"Longos dias têm cem anos..."



28 de julho
de 2015

CACETADA

FUI COM AMIGOS NO SAB NO CTG 35 DA HARMONIA OU MAURICIO SOBRINHO. 340 PAUS PRA 3 PESSOAS. NG BEBEU NADA DE MAIS....

* AH, TÁ TAVA LÁ O SENADOR LASIER...VAI VER COBRARAM PELA ILUSTRE PRESENÇA..(RISADAS...)

 

MAU HUMOR

QUEM LE O POLIBIO JÁ NOTOU O MAU HUMOR DELE COM O SARTORON DAS MASSAS.
SE ESQUECERAM DE POR NO SEU BLOG O BANNER DA CAMPANHA DO AGASALHO???

ENGRAÇADO, ALGUNS BLOGUEIROS RECEBERAM, OUTROS NÃO.SABE-SE LÁ O CRITÉRIO???

* DEPOIS QUE NÃO SE QUEIXEM....

 

POLIBIO NA OPOSIÇÃO

SARTORON DAS MASSAS NÃO DEU BANNER PRO POLIBIO(OUTROS COLEGUINHAS LEVARAM....) E JÁ TÁ LEVANDO PAU DO ADOLFO....

 

coleguinhas

neste dom na biblioteca do santander tavam lá o renatinho pinto(sem voz) e o sérgio becker. eram editor e sub de policia em 1973 quando entrei na zero na policia.

* tinha ainda na editoria o goulart(fernando) o serrinha, o licinio,elvio schneider,milton galdino, que lembro de momento.

* materia boa do globo dom: perfil de marcelo odebrecht.

 

Mendelski

De: olidescanton
Para: guaibeiro@

Tive uma visão domingo de manha quando tava no t-5 vi o magrão na osvaldo aranha???ele não tava em roma?? e uns canetinhas em volta-mulheres -anotando o que ele dizia (risadas....)

 

TELEPIZZA...

FICAVA NA VASCO. HJ É UM RESTAURANTE. FOI A PRIMEIRA TELEPIZZA DA CIDADE. NOS ANOS 80, BEM NO COMECINHO DELES.

ALI SE FORMAVAM FILAS PRA COMER, PIZZA EVIDENTE, MAS O PRINCIPAL ERA A TELEENTREGA, UMA NOVIDADE PRA AQUELES ANOS....

HOJE O AGAPIO POR EX, TEM 30% DE SUA VENDA EM TELENTREGA

 

da Rodoviária

FOTOS DE OPERÁRIOS COLOCANDO NOVAS LAMPADAS NOS CORREDORES DA RODOVIÁRIA DE PORTO ALEGRE....

FIQUEI SABENDO HJ DE MANHA QUE NA RODOVIÁRIA NÃO SE PODE NEM PEDIR ESMOLA - NÃO É O MEU CASO MAS DE MUITA GENTE QUE PRECISA, NEM FAZER QUALQUER TIPO DE PANFLETAGEM E PRA TIRAR FOTO TEM QUE TER MESMO UMA LICENÇA ESCRITA.

TUDO REGRA DO DAER ´QUE TÁ DANDO UM DURO NA VEPPO????

É QUE FALTAM 3 ANOS PRA TERMINAR A CONCEÇÃO, MAS A VEPPO VAI CONTINUAR TENHO CERTEZA.(oc)

 

SEX APPEAL...

eu queria saber quem é a guria de casaco verde que tá do lado do michel alban no meu blog...

pô aquela guria tem sex appeal, como se dizia nos anos 70....

 

É BRABA A CRISE...

LOJAS FECHANDO E LIQUIDANDO NA RUA DA PRAIA.

A DONO DA LOJA GERSON NEM SABIA QUE SUA LOJA TINHA FECHADO. PQ ELA FEZ UM TRATAMENTO E HOJE IRIA AO CENTRO. OS FILHOS TAVAM FAZENDO TUDO PRA ESCONDER DELA A LOJA FECHADA. MAS COMO???

 

HELIO DOURADO CAMINHA PELO MOINHOS DE VENTO

O CONSTRUTOR DA SEGUNDA ETAPA DO OLIMPICO É SEMPRE LEMBRADO PELA TORCIDA A MAIS VELHA, É CLARO.

 

da Ufrgs

AS MOÇAS DA FAXINA EM DIA DE SOL NO ANTONIO LANCHES....

 

KUNA UMA CASA DE MALUCOS NA OSVALDO ARANHA

ELES NÃO PAGAM LUZ NEM AGUA. PORQUE TÁ TUDO CORTADO. A AGUA ELES BUSCAM EM TIJELAS NA REDENÇÃO DEPOIS USAM PROS BANHEIROS E A LUZ É TUDO A LUZ DE VELA MESMO.

MUITOS FAZEM BICOS NA RUAS DE DIA, COMO TRAPEZISTAS NAS ESQUINAS...

 

do Centro

PR DA ALFANDEGA EM DIAS DE SOL....

SERA UMA VIGARICE.???A ESTA ALTURA NÃO DUVIDO. OU ENTÃO É SERIO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

BRIGADIANOS NA URUGUAI.

ESTA MANHA DE SEGUNDA.OUVI DIZER QUE NO MENINO DEUS UM CORONEL CONTOU QUE ESTES BRIGADIANOS TEM ORIENTAÇÃO DE NÃO LEVAR MARGINAL PRA DELEGACIA PQ SENÃO PERDE MUITO TEMPO....

SERÁ VERDADE? ENTÃO ESTES QUE A GENTE VE POR AI SÃO ' TEATRINHO"????

MOURINHA FOI O ACENTRO HJ CORTR A BARBA. O ENCONTREI DENTO DO MENINO DEUS INDO PRA CASA.

ELE ME DISSE QUE VEM POUCO AO CENTRO. FICA + PELO MENINO DEUS ONDE MORA.

 

de São Borja

não sei se é cascata dele, mas o capinchgo me disse hj que pode no ano que vem estaar na Escócia...
cruiz credo que virada de vida.....

 

Cinema

O CRÍTICO ESTEROTIPADO

por Eron Duarte Fagundes

Todo espectador é um crítico de cinema. O que diferencia a maioria de alguns é o espaço ou a influência na mídia. Alguns destes entes midiáticos têm mais ou menos capacidade de influenciar os rumos comerciais de um filme. As relações entre o mundo do cinema (filmes, diretores, exibidoras) e estes analistas instalados na mídia é o objeto de O crítico (El critico; 2013), filme argentino de Hernán Guerschuny. A narrativa tem o condão de estimular o cinéfilo a pensar nos clichês críticos de que todos nos valemos. O realizador aproveita a figura do pensador cinematográfico para na verdade pôr em xeque a obsessão pela imagem em movimento que caracteriza as sociedades a partir do século XX, especialmente. É um filme-homenagem, certamente. Tem ares de comédia sarcástica. Brinca sobre a atividade do crítico. Num determinado momento, a sobrinha do crítico diz que está vendo um filme taiwanês, obscuro, lento, deve estar tentando dizer alguma coisa; ele só se dá conta do logro quando alguém aparece na imagem e toca o interfone do apartamento: é a câmara do porteiro eletrônico. O divertimento de O crítico, apesar de curioso, tem lá suas deficiências.

A personagem do crítico é demasiado estereotipada. Ao converter a vida do crítico nos clichês que ele condena nos filmes, querendo expor uma aparente contradição, o cineasta se equivoca, confundindo a específica complexidade da vida com a imagem superficial que podemos ter dela. Prós e contras, O crítico merece ser visto.

 

Secretário de Obras assina contrato para construção do Centro Regional de Excelência em Perícias

Na última sexta-feira (24), o Secretário Estadual de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann assinou o contrato para o início das obras do Centro Regional de Excelência em Perícias Criminais do Rio Grande do Sul. A súmula do contrato está publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta segunda-feira (27).

O ato de assinatura do contrato contou com a presença do Diretor-Geral do IGP, Cléber Müller, do Chefe da Divisão de Projetos e Convênios do IGP, Jackson Dombrowski, da Assessora Jurídica da Secretaria, Letícia Alfaro e da Chefe de Gabinete, Adenir de Fátima Jahn. De acordo com o Secretário de Obras, Gerson Burmann a obra de construção do novo centro do IGP é importante para o Estado do Rio Grande do Sul, beneficiando milhares de gaúchos. “Assinamos na última sexta-feira o contrato para construção do Centro de Excelência em Perícias Criminais do Rio Grande do Sul, uma importante conquista para a população gaúcha que será beneficiada com a qualidade e agilidade dos laudos de todas as áreas da perícia. O projeto de construção do novo centro contou com árduo trabalho dos servidores da Secretaria de Obras e do Departamento Técnico da Secretaria de Segurança Públic

a, desenvolvido de forma conjunta entre as duas instituições do estado”, destacou o secretário. A construção do Centro Regional de Excelência em Perícias Criminais tem como objetivo adequar às necessidades técnicas da perícia criminal e aparelha-lo de modo a permitir que sejam realizadas as perícias, sobretudo às de natureza complexa, demandadas nos Estados do RS, SC e PR e, eventualmente, das demais unidades da federação, integrando regionalmente os órgãos periciais oficiais, sob promoção da SENASP, no que diz respeito à produção da prova material, por meio da realização de exames periciais diversos, mormente os de caráter complexo, bem como, à capacitação e qualificação técnica dos servidores. 

A estrutura será erguida no bairro Navegantes, em Porto Alegre, ao lado da sede da Secretaria da Segurança Pública (SSP). O prédio terá sete andares, totalizando 11,7 mil m2 de área construída, erguida em um terreno de 7,3 mil m2. A obra possui valor total de R$ 29,2 milhões. Destes, R$ 25,9 milhões são recursos do governo federal, com contrapartida do governo do Estado de R$ 3,3 milhões. O prazo de conclusão é de 24 meses.

O Projeto inicial foi coordenado pelo grupo de arquitetos e engenheiros da Secretaria Estadual de Obras, através dos servidores Carlos Eduardo Iponema Costa, Vanessa Marinheiro Pinheiro, Tatiana Aquino Rodrigues e de Renato Vital da Polícia Cívil. 

 

de Serafina

resclado da festipizza...

a guria que nos acompanhou no roteiro turistico - ingrid - era meio deslumbrfada pela nave do imigrante. tb ela fez sua tese sobre isto.

* eu acho o cristo muito mais representativo de serafina que aquela nave....mas deixa pra lá. é que a nave dá midia, a rbs a elegeu....

* no interior eles confundemmídia com rbs....aliás é meio assim em todo o estado, não só em seerafina.

* bem que podiam ter dado um mimo pra cada coleguinha que foi até serafina num dia de chuva...mas fazer o que não se vá querer tirar leite de pedra....

* isto me lembra o marido que acha a vizinha gostosa, até o dia que a mulher dá um pe´na bunda dele.

* gostei muito das pizzas da padaria da nonna. não sabia que o valdir fazia pizzas tão boas.

* o grão de bicvo caiu muito depois que o chiarello entregou pra tercerios.

* o beto chiarello me disse que no ano que vem volta pra grão de bico.

* cutucei a nelci da press pra perguntar na coletiva ao bico se ele ia continuar na politica( é seu 2 mandato)

- vou cuidar dos netos...

po bico podia ser + original. conversa fiada, vai ser candidato a federal.

* acho que o bico não faz o sucessor....

 

NOTA SOBRE O FESTIPIZZA NO SITE SUPERSUL

recebo do julio sortica

Caros amigos da Prefeitura de Serafina Correa e Olides

Muito obrigado pela gentileza da receptividade durante nossa visita à cidade e ao Festipizza.
E aqui um agradecimento especial ao Gemeli por nos conduzir com segurança e cortesia.

Att.

Júlio Sortica
Revista Consumidor
Super Sul (www.revistasupersul.com.br)
ACEG - Vice-presidente Social/Eventos
ABRACOMTUR - Vice-presidente de Comunicação
Jornalista MTB-DRT/RS 8244
(51) 84094921 / 32074431/ 30624569

Balanço positivo da quarta edição do FESTIPIZZA de Serafina Corrêa

O melhor festival de pizza da Serra Gaúcha, o Festipizza, movimentou a Cidade Simpatia durante quatro dias *


Rainha e princesas da festa na divulgação

Pizza da melhor qualidade, à vontade, e muita alegria com os shows musicais movimentaram a bela cidade de Serafina Corrêa, com a presença de milhares de visitantes da cidade e da região. O melhor festival de pizza da Serra Gaúcha, o Festipizza, movimentou a Cidade Simpatia nos no grande evento gastronômico que aconteceu no Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin, centro de Serafina Corrêa. Muita gastronomia, ambiente aconchegante, música, alegria e diversão foram marcantes no primeiro fim de semana do Festival. O evento fez parte da programação dos 55 anos do município, festejados no dia 25.

A abertura oficial aconteceu no dia 17 de Julho, com a presença do Prefeito Municipal Ademir Antonio Presotto, do Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo, da Presidente da Câmara de Vereadores Nega Castro e demais Vereadores, do Presidente da ACISCO Luciano Iesbik, do Presidente do Festipizza Ricardo Rossato, do Deputado Federal Luis Carlos Busato, do Deputado Estadual Edgar Pretto, da Deputada Estadual Silvana Covatti, do Deputado Estadual Sérgio Turra, das Soberanas do Município, demais prefeitos, vice-prefeitos, soberanas e autoridades locais e regionais, imprensa, a comunidade serafinense e da região.

O evento que teve sua quarta edição, é promovido pela Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Serafina Corrêa – ACISCO, em parceria com o Poder Público Municipal, visa mostrar a força gastronômica e as potencialidades econômicas de Serafina Corrêa para a região. Uma oportunidade de lazer, entretenimento, integração e de apresentar a cultura, a força produtiva e turística do município. O evento ofereceu mais de 40 sabores de pizzas salgadas e doces, fornecidas pela pizzaria Grão de Bico, Padaria Nostro Pane, Padaria Della Nonna e Doces e Salgados Paladar.

O prefeito Ademir Presotto estava muito satisfeito com a receptividade do evento, que demonstra a capacidade do município em promover ações de valorização local. ” No começo quase ninguém acreditava que pudéssemos fazer sucesso, mas agora está aí, ganhando conceito e se consolidando no cenário de eventos gastronômicos do Estado”, ressaltou.

O presidente do Festipizza, Ricardo Rossatto, citou a importância do evento e agradeceu o empenho de todos que se envolveram na organização. “O Festival ajuda a fortalecer a identidade do município, atrai turistas e divulga Serafina Corrêa para o Estado e o País. Em virtude disso, é importante destacar que tudo isso é possível, graças ao empenho das padarias e pizzarias e de todos os que anualmente aderem à ideia, se envolvem na organização e contribuem para o sucesso do evento”.

Por sua vez, Luciano Iesbik, presidente da Associação Comercial Industrial e Serviços de Serafina Corrêa (Acisco), destacou que a entidade representa mais de 210 empresas de Serafina. “Em todas as edições, nós valorizamos e divulgamos as empresas locais, pois todos os fornecedores de pizzas são do município”. Além disso, citou que o evento procura promover a pizza que é um típico alimento italiano, incrementar a economia e fomentar o turismo.

Atrações musicais e apoio

Na edição 2015 foram oferecidos vários atrações musicais: na primeira noite os visitantes puderam apreciar o show de Deise & Zilo. No dia 18 de julho (sábado) a Banda Vôo Noturno animou a festa; no dia 24 de julho (sexta-feira) foi a vez de Cassio Santos & Gang Sertaneja e no dia 25 de julho (sábado) a Banda Aero Willys encerrou o evento.

No dia 24 também esteve presente uma comitiva de jornalistas de Porto Alegre, liderados pelo serafinense Olides Canton. Participaram os jornalistas Júlio Sortica (Super Sul/Revista Consumidor), Nelci Guadagnin (Revista Press/Advertising), Floriano Bortoluzzi e Beatriz da Costa (Revista Image News), Edith Auler e Renan Abraham (Revista Expansão), Suriàn Dupont (Blog Garfo & Mala), Bete Duarte (Portal Saborosa Viagem) e Luís Miguel Medeiros (Abracomtur).

O Festipizza tem o patrocínio da BRF, da Nordeste Alimentos e das Lojas Benoit. Também tem o apoio da Fruki Guaraná, Girassol Comércio de Materiais de Construção, Fermac Detonações e Terraplenagens, Jú Decorações, Domno Importadora e Liquigás. A organização é da Lume Eventos.

 

La Nave Degli Immigranti comemorou 29 Anos

Em 20 de Julho de 1986, o monumento La Nave Degli Immigranti foi inaugurado em Serafina Corrêa. Naquela oportunidade, diversas autoridades estavam presentes, dentre elas o Prefeito Sérgio Antônio Massolini, o autor da obra Paulo Batista de Siqueira, além do Cônsul Italiano Aldo Alessandri. Na segunda-feira, 20 de Julho de 2015, a Prefeitura de Serafina Corrêa, dentro da programação dos 55 anos do município, realizou importante cerimônia, comemorando os 29 anos do monumento La Nave Degli Immigranti. O evento contou com a presença do Prefeito Municipal Ademir Antonio Presotto, do Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo, do Ex-Prefeito Sérgio Antônio Massolini, da Presidente da Câmara, Vereadores, Secretários Municipais, demais autoridades locais, da turma do SENAC, da RBS TV Caxias do Sul, demais meios de comunicação e a comunidade. O ato foi mais um importante momento de comemoração aos 29 anos da Nave, o monumento escolhido por enquete da RBS TV, como mais representativo da imigração italiana na Serra Gaúcha. Houve descerramento da Placa Comemorativa, homenagens e pronunciamentos. A Rainha do município, Daniela Formagini Marangoni, fez a leitura de uma mensagem sobre a Nave e houve também a apresentação do Coral da Terceira Idade, com a coordenação do Professor Moisés Zaffari. Serafina Corrêa: 55 Anos! Momentos únicos de reviver a nossa história, de valorizar nossas raízes, de preservar nossa cultura e de divulgar nosso município!

 

Projeto Puotti na Escola Pedacinho de Céu

Recordar brinquedos e brincadeiras tradicionais nos faz lembrar de tempos difíceis, onde havia poucos e raros brinquedos. Por isso, a brincadeira é uma forma de preservar a produção cultural de um povo. A Escola Municipal Infantil Pedacinho de Céu desenvolveu o Projeto Puotti, bonecos de pano, que teve como objetivo proporcionar o conhecimento de brincadeiras e brinquedos antigos, promovendo o intercâmbio entre a escola e a família, incentivando o desenvolvimento do senso de responsabilidade, cooperação e afetividade entre os educandos. A Escola Municipal Pedacinho de Céu, situada no Bairro Santin, atende 160 alunos. Sempre comprometida e buscando resgatar brinquedos e brincadeiras dos antepassados, preservar o brincar espontâneo, desenvolver a criatividade e aproximar família e escola, a Direção e Professores promoveram o Projeto Puotti. A ideia foi de que, durante 30 dias, os alunos, junto com seus familiares, confeccionassem bonecos de pano, conhecidos como Puotti, que eram os brinquedos das crianças, no início da colonização de nossa cidade. Os cerca de 100 trabalhos produzidos pelas crianças e familiares ficaram expostos na Escola e uma Comissão escolheu os três melhores, considerando a originalidade e criatividade. A premiação aconteceu na Escola Municipal Infantil Pedacinho de Céu, no dia 23 de Julho de 2015, com a presença da Diretora Marli Bisol, da Vice-Diretora Franciele Badin, alunos e alguns familiares. As atividades fazem parte também do Projeto Pulando Janelas, parceria entre a Prefeitura Municipal e a Atuaserra.

27 de julho de 2015

ALUGUEL DO CHILENO

ARANGUIZ, O JOGADOR CHILENO QUE O INTER QUER QUE VAZE PAGA 10.122 REAIS MENSAIS DE ALUGUEL....

PARECE QUE MORA NUM BAIRRO CHAMADO JARDIM EUROPA EM PORTO ...

* COMO EU SEI? SOU REPORTER.....

 

NOTICIAS DO AGAPIO

fabi,que atende muito bem o fone do agapio da j alencar, já teve bebe....

* está de licença maternidade.

* ganhou a cria no clinicas, local onde os pobres vão ganhar. Viva os hospitais públicos!!!

 

PROFI TARADO DA PUC....

SEGUNDO O FEICE D EUM ALUNO ELE FOI ASSEDIADO DURANTE SEIS ANOS...

A PUC É MARCADA POR ISTO...

UMA X UM PROFI DE LÁ, NÃO DA FAMECOS, DEU ENCIMA DE UM CRONISTA POLITICO DA FOLHA DA TARDE EM PLENA AV. IPIRANGA. DEU UM MERDOL DOS DIABOS...ABAFARAM TUDO(oc)

 

coleguinhas

julio sortica fez 64 anos dia 25 passado...

* Bete Duarte está com um blog sobre comida

* Marioni Auler depois de um tempo em floripa, está morando em Porto. Parece que num sítio.

* ZH está contratando muitos profissionais saídos da Unisimos. sei lá pq???

 

de São Borja

esta foto foi feita numa tarde de domingo muito fria em são borja...



eu tinha que dormir tb. eles só tomavam trago...(OC)

 

Roubo do celular

seo leal, nem me toquei em falar pra moça, aliás bonitinha(não sei se é ordinária, como dizia o nelson rodrigues kkkkk)

From: EDUARDO LEITE LEAL
Sent: Sex 24/07/15 09:58

Bom dia, Olides. Você deveria ter falado para a moça ir até a
Voluntários da Pátria, onde certamente encontraria o celular.
EDUARDO L. LEAL _ P. ALEGRE/RS

 

HISTORIAS DO CONTI

1. Hosé antonio conti era chefe de gabinete do dep. Erani Muller, de sta rosa, do pmdb...

um dia foi lá o então jovem reporter do CP, david Coimbra, e o deptuado recém tinha rasgado o papel de um fax onde tinha escrito todas suas despesas....não dava pra pagar o que tinha gasto com o salário da assembléia.

david coimbra juntou os papéis rasgados do lixo e montou uma matéria pro correio do povo.

2. Havia uma denuncia de estupro contra o então dep. erani muller. Miltongaldino reporter da zh -tb falecido como deputado - foi lá queerr ouvir o muller.

conti que era chefe de gabinete disse:
- tu não vais queerer que ele te de entrevista, né???

- mas ela não vai dar pra ninguém mais então, exigiu galdino.

elevou.

 

Tão de brincadeira?

De: antares55
Enviada: Sexta-feira, 24 de Julho de 2015 11:30

O Passaralho ataca um dia e no outro saem a contratar? (De fato,dizem as redes sociais q estão contratando uns 15 novos).

 

Getulio Vargas

 

Sartori

CAPINCHO QUE SE ACORDOU DA CACHAÇADA DE 5 NO FOFOCA - UM CLUBE DE SB ONDE SO VÃO HOMENS DURANTE AS 5 COZINHAR E FALAR MAL DO FARELO - MANDA ESTA MALDADE DO SARTORON DAS MASSAS....

De: letier12
Enviada: Sexta-feira, 24 de Julho de 2015 10:40

Letier Vivian
São Borja/RS

 

FEPPS/Lacen obtêm 100% de aprovação para qualidade de análises em Doença de Chagas

O Laboratório Central do Estado (IPB-Lacen), da Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde (FEPPS), obteve 100% de aprovação no Programa de Avaliação Externa da Qualidade (AEQ 2015) relativo ao Ensaio de Proficiência em Doença de Chagas. A informação foi repassada nesta sexta-feira, dia 24, pela coordenadora da Seção de Parasitologia, a farmacêutica-bioquímica Loreci Elaine Portal, após a divulgação de relatório técnico. O programa é realizado anualmente em rodadas trimestrais para os ensaios selecionados pelos participantes, sendo executado pela Fundação Ezequiel Dias (Funed/MG).

De acordo com a farmacêutica Loreci Elaine Portal, os ensaios de proficiência são uma importante ferramenta de controle externo da qualidade utilizada para avaliar os processos de análise e garantir a confiabilidade dos resultados. “A avaliação permite verificar através do uso de comparações interlaboratoriais a competência técnica do laboratório”, explicou. Além da Doença de Chagas, a Seção de Parasitologia do FEPPS/Lacen realiza análises de relevância em Saúde Pública para Toxoplasmose, Cisticercose, Malária, Esquistossomose, Leishmaniose Visceral Humana, Leishmaniose Visceral Canina e Leishmaniose Tegumentar.

No primeiro semestre deste ano, foram processadas 2.272 análises de Chagas através das metodologias de ELISA IgG, Imunofluorescência – IgG, Exame Direto e Hemocultura. Segundo o diretor Fernando Kappke, o desempenho obtido, somente vem a confirmar a elevada qualificação técnica de toda a equipe, bem como ratificar o papel de excelência em Saúde Pública do FEPPS/Lacen.

Doença de Chagas

A doença de Chagas é uma das consequências da infecção humana produzida pelo protozoário Trypanosoma cruzi. Na ocorrência da doença, observam-se duas fases clínicas: uma aguda, que pode ou não ser identificada, podendo evoluir para uma fase crônica. No Brasil, atualmente predominam os casos crônicos decorrentes de infecção por via vetorial, com aproximadamente três milhões de indivíduos infectados. No entanto, nos últimos anos, a ocorrência de doença de Chagas aguda tem sido observada em diferentes Estados, em especial na região da Amazônia Legal.

 

Cinema

O MUNDO FAMILIAR NÓRDICO

por Eron Duarte Fagundes

O sueco Ingmar Bergman popularizou no cinema o universo familiar nórdico. As dificuldades específicas de relacionamento daqueles povos europeus muito particulares foram dissecadas por Bergman com uma precisão cinematográfica exemplar. Bergman costumava em seus filmes estabelecer jogos de espelhos extasiantes; muitos destes jogos se passavam no confronto entre casais.

Um jogo de espelhos de casal é o que está no centro de Happy happy (Sykt lykkelig; 2011), uma rara produção norueguesa que aporta por aqui e que é dirigida por uma mulher, Anne Sewitsky. O incisivo olhar feminino nórdico é uma constante na narrativa, ao menos para quem lembra os filmes nórdicos sob a direção de mulheres que chegavam por aqui em mostras dos anos 80.

A provocação de Anne vem de propor uma visão sempre arrojada ao fazer a câmara expor as realidades de dois casais vizinhos. Kaja e Eirik parecem ter perdido a tesão um pelo outro há muito tempo, ao menos ele. Sigve e Elizabeth tem um relacionamento aparentemente bom, dois filhos pequenos, um deles um garotinho africano. Quando Kaja, no primeiro jantar entre os dois casais, expõe à mesa as fraturas de seu casamento e depois no banheiro leva Sigve ao orgasmo ao cabo dum sexo oral, o próprio matrimônio de Sigve e Elizabeth desaba, mostrando que, por trás da aparência, nada ia tão bem.

As tristezas e as perspectivas desesperadas das quatro personagens dão o condimento deste belo filme, cujo rigor de encenação emula a Bergman, mas certamente não se resume a um pastiche.

 

da Folha Popular de Teutônia

 

Do Carta 15

Coordenadoria do Vale do Caí

Na próxima quinta-feira, 30 de julho, às 19h30, a Coordenadoria Regional do PMDB do Vale do Caí realizará um encontro regional. A reunião contará com a participação do presidente estadual do PMDB, deputado Ibsen Pinheiro, do secretário da Fazenda, Giovani Feltes, e outros líderes da região. O coordenador regional Carlos Kercher (Mano), lembra que é fundamental a participação dos presidentes das executivas municipais, vereadores, prefeitos e vices, além dos militantes, no encontro que debaterá pautas do partido e do Governo do Estado. O evento será realizado no restaurante Di Variani e terá janta por adesão após a ruenião.

Prato do Dia com Ministro Padilha

O PMDB de Porto Alegre retoma, na próxima sexta-feira (31/7), o projeto "Prato do Dia", com palestra do Ministro-chefe da Aviação Civil, Eliseu Padilha. O encontro irá reunir peemedebistas da Capital para tratar do tema "A Aviação Regional no Rio Grande do Sul e os Rumos da Política ". O evento será realizado no Hotel Ritter (Largo Vespasiano Júlio Veppo, 55), a partir das 12h. Os convites devem ser adquiridos na secretaria do Diretório Municipal (Av. João Pessoa, 931 - Fone: 3224.2485), no valor de R$ 70,00 cada.

Diálogos PMDB Mulher RS

A segunda edição da série de encontros Diálogos, promovido pelo PMDB Mulher RS, será no dia 1º de agosto, a partir das 8h30, em Viamão. O momento será aprendizagem, troca de experiências e integração regional entre as peemedebistas. Sempre em parceria com a Fundação Ulysses Guimarães (FUG) e com a Executiva Estadual do Partido, o encontro será realizado na sede do diretório municipal de Viamão.

Projeto Extensão Produtiva e Inovação

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sdect) pretende elaborar um plano de ações para impulsionar a economia criativa no Rio Grande do Sul, denominado Projeto Extensão Produtiva e Inovação. Estão incluídas as áreas de turismo cultural, pesquisa e o desenvolvimento de insumos tecnológicos. O assunto foi tratado na manhã desta sexta-feira (24), em reunião coordenada pelo secretário Fábio Branco.

Convenções Municipais 2015

O Manual das Convenções Municipais de 2015, elaborado pela assessoria jurídica do diretório estadual do PMDB-RS, já está disponível para download no nosso site (www.pmdb-rs.org.br). O documento contém todas as orientações e informações necessárias para que os diretórios municipais realizem as convenções em seus municípios no dia 29 de agosto de 2015. Além disso, nesta edição estão incluídas as orientações dos núcleos da juventude e mulheres. Para baixar o Manual em PDF, basta entrar no site www.pmdb-rs.org.br e clicar nos Download - Documentos (na barra lateral do site) e abrir a aba do Jurídico.

 

de Serafina

MORREU CIDA FRANCIOSI

De: nadi.beaze
Enviada: Domingo, 26 de Julho de 2015 19:10

É filha da Ires Rottava, que era casada com o Boni, que se acidentou há muitos anos, deste primeiro casamento ele teve um menino, cujo apelido é 'Ico', mais tarde ela casou de novo com um Franciosi daí teve a Cida. A Ires era uma mulher muito linda, lembra? A Cida faleceu hoje, infelizmente.
noticia enviada pela colega nadilce zanatta, desde cazias....

 

FESTIPIZZA...

as saborosas pizzas do festipizza. me surpreendi com o sabor principalmente das pizzas do la nona, que não tem tradição de pizza....em serafina. tem tradição de grostoli, aquelas coisas que a beti duarte queria ver, mas que na correria não deu....

o fotografo michel alban, envergando uma barba( po, no meu tempo de rebelde, quando a gente imitava um CHE GUEVARA, esta barba tinha um valor enorme hj em dia tá meio fora de moda......

e as princesas do municipio( eu não entendo muito desta hierarquia, já confundi a luana zampronha com uma princesa do municipio, assim que então to meio perdidão...)


MAZZARINO COM O PREFA BB(BICO BRANCO),ATRÁS A 1 DAMA CARMEN MONTANARI.


MAZZARINO GRAVANDO PRA TV ZUEIRA


MAZZARINO FARDADO PRO TRABALHO...

autoridades comaprecem afestipizza de serafina na noite chuvosa de 24.7

prefa de santo antonio de padua(ao lado de serafina, na verdade é tudo GRANDE SERAFINA...)

bb e chico mezzomo, vice de serafina no evento acompanhado da esposa e uma amiga

cenas da festipizza do dia 24.7 em serafina

dia 24.7

blogueiros , prefeito BB vice mezzomo e outras autoridades no evento....

chovia muito e tinha muita cerração em serafina. bem de inverno mesmo....

blog mazzarino, valdir bianchet, da padaria nonna( onde as pizzas tavam muito boas...)e outros participantes

gringas bonitas em serafina tb.....(rs rs rs.....)

julio sortica e colegas,

3 colegas e julio sortica, de costas a beti duarte,

fotografos preparam as maquinas, o ' pancho vila' floriano bortoluzzi, a adri sabadin,(cuela de la santana) e BB com colegas.

 

MAZZA EM SERAFINA

ATÉ ALGUNS ANOS ATRAS MAZZARINO NEM SABIA ONDE FICAVA SEERAFINA. FUI EU QUE O CONVIDEI PRA IR LÁ TOMAR UM CAFÉ.

UM DIA FOMOS ALMOÇAR COM O bb NO CARREIRO.ERA VERÃO. NOS ENCHEMOS O BUCHO DAQUELA COMIDA BOA....

SPO QUE DEPOIS O BICO QUERIA NOS MOSTRAR TODAS AS OBRAS DELE EM SERAFINA. EU DORMIA ATRAS E O MAZZARINO NA FRENTE OUVINDO O BICO FALANDO DE OBRAS.

O PREFA NOS LARGOU NO CENTRO E SUBIMOS CONVERSANDO ATÉ O CA DEI MONTE. O VELHO MAZZA SOFRIA SUBINDO AQUELA LOMBA ATÉ O HOTEL DO MAGON....

DEPOIS NÃO LARGOU MAIS SERAFINA. TODA HORA VAI LA FATURAR UNS COBRES...(OLIDES CANTON CUEL DE LA SAN PIERO...)

MAS UMA VEZ ME APLICOU UMA DE MAU GOSTO.

EU CHEGUEI NO CA DEI MONTI E A GURIA DA PORTIA ESTAVA BRANCA COMO UMA CANDELA(VELA...0

SEO OLIDES LIGOU UM SENHOR DA POLICIA FEDERAL DE PORTO ALEGRE ATRÁS DO SENHOR. ACHO QUE ELA DISSE DA POLICIA....

LOGO PENSEI. ISTO É MOLECAGEM DO MAZZARINO....

FUI ALMOÇAR CONTEI PRO MEU PAI, QUE QUASE DESMAIOU. COM MEDO QUE FOSSE A POLICIA. VAI VER O VELHO ACHAVA QUE EU ERA BANDIDO,SEI LÁ PQ TER ESTE MEDO. EU NÃO TENHO MEDO DE POLICIA...

E DEPOIS FIQUEI SABENDO QUE ERA MOLECAGEM DO MAZZARINO.(OLIDES)

EU PEÇO PRUM VEREADOR, SE É QUE TENHO QQ AUTORIDADE PRA PEDIR, QUE DEEM UM TITULO DE CIDADÃO SERAFINENSE PRO MAZZARIN O. AI ELE PARA DE IR MORDER O BICO EM SERAFINA...

 

Prefeitura

LUANA ZAMPRONHA RECEBENDO OS COLEGAS NA CHEGADA AO GABINETE DO BB...
( aqui apenas uma fofoquinha...teve um cara que foi e que voltou ' babando pela luana...', claro que eu não sei nada da vida pessoal da luana...ele ficou me perguntando coisas...eu disse, olha só posso te dizer que é muito competente,isto posso te dizer....)

Luana Zampronha e Aline Chiodelli (pra ver que não é só são borja que tem mulher bonita.....) do staff do prefa BB...

BB também esta com sua assessora de imprensa, Adri Sabadin,entre outros momentos...

 

FEDOR DE M....A CEU ABERTO!!!!

NESTA SEXTA QUANDO O GRUPO QUE ENTREVISTOU O PREFA BICO SAIU DO SEU GABINETE DESCEMOS PRO ANDAR TERREO E COMECEI A SENTIR UM FEDOR DAQUILO QUE VC TÁ PENSANDO E QUE EU NÃO PRECISO DIZER. TODDOS NOS SERES VIVOS PRODUZIMOS ISTO....

ISTO ESTÁ NA BIOLOGIA E NÃO TEM O QUE FAZER MESMO....

PERGUNTEI AO PREFA SE AQUILO ERA FEDOR DA PERDIGÃO , ELE MOSTROU UM ESGOTO A CEU ABERTO AO LADO DO PREDIO DA PREFA...DALI VINHA O FEDOR...É QUE TAVA TEMPO DE CHUVA....

mEU DEUS, SERAFINA TEM QU EENFRENTAR ESTE PROBLEMA DO SANEAMENTO BASICO...

* O FRIGORICO, NO CASO, PARECE QUE CONTORNOU O FEDOR QUE ANOS ATRÁS SPRODUZIA....

 

Rosinha

NO ROSINHA, NO MEIO DO CAMINHO, OS COLEGAS LANCHAM POR EXIGENCIA DA EDITH AULER QUE NÃO TINH ALMOÇADO. NÃO SEI COMO ELA COM DOIS FILHOS AINDA MANTEM UM CORPO NA FORMA QUE MANTÉM....

DEVE IR MUITO A ACADEMIA, MAS TB DEVE SE CUIDAR. FOI ELA QUE EXIGIU PARAR PRO ALMOÇO. NO FIM E AO CABO.A TURMA COMEÇOU A SE ENTURMAR, PRA SER UM POUCO REDUNDANTE. ESTE BLOG TÁ FICANDO TB UM BLOG ANDARILHO KKKKKK(OLIDES)

 

Encontro

De: nadi.beaze
Enviada: Quinta-feira, 23 de Julho de 2015 22:02

É o segundo encontro, o 1º foi em dezembro, que não fui, e neste não vou. Meus irmãos irão.
Quem está organizando isto é a Roseli Modelski. O Lalo, parece, aventou a hipótese de ir.... Não falou com ele?
Eu sem paciência de me enturmar. Soma a isto o frio, que odeio, as estradas esburacadas, a distância...Se tu vais, bom proveito e lembranças a todos. Aliás eu acho que mereces um diária de hotel gratuito.
Boa noite.

 

O PREFEITO DA TERRA ' QUE SE MATA PADRE'...

no Rosinha, o prefeito de SELBACH, Sergio Kuhn, quando viu a camionete de serafina pediu pra mandar um abraço pro castro do banrisul, que fora vice prefeito de serafina. foram colegas de banco....

perguntei onde era sua cidade, ele disse:

- LA ONDE SE MATA PADRE...

se referia ao crime de meses atrás quando um padre ' formigão' foi morto pelo marido corno....

 

TERRA ONDE SE MATA O PADRE....

 

Almoço de Ação de Graças

A Igreja Batista Nacional Monte Moriá de Serafina Corrêa promoveu, no dia 19 de Julho de 2015, um almoço de Ação de Graças pelos 55 Anos do Município. O evento fez parte dos festejos do município e reuniu cerca de 500 pessoas no Ginásio Municipal Santin. Participaram do almoço o Prefeito Ademir Antonio Presotto, o Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo, a Presidente da Câmara Eleni Castro Pizzatto, demais Vereadores, o Presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Deputado Edson Brum, demais autoridades e a comunidade. Foi um importante momento de agradecimento e de oração pelos 55 anos de Serafina Corrêa.

 

Prefeito recebe Deputado Federal Luis Carlos Busato

Na tarde de sexta-feira, 17 de Julho de 2015, o Prefeito Ademir Antonio Presotto recebeu, na Prefeitura Municipal, o Deputado Federal Luis Carlos Busato. Na oportunidade, ocorreu importante reunião com autoridades locais, lideranças políticas e assessores do Deputado, sendo que o mesmo assinou duas emendas parlamentares para o município de Serafina Corrêa. São R$ 300 mil para o Hospital Nossa Senhora do Rosário, os quais poderão ser utilizados para a compra de equipamentos e mais R$ 250 mil para pavimentação no Bairro Aparecida. São importantes recursos que muito auxiliam a comunidade serafinense!

24 de julho de 2015

CHINELAGEM GAÚCHA....

roubaram hj de meio dia o celular deuma moça mineira que mora no paraná e que estava almoçando pq veio participar de um congresso de sociologia. que chinelagem...

* ela tava almoçando no antonio lanches e quando viu sumiu o celular....pior...era de capa vermelha....

* e o dono, o antonio, tá de férias, no exterior, pagando uma promessa segundo a garçonete CARLA.....

 

Tursimo

O ONIBUS TURISMO FOI UM ACHADO. TÁ SEMPRE LOTADO....INDA MAIS NESTA EPOCA DE FERIAS....

 

Coleguinhas

ELEVADOR DO PREDIO DO CORREIO ESTRAGADO...

PRA VARIAR ESTÁ FORA DO AR O ELEVADOR DA CALDAS...JR. AQUELA GERINGONÇA TÁ SEMPRE PARADA....

( O CLIMA LÁ DENTRO TB TÁ MEIO PESADO....)

 

MAZZARINO NÃO SE MISTURA....

SABENDO QUE HOJE DIA 24 UM GRUPO DE IMPORTANTES COMUNICADORES DA CAPITAL IAM A FESTIPIZZA, COM A CHANCE DELE DESAPARECER NO MEIO DE TANTOS COLEGAS TÃO ILUSTRES, O VELHO BLOGUEIRO DE ENCANTADO SE ANTECIPOU E FOI NA ABERTURA DA FESTIPIZZA, NO DIA 17 PASSADO.



NESTAS FOTOS DA ADRIANA SABADIN, O VEMOS NO MEIO DO PREFA BICO BRANCO E DE UMA DAS GURIAS QUE FAZEM DE RAINHAS E PRINCESAS DO MUNICIPIO....
( ALIÁS DEVE SER UM SACO ESTAS GURIAS ATURANDO UM MONTE DE VELHOS BABANDO EM VOLTA...HE...HE...HE...OLIDES, CUIEL DE LA SAN PIERO)

Po, ouvi poucos foguetes ...do mazembe Dois....

* turma de jornalistas vai a FESTIPIZZA...

adubando a candidatura do BICO A FEDERAL???

 

da Ufrgs

BOMBOU ESTA TARDE NO CINEMA DA URGS. PRIMEIRO UM BELO E LONGO FILME SOBRE UMA POETISA DA NOVA ZELANDIA E DEPOIS SENHORES DE GUERRA DO JASEVERO. HISTORIA DO RS...JULIO BOZZANO...SABEM PORQUE TEM UM MUNICIPIO COM ESTE NOME PERTO DE IJUI.??PORQUE O CARA O JULIO BOZZANO, PREFEITO DE SANTA MARIA FOI ABATIDO LA EM 1924. LEIAM O LIVRO DO SEVERO QUE TÁ TUDO LÁ. BELO FILME DO TABAJARA RUAS E CATREFA....(oc)

 

Religiões e política

RELIGIÕES E POLITICA TEM INTERESSE EM MANTER OS SEUS IGNORANTES. ASSIM DOMINAM MAIS FACIL.

 

do mironneto.com

mas é um pouco estranho esta venda??pq não privatizam a TVE que custa 500 mil dólares mensais ao Estrado.É que lá tem que acomodar a cupinchada(olides)

Governo do Estado estuda venda do Palácio das Hortênsias

Em encontro com empresários em Porto Alegre, na quarta-feira (22), o vice-governador José Cairolli (PSD) revelou que o governo do Estado estuda a venda do Palácio das Hortênsias, em Canela. A venda da casa oficial do governador na Serra seria em razão da crise financeira, além do gasto com manutenção e o pouco uso pelos governadores. Entre as despesas extras do palácio nos últimos anos estava a exigência de manutenção de pelo menos um policial militar no local durante todo o tempo. A venda do imóvel pode esbarrar em uma cláusula de 32 anos, que impediria uma venda futura do imóvel. O prédio foi doado pela família Sopher, que desmanchou a residência em estilo português da avenida Carlos Gomes, em Porto Alegre, para reconstruí-la em Canela.

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana

No próximo Sábado (dia 25/07/2015) as 10h15min no Cine Santader Cultural assistiremos ao filme "Lisa, a Fada-Raposa" (Liza, a rókatündér - 2015). A cuidadora de idosos Liza é uma inocente e solitária trintona à procura do amor. Cuidando de Marta pelos últimos 12 anos, tem como único companheiro Tomy Tani, o fantasma de um pop star japonês dos anos 50. Quando Marta morre e Liza é culpada pelos parentes da falecida de tê-la assassinado para herdar seu apartamento, o sargento Zoltan começa a investigar o caso. Liza ganha confiança lendo dicas derevistas femininas, mas todos os seus possíveis namorados acabam morrendo. O sargento Zoltan, mesmo encarregado de investigá-la, acaba se apaixonando por Liza. esta começa a crer que, num acesso de ciúmes de seu amigo Tomy, foi transformada numa fada raposa, um demônio da mitologia japonesa. Segundo a lenda, todos os homens que se apaixonam por ela morrem.

No próximo Domingo (dia 26/07/2015) não haverá sessão!

Na próxima 2ª feira (dia 27/07/2015) as 20h00 na Sociedade Germânia assistiremos ao filme "Filha Distante" (Días de Pesca - 2012). Um homem de 50 anos de idade e ex-alcoólatra decide que chegou o momento de mudar de vida. Ele quer restabelecer os vínculos com sua filha Ana (Victoria Almeida) e para isso viaja até a Patagônia argentina para procurá-la, só que ele não sabe onde ela mora. Além de viajar para ganhar a filha de volta, ele quer pescar, fazer um pouco de turismo, e é claro, mudar de vida. Teve sua estreia no Toronto International Film Festival de 2012. À exceção de Alejandro Awada (Marco Tucci) e Victoria Almeida (Ana Tucci), todos os atores do elenco são amadores.

 

Programação Centro Cultural CEEE Erico Verissimo

 

de Serafina

SERAFINA ANTIGA...

muitos serafinenses vieram pra porto nos anos 60...70, eu inclusive. morávamos em pensões, jucs e afins....

aqui fotos do marieto migliavacca na pensão da vasco da gama, ou seria uma juc???


república' da vasco da gama....anos 73/74 marieto de braços cruzados.


' república da vasco da gama' ....' época dos beatles....dos cabeludos....marieto es´ta entrevistando alguém..alguma brincadeira.


Marieto migliavacca no monumento do expedicionário...na redenção...ali se jogava bola, se passeava, tudo pelado não tinha muito o que fazer mesmo...


marieto e seus amigos nos anos 70 na redenção. ao fundo o araujo viana,,hj em dia tá reformado.(OC)

 

SERAFINA ANTIGA

FOTO ALTGAMENTE HISTORICA...



NOS ANOS 60, DESFILE DO COLEGIO NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO....

AV. DR. JULIO CAMPOS,HJ MIGUEL SOCCOL...

NOTEM O CLUBE GAÚCHO A DIREITA, ONDE O ARMANDO CANTON, PRIMO DO MEU PAI, ERA O ECONOMO....

A ESQUERDA A CASA DO AFFONSO MARTINELLI, UM DOS ' CABEÇAS' DO FRIGORIFICO IDEAL. ENGRAÇADO QUE EM SERAFINA NÃO HÁ NADA PUBLICO COM SEU NOME....ERA UM ' LARANJA' DO VEIO MIGUEL SOCCOL, DEPOIS FICOU DE DONO DO FRIGORIFICO MAS NESTA HISTÓRIA NÃO VOU ME METER, PORQUE SAO ASSUNTOS DELES...( MAS O GENRO DO VEIO MIGUEL SOCCOL VEIO ME FOFOQUEAR MUITA COISA QUE NÃO VOU ME METER...)

NA FOTO ESTÁ O GENOVINO MIGLIAAVACA, PAI DO MARIETO, ' CUEL DE LE SCOE_ AQUELE QUE FABRICAVA VASSOURAS - E QUE DOOU TODO AQUELE MORRO DO CRISTO PRA IGREJA. IMAGINA QUE FORTUNA NÃO TERIAM HJ EM DIA SEUS FILHOS....

OS ' GRAUDOS' DA FOTO SÃO DEONIZIO( QUE OS COLONOS CHAMAVAM DE ' NIZIO' )ASSONI,O DEPUTADO ESTADUAL DO PSD DE MUÇUM( VIVO ATÉ POUCO TEMPO PELO QUE SEI...),PEDRO PROLO, DR. ALVARO PETRACO DA CUNHA,EX-PREFEITO DE GUAPORÉ. E FORTUNATTO MIGLIAVACCA.

NÃO LEMBRO QUEM ME DEU ESTA FOTO. ALIAS O ACERVO DELA É DE ZENAIDER ASSONI, PQ APARECE O PAI DELA NA FOTO.
A FREIRA É A IRMA ROSALINA PIVATTO, OU OTILIA...SUMIRAM COM AS FREIRAS EM SERAFINA. NÃO SEI O QUE HOUVE...

A IRMA OTILIA CUIDOU DO JARDIM DA INFANCIA QUE SE LOCALIZAVA AO LADO DA IGREJA MATRIZ ONDE ESTÁ HOJE A CASA CANONICA, RESIDENCIA DOS PADRES...

O LALO RODRIGUES ESTÁ DO LADO DELA...QDO O LALO VE ESTA FOTO DIZ. ' SOM VINHESTO VECIO,DIO CRISTO...'..

 

SERAFINA 55 ANOS

PELO FEICE UM GRUPO DE SERAFINENSES QUE NÃO RESIDEMMAIS NO MUNICIPIO SE ENCONTRARÃO NESTE SABADO DE NOITE NO CLUBE GAUCHO PRUM JANTAR.

BELA INICIATIVA. PESSOAL SEM INTERVENIENCIA DO PODER PUBLICO.

E DE TARDE TEM UM CHÁ PRUMA SENHORA QUE COMEMORA 90 ANOS....

CLARO QUE O FIOL DEL ZATOR NÃO ESTARÁ.....(olides)

 

SERAFINA ANTIGA

A FICHA DO SINDICATO RURAL DO MEU FALECIDO PAI. ALI ESTÁ A PROVA DE QUE MORÁVAMOS NA CAPELA SAN PIERO, DIO CRISTO....

 

serafina antiga

padre roberto ciotola está enterrado no cemiterio local.

nasceu 21.7.1921 em ateleta na italia

morreu em 23.03.2008 em passo fundo.

exerceu seu apostolado no brasil em 1946 a 2008



inteligente, culto( bota culto nisto...)educador( grande educador sabia ensinar) humilde, homem de fé,transmitiu o evangelo com a palavra e a vida....está enterrado num tumulo simples onde sele PASTOR AMADO.

devo a ele o muito que sei de portugues...(OC)

 

SERAFINA ANTIGA

O CORREIO RIOGRANDENSE

LEMBRO DO DIA QU EMEU PAI CHEGOU EM CASA COM O CORREIO RIOGRANDENSE TRAZENDO A NOTICIA DA MORTE DO MEU AVO...QUE ERAO REPRESENTANTE ' DEI FRATI' EM SERAFINA, UM DOS....



A DATA DA EDIÇÃO É DE 30.8.1961

CONSEGUI ESTA COPIA JUNTO AO JORNAL EM CAXIAS....

 

serafina antiga...

CLARO QUE OS COSTUMES MUDARAM MUITO. OS JOVENS DE HJ EM DIA NEM PODEM IMAGINAR QUE NOS ANOS 50,60 OS SERAFINENSES QUE PRECISAVAM USAR CAMISA DE VENUS COMO SE CHAMAVA O PRESERVATIVO TINHAM QUE IR COMPRAR NAS FARMACIASDE PASSO FUNDO,OU PORTO ALEGRE...

- AS FREIRAS NÃO VENDIAM NA FARMÁCIA DE SERAFINA, ME CONTOU UM ANTIGO MORADOR.

E POR ISTO ACONTECIAM TRAGEDIAS QUANDO ALGUMA MOÇA TINHA RELAÇÕES E ENGRAVIDAVA...

QUE COISA A IGNORANCIA, NÉ..AINDA BEM QUE ISTO FOI SUPERADO...(OLIDES)

 

TRISTEZA EM SERAFINA



GA PARTIO GUERINET COM SUA SIMPLICIDADE, SUA POPULARIDADE, SEU JEITO DE COLONO...

MORREU DE HEPATITE....

QUANDO O PAULO MASSOLINI SOAVA A MATRACA NO PROGRAMA DOS ITALIANOS NA ODISSEIA LA DOMENICA DE MANHÃ SABIA QUE VINHA UMA BOA DO GUERINET....

ELE AS CONTAVA COM ALEGRIA, MAS O VI CHORAR AO VIVO NO DIA QUE FALARAM DA MORTE DO SEU IRMÃO PADRE....

ERA MUITO EMOTIVO. O LEMBRAMOS COM SAUDADE. (OLIDES) E TINHA MAIS UMA VIRTUDE ERA FILHO DA SANTINA E ERA DE LA SAN PIERO..

 

serafina antiga

dois prefeitos que marcaram época na cidade. polaco, ou poli(bom de voto, não diz não pra ninguém) e gheler, que foi o primeiro prefeito do pmdb.depois de 28 anos de arena....ou pds....

 

serafina antiga

o artigo que o lalo rodrigues publicou no correio do povo em 1970onde ele chama a cidade de ' simpatia'. o flávio soccol diz que é invenção dele...durma-se com um barulho destes(OC)

 

SERAFINA ANTIGA

OS VIVIAN FORAM COLONIZADORES. O RICARDO TINHA UMA EMPRESA E LEVOU MUITOS COLONOS DE SERAFINA PRA IRACEMINHA, EM SC.



AQUI O ORGULHO DE DOIS DELES QUE JÁ TINHAM CASA E O FAMOSO JEEP NA FRENTE...
ALTEMIR ROSATTO E TEREZINHA VIVIAN JÁ ESTABELECIDOS EM IRACEMINHA. AS VIAGENS ATÉ LÁ ERAM VERDADEIRAS ODISSEIAS. HJ COM ASFALTO SE VAI DE IRACEMINHA - QUE EU NEM CONHEÇO - A SERAFINA EM 2 HORAS.(oc)

 

A BRIGA PELA PRESERVAÇÃO



EM 4.10.2011 O PIONEIRO DE CAXIAS ENTRA NA BRIGA DA SALETE CADORE COM O BETO CHIARELLO POR CAUSA DA PRESERVAÇÃO DA CANTINA.

A ' CRI' SALETE NÃO QUERIA O ESPIGÃO QUE FOI FEITO NA FRENTE. ...LUTOU...LUTOU...LUTOU. MAS NO FIM E AO CABO O BETO CHIARELLO COM BONS ADVOGADOS CONSEGUIU QUE O PREDIO FOSSE CONSTRUIDO E MANTIDO.
CLARO QUE A FRENTE DA CANTINA FICOUPREJUDICADA. MAS AI A JUSTIÇA DEU A SENTENÇA SALOMONICA( COMO NÃO S ABEM O QUE É, EXPLICO: QUANDO IAM CORTAR O FILHO, PRA DIVIDIR, A VERDADEIRA MÃE GRITOU E ABRIU MÃO DE SUA PARTE..É UM EPISODIO BIBLICO....)

A JUSTIÇA DEIXOU A CONSTRUÇÃO DO PRÉDIO,DO BETO CHIARELLO, QUE SEGUNDO MEU PRIMO BETO STEFENON REPRESENTA A ' APOSENTADORIA' DELE PELO VALOR DOS ALUGUEIS ALI COBRADOS E A JUSTIÇA DEIXOU O PRÉDIO DA CANTINA DA SOCIEDADE ESTRELA, QUE ESTÁ ALUGADA PRA UMA IGREJA FAZER SEUS CULTOS.

MAS EU ACHO- SE É QUE EU TENHO QUE ACHAR ALGUMA COISA ....- QUE A A SALETE TEM RAZÃO...LUTOU PELA PRESERVAÇÃO DA MEMORIA DA INDUSTRIALIZAÇÃO DA REGIÃO.

ENTÃO TAMBÉM NÃO CONCORDO QUE TENHAM QUE DERRUBAR TUDO. O VEIO NELSON ASSONI QUANDO VIU AQUELA LUTA CORREU E MANDOU DERRUBAR O CASARÃO DELE, ANTES QUE FOSSE EMBARGADA A DFERRUBADA....( ME CONTARAM EM SERAFINA QUE UM DIA O VEIO TAVA NA LOTERICA E QUANDO VIU A SALETE CADORE E A BI CERVIERI SE ACERCAREM DELE PENSOU QUE ELAS IAM PEDIR QUE ELE NÃO DERUBASSE O CASARÃO E QUE ELE SAIU CORRENDO, FUGIU POR UMA PORTA LATERAL, OU ALGO QUE O VALHA, NÃO SEI SE É VERDADE,OU UMA FOFOCA QUE CONTAM NO MARRUCUS BAR...)

AGORA O PICCOLI JÁ CERCOU TODAS AQUELEAS CASAS ANTIGAS DA MIGUEL SOCCOL E VAI FAZER UM PREDIO, MAS AS CASAS REALMENTE NÃO TINHAM VALOR HISTORICO COMO A CANTINA DOS CERVIERI TINHA.

ALIAS DIZ O MAURO ROCHA QUE NAQUELA CANTINA TAMBÉM SE USAVA UVA PRA FAZER VINHO...MALDADE DELE(oc)

 

serafina antiga


festa de casamento de Paula Vivian(suponho que é filha do Ricardo...)Aldo Perin atrás o politico Bruno Marocco.

aniversário de casamento de Ricardo Vivian e Paulina Zamprogna. Bodas de Ouro.

capitel da capela aparecida em outubro de 1966. foto de iraldo artussi...


ricardo vivian conduz a filha pro casamento. a camionete é dele. é uma dupla veraneio. apenas ele e o cantotr VICTOR MATHEUS TEIXEIRA, O TEIXEIRINHA TINHAM UMA...comprada na bulamach, de passo fundo...


na capela aparecida, o pessoal do ptb festeja...ricardo vivian, berto alban( de bone...)bruno marocco e outros.

fotos cedidas pelo neto do ricardo vivian....

 

Do sonho à realidade: Iluminação na ERS 129

Durante os festejos dos 55 Anos de Serafina Corrêa, a Prefeitura realizou a entrega oficial da iluminação pública na ERS 129. Com o objetivo de oferecer maior segurança na travessia do trecho, mobilidade e trafegabilidade, a Prefeitura de Serafina Corrêa iniciou, no mês de Abril, mais esse importante projeto que vai ao encontro da comunidade e região. A obra compreende o trecho do acesso ao Loteamento Popular Aparecida até o acesso ao Loteamento Industrial Salete, onde foram investidos mais de R$ 304 mil, com recursos públicos, proporcionando segurança, mobilidade e qualidade de vida para todos. A Solenidade aconteceu na quinta-feira, 23 de Julho de 2015, no trevo próximo ao Pórtico do município, reunindo autoridades locais, imprensa e a comunidade serafinense. Houve também muita música, com o importante Projeto Cultural da Prefeitura de Serafina Corrêa, a Banda Municipal, com a coordenação do Professor Adriano Nunes de Souza.

23 de julho de 2015

de São Borja

FARELO VAI CORTAR 40 CCs na prefeitura de são borja.

choro e ranger de dentes por todos os lados.....

 

Livro

po goulart, aquele é um sebo de ESQUERDA. TU NÃO LEU NO SUL 21. ELES SÃO DE ESQUERDA MAS GOSTAM DE DINHEIRO KKKK(OLIDES)

De: angoulart
Enviada: Quarta-feira, 22 de Julho de 2015 01:10

Seguindo uma indicação de OC, Antônio Goulart foi a um sebo da Ladeira atrás do livro "No Planalto, com a imprensa" (entrevistas de secretários de imprensa e porta-vozes, de JK a Lula). Edição caprichada, 2 volumes, embalados numa caixa especial. Tinha uma etiqueta colada: R$ 150,00. Goulart achou o preço alto demais e disse que ia pesquisar melhor. O funcionário justificou, dizendo que era uma obra rara. Mas, na mesma hora, começou uma busca no computador. E logo encontrou o mesmo título por R$70,00. O negócio foi fechado e no cartão. Quem explica essa diferença de preço?

 

Coleguinhas

o goulart se queixa comigo de barriga cheia. eu dou uma puta dica, ele vai lá, acha caro os livros do planalto e ainda acha pela metade.

sorry, periferia, dizia o ibraim sued....

outra....

hoje na salinha maldita aquela que vão fechar e nunca fecham tinha um bando de jornalistas conversando..

bando no bomsentido, é claro....

ai eu contei uma de um hoje famoso coleguinha.

quem me contou foi seu sócio numa revista anos atrás...

uma manhã amanheceu na frente do prédio onde o sujeito morava, dois postes, dois metros e pico...não digo a cor pq senão me enrolo...

viemos aqui cobrar este cheque sem fundos do senhor, disseram logo que ele teve que se identificar na saída do prédio.

- ah, não, vamos conversar, começou a sessão ENROLATION....

- não disse um dos postes, o sr. nos de um outro cheque e vá providenciar fundos ainda hoje senão lhe quebramos a cara.

eram representantes de um putedo da farrapos onde o dito cujo tinha largado o voador(olides)

 

de São Borja

esses encontros viraram tudo como a celanira bopsin dizia, cachaçada....era o que se fazia nas assembléias dos rodoviários tudo termianva em cachaçada. como estes encontros do capincho(olides)

 

SIDERURGIA APOSTA NO AUMENTO DO CONSUMO INTERNO DE AÇO PARA VOLTAR A CRESCER

O aumento do consumo interno de aço é a aposta do setor siderúrgico nacional para o incremento de suas vendas a médio e longo prazos, através, principalmente, da sua utilização na indústria da construção em obras de infraestrutura e de edificações. Esta perspectiva, porém, ainda está relativamente distante, pois em 2015 o consumo da matéria-prima no Brasil retrocederá aos níveis de 2007, quando atingiu a 22,0 milhões de toneladas. Como consequência da queda da atividade econômica, o consumo per capita brasileiro, que foi de 132 quilos em 2013, baixou para 122 quilos em 2014 e será ainda menor no corrente ano. A análise foi feita pelo gerente geral de vendas da ArcelorMittal Tubarão, Eduardo Zanotti, em palestra proferida hoje na reunião-almoço da Associação do Aço do Rio Grande do Sul, realizada no Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre. No curto prazo, salientou, a empresa busca aumentar suas vendas para o mercado externo, principalmente para países da América do Norte, Europa e América Latina. O presidente da Associação, José Antonio Fernandes Martins, atribuiu o retardamento no processo de reativação da economia do país ao clima de incertezas gerado pela disputa política entre os poderes Executivo e Legislativo, que atrasa a aprovação das medidas de ajuste fiscal pelo Congresso Nacional. Estima que devido a tal obstáculo, a melhora do desempenho da economia não acontecerá antes do segundo semestre de 2016.

 

da Agência Pública

Treinados pra rinha de rua

Praças da PM criticam formação focada na servidão aos oficiais, vivida em um ambiente em que abusos físicos, psicológicos e disciplinares fazem parte da rotina

por Ciro Barros

“Bora, bora, você é um bicho. Você é um jumento, seu gordo!”. O ex-soldado Darlan Menezes Abrantes imita a fala dos oficiais que o instruíam na academia quando ingressou na Polícia Militar do Ceará, em fevereiro de 2001. “Às vezes, era hora do almoço e os superiores ficavam no meu ouvido gritando que eu era um monstro, um parasita. Parecia que tava adestrando um cachorro. O soldado é treinado pra ter medo de oficial e só. O treinamento era só mexer com o emocional, era pro cara sair do quartel igual a um pitbull, doido pra morder as pessoas. Como é que eu vou servir a sociedade desse jeito? É ridículo. O policial tem que treinar o raciocínio rápido, a capacidade de tomar decisões. Hoje se treina um policial parece que está treinando um cachorro pra uma rinha de rua”, reflete.

Darlan lembra sem saudade dos sete meses passados no extinto Curso de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da PM cearense. “Sempre que um professor faltava, éramos obrigados a fazer faxina em todo o quartel. E o pior: quem reclamava podia ficar preso o fim de semana todo. A hierarquia fica acima de tudo no militarismo. O treinamento era só aquela coisa da ordem unida [exercícios militares de formação de marcha, de parada ou reunião dos membros da tropa], ficar o dia inteiro marchando debaixo do sol quente. Lá dentro é um sistema feudal, você tem os oficiais que podem tudo e os soldados que abaixam a cabeça e pronto, acabou. Você é treinado só pra ter medo de oficial, só isso. O soldado que vê o oficial, mesmo de folga, se treme de medo”, diz.

Enquanto era policial, Darlan estudava Teologia no Seminário Teológico Batista do Ceará e Filosofia na UECE (Universidade Estadual do Ceará). O ex-soldado conta que passou a questionar algumas ordens e instruções enquanto frequentava a academia e logo ganhou um apelido: “Mazela”, uma gíria mais comum no nordeste do Brasil para uma pessoa mole, preguiçosa. Pouco a pouco se espalhava entre a tropa a ideia de que os questionamentos do “Mazela” eram fruto de uma pura preguiça com relação aos exercícios militares.

“Fiquei com essa fama no quartel”, afirma. “É uma lavagem cerebral. O militarismo é uma espécie de religião que cria fanáticos. Ordem unida, leis militares, os regimentos e tal, aqueles gritos de guerra. Essas coisinhas bestas que os policiais vão aprendendo, como arrumar direito a farda. Você pode ser preso se não tiver com um gorro ou chapéu na cabeça. Essas coisas que só atrapalham a vida dos policiais. Às vezes eu pegava um ônibus superlotado, chegava com a farda amassada e ficava sexta, sábado e domingo preso. Você imagina? Por causa de uma besteira dessas? Isso é ridículo”, exclama. “E isso é antes e depois do treinamento: se você for hoje na cavalaria da PM de Fortaleza você vai ver policial capinando, pegando bosta de cavalo, varrendo chão, lavando carro de coronel, abrindo porta para os semideuses [oficiais]. Eu nunca concordei com isso e fiquei com fama de preguiçoso”, diz.

O assédio moral é a regra na formação do PM em cursos de curta duração que tem como preocupação principal imprimir a cultura militar no futuro soldado; com pouco aprendizado teórico em temas como direito penal, constitucional e direitos humanos; além da sujeição a regulamentos disciplinares rígidos. É o que constatou a pesquisa “Opinião dos Policiais Brasileiros sobre Reformas e Modernização da Segurança Pública” publicada em 2014 pelo Centro de Pesquisas Jurídicas Aplicadas (CPJA), da Escola de Direito da FGV de São Paulo, e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (Veja o infográfico abaixo). Foram ouvidos mais de 21 mil profissionais de segurança pública (entre policiais civis, militares, rodoviários federais, agentes da polícia científica, peritos criminais e bombeiros) de todas as unidades da federação, mais da metade deles policiais militares, sobretudo praças (policiais de patentes mais baixas). Destes, 82,7% afirmaram ter formação máxima de um ano antes de exercer a função, 38,8% afirmaram que já foram vítima de tortura física ou psicológica no treinamento ou fora dele e 64,4% disseram ter sido humilhados ou desrespeitados por superiores hierárquicos. 98,2% de todos os profissionais (incluindo profissionais de outras áreas) que responderam a pesquisa afirmaram que a formação e o treinamento deficientes são fatores muito importantes para entender a dificuldade do trabalho policial.

Apesar dos números alarmantes, o tema ainda é pouco discutido dentro das corporação e fora dela. Em vários estados, os regimentos internos das polícias militares proíbem expressamente que os policiais se manifestem a respeito da própria profissão. Eles também dizem ter pouco espaço para denunciar as violações sofridas por eles no dia a dia – a estrutura fechada e hierárquica do militarismo dá pouca brechas para denúncias ou críticas dos policiais com relação à própria formação, principalmente fora dos quartéis. Mesmo que essas denúncias se refiram ao descumprimento de direitos humanos primordiais.

“Morto por “suga”


Paulo Aparecido dos Santos. Foto: Reprodução Jornal Extra

A ênfase excessiva na preparação física nos cursos de formação já resultou até em mortes. O caso mais recente talvez tenha sido o do ex-recruta da PM Paulo Aparecido dos Santos, de 27 anos, morto em novembro de 2013 após uma sessão de treinamentos no CFAP (Centro de Aperfeiçoamento de Praças da Polícia Militar) do Rio de Janeiro. Paulo morreu após uma “suga”, gíria dos policiais cariocas para as sessões de treinamentos físicos que levam os recrutas até o esgotamento físico.

Durante a sessão, segundo os relatos de outros recrutas ouvidos pelo repórter Rafael Soares do jornal Extra, quem não conseguia acompanhar o ritmo da sessão de treinamentos físicos era obrigado a sentar no asfalto quente – naquele dia fez mais de 40 graus no bairro de Sulacap, zona oeste do Rio, onde está localizado o CFAP – ou submetido a choques térmicos com água gelada.

No mesmo dia em que Paulo morreu, outros 32 alunos precisaram de atendimento médico – 18 com queimaduras nas nádegas ou nas mãos. Oito oficiais foram denunciados pelo Ministério Público pela morte de Paulo. O caso ainda tramita na Justiça Militar.

Em 2012, três batalhões de Curitiba foram denunciados por excessos relacionados à formação dos recrutas. O roteiro é o mesmo: verdadeiras sessões de tortura física e psicológica, castigos, punições rigorosas. Há até uma acusação de assédio sexual (segundo a denúncia, um cabo teria beijado uma recruta à força).

Lição de tortura

A institucionalização de violações de direitos humanos dentro da PM na formação e treinamentos dos seus integrantes reflete-se diretamente na maneira como reagem no cotidiano com a população. Um relato exemplar está no relatório final da Comissão da Verdade do Estado de São Paulo, em que o sociólogo e ex-secretário de Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Eduardo Soares, afirmou em depoimento concedido no dia 28 de novembro de 2013: “O BOPE [Batalhão de Operações Policiais Especiais, pelotão de elite da PM fluminense] oferecia, até 2006, aulas de tortura, 2006! Aulas de tortura! Não estou me referindo, portanto, apenas às veleidades ideológicas (…), nós estamos falando de procedimentos institucionais”, afirmou.

Foi a essa realidade que o então recruta Rodrigo Nogueira Batista, egresso da Marinha, foi apresentado ao participar das Operações Verão nas Praias dois meses depois de ingressar na PM, descritas por ele como uma espécie de estágio que os recrutas fazem com policiais mais antigos nas praias nobres da capital fluminense – Ipanema, Copacabana, Barra da Tijuca, Botafogo, Recreio.

“A minha turma partiu pro estágio com dois meses de CFAP, dois meses dentro do CFAP tendo meio expediente e depois rua. Lá fomos nós de cassetete, shortinho e camisa da Polícia Militar, isso pra população ver aquele monte de recruta passando para poder dar o que eles chamam de ‘sensação de segurança pra população’”, relembra. “Eles colocam o policial antigo armado e dois ou três ‘bolas-de-ferro’, como eles chamam os recrutas, justamente por dificultar a movimentação do policial antigo. A gente chegava e o antigo ficava angustiado com a nossa presença porque queria pegar dinheiro do flanelinha, do cara que vende mate, da padaria e quando ele ia no português comer alguma coisa tinha que dividir com os “bolas-de-ferro”’, lembra. Na rua: “a barbárie imperava: pivete roubando, maconheiro… Tudo que tu imaginar. Quando caía na mão era só porrada, porrada, porrada, gás de pimenta, muito gás de pimenta. Foi ali que eu tive contato com as técnicas de tortura que a Polícia Militar procede aí em várias ocasiões”, afirma.

“Você vê agora o caso do Amarildo”, comenta. “Aqueles policiais que participaram do caso Amarildo, pelo menos de acordo com o que o inquérito está investigando, estão fazendo as mesmas práticas que eu já fazia, que o meu recrutamento já fazia, que outros fizeram bem antes de mim e que já vem de muitos anos. Vem de uma cultura”, analisa.


O ex-soldado da PM, Rodrigo Nogueira, preso em Bangu 6 desde 2009, durante entrevista a Agência Pública, fala de seu livro "Como nascem os monstruos". Foto Bel Pedrosa. Rio 23.06.15

Entrevistamos Rodrigo em Bangu 6, o presídio destinado a ex-policiais, bombeiros, milicianos, agentes penitenciários dentro do complexo penitenciário carioca. Condenado a 30 anos de reclusão, somando-se as penas recebidas na esfera civil e militar, ele falou com a Pública numa salinha apertada dentro da penitenciária. Rodrigo é autor de “Como Nascem os Monstros” (Editora Topbooks), um catatau de mais de 600 páginas onde descreve o que considera o processo de “perversão” a que são submetidos os jovens na corporação e que o teria levado a ser condenado por crimes como tentativa de homicídio triplamente qualificado, furto, extorsão e atentado violento ao pudor (ele nega ter cometido os crimes pelos quais foi condenado, mas afirma que não é inocente e que já cometeu outras arbitrariedades quando PM).

“Por exemplo, um pivete roubou uma coisa de um turista e correu. O policial corre atrás do pivete e pega o pivete. Quando ele consegue chegar no pivete, ele já jogou o que ele roubou fora, e ele é menor de idade, não pode ser encaminhado para a delegacia. Porra, mas o policial sabe que ele roubou. Aí entra o revanchismo, a hora da vingança. Primeiro lugarzinho separado que tiver (cabine, atrás de um prédio, dentro dos postos do guarda-vidas) é a hora da válvula de escape”, resume. E como é orientado o recruta antes de ir para rua? “Uma das instruções que os oficiais davam antes do efetivo sair pro policiamento era: ‘olha, vocês podem fazer o que vocês quiserem, pega o pivete, bate, quebra o cassetete, dá porrada no flanelinha. Só não deixa ninguém filmar e nem tirar foto. O resto é com a gente. Cuidado em quem vocês vão bater, cuidado com o que vocês vão fazer e tchau e benção’”, relata. “O camarada começa a ver um pivete levando choque, spray de pimenta no ânus, no escroto, dentro da boca e não sente pena nenhuma. Pelo contrário, ele ri, acha engraçado. E tem um motivo: se nesse momento que o mais antigo pegou o pivete e começa a fazer isso, se você ficar sentido, comovido por aquela prática, pode ter certeza que vai virar comédia no batalhão, vai ser tido como fraco. Vai ser tido como inapto para o serviço policial”, afirma.

Segundo ele, quem demonstra “fraqueza” ou “covardia” num momento como esse começa lentamente a ser destacado e afastado das funções de “linha de frente” da corporação. “Se você é duro, você vai trabalhar na patrulha, no GAT [Grupamento de Ações Táticas], na Patamo [Patrulhamento Tático Móvel]… Agora você que é mais sensato, que não vai se permitir determinadas coisas, não tem condições de você trabalhar nos serviços mais importantes. Não tem como o camarada sentar no GAT se não estiver disposto a matar ninguém. Não tem como. E não é matar só o cara que tá com a arma na mão ali, é matar alguém porque a guarnição chega a essa conclusão: ‘Não, aquele cara ali a gente tem que matar’. Aí é cerol mesmo”, garante.

Essa disposição pra matar na “linha de frente” relatada por Rodrigo se traduz em casos reais ocorridos com as PMs. Em um áudio revelado pelo repórter Luís Adorno, da Ponte, o 1º tenente da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar, tropa de elite da PM paulista) Guilherme Derrite afirma: “A polícia tá como sempre, né, querendo reduzir a letalidade policial. Então os tenentes, principalmente os oficiais, mas também cabos e soldados que nos últimos cinco anos se envolveram em três ocorrências ou mais que tenham resultado em evento morte do criminoso estão sendo movimentados. Até eu que to fora da rua há dois anos me encaixo nessa lista. Porque pro camarada trabalhar cinco anos na rua e não ter ma… três ocorrências, na minha opinião, é vergonhoso né?”

Sim senhor, Não senhor

A cultura de violência nasce com a desumanização do próprio PM já na formação, relatam os entrevistados. “O soldado da polícia militar não tem direito nenhum. A gente tem que dormir em alojamentos sujos, caindo aos pedaços. Cada um tinha que trazer a sua rede pra dormir no alojamento. Os colegas casados que fizeram o treinamento passaram muita dificuldades porque passamos três meses sem receber salário. O soldado só tem direito de dizer sim senhor e não senhor e de marchar o tempo todo”, resume o ex-soldado Darlan Menezes Abrantes. “Como uma polícia antidemocrática vai cuidar de uma sociedade democrática?”, pergunta.

Autor de um livro intitulado “Militarismo: um sistema arcaico de segurança pública” (Editora Premius), Darlan foi expulso da polícia cearense em janeiro de 2014, após 13 anos de PM. O que causou a expulsão, segundo ele, foi o livro. “Eu fui pra algumas universidades aqui de Fortaleza distribuir o livro e fiquei do lado de fora da Academia [Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP-CE)] na hora do almoço. Aí os alunos vinham, pegavam o livro e levavam pra dentro. Durante uma das aulas, alguns alunos perguntaram para uma professora porque aqui no Brasil tinha polícia militar se na maioria dos países do mundo ela não era militarizada. Os alunos falaram que tinham visto no meu livro. Aí, pronto. Começaram a investigar a minha vida, abriram um IPM [Inquérito Policial Militar], eu fui interrogado e eu fiquei impedido de trabalhar na rua”, conta.


Darlan Menezes Abrantes

No capítulo 11 do livro de Darlan, há algumas frases anônimas ditas por seus colegas a respeito da PM. “Os oficiais são uns sanguessugas”, diz uma das frases; “a PM é a polícia mais covarde que existe, pois só prende pobre”, afirma outra. “No meu interrogatório, eles queriam que eu dissesse o nome de cada policial que falou as frases, pra cada policial ser punido. A minha advogada alegou sigilo da fonte, igual vocês jornalistas têm. Em outra sessão, nessa época que eu tava respondendo o processo, eu tentei argumentar com um capitão. ‘Não, capitão, é meu direito escrever o livro’. Ele ironicamente pegou uma folha de papel em branco e jogou na minha frente, dizendo: ‘Aqui, os seus direitos’”, diz.

A PM cearense alegou que a expulsão se baseava em vários artigos do Código Disciplinar e do Código Penal Militar e que a conduta do ex-soldado iam de encontro ao pudor e decoro da classe. Em São Paulo e no Ceará, é proibido ao policial “publicar, divulgar ou contribuir para a divulgação irrestrita de fatos, documentos ou assuntos administrativos ou técnicos de natureza policial, militar ou judiciária que possam concorrer para o desprestígio da Corporação Militar”. Darlan denunciou sua expulsão ao Ministério Público do Ceará e entrou com uma ação de reintegração na Justiça ainda não julgada. Procurada pela Pública, a PM cearense não quis explicar o motivo da expulsão de Darlan nem comentar as declarações dele.

Regulamentos “obsoletos e antidemocráticos”

“Imagina um professor que não pode falar de educação ou um médico que não pode falar de saúde. Em muitos estados, o policial não pode falar de segurança pública”, afirma o sociólogo Ignacio Cano, do Laboratório de Análise da Violência da UERJ. Ele é autor de um estudo que analisou os “manuais de conduta” dos PMs com o objetivo de comparar os códigos e legislações disciplinares das corporações de segurança pública no Brasil.

“Os regulamentos disciplinares da PM são obsoletos, antidemocráticos, muitos deles pré-constitucionais”, define o sociólogo. “Eles foram criados para garantir a hierarquia e a disciplina dentro da corporação e a imagem da corporação, não foram feitos para proteger nem a população e nem o policial”, afirma o professor. “A maior parte da formação na PM é para o policial aprender normas, tanto as leis quanto as normas internas da corporação, e correr pra cima e pra baixo pra ficar em forma. A educação física não é dada com um propósito de saúde do trabalho, ela também está nessa lógica da disciplina. O que alguns especialistas e membros da polícia dizem que, implicitamente, esses artigos abusivos foram derrubados com a Constituição. O fato é que o diploma legal continua vigente”, diz.

Segundo seu estudo, ao menos 10 unidades da federação possuem regulamentos anteriores à Constituição, inspirados no Regulamento Disciplinar do Exército (RDE). Alguns estados até adotam diretamente o RDE como regulamento nas polícias militares. Isso foi determinado a partir de um decreto da ditadura,o Decreto-Lei 667, de 2 de julho de 1969. O artigo 18 do decreto estabelece que: “As Polícias Militares serão regidas por Regulamento Disciplinar redigido à semelhança do Regulamento Disciplinar do Exército e adaptado às condições especiais de cada Corporação”.

“Nos regulamentos que nós analisamos, nós vimos casos extremos neste estudo, como regulamentos que estipulam que, se um policial em posição superior bater num policial de nível inferior para obrigar a cumprir uma ordem, então não tem problema, é uma coisa normal. Esse é um dos casos mais extremos”, afirma Ignacio Cano. Ele cita outros abusos, decorrentes do excesso de regulação. “Há todo um moralismo especial sobre o policial que regula até a vida privada dele. Ele não pode fazer coisas que a maioria dos mortais fazem: se embebedar, contar uma mentira, contrair dívidas. Ele pode ser punido por essas coisas. Isso cria uma visão de super-homem moral que não existe, isso sujeita os policiais a riscos permanentes de punição por condutas que a maioria dos brasileiros fazem”, explica.

Há vários exemplos dessa regulação da vida privada dos policiais. No Espírito Santo, segundo o regulamento, é proibido aos policiais “manter relacionamento íntimo não recomendável ou socialmente reprovável, com superiores, pares, subordinados ou civis”. No Amazonas, é vedado ao policial “falar, habitualmente, língua estrangeira, em estacionamento ou organização policial militar, exceto quando o cargo ocupado pelo policial militar o exigir”. Em nove estados, constitui uma transgressão disciplinar o policial “contrair dívidas ou assumir compromissos superiores às suas possibilidades, comprometendo o bom nome da classe”.

A hierarquia é o valor supremo nos manuais das PMs. Os regulamentos disciplinares das polícias de Alagoas e Mato Grosso proíbem: “sentar-se a praça, em público, à mesa em que estiver oficial ou vice-versa, salvo em solenidades, festividades, ou reuniões sociais”. Em outros sete estados, é uma transgressão disciplinar o policial que está sentado deixar de oferecer seu lugar a um superior. Só nove estados classificam as transgressões tipificadas nas categorias comuns (Leve, Média, Grave e Gravíssima); nos demais fica a cargo do superior estipular a gravidade da transgressão.

“Os direitos humanos dos policiais são lesados frequentemente com esses regulamentos. E aí nós queremos que eles respeitem os direitos humanos dos cidadãos quando eles como seres humanos e trabalhadores não tem os seus direitos respeitados”, observa Cano. “Quando você trata o policial de uma forma autoritária e arbitrária, o que você está promovendo é que ele trate o cidadão da mesma forma. Ele tende a descontar no cidadão a repressão que ele sofre no quartel. Ele tende a ser autoritário, arbitrário, impositivo. Ele não tem diálogo no quartel, por que ele vai dar espaço pra isso com o cidadão? Ele tende a esperar do cidadão a mesma moral que a dele”, argumenta o sociólogo.

Principal nome à frente do site Rede Democrática PM BM, o primeiro sargento da PMDF Roner Gama é um exemplo da restrição da corporação à liberdade de expressão de seus integrantes. “Essa carga negativa da ditadura se reflete em procedimentos internos punitivos que existe ainda hoje. O policial, por exemplo, não pode manifestar na rede social sobre certos aspectos internos da corporação sob o risco de responder. Eu mesmo estou respondendo a diversos inquéritos e sindicâncias por me expressar ali naquele site. Hoje mesmo eu vou na Corregedoria responder por um comentário que alguém fez no site. É uma coisa chata, constrangedora. A PM é a única instituição do país em que o agente não pode questionar o seu superior. Um servidor público não pode questionar procedimentos internos? É algo fora do contexto que vivemos. É totalmente absurdo”, afirma.

Com mais de 20 anos de experiência dentro das academias de polícia brasileiras e latinoamericanas, a antropóloga e professora do Departamento de Segurança Pública da Universidade Federal Fluminense (UFF), Jacqueline Muniz, afirma: “No Brasil, nós temos uma lógica aristocrática pautada em privilégios que perverte o sentido da hierarquia e da disciplina. É um abuso de poder continuado, como acontece com regulamentos disciplinares caducos e inconstitucionais”, analisa.

“Os próprios policiais dizem nas ruas e nas minhas pesquisas que a motivação deles é a punição. Isso reflete ambientes de pouca cidadania, transparência, de poucos reconhecimentos dos direitos constitucionais de um dos principais atores da democracia. O policial é quem faz valer a Constituição na esquina, não é o Rex que late e abana o rabo. Ele não tem que cortar grama do superior hierárquico, virar motorista da esposa do coronel, servir cafezinho, ceder lugar na fila do cinema pro superior. Essa cultura faz com que o policial se sinta inseguro na rua justamente por uma insegurança institucional e um policial inseguro é pior do que um policial mal pago. Ele se vê o tempo todo com medo de ser punido. Os policiais sempre dizem: ‘se eu faço demais eu sou punido, se eu faço de menos eu sou punido, se eu não faço, eu sou punido’. Faltam parâmetros de aferição qualificada para o trabalho policial e isso ainda depende de nós instituirmos um processo formativo profissional pras polícias”, analisa.

“Polícia não se improvisa. Um policial experiente custa muito caro à sociedade, ele não pode ser substituído porque morreu ou porque se acidentou”, conclui a antropóloga.

‘Eu já cai no chão paraplégico’

Em 1989, Saul Humberto Martins, hoje beirando os 50 anos, sonhava em entrar na Polícia Militar do Distrito Federal. Ele diz que achava a profissão bonita, que via muitas coisas ruins nas ruas e achava que podia contribuir como policial. Saul entrou na corporação por concurso, tornou-se cabo da PM e trabalhou como policial por 18 anos até ser atingido por um tiro acidental durante uma instrução, em abril de 2008, que o fez ficar paraplégico.

“Aquele dia estava tendo um curso de Radiopatrulhamento que tinha começado. Eu não fazia parte do curso, tava em outra área, mas me pediram pra dar um apoio. E eu fui”, relembra. No curso, voltado a policiais com mais de dez anos de polícia, Saul deveria simular que era um criminoso e, em várias situações, tentar tomar a arma das mãos de outro policial. Ele então tirou o colete balístico que usava para ter mais mobilidade e para representar o papel de “meliante”.

Antes do treinamento, todos os participantes eram orientados a descarregar suas armas. Porém, durante a instrução, um soldado participante do curso disse que estava com dor de cabeça e quis deixar o quartel para ir à farmácia. Ele saiu do local,carregou a arma e colocou na cintura e foi de viatura comprar remédio. Quando retornou, o soldado esqueceu da arma carregada. “Assim que ele chegou, um oficial entrou na parte de trás do carro e falou pro soldado: ‘vamo que agora é a vez de vocês fazerem a abordagem’. Eles entraram no local da instrução, que era um local fechado. Quando eles entraram, o oficial orientou: ‘aborda aquele pessoal lá’”, afirma. Na simulação, Saul foi orientado a reagir à abordagem. Quando ele reagiu, o soldado que tinha saído disparou a arma carregada.


Imagem do treinamento de abordagem que deixou Saul Humberto Martins paraplégico

“O tiro pegou na minha omoplata, perfurou o pulmão, a coluna e se alojou na minha medula. Eu já cai no chão paraplégico”, diz. O episódio de Saul foi filmado e pode ser visto aqui (as imagens são muito fortes). Saul ficou um mês internado no Hospital Regional de Taguatinga. A corregedoria da PM do Distrito Federal condenou o oficial instrutor do curso e o soldado que disparou a arma a nove meses de prisão (convertidos em serviços comunitários), mas seguem na corporação. Saul, que hoje é pastor evangélico, ainda pleiteia sua indenização na Justiça.

“Quem tava dando a instrução no dia do meu acidente não era instrutor. Simplesmente porque ele era oficial ele tava lá dando a instrução, mas ele não tinha preparo pra dar aquela instrução. Depois do meu acidente houve vários outros casos. Teve um colega meu que não foi bem orientado numa instrução de tiro, ele disparou, a cápsula bateu no olho dele e ele saiu de lá cego. Teve outro que levou um tiro no joelho e teve que amputar a perna. Teve o caso do sargento Silva Barros que morreu lá no Guará, que recebeu um tiro dentro do Quarto Batalhão de Polícia Militar. Teve até um instrutor do Bope que morreu também.”, relembra. “Nós precisamos de instrutores mais bem preparados. Temos bons instrutores, mas o problema é que eles querem colocar os oficiais piás na instrução só porque são oficiais. Tem muito sargento bom de instrução que não pode virar instrutor, porque eles querem ter esse privilégio. Puramente pela hierarquia”, reflete.

Sobre o treinamento em si, Saul critica o foco excessivo nos treinamentos de ordem unida. “O cara fica dentro da academia e 50% do curso é pra aprender militarismo. Precisamos de um treinamento mais técnico e profissional. O policial tem que ter mais treinamento de tiro, pra ele saber atirar, não pra matar ninguém, mas pra saber atirar quando for necessário”, opina.

A Pública tentou contato com alguns dos policiais acidentados no Distrito Federal, mas eles se recusaram a falar. Em nota, a PMDF afirmou que “faz treinamentos constantes com o objetivo de cada vez mais aprimorar e atualizar o seu pessoal, e esses treinamentos são realizados com armamento de fogo para simular reais situações de perigo e ação dos policiais. Todas as medidas de cuidado são tomadas, mas infelizmente acidentes acontecem, não só aqui, mas em qualquer lugar do mundo, e além do mais, a PMDF tem um dos menores índices de acidentes que causem graves lesões ou até mesmo a morte de nossos policiais”, conclui a nota.
Cultura da ditadura


Treinamento físico no CFAP do Rio de Janeiro

“Nosso sistema de segurança pública traz ainda muita coisa da época da ditadura, inclusive a formação”, afirma o cabo da PM de Santa Catarina Elisandro Lotin, presidente da Anaspra (Associação Nacional de Praças da Polícia Militar). “Nós já fizemos inúmeras denúncias [sobre os cursos de formação]. Recentemente, aqui em Santa Catarina tinha uma academia de polícia com 200 mulheres e elas foram obrigadas a ficar em posição de apoio e fazer flexões no asfalto quente às três horas da tarde, várias delas ficaram com queimaduras nas mãos. Aí você vai chegar nelas e dizer pra elas defenderem a sociedade?”, questiona.

Vanderlei Ribeiro, presidente da Aspra (Associação de Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro) desde 2008, atribui o “amadorismo” da formação à “cultura” da PM. “Nós somos mal formados, mal preparados e induzidos a erro pela cultura militarista que existe nas polícias militares de todo o Brasil. A formação impõe desde o início um comportamento autoritário que vai se refletir na população. A cultura militar é perversa, ela não prepara o PM para compreender que ele tem um compromisso social com a sociedade. A escola de polícia não tem qualificação nenhuma e não prepara ninguém pra atuar na rua. A formação é agressiva, não respeita os direitos humanos, é arrogante, autoritária e o policial só sabe agir da mesma forma quando sai da academia”, avalia.

Para o sargento Leonel Lucas, membro da Brigada Militar do Rio Grande do Sul e presidente da ABAMF (Associação Beneficente Antônio Mendes Filho, entidade dos praças da Brigada gaúcha) não só o treinamento dos praças precisa melhorar. “Infelizmente, nós temos ainda alguns capitães Nascimento dando instrução nos cursos de formação dos praças. É por isso que eu acho que a primeira coisa que tem que ser mudada é a formação acadêmica dos oficiais superiores, quando a gente mudar a cabeça de quem tá nos formando lá em cima e os oficiais superiores começarem a receber uma formação mais humanista, isso vai se refletir pra quem está nas patentes mais baixas.”
Mídia Ninja, SP, 2013

Academia não forma para direitos humanos

Autor de uma tese de mestrado em Direitos Humanos pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, o tenente-coronel Adilson Paes de Souza – 30 anos de serviço, hoje na reserva – analisou o peso da disciplina de Direitos Humanos no currículo da Academia de Polícia Militar do Barro Branco, escola de oficiais da PM paulista.

Segundo a dissertação de Adilson, só em 1994 a disciplina de Direitos Humanos apareceu no currículo do Barro Branco e, desde a sua inclusão, a disciplina nunca passou dos 2% do total de horas-aula oferecido nos cursos de formação. Em 2013, último ano coberto pela pesquisa de Adilson, a disciplina de Direitos Humanos representou só 1,4% do total de horas-aula do curso (90 horas aula em um total de mais de 6 mil horas de curso); hoje é ainda menor, foi reduzida para 41 horas-aula.

Adilson critica também o conteúdo geral dos cursos de formação. “Não é dada sequer uma pincelada do quadro social que nós vivemos de desigualdade, pobreza, exclusão. É nessa realidade que o policial vai trabalhar. Quando se fala da questão racial, o policial tem que entender o mecanismo histórico que produz a desigualdade racial até mesmo para que ele não reproduza de maneira inconsciente essas mesmas opressões no dia a dia. E essa é a queixa feita sobre a Polícia Militar na periferia: o viés extremamente racista”, exemplifica.

Para a antropóloga Jacqueline Muniz, da UFF, a partir do final dos anos 1980 algumas academias se abriram para outras áreas de forma positiva o que inspirou a criação da Rede Nacional de Altos Estudos em Segurança Pública (Renaesp), em 2003, que repassa recursos para cursos de especialização para as polícias em universidades de todo o país. “Qualificando os gestores e operadores de segurança pública e pesquisadores foi possível dar um salto de qualidade na elaboração de diagnósticos e iniciativas que subsidiassem políticas públicas”, destaca. Ela também considera importante a criação da Matriz Curricular do Ministério da Justiça (um documento de referência às polícias militares e civis brasileiras para a elaboração das grades curriculares de cada estado), e a criação do Fundo Nacional de Segurança Pública, com recursos vinculados ao planejamento das atividades. “Antes do Fundo a tradição era só de compra de armamento, viatura e munição. Então o policial ganhava um armamento novo, mas desconhecia completamente o que é a logística policial e o diálogo entre os armamentos para fazer uso gradual, qualificado e comedido da força.”

Os avanços, porém, estão restritos a alguns estados, observa Jaqueline Muniz. “Ainda não produzimos uma espécie de ‘esperanto’, de linguagem comum entre as polícias que favoreça a transparência, a profissionalização, a integração e o controle social sobre as práticas de ensino na polícia”, conclui.

A mudança não é fácil como experimentou na prática César Barreira, professor titular de Sociologia da Universidade Federal do Ceará e coordenador do LEV (Laboratório de Estudos da Violência). Em 2011 o sociólogo implantou a Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará, com uma proposta de formação integrada de todos os profissionais de segurança pública – à exceção dos agentes penitenciários. “Eu avalio essa experiência como muito positiva. Houve uma mistura do ambiente policial com o acadêmico, a parte técnica era dada pelos especialistas em segurança pública e a parte humanística era ensinada por professores doutores”, exemplifica. Ele usa os verbos no passado porque um ano e três meses depois do início da experiência, ele foi exonerado pelo secretário de Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco Bezerra. “Claramente essa minha proposta não foi muito bem recebida por todos. Os soldados, os policiais da Polícia Civil e a Polícia Forense receberam bem, parte dos oficiais da PM é que não receberam. Não sei se essas ideias vão continuar porque você sabe que um sociólogo à frente de uma academia de polícia é diferente de um tenente-coronel”, finaliza.

Outra tentativa é o Instituto Superior de Ciências Policiais (ISCP), uma instituição de ensino superior credenciada no MEC, criada pela Polícia Militar do Distrito Federal que oferece dois cursos de graduação (bacharelado em Ciências Policiais e tecnólogo em Segurança Pública) e cursos de pós-graduação lato sensu. “A ideia é oferecer um curso amplo para formar profissionais de gestão em segurança pública. Aqui no Brasil é o primeiro instituto desse tipo. No Chile, pra você ter uma ideia, existe um instituto semelhante desde 1939”, diz o coronel Sousa Lima, coordenador do Departamento de Educação da PMDF e reitor do ISCP. “Também temos uma pró-reitoria de pesquisa para fornecer apoio acadêmico à realidade do policial. Quem vai estudar qual o melhor equipamento pro policial não se aposentar com problemas na coluna? Quem vai estudar que arma o policial usa pra fazer menos dano? Quem vai estudar que munição ele vai estudar? A gente resolveu estudar a gente mesmo porque ninguém tá preocupado com a polícia”, alfineta.

Desmilitarizar é preciso?

Uma questão divide opiniões de policiais e especialistas em segurança pública: é possível oferecer uma formação mais humana e eficiente aos policiais militares sem mexer na natureza militar da PM? Em quase todas as entrevistas feitas para esta reportagem, o tema da desmilitarização das polícias apareceu reanimado pela PEC 51/2013 de autoria do senador Lindbergh Farias (PT-RJ).

Opinião: o que dizem os PMs

A antropóloga Jacqueline Muniz acha que sim. “A estrutura militar em si não limita o efeito do processo formativo para os policiais, o que impede o policial aplicar o que ele aprendeu é o abuso de poder. Há polícias de inspiração militar, como a Gendarmarie, da França, os Carabineri, da Itália, e a Guarda Civil Espanhola que foram democratizadas, têm grau elevado de formação e os direitos e deveres dos policiais são garantidos como cidadãos plenos. E essas polícias são muito bem avaliadas por suas sociedades e têm, inclusive, baixo índice de violência, corrupção e violação”, afirma. O cabo Elisandro Lotin, presidente da Anaspra, vai na mesma linha. “Você pode ter uma polícia militar desde que a atuação dela na rua seja focada na dignidade da pessoa humana, cidadania, desde que desvincule de toda aquela lógica que o Exército ainda insiste em ter de controle das polícias militares: do armamento até a formação, o número de efetivo. A partir dessa desvinculação [do Exército], que não significa desmilitarização, nós podemos ter uma matriz nacional de atuação das polícias militares no Brasil focados em dignidade da pessoa humana, em direitos trabalhistas para os profissionais de segurança pública, códigos de ética e conduta adequados à democracia”, defende.

Já Vanderlei Ribeiro, presidente da associação de praças carioca, discorda. “A estrutura militarista é incompatível com o policiamento ostensivo. Militarismo é pro Exército. Primeiro você tem que mexer na estrutura pra depois você falar em alterar a formação. Não tem outro caminho. Você pode pegar o melhor especialista do país para dar aula para os policiais, só que o que ele vai fazer na rua vai ser diferente do que ele aprendeu lá porque a cultura enraizada não permite outro tipo de comportamento. Aqui no Rio de Janeiro teve vários convênios com ONGs, vários professores universitários foram dar aula lá nos cursos e não mudou em nada porque a questão toda é mi-li-tar. Não adianta o camarada ter aula de sociologia se ele vai chegar na rua e vai matar, se ele é treinado nesse conceito militarista”, avalia. “Não adianta você fazer aula de direitos humanos se a polícia é militar. Quando você vai pra rua o que predomina é a ideia militar, é a lógica militar”, opina o ex-soldado Darlan Menezes Abrantes.

“Nas entrevistas com os policiais para a minha dissertação, uma fala me chamou a atenção. Eles diziam: ‘Nós entramos em serviço e ao entrar em serviço nós entramos em território inimigo. No território inimigo, eu mato ou eu morro. Não me peça para interceder pela vida do inimigo.’ Estudando depois sobre essa fala, eu fui estudar a Doutrina de Segurança Nacional e ela necessita de um inimigo para se fazer presente. Na ditadura, o inimigo era quem? Quem contestava a ditadura. Terminou a redemocratização e essa ideia persiste, hoje o inimigo é quem enfrenta a polícia, quem pratica um delito ou quem vive em determinadas áreas. O discurso de muitas autoridades é o discurso da guerra, de retomar o território do inimigo, de ocupar o morro e devolver para o Estado. É o discurso da Doutrina de Segurança Nacional. Na ponta da linha, o recado chega assim: ‘Lá tem um inimigo, então o aniquile’. Talvez isso explique a letalidade da polícia”, conclui o tenente-coronel Adilson Paes de Souza.

“Quando você vê um soldado policiando, algo já está errado. Ou o camarada é soldado, ou policial. O soldado tem uma premissa que é o quê? Matar o inimigo. Isso aí é o principal.O soldado é formado para eliminar o inimigo e o policial não, pelo menos não deveria”, afirma o ex-soldado da PM Rodrigo Nogueira Batista. “Essa confusão de atribuições entre soldado e policial, elas não se resolvem de maneira fácil. As coisas continuam acontecendo aos olhos de todo mundo e ninguém faz nada. Por exemplo, aquele pessoal que tava voltando de uma festa dentro do HB20 branco e que foram perseguidos por uma patrulha. Não teve um estalinho, uma bombinha, nada que viesse do HB20 pra patrulha e o cara deu 15 tiros de fuzil no carro. Isso só pode acontecer na cabeça de um soldado, na cabeça de um policial não aconteceria nunca. Um policial iria correr atrás, cercar. Mas ele não ia dar tiro em quem não tá dando tiro nele. Só na cabeça do soldado, que acha que tá na guerra e acha que se não atirar primeiro vai levar tiro. O cara foi lá, deu a sirene e o carro acelerou pra fugir da polícia. ‘Ah, é bandido, vou dar tiro’. Podia ser alguém bêbado, podia estar todo mundo fazendo uma suruba dentro do carro, podia ter uma cachaça no carro e o cara estar com medo de ser pego, o cara podia não ter habilitação, o cara podia ser surdo… São milhões de coisas, mas o cara não para pra analisar essas coisas porque ele não foi condicionado pra pensar, a contextualizar o tipo de serviço que ele tá fazendo. Ele foi treinado pra quê? Acelerou, correu, bala!”, analisa o ex-PM, hoje na prisão.

 

de São Borja

capincho se queixa de ir cedo pro basqu4te. em sb começam 7 hs (olides)

De: letier12
Enviada: Quarta-feira, 22 de Julho de 2015 06:50

Claro.
Eh frio.. Queria serr marajá do INSS

 

de Serafina

SERAFINA ANTIGA

O CRIME QUE MOBILIZOU A COMUNIDADE



ESTÁ TUDO CONTADINHO NO MEU LIVRO COSI LA ZE STATA....

REPRODUZO AQUI O QUE ESTÁ NA PAG 41 DO MEU LIVRO

'NA NOITE DE 1 DE SETEMBRO DE 1966,O PEDREIRO EUCLIDES PAVAN( ' NENÊ')-FALECIDO -ESTAVA NA SUA RONDA NOTURNA NO FRIGORIFICO IDEAL S/A QUANDO FORAM AVISA-LO QUE SUA MULHER, ELSE IESBIK,ESTAVA COM UM FUNCIONÁRIO DO DAER NA PRÓPRIA CASA.

ELE JÁ ANDAVA DESCONFIADO DE QUE ELA JÁ O ESTAVA TRAINDO.[
NESTA NOITE, O AMANTE RECÉM TINHA INGRESSADO NA CASA QUANDO PAVAN CHEGOU E FRAGLOU OS DOIS ...
DEU UM TIRO NO RIVAL QUE SE JOGOU NO CHÃO,FINGINDO-SE DE MORTO.

EM SEGUIDA, MATOU A ESPOSA.TERIA DADO 14 FACADAS.ATO CONTINUO,APRESENTOU-SE NA POLICIA DIZENDO QUE HAVIA SURPREENDIDO A MULHER TRAINDO-O E QUE MATARA OS DOIS.

O AMANTE,FERIDO,CONSEGUIU FUGIR,PULANDO A JANELA E SUMINDO.

A CASA ONDE RESIDIAM ELSE E EUCLIDES, JUNTO COM OS DOIS FILHOS, FICAVA AO LADO DO ARROIO FEIJÃO CRU,PERTO DO FRIGORIFICO ONDE ELE TRABALHAVA DE RONDA....

O PEDREIRO PRESO EM FRAGLANTE FOI A JURI POPULAR.REALIZADO NOSALÃO PAULO VI, NOME DO PAPA DA ÉPOCA.

SEU ADVOGADO FOI O TRINDADE, DE GUAPORÉ QUE SE TORNOU SOGRO DE IRCEU GASPARIN.

QUANDO CUMPRIA PENA NA CADEIA, EUCLIDES CONHECEU A MULHER QUE SE TORNARIA SUA SEGUNDA ESPOSA.. dEPOIS DE SOLTO,SEGUIU A VIDA DE PEDREIRO,MAS COMEÇOU A BEBER E MORREU DE CIRROSE,LEMBROU O ENGENHEIRO LUIZ ROQUE CERVIERI PARA QUEM EUCLIDES TRABALHOU.

 

serafina antiga...

O CASAMENTO DE CARMELLA

O MARIDO A TRAIU E FOI BALEADO EM ERECHIM!

quase levei um curridão PRA IDENTIficar todos desta foto. fui num filho do casal, que praticamente nem tinha conhecido o pai no bairro santana e o cara nem queria ouvir falar da morte do velho,abatido por um marido traído quando saía pra dirigir seu onibus em erechim.

eis a história completa no meu livro cosi la ze stata...

'em 1947,seis anos depois de casado,e já com dois filhos pequenos, um de 3 anos e outro de um uma tragédia se abateu sobre vendelino assoni,filho de orestes, nome tradicional na cidade.(hj é nome de avenida...)

vendelino, casado com carmella aschedamini, casaram em 41 ou 42 - estava hospedado no hotel vitória em Erechim qqdo foi abatido por um tiro certeiro que partiu do segundo ou do terceiro andar do hotel Erechim, que fica em frente. deixou os filhos João oresters nascido em 1943 e roberto nascido em 1946. vendelino estava em erechim porque dirigia o onibus da empresa irmãos assoni. segundo casemiro assoni, que foi casado com adelésia assoni, diz que houve uma conversa assim que ele estaria envolvido com outra mulher lá de fora não se sabe ao certo se é que sim ou de não...". e Casemiro, que foi o inspirador do nome Casemiro, do lateral esqueerdo famoso e campeão mundial pelo Gremio, diz:
- até hoje não se sabe ao certo o motivo da morte dele.

segundo casemiro zanetti, vendelino foi abatido por um tiro certeiro, seguramente de um matador profissional.

como dizem no interior: ' era um formigão'....

zanetti lembra que o episódio ocorreu numa terça-feira.

- era od ia que a gente saía de lá, erechim, as 6h30min...de lá pra serafina ...

depois de ficar viuva, carmela, que era muito bonita, mudou-se com os menores para Porto Alegre.

na capital, casou de novo e teve um filho, o ricardo.(olides canton)



na foto estão

Carmela aschidamini,vendelino assoni(os noivos) Gema Cofcewicz,...Nardi,Maria Regina Massolini Assoni( ' madre Vergini, como os gaiatos a chamavam em Serafina") Tila Nidimar, Luiz Frana, José Assoni, Adelézia Assoni,Marina Assoni, Máximo Aschidamini, Júlio Assoni, Albino Assoni, Maria ou Rosa Aschidamini,Albina Assoni, Delva Dallanhol, Graciola Assoni, Sextilio Assoni, Claudir Dallanhol, Carlos Dallanhol, Celina Marocco Grandi, Delvina Assoni, Maria Migliavacca,Lídia Marocco, Maria Luiza Cervieri, Neusa Marocco Zanella, Iracema Assoni, Firmino Montanari,...Mantovani, Fioravante Cervieir. acervo Zenaider assoni. foto de Atelier Fedrigo de guaporé.

 

SERAFINA ANTIGA...

' QUANDO SE MANHEA XORASCO COI SPEI..."

QUANDO SE FAZIA CHURRASCO COM ESPETOS(DE MADEIRA)

DATA DEZ/1963

LOCAL SALÃO PAROQUIAL

DA ESQ/ PARA DIR:

dR.lUIZ gIACOBBO, PRESIDENTE DO BCO DE EXPANSAO ECONOMICA, ARMANDO A. DE NEGRI,GERENTE DA AG. SERAFINA CORREA DESTE BANCO,E ESPOSA THEREZA MARIA T.DE NEGRI E O FILHO ARMANDO ANTONIO NO COLO DA MÃE.

EM FRENTE DESTES, O MENINO DEVE SER O BETO(ROBERTO) ARROQUE E O PADRE CHICO LOLLATTO,PARACO DA IGREJA CATOLICA LOCAL.

ACERVO : LALO RODRIGUES

 

SERFINA ANTIGA

AS PROCIESSÕES DE STO CRISTOVÃO....



ERAM SEMPRE FEITAS NO FIM DO ANO PQ OS MOTORIAS IAM PRA CASA PRA PASSAR AS FESTAS.

DEPOIS VOLTAVAM PRAS ESTRADAS. MUITOS MORRERAM EM ACIDENTES.

ARQUIVO MUNICIPAL.

 

SERAFINA ANTIGA

NA REV. DE 1930, AS PASSEATAS. AINDA ERA NO TEMPO DO QUEROSENE PRA ILUMINAR AS RUAS....

 

serafina antiga

esta foto é dos anos 60. minha mãe está na foto. ela recem tinha ganho a minha irma. então tá por ter quase 60 anos esta foto. o padre é o padre chico. o salão ainda existia. então é nos fins dos anos 50.(olides)

 

serafina antiga

casa canonica e igreja nossa senhora do rosário.



ano 1942

aparecem humberto campetti,alfieri boni, joão arroque filho e elirio deitos....

acervo pmsc...

 

serafina antiga

o primeiro hospital da cidade. a teolides sonaglio conheceu ele.

não tenho o ano!

 

serafina antiga

anita tosi, joão arroque filho,dr. giacobbo,presidente do banco expansão economico,armando a. de negri,e Theresa maria t. de negri.



acervo lalo rodrigues.

 

SERAFINA ANTIGA


FESTA DE CASAMENTO NA CAPELA APARECIDA. A NOIVA, O NOIVO E BRUNO MAROCCO,DE PE ,D E GRAVATA, QUE TEVE UMA ELEIÇÃO GANHA PRATICAMENTE ROUBADA PELA SITUAÇÃO - FORAM COMPRAR OS VOTOS NA NOITE ANTERIOR - E EM OUTRA FOTO. A NOIVA CHEGANDO CONDUZIDA PELO PAI...NO FUNDO O JIPE QUE TODO COLONO COMPRAVA PRA PODER ANDAR NAQUELAS BURAQUEIRAS QUE ERAM AS RODOVIAS DE ANTIGAMENTE NO INTERIOR. E SE QUEIXAM DE HOJE EM DIA TER BURACOS. TEM QUE VER O QUE ERAM AS RODOVIAS NOS ANOS 60,70, QUANDO OS COLONOS IAM A MISSA A CAVALO, A PÉ OU NESTES JIPES. MINHA MÃE DEIXAVA SEMPRE OS SAPATOS NA ' BAMBINA', DEPOIS COLOCAVA OS SAPATOS LIMPOS ATÉ A IGREJA. NA VOLTA BOTAVA OS CHINELOS E TIRAVA OS SAPATOS. ASSIM FOI A VIDA DOS COLONOS. QUEM FOI TESTEMUNHA DISTO.SABE(OLIDES) A BAMBINA MORAVA PERTO DO PAI DO FLAVIO SOCCOL, BAIXANDO DA ITAPUCA BRABA....

 

SERAFINA ANTIGA.

DIZEM QUE A MAIORIA DAS HISTÓRIAS DO BETO ' FORMIGÃO' ARROQUE VINHAM DO PAI DELE.

MAS QUE ELE COMTRIBUIU E MUITO PRA RECUPERAR A MEMORIA DE SERAFINA, ISTO FOI MUITO IMPORTANTE. ACHO QUE NÃO ESTÁ MAIS NO GAZETINHA....

 

serafina antiga

lá no fundão o fincatão....

 

SERAFINA ATUAL

O PREFEITO BICO B RANCO COM UMA MORADORA DEPOIS DE UMA INAUGURAÇÃO...



BICO BRANCO QUER IR A FEDERAL. VAMOS VER SE A CUPINCHADA DO PP DEIXA.

 

GEADA EM SERAFINA



FOTOS DO MICHEL ALBAN QUE SÓ É FAMOSO PORQUE É CASADO COM ADRIANA SABADIN, CUELA DE LA SANTANA....(RSRRRRSRRSRSSSS....)

LE PIEGORE E LA BRINA( AS OVELHAS E A GEADA....)

FOTO DE MICHEL ALBAN....

 

Cadore

SERAFINA E A IMPORTANTE RECUPERAÇÃO HISTORICA DE SERAFINA FEITA PELA ' CRI CRI CRI....' SALETE PINTO CADORE.....

 

Festipizza 2015: sucesso!

O melhor festival de pizza da Serra Gaúcha, o Festipizza, movimentou a Cidade Simpatia nos dias 17 e 18 de Julho de 2015. O evento gastronômico acontece no Ginásio Municipal Irceu Antônio Gasparin, centro de Serafina Corrêa. Muita gastronomia, ambiente aconchegante, música, alegria e diversão foram marcantes no primeiro fim de semana do Festival. A abertura oficial aconteceu na sexta-feira, 17 de Julho, com a presença do Prefeito Municipal Ademir Antonio Presotto, do Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo, da Presidente da Câmara de Vereadores Nega Castro e demais Vereadores, do Presidente da ACISCO Luciano Iesbik, do Presidente do Festipizza Ricardo Rossato, do Deputado Federal Luis Carlos Busato, do Deputado Estadual Edgar Pretto, da Deputada Estadual Silvana Covatti, do Deputado Estadual Sérgio Turra, das Soberanas do Município, demais prefeitos, vice-prefeitos, soberanas e autoridades locais e regionais, imprensa, a comunidade serafinense e da região.

O evento, que é promovido pela Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Serafina Corrêa – ACISCO, em parceria com o Poder Público Municipal, visa mostrar a força gastronômica e as potencialidades econômicas de Serafina Corrêa para a região. Uma oportunidade de
lazer, entretenimento, integração e de apresentar a cultura, a força produtiva e turística do município.
No próximo fim de semana, dias 24 e 25 de Julho, tem mais Festipizza em Serafina Corrêa, participe! Adquira seu ingresso no site: www.festipizza.com.br. Mais informações: 54 3444 1166.

 

8ª ExpoCooperlate

A Cooperlate de Serafina Corrêa realizou a oitava edição da ExpoCooperlate. A Exposição aconteceu nos dias 17, 18 e 19 de Julho de 2015, na Unidade Agroindustrial da Cooperativa, na Linha Moreira César, Capela São Luiz. Com muitas máquinas, equipamentos agrícolas, artesanato de toda a região, agroindústrias e exposição de gado leiteiro, houve a 2ª Exposição Nacional com animais provenientes de propriedades oficialmente livres da tuberculose e brucelose. A Solenidade de Abertura da 8ª ExpoCooperlate aconteceu na sexta-feira, 17 de Julho, e contou com a presença do Prefeito Municipal Ademir Antonio Presotto, do Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo, da Presidente da Câmara de Vereadores Nega Castro e demais Vereadores, do Presidente da Cooperlate Leandro Soccol, do Deputado Federal Luis Carlos Busato, do Deputado Estadual Edgar Pretto, da Deputada Estadual Silvana Covatti, do Delegado do Ministério do Desenvolvimento Agrário do Estado, Marcos Regelin, Flávio José Breda da EMATER, o Prefeito de Montauri Marcelo Boff, o Prefeito de União da Serra Luis Mateus Cenci, o Prefeito de Vila Flores Vilmor Carbonera, o Presidente da ACISCO, do Festipizza e também da Diretoria do Hospital Nossa Senhora do Rosário, demais autoridades locais e regionais, imprensa, expositores e a comunidade serafinense. Durante a cerimônia de abertura da ExpoCooperlate, os participantes puderam ouvir as palavras das autoridades convidadas, destacando a força produtiva do município na produção de leite, além dos avanços do setor e das políticas públicas voltadas para a agricultura, pecuária e agronegócio. Durante os três dias, aconteceu o Julgamento das Raças Jersey e Holandesa, Campeonato Fêmea Jovem, Conjuntos, Progênies e Grande Campeonato, além do Concurso Jovem Puxador. No domingo, a ExpoCooperlate recebeu grande público, além da presença do Presidente da Assembleia Legislativa do Estado, o Deputado Edson Brum. A 8ª ExpoCooperlate foi novamente um sucesso, uma grande exposição que vem se destacando a cada edição, mostrando a força produtiva do município, seja na produção de leite ou do agronegócio. Mais um importante momento da Programação dos 55 anos de Serafina Corrêa!

22 de julho de 2015

GUERRA DE BUGIOS

TÁ ABERTA A TEMPORADA...

disputa pra ver quem será o vice da MANUELA NO ANO QUE VEM!

 

Trânsito

BATIDA FORTE MEIO DIA E POUCO NA IJUI COM LAVRAS...



MOTOQUEIRO CAÍDO NO CHÁO.....

o começo do acidente da moto na ijui x lavras hj ao meio dia....

acidente agora ao meio dia na esq ijui X lavras

coitado o motoqueiro se deu mal.....

samu socorreu!!! em menos de meia hora estava no local...

acidente de moto esq ijui com lavras hj ao meio dia....

 

do mironneto.coom

Comentário

esta da cama do casal é muito boa...imagina fazer um livro sobre estas historinhas que acontecem em hotéis. o cara reserva chega lá e não tem o que venderam pra ele. é como eu sempre digo. os caras vendem casas ao sul de quintão(olides) onde só tem areia. uma amiga minha muitos anos atrás comprou um terreno em magistério, ou quintão e pagou iptu a vida toda. quando foi ver o ' terreno' inexistia....(olides)

Por falta de cama de casal, hotel terá que pagar indenização

O juiz titular da 9ª Vara Cível de Campo Grande, Maurício Petrauski, julgou parcialmente procedente a ação movida por um casal em lua de mel que teve frustrada suas expectativas em relação ao hotel reservado em Gramado. A empresa de reserva de hotéis e o hotel foram condenados a devolver o valor da reserva, que era de R$ 1.553,00, além do pagamento de R$ 2.364,00 de indenização por danos morais.

Através de uma empresa on line, o casal havia reservado quatro diárias para comemorar o primeiro ano de casamento, escolhendo uma suíte super luxo. Entretanto, ao ingressarem no quarto reservado, observaram que não havia cama de casal e, sim, duas camas de solteiro unidas, além de não estarem à disposição os itens do enxoval mencionados no site. Acabaram, então, dormindo em um motel, já que a rede hoteleira gramadense estava lotada no primeiro dia da reserva.

 

Arena do Grêmio vai sediar evento de tecnologia, eletrônica, games e cultura pop

Evento que se define como "universo geek ao extremo", está marcado para novembro de 2015.

Por oferecer fácil acesso aos visitantes e conhecida por abrigar, com máxima segurança, grandes espetáculos, feiras e jogos, a Arena do Grêmio, em Porto Alegre, foi escolhida para sediar a primeira edição do UpComicCon - UPCC, dia 22 de novembro, domingo, das 8h às 22h.
O evento se define como "universo geek ao extremo", ou seja, uma grande concentração de pessoas interessadas em tecnologia, eletrônica, jogos eletrônicos ou de tabuleiro, histórias em quadrinhos, livros, filmes, animes e séries. O UPCC vai acolher feira de jogos e produtos, oferecer palestras, apresentar shows e promover concurso de "cosplay" - abreviação de "costume & play": ato de se fantasiar e interpretar um personagem de um filme, quadrinhos, games e tudo que envolve a cultura pop.

Entre as atrações confirmadas, destaques para Ayu Brazil, intérprete de animações famosas como Frozen, ela vem com exclusividade ao estado. Além de Sidney Gusman, editor chefe na Mauricio de Souza produções; Robson Kumode que é dublador do Glen, em "The Walking Dead" e do "Hiro", em Operação Big Hero; Lusia Palomanes, que faz a dublagem de Hermione, de "Harry Potter" e a docinho em "As Meninas Super Poderosas"; João Cappelli que dubla Draco Malfoy em "Harry Potter"; Ana Bertolla, que é cosplayer internacional, e Ilustradores renomados da MARVEL E DC COMICS, como Joe Bennett, Ariel Olivetti e os coloristas Rod Reis e Cris Petter, também com trabalhos na Marvel e Dc.

O evento contará também com web celebridades, como o DAMIANI, do canal DAMIANIZANDO do youtube, e a Satty do Canal PENSE GEEK. E a "A banda Tragicômico", inspirada em animes japoneses como Cavaleiros do Zodíaco, Dragon Ball, Death Note, FMA e Pokémon.
Será oferecida a opção de acampamento na noite do dia anterior, 21/11. Os ingressos custam em média R$ 25,00, contemplando ou não o camping. As informações sobre pacotes e valores podem ser obtidas em http://ingressos.upcomiccon.com. Quem utilizar o trensurb ou sair do centro de Porto Alegre, pode pegar, gratuitamente, ônibus e vans que farão o translado da estação mercado para a Arena e vice-versa.

Maiores informações:
www.upcomiccon.com
http://ingressos.upcomiccon.com.
https://www.facebook.com/upcomiccon?fref=ts

Serviço:
UP COMIC CON
Data: 22/11/2015 – domingo
Horário: das 8h às 22h
Local: E1 Oeste – entrada pelo Portão 01
Organização: Coruja Produtora

 

FEPPS/Lacen reúne rede pública de laboratórios na data em que completa 113 anos

Prestes a completar 113 anos de existência, o Laboratório Central do Estado (IPB-Lacen) da Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde (FEPPS) promoverá neste mês, em evento alusivo ao aniversário, com a realização de um debate sobre os novos desafios da Vigilância em Saúde considerando o papel dos laboratórios públicos regionais e Laboratório Central do Estado. Na programação, que ocorre nos dias 30 e 31 de julho, está prevista a realização de reunião técnica da Rede de Laboratórios de Saúde Pública do Rio Grande do Sul, além de homenagens comemorativas ao aniversário do Lacen.

Representantes do Ministério da Saúde, Laís Santana Dantas, da Gerência de Laboratórios de Saúde Pública GELAS/Anvisa e Mariana Pastorello Verotti, da Coordenação Geral de Laboratórios de Saúde Pública - CGLAB/SVS, estão confirmadas. Também é convidado como debatedor o secretário adjunto de Saúde, Francisco Paz, que fará parte da Mesa Redonda: “O Lacen como Laboratório de Vigilância em Saúde”, no dia 30, das 13h30 às 15h30. Tuberculose, HIV/Aids, virologia, bacteriologia, vetores, sistema GAL e água são outros temas que serão debatidos nos dois dias de encontro.

Com a presença da presidente da FEPPS, Neusa Kempfer e demais autoridades, a solenidade oficial, está marcada para sexta-feira, às 10h30, seguida da apresentação do Coral da FEPPS. O evento ocorre no Auditório do Palácio do Ministério Público, na Praça Marechal Deodoro, nº 110, 3º andar, no Centro, prédio que abrigou a primeira sede do Lacen.

História

O primeiro laboratório de análises do Estado foi criado em 31 de julho de 1902, junto ao Departamento Estadual de Higiene e Saúde Pública. O decreto foi assinado pelo então governador Borges de Medeiros. O primeiro prédio em que funcionou está localizado na Praça da Matriz esquina Jerônimo Coelho, no centro de Porto Alegre e atualmente abriga o Memorial do Ministério Público. Buscando ampliar os serviços, em 1948, cria-se o Instituto de Pesquisas Biológicas Jandyr Maya Faillace, pelo então governador Walter Jobim, que passa a funcionar na Rua Domingos Crescêncio. Em 1994, o Lacen passa a compor a Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde(FEPPS), que está localizada na Av. Ipiranga, 5400.

Lacen hoje

O Lacen conta atualmente com uma equipe superior a 200 profissionais, atuando no nível central (Porto Alegre) e também nos dezesseis Laboratórios Regionais (LR), localizados no interior do Estado. Estes estão situados em Alegrete, Bagé, Cachoeira do Sul, Caxias do Sul, Cruz Alta, Erechim, Ijuí, Lajeado, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Osório, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santa Rosa e Santo Ângelo.

De acordo com o diretor, Fernando Kappke, somente no primeiro semestre de 2015, foram realizadas análises nas seguintes áreas: 90.928 em Vigilância Epidemiológica, 225.107 em Vigilância Ambiental, 15.874 em Vigilância Sanitária e 639 em Vigilância em Saúde do Trabalhador. Totalizando 332.548 análises em Vigilância em Saúde. Os resultados são disponibilizados imediatamente, no Sistema Gerenciador de Ambiente Laboratorial – GAL, com acesso via WEB, acessível 24 horas, nos setes dias da semana.

Integrante do Sistema Nacional de Laboratórios de Saúde Pública (Sislab), o Lacen realiza análises que garantem as ações estratégicas e de interesse em Saúde Pública, atendendo a demanda dos 497 municípios do Estado. E executa análises relativas às Doenças de Notificação Compulsória, tais como HIV, Hepatites Virais, H1N1, Meningites, Tuberculose. Em apoio à Vigilância Sanitária, analisa produtos, medicamentos, saneantes, incluindo o atendimento de Surtos de Toxi-infecções Alimentares. Associado à área ambiental, tem participação efetiva e direta junto ao Programa Nacional de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Vigiágua) e ao Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA /Anvisa).

 

Marcopolo

INTERESSANTE DETALHE. COMO A MAIORIA DOS ONIBUS DO INTERIOR TEM BANHEIRO, OS DONOS DAS EMPRESAS PEDEM A FABRICANTE DE CARROCERIA QUE CAPRICHE. TEM UM TIPO DE BANHEIRO ALTERNATIVO...NÃO APARECE NESTA FOTO...



É QUE OS BANHEIROS DAS RODOVIÁRIS A GRANDE MAIORIA SÃO IMUNDICIE E ENTÃO MUITOS PASSAGERIOS VAÕ FAZER AQUILO QUE SE SABE NOS BANHEIROS DA EMPRESA QUE OS LEVA...(olides)

ONIBUS DA MARCOPOLO!

PARADISO 1350

 

de Serafina

SERAFINA ANTIGA



O SALAO PAROQUIAL RETIRADO DESTE LOCAL NOS ANOS DE 1959/60.

TRANSFERIDO PRO FUNDO DO TERRENO ONDE ESTÁ HOJE A RUA CASTELO BRANCO( PERTO DA GRAFICA SERAFINENSE)

 

' MALÃO' FAZ PISCINA COM TEMPORIAIS...

O malão - calixto stefenon - está fazendo uma piscina na sua casa. com esta chuva, a piscina vai encher sem precisar botar água da corsan.

eu e o paulo, meu irmão, chamamos ele de ' malão-mor'.

mas é umapessoa de grande generosidade.(olides canton)

21 de julho de 2015

NOITE DE INVERNO

MEU FALECIDO PAI CHAMAVA ESTES NOITES, COMO A DE HJ, DE ' NOTE DE RAPOSE BIANQUE'. NÃO SEI PORQUE RAPOSA BRANCA, MAS ERAM AS QUE IAM PROS GALINHEIROS COMER OS PINTOS E AS GALINHAS E OS COLONOS AS TEMIAM(OLIDES)

 

do Centro

OS HOMELESS DA URUGUAI ESTAVAM TODOS JUNTOS NESTE DOMINGO DE NOITE QDO SAI DO SANTANDER.

 

Cinema

VI UM BELO FILME HJ NO CINE REDENÇÃO. A HISTÓRIA DE UMA POETISA SUL AFRICANA CITADA POR MANDELA. NÃO LEMBRO O NOME. NÃO PERCAM TEM SESSÕES DO FILME ATÉ 31 QUE VEM.(OLIDES)

 

RBS VENDIDA??

UM CONHECIDO MEU, PATRICIO, ACHA QUE OS ACONTECIMENTOS DE 2013 ASSUSTARAM MUITO OS CONTROLADORES DA EMPRESA....

 

Uruguai

GOIDA CONTA QUE PRA IR A MONTEVIDEO ELE SAIA DIRETO DA MPM NO MORRO STA TEREZA E IA PRA RODOVIARIA. POIS É ELE PODIA TER CONTADO ESTES TROÇOS NO SEU LIVRO, MAS ESTES INTELECTUAIS ACHAM ISTO FEIO. ENTÃO DEIXA É ASSUNTO DELES.EU ESCREVO.

 

CUBA

CUBA A ILHA, ESTÁ SEMPRE NA MÍDIA. NUNCA FUI LÁ....

NEM NUNCA TIVE INTERESSE. CONHECER UM PAIS DE UM DITADOR NÃO ME É PARTICULARMENTE SEDUTOR.

* E TB NÃO GOSTO DE DITADURAS, DE QUE VIES SEJAM....

* FIQUEI SABENDO UMA BOAZINHA

ANOS ATRÁS, BRUNO MENDONÇA COSTA, OMAR FERRI E TAIO PINHEIRO MACHADO PASSARAM UMA SEMANA EM CUBA.

NUM DIA FORAM NUM RESTAURANTE, PARECE QUE O BODEGITA DEL MÉDIO, AQUELE DO HEMINGWAY....

TODOS PEDIRAM PEIXE, MENOS O FERRI QUE QUIS COMER UMA LAGHOSTA

A LAGOSGTA VEIO DUAS HORAS DEPOIS E PEQUENINHA.....

* TONICO PINHEIRO MACHADO FOI O PRIMEIRO CARA QUE CONHECI QUE IA A CUBA. IA VERANEAR EM CAIO LARGO, SE NÃO ME ENGANO. DEVE TER UMA PRAIA COM ESTE NOME....(oc)

 

o que é mesmo seminal????

perguntei pra várias pessoas o que era. todos disseram ' vem de semen' sim mas daí???
seminal quer dizer fértil. que inicia. li numa cronica de filmes estes dias.

como temos pouca gente culta...o padre CIOTOLA SE MEXE NO TUMULO DE SERAFINA. ESTE SIM ENTENDIA DE GREGO,LATIM E PORTUGUES. QUANDO VIM PRO JULINHO COM O FAMOSO EDISON DE OLIVEIRA, EU NA MINHA INGENUIDADE PENSAVA:

- MAS O PADRE CIOTOLLA ME ENSINOU TUDO ISTO JÁ.....

 

Coleguinhas

AS VEZES A VIDA ENSINA A GENTE QUE OS BONS SÃO SIMPLES...CUIDADO COM GENTE MUITO COMPLICADA. GERALMENTE NÃO SABEM NADA.

AGORA ENTENDI PQ O LIVRO DICIONÁRIO DAS ESQUERDAS DO MARÇAL SAIU BOM. ELE TINHA O ACERVO E A PROF. MARIANGELA TINHA OS DADOS PQ ELA TEM UMA TESE DO PCB NA URGS....

* O LIVRO DO MARÇAL É MUITO BOM. SEMPRE DIGO ISTO.

 

UM CAPITÃO DO MATO NA DIRETORIA GERAL DA CÂMARA

Cada novo presidente que chega à Câmara Municipal quer deixar sua marca.
Mauro Pinheiro é dono de um pequeno Mercado na Zona Norte de Porto Alegre.
E parece que quer fazer da Câmara uma governança de boteco.
Colocou como Diretor Geral - cargo que ali já foi ocupado pela Presidente Dilma Roussef - um líder comunitário que age "como capitão do mato".
Só lhe falta a soiteira, mas a mania de colocar as mãos nos quadris e olhar enviesado aos servidores é seu feitio.
Os servidores estão sendo assediados e humilhados todos os dias, com sonoros urros de todos são vagabundos, que náo querem trabalhar.
Mas pelo que fui informado, todos trabalham e muito. Querem trabalhar. Questinaram as razões de colocar um ponto eletrônico, tipo daquele que a
Assembleia colocou.
Mas a relação é mais pelos gastos, pelos preços que parecem ser algumas vezes o preço comum, como o do Assembléia.
Como no seu boteco, o presidente parece que decidi tudo à sua moda.
Dizem que mesmo favorecendo o baixo clero da câmara com mais um CC criado recentemente, alguns vereadores já começam a ficar preocupados com a volta do "cipó arroeira"...

 

do Mercado Público

EMPERROU A SERPENTINA DO CHOPP NO GAMBRINUS. UM FUNCIONÁRIO CONSERTOU ISTO NA 6 PASSADA.

 

Show

O PUBLICO SAIU DE ALMA LAVADA DOM DE NOITE DO SHOW DO SANTANDER. BOM SHOW MESMO.....

 

MARCOPOLO LANÇA NOVOS MODELOS E AMPLIA FAMÍLIA DE URBANOS TORINO

Torino Express, Torino Low Entry e Torino com motor traseiro são as novidades da família de urbanos de maior sucesso no Brasil.

Com os lançamentos do Torino Express, do Torino Low Entry e do Torino com motor traseiro, a Marcopolo completa a sua família de ônibus urbanos do modelo Torino, a de maior sucesso no mercado brasileiro em todos os tempos. Os novos modelos, junto com o tradicional Torino de motor dianteiro, ampliam as opções para os operadores do transporte coletivo urbano, que vão desde um veículo com baixo custo operacional para as aplicações severas, até mais sofisticados para atender a todas as necessidades do transporte coletivo, do serviço convencional até o sistema BRT.

São quatro diferentes modelos: Torino motor dianteiro, Torino motor traseiro, Torino Low Entry e Torino Express articulado. “O objetivo é oferecer aos nossos parceiros a melhor solução, de acordo com as características do seu negócio/serviço. Desde o consagrado Torino com motor dianteiro, o modelo de menores custos de aquisição e operação, até o Torino Express articulado, com capacidade para mais de 130 passageiros”, salienta Paulo Corso, diretor de operações comerciais da Marcopolo.

Segundo Corso, os novos modelos Torino Express articulado, Torino com motor traseiro e Torino Low Entry permitem à empresa oferecer opções para a aplicação em vias segregadas básicas e sistemas BRT.

Novo Torino Express Articulado

Com comprimento total de 20 a 23 metros, o Torino Express articulado foi desenvolvido para atender tanto ao padrão de vias segregadas básicas quanto dos sistemas BRT. O modelo apresenta visual moderno e tecnologia aplicada a favor da funcionalidade, conforto e segurança, com sistema multiplex redesenhado, painel de instrumentos com tela colorida de LCD de 3,5 polegadas e sistema de ar-condicionado opcional. Também conta com novos conjuntos óticos traseiro e frontal que incluem luz diurna, que proporciona mais segurança no trânsito urbano.

O Torino Express foi concebido para oferecer conforto e segurança aos passageiros, menores custos operacional e de manutenção para o operador em relação aos modelos exclusivos para sistemas BRT, além de mais ergonomia e praticidade para motorista e cobrador.
O novo Torino Express possui como diferenciais a maior largura interna, com 2,55m, que permite amplo espaço para circulação, mais conforto aos que operam o veículo e segurança. Internamente, o modelo possui iluminação interna em LEDs, poltronas City ergonômicas com novos apoios de cabeça (opcional), que facilitam a movimentação dos passageiros, e a opção de poltronas com encosto alto.

Para oferecer padrão mais elevado de acessibilidade, o Torino Express conta com cinco poltronas preferenciais para idosos, gestantes e/ou portadores de necessidades especiais, elevador automático e espaço dedicado para cadeirantes. Também possui novo sistema de campainha com acionamento de chamada de parada por botão (sem fio). Todos esses itens de acordo com as normas da legislação vigente.

Para garantir maior conforto térmico e acústico, o modelo possui insuflador de ar para o motorista e o cobrador, e novo janelão com sistema captação de ar mais eficiente. A posição do motorista também foi redesenhada, com ampla área para o painel de controle, além de console com porta- objetos.

No salão de passageiros, o veículo ganhou nova decoração e novo assoalho dividido em painéis removíveis e pés das poltronas tipo cantilever, que permitem a realização de reparos no piso sem a necessidade de remoção das poltronas. O resultando é o menor custo de manutenção e facilidade de limpeza, que também se aplica em todos os revestimentos da carroceria.

Novo Torino Low Entry

O Novo Torino Low Entry tem concepção robusta, elevada confiabilidade e excelente relação custo/benefício, atributos reconhecidos pelos operadores/ empresários do setor de transporte urbano de passageiros. Atende a todas as exigências dos sistemas de transporte existentes no País e no exterior, e é equipado com suspensão pneumática e piso baixo, o que facilita o acesso para todos os passageiros, sem a necessidade de elevador, e proporciona maior velocidade nas operações de embarque e desembarque, inclusive de passageiros com mobilidade reduzida e cadeirantes.

Com comprimento de até 13,3 m e largura de 2,60 m, possibilita a colocação de mais poltronas, sem perda da área de circulação e do espaço interno. Desenvolvido para aplicação nos avançados sistemas de transporte coletivo em grandes centros urbanos, está entre os mais
avançados já fabricados no Brasil e tem capacidade para transportar até 90 passageiros, sendo 49 sentados e 41 em pé. Conta ainda com poltronas preferenciais para portadores de necessidades especiais, idosos e/ou gestantes, uma poltrona para obeso e um posto para cadeirante.

O modelo pode ser equipado com sistema de ar-condicionado, poltronas com encosto de cabeça, descansa-braços e descansa-pés, e lixeiras no salão de passageiros. Para maior segurança, pode receber ainda sistema de gerenciamento de frota, sistema de iluminação interna em LEDs e equipamentos audiovisuais com dois monitores de 19 polegadas em LCD e sirene de marcha à ré.

Novo Torino Motor Traseiro

O Novo Torino com motor traseiro possui as mesmas características técnicas do Novo Torino com motor dianteiro e apresenta como diferencial importante o melhor conforto termoacústico. A Marcopolo desenvolveu para este modelo um novo sistema de isolamento do cofre do motor que, aliado ao seu posicionamento na parte traseira, reduz sensivelmente o nível de ruído interno e também a temperatura ambiente do salão de passageiros.

Por ter piso baixo, o Novo Torino motor traseiro ainda facilita o acesso dos passageiros, também sem a necessidade de instalação de elevador para os usuários com mobilidade reduzida ou cadeirantes.

 

NOVO IDEALE, A OPÇÃO MARCOPOLO PARA LINHAS INTERMUNICIPAIS E FRETAMENTO

Da linha de rodoviários e intermunicipais do mercado, modelo tem melhor desempenho, ergonomia e segurança com menor custo de operação.

A Marcopolo amplia a sua linha de ônibus rodoviários e intermunicipais e lança o Novo Ideale. O objetivo da fabricante é oferecer um veículo com diferenciais em conforto e design (Novo DNA Marcopolo), bem como facilidade de operação. O foco é a aplicação nos segmentos de linhas intermunicipais e fretamento, bem como linhas regulares de média e curtas distâncias.

O Novo Ideale foi concebido dentro dos mais recentes conceitos de fabricação, que permitem a otimização de sua estrutura com melhor aproveitamento do espaço interno, elevação da rigidez estrutural, além de conferir mais conforto, segurança, ergonomia e menor custo operacional. Com diferenciais que agregam valor, o modelo foi desenvolvido para complementar a já conceituada linha de rodoviários, com os modelos Paradiso, Viaggio, Audace e o Senior rodoviário.

Projetado para oferecer ainda mais conforto, segurança e ergonomia para o transporte de passageiros, o veículo é 50mm mais largo que o atual e possui novo design, com LEDs nas luzes de direção, nova grade dianteira com padrão “colmeia”, grades inferiores do para-choque dianteiro injetadas e farol de neblina como opcional.

Visual inédito e arrojado

A principal característica externa do Novo Ideale é o seu desenho, com nova grade dianteira, novos para-choque e o conjunto ótico, com LEDs nas luzes de direção e posição, além de farol de neblina opcional. Na traseira, o modelo recebeu novas tampa traseira, vigia com desenho diferenciado e luzes delimitadoras, além de lanternas integrais e retrorrefletores exclusivos, o que amplia a segurança. A adoção de LEDs nas sinaleiras aumenta a eficiência luminosa e a durabilidade que, com maior vida útil, reduzem a necessidade de troca/manutenção.

O desenho mais arrojado do Novo Ideale, com novos para-brisas e vidros laterais colados (opcional), amplia a visibilidade para os passageiros e para o motorista. Outra novidade é a adoção de uma ventarola que proporciona ventilação ainda mais eficiente para o condutor.

Internamente, a grande novidade do Novo Ideale é o elevado padrão de conforto e ergonomia. O veículo ganhou porta do tipo In-Swing de 870 mm de largura, que se desloca para a parte interna do veículo e oferece maior segurança e funcionalidade na operação.

Entre as mudanças na concepção da configuração interna do Novo Ideale estão o maior espaço de circulação no corredor, com 375 mm de largura, novas poltronas de 1.005mm de largura e a configuração interna totalmente renovada, como novos revestimentos, porta-pacotes e porta-focos redesenhados e redimensionados, além da iluminação em LEDs.

O posto do motorista também foi reprojetado, com elevação ainda maior do padrão de ergonomia, acesso aos comandos e mais espaço, em razão da maior largura do veículo. O desenho funcional permite o melhor aproveitamento do espaço interno e o painel ganhou sistema Multiplex Touch Screen.

A iluminação do salão de passageiros é toda em LEDs, com luzes indiretas para maior comodidade e sofisticação. Os LEDs estão presentes também nas luzes de leitura dos porta-focos, que contam ainda com saídas individuais para ar-condicionado. As linhas do acabamento interior da cabine seguem as tendências automobilísticas, com materiais e texturas mais “amigáveis” e modernos.

Para garantir mais conforto e comodidade, o modelo apresenta novas poltronas de 1.005mm de largura, 15mm a mais que as anteriores, que também
permitem fácil acesso. Outra novidade está na nova padronagem dos tecidos das poltronas, laterais e porta-pacotes, mais arrojada e moderna.

Para maior conforto dos passageiros, o Novo Ideale foi equipado com avançado sistema de renovação de ar natural. O sistema de ar-condicionado (opcional) proporciona maior eficiência na climatização de todo o ambiente, pois conta com novos dutos integrados ao teto e chicote elétrico separado, para melhor funcionamento.

Outras importantes mudanças introduzidas no Novo Ideale são a grande área envidraçada nas portas e nas paredes de separação, que ampliam o campo visual dos passageiros, assim como o seu bem-estar. E a nova parede de separação, com porta de acesso ao salão de passageiros com abertura para o lado de fora, facilitando a circulação e sem interferir no espaço das poltronas.

O Novo Ideale tem capacidade para transportar 48 passageiros sentados, mais auxiliar e motorista, na configuração sem toalete. O modelo tem comprimento total de até 12.700 mm, altura de 3.480mm e está disponível nas versões de chassis 4x2, com motor dianteiro.

 

MARCOPOLO LANÇA NO BRASIL NOVO PARADISO 1350

Novo modelo possui maior espaço para bagagens e se destaca pelo interior

A Marcopolo lança no mercado brasileiro o novo modelo de ônibus rodoviário da Geração 7, o Marcopolo Paradiso 1350. O veículo possui como diferenciais o maior espaço para bagagens – 1.350 cm de saia lateral e a maior capacidade volumétrica do mercado, com até 19,57 metros cúbicos – novo interior, com novas poltronas, porta-focos e toalete, e foi desenvolvido especialmente para oferecer às necessidades dos operadores em viagens de média e longa distâncias.

O Paradiso 1350 completa a família de rodoviários da Geração 7 da marca – Viaggio 900, Viaggio 1050, Paradiso 1050, Paradiso 1200, Paradiso 1600 Low Driver e Paradiso 1800 Double Decker – e oferece as mesmas características dos outros modelos da Geração 7, como elevado padrão de conforto, segurança e ergonomia, além do acabamento futurista, identidade da empresa, para o transporte de passageiros e o design arrojado.

Projetado e desenvolvido pela engenharia da fabricante, da unidade de Ana Rech, em Caxias do Sul, o novo modelo é o primeiro a oferecer as novas poltronas fabricadas pela Marcopolo, mais ergonômicas e confortáveis, além de novos revestimentos internos, porta-focus e um novo toalete.

Com desenho externo e identidade Marcopolo da Geração 7, o Paradiso 1350 destaca itens importantes, como o conjunto ótico com LEDs nas luzes de direção e de posição – Daytime Running (luz de posição diurnas), que ampliam a segurança durante as viagens e aumentam a eficiência luminosa e a vida útil, diminuindo a necessidade de troca/manutenção. O modelo ganhou ainda novos espelhos retrovisores externos.

Internamente, o modelo tem elevado padrão de conforto e de segurança, com iluminação do salão de passageiros em LEDs, com luzes indiretas, que criam um ambiente de comodidade e sofisticação, que pode ser ampliada pela introdução de equipamento opcional de cromoterapia no salão. Os LEDs estão presentes também nas luzes de leitura dos novos porta-focos, com acionamento por toque, que contam ainda com saídas individuais para ar-condicionado, plug para fone de ouvidos e controle de volume do som. Os amplificadores de áudio são individuais e integrados ao porta-focos. Para maior conforto, o modelo conta com o maior espaço nos porta-pacotes, com capacidade de 3,8 metros cúbicos. Também dispõe de monitor frontal em LED e monitores em LED de 15 polegadas, posicionados ao longo de todo o salão para possibilitar a melhor visualização em qualquer poltrona.

O veículo é equipado com avançado sistema de renovação de ar natural. O sistema de ar- condicionado proporciona maior eficiência na climatização de todo o ambiente, pois conta com novos dutos integrados ao teto e chicote elétrico separado, para melhor funcionamento, e nova tela no teto para retirada do filtro de ar, para evitar a entrada de impurezas no ambiente do salão de passageiros, e com isolamento termo acústico com maior eficiência.

Maior conforto para motorista e auxiliar

No Paradiso 1350, a cabine foi totalmente redesenhada e as linhas do acabamento interior seguem as tendências automobilísticas, com materiais com texturas mais “amigáveis” e comandos projetados ao alcance do motorista.

O novo painel incorpora, além de todos os instrumentos relacionados ao funcionamento mecânico do veículo, display de câmera de ré, de câmeras internas e o sistema multiplex (funções conjugadas de todos os equipamentos do ônibus). Recebeu também saídas de ar reposicionadas e sistema de ventilação mais eficiente, porta-objetos atrás da poltrona e iluminação individual para o motorista e para o motorista auxiliar com acionamento sensível ao toque.

O novo Marcopolo Paradiso 1350 tem 14.000mm de comprimento e 2.600mm de largura. Pode ser montado com diferentes marcas de chassis, nas configurações 6x2.

Sucesso nas estradas latino-americanas

Apesar de ter sido projetado e desenvolvido no Brasil, o Paradiso 1350 começou a ser fabricado inicialmente na unidade da Marcopolo do México, para atendimento da demanda dos operadores locais por veículos com maior capacidade para bagagens e elevado padrão de sofisticação. Desde o final de 2013, o modelo alcançou sucesso no mercado mexicano e em países vizinhos, como o Peru, entre outros.

Neste curto período, a Marcopolo já fabricou em sua unidade Ana Rech, em Caxias do Sul, mais de 100 unidades do modelo, a grande maioria em utilização nas viagens de longa distância entre países da América Latina.

 

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA MARCOPOLO ANUNCIA NOVO DIRETOR-GERAL DA EMPRESA

O Conselho de Administração da Marcopolo, em reunião realizada nesta quinta-feira, dia 25 de junho, anunciou a nomeação Francisco Gomes Neto como diretor-geral da empresa. O executivo assumirá o cargo a partir do dia 3 de agosto e sucederá a José Rubens de la Rosa, no cargo desde o ano 2000 e que vai se dedicar a novos projetos pessoais e profissionais. A mudança faz parte do processo de sucessão da companhia, em curso desde 2013.

Francisco Gomes Neto é graduado em Engenharia Elétrica pela UMC- SP, possui especialização em Administração de Empresas pela FGV- SP, MBA em Controladoria, Finanças e Gestão de Riscos pela USP e cursos complementares na Universidade St. John de Nova York e Universidade de Michigan em Ann Arbor, nos Estados Unidos. Nos últimos 15 anos, vinha exercendo suas atribuições na Mann Hummel, onde ocupava o cargo de Vice-Presidente Américas. O executivo terá como principais desafios dar continuidade na estratégia de crescimento da companhia nos mercados nos quais atua (nacional e internacional), assim como na consolidação de seu programa de internacionalização.

De acordo com o presidente do Conselho de Administração da Marcopolo, Mauro Bellini, a escolha do novo diretor-geral faz parte do processo sucessório da empresa. "O novo diretor-geral foi escolhido pelo seu perfil, competências e por ter larga experiência internacional, fundamental para a estratégia de atuação global da companhia, além de conhecer o setor automotivo”, explica o executivo.

Para auxiliar no processo de transição, José Rubens de la Rosa permanecerá temporariamente atuando nos conselhos e comitês da Marcopolo. O executivo ingressou na empresa em 1997, como diretor financeiro e, no ano 2000, foi nomeado diretor-geral. Desde então, sua gestão foi importante para o crescimento da companhia e ampliação do programa de internacionalização, bem como para a consolidação da liderança nos principais mercados onde atua.

Nesses 15 anos, a Marcopolo demonstrou resiliência e obteve desempenho crescente, mesmo em meio às crises econômicas internacionais e nacionais, com retornos superiores aos acionistas. A companhia foi reconhecida com diversos prêmios, desde pela sua performance operacional até pela sua característica de inovação e liderança.

Uma das maiores fabricantes de ônibus e soluções para o transporte de passageiros do mundo, a Marcopolo alcançou, em 2014, receita líquida consolidada de R$ 3,4 bilhões. Conta com mais de 20 mil colaboradores em operações nos cinco continentes, em países como África do Sul, Argentina, Austrália, China, Colômbia, Egito, Índia, México e Rússia, além de participação na New Flyer, empresa canadense, líder na produção de ônibus urbanos, com fábricas nos Estados Unidos e Canadá.

Caxias do Sul, RS, 25 de junho de 2015.

Mauro Gilberto Bellini
Presidente do Conselho de Administração

José Antonio Valiati
Diretor de Relações com Investidores

Clique aqui para baixar o Relatorio de Sustentabilidade 2014 da Marcopolo.

 

Marcopolo- Torino motor dianteiro

 

de São Borja

Festival da Barranca poderá ser reconhecido como relevante interesse cultural do Estado

O Festival da Barranca, de São Borja, poderá ser reconhecido como evento de relevante interesse cultural do Estado. Projeto de lei para isso foi protocolado na Assembleia Legislativa pelo deputado Eduardo Loureiro (PDT) e prevê também que o festival integre o Calendário Oficial do Rio Grande do Sul.

Considerado o festival regionalista há mais tempo em atividade no Estado, sem interrupção, é um encontro anual somente para convidados do grupo nativista Os Angüeras-Grupo Amador de Arte. O festiva é realizado em um acampamento distante 13 quilômetros de São Borja, às margens do Rio Uruguai, reunindo em torno de 300 pessoas, sendo vedada a participação de mulheres.

O festival ocorre há 43 anos, sempre entre a quinta-feira e o sábado da Semana Santa, apresentando um diferencial em relação a outros festivais nativos: no começo do evento, uma comissão julgadora escolhe um tema e os barranqueiros têm até a noite do sábado de Aleluia para compor a partir do que foi proposto. O ambiente da mostra musical é caracterizado pela integração dos participantes, numa espécie de palco em tempo real, onde compor, tocar e celebrar a cultura gaúcha é o mais valioso.

De acordo com o deputado proponente, uma lista parcial de autores e intérpretes que já participaram do Festival da Barranca já possibilita compreender a dimensão e a importância do evento. Nesta nominata estão Luiz Carlos Borges, Vinícius Brum, Mário Barbará, Elton Saldanha, Yamandú Costa, Pirisca Grecco, Daniel Torres, Apparício Silva Rillo, José Bicca, Antônio Augusto Fagundes, Carlinhos Castilhos, Juarez Bittencourt, Airton Pimentel, Mauro Ferreira, Antonio Augusto Ferreira, Borghettinho, Erlon Péricles, Ângelo Franco , Cristiano Quevedo, Chico Saratt, Sérgio Jacaré Metz e Bagre Fagundes, entre outros.

 

de Serafina

Nave

da adriana sabadin, de serafina!

De: imprensa
Enviada: Segunda-feira, 20 de Julho de 2015 08:53

Bom giorno!!!!!!!!!!!!!

Olides, sobre a votação da Nave, na RBS TV Caxias, a Nave ficou em 1º lugar, teve 80% do votos, mais de 17 mil pessoas entraram na internet e votaram!!!!!!!!!!!!! A Nave concorreu com Caxias, Bento, Nova Milano... e ficou em 1º.
Corrige no teu blog, está errado o que você escreveu!

 

Festipizza

ariozinho suspende ida a festipizza. olha o ambiente em que estão as coisas.(olides)

De: arioroberto
Enviada: Segunda-feira, 20 de Julho de 2015 09:50

Olides, bom dia!

Infelizmente não poderei ir à Festipizzas, na data estarei com o fechamento do jornal e como sabes, a crise anda grande, com perdas de anunciantes com parceria de longos anos e a edição de agosto é a de aniversário, então, estou tentando que amigos e parceiros empresários coloquem saudações.

Grande abraço

 

Memória

Serafina Correa, lá pelos anos 60. o caminhão é do sordi....quem me deu a foto foi o marietyo migluavacca.


20 de julho
de 2015

do Santander

BELO SHOW DE VIOLAO NO SANTANDER AGORA NO FIM DE TARDE CHUVOSO...

* DEPOIS FUI FORRAR O BUCHO NA LANCHERIA DO PARQUE TB COM POUCA GENTE.

 

Cinema

sou muito conservador pra ver filmes do tipo que vi hj de manhã..... amor estranho acho que é....

vi o neruda. bom filme, se entende o chile. a paisagem é bonita, mas o conteúdo é melhor.

GIGHIA

MORREU NO DIA 16, DIA DO MARACANAÇO....

VIVIA QUASE COMO UM INDIGENTE, MAS NG DISSE ISTO NA IMPRENSA ESPORTIVA PQ A HIPOCRISIA FALA MAIS ALTO.

* A MESMA COISA DE GARRINCHA....

* DE TÃO PELADO QUE O GIGHIA ANDAVA, TENTAVA COBRAR PELAS ENTREVISTAS, QUANDO ERA LEMBRADO. MAS OS REPORTERES NÃO LHE PAGAVAM. POBRE GIGHIA MORREU COBERTO DE UMA GLORIA QUE NÃO LHE RENDEU NADA.

* EU ACHO QUE A IMPRENSA TEM QUE PAGAR SIM PELAS ENTREVISTAS.(oc)

 

GIGIA

FIZERAM UM MINUTO DE SILENCIO PRO JOGADOR URUGUAI, MORTO DIA 16 ULTIM...

O CARRASCO DO BRASIL DE 50 MORREU QUASE NA INDIGENCIA....

OUVI MUITA GENTE DO POVO DANDO RAZÃO PROS ATUAIS JOGADORES QUE SÃO MERCENÁRIOS.

- TEM QUE SER MERCEN´RIO. OLHA AÍ O CARA MORREU QUASE MENDIGO, COMENTOU NO ONIBUS DE VIAMÃO O COBRADOR.

É POIS É....

 

Coleguinhas

Paulo sérgio ponto almoçou na 6 no gambrinus.

* e até o garção zezinho disse que agora o jornal o sul é eletronico.

* bom, isto é + veio que mijar em poste....o meu jornal tb é eletronico.

* a verdade é que o sul fechou

* falar nisto me disseram que o wanderley soares foi aconselhado por médicos a diminuir o ' mé'.

* grande colega o wandeco e tem um primoroso texto. tem gente que lamentou o fechamento do sul por causa dele.

eu não curto isto, mas como é bem feito o blog das patricias. dá de relho no tal do donna.....

* não sei como ainda não compraram pra fechar....

* como fizeram como ano economico da coojornal, por exemplo.

* e ainda acho que o nosso melhor blog é o imprensa livre rs....

* eles são loucos mas dão noticias que ng tem culhão de dar.

* há tempos que sei de vínculos, bom deixa pra lá....(OC)

 

HISTORIAS DO MARÇAL

MARÇAL DARIA UM PUTA LIVRO. NÃO SEI SE ELE VAI QUERER FAZER. VOU TENTAR DOMAR O BICHO CHUCRO PRA VER SE ELE ME DITA AS HISTÓRIAS.

AQUI VÃO DUAS

1. nico fagundes tinha pego uma canção, sei lá o que do NOEL GUARANI, outro indio chucro, que segundo o XINECO, gilmar Eitelwein, andava sempre com um treisoitão no cinto...e uma puta adaga( ele era afiador de facas, fazia coisas de couro, vivia disto...)

e daí o NOEL PROCUROU O NICO NA ZH....ERA ALI NA IPIRANGA. O CTG 35 FICAVA ALI ONDE HJ TÁ O RENASCENÇA.

MARÇAL E NOEL FORAM PRO CTG 35 PQ O NICO TAVA LÁ E O NOEL QUERIA UM ACERTO COM O CUIUDO.

- QUASE QUE ELE PASSOU A ADAGA NO PESCOÇO DO NICO,SE EU NÃO TIRO ELE DESTA....

2. ESTA É DO CARALHO....NOEL GUARANI FOI A SP E LÁ A TURMA DO MARCÃO FAERMANN , DA VERSUS INCENSOU ELE. DISSE QUE ERA O MAIOR PAGEADOR DA AMERICA LATINA ,ESTAS BOBAGENS DE EGO, DE VAIDADE....

NOEL VOLTOU SE ACHANDO.

ERA EPOCA DA CAMPANHA DAS DIRETAS, DA ANISTIA.

FIZERAM UM SHOW NO AUDITORIO DA ALRS, O DANTE BARRONE( NINGUÉM SABE QUEM FOI QUE DEU ESTE NOME E QUEM ERA O SUJEITO, ERA O MARIDO DA JULIETA BARRONE, UMA VEIA DONDOCA....MAS OD ANTE ERA CULTO SIM)

AI COMO O INDIO CHUCRO DE BOSSOROCA, O NOEL, NÃO SUPORTAVA GUITARRA, UM CARA LÁ QUERIA TOCAR GITARRA.

ROLOU O MAIOR BARRACO COM SOCO E PONTAPÉ NO PALCO PRA TUDO QUE ERA LADO. VIROU BATALHA CAMPAL NO PALCO COM O AUDITORIO TOTALMENTE LOTADO.

NOEL, MARÇAL E UMA NAMORADA DO NOEL VIERAM TERMINAR O PORRE NUM BOTECO SUJO DA AZENHA. MAS AQNTES A BATALHA CAMPAL PROSSEGUIU NA PROPRIA PR DA MATRIZ.

3. Esta o marçal assistiu de camarote. NOITE ALTA NO ITABIRA, AQUELA CHURASCARIA DA GETULIO ONDE IAM PUTAS, ATORES E ATRIZES DE TEATRO, JORNALISTAS E POLICIAIS....

HAROLDO DE SOUZA TIRA UM BAITA CIARRO DE MACONHA E COMEÇA A FUMAR NA FRENTE DE VÁRIOS POLICIAIS QUE ESTAVAM NUMA OUTRA MESA...

ROLOU PONTAPÉ POR TUDO O QUE É LADO.

- LEMBRO DE UM CASAL, QUE TINHA PEDIDO UM PRATO , DAQUELES QUE A GENTE COMIA EM DOIS PORQUE ERAMOS TODOS PELADOS, CONTA MARÇAL. ALGUEM DEU UMA VOADEIRA QUE O PRATO SALTOU LONGE.

a luta campal entre haroldo e alguns policiais foi pra rua....(Olides)

marçal em sua mansão de vila santa isabel, em viamão....

sujeito complicado, mas tem uma vida muito rica de episódios. poderia conta-los. acho dificil que o faça.(oc)

JB Marçal vive burguesmente em sua ' mansão' com piscina e tudo na vila sta isabel em viamão.

ele dorme até meio dia, acorda, toma mate até as 4 da tarde, almoça, dorme uma sesta e depois trabalha a noite em suas pesquisas.

está por lançar dois novos livros. maragatos do quaraí e um sobre imprensa de uruguaiana....

Neste sábado ele tava com faxina na sua casa e tinha lá um monte de gente trabalhando. era a criadagem do comunista Marçal(OC)

 

marçal

o veio jbaveline dizia que o TEIXEIRINHA dizia que o MARÇAL era mais gaúcho que os gauchões grossos do interior.

 

Coleguinhas

o colega anda por cc e arroio do sal.

De: cristiano darscth
Enviada: Sexta-feira, 17 de Julho de 2015 17:44

Ando em Arroio do Sal, onde moro, e em Capão da Canoa.Como vai o serpentário da galeria?Abraço.
Cristiano

 

Palestra

by capincho

De: letier12
Enviada: Sexta-feira, 17 de Julho de 2015 10:55

Nem pra fazer palestra tu fez a barba e nem tirou o boné

Letier Vivian
São Borja/RS

 

dos leitores

De: letier12
Enviada: Sexta-feira, 17 de Julho de 2015 10:31

Normal...

Tuas fotos da palestra são de matar de rir...

Letier Vivian
São Borja/RS

 

de Viamão

NA VILA STA ISABEL, EM VIAMÃO, PASSAM ONIBUS PRA RESTINGA, PRO CENTRO DE VIAMÃO, PRA TUDO QUE É LADO. MAS DIRETO PRA POA, PRO CENTRO. DEMORAM BASTENTE. PRINCIPALMENTE NO SABADO E DOMINGO.

a vida simples numa lancheria da vila sta isabel em viamão neste sabado à tarde.....

 

SABADO NA VILA

NA VILA STA ISABEL, EM VIAMÃO. OS POBRES TB SÃO FELIZES. CONVERSAM EM LANCHERIAS,CAMINHAM PASSEIAM. COMO É DIFERENTE A VIDA NA VILA SANTA ISABEL, DA PRAÇA DOS BURGUESES....QUE DIFERENÇA.....EU ME SINTO MELHOR NA VILA STA ISABEL.

 

O Mistério dos Relógios Apagados

já reparei sim(olides)

De: <marciometal@>
Data: 19 de julho de 2015 18:41

vc. já reparou que, por toda a cidade, aqueles relógios como o que está na praça da prefeitura, por exemplo, estão todos apagados, sem funcionar, por vários dias? E o mais estranho ainda é que ninguém sabe informar o motivo disso, que coisa incrível, não é: a população paga impostos para ter esses aparelhos funcionando e ninguém procura saber dos responsáveis o por quê disso, será que eles ( os relógios ) tb. estão de férias? Ou será algum vírus da hora...Ora essa, eu estou intrigado com esse mistério. abç,
Marcio Metal

 

do Sul21

Sem informação e sem entender a língua, imigrantes têm direitos trabalhistas desrespeitados no RS


Imigrantes haitianos estão trabalhando em diversos canteiros de obras em Porto Alegre | Foto: Guilherme Santos/Sul21

Luís Eduardo Gomes

Desde 2012, o Brasil tem recebido muitos estrangeiros que vêm ao País em busca trabalho e para ajudar suas famílias, enquanto muitas delas permanecem em países como Haiti e Senegal . Contudo, ao chegarem, se deparam com língua, cultura e leis trabalhistas diferentes. Muitos deles acabam assinando seus primeiros contratos sem entender o que está escrito e empresas se aproveitam dessa situação para não cumprir plenamente com seus encargos trabalhistas.

Um grande contingente de imigrantes chegou ao Rio Grande no Sul nos últimos anos e se estabeleceu, principalmente, na região de Caxias do Sul e na Grande Porto Alegre. Apesar de muitos deles terem cursado ou se graduado na Educação Superior em seus países, aqui eles acabam encontrando apenas trabalho braçal. Como precisam sobreviver e, em muitos casos, enviar dinheiro para as famílias, acabam aceitando. O problema ocorre quando, sem saber, aceitam também conviver com irregularidades trabalhistas.

“A gente tem recebido muitas denúncias de empresas que fazem uso do pouco conhecimento que eles (imigrantes) têm da língua para explorar esse trabalho sem fazer o pagamento de direitos”, diz Patrícia Sanfelice, procuradora do Ministério Público do Trabalho que lida com casos de imigração no Estado. Ela salienta que o Ministério Público chegou a receber denúncias de que imigrantes teriam sido submetidos a trabalho escravo, mas isto não foi confirmado no RS.

Sanfelice diz que empresários também utilizam o excedente de mão de obra provocado pela chegada de imigrantes para pressionar os trabalhadores brasileiros. “Já soube, não em investigação, mas em conversas com imigrantes e com sindicatos, que muitos empresários estão utilizando essa condição de ter um excedente de mão de obra para atemorizar os trabalhadores que vão fazer um questionamento de melhoria. Dizem: ‘se não quiser do jeito que está, vou contratar um haitiano que vai aceitar essa situação'”, afirma.

A procuradora explica que essa pressão é totalmente ilegal e que os imigrantes que estão legalizados no Brasil e contam com carteira de trabalho devem receber os mesmos direitos devidos aos trabalhadores brasileiros. Além disso, as regras de equiparação salarial também obrigam as empresas a pagar o mesmo valor para estrangeiros e brasileiros que realizam a mesma função.


Roosvens Marc chegou a Porto Alegre em 2013, agora ele trabalha como fiscal do trabalho da Sticc | Foto: Caroline Ferraz/Sul21

De vítima a fiscal

Roosvens Elassi Marc, 29 anos, é um dos imigrantes que se mudaram para o Brasil recentemente. Morador da cidade de Gonaives, no Haiti, chegou em Porto Alegre em dezembro de 2013, atraído por um amigo que trabalhava na construção civil. Apesar de ter cursado dois anos de Engenharia Civil em seu país, ele conseguiu emprego apenas como auxiliar de produção na construção civil.

Segundo ele, o único caso de desrespeito de direitos trabalhistas que vivenciou ocorreu quando uma empresa tentou lhe pagar menos horas do que aquelas que tinha trabalhado. “Eu deveria ter recebido R$ 880, mas o patrão queria pagar apenas R$ 800?, disse Marc, em um português com forte sotaque, mas totalmente compreensível. Com ajuda do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de Porto Alegre (Sticc), Marc conseguiu reaver os R$ 80 que lhes eram devidos.

Curiosamente, Marc agora se encontra do outro lado dessa rede de apoio ao trabalhador migrante. Desde o início de junho, atua como fiscal de obras do departamento de fiscalização do Sticc. Na função, ele faz fiscalização de obras e atende trabalhadores, estrangeiros ou brasileiros, que fazem denúncias ou vão ao sindicato em buscas de informações sobre direitos trabalhistas.

“Recebo denúncias de patrões que não querem pagar direito os trabalhadores haitiano, senegaleses, angolanos, etc. Denúncia de pagamentos atrasados, irregularidade de higiene, falta de alojamento e alimentação para os trabalhadores”, diz Marc, salientando que muitos canteiros não têm condições de alojamento e alimentação adequadas para os imigrantes.

Segundo representantes do Sticc, o trabalho de Marc tem sido importante para a integração de outros imigrantes.

Imigrantes relutam em acionar a Justiça

O advogado trabalhista Ricardo Belinzoni faz atendimento, desde abril do ano passado, pro bono (na tradução literal, advocacia para o bem, ou exercida de forma voluntária) de imigrantes que enfrentam problemas trabalhistas. Ele diz que passou a prestar esse serviço após conhecer o trabalho da irmã Maria do Carmo Gonçalves, do Centro de Auxílio ao Migrante (CAM), de Caxias do Sul.

Belinzoni afirma que, por conta das dificuldades culturais e de língua, muitos empresários se aproveitam para não pagar direitos trabalhistas devidos aos imigrantes, especialmente nas indústrias de abate de aves e carnes de Caxias do Sul. “Eles não sabem quantas horas extras eles ganham”, exemplifica Belinzoni. “Alguns são explorados porque o empresário paga o que quer. Paga depois, não paga uma parte, não paga horas extras. Tem gente com doença ocupacional trabalhando”, afirma.

Ele também salienta que, como muitos estrangeiros não estavam acostumados a realizar trabalhos braçais em seus países de origem – eram engenheiros, enfermeiros, professores universitários, contabilistas, etc. -, acabam sofrendo de doenças ocupacionais. “Em Caxias do Sul, o setor de abate de aves e metal mecânica é muito complicado para eles. É um trabalho de indústria, muito pesado e eles não estão acostumado”, afirma Belinzoni. “Tem a caixa para levar e é mais pesada, bota o senegalês para levar'”, exemplifica.

Contudo, muitos receiam acionar a Justiça por medo de não conseguirem mais emprego. O advogado cita o caso de Ali, um senegalês que dava aulas de francês em uma universidade de seu país e passou a trabalhar em uma indústria de abate de aves quando chegou a Caxias do Sul, no final de 2013. Em decorrência do esforço repetitivo que fazia, acabou contraindo uma lesão no ombro. “Esse é um caso que eu atendi várias vezes. Ele conversa comigo frequentemente, mas nunca entrou com ação porque precisa do emprego. Se eu entro com uma ação de alguém que está com problema no ombro, qual o outro emprego que ele vai conseguir? Ele não vai conseguir um emprego que tenha que fazer trabalho braçal”, afirma.


Belinzoni faz atendimento pro bono de imigrantes que têm direitos trabalhistas desrespeitados no Estado | Foto: Caroline Ferraz/Sul21

Segundo o advogado, não é só em relação à falta de direitos que a diferença cultural prejudica os imigrantes. Como a maioria dos senegaleses, por exemplo, é muçulmana, durante o mês do Ramadã, eles não podem comer nas primeiras 12 horas do dia, mas isto não é respeitado pelo empregador. “Eles queriam um intervalo após o Ramadã, mas o empregador não dá, porque não entende”, diz.

Belinzoni estima que 5 mil imigrantes, em sua maioria africanos, tenham chegado à região de Caxias e Bento Gonçalves para trabalhar nos últimos dois anos. Desses, ele estima que metade tenha sido prejudicada com alguma forma de desrespeito aos direitos trabalhistas.

Segundo o advogado, o que os imigrantes mais precisam é de orientação. Ele salienta que, mesmo tendo atendido dezenas de trabalhadores, poucos são aqueles que decidem entrar na Justiça.

“O trabalhador brasileiro é mais informado. Se o cara olha no contracheque e recebeu menos horas extras do que trabalhou, ele vai reclamar. O senegalês não. E é por isso que eles têm os direitos lesados. É por isso que eles têm que ter informação de que eles não estão pedindo um favor ao empregador, eles têm que receber pelo que trabalham”, disse Belinzoni. “Se eles adoecerem, têm que receber tratamento. Se tiverem alguma lesão incapacitante, têm que receber indenização. Essa informação é que falta para eles”, complementou.


Sanfelice acredita que o ciclo de imigração deve continuar no futuro próximo | Foto: Ascom/MPT

A procuradora Patrícia Sanfelice salienta que, mesmo quando não há casos de violação de direitos humanos, a falta de informação pode prejudicar os trabalhadores imigrantes. Ela conta o caso de dois trabalhadores haitianos que chegaram ao Brasil pelo Acre e foram chamados para trabalhar em Porto Alegre por uma empresa da construção civil.

“Ao fim de três meses, eles foram demitidos. Como eles só falavam francês e creole, procuraram ajuda porque não estavam entendendo o que estava acontecendo. Simplesmente tinha encerrado o contrato por prazo determinado, que é o contrato de experiência. Era uma situação normal, mas eles não sabiam que estavam sendo contratados por experiência”, afirmou. “Eles assinam o contrato de trabalho, mas não sabem o que está escrito, porque não sabem o português”, completa.

Auxílio para superar barreira do português

Gelson Santana, presidente do Sticc, diz que o sindicato recebe com frequência denúncias de abusos que afetam não só os imigrantes, como também os brasileiros. Um exemplo seria um empreendimento residencial em construção na região do Parque Germânia pela empresa CFL.

Segundo o Sticc, 74 trabalhadores foram demitidos em junho, sendo 32 deles haitianos, por problemas com o empreiteiro e estão sem receber – os brasileiros há dois meses e os estrangeiros há três. “O apartamento no térreo custa R$ 5 milhões, a cobertura custa R$ 9 milhões, e deixam de pagar quem constrói”, diz.

Santana concorda que o principal problema enfrentado pelos imigrantes é a língua. Por isso, o sindicato procura oferecer cursos. “O empresário brasileiro já não cuida do trabalhador local, imagina o que eles não vão fazer com quem não conhece a língua e as leis”, diz.

Para auxiliar nessa questão, o sindicado oferece cursos de português a imigrantes. No momento, cerca de 30 haitianos estão recebendo aulas aos sábados. Além disso, o Sticc tenta ajudar os imigrantes a superar a barreira da língua com a tradução da convenção coletiva do sindicato e está solicitando junto ao Sindicato da Indústria da Construção (Sinduscon) a tradução do contrato de trabalho para a língua pátria dos migrantes.

Santana explica que o Sticc também oferece palestras sobre saúde e segurança para os imigrantes. Em abril, também foi realizado um encontro que contou com a presença do embaixador do Haiti.

Segundo o Sticc, entre mil e dois mil estrangeiros estão trabalhando na construção civil em Porto Alegre. O sindicata salienta, porém, que não são todas as empresas que desrespeitam os direitos trabalhistas dos imigrantes. Muitas delas não apresentam problemas e têm elogiado a atuação dos imigrantes pelo desempenho e disposição para o trabalho.


Marc veio o Brasil com o sonho de estudar. Desde o ano passado, ele curta um técnico de Segurança do Trabalho| Foto: Carol Ferraz/Sul21

Por que os imigrantes vêm para o Brasil?

Roosvens Elissa Marc, o haitiano que atualmente trabalha no Sticc, conta que veio para o Brasil com o sonho de continuar a estudar. Como não tinha regularizado seus documentos escolares, só conseguiu começar seis meses depois de sua chegada ao Brasil. Atualmente, ele tem aulas no curso técnico de Segurança do Trabalho da Factum.

Por outro lado, logo que chegou ao Brasil, ele já tinha uma carteira de trabalho que lhe permitia trabalhar. O advogado Ricardo Belinzoni explica que isso acontece porque, desde 2010, os haitianos que pedem asilo no Brasil têm direito a um visto especial humanitário por causa do terremoto que abalou o país. Outros imigrantes, como os africanos, não teriam direito a esse benefício, mas acabam conseguindo de forma provisória, o que explicaria o crescimento da imigração para o Brasil nos últimos anos.

“O Brasil é rota porque é muito simples trabalhar aqui. A lei do Ministério do Trabalho e Emprego diz que, para algum estrangeiro vir trabalhar aqui, ele tem que ter um contrato por prazo determinado. Só que, o que acontece na prática, é que, quando eles fazem o pedido na Polícia Federal para se caracterizarem como refugiados, recebem um número, equivalente ao nosso CPF, e com ele já conseguem uma carteira de trabalho”, afirma Belinzoni, salientando que eles então podem trabalhar legalmente no Brasil até que o mérito de seus pedidos de refúgio seja julgado, o que pode levar anos.

A procuradora Sanfelice reitera que a onda de imigração que o Brasil vem recebendo diz respeito a imigrantes em condição legalizadas e não se trata de imigração ilegal como vista na Europa e nos Estados Unidos. Dada essa situação, ela acredita que a tendência de vinda de estrangeiros deve permanecer pelos próximos anos. “É uma espécie de ciclo. Não parece algo que vai acabar, porque tem empresas interessadas nessa mão de obra”, afirma.

Faltam números oficiais

Apesar de existirem milhares de imigrantes trabalhando no Estado, ainda não há números oficiais. De acordo com o Comitê Estadual de Atenção a Migrantes, Refugiados, Apátridas e Vítimas do Tráfico de Pessoas (Comirat), existe o projeto de realizar um levantamento do tipo em conjunto com a Federação das Associações de Municípios (Famurs).

 

de São Borja

enchebnte em sb by capincho....

De: letier12
Enviada: Domingo, 19 de Julho de 2015 16:30

Olha a foto da enchente...

 

da Praça da Alfândega

tristeza da pr da alfandega na semana passada com a chuva....

 

news do laurinho

Assunto: eu ajudando o pobrerio a enfrentar as suas mazelas jurídicas.

lauro. tu me lembra a neuza de sb. ela aposentou um sem teto. acredita? éverdade, o cara vive ainda nas ruas de sb...

ela botou o pai como fiador não sei o que e aposentou o cara.

so vcs advogados pra fazerem isto mesmo(olides)

advogado faz tudo. uma x um conhecido meu velhote engravidou uma guria. mas tem medo da mulher que se pela. ai a barriga da guria crescia, ela não quis fazer aborto, ele pagou um cara pra assumir a criança. eu falei com um amigo meu sobre isto. ele me disse:

- o que tu acha que advogado não faz????(olides)

 

news do laurinho da venancio

De: antares55
Enviada: Sexta-feira, 17 de Julho de 2015 08:34

Cara, nós ñ saimos mais de casa para assistir a um filme. Assistimos em casa mesmo. Pago 20 pilas por mês e assisto onde quero: na TV da sala, do quarto, no noute, no tablet, no smartphone... E ainda tenho 300 filmes clássicos em estoque no HD do computador. Vejo à hora q quero. Desde Eisenstein e Grifith, incluindo o famoso brasileiro "Limite", do Mário Peixoto.

 

Futebol

RACISMO NO JOGO DO BEIRA RIO????

BAH, QUE ASSUNTO POLEMICO!!!!!!

 

Artigo

Dois mil e dezesseis

por Adeli Sell, escritor e consultor, acadêmico de Direito. Foi vereador por 16 anos

Nomes, siglas, palpites, pesquisas secretas. Tudo, menos uma palavra sobre "o que fazer" na cidade. Tem sido assim nos últimos tempos. Foi assim que um governador se elegeu há pouco. Nome, sigla, um partido que não era um partido. E, agora, José? A cidade há tempos está em busca de um espaço na urbanidade, pois no vácuo das inexistências, algo se coloca em seu lugar. Fomos sendo tomados por obstáculos. Ficou difícil andar numa calçada sem tropeçar num objeto que não deveria estar ali. É difícil achar uma faixa pintada para se ver de longe, chamando o cidadão a não passar no meio dos carros. Claro, falta educação também... É penoso ficar numa parada na qual a chuva te molha, querendo ou não. Aqui, divagando, penso no assobio do metrô e me deparo com um velho ônibus de um consórcio qualquer, atrasado, freio enferrujado. O banco está sujo, olho pela janela embaçada de pó, vejo pichações, lixo espalhado, moradores de rua em turbas dormentes. Chocante é ver que o restauro não ocupa o lugar do carcomido, do gasto, da falta de cor. E lá se vai nosso patrimônio. A cidade volta a ser tomada de camelôs ilegais, vendendo ilegalidades, vendendo celulares roubados. Sei que a violência é tratada na esfera estadual, mas cabe à Prefeitura fazer a ponte. O tema moradores de rua se confunde com ordas de craqueiros, punguistas, pequenos meliantes. Ao poder público cabe cuidar de quem precisa de saúde pública e assistência social, usando a lei, as regras, a força do poder de Estado contra os atos infracionais. Há locais em Porto Alegre em que reina o estado de natureza, tão temido por Hobbes há séculos atrás, propondo um Estado autoritário. Não é nossa visão. Mas tem gente que quer reinar na cidade na base destas políticas que mostraram ao mundo sua falência. Nós propugnamos uma cidade democrática, cidadã, sustentável e inclusiva. Com radicalidade vamos buscar uma urbanidade plena, com claros direitos e deveres de parte do governo e dos cidadãos. Vamos erguer uma Ágora do tamanho da Capital, abarcando cada questão, cada problema, encontrando soluções coletivas e pactuadas. Mas não vamos repetir nenhuma das demagogias dos últimos tempos, nem tergiversar sobre temas dados. Os que necessitam de amadurecimento terão dia e hora para decidir e tocar o ritmo que uma metrópole exige de seus governantes. As pessoas terão uma cidade que se mexa e deixe as pessoas se mexerem, sem obstáculos. A mobilidade será radicalizada com ações públicas. Estaremos abertos às Parcerias Público-Privadas, elevando sempre o interesse público como divisor de águas. Haverá espaços plenos para o trabalho local ou dos que aqui querem ter seu lar. Será, portanto, uma cidade acolhedora. Não haverá barreiras para investidores, resguardados os interesses da cidadania, pois seremos a Capital Turístico-Cultural do Mercosul. Em algum momento houve uma suspensão da modernidade que floresceu no início do século XX. Agora, cravaremos uma cunha profunda, para nos separarmos do atraso reinante. Olhares para frente, sem esquecer que a Revolução de 23, que dividiu o Estado, criou o autoritarismo gaudério e a grenalização política. Faremos um enterro sem pompas deste passado, com uma lápide para ensinar a nós e às gerações futuras: "Aqui jaz o atraso”. Nas flores daqui, novas vidas e cores vão surgir e tomar conta de Porto Alegre.

 

do brasil247.com

CITADO NA LAVA JATO, CUNHA ESTÁ “MAIS PERTO DO FOGO”

Na avaliação de Tereza Cruvinel, colunista do 247, "Eduardo Cunha termina o semestre legislativo de metralhadora em punho, mirando claramente o governo e o mandato de Dilma Rousseff, mas também deslocado para o centro das investigações que envolvem políticos com o esquema de propinas na Petrobrás"; "O endurecimento do presidente da Câmara nas últimas horas pode representar seus estertores diante da aproximação do fogo", afirma a jornalista, lembrando da acusação do delator da Lava Jato Julio Camargo, revelada hoje, de que pagou a Cunha uma propina de 5 milhões de dólares; denúncia contra Cunha é "sinal forte de que sua situação se complica bem mais que a de outros políticos", diz Tereza

Por Tereza Cruvinel

Eduardo Cunha termina o semestre legislativo de metralhadora em punho, mirando claramente o governo e o mandato de Dilma Rousseff. Mas ele também chega ao final deste período deslocado para o centro das investigações que envolvem políticos com o esquema de propinas na Petrobrás. O endurecimento do presidente da Câmara nas últimas horas pode representar seus estertores diante da aproximação do fogo.

Sinal forte de que sua situação se complica bem mais que a de outros políticos veio com a acusação do delator da Lava Jato Julio Camargo, revelada hoje pelo jornal O Globo, de que pagou a Cunha uma propina de 5 milhões de dólares, relativa à viabilização de um contrato de locação de sondas para a Petrobrás. A propina total seria de 10 milhões de dólares, ficando a outra metade para o lobista Fernando Baiano. Naturalmente Eduardo Cunha reagiu fortemente acusando Camargo de mentiroso. E de fato, em outras ocasiões, o delator negou ter relacionamento com o presidente da Câmara.

Não menos eloquente é o fato de que estão programados panelaços e apitaços para amanhã, durante o pronunciamento que ele fará em cadeia de rádio e TV para faturar as realizações legislativas de sua gestão neste primeiro semestre de 2015. Em café da manhã com jornalistas, Cunha qualificou o protesto de "PTzaço", fazendo também novos ataques à aliança do PMDB com o PT. O protesto pode contar com petistas, mas está sendo organizando pelos guetos diversos das redes sociais.

Se vinha tergirversando sobre as manobras golpistas para afastar Dilma do cargo, três recentes atitudes de Cunha não deixam dúvidas sobre a posição em que ele estará, quando agosto e setembro chegarem.

1. 1. Já pautou as votações das prestações de contas de outros governos ainda pendentes, limpando a pauta para que a de Dilma seja votado logo depois que o TCU apresentar oficialmente seu parecer ao Congresso.

2. 2. Revelou ter pedido estudos jurídicos sobre o pedido de impeachment apresentado há cerca de dois meses por movimentos de direita pró-impeachment.

3. 3. Reuniu-se com o ministro Gilmar Mendes para se informar sobre a vertente da cassação de Dilma através do processo que corre no TSE.

 

RECEITA DA D. MARIA SOCCOL.

Não conheço nenhum Soccol no interior. NA cidade tem muitos,q uase uma praga(olides)

From: EDUARDO LEITE LEAL
Sent: Sáb 18/07/15 10:25

Bom dia, Olides.
O programa de TV RIO GRANDE RURAL (TVE) visitou a residência da família Soccol, na zona rural de Serafina. Queriam conhecer a receita de uma sopa da D. Maria Soccol, boa para enfrentar o inverno.
Não acompanhei o programa desde o início, mas esta parte estava muito boa, pelas imagens interioranas e também por mostrar os hábitos dos descendentes de italianos. O programa comprova a importância da EMATER para o RGS.

EDUARDO L. LEAL _ P. ALEGRE/RS

 

do Diário Gaúcho

 

da Folha Popular de Teutônia

 

INVERNO NÃO É ESTAÇÃO É PROVA DE VIDA

por Nadilce Zanatta

Em Caxias do Sul (e região), a umidade é tanta que gozamos de um privilégio único. A bunda agradece. Explico. Pode-se comprar o papel higiênico mais mixórdia que existe que ele estará sempre macio devido à dita umidade. Alguém teria que levar vantagem, e logo quem menos aparece, ou sei lá, nos dias de hoje está em alta...

A falta de sol é tanta no inverno, que inventaram um medicamento para repor a vitamina D, isso é a que só o sol dispõe, pois é, ingerido em gotas. Vamos lá. Que medicamento é este? São gotas de sol, poupe-me. Vigarice para cima de trouxas, e quantos! É só esperar o sol surgir e dar um passeio sob ele, mas não use um emplastro de bloqueador. Aí está a falta da bendita vitamina. Como

sol pode penetrar a pele se vivem melecados de protetor solar? Os laboratórios agradecem.
Quem reside em condomínios sabe que no inverno a “coisa fede”, um tal de amontoar roupa... E vai lá, não encontra meia, camiseta... Vai no “monte”, vira do avesso e usa. “Porquice”? Não, desespero. Muitas vezes, nem a secadora seca, deixa todo úmido. Ah, e um dia sai o bendito sol. O panorama é extasiante, um condomínio, visto de longe, parece uma favela, é roupa nas janelas, nos varais, nas escadas... Fedor de mofo. Cheiros de desinfetantes... E há também vasos que entopem, mas devido ao frio é maçante fazer o serviço, vai descendo aos poucos.

Tudo culpa do frio.

Na hora do banho, quem não dispõe de estufa para dar uma “aquecidinha” no banheiro, não tem muita coragem, que feda mesmo! Mesmo com estufa, para se despir é purgativo, até tirar toda a roupa…Três meias, camisetas, três blusas, cuecão... Peça por peça. Uma pilha de roupas e por último o resto, mas o banheiro está quentinho. Findado o banho, veja que o banheiro está uma delícia, dá para ficar pelado. Vestir roupa limpa, e bastante, porque do lado de fora está congelante. Mesmo ritual, e pqp!, se sai do banheiro suado, devido à estufa e ao exercício de se vestir. Como não morrer de pneumonia? E lá fora está um freezer e o imbecil todo suado.

Na hora de dormir é outra tragédia, anunciada, é claro. Quem tem condições de usar um lençol térmico até se dá bem, a cama já está quente, mas mesmo assim, é aquele inferno porque, literalmente, a gente tem que se “descascar”, tira meia, tira manta, tira blusa. Sinceramente, eu já fui dormir de pantufa. Sem lençol térmico, complica, porque os pés estão azulados de frio, aí apela-se para uma bacia com água quente, mas o pé está tão frio, que quando encosta na água faz “shhhhhhhhh”, uns dias depois se sabe que o resultado destes escalda-pés em água quente são as bolotas de frieiras. Então começa o martírio. Os pés ficam doloridos e é só dar uma esquentadinha na temperatura que começa a comichão. É tão terrível que se aprende a orar, fazer promessa etc., para que chegue a primavera.

Para quem tem que pegar ônibus é de penar, lotado, “bafão” no cangote, tossem na tua cabeça, que o cabelo voa, entram no ônibus todo fechado comendo banana, sem contar que alguns não conseguiram evacuar antes de sair e aí… É que no inverno a alimentação é mais pesada e forte, batata doce, pinhão, pimenta, mondongo, feijoada, mocotó, sopão de repolho com ovo... Depois culpam o gado pelo efeito estufa. Ah, desembarcado ônibus e respirar aquela neblina congelante, que alívio! Três dias depois, bronquite aguda.

Sair de carro não é luxo, mas se não tiver ar condicionado, é o mesmo que ficar no box embaçado do banheiro, ninguém te enxerga e nem tu enxerga alguém, meu caro.

Desejo, sinceramente, que ninguém necessite de médicos nesta época, e toma lá. É a estação onde a profissão mais rende. Coitados dos “cof, cof, cof”. Às vezes estão com uma broncopneumonia, mas até o médico descobrir, vai longe, porque esta é uma maneira de o coitado do paciente passar (pagar) por todos os exames e laboratórios, até vencer a consulta e ter que pagar outra. Bem, é por isto que os idosos morrem no inverno. Eles não têm como correr tanto.

Apesar desta sofrível estação, creio que ainda nos queixamos em demasia. Aqui, no alto da Serra, ainda contamos com a bênção de não conviver com as enchentes, próprias da época aqui no Sul.
Mas não descarto minha crítica e a despejo contra a má visão dos governos (descaso e falta de prevenção) e a ignorância do povo. É justo. Não querem entender que há perigo em construir perto de rios e arroios, e o que é pior, não usufruem dos esclarecimentos de como dar destino ao lixo. E tudo vira lixo, literalmente.

Quando mesmo é que no Sul do Brasil começou a fazer frio? Estou esperando um governo inteligente (alienígena) que crie uma lei para que as empreiteiras, construtoras e afins instalem, obrigatoriamente, sistemas de calefação, pelo menos nos banheiros dos prédios comerciais e residenciais. Essa não é ideia minha, é uma necessidade do povo do Sul, mas como aqui é o Brasil, tudo é tropical. Abacaxi, banana, governo...

 

do Comunique-se

MinC lança edital de R$ 5 milhões para 80 projetos de comunicação

Oitenta iniciativas na área da comunicação compartilhada e que busquem interatividade com o público serão escolhidas pelo Ministério da Cultura na terceira edição do Pontos de Mídia Livre. O edital vai destinar R$ 5 milhões para viabilizar as ideias. As inscrições vão até 18 de agosto.

Segundo as informações, ações de vulnerabilidade social que utilizem ferramentas, formatos e licenças sem financiamento direto de empresas de comunicação serão priorizadas. O MinC informou que as propostas de trabalhos podem ser em texto, som, imagem, vídeos e multimeios com suportes físicos ou eletrônicos.

Três categorias - nacional, regional e local - serão premiadas. Podem participar do edital pessoas físicas representando coletivos culturais nas categorias regionais e locais. Já a categoria nacional é destinada a entidades culturais com CNPJ. Dez iniciativas de abrangência nacional serão escolhidas e cada uma receberá R$ 100 mil de incentivo. As de alcance estadual (25 projetos serão escolhidos) e municipal (45) vão receber R$ 40 mil de apoio.

Veja como se inscrever
Os interessados em concorrer podem fazer suas inscrições pela internet por meio deste link. Além disso, é possível encaminhar o trabalho pelos Correios para o Ministério da Cultura/MinC - Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural/SCDC - Coordenação de Seleção e Normatização - Edifício Parque Cidade Corporate - SCS Quadra 9, Lote C, Torre B, 9º Andar - Brasília/DF - CEP 70.308-200.

As informações completas do edital podem ser vistas em http://www.cultura.gov.br/.

 

Cinema

De: antares55
Enviada: Sexta-feira, 17 de Julho de 2015 09:23

À propósito, esta semana, assisti (em casa, com todo conforto) "Samba", um belo filme francês.
Coloquei um comentário no blog: http://diariold45.blogspot.com.br/2015/07/samba-2014.html?m=1

Samba (2014) - o filme

A Veja desta semana registra (imagem desta postagem) o lançamento deste novo filme dos mesmos diretores do excelente "Os Intocáveis" (2011).
Havia redigido o que segue para a timeline do Facebook, mas resolvi postar aqui e colocar, lá, um link para cá. Aí vai:

"Samba" (2014). Recomendo. Bom filme. Ótimo filme. Nada de comparações com "Os intocáveis" (2011). Que também é muito bom. Mas é outra história. Envolve o problema dos imigrantes ilegais na França também. Mas é outra história. E a Charlotte Gainsbourg, q deu show em Ninphomania, aqui dá outro show também. O argelino falso brasileiro (Tahar Rahin) é um show à parte. Omar Sy igualmente repete show de "Os intocáveis". De quebra, o filme aborda a questão da mulher que tem de enfrentar a dureza da vida de executiva, de "boss", de chefe, até então um "privilégio" de nós pobres homens. Tudo bem atual é moderno. Com uns relances da paisagem parisiense que são de fazer ir correndo à agência de viagem mais próxima (ou ao Booking ou ao Tripadvisor).
(A foto é reprodução da revista Veja, o texto do proprietáro do blog)

 

do laurinho da venancio

estou alinhavando mais uma semana em Paris entre o fim do verão e o início do outono.

 

do mironneto.com

Julho poderá ser um mês espetacular para o turismo local

Com o aumento do dólar, o brasileiro suspendeu as viagens para o exterior. Gramado agradece. O mês de julho pode encerrar com um acréscimo de 15% em relação a 2014, quando a Copa do Mundo provocou decepções para o turismo local. O número é uma previsão de hotéis, restaurantes e parques temáticos ouvidos pela coluna na última semana.
Alguns parques registram crescimento acima de 20% em relação ao ano passado. Com as chuvas torrenciais dos últimos sete dias, os parques fechados foram a opção preferida dos turistas. Já os parques com atrações ao ar livre sofreram uma pequena redução em relação a 2014.
Os números poderão crescer nas próximas duas semanas, com o início das férias escolares no Rio Grande do Sul.

 

do Jornal Panorama Regional, de Veranópolis

Moradores se organizam contra comunidade terapêutica

No final de junho, a Associação Fazendo a Diferença anunciou que o empresário Bolívar Mossi havia oferecido uma área em comodato pelo prazo de vinte anos. O terreno em questão fica nas proximidades da cascata da Usina Velha, mas vizinhos fizeram abaixo-assinado contra a instalação de comunidade terapêutica para tratamento de dependentes químicos.
Segundo o médico e vereador Thomas Schiemann, existe um novo local para construção do projeto. A área está situada na zona rural de Veranópolis, mas o ponto exato não foi divulgado. O terreno foi cedido por um morador, e agora a Associação Fazendo a Diferença pretende juntar recursos financeiros para iniciar a construção.

 

do edgarlisboa.com.br

Jornalista gaúcho participa de exposição fotográfica no Japão

O jornalista gaúcho Marcio de Almeida Bueno é um dos finalistas do concurso fotográfico ‘120 anos de amizade Japão-Brasil, experiências reunidas numa só história, promovido pela rádio NHK. A imagem clicada na cascata da Praça Província de Shiga, na Capital gaúcha, participa de exposição na cidade de Yokohama, vizinha a Tóquio, até 20 de julho. Após essa data, a exposição migra para o Festival do Japão que acontece neste mês em São Paulo.

Internaturas podem votar na foto de Marcio de Almeida Bueno até o dia 26 de julho através do link http://www3.nhk.or.jp/nhkworld/portuguese/relat120/gallery/00002.html. A popular ‘Praça Japão’ fica entre a Plínio Brasil Milano e Cristóvão Colombo, próximo ao IAPI, em Porto Alegre.

 

de Serafina

ATENÇÃO EGOS DE SERAFINA

parece que dia 25 o mauro rocha, fiol del zator, stara em la undeze...

num encontro de veinhos que já não moram na citi....(OC)

 

BLOG MAL FEITO

O BLOG DO FESTIPIZZA DE SERAFINA TÁ MUITO MAL FEITO....

O MAZZARINO ME CONTATO DIZENDO QUE NEM HORÁRIO DA ABERUTRA DA FESTA TINHA.

QUE COISA MAIS DESATUALIZADA. ENTÃO NÃO ABRE UM BLOG OFICIAL SE É PRA DEIXAR DESATUALIZADO. PARECE A ASSOCIAÇÃO DE IMPRENSA QU ENÃO SE COMUNICA.

ESSA GENTE GOSTA DE DEIXAR NA FAMA...NOS LOUROS........(OLIDES)

 

festipizza

adriana sabadin, coleguina da prefa de sc, esclarece que no blog da festipizza está a data e o horário. então fui eu que não vi(OC)

 

serafa

Lalo Rodrigues vai a serafina dia 24, volta dia 25. Mas não vai na FESTIPIZZA. ghe fa mal magnar pizza.(OC)

 

O LATÃO DE SERAFINA TEMPOR NOME LA NAVE DEL IMIGRANTE....



* É A REPLICA DOS COLONOS QUDO CHEGARAM NAQUELES MONTES ARANDO A TERRA...SEMEANDO...

* TRABALHARAM COMO CONDENADOS...E DEIXAVAM TUDO NO COMERCIO QUE OS EXPLORAVA.....

* DEPOIS VEM CONTAR ' HISTORINHAS' BONITAS E ' HEROICAS' DESTE POVO SOFRIDO.

 

MISERE COLONI

PRA MIM A HISTORIA DE EXPLORAÇÃO PELA IGREJA CATOLICA E DOS COMERCIANTES ESTÁ MUITO BEM CONTADA NO LIVRO AQUELE DAS TRAIÇÕES....O QUATRILHO.

O AUTOR ME DISSE EM SERAFINA QUE ELE TINHA MEDO DE PUBLICAR PRINCIPALMENTE PELA REAÇÃO QUE A IGREJA CATOLICA TERIA.

ELE JÁ TINHA PREPARADO SUA MUDANÇA PRO RIO....

MAS NÃO DEU NADA. A IGREJA FICOU QUIETA.

E ME CONTOU QUE QUDO FEZ O LIVRO PENSOU EM CONTAR COMO UM COLONO SAI DO CABO DA ENXADA PRA VIRAR UM GRANDE INDUSTRIAL. NÃO ERA PROPRIAMENTE A TRAIÇÃO ENTRE CASAIS QUE QUE ELE QUERIA CONTAR. MAS O LIVRO FEZ SUCESSO POR AI.....

 

o latão de serafina....

A ADRIANE SABADIN DA PREFA DE SERAFINA, ME DISSE QUE HJ SEGUNDA ELA ESTARÁ OCUPADA COM UM EVENTO QUE HOMENAGEIA AQUELA IMAGEM QUE TEM NA FRENTE DA PREFA, QUE EU CHAMO DE LATÃO DE SERAFINA.

É UMA REPLICA DO QUE TERIA SIDO A COLONIZAÇÃO ITALIANA.

COMEÇA QUE TEM ERROS HISTORICOS NAQUILO. ESTÁ DESENHADO COM CAVALOS. NAQUELES ANOS SO USAVAM MULAR, ME ALERTOU O LALO RODRIGUES...POR SINAL COM ELE UMA VEZ ACONTECEU O SEGUINTE. ELE ESTAVA NA AUDIENCIA NA ZONA SUL DO ESTADO E ALGUÉM LHE PERGUNTOU, OU MELHOR A JUIZA LHE PERGUNTOU DE ONDE ELE ERA:
- SOU DE SERAFINA, DISSE ORGULHOSO O CRIADOR DA FRASE CIDADE SIMPATIA( O FLAVIO SOCCOL DIZ QUE FOI ELE QUE BOLOU ISTO, MAS DEIXA DE LADO, NENHUM DOS DOIS REGISTROU, O UNICO REGISTRO QUE TEM É DE UM ARTIGO DO LALO RODIRUGUES QUE SAIU NO CORREIO DO POVO EM 1970 CHAMANDO A CIDADE DE SIMPATIA...)

BOM O LALO DISSE A JUIZA ACHO QUE QUE DE CANGUÇU OU ALGO QUE O VALHA QUE ERA DE SERAFINA

- AH, DISSE A MAGISTRADA, DAQUELA CIDADE QUE TEM AQUELA REPLICA...

A REPLICA É O LATÃO QUE EU CHAMO...

SO QUE ME ADVERTIU A ADRI, O LATÃO DÁ MIDIA, E COMO. ...TANTO QUE NUMA VOTAÇÃO FEITA PELA RBS ELE FOI ESCOLHDIDO COMO SEGUNDO SIMBOLO DA IMIGRAÇÃO ITALIANA NO RS. O PRIMEIRO COMO NÃO PODERIA DEIXAR DE SER FOI O MONUMENTO DO IMIGRANTE EM CAXIAS DO SUL. POR SINAL, QUANDO FUI COM O CESARE BATISTI( AH, AQUELE TERROSITA QUE COME CRIANCINHA, SIM DIZEM QUE NA ITALIA ELE MATOU 4, COMIGO SEMPRE FOI GENTIL, UM BAITA GOZADOR E TOMAMOS MUITA CACHAÇA JUNTO, ELE ME APELIDOU ATÉ DE ' CACHACINHA' ..MAS ISTO É OUTRA HISTÓRIA) ELE ME PEDIU EM CAXIAS PRA IR NUM LOCAL PROPIRO DA CIDADE. EU O LEVEI PRO MUNOMENTO DO IMIGRANTE NÃO SEM ANTES FAZER FOTO DO CESARE NA FRENTE DO BAR TREZE, AQUELE EM QUE OS FOFOQUEIROS VÃO FALAR MAL DA CIDADE.....

BOM,ENTÃO QUEM ESTIVER EM SERAFINA NESTA SEGUNDA, HAVERÁ UMA HOMENANGEM A REPLICA DOS IMIGRANTES, QUE EU CHAMO DE LATÃO...

AQUILO FOI FEITO POR UM CARA, QUE NÃO LEMBRO DE ONDE, MAS ELE O FEZ ALI MESMO...E DEU CERTO...MARQUETEIROS SÃO MARQUEGTEIROS. TEM OUTRO BOM MARQUETEIRO EM SERAFINA, O MAROSTICVA(OLIDES CANTON) SEM CONTAR UM DE ENCANTADO, QUE TEM UM BLOG E QUE AGORA ANDA MUITO POR SERAFINA PRO MEU GOSTO.QUAQULER DIA VAI QUERER MANDAR NA CAMPANHA DO BICO BRANCO PRA DEPUTADO FEDERAL(oc)

 

GRINGOS RACISTAS?????

QDO COMEÇOU UM LOTEAMENTO EM SERAFINA ER CHAMADO DE ' MORRO DOS MACACOS'....

LIGEIRAMENTE E NÃO SEM MOTIVOS A CAM MUNICIPAL DEU O NOME OFICIAL DE ALTO DO PARAISO.

* MUDOU DO DIA PRA NOITE!

 

Atenção eleitor de Serafina Corrêa:

Recadastramento Biométrico é obrigatório e deve ser feito até o dia 10 de outubro

Os eleitores de Serafina Corrêa devem ir ao Cartório Eleitoral de Guaporé para realizar o Recadastramento Biométrico, ou seja, revisar dados, coletar foto e impressão digital para garantir um voto mais seguro. O período de recadastramento vai até o dia 7 de outubro e os eleitores devem ter atenção a este prazo, uma vez que o título será cancelado para quem não realizar o recadastramento e poderá ser excluído do cadastro eleitoral, gerando sérias consequências.

A orientação da Justiça Eleitoral é que os eleitores compareçam ao Cartório com documento de identificação (preferencialmente com foto), além de comprovante de residência. Quem não possuir comprovante de residência em seu nome e trabalha em Serafina Corrêa, poderá apresentar a Carteira de Trabalho, juntamente com comprovante do lugar onde reside, mesmo que em nome de outra pessoa.

É importante que as pessoas não deixem para a última hora este recadastramento obrigatório, comparecendo no Cartório com documentos e comprovantes. O endereço do Cartório Eleitoral é na Rua Gino Morassutti, 1055, no Centro de Guaporé. Para maiores informações o telefone é (54) 3443-2166.

 

Entrega Oficial da Nova Iluminação no Camping Carreiro

O Camping Carreiro é um dos mais importantes tesouros naturais de nosso município. Local de alegria, diversão, prática esportiva, acampamento, lazer e qualidade de vida. A Administração Pública Municipal realizou, na quinta-feira, 16 de Julho de 2015, a entrega oficial da Nova Iluminação do Camping Carreiro. O ato contou com a presença de autoridades locais e moradores das proximidades. Para alegrar e encantar ainda mais a solenidade, houve apresentação de um importante Projeto Social da Prefeitura de Serafina Corrêa, a Oficina de Violão, com a Coordenação do Professor Heber Leandro Alves Gomes e a participação especial do Professor Adriano Nunes de Souza. Houve também a apresentação da Oficina do Coral que acontece semanalmente com crianças e adolescentes da comunidade do Carreiro, com a coordenação do Professor Moisés Zaffari. Um momento de muita alegria e comemoração, na Programação dos 55 Anos de Serafina Corrêa.

 

Comitiva Serafinense e o Secretário de Desenvolvimento Rural

O Prefeito Municipal Ademir Antonio Presotto, o Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo, Direção da ACISCO, demais autoridades e as Soberanas do município foram recebidos pelo Secretário Estadual de Desenvolvimento Rural e Cooperativismo, Tarcísio Minetto, em Porto Alegre, na quarta-feira, 15 de Julho. Na oportunidade, a comitiva serafinense entregou o convite ao Secretário e demais colaboradores para as festividades dos 55 anos de Serafina Corrêa, para a Expocooperlate e Festipizza.

17 de julho de 2015

luciano hulk?pode??

taxistas da capital informam a passageiros que LUCIANO HULK TERIA COMPRADO A RBS....

* SERÁ????

 

FARC

terminei de ler o livro da senadora colombiana que foi refém das FARC....

* foi bom. não tenho +ilusões nem com farcs, nem com exercito colombiano.

 

ADELI PROXIMO DO MAGRÃO

são muito boas as relações do ex-vereador, ex-presidente do pt municipal, Adeli Sell com a atual administração do Paço Municipal.

O vice foi no niver do Adeli comemorado em junho.

* e quem convive com Adeli sabe que ele liga pra prefeitura e fala com o prefeito quando quer.(olides)

 

rodoviária de guaporé

o fechamento da rodoviária de guaporé tem a ver tb com a queda de passageiros nos onibus.

passagens caras, pouco movimento. um que outro fim de semana. mas no mais, pequeno movimento.

* da ultima x que vim de serafina pra porto tinham apenas 4 passageiros. num onibus de 48 lugares.

 

RODOVIARIA DE GUAPORÉ

depoimento

o fechamento da rodoviária de guaporé é a cronica da morte anunciada. Há alguns anos ouço comentários em serrafina de que ela estava falida, devendo grana pra empresa bento....

* até queriam que o leoldemar bassani, que tinha a rodoviária de serafina, assumisse a de guaporé. ele pulou fora tb em serafina.

* alguns tempos atrás chegando lá uma noite de 6, ela já estava fechada...vinham fechando mais cedo.

pra economizar.

* fico com pena do sardela que agora terá que ir ganhar seus pilas em outro lugarejo.(olides)

bom gtrabalho,capricha na rod de guaporé.

 

do G1

a transportadora que o concessionário não menciona, ou é a unesul, ou a bento, mas tenho quase certeza que é a unesul que faz a linha guaporé -passo fundo, umas das mais rentáveis da região(olides)

Rodoviária fecha e dono cava vala para impedir acesso em Guaporé, RS

Permissionário diz estar insatisfeito devido às dívidas acumuladas.

Rui Schulz, de 60 anos, diz não ter avisado o Daer do fechamento.


Concessionário da Rodoviária encerrou os seviços devido a dívidas (Foto: Arquivo Pessoal)

A Rodoviária de Guaporé, na Serra do Rio Grande do Sul, foi fechada na noite desta terça-feira (7). Insatisfeito pelas dívidas que adquiriu como permissionário da estação, o advogado Rui Schulz, de 60 anos, decidiu encerrar o funcionamento e abriu um buraco no chão para impedir que os ônibus acessem o local.

"Acabamos de cavar um valo na frente da Rodoviária. São 34 anos de estacionário, e nunca o Legislativo e o Executivo colaboraram com a Rodoviária. Neste ano, não tive um mês de saldo positivo. Sou advogado e não preciso disso para me sustentar", afirmou Schulz.


Escavadeira abre buraco para impedir acesso
de ônibus (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)

O advogado disse não ter avisado o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) de sua decisão, mas garante que pagará todas as dívidas que adquiriu devido ao prejuízo como administrador da estação. "Devo para o Estado, para uma transportadora... tenho honradez e patrimônio. Vou vender alguma coisa para poder pagar", afirma.

Schulz prevê protestos por parte da população nesta quarta-feira (8). Ele se mostrou incomodado quando foi questionado sobre o prejuízo para os moradores. "E quem me ajudou? Tenho de me preocupar com a situação? Eu trabalhava todos os dias, só fechei quando morreram meu pai e minha mãe. E eu tinha um diferencial: nunca um passageiro ficou sem viajar por falta de dinheiro. Se o passageiro não tinha dinheiro, eu completava o valor", afirmou.

Segundo o advogado, a principal causa dos prejuízos na Rodoviária é a redução no movimento de passageiros. "Hoje saiu um ônibus com três passageiros para Porto Alegre", exemplifica.

O Daer se manifestou por meio de um comunicado, onde diz que vai trabalhar na preparação de um edital de licitação para administração da Rodoviária de Guaporé. E que, por enquantol a prefeitura definirá ponto de embarque e desembarque dos coletivos. A compra de passagens será no próprio ônibus.

Confira o texto na íntegra:

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) entrou em contato ontem mesmo (07/07) com a prefeitura de Guaporé e as empresas que realizam o embarque e desembarque de passageiros na rodoviária.

A partir de agora, a prefeitura define um ponto na cidade onde o embarque e desembarque de passageiros será feito e a compra das passagens ocorre durante o embarque, dentro dos ônibus. Enquanto isso, o Daer vai elaborar um novo edital de licitação para a administração da Estação Rodoviária de Guaporé.

O Daer esclarece, ainda, que o atual permissionário não vem cumprindo com exigências previstas no contrato de concessão dos serviços da rodoviária.

 

do Plaza

o evento do corecon na 3 no plaza. gentileza do corecon(OC)

 

Manuela

POLIBIO BRAGA ESTÁ SE DESDIZENDO SOBRE VIAGEM DA DEP MANUELA AOS USA....(oc)

 

Gaúcha

ouviu um pouco o sala de redação...não ouvi o vitor castiel....

* o que houve???

 

muçum

claro que o autor da frase nos decalcos NINGUEM SEGURA MUÇUM É DO SAUDOSO JCTERLERA. O MENDELSKI SABE BEM DISTO.

* TERLERA QUIS GOZAR O SLOGAN DO MEDICI, OU DOS SEUS BABA OVOS...' NINGUEM SEGURA ESTE PAIS'. ALGUEM AI LEMBRA.

* O ZE ANTONIO FICOU DE ESCREVER A HISTORIA DESTE GRUPO QUE FAZIA SACANAGENS. MAS ACHO QUE NÃO VAI FAZER. O MENDELSKY TB PODIA, MAS ELES NÃO QUEREM + INCOMODAÇÃO.(OLIDES)

 

NANDO GROSS DA GUAIBA LE O COLEGA PREVIDI.

* TASCA, DO AGAPIO, É OUTRA FÃ DO PREVIDI.

* SERÁ QUE SOBRA ALGUM LEITOR PROS OUTROS?????

* E A COLETIVA QUE PEDE CADASTRO? A COLETIVA NÃO QUER + NADA COM POBRETON. TÃO CERTOS ELES.

 

coleguinhas

me disseramque o polibio braga estaria morando em NH. não tinha ouvido falar. pode ser!

* goulart reclamou mas foi a mim, de que meu blog é todo esculhambado. e eu com isto???

* como dizia o BRIZOLA , o que interessa é o CONTIUDO....(RSRSRRSRRS)

 

RENATINHO PINTO

CONVERSANDO HJ NO ANTONIO LANCHES COM O NICO ESTEVES FIQUEI SABENDO DO PASSAMENTO DA MÃE DO RENATO PINTO DA SILVA.

MEUS PESAMES AO MEU PRIMEIRO EDITOR DE POLICIA DA ZH EM 1973.

RENATO SEMPRE FOI UM GRANDE CARATER E BOM COLEGA.(oc)

 

Almoço

então domingo vou almoçar com o laurinho e a rosinha...fazia tempo que não pintava um convite destes.

* palpite meu: vai dar inter e river na final. aí pode dar tudo....

 

frio

nao sai de casa hj durante a manhã...fiquei morgando.

a tarde fui ver sal da terra.

* estou na idade de cuidar dos netos....e o faço sem a MENOR CULPA.....

 

Comentário

COMENTARIO MATINAL NUM MUQUIFO PERTO DA PRAÇA DOS BURGUESES:

- A VIZINHA HJ CAPRICHOU NO DERRIERE, COMO DIZIAM OS COLUNISTAS TIPO IBRAIM SUED....

 

Programação do Clube de Cinema para o próximo final de semana

No próximo Sábado (dia 18/07/2015) as 10h15min no Espaço Itaú assistiremos ao filme "Neruda – Fugitivo" (Neruda - 2014). Em 1971, o poeta Paulo Neruda (José Secall) recebeu o Prêmio Nobel de Literatura. Na cerimônia, em seu discurso, ele relembra episódios quase esquiecidos da sua vida. Em 1948, quando era senador, Neruda foi obrigado a fugir e se esconder após criticar ferozmente o então presidente Gabriel González Videla (Max Corvalán). Refugiado com um nome falso no sul do Chile, onde viveu durante sua infância e adolescência, ele conta com a ajuda de companheiros para que possa escapar do país através da Cordilheira dos Andes, antes de ser localizado pela polícia federal.

No próximo Domingo (dia 19/07/2015) as 10h15min na Sala Eduardo Hirtz assistiremos ao filme "O Amor é Estranho" (Love is Strange - 2014). Ben (John Lithgow) e George (Alfred Molina) formam um casal há quatro décadas. Quando finalmente decidem se casar, a cerimônia é aprovada por amigos e familiares, mas acaba levando George a perder o seu emprego. Sem dinheiro, os dois são obrigados a viver separadamente até conseguirem vender a casa e comprar outra, mais barata. A nova vida em lares provisórios torna-se bastante desgastante para o casal e para os amigos envolvidos. Love Is Strange foi selecionado em alguns dos maiores festivais de cinema do mundo, como Berlim, Sundance, Tribeca e Los Angeles.

 

ATACADISTA É CONTRÁRIO À MUDANÇA DO NOME DE RUAS

O Sindicato do Comércio Atacadista de Louças, Tintas e Ferragens de Porto Alegre é contrário ao projeto de lei que tramita na Câmara de Vereadores da Capital propondo a alteração do nome de 377 logradouros da cidade. O presidente da entidade, Leonardo Ely Schreiner, está encaminhando aos vereadores de todos os partidos um detalhado levantamento dos prejuízos que a medida acarretaria para as empresas e os moradores das ruas cujos nomes viessem a ser modificados.
Dando sequência à mobilização contrária ao projeto, o Sindicato reuniu-se nesta terça-feira (14) com a bancada do PDT para expor sua posição sobre o tema. O líder da bancada, vereador Nereu D’Ávila, manifestou-se favorável ao pleito dos atacadistas de materiais de construção, que integram o Sindiatacadistas, do qual fazem parte, também, sindicatos de outros seis segmentos. Conforme Schreiner, a mudança de nome de ruas e outros logradouros obrigaria as empresas a adotar uma série de providências altamente onerosas, agravando o já excessivo custo Brasil, como a alteração contratual de sociedade empresarial, despesas cartoriais, alteração de cadastro nos meios informatizados e nos meios não informatizados, alteração de todo material impresso e troca de identificação dos nomes alterados nos instrumentos de busca automatizados, entre outras. Da mesma forma, lembra, os moradores e profissionais das ruas afetadas seriam obrigados a providenciar a modificação de seus endereços, representando mais burocracia e custos para o cidadão num período crítico da economia brasileira.

Considera que a alteração de nomes de logradouros por homenagearem governantes, agentes e apoiadores do movimento militar de 1964 é uma proposição absurda porque, independentemente do seu papel desempenhado à época, fazem parte da história do país. No caso da troca de nome da Av. Castelo Branco, em Porto Alegre, assinala, não houve maiores danos para a população pelo fato de que a referida via não conta com moradores nem empresas instaladas ao longo de sua extensão. “Esperamos que os vereadores tenham o bom senso de rejeitar esta proposta absolutamente inoportuna”, conclui.

 

Convocação solidária - Arquidiocese Porto Alegre, nº: CCLXX

Convocação

Sensíveis às necessidades de nossos irmãos e irmãs que sofrem com as chuvas e enchentes em nosso estado. Precisamos de uma ação imediata como sinal concreto de nossa solidariedade.
Praticamente em todas as regiões gaúchas há cidades sofrendo com as chuvas, cheias dos rios e desabamentos. Por isso o Regional Sul 3 da CNBB propõe que em todas as paróquias e comunidades das dezoito dioceses do Rio Grande do Sul aconteça uma coleta em prol dos desabrigados pelas cheias. É necessário que esta coleta comece no próximo final de semana e estenda-se enquanto for necessário e a situacão climática não voltar a normalidade.

Como todos sabemos nossos irmãos e irmãs necessitem de roupas, alimentos, material de higiene. Tudo é bem vindo! Que cada paróquia e comunidade seja um ponto de coleta. cada diocese podera destinar todo o material fruto da campanha às cidade e comunidades mais urgentes. É bom que se faça parcerias com entidades públicas e sociais que realizam iguais iniciativas. Solicitamos que esta iniciativa seja partilhada através dos meios de comunicação e redes sociais para que chegue ao maior número de pessoas.

Porto Alegre, 16 de julho de 2015 - Festa de Nossa Senhora do Carmo.
dom Jaime Spengler Arcebispo Metropolitano

Pe. Cesar Leandro Padilha
Secretário Executivo do Regional Sul 3

 

Região terá estradas estaduais recuperadas

A infraestrutura rodoviária da região noroeste do Estado do Rio Grande do Sul foi pauta de reunião na tarde desta quarta-feira (16), em reunião realizada na Secretaria Estadual dos Transportes e Mobilidade. O Secretário Estadual de Obras, Saneamento e Habitação, Gerson Burmann e o Secretário Estadual de Transportes, Pedro Westphalen estiveram reunidos para debater e avaliar as condições dos principais trechos de rodovias estaduais da região noroeste.

As chuvas dos últimos dias tem prejudicado muito o estado das rodovias da região, muitas medidas emergenciais se fazem necessárias afirmou o secretário de obras Gerson Burmann. Durante a reunião foi discutido as condições das rodovias ERS-155 que liga os municípios de Ijuí e Santo Augusto, ERS-342 ligando os municípios de Cruz Alta até Catuípe, a ERS-522 entre Ijuí, Jóia e Santiago, assim como as obras de acesso asfáltico aos municípios de Boa Vista do Cadeado e Eugênio de Castro.

De acordo com o secretário Gerson Burmann esse encontro teve como objetivo debater as demandas da região. “Apresentamos ao Secretário Pedro Westphalen as demandas da região noroeste relacionada às obras de melhorias em rodovias estaduais. Esse encontro foi de extrema importância para avaliar as condições de trafegabilidade nessas importantes rodovias da região noroeste, debatendo possíveis melhorias nesses trechos para beneficiar os milhares de motoristas que trafegam diariamente pelas nossas estradas da região”, destacou o secretário.

A reunião definiu as seguintes obras de recuperação nas rodovias da região:
a) Restauração completa da rodovia ERS-342 que liga os municípios de Ijuí e Catuípe, com as obras iniciando imediatamente, assim que o tempo permitir.
b) Operação tapa-buraco na ERS-522 no trecho que compreende os municípios de Ijuí, Jóia até Santiago.
c) Restauração completa do trecho da ERS-155 entre os municípios de Ijuí a Santo Augusto com o início das obras previstas ainda no 3º trimestre deste ano.
d) Conclusão até o final do ano das obras do acesso asfáltico do município de Boa Vista do Cadeado RS-342
e) Prosseguir as obras de asfaltamento da ERS-551 no município de Eugênio de Castro.

 

de São Borja

olha a enchente ai, gente....

De: letier12
Enviada: Quinta-feira, 16 de Julho de 2015 10:54

Créditos das fotos: ALVINO GOMES FELÍCIO

Letier Vivian
São Borja/RS

 

Enchente Garruchos

este teto que aparece aí é do palco onde se apresentou o cantor aquele de são luis quando eu estive ali em fevereiro,ou março. foi março.

o rio uruguai subiu mesmo...
queria tanto ter ido, mas fiquei aqui preso a outros esquemas...

queria ter ido ver a enchente em garruchos.

a foto foi mandado pelo capincho....obrigado capincho(olides)

 

de Serafina

Governador Sartori recebe Comitiva Serafinense

O Prefeito Municipal Ademir Antonio Presotto, o Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo, o Presidente da ACISCO Luciano Iesbik, o Presidente do Festipizza Ricardo Rossatto, demais autoridades serafinenses e a Soberanas foram recebidos, na manhã de 15 de Julho de 2015, no Palácio Piratini, pelo Governador do Estado, José Ivo Sartori. A comitiva serafinense teve a honra de convidar o Governador para as festividades do município, para a Expocooperlate e Festipizza. Na oportunidade, o Governador Sartori destacou a herança cultural e os valores deixados pelos imigrantes italianos, o que, segundo ele, contribuiu para o progresso e desenvolvimento de toda a região. Falou, ainda, que Serafina Corrêa é exemplo quando se fala em cultura italiana, especialmente por ser a Capital Nacional do Talian e preservar a língua que hoje é reconhecida. Ao final da Audiência, o Governador Sartori falou em Talian, alegrando ainda mais o encontro.

 

Presidente Edson Brum recebe Comitiva Serafinense

O Presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Deputado Edson Brum, recebeu, na manhã de quarta-feira, 15 de Julho de 2015, uma Comitiva da Prefeitura Municipal e da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Serafina Corrêa, ACISCO. A audiência contou, ainda, com a presença do Superintendente Administrativo e Financeiro da Assembleia, João Vitório Concatto. O Presidente da Assembleia recebeu, na oportunidade, o Convite para as festividades do município, para a Expocooperlate e Festipizza.

 

Presidente da CORAG recebe Comitiva Serafinense

Na tarde de quarta-feira, 15 de Julho de 2015, a Comitiva da Prefeitura Municipal e da Associação Comercial, ACISCO, de Serafina Corrêa foi recebida pelo Presidente da Companhia Riograndense de Artes Gráficas, CORAG, Vinicius Ribeiro. Na oportunidade, as autoridades entregaram o convite para participar das festividades do município, da Expocooperlate e do Festipizza.

 

Audiência Pública LDO e LOA 2016

A Secretaria Municipal de Coordenação, Planejamento e Gestão, juntamente com a Secretaria Municipal de Fazenda, em consonância aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência e atendendo exigências legais, estarão realizando audiência pública sobre a LDO e LOA 2016. Assim, convidamos a população serafinense para a audiência pública que será realizada no Plenário da Câmara de Vereadores, no dia 22 de julho de 2015, às 14h.

16 de julho de 2015

exclusivo....

Chiquinho do Barranco se manda pro rio....


CHIQUINHO ESTÁ NO RIO ASSESSORANDO LUXEMBURGO IMPLANGTAR O PARIS 6 EM PORTO ALEGRE

vai assessor Luxemburgo no Paris 6 em Porto Alegre

a coluna rede social da zh de hoje, dia 15.7 diz que porto alegre terá sim o paris 6. idéia do luxemburgo qdo morou aqui e traz uma pq entrevista com o idealizador.

chiquinho tasca, sócio do barranco,s e mandou pro rio hoje e somente volta ao barranco dia 24. está nesta também(olides)

 

Exclusivo

COMO O SEC EST DA FAZENDA,D EP FED GIOVANI FELTES(pmdb) NÃOT EM CURSO SUPERIOR, TIVERAM QUE MUDAR UMA REGRA DA SEC DA FAZENDA PRA ELE PODER OCUPAR O CARGO, já que na situação anterior, o sec tinha que ter o titulo do curso superior.

 

Corecon

meu ' toco' - um vinho e o certificado do corecon. fiquei muito lisonjeado pela cortesia de quem me recebeu(olides)

 

corecon


o encontro de 3 do corecon no plaza. bom papo e gente que gosta de uma conversa interessante. voltaremos, como diz o anonimus.

1. foi muito legal na papo de 3 no corecon.

2. pra variar o geraldo do sindiborracha tava lá fazendo provocação.

3. disse ao gerraldo que ele não podia deixar morrer aquele encontro dos jornalistas todos os anos no barranco. mas ele disse que aquilo custava 10, 12 paus.

4. pode ser + modesto,aleguei.

 

corecon

um dos membros do corecon tem por nome ARISTOTELES e é fã do Boelcke na guaiba. acorda as 5 da manha pra ouvir na guaiba aquelas bobagens do boelcke com o mendelski. iagual ao getulio,adv amigo do tasca...que a mulher + nova fica puta que ele se levanta( ao inves de lhe fazer chamegos) e fica ouvindo o mendelski. o polaco ainda vai provocar uma separação.

* conhecia um casal a cristina e seu marido que vinham da zona sul pro trabalho de manha. o mendelski na gaucha. ela tinha odio dele e o marido gostava. vinham brigando da zona sul até o centro por causa do polaco.

* vai te catar, brigar por causa do polaco. tem coisa melhor na vida.

 

LAVA JATO

O GERALDO DO SIND BORRACHA PERGUNTOU PORQUE NÃO HÁ EMPREITEIROS GAUCHOS NO LAVA JATO?

ORA PQ NÃO HA + EMPREITEIROS GAUCHOS.

POR ESTA SIMPLES RAZÃO....

 

ENFIM TEMOS EMPREITEIRA.

O POLIBIO DEU AGORA QUE A SULTEPA ESTÁ CITADA NUM MAIL COM A CAMARGO CORREA. ERA HORA DE TERMOS EMPRETEIROS GAUCHOS NO ROLO....

* SENÃO NÃO TEMOS MAIS EMPREITEIROS...(OLIDES)

 

do Mercado Público


zezinho garção do gambrinus de coração novo refeito pelo dr. luchese.

 

cronica de um vago....

vamos ver se cometo um poema....

rsrsrs...

fiquei a manhã de pijame em casa...

com este frio e chuva.....

* ouvindo a urgs e lendo o final das memórias da senadora colombiana....

* chego ao fim do livro admirando mais ainda as FARC....(olides canton) e nada a ver com o drama dos refens....

ACONTECEU COM CONHECIDA DESTE BLOGUEIRO!

De:
Enviada: Quarta-feira, 15 de Julho de 2015 21:08

Ainda bem que o veterinário, nosso amigo de família há 30 anos, ainda clinica. Foi ele quem me deu a medicação correta.

E olha que paguei particular para estes FDD’s destes pneumologistas, um dizia que eu sou asmática (vê se tu descobre alguém com asma que respira normalmente e chega a 39° de febre), eu dizendo que estava com problema de brônquios, o outro me diz que é uma alergia, me manda fazer até ecodopller do coração (o puto), e me dá remédio pra sinusite.

Tu pensa que estou brincando.

Ligo para o veterinário para ele aviar uma receitinha para a minha cadelinha e ele me diz que passou pela mesma bronquite, e ele mesmo se tratou. Vou lá e me dá a mesma medicação que usou, claro são remédios de pessoas, que ele usa para cães, cavalos (éguas), etc, qdo estão com pneumonia. E eco estou praticamente melhor, já estava com sintomas de pneumonia. O que tu me diz? Já não engulo este putedo (pra mim são todos meio chapados), de médicos e agora é que não confio mesmo. Gastei quase mil reais, para absolutamente NADA!!!! E o veterinário me medicou corretamente. Estou PPPPPPPPPPPPPPPPPPPPP.

De:
Enviada: Quarta-feira, 15 de Julho de 2015 21:57

Olides, nós temos o IPE, mas os médicos estão se descredenciando, daí ter que pagar, pode isto? Acho que vou procurar um cubano pelo SUS. O que está havendo com nosso Estado? agora esta M@ do Sartori começa fazer terror. O mesmo que o Olivio fazia. Qta incompetência!!!!
É claro que falei para os médicos dos meus sintomas e bem detalhados, daí eu desconfiar que eles não querem que o paciente saiba o que tem.
Obrigada pela visita ao meu Blog, tenho dois, e bem relaxados.
Vou olhar o teu e ver o que tu anda fazendo por lá. Pera.

 

CORREIO

O CORREIO DE HJ NOTICIA QUE LUIS GRISOLIO VOLTOU AO CORREINHO.ELE TINHA IMPLANTADO TODA A CIRCULAÇÃO DO METRO.

COMM O METRO O CORREINHO TINHA SOFRIDO UM BAQUE EM PORTO ALEGRE


o metro copia o meu fitness....

 

guaiba

me indicaram pra ouvri o cristiano silveira e outra apresentadora de tarde na guaiba.

* isto é renovação. senão os veios não largam a teta e os novos talentos ficam morgando na internet. tá certot, espaço pros novos.

* adeus velharada, velho tem que ir no cineminha da urgs ou cuidar de netos.

 

FORTUNATTI

o prefeito de porto alegre anda com segurança da Bm...

* qUANDO ERA DA udr, RONALDO CAIADO, andava com segurança....

Uma x veio dar entrevista na Band e antes dele entrar no estúdio, seu segurança entrou e vasculhou o estúdio.

 

IPIRELA, QUEM SERA????

numa brincadeira ai entre amgios, apaceu o ' marido da ipirela' como um membro do clube dos que deram BRAGETAÇO NO RIO GRANDE....

meu deus, quem será...diz que é muito exposto na mídia.....

e j´pa ocupou relevantes e ocupa cargos notórios na midia.

ipirela era uma campanha da MPM pra ipiranga.....

 

da radios.ebc.com.br

INFORMAÇÕES DE BASTIDORES DÃO CONTA QUE SERGIO ZAMBIAZI EXIGIU TB ESTAR NA FM. É QUE O SEU CONTRATO TERMINA NO FIM DO ANO(OLIDES)

Tradicional AM do Rio Grande do Sul, Rádio Farroupilha ocupará frequência 92.1 MHz, até agora utilizada pela Rádio Cidade FM

Por decisão do Grupo RBS, haverá uma fase de transição para que a Rádio Farroupilha, emissora AM voltada para o público feminino em Porto Alegre, ocupe também a frequência 92.1MHz, atualmente utilizada pela Rádio Cidade local. A transição começará em 20 de julho.

É a sequência de um movimento natural de emissoras AM de todo o país que pertencem a empresas que também contam com concessões de canais em FM. Rádio Gaúcha, também do grupo RBS; CBN, em diferentes cidades; Itatiaia, em Belo Horizonte; Tupi e Globo, no Rio de Janeiro; e outras emissoras predominantemente de programação não-musical seguiram o mesmo caminho. Essa opção por transmitir nas duas faixas começou a ganhar força no final dos anos 1990.

O anúncio do fim da Cidade FM de Porto Alegre e do início das transmissões da Farroupilha simultaneamente em AM e FM foi feito no início de julho pela diretora de rádios do Grupo RBS, Fabiana Marcon.

"A Farroupilha mistura talk, música, notícias e é líder no AM na Grande Porto Alegre. É uma das rádios brasileiras em que os ouvintes ficam por mais tempo sintonizados. São mais de quatro horas por dia com a emissora. Por isso, queremos trazê-la para o FM", disse Fabiana em comunicado oficial do Grupo RBS.

 

O DIARIO DE UMA DEMITIDA...

comprei este livro estes tempos e simplesmente gamei no texsto da escritora. melhor que a nossa marta medeiros, emborfa o cu nada tenha a ver com as calças....

* e sinceramente não dabia da sua atual fama. botei no google e não é que descobri qu eela estreia no DG. vai ser um sucesso.

* espero que ela não se torne uma instituição e pare de ser original....

* com muitos acontece isto. perdem a LIBERRDADE DE DIZER O QUE SENTEM....

* antes de msorrer, perguntei ao Moacir Sclyar, que sempre foi tão gentil comigo, pq ele não criticava ng mais ...ele olhou, parece que saiu do ar e me disse:

- estou esperando globo pra me entrevistar.

ai entendi que o cara não queria mais complciações com ng. mas aí os caras perdem a graça.(olides canton)

 

rbs X MAGALI

AH, ACHO QUE ENTENDI. A rbs QUER QUE A MAGALI OU MAGA, SUBSTITUA O ANONINUMS...É POR AI....

* NÃO DE TODO ERRADOS....

* EU CONTRATAVA O MAZZARINO...MAS ELE É MUITO FOFOQUEIRO DE MOTEL.

 

DIARIO DE UMA DEMITIDA...DA MAGALI MORAES

O RPEFACIO DO VERISSIMO, QUE SP AJUDA TODO MUNDO!

A FOTO DA AUTORA E A CAPA DO LIVRO...

EUI PEGUEI ESTE LIVRO EM ALGUM LUGAR E VI LOGO QUE A MULHA TEM TALENTO....

MAS ELA NO DG SINCERAMENTE. OS ASSUNTOS DELA SÃO DA MULHER ANGUSTIADA DA CLASSE MÉDIA. ENTÃO AO DG QUER ENTRAR NA CLASSE MÉDIA, PELO VISTO...

* PQ A MAGALI NÃO FALA DE ASSUNTO DE VILEIRA.....

 

do Diário Gaúcho

Publicitária e escritora Magali Moraes é a nova colunista do DG

Todas as sextas-feiras, ela vai escrever crônicas sobre situações do cotidiano

Foto: Miguel Neves / Divulgação

A partir de sexta-feira (17), o time de colunistas do Diário Gaúcho ganha um baita reforço. A publicitária e escritora Magali Moraes, 47 anos, que já escreveu para revistas como Claudia, Lola e colaborou com o Donna, da Zero Hora, passa a assinar uma coluna semanal, nas sextas-feiras, com crônicas do cotidiano.

– Quero puxar assunto sobre coisas que os leitores podem nunca ter parado para pensar – explica.

Mas nada de papo cabeça! A escritora quer tratar dos mais variados assuntos, sejam eles sérios ou não, com muito bom humor. Como se fosse uma conversa cara a cara com o leitor. O nome do espaço, aliás, sugere a proximidade: Coluna da Maga.

– Maga é meu apelido. As pessoas próximas me chamam assim. Quero estar perto do leitor. Quero que ele me diga o que está achando dos meus textos e o que pensa sobre os assuntos. Um jornal tão próximo do seu público, como o Diário Gaúcho, é perfeito para
isso – diz.

A primeira coluna, que será publicada nesta sexta no jornal e no site, já está pronta. Mas não foi fácil chegar a um assunto.

– Já escrevi muito, para os mais diferentes veículos, e tenho três livros publicados. Mas essa experiência é nova. Depois da primeira coluna, espero ter muitas sugestões de assunto – finaliza.

Novidade vem no aniversário
A nova coluna faz parte da série de novidades que o DG prepara para os leitores em função do aniversário do jornal, que completa 15 anos neste dia 17. Mais um motivo de alegria para Magali.

– Ter um espaço num jornal bacana, nas sextas-feiras, que é um ótimo dia, e ainda começar nessa data especial é só alegria. Estou muito feliz! – comemorou a nova parceira do Diário.

 

Memória

O FAMOSO EPISODIO CONTADO PELO REI DO CONTO, O CARA DO ANEDOTÁRIO DA RUA DA PRAIA, RENATO MACIEL DE SÁ...








 

Coleguinhas

mandei pra valdir. ela disse que so conheceu o barto, o secco, o sequinho e mais alguém que não lembro o nome. isto ai foi no dia que fomos na marcopolo.

da coelga valdir dos santos que me ajudou na identificação dos colegas(olides)

From: Valdir dos Santos
Sent: Qua 15/07/15 11:05

Oi Olides, eu não sei o nome de todo mundo. O Luiz Carlos Secco é o primeiro da direita, os outros estão no meio, não dá pra identificar. O Bartô se chama Pedro Bartholomeu Neto, o Sequinho é José Carlos Secco, o Carlão é Carlos (Não me lembro o sobrenome) , o 1o. nome do Gardezani é Gilberto.
Se quiser vir a S. Paulo, fique à vontade. eu ainda nào fui à exposição do François Truffault, podemos ir juntos. Diga o dia que vem porque tenho ido pra Iacanga duas vezes por mês.
Valdir

 

de São Borja

o amnhecer em SB nesta 4 feira. By capincho!

De: letier12
Enviada: Quarta-feira, 15 de Julho de 2015 07:50

Olha a chuva

 

RIO URUGUAI

de são borja pelo ramão aguilar( juiz de paz )

De: ramaoaguilar
Enviada: Quarta-feira, 15 de Julho de 2015 12:15

Dom Olides:
O rio Uruguai voltou a crescer, em São Borja, com possibilidade de uma grande enchente. Os proprietários dos bares já retiraram mobiliários e equipamentos.
EM ANEXO:
Registro fotográfico do amigo Alvino Felicio.

 

MALDITA CERRAÇÃO DE CAZIAS...

é uma praga muitos não gostam dela no inverno. mas existe. o mansueto serafini foge pra camboriu só pra não ter que guenta-la
mas ela existe e como fotos feitas em 7.7



NEBLINA

por nadilce zanatta

Na região da Serra do Sul do Rio Grande Sul existe o que se pode denominar de um pedaço da Europa gelado, a estação do inverno.

É paisagem bonita, até linda, quando neva.
Em Caxias do Sul, por exemplo, na época da estação do frio, é constante a neblina ou a cerração, mais comumente dita. Um fenômeno que, ao anoitecer, nos causa um ar de mistério, quase que não existem distâncias entre a claridade de uma lâmpada de rua e nossa mão. E quando há silêncio, parece-nos escutar que chove, mas são gotas desta umidade que tombam das árvores, dos telhados... E para quem já leu romances de autores onde esta estação é mais rígida ainda, escritos nos séculos passados, vai aguçar o ouvido e sentir a presença de um coche se aproximar, ou um cavaleiro solitário tomando algum rumo. Fantasias causadas pelo fog, o nevoeiro típico de lá.

Mas aqui em Caxias não há castelos, nem coches, e não é fog. É uma neblina que surge com chuva e até com temporais.
Ah, ouvi dizer de um conhecido que reside em Curitiba o seguinte: “nunca em minha vida ouvi trovejar ou relampear com este tempo todo fechado de cerração”. Pois é, será que não?

E vêm os turistas das regiões do calor apreciar a paisagem do frio, se trancam nos hotéis e ficam olhando para fora, mirando a “paisagem”.

Mas que paisagem, criatura? Não se vê nada com esta neblina, parece que de repente tudo ficou sem cor e borrado, é o mesmo que desenhar algo em preto e depois passar uma borracha suja, um borrão!

Mas não, não diga isto, entre o ver e o sentir há maravilhas, a beleza não possui cores. Nesta época, nossas paisagens são cinza na maioria dos dias de tempo nublado.

Não há monotonia em caminhar sob a neblina, há, sim, que cuidar para não tropeçar em outras pessoas, e isto já é uma aventura. Bem, à noite há outras implicações, apesar de toda luz possuir uma auréola. Numa cidade como esta, existem os oportunistas experientes na profissão da gatunagem. Aí não vale a pena ser um sonhador, a realidade é brutal. Cuidar-se é o essencial.

Andar de carro torna-se um jogo de adivinha, nem todo motorista está atento, e aí só se descobre que há um carro a nossa frente quando o farol do nosso carro o atinge. Sobressaltos.

E quando amanhece tudo apagadinho, há passarinhos corajosos que cantam como se enxergassem o sol, penso então que se eles sabem conviver em seus ninhos em meio a esta neblina, por que nós, com iluminação e teto, temos o direito de nos queixar?

“O tempo está fechado”, aqui dizem quando não se enxerga quase nada a nossa frente ou a nossa volta, e é fechado mesmo, para a cor, para luz e até param cheiros. Tudo fica úmido, escorregadio... Até um palpite pode transforma-se em discussão, ou seja, questionar. Há os que amam o inverno e há os que o detestam.

 

Cinema

VI O SAL DA TERRA. MEIO CANSATIVO. OLIDES

a parte que mais gostei do filme sal da terra é do tempo que o salgado esteve no equador. me lembrou o peru, a bolivia, é tudo igual.conheço bem aquilo.

 

Cinema

A ALMA RUSSA

por Eron Duarte Fagundes

Há um clichê sobre a alma russa. Ela é estranha e vive em abismos. Este clichê foi um dia uma novidade. Quando a literatura russa do século XIX (Fiódor Dostoievski e Leon Tolstoi à frente) desembarcou no Ocidente, foi um choque para os ocidentais. Depois, entrou em nosso padrão de ler ou ver. No século XX o cinema tratou de manter acesa esta particular alma russa: Sergei Paradjanov, Elem Klimov, Andrei Tarkosvki, Alexandr Sokurov ou mesmo o clássico dos clássicos Sergei Eisenstein (ou alguém duvida que os delírios de montagem e de expressões da cena da escadaria de Odessa retratem esta tão citada alma russa?).

Agora é a vez de Alma silenciosa (Ovsyanki; 2010), de Aleksei Fedorchenko, trazer até nós mais alguns grãos das circunstâncias russas em que demência e realidade objetiva se contraponteiam para produzir uma narrativa original. Escorado nos rituais duma etnia russa hoje desaparecida, Alma silenciosa namora os arcaísmos mas sem perder o pé na modernidade. Os planos e a montagem são extremamente lentos, há uma intensa contemplatividade na forma vagarosa com que o realizador vai descrevendo o que se passa em cena, que é sempre uma ação quase sem ação, algo mais próximo do documental (ainda que experimental) do que da textura dramática de uma encenação. O ritual em questão é dado pela forma como um esposo, acompanhado dum amigo, prepara a incineração do cadáver de sua mulher e o mergulho do corpo na água (o mar), para que ninguém mais saiba do desaparecimento da morta. No momento em que ambos se dirigem, a bordo dum veículo, para o local onde está a falecida, a câmara põe-se como no banco de trás e acompanha à exasperação as manobras e os primeiros rodares de pneus pelos desérticos cenários russos.
Tudo é muito minucioso em cena. Minúcia levada ao êxtase de filmar.

 

Jornalista gaúcho participa de exposição fotográfica no Japão

O jornalista gaúcho Marcio de Almeida Bueno é um dos finalistas do concurso fotográfico '120 anos de amizade Japão-Brasil, experiências reunidas numa só história, promovido pela rádio NHK. A imagem clicada na cascata da Praça Província de Shiga, na Capital gaúcha, participa de exposição na cidade de Yokohama, vizinha a Tóquio, até 20 de julho. Após essa data, a exposição migra para o Festival do Japão que acontece neste mês em São Paulo.
Internaturas podem votar na foto de Marcio de Almeida Bueno até o dia 26 de julho através do link http://www3.nhk.or.jp/nhkworld/portuguese/relat120/gallery/00002.html.
A popular 'Praça Japão' fica entre a Plínio Brasil Milano e Cristóvão Colombo, próximo ao IAPI, em Porto Alegre.

 

Arena recebe primeira edição noturna da festa eletrônica Levels

Edição especial de aniversário ocorre no Hall N e conta com grandes nomes da cena eletrônica.

Festa que tradicionalmente acontece durante o dia, a Levels terá a sua primeira edição noturna na Arena do Grêmio. A festa eletrônica chega à Arena no dia 18 de julho, às 22h, com atrações como Chad Tyson (UK) (Lou Lou Records, Bunny Tiger, Sleazy G), Do Santos, Ander Oliveira, FancyInc e Tarik B2B Abel Mezomo.

A Levels é um projeto criado com o intuito de romper barreiras, unindo diferentes públicos e proporcionando experiências que vão além do underground. Uma festa que tem como objetivo resgatar a cena eletrônica da capital gaúcha, buscando trazer atrações que se destacam atualmente no cenário mundial. A Levels foi pensada sob o ponto de vista do público e criada para o público, idealizada por cinco amigos que sentiam uma carência de opções em Porto Alegre e resolveram trazer uma proposta diferente para a capital.

A festa será no Hall N, ambiente fechado, com entrada pelo Portão 04 do estacionamento E1 (coberto), para veículos e pedestres. O acesso ao hall (nível 1) será pelos elevadores 12 e 13.

Serviço:

Data: 18/07/2015 – sábado
Horário: 22h
Local: Hall N – entrada pelo Portão 04 (elevadores 12 e 13) para veículos e pedestres.
O que é o evento: Festa eletrônica
Classificação: 18 anos
Estacionamento: O E1 será aberto para o evento (Portão 4), no valor de R$ 20. Horário de abertura às 20h.
Organizador: Levels
Produção: DMAND

Informações sobre o evento:
https://www.facebook.com/events/575790382562529/
https://www.facebook.com/levelsdayparty?fref=ts

Telefone para informações: (51) 9252-1116
Telefone para informações e reserva de mesas e camarotes: (51) 9770-2487 (Felipe)

Ingressos:

Web: https://tickets.antecipado.com/event/LEVELSONEYEAR

Pontos de venda:
• Planeta Surf Novo Hamburgo
• Planeta Surf São Leopoldo
• Planeta Surf Canoas Shopping
• Planeta Surf Shopping Iguatemi
• Planeta Surf Shopping Total
• Planeta Surf Rua da Praia
• Planeta Surf Shopping Praia de Bellas
• Donalle Shopping Iguatemi

 

de Serafina

Encontro Regional de Vereadores reuniu representantes de 18 municípios


Evento foi realizado pelo Poder Legislativo de Serafina Corrêa, dentro das comemorações de 55 Anos do Município

Com a participação de representantes de dezoito diferentes municípios, o primeiro Encontro Regional de Vereadores foi realizado na tarde de terça-feira (14), no Plenário da Câmara de Serafina Corrêa. Além de Vereadores, também participaram da programação assessores e servidores das Câmaras de Vereadores dos municípios de: Casca, Vanini, Santo Antônio do Palma, Gentil, David Canabarro, Paraí, Vila Maria, Montauri, União da Serra, Guaporé, Dois Lajeados, Nova Bassano, Fagundes Varela, São Valentim do Sul, Veranópolis, Vila Flores, Vista Alegre do Prata e Serafina Corrêa. Também participaram Suplentes de Vereador, Secretários Municipais, Assessores Jurídicos, Procurador do Município, o Prefeito de Serafina Corrêa Ademir Antônio Presotto e o Vice-Prefeito Francisco Bernardo Mezzomo.

A abertura do evento, que faz parte da programação comemorativa de Aniversário de Serafina Corrêa, foi feita pela Presidente da Câmara, Vereadora Eleni Castro Pizzatto, acompanhada pelos demais Legisladores Serafinenses. Após, o Vereador Paulo Massolini falou sobre a história do Município, a imigração italiana, o processo de co-oficiliação da Língua Talian e o reconhecimento entregue pelo Ministério da Cultura.

Para os participantes e visitantes, a oportunidade foi de aprendizado e troca de informações, especialmente sobre o papel da Câmara de Vereadores e a importância desta representar bem a sociedade. Com o tema: “Ideias para proposições de iniciativa da Câmara”, o encontro contou com palestra do Diretor do IGAM - Instituto Gamma de Assessoria a Órgãos Públicos, Sr. André Leandro Barbi de Souza. “Todo o município do Brasil tem uma Câmara de Vereadores, mas não são todos os que têm um Poder Legislativo. O Poder Legislativo é a Câmara construindo-se no exercício dos seus papeis constitucionais. Então, ser Poder Legislativo no exercício local da atividade de representação da sociedade significa construir-se, entender a sua função, a sua responsabilidade”, enfatizou o palestrante. Para Barbi, os Vereadores devem lembrar em primeiro lugar que: “A Câmara representa a sociedade e atua para tutelar e proteger o direito fundamental da nossa Constituição, que é fazer com que o cidadão tenha dignidade em seu cotidiano.”

Após a palestra, os participantes tiveram espaço para questionamentos, sendo que também fez parte da programação a divulgação do Festipizza 2015 e degustação de pizzas, através da participação da organização do festival gastronômico e das Soberanas de Serafina Corrêa.



ARQUIVO

2007
           
 Set
 Out
2008
2009
2010
2011
2012
2013
2014

Abr01
Abr02

2015
Mar01
Mar02
Abr01
Abr02
Mai01
Mai02
Jul01
Jul02
         



OLIDES CANTON - JORNALISTA E ESCRITOR

Nascido em 16 de Janeiro de 1952 na cidade de Serafina Corrêa-RS, Olides Canton passou nesta cidade toda a sua infância. Mudando-se para Porto Alegre, cursou a Escola Julio de Castilhos, tornando-se Bacharel em Comunicação Social pela FABICO/UFRGS em 1982. Trabalha como Jornalista desde 1970. Trabalhou na Companhia Jornalística Caldas Júnior, Jornal Zero Hora. No Jornal do Brasil e Revista Carga e Transporte atuou como free-lancer. Editor do Jornal de Bordo e Revista Fitness. Possui 9 livros publicados. Ganhou quatro prêmios de Jornalismo, um do Badesul, dois do Setcergs e um da ARI. Registro no Sindicato dos Jornalistas RS: 2776 - Registro Jornalista - Mtb 4959.

Telefone: (51) 3330-6803
e-mail: contato@deolhoseouvidos.com.br

Autor de inúmeros livros, Olides Canton firmou-se como um
exímio contador de histórias contemporâneas.
Conheça agora as obras do autor
© "de Olhos e Ouvidos"  -  Todos os direitos reservados
Os textos e imagens publicados neste site são de inteira responsabilidade de Olides Canton.


EDIÇÕES DO FITNESS

Edição 180 - julho 2015
Edição 179 - maio 2015
Edição 178 - março 2015
Edição 177 - feverero 2015
Edição 176 - janeiro 2015
Edição 175 - dezembro 2014
Edição 174 - novembro 2014

Edição 173 - outubro 2014

Edição 172 - agosto 2014

Edição 171 - junho 2014

Edição 170 - maio 2014

Edição 169 - março 2014
Edição 168 - janerio 2014
Edição 167
Edição 166
Edição 165
Edição 164
Edição 163
Edição 162

Edição 161
Edição 160
Edição 159
Edição 158
Edição 157
Edição 156
Edição 155
Edição 154
Edição 153
Edição 152
Edição 151
Edição 150
Edição 149
Edição148
Edição 147
Edição146
Edição145
Edição144
Edição143
Edição 142

Edição 141
Edição 140
Edição 139
Edição 138
Edição 137
Edição136
Edição135
Edição134
Edição 133
Edição132
Edição 131
Edição 130
Edição129
Edição128
Edição127
Edição 126
Edição125
Edição 124

Edição 123
Edição 122
Edição 121
Edição 120
Edição 119
Edição 118
Edição 117
Edição 116
Edição 115
Edição 114
Edição 113
Edição 112
Edição 111
Edição 110
Edição 109
Edição 108
Edição 107
Edição 106
Edição 105
Edição 104
Edição 103
Edição 102
Edição 101
Edição 100
Edição 99


ESTÃO À VENDA


Cidades vizinhas (A briga entre cidades gaúchas) • R$ 15


Cosi la ze stata (Breves histórias de Serafina Correa/RS) • R$ 20


Getulio Vargas, depoimentos de um filho (Maneco Vargas fala de Getulio) • R$ 20


Estradas do Rio Grande (A história da construção pesada no RS) • R$ 50

Mais a postagem. Procure pelo olidescanton@bol.com.br.


ANUNCIE NO SITE

Entre em contato conosco

Edições Anteriores do Blog