade civil -de cerrarmos fileiras- independentemente dos erros e acertos de todos os Governos que sucederam a Constituição de 88, para proibir o financiamento empresarial das campanhas e dos partidos, já para as próximas eleições. Seria um gesto de desagravo, da esfera da política ao nosso povo, intoxicado pela mídia manipulatória, partidarizada e propagandista do projeto neoliberal.” – arremata Tarso.

Acho que chegou a hora de dizer que nem todo mundo está doido. Defender o Estado Democrático de Direito é obrigação ética e moral. Não só dizer, mas fazer com que não haja mais quaisquer formas de corrupção, seja no serviço público ou nas empresas, não vamos tolerar o jabá, não vamos aceitar o “jeitinho”, pois isto só prejudica o bem comum, já que o fim último do Direito, do Estado, é um só, a Justiça, o Bem do povo.

Vamos respeitar os avanços democráticos, vamos respeitar os Estatutos, combater o racismo, a homofobia. Vamos aplaudir o filho do pobre na Universidade. Vamos compartilhar o avião com quem nunca viajou. Um outro Brasil, um outro Rio Grande do Sul, uma outra Porto Alegre podem e vão existir com a nossa força, com nossa união, humildade, solidariedade.

Vamos fazer um esforço para separar o joio do trigo. Enterrar ódios e rancores. E acho que também não está todo mundo doido em Porto Alegre, nem na Câmara e nem no Paço Municipal. Mas que é preciso atentar um pouco mais para o coletivo, menos para o individual, deixar de lado esta cruzada pelo poder a qualquer jeito, ah, isto é preciso.

Como diz Machado de Assis: “Foi nesse momento decisivo que o barbeiro sentiu despontar em si a ambição do governo: pareceu-lhe então que, demolindo a Casa Verde, e derrocando a influência do alienista, chegaria a apoderar-se da Câmara, dominar as demais autoridades e constituir-se senhor de Itaguaí”.

Nada mais perfeito: a ambição do governo para ser “senhor”… Não era só a tomada da Bastilha!
Aqueles que foram para as ruas vociferando, atacando quem andava com roupas vermelhas, que achavam que negros não casavam com o evento, são tais qual este barbeiro. Acho que chegou a hora de “cerrarmos fileiras”, sem bacamartes, sem máscaras, sem ranger de dentes, para lutarmos por um país melhor. Não queremos “rebeldia” para criar “senhores”, queremos rebeldia de um lado e união de forças democráticas de outro, para juntos combatermos a Serpente do Mal e criarmos um país de bem estar social.

*ADELI SELL é escritor e consultor, acadêmico de Direito

 

Gabinete de Gestão Integrada é formado para agilizar obras escolares

Foto: Evandro Oliveira, Seduc

Sete secretarias e a Companhia de Processamento de Dados do Estado (Procergs) implantaram na manhã desta quinta-feira (02) o Gabinete de Gestão Integrada de Obras Escolares. O objetivo é dar celeridade aos processos de reparos emergenciais necessários em inúmeros prédios da rede.

O gabinete de gestão foi instituído pelo Decreto 52.303, assinado pelo governador José Ivo Sartori no fim de março. Após o despacho, as pastas da Educação; Secretaria-Geral de Governo; Segurança; Fazenda; Modernização Administrativa e dos Recursos Humanos; Obras, Saneamento e Habitação; Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, além da Procergs, indicaram durante a reunião os seus representantes no colegiado.

“Um dos maiores problemas com os quais me deparei na Secretaria da Educação é exatamente a enorme demanda no que diz respeito às obras escolares. Temos uma estrutura de prédios muito antiga, vários em situação avançada de deterioração, e isso requer agilidade nos processos. Muitas escolas estiveram ameaçadas de não iniciar o ano letivo em função de obras de caráter emergencial que foram postergadas. Isso se deve a uma série de fatores, e um deles é gestão, uma área que temos que ter mais eficiência”, aponta Vieira.

Os órgãos que integram o gabinete de gestão são os que possuem responsabilidade direta sobre os processos, seja na hora de demandar, planejar ou executar as obras. A coordenação do grupo será do Departamento Administrativo da Secretaria da Educação, que atua especificamente nestes casos.

“Não podemos mais conviver com as secretarias atuando de forma isolada e estanque. Por isso, propusemos ao governador Sartori a constituição deste gabinete de gestão integrada, a fim de que nós tenhamos servidores de todos os órgãos atuando em regime de colaboração, em um prazo que seja curto e condizente com a emergencialidade dessas obras. Nós estamos tratando de uma área essencial de governo, que é a educação, e não vamos nos enrolar neste emaranhado burocrático que encontramos quando assumimos a função”, afirmou Vieira.

As reuniões do grupo ocorrerão regularmente, sempre que houver necessidade de convocação.

 

de Serafina

CONVITE VIA SACRA - AMANHÃ EM SERAFINA CORRÊA

amen, aleluia....(oc)

Serafina Corrêa, 02 de Abril de 2015.

A Prefeitura de Serafina Corrêa, através da Secretaria Municipal de
Cultura, convida a todos para a procissão ao Morro do Cristo e
apresentação da Via Sacra, que acontecerá amanhã, 03 de abril –
Sexta-feira Santa, às 6h da manhã, com saída em frente ao Santuário
Nossa Senhora do Rosário.

“Que a ressurreição do Senhor traga para nossos corações a alegria e a coragem para recomeçarmos sempre!”
Feliz Páscoa a todos!

Participe!
Gràssie!

 

Equipamentos novos para a Secretaria de Saúde

A Administração Pública Municipal tem investido em saúde, procurando proporcionar à comunidade serafinense bem-estar e qualidade de vida. Neste ano, com saldo de um Recurso Federal de cerca de R$ 35 mil, foram adquiridos equipamentos tais como microscópio, eletrocardiógrafo, duas cadeiras ginecológicas automatizadas, climatizadores, entre outros equipamentos. Além disso, com Recurso Estadual da Rede SUS, mais de R$ 109 mil
foram utilizados para a aquisição de equipamentos para informatização das Unidades Básicas de Saúde e do Posto Central a fim de implantar o prontuário eletrônico. Parte desse recurso foi utilizado para a instalação de um novo servidor. E o restante, foram adquiridos dezenas de computadores e impressoras. Todos esses equipamentos auxiliam o trabalho da Secretaria de Saúde, sendo que os profissionais têm condições de desenvolver suas
atividades de forma eficiente, informatizada e ágil.


2
de abril de 2015

HISTORIAS DE GARRUCHOS

O ' PORTADOR' DENOTICIAS

na pensão do seo valdo fucks, ali na sena madureira, onde fiquei hospedado nas 2 vezes que fui a garruchos, fica o onibus que faz a ligação daquele fim de mundo com o resto do planeta.o motoria é um cara relativamente novo,que fumo como um desesperado, e que diariamente via entre garruchos e santo antonio das missões em 80 km mais ou menos de chão batido, xirus brabos pra serem transportados e todo tipo de aventura que pode acontecer numa viagem daqueles.

o motora chega de noitezinha estaciona o onibus na frente da pensaõ e a primeria coisa que faz ér tomar uma ceva, daquelas improtadas de garrucinhos, no lado argentino, pelo seo valdo fucks.oito pilas, um litrão de braham argentina.

depois de vários cigarros e de um papo com o próprio dono da pensão - 18 filhos no lombo - ele janta a comida caseira feita pela esposa do seo valdo.

dorme cedo. antes das 10 já está no ' berço', porque no outro dia, lá pelas seis já está levantado e tomando o mate que a senhora da pensaão prepara bem cedo.acorda-se chedo em garruchos....
dorme-se com as galinhas e se levanta com elas, ou pelo menos com o cantar dos galos....

faltando pouco antes das sete o motora - não sei seu nome mas estabeleci uma boa entubulação com ele, falamos diversas vezes - liga o motor do busun e esquenta ele. porque as sete em ponto ele parte pra santo antonio das missões, pra somente voltar de tardezito, como se diz. o motora mora em santo antonio.

nos finais de semana, principalmente no domingo é que ele é mais aguardado por um funcionário da prefa, porque o motora traz o jornal de santo antonio. são um pacote com 20 exemplares. l0 pra camara de vereadores - acho que são 7 ou 8 vereadores - e lo exemplares pra prefeitura de garruchos.

o funcionário bate na pensão lá pelas oito e pouco da noite e vai entregar os jornais. pega o pacote com o motora e já de noite, no domingo mesmo entrega. são apenas os dois endereços que ele deixa apé.

parece que este mesmo funcionário entrega também alguns exemplares, poucos do correio do povo, que chegam a garruchos. não tenho certeza. a zero nãov i em nenhum lugar em garruchos.

e lá se vai o homi com o pacote de jornal embaixo do jornal fazendo sua caminhada. no verão pensei até que é moleza mas no forte do inverno, já noite fechada, ela rompe aquele frio e se manda. aliás quero voltar a garruchos num inverno principalemnente quando o uruguai velhod e guerra estiver transbordando seu slimites.

internet tem pouca naquele fim de mundo, mas sobre isto falou outro dia(OC)

 

Neta

minha neta na pracinha mauricio cardoso na segunda de tardezinha....pulando de galho em galho

a neta na pracinha mauricio cardoso

minha neta na pracinha na seg passada....

 

de Serafina

novo local na av. 25 de julho, da rodoviária de serafina.



fotos adriana sabadin

 

Tango

o show do tango do domingoultimo no santander.

 

Tristeza

na Tristeza , os caras locam locais pra barcos. o guaíba tá logo nos fundos

 

NOS DEDOS

LAURINHO DA VENANCIO FALA MUITO DOS ' BURGUESES DA PRAÇA DA ENCOL' MAS ELE SO FREQUENTA NO BISTRO QUE FICA NELE. É O CLASSICO FAÇA O QUE EU DIGO NÃO FAÇA O QUE EU FAÇO. TIPO ASSIM LEONEL BRIZOLA, QUE DIZIA PRO COLLARES: OLHA COLLARES A GENTE ATÉ PODE TER UMA AMANTEZINHA...MAS TROCAR A ESPOSA POR ELA PERDE VOTO...(oc)

 

Meu Brazil brazileiro

Enviada: Quarta-feira, 1 de Abril de 2015 16:01
Para: olidescanton@bol.com.br

MEU BRAZIL BRAZILEIRO - A imagem é de uma cena de "Il Conformista" (Bernardo Bertolucci?, 1970). Na época, era muito comum, nos filmes, personagem, que tinha contas a ajustar com a Justiça, mencionar vir para o Brazil... Vi vários filmes em que isso aconteceu. Quer dizer, a fama do Brasil é antiga... (Laurinho da Venâncio)

 

A BRAVURA CINEMATOGRÁFICA DE EASTWOOD

por Eron Duarte Fagundes

O norte-americano Clint Eastwood faz o cinema que sabe fazer. E o faz com precisão. Veteraníssimo, domina como poucos seus instrumentos de trabalho: o ofício de cineasta (apesar de seu glorioso passado como ator) lhe cai bem, ele é essencialmente um diretor de filmes, um diretor de filmes à americana —o espectador não deve pedir-lhe outra coisa. Eastwood se situa na linhagem de filmar que vem de John Ford e Howard Hawks e passa por Donald Siegel, para quem atuou em alguns de seus melhores papéis, embora tenha sido o italiano Sergio Leone quem o fez ascender ao estrelato.

Sniper americano (American sniper; 2014) é uma das narrativas mais bem realizadas de Eastwood, onde o poder de fogo de seu olhar cinematográfico está mais notavelmente assestado. E aqui Eastwood conta com um substituto à altura diante das câmaras, o ator Bradley Cooper, cuja dureza de linhas atualiza a antiga persona de intérprete do hoje realizador. Parece que os esforços de direção de Eastwood se concentraram basicamente nisto mesmo: fazer com que Bradley pudesse mimetizar um Eastwood das antigas em heroicos filmes de Leone ou Siegel.

Sniper americano se detém nos malefícios da guerra sobre o bom cidadão americano. O protagonista é um voluntário atirador que vai ao Iraque para proteger a vida de soldados americanos: ele se põe escondido no alto de uma ruína qualquer, observando os suspeitos movimentos dos inimigos. Na primeira cena ele está apontando uma arma para uma mulher e uma criança. Isto, vê-se, fere sua consciência moral: o antigo Eastwood preferia enfrentar homens e não mulheres e crianças. Depois desta cena, há o corte para a vida americana do homem: uma descoberta afetiva num bar, um casamento. Então sabe-se que ele partiu para a guerra deixando a mulher grávida na América. Mais tarde se retomará a cena inicial revelando seu desfecho brutal. Mas o centro do filme é a vida da personagem depois de desistir do Iraque: como ocorria com a criatura de Amargo regresso (1978), de Hal Ashby, a dificuldade de adaptação à sociedade de sempre se evidencia. Eastwood apresenta seu auto de comiseração para com a personagem em sua narrativa. É comovente, mas tem lá os próprios limites do cinema austeramente patriótico de Eastwood.

Não se pode dizer que o olhar de Eastwood tenha autenticidade ou honestidade ao observar o envolvimento americano em conflitos como o do Iraque. É um olhar à direita, certamente. Mas nada que impeça a paixão cinematográfica, que enfim e ao cabo é o que acaba importando na conquista do público. Um velho fascismo americano feito com fascínio.

 

Programação da Sociedade Germânia para o mês de abril

Como é tradição, a partir do mês de abril a Sociedade Germânia retoma a sua Programação Cultural. No dia 13 de abril (2ª feira) as 20:00 horas, assistiremos a Ópera "La Rondine" de Puccini . La Rondine (A Andorinha) é uma ópera em três atos de Giacomo Puccini com libretto de Giuseppe Adami, com base num libreto de Alfred Maria Willner e Heinz Reichert. A estreia, foi realizada no Grand Théâtre de Monte Carlo (ou o Théâtre du Casino) em Monte Carlo em 27 de março de 1917.

No dia 27 de abril (2ª feira) as 20:00, assistiremos ao filme "Apenas Uma Chance" (One Chance - 2013) . A apresentação do filme e a condução dos debates (após a exibição do filme) serão feitos para Olinda Alessandrini. A incrível história de Paul Potts (James Corden), tímido vendedor que surpreendeu o Reino Unido ao interpretar impecavelmente uma ária de ópera no programa Britain's Got Talent. O vídeo de sua primeira apresentação somou milhões de visualizações no Youtube e o cantor tornou-se uma estrela do dia para a noite.

A história verídica de Paul Potts, um tímido e oprimido jovem, empregado de loja durante o dia e cantor de ópera amador à noite. Paul transforma-se num verdadeiro fenômeno do YouTube depois de ser escolhido por Simon Cowell para o concurso "Britain's Got Talent".

O vídeo da audição de Paul Potts para participar do programa tem mais de 118,5 milhões de acessos no YouTube. Após vencer a competição, Potts lançou seu primeiro trabalho, que dá nome ao filme e conquistou o primeiro lugar nas paradas de sucessos de 13 países, com venda mundial de três milhões de cópias.
Apenas uma Chance foi indicado ao Globo de Ouro 2014 na categoria de Melhor Canção Original - "Sweeter than fiction", de Jack Antonoff e Taylor Swift.

 

de Serafina

Juramento à Bandeira e Dispensa de Incorporação

Na manhã de 31 de Março de 2015, terça-feira, foi realizada a cerimônia de Juramento à Bandeira e entrega do Certificado de Dispensa de Incorporação aos jovens conscritos da Classe de 1996, dispensados conforme resultado da distribuição e da Seleção Complementar realizada na última semana de Fevereiro, no 6º Batalhão de Engenharia de Combate de São Gabriel.
O Juramento de fidelidade à Pátria realizado pelos 37 jovens perante a Bandeira Nacional conduzida pelo Tenente Ritter e militares integrantes do 6º Batalhão de Comunicação de Bento Gonçalves/10ª CSM é um compromisso que formaliza a dispensa, mas que indica que, apesar de não fazer parte do quadro de recrutas, o cidadão, até completar 45 anos de idade fica à disposição do exército e poderá ser convocado a receber treinamento militar para atuar em situações de emergência, calamidade pública, guerra e em defesa do território nacional.
O Tenente Valmir Pedro Alba, Delegado da 7ª Delegacia que comandou o ato cívico-militar falou sobre a responsabilidade dos jovens em relação à nação. “Vocês acabam de cumprir um importante papel, cuja responsabilidade não termina aqui, pois é também na vida comunitária que a participação de cada um é essencial para que a nossa sociedade possa evoluir e alcançar melhores padrões de justiça e de desenvolvimento”.
Da mesma forma, o Prefeito Ademir Antonio Presotto, Presidente da Junta de Serviço Militar, em seu pronunciamento, destacou aos jovens a importância desse ato que também marca a passagem dos jovens para adultos e traz a carga da reflexão sobre suas responsabilidades enquanto cidadãos e, principalmente, sobre a responsabilidade de suas escolhas: “Escolham participarem com entusiamo, dedicação, compromisso e solidariedade a tudo aquilo a que se propuserem, seja nos estudos, no trabalho, na família ou na sociedade. Acreditem nas suas capacidades e através de suas atitudes e ações exercitem a cidadania, buscando igualdade, paz e prosperidade a todos”, disse o Prefeito em discurso dirigido aos reservistas.
A cerimônia foi realizada na Piazetta San Marco - Praça da Matriz e contou com a presença de familiares e amigos dos jovens compromitentes e dos alunos e professores da Escola Rainha da Paz e Escola Municipal Agrícola. Também prestigiaram o evento o Vice-Prefeito, Francisco Bernardo Mezzomo, a Presidente da Câmara de Vereadores, Eleni Castro Pizzatto, os Vereadores Manoel Gomes e Jairo Vidmar, o Comandante do 5º Pelotão da Brigada Militar de Serafina Corrêa, Sgtº. Dal'Olmo, o Representante da Delegacia de Polícia, o Inspetor Rodrigo Coradin, o Secretário da 7ª DSM, Ricardo Sartori, a Secretária da Junta Militar Marlete Gasparin, Secretários da Administração Municipal, Coordenadores e servidores.
Agradecemos a presença e apoio de todos.
A Junta de Serviço Militar de Serafina Corrêa, órgão alistador pertencente à estrutura administrativa da Prefeitura Municipal, fica localizada na Rua Orestes Assoni, nº 370, sala 5, e ressalva que o Alistamento Militar deve ser feito até o último dia útil do mês de Junho do ano em que o jovem completar dezoito anos. Neste ano, serão alistados os jovens nascidos no ano de 1997. Informações: 54 3444 1197.


Reunião de Pais da Escola Municipal Fátima

É na educação dos filhos que se revelam as virtudes dos pais.
Coelho Neto

Na quarta-feira, dia 25 de Março de 2015, nas dependências da Câmara Municipal de Vereadores de Serafina Corrêa, reuniram-se pais, professores e direção da Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora de Fátima para uma importante reunião referente ao ano letivo. Na ocasião, foram repassadas informações e orientações escolares, conversado sobre a importância da família estar presente na vida escolar e na educação das crianças, além de realizar a reeleição do Círculo de Pais e Mestres e do Conselho Escolar da escola.
A direção da escola fica muito feliz com o apoio da comunidade escolar e agradece a participação de todos.

 

Grupo de Hiperdia Bairro Aparecida: Alimentação Saudável

Reuniu-se, na Unidade Básica de Saúde Aparecida, no dia 31 de Março de 2015, o Grupo Hiperdia. Foi abordado o tema Alimentação Saudável e, em seguida, houve a entrega dos medicamentos.
Dessa forma, os profissionais da Secretaria de Saúde de Serafina Corrêa conversaram com os presentes sobre a importância da alimentação para o bem-estar e a saúde das pessoas. Dentre as orientações, seguem algumas:
*Tenha uma alimentação saudável e uma atividade física moderada e regular. Assim você terá um peso adequado que também é importante para o controle da Diabetes e Hipertensão.
*Estabeleça horários para as refeições, distribuindo-as em 5 a 6 refeições ao dia. Não pule as refeições, assim você não ficará sem se alimentar por muito tempo e evitará comer dobrado.
*Consuma tipos variados de legumes, verduras e frutas. Use sempre aqueles de coloração intensa como os verdes escuros e amarelo.
*Escolha alimentos ricos em fibras: verduras, frutas e legumes, leguminosas (feijões), cereais integrais como arroz, pão e farinhas (aveia, trigo, etc).
*Evite os alimentos ricos em açúcares como doces, refrigerantes, chocolates, balas e outras guloseimas.

*Consuma pouco sal de cozinha; evite alto teor de sal, temperos prontos e alimentos industrializados. Prefira ervas (salsa, coentro, cebolinha e orégano), especiarias e limão para tornar as refeições mais saborosas. Habitue-se a não usar o saleiro à mesa.
*Diminua o consumo de gordura.
*Pare de fumar e modere a quantidade ingerida de bebidas alcoólicas.
*Beba água!

1º de abril de 2015

MEMORIAS PERUANAS

la puesta del sol

A praia de el silencio fica 50 km ao sul de lima.

Não tem o charme de Punta Hermosa, ao lado, local de surf.

Iamos de Lima a El Silencio pela Panamericana.

Gaivotas sobrevoavam o ceu em El Silencio.

Nesta pequena praia, sempre havía ceviche pra almoçar.

Prato peruano feito de peixe cru,limão e alface.

A ida e a volta sempre era de carona.

O hit do momento - 1975, no verão - era LUCY IN THE SKY WICH DIAMONDS(LUCI NO CEU COM DIAMENTES, um hino ao LSD)

Muitos dos carros que nos davam carona eram norteamericanos. Uns carrões velhos e que consumiam muita gasolina. importados.

Dava muito status na classe média limenha ter um carro destes. Todos sonhavam com os states...ou com a venezuela, onde se dizia que havia petroleo.

Na praia,coçavamos o dia todo...era um point...

Do meio dia até o entardecer, ficávamos por lá.

Ninguém tomava o rumo de lima pra voltar, antes de ' la puesta del sol'....

naqueles anos psicodélicos, o por do sol, era algo venerado.

Lembro de umagarota, chamada de PATTY, UMA ESPECIE DE GAROTA REBELDE e meio marginal, que sempre frequentava este grupo...

O sol descendo começávamos o ritual da volta, pro no dia seguinte começar tudo de novo. até que o verão terminou e aí é outra história(OC)

 

memoria

de serafina

quando casou, no rio, em 9.2.79, o meu irmão valmor veio passar uma temporada na casa dos pais em serafina. foi bom porque salvou, nas suas fotos, toda uma originalidade do lugar antigo. hoje não tem mais nada disto. vamos a descrição



eliane camara dando comida as galinhas caipiras( pra nós eram simplesmente galinhas, não tinha o termo caipira, o que tinha eram raposas que nas noites de inverno iam lá comer algumas, isto sim, tanto que meu pai nas noites de muita chuva e frio dizia: 'que note de rapose...".no fundo o paiol,original, com a carroça, e ao fundo mais ainda o torcho, que se usava pra torcer e moer cana de açuçar. da guarapa fazia-se o açuçar de cana. era um luxo ter um em casa porque inicialmente havia um comum que ficava nas terras do selvino de costa, onde hoje se situa a ' curva dos amendoins do selvino', já que dizem que ali a rodovia faz uma curva que foi pra não ter que tirar a plantação dos amendoins do dono da terra.



valmor, meu irmão , tirando uma descansada, na frente da casa. na fr3ente dele está o que chamavamos de ' cortivo', um pequeno pátio com árvores, não frutiferas. apenas pra dar sombra nas tardes de muito calor da primavera e do verão.



a brasilia branca com que o renato veio trazendo o valmor e sua esposa eliane. diz or enato que ele a comrpou de um coronel em Nazaré paulista, onde vivia e tinha o restaurante mate amargo.

veio de são paulo pra serafina numa pegada só. quando chegaram em erechim, pararam pra jantar e a esposa do valmor chorava porque estava com medo de fazer todo este trecho em apenas um dia.

mas foram e voltaram.



a foto mais nostálgica de todas....

dois dos antigos moradores da capela são pedro, severino giombelli e meu pai, estão levando bagaço de uva que é pro severino fazer graspa.

fazia-se graspa do bagaço das uvas. que se chamava de bagaço mas tinha umt ermo cujo nome não recordo. dio can me manca la memoria...

este bagaço ficava com um cheiro legal e dentro dele se punha oqueijo pra virar um queijo de ralar. minha mae fazia isto depois ralava o queijo e ficava tri gostoso principalmente na sopa de anholini.

severino giombelli e falecido claro como meu pai também. dois dos moradores que lembro da capela são pedro, quase totalmente desaparecidos.

esta carroça tinha que subir e andar numa estrada antiga, velha, puro cascalho. ela antecedeu a atual rodovia que demanda ao rio carreiro e que foi aberta com dinheiro do banco mundial através de financimaneto no tempo do pedro simon.

o prefeito sergio massolini pegou bem este pr0jeto e tinha pressa nele, porque o prazo estava quase esgotando foi quando entrou um morador da san piero e embargou a obra. teve que ser na justiça. ai que houve uma enorme derrubada de arvores e outros objetos, cujo resquicio da dor que provocou é lembrado até hoje pela familia que não gosta de tocar no assunto.

' quem apanha demora pra esquecer, diz o ditado.

o atual prefeito bico branco prometeu que faria um vacaduto pra esta familia até o fim do seu mandato. vamos ver se consegue.

seria o fim de um longo calvário pra eles, que tem que passar todos os dias, 4 vezes ao dia, as vacas de um lado a outro.

na foto, eliane camara ,esposa do meu irmão valmor, apenas observa a força dos bois e severino giombeli tocando os bois pra subirem aquelas pirambeiras brabas.(OC)

 

Colocando as coisas no lugar

esclarecimento ao publico!

Enviada: Terça-feira, 31 de Março de 2015 12:22
Para: olidescanton@bol.com.br

COLOCANDO AS COISAS NO LUGAR: o Laurinho da Venâncio avisa q NÃO é frequentador do dito "galinheiro" situado nas redondezas da Praça dos Burgueses conforme mencionado neste blog. O Laurinho frequenta apenas, nos fins de semana e para almoçar, o restaurante "Di Rihan Bistro" q fica nas proximidades.
Enfim, quem inventa é inventor.

 

SALA DE REDAÇÃO!

Ze vitor 1 X JJALmeida neto 0

foi melhor o zé vitor na apresentação do sala na segunda.

não puxou o saco do inter, nem falou nele.

contou uma piada bagaceira - do cara cagado na rua da praia - que provocou risos no coordenador.

já o almeida neto foi mal. puxou os aco do gremio.

esqueceu de antonio augusto e do rech que lhe deram espaço no passado.

 

Sala

Sempre é bom lembrar que o velho sala foi uma invenção do candido norberto e que tinha como produtor, antonio britto.

* uma bela pesquisa seria fazer um apanhado de todos os caras que passaram pelo sala.

* o sala criou escola. hoje no horário tem trocentos programas semelhantes.

 

donna

O DONNA DE DOMINGO TAVA FRACO. SO SE SALVOU A MATERIA DA CELIA....

 

MARIPOSA AMIL

MARIPOSA, APELIDO DADO PELO FALECIDO JCCTERLERA, voltou a frequentar o pmdb.

domingo passado tava lá.

* quer ser candidato ao senado.

* é ex-governador.

 

SERGS INICIA DEBATES SOBRE TEMAS DA ÁREA TECNOLÓGICA DO ESTADO

A Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul – SERGS – deu início nesta terça-feira (31) à série de debates de 2015 sobre temas relacionados com o desenvolvimento do Estado, com ênfase para as áreas de infraestrutura, logística e energia, entre outras. O evento foi realizado na sede central da entidade, em Porto Alegre, com a abordagem da questão da mobilidade urbana. O palestrante foi o diretor da empresa Sinaleiro Projetos de Sinalização Viária, eng. João Otávio Marques Neto, que falou sobre Cidades em Trânsito – Mobilidade Urbana e Circulação Viária. O presidente da SERGS, eng. Hilário Pires, anunciou, na oportunidade, que já está programado para o dia 13 de abril, no Hotel Plaza São Rafael, o debate sobre o Panorama da Energia Eólica no Rio Grande do Sul, estando em fase de definição novos encontros que serão levados a efeito nos próximos meses para a análise de outras questões de interesse dos profissionais da área tecnológica gaúchos.

 

A grande derrota da esquerda francesa (ou o q vc ñ vai ler na ZH)

se alguem entender a lingua mae do laurinho da venancio, ai vai um bom texto(OC)

Enviada: Terça-feira, 31 de Março de 2015 18:25
Para: olidescanton@bol.com.br

A esquerda francesa q nos tempos áureos fez e aconteceu, tomou um baita tufo nas eleições da semana pasada. Com um extemporâneo e inusitado presidente socialista apelidado de "flan" (a mídia brasileira traduz por pudim) a esquerda francesa cavou o próprio túmulo. Quem souber Francês pode ler o retrato bem desenhado pelo Le Monde q ai vai:

"Pourquoi la gauche peut mourir
Par Gérard Courtois (Le Monde)

Le poids des chiffres est accablant. Au premier tour du scrutin départemental, le 22 mars, l’ensemble de la gauche avait recueilli à peine plus du tiers des suffrages, un des étiages les plus bas de son histoire contemporaine. Au second tour, elle a perdu 28 départements, soit près de la moitié de ceux qu’elle détenait depuis 2011.

Le choc des symboles n’est pas moins éloquent. Quand des forteresses du socialisme tombent, comme le Nord et les Bouches-du-Rhône, quand de vieilles terres de conquête comme les Côtes-d’Armor de Claudy Lebreton basculent à droite, quand sont perdus les fiefs de François Hollande (Corrèze), de Laurent Fabius (Seine-Maritime), de Ségolène Royal (Deux-Sèvres), de Manuel Valls et du frondeur Jérôme Guedj (Essonne), de Martine Aubry (Nord) ou d’Arnaud Montebourg (Saône-et-Loire), quand le Territoire de Belfort, autrefois apanage de Jean-Pierre Chevènement, s’effondre, quand le Parti communiste ne conserve plus qu’un seul département (Val-de-Marne), c’est toute la gauche qui est touchée de plein fouet.

D’autant que cette lourde défaite est la quatrième en un an, après les municipales désastreuses de mars 2014, les européennes calamiteuses de mai et les sénatoriales perdues de septembre. Voilà quelques mois, le premier ministre et le premier secrétaire du PS avaient sonné le tocsin, dans l’espoir de rameuter leurs troupes : « La gauche peut mourir », avaient alerté Manuel Valls et Jean-Christophe Cambadélis. Chaque scrutin, désormais, semble accréditer cette sombre prophétie.
RENAÎTRE DE SES CENDRES

Les plus optimistes – y compris à l’Elysée – peuvent bien se raccrocher au constat que ces élections intermédiaires sont le plus souvent cruelles pour la majorité au pouvoir, accusée de tous les maux du moment. Les mêmes peuvent tenter de se rassurer en rappelant que la gauche a connu pires raclées électorales, comme aux cantonales, législatives et européennes de 1992-1994, avant de renaître de ses cendres dès 1997. L’on assisterait, en quelque sorte, à une fin de cycle douloureuse certes, mais pas dramatique.

On peut en douter, tant le mal semble profond. Tout y contribue. Une sévère crise de résultats, d’abord, qui ruine la crédibilité du pouvoir exécutif. Il faudra bien plus que les timides signes d’amélioration actuels pour effacer le bilan des trois premières années de mandat de François Hollande : un demi-million de chômeurs supplémentaires, une croissance atone, une brutale ponction fiscale, des déficits et une dette publique incompressibles. Impuissante face à la crise et ses ravages sociaux, tétanisée par la mondialisation, incapable de redéfinir ce que pourrait être une politique économique à la fois conforme à ses valeurs et adaptée aux enjeux du temps présent, la gauche de gouvernement apparaît, au choix, inopérante ou obsolète. Elle en paye lourdement le prix dans les urnes.

S’y ajoute une profonde crise structurelle. Depuis un quart de siècle, le communisme municipal et cantonal avait été largement rayé de la carte politique. Aujourd’hui, c’est le socle historique – existentiel pourrait-on dire – du socialisme municipal et départemental qui est ébranlé, voire menacé. Aux municipales de 2014, le PS a perdu, en solde net,133 des 371 villes de plus de 9 000 habitants (sur les 1 018 que compte la France) qu’il administrait jusque-là. En un an, le PS aura perdu quelque deux mille conseillers municipaux et plusieurs centaines de conseillers départementaux. Autant de précieux cadres intermédiaires et relais locaux qui lui feront défaut à l’avenir.
DIVISIONS MORTIFÈRES

Quant au désormais mythique « peuple de gauche », il a fondu comme neige au soleil. Au premier tour de la présidentielle de 2012, l’ensemble des candidats de gauche ne rassemblait plus que 41 % du vote des ouvriers (29 % pour M. Hollande) et 46 % du vote des employés (28 % pour M. Hollande). A l’inverse, le Front national s’est imposé, depuis vingt ans, comme le premier parti ouvrier de France et il ambitionne de le devenir chez les employés.

Et que dire de la crise strictement politique qui mine aujourd’hui la gauche et le PS ! Plus que jamais, leurs divisions ont pesé dans leur échec aux départementales. Les lendemains de défaite n’étant jamais propices aux réconciliations, chacun, déjà, réitère les griefs ressassés depuis des mois : le premier ministre pour dénoncer les divisions mortifères, les frondeurs socialistes pour réclamer urgemment un changement de cap économique, le Front de gauche pour fustiger un gouvernement qui n’a, à ses yeux, plus rien de gauche, tandis que les écologistes ne savent plus à quel saint se vouer.

Or, ces aigreurs tenaces témoignent de désaccords qui sont trop sérieux pour n’être pas durables. Sur la politique économique, le rôle et les moyens de l’Etat-providence, sur la construction européenne toujours plus décriée, sur l’école qui ne parvient pas à tenir sa promesse émancipatrice, sur la laïcité, enfin, qui peine à faire barrage aux communautarismes, les divergences idéologiques se creusent, de plus en plus inexorables.

Chacun sait que la forte progression du FN chamboule les habitudes électorales : en 2017, il n’y aura que deux places pour trois au second tour de la présidentielle. C’est donc dès le premier tour que les candidats de la gauche, de la droite et de l’extrême droite devront rassembler leur camp pour ne pas être éliminé. La gauche, à l’évidence, n’en prend pas le chemin. Il faut « refonder totalement le PS, tout recommencer à zéro », a conclu le socialiste Julien Dray, lundi 30 mars. Il reste à peine deux ans pour réussir cette résurrection. Ou plutôt cette prouesse."

 

de Serafina

Município de Serafina Corrêa é 3º colocado no Programa de Coleta de Óleo Saturado

No dia 26 de Março de 2015, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente esteve na Expoagro AFUBRA para recebimento dos cheques bônus do Programa de Coleta de Óleo Saturado desenvolvido pela Associação dos Fumicultores do Brasil. Após mais um ano de trabalho, foram coletados 7.415,5 litros de óleo, o que fez com que Serafina Corrêa ficasse em terceiro lugar entre os municípios participantes dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Foram premiadas 12 escolas serafinenses, as quais poderão reverter em material para suas atividades os mais de R$ 3.700,00 de prêmio recebido. O programa vem sendo desenvolvido em Serafina Corrêa desde 2009 e é coordenado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a qual faz o recolhimento do óleo nas escolas, estocagem, controle de quantidades, intermédio e agendamento de coletas com a AFUBRA, entrega de prêmios, além de também captar óleo, que é doado pela Secretaria às escolas. A participação das instituições de ensino tem sido fundamental na conscientização dos alunos e comunidade, promovendo a coleta de milhares de litros de gordura que foram transformados em biodiesel e deixaram de poluir o meio ambiente.

Em nome da Prefeitura Municipal, a Secretaria de Meio Ambiente agradece o empenho e parabeniza todas as escolas participantes:
Escola Municipal João Corso;
Pré-Escolar Castelinho do Saber;
Escola Raio de Luz;
Escola Municipal Infantil Jeito de Criança;
Escola Estadual Geny Pinto Cadore;
Escola Municipal Professora Estherina Marubin;
Escola Municipal Infantil Nostri Bambini;
Escola Municipal Agrícola;
Escola Municipal Leonora Marchioro Bellenzier;
Colégio Estadual Carneiro de Campos;
Escola Municipal Infantil Santa Lúcia; e
Escola Municipal Infantil Pedacinho de Céu.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente convida a população serafinense a engajar-se na campanha, armazenando em garrafas PET o óleo vegetal, gordura hidrogenada ou banha usados, e entregando em uma das escolas do município.

 

Prorrogada a Campanha de Vacinação contra o HPV 2015

Começou, no dia 09 de Março, a campanha de vacinação contra o HPV. Em 2015, a vacina é destinada a meninas de 09 a 11 anos e terá a aplicação de 3 doses, sendo que a 1ª e a 2ª doses serão aplicadas nas escolas públicas e privadas do município. A vacinação nas escolas foi prorrogada até o dia 17 de Abril. A vacinação contra o HPV é uma prevenção do câncer do colo do útero, a segunda maior causa de morte por câncer em mulheres no Brasil. Neste ano, os pais precisam autorizar a aplicação da vacina. Cada menina é de um jeito, mas todas precisam de proteção. Meninas de 09 a 11 anos devem ser vacinadas. Fique atento ao período de vacinação na escola que acontecerá até o dia 17 de Abril. As demais meninas que completarem 9 anos ao longo de 2015 deverão ser vacinadas no Centro Municipal de Saúde de Serafina Corrêa. Ressaltamos que a Campanha HPV 2015 prevê a vacina da 1ª e 2ª doses, portanto as meninas que já fizeram a vacina no ano anterior (1ª e 2ª doses) não serão vacinadas.



ARQUIVO

2007
           
 Set
 Out
2008
2009
2010
2011
2012
2013
2014

Abr01
Abr02

2015
Mar01
Mar02
Abr01
Abr02
               



OLIDES CANTON - JORNALISTA E ESCRITOR

Nascido em 16 de Janeiro de 1952 na cidade de Serafina Corrêa-RS, Olides Canton passou nesta cidade toda a sua infância. Mudando-se para Porto Alegre, cursou a Escola Julio de Castilhos, tornando-se Bacharel em Comunicação Social pela FABICO/UFRGS em 1982. Trabalha como Jornalista desde 1970. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior, Jornal Zero Hora. No Jornal do Brasil e Revista Carga e Transporte atuou como free-lancer. Editor do Jornal de Bordo e Revista Fitness. Possui 9 livros publicados. Ganhou quatro prêmios de Jornalismo, um do Badesul, dois do Setcergs e um da ARI. Registro no Sindicato dos Jornalistas RS: 2776 - Registro Jornalista - Mtb 4959.

Telefone: (51) 3330-6803
e-mail: contato@deolhoseouvidos.com.br

Autor de inúmeros livros, Olides Canton firmou-se como um
exímio contador de histórias contemporâneas.
Conheça agora as obras do autor
© "de Olhos e Ouvidos"  -  Todos os direitos reservados
Os textos e imagens publicados neste site são de inteira responsabilidade de Olides Canton.


EDIÇÕES DO FITNESS

Edição 178 - março 2015
Edição 177 - feverero 2015
Edição 176 - janeiro 2015
Edição 175 - dezembro 2014
Edição 174 - novembro 2014

Edição 173 - outubro 2014

Edição 172 - agosto 2014

Edição 171 - junho 2014

Edição 170 - maio 2014

Edição 169 - março 2014
Edição 168 - janerio 2014
Edição 167
Edição 166
Edição 165
Edição 164
Edição 163
Edição 162

Edição 161
Edição 160
Edição 159
Edição 158
Edição 157
Edição 156
Edição 155
Edição 154
Edição 153
Edição 152
Edição 151
Edição 150
Edição 149
Edição148
Edição 147
Edição146
Edição145
Edição144
Edição143
Edição 142

Edição 141
Edição 140
Edição 139
Edição 138
Edição 137
Edição136
Edição135
Edição134
Edição 133
Edição132
Edição 131
Edição 130
Edição129
Edição128
Edição127
Edição 126
Edição125
Edição 124

Edição 123
Edição 122
Edição 121
Edição 120
Edição 119
Edição 118
Edição 117
Edição 116
Edição 115
Edição 114
Edição 113
Edição 112
Edição 111
Edição 110
Edição 109
Edição 108
Edição 107
Edição 106
Edição 105
Edição 104
Edição 103
Edição 102
Edição 101
Edição 100
Edição 99


ESTÃO À VENDA


Cidades vizinhas (A briga entre cidades gaúchas) • R$ 15


Cosi la ze stata (Breves histórias de Serafina Correa/RS) • R$ 20


Getulio Vargas, depoimentos de um filho (Maneco Vargas fala de Getulio) • R$ 20


Estradas do Rio Grande (A história da construção pesada no RS) • R$ 50

Mais a postagem. Procure pelo olidescanton@bol.com.br.


ANUNCIE NO SITE

Entre em contato conosco

Edições Anteriores do Blog