"Cachorro comerdor de ovelha, só matando"



15 de abril de 2016

IMPIXMENT

NA ENTREV A BAND HJ DE MANHA O CHERINI PARECIA ' MAGOADO' COM O PT...É HORA DE ACERTO DE CONTAS.....

 

BRAGETAÇO

tem um coleguinha que ' treme' qdo se fala neste assunto????ué, CULPA NO CARTORIO????

 

CARAVAGGIO

ESTA DIFICIL VENDER ATÉ A COBERTURA DA PROCISSÃO PELA REDE VIDA. ATÉ AGORA NADA. NOS OUTROS ANOS JÁ TAVA FECHADO NESTA DATA.

O JULINHO CONVIDOU E PAGOU O ' BANDEJÃO'. 15 REAL.....

almocei num BUFEZÃO' DO PARTENON com o julinho pacheco no dia de quarta. ele perguntou pelo REKERN. olha, disse eu, tá em casa cuidando dos cachorros e no domingo vai passear no interior. tá bem de vida, o amigo. recebeu um bom dote. tá folgado na chincha....

ALMOÇANDO COM O JULINHO NUM ' BANDEJÃO' DO PARTENON - SIM, NOS SOMOS POPULARES TB - O JULIO ME CONTOU QUE TINHA ISTO. DISSE A ELE QUE DEVE SER O UNICO DO PAIS(oc)

De: julio.pacheco
Enviada: Quinta-feira, 14 de Abril de 2016 12:43

Olides bom dia.
Como te prometi aí vai o documento que me autorizava a trajar "civilmente" nos programas da TV Gaúcha. O que ocorria é que eu, na época com 18 anos, já era locutor de cabine da TV Gaúcha e substituía, eventualmente, ao Mendes Ribeiro que em função da editoria de política da ZH às vezes estava impedido de apresentar o Jornal que ia ao ar as 22 horas ou qualquer outro em impedimento. O regulamento militar proibia o soldado de andar com roupas civis, era obrigatório o fardamento militar e o cabelo raspado à "zero". Isto me causava preocupação pois eu morando no Menino Deus, à época, muitas ocasiões, subia o morro pelo CPOR onde, inúmeras vezes, encontrava patrulhas da PE em função da Zona Militar. Procurei o Comandante da unidade ( DRAM/3) Capitão (à época) José Mario Borges da Costa que emitiu a autorização anexa que me foi de muita valia em função da época em que eu servi (1963/64). Dei baixa no segundo semestre de 1964.
Um abraço.
Júlio César


JULIO PACHECO, O PROF. RIBEIRO, IMRÃO DO MENDES, E OS SIMBOLOS DA TV GAUCHA, CRIADOS PELO MARCO AURELIO.


FEV DE 72. TV Caxias. mario andreazza,nestor galló,nestor rizzo(pai da noia)ivo silveira(gov de SC) vice gov EDMAR FETTER e VITOR TREZ, PREFA DE CAXIAS. INAGUURAÇÃO. JULIO PACHECO NO MICROFONE ARQUIVO PESSOAL.

 

JUSTIÇA DO TRaBALAHO

COLEGUINHAS ERAM INDICADOS PRA JUSTIÇA DO TRABALHO PELOS SINDICATOS COMO JUIZ VOGAL. ENIO ROCKENBACH É, ANTONINHO GONZALEZ ERA, JOÃO FIRMO DE OLIVEIRA, SE APOSENTOU COM SALARIO DE DESEMBNARGADOR.

ALBERTO ANDRE FOI CONVIDADO A VIDA TODA MAS NUNCA ACEITOU.

 

Coleguinhas

MENDEKKY POR TABELINHA CHAMOU O TULIO MILLMANN DE ' CONCORDINO' É BRIGININHA PQ O DENNIS DEU EM PRIMEIRA MAÕ QU EELE TÁ ASSESSORANDO O TEMMER PRO TULIO. É NATURAL. A ZH TEM MAIS PENETRAÇÃO DO QUE O CORREINHO.

OUVI O JOGO DO GREMIO NA GUAIBA. CONCORDINO FOI O MARCÃO QUE NARRAVA DE LÁ. O CHEFE AQUI COMENTAVA.

FERMANDO PESSOA HJ MONTA UM ESQUEMA PRA ESPERAR OUTRO LETERATO EM LISBOA. O LAURINHO DA VENANCIO.....

alo REKERN. TU TÁ CONFUNDIDO AS BOLAS. O UNICO PACHECO PARENTE DA DONA IONE QUE TRABALHOU NA RBS FOI O JULINHO PACHECO. O OUTRO ERA METIDO MESMO. DEVE TER FIETO MESMO ISTO QUE TU ME CONTOU NO DIA DA MORTE DO MAO MAO.

AH E O REKERN TÁ ESPERANDO FORRAR A GAIACA COM UMA AÇÃOT RABALHISTA QUE TÁ EM BSB......

O GAGO ANUNCIA QUE ESCREVE UM LIVRO DE FICÇÃO...MAS NÃO FOI O QUE ELE FEZ A VIDA TODA????(oc)

 

de São Borja

capincho sugere um terceiro presidente ' descansando' em SB kkkkk

De: letier12
Enviada: Quinta-feira, 14 de Abril de 2016 10:16

Vai ser enterrada em SB

Letier Vivian
São Borja/RS

 

A CRISE DAS AÉREAS

Ñ, a TAP (ainda) ñ cancelou definitivamente o vôo diredo POA-Lisboa. O cancelado definitivamente foi o vôo POA-Miami da Americam Airlines. Este foi cancelado pq, com o dólar + caro, deixou de ser vantagem para o brasileiro ir fazer compras nos EUA. Então, caiu a procura e eles cancelaram definitivo. Tinha gente indo para Miami até para comprar o enxoval dos filhos por nascer. Também colaborou a pista curta do S. Filho (teve um vôo cancelado no verão de 2015 pq com o calor as turbinas perdem potência e o avião precisa de mais pista para decolar). E também teve a colaboração da fiscalização q anunciou q ia arrochar, logo q se intensificaram os vôos internacionais diretos partindo e chegando em P. Alegre, para coibir compras acima dos limites legais. Coisa de bem de gaúcho joãozinho-de-passo-certo, pois no Galeão e em Guarulhos a fiscalização fiscaliza mas ñ aporrinha a paciência do contribuinte com ameaça de rigorismos exacerbados. Além disso, os aviões da American eram velhos e a burguesia local reclamava muito do desconforto.
No meu caso, o vôo da TAP, q ñ é nesta sexta-feira (nesta ainda devo ir a Torres) deve ter sido cancelado pq seria muito próximo a um feriado. Foi uma coisa episódica, tanto q antecipei para uma sexta sem problemas.
Já a questão dos vôos da Azul cancelados em Campinas, isso é generalizado em todas as aéreas nacionais. Acontece porque também caiu muito o movimento interno por causa da crise e pq subiu muito o custo do combustível. A Gol e a TAM cortam tudo o que podem e o Governo já está se vendo obrigado até a pensar na possibilidade de abrir total o capital delas para o capital estrangeiro, pois os controladores atuais ñ têm cacife para bancar o prejuízo (cia aérea é um negócio muito caro). Também estudam acabar com muitas regalias para os passageiros, regalias q encarecem os custos. Seria para permitir a entrada no mercado de empresas realmente "low-cost", onde o passageiro só paga o q consome. Se quer lanche, paga, se leva mala, paga, se ñ come e ñ leva bagagem, a passagem fica com um preço irrisório (mais barato q ônibus). É assim na Europa e nos EUA (mas lá eles ñ têm uma burguesia luxenta como a nossa, q come bucho e arrota caviar)
A Azul até q está se saindo melhor q a TAM e a Gol: pegou uns três ou quatro aviôes q ficaram ociosos por aqui e mandou para Portugal, onde também é dona da TAP. Os aviões estavam ociosos pelo mesmo motivo: falta de pasageiros e perda de rentabilidade por causa do "custo Brasil". No momento, o panorama é este. (by Laurinho da Venâncio)

Novo avião supersônico promete ser mais rápido do que o Concorde

Com desenho assinado por ex-projetista do Boeing 787, Sonic Boom levará 40 passageiros e já chamou a atenção de Sir Richard Branson, do Grupo Virgin

Ernesto Klotzel em 14 de Abril de 2016 às 15:00

A norte-americana Boom Aerospace inciou os estudos para um novo SST (Supersonic Transport). A empresa, com sede no Colorado, é uma das novatas que acreditam no potencial do transporte supersônico de passageiros. A nova aeronave comercial poderá transportar até 40 passageiros a uma velocidade de 2.333 km/h (155 km/h mais rápido do que o antigo Concorde).

Por trás do ambicioso programa estão Blake Scholl e Michael Reid, este último ex-projetista do programa 787 Dreamliner, da Boeing. O Grupo Virgin de Sir Richard Branson demonstrou grande interesse no projeto, tanto como futuro cliente como desenvolvedor. Branson fez opção para dez SST enquanto a sua empresa, a Spaceship Company, fornecerá serviços de engenharia, design e produção, ensaios de voo e operações,

As primeiras estimativas apontam para viagens de 3,5 horas entre Nova York a Londres, com custo em torno do US$ 5.000 por passageiro, semelhante a uma tarifa de classe executiva atual. O Boom SST será produzido em materiais compostos, especialmente fribra de carbono, devendo ser mais silencioso do que as aeronaves supersônicas até hoje produzidas, além de 30% mais eficiente que o Concorde.

Sua altitude de cruzeiro será de 60.000 pés. A cabine de passageiros com capacidade para 40 passageiros será similar à adotada no Concorde, com uma fileira de quatro assentos, na configuração 2+2.

A Boom espera que o primeiro protótipo comece a voar no final de 2017, a partir do Aeroporto Centennial em Denver. Os ensaios supersônicos terão lugar próximo à lendária Base Aérea Edwards, na California. Analistas consideram o cronograma ambicioso demais para um projeto tão complexo e que sequer possui um protótipo concluído.

Parceria entre TAP e Azul apresenta resultados

Companhias devem ampliar frota em conjunto e expandir malha internacional

A sinergia entre a Azul e a TAP começou apresentar seus primeiros resultados. Com a sociedade entre ambas empresas permitiu a companhia brasileira se adaptar rapidamente ao cenário adverso no país. Com a retração do mercado doméstico brasileiro a Azul pode enviar a TAP 19 aviões (entre ATR-72 e Embraer 190) que devem recompor e modernizar a frota da companhia portuguesa.

Ao mesmo tempo, a parceria possibilitou a TAP realizar um pedido firme a Airbus, para 53 aviões, que inclui os novos A330-900neo. A empresa será a primeira do mundo a receber o modelo, em 2017. Com o alivio nas pressões no mercado brasileiro, a Azul poderá concentrar seus esforços em sua ampliação no mercado internacional. Após dúvidas com relação ao inicio da operação do A350 WXB, a empresa deve manter os planos para receber o primeiro no primeiro semestre do ano que vem.

A Azul chegou a cogitar realizar o aluguel das novas aeronaves antes mesmo de recebe-los, reduzindo assim sua exposição a grandes contratos de leasing num momento de alta do dólar no Brasil, aliado a baixa procura por viagens internacionais.

A TAP também realizou algumas mudanças estruturais, como a mudança de sua marca regional, passando a se chamar TAP Express, no lugar de Portugália. Além disso, passará a ter maior presença no mercado norte-americano. Passando a voar para Boston e Nova York, podendo aproveitar sua parceria com a United Airlines, através da Star Alliance, para ampliar sua oferta no mercado dos Estados Unidos.

 

O ovo da serpente

 

A receita do desastre

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana

No próximo Sábado (dia 16/04/2016) as 10h15min no Espaço Itaú assistiremos ao filme "Decisão de risco" (Eye in the sky - 2015). O encontro de três perigosos terroristas em Nairobi, no Quênia, faz com que uma elaborada operação seja coordenada diretamente da Inglaterra. É lá que a coronel Katherine Powell (Helen Mirren) e o general Frank Benson (Alan Rickman) acompanham os movimentos dos alvos, através de um avião-drone estrategicamente posicionado para que não seja detectado por radares inimigos. Inicialmente a operação seria para capturá-los, mas a descoberta de dois homens-bomba faz com que o objetivo mude para eliminá-los a qualquer custo. Inicia então um debate interno, envolvendo o lado militar e também o político, sobre como agir causando o mínimo possível de danos colaterais. Último filme do ator Alan Rickman, falecido em Janeiro de 2016. Quando perguntando, em uma das exibições do filme para jornalistas, sobre trabalhar com o ator Alan Rickman em seu último filme, o diretor Gavin Hood revelou que o artista havia ficado no set mais quatro dias após concluir suas cenas - apenas para participar da festa de encerramento das filmagens e cumprimentar um a um pelo seu trabalho. O personagem que acabou ficando com a atriz Helen Mirren foi criado originalmente para um ator masculino. Oliver Hirschbiegel e Tarsem Singh já estiveram ligados ao filme, ocupando a cadeira de diretor.

 

O CINEMA INTELECTUAL HOJE

por Eron Duarte Fagundes

O italiano Paolo Sorrentino faz um cinema intelectual cuja matriz é o cinema italiano e europeu dos anos 60 mas tem a sensibilidade de atualizar, sem pasteurizar, os trejeitos cerebrais do intelectual de cinema de antanho. A juventude (Youth; La giovinezza; 2015) é um novo triunfo de sua arte, aprofundando as características que ele exibira com transbordamento em A grande beleza (2013). Como neste seu filme anterior, novamente a sombra do universo moral de Federico Fellini torna a ser encontrada; se A doce vida (1960) encaminhava um pouco os dilemas da alteração de costumes que se veem em A grande beleza, é Oito e meio (1963) quem faz as formas reflexivas sobre os passos de A juventude, que põe em cena dois artistas veteranos, o músico interpretado com notável transcendência por Michael Caine e o diretor de cinema que tem na expressão de Harvey Keitel (o eterno duelista do primeiro filme do inglês Ridley Scott) uma correspondência de malícia sarcástica e os habituais arrogância e egocentrismo do homem-deus que pode vir a ser o diretor de cinema.
A juventude é um filme luxurioso, uma atualização plena de êxtase do cinema de Fellini. Os cenários burgueses em que a paixão visual sai da borda para o interior do olho do observador e as mulheres que desfilam sexo excitando algo na libido que é agudamente estético, tudo se encaixa com delicada amargura nos propósitos finais que se vão apresentando. Ama-se a imagem-cinema da mulher-nua admirada, em sua entrada na água, por dois velhos artistas que desfrutam um de seus últimos idílios. É de poesia e de ironia que é feita esta cena lenta, medida, exemplar. É neste pequeno nicho do prazer de ver, um recorte de encenação, que o espectador tem seu lugar-momento de extasiar-se. Podemos pensar no narrador de Marcel Proust, que evoca uma certa peça da casa, posta no passado, em que outrora topara uma solidão inviolável, definida por três entes: “la lecture, la réverie, les larmes et la volupté.” A leitura, o devaneio, as lágrimas e a voluptuosidade: coisas que esta cena aludida de A juventude contém, como outras ao longo do filme o fazem.
Sorrentino é um mergulhador no passado glorioso do cinema. Senão, como explicar o uso breve mas desorientador da paixão clássica de interpretar de Jane Fonda, cuja grande glória s deu na época estilística que o filme resgata, os anos 60 e 70? Acentuando as referências às boas coisas antigas, Sorrentino dedica seu filme a outro mestre do cinema italiano, Francesco Rosi.
Buscando cada vez mais uma maturidade de filmar dentro de formas muitas vezes exaltadas e até elétricas, Paolo Sorrentino recompensa o gosto do espectador nos tempos da vulgaridade.

 

dos leitores

De: fernandoalves.uruguaiana
Enviada: Quinta-feira, 14 de Abril de 2016 10:37

Comunicação/política: análise sobre a mensagem NÃO VAI TER GOLPE.

Abraço,

Fernando Alves.

Ex-Blog do Cesar Maia

A "COMUNA DE BRASÍLIA" GEROU PÂNICO E MAIORIA PARA O IMPEACHMENT!

1. Quando aceito o pedido de Impeachment de Dilma e aberto o varejo de cargos, se esperava que Dilma, Lula e seu núcleo duro suavizassem sua comunicação e seus discursos, de forma a não gerar insegurança nos deputados do baixo clero que procurava atrair.

2. Ou seja, para ter votos suficientes, deveriam caminhar em direção ao Centro. Mas fizeram exatamente o contrário. Se encantaram pelo slogan que seus comunicadores criaram, "não vai ter golpe", e subiram o tom.

3. Se alguns deles imaginavam que esse slogan apontaria para um debate suave e jurídico sobre questões de constitucionalidade, o que ocorreu foi exatamente o contrário. O slogan "não vai ter golpe" foi sendo interpretado como algo do tipo "se for necessário pegaremos em armas para defender o mandato de Dilma".

4. Os dois lados interpretaram assim, a começar pelos apoiadores de Dilma, deputados, senadores, ministros da casa, lideranças do PT, da CUT e por aí foi. Os discursos no Planalto, no Congresso e nos Comícios subiram o tom como um slogan latino-americano das esquerdas em diversas situações: "Não passarão". Ou parafraseando: "Governo Dilma ou morte".

5. As caras e bocas dos deputados escalados para falar, ministros da casa, de Dilma, Lula, parlamentares do núcleo duro, etc., foram ganhando feições e expressões crescentemente raivosas. As fotos e vídeos mostravam isso todos os dias. Era como se fosse um alerta de "guerra civil". Claro, um blefe, mas que os militantes exaltados acreditaram.

6. Os que defendiam o impeachment de Dilma passaram a ser chamados de golpistas, fascistas, nazistas e coisas no estilo.

7. Toda essa coreografia foi percebida pela opinião pública difusa, pelos deputados e senadores que estão fora da esgrima ideológica como se, não passando o impeachment, nos dois e meio últimos anos de governo, Dilma radicalizaria à esquerda. A distribuição de cargos não seria redistribuição de poder, muito pelo contrário.

8. O poder estaria mais centralizado ainda e sob a batuta dos raivosos oradores, na ópera bufa do "não vai ter golpe". Ao tempo que convenceu os seus, assustou os demais. Nem precisava mais de argumentos para que os deputados -acompanhando e presenciando esta escalada- se assustassem. E comentassem: É, desse jeito virá um novo governo, mas agora sem cooptação, sem coalizão e sem pactuação alguma, nem no último escalão. Será a integração completa governo-partido.

9. E lembraram os conselhos de Chávez a Lula: “Rompa logo esse impasse e radicalize em defesa do povo”. Esse é o entusiasmo dos lulistas e é o pânico dos demais.

 

de Serafina

uma ação de dano moral movida por um serafinsne em recurso na capital teve sentença contrária a ele. Já tinha perdido em Guaporé, e, primeiro grau.o assunto corre em segredo de justiça, por tratar-se de questões familaires

O EX PREFEITO EGYDIO CHIARELLO foi um dos advogados que atuou no caso do ' dano moral'. Ele defendeu um dos reus, que foi absolvido. não se sabe se o ofendido vai recorer a Brasilia.São questões ' familiares'.

O 'ofendido' no caso do dano moral teve como seu advogado seu irmão, que é bacharel em Direito. Já concorreu a prefeito na cidade.

 

grupo dos onze .....

GUILHERME NODARI, LAURINDO MAROCCO, BERTO ALBAN ERA DO GRUPO DOS ONZE EM SERAFINA NODARI FICOU PRESO NA CADEIA DE GUAPORÉ, ME INFORMA O ATENTO LEITOR ORALDO RODRIGUES.ERA SEU SANTOL, OU SEJA PADRINHO. O PAI DO NOSSO LEITOR POR POUCO TB NÃO ENTROU EM CANO. ERA PETEBISTA, OU SEJA, BRIZOLISTA. HÁ QUEM DEFENDA FAZER UM MONUMENTO A BRIZOLA EM SERAFINA PQ FOI O GOV DE SUA EMANCIPAÇÃO, MAS EU ACHO QUE ESTE EPISODIO DO GRUPO DOS ONZE O DEIXOU ' MANCHADO' NA CIDADE.OS COLONOS TINHAM UM MEDO DO GRUPO DOS ONZE, PQ OS PADRES ESPALHARAM QUE TIRARIAM A TERRA DOS COLONOS.

 

Posse dos Conselheiros de Previdência Social

Na manhã de 13 de Abril de 2016, a Coordenação dos Conselhos Municipais realizou, no Centro Administrativo Amantino Lucindo Montanari, importante encontro com o objetivo de empossar os novos Conselheiros de Previdência Social do município. De acordo com a Lei Municipal nº 2327/2006 e Portaria nº 510 de 11 de Abril de 2016, foram nomeados os seguintes Conselheiros para a Gestão 2016/2018:

Poder Executivo
Titulares Suplentes
Aeane Picolotto Daniela Turmina
Leoci Inez Chiarello Bastiani Caroline Presotto Franciosi

Poder Legislativo
Gilmara dos Santos Gasperin Neusa Mercalli

Servidores Ativos
André Luís Suder Peter Maciel Ferronatto
Francine Rostirolla Vânia Mara Valar
Cristina Aparecida de Oliveira Janete Menegatti

Inativos e Pensionistas
Ítalo José Boni Maria Marlene Martignago

A Coordenadora dos Conselhos Municipais, Fernanda Castelli Fdrigo, deu a posse aos novos membros e, na oportunidade, destacou a importância que o conselheiro possui, ao representar os servidores municipais, fazendo parte do Conselho de Previdência Social. Após a posse oficial, houve eleição da mesa diretora: Presidente do Conselho Municipal de Previdência Social: Ítalo José Boni; Vice-Presidente: Daniela Turmina; e Secretária: Francine Rostirolla.


14 de abril de 2016

BRAGETAÇOS DO RIO GRANDE

UM COLEGUINHA , RADIALISTA E QUE TAMBÉM ANDA EM TV, É BRAGETAÇO. CASADO COM UMA PROFI DA URGS, VIAJA COM ELA PORQUE os convites são pro casal. NA PROXIMA ENCARNAÇÃO,DIZ UM COLEGUINHA DELE DA RADIO, ele tb QUER CASAR COM UMA PROFI DA URGS QUE NOS CONVITES PRA VIAJAR LEVA O MARIDÃO JUNTO....BELEZA TUDO ISTO,HEIN.???? att. não é o laurinho da venancio, não.....

BRIZOLA FOI O GRANDE BRAGETAÇO DO RIO GRANDE....SEMPRE DIZIA QUE SUA GRANA VINHA DA ESPOSA.....USOU MUITO ISTO.até nos famosos dolares de cuba.

dei m pau no briza hj.

 

DOLARES PRO PACIENCIA...

como o laurinho tá viajando pra portugua nesta 6 f, conto aki o que sucedeu ao ' paciencia', assim chamado o ERCY TORMA EM IDOS NA ZH. ele ganhou do consulado norte americano um convite pra visitar 11 cidades de lá, dos staites. tirou férias sem ng saber. foi ao lauro schirmer,diretor, e anunciou. olauro ficou puto que o ercy não tinha lhe avisado. (ele sp ficava qdo um reporter era convidado, porque ele não podia mandar os ' peixinhos' dele que era o que ele fazia lá)o lauro gostava que o convite viesse pra direção. eles não gostavam de que ng tivesse voo proprio...

ai o ercy entrou em férias e ng pode não dizer não pra ele. ele ia por conta propria. gesto corajoso do PACIENCIA. podia ir pro olho da rua prum gesto destes.

DOI Ao mao mao, QUE MUITO DEMAGOGO SAIU-SE COM ESTA:
- como eu fico FELIZ QUANDO UM DOS NOSSOS COMPANHEIROS( E OLHEM QUE O VEIO MAO MAO JÁ USAVA O TERMO QUE DEPOIS O PT SE ADONOU)é confidado prum evento destes.me sinto feliz e chamou a CATARINA, SUA SECRETARIA.
- pede PRO MARCOS( SEU GENRO E DIRETOR DE LÁ) DAR MIL DOALRES AO NOSSO COMPANHEIRO E NÃO PRECISA PRESTAR CONTAS DE NADA.

paciencia saiu de lá efusivo....ELE NEM DESCONFIOU QUE O VELHO TINHA ENXEERGADO LONGE. JÁ INTUIA QUE DALI SAIRIA ALGUM PRA ELE TB. NÃO DEU OUTRA. O ERCY FOI PROS STETIS, VIAJOU DE AEROPORTO EM AEROPORTO, PORQUE FOI CONHECER APREVIDENCIA USA JÁ QUE ELE COBRIA ISTO AQUI PRA ZH E NA VOLTA O PACIENCIA FEZ CADERNOS SOBRE O ASSUNTO. ADIVINHEM. O CONSULADO MANDOU IMPRIMIR UM MONTE DE EXEMPLARES E O MAO MAO FATUROU ENCIMA DISTO.

PACIENCIA DEIZ QUE DA VIAGEM TIROU UMA LIÇÃO. NÃO DEVERIA TER MARCADO TANTOS LUGARE3S PQ PASSOU O TEMPO TODO EM AEROPORTOS(OLIDESCANTO)

RESULTADO. ENQUANTO O LAURO FICOU BRABINHO, O PATRÃO ENXERGOU QUE DALI SAIRIA PRA ELE TAMBEM. OS CADERNOS ESPECIAIS FORAM MANDADOS PELO CONSULADO DOS STATES PROS ORGÃSO QUE LHES INTERESSAVA.ENXERGAVA LONGE O MAO MAO.

 

Coleguinhas

os jornais IMPRESSOS TÃO DECAINDO NA CIRCULAÇÃO. ... um conhecido meu paga 50 pilas pro correinho. vai cancelar.

A IMPRENSA NÃO TEM MAIS NADA QUE DIZER SOBRE O IMPIXIMENT....CLARO QUE O CUNHA CALCULOU TUDO PRA ANUNCIAR NA HORA DO FANTASTICO. QUE DUVIDA?????

 

Livro

A ESCRITORIA MARIA DA GRAÇA RODRIGUES, DE URUGUAIANA, VAI LANÇAR BREVEMENTE A PRIMEIRA PEDRA. TRATA DO ADULTERIO FEMININO. será meio pra breve. no momento ela vai de vacaciones pra Bahia, pelo visto.ela já tem outros livros publicados.

 

Goida

O CLUBE DE CINEMA SOBREVIVERÁ A MORTE DO GOIDA???? A ARI NÃO SOBREVIVEU A MORTE DO ALBERTO ANDRE. DEGRINGOLOU....

 

Parcelamento

ESSE GOV É MUITO ESPERTO. MANDA O SEC ANUNCIAR A MALDADE DO PARCELAMENTO. ELE ANUNCIA A ' BONDADE' DO PAGAMENTO. APRENDEU TUDO COM MAQUIAVEL. O CARA SÓ LEMBRA DA BONDADE, NÃO DA MALDADE. A CARA DAQUELE XIITA COMO O PT O CHAMAVA NA ALRS, O SEC DA FAZENDA, DEVE SER A CARA DO PROPRIO ANUNCIO DE NOTICIA RUIM PRO FUNC PUBLICO ESTADUAL(oc)

 

TAP

PQ A TAP CANCELOU O VOO PRA LISBOA NO SAB??? FALTA DE PASSAGEIROS???pO LAURINHO VE ISTO AI, OU TU QDO VIAJA DEXA DE SER REPORTER????

A TAP CONCENTROU TUDO EM CAMPINAS. É LÁ QUE FICA A AZUL QUE A COMPROU.

UM PARENTE MEU FOI VIAJAR AGORA. GRAÇAS A DEUS DISSE. PRA NÃO VER O TEATRO DO IMPIXIMENT.

 

PORTUGAL, MEU AVOZINHO

Ícone do jornalismo brasileiro nos anos 1960/70, David Nasser, aproveitou uma viagem a Portugal, durante breve período em que andou trabalhando na "Manchete" (tinha brigado com o Assis Chateaubriand e saído do "O Cruzeiro") para escrever uma série de artigos para a revista dos Bloch, que foram reunidos em um livro com o mesmo título deste texto. Portugal não é um "paíseco de m..." como tu dizes, tanto que rendeu a bela série de textos do "Turco" . Por certo que Lisboa não tem a mesma dimensão de Paris ou Londres, mas não é de jogar fora. Para uma viagem de lazer é ótima. É uma cidade bonita, que ainda conserva no seu miolo histórico a qualidade da arquitetura de reconstrução patrocinada pelo Marquês do Pombal após o terremoto seguido de maremoto que abalou Lisboa em 1755. Passei por lá em maio de 2010, a caminho de Madri, mas foram apenas três dias de permanência (renderam as fotos que estou enviando em anexo). Por isso resolvi voltar agora, para ficar por lá uma semana. Paris, pretendo deixar para o segundo semestre, quero pegar Paris no Outono. Mas não é só Lisboa, o resto de Portugal também é interessante: tem belas paisagens e locais históricos importantes. Para mim, que fui criado numa cidade com forte influência portuguesa e sou descendente de portugueses por parte de avó materna, mesmo não integrando o Circuito Elisabeth Arden, Lisboa me apraz. (by Laurinho da Venâncio)

Em tempo: aquele teu trololó sobre inveja não tem nada ver. Apenas tentei fazer uma ironia (isso tu pegou) sobre tua referência ao que seria meu mau-humor, mas não captaste direito o sentido.
Nas fotos: Parque Eduardo VII, Mosteiro dos Jerônimos, toldo da confeitaria dos pastéis de Belém, um dos bondes antigos de Lisboa, a carroça em frente aos Jerônimos, o Tejo e a Torre de Belém, o monumento aos Descobridores e um prédio da parte antiga da cidade.

 

Bolsa e dólar

A Bolsa fechou (ontem, 13/04) em alta de 2,21%, com 53.149,84 pontos. É o maior valor de fechamento em nove meses.
A alta foi influenciada pelo cenário político. As apostas no impeachment da presidente Dilma têm feito a Bovespa subir, porque os investidores entendem que uma eventual troca de governo pode atrair capitais de volta ao país.
O dólar chegou subir quase 2%, mas inverteu o movimento e registrou queda de 0,44%, cotado em R$ 3,48. É o menor valor de fechamento desde 20 de agosto do ano passado. (UOL)

 

DECLARAÇÃO POR LEI: presidente João Goulart no ‘Livro dos Heróis da Pátria’

O deputado federal Pompeo de Mattos (PDT-RS) quer incluir o nome do presidente João Belchior Marques Goulart, o Jango, no “Livro dos Heróis da Pátria”.

Na justificativa, Mattos explica que “a importância da presença de João Belchior Marques Goulart no livro confunde-se com a história de um líder nacionalista, herdeiro da tradição trabalhista de Getúlio Vargas”. “Nos últimos 20 anos, é reconhecido não apenas na academia, mas frente à opinião pública. A sua história de compromisso com as causas nacionais, através das Reformas de Base, faria com que ele sofresse um golpe em 1° de abril de 1964 e fosse o primeiro e único presidente a morrer no exílio”.

“Uma série de movimentos reacionários tentaria barrar todos os avanços democráticos de João Goulart, culminando com o golpe contra o governo democrático-constitucional de Jango. E ele, tentando evitar uma guerra civil, se refugia no Uruguai, crendo que a sua queda seria provisória. Mal saberia João Goulart que o ‘putsch’ duraria duas décadas e custaria a si próprio a impossibilidade de voltar à própria nação e ao povo pelo qual ele dedicou a sua vida. E, morrendo em 1976, Jango não teve a possibilidade de rever o país de volta à democracia”, diz o deputado.

“O constante uso da História Comparada e também da História do Brasil Republicano sobre o governo Jango faz com que este político seja um dos pontos de referência nacional. Um estudo sério sobre a recente história política e social brasileira obrigatoriamente tem que abordar o governo de João Goulart como referência emblemática – inclusive para o entendimento sobre a relação entre Estado e sociedade”, complementa Mattos.

“Com estas razões, o nome de João Belchior Marques Goulart, por si só, se credencia a estar no Livro dos Heróis Nacionais, não apenas pela envergadura dos seus feitos históricos como quadro político e ser social, inserido nos debates travados pela sociedade brasileira. Sobretudo, pelo seu espírito de desprendimento pessoal, em prol da construção de um país melhor, mais justo, próspero e igual. A sua presença no livro, sem dúvidas, é um legado simbólico e uma dívida que o país pagará com o seu passado, reconhecendo-o como uma das maiores personalidades que o Brasil pôde gerar”, justifica o parlamentar.

 

Cinema

A AMAZÔNIA VIVIDA POR UM INTELECTUAL EUROPEU

por Eron Duarte Fagundes

Baseado nos diários de dois estudiosos europeus da Amazônia, os germânicos Theodor Koch-Grunberg e Richard Evan Schultes, O abraço da serpente (El abrazo de la serpente; 20115), de Ciro Guerra, adota um extraordinário e plástico rigor formal para expor, em tempos narrativos diversos, as aventuras amazonenses de dois homens civilizados no seio de arcaicos índios americanos. Isto tem sido, ao longo dos séculos, uma reiteração europeia: o francês Claude-Levi Strauss esteve no interior do Brasil na década de 30 do século XX. Também o brasileiro Darcy Ribeiro chegou a viver entre os selvagens. Mas estas experiências nunca deixam de oferecer novas luzes às visões de mundo dos seres humanos: como deixam claro as encenações precisas e brilhantes de O abraço da serpente.
A narrativa é feita num preto-e-branco refinado. E se passa em dois períodos diegéticos. Há o tempo passado, que rememora as andanças de Theodor entre os primitivos habitantes americanos: sua inquietação pela selva e pela convivência com as brutas almas, sua terrível doença, o caso do sequestro de sua bússola pelos silvícolas (o que o irritou bastante). Há o tempo que seria o atual na diegese de narrar: outro pesquisador alemão, Evan, munido do exemplar dos diários de Theodor, chega à Amazônia para conviver com os selvagens descendentes daqueles que vira Theodor antigamente: o tempo de Evan dá-se quarenta anos depois de Theodor. O realizador faz oscilar com extrema harmonia narrativa as imagens de um tempo e outro, aquelas que mostram os périplos de Theodor e as dos caminhos de Evan. O que move inicialmente Evan, buscar uma planta citada nos diários de Theodor e que em determinada época teria salvado a vida do antigo sábio, é o pretexto para o desenvolvimento duma antropologia cinematográfica que às vezes chega a fascinar, especialmente na forma plástica com que se expõe esta antropologia.
Índios e homens brancos são os aventureiros de O abraço da serpente. Uma convivência em aventuras quase proibida. A aventura de um filme pode ligar-se facilmente à estranheza exótica mas vigorosa de um clássico do cinema como Aguirre, a cólera dos deuses (1972), do alemão Werner Herzog. Este estranho exótico se sublinha na imagem de sonho, quase ao fim, a única imagem a cores do filme, imagens difusas e praticamente abstratas, signos visuais da serpente enigmática que na verdade percorre por debaixo quase todo o filme.

 

LIGA HOMEOPÁTICA CELEBRA 75 ANOS DE PORTAS ABERTAS E COM SHOW DE MARCELO DELACROIX

Homeopatia, Jin Shin Jyutsu, Reiki, Danças Circulares, Autoeducação, Meditação Mindfullness estão entre as atrações
A Liga Homeopática celebra seu aniversário de 75 anos com programação variada e de portas abertas para a comunidade, no dia 16 de abril (sábado), das 10h às 16h30, no pátio da sede, na Av. Getúlio Vargas, 169, Porto Alegre.
Voltado para temas de saúde e bem estar, o evento terá palestras, atividades interativas, piquenique e show de Marcelo Delacroix e Dany Lôpez. Haverá atendimento solidário de Jin Shin Jyutsu e Reiki, com Gilvana Pinto Souto, entre outras atrações. A presidente da Liga Homeopática, médica veterinária Joaquina Pinto Molina, destaca a oportunidade que o público terá de bater um papo descontraído com médicos, veterinários, dentistas e farmacêuticos homeopatas, em atividades que contribuem para a qualidade de vida.
O médico Ben-Hur Dalla Porta, vice-presidente da Liga Homeopática, lembra que desde sua fundação a entidade realiza diversas ações envolvendo a população. “A divulgação através de programas de rádio e colunas regulares nos jornais locais, além da ‘campanha dos 1000 sócios’, foram estratégias usadas pelo dr. David Castro (fundador) para este fim”, esclarece. Segundo o dirigente, a entidade foi exitosa na divulgação da Homeopatia e qualificação de profissionais da área da saúde. “Ao completar 75 anos, a Liga Homeopática abre as portas para a comunidade, pois os usuários da Homeopatia são (e sempre foram) sua grande força”, finaliza.
Programação
10h - Abertura - História da Homeopatia no RS - Ben-Hur Dalla Porta, médico, vice-presidente da Liga Homeopática
10h30 - Palestra - Homeopatia nas Doenças Agudas - Denise Marcon, médica
11h - Palestra - Lã, a fibra inteligente para proteção de resfriados de cabeça - Daisy Maciel, artista têxtil
11h30 - Palestra - Conheça o Jin Shin Jyutsu - Erna Maria A. Klausgraber, terapeuta holística
12h - Danças Circulares - Siomara Kronbauer, Educadora Física ,atriz, especialista em dança
12h30 - Piquenique participativo e show de Marcelo Delacroix
13h - Palestra - Homeopatia para os animais - Elisandra Pezzetta, médica veterinária, diretora científica da Liga Homeopática
13h30 - Palestra - O uso da Homeopatia em plantas - A experiência na ETA (Escola Técnica de Agricultura de Viamão) - Valcir Carpenedo, geólogo, agrônomo
14h - Palestra - Os princípios da boa comida - Vanessa Álvaro, nutricionista
14h30 - Palestra - A autoeducação: um caminho de superação - Um relato sobre a utilização da Homeopatia e o quanto ela pode fazer por nós - Rosali Kellermann, usuária
15h - Atividade interativa - Trupe Palhaçaria
15h30 - Palestra - Karma e missão através da Astrologia - Carla Kufner, terapeuta holística e astróloga
16h - Prática de atenção plena “Mindfullness” - Angélica Adamoli, Educadora Física, Serviço de Educação Física e Terapia Ocupacional do Hospital Clínicas de Porto Alegre
16h30 - Encerramento
Informações e entrevistas:
Ben-Hur Dalla Porta, médico homeopata, vice-presidente da Liga Homeopática
(51) 9112.5800
bdporta@uol.com.br
Elisandra Pezzetta, médica veterinária, diretora científica da Liga Homeopática
(51) 9815.9475
epezzetta@bol.com.br
www.ligahomeopaticars.com.br
https://www.facebook.com/ligahomeopatica.dors/?fref=ts
Av. Getúlio Vargas, 169, Menino Deus, Porto Alegre
(51) 3228.0915
Assessoria de imprensa:
Gelcira Teles, MTE/RS 6790
(51) 3331.7941/(51) 9204.1669
jorngelcirateles@yahoo.com.br

Liga Homeopática do Rio Grande do Sul
Entidade sem fins lucrativos, fundada em 1941, que tem por objetivo a divulgação, a prática e o ensino da homeopatia. Atualmente, seu corpo clínico compõe-se de 7 médicos, 5 veterinários e uma dentista, que atendem mediante agendamento prévio pelo telefone (51) 3228.0915. O valor das consultas é totalmente revertido para o pagamento das despesas da instituição.
A sede, uma bela casa da década de 1950, rodeada por um amplo jardim, possui recepção, três consultórios equipados para atendimento médico e uma biblioteca especializada com livros e periódicos sobre homeopatia. Seu anexo tem recepção e um consultório veterinário.

 

CAMBÃO

“Chispa que incendeia o campo, espoleta que faz explodir a carga, a velha carga, tão velha quanto o camponês, o servo, é também o sinal de partida para uma longa e dura caminhada”. Assim inicia o seu livro “Cambão, a Face Oculta do Brasil” o ex-deputado federal, líder das ligas camponesas, Francisco Julião, cassado e preso no golpe de 1964. Confesso que, com as explosões diárias de tensões permanentes, com as quais nos deparamos na atual conjuntura política, busco inspiração no silêncio da leitura. Se pudesse ser ouvido por muitos, diria que esta é uma alternativa honrada, ao menos para os que visam sair da rotina fadigosa dos ânimos acirrados.
A política brasileira não pode – nem deve ser um permanente palco de carregamento de “cargas velhas”. Bem sabemos, a constante luta pelo poder torna os seres humanos obsoletos. Óbvios demais, contrários ao diálogo e senso comum. A longa e dura caminhada, em se tratando de responsabilidades públicas, deveria ter o único caminho da busca da convergência. Eu sei…na véspera de uma votação que, em tese, “divide” o país, entre os que apoiam a Estabilidade Democrática e os que entendem que a solução é a derrocada de uma Chefe de Estado, falar em “convergência” soa no mínimo estranho. Estranho, talvez; necessário, com certeza!
Cambão, significa também servidão, que remete a escravidão, submissão. Hoje, de forma mais intensa do que ontem, o “cambão” que assola a população brasileira é o “esquema qualificado”, cínico, corrupto, maléfico. Uma fórmula político-eleitoral falida, que não mais se sustenta, submetendo-nos a uma sensação de revoltante frustração. Independente de posições, favoráveis ou contrarias ao Impeachment (eu sou contra o impeachment!), o resultado da votação de domingo bem que poderia dar partida para uma nova caminhada, qual seja, a proposição de profundas reformas estruturais. É nítida a sensação nas ruas de que, no fundo, ninguém aguenta mais viver em permanente enfrentamento.
Somos submissos perante a crise de civilidade que nos atinge frontalmente. Ignoramos o debate fundamentado em ideias, partindo para o ataque pessoal, mesquinho. Compreender que distintas posições não significam a luta do bem contra o mal, poderia ser um começo. A lição de sempre indica que os problemas da democracia se combatem com mais democracia, jamais com arbitrariedades, dignas da ordem de exceção, rejeitada no limbo da história. Segundo Julião, uma raiz bem plantada na consciência faz com que a vida se encarregue de aprofundá-la cada vez mais, na ânsia de encontrar a seiva.

Christopher Goulart
Advogado, primeiro suplente de senador (PDT-RS)

 

Convite

 

Concluídas as reformas em passarelas na ERS-122


A reparação das duas passarelas na ERS-122 - uma de metal e a outra de concreto - já está concluída

Para garantir maior segurança aos pedestres que moram, estudam ou trabalham às margens das rodovias administradas pela Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), o Estado, via Secretaria dos Transportes e a empresa, reforma quatro passarelas sobre duas estradas em locais de grande circulação de veículos e pessoas. São as passarelas nos kms 0 e 88 da ERS-122, em Portão e Flores da Cunha, respectivamente; e outras duas no km 0 da ERS-240, em São Leopoldo. Essas obras beneficiam diretamente as comunidades de Rincão do Cascalho (Portão), São Gotardo (Flores da Cunha) e Scharlau (São Leopoldo).

A reparação das duas passarelas na ERS-122 - uma de metal e a outra de concreto - já está concluída. As obras levaram cerca de 45 dias. Já a recuperação das passarelas da ERS-240, de estrutura mista (metal e concreto), vai levar outros 60 dias, a contar do início de abril. A reparação das passarelas consiste na recuperação estrutural e renovação da pintura (a passarela na ERS-122 em Flores da Cunha também recebeu nova instalação elétrica com iluminação por lâmpadas led).

As obras de reparação terão um custo total de R$ 495 mil, a ser dividido pelas praças de pedágio de Flores da Cunha e Portão. A execução está a cargo da Lavoro Engenharia. Pela praça de Portão cruzam em geral mais de 400 mil veículos por mês. Já no pedágio de Flores da Cunha, a média é de aproximadamente 110 mil veículos por mês.

 

PTB convida PRB para aliança na disputa pela prefeitura da Capital

O pré-candidato a prefeito de Porto Alegre pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), deputado Maurício Dziedricki, recebeu líderes do Partido Republicano Brasileiro (PRB), nesta quarta-feira (13) na sede do PTB. O convite partiu de Maurício, que pretende ter os republicanos ao seu lado na disputa pela prefeitura.
"O PRB tem uma forte estrutura orgânica e social, apesar de ser um partido relativamente novo. Temos muitas afinidades políticas e nos projetos para Porto Alegre", destacou Dziedricki, lançado como pré-candidato a prefeito no final de semana em encontro do PTB.
"Conheço o PTB de longa data, e estamos juntos no governo municipal. Foi uma primeira conversa. Queremos estar num próximo governo, mas com poder de decisão, não apenas com cargos", destacou o presidente municipal do PRB, vereador José Freitas.
Também estiveram representando os republicanos, o líder da Bancada na Câmara Municipal, Waldir Canal, e o líder na Assembleia Legislativa, Sérgio Peres.
Pelo PTB, estiveram presentes o presidente da Câmara Municipal, Cassio Trogildo, o secretário municipal adjunto de Governança, Carlos Siegle, e o coordenador da pré-campanha do PTB, Everton Braz.

 

de Serafina

Ação contra o bullying na Escola Fátima

O termo bullying refere-se ao ato de intimidar ou agredir alguém, causando à vítima constrangimento, angústia e dor. As agressões podem ser físicas, verbais ou virtuais com o objetivo de diminuir, intimidar e agredir o outro. Essas atitudes são consideradas negativas, pois são intencionais e repetitivas. O bullying pode acontecer em qualquer ambiente, porém na escola, onde há convivência com maior número de alunos, desenvolve-se o hábito de dividir, ocorrem as mudanças da adolescência, a afirmação da autoestima e autoconfiança, nesse mesmo ambiente convivem as diferenças físicas, de cor, religião, opinião e comportamento. Por esses motivos, acredita-se que é imprescindível o desenvolvimento de ações contra o bullying. Na Escola Municipal de Ensino Fundamental Nossa Senhora de Fátima, o Serviço de Orientação Educacional desenvolveu um importante projeto denominado “Nossa Escola diz não ao Bullying!”, orientando, conscientizando e principalmente apostando em atitudes saudáveis entre os alunos. Nas conversas com os estudantes, houve destaque também ao que não é bullying, pois também não se pode generalizar e amedrontar, é preciso esclarecer as atitudes, estimulando a não violência. A culminância do projeto aconteceu no dia 07 de Abril de 2016, escolhido como Dia Nacional de Combate ao Bullying e à Violência na Escola, instituído devido ao Massacre do Realengo, em 2011.

 

CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A INFLUENZA 2016

“NÃO DA PRA VACILAR... TEM QUE VACINAR!!!”

A Secretaria Municipal de Saúde de Serafina Corrêa, através da Vigilância em Saúde está divulgando a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza 2016. A Campanha de Vacinação ocorrerá de 25 de Abril a 20 de Maio, sendo o sábado, 30 de Abril de 2016, o Dia de Mobilização Nacional. A gripe é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza que provoca febre, tosse, dor de garganta, dores no corpo e mal estar. O maior problema da influenza são as complicações como otites e pneumonias, que podem levar à internação e até mesmo ao óbito. A composição da vacina é atualizada a cada ano, de acordo com os vírus circulantes e mais preocupantes, que no momento são: Influenza A (H1N1 e H3N3); e Influenza B. Não há proteção contra todos os tipos de vírus. O paciente que tomar a dose contra a gripe A poderá desenvolve outros tipos de infecção respiratória, como resfriados.

Quem tem direito à vacina pelo SUS este ano?
Devem procurar os Postos de Saúde para receber a vacina gratuitamente:
* pessoas com 60 anos ou mais;
* crianças com mais de seis meses e menos de cinco anos;
* gestantes;
* mulheres até 45 dias depois do parto;
* pessoas com doenças crônicas (respiratórias, cardíacas, renais, além
de obesos e diabéticos);
* profissionais de saúde; e
* a população privada de liberdade.

LOCAL: Sala de Vacina do Centro Municipal de Saúde, das 7h30 às 17h, de segunda-feira a sexta-feira. No dia D (30/04/16): todas as Unidades Básicas do município estarão abertas das 8h às 17h, sem fechar ao meio-dia. O Posto de Saúde de Silva Jardim estará aberta das 9h às 10h.

Também no dia “D” da Campanha, haverá uma Unidade Móvel para atender os Idosos/ou Grupo de risco acamados, (impossibilitados de comparecerem nas unidades de saúde). Para tal, é importante que as pessoas informem no setor de vacinas o nome e endereço para que possa ser agendada e realizada a busca ativa desses pacientes.

. Uma ação fundamental para diminuir a circulação dos vírus da gripe é a adoção de hábitos simples. Confira:
- Higienizar as mãos com frequência;
- Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
- Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
- Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
- Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
- Não partilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal;
- Evitar aperto de mãos, abraços e beijo social;
- Reduzir contatos sociais desnecessários e evitar, dentro do possível, ambientes com aglomeração;
- Evitar visitas a hospitais;
- Ventilar os ambientes.

Depois da Aplicação, quando a dose começa a fazer efeito? Quanto dura a Imunização? Início do efeito dentro de 15 dias, em média. E a imunidade depende de cada pessoa, variando entre seis e 12 meses. Idosos perdem a imunidade mais rapidamente.

Preciso tomar a vacina todo ano? Sim, porque os vírus mudam e a imunidade perde o efeito.

Por: Patricia Betineli – Vigilância em Saúde
Prefeitura de Serafina Corrêa/RS.

 

Reunião das Agências FGTAS/SINE

No dia 05 de Abril, as servidoras Neuza de Fátima Souza Oliveira e Francine Rostirolla participaram de uma reunião, na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, através de convocação do Coordenador Regional Tiago Tessari. O encontro teve o objetivo de alinhar as práticas de trabalho utilizadas na prestação dos serviços à sociedade, por meio das Agências FGTAS/SINE, a Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social - FGTAS. Na oportunidade, o Chefe da Seção de Inserção no Mercado de Trabalho, Ademilson Couto de Arruda, elucidou o evento EMPREGAR RS que acontece no dia 17 de Junho deste ano, com o objetivo de fomentar a empregabilidade. Todas as agências farão parte desse importante projeto. “É de extrema importância nossa participação nas programações, pois as mudanças ocorrem constantemente. É nosso dever repassar informações corretas para a população”, explica Francine Rostirolla, Coordenadora da Agência FGTAS/SINE Serafina Corrêa.

 

Prefeito e Diretoria da CORSAN

No dia 13 de Abril de 2016, o Prefeito Municipal Ademir Antonio Presotto esteve participando de importante viagem de trabalho na Capital Gaúcha, Porto Alegre. Durante a manhã, esteve em audiência com o Diretor Presidente da CORSAN, Flávio Ferreira Presser, e com o Superintendente de Relações Institucionais, André Beltrão Finamor. Participou da reunião, também, a Diretora Jennyfer Zanluchi Scheffer. Na oportunidade, o Prefeito Ademir esteve tratando de assuntos de interesse do município.

 

Mais asfalto em Serafina Corrêa

No dia 13 de Abril de 2016, a Prefeitura de Serafina Corrêa, dando continuidade ao grandioso projeto da recapeamento asfáltico no município, realizou a obra no trecho da Rua Ipiranga, sentido Colégio Estadual Carneiro de Campos. O asfalto é realidade graças à parceria entre a Prefeitura Municipal e o Governo Federal, sendo investidos cerca de R$ 99 mil nesse trecho.


13 de abril de 2016

GRUPO DOS ONZE

COMECEI A LER HJ UM LIVRO DA UPF SOBRE ESTE GRUPO DO BRIZA. N IMAGINAVA QUE TIVESSEM SIDO TÃO BARBARAMENTE PERSEGUDIOS POS 64. E ERAM TUDO COLONO INGENUOS QUE FORAM NA CONVERSA FIADA DO BRIZOLA, AQUELE FALASGTRÃO. ELE FUGIU PRO URUGUAI VESTIDO DE PADRE MAS DEIXOU OS COMPANHEIROS NA MALEZA AKI APANHANDO DOS MILICOS.

 

5 ANOS

fez 5 anos da morte do mal humorado( ' figado') seu apelido de antanho. FAGomes. e aquela foto dele lendo o PAPILLON NO PC é do LUIS ARMANDO VAZ. FOIF EITA NUM SAABADO QUE FUI COM O VAZ VISITA-LO. MUITA GENTE QUE AGORA O ELOGIA PASSAVA LONGE DELE QUANDO PRESO.

EU ESPERAVA A ZH DE SEGUNDA PRA LER O DIARIO DO PRESIDIO DO ALCARAZ. COMO ESCREVIA BEM.

 

Coleguinhas

ouvi dizer que o gazetinha circulou em serafina.

O REKER ME ALERTOU QUE A ZH JÁ TIROU ATÉ O ESPAÇO DO MARCO AURELIO NA PAG 2. ELE NÃO VOLTARÁ.ESTÁ DE FERIAS.

 

MAU HUMOR

na sua ironia costumeira o laurinho insinuou que eu taria com inveja de que ele tá decolando pra portugal. ora bolas, se fosse paris, londres,nyc, va lá mas portuga, nunca fui naquele paiseco de m. nem pretendo ir....

JURASSICO? MEU DEUS O QUE SERÁ ISTO???SOU ACUSADO DISTO PELO LAURINHO....

* isto é trocar a tecnologia pelo talento. eu talento tenho. qto a maquinas não me interessam.

 

Mau-humor, hahahah!

Ah, então é este o motivo. não tenho nenhuma inveja de tua viagem. não é por ai, meu caro. eu torço pelos amigos, não fico invejando. inveja é coisa de fuinha(OC) em tempo. boa viagem e manda o selfie.

Enviada: Terça-feira, 12 de Abril de 2016 14:09

To mal-humorado pq a TAP cancelou meu vôo de sábado e tive de antecipar para sexta-feira, se ñ teria de fazer conex por Campinas. Com isso, vou ser "obrigado" a passar + um dia em Lisboa! Fiquei "furioso". Hahahah! Qdo estiver tomando um cafezinho naquela cafeteria q o Fernando Pessoa frequentava, vou te mandar um selfie.

 

No retrovisor

laurinho pra ti atualizar é tecnologia pra mim não...talento eu tenho e de sobra. não precisa me dizer, eu sei disto, não digo por modestia e pq tenho puder(OC)

Enviada: Terça-feira, 12 de Abril de 2016 13:51

O problema e q tu insiste em ñ te aggiornar. A regra básica do jornalista é estar sempre atualizado. Tu só ker saber do passado. Tu é totalmente refratário ao novo. Olhar para o retrovisor é o início do fim, lamentavelmente...

 

ENROLARION

O pessoal nas redes sociais ñ perdoa o murismo das entidades empresariais gaúchas. Nenhuma delas tomou posição clara (contra ou a favor) com relação ao imbroglio político nacional. Hoje, aconteceu uma situação q chegou a ser cômica. No programa do Zé Silva's, o Jurandir teve a má idéia de perguntar, para um líder lojista, como estava a crise. O cara engatou um enrolation, que ñ dava para definir porque cada ramo é diferente etc e tal, mas nem chegou a terminar a frase. O resto da bancada unânime começou a dar a real, que o comércio tá parado, as lojas vazias, o pessoal até vai nos shoppings, mas é para aproveitar o ar-condicionado, fazer lanche e olhar as vitrines, que em Gramado os funcionários das lojas andam apavorados com medo de perder os empregos etc etc... O cara dos logistas aproveitou e tirou o cavalinho da chuva, estratégicamente fechou o bico. Passou o resto do programa calado. Hahaha! (by Laurinho da Venâncio)

 

do Liberation

será que um dos 66 vai ler este tijolaço???(OC)

Pós-democracia, um conceito que reflete a inquietação das pessoas

Por Sonya Faure/Liberation

O cientista político britânico Colin Crouch concebeu e popularizou a expressão pós-democracia com seu livro de mesmo nome editado em 2000. Crouch buscou retratar a democracia tal como vivida sob a hegemonia do capitalismo globlizado. Uma situação em que, não obstante uma aparência de democracia - sim, há eleições, existe liberdade de expressão, os pluralismos são assegurados e os partidos políticos ainda têm sua razão de ser - os cidadãos não conseguem exercer de fato o protagonismo que se esperaria.

Neste ambiente político, as decisões são tomadas longe deles e por outrem, seja no conluio dos "lobbies", seja pelas grandes empresas e suas esteitas e sombrias ligações com a elite política. Ou ainda no âmbito de organismos supranacionais, como a Organização Internacional do Comércio (OMC) e a Comunidade Européia.

A interpretação do fenômeno não é unânime. Há os que entendem ser posiiva a atuação dos experts, dos peritos, dos especialistas, para que eles iluminem o caminho do desenvolvimeto das instituições democráticas, Outros manifestam desencanto, por não ter acontecido de fato a grande vitória da democracia liberal, que fora prometida após a queda do "bloco soviético".

"A modenidade aniquilou os discursos grandiloquentes e nos jogou na pós-modernidade. A vitória concomitante da democracia não nos jogou na pós-democracia?", se interroga Ahmet Insel, economista e cientista político da Universidade de Galatasaray, na Turquia. O neoliberalismo tornou desapaixonados os debates políticos: "Não há alternativa", garantia Margareth Thatcher.

Sem surpresa, na França, quem é acusada de ser a instituição pós-democrática por excelência é a Comunidade Européia. O referendum de 2005 sobre a Constituição Européia foi o grande revelador desta averrsão à UE. "Na ocasião, mesmo tendo se desenvovido um momento de grande qualidade democrática, que teve lugar sob múltiplos aspectos e através de múltiplas leituras, o voto dos cidados foi rechaçado", observa Sophie Wahnich. Fabien Escalona, professor da Sciences-Po Grenoble, considera qu Jean-Claude Juncker é mesmo a encarnação, quase química pura, da pós-democracia".

Eleito presidente da Comissão Européia, "depois de previamente selecionado mediante negociações a portas fechadas, totalmente desconectadas de qualquer influência das populações interessadas", escreve o cientista político, "Juncker não exitou em constranger a Grécia ameçando-a diante de um esperado 'mau resultado' nas eleições". Seria o caso de os experts saberem melhor que o povo o que é bom para o povo.

Colin Crouch desenvolveu seu conceito de pós-democracia para analisar os países ocidentais e as políticas liberais anglo-saxônicas. Ahmet Insel estende o conceito a outros hemisférios. "Ao lado da pós-democracia tecnocrática, emergiu uma pós-democracia autoriária, como a de Cháves, na Venezuela, a de Orbán, na Hungria e a de Erdogan na Turquia. São governantes eleitos regularmente, mas que, uma vez passadas as eleições, consideram que o povo é incondicional apoiador de todas as suas ações. O inimigo, para esse tipo de governantes, é a separação de poderes, que quando funcionam livremente pode ser um empecilho às suas pretensões. Frente ao autoritarismo brando dos tecnocratas, o autorismo de um Erdogan, porém, é sangrento. São duas versões da pós-democracia, que se acomodam às antigas estruturas da democracia liberal, mas são carentes de substância. (traduzido do "Liberation" de 02/04/2016 pelo Laurinho da Venâncio)

 

do mironneto.com

Leitora chama a atenção para creche que não foi concluída

Leitora da Várzea Grande envia cópia de informativo da Prefeitura distribuído em 2015 anunciando que a Creche Altos da Viação Férrea seria entregue em janeiro de 2016. Segundo a leitora, até o momento as obras da nova creche não ficaram prontas. O Município encontra dificuldades em cumprir o prazo para cumprir acordo com o Ministério Público para zerar o déficit de vagas em creches. Recentemente, houve um acordo que coloca a data de 31 de agosto deste ano como data limite. Logo, até agosto a creche Altos da Viação Férrea deverá estar funcionando.

 

do Comunique-se

CicloVivo faz campanha e pede para que internauta ajude a manter o site no ar

Em meio a um processo de reestruturação, o site CicloVivo, especializado na cobertura de notícias relacionadas a sustentabilidade, está promovendo uma campanha de crowdfunding para manter o site no ar. Antes, o veículo contava com o aporte financeiro de um grupo de comunicação, mas, como a crise econômica, perdeu patrocínio e agora busca formas para continuar atuando de maneira independente.

A fundadora do site Mayra Rosa e as jornalistas Thaís Teisen e Marcia Sousa decidiram apostar na “vaquinha virtual” para garantir a sobrevivência do Ciclo. Por meio da plataforma Kickante, o trio está se organizando para levantar R$ 65 mil, fundo necessário manter o site e todos os projetos pelos próximos seis meses. O dinheiro será usado para a manutenção e hospedagem da página, para custear despesas de luz, internet e telefone, assim como para a remuneração dos envolvidos na produção de conteúdo.

“Este valor nos ajudará a caminhar nos primeiros meses, enquanto nos reestruturamos e definimos novas estratégias comerciais para que o CicloVivo possa se manter com seus próprios recursos, sem perder a qualidade atual”, explica Mayra. Fundado em 2010, o site possui audiência de mais de 3 milhões de pageviews/mês no site e 289 mil seguidores no Facebook.

“Desde seu início o CicloVivo tem sido referência no tema e tem inspirado novos projetos e ações na área de sustentabilidade. É um trabalho que tem um alcance social e ambiental enorme e não pode acabar por aqui”, comenta Thaís.

Negociação trabalhista entre sindicato de jornalistas e Diários Associados vira caso de polícia

O Dia do Jornalista, lembrado na quinta-feira, 7, não foi de comemoração para os comunicadores dos Diários Associados em Minas Gerais (Jornal Estado de Minas, TV Alterosa e portais Uai e EM.com.br). Além dos recentes atrasos em pagamentos, a direção da empresa tentou impor a redução de 30% nos salários. Em texto, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG) relata que conseguiu convencer os "enviados" da diretoria do grupo a apostar em medida favorável aos empregados, mas o documento já assinado desapareceu.

De acordo com a entidade, o diretor-executivo dos Diários Associados, Geraldo Teixeira da Costa Neto, o Zeca, enviou ao sindicato um grupo de funcionários em cargos de confiança e do setor administrativo para tentar convencer da necessidade de redução dos salários. "Tentaram prevalecer, após ganharem carona em kombis da empresa para irem até a Casa do Jornalista, mas após uma longa e detalhada exposição dos dirigentes sindicais, que incluiu noções básicas de direitos trabalhistas, entenderam que a redução não pode ser imposta da forma como imaginavam, sentados no conforto das suas cadeiras e com os bolsos fornidos de salários bem acima da média do restante da empresa", conta o SJPMG.

Após a reunião, ficou decidido que a redução só seria negociada se diversas premissas favoráveis fossem observadas, como estabilidade, prazo predeterminado para a redução e acerto de débitos. Os representantes dos Diários Associados teriam, de acordo com a entidade, assinado documento a favor da proposta que beneficiava os demais colegas de trabalho, mas algo aconteceu e a ata da reunião sumiu. "Em uma jogada que surpreende até os mais inventivos roteiristas das óperas bufas canastronas, a ata da reunião, com a assinatura dos presentes, foi surrupiada".

O SJPMG afirmou em texto que jamais vai negociar a perda de direitos e que o roubo da lista foi registrado em ocorrência policial. "Vamos lutar para que Zeca não consiga fazer os funcionários pagarem a conta de sua falta de capacidade administrativa. A história da empresa e o suor dos profissionais que trabalham e trabalharam lá são nobres demais para serem desonrados por um diretor que já mostrou inúmeras vezes que não tem capacidade de administrar", defende a entidade.

A reportagem do Portal Comunique-se tentou contato com o diretor-executivo e com o jurídico dos Diários Associados, mas até o momento não teve retorno.

 

do Espaço Vital

Um surpreendente feriadão na Justiça de Mato Grosso: 21, 22, 23 e 24 de abril

Em sentido inverso ao que partes e advogados pensam sobre a morosidade da Justiça brasileira, o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Paulo da Cunha, criou um novo feriado estadual para desfrute do Poder Judiciário daquele Estado.

O magistrado determinou a publicação da Portaria nº 187/2016-PRES, suspendendo o expediente forense no dia 22 de abril (sexta-feira). A data é imediatamente posterior ao feriado nacional de Tiradentes (21 de abril, quinta-feira).

Num dos seus ´considerandos´, o desembargador salienta “a necessidade de planejamento antecipado das atividades jurisdicionais”.

Todos os prazos processuais que se iniciariam ou encerrariam nessas datas ficam prorrogados automaticamente para o primeiro dia útil subsequente, que será o dia 25 de abril, segunda-feira.

A mulher do padre

Charge de Gerson Kauer

A mulher cuidava do padre e das coisas da igreja desde 1973. Eles frequentavam, juntos, assembleias religiosas, jantares, eventos, aniversários, etc. Em 1994, os dois passaram a morar sob o mesmo teto, junto com a irmã dele. A provecta cuidadora passou a figurar na folha salarial da Mitra Diocesana.

Aproveitando as economias, em 2009 os parceiros compraram imóvel próprio - registrado no nome de ambos.

Em 2011, atendendo a um chamamento celestial, o padre deixou o convívio terreno – e, se foi, deixando consternação na paróquia.

Sem demora, houve o ingresso de ação contra o Instituto de Previdência, com a mulher buscando pensão em decorrência da alegada união estável que durara 38 anos. Detalhe raro: o padre fora pensionista aposentado, em função da anterior carreira de servidor público estadual.

No depoimento pessoal da autora, o juiz apertou:

- O padre não respeitava o dever do celibato, exigido pelo Direito Canônico?

A mulher patinou, mas terminou explicando e admitindo:

- Nós nunca circulamos de mãos dadas, nem enganchados, porque eu queria preservá-lo perante a Igreja e a sociedade. Mas juro que nós não dividíamos a mesma cama, nem tínhamos vida conjugal.

E mais não disse, negando-se a ter sua privacidade esmiuçada.

O magistrado fulminou a ação, sob o fundamento de que “a relação, mesmo durando quase 40 anos, foi apenas de cuidados mútuos, em contexto que não envolveu relações sexuais, mas sim apenas amizade, carinho, confiança, cuidados mútuos, não se constituindo em uma união estável na acepção da palavra - até porque, na condição de padre da Igreja Católica, ele assumiu compromisso com o celibato, com claros votos para viver em estado de solidão".

No tribunal, houve um consenso, ao fulminar a apelação: "Se o padre tivesse a intenção de constituir união estável com a autora, a comunidade logo reagiria e avisaria os superiores hierárquicos - que o expulsariam da Igreja".

A ementa também cravou que “o homem só se manteve padre porque cumpriu com o dever do celibato, como exige o Direito Canônico”.

Transitou em julgado. Mas na cidade interiorana ainda continua se falando na “mulher do padre que não era mulher do padre”...

 

Governo do Estado assina convênio de cooperação com o município de Campina das Missões

Na manhã desta terça-feira (12), na Secretaria Estadual de Obras, Saneamento e Habitação, foi assinado o termo de convênio de cooperação entre o Governo do Estado do Rio Grande do Sul e o município de Campina das Missões, para a prestação de serviços de abastecimento de água tratada, através da Companhia Riograndense de Saneamento – CORSAN.

O convênio de cooperação entre o estado e o município foi celebrado pelo secretário Gerson Burmann e pelo prefeito, Ademir Renato Nedel. Também foram assinados os convênios para perfuração de dois poços artesianos nas localidades das Linhas Amadeu Centro e Oito de Maio.

“Hoje assinamos um importante convênio de cooperação com a prefeitura de Campina das Missões que levará água tratada aos munícipes. Também assinamos o convênio para perfuração de dois poços artesianos nas comunidades do interior do município. Estamos trabalhando no fortalecimento das políticas públicas e programas de saneamento, buscando atuar sempre de forma conjunta com os municípios gaúchos, promovendo a eficiência dos serviços prestados e o bem-estar da população”, destacou o secretário.
Participaram da assinatura o diretor geral da SOP, Valmor Krysczun, o diretor do departamento de desenvolvimento urbano, Edson Solon e o vereador, Daltro Luiz Bastos.

 

Município de Boqueirão do Leão será beneficiado com programa estadual

Na manhã desta terça-feira (12), a Secretaria Estadual de Obras, Saneamento e Habitação e a Prefeitura Municipal de Boqueirão do Leão firmaram o convênio para o empréstimo de uma escavadeira hidráulica.

O termo de cessão assinado entre a SOP e o município prevê a recuperação de 16 quilômetros de estradas vicinais, beneficiando 180 famílias das comunidades Passo de Pedras Brancas, Colônia Jardim, Lajeadinho e Pedras Brancas, auxiliando o escoamento da produção agrícola e o transporte escolar.

“O termo de cedência de equipamentos faz parte de uma ação preventiva, prestando o apoio operacional para a realização dos trabalhos de recuperação e manutenção de estradas vicinais, garantindo a segurança das famílias que trafegam diariamente pelas vias e o escoamento da produção agrícola”, destacou o secretário Estadual de Obras, Gerson Burmann.

Participaram da assinatura o prefeito de Boqueirão do Leão, Luiz Augusto Schmidt, o diretor geral da SOP, Valmor Krysczun e o diretor do departamento de desenvolvimento urbano, Edson Solon.

 

Rota da Vitória chega em Tramandaí nesta quinta

O programa Rota da Vitória – O PMDB no teu município, promovido pelo Diretório Estadual, segue nesta semana para a sua 2ª edição. A série preparatória para as eleições de 2016 chega na quinta-feira, 14 de abril, em Tramandaí. O encontro será realizado na Câmara de Vereadores, a partir das 19h, e reunirá os peemedebistas dos 23 municípios que compõem a coordenadoria do Litoral Norte.

Com a participação da assessoria jurídica e contábil do PMDB gaúcho, o encontro tem espaço para orientações e esclarecimentos para qualificação dos quadros partidários, além de promover o debate político com a presença de lideranças regionais.

Detalhes

O que: Programa Rota da Vitória – O PMDB no teu município
Quando: 14 de abril (quinta-feira)
Hora: 19h
Onde: Câmara de Vereadores de Tramandaí (Av. Fernandes Bastos, nº 30)

 

de Serafina

“Estamos de portas e corações abertos!”

Na noite de 11 de Abril de 2016, aconteceu a entrega oficial de grande empreendimento localizado na área central de Serafina Corrêa: o Centro Empresarial Rosário. O ato também celebrou as novas instalações da Rádio Rosário AM, pertencente à Associação Scalabriniana de Comunicação. Com a presença de autoridades civis, militares, religiosas e políticas, a cerimônia contou com a participação do Prefeito Municipal, Ademir Antonio Presotto, do Vice-Prefeito, Francisco Bernardo Mezzomo, do Prefeito de Montauri, Marcelo Boff, do Prefeito de Nova Araçá, Aícaro Ferrari, Vereadores, Padres da Congregação Scalabriniana, Executivos da Plena Empreendimentos, demais Empresários, Entidades, Imprensa, Convidados e a comunidade local.

O Gerente da Rádio Rosário, Nadir Gobbi, durante o seu pronunciamento, falou sobre o dia em que o sonho dos novos estúdios nasceu, comemorando a conquista da obra após quatro anos: “Estamos de portas e corações abertos para atender a todos”, destacou o Gerente. O Chefe do Executivo Municipal, Ademir Antonio Presotto, falou da importância do empreendimento para o progresso e desenvolvimento do município. Parabenizou a Plena Empreendimentos pela belíssima obra, bem como a parceria celebrada entre a empresa e a Associação Beneficente São Carlos, que viabilizou a construção. Aos integrantes da Rádio Rosário, o Prefeito Ademir Antonio Presotto salientou: “A
Rádio é a nossa voz, é através dela que entramos nas casas dos serafinenses, transmitindo nossa mensagem”. Para finalizar, o Prefeito Municipal fez a entrega oficial do Dicionário Talian ao Gerente da Rádio Rosário, Nadir Gobbi. Em seguida, houve o corte da fita inaugural, descerramento da placa e visitação.



12 de abril de 2016

MITORIOS

JULIO O ADELI LEU TEU POST HJ NO BROGI. ( ELE É UM DOS 66,VIU....) E VAI USAR NA CAMARA. ALIAS ELE VAI NA SMAM TRATAR DE BANHEIROS QUIMICOS NAS PRAÇAS. GRANDE TITIO ADEL...VAMOS VOTAR NELE EM OUT...ELE MERECE. PT LIGHT.

soube hj de manhã que o CACHORRÃO É O CANDIDATO DO PT A PREFA. TERÁ MEU VOTO.serio e trabalhador.

O PT QUERIA OLIVIO A PREFA. ELE NÃO QUIS. CLARO QUE ELE NEGARÁ.

 

PERU

DE LONGE ACOMPANHO A ELEIÇÃO NO PERU.

aquelas vestes coloridas me são tão familiares. dos mercados onde íamos comprar frutas. os choloes(indios) birgavam por centavos.

NO PERU,DEU KEIKO FUJI E O PPK, UM DIREITOSO. A GURIA DE CUSCO CAIU NA RETA FINAL...QUE PENA...

SEG TURNO EM JUNHO. DEVE ganhar a keiko. não acredito que os votos da guria de cusco de esq vão pro ppk, um direitoso.

mas o peru é um pais andino....muito complicado e o sendero matou + gente dias antes da eleição. o peru é um país de MUITO CONTRASTE. COMO O BRASIL.

 

Coleguinhas

O INESQUECIVEL FLAVIO A. GOMES QDO DE MAU HUMOR CHEGAVA NA RADIO E BOTAVA MUSICA FRANCESA. AQUILO O TIRAVA DA ' FOSSA'....COMO DIZIA O PASQUIM.

' azedo' FAGomes gostava de colocar a tocar a musica SALÃO GRENÁ DE CARLOS GALHARDO.

osaudoso jbaveline. tinha seus momentos de muita tristeza. principalmente aos domingos.

conheço casal em crise. qdo um deles não quer ir pra casa na 6, ou está de mau humor. há um apresentador de uma rádio que toda 6 está muito mal humorado...tem que passar o findi ao lado dela.....

segundo o chargista REKERN, a vania weber só era mal humorado,digamos, no recinto do trabalho. fora de lá era um bolão de gente fina.pode ser!!!!!!!!!!!!!!!!1

N CONHECI NG MAIS AZEDA QUE A WANIA WEBER SEC DA RED DA ZH NOS ANOS 80....

ela dava de relho em qq mal humorado. um dia o ivo stigger entrou num avião em sp e a encontrou voltando do rio. vieram juntos, ela no maior bom humor. eles nem entendeu aquilo. no salgado filho ela lhe deu carona. ele n entendeu de novo. de manha qdo ele chegou na red foi dar bom dia pra ela e levou a costumeira PATADA....

me contaram que o azedume do chargista aquele do rango, EDGAR VASQUES de manha é mais ou menos como o do laurinho da venancio (OC)

se eu estiver aqui quando a rosinha partir desta pra melhor - que demore muitos anos - vou pedir ao PAPA PRA SANTIFIVCA-LA PQ AGUENTAR O AZEDUME DO LAURINHO NO MESMO TETO É OBRA PRA SANTO....

há dias que o azedume do laurinho é igual ao do wianey carlet...kkkkk

que bicho mordeu o laurinho que ele voltou ' belicoso' do litoral?????

NUNCA DEIXEI DE PUBLICAR NADA DO LAURINHO NEM NOS SEUS PIORES ' AZEDUMES'....PREFIRO OS AZEDOS TALENTOSOS DO QUE OMS DIPLOMATGAS NULIDADES....

 

ROSANE DE OLIVEIRA

De: rekern
Enviada: Segunda-feira, 11 de Abril de 2016 10:21

Li tua nota sobre a Rosane e depois vi uma notícia da Folha de S, que ela e a ZH tinham sido condenados a pagar 180 mil a um desembargador já em segundo grau ( IMAGEM ANEXADA). Abaixo a condenação dela da ZH em Primeiro Grau. Não sei se tem relação.



A Juiza dá até uma aula de interpretação de texto. Leia toda a sentença.

Comarca de Porto Alegre
1ª Vara Cível do Foro Central
Rua Manoelito de Ornellas, 50
_________________________

Processo nº:

001/1.13.0104704-0 (CNJ:.0121047-25.2013.8.21.0001)
Natureza:

Ordinária - Outros
Autor: Luis Felipe Silveira Difini
Réu: Zero Hora Editora Jornalistica S.A
Rosane Aparecida de Oliveira
Juiz Prolator: Juíza de Direito - Dra. Fernanda Ajnhorn
Data:

04/03/2015

Luis Felipe Silveira Difini ajuizou ação ordinária contra Zero Hora Editora Jornalistica S.A e Rosane Aparecida de Oliveira, todos qualificados. Narra que, na condição de Desembargador do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, recebeu, por distribuição, em 26.11.2003, um recurso de agravo de instrumento, interposto por V&S Bar Restaurante e Eventos Ltda. contra decisão que indeferia a antecipação de tutela no processo nº 001/10503121863, proposta pela agravante contra o Município de Porto Alegre. A agravante buscava autorização para o funcionamento de uma casa noturna, sob a alegação de que o alvará necessário para o seu funcionamento havia sido expedido, e posteriormente cassado às vésperas da inauguração, sem que lhe tivesse sido dada a oportunidade de defesa prévia. Indeferida a antecipação de tutela em primeiro grau, foi interposto agravo de instrumento, sendo o ora autor sorteado como seu relator. Em decisão monocrática, concedeu a tutela antecipada, que foi confirmada por unanimidade em sede de agravo regimental.
Dias depois, em entrevista à Rádio Bandeirantes e ao jornal Zero Hora, o então Secretário Municipal da Indústria e Comércio, Adeli Sell, prestou declarações ofensivas à honra pessoal e funcional do autor. Por isto, ingressou com ação de indenização por danos morais contra o Município de Porto Alegre, porque as declarações haviam sido prestadas na condição de agente político do poder municipal. Julgada procedente, transitou em julgado, sendo o Município condenado ao pagamento de R$ 60.000,00. Expedido o precatório, até a presente data não foi pago. Na sequência, o Município ajuizou ação de regresso contra o causador do dano.
Em 31.01.2013, quatro dias após a tragédia na Boate Kiss em Santa Maria, a ré Rosane Aparecida de Oliveira publicou notícia em sua coluna no jornal Zero Hora, conforme reprodução na petição inicial. Afirma que os textos, publicados em momento de absoluta comoção da opinião pública, são ofensivos à honra pessoal e funcional do autor, insinuando que seus atos seriam de “estímulo à omissão”, conforme destacado no título da matéria, de servidores públicos encarregados de fiscalizar casas noturnas semelhantes à boate onde ocorreu a tragédia. Insinuou que o autor também estaria envolvido em fatos semelhantes à Operação Anaconda, sendo as afirmações falsas, inverídicas e levianas. Ao contrário do publicado, disse que, até a presente data, não recebeu o valor indenizatório. Requereu a indenização pelos danos morais sofridos em valor a ser arbitrado pelo juízo. Juntou procuração e documentos.
Os requeridos contestaram, alegando que a coluna jornalística, em sua essência, apenas narra fatos verdadeiros, de relevante interesse público, não tendo a colunista a intenção de injuriar ou difamar o autor; tudo nos exatos limites do direito à informação e expressão de liberdade pessoal, inerentes à liberdade de imprensa, garantidos pela Constituição Federal. Disse que a ação funda-se em interpretação além do texto, tomando para si insinuações e ofensas não escritas. Afirmam que apenas narraram fatos passados e verdadeiros. Juntaram procurações e documentos.
Houve réplica.
As partes dispensaram a produção de provas.

É O RELATO.

PASSO A DECIDIR.

Trata-se de indenização pelos danos morais sofridos ante à publicação de matéria jornalística de autoria da segunda requerida no veículo de comunicação impresso da primeira requerida.

O texto em lide teve um exemplar encartado à folha 94 dos autos:

Inicio pelo título do texto: “Estímulo à omissão”. Analiso o título para verificar se ele reproduz uma informação. Não. O título, como adiante se verá, é a conclusão da matéria jornalística. O verbo estimular, que aqui significa incentivar, deve ser praticado por um sujeito. No título, o sujeito está oculto, e será a leitura da matéria que possibilitará descobrir quem está estimulando a omissão. Omissão é não fazer alguma coisa; e, da mesma forma, é preciso ler a matéria para descobrir-se o que se está estimulando à omissão, ou um não fazer.

Após a leitura da matéria, é fácil concluir que a medida liminar concedida pelo autor e a ação indenizatória consequente serviriam de estímulo à omissão. Ou seja, o sujeito do verbo estimular do título é o autor. E a omissão seria por parte dos fiscais junto às casas noturnas. Assim, depreende-se que o título da matéria, que antecipa a conclusão desta, indica que o autor, através de seus atos, estaria estimulando os fiscais a se omitirem de fiscalizar as casas noturnas.

A matéria tem um impacto significativo junto à opinião pública, porque veiculada poucos dias depois do incêndio da Boate Kiss em Santa Maria. A comoção nacional fez com que se resgatassem fatos pretéritos, numa forma generalizada de se buscar culpados de uma das maiores tragédias desta natureza.

A matéria narra fatos iniciados dez anos antes, quando, em 2003, o autor, na condição de desembargador do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul concedeu medida liminar, autorizando a abertura de uma casa noturna em Porto Alegre. Em razão das declarações do então Secretário da Indústria e Comércio de Porto Alegre, o autor obteve a condenação do Município ao pagamento de indenização por danos morais.

Os veículos de comunicação noticiam acontecimentos recentes, de acordo com a periodicidade de cada um. Aqueles mensais, dos fatos relevantes no mês anterior; os semanais, da última semana; e os diários, como do jornal Zero Hora, do dia anterior, ou de alguns dias passados, quando há maiores desdobramentos.

Não é o caso desta narrativa que recupera fatos iniciados há dez anos. E qual seria a importância de noticiar um fato que aconteceu há dez anos? A resposta é achar culpados para a tragédia da Boate Kiss. A matéria não se limita a reproduzir a verdade. Primeiro porque a sua narrativa não é verdadeira, como adiante se verá; segundo, porque apresenta conclusões da requerida Rosane de Oliveira que são a sua opinião, e não apenas a divulgação de fatos.

A página da jornalista Rosane de Oliveira é uma página de opinião, e não somente de reprodução de fatos. E isto está claro na matéria em análise. O texto assim se inicia:

Um episódio que está ocorrendo com o ex-vereador Adeli Sell (PT) ajuda a entender por que muitas vezes os funcionários públicos se omitem na hora de interditar bares, restaurantes e boates...

Na sequência, a requerida narra o que estaria acontecendo.

Na primeira frase da matéria a requerida diz que seria compreensível os funcionários públicos não interditarem aqueles locais.

É a narrativa que se segue que explica porque se entenderia que os funcionários públicos se omitiriam à interdição.

...Em 2003, ele era secretário da Indústria e Comércio de Porto Alegre e desencadeou uma campanha intensiva de fiscalização, fechando estabelecimentos com documentação irregular ou que ofereciam risco aos frequentadores. Uma das boates, a Zap, na Rua Dona Laura, no Bairro Rio Branco foi fechada diante da constatação de que o alvará da prefeitura tinha sido falsificado por um funcionário da prefeitura. Naquele endereço a Smic havia autorizado apenas o funcionamento de uma academia de ginástica.

Os proprietários recorreram à Justiça e o desembargador Luiz Felipe Difini concedeu liminar para que a boate abrisse as portas na noite da inauguração...

Neste trecho, não se reproduziu apenas fatos verdadeiros. Conforme o agravo regimental que confirmou a decisão do autor (fl. 25/35), ora relator do recurso interposto pela municipalidade, consta do voto que o alvará havia sido cancelado sem motivação, impedindo a inauguração do estabelecimento e causando prejuízos. No cancelamento do alvará, junto ao processo administrativo, constaria apenas “Devolução da Guia TFLF”. Por isto, foi confirmado o agravo de instrumento, em que concedeu o aqui autor a medida liminar com o seguinte dispositivo:

...dou provimento ao agravo para conceder a antecipação de tutela a fim de autorizar provisoriamente o funcionamento do estabelecimento, até que decisão administrativa sobre o alvará, em um sentido ou outro, seja tomada, com observância da ampla defesa, constitucionalmente assegurada.”

A matéria em lide refere que a medida liminar foi concedida apesar do alvará ter sido cassado em virtude de falsificação. Não é verídica a informação. Os trechos acima citados do acórdão mostram que a medida liminar foi concedida porque a municipalidade não deu direito de defesa ao prejudicado e não fundamentou a sua decisão. Não há qualquer referência à falsificação noticiada.

Ademais, a medida liminar não era definitiva, e apenas autorizava a abertura provisória do estabelecimento até que se prolatasse a decisão administrativa. Inclusive sobre esta não há qualquer notícia se foi prolatada; o que, teoricamente, não o sendo, prolongaria, indefinidamente a decisão judicial.

Portanto, falaciosa esta parte da notícia, porque atribui ao autor a concessão de medida liminar para a abertura de uma casa noturna, cujo alvará municipal havia sido cassado devido a uma falsificação.

E segue a publicação:

...Indignado, Adeli deu entrevistas dizendo que a decisão manchava a imagem do Judiciário gaúcho. “Daqui a pouco, vão pedir uma Operação Anaconda para investigar o Rio Grande do Sul também”, exaltou-se, referindo-se a uma investigação que envolvia corrupção no Judiciário de São Paulo. As declarações provocaram uma crise entre o Judiciário e a prefeitura. Sentindo-se ofendido, Difini processou a prefeitura por dano moral e ganhou uma indenização de R$ 140 mil. Hoje, a prefeitura move ação regressiva para cobrar de Adeli o ressarcimento do dinheiro que gastou para indenizar o desembargador.

A defesa de Adeli alega que a prefeitura não pode cobrar do ex-secretário se, no processo, sustentou a legalidade da ação dele como gestor público, foco da divergência com o magistrado. Naquele ano, Adeli fechou uma série de estabelecimentos que acabaram sendo reabertos por liminar da Justiça. Um deles, a boate Ice, no bairro Auxiliadora, apresentava, segundo Adeli, semelhanças com a Kiss: era um espaço para mais de 2 mil pessoas, com apenas uma porta de saída. Em outra, ocorria uma festa com o portão fechado a cadeado, aumentando o risco dos frequentadores em caso de incêndio.

Na próxima semana, a defesa de Adeli vai apresentar a contestação. Ainda que a indenização por dano moral tenha sido concedida por conta das declarações do então secretário, consideradas ofensivas, a possibilidade de cobrança futura inibe os fiscais. Entre as seis grandes casas noturnas que funcionam em Porto Alegre amparadas por liminar está o Café Moinhos, no mesmo endereço de uma boate interditada há 10 anos por Adeli, o Café do Prado, na Rua Quintino Bocaiúva, Bairro Moinhos de Vento.

Na primeira parte do trecho acima reproduzido, a requerida repete as declarações que, na época da concessão da medida liminar, o então secretário municipal, Adeli Sell havia prestado à imprensa. Foi justamente devido a estas declarações que o autor sentiu-se ofendido, e ingressou com a ação indenizatória. O município foi condenado, e, atualmente, encontra-se em andamento a ação de regresso contra o ex-secretário.

As declarações prestadas por Adeli Sell já foram julgadas e consideradas ofensivas ao autor. No entanto, a matéria não apenas se reporta ao ocorrido, como reproduz exatamente aquilo que era de mais injurioso à imagem do autor (...Adeli deu entrevistas dizendo que a decisão manchava a imagem do Judiciário gaúcho. “Daqui a pouco, vão pedir uma Operação Anaconda para investigar o Rio Grande do Sul também”, exaltou-se, referindo-se a uma investigação que envolvia corrupção no Judiciário de São Paulo.).

Não há outra razão para repetir declarações prestadas dez anos antes, e reprovadas pelo seu teor ofensivo, senão induzir o leitor a associar o nome do autor como alguém que mancha a imagem do Judiciário e que até poderia estar envolvido em corrupção. Nem sempre a reprodução de fatos ou declarações de terceiros é inocente; e, neste caso, foi tendenciosa a denegrir a imagem do autor.

Continua a matéria trazendo informações inverídicas, ao fazer constar que a prefeitura estaria movendo ação regressiva pelo dinheiro que gastou para indenizar o desembargador. Conforme a inicial, o autor aguarda o pagamento de precatório, e ainda não recebeu qualquer valor.

Nos dois parágrafos seguintes, a matéria traz informações sobre a defesa processual de Adeli Sell na ação de regresso. A narrativa é unilateral, e não apresenta a versão do autor. Isto porque é na defesa do ex-secretário que há a expressa interligação com a tragédia da Boate Kiss. Apresenta-se a ideia de que Adeli havia fechado vários estabelecimentos que guardavam semelhanças com as condições da Boate Kiss. Ou seja, a reprodução da defesa processual de Adeli Sell na ação de regresso agora noticiada pela requerida visava induzir o leitor a concluir que fatos similares àquela tragédia poderiam ter acontecido em casas noturnas de Porto Alegre porque decisões judiciais como a do autor permitiram o funcionamento sem as devidas condições de segurança.

Consta do último parágrafo o esclarecimento de que a indenização por dano moral foi concedida por conta das declarações do então secretário, consideradas ofensivas. Todavia, inócuo o esclarecimento, porque conclui que a possibilidade de cobrança futura inibe os fiscais. Ainda que a jornalista tenha esclarecido que a indenização foi concedida em razão das declarações abusivas, conclui ela que o trabalho dos fiscais seria inibido. O trabalho dos fiscais não é prestar declarações à imprensa, muito menos de caráter ofensivo. Como o próprio nome diz, seu dever é de fiscalização para a concessão ou revogação de alvarás de funcionamento dos estabelecimentos comerciais. E, não há dúvida de que, seja pelo trabalho de fiscalização, seja pelo trabalho exercido pelo secretário municipal, não houve qualquer condenação judicial.

Portanto, a requerida expressamente relaciona os atos praticados pelo autor como prejudiciais à fiscalização das casas noturnas, em momento em que a opinião pública buscava explicações para a falta de fiscalização necessária a se evitar tragédias como aquela. Por certo que atribuir ao autor a responsabilidade pela omissão é ofensiva à sua imagem, seja como pessoa, seja pelo cargo que exerce. Ainda, a requerida aponta o autor como o culpado pela omissão dos fiscais. E isto não é interpretar além do texto; é interpretar exatamente pelo dito.

O teor ofensivo repete-se nas notas da mesma página. Na esquerda consta um ponto de interrogação e um de exclamação com o seguinte texto:

Antes de conceder uma liminar, o juiz inspeciona o local que está liberando para saber se oferece condições de segurança aos frequentadores?

Comentários desta natureza fogem da simples reprodução da verdade. Ainda que se trate de uma pergunta, não há resposta, induzindo o leitor a concluir que um juiz deveria inspecionar um local antes de conceder uma liminar. A ausência de resposta transforma a pergunta numa afirmação. E uma afirmação errada. Ainda que a inspeção judicial seja uma das possibilidades de prova no processo civil (arts. 440 a 443 do CPC), a sua necessidade dependerá das circunstâncias da lide. O que não se pode é querer que o juiz substitua o trabalho do fiscal, e exigir-se que na concessão de qualquer medida liminar desta natureza seja realizada uma inspeção judicial. Ademais, no processo ali referido, o autor concedeu a medida liminar não porque o alvará de funcionamento não havia sido fornecido pela municipalidade, mas porque fora revogado administrativamente sem fundamentação e sem a defesa da parte prejudicada.

A nota denominada ALIÁS tem o seguinte texto:

Quando um juiz autoriza, por liminar, a abertura de um estabelecimento que teve alvará negado pela prefeitura está se responsabilizando por eventuais acidentes no local.

Trata-se de mais uma inverdade, pois não há previsão legal da responsabilidade pessoal do juiz sobre suas decisões judiciais, excetuando-se os casos de dolo ou má-fé. O que fez a requerida foi reiteradamente atribuir a culpa da omissão da fiscalização municipal ao Judiciário, utilizando-se de uma decisão prolatada pelo autor, razão pela qual há ofensa direta à sua personalidade.

Por tais ofensas, deverão os requeridos indenizar o autor porque está caracterizado o dano moral.

Ainda que a Constituição Federal garanta a liberdade de expressão e de impressa no art. 5º, inciso IX, a violação à honra e à imagem das pessoas sujeita seus infratores à indenização pelo dano moral decorrente (inciso X do mesmo artigo).

A norma constitucional garante a liberdade de expressão, imprensa e informação, não mais havendo qualquer tipo de censura às atividades praticadas pelos requeridos. No entanto, deverão eles indenizar as pessoas que ofenderem a honra e a imagem.

A análise acima realizada do texto publicado pelo jornal Zero Hora no dia 31.01.2013, e de autoria da jornalista Rosane de Oliveira, permite a conclusão de que seu conteúdo é ofensivo à honra e à imagem do autor, e deverão eles indenizá-lo pelos danos morais consequentes.

A fim de estabelecer o valor a ser pago, cujo arbitramento cabe ao juízo, fixo em R$ 180.000,00, observando a capacidade financeira da parte ré e o caráter punitivo da indenização por danos morais. Ainda, o valor foi fixado considerando que quantia similar foi estabelecida no acórdão de fl. 38/54, onde os mesmos fatos que serviram de base à publicação em lide geraram indenização da mesma natureza.

A tal valor deverão ser acrescidos juros de 1% ao mês desde a data do fato ilícito (31.01.2013), e correção monetária pelo IGP-M a partir da publicação da sentença.

Ante o exposto, JULGO PROCEDENTE o pedido, e condeno Zero Hora Editora Jornalistica S.A e Rosane Aparecida de Oliveira ao pagamento a Luis Felipe Silveira Difini de R$ 180.000,00, acrescido de juros de 1% ao mês desde a data do fato ilícito (31.01.2013), e correção monetária pelo IGP-M a partir da publicação da sentença.

Condeno os requeridos ao pagamento das custas processuais, e honorários advocatícios, os quais fixo em 10% da condenação, nos termos do art. 20, §3º, do CPC.

Publique-se.

Registre-se.

Intimem-se.

Porto Alegre, 04 de março de 2015.

Fernanda Ajnhorn
Juíza de Direito

 

6 maluca

haiva um cara que na zero, as sextas, levava maconha pro gaguinho e dois garrafões de cachaça com outros ingridentes pro carlos karnas. ai na hora do baxamento, os gajos ficavam em volta do karnas bebericando aquilo.
por isto logo o rolo foi apelidado de ' sexta maluca'...

 

laurinho x data folha

notaram o desplante do laurinho ao dizer que tenho 66 leitores????eu notei. ele voltou 'azedo' da praia. mas o que houve:????chuva????

agora ele tá controlando meus acessos. 66 eu tenho só na linha onze, a gloriosa SERAFA VELHA DE GUERRA. OU TENHO + LÁ....(oc)

 

Pesquisa Datafolha enterra tucanos

De: rekern
Enviada: Domingo, 10 de Abril de 2016 22:32

 

Aggiornamento

só 66 leitores. que coisa. pensei que tivesse milhões como o PC(OC)

Enviada: Segunda-feira, 11 de Abril de 2016 10:45

A) Tu tá purfa: o negócio ñ tá + nos "brogui". O negócio está nas redes sociais, leia-se Facebook e Twiter. Os blogs estão morrendo. No FB, tenho 100 adesões (tem gente q tem muito, muito mais, mas eu sou seletivo), o q é mais q os 66 q frequentam o teu blog. A vantagem das redes sociais é a interação e o imediatismo. 99% do que tem nas redes sociais é bobagem, mas tem muita coisa séria. No meu caso, só me relaciono com pessoas consequentes, além dos perfis de notícias q me dão informações em tempo real, instantâneas.
Em tempo: Tu até podia ter + leitores, se tu fizesse um blog concatenado e focado (até o da Valéria é). Mas tu afugenta o pessoal com as tuas bagaceirices e agressividade. Os tempos mudaram e hoje as pessoas ñ gostam mais de comportamentos desviantes. O q valia na época do "é proibido proibir", da iconoclastia, da rebeldia, hoje ñ vale mais. Antigamente só se queria amigação, o q o Direito pudicamente chama de "união estável". Hoje, as pessoas voltaram a querer casar no papel e até na Igreja. Formatura de faculdade, que era desprezada durante a Ditadura, também voltou a ser moda, com grandes produções, da confecção do convite à filmagem da solenidade com requintes de cinema. A própria solenidade de formatura é uma superprodução. Tu diz q fulano ou beltrano ñ saíram da pobreza, são ricos mas pensam e se comportam como pobres. No teu caso, tu ñ desincorporou a JUC. Já estamos indo para meio século que acabou a Ditadura Militar, a maioria do pessoal que nasceu de lá para cá tem outras perspectivas, outros interesses, organiza a vida de outra maneira, tem outra cabeça. Tu pode insistir com o teu modelo, mas vais ficar pregando no deserto pq o primeiro princípio da comunicação é sintonizar com a audiência.
Em tempo do em tempo: claro q gostei do comentário sobre os coleguinhas "nulidades", mas teve gente q ñ gostou.

B) Tu tá purfa também com relação às rádios: Guaíba, que foi a pioneira, a Gaúcha e a Band TRANSMITEM SIMULTANEAMENTE em AM e FM. E o grosso da audiência, hoje, é pelas FM. A AM é residual. Os celulares tem rádio FM embutido, daí... A Gaúcha está instalando FMs restransmissoras por todo o Interior do Estado (Pelotas, para a Zona Zul, Sta. Maria, para o Centro, Caxias, para a Serra, já operam). A FM possibilita som estéreo, mas o sinal só chega a 100 hm da antena (a mesma coisa q na TV).
Em tempo: estão cogitando implantar no Brasil a AM digital (tal como existe a TV digital), q seria ainda melhor que a FM. Mas os interesados ainda ñ chegaram num acordo. Só por isso as rádios tipo Guaíba e Gaúcha e Band ainda ñ abriram mão das concessões de AM e ficaram só com as FM.

C) De quebra: o computador e os tais de "tablets" também estão morrendo, as pesoas já usam mais os celulares incrementados, ou seja, os smartphones com múltiplas funções e trandes tamanhos, para acessar à internet e tudo mais. Já se diz que a função menos importante de um aparelho celular, hoje em dia, é o telefone. Depois q colocaram uma câmera e arranjaram um jeito de conectar o celular à internet, adeus Tia Chica, os computadores perderam o sentido. Vendem cada x menos. Ou seja, o computador foi diminuindo tanto de tamanho q hoje cabe na palma da mão. Só jurássicos como tu, que ainda resistem a se aggiornar, os usam. hahaha! (by Laurinho da Venâncio)

 

Da serie "A história se repete como uma farsa"

Émile Zola ambientou as primeiras linhas do romance "La Curée", segundo volume da história dos Rougon-Macquart, na "Avenue du Bois de Boulogne". Bem apropriada escolha, pois aberta em 1854, a atualmente denominada Av. Av. Foch, destinava-se a ligar o Arco do Triunfo ao Bois de Boulogne e era caminho para o Hipódromo de Longchamp. Durante o II Império, qdo Napoleão III presidiu a ampla modernização da capital francesa (pano de fundo de "La Curée"), a "Avenue du Bois" era a mais frequentada de Paris, tanto pelos que queriam ver, como pelos que queriam ser vistos.
Em tempo: "La Curée" ressoa a especulação financeira e imobiliária que desembocou na crise bancária de 1873, a qual desencadeou uma grande depressão na ecomomia francesa. Nada de novo no front portanto! (by Laurinho da Venâncio)
Fotos de domínio público.

 

Livro sobre Mato Grosso do Sul

conheci a maria da graça pq ela tem um livro sobre a fronteira chamado HELENA DE URUGUAIANA. COMPREI E GOSTEI. DEPOIS COMPREI LUA CASTELHANA.

AGORA TEM ESTE AI. VAMOS LER PESSOAL(oc)

De: grasarodrix
Enviada: Segunda-feira, 11 de Abril de 2016 10:03

Olá prezado Olides

Sempre digo: escrever é bom, mas ter leitores é uma dádiva.
Fico muito feliz que tenhas gostado de meus livros, conforme falaste no e-mail ao Dorotéo.

O meu romance ambientado no Mato Grosso do Sul "Paraíso Selvagem" foi editado em 2014 pela Movimento.
Se moras aqui em Porto Alegre vais encontrar nas livrarias Cultura, Palavraria, Sapere Aude-livros e Raízes.
Mas de qualquer lugar do Brasil se pode encomendar através do site da livraria Cultura. www.livrariacultura.com.br

Então, meu amigo, espero que gostes dos personagens que criei no Paraíso Selvagem: uma gauchada valente que largou o pago e migrou para o Oeste do Brasil.
E qualquer dificuldade em adquiri-lo me avisa.. ou "pega o grito" como se diz na fronteira!!

Um abraço grande

Maria da Graça

 

do Rekern

Temer entrega o ouro para o capital

ARTE BOLCHEVIQUE EM FÓRUM DE DIREITA

 

Impeachment

De: letier12
Enviada: Segunda-feira, 11 de Abril de 2016 23:50

Aprovaram o relatório de impeachment da Dilma na Comissão. 38 a favor a 27 contra

 

Cinema

A DEBILIDADE DE FILMAR

por Eron Duarte Fagundes

Para minha amada morta (2015) é um filme frágil. Parece desmanchar-se em sua própria fragilidade, que nasce um pouco da tibiez de suas personagens e onde o próprio estilo de encenar de seu realizador, Aly Muritiba, se propõe parodiar esta anemia tão interna quanto superficial das criaturas a esmo pelas imagens. A ideia inicial da narrativa tem lá sua ousadia: achar um ritmo próprio para contar uma história de assombrações em torno do adultério feminino. Mas pouco a pouco esta ousadia se desmancha: o fogo torna-se brasa mal aquecida que vira fumaça que se perde no céu (da linguagem cinematográfica?).
Fernando Alves Pinto, um bom ator, tenta emprestar sua capacidade de introspecção a cada cena, mas logo até seus recursos de intérprete se esgotam e cansam o observador. Durante a primeira parte do filme, a personagem descobrindo a traição de sua falecida esposa vendo vídeos caseiros, a curiosidade de utilizar o cineminha dentro do cinemão (este talvez seja um nome impróprio para o filme de Muritiba) provoca uma peculiar instabilidade de linguagem, como aquela do americano John Carpenter em Starman, o homem das estrelas (1984), a descoberta duma verdade pela visão de vídeos domésticos numa sala de estar. Mas o que poderia ser uma autorreflexão do cinema (o cinema em torno de si, em suas origens) se esvai na esfumaçada e desgarrada lentidão com que o diretor busca solucionar os problemas estéticos que topa.

 

Mensagem para os associados - movimento para evitar o fechamento da Sala Paulo Gastal

De: André Kleinert
Data: 8 de abril de 2016 09:15

Caros(as) Associados(as),

Como já informamos nas sessões mais recentes do Clube de Cinema, a Sala PF Gastal encerrará por tempo indefinido as suas atividades a partir de 11/04/2016. Diante desse fato, estamos enviando um link onde consta um abaixo-assinado virtual contra essa decisão da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, tendo em vista o papel fundamental que esse espaço tem para o panorama cinematográfico da nossa cidade. A PF Gastal tanto lançou filmes relevantes que não haviam encontrando espaço para exibição em salas comerciais quanto se dedicou a promover a cultura e história do cinema através da exibição de clássicos e raridades da filmografia nacional e mundial. Vale mencionar ainda que a sala sempre abriu as portas para que o nosso Clube de Cinema lá realizasse algumas de suas sessões.

http://www.sul21.com.br/jornal/movimento-coleta-assinaturas-para-manter-sala-p-f-gastal-aberta/

Saudações,
Direção do Clube de Cinema de Porto Alegre,
Gestão 2015-2017

 

Puro Asthral na Cidade Baixa

Quinta nobre do Samba no General Pub é a pedida

Que tal relembrar os velhos tempos das casas noturnas Carinhoso e Evolução? Esta é a proposta de Adão José, proprietário da casa noturna General Pub, localizada na Rua Joaquim Nabuco, 286, antigo endereço do Carinhoso, propiciar encontro para comer, beber, ouvir boa música e dançar.

Agora, todas as quintas-feiras, a partir das 20 horas o Grupo Puro Asthral e Mano Délcio Dj estarão apresentando o autêntico samba de raiz para animar o ambiente, é a quinta nobre do Samba. A entrada é livre até as 21h, depois o ingresso fica em dez reais. Os primeiros cem pagantes ganham uma caipirinha de brinde.

O agito estreia dia 14 de abril e contará com a presença de Dina Fagundes Dornelles, Willians do Cavaco e Vander Sales.
O Grupo Puro Asthral está no mercado musical gaúcho desde 2010. Sua marca é o projeto “Bebendo da Fonte” que tem o propósito de resgatar e firmar o samba de raiz em Porto Alegre, Região Metropolitana e interior do Estado. O repertório do Grupo mescla sambas clássicos com os hits das principais bandas de samba do país. E se inspira, também, na produção musical daqueles que são referências, como Noel Rosa, Lupicínio Rodrigues, Candeia, Cartola, João Nogueira, Bezerra da Silva, Jovelina Pérola Negra, Ivone Lara.

Na esteira dos grandes nomes do cenário nacional, o Grupo Puro Asthral reverencia, ainda, os gaúchos Nego Izolino, Marcelo Kará, Wilson Nei e Alexandre. O roteiro musical inclui, ainda, o que há de melhor na Música Popular Brasileira - MPB - reverenciando o forró de Luiz Gonzaga, passando pela sensibilidade musical de Djavan, revistando o repertório de Paulinho da Viola, Chico Buarque contemplando todos os gostos sem deixar cair o ritmo.

O Puro Asthral é formado por Juliano Barcellos (voz); Alemão Charles (cavaco); Marcelo Rossi (violão); João (percussão geral); Eduardo (tantan); Finho (pandeiro) e Baiano FD (surdo). A coordenação musical e executiva é de Juliano Barcellos. O Grupo mantém parceria com o Bloco Carnavalesco Panela do Samba que no Carnaval de 2016 colocou na Rua João Alfredo, Cidade Baixa, mais de 20 mil pessoas.

O Grupo Puro Asthral foi criado por Juliano Barcellos, 31 anos. Juliano, que também é professor de Educação Física, herdou o talento musical do tio Carlos Alberto Barcellos, o Roxo (1941-1989), jornalista, fundador da escola de samba Imperadores do Samba, ativista cultural e um dos responsáveis, na década de 1980, pelo intercâmbio com sambistas de São Paulo e do Rio de Janeiro. Além de ser o vocalista do grupo, Juliano é compositor e atua como gerente musical e porta-voz do Puro Asthral.

Serviço
Evento – Quinta Nobre do Samba
Local – General Pub, Rua Joaquim Nabuco, 286 – Cidade Baixa
Horário – 20h
Dias – todas as quintas-feiras, a partir do dia 14 de abril
Ingresso – Livre até as 21h, após 10 reais

 

Boas iniciativas sucumbem à falta de governabilidade

Graves crises, como a que vivemos, fazem com que até mesmo as boas iniciativas acabem subaproveitadas. É o caso do programa Brasil Mais Produtivo, capitaneado pelo ministro Armando Monteiro Neto, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O objetivo é aumentar em pelo menos 20% a produtividade das pequenas e médias indústrias que se inscreverem para participar. As empresas receberão consultoria de profissionais do Senai, que vão apontar diagnósticos para redução dos desperdícios mais comuns do processo produtivo – como tempo de espera, transporte, excesso de processamento, inventário, movimentos e defeitos.

Modelos adequados como esse pagarão o preço de estarem num governo que já não governa mais. Na política, nada avança sem… Política! E, nesse sentido, o governo Dilma já sucumbiu. Na verdade, o segundo mandato nasceu paralisado. Muito antes das denúncias envolvendo as pedaladas fiscais e a corrupção, a presidente já se via embretada pelas promessas que ela mesma fez durante a campanha – e que não conseguiu cumprir logo em seguida. Mais grave do que isso, fez ao contrário.

Além de quebrar a palavra e a confiança, a presidente e sua equipe não conseguiram desenvolver uma nova pauta para o país. Não há sobre a mesa da nação nada que indique o futuro. Quando tentou fazer isso, o governo foi errático. Joaquim Levy criou um severo plano de ajuste fiscal. Queria corrigir os erros do passado e correr atrás do prejuízo. Missão difícil e antipática. Foi sabotado por dentro e criticado por fora. Não teve apoio político e capacidade de construção. Ficou quase sozinho, inclusive sem a própria presidente. Caiu. Nelson Barbosa, de capacidade reconhecida, ainda não deixou claro seu caminho como Ministro da Fazenda. O governo, aqui e acolá, faz novas abordagens – como se a crise não existisse. Mas, noutra ponta, anuncia profundos cortes. É, portanto, uma gestão titubeante, ainda errática e insegura.

O descalabro econômico só não é maior do que o político. A presidente Dilma nunca fomentou uma base parlamentar firme. Houve um evidente isolamento do Palácio do Planalto em relação aos partidos aliados e à própria sociedade. A conexão popular foi se desfazendo. Nos últimos meses, guiado pelo ex-presidente Lula, o PT trabalha para reativar suas antigas bases políticas e sociais. E, do ponto de vista pragmático, tem alcançado seus objetivos. Também faz isso com alguns partidos da base aliada. Entretanto, usa do mais velho e surrado fisiologismo, abrindo um balcão de negócios por cargos, espaços e salários. Imagina salvar o Brasil por meio das práticas que justamente o conduziram a tal situação. É apenas o mais do mesmo.

Independente do impeachment, a verdade é que o governo Dilma perdeu as condições de governabilidade. De fato, já não governa mais. Simples assim. E digo isso mesmo antes de fazer qualquer juízo de valor sobre o processo de impedimento. Trata-se de um juízo de fato – realista, concreto. A realidade é que determina que não haverá mais qualquer possibilidade de reconstruir essa governabilidade, mesmo que o mandato, formalmente, sobreviva. A própria presidente e as pessoas mais próximas a ela deveriam perceber tal situação. Mas, como isso parece que não ocorrerá, o melhor caminho é esperar que tudo ande o mais depressa possível – e sempre dentro da lei e da ordem.

Germano Rigotto - Ex-governador do Rio Grande do Sul e presidente do Instituto Reformar de Estudos Políticos e Tributários

 

Ociosidade nas fábricas de máquinas agrícolas supera 70%

O setor de máquinas agrícolas operou com 73% de ociosidade no primeiro trimestre, e produziu 7.349 unidades. A produção de tratores, cultivadores e colheitadeiras caiu 52,2% na comparação com o mesmo período de 2015. Com o baixo uso da capacidade instalada, as fabricantes têm adotado desde 2015 medidas como redução de jornada e folgas para tentar evitar demissões, a exemplo dos que fazem as montadoras de veículos. Há empresas cujos funcionários estão com as férias coletivas comprometidas até 2018.

Apesar das medidas, nos últimos 12 meses o segmento eliminou 2.592 vagas e emprega atualmente 15.242 funcionários, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). As montadoras de automóveis, caminhões e ônibus demitiram 9.750 pessoas em um ano. O quadro atual é de 113.235 trabalhadores.

O grupo AGCO, com sete fábricas no Brasil e 3,8 mil funcionários, dará férias coletivas de 45 dias para cerca de 400 funcionários da unidade de colheitadeiras de Santa Rosa (RS), a partir de 18 de maio. "Em alguns setores mais críticos, para não haver dispensas maiores, funcionários já comprometeram as férias coletivas de 2017 e alguns até 2018", diz Sheila Fonseca, diretora de Recursos Humanos da AGCO América do Sul.

A partir do próximo mês, a fábrica de Canoas (RS) suspenderá a produção a tratores às sextas-feiras. Os cerca de 800 funcionários não terão os salários reduzidos, mas no futuro vão compensar os dias não trabalhados. "Essas medidas funcionam para o mercado que temos hoje, mas se cair ainda mais talvez precisaremos aderir ao PPE (Programa de Proteção ao Emprego, que reduz jornada e salários)", diz Sheila.

Na Agrale, que tem três fábricas no País, a flexibilização já ocorre desde 2015, com um rodízio de trabalhadores que folgam de um a dois dias por semana, com redução proporcional dos salários. Desde o último trimestre de 2015, cerca de 10% dos operários foram demitidos.

"Estamos procurando novos mercados para exportar e intensificando programas de redução de custos para tentar gerar mais negócios, mas enquanto a situação do País não melhorar esse quadro não se reverte", afirma Edson Martins, diretor comercial da Agrale.

Segundo ele, há um receio por parte dos produtores em investir em novas equipamentos por insegurança. "Não há justificativa comercial para uma queda tão grande nas vendas, pois a agricultura segue com bons resultados". Ele lamenta as dificuldades na liberação de crédito. Martins ressalta que tudo o que é possível postergar em investimentos está sendo feito e só gastos essenciais para manter a operação são realizados. "A prioridade é a proteção do caixa."

No grupo CNH, da Fiat Chrysler, funcionários da fábrica de Curitiba (PR) tiveram no ano passado 40 dias de banco de horas, 30 de férias coletivas e lay-off (suspensão dos contratos) de dezembro a fevereiro. De março a julho deste ano, parte da equipe estará no PPE e vão trabalhar um dia a menos por semana.

Na unidade de Sorocaba (SP), foram dados também 40 dias de bancos de horas e 30 de férias coletivas em 2015 e neste mês há novas férias coletivas de 30 dias.

Fonte: Isto É Dinheiro
Seção: Máquinas & Equipamentos
Publicação: 11/04/2016

 

TST nega vínculo de emprego de locutor esportivo com rede de TV (11/04/2916)

A 8ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve decisão que não reconheceu a existência de vínculo de emprego de um locutor esportivo com uma rede de TV. Ele alegava que o contrato de prestação de serviço de seis anos, firmado por meio de uma empresa da qual era sócio, era fraudulento, com o objetivo apenas de burlar a legislação e negar-lhe os direitos trabalhistas.
O autor da ação fez locução para a TV de 2006 a 2012. O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (SP) considerou o contrato existente entre as partes como sendo de natureza civil, e não trabalhista. Para a corte, a data de instituição da empresa do locutor (1986) e a data do início da prestação de serviço na emissora de televisão (2006) deixariam nítida a inexistência de fraude e ou "pejotização", não podendo se presumir, assim, que tenha havido precarização dos direitos do trabalho.
O TRT-2 ressaltou ainda que a condição de apresentador não impõe situação diferenciada em relação a um trabalhador normal. No entanto, seria fato que o locutor administrava a empresa da qual era sócio por mais de 25 anos. A confissão quanto à prática de prestação de serviços no âmbito do Direito Civil e, por fim, a pactuação de contrato de prestação de serviços na condição de autônomo com a TV, com cláusulas específicas de garantias relativas à cessão de direitos de imagem, som e voz, sinalizam, segundo a corte, no sentido da plena consciência do locutor quanto à natureza jurídica do contrato.
A 8ª Turma negou provimento ao agravo de instrumento pelo qual Luiz Alfredo pretendia trazer o caso à discussão no TST. Para a ministra Dora Maria da Costa, relatora, o TRT-2 decidiu, com base na análise do contexto fático-probatório, pela inexistência da alegada relação de emprego, não havendo, assim, as violações legais apontadas pelo autor do processo.
Processo AIRR-1596-44.2012.5.02.0381
Revista Consultor Jurídico, 11 de abril de 2016, 7h39

 

Yara Fertilizantes confirma investimentos de R$ 1 bilhão no Rio Grande do Sul

O governador José Ivo Sartori recebeu, na manhã desta segunda-feira (11), do presidente da Yara Brasil Fertilizantes, Lair Hanzen, a confirmação de investimentos privados, pela Yara Brasil Fertilizantes, na ordem de R$ 1 bilhão, em seu polo de produção em Rio Grande. O projeto prevê a ampliação e modernização do seu complexo industrial, que atualmente contempla píer próprio com ligação com o modal ferroviário, duas fábricas de produção, uma unidade industrial misturadora de fertilizantes e armazéns de depósito de produtos. Luiz Chaves/Palácio Piratini

O Rio Grande do Sul receberá investimento de R$ 1 bilhão da Yara Fertilizantes até 2020. A confirmação foi feita pelo presidente da empresa no Brasil e vice-presidente da Yara International, Lair Hanzen, em audiência com o governador José Ivo Sartori nesta segunda-feira (11), no Palácio Piratini. Os recursos serão aplicados na ampliação e na modernização do seu complexo industrial, em Rio Grande, que atualmente contempla píer próprio com ligação com o modal ferroviário, duas fábricas de produção, uma unidade industrial misturadora de fertilizantes e armazéns de depósito de produtos. Em fevereiro de 2015, a empresa já havia manifestado a intenção de ampliar a sua planta na zona sul do estado.

Após o encontro com executivos da Yara, líder mundial em nutrição de plantas, Sartori afirmou que o governo estabeleceu uma política forte para a atração de investimentos privados. “Estamos aqui para promover o desenvolvimento com sustentabilidade, reduzir a burocracia e incentivar pequenos, médios e grandes negócios, como é o caso da Yara Fertlizantes”, disse Sartori. Acrescentou que essa ação do governo, integrada e bem articulada, somente em 2015 captou 53 projetos, que totalizaram a confirmação de R$ 20,8 bilhões para o Rio Grande do Sul.

De acordo com Hanzen, os aportes no complexo localizado no RS possibilitarão que a Yara siga contribuindo para o desenvolvimento da agricultura, já que a expectativa é que o Brasil se torne o maior produtor mundial de alimentos nos próximos anos. A ampliação da unidade, além de apoiar o desenvolvimento da região, duplicará a fabricação e a capacidade de mistura de fertilizantes. Em seu ápice - nos anos de 2017 e 2018, as obras devem criar mais de mil vagas diretas de trabalho, além de três a quatro mil indiretas. Junto a isso, os aportes no complexo visam ampliar a capacidade de atendimento em mercados da Região Sul, do Mato Grosso do Sul e do Paraguai, por exemplo.

“O investimento irá suprir a demanda dos agricultores brasileiros de vários estados nos próximos 25 anos. Por sua eficiência operacional e localização privilegiada, Rio Grande tem um papel fundamental para nosso desenvolvimento sustentável no país. Acreditamos no futuro do agronegócio brasileiro, que cresce mesmo em um cenário adverso. Nosso plano aqui é de longo prazo”, afirma Lair Hanzen.

Participaram do ato o vice-governador José Paulo Cairoli e os secretários Fábio Branco (Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia), Giovani Feltes (Fazenda), Ernani Polo (Agricultura, Pecuária e Irrigação) e Tarcísio Minetto (Desenvolvimento Rural e Cooperativismo), além de executivos da empresa.

Investimentos em Rio Grande

Em Rio Grande, onde está presente desde a década de 1970, a companhia investe em um crescimento sistêmico e continuado. “Nos últimos três anos, a Yara realizou aportes para a modernização do complexo de Rio Grande, que incluíram a instalação de um novo sistema de esteiras, aumentando as interligações do armazém com o píer, dois novos misturadores, reforma do píer, instalação de dois novos guindastes e modernização da galeria do píer, além de consideráveis investimentos ambientais, totalizando R$ 225 milhões”, explica Leonardo Silva, diretor de Produção da Yara Brasil.


11 de abril de 2016

BOLSONARO

FIZ UM PESQUISA INFORMAL NA SAUNA DA SOGIPA. VARIOS VOTOS PRO DEFENSOR DE MATAR BANDIDOS....ESTE CARA VAI CRESCER NA PARADA. A CLASSE MEDIA QUER OUVIR ISTO....

 

REKERN NERVOSO

HJ DOM O REKERN FOI NOS AFUERA DA CIDADE PASSEAR. É QUE DOM QUE VEM ELE VAI TAAR COLADO NA GROBO VEM A VOTAÇÃO.

 

O GOLPE



Os golpistas de sempre estão de volta. São os mesmos que atacaram Getúlio, os mesmos que atacaram Jango, os mesmos que financiaram as mortes e torturas durante duas décadas sem serem punidos. Sem punição eles estão livres para mais uma vez descerem as trevas sobre o Brasil.

Acobertados, apoiados e incitados por uma imprensa golpista estão de volta. Os mesmos que usaram o fascista Lacerda e depois o assassinaram, os mesmos que usaram JK e depois o mataram, os mesmos que colocaram Castelo Branco no poder e depois o mataram.

Financiados por associações de empresários e por capital norte-americano eles estão de volta representados por Eduardo Cunha, Aécio Neves e Michel Temer. Os mesmos que financiaram a aventura de Fernando Collor e P. C. Farias.

Os golpistas de sempre estão de volta para terminar com as Leis Trabalhistas, com os Direitos Humanos e a Constituição, sempre apoiados pela Ordem de Advogados do Brasil e Conselhos de Medicina do Brasil.

Os golpistas estão chegando.

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

FURINHO

acho que dei um ' furinho' o troço aquele dos adv contra o MORO. não vi nos outros meios.....

ESTA EU JÁ TINHA VISTO.....KKK

SOBROU PRO ZELADOR BOCUDO DO TRIPLEX.....TB FOI SE METER. FICA NA TUA, BOCUDO.....PERDEU O EMPREGO E NG + VAI DAR EMPREGO PRA ELE.

É O ERIBERTO FRANÇA DA LAVA JATO....OU SEI LÁ OQ UE SEJA(oc)

 

SARTORI EMBAIXO DE MAU TEMPO

6 qudo sai da urgs lá pelas 9 da noite, tavam trancando a osvaldo aranha na frente do ieflores da cunha. era o psol e o cipergs(esta é boa, cipergs kkk) e trancavam mesmo pq tinha um xou no araujo e os carros ficavam nervosos querendo passar....

no sab fui na feira ao lado do olimpico e uma mulher foi comprar 4 tomates e eram muito caros.
- este sartori tá me fazendo passar fome, disse ela.

eu lhe disse:

- é bom pra dieta, ela mostrou a bermuda já bem folgada.então as muié tãof azendo dieta com o parcelamento sartoron em 9 x....(OC)

se tivesse uma loja faria uma propganda

COMO SARTORI. TUDO EM 9 X......LONGAS PRESTAÇÕES...KKK

n era blefe.o santander cortou tudo na biblioteca. menos os jornais do rs.

 

ROSANE VAI EMBORA???

PELO QUE TÁ NO JN DO DUCHA PARECE QUE SIM. ELE DIZ NO FIM DO DEPOIMENTO QUE ESPERA QUE OS CARIOCAS NÃO SEJAM TÃO BELICOSOS COMO OS GAUCHOS. ENTÃO É PQ TÁ MUDANDO PRA LÁ...(oc)

 

DG

na sauna da sogipa as x tem o DG. NESTE DESTE FINDI TINHA UMA BOA MATERIA SOBRE ' COXAÇOS' DENTRO DE ONIBUS. POR ISTO O ZAMBIAZI TAVA COM O ASSUNTO NA 6 NA CAIÇARA.

O DG NÃO TEM ESTRUTURA MAS ELES PODIAM POR UM REPORTER VINDO DE UMA LINHA ONDE ISTO ACONTECE DENTRO DO ONIBUS ....AS MULHERES COSTUMAM NÃO DAR QUEIXA DESTES CONSTRANGIMENTOS. MAS DAR QUEIXA PRA QUE MESMO? COM O SARTORI PARCELANDO. VAI VER PARECELA COXAÇOS TB....

 

BAND

O ASSALTO AO MARCOS COUTO EXPOS A SITUAÇÃOD A BAND AM. POR ISTO ELES FICARAM PUTOS. OS CARAS VÃO DE SURB PRA NARRAR O JOGO. CHEGOU A X DELES.SOFRAM UM POKO COMO NÓS, QUE SOFREMOS HÁ MUITO TEMPO. ESTES COLEGUINHAS QUE TEM SE RALAR UM POKO PRA APRENDER. NÃO TENHO NENHUMAPENINHA DELES. OLIDES CANTON

foi com o MARCOS COUTO....
Houve. Um cara da Band. Um narrador. Q tá tão mal, a Band, q os narradores tem q voltar do estádio de trensurb. (OLIDES CANTON)

 

recebo da anne schneider:

De: anneschne
Enviada: Domingo, 10 de Abril de 2016 07:34

Ótima nota da direção do Grêmio contra o preconceito:http://goo.gl/zYGtw8
E o fim da picada...Abç,Anne.

NOTA OFICIAL

Grêmio repudia manifestação preconceituosa de colunista esportivo e reafirma o orgulho em fazer parte da Comunidade Tri

Em resposta às repetidas manifestações do cronista Wianey Carlet, que com adjetivações trata todo o entorno da arena como "favela", alegando que a Arena seria "mal localizada", o Grêmio FBPA, pelo seu Departamento de Responsabilidade Social, tem a considerar:

1. Grêmio e sua torcida se orgulham e têm carinho pela comunidade que tão bem recebeu os gremistas desde 2012 na região da Arena. Por isso, o Clube está envolvido em processo multidisciplinar público-privado de relacionamento e melhorias para a comunidade que será continuado e duradouro.

2. Manifestações preconceituosas e desinformadas de profissional que integra um veículo de comunicação da importância de uma Rádio Gaúcha merecem a repulsa da coletividade e servirão para motivar ainda mais quem enxerga a nossa COMUNIDADE TRI como uma parceira e não um obstáculo às inúmeras oportunidades ali presentes.

3. A tentativa de relacionar um episódio de violência ao perfil sócio-econômico da vizinhança da Arena decorre de uma visão higienista e preconceituosa de classe com a qual o Grêmio não compartilha.

4. O Grêmio é um clube de massa, de todas as classes, credos e cores. Somos azuis, pretos e brancos.

5. Por fim, o Grêmio reafirma seu compromisso e orgulho de integrar a COMUNIDADE TRI na certeza de que esta sinergia de forças representará ao longo da história, conquistas fora e dentro de campo.

Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

 

ACEG

OS FUNCIONÁRIOS DA ACEG TB VÃO DE SURB TRABNALHAR NA ARENA....PORQUE OS CARAS DA BAND NÃO PODEM IR????

UM DIA O PEDRO ERNESTO VAI IR TB NARRAR DE BUS OU DE SURB...VAI CHEGAAR A X DELES. NG PERDE POR ESPERAR. EXISTEM AS VACAS MAGRAS E AS GORDAS

ZE AVELINE CUMPRIMENTA,SEGUNDO ELE, UM ELEITOR. foi candidado derrotado a aceg. É MAIS ' INGENUO' QUE SEU FALECIDO PAI QUE ACHAVA QUE TODO MUNDO GOSTAVA DELE. OS CARAS FALAVAM MAL DELE PELAS COSTAS. ELE NÃO ACREDITAFVA. DIZIA QU4E TODO MUNDO GOSTAVA DELE. EU DAVA RISADAS NA CARFA DELE.(oc)

EU SEI QUE NO DIA DO JOGO DO GREMIO X BRASIL, HOUVE ' GRILO' CXOM UM NARRADOR. MAS NÃO SEI BEM O QUE HOUVE. SEI QUE A ACEG TIROU NOTA VOU VER ESTA N NA SEGUNDA.

 

SALA É COMO O VINHO QUANTO + VELHO MELHOR

nestes tempos de tantas invenções, todas fajutas, o melhor ainda é o sala....mas botaram um tal de castiel lá que não sabe baixar o nivel que o programa as x exige. o cacalo nisto é muito bom. bom tirocinio e deboche principalmente pra cima do vianey que se ve loko com o cacalo(olides)

 

GURIAS

O PROGRAMETE DAS GURIAS NA GUAIBA DO SAB DE NOITE - 8-9 - MAS ENTRA AS X DEPOIS, É MEIO HISTÉRICO. UMA DELAS GRITA A TODA HORA. ....AXO QUE QUERIA MOSTRARAM CONHECIMENTO....ESTA GURIZADA NOVA ACHA QUE O JORNALISMO COMEÇOU COM ELES...E QUE SÃO HEROIS. HEROIS UM CACETE. VÃO LEVAR UM PE NA BUNDA DEPOIS DE UM TEMPO COMO TODOS NOS LEVAMOS.(OLIDES)

 

Coleguinhas

maria da graça rodrigues está no galpão do nativismo dagaucha....ela escreve muito bem.

conheço 2 livros da maria da graça. helena e lua castelhana. ela escreve muito bem. quero saber dela o livro dela sobre os gauchos que foram pro mato grosso. tá pronto. eu tenho uma história d elivramento sobre isto. olides canton

 

do Comunique-se

O rádio AM continua agonizando

Escrito por Anderson Cheni (*)

Um verdadeiro canhão das décadas de 70, 80 e começo dos anos 90. Emissoras, programas e comunicadores com índices de audiência muitas vezes superiores a programas de TV. Isso foi o rádio AM, tanto nas capitais como nos rincões mais afastados do nosso país. O AM fez o que se esperava dele: informou, divertiu. Enfim, comunicou.

Há muito tempo, porém, ele tenta sobreviver de arrendamentos e produtos de cunho duvidoso que comprometem o trabalho do departamento comercial. Claro que existem as “barganhas” como descontos superiores a 80% no preço de tabela ou acesso àquela cota de publicidade do governo municipal, estadual ou federal. Aí, o departamento de jornalismo da emissora que se vire - e se a venda tiver o chamado “rabo preso” tem a possibilidade de “casar” com o FM ( se for o caso ) ou com a página da emissora na internet. Isso mesmo, o AM virou objeto de barganha para venda. Na cidade de São Paulo, o exemplo está ativo.

O episódio mais recente é a saída de uma equipe esportiva terceirizada em AM para uma emissora em FM. Todas as rádios que fazem futebol na capital paulista transmitem em AM e FM, casos de Globo-CBN ( que fundiu a equipe este ano para cortar custos e tentar melhorar as vendas), Bandeirantes e Jovem Pan. As outras já transmitem em FM e, mesmo assim, cortaram custos como viagens e corte de equipe etc. A fase econômica não está boa, mas é só a gente lembrar que nos últimos anos o AM perdeu equipes esportivas próprias como a Record (2011), Eldorado-Estadão-ESPN (2012) e Capital (2013).

Com todo respeito, tomo a liberdade de discordar do meu ex-colega de CBN e brilhante jornalista Heródoto Barbeiro, que afirmou em sua coluna o temível título: “Fim do FM”. Acredito que um dia isso vai acontecer, mas vai demorar bastante, talvez mais que o rádio digital, que virou uma espécie de “Pré Sal” da comunicação brasileira. Nunca se sabe quando vai sair do papel e, quando sair, pode estar fadado ao fracasso segundo comentários de alguns engenheiros que conversei.

O FM hoje só não é o canhão que foi o AM há décadas por causa da TV a cabo, das novas tecnologias e também por causa da economia. O Ministério das Comunicações tem que agilizar a migração de vez do AM para o FM nas grandes capitais o mais rápido possível, pois a cada dia que passa a agonia e o estado vegetativo da outrora imponente “amplitude modulada” vão desanimando a todos.

(*) Jornalista. Editor do blog Cheni no Campo, apresentador e comentarista da RIT TV, comentarista esportivo do Portal Terra e colunista de esportes da Nossa Rádio FM. Com mais de 20 anos de atuação na cobertura esportiva, soma passagens por emissoras de rádio de Mato Grosso e Capivari (SP). Em São Paulo, trabalhou nas rádios Record, Capital, Globo e CBN e nas TVs Sky e Rede Brasil. Foi editor-chefe do extinto jornal O Fiel.

 

Jornalismo versus comunicação corporativa

Por Pedro Paulo Teixeira Manus*

(...) Em síntese, para que um trabalhador seja considerado jornalista é essencial que desenvolva funções típicas de seu mister, assim considerada a definição legal.
No que respeita às empresas de comunicação corporativa, têm estas objetivos distintos e opostos às finalidades que devem presidir a atividade das empresas jornalísticas.
A função primeira do jornalista é informar o público, recolhendo a notícia e divulgando-a. Já o profissional de empresa de comunicação corporativa tem por atribuição veicular assuntos de interesse da empresa cliente, o que é totalmente distinto da função jornalística.
(...) as atividades de comunicação corporativa não são de caráter jornalístico, daí porque não se enquadram no regramento legal para a categoria de jornalistas.
A missão do jornalismo é informar os cidadãos do que ocorre de relevante na sociedade, enquanto os profissionais de comunicação corporativa ocupam-se do fluxo de informações para fins institucionais da empresa ou da entidade que está sendo assessorada.
Assim, uma informação empresarial, não sujeita a um “código deontológico” da profissão da jornalista, não pode ser considerada atuação jornalística, dadas as particularidades desta última, que servem a propósitos empresariais, sobretudo.
Os profissionais de comunicação corporativa, contratualmente submetem-se ao dever de confidencialidade, pois zelam pela boa imagem e reputação da empresa assessorada. Não podem externar opiniões e críticas com a liberdade de expressão intrínseca a função dos jornalistas. Dirigem-se a segmentos e setores sociais específicos, conforme os interesses da entidade assessorada, e não à opinião pública.
Os profissionais de comunicação corporativa trabalham a construção da imagem da empresa assessorada, e não a verdade dos fatos com base em várias fontes ouvidas, como devem fazer os jornalistas. O profissional de comunicação corporativa não produz textos jornalísticos no sentido técnico, embora redijam textos, o que não é tarefa exclusiva de jornalistas, dado que outros profissionais, também o fazem. Têm contatos com jornalistas, levando informações e esclarecimentos sobre fatos. Mas esta função não transforma porta-vozes e assessores de imprensa em jornalistas.
A assessoria de imprensa é apenas um dos vários serviços que podem ser oferecidos por uma agência de comunicação corporativa a um determinado cliente, sempre com objetivo de levar a mensagem do cliente a terceiros e nunca na função de informar o público sobre fatos sociais.
Assim, em síntese, não se confundem em absoluto as atividades do jornalista, cujo compromisso profissional é com o público e com a informação, e a atividade do profissional de comunicação corporativa, cujo compromisso é com o cliente a quem presta serviços.
Entende-se por comunicação corporativa a comunicação de uma corporação, empresa, ou organização, o que significa comunicação empresarial, organizacional, ou relações públicas. Isso revela que o profissional da comunicação corporativa tem compromisso com a empresa para qual trabalha e cumpre a função de passar a imagem desta, mantendo seu conceito junto ao público.
O compromisso do jornalista e sua função são distintos. A propósito de sua atividade e função afirmam Manus e Romar (CLT com Interpretação Jurisprudencial, RT, SP, 2013. P.305): “O jornalismo é uma profissão diferenciada por sua estreita vinculação ao pleno exercício das liberdades de expressão e de informação. O jornalismo é a própria manifestação e difusão do pensamento e da informação de forma contínua, profissional e remunerada. O jornalismo e a liberdade de expressão, portanto, são atividades que estão imbricadas por sua própria natureza e não podem ser pensadas e tratadas de forma separada”.
É evidente que não se confundem as atividades do profissional de comunicação corporativa, cujo compromisso que mantém é com a empresa que representa, com as atividades do jornalista, cujo compromisso é com o público e a fidelidade da notícia que veicula.
Resulta, afinal, que são claramente distintas as funções de jornalista e profissional de empresa de comunicação corporativa, daí porque o entendimento da Orientação Jurisprudencial 407 da SDI-I do TST não se aplica a estes últimos, pois é clara ao ressalvar sua aplicação somente ao jornalista que exerce funções típicas de sua profissão."
*Pedro Paulo Teixeira Manus é ministro aposentado do Tribunal Superior do Trabalho, professor e diretor da Faculdade de Direito da PUC-SP.
Revista Consultor Jurídico, 8 de abril de 2016

 

dona do teatro

QDO VÃO TIRAR A DONA DO TSPEDRO DE LÁ.???POR ACASO ELA É A DONA DO LOCAL???SE FOSSE EU MANDAVA ESTA VEIA PASSEAR HÁ MUITO TEMPO....

 

Corais

muito bonito o show dos corais na martim luther esta manhã. o de portão e o da igreja local....

 

DESILUSÕES GARRUCHIANAS...

ETANDO EM GARRUCHOS, TEMPOS ATRÁS, HAVBIA ALI UM FESTIVAL DE PESCA. E OS ARGENTINOS DO OUTRO LADO COMIAM NUM REST CHAMADO BEIRA MAR DE GARRUCHOS. EU ME ENTUSIASMEI E COMECEI A FALAR DOS MONTONEROS, DO ERP - EXERCITO REVOLUCIONARIO DEL PUEBLO, QUE SEMPRE APRESENTAVA SUAS PRESAQS COM A FOTO DO CHE NOS FUNDOS isto tudo no tempo que morava na juc-5 nos anos 70.....comecinho disto.ai fui falar pros castelhanos. até que um deles-acho que isto foi em 2014, março por aili - me disse:

-estes HIJOS DE PUTA ESTÃO AGORA NO PODER E ACABARAM COM NUESTRO PAIS. AI EU ENTENDI QUE A CRIS6INA K. ESTAVA FORA DA JOGADA. MAIS OU MENOS COMO SE DIZ DA DILMA HJ. ACABARAM AS ILUSÕES DA ES1QUERDA, OU NOSSAS ILUSÕES DOS ANOS 70. FALR NISTO REVI NESTA 6 NO REDENÇÃO O FILME INFANCIA CLANDESTINA QUE É JUSTAMENTE SOBRE UMA FAMILIA MONTONERA QUE MORRE TODA NAS MÃOS DA DITADURA SOBRANDO APENAS O FILHO.

 

julio

me convidou pra almoçar e perguntou se tenho ' agenda'(agora a moda é esta,agenda....deus qu eme perdoe....)

a minha agenda depois de aposentado é pra mim mesmo....faço como dizem os castelhanos o que me dá la gana( e que posso evidente)até ir 2 x a garruchos.no cu do mundo, melhor na divisa com eles, los hermanos.....boludos como sempre(OC)

 

dos leitores

EU NAO SEI QUANDO UMA ZH DA VIDA VAI FAZER UMA MATERIA SOBRE ESTE ASSUNTO NA CIDADE. OU O DG NÃO IMPORTA. PQ O CORREINHO ELES CAGAM E ANDAM. NÃO TÃO NEM AI PRA ELE. NEM PRO JC. TEM QUE SER RADIO GAUCHA, DG OU ZH. AI OS BASTOS DA VIDA SE MEXEM....NO CENTRO NÃO TEM ONDE MIJAR É UMA VERGONHA(OLIDES CANTON) MINHA SOLIDARIEDADE AO CONSTRANGIMENTO DO JULIO CESAR.

De: julio.pacheco
Enviada: Sexta-feira, 8 de Abril de 2016 20:18

Caro Olides.
Vivi hoje à tarde uma situação incrível. Tenho 72 anos, quatro pontes de safena, dois infartos e de bonificação uma hiperplasia prostática benigna. Esta ultima me obriga a tomar remédios que provocam necessidade urinária, às vezes, imprevisível. Hoje, sexta-feira, dia 08, acompanhei minha mulher a um exame médico na Alberto Bins após o qual nos retiramos por volta de 14.40. Na volta para o centro senti necessidade de urinar. Velho, lembrei do banheiro público da praça Otavio Rocha e acompanhado da patroa (71 anos) para lá segui. Ao chegarmos encontrei um maravilhoso restaurante ou casa de Chopp que, sem dúvida deve atender uma grande clientela. Mas e os benheiros ? Eram 14.45 e educadamente entrei na casa. Minha mulher ficou na porta. Veio ao meu encontro um jovem a quem relatei minha necessidade de banheiro. Resposta :- Não tem mais banheiro publico, agora só mediante consumo na casa. Enquanto isso, na casa, vazia naquela hora, um cidadão tirava um Chopp e ria. Tu me conheces bem não sou de berrar em causa própria. Mas pergunto : Se foram suprimidos os banheiros públicos daquela praça e instalado um restaurante como ficam meus direitos de cidadão? Não consegui usar o banheiro. Entrei numa loja próxima onde fui gentilmente atendido . Não importa a minha profissão, nem onde trabalho. Mas tenho cabelos brancos e apesar da vitalidade que Deus me dá sou cidadão desta amada cidade e, as 14.45 me foi negado o direito a um necessário xixi num próprio municipal sem um necessário consumo. Posso estar errado mas acho que isto é um desrespeito.

Olides . O problema não é nem pagar. É transformar banheiros públicos em bares ou restaurantes. Ótimo. Sensacional. Mas e os necessitados. Idosos ou necessitados. Fico pensando onde tem banheiro público? Na praça xv ? Na praça da Alfândega? Em frente à Santa Casa (para onde me mandaram). Eo respeito com o idoso ? Não gosto disso tanto que não uso filas isoladas. Mas eu precisava do banheiro. E fui procurar uma praça onde haviam banheiros há não sei quanto tempo e fui, literalmente desconsiderado, numa necessidade urgente. A casa estava vazia. Júlio

 

dos leitores

mas o que isto de um rest num local publico negar um xixi a um cidadão. isto é caso de POLICIA(OLIDES CANTON) É CASO DE APLICAR O ESTATUTO DO IDOSO PRA CIMA DELES.

De: julio.pacheco
Enviada: Domingo, 10 de Abril de 2016 09:29

Pelo menos o assunto vai ser debatido. Não sou contra o restaurante nas se está num local público como é a Praça Otavio Rocha não deveria, levando-se em consideração estar substituindo um banheiro público, ser tão inflexível na cessão do WC ainda mais no horário em que solicitei. Não fui no Plaza pois meu destino era para o outro lado e, em seguida "quebrei o galho". Até imagino o que o proprietário deve passar. Mas, mesmo exceção, achei falta de sensibilidade.

Complementando. Na Praça Otavio Rocha, em frente ao Plazinha existia um recanto onde haviam banheiros públicos, masculino e feminino. Não sei há quanto tempo o local foi reformado e ali instalado um restaurante. Ficou muito bonito e deve ter boa frequência. Mas foram suprimidos os banheiros.

 

mitorio gratis

NO AGAPIO DA JALENCAR TU PODE IR MIJAR E FAZER O QUE PRECISA DE GRAÇA.NEM PRECISA EXPLICAR E O BANHEIRO BEM LIMPINHO COM PAPEL HIGIENICO E COM PAPEL PRA SECAR AS MÃOS.

AGORA NA URGS TB ESCASSEIAM OS BANHEIROS. MUITA GENTE DAS VOLTAS VAI NO APLICAÇÃO USAR OS DOIS DOS ALUNOS.

EU ACHO QUER UM JORNAL GRANDE DEVERIA LEVANTAR ESTE ASSUNTO.

EU FUI MIJAR NA TECHOESLOVAQUIA QUANDO ERA COMUNCA E UMA PUTA ALEMOA TCECHA COMEÇOU A GRITAR EM TECHO QUE QUERIA GRANA. EU NÃO DEI, ELA QUASE ME DEU COM A VASSOURA QUE TINHA NA MÃO.

 

Jornalismo na TV

li na zh que aquele programa sobre saude na tv saiu do ar. e o anonimus tb não tá mais com esta bola toda no sb. hoje tá tudo nos brogi(OC)

Enviada: Sábado, 9 de Abril de 2016 13:58

Jornalismo na TV (da coluna do Flávio Ricco no UOL:
"Durante muito tempo, as TVs justificavam a falta de investimentos no jornalismo, por ser "um brinquedo muito caro". E, de certa forma, isso não deixava de ser verdade, porque as dificuldades com equipamentos e complexidade na operação sempre foram tenebrosas. O que existia de noticiário, salvo raras e honrosas exceções, era feito apenas para cumprir tabela ou atender o mínimo exigido por lei.
Um panorama completamente diferente do atual. Hoje, com aparelho celular, um repórter consegue entrar ao vivo de qualquer lugar do mundo. E se as facilidades passaram a ser enormes, igualmente por parte do público se ampliou de maneira bem importante a exigência em encontrar jornalismo de qualidade e quantidade. O que alguns, como o Boni, preconizavam lá atrás, estamos começando a viver mais intensamente agora, tendo como estímulo um interesse muito maior das pessoas em busca da boa informação.
É uma exigência que, no caso da TV aberta, não vai parar de crescer."

 

dos leitores

Enviada: Sábado, 9 de Abril de 2016 13:43

Teu amigo acometido de urgência urinária podia, simplesmente, ter pedido, no estabelecimento mencionada no mail dele, um guaraná ou uma mineral para a "patroa" e, enqto serviam, ido tranquilo ao toalete. Foi assim q fiz em Londres. Também tenho hiperplasia benigna da próstata e, depois de uma longa caminhada, do hotel até o Pal. Buckinghan, via Hyde Parck, para ver a troca da guarda, me deu urgente vontade de "orinar". O q fiz? Sabia q atrás do Palácio havia uma cafeteria com banheiro. Fui reto lá, pedi um expresso e falei q enqto preparavam iria ao toalete. A garçonete, uma linda polaquinha, sorriu e fez sinal de positivo. Em Neveiorque, no ano passado, foi o filho q teve uma dor de barriga ali por perto da Wall Street e fizemos a mesma: fomos num bar e enqto eu tomava uma Coca-Cola, ele foi ao toalete. Muito simples e civilizado. Pq, Olides, Ñ TEM MIJÓRIO DI GRÁTIS EM LUGAR NENHUM DO MUNDO! Em todo o Mundo Civilizado, seja guaipeca ou seja gaudério abonado, o sujeito tem de pingar um pixulequinho no pires ou na roleta da entrada para se aliviar, para cobrir o custo da limpeza. Fora isso, quem tem problema "nas orina" tem q estar sempre preparado para a possibilidade de uma urgência. Ou usa fraldão!

 

Outono na praia

mas tá bonita esta torres. quem é o prefeito que tá tudo tão limpinho(????)OC.

BY LAURINHO DA VENANCIO....UM TURISTA FORA DA MULTIDÃO....(kkk)

Enviada: Sábado, 9 de Abril de 2016 16:16

Tá limpinho, sim. Se bem q em T a limpeza nunca foi um grande problm. Teve uma época em q pegavam a gurizada escolar nas férias para ajudar na limpeza durante o veraneio. Acho q acabaram por causa do Estatudo da Cri e do Ado ou da CLT. Agora, contraram uma empresa para fazer o serviço. Hoje, a gente tava tomando o café da manhã no hotel e vimos o caminhã do lixo passando na praia. Isso q o movimento de banhistas agora é minimo.

No sábado, abriu sol. Na sexta, estava nublado.

TORRES COMO FUTURO.....

 

memoria

uma ' santa caganeira' em torres

o laurinho fica mandando belas fotos da ' mai sbela praia' e eu me lemb ro que no meio dos ano s90 tinha uma namorada que curtira turismo. ela pegou um 'toco' no meio de turismo se diz coisa fan tour,algo assim. ela queria era ir namorar em torres. esta que é a verdade. eu não era táo veinho e dava graças a deus conta do recado.

pois chegamos no continental, olha só, e de noite eu quis ir no GALETO DO REGIS comer. tinha em torres. nos molhes. comi feito um padre, ela não foi, quis ficar curtindo o hotel. achoq ue tinha sauna, alguma coisa assim, ou piscina, no hotel.

no meio da noite, ela cheio de amor e eu no vaso,desculpem, mas caguei até as tripas. no dia seguinte andava me esgueirando na praia, porque o repé era brabo.n imagino o que me fez mal naquele galeto.

depois me recuperei a tempo de ainda dar conta do recado em torres....(OC)

esta outra de torres é mais chata.

eu tava pra irme embora pro peru, mas quis dar mais uma volta pra santa catarina, nas praias de lá. era inverno. lembro que viajava sozinho e em chegando de carona a noite, resolvi entrar em torres. dormiria por lá e no dia segfuinte seria pras garopaba. não é que me infiei dentro do FURnINHA um hotel que tinha lá com o mesmo dono do rest do mesmo nome. lá pelas cinco da manha, quando eu dormia, me vi frente a frente com um revolver do guarda, que achava qu eeu eraassaltante. lhe disse que não apenas tirava um sono ma minha mochila e iria embora. fiquei tão estressado que caminhei os cinco km de torres até a br-101, onde cheguei ao amanhecer. em seguida, peguei carona de umc aminhão e fui pra garopaba. mas que vi a morte de perto, vi em torres(OC)

 

ELEIÇÕES NA SERGS

Estão abertas até 29 de abril as inscrições de chapas para renovação de 1/3 do Conselho Deliberativo e renovação integral do Conselho Fiscal da Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul – SERGS. As eleições serão realizadas no final do mês de maio próximo. Maiores informações podem ser obtidas pelos interessados através do e-mail sergs@sergs.com.br ou do telefone (51) 3224.6133.

 

do Carta 15

Nova série

Será lançado nesta sexta-feira, 8 de abril, às 19h, em Gravataí, o programa “Rota da Vitória – O PMDB no teu município”. A nova série do Diretório Estadual – preparatória para as eleições de 2016 –, além de promover o debate político, servirá para qualificar os quadros partidários com orientações jurídicas e contábeis. A formação de nominatas será outro destaque da pauta. A série percorrerá todas as regiões do Rio Grande do Sul com reuniões macrorregionais e contará com a presença de líderes partidários. Em Gravataí serão mobilizados peemedebistas das coordenadorias do Vale do Gravataí e da Grande Canoas.

Prestação de contas

Os partidos políticos tem até o dia 30 de abril para a prestação de contas do ano anterior, conforme previsto na Resolução n.º 23.464/2015 de 17 de dezembro de 2015, disposta na Lei dos Partidos Políticos (n.º 9.096/1995). A entrega pelos diretórios municipais deve ocorrer nas zonas eleitorais. Lembramos que a Justiça Eleitoral fiscalizará as contas dos partidos e a escrituração contábil e patrimonial, para averiguar a correta regularidade das contas, dos registros contábeis e da aplicação dos recursos recebidos, próprios ou do Fundo Partidário.

Palmeira das Missões

José Fernando Padilha, José Carlos Arruda e Gesiel Bitencourt, vereadores de Palmeira das Missões, filiaram-se ao PMDB durante cerimônia partidária no dia 2 de abril, no Parque de Exposições do município. Com o ingresso dos três vereadores à legenda, o PMDB local passa a contar com uma bancada de quatro parlamentares de um total de 11. O partido já contava com a representação do vereador Miguel Netto, atual presidente do Diretório Municipal.

Exposição cinquentenário

O aniversário de 50 anos do PMDB – completados no dia 24 de março –, foi lembrado através de diversas ações promovidas pelo Diretório Estadual do Rio Grande do Sul. Entre as ações está a Exposição Cinquentenário MDB/PMDB, que reúne 11 painéis fotográficos, vídeos e áudios com depoimento de líderes e de militantes, e também duas vitrines contendo publicações, documentos e materiais de campanhas eleitorais organizados ao longo das cinco décadas de atuação do PMDB. A exposição, itinerante, já passou pela Assembleia Legislativa do Estado, e após exibição na Câmara de Vereadores da Capital (de 4 a 18 de abril), seguirá para o interior. Diretórios municipais interessados devem encaminhar email para memoria@pmdb-rs.org.br.

Revista

Outra ação que marca o aniversário de 50 anos é a Revista Cinquentenário PMDB. A publicação, com 54 páginas, faz um resgate histórico sob o olhar do Rio Grande do Sul ao longo das cinco décadas. Editada pela Assessoria de Imprensa do Diretório Estadual, a revista relembra momentos de lutas, derrotas, superações e vitórias em busca da redemocratização. As conquistas da Anistia, das Eleições Diretas e da Constituinte são destaques desta trajetória.

 

Palestra “Território, conhecimento e inovação: uma perspectiva geográfica” ocorre na FEE

A Fundação de Economia e Estatística (FEE) tem a honra de convidá-lo(a) para a Palestra “Território, conhecimento e inovação: uma perspectiva geográfica”, com Rui Jorge Gama Fernandes (Prof. Dr. do Departamento de Geografia da Universidade de Coimbra/Portugal e pesquisador no Centro de Estudos em Geografia e Ordenamento do Território).

O evento é promovido pela FEE, pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

A entrada é gratuita e não necessita inscrição prévia.

 

da Folha Popular de Teutônia

 

de Serafina

gazetinha circulou nesta 6. pelo menos um ex apareceu na prefa.pode ser apenas pra justificar os anuncios.esta é uma velha malandragem.

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

PASSE LIVRE ESTUDANTIL 2016/1

Prezados estudantes.
Os responsáveis pelo Programa Estadual Passe Livre Estudantil dos Municípios de Guaporé e Serafina Corrêa informam que os valores referentes ao segundo semestre de 2015 ainda não foram depositados para as Prefeituras, bem como nos demais municípios do interior do Estado do Rio Grande do Sul. Inúmeras vezes foram realizados contatos com a METROPLAN, órgão responsável pelo Programa e a resposta sempre foi de que não havia previsão de repasse. No dia 05 de abril de 2016, os Municípios foram orientados por e-mail sobre as inscrições e abertura de prazos para o PLE/2016. Logo foi questionado à METROPLAN sobre o valor pendente de 2015/2 e qual a justificativa para a demora desse repasse aos Municípios. A simples resposta da Coordenação Operacional do Passe Livre Estudantil foi que ainda não há previsão para o pagamento 2015/2. Fica claro aos estudantes que o prazo para inscrições 2016/1 está prestes a ser aberto e o valor referente ao semestre passado, 2015/2, ainda não foi depositado.

A decisão de ambos os Municípios é de que a responsabilidade assumida pelos mesmos perante o Programa Estadual será mantida. Os responsáveis irão recolher a documentação dos estudantes interessados e que se enquadram no Programa e fazer os devidos encaminhamentos necessários no sistema para que a situação de todos fique regular (em prazos a serem divulgados). É de conhecimento de todos que os recursos do programa PLE provêm da Esfera Estadual e as Prefeituras são os elos que ligam os estudantes ao Estado, realizando, apenas, o recolhimento da documentação e demais encaminhamentos. A questão dos repasses de valores é responsabilidade do Estado, sendo que o órgão responsável não deu nenhuma garantia aos Municípios de que esses valores serão repassados.

Jennyfer Ravini Zanluchi Scheffer - Diretora do Departamento do
Transporte Escolar
Prefeitura de Serafina Corrêa/RS.

 

Vem aí o 9º Gaitaço

A Administração Municipal de Almirante Tamandaré do Sul, Terra do Gaitaço, convida toda a comunidade serafinense para a nona edição do Gaitaço. O evento acontecerá no dia 17 de Abril de 2016, domingo, a partir das 15h. Inscrições pelo site: www.tamandaredosul.com.br ou no dia da recepção do evento a partir das 9h. Serão sorteadas, durante o evento, duas gaitas aos gaiteiros participantes. Mais informações: 54 3615 1145 ou 54 9972 6430. Vem aí o 9º Gaitaço em Almirante Tamandaré do Sul, dia 17 de Abril, domingo, a partir das 15h. Participe!


8 de abril de 2016

EXCLUSIVO

O QUE SARTORI, UM EX-COMUNISTA, TEM CONTRA A COMISSÃO DA VERDADE LOCAL???

È o que integrantes dela implantada na gestão TARSO GENRO quer saber. Isto porque todo o material produzido em 2,5 anos que estava num site ligado a Casa Civil foi retirado do ar há cerca de um mês.

Carlos de Ré, Raul Ellwanger e CARLOS GUAZZELLI comandarão uma força-tarefa junto a Sartori o motivo da retirada do ar do material. SERÁ USADO PARA ISTO O BONA GARCIA, INTEGRANTE DO PMDB, que é ligado a comissão da verdade local.

- Sartori não pode ter mandado retirar isto. Isto custava 200 reais mensais, isto não ia provocar o PARCELAMENTO DOS SALÁRIOS, DISSE O ADVOGADO CARLOS GUAZZELLI QUE COMANDOU COM MUITO SACRIFICIO A COMISSÃO NO TEMPO DA GESTÃO TARSO GENRO.

 

GRUPO DE ADVOGADOS ENTRA NO MPF CONTRA MORO

Um grupo de 25 advogados gaúchos, entre eles o ex-presidente da OAB-RS, WALMIR BATISTA e o ex-DEFENSOR PUBLICO DO ESTADO, CARLOS GUAZZELLI, ingressou esta tarde no MPF local com uma notícia crime contra o juiz SERGIO MORO, da LAVA-JATO. O grupo pede uma ação do MPF contra MORO pelo vazamento das gravações do ex-presidente LULA e da Presidenta DILMA ROUSSEFF.

o grupo FOI RECEBIDO POR UM PROCURADOR DO MPF. A ação deve seguir para a PGR.

 

Saúde

eram 5.30 qdo levantei hj pra ir tirar uma ficha no posto do clinicas. na UBS.

qdo cheguei, amanhecia e ainda não tinha muita gente. depois encheu. 5 é o dia que dão fichas pra consulta. consegui pra segunda de manhã bem cedo.

mas é um ' povo' que vai lá. acho que tem gente que entra na fila, marca e vende a consulta. tenho quase certeza por uns papos que ouvi ali. sabemtodas as manhas do posto.

tem gente que diz que as funcionárias ' reservam' fichas pra cupinhcas. sei não.....netses tempos de LAVA JATO, não ponho a mão no fogo nem pelo PAPA.....

ainda na fila, tem gente que le, outros levam CADEIRAS DE PRAIA. ALGUNS COMEM. A MAIORIA MUITO NERVOSOS.marquei um clinico pra mim, vou querer que me vire ao aveso. se tiver alguma porra que apareça agora....(OC)

 

DA SERIE DEU A LOUCA NO MUNDO....

USA COM CHANCES DE TER UM SOCIALISTA- sanders - PRESIDENTE...OU MUDOU O SOCIALISMO, OU MUDARAM OS STAITES...KKKK(oc)

 

SINDUSCON PREMIUM TEM INSCRIÇÕES PRORROGADAS PARA 14 DE ABRIL

Foram prorrogadas para o próximo dia 14 de abril as inscrições do Sinduscon Premium 2015 – Etapa Estadual e Regional Litoral Norte.
A Etapa estadual traz novidades como a criação de uma categoria especial para os lançamentos das pequenas e médias empresas (pessoa jurídica com receita operacional bruta anual inferior a R$ 90 milhões) e Destaque Acadêmico, com foco em trabalhos que mais contribuem ou tenham potencialidade para o desenvolvimento da construção civil gaúcha e brasileira. São patrocinadoras do evento a Gerdau e Tintas Killing.
Já o Sinduscon Premium Etapa Litoral Norte destaca duas plataformas: Reconhecimento Sinduscon-RS, que consagra empresas, instituições ou pessoas que colaboraram para o engrandecimento setorial, e Destaques Sinduscon-RS, contemplando as seguintes categorias: Empreendimentos Imobiliários e Destaques profissionais (imobiliárias, fornecedores, escritórios ou profissionais de engenharia e serviços de engenharia). A Etapa Litoral Norte tem como patrocinadores: D1 RS, Nazale, RBL Engenharia de Impermeabilização, Construtora Perini, Grupo Pessi e Melnick Even.
Instituído pelo Sinduscon-RS, o Sinduscon Premium tem por objetivo distinguir, homenagear e reconhecer empresas, marcas, pessoas e instituições que se destacam ou contribuam efetivamente para o desenvolvimento da indústria da construção civil no Estado.
OBS.: OS REGULAMENTOS DAS PREMIAÇÕES ESTÃO DISPONIBILIZADOS NO SITE www.sinduscon-rs.com.br

 

TRANSITO

CARRO NA CALÇADA. VAMOS DESPERTAR A CIDADANIA....

na Carazinho a esquerda quem vai da Prot pra pr da Encol, antes da Alegrete, tem uma empresa de segurança que costuma deixar o carro na calçada. placas MF0075 agora há pouco antes do meio dia tava lá. reclamei e o cara disse:-
se não fosse tão gordinho passaria.....além de fazer o que não é permitido, se dá o desplante de debochar(OC)

 

nulidades

havia uma outra nulidade na zh, na chefia de reportagem. mas este era mais angustiado e as vezes fazia materias. mas o helvio nunca tirou uma linha em 30 anos de zh. ele trabalhava na Sec da educ de manha e de tarde, dizem as mas linguas, baixava os proprios rilises na pagina de educ da zh. no jornalismo havia muito isto principalmente na zh e no correião. era fartos de tocos riliseiros. no jc engtão deus me livre. a metade do jornal era de rilises. teve gente que ganhou muigta grana botando rilises ali..tb os donos só queriam saber do haras de sto antyonio da ptrulha e de amantes. já o tumelero fez dele um bom jornal.(OC)

sou amigo do helvio até hj. isto não quer dizer que nunca o tenha achado uma nulidade....nunca disse isso pessoalmente a ele. outra nulidade é a eliane brum agora levada aos pincaros da gloria, como dizia o veio jbatista aveline.

* um grande reporter mas muito MAL HUMORADO FOI O CLAUDIO DIENSTAMNN. MUITO BOM PESQUISAR. JA UM COMENTQARISTA ESPORTIVO, TIDO A ERUDITO- BOM JÁ ENTREGUEI, NÉ - ERA TACHADO PELO CLAUDIO DE O ' VAGABUNDO MAIS OCUPADO DE PORTO ALEGRE'.

* DO CLAUDIO DIESTNAMMN DIZIA QUE ELE NÃO PASSAVA NÃDA PROS COELGAS MAS TA CERTO ELE. OS DEMAIS A MAIORIA ERA VAGAL E ELE TRABALHAVA.

* OUTRO MATADOR DE TRABALHO FOI O LUPI MARTINS. PELO MENOS NA EBN, NUNCA CHEGAVA NA HORA DAS COLETIVAS. MAS ESTE ERA TALENTOSO.

 

ciscador

O LAURO QUADROS era um ciscador de reporter. eles iam nos treinos e na volta tinham que lhe dizer como tinha sido. ai ele fazia a coluna OLHA GENTE e o salim negri que pesquisava tudo pra ele.mas era ele que baita a coluna.

não cheguei a conhecer a zh do augusto nunes. só sei que um colega que ele trouxe era tachado de ' SO ASSINA'....

O MORTADELA CHAMOU O WIANEY CARLET NA JORNADA DE 4 DE ' AZEDO'. O WIANEY SO RIU....DIZEM QUE nos outrora, quando o show dos espsortes era pura babacerice, o pedro ernesto, no porta larga, num intervalo, desafiou o wianey a dar um peido no ar na volta do programa e o wianey o teria feito. isto quem me contou foi o TORVES que era o produtor do programa. os dois se conheciam da RADIO SUCESSO.

O MORTADELA TÁ MEIO VELHOTE, MAS NOS TEMPOS DE REPORTER INVENTAVA MUITO. IA NO MOTEL AO LADO DO BEIRA RIO E ENTREGAVA A PLACA DO CARRO. A SENHORA EM CASA PENSA QUE ELE TÁ NO JOGO. ELE TÁ AQUI NO MOTEL,DIZIA ELE NA JORNADA ESPORTIVA. DEU ROLO, CLARO.

eu gosto do mortadela. não como narrador, mas pra bagaceirice não tem igual.....é insuperável....

 

Mulidades

bah, o laurinho concorda comigo desta feita(KKKOC) vamos fazer um time delas. como eu tenho aqui um time dos BRAGETAÇOS DO RIO GRANDE, ONDE ESTÃO DOIS COLEGUINHAS QUE SE ACHAM NO MERCADO..UM DIA PUBLICO ISTO.SEM FALTA. ELES NÃO PERDEM POR ESPERAR, ATÉ PQ UM DELES ME AMEAÇOU, OU MELHOR, MANDOU UM ADVOGADO ME AMEAÇAR COM UM ' PROCESSO ANTECIPADO'. NUNCA TINHA VISTO ISTO(OLIDES CANTON) O TEMPO É O SENHOR DA RAZÃO DIZIA COLLOR DE MELLO COM A CORDA NO PESCOÇO.HJ TEM OUTRA AI QUE DIZ, EU NÃO RENUNCIO.

Enviada: Quinta-feira, 7 de Abril de 2016 08:49

A PROPÓSITO DE NULIDADES - Ñ, a tua paranóia ñ funcionou neste caso, pois, ao contrário do q tu imagina, concordo em gênero, número e grau com a tua Teoria dos Nulidades. Já tive de conviver com várias delas no Jornalismo, q é campo fértil para todo tipo de "poseurs" e enganadores. (Laurinho da Venâncio)

 

Nulidades II

O FIGUEREDO DIZEM AS MAS LINGUAS NÃO GOSTAVA MUITO DE PAGAR SUAS CONTAS, MAS ISTO É LÁ OUTRA MALEDICENCIA AJENA, COMO DIZEM OS CASTELHANOS. EU NUNCA TIVE NEGOCISO COM EL...(oc)

Enviada: Quinta-feira, 7 de Abril de 2016 09:12

Nulidades II - Ainda sobre nulidades: no jornalismo, acho q convivi + entre nulidades do q com profissionais eficientes, centrados e produtivos. Exemplos de eficiência, que me vêm à memória de imediato: o Figueredo (in memorian) e a Eunice Jacques (in memorian). (Laurinho da Venâncio)

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana



No próximo Sábado (dia 09/04/2016) as 10h15min na Sala Eduardo Hirtz assistiremos ao filme "A luneta do tempo" (2014). Lampião (Irandhir Santos), sempre acompanhado por sua amada Maria Bonita (Hermila Guedes), lidera seu bando pelo sertão de Pernambuco, enfrentando a polícia local. Seu principal antagonista é Antero Tenente, que foi abandonado preso e de cabeça pra baixo pelo bando de Lampião. Esta disputa permanece com o passar dos anos, quando o filho de Antero torna-se adulto e não aceita qualquer provocação à imagem do pai ou a simples menção a algo que lembre Lampião e seus cangaceiros. Primeiro filme dirigido pelo músico Alceu Valença. Ele iniciou a produção em 2009. Exibido no Festival de Gramado e Festival do Rio 2014.

No próximo Domingo (dia 10/04/2016) as 10h15min na Sala PF Gastal assistiremos ao filme "O movimento" (El movimiento - 2015). No ano de 1835 o caos reina sobre a Argentina tornando o território em uma terra sem leis e em guerra. Em meio a esses tempos de escuridão, um senhor vê a oportunidade de reinar como líder ditatorial e faz o que for preciso para que isso aconteça, iniciando uma movimentação que se espalha com o uso da força e dos assassinatos.

 

REVOLUÇÃO E NORMALIDADE

Influência para o Brasil, Constituição portuguesa chega aos 40 menos ideológica

Por Fernando Martines

A busca pelo socialismo, uma sociedade sem classes e uma visão estatista da economia como princípios do Estado. Não se tratava de um projeto da União Soviética ou de Cuba, mas sim de Portugal, no ano de 1976. A Revolução dos Cravos acabou com uma ditadura de 41 anos e o intenso momento de paixões políticas culminou no dia 2 de abril daquele ano em uma Constituição que exigia o fim do latifúndio e implementação da reforma agrária.

Quarenta anos e sete revisões constitucionais depois, os fazendeiros e capitalistas portugueses estão mais calmos. Naquele momento, os socialistas lideraram o fim do governo de Marcello Caetano, herdeiro de António de Oliveira Salazar, e assim obtiveram o capital político para aprovar o texto revolucionário. Agora, o texto já não fala mais em busca pelo socialismo e acolheu a ideia de uma economia de mercado, mas ainda é notório como um marco de direitos.

“Eram aspectos conjunturais do momento em que a Constituição foi feita, no meio de uma revolução. Mas a medida que o tempo foi passando e a situação foi se normalizando, a democracia foi se institucionalizando, essa práticas foram suprimidas para garantir plenamente o pluralismo político e a alternância dos partidos no poder. Sem o pluralismo não há democracia”, ressalta o professor português Jorge Miranda, um dos juristas que elaborou a Constituição de 1974.

Do socialismo ao liberalismo
O enorme peso ideológico do texto constitucional original foi consideravelmente amenizado nima revisão em 1982. Manteve o controle do Estado na economia e as metas de nacionalização e reforma agrária, porém já dando mais espaço para a iniciativa privada e reconhecendo a economia mista.

Outro ponto importante de 1982 foi a extinção do Conselho da Revolução e a criação do Conselho de Estado (que aconselha o presidente) e do Tribunal Constitucional, que avalia se as leis criadas respeitam a Constituição.

Em 1989 vieram as últimas grandes mudanças. A Constituição acolhe uma visão liberal na área da economia e passa a permitir a reprivatização de empresas. Elimina a busca pela reforma agrária e passa a falar em eliminação do latifúndio. Por outro lado, determina que todo cidadão deve ter acesso a um serviço nacional de saúde gratuito.

As outras revisões foram no sentido de adaptar o texto constitucional para uma nova realidade: a integração de Portugal à União Europeia. Dentro disso está a possibilidade de outra entidade que não o Banco de Portugal passe a emitir a moeda do país, permitir que os emigrantes votem e a ratifica a jurisdição de tribunais internacionais.

Calor do processo
O jurista brasileiro Otavio Luiz Rodrigues Junior, lembra que as últimas revisões constitucionais em Portugal eliminaram diversos pontos que, após o calor do processo revolucionário de 1974, tornaram-se obsoletos.

“Essas aparentes desatualizações, no entanto, terminaram por se inserir na clivagem atual entre redução das garantias do Estado social e o aumento da competitividade europeia, o que contaminou a discussão com elementos que ultrapassam a mera leitura sobre a conveniência de se manter ou se retirar determinados institutos jurídicos do texto constitucional português”, conclui.

Mesmo reconhecendo que foram muito bem-vindas as mudanças que tornaram a Constituição mais plural, Jorge Miranda deixa claro que sua posição política não mudou e defende o texto quanto aos desafios contemporâneos.

“A Constituição defende as garantias dos cidadãos em todas as esferas da vida e também em novas realidades, como a questão do meio-ambiente. O grande problema do mundo é o capitalismo financeiro transnacional, mas a Constituição tem resistido. Portanto, minha visão, apesar de tudo, é bastante otimista. Estou convencido que essa crise que a Europa atravessa não vai ter outra solução que não seja mais democracia”, disse o jurista.

Influência em 1988
Quase 15 anos mais velha, a Constituição portuguesa é apontada como uma das influências para o texto brasileiro de 1988. O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, vê essa relação “notada e manifesta” quanto aos direitos fundamentais. “E também no que diz respeito ao modelo de controle de constitucionalidade, especialmente no que concerne às ações diretas. A ação direta por omissão veio do modelo português”, aponta o ministro.

Para Otavio Luiz Rodrigues Junior, até o processo de “abrandar” os trechos que determinavam um controle estatal na economia se deu de forma parecida nos dois países. Ele cita o controle de constitucionalidade por omissão como herança prática e até a idade de um Estado democrático de Direito.

“De um modo geral, as similitudes também se mostram importantes no modo como a Constituição brasileira é entendida e interpretada por nossa doutrina, que se influenciou pelas ideias dos pais-fundadores da Constituição de 1976, como Jorge Miranda e Marcelo Rebelo de Souza, e de J. J. Gomes Canotilho, um dos grandes teóricos do constitucionalismo democrático português”, afirma Rodrigues.

Fernando Martines é repórter da revista Consultor Jurídico.
Revista Consultor Jurídico, 7 de abril de 2016, 6h58

 

Abertura de Exposição no Centro Cultural CEEE Erico Verissimo - CIENTEC Cidadã

O Centro Cultural CEEE Erico Verissimo tem a honra de convidá-lo para a abertura da Mostra CIENTEC Cidadã - Inovações Tecnológicas e Humanitárias, que ocorrerá dia 13 de abril (quarta-feira), às 18h.

Com curadoria de Verônica Fernandez, a exposição tem como objetivo mostrar à sociedade o belo trabalho desenvolvido pela CIENTEC - Fundação de Ciência e Tecnologia na pesquisa para o desenvolvimento tecnológico do RS e do Brasil, na certificação da qualidade de produtos e serviços oferecidos à população e no apoio a novas empresas que atuam com tecnologia de ponta, através do projeto Incubadora CIENTEC.

A exposição faz parte do Projeto Humanidades 2016, desenvolvido em parceria com o Instituto Brasileiro da Pessoa e conta com o apoio do SENGE-RS.

 

Prazo para circulação de veículos com licenciamento 2015 varia conforme a placa

Com a antecipação do pagamento do IPVA este ano, o calendário da Secretaria da Fazenda não coincidiu com o calendário de licenciamento dos veículos. O prazo final para pagamento do IPVA termina em abril, mas as datas-limite para circular com o documento de 2015 variam conforme a placa. Veículos com placas de finais 1,2 e 3 podem circular com o documento de 2015 até 30 de abril. Placas com final 4,5 e 6 tem prazo até 31 de maio, finais 7 e 8 até 30 de junho, e 9 e 0 até 31 de julho.

O licenciamento, que é composto por IPVA, taxa de expedição, seguro obrigatório e multas vencidas, tem data-limite para pagamento prevista no calendário do IPVA, e também varia conforme a o final da placa. O proprietário deve ficar atento a essas datas (ver tabela).

Tomando como exemplo um veículo de placa XXX1234 (final 4): o proprietário deverá pagar todas as taxas do licenciamento até o dia 11 de abril, mas poderá circular com o documento de 2015 até 31 de maio. Caso tenha aproveitado o desconto e pago o IPVA antecipado, para receber o documento 2016, ele deve também pagar as demais taxas até as datas previstas no calendário.

Entrega do documento

O sistema do Detran/RS organiza a impressão dos documentos por ordem de vencimento do licenciamento. Documentos dos veículos com placas de finais 4, 5, 6, 7, 8, 9 e 0 poderão demandar maior tempo para serem confeccionados e entregues . O tempo maior para a chegada do documento não prejudica o usuário, já que esses veículos podem circular com o documento 2015 até o período estipulado no calendário de licenciamento.

Atualização de endereço

O Detran/RS também alerta aos proprietários de veículos que eles devem manter seus endereços residenciais atualizados nos bancos de dados da Autarquia, o que garantirá o recebimento de todas as comunicações oficiais e, inclusive, do próprio documento do veículo. A mudança de endereço deve ser alterada em um Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVAs) do município de registro do veículo, com apresentação de original e cópia do comprovante de residência. Os endereços dos CRVAs estão no site do Detran/RS.

Acesse o calendário de licenciamento 2016 no site www.detran.rs.gov.br, no link Serviços e Informações/Veículos/Calendário de Licenciamento 2016.

 

Municípios gaúchos serão beneficiados com programa de apoio operacional

Os municípios de Fazenda Vila Nova e Silveira Martins serão beneficiados com o programa de apoio operacional, desenvolvido pelo governo do estado através da secretaria de Obras, Saneamento e Habitação.

Nesta quarta-feira (06), o secretário de estado de Obras, Gerson Burmann assinou com os municípios o convênio que prevê o empréstimo de uma máquina escavadeira hidráulica para a recuperação de estradas vicinais.

No município de Fazenda Vila Nova a prefeitura prevê a recuperação de 22 quilômetros de vias, atendendo diretamente mais de 88 famílias nas localidades de Nova Real, Arroios da Erva, Pau e Posses. Em Silveira Martins serão recuperados mais de 80 quilômetros de estradas vicinais, beneficiando mais de 500 famílias.

Participaram da assinatura dos convênios o prefeito de Silveira Martins, Rozimar Bolzan, de Fazenda Vila Nova, Pedro Antonio Dornelles, o chefe de gabinete, Amarildo Luis da Silva, o diretor de desenvolvimento urbano, Edson Solon e o diretor de saneamento, Carlos Alberto Vigne.

 

de Serafina

CTG Sinuelo da Serra promoveu Festa Campeira

Nos dias 1º, 02 e 03 de Abril, o Centro de Tradições Gaúchas Sinuelo da Serra promoveu a V Festa Campeira. Os eventos aconteceram no Parque Municipal de Rodeios, Camping Carreiro, Serafina Corrêa. O Patrão do CTG, Alexandre Lopes Leite, agradeceu, através das Redes Sociais, toda a patronagem, integrantes e simpatizantes do Sinuelo da Serra pela realização da Festa. “Um baita parque, com uma baita estrutura nos foi disponibilizado para que pudéssemos mais uma vez realizar um grande evento, um evento com a marca Sinuelo da Serra”, destacou o Patrão.


7 de abril de 2016

Calor

o abafamento esteve de matar hj em porto. credo, isto é tempo de abril????em abril de 1969,quando o inter ganhou do benfica, fazia um puta frio. lemb ro de uma blusa de lã que usei naquele dia. era pascoa.

 

de São Borja

De: letier12
Enviada: Quarta-feira, 6 de Abril de 2016 09:21

Calor bárbAro

 

BOLSONARO

SURPRESA PRA QUEM CARA PALIDA. BOLSONARO, GOSTE OU NÃO DELE, SERÁ UM DOS PROXIMOS PROTAGONSITAS DA CENA PRESIDENCIAL DO PAIS. O PT CONSEGUIU CRIAR ESTE ' BESTA'....MARX JÁ EXPLICAVA COMO SE MOVE A HISTORIA.

 

Roberto Carlos

achei no nova roma o livro DO DOMORDOMO SOBRE O RC...QUE FOI PROIBIDO É DE 1979...o rc tem mania de proibir livros. é um ditadorzinho....o inho aí é um sofisma......qdo perder o poder ( money e adjancencias ) que tem vão vir a tona muitas cositas mas ai sobre ele.....eu particularmente acho o compositor muito sensivel e talentoso. bom musico.
JÁ VI QUAL O PROB LLEMA. ELE CONTA AI QUE O RC ERA FUNCIONARIO PUBLICO E NUNCA IA AO TRABALHO. ERA DA RADIO MEC...KKKKKK

 

aceg

o aveline, que perdeu na aceg, me ligou querendo saber em que eu tinha votado. o voto é secreto, meu chapinha.

não abro + voto pra ng.....

 

'NULIDADES' QUE PROSPERAM

encontrei O HELVIO SCHNEIDER, aquele que o david coimbra fez uma coluna qdo ele se aposentou. FOI A MAIOR NULIDADE QUE CONHECI NA ZH. MAS ELE FICOU LÁ QUATO QUIS. NEM AUGUSTO NUNES NEM NG O TIROU. SAIU QDO QUIS.

* NA ZH TINHA UMAS NULIDADES QUE DÃO CERTO. OUTRO QUE TÁ LÁ ATÉ HJ É UM QUE ESCREVE DISCURSOS DOS PATRÕES. PELO MENOS ESTE SABE REDIGIR.

já sei que o laurinho sairá na defesa das ' nulidades'. é só pra me contrarirar. pq se ele conhecesse o tamanho delas iria concordar comigo.

 

o AÇLFREDO EM PRISCAS ERAS.......

 

Os cenários

e a marina não existe(OC)??????

De: rekern
Enviada: Quarta-feira, 6 de Abril de 2016 10:15

Os cenários

Atenção coxinhas golpistas, olha o que vocês podem ter pela frente:

1 - O impeachment não passa, a Dilma se fortalecem, o PMDB entra em crise interna. Lula ganha força para 2018 e é eleito. Governos de oposição nos estados como Sartori e Richa serão usados como exemplos de desgovernos.e

2 - O impeaschment passa, a Dilma cai, assume o Temer, a crise aumenta, o Lula surge como salvador da pátria em 2018 e é eleito.

3 - O impechment passa, a Dilma cai, cai o Temer junto, assume o Cunha e a crise aumenta e o Lula surge como salvador da pátria em 2018 e é eleito.

4 - O STF embanana o impeachment, Lula como Ministro coordena uma frente ampla e é eleito em 2018.

Estes são os cenários de conforto para o povo. Os de desconfortos são os de guerra civil, aumento da crise e inflação descontrolada.

 

Cinema

A ATUALIDADE DE UM MUNDO RECRIADO POR ROSSELLINI

por Eron Duarte Fagundes

Ao assistirmos em dvd, lançamento da Versátil, à cinebiografia Santo Agostinho (Agostino d’Iponna; 1972), um mergulho do diretor de cinema italiano Roberto Rossellini no tenso universo social do século IV onde figura do pensador cristão Aurélio Agustinho foi um sinalizador de rumos e um centro inevitável, ficamos impressionados com a atualidade do cinema de Rossellini e a forma extremamente veraz com que ele recria um mundo ainda hoje de espantosa atualidade, as discussões religiosas, metafísicas e sociológicas do século que determinou a ascensão básica do cristianismo no Ocidente. Rossellini é o maior cineasta que o mundo conheceu e a criatividade e o rigor de detalhes com que recria um tempo, associando-o a seu tempo e fazendo com que, três décadas depois da realização do filme, as inquietações permaneçam atuais, são demonstrações inabaláveis de seu gênio. Questões como a corrupção, a violência das cidades e das estradas, as relações entre os sentidos e o espírito, a desordem são de todas as épocas e locais, mas, nas mãos de outros realizadores, poderiam ter um ar exótico-histórico que as tornasse datadas, mas Rossellini dá a tudo isto a eternidade de seu poder de filmar.

Santo Agostinho pertence à fase final da filmografia de Rossellini e seu didatismo religioso é tão exemplar quanto capaz de provocar um êxtase místico no espectador; fugindo do hedonismo artístico de suas obras-primas dos anos 50, Europa 51 (1952) e Viagem à Itália (1953), Rossellini parte para um rigor e um despojamento absolutos, ascético como uma primitiva missa cristã, esteticamente depurado em seus cenários que todavia não abdicam das objetivas reconstituições em cartões pintados. Rossellini visita a vida e os discursos de Agostinho como se olhando no espelho: as perturbações éticas da vida de Rossellini se casam com aquilo que viveu Agostinho; dois espíritos que se comunicam por algumas identidades, e Santo Agostinho acaba sendo um pouco um Santo Rossellini, uma quase-autobiografia, assim como Wittgenstein (1992) poderia chamar-se Jarman.
Na grande peregrinação de Agostinho, surgem discussões filosóficas e que enveredam para batalhas sociais e jurídicas com os maniqueus e especialmente com os donatistas (seguidores do bispo Donato, cujo ponto de vista mais radical é combatido pelo sinuoso pensamento de Agostinho). Mas a generosidade de Agostinho, atrelada à argumentação e rejeitando a imposição autoritária e menos ainda pela violência, é uma lição democrática poucas vezes seguida, embora muito louvada e assumida. Assim como Santo Agostinho, o filme de Rossellini, é uma aula de cinema de que raramente desfrutamos.

Entre as muitas curiosidades desta peregrinação, surge, em Santo Agostinho, a decisão da corte de Ravena, que impõe o cristianismo e persegue os donatistas, de radicais virados em maltrapilhos. Curiosidade: quero lembrar que Ravena, citação histórica em Rossellini, é a cidade de mutações industriais, onde outro italiano, Michelangelo Antonioni, rodou seu O deserto vermelho (1963).

 

Dicas para produzir textos mais eficazes

Por João Ozorio de Melo*

A Nielsen Norman Group, empresa de consultoria que pesquisa usos e costumes de consumidores, afirma que 79% das pessoas não leem textos online do início ao fim. Em vez disso, elas passam os olhos no texto, procurando detectar palavras ou frases que possam chamar a atenção para alguma coisa que lhes interessa.
Isto é, as pessoas fazem uma espécie de “leitura dinâmica”, mesmo que não conheçam as técnicas dessa prática. Por isso, o escritor deve formatar o texto de uma forma que torne a “varredura” mais fácil, diz a consultora Cari Twitchell, que se especializa em criar textos de marketing para escritórios de advocacia, em artigo para o site Lawyerist.
Assim, é mais provável que uma pessoa leia pelo menos o suficiente de um texto, para se sentir estimulada a consultar o advogado e, esperançosamente, se tornar cliente. Uma das formas de formatar um texto, para esse fim, é a seguinte:
— Escreva um título cativante;
— Use subtítulos, para chamar atenção para cada bloco de informações;
— Use “bullets” – ou marcadores, para listar as informações em tópicos;
— Destaque palavras ou frases essenciais (com negrito, hyperlinks, etc.);
— Use linguagem simples, clara e concisa;
— Use gráficos ou quadros para “quebrar” textos grandes;
— Diversifique o conteúdo com fotos, outras ilustrações, infográficos e vídeos.
Títulos
A função básica e tradicional do título é dar uma ideia clara e concisa sobre o assunto do artigo, blog ou qualquer outro conteúdo do site. Mas eles têm duas outras funções, quando se trata de textos postados na Internet:
— Atrair o interesse do leitor. Assim, em vez de simplesmente descrever sucintamente o assunto do texto, o título deve responder a uma pergunta que está na mente do leitor (provavelmente, um futuro cliente). Exemplo: "Advogado compara custos da arbitragem e do contencioso".
— Atrair o interesse dos sistemas de busca da Internet. O título tem uma utilidade muito maior se ele contém palavras-chave que irão ajudar os clientes a encontrar o artigo na Internet. Para isso, é preciso imaginar o que os clientes escreveriam em suas buscas. Escreveriam, talvez: “fazer arbitragem vale a pena?”. Então, o título poderia ser algo como “Fazer arbitragem vale mais a pena do que ir à Justiça”. Note que, com essa preocupação, não é usada palavra “contencioso”, porque o cliente dificilmente a usaria.
Chamadas de capa
O consultor Jeffrey Fabian escreveu para o site LawPractice que muitos autores de conteúdo para websites gostam de fazer títulos irônicos, espirituosos ou criativos demais. Na maioria das vezes, isso não ajuda a cumprir a missão de atrair o interesse dos leitores e dos mecanismos de busca.
No caso das chamadas de capa (ou seja, os títulos ou textos da homepage) uma certa criatividade ou espirituosidade pode ajudar. Isso porque a função das chamadas da homepage do site (um título ou uma frase de uma, duas ou três linhas, seguidas de um “Leia mais”) é fazer o leitor clicar nela, para ser transportado para a página do artigo ou blog.
Intertítulos
A função dos intertítulos é a de ajudar estruturar o texto por blocos. É uma maneira de quebrar um texto longo, tornando a diagramação (ou formatação do texto) mais leve.
Isso ajuda o escritor a “fisgar” um leitor em um assunto que lhe interessa particularmente (ou que está buscando). E ajuda o leitor a encontrar o que busca em sua pretensa leitura dinâmica. Também ajuda quando o leitor volta ao texto para buscar alguma coisa específica.
Nesse caso, os intertítulos cumprem melhor sua função quando eles transmitem uma ideia clara do que vem a seguir. É como se o escritor fosse fazendo um índice no decorrer do texto, em vez de em seu início.
De uma maneira geral, as publicações jornalísticas usam muito mal os intertítulos. Os editores tiram duas palavras do texto que vem a seguir e as usam como intertítulo, mesmo que isso não dê ao leitor a mínima ideia do que ele vai ler logo abaixo.
Neste texto, por exemplo, em vez de usar “Intertítulos” como intertítulo, um editor pode usar as palavras “pretensa leitura”, que ele encontrou no segundo parágrafo deste bloco e achou interessante. Porém, em outras palavras, são intertítulos inúteis.
Lista de pontos (bullets)
Quando o leitor está passando os olhos sobre um texto, ele normalmente para nos intertítulos e nas listas de tópicos — ou de itens (bullet points, em inglês). Eles são especialmente úteis para se listar alguns pontos importantes do argumento, como “x” razões, “x” vantagens, “x” aspectos diferentes, “x” pontos a serem considerados, etc. E têm as seguintes características:
São breves. Expressam uma ideia em poucas palavras;
Cada “bullet point” pode ser tratado como um minitítulo;
Realçam pontos de um argumento, para ajudar a fixá-los na mente do leitor;
Evitam que a sequência de “itens” se perca em um longo parágrafo;
São mais fáceis de ler e memorizar.
Se os pontos alinhavados forem formados por sentenças que tomam mais de uma ou duas linhas, é preferível usar numeração, como no bloco “Títulos” deste texto.
Pirâmide invertida
O primeiro parágrafo deve conter as informações mais relevantes, mais fortes e mais atuais do texto, ao contrário do texto acadêmico (ou jurídico), em que a informação mais importante, a conclusão, está no final do texto. Por isso, esse estilo de escrever se chama “pirâmide invertida”.
Se o primeiro parágrafo for suficientemente interessante, ele cumpre uma função especial, que é a de estimular o leitor a continuar lendo o texto. E se o leitor não entender no primeiro parágrafo (no máximo no segundo) do que se trata o texto, ele o abandona.
Escreva para o cliente
Não escreva para outros profissionais de Direito. Se o objetivo é conquistar cliente, é preciso escrever para o cliente. Isso significa escrever em uma linguagem familiar ao cliente, sobre assuntos que ele quer saber ou que está buscando informações. Ou que são relevantes para ele — não para outros advogados ou para o escritório.
Não escreva para mecanismos de busca da Internet. Sistemas de busca mais sofisticados, como o Google, já não recompensam o uso exagerado de palavras-chave. O sistema vê o conteúdo. O próprio Google recomenda que se crie conteúdo para seu público-alvo, não para os mecanismos de busca.
De qualquer forma, palavras-chave ainda são importantes para os sistemas de busca. Porém, se o autor do artigo ou blog escreve pensando nas necessidades do cliente, as palavras-chaves vão fluir naturalmente.
Não use “juridiquês”
Para profissionais do Direito, tão familiarizados com a redação jurídica, isso parece mais fácil dizer do que fazer. No entanto, a maioria dos leitores não entendem “juridiquês” e nem mesmo palavras consideradas “difíceis”. Nos EUA, segundo a Nielsen Norman Group, 30% dos usuários da Internet têm um nível educacional muito baixo.
Os blogs, artigos, textos de boletins que os advogados escrevem para seus clientes devem ser simples e curtos, com a função específica de responder a alguma dúvida que os possíveis clientes possam ter. Não há que se escrever um tratado. Nem mesmo um artigo que procura responder todas as perguntas de um cliente. Responda uma de cada vez.
*João Ozorio de Melo é correspondente da revista Consultor Jurídico nos Estados Unidos.
Revista Consultor Jurídico, 29 de março de 2016, 9h14

 

do Comunique-se

Não pagou o pato? Fiesp é acusada de plágio em campanha pró-impeachment

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) está sendo acusada de plágio pelo artista plástico holandês Florentijn Hofman. O alvo da queixa é o boneco gigante que a entidade tem usado como símbolo de sua campanha “Não vou pagar o pato”, que apoia o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Segundo a reclamação, a organização não teria pago o pato - literalmente - e copiou a obra Rubber Duck (ou pato de borracha), criada pelo artista e exposta em cidades como São Paulo, Amsterdã e Hong Kong. As informações são da BBC Brasil.


O pato utilizado na campanha pró-impeachment idealizada pela Fiesp [esq] e a obra de Florentijn Hofman (Imagens: Divulgação)Os patos utilizados na campanha pró-impeachment foram confeccionados pela Big Format Infláveis, localizada em Guarulhos (SP), mesma empresa que produziu o Rubber Duck para o holandês em 2008. Em entrevista à BBC Brasil, o dono da fábrica, Denilson Sousa, confirmou que foram produzidos dois patos para a entidade e informou que a Fiesp enviou foto da obra artística como “referência”, mas que “nem sabe mais se tem o projeto de Hofman”.

Na acusação, a equipe do artista plástico afirmou que a Fiesp transformou o projeto artístico original em “paródia política” e que o uso do desenho é “ilegal” e “infringe direitos autorais”. A federação, por sua vez, negou que copiou a peça e afirmou que a inspiração para o símbolo da campanha foram “patinho de banheira”, sem confirmar se enviou ou não o projeto holandês como referência.

“O que foi dito [pela fábrica] para a gente é que este é um projeto novo. Nós não nos inspiramos no artista. Nos inspiramos nos patinhos de banheira, que estão em todo lugar. Este projeto é da campanha 'Não vou pagar o pato'”, declarou a área de comunicação da entidade. A organização afirma, ainda, que o símbolo da campanha difere da obra do artista “nos olhos, no pescoço e na base”.

Sousa defende que o novo projeto foi “inteiramente desenvolvido” pela Big Format. “Eu não colocaria nossa reputação em jogo. Temos experiência e este é um projeto muito simples. Por que não perderíamos quatro horas para fazê-lo?”, questionou o dono da fábrica.

Em contrapartida, a equipe do artista afirmou que a resposta da Fiesp é cortina de fumaça, sendo que o pato da entidade tem exatamente o mesmo desenho e especificações técnicas da obra holandesa. “Alterar os olhos não muda a nossa concepção técnica de formato do corpo e bico”, argumentaram.

Presidente da Fiesp, Paulo Skaf afirmou, em matéria publicada no portal da entidade, que o pato utilizado na campanha representa a indignação das pessoas. “O povo brasileiro é um povo do bem. O pato, com este olhar de paz, é a forma brasileira de protestar”, declarou.

Hofman criticou o uso do símbolo com finalidades políticas e disse que a entidade “matou” o espírito da obra. O projeto criado pelo artista foi enviado para a fábrica de Guarulhos em setembro de 2008, em arquivo vetorial do pato, que permite sua reprodução em qualquer tamanho.

Sem salários, jornalistas do Fato Online completam um mês em greve

Os jornalistas do site Fato Online continuam em greve. O protesto, que completou um mês, começou após atraso nos salários relativos a dezembro, janeiro, fevereiro e 13°. Segundo informações do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal, os comunicadores já receberam diversas promessas, mas até o momento a situação não foi regularizada.


Sem receber salarios jornalistas do Fato Online completam um mes em greveJornalistas do Fato Online estão mobilizados pelo pagamento de salários (Imagem: Reprodução)

A entidade denuncia que, por ora, não houve sequer retorno da diretoria do veículo. "Ao contrário, o comando do portal buscou constranger trabalhadores com notificações extrajudiciais contra mensagens publicadas em redes sociais que abordavam os motivos da greve", denuncia a instituição.

A situação fez com que o sindicato abrisse ação na Justiça reivindicando o pagamento dos salários, horas-extras, reconhecimento de vínculo e rescisão indireta. "Para a diretoria do SJPDF, o dia 29 de março deve ser um marco para afirmar uma greve histórica de toda uma redação que acreditou na promessa de fazer bom jornalismo e que agora é tratada com desrespeito e total descaso. Esses jornalistas tiveram a coragem de cruzar os braços e seguem até agora sem o pagamento do seu direito mais básico: o salário", ressalta o texto.

O Fato Online começou seus trabalhos em 4 de março de 2015. O lançamento do site contou com a presença de autoridades em evento realizado à época. O projeto chegou ao mercado com a promessa de cobrir os principais fatos da política nacional, com equipe baseada na capital federal. Desde o início, profissionais renomados da imprensa fizeram parte da equipe, como Cecília Maia (diretora de jornalismo), Andrei Meireles (repórter e colunista), Helena Chagas (colunista), Lúcio Vaz (editor de política) e Orlando Brito (editor de fotografia e colunista).

 

do Pioneiro

Cade solicita informações adicionais sobre incorporação da Neobus pela Marcopolo


Cade solicita informações adicionais sobre incorporação da Neobus pela Marcopolo Daniela Xu/Agencia RBS

A carta de intenções para a incorporação da Neobus pela Marcopolo foi submetida em novembro de 2015 para análise, mas até o momento o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) ainda não deu sinal verde ao negócio. Na sexta-feira, a autarquia federal solicitou informações adicionais sobre a transação e as empresas envolvidas, sem se pronunciar definitivamente sobre o processo, que continua no compasso de espera.

Se o negócio será aprovado ou não (ou mesmo terá sinal verde, mas com restrições), não é possível prever. Há quem acredite que a crise no governo federal tenha contribuído para o atraso no parecer. É inquestionável, no entanto, que a demora adiciona preocupação e pessimismo aos empresários do setor metalmecânico e de ônibus de Caxias. Alguns temem que o negócio não seja avalizado.

Na época do acordo, Edson Tomiello, CEO da Neobus, declarou que a troca de participação por ações da Marcopolo permitirá à Neobus seguir independente nos aspectos de rede, comercialização, marca,distribuição e portfólio de produtos. Com isso, a Marcopolo consolidaria o seu investimento na Neobus, companhia que atua no mesmo segmento, possibilitando, assim, o aproveitamento das sinergias entre as operações, com ganhos de eficiência e racionalização de custos.

 

Projeto para acolhimento temporário de crianças e adolescentes passa a tramitar na Assembleia

A guarda temporária de crianças e adolescentes poderá ser instituída como política pública no Rio Grande do Sul, conforme projeto de lei do deputado Eduardo Loureiro (PDT) protocolado nesta quarta-feira (06) na Assembleia Legislativa. Intitulada Programa Família Acolhedora, a proposta objetiva atender crianças e adolescentes em situação de risco em decorrência de abandono, negligência familiar, violência ou opressão, e que estão afastadas da família de origem por decisão judicial.

Idealizado a partir de contribuições do juíz de Direito Luis Carlos Rosa, da Comarca de Santo Ângelo, o projeto tem amplo respaldo de especialistas na área. Para o juiz-corregedor da Coordenadoria da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Estado, Alexandre Panichi, o Programa Família Acolhedora tem grande relevância social, e por isso o órgão deliberou por emitir uma moção de apoio à proposição. Para o deputado Eduardo Loureiro, o abrigo familiar, se comparado ao programa de acolhimento institucional, é uma opção que melhor atende as necessidades. “As situações de conflito familiar e violência contra crianças e adolescentes, registradas nos atendimentos do Poder Judiciário e do Conselho Tutelar, remetem para a necessidade de implantarmos um acolhimento provisório de proteção familiar”, destaca o deputado.

De acordo com a proposição, as ações serão desenvolvidas conjuntamente pelos poderes Executivo e Judiciário, Ministério Público Estadual e municípios, através de convênio supervisionado pelo Conselho Estadual da Criança e do Adolescente e conselhos municipais desta área. As famílias que se habilitarem ao programa deverão comprovar as condições para receber as crianças e adolescentes, oferecendo-as os meios necessários de atendimento em saúde, educação, alimentação, habitação e lazer, com o devido acompanhamento e assistência dos órgãos executores e fiscalizadores. Para tanto, durante o período de acolhimento, que não deverá ultrapassar os dois anos, poderão receber auxílio financeiro ou subvenção fiscal.

As famílias interessadas em participar do Programa Família Acolhedora deverão inscrever-se junto ao órgão competente em nível municipal e o cadastro será feito mediante avaliação psicossocial, levando-se em consideração a idoneidade dos guardiões, as condições da moradia e a convivência familiar e comunitária, entre outros. Em municípios de pequeno porte, onde é inviável a criação de um programa próprio, poderão ser formados consórcios regionais, com divisão de custos.

 

Painel Dia Mundial da Saúde

Em homenagem ao Dia Mundial da Saúde, comemorado amanhã (07/04), a Fundação de Economia e Estatística (FEE) preparou o Painel Dia Mundial da Saúde.

A atividade é gratuita e haverá emissão de certificado aos participantes.

 

Banco de Alimentos do RS recebe a senadora Ana Amélia


Criado há mais de 15 anos, o banco já distribuiu 30 milhões de quilos de alimentos

O Banco de Alimentos do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, recebeu na manhã desta sexta-feira (1º), a visita da senadora Ana Amélia (PP-RS). A parlamentar foi recepcionada pelo presidente da Fiergs, Heitor Muller, e pelo presidente voluntário da instituição, Paulo Bernhard, além de outros coordenadores da iniciativa.

Criado em 2000, pelo Conselho de Responsabilidade Social e Cidadania da Fiergs, o Banco de Alimentos já arrecadou e distribuiu mais de 30 milhões de quilos de alimentos. A Rede conta com 20 bancos instalados no Estado, e o trabalho consiste na captação de alimentos descartados de supermercados, feiras, restaurantes, entre outros, para abastecer comunidades carentes.

Mensalmente, informaram os coordenadores, são atendidas mais de 330 instituições e beneficiadas mais de 20 mil famílias. Entre os voluntários, atuam pessoas ligadas ao Rotary, Lions, Diaconias, Escoteiros, associações de funcionários de empresas, universitários, entre outros.

Na visita, a senadora ouviu relatos em relação a dificuldades enfrentadas nessa área, como o fato dos supermercados terem que pagar imposto em relação ao que é descartado. Também ficou sabendo como funcionado todo o processo, desde o descarte, passando pelo transporte dos alimentos, até a distribuição.

No Senado, três projetos sobre esse tema estão em tramitação e foram debatidos recentemente em audiência da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária, presidida pela senadora Ana Amélia. As matérias, PLS 672/2015, PLS 675/2015 e PLS 738/2015, com o objetivo de reduzir o desperdício, tramitam na Comissão de Agricultura.

 

PTB de Porto Alegre realiza seminário para consolidar propostas para as próximas eleições

O Diretório Metropolitano do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) realiza nesta sexta-feira, 8, das 19h às 21h, e neste sábado, 9, das 9h às 18h, o seminário Porto Alegre 250 anos: da cidade que temos à cidade que queremos. O evento, que tem como objetivo iniciar a consolidação de propostas para o plano de governo do partido para as próximas eleições, acontece no Centro de Eventos do Hotel Plaza São Rafael (Av. Alberto Bins, 514 – Centro Histórico).

O seminário faz parte do calendário de atividades organizado pela legenda para debater temas importantes para a cidade, ouvindo lideranças e pré-candidatos petebistas para reforçar a estratégia de atuação com vistas ao pleito de outubro. Ao longo de 2015 foram realizadas discussões sobre grandes temas para compor o plano de governo, que terão, neste sábado, o seu ponto culminante.

O presidente do PTB da Capital, deputado estadual Maurício Dziedricki, destaca a valorização das pessoas que carregam a bandeira do PTB no fortalecimento de uma política social comprometida com a solidariedade. “Esse evento dá continuidade a nossa caminhada rumo a mais uma etapa de valorização da nossa gente, da nossa história e das nossas bandeiras. Somos muitos e precisamos estar unidos nas próximas eleições", disse.

Programação:

Sexta 08/04

19h - Abertura política do seminário e ato de filiação de lideranças.

Sábado 09/04

9h - Painel O papel do Município na Segurança Pública - Sociólogo Juan Fandino.

11h - Painel Planejamento Urbano na Construção de Cidades Resilientes, Inteligentes e Colaborativas - Coordenador do Projeto Resiliência POA, David Madalena.

12h30 - Almoço.

14h30 - Plenária do PTB Região Metropolitana: Organização partidária para as eleições 2016.

Abertura- Presidente do Diretório Metropolitano do PTB, deputado estadual Maurício Dziedricki.

Mesa com a presidente nacional do PTB, deputada federal Cristiane Brasil.

17h - Encerramento.

 

de Serafina

Serafina Corrêa é 4º colocado no Programa de Coleta de Óleo Saturado

Após mais um ano de grande empenho das escolas e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Serafina Corrêa novamente é destaque no Programa de Coleta de Óleo Saturado da AFUBRA (Associação dos Fumicultores do Brasil). Participaram do Programa 78 municípios dos três estados da Região Sul do país, sendo que Serafina Corrêa obteve a quarta colocação devido à quantidade de óleo coletada em 2015. Foram 6.115 litros de óleo convertidos em biodiesel e que deixaram de poluir a água e o solo. O município já havia se destacado também em 2014, quando ficou em terceiro lugar. O programa é desenvolvido nas escolas pela AFUBRA, que tem parceria com Serafina Corrêa desde 2009. Os trabalhos são coordenados pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a qual faz divulgação e campanhas de coleta de óleo, recolhimento periódico nas escolas, estocagem, controle de quantidades, agendamento de coletas com a AFUBRA, entrega de prêmios, além de também captar óleo, que é doado pela Secretaria às escolas, sendo que foram 3.450 litros somente em
2015.

Toda população pode participar do Programa, contribuindo com a educação e um ambiente mais equilibrado, pois descartar o óleo saturado inadequadamente pode onerar muito os serviços de limpeza pública, de tratamento de água, além de poluir o meio ambiente. Fazendo parte do programa, além de todos os benefícios ambientais e educativos, as escolas ainda recebem R$ 0,50 por litro de óleo saturado. Para colaborar, basta armazenar em garrafas PET limpas e bem fechadas o óleo vegetal, gordura hidrogenada ou banha usados e entregar em uma das escolas do município. Em nome da Prefeitura Municipal, a Secretaria de Meio Ambiente agradece o empenho e parabeniza todas as escolas participantes por mais esta conquista, pois seu trabalho tem sido fundamental na conscientização dos alunos e comunidade. Escolas premiadas: Agrícola, Castelinho do Saber, Estherina Marubin, Jeito de Criança- Pró-Infância, João Corso, Leonora Marchioro Bellenzier, Nostri Bambini, Pedacinho do Céu, Raio de Luz e Santa Lúcia.

Por: Denise Tedesco – Bióloga
Prefeitura de Serafina Corrêa/RS.


6 de abril de 2016

Roberto Carlos

E O RC QUE QUASE NÃO CANTOU NO SAB ULTIMO NO ARAUJO. O AR DO TEATRO É MUITO FRIO...MESMO. PERDEU A VOZ. E IMAGINA QUEM PAGOU 300 CONTOS PRA ISTO(oc)

 

BOIA CATIVA'

HJ 6 ABRIL NIVER DE INAUGURAÇÃO DA BOIA CATIVA, COMO SE CHAMAVA O BEIRA RIO...foi em 1969

foi um foguetório como nunca + ouvi no PORTO ALEGRE....

era um domingo de páscoa e fazia muito frio. já era começo de outono. o inter jogou contra o benfica. acho que ganhou(OC)

MORAVA NA JUC 5 NO ANO DE 69, QUANDO INAUGUROU OP BEIRA RIO..ALI AINDA PASSAVA O BONDE PELA VENANCIO. E AS ' DOSAS' NO FIM DE TGARDE PASSEAVAM ' CAÇANDO' ALGUM DESPREVENIDO.

 

do mironneto.com

Depois de três lesões, caxumba tira Ramiro do Grêmio

O volante e lateral gramadense Ramiro desfalcará o Grêmio pelos próximos 10 dias em virtude de estar com caxumba, mesmo problema que afastou recentemente seus colegas Luan e Henrique Almeida. Ele ficará de fora, inclusive, do jogo contra a LDU, que acontece no dia 13 deste mês em Quito.
Em um ano, Ramiro teve três problemas relativamente graves, que o tiraram de ação por quase 260 dias. O drama iniciou em janeiro de 2015, quando teve duas lesões graves no joelho esquerdo. Em janeiro deste ano, Ramiro teve uma torção no tornozelo durante uma partida contra o Avaí, pela Primeira Liga. Ficou mais de 30 dias afastado, até voltar e assumir a titularidade da lateral direita gremista, em função do baixo rendimento do lateral de ofício, Wallace Oliveira.
O intervalo entre a primeira e a última lesão é de 372 dias. Destes, Ramiro ficou 259 dias sem ser relacionado por conta dos problemas.

 

Blog

capincho n gostou que mandei ele catar coquinho()C)

De: letier12
Enviada: Terça-feira, 5 de Abril de 2016 09:44

Já inicia o blog "ameaçando" os leitores...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

é um editor.... carisma é tua praia!!!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Letier Vivian
São Borja/RS

 

FHC enrolou os coxinhas por 20 anos

parana pepers não sobra predra sobre pedra.até o capincho em sb está citado neles(OC()

De: rekern
Enviada: Terça-feira, 5 de Abril de 2016 20:01

FHC enrolou os coxinhas por 20 anos

O velhinho tarado mantinha um casamento e um governo de aparências. Festejava nos motéis com a amante enquanto residia com a esposa.
No governo a mesma coisa, mantinha uma postura de estadista, enquanto por detrás das cortinas do poder distribuia cargos, estatais do Brasil e se preparava para vender a Petrobras.

Empréstimos vultuosos a mídia não apenas escondiam suas trapaças, mas ajudavam a queimar os inimigos políticos nas rádios, tvs, jornais e revistas.

Agora se descobre que tinha uma empresa offshore na Inglaterra e que o filho mantinha outra no Panamá.

Enganou seus coxinhas durante 20 anos e ao tentar mais um GOLPE contra o Brasil tem sua trajetória revelada.

 

Sindicato protesta contra condução coercitiva do jornalista Breno Altman

Entidade alerta contra escalada de ilegalidades da Operação Lava Jato

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo protesta com veemência contra a arbitrária condução coercitiva do jornalista Breno Altman à Polícia Federal, para prestar depoimento no âmbito da 27ª fase da Operação Lava Jato. A condução coercitiva é prevista legalmente quando um depoente se nega a se apresentar à Justiça. Altman não havia recebido qualquer convocação para depor quando sua família foi surpreendida na última sexta-feira, 1º de abril, às 6h, com agentes da Polícia Federal (PF) batendo à porta.

Diretor editorial do site "Opera Mundi", Altman estava em Brasília. Assim que foi informado do ocorrido, prontificou-se a dar o depoimento, tomado sem problemas na sede da PF no Distrito Federal na mesma manhã. O interrogatório causa estranheza. Altman estaria sendo ouvido pois teve seu nome citado pelo publicitário Marcos Valério, em depoimento de 2012, como participante em reunião que teria discutido um empréstimo ao empresário Ronan Maria Pinto. Altman afirma que nada tem a ver com o assunto, nunca esteve no hotel Pullman, local da suposta reunião, e que as câmeras internas do local solicitadas no inquérito provam isso de forma muito simples.

Para os jornalistas, porém, a questão toma um aspecto alarmante ao se saber que, na casa de Altman, em São Paulo, a PF aprendeu um computador de mesa, vários discos rígidos e cadernetas com anotações profissionais – sem qualquer fundamento legal, sem o mandado de busca e apreensão prever a retirada do desktop e sem o despacho do juiz Sergio Moro ter explicitamente autorizado essa operação de apreensão na residência do intimado.

Com essa atitude, a força tarefa da Lava Jato viola a garantia constitucional do sigilo de fonte, essencial para a atividade jornalística. A Constituição Federal, em seu artigo 5º, parágrafo XIV, registra: "é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional". A Polícia Federal não pode devassar as anotações e registros de um jornalista profissional. A ação da Lava Jato é um atentado contra o exercício do jornalismo e contra os jornalistas profissionais, e deve servir de alerta para toda a categoria.

No caso de Altman, sem que haja qualquer acusação contra ele, a Justiça apreende seus instrumentos de trabalho, incluindo o computador em que estava uma reportagem pronta feita por ele durante meses, bem como o HD que continha a sua cópia de segurança. Não podemos tolerar esse tipo de procedimento, em plena democracia!

A diretoria do SJSP já se manifestou contra os métodos da Operação Lava Jato que, em nome de combater a corrupção, atropela garantias constitucionais, como a neutralidade da Justiça, o direito ao processo legal e a presunção de inocência. Agora, às demais violações da Lava Jato soma-se o desrespeito ao sigilo de fonte. Para os jornalistas de São Paulo e do Brasil, multiplicam-se os motivos para uma ampla mobilização contra o crescimento do autoritarismo no país e contra a violação às garantias constitucionais.

Desde já, nos colocamos à disposição do jornalista Breno Altman para protestar contra essa violência junto aos órgãos de Estado, para exigir a imediata devolução de seus arquivos e de seus instrumentos de trabalho, bem como para auxiliar na adoção das medidas legais cabíveis.

Diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

São Paulo, 4 de abril de 2016

 

do Comunique-se

O verdadeiro rouba mas faz

por Heródoto Barbeiro (*)

Getúlio Vargas já foi execrado e saudado pelos mesmos grupos políticos em momentos diferentes. Quando ditador foi acusado pelos comunistas dos piores crimes, como tortura e assassinatos nas prisões . Quando foi apeado do poder em 1945 pelos militares, foi apoiado pelos mesmos comunistas. Eles sustentavam o queremismo. Ou seja, queremos Vargas com uma nova constituição. Qual o principal atributo de Vargas haja vista que boa parte de seu governo havia flertado com o nazismo e o fascismo? O populismo. E os que almejavam o poder sabiam que cada vez que há aspirações populares não satisfeitas pela política tradicional , abre-se um espaço para o líder populista. Sabiam também que carisma não se transfere nem se herda. Portanto gostando ou não só tinha ele. Quando se escolhe o populista para governar não se está preocupado se ele é de esquerda ou de direita ou se o seu comportamento moral deve ser levado em conta. Outros populistas mostraram isso. Adhemar de Barros era o famoso rouba mas faz. Jânio o pinguço que varria a corrupção. Vargas era o pai dos pobres e a mãe dos ricos. Mais recentemente o eleitor votou em um populista de direita no primeiro turno e em um populista esquerdista no segundo.


Getúlio Vargas é recebido em estádio lotado
(Imagem: Reprodução)

O líder populista é maior do que o partido. Vargas era maior do que o PTB, Adhemar maior do PSP e Jânio do PTN. Assim ele é avaliado pelos discursos tonitruantes que proferem, sem qualquer compromisso com um ideário ou programa político. São hábeis em dizer aquilo que o povo quer ouvir. Esmeram-se em prometer tudo para atender ao imaginário popular. Viram celebridades. Alguns querem tocar o ídolo, como se faz com as imagens de santos nas igrejas. O populista não perde uma cerimônia religiosa e sempre se apresenta contrito, como os beatos tanto gostam. Na história do Brasil há também os místicos como Antonio Conselheiro, Antonio Maria, Padim Cícero e outros. O messianismo também é uma característica do populismo. Este deixa órfãos como o nacionalismo econômico de Vargas, ainda que a organização capitalista do mundo tenha mudado muito. O estatismo é uma delas. Atende simultaneamente o desejo de manter sobre o controle do Estado as riquezas nacionais e abrir a oportunidade para o aparelhamento com a distribuição de cargos entre os acólitos políticos. Na história da república brasileira houve uma alternância entre o populismo e o clientelismo, ou seja a política baseada na troca de favores e cargos. O clientelismo deu lugar ao populismo com o movimento de 1930. Desde então, até os dias atuais há um amalgama entre eles. Uma constatação óbvia é que o eleitorado não vota em partidos, em programas, ou matizes ideológicos, mas em estereótipos.

O político populista julga-se acima do bem e do mal. A lei que se aplica aos homens não se aplica a ele. Não pede para ser reconhecido como líder, o apoio popular é um atestado de sua liderança. Quando morre, no imaginário popular, vai para o paraíso e um dia vai voltar para implantar um reino de felicidade que vai durar mil anos. É o milenarismo que, no Brasil, tem origem no mito do sebastianismo. Pessoas ligadas a eles também são entronizadas como sagradas, como as esposas responsáveis pela distribuição de presentes no Natal, doces no dia das crianças ou ter o seu nome em uma maternidade pública. O seu marketing é constituído também por um bordão característico como Trabalhadores do Brasil, Povo Brasileiro.... O populismo decorre da desigualdade entre o governante e os governados, do confronto dos atributos próprio do poder com esperanças e carências do povo diz o professor José de Souza Martins.

(*) Apresentador e editor-chefe do ‘Jornal da Record News’. Já foi professor de história, carreira que seguiu por quase 20 anos. Na imprensa, passou por CBN, Rádio Globo, Jovem Pan, TV Cultura, TV Gazeta e Diário de S. Paulo. Edita o Blog do Barbeiro – Barba, Bigode e Cabelo, hospedado pelo R7.

O casamento poliafetivo de um homem com suas duas mulheres

1,2,3. Já!

* Um marido e suas duas mulheres

Uma versão de ´gênero´ diferente de “Dona Flor e seus dois maridos”: o 15º Ofício de Notas carioca, capitaneado pela tabeliã Fernanda Leitão, registrou, na semana passada, o primeiro casamento poliafetivo entre um homem e duas mulheres, no Rio de Janeiro.

Apesar de que o ato tenha sido formalizado em 1º de abril, nada tem a ver com o dia da mentira, nem com o dia dos bobos. Foi real, mesmo!

O marido e suas cônjuges são um servidor público (33), uma moça do lar (21) e uma estudante de técnica de enfermagem (também 21).

Eles posaram para fotos, não fizeram restrições a que seus nomes fossem divulgados e até informaram que “a união foi oficializada para facilitar o acesso aos direitos em comum, entre os quais o plano de saúde”. À coluna de Ancelmo Gois, em O Globo, o maridão chegou a afirmar que não quer ofender ninguém, “estando apenas exercendo um estilo e uma opção de vida”.

Os três nubentes foram residir no bairro de Madureira, numa casa de sala, cozinha, banheiro e...um quarto.

Dizem, por ali, que há nenhum tipo de ciúmes. Nem na hora ´h´ ...

* A “juíza” Glória

Tanto tem se falado em justiça, liminares, processos, tribunais etc., que o Fantástico vai entrar no tema. A Globo retoca os detalhes para uma série de quatro série de quatro episódios, intitulada “Segredo de Justiça”. Vai entrar no ar em maio.

A atriz Glória Pires fará o papel de uma juíza.

Os atores Guilherme Hamaceck e Anaju Dorigon também serão protagonistas.

* A morte da política

Sem saber que estava sendo gravado pela TV do STF, o ministro Luís Roberto Barroso, soltou, em palestra para alunos da Fundação Lemann, entre outras, as seguintes frases: “Quando o jornal exibia que o PMDB desembarcou do governo e mostrava as pessoas que erguiam as mãos, eu olhei e...meu Deus do céu, essa é a nossa alternativa de poder! O problema da política, neste momento, é a falta de alternativa. A política morreu”.

Mesmo chateado com o vazamento, Barroso ficou impressionado com a quantidade de mensagens enviadas para a Central do Cidadão, por cidadãos brasileiros – especialmente jovens - apoiando suas declarações sobre a “morte da política brasileira”.

* Frases irreprimíveis

“O Eduardo Cunha foi o adversário mais à altura do Lula. O ex-presidente nunca esperou encontrar um bandido da mesma qualidade moral e intelectual que ele”.

(Roberto Jefferson, deputado federal cassado, em entrevista, sabendo que estava sendo gravado).

* Decepção e corrupção

A Fortune, na segunda quinzena de março, escolheu Sérgio Moro como o atual 13º mais importante líder global. Agora, a grande revista dos EUA acaba de anunciar outro ranking. Nele há espaço para que Dilma Rousseff apareça na... liderança.

É que o saite da revista está convidando os leitores a participar de uma enquete que apontará “os líderes globais mais decepcionantes de 2015”. A votação começou na quinta passada (31).

A lista é composta, por enquanto, de 19 nomes. Até o momento, Dilma aparece em primeiro lugar, “pelos escândalos de corrupção no Brasil”, suplantando Rick Snyder (governador de Michigan), Joseph Blatter e Michel Platini, notórios futebolistas. Em sétimo, está o ex-presidente da Volkswagen, Martin Winterkorn, que esteve no centro da fraude dos dados de emissões de poluentes nos EUA.

* 1, 2, 3... 327!

Uma decisão de Teori Zavascki está intrigando procuradores federais: por que o ministro relator da Lava-Jato no STF mantém, há vários meses, o sigilo da denúncia contra Fernando Collor?

Um número talvez ajude a entender o tamanho da encrenca.

É que a peça inicial acusa o senador de ter praticado 327 crimes.

(Da ´rádio-corredor´ do MPF em Brasília).

* Farpas depois dos elogios

Na semana passada, o líder do PT na Câmara dos Deputados, Afonso Florence, chamou o vice-presidente Michel Temer de "golpista".

Frases recolhidas de um baú, com menos de dois anos de existência, são reveladoras de que as relações do peemedebista com os petistas e com Dilma eram, à época, serenas e respeitosas durante a campanha eleitoral.

1) Em 10 de junho de 2014, Dilma elogiou Michel Temer por ter articulado o apoio do PMDB à sua candidatura à Presidência. “O papel do Temer nesse processo foi inestimável. Ele articulou consensos em todas as circunstâncias. Eu acredito que ele sabe aproximar as pessoas, ele sabe unir e desarmar os espíritos”.

2) Em 21 de junho também de 2014, outro afago. “Temer sempre me acompanhou, com solidariedade, força, carinho e lealdade”, disse Dilma numa convenção do PT em Brasília.

3) Resposta de Temer em 21 de junho de 2014: “Todos falam que a nossa coligação dará um largo tempo de televisão à campanha, mas todo tempo será pouco para dizer tudo que a presidenta Dilma fez por esse país”.

Fevereiro e março de 2016: bem, o leitor já sabe...

* Emoções

Uma mulher caminhava, sexta passada, em frente à sede do jornal Diário do Grande ABC, em Santo André (SP) e ali parou para cumprimentar uma equipe da Polícia Federal que cumpria mandados da 27ª fase da Lava Jato. De repente, ela teve uma parada cardíaca.

Os policiais a socorreram, com massagem cardíaca e respiração boca a boca. Após 40 segundos sem respirar, voltou a ter atividade cardíaca e foi levada a um hospital por uma ambulância.

Recuperada, surpreendeu os médicos, explicando com o recitar de versos de Roberto e Erasmo Carlos: “Se chorei / Ou se sorri / O importante / É que emoções eu vivi”.

* Um bonecão para o juiz

Para demonstrar seu apoio ao juiz Sergio Moro e à Lava Jato, o advogado Vinícius Bitencourt, 31 de idade, morador de Lucas de Rio Verde (MT), encomendou um boneco inflável de 12 metros de altura, por seis de largura, com a réplica da cabeça do juiz de Curitiba aparecendo como o Super-Homem.

A peça foi fabricada em Guarulhos (SP), e teve seu valor – que o criador prefere não revelar – rateado por 24 pessoas, empresários da cidade de 60 mil habitantes.

A estreia do "Super Moro" ocorreu durante uma feira de tecnologia para o agronegócio no município. “Queríamos uma ideia original, pois o Pixuleco já está batido”, disse Vinícius, que promete levar o boneco inflável a Brasília no dia da votação do impeachment.

* A dor da exorcização

O Conselho Nacional do Ministério Público analisa um original processo ético aberto contra um integrante do MPF. Ele é acusado de se omitir e consentir com castigos praticados contra a sua própria esposa. Tramita sob sigilo.

Detalhe: as violências físicas teriam ocorrido em culto na igreja que o casal frequentava, há quatro anos.

O objetivo religioso teria sido a exorcização que afetava o corpo da mulher.

* Deus os abençoe!

Está pronto um curioso levantamento sobre o envelhecimento da Igreja Católica no Brasil. Aposentados pelo Vaticano, 150 bispos brasileiros eméritos v vivem no nosso país – todos fora das atividades religiosas oficiais, por terem alcançado 70 de idade.

No grupo estão – por ordem etária - Dom José Pires, 97 anos, primeiro bispo negro do Brasil; depois Dom Paulo Evaristo Arns, 94; Dom Pedro Casaldáliga, 88 anos; e uma longa nominata de grandes pastores que vai dos 70 aos 87.

Reportagem de capa da Veja sobre “plano secreto de Lula” pauta comissão do Senado

O ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, será ouvido no dia 14 de abril pela comissão permanente do Senado referente a cuidar de assuntos internacionais e de defesa nacional. O chanceler irá ao Congresso devido ao requerimento feito nesta quinta-feira, 31, pela senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS), que deseja informações para saber se realmente há planos de o ex-presidente Lula pedir asilo político ao governo italiano. O assunto que chamou a atenção da parlamentar progressista é tema da reportagem de capa da Veja desta semana.

Por meio da página que controla no Facebook, Ana Amélia argumentou que o chanceler deve explicações sobre o assunto abordado pela Veja. “O ministro Mauro Vieira terá que esclarecer na Comissão de Relações Exteriores do Senado (CRE) as informações sobre um suposto plano secreto para garantir ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva asilo na Itália, caso seja decretada sua prisão”, publicou a parlamentar. Ela destacou que o pedido foi aprovado pelos colegas da CRE. “A iniciativa que apresentei na comissão foi aprovada”, comemorou.

A matéria da revista da Editora Abril destaca que o antecessor de Dilma Rousseff na presidência da República teria um “plano secreto” para “evitar a prisão”, que seria viver como asilado político em território italiano. A reportagem, assinada por Robson Bonin, garante que a ideia do petista envolveria, ainda, negociação com o Congresso. A embaixada da Itália no Brasil divulgou, porém, que o material apresentado pelo impresso não corresponde com a realidade. “As informações referentes à embaixada e às supostas conversas com o embaixador Raffaele Trombetta [com emissários de Lula] são inverídicas”, afirmou a organização em nota.


(Imagem: Divulgação/Veja)

Editora Abril anuncia saída de Alexandre Caldini e extinção de cargo

Em julho de 2014, a Editora Abril divulgou em comunicado que Alexandre Caldini era o novo presidente da empresa. Quase dois anos depois, o executivo deixa a casa em reestruturação feita pelo atual presidente executivo do grupo, Walter Longo.

Em comunicado enviado à imprensa na manhã desta quinta-feira, 31, a Abril informou que a editora deixa de contar com uma presidência executiva. Caldini está de saída e o cargo dele passa a ser gerido por outras duas diretorias: a editorial, que segue com Alecsandra Zapparoli, e a recém-criada diretoria de operações, sob o comando de Fábio Gallo, que atuava como diretor de finanças e administração. Ambos se reportam a Walter Longo.

Com isso, Gallo vai comandar as as seguintes áreas: comercial (incluindo o Estúdio ABC), assinaturas, serviços de marketing, casa Cor, TI, controladoria e finanças. Na diretoria editorial, ficam concentradas as áreas de estratégia digital e apoio editorial, que se somam às editorias de Veja, Exame, Femininas e Estilo de Vida.

Para Longo, a medida vai refletir em agilidade nos trabalhos. “Mudamos a estrutura da Editora com o objetivo de ganhar agilidade, simplificar processos e ter mais foco nos resultados. A mudança visa também uma maior integração entre as várias empresas e unidades do Grupo Abril”.

Outras mudanças
A área de marketing também sofreu mudanças. A partir de agora, Tiago Afonso, diretor de marketing, passa a consolidar todas as ações de marketing das empresas do Grupo Abril e se reporta diretamente a Longo. Ele terá sob sua responsabilidade as áreas ABD (Abril Big Data), licenciamento e informações de mercado.

 

Cinema

MARIO BAVA, UM CINEMA À PARTE

por Eron Duarte Fagundes

O italiano Mario Bava sabe orquestrar como ninguém os elementos sofisticados de suspense e tensão que o cinema possa conter. Seis mulheres para o assassino (Sei donne per l’assassino; 1964) transforma-se outra vez, e sem esforço, numa obra-prima. Assim como as ações aparentemente triviais de Banho de sangue (1971) e Cães raivosos (1974) também tenderiam a sofisticações visuais de filmar que facilmente conduzem o observador a uma espécie de êxtase estético: os diálogos encaixotados em tramas policiais tão perversas quanto comuns, as modulações dos atores que obedeciam ao rigor do cinema europeu da época (o italiano Michelangelo Antonioni e adjacências), a atmosfera de pesadelo encenado diante das câmaras, tudo acaba mergulhado neste universo fílmico a que só tem acesso mesmo a mão de Bava.
A ambientação de Seis mulheres para o assassino é a do mundo das modelos, belo, esquivo, aqui e ali hierático. Este mundo cai na medida para que Bava exerça toda a sua depuração: move os atores dentro da cena, insere suas falas numa montagem cheia de curvas e sombras, oculta uma presença a uma janela pelo afastamento de uma cortina como se um vento invisível ou a câmara sem presença tivessem afastado tal cortina para ver na rua uma personagem que se aproxima perigosamente da casa. Bava é, como o italiano Bernardo Bertolucci e o alemão Max Ophüls, um insinuante do movimento de câmara: sabe fazer o movimento dentro do cenário, e cria uma certa obscuridade próxima do feérico e do onírico. Não surpreende que outro italiano, Federico Fellini, tivesse Bava em alta conta: a fase mais delirante de Fellini, a partir de A doce vida (1960), tem uma correspondência com os delírios assustados de Bava. É claro que divergem muito na maneira de impor o delírio à imagem. Porém é de se é de se perguntar se pode haver algum filme mais baviano em sua extravagância do que Julieta dos espíritos (1965), onde Fellini quis mergulhar em seu próprio inferno conjugal.
Como Fellini, Bava é um enamorado visual da imagem da mulher. A paixão muito italiana que Bava encena traz a fêmea humana para um plano que se superpõe ao olho do observador. Em Seis mulheres para o assassino é a ilusão de uma das fêmeas para com um homem que vai desencadear a série de assassinatos. A fêmea iludida terá de matar seu homem para interromper a série. Tudo é descrito numa narrativa curta, enxutíssima, mas que se oferece maravilhosamente ao poder do olhar.

 

do blog do Ucha

A poesia do outono chega ao Vale dos Vinhedos

As videiras que cobrem mais de 25% do território do Vale dos Vinhedos começam a mudar seus tons neste final de março e início de abril. O verde vivo do verão começa a perder forças depois do trabalho exaustivo de criação, alimentação e sustentação do fruto que origina os vinhos aclamados do Vale dos Vinhedos: a uva. O começo do outono representa o encerramento do ciclo da videira após a safra do ano. É neste momento que a planta inicia o descanso para a retomada das energias, chegando ao seu ápice no inverno para, na primavera, aflorar. Esta época de transição se reflete na paisagem do Vale dos Vinhedos. As colinas verdejantes assumem tons avermelhados e dourados, os dias são marcados pela brisa fresca e as noites começam a anunciar a chegada das estações mais frias. As temperaturas variam entre 8 °c e 23°c, ideais para serem aquecidas por vinhos tintos harmonizados com a gastronomia regional. O Vale dos Vinhedos costuma receber neste período de outono, entre abril e junho, a média de 100 mil visitantes. Nesta época de mudanças e renovação, paira no ar o sentimento de missão cumprida pela safra 2016 que se encerra, e de recomeço pela safra 2017 que se inicia. A movimentação em prol do recomeço, também incentiva os empreendimentos turísticos a criarem novas ações inspiradas na estação. É por isso que a programação de Outono no Vale dos Vinhedos, que também engloba as comemorações ao Dia do Vinho, foi lançada nesta semana e conta com atrações variadas. São opções para aqueles que desejam o aconchego das atividades internas, mesclado com as atividades ao ar livre, que rendem belas fotografias. Um Passeio Ciclístico abre a estação, que segue com piqueniques, descontos em compras, oficinas gastronômicas, jantares harmonizados, passeios culturais, cursos de harmonização e degustação e filó italiano, com o objetivo de resgatar a cultura dos imigrantes. O Outono no Vale dos Vinhedos vai até o dia 19 de junho e engloba as comemorações ao Dia do Vinho, que acontecem de 20 de maio a 05 de junho. Constantemente ampliada, a programação estará disponível, durante todo o período, no site www.valedosvinhedos.com.br, e a equipe do Centro de Atendimento ao Turista do Vale dos Vinhedos está a disposição para orientar o visitante a escolher a melhor programação, através do faleconosco@valedosvinhedos.com.br.

 

Burmann visita obras habitacionais em Porto Alegre

O Condomínio Recanto das Laranjeiras, em Porto Alegre, com 100 apartamentos em construção pelo "Programa Minha Casa, Minha Vida", foi motivo de visita na última semana, pelo Secretário de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann.

A primeira fase das obras do condomínio encontra-se em fase final de conclusão, com a previsão para entrega aos beneficiários ainda neste segundo semestre de 2016, sob a responsabilidade da Cooperativa Habitacional dos Funcionários do DMAE – COOHAF/DMAE. As duas outras etapas, denominadas Recanto das Pitangueiras e Goiabeiras com mais 400 apartamentos, deverão ter seus canteiros de obras iniciadas ainda neste mês de abril, oportunizando a criação de mais de 300 vagas diretas de emprego na construção civil.

Em ambos os projetos, os investimentos superam os R$ 38 milhões, que além do Ministério das Cidades e do Município de Porto Alegre, o Governo do Estado também aportou recursos através de complementação financeira na ordem de R$ 2,5 milhões. 

Burmann relata que "a visita ao empreendimento habitacional revela a importância social desta obra, que visa amenizar o déficit habitacional em Porto Alegre, contemplando ao total 500 famílias com moradia digna, garantindo qualidade de vida e bem-estar às pessoas".

Acompanharam a visita, diretores desta Secretaria de Obras, Saneamento e Habitação e técnicos do Departamento de Habitação, além de representantes da Cooperativa COOHAF/DMAE.

 

Capivari do Sul e Bom Progresso serão beneficiados com programa estadual

O governo do estado através da secretaria de Obras, Saneamento e Habitação, assinou nesta terça-feira (05), dois convênios com as prefeituras de Capivari do Sul e Bom Progresso, que prevê o empréstimo de escavadeira hidráulica para a recuperação de estradas vicinais e desassoreamento de rios e arroios.

No município de Capivari do Sul serão realizados os trabalhos de desassoreamento de cursos de água às margens da ERS 040 e RSC 101 compreendendo sete quilômetros, assim como a canalização pluvial da Avenida Brasil, beneficiando mais de mil famílias do município.

Em Bom Progresso a prefeitura prevê o desassoreamento do rio Herval Novo e a recuperação de 45 quilômetros de estradas vicinais nas localidades de Lajeado Pinhalzinho, Olhos D’água, Lajeado Biriva, Pessegueiro, Sanga das Senhorinhas e Linha Cavalcante, beneficiando mais de 120 famílias.

Participaram da assinatura dos convênios o secretário de Estado de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann, o prefeito de Capivari do Sul, Marco Antônio Monteiro Cardoso, de Bom Progresso, João Carlos de Souza, os vereadores Jaime Vanderlei Schaefer e Moisés de Lima Peres, o diretor de desenvolvimento urbano, Edson Solon, o diretor geral, Valmor Krysczun, o diretor de saneamento, Carlos Alberto Vigne, a chefe de gabinete da SOP, Adenir de Fátima Jahn e o assessor parlamentar, Orlando Burmann.  

 

Quatro municípios serão beneficiados com a perfuração de poços artesianos

Na tarde desta terça-feira (05), foi realizado no gabinete da Secretaria Estadual de Obras, Saneamento e Habitação, o ato de assinatura de oito acordos operacionais para a perfuração de poços artesianos em quatro municípios gaúchos.

Serão contemplados com a perfuração de poços artesianos os municípios de Mormaço, Tio Hugo, Victor Graeff e Santo Antônio da Patrulha, beneficiando as comunidades de Posse Goobi e Água Branca (Mormaço), Linha Machado e Posse Godoy (Tio Hugo), Portão I, Rincão do Capim e Aldeia Velha (Santo Antônio da Patrulha) e Linha Jacuí (Victor Graeff).

“O programa desenvolvido pela secretaria em parceria com a Corsan e os municípios gaúchos, tem como objetivo garantir e proporcionar as famílias o abastecimento de água potável, própria para o consumo humano em suas comunidades. Hoje assinamos oito acordos operacionais que vão beneficiar quatro municípios do nosso estado. Estamos trabalhando para auxiliar os municípios nessa importante demanda, agindo de forma responsável, oferecendo a mão de obra e os equipamentos para a execução dos trabalhos, garantindo assim saúde e o bem-estar das famílias”, afirmou o secretário Estadual de Obras, Gerson Burmann.

Participaram da assinatura os prefeitos de Mormaço, Luis Carlos Machado, de Tio Hugo, Verno Aldair Müller, de Victor Graeff, Cláudio Afonso Alflen e de Santo Antônio da Patrulha, Paulo Roberto Bier, os vereadores, Josemar Raimundo Bandeira e Adriano Rodrigo Mattge, o diretor de saneamento da SOP, Carlos Alberto Vigne, o chefe de divisão do DESAN, Fernando Urnau D’Avila e a chefe de gabinete, Adenir de Fátima Jahn.

 

de Serafina

III Seminário Estadual do PNAIC em Pelotas

O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC) é um compromisso formal assumido pelo Governo Federal com os Estados e Municípios, com objetivo de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do Ensino Fundamental. Nos dias 29, 30 e 31 de Março, em Pelotas, aconteceu o III Seminário Estadual do PNAIC, reunindo profissionais ligados ao Projeto de diversos municípios. Serafina Corrêa esteve presente, através das Professoras Leocádia Zanini e Milena Pinheiro, Orientadora e Coordenadora do PNAIC no município. O tema do Seminário foi: O Brasil do Futuro com o começo que ele merece. Durante os três dias, aconteceram palestras, troca de experiências e a apresentação das práticas dos municípios participantes.


5 de abril de 2016

aviso aos navegantes....

este blog é pra quem gosta dele..os demais se dispensa...(OC)

 

Inter

hj 4 de BRIL NIVER DO COIRMÃO. 107 ANOS....

?MEU PAI É COLORADO....EU SAI GREMISTA POR CAUSA DE UM TIO QUE MORAVA COM A GENTE. LEMB RO AINDA DO AIRTON ZAG DO GREMIO. FUI NO VEL DELE.

olha o hino do gremio tocado pela anne no dia dos 107 anos do coirmão kkkk(OC)

 

guaiba

renato rossi não gostou do jeito que EDUARDO PAGANELLA ENTROU NO SEU PROGRAMA NO SAB ULTIMO...

* mendelsky volta na segunda que vem.....

 

Memória da Imprensa

o veio alberto andré no barzinho da ari, que não funciona +.

em set/81 imara stalbaum e acmafalda foram no barzinho se despedir, ia morar na espanha....e foram

em volta deles ' cardeais' da ar e o edegar schmidt....muito.antes do AVC

o velho teletipo. era dificil opera-lo. muitos reporteres se perdiam, ou perdiam materias.....

dona leonor de quadros, secretaria da ari durante muitos anos. organizou o fichário da entidade. é nome da sala da secretaria.

 

das Rodoviárias

a rodoviária de guaporé continua fechada. aqui com meu sirmãos em 1986,quando funcionava.

 

Algumas considerações sobre os Panama’s Papers

De: rekern
Enviada: Segunda-feira, 4 de Abril de 2016 10:05

Algumas considerações sobre os Panama’s Papers

Os dois países mais corruptos do mundo, os EUA e a Inglaterra não aparecem nos Panama’s Papers. Foram eles que inventaram os Paraísos Fiscais, para que seus habitantes mais ricos fugissem do controle da população local. Vazamentos seletivos aqui e lá também.

Joaquim Barbosa, o Rei dos Coxinhas é um dos que tem empresa em Paraíso Fiscal, e comprou ou ganhou um apartamento em Miami por mais de um milhão de reais usando esta conta de fachada.

Os Estados Unidos e a Inglaterra sempre usaram os Paraísos Fiscais para controlarem os países do Terceiro Mundo. A CIA pagava assim os traficantes de cocaína na Colômbia e na Venezuela para atacarem os pileiticos de esquerda.

Os americanos e ingleses vendem armas para os árabes por intermédio destas offshores. Árabes não são fabricantes de armas, compram de quem fabrica. Este é o modo de sempre manterem uma guerra em alguma parte do mundo e de sua indústria bélica continuar faturando.

 

Joaquim Barbosa quem diria foi pego na malandragem

De: rekern
Enviada: Domingo, 3 de Abril de 2016 21:10

Joaquim Barbosa,segundo o Miami Herald, escondeu o preço do apartamento que comprou em Miami, na Flórida: U$ 335 mil dólares em dinheiro, mais de 1 milhão de reais. Eu não sabia que o salário de um juiz desse para tanto. Os brasileiros poderiam ter descoberto este valor se Barbosa tivesse pago os impostos locais, já que eles são relativos ao valor total da transação. Mas, os U$ 2 mil nunca foram pagos!

Foi a Mossack quem criou a empresa de Joaquim Barbosa, Assas JB1, registrada nas ilhas Virgens Britânicas.

Ouvido pelo Miami Herald, Barbosa culpou a intermediária que cuidou da transação por não pagar os impostos locais e disse que qualquer pessoa com acesso a um serviço privado, exclusivo de corretores de imóveis, poderia ter descoberto quanto ele pagou pelo apartamento em 2012. Isso, de um campeão da moralidade pública que, no julgamento do mensalão, cobrou transparência alheia! Cabe, neste caso, utilizar a teoria do “domínio do fato”?

 

Se eu acreditasse em teorias de conspirações

De: rekern
Enviada: Domingo, 3 de Abril de 2016 22:27

Se eu acreditasse em teorias de conspirações poderia chegar a seguinte conclusão:

Há mais de 50 anos os EUA já tinham conhecimento do Pré-Sal, e ao verem que se o Lula elegesse seu sucessor, não poderiam botar a mão em todo aquele petróleo, financiaram o deputado Roberto Jefferson para fazer uma denúncia contra o PT, logo encampada pela empresa do norte-americano Vitor Civita, Rede Globo e Folha de S. Paulo. Trataram também de dar um apartamento de mais de 1 milhão de reais ao juiz Joaquim Barbosa para condenar a cúpula petista e gorar um terceiro mandato petista.

O golpe da CIA não surtiu efeito, Dilma é eleita e os americanos voltam a moita.Em 2014, Obama manda seus agentes recrutarem um pessoal que se apresenta como movimento social de esquerda contra o capitalismo e deflagram protestos contra aumento de passagens de ônibus e metrô. E eram honestos, não era por 20 centavos, eram mesmo pelos bilhões do Pré-Sal. A mídia e a direita brasileira, afastadas a mais de 12 anos do poder no Brasil apoiam, os manifestantes. Durante a Copa do Mundo de 2014, a CIA começa a atacar a Fifa, a mídia e a direita nacional atacam a Copa, a Cia compra alguns jogadores da seleção para fazerem corpo mole e a Alemanha ganha de 7x1. E você, envergonhado achava tudo norma. Eles compraram também diversos políticos de direita com um helicóptero cheio de cocaína.

Novamente o golpe da CIA não surtiu efeito e a Dilma foi reeleita. A turma do norte resolve então usar seus amigos na mídia para incitarem a classe média contra os programas sociais da Presidenta. Começa a festa dos coxinhas, vestidos com a camiseta da mesma Seleção que misteriosamente travou e tomou 7x1. Então, no desespero, prometeram ao Eduardo Cunha levar ele livre para os EUA se ele topasse o tal empeachment. Mas como a toda ação corresponde uma reação, as ruas começaram a se encher de vermelho.

Mas é claro, nem viu nem você, acreditamos em teorias de conspirações, mas, porém, todavia, contudo…

...claro, os EUA sabiam do Pré-sal pois seus satélites prospectam petróleo em todo planeta.
…por que será que o deputado Roberto Jefferson denunciou o PT se fazia parte da base aliada?
…sim, o juiz Joaquim Barbosa tem um apartamento em Miami de mais de 1 milhão de reais e foi liberado de pagar impostos sobre a transação feita através de uma firma em paraíso fiscal. Mas parece que os juízes ganham muito bem no Brasil.
…que fim levaram os lideres dos protestos contra os aumentos de passagens?
…a FIFA começou a ser investigada exatamente quando a Copa era no Brasil.
…nem em 1 milhão de jogos a Seleção toma 7 da Alemanha.
…parece mesmo que um helicóptero cheio de cocaína pousou em Minas Gerais.
…nem vou falar na Lava Jato, pois é absolutamente normal que um juiz brasileiro seja abastecido com provas de agências americanas.

 

Cinema

AS TRIBULAÇÕES DE UMA VIDA À FRANCESA

por Eron Duarte Fagundes

Suzanne (Suzanne; 2013), de Katel Quillevéré, é um belo filme. A afeição do cinema francês pela vida, pelo cotidiano percorre a narrativa em todas as latitudes. Há um pouco do enviesado sentimental de Eric Rohmer. Muito do despojamento de encenação de Jean Renoir. E alguma coisa do humor natural de Jacques Tati. E a realizadora Quillevéré dá seu próprio toque a estas influências bem perceptíveis. Não chega a transcender, mas dá seu recado com uma dignidade sempre presente.
A protagonista, Suzanne, começa o filme criança, acompanhada do pai (viúvo) e duma irmã menor. Suzanne engravida de um desconhecido na adolescência, tem o filho e, passado algum tempo, foge com um namorado. Ao voltar, descobre que seu pai deu a guarda do menino a uma outra família; tenta reaproximar-se da criança, mas a estranheza se instala entre ambos. Um novo relacionamento vai proporcionar a Suzanne um novo filho, agora uma menina.
A cineasta vai tecendo a trajetória de Suzanne com uma sensibilidade que nunca decai. O filme não alça uma grande voo, mas é um belo exemplar da maneira francesa de filmar.
O filme foi exibido na Mostra Franceses Contemporâneos, na Sala Redenção da UFRGS.

 

do Comunique-se

Reportagem da IstoÉ sobre "surtos" de Dilma atiça grupos feministas e recebe ameaça de processo da presidência

Divulgada na sexta-feira, 1º de abril, a capa desta semana da IstoÉ traz em sua manchete matéria sobre os "surtos" da presidente Dilma Rousseff. Com a chamada "As explosões Nervosas da Presidente" e foto em que Dilma aparece gritando, o impresso afirma que a petista está "completamente fora de si" e que, inclusive, já quebrou "móveis dentro do Palácio". O material foi criticado por internautas e grupos feministas, além de estar sob ameaça de processo.

Reportagem da IstoÉ sobre surtos de Dilma atica grupos feministas e recebe ameaca de processo da presidenciaCapa desta semana da revista IstoÉ (Imagem: Reprodução)O conteúdo começou a receber críticas assim que a capa foi postada na página da IstoÉ no Facebook. Até o fechamento desta reportagem, mais de 5 mil pessoas compartilharam a imagem, além dos mais de 3 mil comentários. "O jornalismo acabou, ninguém compra mais revista ou jornais por causa dos péssimos profissionais que vocês são. Metade das críticas feitas à Dilma tem conteúdo machista, preconceituoso e misógino", escreveu uma das internautas. "Capa misógina e vergonhosa, apelando para a imagem de mulher histérica", comentou outra leitora.

No sábado, 2, o perfil de Dilma no Facebook falou sobre o caso. "A frase é conhecida: 'Na guerra, a primeira vítima é a verdade'. A autoria é controversa, mas a aplicação tem sua vertente diante de crises políticas mais agudas. A revista IstoÉ tem se esforçado para trazer a máxima ao presente, sombrear o quanto pode a verdade e jogar na lata do lixo da história qualquer rastro de credibilidade que um dia já teve", diz a nota. Segundo o texto, a única resposta adequada "são as medidas judiciais que a Presidência da República tomará contra a revista".

A petista não foi a única a comentar o material. A Revista AzMina, publicação dedicada a contribuir para a redução das desigualdades de gênero no Brasil, publicou nota assinada pela redação ressaltando espanto sobre o debate político em torno de figuras femininas, que não se dá em referência à sua capacidade (ou não) como profissional e aposta nos piores estereótipos.

"Há aproximadamente um mês, a Revista AzMina saiu em defesa de uma jornalista da IstoÉ que teve sua conduta sexual questionada ao publicar um furo de reportagem. Hoje nos entristece muito que a direção da revista IstoÉ não tenha aprendido com o episódio e estampe uma capa extremamente machista contra a presidenta Dilma Rousseff". O veículo pediu para que o debate fosse mais honesto e menos machista. "Preconceito não é forma de expor opinião, é forma de oprimir".

O grupo Think Olga também falou sobre o tema. "Discordem politicamente da Dilma o quanto quiserem, mas NÃO ACEITAMOS que a pintem de louca pois conhecemos na pele o peso que tem essa tinta".

A advocacia-Geral da União (AGU) afirmou que vai pedir abertura de inquérito contra a IstoÉ por possível crime de ofensa contra a honra de presidente nas duas últimas edições da revista. "A AGU também invocará a Lei de Direito de Resposta para garantir, junto ao Poder Judiciário, o mesmo espaço destinado pela revista à difusão de informações inverídicas e acusações levianas".

Carlos Graieb é promovido a redator-chefe da Veja

Em primeira movimentação da gestão de André Petry, Carlos Graieb deixa a direção de Veja.com e é promovido a redator-chefe do impresso

Na Editora Abril desde 1998, o jornalista Carlos Graieb está, agora, sob o guarda-chuva de André Petry. De acordo com o expediente da publicação, o profissional passou a ser da equipe de redatores-chefes ao lado de Fábio Altman, Policarpo Junior e Thaís Oyama. O posto de quarto redator-chefe estava vago desde a saída de Lauro Jardim. A mudança aconteceu na última edição do impresso, de número 2471.

Veja entrega revista digital gratuitamente e diz que "brasileiros precisam saber o que está acontecendo"
Em estreia de diretor, Veja transforma Lula em jararaca
Mudança no comando da Veja: André Petry é o novo diretor de redação da revista

Até então, Graieb estava à frente dos trabalhos de Veja.com como diretor de redação. O jornalista esteve envolvido na reformulação do site em abril do ano passado. À época, a home do portal passou a dar destaque maior ao projeto audiovisual da casa, a 'TVeja', e com o conteúdo dividido em cards, conforme é conhecido o formato no universo online. Atualmente, ele apresenta o programa feito com exclusividade para a internet.

Em março, a Veja passou por mudanças de comando. Petry, que era editor especial, assumiu como novo diretor de redação em substituição a Eurípedes Alcântara, que estava à frente do veículo de mídia há 11 anos e, com a mudança, passou a ser do Conselho Editorial do grupo. Essa é a primeira alteração no quadro desde que Petry foi oficializado como diretor.


Carlos Graieb e promovido a redator chefe da Veja
(Imagem: Reprodução/TVeja)

 

Painel FEE: Dia Mundial da Saúde

Em homenagem ao Dia Mundial da Saúde, comemorado em 07 de abril, a Fundação de Economia e Estatística (FEE) preparou o Painel FEE: Dia Mundial da Saúde.

Palestrantes:

- Marcelo Larratea (IBGE)

- Cristian Guimaraes (Secretaria Estadual da Saúde)

- Natalia E. Giordani (UFRGS)

- Marilyn Agranonik (FEE)

- Rafael Bernardini Santos (FEE)

Mediação:Marilene Dias Bandeira (FEE)

Data: 07 de abril de 2016

Hora: 14:00

Local: Auditório da FEE (Rua Duque de Caxias, 1691, Centro/POA)

 

Sessão Plenária homenageia os 50 anos do PMDB

Foi realizada nesta segunda-feira (4/4), no período de comunicações da Sessão Plenária, uma homenagem ao cinquentenário do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB). Promovida pela vereadora Lourdes Sprenger (PMDB), a cerimônia no Plenário Otávio Rocha contou com a presença de lideranças do partido, como o presidente e deputado estadual Ibsen Pinheiro, o presidente municipal Antenor Ferrari e o ex-senador e ex-governador Pedro Simon.
Lourdes declarou que o Brasil está sendo passado a limpo pelo partido, apesar de achar que todos os corruptos, independentemente de partido, devam ser punidos. “Esperança com mudanças e que a chama não se apague", concluiu. Os vereadores Idenir Cecchim (PMDB, Bernardino Vendruscolo (PROS) e Valter Nagelstein (PMDB) também parabenizaram o partido pelos 50 anos de história.
O deputado estadual Ibsen Pinheiro, presidente estadual da sigla, relatou que “o significado nacional do PMDB é preponderante e que o PMDB gaúcho tem um papel desbravador na construção nacional”. Segundo Ibsen, “o que dificulta a produção de uma proposta para o país são as diferenças ideológicas internas do partido. Contudo, esta é também sua maior força, pois permite ser um instrumento da vontade majoritária da nação”.
Falando sobre o cenário político atual, Ibsen afirmou que a política deve arbitrar a crise, para que não seja sua primeira vítima. “A negação da política é a pior das políticas. Os partidos, nossos ou alheios, são todos iguais em uma característica: não são apenas o caminho, mas o único caminho”, completou.
No encerramento da sessão, o vereador Guilherme Socias Villela(PP), que a presidiu, agradeceu e lembrou que “o velho MDB, liderado por Pedro Simon”, foi decisivo em sua aprovação para assumir a prefeitura de Porto Alegre.

 

de Serafina

17º Encontro das Tradições Italianas Entrai

Durante a Solenidade de Revitalização do Parque da Imigração Italiana, em Nova Milano, Farroupilha, a Secretária de Cultura, Bárbara Ziliotto Sgnaolin, recebeu, oficialmente, o convite da 17ª Edição do Entrai, uma das festas mais carismáticas da Serra Gaúcha, no Berço da Imigração Italiana no Rio Grande do Sul. O Entrai acontecerá nos dias 13, 14, 15, 20, 21 e 22 de Maio de 2016, em Nova Milano, Farroupilha. Haverá shows, com Fabiano Lafalce, Musicale Giramondo, Padre Alessandro Campos, Mafalda Minnozzi, Guri de Uruguaiana e muito mais. Mais informações: www.farroupilha.rs.gov.br.


4 de abril de 2016

ACEG

87 SITUAÇÃO

?47 OPOSIÇÃO.....

 

RR

tudo pronto pra ir pra geneve, mas não deu. RRossi foi no HSBC e lá sua conta bancária tinha sido fechada pelo jiuiz. tinha rapado o tacho. dividas com areceita.

tá meio com medo que a record seja vendida.

O GAZETINHA NÃO CIRCULOU DE NOVO NESTA SEXTA FEIRA....

 

Grêmio

o arena tavameio vazio hj no jogo.....pessoal sem grana......

 

memoria

afeto no carcere

no começo dos anos 70, quando Dilma Linhares e Carlos Araujo estavam presos no Tiradentes, Araujo foi depor na Justiça. O aguardava sua irmã Marieta(se o repórter não está enganado... ) mais a esposa do médico Bruno M. Costa, que estava preso na Oban.Marieta quis saber se tinham batido no irmão e ele lhe mostrou umas marcas nas costas(tinha apanhado sim....)ao se despedir da irmã, Araujo fez um pedido. comprar uma ' raposinha' numa loja e mandar entrega-la a Dilma na cela das mulheres.

- Ela sabe o que é, disse ele apenas à irmã.

um adv do pdt acha que dilma não será impixada:

- tem muito cargo, me disse.

 

Piratini

O SARTORON ABRIU A GAIACA. QUER MELHORAR A IMAGEM DO GOV QUE ANDA ABAIXO DO CU DO CACHORRO....

 

Núvens do céu de outono continuam espetaculares (by Laurinho da Venâncio)

 

filme de corno???

não foi nada disto que vi no minha amada morta...é um filme triste, sobre LUTO...

o cine rdenção tem um mes de filmes sobre aditadura. vale a pena....

styo agostinho

vi um filme sobre o santo neste sab. a palavra mais repetida nele foi corrução. então nada mudou.....

PFgastal

depois d eum ciclo de filmes argenytinos, vai fechar não se sabe até qdo.

 

do sidneyrezende.com

Protestos contra a Globo preocupam anunciantes



A sucessiva multiplicação de palavras de ordem, faixas e cartazes contrários ao Grupo Globo nas manifestações populares a favor da democracia e a rejeição estampada nas redes sociais - inclusive expressada por artistas contratados - começa a preocupar anunciantes. O temor de algumas companhias é que este movimento possa crescer e expor ao risco as suas marcas e o consumo dos seus produtos.

A sistemática cobertura a favor do impedimento da presidente Dilma Rousseff e o noticiário envolvendo o ex-presidente Lula acenderam o sinal de alerta nas direções de marketing de grandes empresas.

Numa reunião fechada realizada ontem no fim da tarde, em São Paulo, e que o SRZD teve acesso ao resultado final, dois presidentes que representam os interesses de companhias que estão entre os 30 maiores anunciantes do Brasil, seis vice-presidentes de empresas de áreas diversas que atuam em higiene e limpeza, setor automotivo e varejo decidiram encomendar uma análise a uma agência internacional de acompanhamento de postagens na internet para avaliar os humores dos consumidores em relação aos produtos e serviços dos patrocinadores.

A ideia é que o estudo seja concluído em até 90 dias. E o parecer se restringirá às marcas que já anunciam nos veículos do Grupo Globo.

Um dos executivos chegou a desabafar: "Todos respeitamos a Globo pelo seu profissionalismo e pela larga vantagem sobre os demais órgãos de comunicação, mas o jornalismo está manipulando de forma criminosa e já há movimentos nas redes sociais pressionando nossos consumidores a não comprarem os produtos que produzimos. Assim não dá. Isso não pode crescer". A fala causou um certo mal estar no ambiente. O silêncio enigmático dos demais sinalizou concordância com a análise e a preocupação de como criar uma alternativa publicitária ao maior meio de comunicação do Brasil.

A Globo, por sua vez, já se manifestou oficialmente, várias vezes, no sentido de que apenas informa os fatos políticos com isenção. E que não é geradora dos acontecimentos políticos e econômicos que noticia.

 

Menu do jantar da Comemoração do Golpe de 64 pela Mônica Leal

Galinha ao Pau-de-Arara
Testículos de Boi Fritos em 110 volts
Vitela Enforcada no Xadres

Sobremesa
Ameixa Esmagada a Pancadas

Vinho
Sangue, muito Sangue de Boi

Rekern

 

Aumentou o desemprego no Brasil

Por ovação o vice-presidente da Republica desempregou 10 mil peemedebistas em todo o País.

Rekern

 

dos leitores

De: fernandoalves.uruguaiana
Enviada: Domingo, 3 de Abril de 2016 10:38

Caro Olides,

tche, os gaúchos sempre julgam melhores que os outros?! O MDB/RS é mais ético; o PP/RS é diferente; o PT/RS é o genuino; o PDT/RS é o autêntico ...

A última mentira é a atual mobilização da turma da senadora Zelotes, o PP, pró-impeachment, coerente, aliás, com a história de um grupo político que nas feiras agropecuárias do interiorzão gaúcho faz discurso conservador e, em Brasília, faz jus a benesses nos ministérios onde o malufismo tem poder (Cidades e Integração Nacional) e aos milhões que recebeu, em 2014, do Diretório Nacional - a quem faz amestrada oposição há 15 anos!

Ora, que partido ciceroneou Severino Cavalcanti no RS? Que oposição tão forte é essa que mereceu uma cadeira no TCU (Nardes) - e diretoria na Trensurb? Por que não aproveitaram os 30 dias da janela partidária para pular do barco (como fez Redecker, há 15 anos)? Por acaso, abrem mão do tempo de TV que a bancada federal, incluindo os dilmistas (e do fundo partidário), garante?

Abraço,

Fernando Alves.

 

do Comunique-se

As mentiras que os jornalistas contam

por Duda Rangel (*)

Fique tranquilo que, se você está me dizendo que é off, a gente não vai publicar.

As mentiras que os jornalistas contamJá decidi: vou parar de beber, de comer porcaria e começar a cuidar mais da minha saúde.

Faz o seguinte: manda o release pro meu e-mail que depois eu leio com calma, ok?

Meu amigo, tô trabalhando. Você acha que eu sou o tipo que fica dando carteirada por aí?

Eu não trabalho num jornaleco que se vende por qualquer anúncio. Eu sou da grande imprensa. Temos independência.

Não vejo a hora de abandonar essa profissão ingrata. Como eu odeio o jornalismo!

E as mentiras que os jornalistas ouvem
Finalmente o jornal decidiu que vai ter um plano de carreira para vocês.

Meu bem, é claro que eu não me importo de você trabalhar até as quatro da manhã.

Querido, olha, a pauta é ótima, superinédita. Eu tô mandando o release só para vocês, viu?

Futuros jornalistas, percebam como é nobre a nossa profissão. Vocês têm a chance de mudar o mundo!

Aqui, na nossa agência de assessoria, você só vai atender um ou, no máximo, dois clientes. O trabalho é bem fácil.

O doutor acabou de entrar em outra reunião, ainda mais urgente, e não vai poder te dar a entrevista agora.

Não tenho qualquer tipo de conta em qualquer lugar que não seja a conta que está declarada no meu imposto de renda. (CUNHA, Eduardo)

Mais 'Desilusões Perdidas':
10 formas de você convencer seus pais de que vale estudar jornalismo
Marchinhas jornalísticas de carnaval
Os jornalistas segundo Tim Burton
A mulher jornalista
Se Fernando Pessoa e seus heterônimos fossem jornalistas

(*) Personagem criado pelos gêmeos Anderson e Emerson Couto, o jornalista Duda Rangel é autor do blog Desilusões perdidas e da fan page Jornalismo com bom humor no Facebook. O blog originou o livro “A vida de jornalista como ela é”, à venda aqui.

 

Gabaritos preliminares do Concurso de Xangri-lá estão previsto para o dia 5

Os gabaritos preliminares das provas referentes ao Concurso Público da Prefeitura de Xangri-lá estão previstos para a terça-feira, 5, a partir das 16h.

A prova objetiva foi realizada neste fim de semana, sábado (2) e domingo (3) respectivamente. Os candidatos devem ficar atentos ao Edital do Gabarito disponível no site da organizadora (www.fdrh.rs.gov.br).

 

Comitiva solicita conclusão da Ponte na ERS 355


O secretário tranquilizou a comitiva afirmando que já existe recurso da CIDE garantido para as obras da ponte. - Foto: Kelen Rauber

Na tarde desta terça-feira (29), o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, recebeu em seu gabinete o deputado estadual, Gilmar Sossela, junto aos prefeitos de Veranópolis, Carlos Spanhol e de Fagundes Varela, Jean Fernando Sottili.

Acompanhados pela vice-prefeita de Fagundes Varela, Cláudia Tomé, e demais lideranças políticas dos municípios, os prefeitos solicitaram a conclusão da ponte sobre o Arroio do Retiro na ERS 355, que liga Veranópolis a Fagundes Varela. Na oportunidade, entregaram um relatório com notícias sobre as más condições da ponte e acidentes que acontecem com frequência no trecho.

O secretário tranquilizou a comitiva afirmando que já existe recurso da CIDE garantido para as obras da ponte. Em breve a empresa Concresul deve iniciar os trabalhos no local.

 

Sites de escritórios de advocacia precisam ser mais jornalísticos

tem muito ' cachimbo' que não sabe fazer uma petição(olides)

Por João Ozorio de Melo*
Aparentemente, está faltando coragem aos escritórios de advocacia para transformar seus sites na internet em instrumento de conquista de clientes. De uma maneira geral, os websites parecem uma versão eletrônica do que foi, um dia, o folheto impresso do escritório. Trazem as informações básicas sobre a banca, como áreas de atuação, currículo dos advogados, premiações, história, endereços, telefones e fax.
Todas essas informações são úteis, mas não são essas as informações que o cliente está procurando. Todos sabem que novos clientes, quando procuram um advogado na internet, estão em busca de uma solução para um problema real, que vivem no momento.
Alguns escritórios se preocupam com o design do site e colocam na homepage grandes fotos ou ilustrações (que, aliás, demoram para carregar). É uma preocupação desnecessária, porque o design não é realmente importante para o site do escritório. O que importa, realmente, para o cliente é o conteúdo.
Alguns escritórios já entenderam isso e publicam alguns artigos. Mas, muitas vezes, são artigos que parecem escritos para outros advogados e não para clientes. A estrutura do texto e o juridiquês excluem clientes comuns de seu grupo de leitores.
Há artigos bem escritos, mas que não vão ao cerne da questão. Por exemplo, há artigos que discorrem detalhadamente sobre a legislação que viabilizou a arbitragem. Mas não explicam, em lugar algum, as vantagens da arbitragem para os clientes. Isso deveria estar no título e no primeiro parágrafo do texto.
Os blogs constituem uma das melhores armas de marketing para conquista de clientes, hoje em dia. Porém, blogs que tratam de problemas frequentes dos clientes e que apontam soluções ou caminhos para uma solução, são difíceis de encontrar.
É claro que alguns escritórios já estão tão bem estabelecidos que não precisam usar seus websites como instrumento de conquista de clientes. Para usar um palavreado simples, já fizeram a fama... e agora é só esperar o telefone tocar.
Mas os escritórios que ainda lutam para conquistar novos clientes não podem se dar o luxo de não usar seus sites para esse fim. E um caminho das pedras eficiente para chegar a esses novos clientes é publicar um conteúdo que atenda às expectativas dos possíveis clientes. Para isso, é bom levar em consideração:
Escolha do assunto?Escolher um tema para escrever pode parecer difícil. Mas não é, para quem está “ligado” no dia a dia de seus clientes e em seus problemas mais comuns. Os americanos usam à exaustão a fórmula de perguntar a possíveis clientes se eles estão cansados de alguma coisa. Por exemplo, “Você está cansado de ser massacrado pelo fisco? Então você deve...”.
Saber o que as pessoas estão “cansadas de” é uma forma de atrair clientes que sequer pensavam que poderiam ser ajudadas por um advogado.
De uma maneira geral, os advogados sabem o que aflige as pessoas em sua comunidade ou em sua cidade, na área em que atua. Outra maneira de descobrir isso é colocar um formulário no site para as pessoas consultas. A mídia social também pode ser usada para esse fim. Uma vez identificados os problemas, esses serão os temas de um artigo ou blog.
O noticiário cotidiano também é uma fonte permanente de ideias para textos. Por exemplo, muitas empresas no Brasil devem estar se perguntando como conseguir contratos do governo e de empresas públicas, sem se envolver em um escândalo e terminar na prisão. Algo assim: “Como navegar nas águas turbulentas da licitação pública sem naufragar”.
Em outras palavras, o tema de qualquer notícia, artigo ou blog deve ser algo relevante para o cliente, não para o advogado, não para os colegas de profissão. A publicação de artigos para enriquecer a carreira é outra coisa — e os advogados já sabem bem como fazer isso.
Pirâmide invertida?Ao contrário dos textos acadêmicos, os textos direcionados ao público-alvo do escritório devem ser mais jornalísticos. A regra número um do jornalismo é usar palavras conhecidas pelos leitores da publicação, em vez de palavras “sofisticadas”. Outra regra é usar a “pirâmide invertida”.
Em jornalismo, aprende-se na escola que existem três formas de estruturar um texto: pirâmide normal, pirâmide invertida e pirâmide mista. A pirâmide normal é a forma comumente acadêmica de escrever. Os fatos de desenvolvem desde seus primórdios e chegam a uma conclusão no final do texto.
Por exemplo, para escrever sobre a Aids, a abertura do texto irá se referir aos chimpanzés na África, para em seguida contar toda a história e chegar à conclusão de que a doença se tornou uma epidemia mundial, com três milhões de pessoas contaminadas apenas no ano passado.
Na pirâmide invertida, o primeiro parágrafo (ou o lead) irá começar com a informação mais recente — ou com a conclusão: Apenas no ano passado, três milhões de pessoas foram contaminadas pela Aids. Isso transforma a doença em uma epidemia mundial. A partir daí, o texto vai se desenvolvendo em torno de informações menos importantes e pode, se for apropriado, chegar à África no final.
Na pirâmide mista, que também pode ser uma boa técnica, o primeiro parágrafo traz a última notícia ou a conclusão e, no segundo parágrafo, volta à África e vai se desenvolvendo até chegar à atualidade.
A pirâmide invertida é uma técnica de estruturação de texto inventada por um austríaco na época da Primeira Guerra Mundial. Nessa época as notícias eram transmitidas por telegramas e não havia espaço para “enrolação”. Era preciso abrir o texto com o principal anúncio. Depois se tornou útil para jornais impressos, porque os editores podiam cortar as reportagens pelo pé, onde estavam as informações menos importantes, se tivessem problemas de espaço.
As limitações do telegrama se foram e também acabaram os problemas de limitação de espaço com a internet, mas a pirâmide invertida ficou, por algumas razões. Uma delas é a de que os leitores não querem ler uma notícia inteira para chegar à informação mais importante; outra é que o primeiro parágrafo (ou o lead) tem a função de levar o leitor a ler a notícia e, por isso, tem de trazer a informação mais “quente”; outra é a de que, se o leitor não entender no primeiro parágrafo (máximo no segundo) do que o autor está falando e que interesse isso tem para ele, vai abandonar a leitura.
No exemplo do artigo sobre arbitragem (mediação, conciliação), os leitores gostarão de ler, provavelmente: O escritório estima que as partes podem economizar x% na arbitragem, em oposição ao contencioso na Justiça...; a resolução de um problema pode se dar em x tempo, em vez de y...; a empresa poderá então destinar seus recursos financeiros e humanos a sua atividade principal, em vez de...; escritórios de advocacia especializados podem fazer arbitragem. A legislação que viabilizou a arbitragem, mediação e conciliação pode ficar para o pé do artigo.
No jornalismo, existe essa história de que o “lead” deve responder às perguntas “quem, o quê, quando, onde, por quê e como”. Nos artigos e blogs de advogados para seu público-alvo isso é totalmente dispensável. Hoje, o primeiro parágrafo só tem o objetivo de trazer uma informação ou declaração “quente”, que atraia o interesse do leitor e o leve a ler todo o texto ou pelo menos parte dele. Pode ser, por exemplo, alguma coisa que aconteceu com alguém — o que levará à descrição do problema jurídico e à solução.
* João Ozorio de Melo é correspondente da revista Consultor Jurídico nos Estados Unidos.
Revista Consultor Jurídico, 28 de março de 2016, 8h14

 

da Folha Popular de Teutônia

 

de Serafina

Mais de R$ 5 milhões para todos os Serafinenses!

A qualidade de vida de uma cidade passa, necessariamente, pela gestão pública, que busca os investimentos certos e que contempla os setores que a comunidade precisa. Em Serafina Corrêa, muitas obras e projetos sociais e culturais têm mudado realidades, realizando os sonhos do povo. Neste ano, os serafinenses estarão recebendo duas obras que a Prefeitura Municipal conquistou: a Escola 12 Salas – Padrão FNDE; e a Unidade Básica de Saúde Central. Esses investimentos que passam de 5 milhões de reais, beneficiam toda a comunidade e são marcos na história do município. “Buscamos a qualidade de vida de todos, com obras que vão ao encontro de nossas crianças, jovens, adultos e idosos. A Escola cuidará do futuro do nosso município e a Unidade Básica de Saúde Central proporcionará muito mais saúde, prevenção e bem-estar ao nosso povo”, destaca o Prefeito Ademir Antonio Presotto. Essas conquistas e diversos outros projetos em andamento em Serafina Corrêa, na área de mobilidade urbana, indústria, comércio e serviços, habitação, agricultura, assistência social, esporte e lazer, transformam a cidade um verdadeiro canteiro de obras.

 

Juramento de Fidelidade à Pátria

Sessenta e quatro jovens alistados pela Junta de Serviço Militar de Serafina Corrêa participaram do Juramento de Fidelidade à Pátria nesta quinta-feira (31), na Piazetta San Marco, Praça da Matriz. A cerimônia foi conduzida pelo Delegado da 7ª Delegacia do Serviço Militar de Guaporé, 1º Tenente Ernani Albino Assmann, que esclareceu aos jovens que ao receberem o CDI, ficam dispensados do Serviço Militar obrigatório, porém, não isentos das obrigações civis de servir à pátria durante toda sua vida, agindo como cidadão exemplar. “A missão das Forças Armadas é preparar jovens não só para uma eventual utilização da Força Militar, como também para enfrentar os problemas e dificuldades inerentes à vida social, valorizando a cidadania” assinalou. Sob a sua ordem perante a Bandeira Nacional, conduzida pelo Asp. Klein e integrantes 6º Batalhão de Comunicações de Bento Gonçalves, os jovens juraram Fidelidade à Pátria.

O Vice-Prefeito, Francisco Bernardo Mezzomo, representando o Presidente da Junta de Serviço Militar, Prefeito Ademir Antônio Presotto, ausente da cerimônia por eventual problema de saúde,
destacou aos jovens a importância deste ato que os traz para a fase adulta da vida e os convida a refletir sobre suas atitudes e ações, enquanto cidadãos e, principalmente, sobre suas esponsabilidade: “Escolham participar com entusiasmo, dedicação, compromisso e solidariedade a tudo aquilo a que se propuserem, seja nos estudos, no trabalho, na família ou na sociedade. Comprometam-se em buscar a alegria de uma vida longe das drogas e da violência. Procurem viver
com honestidade e dignidade e sejam fiéis aos valores que lhes foram ensinados pelos seus pais, para perpetuá-los através de seus filhos” disse o Vice-Prefeito em discurso dirigido aos reservistas.
Os jovens receberam os certificados das autoridades e, para destacar o valor e o apoio incondicional das famílias, Adriana Lanzarin Fin e Dilamar Grolli, representando as mães e pais dos jovens, entregaram o certificado aos seus filhos Luis Gustavo e Henrique Vicente. A ato cívico militar contou com a presença da guarda Bandeira composta pelos militares integrantes do 6º Batalhão de Comunicações de Bento Gonçalves; do Vice-Presidente da Câmara de Vereadores, Gilmar
Facco, Primeira-Dama, Maria Carmen Montanari Presotto, 1º Sargento Aires, representante do 5º Pelotão da Brigada Militar, Secretários, Diretores, servidores da Administração Municipal, da Rainha Daniela Formagini Marangoni e das Princesas do município, Eloah Vidmar e Taiara Vicentin, Delegado da Junta de Serviço Militar de Guaporé, Ricardo Sartori, familiares dos jovens compromitentes, professoras e alunos da Escola de Ensino Médio Rainha d'Paz. A Secretária da Junta de Serviço Militar, Marlete Gasparin, agradece a presença e apoio de todos. Informa que a Junta de Serviço Militar de Serafina Corrêa, órgão alistador pertencente à estrutura administrativa da Prefeitura Municipal, fica localizada na Rua Orestes Assoni, nº 370, sala 5, e orienta que o Alistamento Militar deve ser feito do primeiro dia útil de Janeiro até o último dia útil do mês de
Junho do ano em que o jovem completar dezoito anos. Neste ano, devem ser alistados os jovens nascidos no ano de 1998. Informações: 54 3444
1197.


1º de abril de 2016

Protesto contra o Golpe



NOSSO REPORTER NO FRONT , ONDE TODO BOM REPORTER TER QUE ESTAR SEMPRE. BELAS FOTOS DO REKERN(OLIDES)

 

BRASIL, MOSTRA A TUA CARA!!!! ( CAZUZA)

 

o que ng mais guenta.

IMPIXIMAN DE DILMA....

LAVA JATO

MORO

TEMER

CUNHA

PROCURADORES DO MPF

JAPONES DA FEDERAL( ESTE SUMIRAM COM ELE...)

 

suicidio

na av. lucas, matou-se um homem hj de manha que estava separado e vivendo sozinho.
o filho encontrou o corpo hoje de manha.

a policia esteve no local.

 

Ônibus

EU AVISEI QUE IA DAR ROLO COM OS RODOVIÁRIOS PARARAM HJ DE MANHA NA ZONA NORTE.

cantei a pedra que haveria rolo com rodoviários......

 

Coleguinhas

a chapa que levou um ' taquaraço' na ACEG.....taquaraço diziam lá em serafina. o pai do fiol del zator levou dois taquaraços em serafina....nunc mais concorreu.....

to ouvindo a GAUCHA DE MANHA. COM AS FERIAS DO MENDELSKY, NÃO DÁ PRA OUVIR AQUELA MOLENGA QUE DEIXARAM NO LUGAR DELE. QUE BUROCRATA.....

GAZETINHA FOI PROS BELELEUS????

a rosane ainda da um pau no sartori. parcelamento.....

BAITA BOLAÇÃO DA FSP..SAIU NO SAB PASSADO. DIZ TUDO.....STONES EM CUBA. MORTE DO COMUNISMO DO CHE....

 

FATURAMENTO DO SETOR DE MÁQUINAS CRESCEU EM FEVEREIRO

Os fabricantes de bens de capital mecânicos do País registraram crescimento de 34,2% do seu faturamento em fevereiro na comparação com janeiro último mas um declínio de -24,1% em relação ao mesmo mês de 2015.
Este aparente incremento ocorreu em função da base de comparação baixa pois, o mês de janeiro teve o menor faturamento mensal dos últimos 15 anos.
O resultado foi apresentado hoje (30) pelo presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), Carlos Pastoriza, em entrevista coletiva à imprensa concedida na sede da entidade, em São Paulo, retransmitida online para suas sedes regionais – inclusive a do RS.
Os dados da entidade mostram ainda que o consumo aparente do setor que compreende a produção, exportação e importação de máquinas e equipamentos, apresentou queda de -1,7% em fevereiro na comparação com janeiro e incremento de 26,6% em relação a fevereiro de 2015.
No bimestre, o consumo aparente também mostrou menor dinamismo quando comparado com igual período de 2015, com uma queda de -25,6%.
Desconsiderando o efeito cambial, o resultado apurado configuraria uma diminuição de -41,8% na comparação entre os dois períodos.

 

do Petrópolis

o zelador de um predio aqui de perto de casa, encheu o saco de FORTUNATTIS QUE NÃO FAZEM NADA. NÃO COLOCAM PLACAS NAS RUAS...NEM NADA. SO COBRAM IMPOSTOS. ELE MESMO FEZ A PLAQUETE:
- TAVA DE SACO CHEIO DE TER QUE DIZER O NOME DA RUA, ME DISSE.

?COMO DIRIA AQUELE BIGOGUDO DA BOSSOROCA EM CASA CHEIO DE APOSENTADORIAS, É A ' CIDADANIA DESPERTADA'...SO RINDO.....

 

Aviso

no banheiro do cartório MANICA o aviso. não mijem no chão.....

 

Paradoxo

E o dólar, paradoxalmente (ou ñ?) só despenca. (Laurinho da Venâncio)

 

roteiro do findi

tem muita coisa boa por ai na semana de porto alegre....

vai começar um ciclo sobre a ditadura no cinema redenção. aconselho.....

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana

No próximo Sábado (dia 02/04/2016) as 10h15min no Espaço Multiuso Santander assistiremos ao filme "Santo Agostinho" (Agostinho d´Hippona - 1972) . Assistiremos a versão em DVD. Com direção do mestre italiano Roberto Rossellini (Roma, Cidade Aberta), Santo Agostinho é uma cinebiografia de Agostinho de Hipona (354-430 d.C.), um dos grandes nomes do Cristianismo e um dos maiores filósofos da Humanidade. Rossellini focaliza a principal fase da vida e obra de Agostinho: o momento em que ele se torna bispo de Hipona. Com rigor histórico e realismo, o filme mostra seu combate aos heréticos donatistas, a sua famosa oratória, suas ideias e a realização de seus primeiros livros, como Confissões e Cidade de Deus. Inédito no Brasil, Santo Agostinho é um dos melhores trabalhos de Rossellini e uma oportunidade imperdível de se conhecer um pouco sobre a vida e a obra de Santo Agostinho.

No próximo Domingo (dia 03/04/2016) as 10h15min no Cinebancários assistiremos ao filme "Para minha amada morta Saudações" (2015). Após a morte de sua esposa, o fotógrafo Fernando (Fernando Alves Pinto) torna-se um homem calado e introspectivo. Ele vive cercado de objetos pessoais da falecida, até descobrir, em uma fita VHS, uma surpresa que coloca em dúvida o amor da esposa por ele. Fernando decide investigar a verdade por trás destas imagens, desenvolvendo uma obsessão que consome seus dias e sua rotina.

 

Livro

olha quem tava no piratini no lançamento da barranca. ( o bicca tá sempre nas bocas....)

De: letier12
Enviada: Quinta-feira, 31 de Março de 2016 09:59

Participaram do ato de sanção o cantor Elton Saldanha, do Grupo Os Angüeras e organizador do festival; João Manoel Bicca, da família fundadora do evento; e os músicos Daniel Torres e Jader Leal.

Letier Vivian
São Borja/RS

 

A turma do GOLPE

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

SOBRE GOLPES

Registrada na história, a data de 31 de março iniciou o golpe civil-militar que derrubou João Goulart da presidência da República. Foi o dia exato em que o General Mourão Filho, aquele que ficaria conhecido como “a vaca fardada”, ordenou que as tropas da quarta divisão de infantaria partissem de Juiz de Fora em direção ao Rio de Janeiro. Seria o início de um desfecho golpista que sepultou as Reformas de Base. Um golpe clássico com os típicos ingredientes da Guerra Fria.
O retrato atual do clima de tensão no país, de acirramento de ânimos acentuando-se a cada dia, aponta luzes para o fatídico episódio de 1964. Mesmo admitindo que existem semelhanças de contexto, entendo que não há fundamento entre comparações com Jango e Dilma! O Presidente João Goulart, num período de governo presidencialista de menos de um ano e três meses, avançou propondo as reformas de Estado em praça pública, procurando sempre o diálogo com o povo e com o Congresso Nacional.
O Governo do protagonismo Petista originário de 2003, em seu quarto mandato, nunca ousou a “subversão” da ordem injusta, aprofundando reformas Estruturais ou Institucionais. Confundiu justiça Social com assistencialismo. Foi permissivo e até conivente com o Sistema econômico do “Status Quo”. Nunca antes na história deste país os bancos ganharam tanto dinheiro. A esperança venceu o medo, entretanto, o Sistema Financeiro especulativo permaneceu inquestionável.
As diferenças elementares entre Trabalhismo e “Petismo” não justificam jamais a interrupção da Estabilidade Democrática, e aqui reside a semelhança. Entendo que “impeachment, sem crime de responsabilidade, é golpe”. Não vislumbro, ainda, um crime fatal a ponto de efetivar tal medida extremada. Aplaudo todas as iniciativas de combate à corrupção, quando dentro da legalidade. Acontece que incompetência de gestão ou baixa popularidade, lamentavelmente para alguns, não pode ser o motivo para derrubar um Chefe de Estado, eleito democraticamente pelo voto.
Certamente a história não me pertence, as interpretações são livres. Opto pela lição de cautela, herdada do personagem que será lembrado exaustivamente durante estes dias, João Belchior Marques Goulart. De outra sorte, seria eu leviano com a memória de meu avô ao manter-me na omissão, em nome deste legado político, que se confunde com a história do Brasil.
Christopher Goulart
Advogado, Primeiro Suplente de Senador (PDT-RS)

 

Inscrições abertas para 50 vagas de Estágio na Assembleia Legislativa

A Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH), em parceria com a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul (AL-RS), informa a abertura de Edital de Inscrições para o Processo Seletivo Público de Estágio. As inscrições gratuitas devem ser realizadas no link do Portal de Concursos da FDRH, entre os dias 28 de março e 11 de abril.

O Processo Seletivo Público de Estágio da Al-RS destina-se ao preenchimento de 50 vagas, por estudantes do Ensino Médio, e formação de Cadastro Reserva, conforme Anexo I do Edital disponível no site da organizadora.

O valor a ser pago a título de bolsa-auxílio, por hora de estágio efetivamente comprovada, é de R$ 3,86. Juntamente com a bolsa-auxílio do período será pago o auxílio lanche, no valor de R$ 11,45, e o auxílio-transporte, no valor de R$ 6,50, ambos por dia de efetivo exercício de estágio.

A Prova Objetiva conta com 20 questões com valores distribuídos entre as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. A data, local e horário das provas ainda não foram divulgados. Mais informações pelo email estagios-alrs@fdrh.rs.gov.br.

 

Patrimônio da antiga metalúrgica Eberle é repassado ao município de Caxias de Sul

O complexo da antiga Metalúrgica Abramo Eberle (Maesa), de Caxias do Sul, foi oficialmente transferido ao município. O ato de transferência foi assinado na manhã desta quinta-feira (31), pelo governador José Ivo Sartori, no Palácio Piratini.

A partir de agora, Caxias do Sul é proprietária de um dos prédios de maior importância do município - e do estado -, a Metalúrgica Abramo Eberle (Maesa). A doação efetiva do complexo ocorreu nesta quinta-feira (31), no Palácio Piratini. O governador José Ivo Sartori e demais autoridades assinaram documento passando a escritura para a prefeitura, que dará início à criação de um dos mais importantes espaços culturais e históricos da cidade.

Ao assinar o termo de transferência, Sartori destacou o significado do ato. "A Maesa é um patrimônio histórico cujo valor transcende o município de Caxias do Sul, com muita representatividade no país e no mundo, não somente pela grandiosidade do polo mecânico-metalúrgico, como também pela história dos imigrantes italianos”.

O chefe do Executivo gaúcho disse que, a partir de hoje, a revitalização do espaço - construído em 1947 - será possível “com a participação da comunidade, como já vem ocorrendo, pois o local é ideal para a realização de ações culturais e muitas outras”.

Para o governador, que lembrou o fato de que a negociação para a transferência da propriedade do Estado para Caxias do Sul iniciou-se no governo anterior, "devolver importante patrimônio para o município e contribuir para sua preservação é de uma imensa satisfação”.

A transferência oficial da área da Maesa era muito aguardada pela administração municipal que, a partir de agora, poderá concretizar diversos projetos previstos para o local onde funcionou a indústria. O primeiro deles será a transferência da Guarda Municipal e da Secretaria Municipal de Segurança para um dos prédios existentes na área, que tem 53 mil metros quadrados.

Também o prefeito Alceu Barbosa Velho enfatizou a importância da legalização da doação do prédio da Maesa para Caxias do Sul. “Sabemos que a caminhada ainda será longa para a concretização dos planos para o local, mas temos uma comissão alerta e dedicada que irá, com a participação de todos, dar encaminhamento à melhor utilização da antiga Metalúrgica Eberle – que é uma imensa área situada no coração de Caxias e maior patrimônio histórico do município”.

A secretária municipal da Cultura, Rubia Frizzo, informou que a comissão especial já está trabalhando no plano de ocupação do espaço. "A lei da transferência do patrimônio previa uma série de requisitos, que foram todos cumpridos. O principal deles, o Plano de Necessidades do Uso, foi cumprido em 2015 e o pré-projeto arquitetônico já foi aprovado na primeira reunião de 2016 da Comissão".

Conforme Rubia, além datransferência de secretarias para o prédio, estão previstos a instalação de um Museu da Metalurgia e de Artes Visuais; a criação de um mercado público, com restaurantes, café e espaços culturais; multipalco para espetáculos; salas de cinema, biblioteca, dentre vários outros.

Além do governador José Ivo Sartori, a o termo de doação da Maesa foi assinado pelo secretário-geral de Governo, Carlos Burigo, secretário da Modernização Administrativa e dos Recursos Humanos, Eduardo Oliveira; prefeito de Caxias do Sul, Alceu Barbosa Velho, além dos presidentes das diversas comissões que participam do projeto de revitalização do local.

 

Diretor da SOP visita obra de construção da cobertura de quadra poliesportiva em Arvorezinha

O Diretor Geral da Secretaria Estadual de Obras, Saneamento e Habitação, Valmor Krysczun visitou na manhã desta quarta-feira (30), a obra de construção da cobertura de uma quadra poliesportiva no Instituto Estadual de Educação Felipe Roman Ros, em Arvorezinha.

O diretor foi acompanhado na visita pela diretora do Instituto, Anali Zanchin Paludo e pelo assessor parlamentar, Eduardo Dall Agnol. A construção da cobertura da quadra poliesportiva era um sonho antigo da comunidade escolar. O serviço está em fase final de conclusão. A cobertura está pronta, restando à construção do piso da quadra de esportes.

A empresa responsável pela execução da obra é a Dami Construções e Saneamento LTDA, com o investimento de R$ 418.489,55 (quatrocentos e dezoito mil, quatrocentos e oitenta e nove reais e cinquenta e cinco centavos).

 

Recuperação de estradas vicinais beneficia famílias em Ilópolis

O Governo do Estado através da Secretaria Estadual de Obras, Saneamento e Habitação vêm trabalhando no auxilio aos municípios gaúchos, disponibilizando através de convênio o empréstimo de máquinas para auxiliar as comunidades com os serviços de recuperação de estradas vicinais, drenagem e limpeza de rios e arroios.

A SOP assinou com o município de Ilópolis o termo de cessão para o empréstimo de uma escavadeira hidráulica, para a execução de serviços de desassoreamento do arroio que cruza o centro do município numa extensão de 200 metros, assim como a recuperação e manutenção de estradas vicinais, beneficiando diretamente mais de 120 famílias de produtores rurais.

Nesta quarta-feira o diretor geral da SOP, Valmor Krysczun realizou uma visita técnica ao município de Ilópolis, para acompanhar os trabalhos de extração e britagem das pedras que estão sendo utilizadas no cascalhamento das estradas vicinais. Acompanharam a visita o servidor municipal, Cezar Slaviero e o assessor parlamentar, Eduardo Dall Agnol.

O Programa de Apoio Operacional beneficiou no ano de 2015 mais de trinta municípios gaúchos, levando o desenvolvimento e oportunizando melhores condições para o escoamento das produções agrícolas, assim como garantindo segurança aos milhares de gaúchos que trafegam diariamente pelas estradas vicinais.

 

de Serafina

n posso deixar de contar esta. hj brincando chamei a adri de ' poregrama'. no dialeto é pejorativo. mas lhe disse que estava ' squersando' - brincando.

me lembrei do veio e falecido ARCOLINO CERVIEIRI....meupai fazia graspa no potreiro dele, onde havia um alambique comunitário.

um dia o arcolino o convidou pra ir almoçar na casa dele.

meu pai olhou aquele quadro encima da mesa, ondde havia uma foto do casal. e elogiou
- que bonito!!

arcolino saiu-se com esta
- DUE PORIGRAMI.....

 

Serafina Correa RS

otimo já tinham me informado que o gazetinha não tá circulando. quem sabe eu vou a serafina colocar um jornal.(olides)

Data: 30/03/2016 23h45min14s UTC

Boa Noite Querido Olides sou Moro em serafina faz 3 anos e meio,acompanho teu blog quando tenho disponibilidade do precioso tempo,trabalho na emissora Comunitaria de Serafina Correa no mesmo prédio da Turma do PT(INFELISMENTE hehehe), queria te notificar que faz duas semana que o dos jornais Gazeta Regional(serafina correa) e do INFORME REGIONAL(Nova araçá) não circula na cidade, o proprietário Thales Timbola que mora em Santa Catarina atualmente, não efetuou alguns pagamentos como a grafica detalhe de marau e o entregador(Valdeci dos correios) e nas duas ultimas vezes fiquei de entregador no lugar dele(Valdeci) isso faz quase duas semanas, todas as matérias e diagramação continua sendo mantidas pela KARINA VIVIAN(severina interina) só que quando chega no momento de enviar para grafica, ficamos sem respostas tudo via email, estou sem receber( Money ) desde janeiro dos serviços prestados, a luz da redação foi cortada e os assinantes tão desesperado tentando ligar( sem êxito ) para a redação querendo saber o motivo de não estar circulando.
Quis desabafar um pouco porque contava com o OVO no C da galinha.Acredito que o BARCO afundou porque as duas ultimas IMPRESSAS DO JORNAL FOI PAGO PELO PAI DELE(Thales)
Abração

 

Prefeito em contato com o Presidente PP

Bico branco parece não ter gostado da proposta do 'chefão' do PP
- que é isto BERNARDI, EU QUERO A FEDERAL, NÃO A ESTADUAL(olides)

Durante a viagem de trabalho em Porto Alegre, em 22 de Março de 2016, o Prefeito Ademir Antonio Presotto esteve conversando com lideranças políticas do Estado, entre elas o Presidente do Partido Progressista (PP/RS), Celso Bernardi. Acompanhando a viagem, esteve o Secretário Municipal de Agricultura, José Barp.

 

Audiência no Gabinete do Deputado Jorge Pozzobom

O Prefeito Ademir Antonio Presotto, o Secretário de Agricultura, Pecuária e Agronegócio, José Barp, e Cláudio Oliveira de Andrade foram recebidos, em Porto Alegre, no dia 22 de Março, pela Chefia de Gabinete do Deputado Estadual Jorge Pozzobom. Na ocasião, as autoridades buscaram apoio para projetos que beneficiam toda a comunidade serafinense.

 

Prefeito Municipal em contato com Autoridades

O Prefeito Ademir Antonio Presotto esteve em Porto Alegre, no dia 22 de Março de 2016, buscando importantes projetos para o município. Entre as diversas audiências, o Chefe do Executivo esteve em contato com o Subchefe Parlamentar da Casa Civil do Estado, Ademir Baretta, e demais autoridades, apresentando as demandas para o município.

 

2ª FestIpê e ExpoIpê

De 08 a 17 de Abril de 2016, o município de Ipê promoverá a segunda edição da Feira da Produtividade, exposição, agroecologia, gastronomia, esportes e shows. Considerada a Capital Nacional da Agricultura, a cidade celebra a diversificação da produção agrícola, industrial, artesanal e cultural. Durante a viagem de trabalho, em Porto Alegre, no dia 22 de Março, o Prefeito de Serafina Corrêa, Ademir Antonio Presotto, o Deputado Estadual, Gilmar Sossella, e o Secretário Municipal de Agricultura, José Barp, receberam o convite oficial para a 2ª FestIpê, com a simpatia das Soberanas daquele município.



ARQUIVO

2007
           
 Set
 Out
2008
2009
2010
2011
2012
2013
2014

Abr01
Abr02

2015
Mar01
Mar02
Dez01
Dez02
2016 Jan01
Jan02
Fev01
Fev02
Mar01
Mar02
Abr01
Abr02
               



OLIDES CANTON - JORNALISTA E ESCRITOR

Nascido em 16 de Janeiro de 1952 na cidade de Serafina Corrêa-RS, Olides Canton passou nesta cidade toda a sua infância. Mudando-se para Porto Alegre, cursou a Escola Julio de Castilhos, tornando-se Bacharel em Comunicação Social pela FABICO/UFRGS em 1982. Trabalha como Jornalista desde 1970. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior, Jornal Zero Hora. No Jornal do Brasil e Revista Carga e Transporte atuou como free-lancer. Editor do Jornal de Bordo e Revista Fitness. Possui 9 livros publicados. Ganhou quatro prêmios de Jornalismo, um do Badesul, dois do Setcergs e um da ARI. Registro no Sindicato dos Jornalistas RS: 2776 - Registro Jornalista - Mtb 4959.

Telefone: (51) 3330-6803
e-mail: contato@deolhoseouvidos.com.br

Autor de inúmeros livros, Olides Canton firmou-se como um
exímio contador de histórias contemporâneas.
Conheça agora as obras do autor
© "de Olhos e Ouvidos"  -  Todos os direitos reservados
Os textos e imagens publicados neste site são de inteira responsabilidade de Olides Canton.


EDIÇÕES DO FITNESS

Edição 185 - fevereiro 2016
Edição 184 - janeiro 2016
Edição 183 - outubro 2015
Edição 182 - setembro 2015
Edição 181 - agosto 2015
Edição 180 - julho 2015
Edição 179 - maio 2015
Edição 178 - março 2015
Edição 177 - feverero 2015
Edição 176 - janeiro 2015
Edição 175 - dezembro 2014
Edição 174 - novembro 2014

Edição 173 - outubro 2014

Edição 172 - agosto 2014

Edição 171 - junho 2014

Edição 170 - maio 2014

Edição 169 - março 2014
Edição 168 - janerio 2014
Edição 167
Edição 166
Edição 165
Edição 164
Edição 163
Edição 162

Edição 161
Edição 160
Edição 159
Edição 158
Edição 157
Edição 156
Edição 155
Edição 154
Edição 153
Edição 152
Edição 151
Edição 150
Edição 149
Edição148
Edição 147
Edição146
Edição145
Edição144
Edição143
Edição 142

Edição 141
Edição 140
Edição 139
Edição 138
Edição 137
Edição136
Edição135
Edição134
Edição 133
Edição132
Edição 131
Edição 130
Edição129
Edição128
Edição127
Edição 126
Edição125
Edição 124

Edição 123
Edição 122
Edição 121
Edição 120
Edição 119
Edição 118
Edição 117
Edição 116
Edição 115
Edição 114
Edição 113
Edição 112
Edição 111
Edição 110
Edição 109
Edição 108
Edição 107
Edição 106
Edição 105
Edição 104
Edição 103
Edição 102
Edição 101
Edição 100
Edição 99


ESTÃO À VENDA


Cidades vizinhas (A briga entre cidades gaúchas) • R$ 15


Cosi la ze stata (Breves histórias de Serafina Correa/RS) • R$ 20


Getulio Vargas, depoimentos de um filho (Maneco Vargas fala de Getulio) • R$ 20


Estradas do Rio Grande (A história da construção pesada no RS) • R$ 50

Mais a postagem. Procure pelo olidescanton@bol.com.br.


ANUNCIE NO SITE

Entre em contato conosco

Edições Anteriores do Blog

Vende-se

Playboys norteamericanas de maio/69, julho/68, julho/69 e abril/65, e Homem de out/75. Todas em bom estado. Com este repórter (Olides).