"O brasileiro tem mania de comer
o traseiro mas precisa habituar-se
comer dianteiro" - Mal. Henrique Lott
em 1960, em campanha presidencial



13 de novembro de 2015

a tragedia dos meus livros...

pra secar larguei meu slivros pelo chão da casa.....

a inuncaçãod e segunda molhou tudo.....

 

luz

liguei a luz em 19.9.2004 e desliguei dia 11.11.2015. é uma vida.
lá a tv futura me entrevistou.entre outras coisas. poucas coisas afetivas.

tenho luz de pobre, que é o que sou. mas tenho ainda uma continha de 31,42 ´pra quitar do end anterior.

minha neta e sua mãe nunca foram no end anterior. apenas a filha que mora em paris.

no tempo do muquifo, passava mais tempo fora q em casa. lembro que morei praticamente no sindi dos jorn...deitava numa sacada que tinha no verão na hora do almoço. ali pelo lado da rua da priaa e ouvia o barulho lá de baixo.

foi no sind dosjor que escrevi o pauta..ali aprendi sozinho num comp que tinha. depois mudou tudo.

como n sabia lidar com comp chamava o cristiano. na hora das 7 da noite, ele berrava ; FECHANDO, FECHANDO, VIROU BORDÃO

foi nesta epoca que conheci a neusa nunes. que teve um avc e hj se recupera.

a mim me importa um peido o que dizem ou não de mim....toco meu barco e pronto.

como se fosse o conforto que dá felicidade. que nada...o melhor é a paz mesmo.

num pre´dio aki do lado ficaram falando até 5 da matina. depois foram dormir. não dou a minima.

 

Mudança

agor tou sentindo os efeitos da adrenalina da mudança. até c...me deu e tou bem fracote.....(OC)

envolvido com a minha mudança, pouco curti a feira este ano. tou indo agora no fim alguns dias.

gosto de caminhar pela feira ao meio dia. muita gente vai pra lá passear. não sei pq porto alegre não inventa algo permanente pelo centro ao meio dia, aquilo que foo a rua da praia antigamente.
tem muita gente que anda pelo centro. que vive lá o dia todo.

ao fim e ao cabo, a pr da alfandega é o lugar mais bonito de porto...não adianta inventar xopingts.....estas coisas monstruosas de xopings. por trás do xoping vende-se a segurança.

 

Bilhete

o bilhete do vizinho salvou a edição de ontem. gosto destas coisas espontaneas.não oficiais.

 

Petrópolis

amanhece em petropolis. oe spigão na av. alegrete, destoa da paisagem em geral.

o espigão da alegrete. um dos poucos. ainda tem muita casa por aki.aqui do lado tem uma com churrascareira e um patio. das antigas.

 

1961

com pena tou terminando o 1961 do paulo markun. disse ao bicudo que fazia tempos não lia um texto tão bom. ele ficou quieto. quieto ou com ciumes. não sou muito o texto do bicudo. nunca li um livro dele.

mentira, li sim um livro do bicudo o 1966 que recomendo. bom livro e com bom texto. temali tb parte de texto do felhberg.

pra mim o melhor texto de porto alegre está morto. lauro schirmer. imbativel.

nunca li um texto do veio aveline. acho que não escrevia. era o comandante de bastidores.

sobre o aveline tenho uma boa. uma x num almoço disse a ele que ele comunista fora o car amais util ao mauricio. ele ficou puto.

- tu com teu charm de velho comuna botava os magros a dar osangue pra zero. que era o que o judeu queria.

 

cagalhão

em 1976, qdo voltei do peru e voltei pra zero, depois de me esconder do lauro por um mes - eu saía de tardezinha quando o lauro gostava de caminhar pela redação pq o gaguinho me botou de volta na policia - como estagiário,eu não sabia pq, eu estava vetado porque deixara a zero pela folhinha - o veio aveline me pegou pra geral.

ele lia meus textos e dizia:
tu parece cagalhão destes que descem o rio diluvio quando dá enchente, ficam andando de um lado pro outro do rio, de uma beira pra outra.

o veio era assim.....desbocado....

 

Memória da Imprensa

a prisão do veio aveline foi em75, por ai.

achei o recorte da zh no meio dos meus papeis.

 

sem volta

a vida vai ficando pra trás,sem voltas....hj com poucos falo sobre o veio aveline. so com o lauro

 

Coleguinhas

vou começar a prourar o jr nuances. tou desconfiado que é um bom jornal.é dos gays, sem pro blemas.

o chato dos gays é que alguns são militantes da causa. isto os torna chatos. mas até o capincho qdo fala do briza é chato. so ve virtudes no cara. quando sabemos que não era bem isto.

avisem ao mendelsky que a simone cantou aqui no sp dias atrás a um pila. bah, o polaco tá por fora mesmo. vive na tristeza, isolado do mundo entre seus cds.

qqdo pegou uma col no correinho,achei que omendelsky iria fazer isto. mas ele se torno ' serio',serio e chato. nem leio.

aliás, a coluna do cascatinha ainda é a melhor de porto sobre isto. as vezes tem coisas ali que os outros dão. tá certo que ele ' chupa' algumas idéias que ve por ai, mas isto até o ancelmo gois faz no globo.

sugeri ao vinogrom que faça uma mat sobre o assédio sexual pra cima das cuidadoras...ele riu, claro que não vai fazer. me disse. isto tem dinheiro no meio. onde não tem

encontrei o renato rossi no super.

ele mora aki na carazinho há 15 anos.

n deu certo a parceria entre o renato rossi e a rede vida.

o renato achou muito vaga a proposta.

iam tira-lo da record.

* ?parece que os gajos não tem bala na agulha, ou seja, grana.money.

 

purfa

renato rossi nem sabia qu e os stones viriam pra cá. ele tá lendo uma biografia deles.

rossi não tem ido no programa domendelsky. parece que somente 6 ele vai lá.

* e está estremecido com o cara da kia motos....o jefferson.

 

eu x partidao

uma x o ze antonio, o hj anonimus gourmet me convidou prum almoço. queria que eu fosse do partidão...precisamos estar em todo o tecido social me disse ele. isto foi lá por 77....aquela conversa me soou muito estranha, nunca mais tocamos no assunto. vi loqo que não ia rolar. eu no partidão mandaria aqueles veios chatos a puta que pariu.

sou fichado no pmdb até hoje. foi a eleonora de lucena que me fichou. e não vou me dar ao trabalho de me desfichar.mas voto em quem eu quero. já votei no olivio umas duas vezes. se arrependimento matasse...mas é da vida.

 

nega lu

estranhei a ausencia de vários ditos militantes do MOVIMENTO NEGRO DE POA no evento do livro da nega lu...

* Ué,é feio nega bicha?????

digo bivcha aquicom toda tranquilidade pq dois debatedores ficaram o tempo todo usando o termo.


pelo filme que vi e que passaram , a nega lu, que n conheci, erameio marginal, no sentido de que não era chic, embora ela se achasse. era povão....

so faço pra provocar pq sei pq estes caras não foram. a nega lu era fabon, ou seja, escandilizava. não éra ELITE....embora ela achasse que fosse, mas não era.

volto a repetir. um livro sobre os gays de poa seria um tiraço.....

so a boite flowers dava um livro. dizem que o dirnei messias era apenas testa de ferro, laranja. o dono seria outro ligado a segurança publica. nãoé de duvidar. a famosa boite da jaime teles depois foi pra indepe....

 

gfu

no papo da nega lu, um dos que tavam na mesa lembrou da GFU...alguém das bichas veias que tavam citando ia lá...

conheci a GFU e nada a ver com bichisse....

o caio ia muito lá. era um lugar de meditação, de ioga, imagina isto nos anos 73,74....

havia os mestres que moravam no peru, me parece e que iam mas montanhas da cordilheira meditar.
gfu é grande fraternidade universal. era um a coisa dos malucos, dos excentricos, dos que o laurinho maldosamente chama de ripongas.mas eram sérios na su apropsota.

é que a nega lu fez escola de dança, ou queria ser bailarina e andou fazendo cursos com uma russa que andou por aqui. até contaram a história dela. tem muita coisa de porto ai, do lado marginal de porto, que a história oficial não conta. mas a libretos bem ou mal tá resgatando isto. e o paulo cesar tem seus meritos nisto.

é que estes jornalzões so ficam falando dos mesmos a no minimo 40 e tantos anos. os demais passam batidos.eu faço o que posso aki.

 

o REVERENDO

ng sabe pq o rui ostermann e o bicudo chamavam o EUCLIDES TORRES de reverendo na Folhinha. pegou. no gov. BRITTO ele foi o ghost writter do gov.

sei disto pq ia lá falar com ele.

largou um livro a patrulha que comprei e ele me autografou.

vai largar outro sobre um tal de bento não sei o que, não é o gonçalves. ele participa do instituto histórico e geografica que é a nossa ABI onde fazem chazinhos pros veinhos(OC) ele vem de capapava onde vive pros encontros.foi profi de minha filha na fabico.émeio tosco como o laurinho.

desconfio que o reverendo pinta o cabelo de caju..kkkkkk o que é a vaidade.

 

Feira do Livro

este cidadão levou uma boa pauta na barraca da ari. um livro sobre LAGOA DOS PATOS. N TEM....

a banca da ari virou banca do bicudo.não há vacuo de poder.

 

SARTORI na FEIRA!

SARTORI ' PArcelamento' esteve na feira. o gringo vai ficar marcado por isto. não adianta. já pegou...

todo gov tem uma marca do gringo será esta. não adianta vir com balelas.

a yeda tentou ser o deficit zero, o rigotto nem mais lembro pq este não fede nem cheira, o tarso tb não teve uma marca forte, o olívio foram aqueles rolos daquela turma que anda com ele....uma turma bem xiita por sinal

Na tarde desta quarta-feira, o governador do RS José Ivo Sartori (PMDB) visitou a 61ª Feira do Livro de Porto Alegre. Prestigiador do evento literário, esteve também na edição passada quando estava recém-eleito. Acompanhado do Secretário Estadual da Cultura, Victor Hugo Alves da Silva, encontrou os representantes da Câmara Rio-Grandense do Livro - CRL, entidade promotora do evento, em frente ao Memorial do RS. Eles conversaram com o presidente da CRL, Marco Cena, e com o patrono desta edição, escritor Dilan Camargo.

O Governador disse que veio dar um abraço na Feira, mas, caminhando pela Praça da Alfândega, entre as barracas de livros, foi ele quem recebeu inúmeros abraços e aperto de mão de editores, livreiros e visitantes... Em meio à recepção calorosa, também foi beijado por leitoras e atendeu a vários pedidos de fotos. A todos gaúchos que se aproximavam, perguntava o nome. Dito o sobrenome, ele logo tentava acertar a região de origem da família. Assim, encontrou parentes de quem conhecia pelo estado afora como o caso da jovem Gabriela Tonon, de Nova Prata. Com o cadeirante Márcio Costa, estudante de jornalismo, conversou demoradamente sobre acessibilidade.

O Secretário Victor Hugo disse que lhe chamava a atenção a amplitude social do evento cultural e que ficava feliz em saber que as vendas de livros estão aumentando em cerca de 7% comparando com o levantamento do ano passado.

-"Eu estava apreensivo por causa da economia em desaquecimento. E percebo que as famílias estão ajustando seus orçamentos e não estão abrindo mão desse tipo de insumo na sua vida, no seu cotidiano.. Temos que comemorar isso!

O Governador também se surpreendeu com crescimento das vendas e ficou impressionado com a frequência da Feira :

-"A realização da Feira do Livro, numa época como esta ,que é época de dificuldade e de grandes desafios, nos prova que, só mantê-la, já é uma grande atitude. O aumento das vendas mostra que as pessoas estão conhecendo a realidade, ciente da situação e buscando caminhos para absorver essa realidade e procurando modificá-la. Vejo que a Feira tem alegria, tem os autores, tem os alunos, tem os livreiros, os apoiadores, os escritores, . enfim todos que dão demonstração de que aqui há um conjunto tal e muita diversidade em torno do livro. A Feira é um símbolo de quem deseja pensar, estudar, analisar e também se distrair."

A comitiva do governo do estado parou em bancas e terminou o tour no quiosque do Instituto Estadual do Livro.

 

SEXTA na FEIRA!

tarei lá neste das 17 hs que vai pegar fogo(OC)

Médium Divaldo Franco e escritor José Luís Peixoto são alguns dos destaques desta sexta na Feira do Livro de POA

Entre os destaques desta sexta-feira, 13/11, na Feira de Porto Alegre está a homenagem à escritora gaúcha Maria Dinorah, que neste 2015 completaria 90 anos. A atividade acontece na Sala Leste do Santander Cultural às 14h30 com a presença de Patrícia Pitta, Maria Eunice Moreira e Luiz Carlos Prado.

Às 17h tem a abertura do IV Seminário Internacional: o papel da biblioteca e da leitura no desenvolvimento da sociedade no Auditório Dante Barone, da Assembleia Legislativa. Mais tarde, às 20h em atividade do mesmo seminário, Stefanie Kastner fala sobre como é possível conciliar mídias e elementos digitais e analógicos em bibliotecas.

O escritor português José Luís Peixoto, fala sobre seu novo livro, Galveias, às 19h, na Sala Leste do Santander Cultural. A atividade será mediada por Reginaldo Pujol Filho. Também às 19h, o Coletivo Teatral Commune apresenta a peça "Nem todo ladrão vem pra roubar", de Dario Fo, montada pela primeira vez no Brasil, no Auditório Barbosa Lessa (CCCEV).

Já às 20h, o médium Divaldo Franco, considerado o sucessor de Chico Xavier, autografa, no Teatro Carlos Urbim, sua biografia escrita por Ana Landi.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

9h

Projeto A Feira vai à Fase
Exposição de atividades realizadas nas unidades da Fundação de Atendimento Socioeducativo
Sala do Professor

O Autor no Palco com o escritor Alexandre de Castro Gomes
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

Projeto de Extensão da UERGS /Pós-Graduação em Teoria e Prática na Formação do Leitor na 61ª Feira do Livro de Porto Alegre
Espaços não formais de incentivo à leitura, mesa-redonda
Exibição de vídeos sobre espaços não formais de incentivo à leitura, seguida de debate com Luiza Silva, da Associação do Jovem Leitor; Naiama Porto, do Circuito Universitário de Cinema; e poeta Pedro Marodin
Coordenação: professora Ana Carolina Martins da Silva (UERGS)
Auditório da Livraria Paulinas (Rua dos Andradas, 1.212)

O Autor no Palco com a escritora Marta Lagarta
Agendamento escolar
Casa do Pensamento

9h às 12h30 (atividade paralela à Feira do Livro)

Workshop Amazon KDP
Centro Cultural Érico Veríssimo - Rua dos Andradas, 1223 - Centro Histórico - Porto Alegre / RS - Gratuito. Inscrições em kdp-eventos@amazon.com.
Workshop para autores independentes interessados em aprender as melhores técnicas de escrita, além de dicas sobre como publicar livros de maneira independente através do Kindle Direct Publishing (KDP), plataforma de autopublicação da Amazon.

9h30min

Colégio Bom Conselho (Porto Alegre)
Praça de Autógrafos

10h

Menoridade Penal, palestra de Giovana Foppa.
Promoção: Fundação de Atendimento Socioeducativo - FASE
Sala do Professor

Sessão de Autógrafos do Colégio Bom Conselho (Porto Alegre)
Casa do Pensamento

10h30

O Autor no Palco com a escritora Helô Bacichette
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

O Autor no Palco com o escritor Marcelo Spalding
Agendamento escolar
Casa do Pensamento

14h

O Autor no Palco com a escritora Gláucia de Souza
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

Menoridade Penal, palestra de Giovana Foppa.
Promoção: Fundação de Atendimento Socioeducativo - FASE
Sala do Professor

Projeto de Extensão da UERGS /Pós-Graduação em Teoria e Prática na Formação do Leitor na 61ª Feira do Livro de Porto Alegre
Construção da Feira do Livro de Porto Alegre com Sônia Zanchetta, da comissão executiva do evento
Relato de pesquisa sobre o Projeto Quintanares e preferências de leitura de estudantes porto-alegrenses, com a professora Ana Maria Bueno Accorsi
Celso Sisto – Arte de contar histórias na formação de leitores
Coordenação: professora Ana Maria Bueno Accorsi (UERGS)
Biblioteca Moacyr Scliar

O Autor no Palco com o escritor Rafael Guimaraens
Agendamento escolar
Casa do Pensamento

Autor no Palco com Caio Riter
Agendamento Escolar
Casa do Pensamento

14h30

Maria Dinorah – que falta que ela nos faz
Homenagem à escritora gaúcha no ano em que completaria 90 anos. Participantes: Patrícia Pitta, Maria Eunice Moreira, Luiz Carlos Prado.
Sala Oeste - Santander Cultural

15h

1a Mostra de Cinema Israelense
Aviva, Meu Amor, de Shemi Zarhin.
Cine Santander Cultural

Encontro com o escritor Cássio Pantaleoni
Auditório da Inspetoria da Receita Federal.
*Agendamento escolar
Casa do Pensamento

15h30

O Autor no Palco com o escritor Pedro Bandeira
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

Habitantes da Estação Ambiental Braskem – 25 anos de pesquisas
Palestra sobre área de preservação mantida pela Braskem e monitorada, cientificamente, pela Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul, comprovando a convivência em harmonia entre a indústria química e o ambiente. A obra, que ilustra a diversidade da flora e da fauna da região do entorno do polo petroquímico de Triunfo, terá 100 exemplares entregues a escolas públicas e bibliotecas públicas participantes do evento.
Inscrição: visitacaoescolar@camaradolivro.com.br (nome completo, nome da escola ou da biblioteca, e município)
Sala Leste do Santander Cultural

16h

Arte da Palavra
Apresentação de técnicas empregadas para conciliar a linguagem com a arte da literatura. Paulo Flávio Ledur, Alcy Cheuiche, Juremir Ma-
chado e Renato Santana.
Sala Oeste - Santander Cultural

Atividade paralela: Sarau Literário – Poesias de Nana Menezes
Com participação do ilustrador Clauveni Murici, do livro Retorno da Fênix.
CORAG – Armazém Literário – Caldas Júnior, 261

17h

A cidade que queremos
Com o agravamento da mobilidade urbana, muitos cidadãos estão se aproximando do tema com interesse em debater a política urbana e a
questionar o modelo vigente, que transforma a cidade em mercadoria. Como avançar e construir a Cidade que Queremos?
Tiago Holzmann, Milton Cruz, Francisco Marshall, Lena Cavalheiro e Katia Suman.
Sala Leste - Santander Cultural

IV Seminário Internacional: o papel da biblioteca e da leitura no desenvolvimento da sociedade
Abertura do Salão de Ideias, credenciamento e intervenções
artístico-literária.
Auditório Dante Barone - Assembleia Legislativa

18h

IV Seminário Internacional: o papel da biblioteca e da leitura no desenvolvimento da sociedade
Abertura oficial do Seminário e participação do Patrono da 61a Feira do Livro, Dilan Camargo.
Auditório Dante Barone - Assembleia Legislativa

Dicionário de Eufemismos da Língua Portuguesa
Apresentação do Dicionário de Eufemismos da Língua Portuguesa, obra inédita nos 8 países do mundo que falam o idioma português.
Participante: Roseli Oliveira.
Sala Oeste - Santander Cultural

18h30

Atividade paralela: Comemorações do Biênio Simoniano
Os Contos Gauchescos "O Negro e o Bonifácio" e "Trezentas Onças" de Simões Lopes Neto. Participante: Alcy Cheuiche.
Biblioteca Pública RS- Salão Mourisco.

Chapeleiro's Pocket Show
Jardim do Chapeleiro Maluco com a Banda da Feira

Colóquio Evolução no Atendimento Socioeducativo do Rio Grande do Sul: aspectos históricos, jurídicos e urbanos
Promoção: Fundação de Atendimento Socioeducativo – FASE
Inscrição no site da FASE
Sala do Professor

19h

IV Seminário Internacional: o papel da biblioteca e da leitura no desenvolvimento da sociedade - Biblioteca Viva- O acesso através da leitura
Rogério Pereira fala sobre suas experiências como leitor e os acontecimentos que o levaram a desenvolver a paixão pelos livros, assim como as ações que vem desenvolvendo como diretor da Biblioteca Pública do Paraná e como editor do jornal literário "Rascunho", um dos principais deste gênero.
Auditório Dante Barone - Assembleia Legislativa

Galveias
Como uma pequena cidade do interior de Portugal pode inspirar tantas histórias curiosas. José Luís Peixoto apresenta seu novo livro. Mediação: Reginaldo Pujol Filho.
Sala Leste - Santander Cultural

Tormenta, de Lucas Costanzi
Sessão comentada pelo cineasta Lucas Costanzi e pelo montador Paulo Padilha.
Sessão de Cinema no Cine Santander Cultural

Projeto de Extensão da UERGS /Pós-Graduação em Teoria e Prática na Formação do Leitor na 61ª Feira do Livro de Porto Alegre
Leitura e literatura infantojuvenil
Especialização em Formação de Leitores – 1ª turma da UERGS/POA/2014
Espaços não formais de incentivo à leitura, com Marieli Schäfer
O professor como agente formador de leitores na escola pública, com Zilda Vital
Letramento digital e formação do leitor, com Alex Sander
O papel da mulher na formação do leitor no século XX, com Denise Crispim
Coordenação: professora Magali de Moraes Menti (UERGS)
Auditório da Livraria Paulinas

Apresentação do livro Os Guarani Mbyá, de Vhera Poty e Danilo Christidis
Biblioteca Moacyr Scliar

Colóquios de Inclusão
A negociação do diagnóstico de Autismo, com a cientista social Fernanda Ferreira
Estação da Acessibilidade

Nem todo ladrão vem para roubar
Peça teatral que conta a história de um ladrão que tenta assaltar uma casa de classe média alta, mas é surpreendido pelo Marido e sua Amante que pensam que ele é um espião a serviço da Esposa. Comédia.
Realização: Coletivo Teatral COMMUNE
Auditório Barbosa Lessa

19h30

Encontro do Coletivo Conexões
Abertura com o rapper Vinicius Brasil (Guerreiro Poeta)
Diversidade sexual, bate-papo com a jornalista Nanni Rios
Casa do Pensamento

20h

IV Seminário Internacional: o papel da biblioteca e da leitura no desenvolvimento da sociedade - Gestão Inovadora em Bibliotecas: Adaptação para o futuro com base no projeto "Adaptador do Futuro" das
bibliotecas do Goethe-Institut na América do Sul, Stefanie Kastner fala sobre como é possível conciliar mídias e elementos digitais e analógicos
em bibliotecas, como neste contexto o trabalho de realização de eventos em bibliotecas pode ser bem sucedido e como as inovações podem ser gerenciadas em bibliotecas. Stefanie Kastner.
Tradução simultânea.
Auditório Dante Barone - Assembleia Legislativa

Divaldo Franco - A Trajetória de Um dos Maiores
Médiuns de Todos os Tempos
Acredite-se ou não em reencarnação, vida após a morte, comunicação com seres desencarnados, Divaldo é dono de uma história fascinante e junto com Ana Landi, autora de sua mais nova biografia, irão contar esta trajetória.
Participante: Divaldo Pereira Franco, Ana Landi.
Senhas serão distribuídas no dia do evento no balcão de informações
Libras
Teatro Carlos Urbim

AUTÓGRAFOS

15h

Praça de Autógrafos:
Retorno da Fênix
Corag
Clauveci Murici, org.

Crônicas da Alma no Cotidiano
Cidadela
Marcia Salete Arruda Faustini

Jovem Sonhadora
Cidadela
Leila Regina Cenci

16h

Memorial – Térreo:
Autores Gaúchos 2015
Caravela
Santa Ineze da Rocha, org.

Praça de Autógrafos:
Realidade dos Serviços Públicos - Retrato da
Segurança Pública do RS
CORAG
Deputado Nelsinho Metalúrgico

Um Olhar que me Sorri
Edição independente
Verlaine Terres

Celebrando a Vida 2 - haikais
Editora Alternativa
Nilva Ferraro

Transpondo Barreiras
Editora Alternativa
Anilde T. Wobetto

Extensão Universitária: Práticas na Educação em Saúde
Editora Universitária Metodista IPA
Lucila Gutierrez, org., José Novaes, Vera Maciel, Cibele Prates

A Formação do Jogador no Esporte Clube Internacional
Livraria Palmarinca
Francisco Xavier Freire Rodrigues

Chico
Cidadela
Oscar Henrique Cardozo

17h

Praça de Autógrafos:
Lugarejo Encantado
Editora Alternativa
Romilda Lemos

Nossos Bichos: Guia dos Animais da
Região de Pelotas e Rio Grande - RS
Nativu Design
Angélica Freitas, Felipe Castro Bonow, Gustavo Machado Wallwitz, Fernanda de Oliveira Rosa

Laboratório: Aprender com Questões Interessantes
Editora Universitária Metodista IPA
Marcello Mascarenhas, Carmen Pilla

O Legado
Editora Alternativa
Noeli Cesar

Amansador de Palavras
Martins Livreiro Editora
Gujo Teixeira

Curso de Odontologia da ULBRA - 25 anos
Editora da ULBRA
Ricardo Prates Macedo, coord., Adair Luiz Stefanello Busato, coord., Cleonice Rosa da Luz, coord.

Infidelidade e Traição: um Estudo Psicanalítico sobre a Infelicidade e Outros Problemas Conjugados, Conjugais e Cotidianos
Editora da ULBRA
Arnaldo Chuster, Anie Sturmer, Susana Salete Raymundo Chinazzo, Valderez Figueira Timmen

Seja o Chefe que Você Gostaria de Ter
Edição independente
João Pierotto

As Lutas de um Escritor
Edição independente
Catarino Brum Pereira

18h

Memorial – Térreo:
Rapsódias do Tempo
Editora Alternativa
Ilda Maria da Costa Brasil, org.

Horizontes
Editora Alternativa
Rozelia Scheffler
Rasia, org.

Elos Literários 2
Editora Alternativa
Pérola Bensabath, org.

A Arte da Palavra 2015
AGE Editora
Alcy Cheuiche, org.
Paulo Flávio Ledur, org.

Trilhos da Vida
Editora Alternativa
Arlei Dias

Carne Nua
Editora Belas-Letras
Mônica Montanari

Experiências Interdisciplinares no Ensino Superior
Editora Universitária Metodista IPA
Marcello Mascarenhas, org., Valesca Cardoso Casali, Alessandra Peres

Ensino Médio: Projetos em Disputa
Editora Universitária Metodista IPA
Jonas Tarcísio

Manual de Tecnologia Assistiva para Inclusão Escolar de Crianças com Paralisia Cerebral Espástica
Editora Universitária Metodista IPA
Ricardo Pavani, org., Carolina Py

Ajudantes de Deus - Construindo Uma Igreja Mais Viva, Ativa e Missionária
Editora Concórdia
Leopoldo Heimann

Século XIX: Desafios, Lutas e Conquistas
Editora Casa Letras
Dalva Leal Martins

19h

Praça de Autógrafos:
Fantasia e Sensualidade com Tempero de Eros
Martins Livreiro Editora
Marlise Pozzatti

Velhos Tempos, Novos Ventos
AGE Editora
Dalcy Angelo Fontanive

O Livro dos Libretos
Livraria Palmarinca
Alpheu Godinho

Do Divã ao Aeroporto
Buqui
Nelson Asniz

Gratidão às Estrelas de Minha Vida
Martins Livreiro Editora
Oneida Maria, Di Domenico

Sermões
Leitura XXI
Marcus de Martini

Poemas de Fernando Pessoa
Leitura XXI
Fernando Machado Brum

Tropicalia - Guia de Interpretação
Leitura XXI
Diego Grando

Poemas para uma Noite Insone
Editora Casa Letras
Sergio Puccinelli

20h

Memorial – Térreo:
Oficina de Escrita Criativa Pedro Gonzaga
Buqui
Pedro Gonzaga, org.

Praça de Autógrafos:
Galveias
Companhia das Letras
José Luís Peixoto

Viva Seu Tempo
Buqui
Daniel Wild

Tem Chuva, Leva o Sol nos Braços
Buqui
Rerisson

Olho na Noite
Buqui
Paulo Ohar

Direto ao Ponto: O Grande Guia da Acupuntura
Buqui
Paulo Lima

Dessa Eterna Falta do que Falar
Buqui
Felipe Basso

Os Guarany Mbyá
Edição Independente
Vherá Poty, Danilo Christidis

A Travessia do Rio Japeju
Editora Saraiva
Mauro Maciel

Estamos Quites
Vidráguas
Jorge Fróes

Dicionário de Eufemismos da Língua Portuguesa
Editares
Roseli Oliveira

21h

Teatro Carlos Urbim:
Divaldo Franco - A Trajetória de um dos Maiores Médiuns de Todos os Tempos
Bella Editora
Ana Landi, Divaldo Franco

 

Banca da ARI

letiroes na barraca da ari....a sirlei e o kleber deram conta do recado mais uma x.

 

do Barranco

garçãos no mato do barranco. almoçam antes do almoço dos demais.é praxe pro garção não ficar beliscando na comida. ali ele tá enfarrado.

 

parcelamento

no show do vitor ramil na urgs ele só tirou sarro do parcelamento. e a turba vinha abaixo rindo. pegou....

 

leitores

ainda tou em fase de reacomodação aki em casa...

* mas quem n quiser ler, não me importo...

* ?o que tenho conseguido fazer é isto.(OC)

 

Cunha

o assunto hj é o cunha. que chatice.

 

aquino

o des pres doTJ/RS disse que fará tudo pra que o judiciário não precisa fazer empréstimos no BANRISUL pro 13. ele acha ' constrangedor".

perguntei pq ele disse que era melhor evitar isto.

 

giba

na col do aquino fiquei sabendo que o giba jaspers não ta mais no TJ.

tá numa secretária de desenvolvimento ' de não sei o que', segundo umex colega dele me disse na coletiva.

Foi o Giba que conseguiu com o des tulio martins licença pra mim copiar a famosa carta peninha-augusto nunes que tenho aki.(OC)

ja sei que o rekern vai querer que coloque ela na integra. mas já foi divulgada ....

nao foi o versão do sindjor-rs que divulgou a carta. foi outro que não sei agora quem é.

quero ver se uso num livro....

 

Praia

canasvieiras pra quem gosta.....

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana

No próximo Sábado dia (dia 14/11/2015) as 10h15min no Espaço Itaú assistiremos ao filme "Olmo e a gaivota" (Olmo & the Seagul - 2014). Olívia (Olivia Corsini) é uma atriz que está ensaiando a peça "A Gaivota", de Anton Tchekov, quando descobre que está grávida. Enquanto a produção avança, o bebê dentro dela cresce e um acidente a afasta da montagem, que tem seu companheiro como protagonista. De repouso em casa por semanas, ela lida com as bruscas mudanças em sua rotina, seu corpo e sua vida em geral. O filme faz sua estréia mundial no dia 10 de agosto de 2015, no Festival Internacional de Cinema de Locarno, onde concorre ao Leopardo de Ouro na seção "Cineastas do Presente". Em sua primeira exibição, no festival dinamarquês CPH:DOX 2014, o longa ganhou o prêmio de Melhor Filme Nórdico.

No próximo Domingo (dia 15/11/2015) as 10h15min no Cinebancários assistiremo ao filme "Cativas:Presas pelo coração" (2013). A história de sete mulheres apaixonadas por presidiários. Elas se retém cativas aos seus amores, mostrando que a distância e as limitações da prisão não são capazes de destruir o amor que elas sentem, nem a esperança de costituir família eventualmente do lado de fora. A produção estuda tais relações, que influenciam diversos fatores na vida de cada uma destas mulheres que abriram suas vidas através de relatos e cartas repletas de emoção. Estreia de Joana Nin como diretora de longa-metragens. A diretora Joana Nin já havia abordado o universo das mulheres apaixonadas por homens que estão presos no curta-metragem Visita Íntima (2005). Inclusive, uma das entrevistadas no curta voltou a falar com a diretora quando ela rodou este longa-metragem.

 

de São Borja

Preparação de outro temporal pras bandas de SB

 

do JC

O UBER É LEGAL

por ADELI SELL

Em muitos momentos, nossos administradores públicos deveriam parar, expor os problemas ao corpo jurídico, pedir aprofundamento, trazendo à tona soluções ao invés de negativas.
No caso do Uber, é gritante a postura negativista do poder local. Não diferente é sua postura quanto ao funcionamento dos FOOD TRUCKS.
Tudo que é novo dá uma estranheza aqui.
Não há uma PPP em funcionamento depois de anos e anos de Lei aprovada pela Câmara. Enquanto isto o Viaduto Otávio Rocha está se deteriorando.
Algumas luzes apareceram para revitalizar o IV Distrito, mas é somente isto também.
O UBER é legal, segundo um dos maiores constitucionalistas da atualidade, J.J. Canotilho, que tem seus livros indicados em todos os cursos de Direito deste país. O jurista não só mostra os problemas das leis municipais de Brasília, Rio e São Paulo, como diz que proibir o Uber é violação da Lei 12.587/2012, aquela que institui a Política Nacional de Modalidade Urbana. Isso porque a norma delega aos municípios a competência de disciplinar o transporte individual de passageiros, mas não de criar proibições.
O que nós temos que fazer nas municipalidades é regrar o uso do aplicativo, fazer o cadastro dos que vão operar um serviço privado de locomoção de passageiros, não apenas proibir. Por que, afinal de contas, esta reserva de mercado só para os taxistas? Estes prestam um serviço de duvidosa qualidade em Porto Alegre, são insuficientes, não trabalham quando chove, somem em determinados horários.
Muitos táxis estão na mão de empresas, quando todos deveriam ser operados por particulares. Tem táxi que só opera com funcionários, sem qualquer garantias aos trabalhadores, os verdadeiros taxistas, que são os que dirigem o carro 12 horas seguidas.
Por que esta reserva de mercado para taxistas que já tem isenção de IPI sobre seus carros, quando todos nós temos que pagar este tributo?
Precisamos de leis para legalizar, ordenar, disciplinar o Uber.
Afinal, estamos ou não estamos num Estado Democrático de Direito, de livre mercado, de economia concorrencial?

 

PORTO ALEGRE será TRANSFORMADA em cidade das artes para o NATAL

ainda bem(OC)

Foto: Jefferson Bernardes

Este ano, além de convidar os porto-alegrenses a iluminar suas casas e estabelecimentos comerciais, o Brilha Porto Alegre - resultado da parceria entre o Sindicato de Hospedagem e Alimentação de POA e Região (Sindha), a Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre (CDL/POA), e o Sindilojas Porto Alegre -, vai enaltecer o Natal inspirado nos grandes eventos realizados em cidades cosmopolitas, onde o espírito natalino é representado através da arte. A ideia é convidar os gaúchos a entrar no clima de fraternidade, bem querer e solidariedade. A programação tem início no dia 27 de novembro e segue até 27 de dezembro.

"Queremos resgatar aquele sentimento mágico que vivemos na infância nesta época de Natal, quando todos literalmente 'nos vestimos´ para esperar essa data especial. Vamos vestir a cidade para receber o bom velhinho," convida o diretor do Sindha, Carlos Henrique Schmidt.

O presidente do Sindilojas Porto Alegre, Paulo Kruse, acredita que ações como essas têm um papel importante na vida da cidade. "Nesta edição estamos levando as atrações para diversas partes da Capital, para que todos possam aproveitar e se engajar na magia do Natal. Além de estimular uma maior circulação de pessoas nas ruas, acreditamos que isso contribua até mesmo para o aumento da segurança. Ocupando os espaços públicos, a população mostra sua força. Contamos com todos para fazer o Brilha Porto Alegre ainda mais iluminado!", afirma.

Na mesma linha, Gustavo Schifino, presidente da CDL Porto Alegre, observou que o momento é de resgatar o espírito de Natal, que reaproxima as famílias, e também de fortalecer o otimismo da população. "Queremos chegar neste período de final de ano com energia renovada e tranquilidade. É um período com um brilho especial, no qual queremos reencontrar os nossos parentes mais queridos, tendo um único sentimento de fraternidade e união", ressaltou Schifino.

As três entidades lembram que a expectativa também é alavancar o fluxo de turistas em Porto Alegre, com aumento da ocupação da rede hoteleira e gastronômica. No varejo, a previsão é de um crescimento de 15% nas vendas até 2017. O Brilha está plantando uma cultura de turismo de Natal em Porto Alegre para colher adiante, tornando a cidade um local de referência nesta época do ano. Atraindo, inclusive, nossos vizinhos argentinos que passam por aqui para irem às praias catarinenses.

A grande atração é o Universo Casuo – Especial de Natal, espetáculo criado por Marcos Casuo, único brasileiro a ser protagonista do espetáculo "Alegria", do Cirque du Soleil. O Universo Casuo reúne uma combinação emocionante de artes acrobáticas, humor, poesia, design extravagante e uma trilha musical criada por Charlie Dennard - músico e compositor do Cirque du Soleil – especialmente para o Universo Casuo: "Tenho uma nova proposta de entretenimento para o Brasil: um espetáculo de qualidade, com muito conforto e respeito aos espectadores, como ocorre hoje em grandes circos internacionais. Trouxe esse universo mágico do que aprendi com o Cirque Du Soleil para o meu país". Nos sete anos de Cirque du Soleil, Casuo foi o único brasileiro a criar cinco performances para o Alegria, que são utilizadas até hoje pelo famoso circo.

A versão Especial de Natal vai transportar os telespectadores para um lugar onde todos os dias é Natal, e só se chega por meio do encantamento. É lá que vivem o amor, a compreensão, a ternura, a alegria, o perdão e todos os sentimentos bons que, juntos, fazem a magia do Natal.

O espetáculo apresenta o Natal por um universo paralelo regado de cores, sonhos e fantasias com apresentações acrobáticas, clown, música ao vivo e efeitos especiais. Neste ano, este lugar mágico foi invadido por guerreiros sombrios que se alimentam de bons sentimentos. Toda a população, antes feliz e amorosa, caiu numa apatia profunda o que pode comprometer o Natal de todos os outros povos do planeta. Para salvar o Natal, só mesmo com a ajuda do sonho e da imaginação, que deverão colher num pote mágico um pouco da energia proporcionada pelo riso e pela emoção.

Serão 5 apresentações no auditório Araújo Viana, de 17 a 19 de dezembro, sendo dois dias com dois espetáculos (à tarde e à noite). Uma das sessões terá parte dos ingressos destinados às escolas da rede pública de ensino e à ação do Pedágio do Brinquedo, realizado pela Prefeitura da Capital.

Parcão iluminado

De 1º a 27 de dezembro, o Parque Moinhos de Vento vai estar de cara nova! O Brilha Porto Alegre 2015 vai iluminar o Parcão com o espírito de Natal. Muitas luzes vão colocar mais cor e vida pelos caminhos do parque. Um Natal diferente, cercado de solidariedade, cultura e emoção, um novo Brilha Porto Alegre.

Programação completa

A programação do Brilha Porto Alegre começa com a chegada do convidado mais ilustre do Natal. No dia 27 de novembro, o Papai Noel chega ao Shopping TOTAL, na conhecida descida pela torre. A programação completa de todos os eventos e atividades estão no www.brilhaportoalegre.com.br

O Brilha Porto Alegre é uma realização do Sindha, CDL POA e do Sindilojas Porto Alegre, com o apoio institucional da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, apoio do Shopping TOTAL e promoção do Grupo RBS.

 

Secretaria de Obras assina convênio com o município de Coronel Barros

O Governo do Estado através da Secretaria de Obras, Saneamento e Habitação vem fortalecendo as ações de apoio operacional aos municípios gaúchos, com o empréstimo de equipamentos para a execução de serviços de desassoreamento de rios e recuperação de estradas vicinais.
Na tarde de quarta-feira (11), foi assinado na Secretaria de Obras o termo de cessão de uso de uma escavadeira hidráulica com o município de Coronel Barros, localizado na região noroeste do estado.
O ato de assinatura do termo foi celebrado pelo Secretário Estadual de Obras, Gerson Burmann e pelo Prefeito de Coronel Barros, Senio Reinoldo Kirst, acompanhado pelo Diretor Geral da SOP, Valmor Krysczun e o Diretor do DDU, Edson Solon.
A demanda encaminhada pela Prefeitura de Coronel Barros, solicitava à Secretaria de Obras o empréstimo de uma máquina para a execução de serviços de desassoreamento do Arroio Leão, numa extensão de 650 metros, beneficiando cerca de duas mil famílias.

 

MINI EXPEDIÇÃO FOTOGRÁFICA – CÂNIONS DE CAMBARÁ

Venha se aventurar conosco, em uma saída fotográfica para os amantes da natureza e da fotografia. Uma grande imersão coletiva, em busca de imagens de paisagens, cachoeiras, macrofotografia, animais e habitações dessa região que está entre as mais belas do Brasil.
Nosso grande objetivo é criar um grupo de fotógrafos com interesse em viajar, mas com intuito de fotografar com qualidade, por isso realizares um encontro preparatório para conversar sobre equipamentos, fotografia de natureza, macrofotografia, ambiente, caminhadas e dicas para a expedição em questão.
Nesta saída, iremos conhecer Cambará do Sul com suas cachoeiras, matas de araucária, campos, cânions e uma natureza exuberante e extremamente bela aos olhos e a fotografia.

Datas : 28 e 29 de novembro de 2015

Entre em contato

Bala 51 93871740

Ita 51 99895588

 

de Serafina

BICO BRANCO MANDOU SEU VICE PRA ISRAEL....

enqto isto nega castro corre na frente da sucessão pelo PP

israel no minimo quer vender alguma tecnologia pros prefas. eles não pregam prego sem estopa(OC)

nestas boquinhas de israel eles não nos convidam,é.(OC)

o bico mandou o ' aspone' pra lá. ele não larga o poder assim tão facil(OC)

aspone: assessor de porra nenhuma, criação do roniquito.

 

Prefeitos e Vice-Prefeitos em Missão da AMESNE Israel


Prefeitos conhecem produção vinícola, sistema de gotejamento e "Embrapa" de Israel

O terceiro dia da Missão Técnica dos Prefeitos da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) em Israel foi bastante intenso e proveitoso. A programação iniciou numa vinícola, passou por uma empresa de implantação de sistemas de gotejamento e encerrou com palestras no Volcani Center, o que equivale à Embrapa no Brasil. A Vinícola Barkan, localizada no Kibutz Hulda, é maior vinícola do Oriente Médio. Possui cerca de 700 hectares de parreirais, dispersos de Norte a Sul de Israel, sendo que na unidade visitada estão aproximadamente 200 hectares. A produção anual é de 11 milhões de litros de vinhos, das mais variadas espécies vinícolas, como Cabernet Sauvignon, Merlot, Malbec, Riesling, entre outros, além de Brandy.

Toda a área cultivada utiliza processo de fértil irrigação. Nas regiões mais planas são colhidas 20 ton/ha; já nas regiões montanhosas a produção cai para 10 ton/ha, o que é compensado pela qualidade das uvas, utilizadas para a elaboração dos vinhos top da Vinícola. As explicações iniciais foram fornecidas pelo agrônomo Yakow Cohen-Ahdut e seguiram com a explanação da guia de visitação, Nani Van Den Bergh. Ainda na parte da manhã, a comitiva se dirigiu à NaanDanJain, empresa especializada em tecnologia para desenvolvimento, produção e comercialização de equipamentos, componentes e sistemas de irrigação, com área experimental de cerca de 1000 ha. O grupo foi recepcionado pelo brasileiro, CIO da empresa, Marcelo Procianoy, que interpretou as
explicações sobre o funcionamento da mesma, fornecidas pelo diretor, engenheiro Amnon Ofen.
A NaanDanJain está no mercado há mais de 60 anos e atua em cerca de 130 países, incluindo o Brasil, com unidade no Distrito Industrial do Leme (SP). Trabalha com qualificação e treinamento, tecnologias ambientais sustentáveis, ecologia e meio ambiente, sendo sustentada em quatro pés: pesquisa e desenvolvimento, agricultor, indústria e extensão. Em 2012 a empresa faturou cerca de US$ 882 milhões. Já no ano de 2016 pretende investir US$ 20 milhões no estado de São Paulo. A
diretoria sinalizou inclusive a possibilidade de uma ligação entre a empresa, a UCS e a Fepagro para instalação de uma área experimental na Região da Serra Gaúcha.

Na parte da tarde, o grupo esteve no campus Volcani Center, pertencente ao Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural, instituto responsável pela área da pesquisa agropecuária do país, nos
setores de ciência animal, proteção vegetal, solo, água, ciências ambientais, engenharia agrícola, pós-colheita e ciências alimentares. Além dos departamentos, o instituto possui um setor responsável pelo relacionamento com a iniciativa privada, denominado Kidum, o qual tem como objetivo interagir com os empresários a fim de transformar o conhecimento em empreendimento. O que chamou muita atenção do grupo é de que Israel possui 280 empresas na área de tecnologia agrícola, sendo de que destas, 200 exportam e geram US$ 4,8 bilhões ao ano em divisas, o que é maior do que o rendimento de toda produção agrícola do país. Nas explanações, entre os dados apresentados, destaca-se o fato de que em 1955, um agricultor produzia alimento para 15 pessoas e
atualmente, graças às tecnologias desenvolvidas, a produção de um agricultor sustenta 150 pessoas.
No local os prefeitos e demais integrantes da comitiva foram recepcionados pelo também brasileiro Beni Lew, mato-grossense que vive em Israel e é pesquisador do Volcani Center. Após as explanações foram realizadas pelo vice-diretor de Pesquisa e Desenvolvimento, Itamar
Glazer e seguiram com o vice-diretor Geral Itzhak Ben-David. A programação de hoje foi coroada com um almoço no refeitório do Kibutz Naan, entre os moradores, estudantes e trabalhadores. Os
"kibutz" são uma espécie de comunidade rural auto gestionária, a maior em área existente no mundo, fundada em 1930, por um grupo de jovens da juventude trabalhadora de Israel, onde vivem atualmente cerca de 1500 pessoas.

Texto e foto: Mônica Rachele Lovera

 

Vice-Prefeito participa da Missão Israel AMESNE


Água, leite e horticultura entram na pauta do segundo dia de visitas da Amesne em Israel

A comitiva de prefeitos da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) que participa de Missão Técnica à Israel teve uma segunda-feira (09) de muitas e diversificadas atividades. O dia iniciou com apresentação e visita à Mekorot (Companhia Israelense de Águas), o equivalente à Corsan para os gaúchos. Fundada em 1937, a Mekorot é a maior companhia do mundo no que diz respeito ao tratamento de água sanitária. Atende aproximadamente sete milhões de usuários, seja para irrigação ou para consumo humano, somando cerca de 80% do consumo da água potável de Israel e 70% do consumo do país para irrigação e outros destinos. No que diz respeito à irrigação, as águas são provenientes de tratamento de esgoto e dessalinização da água do Mar Mediterrâneo. Já no que tange ao consumo humano, as fontes são provenientes do Mar da Galileia e dos aquíferos. Segundo o chefe da Engenharia, Carlos Percia, a Mekorot é a única empresa do mundo que pode perfurar 1,5km para trazer água à tona. Além do engenheiro, o grupo esteve visitando o parque de tratamento de águas acompanhado pelo instrutor profissional Gal Shoam, que prestou todos os esclarecimentos e mostrou o funcionamento de todo processo. Outro dado muito importante apresentado é de que apenas 3% da água potável distribuída pelo país é desperdiçada até chegar nas cidades e, no restante do processo, chega a 10%, consequência da alta tecnologia empregada no monitoramento e do alto investimento na manutenção das redes.

Na sequência, o grupo esteve em uma das unidades da Afimilk, líder global no desenvolvimento, fabricação e comercialização de avançados sistemas informatizados para a fazenda de gado leiteiro moderno e de manejo do rebanho, criadora do medidor de leite eletrônico, no ano de 1977. Na unidade visitada estão mil vacas em lactação e 800 novilhas numa área de 14ha, que produzem cerca de 13.500 litros de leite por animal ao ano, o que representa mais de 100% da produtividade média no Rio Grande do Sul. O sistema é de confinamento e as ordenhas são realizadas três vezes ao dia, com produção média de 42 litros/dia cada. A alimentação dos animais é 100% importada. Israel é autossuficiente na produção leiteira, sendo o maior produtor per capita do mundo. Além disso, a indústria de laticínios do país produz mais de 600 derivados do leite. O produto in natura não é exportado para outros países por fatores políticos, econômicos e também devido à vacinação contra aftosa (não é um país livre da doença). A produção é planejada e regulada anualmente pelo Conselho Nacional do Leite, inclusive com fixação de preço. Sistemas da empresa estão instalados e em uso em milhares de fazendas em 50 países nos cinco continentes. Com centenas de milhares de medidores de leite e milhões de pedômetros instalados, AfiMilk define os padrões para criação de gado leiteiro e de gestão em todo o mundo. A empresa é responsável pelo desenvolvimento de projetos, supervisão, construção, instalação e treinamento. "A equipe técnica é altamente qualificada, o que garante aos nossos clientes o melhor de nosso conhecimento, experiência e práticas", enfatizou o gerente de serviços profissionais, Daniel Hojman.

Finalizando a agenda da segunda-feira, a comitiva esteve numa estufa da Teshuva Agricultural Projects (TAP), empresa de hidropônicos e ervas frescas que está no mercado já quatro anos e há dois anos exporta para países como Inglaterra, Estados Unidos e parte da Ásia. Falando em português, devido a ser casado com uma gaúcha, o gerente de Desenvolvimento de Negócios, Avner Shohet explicou todo o processo e convidou o grupo a provar folhas diretamente da plantação. Em sua maioria, a produção para consumo é de brotos de hortaliças e folhas aromáticas, que são vendidas a aproximadamente R$ 200 o quilo. A empresa que tem em Israel uma unidade de dois hectares, na qual fez um investimento de cerca de US$ 2,5 milhões, também está implantando um
projeto semelhante no Vietnam, numa área de 20 hectares e pretendem investir no Brasil, mais precisamente no estado do Ceará, no próximo ano.

Texto e foto: Mônica Rachele Lovera.

 

Exportação de Tecnologias é assunto em destaque no quarto dia dos prefeitos em Israel


Além de palestras no Instituto de Exportação, prefeitos visitaram "Moshav" próximo à Faixa de Gaza e tiveram encontro com representantes da Embaixada do Brasil na Palestina.

As atividades da comitiva de prefeitos da Amesne que participam de Missão Técnica a Israel nesta quarta-feira (11) foram um tanto diversificadas. Durante toda a manhã, o grupo esteve no Instituto de
Cooperação Internacional e Exportação de Israel. No local, o grupo assistiu a sete apresentações de representantes de entidades e empresas interessadas em realizar negociações ou que já têm parcerias e/ou unidades no Brasil.

A primeira apresentação foi efetuada pelo coordenador do Departamento de Águas, Agricultura e Meio Ambiente do Instituto, Gilad Pened. Na sequência apresentou-se a coordenadora Geral do Departamento de Laticínios de Israel, Michal Kraus. Após a palestra foi com o diretor da Hi-Cap Formulations (defensivos agrícolas), engenheiro Mordechai Granet, seguido pelo CEO da Cattle Watch (gado de corte), Ilan Arbel, pelo engenheiro da EMS Mekorot (tecnologias para tratamento de águas), Itzhak Tzoran, pelo diretor Geral da Biofarm (desenvolvimento, manufatura e importação de fertilizantes agrícolas), Nadaav Lev e finalizando com o diretor de Desenvolvimento de Negócios da MTR (comunicação entre águas, eletricidade, gás e agricultura), Oren Arazi. Na parte da tarde, com passagem há cerca de cinco quilômetros da Faixa de Gaza, os integrantes da comitiva foram até o Moshav Talmey Yosef, que existe desde 1982, onde foram recepcionados pelo agrônomo e guia de turismo, Uri Alon. Moshav é uma comunidade agrícola, como uma cooperativa no Brasil, onde os integrantes têm o comprometimento de trabalho e cultivo da terra com lucro pessoal. Este lote, especificamente, hoje em dia funciona como uma fazenda modelo, comprovando o sucesso de cultivos agrícolas em solos desérticos. O próprio lote apresenta diferentes sistemas e cultivos, como por exemplo tomates, cenouras, ervas finas, pepinos, morangos, cítricos, entre outras culturas. No final da visita, Alon entregou aos participantes da Missão uma pomba e pediu que não soltassem. Proferiu palavras de agradecimento e pedido de paz, solicitando assim que libertassem as aves.

Encerrando o dia, o grupo se encontrou em Tel Aviv com o embaixador do Brasil na Palestina, Paulo Roberto Caminha de Castilhos França e com o primeiro secretário, Leandro Vieira Silveira. O Embaixador está finalizando seu terceiro ano de representação diplomática no Estado da Palestina, reconhecido pelo Brasil desde 2010 e seguirá para Istambul no próximo ano. França compartilhou a dificuldade passada pelo povo palestino sob opressão e o desejo de todos os povos de que este conflito chegue ao fim e termine sendo um exemplo para a paz.

Texto e fotos: Mônica Rachele Lovera.


12 de novembro
de 2015

ODOR DE MACUMBA....INCENSO E AFINS

AO MEIO CHEGUEI HJ NA FEIRA. TAVAM ABRINDO AS BARRACAS. UM FORTE ODOR DE INCENSO VINHA DA BARRACA AO LADO DA ARI....

É PRA ESPANTAR MAU OLHADO.....

O FALECIDO WELLINGTON LANDERDHAL DISSE QUE NOS GABINETES DA ALRS, A VENERANDA, SAIAM FORTES ODORES DE INCENSO AS VESPERAS DE ELEIÇÃO QUE ERA PRA DAR SORTE PRA REELEGER O DEP E CONTINUAR OS FUNCIONÁRIOS NA BOQUINHA(oc)

 

Mudança

neste novo predio só ouço caminhar encima do meu teto..nada de gemes gemes como no muquifo que deixei e onde vivi onze anos.e um dia fecharam a rua lavras pra filmar pra tv futura.

 

o lixo seco que restou dos meus livros

qdo não tenho assunto, eles me arrumam...kkkk

tava na colet do aquino, qudo tocou o cel. achei que fosse assunto importante. não sei ver o num que toca.

atendi era o sindico dizendo que recebvera 2 lig sobre o lixo qu edeixei pra retirar mais tarde.

tá bom,,,paguei 5 pilas prum obreiro do pre´dio que vai desovar perto da puc.

 

Feira do Livro

Nikão autografa cacimbinhas pro seu amigo e sócio Carlos Alberto....

 

memoras da carapuça



durante um tempo joão lanes, irmão do licinio, morou na carapuça. escondido da justiça pq fora condenado numa bobagem.deu bobeira. depois acabou preso e mais tarde morreu num hospital da região fui no enterro dele.

 

MEMORIAS DA CARAPUÇA

era uma fazenda que o velho cari , pai do licinio silveira, tinha no carapuça, em taquari. pra lá iamos sab dom e depois voltavamos....

numa delas foi o hj famoso caco barcellos, sua namorada goretti - hj vive no mato grosso - e a viviana, ou bibiana, então mulher do licinio...eram anos 72/73.

esta preciosidade não tá no livro biografia do caco. quem me deu a foto foi o celso velusa, magrão louco que anda por ai era muito amigo da viviana.

vou po-la num livro meu....

 

carapuça

éum morro que tem em taquari. a falecida bila, mãe do licinio, dizia:
- vais hj pra carapuça????

ela foi profi lá e andava a cavalo pra dar aulas. vi muitas fotos lá disto. acho que perderam todas.

 

carapuça

qdo ia junto um gordo muito xarope, um uruguaio, que dizia ter chatos, ng queria dormir no chão onde todos se esticavam pra dormir. sempre ao som dos stones levados pelo emilio num toca discos do licinio.

* o gordo este ng aturava. depois virou funcionário do dmae e as vezes acho ele por ai que ainda vem me pentelhar.

* o gordo era TUPAMARO...mas idolatrava MUSSOLINI. que uruguaio chato este. ele não ia pelo meio do mato, tinha que ir junto dando uma puta volta. gordo veado este.

 

carapuça

a unica guria que ia lá era nossa colega e amiga do julinho. morava em viamão.e ra amiga do licinio. não namorava ng.

* ela pedia carona com a gente narodovia que dava pra lá.

* hj licinio mora em maputo, mas no momento está em lisboa, onde edita o filme baseado num livro dele. vai vir fazer o som no brasil, ainda não sabe a cidade.

* virou meio estrela, como o caco barcellos.

* qdo vou no sindicato dos jornalistas falo no caco com intimidade. as guriazinhas de lá ficam todas babando, achando o maximo...que asneira.

 

cara´puça

druante um tempo, joão lanes foi casado com uma japonesa. ela voltou pra toquio.trabalhava antes no banrisul, no setor de computadores.

* tiveram filhos hj os netos tão ai

 

NEGA LU



o debate sobre o transformista, ou o que queiser que seja, foi bom, no fim e ao cabo.

* mas gostei de uma negra , pobre - que se levantou no fim do debate e disse;

- a nega lu não era um personagem, era uma pessoa....

* o garção do marius, onde o negrão ia muito e brigava com o portugues, o dono, disse que viu muito a nega LU apanhar de seus namorados e dos policiais.

é que agora tem muito oportunista já que a nega lu virou produto. tão vendendo souvenir dela. como no vaticano se vende graças alcansadas. tudo é comercio.

 

NEGA LU

não lembro da nega lu. lembro do licinio e do emilio falando nela.

* tb falram no debate de terça, na bicha DJALMA...este ouvi falar.

 

nega lu

os herdeiros não vai pedir nada pela biografia? isto não é uso de imagem, direito de arena???

 

nega lu

gostei do cara do nuances...não lembro o nome, não é fashion, como o falcão, o ator de teatro que é desão borja, parente dos falcão de lá.

o falcão é ator de teatro é aquele que imita a maria betania. é bom imitador. ganhou um premio açorianos imitando a nega lu e é tudo o que ele tem de relação com a nega lu. não foi amiga,ou amigo da bicha

 

nega lu

a nega lu deve ser como o claudiomiro. se fosse vivo diria.
- não quero um livro comigo. já sou famoso.

 

nega lu

não vi muitos negros que deveria tar no debate, como o emilio chagas, a vera deisy,a janice ramos, o jones lopes, o meu colega de fabico que entende de carnaval...

será que tem vergonha da nega bicha???eu não teria.ermbora não o tenha conehicido

 

nega lu

n vi o mazzarino no debate. perdeu um bom papo e interessante. não sei pq o blogueiro fofoca de encantado não veio. acho que há um bom livro ai...o mundo gay de porto alegre. o gente da noite foi convidado a fazer mas negou-se. não gostava daquele cara. muito metido...deixa descansar em paz. o tatata pimental perdeu uma grande chance. mas era muito ' fino'. vai ver achava a bichisse muito chata.

 

nega lu

muita gente ai que deve ter conhecido a bicha da nega lu,deve ter fugido do livro com medo de ser citado nele. é aque a bicha era escandalosa mesmo. o beto canarinho sabe muito dele. não sei se ouviram o beto.

 

nega lu

a nega lu pelo que vi não era nada de politica de veados. era bichisse por bichessi. era um grande exibicionista, pelo visto e arruaceiro.mas não era ligado em drogas. era uma bicha bas fond....como o jean jenet,sem ser um intelectual. intelectual me parece ra o djalma que pintava se não me engano.

o prblema da nega lu é que a bicha era pobre e esparrianta. mas dizem foi grande bailarino

 

nega lu

uma profi do col dom infante viu o papo sobre a nega bicha e se apavoruo.
- quado era meu aluno não er anada disto....

 

nega lu

lotou o debate....gente de todo tipo. foi bom, foi bom, interessante.

* mnão acho o autor do livro uma grife. sobre o esquina maldita disse muita bobagtem....este da lu não li ainda.

* grife são poucas.

o livro vende bem na feira. na banca da ari esgotou

o livro do lauro quadros tb vende bem. o do strechk nada

 

TJ/RS

Pres doTJ-RS des aquino dá coletiva na federasul hj ao meio dia

' judiciário pronto a colaborar com a crise do Gov. do Estado"

 

SB

o ator falcão que imita a Mariabetania é de sb. lá tem falcão, de familia tradicional. controlam a folha regional.

 

de São Borja

a empresária morta pelo marido e comparsas de sb era dona da

De: letier12
Enviada: Quarta-feira, 11 de Novembro de 2015 19:03

Dunia Modas
nao tem fotos

Letier Vivian
São Borja/RS

 

do Capincho

De: letier12
Enviada: Quarta-feira, 11 de Novembro de 2015 06:16

O Passo foi devastado pelo temporal ontem. Silos vieram abaixo. 20 casas totalmente destruídas. Dezenas de postes de luz caídos.

 

passo

o bairro do passo é um dos mais populosos de sb.

fica pras bandas do uruguai. passo pq ali passa pra argentina.

tem lá um cabaré que faz bailes muitof amosos. muita gente de BEM de sb o frequenta.

pelo passo entram muitas drogas via argentina.

o passo é o bairro popular de ~sao borja. mas tem vilas como a cabeleira, a jango e por ai afora. aquela do emitério como se chama, não lembro onde fica o bar do jango, o bar mais chic de são borja. so se entrar armado depois das 4 da matina nos findi.

 

de São Borja

do capincho sobre hab do passo.....

De: letier12
Enviada: Quarta-feira, 11 de Novembro de 2015 09:51

Jornalistinha de m...

15000

Letier Vivian
São Borja/RS

 

do Passo

la fica o cabaré da tia ramona. muita gente de bem do centro e sb vai nos findi lá...

depois das 3 as tias vão pro bar do jango e aí sim a festa é total. lendo minha reportagem meu irmão disse que viria de rio claro pra conhecer.

 

tia ramona

será que o ramão conhece o tia ramona????

o capincho vai num outro que tem pelos lados de sb, temis se não me engano.

 

de São Borja

o capincho me corrige. o tia ramona é isto.

De: letier12
Enviada: Quarta-feira, 11 de Novembro de 2015 10:00

Não é cabaré...
é Bailão

Letier Vivian
São Borja/RS

 

de São Borja

depois que deixou a juliana brizola, capincho foi assessorar -cabo eleitoral - de adroaldo loureiro e arrumou uma pá de votos no passo. ele entende tudo do passo,sabe quem é quem, onde tão as bocas, como fazer, quem lidera lá e do que vivem.....os caras de lá, no que falar, no que não falar...
eqnuanto isto alguns votinhos foram pro loreiro e a juliana perdeu votos no passo....

 

de São Borja

CAPINCHO SUGERE UMA BOQUINHA COM A AZUL...

De: letier12
Enviada: Quarta-feira, 11 de Novembro de 2015 09:56

Mudando de assunto...
Agora quando tu quiser vir a SB pede cortesia pra AZUL... vem até Uruguaiana de avião... valor da Passagem R$200,00
em menos de duas horas de viagem...barbada

Letier Vivian
São Borja/RS

 

Ministério Público deve se pronunciar sobre papagaios na Usina do Gasômetro

O processo com medida cautelar solicitada pela Vereadora Lourdes Sprenger para retirada dos papagaios da Usina do Gasômetro já está com o MP/RS, que deverá se manifestar em até 2 dias. A Bienal apresentou contestação.

 

do eldiario.es

Los museos, como nunca antes los habías visto (en el cine)

Documentales recientes sobre Matisse, Van Gogh, los impresionistas o las pinacotecas de Londres y Viena analizan la relación del espacio con la obra expuesta de manera técnicamente puntera

Los museos se transforman en platós de películas que ofrecen una nueva manera de contemplar, de acercarse a las obras que enseñan

Joaquín Torán

09/11/2015 - 20:21h


Fotograma de El gran museo. Empleados de la galería cuelgan La torre de Babel (1563), de Peter Bruegel "el Viejo".

Los museos quieren adaptarse a los tiempos y a las necesidades del público. Lo necesitan para su supervivencia y para la transmisión del legado cultural del que son celadores. "Los museos no son ajenos a las nuevas tecnologías y a ofrecer información más completa y accesible, y seguirán adaptándose a nuevos formatos y buscando ampliar los sectores de público", afirma para eldiario.es Rafael García Serrano, conservador y exdirector del Museo del Traje de Madrid y del Museo de Santa Cruz, en Toledo. En aras de custodiar nuestra memoria artística, reto y objetivo de toda galería contemporánea, los museos se transforman en platós de películas.

El último documental que ha tenido un museo como protagonista ha sido Das große Museum ( El gran museo, 2014), de inminente estreno en carteleras españolas. Es una invitación a ser espectador privilegiado de las obras de rehabilitación del Kunsthistorisches, la galería clásica por excelencia de Viena. Johannes Holzhauser, director salzburgués, rodó entre 2012 y 2013 las obras de acondicionamiento del museo, que no sólo modernizaron las salas sino también replantearon el emplazamiento de las distintas obras en catálogo.

El Kunsthistorisches es uno de los principales y más antiguos museos del mundo; de su opulencia y vistosidad da cuenta Holzhauser en cada uno de sus luminosos planos, en los que, con el único acompañamiento del sonido ambiente, recoge las excentricidades de sus trabajadores (sus desplazamientos en patinete por estrechos pasillos), las reuniones con patronos, la restauración de piezas de diversa factura (desde vajillas hasta mobiliarios, pasando por cuadros y molduras) y las interminables conversaciones para dirimir los mínimos detalles de futuro.

Das große Museum no ha sido el único documental actual en tratar una premisa similar, la de "abrir al público" un museo, con todos sus entresijos: en 2014, Frederick Wiseman (Boston, 1930) estrenó con buenas críticas National Gallery (Galería Nacional). Wiseman es un célebre documentalista político ( Titicut Follies, 1967, sobre el sistema penitenciario, o High School [Escuela secundaria, 1968], sobre la educación estadounidense) y artístico ( The Dance [La danza, 2009], sobre el ballet de París) que muestra en este filme su talento para la planificación y puesta en escena.

Wiseman estuvo doce días en la National Gallery y extrajo material para sus definitivos 130 minutos de metraje, que se pasan volando. A pesar de optar por los mismos sonidos ambiente y por el protagonismo anónimo de empleados y visitantes, presentó cada escena con un nervio del que carece la obra de Holzhauser. Sus planos son más largos, más sostenidos, pero enseñan circunstancias mucho más interesantes. Avalado por el renombre del director, se estrenó en España inmediatamente: primero en seis salas, que se ampliaron a otras veinte más conforme fue creciendo la demanda. Recaudó 74.861 euros y atrajo a 11.505 espectadores.

A pesar de las diferencias profundas que los separan en sus presuntos parecidos, ambos trabajos están hermanados por el deseo de ofrecer una nueva manera de contemplar, de acercarse a las obras que enseñan. Ni Holzhauser ni Wiseman sentencian, sino que dejan que sea el espectador quien extraiga sus propias conclusiones de lo que ve. La voluntad de aportar un cambio de perspectiva, y de incrementar la participación del espectador/visitante, es una de las pretensiones contemporáneas de cualquier museo del mundo.
"Una manera que no era técnicamente posible antes"

Esta pretensión es el motor de los trabajos de Phil Grabsky, director especializado en documentales artísticos para el cine y la televisión. Grabsky lleva más de 20 años produciendo, escribiendo y dirigiendo; con su productora Seventh Art Productions ha puesto en marcha la iniciativa Exhibition On Screen, en la que aprovecha el tirón de exposiciones mediáticas para rodar largometrajes orientados a un público masivo. Todos ellos "abren las galerías" protagonistas al gran público.

Los museos, como nunca antes los habías visto (en el cine)

Henri Matisse en su estudio de Niza// Version Digital
"Enseñamos el arte -asegura el director inglés al ser contactado por eldiario.es- en un modo que no era técnicamente posible antes, y de una manera que cualquiera pueda comprender". Los trabajos de Grabsky son divulgativos, más cinematográficos en su construcción y estructura de la aparente improvisación de Wiseman o Holzhauser.

Tres de sus Exhibition On Screen han podido verse puntualmente en salas de diversas ciudades españolas (de hasta 11 comunidades), entre mediados de septiembre y finales de octubre, a razón de un día por cada documental: Matisse (17 de septiembre), Van Gogh: Una nueva mirada (8 de octubre), y Los impresionistas (29 de octubre). Versión Digital, la empresa valenciana especializada en la difusión del arte por medios digitales y encargada de su distribución española, ha confirmado, sin poner una fecha, que llegarán también los documentales basados en La joven de la perla (2015), cuadro de Vermeer, y en la obra de Rembrandt (2014),que forman también parte de la serie.

Grabsky afirma ir "a los lugares secretos de los artistas". Es norma común en sus películas internarse en los sitios que tuvieron trascendencia en el crecimiento artístico de sus pintores analizados, o en aquellas galerías que aportan una mirada más global y completa sobre sus obras. Así ha actuado en Matisse (2014), documental planificado hasta sus últimos detalles.

Pionero en la ampliación de horizontes espaciales, Henri Matisse (1869-1954) fue figura central del arte del siglo XX. Iniciador del fauvismo, intérprete de los más dinámicos movimientos artísticos siempre presentes con modernidad en sus obras variopintas, pintor, escultor, dibujante y excelente colorista, fue en vida tan conocido y reconocido como Pablo Picasso, para quien era un maestro a admirar y a copiar con reverencia. Su última etapa, ya enfermo y postrado en silla de ruedas, fue objeto de una exposición a dos bandas, entre la Tate Modern de Londres y el MoMA de Nueva York: las dos galerías exhibieron el conjunto de vistosos y grandes recortes hechos a base de cartulinas de colores con los que adornaría las paredes de su estudio, el limitado mundo de sus últimos años.

En Matisse, la cámara hace un uso excelente de la superficie; más que desplazarse por ella, parece flotar alrededor. Las transiciones son livianas, el paso por las distintas salas ofrece una panorámica amplia, como si el espectador fuese un visitante especial que recorre ámbitos abiertos sólo para su mirada. Hay una gran vistosidad del color; la experiencia, muy cercana a Wiseman, es muy superior a una visita guiada.
Van Gogh y la tercera persona

Algo menos efectista, aunque igualmente lúcido, es el documental Van Gogh: Una nueva mirada (David Bikerstaff, 2015, pero producido y guionizado por Grabsky). Como su título indica, es una novedosa perspectiva sobre el pintor holandés a partir del repaso de la colección del museo dedicado a su memoria en Ámsterdam.

Narrado en tercera persona por un actor que lee la correspondencia entre el artista y su hermano Theo, marchante de arte al que estaba muy unido, e intercalado por fragmentos en los que se interpreta a Vincent Van Gogh (1853-1890), el documental se centra más en la austeridad que en la violencia de su objeto de análisis.

Numerosos especialistas del Museo de Ámsterdam, y también de su casa-museo de Arlés, donde quiso construir una gran fraternidad pictórica en base a su exigente creencia de un Arte total, y en la que acabó mutilándose y suicidándose, desgranan las claves para entender a uno de los mayores genios incomprendidos de su época: en vida, Van Gogh sólo vendió unos pocos cuadros; sería la labor de su hermano la que revalorizaría sus pinturas. El espectador, cobijado desde los muros de la capital holandesa o en Arlés, pasea por superficies asépticas, que respiran una paz desmentida por la virulencia de los trazos del holandés. Las salas equilibran las obras. Las apaciguan.
Los impresionistas, en general

Paradójicamente, el documental más "colorista" a priori, por el tema tratado, es también el más gris: Los impresionistas (Phil Grabsky, 2015) se centra tanto en las figuras principales del movimiento que revolucionó la historia de la pintura como en la persona que los "creó", el marchante Paul Duran-Ruel, al que los museos de Orsay (París), de Filadelfia y la National Gallery dedicaron exposiciones complementarias.

Monárquico desfasado, instintivo y perseverante, Durand-Ruel apostó por el grupo impresionista, aun a costa de su fortuna familiar, cuando la opinión pública europea les era adversa. Renovador de la mercantilización artística, al conseguir mejores ventajas para sus pintores, Durand-Ruel estableció los parámetros del arte moderno. A su muerte, en 1921, poseía una colección privada de más de 11.000 cuadros, en su mayoría firmados por Pisarro, Monet, Manet, Degas o Sisley.
Sala de la Tate Modern (Londres) con la serie de Desnudos azules (1952) de Matisse. Imagen por cortesía de Versión Digital

Sala de la Tate Modern (Londres) con la serie de Desnudos azules (1952) de Matisse. Imagen por cortesía de Versión Digital

Los impresionistas recorre las tres exposiciones y hace hincapié en la narrativa con la que cada galería ha dispuesto las obras. Es el documental que da mayor importancia al montaje expositivo, aquel en el que, a través de una triple comparación, mejor se entiende el lenguaje que "hablan" las distintas pinacotecas. Las instalaciones no interfieren en la observación cotidiana de los pintores, en su vitalismo, en la luz que emana de sus cuadros. Grabsky rueda con tanta reverencia que a veces aburre.

Los museos seguirán cumpliendo su función de transmisión de la cultura. Son los santuarios de grandes artistas, así como escenarios predilectos para la grabación de películas. Las guías virtuales y los documentales consienten ahora disfrutarlos desde casa. A fin de cuentas, como reivindica Grabsky, "los grandes cineastas saben que la audiencia no va a cansarse jamás de las vidas de Van Gogh, Manet o Rembrandt". Ni de los lugares secretos que guardan su legado.

 

Escola de Bento Gonçalves é uma das cinco finalistas Prêmio Gestão Escolar 2015

A Escola Estadual Anselmo Luigi Piccoli, de Bento Gonçalves, é uma das cinco finalistas do 16º Prêmio Gestão Escolar, promovido pelo Ministério da Educação e pelo Conselho Nacional de Secretários de Estado da Educação (Consed). A informação foi divulgada nesta quarta-feira (11). O resultado final será conhecido em 3 de dezembro, durante cerimônia em Brasília.

Este ano, 7.810 estabelecimentos de ensino concorreram ao prêmio, que busca focar o olhar da comunidade para os diferentes processos envolvidos na gestão escolar. Ao todo, 27 escolas foram selecionadas como Destaque Estadual/Distrital. Destas, cinco foram selecionadas para a final.

Ao lado do Prêmio Educadores do Brasil, o Prêmio Gestão Escolar integra a Iniciativa Educadores do Brasil, que reúne, além do MEC e do Consed, a União Nacional de Secretários Municipais de Educação (Undime), a representação no Brasil da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Diretora da Escola Anselmo, Tânia Regina Ducatti Sasso conta que a gestão do estabelecimento é baseada em Planejamento Estratégico e Participativo, com foco na aprendizagem dos alunos.

"Os processos e ações são socializados com a Comunidade Escolar, que se sente à vontade para participar da gestão. Desenvolvemos também um projeto de Monitoramento da Aprendizagem e Acompanhamento Familiar, envolvendo a família na vida escolar dos filhos. Outro diferencial é o grupo de trabalho, formado por professores e colaboradores que são parceiros valiosos no desenvolvimento dos projetos e nas funções docentes e de apoio. A Escola também trabalha com a mediação de conflitos no espaço escolar, através da aplicação dos princípios da Justiça Restaurativa e da Cipave”, conta a diretora.

As escolas indicadas recebem prêmios em dinheiro, de forma não cumulativa: R$ 6 mil para as indicadas como "Destaque Estadual/Distrital"; R$ 10 mil para as escolas selecionadas como "Destaque Regional"; e R$ 30 mil para a escola vencedora do prêmio, cujo diretor receberá também um prêmio de R$ 6 mil.

A iniciativa Educadores do Brasil, que integra e divulga os prêmios, está voltada para a meta 17 do Plano Nacional de Educação (PNE), de valorização dos profissionais do magistério das redes públicas de educação básica.

 

Convite Convenção Estadual 2015 PDT RS

Convidamos a todos os companheiros e companheiras para participar da Convenção Estadual do PDT, dia 12 de dezembro de 2015 (sábado), das 09 às 13 horas, na sede Estadual do PDT, na Rua Félix da Cunha, nº 311, em Porto Alegre/RS.
Neste dia elegeremos a nominata de membros Titulares e Suplentes do Diretório Regional, do Conselho Fiscal, da Comissão de Ética e Executiva Estadual, para um mandato de dois anos. A participação de todos os companheiros engrandecerá o nosso partido, e fortalecerá nossa legenda.

Conto com a tua presença.

Saudações Trabalhistas.

Dep. Pompeo de Mattos
Presidente pdt/rs


11 de novembro de 2015

NEGA LU VIRA SOUVENIR

no fim do batge papo de hj no santander, o grupo nuances saiu vendendo canecas grifadas NEGA LU. vendeu a 25,00 cada um.

pronto o famoso traveco dos anos 70 virou souvenir. o que faz o capitalismo .como o vaticano.

 

mudança

já mudei muito.

1. na juc da venancio.

2. no baião da cuiaba

3. na princesa isabel.

4.Peu, lima, onde morei em vário slocais(lá so tinha a mochila e poucas roupas comigo)

5.lavras(qdo vim do peru)

6. antonio parreiras.

7.mariante.

8. antonio parreiras.

9. quintino

10,centro

11. perpetua teles,

12. lavras

13. aqui neste novo endereço( secreto, so a ABIN SABE)

minha neta fez oito anos dom dia 8. nem liguei, tou sem fone. mudança é f...

* como atrapalha o dia a dia da gente.

* a lu ou ju, não sei bem ainda, aki do pre´dio novo me disse que nunca se mudou na vida. ficou na casa dela na vila jardim.

* moro há 25 anos lá, me disse. e ela já pegou um biquinho aqui.

* o povo vai levando assim, se vira(OC)

seo antonio foi uma mão na roda pra minha mudança. principalmente pras coisas chatas, como limpeza de cx de gordura do ex ape.

nunca imaginei que neste ano iria me mudar. se conseguiria. tava muito farto de mudanças.

não houve outro jeito.

realmente nunca consigo planejar nada. o destino muda tudo....

bom agora vou na CEEE pedir o desligamento, depois descansar um pouco minha cabeça...

 

glamouroso

vim morar num predio glamouroso bem como gosto. tão fazendo um filme aqui. são quatro guris e uma guria,acho que ela é a atriz.lá pelo meio da manhã um dos obrreiros que consertam o telhado me pediu se tinha terminado o filme. pq tinham pedido pra parar a bateção. é que tavam filme.

me lembrei daquele bairro CORTINA DAMPEZZO EM ROMA, ONDE FOMOS PARAR NUMA NOITE DE DOMINGO, por uma indicação da avani.

 

prez laurinho da venancio....

aindo tou so no cel. tu não liga pra não gastar. tu é muito sovina.....economico, bem que fazes.

mas oe estragos com o cano que molhou meus livros foi grande. agora espero secar tudo. vai demorar. com certeza.

tu nem imagina o que é uma mudança. e isto qu eeu fiquei no mesmo bairro, ao lado de onde tava.

entorna a cabeça da gente, tudo não se acha nada....

ee todo o esforço que eu e a silvia fizemos trazendo os livros em caixas e de carro. tudo por nad.a bem que o guri disse que sal grosso é azar.

mas eu não temo o azar. bola pra frente.(OC)

 

Gabola

laurinho. inveja eu aprendi e dar um p....e nemligar...como diz o parachoque do caminhão. não inveje, trabalhe...olhe os guris da mudança, que guris de valor(OC)

Enviada: Terça-feira, 10 de Novembro de 2015 11:40

Tu te garganteia muito. Isso gera inveja. Olho grande. Daí vem estes "incidentes", tipo molhar os livros. Ñ é de graça. E tu bota a culpa no sal... Custei a me dar conta de que isso de falar de si, dos próprios sucessos, mesmo q minúsculos, gera mal-estar em muita gente. Aprendi q se tem de esperar o elogio, se é q vem algum, em x de cantar vantagem. ??????????

 

Gabola

do laurinho que de sal grosso entende tudo kkkk(OC)

Enviada: Terça-feira, 10 de Novembro de 2015 12:20

e ñ esquece: "o homem q diz SOU ñ é, pq quem é mesmo é ñ sou. o homem q diz tou ñ tã, pq ninguém tá qdo quer".

 

memorias peruanas



este é o grilo, como o chamavam os que viajaram nele nos anos 70 do rio pro peru.

quem me deu a foto foi anara molina davila, que depois trocou de nome.

virou nara não sei do que porque adotou o do marido. estas mulhres são assim. ultra feministas e qdo casam adotam o nome do marido. mas traedicionais que os chaves barcellos.

uma que adotou o nome do marido foi a bebel, que era braga e virou callage. bom cada um faz o que quer de sua vida.

mas o grilo viajou com os malucos e ficou pelo peru mesmo.

num livro de memorias que tenho vou contar o que a nara me contou sobre esta truope.
eu não andei nele. nem conheci.(OC)

 

Coleguinhas

Uma colega foi deixar seu slivros numa banca do Mercado Publico.

me comentou depois que achou o dono interessante. se deu bem com ele.

ele arrastou a asa pra ti, perguntei.
- não, eu que arrastei pra ele, me disse.

agora tá assim.....

as veinhas não tão perdendo tempo.kkkkk

 

Papagaios

a justiça já teria mandado tirar os papagaios da bienal, q estao em condições de maus-tratos pelo estresse e exibição pública.

 

temporal em sb

De: letier12
Enviada: Terça-feira, 10 de Novembro de 2015 06:29

Temporal e ventania aqui, desde as 4 da manhã

 

Cinema

O POETA FEDERAL E O POETA MUNICIPAL

por Eron Duarte Fagundes

O último poema (2015), documentário de Mirela Kruel, apresenta a relação epistolar entre Carlos Drummond de Andrade, o conceituado poeta brasileiro, e uma professora primária, também poeta, Helena Maria Balbinot, de Guaporé, na serra gaúcha. As cartas trocadas entre Carlos e Helena Maria são datadas dos anos 70 e 80. A professora, hoje uma senhora de idade, dá seus depoimentos quase que o tempo inteiro sentada numa cadeira diante da câmara e da diretora, como num documentário (dos recentes) de Eduardo Coutinho. A câmara percorre algumas imagens dos manuscritos das cartas enviadas por Drummond. A encenação reconstitui alguma coisa daquele momento de intimidade verbal entre Helena e Carlos, utilizando intérpretes. Há sequências no Rio, onde Drummond viveu. Mirela chega a filmar a famosa estátua de Drummond em Copacabana, no calçadão. E vai concluir tudo, diante do mar, com a recitação do impecável poema “E agora, José?”. As relações simples entre o grande e o pequeno, a grandeza admirativa de Helena Maria, as pequenas palavras do poeta para sua amiga gaúcha desconhecida que agora o cinema pode eternizar, são o centro e a nervura deste belo filme, que nos serve a repensar Drummond dentro do século XXI e, como vemos enfim, repensar numa figura como Helena Maria.

 

de São Borja

De: letier12
Enviada: Terça-feira, 10 de Novembro de 2015 09:09

Porra!!!
Te dou a cobertura completa de fotos do Cristovam e tu reclama ainda...

Letier Vivian
São Borja/RS

 

do DiretodePortoAlegre.blogspot.com

Foto: Marcio de Almeida Bueno

trabalho infantil à luz do dia: dois adultos vendem bebida enquanto duas crianças recolhem latas, sendo a menina de pés descalços.
se alguém tentou denunciar situações desse tipo, já sabe a resposta-padrão que o burocrata de plantão dá ao cidadão...

 

Crônica

Esta crônica recebeu o primeiro lugar no concurso literário bienal e aberto da Academia Literária do Vale do Taquari em 2015, na categoria Crônicas Históricas, entre mais de 500 competidores e fará parte do livro a ser editado pela ALIVAT, juntamente com os demais 20 ganhadores.

CRIME BÁRBARO EM LAJEADO

por LEANDRO LAMPERT, Historiador

O ano velho chegava ao fim em 1909 e um novo despontava. Lajeado era uma vila pacata e dava os primeiros passos rumo ao desenvolvimento. Ainda não tinha luz elétrica e cinquenta lampiões em postes faziam débil tentativa de iluminar as noites. Não havia água encanada, ruas calçadas, pontes ou estradas. O rio Taquari era básico no transporte fluvial de pessoas ou cargas. O prefeito eleito, João Batista de Mello, e o Major da Guarda Nacional Nicolau Petry, delegado de Polícia eram as autoridades locais. Verbas escassas e quase nenhuma criminalidade. Uma ou outra briga, fruto de um pileque, no dia seguinte já esquecida.
Os festejos de Natal já haviam passado. O ano novo deveria ser saudado dentro das tradições habituais, com parentes e amigos. Os moradores de Lajeado, na grande maioria, eram descendentes de alemães e mais da metade deles era de confissão luterana.
O hoteleiro Fernando Froelich convidara Carlos Alberto Schüller, compadre de seu filho Julius e família para o jantar de réveillon e em conjunto aguardarem o momento da entrada do ano novo. Seu hotel ficava junto à Praça da Matriz, na esquina da Borges de Medeiros com a Bento Gonçalves.
Carlos Alberto era Secretário da Fazenda municipal, pessoa benquista na comunidade e que foi um dos sócios fundadores do mais que centenário Clube dos Quinze, sociedade e clube de bolão local, ainda com plena atuação.
Ao chegarem, os convidados se depararam com a bandeira alemã hasteada num pequeno mastro, à porta da entrada do hotel, e com o calor da recepção recebida da família dos seus compadres. Alegria e confraternização geral.
Lá pelas tantas e depois de umas e outras os dois compadres já embriagados, iniciaram uma discussão que logo foi se azedando. O motivo, a bandeira alemã no portal do hotel. Carlos Alberto preferia que a bandeira fosse a brasileira. Os ânimos se exaltaram e chegaram às vias de fato. Carlos Alberto Schüller, enraivecido e num gesto completamente imprevisto, saca de um revólver e atira no peito do Julius Froelich, matando-o à queima roupa – Um médico – Chamem a polícia – e o criminoso, apavorado com o que cometera, chora convulsivamente abraçado ao corpo do falecido, pedindo perdão. As famílias, arrasadas. Consternação geral em Lajeado.
O que fazer? Tratou de fugir do local e desvairado, vagou pelas ruas da vila até lembrar-se que tinha um amigo que certamente lhe daria o amparo de que necessitava. Seu nome, Leopoldo Lampert, meu avô, morador das redondezas. Era casado com Joaquina Ramos Schroeder e tinha dois filhos – Mário e Zaira, de 8 e 7 anos respectivamente. Altas horas da madrugada acordou-o, relatou o que havia cometido e pediu abrigo, logo concedido. Meu avô contou-me esta história.
O crime, inominável, seria severamente punido com longa estadia em cadeia. A solução habitual era a fuga para o Uruguai, que na época não mantinha convênio de extradição com o Brasil. Avisada a esposa, tratativas em curso para obter dinheiro para a fuga e estadia no país vizinho até que se encontrasse atividade econômica que o sustentasse e até que a família se mudasse para a vila de Rivera, vizinha de Santana do Livramento, distante cerca de 350 km de Lajeado.
Depois de vários dias, a polícia desistiu de encontrá-lo. Numa noite, Carlos Alberto e meu avô, a cavalo, iniciaram a longa viagem para o Uruguai. Viajaram somente à noite até ultrapassarem Santa Cruz do Sul. Acampavam nos matos. Depois, prosseguiram à luz do dia. O rio Jacui foi atravessado numa canoa com os arreios e os cavalos, seguros pelas rédeas, nadando.
Chegados a Rivera, logo encontraram local de moradia e efetuaram os primeiros gastos com móveis e utensílios que deixassem a casa alugada habitável, aguardando os demais membros da família que mais tarde chegariam.
Instalado o fugitivo, meu avô Leopoldo, sozinho, iniciou a viagem de retorno para Lajeado, trazendo de volta o outro cavalo. Chegou quase dois meses depois de ter partido com seu protegido. Não sei se algum dia ainda se encontraram.
A palavra amigo talvez tivesse um sentido mais amplo do que é utilizado hoje em dia. Não se recusavam favores aos que dele necessitavam, mesmo nas mais adversas circunstâncias.
Trinta e sete anos depois, em janeiro de 1948, minha irmã Leonor, e já casada com Carlos Pereira Marques, visitariam a avó e tios do marido em Dom Pedrito durante as férias de verão. Leonor estava esperando a chegada de sua primogênita Heloisa Helena.
Eu trabalhava na ACIL, tinha 15 dias de férias vencidas e fui convidado para ir junto. Só quando sugeriram que eu, se quisesse, poderia ir sozinho a Livramento e Rivera, concordei em ir. A aventura de conhecer a região da fronteira sul aos 17 anos, sair do Brasil e entrar no Uruguai, viajando de ônibus a Santa Cruz do Sul e de lá por trem até Dom Pedrito era convidativa.
Meu avô Leopoldo, viúvo, morava com meus pais e netos em Lajeado e informado que eu iria à Livramento, tornou-me portador de correspondência para Jaime Schüller, despachante aduaneiro em Livramento, filho de seu amigo que já havia falecido. Partimos.
Ficamos dois dias em Dom Pedrito e mais cinco na propriedade rural da família, situada perto de uma estação de trem em Leões. Tomei o trem para Livramento. Procurei o destinatário e entreguei-lhe a correspondência, recebendo calorosa acolhida da família que recordou, agradecida, a ajuda recebida e a amizade fraterna entre meu avô e Carlos Alberto Schüller. Depois de alguns dias retornei portador de correspondência destinada ao meu avô. Voltei para Lajeado de Maria Fumaça, com baldeação em Cacequi e até Santa Cruz do Sul. Depois, em ônibus até Lajeado. Viajei um dia inteiro.
Em 2015, cento e cinco anos depois do crime, escrevi esta crônica para que uma história verídica se perpetue nos arquivos e na memória. Uma tragédia humana e um gesto de solidariedade de amigo num momento de extrema desgraça.

 

Escolas e bibliotecas ganham, na Feira do Livro,publicação sobre preservação ambiental

A Braskem, patrocinadora da Feira do Livro de Porto Alegre, convida diretores de escolas e bibliotecários em geral a participarem, da apresentação e distribuição de 100 exemplares do livro "Habitantes da Estação Ambiental Braskem - 25 anos de pesquisa", que ocorre nesta sexta-feira (13/11), às 15h30, na Sala Leste do Santander Cultural. Interessados devem se inscrever pelo e-mail visitacaoescolar@camaradolivro.com.br, colocando o nome completo, o nome da escola ou da biblioteca.

A obra, que será oferecida para a plateia, registra os resultados obtidos, desde 1989, pelo monitoramento contínuo da Fundação Zoobotânica - FZB na região do Polo Petroquímico de Triunfo. Lançado na edição passada da Feira do Livro, a publicação mostra mais de 400 fotos das espécies de plantas e de animais, retiradas do catálogo com cerca de três mil espécies, sendo 1.426 exemplares da flora e 1.623 da fauna. "Habitantes da Estação Ambiental Braskem - 25 anos de pesquisa" tem servido de fonte de pesquisa e apoio ao ensino, recebendo elogios de bibliotecas.

-"A Biblioteca Monteiro Lobato agradece a doação do belíssimo livro 'Habitantes da estação ambiental Braskem – 25 anos de pesquisa' que fará parte de nosso acervo contribuindo muito com as pesquisas de nossos alunos". – Escreveu a bibliotecária Claudia Koch Young para a Braskem.

Atualmente, o cinturão verde inspecionado pelo FZB recebe estudantes de todo o estado em visitas guiadas que promovem educação ambiental em meio à mata nativa. No centro de visitantes, estão instalados o Museu de Ciências Naturais, a Sala do Plástico Verde e um espaço de atividades lúdicas.

Daniel Fleischer, executivo de Relações Internacionais da Braskem, afirma que a Estação Ambiental e o livro comprovam a convivência em harmonia entre as indústrias químicas do Polo Petroquímico de Triunfo e o ambiente.

- "No início dos anos 80, havia boatos dando conta de que o Polo Petroquímico causaria muitos impactos ambientais. E o que se vê é que este importante gerador de riqueza e divisas para o nosso estado não polui em nada o ambiente. Se o RS já está com dificuldades econômicas, imagine se não tivéssemos as empresas do Polo Petroquímico que geram cerca de R$ 600 milhões/ano, somente em ICMS". – Resume Fleischer.

 

Sindilojas Porto Alegre, Sindha e CDL POA lançam nova edição do Brilha Porto Alegre



Lançamento com coletiva para a imprensa será no dia 11 de novembro, às 10h30, no Auditório do Nós Coworking - Av. Cristóvão Colombo, 545 Prédio 2 - 5°andar - Alameda dos Escritores – Shopping Total.
Na ocasião serão reveladas as atrações deste ano, que prometem transformar a capital gaúcha e trazer muitos momentos emocionantes.

Os gaúchos podem se preparar para um Natal diferente este ano. O Sindilojas Porto Alegre, a CDL POA e Sindha - Sindicato de Hospedagem e Alimentação de POA e Região - renovaram a parceria para a realização do Brilha Porto Alegre. E a imprensa e convidados conhecerão o cronograma oficial das atividades em primeira mão, no dia 11 de novembro, às 10h30, no Auditório do Nós Coworking.
Na ocasião, os presidentes Paulo Kruse (Sindilojas), Carlos Henrique Schmidt (SHPOA, representando Sindha) e Gustavo Schifino (CDL) irão revelar todas as atrações deste ano, que buscam resgatar o espírito natalino em Porto Alegre.

O Brilha Porto Alegre é uma realização do Sindha, CDL POA e Sindilojas Porto Alegre, com o apoio institucional da Prefeitura de Porto Alegre, apoio do Shopping Total e promoção do Grupo RBS.

Serviço:
Evento: Lançamento e coletiva do Brilha Porto Alegre 2015
Data: 11 de novembro – quarta-feira
Horário: 10h30
Local: Nós Coworking - Av. Cristóvão Colombo, 545 Prédio 2 - 5°andar - Alameda dos Escritores – Shopping Total.
Confirmar presença pelo camejo@camejo.com.br ou fone: 51 3346-4642.

 

Balanço dos primeiros 10 dias de Feira do Livro de Porto Alegre

Nestes primeiros dez dias da 61ª Feira do Livro de Porto Alegre foram comercializadas 209.814 publicações. O número é 7% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado.

"Atribuímos este aumento a uma combinação de fatores, como a grande diversidade de títulos presentes nas barracas, a qualidade do material encontrado e também aos preços ofertados ao leitor", afirmou o presidente da Câmara Rio-Grandense do Livro, Marco Cena.

Neste segundo final de semana, de acordo com os dados da Brigada Militar, cerca de 534 mil pessoas passaram pela Feira. O número é muito superior ao do final de semana anterior, no qual a Feira recebeu aproximadamente 320 mil visitantes.

A 61ª Feira do Livro de Porto Alegre termina no próximo domingo, 15/11. "A expectativa para esses últimos dias de Feira é muito positiva, a exemplo do que acontece historicamente. Esperamos que o público continue participando das atividades e prestigiando os expositores", ressaltou Cena.

 

PMDB PROMOVE SEMINÁRIO PARA DEBATER O ESTADO

Debater com todos os setores da sociedade, manter o diálogo e buscar soluções conjuntas para os problemas do Estado é compromisso do PMDB gaúcho. Seguindo essa premissa, a Juventude do partido, com apoio de todos os núcleos, realiza no próximo sábado, 14, o seminário “O Estado que temos – O Estado que Queremos”.

Serão palestrantes os secretários de Estado Carlos Búrigo (Geral de Governo) e Cristiano Tatsch (Planejamento e Desenvolvimento Regional).

Programação

8h30 – Credenciamento

9h – Palestra “O Novo modelo de gestão e governança do Governo do Rio Grande do Sul”

* Carlos Búrigo – Secretário-geral de Governo do Estado

10h – Espaço para manifestações e perguntas

10h30 – Palestra “O Futuro do Rio Grande e o caminho a ser percorrido”

* Cristiano Cristiano Tatsch – Secretário do Planejamento e Desenvolvimento Regional

11h30 – Espaço para manifestações e perguntas

12h – Encerramento com a presença de lideranças partidárias

 

Programação da Semana de Aniversário da FEE

A Fundação de Economia e Estatística (FEE) tem a honra de convidá-lo(a) para a Semana de Aniversário da FEE.

Debates FEE na Feira do Livro de POA: “Porto Alegre em perspectiva: alguns dados que desenham o perfil socioeconômico da capital gaúcha”

Palestrantes: Thomas Kang, Daiane Boelhouwer Menezes, Ana Júlia Possamai e Iracema Castelo Branco (pesquisadores da FEE)

Data: 10 de novembro de 2015

Hora: 17:00

Local: Sala Leste do Santander Cultural – Praça da Alfândega/Centro/POA

Painel FEE Especial: “Economia em perspectiva: contribuições de Ex-Presidentes da FEE”*

Palestrantes: Aod Cunha (Economista e Sócio do Banco BTG Pactual), Adalmir Antônio Marquetti (Economista e Professor da PUCRS) e Igor Alexandre Clemente de Morais (Presidente da FEE).

Data: 11 de novembro de 2015

Hora: 15:30

Local: Auditório da FEE

* Haverá certificado de participação.

 

de Serafina

Serafina Corrêa na Feira do Livro de Porto Alegre

Na sexta-feira, dia 06 de Novembro de 2015, aconteceu, no Armazém Literário da Corag – Companhia Riograndense de Artes Gráficas, um bate papo sobre o Talian, durante a 61ª Feira do Livro de Porto Alegre, que ocorre de 30 de Outubro a 15 de Novembro. Estavam presentes o Presidente da Corag, Vinicius Ribeiro, a Primeira Dama do Município de Serafina Corrêa, Maria Carmen Montanari Presotto, Secretários Municipais, demais convidados especiais e servidores. O bate papo foi mediado pelo Professor Aladir Ferro, com participação do Professor Darcy Loss Luzzatto e do Médico Roberto Mauro Arroque. O tema central foi a valorização do Talian, um idioma que merece o mais alto respeito de todos. Patrimônio Imaterial do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina que ajudou a escrever a história de progresso e desenvolvimento do Brasil. Na história de nosso País e, notadamente, na história do Sul do Brasil, o Talian está merecendo um capítulo à parte, pois foi ele que permitiu que esta região, dentre outras coisas, se comunicasse harmonicamente.

Ao findar o bate papo, o humorista Edgar Maróstica fez sua apresentação, além de Mayara Lazari De Oliveira, integrante do Projeto Cultural Os Canarinhos, acompanhada pelo Professor Adriano Nunes De Souza que encantou a todos com lindas músicas. Logo, seguiu-se um coquetel típico italiano que encerrou os trabalhos da noite. A Prefeitura de Serafina Corrêa, através das Secretarias de Assuntos Especiais de Governo, de Educação e de Cultura agradecem à CORAG pelo espaço, bem como aos convidados e participantes do Bate Papo no Armazém Literário, engrandecendo e difundindo nossa cultura, nossa história e nossas raízes.

 

Entidades italianas e comunicadores do Talian se reúnem em Bento

i no i ghena mia lori de far de far cuesta gente. solque cuesto??(OC)


Darcy loss luzzatto

No mês em que a Língua Talian comemora o seu primeiro ano de reconhecimento por parte do governo federal, entidades de preservação da cultura da imigração italiana e comunicadores que apresentam programas radiofônicos em Talian em diversas emissoras do país se reúnem neste final de semana em Bento Gonçalves, na Sala de Cinema da Fundação Casa das Artes. Società Italiana, Círcolo Vêneto, Famiglia Trentina di Santo Antão, Associação Trevisani nel Mondo e Comitato Vêneto do Rio Grande do Sul uniram-se à Federação das Associações Ítalo Brasileiras (FIBRA) e à Associação dos Difusores do Talian (ASSODITA) para realizarem em Bento Gonçalves o 19º Encontro dos Difusores do Talian e o V Fórum Nacional da Língua Talian. Entre a noite de sexta-feira e a manhã de domingo, serão apresentados diversos painéis e mesas redondas tratando dos temas em questão. Os escritores José Clemente Pozenato (autor do romance “O Quatrilho”) e Darcy Loss Luzzatto (autor do “Dicionário do Talian” entre outros), o arquiteto Julio Posenato e a pesquisadora Nedy Locatelli são algumas das atrações da programação.

No sábado à noite, o Círcolo Vêneto de Bento Gonçalves promove a “Seconda Note Vêneta”, jantar dançante que acontece no Salão da Sociedade Educativa Barracão. Neste encontro de confraternização, a FIBRA estará entregando o Mérito Talian a personalidades que têm se
destacado na preservação da cultura da imigração italiana. Após a elaboração da “Carta de Bento Gonçalves”, na manhã de domingo, almoço típico italiano no Salão da Comunidade da Linha Paulina encerra os eventos. Por: Ademir Antonio Bacca


10 de novembro de 2015

SAL GROSSO

BEM QUE O RAFAEL DA MUDANÇA ME DISSE QUE SAL GROSSO DERRAMADO É AZAR...
CHEGEUI EM CASA HJ AO MEIO E OUVI UMA CASCATA DEÁGUA. CORRI PRO BANHEIRO DA EMPREGADA. UM PILHA DE LIVROS TINHA CAIDO E ABERTO A TORNEIRA DO CHUVEIRO QUE SEM CHUVEIRO E SEM CANO DERRAMAVA KILOS DE ÁGUA ENCIMA DOS MEUS LIVROS.

AGORA É SECAR OS BICHOS....PQP

 

feira

o livro do lauro quadros tá vendendo bem.

livreiros não tão se queixando,não.

o fndi bom deve ter vendido muito livro na feria.

depois do negocio das água sfui ver todos os homens do presidente. terminou mai sde 9 hs da noite.

n tenho ido a feira. enchi os aco.

 

nem ai....

a profi carmem craidi se exibia:
- este aí é o pai do meus filhos....

ai o cara passa por ela, ela o cumprimenta e ele nem responde....

 

radical chic

a clo deu aquele discurso depois dos que falram oficialmente no neg das agúas no dom...

parecia a radical chic, aliás tava num verdinho legal(isto aki virou o rede social kkkkk)

 

Filmes

Agora tem filmes bons na Sala Redenção. Eu vou ver "O Processo" de Orson Wells, claro.

 

Balada segura

o seo antonio,zel do predio do laurinho da venancio e que tá me ajudando na mudança é que qu e é azarado...pegou a BALADA SEGURA levando a sogra pra atendimento de alzheimer.

* ficou o carro dele retido pq tinha doc vencidos.

BALADA SEGURA cruel esta. não perdoam nem quem tá levando a sogra pra atendimento,surto de alzheimer. cruz credo.

QUEM TEM HORROR DA BALADA SEGURA E O LULU DA CEASA. TEM HORROR MESMO. ELE SO SAI DE TAXI. E QDO VAI DECARRO EVITA O PARCÃO PQ SABEM QUE ELES GOSTAM DESTE LOCAL.

 

Correção

Enviada: Segunda-feira, 9 de Novembro de 2015

Interessantes, interessantes, as histórias sobre JUC, mudança de ap e textos com gancho na feira do livro.

Bons textos: o da mudanca e os da JUC.

 

Convite: sessão de autógrafos do livro de Nikão Duarte na Feira

 

19a Parada Livre de Porto Alegre

Fotos: Marcio de Almeida Bueno

 

do Comunique-se

Fora da Veja, Joice Hasselmann garante ter criado projeto audiovisual

A jornalista Joice Hasselmann não integra mais a equipe da Veja. Fora do veículo de comunicação mantido pela Editora Abril, ela usou a página que mantém do Facebook para falar sobre o assunto. No texto publicado na rede social, a profissional se coloca como a idealizadora da ‘TVeja’ e garante ter criado do zero o projeto audiovisual mantido pela revista.

“Sim, não faço mais parte de Veja. O ciclo se encerrou. É hora de projeto novo. Tenho muito carinho por ‘TVeja’, a primeira TV com grande fixa na internet, que tive a honra de criar, de pensar, de batizar os programas, de desenvolver o slogan, de adaptar o estúdio, enfim, de carregar esse piano por muito tempo com um pequeno e competente time de colunistas, que rapidamente se engajaram no projeto”, afirma a jornalista.

A saída de Joice da Veja acontece um ano e três meses depois de ela chegar à redação com a função de ser a apresentadora principal do núcleo de vídeos disponibilizados na Veja.com. No início dos trabalhos na marca da Abril, comandou discussões sobre as eleições de 2014, entrevistou candidatos e analisou pontos sobre o pleito do ano passado. Passado o período eleitoral, esteve à frente de programas diversificados, como o ‘Aqui Entre Nós’ (em que recebia algum colunista da própria Veja), o ‘Belo e a Fera’ (atração semanal com Marcelo Madureira) e o ‘Bons de Garfo’ (tendo a presença de chefs convidados).


Joice Hasselmann em imagem de divulgação do lançamento
da 'TVeja'. Jornalista deixa projeto depois de 15 meses

Demitida?
Ao falar publicamente da descontinuação de seu trabalho na Veja, Joice Hasselmann criticou o que seria “muita desinformação sobre o assunto”. Desde a noite de sexta-feira, 6, sites como Brasil 247 e Diário do Centro do Mundo garantiram que a jornalista foi demitida. Em seu post no Facebook, a profissional, entretanto, não explicou se a decisão de sair da ‘TVeja’ foi dela ou da direção do veículo. Até o momento, a Editora Abril não comentou o assunto de forma oficial.

“Agora, no momento das maiores crises que o país enfrenta (ética, econômica e política) é preciso ir além. É preciso dar um passo maior. É preciso interagir mais com os milhares de seguidores que me acompanham, com meu público e tratar de novos temas, com mais profundidade e mantendo a espinha ereta e o coração tranquilo”, escreveu Joice sem detalhar como funcionará seu novo projeto profissional.

Plágio
No momento em que foi contratada pela Veja, a comunicadora atuava na internet, sendo a editora do Blog da Joice, página focada em assuntos relacionados à política paranaense. Devido a esse trabalho, ela foi acusada de plágio pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná. Segundo a entidade, ela teria sido responsável por plagiar 65 textos de “diversos veículos” em junho e julho do ano passado. Sobre o caso, em contato com a reportagem do Portal Comunique-se, a jornalista afirmou ser alvo de uma ação que era “pura canalhice”.

O fim da relação da jornalista com a ‘TVeja’ acontece oito meses depois de o diretor de redação da Veja.com, Carlos Graieb dizer que o trabalho dela era um “sucesso todo”. Antes de se mudar para São Paulo para ser a apresentadora do projeto audiovisual, Joice passou por emissoras de rádio e televisão de Curitiba, somando experiências como apresentadora na BandNews FM, na Rede Massa (afiliada do SBT) e na RIC TV (afiliada da Record).

 

O Globo admite equívoco depois de um mês e pede desculpas a Lula

Há quase um mês, precisamente no segundo domingo de outubro, o jornalista Lauro Jardim estreou como colunista de O Globo. No texto inaugural, o profissional destacou que o lobista Fernando Baiano teria declarado em delação premiada da Operação Lavo Jato que chegou a pagar contas do filho do ex-presidente Lula, Fábio Luís Lula da Silva. A informação foi divulgada como exclusiva e rendeu manchete da edição impressa do diário carioca no último dia 11. A publicação, entretanto, admitiu o erro.

A admissão do equívoco cometido no mês passado foi feito na 1ª página do jornal que circulou nas bancas neste domingo, 8, com pedido de desculpas completo publicado no espaço editado por Jardim – com direito a reprodução no blog comandado por ele na internet. “O Globo errou [...] ao dizer que Baiano afirmara ter dado R$ 2 milhões para pagar contas de Lulinha [como o filho do petista é conhecido]”, afirma o veículo. “Na verdade, Baiano não citou o nome e disse que o também lobista e pecuarista José Carlos Bumlai é que pediu dinheiro alegando que seria para uma nora de Lula”, informa trecho da errata.

Depois de aparecer como destaque na estreia do ex-colunista da Veja em O Globo, Lulinha negou o conteúdo publicado pelo veículo de comunicação e, por meio de seus advogados, criticou a postura da publicação e do jornalista. “De forma sistematizada, põe-se em pé uma operação jornalística que, a cada dia, coloca na mira de suas manchetes o personagem da vez, eleito alvo da ofensa”, chegou a dizer a defesa do filho do ex-presidente. Agora, com o erro admitido, a coluna de Lauro Jardim pediu desculpas a Fábio Luis, a Lula e aos familiares do político.

Confira a íntegra da “correção” publicada pela coluna de Lauro de Jardim em O Globo:
Fábio Luis Lula da Silva, o Lulinha, não foi citado na delação premiada de Fernando Baiano, o lobista preso na Lava-Jato. A coluna errou ao publicar essa informação no dia 11 de outubro. No texto, afirmou-se que constava da delação de Baiano um relato em que ele dizia ter gastado R$ 2 milhões para pagar despesas pessoais de Lulinha. Baiano não mencionou Lulinha e, pelo nome, não apontou qualquer familiar de Lula como beneficiário de dinheiro desviado da Petrobras. Ele citou uma “nora de Lula”. Segundo o depoimento, José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente, o procurou pedindo recursos para quitar despesas com um apartamento de uma nora de Lula – o ex-presidente tem quatro noras. Baiano disse ter dado R$ 2 milhões a Bumlai. A coluna pede desculpas a Fábio Luis, a Lula e aos seus familiares pelo erro.


Estreia de Lauro Jardim foi manchete do jornal da Infoglobo (Imagem: Divulgação)

 

LIVRO NARRA A TRAJETÓRIA DO EMPREENDEDOR ZILDO DE MARCHI

O presidente do Sindiatacadistas, Zildo De Marchi, lançará nesta quarta-feira (11), durante sessão de autógrafos, às 17h, na Livraria Cultura do Bourbon Shopping Country (Av. Túlio de Rose, 80 – Piso 2 – Loja 302) o livro Barriga no balcão, olhos no mundo! História e vida de um empreendedor.
A obra traça a trajetória de Zildo De Marchi como empreendedor do comércio e da indústria do Rio Grande do Sul a frente de empresas como a Uniagro e Lacesa, bem como de líder classista, na condição de fundador do Sindiatacadistas e do Sindicato da Indústria do Leite do RS.
Relata, igualmente, sua participação ativa na implantação da Federação do Comércio de Bens e Serviços do Estado (Fecomércio-RS) da qual viria a ser presidente.
Como diz o empresário Paulo D’Arrigo Vellinho, no prefácio do livro: “Servir sem servir-se, empreendendo e doando-se com idealismo à atividade associativa, Zildo é um dos raros exemplos de alguém capaz de escrever uma história de sucesso respeitando sempre os valores éticos e morais, patrimônio de um cidadão”.
OBS.: MAIORES INFORMAÇÕES COM A ASSESSORIA DE IMPRENSA DO SINDIATACADISTAS – TELEFONES (51) 3228.7270/3228.7261 OU E-MAIL todtcom@terra.com.br

 

ATIVISTAS PROTESTAM CONTRA EXPOSIÇÃO DE PAPAGAIOS EM OBRA DA BIENAL

estes ativistasn tem o que fazer??com todo or espeito..(OC)



Durante 2 horas deste sábado, 7, ativistas ficaram diante da obra “Tropicália”, de Hélio Oiticica (1937 - 1980), instalada no térreo da Usina do Gasômetro, em protesto à exposição de dois papagaios-verdadeiros (Amazona aestiva) em um viveiro.
O objetivo do ato pacífico foi chamar a atenção do público que visitava a 10ª Bienal do Mercosul para a exploração destes animais, comprados como pets. “Além de serem vítimas do tráfico, a exibição das aves como arte não é educativa, principalmente para as crianças, que vão ver os pássaros enjaulados, não voando livres na natureza”, explicou a jornalista Gelcira Teles.
Originalmente, a obra de 1967, um labirinto “penetrável”, com arquitetura semelhante às favelas e palafitas, e plantas tropicais características, tinha araras. “Se é uma remontagem, poderiam ter usado bichos de pelúcia ou de outro material”, avaliou o artista plástico Juan Curvalán.
Os visitantes apoiaram o protesto, registrando fotos, conversando e até abraçando os ativistas. Um estudante de biologia sugeriu que as aves sejam encaminhadas a um Cetas (Centro de Triagem de Animais Silvestres) para reabilitação.

Papagaiada
Desde a abertura da Bienal, em 23/10, defensores dos animais e ambientalistas têm mostrado sua discordância com a exposição dos pássaros. No dia 2, a vereadora Lourdes Sprenger ingressou com processo cautelar na 3ª Vara Civil do Foro Central, para que a Bienal retirasse os papagaios. E no dia 3, registrou protocolo para que a Seda (Secretaria Especial dos Direitos Animais) cumprisse o art. 45 da Lei Complementar 694/2012, que proíbe “a exibição de animais silvestres ou exóticos em vias públicas, bem como utilização deles em apresentações artísticas de diversão pública”. Lourdes lembra que há um precedente legal para a retirada dos animais. Em 2010, a Justiça do Rio de Janeiro acatou uma ação da prefeitura da capital fluminense com o argumento de que “a mera exposição dos animais revela-se inadequada, porquanto o meio escolhido impinge sofrimento aos animais, uma vez que permanecerão expostos em ambiente hostil, dada a grande circulação de pessoas no local”.
Atendendo ao pedido da parlamentar, na sexta-feira, 6, agentes da Seda entregaram intimação à Fundação Bienal do Mercosul, estabelecendo o prazo de 12 horas para a retirada das aves. Tendo se esgotado o prazo, durante todo o ato os papagaios permaneceram lá, com intensa movimentação de público, e enquanto do lado de fora da Usina ocorriam shows de rock.
“Embora a exposição seja autorizada e os papagaios sejam provenientes de criadouro legalizado pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), a lei municipal proíbe e deve prevalecer para beneficio dos animais”, finalizou Gelcira.
A 10ª Bienal do Mercosul segue até 6 de dezembro.

 

Lei de combate ao bullying entrará em vigor em 90 dias

Foto: Evandro Oliveira

A lei que institui o programa de combate ao bullying foi publicada nesta segunda-feira (9), no Diário Oficial da União (DOU), e deverá entrar em vigor no prazo de 90 dias, ou seja, já no próximo ano letivo. O objetivo é prevenir e combater a prática de bullying em todo o país, especialmente nas escolas.

A norma considera bullying "todo ato de violência física ou psicológica, intencional e repetitivo que ocorre sem motivação evidente, praticado por indivíduo ou grupo, contra uma ou mais pessoas com o objetivo de intimidá-la ou agredi-la, causando dor e angústia à vítima, em uma relação de desequilíbrio de poder entre as partes envolvidas".

O autor do projeto é o atual Secretário da Educação do RS, Vieira da Cunha. A proposta (PL 5369/2009) foi elaborada quando ele exercia o mandato de deputado federal, em 2009.

“Espero que as escolas de todo o país incluam no seu planejamento ações que visem ao cumprimento da nova legislação. É muito importante que haja a capacitação de professores, a fim de que as escolas tenham profissionais que saibam lidar com o assunto”, salientou Vieira. Para ele, o trabalho de prevenção resultará em “um ambiente de respeito, paz e boa convivência, contribuindo para a diminuição da evasão, da repetência e para a melhoria da qualidade do ensino no Brasil", afirma Vieira.

ATRIBUIÇÕES

A nova lei estabelece que é dever do estabelecimento de ensino, dos clubes e das agremiações recreativas assegurar medidas de conscientização, prevenção, combate à violência e à intimidação sistemática. Entre os objetivos estão “promover a cidadania, a capacidade empática e o respeito a terceiros, nos marcos de uma cultura de paz e tolerância mútua" e "evitar, tanto quanto possível, a punição dos agressores, privilegiando mecanismos e instrumentos alternativos que promovam a efetiva responsabilização e a mudança de comportamento hostil".

Também há na lei menção ao cyberbullying, pelo qual são usados os instrumentos da internet "para depreciar, incitar a violência, adulterar fotos e dados pessoais com o intuito de criar meios de constrangimento psicossocial".

 

Estudantes do 2º Ano do Ensino Fundamental escrevem livro sobre como tornar o mundo melhor

A obra, que contém as ideias de 58 estudantes do Colégio Santa Inês, será lançada na terça-feira, 10/11, na Feira do Livro de Porto Alegre

Economizar água, separar e diminuir o lixo, cuidar do meio ambiente e das pessoas que convivem conosco. São ações simples, que, se todos fizessem, tornariam o mundo melhor, segundo a visão de estudantes do 2º ano do Ensino Fundamental do Colégio Santa Inês, crianças com idade entre 7 e 8 anos, que escreveram um livro com histórias a respeito do futuro e com a suas visões do que fazer para construir um país diferente. A obra Pequenos Inventores de Histórias será lançada na 61ª Feira do Livro de Porto Alegre, na terça-feira, 10/11, com sessão de autógrafo desses 58 novos pensadores às 14h, no térreo do Memorial do RS. Capa Pequenos Inventores-01 web
De acordo com a diretora do colégio, Irmã Celassi Dalpiaz, o projeto visa desenvolver, com os estudantes, a ideia de que é preciso ser pró-ativo para construir uma realidade diferente. "Queremos que as crianças entendam de forma clara e simples questões sérias como sustentabilidade", explica. Além disso, o trabalho incentiva a leitura e a escrita dos pequenos, desenvolvendo também a criatividade. "Devemos estimular a escrita de nossas crianças, pois, antes do trabalho intelectual e cognitivo com as letras, há a organização do pensamento de quem escreve; antes disso, há as escolhas que o sujeito faz no dia a dia".
Em histórias de "faz de conta", alguns estudantes retrataram o encantamento próprio com super-heróis, princesas, piratas, fadas, dragões e avatares; em outros contos, as crianças mostram também a importância da família na sociedade, como pilar essencial na vida do ser humano.

 

Sindilojas Porto Alegre, Sindha e CDL POA lançam nova edição do Brilha Porto Alegre

Lançamento com coletiva para a imprensa será no dia 11 de novembro, às 10h30, no Auditório do Nós Coworking - Av. Cristóvão Colombo, 545 Prédio 2 - 5°andar - Alameda dos Escritores – Shopping Total.
Na ocasião serão reveladas as atrações deste ano, que prometem transformar a capital gaúcha e trazer muitos momentos emocionantes.

Os gaúchos podem se preparar para um Natal diferente este ano. O Sindilojas Porto Alegre, a CDL POA e Sindha - Sindicato de Hospedagem e Alimentação de POA e Região - renovaram a parceria para a realização do Brilha Porto Alegre. E a imprensa e convidados conhecerão o cronograma oficial das atividades em primeira mão, no dia 11 de novembro, às 10h30, no Auditório do Nós Coworking.
Na ocasião, os presidentes Paulo Kruse (Sindilojas), Carlos Henrique Schmidt (SHPOA, representando Sindha) e Gustavo Schifino (CDL) irão revelar todas as atrações deste ano, que buscam resgatar o espírito natalino em Porto Alegre.

O Brilha Porto Alegre é uma realização do Sindha, CDL POA e Sindilojas Porto Alegre, com o apoio institucional da Prefeitura de Porto Alegre, apoio do Shopping Total e promoção do Grupo RBS.

Serviço:
Evento: Lançamento e coletiva do Brilha Porto Alegre 2015
Data: 11 de novembro – quarta-feira
Horário: 10h30
Local: Nós Coworking - Av. Cristóvão Colombo, 545 Prédio 2 - 5°andar - Alameda dos Escritores – Shopping Total.
Confirmar presença pelo camejo@camejo.com.br ou fone: 51 3346-4642.

 

Secretário Gerson Burmann acompanha caminhada pelo Morro Santa Teresa

O Secretário de Estado de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann, participou neste final de semana, da caminhada orientada pelo Morro Santa Teresa, localizado no município de Porto Alegre.

A décima segunda edição da Caminhada no Morro Santa Teresa, promovido pelo movimento em defesa do morro tem como proposta apresentar à sociedade gaúcha a realidade das famílias que residem no morro, os campos remanescentes do bioma pampa, a mata nativa, a saibreira e a vista vislumbrante da cidade, da orla e do Rio Guaíba, em uma visita guiada pelas lideranças comunitárias do complexo.

A caminhada deste sábado teve início por volta das 10h, no Belvedere Ruy Ramos, reunindo mais de cinqüenta participantes, percorrendo a Vila União, a área do Campo Grande, Vila Ecológica, Vila Gaúcha e Padre Cacique.

O Secretário Gerson Burmann classificou a regularização fundiária do Morro Santa Teresa como uma das prioridades da secretaria. “A regularização fundiária do Morro Santa Teresa é de fato, uma pauta muito importante para a Secretaria de Obras. Hoje conhecemos um pouco mais da realidade e das dificuldades que as famílias que residem nas Vilas Gaúcha, Figueira, União, Ecológica e Padre Cacique enfrentam diariamente. Nosso objetivo é promover a regularização fundiária do Morro Santa Teresa, garantindo também a preservação cultural da região e do meio ambiente. Os moradores já possuem o direito de habitação, mas ainda é preciso a regularização das áreas, dessa forma estamos trabalhando de forma conjunta com as organizações públicas, entidades e a comunidade em busca de um desfecho final para essa situação”, destacou Burmann

De acordo com o Coordenador do Movimento, Vinícius Galeazzi a iniciativa é uma forma de sensibilizar e apresentar a realidade das famílias que residem no Morro Santa Teresa. “Hoje chegamos à décima segunda edição da caminhada do Morro Santa Teresa, tendo a satisfação de contar com a presença do Secretário Estadual de Obras, Gerson Burmann. Esse passeio tem como objetivo mostrar e apresentar as belezas dessa área, assim como dar visibilidade as carências que as comunidades daqui enfrentam diariamente, nas áreas de saneamento e iluminação pública” destacou o coordenador.

Burmann afirmou que o governo do Estado é parceiro nessa causa, destacando que a criação do grupo de trabalho, reunindo representantes dos órgãos públicos e da comunidade, é uma das ferramentas para debater e buscar as soluções necessárias para a regularização da área. Ainda de acordo com o secretário, a primeira etapa é concluir o projeto de regularização, a tarefa não é simples, existem limitações financeiras, assim como dificuldades em promover a melhoria da infraestrutura local.
Participaram da caminhada a Chefe de Gabinete da SOP, Adenir de Fátima Jahn, o Diretor de Habitação, Eduardo Fiorin, a Diretora do Departamento de Regularização Fundiária, Lisiane Manassi Gomes, o diretor adjunto de habitação, André Fortes, o secretário municipal de Direitos Humanos, Luciano Marcantônio, líderanças comunitárias e público em geral.

 

Deputado federal Osmar Terra visita a FEPPS

A presidente da Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde (FEPPS), Neusa Kempfer, recebeu nesta segunda-feira, dia 9, o deputado federal Osmar Terra. Ele visitou as instalações do Centro de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CDCT). Esteve nos laboratórios, que ajudou a implementar quando foi secretário estadual da Saúde, onde são realizados os serviços de identificação de paternidade, através de um convênio com o Tribunal de Justiça do Estado, para toda a população gaúcha, e que fazem os testes genéticos do pezinho, identificando anemias falciforme, fibrose cística, talassema alfa e beta, deficiência de biotinidade e hiperplasia adrenal congênita. O deputado também vistou o laboratório de pesquisa que desenvolveu o primeiro método de diagnóstico nacional de tuberculose, entre outros produtos e diagnósticos em tuberculose, HIV, hepatites - doenças genéticas e infecciosas, onde pode verificar os avanços alcançados pela equipe de pesquisadores.

Responsável por estudar e propor mudanças na legislação sobre drogas, o deputado recebeu relatório com dados sobre tentativas de suicídio elaborado pelo Centro de Informações Toxicológicas (CIT). Os números apontam o crescimento dos casos nas últimas décadas, relacionados à ingestão de medicamentos e drogas de abuso no Rio Grande do Sul. Esteve no laboratório que possui equipamento capaz de identificar a ingestão em qualquer variedade de amostra de uma gama expressiva de substâncias tóxicas, especialmente drogas, sendo utilizado para apoio aos Centros de Atendimento Psicossocial (CAPS) para acompanhamento dos pacientes, através do SUS. O serviço permite ainda identificar composição da droga, bem como rastrear sua rota, a partir das amostras.

O deputado quer apoiar a busca de recursos no Ministério da Saúde para finalização do novo prédio da FEPPS, que vai abrigar o CDCT – e hoje está parcialmente em uso pelo CIT, entre outras demandas que serão estudadas pela assessoria do parlamentar em Brasília.

 

Retorno de licença-maternidade

Boa tarde prezados colegas,

Informo que após período de licença-maternidade, retorno às atividades profissionais. A colega Juliane Pimentel (MTB 16.656), que esteve respondendo neste período, segue em nosso equipe.

Att,

Carla Garcia

Nossos contatos:

Assessoria de Imprensa (51) 3357-1500/ 3357-1520
Carla Garcia: (51) 9258-1429
Juliane Pimentel: (51) (51) 9263.2438
Email: imprensa@pmdb-rs.org.br

 

do germanorigotto.com.br

Crise afeta apostas na loteria

A crise econômica afetou a disposição do brasileiro de apostar nas loterias da Caixa. De acordo com o banco estatal, o valor arrecadado cresceu 5% entre janeiro e setembro deste ano em relação ao mesmo período de 2014. O desempenho está abaixo da inflação nos nove primeiros meses do ano, 7,64%, e muito aquém do crescimento médio de 16% registrado desde 2009. Em 2014, o aumento foi de 18,5%.

 

de Serafina

Encontro Estadual de Conselhos Municipais dos Direitos da Mulher

No dia 06 de Novembro de 2015, a Primeira Dama Maria Carmem Montanari Presotto, a Coordenadora dos Conselhos Municipais Fernanda Castelli Fedrigo e a Assistente Social e membro do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher - COMDIM de Serafina Corrêa, Poliane Lucia Franciosi, participaram do Encontro Estadual de Conselhos Municipais dos Direitos da Mulher, no Auditório do Memorial do Ministério Público, na cidade de Porto Alegre, onde foram debatidos assuntos relacionados à realização da Conferência Livre sobre a Importância da Rede Lilás e do Controle Social nas Políticas Públicas para as Mulheres. Várias propostas foram apresentadas, sendo eleita como principal, o retorno da Secretaria de Políticas para as Mulheres. A presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher, Fabiane Dutra, disse que o órgão não abre mão da reativação da Secretaria e que lutará por isso. “Nós não vamos sossegar enquanto a Secretaria não voltar”, ressaltou. Além da retomada da Secretaria de Políticas para as Mulheres, a Conferência Estadual abordou uma reforma política com mais participação das representantes do sexo feminino. Também estavam na pauta a violência sofrida pelas mulheres, os serviços de saúde e a autonomia financeira, entre outros temas da 5ª Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres.

 

5º Encontro Regional de Agentes Comunitários de Saúde

Aconteceu, na Sede da AFUCO, em Tapera, a 5ª Edição do Encontro Regional de Agentes Comunitários de Saúde, no dia 04 de Novembro de 2015. Com o tema: Os únicos limites de sua mente são aqueles que você acredita ter, cerca de 600 pessoas participaram do encontro que teve palestra, show de mágicas, apresentações artísticas e palestra show com Fábio Fiel. A Prefeitura de Serafina Corrêa, através da Secretaria Municipal de Saúde, contou com a participação de uma equipe de servidores, com apresentação das ações dos Agentes Comunitários de Saúde no município através de cartazes e fotos, integrando-se com as experiências e aprendizados das demais cidades.

 

Serafina Corrêa presente na Feira de Turismo de Gramado

O 27º Festuris – Feira de Turismo de Gramado, que aconteceu entre os dias 5 e 8 de Novembro de 2015, no Serra Park, em Gramado, é um instrumento eficaz de vendas. A Feira de negócios é frequentada por um público altamente qualificado e com poder de decisão. Durante quatro dias de intensa atividade, mais de 14 mil profissionais circularam pelos 20 mil m² de feira, conferindo os mais de 2.500 expositores, distribuídos em 400 estandes. A organização do evento estima gerar R$ 212 milhões em negócios para o próximo ano, crescimento superior a 3% em comparação ao ano anterior. Na sexta-feira, 06 de Novembro, o Coordenador Geral da Secretaria Municipal de Turismo, Juventude, Esporte e Lazer, Nelcídio Roberto Alban, a Diretora de Turismo e Infraestrutura Ediana Maróstica e a Princesa Eloah Vidmar estiveram presentes na 27ª Festuris, distribuindo material turístico de Serafina Corrêa e convidando para o Festipizza 2016, que acontecerá entre os dias 15,16, 22 e 23 de Julho.

 

Projeto Território Pacto Novo Rio Grande

O Prefeito Ademir Antonio Presotto esteve reunido, na quinta-feira, 05 de Novembro, com representantes do Projeto Território Pacto Novo Rio Grande, na Prefeitura Municipal. Participaram do encontro Paula Andrigo e Rudimar Barea, integrantes da EMATER, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Cooperlate. O Território Pacto Novo Rio Grande é uma realização do Ministério do Desenvolvimento Agrário e da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo. Foram debatidos, durante o encontro com o Chefe do Executivo e o Secretário de Agricultura José Barp, importantes assuntos relacionados à agricultura no município.


9 de novembro
de 2015

os guris tem valor

lá pelas 9 hs chegaram. seu isaías, mancando. teve um avc. tem 69 anos e faz carreto há 40 anos. estaciona na praça garibaldi, como o irmnão mois~es.

seuis isais foi contrato pelo antonio zelador do predio do laurinho...

ele subiu na 6 até meu ape e deu uma olhada.

- este armário vai interior decretou.

depois como alguém que enterra alguém, fiquei olhando pro isaís, sentado numa cadeira, lendo do DG enquanto seu genro - LUCAS - que até ai eu não sabia qu eerqa seu genro e o auxiliar rafael, cuja mulher do lucas é prima da mãe do rafael, começaram umA longa jornada.

ainda bem que seo isaís tinha dito: vamos devagar.o importante pra eles é não quebrar nada.

muitos livros eu tinha levado dias antes auxiliado pela sílvia,que entrou com oc arro e me ajudou até a levar pro novo ape.

foi a forma que encontrei de me familiazar com um novo ape depois de 11 anos neste que deixei.

- so vai ficar a saudade, disse o rafael.

quase lhe disse:

- nem tanta....

o engraçado desta mudança é como me dei conta que envelheci. tive o que os caras chaamm de insight. não sei se a grfafia é estga mesma. quer dize, me dei conta.

la pela uma fui buscar rango pros dois guris..seo isais ficou sentado com o motor ligado porque seu caminhão tinha ficado com o ra´dio ligado 8 dias e a bateria tinha se ido toda.

trouxe mortadela, pão e coca. os guris dev oraram e sobrou fome.

se tivesse me lembrfado teria pedido dois XIS DO AGAPIO AO TASCA que teria mandado numa nice. isto eu sei.

mas esqueci e pronto. no meio da tarde, já no outro ape ali do lado, eles foram comprar mais banana,coca e pão pq a fome era grande.

bom, pra não encher o saco do leitor 11 horas da noite os dois foram embora, exaustos. o isaias se mandou no meio da tarde.puta ta\refa. levar tudo aquilo pra cima.
agora vou eu arrumar tudo. mas dormi bem esta noite, emb ora a janela não feche toda.

derramos sal grosso no meio da cozinha no fim da faina e o rafael disse que é azar...

- que nada, vai dar sorte....

o fogão tá funcionando, a geladeira idem. faltou amáquina de lavar que espero que seo aontonio vaq na segundo pq tem que comprar não sei o que prqa poder ligar.

os guris tb tem que voltar pr a ' botar' na parede um armario que eles chamam de ' aereo
'ao fim e ao cabo, consegui me mudar.

os vizinhos nem dou bola. pra mim nem me interessam. não fico atrás de vizinho....

a lu a faxineira deu uma ajudinha e falou de novo no ' traste', como ela chama o ex....

(OC)

conto mais outro dia, se tiver saco.

 

Feito pela Helena. Biscoitinhos

com a mudança esqueci do niver de minha entga que faz oito anos se não me engano(OC)pelo menos a vó dela mandou isto.

 

mudança

como se tivessemos combinado, eu a a minha vizinha ana maria saimos na mesma semana do predio antigo.

engrçado. não combinamos nada. a cada manha qudo ela saia a gtente trocava papos sobre a mudança.

ela foi pra eça eu vim pra cá...este meu endereço é só pros intimos...nada de blogueiros do vale aqui.

 

OS PERSONAGENS DA MUDANÇA

SEO ISAIS...

TEM 69 ANOS. TEVE UM AVC. É DONO DO CARRETO ALI NA PR GARIBALDI. FAZEM TODO INTERIOR. TEM UM IRMÃO MOISES,TB DO CARRETO DO MESMO PONTO.

LUCAS.

É O CEREBRO DA MUDANÇA. ELE QUE MONTA E DESMONTA ARMÁRIOS.E NO FRIGIR DOS OVOS NÃO ME QUEBRARAM NADA ESSENCIAL. MONTARAM OS ARMÁRIOS DE NOVO.

LUCAS TEM 3 OU 4 FILHOS. É CASADO COM A FILHA DO SEO ISAIS.TEM 25 ANOS. TRABALHA E CUIDA DO SEU SERVIÇO. CHAMA TODO MUNDO DE MESTRE.

PEDE LICENÇA ATÉ PRA ASSOAR O NARIZ. NÃO USA O BANHEIRO DO CLIENTE SOB HIPOTESE ALGUMA. NÃO USOU O MEU DURANTE O DIA TODO. EMBORA EU TENHA OFERECIDO. é negro, claro.

achei ele parecido com o tonizo cerezzo. qdo eu lhe contei um causo ele me respondeu com sua situação:

- pai pobre a grande nãoe scolhe mas sogri rico sim...vai ver o caso dele.

O RAFAEL TEM APENAS 19 ANOS. AJUDA NO CARREGAMENTO E DÁ PALPITES. MAS TEM UMA FORÇA FILHA DA PUTA...

SAIU DAQUI COM UM PÉ MANCANDO DE TANTA FORÇA QUE FEZ CARREGANDO OS MÓVEIS.ESPERO QUE MEU CONTRATO DURE MUITO TEMPO E QUE EU POSSA PAGAR O ALUGUEL - OU OUTRO PAGA POR MIM - PQ NÃO É MOLE FAZER MUDANÇA. POR ISTO OS CARAS FOGEM COMO DIABO DA CRUZ.

ORAFEL É FILHO DE UM CAMINHONEIRO....MAS TEM PARENTES QUE TRABALHAM EM C ARRETO.

ELE MORAVA COM A MÃE ATÉ QU EELA CASOU DE NOVO E ELE CASOU TB. TEM UM FILHO. É MAIS ARRIADO DO QUE O LUCCAS QUE LEVA TUDO A SÉRIO. O RAFAEL fala muito no pai dele, que casou de novo e agora vive em BH.

durante a infancia ele viu pouco o pai que vivia na estrada, como caminheiro.

seu orgulho é ter dirigido um caminhão de 18 metros na freewau. o pai o deixou guiar lá.

rafael tem jeito pra voltar a estudar. me prometeu que vai.(OC)

 

Livros

quis levar todos meus livros no muque, pq este pessoal de mudança não tem pena. jogam o slivros como se fosse lixo,mercadoria bruta.

ah lá tão eles dando chute num cdandrade.....

* meus livros são meus companheiros, não me abandonam. eu não deixo.

* as mulheres sempre me abandonaram. os livros não.

claro que isto não é questão de genero, mas que as mulhres cuidam mais do seu, não tenho duvida. sei de muito marmanjo ai que fica grudado no dinheiro das mulheres.

isto tá aumentando muito....

mas as mulhres em geral qdo se separam ficam com tudo. como dizia a mulheres do rico de NY, não fiquem com raiva, fiquem com tudo.

 

AGUAS

ESTIVE NO DEBATE SOBRE AGUAS DO GUAIBA.
AGORA AS 6 NO SANTANDER. GOSTEI DO PAPO DA CLO E DA KATIA SUMAN. NA 6, DIA 13 AS 5 HAVERÁ UM DEBATE SOBRE ESTA MONSTRUOSIDADE DO CAIS DO PORTO QUE TÃO QUERENDO ENFIAR GOELA ABAIXO NOS PORTOALEGRENSES. GARAGEM PRA 4.500 CARROS A BEIRA DO GUAIBA. ETA VIDA DE CARRO. ESTA GENTE NÃO TIRA O FETICHE DO CARRO....QUEMSABE UMA BIKE, OU UM BUS...

* VI POR LÁ A PROFI CARMEN CRAIDI...

TEVE UM LANCE ENGRAÇADO AGORA COM ELA...
QDO ELA VIU SEU EX FAZENDO FOTO DISSE PRO CARA DO SEU LADO:

- AQUELE É MEU EX, PAI DOS MEUS FILHOS.

EU ME VIREI E LHE DISSE:
- CARMEM, TIVESTES UMA RECAIDA???

É QUE MUITOS ANOS ATRÁS NO ESPAÇO IAB QUDO O CIGARRINHO CONTOU QUE TINHA TRANSADO COM SUA EX, ELA LHE DISSE:
- mATZ ISTO É APENAS UMA RECAÍDA, NÃO TEM PREOCUPE....(oc)

A CARMEN NEM LEMBRAVA MAIS DO EPISODIO, APENAS DO ESPAÇO IAB.

 

aguas do guaiba

no debate de hj sobre isto, juntou todo tipo de gente. colunáveis que acham chic falar do guaíba e esperam uma coluna social, defensores do guaíba, e publico que acha legal estas coisas.

alguns ativistas tb.vi lá o pantera,amigo do laurinho da venancio.

EdgAR VASQUES que na época da prefeitur a do pt era temido pelos colegas, inclusive pelos eu chefe, emilio chagas, pelo seu mau humor matinal, tb foi ao debate do guaíba, pq participou do livro. falou histórias interessantes do tempo que morou no centro. nunca tinha visto o edgar falar em publico.

 

zorávia

no debate do guaiba, o rafael disse que a zorávia betiol tinha sido a responsável pela não demolição do MPublico.em 70 por aí.

pra mim, o antoninho do gambrinus me disse que foi o VALTER GALVANI. nem citou a zorávia na ocasião.

 

PT

o MELHOR DOS 4 PREFEITOS DO PT SE FOI HJ.

 

Broa

broa de milho. hj dom não tinha.só pequenos pedaços. comprei poucos. mas o fone deles é 3228.4017 acho que é a unica padaria que faz broa de milho em porto.

* no agapio tomei uma serra e um puta lanche.

 

diversas

Mauricio Freitas foi pra Gramado neste findi...3 dias..mas tem programa de futebol lá????

* O garção DANIEL andou dando as caras, depois de muito tempo, andava ' amocosado'....

* ouvi no beira rio que jbvaz ou o aveline neto concorrem a presidente da aceg....

* é muito desconfortável aqueles ' seguranças' com prepotencia no elevador do beira rio. eles ficam empurrando reporteres pros dirigentes descerem antes do fim do jogo.

bem coisa de ' otoridade'....

a dione freitas tb subiu a serra. mas como gostam de um turismo. e como é bom GRAMADO.

durante a mudança recebi 2 ligações pelo cel. as 2 falavam em demissões na RBS....

 

RS

neste sabado o gigante só tocou musicas dos stones o teempo todo,antes do jogo.

 

FEIRA

LEVEI UMA PUTIADA AGORA DE MANHA DE UM LIVREIRO DA CAPITAL PQ O GUAXO NOTICIOU QUE ELES SE SEPARARAM.

HÁ QUANTOS ANOS ALGUÉM DA ZH NÃO LEVA UMA PUTIADA??

É MAU SINAL QUDO REPORTERES NÃO LEVAM PUTIADA....


CLARO QUE A MINHA INFORMAÇÃO NO GUAXO DA SEPARAÇÃO DOS IRMÃOS DA LIVRARIA, LOCALIZADA NA LADEIRA, ESTA CORRETISSIMA.

* E A SEPARAÇÃO ME PARECE QUE FOI MEIO LITIGIOSA....

O PROF. WLADIMIR UNGARATTI EXAGERA. JORNALISMO É SUBVERSÃO DIZ ELE.

MILLOR FERNANDES DIZIA QUE JORNALISMO É OPOSIÇÃO....

* NAO SEI BEM O QUE É JORNALISMO, MAS O SANTANA ME ENSINOU A NÃO ' CHOCAR UMA NOTICIA'. VELHO MESTRE SANTANA, DESEJO MELHORAS.

 

do Centro

5 de tardezinha fui ler o GROBO na biblio do santander. tinha lá uns senhores, um dele falava castelhano.

uma senhora tb.

ai chegaram mais algumas visitas e ficaram falando alto com pose de ' otoridade'. não sei, até podiam ser...sinceramente eu achei eles meio mal educados nem ai pros outros que tavam lá,embora tive poka gente.

- quem são perguntei ao encarregado/

- estes são as pessoas de BEM, disse ele, bem ironico.

é pode ser.

parece qu e4ram espanhois o casal, e ela segundao o encarregado, falava alto ao cel até que ele teve que ter o constrangimento de pedir pra não incomodar os demais.

mazzarino, viu como a pose às vezes não é lá muita coisa.gente educada, que respeita os outros. pode se vestir barato....

Separações

separações são sempre traumaticas. por isto o marido da leila escreveu tão bem naquele filme dele sobre isto.

* me refiro ao domingos de oliveira, que tá com mal de parkson. ele conta no seu livro de memórias sobre sua doenaça e como lida com ela.

pra mim uma pessoa fina, educada era o LAURO SCHIRMER. NÃO A COMPANHEIRA DELE QUE ESCREVE SOBRE ETIQUETA.

ETIQUETA SÃO MODOS. NÃO EDUCAÇÃO. A EDUCAÇÃOV EM DO CORAÇÃO.

OU COMO DIZIA O GRANDE ESCRITOR D.H.LAWRANCE, AUTOR DE O AMANTE DE LADY CHATTERLEY, ' A ELEGANCIA VEM DO CORAÇÃO'.

então pra ser elegangte não basta comprar louis vitton.

é muito raro ver uma pessoa que realmente trata aos semelhantes igualmente....
sem contar o extrato social. n falo aki de etiqueta, que não tem nada a ver com o que digo.

etiqueta são MODOS DE COMOF AZER EM CADA SITUAÇÃO. EU FALO NA INTIMIDADE, de ser no minimo não grosseiro com todos. é dificil. isto é um muito dificil de fazer no dia a dia.

 

COMPOTA

O PROGRAMA DESTE DOM DA FARROUPILHA FOI O MESMO DO FINAL DE SEMANA PASSADA. COMO SEI? O APRESENTADOR, GUGU STREIT REPETIA:
- AMANHÃ FERIADO, HJ VOCE PODE IR AO BAILE....
PO O FERIADO PASSOU,CARA...

* TÃO REPETINDO OS PROGRAMAS....ESTE QUE TÁ DANDO NA FARROUPILHA NESTE DOMINGO JÁ OUVI....

 

memorias juquianas...

A RUPTURA

com o kide fedatto na 5 lembrei da saída deles - do grupo dele da JUC 5..foi bem traumatico.
n recordo o ano, mais foi 70,ou 71...o marieto migiliavacca sabe o ano.

no fundo da juc tinha um puxadinho...ali entre o predio e a casa que da na santa terezinha.

o kide que trabalhava ou dava aulas no ICM atual febem, ou fase, trouxe uns guris pra ajudar a arrumar o puxadinho num sabado....

sumiram algumas pertences dentro da juc e o adminsitrador, o corbelini, achou que tivesse sido o rapaz.

teve uma assembliea braba sobre isto. ai o kide foi ' expuslo' da juc 5,segundo o marieto. o kide não me disse que foi expulso.

em solidariedade sai o marieto, o bruno fedatto. o celito, um primo dos fedato e mais alguns

foi um troço meio chato. eu fiquei por lá, pq não me metia muito naquelas broncas da juc....na verdade, olhando tantos anos depois houve a cisao entre 2 lideranças do corbelini e do kide, digamos.

engraçado que o kide não se lembrou de um estudante de mediciana que morava lá um italiano legitimo não gringo como nos.

ele era modelo da wollens, e as mulheres iam busca-lo de karmann ghia....olha só....

não sei nem como o cara foi morar na juc 5 mas tinha disto(OC)

 

mudanças

n consigo lembrar como me mudei da juc 5 pra cuiaba, onde funcionou o baião.

lembro que qdo disseram que a casa ia ser devolvida, ficou um puta clima ruim...eu não sabia onde me meter.
pq tinha morado lá de 69 até 74....

do baião ai, fui pra princesa isabel,depois o peru...
eu acho que tenho trauma de mudanças de tantas que fiz e perdi muita foto boa com isto.

* fora de sacanagem mas me aquerenciei por aqui neste bairro moro aqui desde 1990. ve so....

qdo vim morar em petropolis, a praça andre forster era um matagal e tinha saracuras. tenho um texto publicado sobre isto.no frigir dos ovos a gente não gosta de mudança pq mexe com a vida, faz a gente mexer com o passado....sei lá...

tem gente que não consegue sair do menino deus,tem gente que não sai do iapi, tem gente que não sai da zs.....

eu fiquei por aqui.

 

laurinho cidade baixa

o laurinho da venancio for ex, não sai da venancio. a rosinha quer ir pro moinhos, ter status mas o turrão não se mexe....

bom, deixa o cara ser como é e pronto. e a rosinha cedeu.

* o filho deles o guilherme mora por aqui, não sei onde. por isto que o laurinho se refere aos burgueses da praça da encol. ele quer atingir o filho, não a mim

po o cara tem ciumes do filho, que FREUDIANO ISTO,hein....bah, vai te tratar cara....

 

Criptografia

e o pior é qu7e ele liga me chamando de ' tosco'. agora deixa assim, não vai querer remediar, vai ficar pior. mas isto é injuria(OC)

Enviada: Sexta-feira, 6 de Novembro de 2015 21:31

CRIPTOGRAFIA - Ninguém deve ter entendido pq o zelador do meu prédio tem o teu nome na agenda dele. (Laurinho da Venâncio)

 

CORREÇÃO

ai blogueiro põe as notas do laurinho juntas uma no ' rabo ' da outra. com todo o respeito.(OC)

Enviada: Sexta-feira, 6 de Novembro de 2015 22:28

A propósito daquele trololó que mencionava como não atualizado o blog/saite "Carnaval de Resistência", na verdade esse "Carnaval de Resistência" é uma postagem do blog/saite "Pontodevista" (http://www.pontodevista.jor.br/).
Em tempo: negocia com o blogueiro para q as duas notas saiam próximas, para facilitar o entendimento. Se é q alguém dá bola. E ñ publica meus endereços de e-mail, "please". (Laurinho da Venâncio)

 

Emilio Chagas

laURINHO, POR SINAL ME DOU BEM COM OS DOIS.A GORA TOU ' POLITICO', COMO O MOACIR SCLIAR....N BRIGO COM MAIS NG. VOU SER MAIS UM XAROPÃO COMO TEM AS DEZSENAS POR AI QUE SÓ SE DÃO BEM. EU DEI MURO EM PONTA DE FACA A VIDA TODA E SÓ LEV EI BORDOADA. AGORA VIRQAREI SÓ ELOGIOS PRA TODO MUNDO(OC)

Enviada: Sexta-feira, 6 de Novembro de 2015 22:01

Coloquei no google "Emilio Chagas", para ver o q aparecia, já q tu falou q ele foi teu guru e fiquei curioso, e apareceu isso aí da foto. É uma postagem de 2010 do blog/saite "Carnaval de Resistência", q acho ñ é + atualizado. Em tempo: ele ñ é O "culpado", ñ é? (Laurinho da Venâncio)

 

Área Internacional da Feira do Livro coloca literatura mundial nas mãos dos gaúchos

Na Feira do Livro de Porto Alegre, a Argentina fica ao lado do Peru, que faz fronteira com a Polônia e por aí vai no corredor da Área Internacional, desafiando a geografia. São oito estandes que oferecem livros em diversos idiomas.

- "A Feira coloca na mão dos leitores de língua estrangeira a lista de livros que quer comprar durante o ano todo. É uma vitrine; em um só local se encontram obras editadas no mundo inteiro." – Afirma Sônia Zanchetta, coordenadora da Área Infantil e Juvenil e da área Internacional.

Foi nos anos 1980 que a Feira começou a receber expositores de outros países. Começou aí a Área Internacional. Alguns livreiros participam há tantos anos que já perderam a conta. É o caso de Sidnei Ordakowski com seus temas poloneses.

- "Nem lembro quando a Braspol Polônia começou a expor na Feira. É uma tradição que não nos deixa fixar na memória data de início. Além de vender livros com a temática polaca, aqui é um local de encontro de clientes antigos, descedentes de poloneses, pessoas ligadas à comunidade polonesa e interessados na Polônia. Muita gente também vem atrás da origem do seu sobrenome." – Revela Ordakowski.

O argentino Miguel Gómez, da Livraria Calle Corrientes, a única de Porto Alegre especializada no idioma espanhol, lembra que seu estande é montado, na Área Internacional, desde 1996. Anualmente, traz obras raras e esgotadas, diversos autores da literatura espanhola e outros sobre história e costumes principalmente do Uruguai e da Argentina. Entre as mais procuradas nesta edição da Feira, cita obras sobre José Pepe Mujica, ex-presidente do Uruguai, e Mafalda, personagem do cartunista argentino Quino.

- Os admiradores de tango buscam, aqui, letras das músicas que marcaram gerações. Apesar da conhecida rivalidade entre o futebol do Brasil e da Argentina, os gaúchos vêm procurar edições sobre jogadores e times do país vizinho. – Declara Gómez.

Também oferece livros em espanhol, o Instituto Cervantes em parceria com a Livraria Sur, de Santa Catarina. O fenômeno Mujica também agrada seus clientes. Competindo com o ex-chefe uruguaio está a escritora chilena Isabel Allende com sua recente produção "El Amante Japones".

Os apreciadores das artes se deliciam com as obras expostas pela Livraria Taschen Paisagem. Em muitos idiomas, eles encontram aqui livros específicos que por si só já são obras primas.

Mais uma vez marcam ponto na Feira, os mini-books peruanos. Estão expostos 350 títulos em cinco línguas estrangeiras. Além de clássicos da literatura, os livrinhos tratam de temas diversos como culinária, filosofia, religião e turismo.

As excursões vindas do interior do RS fazem uma longa parada no estande da Livraria Herrmann, especializada na língua alemã. Os imigrantes e descendentes catam, principalmente, títulos de literatura, culinária e didáticos.

Centenas de volumes são exibidos pela Livraria Francesa. 'Le petit prince' (O pequeno príncipe), de Saint-Exupéry, é sempre o campeão de vendas. Neste ano, "L´étranger" ( O estrangeiro), de Albert Camus, também sai bastante. Além de literatura, vendem bem os livros didáticos para iniciantes.

Já quem quer viajar, explora as publicações da SBS Livraria Internacional. São oferecidos livros nos mais diversos idiomas como russo, japonês, chinês.

 

SEGUNDA na FEIRA DO LIVRO de POA tem Papo com ÍNDIO, com NEUROCIENTISTA e muito mais

O líder indígena Ailton Krenak vem à Feira do Livro de Porto Alegre para o falar sobre as contribuições indígenas para soluções dos problemas atuais. A atividade acontece às 17h na Sala Leste do Santander Cultural. Além de Ailton Krenak, Participam também professoras Marilia Raquel Albornoz Stein e Elaine Elisabetsky.


As pequenas narrativas também ganham espaço na programação. "O melhor das menores: pequenas narrativas por seus autores", sarau com leituras de mini e micronarrativas dos alunos das oficinas de Cintia Moscovich e Pedro Gonzaga acontece às 18h30 no Auditório Barbosa Lessa (Centro Cultural CEE Erico Veríssimo).


Mais tarde, às 19h, o neurocientista Sidarta Ribeiro apresenta seu livro "Limiar - Uma década entre o cérebro e a mente", num bate-papo sobre sonhos, memórias e inconsciente. Às 20h, Sidarta estará na Praça de Autógrafos.


Além desses destaques, tem muito mais! A programação da Área Infantil e Juvenil começa às 9h e a última atividade desta segunda na Feira do Livro de Porto Alegre acontece às 20h.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA
9h

Contação de histórias com a Turma da Alice
Agendamento escolar
Jardim do Chapeleiro Maluco

10h30

O Autor no Palco com o escritor Cláudio Levitan
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

O Autor no Palco com o escritor João Pedro Roriz
Agendamento escolar
Casa do Pensamento

14h

Colóquios de Inclusão
O Lazer e o Turismo para as pessoas com deficiência, com Rotechild Prestes, da ONG Caminhadores RS
Estação da Acessibilidade

O Autor no Palco com o escritor Alexandre Brito
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

O Autor no Palco com a escritora Simone Saueressig
Agendamento escolar
Casa do Pensamento

Sessão de Autógrafos
Escola Criança Viva (Porto Alegre)
Sala do Professor

15h

1a Mostra de Cinema Israelense
Vire à Esquerda no Fim do Mundo, de Avi Nesher.
Cine Santander Cultural

Atividade paralela: Tributo a Mario de Andrade
Participantes: Daniel e André Benites, Pedro Câncio, Miguel Espirito Santo, Julio Zanotta e convidados.
CORAG – Armazém Literário – Rua Caldas Júnior, 261

14h30

Pílulas para a alma
Uma nova abordagem de como construímos a doença e a cura.
Participante: José Renato Soethe.
Libras
Sala Oeste - Santander Cultural

Contação de histórias com a Turma da Alice
Agendamento escolar
Jardim do Chapeleiro Maluco

15h30

O Autor no Palco com a escritora Sônia Rosa
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

Contação de histórias sobre Educação Ambiental
com Adriana Stein
Promoção: Secretaria de Estado da Educação
Auditório da Inspetoria da Receita Federal

Homenagem aos 170 anos de nascimento de Amália Figueiroa
A Poesia lírica de Amália Figueiroa, sua importância para a poesia rio-grandense.
Com Gerci Oliveira Godoy, Jaqueline Puhl e Beatriz Barbisan
Sala Leste do Santander Cultural

16h

"Nos caminhos da Imprensa Rio-Grandense e Brasileira/ Por los caminos de la Prensa Riograndense y Brasileña"
Apresentação da coletânea de contos, bilíngüe português/espanhol, escritos por
trinta autores, percorrendo os caminhos da nossa imprensa desde seus primórdios até os dias atuais.
Participantes: Alcy Cheuiche, Everton Gimenis, Flavio Tavares, Celso Augusto Schröder e João Batista de Melo Filho.
Sala Oeste - Santander Cultural

Contação de histórias com a Turma da Alice
*Agendamento escolar
Jardim do Chapeleiro Maluco

16h30

Congresso Lusófono de Escrita Criativa: Aprimore técnicas literárias e conheça
os caminhos da publicação
Os grandes nomes da Escrita Criativa juntos em um evento intercontinental. Aula magna de Charles Kiefer e Luiz Antonio de Assis Brasil. Mediação: Rafael Martins Trombetta e Suriel Ribeiro.
Gratuito pelo site www.clec.vc
Participantes: Charles Kiefer, Luis Antonio de Assis Brasil, Rafael Martins Trombetta e Suriel Ribeiro.
Auditório Barbosa Lessa - CCCEV

17h

Filosofia nas Entrelinhas Poéticas de Ferreira Gullar (2/2)
Abertura da poética de Ferreira Gullar através da busca de conceitos filosóficos nos diversos momentos de sua linguagem como experiência de percepção do mundo. Izabel Zielinsky, Célia Meirel-les, Dalva Bonatto, Jacqueline Santos, Marga Paradeda, Margit Lamachia, Maria Helena Schmitz, Noely Luft.
Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

Papo de índio: um encontro com Ailton Krenak
Contribuições indígenas para soluções dos problemas atuais.
Participantes: Ailton Krenak, Marília Raquel Albornoz Stein e Elaine Elisabetsky.
Sala Leste - Santander Cultural

18h

Imóveis Paredes: Como resumir, catalogar e precificar memórias
e eventos de uma
vida inteira em uma simples transação imobiliária?
Dilemas da vida moderna: Por qual valor entram no negocio os pés de bergamota, as parreiras e os butiás? Ou a lua nascendo bem na frente de sua poltrona. Resistir ou lutar?
Participantes: Miguel da Costa Franco e Tiago Holzmann da Silva.
Sala Oeste - Santander Cultural

Apresentação do projeto Livros na Mão, da Secretaria Municipal de Educação de Alvorada
Participam: escritores Marô Barbieri e Caio Riter e ilustradora Martina Schreiner
Casa do Pensamento

18h30

Chapeleiro's Pocket Show
Jardim do Chapeleiro Maluco

O melhor das menores: pequenas narrativas por seus autores
Sarau dos alunos das oficinas de Cintia Moscovich e Pedro Gonzaga, com leituras de mini e micronarrativas elaboradas especialmente para a 61º edição da Feira do Livro de Porto Alegre.
Com Cintia Moscovich e Pedro Gonzaga
Auditório Barbosa Lessa

19h

Sonhos, memórias e inconsciente
O Neurocientista Sidarta Ribeiro apresenta seu livro.
Sidarta Ribeiro.
Sala Leste - Santander Cultural

Onde Vivem os Monstros, de Spike Jonze
Sessão de Cinema no Cine Santander Cultural

Colóquios de Inclusão
Bate-papo sobre o filme Cromossomo 21, do diretor Alex Duarte
Associação dos Familiares e Amigos do Down – AFAD (Porto Alegre)
Estação da Acessibilidade

19h30min

Direito humano à alimentação adequada : Diálogos sobre fome, erradicação da miséria , soberania alimentar com Edni Oscar Schereder e Aline Lima Bétio (Consea-RS), Gabriel Santos (Fesan-RS), Melissa Bargmann ( Ação da Cidadania RS), Reinaldo Santos e Rosani Silva ( Fórum Fome Zero de Porto Alegre).
Casa do Pensamento

20h

Os PoETs
A banda os PoETs apresenta músicas dos seus dois cds, além de inéditas.
Com Ricardo Silvestrin, Alexandre Brito e Ronald Augusto
Teatro Carlos Urbim

AUTÓGRAFOS

15h

Praça de Autógrafos:
Uma Luz na História
Caravela
Nina Tubino

16h

Memorial - Térreo:
2ª Guerra Mundial - Reflexos no Brasil
Evangraf
Hilda Flores

Praça de Autógrafos:
Descortinando Nomes EMEIS de Canoas
Edição independente
Iria M. Urnau

Sapatiras
Editora Motriz
Rafael

18h

Memorial – Térreo:
Nos Caminhos da Imprensa Rio-grandense e Brasileira / En los Camiños de la Prensa Riograndense y Brasileña
Martins Livreiro Editora
Alcy Cheuiche, org.

19h

Praça de Autógrafos:
Manoelito de Ornellas - Vida e Obra de um Ex-presidente da ARI
Editora Megalupe
Maria Alice da Silva Braga

Um Bardo Desgarrado - A Poesia Regionalista de Aureliano de Figueiredo Pinto
Olaria da Comunicação
Paulo Mendes

Comunicar-se, do solilóquio ao Conscienciês
Cornucópia da Palavra
Eucárdio Derrosso

Duda de Yorkshore em Família
Pacartes
Marisa B. Krás Borges

Encontros: Ailton Krenak
Azougue
Ailton Krenak

A Guerra de Cacimbinhas
Com Efeito
Luiz Antônio / Nikão Duarte

Dívidas de Gratidão
AGE Editora
Adroaldo Streck

O Bode Expiatório - Edição Especial
AGE Editora
Ari Riboldi

Três Planos Partidos
Editora Literária
Paulo Squeff Conceição

20h

Praça de Autógrafos:
Imóveis Paredes
Libretos
Miguel da Costa Franco

Limiar: Uma Década Entre o Cérebro e a Mente
Vieira & Lent
Sidarta Ribeiro

As Regras de Ouro da Nova Prospecção de Vendas
Evangraf
Paulo Gerhardt

A Cabana do Uruguai
Multifoco
Stéfano Mariotto de Moura

 

Cristovam

capincho a miljhão com o senador. diz que o senador quer a vaga pra presidente. eu voto nele, depois de votar 1 na MARINA SILVA

 

de São Borja

 

da Folha Popular de Teutônia

 

de Serafina

Ação Solidária em Serafina Corrêa

Nos dias 26 e 31 de Outubro de 2015, foram enviados à Defesa Civil de Lajeado, os mantimentos arrecadados na Campanha de Solidariedade, realizada pela Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Serafina Corrêa – COMDEC, para os municípios atingidos pelas chuvas no Rio Grande do Sul. Uma ação onde muitas mãos cooperaram para seu sucesso, tendo como pensamento: Ser solidário não é dar o que sobra, mas sim o que falta. A Prefeitura Municipal arrecadou, na primeira etapa da Campanha, mais de 500 kg de alimentos não perecíveis, como também 40 litros de leite, água, produtos de higiene, limpeza, fraldas e roupas. Na segunda etapa, mais mantimentos foram arrecadados, como alimentos, produtos de higiene e limpeza, fraldas, tendo como destaque os mais de 114 litros de água. Agradecemos a colaboração de todos que fizeram suas doações e que tenham todos a certeza de que sua ação resultou num bem a muitas pessoas.

 

#ElesPorElas (#HeforShe)

No dia 29 de Outubro de 2015, os servidores Patrícia Betineli, Claudete Mercali Baggio e João Alfredo Azevedo Ferreira estiveram participando do lançamento da Campanha #ElesPorElas que aconteceu no município de Passo Fundo, reunindo várias autoridades, entidades, organizações e empresas públicas e privadas. Na oportunidade, representando o Poder Público Municipal, os servidores receberam o Certificado de Adesão ao Movimento.

Na manhã de quarta-feira, 04 de Novembro, os servidores estiveram no Gabinete do Prefeito de Serafina Corrêa, Ademir Antonio Presotto, para entregar o Certificado que firma o compromisso do município na adesão ao movimento dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres.
Criado pela ONU, o movimento #ElesPorElas (#HeForShe) é um esforço global para que os homens e meninos se identifiquem com as questões de igualdade de gênero, reconhecendo o papel fundamental que eles podem desempenhar para a eliminação de todas as formas de discriminação e
violência contra mulheres e meninas. No Brasil, a Assembleia Legislativa do RS, através da Frente
Parlamentar dos Homens pelo Fim da Violência contra a Mulher, foi a primeira a aderir ao movimento.
SEJA UM HOMEM DE CORAGEM E FAÇA A SUA ADESÃO.

Acesse www.heforshe.org/pt
Clique em Faça Parte no topo do site
Depois Clique em Eu Concordo
Marque o quadrado Você é um homem que vai defender os direitos das mulheres?
Coloque seu nome, país e e-mail e clique em faça parte

Pronto! Você é um homem comprometido com o movimento mundial HeForShe.

Por que se envolver?
Homens e meninos precisam se tornar parte do movimento global para promover os direitos das mulheres, tanto como defensores quanto como partes interessadas que precisam mudar para que a igualdade de gênero possa ser uma realidade para todos e todas. Não se trata de mulheres
ou homens, trata-se da elaboração de uma visão compartilhada de avanço humano para o alcance da igualdade de gênero.


6 de novembro
de 2015

Feira do Livro

ENCONTREI O KIDE FEDATTO HJ NA BANCA DA UCS NA FEIRA DOLIVRO. FALAMOS DO TEMPO DA JUC 5

comprei um livro do mais consagrado escr brasileiro. j.c. de oliveria. este sim era fera.

livreiros me contam que o livro do laurinho quadros tá vendendo bem.

* queria saber se a mulher que gozou com o cachorro tb vende bem?

* gulart tem um neto que vende carros pra ricos. são loo mil pra fora

* um dia a gente tava na picanha ali na lima e silva. passou um neto do gulart indo ao olimpico. ele deu uma grana pra ele. a mulher do gulart disse:

- não dá dinheiro pr aeste VAGABUNDO.

e botou a boca no gulart. po era o neto dela.

* lanço aki uma campanha inédita O MELHOR DERRIERE DA FEIRA DOLIVRO. NÃO TEM CONCURSO PRA TUDO. QUEM SABE O ZAFFARI PAITROCINA???

neste negocio de concurso me lembro de fotografos da zero que comiam as gurias emtroca de serem A MAIS BELA DA PRAIA.

* isto sempre começa meio sério,depois vira sacanagem. brasil, tu queres o que? como dizia o cazuza, mostra a tua cara.

era uma agencia que vendia aquelas fotos que o nobre usava na sua pagina. qdo não tinh a mais ele entrava com aquela piteira na boca e berrava pra vania weber:
- me arruma mulher que não tenho mais.

* o nobre era os caras mais compor5tado que conheci. não tinha amante nem nada. era puro familia.

* aquilo tudo de mulher era brincadeira dele.

peço a deus ou quem quer que seja, que nunca me tire o mau humor. é o mau humor que faz escrever bem.

qdo estes caras viram politicos e não falam mal de ng, perdem totalmente a graça.

* olhem a zh? qual a graça de perder tempo lendo a zh??só tem cocotinha lá. gente que pensa redondo, sem querer ferir ng.

 

a cascata do ricardo giusti

botou o veio benito na capa dos 120 do correinho.

?solução caseira que os pastor gostaram. não preciso mexer no bolso. tudo de gratis.

 

gordo ucha

qdo disse que tava me mudando,disse:

manda endereço pro jornal é que ele manda o JN

 

queixa deleitor

tu não quer me ver no banco dos reus???achei que fosses meu amigo. kkkk

n é codigo mazzarino. é que tu tens que ter uma senha especial pra entender meus subterfúgios pra entender o que às x conto aqui.

De: mazzafotos
Enviada: Quinta-feira, 5 de Novembro de 2015 11:28

Apelidos?
Nomes incompletos?
Me manda uma bula!

Leca da Azenha

 

Senador Cristovam e Joaozinho Cella na padaria Copacabana tomando café da manhã

 

tralhas

além de querer morar em lugar luxento,- nao trabalho na grobo como a clauda tajes mas morro no mesmo bairro. olha só....

ainda carrego muita tralha. minhas mudanças são caras.

mudança é cruel. frase do guri do nacional qu eme dei cxs de papelon

ja convidei o carneiro pra inagurar meu ape. mas disse a ele que tem uma condiçao.

- ele tem que fumar UNZINHO e claro que topou kkkkkk

mudanças me dão medo. vejo como envelheci....doi tudo carregando tralhas.

 

por ai

o fotografo carneiro circulava na 4 com uma gata muito bonita na feira...e ele é todo duro e malucão. mas elas se ligam nesta turma que sabe furar um coquetel.

 

o bar nota sete, não 9....

ano 1997

foto do espanha.

?a magra acho que era uma amiga do espanha que tava lá.

 

ZAMBIAZI NA CAIÇARA MESMO!!!!!!!

de manhã cedo, no horário dele.

 

do Comunique-se

Com roupa de detento na capa da Veja, Lula abre processo contra a Abril

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é personagem de capa da edição 2450 da revista Veja veiculada nesta semana. Com a chamada "Os chaves de cadeira que cercam Lula", a publicação criou montagem que mostra o petista vestido com roupa de detento. A reportagem rendeu processo. As informações são do Instituto Lula, que divulgou a ação contra o impresso.

O instituto relata que os advogados do ex-presidente protocolaram na terça-feira, 3, ação de reparação por danos morais. O argumento usado é que a edição da Veja chegou às bancas com "montagem mentirosa, ofensiva e grotesca do rosto de Lula sobre corpo vestido com uniforme de presidiário estampado com nomes de envolvidos em investigações do Ministério Público Federal e da Polícia Federal". O texto afirma que a capa pretendeu sugerir algo que não tem qualquer "lastro na realidade fática ou jurídica".

"Independentemente das afirmações e críticas contidas no interior da própria revista — sempre com evidente manipulação e falta de critério jornalístico —, não poderia ela estampar em uma capa uma imagem falsa e ofensiva, como se verifica no vertente caso”, diz o texto da ação. O processo pede R$ 60 mil de indenização e ainda apresenta como agravante a questão da publicidade. "A exibição da imagem não se deu apenas nas bancas de revistas, mas também em pontos de publicidade espalhados pelo país, reafirmando a intenção da revista de denegrir [sic] a honra e a imagem de Lula", informa a defesa do político.

A reportagem principal da revista da Editora Abril afirma que Lula "sempre escapou dos adversários, mas quem o está afundando agora são parentes, amigos, petistas e doadores de campanha investigados por corrupção". Os outros destaques são: "Einstein - Há 100 anos o gênio desenhou a gravidade, a mais misteriosa das forças da natureza" e "Nutrição - Comer bacon, salsicha e presunto provoca câncer? A Organização Mundial da Saúde gerou pânico ao dizer que sim".


(Imagem: Reprodução/Veja)

 

de São Borja

capincho e seus contrabandos....

De: letier12
Enviada: Quinta-feira, 5 de Novembro de 2015 09:06

Teu blog fica mais aprazível, colorido... belo... com notícias do Dep. Loureiro e do PDT

:)

Letier Vivian
São Borja/RS

 

Cinema

Programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana

No próximo Sábado (dia 07/11/2015) as 10h15min na Sala Eduardo Hirtz assistiremos ao filme "Beira-mar" (2015). Essa sessão contará com a presença dos diretores Filipe Matzembacher e Marcio Reolon, que após a exibição do filme debaterão com os associados e convidados. Martin e Tomaz viajam para o litoral gaúcho. Martin precisa encontrar um documento para o pai na casa de parentes, e Tomaz decide acompanhá-lo. Os dois acabam abrigando-se em uma casa de vidro à beira-mar, a fim de fugir da rejeição familiar de Martin e da estranha distância que surgiu entre os dois.

No próximo Domingo (dia 08/11/2015) as 10h15min no Cine Capitólio assistiremos ao filme "O futuro" (The Future - 2011). Sophie (Miranda July) e Jason (Hamish Linklater) são um casal de classe média, com empregos pouco satisfatórios, e que decidem ter a experiência de cuidar de um filho durante um tempo, por isso optam por adotar um gato em fase terminal. Diante da responsabilidade que a adoção de um ser vivo representa, eles se angustiam e começam a buscar possibilidade de escapismo. A partir daí, do amadurecimento forçado, a perspectiva de vida do casal muda radicalmente, o que colocará em prova a fé deles em si próprios e nos outros.

 

O terror, o suspense e a fantasia estão de volta

Neste ano, a residência literária com a participação de autores brasileiros e estrangeiros será no majestoso Theatro São Pedro, com suas longas e pesadas cortinas, escadas misteriosas e lustres dignos de um castelo.

Tu, Frankenstein, 4 – um dos eventos mais aguardados e misteriosos da Feira do Livro – está de volta para desafiar os autores que não tem medo de assombração.

Antes do desafio da escrita criativa, que neste ano será no Theatro São Pedro, os escritores participarão de cinco encontros, nos dias 6 e 7 de novembro, no auditório Barbosa Lessa do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo, para debater o medo na literatura.

A escolha do local da noite sinistra não poderia ser melhor. Inaugurado no final do século 19, o Theatro São Pedro é ideal para a construção desse tipo de narrativa que mexe com os lugares escuros da alma. O prédio histórico de Porto Alegre tem pé direito alto, longas e pesadas cortinas, escadas misteriosas e lustres dignos de um grande castelo. É ali que escritores brasileiros e estrangeiros irão exorcizar seus fantasmas criando histórias horripilantes no papel.

Assim como nos anos anteriores, eles vão passar a noite confinados – será de sábado (7/11) para domingo. Cabe a eles imaginar fantasmas, monstros ou situações apavorantes para extrair contos fantásticos. O resultado será publicado num livro a ser lançado na próxima Feira. Neste ano, será autografada a coletânea produzida em 2014.

Esta quarta edição da atividade ainda contará com a presença de ilustradores e caricaturistas, além da criação de um documentário e um curta de ficção.

Origem da história

A atividade desta noite leva o nome de "Tu, Frankenstein 4", mas é a terceira vez que ocorre. A sessão inédita, em Porto Alegre, foi durante a 59ª Feira do Livro e se chamou "Tu, Frankenstein 2" por respeitar a origem. Os organizadores levaram em conta que a primeira, ou seja, a que serviu de inspiração para o evento, foi aquela em que Mary Shelley criou Frankenstein numa madrugada de 1816 na Suíça. Ela estava reunida com outros autores numa noite chuvosa e assustadora, quando foi lançado um desafio para a criação de textos.

Agende-se!

Tu Frankenstein 4: Suspense, terror e fantasia

- Quando o medo é o tema, os Frankensteins se reúnem para debater literatura.
6 de novembro, 17h30 e 18h30: Auditório Barbosa Lessa (CCCEV).
7 de novembro, 15h, 16h30 e 18h30: Auditório Barbosa Lessa (CCCEV).

Escrita criativa
- Residência literária com o norueguês Gard Sveen, a finlandesa Leena Letholainen, o francês Caryl Férey e outros autores experts em narrativas de suspense, horror e fantasia.
7 de novembro, 21h: Theatro São Pedro.

 

Gêneros literários são explorados nesta SEXTA na FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE

A programação da 61ª Feira do Livro de Porto Alegre continua intensa. Nesta sexta-feira (06/11), gêneros literários como o suspense e o "chick-lit" ganham destaque.

Em "A Literatura contemporânea e a jovem mulher: o gênero chick-lit e sua proposta literária", Laura Conrado e Laila Ribeiro falam sobre as temáticas e formas narrativas que o rótulo esconde e também sobre os motivos deste gênero ter ganhado expressão no mercado e tantos leitores. A atividade acontece às 18h na Sala Oeste do Santander Cultural.

Já o norueguês Gard Sveen e a finlandesa Leena Lehtolainen, mestres na ficção de suspense, conversam com o público sobre a arte de manejar a surpresa, a ansiedade e a tensão dos leitores de histórias de meter medo. A mediação da atividade, que acontece às 18h30 no Auditório Barbosa Lessa (Centro Cultural Erico Veríssimo) é de Guilherme da Silva Braga.

A programação da área infantil e juvenil começa às 9h. Às 13h várias atividades começam a movimentar a área adulta. Veja a programação completa:

PROGRAMAÇÃO:

9h

O Autor no Palco com a ilustradora Marília Pirillo
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

O Autor no Palco com a escritora Índigo
Casa do Pensamento
Agendamento escolar

9h30

Sistemas de informação para editoras universitárias
Avaliação de sistemas de controle, informação e distribuição para editoras
universitárias. Participantes: Astomiro Romais, Suzete de Paula Bornatto e Dirceu Luiz Hermes.
Sala O Retrato - CCCEV

Contação de histórias com a Turma da Alice
*Agendamento escolar
Jardim do Chapeleiro Maluco

10h

Oficina do projeto Viagens Literárias, com a professora
Maria Alice Gouvêa Campesato, vencedora do prêmio RBS de Educação – Para Entender o Mundo, categoria Escola Pública.
Promoção: Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho
Sala do Professor

10h30

O Autor no Palco com o escritor Celso Sisto
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

Contação de histórias com Rosane Castro para crianças de creches conveniadas à Smed Porto Alegre
Casa do Pensamento

13h

Como fazer Poesia e Prosa Sintéticas e minilivros (1/1)
A oficina apresenta noções de poesia e prosa sintéticas, estilos e autores referenciais.Confecção de poemas e do minilivro com papel reutilizado e/ou reciclado. Aluísio de Paula e Cláudia Cândido.
Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

14h

Nós cultuamos todas as doçuras: religiões de matriz africana e a tradição doceira de Pelotas
Pelotas é uma cidade negra, onde o axé de doçura, potência de vida compartilhada pelos orixás e seus filhos, expõe a sutileza e sofisticação de um pensamento em que a
dignidade e a alegria de viver se sustentam na premissa de que "não se pode ter só bravura na vida", mesmo que mentalidades escravocratas perdurem na reprodução de desigualdades sociais e discriminações raciais. Participantes: Marília Floôr Kosby, Sandrali Bueno, Beatriz Freire. Mediador: Eliane Marques.
Sala O Retrato - CCCEV

Colóquios de Inclusão
Dores da Alma, com Flávio Ferreira, da Associação dos Amigos, Parentes e Portadores de Ataxias Dominantes – AAPPAD (Porto Alegre)
Estação da Acessibilidade

O Autor no Palco com a escritora Ninfa Parreiras
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

O Autor no Palco com a escritora Lenice Gomes
Agendamento escolar
Casa do Pensamento

14h30

Tudo em Movimento
Literatura e Psicanálise
Participantes: Ariane Severo, Roberto B. Graña e Alcy Cheuiche.
Sala Oeste - Santander Cultural

Contação de histórias com a Turma da Alice
*Agendamento escolar
Jardim do Chapeleiro Maluco

15h

1a Mostra de Cinema Israelense
A Banda, de Eran Kolirin.
Cine Santander Cultural

Regras para escrever histórias de detetives
Workshop de Literatura Policial. Participante: Raphael
Montes.
Auditório Barbosa Lessa CCCEV

Trovas (1/1)
Origens e história da trova (literária), metrificação, rimas, exercícios, recitação e movimento trovadoresco brasileiro.
Flávio Stefani.
Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

Sessão de Autógrafos
Escola São Francisco (Porto Alegre)
Sala do Professor

15h30

Sarau os Baobás do Fim do Mundo
Encontro Poético Musical construído a partir do livro de poemas. Participantes: Marília Floôr Kosby; Eliane Marques; Grupo Musical: Os Baobás do fim do mundo.
Sala O Retrato - CCCEV

Conversando sobre sombras e cerejas Palestra inspiracional baseado no livro À Sombra da Cerejeira, debatendo as questões realmente essenciais na busca da felicidade. Palestrante: Gabriel Carneiro Costa.
Sala Leste - Santander Cultural

O Autor no Palco com o ilustrador Ivan Zigg
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

O Autor no Palco com o escritor João Anzanello Carrascoza
Agendamento escolar
Casa do Pensamento

16h

Emagrecer pode ser divertido e permanente
Bate-papo informal, abordando aspectos motivacionais facilitadores para o emagrecimento saudável, divertido e sua manutenção para toda a vida.
Participantes: Rosane Schotgues Levenfus, Céres Maltz Bin, Átila Viero De Conti.
Libras
Sala Oeste - Santander Cultural

Contação de histórias com a Turma da Alice
*Agendamento escolar
Jardim do Chapeleiro Maluco

16h30

Colóquios de Inclusão
O autismo só precisa da sua compreensão
Instituto Autismo & Vida (Porto Alegre)
Estação da Acessibilidade

17h

Dicionário Crítico de Gênero
Bate-papo com pesquisadores que ajudaram a escrever os mais de 100 verbetes do dicionário especializado no tema.
Participantes: Ana Maria Colling, Losandro Tedeschi, Edla Eggert; Rejane Barreto Jardim, Natália Pietra Mendez.
Sala Leste - Santander Cultural

O domínio da gramática e a escrita criativa (1/1)
Apresentação de aspectos da gramática que comprometem a escrita criativa: pontuação; figuras de linguagem; defeitos de linguagem; significado adulterado de palavras e expressões.
Paulo Flávio Ledur
Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

17h30

Histórias fantásticas: personagens e enredos
O sobrenatural, a magia, o improvável, o maravilhoso: a literatura fantástica por seus escritores. Christian David e José Francisco Botelho, com mediação de Duda Falcão.
Auditório Barbosa Lessa CCCEV

18h

A Literatura contemporânea e a jovem mulher: o gênero chick-lit e sua proposta literária Que temáticas e formas narrativas o rótulo esconde? Por que este o gênero literário tem ganhado expressão no mercado e tantos leitores? Participantes: Laura Conrado e Laila Ribeiro.
Libras
Sala Oeste - Santander Cultural

Atividade paralela: Bate-papo sobre Talian com convidados e representantes da Prefeitura de Serafina Corrêa
CORAG – Armazém Literário – Rua Caldas Júnior, 261

18h30

Planejando o crime perfeito: a ficção de suspense Mestres no gênero, Gard Sveen (Noruega ) e Leena Lehtolainen (Finlândia), falam sobre a arte de manejar a surpresa,
a ansiedade e a tensão dos leitores de histórias de meter medo. Mediação de Guilherme da Silva Braga.
Auditório Barbosa Lessa CCCEV

Chapeleiro's Pocket Show
Jardim do Chapeleiro Maluco

19h

Stand Up Experience: Estamos Aqui
A emocionante e divertida história da deficiente física que viajou sozinha pela África para contar as histórias daqueles que estão lá.
Participantes: Jéssica Paula.
Mediação: Ivete Brandalise.
Sala Leste - Santander Cultural

Clube da Luta, de David Fincher
Sessão de Cinema no Cine Santander Cultural

Colóquios de Inclusão
Como produzir um livro acessível, com a Associação dos Familiares e Amigos do Down – AFAD (Porto Alegre)
Estação da Acessibilidade

19h30

8ª Seminário A Arte de Contar Histórias – Narração e Memória
De como a memória alimenta a oralidade e a escrita, palestra de abertura
Stella Maris Rezende (RJ)
Narração de abertura: Carmem Lúcia dos Reis Lima
Curadoria, coordenação geral e apresentação: Celso Sisto
Inscrição
Casa do Pensamento

20h

Rock de Galpão
Show de lançamento do livro "Rock de Galpão nas Missões", que documenta a aproximação de músicos e criadores da área urbana com os mais representativos compositores da música folclórica do RS.
Com Rock de Galpão e o percussionista Diablo Jr.
Teatro Carlos Urbim

AUTÓGRAFOS

15h

Praça de Autógrafos:
O Último Rei do Rock
Editora Belas-Letras
Carlos Maltz

Do Fundo do Baú
Maneco
Gustavo Mello

Desafiando a Obesidade
Maneco
Francisco J. Karkow

Ora Bolas
Maneco
Felipe Gremelmaier

Boia de Fundamento
CORAG
Jorge Luiz Lorenzoni

O Menino que Brincava com as Palavras
Editora Pallotti
Ivan Nunes Gonçalves

Para Frasear
Econtexto
Aluísio de Paula

16h

Memorial – Térreo:
Tudo em Movimento – Oficina de Literatura e Psicanálise
AGE Editora
Ariane Severo, org.

Praça de Autógrafos:
Quântica - Um Paradoxo Causal
Editora Alcance
Marcos Folharini

Novos Casos do Detetive Bolotinha
Editora Paulinas
Kalunga

Não Grita, Tião!!!
EDUNISC
Léla Mayer Joana Puglia

O Clube do Mistério e as Cores da Natureza
Edelbra
Edson Antoni

Cartilha Para os Pais
Olsen Editora
Gladis Pedersen, Maria Georgina Valente, Marilene Huff

Dez Anos de História com a Casa do Poeta de Canoas
Edição independente
Maria Santos Rigo

Vitória: A História de Uma Mulher
Edição independente
Vera Maria Costa do Nascimento

17h

Praça de Autógrafos:
À Sombra da Cerejeira
Integrare
Gabriel Carneiro Costa

Inter-Relações Afro-Brasileiras na Arquitetura
EDIPUCRS
Günter Weimer

Envelhecimento, Memória e Doença de Alzheimer
EDIPUCRS
Newton Luiz Terra, org.

Miraguaia - O Meio do Mundo
Edigal
Vergílio Francisco da Silveira

Cinco Minutos com Jesus
Editora Concórdia
Tiago Albrecht, org., Waldemar Garcia Jr., org.

Crônicas da Mesa ao Lado
Edição independente
Flávio Dutra

O Vilarejo
Suma de Letras
Raphael Montes

Lutero e a Comunicação: O Uso da Mídia
na Proclamação do Evangelho
Editora Concórdia
Paulo W. Buss

O Diabo do Advogado
Edição independente
Flávio Juarez Feijó

Nós Cultuamos Todas as Doçuras: Religiões de Matriz Africana e a Tradição Doceira de Pelotas
Après Coup - Escola de Poesia
Marília Floôr Kosby

Os Baobás do Fim do Mundo
Après Coup - Escola de Poesia
Marília Floôr Kosby

18h

Memorial – Térreo:
Neurose, Leituras Psicanalíticas
EDIPUCRS
Mônica Medeiros Kother Macedo, org.

Fundamentos Interdisciplinares do Atendimento de Pacientes com Necessidades Especiais em Odontologia
EDIPUCRS
Sandra Delgados Pagnoncelli, org.

Praça de Autógrafos:
Diário de uma Ex-Gorda
AGE Editora
Rosane Schotgues Levenfus

Escreva! Guia de Escrita Criativa
Leitura XXI
Pedro Gonzaga, Jane Tutikian

Pesquisa em Desenvolvimento Rural: Técnicas, Base de Dados e Estatística Aplicadas aos Estudos Rurais - Vol 2
Editora da UFRGS
Guilherme Francisco Waterloo Radomsky, Marcelo Antonio Conterato

O Poder do Selo: Imaginários Ecológicos, Formas de Certificação e Regimes de Propriedade Intelectual no Sistema Agroalimentar
Editora da UFRGS
Guilherme Francisco Waterloo Radomsky

ControVersos
Editora Nova Folha
José Antônio Coutinho

Cuidando do Seu Idoso
EDIPUCRS
Newton Luiz Terra,org.

Isabella em Contos - 100 Anos Historiados
Quatrilho Editorial
Luiz Carlos Ponzi

Vento Norte Vento Morte
ErreJota Livros Editora
Roberto Rossi Jung

Dr. Guilherme de Souza Castro
ErreJota Livros Editora
Roberto Rossi Jung

19h

Praça de Autógrafos:
Português Prático
AGE Editora
Paulo Flávio Ledur

Análise Sintática Aplicada
AGE Editora
Paulo Flávio Ledur

Guia Prático da Nova Ortografia
AGE Editora
Paulo Flávio Ledur

Manual de Redação Oficial
AGE Editora
Paulo Flávio Ledur

Transtornos Metabólicos nos Animais Domésticos
Editora da UFRGS
Félix H. Díaz González, Márcio Nunes Corrêa

Sepé Tiaraju - Romance dos Sete Povos das Missões / Roman Der Sieben Missions-Völker - Bilíngue (Português e Alemão)
AGE Editora
Alcy Cheuiche
Leonid Streliaev

A Internacionalização do Brasil na Era da Globalização: Ensaios Sobre Economia e Política Internacional
Editora da UFRGS
André Moreira Cunha, Hélio Henkin, Marcos Tadeu, Caputi Lélis

Castelo Forte - Meditações Diárias
Editora Concórdia
Yedo Brandenburg, org.

Das Legalidades Injustas às (i)Legalidades Justas: Estudos Sobre Direitos Humanos, Sua Defesa por Assessoria Jurídica Popular em Favor de Vítimas do Descumprimento da Função Social da propriedade
Armazém Digital
Jacques Távora Alfonsin

Rock de Galpão
CORAG
Tiago Ferraz

Crônicas
Martins Livreiro Editora
Tabajara Ruas

Menos do que um Troco
Artes e Ofícios Editora
Simone Saueressig

Experimentações em Lugares de Memória
Selbach
Hilda Jaqueline de Fraga, org.

Dicionário Crítico de Gênero
UFGD
Ana Maria Colling Losandro A. Tedeschi

20h

Memorial – Térreo:
Caosótica - Décima Ilha Açoriana
Caravela
Antonio Soares, org. Santa Ineze da Rocha, org.

Praça de Autógrafos:
Quando Saturno Voltar
Globo
Laura Conrado

Mulher de Neve
Vestigio/Grupo Autêntica
Leena Lehtolainen

A Árvore que Falava Aramaico
Editora Zouk
José Francisco Botelho

Tu, Frankenstein III
Edições BesouroBox
Duda Falcão, org.
Vários autores

Kai
Editora Escritos
Maria Tomaselli

Estamos Aqui - Histórias das Vítimas de Conflito
no Leste Africano
Edição independente
Jéssica Paula

Educação Bioantropoética
Editora Appris
Ana Felícia Guedes Trindade

Cotidiano & Felicidade
Editora Francisco Spinelli
Luis Roberto Scholl

Zona de Sombra
Artes e Ofícios Editora
Luís Dill

As Mais Originais Histórias da Mitologia Galesa
Artes e Ofícios Editora
Carmen Seganfredo

Amigos da Sabedoria
Editora Caravela
Eloísa Porazza

Redenção - livro um: Legionella
Livros Ilimitados
M. A. Costa

 

do Jornal Panorama Regional

Morre a fagundense Ana Maria Zardo, segunda pessoa a receber transplante no RS

Morreu na sexta-feira, dia 30 de outubro, Ana Maria Zardo, de 56 anos. Ela foi a segunda pessoa transplantada no Rio Grande do Sul, há cerca de 40 anos. Natural de Fagundes Varela, Ana Maria recebeu um rim de sua mãe, mas seu organismo rejeitou o órgão. Anos depois, conseguiu fazer um segundo transplante.
O corpo de Ana Maria Zardo foi velado na comunidade de São José, Fagundes Varela, com sepultamento no cemitério local.

 

CONSELHEIRO DA SERGS DEFENDE MANUTENÇÃO DO MURO DA MAUÁ

A derrubada do Muro da Mauá faria com que Porto Alegre ficasse sujeita ao risco de sofrer cheia devastadora, pois comprometeria o sistema de proteção implantado desde a altura da Avenida Assis Brasil até o bairro Cristal, numa extensão de 24 quilômetros, do qual é parte integrante. A afirmação foi feita hoje (5) pelo conselheiro da Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (SERGS), eng. Carlos Alberto Petersen, com a experiência de quem dirigiu o Departamento Municipal de Água e Esgotos (DMAE) entre os anos 1985 e 1988 e também a Companhia Riograndense de Saneamento (CORSAN) de 1991 a 1995. O técnico abordou o tema Obras e Defesas de Porto Alegre Contra Cheias no debate promovido pela SERGS durante café da manhã com especialistas no assunto, na sede da entidade. Lembrou que o sistema de proteção foi construído após o trauma gerado na população pela grande cheia de 1941, sendo baseado no modelo adotado na Holanda e Bélgica. O diretor geral do Departamento Municipal de Esgotos Pluviais (DEP), sociólogo Tarso Boelter, também defendeu a manutenção do Muro da Mauá, pelo menos enquanto não houver uma outra alternativa de proteção na área e alertou para o problema do descarte irregular de lixo que, somado a outros fatores, como a impermeabilização do solo, agrava o processo de drenagem urbana. O evento contou ainda com a participação do diretor-geral do DMAE, eng. Antônio Elisandro de Oliveira, que apresentou o plano de investimentos do órgão nas áreas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário na cidade.

 

Líder do PDT apoia emendas para a UERGS

os ' contrabandos' do capincho

Líder da bancada do PDT na Assembleia, o deputado Eduardo Loureiro manifestou apoio para duas emendas em benefício da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) no projeto de lei que define o Orçamento do Estado em 2016. O parlamentar esteve reunido, nesta quarta-feira, com a reitora Arisa Araújo da Luz e os pró-reitores Armgard Lutz e Ismael Mauri Ramadam.

Uma das emendas, no valor de R$ 3 milhões, se destina a obras de manutenção nas 24 unidades da Uergs. A outra, de R$ 720 mil, pretende ampliar o acervo bibliográfico da instituição. O projeto de lei para o Orçamento de 2016 deve ser apreciado nas próximas semanas. Para viabilizar a inclusão das emendas na proposta orçamentária, Loureiro já conversou com o relator da matéria, deputado Marlon Santos.

 

Secretário de Obras cumpre agenda em Brasília nesta quinta-feira

O Secretario de Estado de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann acompanhado do Deputado Federal e líder da bancada gaúcha na Câmara dos Deputados, Giovani Cherini, participam nesta quinta-feira (05), de uma série de encontros em Brasília. Na pauta dos encontros a liberação de recursos para aquisição de máquinas e equipamentos para recuperação de estradas vicinais no estado.
Na manhã desta quinta-feira a comitiva esteve reunida com o Secretário Executivo do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Cesar Medeiros, onde foi tratada a liberação de recursos para aquisição de máquinas e equipamentos para a recuperação e manutenção de estradas vicinais, dentro do programa de apoio operacional desenvolvido pela secretaria, com a finalidade de facilitar o escoamento da produção e o transporte escolar.
A demanda apresentada ao Ministério do Desenvolvimento Agrário tem como objetivo buscar recursos junto ao Governo Federal para a implementação de dez patrulhas mecanizadas, compostas por escavadeira hidráulica, retroescavadeira, motoniveladora, pá carregadeira e caminhões caçamba, investimento estimado no projeto de R$ 26 milhões.
O Estado do Rio Grande do Sul tem sua economia voltada ao agronegócio, à pecuária e a indústria. O escoamento da produção agrícola inicia no interior dos municípios, onde as estradas vicinais são os principais canais de ligação com as rodovias estaduais e federais. O programa de apoio operacional aos municípios tem como objetivo auxiliar as prefeituras gaúchas na manutenção e recuperação das vias vicinais, garantindo segurança, qualidade e agilidade ao transporte da produção.
Durante a audiência foi abordada a situação dos municípios gaúchos diante aos últimos acontecimentos climáticos que causaram enxurradas, enchentes e destelhamentos, deixando milhares de famílias desabrigadas no estado e prejudicando o transporte escolar dos alunos residentes nas zonas rurais do estado.
O ministério se comprometeu em articular uma ação para minimizar os prejuízos causados pelas chuvas no Rio Grande do Sul. O Governo do Estado vem recebendo o auxilio da Bancada Gaúcha na Câmara Federal nos pleitos junto ao Governo Federal.
À tarde, às 16h, está prevista uma audiência no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) para tratar sobre recursos para implementação da patrulha mecanizada no estado.

 

Fotos reunião Defesa Civil

 

Secretário Vieira cumpre agenda em Ijuí, no Noroeste do Estado



O secretário estadual de Educação, Vieira da Cunha, esteve em Ijuí nesta quinta-feira (5). Ele foi recebido pelo prefeito Fioravante Ballin, visitou a sede da 36ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) e outras duas escolas. Por fim, participou do encerramento do Seminário Regional das Escolas do Campo.

O roteiro iniciou pela visita à prefeitura, às 7h30min. Com a presença de secretários municipais e vereadores, Ballin apresentou dados da administração local, sobretudo na área da educação, como índices de investimento em educação infantil e transporte escolar. Da sede do Executivo, Vieira foi até a 36ª CRE, onde foi recebido pelo coordenador Cláudio de Souza e pelos servidores da casa. No local, ele atendeu os veículos de comunicação da região, em entrevista coletiva.

Entre os principais assuntos abordados esteve uma portaria emitida recentemente pela secretaria, que restringe novas matrículas para a educação infantil em escolas da rede pública estadual. Vieira enfatizou que a Lei de Diretrizes e Bases da Educação é clara quanto à divisão de competências, sendo a Educação Infantil responsabilidade dos municípios, o Ensino Fundamental compartilhado entre municípios e estados, o Ensino Médio competência exclusiva dos estados e o ensino superior uma responsabilidade da União.

“Se houver, em qualquer município, algum motivo que impeça a prefeitura de suprir as vagas para atender determinada comunidade, e tiver ali uma escola estadual que atenda, ela continuará ofertando, pois acima desta repartição de competências estará o direito das crianças de ter matrícula a partir dos quatro anos de idade”, disse o secretário, com o intuito de tranquilizar os pais.

Ainda na Coordenadoria, Vieira, Cláudio e o coordenador da 21ª CRE (Três Passos), Clóvis Machado, estiveram reunidos com um grupo de representantes do 31º Núcleo do Cpers Sindicato. Após deixar a coordenadoria, o secretário esteve na Escola Técnica 25 de Julho, onde professores e alunos solicitaram a construção de um ginásio capaz de abrigar as atividades do estabelecimento de ensino. O diretor-geral da Secretaria Estadual de Obras, Habitação e Saneamento, Valmor Krysczum, que representou o secretário Gerson Burmann na atividade, afirmou que o processo para construção do ginásio está na fase de estudo do solo, estágio que precede a elaboração do projeto.

Na Escola Emil Glitz, Vieira participou das comemorações alusivas aos 60 anos da instituição, onde foi recebido com apresentações artísticas dos alunos.

A visita a Ijuí acabou pouco depois do meio-dia, quando o secretário participou do encerramento do Seminário Regional das Escolas do Campo. O evento reuniu, durante três dias, professores e assessores pedagógicos das coordenadorias regionais de educação da região.

 

de Serafina

NOVEMBRO AZUL 2015

Mês será destinado a divulgar informações sobre a importância da
detecção precoce do câncer de próstata. Acompanhe!

Em Serafina Corrêa, há 3 anos vem sendo desenvolvidas ações voltadas para a prevenção e a conscientização dos homens. Temos a Igreja Matriz, que no mês de novembro fica iluminada de azul; as Unidades de Saúde estão decoradas com banners e laços azuis, símbolo do movimento, as equipes utilizando camisetas e distribuindo material informativo; Colocação de banner em postos estratégicos do município; Distribuição de material informativo pelos Agentes Comunitários de Saúde.Realização de Palestra Show: Sou um Homem Nota 10! no dia 26 de novembro, às 20h, na Câmara Municipal de Vereadores. Novembro é mês de prevenção para os homens Anualmente, o movimento Novembro Azul alerta os homens sobre a importância das consultas médicas e realização de exames periódicos para a detecção precoce do câncer de próstata. “A orientação e a
quebra de tabus são fundamentais para que, a cada ano, um número maior de homens se conscientize sobre esses cuidados”, reforça Patricia Betineli, Diretora do Departamento de Vigilância em Saúde de Serafina Corrêa.

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo tipo mais frequente em homens. O Instituto Nacional do Câncer (INCA) aponta que a cada ano são diagnosticados cerca de 69 mil novos casos. A prevenção é constante e inclui hábitos alimentares saudáveis, prática regular de exercícios físicos, qualidade do sono, não fumar e evitar bebidas alcoólicas. Sobre os exames, a recomendação da Sociedade Brasileira de Urologia é que sejam realizados anualmente por homens a partir dos 50 anos. No entanto, os que têm histórico familiar da doença e os da raça negra (a que apresenta maior incidência) devem procurar o urologista a partir dos 45 anos. Ainda de acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, o diagnóstico precoce aumenta em 90% as chances de cura. “A prevenção é muito importante, pois em muitos casos o diagnóstico vem com a doença avançada, uma vez que na fase inicial não há sintomas”, alerta a Diretora. Com o avanço da doença, o paciente pode apresentar
dificuldade para urinar ou vontade de urinar com urgência, insuficiência renal e fortes dores. Para detecção do câncer de próstata, além da avaliação clínica, são realizados os exames da dosagem sérica do PSA (um exame de sangue) e o digital retal, conhecido como exame de toque. Esse último, tão temido pela maioria dos pacientes, dura apenas alguns segundos e é fundamental para um diagnóstico preciso, pois cerca de 20% dos casos de câncer de próstata não são detectados pela dosagem de PSA no sangue. O tratamento é definido pelo urologista a partir das características de cada paciente e de acordo com a fase do tumor. Em relação aos fatores de risco, o maior deles é a idade. Em média, 60% dos casos são diagnosticados em pacientes com mais de 65 anos.
Alimentação inadequada, à base de gordura animal, sobretudo, além do sedentarismo, obesidade e as já citadas, raça (negra) e histórico familiar contribuem como fatores de risco para a doença.

 

Prefeito em viagem de trabalho na Capital

O Prefeito Ademir Antonio Presotto, juntamente com o Secretário de Finanças, Odeni Castro, e da Coordenadora da Secretaria de Administração, Jaqueline Zanini, estiveram em Porto Alegre, no dia 27 de Outubro de 2015, em viagem de trabalho. Na oportunidade, as autoridades serafinenses estiveram visitando diversas Secretarias, para tratar de assuntos do município. Também
estiveram participando de importante reunião com a Deputada Estadual Silvana Covatti.


5 de novembro de 2015

exclusivo

um consultor juridico da ALRS me disse agora no bus que o BASSEGIO SERÁ CASSADO. ANOTEM

 

RC

agora tá explicado pq o RC tem tanto ODIO do pesquisar.

o cara entregou o brasa mora como FUNCIONARIO PUBLICO FANTASMA....

 

assis

o espanha me contou que o assis demitiu 3 colegas pq o espanha os achou as 3 da madrugada no laboratório da focontexto fazendo bico pra eles.

- meteram uma ação que ele pagou os tubos, ele não, a empresa.

um dos caras comprou uma casa em canoas com a indenização.

 

espanha

conheci o espanha quando foi fazer uma materia sobre ipirelllas com o caco barcellos na pria de pinhal e cidreira. pauta 500 ,ou pauta comercial pq a ipirella patrocinava a cobertura de verão da caldas.

e o espanha queira comer todas as ipirelas. acho que não comeu nenhuma. como dizia o pacheco, da zero. comia a patroa e olhe lá.

* o pacheco era o seguinte.

a gente ia pro interior e na volta depois de alguns dias fora de casa o pacheco dizia.

- bom agora vamos daruma na nega veia...kkkkkk

 

espanha I

esopanha conheceu muito bem o romance do cotia com uma colega da fotografia da zero.

cotia ligava de garopaba pro espanha e queria saber como tava a repercussão de sua fuga em lua de mel com uma mulher casada.

- olha tão te procurando,dizia espanha.

 

espanha II

cotia e sua namorada nos anos70 ficaram,claro no hotel do lobo, alguns dizem pensão do lobo.

fiquei tb lá nos anos 70. mas isto era pros mais abastados. a gente ficava mais no barracão dos pescadores.

Espanha III

tinha o lobo, o dono e os filhos, os lobinhos.
algumas gurias davam pros filhos do lobo em troca de pensãoe e de um rango muito bom que tinh aali. arroz, camarão, peixe.

espanha IV

na frente do hotel do lobo tinha a unica padaria de garopaba. saia um cheirinho de pão la pelas 4 da tarde. os magros cheios de larica corriam pra comprar com os poucos de pé rapados que tinham...

espanha V

num verão fiquei com o carlinhos caramez até quase fins de março em garopaba. o mar tava tão azul,verde espelhado que eu não queria ir embora. comiamos mariscos e ficavamos o dia na praia. até que um dia viemos embora.

 

espanha e a sua alemoa...

natural de salto do jacui, a alemoa do espanha botou ele nos eixos....
ele a conehceu numa campanha em que o pmdb tinha um comite ali do lado da caverna do ratão. lembro disto. eu morava na perpetua teles.

como a mae do espanha ainda vive e é uma veia de temperamento forte, ele fica se equilibrando entre as duas.

espanha mora com a mãe na av. capivari.zona sul de porto.

faz fotos principalmente de paisagens e gosta muito daquela parte de terra de areia da mata atlabntica. provavel que compre um sitio por lá.

 

o espanha não se fala com a ex....

como o veio assis que tinha bronca da ex...

aliás vão lançar um livro chapa branca como o assis. vou pegar o livro e desnudar o personagem....

qdo liguei pra dede porto avisando que o assis tava doente no mae de deus pra morrer, ela me disse:

- não vou ver.....tu já trbaalhou com ele pra saber como é.

- ea cusou

- minha saída da globo rural foi culpa dele.

o veio assis não era mole.

no enterro um conhecido dele me disse:

esse veio era foda. ele metia a faca nas autoridades pra cobrar o que deviam pra ele.

 

autoria da foto

fomos ver o assis com o erno schneider e o espanha. fiz uma foto dos 3 juntos. dias depois saiu na pag 3 do jc. foto de espanhol. mandei mail pro pedro maciel que pos a correção.

espanha,paulinho franklen e olivio lamas moravam numa pe na avai, me parece. e perto morava a santa irene de araujo lopes com sua turma....

* a santame parece anda em santa,ou garopaba. pelo menos andou morando por lá.

 

corneta

matico chega na barraca da ari:

- po mas aqui só tem livro do BICUDO.

é pode ser.

* paixão do luis claudio

me contou o espanhol durante nosso xopi no margs que o luis claudio cunha era ' apaixonado' por uma reporter da FM que fazia materias sobre velas e que mais tarde saiu do pais.

disse ao espanha.

- o luis claudio perdeu o tempo dele. ela era chegada em ' bitola larga', ou seja, em quem tinha poder.

é pode ser.

 

Matéria

totalmente ' fria' a materia de que ha´briga entre feltes e biolchi. não se sustenta. não tem um dado ali que diga que há briga. pura fofoquinha.

o titulo não segura o texto. o titulo esquentou uma materia que não tem nada demais.

tão mal de assunto.

 

alugueis pela hora da morte

há uma falacia por ai que os alugueis baixaram. procurem as ganhas pra ver. tem jk que tão pedindo 800 paus....fora cond e outras cositas mais

o centro de poa tá caro mas os bairros como petropolis, tb

os arredores dos terrenos publicos, como pr e pq estão sendo muito explorados pelos donos. acho que o gov mun deveria nestes locais subir o IPTU embora quem acabe pagando seja o inquilino.

 

novo end

estou até pensando em convidar alguns amigos mucho lokos pra inaugurar o ape.

O MATICO, O ESPANHA, mas acontece que estes caras ficaram muito burgueses. só querem vinho tinto fino....de garrafon não serve mais.

* e vou convidar o gasparotto pra coluna social..kkkk ou a rede social...kkkkk(OC)

reker esta dica é so pra ti. subi em direção a tua musa BEBEL. agora fikei mais perto dela. mas não tenho mais visto a nossa atleta caminhar pelo bairro.

as vezes vejo a marta medeiros na pracinha da encol ou então pelo bairrro. pra ti ver como sou um pobreton luxento. vfivo da pensão da dona dilma e moro no bairro dos chiques. assim como se fosse manhattan em NYC

 

Te mudou para onde

prez rekern

nos proximos dias divulgo.

por enquanto é segredo de estado...kkkkk

mas eu sou um pobreton que gosta de luxo. quem gosta de miséria e intelectual que não é meu caso kkk(OC)

De: rekern
Enviada: Quarta-feira, 4 de Novembro de 2015 10:57

Te mudou para onde

Renato Kern

 

sintoma de pobreza

1. não tenho credito

2. so paga com maquininha até 5b pilas.

3 se interna no conceição.

 

do Barranco

furini, no barranco.....

 

Ironia

tenho que ir devagar com a ironia, pq tem gente que me leva a serio.l

 

Memória

bombinhas no carnaval de 1983. acervo MS

 

Originalidade

ironia pro meu lado, não(OC)

BIBIANA DE TEMPO E O VENTO SEMPRE FICIA QUE FINADOS VENTAVA.

Enviada: Quarta-feira, 4 de Novembro de 2015 15:37

Ah! "o E. V. já dizia q em Finados sempre venta"? Humm, baita originalidade! (Laurinho da Venâncio).

 

dos leitores

Enviada: Quarta-feira, 4 de Novembro de 2015 15:39

Tá bom, mas qdo tu ñ tiver cansado, faz umas descrições da colônia ??! (Laurinho da Venâncio)

 

injuriado

vou processar o laurinho da venanci por injuria...
ela fala tanto em tosco que seu antonio,zelador do prédio onde mora o laurinho, já poe na sua agenda o meu nome como TOSCO.

 

Aniversários

capincho teve de niver ontem...
tb faria anos ontem o falecido nico fagundes.

minha mãe fez 86 anos.

ela é que teve doente a vida toda e meu pai que morreu antes. tb acontece.

 

de São Borja

neuza não vou pra feira. tou de mudança. e em epoca de mudança passarinho não pia.(OC)

De: Neuza Penalvo
Data: 04/11/2015 17h46min11s UTC

Oi Olides!
Tudo bem?
vens p/feira?
avise!

 

dos leitores

De: Rosa Carmo de Araújo Neumann
Data: 04/11/2015 18h25min28s UTC

Gostei da moça de 62 kkkkk

Esta é uma boa forma de nos comunicarmos.

Rosa Neumann

 

Feira do Livro

falei ontem pro presidente que a feira tem que mudar.

todo mundo diz isto mas fazer o que ?perguntou

e disse

faizmeos uma sala pros autores com café e tudo e não pinto ng lá.


o musico toca so na feira dolivro

o goulart levou cachaça mineiira pra barraca da ari. subornei o guarda com um pote de amendoin.

disse ao goulart que tem que convidar o MARCELO RECH pra ser president4e da ari.

* o gulart me disse que foi o ultimo ano que comanda o juri do premio ari de jornalismo.

eles que achem outro.

ocleber dioni e a sirlei dão conta numa nice da barraca da ari.

o emilio chagas parou na barraca fa ari e tomou um trago de canha miniera. depois fomos embora.

* conheci o emilio qdo ele namorava a NARULHA NO JULINHO NO CLASSICO DO JULINHO.

ELE É PAI POLITICO DE MIM, DO CACO BARCELLOS, DO LICINIO AZEVEDO, DO NAMORADA DA TANIA WOLF, ENTRE OUTROS.

 

Livro

saiu o livro sobre a nega lu.....o beto canarinho descobriu até um pareo que a homenageia.

"ASSIS HOFFMANN o fotógrafo dentro da cena"

OLIVRO CHAPA BRANCA DOSBR EO ASSIS

De: ald.contato
Enviada: Quarta-feira, 4 de Novembro de 2015 20:07

O convite do lançamento do Livro do Assis

Prezado Alfonso Abrahan,

É com satisfação que convido você para o coquetel de lançamento do livro do meu pai, próximo dia 12 de novembro as 18h30min, no Instituto Ling.

Nos vemos lá!

Abraço,

Leonardo Zigon Hoffmann.

 

Poeta Luiz de Miranda autografa na Feira do Livro

??POETA MIRANDA AUTOGRAFA 'RUMOS DO FIM DO MUNDO'

NA FEIRA DO LIVRO,QUE MARCA SEUS 70 ANOS. É UM LONGO
POEMA , UMA EPOPÉIA DE 307 PÁGINAS. É DIA 7/11/2015, ÀS 19 HS.
E PALESTRA DO PROF. DR. RICARDO BARBERENA ÀS 18 HS, NA SALA
RETRATO NA ERICO VERISSIMO, RUA DA PRAIA.

Luiz de Miranda, considerado pela crítica como um dos melhores poetas do mundo.
Tem a obra poética mais extensa do mundo publicada com 4318 páginas,
Em segundo vem Pablo Neruda com 2080. Participou da Luta Armada
conta a Ditadura de 1966 a 1975. Tem 12 Prêmios no Exterior: 4 (USA)- 2(França)-
2 (Itália)- 2 ( Paraguai- 2 (Panamá)..
Para Carlos Heitor Cony, da Academia Brasileira de Letras, "Luiz de Miranda tem a
Melhor Fortuna Crítica do País", 2005.Este é o livro 40 de sua Obra. Depois,
na agenda de homenagens, estará em março de 2016 no Salão do Livro de Paris
para o lançamento da Segunda Edição de seu livro em francês "TRILOGIE DU BLEU"
e entregará o Prêmio Luiz de Miranda" para obra poética editada em francês, numa promoção
da "DIVINE ACADÉMIE FRANÇAISE DES ARTS LETRES ET CULURE". Será também
louvado na Universitat de les ILLES BALEARS, coordenado pelo Prof. Dr.Perfecto Cuadrado,
Palma de Mallorca, ESPANHA.

 

Estudantes do 2º Ano do Ensino Fundamental escrevem livro sobre como tornar o mundo melhor

A obra, que contém as ideias de 58 estudantes do Colégio Santa Inês, será lançada na terça-feira, 10/11, na Feira do Livro de Porto Alegre

Capa Pequenos Inventores-01 webEconomizar água, separar e diminuir o lixo, cuidar do meio ambiente e das pessoas que convivem conosco. São ações simples, que, se todos fizessem, tornariam o mundo melhor, segundo a visão de estudantes do 2º ano do Ensino Fundamental do Colégio Santa Inês, crianças com idade entre 7 e 8 anos, que escreveram um livro com histórias a respeito do futuro e com a suas visões do que fazer para construir um país diferente. A obra Pequenos Inventores de Histórias será lançada na 61ª Feira do Livro de Porto Alegre, na terça-feira, 10/11, com sessão de autógrafo desses 58 novos pensadores às 14h, no térreo do Memorial do RS.
De acordo com a diretora do colégio, Irmã Celassi Dalpiaz, o projeto visa desenvolver, com os estudantes, a ideia de que é preciso ser pró-ativo para construir uma realidade diferente. "Queremos que as crianças entendam de forma clara e simples questões sérias como sustentabilidade", explica. Além disso, o trabalho incentiva a leitura e a escrita dos pequenos, desenvolvendo também a criatividade. "Devemos estimular a escrita de nossas crianças, pois, antes do trabalho intelectual e cognitivo com as letras, há a organização do pensamento de quem escreve; antes disso, há as escolhas que o sujeito faz no dia a dia".
Em histórias de "faz de conta", alguns estudantes retrataram o encantamento próprio com super-heróis, princesas, piratas, fadas, dragões e avatares; em outros contos, as crianças mostram também a importância da família na sociedade, como pilar essencial na vida do ser humano.

 

QUINTA multicultural na FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE

Nesta quinta-feira (05/11), a programação da 61ª Feira do Livro de Porto Alegre traz para a Praça da Alfândega aspectos culturais de várias partes do mundo.

Um dos maiores nomes da literatura portuguesa, Almeida Faria, desembarca na capital gaúcha para participar de uma conversa com o escritor brasileiro Assis Brasil. Mediada pela autora Jane Tutikian, a atividade acontece às 18h na Sala Oeste, do Santander Cultural.

Um debate acerca da história de Cuba, com Raúl Antonio Capote Fernández e Raul Kroeff Machado Carrion, acontece às 16h, no Auditório Barbosa Lessa, no Centro Cultural Erico Veríssimo.

A poesia israelense de Ronny Someck também estará na Feira. O Poeta apresenta sua obra às 19h na Sala Leste do Santander Cultural. A mediação será de Moacir Amâncio. A atividade contará com leituras de poemas com Mirna Spritzer e tradução simultânea.

Já às 18h30, a antropóloga Lilia Moritz Schwarcz e a historiadora Heloisa Murgel Starling apresentam uma palestra rica em imagens e curiosidades sobre a pesquisa que deu origem ao livro Brasil: Uma biografia. A atividade acontece no Auditório Barbosa Lessa, do Centro Cultural Erico Veríssimo.

Estes são alguns dos destaques da programação. As atividades da Feira do Livro começam às 9h.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA
9h
Encontro com a escritora Andrea Viviana Taubman
Agendamento escolar
Jardim do Chapeleiro Maluco

O Autor no Palco com a ilustradora Anielizabeth
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

O Autor no Palco com o escritor Christian David
Casa do Pensamento

Oficina MudaMundo com a jo
Agendamento escolar
Sala do Professor

9h30
Oficina MudaMundo com Cristiane Ostermann
Parceria: Signi Estratégias em Responsabilidade Social e Confraria das Letras em Braille
Inscrições
Sala do Professor

10h30
O Autor no Palco com a escritora Christina Dias
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

O Autor no Palco com o escritor Manuel Filho
Agendamento escolar
Casa do Pensamento

14h
A Praça da Alfândega: espaços, tempos e muitas histórias
A palestra traz um histórico sobre a Praça da Alfândega de Porto Alegre e seu entorno, abordando aspectos de sua formação, alterações urbanísticas e culturais no que se refere a usos e percepções sobre o espaço que abriga a
Feira do Livro da cidade.
Palestrante: Márcio Ezequiel.
Auditório da Inspetoria da Receita Federal (Alfândega)

Encontro da Associação Brasileira das Editoras Universitárias (ABEU)
Discutir e planejar a produção editorial das editoras universitárias da região Sul Participantes: Astomiro Romais, Suzete de Paula Bornatto e
Dirceu Luiz Hermes.
Sala O Retrato - CCCEV

O Autor no Palco com o escritor Kalunga
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

Colóquios de Inclusão
Oficina dos sentidos e criatividade
Mercur e Secretaria Municipal de Educação
Estação da Acessibilidade

Mitos, contos populares e a formação do leitor, bate-papo com a escritora Rosana Rios
Sala do Professor

Casa do Pensamento
O Autor no Palco com o cartunista Santiago
Agendamento escolar

14h30
Uma Luz na História
Levantamento da história do Planalto Central Brasileiro entre 1700 e 1960, apresentando verdades e mitos e mostrando a importância da presença
do engenheiro Joffre Mozart Parada, na construção de Brasília.
Participante: Nina Tubino.
Sala Oeste - Santander Cultural

Contação de histórias com a Turma da Alice
Agendamento escolar
Jardim do Chapeleiro Maluco

15h
História, imagem e representação: possibilidades de leitura
A mesa redonda apresentará pesquisas históricas que analisam processos de produção, circulação e consumo de imagens, bem como os significados que são produzidos na sociedade moderna.
Participantes: Carmem Adriane Ribeiro, Eduardo Roberto Jordão Knack e Marlise Regina Meyrer.
Auditório Barbosa Lessa - CCCEV

1a Mostra de Cinema Israelense
As Aparências Enganam, de Daniel Syrkin.
Cine Santander Cultural

Em busca de si mesmo: Escrita Criativa (2/2)
Através dos espaços domésticos da infância, a busca pelo resgate de lembranças na criação de textos que permitam uma melhor escrita de si
mesmo.
Ma Valesca de Assis Brasil.
Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

15h30
Despertar com Graça
Arqueologia, Ciência , Espiritualidade e Mediunidade.
Mistérios do planeta. Mesa-redonda sobre uma viagem aos quatro cantos do planeta, compartilhando experiências, no trabalho com equipes de Arqueólogos e Pesquisadores nas escavações das Pirâmides da Bósnia, Vale Sagrado no Peru, Complexo de Teotihuacan no México e mais sobre
Cientologia. Participantes: Graça Pimentel, Antonio Carlos Barcellos, Sérgio Luiz Gallina e Juliano Fontoura.
Libras
Sala Leste - Santander Cultural

O Autor no Palco com a escritora Sandra Pina
Agendamento escolar
Casa do Pensamento

O Autor no Palco com a escritora Anna Cláudia Ramos
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

16h
Atividade paralela: Criadores e Criaturas: os autores de horror e os seus
monstros.
Exposição e análise das criaturas projetadas pelas mentes férteis dos escritores, tais como: vampiros, bruxas, zumbis, fantasmas e lobisomens.
Palestrantes: Duda Falcão e Cesar Alcázar.
Agendamento: (51) 3227-2194
ASSEC - Travessa Francisco Leonardo Truda, 40 – 21° andar

Fabulando com bichos de todos os reinos, bate-papo com o escritor Breno Serafini
Promoção: Buqui Livros
Sala do Professor

Contação de histórias com a Turma da Alice
Agendamento escolar
Jardim do Chapeleiro Maluco

Filhos: educação moral, emocional, espiritual e a construção do caráter
Verbete: A proposta desta atividade é mostrar a importância da educação moral e emocional na formação do caráter dos filhos.
Participantes: Gladis Pedersen de Oliveira, Georgina Valente e Marilene Huff
Sala Oeste - Santander Cultural

16h30
Guantánamo e a primeira aventura do Império
Um debate acerca da História de Cuba. Participantes: Raúl Antonio Capote Fernández e Raul Kroeff Machado Carrion.
Auditório Barbosa Lessa – CCCEV

17h
Como Criar um livro ilustrado: Quem é quem é? (2/2)
O livro ilustrado e sua relevância para a formação do código escrito.; os bastidores da criação de um livro ilustrado, desde a primeira ideia até
a impressão do livro; análise de originais de texto escrito e ilustração e dos diversos caminhos que os autores percorrem para comunicar uma ideia; Expressão do corpo como suporte artístico.
Anna Claudia Ramos / Márcia Kaspary.
Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

Aprenda a cuidar dos seus livros (2/4)
Oficina abordará a higienização de acervo bibliográfico, cuidados necessários à preservação e conservação de acervos em papel e proporá
a confecção de um pequeno livro de memórias. Silvia Maria Jansson Breitsameter.
Restauro Livro e Arte, Av. Júlio de Castilhos, 440 S/84

Juventudes e suas Vulnerabilidades
A atividade propõe-se em debater as questões que permeiam as situações de vulnerabilidade às quais as juventudes estão expostas.
Participantes: Anelise Gregis Estivalet, Evandro Alves, Maria Beatriz Osório Stumpf.
Sala Leste - Santander Cultural

Coral lá Vem a Luz
Resultado de oficina de composição musical realizada com crianças e adolescentes residentes no Abrigo Residencial 7, em Porto Alegre, com apoio do Fumproarte
Promoção: Instituto Cultural Estado de Direito
Casa do Pensamento

17h30min
A música que vira livro
O músico Lucas Silveira conta como foi o processo de desvendar suas próprias canções e contar a história por trás de cada uma delas, transformando-as no livro Eu não sei lidar.
Lucas Silveira apresentado por Edu Santos.
Teatro Carlos Urbim

18h
Presença do autor português Almeida Faria na Feira do Livro
Uma das maiores vozes da literatura portuguesa numa troca de ideias com o escritor gaúcho Luis Antonio de Assis Brasil.
Participantes: Almeida Faria, Luiz Antonio de Assis Brasil.
Mediadora: Jane Tutikian.
Sala Oeste - Santander Cultural

Atividade paralela: Sarau poético do IEL
Obra de Henrique do Valle por Paulo Seben, Jogral paraÊlos e Grupo de Poesia Versificação Brasileira, do Instituto de Letras da UFRGS.
Biblioteca Pública RS - Salão Mourisco

18h30
Brasil: Uma Aula
"A antropóloga Lilia Moritz Schwarcz e a historiadora Heloisa Murgel Starling apresentam palestra/aula rica em imagens e curiosidades sobre
a pesquisa que deu origem ao livro Brasil: Uma biografia".
Auditório Barbosa Lessa – CCCEV

Chapeleiro's Pocket Show
Jardim do Chapeleiro Maluco

19h
A poesia israelense de Ronny Someck
O Poeta apresenta sua obra. Participantes: Ronny Someck, mediação de Moacir Amâncio e leituras de poemas com Mirna Spritzer.
Tradução simultânea.
Sala Leste - Santander Cultural

Carrie – A Estranha, de Brian De Palma
Sessão de Cinema no Cine Santander Cultural

ABNT sem estresse: como sobreviver normatizando (1/1)
Introdução – Motivação da Oficina,Requisitos para ser um bom Normatizador, Relação com o cliente, negociação e pós-venda,Utilizando o
WORD a favor da Normatização, Considerações Finais, Luciana Kramer.
Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

Direitos Autorais, debate com a participação de Anielizabeth, Anna Cláudia Ramos e Sandra Pina
Promoção: Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil – AEI-LIJ
Público-alvo: professores, bibliotecários e outros mediadores da leitura
Biblioteca Moacyr Scliar

Sarau Santa Sede 6
Apresentação oficial da safra de cronistas da oficina Santa Sede 2015.
Com Rubem Penz e Dudu Sperb.
Sala O Retrato do CCCEV

Colóquios de Inclusão
Oficina de Arteterapia
Mercur e Secretaria Municipal de Educação
Estação da Acessibilidade

20h
O Autor no Palco com Rosana Rios
*Agendamento escolar
Casa do Pensamento

Pólvora
Bate-papo com Tico Santa Cruz sobre sua novela policial, que, em publicação pela Internet, já obteve mais de 300mil leitores.
Tico Santa Cruz e Roger Lerina.
Teatro Carlos Urbim

AUTÓGRAFOS
15h

Praça de Autógrafos:
Sapiente, O Sapo Sabido
Olsen Editora
Gladis Pedersen / Jimy Marte

Amigante, a amiga gigante
5continentes
Frederico Manica

16h
Praça de Autógrafos:
Será o Pum das Flores Perfumado?
Editora InVerso
Kalunga

Interpretação do Direito & Equidade
Editora da UFRGS
Alejandro Alvarez

O Boi-Bumbá
Edelbra
Rosana Rios

Rapunzel
Edelbra
Rosana Rios

A Menina do Capuz Vermelho
Edelbra
Rosana Rios

Batu, o Filho do Rei
DCL
Celso Sisto

17h

Praça de Autógrafos:
Colunas Estruturantes da Família Cristã
Editora Alcance
Nelson Hahn Mazzurana

Drogadição: Alertas Para os Pais Não Serem os Últimos a Saberem!
Editora Alcance
Nelson Hahn Mazzurana

Mar Revolto
Pragmata
Mara Carvalho Leite

Entrevistas Psicológicas: Técnicas Para Diferentes Entrevistas em Diferentes Espaços
Editora Appris
Maria A. da Silveira Brígido

Vielas do Tempo - Crônicas
Edição independente
Paulo Ziegler

Tudo o Que Pisa Deixa Rastro
Independente
Nei Duclós

Despertar com Graça
Edição independente
Graça Pimentel

Uma Flor em Outra Estação
Edição independente
Guiomar Baccin

História, Imagem e Representação: Possibilidades de Leitura
Livraria Palmarinca
Marlise R. Meyrer, org. Rosane M. Neumann, org.

18h

Memorial – Térreo:
Fronteiras do Direito Empresarial
Livraria do Advogado Editora
Ricardo Lupion, org. André Fernandes Estevez, org.

Praça de Autógrafos:
A Sáude dos Ventos
Edições BesouroBox
Waldomiro Manfroi

Veraneio - Poesias
Martins Livreiro LTDA
Danci Caetano Ramos

Última Floresta - Sonetos
Martins Livreiro LTDA
José Nedel

História e Genealogia da Família Teló
Martins Livreiro LTDA
Vanésia Zibetti Vasconcellos

Brummers - A Legião Alemã Contratada pelo Império
Brasileiro em 1851
Martins Livreiro LTDA
Juvencio Saldanha Lemos

Ivorá - Sangue Italiano na Quarta Colônia
Martins Livreiro LTDA
Sergio Venturini

Era Uma Vez em Dezembro
Editora Alcance
Pedro Stiehl

Sant´Anna do Livramento: Ontem, Hoje e Sempre
Santa Cruz
Maria Izabel Vasconcellos

18h30

Teatro Carlos Urbim:
Eu não sei lidar
Dublinense
Lucas Silveira

19h

Praça de Autógrafos:
Os Jovens e a Rua: Trajetórias dos Sem-Lugar
Editora Appris
Anelise Gregis Estivalet

Astrologia Como Filosofia de Vida
AGE Editora
Luiz Carlos Macedo Naconecy

Sombras Douradas
AGE Editora
Tibério Vargas Ramos

O Legado do Führer
Quatrilho Editorial
Bruno Atti Serafini

Entrevista com o Caudilho - Um Cowboy nos Pampas
Martins Livreiro Editora
Cassiano Fuga Cunha

40 na Cabeça
AGE Editora
Magali Schmitt

A Chacina dos 4 As, Ocorrida em 1950
Livraria Palmarinca
Oneider Vargas de Souza

Longeviver Juntos - O Inconsciente
Livraria Palmarinca
Ana Cássia Froett

20h
Memorial – Térreo:
Santa Sede: Crônicas de Botequim
Buqui
Rubem Penz, org.

Teatro Carlos Urbim:
Pólvora
Editora Belas-Letras
Tico Santa Cruz

Praça de Autógrafos:
Carta à Fernando Pessoa
Annablume
Ronny Someck

Meu Filho TDAH e Outro Bichos
Editora Alcance
Inez Ramos Crespo

Mil Anos de História
Editora Alcance
Edir Medeiros

E se alguém o pano
Après Coup - Escola de Poesia
Eliane Marques

Na Fronteira da Medicina: um Médico no Interior da Amazônia (1969 - 1970)
Editora Medianiz
Germano Bonow

O Sol, a Lua e o Beijo
Editora Versus
Aleco Mendes

Brasil: Uma Biografia
Companhia das Letras
Lília Schwarcz, Heloísa Starling

A Paixão e O Murmúrio do Mundo
Cosac Naify
Almeida Faria

 

Concurso premiará fotos da Capital em preto e branco

Estão abertas, até 21 de novembro, as inscrições - gratuitas - para o XIV Concurso Sioma Breitman de Fotografia, promovido pela Câmara Municipal de Porto Alegre. A competição destina-se a premiar trabalhos inéditos em preto e branco nas categorias Foto Convencional (captada em película) e Foto Digital. Podem participar fotógrafos amadores e profissionais com 18 anos ou mais e residentes no Brasil. O tema proposto para esta edição é O Cotidiano Invisível de Porto Alegre.
Os três primeiros lugares de cada categoria do Concurso receberão prêmios em dinheiro e, juntamente com os demais selecionados, participarão de exposição no Legislativo ainda sem data marcada. O participante poderá inscrever até três fotos nas duas categorias, devendo apresentar, obrigatoriamente, para cada uma das categorias, uma inscrição individualizada.
O candidato terá de inscrever-se pessoalmente ou por meio de procuração na Seção de Memorial da Câmara Municipal de Porto Alegre (Avenida Loureiro da Silva, 255, térreo), de segundas a sextas-feiras, das 9 às 12 horas e das 13h30min às 18 horas, ou encaminhar seus trabalhos por via postal. O edital do concurso, com o regulamento, a ficha de inscrição e demais modelos de documentos exigidos, está disponível na página inicial do site www.camarapoa.rs.gov.br
Seleção e premiação
Os trabalhos inscritos no Concurso Sioma Breitman serão julgados por uma comissão formada pelos seguintes profissionais: um representante dos repórteres fotográficos da Comunicação Social da Câmara e, no mínimo, dois representantes de entidades da sociedade civil com experiência comprovada e de reconhecida atuação no meio fotográfico.
Serão selecionadas até 60 fotografias. Dentre essas, haverá os seguintes prêmios e distinções em cada categoria:
- 1ºs lugares: R$ 2.500,00
- 2ºs lugares: R$ 2.000,00
- 3ºs lugares: R$ 1.500,00
- 4ºs, 5ºs e 6ºs lugares: diplomas de Menção Honrosa.
História
O Concurso Sioma Breitman de Fotografia foi criado em 1996 por sugestão do ex-vereador e ex-prefeito João Antonio Dib para homenagear o importante fotógrafo Sioma Breitman (1903-1980). Nascido na Ucrânia, Sioma viveu a maior parte do tempo em Porto Alegre, onde mantinha seu atelier na Rua dos Andradas, 1.281. Costumava fotografar principalmente em preto e branco, divulgando a capital gaúcha no mundo inteiro por meio de seu trabalho, que recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais. Desde 2011, o concurso é bienal. A última edição foi realizada em 2013.
Informações: (51) 3220-4318.

 

SERGS PROMOVE DEBATE SOBRE PROTEÇÃO CONTRA CHEIAS EM PORTO ALEGRE

A Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (SERGS) realizará nesta quinta-feira (5) às 8h30min o café da manhã Bom Dia Engenharia que discutirá o tema Sistema de Proteção Contra Cheias em Porto Alegre – Situação e Perspectivas.
O diretor geral do Departamento de Esgotos Pluviais – DEP, Tarso Boelter, será o primeiro palestrante, abordando o tema Cidade Real.
A seguir, o tema Ações Preventivas para a Garantia do Abastecimento de Água será apresentado pelo diretor geral do Departamento Municipal de Água e Esgotos – DMAE, Antônio Elisandro de Oliveira.
A terceira palestra estará a cargo do conselheiro da SERGS, diretor geral do DMAE (1985 a 1988) e presidente da CORSAN (1991 a 1995), Carlos Alberto Petersen sobre o tema Obras e Defesas de Porto Alegre contra Cheias.
O evento será realizado na sede da SERGS – Trav. Acylino de Carvalho, 33 – 8º andar, em Porto Alegre.
ATENÇÃO IMPRENSA: FAVOR CONFIRMAR PRESENÇA COM A TODT COMUNICAÇÃO – FONES (51) 3228.7270/3228.7261 OU E-MAIL todtcom@terra.com.br

 

FDRH entrega Análise para implantação de Plano de Emprego na Ceasa

O documento de análise para viabilizar o Projeto de Lei para a inserção de Plano de Empregos, Cargos e Salários na política de trabalho das Centrais de Abastecimento do Estado do Rio Grande do Sul S.A (CEASA), elaborado pela consultoria da Divisão de Assessoramento Organizacional da Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH) foi entregue na tarde desta quarta-feira, 4. O presidente da Ceasa, Ernesto Teixeira, agradeceu o empenho das servidoras da FDRH. "Agradecemos imensamente a parceria entre as instituições. Damos a partida para uma nova fase", afirmou. Segundo Ernesto, o próximo passo é encaminhar o Projeto à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação.

Ao entregar a minuta, o diretor Institucional da FDRH, Juarez Nunes, reforçou as palavras do presidente e colocou a Fundação à disposição para novas parcerias. "Estar frente à construção de novas alternativas, conhecimento e melhoria dos servidos prestados pelo Estado é uma honra para os servidores da FDRH", enalteceu Nunes.

A análise elaborada pelas consultoras da FDRH, Denise Muniz Ramos e Alessandra Martinewski Ruano, aponta as Descrições de Empregos e Cargos, Políticas de Incentivo à Capacitação, Avaliação de Desempenho e Matriz Salarial. A análise foi elaborada conforme a legislação e aspectos técnicos relevantes na elaboração e implantação de um Plano de Empregos, Cargos e Salários.

 

Grupo de Trabalho sobre prevenção e catástrofes realiza primeira reunião


Deputados irão verificar andamento dos processos no Ministério da Integração

Criado a partir da audiência pública que debateu a situação da Defesa Civil no Estado e municípios, o Grupo de Trabalho (GT) da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa para tratar da prevenção de catástrofes e mitigação dos seus efeitos realizou a primeira reunião nesta quarta-feira (04), coordenada pelo deputado Eduardo Loureiro (PDT) e com a participação dos deputados Tarcísio Zimmermann (PT) e Júnior Piaia (PCdoB).

Inicialmente, o GT irá monitorar a situação, junto ao Ministério da Integração, dos processos dos municípios gaúchos atingidos pelas fortes chuvas registradas no mês passado, condição severa do tempo que atingiu mais de 177 mil pessoas em 132 municípios, dos quais 66 tiveram o decreto de situação emergencial reconhecido pelo governo federal. A intenção é verificar a situação de cada processo, visando acompanhar a liberação dos recursos e sua consequente aplicação. Os deputados devem viajar à Brasília, no próximo dia 12, para tratar do assunto diretamente no ministério.

Outro tema que o Grupo de Trabalho pretende atuar, ainda neste ano, é na formação e capacitação de agentes para atuar em órgãos de defesa civil. “Atualmente, 20% dos municípios gaúchos não possuem Defesa Civil estruturada, isso representa quase 100 cidades. Isso é preocupante”, alerta o presidente da Comissão de Assuntos Municipais, deputado Eduardo Loureiro. O GT também quer acompanhar a liberação do FGTS de pessoas atingidas pelas enchentes, medida anunciada pelo governo federal. Técnicos da Caixa Econômica Federal serão convidados a participar de reunião na Assembleia Legislativa para informar do andamento dessa liberação aqui no Estado. Esse encontro deve ocorrer na próxima terça-feira pela manhã, na Comissão de Assuntos Municipais.

 

Cristovam Buarque

Prezados companheiros (as)

Convite aos companheiros (as), que quiserem acompanhar ou prestigiar ou ate mesmo fazer uma conversar, informo que estarei acompanhando o Senador no seu roteiro.

O Senador Cristovam Buarque, estará fazendo um roteiro pelo interior do Rio Grande do Sul, nas seguintes datas e cidades:

Quinta-Feira 05/11/2015 - Almoço com os Companheiros do PDT de Santa Maria e Palestra na UFSM. Tema “A Construção de um Sistema Nacional de Conhecimento e Inovação”.

Quinta-Feira 05/11/2015 – Janta com os companheiros do PDT de São Borja.

Sexta-Feira 06/11/2015 - 09:00 – 10:00 Visita ao Museu Getúlio Vargas e aos túmulos de Getúlio Vargas, João Goulart e Leonel Brizola. Coletiva para a imprensa.
10:00 – 11:30 Palestra para professores e comunidade na UNIPAMPA.

Sexta-Feira 06/11/2015 – Palestra na URI de São Luís Gonzaga as 14:30 as 16:30.

Sexta-Feira 06/11/2015 - 19:30 – 21:30 Participa de ato político-partidário com a militância do PDT local e da região do Noroeste Colonial. Fala sobre “A política e o cotidiano das pessoas para o despertar ideológico da sociedade contemporânea: a necessidade de um novo humanismo”. Cidade: Ijuí

Sábado – 07/11/2015 - 10:00 – 12:30 Visita à Feira do Livro. Conversa de Cristovam com professores, estudantes e comunidade. Cidade: Palmeira das Missões

Atenciosamente,

João Henrique Cella
Presidente Estadual

 

do Pioneiro

Marcopolo anuncia incorporação da Neobus

Foto: Daniela Xu, bd

por Silvana Toazza

A Marcopolo, de Caxias, assinou uma carta de intenções com os controladores da Neobus. O documento busca estabelecer as bases e os princípios para uma potencial incorporação da L&M, controladora direta da San Marino Ônibus (Neobus) pela Marcopolo. Após a assinatura dos documentos definitivos e o fechamento da operação, até 31 de janeiro de 2016, as cotas da L&M serão transferidas para a Marcopolo.

As duas companhias continuarão a atuar de maneira independente no mercado nacional e internacional, em termos de produtos, rede de comercialização e serviços, segundo o CEO da Marcopolo, Francisco Gomes Neto.

– A gestão das empresas continuará separada, como já ocorre atualmente, e como acontece com a unidade de negócio Volare, que tem linha de produtos, rede de representantes/concessionárias própria e não vinculadas à Marcopolo Ônibus. Além disso, obteremos importantes sinergias nas áreas administrativas, operacional e de suprimentos – explica o executivo.
Pelo acordo, aponta Edson Tomiello, CEO da Neobus, a troca de participação por ações da Marcopolo permitirá à Neobus seguir independente nos aspectos de rede, comercialização, distribuição e portfólio de produtos.

– No futuro, também poderemos aproveitar recursos fabris e logísticos, entre outros benefícios. O grande objetivo é a expansão do mercado internacional, visando otimizar e conquistar novos mercados e solidificar a marca – enfatiza Tomiello.

A carta de intenções prevê que os atuais controladores da Neobus assumirão posição de acionistas da Marcopolo, permanecendo na gestão direta das operações da Neobus, como forma de preservar os fatores competitivos da marca.
O Conselho de Administração da Marcopolo aprovou a assinatura de uma carta de intenções, em fato relevante informado a acionistas e mercado.

Por meio da Operação, a totalidade das quotas da Neobus detidas pela L&M, que é titular de uma participação de 55% no capital total e votante da Neobus, passará a ser detida pela Marcopolo, que, nesta data, já detém uma participação minoritária de 45% do capital votante e total da Neobus.

Desse modo, após a assinatura dos documentos definitivos e o fechamento da Operação, a Marcopolo passará a deter o controle do capital da Neobus.

A Operação permitirá à Marcopolo consolidar o seu investimento na Neobus, companhia que atua no mesmo segmento da Marcopolo, possibilitando, assim, o aproveitamento das sinergias entre as operações, com ganhos de eficiência e racionalização de custos.

Além disso, as unidades de negócios Marcopolo, Neobus e Volare continuarão a operar de forma independente em termos de rede de comercialização e marcas. A operação também possibilitará que a Marcopolo e a Neobus desenvolvam suas atividades com maior eficiência, tanto no país quanto por meio de exportações.

Em virtude da incorporação, os quotistas da L&M, em substituição às suas quotas da L&M que serão extintas, receberão ações preferenciais da Marcopolo.

 

de Serafina

Encerramento do Curso de Artesanato

A Prefeitura de Serafina Corrêa, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, em parceria com o SENAR e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais, realizaram, de 19 a 22 de Outubro de 2015, mais um Curso de Artesanato e Reciclagem. As aulas gratuitas aconteceram no antigo CAE, Avenida 25 de Julho, próximo à Prefeitura Municipal. O Curso de Artesanato e Reciclagem foi ministrado pela Professora Mareni Bresolin, onde os participantes confeccionaram artigos para o Natal.

 

Iniciam as obras no Módulo Esportivo Municipal

No dia 23 de Outubro de 2015, a Prefeitura de Serafina Corrêa deu início a mais uma importante obra, reivindicação da comunidade serafinense, no Módulo Esportivo Municipal Laurindo Cadore. Situado no Bairro Planalto, o espaço é muito utilizado pelos amantes do esporte, sendo que agora, com recursos do Governo Federal, receberá pista atlética e iluminação. A previsão de término da obra é para abril de 2016, onde o Módulo Esportivo Municipal terá pista atlética asfaltada e com iluminação, transformando o espaço em um moderno e amplo local para prática esportiva, a saúde, o lazer e a qualidade de vida. Devido às obras, a Secretaria Municipal de Turismo, Juventude, Esporte e Lazer comunica que o Módulo Esportivo encontra-se fechado para a prática do futebol e demais atividades físicas e esportivas.

 

Importante reunião com empresários serafinenses

Na terça-feira, dia 03 de Novembro de 2015, a pedido da Secretaria Municipal de Trabalho e Desenvolvimento Econômico, através do Secretário Silmar Roberto Santin e da Diretora Francine Rostirolla, aconteceu a reunião com alguns empresários de Serafina Corrêa, juntamente com o SENAI, através do coordenador Pablo Marcelo Balestieri, para tratar assuntos referentes ao Programa Jovem Aprendiz. Na oportunidade, foram definidas as tratativas para o próximo ano, bem como assuntos referentes ao encerramento do ano, formatura, novos cursos, entre outros. É de extrema importância manter este contato e ficarmos próximos de nossos empresários, que nos dão o suporte e garantem o desenvolvimento econômico do nosso município, destaca o Secretário.

 

Seminário da Diversidade Linguística aconteceu em Caxias do Sul

Promovido pelo Ponto de Cultura Casa das Etnias, com apoio da Secretaria de Estado da Cultura, aconteceu o Seminário da Diversidade Linguística em Caxias do Sul, de 28 a 30 de Outubro de 2015. Durante os três dias, foram debatidos temas como identificação, resgate e o reconhecimento de línguas de imigração como patrimônio cultural. O diretor do Departamento de Cidadania e Diversidade Cultural da Secretaria de Estado da Cultura (Sedac), Leoveral Gölzer, participou na noite de quarta-feira (28), da abertura do Seminário. No primeiro dia, o médico e escritor Franklin Cunha discorreu sobre “A Fala Humana, Línguas e Dialetos” com os debatedores José Clemente Pozenato e Arlindo Battistel.

O evento foi um sucesso, com a participação de pessoas de vários municípios, como Serafina Corrêa, que teve representantes participando do Seminário, com a presença de Vereadores, do Gabinete da Primeira Dama e das Secretarias Municipais de Educação, com Direções de Escolas, de Cultura e Assuntos Especiais de Governo. Na segunda noite, houve a palestra com a professora e pesquisadora Marley Pértile e ainda a participação do médico, Vereador e Presidente da Federação das Associações Ítalo-Brasileiras, FIBRA, Paulo José Massolini , de Serafina Corrêa, que discorreu sobre o Talian e a experiência do município com a Língua, além de Celestino Vicente Szynwelski, que apresentou o cenário da língua polonesa, e de Lucas Diel, que apresentou o cenário da língua alemã. O Seminário da Diversidade Linguística fez parte das atividades da 5ª Semana das Etnias. Na terceira noite do Seminário (30), os participantes assistiram ao documentário "Brasil Talian".


4 de novembro
de 2015

pauta

tava no bar do margs e uma mulher atrás de mim perguntou:

-vcs são jornalistas.

somos.

tenho uma boa pauta. e é mesmo.

ia dar pra rosane, mas não gosto dela, disse a moça de62 anos.

tou com a pauta na mão vbamos trabalhar nela

 

serafina era meu pai....

Assim que meu pai faleceu, fui a serafina. por todo canto sentia seus vestígios....

o local onde ele me mandava levar trigo e milho pra moer e outras coisas, referencias.

com o passar do tempo, fui sentindo que serafina era meu pai...pode até parecer sentimental,sei lá o que.

mas era isto.

não é o lugar que faz as pessoas, mas o contrário(OC)

 

BROA DE MILHO

PROCUREI AKI NO ARISTOCRÁTICO BAIRRO MAS NÃO ENCONTREI.ENTÃO VOU NAQUELA PADARIA DA BORGES, NA FRENTE DAQUELA PRAÇA QUE MAIS PARECE UM MUQUIFO DE ANDRAJOSOS QUE LÁ TEM.

* TINHA UMA PADARIA AQUI NA DESCIDA PRA AV. IPIRANGA QUE FAZIA. MAS SEGUNDO O DONO DA PAD IJUI, ELA FECHOU

* SANTO DEUS, ATÉ AS PADARIAS TÃO QUEBRANDO. QUE SÃO ARTIGO DE PRIMEIRA NECESSIDADE

 

traste

fui pagar a faxineira que limpou meu novo ape....

vi qdo cheguei que o cel ligava toda hora. ai ela falou na filha.

saimos juntos até a parada ...e ela disse:

- agora tenho que ir ver o traste

quem é

- o pai dos meus filhos tá com cancer no conceição e a familia dele não quer nem saber

depois ainda me vem falar em familia.....

 

Musica, artesanato e arte....................na praça!

a laura no pedaço de novo. era o melhor blog do vale.

De: laurapeixe
Enviada: Terça-feira, 3 de Novembro de 2015 12:17

Arte na Praça em novo horário

Neste domingo, dia 08 de novembro, acontece a 14ª edição do Arte na Praça. Em razão do horário brasileiro de verão o evento acontece a partir das 14h.

Conforme a comissão organizadora, a mudança de horário é para melhor acomodar os expositores, para que não fiquem expostos ao forte calor que faz nessa época, bem como receber melhor o público.

A feira artística-artesanal ocorre todo o segundo domingo de cada mês na Praça João Zart, bairro Americano, em Lajeado.

A programação de shows musicais inicia às 14h com Marco Guimarães seguido de Rodolfo Roger às 17h, Vicente Breyer com Solon Chaves e Joner Westenhofen às 18h e Cristiana Pretto às 19h.

O Arte na Praça Lajeado é um movimento artístico cultural, que busca dar visibilidade aos artistas da região, trocarem experiências, valorizarem a praça, e proporcionar aos demais uma atividade diferenciada, regada de cultura.

P.S. Sem dúvida nenhuma, o Arte na Praça deu certo porque sempre recebeu o apoio do Jornalismo em Lajeado e no Vale. Minha gratidão!

Dia 13 de dezembro vamos promover o "Tributo: 35 sem John Lennon", com bandas da região! Minha gratidão!

Laura

 

dos leitores

Em 3 de novembro de 2015 13:43, Marcio de Almeida Bueno escreveu:

achei aquela materia sobre o primeiro cara que escreveu uma biografia do roberto carlos, um ex-secrtario dele, sem censura. se quiser lhe repasso, sao duas paginas de uma revista dos anos 90. digitalizei pequeno trecho.

 

Cinema

ENTRE A CONSCIÊNCIA E UMA CERTA PIEGUICE

por Eron Duarte Fagundes

Numa escola de Havana (2015), filme cubano de Ernesto Daranas, é uma narrativa que trata com justeza da questão social da criança quase sem perspectiva num país do Terceiro Mundo, porém não evita uma certa pieguice que corre nas veias melodramáticas de um cinema latino-americano, sempre exaltado e feroz em suas circunstâncias de sangue e lágrimas. É claro que Daranas não tem a centelha do espanhol Luis Buñuel em Os esquecidos (1950) nem a sensibilidade do francês François Truffaut em Os incompreendidos (1959); mas é suficientemente honesto e até dotado de uma certa força cinematográfica para fazer com que passemos por cima de suas inevitáveis pieguices para com a dita infância desvalida e nos identifiquemos com suas duas personagens centrais, o garotinho escolar rebelde e sua madurona e consciente professora.

Sem ser nenhum brilho especial de programação, é um olhar sempre bem-vindo sobre um meio escolar miserável em meio às torpezas dos poderosos. Quando, em dado momento, uma jovem professora diz que talvez a velha professora tenha ficado tempo demais no magistério, a professora idosa aduz que certamente não tanto quanto os que governam o país. Uma crítica certeira à eternidade do castrismo.

 

Preciosidade

lauro, eu tava muito cansado qdo fiz o texto e era isto que eu queria apenas. nada demais. não sou literato como um frances que não tem o que fazer. mas agradeço o texto...que tu mandou.

em tempo. em finados sempre venta, já dizia erico verissimo(OC)

Enviada: Terça-feira, 3 de Novembro de 2015 08:19

Precioso, o registro da colheita do trigo no Finados. Texto com jeito impressionista. Finados, colheita do trigo, o amigo fiel q vinha sempre ajudar etc etc...
Mas, como nada é perfeito: a se lamentar a falta de uma benvinda DESCRIÇÃO do lugar onde a situação ocorreu e das pessoas participantes.
E, enfim, em Finados sempre venta.
(Laurinho da Venâncio)

 

Feira do Livro

ou reiventam a feira do livro ou ela accaba em poucos anos. olha o que tou dizendo.

livros da escritora SILVIA SCIPIONI na barraca da ari....

ela se associou e agora vende lá seus livros. uma boa saída.

aém do talento, claudinha tajes tem um sex appeal danado....mulher inteligente dá tesão.

lauro quadros fala com o colega espanhol na sessão de autoghrafos.

 

Venha partcipar da sessão de autógrafos na Feira do Livro de Porto Alegre

 

Lançamento do livro escrito por alunos da Rede Pública Estadual

A Secretaria Estadual da Educação (Seduc) lança nesta quarta-feira (4) o 23º volume do livro Crianças e Jovens do Rio Grande Escrevendo Histórias. O evento ocorre na Praça de Eventos da Seduc, a partir das 10h.

O livro reúne textos de 84 alunos, com idades entre 05 e 17 anos, matriculados em escolas da rede pública estadual. O programa estimula a autoexpressão do estudante, valoriza sua produção gráfica e textual e incentiva o hábito da leitura.

Mais de 4,3 mil trabalhos foram enviados pelas escolas e selecionados pela comissão julgadora. Foram abordados nesta edição temas como rádio na escola, educomunicação, escola em tempo integral e bullying.

A partir das 14h, haverá sessão de autógrafos no palco principal da Feira do Livro de Porto Alegre.

O que? Lançamento do 23º volume do livro Crianças e Jovens do Rio Grande Escrevendo Histórias.

Quando? Quarta-feira, 4 de novembro.

Onde? Praça de Eventos da Secretaria da Educação. Centro Administrativo Fernando Ferrari, Plataforma. Avenida Borges de Medeiros, 1501, Bairro Praia de Belas.

Horário: Lançamento na Secretaria da Educação às 10h e sessão de autógrafos às 14h, no palco principal da Feira do Livro.

 

Feira do Livro de Porto Alegre reúne 320 mil pessoas nos primeiros dias de evento

O primeiro fim de semana da Feira do Livro de Porto Alegre começou intenso. O evento reuniu 320 mil pessoas de sexta até o feriado de Finados, na segunda-feira, 2/11. As vendas tiveram incremento de 24%, comparadas ao mesmo período do ano passado. O presidente da Câmara Rio-Grandense do Livro, Marco Cena, lembra que no primeiro domingo da edição anterior a chuva intensa afastou as pessoas da Praça. "Isso pode ter influenciado para esse crescimento nas venda,".
Além do tempo seco, as variadas atrações, misturando a literatura com as diversas artes, nomes conhecidos do públicos e de referência no mercado editorial, também contribuíram para atrair os leitores.

Nesta quarta-feira, 4/11, tem Lourenço Mutarelli, distribuição de bônus-livro, conversas com autores e muito mais. O escritor, ator, quadrinistra e dramaturgo Lourenço Mutarelli estará às 18h30 no Auditório Barbosa Lessa (do Centro Cultural Erico Veríssimo) para um bate-papo com os leitores. A atividade será mediada pelo cineasta Carlos Gerbase.


Já o Projeto Quintanares continuará a distribuição dos bônus-livro no valor de R$ 30,00 para professores e alunos de escolas públicas. Só amanhã, 12 turmas desembarcarão na Praça da Alfândega para trocar seus bônus por livros, em uma iniciativa da Câmara Rio-Grandense do Livro, financiada pela Lei de Inclusão à Cultura. Foram destinados RS 108 mil reais ao projeto, que beneficiará 3.600 alunos e professores de 113 projetos de leitura selecionados em todo o Estado.

Além disso, durante todo o dia vários autores estarão na Praça da Alfândega para participar do evento O Autor no Palco, que promove a interação de escritores e ilustradores com pequenos leitores de escolas de todo o Rio Grande do Sul. Entre os autores estarão Tino Freitas, Mariângela Haddad e Shirley de Souza, às 9h; Mônica Papecsu e Luciano Pontes, às 10h30; Marô Barbieri, Thais Linhares e Ronald Augusto, às 14h; e Cléo Bussato, Kátia Calmon e Glória Kirinius às 15h30.

Confira essas e outras atividades na programação completa do evento:

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

9h

Sessão de autógrafos
Escola Salvador Jesus Cristo (Alvorada)
Praça de Autógrafos

O Autor no Palco com o escritor Tino Freitas
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

Encontro com a ilustradora Mariângela Haddad
Agendamento escolar
Jardim do Chapeleiro Maluco

O Autor no Palco com a escritora Shirley de Souza
Agendamento escolar
Casa do Pensamento

10h

Atividade paralela: Abertura da 2a Mostra Literária BRDE
Reunião de obras de autoria dos colaboradores do BRDE e convidados. *Diariamente
até o dia 13 de novembro.
Espaço Cultural BRDE - Rua Uruguai, 155

10h30

O Autor no Palco com a ilustradora Mônika Papescu
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

O Autor no Palco com o escritor Luciano Pontes
Agendamento escolar
Casa do Pensamento

13h

Contra os clichês (2/2)
Oficina que se destina ao estudo do processo de escrita e da utilização de lugares comuns e clichês de estrutura e de linguagem e que visa a incrementar o senso crítico e a criatividade dos alunos através de leituras de textos exemplares e escrita de textos que se valham de clichês, além de aporte teórico sobre o Kitsch.
Com Cintia Moscovich.
Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

14h

Nova York – a cidade que nunca dorme
Apresentação dos relatos de viagem pelo autor Airton Ortiz.
Sala Leste - Santander Cultural

Sessão de Autógrafos
Colégio La Salle Canoas
Auditório da Inspetoria da Receita Federal

Como se faz para encontrar nossas potencialidades?
Bate-papo com a escritora Daniela Neves Santos
Promoção: Editora Buqui
Sala do Professor

Sessão de autógrafos
Crianças do RS Escrevendo Histórias
Secretaria de Estado da Educação
Memorial do RS/Térreo

O Autor no Palco com a escritora Marô Barbieri
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

Encontro com a ilustradora Thais Linhares
Agendamento escolar
Jardim do Chapeleiro Maluco

O Autor no Palco com o escritor Ronald Augusto
Agendamento escolar
Casa do Pensamento

14h30

Memória: Vida Lembrada
Apresentação teatral: "Segredos Revelados" textos sobre lembranças de mulheres com
mais de 50 anos.
Participantes: Matheus Roriz, Helena Balbinotti, Izabel Eri de Camargo. Mediadora:
Izabel Íbias.
Sala Oeste - Santander Cultural

15h

1a Mostra de Cinema Israelense
Fogueira, de Joseph Cedar.
Cine Santander Cultural

15h30

Saia do Piloto Automático e Lidere seu Destino
O escritor e consultor Domi Müller traz técnicas e processos para dominar nosso
elefante interior, responsável por quase 95% de nossas decisões.
Participante: Domi Müller.
Libras
Sala Leste - Santander Cultural

As passeadeiras passeiam pelo Rio Grande do Sul
Bate-papo com a escritora Cláudia Bins
Promoção: Buqui Livros
Sala do Professor

O Autor no Palco com a escritora Cléo Busatto
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

O Autor no Palco com a escritora Katia Canton
Agendamento escolar
Casa do Pensamento

O Autor no Palco com a escritora Glória Kirinius
Agendamento escolar
Auditório da Inspetoria da Receita Federal

16h

Encontros Transculturais Brasil-Canadá
A mesa debate o livro que resultou do projeto "Gerenciando encontros transcultu-
rais Brasil-Canadá", financiado pela Fapergs e integrado por pesquisadores brasileiros e canadenses, que refletiram sobre as possibilidades de comparar as culturas das
Américas, sem passar por comparações com a Europa.
Participantes: Zilá Bernd, Lucas Graeff, Luciana Gransotto e Ana Maria Lisboa de Mello.
Sala Oeste - Santander Cultural

Contação de histórias com a Turma da Alice
Agendamento escolar
Jardim do Chapeleiro Maluco

Apresentação do Projeto Leitor de Rua
Poemas e narrativas para crianças e jovens
Coordenação: Marô Barbieri
Grupo de trabalho: Marô Barbieri, Rosinaura Barros, Patrícia Langlois, Jacira Fagundes e Cleonice Guerra

16h30

Antônio Augusto Fagundes: das margens do Ibirapuitã aos céus de Aldebarã
Palestra com ilustração musical abordando a vida e a obra de uma das mais importantes personalidades culturais gaúchas, que neste 4 de novembro estaria completando 81 anos. Lançamento de seus dois últimos livros: Os dez putos de Bagé (contos) e Águas da minha terra (Poesia).
Auditório Barbosa Lessa – CCCEV

Colóquios de Inclusão
Conceitos abstratos – Interpretação simultânea de português para Libras, com Flávia Machado
Estação da Acessibilidade

17h

Água: elemento essencial da vida
Apresentação do livro (e de seus treze autores) dedicado, por meio de contos com
personagens populares, a alertar os brasileiros sobre os erros que foram e estão sendo
cometidos na proteção e distribuição da água, principalmente com a privatização".
Participantes: Alcy Cheuiche, Arnaldo Dutra e Marcello Husek Carrión.
Sala Leste - Santander Cultural

Como Criar um livro ilustrado: Quem é quem é? (1/2)
O livro ilustrado e sua relevância para a formação do código escrito.; os bastidores da criação de um livro ilustrado, desde a primeira ideia até a impressão do livro; análise
de originais de texto escrito e ilustração e dos diversos caminhos que os autores percorrem para comunicar uma ideia; Expressão do corpo como suporte artístico.
Anna Claudia Ramos / Márcia Kaspary.
Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

A Arte Levada a Sério
Escola Municipal Monte Cristo (Porto Alegre)
Caso do Pensamento

A importância das lendas na formação do leitor,
com o escritor Caio Riter
A importância das lendas na formação do leitor, com o escritor Caio Riter
Recontar: Por quê? Para quem? Bate-papo com Caio Riter, Cléo Busatto e Luana von Linsingen. Na prática, lendas na sala de aula, com Elaine Maritza da Silveira.
Sala do Professor

18h

Debatendo Cabeças
"Cabeças" estarão em debate neste encontro sobre literatura e cinema, falarão sobre
seus lançamentos e a parceria no trabalho cinematográfico Berço de Judas, com Tabajara Ruas, Jéferson Assumção e Luiz Gonzaga Lopes.
Sala Oeste - Santander Cultural

Atividade paralela: Exposição e encontro com radioamadores.
Participante: Ivan Dorneles Rodrigues
CORAG – Armazém Literário – Caldas Júnior, 261

18h30

Presença de Lourenço Mutarelli na Feira do Livro
O escritor, quadrinista e dramaturgo é recebido por Carlos Gerbase para bate-
-papo com seus leitores.
Auditório Barbosa Lessa - CCCEV

Chapeleiro's Pocket Show com o escritor Tino Freitas
Jardim do Chapeleiro Maluco

19h

Cartunistas, Soldados da Democracia, de Stéphanie Valloatto
Sessão de Cinema no Cine Santander Cultural

As mulheres no mundo de Cervantes (2/2)
Um dos temas recorrentes na obra de Cervantes, a violência contra a mulher, é tema
da proposta de leitura nesta oficina. Com Ernani Ssó
Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

Violência e Abandono: o que fazer pela infância?
O painel tratará da violência e abandono da criança propondo o debate sobre o
Depoimento Especial na ouvida de menor vítima de abuso e o alternativas de amparo ao menor abandonado.
Participantes: José Antônio Daltoé Cezar, Angelita Rebelo de Camargo.
Sala Leste - Santander Cultural

A história por trás do Livro – Escritores e ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil falam sobre seu processo de criação
Participam: Andrea Viviana Taubman, Carla Pilla, Celso Cisto, Deise Macedo, Flávio Dana, Glória Kirinus, Leticia Möller, Marília Pirillo, Marion Cruz, Milenne Barazzetti Machado, Rosana Rios, Simone Paulino e Thaís Linhares
Coordenação: Dane D'Angeli
Promoção: Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura
Infantil e Juvenil – AEI-LIJ
Biblioteca Moacyr Scliar

Colóquios de Inclusão
Oficina de Empreendedorismo
Associação dos Familiares e Amigos do Down (Porto Alegre)
Estação da Acessibilidade

20h

Sarau Elétrico
Shakespeare, Nelson Rodrigues, Ibsen, Beckett e muitos outros - só pra ficar nos mega clássicos. O SARAU ELÉTRICO vira palco e apresenta grandes autores de teatro com o elenco da casa caprichando na atuação.
Com Luís Augusto Fischer, Diego Grando e Katia Suman
Teatro Carlos Urbim

20h30min

Apresentação do livro O menino só, de Andréa Viviana Taubman
Biblioteca Moacyr Scliar.

 

Ciclo de Debates proporcionará troca de experiência entre parlamentares

Proporcionar a troca de experiência e de conhecimento entre os vereadores é um dos objetivos do Ciclo de Debates pelo Desenvolvimento Municipal, promovido pela Associação de Vereadores do PMDB-RS, nos próximos dias 5 e 6 de novembro, em Porto Alegre. Através do “Painel de Projetos” serão apresentados cinco cases de sucesso – projetos de autoria dos vereadores que já foram ou estão sendo implantados nos municípios e que podem servir como exemplo aos demais.

O evento, em parceria com a União dos Vereadores do Brasil (UVB) e a Fundação Ulysses Guimarães no Rio Grande do Sul (FUG-RS), será realizado no auditório da sede estadual do partido e é destinado a todos os vereadores. De acordo com o presidente da Associação, vereador Guto Scherer, o objetivo do encontro é oportunizar aos parlamentares um momento de aprendizado, com a participação de lideranças que trarão para a discussão temas como o dever da fiscalização e o pacto federativo.

Em breve a programação completa.

3 de novembro de 2015

Livro

tou lendo 1961 do paulo markun e duda hamilton. isto que é livro BOOM. nao aquelas xaropices de cerro de não sei o que. que pesquisa maravilhosa e que texto...

esta DUDA é uma grife.

 

VIDA NOVA, PREDIO NOVO, OU SERÁ O INVERSO?????

NÃO A VIDA NOVA É QUE TRAZ O APE NOVO. E NUM APE PRA HABITAR PRECISA DE ÁGUA E LUZ. O RESTO A GENTE FAZ....

manhã de feriado. fria em porto.

fui ver agora as 7 e pouco como ' acorda'meu novo prédio....

 

PF

O CARCEREIRO ONIPRESENTE DA PF NA OPERAÇÃO LAVA JATO....

APARECE DE NOVO NA VEJA DESTA SEMANA. EM FOTOS ANTIGAS É CLARO.
NÃO VI NG FAZER AINDA UMA MATERIA SOBRE ESTE PERSONAGEM.

 

de São Borja

by capincho....

De: letier12
Enviada: Segunda-feira, 2 de Novembro de 2015

Quinta-feira Cristovam Buarque em São Borja

 

Feira do Livro de São Borja

tou de mudança e passarinho em muda não pia(OC)

De: ramaoaguilar
Enviada: Segunda-feira, 2 de Novembro de 2015

Dom Olides:
Vc esteve ausente... Achei que estava em viagem.
Vem para Feira do Livro de 04 07/11/2015??? Seu amigo Ramão será o "Escritor a Homenageado" e a Mikita a Patrona.
Ramão Aguilar.

 

Feira do Livro: Câmara e Ages têm programação conjunta

A Câmara Municipal de Porto Alegre e a Associação Gaúcha de Escritores (Ages) firmaram parceria e organizaram extensa programação para o estande que o Legislativo mantém na 61ª Feira do Livro de Porto Alegre, iniciada nesta sexta-feira (30/10) na Praça da Alfândega, Centro Histórico. O espaço do Legislativo da Capital vai funcionar das 13 às 21 horas junto ao Monumento ao General Osório. A programação conjunta entre a Câmara e a Ages prevê palestras, debates, lançamentos de livros, sessões de autógrafos, saraus de música e poesia e bate-papos com escritores.
Além dessas atividades, o estande da Câmara irá divulgar outras ações da Escola do Legislativo Julieta Battistioli, dos gabinetes de vereadores e institucionais, como o XIV Concurso Sioma Breitman de Fotografia, que está com inscrições abertas até o dia 21 de novembro.
A Câmara estará na Feira do Livro de Porto Alegre até 15 de novembro, último dia do evento. Na próxima terça-feira (3/11), às 15 horas, a Presidência do Legislativo fará a abertura oficial do estande. Informações: (51) 3220-4318.

 

Jornalista francesa Annick Cojean é a grande atração desta terça-feira na Feira do Livro de Porto

Ela retratou a vida de muitas personalidades internacionais que se tornaram familiares para o público em geral. Mas é a sua série de artigos sobre o Holocausto, assim como os numerosos relatórios e investigações sobre a violência contra as mulheres, especialmente em zonas de guerra, que fizeram sua grande reputação como repórter. A jornalista francesa, Annick Cojean, que recebeu o prêmio Albert-London em 1996, é a grande atração da Feira do livro de Porto Alegre, nesta terça-feira, 03/11.

Com o tema Investigação como arma de informação, ela vai dividir com o público as suas experiências jornalísticas, trazendo à tona questões muitas vezes escondidas das sociedades machistas. É às 18h30, no Auditório Barbosa Lessa – CCCEV, com tradução simultânea. Às 20h, ela vai autografar Harém de Kadafi, na Praça de Autógrafos. Além de suas atividades no Le Monde, Annick teve programa na televisão francesa e criou uma série de rádio. Ela é também autora de três documentários. Publicado em 2012, seu livro investigativo revela a perversidade sexual do ex-líder líbio Muammar Gaddafi (assassinado em 2011) e uso do estupro como arma de guerra foi traduzido em vinte línguas, ganhador de vários prêmios, e um evento em muitos países, especialmente no mundo árabe.

Programação completa:

9h

O Autor no Palco com o escritor Luis Pimentel
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

Encontro da Confraria das Letras em Braille com a participação de autores e distribuição de kits de livros de literatura entre escolas e entidades que atendem crianças e adolescentes cegos no Estado
Casa do Pensamento

Sessão de Autógrafos
Colégio Murialdo (Porto Alegre)
Praça de Autógrafos (Praça da Alfândega)

9h30

Contação de histórias com a Turma da Alice
*Agendamento escolar
Jardim do Chapeleiro Maluco

10h30

O Autor no Palco com o ilustrador André Neves
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

13h

Contra os clichês (1/2)
Oficina que se destina ao estudo do processo de escrita e da utilização de lugares comuns e clichês de estrutura e de linguagem e que visa a incrementar o senso crítico
e a criatividade dos alunos através de leituras de textos exemplares e escrita de textos
que se valham de clichês, além de aporte teórico sobre o Kitsch. Cintia Moscovich.
Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

14h

O Autor no Palco com o escritor Mario Pirata
Agendamento escolar
Teatro Carlos Urbim

Bate-papo com a escritora Mauren Kayna sobre o livro
Labirintos Sazonais
Sala do Professor

O Autor no Palco com a escritora Tânia Martinelli
Agendamento escolar
Casa do Pensamento

Atividade paralela: 365 Dias com Erva Mate
Lançamento de livro com Roda de Chimarrão.
Participação de representantes da Prefeitura de Ilópolis.
CORAG – Armazém Literário – Caldas Júnior, 261

Atividade paralela: História da Administração Tributária e Aduaneira no Brasil
Será apresentado um histórico sobre a estrutura de arrecadação e fiscalização
de tributos no Brasil, desde a chegada dos portugueses até a atual conjuntura. Palestra, exposição, distribuição e autógrafo de livro.
Palestrante: Márcio Ezequiel.
Auditório da Inspetoria da Receita Federal (Alfândega)

Colóquios de Inclusão
Do corpo à tela: Viver e narrar a esclerose múltipla, com Bruna Rocha Silveira, blogueira, mestre em Comunicação Social e doutoranda em Comunicação
Estação da Acessibilidade

14h30

Redação em concurso público: dicas para um bom desempenho
A argumentação é característica do indivíduo. Muitos, no entanto, não encontram o caminho para fazê-lo de forma escrita. Este bate-papo tem por objetivo facilitar a produção de um texto dissertativo-argumentativo, tão solicitado em concursos, vestibulares e Enem.
Participante: Angélica Marchioro Hartmann.
Sala Oeste - Santander Cultural

Contação de histórias com a Turma da Alice
*Agendamento escolar
Jardim do Chapeleiro Maluco

15h

1a Mostra de Cinema Israelense
A Enchente, de Guy Nattiv.
Cine Santander Cultural

A Palavra Madura: O Idoso na Literatura
Recital de textos diversos sobre "o idoso na literatura", mostrando os diferentes enfoques produzidos pela cultura e pela história, seguido de painel com a participação de escritores.
Participantes: Mario Pirata, Francisco Pereira Rodrigues, Dercy Furtado, Maria Stringhini, Jorginho do Trumpete, Conselheiros do Conselho Municipal do Idoso (COMUI).
Sala Leste - Santander Cultural

Em busca de si mesmo: Escrita Criativa (1/2)
Através dos espaços domésticos da infância, a busca pelo resgate de lembranças na
criação de textos que permitam uma melhor escrita de si mesmo.
Ma Valesca de Assis Brasil.
Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

Sarau Poético Vozes na Praça
Apresentação de entidades literárias de Porto Alegre Grande Porto Alegre.
Com AJEB (Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil/RS), ALVI (Associação Literária de Viamão), Academia dos Poetas de Cordel, Associação Cultural Poemas à Flor da Pele, Clube Literário de Gravataí, Clube Literário Jardim Ipiranga,
Instituto Cultural Português, Partenon Literário e Grupo Vivapalavra, Vidráguas e Sarau Literário Zona Sul.
Auditório Barbosa Lessa

15h30

O Autor no Palco com a escritora Sônia Barros
*Agendamento escolar
Casa do Pensamento

O Autor no Palco com Dilan Camargo
*Agendamento escolar.
Teatro Carlos Urbim

16h

Discussão sobre o Gênero Literário Ensaio
Vamos entender o que é um texto literário breve, situado entre o poético e o didático,
expondo ideias, críticas e reflexões éticas e filosóficas a respeito de certo tema.
Participantes: Franklin Cunha, Katryn Rosenfield, Donaldo Schuller, Enéas de Souza e Maria Helena Martins.
Sala Oeste - Santander Cultural

Atividade paralela: Oficina de Literatura Fantástica
Indicada para o público que aprecia o gênero e quer compor histórias envoltas em
mistério e que mexam com seres imaginários na luta entre o bem e o mal.
Ministrante: Jacira Fagundes.
CORAG – Armazém Literário - Caldas Júnior, 261

Contação de histórias com a Turma da Alice
*Agendamento escolar
Jardim do Chapeleiro Maluco

16h30min

Violão Gaúcho
Lançamento do livro 14 estudos para Violão Gaúcho em forma de apresentação musical.
Com Marcello Caminha, Marcello Caminha Filho e Luci Caminha.
Auditório Barbosa Lessa

17h

Orçamento Participativo
25 anos de história em Porto Alegre.
Participante: Poti Campos.
Sala Leste - Santander Cultural

Horizontes do Imaginário - Lendas da terra (2/2)
A oficina propõe um mergulho nas lendas de origem africana,européia e indígena,
resultando numa experiência de elaboração de textos.
MaEunice Garrido Barbieri (Marô).
Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

Aprenda a cuidar dos seus livros (1/4)
Oficina abordará a higienização de acervo bibliográfico, cuidados necessários à pre-
servação e conservação de acervos em papel e proporá a confecção de um pequeno
livro de memórias. Silvia Maria Jansson Breitsameter.
Restauro Livro e Arte, Av. Júlio de Castilhos, 440 S/84

Comunicação e Educação
Bate-papo com o escritor Pedrinho Guareschi
Promoção: Jornal Mundo Jovem/Edipucrs
Sala do Professor

17h30

Atividade paralela: Território de Sentidos
Encontro com os autores Adroaldo Bauer, Cátia Simon, Ivan Carvalho, Jane Tutikian,
José Eduardo Degrazia, Lenira Fleck, Liana Timm, Lilia Manfroi, Tania Mara Galli
Fonseca, Christiane Siefmann, Alana Soares Albuquerque e Waldomiro Manfroi.
Auditório do MARGS

18h

Liderança Acolhedora – Um Coach Grego
Sempre que nos sentimos acolhidos, seguros e considerados, produzimos e agimos
de forma mais eficaz. Nesta palestra aprenderemos como nos tornar um líder acolhedor.
Participante: Eduardo Bomfiglio.
Sala Oeste - Santander Cultural

18h30

Investigação como arma de informação
As experiências jornalísticas de Annick Cojean, trazendo à tona questões muitas vezes escondidas das sociedades machistas, numa visão feminina sob mediação de Cláudia Laitano.
Tradução simultânea.
Auditório Barbosa Lessa – CCCEV

Homenagem a André Neves
Promoção: Confraria Mentes Literárias
Biblioteca Moacyr Scliar

Chapeleiro's Pocket Show
Jardim do Chapeleiro Maluco

Bate-papo com a blogueira Ana de Cesaro
Casa do Pensamento

19h

A biblioteca como metáfora
A biblioteca como metáfora da mente, da possibilidade de pensar. Biblioteca como
história, bagagem, leituras, identidade, crescimento, criatividade, conhecimento, etc.
Participantes: Anette Blaya Luz, Zilmar Silva, Luciano Alabarse e Ida Ioschpe Gus.
Sala Leste - Santander Cultural

Sessão de Cinema no Cine Santander Cultural
Mais Estranho que a Ficção, de Marc Forster

As mulheres no mundo de Cervantes (1/2)
Um dos temas recorrentes na obra de Cervantes, a violência contra a mulher, é tema
da proposta de leitura nesta oficina. Ernani Ssó.
Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

Serra Gaúcha: outros quadrantes, encontro com o pesquisador Marko Adjaric
Exposição e debate sobre o filme Kactus Canini Kid, uma Graficobioanimada
Exposição sobre o Homem Força
Mostra do Aba Larga
Apresentação da HQ Assim na Serra como no Céu, de Eduardo Luiz Cardoso
Sala do Professor

20h

SESI Catedrais – Música Erudita para a Comunidade
Concerto que contempla obras de Telemann, Händel e Bach, com detaque para a Suíte Dom Quixote de Telemann, baseada na obra literária de Miguel de Cervantes.
Com a Camerata ArsAntiqua.
Teatro Carlos Urbim

Autógrafos:

14h

Memorial - Térreo:
Secretaria da Fazenda do Estado do Rio Grande do Sul: 125 Anos de História
Algo Mais

15h

Praça de Autógrafos:
Paulo VI e Dom Helder Câmara: Exemplo de Uma Amizade Espiritual
Editora Paulinas
Ivanir Antônio Rampon

A Esperança Cruza os Mares
Quatrilho Editorial
Teresinha Isabel / Rihl Tregansin

16h

Memorial - Térreo:
Praça de Autógrafos:
Da Inimputabilidade Penal em Face do Atual Desenvolvimento da Psicopatologia e da Antropologia - 2ª Ed.
Livraria do Advogado
Ângelo Roberto Ilha da Silva

O Pão dos Pobres de Santo Antônio: Uma História de 120 Anos de Existência
Irmão Albano Thiele

365 Dias com Erva Mate
CORAG
Prefeitura de Ilópolis

17h

Praça de Autógrafos:
Descomplicando a Redação (concursos, vestibulares e Enem)
AGE Editora
Angélica Marchioro Hartmann

Improviso - O Livro
Apex Edições/CBJE
Nadir Silveira Dias

Estado Tirano de Direito
Ad Jur Edições/CBJE
Nadir Silveira Dias

Eram Apenas Dois Meninos
Edição independente
Sônia Vieira

18h

Multiplicidade e Direito: As Novas Cores do Ordenamento Jurídico - Artigos e Focos
ARD
Camila Fedrigo

Memorial térreo:
Direito e Mercado - Volume II - Direito Bancário, Penal e Trabalhista
Livraria do Advogado
Álisson dos Santos Cappellari, Marcelo Nicolaiewski Sant´Anna, Antonio Fernando Monteiro Garcia

Urbanismo, Planejamento Urbano e Direito Urbanístico: Caminhos Legais Para Cidades Sustentáveis
Editora e Gráfica Cenecista
Dr. José Ferreira, Elaine Adelina Pagani, org.

Lições Críticas: Direito, Estado e Sociedade
Editora Visão
Déboras Bós, org.

Responsabilidade Civil em Direito de Família
Atlas
Eduardo Lemos Barbosa, Rolf Madaleno

Contratos em Espécie
Atlas
Daniel Us Tárroz

Aposentadorias Previdenciárias no Regime Geral
da Previdência Social
Atlas
Fernando Rubin

Grandes Temas do Novo CPC
Livraria do Advogado
Fernando Rubin / Luis Alberto Reichelt

Lições Jurídicas
Algo Mais
Rachel Marques da Silva

Guia de Tecnologia Para Advogados na Era do Processo Eletrônico - vol 2 - Portal do Processo Eletrônico do TJRS
Âmbito Jurídico
Miguel Antonio Silveira Ramos

Soberania e Meio Ambiente: A Soberania Ambiental Vista do Lado de Cá
Editora CRV
Rafaela da Cruz Mello, Maria Berenice Oliveira da Silva

Racismo à Luz do Direito Criminal: Aspectos Materiais, Processuais e Sociológicos
Livraria Mundial
Vilson Farias

Cultura, Escolas e Fases Metodológicas do Processo 3ª Ed.
Livraria do Advogado
Marco Félix Jobim

Controvérsias Constitucionais Autais Vol. 2
Livraria do Advogado
Marco Félix Jobim, Geraldo Jobim, Paulo Fayet

Praça de Autógrafos:
Ensaios Contemporâneos
AGE Editora
Franklin Cunha

Grandes Momentos do Rádio Gaúcho - Vol. 03
Edição independente
Benedito Saldanha

14 Estudos Para Violão Gaúcho
Caminha Produções Artísticas
Marcello Caminha

19h

Praça de Autógrafos:
Quem Tem Medo de Adeline? Minibiografia sobre Virginia Woolf
Território das Artes
Lenira Fleck

Causos do Nego Véio
Artes e Ofícios Editora
Neto Fagundes

Freud & Virginia Woolf: Texto de Dramaturgia de Lenira Fleck e Liana Timm
Território das Artes
Lenira Fleck, Liana Timm

"Olha, Gente!" As Histórias de Lauro Quadros
AGE Editora
Lauro Quadros

Partes Íntimas
Arquipélago Editorial
Claudia Tajes / José Vicente Tavares dos Santos / André Marenco

Julio Reny: Histórias de Amor & Morte
Artes e Ofícios Editora
Cristiano Bastos, Julio Reny

Feitoooo!!! A História do Tudo Belezinha Paulo Brito
Lupa Graf
Cleber Bertonsello / Paulo Brito

20h

Memorial - Térreo:
Arca de Sentidos 10: Coletânea de 10 Autores Diferentes
Território das Artes
Liana Timm, org.

Praça de Autógrafos:
Harém de Kadafi
Verus Editora
Annick Cojean

Tá, e daí?! A Vida por Mim
Astral Cultural
Ana de Cesaro

Um Coach Grego: Autoconhecimento e Liderança Acolhedora
Edições BesouroBox
Eduardo Bomfiglio.

 

Poeta israelense Ronny Someck confirma presença na 61ª Feira do Livro de Porto Alegre



O autor de Cavalos de potência, Argélia e A Revolução Drummer participa do evento no dia 5 de novembro, às 19h, na sala leste do Santander Cultural. O escritor apresentará suas obras em uma conversa com mediação de Moacir Amâncio e leituras de poemas com Mirna Spritzer

O poeta israelense Ronny Someck, de 63 anos, é uma das presenças confirmadas para a 61ª edição Feira do Livro de Porto alegre. O autor de Cavalos de potência, Argélia e A Revolução Drummer participa do evento no dia 5 de novembro, às 19h, na sala leste do Santander Cultural. O escritor apresentará suas obras em uma conversa com mediação de Moacir Amâncio e leituras de poemas com Mirna Spritzer. A vinda de Ronny a Porto Alegre conta com o apoio do Consulado Geral de Israel em São Paulo e da Federação Israelita do RS.
Ronny SommeckO poeta é conhecido por, muitas vezes, combinar sua poesia com música e arte. É um dos escritores israelenses mais traduzidos no mundo. Publicou dez volumes de poemas e ganhou vários prêmios literários internacionais em seu país. No Brasil, a editora Annablume lançou "Gol de esquerda", com tradução de Moacir Amâncio, em 2012.
Nascido em Bagdá, no Iraque, estudou literatura hebraica e filosofia judaica na Universidade de TelAviv e desenho na Academia de Arte de Anvi. Desde 2004, Ronny integra a equipe editorial da revista trimestral de poesia chamada Helicon.

Agenda:
Data: 5/11
Hora: 19h
Local: Sala Leste do Santander Cultural
A poesia Israelense de Ronny Someck
O Poeta apresenta sua obra. Participantes: Ronny Someck, mediação de Moacir Amâncio e leituras de poemas com Mirna Spritzer.

 

Cinema

DEMY, SUA BELEZA, SUA FRAGILIDADE

por Eron Duarte Fagundes

Lola (Lola; 1960) foi o pontapé inicial da carreira cinematográfica do francês Jacques Demy. O cineasta, que de uma certa maneira revolucionou o musical com seu Os guarda-chuvas do amor (1964), nunca chegou a ser um nome de ponta do cinema francês. Sua mulher ao longo de toda a vida, a belga Agnès Varda, tem mais estatura cinematográfica que ele. Porém ambição é o que nunca faltou a Demy, desde este seu primeiro filme: ao fazer a dedicatória inicial ao alemão (de carreira francesa) Max Ophüls, Demy revela suas aspirações de fazer de sua dançarina de cabaré, Lola, uma equivalente da aventureira de reis, Lola, de Ophüls. Mas as distâncias são demasiadas, infelizmente: a acidez crítica e o extremo refinamento cinematográfico de Lola Montes (1955), de Ophüls, se põe anos-luz da iludida personagem de Demy.

Lola não desanda, pois Demy tem mão cinematográfica para manter alguma força de imagem e outro tanto de dignidade de seu olhar fílmico ao contar uma história que deveria já ser meio fora de moda na década de 60, quando os costumes e a moral do mundo se aceleraram bastante. Como ocorreria em vários de seus filmes, entre eles, Pele de asno (1971), Demy transforma suas tramas de infelicidades em frágeis contos de fadas; uma mulher perdida na noite, apaixonada por uma ausência e com um filho por criar, é a fêmea na medida para um conto de fadas da época. Conciliando tudo, Demy põe a protagonista e o amado pai da criança (que volta) a bordo dum automóvel, no fim, rumo da felicidade. Mesmo assim, Lola ainda pode sobreviver no coração de um espectador de hoje que tenha boa vontade.

 

do Comunique-se

Como fazer um jornal gratuito e “algumas vezes polêmico” dar certo?

por Anderson Scardoelli

Há 14 anos, o jornalista Ricardo Rabelo deu vida a seu próprio negócio do meio da comunicação. Interessado em manter uma publicação que desse voz a esquerda carioca e aos pensamentos progressistas presentes no Brasil, ele empreendeu e lançou o Bafafá 100% Opinião, impresso produzido mensalmente e distribuído de forma em diversos pontos do Rio de Janeiro, principalmente na Zona Sul da capital fluminense, e, mais recentemente, em algumas livrarias presentes em Belo Horizonte.

No mês em que o jornal comemora mais um ano de circulação, com direito a festa realizada no início de outubro, o comunicador-empreendedor que está à frente do projeto desde o início conversa com a reportagem do Portal Comunique-se. Ele faz questão de ressaltar a sua crença na permanência por muito tempo da marca Bafafá no impresso e detalha que o produto vai além de conteúdo jornalístico, sendo responsável por um bloco de Carnaval e um aplicativo também relacionado ao universo carnavalesco do Rio de Janeiro.

O jornalista conta, ainda, como faz para manter por quase uma década e meia um jornal mensal gratuito, apesar de ter em mente de que “os custos são cada vez mais altos” e saber que “a maioria dos jornais opinativos desapareceu” do mercado. Em relação específica ao Bafafá, o profissional destaca como importante levantar a bandeira de ser um veículo de comunicação que seja “algumas vezes polêmico”. “É melhor condenar as mazelas do que omiti-las”, reforça. Ele ressalta que para um negócio independente de comunicação dar certo é necessário levar dois pontos em consideração: evitar gastos como folha salarial e ter foco.

Confira, abaixo, a íntegra da entrevista de Ricardo Rabelo à reportagem do Portal Comunique-se:


mensal comemora 14 anos em circulação (Imagem: Divulgação)

BALANÇO E FUTURO

Quais objetivos e ideais o levaram a lançar, em 2001, um jornal gratuito distribuído a um público bem segmentado, conforme relatado pelo site da própria publicação?
Enquanto durante a Ditadura tínhamos dezenas de jornais de opinião - apesar da censura - hoje a “Ditadura econômica” é que prevalece. Os custos são cada vez mais altos e a maioria dos jornais opinativos desapareceu. Ao lançarmos o Bafafá, a ideia era, e continua sendo, agregar cabeças pensantes da esquerda carioca e brasileira para analisar temas importantes da conjuntura social, política, econômica e cultural. Avaliar assuntos sob uma ótica progressista, independente e desvinculada de partidos políticos.

Agora, com os 14 anos do Bafafá 100% Opinião, quais as principais evoluções que o jornal teve ao longo de sua história?
Interessante é que no início a ideia era fazermos um jornal de distribuição exclusivamente em Ipanema. Apesar de não morar no bairro, eu era frequentador assíduo do Posto 9. Já na primeira edição, o jornal esgotou rápido na praia e no então Cine Estação Botafogo. Aos poucos, fomos aumentando a distribuição em outros bairros e quando nos deparamos o jornal já tinha ultrapassado as fronteiras de Ipanema. Foi quando vimos que o jornal tinha que ser da cidade inteira. Interessante que me lembro de uma entrevista que dei ao Comunique-se quando o Bafafá fez 10 anos. Dizia, então, que o objetivo era levar o jornal para as universidades. Quatro anos depois, tenho o orgulho de ter cumprido essa meta. O jornal está circulando na UFRJ, UFF, Unirio e UERJ. A partir deste mês também na Faculdade de Comunicação da UFMG. Paralelo a este trabalho direcionado, a distribuição é feita na OAB, ABI, sindicatos, movimentos sociais, cafés, bares e livrarias.

Além da edição impressa mensalmente, o Bafafá marca presença no digital, com site e fan page. Em que o mundo online ajuda a publicação?
A versão online é praticamente desvinculada da impressa. O conteúdo tem foco cultural ao contrário do impresso de cunho político-ideológico. A verdade é que trabalhamos dois públicos. Claro que são duas redações numa só, na verdade uma home office. A ideia do online é sermos uma agenda carioca que antecipe os melhores programas, dicas e eventos da cidade. E mostrar seus recantos, curiosidades e segredos. Sempre com entrevistas com personalidades de destaque. Estamos numa curva crescente com 90 mil pageviews/mês e quase 17 mil seguidores no Facebook.


Jornalista Ricardo Rabelo é o editor à frente do Bafafá 100% Opinião (Imagem: Divulgação)

Você planeja que num futuro próximo a marca Bafafá estará 100% focada no online ou avalia que o impresso ainda será o carro-chefe da marca?
Na contramão da crise dos impressos, arrisco dizer que temos fôlego para aumentar a tiragem e os pontos de distribuição. O público do impresso não abre mão do papel, do contato físico. A relação com o digital é como água e vinho, não se mistura. Acho que o impresso tem muita gordura para queimar ainda. Hoje temos potencial de expandir até para outras cidades como São Paulo e Brasília. Há algum tempo já marcamos presença em algumas livrarias de Belo Horizonte. A nossa tiragem é de 10 mil exemplares, mas temos potencial de dobrar esse número. Estamos trabalhando com este objetivo.

Quais os segredos para manter em circulação um jornal que se assume como “algumas vezes polêmico”?
Primeira dica: evite folha salarial, aluguel de escritórios etc. Se não tiver reservas, seu negócio não passa de seis meses. E principalmente: encontre um foco. Sem foco é como um barco à deriva. Já enfrentamos muitas situações constrangedoras por assumirmos uma posição em assuntos importantes. Durante o bombardeio de Israel ao Líbano, publicamos uma capa com os prédios destruídos e crianças mortas chamando a ação de covarde. Grupos judeus do Rio saíram ligando para os nossos anunciantes nos acusando de anti-semitas e radicais. Perdemos até alguns pontos de distribuição em função dessa mentira. Somos da opinião de quem cala consente. É melhor condenar as mazelas do que omiti-las.

ALÉM DA NOTÍCIA

Além do veículo, o Bafafá também é um bloco carnavalesco. Como essa ideia surgiu?
Em 2003, enquanto frequentadores do Posto 9, constatamos que não era justo os baianos e pernambucanos pularem o Carnaval até o final de semana seguinte. Foi assim que nasceu o Bloco Bafafá (em homenagem ao jornal) que escolheu o sábado depois da folia para brincar. O jornalista Márcio Bueno sugeriu que adotássemos repertório de marchinhas. O arquiteto Carlos Jorge Ramers, por sua vez, propôs que o bloco não desfilasse e permanecesse na areia. Estava formatado o bloco. A cereja do bolo foi chamar a banda do Cordão da Bola Preta para tocar. É uma fórmula que deu certo, os músicos do Bola fazem questão de tocar no Bafafá. Até brigam se não forem chamados. Temos como padrinho o compositor João Roberto Kelly, autor da marchinha “Bafafá de Ipanema”. Já cantaram em nosso bloco nomes com Noca da Portela, Wilson Moreira, Teresa Cristina, Walter Alfaiate e Thania Machado e Simone Lial. Em 2016, a camiseta do bloco é assinada pelo artista gráfico Luis de França Zod, o mesmo autor do logotipo do bonde de Santa Teresa chorando.


Publicação surgiu focada no bairro carioca de Ipanema. Atualmente, marca chega até Belo Horizonte (Imagem: Divulgação)

Por falar em Carnaval, quais os diferenciais do aplicativo do Bafafá para os blocos?
Produzimos há mais de 10 anos a única agenda comentada dos blocos do Rio de Janeiro. Nosso aplicativo em 2014 teve 23 mil downloads e já estamos trabalhando para lançarmos a versão 2016. Vamos dar o roteiro de 700 blocos oficiais e não-oficiais, festas, lançamentos de camisetas, disputas de samba, feijoadas, ensaios etc. Posso garantir que ninguém no Rio de Janeiro terá um roteiro da folia tão completo como o nosso.

E os concursos... Quando foi iniciado o projeto voltado à poesia e à fotografia? Por meio dos concursos, o jornal conseguiu revelar grandes talentos dessas áreas?
Brevemente vamos realizar o VI Concurso Bafafá de Poesia. É com satisfação que posso dizer que muitos autores premiados em nosso concurso hoje são poetas conceituados, alguns tendo inclusive publicado livros. Gostaria aqui fazer um agradecimento especial aos poetas Denise Assis e Cairo Trindade, que sempre nos ajudaram a organizar os certames.

 

PROJETO DE ARTES DESENVOLVE FUNÇÕES NERVOSAS E MUSCULARES EM BEBÊS

Através da criação de obras de arte, com massa de modelar, sucata e garrafas, o projeto Brincarte, da Escola Cristã Reverendo Olavo Nunes, tem como objetivo fazer com que os bebês progridam, cada vez mais rápido, no desenvolvimento dos movimentos básicos. De acordo com a coordenadora pedagógica da Escola, a pedagoga Cibelle Saquet, o contato com diferentes materiais e a possibilidade de criação despertam nos bebês as funções nervosas e musculares.

"A massinha de modelar, por exemplo, desenvolve a expressão artística, já lidar com material de sucata ajuda a criança a criar a ideia de espaço e profundidade e o trabalho com pinça faz com que o bebê tenha facilidade na escrita, no futuro", explicou a pedagoga.

Os cinco sentidos também são trabalhados no projeto. Os bebês experimentam alguns alimentos para desenvolver o paladar e também começarem a diferenciar o doce, do salgado. Eles têm contato com objetos de diferentes materiais e texturas para começar a reconhecer instrumentos através do tato. Todas as aulas do projeto são ministradas com música ao fundo, com o intuito de que a criança acompanhe os diferentes ritmos. "Os bebês estão em fase de conhecimento e descobrimento do mundo, quanto mais cedo eles trabalharem os sentidos e os movimentos, eles terão melhor rendimento e aprendizado no futuro", explicou.

 

Ídolos do sertanejo fazem show na Arena do Grêmio

O espetáculo, no dia 14 de novembro, marca o encontro de dois dos maiores nomes do gênero, Leonardo e Eduardo Costa

Os cantores e amigos Leonardo e Eduardo Costa se uniram e estão viajando pelo país com o show Cabaré, contagiando o público com o sertanejo romântico. O projeto marca a concretização de um sonho dos dois artistas, e chega à Arena do Grêmio no dia 14 de novembro.
A expectativa é de que 10 mil pessoas compareçam à Arena para assistir ao show, que ocorre no Estacionamento E2 (descoberto) e inicia às 23h30. A abertura dos portões está marcada para três horas antes, às 20h30. Próximo ao local haverá estacionamento com valor fixo de R$ 20,00.
Os ingressos variam de R$ 40,00 (pista promocional) a R$ 190,00 (camarote) e também há opções de mesas. As vendas ocorrem nas Lojas Multisom de Porto Alegre e também em pontos da região metropolitana. Na internet, a entrada pode ser adquirida pelo site www.minhaentrada.com.br.
O espetáculo é o encontro de dois dos maiores nomes do gênero. As músicas são cantadas com divisões de primeira e segunda voz. Após a morte de Leandro, essa é primeira vez que Leonardo grava um projeto com outro parceiro. Eduardo Costa, por sua vez, atua pela primeira vez ao lado do amigo como uma dupla.

Serviço:
O que: Show Cabaré – Leonardo e Eduardo Costa
Data: 14/11/15
Horário do show: 23h30 (os portões serão abertos às 20h30)
Local: Arena do Grêmio - E2 (descoberto)
Estacionamento: E2 - R$ 20,00 (valor único)
Classificação: Livre (menores de 14 anos só ingressam com um maior responsável)
Informações: 54 3028-2200 www.morphine.com.br
Pontos de venda:
Lojas Multisom de Porto Alegre: Shoppings Iguatemi, Praia de Belas, Shopping Total, BarraShopping Sul, Bourbon Ipiranga, Bourbon Wallig, Andradas, 1001)
Canoas: Canoas Shopping
São Leopoldo: Bourbon Shopping
Novo Hamburgo: Bourbon Shopping
Cachoerinha: Shopping do Vale
Venda online: www.minhaentrada.com.br (10% taxa conveniência)

Ingressos:
Pista 1 – Mais próxima do palco - LOTE 03: R$ 70,00
Pista 2 -
• Inteira: R$ 60,00
• Meia-entrada: R$ 30,00
• Lote promocional 02: R$ 40,00
Camarote - LOTE 04: R$ 160,00
Camarote (open bar 104FM) - LOTE 05: R$ 250,00
Será servido água, refrigerante, cerveja, vodka, whisky e energético da abertura dos portões até o término do show principal. Camarote com a presença dos comunicadores da rádio 104FM.

Cadeira Individual
Cadeiras disponibilizadas por ordem de chegada - LOTE 04: R$ 160,00 (R$ 80 para pessoas acima dos 60 anos)

Mesas baixas - ESGOTADO
Cada mesa receberá uma espumante cortesia. Mesas para 4 pessoas sentadas. *Cadeiras extras: até duas por mesa. Regras: apresentar o ingresso da mesa correspondente.

Mesa Platinum 1ª fila: ESGOTADO
1 pessoa com acesso ao camarim para conhecer a dupla – ela deverá estar na sua mesa até as 21:30h. Cadeira extra: R$ 400,00.
Mesa Platinum: ESGOTADO. Cadeira extra: R$ 350,00
Mesa Gold: ESGOTADO. Cadeira extra: R$ 300,00
Mesa Silver: ESGOTADO. Cadeira extra: R$ 250,00
Mesa Bronze: ESGOTADO. Cadeira extra: R$ 200,00
Mesa Bronze Extras: As 10 primeiras vendidas. ESGOTADO
R$ 1.000,00 Cadeira extra: R$ 250,00
Mesa Bronze Extras: As demais. ESGOTADO
R$ 1.200,00 Cadeira extra: R$ 300,00
Mesas Bistrô: ESGOTADO. LOTE 03: R$ 800,00
Para 4 pessoas em pé. Mesas altas, para apoiar bolsas e bebidas.


2 de novembro
de 2015

FINADOS

pouco me lembro dos mortos, me lembro mais dos vivos, ou de qdo eram vivos.

hj na arena lembrei de meu pai e o bepi de costa, quando vivos, indo cortar trigo no feriado de finados. era sempre assim....o bepi ia lá ajudar meu pai cortar trigo. estamos na epoca do trigo maduro. por isto em finados, que sempre venta, a gente ia cortar trigo.

meu pai, levava junto uma bote de água fresquinha, com um pouco de vinho dentro e com açuçar. tomávamos aquilo na hora do lanche que tinha grostoli que minha mãe fazia.

o bepi ia sempre pela amizade.

o lanche era bom bem no meio da tarde....
hj tanto meu pai, como o bepi de costa ' descansam ' na colina melancolica de serafina. que deus os tenha na santa glória como dizia o finado terlera.(OC)

 

amudança da ana maria

minha vizinha chamou o GIOVANI e seus auxiliares pra mudança no sab

olha nada de empresas de grife que deixaram a claudia tajes na mão como ela disse na coluna dela.

chamem o giovani da cachorro sentado que ele resolve. chegou aqui sete da matina.

 

MUQUIFO GEME GEME...

vai perder alguns moradores....

preços subindo,troca-se a baia.

 

Grêmio

o homem do olimpico anda no t 9 como cidadão comum.

no t2 arena na volta do jogo a torcida do gremio contente ganharam uma sofrivel,sofrivel....

o ouro e prata trazendo o flamento, o consertador do ar condicionado na cabine, e os gols do gremio.

fui torcer pelo time da minha neta, o mengo, mas o greminho ganhou uma....sofrivel,sofrivel....

 

Cinema

gostei do filme que vimos esta manha de dom no capitólio. passa-se numa estação de esqui. vejam.

bom o filme da troca de correspondencia entre CDAndrade e uma normalista do scalabrini, de guaporé.

botaram o luiz coronel pra debater o filme do drumond. assim que terminou me mandei. não guento mais este xaropão

 

LIVRO RUIM

o goluart não gostou do livro do ramão aguilar, aquele do avo dele.

- muito ruim, li durante uma espera de médico. Vai ver o goulart achava que o ramão era no novo ggmarques..kkkk

GOULART MÃO DE VACA

NÃOÉ QUE O GOULART ME APARECE NA 6 QUERENDO ME VENDER O LIVRO DA ROSANE MALTA POR 20 CONTOS???

DE SEGUNDA MÃO E AINDA ME COBRANDO. ELE QUE PONHA NA BANCA DA ARI PRA VENDER.

 

REMPLAI DE SOIS MEME....

um escritor, ou pretenso, diz que vai dar livros na feira do livro.tá bom,mas quem pediu os livros dele??????

o que dá se achar, né...!!!!!

 

Feira do Livro

a feira abriu

com pouca gente.

mas era começo de feriadon

bombeiros vistoriam feira do livro na 6...

 

dos bares

o alfredo,caro, vazio nesta 6 de manha na hora do café.

as paredes do alfredo....fotos de antigos fatos

ninguém sabe o que vai sair no lugar do pizzaiolo e do barranquinho. uns dizem que sera uma pizzaria, outros até comida japonesa. ninguém sabe ai. os empregados não sabem qual a previsão do fim da obra.

o garção do antonio lanches entrega uma comida dentro da urgs.

 

xaroões do rio grande

tem um de serafina que vou te contar. tudo o que é piada de italiano ele é que conta.

outro é este ai do uruguaiana, não sei o que. não entendo como enganam tanto....não sei como se dão tão bem....

assim como tenho uma lista dos GRANDES BRAGETAÇOS DO RIO GRANDE -entre eles alguns coleguinhas - que um dia vou fazer um livro.já tenho os dados é so sentar e escrever. vou colecionar os nomes dos xaropões do rio grande. mas o que tem vou te contar. são sempre os mesmos.

 

CONTINENTAL

há quem ache que era o zé antonio silva que passava telex pro pessoal da continental de dentro da folha da manhã.isto deu origem ao fake que alguns colegas inventaram e que a continental deu como se o cantor pop aquele tivesse morrido.jorge mautner, oc ara que teria morrido.mas são coisas do passado.

 

nelcira x jurema

depois daquele episódio do colégio parobé, quando a neuza canabarro ' teria' - no condicional,claro - mandado reprimir algum rolo no parobé,e a jurema fez materia pro correinho e nelcira defendeu a secretária, as duas nunca mais se deram bem.

 

Guaíba

MLBenitez tava muito solta neste domingo com o moraizinho,seu colega de cantorias e trovas. ganhamos nos seus ouvintes.

aliás acho que ela poderia fazer um livro contando causos destes festivais por aí.claro que tomaria processos.

 

do Comunique-se

Vlado 40 anos depois: morte e comoção

por Leandro Melito - Portal EBC

A morte do jornalista Vladimir Herzog completou 40 anos no último domingo, 25. Ele era diretor do telejornal 'Hora da Notícia', veiculado pela TV Cultura de São Paulo. Segundo foi reconhecido depois, Vlado foi morto sob tortura pelos militares após ser detido nas dependências do Destacamento de Operação de Informações - Centro de Operações de Defesa Interna (DOPS/SP) . Ele deixou viúva a esposa Clarice, com os dois filhos do casal, Ivo, na época com 9 anos, e André, com 7.

A comoção causada pela morte do jornalista reaglutinou diversos setores da sociedade e provocou a primeira reação popular contra os excessos do regime militar. Por esse motivo, a data de morte foi escolhida para celebrar a democracia no país, sendo considerada o "Dia da Democracia".

Um marco desse processo foi o ato ecumêmico realizado na Catedral da Sé. Realizado cerca de uma semana após a morte de Herzog, o ato, que teve a presença do rabino Henry Sobel e do arcebispo de São Paulo, Dom Paulo Evaristo Arns, reuniu milhares de pessoas para homenagear o jornalista, em um protesto silencioso contra o regime.

No vídeo a seguir, o jornalista Audálio Dantas, autor da biografia "As Duas Guerras de Vlado Herzog", conta como se deu o processo da prisão de Vlado ao ato Ecumênico na Sé:

Circunstâncias da morte
Divulgada como suicídio em comunicado do II Exército na época, com a utilização de uma foto forjada, a versão das circustância em que Valdo morreu - também mantida pelo Inquérito Policial Militar (IPM) realizado naquele ano - foi desmontada. Com uma ação declaratória realizada no ano seguinte, Clarice Herzog conseguiu, em outubro de 1978, a condenação da União pela prisão arbitrária, tortura e morte de Vladimir.

Em 2013, como parte dos trabalhos da Comissão Nacional da Verdade (CNV), a família conseguiu a retificação do atestado de óbito onde consta que a morte do jornalista se deu em função de "lesões e maus tratos sofridos durante os interrogatórios em dependência do II Exército (DOI-CODI)".

O relatório final da Comissão aponta "não existir mais qualquer dúvida acerca das circunstâncias de Vladimir Herzog, detido ilegalmente, torturado e assassinado por agentes do Estado nas dependências do DOI-CODI do II Exército, em São Paulo, em outubro de 1975".

Em setembro de 2014, a equipe de peritos da Comissão concluiu laudo pericial indireto sobre a morte do jornalista, que constatou a evidência de duas marcas distintas na região cervical, determinante para os peritos afirmarem que:

"Vladimir Herzog foi inicialmente estrangulado, provavelmente com a cinta citada pelo perito criminal e, em ato contínuo, foi montado um sistema de forca uma das extremidades foi fixada a grade metálica de proteção da janela e, a outra, envolvida ao redor do pescoço de Vladimir Herzog, por meio de uma laçada móvel. Após, o corpo foi colocado em suspensão incompleta de forma a simular um enforcamento".

Segundo o relatório da Comissão da Verdade, Vlado foi morto pela "Operação Radar", que tinha o objetivo de localizar e desarticular a infraestrutura do Partido Comunista do Brasil (PCB) em todo o território nacional e foi responsável pela morte de 20 militantes do partido entre 1974 e 1976, 11 deles ainda desaparecidos.


Vlado foi morto nas dependências do DOI-Codi (Imagem: Arquivo Pessoal)

Prisão
Vladimir Herzog, então diretor do telejornal Hora da Notícia, foi procurado por agentes da repressão em casa e no trabalho no dia 24 de outubro de 1975. Preocupada com a estranha visita, a esposa Clarice se dirigiu à TV Cultura onde Herzog acompanhava o fechamento e veiculação do telejornal que dirigia. Dois agentes o esperavam do lado de fora. Com intervenção de colegas e da direção da TV Cultura, Herzog não foi levado naquele dia e se prontificou a se apresentar na manhã seguinte aos militares na rua Thomás Carvalhal, 1030, sede do DOI. No dia 25, ele se apresentou conforme o combinado e ficou detido para interrogatórios, de onde não saiu com vida.

Antes do conhecimento da morte, os colegas de Vlado souberam da detenção por meio de uma nota do Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo, então presidido pelo alagoano Audálio Dantas. Além de anunciar a prisão de Vlado, a nota publicada no dia 26 em alguns jornais trazia o nome de mais 10 jornalistas que estavam em poder dos militares, todos presos naquele mês. Em uma reportagem completa sobre o caso publicada um mês depois no Jornal Ex, Mylton Severiano, Narciso Kalili e Palmério Dória, editores do veículo e colegas de Herzog traçaram a seguinte descrição sobre ele.

"O Vlado chegava sempre no meio da tarde, aí pelas 4 e meia. Naquela época ele era uma espécie de secretário do telejornal. Era de chegar trabalhando: pegava a pauta, lia imediatamente com uma atitude muito sua, a de coçar alguns cabelos do alto da cabeça, de pé, e o papel na outra mão. Sua função era editar e botar no ar o telejornal que nós fazíamos, com uma equipe de mais de 20 pessoas. Ou seja, às 21 horas em ponto, com script na mão, ele acompanhava da técnica os 30 minutos de "Hora da Notícia", como um responsável e representante da redação, ali na hora, no estúdio".

No dia seguinte chegava a nota oficial do II Exército, informando a morte do jornalista e apontando que ele teria se suicidado. O primeiro questionamento a essa versão partiu do sindicato em São Paulo. Além de informar que Vlado tinha sido procurado por agentes de segurança no dia 24 por volta das 21h30 e se apresentado espontaneamente no dia seguinte, a nota apontava a responsabilidade dos agentes pela morte de Vlado e questionava o modo arbitrário pelo qual ocorriam as prisões de jornalistas.

vlado-vida
Especial resgatou a infância e a carreira do jornalista (Imagem: Reprodução/EBC)

"Não obstante as informações oficiais fornecidas pelo II Exército, em nota distribuída à imprensa, o Sindicato dos Jornalistas deseja notar que, perante a lei, a autoridade é sempre responsável pela integridade física das pessoas que coloca sob sua guarda. O Sindicato dos Jornalistas, que ainda aguarda esclarecimentos necessários e completos, denuncia e reclama das autoridades um fim a esta situação em que jornalistas profissionais, no pleno, claro e público exercício de sua profissão, cidadãos com trabalho regular e residência conhecida, permanecem sujeitos ao arbítrio dos orgãos de Segurança, que os levam de suas casas, ou de seus locais de trabalho, sempre a pretexto de que irão apenas prestar depoimento, e os mantém presos, incomunicáveis, sem assistência da família e jurídica, por vários dias e até por várias semanas em flagrante desrespeito à lei".

Vida de Herzog
Vlado Herzog nasceu em Osijek na Iugoslávia em 27 de junho de 1937 e se mudou para o Brasil com a família para fugir da perseguição aos judeus durante a Segunda Guerra Mundial. Naturalizado brasileiro, mudou seu nome para Vladimir.

Assita à vida de Herzog narrada por Audálio Dantas:

Vlado se formou em Filosofia pela Universidade de São Paulo em 1959 e, desde então, exerceu a atividade jornalística em diferentes veículos de imprensa e também no cinema. Ele iniciou a carreira jornalística como repórter do jornal O Estado e S. Paulo e participou do grupo responsável pela instalação da sucursal de Brasília do jornal. Em 1962, conheceu a estudante de ciências sociais Clarice Chaves, com quem iria se casar em fevereiro de 1964, cerca de dois meses do golpe militar.

Em 1963, filmou no Rio de Janeiro o documentário "Marimbás" , primeiro filme brasileiro a utilizar som direto. Em 1965, gerenciou a produção do curta-metragem “Subterrâneos do Futebol”, de Maurice Capovilla; e o início do roteiro do filme “Doramundo”, que só viria a ser filmado depois da morte dele por João Batista de Andrade. O mesmo cineasta homenageou Vlado com um documentário 30 anos depois.

Entre as primeiras consequências do regime militar na vida do casal, está a ida para Londres em 1965 onde Vlado foi contratado pela BBC. Na Inglaterra, nasceram os filhos do casal, Ivo e André. Ele voltou ao Brasil em 1968 e passa a atuar como editor da revista Visão. Em 1972, trabalhou pela primeira vez na TV Cultura.

 

Lançamento de Livro

boa......

De: Camilo Simon
Data: 01/11/2015 21h37min55s UTC

Olides!

Venha compartilhar comigo o lançamento do meu livro A Filha de Magdala, que retrata Maria Madalena sob novo ângulo. Sua presença seria uma honra para mim.

Abraço

Camilo

Release

Jornalista lança livro sobre Maria Madalena e afirma: Ela nunca foi prostituta

Na Feira do Livro de Porto Alegre, no dia 14 de novembro às 18 horas, será lançado o livro A Filha de Magdala, um novo olhar sobre a vida de Maria Madalena nos Evangelhos. Injustiçada por mais de 1500 anos com a mancha de ter sido prostituta, Maria Madalena, na verdade, foi a mulher forte dos evangelhos, aquela que quebrou todos os tabus e mitos da época em relação à mulher, abandonou tudo para seguir o Mestre e é exemplo para todas as mulheres que querem se libertar do jugo do machismo. Foi a primeira mulher feminista da história.

Nos primeiros cinco séculos, foi venerada como santa. A partir do ano 591, por um erro de interpretação do Papa Gregório I, Maria Madalena foi considerada uma prostituta. Isso decorreu da confusão originada pelas referências existentes na Bíblia sobre três Marias: a própria Maria Madalena que foi possuída pelos demônios, a pecadora anônima que ungiu os pés de Cristo e os secou com seus cabelos e a adúltera que quase foi apedrejada. Na realidade são três personagens diferentes. Somente em 1969, a Igreja Católica reviu as leituras da bíblia, empregadas na Missa, e decidiu individualizar as histórias. Foi uma reabilitação pública.

Este cenário levou Camilo Simon a pesquisar sobre a vida de Maria Madalena, tendo, inclusive, tido o privilégio de trabalhar como voluntário, em Israel, nas escavações da cidade de Magdala, a terra natal de Maria Madalena.

Maria Madalena foi uma mulher rica que se converteu e acompanhou Jesus, junto com outras mulheres, Susana e Joana, pelos caminhos da Galileia e de Jerusalém. Foi a líder dos discípulos de Cristo, sua amiga e confidente, sendo sua fiel escudeira até a morte, a ponto de reservar a ela o privilégio de ser a primeira pessoa a ver e anunciar o Jesus Ressuscitado. Nem Pedro, o chefe dos apóstolos, teve este privilégio.
O jornalista Camilo Simon é autor de várias obras, como ‘Ah os soviéticos estão mudando’, ‘A Revolução Silenciosa’, ‘A maldição do padre’. No prelo, o livro ‘O funileiro de Sertão’. Atualmente é diretor do jornal digital Parceiros das Missões, das Pontifícias Obras Missionárias, em Brasília o ‘Ah os soviéticos estão mudando’, ‘A Revolução Silenciosa’, ‘A maldição do padre’. No prelo, o livro ‘O funileiro de Sertão’. Atualmente é diretor do jornal digital Parceiros das Missões, das Pontifícias Obras Missionárias, em Brasília.

 

SEGUNDA na FEIRA – Presença de Paulo Henrique Amorim e Homenagem aos 70 anos de Assis Brasil

Nesta segunda-feira, 02/11, a 61ª edição da Feira do Livro de Porto Alegre recebe o jornalista Paulo Henrique Amorim para falar sobre seu novo livro: “O Quarto poder - Uma outra história”. A palestra acontece na Sala Leste do Santander Cultural às 17h. Às 20h, o autor estará na Praça de Autógrafos para receber os leitores.

No livro, Amorim, um dos mais influentes jornalistas contemporâneos do país, fala sobre os bastidores do jornalismo nacional nos últimos 50 anos, período em que trabalhou nos mais importantes órgãos da imprensa brasileira.

A segunda-feira também foi reservada para homenagear os 70 anos de vida e 30 de carreira literária do escritor gaúcho Luiz Antonio de Assis Brasil. Assis Brasil falará sobre as virtudes da escrita, sua vida e obra às 9h na Sala Oeste do Santander Cultural. Também estará presente o escritor Caio Ritter.

O seminário em homenagem a Assis Brasil continuará ao longo do dia na Sala Oeste do Santander Cultural, com atividades às 11h, às 14h30 e às 16h, abordando a carreira do autor em vários aspectos e momentos.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

9h

As Virtudes da Escrita: Vida e Obra de Luiz Antônio de Assis Brasil

Assis Brasil por ele mesmo - Seminário de homenagem aos 70 anos de vida de Assis Brasil e aos 30 anos de carreira literária.

Participantes: Luiz Antonio de Assis Brasil e Caio Riter.

Sala Oeste - Santander Cultural

Contação de histórias com o Grupo Cataventus

Casa do Pensamento


11h

Recepção e crítica: as virtudes da literatura de Assis Brasil

Seminário de homenagem aos 70 anos de vida de Assis Brasil e aos 30 anos de carreira literária.

Participantes: Márcia Ivana Lima e Silva, Oscar Bessi Filho e Débora Mutter.

Sala Oeste - Santander Cultural

Contação de histórias com a Turma da Alice

Jardim do Chapeleiro Maluco


13h

Contação de histórias com o Grupo Cataventus

Jardim do Chapeleiro Maluco


14h

Esse Bendito Fecho-Éclair

Histórias divertidas da cidade, do Brasil e do mundo, e as humanidades da vida de todos nós.

Participante: Ademir Fernandes Gonçalves.

Sala Leste - Santander Cultural


10º Mutação – Quadrinhos, Fanzines e Cultura Pop

The Walking Dead com All Infected

Coordenação: Quadrante Sul Comics

Casa do Pensamento


João e o pé de feijão

Espetáculo teatral com a Cia Halarde

Teatro Carlos Urbim


14h30

Assis Brasil e os escritores

Seminário de homenagem aos 70 anos de vida de Assis Brasil e aos 30 anos de carreira literária.

Participantes: Flávio Torres, Fernando Neubarth, Laís Chaffe e Caio Riter.

Sala Oeste - Santander Cultural

10º Mutação – Quadrinhos, Fanzines e Cultura Pop

Harry Potter com Herdeiros de Sonserina

Coordenação: Quadrante Sul Comics

Casa do Pensamento


Contação de histórias com Rosane Castro

Jardim do Chapeleiro Maluco


15h

1a Mostra de Cinema Israelense

O Verão de Aviya, de Eli Cohen.

Cine Santander Cultural

10º Mutação – Quadrinhos, Fanzines e Cultura Pop

Dr. Who com WhoviansRS

Coordenação: Quadrante Sul Comics

Casa do Pensamento


15h30

Os dois lados do espelho - Psicanálise Vincular

O que acontece quando quatro terapeutas e um casal resolvem se encontrar diante do espelho? O resultado é um encontro único, tenso e intenso. Uma experiência viva, profunda e que nos faz participar.

Participantes: Ariane Severo, Andréia Ponsi, Marcelo Coelho Niedersberg e Rogério Tubino.

Mediação: Angela Piva.

Sala Leste - Santander Cultural

10º Mutação – Quadrinhos, Fanzines e Cultura Pop

Star Wars com Conselho Jedi

Coordenação: Quadrante Sul Comics

Casa do Pensamento


16h

Assis no cinema: Diário de um novo mundo

Seminário de homenagem aos 70 anos de vida de Assis Brasil e aos 30 anos de carreira literária.

Participantes: Luiz Antonio de Assis Brasil, Oscar Bessi Filho e Paulo Nascimento.

Sala Oeste - Santander Cultural


10º Mutação – Quadrinhos, Fanzines e Cultura Pop

50 Anos de Perdidos no Espaço com Gilson Cunha

Coordenação: Quadrante Sul Comics

Casa do Pensamento


Contação de histórias com a Turma da Alice

Jardim do Chapeleiro Maluco


Opereta Pé de Pilão

Espetáculo teatral com Turma do Pé Quente

Teatro Carlos Ubim


16h30

Solos de Marajó

Peça teatral sobre os modos de vida do homem amazônico através da narrativa de oito histórias extraídas do romance Marajó, do escritor Dalcídio Jurandir, considerado expoente do romance regionalista no Norte do país.

Usina Contemporânea de Teatro.

Auditório Barbosa Lessa

Colóquios de Inclusão

O que é Audiodescrição?, com a audiodescritora Marcia Caspary

Estação da Acessibilidade


Solos de Marajó

Peça teatral sobre os modos de vida do homem amazônico através da narrativa de oito histórias extraídas do romance Marajó, do escritor Dalcídio Jurandir, considerado expoente do romance regionalista no Norte do país.

Usina Contemporânea de Teatro

Auditório Barbosa Lessa


17h

Paulo Henrique Amorim: os bastidores dos últimos 50 anos no jornalismo brasileiro

Um dos mais influentes jornalistas brasileiros contemporâneos, ao completar 50 anos de carreira profissional nos mais importantes órgãos de imprensa e TV do país (Globo, Veja, Jornal do Brasil) reúne em livro meio século de atividade profissional com tudo aquilo que as notícias nunca deram: o lado de dentro do jornalismo e do poder.

Participante: Paulo Henrique Amorim.

Sala Leste - Santander Cultural

Horizontes do Imaginário - Lendas da terra (1/2)

A oficina propõe um mergulho nas lendas de origem africana, européia e indígena, resultando numa experiência de elaboração de textos.

Ma Eunice Garrido Barbieri (Marô).

Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

O livro no meio do caminho – relatos sobre projetos de leitura realizados ao ar livre

Coordenação: escritora e contadora de histórias Rosane Castro

Sala do Professor


10º Mutação – Quadrinhos, Fanzines e Cultura Pop

Marvel vs DC com Fábio Martins, Gelson Weschenfelder, Emerson Vasconcelos, Wagner Abreu, Pablo Sarmento, Rogério de Souza, Fabiano Holtz e Daniel HDR

Coordenação: Quadrante Sul Comics

Casa do Pensamento

17h30min

Orquestra de Flautas Transversas IPDAE

O repertório da orquestra faz um passeio pela música erudita do período Barroco, passando pela contemporaneidade dos Beatles e pela música popular brasileira.

Teatro Carlos Urbim

18h

Sergio Napp - Olhos abertos, o longe é perto, o que vale é o sonho

Uma homenagem ao poeta, letrista e escritor Sergio Napp, falecido em maio de 2015. Amigos e admiradores falam sobre a obra, vida e legado do autor da música Desgarrados e de muitas obras literárias. Juarez Fonseca, Maria Carpi,

Marô Barbieri. Mediação: Luciana Thomé.

Sala Oeste - Santander Cultural

18h30

Chapeleiro’s Pocket Show
Com Rosana Rios e Antônio Schimeneck.
Jardim do Chapeleiro Maluco

19h

100 Anos de Antonio Chimango

Centenário da 1a edição.

Luís Augusto Fischer, Fausto Domingues e José Francisco Botelho.

Sala Leste - Santander Cultural

Diário de um Novo Mundo, de Paulo Nascimento

Sessão comentada pelo cineasta Paulo Nascimento

Sessão de Cinema no Cine Santander Cultural

Prosa e poesia (1/1)

Oficina de desenvolvimento da criação da narrativa através da feitura de um, da leitura de textos, da discussão e de comentários em grupo.

Luís Pimentel

Sala Noé de Mello Freitas - CCCEV

10º Mutação – Quadrinhos, Fanzines e Cultura Pop

Mutação – Convidados e público produzem desenhos para publicação em um fanzine virtual

Coordenação: Quadrante Sul Comics

Casa do Pensamento


Colóquios de inclusão

Livro digital, com Associação dos Familiares e Amigos do Down - AFAD (Porto Alegre)

Estação da Acessibilidade


Recital Clarice Lispector

Literatura e música apresentam a obra da escritora.

Com Deborah Finocchiaro, Celau Moreira e Luiz Coronel.

Auditório Barbosa Lessa

20h

Café Frio

Poesias do escritor chileno António Skármeta recebem a música de Killy Freitas.

Com Killy Freitas e banda

Teatro Carlos Urbim

AUTÓGRAFOS

15h

Praça de Autógrafos:

A Amizade Torce por Todos os Times

O Sonho da Traça Editora

Jorge Luis Martins

Elefante-Folha

Ama Livros

Lucas Luz / André Neves

Participação Privada na Investigação Criminal

no Brasil

Núria Fabris / Rafael Francisco França

16h

Memorial - Térreo:

Territórios e Lugares da Região Metropolitana

de Porto Alegre

Letra 1 / Instituto de Geociências UFRGS

Adriana Dorfman, org.

Praça de Autógrafos:

Todos os Silêncios do Mundo

Edição independente

Tiago Menezes de Vargas

Esse Bendito Fecho Éclair

Paixão Editores

Ademir Fernandes Gonçalves

Praça de Autógrafos:

O Que Você Precisa Saber Sobre Cirurgia Plástica

Dr. David Sena

Qorpo Santo: A Fenomenologia do Qaus

André da Silva Menna

A Fala de Adão

Vidráguas

Dilan Camargo

O Inesquecível Gre-Nal 407 (5X0)

AGE Editora

Natal Augusto Dornelles

Memorial - Térreo:

Assombros Juvenis V

Caio Riter, org.

Praça de Autógrafos:

Meu Pequeno Talismã

Daniela Neves Santos

Fofa do Terceiro Andar

Cléo Busatto

Os Dois Lados do Espelho – Relato de uma Experiência em Psicanálise Vincular

AGE Editora

Ariane Severo, Andréia Ponsi, Marcelo Niedersberg, Rogério Tubino

Acentuação Objetiva

Editora Conceito

Francisco Dequi

19h

Praça de Autógrafos:

A Vida dos Outros: Ética e Teologia Animal

Editora Paulinas

Luiz Carlos Susin, Gilmar Zampieri

O Homem e Seus Demônios

Fernando Risch

Praça de Autógrafos:

O Quarto Poder - Uma Outra História

Hedra

Paulo Henrique Amorim

Vida Religiosa Consagrada em Processo de Transformação

Editora Paulinas

Luiz Carlos Susin, org., Rita Romio Salete, Verônica Dal Mago, Cleusa Maria Andreatta.

 

Abertura da Feira é marcada pelo sol, praça cheia e discursos fortes

Tempo bom e alamedas movimentadas na abertura da 61ª Feira do Livro de Porto Alegre. Antes da cerimônia oficial, às 19h, o público já havia tomado a Praça da Alfândega aproveitando o sol para visitar as bancas em busca de bons preços. O calor do primeiro dia também levou muitos leitores à Praça de Alimentação, um dos espaços mais disputados do evento em qualquer edição.

Alheios à temperatura elevada, autoridades, convidados e público participaram da solenidade no Teatro Carlos Urbim que marcou o início da maior feira a céu aberto das Américas. Em seu discurso, o presidente da Câmara Rio-Grandense do Livro, Marco Cena, lembrou das dificuldades que tiveram de ser superadas para a realização da Feira.

- A gente está acostumado a fazer isso debaixo de mau tempo e continuaremos fazendo porque acreditamos nos livros como ferramenta essencial para o desenvolvimento humano, para o pensamento crítico, educação, desenvolvimento, cidadania – afirmou.

Marco Cena também exaltou a estrela da festa: o livro.

- Os livros nos ajudam a pensar, eles conspiram a nosso favor, concedendo acesso às ideias, às informações e revigorando a imaginação – concluiu Marco Cena, antes de agradecer a equipe da Câmara Rio-Grandense do Livro, que ajudou a colocar o evento na Praça.

Parceira há 17 anos da Feira, a Petrobras foi representada na cerimônia pelo diretor-presidente da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), Valdison Moreira. Ele ressaltou a importância da parceria.

- É uma satisfação fazer parte de uma empresa que aposta nesse evento, o valor que dá para a cultura. Mais do que ajudar a pensar, os livros nos ajudam a viver – afirmou.

A solenidade prosseguiu com a leitura de textos escritos especialmente para a ocasião pelos patronáveis Maria Carpi, Valesca de Assis e Cíntia Moscovich, e pelo patrono Dilan Camargo.

Patrono da Feira do Livro de 2014, Airton Ortiz abriu seu discurso saudando a maior autoridade presente na Feira: o leitor. Em seguida, passou às mãos do sucessor, Dilan Camargo, a chave dourada e confidenciou ao pé do ouvido do novo patrono a expressão que, segundo a história imaginada por Ortiz, daria acesso ao portal do livro.

- Só o patrono pode tocar na chave – brincou, enquanto os flashes das câmeras disparavam na direção do objeto.

De posse da chave, Dilan Camargo saudou os presentes com bom humor diante de tamanha responsabilidade.

- Quem violar o segredo vai despertar a ira dos deuses.
Citou poetas, lembrou causos e até revelou o significado do nome de sua cidade natal Itaqui – pedra boa de afiar. Sobre o tema da Feira neste ano, Livros ajudam a pensar, falou:

- É oportuno e necessário. Precisamos colocar nosso país no contexto da civilização e das ideias. Nunca precisamos tanto da lucidez e da ética do pensamento como agora – disse o poeta e escritor.

E dando início à jornada, que durará até o dia 15 de novembro, o poeta lançou sua campanha para formar as suas bases "leitorais" para formar um amplo e crítico "leitorado". Dilan ressaltou a importância de aplicar a prática da leitura diária nas escolas e nas casas e elogiou a iniciativa da Sociedade Brasileira de Pediatria, que passará a receitar – além de remédios - livros para crianças de zero a seis anos de idade.

Antes de encerrar, ele e os poetas Ricardo Silvestrin, Mário Pirata e Alexandre Brito declamaram versos e interagiram com o público. O prefeito José Fortunati lembrou que a Feira é fantástico encontro de leitores, escritores e seus personagens. Já o secretário estadual da Cultura, Victor Hugo, representando o governador do Estado, elogiou os patrocinadores do evento que acreditaram na Lei de Incentivo à Cultura e comemorou a concessão de 3.500 bônus-livros para alunos comprarem livros na Feira.

A Banda Municipal de Porto Alegre, que havia aberto a cerimônia com a execução do Hino Nacional, encerrou com o Hino Rio-Grandense.

 

SERGS DEBATE PROTEÇÃO CONTRA CHEIAS

A Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (SERGS) realizará na próxima quinta-feira (5) o café da manhã Bom Dia Engenharia que debaterá o tema Sistema de Proteção Contra Cheias em Porto Alegre – Situação e Perspectivas. O evento contará com palestras de autoridades e especialistas no setor e terá início às 8h30min na sede da entidade – Trav. Eng. Acylino de Carvalho, 33 – 8º andar. Informações – telefone (51) 3224.6133. Inscrições gratuitas.

 

da Folha Popular de Teutônia

 

XII Caminhada no Morro Santa Teresa será no dia 07 de Novembro

O Movimento em Defesa do Morro Santa Teresa promove no dia 07 de novembro – sábado – a XII Caminhada no Morro Santa Teresa.

O evento, que iniciará às 10h com saída e retorno do Belvedere do Morro Santa Teresa, junto às TVs, contará com os convidados Gerson Burmann, secretário de Obras do Governo do Estado, e Adriana Schefer do Nascimento, da Defensoria Pública do Estado do RS.

A Coordenação do Movimento destaca que serão conhecidos os campos, a mata nativa, a saibreira, as comunidades e a vista maravilhosa da cidade e do estuário. “Convidamos para te integrar a tantos que querem a urbanização das vilas, a descentralização da FASE e a recuperação ambiental desse morro maravilhoso, o Parque Morro Santa Teresa”, enfatiza.

Para a caminhada é recomendado usar roupa e calçado leves, levar lanche, água, máquina fotográfica e, quem sabe, um chimarrrão. Duração de cerca de 2h30min.

Se houver previsão de chuva para este dia, fica transferido para o sábado seguinte.

 

Secretário Burmann participa da entrega de moradias em Canoas

Na quinta-feira (29), o Secretário de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann, representou o Governador do Estado José Ivo Sartori na entrega do Residencial Guajuviras II, em Canoas. As 300 unidades habitacionais entregues no município fazem parte do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV).
A solenidade de entrega de Canoas ocorreu com transmissão simultânea à cerimônia no Distrito Federal e em mais quatro municípios do estado de São Paulo, totalizando a entrega de 2.691 unidades neste dia em todo o País.
Gerson Burmann destacou que o ato marca uma grande mudança na vida das famílias beneficiadas pelo programa. “Hoje é uma data especial, um momento para parabenizar e desejar felicidade as 300 famílias contempladas com a entrega das moradias. O Programa Minha Casa, Minha Vida assegura as famílias o acesso direto à moradia, oportunizando que as pessoas possam alcançar seus sonhos, que é o sonho da casa própria. Nessa data especial cada família beneficiada inicia um novo ciclo de vida, um momento de felicidade e de conquista, um momento que ficará para sempre na lembrança de cada pessoa beneficiada com a casa própria", afirmou o secretário.
Todas as unidades são divididas em 2 quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço,com piso cerâmico em todos os ambientes. Além disso, atendendo às exigências de qualidade do MCMV, os empreendimentos são equipados com infraestrutura completa, pavimentação, redes de água, esgotamento sanitário, drenagem e energia elétrica.
O prefeito Jairo Jorge destacou esse momento tão importante para as famílias contempladas com a política habitacional do governo federal. "Hoje é o dia da redenção, da libertação, de transformar o sonho em realidade dos que mais precisam e que vivem com dificuldade".
Participaram do evento o ministro do Trabalho e Previdência; Miguel Rossetto; a vice-prefeita Beth Colombo, representantes da Caixa Econômica Federal, deputado estadual Tarcísio Zimmermann; o Diretor de Habitação da SOP, Eduardo Fiorin, a secretária adjunta do Desenvolvimento Urbano e Habitação, Jerusa Mattos; secretária de Habitação de Esteio, Joceane Gasparetto, vereadores e público em geral.

 

Secretário Burmann acompanha lideranças da região norte do estado em reunião na Secretaria dos Transportes

O Secretário de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann, participou na tarde de quarta-feira (28) de uma audiência com o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen e com lideranças dos municípios de Braga e Pinheirinho do Vale.
A reunião, que foi realizada na sede da Secretaria dos Transportes, contou com a presença dos prefeitos de Braga, Luis Carlos Balestrin e de Pinheirinho do Vale, Peri da Costa, do Diretor de Saneamento da SOP, Carlos Alberto Vigne, além dos vereadores Laurindo e Emilio.

Durante o encontro foi abordada a recuperação da rodovia que liga os municípios de Pinheiro do Vale e Palmitinho, assim como a construção da ponte na RS-518 no município de Braga. Em relação às obras de recuperação da ERS-528 a comitiva foi informada do estágio atual do processo, que após a fase de licitação aguarda a liberação de recursos para a realização da obra.

Em relação a ponte da RS-518 o departamento técnico da Secretaria dos Transportes já está trabalhando no projeto para ampliar a capacidade de carga suportada, mas ainda não existe uma previsão para o início das obras.



ARQUIVO

2007
           
 Set
 Out
2008
2009
2010
2011
2012
2013
2014

Abr01
Abr02

2015
Mar01
Mar02
Abr01
Abr02
Mai01
Mai02
Jul01
Jul02
Ago01
Ago02
Out01
Out02
Nov01
Nov02
 



OLIDES CANTON - JORNALISTA E ESCRITOR

Nascido em 16 de Janeiro de 1952 na cidade de Serafina Corrêa-RS, Olides Canton passou nesta cidade toda a sua infância. Mudando-se para Porto Alegre, cursou a Escola Julio de Castilhos, tornando-se Bacharel em Comunicação Social pela FABICO/UFRGS em 1982. Trabalha como Jornalista desde 1970. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior, Jornal Zero Hora. No Jornal do Brasil e Revista Carga e Transporte atuou como free-lancer. Editor do Jornal de Bordo e Revista Fitness. Possui 9 livros publicados. Ganhou quatro prêmios de Jornalismo, um do Badesul, dois do Setcergs e um da ARI. Registro no Sindicato dos Jornalistas RS: 2776 - Registro Jornalista - Mtb 4959.

Telefone: (51) 3330-6803
e-mail: contato@deolhoseouvidos.com.br

Autor de inúmeros livros, Olides Canton firmou-se como um
exímio contador de histórias contemporâneas.
Conheça agora as obras do autor
© "de Olhos e Ouvidos"  -  Todos os direitos reservados
Os textos e imagens publicados neste site são de inteira responsabilidade de Olides Canton.


EDIÇÕES DO FITNESS

Edição 183 - outubro 2015
Edição 182 - setembro 2015
Edição 181 - agosto 2015
Edição 180 - julho 2015
Edição 179 - maio 2015
Edição 178 - março 2015
Edição 177 - feverero 2015
Edição 176 - janeiro 2015
Edição 175 - dezembro 2014
Edição 174 - novembro 2014

Edição 173 - outubro 2014

Edição 172 - agosto 2014

Edição 171 - junho 2014

Edição 170 - maio 2014

Edição 169 - março 2014
Edição 168 - janerio 2014
Edição 167
Edição 166
Edição 165
Edição 164
Edição 163
Edição 162

Edição 161
Edição 160
Edição 159
Edição 158
Edição 157
Edição 156
Edição 155
Edição 154
Edição 153
Edição 152
Edição 151
Edição 150
Edição 149
Edição148
Edição 147
Edição146
Edição145
Edição144
Edição143
Edição 142

Edição 141
Edição 140
Edição 139
Edição 138
Edição 137
Edição136
Edição135
Edição134
Edição 133
Edição132
Edição 131
Edição 130
Edição129
Edição128
Edição127
Edição 126
Edição125
Edição 124

Edição 123
Edição 122
Edição 121
Edição 120
Edição 119
Edição 118
Edição 117
Edição 116
Edição 115
Edição 114
Edição 113
Edição 112
Edição 111
Edição 110
Edição 109
Edição 108
Edição 107
Edição 106
Edição 105
Edição 104
Edição 103
Edição 102
Edição 101
Edição 100
Edição 99


ESTÃO À VENDA


Cidades vizinhas (A briga entre cidades gaúchas) • R$ 15


Cosi la ze stata (Breves histórias de Serafina Correa/RS) • R$ 20


Getulio Vargas, depoimentos de um filho (Maneco Vargas fala de Getulio) • R$ 20


Estradas do Rio Grande (A história da construção pesada no RS) • R$ 50

Mais a postagem. Procure pelo olidescanton@bol.com.br.


ANUNCIE NO SITE

Entre em contato conosco

Edições Anteriores do Blog