BEM AVENTURADOS OS QUE TEM SEDE DE JUSTIÇA,
ELES SERÃO SACIADOS (jesus no sermão da Montanha)



31 de março de 2016

a ' maluca' de Pemba

A Teresa é uma bola....morou em PEMBA em moçambique nos anos 80, quando pra lá se mudou com a fmilia. comia feijão com lagosta, imagina, pq a lagosta era tanta que faziam no feijão. perto do ocenao indico.....

a Teresa não deixa qq ambiente triste. ela dá rolo mesmo....tenho inúmeras histórias dela, todas IMPUBLICÁVEIS...mas é religiosa, vai a msisa todos os dias.

sempre que me contro com ela damos boas risadas. nos anos 80, quando ia pra moçambquue aparecia lá em casa e largava as filhas que mijavam na minha cama...ela nem tava aí...(OC) em tempo. ela cahma o santana de PAULO. COM MUITA INTIMIDADE. PUDERA. É SEU IRMÃO. ME DISSE QUE TÁ SE RECUPERANDO.(oc)

MALUCA DE PEMBA

de uma feita, a teresa pegou o marido e foram a cata de uns amigos pra passarem juntos o carnaval em floripa. não os encontrou. ai foram até uma praia perto de garopaba, e estavam lá tomando trago. ela fez um gesto que ninguém esqueceu até hoje de alegria ao ve-los( o gesto não vou dizer,né....)

a maluca de PEMBA É UMA DAS FUNDADORAS DA BANDA DK....

* a teresa tem várias histórias, mas nada se compara a uma x que um amigo veio de moçambique e fizmeos uma grande festa no al dente, no shopping praia de belas.

tava todo mundo de trago. até a teresa começou a colocar o dedo naquele lugar que vcs imaginam de um comunicador muito famoso que tava lá e já falecido. ele ria que se matava, mas a maluca não parava de fazer isto. é doida de atar. mas tb irmã do santana o que tu querias???(OC)

 

Coleguinhas

ANTONIO DE OLIVEIRA VEM DE FLORIPA, ONDE MORA, PRO MANIFESTO FICA DILMA, DE HJ EM PORTO.

ELE OCUPOU CHEFIAS NOS GOVERNOS DO PT NO RS.

 

TOCO

GANHEI UM TOCO DO LAURINHO DA VENANCIO NA TERÇA. NÃO SEI QUE MILAGRE SE OPEROU. DEVE SER AINDA DA PASCOA.

 

imprensa

no começo dos anos 70, quando laurinho da venancio entrou na zh, o veio jbaveline lhe deu uma pauta. ir no BURMEISTER, sdv trabalhista. tinha lá uma denuncia.( os dois ave e bur eram do partidão....).burmeister mostrou a laurinho um atestado onde o cara que entrava na firma- não sei sera de onibus, ou de que - assinava já sua demissão...era um troço ilegal, me parece hologado pela DRT já.

lauro fez a materia, zh a publicou e no outro dia o del reg do trabalho GUIDO MOESCH(pai do beto moesch) foi na gaucha dar explicações da situação ao candido norberto num programa que havia la. a zh não deu a materia, nem ouviu o moesch(OC)

 

memoria

O RENATO GIANUNCA VOLTA E MEIA PIRAVA. TINHAM QUE INTERNAR ELE. UM DIA SEU PAI CHEGOU NA REDAÇÃO DA ZH - ELE ERA EDITOR DE NACIONAL - MOSTROU-LHE A COPIA DE INTERNAÇÃO. RENATO TOMOU A COPIA DA MÃO DO PAI E A RASGOU EM PEDACINHOS. O PAI, MEIO QUE VITORIOSO, DISSE.
- NÃO TEM PROBLEMA A ORIGINAL ESTÁ AQUI DENTRO DA MINHA CARTEIRA. VAIS COMIGO.

* UMA X QUE O GIANUCA PIROU, ELE FUGIU...NÃO SE SBAE SE PRA SANTA OU RIGO RANDE. A ZH DEU PARTE NA POLICIA. TODO MUNDO NA CAPI DELE. AI NO MEIO DE UMA TRDE ELE CHEGOU NA ALRS NA SALA DO TERLERA QUE EM SEGUIDA LIGOU NO FONE VERMELHO DIRETO NA MESA DO FEHLBERG.
- O MALUCO CHEGOU, TPA QUI ....
- PÉLO AMOR DE DEUS SEGURA ELE AI, NÃO DEIXA FUGIR DISSE FEHLBERG.POE ELE NUM TAXI. FOI O QUE TERLERA FEZ INDO JUNTO ATE A ZH.QUANDO INTERNARAM ELE.

* O GIANUCA É MEU AMIGO PESSOAL. GOSTO MUITO DELE. ESCREVEU UM PREFACIO MARAVILHOSO DE UM LIVRO D EMEMORIAS QUE TENHO AINDA NÃO PUBLCIADO.

 

CAMPANHA

EM 1982, JAIR SOARES FOI A STA ROSA FAZER CAMPANHA. SE REUNIRAM AS FORÇAS VIVAS DO MUNICIPIO. ENTRE ELES O DONO DO PRENDA, UM FRIGORIFICO DE LÁ. PEDRO CARPENEDO.SEU NOME. NO MEIO DA CONVERSA, JAIR PERGUNTOU O QUE ELES QUERIAM.

- QUEREMOS QUE MANDE UM TAL AGRONOMO PRA CA PRA EMATER....

JAIR DISSE NA LATA:

- SOU CANDIDATO A GOVERNADOR, NÃO A NOMEAR AGRONOMOS.

CARPENEDO LEVANTOU-SE E SE RETIROU DO ENCONTRO ,FURIOSO.(oc)

 

Céu outonal (by Laurinho da Venâncio)

 

Manifestação contra o golpe



Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

NÃO VAI TER GOLPE

Tu nem parece macaca velha, tu sabe que impresa não tem força, menos de 2% da população lê jornal, revista. A hora da política nos telejornais é a hora do cara ir cagar ou mijar. É por isso que cada vez tem mais notícia policial. Se fosse pela imprensa o Color estaria até agora, se não são o cara-pintadas não tinha acontecido nada, e não esqueça que ele renunciou. E depois ganhou no Supremo sua inocência.

Não tem como ter impeachment sem crime. A Dilma não se enquadra em nenhum dos crimes previstos na constituição. Vai tudo embaralhar no STF e mais ou menos em 2034 sai uma decisão.

Nesta quinta estaremos na rua mostrando a força do povo,

Não vai ter golpe, Dilma fica, Lula 2018/2022.

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Kkkkk

A saída do PMDB só melhora o governo

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

do Comunique-se

Chargista tem arte adulterada e é ameaçado de morte em rede social

O chargista Ivan Cabral, do Novo Jornal, veículo de notícias do Rio Grande do Norte, foi hostilizado e ameaçado de morte pelo Twitter nesta semana após ter uma de suas charges adulterada e compartilhada nas redes sociais. Na modificação, uma manifestação de militantes do PT é dispersada depois que uma carteira de trabalho é lançada no meio do protesto.

Charge original mostra multidão vestidas com camisas amarelas correndo após arremesso de livro de história (Imagem: Divulgação)

No entanto, o profissional divulgou que o trabalho verdadeiro, intitulado "Como acabar com um protesto de coxinhas", mostrava defensores do impeachment da presidente Dilma Rousseff, com camisas verde e amarelas, e a multidão corria após o arremesso de um livro de história.

"Depois que postei a charge original, o usuário do Twitter @povinhojecarn postou várias ameaças. Quando as divulguei nas redes, essas ameaças foram apagadas Tudo me parece uma grande bravata, destempero verbal, viabilizado por essa tensão nacional”, comentou Cabral, em texto publicado pelo próprio Novo Jornal.

O auxiliar administrativo Diego Costa, do Rio de Janeiro, usou seu perfil no Facebook para se responsabilizar pela alteração. “Baixei a foto, abri no photshop e troquei o amarelo por vermelho e substituí o livro de história pela carteira de trabalho. Mas só pra sacanear resolvi deixar a assinatura dele!”, postou.

Nessa terça-feira, 22, o responsável pela montagem - que trocou o sentido da arte produzida pelo chargista - pediu desculpas pela conduta e declarou que promete evitar o compartilhamento da polêmica imagem.


Charge modificada. Autor da montagem chegou a tirar
sarro da situação (Imagem: Reprodução/Facebook)

Juca Kfouri é xingado de maldito e petista por “quarteto de arruaceiros”

O jornalista Juca Kfouri relatou em texto veiculado em sua página no UOL que "quatro arruaceiros" foram até a esquina da rua em que mora para fazer "algazarra". Segundo o relato, os homens estavam em um Honda Civic que, inclusive, já teve seu dono identificado.

Kfouri relata que, com buzinas nas mãos, os homens o xingaram de "maldito, fdp e petista". Além disso, o jornalista informa que essa não é a primeira vez que isso ocorre. "Na segunda-feira retrasada já tinham feito o mesmo, com dois carros, e eram oito. Eu não estava em casa, mas minha mulher os viu, assim como o guarda-noturno, que não anotou as placas".

Desconfortável com a situação, o profissional conversou com os agressores, que argumentaram. "Logo fui dizendo que eles estavam enganados, que não sou e nunca fui petista e que sou contra o impeachment", disse o jornalista, que ouviu a resposta de um agressor que estava mascarado: "Eu gostaria que você repetisse que não é petista, porque sou seu fã”.

Kfouri descobriu por meio da placa do veículo que o carro está no nome de uma empresa. O filho dos donos do automóvel, que atendeu o jornalista no telefone, prometeu entregar os nomes dos envolvidos e ressaltou que ele não era um dos agressores. "Diz ele que não era um dos quatro, embora uma foto sua seja muito semelhante ao motorista do veículo", comentou Kfouri ao finalizar o relato.

 

Palestra “Território, conhecimento e inovação: uma perspectiva geográfica” ocorre na FEE

A Fundação de Economia e Estatística (FEE) tem a honra de convidá-lo(a) para a Palestra “Território, conhecimento e inovação: uma perspectiva geográfica”, com Rui Jorge Gama Fernandes (Prof. Dr. do Departamento de Geografia da Universidade de Coimbra/Portugal e pesquisador no Centro de Estudos em Geografia e Ordenamento do Território).

A palestra irá abordar os processos de inovação e suas repercussões sobre o território em seus aspectos sociais e econômicos. Entre outros temas, Rui falará também sobre as políticas de inovação na União Europeia, em especial em Portugal.

Confira mais informações abaixo e participe!

Palestra “Território, conhecimento e inovação: uma perspectiva geográfica”
Palestrante:Rui Jorge Gama Fernandes (Prof. Dr. da Universidade de Coimbra/Portugal)

Mediador:Iván Peyré Tartaruga (Geógrafo da FEE)

Data: 11 de abril de 2016 (segunda-feira)

Hora: 14h30min

Local: Auditório da FEE (Rua Duque de Caxias, 1691, Centro/POA)

O evento é promovido pela FEE, pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

A entrada é gratuita e não necessita inscrição prévia.

 

Garruchos existe mesmo! Tá no mapa do satelite!

olha o uruguai dando umas voltas. do outro lado fica garruchinhos

Enviada: Quarta-feira, 30 de Março de 2016 15:48

 

Lei Festival da Barranca

com todo o respeito mas algumas caras ai lembram, bom deixa pra lá, ia dizer o tempo do faroeste(OC)

De: letier12
Enviada: Quarta-feira, 30 de Março de 2016 19:55

Governador sanciona lei que inclui Festival da Barranca no calendário de eventos do RS

O governador José Ivo Sartori sancionou, nesta quarta-feira (30), a lei que inclui o Festival da Barranca de São Borja no Calendário Oficial do Estado e que o declara manifestação de grande relevância cultural dos gaúchos . O evento nativista ocorre há 45 anos em acampamento às margens do rio Uruguai, durante a Semana Santa. "O festival é um patrimônio cultural imaterial do Rio Grande do Sul", disse o governador.

O autor da proposta, deputado Eduardo Loureiro, afirmou que a iniciativa é valorizar um dos mais antigos festivais nativistas do estado. O secretário da Cultura, Victor Hugo, elogiou a atitude do parlamentar por propor uma lei que "espelha a vida das pessoas".

O encontro anual reúne cerca de 300 artistas convidados pelo grupo nativista Os Angüeras - Grupo Amador de Arte. O diferencial do acampamento é que no começo da noite da sexta-feira, uma comissão julgadora escolhe um tema e os barranqueiros têm até a noite do sábado de Aleluia para compor e defender suas obras. Este ano, o tema foi "Convivência".

Participaram do ato de sanção o cantor Elton Saldanha, do Grupo Os Angüeras e organizador do festival; João Manoel Bicca, da família fundadora do evento; e os músicos Daniel Torres e Jader Leal.

 

Assinado acordo operacional para perfuração de poço artesiano no município de Mariano Moro

Na tarde desta terça-feira (29), foi realizado na Secretaria Estadual de Obras, Saneamento e Habitação (SOP), a assinatura do acordo operacional para perfuração de poço artesiano no município de Mariano Moro. O acordo operacional firmado entre a secretaria e a prefeitura municipal de Mariano Moro irá beneficiar com a perfuração de poço tubular para abastecimento de água, a comunidade da Linha Filippi. O Secretário Estadual de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann destaca a importância do programa. “O programa de perfuração de poços artesianos, desenvolvido pelo Governo do Estado em parceria com a Corsan e os municípios gaúchos, tem como finalidade garantir e promover o abastecimento de água para aquelas localidades que não possuem acesso a redes de abastecimento, garantindo a saúde e o bem estar das famílias”, destacou o secretário.

Participaram do ato de assinatura do acordo operacional o prefeito municipal de Mariano Moro, Adelar Battisti, o vereador, Valdecir Barbieri, o assessor parlamentar, Valdecir Pinto, o diretor geral da SOP, Valmor Krysczun, a chefe de gabinete, Adenir de Fátima Jahn e o empresário, Irineu Fantin.

 

Eleições 2016: As condutas vedadas aos agentes públicos em campanha eleitoral

A Resolução Nº 23.457, de 15 de dezembro de 2015, dispõe sobre propaganda eleitoral, utilização e geração do horário gratuito e condutas ilícitas em campanha eleitoral nas eleições de 2016. Veja aqui as condutas vedadas aos agentes públicos
Fonte: TSE
Eleições 2016 Ad BR.jpg
Para a imprensa do interior é importante observar o artigo VI deste Capítulo IX, que determina que a partir de 2 de julho de 2016 é vedada a autorização de publicidade institucional pela prefeitura e demais órgãos públicos. As despesas com publicidade não devem exceder a média dos gastos no primeiro semestre dos três últimos anos que antecedem o pleito.
Confira as demais disposições da Resolução 23.457, referentes às condutas vedadas aos agentes públicos em campanha eleitoral.
CAPÍTULO IX
DAS CONDUTAS VEDADAS AOS AGENTES PÚBLICOS EM CAMPANHA ELEITORAL
Art. 62. São proibidas aos agentes públicos, servidores ou não, as seguintes condutas tendentes a afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais
I - ceder ou usar, em benefício de candidato, de partido político ou de coligação, bens móveis ou imóveis pertencentes à administração direta ou indireta da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Territórios e dos Municípios, ressalvada a realização de convenção partidária;
II - usar materiais ou serviços, custeados pelos governos ou casas legislativas, que excedam as prerrogativas consignadas nos regimentos e normas dos órgãos que integram;
III - ceder servidor público ou empregado da administração direta ou indireta federal, estadual ou municipal do Poder Executivo, ou usar de seus serviços, para comitês de campanha eleitoral de candidato, de partido político ou de coligação, durante o horário de expediente normal, salvo se o servidor ou o empregado estiver licenciado;
IV - fazer ou permitir uso promocional em favor de candidato, de partido político ou de coligação, de distribuição gratuita de bens e serviços de caráter social custeados ou subvencionados pelo poder público;
V - nomear, contratar ou de qualquer forma admitir, demitir sem justa causa, suprimir ou readaptar vantagens ou por outros meios dificultar ou impedir o exercício funcional e, ainda, ex officio, remover, transferir ou exonerar servidor público, na circunscrição do pleito, a partir de 2 de julho de 2016 até a posse dos eleitos, sob pena de nulidade de pleno direito, ressalvadas:
a) a nomeação ou exoneração de cargos em comissão e designação ou dispensa de funções de confiança;
b) a nomeação para cargos do Poder Judiciário, do Ministério Público, dos Tribunais ou conselhos de contas e dos órgãos da Presidência da República;
c) a nomeação dos aprovados em concursos públicos homologados até o início daquele prazo;
d) a nomeação ou contratação necessária à instalação ou ao funcionamento inadiável de serviços públicos essenciais, com prévia e expressa autorização do chefe do Poder Executivo;
e) a transferência ou a remoção ex officio de militares, de policiais civis e de agentes penitenciários.
VI - a partir de 2 de julho de 2016 até a realização do pleito:
a) realizar transferência voluntária de recursos da União aos Estados e Municípios, e dos Estados aos Municípios, sob pena de nulidade de pleno direito, ressalvados os recursos destinados a cumprir obrigação formal preexistente para a execução de obra ou serviço em andamento e com cronograma prefixado, e os destinados a atender situações de emergência e de calamidade pública;
b) com exceção da propaganda de produtos e serviços que tenham concorrência no mercado, autorizar publicidade institucional de atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos ou das respectivas entidades da administração indireta, salvo em caso de grave e urgente necessidade pública, assim reconhecida pela Justiça Eleitoral;
c) fazer pronunciamento em cadeia de rádio e televisão fora do horário eleitoral gratuito, salvo quando, a critério da Justiça Eleitoral, tratar-se de matéria urgente, relevante e característica das funções de governo.
VII - realizar, no primeiro semestre do ano de eleição, despesas com publicidade dos órgãos públicos ou das respectivas entidades da administração indireta, que excedam a média dos gastos no primeiro semestre dos três últimos anos que antecedem o pleito;
VIII - fazer, na circunscrição do pleito, revisão geral da remuneração dos servidores públicos que exceda a recomposição da perda de seu poder aquisitivo ao longo do ano da eleição, a partir de 5 de abril de 2016 até a posse dos eleitos.
§ 1º Reputa-se agente público, para os efeitos deste artigo, quem exerce, ainda que transitoriamente ou sem remuneração, por eleição, nomeação, designação, contratação ou qualquer outra forma de investidura ou vínculo, mandato, cargo, emprego ou função nos órgãos ou entidades da administração pública direta, indireta ou fundacional
§ 2º A vedação do inciso I não se aplica ao uso, em campanha, pelos candidatos à reeleição aos cargos de prefeito e de vice-prefeito, de suas residências oficiais, com os serviços inerentes à sua utilização normal, para realização de contatos, encontros e reuniões pertinentes à própria campanha, desde que não tenham caráter de ato público .
§ 3º As vedações do inciso VI, alíneas b e c, aplicam-se apenas aos agentes públicos das esferas administrativas cujos cargos estejam em disputa na eleição
§ 4º O descumprimento do disposto neste artigo acarretará a suspensão imediata da conduta vedada, quando for o caso, e sujeitará os agentes responsáveis à multa no valor de R$5.320,50 (cinco mil, trezentos e vinte reais e cinquenta centavos) a R$106.410,00 (cento e seis mil, quatrocentos e dez reais), sem prejuízo de outras sanções de caráter constitucional, administrativo ou disciplinar fixadas pelas demais leis vigentes (Lei nº 9.504/1997, art. 73, § 4º, c.c. o art. 78).
§ 5º Nos casos de descumprimento dos incisos do caput e do § 10 do art. 73 da Lei nº 9.504/1997, sem prejuízo do disposto no § 4º deste artigo, o candidato beneficiado, agente público ou não, ficará sujeito à cassação do registro ou do diploma, sem prejuízo de outras sanções de caráter constitucional, administrativo ou disciplinar fixadas pelas demais leis vigentes (Lei nº 9.504/1997, art. 73, § 5º, c.c. o art. 78).
§ 6º As multas de que trata este artigo serão duplicadas a cada reincidência (Lei nº 9.504/1997, art. 73, § 6º).
§ 7º As condutas enumeradas no caput caracterizam ainda atos de improbidade administrativa, a que se refere o art. 11, inciso I, da Lei nº 8.429/1992, e sujeitam-se às disposições daquele diploma legal, em especial às cominações do art. 12, inciso III (Lei nº 9.504/1997, art. 73, § 7º).
§ 8º Aplicam-se as sanções do § 4º aos agentes públicos responsáveis pelas condutas vedadas e aos partidos políticos, às coligações e aos candidatos que delas se beneficiarem (Lei nº 9.504/1997, art. 73, § 8º).
§ 9º No ano em que se realizar eleição, fica proibida a distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios por parte da administração pública, exceto nos casos de calamidade pública, de estado de emergência ou de programas sociais autorizados em lei e já em execução orçamentária no exercício anterior, casos em que o Ministério Público poderá promover o acompanhamento de sua execução financeira e administrativa (Lei nº 9.504/1997, art. 73, § 10).
§ 10. Nos anos eleitorais os programas sociais de que trata o § 9º não poderão ser executados por entidade nominalmente vinculada a candidato ou por esse mantida (Lei nº 9.504/1997, art. 73, § 11).
§ 11. Para a caracterização da reincidência de que trata o § 6º, não é necessário o trânsito em julgado de decisão que tenha reconhecido a prática de conduta vedada, bastando existir ciência da sentença ou do acórdão que tenha reconhecido a ilegalidade da conduta.
Art. 63. A publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou de servidores públicos (Constituição Federal, art. 37, § 1º).
Parágrafo único. Configura abuso de autoridade, para os fins do disposto no art. 22 da Lei Complementar nº 64/1990, a infringência do fixado no caput, ficando o responsável, se candidato, sujeito ao cancelamento do registro de sua candidatura ou do diploma (Lei nº 9.504/1997, art. 74).
Art. 64. A partir de 2 de julho de 2016, na realização de inaugurações, é vedada a contratação de shows artísticos pagos com recursos públicos (Lei nº 9.504/1997, art. 75).
Parágrafo único. Nos casos de descumprimento do disposto neste artigo, sem prejuízo da suspensão imediata da conduta, o candidato beneficiado, agente público ou não, ficará sujeito à cassação do registro ou do diploma (Lei nº 9.504/1997, art. 75, parágrafo único).
Art. 65. É proibido a qualquer candidato comparecer, a partir de 2 de julho de 2016, a inaugurações de obras públicas (Lei nº 9.504/1997, art. 77, caput).
§ 1º A inobservância do disposto neste artigo sujeita o infrator à cassação do registro ou do diploma (Lei nº 9.504/1997, art. 77, parágrafo único).
§ 2º A realização de evento assemelhado ou que simule inauguração poderá ser apurada na forma do art. 22 da Lei Complementar nº 64/1990 ou ser verificada na ação de impugnação de mandato eletivo.

 

de Serafina

JA TINHA SABIDO QUE O GAZETINHA NÃO TAVA MAIS CIRCULANDO. O CARA SUMIU....TOMOU DORIL.....(oc)

 

Prefeito em viagem de trabalho em Porto Alegre

O Prefeito do Município de Serafina Corrêa, Ademir Antonio Presotto, esteve participando da Posse da Comissão Especial na Assembleia Legislativa, em Porto Alegre, na terça-feira, 22 de Março. Na oportunidade, esteve em contato com o Secretário da Casa Civil do Estado, Márcio Biolchi, e com o Presidente da referida Comissão, Deputado Estadual Gilmar Sossella.

 

Audiência na Secretaria Estadual de Obras

O Gabinete do Deputado Estadual Gilmar Sossella intermediou e participou, na tarde de terça-feira, 22 de Março de 2016, representado pela Assessora Parlamentar Marciana Fabris, de audiência na Secretaria de Obras do Estado com o Diretor-Geral Valmor Krysczum e a comitiva de Serafina Corrêa, formada pelo Prefeito Ademir Antonio Presotto, o Secretário de Agricultura, Pecuária e Agronegócio, José Barp, e Cláudio Oliveira de Andrade. Na oportunidade, o Chefe do Executivo Municipal e demais autoridades buscaram apoio para importantes projetos na área de infraestrutura e setor primário, beneficiando todos os serafinenses.

Durante a viagem de trabalho à Capital Gaúcha, no dia 22 de Março de 2016, o Prefeito Ademir Antonio Presotto, juntamente com Assessora Parlamentar do Deputado Gilmar Sossella, Marciana Fabris, e o Secretário Municipal de Agricultura, Pecuária e Agronegócio, José Barp estiveram em importante audiência na Secretaria Estadual de Obras, Saneamento e Habitação, com a Chefe de Gabinete do Secretário Gerson Burmann, Adenir Jahn. Em debate, a necessidade de perfuração de poços artesianos em Serafina Corrêa e demais projetos para a área da agricultura.

 

Presidente do Tribunal de Contas do Estado

O Prefeito Municipal, Ademir Antonio Presotto, durante a viagem de trabalho à Capital Gaúcha, no dia 22 de Março de 2016, em contato com o Presidente do Tribunal de Contas do Estado, Marcos Peixoto, juntamente com o Secretário de Agricultura, José Barp.

 

Comissão Especial dos Municípios sem Acesso Asfáltico

Durante a Posse da Comissão Especial, na Assembleia Legislativa, em 22 de Março de 2016, o Prefeito Ademir Antonio Presotto esteve conversando com lideranças políticas do Estado, entre elas o Deputado Estadual Sérgio Turra e o Deputado Vinícius Ribeiro. Acompanhando a viagem de trabalho, esteve o Secretário Municipal de Agricultura, José Barp.

 

Prefeito participa de Posse de Comissão na Assembleia Legislativa

A Presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Deputada Silvana Covatti, promoveu, no dia 22 de Março de 2016, em Porto Alegre, a Posse da Comissão Especial dos Municípios Sem Acesso Asfáltico. Na oportunidade, assumiu o Deputado Gilmar Sossella como Presidente da
referida Comissão que tem o objetivo de buscar alternativas para a pavimentação asfáltica das 79 Comunidades Gaúchas que ainda não possuem nenhum acesso asfaltado. O Prefeito do Município de Serafina Corrêa, Ademir Antonio Presotto, esteve participando da Solenidade que contou ainda com a presença do Secretário Estadual dos Transportes, Pedro Westphalen, do Secretário
da Casa Civil do Estado, Márcio Biolchi, dos Deputados Estaduais Sérgio Turra, Vilmar Zanchin, Zilá Breitenbach, Vinícius Ribeiro, demais Deputados, Prefeitos da Região, entre outras autoridades.


30 de março de 2016

parada d eonibus com musicia

pelo fumproarte. 4 paradas de bus de poa recebem esta semana musicia ao vivo entre 6-7 hs. naquela parada em frente ao café da redenção tavam tocando agora de noite. a teresa pra variar entrou no clima.....
a teresa morou em moçambique nos anos 80 e adora uma musiquinha. inda mais vinda da rua....

antes disto tinhamos tomado um coffee no maome na jose bonifacio.

 

Política

UMA FOTO DIZ TUDO....COMO DIZIA VITOR FACCIONI. 13.03.2016 DIA DA ' DESASTRADA' POSSE DE LULA NA CASA CIVIL DE DILMA. OLHEM A EXPRESSÃO DOS DOIS. DIZ TUDO.

outubrod e 1992. qq semelhança não é mera coindcidencia. collor deixa o Planalto depois da renúncia. ' faltou gasolina', diz o piloto do helicoptero pra não dar mais uma volta sobre o lago paranoá...collor estava fora do poder.

aki em petropolis tão batendo panelas fora de hora...no meiod a manhã.

 

ABIMAQ/RS NA STIHL

O Comitê de Recursos Humanos da ABIMAQ/RS realizará reunião em caráter extraordinário na sede da empresa STIHL, em São Leopoldo, nesta quarta-feira (30?) às 10h. A pauta da visita é a apresentação do modelo de Gestão de Pessoas da STIHL. Informações adicionais – telefone (51) 3364.5643.

 

Catamarã no Lago Guaíba, by Laurinho da Venãncio (27-03-2016)

 

Aceg

GANHOU O MORTADELA NA ACEG.....

 

Axilas onde?

o laurinho enchendo meu saco de manhã cedo(OC)

Enviada: Terça-feira, 29 de Março de 2016 09:34

"axilas de baixo do braço" é brabo! onde mais haveria axila se ñ embaixo do braço? porventura na virilha? já q teu modo (estilo) de escrever é "naturalistico" - e assim tu faz questão q seja -, pq tu ñ escreveu logo SUVACO? hahahah!

 

Mimoso?

não(OC)

o quidinho nãosabia que chamavam de mimoso. o nelson,sim(OC)

Enviada: Terça-feira, 29 de Março de 2016 09:42

Tu ñ tá confundindo o Nélson Adams Filho com o Euclides Contino Lisboa?, o "Quidinho". Qdo comecei no JC em 1985, o Adams andava por lá. Logo depois q entrei no JC ele saiu e foi para Torres. Nunca ouvi chamarem ele de Mimoso. Já o "Quidinho", sim, vivia chamando todo mundo de "mimoso". Acho q tu tá faxendo confusão.

 

Mimoso

choro de coleguinha. O MIMOSO DE TORRES SE FAZ DE PORBE. JORNALISTA TEMMANIA DE TER FEITO VOTO DE POBREZA. NA ZERO TINHA MUITO DISTO. O CECHIN ERA UM QUE ERA ASSIM E MUITOS OUTROS.....VISAM NA POBREZA UMA VIRTUDE, ALUGNS DEPOIS COMO O ANTONIO OLIVEIRA PEGARAM BONS EMPREGOS NO PARTIDO DOS POBRES....QUE DEU NO QUE DEU.

Enviada: Terça-feira, 29 de Março de 2016 10:06

Bah! nem vejo ele qdo vou a Torres. Ele faz onda e diz q é pobre, q mora no Valão, q só anda por lá.
Em tempo: o "Valão" é um canal natural q liga a Lagoa do Violão com o Rio Mampituba.

 

Suicídio

 

Ex-conselheira

élauro, ela mora aqui por perto. não tenho o nome dela, mas existe, não é ficção. nem perguntei o nome. ela veio desovando coisas contra o koff e disse que não vai comprar o livro dele. ela acha o koff meio traira, pensa mais nele do que no gremio(OLIDES)

Enviada: Terça-feira, 29 de Março de 2016 09:48

Essa ex-conselheira do Imortal Tricolor q te deu carona é uma q foi miss ou coisa assim? Dia desses, um ex-conselheiro do Grêmio estava falando de uma personagem assim no prigrama do Rech ns TV Ulbra (sim, assisto o programa do Rech). O cara falava q a mulher era muito linda etc e tal e q dava dicas de postura e comportamento para as mulheres dos jogadores.

 

Pracinha

é a pracinha dos vagos, eles dormemali dentro, mas é bonita. os burgueses como o laurinho fogem dela(OC)

Enviada: Terça-feira, 29 de Março de 2016 10:00

A praça q tem atrás do União é a Breno Vignoli. Teve uma polêmica. Um pessoal do tênis queria transformar a área em canchas, mas a vizinhança se revoltou. Uma das revoltadas foi a Ione de Grandi, q morava por ali. Os moradores acabaram vencendo, a área virou praça mesmo, mas, como tu diz, ninguém dá bola para ela. Dia desses passei por ali e comentei q seria um bom lugar para fotos, mas me disseram q é perigoso. (by Laurinho da Venâncio)

 

Entes queridos?

é pra mim caiu muito mal o dep LOUREIRO NO FESTIVAL DA BARRANCA. O CADAVER DO PAI AINDA ESTÁ QUENTE EM STO ANGELO(OLIDES)

MEU PAI ME ENSINOU QUE A GENTRE GUARDA LUTO DE UM ANO PELO MENOS

Enviada: Terça-feira, 29 de Março de 2016 10:26

ENTES QUERIDOS? A mim também me assombra qdo constato q alguém q perde um ente querido logo aparecer bem faceiro em festas e na mídia. Antigamente, qdo morria um pai, um cônjuge, ou um filho, ficava-se um ano de luto. Vestia-se preto integral nos 1ºs 6 meses e depois ia-se aliviando aos poucos, havia o meio-luto. E nada de festas, nada de fotos sorrindo. As viúvas, estas passavam o resto da vida usando vestidos pretos. "O tempora, o mores". (by Laurinho da Venâncio)

 

OAB

é rekern, acho que a patroa tá na capa da gaita, como disse o capincho do koff kkkk

De: rekern
Enviada: Terça-feira, 29 de Março de 2016 09:54



Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

de O Globo

Mario Vargas Llosa, 80 anos: talento de sobra para escrever e criar polêmicas

Autor de 'Pantaleão e as visitadoras', ganhador do Nobel já foi comunista, tornou-se liberal e disputou Presidência do Peru. A obra ‘Batismo de fogo’ chegou a ser queimada na praça

Luciana Barbio*

Com vários prêmios conquistados, entre eles o Nobel de Literatura, Jorge Mario Pedro Vargas Llosa é atualmente um dos escritores sul-americanos mais conhecidos internacionalmente. Nascido em Arequipa em 28 de março de 1936, num vale de montanhas desérticas da cordilheira dos Andes, no Peru, o escritor teve que migrar com a mãe divorciada para Cochabamba, na Bolívia, onde concluiu seus estudos básicos. Só ao regressar ao país natal, em 1946, para ingressar num colégio militar, conheceu o pai.

Sua estreia literária aconteceu em 1952, com uma peça teatral apresentada na cidade costeira de Piúra, onde estudava, mas o primeiro livro de ficção foi publicado em 1958, uma série de relatos curtos chamado “Os chefes”. Vargas Llosa formou-se em Letras na Universidade de São Marcos, em Lima, e fez doutorado em Filosofia e Letras na Universidade de Madri, em 1959. Neste mesmo ano, Llosa casou-se com a sua tia, Julia Urquidi, 15 anos mais velha. A experiência inspirou o livro “Tia Julia e o escrevinhador” (1977), mas o casamento só durou cinco anos, quando retornou ao Peru. Manteve, porém, o hábito de passar temporadas em países como Cuba, Grécia, França, Inglaterra e Espanha.

Em 1965, casou-se com uma prima, Patricia, com quem teve três filhos e permaneceu até 2015, quando assumiu a relação com a apresentadora filipina Isabel Preysler, ex-mulher de Julio Iglesias e amiga do casal havia mais de 30 anos. A carreira de Vargas Llosa tem sido marcada por polêmicas: seu primeiro romance, “Batismo de fogo” (1963), em que descrevia a vida em um colégio militar, chegou a ser queimado em praça pública na ruas de Lima por “desacreditar o bom nome da nação”.

Llosa foi simpatizante do comunismo na época da universidade, tendo apoiado publicamente a Revolução Cubana. Mudou suas posições políticas durante o governo militar de Velasco Alvarado (1968-1975), que estatizou os meios de comunicação e deu início a uma reforma agrária. O escritor criticou duramente o governo e em particular a estatização da imprensa. Em 1971, não hesitou em publicar uma carta aberta criticando Fidel Castro, quando este mandou prender o poeta cubano Herberto Padilla. Llosa afastou-se pouco a pouco das posições esquerdistas e se tornou um liberal.

A obra mais popular, “Pantaleão e as visitadoras”, publicada em 1973, versa sobre um capitão do Exército encarregado de criar um serviço de prostitutas para as Forças Armadas do Peru. Pantaleão, o mais fiel dos homens, incapaz de trair a mulher, acaba como o maior proxeneta do país, para surpresa de seus superiores.

Amigos de longa data, Llosa e Gabriel García Marquez romperam relações em 1976, conforme O GLOBO noticiou em 14 de fevereiro daquele ano: Llosa, enciumado com as excessivas atenções que o escritor colombiano dedicava à mulher Patricia, derrubou-o com um violento soco dentro de um cinema no México.

Resultado de anos de leituras, pesquisas em bibliotecas e arquivos de vários países, além de uma viagem de meses aos sertões do Nordeste brasileiro, Llosa publicou “A guerra do fim do mundo” em 1981, versão ficcional com cerca de 700 páginas do episódio de Canudos, com inspiração direta da obra “Os sertões”, de Euclides da Cunha, escritor sempre reverenciado pelo peruano.

Em 1987, o escritor participou de um movimento contra a estatização da economia peruana, promovida pelo governo do presidente Alan García Pérez. Em 1990, decidiu sair candidato à Presidência do Peru pela Frente Democrática, partido de centro-direita, e, embora aparecesse como favorito nas pesquisas, perdeu para o populista Alberto Fujimori (que exerceu um governo autoritário por dez anos, tendo sido julgado por corrupção, enriquecimento ilícito e genocídio). Essa experiência política foi narrada no livro “O peixe na água”, lançado em 1993. Após esse fato, não renunciou à nacionalidade peruana, mas aceitou prontamente a espanhola.

Vargas Llosa escreveu mais de 30 romances, peças de teatro e ensaios. Sua ligação com o jornalismo nunca foi rompida. Tornou-se um dos principais protagonistas do romance latinoamericano do século XX, sendo considerado um dos principais romancistas da literatura contemporânea. Entre os muitos prêmios que recebeu ao longo de sua carreira, destacam-se o Cervantes (1994), o Príncipe das Astúrias de Letras (1986) e, o principal, o Nobel de Literatura (2010) que dedicou à América Latina.

*Com edição de Matilde Silveira
Palestra. Mario Vargas Llosa: viagem ao Brasil para falar sobre Canudos, tema de “A guerra do fim do mundo”, obra de 1981

 

do Espaço Vital

Histórias pitorescas dos bastidores forenses, inclusive do RS

A hilariante história de um magistrado que teria deixado marcas estranhas em comarcas e na corte estadual - durante sua trajetória como juiz de Direito e, depois, como desembargador - é o tema do Romance Forense da edição desta terça-feira (29) do Espaço Vital.

É apenas um dos muitos casos que compõem o livro “Vida e Morte do desembargador Justimiano”, escrito pelo advogado Reginald Felker, 83 de idade,ex-conselheiro federal da OAB, que será lançada na próxima quinta-feira (31) na sala de sessões do Ordem gaúcha.

O próprio Felker resume sua obra, admitindo que alguns personagens são fictícios, e que outros podem lembrar alguém...

O relato do autor

“No exercício ininterrupto da advocacia por 60 anos, e no Ministério Público por mais ou menos 30 anos, tive o privilégio, algumas vezes – e outras nem tanto – de conviver com os mais diversos tipos humanos, em variadas posições sociais, políticas, judicantes, ministeriais e imensa gama de clientes e seus familiares.

Este convívio sempre foi muito rico, fazendo-me perceber que muitas vezes a importância social dada a um indivíduo é inversamente proporcional ao seu merecimento, ao seu comportamento e ao seu escopo moral e humano...

Como também aprendi que a bondade, a honradez e a solidariedade estavam alojadas nos corações mais humildes e bem distantes do poder...

Estes contos, de forma muito resumida, representam um universo trilhado por mim, em diversas comunidades gaúchas, por onde andarilhei como promotor de justiça, advogado e professor.

Se muitos personagens são fictícios, alguns podem lembrar alguém... e talvez não seja simples coincidência”.

Reginald Felker, promotor de justiça aposentado, advogado (OAB-RS nº 2.064) e professor.

 

O Excelentíssimo Juiz Justimiano

Charge de Gerson Kauer

Empossado e designado para uma comarca interiorana, o doutor Justimiano tratou de concretizar seu matrimônio com Marietinha.

No segundo dia de trabalho no fórum, estabeleceu manter-se afastado de maior contato com advogados, os quais poderiam falar com ele, fora das audiências, apenas nas quintas-feiras, das 18 às 18h30, mediante prévia inscrição no cartório e manifestação sobre o assunto a ser tratado.

Já no início de suas atividades, o novel magistrado foi tomado por grande frustração decorrente do fato de não poder aplicar uma verdadeira justiça, de acordo com a tradição histórica e o ensinamento das Sagradas Escrituras, manifestados no Antigo Testamento, que ele dizia ser “o receptáculo dos desígnios divinos para a humanidade”.

A esposa Marietinha levava uma vida reclusa, pois o esposo não gostava que ela saísse sozinha. O augusto juiz não visitava ninguém, não aceitava convite algum para festa ou solenidade – a não ser a cerimônia cívica do 7 de Setembro.

Ouvindo, um dia, a queixa da cônjuge sobre a vida isolada que levavam, Justimiano acedeu em que ela convidasse algumas senhoras da “melhor estirpe na cidade”, para um chá em sua residência. Assim, após a chancela do marido, foram chamadas as esposas do promotor, do delegado de polícia, do exator e do prefeito.

Na tarde do chá, Justimiano - instalado em seu gabinete na residência - deixou a porta entreaberta, de modo a que, sem ser visto da sala, pudesse escutar qual era o papo feminino. Ficou embevecido, então, em saber que, repetidamente, a esposa – ao se referir a ele – usava a expressão ´Sua Excelência´.

Foi assim que Justimiano escutou frases ditas por Marietinha como “Não pus açúcar no chá por não saber como vocês preferem, pois Sua Excelência toma sem açúcar”..., “Sua Excelência sempre me ajuda nas compras do supermercado”...,“Sua Excelência é o primeiro sempre a chegar no fórum”...

E por aí...

Ao final do chá, a esposa do juiz e as quatro distintas damas combinaram repetir o encontro na última sexta-feira de cada mês. Passados vinte e poucos dias, após receber o telefonema lembrando o novo encontro, a mulher do delegado ligou para a mulher do promotor:

- Vais ao chá da Marieta?

- Deus me livre! Aguentar aquela chata que só fala nas proezas e manias de Sua Excelência, o seu marido...

Resultado: as quatro convidadas declinaram do convite, alegando afazeres diversos. Assim, Marietinha desolada cancelou o encontro, o que logo informou ao marido. Este a consolou com a remessa de um econômico ramalhete de três rosas – que nem vermelhas eram - acompanhadas de um formal cartão: “Não te amofines, amada Marieta. Essa gentinha não vai porque fica constrangida em conviver com pessoas da mais alta classe social”...

 

do Comunique-se

“Impeachment já”: campanha contra Dilma recheia páginas de Correio Braziliense, Estadão, Folha e O Globo

A campanha “Impeachment já”, liderada pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), chegou às páginas de quatro grandes impressos do país nesta terça-feira, 29. Os jornais Correio Braziliense, O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e O Globo veicularam anúncio em 14 páginas do primeiro caderno, com o manifesto contra o governo de Dilma Rousseff.

Impeachment-já-campanha-contra-Dilma-recheia-páginas-de-Correio-Braziliense-Estadão-Folha-e-O-GloboCom fundo amarelo, o anúncio destacou: “Somos milhões de empregos e bilhões de reais em impostos. Representamos famílias, homens, mulheres e jovens. Vemos que o país está à deriva. A hora de mudança é agora. Dizer sim ao impeachment, dentro dos parâmetros constitucionais, é dizer não ao descontrole econômico, ao descaso com as empresas, com o emprego e, principalmente com você. Chega de pagar o pato. O Brasil tem jeito”.

Abaixo do texto e em 13 páginas, aparecem os nomes de todas as entidades que apoiam o movimento liderado pela Fiesp. Por último, a organização convida os leitores a perguntarem aos deputados que vão votar o impeachment de que lado eles estão e expõe o link para o site do movimento #NãoVouPagaroPato, lançada em setembro de 2015, contra o aumento de impostos.

Além dos cadernos impressos, a campanha pela queda da presidente do Brasil ocupou o background do site do Estadão, deixando a home do portal amarela, com destaque para o tema da campanha: “Impeachment já”.

 

do mironneto.com

Filho de Eike passa feriado em hotel com diária de R$ 6 mil

Thor Batista, o filho de Eike e Luma de Oliveira, passou o feriadão de Páscoa em Gramado, com a namorada, Lunara Campos, e a família dela. O que chamou a atenção do jornal Extra, do Rio, foi a "ostentação da viagem", por conta do casal ter se hospedado na suíte mais cara de um requintado hotel da cidade, com diárias de R$ 6.080.
O Extra relatou o luxo do estabelecimento hoteleiro: "Os hóspedes da suíte têm, além do quarto, uma pequena sala e um mordomo exclusivo, 24 horas por dia. No local há dois banheiros separados, em mármore italiano: um com chuveiro e outro com uma banheira de hidromassagem com vista para o vale. Para o período da Páscoa, o hotel disponibilizou ainda outros luxos, como um drink com chocolate de boas-vindas, spa com chocolate e massagem anti-stress e máscara facial".
Thor Batista e Lunara Campos estão juntos desde junho de 2014. Gaúcha de Venâncio Aires, ela tem 29 anos e 1,80m de altura.

 

MARINA É O PT CAMALEÃO

A disparada de Marina Silva nas pesquisas recentemente realizadas, que apontam a mesma na liderança das preferências para as eleições presidenciais que se avizinham, traz à tona a probabilidade de mais um engodo vir a ocupar a cadeira presidencial, a exemplo da história mais recente, onde Lula e Dilma ,legítimos representantes da massa ignara, para “azar” de todos os brasileiros, tomaram esse lugar há mais de “13” anos. Como disfarce, e para enganar os trouxas, ”eles” simulam troca de acusações de todo tipo, como se fossem de oposição um ao outro, quando na verdade são “farinha do mesmo saco”, todos “lobos em pele de carneiro”, inclusive a aparente e falsa “oposição” do PSDB ,de FHC e seus seguidores, da mesma linha ideológica, porém disfarçada.
Aquele sistema político que adotaram no Brasil , denominado impropriamente de DEMOCRACIA, como está escrito na Constituição ,está impregnado por uma série de vícios capazes de descaracterizar esse modelo, tornando-o uma mentira, uma oclocracia.
Aristóteles (384 a.C - 322 a.C) ,filósofo da Antiga Grécia, classificou as formas de governo em PURAS e IMPURAS. Segundo ele, as primeiras (as formas puras) seriam a MONARQUIA (governo de um só), a ARISTOCRACIA (governo dos melhores) e a DEMOCRACIA (governo do povo). As segundas (as formas impuras),que seriam as respectivas corrupções das primeiras, residiriam na TIRANIA (Monarquia deturpada) ,na OLIGARQUIA (Aristocracia degenerada ),e na DEMAGOGIA ( Democracia desvirtuada). Mais tarde o geógrafo e historiador grego POLÍBIO (203 a.C - 120 a.C) manteve essa classificação aristotélica, mas substituiu a DEMAGOGIA por OCLOCRACIA. Essa “oclocracia” seria o completo desvirtuamento da democracia, por ausência de consciência política razoável do povo que a praticasse, ignorância política, e também por deficiência de cultura ,inteligência e caráter do respectivo povo. Todas essas ausências contaminariam os princípios que devem nortear a democracia verdadeira e a transformariam na sua contrária, na OCLOCRACIA, que seria o “antônimo” da democracia, segundo a visão de Políbio.
Essa realidade que fincou raízes fundas no Brasil conseguiu a “proeza” de fazer com que a implantação da República, com aquele golpe militar de 1889 - origem dessa “coisa” que muitos insistem em dizer ou pensam ser democracia - tenha sido uma catástrofe política ao Brasil, de funestos efeitos, pior ainda que o antigo regime da Monarquia que ela aboliu, com D. Pedro I e D. Pedro II. Saliente-se, inclusive, que Dom Pedro II fez mais pelo Brasil do que todos os presidentes da “república” fizeram. Por isso sou forçado a cair em risos ,sempre que surge esse “papo” ridículo, batido e cansativo dos políticos , principalmente, e também de muita “gente boa” que anda por aí, que atribuem a tudo o que é ilícito ,ou não presta, na política, a expressão pretensamente pejorativa de que dito acontecimento não seria “republicano”.
Essa corrupção da democracia brasileira – que também é fonte da “outra” corrupção ,a derivada, que hoje assola terrivelmente o pais , na política - teve força para fazer com que as forças do mal sempre estivessem presentes e fossem decisivas nas eleições, patrocinadas por uma “Justiça Eleitoral” cuja função não passa de homologar e dar toda a proteção e segurança possível a essa verdadeira bandalheira política, com o “selo” da Justiça. Mas essa mesma Justiça não “fica para trás”, também praticando as suas próprias “bandalheiras”, diretamente, como a escancarada fraude que protagonizou com as urnas eletrônicas e apuração das eleições presidenciais de 2014,2º Turno, que deu a vitória (fraudada) a Dilma Rousseff. Todo mundo sabe, talvez mais que todos o “Bonner”, da Globo, mas tudo ficou e vai ficar por isso mesmo.
A melhor definição que se poderia dar a essa pseudodemocracia seria a de ser ela “a ciência e arte de enganar e escolher os piores”. A consequência imediata dessa oclocracia reside no fato de que os vencedores escolhidos nas urnas eleitorais normalmente são os piores, dentre os piores. Mas o que significaria o sentido emprestado à expressão “os piores, dentre os piores”?
A “demonização” que fazem da imagem de Adolf Hitler em todo o mundo, especialmente entre os políticos, certamente não provém dos horrores que ele cometeu ,ou teria cometido ,especialmente contra os judeus, com extermínio de milhões de pessoas desse valoroso povo nos campos de concentração . Essa verdadeira “ojeriza” que os políticos de todo o mundo têm contra o “fuhrer” decorre mais da imagem que ele tinha e da descrição nada elogiosa que ele deu aos políticos da sua terra natal, a Áustria, no livro “Mein Kampft (hoje de circulação proibida). Escreveu ele, na prisão onde estava recolhido ,que (na Áustria) “eram atraídos a fazer política os elementos da pior escória da sociedade”. Deu para perceber onde se quer chegar, com a expressão “os piores, dentre os piores” ? Não se aplicaria essa visão que Hitler tinha dos políticos da Áustria ,daquela época, se comparados com os do Brasil , de hoje?
Mas se considerarmos a verdade que está no brocardo que emergiu da sabedoria de todos os povos, de que “cada povo tem o governo que merece”, do qual decorre necessariamente uma consequência , qual seja, (também) “ o governo tem o povo que merece”, o enorme vício da falsa democracia brasileira tem raízes primeiro na pobreza da mente do seu povo, cuja consequência é a da ter o seu desgraçado destino social e econômico traçado pela pior escória da sociedade, excetuada aquela minoria, tanto do povo, quanto da política, sem a força necessária ,justamente por serem minoria, para alterar esse terrível quadro.
Até poderia parecer a algum desavisado que o foco aqui discutido estaria no combate à democracia. Não é nada disso. Pelo contrário, a democracia é o melhor dos modelos políticos que já foram concebidos. Poderá haver melhor ,mas ainda não se conhece. Mas nem tudo que “dizem” ser democracia de fato o é. Isso vai depender sempre da consciência política do povo ,da sua conscientização . Se ela for boa, os políticos que representam o povo corresponderão aos interesses desse mesmo povo ,e terão as virtudes necessárias para dirigir os interesses da nação. Caso contrário, o desastre estará instalado. No caso do Brasil , esses “desastres” se repetem e se agravam progressivamente. Os governos do Regime Militar (de 1964 a 1985) ,que na verdade não foram muito bons, contudo podem ser considerados melhores, ou “menos piores”, que todos os outros governos civis subsequentes ,que foram, a cada novo mandato, progressivamente piorando. Especialmente nos dois mandatos que somam 8 anos de governo de FHC (cujo “esquerdopatismo” pode ser comprovado pela criação do Ministério da Defesa ,em lugar dos 3 Ministérios Militares ; pela promulgação de leis que legalizaram a maconha e outras que indenizavam com verbas milionárias os terroristas, etc ) - e que foi agravado nos 13 anos de PT, então já com o esquerdismo à flor da pele, mais assumido, pautados no socialismo fabiano , no gramscismo e na seita dos “Illuminati”, os estragos políticos, morais, econômicos e sociais no país foram de grande monta, devendo levar algumas décadas para recuperá-los, nessa hipótese, contudo, sempre contando com o afastamento imprescindível e imediato dessa cambada de salafrários do poder , ou seja, com uma reformulação dos valores políticos na consciência coletiva do povo para a prática da verdadeira democracia.
Mas essa reforma não poderia ser obtida pelas vias “democráticas”, nem políticas, em curso, como as conhecemos, pelas razões já apontadas, ou seja, pelas suas inexistências. A democracia está totalmente ausente nessa terra , onde a sua política também é imprestável e não conduz o seu povo para realizar as suas infinitas potencialidades. A única alternativa que nos restaria seria então o emprego da força ,por quem de direito, para num primeiro momento afastar os Três Poderes, todos comprometidos nessa situação que levou o Brasil à beira do caos, para que logo após se reinstalasse o Estado de Direito, hoje abandonado, e que pudesse abrigar um modelo de verdadeira democracia
Sabe-se que a analogia pode enriquecer qualquer discussão. Então vamos recorrer a ela para explicar o fenômeno da ascensão política de Marina Silva, mais uma enganação com boas chances de acontecer, a exemplo das escolhas eleitorais de FHC, Lula e Dilma, que deixaram o Brasil quase destruído durante os longos 21 anos somados dos seus governos.
Interessante é observar que os militares que governaram durante o mesmo tempo que esse “trio” civil, (de 1964 a 1985) ,apesar das campanhas difamatórias que buscaram desmoralizá-los, orquestradas pelos governos do PT e pelos ex-terroristas, fizeram muito mais pelo Brasil do que os governos “plenamente democráticos” ,que acabamos de referir. Só para dar um exemplo, as cinco maiores usinas hidrelétricas hoje em funcionamento no Brasil foram construídas durante o Regime Militar. As analogias sobre as quais iremos trabalhar são as seguintes:
(1) O CAMALEÃO: Esse impressionante réptil tem a capacidade de mudar de cor toda vez que precisa camuflar-se por algum interesse ou necessidade própria, até defensiva. Também as pessoas têm essa capacidade. Especialmente na política as novas cores partidárias podem camuflar. E “eles” sabem disso. Às vezes basta uma mudança de partido político ou um discurso novo para que isso aconteça;
(2) O LOBO EM PELE DE CORDEIRO: Essa parábola tem origem bíblica, do Novo Testamento: “Cuidado com os falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores” (Matheus,7:16). Dita parábola cabe como uma “luva”, tanto em Marina, quanto em Lula. Ambos se projetaram na vida política com as mesmas bandeiras. Lula com a sua anunciada origem pobre e de humilde operário metalúrgico (duvido até que ele tenha aprendido a desentortar um prego, já que ele nunca trabalhou e sempre fez só política, desde a origem sindicalista) . Por sua vez também Marina igualmente levantou a bandeira da sua origem pobre e pele negra. Mas nessa disputa Marina ganha longe de Lula , por sua aparência também de “coitadinha”, algo que Lula não tem, embora ele possa ter diversas outras caras. Essas “propriedades” conseguem comover as pessoas que têm bom coração quando estão frente a alguma urna para votar. Assim quem vota é o coração, enganado pela pele de cordeiro que o candidato-lobo veste ,e que acaba sendo eleito. A razão e a inteligência não são acionados, sucumbindo ante o coração, que no caso é quem decide. E a sociedade acaba pagando um alto preço durante muito tempo por essa “bondade” de muitos.
(3) CORUJA- DE- CORREDOR: Marina também pode ser equiparada à “coruja-de-corredor” ,bem conhecida na vida rural . A característica mais conhecida desse tipo de coruja é voar pulando de pau em pau nos corredores das fazendas, na caça de roedores ou répteis. Assim também procedem algumas pessoas, como Marina Silva. Ela começou a fazer política em 1985,lá no Acre, pelo Partido dos Trabalhadores-PT, chegando a ser eleita e reeleita para o Senado. Mas resolveu se transferir para o Partido Verde-PV,algum tempo depois ,mais tarde também abandonando esse partido para fundar a “Rede”, um novo partido político, pulando novamente de “pau” para filiar-se ao Partido Socialista Brasileiro-PSB , para concorrer à Presidência da República, após o acidente aéreo que vitimou Campos, onde quase chegou à Presidência, obtendo a terceira colocação, que também já havia conquistado nas eleições anteriores, de 2010. Ela também fez parte de um outro partido, esse informal, para aumentar o seu currículo partidário, qual seja, o partido-Religião Evangélica, após abandonar a Igreja Católica. Mas sem dúvida a “coruja-de-corredor” é boa de voto, o que não se pode confundir com qualquer eventual mérito em democracias degeneradas, ou oclocracias ,ambientes contaminados e propícios à germinação de políticos sem as qualidades necessárias, como “FHC”, Marina e Lula ,ambos “da Silva”. Dando esse texto por encerrado, a verdade é que ninguém até hoje conseguiu bater o recorde de Marina Silva ,como a maior “vira-casaca” de todos os tempos.
Sérgio Alves de Oliveira
Advogado e Sociólogo.

 

de São Borja

NENHUM BARRANQUEIRO SE LEMBROU DO TEMA...ADEUS,DILMA...????

o deputado LOUREIRO AO IR A BARRANCA PROVOU QUE TÁ MAL ASSESSORADO....

45º FESTIVAL DA BARRANCA - RESULTADO


Juca Moraes, Cesar Silveira, João Bosco Ayalla e Lucas Ferrera, os vencedores da Barranca

Realizado durante a Semana Santa, o 45º Festival da Barranca aconteceu de sexta-feira até a madrugada do domingo, 27/03, às margens do rio Uruguai, no município de São Borja.
O festival, restrito à participação de pessoas do sexo masculino, contou com as presenças de aproximadamente 300 convidados, metade deles constituída por compositores, músicos e intérpretes.
Em 2016, o tema do festival, apresentado na noite de sexta-feira, 25, foi “Convivência”.
Os concorrentes tiveram 24 horas para que as composições fossem produzidas e defendidas na noite de sábado, 26.
Após apresentação, foi definido o resultado do 45º Festival da Barranca.

Confiram:
Primeiro Lugar: Desapego
Autores: César Silveira/Juca Moraes
Interpretação: Cesar Silveira

Segundo Lugar: Conviver em Paz

Autores: Otorino Covolo/Marcelo Antunes/Felipe Goulart
Interpretação: Marcelo Antunes

Terceiro Lugar: Vivência
Autor: Confraria Ventania
Interpretação: Confraria Ventania

 

FEPPS/ IPB-Lacen implanta sistema em Vigilância Sanitária

A Secretaria Estadual da Saúde (SES), através do Laboratório Central do Estado (IPB-Lacen) da Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em saúde (FEPPS), já está operando através do Sistema Harpya, que consiste na informatização do gerenciamento de amostras de produtos sujeitos ao controle sanitário, como alimentos, medicamentos, cosméticos, saneantes e produtos para a saúde. A capacitação foi disponibilizada pelo Ministério da Saúde nesta segunda e terça-feira, dias 28 e 29, pelo analista de sistemas Marcelo de Carvalho Nunes, do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) da Fiocruz-RJ, onde foi desenvolvido o software.

A coordenação da implantação do novo sistema está sob responsabilidade da Chefia da Divisão de Análises de Produtos (DAP), farmacêutica-bioquímica Rosane Campanher Ramos e pela química Maria Quitéria Silveira da Silveira. O sistema amplia a segurança na rastreabilidade, no monitoramento e na gestão dos fluxos das amostras e dos ensaios em execução nos laboratórios, com seus respectivos status.

O diretor do Lacen, Fernando Kappke, destaca que a partir deste momento, o IPB-Lacen, como integrante da Rede de Laboratórios de Vigilância Sanitária, passa a usufruir de melhores condições para otimizar diversos processos de trabalho, mediante a padronização da rotina analítica e base de dados, incluindo o acesso pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que também utilizará para consulta de diversas demandas em Saúde Pública. “Com esta iniciativa, se obtém maior agilidade e celeridade nas respostas, que em versão web, permite consultas e acesso aos laudos, gerando uma ação mais rápida e direta dos órgãos de Vigilância Sanitária do âmbito nacional, estadual e municipal”, avaliou.

 

de Serafina

O GAZETINHA NÃO CIRCULOU NA DUAS ULTIMAS EDIÇÕES. SUSPEITA-SE DE NÃO PAGAMENTO DE GRAFICA.

 

Via Sacra

Fotos: jonatas padilha da pmsc

meio tarde mas a adri sabadin mandou as fotos da via sacra que os gringos tanto gostam. mas pelo que vi a gringaiada vai pra praia na pascoa, pq la chiesa esta bem vazia. até procurei pelo mauro rocha, se ele tinha ido a serafina. que nada, ele não sai de palmeiras.



em serafina, acabaram as quaresmas. agora só tem caqui e de liga, não de chocolate. serafina com o bico cresceu muito. vamos ver quem ganha a eleição. e aquele padre velho ainda vive???aquelçe que se mudou pra italia e era escritor. um dia ele entrou na cafetteria da fofoca de serafina, o cafe maruco e veio falar comigo. eu disse. padre, como poeta tudo bem, como padre fique longe de mim...chega de preti(oliedes) aliás meu sonho e botar um bar na frente da igreja com o nome de porco dio(OLIDES)

 

Caça ao Ninho divertiu as crianças serafinenses!

comenta´rio. que bel que i ga fato in te la undeze( que vbonito fizeram em serafina(olides)

A Secretaria Municipal de Cultura, juntamente com as Secretarias de Educação, Turismo, Gabinete da Primeira Dama e demais Secretarias, receberam as Escolas de Educação Infantil (Jardim A e B) na Praça Papa Pio XII, com as Atividades de CAÇA AO NINHO, em Serafina Corrêa. O Projeto aconteceu de 17 a 21 de Março e foi desenvolvido com a Coordenação da Professora Leocádia Zanini e dos servidores Sidnei Tomazoni e Valeska Rottava Giombelli. As ações encantaram as crianças, onde aconteceu a Caça ao Tesouro, Hop...Hop...Coelhinho, Caça ao Rabo do Coelho, Corrida do ovo na colher, atividades recreativas de lateralidade, coordenação motora e musicalidade.

Conforme o
cronograma, foram recebidas 400 crianças da Rede Municipal de Ensino. A Secretaria de Cultura, em parceria com a Educação, agradece o transporte oferecido às crianças em poderem chegar até a Praça e demais colaboradores, pois o espaço está lindo, maravilhoso, para ser admirado por todos os Serafinenses!

Por: Leocádia Zanini – Assessora Administrativa da Secretaria de Educação
Prefeitura de Serafina Corrêa/RS.

 

Escolas Municipais recebem doação de brinquedos

O Município de Serafina Corrêa atende um grande número de crianças na Educação Infantil, sendo a grande maioria filhos de mães trabalhadoras da Empresa BRF. Assim, as responsáveis pela Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação enviaram um pedido para a equipe administrativa da empresa e, no dia 16 de Março de 2016, foram atendidas com uma grande doação de brinquedos e jogos educativos que foram distribuídos nas Escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental da Rede Municipal de Ensino. A Secretaria de Educação agradece esse gesto, que contribui para o trabalho dos profissionais que desenvolvem atividades lúdicas e recreativas para as crianças das 11 escolas do Município.

Por: Teresa Maria Santin Mezzomo - Assessora do Planejamento Educacional
Prefeitura de Serafina Corrêa/RS.

 

Secretários Lídio Oldoni e Silmar Santin participam de Sessão Especial

o Santin bem que gostaria de sentar na atual cadeira do bico branco(olides)

O Legislativo Serafinense promoveu, na noite de segunda-feira, 28 de Março de 2016, mais uma Sessão Especial, com a participação do Secretário Municipal de Assistência Social, Lídio Francisco Oldoni, e do Secretário de Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Silmar Santin. O Vice-Prefeito, Francisco Bernardo Mezzomo, o Secretário de Saúde, demais servidores e a comunidade participaram da Sessão que teve como pauta a Assistência Social e sua atuação em Serafina Corrêa, bem como a área de Trabalho e Desenvolvimento Econômico. Primeiramente, o Secretário Lídio Oldoni falou sobre a sua pasta, com dados e informações pertinentes, além do funcionamento e implantação do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS - e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS. Em seguida, o Secretário Silmar Santin falou sobre a Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Econômico, destacando os importantes e grandiosos projetos da pasta. Ao final de cada explanação, os Vereadores fizeram perguntas e comentários, interagiram com os Secretários convidados e suas atividades dentro do Executivo Municipal.

 

CITADINO DE FUTSAL 2016 SÉRIES: A, B e FEMININO

Estão abertas as inscrições para o Citadino de Futsal 2016 Séries A, B e FEMININO. As fichas podem ser retiradas na Secretaria Municipal Turismo, Juventude, Esporte e Lazer na Rua Ipiranga, em frente à CORSAN, até o dia 15 de Abril. A reunião com os responsáveis e devolução das fichas devidamente preenchidas, com o valor da inscrição, será no dia 18 de Abril, Segunda-feira às 19h, com os representantes da série B e Feminino; e às 20h com os representantes da série A, na sala de reuniões da Secretaria Municipal de Turismo, Juventude, Esporte e Lazer. Somente poderão participar do evento na condição de atleta as pessoas residentes e ou domiciliadas no município de Serafina Corrêa. Parágrafo Primeiro: Quanto à determinação de domicílio, será aceito somente o Título de Eleitor. Parágrafo Segundo: Nos casos em que o atleta não possuir Título de Eleitor e residir há mais de 2 (dois) anos no município, será analisado o caso individualmente, com parecer sobre a aptidão ou não
para participar da competição.

Início do Campeonato: 26 de Abril de 2016.

Valor da inscrição :
R$ 250,00 (Duzentos e Cinquenta Reais) por equipe da série A.
R$ 200,00 (Duzentos Reais) por equipe da série B.
R$ 150,00 (Cento e Cinquenta Reais) por equipe do Feminino.


Promoção: Prefeitura Municipal de Serafina Corrêa.
Realização: Prefeitura de Serafina Corrêa - Secretaria de Turismo,
Juventude, Esporte e Lazer - e SESC – RS.
Apoio: Conselho Municipal de Esportes.


29 de março de 2016

TREPIDANDO...

FALEI HJ COM UM DIRETOR DE UM BANCO ESTATAL GAÚCHO QUE ME DISSE QUE A COISA TÁ TREPIDANDO COM A SITUAÇÃO POLITICA QUE NÃO SE DEFINE.

 

EPTC

na alegrete, em petropolis, os alunos de uma academia entopem a calçada de carros E A EPTC NÃO FAZ NADA....

 

MARCO AURELIO NÃO VOLTA

DE FERIAS O CHARGISTA MARCO AURELIO CARVALHO QUE ESTÁ NA ZH DESDE 1970, NÃO VAI RETORNAR. A FONTE É QUENTE.,QUENTISSIMA...

NO SEU LUGAR DEVE FICAR O FRAGA, NAO AQUELE QUE SE FEZ DE O ANALISTA DE BAGÉ. UM OUTRO QUE TA NA ZH, O GILMAR FRAGA....

 

MM

MOISES MENDES PEDIU DEMISSÃO DA ZH. TUDO PQ TIRARAM A COLUNA DOMINICAL. ALGUÉM PROCUROU UM ESCRITORIO DE ADVOGACIA PRA ACIONAR A ZH MAS COMO ELE PEDIU DEMISSÃO NÃO TEM O QUE FAZER.
O MM FAZIA ALI A CONTRA POSIÇÃO,DEFENDIA O PT.

 

MARCO

ASSIM ERA CHAMADO NA REDAÇÃO. TRATAVA-SE DO MARCO AURELIO CARVALHO. VINDO DE PFUNDO TRAZIDO PELO MAO MAO, ERA DE SUA CONFIANÇA ABSOLUTA. FAZIA TIRINHAS NA TV GAUCHA. EM 1970 'DESCEU' DO MORRO COMO SE DIZIA pra zh, ele lauro schirmer, o chefe da fotografia, telminho curcio da silva, e começaram a montar a zh do mauricio, não mais do ARI DE CARVALHO.

comigo o marco sempre foi muito legaql. só tenho elogios a ele.

no dia da morte do maurcio, lembro que ele morando na lucas de oliveira me deu uma carona de taxi e quando chegamos na redação, ele disse;
- PELO MENOS ELE MORREU NO AUGE DA VIDA...se consolou assim da perda do chefe.

 

Coleguinhas


neusa nunes

UMA GUERREIRA. TEVE UM AVC VIOLENTO E FICOU BOA, OU MELHOR TÁ CURADA. SE FORMOU AGORA E GANHOU A CARTEIRA DA OAB. ERA DA TURMA DO TORVES NO SIND DOS JORNALSITAS. AGORA POUCO VAI LÁ. FOI ATENDIDA NO SAJU PELO LAURINHO DA VENANCIO. PELO VISTO VIRARAM BONS AMIGOS.

o recem falecido WANDERLEY SOARES....qdo chegou no velório no crematório o delegado BARBOSINHA DISSE.OLHANDO PRO CAIXÃO. O WANDERLEY ESTÁ BRABO. ELE ERA MUITO BRABO SIM. SEGUNDO O MARIANI, ELE BRIGAVA COM GANGUES NA DEMETRIO RIBEIRO ONDE SE CRIOU.


' canasvierias'

wladimir ungaretti. seu nome éra derivado do LENIN, claro. filho de comunistas.

foi da vpr.....vanguarda popular revolucionaria. BRIGAMOS FEIO UMA NOITE NUM RESTAURANTE POPULAR QUE TINHA NA PROTASIO CHAMADO O GARFAO. EU DISSE A ELE QUE ELE SE orgulhava de ser preso da OBAN....ele ficou puto comigo.depois vriamos amigos. tanto que foi ele que me inscreveu na ARI sem eu lhe pedir.


SERGIO MOITA

UM DOS QUERIDOS COLEGAS DOS ANOS 70 NA ZH. MORREU NOS ANOS 80....fazia economia na zh.....sua morte foi por causa daquela doença inonimável....


' mimoso'

NELSON RUBEN ADAMS FILHO

n sei pq ostenta o apelido....foi da FSP em poa. hoje vive em torres onde tem jornal e publica livros.
qdo mandava matérias pro FAGomes na guaíba dizia. FLAVIO AQUI TEMOS PANCADAS DE SOL. O GAIATO QUE QUERIA GOZER OS VERANISTAS DE TORRES SE MIJAVA DE RIR. O FLAVIO ERA MUITO DEBOCHADO.

SUMIU A VOZ....
uma das coelgas do radio mais competentes que conheci( e ainda por cima bonita, não era petista de não cortar as axilas embaixo do braço, pelo contrário....)

nASCIDA EM SP NÃO SEI COMO VEIO DAR AS CARAS POR AQUI.anda morando me parece que em belém novo.tania regina dasilva perdeu a voz no sequestro aquele em que o melara fugou do presidio central. a fizeram refem.ela tava na GAUCHA no epiksódio. nunca mais voltou a falar em rádio. ficou afonica.foit ambém da assembléia legislativa.

o primeiro damo do jornalismo.

sim tem isto tb. é que é marido da ROSANE APARECIDA DE OLIVEIRA. na livraria prosa e verso que ele frequentava, numa roda de escritores o chamavam pela alcunha de TAYLOR DE OLIVEIRA. É DE JULIO DE CASTILHOS PERTO DE SANTA MARIA DA BOCA DO MONTE. ERA AMIGO SE NÃO ME ENGANO DO JACARÉ AQUELE QUE DISSE QUE A BARRANCA AQUELA CACHAÇADA ERA O FESTIVAL DOS NÃO SEI O QUE....AGORA DERAM TITULO CULTURAL PRA AQUELE EVENTO DE BEBUNS..ELES SE DIZEM MUSICOS.

TAYLOR ESCREVE VARIOS LIVROS. CONHECEU MUITO A RADIO GUAÍBA ANTIGA E SABE DELAS MUITAS HISTÓRIAS. ANDOU PELA SECRETARIA DA CULTURA NO GOV TARSO GENRO.É BOM COLEGA.(oc)

LAGARTO- aldo renato soares, seu nome.

foi embora do rs e nunca mais deu as caras. trabalhou na ANTT. cobria poltiica pra zero hora. tinha ciumes de quem falava mal de pedro simon.

cobri com ele um seminário em itaqui, onde esteve o figueiredo. na viagem nunca ri tanto ouvindo ele contando histórias de politicos. uma pena que nunca deixou nada escrito. é de ijui.
anda sumindo da midia.


carlos bastos

pouca gente sabe como ele como lidar com o poder. é considerado um dos aulicos do mauricio 'mao mao' sobrinho. sabia tb como lidar com brizola. bastos nunca aparece ao lado de quem ele assessora, diz que geralmente o chefe não gosta....ciume de homem é pior de ciume de mulher. e parece este ele conhece bem....

 

Equívoco

aulinha do laurinho ,entonces(OC)

EQUÍVOCO DO BLOGUEIRO - Não, isso (foto anexa) ñ dá direito à sobrevivente pretender "direito autoral". Retratar/relatar acontecimentos é função precípua do jornalismo.
Precípuo = característica do que é principal, do q é essencial (Dicionário Online de Português).
Vale lembrar também que a chamada "indústria do dano moral", em relação ao qual a Justiça já vinha se mostrando bastante refratária, deve sofrer um novo abalo com a entrada em vigor (a 18/3) do Novo Codigo de Processo Civil, q complicou ainda mais as coisas para quem eventualmente possa estar sonhando/fantasiando com o q em Direito se chama "enriquecimento sem causa". (by Laurinho da Venâncio)

 

KOFF

ESTOU JÁ QUASE NA METADE DO LIVRO DO KOFF.

NO MUNDO DO FUTEBOL, ONDE É SEU FORTE E DO GREMIO, ESPECIFICAMENTE, DEU PRA NOTAR QUE TEM ALGUMAS SURPRESAS.

DIZEM QUE ELE ' ABRIU' E ' FECHOU' O CLUBE DOS 13.

a ex-conselheira também tocou mais uma corneta no koff.ELE SUMIU QUANDO O GREMIO FICOU NA SEGUNDA DIVISÃO....

queixa da ex conselheira

voltei com uma ex conselheiria n0 onibus no domingo. ela disse que o zelio hocmann a convidou pra ser d enovo mas se ' enojou' das picuinhas dentro do clube. pelo que vi ela é meio ' odonista'...e disse que conselheiros graudos tipo gerdau,sirotsky e o mesmo o koff só vão lá no gremio em ocasiões muitos especiais...

bom, politiica de clube de futebol, deus me livre....

a ex-conselheira do gremio me disse mais

1. o olimpico tava na capa da gaita. parte da geral era segurada por postes de eucaliptos que botaram pra segurar.

2. o fortunatti como gremista tinha dito que não havia mais como fazer com que o transito escoasse melhor em dias de jogos com muitos carros em volta.

 

Pracinha dos Burgueses by Laurinho da Venâncio

é muito bonita mesmo. mas tem outra atrás do União, ali na nilo que é sensacional. não sei o nome. é mais rústica e ng vai lá(OC)

 

Livro

deve ser inteessante mesmo..é ultimo dos 3 filhos do briza vivos(OCC)

De: letier12
Enviada: Segunda-feira, 28 de Março de 2016 11:03

Esse livro sim eu quero!!!!!!

João Otávio lança livro sobre Brizola, seu pai, na segunda (28/3) no Rio

O arquiteto João Otávio Goulart Brizola, único filho de Leonel Brizola ainda vivo, lança no Rio de Janeiro na segunda-feira que vem (dia 28/3) às 19 horas, na Livraria Travessa do Shopping Leblon, o livro ‘Minha vida com meu pai, Leonel Brizola” – que conta detalhes da vida de Leonel Brizola sob o ponto de vista dele, João Otávio. Arquiteto, João Otávio trabalhou diretamente com o pai no projeto dos Cieps, as escolas de tempo integral, e pouco antes dele morrer, em 2004, administrava a propriedade da família no Uruguai.
O livro é lançamento da Editora Planeta, custa R$ 34,00, e pode ser encontrado em livrarias virtuais como a Saraiva e a da ‘Folha de São Paulo’. Segundo síntese publicada na Folha de São Paulo, o livro de João Otávio “não é uma daquelas biografias “chapa branca”, onde sobram elogios, porque da forma mais imparcial possível, João revela como era o seu pai no cotidiano (…) Amado por muitos, odiado por outros, e considerado o herdeiro político de dois ex-presidentes do Brasil, Getúlio Vargas e João Goulart”.


Brizola conversa com Alceu Collares tendo ao seu lado os três filhos: José Vicente (de bigode), João Otávio e Neusa Goulart Brizola

Ainda segundo a Folha, “João Otávio lembra como foram os primeiros anos do pai como político, esmiuçando momentos marcantes como o suicídio de Getúlio e o movimento legalista, liderado por Brizola para empossar Jango na presidência após a renúncia de Jânio Quadros. Íntimo tanto do pai quanto do tio, como nenhum de seus irmãos ou dos filhos de Jango foi, João narra em detalhes os questionamentos que um fazia ao outro. Em especial, conta como foi o golpe militar de 1964 e a tentativa de Brizola, barrada pelo próprio Jango, de retomar o movimento legalista para manter o presidente/cunhado no poder”.
A notícia do jornal sobre o livro conclui dizendo que “emocionante também são os 15 anos da família no exílio, onde, mesmo estando longe de tudo, Brizola continuava ausente da vida dos filhos, sempre pensando em política. A volta ao Brasil, a criação do PDT, o governo no Rio, a candidatura à presidência e a relação com a família Marinho são outros pontos fortes deste livro. Mais do que uma biografia, tem-se um retrato dos últimos sessenta anos do país”.
A decisão de escrever este livro é antiga e foi anunciada em junho de 2014 quando João Otávio, o mais discreto dos outros dois filhos de Brizola já falecidos – Neusinha Brizola e José Vicente, o mais velho dos três – anunciou que escreveria um livro sobre sua vida com o pai numa entrevista ao jornal “Zero Hora”, de Porto Alegre, dez anos após a morte de Brizola por infarto, em 2004, no Rio de Janeiro. Leia aqui a entrevista:
Outra entrevista sobre Brizola que marcou foi a feita por Neusinha Brizola, logo após a morte do pai, em 2004. Neusinha, a mais polêmica dos filhos do Brizola, que faleceu em 2011, fala nesta entrevista à revista ‘Isto É’ de sua admiração pelo pai, da relação dele com os filhos e netos – e do trabalho que deu a ele, na sua juventude.

Letier Vivian
São Borja/RS

 

de São Borja

aqui não tem censura. publica-se até o que não é do agrado....liberdade dos dois lados(OC)

De: letier12
Enviada: Segunda-feira, 28 de Março de 2016 09:57

Meio de mau gosto teu comentário sobre a morte do Adroaldo e a vinda do Eduardo na Barranca...

Mas....

Letier Vivian
São Borja/RS

 

O Plano de Governo da Direita

1 - Acabar com eleiçoes livres no Brasil
2 - Encerrar o Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida e Prouni
3 - Censurar a imprensa
4 - Acabar com a Lava-jato e soltar todos empresários
5 - Entregar o Pré-Sal aos americanos.

Como o 8 não deu certo nas eleições,
vão para o 80. É só fazer as contas 64+16=80

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Plenário rejeita distribuição de preservativos em casas noturnas

a colenda não tem o que fazer mesmo !!!!!!!!!!!!!!!!!(OC)

A Câmara Municipal de Porto Alegre, na tarde desta segunda-feira (28/3), rejeitou tanto o substitutivo como o projeto de lei que obrigaria as danceterias, boates, casas noturnas e congêneres a disponibilizarem preservativos aos clientes, bem como a fixar cartazes educativos sobre doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). De autoria do vereador Márcio Bins Ely (PDT), o substitutivo determinava que os estabelecimentos deveriam dispor preservativos para venda aos clientes. Já o projeto previa a distribuição gratuita.

Segundo Bins Ely, seu objetivo é difundir a conscientização da população e o estímulo ao uso dos meios protetivos, visando à prevenção em grande escala. O vereador lembra que as DSTs são um grave problema de saúde pública. Informa que, no Brasil, segundo dados do Programa Nacional de DST/Aids, no decorrer do ano de 2009, foram registrados 38.538 casos novos de Aids, com pouco mais de 11 mil óbitos pela doença.

 

do Comunique-se

PHA perde recurso e terá de pagar R$ 50 mil a Merval Pereira por ofensa

Em 2012, Paulo Henrique Amorim publicou no site Conversa Afiada texto em que chamava o profissional do Grupo Globo, Merval Pereira, de "jornalista bandido". A atitude resultou em condenação em ação cível. Segundo as informações, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) negou o recurso do apresentador da Record e o penalizou em R$ 50 mil.


Paulo Henrique sofre nova derrota judicial para Merval Pereira

A decisão contou com votos dos desembargadores Peterson Barroso Simão, Mario Assis Gonçalves e Renata Machado Cotta. A sentença afirma que não há como falar em censura, mas sim de liberdade de expressão em sentido amplo.

"Quem fala o que quer, ouve o que não quer, ou melhor, arca com a possibilidade de sofrer um processo por danos morais, e é direito do autor [Merval] ingressar com um pedido de reparação por danos morais, por ter sido comparado a uma pessoa que vive à margem da legalidade, sendo manifesta a ofensa à moral do autor”, cita trecho da sentença.

Em outubro de 2015, a Justiça fuminense já tinha decidido pela condenação. À época, o entendimento era que "a intenção ofensiva do requerido [PHA] era evidente, vez que compara o autor a um bandido, equiparando-se ao ditado: 'diga-me com quem andas e eu te direi quem és'". Por não concordar, o blogueiro e apresentador da TV Record abriu recurso, que, agora, foi negado.

 

Lucro do BRDE aumenta 24,11% em 2015 e chega a R$ 263 milhões

O governador José Ivo Sartori recebeu na manhã desta segunda-feira (28) o Balanço e Demonstrações Financeiras do BRDE relativo ao exercício de 2015. O documento foi entregue pelo diretor vice-presidente do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Odacir Klein, e pelo diretor de Planejamento, Luiz Côrrea Noronha, no Palácio Piratini.

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) registrou lucro líquido de R$ 262,99 milhões em 2015, a mais expressiva cifra em seus 55 anos de história. O valor representa um incremento de 24,11% em relação a 2014, quando o Banco encerrou o ano fiscal com lucro líquido de R$ 211,90 milhões.

"As operações do BRDE resultam em agregação de valor, em geração de postos de trabalho e arrecadação de tributos. No último ano, o capital do Estado aumentou em R$ 67 milhões pela distribuição de lucros e de fundos, sem que o Rio Grande do Sul dispendesse recursos orçamentários para tanto", destaca o diretor vice-presidente do Banco, Odacir Klein.

Contribuiu para o resultado positivo do período o aumento da receita de intermediação financeira, que passou de R$ 1,04 bilhão em 2014 para R$ 1,2 bilhão em 2015, um crescimento de 17%. Também influenciaram o resultado a adesão do BRDE ao REFIS (R$ 48,5 milhões) e a venda de bens não de uso (R$ 24,99 milhões).

As contratações do BRDE cresceram 21,2% em 2015, em comparação a 2014, atingindo R$ 3,35 bilhões. O montante representa um total de 6.965 novas operações de crédito. As liberações de recursos, por sua vez, totalizaram R$ 2,84 bilhões e as operações aprovadas chegaram a R$ 3,48 bilhões.

O cenário econômico adverso foi fator preponderante para o aumento de 38,9% na despesa de provisão para créditos de liquidação duvidosa, que passou de R$ 109,94 milhões registrados em 2014 para R$ 152,714 milhões em 2015.

A postura assertiva no crédito, que resulta em baixa inadimplência, tem proporcionado ao BRDE uma sólida estrutura de capitais, demonstrada pelo Índice de Basiléia de 16,74 (o valor mínimo para operar é 11. O BRDE encontra-se, portanto, dentro de um limite prudencial).

O Patrimônio Líquido do BRDE atingiu aproximadamente R$ 2,343 bilhões. O Capital Social aferido em dezembro de 2015 foi de R$ 888,567 milhões, resultado da incorporação de reservas de R$ 150 milhões no primeiro semestre de 2015 e de nova capitalização de reservas no montante de R$ 53,264 milhões no segundo semestre.

Segundo o diretor de Planejamento, Luiz Corrêa Noronha, "além do aspecto da credibilidade e da confiança, a solidez da instituição a credencia a captar recursos para investimentos, inclusive junto a fontes internacionais".

DESTAQUES OPERACIONAIS

As operações contratadas pelo BRDE viabilizarão investimentos totais da ordem de R$ 4,81 bilhões na Região Sul, com a geração de R$ 497,8 milhões ao ano de ICMS para os estados controladores. Esses investimentos permitiram a geração ou manutenção de mais de 38 mil postos de trabalho na região.

Tipo de operação

O saldo das operações de créditos do BRDE somou R$ 12,36 bilhões em 2015, um incremento de 10,63% frente aos R$ 11,16 bilhões de 2014. O saldo dos financiamentos rurais e agroindustriais somou R$ 7,35 bilhões no fim de 2015, frente a R$ 6,30 bilhões de 2014, o que aponta um crescimento de 16,60% na carteira de crédito de financiamentos desse tipo.

Os demais financiamentos somaram R$ 4,83 bilhões em dezembro de 2015, um aumento de 2,94% na comparação com igual período de 2014, quando o montante aferido foi de R$ 4,69 bilhões.

Segmentos da economia

O setor agropecuário continua concentrando a maior parcela da carteira de créditos, com R$ 4,23 bilhões, seguido pela indústria, com R$ 3,58 bilhões. A agropecuária correspondia, em 31 de dezembro de 2015, a 34,2% da carteira de crédito, enquanto a indústria era responsável por 29,0%.

O destaque, no entanto, ficou com o setor de infraestrutura, que apresentou um incremento de 23,72% nos saldos da carteira de crédito em 2015 quando comparado a 2014. O saldo em carteira para o segmento atingiu R$ 2,108 bilhões em 2015, frente a R$ 1,704 bilhão de 2014, o que representa 17,01% da carteira de crédito. O setor de transporte e armazenagem lideraram com números que superam R$ 1 bilhão.

O desempenho do setor de comércio e serviços apresentou um incremento de 14,09%, com o saldo de financiamentos somando R$ 2,43 bilhões em dezembro de 2015, representando 19,7% da carteira de crédito. No mesmo período de 2014 esse número alcançou R$ 2,13 bilhões.

Destaques no Rio Grande do Sul

·Total de municípios alcançados: 437 – 87,92% do Estado

·Total de clientes atingidos: 10.072

·Contratações no período: R$ 804,8 milhões

·Investimentos gerados: R$ 1,54 bilhão

·Empregos mantidos/gerados: 7.255

·Resultado da Agência RS: R$ 119,7 milhões

PERSPECTIVAS 2016

O orçamento do BRDE prevê atingir R$ 3,89 bilhões em novas operações de crédito em 2016. A agropecuária deverá responder pela maior parte, com 35,8% do total, seguida pelo setor de infraestrutura, com 26,9%, pela indústria, com 23,0%, e pelo setor de comércio e serviços, com 14,3%.

 

Prefeitura amplia serviço de tapa-buracos

A prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov), anuncia nesta terça-feira, 29, às 10h, no Largo Zumbi dos Palmares, a contratação de nove caminhões com caçambas térmicas para auxílio nos serviços de tapa-buracos. Com a aquisição dos novos veículos, também será possível aumentar o número de equipes de tapa-buraco de seis para quinze. O investimento total para a aquisição dos veículos foi de R$ 7,9 milhões. Segundo o secretário da Smov, Mauro Zacher, esses caminhões serão responsáveis pela agilização do serviço. “As novas caçambas mantém a temperatura do asfalto, desde sua produção até sua aplicação, fator determinante para que o asfalto mantenha suas propriedades adequadas garantindo maior qualidade na execução de uma obra de pavimentação", explica Zacher.

 

Sobre dano moral

Fica a teu critério a publicação este "tijolaço" sobre a questão do dano moral q mencionei anteriormente. O texto é longo, sim, mas é uma abordarem interessante da questão. Se tu ñ quiser publicar, é só deletar (rimou). (by Laurinho da Venâncio)

Novo CPC e o pedido de indenização: fim da “indústria do dano moral”?

Por Luiz Dellore *

Em algumas colunas no JOTA, temos tratado da nova forma de litigar que virá com o Novo Código. Como exemplos, (i) o trabalho de Fernando Gajardoni, o qual trouxe o alerta quanto à possibilidade de se configurar como litigância de má-fé a formulação de pedidos contra precedentes [1] e (ii) o texto de Marcelo Machado apontando que, somente no caso de uma petição bem fundamentada [2], surgirá o dever de o magistrado fundamentar a decisão de forma analítica.
Nessa mesma linha, trago aqui uma reflexão a respeito da conduta a se esperar dos autores, em demandas nas quais se pleiteia dano moral – não só, mas especialmente quando se tem pessoa física no polo ativo e pessoa jurídica no polo passivo, principalmente envolvendo questões de consumo.
Costuma-se afirmar que o Judiciário está abarrotado em virtude da postura de alguns poucos litigantes, sempre recorrendo mesmo quando a jurisprudência já está pacificada. A afirmação, sem dúvidas, é em parte verdadeira [3]. E o Código tenta trazer respostas para isso, como o IRDR, recursos excepcionais repetitivos, a vinculação de precedentes, honorários sucumbenciais, multas por litigância de má-fé etc.
Mas também a litigância, de autores, no varejo, é responsável pela existência de grande número de processos. Com o maior acesso à justiça, com os Juizados Especiais, com a massificação das relações de consumo (e, também, com a má qualidade na prestação dos serviços, seguida da inoperância de agências reguladoras) e com o grande número de advogados no mercado, percebe-se uma verdadeira explosão em demandas pleiteando dano moral [4]. E vale destacar que até o início dos anos 1990, esse tema era praticamente inexistente no Judiciário Brasileiro [5]. Muitas vezes pertinentes (e, portanto, com pedidos procedentes) e outras tantas vezes impertinentes (e, assim, com a improcedência como resultado).
De qualquer forma, a jurisprudência formada à luz do CPC1973 estimulava que o pedido de dano moral fosse formulado de forma irresponsável, dando origem a um fenômeno muitas vezes denominado “indústria do dano moral”. Isso porque:
(i) cabia pedido de dano moral de forma genérica[6] (ou seja, sem especificar o valor que se pretendia receber);
(ii) se o pedido fosse genérico, ainda assim haveria interesse recursal[7] (portanto, se a parte não indicou o valor que queria, e o juiz fixou em R$ 1 mil, cabia recurso para majorar o valor);
(iii) no caso de parcial procedência (fixação em valor abaixo do pleiteado), não haveria sucumbência do autor[8] (logo, se o autor pediu R$ 50 mil de dano moral e a sentença condenou em R$ 5 mil, apenas o réu arcaria com a sucumbência).
Ora, isso (a) facilita que seja pedido o dano moral de forma genérica e, qualquer que seja o valor concedido, haja recurso e (b) estimula que haja pedidos elevados de dano moral, já que não haverá risco de sucumbência. Isso acarreta, portanto, uma litigância irresponsável, permitindo a “indústria do dano moral”: pedir o máximo possível (em 1º grau ou grau recursal), sem arcar com as consequências daí decorrentes. Em um contexto de processo cooperativo[9], haveria espaço para essa conduta?
O NCPC busca alterar esse panorama, em inovações que, no meu entender, são bastante interessantes. Vejamos:
(i) impossibilidade de pedido genérico de dano moral (art. 292, V). Ainda que o mais adequado fosse tratar do tema no tópico do pedido, o NCPC inova ao apontar que o valor da causa na ação indenizatória, inclusive a fundada em dano moral, será o valor pretendido. Portanto, a partir de agora, o próprio autor deverá indicar, desde a inicial, qual o valor pretendido a título de danos morais. E, por óbvio, se o juiz conceder a indenização nesse valor, não haverá interesse recursal – evitando recursos esdrúxulos em que o autor dizia “deixei a critério do juiz o valor do dano, mas não gostei do critério dele…”
(ii) fixação dos honorários sucumbenciais com base no valor pleiteado, no caso de improcedência (art. 85, § 6º) e impossibilidade de compensação (art. 85, § 14). Modificando sensivelmente o panorama dos honorários, o NCPC deixou claro que, no caso de improcedência, a sucumbência deve ser fixada considerando o valor da causa ou o proveito econômico. Sendo assim, se o pedido de dano moral for de R$ 100 mil, e for julgado improcedente, deverá haverá a condenação sucumbencial em, no mínimo, R$ 10 mil.
De seu turno, como passa a ser vedada a compensação[10], parece-me que não há mais como subsistir a Súmula 326/STJ[11] em situações em que o pedido é parcialmente procedente. Portanto, se o valor do dano moral indicado pelo autor não for acolhido, salvo por pequena quantia[12], haverá sucumbência recíproca[13] – e, assim, mesmo que o autor seja vencedor, ele terá de pagar os honorários do advogado da parte vencida, sendo possível inclusive que haja o desconto dos honorários (que tem natureza alimentar) do valor a ser pago pelo réu. E isso, por óbvio, tende a desestimular pedidos elevados de dano moral.
Para exemplificar, voltemos à causa em que o autor pleiteia R$ 100 mil de danos morais, e a indenização, procedente, é fixada em R$ 10 mil. No sistema do CPC73, haveria apenas sucumbência do réu, que arcaria com os honorários do autor. No sistema do CPC15, a sucumbência seria reciproca, de modo que o réu pagaria honorários ao advogado do autor (em 10%) e o autor pagaria honorários ao advogado do réu (em 10% da diferença entre o que foi pleiteado pelo autor e que foi concedido pelo juiz, conforme Enunciado 14 da ENFAM[14]). Em síntese, o autor receberia R$ 10mil a título de danos morais, ao passo que pagaria R$ 9mil de honorários ao advogado do réu – e, reitere-se, os honorários poderiam ser retirados do montante relativo ao pagamento da indenização[15].
É o fim dos pedidos irresponsáveis de dano moral. A partir de agora, o advogado deverá estudar a jurisprudência para pleitear o dano de acordo com os parâmetros usualmente fixados pelos tribunais, e não mais buscar o enriquecimento da parte via ação de indenização por dano moral. Ótima notícia: afinal, se alguém quer ganhar na loteria, não deve buscar o Judiciário…

[1] “Pois se alguns precedentes doravante são vinculantes (art. 926, CPC/2015); e se precedente, a partir de sua interpretação, revela norma jurídica; o simples litigar contra a ratio decidendi do precedente vinculante, sem ressalva alguma, é medida equivalente a litigar contra norma jurídica, conduta contrária à probidade processual e que autoriza, de uma só vez, que se obste, de plano, o curso da ação (art. 332, CPC/2015) ou do recurso (art. 932, IV, CPC/2015), e que se imponha ao demandante/recorrente, fundamentadamente (art. 489, § 1º, V, CPC/2015), as penas pela litigância de má-fé (art. 77, II e arts. 80, I, III e VII, do CPC/2015) – multa de 1% (um por cento) a 10% (dez por cento) do valor corrigido da causa, além de indenizar a parte contrária por eventuais prejuízos sofridos –, inclusive contra beneficiários da gratuidade judiciária (art. 98, § 4º, CPC/2015).”, em http://jota.uol.com.br/no-novo-cpc-demandar-contra-precedente-e-litigancia-de-ma-fe
[2] “Agora, a questão é: e a parte (e seu patrono) pode continuar a litigar preguiçosamente, com base no “ementismo”? Muda para o juiz, mas não muda nada para as partes e advogados? Basta a parte citar uma ementa que isto fará com que surja para o juiz o trabalhoso dever de fundamentar conforme os incisos V e VI do § 1º do art. 489 do CPC, apenas para afastar o precedente? Entendemos que não!”, em http://jota.uol.com.br/novo-cpc-precedentes-e-contraditorio
[3] Muitos dos grandes litigantes estão, nos tribunais superiores, mais na condição de recorridos do que de recorrentes (ou seja, o recurso é da parte contrária, com decisão nos tribunais favoráveis ao litigante de massa). Nesse sentido, notícia apontando que instituições financeiras desistiram de inúmeros recursos no STJ: http://m.folha.uol.com.br/mercado/2012/11/1183514-itau-caixa-e-bb-mudam-estrategia-e-desistem-de-recursos-na-justica.shtml
[4] A pesquisa Justiça em números de 2015 (ano base 2014), do CNJ, aponta que dos 5 temas mais recorrentes no Judiciário, 2 envolvem dano moral. O 3º é “DIREITO DO CONSUMIDOR: Responsabilidade do Fornecedor/Indenização por Dano Moral”, ao passo que o 5º é “DIREITO CIVIL: Responsabilidade Civil/Indenização por Dano Moral”, sendo que alimentos decorrentes de direito de família somente está em 6º lugar. A pesquisa pode ser acessada em http://www.cnj.jus.br/programas-e-acoes/pj-justica-em-numeros.
[5] A CF, ao prever no art. 5º, V, que “é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem” foi o ponto de largada para o assunto. Tanto que, em 1992, foi editada a Súmula 32/STJ: São cumuláveis as indenizações por dano material e dano moral oriundos do mesmo fato.
[6] A questão está pacificada no STJ, há tempos. Como exemplo: “Responsabilidade civil. Danos materiais e morais. Responsabilidade do banco que causou a inscrição do nome da autora no BACEN. Pedido incerto. Art. 21 do Código de Processo Civil. Precedentes da Corte. 1. Pedindo a inicial que o dano moral seja fixado segundo o prudente arbítrio do Magistrado, não viola qualquer dispositivo de lei federal a fixação em quantia certa. (…) (REsp 261.028/RJ, Rel. Ministro CARLOS ALBERTO MENEZES DIREITO, TERCEIRA TURMA, julgado em 30/05/2001, DJ 20/08/2001, p. 459)”.
[7] Também é entendimento antigo no STJ, como se vê da seguinte ementa: “CIVIL E PROCESSUAL CIVIL. DANO MORAL. LOJAS DE DEPARTAMENTOS. CONSTRANGIMENTO ILEGAL E CÁRCERE PRIVADO. INDENIZAÇÃO. QUANTUM. RAZOABILIDADE. NEGATIVA DE PRESTAÇÃO JURISDICIONAL. AUSÊNCIA. INTERESSE RECURSAL ALTERAÇÃO DO PEDIDO. INOCORRÊNCIA. RECURSO DESACOLHIDO. (…) V – Não carece de interesse recursal a parte que, em ação de indenização por danos morais, deixa a fixação do quantum ao prudente arbítrio do juiz, e posteriormente apresenta apelação discordando do valor arbitrado. Nem há alteração do pedido quando a parte, apenas em sede de apelação, apresenta valor que, a seu ver, se mostra mais justo. (…) (REsp 265.133/RJ, Rel. Ministro SÁLVIO DE FIGUEIREDO TEIXEIRA, QUARTA TURMA, julgado em 19/09/2000, DJ 23/10/2000, p. 145)”.
[8] Súmula 326/STJ: Na ação de indenização por dano moral, a condenação em montante inferior ao postulado na inicial não implica sucumbência recíproca.
[9] A respeito do que é e, principalmente, do que não é o princípio da cooperação, vide http://jota.uol.com.br/novo-cpc-principio-da-cooperacao-e-processo-civil-do-arco-%C2%ADiris
[10] Portanto, em sentido inverso ao da Súmula 306/STJ: Os honorários advocatícios devem ser compensados quando houver sucumbência recíproca, assegurado o direito autônomo do advogado à execução do saldo sem excluir a legitimidade da própria parte.
[11] Reproduzida na nota 8.
[12] Art. 86, Parágrafo único. Se um litigante sucumbir em parte mínima do pedido, o outro responderá, por inteiro, pelas despesas e pelos honorários. O que seria “parte mínima” em relação ao dano moral. Competirá à jurisprudência definir isso, mas um critério razoável seria algo em torno de 10%. Se o pedido for acolhido com diferença maior que 10%, já haveria a sucumbência recíproca.
[13] Nesse sentido: “Portanto, a estimativa realizada pelo autor ou reconvinte limita o provimento jurisdicional, sendo que do deferimento parcial do pedido indenizatório decorre a sucumbência parcial, com divisão dos ônus da perda respectivos” (DUARTE, Zulmar, Comentários ao CPC de 2015, Parte Geral. São Paulo: Método, 2015, p. 844).
[14] “Em caso de sucumbência recíproca, deverá ser considerado proveito econômico do réu, para fins do art. 85, § 2º, do CPC/2015, a diferença entre o que foi pleiteado pelo autor e o que foi concedido, inclusive no que se refere às condenações por danos morais”. (diversos magistrados se reuniram no 2º semestre de 2015 para debater o NCPC, e aprovaram alguns enunciados – que podem ser consultados em http://www.enfam.jus.br/2015/09/enfam-divulga-62-enunciados-sobre-a-aplicacao-do-novo-cpc/ )
[15] Cabe lembrar que mesmo a parte beneficiária da justiça gratuita é condenada na sucumbência (art. 98, § 2º). Apenas é de se lamentar que as inovações do NCPC não atinjam o beneficiário da justiça gratuita que tem seu pedido julgado totalmente improcedente. Para esse litigante, o pedido de dano moral segue sendo um litígio sem risco, dando azo a muitas “aventuras judiciais”.

*Mestre e Doutor em Direito Processual pela USP. Mestre em Direito Constitucional pela PUC/SP. Professor de Direito Processual do Mackenzie, EPD, IEDI e IOB/Marcato e professor convidado de outros cursos em todo o Brasil. Advogado concursado da Caixa Econômica Federal. Ex-assessor de Ministro do STJ. Membro da Comissão de Direito Processual Civil da OAB/SP, do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Processual) e diretor do CEAPRO (Centro de Estudos Avançados de Processo).

 

de Serafina

VAI SER FOGO A DISPUTA PELA PREFA


PELO PMDB DEVE IR A VER SALETE MARIA CADORE, QUE CORRE como ' cavalo do comissário', porque é protegida do gov. IVO SARTORI E DAPRIMEIRA DAMA, mari ahelena sartori.

pela atual chapa,situçaão, há duvidias. muitos acham que o vice continuará na chapa como vice. na cabeça deverá ir a ver NEGA CASTRO, DO PP. MEZZOMO É DO PSB.

não há chances de GHELLER, EX PREFEITO IR DE NOVO. ELE É DA TURMA DE POSTAL, O ALEXANDRE, QUE ESTÁ INDO PRO TCE.

 

MEMORiAS DE SERAFINA

NO TEMPO DA QUARESMA

chamavamos de ' queresmi' um fruto que dava nesta época. uma fruta delicoosa, do mato. ficava amarelinha e a gernte comia a gema soltando fora o caroço. as vezes crianças engoliamos o caroço que era depois expelido nas fezes.evidente.

na hora do almoço, enquanto meu pai dormia sua sesta sagrada, a gente aproveitava o tempo livre edava uma volta pelos potreiros pra colher. havia até competição de ver quem colhia mais....diz o paulo santana que a gente sente saudade da juventude, não dos bondes. pode ser que a saudade seja do tempo da infancia no interior e não tanto da quaresma em si, ou da fruta.(olides canton)

 

Posse do Conselho Municipal de Esportes

Na noite do dia 22 de março de 2016, na sala de reuniões da Prefeitura Municipal, aconteceu a Posse dos membros do Conselho Municipal de Esportes de Serafina Corrêa, gestão 2016/2018. Na ocasião, a Coordenadora dos Conselhos Municipais, Fernanda Castelli Fedrigo, falou sobre a importância do Conselho bem como da Lei Municipal nº 2158 que reestruturou o Conselho. Em seguida, aconteceu o ato de posse oficial dos conselheiros presentes, de acordo com a Portaria nº 397 de 21 de março de 2016. Estiveram presentes também o Secretário Municipal de Saúde, José Carlos Betinardi, Presidente da gestão anterior e o Diretor de Esportes, Sidnei Tomazoni. A eleição da mesa diretora será feita na próxima reunião a ser agendada.


28 de março de 2016

VAMOS FICAR SEM BUS EM POA.

TOMEM NOTA ....CONHEÇO ESTA HISTÓRIA DE OUTRAS CARNAVAIS. UM EMPURRA PRO OUTRO. E VAI SOBRAR PRA POPULAÇÃO E É ESTA SEMANA. AKI FORTUNATITI, CODINIMO,ALTÃO PELA ODIBREXI, FALA QUE NÃO É NADA COM ELE.

 

Política

caetano comparou o 13 de março com MARCHA DA FAMILIA COM DEUS EM 64. OLHA DEU NA MOSCA.

sabadso de malhão do judas. quem vão malhar????cerveró, lula,dilma????

o lula tá sendo prático. vai se mandar pra italia. lá vai torcer pra quem? fiorentina????

olha laurinho da venancio,eu de minha parte não sabia que tava sendo usado pra ' defender a ditadura'. pelo contrário....esse negócio de falar depois é facil....(OC)

 

SEMELHANTES????

OS ATUAIS ACONTECIMENTOS EM BSB ME FAZ LEMBRAR UM COLEGUINHA. FOI ESCALADO PRA DEFENDER A EMPRESA NA JUSTIÇA DO TRABALHO NO PROCESSO QUE O JOÃO CARLOS TERLERA TINHA ABERTO. QUE SE ASSUSTOU AO VE-LO TESTEMUNHANDO A FAVOR DA EMPRESA.UÉ, NENHUMA SURPRESA.

 

explicando

os acontecimentos de BSB tem um irmão do coleguinha que falo em grande evidencia. no momento. o irmão não o coleguinha que já não está entre nós.

 

Coleguinhas

hj das9 as 18 eleições na aceg. aveline x o atual...eu vou de ' mortadela"

SEGUNDA DIA 28 ELEIÇÕES NA ACEG. ESTARIE LÁ PONTUALMENTE 9 HS.

axo que vou de MORTADELA..na aceg.

JUAREZ TOSI, O CUCUT VAI FAZER 30 ANOS DE CASADO DIA 5.4. É UM INVICTO.SEU FILHO CASOU AGORA. LOGO SERÁ AVO.

QUEM APRESENTOU O JUAREZ A ESPOSA FOI A SANTA IRENE ARAUJO LOPES EM TRAMANDAÍ. ELE QUIS SABER DA MULHA:

- ÉS PETISTA???

COMO ERA CASARAM....

 

ACEG

TENHO UMA HSITORIA BOA DO MORTADELA. NÃO PRA ELE, PRA MIM. QDO ME SEPAREI E FUI MORAR NUM APART NO CENTRO LÁ PROS LADOS DO GUAÍBA, ELE MORAVA LÁ.TAVA SEPRANDO TAMBÉM. EU PROTESTEI QUE MEU QUARTINHO ERA NO 1 ANDAR O DELE LÁ DE CIMA.
- AH, MAS QUEM PAGA PRA ELE É...(BOM DEIXA PRA LÁ....)

 

MEMORIA DA IMPRENSA

O PAITROCINIO....

BELMIRO ZAFFARI ACABOU ARRUMANDO AS 4 COTAS DE PATROCINIO QUE A FILHA FERNANDA, NA EPOCA NA RBS TV, PRECISAVA PRA IR COBRIR EM LOS ANGELES A ENTREGA DO PREMIO OSCAR AO QUATRILHO.

 

COLEGUINHA QUE JOGAVA DOS DOIS LADOS...

o coelguinha este da zh que nãoe stá entre nós mais - e que desejo muita paz no além onde todos estaremos um dia - uma x se posicionou assim numa rebelião que o falecido EMANUEL ...o convidou pra entrar e pra derrubar o lauro( não o da venancio) mas o dos burgqas...schirmer e o fehlbnerg.

- vamos derrubar os dois e tomamos o poder..

não se sabe se o emanuel mattos queria o trono ou outro. enfim, o coleguinha este que era uma especide de homem de confiança dos barões da av. iprianga - foi ele que foi aos states cursar informatica pra informartizar a zh nos anos 80 e o fez muito bem feito -concordou com O EMANUEL MATOOS MAS NA HORA H ACHO QUE ENTREGOU O ESQUEMA DO CARA. EU SEI QUE O EMANUEL ESTAVA DE FÉRIAS, QUANDO CHEGOU AOS ATENTOS OUVIDOS DO FEHLBERG O LEVANTE EMANUELA DIGAMOS ASSIM, ELE O MANDOU CHAMAR DAS FERIAS E O MANDOU PASSAR NA SEÇÃO DE PSSSOAL ANTES NÃO SEM PASSAR PELA TEMIDA VANIA QUE DEVE TER DADO MAIS UM ESPORRO NO POBRE REB ELDE QUE TOMOU O OLHO DA RUA.

DEPOIS QUANDO FOI PRESO COM DROGA, A GAUCHA COM A REPORTER NELCIAR FEZ UM ESTARDALHAÇO DA PRISÃO. EMANUEL TEVE QUE SAIR DO PALÁCIO PIRATINI ONDE ESTAVA PQ FICAVA MAL PRO BITTO GOV MANTE-LO LA MAS UMA AÇÃO DE DANOS MORAIS TIROU OS TUBOS DA RBS.(oc) MEMÓRIAS NUMS ABADO DE MALHAÇÃO DE JUDAS.

 

rafa

diz a esposa do rafa, a clo, que o rafa é o ' NEI LISBOA DA LITYERATURA'. MAS SEM O MAU HUMOR DO CANTOR, DIGO EU....

rafael guimarães foi o escolhido pra falar no FOLHETIM DA RADIA DA URGS....HOMENAGEM A PORTO ALEGRE

 

E tem quem se orgulha de ter trabalhado lá!

como dizia o tarso de castro, que deus o tenha na santa gloria. SÃO DESTITUÍDOS DE COVARDIA. SÃO SEMPRE A FAVOR DO MAIS FORTE(oc)

PO, MAS DEPOIS NA DEMOCRACIA ELES SE RETRATARAM DE TER APOIADO A DITADURA. PEDIRAM DESCULPAS....ESPERTINHOS,HEIN...SEMPRE A FAVOR DO PODER DO MOMENTO....são negociantes...lembro bem de um episódio. em 73 quando aquela turma que começava lá dava o sangue pelo jornal combatendo a ditadura,dando pau no pedro seelig e por isto trabalhabndo como condenados, - dos quais estavam lá o fernando goulart, o licinio silveira - uma o barbudo, no caso não o marx, mas o armando burd, reuniu a alguns e disse;
- ISTO AQUI NÃO É PRA DERRUBAR A DITADURA, É UM JORNAL COMERCIAL, ALGUMA COISA ASSIM. CAIU A MINHA PRIMEIRA FICHA. MAS VAMOS LÁ....(oc)o mauricio foi muito esperto. ele pegava aquele entusiasmo dos que eram contra a ditadura e botava a fazer o jornal dele. assim ele foi comendo pelas bordas a caldas jr. ....(OC)está é pelo menos um pouco de como eu vejo. claro que tem muito outras coisas.

Enviada: Sexta-feira, 25 de Março de 2016 22:17

 

do laurinho da venancio

Morreu o V. Marques. Te mandei o necrológio. Nas redes sociais foi muito pranteado.

 

Nota de falecimento

Pô quem nunca ouviu o VERGARA. TINHA UMA NARRAÇÃO SECA, RÁPIDA. SERÁ LEMBRADO POR ISTO(oc)

 

Mais uma cagada da Veja

Ser contra qualquer governo não dá nenhuma grana para empresas de comunicações, uma hora o governante enche o saco e o veículo se ferra. Mas a Veja vai mais longe ainda engana seus leitores em farras homéricas.
Depois da história do Boimate, esta da fuga do Lula para a Itália foi a maior cagada jornalística dos últimos dois séculos.



Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

dr. koff

leio a biografia do campeão mundial do gremio. ele foi juiz em frederico e atendia palmeira das missões. se fosse hj ele prendia um certo poltron que anda por lá aquerenciado e que diz que trabalha muito. dizem que passou um tempo este poltron em srerafina. onde aprendeu até o dialeto veneto.

vim de volta da arena com uma ex-conselheira...o que ela disse do KOFF não é mole....poucas e boas....e olha que a senhora sabe bastidores do gremio.lá dentro a politicalha do clube não é mole.

 

Langur

O LANGUR ERA UM BAR QUE HAVIA NA FELIPE CAMARÃO, COM UMA PECULARIEDADE. NÃO TINHA CADEIRAS. SENTAVA-SE NUM ENCOSTO QUE AS MESAS TINHAM.

ERAM UM MEIO LOCAL DE ' SUBVERSIVOS'...QUEM FALAVA MAL DO GOV DA E´POCA. NÃO DO PT DE HJ

 

Páscoa

aamnhece no dom de páscoa....6.15 tava de pé,ouvindo as ranchera da farroupilha.....' gauderiada farroupilha'....

 

Porto Alegre: ativistas promovem almoço vegano de Páscoa para moradores de rua

que bonito, quando as datas são mostradas com gestos concretos. não apenas ir a missa ou culto e depois cada um egoisticamente ir pra sua casa comer do bom e do melhor. foi o que vi hj no culto da martim luther...aquela burguesia alemã, empampurrada, rezando, dizendo que cristo nasceu de novo, mas gestos concretos nenhum..(olides)



No meio-dia deste domingo de Páscoa, 27 de março, ativistas independentes e da Vangurda Abolicionistapromoveram almoço vegano para pessoas em situação de rua. No cardápio, feijoada, hamburguer, purê de batata e beterraba, muffin de legumes, chocolates, limonada, refresco e refrigerante. Algumas peças de roupa também foram doadas. O local foi o largo Glênio Peres, coração do Centro da capital gaúcha.

 

Sábado de Aleluia à beira lago!

no dia dos 244 anos de porto (OC)

(Laurinho da Venâncio)

 

QUE VENHA O ACORDÃO

UDEBREXI É BOA.KKK(oc)

A propósito do q tu menciona no teu chasque ("composição" via Teori), a Bergamo, na Folha de sexta, chega a concluir por este caminho também: a possibilidade de um "acordão". Mas mais por causa da lista de 200 e tantos nomes da Odebréxi. Pois, com todo mundo de rabo preso, a saída seria um "acordão". O q acho q tem de acontecer mesmo, azar, o País tá parado, a economia desandou total. Ñ é q o pressoal ñ tenha dinheiro (ñ tou falando do pobrerio, mas, sim, da clase mérdia para cima), é q ninguém quer gastar com medo do q pode via a acontecer. Depois do talagaço do Plano Collor/Zélia, qualquer ameaça assusta os gansos. A coisa tá tão parada, q tu vai numa loja comprar uma cueca e os caras querem te vender um enxoval completo. Aí, falo para eles: "Ñ alucina (os caras chegam a ficar inconvenientes no desespero de vender)! Sei q vcs tão matando cachorro a grito (as loja tão tudo vazia), mas ñ vão querer sair da falência às minhas custas!" Ñ é nem + uma questão de fazer a economia voltar a crescer, é uma questão de escapar da paralisia. Com a manha do Lula para composições, pode ser q dê certo, pq a Madame, essa, dizem, ñ tem nenhuma disposição para negociar com quem quer "seje". A saída pode ser mesmo a negociação. Agora, o q nos deixa a todos perplexos é pq o Homem de S. Bernardo tenha demorado tanto para dar uma de macho; afinal, se foi ele q pariu o Poste, ele e q tem de embalar. (Laurinho da Venâncio, algo esperançoso)

 

"Abafa"

 

do Comunique-se

olha o meu testemunho do caco que ele é uma pessoa séria. não é um feike tipo coelhos que andam por ai. inclusive uma que agora ganha paginas dando ' lições' de jornalismo(OC)

Em novo dia, 'Profissão Repórter' passa a ser exibido após o futebol

A temporada de 2016 do 'Profissão Repórter' já tem data de estreia. Além disso, o programa chega com novidades. A Globo decidiu mudar o dia de exibição. A atração, que até então era transmitida todas as terças-feiras, mudou para quarta-feira depois dos jogos de futebol.

As informações do colunista Flávio Ricco, que foram confirmadas pela emissora à reportagem do Portal Comunique-se, dão conta de que o programa estará de volta em 6 de abril e deve ficar na programação até 23 de novembro. A Globo ainda não divulgou o tema de estreia.

Prestes a completar 10 anos no ar, a atração apareceu pela primeira vez em 2006 como especial do 'Globo Repórter e, em seguida, passou a ser quadro do 'Fantástico'. Dois anos depois, o programa ganhou espaço na grade com dia e horário fixo. Pelo menos 50 repórteres diferentes já fizerem matérias para o programa.


Programa volta à grade em abril (Imagem: Divulgação/Facebook)

 

Estadão passa a enviar notícias pelo WhatsApp

o estadão corre atrás do prejuízo(OC)

A partir da próxima segunda-feira, 28, o Estadão passa a enviar suas manchetes e outros destaques do dia aos leitores pelo WhatsApp. Com a novidade, o jornal pretende ampliar a conexão com seu público, entregando notícias diretamente em seus celulares, bem como vídeos mais relevantes da 'TV Estadão' e conteúdos da Rádio Estadão.

O envio vai acontecer em três horários fixos diariamente: 8h, 12h e 18h. Para receber o material, os usuários do aplicativo devem adicionar o número 11-99406-2903 em seus contatos e, em seguida, enviar mensagem solicitando a entrada no grupo, que funcionará como um núcleo de transmissão. Dessa forma, os leitores que quiserem receber as notícias só serão notificados pelo jornal, que administra o grupo.

Com o canal, o veículo também inaugura mais uma fase de jornalismo colaborativo e convida seus leitores a participarem da redação, enviando sugestões de pauta para o número 11-97069-8639. Relatos de acontecimento e outros contatos também podem ser feitos pelo aplicativo 'Você no Estadão', disponível para iOS e Android.

A ideia do Estadão, porém, não é novidade na imprensa brasileira. Recentemente, o jornal O Povo, de Fortaleza, e a divisão de esportes do Uol anunciaram iniciativa similar, com objetivo de distribuir notícias pelo aplicativo de mensagens instantâneas.

 

Jornal da USP foca em comunicação online e encerra versão impressa

Lançado em 1985, o Jornal da USP terá sua versão impressa encerrada. A decisão divulgada pelo Estadão foi confirmada pelo superintendente de Comunicação Social, o professor Eugênio Bucci, que considerou o momento como "mudança de hábito".

Segundo as informações, o periódico passará a trabalhar apenas com o formato digital, que deverá receber investimento. "O site do jornal será reforçado, melhorado e ampliado", explicou Bucci. A previsão é que a estreia do novo modelo digital aconteça até o final de abril.

As alterações foram decididas depois de relatório de um grupo de trabalho da superintendência que recomendava a economia. “É claro que isso trará uma economia de recursos, que será muito bem vinda. Eu só queria registrar, porém, que a razão principal não foi a economia orçamentária, mas a eficiência da comunicação", declarou Bucci ao Estadão.

 

do Pioneiro

Memória: O Quatrilho e os 20 anos do quase Oscar

por Rodrigo Lopes


Em 25 de março de 1996, filme inspirado na obra de José Clemente Pozenato concorria na cerimônia em Los Angeles

A comitiva brasileira no saguão do hotel Beverly Hilton Los Angeles. Em pé estão Germano Schüur (ao centro), Alexandre Paternost e José Clemente Pozenato. Sentados, a produtora Lucy Barreto, Bruno Campos, Patricia Pillar e o casal Gloria Pires e Orlando Morais. Foto: Germano Schüür / divulgação

Há 20 anos, o dia 25 de março ficou marcado pela cerimônia do Oscar em que O Quatrilho disputava a estatueta de melhor filme estrangeiro com outros dois concorrentes: o holandês A Excêntrica Família de Antonia e o italiano O Homem das Estrelas. Acompanhando elenco, produtores, diretores e uma equipe da RBS TV, o fotógrafo Germano Schüur, 70 anos, registrou boa parte da permanência da comitiva brasileira em Los Angeles.

Estiveram por lá o quarteto de protagonistas, formado por Glória Pires, Patrícia Pillar, Bruno Campos e Alexandre Paternost, o diretor Fábio Barreto, os produtores Luiz Carlos e Lucy Barreto e, logicamente, o escritor José Clemente Pozenato, autor da trama.

Início das filmagens de O Quatrilho em 1994

O Quatrilho: 30 anos do livro, 20 anos do filme

Conforme recorda Schüur, o filme não teve tempo para atingir um grande público nos EUA:

- Um erro foi a distribuidora ter lançado o filme com pouca antecedência no país. Poucos viram. Foi o depoimento dos brasileiros que moravam em Los Angeles - recorda o fotógrafo.

Schüür permaneceu com a equipe entre os dias 21 e 29 de março de 1996, acompanhando diversas outras programações da Academia de Cinema, como a entrega do Certificado de Indicado para o diretor Fábio Barreto. Ele recorda ainda que o grupo brasileiro se dividiu.

- Tínhamos, Pozenato e eu, duas alternativas. Ou ficar no Beverly Hilton ou na casa de minha prima Lore Thompson, que já residia nos States há mais de 30 anos. O Pozenato, como escritor, preferiu ficar na casa da Lore, para sentir como vivia uma família americana - lembrou o fotógrafo.

Há 20 anos: capa do Pioneiro de 25 de março de 1996 destacava a cerimônia do Oscar. Foto: reprodução Centro de Memória da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul

Para recordar

Nas imagens a seguir, alguns momentos daquele março de 1996, quando muitos acreditavam que O Quatrilho, segundo filme brasileiro indicado ao Oscar depois de O Pagador de Promessas (1962), pudesse ficar com a estatueta. A trama dirigida por Fábio Barreto acabou derrotada pelo holandês A Excêntrica Família de Antonia.

Na foto que abre a matéria, a comitiva brasileira no saguão do hotel Beverly Hilton Los Angeles. Em pé estão Germano Schüur (ao centro), Alexandre Paternost e José Clemente Pozenato. Sentados, a produtora Lucy Barreto, Bruno Campos, Patricia Pillar e o casal Gloria Pires e Orlando Morais.

Mais abaixo, o diretor da RBS Augusto Nunes e a jornalista Renata Amaro entrevistando o escritor José Clemente Pozenato. Por fim, um registro do retorno do grupo, brindando no avião: Pozenato, Schüur, Alexandre, Glória e Bruno.

Autor de O Quatrilho, José Clemente Pozenato trabalha em novo livro

As fotos


Como a equipe da RBS não havia levado fotógrafo, quase todas as imagens dos bastidores da comitiva brasileira no Oscar 1996, publicadas nos jornais Zero Hora e Pioneiro, saíram da máquina de bolso de Germano Schüür.


O fotógrafo Germano Schüür, o escritor José Clemente Pozenato e as atrizes Glória Pires e Patrícia Pillar no saguão do hotel, horas antes da cerimônia, em 25 de março de 1996. Foto: Germano Schüür, divulgação


O diretor da RBS Augusto Nunes e a jornalista Renata Amaro entrevistando o escritor José Clemente Pozenato. Foto: Germano Schüür, divulgação


O escritor José Clemente Pozenato defronte ao prédio da Academia de Cinema. Abaixo, o brinde na viagem de volta: Pozenato, Schüür, Paternost, Glória e Bruno. Fotos: Germano Schüür, divulgação

 

de São Borja

elton saldanha, o pres do festival da barranca, loguércio e dep de sto angelo....eduardo loureiro

DIZEM QUE O CAPINCHO FOI VISTO EM CUBA. NO SHOW DOS STONES, NÃO NA BARRANCA.....

O CAPINCHO ME ACENOU - QUERENDO ME CORROMPER???? - QUE NO ANO QUE VEM TALVEZ TENHA UMA VAGUINHA, UMA BOQUINHA NA BARRANCA PRA MIM. MAS COMO SE EU SÓ BEBO GUARANA DA FRUKI KKKK(oc)

 

da Zero Hora

Vinícius Brum: memórias de um barranqueiro ausente

Compositor comenta lembranças da Barranca, festival nativista que ocorre nesta semana e se encerra no sábado


Músicos se reúnem às margens do Rio Uruguai, em São Borja, durante a Semana Santa Foto: Emílio Pedroso / Agencia RBS

Olhar fotos antigas quase sempre nos envolve num manto de nostalgia, de saudade, de vontade de volver, de inventar a máquina do tempo e com ela viajar ao que já fomos ou ao que talvez no futuro viermos a ser. Em poses muito antigas, não raro, descobrimos algumas fisionomias atuais. Percebemos tetranetos muito parecidos a tetravôs, filhas que são idênticas às suas jovens mães. O tempo como uma espiral que, passando pela mesma curva, distancia-se dela, mas segue a repetir-se.

Estou revendo fotos de antigos Festivais da Barranca. Os barranqueiros estão reunidos para mais um ano de convivência, amizade e música no lendário Rio Uruguai na margem são-borjense. O comício de espíritos – epíteto cravado na pedra de nossas almas pelo inexcedível e saudoso Luiz Sérgio Metz, o Sérgio Jacaré. Nas fotos, revejo em silêncio nostálgico, se destacam os que já partiram. Como sou daqueles que há mais de 30 anos fazem parte da confraria, tive a oportunidade de conhecer quase todos os seus fundadores. Menos um, seguramente, uma das mais emblemáticas figuras dos primeiros acampamentos: o Tio Manduca, o sábio campeiro, o arguto pescador, o inspirado contador de causos, o filósofo aldeão daquelas barrancas de rio. Na minha formação barranqueira faltaram as aulas deste mestre. Contudo, sobraram-me ensinamentos de Silva Rillo, de José Bicca, de Antônio Augusto Ferreira, de Telmo de Lima Freitas, de Nico Fagundes, entre muitos que entregaram o melhor de suas generosas almas naqueles encontros pascais.

Não se pode inferir a maravilha das edições

Neste ano, infelizmente, não pude ir. Um vazio existencial cutuca uma finíssima dor, invisível e contínua, mais na alma do que no coração. Penso na Barranca das fotos. Reflito sobre a Barranca de agora. Tendo a pensar, e sei que equivocadamente, que a das imagens é melhor do que a de hoje. Mas sei que tal sensação só me é possível porque uma complementa e atualiza a outra. Sem a grandeza atual do Festival, que sempre se inicia na quarta-feira e finda no Sábado de Aleluia, jamais se poderia inferir a maravilha de todas as edições passadas. Sei que os amigos barranqueiros renovaram os rituais e os abraços, e inundaram de música e poesia os escaninhos do mato. Beberam largos tragos de lua e de rio pelos que lá estão e outros tragos de sonho e de saudade pelos que por lá já passaram. Por aqui, eu canto solito: "Eu me chamo Generoso...".

Como é o encontro

- O 45º Festival da Barranca ocorre durante quatro dias da Semana Santa (de quarta-feira a sábado), reunindo músicos e compositores em um acampamento à beira do rio Uruguai, a 13 quilômetros de São Borja.

- O evento tem suas peculiaridades: entram apenas convidados, e mulher não pisa no acampamento.

- Outro diferencial é que os concorrentes têm menos de 24 horas para compor suas canções – o tema é anunciado no começo da noite da Sexta-Feira Santa e, no sábado, os músicos têm que defender as obras.

* Vinícius Brum é compositor, mestre em Literatura e colunista da seção Pampianas.

 

da revista Consultor Jurídico

Ao antecipar conciliação, novo CPC aplaca ânimos e estimula acordo

Por Fernando Martines

Ao promover a audiência de conciliação antes do réu apresentar sua contestação, o novo Código de Processo Civil cria uma condição mais favorável para que o litígio seja solucionado mais rapidamente. A tese é do advogado Rodrigo Lucas Alves, do escritório Miguel Neto Advogados, que estudou a lei que passou a vigorar no dia 18 de março e aponta trechos que devem mudar a rotina dos profissionais do Direito.

Alves ressalta que na antiga lei, a tentativa de conciliação era feita após o réu já ter sido citado e já ter feito a primeira parte de sua contestação. “Isso acirrava os ânimos e claramente dificultava um acordo. Porque naturalmente o processo já é uma disputa e quando as partes tentavam conciliar com argumentos e contra-argumentos tendo sido previamente trocados, ficava uma predisposição que dificultava. Agora a conciliação é a primeira etapa e começa de um ponto mais neutro e com isso tem mais chances de sucesso”, conta o advogado.

Para ele, essa alteração processual é uma “clara mudança” nos objetivos da legislação. O novo CPC aponta um novo caminho, de se evitar a litigância e de se promover decisões mais céleres.

Maior que o processo
Outro ponto destacado por Alves é a mudança na questão do ônus da prova. Antes ele era estático e cabia sempre a quem fazia a alegação que dava origem ao processo — exceto em casos específicos, como no Direito do Consumidor. Já agora, o novo CPC permite que o juiz determine essa alteração do ônus, caso entenda que umas das partes tenha melhores condições de produzir a prova.

“Essa mudança não é irrestrita, a lei regula como essa ferramenta pode ser utilizada pelo juiz. Eu acho que o legislador foi muito feliz ao fazer essa mudança. Pois o processo é utilizado para resolver algo que é de fora do processo. Ele não se encerra em si mesmo e se o juiz tem a possibilidade de resolver um conflito, ele deve poder fazer isso”, afirma o advogado.

Fernando Martines é repórter da revista Consultor Jurídico.

 

Mudanças no Processo Civil

Selecionei este texto afim de repassar para os alunos q trabalham comigo no Saju. Mas interessa também para o público em geral. E até para os próprios advs. Se tu achar conveniente, pode publicar também. Qto + divulgae esras novidades, melhor. (Laurinho da Venâncio)

As mudanças do novo CPC que você precisa conhecer

Por Tânia Nigri

Listamos, de forma didática, as principais alterações do novo CPC para facilitar a vida do advogado e estudantes de Direito.

1. CONCILIAÇÃO E MEDIAÇÃO - O novo Código estabelece que em todas as ações que tratem de direitos dos quais as partes possam dispor, o Juiz deverá realizar uma audiência de conciliação antes da apresentação de defesa pelo Réu. Somente com o encerramento da audiência, não tendo havido transação, terá inicio o prazo para contestação (art. 335, I CPC). A audiência não será realizada somente se autor e réu manifestarem expressamente o desinteresse na composição consensual ou se não for admitida autocomposição (art. 334, §4º I e II CPC).

2. AÇÕES DE FAMÍLIA - Nas ações de família, deverão ser empreendidos esforços para a solução consensual da controvérsia e o juiz poderá dispor do auxílio de profissionais de outras áreas para a realização de mediação e conciliação. O mandado de citação do réu, nas ações de família, conterá apenas os dados necessários à audiência de mediação e conciliação, devendo estar desacompanhado de cópia da petição inicial, visando facilitar a solução consensual da demanda, com o auxílio de um terceiro imparcial, o mediador. No cumprimento de sentença ou decisão interlocutória que condene ao pagamento de pensão alimentícia ou fixe alimentos, caso não seja efetuado o pagamento, sem justificativa, o juiz protestará a decisão e decretará a prisão pelo prazo de 1 a 3 meses em regime fechado, devendo o preso ficar separado dos presos comuns.

3. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS - Pelo novo CPC, serão devidos honorários de sucumbência também na fase de recursos. Conforme o art. 85, §11º, eles serão majorados na medida em que forem julgados recursos interpostos no processo. Incidirão honorários advocatícios na reconvenção, no cumprimento de sentença, provisório ou definitivo, na execução, resistida ou não, e nos recursos interpostos, cumulativamente. Ao julgar recurso, o tribunal majorará os honorários fixados anteriormente e levará em conta o trabalho adicional realizado em grau recursal, sendo vedado ao tribunal, no cômputo geral da fixação de honorários devidos ao advogado do vencedor, ultrapassar o máximo de vinte por cento sobre o valor da condenação, do proveito econômico obtido ou, não sendo possível mensurá-lo, sobre o valor atualizado da causa.

4. PRAZOS PROCESSUAIS - A contagem dos prazos será feita em dias úteis e ele ficará suspenso por um mês, nos dias compreendidos entre 20 de dezembro e 20 de janeiro, inclusive. Os prazos para recursos foram unificados em 15 dias, salvo os embargos de declaração, cujo prazo será de 5 dias.
>
> 5. CADASTROS DE INADIMPLENTES - Nas execuções que envolvam pagamento de valores, a requerimento da parte, o juiz poderá determinar a inclusão do nome do executado em cadastros de inadimplentes, que será cancelada após o pagamento, a garantia da execução ou a sua extinção.
>
> 6. RESPEITO À JURISPRUDÊNCIA - O novo CPC busca a uniformização da jurisprudência, dando ao jurisdicionado maior previsibilidade às demandas judiciais, diminuindo a insegurança que viceja em nosso ordenamento jurídico. Os juízes e tribunais serão obrigados a respeitar julgamentos do STF e do STJ e nas causas que dispensem a fase instrutória, o juiz poderá julgará liminarmente improcedente o pedido quando ele for contrário aos enunciados de súmula do Supremo Tribunal Federal ou do Superior Tribunal de Justiça; acórdãos proferidos pelo Supremo Tribunal Federal ou pelo Superior Tribunal de Justiça em julgamento de recursos repetitivos; os entendimento firmado em incidente de resolução de demandas repetitivas ou de assunção de competência e os enunciados de súmula de tribunal de justiça sobre direito local. (art. 332).
>
> 7. DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA - O instituto do incidente de desconsideração da personalidade jurídica, disciplinado nos artigos 133 a 137, poderá ser instaurado a pedido da parte ou do Ministério Público, devendo haver sempre a garantia do contraditório, sendo vedada a desconsideração ex oficio.
> Dispensa-se a instauração do incidente se a desconsideração da personalidade jurídica for requerida na petição inicial, devendo ser citado o sócio ou a pessoa jurídica.
>
> 8. AMICUS CURIAE - O novo CPC, ao regular as intervenções de terceiros, introduziu o amicus curiae como um eficiente instrumento visando incrementar a discussão de temas controversos e importantes, devendo ele colaborar com seu conhecimento na matéria em análise, em defesa de interesse institucional público. O juiz ou o relator poderá solicitar ou admitir a participação de pessoa natural ou jurídica, órgão ou entidade especializada, com representatividade adequada como amicus curiae, cabendo ao magistrado, na decisão que solicitar ou admitir a intervenção, definir os seus poderes (art. 138 CPC). A intervenção do amicus curiae não implica alteração de competência.
>
> 9. DESISTÊNCIA DA AÇÃO - Possibilidade de desistência da ação, independentemente da aceitação do réu, mesmo após a apresentação da contestação, após a publicação do acórdão paradigma dos Recursos Extraordinário e Especial Repetitivos – nesses casos haverá condenação em custas e honorários de sucumbência, conforme dispõe o artigo Art. 1.040, parágrafo 3º do CPC.
>
> 10. DEFESA DO RÉU - O Código de Processo Civil anterior previa a necessidade de a parte alegar a incompetência relativa, o impedimento e a suspeição por meio de exceções, assim como impugnar o valor da causa em peça autônoma, o que foi abolido pela nova legislação. O novo CPC determina que todas as matérias de defesa devem ser deduzidas na própria contestação, conforme o disposto no artigo 337, o que simplifica, sobremaneira, a defesa do Réu.
>
> 11. JULGAMENTO PARCIAL DO MÉRITO - O novo CPC prevê, de maneira expressa, a possibilidade de que o juiz, ainda no curso do procedimento, havendo cumulação de ações, conheça e julgue uma delas antecipadamente, se um dos pedidos se mostrar incontroverso ou a sua causa estiver madura para julgamento (não depender de mais produção de provas), ainda que as demais ações cumuladas no mesmo processo não estejam aptas a julgamento.
>
> 12. AGRAVO DE INSTRUMENTO EM NOVOS TERMOS E FIM DO AGRAVO RETIDO - Além da extinção do agravo retido, o novo CPC restringe, sobremaneira, as hipóteses de cabimento do agravo de instrumento, que fica reservado às hipóteses especificadas na lei.
> O sistema de preclusões fica radicalmente alterado, não se operando para as decisões que não puderem ser objeto do agravo de instrumento, devendo ser tratadas em preliminar de apelação ou contrarrazões de apelação, conforme o impugnante seja recorrente ou recorrido (art. 1009 CPC).
>
> 13. FUNDAMENTAÇÃO DAS DECISÕES - A fundamentação das decisões, conforme orientação do CPC, deverá preencher determinados requisitos objetivos, traçados no art. 489, §1º, para ser considerada válida. Não será considerada fundamentada decisão interlocutória, sentença ou acórdão, que se limite à indicação, à reprodução ou à paráfrase de ato normativo, sem explicar sua relação com a causa, que empregue conceitos jurídicos indeterminados, sem explicar o motivo concreto de sua incidência no caso, que invoque motivos que se prestariam a justificar qualquer outra decisão; não enfrente todos os argumentos deduzidos no processo capazes de infirmar a conclusão adotada pelo julgador; se limite a invocar precedente ou enunciado de súmula, deixe de seguir enunciado de súmula, jurisprudência ou precedente invocado pela parte, sem demonstrar a existência de distinção ou a superação do entendimento.
>
> 14. QUESTÕES PREJUDICIAIS E COISA JULGADA - As questões prejudiciais, na vigência do código de 1973, não faziam coisa julgada, exceto se proposta ação declaratória incidental. Com o advento do novo CPC, a decisão que julgar total ou parcialmente o mérito tem força de lei nos limites da questão principal expressamente decidida, aplicando-se essa força à questão prejudicial, decidida expressa e incidentemente no processo, desde que dessa resolução dependa o julgamento do mérito; tenha havido a seu respeito contraditório prévio e efetivo (não se aplica aos casos de revelia) e o juízo tiver competência em razão da matéria e da pessoa para resolvê-la como questão principal. Não haverá a coisa julgada da questão prejudicial se no processo houver restrições probatórias ou limitações à cognição que impeçam a análise profunda da questão prejudicial.
>
> 15. PENHORA DE SALÁRIO ACIMA DE 50 SALÁRIOS MÍNIMOS - O artigo 833 cria exceção à regra de que são impenhoráveis os vencimentos, os subsídios, os soldos, os salários, as remunerações, os proventos de aposentadoria, as pensões, os pecúlios e os montepios, bem como as quantias recebidas por liberalidade de terceiro e destinadas ao sustento do devedor e de sua família, os ganhos de trabalhador autônomo e os honorários de profissional liberal, permitindo a penhora da remuneração mensal que exceder 50 salários-mínimos.
>
> 16. INCIDENTE DE RESOLUÇÃO DE DEMANDAS REPETITIVAS (IRDR) - Uma das grandes novidades do novo CPC é o Incidente de Resolução de Demandas Repetitivas-IRDR, cabível quando houver, simultaneamente, a efetiva repetição de processos que contenham controvérsia sobre a mesma questão de direito e haja risco de ofensa à isonomia e à segurança jurídica. O pedido de instauração do incidente será dirigido ao presidente de tri¬bunal pelo juiz ou relator, pelas partes, pelo Ministério Público ou pela Defensoria Pública, estimulando a uniformização da jurisprudência também nos estados.
>
> 17. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS CONTRA A FAZENDA PÚBLICA - O novo CPC prevê regras específicas para a condenação da Fazenda Públic, visando evitar condenações exageradas ou ínfimas.O novo CPC dispõe no art. 85, §3º acerca de escalonamento de honorários, que podem variar de 10% a 20%, se a causa for de menor valor, até de 1% a 3%, se a condenação da Fazenda Pública envolver valores maiores.
>
> 18. DUPLO GRAU DE JURISDIÇÃO OBRIGATÓRIO - O novo CPC, no artigo 496, parágrafo 3º, assinala os casos em que não haverá o duplo grau de jurisdição obrigatório, ampliando, sobremaneira, as hipóteses do código anterior.
> Não ocorrerá o duplo grau quando a condenação ou o proveito econômico obtido na causa for de valor inferior a 1.000 salários-mínimos para a União, autarquias e fundações de direito público, 500 salários-mínimos para os Estados, Distrito Federal, autarquias e fundações de direito público e os Municípios que constituam capitais dos Estados; 100 salários-mínimos para todos os demais Municípios e respectivas autarquias e fundações de direito público. Também não se aplica a regra do artigo 496 CPC quando a sentença estiver fundada em súmula de tribunal superior; acórdão do STF ou STJ em julgamento de recursos repetitivos; entendimento firmado em IRDR ou de assunção de competência; entendimento coincidente com orientação vinculante firmada no âmbito administrativo do próprio ente público, consolidada em manifestação, parecer ou súmula administrativa.
>
> 19. SUSTENTAÇÃO ORAL - O artigo 937 VIII do NCPC passa a permitir a sustentação oral no agravo de instrumento interposto contra decisões interlocutórias que versem sobre tutelas provisórias de urgência ou da evidência. O artigo 937, parágrafo 3º assinala que nos processos de competência originária do Tribunal previstos no inciso VI (na ação rescisória, no mandado de segurança e na reclamação), caberá susten¬tação oral no agravo interno interposto contra decisão de relator que o extinga.Nos incidentes de resolução de demandas repetitivas, cada parte terá até 30 minutos para sustentar oralmente. Ao advogado com domicílio profissional em cidade diversa daquela onde está sediado o tribunal, será facultada a realização de sustentação oral por meio de videoconferência ou outro recurso tecnológico de transmissão de sons e imagens em tempo real, desde que o requeira até o dia anterior ao da sessão.
>
> 20. EMBARGOS INFRINGENTES DEIXAM DE SER RECURSO - O recurso de embargos infringentes fica substituído por uma técnica de julgamento, quando for proferida decisão não unânime pelo colegiado nas apelações, ações rescisórias (quando o resultado for a rescisão da sentença) e agravos de instrumento (quando houver reforma da decisão que julgar parcialmente o mérito). Após a decisão, serão convocados, para outra sessão de julgamento, juízes do tribunal para a reversão no resultado do julgamento, sendo possível o seu prosseguimento quando houver magistrados em número suficiente, podendo aqueles que tiverem votado, rever seus votos. De acordo com o artigo 941§ 3º, o voto vencido será considerado parte integrante do acórdão para fins de pré-questionamento, ficando superada a Súmula 320 do STJ.
>
> 21. NEGÓCIOS JURÍDICOS PROCESSUAIS - Há no novo CPC muitas regras que disciplinam o negócio processual, autorizando as partes, nos limites da autonomia da vontade, antes ou durante o processo, que alterem procedimentos e convencionem sobre distribuição diversa do ônus da prova, poderes, deveres ou faculdades processuais. Vale destacar o disposto no artigo 190 CPC que informa ser possível, caso o processo verse sobre direitos que admitam autocomposição, que as partes, desde que capazes em sua plenitude, estipulem mudanças no procedimento para ajustá-lo às especificidades da demanda.
>
> 22. INCIDENTE DE ASSUNÇÃO DE COMPETÊNCIA - A noção de coerência, tão cara ao novo sistema processual, evidencia que casos semelhantes deverão ser decididos de forma igual, respeitando os princípios aplicados em decisões anteriores, devendo existir um processo interpretativo que leve em conta a força normativa da Constituição e a unidade do direito. Para atingir esse ideal, o novo sistema processual, além do Incidente de Resolução de Demandas Repetitivas, para casos de múltipla repetição, criou o Incidente de Assunção de Competência, cabível quando o julgamento do recurso, da remessa necessária ou do processo de competência originária do Tribunal envolver relevante questão de direito, com grande repercussão social, mas sem múltipla repetição.
>
> 23. RECLAMAÇÃO - Passa a caber Reclamação em qualquer Tribunal e não apenas no STF para preservar competência; garantir a autoridade das decisões dos Tribunais; resguardar a observância de decisão do Supremo Tribunal Federal em controle concentrado de constitucionalidade; a observância de enunciado de súmula vinculante e de precedente proferido em julgamento de casos repetitivos ou em incidente de assunção de competência.

 

da Folha Popular de Teutônia


25 de março de 2016

SAUDADES DO MEU PAI

hj 5 feira santa tive muita saudade de meu pai. quando crianças ia com ele ao lava pés que os padres faziam. e na 6 feira santa quando meu avo vivia, nao se dava um pio em casa. era silencio absoluto. dia del senhor morto,dizia meu pai.

desejamos aos leitores boas festas de páscoa.

 

LAVA JATO

ESTA LAVOU A ROUPA SUJA. ENTREGOU TUDO. UMA SECRETÁRIA OU UMA EX MULHER acabam COM A VIDA DE TODOS.

ELE ENTREGOU A LISTA DA ODEBRECHT NA DELEÇÃO E SAIU DE FININHO. NEGOU QQ CONTATO COM A EX EMPRESA. ALI TAVA A CCHAVE DA PROPINA. SABIA TUDO.

ESSE NOSSO VICE NÃO É NADA CONFIÁVEL. DÁ UMA NO CRAVO OUTRA NA FERRADURA. MAS UMA HORA DESTES VAI SE QUEBRAR. O DELE TÁ GUARDADO.

PORTO ALEGRE PODEROSA

DILMA , LA ROUSSEFF E ZAVASCHI PASSANDO A PASCOA AQUI. POA PODEROSA...KKKKK

COM TODO O RESPEITO MAS A DILMA TÁ PRA LÁ DE MARRAKECH, COMO SE DIZ.

ADELI SELL UM DOS POLTIICOS GAÚCHSO QUE RECEBERAM GRANA DA ODEBRECHT. FOTO DE HJ DE MANHA

 

Marx

VOU ME ATRACAR NO FERIADO NO LIVRO DO BARBUDO E SUAS AMANTES....DEVE SER MUITO BOM. 900 PAGINAS.E O ENGELS COMIA A MULHER DELE. POR ISTO ELE O SUSTENTAVA.

 

Paulo Coelho

TERMINEI E LER O CALHAMAÇO DE 650 PAG DO PAULO COELHO.

OLHA O GAJO SEPREOCUPA COM A ' ETERNIDADE'.....

É MEGA PRA CARALHO...MAS TEM LÁ SEU TALENTO. EU GOSTEEI DE QUANTO ELE ERA UM DESCONHECIDO. SINCERAMENTE. DEPOIS VIRFOU PRODUTO.

PAULO COELHO QUE SEMPRE FORA MALTRATADO PELA MIDIA, RESOLVER ' COMPRAR' AS 3 REVISTAS NO LANÇAMENTO DE UM LIVRO DELE. CLARO QUE ELAS NEGARAM.....NÃO FOI MARKETING....

A PRIMEIRA X QUE OUVI DIZER QUE REVISTAS DE CIRCULAÇÃO NACIONAL ' VENDIAM' CAPAS COMO SABONETE, TIVE COMO QUE UM ESTUPRO DE MINHA INOCENCIA. ACHAVA QUE O JORNALISMO ERA ' PURO' E QUE A UNICA COISA QUE SE VENDIAM ERAM ANUNCIOS. FOI COMO ME DISSERAM E EU ACREDITAVA.

FOI MAIS OU MENOS COMO O PADRE DE SERAFINA QUE COMA A PROFESSORA. EU NUNCA ENTENDIA AQUILO PORQUE PRA MIM O PADRE ERA CASTO E NÃO TINHA TESÃOP.(OLIDES)

não entendi pq MARISTELA BAIRROS EX EDGAR XIMIT, É CIADA COMO ENTREVISTA. ELA NÃO DÁ DEPOIEMNTO NO LIVRO.
SERÁ QUE ELE FOI NAMORADINHA DO COELH~´AO NA JUVENTUDE. É MEIO LOQUINHA MESMO.

 

Falecimento

FOI ENTERRADO HOJE LUIS CARLOS VERGARA MARQUES. LOCUTOR DO JOQUEI CLUBE DURANTE 30 ANOS. APRESENTOU DURNTE MUITOS ANOS NA ITAI O PROGRAMA CINE,TURFE E BOA MUSICIA. FOI LOCUTOR E DIRETOR DA RADIO DA URGS NOS ANOS 80.

ESTAVA MAL DE SAUDE HÁ UNS SEIS MESES. OS PAREOS DO JOQUEI CLUBE FORAM DISPUTADOS COM A BANDEIRA A MEIO PAU.

 

Cuba

OS SOTENS TOCAM HJ DE GRAÇA EM HAVANA FIM DA TURNE OLÉ.....

 

MAO MAO

ENFIM A ZH FEZ UMA PAGINA DE MATERIA HJ SOBRE O MSS OU O MAO MAO. FAZIA ANOS QUE NÃO TOCAVAM NO ASSUNTO. COMPLETOU HJ 30 ANOS DA MORTEE DELE.

ME LEMBROU QUE COMO UM MAU SINAL, EU COM OS DEMAIS COLEGAS FOMOS PRA FRENTE DO PRÉDIO VER O ESQUIFE PASSAR. E ME ESPETEI NUM ESPINHO RUIM QUE FICOU ME DOENDO HORAS NA MÃO. ACHEI AQUILO UM MAU SINAL. SEIS ANOS DEPOOS FII DEMITIDO E SOFRI MUITO

 

Coleguinhas

essa é uma historinha boa pro laurinho da venancio que é xegado em coleguinhas novinhas que eus ei(como diz o ditado gato velho gosta de camundongo novo...kkk)

hj demanha na feria ddo peixe uma coleguinha entrevistou uma velhota. e ela começou a faze rum consulta ali mostrando pra guira uma ferida que tinha no braço e queria sbaer se ela sabia o que era isto kkkkkk

 

aulinha de graça

esta é a imagem que ficará na história do atentado no aeroporto de bruzelas. foi a primeira que vazou na net. depois tava na capa dos jornais do mundo todo.a sobreviente deveria cobrar direitos autorasis a todos....

 

de São Borja

o dep LOUREIRO FOI PRA BARRANCA. PO MAS O CADAVER DO PAI DELE NEM ESFRIOU AINDA EM STO ANGELO...É MEIO CHATO ISTO. ....PELO MENOS NO MEU TEMPOSE RESPEITAVALUTO PELA MORTE DE ALGUM FAMILIAR...SINCERAMENTE....

NOSSO CORRESPONDENTE OCULTO VAI CONTAR COMO É O FESTIVAL DA CACHAÇA, DIGO DA BARRANCA NOS 3 PROXIMOS DIAS.....AGUARDEM

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana

Em função da Páscoa, só teremos sessão na próxima 2ª feira (dia 28 de março) as 20:00 na Sociedade Germânia quando assistiremos ao filme "Sete Noivas para Sete Irmãos" (Seven Brides for Seven Brothers-1954). Sempre fazemos uma apresentação do filme (ou da Ópera) antes da exibição dos mesmos. Dependendo da duração do programa, teremos um intervalo para o cafezinho . Se o programa não for muito longo, o cafezinho acontecerá após a exibição do mesmo . Sempre após o final das sessões de cinema, faremos um debate sobre o filme exibido. Estas sessões (Sociedade Germânia) são gratuitas, vocês podem levar acompanhantes! Para quem for de ônibus ou Taxi: entrada pela Av. Independência 1299 - 7º Andar - Salão Bavária (eventualmente as sessões serão realizadas no 6º andar no Salão Renânia). Para quem for de carro: entrada pela Rua Castro Alves, 330 - por esta entrada, você terá aceso a Garagem do prédio . A partir das 19:00 a entrada é gratuita.

Adam (Howard Kell) é um rapaz simples, primogênito de uma família que vive no interior. Ele faz uma viagem à cidade para comprar mantimentos e acaba arranjando uma esposa, a garçonete Milly (Jane Powell). Incentivados pelo casório, os outros seis irmãos de Adam decidem viajar para a cidade em busca de pretendentes. Inspirado pelo mito do Rapto das Sabinas pelos romanos, Adam motiva seus irmãos a sequestrar as moças com quem quem querem se casar.

Muitas das vozes dos atores cantando foram dubladas neste filme: Matt Mattox foi dublado por Bill Lee, Nancy Kilgas foi dublada por Marie Greene, Julie Newmar foi dublada por Betty Allen, dois dos irmãos foram dublados por Allan Davies e Charlie Parlato, Ruta Lee foi dublada por Betty Noyes, e Betty Carr foi dublada por Norma Zimmer. MGM, que tinha aspirações mais altas para o mais caro A Lenda dos Beijos Perdidos, considerou este um filme B. Por esta razão, eles reduziram o orçamento de "Sete irmãos", forçando Stanley Donen usar cenários pintados em vez de filmagens em locações. Os censores não ficaram muito felizes com a linha na canção "Lonesome Polecat", onde os irmãos lamentam: "Um homem não pode dormir quando ele dorme com ovelhas". Por não mostrar as ovelhas junto com os irmãos em nenhuma cena, os cineastas foram capazes de escapar da censura. A MGM decidiu que todos os irmãos Pontipee seriam ruivos porque não havia nenhuma outra maneira de distingui-los dos pretendentes da cidade.

 

Vamos rir um poco

Lava Jato, Lava Jato, não aquento mais…
Virou Lava Chato.

Vão investigar o Aécio, virou Cheira Jato.

A água lava, lava jato.
a água só não lava o ranço desta mídia.

MORO e não vejo tudo.

Não os americanos não estão por detrás do golpe, Estão na FRENTE!!!

TEÓRIcamente falando, deu para o Moro!

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

POBRE ARGENTINA

Em quatro meses de governo Macri, poder
aquisitivo dos mais pobres já caiu 23,8%

A pesquisa encomendada pelo órgão estatal Conicet, aponta como principais causas o aumento da luz e do gás, dos alimentos e aluguéis. O preço dos alimentos aumentou em 39% entre fevereiro de 2015 e 2016; os aluguéis, em 63%; e as tarifas de energia, em 405% no mesmo período. Estes três itens representam mais de 50% dos gastos das famílias mais pobres. O estudo também mostrou que a inflação anual chegou aos 35% em fevereiro. Só nesse mês, a inflação foi de quase 5%.Estima-se ainda que a inflação anual não ceda e atinja os 55% em outubro deste ano.

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

A PÍLULA DO CÂNCER

Um dos grandes assuntos da mídia e das redes sociais, atualmente, é a fosfoetanolamina sintética, um composto desenvolvido por um químico brasileiro, professor aposentado da USP. A coisa chegou ao ponto do Senado da República ter aprovado, por estes dias, um projeto de lei que autoriza a produção, importação e uso da fosfoetanolamina, mesmo sem aprovação da Anvisa.

Isso me faz lembrar o caso do "Lisado del Corazon", produto desenvolvido por um (também químico) uruguaio de Rivera. A repercussão na mídia da época foi igual à que acontece agora. A Última Hora de Porto Alegre chegou a fretar um avião para levar a Rivera um de seus principais repórteres (dublê de Delegado de Polícia), Wuilde Pacheco, que se notabilizou por posar para os fotógrafos portando uma metralhadora INA, arma também aprecisada pelo famoso deputado carioca Tenório Cavalcanti, que a chamava carinhosamente de "Lurdinha".

Rivera foi invadida por multidões de desesperados em busca da cura para o câncer. O produto, como o nome indica, nada mais é que um extrato concentrado de guisadinho de coração de boi. Ora, quem não sabe que o coração bovino é altamente energético? Criadores de cães costumam dar para os cachorros, de vez em quanto, carne de coração de boi.

Assim sendo, de fato, o concentrado do químico uruguaio provocava forte reaminação das pessoas debilitadas pelo câncer. Mas curar que é bom, claro que isso não acontecia. Se curasse, hoje em dia ninguém padeceria da doença. Com a frustração, a romaria de doentes até Rivera acabou. Mas o Lisado continua sendo fabricado (os riveirenses compraram terreno e ajudaram o químico a construir um laboratório) que é vendido como potente energético, muito usado por criadores de cavalos de corrida. Pesquisando na internet, constata-se que ainda há quem o indique para tratamento do câncer. É a vida. (by Laurinho da Venâncio)

 

do Comunique-se

essa PLIM PLIM NÃO ENGANA MAIS NINGUEM.(oc)

Globo alega falta de tempo ao ignorar nomes de lista da Odebrecht

O documento agora conhecido como "A lista da Odebrecht", que apresenta mais de 200 nomes e parece ser uma planilha com a indicação de pagamentos feitos pela construtora a políticos e partidos, foi a principal pauta nos noticiários de quarta e desta quinta-feira, 24. Na Globo, os nomes dos envolvidos não foram citados "por falta de tempo".

Ao falar sobre o tema, o 'Jornal Nacional' e o 'Bom Dia Brasil' veicularam espécie de "nota" com posicionamento do canal. "Além de a polícia não saber ainda se cometeram alguma ilegalidade, a lista inclui mais de 200 pessoas de todos esses partidos. Não faria sentido escolher uns e omitir outros. E o tempo não nos permitiria divulgar todos".

A emissora explicou que a investigação da Polícia Federal vai revelar se os pagamentos são doações eleitorais ou propina e que a falta dessa confirmação é mais um motivo para não expor os nomes. No total, a lista apresenta nome de políticos de ao menos 24 partidos da base do governo e da oposição associados aos valores. As anotações se referem às campanhas eleitorais de 2012 e 2014 e foram encontradas em endereços do executivo da Odebrecht, Benedito Barbosa Junior, que foi preso em fevereiro, na fase Acarajé da Operação Lava Jato.

Veja, abaixo, a íntegra do texto veiculado no 'JN':
O Jornal Nacional não vai divulgar os nomes de políticos listados. O motivo é simples: além de a polícia não saber ainda se cometeram alguma ilegalidade, a lista inclui mais de 200 pessoas de todos esses partidos. Não faria sentido escolher uns e omitir outros. E o tempo não nos permitiria divulgar todos.

A suspeita dos policiais é que se trate de um registro contábil de pagamentos da Odebrecht para campanhas, nas eleições de 2010, 2012 e 2014. Tanto doações oficiais quanto não declaradas, conhecidas como caixa dois.

O esclarecimento vai depender da investigação da Polícia Federal. Não é possível, de antemão, saber se os pagamentos são doação eleitoral legal ou propina. É que mesmo que não estejam na prestação de contas registrada pelo Tribunal Superior Eleitoral, existem formas de pagamento chamadas de "doações ocultas". São repasses feitos de forma legal aos partidos, que só depois se destinam aos candidatos. Mais um motivo para o JN não divulgar a lista.

 

A CZARINA DILMA VENCE SUPREMAMENTE

Não é à toa a fama que os governos do Partido dos Trabalhadores-PT conquistaram desde 2003, quando Lula assumiu a Presidência da República pela primeira vez, no sentido de estarem traçando políticas na linha “esquerdista”, ”socialista”, ”marxista” ou “comunista”, nos dois últimos citados sempre procurando escamotear tais expressões, por razões óbvias.
Um dos livros que mais marcou época na marcha da civilização foi o romance “A Mãe” (1907),de Máximo Gorki, escritor russo que viveu durante a transição da literatura russa do final do século XIX para a literatura ideológica desse país no século XX. Trata-se de uma história revolucionária e romântica, até mesmo quase ingênua. Descreve a desgraça, tristeza e miséria do povo russo no tempo do Czar Nicolau II, que governou a Rússia de 1894 até 1917,quando foi deposto pelos bolcheviques. O cenário do livro se passa num grupo de jovens operários russos influenciados pelas ideias bolchevistas, aceitando-as no intuito único de se acabar com a miséria e as injustiças que vitimavam os operários e camponeses russos ,universalizando-as, contudo ,para que se ampliassem tais medidas para todo o mundo. Esses jovens idealistas do romance não buscavam poder, mas queriam acabar com o poder como ferramenta de opressão.
O jovem PAVEL ,que era o líder do grupo, é o principal personagem do livro. Seu pai , o serralheiro Mikhail, era um operário oprimido na fábrica onde trabalhava e opressor em casa, sempre bêbado e maltratando a família. Em compensação a “mãe” de Pavel, Pelágia, era uma grande mulher que só tinha virtudes, personificando toda a força que deve ter uma mulher revolucionária que sofria em silêncio os males da Rússia czarista, dentro e fora de casa. O marido morre e Pelágia resolve acompanhar o filho na sua empreitada idealista, sentindo-se a” mãe” da revolução em plena gestação.
Dez anos após o romance de Gorki - que amadureceu e deixou preparado o espírito do povo russo para a grande mudança que se iniciaria - Lenine lidera a Revolução Russa, depondo Nicolau II. Mas a Revolução Bolchevique muda drasticamente de rumo quando , de 1922 a 1953 , Stalin assume o poder e espalha o terror por toda a Rússia. Hoje até é possível generalizar que a semente marxista plantada por Máximo Gorki, em 1907,com o romance “A Mãe”, sofreu através dos tempos, em todos os lugares que experimentaram o “socialismo”, uma mutação negativa, um processo degenerativo na sua gênese, que fez com que o socialismo adotado na prática se tornasse pior que os modelos que antes combatia, tanto em violência, quanto em corrupção. O Brasil é grande exemplo, mesmo que com políticas socialistas governamentais de “meia tigela”, mais que tudo para alimentar corruptos e fazer demagogia.
O jovem Pavel ,nas suas “andanças” revolucionárias, foi preso várias vezes ,mas tinha plena consciência que nenhum argumento seria capaz de livrá-lo das “garras” da justiça do Czar Nicolau II, mesmo que o “crime” a ele atribuído não passasse de simples panfletagem ou mera manifestação do seu pensamento. Antes de ser julgado, ele sabia que já estava condenado. Mas tinha consciência que essa situação estava inserida exatamente dentro do contexto político, social e econômico que vigia na Rússia, e que ele tanto combatia, pacificamente. Mas essa pré-condenação que Pavel sabia existir, e que ele repetidamente denuncia no romance, residia no fato de que TODOS OS TRIBUNAIS DE “JUSTIÇA” da Rússia eram preenchidos por homens da estrita confiança do Czar, que os nomeava livremente, e que assim somente executavam as suas ordens, proferindo as suas sentenças com recheios jurídicos decorativos e palavras bonitas, mas que nunca desviavam um só centímetro da vontade do imperador. Esses tribunais não tinham nenhuma independência.
Porventura alguém poderia supor que esse detalhamento da Justiça dos “Czares” estaria configurando alguma comparação ou “insinuação” com o que se passa nos Tribunais Superiores do Brasil, inclusive no STF, onde todos os seus membros são nomeados conforme a vontade do Presidente da República, o nosso “czar”, o nosso “imperador”?
O “Czarismo” foi o sistema político adotado na Rússia de 1547 a 1917 (terminou com a Revolução Russa), caracterizando-se pela falta de liberdade quase absoluta do povo, inclusive da nobreza. “Kzar” era o título dado ao Imperador Russo (“Kzarina”,no caso de mulher) que governava de forma absoluta e que se confundia com o próprio Estado. A Kzarina Catarina II, ou Catarina, a Grande, por exemplo, governou a Rússia de 1762 a 1796,com mão de ferro, e sua maior característica foi uma sede de poder insaciável, usando todos os meios para que os seus poderes não tivessem limites. É por essa razão que pedi emprestado a ela o seu maior título, ”czarina”, para ser acoplado ao nome da atual Presidente do Brasil no título desse texto. Mas onde poderia existir alguma ligação entre as duas “kzarinas”,a da Rússia e a do Brasil? Essa ligação reside na forma de governar e também nas características comuns semelhantes que elas têm, onde emergem “taras” incontroláveis. Catarina II tinha fama entre o povo russo de ser tarada, pervertida e depravada nas suas práticas sexuais, e muitos até diziam , com base em “fofocas” que circulavam na época, que ela teria morrido fazendo sexo com um cavalo. Mas a “tara” de Dilma Rousseff , Presidente do Brasil, é bem diferente. Ela residiria na ligação exagerada e inexplicável que a Presidente tem com Lula, seu líder máximo, que ultrapassa os limites de qualquer admiração, apreço, afeição, amizade, amor ou respeito, chegando ao nível de “idolatria”, e mesmo de “endeusamento”, numa ligação até doentia que só os psicanalistas ou psiquiatras poderiam explicar. Assim, quando se trata de julgar Lula por qualquer coisa de ruim que ele possa ter feito, Dilma manda tudo o que possa ter de bom senso e capacidade de juízo de valor para o “espaço”. Exemplo disso é a recente entrevista que ela deu à imprensa, na presença de Lula, referindo-se a ele a todo o instante como “meu presidente”, transferindo-lhe, sem, autorização da Justiça Eleitoral, o diploma que recebeu , até esquecendo que esse cargo hoje é ocupado por ela mesma. Ora, se isso não é uma relação doentia, uma “tara”, nada mais será.
Esse “passeio” pela Rússia do início do século XX foi necessário para se dar maior suporte à acusação que ora estamos propondo, no sentido de que os papeis dos personagens do romance de Máximo Gorki, ”A Mãe”, de 1907, INVERTERAM as suas posições se transplantados para a realidade política, social e econômica do Brasil, de 2016. Como assim ? É fácil de explicar.
Na Rússia antes de outubro de 1917, as duas classes político-ideológicas eram , de um lado, o “Czar”, e toda a Classe Dominante ( nobres, ricos, etc) da Rússia ; do outro, a “turma” dos jovens revolucionários marxistas ,liderados por Pavel, e de todos os operários e camponeses russos. Mas no Brasil de hoje os protagonistas e seguidores da ideologia socialista ( que seria a” turma” do Pavel) tomaram o poder mediante uma “democracia” degenerada, deturpada, melhor dito, da OCLOCRACIA, formando uma imensa quadrilha de privilegiados à volta do poder, como no tempo dos czares, reservando para si mesmos quase todos os benefícios do Estado e da economia, uns legais, porém imorais, e outros tantos flagrantemente ilegais, até criminosos, como os provindos da desenfreada corrupção que se generalizou mais fortemente após a montagem do império do PT, que antes também existia, porém em menor escala.
Resumidamente, instalou-se no Brasil de hoje a “Corte da Kzarina”, que apesar de distribuir muitas esmolas aos pobres num regime assistencialista barato - que ao lado da corrupção levou o país à falência moral, econômica, social e política - investiu pesadamente contra todos os direitos da sociedade civil, dificultando como nunca a sobrevivência das pessoas não ligadas, de uma ou outra forma, ao “status quo” político dominante. Esses parasitas que na verdade nada produzem - e que se “encostaram” no Governo com altas remunerações ,e alguns “dinheirinhos por fora” (corrupção) ,conseguiram implantar uma espécie de “consórcio” com os empresários que realmente produzem, e que de certa forma até se venderam e se submeteram à condição de semiescravos do Estado , que lhes suga em impostos imensa fatia do que produzem ,trocando favores entre eles, políticos e servidores públicos, de um lado, e empresários, do outro, como recíproca proteção, numa cumplicidade indecente. Mas esse “apoio” às coisas do Governo também é dado pelos que nada produzem, como banqueiros e outros rentistas parasitas, que sempre têm assegurados os seus imensos lucros (da usura) pelas políticas governamentais que sempre compram ,pagando bem por esse apoio, ao permitir-lhes a continuidade da prática da usura ilimitada. Tudo isso significa que o discurso do governo de trabalhar mais para os pobres é falso, porque ele trabalha mesmo é para os ricos, apesar da política de distribuição de esmolas pretender ocultar essa situação.
Mas capítulo à parte nesse paralelo entre os “ksarismos” russo e brasileiro está reservado à análise dos respectivos “poderes judiciários”, que são idênticos nas duas situações, apesar da maior dissimulação feita no Brasil.
Não há maior prova dessa acusação agora feita do que a vitória judicial do Governo Dilma Rousseff , junto ao Supremo Tribunal Federal-STF, no episódio da nomeação do Sr.Lula da Silva para Ministro do seu governo, dando-lhe “salvo-conduto” para escapar da ação da Justiça verdadeira, apesar de todas as irregularidades apontadas e comprovadas nas instâncias judiciais inferiores, único lugar onde a Justiça brasileira ainda funciona.
Se porventura algum “ET” intergalático pousasse a sua nave agora no território do Brasil, e se deparasse com os desdobramentos judiciais da Operação Lava Jato, sem dúvida ele ficaria maravilhado com a agilidade da Justiça Brasileira, funcionando mais rápida que um relâmpago, e talvez procurasse copiar esse modelo para aplicá-lo no seu planeta de origem ,ou que fosse adotado em toda a dimensão cósmica, onde não haveria nada igual ao que observara por aqui. Mas esse alienígena “coitado” certamente não poderia ter imaginado que os acontecimentos políticos e jurídicos nessa porção do Planeta Terra poderiam ser enganosos , como frequentemente o são, por falsas aparências. Mal saberia ele, por exemplo, que numa das pontas dos processos da “Lava Jato” estariam os interesses ilícitos do Governo, e que seria justamente esse “interessado” o responsável pelas nomeações dos membros do Supremo Tribunal Federal que iriam julgar os seus interesses, exatamente como acontecia na época dos czares russos. Mas o “ET” também não teria outra informação importante e verdadeira para transmitir ao seu povo lá do seu distante mundo, capaz de desmanchar a primeira impressão ,a positiva, que teve com a Justiça Brasileira. “Ele” estaria omitindo dessas informações uma verdade a que não teve acesso, ou seja, o fato da Corte Máxima do Brasil só funcionar com a rapidez de um relâmpago quando todos os holofotes do mundo estivessem concentrados sobre ela, e que funcionaria mais rápida ainda quando tivesse que “defender” os interesses do governo, quando parte da relação processual, como é o caso da questão envolvendo a nomeação de Lula para o Ministério de Dilma, onde vergonhosamente foi retirada a competência do Juiz Sérgio Moro para processá-lo ,numa fraude descarada do Supremo, legitimando outra fraude (nomeação de Lula Ministro de Dilma) ,contra a própria Justiça.

Sérgio Alves de Oliveira
Advogado e Sociólogo

 

do Espaço Vital

Eleições às antigas

Conversando com Paulo Brossard poucos dias antes de seu nonagésimo aniversário, em 2014 (quando um acidente doméstico causar-lhe-ia danos físicos que o levaram à morte meses depois), relembrávamos o pleito eleitoral de quarenta anos antes, em 1974. Tenho desse episódio memória muito vívida, por razões de ordem histórica e de caráter pessoal.

Aquele pleito marcou o princípio do fim dos governos militares. Eles ainda sobreviveram por alguns anos, mas as grandes vitórias da oposição – como a eleição do próprio Brossard ao Senado – sinalizavam nitidamente uma virada. Essa ascensão do MDB foi marcada, no Estado, pela consagração de um grande número de novos deputados oposicionistas, entre eles Fernando do Canto, também meu amigo, falecido no mesmo ano de 2014.

Tive curiosa e acidentada participação nesse pleito. Um grupo de magistrados da Capital fora designado para presidir os trabalhos em zonas eleitorais do interior, suprindo carências e atendendo ao rigor do calendário específico, que impunha a presença do Juiz Eleitoral em determinados atos, em datas certas. Muitas Comarcas eram servidas por Juízes Adjuntos, que não podiam exercer jurisdição eleitoral por não serem vitalícios. A mim tocou minúscula cidade do interior profundo. Acesso difícil, telefone incerto, hospedagem precária.

A primeira viagem fiz em meu próprio carro, como então era usual, mas as estradas me assustaram. Para as demais, a Prefeitura local, gentilmente, proporcionou transporte em carro do Município, além de outras muitas cortesias com que buscava reduzir quanto pudesse o desconforto inevitável. Não, crianças, não havia internet, comunicação on line, computadores, nada disso.

O voto era em papel, escrevia-se o nome ou número do candidato. Nesse ensejo, depois de encerrada a apuração, fechados e assinados os boletins parciais e os difíceis mapas totalizadores – tudo a mão, com a modesta às ajuda de somadoras arcaicas – a Junta Eleitoral reuniu-se para a mera formalidade da ata. Só então alguém comentou, como curiosidade, que o candidato Fernando não fizera um único voto em certa urna.

Gelei, percebendo que algo estava muito errado. Um candidato prestigiadíssimo na região, com mais de vinte votos em cada uma das demais seções do município, não podia estar zerado em uma delas. Fomos rever os dados e deciframos o mistério: um candidato que ninguém conhecia obtivera uns trinta votos na falada urna, e só nela. Seu número era quase idêntico ao de Fernando, algo como 1534 ao invés de 1543, e deve ter ocorrido erro de transcrição nos mapas.

Não havia o que fazer, já dispersados os fiscais partidários, escrutinadores e demais voluntários; provavelmente todos dormiam extenuados; os vitoriosos comemoravam e os derrotados sumiram. Ficou assim. Meses depois, encontrando casualmente o deputado, eleito com folga, disse-lhe que eu lhe devia trinta votos. Ele ouviu a história, sorriu e quis saber se o beneficiário do erro se elegera. Eu não tinha certeza.

Vivi outro episódio tragicômico nessa eleição. O prefeito, da ARENA, vencido e inconformado, sumiu sem deixar rastro – e sem ter resolvido meu transporte de volta. A muito custo localizei o seu vice e, com dificuldade anda maior, convenci-o a ceder-me um carro – dessa vez, um velho jipe de obra, em cacos. Sobrevivi.

(Em tempo: não, Fernando, o outro não se elegeu. Tenho estrela).

 

Projeto revoga troca de nome da Castelo Branco para Avenida da Legalidade

Está em tramitação, na Câmara Municipal de Porto Alegre, projeto da vereadora Mônica Leal (PP) que propõe a revogação da Lei nº 11.688, de 1º de outubro de 2014, que alterou a denominação da Avenida Presidente Castelo Branco para Avenida da Legalidade e da Democracia. De acordo com Mônica Leal, a lei "permanece sendo alvo de inconformidade neste Legislativo, uma vez que, após criteriosa análise da proposição original, foram constatadas, no seu bojo, várias ilegalidades jurídicas e irregularidades processuais".
Entre as possíveis ilegalidades jurídicas citadas pela vereadora estão: a duplicidade de denominação de logradouro público, já que existe um logradouro denominado como Largo da Legalidade; a falta de consulta prévia aos moradores domiciliados nos limites do logradouro do qual é pleiteada a mudança de denominação; e o fato do projeto ter sido aprovado por maioria simples, com o voto de apenas 21 vereadores, quando, para a alteração de nome de logradouro, exige-se a aprovação de dois terços dos vereadores (24).
Mônica ainda alega que também teria havido irregularidades processuais. O então vereador Pedro Ruas (PSOL), diz ela, apresentou uma contestação alegando não haver duplicidade de denominação, já que, no Largo da Legalidade, não existiria nenhum endereço comercial ou residencial. A mesma tese, porém, segundo Mônica, "não prospera em relação à Avenida Presidente Castelo Branco".
Tramitação
A vereadora também cita o parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) "pela existência de óbice de natureza jurídica ao projeto", bem como rejeitando a Emenda nº 01. "O requerente vereador Pedro Ruas, como integrante da Cuthab (Comissão de Urbanização, Transportes e Habitação), deveria ter-se considerado eticamente impedido de dar direcionamento à tramitação de um projeto de sua própria autoria. Em 7 de agosto de 2014, o processo foi encaminhado à Cuthab, que concluiu por sua aprovação." Ela também questiona que o pedido para que o projeto tramitasse em regime de urgência, a fim de ser incluído na Ordem do Dia, tenha antecedido o parecer da Procuradoria da Câmara, "caracterizando uma flagrante irregularidade processual".
Na opinião de Mônica Leal, como não há norma ou ato em vigor atribuindo denominação à Avenida Presidente Castelo Branco, o teor da matéria não caracterizaria alteração de denominação, mas sim denominação de logradouro. "A alteração da denominação da Avenida Presidente Castelo Branco para Avenida da Legalidade e da Democracia é improcedente, porque se trata de modificar o nome de uma antiga via de domínio público que está amparada no direito consuetudinário, isto é, no direito que surge dos costumes de uma certa sociedade, não passando por um processo formal de criação de leis."
A vereadora conclui que "o processo e sua tramitação foram marcados por uma sucessão de ilegalidades jurídicas e irregularidades processuais que se mostraram tão evidentes que o próprio prefeito de Porto Alegre se recusou a sancionar a Lei".
Promulgação
A lei que instituiu a troca de denominação da então Avenida Castelo Branco para a atual Avenida da Legalidade e da Democracia foi promulgada pela Câmara em outubro de 2014. O projeto de lei legislativo, de autoria do vereador Pedro Ruas e da vereadora Fernanda Melchionna, ambos do PSOL, havia sido aprovado pela Câmara no dia 27 de agosto daquele ano, por 21 votos a favor e 5 contrários. A promulgação foi uma decorrência da devolução do projeto de lei à Câmara pelo prefeito José Fortunati. Passados 15 dias úteis desde o recebimento do projeto aprovado pela Câmara, o prefeito decidiu silenciar sobre a matéria – não vetou nem sancionou a lei.

 

Semana de Porto Alegre começa no sábado com 100 atrações

A grande festa de Porto Alegre começa neste sábado, 26, com atrações de lazer, cultura e arte para todas as idades e gostos, em equipamentos da Secretaria da Cultura e em espaços de parceiros que se uniram à Prefeitura de Porto Alegre para celebrar os 244 anos da Capital. Com o tema “Viva o que Porto Alegre tem de melhor”, mais de 100 atrações compõem a programação das 57ª Semana de Porto Alegre até o dia 3 de abril. O evento 24 Horas de Cultura abre o roteiro, permitindo visitação pública, das 10h às 15h, à coleção greco-romana e ao acervo da Pinacoteca Ruben Berta, e segue com a inauguração da Exposição 244 anos de Porto Alegre: A cidade em imagens e livros, no Centro Municipal de Cultura, Arte e Lazer Lupicínio Rodrigues.

 

Não haverá moleza ao comércio ilegal de autopeças, diz Sartori durante destruição de material

O governador José Ivo Sartori acompanhou, na tarde desta quinta-feira (24), a trituração de 98 toneladas de sucata automotiva apreendida pela Operação Desmanches, na Usina Siderúrgica Riograndense da Gerdau, em Sapucaia do Sul. Após a visita às dependências da empresa, Sartori concedeu entrevista coletiva à imprensa juntamente das autoridades que representam os órgãos estaduais que compõem a força-tarefa. Foto: Daniela Barcellos/Palácio Piratini

O governador José Ivo Sartori acompanhou, na tarde desta quinta-feira (24), a trituração para reciclagem de 98 toneladas de sucata automotiva apreendidas na edição de terça-feira da Operação Desmanche, na Usina Siderúrgica Riograndense da Gerdau, em Sapucaia do Sul. Acompanhado das autoridades que representam a ação integrada do governo do Estado no combate aos estabelecimentos irregulares e venda de peças ilegais, Sartori reforçou a necessidade da participação da sociedade para coibir os crimes relacionados a furtos e roubos de veículos.

Coordenada pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) com a participação da Polícia Civil, Brigada Militar, do Instituto-Geral de Perícias e Detran/RS, a ação busca combater a receptação e o comércio ilegal de autopeças através da fiscalização realizada pelos órgãos estaduais.

Em pouco mais de um mês, a força-tarefa apreendeu e destruiu 336,8 toneladas de sucata em cinco operações deflagradas em desmanches irregulares de Porto Alegre e na Região Metropolitana. A prisão de 11 pessoas e o fechamento de 11 estabelecimentos também se somam aos resultados da fiscalização. A trituração inicia o processo de reciclagem e destinação correta do material apreendido.

“Não vai ter moleza para o comércio ilegal de autopeças, pois é nosso papel defender a vida dos cidadãos e as famílias do nosso Rio Grande. Não podemos ser condizentes e tolerantes porque não é apenas furto e roubo de veículo, e sim organizações criminosas que dessa prática resolvem fazer uma atividade econômica indecente, ilegal e ilícita”, disse o governador em entrevista coletiva à imprensa após visitar as dependências da empresa conveniada ao Detran/RS.

A determinação para o avanço das operações é o diálogo dos organismos de segurança pública com as prefeituras, através da Famurs, para que os municípios tenham cuidado redobrado ao licenciar e liberar alvarás a estabelecimentos.

Operação integrada

De acordo com o secretário da Segurança Pública, Wantuir Jacini, o objetivo da força-tarefa é combater a receptação de peças ilegais. “Nos onze desmanches fiscalizados encontramos carros roubados. Temos uma tarefa grande pela frente e que vai ser executada em uma operação de integração. Estamos mostrando aos consumidores que eles devem adquirir peças em estabelecimentos regulares, e não em irregulares por preços mais baixos, contribuindo desta forma para o aumento de roubos, furtos e latrocínios”, afirmou.

Para o chefe da Polícia Civil, delegado Emerson Wendt, esta é apenas mais uma etapa cumprida. “Toda vez que um cidadão de bem compra uma peça em estabelecimento irregular está contribuindo com a violência da qual ele pode vir fazer parte como vítima. È importante salientar que a população deve colaborar com as forças policiais, evitando também que novas pessoas sejam vítimas”, disse.

Além de desestimular o comércio de peças advindas de crimes como furto, roubo e latrocínio, cada tonelada de reciclagem do material apreendido vale aproximadamente R$ 120 reais, o que resulta em recursos para o fundo da segurança pública, que poderão ser aplicados, conforme legislação estadual, em investimentos para a área.

Lei Estadual dos Desmanches

A Operação Desmanche atua através da Lei Estadual dos Desmanches, sancionada no mês de dezembro por Sartori, que regulamenta a lei federal 12.977/2014 e determina que peças automotivas sem comprovação de procedência sejam apreendidas e recicladas. As peças identificadas como originárias de crimes são levadas para abertura de inquérito policial, enquanto os estabelecimentos sem registro no Detran têm os alvarás cassados pelas prefeituras.

O controle intensificado da comercialização ilegal de autopeças combate diretamente o roubo e o furto de veículos, a receptação de peças e o latrocínio (roubo seguido de morte), praticado em grande parte durante ataques a motoristas.

O consumidor pode diferenciar as empresas credenciadas das ilegais pelo logotipo do Detran na fachada do estabelecimento e pela venda mediante nota fiscal eletrônica. As empresas que vendem peças dentro da legalidade podem ser conferidas no site www.detran.rs.gov.br/consulta-pecas.

Estavam presentes os secretários da Modernização Administrativa e Recursos Humanos, Edu Oliveira; do Turismo, Juvir Costella; o vice-prefeito de Sapucaia do Sul, Arlenio da Silva; o comandante-geral da Brigada Militar, coronel Alfeu Freitas Moreira; o coordenador operacional da força-tarefa, tenente-coronel Luiz Porto; o chefe da Polícia Civil, delegado Emerson Wendt; o diretor-geral do Instituto Geral de Perícias, Cleber Ricardo Muller, o diretor-geral do Detran/RS, Ildo Mario Szinvelski e o gerente executivo da Usina Siderúrgica Riograndense, Tiago Alliatti Beleza.

 

de Serafina

Prefeito em Audiência na Secretaria de Desenvolvimento Rural

Na terça-feira, 22 de Março de 2016, o Chefe do Executivo Municipal, Ademir Antonio Presotto, e o Secretário de Agricultura, José Barp, estiveram na Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural. Na oportunidade, as autoridades municipais tiveram audiência com o Chefe de Gabinete do Secretário Tarcísio Minetto, Gerson Cutruneo. Foi um momento em que o Prefeito Municipal, juntamente com o Secretário, apresentaram projetos importantes para o setor primário do município, buscando incentivos em máquinas, equipamentos, perfuração de poços, dentre outras demandas dos empreendedores rurais serafinenses.

 

PREFEITO PRESOTTO CONSEGUE REVERTER UMA DECISÃO QUE VIRÁ BENEFICIAR O
MUNICÍPIO JUNTO COM A EMPRESA BRF, EM SERAFINA CORRÊA

Após inúmeras visitas, diversas audiências e de uma força tarefa organizada junto à autoridades estaduais, foi publicada no Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul, em data de 16 de março último, a Resolução CONSEMA n° 309/2016. Este Processo vem tramitando desde agosto de 2015, junto aos Órgãos Estaduais e visa a ampliação e adequação de uma das maiores Empresas de Serafina Corrêa e Região. Assim que a reivindicação fora indeferida, a Equipe Técnica da BRF, responsável pelo andamento do assunto, buscou apoio junto à Administração Municipal que prontamente colocou-se à disposição para reverter o quadro. “Se por um lado foi manifestado o interesse da Direção da Empresa em melhorar a situação laboral de seus cooperadores, de outro, a responsabilidade econômica e social do gestor público que busca o progresso, a consolidação das nossas Empresas, e o bem estar de toda a comunidade serafinense, destaca o Prefeito Municipal, ADEMIR ANTONIO PRESOTTO.”

A parceria que foi instalada pela atual Administração com as Empresas locais, permite que o Executivo, dentro de sua área de atuação político administrativa, interfira junto aos órgãos competentes para sanar problemas e auxiliar naquilo que entenderem necessário. Com a autorização fornecida pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente, a BRF tem a licença para iniciar as obras de ampliação. Isso representa um grande avanço na história desta Empresa que nasceu junto com o Município e que oferece aproximadamente 2000 empregos diretos e indiretos. Esta conquista representa investimentos de aproximadamente R$ 19 milhões, uma das melhores e mais aguardada notícia, neste ano em que nossa economia está atravessando uma das piores crises da história do País. Sem dúvida, a BRF está de parabéns por esta conquista e, a Administração Pública, com apoio das Secretarias de Agricultura, de Trabalho e Desenvolvimento Econômico e as demais, sente-se parte dela, pois os benefícios serão sentidos por toda a nossa gente. Parabéns Serafina Corrêa – Viva com qualidade!


24 de março de 2016

INVASAO DE PRIVACIDADE

ESTES CODINOMES TÃO ENTREGANDO ALGUMAS OPÇÕES SEXUAIS????BAH.....INVASÃO TOTAL DE PRIVACIDADE.

Bah, o Passivo toing kkkkkk

 

Coleguinhas

po rekern tão pacificio. o homi era das guanges do iapi, o david coimbra não devia ser, pq é tão fraquinho....

lendo o ESTADÃO DE DIAS ATRAS GOSTEI DE UMA MATERIA SOBREE O EDUARDO PAES. BOA MATERIA DE SE LER.

o ' judeu' no tempo que era da FRENTE LIBERTAÇÃO DE ISRAEL.....kkkkk quem conheceu o judeuzinho, como o colllares oc hamava bem nestea epoca foi o rekern.....

 

REGISTRO

J DIA 24 SE COMPLETAM 30 ANOS DO PASSAMENTO DO FUNDADOR DA RBS MSS

 

Odeon

BETO CANARINHO O RESPONSAVEL PELO ODEON TEM HORROR A INTERNET.FOI ELA QUE DISSIMINOU O CASO DA BRIGA LÁ....

 

HISTORIAS DA VEPPO

Há uns 30 anos atrás, ou mais, eu ia muito na rodoviária pegar notícias com o gerente, então um jovem quase desconhecido. seu nome giovani luigi. um dia ele me pergtuntou que sonho eu tinha. eu disse. nenhum. ele me disse que seu sonho um dia era ser um diretor coadjuvante do inter. e ter seu nome em alguma placa do estádio....

foi uma profecia. o jovem de então virou presidente e reformou o BEIRA RIO. SEU NOME LUIGI QUE A TORCIDFA CHAMAVA DE RODOVIÁRIA.(oc)

LOBBY PRA VENDER TERRENOS

num determinado governo estadual, onde a furia privatista tomou conta, queriam poque queriam botar a rodoviária perto do aeroporto. os veppo descobriram que era pra valoriziar uma área grande que um incorporador com relações com um secretário estadual tinha e queria vender pra veppo. lobby puro. iam muito no camara dois os interessados falar na smelhores que a rodoviária teria perto do aeroporto. os veppo que não dormem no ponto mandaram giovani luigi falar direto com o governador.o secretário caiu.....

 

Entardecer

Port'alegre ao entardecer (23/3). (by Laurinho da Venâncio)

 

O CHAMACO E A BOEMIA DA CIDADE BAIXA

Tu lembra do Chamaco? Q ficava na Venâncio entre a J. Pessoa e a L. Silva? Era um bar da noite, lá pelos anos 1970, e um dos pontos de encontro, raiando a madrugada, das "mulheres de vida fácil", como se dizia na época (hoje são designadas edulcoradamente de "garotas de programa", ou mais simplesmente, "GPs") depois de encerrado o "expediente". O Chamaco ficava no prédio desta foto em anexo,q atualmente está desocupado. Apesar de tudo, esta parte da Venâncio ñ perde o DNA boêmio: sempre teu um q outro inferninho por ali (fora o Carmen's Club, q fica na O. Bilac). Havia até um hotelzinho de encontros bem chinfrim, q dava para a J. Pessoa, onde certa x flagraram uma "coleguinha" nossa deixando o local após encontro com "um cara do Comercial" de um jornal q tem a Redação nas proximidades. O amor, enfim, qdo é avassalador ñ escolhe local, como dizia Phillip Roth. Ultimamente, no local da foto funcionava temakeria (outra moda atual) q fechou por estes dias.
Em tempo I: durante o tempo q trabalhei no JC, qdo voltava para casa, me chamava a atenção q na J. Pessoa tinha um bar q funcionava com as portas fechadas. Mais tarde, abriu ao lado, uma locadora de vídeos. Certa x, "enxugando" o dono da locadora, ele me contou q faturava muito alugando fitas pornôs gays para... os frequentadores do tal bar este q funcionava com portas fechadas. "E é uma clientela muito destinta", fez questão de explicar o rapaz, inclusive declinando as profissões dos clientes, muitos do alto mundo jurídico.
Em tempo II: Certa feita, vinha voltando para do JC para casa e passei, como sempre, em frente de um inferninho fuleiro q funciona até hoje na Venâncio. Tinha duas moças na porta entregando propaganda da casa para os homens q passavam. Qdo me aproximei, uma disse para outra: "Não, para esse não, esse é muito fino". Tóoooing! (by Laurinho da Venâncio)

 

de São Borja

com grande galardão começou a ' cachaçada ' de sb. sempre acontece na ssanta. tem um nome oficial. FESTIVAL DA BARRANCA AGORA PATRIMONIO CULTURAL NUM PROJETO DE UM DEPUTADO PEDETISTA.

um reporter da capital convidado pra cachaçada de sb voltou de lá horrorizado com o que bebem. pilhas e pilhas de cervejas .....e outras cositas mais.ai vem a inspiração pra compor.

 

de São Borja

COMEÇA O RETIRO DA CACHAÇA.....

De: letier12
Enviada: Quarta-feira, 23 de Março de 2016 10:01

É uma apresentação que os músicos fazem antes de irem pro "retiro".

Esse ano, assim como ano passado,será no Parcão.

Letier Vivian
São Borja/RS

 

de Sâo Borja

olha ai o festival da barranca na sua essencia. de sb

De: letier12@hotmail.com
Enviada: Quarta-feira, 23 de Março de 2016 10:26

Sol!
Tempo bom e um leve frio e serração.
Bom pra tomar um "bino" às margens do Uruguai, ouvindo o que há de melhor da música Nativista.
:)

Letier Vivian
São Borja/RS

 

de São Borja

po o capincho lá de sb descobriu a liderança PDT BITENKA NO ODEON. ELE FALAVA DE POLTIIVA COM O BETO CCANARINHO. DEVIAM SER COLEGAS E AMIGOS DASLUTAS ESTUDANTIS E DOS LUTAS DA ESQUINA MALDITA, ONDE TOMAVAM TODAS. BITENKA PAROU DEBEBER, BOM PRA ELE. CACHACEIRO É BOM PROS OUTROS VEREM.SENÃO MORREM TODOS. OLHA O TARSO DE CASTRO???(oc)

De: letier12
Enviada: Quarta-feira, 23 de Março de 2016 09:59

Foto do Seu Bitenka no bar...
O que ele fazia ali?
Diz que nao bebe mais

Letier Vivian
São Borja/RS

 

AVISO AOS GOLPISTAS

se eu entendei é um recado pro laurinhyo que se enfastiou de petralhas kkkk(OC)

De: rekern
Enviada: Quarta-feira, 23 de Março de 2016 10:05

AVISO AOS GOLPISTAS

Sou petista e não tenho medo de provocações, já aviso que tenho 1,84 de altura e me criei na vila do IAPI, onde a diversão era briga de turma. Podem vir, golpistas.

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

STF corta as asas do Moro

O STF sentiu que a coisa estava fugindo para a barbárie, Teori juntamente com Janot e o Ministro da Justiça, deram um basta na politização da PF, procuradores e Gilmar Beiçola.
O impeachment não deve seguir adiante, pois o Cunha deve ser preso antes de terminar o rito na Câmara. E para o governo tanto faz o Lula ministro ou não, ele já está articulando, foi da lavra dele a discordância de ministros do PMDB contra o golpe e último apoiado, o Temer.

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

do Comunique-se

Ataque terrorista promove retorno momentâneo de Zeca Camargo ao jornalismo

o zeca que leio na fsp é muito bom reporter sobre turismo(OC)

Na manhã desta terça-feira, 22, dois atentados terroristas em Bruxelas, capital da Bélgica, deixaram a Europa em estado de alerta. O jornalista Zeca Camargo chegou à cidade para visita turística praticamente no mesmo momento em que foi dada a notícia da primeira explosão. Às 9h50 (horário de Brasília), o profissional entrou ao vivo na GloboNews para relatar o clima da cidade após os ataques. Mais tarde, ele participou da transmissão do ‘Jornal Hoje’.


Zeca Camargo participou de transmissões ao vivo na GloboNews e na TV Globo (Imagem: Reprodução/GloboNews)

“Havia muitos carros fortes na rua e a segurança foi reforçada em todos os lugares. Às 11 horas da manhã [horário local] as ruas estavam totalmente vazias, um silêncio absurdo. Eu estava na casa de um casal de amigos. Ficamos acompanhando as notícias pela internet. As informações chegavam pelas redes sociais”, comentou o jornalista sobre o começo do dia em Bruxelas.

Ao menos 34 pessoas morreram e 200 ficaram feridas nos ataques assumidos pelo Estado Islâmico. Zeca chegou de trem à cidade belga e pretendia retornar a Paris ainda hoje. Além de reportar os acontecimentos na cobertura da GloboNews e do 'Jornal Hoje', o apresentador publicou diversos vídeos em sua fan page narrando o que viu.

“Ninguém ainda sabe o que vai acontecer. As ruas estão bastante vazias e já são 10h da manhã aqui. Repito, esta não é uma viagem de trabalho, mas não tem como não ter curiosidade de jornalista nesta hora. Sigo dando notícias”, escreveu Zeca em uma das publicações.

Volta ao jornalismo
O profissional deixou a apresentação do ‘Fantástico’ e o núcleo de jornalismo da Globo em novembro de 2013, sendo escalado para assumir o comando do ‘Vídeo Show’ e migrar de vez para a área de entretenimento da emissora. Em abril de 2015, Zeca deixou a bancada da atração vespertina para – após quatro meses – estrear no time de apresentadores do programa ‘É de Casa’, que vai ao ar nas manhãs de sábado e que também é vinculado à área de entretenimento e variedades do canal televisivo.

Como digo no vídeo é uma coincidência surpreendente e ao mesmo tempo triste que eu cheguei em Bruxelas praticamente no mesmo momento em que foi dada a notícia da primeira explosão do que certamente é um atentado terrorista na cidade - os detalhes ainda estão sendo apurados enquanto escrevo isso. Vim aqui para uma visita turística e... Isso agora!? Ninguém ainda sabe o que vai acontecer - as ruas estão bastante vazias... e já são 10h da manhã aqui. Repito, esta não é uma viagem de trabalho, mas não tem como não ter uma curiosidade de jornalista nesta hora. Dá uma olhada no vídeo e sigo dando notícias!#brussels #belgica #belgium #belgie #bomb #terror #brusselsattack
Publicado por O Zeca Camargo em Terça, 22 de março de 2016

 

do mironneto.com

Tarso participa de ato em defesa de Dilma e Lula na Linha 28

O ex-governador Tarso Genro participou segunda-feira (21) de um encontro do PT em Gramado em defesa do governo de Dilma Roussef. Líderes sindicais, militantes e simpatizantes de partidos de esquerda da região participaram da reunião realizada na Linha 28, e que teve como anfitrião o presidente do PT gramadense, Gilnei Benetti.
Durante o encontro, o ex-governador o Tarso Genro defendeu a mobilização para o que ele chamou de "golpe". “Querem tirar a presidenta Dilma, que não tem nenhuma denúncia contra si, para colocar o centro da corrupção no poder. Lula também não tem nenhum processo contra ele, mas é o mais martirizado pela mídia. É um golpe, uma mentira!”, disse o ex-governador.
Para o deputado Adão Villaverde, está em jogo mais do que a defesa do governo do PT. “O que está em jogo é o futuro da democracia. Eleições podemos ganhar ou perder, mas existe uma articulação judicial e midiática. Estão utilizando a crise econômica mundial para implementar um processo de retrocesso. Quem será alvejado serão os trabalhadores”, criticou Villaverde.

Sartori deve passar a Páscoa no Palácio das Hortênsias

Acompanhado da esposa Maria Helena, o governador José Ivo Sartori (PMDB) deverá pássar o feriadão de Páscoa no Palácio das Hortênsias, em Canela.
Esta será a segunda vez que o governador Sartori utiliza a residência oficial na Serra desde que assumiu o comando do Estado, em janeiro de 2015.

 

Justiça derruba ressarcimento a empresas de ônibus

Em audiência nesta quarta-feira, 23, o presidente do Tribunal de Justiça (TJ), Luís Felipe Difini, entregou ao prefeito José Fortunati a decisão judicial do pedido feito pelo município para a suspensão das liminares que obrigavam a prefeitura a ressarcir as empresas em R$ 0,50 por passageiro do transporte coletivo, compensando o aumento na tarifa. Acompanhado da procuradora-geral do Município, Cristiane Nery, o prefeito comemorou o deferimento da liminar, que desonera o poder público municipal do ressarcimento aos empresários que prestam o serviço.

 

Ministério da Saúde certifica excelência do laboratório de Sorologia do FEPPS/Hemorgs

A Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde (FEPPS), através do Laboratório de Sorologia do Hemocentro do Estado do Rio Grande do Sul (Hemorgs), recebeu nesta semana mais uma vez destaque no Programa de Avaliação Externa da Qualidade do Ministério da Saúde (AEQ). O laboratório, que analisa amostras de sangue para garantir a qualidade das bolsas distribuídas para 52 hospitais conveniados, obteve 100% de aprovação nos ensaios dos parâmetros sorológicos HTLU, HIV, SIFILIS, HCU, HBC, HBSAG e Chagas. A cada mês, são realizados no laboratório 40 mil exames referentes às amostras de sangue dos doadores.

Segundo a responsável técnica Elaine Atarão, trata-se de rodadas trimestrais que comprovam a competência técnica dos profissionais envolvidos na segurança transfusional. “Há dez anos, o nosso laboratório de sorologia vem obtendo certificados que comprovam 100% de acerto nas análises”, relata. Ela explica ainda que nesse período de uma década o Hemocentro obteve excelência quando utilizava a metodologia de Elisa e continua com ótimo desempenho em quimioluminescência. “Utilizamos tecnologia de ponta, que propiciou que atingíssemos um nível de excelência, e graças ao trabalho dedicado do corpo técnico, que segue todos os padrões exigidos pela Agência Nacional de Vigilância (Anvisa), hoje o Hemorgs figura no topo do ranking dos hemocentros brasileiros mais bem qualificados”, destacou.

O Laboratório de Sorologia faz análises de todas as amostras de sangue dos doadores. Somente após essa triagem é que as bolsas são distribuídas aos hospitais. O Hermogs fornece hemocomponentes para Hospital de Pronto Socorro, entre outros da Grande Porto Alegre e para as regiões de Santa Maria e Pelotas. A equipe é formada pelos bioquímicos: Homero Machado, Elaine Atarão, Christina Biancon e as técnicas Maria Francisca Martinelli e Jussara Fernandes. O Laboratório de Sorologia do Hermorgs também atinge 100% de aprovação no Programa Nacional de Controle de Qualidade (PNCQ).

Secretaria de Obras firma convênio com município de Barros Cassal

O Governo do Estado através da Secretaria de Obras, Saneamento e Habitação (SOP), assinou na tarde desta quarta-feira (23), o convênio para o empréstimo de uma máquina escavadeira hidráulica com a Prefeitura Municipal de Barros Cassal.

O termo de cessão assinado nessa tarde pelo secretário de Estado de Obras, Gerson Burmann e pelo prefeito de Barros Cassal, Jarbas Cagliero, prevê a recuperação e manutenção de 27 quilômetros de estradas vicinais no município, beneficiando as comunidades de Coxilha Grande, Duas Léguas, Chico Ruivo e as Linhas Frei Clemente e Cordeiros de Farias.

Participaram da assinatura o diretor do departamento de desenvolvimento urbano, Edson Solon, o chefe de divisão do DESAN, Fernando Urnau D’Avila e o diretor geral, Valmor Krysczun.


23 de março de 2016

EXCLUSIVO

RAPA\Z QUE APANHOU NO ODEON VOLTOU HOJE LÁ....

O RAPAZ E FREQUENTADOR DO BAR ODEON QUE NA 4 FEIRA PASSADA APANHOU DE OUTROS FREQUENTADORES ANTI PETISTAS VOLTOU HOJE DE TARDE AO ODEON ONDE FOI DISCUTIR COM O GARÇÃO,SEN TADO NA MESA COM ELE, O QUE FAZER.

FOI DISSUADIDO A LEVAR O CASO ADIANTE. O DONO DO ODEON, TINO NÃO QUER MAIS QUE SE TOQUE NO ASSUNTO. PRA ELE ESTÁ ENCERRADO.
OS AGRESSORES NÃO FORAM IDENTIFICADOS. O RAPAZ QUE TEVE O NARIZ QUEBRDO SANGROU MUITO NAQUELA NOITE E FEZ UM BO.

os agressores não foram ainda identirficados. nem houve ainda ocorrencia policial.

O BAR ODEON NÃO QUER MAIS CONFUSÃO COM O ASSUNTO. HOJE FOI O DIA TODO TELEFONEMAS PRQA ELA. A REVISTA ISTO É ESTÁ FAENDO MATERIA SOBRE ISTO, MAS O DONO DO BAR INSTRUIU AO SEU FUNCIONARIO BETO CANARINHO QUE DISSESSE QUE FOI APENAS UMA CONFUSÃO DE FIM DE NOITE DE BEBADOS.

ODEON VIRA NOTICIA NACIONAL

A REVISTA ISTO É LIGOU HOJE PRA ODEON QUERENDO DADOS DA BRIGA. BETO CANARINHO O GARÇÃO DA TARDE MEIO QUE DESCONVERSOU E REDUZIU TUDO A UMA BRIGA DE BAR. ELE NÃO QUER CONFUSÃO.

BETRO CANARINHO OUTRORA UM DOS MAIRORES CONHECEDORES DA NOITE DE PORTO ALEGRE JÁ FOI PRESO DO DOPS.
POR ISTO TEM OJERIZA A ESTE TIPO DE ENCRENCA. HABITAVA A ESQUINA MALDITA NOS ANOS 70 E FOI MUITO AMIGO DE RAUL ELWANGER....

BETO CANARINHO PASSOU A TARDE ATENDENDO O FONE NO ODEON....LIGAVAM A TODO INSTANTE QUERENDO SABER QUE CONFUSÃO FORA ESTA UE VAZARA NA REDE SOCIAL.NA verdade uma brioga entre petistas e antipetistas.

A BRIGA ESTOUROU NA REDE SOCIAL COMO SE FOSSE BRIGA DE PETISTAS COM ANTI PETISTAS. NA VERDADE O GARÇÃO É QUE SE MTEU A PATO E GANSO.

O RAPAZ QUE TEVE O NARIZ QUEBRADO NEM É TÃO PETISTA ASSIM. ENTROU DE BOI DE PIRANHA FOI APARTAR E LEVOU PORRADA DOS 4. QUE SÃO DESCRITOS COMO HOEMENS DE CLASSE MÉDIA, BEM TRAJADOS.SÃO COXINHAS, COMO SE DIZ NO VULGAR.

A CONFUSÃO SE DEU DESTE MODO. OS 4 AGRESSORES VINHAM DA MANIFESTAÇÃO CONTRA DILMA QUE SAIU DO PARCÃO E QUE TERMINOU NA PR DA ALFANDEGA. DESCERAM A LADEIRA E QDO VIRAM O ODEON ABERTO LÁ PELA MEIA NOITE ENTRARAM. QUANDO IAM SAINDO DEU-SE A DISCUSSÃO COM O garçaõ que é também musico...

- ele não teve jogo de cintura, alega o coelga BETO CANARINHO.

depois da consuão com vários copos quebrados os 4 sumiram. o garfção foi ao HPS acompanhar o cliente ferido no nariz que na verdade se meteu pra apartar a briga entre O GARÇÃO DO ODEON E OS 4 AGRESSORES.

betro canarinho o garção da tarde me relotou como achou o bar no dia segfuinte.

- tinha vários copos quebrados encima do balcão. e um rastro de sangue até o banheiro.

bem que fez o BETO CANARINHO CORRER OS PROVACADORES DO ODEON. ELE FOI PRESO PELO DOPS NA EPOCA DA DITADURA ...E TEM O SDOCUMETNOS QUE PROVAM ISTO.

o garção do ODEON É TB CONHECIDO POR ' TUDOLOGO'. ELE SABE TUDO.

 

do felipevieira.com.br


Bar Odeon, Porto Alegre. Foto arquivo: Blog do jornalista Gilmar Eitelwein

Grupo grita palavras de ordem contra o PT e agride pessoas em bar de jazz da Capital. Conforme cliente, agressões ocorreram após pedido do garçom para os quatro homens pararem de gritar; Gabriel Jacobsen/Rádio Guaíba

Um grupo de quatro homens bateu em um cliente, no proprietário e no garçom do bar Odeon, localizado no Centro de Porto Alegre, na madrugada da última quinta-feira. As agressões, segundo relatos das vítimas, ocorreram após o garçom pedir aos quatro para pararem de gritar cantos contra o PT e contra a presidente Dilma Rousseff. Após o pedido, conforme o relato recebido pela Rádio Guaíba, o grupo passou a desferir socos contra o garçom, depois contra o proprietário do bar e ainda contra um cliente que tentou acabar com o conflito.

O cliente agredido, que precisou receber atendimento no Hospital de Pronto Socorro (HPS) e prefere não se identificar, contou o que lembra: “Só evidencia uma mentalidade animalesca. Não tiveram capacidade de baixar a bola, já que a casa estava pedindo. A atitude deles foi de agredir. Eu, que nem estava participando de nenhuma situação e estava pedindo para ninguém se machucar, fui encarado como alguém que estava cerceando a atuação deles como senhores da razão”, relata o jovem, que efetuou Boletim de Ocorrência (BO) na Polícia Civil, no dia seguinte.

O episódio ocorreu pouco após a meia-noite, perto do horário de o bar fechar as portas, e com menos de dez pessoas no local. Devido ao episódio, o bar permaneceu fechado na quinta e na sexta-feira. O Odeon é conhecido por apresentar semanalmente shows de jazz, bossa nova e música popular brasileira.

 

NUVENS PRETAS NO CEU...

chegaram nA SECRETÁRIA. DA OUTRA X FOI A ANA ACIOLY. AGORA É ESTA. TAMU F....E MAL PAGO.

espero que não sobre pro meu amgio GIOVANI LUIGI

' dona xepa' abriu o verbo mesmo.....

o doleiro preso em porto alegre esteve no ramo do turismo...bah,este tem muita coisa a desovar.

no meu tempo de reporter policial, o MILTON GALDINO BERRAVA. BOTA ELE NO PENDURICO QUE CONTA TUDO. bah, que horror.

fogaça a favor do IMPIXEMENT?ACHO POUCO PROVÁVEL, COMO DIZIA O SAUDOSO MOACIR SCLIAR.

temnho uma fonte informal na PF. ela me explica como funciona. só isto.

tá enroscada a coisa......

ih.bateram no GIGANTE, OUTRO BOIA CATIVA...OS FEDERAL, OS FEDERAL....

po laurinho não te enerva. tem coisa pro lado da BOIA CATIVA kkkkk

 

HISTORIAS DA VEPPO

Precavida, a Veppo pouca se manifesta. Dentro da organização, há um ditado que é seguido há anos; NÃO SE DÁ PUBLICIDADE, OU PRA TODOS OU PRA NINGUÉM.

NESTOR ACAUÃN MARQUES DA SILVA entrou na sociedade da VEPPO da seguinte forma:JULIO CASTILHOS DE AZEVEDO teve que vender sua parte para custear despesas com um acidente de um filho.' sai, depois tu voltas', disse VESPASIANO JULIO VEPPO.foi o que ocorreeu.acauãn aproveitou e se fez socio da veppo.

 

Terrorismo

mas a europa anda vulnerável, mesmo depois de tudo.

 

Colseguinhas

ouvi o macedão de manhã. mas é um porre...pior que ele, bom deixa pra lá.

TVE FICOU LOUCA....3 VEIOS ENTREVISTANDO IBSEN....SE TIVESSE TEVE VERIA. MAS GRAÇAS A DEUS NÃO TENHO.

de manha não saio de casa. sou um jornalista de PIJAMA kkkkk

O AGORA COM FELIPE VIEIRA NÃO É TÃO RUIM.....

ouvi a band agora. mas tá pobrezinha. so o osiris e o andré. cortaram tudo.

a radio que o laurinho ouve, a gaucha, - sim ele não larga a errebeessi - émeio HISTEIRCA DEMAIS PRO MEU GOSTO...

no mercado publico so se ouve a gaucha. futebol, meu

o koff mandou perguntar quem é o capincho que disse que ele tá na capa da gaita. agora sim o capincho vai comer o pão que o diabo amassou.

mas é muito b.....esta carpinejar.....

laurinho da venancio tem que ser um ermitão. vai morar em cazuza ferreira. lá não tem cel nem net.

agora entendi o laurinho da venancio. ele vai pra sinaleira da ipiranga pra frestear as gurias que sobem a escada...kkkkk(OC)

capincho será nosso representante na BARRANCA....vamos ver o que mandará....

terminam esta semana as férias do cristiano nunes no sind dos jornalistas. ele nunca tirava. agora é orbigado a tirar.

O REKERN NAO MANDOU NADA NA SEGUNDA. FIQUEI PREOCUPADO

sacangem de colega.

o presidente ARGOLO é tb chamado de ' buffe t de bolacha'. não tem reunião sem uma mesa farta de guloseimas.

como ' coleguinhas' torcem pela prisão do lula....tavam todos grudados no hotel onde tava o lula.

 

AMIR DOMINGUES

FARIA 88 ANOS NESTA TERÇA..22.03.2016. era de 22.03.1928

os mais antigos como eu, se lembram dele.profissional correto, tirou muita gente da cadeia durante a ditadura. ele era policial. alberto andré o usava pra tiraar e localizar colegas presos durante o pe´riodo de caça as bruxas que se seguiu logo 1964.

hoje, 22.03 ele faria 88 anos. era do ano do meu pai, 28.

em 10.4 de 2006 fui entrevista-lo na guaíba. tinha que pedir licença ao PASTEL, seu patrão. que a deu.

foi uma conversa muito gostosa, sem estressis...do tipo ' EU DESCOBRI O JORNALISMO'. AMIR SE ACHAVA APENAS MAIS UM. NADA DEMAIS. E OLHA QUE TINHA TUDO.EM 1992,ANO EM QUE FUI DEMITIDO DA ZH, ELE GANHOU O PREMIO ARI DE JORNALISMO PELA ETREVISTA QUE FEZ COM O PRESIDENTE FIGUEIREDO CONSEGUIDA PELO SEU PRODUTOR.(ESTÁ CONTADO NO MEU LIVRO, PAUTA O AVESSO DAS REDAÇÕES). o produtor foi o LINEI ZAGO. MAIS DETALHES PROCUREM MEU LIVRO PAUTA O AVESSO DAS REDAÇÕES. ESTÁ TUDO CONTADO LÁ.
muito metido, o ANTONIO GOULART FOI JUNTO NESTA ENTREVISTA, O QUE SÓ FICOU MELHOR AINDA. NAQUELE 31 DE MARÇO DE 2006, ELE TIJHA deixado depois de 30 anos o apresentador DO ' AGORA', PROGRAMA CRIADO PELO FLAVIO ALCARAZ.

a trajetória de amir se confundia com a história da GUAIBA.

ele era o funcionário NUMERO SEIS DA RÁDIO.até falecer.

ele entrou na guaíba em 10 de abril de 1957,mesmo ano da fundação da rádio.antes trabalhara 4 anos na gaúcha, onde dividia o trabalho com o JORNAL CLARIM DE LEONEL BRIZOLA E JANGO.(Bastos nosso chefe de imprensa da prefa, foi do CLARIM, COMO OUTROS COLEGAS QUE AINDA TÃO AI...)

no clarim ERA REPORTER POLICIAL.

DO SEU DEPOIMENTO GUARDEI ALGUNS TOPICOS.

- INGRESSEI NO JORNALISMO ATRAVÉS de uma prova que realizaram na GAUCHA em busca de noticiaristas.eu me inscrevi e consegui ingressar me contou.

quando estava no CLARIM RECEBEU UM CONVITE PRA TRABALHAR NA A HORA - NÃO CONFUNDIR COM UH -SOBRE AQUELE JORNAL LOCALIZADO NA AV. SÃO PEDRO- ONDE DEPOIS SERIA O DIÁRIO DE NOTICIAS - AMIR ME DISSE:

- ERA UM JORNAL COM UMA EQUIPE INTERESSANTE.E MUITO QUALIFICADA.ELE FOI DA A HORA DE 1955 A 1956 E LÁ FICOU ATÉ 1957 QUANDO SAIU DA RÁDIO GAÚCHA PRA ENTRAR NA GUAIBA.- FOI FUNDADA POR MENDES RIBEIRO NESTE ANO.

na guaíba dividia seu tempo com A FOLHA DA TARDE ONDE FEZ DE TUDO. FOI ATÉ EDITORIALISTA.

INSTADO POR MIM A FALAR SOBRE COLEGAS, ELE FOI MUITO CAUTELOSO EM SE MANIFESTAR.

MAS ELE DESTACOU lauro quadros COMO REPORTER DE CAMPO EM JORNADAS ESPORTIVAS.

POR QUE?

- era um excelente repórter me disse. ele .amir foi durante 10ou 12 anos comentarista de campo da guaiba.

neste afã trabalhou com o MENDES RIBEIRO. e lembrou-me que foi comentarista esportivo qdo da inauguraç´~ao do beira rio, ou ' a boia cativa', como os gremistas o chamavam.o beira rio foi inaugurado em 6.4.1969. foi o dia em que eu vi mais foguetes de madrugada em porto alegre até hoje.

depois dele veio como comentarista esportivo da guaíba o RUY OSTERMANNcomo radialista esportivo ele teve muita particpação:

- fiz o SUL AMERICANO, o copa do mundo em 1962 no chile,o panamericano na Costa Rica,viajou muito com a seleção canarinho pela europa.eoriente médio. sobre locutores ele diz que conheceu muitos.mas um tempo em que na guaíba tudo era lido:
- no inicio a rádio tinha um excelente quadro de locutores. Naquele tempo havia necessidade de voz, a rádio transmitia com dois locutores, sempre, sem jingles, era locução feita no estúdio.

na FT onde foi REPOERTER POLICIAL, AMIR CITA OS NOMES DOS COLEGAS,LUCIDIO CASTELO BRANCO,ARLINDO PASQUALINI, O MAJOR, COMO O CHAMAVAM,EDMUNDO SOARES, EDGAR DEGRAZIA(FALECIDO NUM DESASTRE DE AVIÃO EM BSB, DE UM AVIÃO TRANSBRASIL E CASADO COM UMA FILHA DO BRENO CALDAS)ABDIAS SILVA, CORRESPONDENTE EM BSB.
POR ESTRANHO QUE PARECÇA, AMIR NUNCA TRABALHOU NO CP QUANDO O BRENO ERA O DONO.SÓ VEIO A TRABALHAR QUANDO FOI COMPRADO PELO RENATO RIBEIRO NOS ANOS 80.
BRIZOLA X AMIR
AMIR DIZ QUE SEMPRE TEVE UMA BOA RELAÇÃO COM BRIZOLA.
-SEMPRE QUE SE PEDIA UMA ENTREVISTA, ELE SE DISPUNHA A DAR, CONTOU-ME AMIR.

e lembra de um episódio que ele contou com singular prazer:

- CURIOSO COM O BRIZOLA FOI UMAOCASIÃO, EU NÃO ME LEMBRO O FATO EM SI,MAS QUE JUSTIFICAVA OUVI-LO.

ele era gov. do Rio na ocasião.nós fizemos a ligação de manhã cedo,ele estava em casa ainda,
ekle concordou em falar mas mandou me dizer:
- tem que ser muito rápido porque o motorista já está ai e tenho que ir agora pro PALACIO.

comecei a entrevista e ele falou 25 minutos sem parar, contou-me Amir entre risadas.
Amir tinha um dom especial pra entrevistar pessoas.

-Não sei se é questão de temperamento, eu sou muito paciente eu tinha a perspeção de que ao entrevistar uma pessoa tudo o que gostaria de ouvir , o que o público gostaria de ouvir é o que a pessoa tinha a dizer, não propriamente o que eu tinha a perguntar, disse-me amir.

amir nunca preparou uma entrevsita. ele dava o motivo que justificava a entrevista e deixava o entrevistador responder e na medida em que o entrevistado ia falando ele tirava alguma coisa, contou-me e acrescentou, cheio de sabedoria:

- COM CALMA A GENTE CONSEGUE.a pessoa acaba entrando no assunto que a gente deseja. FOI ASSIM COM A FAMOSA ENTREVISTA COM GAL FIGUEI9REDO QUE CONTAREI AMANHA...(OLIDES CANTON)

 

a lua nasce em petropolis

 

separações

meus dois blogueiros se separaram. mas que bom que são amgios. bom, amigos não dormem na mesma cama. pra mim, casamento sem tesão não é casameento. e basta

de pobres são mais fáceis. o meu blogueiro o márcio e a ellen tb se separaram. mas continuam numa nice.

o empresário também me aprece que foi amigável. mas como tem muita capital, tudo tem que ser feito na manha

fiquei chateado que o nosso blogueiro máarcio tenha se separado da ellen....mas a vida continua. que os dois sejam felizes em outros paragens emocionais.

quem jánão se separou alguma x na vida? os adultos tods.

o problema é quando a divisão dos bens é feita de forma desiquilibrada. aí é que fica a mágoa.

e como fica.

advogados qeu frequentam varas de familia sabem o que são as brigas nestas horas. briga-se como cachorro por um chinelo.

montar e desmotnar uma casa não é assim tão uma brincadeira.

por isto se sofre tanto em separações. alguns ficam com sequelas, outros superam. cada um tem seu caminho. vamos respeeitar o dde todos.

eu gosto da 'lu' a faxineira aqui do prédio que chama o ex de 'tudo'. agora segundo ela, ele arrumou um piriguete. que manda ele fazer tudo e ela faz. mas ela não se desligou do cara.

eles moram perto , mas não é isto. é que ela não se deslikgou mesmo. morar perto não quer dizer nada. eu não sei nada do meu vizinho aqui.

 

Vamos pensar mais um pouco

1 - As manifestações contra os aumentos das passagens que começaram a desestabilização política no Brasil, não eram por 20 centavos, mas podem ter sido financiadas com milhões?
2 - Quem financiou o Não vai ter Copa?
3 - Quem pagou para o Brasil tomar 7 da Alemanha? Ninguém achou estranho o placar?
4 - Como não dá para largar bombas no Brasil (por enquanto, né) jogam-se milhões de dólares.
5 - A condenação do Zé Dirceu foi feita por um cidadão que tem apartamento em Miami.
6 - Em que país o juiz Moro esteve fazendo cursos?
7 - Para quem o FH e o Serra queriam vender a Petrobras?
8 - De onde sai o dinheiro que financia o Vem pra Rua e o Movimento Brasil Livre?
9 - Será que temos outra Aliança para o Progresso dos gringos?
10 - Quem financia o Golpe contra a Democracia?

Hoje dá para fazer estas perguntas.

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Globo mais suja que pau de galinheiro

que novi????kkkk(OC)

De: rekern
Enviada: Terça-feira, 22 de Março de 2016 10:40

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Aporrinhação

boa dica, vamos parar com isto. tá um saco sim(OC)

laurinho indignado.

Enviada: Terça-feira, 22 de Março de 2016 10:49

APORRRINHAÇÃO - Já ñ se aguenta na mídia e nas redes sociais a encheção de saco da briga petralhas x coxinhas. Agora ela invade até o blog do Olides! Q saco! (Laurinho da Venâncio)

 

Audiencia da fsp

O FOLHÃO TÁ MATANDO O ESTADÃO(oc)

Enviada: Terça-feira, 22 de Março de 2016 13:06

AUDIÊNCIA DA FSP - Para deixar coxinha eufórico e pró-petrala frustrado. hahaha! 30 milhões de visitantes únicos. Nenhum jornal de papel jamais conseguiu isso no Brazil! (Laurinho da Venâncio)

 

de São Borja

todas asmnahas pergunto ao capincho se xove lá em sb? hj ele disse isto. pra tiver como a gente tem que ter paciencia. no caso ele com eu..(OC)

De: letier12
Enviada: Terça-feira, 22 de Março de 2016 10:05

Não tem outra pergunta???

Viu o atentado na Bélgica?

Obama fazendo história em Cuba?

As tiradas do Presidente Cubano, ao ser perguntado se prefere Hillary Clinton ou Donald Tramp, ele foi enfático: não voto nos EUA"

Letier Vivian
São Borja/RS

 

do Barranco

conheci o barranqunho. gostei....mas é caro.

 

Município de Putinga será beneficiado com o empréstimo de máquina

O Governo do Estado por meio da Secretaria de Obras, Saneamento e Habitação, firmou na manhã desta terça-feira (22), com a prefeitura municipal de Putinga, o termo de cessão para o empréstimo de uma máquina escavadeira hidráulica.
A solicitação encaminhada pelo município prevê a recuperação e ampliação das estradas vicinais nas comunidades da Linha Fiscal e Nova Paris, numa extensão de 11 quilômetros, facilitando o escoamento da produção agrícola, avicultura e suinocultura de Putinga.
Para o secretário de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann, o auxilio prestado pela secretaria aos municípios gaúchos, tem como finalidade oportunizar e oferecer ferramentas adequadas para a recuperação e manutenção de estradas vicinais, beneficiando as famílias que residem na zona rural do município no escoamento de suas produções e no transporte escolar.
Participaram da assinatura o prefeito de Putinga, Valdir Possebon, o diretor geral da SOP, Valmor Krysczun, os vereadores Mário Rosado e Enevir Polese.

 

Aula de música para bebês em POA desperta cada vez mais o interesse dos pais

A aula de música voltada aos pequenos estimula a criança a reconhecer sons, desenvolver sentidos e interagir com o grupo, além de ser muito prazerosa.

Todas as terças-feiras, às 15h, o berçário da Escola Cristã Reverendo Olavo Nunes é invadido por chocalhos, pandeiros, tambores, castanholas e violões tocados pelos bebês sob a supervisão do professor e musicista Claudio César Ruiz. De acordo com ele, os bebês passam por um processo de conhecimento chamado de exploração, onde iniciam o reconhecimento musical e sonoro. "O contato desde cedo com a música ajuda a desenvolver áreas como a criatividade, a sensibilidade e a imaginação", explica o professor.
Ruiz fala que os pequenos alunos, com idade entre quatro e dezoito meses, tocam os instrumentos junto com a música escolhida por ele, pois assim trabalham ritmo e capacidade motora. "As aulas seguem o estilo de rodas de músicas, melhor forma de manter eles atentos, já que com essa idade são bastante dispersos", explica. Além disso, as aulas ajudam as crianças a desenvolverem a fala. "Junto com as rodas, trabalhamos a parte da linguagem, através da repetição de sons, para que eles criem um relacionamento sonoro que os faça querer imitar os mesmos sons, pois nessa idade eles ainda não falam, e isso incentiva o desenvolvimento da linguagem", explica.
A música proporciona sensação de relaxamento e tranquilidade ao bebê e também desenvolve nas crianças um forte senso de concentração, memória além de trabalhar respiração e pressão sanguinea.
A educação musical infantil voltada para bebês é uma opção de aula extraclasse em muitas escolas, por isso é importante divulgar seus benefícios aos pais, que às vezes desconhecem essa opção de curso que tem forte importância na formação e trabalho com os sentidos das crianças.
Os pequenos alunos, em frequente contato com a música, têm vários benefícios visíveis no decorrer do crescimento, e existem estudos que comprovam que toda a área frontal do cérebro - que mexe com o conhecimento lógico e abstrato - é mais desenvolvida em pessoas expostas à música na infância.
O contato com a música provoca estímulos que possibilitam que a criança se expresse por meio do corpo e, a música, além de desenvolver a coordenação motora da criança, promove o trabalho em grupo, facilita o processo de alfabetização, estimula a sensibilidade e ensina também o que é ritmo. Para os bebês, são as aulas mais fascinantes, por serem extremamente prazerosas, envolventes e interativas.

 

Oficina

 

Projeto traz ex-alunos para dentro do Colégio

Santa Inês reúne profissionais para falar sobre as diferentes áreas de atuação e a inserção no mercado de trabalho

O Colégio Santa Inês realiza nesta quarta-feira, dia 23/03, mais uma edição do projeto "As profissões e o Mundo de Trabalho", voltado para os estudantes que estão concluindo o Ensino Médio e passando por este processo de transição. O principal objetivo da iniciativa é auxiliar os estudantes no processo de escolha da profissão, trazendo para dentro da Escola a experiência de quem já passou por aqui e hoje se encontra feliz com as suas escolhas.
"Escolher uma profissão é um dos momentos mais delicados de toda a vida do jovem. Os professores do Santa Inês preocupam-se em contribuir para minimizar as dificuldades e acrescentar algo de novo e bom", destaca a professora Nara Odi, consultora de Linguagens e Códigos do Colégio.
Além da Mesa-Redonda, o projeto "As Profissões e o Mundo de Trabalho", que começou em 2007, inclui pesquisa e orientação profissional, estudos de caso e a ação do "Aluno Sombra", onde os estudantes acompanham o dia a dia dos profissionais das suas áreas de interesse.

Atividade: Mesa-Redonda com ex-alunos do Colégio Santa Inês
Quando: 23/03/2016
Horário: 8h20min às 10h
Local: Auditório Madre Teresa

Convidados:
1- Adriano Severo – Administrador de Empresas
2- Aline Santos – Estudante de Direito – FMP
3- Arthur Daudt – Estudante de Psicologia – PUCRS
4- Bruna Carlos – Estudante de Física – UFRGS
5- Dillan Bernardes – Estudante de Engenharia de Materiais – UFRGS
6- Emílio Farias – Ator
7- Henrique Fonteles – estudante de Engenharia Física – UFRGS
8- Marina Cornelli – estudante de Medicina – UFCSPA
9- Pedro Nectoux – estudante de Biomedicina – UFCSPA

Sugestões de Fontes:
** Nara Odi, professora e consultora de Linguagens e Códigos
** Leonardo De Boita, professor de Química

 

do Espaço VItal

Após a hospedagem, homem sem dinheiro deixa a mulher “em caução” no motel !

Arte de Camila Adamoli

* A mulher deixada em “caução”

Fraude no motel? Não! Sentença proferida na 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá, no Rio, absolveu da acusação de crime de fraude, uma mulher que passou algumas horas em um motel carioca, mas não pagou.

Ela e um amigo passaram algumas horas no motel, onde consumiram champanhe e energético, deixando para trás uma dívida de R$ 235. A gerência do motel chamou a polícia e a jovem, em pânico, acabou sendo levada para a delegacia.

Tanto ela quanto o acompanhante, que ainda não foi localizado, foram denunciados pelo Ministério Público pela prática do crime previsto no artigo 176 do Código Penal: “é fraude tomar refeição em restaurante, alojar-se em hotel ou utilizar-se de meio de transporte sem dispor de recursos para efetuar o pagamento". A pena é prevista é de 15 dias a 2 meses de detenção, ou multa.

O depoimento pessoal dela foi convincente: narrou ao magistrado que, depois das profundas intimidades, o parceiro disse-lhe ter-se dado conta de que esquecera cartões e dinheiro em casa. Assim, ele combinou com a gerência que iria à sua residência, deixando a mulher “em caução”, como garantia de seu breve retorno – o que, todavia, nunca ocorreu.

O depoimento da acusada – que, afinal saiu como vítima – tem uma frase perolar: “Doutor, o ´cara´ comeu de graça e me deixou de calcinha na mão. Literalmente”.

* Puxa-saco

´Lá vem o cordão dos puxa-saco / Dando viva aos seus maiorais / Quem está na frente é passado para trás / E o cordão dos puxa-saco / Cada vez aumenta mais´.

´Vossa Excelência, Vossa Eminência / Quanta referência nos cordões eleitorais / Mas se o doutor cai do galho e vai pro chão / A turma logo evolui de opinião / E o cordão dos puxa-saco cada vez aumenta mais´.

Essa musiquinha – de autoria de Roberto Martins e Eratóstenes Frazão - foi moda carnavalesca, anos a fio, nos anos 50 e 60.

Dela lembrando-se, o professor da Língua Portuguesa Sérgio Nogueira Duarte da Silva analisa que Dilma não poderia chamar Lula de presidente. E que o correto, como primeira mandatária da nação, seria que ela o qualificasse de ex-presidente.

Nogueira explica: “Lula só deveria ser chamado de presidente se tivesse morrido no cargo, como Getúlio Vargas ou John Kennedy. Isso é puxa-saquismo mesmo”.

Em tempo – Quer ouvir, para recordar ou conhecer a marchinha carnavalesca? Clique aqui!

* A propósito do professor Nogueira

Irmão do saudoso apresentador de tevê Clóvis Duarte, gaúcho, falecido em julho de 2011, Sérgio Nogueira é instrutor e consultor de português do jornalismo da TV Globo, Globo News, SporTV, Globosat, jornais O Globo, Extra e Expresso além de ministrar cursos de redação e atualização gramatical a empresas e escritórios de advocacia.

Utiliza o humor e fatos do cotidiano para ensinar o uso da norma culta do português brasileiro.

* A voz das ruas

Dilma – apesar da crise – andava de bicicleta na sexta-feira (18) cedo, numa área de apart-hoteis próxima ao Alvorada. Com o aparato de segurança maior do que o habitual, foi fácil percebê-la.

Dois hóspedes a apuparam repetitivamente: “Renuncia, Dilma!”.

Ela não se abalou e retrucou: “Esperem sentados!”...

* Efeito boomerang

O falastrão Aloisio Mercadante – alcançado pela delação premiada de Delcídio do Amaral – era o último sobrevivente político da trinca de notórios petistas que atuou, em 1992, para ajudar na derrubada de Fernando Collor.

Ao longo dos últimos anos, já tinham ficado pelo caminho – e pelas cadeias – José Dirceu e José Genoino.

* Frases irrepreensíveis

• Tri - “Se Lula assumir como ministro, será seu terceiro mandato. Ou – por mais que ele não queira – ela passa a ser o presidente tríplex”
(Do cartunista Jaguar, lúcido nos seus 84 de idade).

• Amadurecimento - Com a radicalização recente, a única coisa certa é que o Brasil vai ficar mais maduro. Só não sei se ´maduro´ adjetivo, ou Maduro nome próprio”.
(Do economista Sérgio Besserman Vianna).

• Decepção (1) - “O sonho da gente era ter um partido diferente. Mas, no fim das contas, o PT acabou não sendo tão diferente assim”.
(Maria José Xavier, a ´Tê´, 60 de idade, ex-colega de trabalho de Lula, numa fábrica do ABC paulista).

• Decepção (2) - “O Lula foi o pai dos pobres, mas foi também a mãe dos ricos. O PT virou uma geleia, aliou-se com qualquer parceiro”.
(Djalma Bom, 68, companheiro de cela em 1980, nos duros tempos da repressão).

* Ministro tríplex

Entre as especulações brasilienses – de que a cidade tanto gosta – algumas tratam da lista de nomes que integrarão o neogoverno Lula, se ele passar pela batalha das liminares judiciais, ou do governo Temer, se Dilma for defenestrada.

Nas cogitações de ambos os lados está o nome do gaúcho Nelson Jobim, ativo santa-mariense que conseguiu ser ministro de FHC, Lula e Dilma.

Fora, atualmente, do eixo da Esplanada dos Ministérios, Jobim tem um dos escritórios de advocacia mais bem remunerados no eixo SP-Brasília. Trata-se de um fenômeno que a ciência política deveria estudar a fundo.

* Também a propósito

Falou-se, em março de 2006 – quando Jobim se aposentou na presidência do STF - que o motivo de sua saída precoce teria sido a possível candidatura ao cargo de vice-presidente da República juntamente fazendo chapa com o presidente Lula.

Mas a especulação ficou por aí.

* Brasil brasileiro

O cantor Tim Maia construiu uma frase que ficou para sua biografia: “O Brasil é o único país onde puta tem orgasmo, cafetão sente ciúme e traficante é viciado”.

Se estivesse vivo, Tim acrescentaria: “é também o país onde o deputado Paulo Maluf integra a comissão do impeachment que vai julgar Dilma”.

Aliás, a indicação de Maluf ocorreu por um motivo perolar: por decisão da cúpula, três dos cinco deputados teriam que ser a favor do governo; dois, contra.

Mas, da bancada de 45, só dois queriam apoiar Dilma. Foi então que cataram Maluf, que topou se declarar contra o impeachment.

* Odebrecht x Gradin

Nova preocupação da família Odebrecht deve estar sendo a demanda judicial que trava com a família Gradin, que detém 20,6% da empresa e que recusou US$ 1,5 bilhão por suas ações em 2010.

Economistas avaliam que em decorrência da Lava-Jato, os Gradin perderam a chance de embolsar uma grana irrecusável.

Mas há quem diga que esse raciocínio não se sustenta. É que, nos últimos nove anos, a Odebrecht ficou financeiramente quatro vezes maior.

* Perguntar não ofende

O Instituto Lula ainda não explicou o que fez com os R$ 25 milhões que recebeu em doações legais e declaradas, recebidas de generosas empreiteiras.

Enquanto se mantem silencioso, ficam pelo menos três perguntas:

1) Que ações contra a fome foram bancadas pelo I.L.?;

2) A quem o I.L. ajuda com dinheiro, trabalho, comida, bolsas de estudos etc?

3) Quanto o I.L. despendeu para ajudar os fracos e oprimidos?

Como o fisco passou a apertar o cerco, talvez se explique o esculacho que Lula lascou em cima do ministro Nelson Barbosa. Sem dizer que o Instituto Lula esteja limpo, o ex-presidente exigiu, aos berros, investigações na Globo, no Instituto FHC, na Gerdau e em outras grandes empresas.

* Das rádios-corredores

• “O Temer disse a um colega nosso que ´com a Dilma no comando, o Brasil não se mexe´”.
(Conselho da Seccional da OAB de Brasília).

• “Com Lula, Ricardo Berzoini e Jaques Wagner como ministros fortes, o PT está fazendo uma intervenção branca em Dilma, que passará a ter atuação limitada”.
(Conselho Federal da OAB).

* Trilogia petista

Lula não é dono do tríplex de Guarujá; não é dono do sítio de Guarujá; e não usa celular.

Ah, dentro de dez dias será primeiro de abril.

* Nota fúnebre

Na reunião do Conselho Federal da OAB, sexta passada (18), em Brasília, um conselheiro confidenciou, em ´petit comité´, que num momento de tristeza, Lula teria admitido ter um sonho impossível: “gostaria de poder assistir ao seu próprio funeral”.

Logo alguém atalhou: “A Justiça já deu a ele, esta semana, um grande ensaio geral para as futuras exéquias”.

* Abelhudos em ação

A oposição desconfia que a Abin – Agência Nacional de Inteligência - sem autorização judicial, claro - segue fazendo um pente-fino sobre o dia-a-dia de integrantes do Judiciário e do Ministério Público.

A Abin também estaria querendo saber até onde vai uma eventual sinergia do juiz Sérgio Moro com deputados e senadores da oposição.

 

Um caso extraconjugal entre juízes resulta em punição para os dois

Um juiz e uma juíza, ambos casados – mas não entre si – foram punidos disciplinarmente pelo Poder Judiciário do Estado de Illinois, EUA, por manterem um romance secreto que teve repercussões jurisdicionais. O Tribunal Superior daquele Estado aplicou ao magistrado uma suspensão por quatro meses, sem remuneração. A juíza foi apenas publicamente censurada.

Segundo a imprensa dos EUA, em dezembro de 2010, durante uma conferência judicial em Washington, D.C., o juiz Scott Drazewski (casado) e a juíza Rebecca Foley (casada) conversaram, atraíram-se e terminaram se envolvendo intimamente – o que é mantido até hoje.

A história seria corriqueira, não fora eles terem permitido que o romance exercesse interferências indevidas nas sessões de julgamento: para manter secreto o romance proibido, Scott e Rebecca deixaram de lado detalhes como impedimento, suspeição, ética e imparcialidade.

Em fevereiro de 2011, o marido descobriu o relacionamento extraconjungal da mulher e exigiu que ela forçasse o amante a se declarar impedido de presidir sete outros casos em que ele atuava na corte.

Outros detalhes

· O caso tomou grandes proporções porque Joe Foley - marido da juíza Rebecca Foley - é um advogado atuante na corte. Especializado em seguros, ele defendia seus clientes em alguns casos perante o amante de sua mulher, o juiz Drazewski.

· Este não se declarou impedido e tomou várias decisões contra os clientes do advogado. Em um dos processos mencionado detalhadamente no processo ético-disciplinar, Drazewski condenou surpreendentemente um cliente do advogado a pagar indenização de US$ 40.337.

· Duas semanas mais tarde, o juiz Drazewski comunicou à presidente do tribunal, magistrada Elizabeth Robb, que iria se declarar impedido naqueles casos. Citou algumas razões, entre as quais a de que havia jogado golfe com o advogado. Mas não mencionou o romance com a mulher do profissional da advocacia.

· Uma carta anônima informou integrantes do tribunal sobre o caso extraconjugal dos dois juízes. Na ´rádio-corredor´ do Tribunal de Illinois especula-se que a carta foi escrita por algum servidor descontente com os magistrados.

· A presidente Elizabeth Robb tentou acobertar e também teve de se explicar à Corte que presidia; logo ela resolveu aposentar-se. Já jubilada agora, conseguiu escapar da punição.

· Em sua decisão de 39 páginas, a Corte de Illinois considerou “chocante” o caso – “não pelo affair extraconjugal em si, mas porque esse affair influenciou a conduta do juiz Drazewski em sua atuação judicial, preferindo esconder o relacionamento, em vez de se declarar impedido, como seria exigível nos casos em que o advogado era o marido da juíza Rebecca Foley”.

· Conforme o acórdão, Drazewski violou a regra que estabelece que o juiz deve se declarar impedido em casos em que sua “imparcialidade pode ser razoavelmente questionada”.

· O juiz tinha sustentado, em sua defesa, que reconhecia apenas uma “falha moral”, sem interferência em julgamentos.

· No caso da juíza Rebecca Foley, o procedimento ético-disciplonar concluiu que “ela violou o Código de Conduta, ao deixar de tomar as medidas disciplinares, exigidas dos juízes, sabendo que Drazewski estava julgando casos em que seu marido defendia alguns clientes. Ela era a única pessoa no tribunal que tinha certeza de que o juiz estava violando as regras e, por isso, tinha a obrigação de iniciar os procedimentos para medidas disciplinares”. Foi punida com advertência pública.

· O juiz Scott Drazewski e a juíza Rebecca Foley, agora divorciados de seus respectivos cônjuges anteriores, disseram à imprensa que vão manter o relacionamento. O advogado de defesa deles, Warren Lupel, admitiu que “as carreiras de ambos no Judiciário estão destruídas, apesar de serem dois dos melhores juízes do Estado”. (Com informações dos jornais Chicago Daily Law Bulletin e Pantagraph).

Veja fotos dos juízes adúlteros e outros informes, diretamente no saite do jornal Pantagraph. Clique aqui.

 

do Comunique-se

Que horas ela vai?”, pergunta Guilherme Fiuza em novo livro sobre Dilma

Para o jornalista Guilherme Fiuza, o Brasil se tornou um país em contagem regressiva após a reeleição de Dilma Rousseff. É com esta visão, inclusive, que ele vai lançar o livro Que horas ela vai?. A obra, que chegará ao mercado por meio da editora Record, apresenta verbetes em ordem alfabética como um "diário da agonia" da governante petista.


Não é a Mamãe’: novo livro de Guilherme Fiuza aborda a era Dilma

A estreia do livro está marcada para abril deste ano. Após escrever Não é a mamãe, que compila 100 crônicas sobre o governo de Dilma, Fiuza aposta em texto que mostra momentos da história recente do país, como a Operação Lava-Jato, a tragédia em Mariana (MG) e o rebaixamento da economia brasileira pelas agências de classificação de risco.

O leitor poderá ver personagens do roteiro da vida real, casos de Rodrigo Janot, Edinho Silva, Eduardo Cunha, Renan Calheiros, Fernando Pimentel, João Vaccari Neto e o ex-presidente Lula. Fiuza afirma que nesta história Dilma bateu todos os recordes de Fernando Collor, único chefe de Estado brasileiro a sofrer processo de impeachment.

“Se o ex-presidente [Collor] durou pouco mais de seis meses após estourar seu escândalo, a afilhada de Lula conseguiu ultrapassar um ano escandalizando o país, desde a descoberta de que sua reeleição foi financiada por pedaladas e petróleo”, pondera o jornalista e escritor, conforme divulga a Editora Record em comunicado enviado à imprensa.

O lançamento de Que horas ela vai? está programado para 5 de abril, no Rio de Janeiro. Na ocasião, um debate aberto sobre o governo Dilma será realizado. O evento contará com a participação do humorista e blogueiro da Veja, Marcelo Madureira, e será realizado na Livraria da Travessa, no Shopping Leblon, a partir das 19h.

 

Brusque completa 135 anos nesta Quarta-feira Santa



Paulo Vendelino Kons

Historiador

Há exatos 135 anos, através da Lei provincial nº. 920, o presidente da Província catarinense, juiz João Rodrigues Chaves, elevou à categoria de Município a Freguesia (Paróquia) de São Luiz Gonzaga, das colônias Itajahy e Príncipe Dom Pedro, abrangendo os territórios dos atuais municípios de Brusque, Guabiruba, Botuverá, Nova Trento e inclusive porção de São João Batista (localidade de Krecker), pois a lei de criação fixava os limites como sendo os mesmos da Freguesia de São Luiz.

A Lei nº. 693, em 31 de julho de 1873, criara a Freguesia de São Luiz Gonzaga, normalmente o primeiro passo para a emancipação política e administrativa.

Ao contrário da maioria dos municípios, a data magna comemorada em Brusque não é a efeméride de sua emancipação político-administrativa, mas a data da chegada dos 55 alemães, liderados pelo barão austríaco Maximilian von Schneéburg, que instalaram a colônia Itajahy (Brusque), em 4 de agosto de 1860.

Administradores municipais afastados

O primeiro administrador de nosso Município afastado foi Guilherme Krieger, vitimado pela queda do “Senhor Pedro de Alcântara”. Krieger presidia a Câmara Municipal, que nos tempos do Império exercia também as funções do atual Prefeito. Com a proclamação da República, passamos a ser administrados pelos superintendentes municipais, nas primeiras décadas do regime republicano e prefeitos municipais, denominação adotada com a reforma da Constituição Estadual promulgada em 27 de julho de 1929, de iniciativa do governador Adolpho Konder.

O prefeito Augusto Bauer, genro do Cônsul Carlos Renaux, foi deposto no âmbito da revolução iniciada às 17h30min do dia 3 de outubro de 1930, em Porto Alegre/RS, sob a chefia do presidente do estado do Rio Grande do Sul, o advogado Getúlio Vargas. As forças militares da da Aliança Liberal ocuparam Brusque e depuseram o Prefeito, em 13 de outubro de 1930. Bauer foi substituído por Rodolpho Victor Tietzmann, em 13 de outubro de 1930 e que permaneceu no governo de Brusque até 23 de abril de 1935.

Já Adolpho Walendowsky, eleito prefeito de Brusque pela Ação Integralista Brasileira – AIB (os integralistas usavam camisas e capacetes verde-oliva, calças pretas, brancas ou cáquis e gravatas pretas e cumprimentava-se utilizando a palavra que se presume vir do tupi, "Anauê", que significaria "você é meu irmão"), foi afastado pelo golpe de estado de 10 de novembro de 1937, também chefiado pelo advogado Vargas. A ditadura, conhecida com Estado Novo fechou o Congresso Nacional, extinguiu os partidos políticos, outorgou uma nova Constituição. Walendowsky foi substituído interinamente por Henrique Bosco, até a posse do prefeito nomeado Arthur Germano Risch, que governou Brusque até 21 de março de 1940.

O primeiro administrador do Município a ter o mandato cassado pela Justiça foi o advogado Paulo Roberto Eccel e seu vice, o comerciante Evandro de Farias. Em 18 de dezembro de 2012, o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE/SC) cassou os diplomas do prefeito e do vice-prefeito reeleitos em Brusque naquele ano e, em 24 de março de 2015, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou, por unanimidade, a decisão do TRE catarinense. Ainda tramitam na Justiça recursos sobre o caso.

 

Dr. Raul deseja uma Feliz Páscoa para você e sua família

 

Ibsen relembra trajetória do MDB/PMDB em Grande Expediente

Foto: Vinicius Reis

No próximo dia 24, o PMDB completa 50 anos de existência. Para marcar a data, o presidente estadual, deputado Ibsen Pinheiro, realizou na tarde desta terça-feira, 22 de março, Grande Expediente, na Assembleia Legislativa. Na abertura, saudou os presentes, mas não esqueceu as ausências. Referenciou a memória de Ulysses Guimarães, Paulo Brossard e André Forster. Durante toda a sua manifestação, Ibsen intercalou a história, o presente e as tarefas do PMDB para o futuro com canções que marcaram estas cinco décadas do MDB ao PMDB.

Ao explicar que se tratava de uma sessão com caráter festivo, quase solene, porém ordinária, o parlamentar pediu licença ao protocolo e trouxe o hino da redemocratização para inaugurar o momento. Com “Coração de Estudante”, Ibsen relembrou a música que sensibilizou Tancredo Neves e que foi o marco, segundo ele, do momento mais elevado destes últimos 50 anos: o fim da ditadura militar e a redemocratização do País.

O deputado destacou que a sessão é histórica, não pelo legado, mas pela herança que recebe e que está presente na história da sigla. “O PMDB conseguiu ser a síntese do conflito e da convivência. Fundado com a obrigação de ser um partido acomodado, dócil e eventualmente cúmplice, este partido assumiu o papel da resistência política operando em regras hostis de um regime autoritário. A perseverança dentro do jogo imposto pelo regime militar, sem se tornar subserviente ou cúmplice ou dócil, foi o ponto de equilíbrio que sensibilizou o Brasil”, frisou Ibsen.

O presidente lembrou as conquistas da Anistia, das Eleições Diretas e da Constituinte que, segundo ele, foram bandeiras de um partido minoritário, às vezes acuado, mas que pela sua precisão arrastaram o Brasil a estas três palavras de ordem. Ibsen interrompeu mais duas vezes a sessão para que os músicos convidados, Chico Saratt e grupo, cantassem “Menestrel das Alagoas”, em homenagem a Teutônio Vilela e às Diretas-Já, e “O Bêbado e a Equilibrista” – hino da campanha pela Anistia no Brasil.

Fazendo referência ao momento atual do país, Ibsen disse a demonização da política muitas vezes ocorre por grupos que não desejam as mudanças e que não é um processo apolítico, mas sim político. "Não é por acórdão ou sentença que se muda o ambiente social, em que pese o respeito e prestígio do Judiciário. Não. Ou pela violência ou via Parlamento, no voto; uma ação política protagonizada, arbitrada, pelos representantes do povo. Não há antídoto mais preciso contra a setorização de interesses do que o partido político”, frisou.

Ibsen encerrou o seu pronunciamento convidando os presentes para a Exposição Cinquentenário do MDB/PMDB, que acontece desta terça até quinta-feira (24), na Galeria dos Municípios, na Assembleia Legislativa

Apartes

Em apartes, manifestaram-se os deputados Frederico Antunes (PP), Elton Weber (PSB), Edegar Pretto (PT), Missionário Volnei (PR), Eduardo Loureiro (PDT), Jorge Pozzobom (PSDB), Aloísio Classmann (PTB), Manoela d Ávila (PCdoB), Sérgio Peres (PRB), Tiago Simon (PMDB) e Mário Jardel (PSD).

Presentes

Compuseram a mesa, além da presidente Silvana Covatti (PP), o vice-governador do Estado, José Paulo Cairoli; a primeira-dama do RS e secretária de Políticas Sociais, Maria Helena Sartori; o ex-governador e ex-senador Pedro Simon; o ex-governador Germano Rigotto; o vice-prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo; as presidentes, do PMDB Mulher do RS, Regina Perondi; e do PMDB Mulher da Capital, Eunice Flores; o líder da bancada do PMDB na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, Idenir Cecchim; o presidente do Diretório Municipal do PMDB da Capital, Antenor Ferrari, e o presidente da JPMDB-RS, Beto Fantinel.

Também prestigiaram a sessão, o defensor público-geral do Estado, Nílton Leonel Arnecke Maria; o chefe da Casa Civil, Márcio Biolchi; os secretários estaduais de Cultura, Vítor Hugo; de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco; de Turismo, Juvir Costela, e do Planejamento, Cristiano Tatsch; os ex-deputados Jorge Uequed, Luís Roberto Ponte, Rospide Neto, Paulo Odone, Constantino Picarelli e Cezar Schirmer, prefeito de Santa Maria, e o presidente estadual do PP, Celso Bernardi. Nas galerias, dirigentes, lideranças políticas e militantes acompanharam a homenagem.

 

"Proposta da União não resolve situação do Estado", afirma Sartori

O governador José Ivo Sartori cumpriu agenda no Distrito Federal nesta terça-feira (22) para tratar, mais uma vez, da renegociação da dívida do Estado com a União. Sartori esteve na residência oficial de Águas Claras, onde reuniu-se com gestores estaduais de todo o país em encontro de trabalho do Fórum Permanente de Governadores.

O governador também conversou com lideranças da Câmara dos Deputados e a bancada federal gaúcha. Na pauta, o projeto de lei complementar para aperfeiçoar a gestão das finanças públicas, que deve ser encaminhado pelo governo federal e entrar em votação ainda nesta semana. O secretário Geral de Governo, Carlos Búrigo, acompanhou o governador.

Nessa segunda-feira (21), o Ministério da Fazenda divulgou sua proposta final aos estados, que inclui o alongamento do prazo de pagamento em 20 anos, no âmbito da lei 9.496, de 1997; a renegociação das operações de crédito contratadas junto ao BNDES até dezembro de 2015, promovendo um acréscimo de 10 anos no prazo de pagamento; e a carência de 40% das prestações mensais dos estados com nível maior de endividamento com a União. "Essa proposta do governo federal não resolve a situação do Rio Grande do Sul", destaca Sartori, que pretende insistir no diálogo para que a dívida gaúcha seja analisada dentro de suas particularidades.

Para as três possibilidades de acordo, a União exigirá contrapartidas de austeridade como a Lei de Responsabilidade Fiscal Estadual e a Previdência Complementar, duas medidas do governo gaúcho já aprovadas pela Assembleia Legislativa. Além disso, há o impedimento de contrair novos empréstimos pelo período de quatro anos.

"Não adianta se conformar com as possibilidades de agora e comprometer o futuro. Essas medidas ajudam, mas não resolvem o problema financeiro do Rio Grande do Sul de forma eficiente e eficaz. É meu dever, como governador, lutar pelos interesses da sociedade gaúcha, que é penalizada todos os dias pela falta de capacidade de investimento em áreas essenciais, como saúde, segurança e educação. Reconhecemos as dificuldades e estamos agindo com transparência e trabalhando para enfrentá-las", salienta o governador.

Reuniões com lideranças e a bancada gaúcha

Após a reunião do Fórum Permanente de Governadores, Sartori e demais gestores estaduais conversaram com os presidentes da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e do Senado Federal, Renan Calheiros. O objetivo foi pedir celeridade no trâmite do projeto que será recebido pelo Congresso. Sartori também colocou a equipe da Secretaria da Fazenda à disposição da bancada federal gaúcha para tratar de sugestões de emendas a esse projeto.

Além de Sartori, participaram os governadores de Alagoas, Renan Filho; do Amazonas, José Melo de Oliveira; da Bahia, Rui Costa; do Ceará, Camilo Santana; de Goiás, Marconi Perillo; de Mato Grosso, Pedro Taques; da Paraíba, Ricardo Coutinho; do Pará, Simão Jatene; de Pernambuco, Paulo Câmara; do Piauí, Wellington Dias; de Rondônia, Confúcio Moura; de São Paulo, Geraldo Alckmin; e do Tocantins, Marcelo Miranda.

Também compareceram, os vices-governadores do Acre, Nazareth Araújo; do Amapá, Papaléo Paes; do Espírito Santo, César Colnago; e do Paraná, Cida Borghetti. Havia ainda representantes dos governos do Rio de Janeiro, de Roraima e de Mato Grosso do Sul.

Ações na Justiça

Mesmo que a Justiça tenha indeferido a ação movida pelo governo gaúcho em fevereiro deste ano, que pedia a revisão da dívida, a Procuradoria-Geral do Estado (PGE-RS) está recorrendo, e analisa a sentença emitida pelo juiz federal substituto da 2ª Vara, Frederico Botelho de Barros Viana. O Estado entende que a correção do montante ainda devido deve se dar por juros simples. O mérito ainda não foi julgado. A ação cita a lei complementar 148/14, que prevê a troca de indexadores, de IGP-DI pela taxa Selic, mais a redução dos juros de 6% para 4%. No entanto, há uma divergência sobre a metodologia de cálculo que a União quer adotar na revisão do contrato.

O valor da dívida contratado pelo Rio Grande do Sul em 1998 foi de R$ 9,427 bilhões. De lá até 2015, o Estado pagou R$ 24,3 bilhões e ainda deve R$ 51,8 bilhões. Em agosto do ano passado, o governo gaúcho já havia ingressado com ação cautelar no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a nulidade de cláusulas do contrato da dívida - entre elas, a suspensão das parcelas mensais e o não bloqueio de valores das contas públicas em caso de atraso do pagamento. A liminar foi negada. Em setembro, ingressou no STF com a ação principal, agora em tramitação, que requer a revisão do contrato da dívida, firmado em 1998.

 

de Serafina

Secretário José Carlos Betinardi participa de Sessão Especial

A convite da Câmara de Vereadores de Serafina Corrêa, o Secretário Municipal de Saúde José Carlos Betinardi esteve participando da Sessão Especial na noite de segunda-feira, 21 de Março de 2016. Também fez parte da reunião, a Coordenadora da Secretaria, Angela Rieger. No início, o Secretário José e a Coordenadora falaram sobre a pasta, com números e dados importantes, descrevendo o funcionamento do sistema de saúde no município. Em seguida, os Vereadores serafinenses fizeram perguntas, comentários e interagiram durante a Sessão Especial.


22 de março de 2016

Outono

COmeÇOU O OUTONO. EPOCA DAS FOLHAS MORTAS.....

 

as voltas que o mundo dá

OBAMA POSA NA FRENTE DO CHE EM HAVANA.....

OBAMA EM CUBA..NENHUMA EMOÇÃO.

Los españoles están locos de felicidad!

 

separação

um empresário do ramo gastronomico separou-se mesmod a esposa. não era fofoca do cunhado.

 

a piada pronta

padilha diz que pmdb desiste de ser governo kkkkkkk vAMOS RIR MUITO

O FOCO DOS COXINHAS ESTA SEMANA É O FERIADON....

O QUE TEM DE GOLPISTA AI LOUCO PRA CONCORRER????

 

sobre queda de dilma.....

dos leitores

De: valdir.d
Enviada: Segunda-feira, 21 de Março de 2016 21:59

Cai de onde? Os processos de impeachment são contra a Dilma e o Eduardo Cunha, pelo que eu saiba. O Lula ainda não assumiu o posto de ministro-chefa da Casa Civil. Periga não conseguir, mas isso é problema dos advogados. Vamos aguardar. O Eduardo Cunha deixou rastros nas contas na Suíça. Acho que cai. A Dilma pode cair por pressão não por crime. Pedaladas fiscais não caracterizam crime de responsabilidade. Mas as pressões políticas são muito fortes. Nào vai ser fácil, tem pressões em favor dela também. Vamos aguardar.

 

HISSTORIAS DE REDAÇÕES

O PADRE ERASMO DALLASTRA da rádio Medianeira de Santa Maria,foi abrir o programa de rádio da terça feira gorda que er aapresentado por GERSON FRAGOLLA..
O APRESENTADOR TITULAR TINHA PASSADO A NOITE NA FARRA.VESTIDO DE CAPETA APRESEENTOU-SE A TRABALHAR NA FRENTE DO BEATO.quando o padre viu o demonio emc arne e osso na frente dele teve um ataque:

- vade retro satanás, berrou no microfone. os milhares de ouvintes católicos da medianeira não sabiam o que estava acontecejndo noe stúdio pro padre reagir dquela forma.
- soiu o gerson, padre, sou o gerson.

ai o padre perdeu a paciencia:

- a mim tu não me engana TINHOSO,SENHOR DAS TREVAS.

 

Coleguinhas

todo or eporter é um voyeur.....

OUVI SAB DE NOITE O ELAS POR ELAS. ACHEI MEIO XIITA DEMAIS.

essas coisas tipo genero quando vira fanatismo, vira um saco....vão uns mal amados defender a causa e ai fica um saco.largo fora.

TOEDO FANATICO É UM CHATO. MAS SO ACONTECEM AS COISAS COM OS FANATICOS. OS OUTROS VÃO ATRAS DEPOIS....

 

COLOCANDO AS COISAS NO LUGAR

1) infelizmente, eu estava muito longe e não dava para ver aquela parte q tu mencionou da anatomia da "Maria Antonieta" q subia para o cadafalso da ZH/RBS enqto eu esperava o sinal abrir para os carros em frente ao posto do Bandeira. Além disso, aquela escadaria em frente ao prédio da ZH/RBS ñ se presta para voieurismos deste ipo, como acontecia com a do bar do Aurélio; esta dava; 2) aquela fiação na esquina da Ipiranga já estava uma bagunça antes da tempestade de janeiro, passo por lá seguido, indo ou voltando do prédio do novo fórum cível, pode ter piorado, mas ela é mesmo resultado do desleixo das empresas e da falta de atitude da Prefa, e ainda que fosse obra do vendaval, poxa!, isso foi já faz dois meses! Já deviam, ter dado um jeito! 3) é, sim, tu disse bem, nunca deixei de ser repórter, acho que já o era antes de sê-lo. (by Laurinho da Venâncio).

 

dos leitores....

De: letier12
Enviada: Segunda-feira, 21 de Março de 2016 09:53

Bahhh.... o Koff tá na capa da gaita

Letier Vivian
São Borja/RS

 

de São Borja

olha ai o festi da BARRANCA.....musica de joão de almeida netto.

De: Letier Vivian
Data: 21/03/2016 09h55min53s UTC

"Arruma, flor, minha mochila inteira
Tô de partida nesta quarta-feira
Já não há mais como poder ficar
Quando chegou-me o eco da mensagem
Meu coração já estava de viagem
Rumo à fronteira louco pra chegar

Põe nesta mala umas quinquilharias
Que pra passar uns três ou quatro dias
Basta a vontade de se encontrar
Com outro angüera de mirada franca
E descobrir nas vozes da barranca
Cada razão que me puxou pra lá"

Letier Vivian
São Borja/RS

 

PP debocha do Brasil

por Juremir Machado da Silva

O Brasil gosta de frases pomposas: vamos passar o país a limpo.
O Brasil não se importa com firulas jurídicas.
O juiz Sérgio Moro se permite conduzir coercitivamente sem ter intimado antes. E divulga grampos que mandou parar de fazer envolvendo a presidente da República. Grampos, em boa parte, com conteúdos sem indício do crime, embora indecentes, que deveriam ter sido invalidados.
O Brasil não tem limites. O ministro Gilmar Mendes é chamado de líder da oposição no STF.
Invade a competência de colegas. Despacha ação de autoria de uma funcionária em favor de partidos, que não poderiam usar mandado de segurança como instrumento de demanda dos seus interesses.
O Brasil vai à guerra sem regras.
O Partido Progressista, pilar da ditadura militar que soterrou todos os escândalos da corrupção com a força da censura, indicou para a comissão do impeachment, que vai se pronunciar sobre corrupção no governo, Paulo Maluf, a figura considerada como símbolo da corrupção no país, o homem que teria enriquecido no regime militar. Só pode ser um deboche, uma piada, uma vingança contra os petistas.
Maluf está condenado na França. Se botar o pé fora do país, vai em cana.
Em casa, será juiz da corrupção alheia.
Piada sob encomenda.
A guerra ideológica atinge o seu auge.
A oposição estimulou o ódio e espera colher a reconciliação.
A situação cultivou ilícitos e sonha em colher perdão.
Campeão de envolvidos na Lava Jato, o PP se permite participar da comissão como Maluf.
É como ter Al Capone no júri dos seus inimigos.
Agora vai!

 

de Portugal

A JUSTIÇA PARTIDÁRIA E O LIMIAR DO GOLPE NO BRASIL

Sylvia Debossan Moretzsohn, via Público em 20/3/2016

O Brasil vive o auge de sua mais grave crise política desde a redemocratização. O clima de tensão favorece a circulação de boatos sobre a perspectiva de prisão iminente do ex-Presidente Lula, que teve sua nomeação para a Casa Civil sustada pelo ministro Gilmar Mendes. O governo anunciou que entrará com recurso contra essa decisão, mas por ora o ex-Presidente continua vulnerável às ações do juiz Sérgio Moro, que conduz a Operação Lava-Jato.

A tensão tende a se refletir nas ruas, até então tomadas por protestos a favor do impeachment da Presidente Dilma Rousseff e manifestações de índole abertamente fascista, que culminaram no ato de domingo dia 13, o maior até o momento. Entretanto, a resposta da esquerda, na sexta-feira, dia 18/3, demonstrou uma capacidade de reação que acirra o grau de polarização social.

Importa aqui notar a singularidade do processo de desestabilização política, liderada justamente por juízes, os que mais deveriam zelar pela serenidade.

Sérgio Moro já vinha sendo acusado de agir arbitrariamente ao utilizar a prisão preventiva de vários acusados como forma de coagi-los a aceitar a delação premiada. As críticas tendiam a ser menosprezadas porque, para a opinião pública, eram uma forma de proteger poderosos empresários, executivos da Petrobras e colaboradores do PT, até então intocáveis.

Surfando a onda de crescente popularidade na sua cruzada contra a corrupção, o juiz avançou até ultrapassar todos os limites: primeiro, no dia 4 de março, no episódio do abuso na condução coercitiva do ex-presidente Lula para depoimento – pois esse recurso só se aplica em caso de resistência ao mandado judicial –, depoimento estranhamente realizado no posto da Polícia Federal no aeroporto de Congonhas, o que levantou suspeitas sobre a intenção de conduzi-lo, já preso, a Curitiba, sede da Lava-Jato; e agora, com a flagrante ilegalidade do vazamento de conversas telefônicas entre a presidente Dilma Rousseff e Lula, logo após o anúncio de que o ex-Presidente seria nomeado para a Casa Civil.

A ilegalidade do ato é indiscutível por dois motivos: porque um juiz de primeira instância não poderia grampear as ligações da presidente a não ser com autorização do Supremo Tribunal Federal; e porque a ligação em questão foi feita já quando esse mesmo juiz havia determinado a suspensão das escutas a Lula. Portanto, obviamente não poderia divulgá-la.

Mas não é só: “Moro não quebrou o sigilo telefônico apenas de Roberto Teixeira, advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas também do telefone central da sede do escritório dele [...]. Com isso, conversas de todos os 25 advogados da banca com pelo menos 300 clientes foram grampeadas, além de telefonemas de empregados e estagiários da banca”.

Tal é o grau do descalabro a que chegamos. Mas, como em Hamlet, há um método nessa loucura. Quem o apontou foi o professor de Direito Geraldo Prado: Moro “sabia que mesmo o mais tolerante Ministro do STF não concordaria em aproveitar em processo algum uma interceptação telefônica ilícita”. Contava, então, que a revolta de grande parte da opinião pública constrangesse o tribunal a acolher esse tipo de prova, bem de acordo, aliás, com o que o Ministério Público Federal do Paraná propôs numa campanha iniciada em março do ano passado. A medida vinha disfarçada sob o eufemismo de “ajustes nas nulidades penais” e assim foi noticiada pela imprensa. O alerta para o significado da proposta partiu de uma fonte alternativa e especializada: o site Consultor Jurídico.

Prado anota que, como previsto, a divulgação das gravações foi feita “sem qualquer juízo crítico acerca da ilegalidade, centrando-se no tom das conversas e não na violação da intimidade”. Este também foi o comportamento do juiz Celso de Mello, decano do STF, ao contestar o desabafo de Lula, que, em outro telefonema, acusava a Suprema Corte de estar “totalmente acovardada”.

A decisão de Gilmar Mendes de sustar a nomeação de Lula, sob o argumento de que se tratava de uma manobra do governo para “blindar” o ex-Presidente contra um provável pedido de prisão preventiva a ser expedido por Moro, foi uma ironia da história, providencialmente assinalada pelo jornalista Janio de Freitas em seu artigo de domingo, dia 20/3: Mendes beneficiou-se do mesmo tipo de recurso quando era advogado-geral da União e o então Presidente Fernando Henrique Cardoso assinou medida provisória dando-lhe status de ministro, o que lhe garantia foro especial contra ações judiciais em primeira instância. Nesta mesma edição da Folha de S.Paulo, Bernardo Mello Franco dedica sua coluna ao controverso juiz, que “deveria se dizer suspeito por falta de isenção para julgar o assunto, muito menos sozinho”, já que discursara contra a nomeação de Lula em sessão anterior da Corte. Mas o que esperar de um magistrado cuja atuação lhe rendeu “o apelido de ‘líder da oposição’ no STF”?

 

STF VAI MANTER LIMINAR DE GILMAR MENDES CONTRA LULA?

A verdadeira parafernália de ações e decisões judiciais versando sobre a posse de Lula no Ministério de Dilma Rousseff escancara a fragilidade da Justiça, lançando sobre ela uma série de dúvidas e suspeições.
A nomeação de Lula da Silva para exercer a função de Ministro do Governo configurou um escândalo sem precedentes na política do Brasil, uma vez que ficou comprovado que a intenção única foi a de livrar Lula das malhas da Justiça no juízo de primeiro grau de jurisdição que já estava acelerada no seu encalço, o da Justiça Federal de Curitiba ,no processo da “Lava Jato”, também identificado como o “Mãos Limpas” brasileiro.
O artigo que escrevi em 16.3, sob o título “A DELINQUÊNCIA DO GOVERNO DILMA ROUSSEFF”, publicado poucas horas antes do grampo da conversa telefônica comprometedora entre Dilma e Lula, ocorrido no mesmo dia às 13h32min , foi reforçado e comprovado em face dessa gravação. Não há mais a menor dúvida de que o ato de nomeação de Lula foi um ato NULO de pleno direito, reconhecido por Gilmar Mendes, por eivado de evidentes ilícitos ,com força bastante para anulação de atos jurídicos, quando e se presentes, como foi o caso desse fraudulento ato administrativo de nomeação de Lula.
Dentre as dezenas de ações judiciais versando sobre esse tema que foram promovidas pelo país inteiro, inclusive no Supremo, uma delas foi distribuída ao Ministro Gilmar, que acabou acatando o pedido de liminar do autor da ação, suspendendo provisoriamente os efeitos da nomeação de Lula, até que o Pleno do STF aprecie a matéria, por consequência determinando o retorno à Primeira Instância , sob responsabilidade do Juiz Federal Sérgio Moro, de Curitiba, o regular processamento da “Lava Jato”, pertinente ao suspeito Lula.
Ora, qualquer observador mais atento poderá enxergar que o despacho liminar proferido pelo Ministro Gilmar não demonstrou muita convicção de que a sua decisão provisória seria mantida pelo Pleno do STF, composto pela totalidade dos 11 Ministros. Com certeza o Ministro conhece bem o terreno onde está pisando.
Antes de prosseguir, duas questões devem ser previamente avaliadas:
(1) A primeira seria saber se os Poderes Constitucionais do Estado Brasileiro (Executivo, Legislativo e Judiciário) são , ou não, de fato ,INDEPENDENTES,EQUILIBRADOS e HARMÔNICOS, conforme Montesquieu ensinou, ou se essas regras constitucionais seriam para meros efeitos decorativos da Carta Maior. Mas independentemente dessa avaliação, o certo é que dos Poderes do Estado, o menos independente de todos parece ser o Judiciário, pelo simples fato da sua Instância Máxima, o Supremo Tribunal Federal-STF, ter toda sua composição escolhida pelo Chefe do Poder Executivo , o Presidente da República, o que já implicaria numa segunda questão a ser verificada mais de perto.
(2) Tornou-se bastante comum nos mundos jurídico e político as discussões que buscam desvendar se o Supremo Tribunal Federal seria um tribunal mais JURÍDICO ou mais POLÍTICO, e em que dimensão. Mas independentemente dessa avaliação, o certo é que essas duas características estão presentes no tribunal, que tem invariavelmente a última palavra nas demandas submetidas aos juízes e tribunais do Brasil, desde que ela chegue à suja apreciação final. Essa predominância do Supremo sobre toda a estrutura judiciária brasileira, composta por milhares de juízes e centenas de tribunais, sem dúvida configura uma verdadeira DITADURA JUDICIAL, muito afastada de qualquer princípio democrático, onde a palavra de poucos vale muito mais que a de muitos, e que o critério de escolha desses “poucos” tem a sua legitimidade colocada sob suspeição. Essa situação torna-se de alto risco quando sabidamente os ministros dos Tribunais Superiores, inclusive do STF , são da livre escolha do Presidente da República, igual ao preenchimento do cargo de ministro de governo ou Cargo em Comissão-CC, na Administração Pública, o que nunca acontece “lá embaixo”, onde os juízes ingressam na Justiça mediante concurso público, provavelmente residindo aí as suas maiores independências que nos tribunais. Ora, esse critério não pode gerar a independência dos poderes, nas relações especificamente dos Poderes Executivo e Judiciário, criando necessariamente um vínculo de dependência, ou “gratidão”, do poder “nomeado” (Ministro do STF) com o poder “nomeante”(Presidente da República). Tudo isso significa, em suma, que a única Justiça ainda confiável no Brasil é aquela protagonizada pelos Juízes de Direito . Nos tribunais federais e estaduais, a “coisa” já é diferente, pois em todos eles existem intromissões de chefes de poder executivo nas suas composições. Mas a “coisa” funciona igual internamente dentro do próprio Poder Judiciário. Agora mesmo acaba de acontecer escandaloso nepotismo, com uma filha do Ministro Fux, do STF, de apenas 36 anos, sendo nomeada para o TRF no Rio de Janeiro. E assim a “cosita” anda.
A composição do Supremo Tribunal Federal-STF ,constituída por 11 Ministros, cada um dos quais nomeado pelo respectivo Presidente da República da época da escolha, tem uma configuração que necessariamente tem o poder de tirar qualquer esperança de que a liminar do Ministro Gilmar Mendes, suspendendo a posse de Lula no Ministério de Dilma, pudesse ser confirmada na reunião que brevemente terá o Pleno desse tribunal , para julgar em definitivo a respectiva ação.
Em matéria de direito, ”levar para cá ou para lá” a conclusão jurídica de qualquer assunto é só uma questão de “ajuste”, igual às obras artesanais com massa de modelar. Assim procedem alguns jurisconsultos a quem são encomendados “pareceres jurídicos”, que podem ser em qualquer sentido, desde que remunerados a contento. Os juízes também têm essa mesma “capacidade”, de manipular a inteligência em qualquer sentido. Portanto os jurisconsultos e os juízes, como também qualquer outro operador do direito, sempre encontrarão no mundo jurídico suportes para as conclusões “buscadas”. É por isso que inclusive o Direito pode ser uma arma perigosa quando operado maliciosamente com segundas intenções. Desse modo, quando um parecer ou uma decisão judicial tiverem por base a verdade ,eles poderão ser representados por um SILOGISMO, e quando a inverdade preponderar, o raciocínio melhor será representado por um SOFISMA, onde alguma das premissas do falso silogismo jurídico estará viciada. Na prática, portanto, o direito funciona como a massa de modelagem, bem diferente da sua teoria.
É aí, certamente, que o aspecto POLÍTICO das decisões do Supremo terá uma predominância extraordinária. Os “réus” verdadeiros nessa questão são a Presidente Dilma, e o ex-Presidente Lula, um que nomeou, e o outro que foi nomeado ministro de governo. Mas são justamente esses dois “réus” os protagonistas da nomeação , de nada mais, nada menos, que 8 (oito) desses Ministros do STF, do total de 11 (3 por Lula e 5 por Dilma),da atual composição do Supremo. Com o agravante do “reforço” do Ministro Marco Aurélio (cuja nomeação foi de Collor), mas que publicamente já se manifestou contrariamente ao Juiz Sérgio Moro, na condução da “Lava Jato”, referentemente ao eventual envolvimento do ex-Presidente Lula, e em vista dos comprometimentos políticos da maioria dos membros do STF ,com o “status quo” político reinante ,é evidente que só mesmo acontecendo um milagre essa situação poderia ser revertida, ou seja, acontecer um julgamento do Supremo CONTRA a “dupla” Lula/Dilma. (Só para completar a informação: dos restantes 2 Ministros,1 foi nomeado por FHC (Gilmar Mendes) ,e o outro por José Sarney (Celso de Mello). Para mim o resultado final será 9 a favor e 2 contra a posse de Lula. Uma “goleada”. É questão de pura “matemática”.
O que talvez pudesse mudar essa tendência com indícios de quase certeza até agora seria o fato novo da bombástica e recente gravação por grampo da conversa telefônica de Lula com Dilma ,antes noticiada, onde “choveram” ofensas, de toda ordem, com palavras até de baixo calão, contra o próprio Supremo Tribunal Federal. Essa grotesca atitude “ex-presidencial” significa o mesmo que “virar-o-coxo-onde-comeu”, em relação ao tribunal que tanto foi tolerante com grande parte das suas irregularidades e falcatruas governamentais, talvez até pelo sentimento de “gratidão”.
Mas se o sentimento de gratidão dos Ministros do STF, com os seus respectivos padrinhos e madrinhas políticas, que “coincidentemente” são os dois “réus”, chegar ao ponto de suplantar o constrangimento provocado pelas ofensas que receberam, julgando a lide a favor da nomeação de Lula como Ministro de Dilma, descartando a flagrante nulidade que a cerca, já não seria mais somente um atentado contra o mais elementar princípio de justiça, porém uma demonstração pública de algo muito mais grave: a falta de vergonha na cara, considerando que essa é uma das piores deficiências de caráter no ser humano.
Em face das circunstâncias aqui expostas, pode-se afirmar sem medo de erro que o Supremo Tribunal federal está para o conjunto da Justiça Brasileira tanto quanto os Comandos Militares estão para as Forças Armadas como um todo. De comum entre um e outro está a total dependência das escolhas dos seus membros ficarem concentradas unicamente nas mãos do Presidente da República, direta ou indiretamente. Essa situação inescondível atenta grotescamente tanto contra o EQUILÍBRIO, quanto contra a INDEPENDÊNCIA que deveria haver entre os Três Poderes ,com escancarado predomínio de poder ao Executivo, característica essa mais presente numa TIRANIA do que numa DEMOCRACIA.
Parece então que alternativa remanescente que ainda teria o Brasil, dentro da legalidade, para impedir o prosseguimento e mesmo o agravamento do caos que já foi instalado na política e na economia , abalando profundamente a sua moral, seria o uso do mandamento previsto no art. 142 da Constituição, com a INTERVENÇÃO DO PODER INSTITUINTE E SOBERANO DO POVO, usando como instrumento as Forças Armadas, mesmo que com a contrariedade dos seus comandantes, nomeados pelo governo réu, com a finalidade única de recolocar rapidamente o país nos trilhos do Estado de Direito, hoje jogado “às moscas”, com o estabelecimento espúrio do Estado de (anti)Direito.

Sérgio Alves de Oliveira
Advogado e Sociólogo

 

Cinema

AIDS E ESQUECIMENTO

por Eron Duarte Fagundes

A história cultural de um país é feita de muitos esquecimentos. O cinema é um pouco a arte do retorno. É o que faz o documentarista Carlos Nader em A paixão de J.L. (2014): fazer retornar ao olhar do espectador, mesmo que este espectador não passe de alguns poucos interessados em descortinar um obscuro dentro do passado brasileiro, um artista nacional que teve seu prestígio no início dos anos 90 mas, colhido pela AIDS como muitos de sua geração em plena efervescência de si mesmo, não logrou completar uma trajetória que seduzisse a posteridade.
O artista: o cearense José Leonilson Bezerra Dias. Pintor, desenhista, escultor, instalador: se diria hoje, um multimídia da arte. Um artista, eis a gênese. Nasceu em 1957 e em 1961, em criança pois, migrou, como muitos nordestinos, com a família para São Paulo, a El Dorado de milhões de seres de recantos miseráveis no interior do país que faziam a rota (física e espiritual) dos sonhos duma vida digna. Homossexual que temia as reações da sociedade, especialmente da família, José Leonilson ainda caiu na roleta russa que lhe presenteou com a epidêmica AIDS.
Nader acompanha com uma paixão cinematográfica invulgar as evoluções da alma de Leonilson, entre sua arte e sua doença, entre a vida e a morte. Nader se vale de algo que o artista fez visando à composição de um livro que nunca saiu: Leonilson gravou seus depoimentos sob a forma de diário, o que vemos no filme é basicamente sua voz em muitas cenas. Ali Nader pesca tudo: as perplexidades criativas do homem, a paixão por algumas artes paralelas como o cinema, as dúvidas existenciais e morais, tudo travestido de rompantes que surgem como vagas num oceano quase indecifrável. O gosto de Leonilson por filme permite a Nader fazer muitas citações cinematográficas (como já fizera em Homem comum, 2014, referindo A palavra, 1955, do dinamarquês Carl Theodor Dreyer), inserindo com desenvoltura na narração imagens de alguns clássicos do cinema, do inglês Derek Jarman (Eduardo II, 1991), diretor que morreu de AIDS, ao alemão Wim Wenders (Paris Texas, 1984; Asas do desejo, 1987). As imagens do documentário de Nader contracenam com extrema continuidade com estas imagens inseridas.
Uma das imagens finais de A paixão de J.L. é a do derradeiro trabalho de José Leonilson, uma instalação para a Capela Morumbi, em São Paulo. Caracterizado como angustiado e dolorido, A paixão de J.L. é um pouco uma dor de dente na alma, para usar duma imagem trazida pelo cineasta sueco Ingmar Bergman a seres irremediavelmente tristes.

 

do mironneto.com

Procissão de Ramos abriu programação da Semana Santa

Cerca de 100 fiéis participaram da tradicional Procissão de Ramos na manhã de domingo (20) entre a Praça das Etnias e a Igreja São Pedro. Com uma temperatura de 19 graus e forte cerração, o cortejo contou com a participava de uma banda e de personagens que lembravam a crucificação de Jesus Cristo.
O cortejo parou na frente da igreja, onde o padre Celestino Franzen abençoou os ramos trazidos pelos fiéis. Durante a missa, foram reproduzidos os diálogos que levaram à crucificação de Jesus.

 

Palestra: Situação Previdenciária do RS - 22/03, 14h, na FEE

A Fundação de Economia e Estatística (FEE) tem a honra de convidá-lo(a) para a Palestra “Situação Previdenciária do Estado do Rio Grande do Sul”, com Darcy Carvalho dos Santos.

Confira os dados abaixo e participe!

Palestra: Situação Previdenciária do Estado do Rio Grande do Sul

Palestrante:Darcy Carvalho dos Santos (Vice-Presidente do CORECON-RS)

Mediação: Pedro Tonon Zuanazzi (Estatístico da FEE)

Data: 22 de março de 2016 (terça-feira)

Hora: 14:00

Local: Auditório da FEE (Rua Duque de Caxias, 1691, Centro/POA)

 

Expoagro Afubra espera movimentar R$ 48 milhões em negócios


O governador José Ivo Sartori participou, nesta segunda-feira (21), da solenidade de abertura da 16ª Expoagro Afubra 2016, realizada no Parque de Exposições Presidente Hainsi Gralow, no município de Rio Pardo. Foto: Karine Viana/Palácio Piratini

O governador José Ivo Sartori participou, nesta segunda-feira (21), da abertura da 16ª Expoagro Afubra 2016, realizada no Parque de Exposições Presidente Hainsi Gralow, no município de Rio Pardo. Promovida pela Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), a Expoagro busca incentivar a diversificação de culturas, valorizando a produção primária, associada à difusão tecnológica, fortalecer o agricultor e promover o desenvolvimento econômico do Rio Grande do Sul.

Nesta edição, a feira conta com mais de 400 expositores e deve reunir cerca de 84 mil visitantes. O volume de negócios é estimado em R$ 48 milhões, sendo R$ 547 mil somente no pavilhão da agroindústria familiar, que reunirá 146 produtores.

"Na Expoagro é possível ver o trabalho de pequenos produtores que, de sol a sol, contribuem para tirar o seu sustento da terra e levar alimentos para quem vive na cidade, sempre com muita qualidade", afirmou o governador que também falou que o evento é uma maneira de reconhecer a força de quem acredita no setor primário.

Expoagro Afubra espera movimentar R$ 48 milhões em negócios

Sartori também lembrou que durante os três dias de feira é possível a convivência com outros produtores e, acima de tudo, a troca de experiências, principalmente na agricultura familiar que "vem se se qualificando cada vez mais, graças ao trabalho e ao espírito de cooperação de todos", garantiu.

Apesar do momento de crise, o presidente da Afubra, Benício Albano Werner, disse que as expectativas para esta edição da feira são grandes. "Temos trabalhado em parceria com a Emater, sindicatos e secretárias da agricultura fazendo uma logística para que o nosso agricultor possa vir na Expoagro e levar algo novo para casa", pontuou.

O prefeito de Rio Pardo, Fernando Henrique Schwanke, falou que esta é uma feira voltada à diversificação das propriedades rurais que apresentam dinâmica econômica, social e cultural. "São dessas pequenas e grandes propriedades que se gera R$ 25 bilhões de faturamento no setor do tabaco, R$ 12,8 bilhões em impostos e 674 mil empregos", destacou.

Setores e atividades

Entre os serviços e atrações disponibilizados na Expoagro está a exposição de máquinas e equipamentos, lavouras demonstrativas, dinâmica de máquinas, dia do arroz, piscicultura, animais (ovinos, caprinos, gado de corte e de leite, aves), Seminário de Turismo Rural, Fórum de Diversificação, palestras técnicas, avicultura colonial, usina de Biodiesel, microdestilaria de álcool, quintais orgânicos, agroindústrias, espaço cultural, hortaliças, área florestal, entre outras.

No Pavilhão da Agricultura Familiar é possível encontrar diversos produtos, como os embutidos da Agroindústria Tigre, do município de Arroio do Tigre. " Faz mais de 10 anos que já estamos participando da Expoagro e para nós traz grandes negócios, divulgando nossos produtos em todo o estado. Traz um retorno muito grande", afirmou a proprietária Iracema Hermes Konzen.

Sobre a feira

A Expoagro Afubra tem como um dos patrocinadores o Banrisul e conta com o apoio da Emater/RS-Ascar, do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), e da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Rio Grande do Sul (Fetag-RS).

A feira segue até a quarta-feira (23), das 8h às 18h, com entrada gratuita,

Estiveram presentes o secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Tarcísio Minetto; o secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo; a presidente da Assembleia Legislativa, deputada Silvana Covatti; a senadora Ana Amélia Lemos; o representante da Câmara dos Deputados, deputado Heitor Schuch; o coordenador geral da Expoagro Afubra, Marco Antonio Dornelles.

 

Municipários temem redução salarial pelo efeito cascata

A Câmara Municipal de Porto Alegre recebeu, na tarde desta segunda-feira (21/3), no período destinado à Tribuna Popular, o Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa). Na oportunidade, os diretores do Simpa Alexandre Dias Abreu e Raul Giacobone pediram o apoio dos vereadores à manutenção das leis que corrigem o efeito cascata nas remunerações dos municipários e que estão sendo questionadas judicialmente pelo Ministério Público. Segundo os diretores, caso o Tribunal de Justiça do Estado derrube as leis aprovadas na Câmara Municipal, haverá um efeito cascata sobre os salários dos servidores públicos municipais que poderão significar perdas de até 30% sobre o valor dos vencimentos. Nesta terça-feira (22/3), às 18 horas, haverá o lançamento do Movimento em Defesa do Serviço e dos Servidores Públicos, a ser realizado no Plenário Otávio Rocha, da Câmara Municipal.
Alexandre Dias Abreu, que é diretor de Formação Sindical, destacou a importância de uma posição da Câmara de Porto Alegre referente ao tema. "A Câmara deve se posicionar em relação ao processo (que tramita na Justiça). Temos que nos unir em prol dos servidores e também do serviço público", disse. Abreu citou ainda que, como forma de protesto, os servidores ameaçam paralisar suas atividades na Capital. "Não gostaríamos de uma paralisação na cidade. Sabemos que o nosso trabalho é importante. Podemos resolver este processo de outra forma."
Segundo Raul Giacobone, diretor financeiro do Simpa, aproximadamente 25 mil famílias sairão prejudicadas caso haja a redução de 30% nos salários dos servidores. "São famílias que dependem dos municipários. Eu caracterizo esta redução dos salários como um simples capricho do Ministério Público. Este processo foi encaminhado e votado pelos vereadores. Necessitamos de uma posição da Casa sobre o assunto."

 

PMDB gaúcho reforça posição de independência do Governo Federal

Fotos: Juliane Pimentel

A Executiva Estadual do PMDB-RS, reunida na noite desta segunda-feira, 21 de março, na sede do Diretório Estadual, em Porto Alegre, reforçou sua posição de independência do Governo Federal. A exemplo da legenda em outros estados, o PMDB gaúcho endossou a decisão de devolução de todos os cargos ocupados por filiados na base governista.

Veja abaixo a íntegra da nota oficial:

A Executiva Estadual do PMDB-RS, reunida neste 21 de março de 2016, decidiu se posicionar pela independência do Governo Federal, apoiando a moção da Convenção Nacional que propôs o afastamento e a devolução de todos os cargos ocupados por filiados do PMDB.

Entendemos que o PMDB-RS contribui assim para decisão do Diretório Nacional a ser tomada no dia 29 de março.

O PMDB não deve se furtar a debater e apoiar as medidas necessárias para retomar o desenvolvimento nacional mesmo sem qualquer atrelamento a um governo que nunca o considerou nas decisões tomadas até agora.

Executiva Estadual PMDB-RS

 

Feliz Páscoa!


21 de março de 2016

domingo de ramos

para um cristão como eu, hoje foi domingo de ramos....

 

so rindo

a top model de HORIZONTINA AGOR VEM DE MORO PRA CIMA DE NOIS. MAS QU EMORAL TEM ELA. SE TUDO O QUE GANHA LEVA PROS STATES????

agora apareceu um pai de santo vigarista aí ....

nappercam tempo vendo NO FIM VAI DAR TUDO CERTO....NÃO TEM NADA ALI.

protesto a favor do PT NO CENTRO NA 6 FEIRA

 

LULA LIDER SINDICAL....

OS MARQUETEIROS TENTARAM ENFEITAR O HOMI, MAS ESTA SEMANA ELE MOSTROU QUEM É MESMO. E AQUI NÃO TEM CRITICA NENHUMA.ELE É ASSIM E PRONTO.

 

RUY CASTRO

COM TODO O RESPEITO, QUEM É ELE PRA VIR FALAR MAL DO LULA.....

SE O LULA É CACHACEIRO, ELE É VODQUEIRO. COMEÇAVA DE MANHÃ. AINDA BEM QUE SE LIVROU. TA AÍ O LIVRO DA MULHER DELE PRA CONTAR ISTO.

 

MISTER PEE

nunc tiinha ouvido falar dele. mas uma noite botei na FARROUPILHA OUTROA RADIO MARCA DIABO E LÁ TAVA ELE COM UM PAPO QUE GOSTEI. PARECIA UM LOUCÃO DO TEMPO DA IPANEMA. DEPOIS FICO OUVINDO. SÓ TOCA MUISICA BOA. ROCK,STONES, E AFINS. OUÇAM VAMOS DAR FORÇA AO GAJO.

 

Rádios

Po laurinho. ' fresteando as coxas da coleguinha ...nada mal, nada mal(olides)

Enviada: Sexta-feira, 18 de Março de 2016 10:20

Prez. Olides:
1 - Praticamente ñ escuto mais rádio! Depois q inventaram os "players" de MP3, deu para a bola do rádio. Afora é só música.
2 - Ouvia a Gaúcha nas caminhadas ou na esteira da academia. Mas ñ aguentava muito tempo. Isso no tempo em q o Quadros era estrela por lá. Mas ele e o Macedo, q vinha depois, acabavam me dando nos nervos. O programa do Lauro poderia ser bom, como todo o programa de entrevistas pode ser, desde q sejam bem escolhidos os debatedores (e no caso até eram). O problema é q o Lauro estragava tudo com intervenções impertinentes. Qdo o cara tava falando alguma coisa interessante, ele interrompia. Ñ sei se por ego ou pq eles, os radialistas, tem a mania de que longos monólogos afugentam o ouvinte. Pena que o que substituiu o programa do Lauro ñ segue o mesmo sistema de debates, pelo q conferi com a Rosinha da Venâncio (q ouve bastante rádio). Já o Macedo é o papai-sabe-tudo, nem deixa os repórteres falar. Tem opinião sobre tudo. Acabei desistindo total da Gaúcha. Às x ligo para ouvir a transmisão de jogo do Grêmio.
3 - Qdo vou para a praia, nos sábado de manhãs, por hábito, ligo na Gaúcha, q é a q se escuta mais longe. Programa do Wianey. Mas está cada x pior. Melhor passar para o Vinogron, na Guaíba, no mesmo horário, q tem bons entrevistados. Mas é outro q tem mania de interromper antes deles concluirem o pensamento. Também me dá nervos o Vinogron. Mas essa mania de interromper os entrevistados, ñ é exclusividade dos mencionados. É uma praga generalizada nas rádios e TVs daqui.
4 - Sim, o pessoal da Gaúcha, assim como toda a RBS/Globo vive em estado de frenesi histérico permanente, tu tem razão. O pessoal da Gaíba é + calmo. A turma da Casa de Caldas por "tradição" sempre foi + lenta.
5 - Curiosidade: dia destes, estava com o carro parado na Ipiranga, na sinaleira em frente ao Ecoposto do Bandeira. Como a sinaleira é demorada, pude contemplar a subida de uma coleguinha, ñ se se da rádio ou da ZH, pela escadaria do prédio da RBS. Me passou a nítida impresssão de uma Maria Antonieta subindo para o cadafalso, tinha um nítido ar de tristeza, de desalento, de cansaço já antes de tudo começar... No nosso tempo ñ era assim. (by Laurinho da Venâncio)

 

CINEMA DA URGS EM PLENO FUNCIONAMENTO NESTE MARÇO

 

Grêmio

Fotos: Carlos Rodrigues

300livros foram vendidos do koff no dia 14 no olimpico. valor de cpa 48,00

 

elogios

De: letier12
Enviada: Sexta-feira, 18 de Março de 2016 10:06

Hoje tá de fundamento o blog, com as capas dos principais jornais.

Letier Vivian
São Borja/RS

 

Esbórnia total

lauro maravilhoso teu trabalho. acho que tu nunca deixou de ser repórter. mas eu tb axo que é coisa do temporal,sim(olides\)

Enviada: Sexta-feira, 18 de Março de 2016 17:30

ESBÓRNIA TOTAL - Mais que mazela urbana, é uma esbórnia escandalosa o q se vê nos postes da Borges, ao longo da última quadra antes da Ipiranga (sentido bairro). E ñ é por causa da tempestade de 29/01. A zorra por ali vem de há muito tempo. É um dos lugares atuslmente + movimentados da cidade, perto de um shopping e do novo Fórum. Ñ é no Beco do Resbalo. (Laurinho da Venâncio)

 

Esquina Democrática não aceita a Rede Globo



Estive na manifestação de apoio ao Lula e a Dilma. As fotos que bati mostram gente de todas idades, classes e cor.
Muita juventude e muita alegria. Só aparece mau humor quando cantam as frases de ordem contra a Rede Globo. Daí os olhinhos do pessoal faísca de ódio.
Tinham diversos sindicatos, vi vários advogados e as professoras também estavam lá. Com esta turma reunida NÃO VAI TER GOLPE!



Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

PARA PENSAR UM POUCO

Antes da descoberta do Pré-Sal o governo e o país estavam as mil maravilhas. Agora pense comigo, quem sempre ataca os países produtores de petróleo, quem é o país inimigo da Rússia e da Venezuela, quem bombardeou o Iraque e o Afeganistão, quem desestabilizou o Oriente Médio, quem reduziu os preços do petróleo? Agora pense, em qual país o juiz Moro andou fazendo cursos, com a ajuda de quem a filha do Serra ficou rica? Pense também qual partido aqui no Brasil ataca a Venezuela, a Rússia e os países árabes. Está dando para entender agora porque estão desestabilizando o Brasil. Não estou acusando ninguém, só pedindo para somarem dois mais dois.

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Financiamento do Golpe

Em áudio de conversa vazado na internet, o deputado Paulinho da Força (SD-SP), um dos maiores defensores do impeachment da presidente Dilma Rousseff, explica como será a campanha para financiar o golpe. Um dos financiadores é um sindicato patronal de Caxias.

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Charge do Latuff

Esta charge do Latuff mostra bem nossa mídia golpista.



Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Quanta bobagem

A rádio gaudéria de Poa, com sua programação "talk radio," deixa um monte de despreparados falando bobagens e torcendo pelo Cunha apurar o processo de impeachment golpista. A aposta de uma comentarista é de que tudo na Câmara dure 45 dias e que com certeza a oposição tem votos suficientes para encaminhar o processo para o Senado. Na realidade vai ficar aí atrasando a nação em até 2 anos. O mandato da Dilma termina antes de acontecer qualquer coisa.A moça também parece não saber que a maioria destes opositores responde a processos e além disso vendem seus votos por qualquer carguinho.

A volta da Luta de Classes
Li num jornal da Capital por estes anos que a Luta de Classes tinha terminado. Não é que agora o Sindicato Patronal de Caxias resolve fazer um apedido num jornal golpista aqui da capital a favor do impeachment da Dilma. Os sindicatos dos trabalhadores já estão ouriçados. E quando empresários apoiam alguma causa, verte dinheiro. Quanto será que o Cunha está levando nesta?

Boatos
Os boatos de que a empresa, aquela que teve que se desfazer de grande parte de seu patrimônio em outro estado, está a disposição também por aqui.
O problema parece ser de contabilidade, entra menos do que sai. Duas questões são cruciais a crise imobiliaria e a publicidade que foge cada vez mais para a internet e pontos de venda. Dólar acima de 3,50 reais só piora.

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

do Comunique-se

Imprensa ou propaganda?

por Emerson Gonçalves (*)

Quinhentos mil manifestantes na Paulista segundo o Datafolha. Também de acordo com o instituto, foi a maior manifestação política de nossa história. Pessoalmente, acredito que o número real foi superior a esse. Quanto? Não sei. Às 10 da manhã já tinha gente. Às 6 da tarde ainda tinha gente. Nos momentos de pico pôde-se calcular o total de presentes na Avenida entre 300.000 e 350.000. Os números todos são muito bonitos - 500.000, 1 milhão, 1 milhão e quatrocentos mil... Ou 1.480.000 manifestantes, segundo o Movimento Brasil Livre, número obtido pela contagem dos IPs de celulares na região, feita por uma empresa israelense. Esse número é bem próximo do que foi estimado pela Polícia Militar paulista.

Qualquer um deles não tira um pingo de verdade ou significado do que vimos ontem em todo o Brasil. Centralizar a discussão em torno dos números, todavia, é empobrecer o próprio evento. O Datafolha tem um ponto a seu favor: usa a mesma metodologia há décadas, de forma consistente, tanto para visitas papais como para atos políticos. Seus números podem ser questionados, é mais do que claro, mas entre questionar esses números e questionar o instituto e o jornal há uma grande distância.

É preocupante, em minha visão, o acirramento de ânimos contra o instituto e contra o jornal ao qual está ligado. É preocupante ver os ataques feitos à imprensa. Nessa mesma semana, vimos a patética, tosca e absurda tentativa do ex-presidente Lula em exigir da Globo e do ‘Jornal Nacional’ um “direito de resposta”, baseado naquela lei malandrinha aprovada recentemente, a pretensas e falsas ofensas de que teria sido vítima. A resposta da emissora, lida pelos apresentadores do ‘Jornal Nacional’ na noite de sábado, 12, foi perfeita e foi uma lição múltipla, tanto de jornalismo como de correção política e informativa. Essa tentativa irracional e as consequentes críticas à emissora, porém, foram mais um sinal para a militância do partido por toda parte engrossar os ataques costumeiros à Globo, à Folha, ao Estadão, à imprensa de um modo geral.

Elege-se a imprensa como o bicho-papão preferencial, tirando o foco dos verdadeiros bichos-papões. Na verdade, cada um quer a sua própria e confiável imprensa. Que só fale mal dos adversários e que só fale bem de seu lado, de seus amigos, de suas ideias e ações. Uma imprensa para cada gosto. O único senão é que isso jamais será imprensa, como já vimos no decorrer da história. O nome certo é “departamento de divulgação e propaganda”.

(*) Profissional que se define como “pequeno produtor de vídeo na cidade grande” e de “escritos diversos”. Editor dos blogs ‘Olhar Crônico Esportivo’, mantido pelo Globoesporte.com, e do ‘Um Olhar Crônico’, disponível no Blogspot.

 

A DELINQUÊNCIA DO GOVERNO DILMA ROUSSEFF

As provocações do Governo Dilma contra a sociedade civil brasileira e a decência na política passaram de quaisquer limites. O clímax dessas provocações aconteceu hoje (16.03.2016),mediante a nomeação do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva como Ministro do Governo, da Casa Civil, com o objetivo único de conceder-lhe “foro por prerrogativa de função”, também conhecido como “foro privilegiado”, junto ao Supremo Tribunal Federal-STF, hoje infestado por Ministros que na sua maioria foram escolhidos pela “dupla” Lula e Dilma, e que compactuam com quase todas as grandes indecências governamentais, só contrariando aqueles interesses em questões de somenos, pouca relevância, com a finalidade única de disfarçar essa “parceria” que se tornou escancarada aos olhos de todo o povo brasileiro.

E vou até trocar o meu nome se antes dessa atitude do Governo não teria acontecido uma espécie de “consulta” informal ao STF, com a finalidade de obter desse tribunal uma “carta branca” para expedição do respectivo ato administrativo de nomeação de Lula. O Governo não ousaria a tal ponto e não se arriscaria se não tivesse essa cobertura e aval do Supremo, instância originária da Presidência da Republica em qualquer demanda judicial em que esteja envolvida.

Esse golpe “jurídico” do Governo, nomeando Lula ministro, foi sem dúvida um atentado contra a Organização da Justiça Brasileira, tentando retirar do juiz natural do caso, o Dr. Sérgio Moro, da Justiça Federal de Curitiba, a competência para prosseguir na persecução criminal contra o ex-Presidente, um dos protagonistas possivelmente envolvidos na “Operação Lava Jato”, dando-lhe foro privilegiado no STF, com o único objetivo de favorecê-lo, assim escapando do “cerco” de Curitiba, de onde ele dificilmente escaparia. Esse objetivo único hoje é do domínio público, dispensando qualquer outra prova. Dita artimanha governamental, retirando das mãos de Moro a competência para continuar tratando do eventual envolvimento de Lula nas falcatruas ocorridas nos dois governos, dele próprio, e de Dilma, tem que ser travada, por bem ,ou por mal. O uso de alternativa para obstaculizar esse ilícito pretendido pelo Governo tem pleno amparo na lei ,na doutrina e na jurisprudência do próprio Supremo. Essa medida não afetaria a nomeação de Lula, propriamente dita, da exclusiva competência da Presidente da República, porém teria força para não deslocar o foro competente de Curitiba para o Supremo, que certamente teria sido o objetivo central da nomeação do Sr.Lula para o Ministério. Portanto a nulidade do ato desse ato de nomeação seria tão somente PARCIAL, impedindo o escandoloso deslocamento de foro pretendido.

A tese da NULIDADE dessa nomeação foi recentemente - e com brilhantismo- defendida por renomados juristas, dentre os quais Vladimir Passos de Freitas, Desembargador aposentado do TRF da 4ª Região, Mestre e Doutor em Direito, no artigo “Nomeação para dar foro privilegiado a réu é ato administrativo nulo” (CONJUR 13.03.16),onde ele se apega ao argumento de que a nulidade dessa nomeação provém do seu DESVIO DE FINALIDADE, arrematando com a invocação da Lei da Ação Popular, Nº 4.717/65,cujo artigo 1º preceitua ser “nulo o ato administrativo praticado com desvio de finalidade”, e no artigo 2º,parágrafo único, alínea “e”, explicitando que “e) o desvio de finalidade se verifica quando o agente pratica o ato visando a fim diverso daquele previsto, explícita ou implicitamente, na regra de competência”. Sem dúvida esse dispositivo da Lei da Ação Popular se ajusta como uma “luva” ao caso da nomeação “ilícita” de Lula, acarretando a sua nulidade plena.

A tese de nulidade dessa questionada nomeação é reforçada em outro artigo, escrito por Leonardo Sarmento, Professor Constitucionalista (Jusbrasil,14.03.2016),também invocando o DESVIO DE FINALIDADE do ato de nomeação, que acarretaria a sua NULIDADE.

Outro “peso pesado” que intervém nesse assunto é Marcelo Rodrigues da Silva, LL.M em Direito Civil pela Universidade de São Paulo ,no artigo “Nomeação de Lula para Ministro seria nula por desvio de finalidade (ou desvio de poder?)”. O autor também conclui pelo DESVIO DE FINALIDADE da nomeação, concluindo que :“Em suma, continuaria sendo da competência do juízo em que atua Sérgio Moro, o processo e julgamento do ex-Presidente Lula. Ou seja, tornando-se Lula Ministro, não haveria deslocamento da competência para o Supremo Tribunal Federal ,isso em razão do entendimento do próprio Supremo acima colacionado”. Não caberia aqui nesse reduzido espaço comentar inúmeros outros pronunciamentos, no mesmo sentido, de não menos brilhantes juristas e operadores do direito.

Mas tenho uma visão um pouco diferente dos meus ilustres colegas, não no sentido de divergir da conclusão a que chegaram, com a qual concordo inteiramente, todavia trazendo à baila mais um item legal para a fundamentação apresentada, mais um suporte ,que considero “mortal”, para chegar-se à mesma conclusão, ou seja, que a nomeação de Lula para o cargo de Ministro do Governo é ato NULO , e não simplesmente anulável, hipótese essa que acarretaria a indispensabilidade de pronunciamento judicial nesse sentido, para que a nulidade fosse decretada.

O diploma legal que define o “negócio jurídico” é o Código Civil Brasileiro, independente de sua configuração em leis especiais, como a Lei da Ação Popular, aplicando-se a todos os ramos do direito, sem distinção. Tratando da NULIDADE dos negócios jurídicos, dispõe o artigo 166 do Código Civil : “É Nulo o negócio jurídico quando: I).....; II) for ILÍCITO....o seu objeto; III) o motivo determinante comum a ambas as partes, for ILÍCITO”.

Trocando em miúdos, o ilícito tem força para anular os atos ou negócios jurídicos. Não é só a “ilegalidade”, portanto, que tem essa força. E qual é a definição do ILÍCITO ? Pode ser resumido como o substantivo/adjetivo que se refere ao que não é permitido em lei, na ÉTICA ou MORAL. Etimologicamente, ”ilícito” se origina do latim, ”illicitus”, definindo o que é ilegal, proibido ou moralmente errado.

Ora, apesar de não se enquadrarem na categoria de ILEGAIS, tanto o DESVIO DE FINALIDADE, quanto a OBSTRUÇÃO DA JUSTIÇA ocorridas ,por não estarem tipificadas na lei, não impedem de concluir que a nomeação de Lula foi flagrantemente ILÍCITA, por infringir normas éticas/morais, também contaminadas irreversivelmente de NULIDADE, por expressa disposição de lei, mais precisamente, do artigo 166,II e III do Código Civil, e também da Ação Popular. Bom é lembrar, entretanto, que a “obstrução da justiça”, além de ilícita, capaz de anular atos jurídicos, está aguardando na “fila” da Câmara Federal, para sua inclusão e tipificação como crime, desde 2005. Mas se a obstrução da justiça ainda não é crime, nem por isso ela deixa de ser um ilícito ,capaz de acarretar a nulidade de qualquer ato jurídico ,onde e quando ele se apresente.

Resumidamente, tudo que é ilegal é também ato ilícito, mas nem todo o ato ilícito é ilegal. Significa dizer, então, que o ato jurídico pode ser ilícito e ilegal, tanto quanto ilícito e legal, porém imoral. E basta o “ilícito” moralmente para configurar a nulidade do ato jurídico. Essa distinção deve ser feita para melhor explicar a colocação que se empresta ao tema ora discutido. Poder-se-ia resumir a situação em debate montando um silogismo, a afim de que a lógica desse a sua contribuição para desvendar a questão jurídica ora em debate. Ele poderia ser assim construído:
“- Todo ato jurídico ilícito é ato nulo;
-Ora, a nomeação de Lula para ser Ministro de Dilma foi um ato jurídico ilícito;
-Logo, a nomeação de Lula como Ministro deve ser considerado ato nulo.”

A consequência dessa nulidade é que o Juízo natural de Curitiba nem deve tomar conhecimento dessa nomeação de Lula, já que ato nulo corresponde a ato inexistente, ineficaz, no mundo jurídico, prosseguindo na sua persecução criminal, que só poderia ser afastada mediante determinação judicial de Instância Superior, competente para apreciar eventual recurso dessa postura jurisdicional. É evidente que essa quase “rebeldia” de Moro, não tomando conhecimento dessa fraudulenta nomeação de Lula, não seria contra a Organização da Justiça que ele integra e respeita, porém contra o conluio de Lula, que aceitou, com a Presidente, que o nomeou, atropelando todas as regras da decência política e administrativa e da própria lei. Mas na verdade “eu pagaria para ver” onde poderia ser encontrada alguma fundamentação jurídica razoável para afastar Moro da competência de prosseguir na condução da “Operação Lava Jato”, relativamente ao ex-Presidente Lula. Poderiam até cavar, muito fundo,todavia para nada encontrar.

Sérgio Alves de Oliveira
Advogado-OAB/RS 5.348

 

do Espaço Vital

Pergunta instigante: se Lula for processado no STF, será julgado também pelos três ministros que ele nomeou?

* Perguntas instigantes

Se Lula for processado no STF, será julgado também pelos três ministros nomeados por ele? Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia e Dias Tóffoli se declarariam suspeitos ou impedidos?

E como agiriam os cinco (Luiz Fux, Rosa Weber, Teori Zavascki, Luis Roberto Barroso e Edison Fachin) que foram nomeados por Dilma?

Se o impedimento alcançar os oito mencionados, só restariam três no Supremo para o julgamento: Celso de Mello, Marco Aurélio Mello e Gilmar Mendes.

Os oito substitutos teriam que ser convocados do STJ, pelo critério de antiguidade. Mas disponíveis ainda assim, seriam, então, somente seis: Félix Fischer, Francisco Falcão, Laurita Vaz, Fátima Nancy Andrighi, Laurita Vaz e João Otávio Noronha – todos nomeados antes do primeiro governo Lula.

Os demais que seguem na antiguidade do STJ foram nomeados por Lula ou Dilma.

A pergunta que fica: de onde seriam convocados os dois ministros necessários para formar a composição completa que é de onze?

* O desconhecido Bessias

Na conversa telefônica divulgada na quarta-feira (16) entre Dilma e Lula, uma referência chamou a atenção: em um momento, Dilma informa que “BESSIAS” fora encarregado de entregar o termo de posse, a ser usado “em caso de necessidade”.

Segundo a ´rádio-corredor´da OAB Brasília, “Bessias” é o procurador da Fazenda Jorge Messias, atualmente na subchefia de assuntos jurídicos da Casa Civil.

* As duas mães

O CNJ vai publicar nos próximos dias a norma que muda critérios para a emissão de certidão de nascimento de crianças geradas por reprodução assistida.

Até agora, o documento da criança que nascia por barriga de aluguel continha apenas o nome da mãe biológica. Quem ficava com o bebê tinha que ingressar com ação judicial, para obter o direito de ter seu nome na certidão.

A partir da próxima semana, a criança poderá ser registrada, desde logo, em nome do par (hetero ou homoafetivo) que vai criar a criança.

* Travessia

A música ´Travessia´, composição de Milton Nascimento, passa a integrar a biografia de Lula.

É que tem um verso, que canta assim: “Minha casa não é minha, e nem é meu esse lugar”.

* Construção de pontes

Atenção, senhores grandes empreiteiros do Brasil: quando o palavrório verborrágico de Michel Temer prega que “é hora de construir pontes”, ele está falando metaforicamente.

Por cautela, não haverá concorrências, nem superfaturamentos.

* Das ´rádios-corredores´

• “Lula não ganhou um ministério, mas sim a tentativa de um salvo-conduto para não ser preso por Sérgio Moro”.
(Conselho Seccional da OAB-RS).

• “A trágica quarta-feira 16 não foi primeiro de abril. Mas flagrou Dilma Rousseff pregando uma mentira”.
(12º andar do TJRS, em Porto Alegre).

• “E se a Dilma resolver nomear como ministros da Justiça e da Fazenda, dois dos empresários que estão presos em Curitiba, como condenados da Lava Jato, para garantir-lhes também o foro privilegiado? Deus nos livre!”...
(Da rádio-corredor do CF-OAB, anteontem à noite, em Brasilia).

* Contrastes da vida

A quarta-feira 16 foi também o dia dos aniversários de duas lideranças petistas: Jacques Wagner e José Dirceu.

Um estava solto, lépido e faceiro, nos gabinetes do poder em Brasília. O outro, recluso, deprimido e inativo no cárcere em Curitiba.

* Salvando a pele

Ontem (17), cedo na manhã, o novel suposto ministro Lula embarcou num jatinho particular fretado – com nota fiscal e pagamento direitinho, pelo Instituto Lula – para ir de São Paulo a Brasília, a fim de tomar posse.

Nenhuma empreiteira participou da operação.

Mas por que será que Lula não embarcou num avião de carreira, onde – com custo menor - poderia epidermicamente aferir seu prestígio popular atual?.

* Língua torta

O deputado Silvio Costa (PTdoB-PE), vice-líder do governo na Câmara, deu entrevista, no dia 4 deste mês, à Rádio Jornal de Pernambuco. Falou sobre a Lava-Jato e garantiu que “não pegarão o Lula, porque ele não tem crime nenhum”.

E arrematou profético: “Aqui vai em primeira mão: se Lula achasse que iam pegar ele, logo virava ministro da Dilma”...

* Aumenta a espera pelo emprego

Um quinto dos brasileiros em busca de vaga para trabalhar estrá desempregado há mais de um ano.

E nas principais capitais do país – incluindo Porto Alegre – 3.424.000 pessoas não ganham sequer um salário mínimo, ou seja, recebem menos do que R$ 4 por hora trabalhada.

Economistas avaliam que a crise no mercado de trabalho vai piorar.

 

CRÔNICA DA CONTEMPORANEIDADE

As cafeterias, por séculos, foram redutos masculinos. Escrevi, tempos atrás, um conto ambientado no Café Aquário, de Pelotas. Uma pelotense q conheci durante viagem à Patagónia, qdo me encontrou na rua, aqui em Port'alegre, comentou q havia ficado encantada ao ler este conto, pois o Aquário, qdo menina em Pelotas, era para ela um mistério, um territorio proibido. Pois bem, agora, tudo mudou. Neste sábado passado, no Praia de Belas, fiquei esperando a Rosinha da Venâncio numa cafeteria, enqto ela fazia compras. Foi qdo me dei conta de q o estabelecimento estava lotado de mulheres. Depois q as cafeterias pasaram a oferecer doces e tortas, acabou + um bastião da masculinidade! (Laurinho da Venâncio)

 

FEPPS/IPB-Lacen implanta em tempo recorde diagnóstico de Zika

A Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde (FEPPS), através do Laboratório Central do Estado (IPB-Lacen), implantou em tempo recorde as análises de amostras de casos suspeitos de Zika vírus no Rio Grande do Sul. Visando atender às demandas de diagnóstico e monitoramento da Vigilância em Saúde com agilidade, em conjunto com a Secretaria Estadual da Saúde, o Lacen passa a disponibilizar em até 24h os resultados, sendo que já processou diversas amostras de casos clínicos suspeitos com o uso da metodologia RT-PCR (Reverse Transcription Polymerase Chain Reaction) nesta semana, com a liberação de resultados no Sistema Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL), com acesso via WEB, disponível 24 horas. Hoje pela manhã, foram divulgados esses resultados na Sala de Monitoramento da SES. Foram cinco casos confirmados, dois autóctones.

Até essa semana, de acordo com orientação do Ministério da Saúde, as amostras eram enviadas para a Fiocruz no Paraná, com um prazo prolongado para processamento e liberação, associado ao custeio da logística de transporte aéreo especializado. Somando a implantação do exame de Chikungunya realizado desde o dia 3 de março, o Estado está apto a realizar o diagnóstico e monitoramento de todas as doenças virais causadas pelo vetor Aedes aegipty.

Conforme o diretor do Lacen, Fernando Kappke, a partir deste momento, com a disponibilização dos exames de Dengue, Chikungunya e Zika, o Estado do Rio Grande do Sul passa a usufruir de melhores condições para otimizar diversas ações em Saúde Pública. “É importante que os municípios estejam atentos às diretrizes de coleta das amostras”, alertou. Ele explica que o avanço foi possível a partir da disponibilização dos insumos pela Coordenação Geral de Laboratórios de Saúde Pública CGLAB/SVS/MS. Foram validados os protocolos técnicos pela bióloga, Mestre em Genética e Biologia Molecular Doutora em Biologia Celular e Molecular Tatiana Schaffer Gregianini, tendo sido centrado e priorizado esforços para implantação imediata, garantindo celeridade e considerável redução no tempo de resposta, que em condições ideais atinge processamento em 24h, pela Seção de Virologia, coordenada pela farmacêutica-bioquímica Zenaida Marion Alves Nunes.

Estão à disposição de todos os municípios as diretrizes técnicas estabelecidas pelo Ministério da Saúde e Secretaria Estadual da Saúde (SES), sendo que no caso específico de laboratório, deve ser observada a NOTA TÉCNICA IPB-LACEN nº 01/2016 – Revisão 00, que trata das ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA DIAGNÓSTICO LABORATORIAL de DENGUE / CHIKUNGUNYA / ZIKA VIRUS.

 

Teatro UFRGS

Sala Qorpo Santo da UFRGS reabre em março com temporada do espetáculo “Santo Qorpo Ou O Louco da Província” e seminário “Qorpo Santo, 50 Anos no Palco”, ambos com entrada franca.
Sala Qorpo Santo da UFRGS reabre em março com temporada do espetáculo “Santo Qorpo Ou O Louco da Província” e seminário “Qorpo Santo, 50 Anos no Palco”, ambos com entrada franca.

Espetáculo "Santo Qorpo ou O Louco da Província", foto de Martino Piccinini

Evento: atividades de reabertura do Teatro Universitário – Sala Qorpo Santo

Espetáculo: “Santo Qorpo ou O Louco da Província”

Datas e horários das apresentações: de segunda a quinta, dias 14, 15, 16 e 17 e 21, 22, 23 e 24 de março de 2016, sempre às 20h

Local: Teatro Universitário - Sala Qorpo Santo (Rua Eng. Luiz Englert, s/n, Campus Central da UFRGS - ao lado do Cinema Universitário)

Ingresso: Entrada franca (com retirada de senhas na bilheteria a partir das 19h, uma hora antes de cada sessão)

 

da Folha Popular de Teutônia

 

Maroni se filia ao PR e lança pré-candidatura como prefeito

O vereador e protetor dos animais oficializou na manhã desta quinta, dia 17 de março, sua filiação ao Partido da República (PR). Com atuação intensa na causa animal, Maroni também aproveitou o ato para anunciar sua pré-candidatura a prefeito de Porto Alegre nas próximas eleições. Segundo ele, esse é um importante momento na política brasileira e acredita na mudança como fator chave para o pleito desse ano. “Meu objetivo é ter Porto Alegre como a primeira capital internacional dos animais”, explicou o vereador. Maroni, que também é professor de yoga, afirmou ainda que, caso seja eleito, não ficará com o salário de prefeito. “Vou dar aulas de yoga e o abrirei mão do meu salário para mostrar que política tem que ser por amor”, frisou.

 

Grande Expediente e Exposição marcarão 50 anos do PMDB

O Cinquentenário do MDB/PMDB será lembrado durante cerimônia no Grande Expediente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul na próxima terça-feira, 22 de março, às 14h. Após, o presidente da seção gaúcha, deputado Ibsen Pinheiro – proponente da sessão –, abrirá oficialmente exposição com o mesmo tema no Espaço dos Municípios.

A data de registro da fundação do PMDB é de 24 de março de 1966. Ao longo das cinco décadas, o partido se destacou pelo protagonismo na luta pela redemocratização do País através das bandeiras da Anistia, das Eleições Diretas e da Constituição Cidadã.

 

de Serafina

Participe do Juramento de Fidelidade à Pátria

O Prefeito Municipal e Presidente da Junta de Serviço Militar de Serafina Corrêa convida para a Cerimônia de JURAMENTO DE FIDELIDADE À PÁTRIA dos jovens dispensados da Classe de 1997, a realizar-se no dia 31 de Março, quinta-feira, às 10h, na Piazetta San Marco, Praça da Matriz. Na ocorrência de chuva, o local da Cerimônia será transferido para o Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin, no mesmo horário. Participe!

 

Feira do Peixe Vivo 2016

A Prefeitura de Serafina Corrêa, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, comunica que no dia 24 de Março, Quinta-feira Santa, a partir das 8h, haverá a Feira do Peixe Vivo, junto à Feira do Agricultor, ao lado da Prefeitura Municipal. Os interessados em comercializar peixes vivos nessa data, podem entrar em contato com a Secretaria de Meio Ambiente, no Centro Administrativo Amantino Lucindo Montanari. Mais informações: 3444 8122.

 

Gestão Democrática da Escola Pública

Nos dias 10 e 11 de Março, a Secretária Municipal de Educação, Professora Morgana Áurea Rech, e a Supervisora Educacional, Fabiana Valiatti Bordin, estiveram participando de uma Formação em Porto Alegre, na DPM (Delegação das Prefeituras Municipais), com a Professora e Advogada Dra. Patrícia Collat Bento Feijó. A Formação tratou da Gestão Democrática da Escola Pública, na qual não há neutralidade, pois as decisões, as escolhas, são tomadas a partir do envolvimento dos sujeitos que compõem o processo. A participação é um dos elementos indispensáveis para a organização e funcionamento da gestão democrática da escola. É através dessa participação e da colaboração de todos os agentes envolvidos, que se busca a concretização dos objetivos propostos. Para isso, conta-se com a contribuição efetiva dos ConselhosEscolares, Conselho Municipal de Educação e Conselhos de Classe. A ideia de uma Gestão Escolar participativa tem como objetivo a construção de um projeto de educação pública de qualidade social e
democrática.

Por: Fabiana Valiatti Bordin - Supervisora Educacional Prefeitura de Serafina Corrêa/RS.

 

Prefeito recebe novo Gerente do Bradesco

é o unico banco privado de serafina(olides)

Na manhã desta quinta-feira, 17 de Março, o Prefeito Ademir Antonio Presotto recebeu, em seu Gabinete, o novo Gerente do Bradesco de Serafina Corrêa, Antonio Cleo da Rolt. Participou da reunião o Secretário de Fazenda, Odeni Castro, sendo que foi um momento de apresentação para a nova gerência.

 

Parabéns a todos os Artesãos!

Na tarde desta sexta-feira, 18 de Março, o Prefeito Ademir Antonio Presotto recebeu, em seu Gabinete, a Presidente da Associação Amigos do Artesanato Linha Onze, Marlene Orso. Na oportunidade, o Chefe do Executivo parabenizou a Presidente, representando todos os artesãos serafinenses, pelo seu dia, comemorado em 19 de Março. Um momento de reconhecimento e valorização a esses profissionais que, com seu talento, encantam o mundo. Participou também da homenagem, a servidora Marines Bracht.


18 de março de 2016

COXINHAS EXIBIDOS

UMA COXINHA DE CAMISA AMARELA DAVA AGORA AS DICAS DE COMO SE ENCONTRAR NO PARCÃO PRUMA USUÁRIO DO NACIONAL. TÃOF AENDO SUCESSO AS CAMISAS AMARELAS. PEGARAM O SIMBOLO DO BRASIL PRUM GOLPE.

 

CHEIRO DE GOLPE???

UMA AMIGA DESTEBLOGEIRO LIGOU ONTEM DE SAO BORJA.

- AQUI TEM CHEIRO DE GOLPE. PARECE O 13 DE MARÇO DE 1964.

MAS É FILHA DE EXILADO.VOLTAM LAS TINIEBLAS, LAS TINIEBLAS.

JÁ CORREM RUMORES DE QUE ' O GRUPO QUE VAI ASSUMIR VAI INSTITUIR DE NOVO AS AREAS DE SEGURANÇA NACIONAL.

eu adorei os termos CHULOS NA CONVERSA ' REPUBLICANA' E O JAQUES WAGNER NÃO ME ENGONOU TEM CARA DE BAGACEIRA MESMO.

DEIZEMOS DE HIPOCRISIA

É A REPUBLICA DO PALAVRÃO. WAGNER, LULA,DILMA.

eu vi o pres da oab nacional, CLAUDIO LAMACHIA MEIO ASSUSTADO NA 4 NA FEDERASUL. COM TUDO O QUE ROLA POR AI

PEEMEDEBISTAS ENTREGAM O PODER.

SANDRO BOKA DEIXA UM CARGO NO GOV FEDERAL NO RS. BOM, ESTA É A PAIDA PRONTA.

outro que tá sempre4 nas BOKAS é o CAIO ROCHA, parente dofiol del zator. deixou aboquinha que tinha no governo....
so rindo mesmo.....

o barco começa a afundar e as ratazanas fogem.

ficou CLARO QUE TEMER CONSPIRA.

 

GUERRILHA

O MESMO GUERRILHEIRO QUE EM 1969ESCREVIA OS BIOHETES DEIXADOS PRA DITADURA SABER AS EXIGENCIAS PRA LIBERTAR O EMBAIXADOR NORTE AMERICADO ESCREVEU O DISCUSO DE POSSE DO LULA NO CASA CIVIL HJ DE MANHA

 

CLAQUE

que apluadia no planalto e que gritava foras a GLOBO me lembrou em 1974 a claque que gritava na teve nos discuros do JUAN VELASCO ALVARADO. NA EPOCA ERA ASSIM

- EL APARA E LA CIA SON UNA PORCARIA....
EXPLICO. APRA PARTIDO MAIS POPULAR DO PERU CONTRA OS MILITRES QUE TINHAM TOMADO O PODER E A CIA É A NORTEAMERICANA QUE DIZIAM TB SER CONTRA O SOCIALISMO MILICO PERUANO.

 

Uruguaiana

se sb estava as moscas ao meio dia, URUGUAIANA fez protesto no fim do dia. no centro. liderado pela neta de BATISTA LUZARDO.

nosso leitor FERNANDO ALVES ESTARÁ DE CUMPLEANOS NO DIA 19. UM QUEBRACOSTELAS PRA ELE.

 

Coleguinhas

a filha do PAULINHO FUMAÇA TEM UM BLOG MUITO BOM SOBRE COMIDA. E ELA TEM UM TEXTO LEVE, LEGAL DE LER. FOI O MELHOR TEXTO DOS QUE FORAM A FESTIPIZZA NO ANO PASSADO. DE LONGE. ELA DESCREVEU SERAFINA DE UMAMANEIRIA MUITO LEVE E ORIGINAL. ADOREI

FACO E GARFO é o nome do blog da edith auler.

 

prez laurinho

1. não ouço a gaúcha.

2. sou guaiba de manha, caiçara de noitee e farroupilha também de noite.

3. dom ouço a farroupilha

4. acho os guris da gáucha HISTERICOS. ELES ACHAM QUE O JORNALISMO COMEÇOU COM ELES. COMO O PT ACHAVA QUE A ETICA TINHA NASCIDO COM ELE. E OLHA NO QUE DEU. MEIA DUZIA DE BONS PALAVRÕES.

 

da Ufrgs

O ANTONIO LANCHES COM PINGODROMO.CARO E COM PINGODROMO.

 

ANITA PRESTES



DESDE QUE VI O VEIO PRESTES AO VIVO E A CORES DANDO UMA ENTREVISTA PRO FLÁVIO NA GAUCHA QUE NÃO OUVIA UMA AULA DE COLUNA PRESTES COMO OUVI NESTA 3 NA URGS DADA PELA ANITA PRESTES. ELA TINHA ACESSO AO VEIO.

*

ela criticou o fato do SENADO TER DEVOLVIDO O STATUS DE SENADOR PRO VEIO. ACHOU AQUILO PURA DEMAGOGIA. ELA NÃO FOI.

*

ELA NÃO SE DÁ COM A MADRASTA, A MARIA PRESTES NEM COM OS IRMÃOS FILHOS DA MARIA.

ANITA PRESTES DISSE NA PALESTRA QUE A INTENTONA É UMA PALAVRA DA REAÇÃO E QUE O OURO DE MOSCOU NUNCA CHEGOU. MAS WILLIAM WAACK PROVA NESTE LIVRO QUE EXISTIU SIM.

SEGUNDO ANITA PRESTES ESTE LIVRO É MAIS DE AVENTURA.

- O MARIGHELA ERA UM HOMEM SÉRIO, DISSE ELA.

E SEGUNDO ELA, POR ISTO O LIVRO VENDEU MUITO NA CLASSE MÉDIA.

- O MEU O GLOBO NEM DEU A NOTICIA.

ESTE TEVE MUITA PUBLICIDADE DA IMPRENSA, SENTENCIOU A COMUNISTA E FILHA DE PRESTES.;

nao falem pra anita leocadia prestes deste livro

' LIVRO DE INIMIGO' DISSE ELA.

estudants foram ouvir ANITA LEOCADIA PRESTES FALAR SOBRE SEU PAI.....o lider comunista LUIS CARLOS PRESTES NA FAC DE ECONOMIA NA 3 PASSADA.

ELIANE BRUM NUMA FOTO ATUAL.
NA ZH ERA UMA COLEGA MACAZUMBIA E ME LEMBRO DELA CHEIA DE PROBLEMAS. QUERIA ME VENDER UM CHAMPANHE QUE GANHARA PORQUE PRECISAVA DE GRANA. ACHO QUE FOI O AUGUSTO NUNES QUE A ' DESCOBRIU' PROFISSIONALMENTE.

eliane brum em 94 quando lançou o livro o avesso da lenda.o titulo é di ivo stigger.

 

A melhor do dia

Atenção gauchada não deixe a RBS enrolar vocês.
Esta pressão encima da Dilma, do Lula, né.
Isto é só para tirar o foco de que os
COLORADOS NÃO ESTÃO NA LIBERTADORES!

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Dia 18 para acabar com os fascistas

rekern cuidado com a republica de curitiba

De: rekern
Enviada: Quinta-feira, 17 de Março de 2016 09:40

Vai ser dia 18 as 17 horas
Esquina Democrática
Borges de Medeiros X Rua dos Andradas

Tem que falar a língua do povão, se não os coxinhas tomam conta.

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

de São Borja

capincho, o novo GEGE

De: letier12
Enviada: Quinta-feira, 17 de Março de 2016 10:32

Acho que vou fazer uma revolução como Getúlio.... de trem... chego em Brasília e tomo conta dessa bagaça

Letier Vivian
São Borja/RS

 

do Comunique-se

BRIZOLA TINHA HORROR DE CHARGISTA. TINHA MEDO. ME DISSE WILSON VARGAS DA SILVEIRA SEU COMPADRE(OLIDES)

Grampeado, Lula vai além das manchetes e protagoniza charges

Charge: Ilustração ou caricatura de caráter humorístico. Essa é a definição da palavra de acordo com o Dicionário Aurélio. Para a imprensa, o trabalho artístico é grande aliado na explicação de fatos sociais e políticos mais importantes do dia e, com as mudanças no país, não poderia ser diferente nesta quinta-feira, 17. Com isso, quem ganhou os traços dos chargistas foi o ex-presidente Lula, que ora é visto nos desenhos acompanhado de Dilma, ora do juiz Sérgio Moro.

Abaixo, alguns dos trabalhos veiculados pelos jornais brasileiros:

 

Jornais cravam que Dilma agiu para livrar Lula da prisão

Até o início da tarde de quarta-feira, 16, tudo indicava que a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro chefe da Casa Civil seria a grande manchete dos jornais nesta quinta-feira, 17, já que, como se esperava, a cerimônia de nomeação aconteceu nesta manhã. Porém, a divulgação de grampos telefônicos de conversas do petista com a presidente Dilma Rousseff acrescentou detalhes à apuração da pauta e alguns jornais mudaram o foco dos ganchos, chegando a cravar em suas capas que a ação teve como proposta livrar Lula da prisão.

Agora São Paulo, Correio da Bahia, Diário Catarinense, Diário de São Paulo, Estadão, Estado de Minas, Folha e O Globo foram os impressos que ligaram as escutas telefônicas à possível manobra para evitar a prisão do ex-presidente. Com chamada grifada em vermelho, o Agora afirma "Grampo revela que Dilma tentou evitar prisão de Lula". "Grampo mostra Dilma preocupada em evitar prisão", mostra o Correio da Bahia em parte de sua chamada de capa. Para o Diário de São Paulo, "Dilma dá ministério para Lula escapar de prisão".

Veja, abaixo, como esses veículos repercutiram o caso:

 

NOTA OFICIAL PMDB-RS

Existem 2 PMDBs. Um a favor, outro contra. é o teatrinho como dizia o senador que outrora usava cachimbo(olides)

O PMDB-RS lamenta a posse de um ministro de Estado vinculado ao partido em afrontoso desrespeito à decisão unânime de recente Convenção Nacional. Não é a hora de entrar nesse governo, é o momento de sair e preservar o papel condutor que o PMDB precisa desempenhar para superar a grave crise cujos responsáveis passam a engendrar caminhos que ameaçam o livre funcionamento das instituições.

O PMDB gaúcho sente-se à vontade para está manifestação, no cumprimento da histórica Convenção Regional de 2014, quando rejeitamos o modelo administrativo vigente e já visivelmente esgotado.

Ibsen Pinheiro - Presidente do PMDB-RS
Gabriel Souza - Secretário-geral do PMDB-RS

 

programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana

No próximo Sábado (dia 19/03/2016) as 10h15min no Espaço Itaú assistiremos ao filme "Tudo vai ficar bem" (Every Thing Will Be Fine - 2015). Certo dia o escritor Tomas (James Franco) briga com a sua namorada e decide dirigir sem rumo. Nervoso, perde o controle do carro, atropela e mata uma criança. Afetado pelo trágico acidente, ele não consegue mais ter uma vida tranquila.

No próximo Domingo (dia 20/03/2016) as 10h15min na Sala Paulo Amorim assistiremos ao filme "Que Viva Eisenstein! - 10 Dias que Abalaram o México" (Eisenstein in Guanajuato -2015). Depois de estabelecer sua reputação na União Soviética, o cineasta Sergei Eisenstein (Elmer Bäck) se muda para Guanajuato, no México, para dirigir o novo projeto "Que Viva México!". Chegando ao país, encanta-se com a nova cultura e passa a levar uma vida de excessos e de descobertas. Assim, as filmagens sofrem muitos atrasos e os custos do projeto aumentam, gerando conflitos com os produtores. Sem familiares ou amigos por perto, o inseguro Eisenstein torna-se cada vez mais próximo de seu guia local, o mexicano Palomino Cañedo (Luis Alberti), com quem inicia um relacionamento amoroso.

 

Palestra: Situação Previdenciária do RS - 22/03, 14h, na FEE

A Fundação de Economia e Estatística (FEE) tem a honra de convidá-lo(a) para a Palestra “Situação Previdenciária do Estado do Rio Grande do Sul”, com Darcy Carvalho dos Santos.

Palestra: Situação Previdenciária do Estado do Rio Grande do Sul

Palestrante:Darcy Carvalho dos Santos (Vice-Presidente do CORECON-RS)

Mediação: Pedro Tonon Zuanazzi (Estatístico da FEE)

Data: 22 de março de 2016 (terça-feira)

Hora: 14:00

Local: Auditório da FEE (Rua Duque de Caxias, 1691, Centro/POA)

As atividades são gratuitas, haverá emissão de certificado aos participantes e transmissão ao vivo através do Portal da FEE.

Acompanhe a cobertura no Twitter e acesse mais informações em nosso Facebook.

 

Prefeitura admite parcelar salários a partir de julho

tao botando o bode na sala(olides)

O secretário municipal da Fazenda de Porto Alegre, Jorge Luis Tonetto, admitiu, na sessão desta quinta-feira (17/3), que, a partir de julho ou agosto, a Prefeitura poderá parcelar o salário do funcionalismo público municipal. O secretário, que compareceu à Câmara Municipal de Porto Alegre, afirmou que o Executivo, como a grande maioria dos municípios do país, está sofrendo com a combinação de queda acentuada do PIB e disparada da inflação. "Uma queda de 3,8% no PIB é algo nunca visto na economia brasileira", disse. Ao avaliar a situação financeira de Porto Alegre, Tonetto observou que os municípios, "definitivamente", não têm culpa pela crise. "Estamos fazendo nosso dever, mas estamos sofrendo muito mais do que era previsto." Conforme o secretário, as contas públicas estão vivendo o pior dos mundos: queda na arrecadação por causa do encolhimento da atividade econômica e aumento da despesa resultante da inflação.

Tonetto disse que o Executivo está fazendo todos os esforços possíveis para manter as contas em equilíbrio. Na área de despesas, afirmou que as medidas a serem adotadas são o aprofundamento da qualificação da gestão, o aprimoramento da qualidade do gasto, a não-ampliação de serviços, a execução de obras apenas com linhas de crédito, a implementação de turno único de trabalho e, se necessário, o parcelamento do salário dos municipários. Para incrementar a receita, o secretário elencou as seguintes medidas: aprofundamento do aerolevantamento de imóveis; incremento na fiscalização do Simples nacional; automação do sistema Protesto; implementação do setorial do ISS para instituições financeiras; e venda de imóveis pertencentes ao município.

Vereadores

Sofia Cavedon (PT) questionou sobre o pagamento do reajuste e a publicação das promoções aos servidores municipais que estava previsto para março, como cumprimento do acordo para o fim da greve dos municipários.

Adeli Sell (PT) destacou a baixa na arrecadação. “Estamos vendo uma crescente informalidade na cidade, o que acaba tendo uma influência muito grande no final”, comentou.

Reginaldo Pujol (DEM) falou sobre o orçamento de 2016. "O que observamos é que algumas demandas reprimidas do Orçamento Participativo não foram executadas no ano passado e as previstas para este ano já enfrentam dificuldades. Precisamos criar um critério para os cortes no orçamento", ressaltou.

Fernanda Melchionna (PSOL) reclamou que os líderes partidários não foram comunicados previamente da vinda do secretário. “A cidade não ficou sabendo. Os municipários poderiam estar aqui presentes para debater e protestar”.

Clàudio Janta (SD) questionou os índices de correção dos contratos feitos pela Prefeitura com as empresas terceirizadas, como na área de capina e poda.
Dr. Thiago Duarte (PDT) perguntou sobre a contratualização com o Hospital Porto Alegre e o Parque Belém. “São dois hospitais estratégicos que precisam voltar a prestar o serviço que sempre prestaram.”

Também se manifestaram os vereadores Lourdes Sprenger (PMDB), Mendes Ribeiro (PMDB), Bernardino Vendruscolo (PROS) e Idenir Cecchim (PMDB), que agradeceram pela presença do secretário na Câmara.

 

de Serafina

Fotos de Serafina Corrêa

serairna no tempo da emancipação. 58,59 por ai.

 

Copa Integração Regional de Futsal 2016 – 7ª edição

Com a participação de representantes de 12 Municípios divididos em duas chaves com quatro categorias, exceto Nova Alvorada que não terá representante no Feminino, dia 17 de Abril terá início a Copa Integração Regional de Futsal 2016, em sua 7ª edição. Neste ano, Nova Araçá será o Município Sede, recebendo rodadas classificatórias e também as semifinais e finais da competição. Serafina Corrêa participará na chave A e terá como adversários: Nova Alvorada, Nova Araçá, Montauri, São Jorge e Santo Antônio do Palma. Representam Serafina Corrêa, neste ano, na categoria Sub-17 o ATLÉTICO JUNIORS, Feminino o HAGAH, Masculino a GAÚCHA e no Veteranos a XAVANTE SERP.


17 de março de 2016

ESSE É O CARA

AO INVES DO PARANÁ, LULLA FOI PRA BSB.....

 

OAB APROVA LULA NO MINISTÉRIO

O PRES DA OAB NACIONAL,CLAUDIO LAMACHIA, DISSE AGORA NA FEDERASUL QUE NÃO TEM NADA DE ILEGAL EM LULA SEER MINISTRO.

- Eu disse isto? me respondeu irritado quando lhe perguntei se havia algum impedimento legal em Lula ser ministro de dilma.

 

VAI FICAR TUDO COMO SEMPRE

é o que disse a prof ANITA LEOCADIA PRESTES AGORA DE NOITE NA FAC ECON DA URGS.

ela veio lançar um livro sobre o VELHO CAVALEIRO DA ESPERANÇA. UNICA FILHA DE OLGA BENÁRIO, É PROFESSORA DE HISTOIRA DA UFRJ.

sua tese é de que nem lula, nem dilma nem temer vão resolver a situação do povão. ficará tudo como sempre. as elites é que vão dar as cartas.

anita falou pra 300 pessoas num auditório apinhado de jovens.

 

Outono

o outono vem chegando. a oswaldo no pôr -do -sol ......

 

O SALSICHA

O DONO, ABRÃO DIZ QUE O BICHO O ACAMPANHA ATÉ NAS PESCARIAS NO LITORAL......

 

Aécio tá fudido

Documentos apreendidos em 2007, divulgados pela revista dos irmãos Marinho, acusam Norbert Muller fe abrir contas bancárias no LGT Bank, sediado no principado de Liechtenstein, para o coxinha Aécio Neves, presidente do PSDB; em uma das pastas encontradas na casa do doleiro constava uma etiquetada por “Bogart e Taylor”; era o nome escolhido por Inês Maria Neves Faria, mãe e sócia do senador mineiro, então presidente da Câmara dos Deputados, para batizar a fundação que, a partir de maio de 2001, administraria o dinheiro da conta secreta 0027.277 no LGT; a conta foi citada pelo Delcídio do Amaral, na delação homologada no STF, e está sendo investigada pela PGR na Lava Jato; Globo parece ter rifado de vez o senador Aécio.

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Moro grampeia STF

Acho que o juizinho do Paraná deu o passo maior que a perna, grampeou o Lula, a Dilma e o STF. Vai ser detonado aos pouquinhos como foi o Barbosa (alguém ainda se lembra quem era). Os ministros do Supremo estão até aqui comas peripécias do camisa preta. Grampeou também o advogado Lula,o que é crime.

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Quando o Crime Compensa

Se você é um empresário rico, que ganhou seus bilhões roubando do governo, o juiz Moro usa a Lava jato para limpar a ficha dos criminosos. Basta fazer uma delação de algum político que saem livres para gastar seus bilhões de dólares escondidos em paraísos fiscais.

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Nota de Repúdio JPMDBRS

qual a moral que o pmdb tem pra falar???(olides)

NOTA DE REPÚDIO

A Juventude do PMDB do Rio Grande do Sul reitera a posição de repúdio aos artifícios do Governo Federal para maquiar a crise política e econômica que vivemos. Bem como repete o pedido, já homologado pelo PMDB dos três estados da região sul do Brasil, para que o partido retire-se imediatamente de tal Governo.

Em sua última manobra, a presidenta Dilma Rousseff nomeou o ex-presidente Lula para a Casa Civil para lhe garantir foro privilegiado e assim resguardá-lo das investigações conduzidas pelo juiz Sergio Moro na Operação Lava-Jato. Esta atitude demonstra, claramente, que o PT está de costas para os cidadãos que vão às ruas reivindicar um novo Brasil. Ao mesmo tempo, este ato demonstra que Dilma abdicou do exercício da Presidência da República ao nomear o investigado Luís Inácio Lula da Silva em um cargo que, em analogia ao parlamentarismo, o configura quase como um Primeiro Ministro.

A JPMDB-RS entende que qualquer membro do partido que esteja ocupando cargo no Governo Federal deve pedir sua exoneração imediatamente. A nossa Juventude quer estar ao lado do povo, das boas lutas, e não ao lado da corrupção.

Queremos o nosso PMDB fora deste governo. Queremos construir um novo Brasil, livre da corrupção.

Porto Alegre, 16 de março de 2016.

Beto Fantinel

Presidente da Executiva Estadual JPMDB-RS

 

Fotos Sergio Ross e Brizola

o TITULAR DO ESPAÇO VITAL FUROU A ELE MESMO

MEMORIAS DO SAUDOSO SERGINHO ROSS....

De: sergiovross
Enviada: Terça-feira, 14 de Julho de 2009 11:11

Olides -Segue aqui as duas fotos do Brizola.A preto e branco foi feita em Capão da Canoa,em frente a casa que ele morava.O homem na época governador doEstado,saia todas a manhas bem cedo de Capão num Cesna pilotado pelo Euclides Caleffi (modestia a parte, de Bento Gonçalves). E retornava, pouco depois do meio dia.Aí eu da Ultima Hora e o Marcos Bierfild da Folha,nos divertiamos até à noite entrevistando o homem e tomando chimarrão com ele.Por falar em Marcos Bierfild,posso te garantir que ele é cara de mais bom carater que eu conheci.E olha que eu já conheci muito coleguinha,por este mundo. Sá para teres uma ideia,eu me apaixonei por uma ´´veranista´´ em Capão e num fim de semana,me mandei para Pôrto Alegre.Aí pedi para o Marquinhos quebrar o galho para mim.Na segunda feira,quando cheguei na Rodoviaria,para retornar à praia,comprei uma Ultima Hora e para surpresa minha,na capa do jornal,uma foto enorme de um cara com uma faca espetada nos peitos.Li e ,e vi que era era um belo crime ocorrido em Capão no final de semana.Voltei para a banca e comprei uma Folha,que naõ tinha um linha sobre o assunto .Quando cheguei em Capão fui i logo procurar o Marquinhos que estava chateado por ter sido furado por ele mesmo.Aí me contou que o envelope que ele mandara para o jornal,com muito mais material,não havia chegado à Caldas Junior.
.Pô aí eu te pergunto:isso é ou não é bom caratismo??????

 

Assassinato na GNT: um não saber sabendo…

por Liege Copstein, jornalista

Tinha uns oito ou nove anos quando me exportaram, por duas semanas, para a fazenda de uma tia. Minha irmã estava com sarampo complicado – naquele tempo todas as crianças tinham sarampo – e ninguém mais podia se ocupar de mim. Chegar naquele lugar fora do meu tempo e espaço conhecidos já foi fantástico por si; à noite, sapos e grilos rivalizavam com o ruído do gerador, que ficava ligado só até as nove. Depois, sem luz, dormia-se. De manhã, uma vaca marrom veio mugir na minha janela, e levei muitas bicadas da galinha quando, enquanto todos os adultos dormiam a sesta, tentei roubar dela um pintinho.

Encontrei no porão uma pilha de gibis velhos e no pátio um gatinho amarelo, filho da Pixirica, gata pintada que durante anos despejou ninhadas imensas e multicoloridas como ela. Esses gatos, contam, cresciam e iam para o bosque de eucaliptos, virando gatos-do-mato. Os cachorros pastoreavam ovelhas, um bezerro guaxo ganhava mamadeira. Meus tios riram quando eu disse que só comia feijão quando chovia, mas eu queria dizer é que com o calor não tinha apetite para comida pesada. E a comida campeira é pesada. Feijão, arroz, moranga, mandioca, tudo bem azeitado. E carne. E neste ponto, esta deixa de ser uma história do Sítio do Picapau Amarelo, e torna-se um conto sinistro.

Pois um dia entrei num galpão e surpreendi meu tio diante de uma ovelha, amarrada e pendurada de cabeça para baixo por um gancho e cordas. Meu tio era um gaúcho da campanha, já idoso, que usava bombachas e tomava o primeiro mate pelas 4h da manhã. Cheio de boas histórias, de fala mansa, sorriso esperto e ar de quem sabe sempre o que dizer. E é por isso que nunca vou esquecer a expressão desconcertada, de imensa surpresa e constrangimento, que vi em seu rosto quando perguntei: “O que tu vai fazer com ela, tio?”

Talvez ele estivesse segurando alguma coisa, mas não consigo lembrar. Só lembro que o tempo congelou. “Vou dar um remédio para ela, vai brincar noutro lugar”, disse meu tio. E eu fui. Passaram-se mais de quarenta anos, e nem sei bem em que momento entendi que meu tio não ia, não, dar remédio para a ovelha. Embora sempre tenha sabido bem lá no fundo que só por alguma razão muito forte ele ficaria tão desconfortável, e que algo estava muito errado ali.

Todos nós sabemos. Não importa a idade ou de onde viemos, todos nós sabemos – inclusive os 5% de psicopatas, embora não sintam remorso - que o que fazemos aos animais é imoral. É por isso que meu tio, um homem do campo experiente, criado na lida como se diz por aqui, sentiu vergonha diante dos olhos de uma criança.

E talvez o que tenha chocado a todos no comportamento do apresentador Rodrigo Hilbert, ao assassinar um filhote de ovelha diante das câmeras de seu programa culinário com um sorriso nos lábios, foi que ele não demonstrou a menor vergonha.

Os que comem carne gostam de pensar coisas que os fazem sentir-se melhor. Gostam de pensar, em primeiro lugar, que os animais não sofrem, que não se desesperam, que não gritam por socorro no momento da morte. Gostam também de pensar que os animais são tratados com respeito e reverência. Gostam das histórias de povos antigos que erigiam totens e cerimoniais em agradecimento aos animais que caçavam, e gostam de pensar que se não houver “desperdício”, utilizando-se dos despojos daquela vida de todas as formas possíveis, então tudo está justificado.

Será que todas as pessoas que não dispensam devorar cadáveres em suas refeições, e que vieram a público manifestar-se contra esse assassinato, são mesmo hipócritas como vêm sendo acusadas? Acho que não.

Hipócritas são as que fingem não saber que o que fazemos é errado, as que matam sorrindo. Aquelas que comem carne, e ainda assim se escandalizaram com a execução cruel da ovelhinha, mesmo as que reclamam apenas que crianças não deveriam assistir tal coisa, essas sentiram vergonha. Essa vergonha é o indício de que por baixo de camadas infindáveis de condicionamento, repressão, doutrinamento, existe uma tênue fagulha de decência. Mesmo aquelas que atribuem a compaixão aos animais não humanos à imaturidade, como se o egoísmo e a crueldade fossem os únicos nortes possíveis na trajetória de uma vida, mesmo essas admitem que há um princípio moral que nos diz que não podemos, que não é direito, que isso é simplesmente errado. É nessa direção que devemos andar.

 

DO MUNDO ERREBESSIANO

Lendo "al revez", como diriam os castelhanos, pode-se constatar que a melhoria da audiência da Gaúcha ocorreu depois que dois grandes "medalhões" sairam do ar. (Laurinho da Venâncio, dando uma de maledicente).

 

HORROR ARQUITETÔNICO EM PARIS

Um horror arquitetônico, é o que é o Grande Arco da La Defense. Fica a Leste de Paris, no departamento de Hauts-de-Seine (ocupando áreas das comunidades de Nanterre, Courbevoie e Puteaux). Aliás, toda La Defense é um desastre urbanístico. Foi concebida durante o ufanismo gaulista dos anos 60 e adotou os equivocados e mal deglutidos princípios do "funcionalismo" gestado por Le Corbusier, mentor de Lúcio Costa e Niemeyer na empreitada de Brasília. Era para ser a Manhattan francesa, mas deu zebra. Está, agora, na terceira fase (cada fase tenta corrigir os erros da anterior). La Defense, seguindo os princípios funcionalistas, esconde sobre uma enorme lage ("dalle") o metrô, o trem de subúrbio (RER) e as vias para os carros. Por cima, só trânsito de pedestres e os prédios. O resultado é artificial: uma enorme massa de concretos batida pelo vento cortante (no inverno). Ah! São bonitos os prédios! Sim, são, os bobocas têm razão qdo esclamam assim. Mas beleza só ñ basta, se ñ tem vida. Era para combinar offices e residences, mas já andaram até afugentando residentes para apliar as torres. Torres cada x + altas, aliás, são o atual sonho obsessivo dos especuladores imobiliários franceses. O povo ñ quer, mas a classe política acaba abrindo brechas aqui e ali (na La Defense, a porteira foi escancarada). Quanto ao Arco em si, estava na cara que seria uma construção inviável com aquele enorme vão no alto. Ñ deu outra, acabou sendo evacuado e posto em obras (as fotos mostram os andamimes). Em x de escritórios vai ficar apenas com restaurante e mirantes, tudo coisa leve, para aliviar o peso e ñ comprometer a estrutura. Sonhos mirabolantes de arquitetos e urbanistas sempre dão errados, pois "le monde va de lui même" e ñ adianta contrariar... (by Laurinho da Venâncio)

 

Convite

 

Estado lança nesta quinta-feira plano inédito para o setor de energia elétrica

Depois de um ano de trabalho, o Plano Energético está pronto para ser entregue. A solenidade de lançamento será nesta quinta-feira (17), às 10h, no Palácio Piratini, com a presença do governador José Ivo Sartori e transmissão ao vivo pela Radio Piratini.

O estudo foi desenvolvido pela Secretaria de Minas e Energia e tem por objetivo planejar a demanda de energia para os próximos 10 anos, bem como apontar os gargalos que precisam ser enfrentados para um abastecimento de energia continuado e com qualidade ao longo da próxima década.

"O plano deixa claro onde está o potencial para a geração de energia no estado e quais fontes podem ser melhores exploradas", resume o secretário de Minas e Energia, Lucas Redecker.

O trabalho é pioneiro no Rio Grande do Sul, pois não se limita a fazer apenas um diagnóstico, mas também elenca as obras de infraestrutura necessárias. O plano contemplou a elaboração de diretrizes e propostas de políticas públicas para a área energética do Estado; a concepção de propostas comprometidas com incorporações de novas tecnologias e a quantificação dos empreendimentos necessários para atendimento das necessidades energéticas.

Com base nas informações e nos dados disponibilizados, é possível traçar estratégias e definir políticas que garantam a segurança e a qualidade do suprimento energético no Rio Grande do Sul. Todos os tipos de geração energia foram contemplados, bem como as características físicas dos principais sistemas de produção, transporte e de distribuição de energia.

 

Prefeitura inaugura novos espaços em dois abrigos para menores

A Prefeitura de Porto Alegre inaugura nesta quinta-feira, 17, os novos espaços dos Abrigos Residenciais 11 e 12, da rede própria da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc). O ato oficial de inauguração será às 11h, com a presença do prefeito José Fortunati, no Abrigo Residencial 11.

As instituições atendem, atualmente, adolescentes do sexo masculino, de 12 a 18 anos, com maior vulnerabilidade e risco social. São menores que estão sob proteção do Estado e são encaminhados ao acolhimento provisório por meio de medida judicial.

As novas casas são espaços qualificados e compatíveis para o Serviço de Acolhimento a que se destinam, ofertando maior conforto e qualidade de vida aos adolescentes. A mudança dos espaços é parte do reordenamento da Rede de Serviço de Acolhimento para Crianças e Adolescentes, realizado pela área técnica da Fasc, e contempla o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado entre a fundação e o Ministério Público no final do ano passado.

 

de Serafina

Estudantes serafinenses e o combate ao Mosquito!

A Prefeitura de Serafina Corrêa, através da Equipe da Vigilância em Saúde, está realizando intenso trabalho educativo e informativo, com o objetivo de mobilizar a população, no combate aos criadouros domosquito Aedes aegypti. Assim, os Agentes Peter Ferronatto e Patrick Lírio dos Santos estiveram nas Escolas Municipais João Corso, Nossa Senhora de Fátima e Professora Estherina Marubin, além da APAE e Escola de Ensino Médio Rainha da Paz, conversando com os alunos e orientando-os. Contamos com a colaboração de todos os munícipes para essa importante tarefa de prevenção e fiscalização de residências para o combate do mosquito, evitando assim que apareça algum foco e as possíveis doenças por ele transmitida, sendo elas: Dengue, Zika e Chikungunya.


16 de março de 2016

DILMA PERDIDA....

antihgos companheiros da presidenta no pdt DÃO O MANDATO DELA POR PERDIDO.

 

Marx

ganhei do meu irmão paulo o LIVRO DO BARBUDO. TOU LOUCO PRA LER.

CAPA DO LIVRO E MARX E SUA TURMA.....

 

prefa

na band disse:

33% não pagam onibus

não haverá o baile da redenção este ano.(temporal)

 

laurinho quadros

caminhava esta manhã completamente alheio aos coxinhas. ele é pt. na pracinha da encol.que é antro dos coxinhas. dali eles partem pro parcão.

 

A GUERRA DOS CRACHÁ DA ZH

Ñ peguei a Guerra dos Crachás da ZH. Entrei pouco depois. Pelo q ouvi, foi uma das invencionices do Maurício q ñ deu certo. Eram os "anos de chumbo" e também a época do "é proibido proibir". A (má) idéia pegou mal na Redação: muita gente ameaçou se demitir e outros chegaram mesmo a pedir as contas e ir embora. No fim, a resistência deu certo: o Maurício, q ñ era de criar caso, ñ insistiu. Qdo comecei a trabalhar lá em 71, só tinha um cara, do copyright q usava o tal crachá. Ninguém +. Eu já ñ ganhei crachá qdo entrei lá. Fiquei um tempo, ñ gostei do q vi e fui em frente, para ambientes, para meu gosto, + "saudáveis", hahahah! (Laurinho da Venâncio)

 

Que falta faz ao Lula ouvir umas poucas e boas de Leonel Brizola

Leonel Brizola era um gênio da política brasileira, assim como Lula.
Mas Leonel Brizola tinha uma vantagem. Sabia quem eram os inimigos e não vacilava para identificá-los, mesmo quando esses inimigos eram dissimulados.
Leonel Brizola, que tinha como parceiro outro gênio brasileiro, Darcy Ribeiro, foi no âmago de pelo menos duas questões fundamentais para o Brasil: enfrentou a Rede Globo e construiu escolas em tempo integral. E isso no meio de uma crise econômica que faz a atual ser pinto. Era a crise avassaladora deixada por uma ditadura perdulária, corrupta e sanguinária.
A Globo, criada em 1965, um ano após o Golpe Civil-Militar de 1964, é o símbolo máximo do atavismo brasileiro que precisa ser enfrentado.
Brizola sabia disso como ninguém, mas Lula contemporizou com a Globo e deram-lhe uma tremenda rasteira.
Brizola tomou muita pancada da Globo, mas soube reagir e vencer muitas das batalhas.
Queridinho da Globo, o juiz Sérgio Moro não faz nada de novo. Perseguir e punir ex-presidentes populares sempre foi o papel da justiça brasileira, assim se fez com Getúlio Vargas até o suicídio, assim se fez com JK até sua morte.
E assim fazem com Lula. O método de Sérgio Moro em parceria com a Globo é mais velho que minha vó.
Lula afirmou que a ‘condução coercitiva’ foi arrogância dos seus adversários e que se sentiu prisioneiro.
É hora também de o PT e Lula fazerem a profunda autocrítica e perceber que ficaram isolados. Sem isso não sairão da encruzilhada do Brizola.
O PT está completamente isolado no Congresso Nacional. E isso faz o governo Dilma ficar isolado também diante dos problemas econômicos que não são como pinta a Globo, mas existem.
Incapaz de reagir como partido ao governismo burocrático, o PT se tornou uma presa fácil para os setores mais abomináveis da população brasileira e para os abutres do PMDB.
A última propaganda do PT na televisão, há duas semanas, parecia propaganda da Ditadura Militar: “vamos unir o país, devemos ter uma única bandeira…blá blá blá”. O partido se afundou no governismo tacanho e não percebe que não tem mais a hegemonia da esquerda. Os marqueteiros tomaram conta do discurso político diante de burocratas vacilantes.
O tempo é curto e é hora de erguer da cabeça da jararaca, mas também de baixar o topete em nome dos próprios avanços que conquistou para a população e da sinuca de bico em que se meteu.
É hora de chamar os setores progressistas e divergentes para conversar, não para se impor. É hora de esquecer o estrelismo, as palestras de R$ 200 mil, as conquistas sociais. É começar do zero.
Pedro Maciel foi muito feliz em um artigo chamado “Clara, ligue para o Freixo”. Para Maciel, o momento é essencial para se buscar uma reconciliação com antigos companheiros do PSB, PSOL, PCdoB, PDT, RAIZ, com a esquerda do PMDB e em figuras da estatura de Bresser Pereira, ‘afinal todos tem muito a dizer, aprender e ensinar’.
Que falta faz ao Lula ouvir umas poucas e boas histórias do Brizola. (Glauco Cortez)

 

Dulcídio embanana meio campo da oposição

Fernando Henrique já tinha sido descartado da política nacional, depois do escândalo da exportação de sua amante via Globo e off-shores para o exilío dourado na França.
Serra e Alckymin, com sua postura fascista não faziam a cabeça do eleitorado anti-petista. Só restava o garoto do Rio, Aécio Neves para emocionar a oposição. Numa
delatada, Delcídio deletou o herói da cocaína, deixando todo o país para o Lula e para a Marina. Vai ter suicídio coletivo da coxinhada.

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Chegou o Furnaleco



Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Capa da Veja

Kkkk

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Japa 2

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Globo enfrenta problemas internos e externos

Se vocês acham que tudo na Globo alegria, estão muito enganados eis os pepinos que a família Marinho enfrenta:

1 - Forte queda na audiência da TV Globo
2 - Empresários assustados com a virulência contra o governo começam a repensar sua publicidade.
3 - Jornalistas não aliados com as direções começam a sofrer retaliação e o clima interno fica conturbado nas redações.
4 - Jornal o Globo tem queda de tiragem no impresso e digital não cobre as perdas.
5 - Apostas da empresa no Corinthians e Flamengo em jogos da TV aberta gera problemas no relacionamento com torcedores e emissoras afiliadas de outros estados.
6 - Canais Fox e Esporte Interativos fazem grande concorrência as transmissões de futebol da TV paga, aumentando os custos.
7 - Cobrança de milhões de dólares em impostos não pagos de transmissões de Copas do Mundo
8 - Empresas off-shores ligadas a Globo e a familiares dos Marinho começam a ser investigadas.
9 - Propriedades e helicóptero usufruídas pela família Marinho suspeitas de estarem em nomes de empresas para fugir ao pagamento de impostos.
10 - Relacionamento entre Globo e Fifa sendo investigados no Brasil e exterior.

Renato Kern
rekern@me.com
http://rekern.blogspot.com.br

 

Aberto período de inscrições para Cursos da Escola de Governo

As inscrições para o curso de Elaboração de Termo de Referência, Projeto Básico e Edital segue até o dia 17 de março

Os servidores públicos de toda a rede estadual podem participar de seleção, prevista no edital nº 01/2016, para o Curso de Elaboração de Termo de Referência, Projeto Básico e Edital até a próxima quinta-feira, 17. O curso promovido pela Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH), por meio da Escola de Governo, é o primeiro processo de inscrição no ano de 2016.

O curso gratuito que, visa orientar e preparar os servidores para que estejam aptos a elaborar a documentação necessária ao processo licitatório, é resultado de pesquisa aos Recursos Humanos de cada órgão e autarquia do Governo Estadual.

O conteúdo programático conta com temas, como: Processo de contratação na Administração Pública, Elaboração do Edital, o que deve constar do Edital, Prazos Contratuais, Alterações contratuais previstas no Edital, Publicação do Aviso de Licitação, o Termo de Referência no Pregão, entre outros.

Os interessados podem cadastrar-se no site da Escola de Governo (www.redeescoladegoverno.fdrh.rs.gov.br) inscrever-se no curso e imprimir a ficha de inscrição para que a chefia direta ou superior autorize, pela assinatura e carimbo, a participação do candidato no curso. Mais informações pelo telefone (51) 3231.2888.

 

do Espaço Vital

Auxílio-moradia para advogado e filho

Um jovem estudante prestes a fazer o vestibular de Direito envia um requerimento ao responsável pela dispensa do serviço militar.

"Prezado senhor oficial militar, venho pedir a minha dispensa do serviço militar, por razões complexas, que explicarei em detalhes.

Meu pai - que é viúvo e advogado - e eu somos de condições econômico-financeiras precárias e moramos em um apartamento humilde, tipo ´Minha Casa, Minha Vida´, em bairro afastado. Como estudo e quero fazer Direito e prestar concurso para a magistratura, eu ainda não trabalho. O pai nos mantêm com honorários advocatícios sucumbenciais, que geralmente são baixos. Coisa, em média, cada vez, de 300 a 600 reais, que os juízes demoram a liberar. No andar de baixo do prédio, moram uma viúva e sua filha, ambas muito bonitas. Eu me apaixonei pela viúva e casei com ela. Meu pai se apaixonou pela filha e também se casou com esta. Nossas moradias são independentes. Foi, então, que começou a confusão.

A filha da minha esposa, ao casar-se com o meu pai, é agora a minha madrasta. Ao mesmo tempo, porque eu casei com a mãe, a filha dela também é minha filha (enteada).

Além disso, meu pai se tornou o genro da minha esposa, que por sua vez é sua sogra. A minha esposa está grávida; quando a criança nascer será irmão da minha madrasta.

Portanto, a minha madrasta também será a avó do meu filho, além de ser seu irmão. A jovem esposa do meu pai é minha mãe (madrasta), e o seu filho ficará sendo o meu irmão. Meu filho será então o tio do meu neto, porque o meu filho será irmão de minha filha (enteada).

Eu serei, como marido de sua avó, seu avô. Assim serei também o avô de meu irmão. Mas como o avô do meu irmão também é o meu avô, conclui-se que eu serei o avô de mim mesmo!

Portanto, senhor oficial militar, peço dispensa do serviço militar baseado no fato de que a lei não permite que avô, pai e filho sirvam ao Exército ao mesmo tempo. Se o senhor tiver qualquer dúvida releia o texto várias vezes (ou tente desenhar um gráfico) para constatar que o meu argumento é realmente verdadeiro e correto”.

* * * *

O coronel encarregado leu várias vezes e não entendeu nada. Mas se apiedou da complexa situação e deferiu o pedido.

No fecho da decisão, o militar ainda deixou uma irônica sugestão: “Tal como conseguiram alguns juízes, sugiro que o requerente e seu pai tentem obter, talvez com a compreensão jurisdicional de algum ministro do Supremo, um ´auxílio-moradia´ em duplicidade: seriam R$ 8.755,46 mensais livres de tributação”...

 

do mironneto.com

Na crise, restaurante aplica margem de 146% sobre o vinho

Tem restaurante ignorando a recessão. Não há como conceber um vinho malbec argentino que custa R$ 32 no supermercado, ser oferecido por R$ 79 no cardápio de um restaurante. É uma diferença de 146%, quando, em geral, no mundo, restaurantes costumam trabalhar com uma margem de 75%.
Quando era governador, em 1995, Antônio Britto causou polêmica ao reclamar dos altos preços dos vinhos nas cartas de alguns restaurantes de Gramado. Não se reelegeu. Alguns juram que foi a maldição da carta de vinho.

 

Deputado Edegar Pretto participa na ONU de discussão internacional sobre situação mulher

O deputado estadual Edegar Pretto está na ONU, em Nova York nos Estados Unidos, e participa da 60ª sessão da Comissão sobre a Situação das Mulheres. A sessão tem a participação de líderes e ativistas mundiais que farão um balanço dos avanços e dos desafios pendentes para implementar os acordos internacionais para a igualdade de gênero e os direitos das mulheres.
Edegar Pretto participa pela segunda vez da sessão. A primeira vez foi em 2013, quando apresentou o trabalho pioneiro da Frente Parlamentar dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres da Assembleia Legislativa, da qual é o coordenador. Agora, o Edegar Pretto representa o Comitê Brasileiro Impulsor do Movimento ElesPorElas da ONU Mulheres e apresentará os resultados da mobilização de homens e meninos pelo fim da violência e equidade de gênero obtidos no Rio Grande do Sul e no Brasil, em 2015. O deputado avalia que "será mais uma grande oportunidade de compartilhar com outros países a experiência que iniciamos aqui no Rio Grande do Sul, de mobilizar homens pelo fim da violência contra as mulheres".

 

Empresa de Bento Gonçalves busca financiamento de R$ 3 milhões para concluir expansão

A Essência di Fiori está ampliando a sua planta industrial, sede administrativa e centro de treinamento em Bento Gonçalves. O investimento total da expansão é de R$ 8 milhões, sendo que a empresa já investiu R$ 5 milhões. Os R$ 3 milhões restantes podem ser oriundos de financiamentos junto ao Banco de Desenvolvimento do RS (Badesul) e Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).
Em reunião promovida pela Sala do Investidor, na Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do RS (Sdect/RS), ficou definido o encaminhamento para viabilizar a liberação dos recursos. Também houve contato com a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam).

 

de Serafina

B BRANCO VOLTARÁ A TIRAR FÉRIAS. TODAS AS DE 2013....

 

Serafina Corrêa na Promoção de Saúde Bucal

O Sorrindo para o Futuro é um Programa de Promoção de Saúde Bucal em
Escolares da Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental do RS,
realizado pelo SESC, em parceria com as prefeituras municipais e as
escolas, desde 2003.
Em constante inovação, o Programa vem estimulando maior acesso ao
serviço odontológico, através da prática do tratamento restaurador,
trabalhando na prevenção de fatores de risco comuns às doenças
crônicas, como a alimentação, atividade física e higiene, estimulando
a formação de escolas promotoras de saúde e promovendo motivação e
envolvimento da comunidade escolar.
O município de Serafina Corrêa, neste ano de 2016, através da
Secretaria Municipal de Educação em parceria da Secretaria Municipal
de Saúde, aderiu ao Programa Sorrindo para o Futuro.
No dia 10 de Março, aconteceu, em Porto Alegre, o XI Encontro Anual
de Coordenadores do Programa Sorrindo para o Futuro. Estiveram
participando do Encontro a Coordenadora do Programa Karine Stefanon, a
Dentista da UBS Santin, Elis Tamires Karlinski, e a Atendente de
Consultório Dentário da UBS Gramadinho, Vera Lúcia Padilha da Silva.
Na oportunidade, as servidoras participaram de palestras sobre a
Metodologia do Sorrindo para o Futuro 2016, Avansesc, Sistema de Dados
do Programa e ainda na parte da tarde uma importante palestra sobre
Repercussões das Condições Bucais na Qualidade de Vida de Crianças e
Adolescentes, com o Prof. Dr. Carlos Alberto Feldens.
Neste ano, serão atendidos e acompanhados com visitas dos Dentistas:
Elis Tamires Karlinski, Maele Patuzzi e Thiago Weber Pagno, os alunos
do Jardim A ao 5º Ano das seguintes Escolas: Pré-Escolar Criança
Feliz; Pré-Escolar Castelinho do Saber; Escola Municipal de Educação
Infantil Nostri Bambini; Escola Municipal de Educação Infantil
Pedacinho de Céu; Escola Municipal de Educação Infantil Santa Lúcia;
Escola Municipal de Educação Infantil Jeito de Criança – Proinfância;
Escola Municipal Professora Estherina Marubin; Escola Municipal Nossa
Senhora de Fátima; Escola Municipal João Corso; Escola Municipal
Leonora Marchioro Bellenzier; Escola Estadual 1º de Maio; Escola
Estadual Padre Marcos Rampi; e Escola Estadual Geny Pinto Cadore.
As crianças receberão um kit com escova, creme e fio dental,
realizarão escovação supervisionada, aprenderão a melhor forma de
realizá-la. Também será realizada a primeira avaliação odontológica
ainda na Escola. Após, o monitoramento e acompanhamento será realizado
pelos professores das turmas.

Por: Karine Stefanon - Diretora De Divisão Pedagógica
Prefeitura de Serafina Corrêa/RS.

 

Prefeito em exercício recebe convite para a Festa do Biscoito

Francisco Bernardo Mezzomo, Prefeito em exercício, recebeu, na tarde de 08 de Março, a visita da Diretora de Núcleo Paula de Oliveira. Na oportunidade, foi oficialmente convidado para a Festa do Biscoito, I Feira Agroindustrial, Artesanal, Comercial e de Serviços e I Seminário da Sucessão Familiar, que acontecerá em Itapuca, nos dias 18, 19 e 20 de Março.

 

Sessão Especial da Câmara de Vereadores

Na segunda-feira, 14 de Março, o Legislativo Serafinense realizou a primeira Sessão Especial do ano, com a participação da Diretora do Departamento Municipal de Trânsito, Leoci Chiarello Bastiani, e do Engenheiro Guilherme Migliavacca. O tema do encontro foi a sinalização de trânsito no município. A Diretora explanou as principais ações e projetos do Departamento, com imagens e dados importantes. Em seguida, os Vereadores puderam fazer perguntas e comentários sobre o assunto, promovendo assim um momento informativo em relação à sinalização e mobilidade urbana da cidade.

 

AMESNE reúne Secretarias Municipais de Educação

No dia 11 de Março de 2016, em Caxias do Sul, aconteceu importante
reunião dos Secretários de Educação dos municípios da Associação dos
Municípios da Encosta Superior do Nordeste (AMESNE). A Assessora do
Planejamento Educacional Professora Teresa Maria Santin Mezzomo e a
Diretora de Divisão Pedagógica Karine Stefanon, ambas da Secretaria de
Educação, estiveram presentes ao encontro que reuniu os municípios da
AMESNE, para discutir diversos assuntos.
Na pauta, esteve a divulgação do novo ciclo do PAR – Plano de Ações
Articuladas 2016-2019, também a Base Nacional Comum Curricular e
Educação Infantil em Questão. A reunião foi ministrada pela Secretária
Municipal de Educação de Caxias do Sul e Presidente da
Amesne/Secretários, Marléa Ramos Alves.
Durante o encontro, os participantes puderam esclarecer e receber
orientações sobre Educação Infantil, tratando da disponibilização de
vagas para todas as crianças de 4 anos de idade.
O encontro foi muito importante, pois esclareceu diversos assuntos
pertinentes às Secretarias Municipais de Educação.
Por: Karine Stefanon - Diretora de Divisão Pedagógica
Prefeitura de Serafina Corrêa/RS.

 

Grupo Condutor da RAE retoma atividades

O grupo condutor da RAE (Rede de Apoio à Escola) retomou suas
atividades com o início do Ano Letivo. Constituído no município de
Serafina Corrêa no ano de 2013, é composto por diretores de Escola,
Conselho Tutelar, Secretaria Municipal de Assistência Social, Agente
Comunitária de Saúde - representando o Sistema Único de Saúde,
Secretaria Municipal de Educação e outros setores da Sociedade.
As reuniões têm frequência mensal em torno de um assunto preocupante
e presente nas escolas: a infrequência escolar.
Segundo a Coordenadora da RAE, Professora Renata Valiátti, o objetivo
enquanto rede é traçar estratégias e mecanismos para o retorno e a
permanência do aluno na escola. As estratégias desenvolvidas envolvem
ativamente as famílias, sensibilizando-as quanto ao seu papel na
garantia do direito à educação, oferecendo-lhes suportes necessários
por meio de políticas públicas. Por exemplo: oficinas no CRAS, troca
de turno, a inserção na Educação de Jovens e Adultos, atendimento
psicológico, recuperação de estudos nas escolas, entre outras ações.
Primeiramente, quando identificada a infrequência do aluno na escola,
esta faz contato telefônico procurando conversar com a família. Nos
casos em que o contato telefônico for insuficiente ou o chamamento à
escola resultar infrutífero, a escola privilegiará a visita
domiciliar, através dos membros da RAE. No ano de 2015, foram
realizadas em torno de 95 visitas domiciliares. Nessas visitas, o
grupo conversa com a família buscando o retorno do aluno. Nos casos em
que o aluno resiste, é informada a FICAI – Ficha de Comunicação do
Aluno Infrequente, que desde 2014 é feita de maneira online.
Acreditamos que o desenvolvimento intelectual do aluno passa
necessariamente pela escola, bem como seu preparo para o mercado de
trabalho. Assim, o trabalho da RAE vai ser intensificado no ano de
2016, bem como as ações definidas pelo grupo.

Por: Fabiana Valiatti Bordin - Supervisora Educacional
Prefeitura de Serafina Corrêa/RS.

 

Incentivo à Ensilagem em Serafina Corrêa

A Secretaria Municipal de Agricultura comunica que está disponível o
auxílio à ensilagem, Programa voltado à produção de leite, com
incentivo em óleo diesel, sendo que através de lei que rege essa
política pública, distribui de 100 a 400 litros de óleo, conforme a
produção.
Os produtores serafinenses devem dirigir-se à Prefeitura Municipal
com o Talão Modelo 4 e receberão relatório com a produção do exercício
de 2015. Após, poderão retirar o benefício na Secretaria de
Agricultura. Cabe salientar que com esse incentivo, são entregues
cerca de 50 mil litros de diesel/ano, valorizando assim o trabalho
árduo dos agricultores.
“O incentivo à ensilagem é um dos programas mais importantes que o
município possui voltado à agricultura, sendo uma ajuda para a
produção da silagem, fomentando a economia e o desenvolvimento do
setor”, destaca o Prefeito Ademir Antonio Presotto.

 

Pontes do Interior de Serafina Corrêa em ritmo acelerado!

O interior do município vem recebendo importantes incentivos por
parte da Administração Pública Municipal. Muito reivindicadas pela
comunidade, as pontes ligam caminhos, promovem desenvolvimento e
progresso. Antigas pontes de madeira estão sendo substituídas por
outras, mais modernas, em alvenaria, maiores e resistentes. São 5 em
andamento, algumas em fase de implantação e outras praticamente
concluídas, com investimentos que passam de R$ 400 mil, recursos
próprios e também do Governo Federal.
Na Capela Caravaggio, Linha 13, serão construídas duas, uma está em
fase de conclusão. Em ritmo acelerado está também a ponte na Linha
Bento Gonçalves, próximo ao Camping Carreiro. A Comunidade São Caetano
também será beneficiada com uma ponte, bem como na divisa do Distrito
de Silva Jardim com Montauri, sendo esta em parceria com aquele
município.
São 5 Pontes, muito importantes para o desenvolvimento de Serafina
Corrêa, na área rural. Isso demonstra o empenho da Administração com o
setor. Além dos incentivos nas propriedades e nas estradas do
interior, as Secretarias de Agricultura e de Obras estão focadas no
atendimento às demandas do setor primário.




ARQUIVO

2007
           
 Set
 Out
2008
2009
2010
2011
2012
2013
2014

Abr01
Abr02

2015
Mar01
Mar02
Dez01
Dez02
2016 Jan01
Jan02
Fev01
Fev02
Mar01
Mar02
                 



OLIDES CANTON - JORNALISTA E ESCRITOR

Nascido em 16 de Janeiro de 1952 na cidade de Serafina Corrêa-RS, Olides Canton passou nesta cidade toda a sua infância. Mudando-se para Porto Alegre, cursou a Escola Julio de Castilhos, tornando-se Bacharel em Comunicação Social pela FABICO/UFRGS em 1982. Trabalha como Jornalista desde 1970. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior, Jornal Zero Hora. No Jornal do Brasil e Revista Carga e Transporte atuou como free-lancer. Editor do Jornal de Bordo e Revista Fitness. Possui 9 livros publicados. Ganhou quatro prêmios de Jornalismo, um do Badesul, dois do Setcergs e um da ARI. Registro no Sindicato dos Jornalistas RS: 2776 - Registro Jornalista - Mtb 4959.

Telefone: (51) 3330-6803
e-mail: contato@deolhoseouvidos.com.br

Autor de inúmeros livros, Olides Canton firmou-se como um
exímio contador de histórias contemporâneas.
Conheça agora as obras do autor
© "de Olhos e Ouvidos"  -  Todos os direitos reservados
Os textos e imagens publicados neste site são de inteira responsabilidade de Olides Canton.


EDIÇÕES DO FITNESS

Edição 185 - fevereiro 2016
Edição 184 - janeiro 2016
Edição 183 - outubro 2015
Edição 182 - setembro 2015
Edição 181 - agosto 2015
Edição 180 - julho 2015
Edição 179 - maio 2015
Edição 178 - março 2015
Edição 177 - feverero 2015
Edição 176 - janeiro 2015
Edição 175 - dezembro 2014
Edição 174 - novembro 2014

Edição 173 - outubro 2014

Edição 172 - agosto 2014

Edição 171 - junho 2014

Edição 170 - maio 2014

Edição 169 - março 2014
Edição 168 - janerio 2014
Edição 167
Edição 166
Edição 165
Edição 164
Edição 163
Edição 162

Edição 161
Edição 160
Edição 159
Edição 158
Edição 157
Edição 156
Edição 155
Edição 154
Edição 153
Edição 152
Edição 151
Edição 150
Edição 149
Edição148
Edição 147
Edição146
Edição145
Edição144
Edição143
Edição 142

Edição 141
Edição 140
Edição 139
Edição 138
Edição 137
Edição136
Edição135
Edição134
Edição 133
Edição132
Edição 131
Edição 130
Edição129
Edição128
Edição127
Edição 126
Edição125
Edição 124

Edição 123
Edição 122
Edição 121
Edição 120
Edição 119
Edição 118
Edição 117
Edição 116
Edição 115
Edição 114
Edição 113
Edição 112
Edição 111
Edição 110
Edição 109
Edição 108
Edição 107
Edição 106
Edição 105
Edição 104
Edição 103
Edição 102
Edição 101
Edição 100
Edição 99


ESTÃO À VENDA


Cidades vizinhas (A briga entre cidades gaúchas) • R$ 15


Cosi la ze stata (Breves histórias de Serafina Correa/RS) • R$ 20


Getulio Vargas, depoimentos de um filho (Maneco Vargas fala de Getulio) • R$ 20


Estradas do Rio Grande (A história da construção pesada no RS) • R$ 50

Mais a postagem. Procure pelo olidescanton@bol.com.br.


ANUNCIE NO SITE

Entre em contato conosco

Edições Anteriores do Blog

Vende-se

Playboys norteamericanas de maio/69, julho/68, julho/69 e abril/65, e Homem de out/75. Todas em bom estado. Com este repórter (Olides).