"A síndrome de celebridade. Quando as pessoas esquecem quem são e passam a acreditar no que os outros dizem delas" - Paulo Coelho



30 de setembro de 2015

SEQUESTRO

Familiares do vereador de Porto Alegre, Claudio Janta, passaram por constrangimentos na quinta passada. Foram vítimas de sequestro-relâmpago.Felizmente nada de mais grave aconteceu.

 

Nova profissão: passear cachorros.....

 

TARDE NO MENINO DEUS!

AQUI NUM BAR QUE TEM ALI PERTO DA MARCILIO DIAS. APESAR DA GRIPE, DEU PRA TOMAR UMA SERRAMALTE.

A primeira foto é de uma turma fazendo pic nic ao lado do Teatro Renascença.

A minha foto estou sentado no Point Beer na Getulio Vargas. Ali estive alguns anos atrás com meus amigos que agora se foram pra longe.

 

Caso Judicial

O fiho do ' comunista" senta no banco dos réus processado pela FRENTE POPULAR!

É pois é....aconteceu em junho de 2002.Bertrand Kolecza , que editava a Folha do Porto, um jornal de 15 mil exemplares, que circulava no Menino Deus,foi processado pelo Governador Olívio de Oliveira Dutra, eleito pela FRENTE POPULAR, em 1998.

Bertrand, indignado com o assassinato de um tenista em São Leopoldo, por um tenente da Brigada Militar, escreveu um virulento artigo na capa da edição mensal,atacando o governador.

Levou um processo por injúria e difamação.

Quando chegou o processo, ele ligou para o presidente do Sindicato dos Jornalistas, José Carlos Torves, pedindo a ajuda do advogado da entidade, onde era associado.

O escritório de Nereu Lima era quem trabalhava pro Sindicato.

Bertrand não aceitou que Lima o defendesse.

Procurou o escritório do Couto e Silva e foi por ele defendido.

Filho de Carlos Alberto Kolecza no dia da audiência foram lá na 9 Vara Criminal seu pai e sua mãe. Não puderam entrar. Apenas o réu e seu advogado.

A parte que havia processado, no caso o o governador não foi.Depois que o promotor que atuou no caso acertou um acordo com a juíza, - pagamento de 4 cestas básicas destinadas a entidades beneficientes e comparecimento ao Fórum todos os meses, além de não poder se ausentar durante dois anos sem avisar a comarca - chegou o procurador do governador Olívio.

A desculpa para o querelante não ir é que sua assessoria errou a data da audiência.

Bertrand teria se desfiliado do Sindicato dos Jornalistas, mas na secretaria do mesmo sua ficha cadastral continua ativa. Só que não paga a mensalidade desde o ano 2.000(OC)

 

Dos leitores

É uma honra saber que entre os que me lêem está o NELSON BURD, que eu sempre ouço aqui no domingo de manhã. Seus comentários me levam a entender um pouco mais a situação do Oriente Médio(OC)

From: Nelsinho Burd
Sent: Ter 29/09/15 03:37

Olides, o correspondente da Hora Israelita que deu o furo sobre o Hussein foi o saudoso Paulo Gerchman.
Abraço, Nelson.

 

ROMANCE POLICIAL

SACANEADO PELA CUNHADA

Um coleguinha passa por uma situação sui generis.

O que acontece foi que em 2012 ele perdeu a esposa.

" Me deixou tonto, perdido,desolado" escreve ele.

Com a falecida esposa, ele tinha conta-conjunta,num banco de grande projeção nacional, numa agência da Região Metropolitana.

Como jornalista, ele deixava tudo a cargo da esposa:

- Ela administrava toda as minhas finanças,conta o coleguinha em missiva.

A falecida esposa dava conta de cuidar da verba integral " da minha indenização" como ' ex-preso político" passando por aquelas coisas corriqueiras, tipo pagamento de água,luz,telefone,além dos ' meus ganhos como jornalista" relata o coleguinha.

A morte da esposa tirou o coleguinha ' do ar".
- Quase enlouqueci com esta perda, escreve ele.

Neste momento, surgiu de graça, a ' mão-amiga' da cunhada que era caixa deste grande banco,mencionado acima.

A proposta da cunhada: não era pro coleguinha se preocupar com as contas do dia-a-dia que ela se encarregaria destas questões burocráticas e nem que se preocupasse com a conta bancária que ela ' zelaria' por ela.

O coleguinha,aturdido, concordou com tudo, embora não tenha assinado documento nenhum neste sentido.

Pensar em contas bancárias na situação que ele vivia era como ' uma heresia sobre o cadáver de minha mulher",escreve ele.

Mas, que valores eram estes?

O total de sua indenização como ex-preso político(valores não revelados) mais alguns valores ganhos com trabalhos eventuais.

Ele nunca tinha mexido nestes valores.

Nunca tivera talão de cheque ou cartão de crédito.( ' Não uso, não gosto"), escreve.

O caminho inicial foi aplicação no próprio banco onde a cunhada era caixa.

Esta aplicação se dava porque sua falecida esposa, que cuidava do dinheiro, lhe dissera que a "aplicação" no banco em que a mana era caixa era ' bom para a carreira funcional de fulana",isto é a cunhada do coleguinha.( pelo visto as irmãs eram cúmplices).São as tais metas que os bancos em geral obrigam os funcionários a cumprir.

Pouco antes de falecer, a esposa do coleguinha lhe informou que o dinheiro estava seguro numa Caderneta de Poupança.

Tr~es anos depois da morte da esposa, o coleguinha meio que ' acorda' do seu torpor inicial.

Conformado com sua situação de viúvo, resolve que vai cuidar de sua vida, "assumo meus compromissos econômicos".

Pede à cunhada um extrato da sua conta, pela primeira vez.

Datado de maio de 2015, o documento na sua frente, lhe causa espanto.Tem uma quantia que o coleguinha acha irrisória, ou seja, a pensão ' mensal que o Governo Federal mandou de Brasília referente a abril de 2015".

Nada mais. Tudo zerado.

Toda sua poupança ' do fim da vida' sumiu.
Muito pior. Foi feito um empréstimo de uma quantia vultosa no seu nome,dinheiro que deve ter sido sacado no caixa do banco em que a cunhada trabalha.

E ele está pagando por um empréstimo que até bem pouco tempo ele desconhecia totalmente.

Ele conclui que o empréstimo é ' fraudulento" - ' roubo descarado"!

E que está sendo pago com seu próprio dinheiro que estava depositado naquele banco.

Tudo controlado pela ex-caixa, que agora é gerente do banco.

São detalhes, como diz a música do Roberto Carlos. Estes detalhes ' navegam pela esfera do folclórico" escreve o coleguinha.

- Não sei onde fica o banco, nunca o visitei pessoalmente e jamais usei a senha bancária, diz ele em missiva.

A senha, ele descobriu que mudou de 4 para 6 dígitos. ( Isto pelo menos ele já sabe....)

Ele ficou sabendo apenas neste ano disto.

Seu cartão do banco nomimal, caducou há tempos.E somente neste ano recebeu um ' pretensamente' atualizado.

Evidente que em maio deste ano o coleguinha procura uma banco de advogados.(OC)

 

novo visual

Este blog será mais sintético, o quanto possível. Em tempos de feice, não adianta fazer ' tijolaços".

 

CAPRICHO

Comentei com o Laurinho, da Venâncio, que vou dar uma caprichada maior - sem perder mais tempo com ele, evidente, no blog, ou seja, menos textos e mais curtos e menos fotos idem.

Ele mandou dizer isto:

No JC, eles tinham por princípio dar cobertura para a Fiergs e Federasul. Era sagrado. Uma x eu reclamei do Ucha, q era o assessor do Valente na Federasul, q parasse de me mandar uns verdadeiros tijolaços. Release já me enche o saco pela sua própria natureza e, para piorar as coisas, todo o dia ainda tinha q me dar ao trabalho de cortar pela metade aquelas baboseiras para fazer caber na página. Até q um dia, ñ aguentei e pedi para ele ir com menos sede ao pote.

 

Éxodo da ZH

Lá pelos anos 1970, todo mundo q podia saia da ZH para trabalhar na CJCJ ou nas sucursais pq pagavam melhor e pq as conduções de trabalho era melhores. A rotatividade na ZH era muito grande. Qdo saí da ZH, em 74, já era o segundo + antigo na Geral. + antigo q eu só o Leal. Os outros mais antigos q eu, todos, já tinham se mandado. Ninguém queria ficar na ZH pq pagava pouco e as condições de trabalho eram ruins. Por isso ñ concordo é qdo tu diz q a CJCJ e as sucursais "roubavam" o pessoal da ZH naquela época. Acontecia o contrário: as pessoas é q saiam para evoluir na profissão. O termo "roubar" ñ se aplica neste caso, ñ exprime a realidade da época. É nisso q eu discordo. Depois, qdo houve a grande crise dos anos 80 nos jornais do Centro do País (por causa daquela greve q deixou sequelas) e na CJCJ, ocorreu da ZH /RBS melhorar de carona na TV (hegemonia da Globo), e todo mundo queria trabalhar lá. Aquela limpa dos q tinham duplo emprego também foi salutar. Agora, o sonho acabou: a TV já ñ é + aquilo, a audiência diversificou e o Ibope despencou, as verbas do governo também mixaram e, em consequencia, o "passaralho" volta e meia ressurge a milhão ceifando especialmente os "dinos". (Laurinho da Venâncio em 29/09/2015)

 

O CORRETOR INTELECTUAL

Eu não conhecia o Eduardo Krause,hoje advogado, até os anos 90, do século passado. Não sei como dei nele, mas foi no ano de 1990,quando ainda era casado que começamos a procurar apartamento para comprar.Naqueles anos eu estava casado, morava com a esposa e com as duas filhas.

Pois alguém nos indicou a Imobiliária Idéias e lá conheci um corretor, ainda jovem, chamado Eduardo Krause. Foi ele que intermediou a comprar do meu primeiro e único apartamento, na Quintino Bocaiuva.

Mas dentro dele, um apartamento bem grande, com dois boxes na garagem, vivia uma senhora, viúva,mão do então proprietário, que não tinha onde ir viver.

Pois o apartamento que acabou comprado a vista naquele verão de 1990,era num prédio antigo, mas bem valorizado, que tinha e tem nos fundos o Clube Caixeiros Viajantes.

Eduardo Krause que precisava e muito da comissão da venda, se virou como pode para achar um lugar para onde iria viver a senhora que o ocupava.

Acabou encontrando um lugar para colocar a senhora num apart-hotel.

Particularmente acabei ficando pouco tempo no apartamento, mas minhas filhas viveram lá muitos anos até se tornarem independentes.

Olides Canton, jornalista e escritor.

Editor do jornal FITNESS e do site www.deolhoseouvidos.com.br

 

OS GRANDES MAGAZINES DE PARIS


LE Bon Marché, o pioneiro


Galeries Lafayette, as mais conhecidas


Printemps, em reformas (a foto é de 2011)


Le 4 Temps, o mais moderno

OS GRANDES MAGAZINES DE PARIS - Como toda a europa, também na França há uma generalizada aversão ao comportamento consumista. Na primeira vez que pisei na Europa já deu para notar isso, é uma coisa que está no ar: eles têm dinheiro, mas é contadinho, não dá para esbanjar. Certamente que existe a figura do ricaço perdulário, mas não são tantos quanto do outro lado do Atlântico, nos EUA, e também não são bem vistos pelo resto da população (talvez isso já esteja mudando, diante da babaquice que toma conta do mundo hoje em dia, e o pessoal ande se deslubrando também na Europa com os ricos e famosos; pelo menos é que se pressente espiando as redes sociais).

Outro detalhe que chama a atenção é que na França não pegou a moda dos shoppings centers. Em parte porque o mercado de produtos de consumo é ainda dominado pelos "grands magasins". O mais conhecido é o "Les Galeries Lafayette du boulevard Haussmann à Paris". O pioneiro, em Paris, foi o "Le Bon Marché", que ainda hoje funciona na "Rive Gauche" na esquina das ruas "de Babylone" e "Du Bac". Próximo às Galeries Lafaiette fica o também grande "Printemps". Por isso mesmo, esta parte de Paris, situada no entorno do Bullevard Haussmann é conhecida como "Grands Magasins". Para facilitar o acesso à região dos "Grands Magasins", construíram uma estação do trem suburbano (RER) - o Trensurb deles - no subsolo das "Galeries Lafayette". Assim, o pessoal da "banlieue" pode vir às compras em Paris sem usar automóvel. De fato, os magazines parisienses podem ser considerados como shopping centers sem estacionamento.

O mais modeno dos "grands magasins" foi construído fora, mas encostadinho, a Paris. É o "Le quatre temps", situado no "La Defense", o bairro futurista localizado no prolongamento do "Eixo Histórico" da capital francesa que começa no Louvre, segue pelo Tuilleries, "Place de la Concorde" e Champs Élisées, Arco do Triunfo e se prolonga pela Av. Grand Armée até o limite da cidade que é o Phériphérique. Do outro lado do Phériférique está o "parvis" do La Defense e o "Le quatre temps" fica a poucos passos. O "Le 4 Temps" também é servido por um trem de subúrbio no subsolo, tem como pelo metrô da "Linha 1". Sai do trêm do metrô e sobe direto para o "magasin".

Alguns dos "grands magasins" já não funcionam mais. Como o "La Samaritaine", cujo belo prédio ainda está em pé, altaneiro, próximo à "Pont Neuf". Há um projeto de revitalização, mas a obra está patinando. A intenção é reaproveitá-lo em parte como hotel (seria o primeiro hotel bem em frente ao Sena), parte como "residêncial de aluguel moderado" (um negócio que só os franceses têm), creche e outros penduricalhos arquitetôicos. Não se tem idéia de quando o impasse entre as exigências preservacionistas e os interecesses dos investidores privados vai ser solucionado. Em tempo: esta pauta é da Rosa Lopes ("Il ne pouvait pas être différente"). (Laurinho da Venâncio, em 28/09/2015)

 

Caxias

By Nadilce Zanatta

Caxias pode ser linda e maravilhosa, mas mesmo os que nasceram aqui têm algum problema de saúde relativo ao clima. Porque aqui não é o mesmo frio que há em Serafina, onde nascemos, por exemplo. É um frio que deixa tudo molhado, um vento que corta, uma neblina que sufoca. Bonita só em romances.
Eco. Vou fazer nebulização, 4 vezes por dia, por 10 dias, pq meus pulmões estão mto congestionados.
Abraço.

 

Cinema

O PODER ATERRORIZANTE DA FÊMEA

por Eron Duarte Fagundes

O cinema do polonês Roman Polanski sobrevive às deformações da moda. A pele de Vênus (La Vénus à la fourrure; 2013) é um bom exemplo de sua perenidade de filmar. Ancorado na obsessão de Polanski pela encenação clássica, mas tudo transformado cinematograficamente em êxtases visuais, o filme parte dos sintomas teatrais (é encenado inicialmente como uma peça de teatro) para chegar ao coração do cinema, que Polanski domina como ninguém. Em Deus da carnificina (2012) já havia muito disto; mas em A pele de Vênus Polanski resgata seu verdadeiro esplendor fílmico, um pouco desviado depois de O pianista (2002).

A pele de Vênus parece um pouco um acerto de contas de um femeeiro como Polanski com a figura da mulher. E a mestria do realizador logra captar esta mistura de fascínio e terror que a fêmea exerce sobre o macho na espécie humana. Encontramo-nos todos, aqueles que desfrutam das mulheres, neste embate de um palco fílmico proposto por Polanski. Dentro da cena, um diretor de teatro tenta moldar uma atriz para sua encenação, mas pouco a pouco é esta atriz (ou “uma atriz”) que vai submeter o homem a seus domínios, inclusive feminilizando-o abusivamente. A dança burlescamente erótica de Emmanuelle Seigner, no final, diante dum atordoado Mathieu Amalric coroa as intenções soturnas de Polanski, que é um farsante notável ao transformar Amalric, desde o físico, numa sombra-Polanski e ao usar desmedidamente dos encantos da senhora Polanski, Emmanuelle, cujo seio direito transborda de suas vestes num determinado gesto. Polanski é, de certa maneira, o voyeur de si mesmo em A pele de Vênus, uma obra de arte para estes tempos de miudezas que correm.

 

do mironneto.com

Natal Luz: começa montagem do palco de Eu Sou Maria

Começou a montagem do palco do espetáculo Eu Sou Maria, uma das grandes atrações do Natal Luz deste ano, que substitui o Nativitaten no Lago Joaquina Rita Bier. O palco terá uma altura de 27 metros e uma largura de 60 metros.

Apresentado às terças, quintas e sábados a partir das 21h30min, o espetáculo muda o conceito de tudo que se apresentou antes em um grande musical épico. São mais de 200 artistas, entre atores e atrizes, cantores, sopranos, tenores, orquestra e bailarinos, ao vivo. A história começa no “Sim” de Maria para o Anjo Gabriel, aceitando e se comprometendo com a maior missão da humanidade, e se desenrola até o momento mais marcante do Natal: dar à luz ao homem que mudou bilhões de vidas.

 

A Conquista do Fim do Mundo

Três amigos de meia-idade, cada um com sua história de vida, seus conflitos individuais e suas próprias contradições, carregando também a necessidade de superação quanto à dificuldades de capacitação motora e outras situações.

A Conquista do Fim do Mundo:
Guia de Viagem e Documentário da região da Patagônia, com descrição e imagens, voltado ao público em geral e - em particular, para pessoas com mais de 50 anos.

“O guia de viagem e documentário da região da Patagônia, intitulado A Conquista do Fim do Mundo, contém descrição da belíssima região e relato de viagem - com imagens fantásticas.

É voltado ao público em geral e - em particular, para pessoas com mais de 50 anos e, principalmente, que tenham algum tipo de incapacitação, de qualquer natureza, mas possuam grande vontade de viajar e conhecer lugares.

O livro-guia-documentário relata a expedição à região Patagônica, de três amigos de meia-idade, com algum problema na sua capacidade motora, sem permitir que esta diferença influencie de forma negativa as suas vidas, e viajam juntos - inclusive dirigindo veículos comuns, adaptando-se às condições locais e aproveitando as circunstâncias.

Além de relato, roteiro executado e grande arquivo de imagens, a publicação tem sugestões de roteiros, informações e dicas de viagens.

O livro contém criativo pen drive, numa versão digital e mais de 3500 fotos de alta qualidade e beleza indescritível.”

Faça parte deste time! Visite nossa Campanha:
http://www.kickante.com.br/campanhas/conquista-do-fim-do-mundo

Contribuições seguras e confiáveis a partir de R$10,00
Crowdfunding = financiamento solidário
A mais completa plataforma de crowdfunding do Brasil
Atenciosamente,

Marcus Vinicius Anflor
Pangea Viagens & Turismo
Fone/Fax: 55-51-30138342
Móvel: 55-51-95229762
Porto Alegre RS Brasil

 

Atividades da CMPA

Mercados terão de dar destaque a produtos para diabéticos

Foto: Ederson Nunes

O Plenário Otávio Rocha, da Câmara

Os vereadores da Câmara Municipal de Porto Alegre aprovaram, nesta segunda-feira (28/9), o projeto de lei do Legislativo nº 173/14, do vereador Delegado Cleiton (PDT), que obriga os estabelecimentos que comercializam gêneros alimentícios e tenham mais de três caixas registradoras a acomodarem produtos recomendados para diabéticos em espaço reservado e identificado de forma destacada. Segundo o parlamentar, a proposta visa ajudar as pessoas que têm diabetes a identificar, na hora da compra, alimentos saudáveis que auxiliem no controle dos níveis glicêmicos e de colesterol.

Os vereadores aprovaram também a emenda nº 1, de autoria de Mauro Pinheiro (PT) e Jussara Cony (PCdoB), que limita a aplicação da lei a estabelecimentos com área maior de 500 metros quadrados.

Delegado Cleiton lembra que alguns supermercados, em especial de médio e grande portes, e hipermercados já possuem áreas específicas de alimentação saudável, com a identificação de alimentos indicados para pessoas em dietas especiais ou com restrição a ingredientes como o açúcar e a sacarose.

Caso a lei seja sancionada pelo prefeito, a regra passará a valer para os mercados que tiverem um mínimo de três caixas para os consumidores e área superior a 500 metros quadrados. Ainda conforme o projeto, em caso de descumprimento, o estabelecimento infrator receberá multa de 500 Unidades Financeiras Municipais (UFMs) e, em caso de reincidência, o dobro, podendo ter também cassado o Alvará de Localização e Funcionamento, em caso de uma terceira autuação.

 

de Serafina

APASC esteve com a Dep. Regina Becker Fortunati

No dia 25 de setembro, a Vereadora Nega Castro e a Vice-Presidente da Associação de Proteção aos Animais de Serafina Corrêa, Halana Castro, estiveram em Porto Alegre, para uma importante audiência com a defensora dos animais e Deputada Estadual, Regina Becker Fortunati.

O objetivo do encontro, foi a busca de informações e orientações sobre a possibilidade de desenvolver políticas de proteção aos animais, bem como formas de apoiar o importante e difícil trabalho realizado pela APASC.

Ao final da conversa, ficou definido que, em novembro próximo, a Deputada estará em Serafina Corrêa para participar de uma audiência pública, que será organizada pela Câmara de Vereadores, com o propósito de debater o assunto “proteção aos animais” com os demais Vereadores, Poder Executivo, Promotoria Pública e população interessada.

 

Passe Livre Estudantil 2015

Prezados estudantes inscritos no Passe Livre Estudantil - 1º Semestre
de 2015.
Solicitamos que compareçam no Departamento do Transporte Escolar, na Secretaria Municipal de Educação, localizada na Avenida Arthur Oscar, nº 2705, sala 01, Bairro Gramadinho, ao lado da Escola Municipal Infantil Santa Lúcia para:

1) Apresentar número de conta bancária obrigatoriamente em nome do aluno e, preferencialmente, no Banco Banrisul;

2) Retirar a Carteira Oficial de Identificação Estudantil;

OBS: Os recibos referentes ao meses de Março, Abril, Maio e Junho serão providenciados pelo Departamento do Transporte Escolar diretamente com as Associações e Empresas.

O PRAZO para esse procedimento é de 05 a 09 de Outubro de 2015.

O HORÁRIO DE ATENDIMENTO é das 7h30min às 11h e das 13h às 17h.

Dúvidas entrar em contato pelo fone (54)3444-2860.

 

Seja VOCÊ a mudança no Trânsito!

Década Mundial de Ações Para a Segurança no Trânsito 2011/2020.

A Semana do Trânsito aconteceu de 18 a 25 de Setembro de 2015. Em Serafina Corrêa, a Prefeitura Municipal, através do Departamento Municipal de Trânsito, juntamente com a Secretaria de Educação e Secretaria de Saúde, com apoio da BRF SA e do Centro de Formação de Condutores CFC Êxito de Serafina Corrêa, promoveu ações de conscientização, durante a semana, com palestras nas Escolas. Dia 24 de Setembro, os Grupos de Convivência de Idosos tiveram um importante encontro no Centro de Referência de Assistência Social, CRAS, com a Brigada Militar.

Na sexta-feira, 25 de Setembro, aconteceu a Blitz Educativa, com distribuição de material informativo. As ações visaram diminuir o número alarmante de pessoas que perdem a vida em acidentes de trânsito. A BRF, reforçando a Campanha, distribuiu pirulitos, com a seguinte frase: Trânsito sem acidentes é o resultado de pessoas conscientes! Cada um de nós é responsável por mudanças de atitudes no
trânsito para que possamos cada vez mais PRESERVAR VIDAS. O trânsito é uma questão de cidadania e que faz parte do dia a dia de todas as pessoas, assim, estamos sempre convocando toda a sociedade
para refletir sobre a importância de um comportamento mais responsável e mudar de uma vez por todas a atitude no trânsito.

29 de setembro de 2015

O AFIADOR

De facas passa pela Av. Lavras, neste domingo de manhã.

 

CARRIS

Na nova concepção do transporte coletivo de Porto Alegre com as novos consórcios, as linhas IPIRANGA-PUC e D-43 - que tem terminal ao lado da Travessa Cinco Paus continuarão com a Cia Carris. A informação é do presidente da empresa, SERGIO ZIMMERMANN para este blog.

 

ASSALTO A LUZ DO DIA!

Motorista da linha 429 - Iguatemi presenciou assalto na Neusa Brizola às 9h30min de segunda-feira.

 

XIS NA RODA

Com o RU fechado, moradores da Casa do Estudante da Ufrgs comem X a 7 pilas, mais um refri.

 

O SOL VOLTOU

E com ele, os estudantes que lagarteiam na Arquitetura da Ufrgs.

 

DEU SONO NA CARLINHA

No Antônio Lanches, hoje, deu sono na Carlinha, que andou doente dias atrás.

 

UCS

Familiares de um ex-professor da UFRGS - neto de Borges de Medeiros -doaram a UCS - Universidade de Caxias do Sul - documentos onde aparecem testemunhos dos expurgos dentro da universidade federal em 1964.

Jair Kristske, do MJDH, chamou o jornalista Mário Magalhães e ficaram com cópias destes documentos.

 

Jair diz que documentos estão no CMS(Comando Militar do Sul)

O presidente da ONG, MJDH,Jair Kristske, disse no último sábado, durante evento na ARI - lançamento de fascículos da JA EDITORES sobre a Ditadura Militar que os documentos de presos políticos não foram queimados em 1982,durante gestão do ex-Gov. Amaral de Souza.

- Foram microfilmados e estão no 5 andar do Comando Militar do Sul, disse o ativista.

Jair pede a abertura destes arquivos.

 

FILHO

' Dinho" filho do militar que impediu, em 1961, que aviões da Força Aérea Brasileira(FAB) decolassem da Base Aérea de Canoas pra bombardear o Palácio Piratini - episódio da Legalidade liderada por Leonel Brizola -esteve no evento da JA EDITORES sábado na ARI e deu um depoimento.

 

PREMIADOS

Antônio Czamanski aproveitou a presença de vários colegas no sábado, na ARI, para entrevistar ganhadores do PREMIO ARI DE JORNALISMO.

* È um trabalho que está dentro das festividades dos 80 anos da entidade.

* O livro destes prêmios mandado fazer anos atrás pela ARI serviu de fonte de pesquisa para Czamanski.

 

JOÃOZINHO

Fui ver agora de noite o JOÃOZINHO TRINTA. Gostei do filme, até porque sou Salgueiro , no RJ.

 

do Comunique-se

A DANÇA DAS CADEIRAS

Só Laurinho da Venâncio que não lembra de como as sucursais tiravam gente das redações, nos anos 70, principalntne da então fraca ZH. (Depois ficou forte, com a quebra da Caldas).
O lAURO jARDIM da VEJA FOI PRO GLOBO E A VERA MAGALHÃES SAIU DO FOLHÃO PRA VEJA. A ssim acontece também na grande mídia(OC)

Fora da Folha, Vera Magalhães assume coluna na Veja

De saída da Folha de S. Paulo, Vera Magalhães vai comandar as versões online e impressa da coluna ‘Radar’, da revista Veja. Ela está se despedindo do jornal nesta sexta-feira, 25, e deixa o posto de titular da coluna ‘Painel’, após dez anos de atuação no veículo, com cobertura especializada em política.


“Jornalismo é movimento”, resume Vera
(Imagem: Reprodução/Twitter)

“A Folha foi minha principal escola de jornalismo, onde aprendi quase tudo do pouco que sei dessa profissão apaixonante”, publicou Vera, em seu perfil do Facebook, ao agradecer ex-chefes e colegas de profissão como Renata Lo Prete, Reinaldo Azevedo Rui Nogueira, Fernando Canzian e Gabriela Wolthers. “Jornalismo é movimento”, sintetizou.

A partir de 5 de outubro na Editora Abril, o novo desafio de Vera será substituir Lauro Jardim, que foi para o Globo, onde assinará uma coluna aos domingos e será o responsável por um blog com publicações de notas ao longo do dia. Com isso, o trabalho do jornalista seguirá com o ritmo – e formato – da ‘Radar’.

Até o momento, o ‘Painel’ seguirá sob o comando de Natuza Nery, contratada do jornal em Brasília. “Natu, espero que você seja tão feliz e se divirta tanto nessa cadeira quanto eu”, desejou Vera, pela rede social. O espaço publicado diariamente em 'Poder' conta também com a colaboração dos repórteres Pedro Gama e Thais Arbex.

 

Museu Picasso de Paris


A caminho


Picasso - Mulher deitada (1995)


Arlequim


Mulher lendo (1953)


Mulher deitada e homem tocando guitarra


Retrato de Françoise (1946)


Vista geral


Braque - Estátua assustadora e guitarra (1913)


Braque - Garrafa, copo e maçã (1910)


Cézanne - "Chateau noir" (1903/4)


Cézanne - Banhistas (1877/78)


Picasso (esculturas em metal)

O MUSEU PICASSO - Há tanta obra de Picasso espalhada pelos museus mundo afora - um museu de Praga, por exemplo, tem uma sala repleta de obras dele e, como o espaço é insuficiente, ainda tem uns quadros até no corredor - que o Musée Picasso do Marais nunca me interessou muito. A mais famosa obra dele, Guerica, está no Museu Rainha Sofia, de Madrid, e já fui lá duas vezes, vi, fotografei e flmei.
Acontece que o Museu Picasso, fechado para obras em 2011, foi reaberto há menos de um ano, em outubro de 2014. E, como houve muita badalação a propósito, resolvi dar uma olhada. A referência era de que, apesar de ser uma mostra muito confusa, o acervo exposto é de muito boa qualidade.
Como é praxe, hoje em dia, o museu também reúne trabalhos de outros autores, que o influenciaram ou o tomaram por referência. Nesta postagem, estas são as das fotos que estão mais para o fim da série. (Laurinho da Venâncio, em 28/09/2015)

 

Cinema

UM TANTO QUANTO PASTOSO EM SUA EMPOSTAÇÃO CLÁSSICA DE FILMAR: MAS VALE A PENA

por Eron Duarte Fagundes

De cabeça erguida (La tête haute; 2014), produção francesa de Emmanuelle Bercot, é um filme necessário nos tempos de intolerância que vivemos. Perturbador e agitado como sua personagem central, o jovem delinquente francês sobre o qual o humanismo duma juíza se detém buscando fazer valer o melhor da humanidade diante das possibilidades da barbárie, De cabeça erguida é um recorte social na atual sociedade francesa. Apesar das possíveis similitudes com os meios desfavorecidos da sociedade brasileira de hoje, é ilusório pensar-se num espelho entre lá e cá: a mecânica dum país mais desenvolvido, econômica e culturalmente, como a França, é outra. Por pior que sejam as vivências e os obstáculos de Malony, as circunstâncias que o cercam estão passos adiante do que está oprimindo e afogando os Pixotes brasileiros.

De cabeça erguida é um belo filme certamente, antes de tudo necessário em retratar as possibilidades de mudança na trajetória dum adolescente à margem. A juíza, as relações com a mãe, a gravidez da namorada, o filho —tudo é observado com justeza pela câmara da realizadora. Mas a narrativa se ressente de algumas ondas pastosas que promanam da excessiva condução clássica —empostada e sem maiores criatividades para expor seu retrato.

Vem a pelo uma outra magistrada cinematográfica vivida por outra grande estrela. Isabelle Huppert era a juíza que perseguia corruptos em A comédia do poder (2006), de Claude Chabrol. La Deneuve está tão boa quanto La Huppert. É somente que a sutileza clássica de Chabrol é muitas vezes mais aguda que aquilo de que dispõe a cineasta de De cabeça erguida: malgrado as superlativas recepções internacionais a este filme de que se precisa muito mas que está aquém do propalado.

 

Patrono da 61ª Feira do Livro de Porto Alegre será revelado no dia 1º de outubro

Torço pelo cartunista(OC)

Imprensa deve confirmar presença pelo e-mail camejo@camejo.com.br ou pelo fone 51 3346-4642.

A Câmara Rio-Grandense do Livro (CRL) vai anunciar na quinta-feira, 1º/10, o patrono da 61ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre em um café da manhã no restaurante Moeda, do Santander Cultural, para a imprensa e convidados, a partir das 8h30. Para a edição deste ano, os indicados para patrono são Cíntia Moscovich, Dilan Camargo, Maria Carpi, Santiago e Valesca de Assis. A escolha ocorre por meio de votação entre empresas associadas à Câmara Rio-Grandense do Livro (CRL), patronos de feiras anteriores, ex-presidentes da entidade e representantes da comunidade cultural.

A Feira do Livro de Porto Alegre será realizada entre os dias 30 de outubro e 15 de novembro.

Patronáveis

Cíntia Moscovich - Nasceu em Porto Alegre em 1958. É escritora, jornalista, mestre em Teoria Literária e foi diretora do Instituto Estadual do Livro do Rio Grande do Sul. Seu livro de estreia,O Reino das Cebolas (1996), foi indicado ao prêmio Jabuti. Em 2013, ganhou o primeiro lugar no Prêmio Literário Portugal Telecom, na categoria contos/crônica, e venceu o Prêmio Clarice Lispector, concedido pela Fundação Biblioteca Nacional. Em 1995, ganhou o Concurso de Contos Guimarães Rosa, da Rádio France Internationale, de Paris. Entre suas obras, estão os volumes de contos Essa Coisa Brilhante que é a Chuva (2012), Anotações Durante o Incêndio e Arquitetura do Arco-Íris, e romances como Duas Iguais e Por Que Sou Gorda, Mamãe?. Em 2009, uma de suas histórias curtas fo i incluída na nova edição da antologia Os Melhores Contos Brasileiros do Século, organizado por Ítalo Moriconi para a editora Objetiva.

Maria Carpi - Nascida em Guaporé, em 1939, mora em Porto Alegre desde os 15 anos. Começou a publicar seus poemas aos 50 anos. Em 2014, lançou seu 13º livro: O Perdão Imperdoável. Professora, advogada e defensora pública, já publicou, entre outros, Nos Gerais da Dor (1990), Desiderium Desideravi (1991), Vidência e Acaso (1992) e A Migalha e a Fome (2000). Também organizou as antologias pessoais Pequena Antologia (1992) e Caderno das Águas. Seu livro A Chama Azul venceu o Açorianos 2012 na categoria Poesia. Tem obras traduzidas para o francês e o italiano.

Dilan Camargo - Poeta, escritor e compositor nascido em Itaqui. Estreou na literatura com a coletânea poética Em Mãos, em 1976, e, de lá para cá, publicou vários outros livros de poemas e infantis, como Diário sem Data de uma Gata, O Embrulho do Getúlio e BrincRIar – este último vencedor do Prêmio Açorianos de Literatura em 2008. Em 2012, lançou a antologia de contos para o público juvenil O Man e o Brother e, em 2014, publicou três livros de poesia infantil: Um Caramelo Amarelo Camarada, Álbum da Fe-Li-Cidade II e Rimas pra Cima. É coautor de sucessos da música nativista, como Pampa Pietá e Tropas de Maio.

Valesca de Assis - Natural de Santa Cruz do Sul, Valesca cursou a Faculdade de Filosofia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. É professora de História especializada em Ciências da Educação. Em 2010, lançou sua primeira obra infanto juvenil, Um Dia de Gato. Tem participado de várias antologias e publicou um e-book, Tábua dos Destinos, pela Tertúlia e-books, de Portugal. Estreou como escritora em 1990, com A Valsa da Medusa, obra que recebeu Voto de Congratulações da Câmara de Vereadores de Porto Alegre. Também publicou os livros. A Colheita dos Dias, O Livro das Generosidades - Receitas Compartilhadas, Harmonia das Esferas, que obteve o prêmio Revelação de Autor, da Associação Paulista de Críticos de Artes, em 2002 e o Prêmio Especial do Júri, da União Brasileira de Escritores além de ter sido finalista do Prêmio Açorianos. Pelo livro Todos os Meses, recebeu o Prêmio AGES/Livro do Ano/2003, na categoria, e por Diciodiário, da coleção Grilos, o Prêmio O SUL-Nacional e os Livros/2005;

Santiago - Neltair Rebés Abreu (Santiago) nasceu em Santiago do Boqueirão, no Estado do Rio Grande do Sul, em 14 de setembro de 1950. Iniciou-se na arte da caricatura, retratando humoristicamente os professores dos tempos de escola. Publicou pela primeira vez no suplemento humorístico O Quadrão, do jornal Folha da Manhã. Começou a trabalhar profissionalmente na Folha da Tarde, onde fez por nove anos a charge editorial do jornal, até o seu fechamento. Colaborou, ainda, com Correio do Povo, Coojornal, Pasquim e O Estado de S. Paulo. É autor de 16 livros e vencedor de vários prêmios nacionais e internacionais. Criador do Macanudo Taurino Fagunde, personagem baseado no gaúcho típico do pampa, Santiago dedica grande parte de seu tempo à produção de desenhos feitos para mostras, concursos e publi cações internacionais. Integra grupo de cartunistas distribuído no mundo inteiro pela agência "Cartoonists & Writers Syndicate" de Nova Iorque.
Em 1994, a revista Witty World, voltada para profissionais do desenho humorístico, incluiu Santiago na lista dos 13 melhores do mundo no gênero "Gag Cartoon" (cartum de uma única cena), após uma pesquisa realizada entre os leitores-cartunistas.

 

Milton Nascimento abre o Poa Jazz Festival no domingo

Foto: Aline Schwarzdold/Divulgação PMPA

Entre as atrações locais, destaque para Lúcio Yanel

Com apoio da Secretaria da Cultura de Porto Alegre, o Poa Jazz Festival faz seu primeiro espetáculo no domingo, 4 de outubro, com Milton Nascimento. O show será às 17h30, no Parque Farroupilha. Milton Nascimento sobe ao palco que será montado na Redenção com convidados para uma apresentação inesquecível com direção artística de Sandro Albert, em um tributo do Festival à uma carreira que influenciou músicos de jazz no mundo. Um dos maiores cantores e compositores da música popular brasileira, Milton Nascimento interpretará alguns dos seus sucessos nestes 50 anos de carreira: Coração de Estudante, Maria, Maria; Nos Bailes da Vida; O Trem Azul; Travessia; entre outras.

Na quinta-feira, 8, os espetáculos acontecem no Centro de Eventos do BarraShopping Sul, sempre às 20h. Os ingressos custam R$ 60 inteira por noite, e a meia entrada é de R$ 30 para estudantes e pessoas acima de 60 anos

Bares e cafés - Além das apresentações no BarraShoppingSul, o festival acontece também em bares e cafés de diferentes bairros da cidade. Serão quatro bandas apoiadas pelo festival, como forma de incentivo à cena local.

Programação Educacional Pedagógica - Com o objetivo de fomentar e despertar o gosto musical nos estudantes das escolas da capital, o POA Jazz Festival promove um conjunto de 60 oficinas dentro de escolas públicas e outras instituições, com diversos músicos e professores, centrada para a iniciação musical. A ideia é atingir um público de 15 a 30 alunos por oficina. Serão sempre uma oficina pela manhã às 10h30 e outra oficina às 13h30. Veja aqui a programação das Oficinas

Master Class - Sucesso de público, as master classes voltam para esta edição. Serão oferecidas quatro master classes ao público que já é músico e tem interesse em aprimorar suas habilidades com mestres em seus instrumentos. As masters classes serão realizadas no Auditório Luis Cosme, na Casa de Cultura Mário Quintana.

POA Jazz Band - E como um dos intrumentos de divulgação do POA Jazz Festival serão realizadas cinco Intervenções da Banda POA Jazz Band, com temas jazzísticos somados à ação de panfletagem. Ao todo serão dez saídas com trêsi ntervenções de 30 minutos cada. As apresentações serão no Parque Germânia, Brique da redenção, rua Lima e Silva, rua da República, Barra Shopping, Parcão, Cidade Baixa, Padre Chagas, Parque Marinha do Brasil e Gasômetro. A Poa Jazz Band é formada por Daniel Carvalho (washboard), Isaias Luz (banjo), Terence Veras (violão), Ronaldo Pereira (sax), Fabio Pádua (clarinete) e Johnatas Soares (sousafone).

Debates - E ainda no palco do Centro de Eventos do BarraShoppingSul será realizada uma série de debates com mediação de Sérgio Karam e Juarez Fonseca. Na quinta-feira, 8, às 11h, debate com Zuza Homem de Mello. Na sexta-feira, 9, às 11h, Nelson Ayres debate “Os desafios da música e das leis de incentivo”. E no sábado, também às 11h, o tema é "O jazz brasileiro e a diversidade cultural", com Marlui Miranda.

Programação do POA Jazz Festival

Palco BarraShoppingSul
Quinta-feira, 8
Lucio Yanel
Pedro Tagliani
Jonathan Kreisberg

Sexta-feira, 9
Nelson Ayres + Fábio Torres
Hique Gomes
Sachal

Sábado, 10
Bianca Gismonti Trio
Gastão Villeroy
Marlui Miranda

11 Outubro - Domingo
Swami Jr
New York Gypsi All-Stars
John Surman

Programação Bares e Cafés
02 de Outubro
Casa de Teatro de Porto Alegre - Rua Garibaldi, 853

Programação Master Class
Quinta-feira, 8 de outubro, 11h
Júlio Falavigna - Bateria

Sexta-feira, 09 de outubro
11h - Jonathan Kreisberg – Guitarra
15h - Marlui + Surman

Sábado, 10 de outubro, 11h
Swami Jr - Violão

 

do germanorigotto.com.br

Instagram ultrapassou marca de 400 milhões de usuários

O serviço de compartilhamento de fotos Instagram ultrapassou a marca de 400 milhões de usuários em todo o mundo, segundo anúncio feito no blog oficial da empresa. O Instagram alcançou a marca de 300 milhões de usuários em dezembro passado. O Brasil figura entre os países que mais contribuíram para a adição de registros na rede nos últimos nove meses, junto com Japão e Indonésia, segundo o anúncio da companhia.

 

Estado cede escavadeira hidráulica para obras em Morrinhos do Sul

O Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Obras, Saneamento e Habitação, assinou, nesta segunda-feira (28), o convênio de cedência de uso de uma máquina escavadeira hidráulica com a Prefeitura de Morrinhos do Sul. A solicitação encaminhada pela administração municipal ao Governo do Estado deve-se aos danos causados pelo intenso volume de chuvas, registradas no município no mês de maio. O convênio prevê o empréstimo da escavadeira hidráulica por um período de 30 dias, sem custos, para que a secretaria de Obras do município promova o desassoreamento do Rio do Mengue e a recuperação de danos na malha viária, melhorando as condições de trafegabilidade das estradas vicinais.
O desassoreamento do Rio do Mengue deverá beneficiar mais de 70 famílias residentes na Comunidade de Morro do Forno, também está prevista a recuperação de mais de 200 quilômetros de estradas vicinais do município, garantindo a segurança do transporte das famílias e o escoamento da produção agrícola.
Participaram da assinatura do convênio o Secretário Estadual de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann, o Prefeito de Morrinhos do Sul, Leandro Borges Evaldt, o Secretário Estadual de Transportes e Mobilidade Urbana, Pedro Westphalen e o diretor geral da secretaria, Valmor Krysczun.

 

Servidores Públicos participam de cursos com foco na melhoria da Gestão Pública



A Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH), por meio da Escola de Governo, inicia a 2ª turma do Curso de Português e Redação Administrativa, e a 3ª turma do curso de Gestão e Fiscalização de Contratos, em 2015, na tarde desta segunda-feira, 28. Com foco na melhoria da Gestão Pública, 85 servidores públicos das regiões Sul, Noroeste, Vale do Taquari, Metropolitana, Sul, Litoral Norte, Centro do Estado participam dos cursos que somam 14 turmas promovidas pela Escola de Governo, desde o mês de abril.

O presidente da FDRH, Luciano Silveira, aproveita para comemorar as ações da Fundação nestes últimos oito meses. Até o momento, mais 1200 servidores públicos das secretarias do Governo Estadual e assessorias de órgãos do executivo municipal participaram de cursos de Formação Continuada. "O número pode parecer pequeno, mas reduzimos gastos sem desviar do foco da formação dos servidores", afirma o presidente da FDRH.

Para dar as boas vindas aos servidores públicos oriundos de diversos órgãos municipais e estaduais, a assessora de Educação e Formação da Escola de Governo, Beatriz Kohlrausch, agradeceu a participação de todos e ressaltou a importância do curso para o Estado. "Cursos como estes tem um profundo valor para buscarmos a qualificação da nossa gestão no Rio Grande do Sul", salientou a assessora.

Para o mestre em Direito, ministrante do Curso de Gestão, Armênio dos Santos, esta capacitação é extremamente importância porque as contratações de obras pelo poder público exige uma boa execução. "Do ponto de vista da eficiência e eficácia dos serviços é fundamental que se tenha uma capacitação nesses termos de modo que possamos garantir obras públicas e serviços públicos de melhor qualidade", abordou Armênio dos Santos.

A professora, Patrícia Loureiro Larroque, que aborda a questão da comunicação e a oratória, questões de língua portuguesa, particularidades de questões utilizadas inadequadamente no dia-a-dia, acredita que esses elementos são essenciais para o público-alvo presente. "Os servidores estão em busca de um aperfeiçoamento da língua portuguesa, porque a língua é viva e ela evoluí, então esse curso será de extrema importância", enalteceu a Mestre em Linguagem.

Segundo a servidora pública, Jaquecele Bohrz, que trabalha com comunicação em seu dia-a-dia na SDECT, o curso será bem proveitoso. "Essa atualização será necessária para que o meu trabalho fique melhor. A língua portuguesa é indispensável e fundamental na hora de ter um melhor resultado em se comunicar", observou a servidora.

O curso de Gestão e Fiscalização de Contratos segue até o dia 7 de outubro e o de Português e Redação Administrativa ocorre até o dia 2 de outubro, ambos das 13h30 às 17h30, na sede da FDRH (Av. Praia de Belas, 1595).


28 de setembro
de 2015

VEM AUMENTO NAS CERVEJAS POR AI....

já foi aumentado pros botecos em geral.

 

URUGUAIO BEM VAZIO

ACABO DE CHEGAR DO URUGUAIO AQUI DO LADO. QUE NO DOMINGO TEM PROMOÇÃO. BEM VAZIOZÃO......

 

INTER

PIFFERO TERIA FEITO CRITICAS AOS CONTRATOS ASSINADOR POR LUIGI.

um ex presidente do Inter, muito ligado a reforma do Beira - Rio, não tem ido a jogos do seu time.

 

AVC

como perguntam, respondo: a personalidade que teve é uma ex-primeira dama do municipio.

 

ARI

NO LANÇAMENTO DO KIT DA JA EDITORES, A PRESENÇA DO TENENTE VERMELHO,CARLOS KOLECZA, CARLOS BASOTS, ENTRE OUTROS.

NO BAR DA ARI QUEM FOI AO LANÇAMENTO DO KIT DA DITADURA DA JA EDITORES.


FRANCISCO A. CALDAS FUNDADOR DO CORREIO DO POVO


BRENO CALDAS

quadros na parede da ari, nos 120 anos do CORREINHO

GUAIBA VISTA DO BAR DA ARI

 

CHAMEGO

um dos debatedroes da ari neste sabado, retirou-se da turma pra ter um papo legal no cel.

- tu já almoçou,disse todo charmoso pra interlocoutra.

- não?

- então me esperava que tou ai em 10 minutos.

mas a interlocutora deve ter esperado mais, pq ele se demorou dando entrevistas.(OC)

e antes que pensam que é o coleguinha GOULART, não é verdade, não..ele foi embora cedo.

 

bar da ari

' GLEI SOARES POUCO OUVIU AS PALESTRAS.TAVA MAIS PREOCUPADO EM AZEITAR SEU COMPUTADOR PRA ENTRAR NO AR AO MEIO DIA NO PROGRAMA QUE TEM NA RADIO DA URGS.

* GLEI É ASSIDUO FREQUENTADOR DO AGAPIO LANCHES NA JDEALENCAR.

E TB FEZ O PREFACIO DO MEU LIVRO PAUTA, ONDE CONTA QUE PEGUEI NO SONO UMA TARDE. É VERDADE O SOFÁ DO ESTÚDIO TAVA MUITO FOFO E EU TINHA FEITO UMA NOITADA NO BARRANCO PQ O CACO BARCELLOS TINHA LANÇADO AQUI O SEU ABUSADO.

vai levar tempo antes de junte este povo de novo. como hj de manhã

tavam lá joão borges de souza, carlos alberto kolecza, que pouco tem saído, carlos bastos,flavio tavres, todos integrantes da UH.

* e o Antonio Czamanscki aproveitou pra tomar depoimentos de vários deles que ganharam premios ARI DE JORNALISMO.

* Czamanski pelo que tenho visto se dá tri bem com a ex, Tamara da Costa Pereira, que tb é prócer hj na Ari.

O EX-GUERRILHEIRO CARLOS ARAUJO QUE DEPOE NUM DOS FASCICULOS DA JA EDITORES - A LUTA ARMADA FOI UM ERRO, DIZ A MANCHETE - NAO FOI.SEGUNDO BICUDO, A SECRETARIA DE ARAUJO LIGOU DIZENDO QUE O TEMPO RUIM IRIA SEGURAR O DEPOENTE EM CASA.

o tambor da aldeia seria melhor se fizesse noticias da ALDEIA! O NOME É BOM, MAS O CONTIUDO E´UNIVERSAL.

 

EX PREFA ' PEGADOR"

Um ex-prefeito pegador, como se diz hj, espalhava terror entre as repórteres nos anos 70/80.

qdo eram escaladas, elas sabiam que ele pra cima.

e segundo a ' lenda' ficou com sequelas pq teria se envolvido com uma mulher casada.

 

' CANTADA ' GAUDERIA

Uma reporter da RBS TV chegou espantada na redação.

- Gente, olha que cantada que recebi:

- Não queres dormir uma sesta comigo????

ela ria e fez a redação toda rir.

a cantada veio de um ex-prefeito da capital, que tem origens na fronteira oeste.(OC)

 

HUMOR DO HIENAS

UMA CHARGE É MORTAL. POR ISTO BRIZOLA TINH APAVOR DELAS. E MANDAVA FAZER PRA MATAR OS INIMIGOS OU ADVERSÁRIOS, VÁ LÁ.....

 

HISTORIA ' ESCABROSA' DO KENNY BRAGA

NO DEBA DESTE SAB KENNY BRAGA CONTOU UMA HISTÓRIA NO MINIMO ESCABROSA. DISSE ELE QUE PRESO NO DOPS, COM OUTROS COLEGAS, ERAM LEVADOS PRA COMER- JANTA - NO COPACABANA.
- ELES TINHAM LÁ UM CONVENIO( UÉ, O DOPS TINHA CONVENIO COM O COPACABANA???)

O INSPETOR DIZIA:

VAMOS LÁ QUE O VEINHO PAGA PRA VCS. O VEINHO ERA O MENEGHETTI, O GOV NOS ANOS 60.

E SEGUNDO KENNY, AS VEZES PODIA PEDIR BEBDIA AS VEZES,OUTRO INSPETOR NÃO AUTORIZAVA BEBIDA.SE ALGUÉM GRAVOU,NÃO SEI. MAS NUNCA TINHA OUVIDO FALAR QUE PRESOS DO DOPS IAM JANTAR NO COPACABANA. OUVI SEMPRE DIZER QUE ERA LOCAL DE JORNALISTAS E BOEMIOS EM GERAL.

 

HISTORIAS DO FELHBERG

Esta está no livro que o LAURO SCHIRMER escreveu sobre a RBS.

Fui a Sta Maria e peguei de rebarba uma conversa entre DOM IVO LORSCHEIDER E SINVAL GUAZZELLI,então gov. acho que era 76 ou 77. sei que era uma procissão da medianeira.

o papo era sobre abertura politica. umr ecado do dom ivo pro geisel. peguei aquilo de pura sorte. os dois conversaram a sós enquanto os outros comiam um galeto na igreja, ou salão paroquail.

na volta fiz a materia e coloquei isto no rabo da mate´ria. com a esperança de que FEHLBERG não visse. é que havia na redação uma noia que dizia que o FEHLBERG censurava as materias que falassem na anistia.

e saiu a materia....

que deu rabo na Pf.

anos depois comentei sentando no parcão com o lauro schirmer que eu havia escrito no rabo da materia pq tinha a espernaça que o FELBHERG não lesse e passasse.

Lauro deu uma risadinha maliciosa.

- OLHA SE O FELHBERG ia deixar passar uma materia sem que ele lesse.

1. qdo o Palácio do Planalto lançou no tempo do LULA um excelente trabalho sobre memória de ex-porta-vozes, FELHBERG proporcionou mais uma das suas.

Ele não compareceu ao evento em BSB, mas segundo meu querido e saudoso amigo SERGINHO ROS, telefonou pra Carlos Chagas e outros de cinco em cinco minutos.

- FEHLBERG, disse Chagas, tu já gastou mais em telefone do que se tivesses comprado uma passagem e vindo pra cá.....

2. FEHLBERG NUNCA TIROU FÉRIAS. ELE FUGIA DAS FÉRIAS COMO O DIABO DA CRUZ.

uma x MAURICIO SOBRINHO o obrigou a fazer uma viagem.....

Junto com seu amigo NELSON MARCHEZAN, foram com as esposas de então.

FEHLBERG, me contou o saudoso JCTERLERA, lgiava a cobrar de 10 em 10 minutos pra redação pra saber como estava o jornal.

Mauricio, disse TERLERA, mandou suspender a aviagem do editor chefe porque gastaria uma fortuna em fone.

CinCo dias depois FEHLBERG ESTAVA DE VOLTA A REDAÇÃO...de onde nunca queria sair.(OC)

3. QUEM SABE MUITAS HIST´ROAS DO FEHLBERG É O FLORIANÃO CORREA.

ERA ELE QUE TINHA QUE IR AVISAR A MÃE DO COELGA QUE ELE NÃO IRIA FORMIR EM CASA, QUDO ARRUMAVA UMA NAMORADA.

E A DESCULPAR AERA SEMPRE A MESA. TINHA FICADO DE PLANTÃO NO JORNAL.

A VELHA BERRAVA.

- QUE JORNAL QUE NADA, ELE TÁ É COM UMA MULHER POR AI.(oc)

4. Naqueles anos não havia net, né. FEHLBERG SAI DA REDAÇÃO DA ZH LÁ PELA UMA, IA ATÉ A RODOVIÁRIA E COMPRAVA O CORREIO DO DIA QUE JÁ TAVA NA BANCA QUE FICAVA ABERTA.E QDO TINHA UMA MATERIA QUE A ZH NÃO TINHA, ELE MANDAVA O TAXISTA VOLTAR PRA REDAÇÃO E ENXERTAVA A MATERIA NA EDIÇÃO DA ZH. DETESTAVA LEVAR FURO. NÃO PERDOAVA.

 

FEHLBERG

O amigo do ex-editor chefe de ZH, Carlos Machado Fehlberg, FLAVIO TAVARES, DEMONSTROU, neste sabado, na ari, preocupação com seu amigo que mora em Floripa, pelo seu ' isolanamento".

- E como é medico, toma muito remédio, contou Tavares, que tem 81 anos, como Felhberg.

Eu, pessoalmente, sp disse que acho o ex-chefe o ' jornalista mais completo que conheci'.(OC)

DISCRETO, ou malando, não importa, FEHLBERG defendia os repórteres que traziam noticias.

o resto ele perdoava, não importa o que.

é famoso até hj a história de umf otografo ainda na zh de hj.

FEHLBERG o deixou de castigo naquela noite. não podia sair. até meia noite.

o fotografo mandou pedir 3 pizzas grandes da TELEPIZZA, na vasco, a primeira tele da cidade.

chegaram as 3 pizzas enormes, e o taxista disse que era pra ALCINA, sec do FEHLBERG.

suniu e ela disse;
-FEHLBERG TUAS PIZZAS TÃO AI??ME DÁ O DINHEIRO.

FEHLBERG FEZ CARA DE QUEM NÃO TAVA ENTENDENDO.

mas pagou.

O FOTOGRAFO VIU AS PIZZAS E DEPOIS CHEGOU NA ALCINA PRA FORRAR O BUCHO COM ELAS.(oc)

 

AVILA

o coelguinha que dita o JR ZONA SUL MUDOU DE ENDEREÇO. E COMPROU UM CARIMBO PRA USAR OS CARTÕES ANTIGOS QUE TINHA. MAIS BARATO,DISSE ELE.

 

HR ISRALELITA

SOU OUVINNTE. PQ É AO VIVO. FOI NELA QUE OUVI E FOI FURO NACIONAL O AEXECUAÇÃO DO SADAM. O CORRESPONDENTE DE LÁ - NÃO ERA O BRUD AINDA. DEU PQ ELE FICOU SABENDO LÁ ANTES QUE AQUI.

 

CAPA DO PORTAL DA RÁDIO GUAÍBA

oi leal. gostaria de saber quem é o nome do reporter da guaiba que táva lá. o reconheci pela voz mas não sei o nome. foi um dos poucos atentos. as gurias um bando de mosconas não entenderam nada, ou não sabiam nada do que é o transporte coletivo de porto alegre. qudo o magrão comecou a falar nas bacias - um termo técnico - vi que aqueles guris não tavam entenddendo nada. eu não quis perguntar pqe senão iam me achar chato pra caralho. mas queriam que explicassem pq são os mesmos donos dos onibus. quando perguntei ao fortunatti se a cor dos onibus ia ficar a mesma, ela olhou pro capelari. nem eles sabiam nada disto.

na verdade, esta licitação foi meio jogo de cartas marcadas. os proprietários continuam os mesmos. não digo que não poderiam ser. afinal preencheram pelo que disseram as autoridades as exigencias do edital que foi internacional. ou seja até uma emrpesa de rivera podia concorer...mas tem uma de sta cruz que na zh estrilou e entrou na justiça.

vamos depois a mais detalhes.(OC)

From: EDUARDO LEITE LEAL
Sent: Sex 25/09/15 01:35

Bom dia, Olides. Pude localizá-lo em uma das imagens da capa da rádio Guaíba, durante a coletiva sobre a licitação do transporte coletivo de P. Alegre. É só conferir.

Cordialmente,
EDUARDO L. LEAL _ P. ALEGRE/RS

 

do Comunique-se

Confraternização e os vencedores: os destaques da premiação em imagens

Evento que prestigia os principais jornalistas do país foi realizado em 22 de setembro, no Tom Brasil, em São Paulo. Na edição 2015 do Prêmio Comunique-se, 25 profissionais da imprensa e uma agência de comunicação receberam os troféus de grandes vencedores da festa reconhecida por ser o Oscar do
Jornalismo Brasileiro.


TV Globo e CBN são os veículos com mais vencedores no Prêmio Comunique-se 2015
#premiocomuniquese. A repercussão do Oscar do Jornalismo Brasileiro nas redes

Veja o álbum em https://www.flickr.com/photos/136344210@N03/sets/72157656744041524.

 

FACE DO AYRES

TI contra o ti. Lembrei das velhas tipografias. Seus revisores acreditavam no diabinho da madrugada, o que trocava o tipo de lugar. No Fitness do Olides percebi que o diabinho ja embarcou na Tecnogia. E escondeu a letra t.

 

'VILLELA BOM ADMINISTRADOR'

o ex-prefa, guilherme Villela, hj ver do PP, é quem administra os bens da ex-exposa MARIA IGNEZ PILLA VILLELA.
- Ele é muito bom administrador, diz uma amiga da ex-primeira dama do municipio.

Já Artur Zanella, amigo do ex-prefa o acha ' pão-duro".

 

VILLELA EM FAMILIA.

FOTOS DA REVISTA WE.

villela foi prefeito da capital em 1975 e 1983. FEZ O PARCÃO, O PARQUE MARIA DO BRASIL - ALGUNS DIZEM SER PARQUE MSS.

FOI FEITO TB O FAMOSO BRIQUE DA REDENÇÃO.

HOJE É VEREADOR PELO PP COM UMA DAS MAIS EXPRESSIVAS VOTAÇÕES. FOI O FUNDADOR DA AGERGS E EX-DEPUTADO ESTADUAL. É UM GRANDE FRASISTA.POR CAUSA DISTO, OU POR ISTO MESMO, SE COMPLICOU UMA VEZ COM JORGE OSSANAI, QUE ERA DA SEC DA SAUDE.

 

ONDE PARIS É BEM PARIS MESMO

Talvez pela beleza das contruções, quem sabe pelos grandes espaços abertos, ou ainda pela proximidade com o Sena, a Paris que fica ao longo das avendas Marechal Gallieni e Winston Churchill é certamente um retrato perfeito do charme da capital francesa.
O trajeto começa na Esplanade des Invalides, um amplo espaço que se estende desde o enorme prédio construído por Luís XIV para abrigar os soldados inválidos até a Ponte Alexandre III, talvez a mais linda ponte do mundo.
O rio corre lá em baixo e da ponte pode-se descortinar um amplo panorama que incluir o ir e vir dos "bateaux mouches", as "berges" do Sena - que nesta parte já estão libetradas apenas ao uso por pedestres e ciclistas -, os restaurantes e bares ao longo do rio (alguns funcionando em embargações ancoradas).
Atravessando a ponte, onde também as margens agora não permitem mais o tráfego de automóveis, está-se na Winston Churchill, que tem de um lado o Grand Palais, que funciona como centro de eventos, e, do outro, o Petit Palais que é museu de arte(entrada grátis) e abriga obras de de meados do Sex. XIX até o início do Sec. XX (as anteriores estão no Louvre e as posteriores do Paiais Tokyo).
Seguindo adiante, chega-se à Av. Champs Élysées. Também pode-se fazer o percurso pela Av. F. D. Roosevelt, que passa por trás do Grand Palais e começa no Rond-Point (rotarória) da Champs Élysées e se estende até a Pont des Invalides. Assim como os alemães tem o "Berliner Luft", o "ar de Berlin", pode-se dizer que nesta parte da cidade se respira o verdadeiro "air de Paris". (Laurinho da Venâncio)


Ponte Alexandre III com os Invalides ao fundo


Esplanada dos Invalides, ponte Alexandre III ao fundo


Ponte Alexandre III ao fundo


Margens do Sena com uso exclusivo para pedestres e ciclistas


Um recanto próximo ao Grand Palais


O Grand Palais


De Gaulle, o que salvou a França duas vezes


O teatro do Rond-Point


Fonte próxima ao Grand Palais


O Grand Palais


Champs Élisées para o lado do parque


Lateral do Petis Palais


Outra da Champs Élisées para o lado do parque


A estátua do Clemenceau, outro que também salvou a França com o Petit e o Grand Paiais ao fundo


A ponte e o "bateau"

 

LICITAÇÃO DE ONIBUS

COMO DIZ DONA ANTONINHA, MA~E DO CACO BARCELLOS. TODO MUNDO FALA MAL DA GLOBO MAS TODOS QUERIAM TER UM FILHO TRABALHANDO LÁ....

DIGO ISTO PRA DIZER QUE LI EM ALGUNS COLGUINHAS BLOGUEIROS SURPRESOS PELA LICITAÇÃO DE ONIBUS TER DADO OS MESMOS.

QUERIAM QUE AS EMPRESAS QUE TEM MAIS DE 50 ANOS DE HISTÓRIA LARGUASSEM TUDO EM NOME DE QUE????

* ORA BOLAS, QUE DUVIDAS QUE IAM SER ELAS QUE IAM SE ESTRUTURAR PRA ISTO.

* ALIAS DIGO AQUI UMA COISA QUE NUNCA TINHA DITO.

* QUANDO EM 1989 O OLIVIO E O ANTONIO HOLFDELT - UM POETA - RESOLVERAM ENCAPAR TUDO - ACOMPANHEI AQUILO PELA ZH PARI PASSO - E ESTE ASSUNTO SIM VALERIA UM BAITA LIVRO -O GUERREIRO ENTÃO PRESIDENTE DA SUDESTE ME DISSE UMD IA:

- FOI A MELHOR COISA QUE FIZERAM PRA NÓS. NÓS ANDAVAMOS BRIGANDO ENTRE NÓS, DISPUTANDO LINHAS. COM A INTERVENÇÃO TIVEMOS QUE NOS UNIR E NUNCA VOLTAMOS TÃO FORTES.

GRANDE GUERREIRO QUE AGORA ANDA MEIO ESQUECIDO POR MOTIVOS QUE NADA TEM A VER COM TRANSPORTE. MAS ELE FOI OR ESPONSÁVEL PELA ORGANIZÇAÃO QUE O SISTEMA TEM HJ EM DIA.

* E NÃO VENHAM ME DIZER QUE OS ONIBUS EM POA SÃO RUINS. SÃO CAROS PRA QUEM PAGA ISTO SIM. MAIS QUE SP.

* EU USO ONIBUS E SEI QUE SÃO BONS.

* NUNCA FORAM TÃO BONS. O QUE ACHO UM POUCO DESMEDIDO AS VEZES É COM A TRIPULAÇÃOD A CARRIS QUE ANDA MEIO SE ACHANDO. MAS SÃO CASOS ESPORA´DICOS.

* ENFIM, É CLARO QUE A EPTC FEZ A MAXIMA.MUDAR,SEM MUDAR NADA. A IGREJA CATOLICA FAZ ISTO HÁ 2 MIL ANOS E POR ISTO ELA ESTÁ AI ATÉ HJ.(oc)

 

Teu E-mail está sem força e não chega

Eimado amigo Jornalista Olides Canton:
Saudações da Fronteira!
Teu E-mail perdeu a força e não chega até a fronteira deve ficar ali por Santa Maria. kkkkkkkkkkkkkkkkkk.
Vou sapecar uma costela para festejar o maravilhoso dia que se apresentou neste domingo.Olha meu Facebook para ver o que estou aprontando aqui em São Borja.
Vou te enviar algumas fotos do meu "Ponto de Memória Missioneira".
Não esqueça de olhar minha página no Facebook para ver o que est
Abraço!
Ramão Aguilar.

 

RAMÃO OBEDECEDOR

COMO TODO MARIDO, RAMÃO EM CASA TEM SP A ULTIMA PALAVRA:

SIM SENHORA, DIZ ELE PRA KÁTIA.

RAMAO ESTE NEGOCIO DE FEICE TA DANDO MUITO SEPARAÇÃO. O HOMI NÃO CUMPRE MAIS COM SUAS OBRIGAÇÕES - O QUE NÃO É TEU CASO - E PERDE A ESPOSA.DE TANTO FEICE QUE ACESSA (RISOS)-oc

 

ISRAEL LOPES

PERDI O CONTATO COM O ESCRITOR ISRAEL SO PQ DISSE QUE ELE É VAIDOSO.
ORA QUAL ESCRITOR QUE NÃO O EÉ?????

O ISRAEL SE QUEIXOU DE MIM PRO RAMÃO.

- ESPERAVA DE TUDO MENOS ISTO DO OLIDES....- QUE EU DISSESSE QUE É VAIDOSO.(RISOS)

EX QUE SE DÃO BEM..

TAMARA DA COSTA PEREIRA E SEU EX, ANTONIO CZAMANSCKI SE DÃO TRI BEM.QUE BONITO!!!!

 

dos leitores

 

ACEG comemora 70 anos

A ACEG - Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos, entidade muito importante no contexto jornalístico do Estado, comemora 70 anos. Tudo começou no dia 25 de setembro de 1945, quando era fundada na sede da então Federação Rio Grandense de Futebol, a Associação dos Cronistas Esportivos de Porto Alegre, com o objetivo de reunir todos aqueles que escreviam sobre esportes nos jornais da capital do Rio Grande do Sul. Fundada por Luiz Miranda, Luiz Palhares de Mello, José Domingos Varella, Édison Pires, Xisto Vasques, Hugo Schmidt, Acélio Daudt, José Gomes de Oliveira, Amilcar Silveira, Amaro Júnior, Aparício Viana e Silva e Ruy Vergara Correa, elegeram Cid Pinheiro Cabral como primeiro presidente da ACEPA.

Nesta segunda-feira, dia 28 de setembro a entidade será homenageada na Sessão Plenária da Câmara de Vereadores de Porto Alegre em proposição do vereador João Bosco Vaz (PDT) e no dia 28 de outubro no Grande Expediente da Assembleia Legislativa do RS, proposta pelo deputado Ibsen Pinheiro. No dia 16 de outubro haverá um coquetel de confraternização no Sam’s Clube, com homenagens aos ex-presidentes e a vários cronistas de destaque com a entrega da Comenda Cid Pinheiro Cabral.

História - A entidade sempre esteve envolvida nos principais eventos esportivos da cidade e, no dia 18 de dezembro de 1963, o Diário Oficial do Estado publicava o Decreto-lei n. 2651, do Poder Legislativo do Município de Porto Alegre, sancionado pelo Prefeito José Loureiro da Silva, o qual declarou de Utilidade Pública a Associação. Quinze anos mais tarde, em 1978, por exigência da recém-criada Associação Brasileira dos Cronistas Esportivos (ABRACE) houve a mudança do nome, de ACEPA para a denominação que é conhecida hoje: Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos.

A mudança de nomenclatura aconteceu porque naquela época existiam várias associações similares à ACEG pelo interior do Estado, como em Rio Grande, Pelotas e Santa Maria, por exemplo. Por essa razão a ABRACE exigiu que o Rio Grande do Sul criasse uma entidade de abrangência estadual, para representá-lo nacionalmente. Por toda sua história a ACEG tomou parte em vários movimentos relacionados ao esporte, em âmbito estadual e nacional. Exemplos desse envolvimento são as atuações direta e decisiva nas fundações da Associação dos Jogadores de Futebol Profissional do RS e da Associação dos Treinadores de Futebol Profissional do RS. Também fez parte do movimento que levou, em 1971, o presidente da então Confederação Brasileira de Desportos, hoje CBF, João Havelange, a substituir o torneio Rio-São Paulo pelo Campeonato Brasileiro, para que as equipes do Rio Grande do Sul, e de outros estados, pudessem disputar grandes campeonatos também.

A ACEG registra entre seus associados ativos e licenciados, Governadores, Secretários de Estado, Deputados Estaduais, Federais e Ministros. Em nosso quadro constam ainda alguns dos mais conceituados jornalistas e radialistas que sempre se dedicaram à crônica esportiva, e se tornaram nacionalmente conhecidos, dando notoriedade e conceito à entidade. Ao completar 70 anos, a Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos mostra que não é apenas história. Com mais de dois mil associados atuantes, a entidade se renova a cada dia, modernizando o modo de atuação e preparando o futuro da crônica esportiva do nosso Estado.

Missão - Localizada na cidade de Porto Alegre, a ACEG – RS pode sintetizar sua missão da seguinte forma: atua no ramo de Associação Esportiva, com o firme propósito e a preocupação de atender da melhor maneira possível a seus clientes,possibilitando assim um ambiente de confiança, respeito e credibilidade entre ambas as partes.Entre as principais características da ACEG - RS, estão a experiência, tradição, sempre priorizando detalhes que fazem a diferença, como inovação, qualidade, aprimoramento dos produtos e a constante modernização dos serviços oferecidos. Recentemente, a entidade rebelou-se com uma determinação impositiva da CBF, que impunha restrições à atuação das entidades classistas. A ACEG entrou com uma liminar para garantir o direito de todos os seus associados de exerceram suas atividades.

Destaques - Desde a sua fundação, graças ao esforço de seus associados, a ACEG conquistou sua sede própria. Lá, o associado conta com estrutura para fazer reuniões, trabalhar ou só tomar um café. Presidentes da Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos (ACEG): Cid Pinheiro Cabral Luís Palhares de Mello Paulo Pedro Sartori Rui Vergara Corrêa Leonel Silveira Manoel Fernandes Dias Amaro Júnior Aparício Viana e Silva Jorge Marimon Mendes Jair Cunha Filho Fernando Antônio Lemos Goulart José Emanuel Gomes de Mattos João Bosco Granatto Vaz Marco Antônio Schuster Carlos Alberto Maya Fruet João Wianey Carlet Jose Enedir Francisco José Carlos de Oliveira Torves João Antônio Lopes Garcia José Odoraldo Medeiros Pinheiro Marco Antônio Pereira da Silva Haroldo Mendes dos Santos Carlos Edgar Fontoura Vaz. Associados Beneméritos – Homenageados: Arquimedes Fortini Balbino Ermida Tulio de Rose Cícero Soares José Domingos Varella.

Julio Sortica –Vice Social

 

Governo do Estado realiza repasse para pagamento de Aluguel Social

Com mais de R$ 600 milhões de despesas represadas com hospitais, prefeituras, fornecedores e órgãos do próprio Estado, a Secretaria da Fazenda confirmou nesta sexta-feira (25) o pagamento de parte destas pendências.
Uma das pendências é o pagamento do beneficio de Aluguel Social referente ao mês de agosto, na ordem de R$ 444 mil. A verba é repassada para famílias que foram remanejadas das margens da ERS-118 para permitir as obras de duplicação da rodovia.
A Secretaria de Obras, Saneamento e Habitação, através do Departamento de Habitação informa que a partir de segunda-feira (28), o repasse estará disponível para saque nas contas dos beneficiários do Aluguel Social.

 

do Espaço Vital

“Aqui é o Planalto”...

A historinha parece não ser nova, mas por conta da crise brasileira, ganhou repetição esta semana nos corredores da OAB em Brasília.

Conta-se que um bêbado chegou em frente a um notório local brasiliense e ali encostou, com convicção, sua modesta bicicleta.

Logo um segurança se aproximou.

- O senhor não pode deixar sua bicicleta aí. Aqui é o Planalto, tem presidenta, ministros, governadores, parlamentares...

O bêbado mirou o agente e sentenciou:

- Não precisa se preocupar. Eu vou usar o cadeado!...

Terminou mesmo em pizza...

Um cliente teve uma surpresa ao comprar uma caixa de frango empanado na rede Domino's em Berkeley, na Califórnia (EUA). Ele encontrou US$ 1.300, (cerca de R$ 5.200), no embrulho onde deveria estar apenas o alimento.

No Facebook, Mike Vegas contou que tinha encomendado uma pizza e uma caixa de asas de frango na última sexta-feira (18), mas decidiu comer apenas uma fatia da pizza e guardar – para mais tarde - todo o resto da comida na geladeira.

Ele não percebeu que o entregador tinha dado o pacote errado, já que havia escondido o dinheiro numa caixa própria para asas de frango, a fim de fazer um depósito mais tarde.

Quase cinco horas após a entrega, ao abrir a caixa de frango, Mike encontrou o dinheiro. Ele entrou em contato com a loja da Domino's e relatou o ocorrido. Como recompensa pela honestidade, a gerente do estabelecimento ofereceu ao bom cliente – quantas vezes ele quiser - pizza de graça para ele durante um ano.

No uso da expressão “tudo acabou em pizza”, a diferença do caso do consumidor dos EUA com o de políticos brasileiros, é que o cidadão estadunidense é honesto.

 

da Folha Popular de Teutônia

 

Andrés Nicolás D’Alessandro é cidadão de Porto Alegre

Foto: Matheus Piccini/CMPA

A torcida compareceu em peso ao plenário para saudar o craque colorado

“O Inter jogava contra o Santos no Estádio Beira-Rio, e não acreditei quando a torcida começou a gritar meu nome; pensei que não me conheciam muito.” Esta é a primeira lembrança revelada pelo jogador de futebol Andrés Nicolás D’Alessandro quando chegou a Porto Alegre para atuar pelo Sport Club Internacional. “A qualidade de vida e o calor humano oferecido pelo povo fez eu me apaixonar pela cidade”, completou D’Alessandro, que recebeu, nesta sexta-feira (25/9), o Título de Cidadão de Porto Alegre. O Plenário Otávio Rocha, da Câmara Municipal, com capacidade para 300 pessoas, lotou com a presença de amigos, torcedores e colegas de clube, prestigiando a homenagem que a Casa prestou ao capitão colorado. Quem não teve acesso pôde acompanhar a sessão solene, proposta pelo vereador Mario Manfro (PSDB), em um telão instalado do lado de fora do plenário.

D’Alessandro nasceu em Buenos Aires, Argentina, no dia 15 de abril de 1981. Começou sua carreira nas categorias de base e profissional do River Plate, projetando-se para as categorias de base da Seleção Argentina. Passou por clubes na Europa, como Wolfsburg, da Alemanha, Real Zaragoza, da Espanha, e Portsmouth Football Club, da Inglaterra. Em 2008, desembarcou em Porto Alegre, para atuar pelo Inter, no qual conquistou os principais títulos da sua carreira como profissional, entre eles a Copa Libertadores da América, em 2010. Seu jogo de estreia foi num Gre-Nal válido pela Copa Sul-Americana, em que o Inter eliminou o Grêmio na competição. Casado com Erika Patrícia Senneke, pai de Martina, Santino e Gonzalo, D’Alessandro passa a integrar, a partir de hoje, a galeria dos Cidadãos Honorários de Porto Alegre.

Ao agradecer a homenagem, o jogador disse que faz tempo que se sente parte do povo gaúcho. Pela proximidade de Buenos Aires com Porto Alegre, houve uma perfeita adaptação, “tanto que o Gonzalo, nosso filho mais novo, com 40 dias, é gaúcho”. O craque agradeceu ao Inter por abrir as portas do clube para ele e destacou a identificação que tem com o torcedor. “Ainda não tomei consciência do que representa este carinho”, disse. "A minha luta sempre vai ser dentro de campo e nunca fora dele", afirmou. D"Alessandro revelou todo o respeito pelo clube adversário: "O Grêmio é um time grande, e isso faz com que não baixemos a guarda.” Finalizou anunciando a nova edição do Lance de Craque 2015 para ajudar a população necessitada da Capital.

Reconhecimento

O proponente da homenagem, vereador Mario Manfro (PSDB), disse que o título é uma forma de reconhecer a contribuição dada por alguém que vem de longe e se integra à cidade. "Já foram dez títulos e medalha de ouro na Olimpíada de Atenas desde que chegou a Porto Alegre", destacou. Mas o mais importante, segundo o vereador, foi a admiração e o respeito que o D"Alessandro conquistou da torcida colorada e até mesmo dos gremistas, que sabem reconhecer o profissionalismo que existe no atleta. "Motivado por uma paixão tão forte e explosiva, ele é o verdadeiro representante do torcedor dentro do gramado", acrescentou Manfro, "Briga, chora, xinga e vibra, é forte e brigador, o que faz dele uma réplica do gaúcho que peleia", declarou. “É por isso que 100 por cento dos gaúchos te respeitam e te admiram.”

Mário Bins Ely (PDT) disse: "Este é um reconhecimento dos porto-alegrenses por tudo o que tu representas ao Internacional”.

Cláudio Janta (SDD) destacou que o empenho em campo faz do jogador um legítimo representante do trabalhador que batalha, luta pelo seu trabalho e pela sua família.

Idenir Cecchim (PMDB) lembrou que a votação para a concessão do título foi por unanimidade e elogiou a simplicidade de D"Alessandro como jogador profissional "que não se nega a ficar ao lado de gremista para fazer uma foto".

Fernanda Melchionna (PSOL) cumprimentou o homenageado pela atuação em defesa do futebol e pelo empenho que tem nas ações do Bom Senso Futebol Clube, que discute a situação dos jogadores, empregos e salários. “Mostra o compromisso de que o futebol é um esporte do povo que precisa ser respeitado e popularizado.”

Raul Fraga (PMDB), embora gremista, reconheceu a importância de D’Alessandro no futebol e a história de vida que ele constrói no Internacional.

Vitórias

O cônsul-geral da Argentina em Porto Alegre, Carlos César Garcia Baltar, lembrou que, assim como ele, D’Alessandro é um embaixador do país vizinho no Exterior.

O prefeito de Porto Alegre disse que vários craques passaram pelo futebol gaúcho e deixaram marcas, lembrando Ancheta, pelo Grêmio, e Figueroa, pelo Inter. José Fortunati afirmou que D"Alessandro também deixa uma "trajetória de vitórias". A diferença de D’Alessandro, no entanto, segundo ele, é que tem uma inserção profunda na cidade e "não está aqui apenas para cumprir com o seu papel em campo, mas para conviver com a cidade", reconheceu.

Ao encerrar a sessão, o presidente da Câmara, vereador Mauro Pinheiro (PT), agradeceu a Argentina por emprestar o jogador e ao ex-presidente do Inter, Fernando Carvalho, presente na solenidade, "por trazer D’Ale para o nosso convívio". O técnico colorado, Argel, e o lateral William também prestigiaram a homenagem.

Distinção

O Título de Cidadão de Porto Alegre é entregue pela Câmara Municipal para distinguir pessoas nascidas fora da Capital que se destacam em suas áreas de atuação, contribuindo, dessa forma, para engrandecer a cidade. Além de diploma, o homenageado recebe a Medalha de Porto Alegre.

 

Prêmio Açorianos de Música divulga indicados na categoria Álbum

Foto: Ricardo Stricher/PMPA

Cerimônia de entrega do prêmio está marcada para 1º de dezembro

A Coordenação de Música da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) apresenta a lista com os indicados ao Prêmio Açorianos de Música 2014/2015, na categoria Álbum. A premiação, distribuída entre os gêneros MPB, Pop, Regional, Instrumental e Erudito, contempla discos lançados em 2014 e no primeiro semestre de 2015.

O prêmio vai destacar também artistas nas categorias Espetáculo do Ano, Melhor Disco Infantil, Revelação, Arranjador, Produtor Musical, Projeto Gráfico e DVD do Ano. A lista de indicados para esses troféus será divulgada em novembro.

A cerimônia do Açorianos de Música 2014/2015 está marcada para 1º de dezembro, no Auditório Araújo Vianna. O tema da festa será o centenário de nascimento do compositor Túlio Piva (1915-1993), autor de clássicos como Pandeiro de Prata e Gente da Noite. Serão homenageados, pelo conjunto da obra, o pianista Norberto Baldauf e o gaiteiro Renato Borghetti. Haverá ainda menções especiais aos 30 anos da morte de Teixeirinha, ao projeto Ecarta Musical e à Oficina Choro e Samba do Santander Cultural.

Indicados:

Gênero Pop
Compositor
Dingo Bells - Maravilhas da Vida Moderna
Nenung - Serenoato (Nenung & Projeto Dragão)
João Ortácio e Dionísio Monteiro - Renascentes
Esteban - Saca la Muerte de tu Vida
Naddo Pontes - Naddo Entre Gigantes

Intérprete
Clarissa Mombelli - Nessa Estrada & no Fim
Tiago Ferraz - Volume II - Ao Vivo nas Missões (Rock de Galpão)
Ian Ramil - IAN
Grupo Ìbejì - Ìtàn òrun àti ilé ayé - Histórias do Céu e Terra
JJ - Ao Vivo na Ilha (Stereosound)

Instrumentista
Fernando Noronha - Time Keeps Rolling (Fernando Noronha & Black Soul)
Caetano Maschio Santos - Come South Along the Road (Irish Fellas)
Rafa Schuler - Rafa Schuler & Os Mostardas
Oly Jr. - Dedo de Vidro
Grecco Buratto - Essas Coisas Todas

Álbum
Volume II - Ao Vivo nas Missões - Rock de Galpão
Renascentes - Renascentes
Frida - Frida
Dedo de Vidro - Oly Jr.
Saca la Muerte de tu Vida - Esteban

Gênero Regional
Compositor
Luiz Carlos Borges - Ao Vivo - 50 Anos
Martim César - Paisagem Interior
Mauro Moraes - Com o Violão na Garupa
Sérgio Carvalho Pereira - Sul (Luiz Marenco e Sérgio Carvalho Pereira)
João Sampaio - Milongas de Pampa y Cielo (Nilton Ferreira)

Intérprete
Marco Aurélio Vasconcellos - Paisagem Interior
Marcelo Oliveira - Chiappetta nos Dizeres do Cecêu (Rafael Teixeira Chiappetta & Marcelo Oliveira)
Luiz Carlos Borges - Ao Vivo - 50 Anos
Nilton Ferreira - Milongas de Pampa y Cielo
Pedro Ortaça - Pedro Ortaça & Filhos

Instrumentista
Iuri Menezes - Ao Vivo - 50 Anos (Luiz Carlos Borges)
Luiz Carlos Borges - Ao Vivo - 50 Anos
Rodrigo Maia - Ao Vivo - 50 Anos (Luiz Carlos Borges)
Ricardo Comasseto - Bagualles, um Canto de Amor à Terra (Juan Daniel Isernhagen)
Gabriel Selvage - Milongas de Pampa y Cielo (Nilton Ferreira)

Álbum
Ao Vivo - 50 Anos - Luiz Carlos Borges
Paisagem Interior - Marco Aurélio Vasconcellos, Martim César, Paulo Timm e Alessandro Gonçalves
Sul - Luiz Marenco e Sérgio Carvalho Pereira
Com o Violão na Garupa - Mauro Moraes
À Sombra de um Cinamomo - Zé Renato Daudt

Gênero MPB
Compositor
Kleiton Ramil e Kledir Ramil - Com Todas as Letras (Kleiton & Kledir)
Leandro Maia - Suíte Maria Bonita e Outras Veredas
Antonio Villeroy - Samboleria
Caio Martinez - Coisas Nossas
Bebeto Alves - Milonga Orientao (Bebeto Alves y los Blackbagualnegovéio)

Intérprete
Leandro Maia - Suíte Maria Bonita e Outras Veredas
Pirisca Grecco - Vidro dos Olhos - Pirisca Canta Rillo
Dudu Sperb - Coração Sol
Caio Martinez - Coisas Nossas
Antonio Villeroy - Samboleria

Instrumentista
Gastão Villeroy - Samboleria (Antonio Villeroy)
Pedro Figueiredo - Café Frio (Killy Freitas e Antonio Skármeta), Cibernauta (Victor Hugo), Terreiros Gaúchos Amores Flutuantes (Gisele Rodrigues), Coisas Nossas (Caio Martinez) e Suíte Maria Bonita e Outras Veredas (Leandro Maia)
Matheus Kleber - Zeros (Carlos Badia)
Daniel Wolff - Canção do Porto
Vagner Cunha - Coração Sol (Dudu Sperb)

Álbum
Samboleria - Antonio Villeroy
Náufragos Urbanos - Cartas de Marear - Martim César, Ro Bjerk e Ricardo Fragoso
Suíte Maria Bonita e Outras Veredas - Leandro Maia
Zeros - Carlos Badia
Com Todas as Letras - Kleiton & Kledir

Gênero Instrumental
Compositor
Rafael Ferrari - Bandolim Campeiro
Luciano Maia - Janelas ao Sul
Leonardo Bittencourt - Prospecto (Marmota)
Carlos Badia - Zeros Instrumental
Cristiano Varisco - Trilhas Sonoras para Filmes Imaginários

Intérprete
Rafael Ferrari - Bandolim Campeiro
Luciano Maia - Janelas ao Sul
Maurício Horn - Promessa (Quinteto Canjerana)
Pedro Moser - Prospecto (Marmota)
Luiz Cardoso - Sinfonia Gaúcha

Instrumentista
Luciano Maia - Janelas ao Sul
Rafael Ferrari - Bandolim Campeiro
Luiz Cardoso - Sinfonia Gaúcha
Maurício Horn - Promessa (Quinteto Canjerana)
Leonardo Bittencourt - Prospecto (Marmota)

Álbum
Bandolim Campeiro - Rafael Ferrari
Janelas ao Sul - Luciano Maia
Sinfonia Gaúcha - Luiz Cardoso
Prospecto - Marmota
Zeros Instrumental - Carlos Badia

Gênero Erudito
Compositor
Toninho Ferragutti - Brasileiríssimo (Quinteto Persch)
Ernani Aguiar - Brasileiríssimo (Quinteto Persch)
James Correa - Coletânea de Música Eletroacústica da UFRGS - Vol. 1 e Vol. 2
Eloy Fritsch - Coletânea de Música Eletroacústica da UFRGS - Vol. 1 e Vol. 2
Luciano Zanatta - Coletânea de Música Eletroacústica da UFRGS - Vol. 1 e Vol. 2

Intérprete
Capparelli, Domenici, Fialkow e Loss - A Música para Piano de Camargo Guarnieri
Quinteto Persch - Brasileiríssimo
Carla Maffioletti - Turnê Brasil (Camerata OntoArte Recanto Maestro e Carla Maffioletti)

Instrumentista
Quinteto Persch - Brasileiríssimo
Cristina Capparelli - A Música para Piano de Camargo Guarnieri
Ney Fialkow - A Música para Piano de Camargo Guarnieri
André Loss - A Música para Piano de Camargo Guarnieri
Catarina Domenici - A Música para Piano de Camargo Guarnieri

Álbum
Brasileiríssimo - Quinteto Persch
Turnê Brasil - Camerata OntoArte Recanto Maestro e Carla Maffioletti
Coletânea de Música Eletroacústica da UFRGS - Vol. 1 e Vol. 2 - Vários
A Música para Piano de Camargo Guarnieri - Capparelli, Domenici, Fialkow e Loss

 

do Sul21

Lideranças do Morro Santa Tereza rebatem rótulo de local dominado pela violência

Foto Marta Resing

Movimento em Defesa do Morro Santa Teresa realiza coletiva na Câmara Municipal de Vereadores/as

Por Jaqueline Silveira

Lideranças comunitárias do Movimento em Defesa do Morro Santa Tereza concederam, na tarde desta sexta-feira (25), uma entrevista para mostrar que o local é habitado por trabalhadores e que não é dominado pela violência. A coletiva foi uma reposta à reportagem publicada no jornal Zero Hora no último domingo (20) que, segundo os moradores, rotulou o morro como um lugar dominado pelas drogas, o medo e a criminalidade. No início do mês de setembro, a polícia matou o jovem Ronaldo de Lima, 18 anos, desencadeando revolta dos moradores que queimaram ônibus.

“Eu moro lá há 52 e nunca fui assaltado ou roubado”, afirmou o presidente da Associação dos Moradores da Vila Padre Cacique, Júlio Pacheco, que leu o manifesto em repúdio ao tratamento dado pelo veículo à comunidade. São quatro vilas que integram o Morro Santa Tereza: além da Padre Cacique, União Santa Tereza, Gaúcha e Ecológica. Todas estão situadas numa área que pertence à Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fase). “Esse tipo de comunicação reforça e estimula violência pelo Estado”, dizia um trecho do manifesto, sobre a reportagem.

Na coletiva, os representantes do morro voltaram a reclamar da atuação da Brigada Militar, que estaria revistando sem motivos moradores que saem para trabalhar. Líderes comunitários afirmaram que episódios envolvendo a violência que ocorrem no morro são protagonizados por pessoas que vêm de outros bairros e, portanto, não pertencem à comunidade. “Esse movimento quer mostrar que o morro é muito mais que episódios de violência”, destacou a vereadora Sofia Cavedon (PT), que coordenou a coletiva. As lideranças também garantiram que nos últimos quatro anos não aumentou a população das quatro vilas, pois há um controle.

O Movimento em Defesa do Morro Santa Tereza se formou com o objetivo de lutar pela regularização fundiária da área, a preservação ambiental e a reestruturação e ampliação das instalações da Fase.

As lideranças receberam o apoio de entidades e órgãos, como o Sindicato dos Engenheiros do Rio Grande do Sul (Senge-RS). Representante do Senge, Vinicius Galeazzi reclamou que a reportagem denegriu as comunidades e prejudicou o trabalho que está sendo construído no local, que “não é fácil”. “Uma bomba poderosa de efeito moral caiu sobre o Morro Santa Tereza e colocou por terra a autoestima da população. A indignação é muito grande”, observou Galeazzi. Sobre tráfico de drogas na localidade, ele afirmou que há em todo o lugar, inclusive há ponto de venda próximo de sua residência no Bairro Três Figueiras, região nobre da Capital. “Não é o Morro Santa Tereza que tem de ser demonizado”, completou o representante da Vila Padre Cacique, Júlio Pacheco.

Presidente da Associação de Moradores da Vila Gaúcha, Darci dos Santos afirmou que o tráfico de drogas é um problema que tem de ser resolvido pela Brigada Militar. “O que o Estado não está fazendo, eu estou fazendo, eu luto contra a violência, contra o roubo. Existem pessoas trabalhadoras lá”, defendeu o líder comunitário, que mora na Gaúcha há 34 anos.

Outra liderança da comunidade, Orlei Maria, disse que o problema da falta de segurança “é generalizado”. “Eu sou conselheira do OP (Orçamento Participativo) e volto 10 ou 11 horas da noite e nunca aconteceu nada. Eu não sou uma indigente, não sou uma pobre coitada”, rebateu ela, que é presidente da Associação de Moradores da Vila União Santa Tereza.

- Gaúcha – 600 famílias
- União Santa Teresa – 245 famílias
- Ecológica – 400 famílias
- Padre Cacique – 46 famílias

 

Cedecondh ouve queixas dos lojistas no Camelódromo

Na tarde desta sexta-feira (25/9), a Comissão de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Segurança Urbana (Cedecondh), da Câmara Municipal, visitou o Centro Popular de Compras (CPC) de Porto Alegre, mais conhecido como Camelódromo. A ida ao estabelecimento, no Centro da Capital, surgiu a partir do encaminhamento de uma audiência da comissão e serviu para que lojistas e líderes da categoria dos camelôs expusessem suas reivindicações e queixas em relação à administradora do CPC, a Verdi Construções.

Altos valores de aluguel, cobranças indevidas e desiguais de condomínio, questionamentos em relação à transparência na relação entre lojistas e a administradora. A pauta de reclamações e queixas dos camelôs era extensa. Presidente da Comissão do CPC, o ambulante Valter Machado tinha dúvidas em relação aos recursos arrecadados com o estacionamento. "Esse valor deveria ser abatido dos nossos aluguéis, mas não sabemos se isso está ocorrendo. Não temos acesso às prestações de contas", relatou.

Queda na ocupação

Em função das despesas com aluguel e condomínio, que, em alguns casos, chegam a R$ 5 mil por mês, algumas dezenas de lojas estão desocupadas no CPC. Machado contou que uma alternativa encontrada é a comercialização de produtos em eventos como a Expointer. "Daqueles 800 que ocuparam os espaços em 2009, quando o Camelódromo entrou em operação, hoje há em torno de 200 lojistas. O restante foi para outros locais, mudou de ramo, porque permanecer aqui não era nem é vantajoso", explicou.

A Verdi Construções, administradora do prédio, foi procurada, mas preferiu não se manifestar. A presidente da Cedecondh, vereadora Fernanda Melchionna (PSOL), apontou como encaminhamentos o pedido à empresa para que preste contas aos lojistas e determinou o agendamento de uma nova audiência sobre o tema na Câmara.

 

de Serafina

Oficina de Iniciação ao Teatro em Serafina Corrêa

As Oficinas Terapêuticas em Saúde Mental são atividades realizadas em grupo com a presença e orientação de um ou mais profissionais. Nelas, são realizadas atividades de iniciação ao teatro e expressão corporal para promover a integração social e familiar, a manifestação de sentimentos e problemas, o desenvolvimento de habilidades corporais, a realização de atividades produtivas e o exercício coletivo da cidadania. A Prefeitura de Serafina Corrêa, através da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou, no mês de Setembro, a Oficina de Iniciação ao Teatro na Academia da Saúde na ESF Gramadinho, dentro do Projeto de Oficinas Terapêuticas, sendo que, no primeiro encontro, contou com a presença da Enfermeira Claudete Mezzomo, da Agente de Saúde Solange Bataglia Nardi, da Conselheira Tutelar Rosa Nardi, do Secretário de Saúde José Betinardi e dos professores João e Viviane Menegazzo. A Oficina é destinada a crianças e adolescentes. Para participar, é necessária a autorização por escrito dos pais ou responsáveis e a inscrição na recepção da Unidade Básica de Saúde. A Oficina de Teatro acontece na Academia da Saúde do Bairro Gramadinho, todas as terças-feiras, das 9h30 às 11h15. Participe!

 

Movimento do Bolo em Serafina Corrêa

A crise financeira enfrentada pela União e pelo Estado também impacta nos municípios. Só neste ano, as prefeituras deixarão de receber mais de R$ 770 milhões, mas os custos de energia elétrica, dos serviços gerais e dos combustíveis continuam aumentando. Dessa forma, a Confederação Nacional de Municípios e a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul, FAMURS, lideram o Movimento do Bolo, onde cerca de 470 prefeituras gaúchas realizarão protestos nesta sexta-feira, 25 de Setembro de 2015, sendo que 345 delas farão paralisação dos serviços e ponto facultativo. Em Serafina Corrêa, a Prefeitura Municipal também aderiu ao Movimento do Bolo, buscando uma fatia maior para um município melhor, mas o expediente segue normalmente. A mobilização tem esse nome em referência à pequena fatia dos municípios na divisão do bolo tributário. Apenas 18% do que é arrecadado com impostos no país fica com os municípios. A União fica com a maior fatia, de 57%, e os
Estados recebem os 25% restantes.


25 de setembro
de 2015

ROTEIRO

SAB DE MANHA LÁ PELAS 11 HS PASSEATÃO NO MENINO DEUS PROTESTANDO CONTRA INSEGURANÇA.

SAI ALI PERTO DA PADARIA STO ANTONIO PERTO DO REST COPACABANA.

ARI

AS 10 HS NA ARI DEBATE COM CARLOS ARAUJO, FLAVIO TAVARES E JAIR KRIKSTCHE SOBRE DITADURA MILITAR. PROMOÇÃO DA JA EDITORRES.

 

GENTE DO BARRANCO

JOELSON GUISELLI


No caixa Joelson Guiselli,o gerente e seu patrão Elson Furini

A tradicional casa da Protásio - subindo ou descendo a Protásio - criação de Paulo Diniz, radialista - tem seus penduricalhos do tempo dos fundadores ainda.

Foi por acaso que SANTO TASCA indo visitar parentes numas férias em 1980, em Sarandi(RS) de onde era originário ouviu seu sobrinho emprestado ( Joelson é sobrinho de Elsa, esposa de Santo) dizer que se mudaria pra SP, onde iria trabalhar na churrascaria de uns UNGARATTO.

- Na hora, o Tio Santo ligou pro Elso(Furini) já sócio do Barranco e disse pra admitir o sobrinho.

No dia 28 de fevereiro de 1980, JOELSON VIAJOU de Sarandi pra POA, onde no dia 29(era ano bissexto) começou no Barranco.

Fez de tudo, como ainda hoje em dia, quando entra as 8 horas da manha e somente sai no fim do expediente, ou seja, lá pelas 18 horas.

Aos domingos,ele sai mais tarde, porque o serviço é maior.

Filho de agricultores, Joelson foi trabalhar aos 14 anos nas aguas Sarandi, onde ficou apenas 4 anos.

Em Porto Alegre ele formou uma dupla perfeita com Elson Furini, tanto que segundo JOELSON , ELE DIZ QUE EU SOU SEU GERENTE.

- Ele é o rico, eu o pobre, sentencia,brincando.

RAIZES SERAFINENSES

Joelson tem raízes serafinenses. Sua mãe DELVINA GASPERIN GUISELLI nasceu naquela cidade serrana.

- Meu avo materno mudou-se pra Sarandi naqueles anos que era puro mato. Eram os anos da colonização, diz ele.

O pai de Joelson é MELCHIOR ARI GUISELLI.

Com 35 anos de Barranco - vai completar 36 em fevereiro vindouro, ele já viu muita coisa.

Conheceu os 4 irmãos Tasca - Santo,Albino,Ernesto e Vicenzo(pai do sócio atual Chiquinho).

Aos 55 anos, o ' faz-tudo ' - do Barranco ( "aqui eu faço compras.atendo no caixa,- somente tira folga as terças, quando gosta de passear, ou de ficar em casa com sua patroa.

Sua esposa é de Rondinha e quando casaram em 1986, nem se telefonavam:

- A gente se escrevia mesmo. Ela lá e eu aqui, porque nem telefone tínhamos, contou Joelson Guiselli.

Aos 55 anos, não pensa em pendurar as chuteiras. Ainda dá pra alguma coisa mais.

Ele lembra com saudades principalmente do tempo das reuniões da Irmandade dos italianos que o seu tio e seus atuais patrões incentivavam.

- Tem muitas fotos dos Tasca naquele tempo, me disse, quando lhe perguntei se tinha guardado algo daqueles primeiros tempos.

- Devo ter uma foto minha pequena em casa com o tio Santo, contou, revelando um pouco das origens da churrascaria mais tradicional da capital(Olides Canton)


Joelsson, Elson Furini e Chiquinho Tasca, sócios do Barranco.

 

parada da protasio

vai funcionar assim. naquela parada da vicente da fontoura sentido c-b não descerá + descerão na nova parada.

ja na parada vicente, sentido b-c continuará funcionando. na da lucas não haverá descida de passageiros sentido b-c

PARADA DE ONIBUS NA PROTASIO JUNTO A LUCAS. PRONTA...SO FALTA USAR.

NOVA PARADA DE BUS TÁ PRONTA NA PROTASIO, JUNTO A LUCAS.

 

CERVEJADA

O TASCA PAGOU HJ DE TARDE A CERVEJADA. FOMOS ALI NO PERIMETRAL, QUE É DO BUFFET, O MESMO QUE É DONO DO PEDRINI E DIZEM DE ' INFERNINHOS' NO CENTRO.

CEVA A 10 CONTOS.TEM SERRAMALTE MAS TOMAMOS ORIGINAL.

 

TAXISTAS FOFOQUEIROS....

CORRE PELA CIDADE ENTRE OS TAXISTAS que uma pessoa ligada ao transito da cidade seria dona de algumas placas de táxi.

claro que não no nome dela....mas isto são fofocas de taxistas.

 

Chuva

CAIU UM TORRO FDP....POUCO DEPOIS DO MEIO DIA. OLHEM COMO FICOU A SARMENTO LEITE AO LADO DA URGS.

 

OS BOUQUINISTES DE PARIS

por Laurinho da Venâncio

A origem do termo é incerta, mas os "bouquinistes" integram a paisagem de Paris desde o Sec. XVI e são considerados "patrimônios da humanidade" pela Unesco desde 2013. Eles equivalem aos nossos "sebos" e ocupam 3km das margens do Sena com suas 900 caixas verdes de metal na tonalidade "vert wagon", por ser parecida com a cor das primeiras composições do metrô. Além de livros e revistas usados, vendem fotos e cartões postais antigos, assim como algumas bungingangas variadas. Já enfrentaram uma tragédia: em 1910 houve uma grande enchente, o Sena transbordou e os "bouquinistes" tiveram um enorme prejuízo com os livros molhados. Cada "bouquiniste" tem direito a ser dono de três caixas, não pagam impostos nem aluguel do ponto onde se intalam. Não só integram a paisagem parisiense como também fazem parte do charme da cidade. Há algo semelhante em outros locais, como Ottawa, Pequim e Tóquio. A seguir, alguns registos dos "bouquiniste s" de Paris.

 

SANTANA

AGORA É OFICIAL. O MOINHOS TIROU UMA NOTA SOBRE O SEU PACIENTE.

 

ZH

LI NA 4 UMA CARTA CRITICANDO A MATERIA DE DOM SOBRE O BURACO QUENTE. O ENG QUE A ASSINA SE QUEIXA MUITO. NÃO LI A MATERIA. MAS PELO VISTO FOI BOA.

* VILA GAUCHA DIZ O MISSIVISTA É O NOME DO BURACO QUENTE. E DIZ QU EESTE NOME É DEPRECIATIVO.

* LA EM SERAFINA TINHA O ALTOS DO PARAISO, MELHOR TEM. ANTES ERA MORRO DOS MACACOS.

* SÃO OS TAIS APELIDOS POPULARES QUE PEGAM.(oc)

 

Coleguinhas

coleguinhas na coletiva do prefa. sobre onibus.

me assustou como ng perguntou nada. só alguns. tavam mal preparados. ng perguntou quem são os donos dos cons´roricos são os mesmos donos atuais????

UMA ENXURRADA DE COLEGUINHAS FORAM OUVIR O RESULTADO DA LICITAÇÃO.MUITOS TAVAM COMPLETAMENTE POR FORA DO ASSUNTO.

 

Prefeito anuncia vencedores da licitação do transporte coletivo

Foto: Luciano Lanes/PMPA

Em coletiva, Fortunati confirmou quatro consórcios nos seis lotes

O prefeito José Fortunati anunciou na tarde desta quinta-feira, 24, os vencedores da licitação do transporte coletivo por ônibus de Porto Alegre. Quatro consórcios que apresentaram documentação e atenderam às exigências do edital tiveram suas propostas financeiras e técnicas analisadas e aprovadas pela Comissão Especial de Licitação da Concorrência nº 01/2015. Os lotes 1 e 2 da Bacia Norte/Nordeste serão operados pelo Mob Mobilidade em Transportes. Os lotes 3 e 4 da Bacia Sul ficarão sob a responsabilidade do Consórcio Sul. No caso da Bacia Leste/Sudeste, o Consórcio Via Leste assumirá o lote 5, e o Consórcio de Mobilidade da Área Integrada Sudeste – Mais, o lote 6. O resultado está publicado em edição extra do diário oficial.

Após os cinco dias úteis do prazo para recurso, a licitação será homologada pela Secretaria Municipal da Fazenda, e os contratos com os consórcios deverão ser assinados em 45 dias. A partir da contratualização, em 180 dias, ainda no primeiro semestre de 2016, o novo sistema deve entrar em operação. “É a primeira vez nos 243 anos da história de Porto Alegre que estamos licitando o transporte coletivo por ônibus. Um processo complexo, que iniciou ainda em 2011", enfatizou o prefeito, destacando que a construção teve ampla participação da comunidade.

"O edital contempla as exigências dos usuários, como ar-condicionado, acessibilidade plena, redução do número máximo de passageiros por veículo, monitoramento por GPS e uma série de outros critérios fundamentais para oferecer um serviço de qualidade”, explicou Fortunati. Ele lembrou que foram realizadas audiências públicas e reuniões nas 17 regiões do Orçamento Participativo, além da criação de um canal de participação pela internet, para debater a licitação.

O diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, disse que o edital também foi elaborado com o auxílio do Tribunal de Contas do Estado e do Ministério Público Estadual. “A partir da licitação tu tens um contrato, com normas, critérios, responsabilidades bem definidas, o que até o momento não existe. Isso faz com que a fiscalização possa atuar de forma mais rígida, garantindo um serviço de melhor qualidade do que se tem hoje”, afirmou Cappellari.

Sobre a fiscalização do serviço, Fortunati destacou que será criado um Conselho de Usuários, com a função de acompanhar o processo de concessão do sistema, avaliando a prestação e a qualidade do serviço.

Também participaram do anúncio o vice-prefeito, Sebastião Melo, o secretário municipal da Fazenda, Jorge Tonetto, o diretor-presidente da Carris, Sérgio Zimmermann, a procuradora-geral do Município, Cristiane Costa Nery, e equipes técnicas das secretarias e departamentos envolvidos no processo.

Qualificação do serviço – O edital é resultado de mais de quatro anos de trabalho das equipes da EPTC e de demais órgãos da prefeitura. O conteúdo, que prevê ampliação e qualificação do serviço prestado ao cidadão, foi enriquecido com contribuições efetivas dos usuários.

O novo edital, publicado no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa) em 6 de maio deste ano, aberto também às empresas internacionais, foi dividido em seis lotes, para prestação do serviço por 20 anos, e teve as propostas entregues em 6 de julho. O documento prevê a ampliação gradual de ar-condicionado na frota, para não pesar no preço da tarifa. No prazo máximo de 10 anos, 100 % da frota terá ar-condicionado, sendo 25% já no primeiro ano, em todos os lotes das bacias.

A licitação definiu ainda como itens de qualificação do serviço a previsão de acessibilidade em toda a frota; a ocupação de, no máximo, quatro pessoas por metro quadrado, diferente dos seis usuários atuais por metro quadrado; um aumento projetado de 72 veículos na frota atual de 1.709 ônibus; a criação do Sistema de Qualidade de Serviço, para analisar o grau de qualidade do atendimento prestado à população, podendo resultar em penalizações para as empresas exploradoras do serviço, com multas revertidas para a qualificação do sistema; e instalação de GPS em toda a frota, entre outros avanços em relação ao atendimento prestado atualmente na cidade.

Vencedores da concorrência

Bacia Norte / Nordeste
Lote 1: Mob Mobilidade em Transportes
Lote 2: Mob Mobilidade em Transportes

Bacia Sul
Lote 3: Consórcio Sul
Lote 4: Consórcio Sul

Bacia Leste/Sudeste
Lote 5: Consócio Via Leste
Lote 6: Consórcio de Mobilidade da Área Integrada Sudeste – Mais

DETALHES DO EDITAL

Frota x ar-condicionado: foi mantida a exigência para cada concessionária, que deverá atender a proporção mínima de 25% de veículos equipados com ar-condicionado no início da operação. Porém, foi ampliado o prazo para que toda a frota tenha ar-condicionado, nos seguintes prazos: em 5 anos, 75% da frota contará com ar-condicionado, e, em 10 anos, 100% da frota.

Indicadores de qualidade x modicidade tarifária: a empresa operadora que descumprir o valor de desempenho total anual (VDTA) dos índices de qualidade terá descontada de sua remuneração, no ano seguinte à medição, o percentual de até 1,00%. Esse percentual será gradual, conforme o número de indicadores descumpridos, variando de 0,50 até 1,00%. Os valores descontados das empresas serão revertidos para investimento no Sistema de Transporte Coletivo.

Aumento real: O edital prevê reajuste anual, utilizando-se planilha de cálculo tarifário, estabelecida através de decreto municipal.

Cálculo da tarifa única: O valor da tarifa usuário será decretado utilizando-se a planilha de cálculo tarifário e considerando os valores informados nas propostas vencedoras de cada lote, calculando-se a média ponderada dos dados informados pelos vencedores.

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana

No próximo Sábado (dia 26/09/2015) as 10h15min na Sala Paulo Amorim assistiremos ao filme "Bistrô Romantique" (2012). Pascaline tem quarenta anos e um restaurante. No dia dos namorados ela recebe uma surpreendente e ousada proposta de um amor do passado. Paralelamente, durante o jantar, a dona de casa Roos informa ao marido que tem um amante e a cinquentona Mia pensa em suicídio.

No próximo Domingo (dia 27/09/2015) Não Haverá Sessão!

Na próxima Segunda-feira (dia 28/09/2015) as 20:00 na Sociedade Germânia assistiremos ao filme "Trinta" (2012). Cinebiografia do carnavalesco Joãosinho Trinta (Matheus Nachtergaele), o filme traça o retrato do artista a partir de um recorte no tempo. Dos anos 1960, quando se mudou do Maranhão para o Rio de Janeiro a fim de se tornar bailarino do Theatro Municipal; até 1974, ano em que assume o posto de carnavalesco da Acadêmicos do Salgueiro, tradicional escola de samba do carnaval carioca. Do anonimato à consagração, Trinta aborda a amizade e o rompimento de Joãosinho Trinta com o cenógrafo e carnavalesco Fernando Pamplona (Paulo Tiefenthaler), o preconceito sofrido dentro da própria família e a inveja despertada no barracão. Durante o processo de preparação para o filme, o ator Matheus Nachtergaele fez aulas de balé "para adquirir a postura altiva do João", como afirmou em uma entrevista. Apesar de poucos saberem, Joãosinho Trinta foi bailarino e o filme também enfocará essa parte de sua vida. Exibido no Festival do Rio 2014.

 

do Meio & Mensagem

Adidas coloca atletas em “fria” pelo esporte

Filmes da produtora Cani.TV mostra poder da superação e belas imagens do Rio de Janeiro


“Queremos mostrar uma perspectiva diferente dos atletas", afirma executivo da Adidas

Um comercial de Adidas, que estreou nesta semana mostra o ginasta Arthur Zanetti fazendo movimentos da modalidade argolas em uma plataforma de 3,5 metros de altura colocada em um ponto no Pão de Açúcar.

A peça pretende explorar o poder de superação e incentivar o clima de esporte com belas imagens do Rio de Janeiro. “Queremos mostrar uma perspectiva diferente dos atletas, que são alçados a uma perspectiva heroica no momento de sua performance”, explica Caio Amato, diretor de ativação de marca da empresa de material esportivo.

No caso de Zanetti, explica Amato, a concentração do atleta na execução dos movimentos era tanta que ele não teve vertigens ou reclamações sobre a posição em que foi colocado. A segurança do atleta era garantida por uma base de seis metros quadrados que dava suporte à plataforma de argolas.

Um segundo filme, que estreia nas próximas semanas, será protagonizado pela judoca Mayra Aguiar, que praticará o esporte em um ponto da Pedra da Gávea. No total, a Adidas lançará quatro filmes. O conceito criativo é da Cani.TV, produtora audiovisual do paraquedista Luigi Cani, famoso pelo uso do wingsuit e pelos saltos arriscados em um quadro no Fantástico. A Id foi responsável pela compra de mídia digital, meio em que as peças serão veiculadas.

 

de Serafina

Prefeito em busca de recursos em Brasília

Na quarta-feira, 23 de Setembro de 2015, o Prefeito Ademir Antonio Presotto foi recebido no Ministério das Cidades, em Brasília. Na oportunidade, buscou recursos para pavimentação asfáltica na área urbana do município, obras de emendas de vários deputados, tornando realidade, em breve, muitos anseios da comunidade serafinense.

 

Caminhada das Vitoriosas e Mateada Rosa acontecerá em Outubro

A Prefeitura de Serafina Corrêa, através do Gabinete da Primeira Dama, da Secretaria Municipal de Saúde – Vigilância em Saúde – e da Secretaria Municipal de Turismo Juventude, Esporte e Lazer promoverão, no dia 18 de Outubro de 2015, a Caminhada das Vitoriosas e a primeira Mateada Rosa. A concentração acontecerá às 14h30, na Praça da Matriz – Calçadão. Após o percurso, ao retornar, haverá a Mateada com conjunto musical para que todos possam dançar e se divertir. Será disponibilizada erva-mate e água quente para todos, além de distribuição de brindes para as mulheres participantes. As crianças também poderão divertir-se nos brinquedos infláveis. Participe da Caminhada das Vitoriosas e I Mateada Rosa que acontecerá no domingo, 18 de Outubro, a partir das 14h30, na Praça da Matriz – Calçadão, em Serafina Corrêa!

Realização Prefeitura de Serafina Corrêa:
Gabinete da Primeira Dama
Secretaria Municipal de Saúde – Vigilância em Saúde
Secretaria Municipal de Turismo Juventude, Esporte e Lazer.

 

Sessão Solene alusiva aos Festejos Farroupilhas


Através de Sessão Solene, Legislativo Serafinense destaca o tradicionalismo Serafinense e a cultura gaúcha

A Câmara de Vereadores de Serafina Corrêa também fez parte da programação da Semana Farroupilha 2015. No momento em que todo o Estado do Rio Grande do Sul celebrou seus costumes, sua história e tradições, a Câmara de Vereadores de Serafina Corrêa se uniu às entidades tradicionalistas do Município e realizou uma Sessão Solene alusiva aos Festejos Farroupilhas. A solenidade foi proposta pelo Vereador Nelson Pedro Mezzomo, com o apoio de todos os Legisladores. Na noite de quarta-feira (16), no Ginásio Municipal Irceu A. Gasparin, foi realizada a 3ª Sessão Solene no ano de 2015.

Com coordenação dos trabalhos pela Presidente Nega Castro, a Sessão Solene contou com a participação do Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo, da Patroa do CTG Sinuelo da Serra Vanda Trento, do Patrão do CTG Galpão da Saudade Edílio Scritori e do Capataz Campeiro do Piquete Espora de Prata Valdecir Machado. Em nome das bancadas com representatividade na Câmara, fizeram manifestações a Vereadora Salete Cadore (PMDB), o Vereador Nelson Pedro Mezzomo (PP) e o Vereador Paulo José Massolini (DEM), sendo que seus discursos foram intercalados com apresentações de danças e músicas, por integrantes das entidades tradicionalistas serafinenses.


24 de setembro
de 2015

RIO GRANDE VEIO....

COMO SEMPRE O RS SE DIVIDIU NA VOTAÇÃO DO ICMS....

AGORA VÃO VIR OS COMENTÁRIOS....
BAH, EU SABIA QUE O CARA GANHOU TANTO....

O JARDEL DEVE SER OU TÁ SENDO A BOLA DA X, POR FAVOR, SEM NENHUMA CONOTAÇÃO PEJORATIVA.(oc)

 

ANONIMA

SEM QUERER FAZER GRAÇA COM TRAGÉDIA, MAS A MULHER QUE MATOU O EX AQUI EM PORTO TINHA APENAS 3 CURTIDAS NO FEICE ANTES DA TRAGÉDIA. ELA DESABAFOU NA NOITE ANTERIOR, COITADA, QUE TAVA DE SACO CHEIO.

* AGORA VIROU MANCHETE DO DG.

FAMA PELO MENOS PEGOU.

 

MM

a colunista disse hj na ZH que uma vestal da politica gaúcha é o que sobra por ai. dá pra ver mesmo que ...a martinha entende pouco de politica. nada pessoal, nada pessoal.

* é a opinião dela e é respeitável.

 

CASCATAS

EM JORNALISMO QUER DIZER INVENTAR ALGO.

1. dois repórteres - um fotografo e um reporter - de um jornal que tava dando muito sobre INVASÕES DE TERRAS. Vão a região de CARAZINHO.

lá um pobre fazendeiro,ingenuo, posa de mosquetão na mão ...

manchete do jornal no outro dia.

' FAZENDEIROS DA UDR SE ARMAM CONTRA INVASÕES.

2. aNOS 72 OU 73

riocell atual antiga BORREGAARD FEDENDO PRA BURRO. ng aguentava mais.

Um jornal local - nãoe ra da caldas - manda uma dupla a GUAIBA. os caras veem uma placa de VENDE-SE NUM SITIO.acham a ideia boa.

COLOCAM A PLACA NA FRENTE DA IGREJA. pronto a manchete tá pronta. no outro dia capa do jornal.

até o chargista debochou dias depois.

ai o jornal pra não se desmentir manda outro reporter lá entrevistar o prefeito de guaiba, o jardim.

- NÃO DOU ENTREVISTA PRA ESTA EMPRESA NADA CONTRA TI, MAS A EMPRESA TEM QUE SE DESMENTIR.

3. MAIS UMA ....E DEPOIS ENCERRO.

dois reporteres - umf otografo e um reporter - vão a BLUMENAU COBRIR A GRANDE ENCHENTE DE 1974.

chegam na praia e se fazem passar pro CRISTOS DEITADOS COM OS BRAÇOS ABERTOS SOBRE A AREIA.

chegam na redação e exigem que O EDITOR PONHA A FOTO DELES.

CLARO QUE O CHEFE DE REPORTAGEM MANDA ELES CATAR COQUINHOS. UM DOS DOIS É MORTO. O OUTRO É VIVO,AINDA.

4. por fim vale lembrar outra cascata. mas esta nunca saiu. UM LOCO chega e diz que viu CATERINE DENEUVE NA SANTANA.

LAURO SHCIRMER ACONSELHA JAVELINE A NÃOD AR A MATERIA. MESMO QUE ' FOSSE VERDADE'. NG IA ACREDITAR.(oc)

 

MAU HUMOR

O ANDRÉ MACHADO É O CONTRAPONTO DO OSIRIS MARINS NA BAND. O SEGUNDO SP DE BOM HUMOR, O FINGE QUE TÁ . JÁ O ANDRÉ É MEIO SOTURNO.

 

ZH DE HJ

LARISSA ROSSO VOLTOU COM UMA MATERIA COM BARRIGA DE ALUGUEL, O SANTIAGO ANTI CANDIDATO A FEIRA DOLIVRO, E REDE SOCIAL QUE VIAJA A CONVITE. ISTO NÃO TINHA ACABADO NA DÉCADA PASSADA????

 

PREZADO LAURINHO DA VENANCIO

sobre saidas da ZH pra sucursais ou pra caldas.

1. eu em 1974 fui da zh pra folhinha. o MAO MAO não quis cobrir a proposta pq ganharia mais que o MILTON GALDINO, o + prestigiado dele. eu era ianda um foca.

2. lembro do betão andreatta(JB) dede porto(Veja) zulian(globo) renatinho pinto(globo)

3. raramente a zh pegava alguém de uma sucursal.

o lauro schirmer me disse que tentaram o MICHEL, mas nunca deu. depois ele foi pedindo pra ir,qdo foi demitido do JB. mas yo soy yo e mis circunstancias.

4. o teu caso pessoal eu não sabia. a gente não pode olhar o mundo pela gente. não é este o teu caso, pelo visto.

5. mas tem um consolo. so eu e tu ainda lembramos destas COUSAS....(oc)

 

ROCK IN RIO

SEGUNDO O ESTADÃO DE TERÇA ESTES SHOWS NO RECENTE ROCK IN RIO - QUE É UM EMPREENDIMENTO DO ROBERTO MEDINA - FORAM PRA CIMA, COMO DIZEM.

O QUEEN, PEPEU GOMES E BABY CONSUELO DE NOVO JUNTOS NO TRABALHO E O 'ETERNO' ELTON JOHN.....

 

O ' AGENTE' DA LAVA-JATO

a grande midia está deixando passar um bom perfil. desde o começo da LAVA JATO, um agente da PF sempre está do lado dos presos. Ele apareceu tb agora na prisão de JOSE ANTUNES SOBRINHO, DA ENGEVIX.é um aagente nipônico,digamos assim.

Esta operação tem o nome batizado como NESSUM DORMA.

O GLOBO FEZ UMA EXPLICAÇÃO DO QUE É A OPERA.

ei-la

' A ARIA DA LAVA JATO

' NESSUM DORMA' UM ENREDO E DOIS ENIGMAS

' NESSUM DORMA",NOME da 19 etapa da Operação LAVA JATO é talvez a ária mais famosa do mundo da ópera.

Composta por GIACOMO PUCCINI em 1926 para ' Turandot' e popularizada por LUCIANO PAVAROTTI foi usada em inúmeros filmes.

Em italiano, o titulo significa simplesmente ' QUE NINGUÉM DURMA'.

'NESSUM DORMA' suge na história que se passa na CHINA IMPERIALa feroz guarda da princesa TURANDOT está nas ruas à procura de identidade do mocinho, um príncipe desconhecido que , sob risco de morte, elucidou três charadas dela - façanha que a obriga se casar com ele.A guarda sai,então,à caça de delatores.

Diz o Globo ainda que ' Se o responsável por batizar as etapas da Operação Lava Jato for um conhecedor da Opera e dado a enigmas pode ser que o alvo seja a descoberta - ou a confirmação - de um nome específico.E talvez de alta patente.

A explicação da ária foi dada no globo por Márcio dos Anjos

 

Rádio

O XXITA PARECIA ALIVIADO HJ NO GAUCHA NO ATUALIDADE ENTREVISTADO PELOS 3 COLEGAS.

* MAS A BOLA BATEU NO POSTE NO FIM DO JOGO

 

CENAS DO COTIDIANO

O GALHO DE ARRUDA NO ALMOÇO DO MERCADO BOM FIM E A PECHADA NA PROTASIO PERTO DA LUCAS.

 

NOTICIAS DO TASCA

HÁ MESES QUE O TASCA PROMETE UMA CERVEJADA. ATÉ AGORA NADA.

E PELO QUE SAIBA O AGAPIO NAVEGA EM ÁGUAS TRANQUILAS DEPOIS DE ALGUMAS PERIPÉCIAS NO COMEÇO DO ANO.

* MAS AQUELA GRINGAIADA TRABALHA QUE VOU TE CONTAR....

* TASCA É LEITOR DO FEICE DO CERUTTI DA COLUNA DELE ...PQ HJ EM DIA TODO CARA QUE TEM FEICE TEM UMA COLUNA. ERA O QUE ANTIGAMENTE SE FAZIA NA COLUNA SOCIAL, OU NA COLUNA DE FOFOCAS. NA VERDADE O FEICE HJ É UMA COLUNA QUE CADA UM TEM..

E ERA GRANDE PRESTIGIO TER UMA COLUNA.

LEMBRO DE CHEGAR EM LOCAIS E DIZER TRABALHO NA ZERO.

O CARA DIZIA MAS QUAL É TUA COLUNA??

EU RESPONDIA. ESTA AQUI A TRÁS. APONTANDO PRAS MINHAS COSTAS.

* SOBRE ISTO LEMBRO DE UMA BOAZINHA ACONTECIDO COMIGO E COM O AGORA PATRONÁVEL SANTIAGO CHARGISTA ANTI PATRONÁVEL.

NUM CAFÉ DO BANRISUL ELE ME PERGUNTOU:

- QUAL O TEU ÓRGÃO AGORA.

OLHEI PRA ELE E RESPONDI APONTANDO VCS TÃO ADIVINHANDO PRA ONDE...PRA AQUILO MESMO.

ELE FICOU SÉRIO(oc).

 

Futebol

torcida do inter no fim da tarde indo pro beira rio desde o centro

 

Bruna Lombardi

EXCERTOS DO QUE BRUNA LOMBARDI DISSE A REVISTA DO GLOBO DE DOM ULTIMO

1. - CADA UM TEM SUA FORMULA, E FAZ O QUE TEM VONTADE.

2. nossa relação é leve(com o marido,Ricelli)

3. DEUS ME LIVRE DE FICAR COM A BOCA DURA( sobre preenchimento labial)

4. Nunca vou me filiar. sou apartidária(sobre politica)

5 Não como carne. só peixe de vez em quando(sobre alimentos)

6. ' o tempo passa, mas BRUNA fica" - agildo ribeiro que criou a expressão BRUNA....!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

7. Ela e Ricelli estão juntos desde 1978. Se conheceram fazendo a novela ARITANA DA TV TUPI.

8. Além da beleza, é uma das mulheres mais inteligentes que conheço( Boni)

9 Tenho 63 e daÍ? Não significa nada.Eu acho envelhecer um privile´gio(sobre envelhecer)

10 Tenho uma relação infantil com o tempo(BL)

fotos são da REVISTA DO GLOBO, FEITAS PELO MARIDO DA ATRIZ, CARLOS ALBERTO RICELLI(OC)

 

RUELAS DE PARIS OU O QUE SOBROU DA “CURÉE”

Émile Zola ambientou o romance “La Curée” na Paris do Segundo Império (1852 a 1870). O termo “curée” significa disputa sem escrúpulos por alguma coisa. O pano de fundo do livro é a reforma da capital francesa promovida pelo imperador Napoleão III (sobrinho do outro) e realizada pelo prefeito de Paris, o Barão Haussmann.

As más línguas afirmam que esta reforma teve por objetivo principal abrir avenidas que facilitassem o ir e vir das tropas imperiais quando precisassem conter revoltas populares como a Comuna de 1871. Mas tudo indica que a finalidade foi mesmo a expressa oficialmente: transformar antiga a cidade caótica e insalubre numa metrópole organizada, moderna e saudável. Para isso, foram construídos os grandes boulevards, os grandes parques e praças por todos os lados, seguindo um modelo que já havia sido adotado na Inglaterra, em Londres.

Muito da Paris antiga, a Paris das ruelas estreitas, tortas, permaneceu intocada. Durante muito tempo continuaram com o casario original, que era constituído de habitações infectas. A partir do Pós-Guerra a situação melhorou bastante e acabaram as espeluncas que havia por toda parte. Agora, as vielas estreitas de Paris têm um charme todo próprio: são uma lembrança indelével da Paris antiga. As fotos que acompanham este texto mostram isso. (Laurinho da Venâncio, em 23.09.2015)


Ruela perto da Place d'Italie, ainda aparece a calha central para escoar as águas


Ruela do Marais


Também do Marais


Ainda no Marais


Ruela de Rive Gauche (Saint-Germain)


Ainda na Rive Gauche


Ruela perto da Gare de Bercy


Outra do Marais

 

CAIS MAUA

ESTRANHEI AQUELA PAULADA DA ROSANE NO CAIS MAUÁ QUE VI NO SAB NA ZH.

ONTEM,3, VI QUE ELA RECEBEU RESPOSTA DAS GURIAS..KATIA SUMAN E LENA CAVALHEIRO.

Voltando ao Cais Mauá, polêmica que segue

Passei o fim de semana em São Paulo e acompanhei pelo celular, pelo Twitter e pelo meu e-mail, o amplo debate que se travou aqui a partir da publicação do texto de abertura da coluna de sábado, cujo título era “Cais Mauá é exemplo do jeito gaúcho de resistir”.
Em nome do grupo Cais Mauá para Todos, a Kátia Suman e a Lena Cavalheiro me mandaram uma resposta de seis páginas em PDF, cheia de links que não consegui abrir porque, por motivos óbvios, li em modo avião. Vou colar aqui para que vocês tirem suas próprias conclusões:

"Gostaríamos de fazer algumas observações em relação ao teu texto de sábado na ZH, te passar um pouco da visão de quem está se opondo a este projeto para o cais, ou seja, o famoso “contraditório”, ok?

Vamos lá:

1. com todo respeito, uma “muralha de conservadorismo” se constrói por quem acredita que o combo-revitalização “shopping + torres + estacionamento ” é sinônimo de melhoria de uma cidade.

Encarar um shopping como agente revitalizador urbano poderia ser aceitável nos anos 60 do século passado, quando o consumo de massa e a política rodoviarista estavam no topo da lista das novidades em termos de estratégias de desenvolvimento econômico e urbano de uma cidade. Hoje esse tipo de instrumento de desenvolvimento urbano torna-se a cada dia mais obsoleto, em parte pelo crescimento do sistema de vendas online (veja artigo do Estadão abaixo), em parte pela consciência de que esses bunkers no meio da cidade nada têm de urbanos, já que, entre outros efeitos colaterais, provocam o esvaziamento das ruas ao transferirem não só o comércio como também as pessoas para dentro de um ambiente fechado e controlado. As pessoas que defendem shopping e estacionamento no centro de Porto não percebem que o espaço público de uma cidade é realmente onde a cidade acontece, onde ela existe, e que portanto promover condições para que as pessoas permaneçam nas ruas, usufruam e se apropriem do espaço público de uma cidade é dever de sua gestão. Aliás, nesse sentido a Prefeitura parece ter esquecido de que ela mesma já esteve alinhada a esse pensamento, afinal o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano e Ambiental de Porto Alegre estabelece que um dos vetores de desenvolvimento econômico do centro da cidade é justamente o comércio de porta de rua.

O melhor exemplo dessa crise do modelo do shopping se vê nos Estados Unidos, país criador desse modelo de equipamento urbano, e que há algum tempo já começa a sentir seus efeitos colaterais. Além dos prejuízos decorrentes da retração desse tipo de economia, o país não sabe ainda o que fazer com o crescente número de edifícios desse tipo que estão em estado de abandono. Seguem aqui dois links com breves artigos sobre o tema, caso queiras buscar mais informação a respeito:

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2014/12/141219_vert_cul_fim_shopping

http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,o-desinteresse-americano-por-shoppings,1524197

2. Uma “muralha de conservadorismo” também se constrói por quem acredita que nenhum negócio prospera sem estacionamento.
Repensar o lugar do carro nas cidades é talvez o maior desafio deste século 21.

O que vemos hoje no mundo todo – de países desenvolvidos aos em desenvolvimento – é um movimento no sentido de diminuir o fluxo de carros em áreas centrais, qualificar transporte público e priorizar modais não motorizados, ou seja, pedestres e ciclistas. A cultura do automóvel individual, embora ainda seja propagandeada por aqueles que acreditam na ideia do “desenvolvimento a qualquer custo”, é reconhecidamente uma cadeia produtiva extremamente nociva não só ao meio ambiente mas também ao ambiente urbano e à saúde mental e social do ser humano. Falando especificamente do ciclo final dessa cadeia, o excesso de automóveis individuais nas cidades, além de congestionarem as vias e com isso dificultarem o deslocamento entre pontos, gera impactos negativos também no ambiente por onde circulam. A poluição do ar, da visão e do som faz com que ruas muito movimentadas tenham seus imóveis residenciais desvalorizados – ninguém quer morar em rua barulhenta – bem como diminuem significativamente a presença de pedestres circulando – ninguém quer caminhar por rua barulhenta – o que por consequência acarreta a desvalorização de imóveis comerciais voltados para a rua. E assim o círculo vicioso de esvaziamento e desvalorização de uma rua se completa, e é exatamente o que vemos no horizonte da nossa avenida Mauá, hoje, já vazia e desagradável, o que só tende a piorar com o aumento exponencial do tráfego de automóveis estimulados pelas 4 mil vagas de estacionamento junto ao Cais.

3. Uma “ muralha de conservadorismo” se constrói por quem acredita que os românticos são contra a iniciativa privada.

Pelo contrário, achamos que o instrumento PPP é bastante apropriado, desde que devidamente regulado pelo Estado em prol da cidade. A questão é que isso não está acontecendo: a regulação não existe, a iniciativa privada comanda a operação, define o que quer à revelia da lei e modifica incessantemente o projeto buscando enxugar recursos. Que fique bem claro, queremos sim a revitalização dos armazéns e seu uso para comércio, restaurantes, serviço e cultura. O que não aceitamos é o argumento de que a desfiguração da área com um projeto mutilado é a única possibilidade. Esse discurso de “ou é isso ou é nada” não cola.

4. Uma “ muralha de conservadorismo” se constrói por quem acredita que os “românticos” veem como exemplos a serem seguidos o caso de Puerto Madero e do Porto de Barcelona.

Não é verdade. Sem nem entrarmos no mérito de erros e acertos desses dois projetos de “referência”, a tentativa de comparação esbarra em dois fatores básicos: 1. O nosso porto é significativamente menor do que os outros dois e praticamente não há possibilidade de expansão – a área disponível nas dependências do cais é relativamente pequena, e ele está totalmente envolvido pela cidade, portanto não há para onde crescer. Essa dificuldade de expansão – e obtenção de retorno financeiro com as transações imobiliárias que daí derivam – está demonstrada claramente no atual projeto, em que se tenta desesperadamente equacionar índices construtivos de ocupação do solo na área

das torres e do shopping, na tentativa de tornar o empreendimento viável – coisa que aliás parece não ter ocorrido ainda, dada a quantidade de alterações que o projeto tem sofrido nos últimos anos. 2. Porto Alegre não é uma cidade com o perfil turístico de Barcelona ou Buenos Aires. Para fins de comparação, em 2014 Porto Alegre arrecadou cerca de 19 milhões de reais com tributação relacionada ao turismo; no mesmo período, Barcelona, que é a quarta cidade mais visitada da Europa movimentou mais de 14 bilhões de euros e em Buenos Aires os turistas gastaram mais de 3 bilhões de dólares. Esses dados demonstram ainda que, além da comparação impossível em termos de modelo de gestão, tipo de equipamento urbano a ser implantado etc, a ideia divulgada pela prefeitura e empresa consorciada de propor uma ocupação da área com vistas a um retorno de arrecadação para a cidade através do turismo é uma visão, no mínimo, ingênua.

O que sim os “românticos” veem é que um modelo de reocupação bem sucedida da área deve se basear na ideia de reintegrar esse pequeno trecho de tecido urbano ao restante do centro da cidade, não só em termos de espaço, mas também de cultura e economia. O futuro do Cais como empreendimento autossustentável – e de Porto Alegre como uma cidade referência em planejamento urbano – está na ideia de pensar aquela área como parte de um conjunto maior – a região central e a cidade – e que tipo de benefícios ela pode trazer para o todo, não só em termos de retorno financeiro imediato – geração de empregos na construção civil ou nas lojas do shopping, por exemplo – mas também em que tipo de benefícios socioeconômicos ela pode trazer em um horizonte de médio, longo prazo. Destinar parte dos armazéns para usos voltados à educação e bem-estar físico e social pode, por exemplo, ajudar a enxugar as contas da saúde e da educação das crianças no futuro, hoje tão precárias e tão carentes de investimento.

5. Uma “muralha de conservadorismo” se constrói por quem acredita que os românticos estão atrasados em seu discurso, tentando reverter o irreversível.

Em primeiro lugar, importante deixar claro que, ao contrário do que tem sido divulgado por correntes defensoras do atual projeto, o processo de apresentação e discussão de possíveis projetos para o cais com a população passou ao largo da ideia de um “amplo debate”. Desde o estabelecimento das diretrizes urbanísticas que delinearam o modelo de negócios até o estágio atual em que se encontra o projeto, a postura predominante foi a da tomada de decisões a “portas fechadas”, com divulgação de informações e apresentações apenas pro forma. Se houve audiências públicas anteriores a essa, a prova cabal de que não houve interesse, por parte da prefeitura ou da empresa consorciada, em estabelecer um diálogo efetivo com a população está no fato de que nem nos mecanismos de busca do site da prefeitura, nem na página da consorciada é possível encontrar qualquer referência a eventos de discussão pública anteriores a esse.

Tu mesma pode fazer essa busca se quiseres verificar:

http://www2.portoalegre.rs.gov.br/portal_pmpa_novo/default.php?p_busca=cais_maua

http://vivacaismaua.com.br/?s=audiencia

Além disso, a legislação é clara: enquanto se analisa o EIA/RIMA para conceder a Licença Prévia, o projeto pode sim sofrer alterações ou mesmo ser negado. Portanto a Audiência Pública não serve apenas para esclarecer o projeto, mas para o órgão ambiental receber novas informações e sugestões visando a licença. Ou seja, embora seja consultiva, dependendo dos argumentos e importância do que se apresentar o órgão ambiental tem a obrigação de considerá-los na Licença Prévia. Portanto questionamentos nessa etapa estão absolutamente dentro da normalidade protocolar. Por outro lado, o empreendedor afirmar que “descarta alterar o projeto” nessa fase é no mínimo desconhecimento da legislação, para não dizer arrogância. E essa distorção tem a ver obviamente com a conduta de subserviência do nosso poder público, que fez crer que o simples recebimento do documento era uma vitória e que não caberia questioná-lo. É triste quando essa postura deseducadora da cidadania encontra eco em alguns formadores de opinião.

O fato de estarmos questionando pontos do projeto que ultrapassam os temas ambientais e de tráfego – que em si já são suficientes para a ruína desse projeto – se embasa na constatação de que a cada nova leva de documentação divulgada há uma crescente queda da qualidade do projeto original em prol de uma melhora na “taxa de retorno do investimento” (que ainda não parece ter sido atingida). Isso demonstra não só a desqualificação do projeto atual mas também invalida qualquer consulta/aprovação pública realizada previamente, uma vez que o projeto já não é mais o mesmo e, mais profundamente, demonstra a inviabilidade do modelo formulado pelo poder público através do CAUGE (Comissão de Análise Urbanística e Gerenciamento da Secretaria do Planejamento de Porto Alegre) e portanto a necessidade de uma revisão estrutural do processo.

6. Por fim, uma “muralha de conservadorismo” se constrói por quem acredita que os românticos não têm o poder de realizar mudanças no curso da história da cidade.

Que fique bem claro que os românticos de Porto Alegre já conseguiram, entre outros, criar o Parcão, que antes de se tornar parque nos anos 50 quase foi loteado para a construção de cerca 40 edifícios, assim como conservar o Mercado Público e a Usina do Gasômetro, que na década de 70 quase foram demolidos para “melhorar o trânsito” da região. E é nesse mesmo espírito que seguiremos insistindo que se realize um projeto para o Cais Mauá que efetivamente seja positivo para a cidade.

Vou te colar alguns links com referências, ok? Tudo coisa rápida. Nem vou indicar livros, porque sei que o tempo é curto.

* Amanda Burden, urbanista de NY fala sobre a High Line, linha férrea elevada de carga dos anos 30, desativada nos anos 80, que cruza Manhattan. A linha ia ser demolida, mas um grupo de românticos impediu. E hoje ela é o espaço público mais visitado da cidade.

https://www.ted.com/talks/amanda_burden_how_public_spaces_make_cities_work?language=pt-br – t-46933

* Como a cidade de São Francisco aproximou as pessoas da orla, retirando uma highway que funcionava como barreira. (aqui, ao contrário, construíram 6 pistas na orla do Guaíba. O ex-presidente Sarkozy tentou correr na orla, mas achou muito barulhento e poluído.)

* A comissária de transportes de NY (que virá ao Fronteiras este ano) Janete Sadik-Khan fala sobre a experiência de fechar para carros a Broadway, criando uma área para pedestres e ciclistas de 50 mil m2. Os comerciantes foram contra num primeiro momento, porque acreditavam que sem carros os negócios cairiam e o que aconteceu foi justamente o contrário.

https://www.ted.com/talks/janette_sadik_khan_new_york_s_streets_not_so_mean_any_more?language=pt-br

* Em Milão, capital da moda e do design no mundo, está sendo construído um estádio para 48 mil pessoas, sem estacionamento. Qual é a lógica? Convidar as pessoas a usarem outros meios de locomoção para acessá-lo.

http://esportes.terra.com.br/futebol/internacional/italia/campeonato-italiano/milan-divulga-detalhes-de-projeto-de-estadio-mais-inovador-do-mundo,3bca2a782300d410VgnCLD200000b2bf46d0RCRD.html

obrigada pela atenção

beijo

Katia Suman

Lena Cavalheiro

CAIS MAUÁ DE TODOS"

 

Encontros com o Professor

 

Adriana Deffenti Revira & Volta na Fundação ECARTA este sábado

Adriana Deffenti Revira & Volta na Fundação ECARTA este sábado
26/9/15 | 18h | Entrada franca
Adriana Deffenti apresenta Revira&Volta
com Angelo Primon e Marcelo Corsetti
Abertura: Rafael Iravedra, violonista
Local: Fundação Ecarta (Av. João Pessoa, 943 – Porto Alegre)
// ENTRADA FRANCA //
www.adrianadeffenti.com.br

 

de Serafina

Prefeito assina Convênios para a Construção de Pontes

O Prefeito Municipal Ademir Antonio Presotto esteve, no dia 23 de Setembro de 2015, no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, em Brasília, para assinatura de importante Convênio no valor de R$ 250 mil, com o objetivo de construção de pontes no interior do município de Serafina Corrêa. O Prefeito ressalta que esta será mais uma obra de grande importância para os serafienenses! A construção das pontes acontecerá na Linha Bento Gonçalves, Linha General Neto e Linha Moreira Cezar, auxiliando a trafegabilidade e o escoamento da produção agrícola do município, beneficiando os agricultores.

 

Missa Crioula na Semana Farroupilha

Um momento de muita fé e religiosidade marcou a Semana Farroupilha de Serafina Corrêa. Com a presença do Padre Ivo Pretto e do Grupo Guapoerê de Guaporé, aconteceu, no domingo, 20 de Setembro de 2015, a Missa Crioula. A cerimônia contou com a presença de autoridades locais e organização da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, CTG Galpão da Saudade, CTG Sinuelo da Serra, Piquete de Laçadores Espora de Prata, Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Cultura.

 

Show com Giovani e Ricardo

A Semana Farroupilha de Serafina Corrêa aconteceu de 11 a 20 de Setembro e foi um sucesso. Com grandes shows, gastronomia, alegria, acampamento farroupilha, galpão de estância, Cavalgada da Amizade, diversas atrações, teatro e missa crioula, agradou as centenas de pessoas que prestigiaram toda a programação. No domingo, 20 de Setembro, após a Cerimônia de Encerramento, houve show com Giovani e Ricardo, no Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin, para fechar com chave de ouro os Festejos Farroupilhas em Serafina Corrêa.


23 de setembro
de 2015

MARINA SILVA

VEM AI!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1

 

AVC

Uma personalidade da cidade foi vitima de um AVC. está em cadeira de rodas.

 

Ospa

estive agora d enoite, num bom concerto da OSPA NA URGS.

MAS TERMINOU TARDE.

E A REITORIA TÁ OCUPADA...PELOS ESTUDANTES. SENTADOS ALI NA FRENTE ACHO QUE FICAM A NOITE TODA.

 

Coleguinhas

BETE DUARTE E SUA COLEGA DO BLOG SABOROSA VIAGEM....

EU LEVEI A BETE PRA SERAFINA PRO FESTIPIZZA....

ELA QUERIA CONHECER AQUELAS COMIDINHAS ITALIANAS. ALI NAQUELE MOMENTO NÃO TINHA. MAS NUM PROXIMO NIVER DO MUNICIPIO VOU LEVAR ELA -SE ELA QUISER IR É CLARO - NUM ALMOÇO QUE FAZEM LÁ BEM TIPICO DE ITALIANO.GALETO,MASSA E AFINS. A BETE TENHO CERTEZA VAI ADORAR E TORTEI TB. (OLIDES)

 

O ROSTO DA REDE SOCIAL DE ZH

DEPOIS DE ALGUMAS TENTATIVAS EM QUE PARECE NÃO TER DADO CERTO, A ZH ACERTOU COM FERNANDA PANDOLFOI SUA COLUNA REDE SOCIAL A ANTIGA COLUNA SOCIAL. EIS ELA AQUI NUMA FOTO DA REVISTA WE.

O COLUNISTA SOCIAL DO CORREINHO VAI LANÇAR UM LIVRO ALBUM SOBRE 5 MIL NOMES DOLUXO NO RS.

SUCSSO COM CERTEZA. AO LADO SUA EDITORA.

FONTE WE

 

BATE BOCA

MENDELSKY TEVE FORTE DISCUSSÃO COM UM SINDICALISTA AO VIVO AGORA

* O SINDICALISTA NÃO BAIXOU O NIVEL...

* O APRESENTADOR TAVA MEIO ALTERADO.

 

dos leitores

solidareidade a COLEGA VALDIR

De: Luiz Carlos Secco
Enviada: 2015/09/22 11:15:43

Prezado amigo Canton:

Bom-dia!

Permita-me contar com a sua ajuda par levar à Valdir os meus sentimentos. E não são sentimentos formais mas, sim, verdadeiros, porque vivi essa experiência no falecimento de meus pais e até hoje sinto a falta deles e lamento profundamente tê-los perdido.

É preciso que ela tenha forças para superar esse momento difícil.

Com o meu abraço amigo.

Secco

 

Leitor

VEREADOR VILLELA NOSSO LEITOR, AQUI, AS VEZES.

FONTE REVISTA WE.

 

LE CHAGRIN ET LA PITIÉ

A ZH desta terça (22/09/2015) registra o relançamento, no Brasil, do documentário "Le chagrin et la pitié" do alemão naturalizado francês Marcel Ophüls. Traduzido por "A tristeza e a piedade", embora "chagrin" signifique mais do que tristeza - quer dizer de fato sentimento de vexame marcado por decepção ou humilhação - o filme trata da vergonhosa colaboração dos franceses com o nazismo durante a II Guerra Mundial. O nojo com os falcatruas que dominavam a política francesa à época e o medo do comunismo que já dominava na Rússia jogou os franceses nos braços dos alemães, que eram vistos como modelos de eficiência e progresso.

No início, apenas o Norte da França foi ocupado pelos alemães, mas, mais para o fim da guerra, a ocupação acabou se estendendo por todo o País. Enquanto isso não acontecia, a França não ocupada tinha por capital Vichy e era controlada pelo governo colaboracionista do Marechal Pétain, ex-herói da I Guerra Mundial. Um dia o sonho acabou e as contas tiveram que ser ajustadas. A vingança foi de rapar o cabelo das mulheres que prestaram "collaboration horizontale" aos soldados alemães a prender ou condenar a morte os principais líderes colaboracionistas. Pétain, por exemplo, foi condenado à morte, mas teve a pena comutada em prisao perpétua e morreu na cadeia (em 1951).

Tudo isso é pretexto para te enviar as fotos que vão a seguir. Elas registram que os franceses de fato trataram de purgar o equívoco do colaboracionismo não deixando que ele fosse varrido para debaixo do tapete da história. Além do momunento em memória das vítimas do colaboracionismo, que fica meio escondido, é verdade, num pequeno parque à margem do Sena, por toda a parte de Paris se encontram placas alusivas. Muitas em escolas, como uma que vai em anexo, registrando que dali foram sequestradas crianças judías enviadas aos campos de extermínio nazista.

Em tempo I: Louis Renault foi acusado de colaboração econômica com o ocupante e foi preso em setembro de 1944, morreu na prisão. Sequer foi aberto processo judicial contra ele. Sua empresa foi nacionalizada (estatizada) pelo governo provisório da França. Já famosa Arletty do famoso "Les Enfantes du Paradis" (o filme mais lindo do mundo) é atribuída a frase "Mon cœur est français, mais mon cul est international", que não foi produzida por ela, mas pelo roteirista do filme "Hotel du Nord", Henri Jeanson, que dizem só poderia estar pensando nela quando a redigiu.

Em tempo II: assisti tanto "Les enfants du Paradis" quanto "Hotel du Nord". A filmagem de "Les enfants..." começou durante a guerra e foi finalidada após a "Libération". Para filmar as cenas com Arletty que faltavam, Marcel Carné teve que conseguir autorização especial para ela sair da cadeia.
Em tempo III: Madame Chanel escapou da prisão graças seus bons contatos com nobres ingleses que falaram com Churchill, que falou com De Gaulle etc etc. E ela acabou indo passar uma temporada na Suíça. Só voltou à ativa porque..., bom, isso é outra história.... (Laurinho da Venâncio)


"Rafle du Vel' d' Hib" foi um dos episódios mais marcantes da perseguição dos judeus na França durante a II Guerra


É comum encontrar placas como estas na fachada das escolas francesas: "Ne les oublions jamais"


Homagem, sim, mas num canto bem discreto...


"Autoridade de fato dita Governo do Estado Francês de 1940 a 1944",com isso a culpa fica bem delimitada...

 

ACHADOS FILOSOFICOS DO DEROSSO

GANHEI UM LIVRO AUTOGRAFADO DELE.

MAS QUANDO CHEGUEI NO SAB NA PARADA DO BUSUN UMA PASSAGEIRA COMEÇOU A ESPIAR OS ESCRITOS DENTRO DO ONIBUS. DEI O LIVRO A ELA.

ACHO QUE FIZ UMA BOA AÇÃO.

ASSIM NA PRÓXIMA COMPRAREI UM LIVRO DO COLEGA.


tava lendo os grandes achados FILOSOFICOS ESOTERICOS DO NOSSO COLEGA DEROSSO.

 

do Espaço Vital

O primeiro encontro entre pai e filha que não se conheciam

Jornal Integração – Cafelândia (PR)

Uma jovem de 21 anos, moradora de Cafelândia, no Oeste do Paraná, conheceu o próprio pai, na última terça-feira (15), após passar cerca de dez anos procurando por ele. Com a ajuda de colegas, Beatriz Natel descobriu que o pai, Francisco Coelho, trabalha na mesma empresa na qual ela é funcionária. Os dois atuam no setor de abates de uma cooperativa de Cafelândia, já haviam se cruzado por diversas vezes, mas nunca tinham imaginado a relação de parentesco.

Os pais de Beatriz se conheceram, no ano de 1993, em Assis Chateaubriand, também no Oeste do Paraná. Eles chegaram a namorar por alguns meses, mas a mãe da jovem, muito nova na época, já grávida precisou terminar o relacionamento e voltar a morar em Assis (SP), município onde ela vivia antes de conhecer o namorado.

A informação de que ela esperava um bebê, entretanto, nunca havia chegado aos ouvidos de Francisco, supostamente 'protegido' por familiares.

Francisco Coelho de 50 anos e Beatriz Natel de 21 anos passaram a vida toda separados. Com uma única lembrança em mãos, Beatriz procurou ajuda por meio de Internet e telefones para encontrar o seu pai, que não sabia de sua existência.

Após muitas buscas, Beatriz conseguiu realizar o seu sonho, dar um abraço em seu pai e conhecê-lo depois de 21 anos.

Atualmente, Francisco é casado com Geni Silva, no qual tem cinco filhos de criação, e são moradores de Nova Aurora, uma cidade próxima. Já Beatriz, reside em Cafelândia com uma amiga.

Geni apoiou Francisco a que ele fosse conhecer a filha biológica.

Com a ajuda da população, empresas e do jornalista Genésio Roecher, pai e filha realizaram o sonho, na semana passada, na sub sede do Sindicato dos Trabalhadores em Cooperativas. O encontro emocionou todos que estavam presentes.

Francisco não conteve a emoção de encontrar sua única filha. O mesmo aconteceu com Beatriz, que emocionada agradeceu a todos que ajudaram com o encontro e declarou-se para seu pai.

Agora, pai e filha vão conversar e acabar com a saudade que esteve presente durante 21 anos. Na mesma empresa em que ambos trabalham, eles vão se encontrar diariamente. Pelo menos de segunda a sexta-feira. (Com informações da Folha de Londrina e do jornal Integração).

 

DE NOVO COLOCANDO AS COISAS NO LUGAR

Não é verdade que "A CALDAS E AS SUCURSAIS TINHAM A MANIA DE TIRAR TODO BOM REPORTER QUE SURGIA NA ZH".
Pode ser que ocorresse um que outro caso, como o do Gasparotto, que a Casa de Caldas levou algum tempo para lá, mas que quando ela fundou ele voltou para a ZH.
O que acontecia é que QUEM NÃO TINHA ESTÔMAGO para aguentar a ZH tratava de dar um jeito de ir para ambientes saudáveis como a Caldas Júnior e as sucursais. Foi o meu caso: depois de três anos e pouco trabalhando na ZH enchi as medidas e fui embora. Anos depois, o Aveline me encontrou na rua e perguntou se eu queria voltar. Não quis.
A verdade é que quem pretendesse trabalhar num local que garantisse um mínimo de dignidade profissional e boa remuneração sonhava em trabalhar na CJCJ ou numa sucursal de jornal ou revista do eixo Rio-SP. Essa é que era a realidade. Não era comum isso de a Caldas Júnior ou as sucursais ficarem roubando pessoal da ZH. Até porque eles nem precisavam tanto de pessoal. Quem precisava era a ZH/RBS, que estava se expandindo e necessitava muito de muita mão de obra. Por isso era tão fácil conseguir emprego lá. Não havia muita exigência. Entrava cada cabeça de bagre que vou te contar! Eu vi. Já estava de saída e olhava de longe os "novos contratados" e comentava com meus botôes: "Como é que pode?!" Salvo para projetos especiais, como foi o caso da edição dominical, quando importaram o uma pá de gente boa (teve na redação quem não foi aproveitado na primeira leva da dominical que chorava e rangia dentes de frustração. Eu vi).
A ZH só começou a botar a cabecinha para fora, ter alguma importância mesmo, quando entrou com a dominical e os classificados. Ao mesmo tempo, uma série de azares se abateu sobre a Casa de Caldas (começou com o acidente do Pedro Carneiro Pereira) e a empresa do Dr. Breno entrou em parafuso. No início desta fase, a ZH viveu um período razoável. Mas, depois que o Schirmer "caiu para cima" e já sob o reinado do "Nelsinho da Telefônica", a coisa voltou a desandar. O Schirmer, já disse e repito, tinha pelo menos um grande mérito, que era de não deixar o Comercial interferir na Redação.
Em tempo: quando vão inaugurar um retrato do Affonso Ritter na galeria das personalidades marcantes da ZH/RBS? Foi "padre" que deu o empurrão definitivo para a ZH deixar de ser um jornal do tipo torce-sai-sangue. O Affonso, editando a Economia e fazendo as mesas-redondas dominicais (olha a dominical aí de novo), aproximou o jornal dos empresários e garantiu a credibilidade perante os anunciantes.
(Laurinho da Venâcio)

 

dos leitores

me avisa rita, quando é que vou sim. sou UFOLOGO

From: Rita de Cássia Escobar
Sent: Ter 22/09/15 22:52

Oi Olides

Tudo bem? Obrigada pelo elogio ao meu texto no teu blog. Não estou mais no IGTF, mas isso tu já sabe, e nem em nenhum outro lugar. Estou "frilando", quando aparece. Dias desses tu publicou um release meu (VII Semana Ufológica e I Encontro Ufológico do Cone Sul). Grata pela postagem. Apareça no evento.

Abraço
Rita Escobar
51 9327.5434

 

Cinema

COM OS FRANCESES, NO CAMPO

por Eron Duarte Fagundes

Os franceses gostam disto. Isolar-se num local no campo para curtir relações entre amigos, ou em família. Sobre amigos, amor e vinho (Barbecue; 2014), de Eric Lavaine, pega este gancho. Algum toque cômico, alguma pose sentimental, Lavaine junta homens e mulheres em diversos estágios de relacionamentos para alinhavar algumas anotações, ao modo de crônica, sobre como vivem os franceses seus sentimentos hoje em dia. Com altos e baixos, o tom médio do filme é arrastado e frequentemente cansativo; falta sopro ou inspiração às divagações gaulesas de Lavaine.

O protagonista, vivido por Lambert Wilson, é um homem de 50 anos atribulado que no início do filme sofre um infarto. Em flashbacks a narrativa revisa o que foi sua vida até aquele infausto dia: uma revisão de seus tempos recentes. De caminho em descaminho, o último gesto é o caminho errado tomado pela personagem que está na direção do veículo na sequência final (“Yves s’est trompé d’itineraire”). O itinerário de Sobre amigos, amor e vinho (o título original é “barbecue”, churrasco, o que poderia aproximar a vivência da gauchada que churrasqueia com parentes no interior) é difuso e perdido. Não se fixa muito bem na retina do observador.

 

Venerdì Culturale

 

Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz no Theatro São Pedro

O concerto Rumpilezz Visita Caymmi, da bigband baiana Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz, que acontece no Theatro São Pedro (Praça Marechal Deodoro, s/nº, Centro Histórico), no dia 25 de setembro, às 21h. O espetáculo traz um passeio cênico-musical da Orkestra pela obra do compositor conterrâneo Dorival Caymmi.

O repertório dedica atenção a dez composições do cantor, desenhadas no concerto como músicas e vinhetas, e traduz o viés afro­baiano da prosa caymmiana, tendo como lente de reconstrução o UPB (Universo Percussivo Baiano) – matéria-prima de desenvolvimento da Orkestra Rumpilezz e objeto de observação de Letieres Leite.

“A obra de Caymmi tem importante destaque na estruturação da música brasileira tal como conhecemos. Ele foi o primeiro a trazer a informação da música da Bahia de maneira rigorosa e aproximou a música popular de elementos importantes da música de matriz africana. Neste encontro, vamos dialogar com essa essência de Caymmi e ir adiante com contornos da música ancestral”, explica Letieres Leite.

SERVIÇO

QUANDO: 25 de setembro (sexta) às 21h
LOCAL: Theatro São Pedro
INGRESSOS: à venda na bilheteria
VALORES:
Plateia e cadeira extra - R$ 40
Camarote central - R$35
Camarote lateral - R$30
Galerias - R$20
HORÁRIO DA BILHETERIA:
Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do teatro de segunda a sexta-feira, das 13h às 18h30 (ou até o horário do espetáculo, se houver); aos sábados e domingos, das 15h até o horário do espetáculo.

 

PRESIDENTE DO ILADES É CIDADÃO DE PORTO ALEGRE

O presidente do Instituto Latino Americano de Desenvolvimento Econômico Sustentável – ILADES, advogado Marcino Fernandes Rodrigues Junior, recebeu nesta terça-feira (22) o Título Honorífico de Cidadão de Porto Alegre, conferido pela Câmara Municipal. O evento foi realizado no Plenário Otávio Rocha do Palácio Aloísio Filho, na Avenida Loureiro da Silva, 255. Marcino, 59 anos, é natural de São Borja pós-graduado em Direito Ambiental Nacional e Internacional pela UFRGS e atua há mais de 30 anos na área do Direito Empresarial. Também ocupou uma série de cargos, entre os quais Secretário de Relações Internacionais, Captações de Recursos e Investimento da Cidade de Porto Alegre. Na liderança do ILADES, criado em 7 de julh o 2011 tem como foco a Governança na Gestão Ambiental.

 

do blog do Ucha

este livro deve ser bom pelo visto(olides)

Vai sair livro sobre vinho que vem sendo escrito há décadas


Rogério Dardeau promete o livro já famoso

O especialista em vinhos Rogério Dardeau, lá do Rio, companheiro de algumas andanças pelo mundo vinho, manda uma boa notícia: resolveu dar por concluidon um livro sobre o vinho brasileiro e sua história que vem escrevendo há décadas. Décadas! Eis sua mensagem:
“Como tem passado, amigo? E aquelas ovelhas preciosas, lá na Campanha? Tenho uma boa notícia.
Depois de um trabalho de décadas, decidi encerrar os escritos do livro 'Vinho Fino Brasileiro'. Sim, encerrei por que, senão, eu não ia parar nunca. A movimentação do setor vitivinícola brasileiro, no campo dos vinhos finos, está incrível.
O livro está prefaciado pelo Pedro Hermeto, em razão do desempenho dos vinhos brasileiros no Aprazível, e teve uma leitura prévia muito contributiva da Sonia Denicol (Madame do Vinho).
São 300 páginas mostrando tudo: regiões (tradicionais e novas), produtores artesanais, vinícolas, ... enólogos e, é claro, vinhos...
O lançamento está previsto para a primeira semana de dezembro, aqui no Rio. Iniciei conversa com a Maria Amelia Duarte Flores sobre a possibilidade de um evento em Porto Alegre. Conto com seu apoio, amigo!
gde abraço.”
Dardeau

É isso aí, estou ansioso para conhecer o livro do Rogério. E vou fazer o que estiver ao meu alcance para divulgá-lo. Deve ser coisa boa, com um vinho de boa cepa.

 

de Serafina

Grupo Bah q'Tri na Semana Farroupilha

O Rio Grande do Sul é berço de grandes talentos vocais, de intensa produção musical de gêneros diversos e de artistas cheios de criatividade e sensibilidade. Neste celeiro nasceu, em 2012, o Grupo Vocal Bah q’ Tri. Histórias e muita música. É assim que o trabalho de jovens despontou como uma grande revelação do cenário musical gaúcho, conquistando diversos prêmios em rodeios e sagrando-se vice-campeão do ENART 2012 e Campeão do ENART 2013 na modalidade Conjunto Vocal. Em 2014, o Grupo entra para os palcos dos Festivais. Em sua primeira participação conquista o 3º lugar no Festival de Música Canto da Lagoa, de Encantado - RS, considerado um dos principais festivais do Brasil. Em paralelo, o Bah q' Tri recebe, por unanimidade dos jurados, o prêmio Origens, do Programa Galpão Crioulo, que premia os destaques dos Festivais no RS. Em 2013, com a modificação do grupo, o Bah q’ Trio passa a se chamar, Bah q’ Tri. Ainda em 2014, o Grupo consagra-se Campeão da oitava edição do Festival O Rio Grande Canta o Cooperativismo, promovido pelo SESCOOP/RS. Atualmente, o grupo é formado por Ingrid Rodrigues Militão, Ranieri Moriggi, Thaís Quinteiro e o serafinense Willian Varela.

Com um repertório de composições feitas ao sabor do folclore gaúcho, e um elaborado garimpo de compositores regionais e releituras de clássicos da música nativista, o Bah q’ Tri tem se apresentado a plateias cada vez mais calorosas, arrebatando os saudosos da boa música e conquistando um público notadamente jovem. Prefeitura de Serafina Corrêa teve a honra de apresentar, a toda a comunidade, o Grupo Bah q'Tri, na Semana Farroupilha 2015, no sábado, 19 de Setembro, para um grande show.

 

Encerramento da Semana Farroupilha 2015

depois dizem que em serafina não tem BOMBACHUDO. OLHA ESTA FOTO AI. TEM + que em s.borja onde nem desfile teve(olides)

Todos os anos, no mês de Setembro, a Chama Crioula reacende o orgulho dos gaúchos, contemplando os Festejos Farroupilhas. Em Serafina Corrêa, a Prefeitura Municipal, com o apoio do CTG Galpão da Saudade, do CTG Sinuelo da Serra e do Piquete de Laçadores Espora de Prata realizaram a Semana Farroupilha com muito sucesso. No domingo, Dia do Gaúcho, 20 de Setembro, aconteceu a Cerimônia de Encerramento, no Acampamento Farroupilha. O evento contou com a presença do Prefeito Municipal Ademir Antonio Presotto, do Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo, do Coordenador da 11ª Região Tradicionalista Luis Carlos Rigon, demais autoridades locais, tradicionalistas e a comunidade serafinense. Houve extinção da Chama Crioula e pronunciamento do Prefeito Municipal. Na oportunidade, o Chefe do Executivo agradeceu a todos que realizaram e fizeram o sucesso da Semana Farroupilha. Destacou, ainda, as atividades
realizadas, o lazer, a cultura e o culto às tradições que aconteceram durante o período, convidando toda a população para a Semana Farroupilha de 2016.

 

23ª Cavalgada da Amizade deixa Serafina Corrêa

OLHA SE OF LAVIO SOCCOL NÃO TARIA METIDO EM ALGUMA DESTAS EFEMERIDES FARRAPOS. ONDE TEM EVENTO SOCIAL AI TÁ O VELHO FLAVIO DE GUERRA.(OLIDES)

A Cavalgada da Amizade este ano completa 23 anos de história. Como tradicionalmente ocorre, o movimento inicia em Passo Fundo e termina em Guaporé. No sábado, 19 de Setembro, Serafina Corrêa recebeu cerca de 35 Cavalarianos, que pernoitaram no município. No domingo, 20 de Setembro, a Cavalgada deixou a cidade em direção à Guaporé. Como tradicionalmente ocorre, os integrantes foram recepcionados pela Família Piva, Linha Oitava, Guaporé, para o café da manhã. Mais um importante momento onde a Coordenação da Cavalgada, através do Cavalariano Adalberto João Bastian e do Embaixador Flávio Soccol prestaram homenagens e entregaram reconhecimentos. Muita emoção marcou o Café da Manhã na Família Piva deste ano, onde a Cavalgada da Amizade prestou uma homenagem à Cida Franciosi, por ter colaborado com o movimento e que partiu em Julho deste ano.


22 de setembro
de 2015

SANTIAGO

CLARO QUE O CARTUNISTA QUER SER O PATRONO DA FEIRA. FALEI PRA NOIA RIZZO QUE TB VAI ENTRAR NA CAMPANHA PRA NÓS ELEGERMOS O HOMI DE SANTIAGO DE BOQUEIRAO PRA PATRONO DA FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE.

NELTAIR REBES, TU É NOSSO GUIA, JÁ QUE O LULA DEGRINGOLOUJ(oc)

 

da ARI

NO SAB PASSADO FORAM RELANÇADOS,OU LANÇADOS OS LIVROS DO COLEGA DEROSSO.

OS TITULOS SÃO

1. COMUNICAR-SE DO SOLILÓQUIO AO CONSCIENCIÊS".

CORNUCÓPIA DA PALAVRA, PENÚLTIMAS CRONICAS NEOPENSATAS EVOLUTIVAS.

QUEM SE INTERESSAR,OU AUTOR DEIXOU UM FONE 45.84039216 ou mail eucardiod@gmail.com

 

do Nikão

Ei-las, Olides.
Pela ordem:


Plateia


Batista Filho, presidente da ARI

Este que vos escreve


Autógrafos


Batista, eu e o vereador Rogério Gomes de Moura (autor da proposta de sessão).

Grato e abs.

Nikão

 

dos leitores

por laurinho

Trabalhei na feitura do livro sobre a Uh escrito final do Jefferson Barros. Mas nunca tinha ouvido dizer que os rilises iam todos pro lixo.

Na ZH, onde eu + trabahei, o release as vezes servia de pauta.sim....vi vários exemplos. o cara recebia,lia e dizia:

- não vamos dar, vamos fazer uma pauta....e ampliava,evidente.

agora claro que os relises são sempre do interesse da fonte. mas nem tanto a terra, nem tanto ao mar(OC)

ao fim e ao cabo, tu tá dando uma pequena aulinha de jornalismo. não sei como são feitas as pautas hj em dia.

em tempo aproveito a missiva e te digo que sab na ARI perguntei ao BICUDO que tu querias saber o que ele tinha contra os RIGOTTO pra ir encima do assunto que resultou naquele assunto tão polemico, que todos sabemos.

o BICUDO ME DISSE.

- PORQUE NINGUÉM AINDA TINHA PUBLICADO.

e aproveito pra te dizer que o assunto RIGOTTO morto na praia eu levei pro BICUDO pq o TASCA QUE TINHA UMA AMIGA ADVOGADA EM CCANOA TINHA VISTO NO FORUM DE LÁ O PROCESSO DO TETI RIGOTTO QUE FOI ABATIDO COM UM TIRO(oc)

De:
Enviada: 2015/09/21 18:00:35

COLOCANDO AS COISAS NO LUGAR - a) "Matéria que parece um release" significava matéria produzida por jornalista mas do tipo oba-oba, era a matéria gratuitamente elogiosa, matéria descaradamente a favor de alguém, de uma empresa, de uma instituição etc. Por isso eram malvistas. b) Isso de que release pode servir de pauta é lorota. Release é release, pauta é pauta. Pauta é concebida por jornalista e visa a produção de matéria de interesse do leitor, do ouvinte, do telespectador, do consumidor enfim. Release em por objetivo divulgar algo de interesse de alguém, é de interesse "da fonte". c) Tive uma prof que contava q na antiga Última Hora os releases iam direto para a cesta do lixo. Nada a ver com preconceito ou idiossincrasia, era a filosofia da empresa: o que ela publicava tinha de ser produzido por ela mesma. Até as pautas! (Laurinh o da Venâncio)

 

LAURINHO DA VENANCIO

1. OS DEPOIMENTOS DELE SOBRE A ZH SÃO DE UM TEMPO PRECIOSO. AQUELE EM QUE A ERREBIESSE NÃO ERA A POTENCIA QUE É HJ.

2. ERAM OS TEMPOS EM QUE A CALDAS DOMINAVA.

3. E A CALDAS E AS SUCURSAIS TINHAM A MANIA DE TIRAR TODO BOM REPORTER QUE SURGIA NA ZH. O LAURINHO SCHIRMER FICAVA PUTO COM ISTO.

SEMPRE QUE SURGIA UM BOM REPORTER, IAM LÁ E TIRAVAM....

4. OU ERA A CALDAS OU UMA SUCURSAL QUE FAZIA ISTO. O GLOBO, JB E OUTROS TINHAM A MANIA DE FAZER ISTO. A VEJA TB FAZIA.

TODOS OS DA VEJA ANTIGA DAQUI VINHAM DA ZH. LUIS CLAUDIO CUNHA, DEDE PORTO, DIVINIO FONSECA E MUITOS OUTROS. PAULO TOTTI QUE ERA DAULTIMA HORA.

4. HJ A ERREBIESSE É QUE MANDA NO PEDAÇO. MAS ACHO QUE ESTA DISPUTA DE REPORTERES NÃO TEM MAIS.

5 com a internet, fica tudo meio que igualado.

 

alzheimer

rekern, perguntar não ofende(OC) rekern, como dizia teu gov. tarso, aliás o nosso, tu é muito "abelhudo"

De: "Renato Kern"
Enviada: 2015/09/21 10:05:48

Quem está com al alzheimer e quem está quebrado?

Renato Kern

 

PESAMES

FALEI HJ DE NOITE COM A COLEGA DE MUITOS E MUITOS ANOS WALDIR DOS SANTOS,DE SP.

ELA PERDEU A MÃE DIAS ATRÁS. ESTÁ MUITO CHATEADA. NOSSOS PESAMES A VALDIR.

 

QUEM VIVE EM PARIS?

As duas fotos que ilustram este texto já dão uma boa pista. O cartaz diz que uma quarta parte dos franceses hoje em dia é originário da imigração. A outra foto mostra mulheres muçulmanas com véu em plena Av. Champs Élysées. Além disso, Paris pode ser considerada a maior cidade africana fora da África. Assim como há árabes por toda parte, também há negros em todos os cantos. E todos trabalhando, não se vê desocupados.

A presença dos árabes é impressionante. Na própria Champs Élysées, lugar com os imóveis mais caros da cidade, os árabes compram tudo o que estiver à venda. Não faz muito tempo, o prédio onde funcionava uma das duas loja de música e assemelhados da Virgin na Champs Élysées foi comprado inteiro por eles ( loja da Virgin já fechou). Madames muçulmanas a toda hora descem ou embarcam de seus carros de luxo que estacionam em frente ao prédio onde moram na principal avenida de Paris.

Ano retrasado, fiquei num hotel perdo da Place Nation. Numa rua de uma quadra só. Quando sai pela primeira vez do hotel, depois de ter deixado as malas, levei um susto: "Onde me meti?!". A ruazinha tinha também dois hotéis para os "sans papiers", os imigrantes irregulares, a maioria negros africanos. Pois bem, durante a semana e tanto que fiqui lá, não enfrentei problema algum, seja lá que horas caminhasse por aquelas calçadas. Os caras sequer me olhavam.

Evidentemente nem só imigrantes compõem a população de Paris. A maioria anda é de franceses. E os governos que se sucederam desde o Pós-Guerra tem a constante procupação de garantir tanto a "mixité sociale" quando a "mixité économique". Tem que ser tudo misturado, ricos e pobres, residências e negócios. Para garantir a "mixité sociale" há um complexo sistema de estímulos e subsídios para a habitação.

Mesmo assim, ainda há áreas bem ricas e outras bem pobres. Os mais ricos moram para os lados da Torre Eiffel, do Trocadero, de Saint Germain e do Marais. Os pobres têm uma forte presença no entorno da Gare du Nord. Assim como na periferia, as "banlieue", onde se situam o que os sociólogos e que tais chamam de "áreas sensíveis". (Laurinho da Venâncio)

 

do Facebook

Hackers invadem site do PMDB-RS

 

Cinema

OS ASPECTOS SOMBRIOS DO CINEMA NÓRDICO

por Eron Duarte Fagundes

Os realizadores nórdicos costumam carregar nas tintas ao expor as feridas de suas personagens. A dinamarquesa Susanne Bier, em Segunda chance (En chance til; 2014), faz as habituais sobrecargas emocionais e factuais dos diretores escandinavos, de que o sueco Ingmar Bergman é o ponto cinematográfico central.

A história se prende ao envolvimento de um policial em sequestro e troca de bebês; o crime do policial se perpetra no meio dum casal miserável e drogado. A narrativa pesa ao longo de seu tempo, e este peso incomoda aqui e ali impedindo a mobilidade das ações dramáticas.

Curioso, impressivo, Segunda chance se ressente em muitos momentos de características arrastadas, gordurosas de contar uma história.

 

GAÚCHA MINISTRA WORKSHOP DE SALADAS NA ITÁLIA

A relações públicas, Gizely Dall'Agnol, ainda buscará referências de produtos orgânicos na Expo Milano, maior feira de alimentação do mundo, para trazer novidades ao Brasil.

O primeiro workshop de saladas que a relações públicas e idealizadora do blog Salada, Gizely Dall'Agnol, ministrou foi em outubro de 2014, na cidade de Marau/RS. Em menos de um ano do início de seu projeto de workshops, a gaúcha estará na Itália, onde ensinará pratos de saladas para o Natal, Ano Novo e para o inverno. De acordo com a relações públicas, a escolha dos temas foi dos próprios italianos, que assistirão aos workshops na cidade de Isola Vicentina, nos dias 23 e 24 de setembro.

A gaúcha aproveitará a viagem para trazer novidades de negócios para o Brasil. Gizely visitará a Expo Milano, a maior feira de alimentação do mundo. "Vou buscar referências, principalmente de produtos orgânicos", explicou. Além disso, viajará para as cidades de Verona, Padova, Florença, Veneza, Firenze, Modena e Roma, entre outras, para encontrar novas inspirações para o projeto. "Entre um giro e outro, farei visitas a produtores de alimentos orgânicos e fabricantes de azeite de oliva, aceto balsâmico, entre outros".

 

COLOCANDO AS COISAS NO LUGAR

O que eu falei que coloquei no feice não tem nada a ver com o que tu comentou. O que eu coloquei no feice foi o seguinte:
"Da serie "Pensamento do Dia": O Face volta e meia me indica perfis de meninas q qdo conheci eram tão lindas! Eram!"
É o registro de uma realizade, a vida é madrasta com as mulheres: elas florescem, desabrocham, mais cedo que nós, os homens, e fenecem igualmente mais cedo; a maioria.
(Laurinho da Venâncio)

 

do mironneto.com

Parte da pista desmorona no km 29 da RS-115, em Gramado

Engenheiros e técnicos da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) ainda estão avaliando o que será feito no quilômetro 29 da RS-115, onde parte da via desmoronou na madrugada desta segunda-feira (21), em virtude das fortes chuvas do final de semana. Por enquanto, a RS-115 está com pista simples no trecho, e os motoristas precisam ter atenção, já que o local está marcado com cones plásticos. Há dois meses, a EGR já havia feito uma sinalização na estrada, transformando o trecho duplo em uma via simples, já que é um local que historicamente apresenta desmoronamentos.
Além do quilômetro 29, a EGR estará trabalhando nesta semana na recuperação da RS-115, entre os quilômetros 8 e 31, com fluxo intercalado de veículos.

Parque do Caracol é exemplo da incompetência pública

A atitude da Prefeitura de Nova Petrópolis em fazer uma parceria com a iniciativa privada para administrar um parque turístico deveria ser seguida por outros municípios. A atual crise econômica, que afeta mais os Estados e Municípios, reforça a necessidade dos entes públicos de se concentrarem em áreas prioritárias, como Saúde e Educação, por exemplo.
Na Região das Hortênsias, vemos com tristeza a decadência do Parque do Caracol, talvez a nossa principal beleza natural. Nas mãos do Estado - que concede a administração ao município de Canela, vemos os equipamentos e a infraestrutura cada vez mais deteriorados, e o número de visitantes decaindo. Enquanto isso, bem ao lado, a visitação aos bondinhos - administrado pela iniciativa privada, não para de crescer. Alguém ainda tem dúvida de que a única solução para o Parque do Caracol será uma parceria público-privada?

 

República do Rock

Nesta terça-feira, as bandas Império da Lã e Madame Bogardan fazem os shows do projeto República do Rock, a partir das 20h, no Teatro Renascença. O ingresso é a doação de um quilo de alimento não perecível.

 

Arena do Grêmio recebe show histórico

acharam uma utilidade pro arena. pq pro futebol ....(OC)

A lenda do rock, David Gilmour, promete um show inesquecível com a turnê RattlethatLock, no dia 16 de dezembro.
A expectativa é atrair 50 mil pessoas

O guitarrista e vocalista do Pink Floyd, David Gilmour, promete movimentar a capital gaúcha no final do ano. O músico, que é uma das lendas do rock mundial, fará sua primeira turnê solo pela América Latina, e a Arena do Grêmio, em Porto Alegre, foi escolhida para receber o evento. Para Eduardo Peña, presidente da Arena do Grêmio, o espaço está se consagrando por recepcionar grandes atrações de nível nacional e internacional. "A Arena tem sido palco de grandes eventos que ocorrem na cidade. Este show, da lenda David Gilmour, vai fechar o calendário anual com chave de ouro. Esperamos que 2016 seja ainda melhor, com mais atrações deste nível. "
RattlethatLock tem um repertório aguardado pelos fãs que esperam por músicas da antiga banda e também clássicos dos discos solos.O ídolo é muito esperado para o espetáculo na Arena do Grêmio, pois é o seu primeiro show no Brasil, depois que deixou a banda Pink Floyd.
A expectativa é de que 50 mil pessoas compareçam à Arena para assistir ao show que inicia às 21h. A abertura dos portões está marcada para quatro horas antes do evento, às 17h. A entrada é permitida para maiores de 16 anos. Menores, entre 12 e 15 anos, entram somente acompanhados pelos pais.
Os ingressos variam de R$ 230 (cadeira superior sul) a R$ 17,5 mil (camarote para 24 pessoas) e podem ser adquiridos nas Lojas Multisom de Porto Alegre, pelo call center - 51 4062.0057 - ou na internet, através do site www.blueticket.com.br.

Serviço:

O que: Show David Gilmour
Data: 16/12/2015 (quarta-feira)
Horário do show: 21h
Abertura dos portões: 17h
Local: Arena do Grêmio

Preço dos ingressos

Pista - 3º lote - R$ 360,00
Pista Premium – 2º lote – R$ 610,00
Cadeira gramado leste – R$ 350,00
Cadeira gramado oeste – R$ 350,00 (esgotado)
Cadeira gramado sul – R$ 300,00
Cadeira gold – R$ 400,00
Cadeira superior leste – R$ 260,00
Cadeira superior oeste – R$ 260,00
Cadeira superior sul – R$ 230,00
Camarotes 09 e 10 (16 pessoas cada) – R$ 12.000,00 (por camarote)
Camarote 12 (24 pessoas cada) – R$ 17.500,00 (por camarote)
Camarotes 18 e 19 (24 pessoas cada) – R$ 15.000,00 (por camarote)
Camarotes 26 a 39 (16 pessoas em cada) – R$ 10.000,00 (por camarote)
Camarotes 42 a 51 (coletivo – 24 pessoas em cada) – R$ 600,00 (por pessoa)
Camarotes 53 a 59, 61 à 63, 65, 69 e 70 (coletivo – 16 pessoas em cada) – R$ 650,00 (por pessoa)

Classificação: 16 anos
0 a 11 anos – não entra
12 a15 anos – entra acompanhado dos pais
Acima de 16 anos – entra sozinho

Descontos (exceto pista premium e camarote) – em todos os pdv's, site e callcenter:
50% idosos
50% estudantes
50% PCD**

*mediante apresentação de documentação que comprove o benefício.
** acompanhante de PCD não tem desconto.

Pontos de venda:
Site: www.blueticket.com.br
Call center: 51 4062 0057

Multisom Barra Shopping Sul
Av. Diário de notícias, 300 – lojas 1040 à 10 – POA/RS
Horário atendimento: 11h às 19h

Multisom palácio
Rua dos andradas, 1001 – centro – POA/RS
Horário atendimento: 10h às 18h20

MultisomShopping Iguatemi
Av. João Wallig, 1800 – loja 109 – POA/RS
Horário atendimento: 11h às 19h
Demais, consultar pontos no site da blueticket (http://www.blueticket.com.br/?secao=sobre&item=pontosdevenda

 

de Serafina

Tradicional Futebol de Bombacha em Serafina Corrêa

Apesar da chuva, o domingo, 20 de Setembro de 2015, foi de muita alegria e lazer, no Acampamento Farroupilha em Serafina Corrêa. Centenas de pessoas acompanharam a programação da Semana Farroupilha que contou, como tradicionalmente ocorre, com o Futebol de Bombacha. Um momento de diversão e alegria para todos.

 

Jantar Fandango CTG Sinuelo da Serra

Na noite de 12 de Setembro de 2015, no Ginásio Municipal Santin, o Centro de Tradições Gaúchas Sinuelo da Serra realizou um Jantar Fandango. Na ocasião, houve também a Cerimônia de Troca de Faixas e Crachás das Prendas e Peões da entidade, com a presença do atual Guri Farroupilha do Estado do Rio Grande do Sul, Tiago Luigi Guadagnin Radin. Na oportunidade, participaram também o Peão Farroupilha da 11ª Região Tradicionalista, Guilherme Baesso e a 2ª Prenda da 11ª Região Tradicionalista, Gelvana dos Santos, sendo que ambos entregaram seus cargos à entidade, representando a partir de então toda a região. O Prefeito Ademir Antonio Presotto, a Primeira Dama Maria Carmem Montanari Presotto e o Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo e sua Esposa Elenice Mezzomo, também estavam presentes, prestigiando o evento. A noite contou com saboroso jantar e, logo após o Cerimonial de Troca de Faixas e Crachás, o Grupo Alma Gaudéria animou a noite.

 

Baile com o Grupo Festança

O tema dos Festejos Farroupilhas deste ano foi “O campeirismo gaúcho e sua importância social e cultural”. Na sexta-feira, 18 de Setembro de 2015, seguindo a Programação da Semana Farroupilha de Serafina Corrêa, houve baile com o Grupo Festança. Mais um evento para alegrar a comunidade e visitantes, com dança, alegria e diversão.

 

23ª Cavalgada da Amizade em Serafina Corrêa

A Prefeitura de Serafina Corrêa, em nome de toda comunidade, teve a honra de receber a 23ª Cavalgada da Amizade no sábado, 19 de Setembro de 2015. O movimento representa um importante momento de demonstração de amor ao Rio Grande do Sul, de preservação de nossa cultura e de celebração da amizade e teve, neste ano, como Coordenador, Adalberto João Bastian. Há 23 anos, esses nobres cavalarianos vêm escrevendo uma história de culto às tradições e integração, percorrendo o chão riograndense, pelos municípios de Passo Fundo, Marau, Vila Maria, Casca, Serafina Corrêa e Guaporé.

No trevo de acesso à Montauri, houve a recepção da 23ª Cavalgada da Amizade, com a presença do Prefeito Municipal, Ademir Antonio Presotto, do Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo, demais autoridades tradicionalistas e o Padre Ivo Pretto. Houve a reza do Pai Nosso e a bênção do Sacerdote, além do Protocolo feito pelo Embaixador da Cavalgada, Flávio Soccol. Em seguida, os cavalarianos dirigiram-se ao Acampamento Farroupilha, onde foram recepcionados, pediram permissão para pernoitar nesta cidade e receberam a Chave do município, símbolo da hospitalidade dos serafinenses. Em seguida, houve pronunciamento das autoridades e homenagens.

 

Jantar de Recepção da 23ª Cavalgada da Amizade

O Centro de Tradições Gaúchas Galpão da Saudade promoveu, no sábado,
19 de Setembro de 2015, em sua sede, o Jantar de Recepção da 23ª Cavalgada da Amizade. O evento contou com a presença do Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo, demais Secretários e servidores municipais, autoridades tradicionalistas, imprensa, cavalarianos, amigos e simpatizantes. Primeiramente, o Vice-Prefeito prestou homenagem ao Coordenador da 23ª Cavalgada da Amizade, Adalberto João Bastian, em reconhecimento ao importante movimento que lidera. Em seguida, o Vice Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo, juntamente com o Patrão do CTG Galpão da Saudade, Edílio Escritori; com a Patroa do CTG Sinuelo da Serra, Vanda Corrêa Trento; e com o Piquete de
Laçadores Espora de Prata, fizeram a entrega dos Certificados de Hóspedes Oficiais para os Cavalarianos:

Jair Euclesio Ely – Brigada Militar de Passo Fundo
Jairo Angelo Gasperin - CTG Lalau Miranda de Passo Fundo
Ezequiel Marquiori – CTG Os Desgarrados de Guaporé
Eduardo Pala – CTG Os Desgarrados de Guaporé
Gabriel Sartori - CTG Os Desgarrados de Guaporé
Cleber Arienti - CTG Os Desgarrados de Guaporé
Leonel Arienti - CTG Os Desgarrados de Guaporé
Ivo Dullius – CTG Última Tropeada de Guaporé
Paulo Antonio Nodari - CTG Os Desgarrados de Guaporé
Leo Clovis Fabris - CTG Os Desgarrados de Guaporé
Felipe Chisté - CTG Os Desgarrados de Guaporé
Luiz Alberto Tizziani - CTG Os Desgarrados de Guaporé
João Francisco De Rossi -CTG Os Desgarrados de Guaporé
Amon Barreto Refosco - CTG Os Desgarrados de Guaporé
José Martins Souto - CTG Os Desgarrados de Guaporé
Amilton Luis Dullius - CTG Última Tropeada de Guaporé
Francisco Alberto Nervis - CTG Os Desgarrados de Guaporé
Florindo José Baggio_CTG Rancho Alegre de Vista Alegre do Prata
Gustavo Manuel Migliorini - CTG Os Desgarrados de Guaporé
Adalberto João Bastian - CTG Os Desgarrados de Guaporé
Gregory Gonçalves - CTG Os Desgarrados de Guaporé
Vilmar Gonçalves - CTG Os Desgarrados de Guaporé
João Martins Souto - CTG Os Desgarrados de Guaporé
Houve também entrega de Menção Honrosa aos serafinenses:
Gilberto Barp – CTG Sinuelo da Serra
Lucas Roso Rossetto – CTG Sinuelo da Serra
Vanderlei Adão Marangoni – CTG Sinuelo da Serra
Valter Rosseto – CTG Sinuelo da Serra
Roberto de Bortoli – CTG Sinuelo da Serra
José Perin Boff – CTG Sinuelo da Serra
Elias Roso Rosseto – CTG Sinuelo da Serra
Messias Vivian Junior – CTG Sinuelo da Serra
Celso Pierozan - Piquete de Laçadores Espora de Prata
Diego Marostica - Piquete de Laçadores Espora de Prata
Jonas Pierozan – Piquete de Laçadores Espora de Prata
e Flávio Soccol - Embaixador da Cavalgada da Amizade.

A Cavalgada da Amizade também fez os seus reconhecimentos, com entrega de lembranças aos homenageados. Um momento de integração e amizade, objetivos da Cavalgada da Amizade, com a recepção da comunidade serafinense!


21 de setembro
de 2015

SANTIAGO DO BOQUEIRÃO QUEM NÃO É BICHA É L......

torço pro filho de santiago ser o patrono da feira do livro. precisamos de HUMOR.

 

GREMIO

N TOU INVENTADO NADA....QUEM ME LE SABE.....JÁ DISSE QUE O GREMINHO DO ROMILDINHO NÃO TINHA PINTA DE CAMPEÃO DE NADA. NÃO DE TUDO AO CONTRÁRIO DO COIRMÃO.

NUMA SEMANA PERDER PRO SP E PRO PALMEIRAS NÃO DÁ.NO MINIMO EMPATAR.COM OS DOIS. ASSIM ATÉ O G4 TÁ A PERIGO E MUITO PERIGO. LOGO ESTAREMOS FORA DO G4.

JÁ O INTER ESPERAVA QUE SUBISSE PRO G4 NESTA RODADA DE SAB.(oc)

 

Simone

acabaram os ingressos pro show da simone a um pila.

 

ALZHEIMER

UM EX-EDITOR CHEFE DE ZH ESTARIA EM COMEÇO DE ALZHEIMER. NÃO MORA MAIS NO RS.

 

ARI

DEPOIS DE MUITOS ANOS VOLTEI ESTA MANHA DE 19.09 A ARI. O GOULART QUE ME CONVIDOU. ALIÁS ISTO NÃO TEM A MENOR IMPORTANCIA. PQ A ARI SÃO OS QUE A FREQUENTAM....

por lá passaram muitos ' importantes'. hoje jazem nos cemitérios da vida.

ficaram apenas as molduras na parede.

UMA EM ESPECIAL ME DIZ RESPEITO.

foi a do Mauricio Sobrinho que eu fiz cobertura da inauguração.

NÃO TINHA AINDA FREQUENTADO A ARI. NEM SABIA BEM O QUE ERA AQUILO. MAS NUMA MANHÃ DE SABADO QUE ESTAVA DE PLANTÃO ME MANDARAM PRA LÁ.

PAUTA 500....( AQUELA DOS PATRÕES)

TAVA LÁ TODA A FAMILIA IMPERIAL, COMO O LAURO SCHIRMER CHAMAVA A FAMILIA SIROTSKY.

E ME IMPRESSIONOU O QUE AS DUAS FILHAS - SUZANA E SONIA - CHORRAM. OS FILHOS -NELSON E PEDRINHO ATÉ QUE SE SEGURARAM MAS OUE AS FILHAS CHORARAM NÃO FOI MOLE....

TB O MAURICIO RECÉM TINHA FALECIDO.

O ENIO ROCKEMBACH, QUE NÃO VI HJ DE MANHÃ, FEZ O PAPEL DE ' MESTRE DE CERIMONIA'. ELA FAZIA ISTO NA ARI.

ERA DO GABINETE DO COLLARES E FAZIA ESTE PAPEL NA ARI TB.

evento desta manha de sab na ARI

FILME DE FURTADO MERCADO DE NOTICIAS.

MERCADO DE NOTICIAS PASSOU NO SALÃO NOBRE DA ARI NESTA MANHÃ CHUVOSA DE SABADO 19.09.2015.

OS BARÕES DA IMPRENSA ESTAVAM PENDURADOS NA PAREDE.

(OLIDES)

 

EVENTO NA ARI

O PRESIDENTE BATISTA FILHO NÃO FOI. ELE TINHA IDO A PINHEIRO MACHADO ACOMPANHAR O NIKÃO DUARTE QUE TINHA IDO LANÇAR O LIVRO SOBRE CACIMBINHAS...ALIÁS O PREFÁCIO DO LIVRO É DO BATISTA,DENTRO DOS 80 ANOS DA ARI.

* PATRICIA MARINI, DO JA EDITORES, DEU UM BEIJINHO NO VIEIRINHA. NÃO A VI FALAR COM O BICUDO DA JÁ EDITORES.

* AYRES CERUTTI DIRETOR DA ARI, VOLTOU A ANDAR AVEC. TINHAM DADO UM TEMPO.

* derosso lançou 3 livros ao mesmo tempo.veio de foz do iguaçu pra isto.

DOS TEMPOS QUE EU IA TODAS AS MANHAS DE SABADO LÁ FOI UM DOS POUCOS QUE VI LÁ DE NOVO.

* O EDITOR DO BLOG TAMBOR DA ALDEIA TB FOI LÁ NO PROGRAMA DE RÁDIO DELE.

ALIAS QUE BOM NOME PRUM BLOG.

* GLEY SOARES ME DISSE QUE A MÃE DELE NÃO TÁ COM ALZHEIMER. TÁ COM ESQUECIMENTO. BOM,MELHOR. A MÃE DELE É A MARLEY SOARES. FUI MUITAS X LÁ NO PROGRAMA PALAVRA DE MULHER. FOI LÁ QUE PEGUEI NO SONO UM DIA, DEPOIS DO LANÇAMENTO DO LIVRO ABUSADO DO CACO BARCELLOS EM PORTO ALEGRE. E QUE O GLEI DEPOIS ME TIROU UM SARRO DANADO. DORMI EM PLENO PROGRAMA.TAB O SOFÁ TAVA BOM.

* VI NO EVENTO DA ARI O PADRE, QUE VEM A SER O EUCLIDES TORRES QUE MORA EM CAÇAPAVA DO SUL.ONDE TEM UMA CHACRINHA....MORA LÁ COM A MULHER E TUDO.

* ANTONIO GOULART FOI LÁ MAS SAIU PERTO DO MEIO DIA PQ TINHA ALMOÇO COM A FAMILIA.

FILME DO FURTADO O MERCADO DE NOTICIAS PASSOU NO SABADO DE MANHA NA ARI.

 

40 anos depois

BICUDO - ELMAR BONES DA COSTA E VIEIRINHA NA ARI DOIS DOS FUNDADORES DA COOJORNAL NA ARI 40 ANOS DEPOIS.

A COOJORNAL FOI FUNDADA NO SALÃO NOBRE DA ASSOCIAÇÃO RIOGRANDENSE DE IMPRENSA.

 

COLEGUINHAS

O LAURINHO DA VENANCIO COMENTOU COMIGO NA 6 QUE TINHA GOSTADO DA MATERIA DO NIKÃO.

SÓ NÃO GOSTOU DO FINAL. INCRÍVEL COMO NOS ANOS 70 A GENTE TINHA HORROR DE ASSESSOR DE IMPRENSA.

ERA UM VERDADEIRA DESPREZO QUE SE CULTIVAVA PELO RILISE....NÃO SEI DE ONDE NOS INCUTIRIAM ISTO..

O FATO É QUE O HORROR A RILISE ÉRA TÃO ALTO QUE A GENTE DIZIA.

- ESTA MATERIA PARECE UM RILISE...SIGINIFICA QUE ERA UMA MERDA....

* PELO CONTRÁRIO, MUITOS RILISES DEVEM SER USADOS PRA TIRAR UMA PAUTA....

* AGORA CONCORDO COM O LAURO. TEM MUITO COLEGUINHA QUE VAI PRA ASSESSORIA E NÃO SABE JUNTAR DUAS LINHAS.

* TEM OUTROS QUE FAZEM BELOS TEXTOS.

* PRA CA VINHAM TEXTOS BONS DA RITA ESCOBAR DA IGTF QUE AGORA NÃO SEI ONDE ANDA.... ERAM RILISES.

e o juarez fonseca ainda tá na zh?

me parece que acabou o cultura que circulava sabado.

UM EDITOR QUE JÁ OCUPOU CARGOS PÚBLICOS ESTARIA MEIO QUEBRADÃO.....

* bom quebradão eu tou faz TEMPO.....

 

LAURINHO GOSTOU

DA ENTREVISTA AQUI DO NIKÃO. CURTA E GROSSA!

 

GOULART NA GOTINHA

' ESTOU COMO OPERÁRIO. GANHO POR SEMANA, ME DISSE O ANTONIO GOULART AGORA DE MANHA~DE 6 FEIRA. É QUE ELE É APOSENTADO DO GOV. DO ESTADO.

 

PARIS É UMA CIDADE PEQUENA

por L aurinho da Venâncio


Os imóveis da Champs Élysées são os preferidos dos investidores árabes


A cor e a altura são padronizados na Paris renascida no Sec. XIX


Paris tem arquitetura para todos os gostos


O metro parisiense leva a todos os cantos da cidade e as estações ficam bem perto umas das outras

PARIS É UMA CIDADE PEQUENA - Pois é, Olides, como conta tua filha, que está em Paris, a capital francesa é uma cidade pequena. De fato são apenas 2,2 milhões de habitantes que ocupam uma área urbana igualmente diminuta de 105 km² (densidade de 20.980/km2), menor que a de Porto Alegre, que é de 160 km e onde vivem 1,5 milhão (densidade de 2.955,26 hab./km²). Já Manhattan, por exemplo, abriga 1,6 em 59 km² densidade de 26.820 11/km2).
Ocorre que por Paris é considerada como tal apenas na área urbana que fica contida pelo Boulevard Phériphérique, um anel rodoviário que foi construído por onde se situava uma antiga muralha de proteção da cidade. É como Buenos Aires, que fica circunscrita entre a Av. Gral. Paz, a oeste, o Rio Matanza ao sul e o mar. O que está dentro é Buenos Aires, o que está fora não é. Os portenhos fazem questão de explicar isso. Igualmente, no caso da capital francesa, só o que está dentro do Phériphérique é que mesmo Paris.
O entorno, porém, é que são outros 500. A Île-de-France, a Grande Paris, inclui, além de Paris, os departamentos de Essonne, Hauts-de-Seine, Seine-Saint-Denis, Seine-et-Marne, Val-de-Marne, Val-d'Oise, Yvelines. Aí, a população supera 11 milhões de habitantes numa área total de 12 mil km².
Uma das coisas que faz o encanto de Paris é justamente isso de ser pequena, de ser tudo perto. Em duas horas se atravessa Paris a pé de ponta a ponta. E ainda há a vantagem de que a cidade é praticamente uma planície só. As poucas elevações não atrapalham, e a maior acho que é a elevação onde se situa a Basílica do Sacre Coeur, que não duvido seja menor em altura que o nosso Morro da Polícia.
Alem de ser pequena em área, Paris tem uma população reduzida porque desde a grande reforma por que passou na segunda metade do Sec. XIX, impuseram um limite de altura para as construções: seis andares. Andaram abrindo umas exceções nos anos 1960/1970(Tour Montparnasse, região de La Defense, Grenelle, Italie XIII), mas os parisienses não gostaram e continuam não gostando. Tanto que por estes dias estão questionando a proposta de construírem grandes edificações na região de Vincenes. Em decorrência da limitação da altura dos prédios, que também têm rígidas normas para as fachadas, e da firme decisão de não permitir alterações, é que Paris literalmente aparece tão bem na foto. -- Para não ficar um texto muito comprido, fico por aqui. Depois conto quem vive em Paris.

 

De Paris

POR ANAPMC

Oi, pai
Ok. Olho na semana.
O domingo aqui foi ótimo, bem ensolarado.
Muitas pessoas nas ruas.
Neste final de semana, a França teve em evento chamado Jornada do Patrimônio Cultural, em que os prédios públicos são abertos de graça ao público para visitação.
É bem bacana, mas todos ficam bem cheios.
Boa semana!
Beijo, Ana

 

De Paris

POR ANAPMC

Oi, pai
Como você vai?
Por aqui, estou bem.
Tenho bastante trabalho e ainda algumas tarefas burocráticas para resolver.
O outono já está começando a se manifestar e chove um pouco todos os dias na cidade.
Mas a cidade é muito bacana com muitas coisas a se fazer.
Não costumo tirar fotos, mas se fizer alguma boa, te mando.
Beijos, Ana

 

Dona Edith

dcom esta chuva a dona edith não tem ido a loja de manha.

ela é de 1919. nãoe sconde a idade de ng.

foi a pioneira dos iogurtes na vida

e eu acho engraçado que ela chamava o ex de NEFASTO.....(risos)

 

CAIS MAUÁ....

olha tb acho que edificios na beira do guaíba não vão tapar o sol????

* mas daí a achincalhar quem é contra vai um grande espaço. as pessoas podem ser contra e nem por isto são A VANGUARDA DO ATRASO.

 

OPINIÕES A FAVOR DO CAIS MAUA.....

tanto rosane de oliveira -zh -qto polibio braga(blog) são FAVOR DA CHAMADA ' REVITALIZAÇÃO DO CAIS MAUA"

revitalizaçãod e que cara pálida???

SÃO EMPREENDIMENTOS IMOLIBILIÁRIOS ISTO SIM(OLIDES)

 

PARQUE DA HARMONIA OU MSS

PREZADO LAURINHO.

POR DICA DO VEREADOR CAIO LUSTOSA ANOS ATRÁS FUI ATRÁS DESTA HISTÓRIA. TIREI TODOS OS ARQUIVOS DA CMPA SOBRE ISTO.

O SANTANA APRESENTOU PROJETO DE QUE A IPIRANGA SE CHAMASSE MMS. AI HOUVE A TAL GRITA. A DONE IONE FICOU PUTISSIMA COM A REAÇÃO E DEU UMA ORDEM. EU NÃO QUERO QUE A IPIRANGA TENHA ESTE NOME. CLARO QUE ISTO NÃO ESTÁ ESCRITO.

FOI TUDO NA ÉPOCA DO PREFA COLLARES, ANOS 80, PORQUE O MAO MAO MORREU EM 86, NÉ, MARÇO. O LICINIO ATÉ TAVA EM PORTO E FOI ELE QUE VIU NA ZH A MANCHETE PQ EU NEM SABIA.

BOM, ENTÃO A IPIRANGA NÃO PODIA MUDAR DE NOME.

AI PRA COMPENSAR OUTRO VEREADOR NÃO LEMBRO AGORA QUAL DEU O NOME DE MSS A ESTANCIA DA HARMONIA FEITA NO TEMPO DO VILLELA.HJ NA VEREANÇA.

OS PROCESSOS TÃO TODOS LÁ NA CAMARA EU PESQUISEI AQUILO DURANTE TEMPOS.

FIZ A MATERIA PRO JORNAL DO BICUDO QUE NÃO QUIS PUBLICAR. NÃO SEI OS MOTIVOS. UMA PENA QUE NÃO GUARDEI UMA COPIA PQ NAQUELES ANOS NEM PENSAVA TER UM BLOG ONDE PODERIA PUBLICAR ISTO.

MAS A FAMILIA SIROTSKY FICOU NA DELA. QUEM MUDOU TUDO FOI A CAMARA MUNICIPAL. MAS TU PODES VER ASPLACAS DIZEM PARQUE DA HARMONIA.

E QUE IMPORTANCIA TEM SE DHAMAR MSS OU HARMONIAL PRA MIM O VELHO MAO MAO MERECIA A HOMENAGEM.E PONTO FINAL. É O TIPO DA RONHA QUE NÃO LEVA A LUGAR ALGUM NÉ.

A ARI POR EX TEM UMA PRAÇA COM SEU NOME. VÃO LÁ AGORA PROS 80 ANOS AYRES NA FRENTE.(OLIDES)

 

Estância da Harmonia

De: "J. Lauro Dieckmann Siqueira"
Enviada: 2015/09/18 13:48:29

Da série "Meninos eu vi": O nome original do parque era Estância da Harmonia. Depois, qdo o "seu" Maurício morreu, queriam rebatizar a Av. Ipiranga, q passaria a se chamar Av. M. S. S., mas os comerciantes q tem por lá foram contra. Aí, a solução da Prefa e dos vereadores foi rebatizar o parque com o nome do Maurício.
A origem do parque é interessante. Cheguei a entrevistar o esperto engenheiro agrônomo da Prefeitura q teve a idéia. Aquela parte da cidade é um aterro sobre o Guaíba, assim como o Marinha e a área do Beira-Rio. A idéia original era expandir a área central da cidade, aproveitando q estavam aterrando para proteger a 'city' contra enchentes. Mas, mudaram de planos e resolveram expandir para os lados da Carlos Gomes, Chácara das Pedras etc. Assim, o aterro do Gasômetro, como a gente chamava na época, ficou abandonado por 30 anos. Nesse tempo todo, o mato cresceu sozinho, a partir das sementes q vieram junto com a areia dragada do próprio rio. Foi então q o esperto agrônomo sugeriu q a Prefa fizesse um mutirão e transformasse aquilo num parque "provisório", enquanto ñ dessem um destino definitivo. O Plano Diretor da época já tinha at& eacute; definido o arruamento e o tipo de ocupação de solo. Só faltava a "vontade política" para fazer a coisa andar. O agrônomo foi esperto porque, depois de pronto, o parque provisório se tornou definitivo. Ninguém jamas ousará mudar aquilo q está lá. (Laurinho da Venâncio).

 

colaboração

De: "J. Lauro Dieckmann Siqueira"
Enviada: 2015/09/18 14:43:20

Da série "Meninos, eu vi!": A ilha que o aterro comeu - Aquele lero-lero sobre o Parque da Harmonia me fez lembrar que lá pelos anos 60, entre a Legalidade e o Golpe, o aterro sobre o Guaíba ainda não tinha a dimensão atual. Entre a Ponte de Pedra e a Ponta da Cadeia só havia algumas instalações da Viação Férrea, os restos do que foi o Gasômetro (transformado em depósito da CEEE) e um prédio de dois andares, que era a sede da associação dos funcionários do Daer. Para os lados do Cadeião, ainda existia uma ilha minúscula, que depois foi engoliga pelo aterro, o governo do Thompson Flores. Nunca tinha me dado conta dela, da ilha, até que numa determinada tarde, ouvi um zunzum na rua e espiei pela janela do meu quarto lá de cima do prédio onde morava, na Gen. Portinho. Era uma vizinha transtornada p orque o filho havia saído com amigos, de barco, para ir pescar na tal ilha. Andávamos pelos 15, 16 anos. A senhora, muito elegante, educada e delicada, estava, nervosa, preocupada, inconsolável. Só acalmou quando, enfim, lá pelo fim da tarde, o jovem e aventureiro retornou são e salvo para terra firme, era o mesmo Leopoldo Ruzicky que encontrei, anos depois, jornalista e repórter policial, na época meu vizinho. (Laurinho da Venâncio)

 

Trânsito

de novo uma pechada aqui na ijui com lavras. desta feita derrubaram a placa na esquina

 

GROSSURA DO LAURINHO

DEPOIS SOU EU QUE SOU TOSCO. O LAURINHO VIU NO FEICE UMA EX COLEGA QUE NA JUVENTUDE FORA MUITO BONITINHA E NÃO ERA ORDINÁRIA. ALGUNS DIZEM QUE SIM...

E POSTOU

- COMO NOSSAS COLEGAS FICARAM FEINHAS ALGUMA COISA ASSIM. TOING SINCERIDADE DE ELEFANTE, COMO DIZIA O VEIO AVELINE.

IMAGINA O QUE ELAS DIZEM DE NÓS LAURINHO.

BAH, O OLIDES TINHA CABELO LONGO, ENCARACOLADO, NÃO PENTEAVA MAS ERA LONGO E NÃO TINHA ESTA PANÇA DE HJ...ERA MAGRINHO, MAGRINHO.(RISOS)

 

EDIÇÕES

99,9% DOAS EDIÇÕES DE LIVROS HJ VEM DO PROPRIO BOLSO. A EDITORA COBRA PELO SELO. E GANHA ENCIMA DISTO.

NÃO HÁ MAIS EDITOR QUE BANQUE. QUEM DISSER O CONTRÁRIO, NÃO VENHA ME DIZER PRA MIM!

 

SOBRE O FILME A QUE HORAS ELA VOLTA

* TÁ NA CARA QUE A DIRETORA ANNA MULARTY ENFATIZOU A ERA LULA E DILMA.

SENÃO VEJAMOS.

1. A GURIA QUE VEM DO NORDESTE QUER IR PRA FAU - A MELHOR FACULDADE DE ARQUITETURA DE SP.

E TINHA FEITO UM CURSINHO PRA ISTO. SEJA, A ERA LULA DANDO VOZ E VEZ AOS DESCAMISADOS...

2. OUTRA COISA. O NETO QUE VEM VEM DE AVIÃO. SÓ A VAL - REGINA CASE - PAGARÁ A PASSAGEM DE AVIÃO.

- AH, MEU NETO VEM DE AVIÃO,DIZ O PERSONAGEM!

NADA MAIS ERA LULA....

3. UMA AMIGA MINHA QUE VIU O FILME E QUE ME RECOMENDOU TB ACHOU ISTO.

4. E AQUELA FILHA DA VAL METIDINHA....AQUILO QUER DIZER.

- OLHA NÓIS DAS CLASSES DEBAIXO AGORA TAMOS PUDENDO....

ISTO ME LEMBROU UM DIA ANTES DA ELEIÇÃO DENTRO DO 429. INDO PRO CENTRO NO MEIO DA TARDE.

DOIS VAGAL COMENTAVAM ALTO E BOM SOM

- VAMUS VOTAR NA DIRMA SENÃO O AÉCIO ACABA COM A BORSA FAMILIA.

SO QUE AGORA QUEM TÁ ACABANDO COM A DITA CUJA É O PROPRIO GOVERNO.

VÃO VER O FILME, SEUS IDIOTAS. TÃO FAZENDO O QUE AQUI LENDO ISTO???EU VI NO SINDIBANCARIOS. 4 PILAS SÓ.(OLIDES CANTON)

 

Palestra

A Sociedade Germania e a Confraria Mozart (Ópera)
convidam para palestra sobre Faroeste.

FAROESTE: de John Ford a Quetin Tarantino.

Apresentação e comentários: Dr Carlos Menke

Sociedade Germania.

Av. Independência, 1299 6º Andar. (Prédio do Bradesco).

Dia 21 de setembro de 2015 as 20 horas

Entrada franca para você e seus amigos (traga quantos quiser)
Estacionamento gratuito, com entrada pela Rua Castro Alves, 330.
No intervalo, cafezinho de cortesia
Compareçam. Vocês vão gostar

 

AS INCOMPREENSÕES PARA COM NOÉ

por Eron Duarte Fagundes

Gaspar Noé, um cineasta francês que nasceu na Argentina, traz em seus filmes uma respiração cinematográfica que transborda de qualquer espaço geográfico conhecido no globo. É um original este Noé, amando-se ou detestando-se o que ele se propõe mostrar numa tela de cinema. E sua originalidade nem sempre é bem compreendida pelos espectadores, sejam eles de que latitudes forem. Os conceitos esposados pela crítica padecem diante dos avanços estéticos trazidos pelo realizador. Aproximações? Talvez o francês Jean Eustache, talvez o italiano Pier Palo Pasolini: pela virulência radical e sombria de filmar.

Noé está em cartaz com seu novo filme, Love (2015), que tem dividido furiosamente os observadores desde sua exibição em Cannes. Há um indisfarçável moralismo nas opiniões que se espalham por aí. Que propõe Noé em Love, rodado em Paris mas falado inteiramente em inglês? Um olhar para o carnal como se estivéssemos tratando do espiritual. Emulando o dito do filósofo alemão Friedrich Nietszhe, cujas demências de postulações o chegariam de Noé: escreve com tua carne, e verás que carne é espírito. Para que separar carne e espírito, não é mesmo? Amar alguém pelo prazer físico que dá o amor de alguém. Noé põe os excessos carnais dentro da alma das personagens.
É verdade que Noé atingiu o suprassumo de seus paradoxos artísticos em Enter the void (2010), um dos mais criativos filmes deste princípio milênio. Talvez a extraordinária sequência final de sexo desta obra-prima de há cinco anos tenha inspirado o todo da realização de Love, onde do princípio do fim o espectador depara com a explicitação ampla das relações sexuais. Um grande bacanal de imagens, eis o que é Love. Para bem ou para mal, é uma proposta de choque, moral e estética, que tem desorientado quem decide pensar sobre o cinema contemporâneo; sua quase total falta de parâmetros deixa sem chão os pensadores habituais. Mas mesmo assim é um filme em que a tesão de ver, em todos os sentidos, pode dilacerar-nos inteiramente, gerando um perturbador prazer.

 

do mironneto.com

A triste sina de Bariloche, nossa charmosa concorrente

Bariloche, cidade encravada na Cordilheira dos Andes, é um dos grandes concorrentes de Gramado como produto de inverno. Mas, nos últimos anos, esta atração argentina vem sofrendo com vários problemas, sendo o maior deles a erupção de vulcões, o que ocorre desde 2011. Agora, além da desvalorização do real diante do dólar, o que encarece demais a viagem para os brasileiros, Bariloche enfrenta um grave confronto social, como destacou o jornal O Clarin: 90% da população, ou seja, mais de 60 mil habitantes, estão na linha de pobreza, o que causa muitos ataques a supermercados e lojas. Só uma casta de 6 mil moradores se beneficiam dos lucros gerados pela visita de 800 mil turistas no inverno, a maioria de brasileiros. (Gilberto Michaelsen)

 

Nota: Ciclo de Palestras

A Escola de Governo comunica que devido a impedimento na agenda das palestrantes, foi cancelado o 7º Encontro do Ciclo de Palestras sobre 'O Sistema Único de Assistência Social como desenvolvimento social e sustentabilidade', previsto para a próxima quarta-feira, 23, na FDRH.
Agradecemos a compreensão de todos.

Fundação para o Desenvovimento de Recursos Humanos

 

do Espaço Vital

Bolsonaro indenizará Maria do Rosário por “ataque pessoal à autora na sua condição de mulher”

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP- RJ), 60 de idade, foi condenado a pagar R$ 10 mil de indenização à deputada federal Maria do Rosário, (PT- RS), 48 de idade, por danos morais.

A juíza Tatiana Dias da Silva, da 18ª Vara Cível de Brasília, avaliou que Bolsonaro agiu com culpa ao publicamente ter dito, em entrevista ao jornal Zero Hora, que “ela não merece ser estuprada porque ela é muito ruim, porque ela é muito feia”.

Bolsonaro que também é militar da reserva, em seguida complementou que “ela não faz meu gênero; jamais a estupraria”.

Na sentença, escreve a magistrada ser “evidente que a discussão acerca do merecimento de uma colega parlamentar não se trata de opinião inerente ao exercício do cargo ocupado pelo requerido” – razão pela qual ele não está coberto pela imunidade parlamentar, que foi uma das teses da contestação.

O julgado também define ter havido “ataque pessoal à autora na sua condição de mulher, de forma a diminuir e abalar intencionalmente sua honra”.

Detalhe: a cifra de R$ 10 mil foi, justamente, a pedida pela deputada gaúcha como valor reparatório. Cabem recursos. (Proc. nº 2014.01.1.197596-2).

 

do Comunique-se

Novas formas de consumir notícia: como o Twitter está mudando o jornalismo

Um estudo recente do American Press Institute revelou que o Twitter está mudando a maneira de as pessoas consumirem notícias. Envolvendo mais de 4.700 pessoas que usam a rede social, o estudo mostrou que os usuários do Twitter tendem a consumir maior número de notícias do que os usuários de outras redes sociais. Esses internautas também tendem a ser mais jovens do que os de outras plataformas, e quase todos são consumidores de outras formas de notícias.

Enquanto os usuários de Twitter seguem notícias gerais em situações normais, e às vezes o fazem apenas como forma de passar o tempo, eles agem de forma diferente quando seguem notícias do momento, se tornando ainda mais participativos - comentando, postando e compartilhando nas ocasiões em que os eventos estão acontecendo rapidamente.

As principais descobertas do estudo foram:
-Aproximadamente 9 entre 10 usuários do Twitter (865) dizem usar a rede social para consumir notícias, e entres eles, a maioria (74%) usa diariamente.
-Aproximadamente o mesmo número de pessoas dizem usar o Twitter para ser alertadas sobre notícias de última hora (40%), assim como para acompanhar notícias no geral (39%).
-Três quartos de usuários de notícias do Twitter seguem jornalistas particulares, escritores e comentaristas, e dois terços, contas institucionais. Os usuários do Twitter também são propensos a descobrir novos jornalistas e escritores e, consequentemente, seguir seus trabalhos geralmente em outras plataformas além do Twitter.
-94% dos usuários do Twitter recebem notícias tanto rolando suas timelines como procurando tweetts das pessoas que seguem. Outras formas são muito menos usadas: apenas 34% dos usuários dizem que conseguem notícias a partir de trending topics e 30% usam a barra de busca.
-82% dos usuários acessam a plataforma de seus celulares e muitos acessam o Twitter através de dispositivos variados.
-A maioria de pessoas que não usam o Twitter (51%) já viu tweets. 45% na televisão, 33% de amigos, 27% em notícias que leem, 22% de acessarem a rede social sem se inscrever, 12% por pesquisas e 8% nos jornais.

Essas descobertas vieram em um momento em que o Twitter está dando mais ênfase para notícias e fazendo ajustes que podem afetar as estratégias de editores - e por isso, o relatório também traz dicas e recomendações para esse nicho. Para ter acesso a pesquisa completa em inglês, clique aqui.

*Matéria publicada originalmente no site da Abraji.

 

Aniversário do Sindicato dos Jornalistas RS será comemorado no dia 26

Já estão à venda os ingressos para o jantar de aniversário do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul. A comemoração será no dia 26 de setembro, sábado, a partir das 19h, no Salão de Festas do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre (Rua General Câmara, 424, Centro). Após o jantar, o público poderá apreciar o show de Rosa Franco e Banda. Os ingressos podem ser adquiridos na sede do sindicato, nas delegacias regionais ou com os diretores, aos valores de R$ 25,00 para sócios em dia e R$ 30,00 para não sócios. Para casais, havendo um associado, o custo é de R$ 50,00.

Comemore conosco os 73 anos do Sindicato dos Jornalistas RS!

 

dos leitores

enviado pelo LEAL. da zh.

No final da plataforma, uma biblioteca para se perder antes do embarque


Espaço disponibiliza retirada gratuita de livros na plataforma da estação Mercado

Por: Jéssica Rebeca Weber

Acostumado a subir as escadas e a se juntar à multidão à espera do trem, Fabrício Drumond, 18 anos, nunca tinha ido até o final da plataforma da Estação Mercado, onde há algo capaz de o levar muito além de Sapucaia ou Novo Hamburgo. A convite do Pelas Ruas, o estudante tirou cinco minutos para conhecer a biblioteca Livros sobre os Trilhos, que tem um acervo de mais de 6 mil livros disponíveis para retirada de forma gratuita.

— Isso é muito legal. Vou começa a frequentar — destacou o jovem.

De acordo com o gerente de comunicação da Trensurb, Jairo Ayres, há uma lacuna considerável na relação de pessoas que passam pela estação e que frequentam o espaço. Ele afirma que a empresa está trabalhando, por meio de ações de divulgação, para que mais usuários do trem se matriculem e integrem a corrente de leitura. Ayres destaca que o objetivo da biblioteca é levar a literatura para mais perto do povo e incentiva que o usuário comece a ler ali mesmo:

— Se tu vai fazer uma viagem de 40 minutos, é bacana desligar o celular e ler um livro. Não tem coisa melhor.

Iara Souza Dornelles, 62 anos, foi uma das poucas frequentadoras que a reportagem encontrou na biblioteca na tarde desta sexta. Ele retira livros a cada dez dias, aproveitando que precisa passar por ali — mora em Esteio e trabalha em Porto Alegre, e utiliza o trem diariamente.

— Tem pouca gente que frequenta a biblioteca, a maioria prefere ficar no celular. Mas não sabem o que estão perdendo, porque, com a leitura, conheceriam outros países sem sair do lugar. E também aprenderiam a escrever, porque é sofrível ver as pessoas escrevendo na internet — diz ela.

Como me cadastro?

Para utilizar o serviço, é necessário apenas fazer um cadastro gratuito. Os interessados devem apresentar documento de identidade, CPF, comprovante de residência atual (originais e cópias) e uma foto 3x4. Menores de 18 anos devem estar acompanhados dos pais. Os leitores são cadastrados e recebem uma carteira de identificação com foto e código de barras para usar o serviço.

Mantida por meio de parceria entre Trensurb e Instituto Brasil Leitor, a biblioteca funciona de segunda a sexta-feira, das 10h às 20h, na plataforma de embarque da Estação Mercado. O local também recebe doação de livros.

 

do Comunique-se

A agonia do rádio no Brasil

por Alvaro Bufarah (*)

Historicamente, o rádio no Brasil é um veículo de comunicação de grande audiência, mas pouco reconhecido pelo mercado publicitário, o que lhe rendeu o apelido de “primo pobre” entre as mídias, uma referência ao quadro com Brandão Filho e Paulo Gracindo, na Rádio Nacional do Rio (Primo pobre e Primo rico).

No dia 25 de setembro, é comemorado o “Dia do Rádio” em homenagem ao dia de nascimento do Edgard Roquete Pinto, professor que junto com Henrique Morize, trouxe o rádio para o país oficialmente. Porém o assustador é que o rádio, enquanto meio de comunicação, está em agonia profunda, sem verbas, sem criatividade e sem profissionais. Embora as pesquisas demonstrem que ainda é o veículo de maior audiência das oito da manhã as seis da tarde, a grande maioria das emissoras não consegue o mínimo de investimentos para manter suas programações.

A história do rádio no Brasil tem início com uma injustiça, pois o padre gaúcho Landel de Moura inventou o primeiro equipamento para a transmissão de voz humana a distância sem fio, mas acabou sem o reconhecimento devido, vindo a falecer sem que sua história fosse contada aos ouvintes brasileiros. Ou seja, de saída, o inventor já foi premiado com o ostracismo.

A morte do rádio foi anunciada com a chegada do cinema, da TV e, mais recentemente, da Internet e, mesmo após 90 anos de serviços prestados, ainda se fala nisso. Mas, uma pesquisa do Grupo de Profissionais de Rádio de SP, com os criativos das agências de publicidade, mostra que o veículo é o que melhor se adapta as novas plataformas digitais. Então o que deu errado para que o meio seja tão desprestigiado?

Vários motivos podem ser listados. O primeiro, e mais assustador, é que as emissoras não conseguiram profissionalizar a gestão e muitas ainda não conseguem se reconhecer como empresas de comunicação, não têm planejamento, nem organização, nem fluxo de caixa. Dentro deste aspecto, também não há uma política de gestão de talentos. É comum perderem profissionais formados nas rádios para outros veículos que pagam mais e oferecem alguns benefícios considerados básicos, como plano de saúde.

Muitas vezes, não há bons gestores nem profissionais qualificados na produção de conteúdo. Com isso, a qualidade e a criatividade do que vai ao ar cai e não se encontra traços mínimos de um produto diferenciado. Para os gestores, tem de haver mais cortes, para os conteudistas tem de haver mais investimento. E quem sofre é o ouvinte que não reconhece nenhuma diferença entre as programações das emissoras.

As empresas estão perdendo um ótimo momento e boas ferramentas digitais para interagirem com seus ouvintes e fidelizá-los por meio de uma participação muito mais ativa. A internet veio para ficar e com ela um novo perfil de ouvinte, mais rápido e seguro de suas necessidades. O rádio não morre, mas tem de se reciclar, se reinventar, levando uma nova programação para a internet. Não adianta aguardar uma solução mágica que levará o veículo a uma nova era de ouro. O tempo passa e as pessoas mudam, os veículos também têm de mudar.

(*) Jornalista e pesquisador do meio rádio na Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM), mestre em comunicação e mercado pela Faculdade Cásper Líbero (FCL), pós-graduado em administração de empresas pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) e professor do curso de Rádio e TV. Atuou mais de 20 anos no mercado de rádio nacional e internacional

 

Contrários aos projetos do governo do Estado, deputados se retiram de sessão plenária

Deputados e deputadas das bancadas do PT e PSol se retiraram da sessão plenária na Assembleia Legislativa na tarde da quarta-feira (16). Os parlamentares são contrários aos projetos do Executivo que foram colocados em votação.O ato também marcou a solidariedade aos servidores públicos do Estado que foram impedidos de entrar nas galerias da Assembleia para acompanhar as votações.
“Não podemos aceitar que o povo seja impedido de participar e acompanhar as votações que ocorrem no plenário”, diz o deputado Edegar Pretto.

 

Parlamento sem povo não é Parlamento, diz Edegar Pretto

A Assembleia Legislativa viveu uma semana histórica, começando com um bloqueio total do acesso de deputados e servidores ao Parlamento e culminando com a aprovação de oito projetos, a portas fechadas, sem a presença da oposição e público. O deputado Edegar Pretto avaliou os acontecimentos da semana. “Vivemos uma semana atípica. Faltou sensibilidade do governo Sartori, e os projetos foram votados e aprovados sem a presença de público. Impedir o diálogo com aqueles que mais precisam do Estado não é o caminho. Parlamento sem o povo não é Parlamento”.

 

Servidores públicos exigem retirada da urgência de projetos do Executivo

Na terça-feira (15) os portões de acesso à Assembleia Legislativa amanheceram bloqueados por servidores públicos. O movimento unificado do funcionalismo decidiu barrar a entrada de deputados e servidores ao prédio do Palácio Farroupilha, como forma de garantir a retirada do regime de urgência dos projetos do pacote de ajuste fiscal do governo Sartori.

 

NOTA

Diante dos episódios ocorridos ao longo desta semana, as bancadas do PT, PCdoB, PTB e PSOL na Assembleia Legislativa manifestam a seguinte opinião:

LEIA A ÍNTEGRA DA NOTA

 

do Carta 15

Coordenadoria Grande Santa Rosa

A Coordenadoria Regional do PMDB da Grande Santa Rosa realizará amanhã, 19 de setembro, a posse coletiva de todas as executivas municipais do PMDB da região, eleitas no dia 29 de agosto. O evento ocorrerá no Salão da Comunidade Católica Bela Vista do município de Tucunduva, a partir das 10 horas. Logo após terá almoço por adesão. O coordenador regional Cláudio Franke reforça a importância da participação dos novos dirigentes dos 21 municípios que compõem a coordenadoria.

Jornal do PMDB

O Jornal do PMDB-RS já está disponível no nosso site. O destaque desta edição é as convenções municipais realizadas no último dia 29. Além disso, uma entrevista exclusiva com o secretário-geral de Governo do RS, Carlos Búrigo, e as cinco fases do ajuste fiscal gaúcho são temas do Jornal.

Curso de Mediadores - FUG-RS

Na próxima terça, 22 de setembro, das 14h às 18h, tem curso de Formação de Mediadores em Porto Alegre! O curso, que será ministrado pelo João Alberto Machado e pelo Marco Rosa, é uma promoção da Fundação Ulysses Guimarães do RS (FUG-RS).

Orçamento do RS 2016

A Proposta Orçamentária de 2016, que aponta para um déficit de R$ 6,2 bilhões, foi detalhada na tarde desta quinta-feira (17) em entrevista à imprensa no Palácio Piratini. Os secretários estaduais Cristiano Tatsch, do Planejamento e Desenvolvimento Regional, Carlos Búrigo, da Secretaria Geral, e Cléber Benvegnú, da Comunicação, apresentaram a previsão de receitas e de despesas que o Estado projeta para o próximo ano e quais as alternativas do governo para melhorar o resultado das contas públicas.

Previdência Complementar

Em votação na sessão plenária desta quarta-feira, 16, foi aprovado com 35 votos favoráveis e 5 contrários o Projeto de Lei Complementar nº 303/2015, que institui o regime de previdência complementar para os servidores públicos estaduais. Com a decisão da Assembleia, após sanção do governador José Ivo Sartori, os futuros servidores públicos irão se aposentar com salários limitados ao teto do regime geral da previdência, que atualmente é de R$ 4,6 mil. Para receber acima disso, os funcionários terão de fazer contribuições extras.

Prazo de filiação

Pela legislação eleitoral vigente o prazo de filiação para aqueles que desejam concorrer nas eleições municipais de 2016 é dia 1º de outubro, portanto é imprescindível o encaminhamento da lista de filiados cuja data limite para ser submetida é 14 de outubro. Esta lista deve ser submetida pelos diretórios municipais no sistema FILIAWEB, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pelo site: www.filiaweb.tse.jus.br.

Lançamento Mulher em Ação

Com a presença do governador José Ivo Sartori e da presidente nacional do PMDB Mulher, deputada federal Fátima Pelaes, o PMDB Mulher RS lançou no último sábado, 12 de setembro, o programa Mulher em Ação no Rio Grande do Sul. O lançamento ocorreu em Porto Alegre, durante a realização do II Encontro de Formação Política do núcleo gaúcho e contou com a participação de dezenas de lideranças femininas de todo o Estado.

Movimento Estudantil - JPMDB

Seguindo o roteiro de encontros do projeto #JuventudeNaEstrada, a juventude do PMDB-RS realizou no dia 12 de setembro, em Santo Ângelo, o quinto encontro da série. Realizada em parceria com a Fundação Ulysses Guimarães (FUG-RS) e com o apoio do PMDB-RS, a edição abordou a temática da juventude no movimento estudantil. O grupo, formado por dezenas de jovens, ouviu os palestrantes que trataram sobre o assunto e, ao final do encontro, elaboraram a carta da JPMDB – onde fica estabelecida que as ações e construções do núcleo devem ocorrer com a própria inserção dos militantes na comunidade estudantil.

 

Praça João Paulo I foi reinaugurada neste sábado

Foto Sandra Ilibio Braz

A vereadora Sofia Cavedon (PT) participou neste sábado (12/9) da reinauguração da praça João Paulo I. Conforme a parlamentar, que tem apoiado a comunidade nas suas reivindicações, “faltam às flores, as árvores e faltou diálogo na recuperação da praça. Mas segue a cidadania ativada”, destaca.

A reurbanização da Praça João Paulo I, localizada entre as ruas Vieira de Castro e Jerônimo de Ornelas, no bairro Santana contou com a apresentação do coral do Centro Municipal de Educação dos Trabalhadores Paulo Freire, Oficina de Choro e Samba do Santander Cultural e plantio de mudas de árvores. A obra de reurbanização iniciou no dia 24 de março deste ano.

Com um custo de R$ 284 mil, o projeto da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) recompôs o pavimento em pedra portuguesa e do ladrilho, realizou a recuperação estrutural e pintura da pérgula existente. Além disso, também foi feito o manejo da vegetação ornamental arbustiva, junto com novos plantios na área. Também foram adquiridos novos equipamentos, como bancos, lixeiras e um recanto infantil com brinquedos.

 

da Folha Popular de Teutônia

 

Parque Saint Hilaire está fechado para visitação devido às chuvas

O Parque Natural Saint'Hilaire, localizado na av. Senador Salgado Filho, 2785, está fechado para visitação desde esta sexta-feira, 18. O motivo da medida é a grande quantidade de chuva e o alerta meteorológico de temporal, que aumenta consideravelmente o risco de acidentes na área.

O parque possui árvores de grande porte junto aos locais de circulação de pedestres e estradas de chão batido, que ficam em condições desfavoráveis para trânsito de veículos em dias chuvosos. Tão logo o clima estiver estabilizado, uma vistoria será realizada no local para determinar a possibilidade de reabertura da área.

O Parque Natural Municipal Saint'Hilaire foi inaugurado no dia 29 de novembro de 1947 como um jardim botânico municipal. Hoje, é considerado como uma Unidade de Conservação da Natureza, com 1.148 hectares. O parque é ainda um núcleo de Mata Atlântica e do Bioma Pampa em região urbana, abrigando cerca de 50 nascentes.

 

de Serafina

SERAFINENSES

O DECORADOR VALMOR ASSONI MORA EM CDA CANOA HÁ 3 ANOS.

* ORALDO RODRIGUES SUGERIU VÁRIOS NOMES DE RUAS PRA PREFEITURA. FORAM ACEITOS. ENTRE ELES DA PARTEIRA, LUCIA MASSOLINI E DO EX GOV. LEONEL DE MOURA BRIZOLA, QUE FOI QUEM EM 1960 ASSINOU O DECRETO TORNANDO SERAFINA MUNICIPIO,DEPOIS DE APROVAÇÃO NA ALRS.

* FICO SABENDO QUE O ACAMPAMENTO FARRAPO EM SERAFINA FOI DOS MAIS EXITOSOS ESTE ANO.

 

Peça Teatral O Bigode do Totonho

Cerca de 1.100 alunos participaram das duas sessões da Peça Teatral O Bigode do Totonho, uma história de um gaúcho, chamado Antônio, misturada às histórias tradicionalistas do RS, envolvendo dança, música e teatro, numa parceria cultural completa. A programação faz parte da Semana Farroupilha de Serafina Corrêa, que tem como tema: O Campeirismo Gaúcho e a sua Importância Social e Cultural, uma realização da Prefeitura Municipal.

Na parte da manhã, participaram os estudantes das escolas:
Escola Estadual Geny Pinto Cadore.
Escola Estadual 1º de Maio.
Escola Estadual Padre Marcos Rampi – Distrito de Silva Jardim.
Escola de Ensino Médio Rainha d'Paz.
Escola Municipal Leonora Marchioro Bellenzier.
Escola Municipal João Corso.
Colégio Estadual Carneiro de Campos.
À tarde, a sessão foi assistida pelos alunos das escolas: Escola Municipal Agrícola; Escola Municipal João Corso; e Colégio Estadual Carneiro de Campos. Mais um importante momento cultural e educativo, com a bela apresentação da CIA do Riso e a peça teatral O Bigode do Totonho.

 

do Pioneiro

Iniciada a construção do Centro de Eventos de Serafina Corrêa

O novo espaço ficará no bairro Gramadinho, próximo à Capela Fátima


O investimento é de cerca de R$ 623 mil

As obras de construção do Centro de Eventos de Serafina Corrêa já foram iniciadas. O novo espaço ficará no bairro Gramadinho, próximo à Capela Fátima. Com uma área de mais de 1,5 mil metros quadrados, o investimento é de cerca de R$ 623 mil.

A obra faz parte do programa de apoio a projetos de infraestrutura turística e irá proporcionar um local para a difusão cultural no município.

 

Palestra para Grupos de Convivência de Idosos

A Secretaria Municipal de Assistência Social, em comemoração ao Dia Internacional do Idoso, comemorado no dia 1º de Outubro, realizará uma palestra e confraternização entre os Grupos de Convivência de Idosos do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS de Serafina Corrêa. A palestra terá caráter informativo e o tema: Sexualidade na 3ª Idade e Doenças Sexualmente Transmissíveis, com a Enfermeira Angela Rieger, da Secretaria Municipal de Saúde. Participe da Palestra, no sábado, 03 de Outubro de 2015, às 14h, no Auditório da Escola Municipal Leonora Marchioro Bellenzier, Bairro Gramadinho, em Serafina Corrêa. Mais informações: 3444 3814.


18 de setembro
de 2015

CACO FEZ PIT STOP EM PORTO ALEGRE

IMITANDO A COLUNA REDE SOCIAL DEUM JORNALZÃOLOCAL, NOTICIO AQUI QUE O FAMOSO REPÓRTER FEZ PIT STOP EM PORTINHO, COMO SE DIZIA NOS ANOS 70 OU PORTO COMO DIZEM OS QUE VEMDE FORA DA CAPITAL E QUEREM PARECER CHICS FALANDO AO CELULAR DENTRO DOS BUSUN DA CAPITAL COMO OUVI ESTES DIAS UMA MULHER DENTRO DO T5.

CACO SAIU DO ' EVENTO' ESTA É BOA, TUDO AGORA É EVENTO NA "ERREBIESSE".....CHAMADO PAUTA E FOI PRA CASA DA SENHORA SUA MAE E JANTOU COM ELA. ENTÃO ERAM QUASE 11 DA NIGT....COMO É TORCEDOR FANATICO DO CORINTIANS DEPOIS VIU O SEGUNDO TEMPO DO SEU TIMÃO PERDER PRO COLORADO NA CASA DA MANA NEUSA QUE É COLORADA FANATICA MAS AQUELA DE SER ROXA MESMO....


PENA BRANCA - OCTAVIO RIBEIRO, O REPORTER QUE LEVOU CACO PROS MEANDROS DA POLICIA QUDO ELE CHEGOU A SP NOS ANOS 70.


AUTOGRAFO QUE O CACO ME DEU NO LIVRO DELE O ABUSADO NO RESTAURANTE BARRANCO


reprodução do relise da RBS distribuido no dia 15.9 pros convidados.ipsis litteris(OC)

 

BIOGRAFIA DO CACO

no relise que a RBS distribuiu mandou o seguinte;

' TRABALHOU NOS MAIORES JORNAIS DO BRASIL" E NA REVISTA ISTO É E VEJA.

1. NÃO VOU AQUI DAR UMA DE PORTA VOZ, APENAS INFORMAR.

CACO NUNCA TRABALHOU EM MAIORES JORNAIS DO BRASIL. POR ESTRANHO QUE PAREÇA. SE A ELE CONVÉM QUE ISTO SEJA DITO,EU NÃO SEI.

QUE EU SAIBA,ou lembre não. ELE TRABALHOU NA FOLHINHA- FOLHA DA MANHA DA CJCJ - E EM JORNAIS DITOS DE IMPRENSA ALTERNATIVA NO TEMPO DA DITABRANDA. COMO COOJORNAL,VERSUS E AFINS.as coleções estão ai pruma pesquisa mais apurada, menos leviana, digamos assim.....

QUE EU LEMBRE ELE FEZ UM FRILA PRO JORNAL DA TARDE, DO GRUPO ESTADÃO,QUANDO PEGARAM TERREMOTOS NA NICARAGUA.....OU GUATEMALA....

e mais não digo pq não me foi perguntado....

é que fico impressionado com certas coisas. SE CHAMA O CACO PRA FAZER UMA PALESTRA SOBRE O DITO ' BOM JORNALISMO' ele dá uma lição do que é fazer isto, fala em que o repórter tem que estar nas ruas etc e tal e no relise que a corporação distribuição tem informações que não condizem com os fatos.

e ponto final( reproduzo aqui o relise mandado pro sindicato dos jornalistas-rs)(OC)

 

GENTILEZA DO GRUPO RBS COM O SINDICATO DOS JORNALISTAS

RBS E SINDICATO DOS JORNALISTAS FAZEM ' BRIGAS' SO PRA INGLES VER...MANTÉM UM RELACIONAMENTO CORTES.

PROVA DISTO É O CONVITE ENDEREÇADO AO PRESIDENTE SIMAS PRA QUE COMPARECESSE AO EVENTO COM O CACO BARCELLOS NA ULTIMA QUARTAFERIA .

O EVENTO ERA PRA CONVIDADOS UNIVERSITÁRIOS E PUBLICO INTERNO.

 

NIKÃO LANÇA LIVRO SOBRE CACIMBINHAS...

É HJ DE NOITE, AS 18HS NA CAMARA DE VEREADORES DE PINHEIRO MACHADO .

ABAIXO UMAS PERGUNTAS COM AS RESPOSTAS QUE FIZ AO NIKÃO DUARTE. NOME COMPLETO DO GAJO É LUIS ANTONIO FARIAS DUARTE( VULGO NIKÃO DUARTE)

ABAIXO ALGUMAS PERGUNTAS QUE FIZ E ELE ME RESPONDEU:

1. A Guerra de Caximbinhas. Quantos anos levou pra fazer???

Esse é um assunto recorrente para mim, por herança familiar que vem dos bisavós (sou bisneto, neto e filho de cacimbinhenses, mas nasci em Porto Alegre). Veio sendo feito aos poucos, aproveitando as horas vagas e as disponibilidades das fontes para entrevistas. Complementou-se com inúmeras viagens (Pinheiro Machado, Pelotas, São Luiz Gonzaga, Passo Fundo, Brasília e, principalmente, Rio de Janeiro), para pesquisas e novas entrevistas. Quase uma década de apuração – que, naturalmente, seria abreviada em muito caso tivesse dedicação exclusiva.

2. Porque tu lançou em Pinheiro Machado??

Porque Pinheiro Machado é a antiga Cacimbinhas do título; para devolver à terra de meus antepassados um pouco da sua história; para expandir para além de seus limites geográficos uma situação que é pouco conhecida fora de lá.

3 Quem editou o livro. O teu bolso?

Edição do autor, com o selo ComEfeito, agência de comunicação estratégica da qual fui sócio até abril último. Tudo o que envolveu a apuração, redação e edição do livro saiu do meu bolso, sim.

4 Tens algum outro projeto futuro?

Um projeto executado chama outro. Tenho, portanto, dois ou três em mente.

5 Lembra aquele lance do noe filho do Jango? como foi???
Sim, o Noé, grande figura humana! Cheguei até ele por dica do colega Wanderley Soares, nos pródigos tempos da Folha da Manhã e dos espaços que dedicava à reportagem. Tempos em que os “furos” ainda eram possíveis para o jornalismo impresso.

6 O que fazes hoje?

Sou professor no Jornalismo e no MBA de Gestão de Comunicação da Unisinos; como convidado, do MBA de Comunicação Empresarial da Uniritter. E desde abril ocupo a Assessoria de Comunicação do Banrisul.

 

memoria

Um dos mais combativos sindicalistas do momento, Sergio Arnoud, que até dançou com a presidente do cpergs na Expointer, foi fotografo na caldas.
Não tenho certeza mas acho que foi com ele que fiz uma materia em Rio Grande onde estava o Mendelski também pela folhinha.

Ficamos lá uns 3 dias. eu nas vilas com o fotografo, e o mendelski no hotel charrua falando com uma ' namorada' pelo fone.

depois fomos pro cassino onde o atual apresentador fez uma entrevista sobre poluição.

Hj Arnoud é sindicalista conhecido dos funcionários públicos.(OC)

 

cenas do acampamento farrapo no harmonia!

 

SOBRE O FILME A QUE HORAS ELA VEM

TÁ NA CARA QUE É UMA LOUVAÇÃO AO PERIODO LULA....

AQUELA CENA FINAL QUE A AVO MANDA O NETO VIR DE AVIÃO DO NORDESTE É UMA INDIRETA DE QUE AS CLASSES C E D E E SÓPASSARAM A ANDAR DE AVIÃO COM O LULA....E NÃO DEIXA DE SER VERDADE.(oc)

 

de São Borja

arce. um dia tudo termina(olides)

From: Edson dos Santos Arce
Sent: Qui 17/09/15 17:08

Prezado Olides: Saudades de tuas visitas costumeiras por aqui!
Minha reflexão
Apesar de tantas reflexões, muitas até de perder o sono na madrugada, não consegui definir se é bom ou ruim para mim e para a comunidade, concorrer a um cargo eletivo em São Borja. Assim como me espelho em exemplos extraordinários de políticos honestos e dedicados com as melhorias para o povo, também me decepciono com muitos que usam os cargos para se autopromover e se dar bem financeiramente. Embora garanta meu comportamento honesto, não sei o quanto poderei contribuir para uma cidade, um estado e um país melhor.
Ainda necessito pensar bem antes de uma decisão para evitar de me arrepender depois ou de decepcionar quem nos confia seu voto, no caso de ser eleito, o que também é uma incógnita. O que me parece certo é que a política é uma vocação e quem não tem vocação para o trabalho em favor de sua gente não deve se intrometer e nem fará jus ao salário pago pelo próprio povo. Esta é uma opinião pessoal e me proponho a respeitar as demais opiniões que possam ser divergentes. Entre produção de rádio e jornal não sobra tem nem para tomar certas decisões, mas parece que agora é inevitável, tal o conceito que tenho no meio político da Terra dos Presidentes.
Sou filhado ao PP, mas este ano recebi convite de outros três partidos da cidade. Acho que o PP é um bom caminho e não devo mudar.
Edson Arce

 

de Caxias

de: nadi.beaze

Olides, vou na Feira do Livro que abre logo mais aqui, e já tenho 'conviteintimação' do patrono da feira para compra um dos dele e vou varrer os sebos kkkkkkkkkkkkkkkkkk. (de uma leitora...)

Pra mim isto é bulling. eu não compraria. quando mandam estes convites meio que dizendo vai lá comprar, nem bola dou. assim como não assino nada que não seja do meu interesse.....

 

Prorgamação para o próximo final de semana do Clube de Cinema

No próximo Sábado (dia 19/09/2015) as 10h15min no Espaço Itaú assistiremos ao filme "Férias Frustradas" (Vacation-2015). Rusty Griswold (Ed Helms) trabalha como piloto de avião na EconoAir, uma companhia de baixo custo. Ele é casado com Debbie (Christina Applegate) e tem dois filhos, James (Skyler Gisondo) e Kevin (Steele Stebbins), que vivem brigando. Disposto a se divertir com a família, Rusty decide seguir os passos de seu pai (Chevy Chase) e comandar uma ida ao parque de diversões Wally World, localizado a dias de viagem. Rusty logo aluga um carro albanês, sem imaginar que a viagem em família será bem mais complicada do que imaginava. Este filme tem a mesma data de lançamento [nos EUA] que o primeiro Férias Frustradas (1983): 29 de julho. Randy Quaid não pode reprisar seu papel como o primo Eddie, devido à sua prisão envolvendo uma disputa de pagamento hipotecário. Quaid vive atualmente no Canadá. Os únicos atores que aparecem em todos os filmes 'Férias' são Chevy Chase e Beverly D'Angelo, com exceçaõ do longa As Ridiculas Férias de Eddie (2003). Ed Helms é o sexto ator a interpretar Rusty Griswold depois de Anthony Michael Hall (Férias Frustradas (1983)),Jason Lively (Férias Frustradas 2 (1985)), Johnny Galecki (Férias Frustradas de Natal (1989)), Ethan Embry (Férias Frustradas em Las Vegas (1996)), Travis Greer (Hotel Hell Vacation) (2010)). Como uma homenagem aos quatro filmes anteriores: Férias, Férias 2, Férias de Natal e Férias em Vegas; as fotos presentes no álbum de Rusty, próximo ao início do filme, foram tiradas de cada um dos longas anteriormente mencionados.

Antes de Ed Helms ser escalado, alguns atores foram sugeridos, entre eles Jason Sudeikis, Adam Sandler e Michael Rosenbaum. A cena da montanha-russa no trailer é o "The Ninja", localizado no Six Flags Over Georgia. Embora a atração pareça ser divertida, visitantes regulares relatam que o passeio é extremamente desagradável. O Whilst Colossus e o Revolution do Six Flags Magic Mountain também foram usados para compor o Walley World. Já se passaram 17 anos desde a última vez que a família Griswold foi vista na tela grande, sendo Férias Frustradas em Las Vegas seu último filme (1997). Goldstein diz que eles descrevem o filme "como Antes Só do Que Mal Acompanhado (1987) um pouco mais cômico ou um pouco menos que Relax (1985), mas é o que estamos tentando alcançar." Ele também relata que o longa é mais uma sequência do primeiro filme, ao invés vez de uma continuação da franquia. O filme tem a curiosa distinção de ser simultaneamente uma sequência dos filmes anteriores, um remake (o enredo e algumas cenas são as mesmas ou muito semelhantes aos outros longas) e um reboot (novo filme de uma franquia com um novo elenco). A van na qual os Griswold viajam é um Toyota Previa modificado. Quando Daley e Goldstein ingressaram no projeto para escrever o roteiro, eles não faziam ideia de que também dirigiriam o longa. Os créditos das quatro primeiras temporadas de Married... With Children (1987), estrelado por Christina Applegate, contém uma cena de Férias Frustradas (1983). A van dos Griswold é vista na estrada. A cena da canoagem foi filmada em três loções diferentes.

No próximo Domingo (dia 20/09/2015) as 10h15min na Sala P.F. Gastal assistiremos ao filme "O Pequeno Quinquin" (P'tit Quinquin-2014). Um mistério instiga o capitão da polícia alemã, Van der Weyden (Bernard Pruvost), e seu parceiro Carpentier (Philippe Jore): uma vaca foi morta e preenchida com restos humanos, e deixada em um galpão abandonado após a Segunda Guerra Mundial. Enquanto investigam o mistério, são perseguidos pelo pequeno Quinquin (Alane Delhaye), um jovem que adora criar confusões com seus amigos. Originalmente, foi exibida em episódios como uma minissérie francesa, totalizando 200 minutos.

 

A AVENTURA AMERICANA DE UM ORIENTAL

por Eron Duarte Fagundes

O sul-coreano Joon-ho Bong foi parar em Hollywood. E fez um filme que une suas excentricidades orientais ao apuro americano pelas aventuras bem encenadas (embora, observe-se, a produção englobe capitais internacionais). Antes de mais nada, Expresso do amanhã (Snowpiercer; 2013) tem uma força expressiva em suas imagens que acaba por conquistar mesmo aquele espectador que possa olhar um pouco torto para as ingenuidades de roteiro tão comuns aos filmes do gênero. No caso de Expresso do amanhã estas pequenas debilidades passam ao largo das sensações de observação.

Centrado numa artificiosa era glacial sobre a terra, a narrativa de Bong põe diante de nós um trem que cruza os campos gelados conduzindo as pessoas que teriam sobrevivido a esta era. Das tensões entre as criaturas dentro desta espécie de nave-trem o realizador extrai o propósito de manter a acesa a atenção do espectador. Bong é suficientemente crítico para expor os habituais conflitos entre os grupos humanos, onde o sentimento de classe, poder e dinheiro impera.

De problema em problema, até o inevitável acidente final no degelo, Bong não dá trégua a suas personagens. Se não chega a fazer o espetáculo excelso que às vezes promete, é pelo menos um entretenimento inteligente com algum sotaque sagaz.

 

Blog do Ucha

UCHA SABE QUE SEUS LEITORES GOSTAM DE POUCO TEXTO. NG TEM MAIS TEMPO PRA COISAS LONGAS E NEM SACO.(oc)

De: "Danilo Ucha"
Enviada: 2015/09/17 10:58:31

Uma edição do Blog Cordeiro e Vinho curtinha, como gostam alguns leitores, mas com nota interessantes. Boa leitura: cordeiroevinhobyucha.blogspot.com

Um abraço

Danilo Ucha

 

Burmann visita obras do Loteamento Breno Garcia

Para acompanhar o andamento da construção de mais de 2.016 unidades habitacionais populares através do Programa Minha Casa Minha Vida – MCMV, no município de Gravataí, o Secretário Estadual de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann visitou nessa semana o canteiro de obras do Loteamento Breno Garcia.

Burmann avaliou como positivo o andamento das obras do empreendimento habitacional em Gravataí, destacando a importância social e econômica ao município. “Fico feliz em ver uma obra de grande impacto como a do Loteamento Breno Garcia. Fiz questão de vir até o município de Gravataí para acompanhar o andamento da construção das novas Unidades Habitacionais que irão beneficiar mais de 2000 famílias. O empreendimento contemplará o acesso a moradias dignas, garantindo assim a qualidade de vida e bem estar de cada morador”, destacou o secretário.

Todas as residências são destinadas ao atendimento das famílias com renda entre zero e três salários mínimos, seguindo o padrão do programa MCMV, com área privativa de 40,28 metros quadrados.

O investimento do empreendimento é de R$ 64 milhões provenientes do Ministério das Cidades, com aporte de R$ 5,06 milhões do Governo do Estado através do FAR (Fundo de Arrendamento Residencial).

Acompanharam à visita ao empreendimento técnicos do Departamento de Habitação da Secretaria, além dos representantes da construtora responsável pelas obras do Loteamento.

 

de Serafina

DESEMPREGO EM SERAFINA

OUVI DIZER QUE A CRISE PEGOU FEIO ALGUMAS EMPRESAS DE SERAFINA. TIPO PERDIGÃO,CREDEAL.....

* NÃO IA SER DIFERENTE. NG É UM ET.....

 

Pilcha

BICO BRANCO O PREFA DA JÁ MAIS FAMOSA CIDADE ONDE SE FALA O TALIAN GOSTA TANTO DA SEMANA FARRAPA QUE VAI ATÉ DE PILCHA E TUDO PRA SEU GABINETE DURANTE A SEMANA QUE AGORA FINDA.

JÁ SUA SECRETÁRIA LUANA, MUITO EFICENTE,POR SINAL, NÃO SE VESTE DE PRENDA.

- NÃO GOSTO MUITO DE LIDAS CAMPEIRAS, DISSE A UM AMIGO.

 

Acampamento

o acampamento é neste local.

De: prefeito@
Enviada: 2015/09/17 13:26:15

O acampamento é no entorno do Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin.

 

Galpão de Estância na Semana Farroupilha

A Prefeitura de Serafina Corrêa, através da Secretaria de Turismo, Juventude, Esporte e Lazer e da Secretaria de Cultura, instalou, neste ano, o Acampamento Farroupilha ao lado do Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin. Um espaço muito agradável, destinado a toda a população serafinense e visitantes, para cultuar as tradições, confraternizar e ter momentos de cultura, gastronomia e lazer.

Este ano o Tema dos Festejos Farroupilhas é “O Campeirismo Gaúcho e a sua importância Social e Cultural”. As Secretarias Municipal de Cultura e de Educação, com o apoio do CTG Galpão da Saudade, do CTG Sinuelo da Serra e do Piquete de Laçadores Espora de Prata, trabalhou, diretamente no Acampamento Farroupilha, com a presença de um espaço chamado de Galpão de Estância, local tradicionalmente gaúcho. O Galpão de Estância é um cenário com diversos objetos, que apresentou para as centenas de estudantes, os costumes e a cultura da vida campeira. As atividades culturais no Galpão de Estância aproximaram todos os públicos, que tiveram a oportunidade de aprender, conhecer e fotografar o ambiente.

Além disso, no dia 15 de Setembro, houve a apresentação da peça teatral “O Bigode do Totonho” da CIA do Riso, para cerca de 1.100 alunos, no Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin.

 

Show com Walther Morais em Serafina Corrêa

Semana Farroupilha 2015: O Campeirismo Gaúcho e a sua Importância Social e Cultural. Serafina Corrêa, Cidade Simpatia, Capital Nacional do Talian, recebeu, na noite de quarta-feira, 16 de Setembro de 2015, centenas de pessoas que prestigiaram o grande show com Walther Morais e Grupo Criado em Galpão, nos Festejos Farroupilhas. Após a Sessão Solene da Câmara de Vereadores, houve a apresentação com Walther Morais, natural de Palmeira das Missões, um dos mais autênticos cantores do cancioneiro gaúcho. Compositor iluminado, em cada obra, retrata o dia a dia do homem campeiro, sempre muito bem acompanhado dos maiores compositores, entre eles, Elton Saldanha, Jorge Guedes, João Sampaio, Gaspar Machado, entre outros. A Prefeitura Municipal teve a honra de promover o show com o grande Cantor e Compositor Gaúcho Walther Morais e o Grupo Criado em Galpão, repletos de atrações para brindar os fãs e consolidar o sucesso da
Semana Farroupilha de Serafina Corrêa.

 

Prefeito recebe o Cantor e Compositor Walther Morais

O Prefeito Ademir Antonio Presotto recebeu, em seu Gabinete, na tarde de quarta-feira, 16 de Setembro de 2015, o cantor e compositor gaúcho Walther Morais. Participaram da reunião a Secretária de Coordenação, Planejamento e Gestão, Olderes Maria Piazza Santin, e a Diretora Ediana Maróstica. Na oportunidade, o Chefe do Executivo falou sobre o município de Serafina Corrêa e desejou um excelente show ao Cantor Walther Morais e ao Grupo Criado em Galpão, que acontece às 21h30, no Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin, entrada franca.

 

Eleição Conselheiros Tutelares em Serafina Corrêa

Você pode ajudar a escolher os Conselheiros Tutelares de nosso município, no dia 04 de Outubro de 2015, participe da votação! O seu voto faz a diferença! São os Conselheiros Tutelares que cuidam dos direitos das crianças e adolescentes do Brasil. A Coordenação dos Conselhos Municipais e o COMDICA divulgam o nome e o número dos candidatos que estão concorrendo ao cargo de Conselheiro Tutelar em Serafina Corrêa, conforme sorteio realizado. A votação acontecerá no dia 04 de Outubro de 2015, com urnas na Prefeitura Municipal, no Telecentro Comunitário e na Câmara Municipal de Vereadores. Poderão votar maiores de 16 anos, inscritos como eleitores do Município, devendo apresentar o título de eleitor e/ou documento oficial com foto. O eleitor deverá votar somente em 1 (um) candidato. No total serão eleitos 5 (cinco) conselheiros titulares e 5 (cinco) suplentes. Participe!

NÚMERO CANDIDATO
01 JUAREZ ROQUE DELAZERI
02 ROSA MARIA FURLANETTO NARDI
03 NEIDES MARIA PERUZZO
04 GRAZIELA PIERESAN DE BORBA
05 LARA DANIELE HENN SEGANFREDO
06 JEFFERSON ODAIR GIMENEZ DE CARVALHO
07 ADAIRTON JUNIOR FOGAÇA DA SILVA
08 LEONARDO LUIS CANTON
09 SIMONE MARIA SANTIN BATISTEL
10 JANAINE PEGORARO

 

Semana do Trânsito – De 18 a 25 de Setembro – em Serafina Corrêa

"Década Mundial de Ações Para a Segurança no Trânsito – 2011/2020: Seja VOCÊ a mudança no Trânsito." O Departamento Nacional de Trânsito como órgão máximo executivo de trânsito da União, tem por missão cumprir a legislação de trânsito e a execução das normas e estabelecidas pelo CONTRAN, mas também procura levar para a sociedade brasileira uma nova forma de ver, entender e fazer trânsito. Um dos grandes objetivos deste Departamento é mostrar que trânsito é uma questão de cidadania e que faz parte do dia a dia de todas as pessoas, assim, estamos sempre convocando toda a sociedade para refletir sobre a importância de um comportamento mais responsável e mudar de uma vez por todas a atitude no trânsito.

A Semana do Trânsito acontece, neste ano, de 18 a 25 de Setembro, com o tema: Seja VOCÊ a mudança no Trânsito. A Prefeitura Municipal, através do Departamento Municipal de Trânsito, juntamente com a Secretaria de Educação e Secretaria de Saúde, com apoio da BRF SA, estará promovendo ações de conscientização sobre o Trânsito. Durante a semana, haverá palestras nas Escolas. Dia 24 de Setembro, os Grupos de Convivência de Idosos terão um importante encontro no Centro de Referência de Assistência Social, CRAS, com a Brigada Militar. E na sexta-feira, 25 de Setembro, haverá Blitz Educativa, com distribuição de material informativo. As ações visam diminuir o número alarmante de pessoas que perdem a vida em acidentes de trânsito. Cada um de nós é responsável por mudanças de atitudes no trânsito para que possamos cada vez mais PRESERVAR VIDAS.

 

SELEÇÃO MILITAR 2015

A Junta de Serviço Militar de Serafina Corrêa convoca os jovens que realizaram o alistamento no ano de 2015, bem como os alistados em anos anteriores em débito com o Serviço Militar, a comparecerem à Seleção Geral que será realizada no dia 30 de Setembro de 2015, às 7 horas, no Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin. A documentação a ser conduzida pelo cidadão é o Certificado de Alistamento Militar (CAM), um documento pessoal com foto (Carteira de Identidade, Carteira de Trabalho e/ou Carteira de Habilitação), bem como outros documentos necessários à comprovação de situações especiais (Certidão de Casamento, Certidão de Nascimento de filhos, Certidão de Óbito se órfão de pai/mãe, Atestado de matrícula e frequência em Curso de Nível Superior, exames e laudos médicos, entre outros.). Maiores informações ou quaisquer dúvidas podem ser esclarecidas na Junta de Serviço Militar situada na Rua Orestes Assoni, nº 370,
telefone 3444-1197 ou pelo e-mail jsm@serafinacorrea.rs.gov.br. Destacamos que é muito importante estar em dia com as obrigações militares, uma vez que estas situações são solicitadas para assumir cargos no serviço público, matrículas em universidades, requisição de passaporte, emprego com carteira assinada, obtenção do título de eleitor e outros documentos.

17 de setembro de 2015

ALRS

CHEGO A CONCLUSÃO QUE A GRANDE MIDIA MOSQUEOU NA 3 DIA QUE ALRS FOI TOMADA PELOS INSURGENTES....

* NG DEU NADA....NÃO HAVIA UMA LINHA EM NADA SOBRE SE ISTO PODIA ACONTECER OU NÃO.

* A GRANDE MIDIA E DIGO TODOS, MOSQUEARAM FEIO NESTA.

* DESCONFIEI DE ALGO PQ LIGUEI PRA LÁ NAQUELA MANHA MAS NÃO FUI ATRÁS DE PQ OS FONES NÃO ATENDIAM. IMAGINEI UM FERIADO. COMO FIQUEI 5 ANOS INDO LÁ TODOS OS DIAS, VOLTA E MEIO O PARLAMENTO ENTRA EM FERIADOS QUE OS OUTROS NÃO TEM.MAS FIQUEI MATUTANDO PQ SABIA DOS PROJETOS QUE IAM SER VOTADOS.

HJ ,4, A GRANDE MIDIA TÁ LÁ DESDE AS 5 DA MATINA. PQ O PREDIO AMANHECEU OCUPADO PELA BM

* ALEM DA MIDIA, A BM TB NÃO SABIA DA OCUPAÇÃO DA TERÇA.

 

FILOSOFO LUIS

SEO LUIS DO BAR DO ANTONIO, NA URGS, GOSTOU DA CPMF

- NÃO VAO MAIS PAGAR DOIS PILAS COM CARTÃO AGORA.

 

CAMPAMENTO FARRAPO

antes ue o dilúvio se abata sobre o RIO GRANDE VEIO, fui esta linda tarde de sol no CAMPAMENTO FARRAPO. uma poeirama danada mas isto faz parte digamos do mundo rural....

VI UM PIQUETE DOS AMIGOS DE SÃO BORJA.

ALI DISSE A ELES QUE NÃO HAVIA DESFILE EM SAÕ BORJA NESTE DOMINGO. UM DOS GAIATOS QUE TAVA LÁ DISSE. MAS VAI TER EM ALEGRETE. LÁ SÃO MACHOS PRA VALER. E QUASE DEU PELEIA NO PIQUETE ENTRE ELEAS.

PERGUNTEI A ELES PELO FALECIDO SERGIO SÃO BORJA QUE RIA MUITO NO PROGRAMA DO NICO FAGUNDES DA GAUCHA E ME DISSERAM. O IRMÃO DELE FEM SEMPRE AQUI.

ANDEI PELO CAMPAMENTO E VI MUITA LINGUIÇA SENDO VENDIDA. PARECIA QUE TAVA NAQUELE BR 116 QUANDO A GENTE VEM DE CAZIAS PRA PORTO QUE TEM LINGUIÇA EM TUDO O QUE É CANTO PRA SER VENDIDA. O COMERCIO TOMOU CONTA DO CAMPAMENTO E A PERDIGÃO PAITROCINANDO TUDO. CERVEJA SO TEM DAQUELA RUIM DA SKIN.....

CAMPAMENTO FARRAPO NA TARDE DE TERÇA, DIA DO NIVER DO GREMIO. NÃO VI LÁ NENHUMA BANDEIRA DO TRICOLOR. OS FARRAPOS NÃO JOGAVAM BOLA OU ESQUEDERAM????

PIQUETES NA HARMONIA. TEM ATÉ DOS AMIGOS DE SÃO BORJA. NÃO VI DE SERAFINA. LÁ NOS FIZEMOS NO NOSSO CAMPAMENTO FARRAPO NO BAIRRO SANTIN ONDE O PREFA BICO BRANCO ACAMPA PRA DESPACHAR TB DE BOTA,CUJA,LENÇO VERMELHO .....

MAIS FOTOS DA ESTANCIA DA HARMONIA COMO É CONHECIDO O CAMAPMENTO FARRAPO. ALIAS AQUILO O NOME OFICIAL NÃO É PARQUE MAURIO S. SOBRINHO????

SEI LÁ MEU. MAS O POVO CHAMA ESTANCIA DA HARMONIA.

MAIS CENAS DO CAMPAMENTO FARRAPO DE HJ DE TARDE. 15.9. DIA DO NIVER DO GLORIOSO GREMIO.

 

cena de terça no harmonia...

uma senhora idosa, na parada pra pegar o C!.

po que cidade de m....esta de vcs. lÁ EM CANOAS NAS PARADAS NÓS TEMOS ONDE SENTAR....TOING....DEU NO MAGRÃO.

 

COLEGUINHAS

CACO BARCELLOS ESTEVE NA RBS NO PROJETO PAUTA.

 

FILME

VI O FILME DA REGINA CASÉ. MUITO BOM. UM BRASIL DA ERA LULA....ESTÁ SUTILMENTE DITO.

 

BICICLETAS NA NILOPOLIS

TÃO FAZENDO UMA PISTA DE BICICLETA NA AV. NILOPOLIS. 1M50CM DE CADA LADO. ESTAS FOTOS FIZ 2 FEIRA QUANDO TINHA SOL AINDA.

 

NOVA ROMA DO SUL

O nome Nova Roma do Sul é uma homenagem a capital da Italia.

De lá se originou a maioria dos seus habitantes.

Em 1904 iniciou-se a construção da estrada Júlio de Castilhos que atravessou Antônio Prado fazendo a ligação com Vacaria e Farroupilha, conduzindo a São Sebastião do Caí.

Esta estrada foi muito esperada e só passou a ser transitada em 1923.

Nova Roma foi fundada em 6.1.1899. Neste dia o padre PELLEGRINI celebrou missa na futura Nova Roma .

Muito do progresso do povo se deve ao padre ANTONIO PELEGRINI

Quem botou este nome foram os habitantes da LINHA CARLOS LEOPOLDO.

Durante o periodo da II Grande Guerra (1939/1945) o local trocou de nome. Passou a ser chamado de GUARARAPES. eM 1941 trocaram para GUAICURÚS.

Em 1949 voltou a se chamar NOVA ROMA.

Como havia outro local com este nome, foi acrescentado DO SUL.

 

CCMQ

NO 1 ANDAR DA CCMQ FICA O BARZINHO DO QUINTANA. ONDE SÃO FEITAS EXPOSIÇÕES. TEM LÁ UMA DE FOTOGRAFIA, INAUGURADA NESTA TERÇA PASSADA.

 

Cinema

FROUXO E ACADÊMICO

por Eron Duarte Fagundes

O realizador francês Benoît Jacquod sempre namorou o academicismo de filmar, mas aqui ele se rendeu. Diário de uma camareira (Journal d’une femme de chambre; 2015) é uma narrativa cinematográfica quase desnecessária presa a uma pintura de época quadradona e sem seiva, uma espécie de túmulo de imagens; revisitando o universo do romance de Octave Mirbeau, de 1900, já filmado pelo espanhol Luis Buñuel em 1964 (bastante conhecido, com a francesa Jeanne Moreau no papel central) e em 1946 pelo francês Jean Renoir (uma obra menos vista do grande cineasta), Jacquod se põe num limbo surpreendentemente conformista e estático para quem o admirou em Adeus, minha rainha (2012), também interpretado por Léa Seydoux, uma estrela ascendente do atual cinema francês. Em Diário de uma camareira Léa volta a estar na pele duma serviçal diante das câmaras. Léa já não está entre reis e nobres da corte, como no filme anterior. Mas logo no começo do filme seus movimentos fazem com que vá ter a uma família burguesa da província.
Servindo como camareira duma família que tende a humilhá-la, sua provocação sexual se dirige inicialmente para o filho, que morre em seus braços durante um ato sexual, quando sua tuberculose é acelerada, e depois se envolve com o cocheiro, numa trama marginal de roubo e sexo. Jacquod, apesar dos assuntos de que dispõe, se põe à distância de qualquer aprofundamento crítico das ações de suas personagens. É um retrato bastante mofado dos tempos antigos. O que salva um pouco este Diário de uma camareira é a força da interpretação de Léa Seydoux.

 

Chuva e chuca

De: "Nadilce Beatriz Zanatta"
Enviada: 2015/09/16 20:06:57

Olha que linda nuvem. Passou pela minha janela, mas não fui eu quem fez o vídeo. É do Pioneiro. Ficou tudo escuro, o vento veio de repente; nosso prédio de 7 andares tremeu. Tive que segurar uma gelosia da janela. Isto aconteceu kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Eram 13hs55min.

http://videos.clicrbs.com.br/rs/pioneiro/video/cotidiano/2015/09/nuvem-temporal-captada-video-por-leitores/135835/

 

Arena do Grêmio é palco para Valesca Popozuda, Ludmilla e MC Pocahontas

As cantoras se revezarão no palco dia 3 de outubro e não darão folga para o público

As divas funkeiras Valesca Popozuda, Ludmilla, MC Pocahontas, Karine Larré, Swag Sisterz e Bárbara Labres vêm prontas para manter a plateia animada no estacionamento interno da Arena do Grêmio (Avenida Padre Leopoldo Brentano, 110 – Humaitá), Porto Alegre. É o Baile das Divas. "Esse é mais um exemplo da capacidade multiuso do complexo, que vem atraindo cada vez mais eventos de todos os portes e para todos os públicos", avalia o presidente da Arena do Grêmio, Eduardo Peña.
A apresentação das cantoras é única na Capital gaúcha, no dia 3 de outubro, a partir das 22h. É a chance ver, com o mesmo bilhete, essa turma do funk.
Os ingressos já estão à venda nas lojas Multisom de Porto Alegre, Canoas, São Leopoldo e Novo Hamburgo. Também podem ser adquiridos nos sites: http://minhaentrada.com.br/evento/baile-das-divas-3052 e http://www.vamoapp.com 50% de desconto para os 100 primeiros sócios do Clube do Assinante ZH na Multisom do BarraShopping e 10% para sócio e acompanhante. Reservas Mesas e Camarotes – (51) 9965.2604 | (51) 8491.9380 | (51) 8277.0000

SERVIÇO:
BAILE DAS DIVAS
Data: 03/10/2015
Horário: a partir das 22h
Local: Estacionamento interno (E1) – Entrada pelo Portão 1
Realização: Grupo Matiz
Produção: VCPlay
Promoção: Rádio Atlântida e Clube do Assinante ZH

Informações gerais: (51) 3023.5747 | (51) 9965.2604 | (51) 8422.1834
https://www.facebook.com/festabailedasdivas
https://www.facebook.com/events/834605076589207/
atendimento@vcplay.com.br .
informações de Ingresso – (51) 4062.0057

 

Assinada ordem de serviço para construção de delegacia em Guaíba

O Governo do Estado através das Secretarias de Obras e Segurança Pública vem trabalhando no desenvolvimento de projetos para construção e reforma de presídios e delegacias, buscando promover a melhoria da infraestrutura e dos serviços prestados à população gaúcha.

O Secretário Estadual de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann assinou na manhã desta quarta-feira (16), a ordem de início para os serviços de construção do prédio que abrigará a Delegacia de Polícia Padrão de Médio Porte, na cidade de Guaíba. A nova DP será construída na rua Nestor de Moura Jardim, nº 297, próximo ao Fórum, em uma área de 3.586,50 m², doada pelo Município ao Estado. O prédio terá 720 m², com o investimento de R$ 2.758.556,80 (dois milhões, setecentos e cinquenta e oito mil, quinhentos e cinquenta e seis reais e oitenta centavos).

O Secretário de Obras, Gerson Burmann destaca o trabalho de forma conjunta com a Secretaria da Segurança Pública. “A partir do primeiro dia de administração, estamos desenvolvendo uma serie de atividades em conjunto com as demais pastas do poder executivo. Esse contato possibilitou que no mês de julho fosse possível realizar a assinatura do contrato para construção do Centro Regional de Excelência em Perícias do Rio Grande do Sul, que será a nova sede do Instituto-Geral de Perícias (IGP), envolvendo diretamente o corpo técnico de servidores da Secretaria de Obras e da Segurança Pública. Hoje assinamos essa importante ordem de serviço para construção da Delegacia de Polícia Padrão de Médio Porte, na cidade de Guaíba, que irá disponibilizar aos servidores da área de Segurança Pública as condições adequadas para a execução dos serviços, assim como garantir a população o acesso aos serviços de forma eficiente”, destacou o secretário. A empresa vencedora da licitação é a Tarefa Construções LTDA, com sede no município de Guaíba, com o prazo de 300 dias corridos para execução das obras. A supervisão da obra estará a cargo da 12ª CROP.

Participaram da cerimonia de assinatura da ordem de início, para os serviços de construção da DP de Guaíba o Diretor-Geral da Secretaria da Segurança Pública, Alciomar Goersch, o Diretor do Departamento de Administração Policial – DAP/PC, Delegado Antônio Carlos Pacheco Padilha, o Chefe de Polícia, Delegado Guilherme Yates Wondracek, o Diretor Geral da Secretaria, Valmor Krysczun e o Diretor do Departamento de Obras, Julio Cesar Molina Diógenes.

 

Assinada ordem de serviços para reforma de escolas

Investir na reforma e construção de novas escolas, promovendo as melhorias necessárias na infraestrutura, garantindo assim condições adequadas de segurança e ensino aos alunos da rede pública, é uma das prioridades do Governo do Estado. A Secretaria Estadual de Obras, Saneamento e Habitação e a Secretaria da Educação vem desenvolvendo ações conjuntas para avaliar as demandas da área de educação, priorizando as de caráter emergencial.

Na manhã desta quarta-feira (16), o Secretário Estadual de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann assinou a ordem de início para os serviços de reforma em duas instituições de ensino do estado. Serão beneficiadas as Escolas Estaduais de Ensino Fundamental Cândida Medeiros, localizada no município de Caçapava do Sul e a Escola Dr. Martins Costa Junior, localizada no município de Porto Alegre. A EEEF Cândida Medeiros será contemplada com as obras de reforma elétrica, hidráulica, piso, forro, aberturas, banheiros e cozinha, investimento de R$ 62.719,20 (sessenta e dois mil setecentos e dezenove reais e vinte centavos). A empresa responsável pela obra será a Stasiak Construções LTDA, localizada no município de Sete de Setembro.

A EEEF Dr. Martins Costa Junior receberá as obras em caráter emergencial para a remoção do muro, entulhos e a reconstrução de muro novo, uma antiga demanda da comunidade escolar. A obra será executada pela empresa Portotec Construtora LTDA, com sede no município de Porto Alegre, investimento de R$ 135.279,13 (cento e trinta e cinco mil, duzentos e setenta e nove reais e treze centavos). Participaram da assinatura da ordem de início para os serviços os Assessores de Gabinete da Secretaria Estadual da Educação, Geraldo Onezio Fonseca e Ivo dos Santos Lautert, o Diretor Geral da SOP, Valmor Krysczun e o Diretor do Departamento de Obras, Julio Cesar Molina Diógenes.

 

de Serafina

Abertura Oficial da Semana Farroupilha de Serafina Corrêa

QUE TALIAN, QUE NADA O PREFA BICO DE SERAFINA GOSTA DE UMA BOMBACHA E DE UM LENÇO VERMELHO NA SEMANA FARRAPA.

O belo domingo, dia 13 de Setembro de 2015, foi de muito tradicionalismo e alegria em Serafina Corrêa. O Prefeito Municipal Ademir Antonio Presotto, o Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo, o Deputado Estadual Gilmar Sossella, representando o Presidente da Assembleia Legislativa do Estado Deputado Edson Brum, o Vereador Nelson Pedro Mezzomo, representando a Presidente da Câmara de Vereadores Eleni Castro Pizzatto, autoridades tradicionalistas, visitantes e a comunidade serafinense prestigiou a cerimônia que aconteceu no belo Acampamento Farroupilha, em Serafina Corrêa. Primeiramente, houve a chegada da Chama Crioula, que foi conduzida pelo Prefeito Municipal ao candeeiro, abrindo oficialmente os Festejos Farroupilhas do município. Em seguida, houve a premiação do Concurso Amador de Fotografias, que teve a participação de 83 fotos, das Escolas João Corso, Leonora Marchioro Belenzier, 1º de Maio, Geny Pinto Cadore, Carneiro de Campos, Rainha D'Paz e Marcos Rampi - Silva Jardim, que foram julgadas por uma Comissão composta pelas áreas de Publicidade, Artes e Tradicionalismo. Para finalizar, houve pronunciamento das autoridades e o convite para que a população participe do Acampamento Farroupilha e da programação que acontece até o dia 20 de Setembro.

 

Apresentação do CTG Sinuelo da Serra

No domingo, 13 de Setembro de 2015, após a cerimônia de Abertura da Semana Farroupilha de Serafina Corrêa, para marcar a bela programação, o Centro de Tradições Gaúchas Sinuelo da Serra proporcionou um belo show de danças. Com o Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin lotado, as Invernadas Artísticas Pré-Mirim, Mirim e Juvenil encantaram o público. Fundado em 1985, em comemoração ao Sesquicentenário da Revolução Farroupilha, o CTG Sinuelo da Serra é uma entidade tradicionalista que vem trabalhando em prol da cultura gaúcha e destacando-se perante a sociedade e o Movimento Tradicionalista Gaúcho. Seu lema é: “Ponteando
a História do Rio Grande em Todas as Querências!” Sua Patroa é Vanda Correa Trento e, atualmente, possui quatro departamentos: artístico, campeiro, cultural e social. As apresentações do CTG Sinuelo da Serra proporcionaram momentos de muita alegria, tradicionalismo e cultura,
na Programação da Semana Farroupilha de Serafina Corrêa, que é uma realização da Prefeitura Municipal, com apoio da Câmara Municipal de Vereadores, da Brigada Militar, do CTG Galpão da Saudade, CTG Sinuelo da Serra, Piquete de Laçadores Espora de Prata, Erva Mate Amizade,
Associação Amigos do Artesanato Linha Onze, Clube de Mães Jardim Itália, Rádio Liberdade FM, Rádio Odisséia FM e Rádio Rosário AM.

 

Baile com Neimar e Grupo Marca Pampeana

Dando continuidade à programação dos Festejos Farroupilhas 2015, a Prefeitura de Serafina Corrêa teve a honra de promover, na noite de domingo, 13 de Setembro, o animado Baile com Neimar e Grupo Marca Pampeana. Com início em 2014, o Grupo vem cultivando a tradição do Rio Grande do Sul. Formado por 5 integrantes, um deles é Neimar, guri serafinense, que com apoio de seus pais e com muita fé, formou um grupo de baile com seus colegas, que já rodaram muito em diversos grupos e bandas do nosso Sul do País. São eles: na Guitarra: Adriano Batista; na Bateria: Messias Bressiani; no contrabaixo: Claudio; no vocal, o ex-vocalista do Alma Gaúcha: Adrovaldo Cardoso; e na gaita: Neimar Balbinot. Mais um grande evento que marcou a Semana Farroupilha 2015!

 

Grande show com Os Monarcas movimentou Serafina Corrêa

A Programação dos Festejos Farroupilhas 2015 está agradando a comunidade serafinense e visitantes. Na sexta-feira, 11 de Setembro, centenas de pessoas prestigiaram o Show do renomado grupo tradicionalista Os Monarcas. É dos poucos conjuntos que preserva a autenticidade da música tradicionalista gaúcha e também de maior longevidade. Em 40 anos de carreira, conquistou importantes prêmios como a Medalha do Mérito Farroupilha oferecida, em Fevereiro de 2012, pela Assembleia Legislativa do Estado, e que significa para o líder d´Os Monarcas, Gildinho, a maior distinção que um gaúcho pode receber. Além disso, o grupo foi agraciado com cinco discos e um DVD de ouro; e gravou 36 trabalhos. No entanto, a maior conquista tem sido manter a formação com um grupo sólido e talentoso, com artistas implacáveis. A cada etapa da carreira, a família Os Monarcas aumenta o número dos integrantes e mostra porque está entre os maiores grupos de música tradicionalista gaúcha. Serafina Corrêa teve a honra de apreciar o grande show com Os Monarcas, abrilhantando a Semana Farroupilha 2015, para ficar na história!

 

Autoestima e Valorização da Mulher - Temas do III Encontro das Vitoriosas

Com o objetivo de levar apoio e suporte para o enfrentamento do câncer de mama, o Gabinete da Primeira Dama da Prefeitura Municipal promoveu, no dia 29 de Agosto de 2015, o III Encontro das Vitoriosas, no auditório do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS. As mulheres presentes tiveram a oportunidade de ouvir e interagir com a palestrante Eidimara Ferreira, que colocou situações do dia a dia das mulheres, bem como a importância dos relacionamentos familiares e sociais, da busca por meios e pessoas que as ajudem a superar a doença, a fim de que recuperem a sua saúde no menor tempo possível. Após a explanação da palestrante, as mulheres degustaram de saboroso almoço elaborado por duas colegas voluntárias e da sobremesa oferecida por uma pessoa da comunidade.

Na parte da tarde, foram desenvolvidas atividades de troca de vivências e conhecimento, com relatos pessoais, o que foi de muita importância para as mulheres que estavam participando do grupo pela primeira vez. A tarde encerrou-se com conversas e brincadeiras, num ambiente alegre e descontraído.

 

Escola Agrícola promove palestra sobre o uso nocivo de bebidas alcoólicas, drogas e cuidados no trânsito

A sociedade encontra-se em estado de alerta para o triste e preocupante fenômeno social em expansão, representado pelo consumo de bebidas alcoólicas e demais drogas em nosso país e, consequentemente, em nossa comunidade. As escolas, assim como as demais entidades, organizações e cidadãos experientes em suas diversas especialidades, possuem o dever de orientar, esclarecer e recomendar condutas à população, pois é de conhecimento geral que prevenir atinge mais êxito do que recuperar. Dessa forma, na quinta-feira, dia 03 de Setembro de 2015, a Escola Municipal Agrícola, em parceria com a Brigada Militar de Serafina Corrêa, proporcionaram aos alunos e comunidade escolar uma importante palestra sobre o uso nocivo de bebidas alcoólicas e outras drogas. Na oportunidade, o Sargento Rudimar Pereira Aires e o Soldado Willian de Souza Lescano enfatizaram também a importância dos cuidados no trânsito, tendo em vista a proximidade da Semana Nacional do Trânsito e considerando que o consumo de álcool e demais drogas refletem diretamente no mesmo, ocasionando graves acidentes e até mesmo, levando ao óbito. É essencial o ensino de atitudes de respeito, precaução e responsabilidade para que as crianças e adolescentes cuidem e valorizem a própria vida e, consequentemente, a vida de seus semelhantes.


16 de setembro
de 2015

TESTEMUNHO( NÃO É RELIGIOSO)

HJ DE MANHA TENTEI LIGAR PRA VÁRIOS FONES DA ALRS. QUE TENHO AQUI. NEM O PABX ATENDIA. ACHEI ESTRANHO. PRECISAVA SABER SE ERA HOJE QUE DARIA O FILME DO COLLARES. SIM PQ LEMBRO QUE A CELINA CANABARRO, FILHA DA NEUSA, ATUAL ESPOSA DO COLLARES, ME DISSE QUE DIA 15 SET ESTREARIA NA ALRS UM FILME SOBRE O COLLARES QUE ELES PRODUZIIRAM. ELES QUE DIGO ELA E O MARIDO, O LIMA.EX-RBS TV.

BOM, AI LIGUEI PRO PDT QUE ESTRANHAMENTE ATENDEU. ME DERAM O FONE DA CELINA...

LIGUEI FALEI COM O LIMA E NÃO VOLTEI MAIS AO ASSUNTO DA ALRS.

AGORA NO FIM DO DIA, EM QUE FUI ATÉ FAZER FOTOS -30 - NO CAMPAMENTO FARRAPO FICO SABENDO QUE HOUVE INTERDIÇÃO. ENTÃO FOI POR ISTO QUE NEM O PABX ATENDEU DE MANHA.

ENTÃO FOI UM DIA EM QUE OS EXTENUANTES TRABALHOS NA CASA DO POVO NÃO FORAM LEVADOS A CABO. EVIDENTE QUE TEM UMA PITADA DE IRONIA NISTO(oLIDES)

 

PIADINHA PRONTA

A ALRS não trabalhou hj.

NÃO HOUVE QUÓRUM!

 

CRONICA PORTOALEGRENSE

CHANCE DESPERDIÇADA

Pois como ia lhe dizendo, lembrando o finado SERGIO JOCKMANN, a riponga, misto de hippie com gosto de boutique, era de uma época em que vigorava na capital dos gaúchos o costume de ' TEUDA E MANTEUDA".
Ou seja, o cara mantinha tudo....( que bons tempos,a queles suspiram muitas ainda....)

( Ah, e muitas mães aprovavam pq se escoravam no digamos dote da filha....)

Num sa´bado de dias atrás, quando o inverno voltou forte a Porto Alegre, a riponga lembrava com saudades de seu tempo em que tinha homem quando queria.

- Nunca me faltou macho, disse a um ex-namorado por quem ela se sentiu meio que desprezada, porque já entrando em anos não arruma mais macho com tanta facilidades( ela quando morou no Moinhos teve um que não a apresentava aos amigos porque tinha vergonha de que ela era mais ' velha, mas mantinha um bom patamar de vida econômica).
Voltando à vaca fria, a riponga , que se desfez recentemente de um sítio - toda riponga sonha um dia morar no campo - recordava que de uma certa feita teve um namorado,casado, que não tendo mais a esposa como companheira sexual diária, lhe fez a sedutora proposta:

- Fulana, que tu quiseres, te dou o que tu quer....

Bem entendido,claro. pra ela ser apenas sua amante.

Ou melhor dizendo, pra manter relações carnais quando ele quisesse.

Ou ainda mais claro ainda, lhe prestar favores carnais,digamos assim.

Ela não topou na época, mas hoje entrada em anos lamenta isto. Não tanto acho eu pelos favores carnais em si, pq como já disse ela sempre arrumou ' macho' - a expressão é dela, não do narrador, que até acha o termo um tanto quanto chulo - mas mais pela grana que teria amealhado.

Pois é,destes e de outros fatos é a vida constituída.

Pues, como ia lhe dizendo, assim corre o barco(OC)

 

Pastel filósofo

por andre barrionuevo

Era domingo à noite, o jornal estava fechando quando o Seu Carlos ia buscar platéia onde tinha certeza de encontrar: a editoria de esportes, com os resultados da rodada do fim-de-semana. Da forma inversa, os setoristas do esporte estavam prontos para achar graça das patacoadas que o seu patrão ia contar. Depois dos comentários usuais dos jogos da dupla gre-nal, ele atacou de vereda numa de suas especialidades, a sexualidade humana:
- Eu sou velho, tão antigo, que no meu tempo o sujeito chupar boceta era mais feio que dar o cu.
- E era. De minha infância, na década de 70, lembro de um sapateiro velho amigo meu, que pedia para a gente que conversava com ele escondesse a cuia e a bomba de chimarrão, incluindo ai a térmica, quando avistava um velho conhecido dele que aparecia no portão.
Ele dizia: - Velho brocha!
E emendava: - É preciso um homem não ter vergonha na cara, não saber satisfazer uma mulher e fazer uma nojeira dessas... Eu não quero tomar mate com um velho nojento desses.
Hoje em qualquer motel com algum filme porno aparece como preliminar um homem fazendo sexo oral em uma mulher. Aliás, essa prática é considerada sine qua non para se obter o amor com qualquer uma parceira.

 

Notícias

PREZADO ANDRE, QUE É BRIMO DO BARRIO FAMOSO.

'. NÃO QUIS CHAMAR O CARA DE PASTEL.

2. NUNCA TRABALHEI LÁ. POR ISTO NÃO SEI SE É PÃO DURO.

3. MAS QUE É UM FIGURAÇO, É. ELE IA NA EXPOINTER PUXAR O SACO DOS CABANHEIROS. PQ O CORREINHO QUE TU FAZIAS É LIGADO AO MEIO RURAL LATIFUNDIÁRIO.

4. AGORA TEMOS UM VICE QUE É DO MEIO LATIFUNDIÁRIO...MELHOR DEU UM BRAGETAÇO COM UMA LATIFUNDIÁRIA.

5. MAS NÃO SE MATA CAVALOS FOI ICONE DO MEU TEMPO DE JULINHO.ANOS 69,70.....

From: André Barrionuevo Rönnau
Sent: Ter 15/09/15 08:47

Olides Canton,

Comprei e terminei de ler "Mas não se matam cavalos", de Horace McCoy. Li uma resenha que afirma ele ser muito parecido com o estilo de John Steinbeck, e é verdade. Nunca vi o filme com Jane Fonda.

Vi a foto do Pastel no teu blog - odiava o Sr. Carlos Bastos Ribeiro - mas tenho de admitir que sinto falta dele. Ele é de uma sinceridade estarrecedora. Espontâneo demais para o meu gosto. Grosseiro e pão duro demais, também. Mas era gaúcho, dava valor para o campo e para Expointer. Sabia o que era de valor aqui.

Bispo Macedo et caterva somente entendem de demônios e dízimos.

Eu ando nos protestos defronte ao Piratini.

Abraço,
André Barrionuevo

 

TV

O GARÇÃO ILDO BERTÉ, EX LANCHEIRA DO PARQUE FOI UMA DAS 50 PERSONALIDADES DE PORTO ALEGRE ESCOLHIDAS PELA EX TV COM PRA COMEÇAR UM NOVO PROGRAMA EM NOVEMBRO. ELE DEU HJ SEU DEPOIMENTO,OU MELHOR FOI ENTREVISTADO.

QUE NOVO PROGRAMA SERÁ ESTE?????

 

O CHARGISTA E A CAMINHADA

diarimente marco aurelio caminha pela nilopolis rumo a pracinha da encol. depois a um dos bares da vizinhança.

lentamente vai ouvindo radio com os fones.

nascido em passo fundo é um dos mais antigos chargistas em atividade. leitor de O ESTADÃO, anda com ele as vezes embaixo do braço.

 

Metro

O METRO OCUPA A SALA DE ESPERA DA AUX PREDIAL NA MAN DA ULTIMA SEG.

 

SERGIUS

é do tempo do prof. Sergius os projetos de dois livros que fizeram sucesso recentemente editados pela editora da cidade, da Sec Mun da Cultura. o do Nilo Ruschel, sobre a rua da Praia e do Disquei joquei sobre anoite de porto alegre.

Um , o primeiro esgotou porque o Kadão na zh colocou duas ou 3 paginas sobre fotos antigas da rua da praia e comparou com o atual cenário. o outro tb esgotou pelo interesso sobre o que o claudinho pereira falaria principalmente do butiquim, a boite mais famosa dos anos 70 frequentado pelos endinheirados e pelos que piolhos de rico emgeral.(OC)

 

do Centro

O CATAMARÃ RUMO A GUAIBA NA MANHA DE SEG PASSADA....CRUZANDO POR UMA CHATA QUE TB DESCE O RIO GUAIBA.

 

Teatro

lotou agora as 6 da tarde a peça de JOAO CARLOS CASTAGNA na CCMQ. de graça, vá lá. mas o homi tem talento. boa peça. não viu tanto humor negro há tempo.indico

 

dos leitores

De: "Nadilce Beatriz Zanatta"

Boa noite, Olides. Te envio estas fotos (do anexo) de Nora Roma. Desculpa, mas são as que consegui, eu tinha muitas, Seguido vou para lá e aí clicarei outras de vários pontos.
A ponte fica entre Farroupilha e Nova Roma, qdo há enchentes o rio passa raspando sob a ponte, feio de se ver.
Na metade do caminho há este capitel, qdo chove mto forma esta cascata, bem bonita.
Há a cascata grande, que tb, qdo chove muito ela chega até o asfalto, mas tanto uma qto a outra estão antes da ponte.
Este casarão azul fica no centro. Bati foto da Rê, depois do back out do meu PC...
E tem este link abaixo pra ti olhar.
Não fazem mais canoagem. Depois que fizeram as usinas, o rio ficou baixo, estragaram todo o eco sistema daquela região. Mudou até o clima.
Algumas vezes eles abrem as comportas para praticar o tal esporte, mas é mto raro.
Aí tu estuda este link e faz uma matéria para encher o blog.

 

Cinema

FOUCAULT: O CINEASTA ANTES DOS CINEASTAS

por Eron Duarte Fagundes

Num primeiro momento, Eu, Pierre Rivière, que degolei minha mãe, minha irmã e meu irmão... um caso de parricídio do século XIX, apresentado por Michel Foucault (1973) parece uma coletânea de documentos de época. O centro, é claro, é o memorial escrito, a pedido dos julgadores, por Pierre Rivière para relatar seu inusitado e terrível crime. Mas o primeiro documento do livro é o relatório dum juiz de paz que recebeu em primeira mão a notícia do crime e depois há outras fontes, como análises médicas e jurídicas que buscam entender o que levou Pierre a gestos considerados antinaturais, alastrando-se pela questão da loucura ou dos instantes de lucidez desta loucura ou ainda da forma lógica como esta loucura (o memorial) se articula para explicar-se aos não-loucos. Assim, o próprio texto explicativo de Foucault é somente um de seus elementos, um elemento da construção do livro. Pouco a pouco passamos a entender o livro de Michel Foucault, um dos mais notáveis pensadores da França no século XX, como uma organização que ultrapassa o sentido de coletânea visto em sua superfície; neste aspecto, Foucault, homem do século XX, utiliza o conceito de montagem do cinema: as partes se interligam formando um todo que vai além daquilo que eles querem dizer ndividualmente. Embora o autor entregue a narrativa a vozes diversas das dele (o criminoso, juízes, médicos, assim como o ficcionista colombiano Gabriel García Márquez entregava, como truque ficcional dentro duma reportagem, ao diretor de cinema chileno Miguel Littín em A aventura de Miguel Littín clandestino no Chile, 1986, todo o processo de narrar duma história que no fundo era do próprio García Márquez), o texto, mesmo que materialmente pertença a outros, apresenta formações que condizem com a própria obra de Foucault, preocupado com a mente, com as prisões, com as disfunções sociais. Assim como está na posteridade, parece que Pierre Rivière existiu para a pena magistral de Michel Foucault.

Pierre justifica seu ato antissocial porque precisava livrar seu pai “des peines et des afflictions que mon père a soufflertes de la parte de ma mère depuis 1813 jusq’à 1835.” O parricídio de Pierre é contra a mãe: esta mulher era o mal do pai de Pierre. A misoginia extremada, pois. A lógica inquebrantável dos absurdos mentais de Pierre: matara sua irmã porque esta se aliara com sua mãe para o mal do pai e a seu pequeno irmão porque permitiria que o pai passasse a odiar a Pierre, não sofrendo tanto com o que viria, as prisões ou o enforcamento do filho criminoso. Foucault elabora, com os documentos de que dispõe, a questão genética da loucura e examina os lances luminosos que chegam aqui e ali a clarear as trevas da demência.

“A l’instant, informé par M. le maire de la commune d’Aunay, qu’un meurtre épouvantable vient d’être commis en ladite commune d’Aunay, village dit la Faucterie, au domicile du sieur Pierre-Margrin Rivière, propriétaire cultivateur, absent de chez lui, nous dit-on, depuis le matin.” É como começa o relatório do juiz de paz, o cerimonial policial-jurídico que tenta pôr alguma ordem numa casa suja e desarrumada. A polícia e a jurisprudência, elementos da superestrutura social, parecem, aos olhos de Foucault, incapazes de atender às complexidades duma infraestrutura, como uma mente perdida nas relações sociais. Talvez somente uma literatura filosófica, ali entre o pensamento e a poesia, como esta praticada por Foucault, possa aproximar-se razoavelmente da demência.

 

Humor

por Tacho

 

do Espaço Vital

De quem é a autoria do projeto arquitetônico do Estádio Beira-Rio ?

Montagem EV sobre foto de Edison Vara

Decisão liminar proferida na 1ª Vara Federal de Porto Alegre suspendeu, junto ao Conselho de Arquitetura e Urbanismo do RS (CAU), o processo administrativo referente ao registro de direito autoral do projeto arquitetônico de modernização e reforma do Estádio Beira-Rio. A decisão é da juíza Marciane Bonzanini.

O mandado de segurança foi ajuizado por dois arquitetos (Henrique Timóteo Rosa da Rocha, Cícero Santini e Silva e a empresa (Santini & Rocha Arquitetos Sociedade Simples), da qual são associados sob a alegação de que seriam coautores do projeto. Segundo informaram, o trabalho foi realizado de forma conjunta com o Escritório de Arquitetura Hype Studio, que é referido como “estabelecimento responsável pelo pré-projeto”.

A firma parceira, entretanto, teria solicitado o reconhecimento administrativo da autoria sem admitir a atuação conjugada.

Os impetrantes afirmaram, ainda, que o Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo teria suspendido o andamento de ambas as solicitações até que a divergência em relação à coautoria fosse decidida em ações que estão em andamento na Justiça Estadual.

Uma manifestação do Sport Club Internacional, entretanto, teria levado o CAU-RS a validar o pedido da requerente que se dizia detentora de forma exclusiva dos direitos autorais da obra arquitetônica.

Em sua defesa, o CRAU sustentou que não haveria ilegalidade no procedimento administrativo, por violação dos princípios da ampla defesa e do contraditório. Defendeu que a interrupção das análises teria ocorrido pela constatação de conexão entre os requerimentos e que as avaliações teriam sido retomadas com base em informações prestadas pelo presidente do clube por meio de uma carta.

A magistrada Bonzanini entendeu que a declaração prestada pelo dirigente do Internacional, por si só, seria insuficiente para embasar a deliberação do conselho. Conforme destacou, as informações disponibilizadas pelo clube não teriam possibilitado a delimitação dos níveis de responsabilidade de cada escritório de arquitetura sobre o projeto em questão.

Segundo entendeu a juíza, “a nova deliberação do CAU-RS contraria os elementos de prova constantes nos autos do processo administrativo e que levaram à determinação de suspensão do registro de direito autoral sobre a obra em debate, tendo como fundamento apenas as declarações dos próprios arquitetos interessados no registro e do presidente do clube esportivo”.

A antecipação de tutela suspendeu o processo administrativo de registro autoral do projeto arquitetônico de modernização e reforma do Estádio Beira-Rio até que haja decisão final nas ações em andamento na Justiça estadual. (Mandado de segurança nº 5023945-94.2015.4.04.7100 – com informações da JF-RS e da redação do Espaço Vital).

“Essa moça não entende p... nenhuma de Brasil e de governo”...

Arte EV sobre foto revista Exame

A analista financeira Sinara Polycarpo, demitida em 2014 após enviar uma carta aos correntistas do Banco Santander - afirmando que uma recuperação da presidente Dilma Rousseff na corrida eleitoral causaria uma “deterioração” na economia brasileira - receberá do banco R$ 450 mil como indenização por dano moral.

Na época, Sinara enviou carta a alguns dos clientes que ela atendia, afirmando que, caso Dilma tornasse a subir nas pesquisas “o câmbio voltaria a se desvalorizar, juros longos retomariam alta e o índice da Bovespa cairia”.

O texto provocou a ira do Partido dos Trabalhadores e do ex-presidente Lula, que na época chegou a pedir a demissão de Sinara. “Essa moça não entende ´porra´ nenhuma de Brasil e de governo. Manter uma mulher dessas em cargo de chefia é sinceramente… Pode mandar ela embora e dar o bônus dela pra mim, que eu sei como é que eu falo”, declarou o ex-presidente.

A reclamação de Lula surtiu o efeito que ele desejava e a executiva foi demitida pelo Santander, que chegou a desculpar-se em sua página na Internet.

Pouco depois ela ingressou com ação trabalhista, sustentando que “o banco foi subserviente a políticos”.

Na sentença, a juíza Lúcia Toledo Rodrigues, da 78ª Vara do Trabalho de São Paulo (SP) afirmou que a postura do banco “serviu apenas para demonstrar sua parcialidade em atender os interesses políticos por conta da eleição e a falta de comprometimento perante seus clientes investidores”.

Cabe recurso ordinário ao TRT-SP. (Proc. nº 00028302920145020078).

 

do mrironneto.com

Fenômeno: crise traz turista com maior poder aquisitivo

A temporada de inverno de Gramado - assim compreendida entre junho e agosto, terminou com um crescimento de 20% na movimentação turística de Gramado, conforme a Secretaria de Turismo e empresários do trade. É consequência da desvalorização do Real, que freou as viagens dos brasileiros ao exterior, e trouxe para cá um público de maio poder aquisitivo em relação a anos anteriores. Gramado é uma cidade tão abençoada que até em meio a uma das piores crises econômicas do Brasil, ela consegue manter um crescimento. É um fenômeno.

 

EPTC não comparece à reunião sobre licitação do BikePoa

Foto: Guilherme Almeida

Marcelo Sgarbossa propôs a reunião na Cedecondh

A Comissão de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Segurança Urbana (Cedecondh) realizou um encontro, na tarde desta terça-feira (15/9), para tratar da licitação do BikePoa, o sistema de aluguel de bicicletas compartilhadas. Mesmo tendo sido convidada oficialmente, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) não enviou representantes à reunião, na Câmara Municipal de Porto Alegre.

Com 63 páginas, o edital de licitação de permissão do sistema de bicicletas compartilhadas de Porto Alegre foi publicado no dia 31 de agosto. O pregão eletrônico que vai definir a empresa prestadora do serviço está marcado para a próxima segunda-feira (21/9), às 10h01, conforme consta no site Pregão Online Banrisul.

A Comissão só obteve acesso à íntegra do edital de licitação graças à presença do jornalista Poti Silveira Campos. “O link que a EPTC disponibilizou inicialmente dava acesso ao Diário Oficial. Entrei em contato com a assessoria de comunicação. Foi quando me enviaram o link do edital e uma cópia do documento em PDF, que ainda não tive tempo de ler por completo”, explicou.

Mesmo sem a presença da EPTC, a reunião prosseguiu com a participação de representantes da Associação dos Ciclistas de Porto Alegre (ACPA), do Laboratório de Políticas Públicas e Sociais (Lappus) e da Mobicidade - Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta.

O presidente da ACPA, Pablo Weiss, alertou para a possibilidade de o serviço ser suspenso, caso a empresa atual não seja a vencedora da licitação. “Nossa proposta é que o contrato possa ser prorrogado para que os usuários não sejam afetados.”

Pela Mobicidade, André Gomide disse que a demanda de usuários é grande. “É um espaço que está consolidado. Como consumidor, posso dizer que o serviço é mal prestado. Poderia ser melhor”. Também salientou que o risco de suspensão se deve a uma falha administrativa da Prefeitura. “Estou triste por não ter ninguém da EPTC para conversar com a gente”, lamentou.

Daniel Silva, do Lappus, lembrou que, na mesma comissão, em 2014, foram apresentadas melhorias para que fossem incorporadas ao serviço. “O BikePoa é a menina dos olhos da prefeitura em relação à bicicleta. Mesmo assim, tratam com um descaso tamanho. É inacreditável que as pessoas que usam o serviço possam ficar sem ele por única e exclusiva falta de responsabilidade do poder público”, reclamou.

De nacionalidade portuguesa, Fernando Dionísio falou em nome da “comunidade surda”. Pediu que o serviço passe a dispor de um sistema que garanta condições de atendimento às pessoas surdas. “O portal de voz para surdos é impossível. Ano passado fiz essa reclamação à empresa Serttel aqui na Câmara, mas continua tudo igual”, criticou.

Outras sugestões foram apresentadas, como o uso de um cartão, semelhante ao TRI do transporte coletivo. “O sistema por meio do smartphone, além de elitista, é perigoso, pois o sistema é muito lento. Nesse meio tempo, a pessoa fica vulnerável”, observou Luis Fernando Oliveira, do Lappus. “O edital poderia prever uma concorrência entre os anunciantes para que outras empresas interessadas na publicidade possam disputar, como uma forma de baratear o custo para o usuário”, propôs.

Também do Lappus, Beto Flach recomendou a expansão das estações para as regiões mais afastadas da área central. “Dados mostram que a zona norte é onde mais se pedala em Porto Alegre. Não se vê nem uma simples placa para respeitar a preferência da bicicleta por lá. É nessas áreas que as pessoas utilizam a bicicleta como único meio de transporte para ir e voltar do trabalho”, comentou. “É sintomático que esse edital não seja amplamente divulgado. Todo mundo queria ver incorporadas no edital as sugestões apresentadas no ano passado. Esse projeto deveria ser mais discutido. Nossa sugestão é que o contrato atual seja prorrogado por um período para que isso aconteça.”

Vereadores

A presidenta da Cedecondh, vereadora Fernanda Melchionna (PSOL), criticou a ausência do Executivo. “Fizemos a convocação no dia 4 de setembro. A empresa Serttel também foi chamada, mas enviou ofício respondendo que não poderia participar por se tratar de um certame do qual não dispõe de informações”, disse a vereadora.

O vereador Marcelo Sgarbossa (PT), proponente da reunião, ressaltou a dificuldade em obter acesso ao edital. “Em nome da transparência, deveria estar disponível no site da EPTC”. Segundo o parlamentar, o edital estabelece um prazo de 30 dias para começar a instalação das estações, o que mostra que o serviço deve ser suspenso neste período. “Além disso, vejo que a previsão é criar mais dez estações em dois anos. Isso é pouco.”

Já o vice-presidente da comissão, vereador Alberto Kopittke (PT), também lamentou a ausência da prefeitura. Disse que o gerente de projetos da EPTC, Antonio Vigna, afirmou, no ano passado, que o tempo era suficiente para compor o edital incluindo as sugestões.

Kopittke informou, ainda, que a empresa atual foi cobrada a apresentar dados sobre estragos e manutenção das bicicletas. “Ficou acertado que prestariam informações, mas nunca prestaram”. “Também não se sabe quanto o banco Itaú paga, nem se isso é usado na manutenção. É algo que precisa ser transparente, inclusive se tem lucro, o que não é errado. Mas é preciso transparência”, cobrou.

Encaminhamentos

A Cedecondh decidiu encaminhar um pedido oficial de prorrogação do atual contrato para evitar que o serviço seja suspenso, afetando a população. Além disso, a comissão vai propor a suspensão do processo de licitação. O objetivo é garantir a elaboração de um novo edital que contemple as sugestões de melhorias apresentadas e também garanta um menor custo aos usuários. Estiveram presentes na reunião os vereadores Paulinho Motorista (PSB) e Prof. Alex Fraga (PSOL).

 

do Comunque-se

O Globo tira Lauro Jardim da Veja

por Anderson Scardoelli

De uma vez só, a Veja vai perder um de seus redatores-chefes e um dos colunistas mais lidos da revista e do site. Trata-se de Lauro Jardim, que deixa a publicação da Editora Abril no fim do mês. Editor da coluna ‘Radar’ e do blog ‘Radar On-line’, ele começará outubro em outra redação, a de O Globo, conforme informou na manhã desta terça-feira, 15, a coluna comandada por Ancelmo Gois.


Lauro Jardim na redação da Veja em SP

Além da coluna e do blog, Lauro chegou a ser editor-executivo da Veja, cargo que ocupou até ser promovido a redator-chefe em janeiro de 2012, responsabilidade que compartilha com outros três jornalistas, sendo o único baseado na sucursal da publicação no Rio de Janeiro. Fábio Altman (São Paulo), Policarpo Júnior (Brasília) e Thaís Oyama (São Paulo) completam a lista dos redatores-chefes do semanário.

Pelo seu trabalho na Veja, Lauro foi contemplado como o melhor “Colunista de Notícia” do Prêmio Comunique-se de 2014. Em O Globo, ele assinará uma coluna aos domingos e será o responsável por um blog com publicações de notas ao longo do dia, confirmou a equipe do jornal mantido pela Infoglobo. Com isso, o trabalho do jornalista seguirá com o ritmo – e formato – da ‘Radar’.

Conforme apurado pela reportagem do Portal Comunique-se, as negociações da direção de O Globo com o colunista premiado ganharam força há duas semanas, momento em que o jornal dispensou mais de 30 jornalistas e demitiu profissionais de outras áreas. Apesar do acerto, o profissional continuará com suas atividades na Veja, mantendo o blog e a coluna impressa atualizados, até o fim do mês.

Do ‘Radar’ para O Globo
Lauro Jardim não será o primeiro editor da coluna ‘Radar’ a deixar a Veja para trabalhar no jornal da Família Marinho. Responsável por divulgar a contratação do colega, Ancelmo Gois esteve à frente do espaço durante anos. Tida pelo próprio título da Abril como uma das colunas mais populares do país, a ‘Radar’ ainda não teve seu futuro divulgado pela empresa de comunicação.

 

Câmara do Livro divulga lista de patronáveis

A Câmara Rio-Grandense do Livro divulgou a lista dos patronáveis da 61ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre, que será realizada entre 30 de outubro e 15 de novembro: Cíntia Moscovich, Dilan Camargo, Maria Carpi, Santiago e Valesca de Assis. O posto foi ocupado, em 2014, pelo escritor Airton Ortiz e o nome do próximo patrono deve ser anunciado no final de setembro.
Na escolha, serão levados em conta aspectos como qualidade, extensão e importância do conjunto da obra; representatividade no meio intelectual e na sociedade; e serviços prestados ao livro. Os candidatos podem ter obras publicadas em qualquer gênero (não exclusivamente literário) e devem ser gaúchos ou radicados no Estado há mais de cinco anos.

Como é feita a seleção

A escolha do patrono é realizada em duas etapas. Primeiro, a Câmara Rio-Grandense do Livro promove uma votação entre seus associados, para a escolha dos patronáveis. Participa da segunda votação o conselho integrado por patronos de edições anteriores da Feira, ex-presidentes e associados da Câmara e representantes da comunidade cultural (reitores, diretores de faculdades, titulares de entidades culturais e sociais envolvidas com o livro, e parceiros especiais da Feira). O mais votado é o homenageado e recebe o posto das mãos de seu antecessor.

Os candidatos

Cíntia Moscovich - Nasceu em Porto Alegre em 1958. É escritora, jornalista, mestre em Teoria Literária e foi diretora do Instituto Estadual do Livro do Rio Grande do Sul. Seu livro de estreia, O Reino das Cebolas (1996), foi indicado ao prêmio Jabuti. Em 2013, ganhou o primeiro lugar no Prêmio Literário Portugal Telecom, na categoria contos/crônica, e venceu o Prêmio Clarice Lispector, concedido pela Fundação Biblioteca Nacional. Em 1995, ganhou o Concurso de Contos Guimarães Rosa, da Rádio France Internationale, de Paris. Entre suas obras, estão os volumes de contos Essa Coisa Brilhante que é a Chuva (2012), Anotações Durante o Incêndio e Arquitetura do Arco-Íris, e romances como Duas Iguais e Por Que Sou Gorda, Mamãe?. Em 2009, uma de suas histórias curtas foi incluída na nova edi& ccedil;ão da antologia Os Melhores Contos Brasileiros do Século, organizado por Ítalo Moriconi para a editora Objetiva.

Maria Carpi - Nascida em Guaporé, em 1939, mora em Porto Alegre desde os 15 anos. Começou a publicar seus poemas aos 50 anos. Em 2014, lançou seu 13º livro: O Perdão Imperdoável. Professora, advogada e defensora pública, já publicou, entre outros, Nos Gerais da Dor (1990), Desiderium Desideravi (1991), Vidência e Acaso (1992) e A Migalha e a Fome (2000). Também organizou as antologias pessoais Pequena Antologia (1992) e Caderno das Águas. Seu livro A Chama Azul venceu o Açorianos 2012 na categoria Poesia. Tem obras traduzidas para o francês e o italiano.

Dilan Camargo - Poeta, escritor e compositor nascido em Itaqui. Estreou na literatura com a coletânea poética Em Mãos, em 1976, e, de lá para cá, publicou vários outros livros de poemas e infantis, como Diário sem Data de uma Gata, O Embrulho do Getúlio e BrincRIar – este último vencedor do Prêmio Açorianos de Literatura em 2008. Em 2012, lançou a antologia de contos para o público juvenil O Man e o Brother e, em 2014, publicou três livros de poesia infantil: Um Caramelo Amarelo Camarada, Álbum da Fe-Li-Cidade II e Rimas pra Cima. É coautor de sucessos da música nativista, como Pampa Pietá e Tropas de Maio.

Valesca de Assis - Natural de Santa Cruz do Sul, Valesca cursou a Faculdade de Filosofia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. É professora de História especializada em Ciências da Educação. Em 2010, lançou sua primeira obra infanto juvenil, Um Dia de Gato. Tem participado de várias antologias e publicou um e-book, Tábua dos Destinos, pela Tertúlia e-books, de Portugal. Estreou como escritora em 1990, com A Valsa da Medusa, obra que recebeu Voto de Congratulações da Câmara de Vereadores de Porto Alegre. Também publicou os livros. A Colheita dos Dias, O Livro das Generosidades - Receitas Compartilhadas, Harmonia das Esferas, que obteve o prêmio Revelação de Autor, da Associação Paulista de Críticos de Artes, em 2002 e o Prêmio Especial do Júri, da União Brasileira de E scritores além de ter sido finalista do Prêmio Açorianos. Pelo livro Todos os Meses, recebeu o Prêmio AGES/Livro do Ano/2003, na categoria, e por Diciodiário, da coleção Grilos, o Prêmio O SUL-Nacional e os Livros/2005;

Santiago - Neltair Rebés Abreu (Santiago) nasceu em Santiago do Boqueirão, no Estado do Rio Grande do Sul, em 14 de setembro de 1950. Iniciou-se na arte da caricatura, retratando humoristicamente os professores dos tempos de escola. Publicou pela primeira vez no suplemento humorístico O Quadrão, do jornal Folha da Manhã. Começou a trabalhar profissionalmente na Folha da Tarde, onde fez por nove anos a charge editorial do jornal, até o seu fechamento. Colaborou, ainda, com Correio do Povo, Coojornal, Pasquim e O Estado de S. Paulo. É autor de 16 livros e vencedor de vários prêmios nacionais e internacionais. Criador do Macanudo Taurino Fagunde, personagem baseado no gaúcho típico do pampa, Santiago dedica grande parte de seu tempo à produção de desenhos feitos para mostras, concursos e publicações internacio nais. Integra grupo de cartunistas distribuído no mundo inteiro pela agência "Cartoonists & Writers Syndicate" de Nova Iorque.
Em 1994, a revista Witty World, voltada para profissionais do desenho humorístico, incluiu Santiago na lista dos 13 melhores do mundo no gênero "Gag Cartoon" (cartum de uma única cena), após uma pesquisa realizada entre os leitores-cartunistas.

 

ESCOLA TRANSFORMA-SE EM PIQUETE PARA COMEMORAR A SEMANA FARROUPILHA

Música tradicional e comida típica, apresentações dos estudantes sobre os símbolos do Rio Grande do Sul, grupo de dança gaúcha e crianças da Educação Infantil ao quarto ano do Ensino Fundamental pilchados. A sexta-feira, que antecede o feriado do dia 20, será mesmo de comemoração na Escola Cristã Reverendo Olavo Nunes, que se transformará em piquete, para relembrar a Revolução Farroupilha e viver as tradições gaúchas. De acordo com a coordenadora pedagógica da escola, a pedagoga Cibelle Saquet, o objetivo é fazer com que os alunos valorizem os hábitos e costumes da cultura gaúcha. "É um momento especial de incentivo às tradi&ccedil ;ões gaúchas no qual serão desenvolvidas atividades artísticas e culturais com os estudantes, das 14h até às 16h", afirmou a pedagoga.

Após a apresentação do grupo de dança, os alunos mostrarão os trabalhos que fizeram ao longo da semana, sobre os símbolos gaúchos. Do pássaro quero-quero à bandeira do estado, todas as representações do Rio Grande do Sul serão explicadas pelos estudantes no piquete da Escola.

Aprendendo com a história literária

Na quinta-feira, 17/09, os estudantes do Maternal ao 4º ano irão até à Editora Cassol, para participar de uma contação de histórias do livro "Marieta", que fala sobre a Revolução Farroupilha. "É uma outra forma dos alunos conhecerem a história e temática do Rio Grande do Sul, como também manterem o contato com os livros, que é tão importante para formação do hábito da leitura", afirmou Cibelle.

 

CONVITE: Ciclo de Palestras



ARQUIVO

2007
           
 Set
 Out
2008
2009
2010
2011
2012
2013
2014

Abr01
Abr02

2015
Mar01
Mar02
Abr01
Abr02
Mai01
Mai02
Jul01
Jul02
Ago01
Ago02
     



OLIDES CANTON - JORNALISTA E ESCRITOR

Nascido em 16 de Janeiro de 1952 na cidade de Serafina Corrêa-RS, Olides Canton passou nesta cidade toda a sua infância. Mudando-se para Porto Alegre, cursou a Escola Julio de Castilhos, tornando-se Bacharel em Comunicação Social pela FABICO/UFRGS em 1982. Trabalha como Jornalista desde 1970. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior, Jornal Zero Hora. No Jornal do Brasil e Revista Carga e Transporte atuou como free-lancer. Editor do Jornal de Bordo e Revista Fitness. Possui 9 livros publicados. Ganhou quatro prêmios de Jornalismo, um do Badesul, dois do Setcergs e um da ARI. Registro no Sindicato dos Jornalistas RS: 2776 - Registro Jornalista - Mtb 4959.

Telefone: (51) 3330-6803
e-mail: contato@deolhoseouvidos.com.br

Autor de inúmeros livros, Olides Canton firmou-se como um
exímio contador de histórias contemporâneas.
Conheça agora as obras do autor
© "de Olhos e Ouvidos"  -  Todos os direitos reservados
Os textos e imagens publicados neste site são de inteira responsabilidade de Olides Canton.


EDIÇÕES DO FITNESS

Edição 182 - setembro 2015
Edição 181 - agosto 2015
Edição 180 - julho 2015
Edição 179 - maio 2015
Edição 178 - março 2015
Edição 177 - feverero 2015
Edição 176 - janeiro 2015
Edição 175 - dezembro 2014
Edição 174 - novembro 2014

Edição 173 - outubro 2014

Edição 172 - agosto 2014

Edição 171 - junho 2014

Edição 170 - maio 2014

Edição 169 - março 2014
Edição 168 - janerio 2014
Edição 167
Edição 166
Edição 165
Edição 164
Edição 163
Edição 162

Edição 161
Edição 160
Edição 159
Edição 158
Edição 157
Edição 156
Edição 155
Edição 154
Edição 153
Edição 152
Edição 151
Edição 150
Edição 149
Edição148
Edição 147
Edição146
Edição145
Edição144
Edição143
Edição 142

Edição 141
Edição 140
Edição 139
Edição 138
Edição 137
Edição136
Edição135
Edição134
Edição 133
Edição132
Edição 131
Edição 130
Edição129
Edição128
Edição127
Edição 126
Edição125
Edição 124

Edição 123
Edição 122
Edição 121
Edição 120
Edição 119
Edição 118
Edição 117
Edição 116
Edição 115
Edição 114
Edição 113
Edição 112
Edição 111
Edição 110
Edição 109
Edição 108
Edição 107
Edição 106
Edição 105
Edição 104
Edição 103
Edição 102
Edição 101
Edição 100
Edição 99


ESTÃO À VENDA


Cidades vizinhas (A briga entre cidades gaúchas) • R$ 15


Cosi la ze stata (Breves histórias de Serafina Correa/RS) • R$ 20


Getulio Vargas, depoimentos de um filho (Maneco Vargas fala de Getulio) • R$ 20


Estradas do Rio Grande (A história da construção pesada no RS) • R$ 50

Mais a postagem. Procure pelo olidescanton@bol.com.br.


ANUNCIE NO SITE

Entre em contato conosco

Edições Anteriores do Blog